Brasil. Presbiteriano. Páscoa. Forças de integração. O que aprender com a tragédia em Santa Maria?

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Brasil. Presbiteriano. Páscoa. Forças de integração. O que aprender com a tragédia em Santa Maria?"

Transcrição

1 O Jornal é órgão oficial da Igreja Presbiteriana do Ano 54 nº 700 Páscoa O que lhe vem à mente quando é mencionada a palavra Páscoa? Com certeza, há várias visões sobre o que significa Páscoa e a importância dessa efeméride. O Rev. Dídimo aponta para o sentido da Páscoa cristã, segundo o que está registrado no Novo Testamento. PÁGINA 9 Forças de integração As forças de integração representam a melhor forma de discipular, capacitar, treinar e aperfeiçoar a membresia, e no caso dos jovens e adolescentes preparar a próxima geração de nossa igreja. O trabalho das sociedades incorpora todas as facetas de uma família, como tem de ser a família da fé. PÁGINA 15 O que aprender com a tragédia em Santa Maria? Dramas dessa magnitude impõenos uma reflexão alusiva ao efeito didático dele decorrente. Não obstante as amplas inovações tecnológicas no âmbito da prevenção, lamentavelmente, temos que admitir que a expressão segurança ainda não se constituiu parte integrante de cultura brasileira. PÁGINA 14

2 2 O EDITORIAL Rev. Dídimo de Freitas, presidente da ANEP, nos edifica nesta edição com um oportuno texto sobre a Páscoa e a Ceia do Senhor (p. 9), e o Rev. Odayr Olivetti, colaborador regular do BP, igualmente nos instrui com sua resposta a respeito da quaresma (p. 19). Esta é a época do ano em que somos assaltados por mensagens comerciais pascalinas que faríamos bem em filtrar. Tanta comilança não pode fazer bem à saúde, mas esse efeito nem é o pior. A novidade dos coelhinhos e das colombas com suas decorações caprichadas e a enorme variedade de panetones com preços e tamanhos a escolher só será páreo nos supermercados para os Em memória de mim carregados caramanchões de ovos de chocolate, que, antes de fazer subir as taxas do colesterol, vão deixar os maravilhados compradores com desagradável torcicolo. Ocorre, porém, que o desvirtuamento será total, porque essa concentração toda nos petiscos da Páscoa não deixa qualquer espaço para a consideração do que realmente importa, cuja omissão acaba por ser o erro maior, mais grave. A páscoa surge na Escritura como o marco da saída do povo de Deus do Egito. Para os israelitas tratou-se de um evento simbólico e tipológico. Simbólico de seu livramento na noite da morte dos primogênitos e de sua libertação do Egito; tipológico da salvação dos crentes por meio do sacrifício de Cristo, o cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo, o cordeiro pascal. Com a morte de Cristo, a páscoa como os judeus a celebravam esgotou sua função. O cordeiro anunciado já viera e morrera como tipificado. Agora, a partir dela, Jesus instituiu a Ceia, recurso mnemônico para os discípulos, trazendo-lhes à memória de forma sacramental o sacrifício mediante o qual Deus se tornou favorável ao seu povo. A importância da Ceia fica clara quando o Senhor afirma que comê-la sem discernimento conduz à condenação. Os crentes de Corinto haviam transformado a Eucaristia numa caricatura, no que foram reprovados. JORNAL BRASIL PRESBITERIANO Faça sua assinatura e/ou presenteie seus familiares e amigos. Nome CPF Igreja de que é membro Endereço Bairro Cidade Mês inicial da assinatura Formas de pagamento: Grátis! Uma assinatura para pacotes de 10 ou mais assinaturas. Após efetuar o depósito, informá-lo pelo telefone (11) ou RG Depósito bancário (anexar ao cupom o comprovante de depósito) Banco do Banco Bradesco Banco Itaú C/C C/C C/C Ag Ag Ag Cartão VISA Nº do cartão Nome do titular CEP UF Telefone Quantidade de assinaturas Validade Código de segurança Os crentes de hoje deverão rever sua participação nas festanças da páscoa comercial e mundana, mas farão melhor revendo também a sua participação na Ceia do Senhor, com autoexame, contrição, confissão de pecados e piedade. A regularidade das celebrações é importante, mas deve-se cuidar para que uma ocasião da maior seriedade não seja transformada em rotina. No caso da Ceia, ela tem em si mesma o antídoto para esse mal. Ocorre que seu propósito é precisamente fazer-nos lembrar de Jesus e de sua morte em favor de seu povo. Essa lembrança reavivada fortalecerá o precioso rito que Jesus instituiu para o nosso benefício espiritual. Assinatura Anual Envio mensal Individual (até 9 assinaturas): R$ 24,00 cada assinatura. Somente com depósito antecipado ou cartão VISA. Coletiva (10 ou mais assinaturas): R$ 19,20 cada assinatura. Uma publicação do Conselho de Educação Cristã e Publicações Conselho de Educação Cristã e Publicações: Clodoaldo Waldemar Furlan (Presidente) Domingos Dias (Vice-presidente) Gecy Soares de Macedo (Secretário) Alexandre Henrique Moraes de Almeida André Luiz Ramos Anízio Alves Borges Marcos Antônio Serjo da Costa Mauro Fernando Meister Conselho Editorial da CEP: Ageu Cirilo de Magalhães Jr. Cláudio Marra (Presidente) Fabiano de Almeida Oliveira Francisco Solano Portela Neto Heber Carlos de Campos Jr. Mauro Fernando Meister Tarcízio José de Freitas Carvalho Valdeci da Silva Santos Conselho Editorial do BP: Alexandre Henrique Moraes de Almeida Anízio Alves Borges Clodoaldo Waldemar Furlan Hermistem Maia Pereira da Costa Leandro Antônio de Lima Edição e textos: Camila Crepaldi SP Diagramação: Aristides Neto Impressão Folhagráfica Ano 54, nº 700 Rua Miguel Teles Junior, 394 Cambuci, São Paulo SP CEP: Telefone: (11) Órgão Oficial da

3 3 ARTIGO A morte: o último inimigo Leandro Antônio de Lima Q uando somos jovens, a morte parece distante. Ano após ano a vida prossegue, vivemos nosso dia a dia, fazemos planos, construímos casas, e nos envolvemos com muitos projetos. Frequentemente lemos nos jornais que pessoas estão morrendo de fome na África ou em explosões terroristas no Oriente Médio. Mas esses lugares estão muito distantes de nós. Paramos alguns instantes em frente à televisão, horrorizados pelas tragédias, mas em seguida retornamos a nossa vida normal, afinal, não foi conosco, e tudo aquilo foge de nossa mente. De repente, um vizinho morre. Vamos ao enterro, confortamos a família, e ficamos abalados por alguns momentos, mas logo continuamos nosso trabalho e voltamos às diversões e à rotina do dia a dia. De algum modo, há, dentro de nós, uma espécie de sentimento de imunidade em relação à tragédia e a morte (Boettner). Mas, de súbito, a morte bate a porta. Um pai, uma mãe, um esposo ou filho são levados abruptamente. Então, todo o desespero cai sobre nós com o peso de milhões de toneladas. Uma imensa confusão se estabelece dentro de nós, e uma pergunta brota da agonia: Por que? A morte não faz parte da criação de Deus, ela é uma intrusa. A Bíblia demonstra que a morte entrou no mundo como consequência do pecado. Quando Adão e Eva foram criados, o Senhor fez uma exigência, pois desejava obter deles obediência completa, e por isso lhes disse: De toda árvore do jardim comerás livremente, mas da árvore do conhecimento do bem e do mal não comerás; porque, no dia em que dela comeres, certamente morrerás (Gn ). Portanto, antes de tudo, devemos considerar a morte como um aspecto penal de Deus em relação à desobediência do homem. Deus disse a Israel: A alma que pecar, essa morrerá (Ez 18.4), e Paulo disse aos romanos: O salário do pecado é a morte (Rm 6.23). Quando pensamos em morte, precisamos entender que há três sentidos para esse acontecimento: morte física, espiritual e eterna. No sentido espiritual, estamos falando da quebra da comunhão com Deus. Isso aconteceu com Adão no mesmo dia em que pecou. A Escritura diz que, após comerem do fruto da árvore proibida, Adão e Eva tomaram consciência de sua nudez e fugiram da presença de Deus se escondendo por entre as árvores do jardim (Gn 3.7-8). A comunhão estava quebrada. Essa morte é a forma como todas as pessoas vivem! Paulo descreveu todas as pessoas como estando mortas em seus delitos e pecados (Ef 2.1). Nesse estado, o homem não consegue agradar a Deus e nem se quer dar um passo em direção a Deus. No sentido físico, a morte deve ser entendida como a separação do corpo e da alma. Quando a alma deixa o corpo, a morte chegou (Tg 2.26). Nesse ponto, se cumpre a Palavra que Deus dirigiu ao homem após o pecado: No suor do rosto comerás o teu pão, até que tornes à terra, pois dela foste formado; porque tu és pó e ao pó tornarás (Gn 3.19; Ver Ec 3.20). Porém, o Espírito não vira pó, pois como diz o Eclesiastes, o pó volta à terra, mas o Espírito volta a Deus que o deu (Ec 12.7). O sentido eterno, certamente é o mais terrível de todos, e uma consequência lógica dos dois anteriores. A morte física vem sobre todos, mas a morte eterna somente sobre os que estão sem Cristo. Nesse ponto, é interessante pensarmos que a salvação depende de um novo nascimento (Jo 3.3). Como alguém disse certa vez: Quem nasce uma vez morre duas, mas quem nasce duas só morre uma. Morte eterna deve ser associada com o Inferno, e em última instância, com o Lago de Fogo do Apocalipse. A morte será a última das consequências do pecado a ser retirada do mundo. Em 1Coríntios, o Apóstolo Paulo declarou a respeito de Cristo: Porque convém que ele reine até que haja posto todos os inimigos debaixo dos pés. O último inimigo a ser destruído é a morte (1Co ). O próprio Cristo conheceu muito bem os poderes da morte. Lembramos daquela inesquecível cena do Senhor diante do túmulo de Lázaro (Jo ). Essa foi uma das poucas ocasiões em que Jesus chorou. Foi um choro de alguém que sabia o quanto a morte deteriorou a perfeita criação de Deus. Mais tarde, o próprio Cristo experimentou a fúria da morte dependurado no madeiro. Portanto, Jesus sabe mais do que ninguém o significado dela. Porém, três dias depois, na maior demonstração de poder entre a criação e o fim do mundo, o Senhor derrotou a morte ressuscitando gloriosamente. A partir daquele dia, os dias da morte estão contados, em breve, quando Cristo retornar e os mortos ressuscitarem, o último inimigo cairá definitivamente. Ainda falta considerarmos uma questão importante: Se a morte é resultado do pecado e deve ser vista como punição, por que os cristãos ainda precisam morrer? A morte dos cristãos não deve ser considerada como punição pelo motivo que não existe mais qualquer punição para o cristão (Rm 8.1). Apesar de nascidos de novo, nossos corpos ainda são decaídos, eles não foram aperfeiçoados, e o motivo disso é que continuamos adoecendo, cansando, suando e morrendo (Gn 3.19). A morte deve ser vista, no caso do cristão, não como uma punição, mas como uma consequência natural do corpo decaído. Nesse sentido, ela tem realmente ainda um sentido negativo, porém, ela evoca pelo menos dois aspectos imensamente positivos. Primeiramente devemos considerar que ela abre as portas para a eternidade. No momento da morte, a alma fica livre de todo o peso da corrupção, e passa a aguardar o dia quando for reunida ao corpo aperfeiçoado da ressurreição. Em segundo lugar, a expectativa da morte leva o crente a considerar seus dias e a manter a humildade. O salmista orou: Ensina-nos a contar os nossos dias, para que alcancemos coração sábio (Sl 90.12). A consciência de nossa própria finitude ajuda a exercitar a sabedoria. A atitude dos crentes perante a morte deve ser totalmente diferente da atitude do mundo que não tem esperança. Aos olhos de Deus, a morte dos crentes não é uma retribuição por suas más ações, é algo que causa deleite no Senhor, pois preciosa é aos olhos do SENHOR a morte dos seus santos (Sl ). O Rev. Leandro Antônio de Lima, Doutor em Letras pela Universidade Mackenzie, é pastor da IP Santo Amaro, SP

4 4 COMPROMISSO Igreja f iel é dizimista lembra o novo tesoureiro da IPB C Yosadara Cunha omeço de noite em Cachoeiro de Itapemirim, sul do Espírito Santo. Bem no centro da cidade, no prédio onde funciona a Tesouraria da Igreja Presbiteriana do, está José Alfredo Marques de Almeida. Diante de um laptop, o olhar é atento ao balanço mensal da igreja em todo o país. Receitas, investimentos e despesas são observados de modo detalhado e paciente. Tarefa que incorporou à rotina desde maio do ano passado, quando passou a ter o comando da Tesouraria da IPB. José Alfredo foi quem assumiu a vaga deixada por Renato Piragibe que se desligou da função para assumir a direção do Mackenzie no Rio de Janeiro. José Alfredo foi designado pelo Rev. Roberto eiro, na forma do Regimento do Supremo Concílio (o cargo será preenchido por eleição pela Comissão Executiva do SC/IPB), para lidar com as contas da IPB. Não é um território desconhecido para o novo tesoureiro que durante treze anos fez parte da Junta Patrimonial, Econômica e Financeira. Minha função sempre foi examinar as contas mandadas pela Tesouraria, acompanhar a aplicação de cada recurso e saber para onde foi destinado o dinheiro das contribuições vindas de todo o país, explicou. Para ele, é justamente na contribuição das igrejas com dízimos e ofertas que está um dos seus principais desafios. A ideia da nova gestão da Tesouraria é Nos dias 28 a 31 de março a região centro-sul do Rio de Janeiro sediará o Encontro Regional Sudeste de UMP. Esse evento reunirá os estados do Espírito Santo, Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo. O local do evento será o Acampamento Clay, Rio de Janeiro, e a inscrição pode ser efetuada mediante o pagamento de R$180,00. Informações: aumentar a base de igrejas fiéis e contribuintes. Em 2012, os números da arrecadação ficaram em torno de 26 milhões de reais. Mais da metade deste valor foi empregado nas missões dentro e fora do país. Isso sem contar o investimento feito por todo o na plantação de igrejas. Projetos que são sustentados com a coleta dos dízimos feita nas igrejas país a fora. O desejo é que todas se tornem cem por cento fiéis. Não importa se são grandes, pequenas ou quanto arrecadam todo mês. O fundamental é que sejam dizimistas ao Supremo Concílio. Esse compromisso contribui para o crescimento da IPB viabilizando financeiramente projetos das igrejas locais, afirmou José Alfredo. BENEFÍCIOS Portas que se abrem para a compra de terrenos, construção ou reforma de templos. Se dizimista, a igreja pode contar com ajuda por meio de programas como o Fundo de Empréstimo, administrado pela Junta Patrimonial, Econômica e Financeira ou mesmo parcerias na organização de Igrejas e trabalhos nascentes por meio do Plano Missionário Cooperativo (PMC). No entanto, uma das condições para obtenção do benefício é a fidelidade na remessa dos dízimos, o que é verificado pela Junta Patrimonial e Tesouraria no sistema de controle de arrecadação da Igreja. Não sendo fiel na entrega dos dízimos, o recurso financeiro é automaticamente negado, conforme posição regimental da Junta Patrimonial. O dízimo também é um ato de culto a Deus e, portanto, não deve ser obrigação, mas uma entrega de adoração ao Senhor da igreja Rev. José Mário Gonçalves Um exemplo de igreja beneficiada pela fidelidade nos dízimos vem de Vila Velha, no Espírito Santo. A Igreja Presbiteriana da Praia da Costa hoje está com templo novinho e com a vida financeira em dia. Mas durante os cinco primeiros anos, sendo três como congregação, foi preciso ajuda para se manter rumo ao alvo da independência nas finanças e da realização de projetos, como a construção do novo templo. Sempre fiel na entrega dos dízimos ao Supremo Concílio, a igreja contou com a parceria do Plano Missionário Cooperativo para se manter de pé. É o que conta o Rev. José

