SINAIS REMOTO + TRANSMISSÃO DE DADOS + CONSULTA WEB

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "SINAIS REMOTO + TRANSMISSÃO DE DADOS + CONSULTA WEB"

Transcrição

1 SISTEMA NACIONAL DE INFORMAÇÃO PARA O CONTROLE DE INFECÇÕES EM SERVIÇOS DE SAÚDE SINAIS REMOTO + TRANSMISSÃO DE DADOS + CONSULTA WEB GERÊNCIA DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DAS INFECÇÕES E DOS EVENTOS ADVERSOS GIPEA / GGTES/ ANVISA APRESENTAÇÃO 03

2 SINAIS REMOTO Clicar no ícone do Sinais na área de trabalho de seu computador: Sinais.lnk

3 TELA DE LOGIN Informar CPF e SENHA (senha padrão: anvisa/sinais, esta senha deve ser modificada no primeiro acesso ao sistema) e clique em CONECTAR

4 TELA PRINCIPAL DO SINAIS

5 MENU DO SINAIS ÍCONES DO MENU DO SISTEMA SINAIS - REMOTO PROCURAR: Edita os dados cadastrados e possibilita que os dados sejam exportando para um arquivo que pode ser lido em programas do tipo planilha eletrônica. NOVO: É a opção para digitação de um novo registro. EDITAR: Possibilita a edição dos campos digitados e a sua correção. EXCLUIR: Possibilita a exclusão do registro diário. SALVAR: Opção que deve ser escolhida após a digitação de todos os campos da tela. CANCELAR: possibilita a desistência da digitação dos dados. SERVIÇO: Opção para escolher o serviço o qual os dados a serem digitados são referidos. FECHAR: Opção para encerrar as atividades de digitação da tela de cadastro de denominadores. AJUDA: Opção para obter auxílio na digitação de qualquer dos campos.

6 HOSPITAL CADASTRO

7 CADASTRO - HOSPITAL Preencher as lacunas com dados de sua instituição de saúde e clique em SALVAR. 1. IDENTIFICAÇÃO

8 CADASTRO - HOSPITAL 2. UNIDADES

9 CADASTRO - HOSPITAL 3. CIRURGIAS

10 CADASTRO - HOSPITAL 4. ANTIMICROBIANOS

11 CADASTRO - HOSPITAL 5. PROCEDIMENTOS

12 CADASTRO - HOSPITAL 6. ESPÉCIMES

13 CADASTRO - HOSPITAL 7. FATORES DE RISCO

14 CADASTRO - PROFISSIONAL

15 CADASTRO - PROFISSIONAL

16 ENTRADA DE DADOS LEMBRETES: Paciente NNIS: Data de admissão e data de saída em dias diferentes do calendário. Obs.: Pacientes excluídos: psiquiátricos, ambulatoriais clínicos e cirúrgicos, em reabilitação física, crônicos/ asilares, externos (diálise, quimioterapia, cateterismo cardíaco)

17 ENTRADA DE DADOS LEMBRETES: Infecções em UTI: serão consideradas IH em UTI aquelas que se manifestarem até 48 h após a alta da UTI. Infecções em sítio cirúrgico: sempre considerar a data da infecção como a data da cirurgia (data de exposição ao risco). TX: _NUMERADOR (IH NA POPULAÇÃO EXPOSTA )_ x 100 DENOMINADOR (POPULAÇÃO EXPOSTA)

18 ENTRADA DE DADOS LEMBRETES: NUMERADORES: SEMPRE SÃO USADAS COMO NUMERADORES AS INFECÇÕES HOSPITALARES VERIFICADAS NA POPULAÇÃO EXPOSTA EX.: ISC DAS COLECISTECTOMIAS (JAN/2008): 02

19 ENTRADA DE DADOS LEMBRETES: DENOMINADORES: SAÍDA: SOMATÓRIO DE ALTAS + ÓBITOS + TRANFERÊNCIAS EM UMA DETERMINADA UNIDADE PACIENTE-DIA: SOMATÓRIO DE PACIENTES DIA-A-DIA EM UMA DETERMINADA UNIDADE DI*: NUMERADOR (IH NA POPULAÇÃO EXPOSTA ) x 1000 DENOMINADOR (PACIENTE-DIA) * DENSIDADE DE INCIDÊNCIA

20 ENTRADA DE DADOS PACIENTE-DIA

21 PACIENTE ENTRADA DE DADOS

22 ENTRADA DE DADOS - PACIENTE 1. IDENTIFICAÇÃO

23 ENTRADA DE DADOS - PACIENTE 2. INTERNAÇÃO

24 ENTRADA DE DADOS - PACIENTE

25 ENTRADA DE DADOS - PACIENTE

26 ENTRADA DE DADOS - PACIENTE Clique 02 vezes sobre a patologia que ela será transferida para a tela principal

27 ENTRADA DE DADOS - PACIENTE

28 ENTRADA DE DADOS - PACIENTE

29 ENTRADA DE DADOS - PACIENTE 3. UNIDADES

30 ENTRADA DE DADOS - PACIENTE 4. INFECÇÃO / COLONIZAÇÃO

31 ENTRADA DE DADOS - PACIENTE Após o preenchimento dos dados da infecção é liberada uma janela para informar: DADOS MICROBIOLÓGICOS

32 ENTRADA DE DADOS - PACIENTE MICROBIOLÓGICO: INFORMAR DATA DA COLETA DA AMOSTRA + ESPÉCIME COLETADO + MICROORGANISMO (S) ISOLADO (S)

33 ENTRADA DE DADOS - PACIENTE PERFIL DE SENSIBILIDADE: INFORMAR O PERFIL DE SENSIBILIDADE PARA TODOS OS ANTIBIÓTICOS CADASTRADOS (CADASTRO HOSPITAL)

34 ENTRADA DE DADOS - PACIENTE 5. CIRURGIA

35 ENTRADA DE DADOS - PACIENTE 6. EQUIPE CIRÚRGICA

36 ENTRADA DE DADOS - PACIENTE ASA - Classificação da American Society of Anestesiologists ASA 1: Saudável ASA 2: Alteração sistêmica discreta ASA 3: Alteração sistêmica grave, com limitação de atividade ASA 4: Alteração sistêmica grave, com risco de vida ASA 5: Paciente moribundo

37 ENTRADA DE DADOS - PACIENTE CLASSIFICAÇÃO DAS CIRURGIAS POR POTENCIAL DE CONTAMINAÇÃO: LIMPA POTENCIALMENTE CONTAMINADA CONTAMINADA INFECTADA

38 ENTRADA DE DADOS - PACIENTE IRIC - ÍNDICE DE RISCO DE INFECÇÃO CIRÚRGICA (SOMÁTORIO) ASA DURAÇÃO DA CIRURGIA (PONTO DE CORTE) CLASSIFICAÇÃO DA CIRURGIA (GRAUD DE CONTAMINAÇÃO)

39 ENTRADA DE DADOS - PACIENTE 7. EVOLUÇÃO

40 ENTRADA DE DADOS - PACIENTE ÓBITO RELACIONADO À INFECÇÃO HOSPITALAR

41 ENTRADA DE DADOS DENOMINADOR GLOBAL

42 ENTRADA DE DADOS DENOMINADOR GLOBAL

43 ENTRADA DE DADOS DENOMINADOR GLOBAL

44 ENTRADA DE DADOS DENOMINADOR POR PESO DE RN

45 ENTRADA DE DADOS DENOMINADOR POR PESO DE RN

46 ENTRADA DE DADOS DENOMINADOR CIRÚRGICO SIMPLIFICADO

47 ENTRADA DE DADOS DENOMINADOR CIRÚRGICO SIMPLIFICADO

48 ENTRADA DE DADOS DENOMINADOR CIRÚRGICO COMPLETO

49 ENTRADA DE DADOS DENOMINADOR CIRÚRGICO COMPLETO

50 RELATÓRIOS GERAIS

51 FILTROS: 1. PERÍODO RELATÓRIOS GERAIS

52 2. UNIDADE RELATÓRIOS GERAIS

53 3. SÍTIO RELATÓRIOS GERAIS

54 RELATÓRIOS GERAIS 4. PROCEDIMENTO

55 5. ESPÉCIME RELATÓRIOS GERAIS

56 RELATÓRIOS GERAIS 6. MICROORGANISMO

57 RELATÓRIOS GERAIS 7. ANTIMICROBIANO

58 TAXAS RELATÓRIOS GERAIS

59 RELATÓRIOS GERAIS DENSIDADE DE INCIDÊNCIA

60 PROCEDIMENTO-DIA RELATÓRIOS GERAIS

61 MICROBIOLÓGICO RELATÓRIOS GERAIS

62 FREQUÊNCIAS RELATÓRIOS GERAIS

63 LETALIDADE RELATÓRIOS GERAIS

64 RELATÓRIOS CIRÚRGICOS

65 RELATÓRIOS CIRÚRGICOS 1. PERÍODO E SÍTIO

66 RELATÓRIOS CIRÚRGICOS 2. UNIDADES

67 RELATÓRIOS CIRÚRGICOS 3. CIRURGIAS

68 RELATÓRIOS CIRÚRGICOS INDICADORES: indicadores completos / completo por ASA / completo por contaminação / completo por IRIC / indicadores simples

