Invest in Lombardy porta de entrada na Itália, ponte entre a Europa e o Mediterrâneo

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Invest in Lombardy porta de entrada na Itália, ponte entre a Europa e o Mediterrâneo"

Transcrição

1 Invest in Lombardy porta de entrada na Itália, ponte entre a Europa e o Mediterrâneo

2 2 PORQUE A LOMBARDIA

3 LOMBARDIA - PERFIL População: 9,7 milhões PIB: 300 bilhões Área: 24 mil Km 2 Quase um quarto do PIB italiano A renda per capita da Lombardia é de 32,400; 28% a mais do que o italiano e 23% a mais do que a renda média europeia Principal região italiana para negócios: mais de 15% das empresas italianas Mais de 60% do investimento estrangeiro feito na Itália 2014 INVESTIN LOMBARDY - All Rights reserved. 3

4 AMBIENTE DE NEGÓCIOS NA LOMBARDIA Abrir uma empresa em Milão é rápido e fácil, são necessários apenas 6 dias! Custos operacionais em Milão são mais baixos que em Paris, Frankfurt, Berlim e Londres (de acordo com KPMG, Competitive Alternatives 2012) Custos de remuneração por hora (empregos na indústria): Alemanha: 46 UDS França: 40 USD Itália: 35 USD (Fonte: relatório OIT Organização Internacional do Trabalho) Excelente ambiente de negócios: para abrir uma empresa são necessários apenas 6 dias úteis Empresas tem maior retorno marginal em capital adicional investido (ROI return on investment), em particular em setores de alta performance: manufatura de vestuário, manufatura de madeira e produtos correlatos, atividades científicas e pesquisa (Relatório Universidade Bocconi, 2012) 2014 INVESTIN LOMBARDY - All Rights reserved. 4

5 AMBIENTE DE NEGÓCIOS NA LOMBARDIA 1 NA REGIÃO MERIDIONAL DA EUROPA TOP 10 REGIÃO MERIDIONAL DA EUROPA: ESTRATÉGIA EM IED (2 ) TOP 5 GRANDES REGIÕES EUROPEIAS: ESTRATÉGIA EM IED (3 ) TOP 10 GRANDES REGIÕES EUROPEIAS: TOTAL (5 ) 2014 INVESTIN LOMBARDY - All Rights reserved. 5

6 1. UMA REGIÃO DINÂMICA E PRODUTIVA A Lombardia tem uma longa história de sucesso no âmbito econômico. Contribui com 20,6% do PIB Italiano (se posiciona em primeiro lugar na Itália e em quarto lugar na Europa) A região concentra empresas ativas no território e é a 5ª colocada na Europa em relação a taxa de crescimento de emprego INVESTIN LOMBARDY - All Rights reserved. 6

7 2. UM HUB INTERNACIONAL A Lombardia é um hub internacional e é uma das regiões mais importantes da Europa no que diz respeito a infraestrutura de tipo hard e soft. A Lombardia dispõe de um sistema de transporte moderno ( incluindo 03 aeroportos internacionais) 2014 INVESTIN LOMBARDY - All Rights reserved. 7

8 3. NA VANGUARDA DA FORMAÇÃO A Lombardia tem excelência em todos os níveis com relação a qualidade de formação de seu capital humano e sistema educacional: estudantes universitários formados 2014 INVESTIN LOMBARDY - All Rights reserved. 8

9 4. UMA REGIÃO ATRATIVA A Lombardia é a 1 região italiana em número de projetos de investimentos externos e na atração de capital estrangeiro 2014 INVESTIN LOMBARDY - All Rights reserved. 9

10 5. UMA REGIÃO INOVADORA A Lombardia está na vanguarda em pesquisa e inovação: 6 parques científicos e tecnológicos 182 empresas inovadoras 11 Institutos do CNP (Centro Nacional de Pesquisa) e 267 institutos de pesquisa inhouse INVESTIN LOMBARDY - All Rights reserved. 10

11 POTENCIAL DO MERCADO NA LOMBARDIA Milão é muito atrativa para atividades comerciais devido ao fluxo de visitantes e turistas que passam pela Lombardia e pela cidade: a maioria dos turistas estrangeiros na Lombardia é de alemães (31,4%), franceses (19%), britânicos (10,6%) e norte-americanos(9,7%) a maioria dos turistas estrangeiros em Milão, ao contrário, vem da Rússia, França e EUA o impacto econômico do fluxo de turistas é relevante: 26% das despesas dos turistas em 2011 estavam relacionadas a compras, correspondendo a 1,21 bilhão de euros. Milão vai organizar a EXPO 2015: grande oportunidade devido ao fluxo de turistas esperado (cerca 20 milhões, dos quais 73% italianos e 27% estrangeiros) 144 países 21 milhões de visitantes Source: Osservatorio Turistico Regionale - Unioncamere Lombardia 7,000 eventos em 6 meses de programação 2014 INVESTIN LOMBARDY - All Rights reserved. 11

12 ABERTURA DE UMA LOJA EM MILÃO 12

13 Por que uma LOJA TEMPORÁRIA? Realizar teste de áreas antes do lançamento (atividade de amostragem) Promover o posicionamento da marca Testar novas áreas e mercados de distribuição Consolidar a presença da marca durante períodos de exposições Criar espaço físico para empresas virtuais Criar banco de dados de clientes para futuras atividades de marketing Estabelecer relacionamentos e soluções para contatar consumidores (fidelidade) Organizar eventos Criar um showroom Lançamento de novos produtos (linhas e marcas) TESTE O MERCADO Lojas temporárias 2014 INVESTIN LOMBARDY - All Rights reserved. 13

14 Lojas temporárias: abra espaços comerciais de curta temporada em Milão ( ) MÍNIMO MÁXIMO MÉDIA CUSTOS DE UMA LOJA TEMPORÁRIA ITENS Tempo 15 dias 30 dias 3 semanas Área 30 m m m 2 CUSTOS Mobiliário Pessoal Comunicação Aluguel TOTAL Source: Sidecar Temporary Shop 2014 Teste o mercado primeiro! Abra uma Loja temporária! Source: Sidecar Group partner of Invest in Lombardy 2014 INVESTIN LOMBARDY - All Rights reserved. 14

