Nós cooperamos para o seu projeto ganhar vida. E juntos, transformamos a vida de muitas pessoas.

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Nós cooperamos para o seu projeto ganhar vida. E juntos, transformamos a vida de muitas pessoas."

Transcrição

1 Nós cooperamos para o seu projeto ganhar vida. E juntos, transformamos a vida de muitas pessoas. Conheça o Fundo Filantrópico Sicredi Vale do Taquari RS

2 Fundo Filantrópico Sicredi Vale do Taquari RS. A gente acredita que com a força da nossa união, podemos fazer a diferença na vida das pessoas, na nossa comunidade e no mundo. Por isso, criamos um Fundo Filantrópico para apoiar os projetos culturais/sociais da nossa comunidade. Se você faz parte de uma instituição juridica sem fins lucrativos, basta enviar seu projeto para avaliação e contribuir com uma sociedade mais justa e consciente. Juntos, podemos transformar a vida de muitas pessoas. para inscrições: Confira os prazos e participe: Inscrição de projetos: de 1º/05 a 30/06 Seleção de projetos: de 1º a 31/07 Divulgação de projetos selecionados: de 1º a 15/08

3 Saiba mais sobre a gente Somos a Sicredi Vale do Taquari RS, uma das 118 cooperativas que integram o Sicredi, a primeira instituição financeira cooperativa do Brasil. Com 111 anos de história e mais de 50 mil associados, a Sicredi Vale do Taquari tem tudo para cooperar com a sua vida financeira: conta-corrente, crédito, cartões, poupança, investimentos, previdência, seguros e muito mais. Mas de um jeito bem diferente. Mais colaborativo. Os associados são donos do negócio, participando ativamente das decisões e dos resultados. Afinal, a vida compartilhada e coletiva que vivemos pede uma instituição financeira mais sustentável, humana e justa. Se você não é associado, abra uma conta e venha crescer com a gente.

4 Confira o regulamento do Fundo Filantrópico Sicredi Vale do Taquari RS e envie seu projeto para a gente. CAPÍTULO I Do Objeto Art. 1º O Fundo Filantrópico tem o objetivo de apoiar projetos culturais/sociais na área de ação da Sicredi Vale do Taquari RS. CAPÍTULO II Dos Recursos Art. 2º O Fundo Filantrópico será formado por 2% das sobras líquidas da cooperativa, apurados após o encerramento do exercício social. Parágrafo Único: O Fundo Filantrópico poderá receber doações. Art. 3º Os valores destinados ao Fundo Filantrópico serão rateados entre as Agências na proporção das suas respetivas sobras e do número de seus Associados, sendo 50% proporcional ao número de associados da agência e 50% proporcional às sobras líquidas. Parágrafo Único: A agência que não gerar sobras receberá valores proporcionalmente à quantidade de Associados. CAPÍTULO III Dos Projetos Apoiados Art. 4º O Fundo Filantrópico não será utilizado para patrocínios e/ou eventos. 1º Considera-se patrocínio: troca de contribuição financeira por divulgação publicitária da marca e seus P&S, mídia em jornal e rádio e brindes. 2º Considera-se evento: festas jovens, festas e eventos da comunidade, campeonatos esportivos, feiras municipais e regionais, palestras, seminários, congressos. Art. 5º Poderão ser apoiados: I Projetos: ampliação do acervo de bibliotecas, projetos envolvendo portadores de necessidades especiais, meio ambiente/sustentabilidade, inclusão social, educação financeira, creches, escolas, cooperativas escolares.

5 II - Projetos Culturais: folclore, música, teatro. III - Projetos Esportivos: desde que destinados à inclusão social de crianças e jovens. IV Projetos: desde que destinados a auxiliar a comunidade. CAPÍTULO IV Das Entidades Parceiras Art. 6º Poderão receber recursos do Fundo Filantrópico pessoas jurídicas sem fins lucrativos, legalmente constituídas, que tenham projeto aprovado pela Sicredi Vale do Taquari RS. Art. 7º O repasse de valores somente será distribuido para entidade associada na Sicredi Vale do Taquari RS e/ou Bansicredi desde que possua movimentação financeira regular. CAPÍTULO V Das Formas de Encaminhamento e Aprovação Art. 8º As entidades que desejarem receber apoio financeiro da Sicredi Vale do Taquari RS deverão inscrever seu projeto através do preenchimento do formulário padrão (documento anexo a este regulamento) e encaminhá-lo para o coop0179_ 1º Os projetos encaminhados após o mês de setembro serão apreciados no ano subsequente, sendo que no ano de 2017 os projetos deverão ser encaminhados até junho. 2º Os projetos que não forem encaminhados no formato especificado no caput deste artigo serão desconsiderados. Art. 9º Os projetos serão avaliados por um comitê composto pelo Presidente, pelo Diretor Executivo, pelo Gerente da respectiva Agência e pelo Assessor de Comunicação /Programas Sociais. CAPÍTULO VI Da Comprovação de Recebimento e da Comprovação dos Investimentos Art. 10 A comprovação do recebimento dos recursos será feita por meio de recibo assinado pelo representante legal da entidade, em evento específico. Art. 11 Caberá ao gerente da agência e ao Assessor de Comunicação/Programas Sociais visitar os projetos para verificação da correta aplicação dos recursos.

