MONITORAMENTO Este documento visa indicar as alterações no módulo do monitoramento para o exercício 2008.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MONITORAMENTO 2008. Este documento visa indicar as alterações no módulo do monitoramento para o exercício 2008."

Transcrição

1 MONITORAMENTO 2008 O Módulo de Monitoramento no SIGPlan apresenta algumas alterações em relação aos anos anteriores. Estes ajustes visam incorporar a estrutura do PPA e facilitar o acesso e a navegação dos usuários no sistema. Este documento visa indicar as alterações no módulo do monitoramento para o exercício Trilha de Acesso Informações Gerenciais Monitoramento de Programas e Ações Filtro de Programas e (ou) Ações Programas / Ações sob sua Responsabilidade (2008) Programas / Ações sob sua Responsabilidade (2007) 2- Filtro de Programas e(ou) Ações A partir de 2008, além das opções de filtros já existentes no SIGPlan (programas, tipos de programa e órgão), o usuário ainda poderá fazer a consulta utilizando os filtros por Ação e por Objetivos de Governo e Setoriais, incorporando elementos que fazem parte da nova estrutura do PPA A implementação desta funcionalidade visa agilizar e estimular a consulta por parte dos diversos usuários. Será possível também realizar busca de programas e ações por código ou título. Página:1/9

2 3 - Módulo Monitoramento de Programas e Ações Foram alterados a disposição dos itens na treeview e o conteúdo de suas telas, com a inclusão de novas informações e a supressão de algumas lapelas. O grande diferencial, entretanto, é a possibilidade de consultar informações por Ação ou UO, trazendo as informações agregadas nestes níveis, embora a inserção dos dados continue ocorrendo em nível de localizador de gasto. I - AS INFORMAÇÕES SOBRE O PROGRAMA a) Painel Dados Gerais do Programa No Painel Dados Gerais do programa, o usuário poderá ter uma visão geral dos dados referentes ao programa (dados cadastrais, financiamento, execução física e financeira das ações e apuração dos indicadores e quantitativo de restrições e providências registradas). 1- Dados do Programa inserção dos objetivos de governo e setorial relacionados ao respectivo programa, seus dados cadastrais, bem como a visualização de todos os usuários vinculados ao programa numa só lapela; 2- Financiamento do Programa (PPA) inclusão de detalhamento por categoria econômica e GND; 3- Execução informações mais claras sobre os localizadores das ações do programa e sua execução física e financeira numa visão mais gerencial. O usuário pode, a partir desta tela, consultar a execução física e financeira na visão agregada por ação ou por UO; 4- Indicadores traz os índices previstos para os anos do PPA Página:2/9

3 b) Painel Informações de Situação da Execução do Programa No Painel Informações de Situação da Execução do Programa, o gerente de programa poderá inserir informações relacionadas à situação atual do programa, registrar restrições e providências a serem adotadas e também anexar arquivos que considerar relevantes para que sejam visualizados pelos usuários do sistema. 1. Situação Atual Nesta lapela, são apresentadas, quando o programa é temporário, as datas de início e término do programa. EM CONSTRUÇÃO 2. Anexar arquivo traz a possibilidade de realizar upload de arquivos diversos, inclusive fotos e vídeos com capacidade de até 2 Mb. c) Painel Indicadores As alterações neste painel consistem em: 1. Exportação do conteúdo das Lapelas para Word; 2. Inserção de campo comentários cujo preenchimento é opcional; 3. Inserção da pergunta (implícita) índice do indicador apurado em O padrão é sim e o órgão tem que inserir o valor. Caso o órgão responda não, abre um pop-up de justificativa cujo preenchimento é obrigatório. Obs. A pergunta não existe no caso de indicadores cuja apuração é mensal, pois são poucos casos; Página:3/9

4 4. Disponibilização do índice previsto para o exercício, no caso 2008 dados obtidos na elaboração. Página:4/10

5 II - AS INFORMAÇÕES SOBRE AS AÇÕES a) Visualização das ações na Tree View: O usuário poderá visualizar as ações a partir das visões: Ação e UO. Visão Ação: Visualização de todas as ações do programa independentemente da UO a qual pertençam. Página:5/9

6 Visão UO: Ações listadas dentro de uma Unidade Orçamentária específica. b) Painel Dados Gerais da Ação: No Painel Dados Gerais da ação, o usuário poderá ter uma visão geral dos dados referentes à ação (dados cadastrais, financiamento, execução física e financeira das ações e quantitativo de restrições e providências registradas nos localizadores pertencentes à ação). As informações constantes neste painel serão ajustadas de acordo com o tipo de visão selecionada (visão Ação ou visão UO): 1. Dados da Ação contém informações gerais da ação como a finalidade, descrição, forma de implementação e estratégia de implementação; 2. Financiamento da Ação nova lapela com informações sobre o financiamento de uma ação específica com a inclusão do detalhamento por categoria econômica e GND; 3. Execução informações de execução dos localizadores da ação e a execução físico-financeira agregada no nível da ação. III - AS INFORMAÇÕES SOBRE OS LOCALIZADORES a) Painel Dados Físicos e Financeiros 1. Inserção dos campos Função e Subfunção e das datas de início e término para as ações do tipo projeto; Página:6/9

7 2. A marcação de cumulatividade ou não da meta física virá do processo de monitoramento para aquelas ações (ou localizadores) já existentes e da elaboração para as novas ações (ou localizadores). Para ações criadas por emendas ou créditos, o default será meta física cumulativa. A cumulatividade da meta poderá ser alterada mediante apresentação de justificativa e desde que todos os localizadores da ação sejam alterados. As ações padronizadas não estarão sujeitas a alterações; 3. Totalização dos campos da meta física não cumulativa: a partir de 2008, quando o localizador estiver marcado como meta física não cumulativa, os campos totais das colunas de previsão de dados físicos ( previsão inicial e previsão corrigida ) serão calculados e apresentados com base na média dos meses preenchidos. Quanto à coluna realizado, o total é calculado automaticamente pelo sistema quando há preenchimento da previsão, caso contrário, o valor deve ser indicado pelo coordenador de ação. O cálculo efetuado pelo sistema corresponde à soma dos valores realizados dividida pelo número de meses com valor na previsão corrigida. Contudo, com o perfil de coordenador de ação, o usuário poderá editar os campos de total caso deseje registrar um outro valor; 4. Nas ações restos a pagar (RAP), foram inseridos os campos rap cancelado e rap inscrito líquido. O rap inscrito líquido corresponde ao rap inscrito subtraído do total de rap cancelado. Deste modo, o percentual de RAP pago é calculado sobre o RAP líquido; 5. Os restos a pagar correspondentes a um localizador existente também em 2008 passam a ser apresentados numa lapela ao lado do localizador do exercício corrente. Ao passar o mouse sobre o localizador, há uma mensagem indicando que este possui restos a pagar; Página:7/9