15 COMO PODEMOS AJUDAR 15

16 INVEST IN LOMBARDY Assistência passo a passo Invest in Lombardy é uma estrutura regional de promoção de investimentos na Lombardia. Projeto organizado pela Unioncamere Lombardia e a Promos, com o apoio da Região Lombardia Damos assistência passo a passo para empresas que estejam interessadas em investir na Região, desde a identificação da oportunidade de investimento até o suporte após instalação. Invest in Lombardy é um catalisador de negócios, trabalhando muito próximo à comunidade empresarial local. Suporte: Start-up, localização, recrutamento, acesso ao crédito, incentivos 2014 INVESTIN LOMBARDY - All Rights reserved. 16

17 INVEST IN LOMBARDY NOSSOS SERVIÇOS 2014 INVESTIN LOMBARDY - All Rights reserved. 17

18 INVEST IN LOMBARDY PROGRAMA DE PARCERIAS 2014 INVESTIN LOMBARDY - All Rights reserved. 18

19 2014 INVESTIN LOMBARDY - All Rights reserved. 19

20 COMO FUNCIONA? Seleção de Investidores Assistência Suporte pósinvestimento EM DETALHE Incubadoras de Negócios Land in Lombardy é um serviço do Invest in Lombardy para investidores que estão procurando relocação de escritório ou expandir seus negócios na Lombardia Oferecemos até 3 meses GRÁTIS em um dos Centros de Excelência da Lombardia- modernas estruturas especializadas em uma vasta gama de setores industriais 2013 INVESTIN LOMBARDY - All Rights reserved. 4

21 RESUMINDO Contate-nos para oportunidades de negócios na Lombardia! ASSISTÊNCIA PASSO A PASSO Abertura de empresas Procedimento s burocráticos Suporte jurídico Localização / Escritórios Recursos humanos Assistência financeira (Programa de Parceira) Descubra nossa região e desfrute de suas oportunidades! COMECE AGORA MESMO! Escritórios grátis por até 3 meses em um dos centros de excelência da Lombardia (Land in Lombardy) 2014 INVESTIN LOMBARDY - All Rights reserved. 21

22 Contato Stefano Nigro Invest in Lombardy Head of Investment Promotion Department Ph Também na Invest in Lombardy InvestinLombardy Obrigado! 2013 INVEST IN LOMBARDY - All Rights served.

PERTO DAS EMPRESAS PARA AS LEVAR MAIS LONGE OPORTUNIDADES DE NEGÓCIO SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE

PERTO DAS EMPRESAS PARA AS LEVAR MAIS LONGE OPORTUNIDADES DE NEGÓCIO SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE PERTO DAS EMPRESAS PARA AS LEVAR MAIS LONGE OPORTUNIDADES DE NEGÓCIO SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE AMBIENTE DE NEGÓCIOS 03 CULTURA DE NEGÓCIOS 04 O MERCADO 05-09 REACIONAMENTO ECONÓMICO BILATERAL 10-12 OPORTUNIDADES

Leia mais

COMPRAR A PORTUGAL FILEIRA TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO JAN 2016

COMPRAR A PORTUGAL FILEIRA TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO JAN 2016 COMPRAR A PORTUGAL FILEIRA TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO JAN 2016 PERFIL 3 INDICADORES CHAVE 4 VANTAGENS 5 COMPETITIVAS SETORES 6-9 DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE 7 TELECOMUNICAÇÕES 8 SERVIÇOS,

Leia mais

Criamos ligações mundiais

Criamos ligações mundiais Criamos ligações mundiais Através do Global Business Centre, as empresas, os empresários e os pensadores inovadores do sul de Alberta passarão a ser conhecidos no mercado mundial. Por outro lado, as empresas

Leia mais

PLANO DE APRESENTAÇÃO

PLANO DE APRESENTAÇÃO PLANO DE APRESENTAÇÃO Apex-Brasil Principais Soluções Programa de Internacionalização Ações de internacionalização e promoção para o México Juarez Leal Coordenador de Internacionalização A APEX-BRASIL

Leia mais

Transporte Aéreo para a Cadeia de Turismo no Norte do Pais. Modernidade, Segurança e Qualidade 1

Transporte Aéreo para a Cadeia de Turismo no Norte do Pais. Modernidade, Segurança e Qualidade 1 Transporte Aéreo para a Cadeia de Turismo no Norte do Pais 1 Introdução "O Aeroporto é uma sala de visita, é o primeiro cartão de visita para o estrangeiro que chega a Mocambique. Visitante chega ao nosso

Leia mais

POR QUE PARTICIPAR? SETORES GTDC. Equipamentos. Eletrônica. Automação. Industriais. Gerar novas oportunidades de negócios;

POR QUE PARTICIPAR? SETORES GTDC. Equipamentos. Eletrônica. Automação. Industriais. Gerar novas oportunidades de negócios; 29ª FEIRA INTERNACIONAL DA INDÚSTRIA ELÉTRICA, ELETRÔNICA, ENERGIA E AUTOMAÇÃO. ENERGIA PARA GERAR RESULTADOS 25 A 28 JULHO 2017 NOVO LOCAL WWW. FIEE.COM.BR Organização e Promoção SÃO PAULO EXPO A FEIRA

Leia mais

FINICIA E QREN APOIO AO FINANCIAMENTO DE START-UP

FINICIA E QREN APOIO AO FINANCIAMENTO DE START-UP FINICIA E QREN APOIO AO FINANCIAMENTO DE START-UP Programas de Mercado Programas Programmes para o Along Ciclothe de Business Vida das Life Empresas Cycle FINICIA FINCRESCE FINTRANS FINICIA Financiamento

Leia mais

COMPRAR A PORTUGAL FILEIRA TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO JAN 2016

COMPRAR A PORTUGAL FILEIRA TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO JAN 2016 COMPRAR A PORTUGAL FILEIRA TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO JAN 2016 PERFIL 3 INDICADORES CHAVE 4 VANTAGENS 5 COMPETITIVAS SETORES 6-9 DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE 7 TELECOMUNICAÇÕES 8 SERVIÇOS,

Leia mais

EXPANSÃO DAS OPERAÇÕES INTERNACIONAIS

EXPANSÃO DAS OPERAÇÕES INTERNACIONAIS EXPANSÃO DAS OPERAÇÕES INTERNACIONAIS A Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) atua para promover os produtos e serviços brasileiros no exterior e atrair investimentos

Leia mais

SEMINÁRIO INTERNACIONAL Painel: Experiências bem-sucedidas em CT&I: das estratégias de financiamento à vanguarda na gestão empresarial

SEMINÁRIO INTERNACIONAL Painel: Experiências bem-sucedidas em CT&I: das estratégias de financiamento à vanguarda na gestão empresarial SEMINÁRIO INTERNACIONAL Painel: Experiências bem-sucedidas em CT&I: das estratégias de financiamento à vanguarda na gestão empresarial SÉRGIO PAUPÉRIO SÉRIO FILHO DEZEMBRO/2015 24 QUEM SOMOS De origem

Leia mais

1ª Avaliação Parlamentar da Copa do Mundo de 2014

1ª Avaliação Parlamentar da Copa do Mundo de 2014 1ª Avaliação Parlamentar da Copa do Mundo de 2014 por Edgar Andrade Comissão de Educação, Cultura e Esporte do Senado Federal 29 de setembro Um movimento de ar-culação e integração das mais diversas organizações

Leia mais

POR QUE FEIRAS EM TEMPOS DE CRISE?

