Operando no Mercado Internacional:

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Operando no Mercado Internacional:"

Transcrição

1 Operando no Mercado Internacional: A Importância do Marketing Edição:

2 2001, ABICALÇADOS Associação Brasileira das Indústrias de Calçados. É proibida a duplicação ou reprodução deste volume, ou de parte do mesmo, por quaisquer meios, sem autorização expressa da ABICALÇADOS. 1 a Edição: exemplares Endereço para Contato: ABICALÇADOS Associação Brasileira das Indústrias de Calçados Rua Aloísio de Azevedo, 60 CEP: Novo Hamburgo/RS Fone: (51) Fax: (51) Elaboração: ABICALÇADOS e PSI/APEX Programa Setorial Integrado da Indústria Brasileira de Calçados Pesquisa e texto: América Consultoria e Projetos Internacionais Florence Castiel da Rosa Sandra Schmidt Schafer Design Gráfico Hypervisual Ilustrações: Alexandre Moschini Dados Internacionais de Catalogação na Publicação (CIP) A512o América Consultoria e Projetos Internacionais Operando no mercado internacional : a importância do marketing / América Consultoria e Projetos Internacionais. Novo Hamburgo : ABICALÇADOS, p. (Calçados via exportação ; v. 2) 1. Comércio internacional. 2. Comércio internacional Marketing 3. Marketing Exportação. 4. Indústria de calçados Marketing. I. Título. II. Série. CDU Bibliotecária Responsável: Deisi Maria Hauenstein CRB-10 Prov. 42/01

3 Índice Introdução 5 Capítulo I Estratégias de marketing 7 Capítulo II A participação em feiras e exposições 23 Capítulo III A Internet como ferramenta de marketing 33 Capítulo IV Noções sobre a formação de preço para a exportação 41 Capítulo V Logística 51 Capítulo VI Incentivos financeiros às exportações 63 Bibliografia 77

4

5 Introdução Você já sabe como é importante exportar, tanto para a sua empresa como para a economia brasileira. Uma vez consciente da importância do seu ingresso no mercado internacional, a empresa deve decidir sobre o que, para onde e como exportar. Nesta edição, abordaremos o marketing internacional, ferramenta que auxilia você a obter estas respostas, tratando de temas como viagens de negócios, participação em feiras, comércio eletrônico, material de divulgação do produto e da empresa, logística, transportes, formação de preço e financiamento da exportação. Seja bem vindo ao próspero mundo dos negócios internacionais! 5

6

7 Capítulo I Estratégias de marketing 7

8 Você sabe o que é marketing? O marketing está em todas as áreas. Em todos os locais por onde andamos, vemos outdoors e cartazes; recebemos folhetos; assistimos a comerciais cada dia mais sofisticados, criativos e apelativos na televisão. As lojas, as revistas, os jornais e a internet promovem sorteios e descontos, oferecendo brindes. Tudo isto é marketing, mas marketing é muito mais! O marketing enfoca as necessidades do comprador, centrado na idéia de satisfazê-las por meio da criação, entrega e consumo final do produto. Em termos extremos, o marketing pretende compreender tão bem o cliente que o produto se venda por si mesmo. O objetivo do marketing reside em conhecer as motivações de consumo do público-alvo, possibilitando,dessa forma, que as empresas tenham como meta produzir exatamente aqueles bens que atendam aos anseios de seus atuais ou futuros clientes. Para tanto, através de um bem estruturado plano, as empresas conseguirão conquistar os seus consumidores; aqui reside a fundamental importância da pesquisa de mercado analisada na cartilha Rumo ao Mercado Internacional, volume 1 desta série. Segundo palavras de Philip Kotler, um dos maiores especialistas em marketing da atualidade: DO PONTO DE VISTA IDEAL, O MARKETING DEVE RESULTAR NUM CLIENTE QUE ESTÁ PRONTO PARA COMPRAR. Ainda segundo o papa do marketing, para sua empresa atingir novos mercados, existem quatro atividades básicas, iniciadas com quatro Ps, que a auxiliam a se manter equilibrada frente às exigências dos consumidores, à pressão dos concorrentes e ao sistema de distribuição. 8

9 São eles: Produto: produção de calçados que atendam ao desejo dos consumidores; Preço: a escolha certa para estes produtos; Promoção e publicidade: comunicação com o público nas mais diversas modalidades da mídia, promoção em pontos de venda, merchandising, etc; Praça ou ponto-de-venda (o mercado onde a empresa vai atuar): escolher a forma correta para a distribuição de nossos calçados. Como a concorrência entre as empresas aumenta cada vez mais, elas vêm se valendo, também cada vez mais, dessas técnicas para atrair os consumidores. Assim, o conceito de marketing é um grande guarda - chuva, abrangendo uma ampla estratégia, que acompanha desde a concepção do produto, sua adequação ao mercado, preço, distribuição nos pontosde-venda, embalagem, modelos, apresentação da empresa, material promocional e a propaganda que, sem dúvida, é uma de suas ferramentas mais importantes. Vale destacar três estratégias de venda usualmente empregadas para a divulgação de calçados : Marketing do produto: A marca pode estar associada a grandes astros de cinema, TV ou teatro, a personagens fictícios de histórias para crianças, a desportistas de renome ou a estilos de vida que provocam forte apelo nos consumidores. No primeiro caso, percebemos a sedução provocada, notadamente em consumidores infantis, ao identificar seu calçado como aquele que seu ídolo também usa ou relacionar o seu uso ao Rei Leão ou à Bela e a Fera ; também é o caso dos consumidores fanáticos por alguma modalidade de esporte que vê nos pés de um carismático desportista exatamente aquela sandália ou tênis que estava querendo comprar. 9

10 No aspecto estilo de vida, a marca Itália, por exemplo, representa elegância, sucesso, estilo de vida que traduz bem-estar econômico, para o consumidor de padrão médio-alto, levando muitos produtores de outros países a colocarem marcas com nomes italianos em seus produtos. Por outro lado, a marca Estados Unidos é associada, principalmente por consumidores jovens, à aventura, descontração sofisticada, estilo de vida bem- sucedido, bem-estar econômico. Assim, também é usual colocar nomes americanos em calçados produzidos nos mais diversos países. NA ITÁLIA, REFERÊNCIA MUNDIAL EM ESTILISMO E DESIGN, ALGUNS PRODUTORES ADOTAM NOMES AMERICANOS PARA ATINGIR CONSUMIDORES JOVENS: A MARCA LAMERJACK, POR EXEMPLO, PERTENCE À ITALIANÍSSIMA ANTONINI. Marketing da empresa (fixar a imagem): Ocorre nos casos em que determinadas empresas são conhecidas pela produção de calçados que apresentam características ou especificidades valorizadas pelo mercado e que os produtores as desejam manter; geralmente são associadas a uma modalidade de consumidor. É o caso de empresas que, ao serem nomeadas, imediatamente são associadas a características como conforto, classe, qualidade, segurança. Esta associação, do tipo falou em, lembrou de, é reforçada através de propaganda via mídia, caixas de embalagem, em outdoors,etc. Marketing de calçados vinculados a acessórios: Tem sido usual, como estratégia de venda, vincular à aquisição do calçado, um relógio, uma bolsinha, um cinto, bijuterias, estojo de maquilagem, enfim, detalhes que fazem a diferença; além, é claro, de utilizar nomes de artistas ou personagens de histórias infantis. As crianças, neste caso, são alvo fácil! 1.1 CANAIS DE MARKETING INTERNACIONAL No mundo dos negócios internacionais, vários canais de marketing são adotados. Entre eles, destaca-se a participação em feiras, rodadas de 10

11 negócios, missões empresariais, work-shops, além de outras já mencionadas na cartilha Rumo ao Mercado Internacional, número 1 desta série. A feira, por se constituir no canal que mais oportunidades e vantagens oferece ao exportador, será detalhadamente abordada no próximo capítulo. A participação em eventos internacionais, no exterior ou dentro do país é uma excelente maneira de promover os calçados produzidos por sua empresa uma vez que oferecem diversas oportunidades: avaliar a aceitação de seus calçados frente aos consumidores; confrontar seus calçados vis-à-vis com seus concorrentes (preço, qualidade, design, etc.) apresentar os calçados diretamente ao comprador sem a interferência de intermediários; verificar novos materiais e novas tendências; conhecer novas tecnologias; identificar canais de distribuição; contatar representantes, agentes, distribuidores, importadores, etc. 1.2 A VIAGEM DE NEGÓCIOS PARA QUE VOCÊ TENHA SUCESSO EM QUALQUER EVENTO NO EXTERIOR, PLANEJE SUA VIAGEM DE NEGÓCIOS, MAXIMIZE SUA ESTADA, FAÇA RENDER SEU TEMPO E SEU DINHEIRO Para obter êxito em iniciativas no exterior, quando planejar sua viagem, você deve dar atenção a alguns fatores que são básicos: a análise da conjuntura internacional, as estratégias de marketing, a logística e os fatores comportamentais específicos de cada país. Para facilitar a organização de uma viagem, devem ser observadas as seguintes etapas: 11

