Expo Toledo movimenta R$ 12 milhões em 5 dias

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Expo Toledo movimenta R$ 12 milhões em 5 dias"

Transcrição

1 TOLEDO FUTSAL EMPATA E DECISÃO SERÁ EM CASA P.18 DIÁRIO METROPOLITANO Expo Toledo movimenta R$ 12 milhões em 5 dias Um morto em tentativa de roubo de carro no Concórdia Pelanka vai a Brasília dizer não ao fracking A ÓTICA DA FAMÍLIA A ÓTICA DA FAMÍLIA Vencedor de meia maratona bate recorde em Toledo Supremo suspende trâmite de pedidos de impeachment

2 Quarta-feira, 14 de Outubro de Gazeta de Toledo - Página 02 Opinião EDITORIAL A Expo Toledo, seu palco e a expansão do agronegócio A estimativa de vendas em torno de R$ 12 milhões na Expo Toledo mostram que o evento foi influenciado pelo bom andamento do agronegócio, que vem conseguindo resultados expressivos nas exportações e cotações de seus produtos e assim obtendo um bom desempenho em meio ao cenário de dificuldades que atinge setores como a indústria. Embora com o público dos shows do evento sendo afetado pelas más condições do tempo um resultado como este é fundamental para movimentar a economia e estimular seus agentes, graças às aquisições feitas no evento, que representam a modernização, o crescimento e o ganho de competitividade pelos produtores a partir do bom desempenho que vêm alcançando na atividade. Assim como os produtores acreditam e investem no futuro da atividade, porém, Toledo precisa também olhar para a frente e preparar o futuro do próprio espaço por excelência da Expo Toledo, o Centro de Eventos Ismael Sperafico. A verdade é que as dificuldades climáticas mostraram que o palco da Expo Toledo tem deficiências e precisa ganhar melhores condições de acesso e também de estacionamento para o público, além de um eventual ampliação de espaço abrir a perspectiva de uma maior participação dos maquinários agrícolas, veículos e outros no evento. Assim como o Valor Bruto da Produção agropecuária de Toledo quase dobrou nos últimos anos, também suas necessidades e demandas cresceram, além de sua própria capacidade de atrair publico e negócios. Precisamos portanto pensar em garantir ao Centro de Eventos acessos de acordo com a dimensão e importância do agronegócio de Toledo, além de adequados à segurança e tranquilidade dos visitantes e também dos próprios usuários das rodovias que cortam aquela região. Com a perspectiva de contarmos nas imediações também com um aeroporto moderno e ampliado no futuro precisamos pensar desde já numa estruturação do centro de Eventos mais de acordo com esta nova realidade e com suas perspectivas futuras, de forma que o espaço não acabe engessado pelo crescimento urbano, duplicação da BR 163 e demandas de acessos futuros do aeroporto ampliado e modernizado. CHARGE OPINIÃO DÓLAR Comercial 3,8905 3,8935 Turismo 3,8600 4,0900 INFLAÇÃO ICV (Dieese) - % mês...0,090 IGP-DI (FGV) - % mês...0,140 IGPM MES - FGV...0,150 DO TEMPO DO ÊPA APLICAÇÕES Arrependimento antes que o dia termine CDB Pré Andima 30 dias 8.099,250 CDB Pré 30 dias - CETIP. 10,370 CDB Pre - Bancos de 1ª linha 8,710 Poupanca - 1 Dia mês seguinte 0,500 Bruna Noronha do Prado* A médica Ana Cláudia Quintana Arantes, geriatra e especialista em cuidados paliativos, em uma de suas palestras, afirmou: Eu penso que o mal desta vida é não termos o privilégio de sermos aquilo que nascemos para ser (...), no fim da vida o que vemos é que aquelas coisas que dávamos importância, como bens materiais, nem eram tão importantes assim e aquilo que dizíamos inválidos, são de extrema importância. Os cinco maiores arrependimentos no fim da vida são: 1- Gostaria de ter tido a coragem de viver uma vida fiel a mim mesmo, e não a vida que os outros esperavam de mim; 2-Gostaria de não ter trabalhado tanto; 3- Queria ter tido a coragem de expressar meus sentimentos; 4- Gostaria de ter mantido contato com meus amigos; e 5- Gostaria de ter sido mais feliz. Ninguém está preparado para morrer hoje, mas também ninguém gosta de pensar neste assunto, pois imagina ser algo bem distante. A maioria das pessoas costuma fugir da palavra morte, mas esquece que vivemos com perdas em vários momentos. Quem sempre espera os minutos do fim de uma aula ou do seu expediente de trabalho, ou conta os segundos para a sexta-feira chegar, ou pior, trabalha a vida toda esperando a aposentadoria, esquece de que esses momentos podem não chegar. A única certeza que temos nesta vida, independente de crença, religião ou classe social é que não passaremos vivos. Então PARE AGORA o que está fazendo e passe a pensar no que sua vida se transformou. Ela é tudo que imaginou? Você olha para trás e sente-se satisfeito com suas escolhas? Você é feliz hoje? Ou será que, no fim das contas, olhará pra trás e cantará: Devia ter arriscado mais, até errado mais, ter feito o que eu queria fazer.... Não deixe para amanhã! Viva bem o hoje! A autora é aluna do 4º período do curso de Medicina da FACISB. Texto orientado pelo prof. Rodrigo Chaves Ribeiro O impeachment e Eduardo Cunha Xô, xô, volta para o Planalto! O registro é de 1962 e mostra os namorados Vítor e Mafalda Beal a bordo de uma Lambretta, que marcou a época e também a vida da geração que as conheceu. EDITADO POR: Sistemas de Mídias e Dados Oeste Ltda - CNJP: / IE Rua General Daltro Filho, esquina com Rui Barbosa, JD. Gisela - Toledo Paraná - Diretor Geral: Eliseu Langner de Lima - Editora-Chefe: Eliane Cargnelutti Torres - (45) A Gazeta de Toledo se exime de qualquer responsabilidade pelos artigos e matérias assinadas, pelas quais respondem seus autores signatários

3 Quarta-feira, 14 de Outubro de Gazeta de Toledo - Página 03 Cidade Onze empresas desistiram e muito por conta das manifestações em Toledo. A nossa mobilização está começando a dar resultados. Do prefeito em exercício, Adelar Holsback Pelanka, hoje nesta Gazeta. Adelar Pelanka cumpre agenda em Brasília O prefeito em exercício de Toledo, Adelar Holsback Pelanka, em companhia do vereador Vagner Delabio (PMDB), viajou na noite dessa terça-feira, 13, a Brasília onde cumpre agenda nesta quarta e quinta-feira. Hoje, Pelanka irá visitar os gabinetes dos deputados federais do Paraná e de outros estados para sensibilizá-los sobre os perigos do fracking, que é o processo de fraturamento hidráulico para a exploração do gás de Xisto. No dia 04 de outubro, uma ampla mobilização foi realizada no Parque Ecológico Diva Paim Barth contra a exploração do fracking em Toledo e na região. Vamos visitar os gabinetes de todos os deputados em especial do Paraná e que são ligados à fauna e flora e também os religiosos para falar sobre o fracking. Iremos entregar uma carta aos deputados para sensibilizá-los e que eles possam ajudar para que a exploração do fracking não se concretize no Paraná. Vamos explicar aos deputados que a região de Toledo é uma potência agrícola e tem a riqueza das águas no subsolo do Aquífero Guarani. Os empresários estão pensando apenas no lado financeiro e esquecendo-se do ser humano. Pelanka e o vereador Vagner estarão acompanhados dos deputados federais Sérgio Souza (PMDB) e Dilceu Sperafico (PP). Pelanka disse que fotos e imagens da manifestação realizada em Toledo serão apresentadas aos deputados. Ele menciona ainda que na última semana a Agência Nacional de Petróleo (ANP) realizou o 13º leilão de concessões para exploração de petróleo e gás no país e que das 18 empresas inscritas para o leilão apenas sete participaram. Onze empresas desistiram e muito por conta das manifestações em Toledo. A nossa mobilização está começando a dar resultados, diz. Na quinta-feira, a agenda do prefeito em exercício terá uma audiência com o ministro dos Transportes, Antônio Carlos Rodrigues, para discutir a duplicação da BR- 163 Toledo a Marechal Cândido Carlos Rodrigues Em exercício no cargo, em função da viagem de Lunitti à Itália, Pelanka cumpre agenda em Brasília Rondon, que era para iniciar em julho deste ano. A obra já foi licitada, mas os recursos ainda não foram liberados. Acredito que para este ano será difícil o início das obras, mas quem sabe para o começo de A empresa que venceu a licitação está com os maquinários parados na pedreira em Novo Sarandi, faltando uma semana para liberar o investimento o governo federal suspendeu a verba, afirma Pelanka. Ele disse que políticos da região Oeste também estarão na audiência, incluindo o deputado estadual Ademir Bier, (PMDB de Marechal Rondon) e os deputados Dilceu Sperafico e Sérgio Souza, além de representantes da Associação Comercial e Industrial de Marechal Cândido Rondon (Acimacar). Pelanka estará de volta a Toledo nesta quinta-feira à noite. Remune lista medicamentos para atenção básica Será publicado nesta quarta-feira (14), o decreto assinado pelo prefeito Beto Lunitti de implantação da Relação Municipal de Medicamentos Essenciais (REMUME). O documento elenca 347 medicamentos de uso ambulatorial e hospitalar disponíveis no município para os atendimentos da atenção básica. A institucionalização da lista também prevê as recomendações para prescrição dos medicamentos e as normas para dispensação, além dos locais de acesso aos medicamentos. Cada medicamento esta acompanhado de concentração, forma e apresentação farmacêutica. Conforme a diretora do Departamento de Assistência Farmacêutica da Secretaria de Saúde, Fabiana Trento, uma comissão formada por médicos, farmacêuticos, dentistas e enfermeiros do município foi formada para definir e padronizar a lista. O município sempre teve uma lista de medicamentos que ele oferta e o que fizemos com o REMUME foi padronizar e legalizar essa lista. Revisamos todos os itens, quais são os medicamentos mais utilizados, verificamos o que precisava ser trocado, as alterações, inclusões e exclusões necessárias, explicou. A diretora também explicou que são vários os benefícios do município ao contar com o REMUME, entre eles, facilitar para os médicos na hora de prescrever o tratamento dos pacientes. O próximo passo que vamos tomar é levar a lista didática às UBS e disponibilizá-la a público, para que os médicos do município saibam e prescrevam os medicamentos que o município fornece, evitando que os pacientes tenham que adquirir o remédio. As unidades de destino dos medicamentos também estão relacionadas, identificando os locais a que usuário terá acesso conforme as normas de dispensação do município. Além disso, a lista também facili- Decreto regulamenta a lista de medicamentos e para que devem ser usados ta na organização e programação para o momento da aquisição dos medicamentos pelo município. Quando o promotor dá uma ordem de compra de medicamentos, ele observa se existe essa relação municipal, que também apresenta quais são os medicamentos mais utilizados, afirmou a diretora. Para a secretária de Saúde, Denise Campos, a Relação representa um avanço considerável para a melhoria da assistência farmacêutica, servindo de subsídios para o uso racional de medicamentos e, consequentemente, da atenção à saúde da população. Essa lista significa a organização do nosso elenco de medicamentos padronizados em uma relação. Conforme Denise, o município oferta 16 itens elencados na Relação Nacional de Medicamentos (RENAME), mais 131 não ofertados. Além disso, há mais 162 medicamentos que temos que são referenciados pela Secretaria Estadual de Saúde, explicou. Jornalista Paulo Torres Sessão A sessão da Câmara Municipal nesta semana foi realizada ontem, terça-feira, devido ao feriado de Nossa Senhora Aparecida na segunda-feira. Além disso a sessão foi presidida pelo vice-presidente Walmor Lodi, tendo em vista a viagem do presidente Ademar Dorfschmidt à Itália. Presenças Tirando isto a sessão foi normal e começou com atraso. A vereadora Sueli Guerra também chegou cedo e ficou esperando pelos colegas e o início dos trabalhos. A sessão começou por volta das 14:09h, com a ausência de vários vereadores. Mais tarde porém os demais foram chegando e a sessão contou com 17 dos 19 vereadores presentes. Subsídios Já o presidente da Acit, Danilo Gass, chegou a ligar para a Câmara Municipal ontem por ter ouvido que a sessão teria uma proposta de redução dos subsídios dos vereadores. A proposta porém era apenas uma indicação de Marcos Zanetti, já que regimentalmente o vereador não pode propor a medida. Corte Zanetti sugeriu uma redução de 20% nos salários dos vereadores. Caso a sugestão seja acatada, os vencimentos dos vereadores cairiam R$ 2.281,00, passando de R$ ,00 para R$ 9.125,00. A princípio porém a proposta parece ter tido menos simpatizantes do que a de reduzir o total de vereadores. Sem pintura O vereador Luiz Carlos Johann questionou na tribuna a precariedade das condições oferecidas aos visitantes do Centro de Eventos Ismael Sperafico. Para ele a situação dos acessos ao local que abriga a Expo Toledo é como uma casa construída há anos e ainda sem pintura. Acessos A reclamação veio por conta das chuvas que atingiram Toledo no final de semana e feriado e seus efeitos no acesso e na saída do Centro de Eventos. Ele reclamou que os visitantes tiveram muitas dificuldades e teve gente que teve que ajudar outras pessoas com carros atolados. Sucesso Também o vereador Genivaldo Paes falou do problema e do preço do estacionamento, de R$ 20,00, além do valor de um lanche, de cerca de R$ 15,00. Para ele estes serviços poderiam ser feitos por entidades locais a preços menores. Já Luís Fritzen destacou que a Expo Toledo foi um sucesso, apesar da chuva. Compromisso Fritzen, como presidente do Partido Progressista, também disse que a sigla vai buscar nomes para lançar candidatura no próximo ano. Segundo ele, um dos compromissos que deverão ser assumidos é o da reabertura do Mini Hospital.

4 Quarta-feira, 14 de Outubro de Gazeta de Toledo - Página 04 Cidade Salão da Vila Industrial recebe R$ 50 mil em investimentos O prefeito Beto Lunitti, juntamente com o secretário de Planejamento Estratégico, Jadyr Cláudio Donin, e o assessor de Assuntos Comunitários, Valtair Apolinário, participou na sexta- -feira, 9, da reinauguração do Centro Comunitário do Jardim Esplanada. Com um investimento de aproximadamente R$ 50 mil, provenientes dos recursos do Orçamento Participativo (OP), foi realizada a ampliação do salão além da construção de um calçamento no local. Desde o ano passado a administração municipal trabalha na revitalização do Centro Comunitário do Jardim Esplanada. Iniciamos com a reforma da cozinha e a instalação de dois climatizadores. Uma cancha de bocha que não estava sendo bem utilizada foi desativada e a transformamos em uma área ampliada do salão, explicou o assessor de Assuntos Comunitários, Valtair Apolinário. Com a ampliação do espaço foi possível construir uma copa e um banheiro do lado de fora do salão. A partir de agora o pessoal do futebol não vai precisar utilizar a área interna do salão nos dias de jogos, assim outros moradores também podem fazer o uso do Centro Comunitário sem preocupação. Ainda na região está feita a reforma do Jardim Planalto e em breve começam as obras no Jardim Panambi. São três espaços públicos de uma mesma região recebendo investimentos por meio do Orçamento Participativo, cada obra finalizada é sinal de qualidade de vida dos moradores. A diretoria da Associação dos Moradores está satisfeita com toda a mudança no local. Estamos felizes e ansiosos para a chegada da nossa primeira festa com o salão reformado. Dia 07 de novembro vamos comemorar junto à comunidade essa conquista, certificou o presidente da Associação, Enelcir Trento. De acordo com o prefeito Beto Lunitti, a comunidade está com um ambiente praticamente novo. Os moradores poderão usufruir de um espaço seguro e confortável para a realização dos eventos. Desde as primeiras intervenções, aproximadamente R$ 90 mil já foram aplicados na comunidade do Jardim Esplanada, ressaltou. Coamo mostra serviços e produtos na Expo Toledo Para o gerente da unidade da Coamo Agroindustrial em Toledo, Marino Mugnol, a Expo Toledo, realizada de 8 a 12 de outubro, no Centro de Eventos Ismael Sperafico, contribuiu para divulgar ainda mais a cooperativa e promover uma maior aproximação entre os cooperados e os produtos que ela industrializa. Segundo ele, a instituição faz questão de participar todos os anos do evento, pela importância da Expo Toledo no segmento de agronegócio, mostrando a grandeza do município no setor. Todos os anos fazemos questão de participar, é uma forma de divulgar a instituição, apresentar e reforçar os produtos da cooperativa, além de mostrar o que o produtor produz e que é transformado em novos alimentos que voltam à mesa do consumidor. Segundo ele, ao participar do evento, a cooperativa tem a oportunidade de mostrar à po- Coamo participou mais uma vez da Expo Toledo, mostrando os seus produtos e serviços pulação e aos seus cooperados o grande trabalho que realiza em Toledo e demais municípios da região, de apoio aos produtores rurais e de conversão de produtos em novos alimentos, com excelente qualidade. Durante a Expo Toledo foram degustados alguns produtos, como o café, margarina entre outros, dando a oportunidade à população de conhecer alguns destes alimentos. Há 21 anos em Toledo, a cooperativa sempre esteve presente, demonstrando os seus produtos e serviços à comunidade.

5 Quarta-feira, 14 de Outubro de Gazeta de Toledo - Página 05 Cidade Expo Toledo movimenta cerca de R$ 12 milhões O presidente da Sociedade Rural de Toledo, João Bombardelli, avaliou positivamente a Expo Toledo, realizada de 8 a 12 de outubro, no Centro de Eventos Ismael Sperafico, mesmo com a chuva, que dificultou o acesso ao público. A movimentação financeira nos cinco dias ficou dentro do esperado, em torno de R$ 10 a 12 milhões, incluindo a comercialização de máquinas, equipamentos e animais. Segundo ele, entre os equipamentos e máquinas foram vendidos 4 colheitadeiras e 6 tratores, além de outras peças e máquinas de menor porte. Na comercialização de animais, cerca de 90 por cento dos bovinos colocados à venda, tanto para engorda como touros de elite, foram comercializados. Na área técnica, ele destaca as palestras realizadas nos setores de bovinocultura e suinocultura, além do desafio do leite, uma releitura do antigo torneio leiteiro. Foram resultados financeiros muito bons e acredito que com estes números conseguimos driblar a crise, ressaltou. Os condomínios organizaram o Desafio do Leite como forma de medir os avanços genéticos dos animais, que resultam no aumento da produção, além de realizado um concurso com as delícias do leite, uma degustação de produtos como queijos e iogurtes. Estamos criando uma espécie de concurso na área de leite, a exemplo que ocorre na festa do porco, com o melhor porco no rolete, comparou Bombardelli. A intenção é reeditar todo o ano, escolhendo aos melhores produtos a base de leite produzidos no setor leiteiro. Ele também ressaltou no setor de diversões, a participação no rodeio e demais atividades, como parque de diversões e apresentações artísticas, incluindo um mágico na segunda-feira, 12, dia das crianças. Segundo ele, nos shows a frequência foi um pouco menor do que a esperada por conta da chuva. Quem não tinha carro teve mais dificuldade para vir, acredita ele. Na área de estacionamento, para o próximo ano, deverão ser discutidas novas formas de atendimento. Com a chuva, muitos tiveram dificuldade de acesso, tendo que enfrentar o barro para sair dos veículos e chegar ao Centro de Eventos. Para evitar isso, o acesso interno ao parque foi liberado para estacionamento, utilizando todos os espaços disponíveis na área asfaltada. Vamos ter que estudar novas formas para o próximo ano para evitar que situações como estas aconteçam, admitiu Bombardelli. Não podemos permitir que para chegar ao parque os visitantes tenham que pisar no barro, acrescentou. Com a chuva, a expectativa de público neste ano caiu em torno de 30 a 40 por cento, segundo estimou Bombardelli. Ele acredita em uma frequência de 90 mil pessoas, mas estima que este número nos cinco dias do evento caiu para em torno de 50 mil. Ainda assim ele não reclama do tempo. Apenas choveu, um fenômeno natural. Se tivéssemos tido ventos forte, aí sim isso seria um problema, afirmou. Setor leiteiro foi um dos destaques na exposição com a participação dos condomínios de inseminação artificial Chuva atrapalhou um pouco e público foi menor que o esperado na exposição Fotos: Sergio Bogoni