5 5 Mário Gonçalves, a frente da Igreja Presbiteriana da Praia da Costa há 13 anos. Essa ajuda foi fundamental para o nosso começo e isso só foi possível porque sempre fomos dizimistas. Na época, éramos pequenos, mas fiéis, lembra. Já se passaram dez anos desde a organização e, hoje, a igreja de Vila Velha tem pelo menos 115 membros, mas a fidelidade nos dízimos ao Supremo Concílio permanece a mesma. Creio que esse deve ser o caminho. Afinal, somos uma única igreja e fazemos parte de um só Corpo. Então, é preciso haver unidade também no compromisso dos dízimos, disse Gonçalves. FIÉIS E DIZIMISTAS Quem hoje comanda a Tesouraria da IPB acredita que o crescimento nas arrecadações com mais igrejas dizimistas pode ter como aliado estratégias simples e eficazes. Uma das propostas é que os pastores comecem a fazer a coleta dos dízimos e ofertas, semanalmente, seja na Escola Dominical ou no culto da noite. Nesses casos, a orientação que damos é que os 10 por cento dos dízimos também sejam remetidos ao Supremo Concílio toda semana. Fica mais simples e não sobrecarrega o caixa da igreja no fim do mês, sugeriu José Alfredo. Afinal, igreja fiel é igreja dizimista, exortou. A declaração do novo tesoureiro se justifica na observação feita também por Ozita Cunha que no escritório da Tesouraria tem a missão de gerenciar as finanças da IPB. Ela relata uma situação bem comum no dia a dia da Tesouraria que é o recebimento dos dízimos sem identificação por boleto bancário. O dinheiro da arrecadação chega mediante depósitos bancários, mas em muitos casos não sabemos qual igreja fez o depósito, por isso é muito importante que as remessas sejam feitas via boleto bancário, instruiu a gerente financeira. Atualmente, Sínodos que se tornaram exemplo por serem dizimistas e fiéis ganharam até um ranking que pode ser visto nas páginas do site oficial da IPB. Nosso sonho é que todas as igrejas da IPB estejam um dia nesta lista. Mesmo que a igreja arrecade cem reais, o importante é que ela entregue a contribuição de 10 reais referente ao dízimo. Isso é ser fiel, ensinou o Tesoureiro da IPB. Para quem já vive esse compromisso, o segredo em ser dizimista está relacionado à comunhão com Deus. O dízimo também é um ato de culto a Deus e, portanto, não deve ser obrigação, mas uma entrega de adoração ao Senhor da igreja, finalizou o Rev. José Mário Gonçalves, da Igreja Presbiteriana da Praia da Costa. Yosadara Cunha é jornalista e atual chefe de reportagem do SBT (ES) Rev. Roberto Alves de Alencar, pastor da IP em São Félix do Xingu, PA: Aprendi sobre a fidelidade ao Senhor desde a minha conversão. Isso sempre foi algo que busquei: ser fiel. Mas depois que me tornei ministro, não sei se por ignorância ou descaso, não fazia o mesmo com minha igreja. Um dia pleiteei um empréstimo junto à tesouraria da IPB para construir um templo. Para minha surpresa, o pedido foi negado exatamente por a igreja não ser dizimista. Argumentei, pois minha igreja mandava um valor que eu achava estar correto. Reuni o conselho da igreja, colocamos nossa casa em ordem com o Senhor e com a instituição da qual fazemos parte: a IPB. Essa história tem quase 10 anos e, desde então, a igreja se mantém fiel e muito abençoada pelo Senhor. Agora, sempre tem sido ajudada com empréstimos que necessita, por meio da JPEF e da Tesouraria da IPB. Atualmente me encontro numa outra igreja, mas deixei a anterior sendo cem por cento fiel e dizimista. Antes de aceitar o desafio de ir para a igreja onde hoje pastoreio, minha primeira pergunta foi: Essa igreja é dizimista? É que não sou pastor de igreja que seja contra o dízimo ao Supremo Concílio. Destes exemplos ficaram lições. Hoje, se alguém me perguntar se vale a pena ser dizimista ao Supremo Concílio, respondo que vale a pena ser fiel. Isso porque não dizimo à igreja, mas ao Senhor dela. Por meio da sua igreja, ele me abençoa pela sua graça e misericórdia. Por fim, uma palavra aos pastores: não podemos cobrar fidelidade dos membros da igreja se nós, como igreja, também não formos fiéis. 1 A igreja ainda não cadastrada deve entrar em contato com a Tesouraria da IPB pela internet, telefone ou no endereço (Ver abaixo) O que eles dizem 2 É feita uma senha, que é passada pela equipe da Tesouraria, para ter acesso via internet ao boleto bancário Rev. Devalde Ferreira da Cunha, pastor jubilado e atual colaborador da 1ª IP de Barra do Piraí, RJ: Em 43 anos de ministério pastoral passei por mais de 60 igrejas e congregações. Algumas grandes e outras em expansão. Pude ver de perto as dificuldades de cada uma na administração de seus recursos para manter a obra em pé. Isso porque a maioria das igrejas por onde passei era do interior ou formada por famílias que tiravam das lavouras o seu sustento em comunidades rurais. Mas, pela misericórdia de Deus, Conselho e membros sempre entenderam que enviar os dez por cento de toda a arrecadação ao Supremo Concílio também era um compromisso da igreja, um ato de fidelidade ao Senhor. Na minha época, as igrejas nem dispunham de todos os benefícios que hoje a IPB proporciona àquelas que são dizimistas, mas entendi que como administrador do rebanho de Deus, a fidelidade vem na proporção da fé. A mesma fé que nos dá a certeza de que, sendo fiéis no muito ou pouco, ele nos engrandecerá. O passo a passo para remessa do dízimo 3 Mediante a senha, a igreja cadastrada baixa o boleto para remessa do dízimo e acesso aos relatórios mensais ou anuais de sua contribuição ao Supremo Concílio Endereço da Tesouraria da IPB: Praça Jerônimo Monteiro, 57 sala 601 Cachoeiro de Itapemirim (ES) Telefone de contato: (28) Na internet:

6 6 CAPELANIA Serviço cristão em meio à tragédia de Santa Maria Eleny Vassão de Paula Aitken O policial recebeu chamado para atender às vítimas de um incêndio na boate Kiss, em Santa Maria. Não esperava encontrar aquele quadro terrível, mas parou assustado ao ver sua sobrinha caída no chão. Muitas histórias, muitas vidas jovens, muitas famílias atingidas pela morte. A cidade toda se pôs em luto, pois todos perderam alguém a quem amavam. Mais de quarenta desses jovens, filhos de crentes de diversas denominações evangélicas, também morreram no incêndio. Uma mãe crente acordou sobressaltada no meio da noite. Correu para a boate onde seu filho estava, arrancando o garoto de lá contra sua vontade. Muito irado o rapaz foi dormir, temendo a imagem que ficara diante de seus colegas. Um deles o acordou ao celular pela manhã. Perguntava-lhe onde estava. Só então ele soube do que Deus o livrara. O que você diria a essas pessoas, famílias, amigos, colegas, professores, bombeiros e oficiais da aeronáutica, aflitos diante da perda de seus queridos? Várias organizações e ministérios de todo o país prontamente se deslocaram para a cidade de Santa Maria, procurando de alguma forma demonstrar sua solidariedade e ajudar [ver matérias nesta edição]. A Sociedade Bíblica do procurou alcançar as igrejas e suas lideranças, doando-lhes material bíblico para que pudessem agir no cuidado das famílias enlutadas e também dos pacientes. Um dos livretos doados foi Deus está presente -- amparo de Deus no luto, material que preparei com o intuito de oferecer às igrejas ferramenta para consolo e evangelização em funerais. Esse livreto é escrito em tom de conversa com o enlutado, falando sobre a sua perda irreparável, a permissão para chorar, a dificuldade em aceitar a partida e suas emoções em meio ao luto, como: culpa, raiva, insegurança, solidão, medo e outras. O último capítulo é sobre a reconstrução da vida, mesmo com a dor da perda. Trechos de conversa com o leitor são maneiras de falar ao seu coração, atraindo-o para a leitura dos versículos bíblicos colocados a seguir, mostrando o amor e o cuidado do Senhor ao lhe oferecer o seu consolo por meio da sua Palavra. Ao entregar o farto material bíblico às igrejas, a equipe da Sociedade Bíblica do ouviu frases como: Mas nós não sabemos o que fazer com esse material... Não sabemos como consolar! Por essa razão, fui convidada a ir até a cidade A capelã Eleny ressaltou a importância de pregar o evangelho em oportunidades como essa e fazer uma palestra para a liderança evangélica de Santa Maria, ajudando-os a se preparar para melhor servir à população. À tarde, o pastor e policial que perdeu sua sobrinha no incêndio da boate pediu-me para usar o seu programa da TV comunitária para falar ao coração das famílias enlutadas, confortando-as com a Palavra de Deus. Esse programa é veiculado bem tarde da noite, quando as pessoas estão mais reflexivas, sem conseguir dormir, e ficam diante da tela da TV. Ele é assistido principalmente por espíritas e católicos da cidade. E o evangelho foi apresentado, como o único meio de consolo e a esperança eternos que Deus oferece a todo o que nele crê. Em grandes outdoors, espalhados por toda a cidade, estava a chamada dos espíritas para um congresso: Venha falar com o seu filho! Numa região dominada pela Nova Era, macumba e espiritismo em geral, a Igreja Cristã precisaria estar melhor equipada, bem articulada e preparada para agir com intrepidez, ousadia e competência em qualquer situação de emergência, agindo como sal e luz do mundo. Levando consolo e salvação. Lutando pela justiça. Saindo de suas quatro paredes para viver o amor de Deus, de modo a abraçar um mundo que, sem escolhas, busca outras luzes para iluminar as trevas de seu coração. Foi muito pouco o que pude fazer. Gostaria de ter tido condições para servir melhor, ajudar de maneira mais profunda e contínua. Mas saí dali refletindo sobre a necessidade de acordarmos para a realidade que nos rodeia. Não podemos mais perder oportunidades. Se não estivermos proclamando a Verdade, estaremos, com a nossa omissão, permitindo que as trevas avancem e que as pessoas morram em seus delitos e pecados. E eu não quero ser responsabilizada pelo Senhor por aquilo que deixei de fazer. Eleny Vassão de Paula Aitken é Capelã Missionária da IPB, Presidente da ACEH Associação de Capelania Evangélica Hospitalar e Capelã Evangélica Titular do Hospital do Servidor Público do Estado de São Paulo e do Instituto de Infectologia Emílio Ribas.

7 7 MINISTÉRIO Sua família pode ser forte! O que você precisa saber para ter um lar estabelecido e firmado sobre os fundamentos certos. Chega de crises O Roberto T. Santos Ministério da Família, criado na 8ª IP de Belo Horizonte, tem como missão promover o fortalecimento e a restauração da família. Acreditamos que uma família sem a proteção divina e sem a formação de valores e princípios éticos e morais não se sustenta. Por isto, cultivamos os valores cristãos e incentivamos o conhecer e o vivenciar a Palavra de Deus no seio familiar. Estabelecida por criação divina como a instituição humana fundamental, a família é o principal ambiente para desenvolver o caráter humano, social e cristão de uma pessoa. Desta forma, o Ministério da Família concentra-se no relacionamento entre os membros das famílias, interessando-se pelas necessidades de casais, pais e filhos, pelas necessidades familiares de pessoas solteiras e de todos os membros do círculo familiar mais amplo. Deseja casar e sente-se desinformado? É recémcasado e quer fortalecer ainda mais o matrimônio? Já é casado e enfrenta crise no relacionamento? Tem filhos e não sabe como lidar com eles? Conheça agora cada um dos cursos ministrado pelo Ministério de Família e saiba como pode ser ajudado. Que Deus muito o abençoe! O Ministério da Família na prática Curso de Noivos: Visa atender casais noivos com data marcada para o casamento. Funciona num formato simples e fácil de ser seguido, com lições semanais interativas e tarefas com tema específico, tudo pautado em princípios bíblicos que ajudarão o casal na construção de uma família sólida e bem-sucedida. Aprendendo a Ficar Casado (AFC): Grupo de apoio para casais que queiram fortalecer a relação, o diálogo e tratar dos problemas e das necessidades do casamento. Encontro semanais às quintas, 20h, na 8ª Igreja. Casados para Sempre: Com duração de 14 semanas e 13 lições, é mais voltado para casais casados. Aliança no casamento, transparência, comunicação, perdão, arrependimento e resolução de conflitos são alguns dos temas tratados. Curso Pais para toda a Vida: Tem como objetivo oferecer ferramentas para facilitar o relacionamento entre pais e filhos. Duração de 9 lições. Curso Aliança: Ministrado em 10 lições, visa ajudar os casais a resolverem seus conflitos diários por meio da comunicação efetiva. Curso Criando Filhos: Objetiva treinar pais para o desafio da educação dos seus filhos, de modo também a estreitar e fortalecer a relação entre ambos. Duração: 10 lições. Curso Alcançando o Coração de seu Filho Adolescente: Tem como meta, dentre outras, a de auxiliar os pais na descoberta de respostas para os dilemas e desafios dessa turma nessa faixa etária, de modo a construírem um relacionamento saudável entre ambos. Tem a duração de 12 lições. Casais Jovens: Mais direcionado para casais com até oito anos de casamento, visa o pastoreio dessa turma que ainda vivencia realidades bem peculiares neste tempo da vida familiar, muitas vezes não se adaptando mais na mocidade, sendo ainda jovens. Estes casais são trabalhados por intermédio de palestras, confraternizações, acampamentos e Grupos Pequenos (GPs). Encontro de Casais com Cristo (ECC): Totalmente voltado às famílias, feito por casais e para casais, tem o objetivo de reconstruir, resgatar, restaurar, edificar, sustentar e fortalecer os casamentos, além de inspirar um maior relacionamento entre os cônjuges, dar-lhes motivação para se engajarem e criar uma convivência harmoniosa. É um trabalho externo, feito num final de semana. Para os casais que já participaram do ECC há reuniões semanais na 8ª Igreja. São momentos de oração, adoração, comunhão, confraternizações, palestras e trabalhos manuais. GCOIs para Casais: Direcionado para casais, são grupos de crescimento com temáticas específicas para o relacionamento a dois. É um ambiente também propício para o congraçamento, a comunhão e o partilhar de experiências, de modo a todos se fortalecerem. Escola Bíblica de Treinamento: Com temas direcionados para casais, recém-casados ou casados há mais tempo, tem a proposta de fortalecê-los ainda mais na Palavra. Para informações sobre cada um dos cursos, ligue: (31) O Rev. Roberto T. Santos é pastor e líder do Ministério de Família da 8ªIP de BH