6 CAPÍTULO VII Da Utilização dos recursos Art. 12 Os recursos destinados às agências que não forem utilizados retornarão para conta do Fundo Filantrópico e poderão ser utilizados em outros projetos, a critério do Comitê de Avaliação. CAPÍTULO VIII Da Divulgação do Fundo Art. 13 O Fundo Filantrópico será divulgado nas Assembleias de Núcleos, em eventos e na página da Cooperativa no Facebook. CAPÍTULO IX Da Autorização Art. 14 Os projetos inscritos vincularão as respectivas entidades, as quais autorizam de pleno direito a divulgação de seu nome e de imagens, por qualquer meio, bem como do projeto e de qualquer material. CAPÍTULO X Da Vigência do Fundo Filantrópico Art. 15 O Fundo Filantrópico vigerá por tempo indeterminado, a partir da data da Assembleia Geral que o criou. CAPÍTULO XI Disposições Finais Art. 16 O Conselho de Administração da Cooperativa fica autorizado a promover alterações no presente regulamento. Art. 17 As ações de que tratam o presente regulamento e que estejam em execução, continuarão recebendo aportes sem necessidade de apresentação de projeto, e deverão realizar prestação de contas anual para cooperativa.

7

8 SAC Sicredi / Deficientes Auditivos ou de Fala Ouvidoria Sicredi sicredi.com.br

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO REVELANDO GIGANTES UniSigma Consultoria

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO REVELANDO GIGANTES UniSigma Consultoria EDITAL DE PROCESSO SELETIVO REVELANDO GIGANTES UniSigma Consultoria I CONSIDERAÇÕES INICIAIS A Empresa UniSigma Consultoria, instituição sem fins lucrativos, formada exclusivamente por alunos do Instituto

Leia mais

CHAMADA SIMPLIFICADA DE INICIATIVAS Nº 1 DE 28 DE AGOSTO DE 2015 Vitrine de Inovações para a Cidadania Financeira

CHAMADA SIMPLIFICADA DE INICIATIVAS Nº 1 DE 28 DE AGOSTO DE 2015 Vitrine de Inovações para a Cidadania Financeira CHAMADA SIMPLIFICADA DE INICIATIVAS Nº 1 DE 28 DE AGOSTO DE 2015 Vitrine de Inovações para a Cidadania Financeira O Departamento de Educação Financeira do Banco Central do Brasil (BCB) convida sociedades

Leia mais

REGULAMENTO DE PARTICIPAÇÃO DA PRIMEIRA EDIÇÃO DO PROGRAMA ADVOGADO EMPREENDEDOR 1º SEMESTRE/2016

REGULAMENTO DE PARTICIPAÇÃO DA PRIMEIRA EDIÇÃO DO PROGRAMA ADVOGADO EMPREENDEDOR 1º SEMESTRE/2016 Subl REGULAMENTO DE PARTICIPAÇÃO DA PRIMEIRA EDIÇÃO DO PROGRAMA ADVOGADO EMPREENDEDOR 1º SEMESTRE/2016 I- APRESENTAÇÃO E OBJETIVO 1.1. O Programa ADVOGADO EMPREENDEDOR é promovido pelo Centro Universitário

