ALUNOS IRREGULARES NO ENADE Documento de referência para a Diretoria de Avaliação Institucional

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ALUNOS IRREGULARES NO ENADE Documento de referência para a Diretoria de Avaliação Institucional"

Transcrição

1 ALUNOS IRREGULARES NO ENADE Documento de referência para a Diretoria de Avaliação Institucional O Enade é componente curricular obrigatório dos cursos superiores, devendo constar do histórico escolar final de todo estudante a participação ou a dispensa da prova, nos termos da Portaria Normativa 40, de 12 de dezembro de No Histórico Escolar Final do estudante constará se ele participou do Enade ou se foi dispensado e por qual motivo. Se ele estiver em situação irregular, não poderá colar grau, de acordo com a RESOLUÇÃO CEPE No 05/2008, DE 09 DE SETEMBRO DE I - Definições: Aluno concluinte habilitado: estudante que tenha expectativa de conclusão do curso até julho do ano seguinte ou que tenha cumprido 80% ou mais da carga horária mínima do currículo do curso da IES até o dia 31 de agosto do ano vigente. Aluno inscrito: estudante inscrito pela IES no sistema Enade (Portaria Enade de Março) até 31 de agosto. Aluno dispensado (art. 33-G, 4o e 5o da Portaria Normativa no 40/2007) - motivos de dispensa: 1) calendário do Enade; 2) natureza do curso (sem DCN ou similar); 3) razão de ordem pessoal (Comissão de dezembro - Portaria Enade de Dezembro); 4) ato institucional; 5) matriculado e cursando atividades curriculares fora do Brasil na data da prova, em instituição conveniada com a IES. Aluno irregular: habilitado na época da inscrição, mas que: 1) não compareceu à prova, apesar de inscrito, e não foi dispensado pela IES. 2) não foi inscrito pela IES (falha da IES). II - Dispensa por ato institucional contempla: 1. Falha da IES durante processo: a. aluno não-habilitado ou dispensado que foi inscrito erroneamente (ex: Ciências sem fronteiras); b. aluno habilitado e que não foi inscrito; c. aluno habilitado e irregular por qualquer motivo, que não foi inscrito como irregular no ano seguinte. 2. Aluno que não estava habilitado na época da inscrição e, por motivo posterior, tornouse apto à colação de grau. Esta situação, escape, é inerente ao critério de expectativa de colação de grau, proposto pelo INEP

2 Falha da IES: A responsabilidade de identificar o estudante habilitado é da IES, por meio de seu sistema acadêmico (Manual do Enade). O art. 5o, 6o, da Lei no /2004, atribui ao dirigente da instituição de educação superior a inscrição dos estudantes habilitados junto ao INEP. Falha institucional é considerada como um erro que acontece apesar dos esforços de diversos setores e da transparência de todo o processo. Considera todos os setores envolvidos: DAI, colegiados, estudantes, etc. Segundo o art. 10, 2º, III, da Lei nº , de 2004, a soma de estudantes concluintes habilitados dispensados, por razão pessoal ou ato institucional, não pode ultrapassar a proporção de 2% (dois por cento) dos concluintes habilitados por curso, ou o número absoluto de 10 (dez) alunos, o que caracterizaria irregularidade para a UFMG. (Poderíamos solicitar aos colegiados que nos enviem esses números ao final do processo). III - Ausência no dia da prova do Enade Os alunos inscritos e ausentes no dia da prova devem apresentar uma justificativa, com documentação comprobatória, a ser julgada por comissão, nomeada pelo Reitor. A comissão é composta pelos coordenadores do colegiado dos cursos participantes (ou de seu representante) que analisará os pedidos de dispensa de acordo com a Portaria do INEP sobre os critérios para deferimento de dispensa. O prazo de envio das justificativas à DAI é divulgado aos colegiados no final do ano, em dezembro. Após a análise da comissão, as justificativas aceitas são inseridas pelo coordenador do curso no sistema do Enade/Inep/MEC. O Sistema Enade aceita o registro de dispensa apenas se o aluno preencheu o Questionário do Estudante. PORTARIA Nº 624, DE 14 DE DEZEMBRO DE 2016

3

4 IV - Inscrição de irregulares Alunos inscritos que não compareceram à prova e não foram dispensados (justificativas não aceitas ou não apresentadas à Comissão) devem ser inscritos como irregulares no ano seguinte. A irregularidade junto ao Enade é atestada pela própria IES quando esta identifica o aluno irregular na Lista de presença do INEP. V - Análise das situações mais comuns de irregularidade no ENADE NA UFMG A seguir apresentaremos as situações mais comuns de problemas envolvendo estudantes de cursos que participam do Enade na UFMG e a conduta adotada em cada caso. O objetivo é que as situações semelhantes sejam tratadas da mesma forma para todos os alunos, respeitando os critérios de transparência e equidade. Situação 1 - ALUNO HABILITADO E INSCRITO, AUSENTES NO DIA DA PROVA. Momento do diagnóstico: coordenador do curso compara a lista de inscritos e a lista de quem compareceu (divulgada pelo INEP) e identifica os alunos irregulares. Conduta: 1) Colegiado avisa aos alunos irregulares e orienta que eles devem apresentar justificativa a ser analisada pela Comissão designada pelo Reitor. 2) Comissão analisa de acordo com o artigo 33-G da Portaria 40 de 12 dez 2007, parágrafos 4 e 5 (anexo). - Se deferido pela Comissão: aluno fica regular mediante dispensa por ato institucional ou razão pessoal. - Se indeferido fica irregular e não recebe histórico escolar final (artigo 33-M da Portaria 40 de 12 dez 2007). O aluno, cuja justificativa não foi aceita ou não foi apresentada, tem dois caminhos para se regularizar e receber seu histórico: - Apresentar, por conta própria, no sistema do INEP, a justificativa de ausência e aguardar análise. - Ser inscrito como irregular no ano seguinte (fazer a prova de conhecimentos gerais ou ser dispensado por portaria). 3) As solicitações de dispensa deferidas pela IES deverão ser registradas pelo coordenador do curso, por meio endereço eletrônico observando o artigo 33-G da Portaria 40 de 12 dez 2007, parágrafo 8 (anexo). Ver item DISPENSA NO SISTEMA ENADE.

5 Situação 2 - ALUNO HABILITADO MAS QUE NÃO FOI INSCRITO. Momento do diagnóstico: na emissão do histórico escolar final constará que o aluno está irregular no Enade. Conduta: 1) Alunos identificados até dezembro devem fazer parte dos casos analisados pela Comissão e que serão dispensados por ato institucional, caso se confirme que a UFMG não identificou que este aluno estaria habilitado. PORTARIA Nº 624, DE 14 DE DEZEMBRO DE ) Alunos identificados após o período de análise da Comissão em dezembro o aluno deverá ser inscrito como irregular no ano seguinte (fazer a prova de conhecimentos gerais ou ser dispensado por portaria), observando o cronograma de inscrição. 3) Alunos irregulares após dezembro e não identificados dentro do prazo da inscrição como irregular - falha institucional - registro de dispensa por ato institucional no histórico escolar, comunicado à Prograd. Situação 3 ALUNO INSCRITO ERRONEAMENTE (NÃO-HABILITADO OU DISPENSADO Ex: ciências sem fronteiras). O Inep não efetua o registro de "inscrição indevida" em relação àqueles que forem equivocadamente inscritos no Enade. O registro de ausência que porventura conste no banco de dados do Inep, em nome do estudante, não o torna irregular. Conduta: o coordenador deve realizar a dispensa por ato institucional e registrar no Siga e no Sistema Enade. Situação 4 ALUNO NÃO-HABILITADO NO MOMENTO DA INSCRIÇÃO MAS QUE COLA GRAU NO PRAZO PREVISTO PELO ENADE O aluno não estava habilitado no momento da inscrição porque não cumpria nenhum dos prérequisitos naquele momento (80% ou previsão de colação). Não foi inscrito e não houve erro de nenhuma das partes, nem do aluno, nem da UFMG. Também não se caracteriza como irregular junto ao INEP e, por isso, não deveria ser inscrito como tal no ano seguinte.