8 8 CAPELANIA Compaixão em Santa Maria... e no todo A visão evangelística do Presbitério de Santo André, SP, criou uma Secretaria Presbiterial de Capelania Hospitalar, com um Capelão que lidera uma equipe para atendimento nos hospitais da região, para treinamento nas igrejas e que estimula o contato com as famílias dos atendidos nos leitos. Sua prontidão para assistência em Santa Maria é um modelo do que a IPB pode fazer no todo. A Camila Crepaldi pós a tragédia ocorrida em Santa Maria, muito havia para ser feito. Para assistir os enlutados, o Rev. Valdemir Alexandre da Silva, capelão hospitalar do Presbitério de Santo André, SP, mobilizou um grupo de voluntários que seguiu para o sul levando o consolo que vem somente do Senhor. César Pereira de Souza, pastor da Congregação Presbiteriana em Santa Maria, com o capelão Miro e Márcio Santos, diretor da Rádio Transmundial (RTM), apoiados pelo Conselho de Pastores da cidade, reuniram mais de 250 voluntários na 1ª Igreja Batista de Santa Maria, que ofereceu local e alimentação a todos. Um breve curso de capelania foi ministrado para a entrega de 10 mil exemplares de Presente Diário, livrete com 365 devocionais da RTM que foram doados e seriam distribuídos na mesma noite após o treinamento na igreja. Foi uma experiência singular para os voluntários e principalmente para a população fragilizada pela tragédia. Uma das jovens que recebeu o devocionário e um abraço chorava compulsivamente: Eu estava precisando tanto desse abraço! O capelão relata ter conhecido uma família que chorava várias perdas: Passamos um bom tempo conversando e falando do amor de Deus. As expressões de gratidão foram significativas: Obrigado pelas palavras acolhedoras e confortantes que recebemos de você e sua equipe. Que Deus esteja com sua família e com você. Um abraço dos amigos gaúchos de Santa Maria. Uma mãe enlutada declarou: Tenho a certeza de que foi Deus que o enviou até nós. Que Deus o abençoe. Com o início das aulas na Universidade Federal de Santa Maria, a reitoria promoveu um Culto no Espaço Multiuso da UFSM. Houve participação total dos alunos, professores, funcionários e autoridade do governo. O reitor Felipe Martins Muller anunciou aos presentes que seria levantado um memorial às vítimas em um ponto estratégico no campus. Alguns voluntários que haviam realizado o Curso de Capelania Escolar e Hospitalar distribuiram os poucos exemplares restantes do Presente Diário. Além dos devocionários distribuídos com a RTM e das visitas realizadas, o ministério de capelania foi convidado a participar do culto na Base Aérea. O Comandante, Cel. David Almeida Alcoforado, pediu assistência para as famílias de cinco oficiais mortos no incêndio. Um casal enlutado declarou que um livrinho recebido em frente à boate na noite de sábado os tinha consolado era. O casal ainda afirmou estar lendo diariamente o presente, que tem servido como grande consolo para eles. A Secretaria de Capelania do Presbitério de Santo André, SP, sob a liderança do seu capelão, Rev. Valdemir, agradeceu o apoio, oração e doações de todos, bem como ao Presidente do Presbitério, Rev. Zedequias Alves, pelo apoio nesse ministério. Rev. Valdemir Alexandre da Silva mobilizou um grupo de voluntários que além de distribuir devocionários com a RTM, realizou visitas às famílias enlutadas, participou do Culto no Espaço Multiuso da UFSM e na Base Aérea

9 9 ARTIGO Páscoa! Que Páscoa? P Dídimo de Freitas orque eu recebi do Senhor o que também vos entreguei: que o Senhor Jesus, na noite em que foi traído, tomou o pão; e, tendo dado graças, o partiu e disse: Isto é o meu corpo, que é dado por vós; fazei isto em memória de mim. Por semelhante modo, depois de haver ceado, tomou o cálice, dizendo: Este cálice é a nova aliança no meu sangue; fazei isto, todas as vezes que o beberdes, em memória de mim. Porque todas as vezes que comerdes o pão e beberdes o cálice, anunciais a morte do Senhor, até que ele venha. Por isso, aquele que comer o pão ou beber o cálice do Senhor, indignamente, será réu do corpo e do sangue do Senhor. Examine-se o homem a si mesmo, e assim, coma do pão, e beba do cálice; pois quem come e bebe sem discernir o corpo, come e bebe juízo para si (1Co ). O que lhe vem à mente quando é mencionada a palavra Páscoa? Com certeza, há várias visões sobre o que significa Páscoa e a importância dessa efeméride. Quero aqui apontar para o sentido da Páscoa cristã, segundo o que está registrado no Novo Testamento. Páscoa é um termo emprestado do Antigo Testamento, usado pelos judeus como referência ao acontecimento que culminou na libertação do povo israelita, que era escravo no Egito. Jesus, como judeu que era, após comemorar a sua última Páscoa antes de ser sacrificado, instituiu a Ceia do Senhor, com alguns dos elementos usados na cerimônia da Páscoa: o pão (representando o corpo) e o vinho (representando o sangue), para simbolizar o sacrifício a que seria submetido nos momentos a seguir. Durante a Ceia, reunido com os seus doze apóstolos, Jesus orientouos para que celebrassem a Páscoa até que ele retornasse pela segunda vez. A Ceia do Senhor torna-se, assim, a cerimônia mais importante para os cristãos, pois simboliza a entrega e sacrifício de Jesus para o perdão dos pecadores (judeus e gentios), em cumprimento de profecias do Antigo e do Novo Testamento, que prometiam a vinda do Messias para realizar, de uma vez por todas, a libertação dos pecados. A Páscoa para os cristãos, na verdade, é a Ceia do Senhor, que deve ser comemorada por todos aqueles que aceitam o sacrifício de Cristo como a única forma de perdão dos pecados e salvação para a vida eterna. No texto bíblico acima, o apóstolo Paulo, como um convertido ao cristianismo, orienta os cristãos da cidade de Corinto sobre a celebração da Ceia do Senhor. Como cristãos, temos o dever de lembrar com gratidão do que Cristo fez pela humanidade, sacrificando-se por amor a nós e periodicamente celebrar sua morte, ressurreição, ascensão por meio da Ceia do Senhor. Isso é o que se pode chamar de Páscoa para os cristãos! Rev. Dídimo de Freitas é presidente da ANEP ANIVERSÁRIO IP de Tomás Coelho celebra 90 anos o mês de setembro de 2012 a IP de N Tomás Coelho, RJ, completou 90 anos de organização. Foi em 17 de outubro de 1914 que o trabalho começou naquele local e, em 8 de setembro, foi organizada como igreja. Na época, pastoreava a igreja o Rev. Manoel Rodrigues de Freitas Júnior. Foi ele também quem elaborou o projeto do novo templo. Depois, assumiu o pastorado da igreja o Rev. Paulo de Tarso Brito de Souza. Durante 26 anos o Rev. Sérgio Maranhão esteve à frente da IP de Tomás Coelho. Atualmente, o pastor efetivo é o Rev. Fábio Macedo Quintanilha, assumindo seu segundo mandato e contribuindo para o crescimento da igreja. Como pastor auxiliar, a igreja conta com o Rev. Rafael Fabes, responsável pela congregação do bairro de Cascadura. Após sete anos servindo como pastor efetivo, o Rev. Oliveiros da Silva também é pastor da igreja, agora já com título de emérito. Entre as grandes realizações que fazem da IP de Tomás Coelho um diferencial na região, desenvolve um trabalho promovendo a cidadania, de forma que crianças do bairro sejam assistidas recebendo alimentação e ensino durante o dia. No período da noite a atenção é voltada para os adultos que participam de um processo de alfabetização. A igreja que é filha da 1ª IP do Rio de Janeiro, na época sob a liderança do Rev. Álvares Reis, contou com o empenho de muitos irmãos para ser conhecida nos bairros vizinhos. Para a comemoração de 90 anos, uma comissão foi criada para que a celebração durasse o ano todo. Diversos pastores que fazem parte da história da igreja foram convidados para levarem a mensagem do Senhor aos domingos. Para encerrar as comemorações, um jantar foi oferecido aos membros e visitantes no dia 8 de setembro. Além da congregação Cascadura, um novo trabalho foi iniciado próximo à comunidade Cidade de Deus, em Jacarepaguá. Muitos irmãos que passaram pela igreja realizam, hoje, trabalhos evangelísticos em diferentes regiões do país, proclamando o Evangelho e fazendo crescer o corpo de Cristo da mesma maneira como fizeram na IP de Tomás Coelho.

10 10 MÊS DE MARÇO NA Rev. Alderi Souza de Matos, historiador da IPB Organização do Presbitério Central da Bolívia, o primeiro daquele país e o primeiro resultante da obra missionária da IPB na América Latina (1998). Falecimento do Rev. Eduardo Carlos Pereira, ministro fundador da Igreja Presbiteriana Independente do (1923). Rev. Filipe Landes recebeu os primeiros membros por profissão de fé em Dourados, Mato Grosso, entre os quais o futuro pastor Marcelino Pires Carvalho (1937). Nascimento do Rev. Teodomiro Emerique, em Bom Jardim (RJ); pastor e professor por muitos anos em Casa Branca-SP (1887). Ordenação do Rev. Coriolano de Assumpção, em Tietê (SP); pastor em muitos locais do interior de São Paulo (1907). Nascimento do Rev. Horace Selden Allyn, missionário e médico no sul de Minas (1859). Falecimento do Rev. Natanael Cortez, em Fortaleza; grande evangelista no Ceará, presidente do Supremo Concílio (1967) Primeiro culto protestante no, na baía de Guanabara, realizado por calvinistas franceses (1557). Organização da IP de São José do Calçado, a primeira do Estado do Espírito Santo, pelo Rev. Constâncio Homero Omegna (1907). Organização da IP de Três Saltos (Torrinha- SP), pelos Revs. Manoel de Arruda Camargo, Jovelino de Camargo e dois presbíteros (1907). Falecimento do Rev. Reginald Price Baird, antigo pastor da IP de Fortaleza (1909). Organização da IP de Campos (RJ), pelos Revs. Alexander Blackford e Modesto Carvalhosa (1877). Falecimento de D. Maria Antônia da Silva Ramos, membro da IP de São Paulo, que vendeu aos missionários os primeiros terrenos do Mackenzie (1902). Falecimento do Rev. Júlio Sanguinetti, pastor de muitas igrejas no interior de São Paulo (1925). Nascimento do Rev. José Manoel da Conceição, o padre protestante, em São Paulo (1822). Organização do Presbitério Sul de Minas, em Lavras (1910). Falecimento de D. Alexandrina Teixeira da Silva Braga, mãe de Erasmo Braga (1941). Falecimento de William D. Pitt, primeiro presbítero da IP de São Paulo, depois ordenado pastor (1870) Organização da IP de Dois Córregos (SP), pelo Rev. João Fernandes Dagama (1875). Falecimento do Rev. Francis Joseph Christopher Schneider, em São Paulo; terceiro missionário presbiteriano a vir para o (1910). Nascimento do Rev. Álvaro Emídio Gonçalves dos Reis, em São Paulo; pastor por 28 anos da IP do Rio de Janeiro (1864). Falecimento do presbítero Willis Roberto Banks, em Juquiá (SP); evangelista pioneiro no Vale do Ribeira (1942). Falecimento de Elizabeth W. Simonton, irmã do Rev. Simonton e esposa do Rev. Alexander Blackford (1879). Nascimento do Rev. Ernesto Luiz de Oliveira, em Lapa (PR); um dos fundadores da IPI (1875). Segundo grupo de profissões de fé na IP de São Paulo, incluindo o futuro pastor Modesto Carvalhosa (1866).

11 11 HISTÓRIA DA IPB Organização da IP de São Paulo pelo Rev. Alexander L. Blackford; profissão de fé dos futuros pastores Miguel Gonçalves Torres e Antônio Bandeira Trajano (1865). Organização da IP de Rio Grande (RS), pelos Revs. Emanuel Vanorden, George Chamberlain e Manoel Antônio de Menezes (1887). Falecimento do Rev. Augusto da Silva Dourado, em Sorocaba; filho de um presbítero pioneiro da Bahia, pastor no Nordeste e no Sudeste (1969). Eduardo Carlos Pereira recebido por profissão de fé, pelo Rev. George W. Chamberlain, na IP de São Paulo (1875). Primeiros mestres em teologia formados pela IPB Revs. Ismael Andrade Leandro e João Alves dos Santos (1986). Falecimento do Rev. William M. Thompson, dedicado missionário em vários pontos do Norte/Nordeste (1955). Falecimento do Rev. John Watkins Dabney, em Campinas, vitimado pela febre amarela (1890). Organização da IP de Alto Jequitibá, no leste de Minas, pelos Revs. Álvaro Reis e Matatias Gomes dos Santos (1902). Templo da IP de São José de Calçado (ES) destruído por um grupo de fanáticos liderados pelo subdelegado (1909). Organização da IP de Barra do Piraí (RJ), pelo Rev. Constâncio Homero Omegna (1919) Nascimento do Rev. Roberto Frederico Lenington, em Rio Claro; missionário pioneiro em muitos pontos do Paraná e Santa Catarina (1871). Organização da IP de Rio Novo, na fazenda Rosário (Avaré), pelo Rev. João Fernandes Dagama (1873). Inauguração de uma extensão do Seminário de Campinas no Instituto Mackenzie, em São Paulo; embrião do futuro Seminário JMC (1980). Ordenação do Rev. Manoel Antônio de Menezes, em Lisboa; foi pastor em Campos, Rio Grande, sul de Minas e vale do Paraíba (1880). Casamento do Rev. Ashbel Green Simonton com Helen Murdoch, em Baltimore, EUA (1863). Organização da IP de Petrópolis (RJ), pelos Revs. Alexander Blackford e João Fernandes Dagama (1872). Nascimento do Rev. Herculano Ernesto de Gouvêa, filho de um dos membros fundadores da IP de Brotas-SP (1861) Falecimento do Rev. Edward Lane, missionário pioneiro em Campinas e região, vitimado pela febre amarela (1892). Falecimento de D. Maria Fonseca Reis (Mariquinha), viúva do Rev. Álvaro Reis (1953). Nascimento do Rev. Harold Henry Cook, em Londres; viveu 101 anos (1878). Ordenação do Rev. José Maurício Higgins, em Curitiba; um dos fundadores da IPI (1898). Organização da IP de Estância (SE), pelo Rev. Cassius Edwin Bixler (1905). Inauguração do primeiro templo presbiteriano do, da IP do Rio de Janeiro (1874). Organização da IP do Brás, em São Paulo, anteriormente uma comunidade metodista (1914). Nascimento do Rev. Samuel Rhea Gammon, em Bristol, Virgínia; notável missionário e educador no sul de Minas (1865). Nascimento do Rev. Tancredo Millevoye da Costa, em Conservatória (RJ); pastor em Guarapuava, Florianópolis, Jaú, São Sebastião do Paraíso e Rio de Janeiro (1891). Organização da IP de São João da Boa Vista (SP), pelos Revs. Delfino dos Anjos Teixeira e William Lucas Bedinger (1889).