6 Quarta-feira, 14 de Outubro de Gazeta de Toledo - Página 06 Política Nossa perspectiva é imprimir um ritmo para votar as matérias de interesse do país. A Câmara não pode ficar aprisionada a esse debate, que muitas vezes é fantasioso e é um discurso só da oposição. Queremos votar e vamos apresentar com consenso as duas medidas provisórias. Do líder do governo na Câmara dos Deputados, José Guimarães, hoje nesta Gazeta. Terceira liminar impede rito de impeachment definido por Cunha Uma nova decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), proferida pela ministra Rosa Weber, suspendeu nesta terça (13) os efeitos do rito, definido por Eduardo Cunha (PMDB-RJ), para processos de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff, em tramitação na Câmara dos Deputados. A liminar da ministra é a terceira concedida ontem no Supremo para impedir Cunha de receber denúncia de crime de responsabilidade contra a presidente com base no rito definido por ele. A decisão não cita se o presidente da Câmara está impedido de adotar outro rito. A ministra atendeu pedido liminar dos deputados Paulo Pimenta (PT-RS) e Paulo Teixeira (PT-SP). Na sessão do dia 23 de setembro, Cunha respondeu a uma questão de ordem apresentada pelo deputado federal Mendonça Filho (DEM-PE) sobre como seria o rito de cassação do presidente da República por crime de responsabilidade. Entre as regras definidas por Cunha estava a previsão de recurso ao plenário da Câmara em caso de recusa do pedido de abertura de impeachment. Após responder aos questionamentos, deputados governistas recorreram da decisão ao presidente, mas os questionamentos foram respondidos em forma de questão de ordem por Cunha, sem que o plenário da Casa analisasse pedido de efeito suspensivo para que a decisão não passasse a vigorar imediatamente. Na decisão, Rosa Weber impede que Eduardo Cunha prossiga com a abertura de processo de impeachment contra a presidente Dilma com base no rito adotado por ele na sessão de 23 de setembro. A decisão vale até o julgamento do mérito da questão pelo plenário do STF. Concedo a medida acauteladora para, nos moldes pretendidos, suspender os efeitos da decisão proferida pelo presidente da Câmara dos Deputados em resposta à Questão de Ordem nº 105/2015, bem como os atos que lhe são decorrentes, até o julgamento final da reclamação, e para determinar à autoridade reclamada que se abstenha de receber, analisar ou decidir qualquer denúncia ou recurso contra decisão de indeferimento de denúncia de crime de responsabilidade contra presidente da República com base naquilo em que inovado na resposta à Questão de Ordem 105/2015, decidiu a ministra. Mais cedo, o ministro do Supremo Teori Zavascki concedeu liminar suspendendo os efeitos do rito definido por Eduardo Cunha (PMDB- -RJ). A ministra Rosa Weber concedeu uma segunda liminar segunda com os mesmos efeitos, atendendo pedido do deputado federal Rubens Pereira e Silva Junior (PC do B-MA). Impeachment não preocupa Executivo, nem base aliada, diz líder do governo O líder do governo na Câmara dos Deputados, José Guimarães (PT- -CE), negou ontem que o Executivo e a base aliada estejam preocupados com os pedidos de impeachment que serão analisados até hoje (14) pelo presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Para Guimarães, diferentemente do que sinaliza a oposição, a semana começa com muita estabilidade política na Câmara. Segundo o deputado, a instabilidade está apenas no discurso da oposição. Temos absoluta tranquilidade em observar que [em relação aos pedidos de impeachment] não há fato, não há fundamento, e muito menos as justificativas que agora querem aditar com a tal orientação do Tribunal de Contas da União [TCu], afirmou, ao destacar o pedido sobre a mesa de Cunha que mais tem apoio na Câmara assinado pelos juristas Hélio Bicudo e Miguel Reale Júnior. Guimarães fez as declarações após participar de duas reuniões no Palácio do Planalto, conduzidas pelo ministro Ricardo Berzoini, da Secretaria de Governo. Partidos contrários ao governo pediram ontem (13) mais tempo a Cunha para análise desse pedido. A ideia é incluir no requerimento a orientação do procurador do Ministério Público junto ao TCU, Júlio Marcelo de Oliveira, para abertura de um novo processo para analisar operações do governo federal que teriam violado a Lei de Responsabilidade Fiscal este ano. Essa palavra pedaladas foi invenção política do ministro- -relator [Augusto Nardes, do TCU]. O governo está absolutamente tranquilo para mobilizar suas forças para impedir qualquer tentativa de golpe aqui dentro, acrescentou Guimarães. Eduardo Cunha Um tom semelhante foi adotado também sobre a situação de Cunha na Câmara. Parlamentares de diversos partidos pediram a abertura de um processo de cassação do deputado, no Conselho de Ética, depois que denúncias começaram a vir à tona em delações e investigações da Operação Lava Jato. Segundo Guimarães, o governo está estendendo a bandeira da paz para dialogar com todas as forças políticas, incluindo o próprio Cunha, mas negou que o governo vá interferir nesse caso. Isso é tarefa dos partidos. Como líder do governo, tenho responsabilidade de falar pelo governo: o governo não pode, nem deve. O governo não vai se intrometer nisso. Não é assunto de governo, que não vai apoiar, nem desapoiar. O governo pede diálogo, disse. Segundo Guimarães, cautela, paz e diálogo foram as palavras de ordem no encontro entre líderes aliados. Ele afirmou que a orientação agora é garantir que as votações ocorram na Câmara, entre elas, a conclusão da Medida Provisória (MP) 678/15, que autoriza o uso do Regime Diferenciado de Contratações Públicas em licitações e contratos da segurança pública, e a votação da MP 680/15, que trata do Programa de Preservação do Emprego (PPE). No caso da MP 680/15, há polêmica em relação a uma emenda acatada que prevê que uma negociação trabalhista pode se sobrepor ao que está definido em lei. De acordo com Guimarães, o próprio relator da matéria, deputado Daniel Vilela (PMDB-GO), está aberto ao diálogo e já sinalizou que vai retirar a emenda em plenário. Nossa perspectiva é imprimir um ritmo para votar as matérias de interesse do país. A Câmara não pode ficar aprisionada a esse debate, que muitas vezes é fantasioso e é um discurso só da oposição. Queremos votar e vamos apresentar com consenso as duas medidas provisórias. Guimarães acrescentou que está dialogando na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) para iniciar a tramitação da Desvinculação de Receitas da União (DRU). Temos 60 dias de sessões até o final do ano e é fundamental que a Câmara funcione. Não pode ficar aprisionada neste debate. José Guimarães reforçou ainda que a base está unida e vai se consolidando. Segundo o líder, uma prova dessa nova fase foi o pedido feito pelos próprios líderes para que uma nova sessão para apreciação dos vetos fosse marcada para esta semana. Pelo menos 99% [dos líderes] pediram ao ministro Berzoini que convencesse o senador Renan [Calheiros], presidente do Congresso, a convocar sessão de vetos. Essa é outra fantasia criada, que votar veto é prejudicial ao governo. Se não vota, é benéfico para o governo porque as matérias vetadas estão sob efeito [do veto]. Mas os lideres da base querem mostrar unidade, afirmou. Cunha promete despachar todos os pedidos de impeachment até hoje O presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), disse que despacharia ainda ontem (13) os pedidos de impeachment apresentados até agora contra a presidente Dilma Rousseff, menos o pedido elaborado pelos juristas Hélio Bicudo e Miguel Reale Júnior, que deve ficar para hoje (14). Partidos de oposição apoiam o texto dos dois advogados e, durante toda a manhã de ontem buscaram mais tempo para incluir informações no requerimento. Eles farão um aditamento e, em função disso, vou respeitar. Não deverei despachar hoje (ontem), mas o aditamento pode acontecer a qualquer momento, explicou Cunha, ao esclarecer que esse acréscimo poderia ser feito mesmo depois do despacho da Presidência da Casa. A ideia da oposição era fechar o texto ainda ontem, incluindo, no pedido dos juristas, informações do procurador do Ministério Público junto ao Tribunal de Contas da União (TCU), Júlio Marcelo de Oliveira. Ele pede a abertura de um novo processo para analisar operações do governo federal que teriam violado a Lei de Responsabilidade Fiscal este ano, a partir de demonstrativos contábeis oficiais da Caixa Econômica, do Banco do Brasil e do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), já encaminhados ao TCU. Enquanto Cunha decide sobre os pedidos que estão sob sua mesa, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Teori Zavascki acatou nesta terça-feira liminar que suspende os efeitos de uma questão de ordem apresentada pela oposição no início de setembro. Os parlamentares pediram informações sobre como deveria ocorrer o rito de decisões sobre pedidos de impeachment. Cunha respondeu, semanas depois, apontando caminhos indicados pelo Regimento Interno da Casa, em que a competência para processar ou julgar o presidente da República por crimes de responsabilidade é do Senado, e a Câmara fica restrita a analisar a admissibilidade da denúncia. Nesta análise, se Cunha decidir por indeferir o pedido, a decisão fica sob responsabilidade do plenário da Câmara que pode recorrer, fazendo com que o pedido passe a ser analisado por uma comissão especial para depois voltar ao plenário. Isso não vai interferir no trabalho. Ao meu papel, cabe deferir ou indeferir. Este papel não está em questão. O que está tratando ali é de rito futuro. Tenho que pensar no rito presente. A prerrogativa da minha decisão é constitucional, afirmou o peemedebista. Para ele, quem precisa recorrer à decisão do Supremo é quem teve o direito impedido, referindo-se à oposição que quer ter o direito de votar no caso de o pedido de Bicudo ser indeferido pela Casa. Eduardo Cunha voltou a afirmar que seguiu estritamente a decisão adotada, durante o governo Fernando Henrique Cardoso, quando o então presidente da Câmara era o atual vice-presidente da República Michel Temer. Quando houve pedido de impeachment apresentado pelo PT com relação ao então presidente Fernando Henrique, Temer indeferiu o pedido e, por decisão em plenário, o indeferimento acabou sendo confirmado. Da oposição, o deputado Mendonça Filho (DEM-PE) adiantou que está mobilizando a assessoria jurídica das legendas para que analisem uma saída, mas ainda vão buscar mais informações sobre os efeitos da decisão do STF. Mendonça reafirmou a posição dos partidos que defendem, na hipótese de indeferimento feito por Cunha, que o plenário da Câmara, por maioria de votos, derrube a decisão. Evidente, que a posição dos partidos é no sentido de que o próprio presidente da Câmara defira o pedido de impeachment, ainda mais que estamos adicionando ilegalidades praticadas durante o exercício de 2015, com extensão das ilegalidades que reforçam o impedimento da presidenta Dilma, afirmou.

7 Quarta-feira, 14 de Outubro de Gazeta de Toledo - Página 07 Segurança Assaltante morre durante tentativa de roubo em Toledo A tentativa de roubo de um veículo no Jardim Concórdia acabou em confronto entre os invasores da residência e o morador amado de uma faca, resultando na morte de André Luiz da Silva Zocca, 18 anos. Ele foi atingido no coração com um golpe de faca no final da madrugada após uma primeira tentativa de furto do veículo por volta das 3:45h. Por volta das 05:10h da madrugada de domingo (11), a Polícia Militar de Toledo foi acionada via Central de Operações, para deslocar-se até a Rua Nelson Lorenz, no bairro Concórdia, onde o solicitante de uma ocorrência anterior de furto e danos, de nome W. A. K., 22 anos, informou que alguns indivíduos invadiram sua residência munidos de um facão. Segundo ele, eram os mesmos que não tinham conseguido levar o veículo anteriormente. O morador, que tinha deixado uma faca ao lado da cama para se proteger após a primeira ocorrência, ao perceber os indivíduos tentando entrar na casa saiu com a faca em punho, quando um indivíduo saiu da lavanderia e o outro veio pela garagem. Houve uma luta corporal, sendo que os indivíduos ameaçaram o solicitante, colocando o facão no seu pescoço. Ele porém conseguiu segurar ambos e desferiu um golpe de faca na região do coração do indivíduo identificado como André Luiz da Silva Zocca, conhecido como André Lima e morador de Toledo. O outro elemento (vulgo C), fugiu. Segundo o morador, havia outros dois indivíduos dando apoio ao crime com um veículo Peugeot 307, na cor chumbo, sendo como motorista um identificado como G. E ainda outro apontado como Um dos envolvidos foi atingido com golpe de faca e morreu nas dependências da casa Faca foi procurada pelo morador após a primeira tentativa de furto sendo D. Y. Ao chegar no local, a equipe policial verificou que André Lima estava caído no chão, com um golpe de faca na região do coração. Foi acionada a equipe do Corpo de Bombeiros para prestar o atendimento e isolado o local pela PM. Ao chegar porém os bombeiros apenas constataram o óbito do rapaz. Equipes da PM realizaram patrulhamentos pelos arredores a fim de localizar os demais indivíduos, mas não encontraram ninguém. A moradora J. F. S., amiga da vítima, disse que presenciou os indivíduos tentando furtar o carro do seu vizinho e também quando os mesmos fugiam do local da ocorrência. Após ser constatado a morte de André Lima pelos socorristas do Corpo de Bombeiros, foi acionado a perícia e o IML, que compareceram ao local e realizaram os levantamentos e removeram ao corpo A Polícia Militar de Ouro Verde do Oeste recuperou nesta segunda- -feira (12) automóvel o Toyota Corolla, de cor prata, placas ELJ 6229, de Boa Esperança (PR). O veículo havia sido furtado na madrugada do dia 11 de outubro, em Boa Esperança, conforme Boletim de Ocorrência nº /2015. O veículo foi avistado em Ouro Verde do Oeste durante patrulhamento da PM pela Rua Uruguai, na sede do município de Ouro Verde do Oeste. Por volta da 01:20h da madrugada de segunda-feira (12), a equipe da PM suspeitou do Toyota Corolla que estava estacionado nos fundos do Centro Cultural da cidade, haja vista que era o único veículo naquele local e com placas de outro município. O carro apresentava um pequeno dano no farol, assim como um Fotos: Sergio Bogoni Corpo foi recolhido ao IML para necrópsia após levantamento do local Facão usado na tentativa de roubo ficou caída no local e acabou recolhida para necrópsia. Os envolvidos foram levados até a sede do 19ºBPM para a confecção do BO e posteriormente para a 20ª SDP para as demais medidas cabíveis. Tentativa inicial A tentativa anterior, de furto, ocorreu por volta das 3:45h, quando a equipe de rádio patrulha setor centro, foi acionada para deslocar- -se até Rua Nelson Lorenz, S/Nº, no Jardim Concórdia, onde o solicitante W. A. K., 22 anos, relatou que três indivíduos entraram no lote de sua residência e tentaram furtar seu veículo Peugeot 307, fazendo ligação direta e vindo a danificar a parte elétrica do carro. Ele relatou ainda que um dos indivíduos se chama D.Y. Diante das informações, a equipe policial realizou patrulhamento, porém os indivíduos não foram localizados e o solicitante foi orientado e lavrado Boletim de Ocorrência. PM de Ouro Verde recupera Corolla furtado em Boa Esperança leve amassado em seu para lama, ambos do lado direito, sendo que em seguida verificou-se tratar do automóvel Toyota Corolla, de cor prata, placas ELJ-6229, de Boa Esperança. Foi consultada a Central de Operações com os dados do carro e constatado que ele havia sido furtado na madrugada do dia 11 de outubro, na cidade de Boa Esperança. Não foi possível identificar o responsável pelo PM recupera Corsa furtado e prende dois em Toledo O Chevrolet Corsa, placas IEZ 3510, de Toledo, foi furtado durante a madrugada de domingo (11), da Rua das Laranjeiras, na Vila Boa Esperança e acabou recuperado pela Polícia Militar por volta das 10:30h de segunda-feira (12). O veículo é de propriedade de Anderson Galdino da Silva, o qual, assim que percebeu o furto, acionou a Polícia Militar. Após uma denúncia a PM foi até a chamada estrada da Lacto Bom, nos fundos do Caça e Pesca, onde encontrou o veículo estacionado em um matagal junto a uma plantação de milho. Duas pessoas que estavam nas proximidades com uma chave micha foram detidas como suspeitas do crime, sendo identificadas como os irmãos John Lennon Rocha Cardoso, 18 anos e Jeferson Junior Cardoso, 21 anos. Além da chave micha a polícia apreendeu com os dois uma pequena porção furto, pois o veículo teria sido abandonado no local. Dentro do veículo havia uma bolsa feminina de cor branca e dois pares de tênis, porém não foram verificado maiores detalhes, em virtude do automóvel estar trancado e sem as chaves. O Toyota Corolla foi recolhido e encaminhado à 20ª SDP de Toledo, para os demais procedimentos cabíveis. Fotos: Sergio Bogoni Automóvel foi localizado junto a uma porção de mato na região do Caça e Pesca Os dois irmãos foram localizados e presos pelos policiais militares de maconha. Ambos foram encaminhados para a 20ª SDP de Toledo, juntamente com a droga e o veículo recuperado. Incêndio atinge escritório de fábrica de bolas em Rondon Um incêndio ocorrido por volta das 7h, dessa terça-feira, 13, atingiu parte da estrutura da fábrica de bolas Alfa Bolas, localizada no Parque Industrial II, em Marechal Cândido Rondon. Segundo informações do Corpo de Bombeiros de Marechala Rondon, o fogo ficou concentrado na parte do escritório e não se propagou para a fábrica. Foi um princípio de incêndio e antes das 8h, tudo estava controlado e o fogo não atingiu a fabricação de bolas, nem o setor de cola, látex e o estoque de matéria-prima, afirma o capitão Tiago Zajac, do 3º Subgrupamento do 4º Grupamento de Marechal Rondon. Alguns funcionários da empresa começaram a apagar o fogo com os extintores e na sequência ligaram para os bombeiros, relatou ele. De acordo com as primeiras informações, o incêndio teve início devido a um curto circuito na área interna administrativa. Cerca de 20 funcionários estavam da fábrica de bolas no momento em que o incêndio começou, mas ninguém ficou ferido. Informações dos Bombeiros são de que a empresa não possui Certificado de Vistoria de Incêndio do Corpo de Bombeiros. Iremos apurar essa informação e ainda será emitido um relatório mais completo do sinistro. Muitas empresas de Marechal Rondon estão se regularizando para obter esse certificado, que é obrigatório, afirma o capitão Zajac. Ele disse que houve poucos prejuízos e as causas do incêndio ainda serão apuradas.

8 Cidade Final do Rodeio lota Arena Jhonatan Pedde Construa com a melhor relação custo x benefício. Conte com a garantia de: * QUALIDADE; * CONFORTO TÉRMICO; * DURABILIDADE; * AGILIDADE NA CONSTRUÇÃO; * RESISTÊNCIA; * CERTEZA DE BOM NEGÓCIO! www. oestecasas.com.br CASAS PRÉ FABRICADAS DE MADEIRA AUTOCLAVADA Setor têxtil recebe apoio Premiados no Rodeio Não perca a oportunidade de usar seu carro ou moto como parte de pagamento ACOMPANHE A CONSTRUÇÃO DE NOSSO SHOW ROOM DE TOLEDO/PR AVALIADORCNAI Toledo PR