6 Este "escape" é inerente ao critério do INEP que trabalha com a "expectativa" da colação. Trata-se de uma situação de "Dispensa por ato institucional". O acerto, portanto, deve ser apenas interno, no SIGA da UFMG. Situação 5 PEDIDOS DE COLAÇÃO DE GRAU ANTECIPADA. A participação do estudante no Enade é lançada no sistema acadêmico da UFMG (SIGA) pela DAI, somente após a divulgação pelo INEP do Relatório de Regularidade (lista oficial de comparecimento no local da prova e preenchimento do questionário), em geral, um mês após a prova. Este procedimento permite a liberação do Histórico Escolar Final no SIGA para a colação de grau. Ocorrem com frequência pedidos de colação de grau antes da liberação do Relatório de presença do INEP, porém não temos aceito porque, sem a comprovação oficial do comparecimento, podemos criar uma irregularidade para o curso e para a UFMG. Se algum estudante, que afirmou ter ido fazer a prova e recebeu seu histórico com situação regular no Enade, não constar no Relatório do INEP, teríamos que justificar sua ausência na prova no Sistema do Enade do MEC. Haveria assim uma inconsistência entre o que estaria no Sistema da UFMG (e no histórico escolar final do aluno) e o que estaria no Sistema Enade do MEC. Conduta: não é possível antecipar a colação de grau antes da liberação do Relatório de Regularidade do INEP. Situação 6 SITUAÇÕES EXCEPCIONAIS. Situações excepcionais não previstas acima deverão ser comunicadas à Prograd. As decisões de situações excepcionais devem ser registradas para se seguir critérios semelhantes com todos os estudantes.

7 INSCRITOS NÃO INSCRITO PELA IES MAS COLA GRAU FEZ A PROVA E QE NÃO FEZ A PROVA NÃO HABILITADO NA ÉPOCA DE INSCRIÇÃO: HABILITADO MAS NÃO IDENTIFICADO OK - REGULAR JUSTIFICOU NÃO JUSTIFICOU RESOLUÇÃOO INTERNA NA UFMG INSCRIÇÃO COMO IRREGULAR NO ANO SEGUINTE QE PREENCHIDO- SISTEMA ENADE- OK DEFERIDO PELA COMISSÃO QE NÃO PREENCHIDO - ausente no sistema enade INDEFERIDO JUSTIFICATIVA DO ALUNO DIRETO NO INEP JUSTIFICATIVA DO ALUNO DIRETO NO INEP INSCRIÇÃO COMO IRREGULAR NO ANO SEGUINTE Compreende-se que não prever 100% é inerente ao processo, critério de inclusão definido pelo Inep. Não houve erro da IES. IES regulariza no SIGA INSCRIÇÃO COMO IRREGULAR NO ANO SEGUINTE

8 ANEXO: ARTIGOS 33-G E 33-M DA PORTARIA 40 DE 12 DEZEMBRO DE 2007 (INEP) Art. 33-G O ENADE é componente curricular obrigatório dos cursos superiores, devendo constar do histórico escolar de todo estudante a participação ou dispensa da prova, nos termos desta Portaria Normativa. 1o O estudante que tenha participado do ENADE terá registrada no histórico escolar a data de realização da prova. 2o O estudante cujo ingresso ou conclusão no curso não coincidir com os anos de aplicação do ENADE respectivo, observado o calendário referido no art. 33-E terá no histórico escolar a menção, "estudante dispensado de realização do ENADE, em razão do calendário trienal". 3o O estudante cujo curso não participe do ENADE, em virtude da ausência de Diretrizes Curriculares Nacionais ou motivo análogo, terá no histórico escolar a menção "estudante dispensado de realização do ENADE, em razão da natureza do curso". 4º O estudante que não tenha participado do ENADE por motivos de saúde, mobilidade acadêmica ou outros impedimentos relevantes de caráter pessoal, devida e formalmente justificados perante a instituição, terá no histórico escolar a menção "estudante dispensado de realização do ENADE, por razão de ordem pessoal". 5º O estudante que não tiver sido inscrito no ENADE por ato de responsabilidade da instituição terá inscrito no histórico escolar a menção "estudante não participante do ENADE, por ato da instituição de ensino." 6º A situação do estudante em relação ao ENADE constará do histórico escolar ou atestado específico, a ser fornecido pela instituição na oportunidade da conclusão do curso, de transferência ou quando solicitado. 7º A ausência de informação sobre o ENADE no histórico escolar ou a indicação incorreta de dispensa caracteriza irregularidade da instituição, passível de supervisão, observado o disposto no art. 33-H. 8º A soma dos estudantes concluintes dispensados de realização do ENADE nas situações referidas nos 4º e 5º deverá ser informada anualmente ao INEP e caso ultrapasse a proporção de 2% (dois por cento) dos concluintes habilitados por curso, ou o número de 10 (dez) alunos, caracterizará irregularidade, de responsabilidade da instituição. Art. 33-M Os estudantes habilitados que não tenham sido inscritos ou não tenham realizado o ENADE fora das hipóteses de dispensa referidas nesta Portaria Normativa estarão em situação irregular, não podendo receber o histórico escolar final. 1º Após a realização do ENADE, o estudante inscrito que não tenha participado do ENADE pelos motivos previstos no art. 33-G, 4º, terá 10 (dez) dias para apresentar no sistema a justificativa de ausência. 2º O INEP analisará a justificativa e comunicará à instituição o deferimento ou indeferimento da dispensa, para os efeitos do art. 33-G, 4º. 3º O estudante que permanecer em situação irregular deverá ser inscrito no ENADE no ano seguinte, nesta condição.

9 4º Quando a responsabilidade pela não inscrição for da instituição, extrapolado o limite previsto no art. 33-G, 8º, a instituição estará sujeita à suspensão do processo seletivo, com fundamento no art. 10, 2ºda Lei nº , de 2004, nos termos do art. 5º, 7º da mesma lei. 5º No caso das instituições públicas, os responsáveis pela não inscrição sujeitam-se a processo administrativo disciplinar, nos termos do art. 10, 2º, III, da Lei nº , de º Quando a responsabilidade pela não realização do exame for do estudante, esse deve requerer a regularização de sua situação, mediante a realização da prova geral de conhecimentos no ano seguinte. 7º Os estudantes em situação irregular não serão considerados para o cálculo do indicador baseado no ENADE.

PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA PORTARIA Nº 584, DE 3 DE DEZEMBRO DE 2014

PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA PORTARIA Nº 584, DE 3 DE DEZEMBRO DE 2014 PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA PORTARIA Nº 584, DE 3 DE DEZEMBRO DE 2014 O PRESIDENTE DO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA - INEP, no uso das atribuições que

Leia mais

ENADE 2012 INFORMAÇOES IMPORTANTES PROACAD - UFPE DIRETORIA DE GESTÃO ACADÊMICA JUNHO 2012

ENADE 2012 INFORMAÇOES IMPORTANTES PROACAD - UFPE DIRETORIA DE GESTÃO ACADÊMICA JUNHO 2012 ENADE 2012 INFORMAÇOES IMPORTANTES PROACAD - UFPE DIRETORIA DE GESTÃO ACADÊMICA JUNHO 2012 1 Documentos 2 Estudantes ingressantes e concluintes para o ENADE 2012 3 Regularização dos estudantes em situação

Leia mais

Procuradoria Educacional Institucional

Procuradoria Educacional Institucional UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CEARÁ-UECE GESTÃO 2012-2016 Procuradoria Educacional Institucional EQUIPE Profa. Dra. Fátima Maria Leitão Araújo Procuradora Educacional Institucional Profa. Dra. Mônica Petralanda

Leia mais

ENADE Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes

ENADE Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes ENADE 2015 Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes Qual o objetivo do ENADE? O objetivo do ENADE é avaliar o desempenho dos estudantes com relação aos conteúdos programáticos previstos nas diretrizes

Leia mais

Enade O Enade é obrigatório? Qual o objetivo do Enade? Quais os instrumentos básicos do Enade?