69 RELATÓRIOS CIRÚRGICOS TAXA DE SSI POR TOPOGRAFIA: por ASA / por grau de contaminação / por IRIC

70 RELATÓRIOS CIRÚRGICOS TAXA DE SSI POR CIRURGIA: por ASA / por grau de contaminação / por IRIC / por ASA x IRIC

71 RELATÓRIOS CIRÚRGICOS TAXA DE INFECÇÃO POR PROFISSIONAL

72 RELATÓRIOS CIRÚRGICOS FREQUÊNCIAS (números absolutos)

73 RELATÓRIOS - INTERNAÇÕES

74 RELATÓRIOS - INTERNAÇÕES UNIDADES

75 RELATÓRIOS - INTERNAÇÕES FATORES DE RISCO

76 RELATÓRIOS - INTERNAÇÕES DIAGNÓSTICO DE INTERNAÇÃO

77 RELATÓRIOS - PACIENTES

78 RELATÓRIOS - PACIENTES DADOS DO PACIENTE

79 RELATÓRIOS - PACIENTES DADOS DA INTERNAÇÃO

80 MANUTENÇÃO

81 MANUTENÇÃO BACKUP DO BANCO DE DADOS: arquivo que contém todos os dados do banco de dados cópia de segurança deve-se transmitir o backup do banco de dados: 3/3 meses para manter uma cópia de segurança na Anvisa.

82 MANUTENÇÃO COMO LOCALIZAR O BACKUP DO BANCO DE DADOS GERADO: MEU COMPUTADOR C: ARQUIVOS DE PROGRAMAS SINAIS BANCO

83 MANUTENÇÃO RESTAURAÇÃO DO BANCO DE DADOS: restaura o backup do banco de dados gerado anteriormente.

84 MANUTENÇÃO MANUTENÇÃO E CORREÇÕES: Melhora o desempenho do sistema e corrige possíveis erros.

85 MANUTENÇÃO RESTAURAÇÃO DOS BANCOS ANUAIS: esta nova funcionalidade reunirá os bancos de dados, separados na versão antiga (2.7.2)

86 MANUTENÇÃO

87 SEGURANÇA

88 SEGURANÇA PERFIS/FUNÇÕES: esta funcionalidade permite que sejam cadastrados usuários com suas respectivas funções Obs.: sempre definir um administrador do Sinais Sinais Remoto

89 SEGURANÇA USUÁRIOS: informar CPF + nome + perfil + + telefone + senha

90 SEGURANÇA Obs.: Lembre-se que a partir da gravação destas informações, só será possível acessar o Sinais Remoto com CPF e senha gravados. Obs.: Em caso de esquecimento destes dados o programa deverá ser desinstalado e instalado novamente (salvando-se primeiro um backup dos dados).

91 FORMULÁRIO

92 FORMULÁRIO

93 TRANSMISSÃO DE DADOS PARA O BANCO DE DADOS NACIONAL

94 TRANSMISSÃO PARA O BANCO DE DADOS NACIONAL

95 TRANSMISSÃO PARA O BANCO DE DADOS NACIONAL CONFIGURAR PROXY: libera a conexão entre a rede de sua instituição de saúde e a rede da Anvisa (deve-se preencher as lacunas com dados fornecidos pelo Setor de Informática de seu hospital)

96 TRANSMISSÃO PARA O BANCO DE DADOS NACIONAL PASSOS PARA A TRANSMISSÃO DOS DADOS: 1. ATUALIZAR SISTEMA SINAIS 2. ATUALIZAR BANCO DE DADOS 3. GERAR ARQUIVO PARA SER ENVIADO 4. TRANSMITIR OS DADOS PELO SITE DO SINAIS (SOMENTE PELA INTERNET) 5. MOVER ARQUIVOS ENVIADOS

97 TRANSMISSÃO PARA O BANCO DE DADOS NACIONAL ATUALIZAR SISTEMA SINAIS

98 TRANSMISSÃO PARA O BANCO DE DADOS NACIONAL ATUALIZAR BANCO DE DADOS

99 TRANSMISSÃO PARA O BANCO DE DADOS NACIONAL GERAR ARQUIVO PARA SER ENVIADO (geração de arquivo XML)

100 TRANSMISSÃO PARA O BANCO DE DADOS NACIONAL

101 TRANSMISSÃO PARA O BANCO DE DADOS NACIONAL Acessar o site do Sinais:

102 TRANSMISSÃO PARA O BANCO DE DADOS NACIONAL Informar: + CNPJ + SENHA (do gestor de segurança) e clicar em CONECTAR

103 TRANSMISSÃO PARA O BANCO DE DADOS NACIONAL Escolha o tipo de arquivo que será enviado (Backup ou XML) E clique no botão BROWSER (buscar)

104 TRANSMISSÃO PARA O BANCO DE DADOS NACIONAL CAMINHO PARA ENCONTRAR O ARQUIVO: C: ARQUIVOS DE PROGRAMAS SINAIS ARQUIVOS 2008 ARQUIVOS GERADOS Clique duas vezes sobre o arquivo que você pretende transmitir

105 TRANSMISSÃO PARA O BANCO DE DADOS NACIONAL Ele será encaminhado para a lacuna da página abaixo Clicar em TRANSFERIR

106 TRANSMISSÃO PARA O BANCO DE DADOS NACIONAL SURGINDO A TELA DE CONFIRMAÇÃO DE ENVIO......BASTA IMPRIMIR O COMPROVANTE DE ENVIO DOS DADOS E GUARDÁ-LO! OS DADOS FORAM TRANSMITIDOS COM SUCESSO PARA O BANCO DE DADOS NACIONAL DA ANVISA!!!

107 TRANSMISSÃO PARA O BANCO DE DADOS NACIONAL MOVER ARQUIVOS ENVIADOS: após a transmissão dos dados (pela internet) retornar ao Sinais Remoto.

108 TRANSMISSÃO PARA O BANCO DE DADOS NACIONAL Clicar 02 vezes sobre o ARQUIVO GERADO, clique na seta verde que ele será transferido para a janela de ARQUIVOS ENVIADOS

109 TRANSMISSÃO PARA O BANCO DE DADOS NACIONAL GERAR ARQUIVO COMPLETO PARA ENVIO: este tipo de arquivo só deverá ser transmitido, caso seja solicitado pela Anvisa.