12 Conjuntura Internacional e Seleção de Países O primeiro passo é o conhecimento da conjuntura internacional, através da leitura de estudos específicos e análises de tendências de mercado publicados em revistas, jornais e sites especializados. É importante um contato com o MRE Ministério das Relações Exteriores, através da Divisão de Operações de Promoção Comercial DOC e com a Divisão de Informação Comercial DIC, bem como consultas ao Portal Braziltradenet, serviço desse Ministério, As embaixadas e os consulados do Brasil no exterior possuem um setor comercial denominado SECOM, que muito pode auxiliar o futuro exportador. Também a Secretaria do Comércio Exterior (SECEX) do Ministério da Indústria Comércio e Turismo (MICT) dispõe de subsídios qualificados. Em nosso primeiro volume, você encontra os endereços, telefones e sites de todas as entidades indicadas. LEMBRE-SE: VOCÊ PODE CONTAR COM A ABICALÇADOS PARA OBTER INFORMAÇÕES ATRAVES DOS PERFIS E PESQUISAS DE MERCADO PUBLICADOS EM SEU SITE Abertas janelas de oportunidades e mapeados novos ou tradicionais mercados para nossos calçados, é hora de selecionarmos os países. As informações sobre economia, política e comportamento cultural são relevantes para uma negociação bem sucedida. Devem ser de seu conhecimento dados como Produto Interno Bruto (PIB) do país, renda per capita, população, população por nível de renda, aeroportos, portos ou cidades da fronteira por onde o produto pode ser desembarcado, internalização do produto, quais os tributos incidentes, qual a alíquota do imposto de importação cobrado para o seu produto, se existem quotas de importação ou outras restrições não-tarifárias à importação do seu calçado. É importante estar informado sobre as estatísticas de produção, importação e exportação de calçados, consumo aparente e per capita de calçados, tamanho das amostras utilizadas, cores e materiais preferidos. 12

13 Além do conhecimento a respeito do mercado a ser visitado, você deve ter em mãos informações sobre o Brasil e sobre o seu Estado; nosso país é pouco conhecido no cenário internacional e, com certeza, você será questionado. Esteja munido de informações setoriais e apresente o setor calçadista brasileiro aos futuros clientes. Ao demonstrar a potencialidade e a qualidade de nossas empresas, de nossos produtos e de nosso atual estágio tecnológico, você despertará a curiosidade e aumentará a confiabilidade dos potenciais compradores em relação aos seus produtos. AO FALAR DE SEU CALÇADO NO EXTERIOR, FALE DE NOSSO PARQUE INDUSTRIAL, DE SUA QUALIDADE E DE SUA DIMENSÃO, FALE DOS NOSSOS CLUSTERS CALÇADISTAS! Seleção de Datas e Programação Paralela Um moderno conceito de viagem de negócios nos remete a maximizar as oportunidades durante o período em que estaremos no exterior. Assim, parece ser ideal uma data que coincida com a realização de feiras ou de outros eventos internacionais direcionados ao seu produto. Para fechar o período de permanência, não esqueça de observar os feriados. Podemos obter uma relação das principais programações mundiais do setor calçadista junto à ABICALÇADOS e, mais genericamente, junto à Divisão de Operações Comerciais do Departamento de Promoção Comercial DPR/MRE e na SECEX MICT. É importante que você procure saber informações sobre prováveis feriados ou mesmo festas religiosas que podem se estender por diversos dias, pois nessa época é bastante difícil marcar alguma agenda com executivos de empresas ou mesmo com entidades representativas. Programe agendas paralelas! É recomendável visitar centros tecnológicos, empresas que utilizam novas tecnologias, entidades que congregam empresários do seu setor,etc. Para a montagem de um programa paralelo, solicite auxílio aos SECOMs de nossas Embaixadas ou Consulados no exterior. 13

14 Elaboração do Programa Elabore sua programação de viagem, com uma boa antecedência. O programa de viagem será sua bíblia no exterior, uma companhia permanente. Uma boa programação deve ser a mais detalhada possível, contemplando o maior número de informações, como nome do hotel, telefone, fax, agenda com horários dos compromissos, endereços de instituições e empresas a serem visitadas, contato e nome da pessoa que recebe, informações dos países a serem visitados econômicas, moeda, taxa de câmbio, etc;, sócio-políticas, históricas, culturais, telefones úteis Embaixada e Consulados do Brasil, Embratel, companhias aéreas utilizadas, aeroportos, bancos brasileiros, número de seus cartões de crédito e de seu seguro viagem, entre outras. Mantenha uma cópia, ou um disquete no hotel para garantia. JAMAIS VIAJE SEM TER PREVIAMENTE A CONFIRMAÇÃO DE ENCONTROS DE NEGÓCIOS! CHEGAR NO PAÍS-ALVO E PROCURAR AUXÍLIO NAS PÁGINAS AMARELAS É COISA DO PASSADO! Orçamento Arme cenários com todas as possibilidades de custos: transporte (aéreo e terrestre), hotéis, refeições, aluguel de celular, aluguel da sala para encontros de negócios, expedição de amostras e material de divulgação, intérpretes, vistos, seguro-viagem, outros. Procure adequar os custos ao valor que pretende gastar. Muitas vezes o valor da passagem muda significativamente, dependendo do tempo de permanência no exterior. O seguro de viagem (de vida e perda de bagagem do passageiro) é de baixo valor e está incluso no valor da passagem. Mas é importante que você tenha, também, um seguro-saúde, que lhe dará cobertura em caso de acidente ou doença que necessite de atendimento médico/ hospitalar. 14

15 A bagagem tem um limite estabelecido pelas companhias de aviação, mas hoje, com as promoções das empresas aéreas, se você viaja com freqüência, poderá usufruir de alguns benefícios e, geralmente, entre eles, está o aumento do peso máximo permitido. Materiais de uso pessoal que o empresário deverá levar em sua viagem No plano pessoal, não esqueça de levar os medicamentos normalmente utilizados; caso você dependa de óculos, leve um segundo par; no mínimo dois cartões de crédito (use-os sempre separadamente para se prevenir de roubos ou perdas); xerox do passaporte; certificado de vacina (quando necessário); cópia do seguro saúde; dicionários; presentes, brindes, etc. Alguns países exigem vacina contra a febre amarela e contra a cólera. Elas têm validade por 10 anos e devem ser aplicadas com, no mínimo, 10 dias de antecedência. Questione seu agente de viagem a respeito das exigências do país que você irá visitar. 15

16 No Brasil, elas são aplicadas gratuitamente, nos centros de saúde. E QUANTO AOS VISTOS DE ENTRADA E PASSAPORTES? A grande maioria dos países exige passaporte para o ingresso em seu território. Para obtê-lo, dirija-se à Polícia Federal, com bastante antecedência, para evitar problemas. Os passaportes têm data de validade; verifique se o seu está em dia. O visto de entrada varia de país para país, e os agentes de viagem são as pessoas mais indicadas para fornecer informações sobre sua necessidade ou não. Argentina, Uruguai, Paraguai e Chile não exigem passaporte nem visto de entrada, bastando a apresentação da carteira de identidade. Informações e materiais que o empresário deverá levar para o momento das negociações Para os encontros de negócios, é conveniente levar informações referentes à empresa: histórico apresentando a sua evolução, com dados estatísticos; organização atual da empresa, sua estrutura e seu organograma; localização geográfica, fotografias e plantas; dados financeiros e balanço anual; histórico sobre o desenvolvimento comercial nos mercados interno e internacional; principais clientes nacionais e internacionais, etc. Não esqueça de levar modelo de papel timbrado de sua empresa, gravado em disquete, pois sempre é possível formalizar uma transação. É ABSOLUTAMENTE INDISPENSÁVEL QUE A EMPRESA POSSUA INFORMAÇÕES A RESPEITO DOS CALÇADOS QUE QUER VENDER. Os folhetos e catálogos são meios bastante eficazes de demonstração. Pode-se utilizar apresentação em Data-show, mas, para a sua garantia, leve as boas e tradicionais lâminas. 16

17 Existem hoje novos recursos para serem utilizados, como o Cd- Room e o Cd-Card, onde podem estar inseridas todas as informações a respeito de sua fábrica e de seu produto, com música, animação e fotos e, se a empresa possui uma Home Page, neste material pode-se inserir um link que permite ao cliente entrar automaticamente na página. Outro recurso que pode ser utilizado é a gravação de uma fita de vídeo. Mas é importante que este material seja elaborado por empresa qualificada, e que a fita seja compatível com o sistema de televisão utilizado no país onde será realizada a demonstração. No Brasil, utilizamos o sistema PAL-M, nos Estados Unidos, o NTSC, na Alemanha, o PAL, na França, o Secam, na Inglaterra, o PAL-G e na Argentina o NTSC. Temos, aqui no Brasil, produtores de vídeo que fazem a edição em qualquer sistema. Lembre-se sempre de que você está indo para outro país e que o material de divulgação deve ser desenvolvido e impresso, no mínimo, em inglês. Porém, muito cuidado nas versões em língua estrangeira. Elas devem ser realizadas por profissionais habilitados, para que não ocorram problemas de sentido duplo nas palavras, o que pode causar malentendidos. Sugere-se o inglês por ser a língua universalmente mais utilizadas nos negócios internacionais. O mais adequado seria termos todo o material de divulgação no idioma dos países-alvo, mas implicaria em custos elevados. NÃO ESQUEÇA DE INSERIR, NO SEU MATERIAL DE DIVULGAÇÃO, DADOS E FOTOS DE SUA EMPRESA. INFORMAÇÕES AMPLAS E CORRETAS CONFEREM CREDIBILIDADE! Imprescindível, também, levar as listas de preços de seus calçados na moeda do país e em dólar; descrições técnicas e referências; certificações (se for o caso); amostras cuidado especial com a embalagem que pode valorizar ou desvalorizar o produto; etc. 17