8 6. Nos casos de Ação composta por todos os localizadores restos a pagar, esta é apresentada na treeview ao lado da ação com a denominação RAP. Página:8/9

9 IV REGISTRO DE RESTRIÇÕES EM PROGRAMAS E AÇÕES A lapela de inserção de restrições foi alterada no módulo de monitoramento 2008 para incluir o detalhamento do tipo de restrição enfrentada por coordenadores de ação e gerentes de programa. Com base em registros realizados em exercícios anteriores, agrupou-se as dificuldades mais freqüentes em subcategorias, de acordo com cada tipo de restrição. A figura abaixo mostra o exemplo para o caso de restrição do tipo Administrativa. Administrativas Atividades dependentes de articulação com outras unidades administrativas Atraso na prestação de contas Capacitação de Recursos Humanos Dificuldades para celebrar contrato/convênio Entraves nos procedimentos burocráticos Insuficiência de Recursos Humanos Insuficiência/Inadequação de Infra-estrutura física e de equipamentos Problemas com o prestador de serviços Outros Esse agrupamento por subrestrições facilitará a observação, durante o exercício, das causas que estão impactando mais fortemente a execução de ações e programas do PPA. Importante destacar que o usuário poderá marcar mais de uma subrestrição. Outra alteração se refere à rede de comunicação das restrições, que tem por objetivo informar aos atores envolvidos na implementação de ações e programas os registros efetuados pelos executores. Dessa forma, restrições em ações serão comunicadas ao gerente de programa, à UMA, à SPOA e ao monitor do programa ao qual a ação se encontra vinculada. Quanto a restrições em programas, estas serão comunicadas à UMA, à SPOA e ao monitor do programa. Página:9/9

MANUAL DO SISTEMA SIGPLAN - ELABORAÇÃO DA FASE QUALITATIVA DO PPA 2008-2011

MANUAL DO SISTEMA SIGPLAN - ELABORAÇÃO DA FASE QUALITATIVA DO PPA 2008-2011 MANUAL DO SISTEMA SIGPLAN - ELABORAÇÃO DA FASE QUALITATIVA DO PPA 2008-2011 O trabalho faz a diferença. Manaus, maio de 2007. Manual de Operação do Sistema de Informações Gerenciais e de Planejamento -

Leia mais

Manual de Operação do Módulo de Monitoramento do Sistema de Informações Gerenciais e de Planejamento do Plano Plurianual - SIGPlan

Manual de Operação do Módulo de Monitoramento do Sistema de Informações Gerenciais e de Planejamento do Plano Plurianual - SIGPlan Manual de Operação do Módulo de Monitoramento do Sistema de Informações Gerenciais e de Planejamento do Plano Plurianual - SIGPlan Versão 2008 1 SUMÁRIO APRESENTAÇÃO... 3 1. O papel do Gerente de Programa

Leia mais

GUIA DE USUÁRIO - GU-

GUIA DE USUÁRIO - GU- 1/22 Revisão 00 de 20//12 1. OBJETIVO Orientar o usuário para a pesquisa e visualização detalhada de todas as ordens de compra emitidas, emitir confirmações de aceite, submeter solicitação de alteração,

Leia mais

ROTEIRO DE AVALIAÇÃO DE PROGRAMAS

ROTEIRO DE AVALIAÇÃO DE PROGRAMAS ROTEIRO DE VLIÇÃO DE PROGRMS valiação de Programas O roteiro de avaliação de programa constitui-se em um instrumento de coleta padronizado e utilizado, obrigatoriamente, para todos os programas do PP 2008-2011.

Leia mais

Programa de Capacitação em Gestão do PPA Curso PPA: Elaboração e Gestão Ciclo Básico. Elaboração de Planos Gerenciais dos Programas do PPA

Programa de Capacitação em Gestão do PPA Curso PPA: Elaboração e Gestão Ciclo Básico. Elaboração de Planos Gerenciais dos Programas do PPA Programa de Capacitação em Gestão do PPA Curso PPA: Elaboração e Gestão Ciclo Básico Elaboração de Planos Gerenciais dos Programas do PPA Brasília, abril/2006 APRESENTAÇÃO O presente manual tem por objetivo

Leia mais

SERVICE DESK MANAGER SDM. Manual do Sistema - DPOI

SERVICE DESK MANAGER SDM. Manual do Sistema - DPOI SERVICE DESK MANAGER SDM Manual do Sistema - DPOI Conteúdo SERVICE DESK MANAGER SDM... 1 Manual do Sistema - DPOI... 1 INTRODUÇÃO... 4 ACESSO AO SISTEMA... 5 OPÇÕES DO SISTEMA... 6 SISTEMA... 7 Pesquisar

Leia mais

Sistema Integrado de Planejamento, Orçamento e Gestão do Estado do Amazonas (SPLAM) Manual Operacional do Módulo de Monitoramento

Sistema Integrado de Planejamento, Orçamento e Gestão do Estado do Amazonas (SPLAM) Manual Operacional do Módulo de Monitoramento Sistema Integrado de Planejamento, Orçamento e Gestão do Estado do Amazonas (SPLAM) Manual Operacional do Módulo de Monitoramento Manaus - 2013 S U M Á R I O APRESENTAÇÃO... 03 1 Definição de Perfis e

Leia mais

Manual de Operação do. SIGPlan

Manual de Operação do. SIGPlan Manual de Operação do SIGPlan Sistema de Informações Gerenciais e de Planejamento Plano Plurianual 2004-2007 Secretaria de Planejamento e Investimentos Estratégicos Ministério do Planejamento Ministério

Leia mais

Sistema de Gestão do Planejamento da ANEEL SIGANEEL. Anna Flávia de Senna Franco Superintendente de Planejamento da Gestão

Sistema de Gestão do Planejamento da ANEEL SIGANEEL. Anna Flávia de Senna Franco Superintendente de Planejamento da Gestão Sistema de Gestão do Planejamento da ANEEL SIGANEEL Anna Flávia de Senna Franco Superintendente de Planejamento da Gestão Brasília, 03 de abril de 2009 1 Estrutura Básica do Planejamento Política Governamental

Leia mais

Monitoramento do PPAG e SIGPlan Exercício 2015 Principais Diretrizes. Superintendência Central de Planejamento e Programação Orçamentária - SCPPO