9 Quarta-feira, 14 de Outubro de Gazeta de Toledo Classificados/Editais 09 MUNICÍPIO DE TOLEDO PR DECRETO Nº 724, de 8 de outubro de 2015 Institui a Relação Municipal de Medicamentos Essenciais (REMUME). O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE TOLEDO, Estado do Paraná, no uso de suas atribuições legais e em conformidade com o que dispõe o inciso I do caput do artigo 61da Lei Orgânica do Município, considerando a conclusão das atividades da Comissão de Farmácia e Terapêutica (CFT), vinculada à Secretaria Municipal da Saúde, instituída pela Portaria nº 470, de 5 de dezembro de 2014, com o objetivo principal de estabelecer a Relação Municipal de Medicamentos Essenciais (REMUME), conforme respectivas Atas e demais registros de suas atividades; considerando o contido no Ofício nº 66/2015-DAF, de 23 de setembro de 2015, da Secretaria da Saúde do Município, e nos documentos a ele anexos; considerando a necessidade de se aprimorar os instrumentos e estratégias que assegurem e ampliem o acesso da população aos serviços de saúde, incluído o acesso aos medicamentos, em estreita relação com os princípios da Constituição Federal e da organização do Sistema Único de Saúde (SUS); considerando a crescente complexidade e multiplicidade dos produtos farmacêuticos disponíveis no mercado e os avanços técnico-científicos do setor; considerando a necessidade de se oficializar o elenco de medicamentos capazes de solucionar, o máximo possível, os problemas de saúde da população, mediante terapia medicamentosa eficaz e segura, DECRETA: Art. 1º Fica instituída a Relação Municipal de Medicamentos Essenciais (REMUME), consoante documento que integra este Decreto, como instrumento técnico-normativo que reúne o elenco de medicamentos padronizados utilizados pela Secretaria da Saúde do Município. Parágrafo único A REMUME tem como referência: I a Resolução CIB nº 038, de 12 de junho de 2008, que dispõe sobre a regularização da Assistência Farmacêutica na Atenção Básica, a Relação Nacional de Medicamentos Essenciais (RENAME); II a Portaria GM/MS nº 3916/1998, que estabelece a Política Nacional de Medicamentos; III a Resolução CNS nº 338/2004, que aprova a Política Nacional de Assistência Farmacêutica; IV a Lei nº /2011, que estabelece que a dispensação de medicamentos no âmbito do SUS deve seguir as relações instituídas pelo gestor local; V o Decreto nº 7.508/2011, que estabelece que Estados, Distrito Federal e Municípios poderão adotar relações específicas e complementares de medicamentos; VI a Deliberação CIB PR nº 507, de 24 de maio de 2013, que estabelece o Elenco de Referência Estadual para o Componente Básico da Assistência Farmacêutica no Paraná (RESME/PR); VII a Portaria GM/MS nº 01, de 2 de janeiro de 2015, que estabelece a Relação Nacional de Medicamentos Essenciais RENAME 2014, no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS), por meio da atualização do elenco de medicamentos e insumos da Relação Nacional de Medicamentos Essenciais RENAME 2012; VIII os protocolos de tratamento publicados pelo Ministério da Saúde e entidades científico-profissionais nacionais e internacionais e os diversos trabalhos da revisão da farmacoterapia baseada em evidência, publicados por instituições e centros de reconhecida competência e pela colaboração de médicos, farmacêuticos e demais profissionais de saúde com sua experiência prático-teórica. Art. 2º A REMUME atende os seguintes parâmetros: I seleção de medicamentos com eficácia comprovada e documentação consistente na literatura internacional; II indicação em mais de uma doença; III disponibilidade no mercado nacional; IV considerações críticas quanto ao perfil de interação, segurança, relação risco e benefício e possibilidade de ampliar a adesão ao tratamento; V facilidade de administração, manuseio, comodidade posológica e condições de armazenagem e estabilidade; VI restrição, quando possível, da inclusão de fármacos de descoberta recente e insuficiente experiência clínica, para os quais não foram definidas ainda a eficácia e efetividade por ensaios clínicos comparados efetuados mediante metodologia adequada; VII decisões com base em custo, apenas após a segurança, eficácia e necessidades terapêuticas a serem estabelecidas. Art. 3º A solicitação de inclusão, exclusão ou substituição de qualquer medicamento constante da REMUME pelos profissionais de saúde da rede municipal de saúde, bem como pelas empresas da indústria e comércio de medicamentos, deverá ser solicitada, através de formulário próprio, à Comissão de Farmácia e Terapêutica (CFT), para fins de análise e decisão. Art. 4º Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação. GABINETE DO PREFEITO DO MUNICÍPIO DE TOLEDO, Estado do Paraná, em 8 de outubro de LUIS ADALBERTO BETO LUNITTI PAGNUSSATT - PREFEITO DO MUNICÍPIO DE TOLEDO DENISE HELENA SILVA LINS C. DE MACEDO CAMPOS - SECRETÁRIA DA SAÚDE REMUME º EDIÇÃO SECRETARIA DE SAÚDE Denise Helena Silva Lins Cajazeira De Macedo Campos - Secretária Nomeada pela Portaria Nº94, de 1º de Fevereiro de DEPARTAMENTO DE ASSISTÊNCIA FARMACÊUTICA (DAF) Fabiana Trento de Oliveira - Diretora Nomeada pela Portaria Nº33, de 1º de Janeiro de COMISSÃO DE FARMÁCIA E TERAPÊUTICA (CFT) Instituída pela Portaria Nº 470, de 5 de dezembro de 2014 Fernando Aparecido Fovis Presidente MEMBROS Nomeados pela Portaria Nº SMS, de 19 de março de I Clarice Hatsue Sumizawa Técnico Administrativo II Dr. Andre Fernando Otto- Médico III Drª Lara Franken Ciupak - Médica IV Elenir Rudek - Farmacêutica V Evelyn Gilvana Donadel Farmacêutica VI Fabiana Trento de Oliveira Angelo- Farmacêutica VII Fernanda Bittencourt- Enfermeira VIII Fernando Aparecido Fovis- Farmacêutico IX Franciele Fernanda Schimidt Farmacêutica X Gilmar Aparecida Ferreira Farmacêutico XI Jaqueline Alice Lorscheider Farmacêutica XII Juciliane Angoneze Cesaro- Dentista XIII Liane Terezinha Dezanet Szatkowski - Farmacêutica XIV Natali Gabriela dos Santos Vroblevski Farmacêutica XV Taisa Pereira Piacentini - Farmacêutica XVI Ivete Maria Pizzato- Farmacêutica SUMÁRIO 1. APRESENTAÇÃO Pág RECOMENDAÇÕES PARA PRESCRIÇÃO DE MEDICAMENTOS Pág NORMAS PARA DISPENSAÇÃO Pág MEDICAMENTOS DA RELAÇÃO MUNICIPAL LISTADO PELO CÓDIGO ATC (CÓDIGO ANATÔMICO TERAPÊUTICO QUÍMICO) Pág MEDICAMENTOS DA RELAÇÃO MUNICIPAL POR ORDEM ALFABÉTICA Pág MEDICAMENTOS PARA O TRATAMENTO DO TABAGISMO Pág MEDICAMENTOS PARA O TRATAMENTO DA SÍNDROME RESPIRATÓRIA AGUDA GRAVE SRAG Pág MEDICAMENTOS E INSUMOS PARA INSULINODEPENDENTES Pág DISPENSAÇÃO DE TALIDOMIDA (RDC Nº 11 22/03/2011) Pág LOCAIS DE ACESSO AOS MEDICAMENTOS DE OUTROS COMPONENTES Pág MEDICAMENTOS DO COMPONENTE ESTRATÉGICO DA ASSISTÊNCIA FARMACÊUTICA Pág MEDICAMENTOS PARA O CONTROLE DE ENDEMIAS, TAIS COMO A TUBERCULOSE, HANSENÍASE E OUTRAS DOENÇAS ENDÊMICAS DE ABRANGÊNCIA NACIONAL OU DISTRITAL Pág MEDICAMENTOS ANTIRETROVIRAIS DO PROGRAMA DST/AIDSS Pág MEDICAMENTOS DO COMPONENTE ESPECIALIZADO DA ASSISTÊNCIA FARMACÊUTICA Pág LOCAIS DE ACESSO DAS UNIDADES DE DISPENSAÇÃO Pág APRESENTAÇÃO É com grande satisfação que a Prefeitura Municipal de Toledo, através da Secretaria Municipal de Saúde apresenta esta importante publicação, que representa o avanço das ações implementadas pelo município no âmbito da Política Nacional de Medicamentos. A Relação Municipal de Medicamentos Essenciais (REMUME) assume definitivamente as características de participação, de qualificação técnica na avaliação e de transparência dos métodos e resultados, este processo estabelece novos parâmetros para as revisões futuras e favorece a continuidade do trabalho. A REMUME elenca 347 medicamentos de uso ambulatorial e hospitalar disponíveis no âmbito municipal voltado aos agravos prevalentes e prioritários da Atenção Básica. As unidades de destino estão relacionadas identificando os locais a que usuário terá acesso conforme as normas de dispensação do município. Está relação é um avanço considerável para a melhoria da assistência farmacêutica, sobretudo, servindo de subsídios para o uso racional de medicamentos e, consequentemente, da atenção à saúde da população. Cada medicamento esta acompanhado de concentração, forma e apresentação farmacêutica. A primeira Edição da REMUME - Relação Municipal de Medicamentos Essenciais faz parte das ações necessárias á conformação da Política de Assistência Farmacêutica do município de Toledo e apoiou-se nos instrumentos legais: Portaria GM/MS nº 3916/98 que estabelece a Política Nacional de Medicamentos; Resolução CNS nº 338/04 que aprova a Política Nacional de Assistência Farmacêutica; Lei nº /11 que estabelece que a dispensação de medicamentos no âmbito do SUS deve seguir as relações instituídas pelo gestor local; A Portaria GM/MS nº 01, de 2 de janeiro de 2015, que estabelece a Relação Nacional de Medicamentos Essenciais RENAME no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS) por meio da atualização do elenco de medicamentos e insumos da Relação Nacional de Medicamentos Essenciais RENAME 2012; Decreto nº 7.508/11 que estabelece que estados, distrito federal e municípios poderão adotar relações específicas e complementares de medicamentos; Deliberação CIB PR nº 507, de 24 de maio de 2013, que estabelece o Elenco de Referência Estadual para o Componente Básico da Assistência Farmacêutica no Paraná (RESME/PR). Portaria nº470 de 05 de Dezembro de 2014 que institui a comissão de Farmácia e Terapêutica (CFT) no Município de Toledo. 2-RECOMENDAÇÕES PARA PRESCRIÇÃO DE MEDICAMENTOS A prescrição médica é a orientação escrita sobre como o paciente deve utilizar seu medicamento, visando aperfeiçoar os resultados terapêuticos. A prescrição de qualidade possibilita melhor adesão ao tratamento e diminui os riscos associados à utilização inadequada dos medicamentos, assim como os erros de dispensação de medicamentos entre outros. No momento da prescrição o profissional de saúde deve seguir as seguintes diretrizes: A REMUME é a norteadora das prescrições de medicamentos no âmbito da Secretaria Municipal de Saúde; Avaliar o que foi prescrito e observar a disponibilidade pública dos medicamentos; Discutir claramente com o paciente o tratamento proposto, esclarecendo suas dúvidas, visando garantir a utilização do medicamento. Não receitar medicamentos sem eficácia e segurança comprovadas; Optar pelo esquema terapêutico mais curto, mais simples e com menor custo sempre que possível. Ser escrita de forma legível a tinta ou impressa; Conter nome completo do paciente. Prescrito segundo a denominação comum brasileira (denominação genérica principia ativo); Posologia completa; Identificação do prescritor com nome, número do registro no conselho de classe E ASSINATURA; Ser feita em duas vias, sendo que a cópia carbonada (2º via) fica retida na unidade de saúde que dispensa os medicamentos e a original (1ºVia) escrita à tinta ou impressa destinada ao paciente; Além das recomendações expostas no item anterior, a prescrição de medicamentos sujeitos a controle especial deve atender ás exigência contida na portaria 344/98, dentre elas a utilização de receituários adequados. Convém ressaltar que as receitas médicas e odontológicas no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS), devem adotar a Denominação Comum Brasileira DCB (ou seja, o nome genérico, da substância ativa), ou na sua falta, a Denominação Comum Internacional (DCI), conforme determina a Resolução 391/99 que regulamenta a Lei Federal n 9.787/1999 e o Decreto nº 793/93 art. 1º e a Recomendação nº 31 de 30/03/2010 do Conselho Nacional de Justiça. 3- NORMAS PARA DISPENSAÇÃO Para retirar medicamentos, em qualquer um dos acessos, o usuário deve apresentar os documentos mínimos exigidos: Documento de Identificação com foto ou para menores de idade a certidão de nascimento; Cartão SUS; Comprovante de residência ou Título de eleitor nos casos em que a receita é proveniente de outra cidade; Receituário Válido, conforme as descrições abaixo: Receita em duas vias (carbonada); Os medicamentos deverão ser prescritos com letra legível e pelo princípio ativo, de acordo com a legislação vigente; As receitas que contenham medicamentos contidos na Portaria 344/98 são válidas por 30 dias a partir da data da sua emissão e não poderão conter rasuras; Receitas de antibióticos tem válida por 10 dias e em tratamento prolongado 90 dias, a partir da data de emissão (RDC nº20 05/05/2011) As prescrições de medicamentos usados em patologias agudas têm validade por 15 (quinze) dias, a partir da data de emissão; Ex. Anti-inflamatórios, Quando for necessário prescrever tais medicamentos em quantitativo maior ao padronizado, o prescritor deverá emitir justificativa do uso. Medicamentos de uso contínuo: serão dispensados em quantidades suficientes para 30 dias ou conforme disponibilidade de estoque para até 60 dias; e terão validade de 12 meses. As receitas de medicamentos anticonvulsivantes e antiparkinsonianos tem validade por 6 (seis) meses, a partir da data de sua emissão; As receitas de Oseltamivir (Tamiflu ) têm validade por 5 (cinco) dias, após a data de emissão; OBS: Entende-se por "uso contínuo" a prescrição dos medicamentos de Tratamento á doenças crônicas. Receitas provenientes de outros municípios deverá haver comprovação se o paciente reside no município, solicitando, portanto o comprovante de endereço ou Título de Eleitor; Programas específicos como: Insulino dependentes, Antitabagismo, Paraná sem Dor, possuem características próprias do programa. 4- MEDICAMENTOS DA RELAÇÃO MUNICIPAL LISTADO PELO CÓDIGO ATC (CÓDIGO ANATÔMICO TERAPÊUTICO QUÍMICO) Nessa tabela utilizamos como base para a organização dos seus grupos de medicamentos o sistema de classificação Anatomical Therapeutic Chemical (ATC) recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Nessa classificação, as substâncias ativas são divididas em diferentes grupos de acordo com o órgão ou sistema em que atuam suas características terapêuticas, farmacológicas e propriedades químicas. Medicamentos Manipulados Código ATC DCB Concentração Apresentação ND CICLOBENZAPRINA 5 MG, 10 MG E 15 MG Cápsula ND GLICOSAMINA+ CONDROITINA 500/400 mg Cápsula ND GLICOSAMINA 500/750 mg Cápsula Fitoterápicos Manipulados Alcachofra Castanha da índia NOME POPULAR NOME CIENTÍFICO Concentração Apresentação Cynara scolymus 375mg, 500mg e 625mg Cápsula Aesculus hippocastanum 100mg, 200mg, 250mg e 300mg Cápsula Cavalinha Equisetum arvense 200mg e 500mg Cápsula Dong Quai (Angélica) Angelica sinensis 250mg e 500mg Cápsula Erva de São João Hypericum perforatum 600mg e 900mg Cápsula Ginkgo biloba Ginkgo biloba 40mg, 80mg e 120mg Cápsula Laranja Amarga Citrus aurantium 500mg Cápsula Maracujá Passiflora incarnata 100mg e 200mg Cápsula Valeriana Valeriana officinalis 100 mg e 300mg Cápsula 5- MEDICAMENTOS DA RELAÇÃO MUNICIPAL POR ORDEM ALFABÉTICA Item Medicamento Concentração Apresentação Unidades de Dispensação (Locais de acesso) 1 Amitriptilina 25mg Comprimido Farmácias de Referências₁ 2 Amitriptilina 75mg Comprimido Farmácias de referências₁ 3 Acebrofilina 10mg/ml Solução Oral Farmácias de referências₁ e 4 Acebrofilina 5mg/ml Solução Oral Farmácias de referências₁ e

10 Classificados/Editais 10 Quarta-feira, 14 de Outubro de Gazeta de Toledo 5 Acetato de Medroxiprogesterona 150mg/ml Ampola 1mL Farmácias de referências₁ e 40 Beclometasona 50mcg Spray Nasal e Tópico Farmácias de referências₁ e 6 Aciclovir 200mg Comprimido Farmácias de referências₁ e 41 Beclometasona 250mcg Spray Farmácias de referências₁ e 7 Ácido Acetilsalicílico 100mg Comprimido Farmácias de referências₁ e 42 Benzilpenicilina Benzatina Ul Frasco-Ampola UPA (Uso Hospitalar) 8 Ácido fólico 5 mg Comprimido Farmácias de referências₁ e 43 Benzilpenicilina Benzatina UI Frasco-Ampola UPA (Uso Hospitalar) 9 Ácido Tranexâmico 50mg/ml Ampola 5mL Farmácias de referências₁ 10 Acido valpróico (Valproato de Sódio) 500mg Comprimido Farmácias de referências₁ 44 Benzilpenicilina Procaína + Potássico ( )UI Frasco-Ampola UPA (Uso Hospitalar) 45 Benzoato de benzila 200mg/ml Emulsão Tópica Farmácias de referências₁ e 11 Acido valpróico (Valproato de Sódio) 250mg Comprimido Farmácias de referências₁ 46 Bicarbonato de sódio 8,40% Ampola 10mL UPA (Uso Hospitalar) 47 Biperideno 2mg Comprimido Farmácias de referências₁ 12 Albendazol 400mg Comprimido Farmácias de referências₁ e 13 Albendazol 40mg/ml Suspensão Oral 10mL Farmácias de referências₁ e 14 Alcachofra - Cynara scolymus 375mg, 500mg e 625mg Cápsula Farmácias de referências₁ e 15 Alendronato de Sódio 70 mg Comprimido Farmácias de referências₁ e 48 Biperideno Lactato 5mg/ml Ampola 1mL UPA (Uso Hospitalar) 49 Bromazepam 3mg Comprimido Farmácias de referências₁ (Port. nº 344/98 - Notificação de Receita B Lista B1) 50 Bromazepam 6mg Comprimido Farmácias de referências₁ (Port. nº 344/98 - Notificação de Receita B Lista B1) 16 Alopurinol 300 mg Comprimido Farmácias de referências₁ e 17 Ambroxol 30mg/ml Solução Oral Farmácias de referências₁ e 18 Ambroxol 15mg/ml Solução Oral Farmácias de referências₁ e 19 Amicacina 250mg/ml Ampola 2mL UPA (Uso Hospitalar) 20 Amilorida+hidrocloroatiazida (50+5)mg Comprimido Farmácias de referências₁ e 21 Aminofilina 24mg/ml Ampola 10mL UPA (Uso Hospitalar) 22 Aminofilina 100mg Comprimido Farmácias de referências₁ e 23 Amiodarona 50mg/ml Ampola 03mL UPA (Uso Hospitalar) 24 Amiodarona 200mg Comprimido Farmácias de referências₁ e 25 Amoxicilina 500 mg Cápsula Farmácias de referências₁ e 26 Amoxicilina 250mg/5mL Suspensão Oral Farmácias de referências₁ e 51 Brometo de Ipratrópio 0,025mg/ml Solução para Inalação Farmácias de referências₁ e 52 Bromoprida 10 mg Comprimido Farmácias de referências₁ e 53 Bromoprida 5mg/ml Ampola 2mL Farmácias de referências₁ e 54 Bromoprida 4mg/ml Suspensão Oral Farmácias de referências₁ e 55 Budesonida 32 mcg Spray Farmácias de referências₁ e 56 Budesonida 200 mcg Cápsulas Com pó pra Inalação Farmácias de referências₁ e 57 Budesonida 64 mcg Spray Farmácias de referências₁ e 58 Butilbrometo de escopolamina 10mg/ml Ampola 2mL Farmácias de referências₁ e 59 Butilbrometo de escopolamina 10mg Comprimido Farmácias de referências₁ e 60 Butilbrometo de escopolamina + Dipirona Sódica 61 Butilbrometo de escopolamina + Dipirona sódica (4+500)mg/ml Ampola 5mL Farmácias de referências₁ e (10+250)mg Comprimido Farmácias de referências₁ e 27 Amoxicilina+Clavulanato de Potássio 50+12,5mg/5mL Suspensão Oral Farmácias de referências₁ e 62 Butilbrometo de escopolamina + Dipirona sódica (333,4+6,67)mg/ml Solução Oral Frasco Gotejador Farmácias de referências₁ e 28 Amoxiicilina+Clavulanato de Potássio mg Comprimido Farmácias de referências₁ e 63 Captopril 25mg Comprimido Farmácias de referências₁ e 64 Carbamazepina 400mg Comprimido Farmácias de referências₁ 29 Ampicilina 1g Frasco-Ampola E.V UPA (Uso Hospitalar) 30 Ampicilina 500mg Frasco-Ampola UPA (Uso Hospitalar) 31 Anlodipino 5mg Comprimido Farmácias de referências₁ e 32 Atenolol 50mg Comprimido Farmácias de referências₁ e 65 Carbamazepina 200mg Comprimido Farmácias de referências₁ 66 Carbamazepina 20mg/ml Suspensão Oral Farmácias de referências₁ 33 Atropina, Sulfato 0,25mg/ml Ampola 1 ml UPA (Uso Hospitalar) 34 Azatioprina 50mg Comprimido Farmácias de referências₁ e 35 Azitromicina 500 mg Comprimido Farmácias de referências₁ e 36 Azitromicina 40mg/ml Suspensão Oral Farmácias de referências₁ e 67 Carbidopa + Levodopa (25+250)mg Comprimido Farmácias de referências₁ e 68 Carbonato de Cálcio 500mg Comprimido Farmácias de referências₁ e 69 Carbonato de Cálcio+Vitamina D 600mg + 400UI Comprimido Farmácias de referências₁ e 70 Carbonato de Lítio 300mg Comprimido Farmácias de referências₁ 71 Carvedilol 3,125mg Comprimido Farmácias de referências₁ e 37 Baclofeno 10mg Comprimido Farmácias de referências₁ e 72 Carvedilol 6,25mg Comprimido Farmácias de referências₁ e 38 Bamifilina 600mg Comprimido Farmácias de referências₁ e 73 Carvedilol 12,5mg Comprimido Farmácias de referências₁ e 39 Beclometasona 50mcg Aerossol Bucal. Farmácias de referências₁ e 74 Castanha da índia - Aesculus hippocastanum 100mg, 200mg, 250mg e 300mg Cápsula Farmácia Pública de Manipulação₃