12 12 ARTIGO 50 tons de preocupação Q Leonardo Melo Oliveira uando estive na Inglaterra, me chamou atenção ver em todas as livrarias e supermercados, uma coleção de livros em primeiro lugar de vendas, a saber, 50 tons de cinza, 50 tons mais escuros e 50 tons de liberdade, escritos por uma autora de quem nunca ouvira falar (E.L. James) e publicados por uma editora desconhecida. Uma pesquisa online me deixou no mínimo preocupado, a ponto de desejar escrever sobre esse livro também lançado no. 1 O livro é o que estão chamando de pornô light. Descreve cenas de intimidade sexual em riquezas de detalhes e a trama básica do livro é sobre experiência (que a autora chama de liberdade) sexual. 2 O primeiro livro vendeu mais de 10 milhões de cópias em apenas seis semanas, ficando na frente de sagas populares como Crepúsculo e Código da Vinci. 3 A maioria do público consumidor é composta de senhoras acima de 40 anos. Somando tudo isso, o que dá? Dor de cabeça! Ora, sempre que falamos sobre pornografia, pecados da área sexual, de uma forma geral, nosso público alvo são homens, especialmente os jovens. Mas essas informações nos dizem que não há descanso, tamanho, sexo, idade, status civil para o pecado. Podemos nos achar imunes ao pecado em certas situações. Uma pessoa mais carente pode acharse imune ao orgulho, uma senhora pode imaginar-se imune à pornografia. Mas não. Devemos lembrar que Cristo, o rei dos reis, foi abatido pelo nosso pecado. Ele mesmo não pecou, mas sofreu o seu efeito letal em nosso lugar por não haver recurso em nós para salvar-nos. Em nós, não, mas nele podemos confiar. A perspectiva desse livro, ilustrada até mesmo por seu título, mostra como tudo hoje é relativo, como os tons de cinza permeiam a nossa realidade, moral e valores. O mundo sempre vai seguir isso, pois não consegue fazer diferente. Mas e nós? Quem vamos seguir? Essas tonalidades cinzas ou a brancura e a certeza do evangelho e seus efeitos? O Rev. Leonardo Melo Oliveira é pastor da IP do Jóquei em Teresina, PI STNe promove Pós-graduação em Teologia Pastoral C om o objetivo de melhor capacitar os vocacionados do meio-norte no desenvolvimento de suas funções pastorais, o Seminário Teológico do Nordeste (STNe MIPC) está promovendo um Curso Especialização em Teologia Pastoral (lato sensu), em São Luís, MA. O currículo do curso é constituído de nove disciplinas, as quais serão cursadas em regime modular, a saber: Metodologia da Pesquisa Científica, Cosmovisão Bíblica, Plantação e Revitalização de Igrejas, Introdução à Teologia, Introdução à Pregação Bíblica, Introdução ao Aconselhamento Bíblico, Eclesiologia, Hermenêutica Bíblica e Teologia Bíblica. Todas as disciplinas serão ministradas por mestres de reconhecida capacidade, dentre os quais citamos os doutores Hernandes Dias Lopes, Hermisten Maia, Heber Carlos Campos Júnior, Daniel Santos, Fabiano Almeida, além de professores do STNe. A duração do curso se estenderá de março de 2013 até setembro de Poderá participar do curso o membro de qualquer igreja, presbitério ou sínodo, ou ainda instituição de igrejas, que esteja em plena comunhão com a mesma, apresentando como meio comprobatório uma carta que conste sua atual condição, a qual deverá ser expedida pelo concílio a que se encontra jurisdicionado. Deve ser ainda portador de diploma de curso superior, apresentando ambos os documentos no ato da inscrição.

13 13 CELEBRAÇÃO Centenário da SAF de Inhaúma, RJ O Paulo Roberto ano de 2012 foi marcado pelo centenário da SAF da IP de Inhaúma, fundamental na implantação do trabalho presbiteriano naquela localidade. A igreja foi organizada 20 anos depois da SAF. Portanto, podemos afirmar que eram irmãs dotadas de espírito missionário. O mês de outubro de 2012 foi destinado para celebração desse centenário. O dia 27 marcou o encerramento das atividades com duas celebrações. A primeira teve a participação da Federação Rio-Norte e da Sinodal RJ. A segunda foi conduzida pelo pastor da IP de Inhaúma, Rev. Paulo Roberto Muniz Gomes. A mensagem de Deus foi pregada pelo Rev. Enoc Teixeira Wenceslau, pastor da IP Unida da Penha. Ambos são filhos da IP de Inhaúma e de antigas sócias da SAF ali. Abaixo, um histórico produzido pela irmã Lúcia das Chagas e Silva, filha do saudoso casal Rev. Daniel das Chagas e Silva e Léa Mendes das Chagas e Silva. Rev. Daniel foi pastor da igreja de Inhaúma por muitos anos e D. Léa, auxiliadora singular, foi presidente da SAF por nove vezes. A SAF de Inhaúma foi organizada no dia 30 de outubro de 1912, em reunião que teve seu início às 19 horas e 30 minutos e aconteceu na residência do irmão José Barbosa de Avelar, à Rua Rev. Paulo Roberto Muniz Gomes (Pastor da Igreja), Sra. Vera Ximenes (Vice-Presidente da Sinodal RJ) Sra. Delma Ildefonso (Presidente da SAF-Inhaúma), Presb. Antônio Severino Gomes da Silva (Conselheiro da SAF-Inhaúma), Sra. Célia Vargas (Presidente da Federação Rio-Norte) Sra. Iracema Maia e Rev. Francisco Custódio (Secretário Presbiterial do Trabalho Feminino) Eliza. Ao ser criada, a nova sociedade recebeu o nome de Sociedade Auxiliadora de Senhoras. Naquela ocasião estavam presentes as seguintes irmãs: Alzira de Avelar, Maria Lamas de Macedo, Armina Telles Mora, Maria Thereza Telles, Felizarda Belluatti, Cândida Silva, Deolinda Bennente, Etelvina Ribeiro, Maria de Freitas Gonçalves, Angelina Freitas, Constância Nunes de Souza, Emília Freitas, Eugênia Mazza do Nascimento. Essas foram as primeiras sócias arroladas na recém-criada Sociedade. Naquela reunião, estava presente o Rev. Franklin do Nascimento, pastor auxiliar do Rev. Álvaro Reis, na IP do Rio de Janeiro, que proclamou organizada a Sociedade Auxiliadora de Senhoras da Congregação Presbiteriana de Inhaúma. Eugênia Mazza do Nascimento foi eleita a primeira presidente e Etelvina Ribeiro foi escolhida diretora de trabalhos. Dos cem anos, foram identificadas nos arquivos, 27 presidentes no período de 95 anos: Eugênia Mazza do Nascimento e Léa Chagas (9 vezes cada); Maria César (8 vezes); Virgínia Teixeira, Miriam Miranda e Iderlinda Muniz Gomes (7 vezes); Dinah Leite Meneguelli e Delma Ildefonso dos Santos (6 vezes); Augusta Machado e Nair Furtado (5 vezes); Arlette de Faria (4 vezes); Áurea Andréa e Elda Heringer (3 vezes); Guilhermina Risólia, Sócias da SAF Inhaúma e conselheiro na escadaria da Igreja Esperança Miranda e Zuleide Aguiar (2 vezes); Maria Correia, Isabel Marques, Elvira Costa, Maria T. da Costa, Talita Montenegro, Malvina Oliveira, Zely Matos, Manoela Louzada, Jandira Teixeira Brum, Beatriz Lopes Simões, Marlene Lima Gomes (1 vez cada). Agradecemos a Deus a vida dessas cooperadoras; as que já estão na companhia do Senhor, bem como as que ainda estão conosco. Faleceu dia 26 de outubro 2012 a sócia mais antiga da SAF-Inhaúma, Dna. Arlette de Faria (presidente em quatro ocasiões). Além de ativa na SAF, Dna. Arlette foi tesoureira da igreja por vários anos. Por todas as experiências vividas ao longo desses 100 anos, e pelas conquistas que ainda virão, louvado seja o nome do Senhor! O Rev. Paulo Roberto é Pastor da IP Inhaúma

14 14 ALERTA Tragédia em Santa Maria RS: o que podemos aprender com ela? N Anízio Alves Borges a madrugada do dia 27/01/2013 o assistiu estarrecido uma tragédia macabra anunciada e seletiva na Cidade de Santa Maria no Rio Grande do Sul. Seletiva, porque naquela casa noturna havia jovens muitos jovens estudantes dos quais 239 tiveram suas existências bruscamente fulminadas pela fumaça negra e tóxica da insensatez humana. Anunciada porque o encadeamento de ilegalidades, corrupções, omissões, indiferenças e materiais altamente inflamáveis apenas aguardavam o momento apropriado para o desfecho fatal. A punição exemplar dos culpados certamente não abrandará a dor imensurável da perda, nem reconstituirá corações destroçados de pais que sepultaram precocemente seus filhos. Sucede que dramas dessa magnitude impõe-nos uma reflexão alusiva ao efeito didático dele decorrente. Não obstante as amplas inovações tecnológicas no âmbito da prevenção, lamentavelmente, temos que admitir que a expressão segurança ainda não se constituiu parte integrante de cultura brasileira. Basta assuntar ao modo como os motociclistas se deslocam entre os automóveis na Cidade de São Paulo ou como os motoristas se comportam nas estradas brasileiras nos feriados prolongados. Evidentemente, o resultado dessa desconformidade não poderia ser outro. Em 2011 o SUS, Sistema Único de Saúde, desembolsou R$ 200 milhões com mais de 155 mil internações de vitimas de acidentes de transito. Dados do Ministério da Saúde indicam que pessoas perderam a vida no trânsito em Ou seja, não desenvolvemos ainda em nosso país um senso crítico suficiente para nos convencer da inconveniência de permanecer em certas situações e ambientes sabidamente inseguros e insistimos numa insólita tolerância, para no limite conviver pacificamente com o perigo iminente e letal. A Constituição Federal de 1988 (artigo 30 inciso VIII) atribui aos municípios, a competência para promover no que couber adequado ordenamento territorial, mediante planejamento e controle do uso, do parcelamento e da ocupação do solo urbano. Na Cidade de São Paulo, o Decreto de 28/08/2008 instituiu a obrigatoriedade de todo e qualquer imóvel (não residencial) obter previamente a licença (de funcionamento) correspondente, sem a qual será considerado irregular quanto ao uso. Nessa quadra legal estão inseridas as Igrejas (templos religiosos) entre outras modalidades de estabelecimentos de afluência pública, que compartilham a mesma legislação. Estima-se que mais de 70% dos imóveis não residenciais da Cidade de São Paulo apresentam irregularidades e que de 2005 a 2009, 507 templos evangélicos tenham sido autuados e 41 fechados pela Prefeitura por desconformidades e ausência de alvará de funcionamento. Isso demonstra de forma inequívoca, que a perniciosa carência de cultura de segurança tem circulado com desenvoltura justamente onde não deveria... nas Igrejas. Por meio de profissionais e ou empresas tecnicamente habilitadas, as Igrejas por suas lideranças, devem priorizar com máxima urgência, a regularização de seus templos junto à Municipalidade, adequando suas instalações aos requisitos da legislação pertinente, de modo a preventivamente não incorrer na responsabilização civil e até criminal por eventual sinistro, que pode ser previsível e evidentemente evitável. O fato de não estarmos situados nos extremos da imprudência, da imperícia e da negligência constatadas na tragédia de Santa Maria, não nos autoriza a caminharmos pela trilha do improviso, sem nada aprender com ela.... vede prudentemente como andais, não como néscios, mas como sábios, remindo o tempo; porquanto os dias são maus (Ef ). Anízio Alves Borges é Advogado Societário, Presbítero da IP da Penha SP, membro do CECEP, Conselho de Educação Cristã e Publicações e do Conselho Editorial do BP

15 15 FORÇAS DE INTEGRAÇÃO Por que ter as sociedades Internas na sua Igreja? F Alexandre Almeida Prezado irmão em Cristo, CONVOCAÇÃO alarmos na necessidade de se ter o trabalhos das forças de integração nas nossas igrejas é muitas vezes redundante, mas é de extrema importância relembrar e reafirmar esta posição. Até alguns meses atrás eu reafirmava, principalmente pela minha posição como secretário geral. Hoje, devido as experiências acumuladas, defendo pela estratégia de trabalho. As forças de integração representam a melhor forma de discipular, capacitar, treinar e aperfeiçoar a membresia, e no caso dos jovens e adolescentes preparar a próxima geração de nossa igreja. A IPB é uma igreja com uma história familiar. Temos a presença de crianças, adolescentes, jovens e Por ordem do Presidente do Supremo Concílio da Igreja Presbiteriana do, Rev. Roberto eiro Silva, convoco a Reunião Ordinária da Comissão Executiva do SC/IPB Essa reunião ocorrerá nas dependências da Universidade Presbiteriana Mackenzie, Campus Rev. Boanerges Ribeiro, tendo seu início no dia 18 de março de 2013, com o almoço que ali será servido. A reunião terá seu término no dia 22 de março. Os presidentes de Sínodos que vierem de distância superior a 500 km, poderão se locomover via aérea, os demais, via terrestre. Todas as despesas serão ressarcidas pela Tesouraria do SC/IPB, pelo que solicitamos entrar em contato pelo telefone (028) , para reservas das passagens aéreas e hospedagens. Lembramos que todos os documentos deverão ser encaminhados a esta Secretaria Executiva com 30 dias de antecedência (18/02/13), confirmados pelo carimbo postal. Verifique o recebimento de seu documento pelo endereço eletrônico com.bricalvinus/ em correspondências, e para visualizar os documentos que estão prontos para subir à CE 2013, clique em ementário. A Secretaria Executiva, autorizada pela CE-SC/IPB, utilizará o sistema eletrônico para agilidade e bom andamento dos trabalhos. Todos os presidentes de sínodos que, por ventura, possuam ipad, solicitamos que os tragam. Os documentos tratados nesta próxima CE-SC/IPB estarão disponíveis a tempo, através do Sistema icalvinus. Registramos nosso apreço e consideração em Cristo e despedimos orando para que Deus o cubra de ricas e preciosas bênçãos da sua graça. Fraternalmente em Cristo, Rev. Ludgero Bonilha Morais Secretário Executivo do Supremo Concílio da Igreja Presbiteriana do Belo Horizonte, 23 de outubro de 2012 adultos. O trabalho das sociedades incorpora então todas as facetas de uma família, como tem de ser a família da fé. Gostaria então de formular alguns pontos que defendem a posição de se ter as forças de integração na sua igreja. 1. Estamos preparando a próxima geração no aspecto denominacional: Quando estimulamos a participação dos nossos membros e os treinamos, damos aos nossos jovens e adolescentes uma visão teológica no sentido do governo e doutrina. Num momento de mundo em que o evangelicalismo cresce, influenciando esta geração, forjar a nossa juventude é uma garantia de conservar nossa história para a próxima geração. Poderia ser dito que o ensino pode fornecer o conteúdo, mas quando o conhecimento é feito através das sociedades os próprios adolescentes e jovens já exercem, na prática, tanto a expressão do conhecimento quando o exercício da liderança. 2. Mantemos uma comunhão com membros das outras igrejas: Quando colocamos juntos os nossos jovens e adolescente através das federações e das confederações, mantemos um grupo relacional com outros que pensam o mundo de forma similar. Este fato auxilia a liderança da igreja quanto as relações de nossos jovens com outros jovens e adolescentes. Todos sabemos que adolescente e jovens são tribais, sempre em grupo, e com uma forte influencia do grupo no seu comportamento. Mantermos esta relação também fornece um aspecto no campo sentimental. Sempre nos preocupamos com quem nossos jovens vão namorar, noivar e casar. Com o convívio nas sociedades ampliamos as possibilidades que nossos mais novos busquem dentro da nossa igreja. 3. A visão missional está cada vez mais crescente nas forças de integração: Em todas as sociedades a visão da urgência do evangelismo está notório. A UCP, a UPA, a UMP, a SAF e a UPH tem projetos de evangelismo em todos os níveis, da igreja local até as confederações nacionais. Lideres que desejam ver suas igrejas crescerem, basta investirem nas suas sociedades. Aqueles que ainda não tem em suas igrejas devem estimular esta formação, que com certeza irão experimentar novas frentes de trabalho em prol do reino. Os secretários gerais de nossa igreja tem estado muito preocupados com o a substituição das forças de integração em nossas igrejas pelos ministérios. É sempre bom reforçar que em nossa igreja as sociedades internas representam a forma de se trabalhar nas mais variadas faixas etárias. E o curioso é que muitos falam que as sociedades estão fora de moda, mas quando conversamos os argumentos são tão difusos que não entendemos o por que de não se ter as sociedades, visto que somente o fato de permanecerem todos esses anos, as forças de integração comprovam as nossas ideias. Queremos através desse artigo que os lideres despertem para a construção de sociedades em suas igrejas e experimentem as possibilidades maravilhosas para a vida da igreja. O Presb. Alexandre H. M. de Almeida é Secretário Geral da Mocidade