Monitoramento do PPAG e SIGPlan Exercício 2015 Principais Diretrizes. Superintendência Central de Planejamento e Programação Orçamentária - SCPPO Monitoramento do PPAG e SIGPlan Exercício 2015 Principais Diretrizes Superintendência Central de Planejamento e Programação Orçamentária - SCPPO Roteiro da Apresentação Monitoramento do PPAG; Sistema de

Leia mais

Manual de Elaboração do Plano Gerencial dos Programas do PPA 2004-2007

Manual de Elaboração do Plano Gerencial dos Programas do PPA 2004-2007 Manual de Elaboração do Plano Gerencial dos Programas do PPA 2004-2007 Secretaria de Planejamento e Investimentos Estratégicos Ministério do Planejamento Manual de Elaboração do Plano Gerencial dos Programas

Leia mais

Planejamento e Orçamento

Planejamento e Orçamento Planejamento e Orçamento O SIPLAG Sistema Integrado de Planejamento, Orçamento e Gestão, é um sistema voltado à gestão governamental, permitindo a elaboração do Plano Plurianual, da Lei Orçamentária Anual,

Leia mais

Anexo V - Planilha de Apuração Aquisição de Solução de Redes Sociais

Anexo V - Planilha de Apuração Aquisição de Solução de Redes Sociais Anexo V - Planilha de Apuração Aquisição de Solução de Redes Sociais Será utilizado o seguinte critério: Atende / Não atende (Atende em parte será considerado Não atende) Item Itens a serem avaliados conforme

Leia mais

SUMÁRIO INTRODUÇÃO. 3 1. ACESSO AO SISTEMA. 5 2. ACESSO AO MÓDULO DE MONITORAMENTO.6 3. PREENCHIMENTO DO MÓDULO DE MONITORAMENTO. 8 4.

SUMÁRIO INTRODUÇÃO. 3 1. ACESSO AO SISTEMA. 5 2. ACESSO AO MÓDULO DE MONITORAMENTO.6 3. PREENCHIMENTO DO MÓDULO DE MONITORAMENTO. 8 4. MANUAL TÉCNICO-OPERACIONAL DO MÓDULO DE MONITORAMENTO DO PLANO DE AÇÕES ARTICULADAS - PAR Brasília/DF, 23 julho de 2009 1 SUMÁRIO INTRODUÇÃO... 3 1. ACESSO AO SISTEMA... 5 2. ACESSO AO MÓDULO DE MONITORAMENTO...6

Leia mais

Processos de Compras. Tecinco Informática Ltda. Av. Brasil, 5256 3º Andar

Processos de Compras. Tecinco Informática Ltda. Av. Brasil, 5256 3º Andar Processos de Compras Tecinco Informática Ltda. Av. Brasil, 5256 3º Andar 1 Centro Cascavel PR www.tecinco.com.br Sumário Controle de Compras... 4 Parametrização... 4 Funcionamento... 4 Processo de Controle...

Leia mais

Conteúdo. Página 1 de 7

Conteúdo. Página 1 de 7 Conteúdo Introdução... 2 Novo relatório de freqüência... 2 Campos do relatório de freqüência.... 3 Vales... 3 Bolsa... 3 Botões do relatório de freqüência... 4 Navegação... 4 Busca... 4 Atalhos... 4 Recuperar

Leia mais

Manual do usuário. v1.0

Manual do usuário. v1.0 Manual do usuário v1.0 1 Iniciando com o Vivo Gestão 1. como fazer login a. 1º acesso b. como recuperar a senha c. escolher uma conta ou grupo (hierarquia de contas) 2. como consultar... de uma linha a.

Leia mais

MATERIAL PARA CAPACITAÇÃO INTERNA DO FIPLAN

MATERIAL PARA CAPACITAÇÃO INTERNA DO FIPLAN Guia de Capacitação Concessão de Cotas Financeiras Versão 1.0 outubro 2012 MATERIAL PARA CAPACITAÇÃO INTERNA DO FIPLAN MÓDULO: PROGRAMAÇÃO FINANCEIRA INSTRUTOR: CARLOS ALBERTO PEREIRA LIMA COLABORADORES

Leia mais

PRACTICO LIVE! FINANCEIRO CONCILIAÇÃO BANCÁRIA

PRACTICO LIVE! FINANCEIRO CONCILIAÇÃO BANCÁRIA PRACTICO LIVE! FINANCEIRO CONCILIAÇÃO BANCÁRIA O que é? É um comparativo entre as movimentações existentes em uma conta bancária e as existentes no controle financeiro. Todos sabem, por exemplo, que existe

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO MASTER VENDAS

MANUAL DE UTILIZAÇÃO MASTER VENDAS MANUAL DE UTILIZAÇÃO MASTER VENDAS 1. CONCEITO Master Vendas não é somente um sistema, e sim, um novo conceito de gestão para sua empresa. Foi desenvolvido por profissionais de informática juntamente com

Leia mais

1. DOTPROJECT. 1.2. Tela Inicial

1. DOTPROJECT. 1.2. Tela Inicial 1 1. DOTPROJECT O dotproject é um software livre de gerenciamento de projetos, que com um conjunto simples de funcionalidades e características, o tornam um software indicado para implementação da Gestão

Leia mais

Módulos Extras/ Protocolos

Módulos Extras/ Protocolos Módulos Extras/ Protocolos Inclusão de Documentos de Entrada para Protocolar Nesta rotina podem ser digitados todos os documentos que entram no escritório, permitindo um maior controle de recebimentos/devoluções,

Leia mais

Manual do Almoxarifado SIGA-ADM

Manual do Almoxarifado SIGA-ADM Manual do Almoxarifado SIGA-ADM DIRETORIA DE GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO(DGTI) MARÇO/2012 Requisição de Almoxarifado Requisições O sistema retornará a tela do menu de Administração. Nela selecione

Leia mais

Ajuda On-line - Sistema de Portaria. Versão 4.8.J

Ajuda On-line - Sistema de Portaria. Versão 4.8.J Versão 4.8.J Sumário PORT - Módulo de Apoio Portaria 3 1 Manual... de Processos - Portaria 4 Fluxo - Portaria... 5 2 Configurações... 6 Unidades... de Internação 6 Setores Administrativos... 9 Configuração...

