EXTRA A FORÇA DO BPM O

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "EXTRA A FORÇA DO BPM O"

Transcrição

1 EXTRA A FORÇA DO BPM O conceito, que pode vir embalado como CPM, EPM ou variantes, tem impulsionado os negócios em empresas de diferentes portes dos mais variados setores da economia nacional

2 índice Capítulo Capítulo 1 Decifrando o código PM Capítulo 2 Preparados para o PM? Capítulo 3 Para todos os gostos e tamanhos Capítulo 4 Da teoria à prática Capítulo 5 Casos de sucesso DECIFRANDO o código PM Capítulo 6 Glossário Capítulo 7 Para saber mais sobre BPM O que é mais indicado para sua empresa: um projeto de CPM, EPM ou BPM? A profusão de siglas confunde o mercado e, na maioria das vezes, quer dizer a mesma coisa, com exceção do P que pode representar Performance ou Process. A primeira letra, por exemplo, varia de acordo com o gosto e o discurso do fornecedor de soluções. Mas veja a seguir o que elas querem dizer e como podem ajudar na melhoria do business da sua empresa 3

3 Capítulo 1 Decifrando o código PM Felizmente não é necessário ser um estudioso do gênio Da Vinci para quebrar o código que cerca as siglas das práticas PM (Performance ou Process Management). Chamar de BPM, CPM, EPM ou qualquer outra variante PM é apenas uma mera formalidade ligada ao discurso de mercado dos grandes fornecedores, todos interessados em disseminar a sua cultura e conquistar a preferência dos usuários do conceito. Afinal, o mercado ascendente deve girar algo como US$ 2,5 bilhões este ano e US$ 6,5 bilhões em 2011 (veja mais em Na arena de gigantes) em todo o mundo. Mas o que importa realmente aqui é entender o que o P (Performance ou Process) representa, pois o foco muda da performance para os processos, e entender como as variantes de soluções e metodologias podem ser utilizadas no campo corporativo, especialmente no segmento das PMEs (Pequenas e Médias Empresas). Conceitualmente, para o Forrester Institute o termo ideal é BPS (Business Performance Solutions), nele estariam inclusos as variantes BPM, CPM e EPM. Na prática, o BPS é a camada que fica entre os repositórios de dados e aplicações como datawarehouse, ERP e CRM com a interface dos usuários, que pode ser representado por dashboards, portais e demais ferramentas de análise, como Business Intelligence (BI). Complicado? BPM pode representar ainda um conjunto de metodologias, indicadores e mapas estratégicos que engloba ações de planejamento, orçamento, consolidação financeira, relatórios, estratégia, balanced scorecard, Seis Sigma as duas últimas focadas na melhoria dos processos de negócios e custeio ABC ligada à montagem de custo de produtos. O Gartner, que investiga e criou boa parte das métricas ligadas ao BPM, o classifica como soluções, tecnologias e plataformas que ajudam as corporações a agregar valor à informação e que a utilizam como instrumento para a tomada de decisões e otimização dos negócios. O que pode trazer benefícios reais como o aumento do faturamento e dos lucros da corporação. A idéia geral é criar metas claras para os processos internos. Existem dois entendimentos clássicos do PM, no caso do Performance Management é o planejamento financeiro e o de processos como um todo, já o Process Management é voltado apenas para os processos. Entendemos o BPM como um produto de BI, explica Flávio Bolieiro, vice-presidente para a América Latina da MicroStrategy. Para o executivo, a partir dos conceitos é preciso No CPM, termo do Gartner, existe o planejamento mensurar os processos, de longo prazo, no qual as organizações precisam fazer análises e estabelecer visualizar os vários cenários, para depois metas para depois tentar traduzir isto em estratégia, estabelecendo os atingir os objetivos, objetivos e ações, utilizando o BI como carrochefe explica José Maria Pessoa, executivo analítico. de Vendas de Soluções da SAP Brasil. 4 5

4 Capítulo 1 Decifrando o código PM A língua do P O SAS trabalha em cima do P de Performance, porém chamando internamente de PMS (Performance Management Solutions). Ao contrário da MicroStrategy, a empresa entende o BPM como um guarda-chuva de soluções no qual o BI é uma pequena parte, que serve para organizar as informações e fornecer uma base única de dados e de extração de relatório. O BI é a base de muita coisa, mas entendemos que performance é mais do que isto, garante Michael Wootton, especialista em soluções financeiras do SAS Brasil. Também refutando a idéia de BI acima do BPM, a IBM tem uma visão particular. O mercado pede cada vez mais o foco em FPM (Financial Performance Management), com aplicações prontas para seus projetos. É preciso ter o BI em tudo isso, mas definitivamente o BPM não é um produto dele. Posso analisar o desempenho com o BI, mas ele não traz o aspecto do planejamento, por exemplo. As empresas precisam de balance scorecard e outras ferramentas para chegar ao real Performance Management, admite Marcos Chomen, gerente regional da Cognos, uma empresa da IBM. Para esclarecer e utilizando os preceitos do Gartner, José Maria Pessoa, executivo de Vendas de Soluções da SAP Brasil, lembra que existem dois conceitos que podem fazer a divisão entre o PM e o BI. No CPM, termo do Gartner, existe o planejamento de longo prazo, no qual as organizações precisam visualizar os vários cenários, para depois traduzir isso em estratégia, estabelecendo objetivos e ações. Depois de definido, os próximos passos são o orçamento e a execução das ações para levar as informações para a empresa de forma gerencial. Já o segundo conceito é o BI Platform, que é a entrega de dados para o usuário final, compara. Em sua estratégia, a Microsoft não utiliza siglas, por exemplo, e sim modelos de otimização de infra-estrutura, independentemente da especialização em processos ou performance. Adotamos o modelo de maturidade de TI do Gartner, procurando entender em que ponto está a corporação e quais os caminhos que ele deve seguir para atingir Adotamos o modelo de maturidade de TI do Gartner, procurando entender em que ponto está a corporação e quais os caminhos que ele deve seguir para atingir um novo patamar, argumenta Eduardo Campos, gerente-geral da divisão de Produtividade e Colaboração da Microsoft. um novo patamar, e utilizando o nosso portfólio de soluções como um todo. As mudanças podem atingir a infra-estrutura, comunicação, BI etc, argumenta Eduardo Campos, gerente-geral da divisão de Produtividade e Colaboração da Microsoft, que ainda critica a confusão que se estabeleceu no mercado. Transformar o conceito em tecnologia foi a perspectiva de atuação escolhida pela Oracle. Com o objetivo de ajudar as organizações a aumentar sua eficácia operacional e 6 7

5 Capítulo 1 Decifrando o código PM Capítulo 2 obter excelência na gestão, a companhia empacotou uma série de ferramentas e anunciou o Oracle Enterprise Performance Management (EPM) System, uma suíte de soluções de EPM totalmente integrada. NA ARENA DE GIGANTES O investimento dos grandes fornecedores no mercado de BPM e BI pode ser melhor definido com a listagem de aquisições feitas no ano passado. A IBM, por exemplo, comprou em 2007 a Cognos, uma empresa que, por sua vez, adquiriu a Applix, especializada em ferramentas para gerenciamento de desempenho de negócios ou PM (Performance Management). Ainda no mesmo ano, a SAP abocanhou a Business Objects (BO), companhia de BI que acabara de comprar a Cartesis, outra pequena empresa voltada especificamente para Performance Management. Como complemento, a empresa alemã de ERP também já havia incorporado a OutlookSoft, cujo foco era em ferramentas financeiras voltadas para PM governança, risco e conformidade. Por último, mas não menos importante, a Oracle, que já trazia em seu portfólio uma série de ferramentas de BI e uma política forte em EPM (Enterprise Performance Management) fechou a aquisição da Hyperion, outra grande no campo de BI mas com ferramentas de PM. Preparados PARA O PM? Será que todas as corporações estão prontas para iniciar um projeto de Performance ou Process Management? Quais os parâmetros e o que leva uma empresa a investir na modalidade, especialmente entre as pequenas e médias? Um executivo do mercado de TI afirmou que todas as empresas, independentemente do seu tamanho, se defrontam com os mesmos problemas que levam a um projeto de BPM. O que muda é o tamanho do orçamento, o tempo gasto nos projetos e a vontade da sua direção. Será? O primeiro passo, como o Gartner alerta, é que antes de implementar tecnologias ou metodologias, as corporações saibam a sua real necessidade de investir e os seus problemas. Para melhor radiografar o ambiente, é interessante o auxílio de consultores externos, tanto de TI como de negócios. Implementações eficientes de CPM geralmente requerem a reengenharia dos processos de negócios, incluindo o desenvolvimento de métricas e metodologias de planejamento. Se faltam recursos e habilidades necessários para a corporação, é preciso contratar um provedor de serviços apropriado, defendem os consultores John E. Van Decker e Alex Soejarto no estudo Selecting Professional Services for Corporate Performance Management, que o Gartner publicou este ano. 8 9