18 Os Cartões de Visita Os cartões de visita são o primeiro material que seu potencial cliente irá receber, por isso sua apresentação deve ser impecável, para causar uma boa impressão. O tamanho mais utilizado é 9,5 x 5,5 cm, com diversas opções de papel e de impressão. Seus cartões devem ser impressos com a logomarca da empresa e é imprescindível que conste com clareza a razão social completa, o nome e o cargo do pessoal, endereço, CEP, telefone (facilite o contato fornecendo o código internacional do Brasil e o código de sua cidade), fax, , site. Os cartões devem ser impressos no idioma do país visitado ou, no mínimo, em inglês. Cabe lembrar que o número do telefone deve ser fornecido sem o zero antes do prefixo da cidade. Tanto o número do telefone como o do fax devem aparecer desta forma: (55) (51) (neste exemplo estamos utilizando o número da ABICALÇADOS), o 55 indica o código internacional do Brasil, o 51 indica o prefixo ou código de área de Novo Hamburgo e, finalmente, o número do telefone da instituição. 18

19 FACILITE O CONTATO DOS COMPRADORES QUE IRÃO PROCURÁ-LO: EM TODAS OS MATERIAIS IMPRESSOS COLOQUE O MAIOR NÚMERO DE DADOS POSSÍVEIS! Conselhos Úteis Cheque o clima da região e fuso horário; Seja sempre pontual nos encontros marcados. Chegue, no mínimo, com 5 minutos de antecedência! Leve brindes promocionais de sua empresa, principalmente em feiras e para visitas a empresas; Considere e respeite as normas e costumes dos países a serem visitados; esqueça o tradicional no Brasil não é assim... Para o vestuário, escolha cores neutras e que combinem. Isso diminui o número de peças que irá precisar, além de ser bem aceito pela cultura de vários países; Não abuse de bebidas alcoólicas e evite comida exótica; entretanto, se você for convidado, faça um esforço e experimente de tudo! Evite tecer comentários acerca de temas como religião e política. Dicas sobre aspectos culturais de alguns países importadores/consumidores de calçados Cada cultura tem suas peculiaridades. Desconhecer essas diferenças de comportamento pode trazer prejuízos para os negócios. Para evitar possíveis constrangimentos e saber como se portar em cada país, fornecemos algumas dicas importantes sobre alguns países. Estados Unidos O norte-americano gosta de clareza nas comunicações. Embora não seja usual manter uma grande aproximação física com seus interlocutores, a exemplo do Brasil, são amáveis e extrovertidos As 19

20 apresentações são informais. Os americanos costumam olhar nos olhos de seu interlocutor quando apertam a mão, o que você deve fazê-lo firmemente. A troca de abraços, típica dos latinos, deve ser evitada. Atrasos são inaceitáveis e várias reuniões podem ser marcadas para o mesmo dia, seguindo sempre uma pauta, item por item. As transações comerciais, em geral, começam com as boas-vindas e, em seguida, é habitual entrar no assunto da reunião. Quanto ao vestuário, no trabalho é comum terno e gravata para os homens e, para as mulheres, vestidos, conjuntos ou saias. Você verá americanos comendo nos mais diversos lugares e as lanchonetes são muito populares. Japão Os japoneses usam curvar-se nas apresentações e cumprimentos. Uma breve curvatura sua demonstrará que você respeita seus costumes. Eles costumam conversar a uma distância considerável e recebem muito mal qualquer contato físico. A base da etiqueta, no Japão, é o respeito. Neste país, dar tapinhas nas costas é falta de educação. Falar alto e gesticular muito é considerado vulgar. A pontualidade é imprescindível. Nos negócios, os japoneses são muito cautelosos e geralmente as reuniões são demoradas, porém, assim como são rígidos nos horários, não o são quanto à pauta da reunião. A língua inglesa nem sempre é falada. O vestuário apreciado pelos japoneses são os ternos escuros e sóbrios. Você deve marcar as entrevistas com bastante antecedência, e é essencial que apresente material completo e minucioso sobre a sua empresa e sobre os calçados que produz. A troca de cartões é efetuada no início das apresentações e deve-se evitar guardar o cartão no bolso durante a reunião; jamais o coloque no bolso traseiro, pois é extremamente ofensivo: coloque-o na sua frente. À mesa, é uma ofensa deixar comida no prato e as refeições não são utilizadas para fechar negócios. Alemanha Os Alemães são muito formais e pontuais. Normalmente, os cumprimentos ocorrem através de um aperto de mão. Quando estão conversando, mantêm uma certa distância. Não use o primeiro nome e dê importância aos títulos. Eles preparam-se muito bem para as reuniões e vão direto ao assunto. Todo material de sua empresa deverá ser elaborado 20

21 em inglês ou em alemão. Se você se comprometer com alguma data, é extremamente importante que cumpra o prazo. Os alemães levam muito a sério tudo o que for dito. No trabalho, é usual os ternos escuros, de cores sóbrias. Os cartões de visita são trocados com muita freqüência. Reino Unido Ao contrário do costume dos países vistos anteriormente, o aperto de mão não é utilizado na Inglaterra. Devem-se evitar conversas em voz alta. A educação e os bons modos são extremamente importantes, assim como respeitar a privacidade das pessoas. A pontualidade dos ingleses é conhecida mundialmente. Há uma certa formalidade nos negócios, mas eles podem iniciar uma reunião com uma piada, para deixar as pessoas mais à vontade. Para negociar, apresente os fatos concretos e não fique utilizando teorias. O vestir é formal. Não esqueça: o volante dos carros é no lado direito!!! França Os franceses são mais formais do que os ingleses. Se um aperto de mão não for transmitido com firmeza, pode fracassar um negócio. Eles costumam dar um aperto de mão breve, em todas as ocasiões (chegadas, partidas). Os franceses têm fama de não cumprirem o cronograma preestabelecido, porém, seja pontual. Eles são comunicativos e emotivos. Para os negócios, os franceses utilizam terno e gravata. Quanto aos alimentos, costumam utilizar o garfo e a faca para todas as refeições, mesmo que seja um sanduíche. Você deve evitar conversar com as mãos no bolso e, ao sentar-se, procure manter uma boa postura. Itália Os italianos são firmes, porém não são fechados. Para cumprimentá-los, aperte a mão ao chegar e ao sair, mesmo que o encontro dure pouco. Você deve chamar o seu interlocutor pelo sobrenome e título. Os italianos são bem mais informais do que os outros europeus e um abraço, entre amigos, não será malvisto. A pontualidade é importante e eles são muito sérios nos negócios. Quanto às refeições, espere sempre o anfitrião começar a comer. Uma refeição pode durar horas. Cuide-se para não beber vinho em demasia. Pode-se palitar os dentes à vontade, 21

22 depois das refeições. Você estará demonstrando que apreciou a refeição. (Jamais faça isso na França) O traje recomendado é o terno e a gravata. Canadá Os canadenses são bons parceiros comerciais, desde que haja uma relação de confiança. Temos que ver o Canadá como um país com infindáveis oportunidades de negócios. A língua inglesa é dominante, mas a cultura francesa é muito forte, por isso devem ser respeitadas as regras e atitudes mencionadas quanto aos países europeus. Cumprimenta-se através de um aperto de mão firme, os horários devem ser seguidos à risca e a pontualidade é muito importante. Entregue seu cartão na apresentação. Argentina Na Argentina, é costume trocar um caloroso aperto de mãos. A pontualidade é observada, mas não podemos compará-la com a dos europeus. Quando conversam, os argentinos ficam próximos e podem até tocar no braço ou no ombro de seu interlocutor. O estilo do vestuário é sóbrio, seguindo a tendência européia. Mesmo que a Argentina seja vizinha do Brasil, existem muitos costumes diferentes dos nossos e cabe respeitá-los. O Retorno Na volta, é oportuno o envio de cartas ou cartões de agradecimento. Com as informações obtidas, monte o seu relatório, com as notas de despesas, faça a sua prestação de contas. O follow-up é imprescindível, dele dependerá a concretização de negociações alinhavadas durante a viagem. 22