11 Quarta-feira, 14 de Outubro de Gazeta de Toledo Classificados/Editais Cavalinha 200mg e 500mg Cápsula Farmácia Pública de Manipulação₃ 76 Cefalexina 500mg Comprimido Farmácias de referências₁ e 77 Cefalexina 250mg/ml Solução Oral Farmácias de referências₁ e 78 Cefalotina 1g Frasco-Ampola (I.M E.V) UPA (Uso Hospitalar) 79 Ceftriaxona 1g Frasco-Ampola (E.V) UPA (Uso Hospitalar) 80 Ceftriaxona 500mg Frasco-Ampola (I.M) Farmácias de referências₁ e 81 Cetoconazol 20mg/g Creme Dermatológico Farmácias de referências₁ e 82 Cetoconazol 200mg Comprimido Farmácias de referências₁ e 110 Cloridrato de Dobutamina 12,5mg/ml Ampola 20mL UPA (Uso Hospitalar) 111 Cloridrato de Dopamina 5mg/ml Ampola 10mL UPA (Uso Hospitalar) 112 Cloridrato de Etilefrina 10mg/ml Ampola 1mL UPA (Uso Hospitalar) 113 Cloridrato de Fluoxetina 20mg Comprimido ou Cápsula Farmácias de referências₁ 114 Cloridrato de Isoxsuprina 10mg Comprimido Farmácias de referências₁ e 115 Cloridrato de Naloxona 0,4mg/ml Ampola 1mL UPA (Uso Hospitalar) 116 Cloridrato de Suxametônio 100mg Frasco-Ampola UPA (Uso Hospitalar) 117 Colagenase+Cloranfenicol 0,6UI+0,01g Pomada Dermatológica Salas de Curativos das UBS (uso interno e ou sujeito a disposição conforme necessidade) 118 Complexo B Formulação Padrão Ampola 2mL UPA (Uso Hospitalar) 119 Complexo B Formulação Padrão Comprimido Farmácias de referências₁ e 83 Cetoprofeno 100mg Frasco Ampola (E.V) Farmácias de referências₁ e 120 Creme de ureia 10% Fr. 60g Creme. Unidade de Referência em Tuberculose e Hanseníase₄ 84 Cetoprofeno 20mg/ml Solução Oral Frasco Gotejador UPA (Uso Hospitalar) 121 Decanoato de Haloperidol 70,52 mg Ampola 1mL Farmácias de referências₁ 85 Cetoprofeno 100mg/ml Ampola 1mL Farmácias de referências₁ e 86 Ciclobenzaprina 5, 10 e 15mg Cápsula Farmácia Pública de Manipulação₃ 87 Cimetidina 150mg/ml Ampola 2mL Farmácias de referências₁ e 88 Cinarizina 75mg Comprimido Farmácias de referências₁ e 122 Deslanosideo 0,2mg/ml Ampola 2mL UPA (Uso Hospitalar) 123 Dexametasona 4mg Comprimido Farmácias de referências₁ e 124 Dexametasona 4mg/ml Ampola 2,5mL Farmácias de referências₁ e 125 Dexametasona 0,10% Solução Oftalmológica Farmácias de referências₁ e 89 Ciprofloxacino 0,20% Frasco 100mL UPA (Uso Hospitalar) 90 Ciprofloxacino 500mg Comprimido Farmácias de referências₁ e 91 Citrato de Fentanila 50 mcg/ml Ampola 2mL UPA (Uso Hospitalar) 92 Citrato de Fentanila 50 mcg/ml Ampola 10mL UPA (Uso Hospitalar) 93 Clonazepam 0,5 mg Comprimido Farmácias de referências₁ (Port. nº 344/98 - Notificação de Receita B Lista B1) 94 Clonazepam 2 mg Comprimido Farmácias de referências₁ (Port. nº 344/98 - Notificação de Receita B Lista B1) 126 Dexametasona 1% Creme Dermatológico Farmácias de referências₁ e 127 Dexclorfeniramina 2mg Comprimido Farmácias de referências₁ e 128 Dexclorfeniramina 2mg/5 ml Solução Oral Farmácias de referências₁ e 129 Diazepam 10mg Comprimido Farmácias de referências₁ (Port. nº 344/98 - Notificação de Receita B Lista B1) 130 Diazepam 5mg/ml Ampola 2mL UPA (Uso Hospitalar) 131 Diazepam 5mg Comprimido Farmácias de referências₁ (Port. nº 344/98 - Notificação de Receita B Lista B1) 95 Clonazepam 2,5mg/ml Solução Oral Farmácias de referências₁ (Port. nº 344/98 - Notificação de Receita B Lista B1) 132 Diclofenaco potássico 50 mg Comprimido Farmácias de referências₁ e 133 Diclofenaco sódico 25mg/ml Ampola 3mL Farmácias de referências₁ e 96 Clonazepam 2,5mg/ml Solução Oral (Frasco Gotejador) Farmácias de referências₁ (Port. nº 344/98 - Notificação de Receita B Lista B1) 134 Diclofenaco sódico 50 mg Comprimido Farmácias de referências₁ e 97 Clonidina 0,150mg Comprimido Farmácias de referências₁ e 98 Clonidina 0,100mg Comprimido Farmácias de referências₁ e 99 Clopidogrel 75mg Comprimido UPA (Uso Hospitalar) 100 Cloreto de potássio 19,10% Ampola 10mL UPA (Uso Hospitalar) 101 Cloreto de potássio 60mg/ml Solução Oral 100mL UPA (Uso Hospitalar) 102 Cloreto de Sódio 0,90% Ampola 10mL UPA (Uso Hospitalar) 103 Cloreto de Sódio 20% Ampola 10mL UPA (Uso Hospitalar) 104 Cloridrato de Clomipramina 25mg Comprimido Farmácias de referências₁ 105 Cloridrato de Clomipramina 75mg Comprimido Farmácias de referências₁ 135 Digoxina 0,25mg Comprimido Farmácias de referências₁ e 136 Digoxina 0,05mg/ml Solução Oral 60mL Farmácias de referências₁ e 137 Diltiazem 60mg Comprimido Farmácias de referências₁ e 138 Dimenidrato+Piridoxina 50mg+50mg Ampola 1mL UPA (Uso Hospitalar) 139 Dimenidrato+Piridoxina+Glicos e+frutose ( )mg/ml Ampola 10mL (E.V) UPA (Uso Hospitalar) 140 Dimenidrinato+Piridoxina (50+10)mg Comprimido Farmácias de referências₁ e 141 Dimeticona 75mg/ml Solução Oral 15mL Farmácias de referências₁ e 142 Dinitrato de Isossorbida 5mg Comprimido Sublingual Farmácias de referências₁ e 106 Cloridrato de Clorpromazina 25mg Comprimido Farmácias de referências₁ 107 Cloridrato de Clorpromazina 100mg Comprimido Farmácias de referências₁ 143 Dipirona Sódica 500mg/ml Ampola 2mL Farmácias de referências₁ e 144 Dipirona Sódica 500mg/ml Solução Oral Frasco Gotejador Farmácias de referências₁ e 145 Dipirona Sódica 500mg Comprimido Farmácias de referências₁ e 108 Cloridrato de Clorpromazina 40mg/ml Solução Oral (Frasco Gotejador) Farmácias de referências₁ 146 Dipirona Sódica+Prometazina+Adifenina ( )mg/2mL Ampola 2mL Farmácias de referências₁ e 109 Cloridrato de Clorpromazina 5mg/ml Ampola 5mL (I.M/E.V) UPA (Uso Hospitalar)

12 Classificados/Editais 12 Quarta-feira, 14 de Outubro de Gazeta de Toledo 147 Dipropionato de Betametasona+Fosfato Dissódico de Betametasona (5+2)mg/ml Ampola 1mL Farmácias de referências₁ e 182 Gliclazida 30 mg Comprimido Farmácias de referências₁ e 183 Gliclazida 80 mg Comprimido Farmácias de referências₁ e 148 Dong Quai - Angelica sinensis 250mg e 500mg Cápsula Farmácia Pública de Manipulação₃ 149 Doxicilina 100mg Comprimido Farmácias de referências₁ e 150 Enalapril 20mg Comprimido Farmácias de referências₁ e 151 Enalapril 10mg Comprimido Farmácias de referências₁ e 152 Epinefrina (Adrenalina) 1mg/ml Ampola 1mL (I.M/ S.C/ E.V) UPA (Uso Hospitalar) 184 Glicosamina 500/750 mg Cápsula Farmácia Pública de Manipulação₃ 185 Glicosamina + Condroitina 500/400 mg Cápsula Farmácia Pública de Manipulação₃ 186 Glicose 50% 10 ml Ampola 10mL UPA (Uso Hospitalar) 187 Glicose 25% 10 ml Ampola 10mL UPA (Uso Hospitalar) 188 Gluconato de cálcio 10% Ampola 10mL UPA (Uso Hospitalar) 189 Haloperidol 1mg Comprimido Farmácias de referências₁ 190 Haloperidol 2mg/ml Solução Oral UPA (Uso Hospitalar) 153 Erva de São João - Hypericum perforatum 154 Espinheira Santa - Maytenus ilicifolia 600mg e 900mg Cápsula Farmácia Pública de Manipulação₃ 380 mg Ext. Seco com 7,6mg de taninos Cápsula Farmácia Pública de Manipulação₃ e Dispensários nas UBS₂ 191 Haloperidol 5mg/ml Ampola 1mL I.M E.V UPA (Uso Hospitalar) 192 Haloperidol 5mg Comprimido Farmácias de referências₁ 155 Espironolactona 25mg Comprimido Farmácias de referências₁ e 156 Espironolactona 100mg Comprimido Farmácias de referências₁ e 157 Estriol 1mg/g Creme Ginecológico Farmácias de referências₁ e 158 Estrogênio Conjugado 0,625mg Comprimido Farmácias de referências₁ e 193 Heparina Sódica UI/0,25mL Ampola 0,25mL S.C Farmácias de referências₁ 194 Heparina Sódica UI/ml Ampola 5mL E.V UPA (Uso Hospitalar) 195 Hidralazina 20mg/ml Ampola 1mL UPA (Uso Hospitalar) 196 Hidroclorotiazida 25mg Comprimido Farmácias de referências₁ e 197 Hidrocortisona 500mg Frasco-Ampola UPA (Uso Hospitalar) 198 Hidrocortisona 100mg Frasco-Ampola UPA (Uso Hospitalar) 159 Estrogênio Conjugado 0,625mg/g Creme Ginecológico Farmácias de referências₁ e 199 Hidróxido de Alumínio + Hidróxido de Magnésio (60+40)mg/ml Suspensão Oral 150mL Farmácias de referências₁ e 160 Fenitoína 50mg/ml Ampola 5mL UPA (Uso Hospitalar) 161 Fenitoína 100mg Comprimido Farmácias de referências₁ 200 Hidroxizina 10mg/5mL Solução Oral UPA (Uso Hospitalar) 201 Ibuprofeno 600mg Comprimido Farmácias de referências₁ e 162 Fenobarbital 100mg Comprimido Farmácias de referências₁ 163 Fenobarbital 4% Solução Oral Farmácias de referências₁ 164 Fenobarbital Sódico 100mg/ml Ampola 2mL UPA (Uso Hospitalar) 165 Fenofibrato 200mg Comprimido Farmácias de referências₁ e 202 Ibuprofeno 300mg Comprimido Farmácias de referências₁ e 203 Ibuprofeno 50mg/ml Suspensão Oral Farmácias de referências₁ e 204 Imipramina 25mg Comprimido Farmácias de referências₁ 205 Imipramina Pamoato 75mg Comprimido Farmácias de referências₁ 166 Fenoterol 5mg/ml Solução para Inalação Farmácias de referências₁ e 167 Finasterida 5mg Comprimido Farmácias de referências₁ e 206 Isoflavonas (extrato de Glycine max ) 150mg Ext. Seco padronizado em 40% de isoflavonas 30mg e 60mg Comprimido ou Cápsula Farmácias de referências₁ e 168 Fluconazol 150mg Cápsula Farmácias de referências₁ e 169 Flumazenil 0,5mg/ml Ampola 5mL UPA (Uso Hospitalar) 170 Fosfato de Codeína 30mg Comprimido Farmácia Especial₅ (Port. nº 344/98 - Notificação de Receita A -acima de 180 comprimidos e Abaixo Lista C1- Receita de controle especial) 207 Itraconazol 100mg Comprimido Farmácias de referências₁ e 208 Ivermectina 6mg Comprimido Farmácias de referências₁ e 209 Lactulose 667mg/ml Solução Oral Farmácias de referências₁ e 171 Fosfato de Sódio Monobásico+Fosfato de Sódio Dibásico (160+60)mg/ml Frasco 130mL Farmácias de referências₁ e 210 Laranja Amarga - Citrus aurantium 211 Levodopa + Cloridrato Benserazida 500mg Cápsula Farmácia Pública de Manipulação₃ (200+50)mg Comprimido simples Farmácias de referências₁ e 172 Fosfato Sódico de Prednisolona 3mg/ml Solução Oral Farmácias de referências₁ e 212 Levodopa + Cloridrato Benserazida (100+25)mg Cápsulas de Liberação Prolongada (HBS) Farmácias de referências₁ e 173 Fumarato de Formoterol+Budesonida 6/100mg Solução Inalante Farmácias de referências₁ e 174 Furosemida 10mg/ml Ampola 2mL Farmácias de referências₁ e 175 Furosemida 40mg Comprimido Farmácias de referências₁ e 176 Gabapentina 300 mg Comprimido Farmácia Especial₅ 177 Gentamicina 40mg/ml Ampola 2mL UPA (Uso Hospitalar) 213 Levodopa + Cloridrato Benserazida 214 Levodopa + Cloridrato Benserazida (100+25)mg Comprimido Bisanhurados (BD) Farmácias de referências₁ e (100+25)mg Comprimido Dispersíveis Farmácias de referências₁ e 215 Levofloxacino 5mg/ml (0,5%) Frasco 100mL UPA (Uso Hospitalar) 216 Levomepromazina 100 mg Comprimido Farmácias de referências₁ 217 Levomepromazina 25 mg Comprimido Farmácias de referências₁ 178 Ginkgo biloba 40mg, 80mg e 120mg Cápsula Farmácia Pública de Manipulação₃ 218 Levomepromazina 40mg/ml Solução Oral (Frasco Gotejador) Farmácias de referências₁ 179 Ginseng 290mg Ext. Seco com 9,734mg de ginsenosídeos Cápsula Farmácia Pública de Manipulação₃ e Dispensários nas UBS₂ 219 Levonorgestrel+Etinilestradiol Referência Triquilar Comprimido Farmácias de referências₁ e 180 Glibenclamida 5 mg Comprimido Farmácias de referências₁ e 220 Levonorgestrel+Etinilestradiol (0,15+0,03)mg Comprimido Farmácias de referências₁ e 181 Glicerina 12% Frasco 500mL+Aplicador UPA (Uso Hospitalar) 221 Levonorgestrel+Etinilestradiol (0,25+0,05)mg Comprimido Farmácias de referências₁ e

13 Quarta-feira, 14 de Outubro de Gazeta de Toledo Classificados/Editais Levotiroxina sódica 100mcg Comprimido Farmácias de referências₁ e 259 Nimodipina 30mg Comprimido Farmácias de referências₁ e 223 Levotiroxina sódica 50mcg Comprimido Farmácias de referências₁ e 260 Nistatina UI/ml Suspensão Oral 50mL Farmácias de referências₁ e 224 Levotiroxina sódica 25mcg Comprimido Farmácias de referências₁ e 261 Nistatina UI/g Creme Ginecológico Farmácias de referências₁ e 225 Lidocaína 2% Frasco-Ampola 20mL UPA (Uso Hospitalar) 226 Lidocaína 2% (20mg/g) Geleia Tópica Farmácias de referências₁ e 227 Loratadina 10mg Comprimido Farmácias de referências₁ e 228 Loratadina 1mg/ml Solução Oral Farmácias de referências₁ e 262 Nitrofurantoína 100mg Comprimido Farmácias de referências₁ e 263 Nitroglicerina 5mg/ml Ampola 10mL UPA (Uso Hospitalar) 264 Nitroprussiato de Sódio 25mg/ml Ampola 2mL UPA (Uso Hospitalar) 229 Losartana Potássica 50mg Comprimido Farmácias de referências₁ e 265 Norepinefrina (Noradrenalina) 2mg/ml Ampola 4mL E.V UPA (Uso Hospitalar) 230 Maracujá - Passiflora incarnata 100mg e 200mg Cápsula Farmácia Pública de Manipulação₃ 231 Mebendazol 20mg/ml Suspensão Oral 30mL Farmácias de referências₁ e 232 Meloxicam 5mg/ml Ampola 3mL Farmácias de referências₁ e 233 Mesilato de Codergocrina 4,5mg Comprimido Farmácias de referências₁ e 234 Mesilato de Doxazosina 4mg Comprimido Farmácias de referências₁ e 235 Metadona 10 mg Comprimido Farmácia Especial₅ (Port. nº 344/98 - Notificação de Receita A (AMARELA) Lista A1) 236 Metformina 850 mg Comprimido Farmácias de referências₁ e 237 Metildopa 250mg Comprimido Farmácias de referências₁ e 266 Norfloxacino 400mg Comprimido Farmácias de referências₁ e 267 Nortriptilina 25mg Comprimido Farmácias de referências₁ 268 Nortriptilina 75mg Comprimido Farmácias de referências₁ 269 Nortriptilina 50mg Comprimido Farmácias de referências₁ 270 Ocitocina 5UI/ml Ampola 1mL UPA (Uso Hospitalar) 271 Óleo Mineral 100% Uso Oral Frasco 100mL Farmácias de referências₁ e 238 Metilfenidato 10mg Comprimido Farmácias de referências₁ (Port. nº 344/98 - Notificação de Receita A (AMARELA) Lista A3) 239 Metoclopramida 5mg/ml Ampola 2mL Farmácias de referências₁ e 240 Metoclopramida 10 mg Comprimido Farmácias de referências₁ e 272 Omeprazol 40mg Frasco Ampola+Diluente UPA (Uso Hospitalar) 273 Omeprazol 20 mg Cápsula Farmácias de referências₁ e 274 Oxcarbazepina 600mg Comprimido Farmácias de referências₁ 241 Metoclopramida 4mg/ml Solução Oral Frasco Gotejador Farmácias de referências₁ e 275 Oxcarbazepina 300mg Comprimido Farmácias de referências₁ 242 Metoprolol Succinato 50mg Comprimido Farmácias de referências₁ e 243 Metoprolol Tartarato 100mg Comprimido Farmácias de referências₁ e 276 Oxcarbazepina 60mg/ml Suspensão Oral Farmácias de referências₁ 244 Metoprolol Tartarato 1mg/ml Ampola 5mL UPA (Uso Hospitalar) 245 Metronidazol 100mg/g Creme Ginecológico Farmácias de referências₁ e 246 Metronidazol 5mg/ml (0,5%) Frasco 100mL UPA (Uso Hospitalar) 247 Metronidazol 400mg Comprimido Farmácias de referências₁ e 277 Paracetamol 500mg Comprimido Farmácias de referências₁ e 278 Paracetamol 200mg/ml Solução Oral Farmácias de referências₁ e 279 Paracetamol + Carisoprodol+Diclofenaco Sódico+Cafeína ( )mg Comprimido Farmácias de referências₁ e 280 Penicilina G Potássica UI Frasco-Ampola UPA (Uso Hospitalar) 281 Pentoxifilina 400 mg Comprimido Farmácias de referências₁ e 248 Metronidazol 40mg/ml (4%) Suspensão Oral 100mL Farmácias de referências₁ e 249 Miconazol 20mg/g Creme Ginecológico Farmácias de referências₁ e 250 Midazolam 5mg/ml Ampola 3mL UPA (Uso Hospitalar) 251 Midazolam 5mg/ml Ampola 10mL UPA (Uso Hospitalar) 252 Mikania Glomerata (Guaco) 0,5ml/5mL Solução Oral 120mL Farmácias de referências₁ e 253 Mononitrato de isossorbida 20mg Comprimido Farmácias de referências₁ e 254 Mononitrato de Isossorbida 10 mg Comprimido Farmácias de referências₁ e 255 Neomicina+Bacitracina (5g+250UI)/g Creme ou Pomada 10g Farmácias de referências₁ e 256 Nifedipina 20mg Comprimido Farmácias de referências₁ e 257 Nimesulida 50mg/ ml Suspensão Oral Farmácias de referências₁ e 258 Nimesulida 100mg Comprimido Farmácias de referências₁ e 282 Pentoxifilina 400 mg Ampola 5mL UPA (Uso Hospitalar) 283 Permetrina 1% Emulsão Tópica Farmácias de referências₁ e 284 Piroxicam 20mg Comprimido ou Cápsula Farmácias de referências₁ e 285 Prednisona 20mg Comprimido Farmácias de referências₁ e 286 Prednisona 5mg Comprimido Farmácias de referências₁ e 287 Prometazina 25mg Comprimido Farmácias de referências₁ e 288 Prometazina 25mg/ml Ampola 2mL UPA (Uso Hospitalar) 289 Propafenona 300mg Comprimido Farmácias de referências₁ e 290 Propranolol 40 mg Comprimido Farmácias de referências₁ e 291 Propatilnitrato 10 mg Comprimido Farmácias de referências₁ e 292 Propiltiouracila 100mg Comprimido Farmácias de referências₁ e 293 Propofol 10mg/ml Frasco-Ampola 20mL UPA (Uso Hospitalar) 294 Ranitidina 25mg/ml Ampola 2mL Farmácias de referências₁ e