6 Capítulo 2 Preparados para o PM? Pode parecer simplório, mas um projeto que não queira dominar o mundo é o caminho mais sensato. A partir disso, é mandatório analisar os processos, estudar o que pode ser feito com a ajuda de consultoria externa ou não, não focar na tecnologia por si só, evitar projetos grandes e que nunca vão provar seu ROI (retorno do investimento) e evitar tecnologias muito heterogêneas, que deixem o ambiente complexo. Outra máxima: não existe tecnologia que responda a 100% das necessidades. É interessante saber quem vai entregar o mais próximo do ideal e, se necessário, realizar pequenos complementos, desde que integrados. Uma PME deve ser ainda mais cautelosa. É como quem resolve correr maratona. A pessoa vai treinando aos poucos e não corre na primeira semana os 42 km, compara Eduardo Campos, gerentegeral da divisão de Produtividade e Colaboração da Microsoft. Aspectos como uma maior transparência nos negócios podem Muitas empresas que abriram capital recentemente precisaram seguir várias regras, tendo de se adequar usando governança e o BPM pode ajudar nisso, avalia Reinaldo Roveri, analista sênior de Infra-estrutura e Armazenamento da IDC Brasil ser definidor importante na hora de investir. Muitas empresas que abriram capital recentemente precisaram seguir várias regras, tendo de se adequar usando governança e o BPM pode ajudar nisso, avalia Reinaldo Roveri, analista sênior de Infra-estrutura e Armazenamento da IDC Brasil. Diretriz clara Na Microsoft, a demanda é bem clara. As corporações recorrem a parceiros de negócios que se comunicam com a multinacional de software. Nossa equipe ajuda e mostra como o cliente pode fazer um projeto e avançar na idéia de maturidade. Mas é preciso que ela tenha tudo funcionando e bem, não se pode fazer mudanças no meio do caos, garante Campos. Uma empresa necessita antes de mais nada de uma infra-estrutura eficiente e de uma boa base de dados, mas também do envolvimento do corpo diretivo no projeto (veja mais no box O melhor patrocínio) e da indicação de um gestor para acompanhar os indicadores. Um ambiente com diferentes sistemas de BI acaba sendo hostil. É possível trabalhar, mas acaba sendo mais complexo, bem como em empresas com diferentes repositórios de dados. A corporação precisa centralizar isso, completa Michael Wootton, especialista em soluções financeiras do SAS Brasil. Essa visão vale também para as corporações de médio e pequeno portes, e Campos aponta que algumas linhas básicas devem ser seguidas como a padronização do software. Visitei dez empresas de médio porte em todo o Brasil e todas me falaram da dificuldade de entender por onde começar. Alguns cenários específicos devem ser avaliados no primeiro momento como colaboração e comunicação unificada integrando tudo e tornando o custo e o gerenciamento mais eficientes. Outro é sazonal e depende da vertical que é a gestão de projeto. E procurar utilizar o BI com a visão de gestão de performance, ensina

7 Capítulo 2 Preparados para o PM? Capítulo 3 Entre as dores das empresas de médio porte para investirem em BPM pode estar a idéia de controle do orçamento no longo prazo, algo que antes era comum nas grandes companhias. A visão precisa ser menos pontual e a questão de produtividade da organização passa a ser mandatória, porque a energia gasta e ter mais produtividade é muito importante, aponta José Maria Pessoa, executivo de vendas de soluções da SAP Brasil. O MELHOR PATROCÍNIO Um projeto de BPM começa com boas informações e o uso das mais indicadas metodologias para gerenciar e implementar a estratégia da empresa no médio e curto prazos. No entanto, é preciso que todas as áreas estejam dispostas e trabalhando juntas, algo que é conseguido com o patrocínio da alta direção da empresa para o projeto. Sem esse compromisso, que leva ao comprometimento de todos, um projeto dificilmente sai do papel. Para todos os gostos E TAMANHOS Se existe uma diversidade de nomenclaturas, imagine quando o mercado fala em produtos e soluções. Em alguns casos, como no da Oracle, o conceito utilizado pela companhia se integra com o próprio nome do pacote de ferramentas, enquanto outros fornecedores criam novas junções de letras para designar sua solução ou se apóiam em um conjunto de ferramentas A definição do planejamento estratégico deve envolver toda a corporação, mas sempre com um patrocinador de alto nível e que auxilie no processo de aculturamento. Informação é poder, e quem a detém acredita que possui poder. Uma forma de envolver a organização como um todo, depois do apoio diretivo, é trabalhar com o RH e, em alguns casos, atrelar resultados com bônus financeiros, ensina Flávio Bolieiro, vice-presidente para a América Latina da MicroStrategy. Essas definições são importantes e ganham maior peso por conta da maior pressão quanto ao tempo e recursos dispensados aos projetos

8 Capítulo 3 Para todos os gostos e tamanhos A construção de pacotes de soluções a partir do conceito de BPM é algo tão amplo quanto a própria diversidade de nomenclaturas e definições. Mas, claro, segue a estratégia e vai ao encontro do perfil do fornecedor, seja ele mais conhecido como um player de BI ou mesmo como uma empresa que hoje segue uma filosofia de agregar serviços ao seu ferramental. A seguir, como os principais fornecedores montam os seus pacotes. Os sistemas de ERP atuais fornecem às organizações ferramentas para alcançar a excelência operacional, mas lhes falta a visão holística necessária para avaliar oportunidades de mercado e possibilitar o alinhamento com os interesses das partes externas envolvidas. O Oracle EPM System oferece o alicerce, os aplicativos e a integração necessários para transformar os processos de gestão em toda a cadeia de valor e converter a visibilidade global em ação, garante Robert Gersten, vice-presidente sênior de Desenvolvimento de EPM da Oracle. Como é possível notar, o nome do produto, EPM System, é como a própria empresa designa o seu conceito PM no caso o E significa Enterprise. O Enterprise Performance Management System, da Oracle, tem como filosofia auxiliar as organizações a aumentar sua eficácia operacional e a obter excelência na gestão. Esta que une três atributos: inteligência, agilidade e alinhamento. Componente do Oracle Fusion Middleware, o Oracle EPM System apóia processos de gestão estratégica, financeira e operacional em um alicerce comum, permitindo que as organizações se tornem mais ágeis e alinhadas e otimizem o desempenho de toda a empresa. A mais recente versão do EPM inclui várias inovações e recursos para melhorar a visibilidade dos negócios e a tomada das decisões. O BPM pode partir do intangível, da melhoria do trabalho do funcionário, até o retorno financeiro. Estabelecendo os resultados que quero atingir a partir de metas e de acordo com o objetivo da empresa, aponta Michael Wootton, especialista em Soluções Financeiras do SAS Brasil. Ela contribui para que as organizações extraiam mais valor dos investimentos em soluções Oracle e façam a integração dos aplicativos de gestão do desempenho e tecnologias de Business Intelligence (BI), da Hyperion. Tudo isso o Oracle Fusion Middleware, incluindo a base de BI escalável da companhia e o Applications. Integração Já o SAS aposta na solução SPM (Strategic Performance Manegement) e na implementação de metodologia, que utiliza balanced scorecard. É encarada como parte da estratégia de curto e médio prazos para transformar os indicadores em ações, informando como chegar a um determinado patamar em seus processos. E isso pode partir do intangível, da melhoria do trabalho do funcionário, até o retorno financeiro. Estabelecendo os resultados que quero atingir a partir de metas e de acordo com o objetivo da empresa, aponta Michael Wootton, especialista em Soluções Financeiras do SAS Brasil

9 Capítulo 3 Para todos os gostos e tamanhos Ele revela que o SAS trabalha também com soluções que utilizam recursos de estatística, como uma específica para gestão de campanhas de marketing, por exemplo, ou de administração do custo das empresas estabelecendo quanto custa o cliente e sua rentabilidade. Empresas PMEs precisam passar a analisar o cliente dessa forma. O faturamento delas será melhor entendido e equalizado. E todas essas informações fazem parte do conjunto do SPM. Nossas soluções são integradas de ponta-a-ponta, desde a extração de dados no BI até a análise final, conclui o executivo da SAS. Parceria. Esta é chave da estratégia da MicroStrategy para ampliar a sua base de soluções, extremamente focada no mundo de BI. Um exemplo é a estabelecida com a empresa nacional Carpium, especializada na área orçamentária, que para o usuário final é transparente. Começamos no Brasil e virou um acordo global. Acreditamos que a complementação da nossa plataforma de BI, que oferece o melhor mundo analítico, é a solução, garante Flávio Bolieiro, vice-presidente para a América Latina da MicroStrategy. Existe uma necessidade de padronizar a casa do cliente. Traduzindo o padrão em recursos, isso traz economia direta no bolso, no mínimo, pagando menos com licenças, por exemplo, ensina Marcos Chomen, gerente regional da Cognos, uma empresa da IBM. Padrões urgentes Para a IBM, a padronização de sistemas de PM e BI com o mesmo fornecedor, fornecedor é o que faz sentido. Existe uma necessidade de padronizar a casa do cliente. Traduzindo o padrão em recursos, isso traz economia direta no bolso, no mínimo, pagando menos com licenças, por exemplo, ensina Marcos Chomen, gerente regional da Cognos, uma empresa da IBM. A solução de BI da companhia integra o conceito de Information on Demand, no qual existem complementos, desde o banco de dados até ferramentas de extração da informação, evoluindo até sua disponibilização. Podendo utilizar o Filenet como sistema de gestão de documentos. Temos aplicações e modelos prontos já com o Cognos para extrair no BI, e também um datawarehouse poderoso, que é o do DB2. O que mostra o alinhamento do mundo IBM. Todos os investimentos em Cognos continuam, com maior abertura para o mercado e integração total com as plataformas IBM e de outros fornecedores, conclui. O que muda é o empacotamento, como a criação do C-Class, voltado para as PMEs e um menor número de usuários. Como conceito que envolve a solução, a SAP usa o Business User, um pilar estratégico que engloba as soluções da Business Objects, comprada em 2007, e as suas próprias. Conquistamos a condição de endereçar ferramentas estruturadas para nossos clientes. Nossa plataforma é escalável e suporta grandes operações, além de ser orientada ao usuário, trazendo independência dele em relação à área de TI. Esse é o grande valor que queremos explorar, admite José Maria Pessoa, executivo de Vendas de Soluções da SAP Brasil. Como complemento, a gigante alemã possui parceiros complementares, ampliando assim as possibilidades para seus clientes