Enade O Enade é obrigatório? Qual o objetivo do Enade? Quais os instrumentos básicos do Enade? Enade O Enade é obrigatório? Conforme disposição do art. 5º, 5º, da Lei nº. 10.861/2004, o Enade constitui-se componente curricular obrigatório, sendo inscrita no histórico escolar do estudante somente

Leia mais

INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA PORTARIA Nº 548, DE 4 DE DEZEMBRO DE 2015

INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA PORTARIA Nº 548, DE 4 DE DEZEMBRO DE 2015 INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA PORTARIA Nº 548, DE 4 DE DEZEMBRO DE 2015 O PRESIDENTE DO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA -

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL SECRETARIA DE AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL FAQ - ENADE QUESTÕES FORMULADAS COM FREQÜÊNCIA SOBRE O ENADE

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL SECRETARIA DE AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL FAQ - ENADE QUESTÕES FORMULADAS COM FREQÜÊNCIA SOBRE O ENADE FAQ - ENADE QUESTÕES FORMULADAS COM FREQÜÊNCIA SOBRE O ENADE 1) O que é o Enade? O Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade) integra o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes)

Leia mais

INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA PORTARIA Nº 584, DE 3 DE DEZEMBRO DE 2014

INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA PORTARIA Nº 584, DE 3 DE DEZEMBRO DE 2014 INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA PORTARIA Nº 584, DE 3 DE DEZEMBRO DE 2014 O PRESIDENTE DO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA -

Leia mais

ENADE 2004/2016. Guia para Análise da situação do aluno junto ao ENADE e registro da situação do aluno no Histórico Acadêmico. Pró-Reitoria de Ensino

ENADE 2004/2016. Guia para Análise da situação do aluno junto ao ENADE e registro da situação do aluno no Histórico Acadêmico. Pró-Reitoria de Ensino ENADE Guia para Análise da situação do aluno junto ao ENADE e registro da situação do aluno no Histórico Acadêmico Pró-Reitoria de Ensino 2004/2016 Reitor Jerônimo Rodrigues da Silva Diretoria Executiva

Leia mais

ENADE 2016 Visita aos Cursos participantes do Enade 2016 COPLAI/PROPLAN PROGRAD

ENADE 2016 Visita aos Cursos participantes do Enade 2016 COPLAI/PROPLAN PROGRAD ENADE 2016 Visita aos Cursos participantes do Enade 2016 COPLAI/PROPLAN PROGRAD Julho/2016 O que é o ENADE O Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes Enade é componente curricular obrigatório dos cursos

Leia mais

ALGUMAS INSTRUÇÕES PARA O ENADE

ALGUMAS INSTRUÇÕES PARA O ENADE ALGUMAS INSTRUÇÕES PARA O ENADE A COMGRAD-ODO FEZ A INSCRIÇÃO DOS ALUNOS CONCLUINTES PARA O ENADE, A LISTA DOS INSCRITOS ESTÁ DIVULGADA PUBLICAMENTE E CONFIRMASTES RECEBIMENTO NO SEU PORTAL DO ALUNO. É

Leia mais

- Quem deve fazer o Enade?

- Quem deve fazer o Enade? - O que é o Enade? O Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade), que integra o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes), tem o objetivo de aferir o rendimento dos alunos dos

Leia mais

POR DENTRO DO ENADE. Procuradoria Educacional Institucional Pró-Reitoria de Ensino IFG

POR DENTRO DO ENADE. Procuradoria Educacional Institucional Pró-Reitoria de Ensino IFG POR DENTRO DO ENADE Procuradoria Educacional Institucional Pró-Reitoria de Ensino IFG O QUE É O ENADE? O Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (ENADE) é um dos instrumentos de avaliação institucional

Leia mais

Seminários Enade 2016

Seminários Enade 2016 Seminários Enade 2016 Inscrições no Enade 2016 Coordenação-Geral de Controle de Qualidade da Educação Superior CGCQES Diretoria de Avaliação da Educação Superior DAES Devem ser inscritos no Sistema Enade:

Leia mais

ENADE 2013 BACHARELADO EM FISIOTERAPIA E EDUCAÇÃO FÍSICA

ENADE 2013 BACHARELADO EM FISIOTERAPIA E EDUCAÇÃO FÍSICA ENADE 2013 BACHARELADO EM FISIOTERAPIA E EDUCAÇÃO FÍSICA O que é o Enade O Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade), que integra o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes),

Leia mais

Orientações sobre o ENADE

Orientações sobre o ENADE Orientações sobre o ENADE - 2015 Luiza B. Krainski Diretoria de Avaliação Institucional www.cpauepg@uepg.br 18/06/201 5 Legislação Lei nº 10.861, de 14 de abril de 2004: Cria o Sistema Nacional de Avaliação

Leia mais

O QUE É O ENADE? Profa. Me. Karen Fernanda Bortoloti

O QUE É O ENADE? Profa. Me. Karen Fernanda Bortoloti O QUE É O ENADE? Profa. Me. Karen Fernanda Bortoloti 1 http://www.bahianoticias.com.br O QUE É O ENADE? 2 ENADE Exame Nacional de Desempenho de Estudantes. Integra o Sinaes - Sistema Nacional de Avaliação

Leia mais

GABINETE DO MINISTRO PORTARIA NORMATIVA Nº 8, DE 14 DE MARÇO DE 2014(*)

GABINETE DO MINISTRO PORTARIA NORMATIVA Nº 8, DE 14 DE MARÇO DE 2014(*) Página 1 de 8 GABINETE DO MINISTRO PORTARIA NORMATIVA Nº 8, DE 14 DE MARÇO DE 2014(*) O MINISTRO DE ESTADO DA EDUCAÇÃO, no uso das atribuições que lhe são conferidas pelo art. 87, parágrafo único, inciso

Leia mais

Legislação. Portaria nº 5, de 9 de março de 2016 regulamenta o Enade 2016.

Legislação. Portaria nº 5, de 9 de março de 2016 regulamenta o Enade 2016. Legislação Lei nº 10.861, de 14 de abril de 2004: Cria o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes) e institui o Enade como exame para avaliação da educação superior. Portaria nº 40/2007,

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL SECRETARIA DE AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL FAQ - ENADE QUESTÕES FORMULADAS COM FREQÜÊNCIA SOBRE O ENADE

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL SECRETARIA DE AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL FAQ - ENADE QUESTÕES FORMULADAS COM FREQÜÊNCIA SOBRE O ENADE FAQ - ENADE QUESTÕES FORMULADAS COM FREQÜÊNCIA SOBRE O ENADE 1) O que é o Enade? O Exame Nacional de Desempenho de Estudante s (Enade) integra o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes)

Leia mais

INFORMES CG ENADE 2016 COORDENADORIA DE AVALIAÇÃO PROGRAD

INFORMES CG ENADE 2016 COORDENADORIA DE AVALIAÇÃO PROGRAD INFORMES CG ENADE 2016 COORDENADORIA DE AVALIAÇÃO PROGRAD Cursos que participam do ENADE 2016 Portaria Normativa nº. 5, de 09/03/2016: Campus Bx. Santista ED. FÍSICA FISIOTERAPIA NUTRIÇÃO SERVIÇO SOCIAL

Leia mais

Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (ENADE), um dos pilares da Avaliação da Educação Superior (SINAES), criado pela Lei nº. 10.

Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (ENADE), um dos pilares da Avaliação da Educação Superior (SINAES), criado pela Lei nº. 10. Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (ENADE), um dos pilares da Avaliação da Educação Superior (SINAES), criado pela Lei nº. 10.861, de 14 de abril de 2004. Composto pelos processos da Avaliação

Leia mais

NORMATIVA Nº 5, DE 22 DE FEVEREIRO DE MINISTRO DA EDUCAÇÃO.

NORMATIVA Nº 5, DE 22 DE FEVEREIRO DE MINISTRO DA EDUCAÇÃO. SIC 07/10 Belo Horizonte, 23 de fevereiro de 2010. 1. ENADE 2010. CURSOS EM AVALIAÇÃO. PORTARIA NORMATIVA Nº 5, DE 22 DE FEVEREIRO DE 2010. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO. 2. ENEM 2009. CERTIFICAÇÃO DE PROFICIÊNCIA.

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO COORDENAÇÃO DE APOIO PEDAGÓGICO ORIENTAÇÕES AOS ESTUDANTES SOBRE O

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO COORDENAÇÃO DE APOIO PEDAGÓGICO ORIENTAÇÕES AOS ESTUDANTES SOBRE O 1 UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO COORDENAÇÃO DE APOIO PEDAGÓGICO ORIENTAÇÕES AOS ESTUDANTES SOBRE O 2014 2 SUMÁRIO 1. O que é o ENADE?...pg. 03 2. Quem deve

Leia mais

CURSOS PARTICIPANTES DO ENADE PORTARIA NORMATIVA Nº 5, DE 9 DE MARÇO DE 2016

CURSOS PARTICIPANTES DO ENADE PORTARIA NORMATIVA Nº 5, DE 9 DE MARÇO DE 2016 CURSOS PARTICIPANTES DO ENADE 2016 - PORTARIA NORMATIVA Nº 5, DE 9 DE MARÇO DE 2016 DOU 10 de Março de 2016 Publicada no Diário Oficial da União de hoje, 10 de março de 2016, seção 1, página 20, a relação

Leia mais

Informações Relevantes aos Estudantes

Informações Relevantes aos Estudantes Informações Relevantes aos Estudantes Qual a legislação pertinente ao Enade? Lei nº 10.861, de 14 de abril de 2004: Criação do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes); Portaria nº 2.051,

Leia mais

Perguntas Frequentes ENADE 2016

Perguntas Frequentes ENADE 2016 http://portal.inep.gov.br/enade/perguntas-frequentes Perguntas Frequentes ENADE 2016 1.1 O que é o Enade e qual o seu objetivo? O Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) é um dos procedimentos

Leia mais

CALENDÁRIO ACADÊMICO UNIVERSITÁRIO UNILA 2017

CALENDÁRIO ACADÊMICO UNIVERSITÁRIO UNILA 2017 CALENDÁRIO ACADÊMICO UNIVERSITÁRIO UNILA 2017 Dias Mês Datas Atividades Letivos Janeiro 1 2 3 4 5 6 7 6 01 Dia da Confraternização Universal 8 9 10 11 12 13 14 6 9 a 17 Implantação no SIGAA das turmas

Leia mais

EDITAL CA nº 01/2013 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PIBIC/NOVAUNESC

EDITAL CA nº 01/2013 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PIBIC/NOVAUNESC EDITAL CA nº 01/2013 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PIBIC/NOVAUNESC A Diretoria da Faculdade São Gabriel e as Coordenações de Cursos comunicam aos interessados que estarão abertas

Leia mais

ENADE 2011 INFORMAÇÕES PARA O ESTUDANTE PROACAD - UFPE DIRETORIA DE CONTROLE ACADÊMICO JUNHO 2011

ENADE 2011 INFORMAÇÕES PARA O ESTUDANTE PROACAD - UFPE DIRETORIA DE CONTROLE ACADÊMICO JUNHO 2011 INFORMAÇÕES PARA O ESTUDANTE PROACAD - UFPE DIRETORIA DE CONTROLE ACADÊMICO JUNHO 2011 1 Documentos 2 Cursos a serem avaliados no 3 Estudantes ingressantes e concluintes para o 4 Regularização dos estudantes

Leia mais

ENADE Identificação e Inscrição de alunos irregulares de anos anteriores até 29 junho de 2016

ENADE Identificação e Inscrição de alunos irregulares de anos anteriores até 29 junho de 2016 ENADE 2016 Identificação e Inscrição de alunos irregulares de anos anteriores até 29 junho de 2016 Coordenação de Avaliação, Planejamento e Desenvolvimento de Graduação Pró-Reitoria de Graduação 1 O que

Leia mais

Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade) e Colação de Grau Secretaria de Avaliação Institucional Seavin

Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade) e Colação de Grau Secretaria de Avaliação Institucional Seavin Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade) e Colação de Grau Secretaria de Avaliação Institucional Seavin Quem somos? A Seavin é o órgão responsável por coordenar e articular as ações de avaliação

Leia mais

FACULDADE DE INHUMAS EDITAL Nº 05/2016 REINGRESSO, TRANSFERÊNCIA INTERNA, TRANSFERÊNCIA EXTERNA E PORTADOR DE DIPLOMA

FACULDADE DE INHUMAS EDITAL Nº 05/2016 REINGRESSO, TRANSFERÊNCIA INTERNA, TRANSFERÊNCIA EXTERNA E PORTADOR DE DIPLOMA EDITAL Nº 05/2016 REINGRESSO, TRANSFERÊNCIA INTERNA, TRANSFERÊNCIA EXTERNA E PORTADOR DE DIPLOMA A Direção Acadêmica da Faculdade de Inhumas FacMais, no uso de suas atribuições regimentais e de acordo

Leia mais

Calendário de Atividades Acadêmicas do Curso de Comunicação Social de 2016

Calendário de Atividades Acadêmicas do Curso de Comunicação Social de 2016 Calendário de Atividades Acadêmicas do Curso de Comunicação Social de 2016 JANEIRO 1 sexta-feira Confraternização Universal 4 segunda-feira 4 segunda-feira Data-limite para fechamento, no Sistema Diário

Leia mais

OF. CIRCULAR MEC/INEP/DAES nº Em 12 MAI 2009

OF. CIRCULAR MEC/INEP/DAES nº Em 12 MAI 2009 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA DIRETORIA DE AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR - DAES enade@inep.gov.br OF. CIRCULAR MEC/INEP/DAES nº. 000087

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO MONTE SERRAT Reconhecimento de Desempenho ENADE Regulamento

CENTRO UNIVERSITÁRIO MONTE SERRAT Reconhecimento de Desempenho ENADE Regulamento CENTRO UNIVERSITÁRIO MONTE SERRAT Reconhecimento de Desempenho ENADE 2016 Regulamento Art. 1º - O presente Regulamento estabelece as regras de ações institucionais para aproveitamento da nota do ENADE

Leia mais

PRÓ-REITORIA ACADÊMICA COORDENAÇÃO DE ESTÁGIOS ESTÁGIOS SUPERVISIONADOS DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO - BACHARELADOS DO UNILASALLE NORMAS DE FUNCIONAMENTO

PRÓ-REITORIA ACADÊMICA COORDENAÇÃO DE ESTÁGIOS ESTÁGIOS SUPERVISIONADOS DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO - BACHARELADOS DO UNILASALLE NORMAS DE FUNCIONAMENTO PRÓ-REITORIA ACADÊMICA COORDENAÇÃO DE ESTÁGIOS ESTÁGIOS SUPERVISIONADOS DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO - BACHARELADOS DO UNILASALLE NORMAS DE FUNCIONAMENTO Disciplinas de Estágio Supervisionado Art. 1º De acordo

Leia mais

Informativo Nº 01/2016 sobre o ENADE 2016

Informativo Nº 01/2016 sobre o ENADE 2016 1 UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS GABINETE DA REITORIA PROCURADORIA EDUCACIONAL INSTITUCIONAL Campus A. C. Simões, Av. Lourival Melo Mota, s/n Tabuleiro do Martins 57072-900 Maceió-AL. Telefone: (82) 3214-1006

Leia mais

EDITAL Nº 01/2017 TÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

EDITAL Nº 01/2017 TÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES EDITAL Nº 01/2017 MATRÍCULA NAS CATEGORIAS DE TRANSFERÊNCIA INTERNA E TRANSFERÊNCIA EXTERNA PARA AS VAGAS RESIDUAIS DO ENSINO SUPERIOR DO IFBA CÂMPUS IRECÊ O Diretor Geral do Instituto Federal de Educação,

Leia mais

Edição Número 14, página 46, quinta-feira, 19 de janeiro de 2017.