23 Capítulo II A participação em feiras e exposições 23

24 Por que Participar? As feiras e exposições são importantes canais de marketing para promover as empresas, bem como um poderoso instrumento de auto - avaliação porque permitem o cotejo direto com os concorrentes. Uma feira concentra vários fabricantes e compradores numa mesma área, reduzindo, assim, muitas viagens a uma só, além de propiciar ao fabricante a análise dos concorrentes e o aprofundamento das exigências dos consumidores; por outro lado, permite contatos com representantes comerciais, facilitando a seleção de agentes, distribuidores e importadores. Além de divulgar a sua marca, as feiras também possibilitam o conhecimento de novas tecnologias, novos materiais, novas tendências de mercado.. Em uma feira, o expositor tem como detectar, rapidamente, se o produto por ele oferecido é adequado ou não para o mercado onde se encontra exposto assim como também para os mercados dos países visitantes. Avaliando as reações do público frente aos produtos oferecidos o fabricante poderá saber quais são suas preferências e exigências em relação a design, materiais utilizados, cores, modelos, saltos,solado,testes requeridos, preços, condições de venda, prazos de entrega, embalagem, etc. Em feiras e exposições, também se realizam vendas imediatas. Mas, se você não concretizou nenhuma, não desanime. A sua simples participação, desde que bem planejada, é um aprendizado para readequar seu produto e, com certeza, será a garantia de vendas em futuras participações. MESMO QUE O EXPOSITOR NÃO CONCRETIZE NEGÓCIOS DURANTE A FEIRA, MUITOS CONTATOS, NO FUTURO, SERÃO FRUTO DE SUA PRESENÇA. 24

25 A Escolha da Feira: Dentre os diversos tipos de feira, podem-se destacar aquelas que exibem artigos de consumo e industriais, abertas ao grande público, e também visitadas por empresários, sem um enfoque específico, mas que representam uma ocasião excelente para lançar novos produtos ao mercado, chamadas de feiras gerais. Para as indústrias produtoras de calçados, que desejam acessar novos mercados, destaca-se a importância da participação em feiras especializadas, onde circulam, basicamente, profissionais do setor calçadista. Principais Feiras Internacionais do Setor Calçadista: Expo - Riva del Garda- realizada na Itália, apresenta duas edições: janeiro e junho; GDS - realizada em Düsseldorf, Alemanha, apresenta duas edições: março e setembro; Micam - Modacalzatura - apresenta duas edições: no mês de março em Bolonha (Itália) e outra em setembro na cidade de Milão (Itália); Lineapelle- apresenta-se em duas edições na cidade de Bolonha (Itália):maio e novembro; Midec - realizada em Paris (França), apresenta duas edições: março e setembro; Modacalzado - realiza apenas uma edição em março, na cidade de Madri (Espanha). Principais Feiras Internacionais do Setor Calçadista no Brasil Couromoda- acontece em janeiro, no Anhembi em São Paulo; Fenac- realizada na cidade de Novo Hamburgo, Rio Grande do Sul, no mês de junho; Francal- ocorre em julho, no Parque de Exposições do Anhembi, São Paulo. 25

26 AS FEIRAS ESPECIALIZADAS SÃO AS QUE OFERECEM A MELHOR OPORTUNIDADE PARA AVALIAR SEU CALÇADO FRENTE À CONCORRÊNCIA E OBSERVAR TENDÊNCIAS. A decisão de participar ou não de uma feira deve ser tomada após uma análise que considere se os calçados cumprem as exigências do mercado que procura atingir; se o preço está compatível com a concorrência; se existe capacidade produtiva suficiente para atender eventuais encomendas. Caso a sua produção não atenda a esses quesitos, não há motivo para participar da feira como expositor, tendo em vista que, nessas condições, frustraria suas vendas e seus clientes, prejudicando a imagem da empresa. Quando você ainda não consegue dominar essas informações nem atingiu um nível de produção compatível com a demanda, visite a feira como observador, busque as informações in loco, planeje-se para a próxima! SE VOCÊ É PRINCIPIANTE, NÃO SE AVENTURE EM GRANDES FEIRAS MUNDIAIS. INICIE VISITANDO AS FEIRAS INTERNACIONAIS NO BRASIL. SEU CUSTO SERÁ BASTANTE REDUZIDO! Para definir de qual feira participar, a empresa deve avaliar, entre outros fatores, que público normalmente circula no evento, qual o perfil dos expositores, se a feira é tradicionalmente conhecida, se possui boa divulgação, se existem subsídios para pequenos e médios empresários participarem. Procure informações junto à ABICALÇADOS em seu site ou entre em contato diretamente para esclarecer suas dúvidas. Também sugerimos três sites que apresentam feiras mundiais: e, especificamente para a Alemanha, No Brasil, citamos Um dos itens importantes, a serem analisados antes da escolha, é o custo que a empresa terá, pois toda participação em feiras envolve gastos com publicidade, projeto, montagem e decoração do estande, pessoal, transporte, envio de amostras, alojamento, remuneração de pessoal 26

INTERNACIONALIZAÇÃO DE EMPRESAS - Marketing Internacional

INTERNACIONALIZAÇÃO DE EMPRESAS - Marketing Internacional INTERNACIONALIZAÇÃO DE EMPRESAS - Marketing CURSO: Administração DISCIPLINA: Comércio FONTE: DIAS, Reinaldo. RODRIGUES, Waldemar. Comércio Exterior Teoria e Gestão. Atlas. São Paulo: 2004 2.4d_ização de

Leia mais

DICAS DE COMO PARTICIPAR DE FEIRAS

DICAS DE COMO PARTICIPAR DE FEIRAS DICAS DE COMO PARTICIPAR DE FEIRAS VITÓRIA 2004 Dicas de como participar de feiras Introdução As feiras são eventos ricos em oportunidades de negócios. São ambientes privilegiados para o incremento das

Leia mais

O que é comércio eletrônico?

O que é comércio eletrônico? COMÉRCIO ELETRÔNICO O que é comércio eletrônico? O comércio eletrônico ou e-commerce é a compra e venda de mercadorias ou serviços por meio da Internet, onde as chamadas Lojas Virtuais oferecem seus produtos

Leia mais

Metodologia. Entrevistas com amostra de usuárias brasileiras de internet via questionário online.

Metodologia. Entrevistas com amostra de usuárias brasileiras de internet via questionário online. Assunto E-commerce Metodologia Entrevistas com amostra de usuárias brasileiras de internet via questionário online. Quantidade de entrevistas realizadas: 1.652 mulheres Perfil: 18 a 50 anos Mercado: Brasil

Leia mais

Marketing Empresarial MARCO ANTONIO LIMA GESTÃO EMPRESARIAL E SUSTENTABILIDADE

Marketing Empresarial MARCO ANTONIO LIMA GESTÃO EMPRESARIAL E SUSTENTABILIDADE Marketing Empresarial Capítulo 1 Marketing: uma introdução Introdução ao Marketing O que é Marketing Marketing é a área do conhecimento que engloba todas as atividades concernentes às relações de troca,

Leia mais

ELABORAÇÃO DO PREÇO DE EXPORTAÇÃO

ELABORAÇÃO DO PREÇO DE EXPORTAÇÃO ELABORAÇÃO DO PREÇO DE EXPORTAÇÃO D. Daniela tem uma fábrica de móveis e vende seus produtos para todo o Brasil. Como os produtos de sua fábrica têm ótima qualidade e seus preços no mercado interno são

Leia mais

Poucas inovações na história da humanidade reúnem tantos benefícios potenciais quanto o Comércio Eletrônico (também conhecido como e-commerce).

Poucas inovações na história da humanidade reúnem tantos benefícios potenciais quanto o Comércio Eletrônico (também conhecido como e-commerce). Poucas inovações na história da humanidade reúnem tantos benefícios potenciais quanto o Comércio Eletrônico (também conhecido como e-commerce). A natureza global da tecnologia, a oportunidade de atingir

Leia mais

REVENDEDOR Conheça os benefícios de ser um Revendedor Grupo Positiva

REVENDEDOR Conheça os benefícios de ser um Revendedor Grupo Positiva Conheça os benefícios de ser um Revendedor Grupo Positiva Prezado Revendedor Seja bem-vindo! O Grupo Positiva conta com você para crescer no mercado e se tornar a empresa número 1 no segmento de soluções

Leia mais

MARKETING EMPRESARIAL MARCO ANTONIO LIMA GESTÃO EMPRESARIAL E SUSTENTABILIDADE

MARKETING EMPRESARIAL MARCO ANTONIO LIMA GESTÃO EMPRESARIAL E SUSTENTABILIDADE MARCO ANTONIO LIMA GESTÃO E SUSTENTABILIDADE Marketing: uma introdução Introdução ao Marketing O que é Marketing Marketing é a área do conhecimento que engloba todas as atividades concernentes às relações

Leia mais

Comércio eletrônico 05/05/15. Objetivos de estudo. Qual o papel do e- commerce nos negócios e quais as aplicações mais importantes?