16 16 FALECIMENTO Aborto é discutido em Encontro Nacional de Juristas Evangélicos A Associação Nacional de Juristas Evangélicos (Anajure) realizou o 1º Encontro Nacional de Juristas Evangélicos (Enajure). O evento ocorreu entre os dias 6 e 12 de fevereiro em Campina Grande, na Paraíba. Palestras foram ministradas com o objetivo de discutir temas relevantes para a sociedade brasileira, especialmente para o segmento evangélico. Entre os assuntos levantados, o posicionamento da comunidade cristã em relação ao aborto foi exposto pelo presidente da Anajure, Uziel Santana. Uziel Santana ainda afirmou a contrariedade da comunidade evangélica em torno de temas como o aborto, a injustiça social, violência com crianças, entre outros que estão inseridos na esfera das proposições que o Direito defende no como a defesa da vida e da liberdade religiosa. Fonte: The Christian Post Acordo entre igrejas prevê que evangélicos reconheçam batismos realizados por católicos Um acordo entre denominações evangélicas dos Estados No BRASIL E NO MUNDO Unidos e a Igreja Católica deverá causar grande debate no mundo cristão pelos próximos dias. O acordo é para que as igrejas evangélicas passem a reconhecer o batismo católico e vice-versa. O anúncio foi feito numa cerimônia realizada em Austin, Texas e marca uma aproximação das partes após 500 anos da divisão da igreja pela Reforma Protestante. Líderes das igrejas Católica, Presbiteriana, Cristã Reformada da América do Norte, Reformada da América e Unida de Cristo selarão o acordo comum sobre o reconhecimento mútuo de batismo, segundo informações do Noticia Cristiana. O acordo foi possibilitado pelo princípio de que tanto na tradição protestante quanto católica, o batismo deve ser realizado por um ministro reconhecido, em água, e em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Fonte: Gospel + Astronautas cristãos dizem que viagens espaciais só fortalecem a fé A NASA é um local em que a fé tem um papel importante. Já foi noticiado que astronautas levaram Bíblias durante suas missões. Em especial, dois astronautas que participaram de viagens espaciais importantes com a nave Atlantis afirmam terem renovado sua fé em Deus observando do espaço a maravilha da criação. Mike T. Good e Mike Massimino são estrelas na mídia dos EUA, tem milhares de seguidores em redes sociais e continuamente dão palestras sobre o que viveram. O Coronel Good afirmou com convicção: dizem que não há ateus nas trincheiras, e provavelmente não há nenhum nos foguetes espaciais. Ele esteve duas vezes no espaço, uma delas na histórica missão que colocou o telescópio Hubble em órbita. A maioria dos que trabalham no Centro Espacial Johnson, em Houston, Texas, frequentam a Igreja Presbiteriana Webster ou as paróquias católicas de Santa Clara de Assis e de Saint Paul. Fonte: Religion en Liberdad e Noticia Cristiana. Crescimento nas vendas de Bíblia Sagrada A Bíblia Sagrada, o livro mais comercializado do mundo, registrou em 2009 um aumento de 9% nas vendas em relação ao ano anterior, somente no. A informação foi divulgada pelo jornalista Lauro Jardim, em sua coluna Radar Online, da revista Veja. O volume de vendas chegou à casa dos dez milhões de exemplares, sendo que 74% desse montante foram de Bíblias editadas pela Sociedade Bíblica do. Fonte: Gospel + ANGELINA DOS SANTOS BRONZELI Faleceu Angelina dos Santos Bronzeli, serva do Senhor dedicada ao longo de sua vida ao ministério de evangelização de crianças. Essa dedicação a alcançar os de fora da igreja começou quando ainda solteira, na IP de Vila Prudente, e continuou no Jardim Colonial, na Moóca, Jardim Helian, Vila Ema e, ultimamente, Sapopemba. Companheira de visitas do marido, sempre o incentivou e o acompanhou nas visitas pastorais. Em julho de 2007 sofreu uma queda grave, teve traumatismo craniano, ficou internada 45 dias, mas o Senhor a levantou. Reaprendeu a andar e voltou a suas atividades, agora dedicada totalmente às pessoas de fora da igreja. Aproveitava datas festivas para entregar mensagens nas escolas. Entregava folhetos em shoppings, mercados, farmácias, padarias. Uma serva de Deus ousada nesse trabalho. De abril de 2012 para cá, Angelina foi acometida de uma displasia medular e, em seu tempo, o Senhor a tomou para si. Sua mãe, Anna Apparecida dos Santos, com 95 anos, participou do culto de gratidão a Deus por sua filha caçula. Angelina deixa dois irmãos, Presb. Genésio e Antônio e duas irmãs, Dirce e Francisca. Deixa viúvo o Rev. Paulo Bronzeli, com quem foi casada por 45 anos, duas filhas, Francis e Suelen, genro, e dois netos, Arthur e Ygor. Dia 13 de fevereiro de 2013, às 21h30. MARIE FEARING SOVEREIGN Informamos o falecimento da Dra. Marie Fearing Sovereign, ocorrido em Las Cruces, New México, EUA. Dra. Marie foi viúva do Rev. Floyd Bradley Sovereign; ambos foram professores (e ela bibliotecária) no SPS (Seminário do Sul) na década de Ambos vieram para o em 1947 como missionários da Missão Presbiteriana do Central. O Rev. Floyd foi pastor da Igreja Presbiteriana de Blumenau, SC, de 1948 até aproximadamente 1955, quando foram transferidos para o Seminário. Ao voltarem para os EUA, o Rev. Floyd pastoreou igrejas Presbiterianas em New México e Flórida, e foi capelão hospitalar. A Dra. Marie fez o doutorado em Língua Portuguesa na Universidade do Texas, e foi professora de Português em várias universidades. Mantiveram seu interesse no, voltando várias vezes para visitas em Santa Catarina e Campinas. Dia 29 de dezembro, aos 91 anos de idade.

17 17 JUBILEU Comemorações na IP de Itapema, SC Durante a celebração do jubileu de brilhantes a igreja lançou o tema e lema para 2013 e 2014 A IP de Itapema, SC, comemorou no dia 28 de dezembro de 2012 o seu Jubileu de Brilhantes, 75 anos de emancipação eclesiástica. A sua SAF comemorou o seu Jubileu de Diamantes, 60 anos, e, o Rev. Josiel de Matos Pinto, pastor titular da igreja, comemorou o seu Jubileu de Prata, 25 anos de ministério pastoral. Foram os preletores convidados, o Rev. Sérgio Paulo de Lima (da IP Metropolitana de Porto Alegre, RS), o Rev. Arnildo Klumb (da IP de Campo Mourão, PR), e o Rev. Silas de Matos Pinto (da IP M Norte, CURSOS LIVRES 1º Taguatinga, DF). Foram momentos de extrema alegria e gozo espiritual para todos. Também, foi lançado pelo Rev. Josiel de Matos Pinto, Pastor titular, o tema e o lema da igreja para o biênio 2013/2014. A Deus toda a glória, honra e louvores. JMC S E M E S T R E D E 2013 MARÇO DIA 16 DIA 30 distúrbios da ansiedade Professora Raquel Mendes Carrer Castro liderança Rev. George Canêlhas A igreja completou 75 anos de organização ABRIL DIA 06 Homilética como preparar estudos e mensagens bíblicas Rev. George Canêlhas MAIO DIA 11 DIA 25 Revitalização de igrejas Rev. Gildásio dos Reis distúrbios de HumoR Professora Raquel Mendes Carrer Castro Rev. Samuel Matos Pinto e os dois filhos pastores, Rev. Josiel e o Rev. Silas DIFERENCIAIS DOS CURSOS LIVRES JMC ü QUALIDADE Você irá aprender com os professores e com os melhores alunos do JMC. ü CONFORTO Campus com 1.200m², 6 amplas salas de aulas com projetores multimídia, mapoteca, capela, biblioteca com 20 mil livros e ambiente Wi-Fi em todo o campus. ü DURAÇÃO Os cursos são ministrados aos sábados, com a duração de 8 horas (das 8h às 17h). ü RECONHECIMENTO Certificado de Conclusão ao final de cada curso. INVESTIMENTO R$ 50,00. ü * Todos os cursos estão sujeitos à formação mínima de participantes. Para mais informações acesse o site do JMC ou ligue para , , seminário teológico presbiteriano Rev. josé manoel da conceição Rua Pascal, Campo Belo, São Paulo, SP

18 18 IP de Itaberá realiza IV Retiro de Carnaval As crianças e adolescentes da IP de Itaberá, SP, de reuniram durante os dias de carnaval, sob a organização do Rev. Carlos Teles e sua esposa Nilce Teles, com o apoio do Conselho e demais irmãos da igreja. Proporcionaram momentos ricos de conhecimento da Bíblia, louvor, entretenimento com gincanas esportivas, brincadeiras coletivas e outras diversões, sem contar a farta comida preparada pelas cozinheiras da igreja. Escola Presbiteriana de Cruzeiro do Sul A Escola Presbiteriana de Cruzeiro do Sul (cidade a 640 quilômetros de Rio Branco, no Vale do Juruá) fi cou em primeiro lugar no Acre, na avaliação do desempenho escolar do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica, o Ideb. A escola estadual desbancou centenas de outras em todo o Estado, inclusive as de Rio Branco, na avaliação que é feita entre os alunos do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental. A Escola Presbiteriana é classifi cada como entidade educacional sem fi ns lucrativos, segundo a própria direção, tendo por fi m a formação integral de alunos nos melhores níveis de instrução em princípios cristãos evangélicos. O espaço foi criado próximo da Igreja Presbiteriana, idealizada pelo Rev. Luciano de Almeida Breder e sua esposa, Dorcas Farias Breder. UMP visita comunidade carente de Guarabira Tela Crente em Castanheira Imagine um bom e envolvente fi lme sendo projetado numa sala de cinema, com tela de cinema, efeitos de cinema e todo o ambiente de um cinema, com direito à pipoca e guaraná. Pois isto aconteceu no sábado, 16 de fevereiro, em Castanheira, numa iniciativa da União de Mocidade Presbiteriana IP local, também conhecida como IPC. O ponto de encontro foi na igreja, às 19 horas. E de lá, partiram para o ambiente citado. A iniciativa, além de contabilizar mais uma edição do projeto Tela Crente pode ser experimental para a criação de um ambiente de cinema defi nitivo, num dos anexos da igreja, visando servir inclusive a comunidade, desde que se aceite a grade de programação. Neste sábado, por exemplo, a película escolhida tem respaldo positivo da crítica. Trata-se do drama Cartas para Deus, lançado em Na tarde do sábado, 9 de fevereiro, os membros do departamento de Ação Social da União da Mocidade Presbiteriana de Guarabira visitaram uma comunidade carente localizada no distrito Pirpiri, em Guarabira. A intenção foi observar o local e fazer um levantamento populacional para a promoção da 1ª ação social no dia 24. Os interessados em colaborar nas próximas atividades de ação social devem entrar em contato com os organizadores.

19 19 Consultório Bíblico Que pensa o presbiterianismo sobre a quaresma? Odayr Olivetti M inha resposta é pessoal, mas entendo que representa o pensamento geral dos presbiterianos. O termo quaresma, do latim quadragésima, refere-se aos quarenta dias de jejum determinado pela Igreja C. Romana e praticado desde a quarta-feira de cinzas até à véspera da Páscoa. Essa prática foi formalizada pela referida igreja no século 9º. Antes disso havia a prática de jejum antes da Páscoa, sem se tornar prática geral, nem obrigatória. Nos escritos de Irineu e de outros pais da igreja há referências a diferentes formas como era praticado o jejum como preparação para a Páscoa, mas, repito, não havia imposição nem formalização. A Bíblia relata a prática do jejum, tanto no Antigo Testamento como no Novo. Exemplos: Quando Samuel exortou o povo ao arrependimento por grave pecado cometido, os israelitas jejuaram aquele dia e confessaram: Pecamos contra o SENHOR (1Sm 7.6); quando o filho adulterino de Davi adoeceu, Davi jejuou e passou a noite toda prostrado em terra (2Sm 12.16); em ocasiões especiais, de grande comoção, era apregoado jejum (1Rs 21.9; 2Cr 20.3). Mas o jejum nem sempre era aceitável (Jr 14.12; Zc 7.5). Os discípulos de João Batista jejuavam regularmente e estranharam que os de Jesus não o fizessem (Mt 9.14). Na parábola do fariseu e o publicano, o fariseu, hipócrita, costumava jejuar, mas não foi justificado (Lc 18.12,14). O protestantismo histórico, reformado (presbiteriano, não reconhece a quaresma porque jejum, na Bíblia, não somente não é obrigatório como também não deve ser for- malizado (Excepcionalmente, em ocasiões de calamidade, pode haver convocação do povo para jejuar.). Segundo o conjunto da revelação bíblica, tanto para a celebração da Páscoa como para a vida diária, o cristão deve estar sempre se preparando com o uso dos meios de graça: a Palavra de Deus escrita; a comunhão com os irmãos na igreja, os sacramentos, a oração e a prática de boas obras. Em todas as coisas relacionadas com a vida cristã, o fundamental é a graça divina pela qual somos salvos mediante a fé em Jesus Cristo o Filho eterno de Deus enviado pelo Pai ao mundo para morrer para nossa justificação e ressuscitar para vivermos a vida de Deus na terra. Mesmo os meios de graça não devem ser utilizados como fins em si, mas como meios pelos quais desenvolvemos vida de santificação e crescemos na graça e no conhecimento de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo (2Pe 3.18). É importante a palavra de advertência de Jesus Cristo sobre o jejum no Evangelho segundo Mateus : Quando jejuardes, não vos mostreis contristados como os hipócritas; porque desfiguram o rosto com o fim de parecer aos homens que jejuam. Em verdade vos digo que eles já receberam a recompensa. Tu, porém, quando jejuares, unge a cabeça e lava o rosto, com o fim de não parecer aos homens que jejuas, e sim ao teu Pai, em secreto; e teu Pai, que vê em secreto, te recompensará. O reverendo Odayr Olivetti é pastor presbiteriano, ex-professor de Teologia Sistemática do Seminário de Campinas, escritor e tradutor. -