Leia mais

Coordenação Geral de Tecnologia da Informação - CGTI. SIGED - Sistema de Gestão Eletrônica de Documentos MANUAL DO USUÁRIO Módulo de Arquivos

Coordenação Geral de Tecnologia da Informação - CGTI. SIGED - Sistema de Gestão Eletrônica de Documentos MANUAL DO USUÁRIO Módulo de Arquivos SIGED - Sistema de Gestão Eletrônica de Documentos MANUAL DO USUÁRIO Módulo de Arquivos O objetivo deste Manual é permitir a reunião de informações dispostas de forma sistematizada, criteriosa e segmentada

Leia mais

1 Acesso (www.intra.goias.gov.br)

1 Acesso (www.intra.goias.gov.br) 1 1 Acesso (www.intra.goias.gov.br) 2 2 Tela inicial 3 Cadastro do Programa 3 3.1 Cadastro do Programa (menu Programas de Governo) Tela de Pesquisa Pesquisar: Consulta os programas já cadastrados permitindo

Leia mais

CONVERJ Analisar Proposta

CONVERJ Analisar Proposta 1 CONVERJ Analisar Proposta Concedente Versão 1.3 Outubro/2014 2 Sumário 1 Como analisar uma Proposta?... 3 1.1 Analise Técnica... 7 1.2 Pronunciamento Coordenador... 10 1.3 Registrar Escolha do Proponente...

Leia mais

Software de Compras. Manual de treinamento para usuários do OutBuyCenter

Software de Compras. Manual de treinamento para usuários do OutBuyCenter Software de Compras Manual de treinamento para usuários do OutBuyCenter OutBuyCenter Software para o gerenciamento de compras integradas (eprocurement e supply chain), objetiva a rápida tramitação de compras

Leia mais

INDICADORES ETHOS PARA NEGÓCIOS SUSTENTÁVEIS E RESPONSÁVEIS. Sistema on-line

INDICADORES ETHOS PARA NEGÓCIOS SUSTENTÁVEIS E RESPONSÁVEIS. Sistema on-line Sistema on-line O Instituto Ethos Organização sem fins lucrativos fundada em 1998 por um grupo de empresários, que tem a missão de mobilizar, sensibilizar e ajudar as empresas a gerir seus negócios de

Leia mais

MODELO DE ORIENTAÇÃO PARA OPERAÇÃO DO SOFTWARE Autoria: InfoQuality Informática e Qualidade Ltda.

MODELO DE ORIENTAÇÃO PARA OPERAÇÃO DO SOFTWARE Autoria: InfoQuality Informática e Qualidade Ltda. MODELO DE ORIENTAÇÃO PARA OPERAÇÃO DO SOFTWARE Autoria: InfoQuality Informática e Qualidade Ltda. 1. A ORGANIZAÇÃO Para realizar cadastros e consultas referentes às Diretrizes Organizacionais: Manutenção/Organização/Registro

Leia mais

INTRODUÇÃO 2 ACESSO AO SIGTECWEB 3 TEMPO DE CONEXÃO 5 NAVEGAÇÃO 7 BARRA DE AÇÕES 7 COMPORTAMENTO DOS BOTÕES 7 FILTROS PARA PESQUISA 8

INTRODUÇÃO 2 ACESSO AO SIGTECWEB 3 TEMPO DE CONEXÃO 5 NAVEGAÇÃO 7 BARRA DE AÇÕES 7 COMPORTAMENTO DOS BOTÕES 7 FILTROS PARA PESQUISA 8 ÍNDICE INTRODUÇÃO 2 ACESSO AO SIGTECWEB 3 TEMPO DE CONEXÃO 5 NAVEGAÇÃO 7 BARRA DE AÇÕES 7 COMPORTAMENTO DOS BOTÕES 7 FILTROS PARA PESQUISA 8 ACESSO ÀS FERRAMENTAS 9 FUNÇÕES 12 MENSAGENS 14 CAMPOS OBRIGATÓRIOS

Leia mais

COMUNICADO SIAD - PORTAL DE COMPRAS 08/2011

COMUNICADO SIAD - PORTAL DE COMPRAS 08/2011 SECRETARIA DE ESTADO DE PLANEJAMENTO E GESTÃO Rodovia Prefeito Américo Gianetti, s/n Edifício Gerais - Bairro Serra Verde CEP: 31630-901 - Belo Horizonte - MG COMUNICADO SIAD - PORTAL DE COMPRAS 08/2011

Leia mais

Portal dos Convênios - SICONV. Inclusão e Envio de Proposta. Manual do Usuário

Portal dos Convênios - SICONV. Inclusão e Envio de Proposta. Manual do Usuário MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE LOGÍSTICA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE LOGÍSTICA E SERVIÇOS GERAIS Portal dos Convênios - SICONV Inclusão e Envio de Proposta Manual

Leia mais

Channel. Módulo Gerencial. Tutorial. Atualizado com a versão 4.02

Channel. Módulo Gerencial. Tutorial. Atualizado com a versão 4.02 Channel Módulo Gerencial Tutorial Atualizado com a versão 4.02 Copyright 2009 por JExperts Tecnologia Ltda. todos direitos reservados. É proibida a reprodução deste manual sem autorização prévia e por

Leia mais

TUTORIAL COLEGIADOS EM REDE

TUTORIAL COLEGIADOS EM REDE TUTORIAL COLEGIADOS EM REDE Brasília/DF Agosto/2015 Sumário Introdução... 2 1 Sistema de Gestão Estratégica... 3 2 Colegiados Em Rede... 5 2.1 Menu Cadastro... 6 2.1.1 Dados do Colegiado... 7 2.1.2 Composição

Leia mais

Manual Básico do Usuário. Monitoramento das Metas do Ciclo de Avaliação. de Desempenho Institucional - ADI

Manual Básico do Usuário. Monitoramento das Metas do Ciclo de Avaliação. de Desempenho Institucional - ADI Manual Básico do Usuário Monitoramento das Metas do Ciclo de Avaliação de Desempenho Institucional - ADI CICLO 2015/2016 Brasília DF, Maio de 2015 1 Sumário Pressupostos Legais da ADI:... 3 Monitoramento

Leia mais

Manual do Usuário. Captação Quantitativa do Plano Plurianual 2016-2019

Manual do Usuário. Captação Quantitativa do Plano Plurianual 2016-2019 Manual do Usuário Captação Quantitativa do Plano Plurianual 2016-2019 1 Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão Ministro do Planejamento, Orçamento e Gestão NELSON BARBOSA Secretário Executivo DYOGO

Leia mais

P71 Padronização dos distribuidores Ford

P71 Padronização dos distribuidores Ford P71 Padronização dos distribuidores Ford Tecinco Informática Ltda. Av. Brasil, 5256 3º Andar Centro Cascavel PR www.tecinco.com.br Sumário Introdução... 3 Avaliação de Seminovos... 3 Anexo de Documento

Leia mais

Grupo de Apoio Manual de Usuário 09/05/2011 FAPESP

Grupo de Apoio Manual de Usuário 09/05/2011 FAPESP Grupo de Apoio Manual de Usuário FAPESP Conteúdo Introdução... 3 Manutenção de usuários de apoio... 3 Acesso à funcionalidade... 3 Inclusão de novo usuário... 4 Exclusão de usuários... 8 Acompanhar PC...