Edição Número 14, página 46, quinta-feira, 19 de janeiro de 2017. Edição Número 14, página 46, quinta-feira, 19 de janeiro de 2017. EDITAL Nº 5, DE 13 DE JANEIRO DE 2017 PROCESSO SELETIVO - PRIMEIRA EDIÇÃO DE 2017 SISTEMA DE SELEÇÃO UNIFICADA - SISU O SECRETÁRIO DE EDUCAÇÃO

Leia mais

PROCESSO SELETIVO 2/2016. Edital nº 005/2016 de 27 de janeiro de 2016

PROCESSO SELETIVO 2/2016. Edital nº 005/2016 de 27 de janeiro de 2016 PROCESSO SELETIVO 2/2016 Edital nº 005/2016 de 27 de janeiro de 2016 O Pró-Reitor de Graduação, considerando o disposto na Portaria Normativa MEC nº 21, de 5 de novembro de 2012, torna público que a seleção

Leia mais

DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 047/2009

DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 047/2009 DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 047/2009 Aprova o Regulamento de Registro de Diplomas na Universidade de Taubaté. O CONSELHO DE ENSINO E PESQUISA, na conformidade do Processo nº R- 023/2009, aprovou e eu promulgo

Leia mais

Alterações no Regime Didático 2016

Alterações no Regime Didático 2016 Alterações no Regime Didático 2016 Art. 41 - Ao Orientador Acadêmico compete: I - exercer o acompanhamento acadêmico dos seus orientados. II - zelar para que sejam cumpridas as determinações e recomendações

Leia mais

PROCESSO SELETIVO Sisu 1º/2015 (Semestres Letivos e ) EDITAL Nº 01 / PROGRAD / UFC

PROCESSO SELETIVO Sisu 1º/2015 (Semestres Letivos e ) EDITAL Nº 01 / PROGRAD / UFC PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO COORDENADORIA DE PLANEJAMENTO, INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO (COPIC) PROCESSO SELETIVO Sisu 1º/2015 (Semestres Letivos 2015.1 e 2015.2) EDITAL Nº 01 / 2015 - PROGRAD / UFC O Pró- Reitor

Leia mais

EDITAL MOBILIDADE INTERNACIONAL AMÉRICA LATINA Edital N 05/2014 DRI/PROAES

EDITAL MOBILIDADE INTERNACIONAL AMÉRICA LATINA Edital N 05/2014 DRI/PROAES EDITAL MOBILIDADE INTERNACIONAL AMÉRICA LATINA Edital N 05/2014 DRI/PROAES Dispõe sobre o programa de Mobilidade Acadêmica Internacional para alunos de graduação da Universidade Federal Fluminense que

Leia mais

FACULDADE PERNAMBUCANA DE SAÚDE INGRESSO EXTRA - VESTIBULAR TRANSFERÊNCIA E POTADOR DE DIPLOMA

FACULDADE PERNAMBUCANA DE SAÚDE INGRESSO EXTRA - VESTIBULAR TRANSFERÊNCIA E POTADOR DE DIPLOMA FACULDADE PERNAMBUCANA DE SAÚDE INGRESSO EXTRA - VESTIBULAR TRANSFERÊNCIA E POTADOR DE DIPLOMA EDITAL Nº 01/2014, DE 11 DE JUNHO DE 2014. A Faculdade Pernambucana de Saúde torna pública as Condições de

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO PORTARIA NORMATIVA Nº 17, DE 12 DE AGOSTO DE 2016 Dispõe sobre a ocupação de vagas remanescentes do processo seletivo do Fundo de Financiamento Estudantil Fies referente ao segundo

Leia mais

PERGUNTAS E RESPOSTAS SOBRE O ENADE

PERGUNTAS E RESPOSTAS SOBRE O ENADE PERGUNTAS E RESPOSTAS SOBRE O ENADE 1. SOBRE O ENADE 1.1. Qual a legislação pertinente ao Enade? Lei nº 10.861, de 14 de abril de 2004: Criação do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes)

Leia mais

Regimento do Colegiado do Curso de Bacharelado em Zootecnia

Regimento do Colegiado do Curso de Bacharelado em Zootecnia Regimento do Colegiado do Curso de Bacharelado em Zootecnia MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS REGIMENTO DO COLEGIADO DO CURSO DE BACHARELADO EM ZOOTECNIA CAPÍTULO I Das Atribuições

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO PRÓ-REITORIA DE ASSUNTOS ESTUDANTIS EDITAL INTERNO SIMPLIFICADO

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO PRÓ-REITORIA DE ASSUNTOS ESTUDANTIS EDITAL INTERNO SIMPLIFICADO UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO PRÓ-REITORIA DE ASSUNTOS ESTUDANTIS EDITAL INTERNO SIMPLIFICADO SELEÇÃO PÚBLICA PARA CONCESSÃO DE BOLSA DE APOIO TÉCNICO-ACADÊMICO PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO

Leia mais

PROCESSO SELETIVO - 2º SEMESTRE DE 2016

PROCESSO SELETIVO - 2º SEMESTRE DE 2016 20/06/2016 09:58:23 Ato: Edital 64/2016 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR PROCESSO SELETIVO - 2º SEMESTRE DE 2016 EDITAL Nº 64, DE 16 DE JUNHO DE 2016 A SECRETÁRIA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR,

Leia mais

NOVO CALENDÁRIO ESCOLAR PARA 2005 Graduação Segundo Período Agosto 08 - Início das aulas do segundo período letivo de 2005.

NOVO CALENDÁRIO ESCOLAR PARA 2005 Graduação Segundo Período Agosto 08 - Início das aulas do segundo período letivo de 2005. NOVO CALENDÁRIO ESCOLAR PARA 2005 Graduação Segundo Período Agosto 08 - Início das aulas do segundo período letivo de 2005. 08 - Matrícula de estudante especial (das 14h às 16h). 15 - Modificação de matrícula,

Leia mais

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR EDITAL Nº 8, DE 27 DE JANEIRO DE 2017

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR EDITAL Nº 8, DE 27 DE JANEIRO DE 2017 SECRETARIA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR EDITAL Nº 8, DE 27 DE JANEIRO DE 2017 PROCESSO SELETIVO - PRIMEIRO SEMESTRE DE 2017 FUNDO DE FINANCIAMENTO ESTUDANTIL FIES O SECRETÁRIO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR, no uso da atribuição

Leia mais

RENOVAÇÃO DE RECONHECIMENTO CICLO VERDE CGARCES/DIREGSERES/MEC

RENOVAÇÃO DE RECONHECIMENTO CICLO VERDE CGARCES/DIREGSERES/MEC RENOVAÇÃO DE RECONHECIMENTO CICLO VERDE CGARCES/DIREGSERES/MEC A autorização e o reconhecimento de cursos, bem como o credenciamento de instituições de educação superior, terão prazos limitados, sendo

Leia mais

EDITAL Nº 07-DE, de 01 de Agosto de 2016.