20 20 Os Rolos do Mar Morto John Willitts Quando lemos essa publicação sobre os Rolos do Mar Morto, absorvemos sua linguagem e conceitos e percebemos seu contexto histórico e cosmovisão, mais apreciamos ainda mais o quanto Jesus e o Novo Testamento estavam inseparavelmente ligados à esperança de Israel. Como cristãos do século 21 a nossa esperança ainda é a mesma daqueles crentes antigos: a redenção final do povo de Israel. O perdão dos pecados e nossa salvação futura vêm pela fé em Jesus. Nele Deus cumpriu suas antigas promessas para redimir Israel. O livro contém 36 páginas e custa R$16,00. Decisões sobre o fim da vida Gary P. Stewart, William Cutrer, Timothy J. Demy, Dónal P. O Mathúna, Paige C. Cunningham, John F. Kilner, Linda K. Bevington. As escolhas que fazemos ao longo da existência são produto de nossa escala de valores. E o valor que atribuímos à vida humana determinará o modo de tratarmos a nós mesmos e a outros ao tomar decisões relativas ao final da vida: 1. Estou preparado para o processo de morrer? 2. Já pensei em Boa Leitura doação de órgãos? 3. Como lido com o sofrimento que Deus não alivia? 4. É meu direito determinar o tratamento médico? 5. Se eu suspender o apoio artificial à vida, serei responsável pela morte? O livro contém 112 páginas e custa R$12,00. Uma longa jornada missionária Frank L. Arnold No século 19, os presbiterianos norte-americanos estiveram entre as primeiras denominações ocidentais que enviaram missionários para países ao redor do mundo. Eles criaram missões estrangeiras naquelas terras, com a intenção de iniciar ali igrejas nacionais. Embora as estruturas missionárias tivessem o objetivo de funcionar como os andaimes durante a construção de um edifício, devendo ser retiradas quando o edifício estivesse pronto, a estrutura missionária presbiteriana no permaneceu por 126 anos. Ela foi a última das missões presbiterianas em todo o mundo a ser dissolvida. A história contada nesse livro documenta as contribuições feitas pelos presbiterianos norte-americanos no. É a nossa história contada por eles. O livro contém 272 páginas e custa R$36,40. Mal em Bem Eleny Vassão Atingidos pelo sofrimento, em nossos delírios de dor, impacientes e cansados de clamar, somos tentados a pensar que Deus não nos ama, ou então que ele se esqueceu de nós. Depois de quase 30 anos atuando como Capelã Evangélica em hospitais, evangelizando e consolando pessoas sacudidas pela dor, Eleny Vassão diz ter visto a Palavra de Deus de maneira cada vez mais viva e real. Sem respostas para a razão do sofrimento, ela sabe, porém, que, durante todo o nosso tempo de aflição, o Senhor não está distante, não se esqueceu de nós. Hoje mesmo, o Senhor pode transformar a aflição em bênção, o mal em bem. O livro contém 160 páginas e custa R$25,00. Sobre esses e outros títulos acesse ou ou ligue Entretenimento e reflexão Filmes para curtir e pensar A Virada O personagem principal do filme é Jay Austin. Um pai de família sem muita fé e comprometimento com Deus, Jay destrata a esposa (Judy), tem vários conflitos com o filho (Toddy) e possui uma loja de carros onde é desonesto e tenta vender carros usados da pior maneira possível, enganando seus clientes e superfaturando valores. Com vários problemas no casamento, com o filho e até com os pais, Jay entra em crise. Ao tentar relaxar em frente à televisão ouve um pastor que o faz repensar seus valores. Compromisso Precioso O filme Compromisso Precioso narra a história comovente do amor entre John e Ellen Brighton. Unidos, eles enfrentam uma terrível doença impiedosa, o Mal de Alzheimer, que ou confirmará seu amor ou destruirá a família e seu casamento. Aqui há problemas na carreira profissional, nos relacionamentos familiares e uma confusão que só o poder de um amor real pode superar. O compromisso de uma fé desafiada pelo impossível e testada pelo irresistível afeta a família inteira. O triunfo do espírito de Jesus numa vida vai inspirar a todos quantos assistirem a esse filme maravilhoso. Uma Razão para Cantar O amor transforma pessoas nesse drama repleto de música. Tommy, um ex-detento à procura de emprego, enfrenta barreiras por causa do seu passado nas ruas, até que a avó Memaw o encontra. Abrindo sua casa, ela o ajuda e arranjar um emprego e um espaço para usar o seu talento em música mostrando-lhe que Deus pode cuidar dos seus problemas. As mudanças no seu comportamento causam um grande impacto em sua amizade com G. Smooth, um traficante que o envolve em grandes encrencas. Pela primeira vez na sua vida, Tommy tem um motivo para viver.

Curso de Discipulado

Curso de Discipulado cidadevoadora.com INTRODUÇÃO 2 Este curso é formado por duas partes sendo as quatro primeiras baseadas no evangelho de João e as quatro últimas em toda a bíblia, com assuntos específicos e muito relevantes

Leia mais

Deus está implantando o Seu Reino aqui na Terra e Ele tem deixado bem claro qual é a visão dele para nós:

Deus está implantando o Seu Reino aqui na Terra e Ele tem deixado bem claro qual é a visão dele para nós: Visão do MDa Na visão do MDA, é possível à Igreja Local ganhar multidões para Jesus sem deixar de cuidar bem de cada cristão é o modelo de discipulado um a um em ação. O MDA abrange diversos fatores desenvolvidos

Leia mais

Apostila de Fundamentos. Arrependimento. Arrependei-vos, pois, e convertei-vos para serem cancelados os vossos pecados...

Apostila de Fundamentos. Arrependimento. Arrependei-vos, pois, e convertei-vos para serem cancelados os vossos pecados... Apostila de Fundamentos Arrependimento Arrependei-vos, pois, e convertei-vos para serem cancelados os vossos pecados... (Atos 3:19) A r r e p e n d i m e n t o P á g i n a 2 Arrependimento É muito importante

Leia mais

Os encontros de Jesus. sede de Deus

Os encontros de Jesus. sede de Deus Os encontros de Jesus 1 Jo 4 sede de Deus 5 Ele chegou a uma cidade da Samaria, chamada Sicar, que ficava perto das terras que Jacó tinha dado ao seu filho José. 6 Ali ficava o poço de Jacó. Era mais ou

Leia mais

Lembrança da Primeira Comunhão

Lembrança da Primeira Comunhão Lembrança da Primeira Comunhão Jesus, dai-nos sempre deste pão Meu nome:... Catequista:... Recebi a Primeira Comunhão em:... de... de... Local:... Pelas mãos do padre... 1 Lembrança da Primeira Comunhão

Leia mais

Visão MDA. Sidnei Souza Hewlett-Packard 01/01/2014

Visão MDA. Sidnei Souza Hewlett-Packard 01/01/2014 2014 Visão MDA [Digite o subtítulo do documento] VI [Digite o resumo do documento aqui. Em geral, um resumo é um apanhado geral do conteúdo do documento. Digite o resumo do documento aqui. Em geral, um

Leia mais

No dia seguinte, viu João a Jesus, que vinha para ele, e disse: Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo!

No dia seguinte, viu João a Jesus, que vinha para ele, e disse: Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo! SÉRIE: QUEM É JESUS? Jesus é o Cordeiro de Deus Data: / 09 / 2010 - Semana 4. No dia seguinte, viu João a Jesus, que vinha para ele, e disse: Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo! 1 / 7 1)

Leia mais

DOUTRINAS BÁSICAS DA VIDA CRISTÃ

DOUTRINAS BÁSICAS DA VIDA CRISTÃ EBD DOUTRINAS BÁSICAS DA VIDA CRISTÃ DOUTRINAS BÁSICAS DA VIDA CRISTÃ OLÁ!!! Sou seu Professor e amigo Você está começando,hoje, uma ETAPA muito importante para o seu CRESCIMENTO ESPIRITUAL e para sua

Leia mais

Bíblia para crianças. apresenta O SÁBIO REI

Bíblia para crianças. apresenta O SÁBIO REI Bíblia para crianças apresenta O SÁBIO REI SALOMÃO Escrito por: Edward Hughes Ilustradopor:Lazarus Adaptado por: Ruth Klassen O texto bíblico desta história é extraído ou adaptado da Bíblia na Linguagem

Leia mais

Implantar o Seu Reino na Terra

Implantar o Seu Reino na Terra CHAMADOS PARA RESPLANDECER A LUZ DO SENHOR ENTRE TODOS OS POVOS Disse Jesus: Venham a mim todos que estão cansados e oprimidos e eu darei alivio para vocês Mat. 11.28 VISÃO DO MDA MÉTODO DE DISCIPULADO

Leia mais

JESUS CRISTO PADECEU SOB PÔNCIO PILATOS, FOI CRUCIFICADO, MORTO E SEPULTADO

JESUS CRISTO PADECEU SOB PÔNCIO PILATOS, FOI CRUCIFICADO, MORTO E SEPULTADO JESUS CRISTO PADECEU SOB PÔNCIO PILATOS, FOI CRUCIFICADO, MORTO E SEPULTADO 25-02-2012 Catequese com adultos 11-12 Chave de Bronze Como se deu a entrada messiânica em Jerusalém? No tempo estabelecido,

Leia mais

A Palavra de Deus. - É na Palavra de Deus que o homem encontra o conhecimento a respeito da Vida, de onde viemos e onde vamos viver a eternidade.

A Palavra de Deus. - É na Palavra de Deus que o homem encontra o conhecimento a respeito da Vida, de onde viemos e onde vamos viver a eternidade. A Palavra de Deus 2 Timóteo 3:16-17 Pois toda a Escritura Sagrada é inspirada por Deus e é útil para ensinar a verdade, condenar o erro, corrigir as faltas e ensinar a maneira certa de viver. 17 E isso

Leia mais

JOVENS COM UMA MISSÃO JOCUM ARACAJU PROJETO INTERCESSÃO INTERCESSORES E GRUPOS DE INTERCESSÃO

JOVENS COM UMA MISSÃO JOCUM ARACAJU PROJETO INTERCESSÃO INTERCESSORES E GRUPOS DE INTERCESSÃO JOVENS COM UMA MISSÃO JOCUM ARACAJU PROJETO INTERCESSÃO INTERCESSORES E GRUPOS DE INTERCESSÃO Miss. Gustavo Lima Silva (Beréu) & Wanessa S. B. Santos Silva (Brasil) Recife, 2010. SUMÁRIO INTRODUÇÃO...

Leia mais

A grande refeição é aquela que fazemos em torno da Mesa da Eucaristia.

A grande refeição é aquela que fazemos em torno da Mesa da Eucaristia. EUCARISTIA GESTO DO AMOR DE DEUS Fazer memória é recordar fatos passados que animam o tempo presente em rumo a um futuro melhor. O povo de Deus sempre procurou recordar os grandes fatos do passado para

Leia mais

SOU NOVO AQUI! COMO FAÇO PARTE DE UM PEQUENO GRUPO? CONTRIBUIÇÃO NOSSA PROGRAMAÇÃO ROGRAM

SOU NOVO AQUI! COMO FAÇO PARTE DE UM PEQUENO GRUPO? CONTRIBUIÇÃO NOSSA PROGRAMAÇÃO ROGRAM A Igreja Batista Central de Fortaleza é uma comunidade comprometida em amar a Deus, amar uns aos outros e proclamar Jesus. Vivemos relacionamentos em pequenos grupos, de casa em casa, e também nos grandes

Leia mais

"Ajuntai tesouros no céu" - 5

Ajuntai tesouros no céu - 5 "Ajuntai tesouros no céu" - 5 Mt 6:19-21 Temos procurado entender melhor através das escrituras, o que Jesus desejou ensinar aos seus discípulos nesta sequência de palavras, e pra isso, estudamos algumas

Leia mais

Lição 01 O propósito eterno de Deus

Lição 01 O propósito eterno de Deus Lição 01 O propósito eterno de Deus LEITURA BÍBLICA Romanos 8:28,29 Gênesis 1:27,28 Efésios 1:4,5 e 11 VERDADE CENTRAL Deus tem um propósito original e eterno para minha vida! OBJETIVO DA LIÇÃO Que eu

Leia mais

Lição 9 Completar com Alegria

Lição 9 Completar com Alegria Lição 9 Completar com Alegria A igreja estava cheia. Era a época da colheita. Todos tinham trazido algo das suas hortas, para repartir com os outros. Havia muita alegria enquanto as pessoas cantavam louvores

Leia mais

UMA VIDA DE PAZ, PACIÊNCIA E AMABILIDADE EM UM MUNDO HOSTIL.

UMA VIDA DE PAZ, PACIÊNCIA E AMABILIDADE EM UM MUNDO HOSTIL. UMA VIDA DE PAZ, PACIÊNCIA E AMABILIDADE EM UM MUNDO HOSTIL. Como sabemos o crescimento espiritual não acontece automaticamente, depende das escolhas certas e na cooperação com Deus no desenvolvimento

Leia mais

QUEM ANUNCIA AS BOAS NOVAS COOPERA COM O CRESCIMENTO DA IGREJA. II Reunião Executiva 01 de Maio de 2015 São Luís - MA

QUEM ANUNCIA AS BOAS NOVAS COOPERA COM O CRESCIMENTO DA IGREJA. II Reunião Executiva 01 de Maio de 2015 São Luís - MA QUEM ANUNCIA AS BOAS NOVAS COOPERA COM O CRESCIMENTO DA IGREJA II Reunião Executiva 01 de Maio de 2015 São Luís - MA At 9.31 A igreja, na verdade, tinha paz por toda Judéia, Galiléia e Samaria, edificando-se

Leia mais

O texto nomeia os 11, mais algumas mulheres, das quais só menciona Maria, com os irmãos de Jesus. Aqui aparece um fato curioso e edificante.

O texto nomeia os 11, mais algumas mulheres, das quais só menciona Maria, com os irmãos de Jesus. Aqui aparece um fato curioso e edificante. Aula 25 Creio na Igreja Católica.1 Frei Hipólito Martendal, OFM. 1. Leitura de At 2, 1-15. Ler e explicar... Dia de Pentecostes (=Quinquagésima) é o 50º dia depois da Páscoa. Os judeus celebravam a Aliança

Leia mais

A ESPERANÇA QUE VEM DO ALTO. Romanos 15:13

A ESPERANÇA QUE VEM DO ALTO. Romanos 15:13 A ESPERANÇA QUE VEM DO ALTO Romanos 15:13 - Ora o Deus de esperança vos encha de toda a alegria e paz em crença, para que abundeis em esperança pela virtude do Espírito Santo. Só Deus pode nos dar uma

Leia mais

O seu conceito das religiões é como o seguinte quadro?

O seu conceito das religiões é como o seguinte quadro? ...as religiões? Sim, eu creio que sim, pois não importa a qual religião pertença. O importante é apoiar a que tem e saber levá-la. Todas conduzem a Deus. Eu tenho minha religião e você tem a sua, e assim

Leia mais

2015 O ANO DE COLHER ABRIL - 1 A RUA E O CAMINHO

2015 O ANO DE COLHER ABRIL - 1 A RUA E O CAMINHO ABRIL - 1 A RUA E O CAMINHO Texto: Apocalipse 22:1-2 Então o anjo me mostrou o rio da água da vida que, claro como cristal, fluía do trono de Deus e do Cordeiro, no meio da RUA principal da cidade. De

Leia mais

Personal Commitment Guide. Guia de Compromisso Pessoal

Personal Commitment Guide. Guia de Compromisso Pessoal Personal Commitment Guide Guia de Compromisso Pessoal Nome da Igreja ou Evento Nome do Conselheiro Telefone 1. Salvação >Você já atingiu um estágio na vida em que você tem a certeza da vida eterna e que

Leia mais

Samora Correia. Igreja Evangelica Assembleia de Deus Ministério Missão Transcultural. Pr. Milton Novais dos Santos. digigente local.