Leia mais

Módulo de Usuário 04 Orientações para o Uso 05 Acessando as Salas 06 Dentro do Ambiente das Salas 08 (1) Outros Usuários 09 (2) Seus Dados 09 (3)

Módulo de Usuário 04 Orientações para o Uso 05 Acessando as Salas 06 Dentro do Ambiente das Salas 08 (1) Outros Usuários 09 (2) Seus Dados 09 (3) O recurso das Salas Virtuais é parte da estratégia adotada pelo Órgão Gestor da Política Nacional de Educação Ambiental para estimular e fortalecer a participação de grupos, coletivos e colegiados no processo

Leia mais

TIPOS DE USUÁRIOS DO PORTAL

TIPOS DE USUÁRIOS DO PORTAL TIPOS DE USUÁRIOS DO PORTAL - login Estrutura que representa os usuários do portal TIPO DE USUÁRIO PERMISSÕES 114 PASSO A PASSO EFETUANDO O LOGIN Tela inicial do Portal da Escola RECURSOS PARA O ADMINISTRADOR

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA GLPI

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA GLPI MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA GLPI PERFIL TÉCNICO Versão 2.0 DEPARTAMENTO DE INFORMÁTICA E TELECOMUNICAÇÕES PREFEITURA DE GUARULHOS SP 1 Objetivo: Esse manual tem como objetivo principal instruir os

Leia mais

MANUAL DE SUPORTE. Controle de Suporte. Este manual descreve as funcionalidades do controle de suporte.

MANUAL DE SUPORTE. Controle de Suporte. Este manual descreve as funcionalidades do controle de suporte. MANUAL DE SUPORTE Controle de Suporte Este manual descreve as funcionalidades do controle de suporte. SUMÁRIO Considerações Iniciais... 3 Acesso... 4 Controle de Suporte... 5 1. Solicitação de Atendimento...

Leia mais

Reunião de Abertura do Monitoramento 2015. Superintendência Central de Planejamento e Programação Orçamentária - SCPPO

Reunião de Abertura do Monitoramento 2015. Superintendência Central de Planejamento e Programação Orçamentária - SCPPO Reunião de Abertura do Monitoramento 2015 Superintendência Central de Planejamento e Programação Orçamentária - SCPPO Roteiro da Apresentação 1. Contextualização; 2. Monitoramento; 3. Processo de monitoramento;

Leia mais

MANUAL VTWEB CLIENT URBANO

MANUAL VTWEB CLIENT URBANO MANUAL VTWEB CLIENT URBANO A marca do melhor atendimento. Conteúdo... 2 1. Descrição... 3 2. Cadastro no sistema... 3 2.1. Pessoa Jurídica... 3 2.2. Pessoa Física... 5 2.3. Concluir o cadastro... 6 3.

Leia mais

V.1.0 SIAPAS. Sistema Integrado de Administração ao Plano de Assistência à Saúde. Contas Médicas

V.1.0 SIAPAS. Sistema Integrado de Administração ao Plano de Assistência à Saúde. Contas Médicas 2014 V.1.0 SIAPAS Sistema Integrado de Administração ao Plano de Assistência à Saúde Contas Médicas SIAPAS Sistema Integrado de Administração ao Plano de Assistência à Saúde Módulos CONTAS MÉDICAS Capa

Leia mais

Principais Novidades Abril/2013 a Junho/2013

Principais Novidades Abril/2013 a Junho/2013 Principais Novidades Abril/2013 a Junho/2013 Sumário 1. Ambiente Group Shopping... 3 2. Alteração na Tela de Contratos e Controle de Edições... 7 3. Propagação de Contratos... 10 4. Configuração de Impressora

Leia mais

Version Notes (Notas da versão) Versão 4.11.1.7-26-02-2013

Version Notes (Notas da versão) Versão 4.11.1.7-26-02-2013 Florianópolis, 26 de fevereiro de 2013. Abaixo você confere as características e funcionalidades da nova versão 4.11.1.7 do Channel. Para quaisquer dúvidas ou na necessidade de maiores esclarecimentos,

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTO DA ROTINA DA RESCISÃO COMPLEMENTAR

MANUAL DE PROCEDIMENTO DA ROTINA DA RESCISÃO COMPLEMENTAR MANUAL DE PROCEDIMENTO DA ROTINA DA RESCISÃO COMPLEMENTAR INTRODUÇÃO Trata-se de um recurso exclusivo para atender a necessidade de cálculos complementares de verbas rescisórias decorrentes de reajustes

Leia mais

Passo a Passo do Orçamentos de Entrada no SIGLA Digital

Passo a Passo do Orçamentos de Entrada no SIGLA Digital Passo a Passo do Orçamentos de Entrada no SIGLA Digital Página 1 de 9 Este é um dos principais módulos do SIGLA Digital. Utilizado para dar entrada de produtos no estoque, essa ferramenta segue a seguinte

Leia mais

INDICADORES ETHOS PARA NEGÓCIOS SUSTENTÁVEIS E RESPONSÁVEIS. Sistema on-line

INDICADORES ETHOS PARA NEGÓCIOS SUSTENTÁVEIS E RESPONSÁVEIS. Sistema on-line Sistema on-line O Instituto Ethos Organização sem fins lucrativos fundada em 1998 por um grupo de empresários, que tem a missão de mobilizar, sensibilizar e ajudar as empresas a gerir seus negócios de

Leia mais

Gerencie Carteira - PF

Gerencie Carteira - PF Gerencie Carteira - PF Mais negócios para a sua empresa, com melhor resultado e o risco sob controle. Manual do Produto Manual do Produto 1 Índice Produto 02 Meio de acesso 02 Carteira de Clientes Pessoa

Leia mais

Manual Sistema Curumim. Índice

Manual Sistema Curumim. Índice Versão 1.0 Índice 1. Instalação do Sistema... 3 2. Botões e Legenda... 4 3. Login do Sistema... 5 4. Tela Principal... 6 5. Dados Cadastrais da Empresa... 7 6. Aluno Cadastro... 8 7. Aluno - Cadastro de

Leia mais

Portal dos Convênios SICONV. Ajuste do Plano de Trabalho, Termo Aditivo e Prorroga de Ofício Perfis de Convenente e Concedente.