EDITAL Nº 07-DE, de 01 de Agosto de 2016. EDITAL Nº 07-DE, de 01 de Agosto de 2016. EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES PARA SOLICITAÇÃO DE TRANSFERÊNCIA INTERNA E EXTERNA PARA OS CURSOS TÉCNICOS SUBSEQUENTES DO IFRS CAMPUS VIAMÃO O do Instituto

Leia mais

Universidade Estadual do Centro-Oeste Reconhecida pelo Decreto Estadual nº 3.444, de 8 de agosto de 1997

Universidade Estadual do Centro-Oeste Reconhecida pelo Decreto Estadual nº 3.444, de 8 de agosto de 1997 RESOLUÇÃO CONJUNTA Nº 4-CEPE-CAD/UNICENTRO, DE 17 DE AGOSTO DE 2010. Aprova o Regulamento para Emissão de Certificados da UNICENTRO. O REITOR DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO-OESTE, UNICENTRO: Faço saber

Leia mais

Instrução Normativa 04/10 PROGRAD

Instrução Normativa 04/10 PROGRAD Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Reitoria Pró-Reitoria de Graduação e Educação Profissional PR UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ Instrução Normativa 04/10 PROGRAD

Leia mais

Orientação Normativa nº 01/2013-PROEN/IF Sudeste MG

Orientação Normativa nº 01/2013-PROEN/IF Sudeste MG Orientação Normativa nº 01/2013-PROEN/IF Sudeste MG Estabelece procedimentos para exercer o regime de exercícios domiciliares, faltas por convicções religiosas e faltas coletivas no âmbito do Instituto

Leia mais

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR EDITAL Nº 6, DE 20 DE JANEIRO DE 2016 PROCESSO SELETIVO - PRIMEIRO SEMESTRE DE 2016 FUNDO DE FINANCIAMENTO ESTUDANTIL - FIES O SECRETÁRIO DE EDUCAÇÃO

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO DE NÃO BOLSISTAS Nº 01/2015 PET ENGENHARIA CIVIL

EDITAL DE SELEÇÃO DE NÃO BOLSISTAS Nº 01/2015 PET ENGENHARIA CIVIL PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO Engenharia Civil PROGRAMA DE EDUCAÇÃO TUTORIAL PET Engenharia Civil / SESU / MEC EDITAL DE SELEÇÃO DE NÃO BOLSISTAS Nº 01/2015 PET ENGENHARIA CIVIL APRESENTAÇÃO O Programa de

Leia mais

EDITAL Nº 02/2016. Processo Seletivo Faculdade Anglo Piracicaba Segundo Semestre 2016

EDITAL Nº 02/2016. Processo Seletivo Faculdade Anglo Piracicaba Segundo Semestre 2016 EDITAL Nº 02/2016 Processo Seletivo Faculdade Anglo Piracicaba Segundo Semestre 2016 T A Diretora da Faculdade Anglo faz saber que de acordo com a Lei nº 9.394, de 20/12/1996; o Decreto nº 5.154, de 23/07/2004,

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR EDITAL Nº 1, DE 8 JANEIRO DE 2016

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR EDITAL Nº 1, DE 8 JANEIRO DE 2016 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR EDITAL Nº 1, DE 8 JANEIRO DE 2016 PROGRAMA UNIVERSIDADE PARA TODOS PROUNI PROCESSO SELETIVO - PRIMEIRO SEMESTRE DE 2016 O SECRETÁRIO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR,

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO DE PASSOS DE PROCESSO

ESPECIFICAÇÃO DE PASSOS DE PROCESSO Observações importantes sobre os procedimentos: Os procedimentos acadêmicos descritos a seguir deverão ser solicitados na Secretaria do no Pavilhão Administrativo. As cópias dos documentos necessários

Leia mais

EXTRATO DO EDITAL N 086/2016 UEPA PROGRAMA DE MOBILIDADE NACIONAL UEPA/ABRUEM

EXTRATO DO EDITAL N 086/2016 UEPA PROGRAMA DE MOBILIDADE NACIONAL UEPA/ABRUEM EXTRATO DO EDITAL N 086/2016 UEPA PROGRAMA DE MOBILIDADE NACIONAL UEPA/ABRUEM 2017-1 A UNIVERSIDADE DO ESTADO DO PARÁ UEPA, por meio de sua CREIN, no uso de suas atribuições acadêmicas e administrativas,

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL INSTITUTO FEDERAL DE SÃO PAULO CAMPUS CAPIVARI EDITAL Nº 020/2014

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL INSTITUTO FEDERAL DE SÃO PAULO CAMPUS CAPIVARI EDITAL Nº 020/2014 EDITAL Nº 020/2014 PROCESSO SELETIVO PARA TRANSFERÊNCIA INTERNA, TRANSFERÊNCIA EXTERNA, REOPÇÃO DE CURSO E PORTADORES DE DIPLOMA DE GRADUAÇÃO PARA INGRESSO NOS CURSOS DE GRADUAÇÃO PARA O 2º SEMESTRE LETIVO

Leia mais

Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação FACULDADE DE MEDICINA DE SÃO JOSÉ DO RIO PRETO DIRETORIA GERAL

Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação FACULDADE DE MEDICINA DE SÃO JOSÉ DO RIO PRETO DIRETORIA GERAL Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação FACULDADE DE MEDICINA DE SÃO JOSÉ DO RIO PRETO DIRETORIA GERAL Portaria Famerp 002, de 05-01-2015 O Diretor Geral em Exercício da Faculdade de

Leia mais

REITORIA CENTRO UNIVERSITÁRIO UNA PORTARIA N 10-A/2016-RETIFICADA

REITORIA CENTRO UNIVERSITÁRIO UNA PORTARIA N 10-A/2016-RETIFICADA REITORIA CENTRO UNIVERSITÁRIO UNA PORTARIA N 10-A/2016-RETIFICADA A Vice-Reitora do Centro Universitário Una, Professora Carolina Marra Simões Coelho, no uso de suas atribuições regimentais, Resolve: ART.

Leia mais

CALENDÁRIO ESCOLAR PARA 2009 GRADUAÇÃO PRIMEIRO PERÍODO JANEIRO/2009

CALENDÁRIO ESCOLAR PARA 2009 GRADUAÇÃO PRIMEIRO PERÍODO JANEIRO/2009 CALENDÁRIO ESCOLAR PARA 2009 GRADUAÇÃO PRIMEIRO PERÍODO JANEIRO/2009 01- Feriado (Confraternização Universal). 05 e 06 Matrícula nas disciplinas do período de verão,via Sapiens. 07 - Início do período

Leia mais

PROGRAMA ANDIFES DE MOBILIDADE ACADÊMICA EDITAL PROGRAD Nº 01/2015 DE 05 DE JANEIRO DE 2015

PROGRAMA ANDIFES DE MOBILIDADE ACADÊMICA EDITAL PROGRAD Nº 01/2015 DE 05 DE JANEIRO DE 2015 PROGRAMA ANDIFES DE MOBILIDADE ACADÊMICA EDITAL PROGRAD Nº 01/2015 DE 05 DE JANEIRO DE 2015 A PRÓ-REITORA DE GRADUAÇÃO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO - UNIFESP, no uso de suas atribuições, nos termos

Leia mais

EDITAL Nº 005/2015 Educação Infantil

EDITAL Nº 005/2015 Educação Infantil EDITAL Nº 005/2015 Educação Infantil O Diretor da Administração Regional do Sesc Rio de Janeiro AR/SESC/RJ, no uso de suas atribuições, TORNA PÚBLICO o processo seletivo para ingresso nas vagas para a