110 AJUDA AJUDA SOBRE O SINAIS

111 AJUDA SOBRE O SINAIS

112 SAIR

113 CONSULTA WEB DO SINAIS

114 CONSULTA WEB DO SINAIS A Consulta Web do Sinais possibilita que os Gestores federais/estaduais/municipais e os serviços de saúde tenham acesso (pela internet) aos dados transmitidos para o Banco de Dados Nacional. Esta análise segue a seguinte hierarquia de pesquisa:

115 CONSULTA WEB DO SINAIS HIERARQUIA DE VISUALIZAÇÃO DOS DADOS INSTITUIÇÃO DE SAÚDE MUNICÍPIO ESTADO VISUALIZA OS DADOS DE SUA INSTITUIÇÃO DE SAÚDE VISUALIZA OS DADOS DAS INSTITUIÇÕES DE SAÚDE DE TODO O SEU MUNICÍPIO VISUALIZA OS DADOS DAS INSTITUIÇÕES DE SAÚDE DE TODO O SEU ESTADO ANVISA VISUALIZA OS DADOS DAS INSTITUIÇÕES DE SAÚDE DE TODO O PAÍS

116 CONSULTA WEB DO SINAIS Acesso à Consulta Web:

117 CONSULTA WEB DO SINAIS Informar ou CPF e senha do gestor de segurança e clicar em ENTRAR.

118 CONSULTA WEB DO SINAIS Selecione a Instituição que deseja visualizar os dados (01 profissional pode ser gestor de segurança de várias instituições de saúde) e clique em CONSULTAR.

119 CONSULTA WEB DO SINAIS Você terá acesso à página de abertura da Consulta Web Obs.: Nesta e em todas as outras páginas dos Relatórios Gerais você poderá realizar filtros de acordo com a pesquisa que você deseja realizar.

120 PERÍODO/INFECÇÃO CONSULTA WEB

121 CONSULTA WEB UNIDADE/RECÉM-NASCIDO

122 SÍTIO CONSULTA WEB

123 PROCEDIMENTO CONSULTA WEB

124 ESPÉCIME CONSULTA WEB

125 MICROORGANISMOS CONSULTA WEB

126 ANTIMICROBIANO CONSULTA WEB

127 FATOR DE RISCO CONSULTA WEB

128 TAXAS CONSULTA WEB

129 CONSULTA WEB DENSIDADE DE INCIDÊNCIA

130 PROCEDIMENTO-DIA CONSULTA WEB

131 MICROBIÓLÓGICOS CONSULTA WEB

132 FREQUÊNCIAS CONSULTA WEB

133 LETALIDADE CONSULTA WEB

134 CONSULTA WEB DO SINAIS Atualmente só estão disponíveis para consulta web os Relatórios Gerais gerados pelo Sinais. Os Relatórios Cirúrgicos da Consulta Web estarão disponíveis no segundo semestre de 2008.

135 ATALHOS DO SINAIS

136 ABRE A ENTRADA DE DADOS DO PACIENTE

137

138 ABRE A ENTRADA DE DADOS DE DENOMINADOR GLOBAL

139

140 ABRE A ENTRADA DE DADOS DE DENOMINADOR POR PESO DE RN

141

142 ABRE A ENTRADA DE DADOS DE DENOMINADOR CIRÚRGICO SIMPLIFICADO

143

144 ABRE A ENTRADA DE DADOS DE DENOMINADOR CIRÚRGICO COMPLETO

145

146 ABRE A EMISSÃO DE RELATÓRIOS GERAIS

147

148 ABRE A EMISSÃO DE RELATÓRIOS CIRÚRGICOS

149

150 ABRE O RELATÓRIO DOS DADOS DO PACIENTE CADASTRADO

151

152 ABRE O RELATÓRIO DOS DADOS DA INTERNAÇÃO DO PACIENTE CADASTRADO

153

154 ABRE O ARQUIVO DE AJUDA DO SINAIS

155 FECHA O SINAIS

156 OBRIGADA!!! EQUIPE SINAIS

Aplicativo da Manifestação do Destinatário. Manual

Aplicativo da Manifestação do Destinatário. Manual Aplicativo da Manifestação do Destinatário Manual Novembro de 2012 1 Sumário 1 Aplicativo de Manifestação do Destinatário...4 2 Iniciando o aplicativo...4 3 Menus...5 3.1 Manifestação Destinatário...5

Leia mais

GUIA RÁPIDO DE UTILIZAÇÃO DO PORTAL DO AFRAFEP SAÚDE

GUIA RÁPIDO DE UTILIZAÇÃO DO PORTAL DO AFRAFEP SAÚDE GUIA RÁPIDO DE UTILIZAÇÃO DO PORTAL DO AFRAFEP SAÚDE INTRODUÇÃO O portal do Afrafep Saúde é um sistema WEB integrado ao sistema HEALTH*Tools. O site consiste em uma área onde os Usuários e a Rede Credenciada,

Leia mais

Como funciona? SUMÁRIO

Como funciona? SUMÁRIO SUMÁRIO 1. Introdução... 2 2. Benefícios e Vantagens... 2 3. Como utilizar?... 2 3.1. Criar Chave / Senha de Usuário... 2 3.2. Recursos da Barra Superior... 2 3.2.1. Opções... 3 3.2.1.1. Mover Para...

Leia mais

Manual Instalação Pedido Eletrônico

Manual Instalação Pedido Eletrônico Manual Instalação Pedido Eletrônico 1 Cliente que não utiliza o Boomerang, mas possui um sistema compatível. 1.1 Instalação do Boomerang Inserir o CD no drive do computador, clicar no botão INICIAR e em

Leia mais

Material de apoio. Disponível no site: : www.justica.gov.br, no link: Entidades Sociais >> CNES.

Material de apoio. Disponível no site: : www.justica.gov.br, no link: Entidades Sociais >> CNES. Material de apoio Disponível no site: : www.justica.gov.br, no link: Entidades Sociais >> CNES. Material de apoio Disponível no site: : www.justica.gov.br, no link: Entidades Sociais >> CNES. Portaria

Leia mais

Manual (Office 365) Para acesso ao sistema de e-mails, os passos iniciais continuam os mesmos.

Manual (Office 365) Para acesso ao sistema de e-mails, os passos iniciais continuam os mesmos. Histórico de Alterações Versão Data Autor Função Descrição 1 14/09/2012 Roberto Gouveia Analista de Help Desk Criação inicial 2 19/11/2013 Roberto Gouveia Analista de Help Desk Atualização A partir de

Leia mais

Manual Captura S_Line

Manual Captura S_Line Sumário 1. Introdução... 2 2. Configuração Inicial... 2 2.1. Requisitos... 2 2.2. Downloads... 2 2.3. Instalação/Abrir... 3 3. Sistema... 4 3.1. Abrir Usuário... 4 3.2. Nova Senha... 4 3.3. Propriedades

Leia mais

MANUAL DO PRESTADOR FATURAMENTO WEB

MANUAL DO PRESTADOR FATURAMENTO WEB MANUAL DO PRESTADOR FATURAMENTO WEB 0 Sumário Introdução... 2 Funcionalidades... 2 Requisitos Necessários... 2 Faturamento Web... 3 Faturamento Simplificado... 4 Faturamento Detalhado... 9 Faturamento

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO GCD GERENCIADOR DE CERTIFICADOS DIGITAIS

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO GCD GERENCIADOR DE CERTIFICADOS DIGITAIS MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO GCD GERENCIADOR DE Versão 2 Atualizado em 03/05/2012 Página 1 de 77 ÍNDICE 1 - O QUE É O GCD... 3 2 - COMO EXECUTAR O GCD GERENCIADOR DE... 4 2.3 - COMO CONFIGURAR O PROXY DO GCD...

Leia mais

Versão 1.15. Portal StarTISS. Portal de Digitação e Envio do Faturamento. Manual de Utilização. Versão 1.15 (Agosto/2014)

Versão 1.15. Portal StarTISS. Portal de Digitação e Envio do Faturamento. Manual de Utilização. Versão 1.15 (Agosto/2014) Versão 1.15 Portal StarTISS Portal de Digitação e Envio do Faturamento Manual de Utilização Versão 1.15 (Agosto/2014) Conteúdo 1. CONTATOS... 1 2. REQUISITOS NECESSÁRIOS... 1 3. ACESSANDO O PORTAL STARTISS...