Portal dos Convênios SICONV. Ajuste do Plano de Trabalho, Termo Aditivo e Prorroga de Ofício Perfis de Convenente e Concedente. MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE LOGÍSTICA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE LOGÍSTICA E SERVIÇOS GERAIS Portal dos Convênios SICONV Ajuste do Plano de Trabalho, Termo

Leia mais

GUIA RÁPIDO DE UTILIZAÇÃO DO PORTAL DO AFRAFEP SAÚDE

GUIA RÁPIDO DE UTILIZAÇÃO DO PORTAL DO AFRAFEP SAÚDE GUIA RÁPIDO DE UTILIZAÇÃO DO PORTAL DO AFRAFEP SAÚDE INTRODUÇÃO O portal do Afrafep Saúde é um sistema WEB integrado ao sistema HEALTH*Tools. O site consiste em uma área onde os Usuários e a Rede Credenciada,

Leia mais

Manual Básico do Usuário. Monitoramento de Iniciativas Estratégicas. Planejamento Estratégico - ANVISA 2010-2020

Manual Básico do Usuário. Monitoramento de Iniciativas Estratégicas. Planejamento Estratégico - ANVISA 2010-2020 Manual Básico do Usuário Monitoramento de Iniciativas Estratégicas Planejamento Estratégico - ANVISA 2010-2020 Brasília DF, Maio de 2015 1 Sumário Planejamento Estratégico Anvisa 2010 a 2020:... 4 Supervisão

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES PARA O USUÁRIO DO SISTEMA GESCON GESTÃO FINANCEIRA E DE CONVÊNIOS MÓDULO ACOMPANHAMENTO DA EXECUÇÃO FÍSICO-FINANCEIRA DE

MANUAL DE INSTRUÇÕES PARA O USUÁRIO DO SISTEMA GESCON GESTÃO FINANCEIRA E DE CONVÊNIOS MÓDULO ACOMPANHAMENTO DA EXECUÇÃO FÍSICO-FINANCEIRA DE MINISTÉRIO DA SAÚDE Secretaria-Executiva Fundo Nacional de Saúde MANUAL DE INSTRUÇÕES PARA O USUÁRIO DO SISTEMA GESCON GESTÃO FINANCEIRA E DE CONVÊNIOS MÓDULO ACOMPANHAMENTO DA EXECUÇÃO FÍSICO-FINANCEIRA

Leia mais

Manual do Módulo Almoxarifado Portal do Sistema de Informações para o Ensino da Universidade Federal de Alagoas

Manual do Módulo Almoxarifado Portal do Sistema de Informações para o Ensino da Universidade Federal de Alagoas Manual do Módulo Almoxarifado Portal do Sistema de Informações para o Ensino da Universidade Federal de Alagoas 1 Módulo Almoxarifado Módulo que busca a redução de custos e controla os bens de consumo.

Leia mais

Passo a Passo do Checkout no SIGLA Digital

Passo a Passo do Checkout no SIGLA Digital Página 1 de 7 Passo a Passo do Checkout no SIGLA Digital Este é um dos principais módulos do Sigla Digital. Utilizado para vendas no balcão por ser uma venda rápida, mais simples, onde não é necessário

Leia mais

Para realizar a validação, deve-se seguir o seguinte roteiro: 1- Selecionar, no menu horizontal superior, o link Análise dos Dados.

Para realizar a validação, deve-se seguir o seguinte roteiro: 1- Selecionar, no menu horizontal superior, o link Análise dos Dados. Validar Dados A validação é o processo de verificação de possíveis erros nos dados cadastrados no Transparência Copa 2014. É realizada em um momento anterior à publicação dos dados na Seção COPA 2014 do

Leia mais

Elaborado por SIGA-EPT. Projeto SIGA-EPT: Manual do Usuário Almoxarifado

Elaborado por SIGA-EPT. Projeto SIGA-EPT: Manual do Usuário Almoxarifado Elaborado por SIGA-EPT Projeto SIGA-EPT: Manual do Usuário Almoxarifado Versão Dezembro - 2009 Sumário 1 Introdução 5 1.1 Entrando no sistema e repassando as opções................... 5 1.2 Administração......................................

Leia mais

Sistema Protocolo, Tramitação e Arquivamento de Processos Manual do Usuário

Sistema Protocolo, Tramitação e Arquivamento de Processos Manual do Usuário SERVIÇO PÚBLICO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ ARQUIVO CENTRAL Sistema Protocolo, Tramitação e Arquivamento de Processos Manual do Usuário Belém Pará Fevereiro 2000 Sumário Introdução... 3 Acesso ao Sistema...

Leia mais

DOCUMENTAÇÃO. Programa de Evolução Contínua Versão 1.84

DOCUMENTAÇÃO. Programa de Evolução Contínua Versão 1.84 DOCUMENTAÇÃO Programa de Evolução Contínua Versão 1.84 SUMÁRIO RESUMO DAS NOVIDADES... 3 CONFIGURAÇÃO DAS NOVIDADES... 6 Resolução de Conflitos de Integração de Pedidos de Marketplaces... 6 Configurações

Leia mais

Conhecimento de Transporte

Conhecimento de Transporte Página1 Conhecimento de Transporte No menu de navegação, este item é a opção para emissão e administração dos Conhecimentos de Transporte do sistema. Para acessar, posicione o mouse no local correspondente

Leia mais

inux Sistemas Ltda. MANUAL DO USUÁRIO www.inux.com.br

inux Sistemas Ltda. MANUAL DO USUÁRIO www.inux.com.br 2013 inux Sistemas Ltda. s MANUAL DO USUÁRIO www.inux.com.br Sumário 1 Introdução... 2 2 Visão Geral do Sistema... 2 3 Tela de Configuração... 3 4 Tela de Mensagens... 5 5 Tela de Importação... 8 6 Tela

Leia mais

PRONIM ED - EDUCAÇÃO Financeiro

PRONIM ED - EDUCAÇÃO Financeiro PRONIM ED - EDUCAÇÃO Financeiro SUMÁRIO 1. FINANCEIRO... 5 1.1. ED - SECRETARIA... 5 1.2. ED - ESCOLA... 5 1.3. USUÁRIOS POR ENTIDADE NO ED SECRETARIA E ESCOLA... 6 2. FINANCEIRO - SECRETARIA... 7 2.1.

Leia mais

PMAT. Sistema de Análise e Acompanhamento de Operações. Manual. Desenvolvido pelo BNDES AS/DEGEP

PMAT. Sistema de Análise e Acompanhamento de Operações. Manual. Desenvolvido pelo BNDES AS/DEGEP PMAT Sistema de Análise e Acompanhamento de Operações Manual 1 Índice 1. O que é o Sistema de Análise e Acompanhamento de Operações PMAT... 3 2. Acessando o sistema pela primeira vez Download... 3 3. Fluxogramas

Leia mais

Presskit Guia Rápido. Release 2.0. Presskit

Presskit Guia Rápido. Release 2.0. Presskit Presskit Guia Rápido Release 2.0 Presskit 06/07/2009 Sumário 1 Login 2 Login e Senha...................................... 2 Esqueci minha senha.................................. 2 Fale Com o Suporte...................................