14 Classificados/Editais 14 Quarta-feira, 14 de Outubro de Gazeta de Toledo 295 Ranitidina 150mg Comprimido Farmácias de referências₁ e 296 Retinol+Aminoácidos+Metionina +Cloranfenicol (1mi+2,5%+0,5%+0,5%) Pomada Oftalmológica Farmácias de referências₁ 328 Talidomida 100 mg Comprimido Farmácia Especial₅ (Port. nº 344/98)- Notificação de Receita Lista C3 329 Tenoxicam 20mg Frasco-Ampola UPA (Uso Hospitalar) 330 Terbutalina 0,5mg/ml Ampola 1mL E.V S.C UPA (Uso Hospitalar) 331 Tetracaína+Fenilefrina (1%+0,1%) Solução Oftalmológica UPA (Uso Hospitalar) 297 Risperidona 1mg Comprimido Farmácias de referências₁ 298 Risperidona 2mg Comprimido Farmácias de referências₁ 332 Tiamina 100mg/ml Ampola 1mL UPA (Uso Hospitalar) 333 Tiamina 300mg Comprimido Farmácias de referências₁ e 334 Ticlopidina 250mg Comprimido Farmácias de referências₁ e 299 Risperidona 1mg/ml Solução Oral Farmácias de referências₁ 335 Timolol 5mg/ml Solução Oftalmológica Farmácias de referências₁ e 336 Tramadol 50mg/ml Ampola 1mL UPA (Uso Hospitalar) 300 Sais para Reidratação oral Formulação Padrão Pó Farmácias de referências₁ e 301 Salbutamol 100mcg Spray Farmácias de referências₁ e 302 Salbutamol 5mg/ml Solução Oral Farmácias de referências₁ e 303 Sertralina, Cloridrato 50mg Comprimido Farmácias de referências₁ 304 Sinvastatina 20mg Comprimido Farmácias de referências₁ e 305 Sinvastatina 40mg Comprimido Farmácias de referências₁ e 306 Solução de Bicarbonato de Sódio 8,40% Frasco 250mL UPA (Uso Hospitalar) 307 Solução de Cloreto de Sódio 0,90% Frasco 100mL UPA (Uso Hospitalar) 308 Solução de Cloreto de Sódio 0,90% Frasco 250mL UPA (Uso Hospitalar) 309 Solução de Cloreto de Sódio 0,90% Frasco 500mL UPA (Uso Hospitalar) 310 Solução de Cloreto de Sódio 0,90% Frasco 1000mL UPA (Uso Hospitalar) 311 Solução de Glicose 5% Frasco 250mL UPA (Uso Hospitalar) 312 Solução de Glicose 5% Frasco 500mL UPA (Uso Hospitalar) 313 Solução de Glicose 5% Frasco 1000mL UPA (Uso Hospitalar) 314 Solução de Manitol 20% Frasco 250mL Farmácias de referências₁ e 315 Solução de Ringer com Lactato Composição Padrão Frasco 500mL UPA (Uso Hospitalar) 316 Solução Fisiológica (Cloreto de Sódio) 0,90% Solução Nasal Farmácias de referências₁ e 317 Solução Glicofisiológica Composição Padrão Frasco 500mL UPA (Uso Hospitalar) 318 Solução Glicofisiológica Composição Padrão Frasco 1000mL UPA (Uso Hospitalar) 319 Sulfadiazina de prata 1% Creme Dermatológico Farmácias de referências₁ e 320 Sulfametoxazol + trimetoprima (400+80)mg Comprimido Farmácias de referências₁ e 321 Sulfametoxazol + trimetoprima (200+40)mg/5mL Suspensão Oral Farmácias de referências₁ e 322 Sulfassalazina 500mg Comprimido Farmácias de referências₁ e 323 Sulfato de Gentamicina 5mg/ml Solução Oftalmológica Farmácias de referências₁ e 324 Sulfato de Morfina 10mg/ml Ampola 1mL Farmácia Especial₅ (Port. nº 344/98 - Notificação de Receita A (AMARELA) Lista A1) 325 Sulfato de Morfina 10 e 30 mg Comprimido Farmácia Especial₅ (Port. nº 344/98 - Notificação de Receita A (AMARELA) Lista A1) 326 Sulfato ferroso 125mg/ml Solução Oral Frasco Gotejador Farmácias de referências₁ e 327 Sulfato ferroso 40mg Comprimido Farmácias de referências₁ e 337 Valeriana - Valeriana officinalis 100 mg e 300mg Cápsula Farmácia Pública de Manipulação₃ 338 Valproato de sódio 50mg/ml Frasco 100mL 339 Varfarina Sódica 5mg Comprimido Farmácias de referências₁ e 340 Verapamil 80mg Comprimido Farmácias de referências₁ e 341 Verapamil 2,5mg/ml Ampola 2mL UPA (Uso Hospitalar) 342 Vitamina C (Ácido Ascórbico) 500mg/ml Ampola com 5mL UPA (Uso Hospitalar) 343 Vitamina K (Fitomenadiona) 10mg/ml Ampola 1mL I.M UPA (Uso Hospitalar) 344 Vitamina K (Fitomenadiona) 10mg/ml Ampola 1 ml E.V UPA (Uso Hospitalar) 345 Vitaminas A e D Formulação Padrão Pomada Farmácias de referências₁ e 346 Vitaminas A e D UI UI Solução Oral Farmácias de referências₁ e 347 Vitaminas e sais minerais Formulação Padrão Comprimido Farmácias de referências₁ e 6 - MEDICAMENTOS PARA O TRATAMENTO DO TABAGISMO Caso o usuário tenha necessidade de parar de fumar ele deve procurar a unidade mais próxima de casa, e pedir para ingressar no tratamento. O primeiro passo é uma avaliação clínica que vai determinar o grau de dependência do fumante. Caso sua dependência seja considerada física, o paciente passa por uma "abordagem cognitiva-comportamental". Na prática, o fumante é encaminhado a um grupo de apoio, coordenado por um ou dois médicos, que se reúne quatro vezes por semana. Nesses encontros, além de receber um manual antitabagismo, ele recebe informações sobre os motivos pelos quais se fuma, os problemas causados pelo consumo de tabaco e os efeitos da abstinência. A utilização de medicamentos que suprem a ausência do tabaco no organismo. Adesivos e gomas de mascar de nicotina são fornecidos sem custo para o paciente e ajudam a combater a síndrome de abstinência. Algumas pessoas têm um grau de dependência maior, a chamada dependência psicológica. Geralmente, estes pacientes precisam de outro medicamento, também fornecido de graça, o antidepressivo Bupropiona. Em casos mais graves, o paciente é encaminhado para um tratamento ainda mais especializado, num Centro de Atendimento Psicossocial - Caps. De posse do receituário na mão, o usuário retira os medicamentos descritos abaixo na Farmácia Escola - Rua Almirante Tamandaré, 788 Centro. 1. Nicotina Goma de mascar 02mg 2. Nicotina Adesivo 07mg 3. Nicotina Adesivo 14mg 4. Nicotina Adesivo 21mg 5. Bupropiona, cloridrato 150mg comprimido 7 - MEDICAMENTOS PARA O TRATAMENTO DA SÍNDROME RESPIRATÓRIA AGUDA GRAVE SRAG O usuário que tiver uma receita de TAMIFLU (Oseltamivir) pode retirar o medicamento nos Hospitais, UPA, Farmácia Escola e demais Dispensários de medicamentos dentro das UBS do Município. 1. Oseltamivir 75 mg 2. Osetalmivir 30 mg 3. Osetalmivir 45 mg 8. MEDICAMENTOS E INSUMOS PARA INSULINODEPENDENTES Os insumos são disponibilizados aos usuários, portadores de diabetes mellitus insulino-dependentes e que estejam cadastrados no cartão SUS e/ou no Programa de Hipertensão e Diabetes Hiperdia, conforme determinado na PORTARIA Nº 2.583, DE 10 DE OUTUBRO DE 2007 O AMGC- Automonitoramento de Glicemia Capilar deve ser incentivado nos pacientes que usam insulina associado às estratégias de Educação em Saúde que visem aumentar a autonomia do portador para o autocuidado e essas ações devem ser incorporadas na rotina das unidades de saúde. Não existem evidências científicas suficientes que o automonitoramento rotineiro da glicemia capilar nos pacientes diabéticos tipo 2 em terapia com hipoglicemiantes orais seja custo - efetivo para o melhor controle da glicemia. Nesses casos, a glicemia capilar pode ser realizada na própria unidade de saúde por ocasião das visitas regulares de avaliação definidas pela equipe conforme protocolo instituído. A frequência do AMGC deve ser determinada individualmente, dependente da situação clínica, do plano terapêutico, do esquema de utilização da insulina, do grau de informação e compromisso do paciente para o autocuidado e da sua capacidade de modificar sua medicação a partir das informações obtidas. A frequência diária recomendada em média deve ser três a quatro vezes ao dia. Os portadores de diabetes tipo 1 e os que usam múltiplas injeções diárias de insulina podem fazer a glicemia de ponta de dedo 3 a 4 vezes ao dia e em horários de ocorrência de maior descontrole glicêmico permitindo ajustes individualizados da insulina; essas medidas incluem uma antes (pré-prandial ) e 2 horas após as refeições (pós-prandial) e ao deitar. O teste à noite é importante para a prevenção de hipoglicemias noturnas. Para os que usam insulina e agentes hipoglicemiantes orais e praticam exercício, o AMGC antes, durante e, especialmente, horas após o exercício pode contribuir para estabelecer o nível de resposta à atividade física. Essa informação pode ser usada para fazer ajustes nas doses e/ou na ingestão de carboidratos e evitar alterações glicêmicas significativas, sobretudo à hipoglicemia. MEDICAMENTOS E INSUMOS DISPONIBILIZADOS 1. Insulina Humana NPH Suspensão Injetável 100 UI/mL; 2. Insulina Humana Regular Suspensão Injetável 100 UI/mL; 3. Seringas com agulha acoplada para aplicação de insulina; 4. Tiras Reagentes de Medida de Glicemia Capilar; 5. Lancetas Para Punção Digital; 6. Glicosímetros (Apenas distribuídos para insulino dependentes e Gestantes diagnosticadas com Diabetes Gestacional) Os locais de Acesso são as Farmácias de Referências₁ - Farmácia Escola e Farmácia UBS da Vila Pioneiro e para retirar é preciso apresentar além dos documentos necessários em qualquer dispensação, o pedido do médico da monitorização de glicemia e o diagnóstico de diabetes tipo 1 ou receituário de Insulina. 9. DISPENSAÇÃO DE TALIDOMIDA (RDC Nº 11 22/03/2011) O medicamento deve ser prescrito em receituário próprio - Notificação de Receita de Talidomida - acompanhado do Termo de Responsabilidade/Esclarecimento. A Notificação de Receita de Talidomida tem validade por 20 (vinte) dias, a partir da data de sua emissão e só é válida no estado onde foi emitida. A quantidade prescrita pode ser no máximo para 30 (dias) de tratamento. O Termo de Responsabilidade/Esclarecimento deve preenchido e assinado pelo prescritor e paciente, em 3 (três) vias, sendo que a primeira via deve ficar retida no prontuário; a segunda via deve ser arquivada na farmácia e a terceira via deve ser entregue ao paciente. Os prescritores de Talidomida devem ser cadastrados na Autoridade Sanitária competente. A Talidomida está indicada para CID: A30 (Hanseníase); B23.8 (DST/AIDS: Úlceras aftóide idiopática em pacientes

15 Quarta-feira, 14 de Outubro de Gazeta de Toledo Geral 15 portadores de HIV/AIDS); M32 (Lúpus eritematoso); Y83.0 (Doenças enxerto X hospedeiro); C90 (Mieloma múltiplo). Outras patologias não contempladas anteriormente devem ter autorização especial da ANVISA. O local de dispensação deste medicamento é a Farmácia Escola. 10. LOCAIS DE ACESSO AOS MEDICAMENTOS DE OUTROS COMPONENTES 10.1 MEDICAMENTOS DO COMPONENTE ESTRATÉGICO DA ASSISTÊNCIA FARMACÊUTICA MEDICAMENTOS PARA O CONTROLE DE ENDEMIAS, TAIS COMO A TUBERCULOSE, HANSENÍASE E OUTRAS DOENÇAS ENDÊMICAS DE ABRANGÊNCIA NACIONAL OU DISTRITAL. O programa atende os pacientes durante todo o tratamento de forma gratuita. Além de disponibilizar os medicamentos, os pacientes ainda recebem indicações médicas e de outros profissionais de saúde sobre o tratamento, que pode durar entre seis meses a um ano. O Programa de Hanseníase e Tuberculose atende de Segunda a sexta-feira das 7h ás 12h30min na Rua Doutor Ciro Fernandes do Lago, 315, na Vila Pioneiro, anexo ao Núcleo Integrado de Saúde Doutor Jorge Nunes (NIS/Mini Hospital) MEDICAMENTOS ANTIRETROVIRAIS DO PROGRAMA DST/AIDSS O Programa DST/AIDS é desenvolvido pelo CTA/SAE-CISCOPAR que fica localizado na Rua Rodrigues Alves, 1437 no Jardim Coopagro. Todos os pacientes diagnosticados são atendidos pelo CTA e de lá já saem com o tratamento medicamentoso MEDICAMENTOS DO COMPONENTE ESPECIALIZADO DA ASSISTÊNCIA FARMACÊUTICA Componente cujos medicamentos são dispensados conforme critérios estabelecidos em portarias do Ministério da Saúde que podem ser acessadas através do link: sctieraiz/daf-raiz/cgceaf-raiz/cgceaf/l3-cgceaf/ A aquisição e a realização das análises técnicas dos processos de solicitação destes medicamentos são de responsabilidade da Diretoria de Assistência Farmacêutica da Secretaria Estadual de Saúde. A abertura dos processos de solicitação e a dispensação dos medicamentos ocorrem na Farmácia do Estado situada a Rua Parigot de Souza nº 2770 Centro. Telefone (45) LOCAIS DE ACESSO DAS UNIDADES DE DISPENSAÇÃO Farmácias de Referências₁ Para o mesmo CPF, você tem 5 dias para anunciar gratuitamente durante o mês Farmácia Escola - Rua Almirante Tamandaré, 788 Centro. Farmácia Comunitária do NIS - Rua Doutor Cyro Fernandes do Lago, Vila Pioneiro. Todas as UBS do Município de Toledo, com exceção a UBS do Caique. Farmácia Pública de Manipulação₃ Farmácia Escola - Rua Almirante Tamandaré, 788 Centro. Unidade de Referência em Tuberculose e Hanseníase₄ Ubs - Pioneiro - Rua Doutor Cyro Fernandes do Lago, Vila Pioneira. Farmácia Especial₅ Classificados Farmácia Escola - Rua Almirante Tamandaré, 788 Centro. Os Medicamentos distribuídos nesta Unidade dependem de Protocolos Estaduais e Federais, assim como sua disponibilidade. UPA (Uso Hospitalar) DIÁRIO METROPOLITANO Rua Guarani - Vila Becker. SÃO 5 DIAS GRATUITOS. APROVEITE!

16 Quarta-feira, 14 de Outubro de Gazeta de Toledo - Página 16 Geral Matopiba se consolida como nova fronteira agrícola Formada por terras do Sul do Maranhão, do Leste do Tocantins, do Sul do Piauí e do Oeste da Bahia, a região do Matopiba consolida-se como a mais nova fronteira agrícola do país. Próxima dos portos de Belém, de São Luís, de Pecém (CE) e de Suape (PE), a região caracteriza-se pelo baixo preço das terras e pela uniformidade do clima, do solo e do relevo, que facilitam a mecanização agrícola e têm atraído cada vez mais agricultores. Com 337 municípios distribuídos em 73 milhões de hectares, o Matopiba tem quase 6 milhões de brasileiros e 324 mil estabelecimentos agrícolas. A região se ressente, no entanto, da falta de uma malha rodoviária mais eficiente para o escoamento. Parte da safra do Tocantins e do Maranhão pode ser exportada pela Rodovia Belém-Brasília até o porto de Barcarena (PA) ou pela Ferrovia Norte-Sul, de Porto Franco (MA) até o porto de Itaqui, em São Luís. As demais áreas do Matopiba têm como caminho natural a BR-020, que liga Brasília a Fortaleza, que não tem asfalto num trecho de 460 quilômetros na Bahia e no Piauí. Apesar da carência de infraestrutura, que encarece os preços dos fretes, o agricultor e presidente da Associação dos Produtores da Serra do Quilombo (PI), Leivandro Fritzen, diz que investir em lavouras na região tem vantagens. Ele ressalta que as produções de soja e milho têm crescido ano a ano. Segundo o presidente da Associação Baiana dos Produtores de Algodão, Celestino Zanella, Plano de Desenvolvimento Agropecuário do Matopiba, lançado em maio pela ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Kátia Abreu, ajudará a elevar a produtividade na região. Ele, no entanto, também reivindica melhorias na malha viária para o escoamento da safra. Corrigida essa deficiência, a produção na região só tem a crescer, diz. Mesmo com as deficiências no escoamento, a região tem chamado a atenção pela produção e pela produtividade crescentes. Segundo a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), o Matopiba produziu 8,7 milhões de toneladas de soja na safra 2013/2014. Na temporada 2014/2015, a produção da oleaginosa teve aumento de 21,7% e chegou a 10,5, milhões de toneladas, equivalentes a 11% da produção nacional de soja. A Bahia se destaca em produtividade, com quilos por hectare (kg/ha) e 4,2 milhões de toneladas colhidas. Potencial elevado Na safra 2014/2015, a região do Matopiba colheu 9,4% das 209,5 milhões de toneladas de grãos produzidas no país. A região produziu 19,7 milhões de toneladas de algodão em pluma, soja, arroz e milho, em uma área de 5,7 milhões de hectares. De acordo com a Conab, mais 10 milhões de hectares podem ser incorporados à área plantada. A produção poderia ter sido Classificados Imagem de arquivo/agência Brasil Preço baixo das terras e proximidade de portos exportadores têm atraído cada vez mais agricultores para a região do Matopiba maior, não fosse a lagarta e a mosca branca que atacaram as plantações no início deste ano, além da falta de chuva, de acordo com o sojicultor Emir Wendler, de Balsas (MA). O sul do estado foi escolhido por agricultores do centro-sul para as primeiras experiências com soja em áreas de Cerrado, em 1978, mas a lavoura só ganhou impulso no final da década de 1990, avançando para outras áreas. No ciclo 2013/2014, o Matopiba colheu 4,42 milhões de toneladas de milho. A produção subiu para 4,45 milhões de toneladas na safra atual, o que equivale a 5% do total nacional. O Maranhão sobressaiu com 1,3 milhão de toneladas. A maior produtividade foi registrada no Piauí, com kg/ha. O Matopiba também produz algodão. Numa área de 315 mil hectares, a produção na safra 2014/2015 chegou a 495 mil toneladas de algodão em pluma a maior parte na Bahia. O volume equivale a 32% da produção brasileira. Tocantins destaca-se na produção (605 mil toneladas) e na produtividade (4.745 kg/ha) de arroz no Matopiba. A região produziu 986 mil toneladas do cereal na safra 2014/2015, equivalentes a 8% do total nacional. Para o mesmo CPF, você tem 5 dias para anunciar gratuitamente durante o mês SÃO 5 DIAS GRATUITOS. APROVEITE! Governo abre crédito de R$ 15 milhões para ampliar atendimento a refugiados O governo vai investir R$ 15 milhões no fortalecimento da política de assistência a refugiados e imigrantes no país. O crédito extraordinário consta de medida provisória publicada no Diário Oficial da União de sexta-feira (9) e explicado ontem (13), durante entrevista coletiva no Ministério da Justiça. Os recursos serão destinados a ações para ampliar a rede de abrigamento, assistência jurídica, social e psicológica, além de aulas de português e auxílio na inserção no mercado de trabalho. O crédito extraordinário é quase o dobro do atual orçamento da Secretaria Nacional de Justiça, do Ministério da Justiça, responsável, entre outras, por esse tipo de ação, que custou este ano R$ 8 milhões. Estamos diante da pior crise humanitária desde a Segunda Guerra Mundial, disse o secretário Nacional de Justiça e presidente do Comitê Nacional para os Refugiados (Conare), Beto Vasconcelos. O mundo inteiro tem buscado soluções inovadoras. A comunidade internacional tem buscado medidas O governo decidiu estabelecer um teto de R$ 500 mensais para gastos com celulares corporativos, tablets e modens usados por ministros, pelo chefe do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas, pelos comandantes da Marinha, do Exército e da Aeronáutica e por ocupantes de cargos de natureza especial, ou seja, cargos de confiança, que dispensam concurso público. Também foi estabelecido teto para outros cargos e funcionários comuns autorizados a usar esses serviços. Os dirigentes máximos de autarquias e fundações e os ocupantes de cargos de direção e assessoramento superior (DAS) nível 6 podem gastar no máximo R$ 300. Quem tem cargo DAS nível 5, por sua vez, terá teto de R$ 200. Para os demais usuários autorizados, o limite é R$ 150. A medida está em para atender o drama humano que estamos vivendo. O Brasil tem colaborado. De acordo com o secretário, os recursos serão investidos por meio de parcerias com estados, municípios, órgãos públicos, organizações da sociedade civil, entidades e organismos internacionais. Segundo Vasconcelos, o Brasil reconhece refugiados no Brasil. Os dados começaram a ser compilados em 1997, incluindo pessoas que ingressaram no país antes desse ano. Desses, são de nacionalidade síria, angolanos, colombianos e aproximadamente 850 congoleses. Essas pessoas geralmente se estabelecem nas regiões Sul e Sudeste do Brasil. Há também entradas identificadas no Norte, principalmente no Acre. No mundo, 60 milhões tiveram de deixar suas casas e 20 milhões foram forçados a deixar seus países, escapando de conflitos armados ou perseguições por raça, religião, grupo social, opinião política ou nacionalidade. Governo estabelece gasto com celular, tablet e modem decreto do Poder Executivo publicado ontem (13) no Diário Oficial da União. Também no decreto, o governo estabelece meta de reduzir em 20%, em relação aos valores atuais, os gastos dos órgãos públicos com contratos de aquisição de bens e prestação de serviços, tais como de locação de imóveis e veículos, consultoria, vigilância ostensiva e aquisição de passagens. Segundo o Ministério do Planejamento, a medida é parte da reforma administrativa e integra o esforço do governo para racionalizar e reduzir os gastos de custeio. Em maio deste ano, a pasta já havia publicado uma portaria limitando em R$ 8,9 bilhões os gastos de ministérios com mão de obra terceirizada, consultoria, limpeza, conservação, locação de imóveis, passagens e outros.