POR QUE FEIRAS EM TEMPOS DE CRISE? POR QUE FEIRAS EM TEMPOS DE CRISE? Ligia Amorim Diretora geral da NürnbergMesse Brasil 1ª vice-presidente do capítulo América Latina da UFIthe Global Association of the Exhibition Industry. Vice-presidente

Leia mais

Desafios da Reabilitação Urbana Sustentável: o caso do Centro Histórico do Porto. Álvaro Santos Presidente Executivo do Conselho de Administração

Desafios da Reabilitação Urbana Sustentável: o caso do Centro Histórico do Porto. Álvaro Santos Presidente Executivo do Conselho de Administração Desafios da Reabilitação Urbana Sustentável: o caso do Centro Histórico do Porto Álvaro Santos Presidente Executivo do Conselho de Administração Funchal, 22 de maio de 2015 Cidade do Porto, Diagnóstico

Leia mais

Localização Empresarial na Áustria Excelência em inovação e em P&D

Localização Empresarial na Áustria Excelência em inovação e em P&D Localização Empresarial na Áustria Excelência em inovação e em P&D Wilfried Gunka Brasil ABA Invest in Austria dezembro 2014 Folie 1 Economia forte, no coração da Europa. Área: 83.872 km² População: 8.4

Leia mais

GRUPOS DE COLABORAÇÃO SETORIAIS PARA A INTERNACIONALIZAÇÃO. NERBA; Bragança;

GRUPOS DE COLABORAÇÃO SETORIAIS PARA A INTERNACIONALIZAÇÃO. NERBA; Bragança; GRUPOS DE COLABORAÇÃO SETORIAIS PARA A INTERNACIONALIZAÇÃO NERBA; Bragança; 29.03.2017 GRUPOS DE COLABORAÇÃO SETORIAIS PARA A INTERNACIONALIZAÇÃO CAPACITAÇÃO DAS PME PARA CONTACTOS INTERNACIONAIS NERBA;

Leia mais

ESPANHA Mercado Um parceiro de confiança /

ESPANHA Mercado Um parceiro de confiança / Mercado 1º cliente (25% de quota) e 1º fornecedor (cerca de 33%) Mais de 6.000 empresas portuguesas exportam para Espanha Portugal é o 5º cliente de Espanha (7%) e 8º fornecedor (quase 4%) Espanha vende

Leia mais

Recomendação de políticas Desenvolvimento de habilidades de próxima geração

Recomendação de políticas Desenvolvimento de habilidades de próxima geração Recomendação de políticas Desenvolvimento de habilidades de próxima A oportunidade A computação em nuvem e os recursos inovadores liberam o potencial para impulsionar o crescimento econômico significativo

Leia mais

CAIXA. Segmento Petróleo e Gás. Reunião da Diretoria do SINAVAL. Antonio Gil Silveira Gerente Regional

CAIXA. Segmento Petróleo e Gás. Reunião da Diretoria do SINAVAL. Antonio Gil Silveira Gerente Regional CAIXA Segmento Petróleo e Gás Reunião da Diretoria do SINAVAL Antonio Gil Silveira Gerente Regional Rio de Janeiro, 15 de Fevereiro de 2012 AGENDA CAIXA Resultados 2011 Experiência CAIXA Estratégia CAIXA

Leia mais

Parque Tecnológico Itaipu

Parque Tecnológico Itaipu Parque Tecnológico Itaipu Parque Tecnológico Itaipu Missão do PTI Compreender e transformar a realidade da Região Trinacional do Iguassu, articulando e fomentando ações voltadas ao desenvolvimento econômico,

Leia mais

VIII Congresso Nacional de Excelência em Gestão

VIII Congresso Nacional de Excelência em Gestão VIII Congresso Nacional de Excelência em Gestão Integração Indústria Universidade para a Sustentabilidade: Ações do IEL/Sistema FIRJAN 8 de junho de 2012 Alberto Besser Superintendente IEL-RJ Quem Somos

Leia mais

Potencial da Indústria do Esporte no Brasil

Potencial da Indústria do Esporte no Brasil Potencial da Indústria do Esporte no Brasil setembro / 2010 Perspectivas Globais (indústria do esporte) Participação do esporte no PIB das nações desenvolvidas entre 2,0% e 2,5%. Na década d de 1990 participação

Leia mais

Edição 2015/2016. Justificativa. Finalidade e Relevância

Edição 2015/2016. Justificativa. Finalidade e Relevância PROGRAMA UNIFICADO DE BOLSAS DE ESTUDO PARA ESTUDANTES DE GRADUAÇÃO Edição 2015/2016 Justificativa Finalidade e Relevância Por um lado, a parceria já consolidada com a iniciativa privada e o poder público

Leia mais

Relação entre investimentos e modelagem financeira. Cyriel Kronenburg, November 27, 2008

Relação entre investimentos e modelagem financeira. Cyriel Kronenburg, November 27, 2008 Relação entre investimentos e modelagem financeira Cyriel Kronenburg, November 27, 2008 O transporte aéreo é crítico para a economia global Somos uma indústria de US$ 450 bilhões anuais Sustentamos US$

Leia mais

GOLDEN VISA E CIDADANIA EUROPEIA. Portugal

GOLDEN VISA E CIDADANIA EUROPEIA. Portugal GOLDEN VISA E CIDADANIA EUROPEIA Portugal Introdução O que é um Golden Visa? É o nome dado para o programa de residência portuguesa. Majoritariamente focado em propriedades, permite que cidadãos não europeus

Leia mais

APRESENTAÇÃO DO SALON DE L IMMOBILIER PORTUGAIS A PARIS

APRESENTAÇÃO DO SALON DE L IMMOBILIER PORTUGAIS A PARIS APRESENTAÇÃO DO SALON DE L IMMOBILIER PORTUGAIS A PARIS Pág- 1 - I. Apresentação do salão A CCIFP Câmara de Comércio e Indústria Franco-Portuguesa vai organizar em setembro de 2012 o primeiro salão do