Leia mais

2. OUTORGA DE GRAU 3. CERIMÔNIAS. Normas

2. OUTORGA DE GRAU 3. CERIMÔNIAS. Normas NORMAS PARA ORGANIZAÇÃO DAS CERIMÔNIAS DE COLAÇÃO DE GRAU DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DO CENTRO UNIVERSITÁRIO AUGUSTO MOTTA 2013/1, OBJETIVANDO UNIFORMIZAÇÃO DOS PROCEDIMENTOS. 1. ENADE De acordo com a Lei

Leia mais

EDITAL DE BOLSA DO PROJETO MILTON SANTOS DE ACESSO AO ENSINO SUPERIOR ( PROMISAES 2013)

EDITAL DE BOLSA DO PROJETO MILTON SANTOS DE ACESSO AO ENSINO SUPERIOR ( PROMISAES 2013) UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE PRÓ REITORIA DE ASSUNTOS ESTUDANTIS COORDENAÇÃO DE APOIO SOCIAL PROGRAMA ESTUDANTE CONVÊNIO DE GRADUAÇÃO PEC G EDITAL DE BOLSA DO PROJETO MILTON SANTOS DE ACESSO AO ENSINO

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO SENAC PERGUNTAS E RESPOSTAS SOBRE TRANSFERÊNCIAS

CENTRO UNIVERSITÁRIO SENAC PERGUNTAS E RESPOSTAS SOBRE TRANSFERÊNCIAS 1 - Para a inscrição no processo seletivo transferência é cobrada alguma taxa? Resposta: Sim. Atualmente o valor da taxa de inscrição para o processo seletivo de transferência é de R$ 20,00 (vinte Reais).

Leia mais

Sistema Enade.

Sistema Enade. Sistema Enade http://enadeies.inep.gov.br/enadeies/ Sistema e-mec O sistema Enade requisita informações do sistema e- MEC, por isso é fundamental manter o sistema e-mec atualizado. As atualizações no Sistema

Leia mais

Perguntas Frequentes ENADE 2016

Perguntas Frequentes ENADE 2016 Perguntas Frequentes ENADE 2016 Disponível em http://portal.inep.gov.br/enade/perguntas-frequentes 1.1 O que é o Enade e qual o seu objetivo? O Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) é um

Leia mais

Este tutorial tem por objetivo interpretar e orientar os alunos quanto ao procedimento que tem que ser realizado para obter estes créditos.

Este tutorial tem por objetivo interpretar e orientar os alunos quanto ao procedimento que tem que ser realizado para obter estes créditos. 1. CRÉDITOS COMPLEMENTARES UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL ESCOLA DE ENGENHARIA DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA MECÂNICA COMISSÃO DE GRADUAÇÃO DO CURSO DE ENGENHARIA MECÂNICA Para conseguir a colação

Leia mais

EDITAL 01/ EXAME FINAL EXTRAORDINÁRIO ETEC

EDITAL 01/ EXAME FINAL EXTRAORDINÁRIO ETEC MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA GOIANO PRÓ-REITORIA DE ENSINO EDITAL 01/2017 - EXAME FINAL EXTRAORDINÁRIO ETEC

Leia mais

RETIFICAÇÃO Nº 02 DO EDITAL Nº 07/2012/ REITORIA/IFTO, DE 06 DE MARÇO DE 2012.

RETIFICAÇÃO Nº 02 DO EDITAL Nº 07/2012/ REITORIA/IFTO, DE 06 DE MARÇO DE 2012. RETIFICAÇÃO Nº 02 DO EDITAL Nº 07/2012/ /IFTO, DE 06 DE MARÇO DE 2012. O REITOR DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO TOCANTINS, nomeado pela Portaria 514/2011/GAB//IFTO, de 01 de novembro

Leia mais

EDITAL NRCA-SJP N.º 04/2016

EDITAL NRCA-SJP N.º 04/2016 EDITAL NRCA-SJP N.º 04/2016 DISPÕE SOBRE O PROCESSO DE INSCRIÇÃO PARA A AVALIAÇÃO DE SUFICIÊNCIA, O EXAME DE PROFICIÊNCIA E O PROCESSO DE NOTÓRIO SABER DA FACULDADE FAE SÃO JOSÉ DOS PINHAIS. O Coordenador

Leia mais

EQUIPE CLAUDIO CAVALCANTE DE OLIVEIRA JUCÉLIA VIEIRA FINO LUÍS ANTONIO NIRO PASSOS MARINA DE FÁTIMA DA SILVA ANDREA SILVANA DOS SANTOS CEZAR

EQUIPE CLAUDIO CAVALCANTE DE OLIVEIRA JUCÉLIA VIEIRA FINO LUÍS ANTONIO NIRO PASSOS MARINA DE FÁTIMA DA SILVA ANDREA SILVANA DOS SANTOS CEZAR RAMAL: 4403 EQUIPE CLAUDIO CAVALCANTE DE OLIVEIRA JUCÉLIA VIEIRA FINO LUÍS ANTONIO NIRO PASSOS MARINA DE FÁTIMA DA SILVA ANDREA SILVANA DOS SANTOS CEZAR Renovação de Reconhecimento dos Cursos de Graduação

Leia mais

EDITAL DE BOLSA DO PROJETO MILTON SANTOS DE ACESSO AO ENSINO SUPERIOR ( PROMISAES) 2013

EDITAL DE BOLSA DO PROJETO MILTON SANTOS DE ACESSO AO ENSINO SUPERIOR ( PROMISAES) 2013 EDITAL DE BOLSA DO PROJETO MILTON SANTOS DE ACESSO AO ENSINO SUPERIOR ( PROMISAES) 2013 A Pró-Reitoria de Graduação - PRG e a - DAE, no uso de suas atribuições, em conformidade com o disposto na Portaria

Leia mais

CALENDÁRIO LETIVO 1º SEMESTRE/2011 Cursos de Graduação Belo Horizonte

CALENDÁRIO LETIVO 1º SEMESTRE/2011 Cursos de Graduação Belo Horizonte 09/02/2011 1 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS DIRETORIA DE GRADUAÇÃO CALENDÁRIO LETIVO 1º SEMESTRE/2011 Cursos de Graduação Belo Horizonte Aprovado na 60ª Reunião

Leia mais

Inscrição de Estudantes Irregulares

Inscrição de Estudantes Irregulares 1 Inscrição de Estudantes Irregulares Estudante em situação irregular Portaria Normativa MEC nº 40/2007. Portaria Normativa MEC Nº 6/2013. 1. O que é? Consideram-se irregulares junto ao ENADE todos os

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL FARROUPILHA REITORIA Rua Esmeralda, 430 Faixa Nova Camobi CEP Santa Maria/RS

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL FARROUPILHA REITORIA Rua Esmeralda, 430 Faixa Nova Camobi CEP Santa Maria/RS (minuta do) REGULAMENTO DE MOBILIDADE ACADÊMICA Dispõe sobre as normas e procedimentos para a mobilidade acadêmica, nacional e internacional, de estudantes do Instituto Federal Farroupilha. O Instituto

Leia mais

CALENDÁRIO LETIVO 1º SEMESTRE/2010 Cursos de Graduação Belo Horizonte

CALENDÁRIO LETIVO 1º SEMESTRE/2010 Cursos de Graduação Belo Horizonte Última correção: 14/02/2010 1 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS DIRETORIA DE GRADUAÇÃO CALENDÁRIO LETIVO 1º SEMESTRE/2010 Cursos de Graduação Belo Horizonte

Leia mais

Nº 63 - Brasília - DF, quarta-feira, 02 de abril de 2008 Pág: 13 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO GABINETE DO MINISTRO

Nº 63 - Brasília - DF, quarta-feira, 02 de abril de 2008 Pág: 13 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO GABINETE DO MINISTRO Nº 63 - Brasília - DF, quarta-feira, 02 de abril de 2008 Pág: 13 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO GABINETE DO MINISTRO Portaria Normativa nº 3, de 1º de abril de 2008 Determina as áreas e os cursos superiores de