17 Esporte Nutricionista Mariana Mucciatto Rua Guarani, Jd. La Salle CRN Vencedor da 14ª meia maratona de Toledo bate recorde da prova Av. J.J. Muraro, 2220 Maratona, rústica, maratoninha e caminhada levou milhares de pessoas ao Parque Ecológico. Confira alguns dos registos COLCHÕES Colchões magnéticos com infravermelho longo e energia bioquântica. GARANTIA DE BEM ESTAR COLCHÕES COM 12 ANOS DE GARANTIA Avenida Maripá - Anexo ao Super Muffato

18 Quarta-feira, 14 de Outubro de Gazeta de Toledo - Página 18 Esporte Os técnicos tem feito um bom trabalho, assim como os atletas. Isso mostra o potencial do nosso município no esporte, sendo que os técnicos e a maioria dos atletas são do nosso município. Nada mais justo que os atletas da casa representarem o Toledo em competições oficiais. Da secretária de Esportes e Lazer Marli Gonçalves Costa, hoje nesta Gazeta. Equipe adulta com Simone é campeã Sul-Americana de Ginástica A equipe brasileira adulta, com a ginasta Simone Luiz, da Sadia, foi campeã no Campeonato Sul- Toledo Futsal empata e -Americano de Ginástica, realizado de 8 a 12 de outubro, em Cochabamba, na Bolívia. Simone fez decisão será em casa O ADM Engenharia/Vis Energy nos que amam o esporte. parte da equipe brasileira adulta, Drink/Toledo Futsal está a um Marli também elogiou o trabalho juntamente com as atletas Natália passo de voltar para a elite do dos membros da equipe. Os técnicos tem feito um bom trabalho, Gáudio, Carolina Garcia e Mayra futsal paranaense. O time está na Siñerz. No individual, a ginasta semifinal e caso vença a partida assim como os atletas. Isso mostra conquistou ainda a medalha de contra Salto do Lontra, no próximo o potencial do nosso município no prata no arco e a de bronze nas maças, além do quarto lugar no sábado (17), garante a vaga na Chave Ouro do Campeonato esporte, sendo que os técnicos e a maioria dos atletas são do nosso individual geral. A delegação brasileira era formada por um total sábado (10), jogando em Salto do os atletas da casa representarem Paranaense de Futsal. No último município. Nada mais justo que de 29 ginastas nas categorias pré- Lontra, os toledanos empataram o Toledo em competições oficiais. -infantil, infantil, juvenil e adulto. em 5x5, com o time da casa no O presidente da Associação Toledana dos Amigos do Futsal jogo de ida. Em caso de novo empate, será realizada uma terceira (ATAF), mantenedora do Toledo Somente no adulto, a equipe brasileira não contou com atletas no partida. O duelo acontece no Gi- Futsal, Jairo Luiz Cerbarro, afir- Atleta foi campeã por equipe e conquistou prata no arco e bronze nas maças conjunto. Nas demais, a participação foi no individual e no conjun- mas acabou deixando e se confor- de ar, acrescentou. Fora da qua- 20h30. Em caso de novo empate, nova no circuito de competições. pensou até em recorrer da nota, puxada e a gente sentia muita falta násio de Esportes Alcides Pan às mou ser difícil iniciar uma equipe to. mando com o quarto lugar. Várias dra, a atleta recebeu vários elogios será realizada uma terceira partida, Em novembro do ano passado começamos Para Simone, que já está em Toledo e retoma os treinamentos pessoas vieram conversar comigo, inclusive as técnicas da equipe de pelo trabalho que vem fazendo e pelas coreografias apresentadas. mais uma vez em Toledo. O Toledo Futsal tem um histórico os trabalhos com a equi- pe para a Chave Prata, após a conquista da vaga. Além de treinar e ainda nesta semana, visando a Curitiba, elogiaram o meu trabalho e eu consegui retomar o foco clusive da Colômbia e do Chile, me equipe representando o municí- preparar os atletas para enfrentar O que ouvi de outras técnicas, in- de superação. Antes de haver uma participação nos Jogos Abertos do Paraná, em novembro, o resultado foi bom e a experiência domingo, trazendo duas medalhas certo e fico feliz com isso, mesmo e fazer uma boa competição no mostraram que estou no caminho pio, algumas agremiações, que já as disputas, precisamos atrair os possuíam vagas na Chave Ouro, patrocinadores e desde então temos trabalhado para colocar o procuraram o município para estabelecer sede em Toledo. Mas, nome do município novamente na bastante interessante, embora ela para o Brasil. Acho que isso foi tendo perdido o terceiro lugar por tenha sentido bastante a falta da muito importante. No domingo, a uma pontuação tão pequena, ressaltou a ginasta. e Lazer Marli Gonçalves Costa, Jairo também contou sobre a par- segundo a secretária de Esportes elite do futsal paranaense. técnica Anita Kliemann ou outra ginasta competiu no arco, quando técnica da equipe. Esta foi a primeira vez que viajou desacompa- e nas maças, com a medalha de Toledo é patrocinado pela Sadia, uma equipe com atletas de Toledo. e Lazer (SMEL), que foi indispen- conquistou a medalha de prata, O projeto de Ginástica Rítmica de o município decidiu apostar em ceria com a Secretaria de Esportes nhada. Mesmo com a experiência bronze. conta com as parceiras do Sesi, Nós decidimos apoiar uma equipe sável para o sucesso da equipe. da atleta, ela ressalta que sentiu a A atleta também destacou que a prefeitura de Toledo, apoio da nova, com atletas toledanos, Apesar de a nossa equipe ser desável falta deste apoio, principalmente competição foi bastante puxada e Unimed e com o co patrocínio mas com muito potencial. Sendo sacreditada no início da trajetória, quando perdeu o terceiro lugar no as ginastas sentiram bastante com de O Boticário, Sanepar e Prati- assim, a equipe precisou passar a SMEL foi de grande importância. Através do apoio do Governo individual geral por uma diferença o ar rarefeito da Bolívia. A gente -Donaduzzi, através de recursos pela Chave Bronze e agora disputa a Chave Prata. Esta decisão foi Municipal temos transporte e ali- muito pequena e tendo um resultado que ela não considerou muipetir na quinta e fomos até domin- Esporte do Ministério do Esporte/ chegou na quarta, começou a com- obtidos pela da Lei de Incentivo ao muito questionada, mas agora vemos o resultado do trabalho sério parceria talvez não tivéssemos ido mentação para a equipe e sem a to justo pelo seu desempenho. Ela go. Foi uma competição bastante Governo Federal. desenvolvido por cidadãos toleda- tão longe, concluiu. Toledo conquista 11 medalhas no Estadual de Karatê Os atletas da equipe de karatê da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer trouxeram 11 medalhas 3 Fase do Estadual de Karatê Goju-Ryu, realizada neste sábado, 10, em Campo Mourão. A toledana Amanda Silveira conquistou o 3º lugar na modalidade Kumite (luta), enquanto o Ildo Johann levou o 1º lugar na mesma modalidade. A karateca Gabrielly Reis conquistou o 1º Lugar no Kata (apresentação de luta imaginária) e 2º Lugar no Kumite. Thaís Carolina Slometski ficou em 1º Lugar no Kumite e 2º lugar no Kata, Ivã Luiz Caon levou o 1º Lugar Kumite e 3º Lugar no Kata. O karateca Eduardo Classificados Suchenski ficou em 3º no Kata e 2º no Kumite, Matheus Guarato conquistou o 4º Lugar na modalidade Kata e o Sensei Maurício conquistou o 1º Lugar no Kumite. De acordo com o professor da Secretaria de Esportes, Maurício Domingues, Toledo teve um participação positiva no campeonato. O município sempre é destaque nos campeonatos. O desempenho dos atletas foi muito bom e quase todos ganharam medalhas. O próximo e penúltimo passo deste ano para o karatê de Toledo será em casa, na final Estadual de Karate Interestilos, onde as equipes buscarão o título de campeã geral do ano, salientou o professor. A Para competição o mesmo final acontecerá CPF, você tem 5 dias no Ginásio de Esportes Jaime Zeni durante o mês e reunirá 20 associações de todo o estado. para anunciar gratuitamente SÃO 5 DIAS GRATUITOS. APROVEITE! Atletas da equipe de Toledo que juntos conquistaram um total de 11 medalhas na competição

19 Quarta-feira, 14 de Outubro de Gazeta de Toledo - Página 19 Estadual Sancionada lei que muda eleição de diretores escolares estaduais O governador em exercício Ademar Traiano sancionou nesta terça-feira (13) projeto de lei que prevê mudanças nos procedimentos para escolha de diretores de escolas públicas estaduais. A partir de agora, a eleição para diretores e diretores auxiliares das 2,1 mil escolas estaduais será direta, com voto não mais paritário, mas universal. O voto terá o mesmo peso para professores, funcionários, alunos maiores de 16 anos e pais de alunos menores. Essa é uma das mudanças previstas no projeto aprovado pela Assembleia Legislativa na primeira semana de outubro. Com essa medida, feita em sintonia com a comunidade escolar, teremos uma eleição universalizada e mais democrática com a participação de pais e alunos. Além disso, o diretor terá o trabalho avaliado pela comunidade com metas para cumprir, disse Traiano. O mandato é de quatro anos e, após dois anos, o Conselho Escolar, formado por alunos, pais, professores e funcionários, fará uma avaliação sobre o cumprimento das metas e prestação de contas. A consulta para escolha dos diretores será realizada entre os meses de novembro e dezembro, por meio de voto por chapa. Podem ser candidatos os servidores que pertençam ao Quadro Próprio do Magistério, ao Quadro Único de Pessoal, ao Quadro de Funcionários da Educação Básica ou ao Quadro Próprio do Poder Executivo. Nosso objetivo com essa proposta foi tornar o processo de escolha mais democrático, explicou a secretária de Estado da Educação, Ana Seres. REQUISITOS - Para se candidatar, será necessário ter curso superior com licenciatura e compor o quadro do estabelecimento de ensino desde o início do ano letivo da consulta. Deverá também apresentar plano de ação compatível com o projeto político pedagógico da escola e com as políticas educacionais da Secretaria da Educação. Os atuais diretores também poderão ser candidatos à reeleição. Outro requisito necessário é que os candidatos tenham participado de curso de gestão escolar específico em formação continuada, oferecido pela Secretaria de Estado da Educação, ou em parceria com outras instituições formadoras, ou ainda do Programa de Desenvolvimento Educacional (PDE), na linha de estudo de Gestão Escolar, ou de Curso de Pós-Graduação, lato ou strictu sensu, com ênfase em gestão escolar, comprovado mediante diploma reconhecido pelo Ministério da Educação. Além disso, os candidatos terão que apresentar metas de gestão, o que tem como consequência um maior comprometimento com a comunidade escolar e menos com interesses alheios à educação, diz o líder do governo na Assembleia Legislativa, Luiz Cláudio Romanelli. EMENDA Os deputados aprovaram emenda que permite que os candidatos a diretores e diretores auxiliares de estabelecimentos exclusivamente de educação profissional possam concorrer mediante comprovação de curso superior em sua área específica. Gaeco prende delegado e policiais na Operação Aquiles O Ministério Público do Paraná, por meio do Gaeco de Curitiba e da Promotoria de Rio Branco do Sul, cumpriu na manhã desta terça-feira, 13 de outubro, mandados de prisão temporária, busca e apreensão e de condução coercitiva durante a Operação Aquiles. Na operação foi preso o delegado Rubens Recalcatti. As investigações apuram as circunstâncias de uma morte ocorrida em abril deste ano, na Região Metropolitana de Curitiba, em um suposto confronto com a Polícia Civil. Até o meio da tarde, cinco mandados de prisão temporária foram cumpridos em Curitiba, contra policiais civis, entre eles o delegado de polícia Rubens Recalcatti. Em uma das buscas realizadas, foi apreendido um revólver, calibre 38, sem registro. Também foram apreendidos pen drives, documentos e valores em dinheiro. Traiano visita comunidades atingidas por chuva de granizo em Ipiranga O governador em exercício Ademar Traiano assinou na tarde desta terça-feira (13), no Palácio Iguaçu, decreto que estabelece estado de calamidade pública para o município de Ipiranga, nos Campos Gerais. A medida do Governo do Estado foi adotada para agilizar as liberações de recursos para atendimentos emergenciais da cidade. Ipiranga foi atingida por um forte temporal que trouxe danos a todas as regiões da cidade e afetou pessoas. O governador em exercício, Ademar Traiano, visitou no último domingo (11) as comunidades atingidas pela chuva de granizo em Ipiranga, na quinta-feira (8). Pelo menos 50 prédios públicos, incluindo três escolas, o hospital municipal e diversas unidades de saúde, além de casas, foram danificados. A estimativa é que os prejuízos cheguem a R$ 32 milhões valor superior a todo orçamento municipal previsto para 2016, de R$ 30 milhões. Grande parte do município foi atingida pelo temporal e a população de Ipiranga precisa de nossa solidariedade neste momento, afirmou Traiano. O Governo do Estado já disponibilizou estruturas e o apoio da Defesa Civil e de diversas secretarias para minimizar os impactos da chuva no município. Todo o apoio é bem-vindo, disse. RECURSOS Traiano destacou que o Governo do Estado liberou R$ 500 mil para a aquisição de remédios para o município, que teve praticamente todo o seu estoque perdido com o destelhamento das unidades de saúde. Ele também autorizou a compra de 20 mil telhas para atender as famílias mais necessitadas. O prefeito Roger Selski diz que Governador em exercício, Ademar Traiano, vistoria os estragos causados pela chuva no município de Ipiranga com o prefeito Roger Selski e os deputados estaduais Hussein Bakri e Plauto Miró a prioridade, no momento, é retomar o atendimento nas áreas essenciais à população. As três escolas destelhadas atendem 600 alunos, que já estão com o calendário comprometido e não podem ficar mais dias sem aulas. Nas unidades de saúde, perdemos 100% dos remédios estocados, contou. A sensibilidade do governador em exercício, que vem nos visitar neste momento difícil, e todo o apoio da Defesa Civil e do Governo do Estado estão sendo muito importantes para voltarmos à nossa rotina, ressaltou. Os deputados estaduais Hussein Bakri e Plauto Miró também acompanharam a visita. AUXÍLIO O Governo do Estado enviou, no sábado (09), o hospital de campanha da Secretaria da Saúde para atender a população de Ipiranga, já que as chuvas danificaram as estruturas de saúde da cidade. Também foi autorizado o repasse de R$ 500 mil para a compra de medicamentos e outros itens essenciais para abastecer o Classificados Pedro Ribas/ANPr hospital de campanha e ajudar a restabelecer o atendimento nas unidades de saúde. Segundo informações da Prefeitura, o hospital municipal teve que ser interditado na sexta-feira. O telhado do local foi inteiramente destruído, alagando enfermarias, centro cirúrgico e outros setores. As unidades de saúde da cidade também foram atingidas e suspenderam o atendimento. NO ESTADO De acordo com o boletim da Defesa Civil, 19 municípios foram atingidos por tempestades, vendavais e chuvas de granizo desde a quinta-feira. Os temporais afetaram pessoas e danificaram residências em diversas regiões do Paraná. Além de Ipiranga, a situação também foi crítica em Cascavel, no Oeste do Estado, e em Borrazópolis, no Vale do Ivaí. Em Cascavel, a chuva de granizo danificou 410 casas e afetou pessoas. Em Borrazópolis, as tempestades afetaram pessoas e danificaram 200 residências. Para o mesmo CPF, você tem 5 dias para anunciar gratuitamente durante o mês SÃO 5 DIAS GRATUITOS. APROVEITE!

20 Quarta-feira, 14 de Outubro de Gazeta de Toledo - Página 20 Frase do dia: Vença a si mesmo! PERSSUE Sabe aquele calçado e aquele acessório que fazem a diferença na hora de montar o look? E as novidades? Nada melhor que você pode encontrar tudo isso num mesmo lugar, e é lá na Perssue que você se deleita do melhor em calçados, bolsas e acessórios para você ficar cada vez mais bela e com estilo! Aposte nas cores, mas una o equilíbrio do nude para você não sobrecarregar seu traje ou a combinação dos seus artefatos de luxo! Venha para Perssue conhecer as peças novas da coleção Primavera Verão 2016, na Rua Guarani, térreo do Edifício Antares - Centro. FRAGRÂNCIAS Quem não gosta de estar sempre com aquele cheirinho de banho tomado, ou aquele cheiro cheio de virilidade durando o dia todo? É pensando nesses pequenos detalhes que a Suporte Cosméticos oferece as melhores linhas de perfumaria para os homens e mulheres! Com preços que cabem no seu bolso, você pode não comprar apenas uma, mas várias fragrâncias, uma para cada dia, ou uma para cada ocasião. Confira as opções mais cheirosas da cidades, na Avenida Tiradentes, 1087, e saia de lá com as sacolas cheias!!! Invista em você, visite a Perssue e conheça as opções que levam o seu estilo! Eloisa Oliveira, em produção à coluna, recebe o espaço para nos dar um de beleza para hoje! Foto Alysson Borges. Valorize seu ar, perfume-se com a Suporte Cosméticos thepetspa.com.br Borges de Medeiros / Toledo As bloggers e irmãs Rafaela e Rebeca Sperafico, lindas, durante o JL Trends Summer Henrique, Rejane, Rosselane e Gênelle, durante a inauguração da nova sede do Museu Histórico Willy Barth

DECRETO Nº 1710, DE 16 DE NOVEMBRO DE 2007.

DECRETO Nº 1710, DE 16 DE NOVEMBRO DE 2007. DECRETO Nº 1710, DE 16 DE NOVEMBRO DE 2007. Institui o elenco de medicamentos e aprova o regulamento dos procedimentos de aquisição e dispensação de medicamentos especiais para tratamento ambulatorial

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DE SAÚDE

SECRETARIA DE ESTADO DE SAÚDE SECRETARIA DE ESTADO DE SAÚDE PORTARIA Nº 111, DE 27 DE JUNHO DE 2012. Dispõe sobre normas técnicas e administrativas relacionadas à prescrição e dispensação de medicamentos e insumos do Componente Básico

Leia mais

Art. 1º Fica aprovado, na forma do Anexo, o Regimento Interno do Conselho Nacional de Arquivos - CONARQ. JOSÉ EDUARDO CARDOZO ANEXO

Art. 1º Fica aprovado, na forma do Anexo, o Regimento Interno do Conselho Nacional de Arquivos - CONARQ. JOSÉ EDUARDO CARDOZO ANEXO PORTARIA Nº 2.588, DE 24 DE NOVEMBRO DE 2011 Aprova o Regimento Interno do Conselho Nacional de Arquivos O MINISTRO DE ESTADO DA JUSTIÇA, no uso de suas atribuições previstas nos incisos I e II do parágrafo

Leia mais

Clipping CARF Matérias dos jornais que mencionam o CARF

Clipping CARF Matérias dos jornais que mencionam o CARF O Estado de S.Paulo Clipping CARF Matérias dos jornais que mencionam o CARF Nardes, do TCU, é citado na Zelotes O Estado de S. Paulo - 10/09/2015 Investigadores analisam informações sobre suposto envolvimento

Leia mais

Implementación e Impacto de las Listas Nacionales de Medicamentos Esenciales Experiencias en Países Seleccionados de la Región - BRASIL

Implementación e Impacto de las Listas Nacionales de Medicamentos Esenciales Experiencias en Países Seleccionados de la Región - BRASIL Implementación e Impacto de las Listas Nacionales de Medicamentos Esenciales Experiencias en Países Seleccionados de la Región - BRASIL Lima, Perú 27 noviembre de 2007 Sistema Único de Saúde - SUS Estabelecido

Leia mais

MENSAGEM Nº, de 2008.