Leia mais

Cadastramento e compra de vale transporte para o Cartão Metrocard Metropolitano Integrado. Em substituição ao Vale Transporte Temporário de Papel

Cadastramento e compra de vale transporte para o Cartão Metrocard Metropolitano Integrado. Em substituição ao Vale Transporte Temporário de Papel Cadastramento e compra de vale transporte para o Cartão Metrocard Metropolitano Integrado Em substituição ao Vale Transporte Temporário de Papel Acesso para cadastramento da empresa 2 Caso já tenha se

Leia mais

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR PARA SECRETÁRIAS

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR PARA SECRETÁRIAS HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR PARA SECRETÁRIAS 1 - A TELA AGENDA 1.1 - TIPOS DE AGENDA 1.1.1 AGENDA NORMAL 1.1.2 AGENDA ENCAIXE 2 - AGENDANDO CONSULTAS 2.1 - AGENDANDO UMA CONSULTA NA AGENDA

Leia mais

Smart Laudos 1.9. A Forma Inteligente de Criar seus Laudos Médicos. Manual do Usuário

Smart Laudos 1.9. A Forma Inteligente de Criar seus Laudos Médicos. Manual do Usuário Smart Laudos 1.9 A Forma Inteligente de Criar seus Laudos Médicos Manual do Usuário Conteúdo 1. O que é o Smart Laudos?... 3 2. Características... 3 3. Instalação... 3 4. Menu do Sistema... 4 5. Configurando

Leia mais

Manual de Administração

Manual de Administração Gerência de Informática Repositório de Documentos do GHC Manual de Administração Versão 1.1 Novembro de 2015 Repositório de Documentos do GHC Manual de Administração Índice 1 Acesso ao Sistema...3 2 Adicionar

Leia mais

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR/SBOT PARA SECRETÁRIAS

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR/SBOT PARA SECRETÁRIAS HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR/SBOT PARA SECRETÁRIAS 1 - A TELA AGENDA 1.1 - TIPOS DE AGENDA 1.1.1 AGENDA NORMAL 1.1.2 AGENDA ENCAIXE 2 - AGENDANDO CONSULTAS 2.1 - AGENDANDO UMA CONSULTA NA

Leia mais

Manual do Usuário. E-DOC Peticionamento Eletrônico TST

Manual do Usuário. E-DOC Peticionamento Eletrônico TST E-DOC Peticionamento APRESENTAÇÃO O sistema E-DOC substituirá o atual sistema existente. Este sistema permitirá o controle de petições que utiliza certificado digital para autenticação de carga de documentos.

Leia mais

Manual do Visualizador NF e KEY BEST

Manual do Visualizador NF e KEY BEST Manual do Visualizador NF e KEY BEST Versão 1.0 Maio/2011 INDICE SOBRE O VISUALIZADOR...................................................... 02 RISCOS POSSÍVEIS PARA O EMITENTE DA NOTA FISCAL ELETRÔNICA.................

Leia mais

Guia do Usuário PRONAVTECH GUIA DO USUÁRIO ARMAZENADOR

Guia do Usuário PRONAVTECH GUIA DO USUÁRIO ARMAZENADOR GUIA DO USUÁRIO ARMAZENADOR 1 Índice INTRODUÇÃO... 3 ACESSANDO O PRONAVTECH... 4 Primeiro Acesso... 5 Demais Acessos... 6 Esqueci Minha Senha... 7 Esqueci o usuário principal... 7 ÁREA DE TRABALHO DO PRONAVTECH...

Leia mais

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR PARA MÉDICOS

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR PARA MÉDICOS HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR PARA MÉDICOS 1 CADASTRANDO CLIENTES 1.1 BUSCANDO CLIENTES 1.1.1 BUSCANDO CLIENTES PELO NOME 1.1.2 BUSCANDO CLIENTES POR OUTRAS BUSCAS 1.2 CAMPO OBSERVAÇÕES 1.3

Leia mais

Governo do Estado do Pará Secretaria de Estado da Fazenda

Governo do Estado do Pará Secretaria de Estado da Fazenda Manual do Usuário Sistema Notapará Programa Nota Fiscal Cidadã Objetivo: Estabelecer orientações aos usuários do sistema Notapará, tais como: usabilidade, funcionalidade e navegabilidade. Manual do Usuário

Leia mais

Sistema Integrado de Gerenciamento ARTESP MANUAL DO USUÁRIO SIGA EXTRANET - FRETAMENTO

Sistema Integrado de Gerenciamento ARTESP MANUAL DO USUÁRIO SIGA EXTRANET - FRETAMENTO Sistema Integrado de Gerenciamento ARTESP MANUAL DO USUÁRIO SIGA EXTRANET - FRETAMENTO Versão 1.0 Julho/2012 ÍNDICE 1 REQUISITOS MÍNIMOS PARA INSTALAÇÃO... 4 1.1 Equipamento e Sistemas Operacionais 4 1.1.1

Leia mais

INTRODUÇÃO 2 AUTORIZADOR WEB 4. Pesquisar Beneficiário... 5. Elegibilidade Beneficiário... 6. Nova Guia Consulta Eletiva... 7. Nova Guia SP/SADT...

INTRODUÇÃO 2 AUTORIZADOR WEB 4. Pesquisar Beneficiário... 5. Elegibilidade Beneficiário... 6. Nova Guia Consulta Eletiva... 7. Nova Guia SP/SADT... INTRODUÇÃO 2 AUTORIZADOR WEB 4 Pesquisar Beneficiário... 5 Elegibilidade Beneficiário... 6 Nova Guia Consulta Eletiva... 7 Nova Guia SP/SADT... 10 Nova Guia Anexo de Radioterapia... 14 Nova Guia Anexo

Leia mais

Manual do AP_Conta. Manual do AP_Conta. Aplicativo para digitação e envio de contas médicas no padrão TISS

Manual do AP_Conta. Manual do AP_Conta. Aplicativo para digitação e envio de contas médicas no padrão TISS 2014 Manual do AP_Conta Aplicativo para digitação e envio de contas médicas no padrão TISS 0 Sumário 1. Sobre esse manual... 3 2. Habilitando e Configurando o AP_Conta... 4 3. Habilitação e Licenciamento...

Leia mais

Escritório Virtual Administrativo

Escritório Virtual Administrativo 1 Treinamento Módulos Escritório Virtual Administrativo Sistema Office Instruções para configuração e utilização do módulo Escritório Virtual e módulo Administrativo do sistema Office 2 3 1. Escritório

Leia mais

Cadastros e Acessos. Conhecimento global. Foco local. www.audatex.com.br / www.solerainc.com Versão 1.0

Cadastros e Acessos. Conhecimento global. Foco local. www.audatex.com.br / www.solerainc.com Versão 1.0 Cadastros e Acessos Conhecimento global. Foco local. www.audatex.com.br / www.solerainc.com Versão 1.0 Histórico das versões VER DATA AUTOR DESCRIÇÃO DA MODIFICAÇÃO 1.0 18/08/2010 MT Versão Inicial Índice

Leia mais

MANUAL DO PRESTADOR WEB

MANUAL DO PRESTADOR WEB MANUAL DO PRESTADOR WEB Sumário 1. Guia de Consulta... 3 2. Guia de Procedimentos Ambulatoriais... 6 3. Guia de Solicitação de Internação... 8 4. Prorrogação de internação... 8 5. Confirmação de pedido

Leia mais

Manual de Instalação e Utilização do Pedido Eletrônico Gauchafarma

Manual de Instalação e Utilização do Pedido Eletrônico Gauchafarma Manual de Instalação e Utilização do Pedido Eletrônico Gauchafarma 1. INSTALAÇÃO Antes de iniciar a instalação do pedido eletrônico, entre em contato com o suporte da distribuidora e solicite a criação

Leia mais

CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO DISTRITO FEDERAL. CERBERUS Manual do sistema Versão 1.0

CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO DISTRITO FEDERAL. CERBERUS Manual do sistema Versão 1.0 CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO DISTRITO FEDERAL CERBERUS Manual do sistema HISTÓRICO DA REVISÃO Data Versão Descrição Autor 07/08/2014 1.0 Criação do documento Antonio Rogério da Costa Silva LISTA DE FIGURAS

Leia mais

TUTORIAL UTILIZAÇÃO DE FUNCIONALIDADES AUDITOR FISCAL

TUTORIAL UTILIZAÇÃO DE FUNCIONALIDADES AUDITOR FISCAL TUTORIAL UTILIZAÇÃO DE FUNCIONALIDADES AUDITOR FISCAL VERSÃO DO SISTEMA 3.0/2015 VERSÃO DO DOCUMENTO 1.0 Índice 1. OBJETIVO GERAL... 2 2. ACESSO AO SISTEMA AUDITOR FISCAL... 3 3. SISTEMA AUDITOR FISCAL