Comércio eletrônico 05/05/15. Objetivos de estudo. Qual o papel do e- commerce nos negócios e quais as aplicações mais importantes? Escola Superior de Gestão e Tecnologia Comércio eletrônico Mercados digitais, mercadorias digitais Prof. Marcelo Mar3ns da Silva Objetivos de estudo Qual o papel do e- commerce nos negócios e quais as

Leia mais

Unidade IV. Marketing. Profª. Daniela Menezes

Unidade IV. Marketing. Profª. Daniela Menezes Unidade IV Marketing Profª. Daniela Menezes Comunicação (Promoção) Mais do que ter uma ideia e desenvolver um produto com qualidade superior é preciso comunicar a seus clientes que o produto e/ ou serviço

Leia mais

manual liga elo7 2.0 ORIENTAÇÕES E RECOMENDAÇÕES PARA PLANEJAMENTO DE EVENTOS

manual liga elo7 2.0 ORIENTAÇÕES E RECOMENDAÇÕES PARA PLANEJAMENTO DE EVENTOS ORIENTAÇÕES E RECOMENDAÇÕES PARA PLANEJAMENTO DE EVENTOS Olá Elosetter, Então você está com vontade de organizar um evento? O Elo7 incentiva as ações que fortaleçam e integram a comunidade artesanal e

Leia mais

COMO FAZER PARTE DE UM GRUPO? COMO CONTRATAR OS SERVIÇOS DA BEIT TUR

COMO FAZER PARTE DE UM GRUPO? COMO CONTRATAR OS SERVIÇOS DA BEIT TUR GUIA DO PASSAGEIRO COMO FAZER PARTE DE UM GRUPO? Para fazer parte de uma caravana, basta preencher a ficha de inscrição e imediatamente faremos contato com você. Em nosso site, você pode procurar a sua

Leia mais

14ª Edição POMERODE. 26, 27 e 28 de Junho. Pavilhão de Eventos (Festa Pomerana)

14ª Edição POMERODE. 26, 27 e 28 de Junho. Pavilhão de Eventos (Festa Pomerana) 14ª Edição POMERODE 26, 27 e 28 de Junho Pavilhão de Eventos (Festa Pomerana) PROGRAMAÇÃO DO EVENTO DIA 26/06/2015 SEXTA-FEIRA Início às 19h e término às 22h - Apresentação Grupo Folclórico Alpino Germânico

Leia mais

» Acordo Sobre Documentos de Viagem dos Estados Partes do Mercosul e Estados Associados

» Acordo Sobre Documentos de Viagem dos Estados Partes do Mercosul e Estados Associados Dicas de Viagem Nos últimos anos, a maioria dos países no mundo tem adotado medidas mais rígidas no controle de entrada e circulação de estrangeiros nos seus territórios. Por isso, quando você for viajar

Leia mais

PESM PROJETO EU SOU DE MINAS PROPOSTA DE PARCERIA

PESM PROJETO EU SOU DE MINAS PROPOSTA DE PARCERIA PESM PROJETO EU SOU DE MINAS PROPOSTA DE PARCERIA Prestação de Serviço de Configuração de Portal de Cidade VISÃO GERAL PESM Projeto Eu Sou de Minas tem a satisfação de enviar esta proposta de serviços

Leia mais

CIGNA INTERNATIONAL EXPATRIATE BENEFIT S. MBA : Benefícios Médicos no Exterior. Documentos de viagem importantes

CIGNA INTERNATIONAL EXPATRIATE BENEFIT S. MBA : Benefícios Médicos no Exterior. Documentos de viagem importantes CIGNA INTERNATIONAL EXPATRIATE BENEFIT S MBA : Benefícios Médicos no Exterior Documentos de viagem importantes Cartão de contato Ligação gratuita (nos EUA): +1.800.243.1348 Ligação por fax gratuita (nos

Leia mais

5 PASSOS PARA SE TORNAR UM CORRETOR DE IMÓVEIS. gerenciador e site imobiliário

5 PASSOS PARA SE TORNAR UM CORRETOR DE IMÓVEIS. gerenciador e site imobiliário 5 PASSOS PARA SE TORNAR UM CORRETOR DE IMÓVEIS gerenciador e site imobiliário Introdução 4 Primeiro passo: você como corretor! 7 Segundo passo: defina seu nicho! 11 Terceiro passo: crie seu portfólio de

Leia mais

Apostila. Comércio Eletrônico. e-commerce. Professor: Edson Almeida Junior. Comércio Eletrônico

Apostila. Comércio Eletrônico. e-commerce. Professor: Edson Almeida Junior. Comércio Eletrônico Apostila Comércio Eletrônico e-commerce Professor: Edson Almeida Junior Material compilado por Edson Almeida Junior Disponível em http://www.edsonalmeidajunior.com.br MSN: eajr@hotmail.com E-Mail: eajr@hotmail.com

Leia mais

Manual Prático do Usuário

Manual Prático do Usuário Página 12 Saiba mais Em quanto tempo seu cliente recebe o produto Como é emitida a Nota fiscal e recolhido os impostos Pergunte ao Suporte Todos os pedidos serão enviados em até 24 horas úteis, após a

Leia mais

1- O que é um Plano de Marketing?

1- O que é um Plano de Marketing? 1- O que é um Plano de Marketing? 2.1-1ª etapa: Planejamento Um Plano de Marketing é um documento que detalha as ações necessárias para atingir um ou mais objetivos de marketing, adaptando-se a mudanças

Leia mais

COMO VENDER. A IMAGEM DA SUA ESCOLA Dicas que garantem a visibilidade da sua instituição

COMO VENDER. A IMAGEM DA SUA ESCOLA Dicas que garantem a visibilidade da sua instituição BP COMO VENDER A IMAGEM DA SUA ESCOLA Dicas que garantem a visibilidade da sua instituição PRODUTOS EDUCACIONAIS MULTIVERSO Avenida Batel, 1750 Batel CEP 80420-090 Curitiba/PR Fone: (41) 4062-5554 Editor:

Leia mais

Feira Internacional de Frutas e Derivados, Tecnologia de Processamento e Logística 08 10 de Setembro de 2009 - ( 3ª. a 5ª.) Expo Center Norte

Feira Internacional de Frutas e Derivados, Tecnologia de Processamento e Logística 08 10 de Setembro de 2009 - ( 3ª. a 5ª.) Expo Center Norte Feira Internacional de Frutas e Derivados, Tecnologia de Processamento e Logística 08 10 de Setembro de 2009 - ( 3ª. a 5ª.) Expo Center Norte Pavilhão Amarelo São Paulo BEM VINDO A FRUIT & LOG 2009! ABRINDO

Leia mais

Conquistando Clientes Técnicas de Abordagem

Conquistando Clientes Técnicas de Abordagem Conquistando Clientes Técnicas de Abordagem 03 Conquistando Clientes Conheça seu Cliente Conheça o Cartão Tricard Simulação de Abordagem 08 11 15 21 Documentação necessária 02 Conquistando Clientes Neste

Leia mais

3.2 Madeira e Móveis. Diagnóstico

3.2 Madeira e Móveis. Diagnóstico 3.2 Madeira e Móveis Diagnóstico Durante a década de 90, a cadeia produtiva de madeira e móveis sofreu grandes transformações em todo o mundo com conseqüentes ganhos de produtividade, a partir da introdução

Leia mais

1. Qual é a melhor época para viajar para Orlando ou Orlando e NY? São duas cidades muito bem preparadas para receber seus visitantes durante todo o

1. Qual é a melhor época para viajar para Orlando ou Orlando e NY? São duas cidades muito bem preparadas para receber seus visitantes durante todo o 1. Qual é a melhor época para viajar para Orlando ou Orlando e NY? São duas cidades muito bem preparadas para receber seus visitantes durante todo o ano. O Greentours oferece suas excursões com acompanhamento

Leia mais

Manual do Sistema "Venda - Gerenciamento de Vendas, Estoque, Clientes e Financeiro" Editorial Brazil Informatica

Manual do Sistema Venda - Gerenciamento de Vendas, Estoque, Clientes e Financeiro Editorial Brazil Informatica Manual do Sistema "Venda - Gerenciamento de Vendas, Estoque, Clientes e Financeiro" Editorial Brazil Informatica I Venda - Gerenciamento de Vendas, Estoque, Clientes e Financeiro Conteúdo Part I Introdução

Leia mais

NEGOCIOS INTERNACIONAIS EXPORTAÇÕES

NEGOCIOS INTERNACIONAIS EXPORTAÇÕES NEGOCIOS INTERNACIONAIS EXPORTAÇÕES MSc.RICARDO LOZANO PANORAMA DAS EXPORTAÇÕES BRASILEIRAS US$ bilhões Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior Exportações Brasileiras 256 243 198

Leia mais

Fornecedores. Apresentação. www.grupoquantica.com. Nosso desafio é o seu sucesso!

Fornecedores. Apresentação. www.grupoquantica.com. Nosso desafio é o seu sucesso! Fornecedores www.grupoquantica.com Apresentação 2010 A idéia Fundado e idealizado por Cleber Ferreira, Consultor de Marketing e Vendas, autor do livro Desperte o Vendedor Interior com Técnicas de Vendas

Leia mais

Perguntas mais frequentes

Perguntas mais frequentes Perguntas mais frequentes CARACTERÍSTICAS DO PRODUTO Quais as vantagens do Multi Moeda Cash Passport em relação a Cheques de Viagem e ao Cartão de Crédito? Os cartões de crédito aplicam a Variação Cambial,

Leia mais

www.icert.com.br / www.gestortotal.com.br

www.icert.com.br / www.gestortotal.com.br Empreendedorismo Pequeno empreendedor: Saiba como começar sua empresa 1. Como financiar um negócio 2. O MEI Microempreendedor Individual 3. Benefícios em formalizar sua empresa 4. Local para se formalizar

Leia mais

MANUAL FEIRA DE PEÇAS E ANTIGUIDADES

MANUAL FEIRA DE PEÇAS E ANTIGUIDADES Águas de Lindóia SP De 21 a 24 de abril de 2016 MANUAL FEIRA DE PEÇAS E ANTIGUIDADES I. ÁREA FÍSICA 1. É o espaço contratado sem qualquer tipo de montagem ou carpete. O expositor receberá a área locada