Leia mais

CALENDÁRIO ESCOLAR CURSOS DE GRADUAÇÃO CAMPUS VIÇOSA ANO LETIVO 2016 PRIMEIRO PERÍODO LETIVO 2016 JANEIRO 2016

CALENDÁRIO ESCOLAR CURSOS DE GRADUAÇÃO CAMPUS VIÇOSA ANO LETIVO 2016 PRIMEIRO PERÍODO LETIVO 2016 JANEIRO 2016 CALENDÁRIO ESCOLAR CURSOS DE GRADUAÇÃO CAMPUS VIÇOSA ANO LETIVO 2016 PRIMEIRO PERÍODO LETIVO 2016 JANEIRO 2016 01 Feriado Confraternização Universal. 18 Último dia para mudança do conceito I, referentes

Leia mais

Seminários Enade 2016

Seminários Enade 2016 Seminários Enade 2016 Inscrições no Enade 2016 Coordenação-Geral de Controle de Qualidade da Educação Superior CGCQES Diretoria de Avaliação da Educação Superior DAES Diretoria de Avaliação da Educação

Leia mais

EDITAL N.º 02/2016 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA INGRESSO NO CURSO DE EXTENSÃO FORMAÇÃO E SABERES DOCENTES

EDITAL N.º 02/2016 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA INGRESSO NO CURSO DE EXTENSÃO FORMAÇÃO E SABERES DOCENTES MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO CEARÁ - IFCE CAMPUS BOA VIAGEM EDITAL N.º 02/2016 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA INGRESSO NO CURSO DE EXTENSÃO FORMAÇÃO

Leia mais

SEMINÁRIO ENADE 2013 INEP Brasília-DF, 06 de junho de 2013

SEMINÁRIO ENADE 2013 INEP Brasília-DF, 06 de junho de 2013 SEMINÁRIO ENADE 2013 INEP Brasília-DF, 06 de junho de 2013 DO SINAES A avaliação da Educação Superior no Brasil encontra-se ancorada na: Constituição Federal de 1988 Lei de Diretrizes e Bases da Educação

Leia mais

PROCEDIMENTOS PARA COLAÇÃO DE GRAU / EMISSÃO DE DIPLOMAS CURSOS SUPERIORES IBTA

PROCEDIMENTOS PARA COLAÇÃO DE GRAU / EMISSÃO DE DIPLOMAS CURSOS SUPERIORES IBTA PROCEDIMENTOS PARA COLAÇÃO DE GRAU / EMISSÃO DE DIPLOMAS CURSOS SUPERIORES IBTA 1) COLAÇÃO DE GRAU A conclusão do curso é representada pela colação de grau, ato oficial conferido pela Instituição de Ensino

Leia mais

EDITAL Nº 26/2014 DE 11 DE ABRIL DE 2014 CERTIFICAÇÃO DE CONHECIMENTOS - INFORMÁTICA 1 SEMESTRE LETIVO DE 2014

EDITAL Nº 26/2014 DE 11 DE ABRIL DE 2014 CERTIFICAÇÃO DE CONHECIMENTOS - INFORMÁTICA 1 SEMESTRE LETIVO DE 2014 Serviço Público Federal EDITAL Nº 26/2014 DE 11 DE ABRIL DE 2014 CERTIFICAÇÃO DE CONHECIMENTOS - INFORMÁTICA 1 SEMESTRE LETIVO DE 2014 O Diretor do do, no uso de suas atribuições estatutárias, torna público,

Leia mais

REGULAMENTO DO COLEGIADO DE CURSO DA FACULDADE FAMETRO. TÍTULO I DA NATUREZA E DAS FINALIDADES CAPÍTULO I - Da Natureza e das Finalidades

REGULAMENTO DO COLEGIADO DE CURSO DA FACULDADE FAMETRO. TÍTULO I DA NATUREZA E DAS FINALIDADES CAPÍTULO I - Da Natureza e das Finalidades REGULAMENTO DO COLEGIADO DE CURSO DA FACULDADE FAMETRO TÍTULO I DA NATUREZA E DAS FINALIDADES CAPÍTULO I - Da Natureza e das Finalidades Art. 1º - O Colegiado de Curso é órgão normativo, deliberativo,

Leia mais

CALENDÁRIO ESCOLAR CURSOS DE GRADUAÇÃO CAMPUS FLORESTAL ANO LETIVO 2016 PRIMEIRO SEMESTRE LETIVO 2016 JANEIRO 2016

CALENDÁRIO ESCOLAR CURSOS DE GRADUAÇÃO CAMPUS FLORESTAL ANO LETIVO 2016 PRIMEIRO SEMESTRE LETIVO 2016 JANEIRO 2016 CALENDÁRIO ESCOLAR CURSOS DE GRADUAÇÃO CAMPUS FLORESTAL ANO LETIVO 2016 PRIMEIRO SEMESTRE LETIVO 2016 JANEIRO 2016 01 Feriado Confraternização Universal. 05 Matrícula nas disciplinas do Período de Verão,

Leia mais

RESOLUÇÃO CGRAD 55/15, DE 16 DE DEZEMBRO DE 2015

RESOLUÇÃO CGRAD 55/15, DE 16 DE DEZEMBRO DE 2015 RESOLUÇÃO CGRAD 55/15, DE 16 DE DEZEMBRO DE 2015 Aprova o calendário letivo detalhado do primeiro semestre do ano de 2016 do Curso de Engenharia de Computação ministrado em Timóteo. O PRESIDENTE DO DO

Leia mais

RESOLUÇÃO TGT Nº 06/2015

RESOLUÇÃO TGT Nº 06/2015 ANO XLV N. 098 14/07/2015 SEÇÃO IV PÁG. 076 RESOLUÇÃO TGT Nº 06/2015 Niterói, 24 de junho de 2015 O Colegiado do Curso de Graduação em Engenharia de Telecomunicações, em reunião ordinária de 24/06/2015,

Leia mais

DEVERES DOS BOLSISTAS DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA

DEVERES DOS BOLSISTAS DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA EDITAL PARA A SELEÇÃO DE BOLSISTAS DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA E BOLSA DE PROFESSOR SUPERVISOR NA ESCOLA PARCEIRA PIBID/CAPES/UNESP - 2016 A Coordenação do subprojeto Matemática/FC

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS CONSELHO DE GRADUAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS CONSELHO DE GRADUAÇÃO ANEXO À RESOLUÇÃO CGRAD 31/11, 14 DE DEZEMBRO DE 2011 CALENDÁRIO LETIVO 1º SEMESTRE/2012 Cursos de Graduação Belo Horizonte Aprovado na 75ª Reunião do Conselho de Graduação, em 14/12/11. JANEIRO 1 2 3

Leia mais

SOLICITAÇÕES DE 24/06/2015 a 24/08/2015 (TAXA - R$ 17,00)

SOLICITAÇÕES DE 24/06/2015 a 24/08/2015 (TAXA - R$ 17,00) APROVEITAMENTO DE ESTUDOS 2015/2 SOLICITAÇÕES DE 24/06/2015 a 24/08/2015 (TAXA - R$ 17,00) Informativo GR nº 003/2015, de 23/06/2015. ATENÇÃO! ESTE INFORMATIVO CONTÉM TODAS AS ORIENTAÇÕES E PROCEDIMENTOS

Leia mais

FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DE GOIÁS FACULDADE LIONS. O Diretor Geral e a Diretora Acadêmica da Faculdade Lions, no uso de suas atribuições,

FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DE GOIÁS FACULDADE LIONS. O Diretor Geral e a Diretora Acadêmica da Faculdade Lions, no uso de suas atribuições, FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DE GOIÁS FACULDADE LIONS Instrução normativa 28/2016, de 20 de junho de 2016 Estabelece as diretrizes gerais para a realização de trabalhos acadêmicos para complementação de conteúdo

Leia mais