Leia mais

PLANO DE SAÚDE SÃO CRISTOVÃO SITE - TISS DIGITAÇÃO E ENTREGA DE FATURAMENTO MANUAL DO USUÁRIO (PRESTADOR)

PLANO DE SAÚDE SÃO CRISTOVÃO SITE - TISS DIGITAÇÃO E ENTREGA DE FATURAMENTO MANUAL DO USUÁRIO (PRESTADOR) PLANO DE SAÚDE SÃO CRISTOVÃO SITE - TISS DIGITAÇÃO E ENTREGA DE FATURAMENTO MANUAL DO USUÁRIO (PRESTADOR) Página 1 de 23 Sumário Tela de Login... 03 Menu Principal... 04 Home...05 Alterar meus dados...06

Leia mais

CIUCA Manual de Operação Versão 2.02 (Módulos I Cadastro e II - Credenciamento)

CIUCA Manual de Operação Versão 2.02 (Módulos I Cadastro e II - Credenciamento) Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação Cadastro das Instituições e Comissões de Ética no Uso de Animais CIUCA Versão 2.02 (Módulos I Cadastro e II - Credenciamento) Versão 1.01 (Módulo I Cadastro)

Leia mais

Manual do usuário - Service Desk SDM - COPASA. Service Desk

Manual do usuário - Service Desk SDM - COPASA. Service Desk Manual do usuário - Service Desk SDM - COPASA Service Desk Sumário Apresentação O que é o Service Desk? Terminologia Status do seu chamado Utilização do Portal Web Fazendo Login no Sistema Tela inicial

Leia mais

Manual Sistema Curumim. Índice

Manual Sistema Curumim. Índice Versão 1.0 Índice 1. Instalação do Sistema... 3 2. Botões e Legenda... 4 3. Login do Sistema... 5 4. Tela Principal... 6 5. Dados Cadastrais da Empresa... 7 6. Aluno Cadastro... 8 7. Aluno - Cadastro de

Leia mais

Manual do Sistema "Vida Controle de Contatos" Editorial Brazil Informatica

Manual do Sistema Vida Controle de Contatos Editorial Brazil Informatica Manual do Sistema "Vida Controle de Contatos" Editorial Brazil Informatica I Vida Controle de Contatos Conteúdo Part I Introdução 2 1 Vida Controle... de Contatos Pessoais 2 Part II Configuração 2 1 Configuração...

Leia mais

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR/SBOT PARA MÉDICOS

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR/SBOT PARA MÉDICOS HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR/SBOT PARA MÉDICOS 1 CADASTRANDO CLIENTES 1.1 BUSCANDO CLIENTES 1.1.1 BUSCANDO CLIENTES PELO NOME 1.1.2 BUSCANDO CLIENTES POR OUTRAS BUSCAS 1.2 CAMPO OBSERVAÇÕES

Leia mais

Utilização do Webmail da UFS

Utilização do Webmail da UFS Universidade Federal de Sergipe Centro de Processamento de Dados Coordenação de Redes de Computadores Utilização do Webmail da UFS Procedimento Com o intuito de facilitar a execução dos passos, este tutorial

Leia mais

Olimpíada Brasileira de Robótica. Manual de Inscrição. Sistema OLIMPO Instruções

Olimpíada Brasileira de Robótica. Manual de Inscrição. Sistema OLIMPO Instruções Olimpíada Brasileira de Robótica Manual de Inscrição Sistema OLIMPO Instruções Versão 1.1 Abril 2013 OLIMPO Sistema de Gerenciamento de Olimpíadas e Eventos Científicos Olimpíada Brasileira de Robótica

Leia mais

e-nota NFS-e Sistema de Geração e Emissão de Nota Fiscal de Serviço eletrônica

e-nota NFS-e Sistema de Geração e Emissão de Nota Fiscal de Serviço eletrônica Página1 e-nota NFS-e Sistema de Geração e Emissão de Nota Fiscal de Serviço eletrônica Manual do Usuário Produzido por: Informática Educativa Página2 Índice 1. O que é Nota Fiscal de Serviço eletrônica

Leia mais

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador.

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador. INTRODUÇÃO O Programa pode ser instalado em qualquer equipamento que utilize o sistema operacional Windows 95 ou superior, e seu banco de dados foi desenvolvido em MySQL, sendo necessário sua pré-instalação

Leia mais

INTRODUÇÃO 2 ACESSO AO SIGTECWEB 3 TEMPO DE CONEXÃO 5 NAVEGAÇÃO 7 BARRA DE AÇÕES 7 COMPORTAMENTO DOS BOTÕES 7 FILTROS PARA PESQUISA 8

INTRODUÇÃO 2 ACESSO AO SIGTECWEB 3 TEMPO DE CONEXÃO 5 NAVEGAÇÃO 7 BARRA DE AÇÕES 7 COMPORTAMENTO DOS BOTÕES 7 FILTROS PARA PESQUISA 8 ÍNDICE INTRODUÇÃO 2 ACESSO AO SIGTECWEB 3 TEMPO DE CONEXÃO 5 NAVEGAÇÃO 7 BARRA DE AÇÕES 7 COMPORTAMENTO DOS BOTÕES 7 FILTROS PARA PESQUISA 8 ACESSO ÀS FERRAMENTAS 9 FUNÇÕES 12 MENSAGENS 14 CAMPOS OBRIGATÓRIOS

Leia mais

MANUAL DO GERENCIADOR ESCOLAR WEB

MANUAL DO GERENCIADOR ESCOLAR WEB CNS LEARNING MANUAL DO GERENCIADOR ESCOLAR WEB Versão Online 13 Índice ÍNDICE... 1 VISÃO GERAL... 2 CONCEITO E APRESENTAÇÃO VISUAL... 2 PRINCIPAIS MÓDULOS... 3 ESTRUTURAÇÃO... 3 CURSOS... 4 TURMAS... 4

Leia mais

Manual do Usuário. Controle Financeiro. Copyright 2014 - ControleNaNet

Manual do Usuário. Controle Financeiro. Copyright 2014 - ControleNaNet Manual do Usuário Controle Financeiro Copyright 2014 - ControleNaNet Conteúdo Menu Principal...3 Clientes... 4 Consulta... 5 Inclusão...6 Alteração... 8 Exclusão...8 Fornecedores...9 Consulta... 10 Inclusão...

Leia mais

Vendas. Manual do Usuário. Copyright 2014 - ControleNaNet

Vendas. Manual do Usuário. Copyright 2014 - ControleNaNet Manual do Usuário Copyright 2014 - ControleNaNet Conteúdo A Ficha de Vendas...3 Os Recibos...6 Como imprimir?...7 As Listagens...9 Clientes... 10 Consulta... 11 Inclusão... 13 Alteração... 14 Exclusão...

Leia mais

Fundap. Programa de Estágio. Manual de Utilização do Sistema de Administração de Bolsas de Estágio. Plano de Estágio

Fundap. Programa de Estágio. Manual de Utilização do Sistema de Administração de Bolsas de Estágio. Plano de Estágio Fundap Fundação do Desenvolvimento Administrativo Programa de Estágio Programa de Estágio Manual de Utilização do Sistema de Administração de Bolsas de Estágio Plano de Estágio Julho de 2008 SABE - Sistema

Leia mais

WebEDI - Tumelero Manual de Utilização

WebEDI - Tumelero Manual de Utilização WebEDI - Tumelero Manual de Utilização Pedidos de Compra Notas Fiscais Relação de Produtos 1. INTRODUÇÃO Esse documento descreve o novo processo de comunicação e troca de arquivos entre a TUMELERO e seus

Leia mais

Manual Web Viewer PACS Unimed Rio Claro - http://pacs.unimedrc.com.br

Manual Web Viewer PACS Unimed Rio Claro - http://pacs.unimedrc.com.br Manual Web Viewer PACS Unimed Rio Claro - http://pacs.unimedrc.com.br Atualizado em 29/01/2013 Este documento orienta sobre a utilização do aplicativo Web Viewer para acesso ao sistema PACS (Sistema de

Leia mais

V.1.0 SIAPAS. Sistema Integrado de Administração ao Plano de Assistência à Saúde. Contas Médicas

V.1.0 SIAPAS. Sistema Integrado de Administração ao Plano de Assistência à Saúde. Contas Médicas 2014 V.1.0 SIAPAS Sistema Integrado de Administração ao Plano de Assistência à Saúde Contas Médicas SIAPAS Sistema Integrado de Administração ao Plano de Assistência à Saúde Módulos CONTAS MÉDICAS Capa

Leia mais

Manual do Usuário Cidadão SIC Serviço de informação ao cidadão

Manual do Usuário Cidadão SIC Serviço de informação ao cidadão Manual do Usuário Cidadão SIC Serviço de informação ao cidadão NOVOSIS 3ª Versão Conteúdo Introdução... 3 Principais recursos:... 4 Para o cidadão:... 4 Para os órgãos públicos:... 4 Como Utilizar o SIC...