Leia mais

Projeto Gráfico Coordenadoria de Comunicação Social do Gabinete do Reitor do Intituto Federal Sul-rio-grandense

Projeto Gráfico Coordenadoria de Comunicação Social do Gabinete do Reitor do Intituto Federal Sul-rio-grandense Elaboração do conteúdo Glaucia Julião Brenardo - Instituto Federal do Paraná Projeto Gráfico Coordenadoria de Comunicação Social do Gabinete do Reitor do Intituto Federal Sul-rio-grandense MANUAL DE VIAGENS

Leia mais

PROGRAMA DE MOBILIDADE INTERNACIONAL COMO PARTICIPAR

PROGRAMA DE MOBILIDADE INTERNACIONAL COMO PARTICIPAR COMO PARTICIPAR Um dos aspectos mais importantes da mobilidade internacional é o conhecimento e convivência com outras culturas, sendo uma oportunidade única para sua qualificação através de experiências

Leia mais

O Guia do Relacionamento para o corretor moderno

O Guia do Relacionamento para o corretor moderno O Guia do Relacionamento para o corretor moderno Introdução 3 O que é marketing de relacionamento 6 Como montar uma estratégia de relacionamento 9 Crie canais de relacionamento com o cliente 16 A importância

Leia mais

ROTEIRO DO PLANO DE NEGÓCIOS. 1. Sumário Executivo. Objetivos Missão Fatores-Chave de Sucesso. 2. Sumário da Empresa. 2.1 Composição da Sociedade

ROTEIRO DO PLANO DE NEGÓCIOS. 1. Sumário Executivo. Objetivos Missão Fatores-Chave de Sucesso. 2. Sumário da Empresa. 2.1 Composição da Sociedade ROTEIRO DO PLANO DE NEGÓCIOS 1. Sumário Executivo Objetivos Missão Fatores-Chave de Sucesso 2. Sumário da Empresa 2.1 Composição da Sociedade Perfil Individual dos sócios, experiência, formação, responsabilidades

Leia mais

PLANO DE INTERNACIONALIZAÇÃO

PLANO DE INTERNACIONALIZAÇÃO PLANO DE INTERNACIONALIZAÇÃO CURSO: Administração DISCIPLINA: Comércio Exterior FONTE: DIAS, Reinaldo. RODRIGUES, Waldemar. Comércio Exterior Teoria e Gestão. Atlas. São Paulo: 2004 6.3b Plano de Internacionalização

Leia mais

BOAS PRÁTICAS NO DIA A DIA DAS CLÍNICAS DE IMAGEM

BOAS PRÁTICAS NO DIA A DIA DAS CLÍNICAS DE IMAGEM BOAS PRÁTICAS NO DIA A DIA DAS CLÍNICAS DE IMAGEM Introdução ÍNDICE Boas práticas no dia a dia das clínicas de imagem A Importância de se estar conectado às tendências As melhores práticas no mercado de

Leia mais

Capítulo 03 Mercados regionais

Capítulo 03 Mercados regionais Capítulo 03 Mercados regionais As organizações decidem atuar no mercado global quando sabem que o crescimento externo será maior do que o interno. Nesse sentido, a China é um dos mercados para onde as

Leia mais

Proposta sujeito à análise de crédito

Proposta sujeito à análise de crédito GOLD CREDIT: Este é um benefício especial, válido para o seu American Express Gold Credit e para os cartões adicionais: você não paga anuidade. E, se a cada três meses você ou seu suplementar realizarem

Leia mais

Site Tricard A ferramenta de gestão do Cartão Tricard

Site Tricard A ferramenta de gestão do Cartão Tricard Site Tricard A ferramenta de gestão do Cartão Tricard 04 Acessando o Site Tricard Posição de Propostas Acões para sua Loja 09 13 30 Manuais de Treinamento 02 Introdução No Site Transacional Tricard, você

Leia mais

Apresentação: WebTour - Sistema de Gestão de Pacotes Turísticos

Apresentação: WebTour - Sistema de Gestão de Pacotes Turísticos Apresentação: WebTour - Sistema de Gestão de Pacotes Turísticos M&M Soluções Web www.mmsolucoesweb.com.br Página 2 de 18 Apresentação Criada oficialmente em 2009, a M&M iniciou suas atividades através

Leia mais

GUIA ATS INFORMÁTICA: GESTÃO DE ESTOQUE

GUIA ATS INFORMÁTICA: GESTÃO DE ESTOQUE GUIA ATS INFORMÁTICA: GESTÃO DE ESTOQUE SUMÁRIO O que é gestão de estoque...3 Primeiros passos para uma gestão de estoque eficiente...7 Como montar um estoque...12 Otimize a gestão do seu estoque...16

Leia mais

O que é Black Fraude?... Como comunicar seus clientes sobre sua participação na Black Friday... Como Manter seu site seguro para a Black Friday?...

O que é Black Fraude?... Como comunicar seus clientes sobre sua participação na Black Friday... Como Manter seu site seguro para a Black Friday?... Conteúdo do ebook O que é Black Fraude?... Como comunicar seus clientes sobre sua participação na Black Friday... Como Manter seu site seguro para a Black Friday?... Deixando sua loja virtual mais rápida

Leia mais

Módulo 4 CRM. [ Customer Relationship Management ]

Módulo 4 CRM. [ Customer Relationship Management ] Módulo 4 CRM [ Customer Relationship Management ] Sumário Introdução pág. 01 1. Definição 2. Por que usar o CRM?? 3. Cadastro pág. 02 pág. 02 pág. 02 4. Tipos de CRM CRM pág. 04 4.1 Operacional: Criação

Leia mais

Conceitos e técnicas. Devem ser contempladas algumas atividades típicas de vendas:

Conceitos e técnicas. Devem ser contempladas algumas atividades típicas de vendas: Administração da equipe de vendas (Neste texto de apoio: Conceitos e técnicas e Plano de ação de vendas) Conceitos e técnicas A correta administração da equipe de vendas é fundamental para o bom desempenho

Leia mais

APTRA PASSPORT DA NCR. Um núcleo empresarial para captura remota de depósitos

APTRA PASSPORT DA NCR. Um núcleo empresarial para captura remota de depósitos APTRA PASSPORT DA NCR Um núcleo empresarial para captura remota de depósitos Uma maneira melhor para os seus clientes depositarem cheques Bancos e instituições financeiras continuam a enfrentar os desafios

Leia mais

SISTEMAS DE NEGÓCIOS B) INFORMAÇÃO GERENCIAL

SISTEMAS DE NEGÓCIOS B) INFORMAÇÃO GERENCIAL 1 SISTEMAS DE NEGÓCIOS B) INFORMAÇÃO GERENCIAL 1. SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GERENCIAL (SIG) Conjunto integrado de pessoas, procedimentos, banco de dados e dispositivos que suprem os gerentes e os tomadores

Leia mais

FACULDADE SUDOESTE PAULISTA CURSO DE ADMINISTRAÇÃO

FACULDADE SUDOESTE PAULISTA CURSO DE ADMINISTRAÇÃO FACULDADE SUDOESTE PAULISTA CURSO DE ADMINISTRAÇÃO ADRIANA SILVA DA MATA ADRIANA LOPES DOS SANTOS CAMILA DE JESUS OLIVEIRA E-COMMERCE S&L Celulares Samsung Tatuí 2014 SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO... 1.1 SOBRE

Leia mais

Pagamento On line. Meios de pagamento nas lojas virtuais

Pagamento On line. Meios de pagamento nas lojas virtuais Comércio Eletrônico Professor: Anderson D. Moura Pagamento On line Setembro, 2008 Uma decisão importante a ser tomada pelo lojista virtual, refere-se aos meios de pagamento que serão disponibilizados aos

Leia mais

Bleez Agência Digital... 3. Quem sou eu... 4. Introdução... 5. Quanto o ecommerce cresceu no Brasil... 7. Quem está comprando no ecommerce...

Bleez Agência Digital... 3. Quem sou eu... 4. Introdução... 5. Quanto o ecommerce cresceu no Brasil... 7. Quem está comprando no ecommerce... Sumário Bleez Agência Digital... 3 Quem sou eu... 4 Introdução... 5 Quanto o ecommerce cresceu no Brasil... 7 Quem está comprando no ecommerce... 10 Por que os brasileiros estão comprando mais... 12 O

Leia mais

Conheça Melhor a Loja Virtual ASP

Conheça Melhor a Loja Virtual ASP Proposta para Instalação da Loja Virtual Grátis no mês de junho 2011 O comércio eletrônico não é um bicho de 7 cabeças Ter sua loja virtual, agora ficou mais fácil ainda! Sem necessidade de saber programação

Leia mais

Seja um parceiro Xact Tecnologia e ofereça ao mercado nossas soluções, voltadas para gerenciamento total dos processos críticos do negócio.