Leia mais

RITU- Empreender com a gente é

RITU- Empreender com a gente é RITU- Empreender com a gente é fácil Verônica de Menezes Nascimento Nagata,Mestre em Engenharia de Produção, Professora da UEPA, Coordenadora da Incubadora de empresas da UEPA- RITU Estrutura da palestra

Leia mais

A perspectiva do Hospital Distrital da Figueira da Foz, EPE

A perspectiva do Hospital Distrital da Figueira da Foz, EPE A perspectiva do Hospital Distrital da Figueira da Foz, EPE Apresentação Hospital H H H H Apresentação Hospital Hospital do Grupo B Urgência Médico - Cirúrgica Lotação 154 camas 4 salas operatórias (Bloco

Leia mais

BREVE HISTÓRICO SOBRE INCUBADORAS

BREVE HISTÓRICO SOBRE INCUBADORAS BREVE HISTÓRICO SOBRE INCUBADORAS As primeiras incubadoras de empresas surgiram no Brasil na década de 80 e desde então, o número de incubadoras vem crescendo sensivelmente. Em 1982, foi fundado sob a

Leia mais

IED PARTICIPACAO GUIDES ATUACAO CONJUNTA

IED PARTICIPACAO GUIDES ATUACAO CONJUNTA SUMARIO APEX-BRASIL ATRACAO DE INVESTIMENTOS INVESTIMENTOS ESTRANGEIROS DIRETOS (IED) INVESTIMENTOS EM PARTICIPACAO INVESTMENT GUIDES PROPOSTA PARA UMA ATUACAO CONJUNTA PEX-BRASIL O MELHOR DO BRASIL PARA

Leia mais

A Promoção do Brasil como destino de Turismo Cultural no Mercado Internacional

A Promoção do Brasil como destino de Turismo Cultural no Mercado Internacional A Promoção do Brasil como destino de Turismo Cultural no Mercado Internacional 2º Encontro Brasileiro das Cidades Históricas Turísticas e Patrimônio Mundial São Luís, 24 a 27/02/2016 A EMBRATUR Missão

Leia mais

OLHO D' AGUA DOS BORGES

OLHO D' AGUA DOS BORGES 1 DADOS GERAIS - Data de emancipação: 31/10/1938 - Distância da capital: 321 km - Área: 141 Km 2 - Localização Mesorregião: Oeste Potiguar Microrregião: Umarizal - População: 4.442 (IBGE/2007) - Número

Leia mais

Português: Língua de oportunidades. Números que falam

Português: Língua de oportunidades. Números que falam Português: Língua de oportunidades Números que falam Agenda 1 A CPLP enquanto mercado económico 2 Economia 3 4 5 6 IDE Fiscalidade Plataformas lusófonas Conclusões Slide 2 507 260 Slide 3 Economia Características

Leia mais

Inovação como prioridade estratégica do BNDES

Inovação como prioridade estratégica do BNDES Inovação como prioridade estratégica do BNDES Helena Tenorio Veiga de Almeida APIMECRIO 20/04/2012 Histórico do apoio à inovação no BNDES 2 Histórico do apoio à inovação no BNDES 1950 Infraestrutura Econômica

Leia mais

Porquê a Polónia :44:45

Porquê a Polónia :44:45 Porquê a Polónia 2011-02-12 20:44:45 2 A Polónia é associada no estrangeiro com Lech Wałęsa. Adeptos do esqui reconhecem o nome de Adam Małysz e fãs de futebol mais velhos recordam certamente Zbigniew

Leia mais

Supervisor: Prof. Lucas Silva Monitor: João Ferreira. Equipa: 1M5_04

Supervisor: Prof. Lucas Silva Monitor: João Ferreira. Equipa: 1M5_04 Supervisor: Prof. Lucas Silva Monitor: João Ferreira Equipa: 1M5_04 Filipe Miguel Ferreira [up201306258] João Pedro Vendas Santos [up201303543] Rui Adriano Gomes Pinto [up201306265] Rui Miguel Pereira

Leia mais

6ª Oficina de Trabalho

6ª Oficina de Trabalho 6ª Oficina de Trabalho RENAI Rede Nacional de Informações sobre o Investimento Brasília, 18 de setembro de 2007 Definição Sistema de informações sobre a atividade de investimento produtivo no País, mantido

Leia mais

PROPALE. SUA PRÓXIMA AGÊNCIA.

PROPALE. SUA PRÓXIMA AGÊNCIA. PROPALE. SUA PRÓXIMA AGÊNCIA. Somos múltiplos, formados por diferentes núcleos de atuação, unimos pessoas inteligentes com a ambição por realizar projetos memoráveis. A Propale é a soma de suas estratégias,

Leia mais

A Cemig e a Sustentabilidade Empresarial

A Cemig e a Sustentabilidade Empresarial A Cemig e a Sustentabilidade Empresarial Luiz Fernando Rolla Diretor de Finanças, Relações com Investidores e Controle de Participações O que é desenvolvimento sustentável? Éo desenvolvimento que atende

Leia mais

APRESENTAÇÃO Identidade agregadora da Marinha Grande

APRESENTAÇÃO Identidade agregadora da Marinha Grande APRESENTAÇÃO Identidade agregadora da Marinha Grande MARINHA GRANDE 17 DE MARÇO DE 2014 Marinha Grande no Centro Aspetos Geográficos Com uma área total de 187,2 Km2, integra a Sub-Região do Pinhal Litoral,

Leia mais

Prof. Dr. Evandro Prestes Guerreiro (UNIP Santos) Prof. Ms. Edison da Silva Monteiro (UNIP Santos) Prof. Ms. Henrique Cesar Nanni (UNIP Santos)

Prof. Dr. Evandro Prestes Guerreiro (UNIP Santos) Prof. Ms. Edison da Silva Monteiro (UNIP Santos) Prof. Ms. Henrique Cesar Nanni (UNIP Santos) Desenvolvimento Sustentável e Governança Participativa: Arranjo Produtivo Local e Parque Tecnológico de Santos. Prof. Dr. Evandro Prestes Guerreiro (UNIP Santos) Prof. Ms. Edison da Silva Monteiro (UNIP

Leia mais

No futuro - Turíngia. Rio de Janeiro, São Paulo, maio 2012

No futuro - Turíngia. Rio de Janeiro, São Paulo, maio 2012 No futuro - Turíngia Rio de Janeiro, São Paulo, maio 2012 O Turíngia... é Weimar, Erfurt, Jena são empresas bem sucedidas... é qualidade de vida. Luther Bach Goethe Schiller MDC Power Zeiss Schott page