Leia mais

WEB COLABORADOR. Envio e Recebimento de arquivos de consignação

WEB COLABORADOR. Envio e Recebimento de arquivos de consignação TUTORIAL Envio e Recebimento de arquivos de consignação Para acessar o Web Colaborador e transferir arquivos de consignação, entre com os dados de CNPJ, usuário e senha, nos campos correspondentes. Regras

Leia mais

MANUAL DE ORIENTAÇÕES GERAIS ARQUIVO XML

MANUAL DE ORIENTAÇÕES GERAIS ARQUIVO XML MANUAL DE ORIENTAÇÕES GERAIS ARQUIVO XML DIGITAÇÃO DE GUIAS PARA ENVIO ELETRÔNICO VIA WEB RECIFE - 2015 1 1. ACESSANDO O PORTAL TISS Para acessar o Portal TISS Digitação, o credenciado deverá acessar o

Leia mais

GW Unimed Blumenau. Nunca foi tão fácil enviar sua produção eletronicamente para a Unimed Blumenau.

GW Unimed Blumenau. Nunca foi tão fácil enviar sua produção eletronicamente para a Unimed Blumenau. 2010 GW Unimed Blumenau Nunca foi tão fácil enviar sua produção eletronicamente para a Unimed Blumenau. GW uma ferramenta on-line de auditoria ligada diretamente com o próprio sistema da operadora, o que

Leia mais

MANUAL do SNGPC Software CADASTRO

MANUAL do SNGPC Software CADASTRO MANUAL do SNGPC Software CADASTRO Entre no site www.sngpc.com.br, Clique em Cadastre-se para fazer o seu cadastro. Feito isso, informe o seu CNPJ e o código de segurança e clique em ENTRAR. Insira todas

Leia mais

Universidade Federal Fluminense SIRH - SISTEMAS INTEGRADOS DE RECURSOS HUMANOS SISTEMA DE FREQUÊNCIA

Universidade Federal Fluminense SIRH - SISTEMAS INTEGRADOS DE RECURSOS HUMANOS SISTEMA DE FREQUÊNCIA Universidade Federal Fluminense SIRH - SISTEMAS INTEGRADOS DE RECURSOS HUMANOS SISTEMA DE FREQUÊNCIA MANUAL DO USUÁRIO ÍNDICE 1.0 OBJETIVO:...3 2.0 ACESSO AO SISTEMA:...3 3.0 BOLETIM DE FREQÜÊNCIA:...4

Leia mais

PAINEL GERENCIADOR DE E-MAILS

PAINEL GERENCIADOR DE E-MAILS Este manual foi criado com o objetivo de facilitar o gerenciamento de suas contas de e-mail. Com ele, o administrador poderá criar e excluir e-mails, alterar senha, configurar redirecionamento de contas,

Leia mais

Treinamento. Módulo. Escritório Virtual. Sistema Office. Instruções para configuração e utilização do módulo Escritório Virtual do sistema Office

Treinamento. Módulo. Escritório Virtual. Sistema Office. Instruções para configuração e utilização do módulo Escritório Virtual do sistema Office Treinamento Módulo Escritório Virtual Sistema Office Instruções para configuração e utilização do módulo Escritório Virtual do sistema Office 1. Atualização do sistema Para que este novo módulo seja ativado,

Leia mais

Livro Caixa. www.controlenanet.com.br. Copyright 2015 - ControleNaNet

Livro Caixa. www.controlenanet.com.br. Copyright 2015 - ControleNaNet www.controlenanet.com.br Copyright 2015 - ControleNaNet Conteúdo Tela Principal... 3 Como imprimir?... 4 As Listagens nas Telas... 7 Clientes... 8 Consulta... 9 Inclusão... 11 Alteração... 13 Exclusão...

Leia mais

CERTIDÕES UNIFICADAS

CERTIDÕES UNIFICADAS CERTIDÕES UNIFICADAS Manual de operação Perfil Cartório CERTUNI Versão 1.0.0 MINISTÉRIO DA JUSTIÇA Departamento de Inovação Tecnológica Divisão de Tecnologia da Informação Sumário LISTA DE FIGURAS... 2

Leia mais

MANUAL DE LISTA PRESENCIAL E CONFIRMAÇÃO DE ATENDIMENTO

MANUAL DE LISTA PRESENCIAL E CONFIRMAÇÃO DE ATENDIMENTO MANUAL DE LISTA PRESENCIAL E CONFIRMAÇÃO DE ATENDIMENTO Este Manual tem por finalidade orientar o preenchimento do Novo Portal de Serviços de Atendimento ao Prestador na Confirmação de Atendimento e Lista

Leia mais

Tutorial. O Trade e a Nota Fiscal Eletrônica

Tutorial. O Trade e a Nota Fiscal Eletrônica Tutorial O Trade e a Nota Fiscal Eletrônica Este tutorial explica como configurar o Trade Solution e realizar as principais atividades relacionadas à emissão e ao gerenciamento das Notas Fiscais Eletrônicas

Leia mais

Manual Administrador - Mídia System

Manual Administrador - Mídia System Manual Administrador - Mídia System Logo após cadastrarmos sua Empresa em nosso sistema, será enviado um e-mail confirmando as informações de acesso do Administrador do sistema. Obs: Caso não tenha recebido

Leia mais

Requerimento: Digitador de Pedidos ProfarmaNet. Manual de Apoio. Preparado por: Versão: 1.0. Sumário

Requerimento: Digitador de Pedidos ProfarmaNet. Manual de Apoio. Preparado por: Versão: 1.0. Sumário Vanderlei Manual de Apoio Resumo Módulo Básico Especifico para Instalação e Usabilidade Lista de Distribuição Nome Área / Função Histórico de modificações Versão Data Descrição Responsável 13/12/2013 Versão

Leia mais

MANUAL DO PVP SUMÁRIO

MANUAL DO PVP SUMÁRIO Manual PVP - Professores SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO... 6 2 ACESSANDO O PVP... 8 3 TELA PRINCIPAL... 10 3.1 USUÁRIO... 10 3.2 INICIAL/PARAR... 10 3.3 RELATÓRIO... 10 3.4 INSTITUIÇÕES... 11 3.5 CONFIGURAR... 11

Leia mais

Manual de Utilização

Manual de Utilização Manual de Utilização Índice 1 Introdução...2 2 Acesso ao Sistema...3 3 Funcionamento Básico do Sistema...3 4 Tela Principal...4 4.1 Menu Atendimento...4 4.2 Menu Cadastros...5 4.2.1 Cadastro de Médicos...5

Leia mais

VESOFTWARE - DESENVOLIMENTO DE SISTEMAS E WEBSITES Fone: (11) 4036-6980 VIVO(11)9607-5649 TIM(11)7013-8480 www.vesoftware.com.

VESOFTWARE - DESENVOLIMENTO DE SISTEMAS E WEBSITES Fone: (11) 4036-6980 VIVO(11)9607-5649 TIM(11)7013-8480 www.vesoftware.com. Fone: (11) 4036-6980 VIVO(11)9607-5649 TIM(11)7013-8480 www.vesoftware.com.br 1-15 INTRODUÇÃO O Programa pode ser instalado em qualquer equipamento que utilize o sistema operacional Windows 95 ou superior,

Leia mais

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador.