Seja um parceiro Xact Tecnologia e ofereça ao mercado nossas soluções, voltadas para gerenciamento total dos processos críticos do negócio. Seja um parceiro Xact Tecnologia e ofereça ao mercado nossas soluções, voltadas para gerenciamento total dos processos críticos do negócio. Participe da rede de distribuição dos produtos exclusivos da

Leia mais

Manual sobre Documentação e Check-in

Manual sobre Documentação e Check-in Manual sobre Documentação e Check-in Documentação - Brasil CRUZEIROS NACIONAIS (ROTEIROS EXCLUSIVAMENTE BRASILEIROS) Brasileiros Adultos: Carteira de Identidade (RG) emitida pela secretaria de segurança

Leia mais

DICAS. Trecho Internacional: Bagagem a ser despachada: 2 malas de até 32kg cada, com 158 cm cada Bagagem de mão: 1 mala de até 5kg, com 115 cm

DICAS. Trecho Internacional: Bagagem a ser despachada: 2 malas de até 32kg cada, com 158 cm cada Bagagem de mão: 1 mala de até 5kg, com 115 cm DICAS FAZENDO AS MALAS Bagagens que serão despachadas: Leve agasalhos e sapatos confortáveis. É sugerido o uso de tênis para os passeios nos parques e compras. Verifique o roteiro. Durante os passeios,

Leia mais

de um redator freelancer

de um redator freelancer de um redator freelancer Introdução 04 Horário flexível, ausência do chefe, mas... 06 Monte sua planilha financeira 09 Sim, impostos também existem para você 12 Nem tudo são flores 15 Saiba onde você quer

Leia mais

Conhecimentos de Vendas: Clientes, Produtos e Tecnologias

Conhecimentos de Vendas: Clientes, Produtos e Tecnologias Conhecimentos de Vendas: Clientes, Produtos e Tecnologias Esquema de Palestra I. Fontes de Conhecimentos Sobre Vendas A. Treinamento de Vendas atividade desenvolvida por um empregador para oferecer ao

Leia mais

Fiorella Del Bianco. Roteiro para o desenvolvimento de novas ofertas. Posicionamento de produto e de marca

Fiorella Del Bianco. Roteiro para o desenvolvimento de novas ofertas. Posicionamento de produto e de marca Fiorella Del Bianco Roteiro para o desenvolvimento de novas ofertas Tema: Passos e estratégias mercadológicas para o desenvolvimento de novas ofertas (DNO). Objetivo: Esta aula visa apresentar os últimos

Leia mais

Guia Rápido de Viagem

Guia Rápido de Viagem Guia Rápido de Viagem Habilitação para uso no exterior Para aumentar sua segurança, seu cartão tem um bloqueio para uso no exterior. Antes de iniciar sua viagem para destinos internacionais, habilite-o

Leia mais

MARGEM DE CONTRIBUIÇÃO: QUANTO SOBRA PARA SUA EMPRESA?

MARGEM DE CONTRIBUIÇÃO: QUANTO SOBRA PARA SUA EMPRESA? MARGEM DE CONTRIBUIÇÃO: QUANTO SOBRA PARA SUA EMPRESA? Que nome estranho! O que é isso? Essa expressão, Margem de Contribuição, pode soar estranha aos ouvidos, mas entender o que significa ajudará muito

Leia mais

Guia definitivo de ferramentas de Planejamento para Micro Empreendedores Individuais

Guia definitivo de ferramentas de Planejamento para Micro Empreendedores Individuais Guia definitivo de ferramentas de Planejamento para Micro Empreendedores Individuais Introdução O Brasil já tem 4,7 milhões de microempreendedores individuais, segundo dados de janeiro de 2015 da Receita

Leia mais

Professora Ana Maria Matta Walcher Skype: ana.maria.walcher37

Professora Ana Maria Matta Walcher Skype: ana.maria.walcher37 Noções básicas de Comércio Exterior Professora Ana Maria Matta Walcher Skype: ana.maria.walcher37 Regimes Aduaneiros É o conjunto de procedimentos ou regras previstas em lei para efetivar uma importação

Leia mais

in light eletro house supri shop linea domus outdoor living & garden

in light eletro house supri shop linea domus outdoor living & garden utility house in domus eletro house in light linea domus supri shop outdoor living & garden FEIRA PROFISSIONAL Reunir em um mesmo local e momento investidores e mercado-alvo, formando um ambiente de negócios

Leia mais

Apresentação Cartão de Crédito

Apresentação Cartão de Crédito Apresentação Cartão de Crédito O que é O Cartão de Crédito Porto Seguro é uma forma de pagamento eletrônica, que pode ser utilizado para comprar um bem, ou contratar um serviço. O titular recebe mensalmente

Leia mais

7 Passos Para a Criação de Uma Boa Loja Virtual. Índice

7 Passos Para a Criação de Uma Boa Loja Virtual. Índice 2 Índice Introdução... 3 Passo 1 Entender o que é Venda Online e E-commerce... 4 Passo 2 Entender o Mercado de Comércio Eletrônico... 5 Passo 3 Canais de Venda... 6 Passo 4 Como identificar uma Boa Plataforma

Leia mais

MANUAL DE SOBREVIVÊNCIA WWW.ITALIANA.BLOG.BR

MANUAL DE SOBREVIVÊNCIA WWW.ITALIANA.BLOG.BR MANUAL DE SOBREVIVÊNCIA O blog ItaliAna preparou para você um manual de sobrevivência na Itália! Aqui você vai encontrar dicas práticas para facilitar sua vida e tornar sua viagem para a Itália muito mais

Leia mais

Guia definitivo da pesquisa de mercado online

Guia definitivo da pesquisa de mercado online Guia definitivo da pesquisa de mercado online Noções básicas de pesquisa de mercado e um guia para usar o Opinion Box Índice Introdução 3 1. O que é pesquisa de mercado 4 2. Como fazer uma pesquisa de

Leia mais

Sobre as Franquias Honing Brasil A Honing Brasil é a marca de roupa masculina inspirada no Hóquei no Gelo canadense. A paixão dos canadenses por este esporte e a garra de seus praticantes inspiram a Honing,

Leia mais

PROMOÇÃO DE VENDAS. O problema da Dona Cida resume-se em aumentar as vendas de sua loja e ao mesmo tempo, acabar com alguns estoques indesejáveis.

PROMOÇÃO DE VENDAS. O problema da Dona Cida resume-se em aumentar as vendas de sua loja e ao mesmo tempo, acabar com alguns estoques indesejáveis. 1 PROMOÇÃO DE VENDAS Constituída há pouco mais de dois anos, a loja de confecções da Dona Cida já possuía uma boa clientela, porém ela acreditava que ainda poderia crescer bastante. Assim, tinha na prateleira

Leia mais

&DPSDQKDV 3ODQHMDPHQWR

&DPSDQKDV 3ODQHMDPHQWR &DPSDQKDV 3ODQHMDPHQWR Toda comunicação publicitária visa atender a alguma necessidade de marketing da empresa. Para isso, as empresas traçam estratégias de comunicação publicitária, normalmente traduzidas

Leia mais

d) participação em competições esportivas, incluídos gastos com treinamento;

d) participação em competições esportivas, incluídos gastos com treinamento; CAPÍTULO : 10 - Viagens Internacionais, Cartões de Uso Internacional e Transferências Postais SEÇÃO : 1 - Viagens Internacionais 1. Esta seção trata das compras e das vendas de moeda estrangeira, inclusive

Leia mais

CONTRATO DE INTERMEDIAÇÃO DE SERVIÇOS DE TURISMO

CONTRATO DE INTERMEDIAÇÃO DE SERVIÇOS DE TURISMO CONTRATO DE INTERMEDIAÇÃO DE SERVIÇOS DE TURISMO (este contrato deve ser impresso e preenchido de próprio punho e enviado para o endereço de contato em até 5 dias úteis após a confirmação da compra do

Leia mais

Aproveitamos também para colocar a nossa equipe à sua disposição para quaisquer dúvidas ou sugestões.

Aproveitamos também para colocar a nossa equipe à sua disposição para quaisquer dúvidas ou sugestões. Este guia é para auxiliar sua empresa para ter 100% de aproveitamento do evento. Peço que leia o manual por completo e tire todas suas dúvidas sobre o evento. Se em um momento você não encontrar o que

Leia mais

COMÉRCIO ELETRÔNICO UM BREVE HISTÓRICO

COMÉRCIO ELETRÔNICO UM BREVE HISTÓRICO UM BREVE HISTÓRICO COMÉRCIO ELETRÔNICO O comércio sempre existiu desde que surgiram as sociedades. Ele é dito como o processo de comprar, vender e trocar produtos e serviços. Inicialmente praticado pelos

Leia mais

www.euimportador.com

www.euimportador.com Você já pensou ganhar dinheiro usando a internet, montando sua própria loja sem ter que gastar rios de dinheiro com estoque, logística e vários funcionários? Isso é perfeitamente possível e nós chamamos

Leia mais

E-BUSINESS AGENDA. Profª. Kelly Hannel

E-BUSINESS AGENDA. Profª. Kelly Hannel E-BUSINESS Profª. Kelly Hannel AGENDA Evolução da internet nos negócios Conceitos de E-BUSINESS e COMÉRCIO ELETRÔNICO Identificando tendências do E-BUSINESS Quadro das interações possíveis no meio eletrônico

Leia mais

Promoção de vendas é a pressão de marketing de mídia ou não mídia exercida durante um período predeterminado e limitado de tempo ao nível de

Promoção de vendas é a pressão de marketing de mídia ou não mídia exercida durante um período predeterminado e limitado de tempo ao nível de Metas das Comunicações de Marketing: Criação de consciência informar os mercados sobre produtos, marcas, lojas ou organizações. Formação de imagens positivas desenvolver avaliações positivas nas mentes

Leia mais

A Arte em Eventos é uma empresa que organiza eventos. w w w. a r t e e m e v e n t o s. c o m. b r

A Arte em Eventos é uma empresa que organiza eventos. w w w. a r t e e m e v e n t o s. c o m. b r A Arte em Eventos é uma empresa que organiza eventos. Integrada às novidades do mercado, oferece um excelente atendimento e soluções criativas na produção de eventos, que asseguram bons resultados e valorizam

Leia mais

O comércio eletrônico (e-commerce) é um setor em crescimento CONSUMIDORES (EM MILHÕES) 23,4 18,7 R$ 328 R$ 335 R$ 373 R$ 350 R$ 342 R$ 350

O comércio eletrônico (e-commerce) é um setor em crescimento CONSUMIDORES (EM MILHÕES) 23,4 18,7 R$ 328 R$ 335 R$ 373 R$ 350 R$ 342 R$ 350 ARTESANATO BOLETIM COMÉRCIO ELETRÔNICO O comércio eletrônico (e-commerce) é um setor em crescimento Em 2012, o faturamento foi de R$ 22,5 bilhões no Brasil, e de aproximadamente R$ 28 bilhões em 2013.