Samora Correia. Igreja Evangelica Assembleia de Deus Ministério Missão Transcultural. Pr. Milton Novais dos Santos. digigente local. Igreja Evangelica Assembleia de Deus Ministério Missão Transcultural Sede: Rua José Coelho Júnior, Lote 02, código Postal: 8125-629, Quarteira Pr. Milton Novais dos Santos digigente local Congregação:

Leia mais

igrejabatistaagape.org.br [1] Deus criou o ser humano para ter comunhão com Ele, mas ao criá-lo concedeu-lhe liberdade de escolha.

igrejabatistaagape.org.br [1] Deus criou o ser humano para ter comunhão com Ele, mas ao criá-lo concedeu-lhe liberdade de escolha. O Plano da Salvação Contribuição de Pr. Oswaldo F Gomes 11 de outubro de 2009 Como o pecado entrou no mundo e atingiu toda a raça humana? [1] Deus criou o ser humano para ter comunhão com Ele, mas ao criá-lo

Leia mais

Programa 7ASR de Especialização em Liderança Jovem. Programação

Programa 7ASR de Especialização em Liderança Jovem. Programação Sexta a Noite Programa 7ASR de Especialização em Liderança Jovem Programação Entendendo os jovens Adventistas de hoje; Trabalhando com mentes universitárias; Sábado de manhã Como liderar a geração que

Leia mais

Documento do MEJ Internacional. O coração do Movimento Eucarístico Juvenil

Documento do MEJ Internacional. O coração do Movimento Eucarístico Juvenil Documento do MEJ Internacional Para que a minha alegria esteja em vós Por ocasião dos 100 anos do MEJ O coração do Movimento Eucarístico Juvenil A O coração do MEJ é a amizade com Jesus (Evangelho) B O

Leia mais

A morte física é o resultado final da vida nesse mundo decaído. 1 Jo 5:19

A morte física é o resultado final da vida nesse mundo decaído. 1 Jo 5:19 1 Todos Morrem! Pessoas morrem diariamente, seja por acidente ou de câncer, ataque cardíaco, acidente vascular cerebral, ou como vítimas de quaisquer das numerosas outras doenças. Alguns chegam a morrer

Leia mais

Lição 07 A COMUNIDADE DO REI

Lição 07 A COMUNIDADE DO REI Lição 07 A COMUNIDADE DO REI OBJETIVO: Apresentar ao estudante, o ensino bíblico sobre a relação entre a Igreja e o Reino de Deus, para que, como súdito desse reino testemunhe com ousadia e sirva em amor.

Leia mais

8º Capítulo. Petros Os Dons Pilares 1ª Parte

8º Capítulo. Petros Os Dons Pilares 1ª Parte 8º Capítulo Petros Os Dons Pilares 1ª Parte O texto de I Co 12:7-11 fala sobre os dons espirituais, aqui chamados de carismáticos; O texto de Ef 4:11 fala sobre os dons ministeriais, aqui chamados de dons

Leia mais

pensamentos para o seu dia a dia

pensamentos para o seu dia a dia pensamentos para o seu dia a dia Israel Belo de Azevedo 1Vida e espiritualidade 1 Adrenalina no tédio O interesse por filmes sobre o fim do mundo pode ser uma forma de dar conteúdo ao tédio. Se a vida

Leia mais

A Liderança do Espírito

A Liderança do Espírito A Liderança do Espírito Autor : Andrew Murray Para muitos Cristãos a liderança do Espírito é considerada como uma sugestão de pensamentos para nossa orientação. Eles almejam e pedem por ela em vão. Quando

Leia mais

Diz respeito ao que vamos realizar em Cristo, pelo poder do Espírito Santo para cumprir a nossa missão:

Diz respeito ao que vamos realizar em Cristo, pelo poder do Espírito Santo para cumprir a nossa missão: II) NOSSA VISÃO Diz respeito ao que vamos realizar em Cristo, pelo poder do Espírito Santo para cumprir a nossa missão: A) Adorar a Deus em espírito e verdade Queremos viver o propósito para o qual Deus

Leia mais

INFORME. Ano 5 Edição nº 244 Fortaleza, 13 de Abril de 2014. SÁBADO NÃO TEM 10:10 - Pág. 4

INFORME. Ano 5 Edição nº 244 Fortaleza, 13 de Abril de 2014. SÁBADO NÃO TEM 10:10 - Pág. 4 INFORME Ano 5 Edição nº 244 Fortaleza, 13 de Abril de 2014 SÁBADO NÃO TEM 10:10 - Pág. 4 A Igreja Batista Central é uma comunidade comprometida em amar a Deus, amar uns aos outros e proclamar Jesus. Vivemos

Leia mais

No princípio era aquele que é a Palavra... João 1.1 UMA IGREJA COM PROPÓSITOS. Pr. Cristiano Nickel Junior

No princípio era aquele que é a Palavra... João 1.1 UMA IGREJA COM PROPÓSITOS. Pr. Cristiano Nickel Junior No princípio era aquele que é a Palavra... João 1.1 UMA IGREJA COM PROPÓSITOS Pr. Cristiano Nickel Junior O propósito é que a Igreja seja um exército com bandeiras Martyn Lloyd-Jones No princípio era aquele

Leia mais

APRESENTAÇÃO MBN. Fone: 011-98291-7300 Skype: albertoaconti E-mail: info@buenasnuevasbrasil.org http://buenasnuevasbrasil.org/

APRESENTAÇÃO MBN. Fone: 011-98291-7300 Skype: albertoaconti E-mail: info@buenasnuevasbrasil.org http://buenasnuevasbrasil.org/ APRESENTAÇÃO MBN Fone: 011-98291-7300 Skype: albertoaconti QUEM SOMOS? Somos um Ministério que tem a visão de equipar e treinar novos líderes, incentivar o surgimento do empreendedorismo e de profissionais

Leia mais

ESTUDOS NO EVANGELHO DE JOÃO

ESTUDOS NO EVANGELHO DE JOÃO ESTUDOS NO EVANGELHO DE JOÃO ESTUDO 1 NOVA VIDA O presente curso ajudará você a descobrir fatos da Palavra de Deus, fatos os quais você precisa para viver a vida em toda a sua plenitude. Por este estudo

Leia mais

Sumário. Prefácio...3. 1. As evidências da ressurreição de Cristo...5. 2. Se Jesus está vivo, onde posso encontrá-lo?...15

Sumário. Prefácio...3. 1. As evidências da ressurreição de Cristo...5. 2. Se Jesus está vivo, onde posso encontrá-lo?...15 1 Sumário Prefácio...3 1. As evidências da ressurreição de Cristo...5 2. Se Jesus está vivo, onde posso encontrá-lo?...15 Comunidade Presbiteriana Chácara Primavera Ministério de Grupos Pequenos Março

Leia mais

SECRETARIA GERAL DO TRABALHO MASCULINO TEMA: "Sacerdócio Real".

SECRETARIA GERAL DO TRABALHO MASCULINO TEMA: Sacerdócio Real. SECRETARIA GERAL DO TRABALHO MASCULINO TEMA: "Sacerdócio Real". "José é um ramo frutífero, ramo frutífero junto a fonte; seus galhos se estendem sobre o muro." Gen. 49:22 UPH EM AÇÃO Sugestão para programações

Leia mais

DISTRIBUIÇÃO GRATUITA

DISTRIBUIÇÃO GRATUITA A IMPORTÂNCIA DAS OBRAS DE FÉ William Soto Santiago Cayey Porto Rico 16 de Março de 2011 Reverendo William Soto Santiago, Ph. D. CENTRO DE DIVULGAÇÃO DO EVANGELHO DO REINO http://www.cder.com.br E-mail:

Leia mais

PERGUNTAS & RESPOSTAS - FONTE ESTUDOS BÍBLICOS 2015

PERGUNTAS & RESPOSTAS - FONTE ESTUDOS BÍBLICOS 2015 PERGUNTAS & RESPOSTAS - FONTE ESTUDOS BÍBLICOS 2015 1) A Cruz era um instrumento de execução. Para os romanos, que tipo de pessoa era executado na cruz? E para os judeus? Resposta: Os romanos a usavam

Leia mais

Lição 10 Batismo Mergulhando em Jesus

Lição 10 Batismo Mergulhando em Jesus Ensino - Ensino 11 - Anos 11 Anos Lição 10 Batismo Mergulhando em Jesus História Bíblica: Mateus 3:13 a 17; Marcos 1:9 a 11; Lucas 3:21 a 22 João Batista estava no rio Jordão batizando as pessoas que queriam

Leia mais

Caros irmãos e amigos. A graça e a paz do Senhor Jesus. Grandes coisas tem feito o Senhor por nós por isso estamos alegres.

Caros irmãos e amigos. A graça e a paz do Senhor Jesus. Grandes coisas tem feito o Senhor por nós por isso estamos alegres. Caros irmãos e amigos A graça e a paz do Senhor Jesus. Grandes coisas tem feito o Senhor por nós por isso estamos alegres. Chegamos na metade do ano de 2015, graças a Deus, porque devido a tantas lutas,

Leia mais

IGREJA PRESBITERIANA DO BRASIL

IGREJA PRESBITERIANA DO BRASIL IGREJA PRESBITERIANA DO BRASIL SECRETARIA EXECUTIVA SUPREMO CONCÍLIO - 2010 11 a 17 de Julho de 2010 - CURITIBA - PR Folha 1 RELATÓRIO DA COMISSÃO: COMISSÃO XV Exames dos Relatórios das Secretarias Gerais

Leia mais

MEDITAÇÃO SALA LARANJA SEMANA 16 QUEDA E MALDIÇÃO Nome: Professor: Rebanho

MEDITAÇÃO SALA LARANJA SEMANA 16 QUEDA E MALDIÇÃO Nome: Professor: Rebanho MEDITAÇÃO SALA LARANJA SEMANA 16 QUEDA E MALDIÇÃO Nome: Professor: Rebanho VERSÍCULOS PARA DECORAR ESTA SEMANA Usamos VERSÍCULOS a Bíblia na PARA Nova DECORAR Versão Internacional ESTA SEMANA NVI Usamos

Leia mais

Esperança em um mundo mal Obadias 1-21. Propósito: Confiar em Cristo independente do mundo em que vivemos.

Esperança em um mundo mal Obadias 1-21. Propósito: Confiar em Cristo independente do mundo em que vivemos. Esperança em um mundo mal Obadias 1-21 Propósito: Confiar em Cristo independente do mundo em que vivemos. Introdução Obadias É o livro mais curto do Antigo Testamento. Quase nada se sabe sobre o autor.

Leia mais

Por que você trabalha?

Por que você trabalha? Adriano Lúcio Por que você trabalha? 1ª Edição Rio de Janeiro - RJ 2013 2013 Abrindo Página Editora www.abrindopagina.com Todos os direitos reservados. por que você trabalha? Capa e Diagramação Rosalis

Leia mais

UMA ESCOLA SABATINA MISSIONÁRIA

UMA ESCOLA SABATINA MISSIONÁRIA UMA ESCOLA SABATINA MISSIONÁRIA Uma das principais funções da Escola Sabatina é levar os membros a cumprirem a missão. Desde o início, havia uma clara certeza de sua função missionária: Há, na Escola Sabatina,

Leia mais

JORNADA MUNDIAL DA JUVENTUDE

JORNADA MUNDIAL DA JUVENTUDE A Novena de Natal deste ano está unida à Campanha da Fraternidade de 2013. O tema Fraternidade e Juventude e o lema Eis-me aqui, envia-me, nos leva para o caminho da JORNADA MUNDIAL DA JUVENTUDE Faça a

Leia mais

O PLANO CONTRA LÁZARO

O PLANO CONTRA LÁZARO João 12 Nesta Lição Estudará... Jesus em Betânia O Plano Contra Lázaro Jesus Entra em Jerusalém Alguns Gregos Vão Ver Jesus Anuncia a Sua Morte Os Judeus Não Crêem As Palavras de Jesus Como Juiz JESUS

Leia mais

Naquela ocasião Jesus disse: "Eu te louvo, Pai, Senhor dos céus e da terra, porque escondeste estas coisas dos sábios e cultos, e as revelaste aos

Naquela ocasião Jesus disse: Eu te louvo, Pai, Senhor dos céus e da terra, porque escondeste estas coisas dos sábios e cultos, e as revelaste aos As coisas encobertas pertencem ao Senhor, ao nosso Deus, mas as reveladas pertencem a nós e aos nossos filhos para sempre, para que sigamos todas as palavras desta lei. Deuteronômio 29.29 Naquela ocasião

Leia mais

Sumário. Motivo 1 A fé sem obras é morta - 9. Motivo 2 A Igreja é lugar de amor e serviço - 15. Motivo 3 O mundo tem fome de santidade - 33

Sumário. Motivo 1 A fé sem obras é morta - 9. Motivo 2 A Igreja é lugar de amor e serviço - 15. Motivo 3 O mundo tem fome de santidade - 33 1 a Edição Editora Sumário Motivo 1 A fé sem obras é morta - 9 Motivo 2 A Igreja é lugar de amor e serviço - 15 Motivo 3 O mundo tem fome de santidade - 33 Santos, Hugo Moreira, 1976-7 Motivos para fazer

Leia mais

Tia Pri Didáticos Educação Cristã PROIBIDA REPRODUÇÃO,CÓPIA OU DISTRIBUIÇÃO POR QUALQUER MEIO tiapri@tiapri.com (47) 3365-4077 www.tiapri.

Tia Pri Didáticos Educação Cristã PROIBIDA REPRODUÇÃO,CÓPIA OU DISTRIBUIÇÃO POR QUALQUER MEIO tiapri@tiapri.com (47) 3365-4077 www.tiapri. Tia Pri Didáticos Educação Cristã PROIBIDA REPRODUÇÃO,CÓPIA OU DISTRIBUIÇÃO POR QUALQUER MEIO tiapri@tiapri.com (47) 3365-4077 www.tiapri.com Página 1 1. HISTÓRIA SUNAMITA 2. TEXTO BÍBLICO II Reis 4 3.

Leia mais

Todos Batizados em um Espírito

Todos Batizados em um Espírito 1 Todos Batizados em um Espírito Leandro Antonio de Lima Podemos ver os ensinos normativos a respeito do batismo com o Espírito Santo nos escritos do apóstolo Paulo, pois em muitas passagens ele trata

Leia mais

E quando Deus diz não?

E quando Deus diz não? E quando Deus diz não? 1 Cr 17:1-27 Como é ruim ouvir um não! Enquanto ouvimos sim, enquanto as coisas estão acontecendo ao nosso favor, enquanto Deus está aprovando ou permitindo o que fazemos, enquanto

Leia mais

Pão e vinho: páscoa com sabor divino! O sabor da obediência.

Pão e vinho: páscoa com sabor divino! O sabor da obediência. Introdução: muitos diálogos na Bíblia nos chamam a atenção. Principalmente, os que envolvem Jesus. Eles invariavelmente, nos ensinam lições, fazem exortações, nos alertam contra perigos, e até nos permitem

Leia mais

Jörg Garbers, Mestre de Teologia

Jörg Garbers, Mestre de Teologia Jörg Garbers, Mestre de Teologia Introdução Pregação e prática Durante essa pregação uns vão pensar: Eu fiz e faço muitas coisas de maneira errada. Isso é normal. Cada um de nos falha e ficamos tristes.

Leia mais

Capítulo Vinte e Três (Chapter Twenty-Three) Os Sacramentos (The Sacraments)

Capítulo Vinte e Três (Chapter Twenty-Three) Os Sacramentos (The Sacraments) Capítulo Vinte e Três (Chapter Twenty-Three) Os Sacramentos (The Sacraments) Jesus só deu à Igreja dois sacramentos: batismo nas águas (veja Mt. 28:19) e a Santa Ceia (veja 1 Co. 11:23-26). Estudaremos

Leia mais

Jo 15.2 = Toda vara em mim que não dá fruto, a tira; e limpa toda aquela que dá fruto, para que dê mais fruto.