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador. INTRODUÇÃO O Programa pode ser instalado em qualquer equipamento que utilize o sistema operacional Windows 95 ou superior, e seu banco de dados foi desenvolvido em MySQL, sendo necessário sua pré-instalação

Leia mais

SUMÁRIO ACESSANDO O SISTEMA... 3 ACESSANDO O MENU DE CONSULTAS...6. Exemplos Práticos:...7. 1. Consulta SPC MIX...7

SUMÁRIO ACESSANDO O SISTEMA... 3 ACESSANDO O MENU DE CONSULTAS...6. Exemplos Práticos:...7. 1. Consulta SPC MIX...7 1 SUMÁRIO ACESSANDO O SISTEMA... 3 ACESSANDO O MENU DE CONSULTAS......6 Exemplos Práticos:...7 1. Consulta SPC MIX...7 2. Consulta SPC Master Jurídico...10 3. Consulta SPC Múltipla... 133 INCLUSÃO / EXCLUSÃO

Leia mais

Material de apoio. Portaria SNJ nº 252, de 27/ 12/ 12, publicada no D.O.U. de 31/ 12 /12. Manual do usuário. Manual da nova comprovação de vínculo.

Material de apoio. Portaria SNJ nº 252, de 27/ 12/ 12, publicada no D.O.U. de 31/ 12 /12. Manual do usuário. Manual da nova comprovação de vínculo. Material de apoio Material de apoio Portaria SNJ nº 252, de 27/ 12/ 12, publicada no D.O.U. de 31/ 12 /12. Manual do usuário. Manual da nova comprovação de vínculo. Informações Gerais O sistema CNES/MJ

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE GESTÃO DE DOCUMENTOS PARA CERTAMES SIGEDCERT - MODO USUÁRIO

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE GESTÃO DE DOCUMENTOS PARA CERTAMES SIGEDCERT - MODO USUÁRIO MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE GESTÃO DE DOCUMENTOS PARA CERTAMES SIGEDCERT - MODO USUÁRIO 1. Acesse através do navegador (preferencialmente Mozilla Firefox ou Google Chrome) o endereço web do sistema:

Leia mais

Manual de Instalação e Utilização

Manual de Instalação e Utilização Manual de Instalação e Utilização DIGITAÇÃO DE PROPOSTAS ORÇAMENTÁRIAS Supervisão de Licitações Índice 1. Instalação do Programa 2. Utilização do Digitação de Propostas 2.1. Importar um arquivo 2.2. Realizar

Leia mais

ROTEIRO WEB AULA CONTROLLER NF-E

ROTEIRO WEB AULA CONTROLLER NF-E ROTEIRO WEB AULA CONTROLLER NF-E Nas páginas seguintes, você terá uma visão geral dos recursos disponíveis e das funções que o Controller Gold possui, facilitando o seu processo de venda e compra. Criando

Leia mais

MANUAL USUÁRIO AUDATEX WEB

MANUAL USUÁRIO AUDATEX WEB MANUAL USUÁRIO AUDATEX WEB Audatex Web Nível Usuário (Versão 1.0) Gerência de Suporte Técnico Departamento de Treinamento Resp.: Roberto de Luca Jr. Versão 1.0 Revisão 1 Data 13/02/2007 SUMÁRIO GERAL Introdução...

Leia mais

SISCOF - Manual do Usuário

SISCOF - Manual do Usuário SISCOF - Manual do Usuário SERPRO / SUPDE / DECTA / DE901 SISTEMA DE CONTROLE DE FREQUÊNCIA Versão 1.2 Sumário SISCOF Sistema de Controle de Frequência 1. Login e Senha... 2 1.1 Como Efetuar Login No Sistema...

Leia mais

SIGA Sistema de Gestão de Almoxarifado

SIGA Sistema de Gestão de Almoxarifado SIGA Sistema de Gestão de Almoxarifado Como acessar O acesso ao Sistema se faz através da página da SEPLAG Clicando no Link destacado Clicar no Link destacado e será exibida a tela de login do Guardião.

Leia mais

TOTVS Controle de Infecção Hospitalar Manual Ilustrado - Apoio Gerencial. 11.8x. março de 2015. Versão: 3.0

TOTVS Controle de Infecção Hospitalar Manual Ilustrado - Apoio Gerencial. 11.8x. março de 2015. Versão: 3.0 TOTVS Controle de Infecção Hospitalar Manual Ilustrado - Apoio Gerencial 11.8x março de 2015 Versão: 3.0 1 Sumário 1 Como utilizar esse material em seus estudos?... 4 2 Introdução... 4 3 Relatórios Descritivos...

Leia mais

Manual Xerox capture EMBRATEL

Manual Xerox capture EMBRATEL Manual Xerox capture EMBRATEL Versão 2 Junho/2011 Tópicos 1) Instalação do Xerox Capture 2) Utilização do Xerox Capture 2.1) Capturar pacotes de imagens pelo scanner 2.2) Importar pacote de imagens a partir

Leia mais

Follow-Up Acompanhamento Eletrônico de Processos (versão 3.0) Manual do Sistema. 1. Como acessar o sistema Requisitos mínimos e compatibilidade

Follow-Up Acompanhamento Eletrônico de Processos (versão 3.0) Manual do Sistema. 1. Como acessar o sistema Requisitos mínimos e compatibilidade do Sistema Índice Página 1. Como acessar o sistema 1.1 Requisitos mínimos e compatibilidade 03 2. Como configurar o Sistema 2.1 Painel de Controle 2.2 Informando o nome da Comissária 2.3 Escolhendo a Cor

Leia mais

TRANSMISSOR ECF. Sistema de transmissão de arquivos Nota Fiscal Paulista. Manual de Utilização

TRANSMISSOR ECF. Sistema de transmissão de arquivos Nota Fiscal Paulista. Manual de Utilização TRANSMISSOR ECF Sistema de transmissão de arquivos Nota Fiscal Paulista Manual de Utilização 1. Histórico de alterações Data Versão Alteração 04/12/2012 1 Criação do documento 28/02/2013 2 Revisão 2. Proposta

Leia mais

VALIDADOR DE ARQUIVOS SICREDI (VAS) Cobrança e Convênios

VALIDADOR DE ARQUIVOS SICREDI (VAS) Cobrança e Convênios VALIDADOR DE ARQUIVOS SICREDI (VAS) Cobrança e Convênios Atrelada ao processo: Validação de layout dos arquivos de convênios/cobrança de um novo convênio/cedente Classificação da informação: uso interno

Leia mais

CADASTRO DE INSTITUIÇÕES E USUÁRIOS - NOTIVISA PERGUNTAS FREQUENTES

CADASTRO DE INSTITUIÇÕES E USUÁRIOS - NOTIVISA PERGUNTAS FREQUENTES CADASTRO DE INSTITUIÇÕES E USUÁRIOS - NOTIVISA PERGUNTAS FREQUENTES 01. Como cadastrar uma... 2 02. Quem é o Responsável Legal de uma... 2 03. Como associar o Responsável Legal a uma... 2 04. Como Desassociar

Leia mais

Manual NFSe - Prestadores e Tomadores de Serviço

Manual NFSe - Prestadores e Tomadores de Serviço VALPARAÍSO DE GOIÁS quarta-feira, 28 de outubro de 2014 Manual NFSe - Prestadores e Tomadores de Serviço ÍNDICE Legislação Cadastrando A Senha Eletrônica Acessando O Sistema De Nfs- E Pela Primeira Vez

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE MANGARATIBA. Manual Rápido SERVIDOR PÚBLICO

PREFEITURA MUNICIPAL DE MANGARATIBA. Manual Rápido SERVIDOR PÚBLICO PREFEITURA MUNICIPAL DE MANGARATIBA Manual Rápido SERVIDOR PÚBLICO CONTRACHEQUE E COMPROVANTE DE RENDIMENTOS MANUAL DESENVOLVIDO PELA: SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO DEPARTAMENTO PESSOAL Elaborado

Leia mais

Manual BitFarmácia Popular Versão 2 Software Autorizador Farmácia Popular

Manual BitFarmácia Popular Versão 2 Software Autorizador Farmácia Popular Manual BitFarmácia Popular Versão 2 Software Autorizador Farmácia Popular Bitshop Informática Ltda Todos os Direitos Reservados www.bitshop.com.br Conteúdo 1. A Quem se Destina o BitFarmácia Popular 2.