Leia mais

Uma Oportunidade Única de Negócio

Uma Oportunidade Única de Negócio Uma Oportunidade Única de Negócio no Setor de Ensino de Língua Ingles Por ser um empresário bem-sucedido, você certamente está em busca de novas oportunidades de ampliar seu negócio atual e maximizar o

Leia mais

Brasil IT Emerging Players

Brasil IT Emerging Players Sua empresa tem um produto competitivo e inovador na área de Tecnologia da Informação e Comunicação? Você tem interesse em expandir sua atuação no mercado externo? Está disposto a qualificar sua empresa

Leia mais

A importância de personalizar a sua loja virtual

A importância de personalizar a sua loja virtual A importância de personalizar a sua loja virtual Ter uma loja virtual de sucesso é o sonho de muitos empresários que avançam por esse nicho econômico. Porém, como as lojas virtuais são mais baratas e mais

Leia mais

Roteiro de Cadastros - GESTOR

Roteiro de Cadastros - GESTOR Página1 INDICE 1. MODULO EMPRESA 1.1. CADASTRO DE USUARIO --------------------------------------------------------------------- 4 1.2. CADASTRO DA EMPRESA --------------------------------------------------------------------

Leia mais

A Feira do Empreendedor 2014 em São Paulo faz parte de um circuito de feiras que será realizado em vários estados da federação.

A Feira do Empreendedor 2014 em São Paulo faz parte de um circuito de feiras que será realizado em vários estados da federação. 1 A Feira do Empreendedor é um evento de sucesso promovido pelo SEBRAE-SP, com o objetivo de oferecer informação, conhecimento e oportunidade para empresários e futuros empreendedores. A Feira do Empreendedor

Leia mais

1. Passos iniciais. Tutoriais para aprendizado e familiarização com o software Clique no item desejado para ser direcionado para a seção.

1. Passos iniciais. Tutoriais para aprendizado e familiarização com o software Clique no item desejado para ser direcionado para a seção. Tutoriais para aprendizado e familiarização com o software Clique no item desejado para ser direcionado para a seção. Índice 1. Passos iniciais... 2. Gerenciando tarefas... 3. Cadastro de pessoas... 4.

Leia mais

O ABC do Programa de Fidelização

O ABC do Programa de Fidelização O ABC do Programa de Fidelização COMO E POR QUÊ RETER CLIENTES? Diagnóstico As empresas costumam fazer um grande esforço comercial para atrair novos clientes. Isso implica Investir um alto orçamento em

Leia mais

dicas infalíveis para conquistar patrocinadores 6para eventos

dicas infalíveis para conquistar patrocinadores 6para eventos dicas infalíveis para conquistar patrocinadores 6para eventos Introdução Antes de abordar os possíveis patrocinadores Está na hora de apresentar a proposta para o patrocinador 1. Quem é você? 2. Apresentando

Leia mais

cartilha educação financeira

cartilha educação financeira cartilha educação financeira cartilha educação financeira A IMPORTÂNCIA DA EDUCAÇÃO FINANCEIRA A educação financeira é decisiva para o bem-estar presente e futuro das famílias, contudo, ela nem sempre

Leia mais

Uma nova fase de sucesso em seu negócio pode começar agora

Uma nova fase de sucesso em seu negócio pode começar agora Uma nova fase de sucesso em seu negócio pode começar agora Afinal, tudo começa em sua maneira de pensar. E marketing é isto, uma questão de posicionamento. PROPOSTA DE SERVIÇOS Logotipos Web Sites Lojas

Leia mais

\news. Destaques da Edição. SISARE NEWS é o novo canal de informações da A2X. Melhorias do mês na solução. Dicas da solução Em destaque

\news. Destaques da Edição. SISARE NEWS é o novo canal de informações da A2X. Melhorias do mês na solução. Dicas da solução Em destaque \news Edição 001 Mês Abril/2014 Destaques da Edição SISARE NEWS é o novo canal de informações da A2X. Informativo mensal tem como objetivo aproximação com clientes e parceiros Melhorias do mês na solução

Leia mais

2 - Quais as vantagens do Confidence Travel Card em relação ao Cheques de Viagem e o Cartão de Crédito?

2 - Quais as vantagens do Confidence Travel Card em relação ao Cheques de Viagem e o Cartão de Crédito? Perguntas frequentes Confidence Travel Card Sobre o Cartão Confidence Travel Card 1 - Eu posso adquirir e recarregar um Confidence Travel Card nas Bandeiras Visa e Mastercard? Para Compra: Na bandeira

Leia mais

Modelos de Gestão para o Crescimento de sua Empresa. Nova York, 12 a 21/setembro/2014

Modelos de Gestão para o Crescimento de sua Empresa. Nova York, 12 a 21/setembro/2014 Modelos de Gestão para o Crescimento de sua Empresa Nova York, 12 a 21/setembro/2014 1. Por que devo participar? Conhecer experiências internacionais é uma das mais eficazes formas de expandir os horizontes

Leia mais

Educação Financeira. Crédito Consignado. Módulo 5: Serviços Bancários

Educação Financeira. Crédito Consignado. Módulo 5: Serviços Bancários Educação Financeira Crédito Consignado Módulo 5: Serviços Bancários Objetivo Conscientizar nossos clientes sobre os serviços bancários e as funções de cada funcionário O conteúdo deste material é baseado

Leia mais

Apostila Emissão de Notas Fiscais de Importação

Apostila Emissão de Notas Fiscais de Importação Apostila Emissão de Notas Fiscais de Importação I- CADASTRO DO FORNECEDOR EXTERIOR I.I- Cadastro Geográfico Antes de iniciarmos o registro do Fornecedor Exterior precisamos verificar se os detalhes do

Leia mais

Apaixonado. Pessoal. Serviço.

Apaixonado. Pessoal. Serviço. Apaixonado. Pessoal. Serviço. sobre nós Privileged (Privilegiado) é um serviço de gestão global padrão luxo que oferece uma linha de serviços padronizados, 24 horas por dia, 365 dias por ano, ou seja,

Leia mais

10 Dicas para lucrar

10 Dicas para lucrar E-BOOK 10 Dicas para lucrar com Fotografia Infantil, Gestante e Casamentos Autor: Leo Castro www.marketingparafotografos.com.br E-BOOK Copyright 2015, Marketing para fotógrafos, Todos os direitos reservados

Leia mais

Manual de Conduta Escritórios Brasília

Manual de Conduta Escritórios Brasília Manual de Conduta Escritórios Brasília 1 Prezado parceiro, você acaba de ingressar em um novo modelo de gestão de negócios. Seja bem-vindo. 2 Com o único objetivo de aprimorar o seu negócio vamos apresentar

Leia mais

Onde? São Paulo Feira REVESTIR - Transamérica Expo Center. Quando? 09 a 12 de março de 2010

Onde? São Paulo Feira REVESTIR - Transamérica Expo Center. Quando? 09 a 12 de março de 2010 Onde? São Paulo Feira REVESTIR - Transamérica Expo Center Quando? 09 a 12 de março de 2010 Quem? Foram convidados dois grupos de compradores internacionais, um grupo de jornalistas e um grupo de formadores.

Leia mais

BNDES Turismo. BNDES Turismo. Foz do Iguaçu 18 de Junho 2011

BNDES Turismo. BNDES Turismo. Foz do Iguaçu 18 de Junho 2011 BNDES Turismo BNDES Turismo Foz do Iguaçu 18 de Junho 2011 Agenda Informações Institucionais Apoio ao Turismo Apoio do BNDES às Micro, Pequenas e Médias Empresas - Projetos de Investimento; - Aquisição

Leia mais

Ninguém gosta do custo de frete. Os clientes

Ninguém gosta do custo de frete. Os clientes I E-BOOK Ninguém gosta do custo de frete. Os clientes não gostam. As lojas virtuais não gostam. O mercado não gosta. Mas apesar do crescimento dos custos de manuseio, envio e transporte de produtos, a

Leia mais