Leia mais

Apoio à Inovação. Novembro 2009

Apoio à Inovação. Novembro 2009 Apoio à Inovação Novembro 2009 Agenda O BNDES Inovação Política de Inovação do BNDES Instrumentos de Apoio à Inovação Linhas Programas Fundos Produtos Prioridades 1950 1960 1970 1980 1990 Infra-estrutura

Leia mais

Atividades e oportunidades belgas para Pesquisa & Desenvolvimento

Atividades e oportunidades belgas para Pesquisa & Desenvolvimento Atividades e oportunidades belgas para Pesquisa & Desenvolvimento 16 de abril de 2016, Fortaleza Sophie Hottat Ministra Conselheira Embaixada da Bélgica BÉLGICA CONTEXTO INSTITUCIONAL No coração da Europa,

Leia mais

5ª Edição da Conferência económica franco-portuguesa Marca Portugal - O contributo das empresas francesas

5ª Edição da Conferência económica franco-portuguesa Marca Portugal - O contributo das empresas francesas 5ª Edição da Conferência económica franco-portuguesa Marca Portugal - O contributo das empresas francesas Dr. Paulo Macedo 7 de Março 2017 1 Quero saudar o Senhor Ministro da Economia de Portugal, Manuel

Leia mais

Faculdade de Ciências Exatas e Tecnológicas Santo Agostinho FACET Curso de Sistemas de Informação GESTÃO DE PROJETOS

Faculdade de Ciências Exatas e Tecnológicas Santo Agostinho FACET Curso de Sistemas de Informação GESTÃO DE PROJETOS Faculdade de Ciências Exatas e Tecnológicas Santo Agostinho FACET Curso de Sistemas de Informação GESTÃO DE PROJETOS Prof. Adm. Ismael Mendes 2º Semestre/2011 UNIDADE II ESTUDOS DE VIABILIDADE TÉCNICA

Leia mais

PIRACICABA ANGELO FRIAS NETO

PIRACICABA ANGELO FRIAS NETO PIRACICABA ANGELO FRIAS NETO Presidente da ACIPI Associação Comercial e Industrial de Piracicaba e Diretor do Secovi SP PIRACICABA CARACTERÍSTICAS ECONÔMICAS Território e População Área: 1.378,501 km²

Leia mais

Objetivo do programa. Desenvolvimento competitivo e sustentável. Promoção de parcerias estratégicas. Produtividade. Valor agregado. Ganho de qualidade

Objetivo do programa. Desenvolvimento competitivo e sustentável. Promoção de parcerias estratégicas. Produtividade. Valor agregado. Ganho de qualidade Objetivo do programa Desenvolvimento competitivo e sustentável Produtividade Promoção de parcerias estratégicas Valor agregado Ganho de qualidade Contextualização Os 3 Pilares para o desenvolvimento da

Leia mais

Referencial Teórico. Redes de cooperação produtivas:

Referencial Teórico. Redes de cooperação produtivas: Referencial Teórico Redes de cooperação produtivas: Formas de cooperação a partir de alianças estratégicas: Complexos industriais / organizações virtuais / parques tecnológicos / incubadoras de empresas

Leia mais

RESPONSABILIDADE SOCIAL CORPORATIVA NA GESTÃO DA CADEIA LOGÍSTICA

RESPONSABILIDADE SOCIAL CORPORATIVA NA GESTÃO DA CADEIA LOGÍSTICA RESPONSABILIDADE SOCIAL CORPORATIVA NA GESTÃO DA CADEIA LOGÍSTICA Coordenadoria de Economia Mineral Diretoria de Geologia, Mineração e Transformação Mineral Premissas do Desenvolvimento Sustentável Economicamente

Leia mais

A MAIOR FEIRA DE EMPREENDEDORISMO DO PAÍS! Book de Comercialização 2017

A MAIOR FEIRA DE EMPREENDEDORISMO DO PAÍS! Book de Comercialização 2017 A MAIOR FEIRA DE EMPREENDEDORISMO DO PAÍS! Book de Comercialização 2017 REALIZAÇÃO De 18 a 21 de Fevereiro de 2017 Local Parque Anhembi de Exposições O SEBRAE O Sebrae é um serviço social autônomo, sem

Leia mais

GOVERNADOR DIX-SEPT ROSADO

GOVERNADOR DIX-SEPT ROSADO 1 DADOS GERAIS - Data de emancipação: 04/04/1963 - Distância da capital: 320 km - Área: 1.129 Km 2 - Localização Mesorregião: Oeste Potiguar Microrregião: Chapada do Apodi - População: 12.374 (IBGE/2007)

Leia mais

CASE - MARKETING DE DESTINO PARA EVENTOS

CASE - MARKETING DE DESTINO PARA EVENTOS CASE - MARKETING DE DESTINO PARA EVENTOS Premissas Importantes Os eventos têm importância significativa na área do turismo, além de ser a atividade que mais crescem nesse segmento. Segundo Zanella (2003),

Leia mais

Apoio do BNDES para a Cadeia de P&G

Apoio do BNDES para a Cadeia de P&G Apoio do BNDES para a Cadeia de P&G Área de Insumos Básicos Novembro de 2011 1 1. BNDES e a Indústria de P&G Principais Objetivos A. Contribuir para o desenvolvimento competitivo e sustentável da Indústria

Leia mais

Desenvolvimento Local

Desenvolvimento Local Desenvolvimento Local Aula 3 Globalização e desenvolvimento local. Regiões ganhadoras e regiões perdedoras. Comparação entre regiões usando como indicador o Índice de dispersão do PIB per capita. Dinâmicas

Leia mais

Marcos De Marchi Presidente do Conselho Diretor da Abiquim

Marcos De Marchi Presidente do Conselho Diretor da Abiquim Marcos De Marchi Presidente do Conselho Diretor da Abiquim A QUÍMICA OCUPA POSIÇÃO DE DESTAQUE NA INDÚSTRIA BRASILEIRA 3º maior PIB Industrial 10,4% 2,5% do PIB Brasil US$ 58,6 bilhões Produtos Químicos

Leia mais

Indicadores de Performance para a gestão de resultados. Fabiano Simões Coelho

Indicadores de Performance para a gestão de resultados. Fabiano Simões Coelho Indicadores de Performance para a gestão de resultados Fabiano Simões Coelho Norte de nossas vidas Quando finalmente descobrimos todas as respostas... aparece a vida e muda todas as perguntas... Medindo

Leia mais

ANEXO II - Roteiro para Apresentação da Proposta de Empreendimento

ANEXO II - Roteiro para Apresentação da Proposta de Empreendimento ANEXO II - Roteiro para Apresentação da Proposta de Empreendimento Este roteiro tem por finalidade orientar o candidato na elaboração da proposta a ser apresentada para a seleção de empreendimentos na

Leia mais

O QUE É UM CONVENTION & VISITORS BUREAU?