Leia mais

MANUAL DE PROCESSO DIGITAÇÃO DE CONTAS MÉDICAS PORTAL WEB. Última atualização: 29/08/2014 1

MANUAL DE PROCESSO DIGITAÇÃO DE CONTAS MÉDICAS PORTAL WEB. Última atualização: 29/08/2014 1 MANUAL DE PROCESSO DIGITAÇÃO DE CONTAS MÉDICAS PORTAL WEB 1 Índice 1. Acesso ao Portal WEB... 2. Digitação de Contas Médicas... 2.1. Criação de Protocolo... 2.1.1. Digitação Contas... 2.1.1.1. Guia Consulta...

Leia mais

Manual NOV - PDV. Versão 1.0

Manual NOV - PDV. Versão 1.0 Manual NOV - PDV Versão 1.0 Sumário 01 Captura de Nota Fiscal...3 02 Remessa de Entrada...6 03 Remessa de Saída......9 04 Pedido Normal...12 05 Pedido Especial...16 06 Nota Fiscal Avulsa...18 07 Controle

Leia mais

Manual de Utilização

Manual de Utilização Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões URI Pró-Reitoria de Pesquisa, Extensão e Pós-Graduação PROPEPG Manual de Utilização Sistema de Projetos URI Módulo Projetos Versão 1 - Revisão

Leia mais

Guia do Usuário PRONAVTECH GUIA DO USUÁRIO VALIDADOR

Guia do Usuário PRONAVTECH GUIA DO USUÁRIO VALIDADOR GUIA DO USUÁRIO VALIDADOR 1 Índice INTRODUÇÃO... 3 ACESSANDO O PRONAVTECH... 4 Primeiro Acesso... 5 Demais Acessos... 6 Esqueci Minha Senha... 6 Esqueci o usuário principal... 7 ÁREA DE TRABALHO DO PRONAVTECH...

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO. Primeiramente deve-se digitar o login e senha de acesso para acessar o Jurídico 2000.

MANUAL DO USUÁRIO. Primeiramente deve-se digitar o login e senha de acesso para acessar o Jurídico 2000. MANUAL DO USUÁRIO Primeiramente deve-se digitar o login e senha de acesso para acessar o Jurídico 2000. O Jurídico 2000 exibe o cadastro de Processos assim que é inicializado. A partir dessa tela você

Leia mais

2. INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO

2. INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO INDICE 1. INTRODUÇÃO 2. INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO 2.1. COMPARTILHANDO O DIRETÓRIO DO APLICATIVO 3. INTERFACE DO APLICATIVO 3.1. ÁREA DO MENU 3.1.2. APLICANDO A CHAVE DE LICENÇA AO APLICATIVO 3.1.3 EFETUANDO

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA. Documento de Arrecadação Estadual DAE. Manual do Usuário. Versão 1.0.0 SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA

SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA. Documento de Arrecadação Estadual DAE. Manual do Usuário. Versão 1.0.0 SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA 1 SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA Documento de Arrecadação Estadual DAE Manual do Usuário Versão 1.0.0 SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA 66.053-000 Av. Visconde de Souza Franco, 110 Reduto Belém PA Tel.:(091)

Leia mais

Portal Contador Parceiro

Portal Contador Parceiro Portal Contador Parceiro Manual do Usuário Produzido por: Informática Educativa 1. Portal Contador Parceiro... 03 2. Acesso ao Portal... 04 3. Profissionais...11 4. Restrito...16 4.1 Perfil... 18 4.2 Artigos...

Leia mais

S C M (Sistema de Controle de Contas de Serviços Médicos/Hospitalares) Manual do Usuário. Data : julho/2002 Versão : 1.2 Telefone : (31)3250-1229

S C M (Sistema de Controle de Contas de Serviços Médicos/Hospitalares) Manual do Usuário. Data : julho/2002 Versão : 1.2 Telefone : (31)3250-1229 S C M () Manual do Usuário Data : julho/2002 Versão : 1.2 Telefone : (31)3250-1229 Utilizando o Sistema : Os procedimentos médicos, exames ou procedimentos Hospitalares são cadastrados na opção de Conta

Leia mais

Manual para Utilização Site DVA Express. Versão 2.0 para Parceiros.

Manual para Utilização Site DVA Express. Versão 2.0 para Parceiros. Manual para Utilização Site DVA Express Versão 2.0 para Parceiros. Introdução O presente manual tem por finalidade instruir os parceiros e representantes na utilização do site para consultas, rastreabilidade

Leia mais

SIGEM AVALIAÇÃO DE ALUNOS WEB

SIGEM AVALIAÇÃO DE ALUNOS WEB SIGEM AVALIAÇÃO DE ALUNOS WEB Conteúdo 1. ABERTURA DO SISTEMA... 3 1.1. Barra principal de Ferramentas... 4 1.2. Filtro de consultas... 5 2. VISÃO GERAL DO SISTEMA... 6 3. SELECIONAR ESCOLA... 7 4. SISTEMA

Leia mais

GUIA DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE COMPRAS VIA WEB

GUIA DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE COMPRAS VIA WEB GUIA DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE COMPRAS VIA WEB ( c) 2010 Todos os direitos reservados a ABCG Campo Grande-MS INDICE 1. Introdução ao compras web 05 2. Fluxo do processo de compras web 06 3. Como ingressar

Leia mais

Índice. 1. Introdução... 02. 2. Objetivo... 02. 3. Clonagem do Sistema... 03. 4. Configuração dos Campos... 06

Índice. 1. Introdução... 02. 2. Objetivo... 02. 3. Clonagem do Sistema... 03. 4. Configuração dos Campos... 06 Índice 1. Introdução... 02 2. Objetivo... 02 3. Clonagem do Sistema... 03 4. Configuração dos Campos... 06 5. Realização de Testes na Versão 2.0... 07 6. Realização de Testes em ambiente de Produção...

Leia mais

Consultório On-line. Tudo o que você precisa em um só lugar.

Consultório On-line. Tudo o que você precisa em um só lugar. Índice 1) Acesso ao sistema 2) Recepção do paciente 3) Envio do atendimento para faturamento: consulta médica ou procedimentos simples 4) Envio do atendimento para faturamento: procedimentos previamente

Leia mais

Sistema Protocolo, Tramitação e Arquivamento de Processos Manual do Usuário

Sistema Protocolo, Tramitação e Arquivamento de Processos Manual do Usuário SERVIÇO PÚBLICO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ ARQUIVO CENTRAL Sistema Protocolo, Tramitação e Arquivamento de Processos Manual do Usuário Belém Pará Fevereiro 2000 Sumário Introdução... 3 Acesso ao Sistema...

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO Aplicativo Controle de Estoque Mobile

MANUAL DE UTILIZAÇÃO Aplicativo Controle de Estoque Mobile MANUAL DE UTILIZAÇÃO Aplicativo Controle de Estoque Mobile 1 1 INICIANDO O APLICATIVO PELA PRIMEIRA VEZ... 3 2 PÁGINA PRINCIPAL DO APLICATIVO... 4 2.1 INTERFACE INICIAL... 4 2.2 DISPOSITIVO NÃO REGISTRADO...

Leia mais

PORTAL SPA TISS. Manual do Credenciado. Manual do Credenciado para utilização do Portal SPA TISS do SPA Saúde.

PORTAL SPA TISS. Manual do Credenciado. Manual do Credenciado para utilização do Portal SPA TISS do SPA Saúde. PORTAL SPA TISS Manual do Credenciado Manual do Credenciado para utilização do Portal SPA TISS do SPA Saúde. Equipe de Treinamento de Desenvolvimento TIS SPA Saúde Sumário 1. Introdução... 3 2. Objetivo...

Leia mais