MENSAGEM Nº, de 2008. MENSAGEM Nº, de 2008. = Tenho a honra de submeter à elevada consideração de Vossas Excelências o projeto de Lei anexo, que objetiva criar o Conselho Municipal Antidrogas COMAD. Um dos mais graves problemas

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 41 Discurso na cerimónia de celebração

Leia mais

O SENADO FEDERAL resolve:

O SENADO FEDERAL resolve: PROJETO DE RESOLUÇÃO DO SENADO Nº 27, DE 2015 Altera o inciso II do caput do art. 383 do Regimento Interno do Senado Federal para disciplinar, no âmbito das comissões, a arguição pública dos indicados

Leia mais

Comissão de Saúde da Câmara dos Vereadores do Rio questiona SMS e defende instalação de CPI para investigar desrespeito à Lei das OSs

Comissão de Saúde da Câmara dos Vereadores do Rio questiona SMS e defende instalação de CPI para investigar desrespeito à Lei das OSs Comissão de Saúde da Câmara dos Vereadores do Rio questiona SMS e defende instalação de CPI para investigar desrespeito à Lei das OSs O plenário da Câmara Municipal do Rio de Janeiro ficou lotado durante

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº 2.031, DE 1999

PROJETO DE LEI Nº 2.031, DE 1999 COMISSÃO DE SEGURIDADE SOCIAL E FAMÍLIA PROJETO DE LEI Nº 2.031, DE 1999 Dispõe sobre o atendimento obrigatório aos portadores da Doença de Alzheimer no Sistema Único de Saúde - SUS, e dá outras providências.

Leia mais

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO I V S E M I N Á R I O D E E X E C U Ç Ã O F I N A N C E I R A D E P R O J E T O S F I N A N C I A D O S C O M R E C U R S O S E X T E R N O S MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE

Leia mais

Decreto 8077 14/08/2013 - REGULAMENTA CONDIÇÕES FUNCIONAMENTO EMPRESAS SUJEITAS LICENCIAMENTO SANITÁRIO, Publicado no DO em 15 ago 2013

Decreto 8077 14/08/2013 - REGULAMENTA CONDIÇÕES FUNCIONAMENTO EMPRESAS SUJEITAS LICENCIAMENTO SANITÁRIO, Publicado no DO em 15 ago 2013 Decreto 8077 14/08/2013 - REGULAMENTA CONDIÇÕES FUNCIONAMENTO EMPRESAS SUJEITAS LICENCIAMENTO SANITÁRIO, Publicado no DO em 15 ago 2013 Regulamenta as condições para o funcionamento de empresas sujeitas

Leia mais

PROJETO DE LEI N 031/2015

PROJETO DE LEI N 031/2015 PROJETO DE LEI N 031/2015 Dispõe sobre as vagas de estacionamento de veículos destinadas exclusivamente às pessoas deficientes e com dificuldade de locomoção e dá outras providências. O Vereador que o

Leia mais

CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL 1988

CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL 1988 CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL 1988 TÍTULO III DA ORGANIZAÇÃO DO ESTADO CAPÍTULO II DA UNIÃO Art. 24. Compete à União, aos Estados e ao Distrito Federal legislar concorrentemente sobre:

Leia mais

LEI Nº 467 DE 26 DE MARÇO DE 2014.

LEI Nº 467 DE 26 DE MARÇO DE 2014. LEI Nº 467 DE 26 DE MARÇO DE 2014. DISPÕE SOBRE O SERVIÇO VOLUNTÁRIO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O PREFEITO MUNICIPAL DE IRAMAIA, ESTADO DA BAHIA, no uso de suas atribuições legais, faz saber que a Câmara

Leia mais

PORTARIA TRT 18ª GP/DG nº 045/2013 (Republicada por força do art. 2 da Portaria TRT 18ª GP/DG nº 505/2014) Dispõe sobre a competência, a estrutura e

PORTARIA TRT 18ª GP/DG nº 045/2013 (Republicada por força do art. 2 da Portaria TRT 18ª GP/DG nº 505/2014) Dispõe sobre a competência, a estrutura e PORTARIA TRT 18ª GP/DG nº 045/2013 (Republicada por força do art. 2 da Portaria TRT 18ª GP/DG nº 505/2014) Dispõe sobre a competência, a estrutura e a atuação da Secretaria de Controle Interno e dá outras

Leia mais

CNPJ/MF nº 29.978.814/0001-87. Comitê de Auditoria Estatutário. Regimento Interno. Capítulo I Introdução

CNPJ/MF nº 29.978.814/0001-87. Comitê de Auditoria Estatutário. Regimento Interno. Capítulo I Introdução PÁGINA 1 DE 7 DO PÁGINA 1 DE 7 DO CNPJ/MF nº 29.978.814/0001-87 Comitê de Auditoria Estatutário Regimento Interno Capítulo I Introdução Artigo 1º. O Comitê de Auditoria Estatutário ( Comitê ou CAE ) da

Leia mais

Prescrição e Dispensação de Medicamentos Genéricos e Similares Destaques da Legislação Vigente

Prescrição e Dispensação de Medicamentos Genéricos e Similares Destaques da Legislação Vigente Prescrição e Dispensação de Medicamentos Genéricos e Similares Destaques da Legislação Vigente Brasília, 21 de outubro de 2013. Processo nº: 25351.584974/2013-59 Tema da Agenda Regulatória 2013/2014 nº:

Leia mais

PROJETO DE LEI N.º 6.872, DE 2013 (Do Sr. Ricardo Izar)

PROJETO DE LEI N.º 6.872, DE 2013 (Do Sr. Ricardo Izar) CÂMARA DOS DEPUTADOS PROJETO DE LEI N.º 6.872, DE 2013 (Do Sr. Ricardo Izar) Altera o 2º, do art. 15, da Lei nº 10.741, de 1º de outubro de 2003, para dispensação de fraldas geriátricas por intermédio

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 11 Pronunciamento sobre a questão

Leia mais

MINISTÉRIO DA JUSTIÇA SECRETARIA DE ESTADO DOS DIREITOS HUMANOS AUTORIDADE CENTRAL ADMINISTRATIVA FEDERAL

MINISTÉRIO DA JUSTIÇA SECRETARIA DE ESTADO DOS DIREITOS HUMANOS AUTORIDADE CENTRAL ADMINISTRATIVA FEDERAL II REUNIÃO DO CONSELHO DAS AUTORIDADES CENTRAIS BRASILEIRAS RESOLUÇÃO N.º 02/ 2000 Dispõe sobre a Aprovação do Regimento Interno e dá outras providências O Presidente do Conselho das Autoridades Centrais

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DA COMISSÃO NACIONAL DE RESIDÊNCIA EM ENFERMAGEM

REGIMENTO INTERNO DA COMISSÃO NACIONAL DE RESIDÊNCIA EM ENFERMAGEM REGIMENTO INTERNO DA COMISSÃO NACIONAL DE RESIDÊNCIA EM ENFERMAGEM CAPÍTULO I Natureza, Finalidade, Sede e Foro Art. 1º - A Comissão Nacional de Residência em Enfermagem - CONARENF, criada pela Portaria

Leia mais

Processo Legislativo

Processo Legislativo Processo Legislativo Os Projetos de Lei Ordinária e de Lei Complementar são proposições que visam regular toda a matéria legislativa de competência da Câmara e devem ser submetidos à sanção do prefeito

Leia mais

Previdência Social: quem tem direito à aposentadoria?

Previdência Social: quem tem direito à aposentadoria? Previdência Social: quem tem direito à aposentadoria? Quando o assunto é aposentadoria, é comum surgir à questão: como se manter financeiramente após o término da idade ativa? A Previdência Social é um

Leia mais

17/11/2015 Governo lança programa Goiás Mais Competitivo

17/11/2015 Governo lança programa Goiás Mais Competitivo Giro 17/11/2015 06:00 Jarbas Rodrigues Jr. Desafios para Goiás estar entre os cinco Estados mais competitivos O governador Marconi Perillo (PSDB) lançou o programa Goiás Mais Competitivo com a meta de

Leia mais

Matérias selecionadas do DOU de 05 de novembro de2007

Matérias selecionadas do DOU de 05 de novembro de2007 Conteúdo: SEÇÃO 1...2 PORTARIA No- 2.831, DE 1o- DE NOVEMBRO DE 2007...2 PORTARIA No- 2.834, DE 1o- DE NOVEMBRO DE 2007...4 PORTARIA No- 2.835, DE 1o- DE NOVEMBRO DE 2007...5 PORTARIA Nº 600, DE 1o- DE

Leia mais

Prefeitura Municipal de Nova Ubiratã Gestão: 2009/2012

Prefeitura Municipal de Nova Ubiratã Gestão: 2009/2012 INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 018 /2011/CSCI Versão: 01 Aprovação em: 17 de novembro de 2011 Ato de Aprovação: 018/2011 Unidades Responsáveis: Assessoria de Imprensa e Comunicação Social DISPÕE SOBRE PROCEDIMENTOS

Leia mais

Aquisição e Gerenciamento de Medicamentos do Componente Básico da Assistência Farmacêutica

Aquisição e Gerenciamento de Medicamentos do Componente Básico da Assistência Farmacêutica Aquisição e Gerenciamento de Medicamentos do Componente Básico da Assistência Farmacêutica Maceió -Setembro/2013 HISTÓRICO PORTARIA GM/MS nº 3.916/98 POLÍTICA NACIONAL DE MEDICAMENTOS ESTABELECEU DIRETRIZES

Leia mais

Câmara Municipal de Tijucas do Sul

Câmara Municipal de Tijucas do Sul ATA DA 32 a SESSÃO ORDINÁRIA DO PRIMEIRO PERÍODO ORDINÁRIO DA PRIMEIRA SESSÃO LEGISLATIVA DA 15 a LEGISLATURA EM 30/09/2013 Aos trinta dias do mês de setembro do ano de dois mil e treze, nesta cidade de

Leia mais

DECRETO N 001 A / 2015 De 02 de janeiro de 2015.

DECRETO N 001 A / 2015 De 02 de janeiro de 2015. DECRETO N 001 A / 2015 De 02 de janeiro de 2015. EMENTA: Regulamenta o Sistema de Registro de Preços SRP previsto no art. 15 da Lei nº 8.666/93, no âmbito do Município de Central Bahia. O PREFEITO DO MUNICÍPIO

Leia mais

Novos Procedimentos de Vigilância Sanitária na Tabela do SUS

Novos Procedimentos de Vigilância Sanitária na Tabela do SUS Novos Procedimentos de Vigilância Sanitária na Tabela do SUS N o 152 Abril/2015 2015 Ministério da Saúde. É permitida a reprodução parcial ou total desta obra, desde que citada a fonte e que não seja para

Leia mais

ResoluçãodaANVISARDCNº38,de 12 de agosto de 2013: Aprova o regulamento para os programas de. fornecimento de medicamento pósestudo.

ResoluçãodaANVISARDCNº38,de 12 de agosto de 2013: Aprova o regulamento para os programas de. fornecimento de medicamento pósestudo. ResoluçãodaANVISARDCNº38,de 12 de agosto de 2013: Aprova o regulamento para os programas de acesso expandido, uso compassivo e fornecimento de medicamento pósestudo. Apresentação: Biól. Andréia Rocha RELEMBRANDO

Leia mais

LEI N 547, DE 03 DE SETEMBRO DE 2010.

LEI N 547, DE 03 DE SETEMBRO DE 2010. Pág. 1 de 5 LEI N 547, DE 03 DE SETEMBRO DE 2010. CRIA O FUNDO MUNICIPAL DE HABITAÇÃO DE INTERESSE SOCIAL FMHIS E INSTITUI O CONSELHO GESTOR DO FMHIS. O PREFEITO MUNICIPAL DE CRUZEIRO DO SUL ACRE, EM EXERCÍCIO,

Leia mais

RESOLUÇÃO CGSIM Nº 29, DE 29 DE NOVEMBRO DE 2012.

RESOLUÇÃO CGSIM Nº 29, DE 29 DE NOVEMBRO DE 2012. RESOLUÇÃO CGSIM Nº 29, DE 29 DE NOVEMBRO DE 2012. Dispõe sobre recomendação da adoção de diretrizes para integração do processo de licenciamento pelos Corpos de Bombeiros Militares pertinente à prevenção

Leia mais

PORTARIA Nº 486, DE 29 DE NOVEMBRO DE 2012

PORTARIA Nº 486, DE 29 DE NOVEMBRO DE 2012 Ministério da Cultura Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional Gabinete da Presidência PORTARIA Nº 486, DE 29 DE NOVEMBRO DE 2012 Aprova o Regimento Interno do Conselho Consultivo do Patrimônio

Leia mais

MINUTA DE DECRETO MUNICIPAL

MINUTA DE DECRETO MUNICIPAL CONJACI CONSELHO DISTRITAL DE DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL DE JACI-PARANÁ Distrito de Jaci-Paraná Município de Porto Velho - RO MINUTA DE DECRETO MUNICIPAL Dezembro de 2012. MINUTA DE DECRETO MUNICIPAL

Leia mais

Regulamenta o Sistema de Registro de Preços previsto no art. 15 da Lei nº 8.666, de 21 de junho de 1993.

Regulamenta o Sistema de Registro de Preços previsto no art. 15 da Lei nº 8.666, de 21 de junho de 1993. DECRETO N.º 7.892, DE 23 DE JANEIRO DE 2013. Regulamenta o Sistema de Registro de Preços previsto no art. 15 da Lei nº 8.666, de 21 de junho de 1993. A PRESIDENTA DA REPÚBLICA, no uso da atribuição que

Leia mais

COMISSÃO DE RELAÇÕES EXTERIORES E DE DEFESA NACIONAL REQUERIMENTO Nº, DE 2015 (Do Sr. Bruno Araújo)

COMISSÃO DE RELAÇÕES EXTERIORES E DE DEFESA NACIONAL REQUERIMENTO Nº, DE 2015 (Do Sr. Bruno Araújo) COMISSÃO DE RELAÇÕES EXTERIORES E DE DEFESA NACIONAL REQUERIMENTO Nº, DE 2015 (Do Sr. Bruno Araújo) Solicita seja convocado o Ministro da Saúde, Arthur Chioro, nesta Comissão, para prestar esclarecimentos

Leia mais

RIO GRANDE DO NORTE LEI Nº 9.461, DE 04 DE MARÇO DE 2011.

RIO GRANDE DO NORTE LEI Nº 9.461, DE 04 DE MARÇO DE 2011. RIO GRANDE DO NORTE LEI Nº 9.461, DE 04 DE MARÇO DE 2011. Dispõe sobre a simplificação do atendimento público prestado ao cidadão, ratifica a dispensa do reconhecimento de firma em documentos produzidos

Leia mais

CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS

CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS Dispõe sobre o Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico FNDCT, e dá outras providências. O Congresso Nacional decreta: CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS Art. 1º O Fundo Nacional de Desenvolvimento

Leia mais

ENTREVISTA COM DRA. MÔNICA MARIA HENRIQUE DOS SANTOS

ENTREVISTA COM DRA. MÔNICA MARIA HENRIQUE DOS SANTOS dos Santos, Coordenadora de Assistência Farmacêutica da Funasa, em Pernambuco, e do programa de assistência farmacêutica na saúde indígena. Pelo jornalista Aloísio Brandão, Editor desta revista. m programa

Leia mais

CAPÍTULO I DA NATUREZA, FINALIDADE, CONSTITUIÇÃO E COMPOSIÇÃO DO CONSELHO

CAPÍTULO I DA NATUREZA, FINALIDADE, CONSTITUIÇÃO E COMPOSIÇÃO DO CONSELHO LEI Nº 3890 REGULAMENTA A PARTICIPAÇÃO POPULAR NAS AÇÕES SOCIAIS DE PROTEÇÃO, DEFESA E ATENDIMENTO DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE, NOS TERMOS DO INCISO II DO ARTIGO 88 DA LEI FEDERAL Nº 8.069,

Leia mais

CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL 1988

CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL 1988 CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL 1988 TÍTULO IV DA ORGANIZAÇÃO DOS PODERES CAPÍTULO I DO PODER LEGISLATIVO Seção II Das Atribuições do Congresso Nacional Art. 49. É da competência exclusiva

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos LEI Nº 6.996, DE 7 DE JUNHO MAIO DE 1982. Dispõe sobre a utilização de processamento eletrônico de dados nos serviços eleitorais e

Leia mais

Ata de Audiência Pública

Ata de Audiência Pública Ata de Audiência Pública Assunto: Audiência Pública referente à Quinta Rodada de Licitações para contratação de atividades de exploração, desenvolvimento e produção de petróleo e gás natural Data: 26 de

Leia mais

O GOVERNADOR DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO

O GOVERNADOR DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO DECRETO Nº.1478-R de 14 de Abril de 2005 Regulamenta a Lei Complementar nº290, de 23 de junho de 2004, publicada no Diário Oficial do Estado em 25 de junho de 2004, que dispõe sobre a criação da Fundação

Leia mais

INSTITUTO ESTADUAL DE DIABETES E ENDOCRINOLOGIA LUIZ CAPRIGLIONE SERVIÇO DE FARMÁCIA

INSTITUTO ESTADUAL DE DIABETES E ENDOCRINOLOGIA LUIZ CAPRIGLIONE SERVIÇO DE FARMÁCIA MANUAL DE ORIENTAÇÃO SOBRE PROCEDIMENTOS Objetivo Orientar funcionários, corpo clínico e pacientes do IEDE sobre o funcionamento do Serviço de Farmácia e os documentos necessários para cada tipo de atendimento.

Leia mais

stf.empauta.com 'Sessão secreta não é compatível com a Carta' NACIONAL ENTREVISTA

stf.empauta.com 'Sessão secreta não é compatível com a Carta' NACIONAL ENTREVISTA 'Sessão secreta não é compatível com a Carta' Lewandowski critica voto secreto no Congresso Para ministro do Supremo, "esse modo de pensar é incompatível com a Constituição" 'Sessão secreta não é compatível

Leia mais

Prefeitura Municipal de Brejetuba

Prefeitura Municipal de Brejetuba INSTRUÇÃO NORMATIVA SPO Nº. 001/2014 DISPÕE SOBRE ORIENTAÇÃO PARA ELABORAÇÃO E EXECUÇÃO DO PPA NO MUNICÍPIO DE BREJETUBA-ES. VERSÃO: 01 DATA DE APROVAÇÃO: 06/05/2014 ATO DE APROVAÇÃO: Decreto Municipal

Leia mais

MODELO REGIMENTO DO CORPO CLÍNICO CAPÍTULO I CONCEITUAÇÃO

MODELO REGIMENTO DO CORPO CLÍNICO CAPÍTULO I CONCEITUAÇÃO MODELO REGIMENTO DO CORPO CLÍNICO CAPÍTULO I CONCEITUAÇÃO Art. 1º - Corpo Clínico é o conjunto de médicos que se propõe a assumir solidariamente a responsabilidade de prestar atendimento aos usuários que

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DO CONSELHO FISCAL DO FUNDO DE APOSENTADORIA E PENSÃO DO SERVIDOR- FAPS

REGIMENTO INTERNO DO CONSELHO FISCAL DO FUNDO DE APOSENTADORIA E PENSÃO DO SERVIDOR- FAPS REGIMENTO INTERNO DO CONSELHO FISCAL DO FUNDO DE APOSENTADORIA E PENSÃO DO SERVIDOR- FAPS CAPÍTULO I DA NATUREZA Art. 1.º - O Conselho Fiscal do Fundo de Aposentadoria e Pensão do Servidor- FAPS, criado

Leia mais

Apresentação. Caicó/RN 2010

Apresentação. Caicó/RN 2010 Regimento Interno da Comissão Própria de Avaliação da Faculdade Católica Santa Teresinha CPA/FCST (Aprovado pela Resolução 001/2010-DG/FCST, datado de 14/07/2010) Caicó/RN 2010 Apresentação O Regimento

Leia mais

Ensino Fundamental com 9 anos de duração - Idade de Ingresso

Ensino Fundamental com 9 anos de duração - Idade de Ingresso Ensino Fundamental com 9 anos de duração - Idade de Ingresso A respeito da idade de ingresso das crianças, no ensino fundamental de 9 anos de duração, ocorreram acaloradas discussões na esfera educacional

Leia mais

Responsável (CPF): Nelson Monteiro da Rocha (549.133.147-34)

Responsável (CPF): Nelson Monteiro da Rocha (549.133.147-34) Tribunal de Contas da União Data DOU: 19/07/2004 Colegiado: Segunda Câmara Número da Ata: 25/2004 Texto do Documento: RELAÇÃO Nº 58/2004 - Segunda Câmara - TCU Gabinete do Ministro Benjamin Zymler Relação

Leia mais

ESTADO DO MARANHAO PREFEITURA MUNICIPAL DE ALTO ALEGRE DO PINDARÉ GABINETE DO PREFEITO CAPÍTULO I DA FINALIDADE

ESTADO DO MARANHAO PREFEITURA MUNICIPAL DE ALTO ALEGRE DO PINDARÉ GABINETE DO PREFEITO CAPÍTULO I DA FINALIDADE ESTADO DO MARANHAO PREFEITURA MUNICIPAL DE ALTO ALEGRE DO PINDARÉ GABINETE DO PREFEITO LEI DE N 142/2013 de 18 de abril de 2013. DISPÕE SOBRE A CRIAÇÃO DO CONSELHO DE ALIMENTAÇÃO ESCOLAR E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.

Leia mais

RIO GRANDE DO NORTE LEI COMPLEMENTAR Nº 478, DE 27 DE DEZEMBRO DE 2012.