10 Capítulo 4 DA TEORIA à prática Mesmo ainda incipiente nas PMEs, já começa a existir uma brisa de cultura de utilização por parte desse segmento nas práticas e ferramental BPM, como revelam os fornecedores locais É certo que a diversidade de nomenclaturas não ajuda, mas também a descida na pirâmide das corporações ainda está só começando. Assim como a visão de que os X-PMs, independentemente da letra que precede o Performance Management ou Process Management, começa agora a ser melhor percebido em sua teoria e mesmo na prática. Nas conversas com os clientes, o melhor entendimento e mesmo a idéia de investimento dependem muito da situação da corporação. É importante reconhecer que implementar soluções e metodologias tem um custo, e os projetos não trazem um retorno tão imediato, pontua Michael Wootton, especialista em Soluções Financeiras do SAS Brasil. Mesmo o BI que é disseminado sofre os mesmos problemas. Seja pelo uso errado do conceito que ele suporta ou mesmo por uma subutilização de seus recursos. Trabalhar o conceitual com o ferramental é um desafio que ganha maiores proporções em projetos de BPM e afins. No fundo, as corporações precisam melhorar seus processos, trabalhando a metodologia em conjunto com as soluções, e isso nem sempre é algo fácil ou rápido, alerta Flávio Bolieiro, vicepresidente para a América Latina da MicroStrategy. No fundo, as corporações precisam melhorar seus processos, trabalhando a metodologia em conjunto com as soluções, e isso nem sempre é algo fácil ou rápido, alerta Flávio Bolieiro, vice-presidente para a América Latina da MicroStrategy

11 Capítulo 4 Da teoria à prática Capítulo 5 Maduro ou verde? Para José Maria Pessoa, executivo de Vendas de Soluções da SAP Brasil, diante de tantos conceitos é raro ver companhias no segmento PME com grau de maturidade elevado no tema. A prioridade para as médias empresas e mesmo pequenas deveria ser o orçamento. As médias estão se profissionalizando rapidamente e ter uma visão dos recursos é fundamental, é um pilar, assim como a análise de rentabilidade, completa. Ele admite que a gestão estratégica do segmento acaba olhando o médio e longo prazos em outro momento. O grande desafio é fazer a ponte das práticas e conceitos PM com o mundo real. Estabelecer essa conexão nem sempre é fácil. As pequenas e médias empresas fazem tudo igual as grandes e têm o mesmo objetivo: lucratividade. Mas como as dimensões são diferentes, elas trabalham com uma outra forma de planejamento. Temos usuários superpequenos que aplicam as melhores práticas, mas não têm gestão de desempenho, por exemplo, compara Marcos Chomen, gerente regional da Cognos, uma empresa da IBM. Fica mais evidente que uma companhia de pequeno ou médio porte precisa estudar e estabelecer seus objetivos muito claros com um projeto PM. Saber o que ele oferece e discernir entre os fornecedores o mais indicado para as suas necessidades, tentando abstrair das meras caixinhas e empacotamentos para a melhor utilização do conceito e das soluções, independentemente do fornecedor contratado. O ideal é que o gestor seja o mais objetivo possível e tenha foco nas tecnologias que ele precisa investir, conclui Eduardo Campos, gerente-geral da divisão de Produtividade e Colaboração da Microsoft. Casos de SUCESSO Processos acelerados na manufatura Especializada na manufatura do aço, a Armco investiu em um projeto de balanced scorecard para melhoria de seus processos de gestão, apoiado em uma solução de BI com um completo pacote de soluções de um único fornecedor No Brasil desde 1914, a Armco é uma empresa especializada na manufatura do aço. Possui cerca de 750 funcionários, três instalações em São Paulo e uma fábrica em Manaus. Seu objetivo era automatizar o acompanhamento dos indicadores, até então um processo manual, e criar um portal, de onde os dados seriam analisados com o suporte de uma solução de Business Intelligence (BI). O primeiro passo ocorreu com a automação de um modelo de gestão via balanced scorecard, baseado na plataforma Microsoft Office System 2003, tendo o Microsoft Office Solution Accelerator for Business Scorecard como principal sustentação. Afinal, a solução e o empacotamento de ferramentas da Microsoft seria a melhor resposta por ser mais adequado e oferecer menor custo de mercado, além de propiciar a integração total com a suíte Office

12 Capítulo 5 Casos de Sucesso Como parceiros, a Armco contou com a participação da Setting Consultoria e da K2M Soluções, que planejaram e implementaram a solução. Ao utilizar a integração com outras ferramentas Microsoft, como o Windows SharePoint Services, Microsoft SQL Server Analisys Services e Business Scorecard Accelerator, foi possível a implementação de um portal completo de Scorecards, apoiado em uma solução de BI, o que garantiu o alinhamento da gestão com a estratégia da empresa, melhorando o processo decisório. Como negócio, a Armco é uma empresa especializada na manufatura do aço, que adquire a matéria-prima de grandes usinas e a beneficia para a comercialização junto às indústrias, sendo o segmento automobilístico um de seus maiores clientes. No total, a companhia investe algo como 0,6% de seu faturamento em Tecnologia da Informação, com especial atenção às áreas de planejamento, controle, custos, administração e finanças, além de áreas técnicas. Empacote já! Para melhorar suas práticas de gestão, a Armco decidiu investir em um sistema de Balanced Scorecard (BSC), um conjunto de ferramentas que visa medir o desempenho não apenas da área financeira, mas de processos e estruturas organizacionais. De acordo com a metodologia Microsoft Solutions Framework (MSF) o projeto foi dividido em cinco etapas: visão, planejamento, desenvolvimento, estabilização e colocação em uso. O projeto foi realizado no tempo previsto em seu desenvolvimento, com menor custo em comparação às soluções de mercado que foram cotadas, aponta Walter Fazzolari, gerente de TI da Armco. De acordo com ele, a curva de aprendizado foi curta e permitiu a transferência de tecnologia ao seu pessoal. O projeto foi desenvolvido ao longo de quatro meses, introduzindo na Armco os conceitos de portal. Após a implementação, todas as atualizações passaram a ser feitas diariamente, de maneira automática, o que trouxe maior agilidade na obtenção dos indicadores e, conseqüentemente, na análise estratégica dos dados e tomada de decisão. Também houve aumento da acuracidade dos dados. PAPEL DOS PARCEIROS Dois parceiros, visões e papéis distintos. A responsabilidade da Setting, por exemplo, foi a coordenação geral do projeto, adequação do modelo BSC à ferramenta Microsoft Office Solution Accelerator for Business Scorecards e pela análise das fontes de dados dos indicadores. Além de colaborar com a visão de negócio no desenvolvimento dos cubos OLAP e prover o treinamento na ferramenta. Já a outra parceira, a K2M Soluções, Gold da Microsoft, coube o planejamento e desenvolvimento da infra-estrutura de TI, da implementação da solução de Portal com o WSS, do data warehouse e dos cubos OLAP. O projeto envolveu também a construção de um Portal com o Microsoft Windows SharePoint Services, para publicar os indicadores como volume de vendas, despesas de marketing etc. A integração entre as ferramentas e o banco de dados Microsoft SQL Server Analysis Services, do banco de dados SQL Server Standard Edition, possibilitou automatizar a criação e o gerenciamento de scorecards interativos, aumentando em tempo real a visibilidade das tendências do negócio, a velocidade e a qualidade do processo decisório