O QUE É UM CONVENTION & VISITORS BUREAU? O QUE É UM CONVENTION & VISITORS BUREAU? CONVENTION BUREAUX NO MUNDO CONVENTION BUREAUX NO MUNDO Os mais de 600 Convention Bureaux no mundo têm como objetivo principal a promoção da imagem da cidade ou

Leia mais

Administração de Serviços. Prof. Marcos Cesar

Administração de Serviços. Prof. Marcos Cesar Administração de Serviços Prof. Marcos Cesar A importância dos Serviços na Economia: Grécia Clássica - Importância a educação dos jovens. Serviços deixado de lado, sociedade agrícola e escravocrata. Idade

Leia mais

ACABAR COM OS MITOS O ESSENCIAL EM PONTOS

ACABAR COM OS MITOS O ESSENCIAL EM PONTOS ACABAR COM OS MITOS O ESSENCIAL EM 10 PONTOS 1 2 3 A FRANÇA ESTÁ EM DECLÍNIO A França é a 5ª potência econômica mundial e a 2ª europeia em termos de PIB, com um mercado de 65 milhões de consumidores (FMI

Leia mais

SÃO BENTO DO NORTE 1 DADOS GERAIS 2 PERFIL DOS EMPREENDIMENTOS

SÃO BENTO DO NORTE 1 DADOS GERAIS 2 PERFIL DOS EMPREENDIMENTOS 1 DADOS GERAIS - Data de emancipação: 25/11/1953 - Distância da capital: 140 km - Área: 289 Km 2 - Localização Mesorregião: Central Potiguar Microrregião: Macau - População: 3.529 (IBGE/2007) - Número

Leia mais

APLICAÇÃO DO BPM PARA REESTRUTURAÇÃO DO PORTFÓLIO DE SERVIÇOS DA APEX-BRASIL

APLICAÇÃO DO BPM PARA REESTRUTURAÇÃO DO PORTFÓLIO DE SERVIÇOS DA APEX-BRASIL APLICAÇÃO DO BPM PARA REESTRUTURAÇÃO DO PORTFÓLIO DE SERVIÇOS DA APEX-BRASIL BPM Congress Brasília, 27 de novembro de 2012. Carlos Padilla, CBPP, Assessor da Gerência de Negócios. PANORAMA DA APEX-BRASIL

Leia mais

EXPOPOSTOS & CONVENIÊNCIA

EXPOPOSTOS & CONVENIÊNCIA EXPOPOSTOS & CONVENIÊNCIA O evento oficial dos setores de distribuição e revenda de derivados de petróleo, equipamentos, lojas de conveniência e food service do Brasil. É o grande momento de atualização

Leia mais

ESTUDOS E PESQUISAS Nº 598

ESTUDOS E PESQUISAS Nº 598 ESTUDOS E PESQUISAS Nº 598 Reflexões sobre uma nova Governança da CTI diante dos Atuais Paradigmas da Inovação e Empreendedorismo de Alto Impacto: Oportunidades para a Construção de um Novo Futuro Rodrigo

Leia mais

Desafios e Oportunidades Copa Orgânica e Sustentável 2014

Desafios e Oportunidades Copa Orgânica e Sustentável 2014 Desafios e Oportunidades Copa Orgânica e Sustentável 2014 A Copa do Mundo de 2014 é uma oportunidade única para o Brasil investir numa agenda que gere benefícios permanentes para o país. O megaevento atrairá

Leia mais

FLORIANÓPOLIS 18 E 19 DE MAIO A capital de Santa Catarina e da qualidade de vida está esperando você.

FLORIANÓPOLIS 18 E 19 DE MAIO A capital de Santa Catarina e da qualidade de vida está esperando você. FLORIANÓPOLIS 18 E 19 DE MAIO 2015 A capital de Santa Catarina e da qualidade de vida está esperando você. Florianópolis de mãos dadas com a qualidade de vida É com muito orgulho que a FIESC e o SESI/SC

Leia mais

Programas de Financiamento da Desenvolve SP para sua Empresa Inovar

Programas de Financiamento da Desenvolve SP para sua Empresa Inovar Programas de Financiamento da Desenvolve SP para sua Empresa Inovar Outubro/2016 INOVAÇÃO O investimento em inovação é considerado estratégico para estimular o fortalecimento do mercado interno e aumentar

Leia mais

Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior Secretaria de Inovação. Nelson Akio Fujimoto Secretário de Inovação

Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior Secretaria de Inovação. Nelson Akio Fujimoto Secretário de Inovação Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior Secretaria de Inovação Nelson Akio Fujimoto Secretário de Inovação Plano Brasil Maior 2011/2014 Inovar para competir. Competir para crescer.

Leia mais

Reach Horizon 2020 with Success!

Reach Horizon 2020 with Success! Miguel Sousa Miguel.sousa@inovamais.pt +351 964063307 Reach Horizon 2020 with Success! www.inovamais.eu Horizonte 2020 e os apoios à internacionalização da I&D STATE OF MIND You help the EU to solve its

Leia mais

CONCURSO DESIGN TO SALE by CAPITAL EUROPEIA DO MÓVEL

CONCURSO DESIGN TO SALE by CAPITAL EUROPEIA DO MÓVEL CONCURSO DESIGN TO SALE by CAPITAL EUROPEIA DO MÓVEL EMPREENDEDORISMO INOVAÇÃO CRIATIVIDADE ÍNDICE 1. PREÂMBULO... 2 2. OBJECTIVO DO DESIGN TO SALE by CAPITAL EUROPEIA DO MÓVEL... 4 3. CANDIDATOS... 4

Leia mais

Programa de Desenvolvimento de Lideranças do Sistema Sebrae. Pio Cortizo Unidade de Gestão Estratégica Sebrae Nacional Milão, 15 de julho de 2013