RIO GRANDE DO NORTE LEI COMPLEMENTAR Nº 478, DE 27 DE DEZEMBRO DE 2012. RIO GRANDE DO NORTE LEI COMPLEMENTAR Nº 478, DE 27 DE DEZEMBRO DE 2012. Dispõe sobre concessão de incentivos à inovação e à pesquisa científica e tecnológica no âmbito do Estado do Rio Grande do Norte.

Leia mais

Serviço Público Federal Conselho Regional de Farmácia do Estado de Santa Catarina - CRF/SC

Serviço Público Federal Conselho Regional de Farmácia do Estado de Santa Catarina - CRF/SC Serviço Público Federal Conselho Regional de Farmácia do Estado de Santa Catarina - CRF/SC Trav. Olindina Alves Pereira, 35 - Caixa Postal 472-88020-095 Fone/Fax (48) 222-4702 - Florianópolis - SC. url:

Leia mais

GERENCIAMENTO TRIBUTÁRIO

GERENCIAMENTO TRIBUTÁRIO Dr. Erlanderson de O. Teixeira Planejamento Tributário Teses tributárias Gerenciamento de Passivos Parcelamento www.erlandeson.com.br GERENCIAMENTO TRIBUTÁRIO Carga Tributária Brasileira Porque pagar os

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DA FUNDAÇÃO INSTITUTO TECNOLÓGICO DE JOINVILLE - (FITEJ)

REGIMENTO INTERNO DA FUNDAÇÃO INSTITUTO TECNOLÓGICO DE JOINVILLE - (FITEJ) REGIMENTO INTERNO DA FUNDAÇÃO INSTITUTO TECNOLÓGICO DE JOINVILLE - (FITEJ) CAPÍTULO I NATUREZA E FINALIDADES Art 1º. A Fundação Instituto Tecnológico de Joinville, doravante denominada FITEJ, entidade

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DO NÚCLEO DE INOVAÇÃO E TRANSFERÊNCIA DE TECNOLOGIA CAPÍTULO I DA NATUREZA, FINALIDADE E OBJETIVOS

REGIMENTO INTERNO DO NÚCLEO DE INOVAÇÃO E TRANSFERÊNCIA DE TECNOLOGIA CAPÍTULO I DA NATUREZA, FINALIDADE E OBJETIVOS REGIMENTO INTERNO DO NÚCLEO DE INOVAÇÃO E TRANSFERÊNCIA DE TECNOLOGIA CAPÍTULO I DA NATUREZA, FINALIDADE E OBJETIVOS Art. 1 o. O Núcleo de Inovação e Transferência de Tecnologia - NITTEC é um Órgão Executivo

Leia mais

Estado de Mato Grosso Prefeitura Municipal de Itanhangá CNPJ: 07.209.225/0001-00 Gestão 2013/2016

Estado de Mato Grosso Prefeitura Municipal de Itanhangá CNPJ: 07.209.225/0001-00 Gestão 2013/2016 LEI Nº 325/2013 Data: 04 de Novembro de 2013 SÚMULA: Dispõe sobre o Plano Municipal de Políticas Públicas Sobre Drogas, que tem por finalidade fortalecer e estruturar o COMAD como órgão legítimo para coordenar,

Leia mais

RDC 60. Perguntas e Respostas. RDC nº 60, RDC 60 - PERGUNTAS E RESPOSTAS

RDC 60. Perguntas e Respostas. RDC nº 60, RDC 60 - PERGUNTAS E RESPOSTAS Regulamentação SOBRE AMOSTRAS GRÁTIS DE MEDICAMENTOS RDC 60 Perguntas e Respostas RDC nº 60, de 26 de NOVEmbro de 2009 1 Regulamentação SOBRE AMOSTRAS GRÁTIS RDC 60 Perguntas e Respostas RDC nº 60, de

Leia mais

Quanto ao contrato de SMS, que tem sido também alvo aí do noticiário, eu também queria fazer uma exposição preliminar. Na nossa gestão, desde que

Quanto ao contrato de SMS, que tem sido também alvo aí do noticiário, eu também queria fazer uma exposição preliminar. Na nossa gestão, desde que Quanto ao contrato de SMS, que tem sido também alvo aí do noticiário, eu também queria fazer uma exposição preliminar. Na nossa gestão, desde que entrei, nós instituímos uma reunião de análise crítica

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE MUNIZ FREIRE - ES

PREFEITURA MUNICIPAL DE MUNIZ FREIRE - ES DECRETO Nº 6.106/2013 REGULAMENTA AS LICENÇAS PARA TRATAMENTO DE SAÚDE, DE QUE TRATAM OS ARTS. 80, I; 82 A 100, DA LEI MUNICIPAL Nº 1.132, DE 02 DE JULHO DE 1990 (ESTATUTO DOS SERVIDORES PÚBLICOS DO MUNICÍPIO

Leia mais

Clipping. ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO 03 de outubro de 2011 ESTADO DE MINAS

Clipping. ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO 03 de outubro de 2011 ESTADO DE MINAS ESTADO DE MINAS 1 2 ESTADO DE MINAS 3 ESTADO DE MINAS http://www.em.com.br PSD de Kassab mira 'órfãos' do PMDB quercista O PSD obteve registro no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) na terça-feira e corre

Leia mais

LEI Nº 2.998/2007 CAPÍTULO I DA COMPOSIÇÃO

LEI Nº 2.998/2007 CAPÍTULO I DA COMPOSIÇÃO LEI Nº 2.998/2007 REGULAMENTA O CONSELHO MUNICIPAL DE PLANEJAMENTO E DESENVOLVIMENTO URBANO - COPLAN, CRIADO NO ARTIGO 2º, DA LEI COMPLEMENTAR N.º 037/2006, DE 15 DE DEZEMBRO, QUE DISPOE SOBRE NORMAS DE

Leia mais

Incorporação de Tecnologias no SUS

Incorporação de Tecnologias no SUS Incorporação de Tecnologias no SUS Seminário Inovação Tecnológica em Saúde no SUS IS SES/SP Fernanda Laranjeira Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no Sistema Único de Saúde Departamento de

Leia mais

TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO CONSELHO DELIBERATIVO DO PROGRAMA TST-SAÚDE

TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO CONSELHO DELIBERATIVO DO PROGRAMA TST-SAÚDE TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO CONSELHO DELIBERATIVO DO PROGRAMA TST-SAÚDE ATO DELIBERATIVO Nº 56, DE 25 DE NOVEMBRO DE 2014 Dispõe sobre a assistência odontológica indireta aos beneficiários do Programa

Leia mais

ESTADO DO PIAUÍ PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO JOÃO DO ARRAIAL PROJETO DE LEI MUNICIPAL N.º. /2007, DE 26 DE NOVEMBRODE 2007.

ESTADO DO PIAUÍ PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO JOÃO DO ARRAIAL PROJETO DE LEI MUNICIPAL N.º. /2007, DE 26 DE NOVEMBRODE 2007. PROJETO DE LEI MUNICIPAL N.º. /2007, DE 26 DE NOVEMBRODE 2007. Cria o Fundo Municipal de Microcrédito e Apoio à Economia Solidaria-FUMAES e Institui o Conselho Gestor do FUMAES e da outras providências.

Leia mais

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO DE JANEIRO Escola Judiciária Eleitoral

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO DE JANEIRO Escola Judiciária Eleitoral TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO DE JANEIRO Escola Judiciária Eleitoral Abril 2013 TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Presidente Desembargadora Letícia De Faria Sardas Corregedor

Leia mais

2013/2016, REALIZADA NA CÂMARA MUNICIPAL DE MURIAÉ, EDIFÍCIO MANUEL CORRÊA DO PRADO, SITUADA À PRAÇA CORONEL PACHECO DE MEDEIROS, S

2013/2016, REALIZADA NA CÂMARA MUNICIPAL DE MURIAÉ, EDIFÍCIO MANUEL CORRÊA DO PRADO, SITUADA À PRAÇA CORONEL PACHECO DE MEDEIROS, S ATA DA 9 a REUNIÃO EXTRAORDINÁRIA DA 2ª SESSÃO LEGISLATIVA DA 33 a LEGISLATURA, 2013/2016, REALIZADA NA CÂMARA MUNICIPAL DE MURIAÉ, EDIFÍCIO MANUEL CORRÊA DO PRADO, SITUADA À PRAÇA CORONEL PACHECO DE MEDEIROS,

Leia mais

Regulamenta o Fundo Estadual de Desenvolvimento de Transportes - FUNTRANS.

Regulamenta o Fundo Estadual de Desenvolvimento de Transportes - FUNTRANS. Regulamenta o Fundo Estadual de Desenvolvimento de Transportes - FUNTRANS. O Governador do Estado de Minas Gerais, no uso de atribuição que lhe confere o artigo 90, inciso VII, da Constituição do Estado,

Leia mais

SECRETARIA DE SAÚDE SECRETARIA EXECUTIVA DE COORDENAÇÃO GERAL DIRETORIA GERAL DE PLANEJAMENTO - GERÊNCIA DE GESTÃO ESTRATÉGICA E PARTICIPATIVA

SECRETARIA DE SAÚDE SECRETARIA EXECUTIVA DE COORDENAÇÃO GERAL DIRETORIA GERAL DE PLANEJAMENTO - GERÊNCIA DE GESTÃO ESTRATÉGICA E PARTICIPATIVA NOTA TÉCNICA 07/13 RELATÓRIO ANUAL DE GESTÃO - RAG ORIENTAÇÕES GERAIS Introdução O Planejamento é um instrumento de gestão, que busca gerar e articular mudanças e aprimorar o desempenho dos sistemas de

Leia mais

RESOLUÇÃO N 24, DE 08 DE JUNHO DE 2015

RESOLUÇÃO N 24, DE 08 DE JUNHO DE 2015 RESOLUÇÃO N 24, DE 08 DE JUNHO DE 2015 Dispõe sobre recolhimento de alimentos e sua comunicação à Anvisa e aos consumidores. A Diretoria Colegiada da Agência Nacional de Vigilância Sanitária, no uso das

Leia mais

Ministério da Saúde Agência Nacional de Vigilância Sanitária RESOLUÇÃO - RDC Nº 38, DE 12 DE AGOSTO DE 2013

Ministério da Saúde Agência Nacional de Vigilância Sanitária RESOLUÇÃO - RDC Nº 38, DE 12 DE AGOSTO DE 2013 ADVERTÊNCIA Este texto não substitui o publicado no Diário Oficial da União Ministério da Saúde Agência Nacional de Vigilância Sanitária RESOLUÇÃO - RDC Nº 38, DE 12 DE AGOSTO DE 2013 Aprova o regulamento

Leia mais

DELIBERAÇÃO N.º 594/2003

DELIBERAÇÃO N.º 594/2003 DELIBERAÇÃO N.º 594/2003 Dispõe sobre o Exercício Profissional de Farmacêuticos-Bioquímicos em Laboratórios de Análises Clínicas. O PRESIDENTE DO CONSELHO REGIONAL DE FARMÁCIA DO ESTADO DO PARANÁ - CRF/PR,

Leia mais

Prescrição Farmacêutica. Aspectos técnicos e legais

Prescrição Farmacêutica. Aspectos técnicos e legais Bem Vindos! Prescrição Farmacêutica Aspectos técnicos e legais Quem sou? Prof. Dr José Henrique Gialongo Gonçales Bomfim Farmacêutico Bioquímico 1998 Mestre em Toxicologia USP 2003 Doutor em Farmacologia

Leia mais

D.O.U, de 26 de maio de 2011, Seção 1, pag. 35 COMITÊ NACIONAL DE EDUCAÇÃO FINANCEIRA. DELIBERAÇÃO No- 1, DE 5 DE MAIO DE 2011

D.O.U, de 26 de maio de 2011, Seção 1, pag. 35 COMITÊ NACIONAL DE EDUCAÇÃO FINANCEIRA. DELIBERAÇÃO No- 1, DE 5 DE MAIO DE 2011 D.O.U, de 26 de maio de 2011, Seção 1, pag. 35 COMITÊ NACIONAL DE EDUCAÇÃO FINANCEIRA DELIBERAÇÃO No- 1, DE 5 DE MAIO DE 2011 Institui o Regimento Interno do Comitê Nacional de Educação Financeira. O COMITÊ

Leia mais

Em defesa da Saúde pública para todos

Em defesa da Saúde pública para todos Boletim Econômico Edição nº 57 março de 2015 Organização: Maurício José Nunes Oliveira Assessor econômico Em defesa da Saúde pública para todos 1 A saúde pública faz parte do sistema de Seguridade Social

Leia mais

REGULAMENTO DA COMISSÃO DE ÉTICA NO USO DE ANIMAIS (CEUA - Cesumar)

REGULAMENTO DA COMISSÃO DE ÉTICA NO USO DE ANIMAIS (CEUA - Cesumar) REGULAMENTO DA COMISSÃO DE ÉTICA NO USO DE ANIMAIS (CEUA - Cesumar) CAPÍTULO 1 Da Definição Artigo 1º - A Comissão de ética no uso de animais (CEUA - Cesumar) é o órgão responsável pelo acompanhamento

Leia mais

Presidente da CBF participa de reunião na Câmara dos Deputados

Presidente da CBF participa de reunião na Câmara dos Deputados Frente Parlamentar em Defesa dos Conselheiros Tutelares é reinstalada na Câmara dos Deputados Com o objetivo de discutir e acompanhar as demandas dos Conselhos Tutelares na Câmara dos Deputados, foi reinstalada

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE POUSO REDONDO CNPJ 83.102.681/0001-26 Rua Antonio Carlos Thiesen, 74 89.172-000 Pouso Redondo Santa Catarina

PREFEITURA MUNICIPAL DE POUSO REDONDO CNPJ 83.102.681/0001-26 Rua Antonio Carlos Thiesen, 74 89.172-000 Pouso Redondo Santa Catarina PREFEITURA MUNICIPAL DE POUSO REDONDO CNPJ 83.102.681/0001-26 Rua Antonio Carlos Thiesen, 74 89.172-000 Pouso Redondo Santa Catarina LEI N. 1925/06 de 25.07.2006. Dispõe sobre a criação do Conselho Municipal

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA PORTARIA Nº 467, DE 19 DE SETEMBRO DE 2014

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA PORTARIA Nº 467, DE 19 DE SETEMBRO DE 2014 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA PORTARIA Nº 467, DE 19 DE SETEMBRO DE 2014 O PRESIDENTE DO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS

Leia mais

Companheiros e companheiras,

Companheiros e companheiras, Companheiros e companheiras, Utilizada sob o falso argumento de modernizar as relações de trabalho e garantir a especialização no serviço, a terceirização representa na realidade uma forma de reduzir o

Leia mais

Formulário para envio de contribuições em Consulta Pública. Apresentação e orientações

Formulário para envio de contribuições em Consulta Pública. Apresentação e orientações Formulário para envio de contribuições em Consulta Pública FORMULÁRIO PARA ENVIO DE CONTRIBUIÇÕES EM CONSULTA PÚBLICA Apresentação e orientações Este Formulário possui a finalidade de enviar contribuições

Leia mais

ATO DO DIRETOR-GERAL Nº 1516, DE 2005

ATO DO DIRETOR-GERAL Nº 1516, DE 2005 ATO DO DIRETOR-GERAL Nº 1516, DE 2005 Estabelece as competências da Secretaria de Segurança Legislativa do Senado Federal e das Subsecretarias e Serviços a ela subordinados. O DIRETOR-GERAL DO SENADO FEDERAL,

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 555 DE 30 DE NOVEMBRO DE 2011

RESOLUÇÃO Nº 555 DE 30 DE NOVEMBRO DE 2011 RESOLUÇÃO Nº 555 DE 30 DE NOVEMBRO DE 2011 Ementa: Regulamenta o registro, a guarda e o manuseio de informações resultantes da prática da assistência farmacêutica nos serviços de saúde. O Conselho Federal

Leia mais

ANEXO II ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS

ANEXO II ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS CONCURSO PÚBLICO PARA SAMU CENTRO-SUL Edital nº 11/2010, de 22/07/2010 ANEXO II ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS CARGO: CONDUTOR-SOCORRISTA Atuar na Central Radioperador e controlador de frota e nas Unidades Móveis

Leia mais

REGIMENTO INTERNO HOSPITAL VETERINÁRIO UNIMAR

REGIMENTO INTERNO HOSPITAL VETERINÁRIO UNIMAR REGIMENTO INTERNO HOSPITAL VETERINÁRIO UNIMAR O Coordenador do Curso de Medicina Veterinária da Universidade de Marília UNIMAR, no uso de suas atribuições legais, expede o presente regimento, regulamentando

Leia mais

TRIBUTÁRIO. pela Presidência do Senado Federal

TRIBUTÁRIO. pela Presidência do Senado Federal TRIBUTÁRIO 06/03/2015 Devolução da Medida Provisória nº 669 de 2015 pela Presidência do Senado Federal Na última sexta-feira, foi publicada a Medida Provisória nº 669 de 26 de fevereiro de 2015 ( MP nº

Leia mais

Consultoria de Orçamento e Fiscalização Financeira

Consultoria de Orçamento e Fiscalização Financeira Consultoria de Orçamento e Fiscalização Financeira Nota Técnico n.º 08/07 Relações das obras com indícios de irregularidades graves constantes nos anexos às leis orçamentárias para os exercícios de 2002

Leia mais

REGIÃO AUTÓNOMA DOS AÇORES ASSEMBLEIA LEGISLATIVA REGIONAL Gabinete do Presidente

REGIÃO AUTÓNOMA DOS AÇORES ASSEMBLEIA LEGISLATIVA REGIONAL Gabinete do Presidente Diário da Sessão n.º 070 de 18/03/03 Presidente: Passamos ao ponto seguinte da nossa ordem de trabalhos Proposta de Decreto Legislativo Regional que aplica à Região Autónoma dos Açores o Decreto-Lei nº

Leia mais

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE INDAIATUBA

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE INDAIATUBA LEI N 2 6.047 DE 06 DE SETEMBRO DE 2012. "Dispõe sobre a criação do Conselho Municipal de Proteção e Defesa dos Animais COMPDA, e dá outras providências." REINALDO NOGUEIRA LOPEZ CRUZ, Prefeito do Município

Leia mais

INSTITUTO FÓRUM NACIONAL DOS SECRETÁRIOS E DIRIGENTES ESTADUAIS DE TURISMO - INFORUM ESTATUTO SOCIAL SUMÁRIO

INSTITUTO FÓRUM NACIONAL DOS SECRETÁRIOS E DIRIGENTES ESTADUAIS DE TURISMO - INFORUM ESTATUTO SOCIAL SUMÁRIO 1 INSTITUTO FÓRUM NACIONAL DOS SECRETÁRIOS E DIRIGENTES ESTADUAIS DE TURISMO - INFORUM ESTATUTO SOCIAL SUMÁRIO CAPITULO I - DA DENOMINAÇÃO, DOS FINS, DA SEDE E DO PRAZO Art. 2º Para a consecução dos seus

Leia mais

NOTA TÉCNICA 33 2012

NOTA TÉCNICA 33 2012 NOTA TÉCNICA 33 2012 Proposta de regulamentação da base nacional de dados das ações e serviços do Componente Básico da Assistência Farmacêutica no SUS Assembleia do CONASS de 17 outubro de 2012 Brasília,

Leia mais

Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei: Legislação Federal LEI N 7.804, de 18 de julho de 1989 Altera a Lei n 6.938 de 31 de agosto de 1981, que dispõe sobre a Política Nacional do Meio Ambiente, seus fins e mecanismos de formulação e aplicação

Leia mais

PORTARIA PRESI/SECBE 222 DE 3 DE JULHO DE 2014

PORTARIA PRESI/SECBE 222 DE 3 DE JULHO DE 2014 PODER JUDICIÁRIO PORTARIA PRESI/SECBE 222 DE 3 DE JULHO DE 2014 Dispõe sobre o processo eletivo para escolha dos representantes dos servidores ativos e inativos no Conselho Deliberativo do Pro-Social.

Leia mais

AULA 10 CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE NO BRASIL

AULA 10 CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE NO BRASIL Faculdade do Vale do Ipojuca - FAVIP Bacharelado em Direito Autorizado pela Portaria nº 4.018 de 23.12.2003 publicada no D.O.U. no dia 24.12.2003 Curso reconhecido pela Portaria Normativa do MEC nº 40,

Leia mais

Câmara Municipal de Tijucas do Sul

Câmara Municipal de Tijucas do Sul ATA DA 16 a SESSÃO ORDINÁRIA DO PRIMEIRO PERÍODO ORDINÁRIO DA PRIMEIRA SESSÃO LEGISLATIVA DA 15 a LEGISLATURA EM 26/05/2014. Aos vinte e seis dias do mês de maio do ano de dois mil e quatorze, nesta cidade

Leia mais

Pequenas empresas devem ser incluídas no relatório do PPE

Pequenas empresas devem ser incluídas no relatório do PPE Boletim 829/2015 Ano VII 10/09/2015 Pequenas empresas devem ser incluídas no relatório do PPE Expansão do programa. Relator da medida provisória que criou alternativa ao desemprego no País promete acolher

Leia mais