13 Capítulo 5 Casos de Sucesso Maior controle de indicadores A Elster, tradicional empresa da indústria de medidores de energia, modificou sua forma de trabalho ao conseguir gerar relatórios analíticos precisos e de fácil compreensão para todos os processos da empresa undada em 1848, em Berlim, a Elster é uma empresa F especializada em fornecer soluções em medição de energia para as concessionárias em vários países do mundo. Referência mundial, a Elster oferece várias categorias de produtos como medidores eletromecânicos e eletrônicos, chaves de aferição e sistemas integrados. No Brasil, a empresa está situada em Cachoeirinha, no Rio Grande do Sul, e conta com 430 colaboradores. Grande no mundo, mas de médio porte localmente, a Elster desejava acompanhar a evolução financeira de suas despesas e contratou a solução de Business Intelligence da Microstrategy. Como a ferramenta possui interface de fácil utilização e funciona totalmente em ambiente web, os gestores podem agora exercer o gerenciamento das despesas corporativas de forma dinâmica. Implementado pela DBC Company, o BI Microstrategy gerou resultados tão eficientes em poucos meses que alavancou um projeto de expansão para outros departamentos da Elster, como financeiro, estoques e RH. Acreditamos que haverá ainda mais mudanças na forma de gerir negócios, na medida em que incrementamos a utilização dos indicadores do BI, afirma Marcos Fernandes Pereira, gerente de TI da Elster. Atualmente, os relatórios gerados pelos indicadores de BI permitem estratificar a movimentação financeira da Elster, desde pagamentos até solicitações de compras. Anteriormente, o controle desses gastos era realizado somente ao final de cada mês, processo no qual eram consumidos dois dias para obter a consolidação dos dados. A solução de Business Intelligence da Microstrategy proporcionou alterações administrativas importantes, como atualizações diárias e economia de recursos medida em reais. A Elster colhe os frutos de quanto o BI é um aliado na gestão de negócios e pretende utilizar os seus benefícios para obter controle rigoroso de peças de estoque, medida que influencia diretamente nos resultados de negócios da empresa. A organização, que fabrica uma média de 70 mil medidores de energia por mês, pretende melhorar os indicadores de níveis de peças estocados, identificando itens de menor giro, comparando compras e consumo e, a partir dessas informações, diminuir e adequar a sua logística. Afinal, com indicadores corretos, é possível firmar contratos com datas corretas de entrega do produto. EFEITO COLATERAL DO BEM Outra importante mudança prevista com a utilização do BI Microstrategy é o alinhamento entre contas a pagar e a receber. Pode parecer algo simples, mas nem sempre esse processo foi fácil e rápido. A iniciativa se encontra em fase final de implementação pela DBC Company e visa gerar uma gestão financeira mais fiel por parte da Elster, com processos informatizados na geração de relatórios e indicadores, eliminando assim qualquer possibilidade de previsões intuitivas, como as que eram feitas anteriormente. Nossa intenção é chegar aos 30 colaboradores utilizando o BI em seu dia-a-dia, conclui Pereira

14 Capítulo 6 Glossário Balance Scorecard ou BSC Criado em 1992 pelo especialista norte-americano Robert Kaplan, da Harvard School of Business, o Balance Scorecard permite a definição dos objetivos estratégicos de uma empresa em quatro dimensões: financeira, mercadológica, processos e de aprendizagem e crescimento. Business Intelligence O termo pode ser traduzido livremente como Inteligência de Negócios, e faz referência ao processo de coleta, organização, análise, compartilhamento e monitoramento de informações que oferecem suporte à gestão de negócios. BPM (Business Performance Management) O Gartner classifica o conceito como a reunião de soluções, tecnologias e plataformas que auxiliam as empresas a agregar valor à informação e usá-la como instrumento para a tomada de decisões e otimização dos negócios. BPM (Business Process Management) Conceito voltado à melhoria dos processos de negócio das organizações por meio do uso de métodos, técnicas e ferramentas para modelar, publicar, controlar e analisar processos operacionais. CPM (Corporate Performance Management) Basicamente o mesmo que Business Performance Management. Custeio ABC O método de custeio ABC ou Activity Based Costing é baseado nas atividades que a empresa efetua no processo de fabricação de seus produtos. E, da mesma forma, também são definidos os custos de Tecnologia da Informação por processo como forma de melhorar a mensuração dos gastos do setor. EPM (Enterprise Process Management) Basicamente o mesmo que Business Process Management. EPM (Enterprise Performance Management) Basicamente o mesmo que Business Performance Management. Como conceito, é utilizado pela Oracle. Pervasive BI Considerado o 5º patamar de evolução das práticas e utilizações de Business Intelligence, seria a disseminação das informações, integradas e únicas, de BI para todos os departamentos das corporações. Six Sigma Conceito de qualidade criado pela Motorola, estabelece medidas de número de defeitos em um processo ou operação específicos e traz métricas para que se possa sanar os mesmos. SPM (Strategic Performance Management) O mesmo que Business Performance Management, mas criado em forma de produto pelo SAS

15 Capítulo 7 PARA SABER mais sobre BPM Como tudo funciona O link da página abaixo do site Como Tudo Funciona, uma tradução do HowStuffWorks, faz uma boa introdução aos conceitos básicos do Six Sigma. Gartner Highlights de pesquisas e informações conceituais de estudos são o forte do Gartner. Para quem tem bons conhecimentos em inglês, é ainda mais interessante ao ver o site principal do grupo que possui escritórios e analistas em todo o mundo, inclusive no Brasil. InfoBuild Na seção de notícias da página da InfoBuild, o internauta encontra um item chamado Relatórios de Analistas. Ao clicar, o usuário é levado para uma página da Information Builders empresa norte-americana que a InfoBuild representa no Brasil que contém uma série de relatórios produzidos por institutos de pesquisa como o Ventana, Meta Group e IDC, entre outros, com informações sobre o mundo de BI. Marcio D Ávila Na página do blog do consultor Márcio D Ávila, são analisadas pesquisas de diferentes institutos como IDC, Gartner e Forrester, sobre os líderes em infra-estrutura de aplicações com o posicionamento de empresas diante das práticas de BI e BPM, por exemplo. Interessante para conhecer a diversidade do setor ainda no final de 2007, mas que pode trazer luz para a intrincada competição pelo setor. MicroStrategy Site do tradicional fornecedor de BI que também é um expoente nas práticas de PM. Na seção Soluções, o leitor pode encontrar os setores atendidos, as soluções e os modelos de relatórios e análises produzidos a partir deles, além de uma área de cases. Oracle Com a aquisição da empresa Hyperion, a Oracle ampliou seu leque de soluções de Business Intelligence. A diversidade de ferramentas de seu portfólio trabalhando em conjunto com a mtodologia EPM se destaca e pode ser aprofundada com informações do site. SAP Veja a área de casos de sucesso, que em alguns engloba soluções de PM. A empresa montou ainda uma área específica para pequenas e médias empresas com extenso material a partir do endereço abaixo. SAS Institute A home do site ainda se divide entre português e inglês e traz informações sobre a gama de soluções da empresa dentro do guardachuva de PM. Veja a seção específica Performance Management

bpm? EXECUTIVE Como uma luva Ajustes finos ou afinados Integração BPM e BI Retorno garantido

bpm? EXECUTIVE Como uma luva Ajustes finos ou afinados Integração BPM e BI Retorno garantido EXECUTIVE briefing guia executivo para decisões estratégicas por que bpm? Em busca de excelência e competitividade, cresce o número de empresas de diferentes portes que descobriram as vantagens de uma

Leia mais

SPEKTRUM SOLUÇÕES DE GRANDE PORTE PARA PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS SPEKTRUM SAP Partner 1

SPEKTRUM SOLUÇÕES DE GRANDE PORTE PARA PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS SPEKTRUM SAP Partner 1 SPEKTRUM SOLUÇÕES DE GRANDE PORTE PARA PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS SPEKTRUM SAP Partner 1 PROSPERE NA NOVA ECONOMIA A SPEKTRUM SUPORTA A EXECUÇÃO DA SUA ESTRATÉGIA Para as empresas que buscam crescimento

Leia mais

PROCESSOS PODEROSOS DE NEGÓCIO. ideiaconsultoria.com.br 43 3322 2110 comercial@ideiaconsultoria.com.br

PROCESSOS PODEROSOS DE NEGÓCIO. ideiaconsultoria.com.br 43 3322 2110 comercial@ideiaconsultoria.com.br PROCESSOS PODEROSOS DE NEGÓCIO ideiaconsultoria.com.br 43 3322 2110 comercial@ideiaconsultoria.com.br POR QUE ESCREVEMOS ESTE E-BOOK? Nosso objetivo com este e-book é mostrar como a Gestão de Processos

Leia mais

Apresentação da Empresa

Apresentação da Empresa Apresentação da Empresa Somos uma empresa especializada em desenvolver e implementar soluções de alto impacto na gestão e competitividade empresarial. Nossa missão é agregar valor aos negócios de nossos

Leia mais

Business Intelligence para todos

Business Intelligence para todos Business Intelligence para todos CCFB - Rio de Janeiro DeciLogic - 2008 Eric Sarzana Diretor eric.sarzana@decilogic.com Agenda DeciLogic O que é o Business Intelligence? Porquê o Business Intelligence?

Leia mais

Pós-Graduação Business Intelligence

Pós-Graduação Business Intelligence Pós-Graduação Business Intelligence Tendências de Mercado de Business Intelligence Aula 04 Como se organizar para o sucesso em BI Dinâmica Organizacional Complexa Cria o maior ônus para o sucesso de BI

Leia mais

Fornecendo Inteligência, para todo o mundo, a mais de 20 anos.