Leia mais

3 - Tela Principal. Itens importantes da página

3 - Tela Principal. Itens importantes da página SUMÁRIO 1 1 - Conceitos Gerais O CRQ é um sistema de controle de qualidade utilizado na etapa de recrutamento de estudos de natureza qualitativa. Ele é um banco de dados que tem como principal objetivo

Leia mais

Manual para Envio de Petição Inicial

Manual para Envio de Petição Inicial Manual para Envio de Petição Inicial 1. Após abrir a página do PROJUDI, digite seu usuário e senha 1.1. Para advogados o usuário é o cpf.adv (ex: 12345678900.adv) 1.2. Após digitar os dados (login e senha),

Leia mais

Sistema de Chamados Protega

Sistema de Chamados Protega SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO... 3 2. REALIZANDO ACESSO AO SISTEMA DE CHAMADOS... 4 2.1 DETALHES DA PÁGINA INICIAL... 5 3. ABERTURA DE CHAMADO... 6 3.1 DESTACANDO CAMPOS DO FORMULÁRIO... 6 3.2 CAMPOS OBRIGATÓRIOS:...

Leia mais

Portal dos Convênios SICONV. Orientações/Passo a Passo. Concedente

Portal dos Convênios SICONV. Orientações/Passo a Passo. Concedente Portal dos Convênios SICONV Orientações/Passo a Passo Concedente Programa, Analise de Proposta/Plano de Trabalho, Convênio, UGTV, Empenho, Conta Bancária, Celebração, TV - SIAFI, Documento Hábil, OB e

Leia mais

Painel de Controle. SISGEM - Gestão de Empreendimentos

Painel de Controle. SISGEM - Gestão de Empreendimentos Painel de Controle SISGEM - Gestão de Empreendimentos Painel de Controle: Conceito O Painel de Controle é um painel gráfico que exibe as informações gerenciais consolidadas dos empreendimentos controlados

Leia mais

Manual do Painel Administrativo E-commerce

Manual do Painel Administrativo E-commerce Manual do Painel Administrativo E-commerce versão 1.0 Autores César A Miggiolaro Marcos J Lazarin Índice E-commerce... 3 Categorias... 4 Produto... 5 Marca... 7 Cor... 8 Tamanho... 8 Configurar Loja...

Leia mais

Moodle - CEAD Manual do Estudante

Moodle - CEAD Manual do Estudante Moodle - CEAD Manual do Estudante Índice Introdução 3 Acessando o Ambiente 4 Acessando o Curso 5 Navegando no Ambiente do Curso 5 Box Participantes 5 Box Atividades 5 Box Buscar nos Fóruns 5 Box Administração

Leia mais

BEM VINDO. Gestor. O que é o ProdutivoApp...2. Tipos de usuários...2. Dashboard (tela principal)...3. Menu Categorias...4. Menu Atividades...

BEM VINDO. Gestor. O que é o ProdutivoApp...2. Tipos de usuários...2. Dashboard (tela principal)...3. Menu Categorias...4. Menu Atividades... BEM VINDO Gestor Índice O que é o ProdutivoApp...2 Tipos de usuários...2 Dashboard (tela principal)...3 Menu Categorias...4 Menu Atividades...5 Menu Produtividade...6 Menu Classificar Atividades...7 Menu

Leia mais

UTILIZAÇÃO DO SISTEMA EXTRACRED

UTILIZAÇÃO DO SISTEMA EXTRACRED UTILIZAÇÃO DO SISTEMA EXTRACRED Esta parte do sistema como descrito anteriormente neste manual permite que seus agentes tenham acesso á uma área exclusiva para acessar informações pessoais como: Meu Extrato

Leia mais

manual Sistema de Gestão de Contribuições

manual Sistema de Gestão de Contribuições manual Sistema de Gestão de Contribuições Conteúdo 1. Login 4 2. Home 5 3. Informações básicas 3.1. Menus 6 3.2. Números e status 7 3.3. Ações 8 4. Ambientes da ferramenta 4.1. Sindicato 13 4.2. Empresas

Leia mais

BI Citsmart Fornece orientações necessárias para instalação, configuração e utilização do BI Citsmart.

BI Citsmart Fornece orientações necessárias para instalação, configuração e utilização do BI Citsmart. 16/08/2013 BI Citsmart Fornece orientações necessárias para instalação, configuração e utilização do BI Citsmart. Versão 1.0 19/12/2014 Visão Resumida Data Criação 19/12/2014 Versão Documento 1.0 Projeto

Leia mais

CPS FINANÇAS PESSOAIS MANUAL DO USUÁRIO

CPS FINANÇAS PESSOAIS MANUAL DO USUÁRIO APRESENTAÇÃO O CPS FINANÇAS PESSOAIS é um software desenvolvido para gerenciar a movimentação financeira de forma pessoal, rápida e simplificada fornecendo relatórios e demonstrativos. Este manual é parte

Leia mais

RAG - 2006 O RELATÓRIO DA AÇÃO GOVERNAMENTAL

RAG - 2006 O RELATÓRIO DA AÇÃO GOVERNAMENTAL RAG - 2006 O RELATÓRIO DA AÇÃO GOVERNAMENTAL RELATÓRIO DE QUE? AVALIAÇÃO: Avaliação anual avaliamos a execução durante o ano, a entrega dos produtos e os seus impactos. AVALIAÇÃO PARA QUE? OBJETIVOS: Prestar

Leia mais

Manual. ID REP Config Versão 1.0

Manual. ID REP Config Versão 1.0 Manual ID REP Config Versão 1.0 Sumário 1. Introdução... 3 2. Pré-Requisitos... 3 3. Instalação do ID REP Config... 4 4. Visão Geral do Programa... 8 4.1. Tela Principal... 8 4.2. Tela de Pesquisa... 12

Leia mais

BOLETIM INFORMATIVO TÉCNICO LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO - CORDILHEIRA VERSÃO 2

BOLETIM INFORMATIVO TÉCNICO LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO - CORDILHEIRA VERSÃO 2 BOLETIM INFORMATIVO TÉCNICO LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO - CORDILHEIRA VERSÃO 2 Cordilheira Recursos Humanos CRH 2.85A As rotinas de Retiradas de Pró-labore e Autônomos tiveram diversas alterações, com o objetivo

Leia mais

Síntese de fluxo de máquinas e implementos

Síntese de fluxo de máquinas e implementos Síntese de fluxo de máquinas e implementos Tecinco Informática Ltda. Av. Brasil, 5256 3º Andar Centro Cascavel PR www.tecinco.com.br Sumário Objetivo... 3 Parâmetros para utilização do processo... 3 Cadastro

Leia mais

Tutorial contas a pagar

Tutorial contas a pagar Tutorial contas a pagar Conteúdo 1. Cadastro de contas contábeis... 2 2. Cadastro de conta corrente... 4 3. Cadastro de fornecedores... 5 4. Efetuar lançamento de Contas à pagar... 6 5. Pesquisar Lançamento...