Programa de Desenvolvimento de Lideranças do Sistema Sebrae. Pio Cortizo Unidade de Gestão Estratégica Sebrae Nacional Milão, 15 de julho de 2013 Programa de Desenvolvimento de Lideranças do Sistema Sebrae SEBRAE 2022 Pio Cortizo Unidade de Gestão Estratégica Sebrae Nacional Milão, 15 de julho de 2013 Programa de Desenvolvimento de Lideranças do

Leia mais

DESAFIOS DA LOGÍSTICA BRASILEIRA

DESAFIOS DA LOGÍSTICA BRASILEIRA DESAFIOS DA LOGÍSTICA BRASILEIRA ANTONIO CARLOS SOLERA TARANTINO TERRITÓRIO RIO 8,5 MILHÕES KM 2 BRASIL / VITORIA 27 ESTADOS / UNIDADES POPULAÇÃ ÇÃO O 190 MILHÕES HAB RIQUEZAS NATURAIS E MINERAIS ÁREA

Leia mais

Microsoft Corporation INVESTIR EM PORTUGAL. Nuno Duarte. Director Geral Microsoft Portugal

Microsoft Corporation INVESTIR EM PORTUGAL. Nuno Duarte. Director Geral Microsoft Portugal Microsoft Corporation INVESTIR EM PORTUGAL Nuno Duarte Director Geral Microsoft Portugal Enquadramento Microsoft 18 Anos de parcerias em Portugal Pilar de Crescimento e Inovação Microsoft Portugal é um

Leia mais

Os desafios da internacionalização

Os desafios da internacionalização Os desafios da internacionalização Lisboa 9/05/2016 25º Aniversário da RELACRE 1 AGRADECIMENTO Obrigado pelo convite 2 RELACRE O papel da RELACRE 3 HISTÓRIA ControlVet Nasceu em 1999 Tondela, distrito

Leia mais

11 a 14 de Outubro 2016

11 a 14 de Outubro 2016 11 a 14 de Outubro 2016 Um convite para ampliar suas fronteiras, investir em conhecimento e expandir seu networking! A Anjos do Brasil apresenta sua terceira Missão ao Vale do Silício, CA. Um programa

Leia mais

QUANTO E ONDE SE INVESTE

QUANTO E ONDE SE INVESTE Outubro, 2016 Energias Limpas FINANCIAMENTO NOS BRICS QUANTO E ONDE SE INVESTE Em 2015, as economias emergentes começaram a investir mais que os países ricos em energia limpa pela primeira vez. Cerca de

Leia mais

MANUAL DA INCUBADORA GO ON

MANUAL DA INCUBADORA GO ON MANUAL DA INCUBADORA GO ON 1 Índice 1. Introdução 2. Âmbito 3. Modelo de Incubação 3.1 Pré-Incubação 3.2 Incubação 3.3 Desenvolvimento Empresarial 4. Processo de Candidatura 5. Processo de avaliação das

Leia mais

Promoção Turística Internacional Copa do Mundo 2014 EMBRATUR. Brasília, 25 de agosto de 2011

Promoção Turística Internacional Copa do Mundo 2014 EMBRATUR. Brasília, 25 de agosto de 2011 Promoção Turística Internacional Copa do Mundo 2014 EMBRATUR Brasília, 25 de agosto de 2011 Plano Aquarela Marketing Turístico Internacional do Brasil Desde 2005 é a base metodológica de todo o trabalho

Leia mais

O Olhar dos Fundos de Investimento sobre o Franchising Brasileiro. Squadra Participações

O Olhar dos Fundos de Investimento sobre o Franchising Brasileiro. Squadra Participações O Olhar dos Fundos de Investimento sobre o Franchising Brasileiro Squadra Participações SQUADRA INVESTIMENTOS 2008 Fundação da Squadra Investimentos Gestora independente de recursos com foco em ações de

Leia mais

ESTRATÉGIA NACIONAL E FINANCIAMENTO DE REDD+ DO BRASIL

ESTRATÉGIA NACIONAL E FINANCIAMENTO DE REDD+ DO BRASIL ESTRATÉGIA NACIONAL E FINANCIAMENTO DE REDD+ DO BRASIL Leticia Guimarães Secretaria de Mudanças Climáticas e Qualidade Ambiental Ministério do Meio Ambiente Cuiabá, MT, 23 de agosto de 2012 Estrutura da

Leia mais

FORUM URBANO MUNDIAL 5 Rio de Janeiro de março, 2010

FORUM URBANO MUNDIAL 5 Rio de Janeiro de março, 2010 FORUM URBANO MUNDIAL 5 Rio de Janeiro 22-26 de março, 2010 ESTUDO DE CASO: Projeto de Desenvolvimento Econômico Regional do Ceará (Cidades do Ceara Cariri Central) Emanuela Rangel Monteiro CONTEXTUALIZAÇÃO

Leia mais

Índice. 1. Entidades promotoras 2. Âmbito de atuação 3. Objetivo geral 4. Objetivos específicos 5. Planos de ação 6. Carácter transfronteiriço

Índice. 1. Entidades promotoras 2. Âmbito de atuação 3. Objetivo geral 4. Objetivos específicos 5. Planos de ação 6. Carácter transfronteiriço Índice 1. Entidades promotoras 2. Âmbito de atuação 3. Objetivo geral 4. Objetivos específicos 5. Planos de ação 6. Carácter transfronteiriço 2 Entidades promotoras Chefe de Fila: Instituto Galego de Promoção

Leia mais

PARTICIPE! Independente do idioma, a solidariedade e a bondade são compreendidas por todas as nações.

PARTICIPE! Independente do idioma, a solidariedade e a bondade são compreendidas por todas as nações. A Feira Internacional das Embaixadas, em sua 12ª Edição, é um evento cultural beneficente. Por meio de doações e vendas de produtos e/ou gastronomia típicos de cada Embaixada participante, os fundos são

Leia mais

O Centro da Indústria, Arte e Cidade inscreve-se na nova Praça da Liberdade como um instrumento potencializador desse abrangente projeto de futuro.