Fornecendo Inteligência, para todo o mundo, a mais de 20 anos. Fornecendo Inteligência, para todo o mundo, a mais de 20 anos. Fundada em 1989, a MicroStrategy é fornecedora líder Mundial de plataformas de software empresarial. A missão é fornecer as plataformas mais

Leia mais

Governança AMIGA. Para baixar o modelo de como fazer PDTI: www.microsoft.com/brasil/setorpublico/governanca/pdti

Governança AMIGA. Para baixar o modelo de como fazer PDTI: www.microsoft.com/brasil/setorpublico/governanca/pdti e d a id 4 m IN r fo a n m Co co M a n ua l Governança AMIGA Para baixar o modelo de como fazer PDTI: www.microsoft.com/brasil/setorpublico/governanca/pdti Um dos grandes desafios atuais da administração

Leia mais

ERP. Enterprise Resource Planning. Planejamento de recursos empresariais

ERP. Enterprise Resource Planning. Planejamento de recursos empresariais ERP Enterprise Resource Planning Planejamento de recursos empresariais O que é ERP Os ERPs em termos gerais, são uma plataforma de software desenvolvida para integrar os diversos departamentos de uma empresa,

Leia mais

Business Intelligence: Desafios e Melhores Práticas

Business Intelligence: Desafios e Melhores Práticas Sucesu RJ - IV Congresso de Inteligência Competitiva Business Intelligence: Desafios e Melhores Práticas Eugenio Pedrosa Petrobras Roteiro Arquitetura de BI Evolução da BI nas Empresas Corporate Performance

Leia mais

SAM GERENCIAMENTO DE ATIVOS DE SOFTWARE

SAM GERENCIAMENTO DE ATIVOS DE SOFTWARE SAM GERENCIAMENTO DE ATIVOS DE SOFTWARE Modelo de Otimização de SAM Controle, otimize, cresça Em um mercado internacional em constante mudança, as empresas buscam oportunidades de ganhar vantagem competitiva

Leia mais

Gestão de Performance por KPIs

Gestão de Performance por KPIs Gestão de Performance por KPIs Henrique Brodbeck Diretor, Brodbeck Consultores em Informática Henrique Brodbeck Brodbeck Consultores em Informática e UFRGS Business Intelligence - BI Termo guarda-chuva

Leia mais

Interatividade aliada a Análise de Negócios

Interatividade aliada a Análise de Negócios Interatividade aliada a Análise de Negócios Na era digital, a quase totalidade das organizações necessita da análise de seus negócios de forma ágil e segura - relatórios interativos, análise de gráficos,

Leia mais

Business Process Management [BPM] Get Control. Empower People.

Business Process Management [BPM] Get Control. Empower People. Business Process Management [BPM] Get Control. Empower People. O SoftExpert BPM Suite é uma suíte abrangente de módulos e componentes perfeitamente integrados, projetados para gerenciar todo o ciclo de

Leia mais

Business Process Management [BPM] Get Control. Empower People.

Business Process Management [BPM] Get Control. Empower People. Business Process Management [BPM] Get Control. Empower People. O SoftExpert BPM Suite é uma suíte abrangente de módulos e componentes perfeitamente integrados, projetados para gerenciar todo o ciclo de

Leia mais

Material de Apoio. Sistema de Informação Gerencial (SIG)

Material de Apoio. Sistema de Informação Gerencial (SIG) Sistema de Informação Gerencial (SIG) Material de Apoio Os Sistemas de Informação Gerencial (SIG) são sistemas ou processos que fornecem as informações necessárias para gerenciar com eficácia as organizações.

Leia mais

ERP. Planejamento de recursos empresariais

ERP. Planejamento de recursos empresariais ERP Enterprise Resource Planning Planejamento de recursos empresariais ERP Enterprise Resource Planning -Sistema de Gestão Empresarial -Surgimento por volta dos anos 90 -Existência de uma base de dados

Leia mais

I D C A N A L Y S T C O N N E C T I O N

I D C A N A L Y S T C O N N E C T I O N I D C A N A L Y S T C O N N E C T I O N Dan Vesset Vice-presidente de Programa, Business Analytics P r át i cas recomendadas para uma estr a t ég i a d e B u s i n e s s I n teligence e An a l yt i c s

Leia mais

Sistemas Integrados de Gestão Empresarial

Sistemas Integrados de Gestão Empresarial Universidade Federal do Vale do São Francisco Curso de Administração Tecnologia e Sistemas de Informação - 05 Prof. Jorge Cavalcanti jorge.cavalcanti@univasf.edu.br www.univasf.edu.br/~jorge.cavalcanti

Leia mais

Microsoft Nosso Comprometimento Mais de 9 bilhões em P&D/ano

Microsoft Nosso Comprometimento Mais de 9 bilhões em P&D/ano Microsoft Nosso Comprometimento Mais de 9 bilhões em P&D/ano Windows e Web Dynamics Comunicação e Produtividade Servidores Infraestrutura Empresarial Busca e Anúncios Mobilidade Entretenimento e TV Microsoft

Leia mais

Interact Solutions Apresentação do SA-Performance Manager. Por: Anderson Pereira Diretor de Negócios Unidade Excellence

Interact Solutions Apresentação do SA-Performance Manager. Por: Anderson Pereira Diretor de Negócios Unidade Excellence Interact Solutions Apresentação do SA-Performance Manager Por: Anderson Pereira Diretor de Negócios Unidade Excellence Interact Group Fundação: agosto / 1999 80 Colaboradores diretos 85 Colaboradores nas

Leia mais

Módulo 15 Resumo. Módulo I Cultura da Informação

Módulo 15 Resumo. Módulo I Cultura da Informação Módulo 15 Resumo Neste módulo vamos dar uma explanação geral sobre os pontos que foram trabalhados ao longo desta disciplina. Os pontos abordados nesta disciplina foram: Fundamentos teóricos de sistemas

Leia mais

GERENCIAMENTO DE PROCESSOS DE NEGÓCIO. Professor: Rômulo César romulodandrade@gmail.com www.romulocesar.com.br

GERENCIAMENTO DE PROCESSOS DE NEGÓCIO. Professor: Rômulo César romulodandrade@gmail.com www.romulocesar.com.br GERENCIAMENTO DE PROCESSOS DE NEGÓCIO Professor: Rômulo César romulodandrade@gmail.com www.romulocesar.com.br Guia de Estudo Vamos utilizar para a nossa disciplina de Modelagem de Processos com BPM o guia

Leia mais

Business Intelligence Conceitos, Metodologia de Desenvolvimento e Exemplos de BI

Business Intelligence Conceitos, Metodologia de Desenvolvimento e Exemplos de BI Matriz: Av. Caçapava, 527 CEP 90.460-130 Tecnopuc: Av. Ipiranga, 6681 Prédio 32 Sala 109 CEP 90.619-900 Porto Alegre - RS, Brasil Contate-nos: +55 (51) 3330.7777 contato@dbccompany.com.br www.dbccompany.com.br

Leia mais

Gerenciamento de TI. Paulo César Rodrigues

Gerenciamento de TI. Paulo César Rodrigues Gerenciamento de TI Paulo César Rodrigues *Analista de Sistemas; *Tutor do curso de graduação em Tecnologia em Sistemas de Computação (UFF/Cederj); * Professor do curso Técnico em Informática da Prefeitura

Leia mais

Unidade II GERENCIAMENTO DE SISTEMAS. Prof. Roberto Marcello

Unidade II GERENCIAMENTO DE SISTEMAS. Prof. Roberto Marcello Unidade II GERENCIAMENTO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Prof. Roberto Marcello SI Sistemas de gestão A Gestão dos Sistemas Integrados é uma forma organizada e sistemática de buscar a melhoria de resultados.

Leia mais

CONCEITOS RELACIONADOS ÀS ATIVIDADES A SEREM DESENVOLVIDAS NOS EPISÓDIOS 1, 2 E 3.

CONCEITOS RELACIONADOS ÀS ATIVIDADES A SEREM DESENVOLVIDAS NOS EPISÓDIOS 1, 2 E 3. CONCEITOS RELACIONADOS ÀS ATIVIDADES A SEREM DESENVOLVIDAS NOS EPISÓDIOS 1, 2 E 3. PROBLEMA: É UM OBSTÁCULO QUE ESTÁ ENTRE O LOCAL ONDE SE ESTÁ E O LOCAL EM QUE SE GOSTARIA DE ESTAR. ALÉM DISSO, UM PROBLEMA

Leia mais

Business Intelligence. BI CEOsoftware Partner YellowFin

Business Intelligence. BI CEOsoftware Partner YellowFin Business Intelligence BI CEOsoftware Partner YellowFin O que é Business Intelligence Business Intelligence (BI) é a utilização de uma série de ferramentas para coletar, analisar e extrair informações,

Leia mais

FMC: Alinhando Tradição com Inovação através da Integração de Pessoas e Processos com Soluções de TI

FMC: Alinhando Tradição com Inovação através da Integração de Pessoas e Processos com Soluções de TI FMC: Alinhando Tradição com Inovação através da Integração de Pessoas e Processos com Soluções de TI Com o crescimento acelerado, uma das mais tradicionais empresas do Brasil em produtos agrícolas precisava

Leia mais

Como alcançar os objetivos estratégicos de sua organização

Como alcançar os objetivos estratégicos de sua organização Como alcançar os objetivos estratégicos de sua organização 15 DE MAIO DE 2014 Hotel Staybridge - Sao Paulo PATROCÍNIO GOLD PATROCÍNIO BRONZE APOIO REALIZAÇÃO Desafios para a Implementação por Processos

Leia mais

Ferramentas unificadas de SOA alinham negócios e TI IDG Research aponta grandes ganhos potenciais a partir de uma solução integrada

Ferramentas unificadas de SOA alinham negócios e TI IDG Research aponta grandes ganhos potenciais a partir de uma solução integrada Insight completo sobre IDG/Oracle Relatório de pesquisa de SOA Ferramentas unificadas de SOA alinham negócios e TI IDG Research aponta grandes ganhos potenciais a partir de uma solução integrada Alinhamento