Jo 15.2 = Toda vara em mim que não dá fruto, a tira; e limpa toda aquela que dá fruto, para que dê mais fruto. A Responsabilidade dos Filhos de Deus Texto Base: 1º João 2.6 = Aquele que diz que está nele também deve andar como ele andou. Introdução: O nosso dever é andar como Ele (Jesus) andou.. Todos que O aceitam

Leia mais

Roberto Serpa Ser CRENTE

Roberto Serpa Ser CRENTE Ser CRENTE Roberto Serpa Ser CRENTE romance www.booksprintedizioni.it Copyright 2012 Roberto Serpa Tutti i diritti riservati Sobre o autor Roberto Serpa, brasileiro, nascido no Rio de Janeiro, onde viveu

Leia mais

Dia 4. Criado para ser eterno

Dia 4. Criado para ser eterno Dia 4 Criado para ser eterno Deus tem [...] plantado a eternidade no coração humano. Eclesiastes 3.11; NLT Deus certamente não teria criado um ser como o homem para existir somente por um dia! Não, não...

Leia mais

A Unidade de Deus. Jesus Cristo é o Único Deus. Pai Filho Espírito Santo. Quem é Jesus? Como os Apóstolos creram e ensinaram? O que a Bíblia diz?

A Unidade de Deus. Jesus Cristo é o Único Deus. Pai Filho Espírito Santo. Quem é Jesus? Como os Apóstolos creram e ensinaram? O que a Bíblia diz? A Unidade de Deus Quem é Jesus? Como os Apóstolos creram e ensinaram? O que a Bíblia diz? Vejamos a seguir alguns tópicos: Jesus Cristo é o Único Deus Pai Filho Espírito Santo ILUSTRAÇÃO Pai, Filho e Espírito

Leia mais

O líder influenciador

O líder influenciador A lei da influência O líder influenciador "Inflenciar é exercer ação psicológica, domínio ou ascendências sobre alguém ou alguma coisa, tem como resultado transformações físicas ou intelectuais". Liderança

Leia mais

LEITURA BÍBLICA A BÍBLIA LER

LEITURA BÍBLICA A BÍBLIA LER LEITURA BÍBLICA A BÍBLIA LER INTRODUÇÃO: Qualquer que seja meu objetivo, ler é a atividade básica do aprendizado. Alguém já disse: Quem sabe ler, pode aprender qualquer coisa. Se quisermos estudar a Bíblia,

Leia mais

Lição 3 O Plano de Deus Para os Obreiros

Lição 3 O Plano de Deus Para os Obreiros Lição 3 O Plano de Deus Para os Obreiros O António estudou as razões por que os crentes da Igreja primitiva se reuniam. Observou que muitos tipos de necessidades reuniam os crentes a necessidade de ensino,

Leia mais

A Bíblia afirma que Jesus é Deus

A Bíblia afirma que Jesus é Deus A Bíblia afirma que Jesus é Deus Há pessoas (inclusive grupos religiosos) que entendem que Jesus foi apenas um grande homem, um mestre maravilhoso e um grande profeta. Mas a Bíblia nos ensina que Jesus

Leia mais

Mas isso irá requerer uma abordagem pessoal, persistente, muita oração e uma ferramenta poderosa para nos ajudar a fazer isso!

Mas isso irá requerer uma abordagem pessoal, persistente, muita oração e uma ferramenta poderosa para nos ajudar a fazer isso! 2015 NOSSO CONTEXTO GLOBAL: Quase 3 bilhões de pessoas online Quase 2 bilhões de smartphones 33% de toda a atividade online é assistindo a vídeos BRAZIL: Mais de 78% dos jovens (15-29) usam internet. São

Leia mais

A OFERTA DE UM REI (I Crônicas 29:1-9). 5 - Quem, pois, está disposto a encher a sua mão, para oferecer hoje voluntariamente ao SENHOR?

A OFERTA DE UM REI (I Crônicas 29:1-9). 5 - Quem, pois, está disposto a encher a sua mão, para oferecer hoje voluntariamente ao SENHOR? A OFERTA DE UM REI (I Crônicas 29:1-9). 5 - Quem, pois, está disposto a encher a sua mão, para oferecer hoje voluntariamente ao SENHOR? Esse texto é um dos mais preciosos sobre Davi. Ao fim de sua vida,

Leia mais

18 Estudos Bíblicos para Evangelismo e Discipulado

18 Estudos Bíblicos para Evangelismo e Discipulado LIÇÃO 1 - EXISTE UM SÓ DEUS 18 Estudos Bíblicos para Evangelismo e Discipulado A Bíblia diz que existe um único Deus. Tiago 2:19, Ef. 4 1- O Deus que Criou Todas as coisas, e que conduz a sua criação e

Leia mais

SERIE: APRENDENDO COM OS BICHINHOS A FORMIGUINHA

SERIE: APRENDENDO COM OS BICHINHOS A FORMIGUINHA Radicais Kids - Sábado 13/12 Ministério Boa Semente Igreja em células SERIE: APRENDENDO COM OS BICHINHOS A FORMIGUINHA Lição: Xô Preguiça!! Base bíblica: Provérbios 6:6-11 Preguiçoso, aprenda uma lição

Leia mais

Geração compaixão A Revolução do Amor!

Geração compaixão A Revolução do Amor! 1 Geração compaixão A Revolução do Amor! A velocidade com que o tempo passa, nos mostra claramente a fugacidade da vida. Já estamos em 2016! E este será um ano diferente para a juventude adventista no

Leia mais

Vivendo a Liturgia - ano A / outubro 2011

Vivendo a Liturgia - ano A / outubro 2011 Vivendo a Liturgia - ano A / outubro 2011 27ºDOMINGO DO TEMPO COMUM (02/10/11) Parábola dos Vinhateiros Poderia ser feito um mural específico para esta celebração com uma das frases: Construir a Igreja

Leia mais

Grandes coisas fez o Senhor!

Grandes coisas fez o Senhor! Grandes coisas fez o Senhor! Sl 126:3 "Grandes coisas fez o Senhor por nós, e, por isso, estamos alegres." Este Salmo é um cântico cheio de alegria que se refere ao retorno do povo judeu do cativeiro babilônico,

Leia mais

DESENVOLVENDO MEMBROS MADUROS

DESENVOLVENDO MEMBROS MADUROS DESENVOLVENDO MEMBROS MADUROS Movendo Pessoas da Congregação para os Comprometidos para que não mais sejamos como meninos Mas, seguindo a verdade em amor, cresçamos em tudo naquele que é a cabeça, Cristo.

Leia mais

QUEM É JESUS. Paschoal Piragine Jr 1 31/08/2015

QUEM É JESUS. Paschoal Piragine Jr 1 31/08/2015 1 QUEM É JESUS Jo 1 26 Respondeu João: Eu batizo com água, mas entre vocês está alguém que vocês não conhecem. 27 Ele é aquele que vem depois de mim, e não sou digno de desamarrar as correias de suas sandálias

Leia mais

Celebração do Dia Nacional do Catequista 30 de agosto de 2015

Celebração do Dia Nacional do Catequista 30 de agosto de 2015 Celebração do Dia Nacional do Catequista 30 de agosto de 2015 Introdução: Educar na fé, para a paz, a justiça e a caridade Este ano a Igreja no Brasil está envolvida em dois projetos interligados: a lembrança

Leia mais

CRISTO EM TI A MANIFESTAÇÃO DA GLÓRIA

CRISTO EM TI A MANIFESTAÇÃO DA GLÓRIA CRISTO EM TI A MANIFESTAÇÃO DA GLÓRIA INTRODUÇÃO Irmãos! A bíblia nos ensina que Deus nos chama a realizar, a ser, a conhecer e a alcançar muitas coisas, tais como, realizar a obra de Deus, a ser santos,

Leia mais

Recomendação Inicial

Recomendação Inicial Recomendação Inicial Este estudo tem a ver com a primeira família da Terra, e que lições nós podemos tirar disto. Todos nós temos uma relação familiar, e todos pertencemos a uma família. E isto é o ponto

Leia mais

Missões para os índios americanos

Missões para os índios americanos Missões para os índios americanos Em busca do Nobre Selvagem A história de missões ameríndias é intrigante: Iniciada pela igreja Católica; Despertou o interesse dos protestantes. Depois de muito zelo e

Leia mais

Sal da TERRA e luz do MUNDO

Sal da TERRA e luz do MUNDO Sal da TERRA e luz do MUNDO Sal da terra e luz do mundo - jovens - 1 Apresentação pessoal e CMV Centro Missionário Providência Canto: vós sois o sal da terra e luz do mundo... MOTIVAÇÃO: Há pouco tempo

Leia mais

A cena começa com uma descida. Então, quem desceu se Jesus tomou o livro e se assentou?

A cena começa com uma descida. Então, quem desceu se Jesus tomou o livro e se assentou? A resposta para sua pergunta é Sim, e Não. Permita-me explicar porque as duas coisas. Eu creio que o Cordeiro saiu do Trono SIM, mas eu NÃO creio que ele desceu. Há aqueles que defendem a tese de que o

Leia mais

PERTO DE TI AUTOR: SILAS SOUZA MAGALHÃES. Tu és meu salvador. Minha rocha eterna. Tu és minha justiça, ó Deus. Tu és Jesus, amado da Minh alma.

PERTO DE TI AUTOR: SILAS SOUZA MAGALHÃES. Tu és meu salvador. Minha rocha eterna. Tu és minha justiça, ó Deus. Tu és Jesus, amado da Minh alma. PERTO DE TI Tu és meu salvador. Minha rocha eterna. Tu és minha justiça, ó Deus. Tu és Jesus, amado da Minh alma. Jesus! Perto de ti, sou mais e mais. Obedeço a tua voz. Pois eu sei que tu és Senhor, o

Leia mais

Vivendo a Liturgia Ano A

Vivendo a Liturgia Ano A Vivendo a Liturgia Junho/2011 Vivendo a Liturgia Ano A SOLENIDADE DA ASCENSÃO DO SENHOR (05/06/11) A cor litúrgica continua sendo a branca. Pode-se preparar um mural com uma das frases: Ide a anunciai

Leia mais

Manual de Respostas do Álbum Líturgico- catequético No Caminho de Jesus [Ano B 2015]

Manual de Respostas do Álbum Líturgico- catequético No Caminho de Jesus [Ano B 2015] 1 Manual de Respostas do Álbum Líturgico- catequético No Caminho de Jesus [Ano B 2015] Página 9 Na ilustração, Jesus está sob a árvore. Página 10 Rezar/orar. Página 11 Amizade, humildade, fé, solidariedade,

Leia mais

www.projeto-timoteo.org 2ª edição Como Viver a Plenitude de Deus Projeto Timóteo Apostila do Aluno

www.projeto-timoteo.org 2ª edição Como Viver a Plenitude de Deus Projeto Timóteo Apostila do Aluno Como Viver a Plenitude de Deus Projeto Timóteo 1 Apostila do Aluno Como Viver a Plenitude de Deus Projeto Timóteo Coordenador do Projeto Dr. John Barry Dyer Equipe Pedagógica Marivete Zanoni Kunz Tereza

Leia mais

Músicos, Ministros de Cura e Libertação

Músicos, Ministros de Cura e Libertação Músicos, Ministros de Cura e Libertação João Paulo Rodrigues Ferreira Introdução Caros irmãos e irmãs; escrevo para vocês não somente para passar instruções, mas também partilhar um pouco da minha experiência

Leia mais

Rua Joviano Naves, 301- Palmares - Belo Horizonte (MG) - CEP 31155-710 Fone (31) 3429-5900 ::: Fax (31) 3429-5935 ::: secretaria@seminariordne.com.

Rua Joviano Naves, 301- Palmares - Belo Horizonte (MG) - CEP 31155-710 Fone (31) 3429-5900 ::: Fax (31) 3429-5935 ::: secretaria@seminariordne.com. Rua Joviano Naves, 301- Palmares - Belo Horizonte (MG) - CEP 31155-710 Fone (31) 3429-5900 ::: Fax (31) 3429-5935 ::: secretaria@seminariordne.com.br www.seminariordne.com.br I - Objetivo e Natureza do

Leia mais

Acostumando-se com os Milagres

Acostumando-se com os Milagres Acostumando-se com os Milagres Ap. Ozenir Correia 1. VOCÊ NÃO PERCEBE O TAMANHO DO MILAGRE. Enxame de moscas Naquele dia, separarei a terra de Gósen, em que habita o meu povo, para que nela não haja enxames

Leia mais

EXISTE O INFERNO? Introdução

EXISTE O INFERNO? Introdução EVANGELISMO PESSOAL EXISTE O INFERNO 1 EXISTE O INFERNO? Introdução A. Um dos temas religiosos mais carregados de emoção é o tema do Inferno. Que sucede depois da morte física? Há algo mais além do túmulo

Leia mais

Repasse da 76a. Assembléia da CNBB Sul I Aparecida de 10 a 12/06/2013

Repasse da 76a. Assembléia da CNBB Sul I Aparecida de 10 a 12/06/2013 Repasse da 76a. Assembléia da CNBB Sul I Aparecida de 10 a 12/06/2013 1. Finalidade do Ano da Fé; 2. O que é a Fé; 3. A transmissão da Fé enquanto professada, celebrada, vivida e rezada; 4. O conteúdo

Leia mais

III Domingo da Quaresma de 2015. Ano A

III Domingo da Quaresma de 2015. Ano A III Domingo da Quaresma de 2015. Ano A Caríssimos Irmãos e Irmãs: Neste ano, em nosso M osteiro, estamos celebrando o Tempo da Quaresma do Ano A, porque na Noite Santa da Páscoa, vamos ministrar os Sacramentos

Leia mais

Páscoa do Senhor de 2015 Missa do Dia.

Páscoa do Senhor de 2015 Missa do Dia. Páscoa do Senhor de 2015 Missa do Dia. Caríssimos Irmãos e Irmãs: Assim que Maria Madalena vira o túmulo vazio, correu à Jerusalém atrás de Pedro e João. Tiraram o Senhor do sepulcro, e não sabemos onde

Leia mais

DAVI, O REI (PARTE 1)

DAVI, O REI (PARTE 1) Bíblia para crianças apresenta DAVI, O REI (PARTE 1) Escrito por: Edward Hughes Ilustradopor:Lazarus Adaptado por: Ruth Klassen O texto bíblico desta história é extraído ou adaptado da Bíblia na Linguagem

Leia mais

Dia a dia. com o Evangelho 2016. Texto e comentário Ano C São Lucas

Dia a dia. com o Evangelho 2016. Texto e comentário Ano C São Lucas 7 8 9 Dia a dia 10 com o Evangelho 2016 11 12 Texto e comentário Ano C São Lucas 13 14 15 16 17 18 19 20 21 Direção editorial: Claudiano Avelino dos Santos Assistente editorial: Jacqueline Mendes Fontes

Leia mais

2015 O ANO DE COLHER JANEIRO - 1 COLHER ONDE PLANTEI

2015 O ANO DE COLHER JANEIRO - 1 COLHER ONDE PLANTEI JANEIRO - 1 COLHER ONDE PLANTEI Texto: Sal. 126:6 Durante o ano de 2014 falamos sobre a importância de semear, preparando para a colheita que viria neste novo ano de 2015. Muitos criaram grandes expectativas,

Leia mais

Quem Desiste num momento de crise é porque realmente é um fraco!

Quem Desiste num momento de crise é porque realmente é um fraco! Paixão do Povo de Cristo x Paixão de Cristo Texto Base: provérbios 24.10 na Linguagem de Hoje: Quem é fraco numa crise, é realmente fraco. Na Bíblia A Mensagem : Quem Desiste num momento de crise é porque

Leia mais

Texto base Jo 8: 12 a 59

Texto base Jo 8: 12 a 59 Texto base Jo 8: 12 a 59 EU SOU Eternidade, Imutabilidade e Fidelidade pactual a. A busca equivocada Após a multiplicação dos pães e peixes, Jesus deixou a multidão (Jo 6: 1 a 15) A multidão resolveu procurá-lo

Leia mais