Leia mais

MANUAL DECRETO 52.665/2008 - SP SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA.

MANUAL DECRETO 52.665/2008 - SP SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA. MANUAL DECRETO 52.665/2008 - SP SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA. Neste manual serão demonstradas as alterações efetuadas no Sistema E-Fiscal para atender ao decreto 52.665/2008 - SP. Foi inserida a opção Apuração

Leia mais

PRINCIPAIS NOVIDADES VERSÃO 8.85/1.1.66

PRINCIPAIS NOVIDADES VERSÃO 8.85/1.1.66 PRINCIPAIS NOVIDADES VERSÃO 8.85/1.1.66 Sumário 1. Nota Fiscal Eletrônica São Paulo... 3 2. Motivo da baixa... 9 3. Contrato Endereço para cobrança... 12 4. Vistoria... 13 5. Contas a pagar Controle de

Leia mais

Acompanhamento e Execução de Projetos

Acompanhamento e Execução de Projetos Acompanhamento e Execução de Projetos Manual do Usuário Atualizado em: 28/11/2013 Página 1/24 Sumário 1. INTRODUÇÃO... 3 2. ABRANGÊNCIA DO SISTEMA... 3 3. DESCRIÇÃO DO SISTEMA... 3 4. COMO ACESSAR O SISTEMA...

Leia mais

Atualização do Sistema T-Car-Win Versão 1.15.5

Atualização do Sistema T-Car-Win Versão 1.15.5 Atualização do Sistema T-Car-Win Versão 1.15.5 O sistema T-Car-Win está sendo atualizado para a versão 1.15.5. Esta versão tem o objetivo de agregar as seguintes funcionalidades ao sistema: Possibilidade

Leia mais

MANUAL SISTEMA DE GERENCIAMENTO WWW.REDERENALI.COM.BR

MANUAL SISTEMA DE GERENCIAMENTO WWW.REDERENALI.COM.BR MANUAL SISTEMA DE GERENCIAMENTO WWW.REDERENALI.COM.BR MANUAL SISTEMA GERENCIAMENTO RENALI- Versão 3 Maio 2012 WWW.REDERENALI.COM.BR INTRODUÇÃO ACESSO VISÃO GERAL VISÃO DO PROJETO FORMULÁRIOS CADASTRO DE

Leia mais

Portal dos Convênios - SICONV. Inclusão e Envio de Proposta. Manual do Usuário

Portal dos Convênios - SICONV. Inclusão e Envio de Proposta. Manual do Usuário MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE LOGÍSTICA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE LOGÍSTICA E SERVIÇOS GERAIS Portal dos Convênios - SICONV Inclusão e Envio de Proposta Manual

Leia mais

Release Notes do Sistema Eletrônico do Serviço de Informações ao Cidadão (e-sic) v. 2.1.7

Release Notes do Sistema Eletrônico do Serviço de Informações ao Cidadão (e-sic) v. 2.1.7 Release Notes do Sistema Eletrônico do Serviço de Informações ao Cidadão (e-sic) v. 2.1.7 O objetivo deste Release Notes é listar e, em alguns casos, ter uma breve explicação sobre as implementações efetuadas.

Leia mais

SSE 3.0. Guia Rápido. Módulo Secretaria. Nesta Edição

SSE 3.0. Guia Rápido. Módulo Secretaria. Nesta Edição SSE 3.0 Guia Rápido Módulo Secretaria Nesta Edição 1 Acessando o Módulo Secretaria 2 Cadastros Auxiliares 3 Criação de Modelos Definindo o Layout do Modelo Alterando o Layout do Cabeçalho 4 Parametrização

Leia mais

MANUAL DO PRESTADOR FATURAMENTO WEB

MANUAL DO PRESTADOR FATURAMENTO WEB MANUAL DO PRESTADOR FATURAMENTO WEB 0 Sumário Introdução... 2 Funcionalidades... 2 Requisitos Necessários... 2 Faturamento Web... 3 Faturamento Simplificado... 4 Faturamento Detalhado... 9 Faturamento

Leia mais

Manual do Sistema "Vida - Controle Financeiro" Editorial Brazil Informatica

Manual do Sistema Vida - Controle Financeiro Editorial Brazil Informatica Manual do Sistema "Vida - Controle Financeiro" Editorial Brazil Informatica I Vida - Controle Financeiro Conteúdo Part I Introdução 2 1 Vida Controle... Financeiro 2 Part II Novidades Versão 2.9 (Contas)

Leia mais

Revisão do PPA 2012-2015, exercício 2015

Revisão do PPA 2012-2015, exercício 2015 Revisão do PPA 2012-2015, exercício 2015 Julho de 2014 1. Acesso ao Sistema SPLAM 2. Acesso com Usuário e senha 3. Consulta Agenda de Trabalho 3. Acesso à Árvore Programática Momento 1 Momento inicial

Leia mais

Manual de uso do Gerente

Manual de uso do Gerente Manual de uso do Gerente Manual do Hypnobox: www.hypnobox.com.br/manual Índice Acessar o Hypnobox Endereço o www Login e Senha Tela Principal Perfil de acesso Editar Dados pessoais Fila de corretores Gerenciar

Leia mais

Relatório de Versões Versão 3.53

Relatório de Versões Versão 3.53 Relatório de Versões Versão 3.53 Alterações Realizadas Nº Descrição TELA PRINCIPAL: 1 Tela Principal Guia Enquadramento e Guia Informações Gerenciais: Inserção da Data do último dia útil nas telas do Enquadramento

Leia mais

Manual Operacional SIGA

Manual Operacional SIGA SMS - ATTI Maio -2013 Conteúdo Sumário... 2 PPD -IPD... 3 Adicionar Paciente... 4 Laudo Médico... 6 Avaliação do Enfermeiro... 11 Visita Domiciliar... 14 Dados do Paciente no Programa... 16 Histórico do

Leia mais