Leia mais

Requisitos de business intelligence para TI: O que todo gerente de TI deve saber sobre as necessidades reais de usuários comerciais para BI

Requisitos de business intelligence para TI: O que todo gerente de TI deve saber sobre as necessidades reais de usuários comerciais para BI Requisitos de business intelligence para TI: O que todo gerente de TI deve saber sobre as necessidades reais de usuários comerciais para BI Janeiro de 2011 p2 Usuários comerciais e organizações precisam

Leia mais

O Valor da TI. Introduzindo os conceitos do Val IT para mensuração do valor de Tecnologia da Informação. Conhecimento em Tecnologia da Informação

O Valor da TI. Introduzindo os conceitos do Val IT para mensuração do valor de Tecnologia da Informação. Conhecimento em Tecnologia da Informação Conhecimento em Tecnologia da Informação Conhecimento em Tecnologia da Informação O Valor da TI Introduzindo os conceitos do Val IT para mensuração do valor de Tecnologia da Informação 2010 Bridge Consulting

Leia mais

Estratégia de TI. Posicionamento Estratégico da TI: como atingir o alinhamento com o negócio. Conhecimento em Tecnologia da Informação

Estratégia de TI. Posicionamento Estratégico da TI: como atingir o alinhamento com o negócio. Conhecimento em Tecnologia da Informação Conhecimento em Tecnologia da Informação Conhecimento em Tecnologia da Informação Estratégia de TI Posicionamento Estratégico da TI: como atingir o alinhamento com o negócio 2011 Bridge Consulting Apresentação

Leia mais

Proxis: SAP Business One aprimora gestão interna

Proxis: SAP Business One aprimora gestão interna Picture Credit Customer Name, City, State/Country. Used with permission. Proxis: SAP Business One aprimora gestão interna Geral Executiva Nome da Proxis Contact Center Indústria Serviços de Central de

Leia mais

AGORA ORACLE AO SEU ALCANCE

AGORA ORACLE AO SEU ALCANCE A performance que você necessita no preço que você quer! Agora, produtos de infra-estrutura tecnológica ao seu alcance. Existem alternativas que proporcionam às pequenas e médias empresa permanecerem no

Leia mais

C O B I T. Gerenciamento dos Riscos Mitigação. Aceitação. Transferência. Evitar/Eliminar.

C O B I T. Gerenciamento dos Riscos Mitigação. Aceitação. Transferência. Evitar/Eliminar. C O B I T Evolução Estratégica A) Provedor de Tecnologia Gerenciamento de Infra-estrutura de TI (ITIM) B) Provedor de Serviços Gerenciamento de Serviços de TI (ITSM) C) Parceiro Estratégico Governança

Leia mais

Nossa Estrutura. 43ª Reunião da Qualidade RS 02 de abril de 2008

Nossa Estrutura. 43ª Reunião da Qualidade RS 02 de abril de 2008 Nossa Estrutura 43ª Reunião da Qualidade RS 02 de abril de 2008 Tecnologia da Informação para o Desempenho da Gestão Estratégica Com case Santa Casa de Porto Alegre por Fábio Frey Matthias Schneider Diretoria

Leia mais

Uma visão abrangente dos negócios. Solução para superar barreiras e otimizar recursos na sua empresa

Uma visão abrangente dos negócios. Solução para superar barreiras e otimizar recursos na sua empresa Uma visão abrangente dos negócios Solução para superar barreiras e otimizar recursos na sua empresa Negócios sem barreiras O fenômeno da globalização tornou o mercado mais interconectado e rico em oportunidades.

Leia mais

Estruturando o modelo de RH: da criação da estratégia de RH ao diagnóstico de sua efetividade

Estruturando o modelo de RH: da criação da estratégia de RH ao diagnóstico de sua efetividade Estruturando o modelo de RH: da criação da estratégia de RH ao diagnóstico de sua efetividade As empresas têm passado por grandes transformações, com isso, o RH também precisa inovar para suportar os negócios

Leia mais

2.3. ORGANIZAÇÕES E GESTÃO DOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

2.3. ORGANIZAÇÕES E GESTÃO DOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO 2.3. ORGANIZAÇÕES E GESTÃO DOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO As Empresas e os Sistemas Problemas locais - impacto no sistema total. Empresas como subsistemas de um sistema maior. Uma empresa excede a soma de

Leia mais

DUAS RODAS DESENVOLVE PORTAL COLABORATIVO E ELIMINA PROCESSOS EM PAPEL. Case de Sucesso

DUAS RODAS DESENVOLVE PORTAL COLABORATIVO E ELIMINA PROCESSOS EM PAPEL. Case de Sucesso DUAS RODAS DESENVOLVE PORTAL COLABORATIVO E ELIMINA PROCESSOS EM PAPEL PERFIL Em 1925, surgiu a primeira fábrica de óleos essenciais do Brasil, em Jaraguá do Sul - SC. A autenticidade, a qualidade de seus

Leia mais

Engª de Produção Prof.: Jesiel Brito. Sistemas Integrados de Produção ERP. Enterprise Resources Planning

Engª de Produção Prof.: Jesiel Brito. Sistemas Integrados de Produção ERP. Enterprise Resources Planning ERP Enterprise Resources Planning A Era da Informação - TI GRI Information Resource Management -Informação Modo organizado do conhecimento para ser usado na gestão das empresas. - Sistemas de informação

Leia mais

Diferença entre a visão departamental e visão por processos.

Diferença entre a visão departamental e visão por processos. GESTÃO POR PROCESSOS Diferença entre a visão departamental e visão por processos. A visão por processos é conhecida desde a época medieval com a atuação dos artesãos responsáveis por todas as etapas do

Leia mais

Tecnologia e Sistemas de Informações ERP e CRM

Tecnologia e Sistemas de Informações ERP e CRM Universidade Federal do Vale do São Francisco Tecnologia e Sistemas de Informações ERP e CRM Prof. Ricardo Argenton Ramos Aula 6 ERP Enterprise Resource Planning Sistemas Integrados de Gestão Empresarial

Leia mais

Sistema Integrado de Gestão ERP Sistema Integrado de Gestão

Sistema Integrado de Gestão ERP Sistema Integrado de Gestão Sistema Integrado de Gestão ERP Sistema Integrado de Gestão ERP Prof: Edson Thizon ethizon@gmail.com Sistema ERP; Processos de Desenvolvimento, Seleção, Aquisição, Implantação de ERP; Aderência e divergência

Leia mais

Universidade de Brasília. Faculdade de Ciência da Informação. Prof a Lillian Alvares

Universidade de Brasília. Faculdade de Ciência da Informação. Prof a Lillian Alvares Universidade de Brasília Faculdade de Ciência da Informação Prof a Lillian Alvares Fóruns Comunidades de Prática Mapeamento do Conhecimento Portal Intranet Extranet Banco de Competências Memória Organizacional

Leia mais

Distribuidor de Mobilidade GUIA OUTSOURCING

Distribuidor de Mobilidade GUIA OUTSOURCING Distribuidor de Mobilidade GUIA OUTSOURCING 1 ÍNDICE 03 04 06 07 09 Introdução Menos custos e mais controle Operação customizada à necessidade da empresa Atendimento: o grande diferencial Conclusão Quando

Leia mais

3) Descreva resumidamente a função do módulo de Compras do ERP da Microsiga e qual é a sua relação com o conceito de e-procurement.

3) Descreva resumidamente a função do módulo de Compras do ERP da Microsiga e qual é a sua relação com o conceito de e-procurement. Professor:José Alves Disciplina:SIG/ Atividade Nota Nome Aluno(a) Nºs Exercícios SIG 1) Defina, com suas palavras, o que é ERP? 2) Marque V para as afirmações verdadeiras em relação a um ERP e F para as

Leia mais

Gnatus inova e simplifica gestão com SAP Business Suite powered by SAP HANA

Gnatus inova e simplifica gestão com SAP Business Suite powered by SAP HANA Gnatus inova e simplifica gestão com SAP Business Suite powered by SAP HANA A Gnatus é uma importante fabricante de equipamentos odontológicos e precisava sustentar seu crescimento em um ambiente de alta

Leia mais

Tecnologia da Informação. Sistema Integrado de Gestão ERP ERP

Tecnologia da Informação. Sistema Integrado de Gestão ERP ERP Tecnologia da Informação. Sistema Integrado de Gestão ERP Prof: Edson Thizon ethizon@gmail.com O que é TI? TI no mundo dos negócios Sistemas de Informações Gerenciais Informações Operacionais Informações

Leia mais

Sistema Integrado de Gestão ERP. Prof: Edson Thizon ethizon@gmail.com

Sistema Integrado de Gestão ERP. Prof: Edson Thizon ethizon@gmail.com Sistema Integrado de Gestão ERP Prof: Edson Thizon ethizon@gmail.com Tecnologia da Informação. O que é TI? TI no mundo dos negócios Sistemas de Informações Gerenciais Informações Operacionais Informações

Leia mais

Esri Maps para Inteligência de Negócios Conceitos e Produtos Esri. Rodrigo Barrionuevo

Esri Maps para Inteligência de Negócios Conceitos e Produtos Esri. Rodrigo Barrionuevo Esri Maps para Inteligência de Negócios Conceitos e Produtos Esri Rodrigo Barrionuevo O que é Business Intelligence? Plataforma apoio a decisão Online Analytic Process OLAP Reporting & Ad Hoc Query Business

Leia mais

TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO. Prof. Leandro Schunk

TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO. Prof. Leandro Schunk TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Módulo 4 Governança de TI Dinâmica 1 Discutir, em grupos: Por que então não usar as palavras ou termos Controle, Gestão ou Administração? Qual seria a diferença entre os termos:

Leia mais

Alta performance: a base para os nossos clientes, a base para o seu futuro.