O Centro da Indústria, Arte e Cidade inscreve-se na nova Praça da Liberdade como um instrumento potencializador desse abrangente projeto de futuro. O Circuito Cultural é parte de um grande projeto de reestruturação de Belo Horizonte, visando adequá-la aos requisitos dos grandes centros metropolitanos do séc. XXI. O Centro da Indústria, Arte e Cidade

Leia mais

PEDRA PRETA 1 DADOS GERAIS 2 PERFIL DOS EMPREENDIMENTOS

PEDRA PRETA 1 DADOS GERAIS 2 PERFIL DOS EMPREENDIMENTOS 1 DADOS GERAIS - Data de emancipação: 19/01/1963 - Distância da capital: 149 km - Área: 295 Km 2 - Localização Mesorregião: Central Potiguar Microrregião: Angicos - População: 2.659 (IBGE/2007) - Número

Leia mais

Internacionalização das PME Qualificação das PME

Internacionalização das PME Qualificação das PME Sistema de Incentivos Qualificação e Internacionalização PME Qualificação das PME Investigação e Desenvolvimento Tecnológico (I&DT) Inovação Empresarial e Empreendedorismo Qualificação e Internacionalização

Leia mais

Evolução da indústria farmacêutica brasileira

Evolução da indústria farmacêutica brasileira 7 o Encontro de Pesquisa Clínica do CEPIC Apoio à inovação no Brasil: a participação do BNDES 08/06/2013 Agenda Evolução da indústria farmacêutica brasileira Oportunidade em biotecnologia Cenário de pesquisa

Leia mais

REGRAS DE EXECUÇÃO DA INICIATIVA NEOTEC. Artigo 1.º. Objecto

REGRAS DE EXECUÇÃO DA INICIATIVA NEOTEC. Artigo 1.º. Objecto REGRAS DE EXECUÇÃO DA INICIATIVA NEOTEC Artigo 1.º Objecto As presentes regras visam definir as condições de acesso e de atribuição de financiamento a projectos no âmbito da Iniciativa NEOTEC, através

Leia mais

Parque Tecnológico de Botucatu Junho / 2015

Parque Tecnológico de Botucatu Junho / 2015 Parque Tecnológico de Botucatu Junho / 2015 São Paulo Inova O Programa São Paulo Inova é uma iniciativa do Estado de São Paulo para apoiar empresas paulistas de base tecnológica e de perfil inovador em

Leia mais

Debate Menos Gargalos e Mais Empregos Grandes obras e sua capacidade de geração de empregos

Debate Menos Gargalos e Mais Empregos Grandes obras e sua capacidade de geração de empregos Debate Menos Gargalos e Mais Empregos Grandes obras e sua capacidade de geração de empregos 24/01/2017 Iniciou suas atividades em 1998 Oferece um amplo conjunto de serviços especializados de consultoria

Leia mais

Nove áreas temáticas do programa

Nove áreas temáticas do programa Nove áreas temáticas do programa Com base no Plano de Ação FLEGT da União Europeia, a gerência do programa estabeleceu nove áreas temáticas apoiadas pelo programa. Sob cada tema, há uma lista indicativa

Leia mais

Doing Business with Brazil : Investimentos em Portugal: Aspectos tributários

Doing Business with Brazil : Investimentos em Portugal: Aspectos tributários Doing Business with Brazil : Investimentos em Portugal: Aspectos tributários Sumário 1. Condições favoráveis ao aumento do investimento externo em Portugal 2. Principais Incentivos Fiscais ao Investimento

Leia mais

Viena Uma cidade onde pode desfrutar o sucesso Seminário no Brasil BRASÍLIA 26.10.2015 SÃO PAULO 27.10. 2015 BELO HORIZONTE 29.10.2015 RIO DE JANEIRO

Viena Uma cidade onde pode desfrutar o sucesso Seminário no Brasil BRASÍLIA 26.10.2015 SÃO PAULO 27.10. 2015 BELO HORIZONTE 29.10.2015 RIO DE JANEIRO Viena Uma cidade onde pode desfrutar o sucesso Seminário no Brasil BRASÍLIA 26.10.2015 SÃO PAULO 27.10. 2015 BELO HORIZONTE 29.10.2015 RIO DE JANEIRO 30.10.2015 Isto é o que talvez já saiba sobre Viena

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO ESTRATÉGICA COM ÊNFASE EM EMPRESAS DE BASE TECNOLÓGICA

PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO ESTRATÉGICA COM ÊNFASE EM EMPRESAS DE BASE TECNOLÓGICA PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO ESTRATÉGICA COM ÊNFASE EM EMPRESAS DE BASE TECNOLÓGICA Ingresso Março de 2017 Informações: Educação Executiva ESPM-SUL incompany-rs@espm.br Fone: (51) 3218-1426 ESPM / ADVB - Florianópolis

Leia mais

PORTUGAL Faça clique para editar o estilo apresentação. Não podemos prever o futuro mas podemos construí-lo!

PORTUGAL Faça clique para editar o estilo apresentação. Não podemos prever o futuro mas podemos construí-lo! apresentação PORTUGAL 2020 www.in-formacao.com.pt Não podemos prever o futuro mas podemos construí-lo! 03-02-2015 FAMALICÃO PORTO IN.03.03.00 1 INTRODUÇÃO O PORTUGAL 2020 é o Acordo de Parceria adotado

Leia mais

A Apex-Brasil. Como funciona a Agência?

A Apex-Brasil. Como funciona a Agência? A Apex-Brasil Como funciona a Agência? Fundação e Missão A Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) é um Serviço Social Autônomo que atua para: Promover os produtos e

Leia mais

Inovação em Colaboração 2020

Inovação em Colaboração 2020 Jornadas Técnicas da Cerâmica Ílhavo Novembro 15 Miguel Barbosa mbarbosa@aninov.pt 1 ANI e Inovação em Colaboração Portugal Hoje Onde estamos? Colaborar 2020: Desafios I&I Colaborar 2020: Oportunidades

Leia mais

Potencial para a produção florestal do Estado do Rio de Janeiro

Potencial para a produção florestal do Estado do Rio de Janeiro Potencial para a produção florestal do Estado do Rio de Janeiro 25 de Abril de 2013. Marcelo Santos Ambrogi Marcelo.ambrogi@imaflorestal.com.br Ibá - 2014 RJ =? Ibá - 2014 RIO DE JANEIRO O que os investidores

Leia mais

Estudo de Mercado sobre Distribuição e Logística em Angola

Estudo de Mercado sobre Distribuição e Logística em Angola Estudo de Mercado sobre Distribuição e Logística em Angola 1.População e Território 2.Modelo de Desenvolvimento 3.O Desafio da Diversificação 4.O Papel da Logística 5.A Rede de Distribuição 6.O Novo Quadro

Leia mais

O NOSSO PORTO. O NOSSO FUTURO.

O NOSSO PORTO. O NOSSO FUTURO. www.portodecaio.ao O NOSSO PORTO. O NOSSO FUTURO. INTRODUÇÃO Bem-vindo ao projecto Porto de Caio, a porta de entrada para o comércio na África. A instalação portuária de classe mundial, parte integral

Leia mais