Alta performance: a base para os nossos clientes, a base para o seu futuro. Alta performance: a base para os nossos clientes, a base para o seu futuro. www.accenture.com.br/carreiras www.facebook.com/accenturecarreiras www.twitter.com/accenture_vagas Quem somos A Accenture é uma

Leia mais

C l a s s S e r v i c e P r o v i d e r

C l a s s S e r v i c e P r o v i d e r G l o b a l C l a s s S e r v i c e P r o v i d e r v.1.8 de 14/07/2010 1 1993: fundada como Integradora de Sistemas 2009: reconhecida Inteligência em Projetos 16 anos de realizações: + 350 projetos no

Leia mais

INTRODUÇÃO A PORTAIS CORPORATIVOS

INTRODUÇÃO A PORTAIS CORPORATIVOS INTRODUÇÃO A PORTAIS CORPORATIVOS Conectt i3 Portais Corporativos Há cinco anos, as empresas vêm apostando em Intranet. Hoje estão na terceira geração, a mais interativa de todas. Souvenir Zalla Revista

Leia mais

ADM041 / EPR806 Sistemas de Informação

ADM041 / EPR806 Sistemas de Informação ADM041 / EPR806 Sistemas de Informação UNIFEI Universidade Federal de Itajubá Prof. Dr. Alexandre Ferreira de Pinho 1 Componentes de uma empresa Organizando uma empresa: funções empresariais básicas Funções

Leia mais

Prof. Cláudio ERP/CRM e Supply Chain PRINCÍPIOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

Prof. Cláudio ERP/CRM e Supply Chain PRINCÍPIOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Prof. Cláudio ERP/CRM e Supply Chain PRINCÍPIOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Sistemas de ERP Enterprise Resource Planning Pacote de ferramentas que integram toda a empresa, a grande vantagem é que os dados

Leia mais

Agilizando o processo de compras para aumentar a eficiência e comprar melhor

Agilizando o processo de compras para aumentar a eficiência e comprar melhor Agilizando o processo de compras para aumentar a eficiência e comprar melhor Toda empresa privada deseja gerar lucro e para que chegue com sucesso ao final do mês ela precisa vender, sejam seus serviços

Leia mais

Solução em Software e Automação Comercial

Solução em Software e Automação Comercial Solução em Software e Automação Comercial EMPRESA A Aps Informática é uma empresa de desenvolvimento de sistemas voltados para a gestão empresarial localizada em Recife, Pernambuco. Desde 1992 no mercado,

Leia mais

As Novas Profissões em Computação. Integrantes Eder Leão Leonardo Jorente Rafael Stéfano Vinícius Akihiro Kuwabara

As Novas Profissões em Computação. Integrantes Eder Leão Leonardo Jorente Rafael Stéfano Vinícius Akihiro Kuwabara As Novas Profissões em Integrantes Eder Leão Leonardo Jorente Rafael Stéfano Vinícius Akihiro Kuwabara Tópicos Contextualização Novas Profissões Impacto Conclusões Referências Contextualização (Histórico

Leia mais

A importância da. nas Organizações de Saúde

A importância da. nas Organizações de Saúde A importância da Gestão por Informações nas Organizações de Saúde Jorge Antônio Pinheiro Machado Filho Consultor de Negócios www.bmpro.com.br jorge@bmpro.com.br 1. Situação nas Empresas 2. A Importância

Leia mais

LMA, Solução em Sistemas

LMA, Solução em Sistemas LMA, Solução em Sistemas Ao longo dos anos os sistemas para gestão empresarial se tornaram fundamentais, e por meio dessa ferramenta as empresas aperfeiçoam os processos e os integram para uma gestão mais

Leia mais

4 passos para uma Gestão Financeira Eficiente

4 passos para uma Gestão Financeira Eficiente 4 passos para uma Gestão Financeira Eficiente Saiba como melhorar a gestão financeira da sua empresa e manter o fluxo de caixa sob controle Ciclo Financeiro Introdução Uma boa gestão financeira é um dos

Leia mais

INOVAÇÃO A Era da Mobilidade. Março/2013 A Era da Mobilidade Responsável E. Pugliesi / O. Santos

INOVAÇÃO A Era da Mobilidade. Março/2013 A Era da Mobilidade Responsável E. Pugliesi / O. Santos INOVAÇÃO A Era da Mobilidade Março/2013 A Era da Mobilidade Responsável E. Pugliesi / O. Santos Sociedade de Tratores e Equipamentos S/A - Sotreq Segmento de atuação: O Grupo, que possui capital 100% nacional,

Leia mais

Otimismo desenvolvedoras de softwares

Otimismo desenvolvedoras de softwares Otimismo nas nuvens Ambiente favorável alavanca negócios das empresas desenvolvedoras de softwares, que investem em soluções criativas de mobilidade e computação em nuvem para agilizar e agregar flexibilidade

Leia mais

EDP Brasil: SAP GRC Access Control leva continuidade na gestão de acessos

EDP Brasil: SAP GRC Access Control leva continuidade na gestão de acessos Picture Credit Customer Name, City, State/Country. Used with permission. EDP Brasil: SAP GRC Access Control leva continuidade na gestão de acessos Geral Executiva Nome da EDP Brasil Indústria Energética

Leia mais

Como obter resultados em TI com gestão e governança efetivas direcionadas a estratégia do negócio?

Como obter resultados em TI com gestão e governança efetivas direcionadas a estratégia do negócio? Como obter resultados em TI com gestão e governança efetivas direcionadas a estratégia do negócio? A Tecnologia da Informação vem evoluindo constantemente, e as empresas seja qual for seu porte estão cada

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO NA EMPRESA

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO NA EMPRESA SISTEMAS DE INFORMAÇÃO NA EMPRESA 1 OBJETIVOS 1. Quais são as principais aplicações de sistemas na empresa? Que papel eles desempenham? 2. Como os sistemas de informação apóiam as principais funções empresariais:

Leia mais

Como cultivar leads do Comitê de TI

Como cultivar leads do Comitê de TI BRASIL Como cultivar leads do Comitê de TI O marketing está ajudando ou atrapalhando? Confiança + Credibilidade devem ser CONQUISTADAS O profissional de marketing moderno conhece a importância de cultivar

Leia mais

Unidade IV SISTEMAS DE INFORMAÇÃO. Prof. Daniel Arthur Gennari Junior

Unidade IV SISTEMAS DE INFORMAÇÃO. Prof. Daniel Arthur Gennari Junior Unidade IV SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Prof. Daniel Arthur Gennari Junior Sobre esta aula Sistema de informação nos negócios Sistemas de informação no apoio ao processo de tomada de decisão Sistemas colaborativos

Leia mais

Simplificando a TECNOLOGIA

Simplificando a TECNOLOGIA 3 Simplificando a TECNOLOGIA SEGURANÇA DESENVOLVIMENTO BANCO DE DADOS S O L U Ç Õ ES E M T E C N O L O G I A MISSÃO VISÃO Contribuir com o sucesso dos Clientes através da Ser a melhor provedora de Soluções

Leia mais

BPO para Empresas de Energia e Concessionárias de Serviços Públicos

BPO para Empresas de Energia e Concessionárias de Serviços Públicos BPO para Empresas de Energia e Concessionárias de Serviços Públicos Terceirização de Processos Empresariais da Capgemini Um componente da área de Serviços Públicos da Capgemini As concessionárias de serviços

Leia mais

GESTÃO DE T.I. José Luís Padovan jlpadovan@gmail.com

GESTÃO DE T.I. José Luís Padovan jlpadovan@gmail.com GESTÃO DE T.I. José Luís Padovan jlpadovan@gmail.com Conceito Com base nas definições podemos concluir que: Governança de de TI TI busca o compartilhamento de de decisões de de TI TI com os os demais dirigentes

Leia mais

Planejamento Estratégico de TI. Prof.: Fernando Ascani

Planejamento Estratégico de TI. Prof.: Fernando Ascani Planejamento Estratégico de TI Prof.: Fernando Ascani BI Business Intelligence A inteligência Empresarial, ou Business Intelligence, é um termo do Gartner Group. O conceito surgiu na década de 80 e descreve

Leia mais

Renova Energia Otimiza Gestão de Conhecimento e Projetos com CA Project & Portfolio Management SaaS

Renova Energia Otimiza Gestão de Conhecimento e Projetos com CA Project & Portfolio Management SaaS CUSTOMER SUCCESS STORY Junho 2014 Renova Energia Otimiza Gestão de Conhecimento e Projetos com CA Project & Portfolio Management SaaS PERFIL DO CLIENTE Empresa: Renova Energia Indústria: Energia Funcionários:

Leia mais

Questionário de Avaliação de Maturidade Setorial: Modelo de Maturidade Prado-MMGP

Questionário de Avaliação de Maturidade Setorial: Modelo de Maturidade Prado-MMGP DARCI PRADO Questionário de Avaliação de Maturidade Setorial: Modelo de Maturidade Prado-MMGP Versão 2.0.0 Janeiro 2014 Extraído do Livro "Maturidade em Gerenciamento de Projetos" 3ª Edição (a publicar)

Leia mais

Gestão e estratégia de TI Conhecimento do negócio aliado à excelência em serviços de tecnologia

Gestão e estratégia de TI Conhecimento do negócio aliado à excelência em serviços de tecnologia Gestão e estratégia de TI Conhecimento do negócio aliado à excelência em serviços de tecnologia Desafios a serem superados Nos últimos anos, executivos de Tecnologia de Informação (TI) esforçaram-se em

Leia mais

Módulo 2. Origem do BSC, desdobramento do BSC, estrutura e processo de criação do BSC, gestão estratégica e exercícios

Módulo 2. Origem do BSC, desdobramento do BSC, estrutura e processo de criação do BSC, gestão estratégica e exercícios Módulo 2 Origem do BSC, desdobramento do BSC, estrutura e processo de criação do BSC, gestão estratégica e exercícios Origem do BSC Cenário Competitivos CONCORRENTE A CONCORRENTE C VISÃO DE FUTURO ESTRATÉGIA

Leia mais

Balanced Scorecard JAIME JOSÉ VELOSO

Balanced Scorecard JAIME JOSÉ VELOSO Balanced Scorecard JAIME JOSÉ VELOSO Wikipédia Balanced Scorecard (BSC) é uma metodologia de medição e gestão de desempenho desenvolvida pelos professores da Harvard Business School (HBS) Robert Kaplan

Leia mais

Gestão de TI. Aula 10 - Prof. Bruno Moreno 30/06/2011

Gestão de TI. Aula 10 - Prof. Bruno Moreno 30/06/2011 Gestão de TI Aula 10 - Prof. Bruno Moreno 30/06/2011 Aula passada... Gestão do Conhecimento 08:46 2 Aula de Hoje... BI Apresentação do artigo IT doesn t matter Debate 08:48 3 Caso da Toyota Toyota Motor

Leia mais

Balanced Scorecard BSC. O que não é medido não é gerenciado. Medir é importante? Também não se pode medir o que não se descreve.

Balanced Scorecard BSC. O que não é medido não é gerenciado. Medir é importante? Também não se pode medir o que não se descreve. Balanced Scorecard BSC 1 2 A metodologia (Mapas Estratégicos e Balanced Scorecard BSC) foi criada por professores de Harvard no início da década de 90, e é amplamente difundida e aplicada com sucesso em

Leia mais

Slice Management. Controlando o que você não vê. Direto ao assunto

Slice Management. Controlando o que você não vê. Direto ao assunto Slice Management Controlando o que você não vê Direto ao assunto O Slice Management (SM) é uma prática de gerenciamento que consiste em colocar um sistema de inteligência em todas as áreas da empresa.

Leia mais

Janeiro 2009. ELO Group www.elogroup.com.br Página 2

Janeiro 2009. ELO Group www.elogroup.com.br Página 2 de um Escritório - O Escritório como mecanismo para gerar excelência operacional, aumentar a visibilidade gerencial e fomentar a inovação - Introdução...2 Visão Geral dos Papéis Estratégicos... 3 Papel

Leia mais

Gerenciamento Estratégico e EHS Uma parceria que dá certo

Gerenciamento Estratégico e EHS Uma parceria que dá certo Gerenciamento Estratégico e EHS Uma parceria que dá certo INTRODUÇÃO O Balanced Scorecard (BSC) é uma metodologia desenvolvida para traduzir, em termos operacionais, a Visão e a Estratégia das organizações

Leia mais

Sistemas de Informações Gerenciais

Sistemas de Informações Gerenciais Conteúdo Gerenciais Direcionadores de Arquitetura de TI Tipologia dos sistemas da informação Prof. Ms. Maria C. Lage marialage.prof@gmail.com As preocupações corporativas Gerenciar Mudanças Crescimento

Leia mais

Inteligência para ESTRATÉGIA DIGITAL

Inteligência para ESTRATÉGIA DIGITAL Inteligência para ESTRATÉGIA DIGITAL INTRODUÇÃO Já imaginou ter acesso a dados e estatísticas do website do concorrente? Com alguns aplicativos e ferramentas, isso já é possível. Com ajuda deles, você

Leia mais

K & M KNOWLEDGE & MANAGEMENT

K & M KNOWLEDGE & MANAGEMENT K & M KNOWLEDGE & MANAGEMENT Conhecimento para a ação em organizações vivas CONHECIMENTO O ativo intangível que fundamenta a realização dos seus sonhos e aspirações empresariais. NOSSO NEGÓCIO EDUCAÇÃO

Leia mais

Apresentação Institucional. Abril/ 2013

Apresentação Institucional. Abril/ 2013 Apresentação Institucional Abril/ 2013 Sobre a TOTVS Sobre a TOTVS 6ª maior empresa de software do mundo Mais de 10.000 Participantes diretos / indiretos Atuação em três linhas de negócio: Abrangência

Leia mais

O Supply Chain Evoluiu?

O Supply Chain Evoluiu? O Supply Chain Evoluiu? Apresentação - 24º Simpósio de Supply Chain & Logística 0 A percepção de estagnação do Supply Chain influenciada pela volatilidade do ambiente econômico nos motivou a entender sua

Leia mais

CobiT 4.1 Plan and Organize Manage Projects PO10

CobiT 4.1 Plan and Organize Manage Projects PO10 CobiT 4.1 Plan and Organize Manage Projects PO10 Planejar e Organizar Gerenciar Projetos Pedro Rocha http://rochapedro.wordpress.com RESUMO Este documento trás a tradução do objetivo de controle PO10 (Gerenciamento

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GERENCIAL

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GERENCIAL SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GERENCIAL 2015 Sabemos que as empresas atualmente utilizam uma variedade muito grande de sistemas de informação. Se você analisar qualquer empresa que conheça, constatará que existem

Leia mais

Tecnologia da Informac aõ como aliada. PETRUS, Abril 2014

Tecnologia da Informac aõ como aliada. PETRUS, Abril 2014 Tecnologia da Informac aõ como aliada PETRUS, Abril 2014 Evolução da TI 60 70 80 90 A Era do Processamento de Dados A Era dos Sistemas de Informações A Era da Inovação e Vantagem Competitiva A Era da Integração

Leia mais

Ourofino: gestão integrada de treinamentos e atendimento de auditorias com SuccessFactors

Ourofino: gestão integrada de treinamentos e atendimento de auditorias com SuccessFactors SAP Business Transformation Study Saúde animal Ourofino Saúde Animal Ourofino: gestão integrada de treinamentos e atendimento de auditorias com SuccessFactors A Ourofino prevê o crescimento dos seus negócios

Leia mais

Renova Energia Otimiza Gestão de Conhecimento e Projetos com CA Clarity PPM

Renova Energia Otimiza Gestão de Conhecimento e Projetos com CA Clarity PPM CUSTOMER SUCCESS STORY Maio 2014 Renova Energia Otimiza Gestão de Conhecimento e Projetos com CA Clarity PPM PERFIL DO CLIENTE Empresa: Renova Energia Indústria: Energia Funcionários: 182 (2012) Faturamento:

Leia mais

PRIMAVERA P6 ANALYTICS DA ORACLE

PRIMAVERA P6 ANALYTICS DA ORACLE PRIMAVERA P6 ANALYTICS DA ORACLE O Primavera P6 Analytics da Oracle é um pacote de solução de inteligência de negócios que fornece percepções valiosas sobre seus projetos e portfólios no Primavera P6 Enterprise

Leia mais

Governança de TI Evolução e Conceitos de Gestão da TI. Raimir Holanda raimir@tce.ce.gov.br

Governança de TI Evolução e Conceitos de Gestão da TI. Raimir Holanda raimir@tce.ce.gov.br Governança de TI Evolução e Conceitos de Gestão da TI Raimir Holanda raimir@tce.ce.gov.br Agenda Conceitos de Governança de TI Fatores motivadores das mudanças Evolução da Gestão de TI Ciclo da Governança

Leia mais

Parceiros O PROGRAMA DE PARCERIAS GVN. O que é o GVN Parceiro: O perfil do GVN Parceiro

Parceiros O PROGRAMA DE PARCERIAS GVN. O que é o GVN Parceiro: O perfil do GVN Parceiro Parceiros O PROGRAMA DE PARCERIAS GVN O que é o GVN Parceiro: O GVN Parceiro é uma modalidade de parceria de negócios criada pelo Grupo Vila Nova para ampliar sua capilaridade de oferta e garantir que

Leia mais

RESUMO DA SOLUÇÃO CA ERwin Modeling. Como eu posso gerenciar a complexidade dos dados e aumentar a agilidade dos negócios?

RESUMO DA SOLUÇÃO CA ERwin Modeling. Como eu posso gerenciar a complexidade dos dados e aumentar a agilidade dos negócios? RESUMO DA SOLUÇÃO CA ERwin Modeling Como eu posso gerenciar a complexidade dos dados e aumentar a agilidade dos negócios? O CA ERwin Modeling fornece uma visão centralizada das principais definições de

Leia mais