Leia mais

ASSOCIAÇÃO PIRIPIRIENSE DE ENSINO SUPERIOR APES CHRISTUS FACULDADE DO PIAUÍ - CHRISFAPI EDITAL Nº 001/2016

ASSOCIAÇÃO PIRIPIRIENSE DE ENSINO SUPERIOR APES CHRISTUS FACULDADE DO PIAUÍ - CHRISFAPI EDITAL Nº 001/2016 ASSOCIAÇÃO PIRIPIRIENSE DE ENSINO SUPERIOR APES CHRISTUS FACULDADE DO PIAUÍ - CHRISFAPI DIRETORIA DE ENSINO EDITAL Nº 001/2016 PROCESSO SELETIVO INTERNO PARA PROJETOS DE EXTENSÃO O Núcleo de Iniciação

Leia mais

Edital DE PROJETOS DE MOBILIZAÇÃO SOCIAL

Edital DE PROJETOS DE MOBILIZAÇÃO SOCIAL A Merck Brasil torna pública a abertura do programa de doações e patrocínios da empresa e define o processo seletivo para o ano de 2017, consoante os termos deste Edital. O Programa Merck Brasil de Patrocínios

Leia mais

6º EDITAL SULAMÉRICA SEGUROS, PREVIDÊNCIA, INVESTIMENTOS E CAPITALIZAÇÃO PARA CAPTAÇÃO DE PROJETOS SOCIAIS

6º EDITAL SULAMÉRICA SEGUROS, PREVIDÊNCIA, INVESTIMENTOS E CAPITALIZAÇÃO PARA CAPTAÇÃO DE PROJETOS SOCIAIS 6º EDITAL SULAMÉRICA SEGUROS, PREVIDÊNCIA, INVESTIMENTOS E CAPITALIZAÇÃO PARA CAPTAÇÃO DE PROJETOS SOCIAIS I. APRESENTAÇÃO A SulAmérica Seguros, Previdência, Investimentos e Capitalização entende sustentabilidade

Leia mais

2.1. Serão avaliados projetos com realização nos municípios de Catalão e Ouvidor, no Estado de Goiás; e Cubatão, no Estado de São Paulo.

2.1. Serão avaliados projetos com realização nos municípios de Catalão e Ouvidor, no Estado de Goiás; e Cubatão, no Estado de São Paulo. MANUAL PARA APOIO A PROJETOS SOCIAIS - SELEÇÃO 2016/2017 NEGÓCIOS NIÓBIO E FOSFATOS 1. APRESENTAÇÃO 1.1. Iniciativas sociais são parte do compromisso dos negócios de Nióbio e Fosfatos com as comunidades

Leia mais

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica INSTITUTO FEDERAL DE SÃO PAULO Câmpus Matão

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica INSTITUTO FEDERAL DE SÃO PAULO Câmpus Matão EDITAL Nº 257/2016 CHAMADA PÚBLICA PARA APOIO À REALIZAÇÃO DO 1º DESAFIO DE INOVAÇÃO DO IFSP O Reitor em exercício do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo (IFSP), por meio da

Leia mais

REGIMENTO DA REVISTA HISTÓRIA & PERSPECTIVAS I - DA IDENTIFICAÇÃO E APRESENTAÇÃO DA REVISTA

REGIMENTO DA REVISTA HISTÓRIA & PERSPECTIVAS I - DA IDENTIFICAÇÃO E APRESENTAÇÃO DA REVISTA REGIMENTO DA REVISTA HISTÓRIA & PERSPECTIVAS I - DA IDENTIFICAÇÃO E APRESENTAÇÃO DA REVISTA Art 1º. A Revista História & Perspectivas foi criada em 1988, pelo Curso de Graduação em História e atualmente

Leia mais

NÚCLEOS DE ENSINO Convite 2011

NÚCLEOS DE ENSINO Convite 2011 A Reitoria, por intermédio da Pró-Reitoria de Graduação PROGRAD, torna público e CONVIDA os professores da UNESP, interessados em Educação, a apresentarem propostas para obtenção de financiamento de projetos

Leia mais

UFF UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE PROGRAD PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO DIVISÃO DE MONITORIA PROGRAMA DE TUTORIA EDITAL

UFF UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE PROGRAD PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO DIVISÃO DE MONITORIA PROGRAMA DE TUTORIA EDITAL UFF UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE PROGRAD PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO DIVISÃO DE MONITORIA PROGRAMA DE TUTORIA EDITAL O Pró-Reitor de Graduação da Universidade Federal Fluminense, no uso de suas atribuições

Leia mais

Art. 1º - Aprovar, no Centro de Ensino Superior Riograndense - CESURG MARAU, o Regulamento da Empreender Júnior, cujo inteiro teor se aplica a seguir:

Art. 1º - Aprovar, no Centro de Ensino Superior Riograndense - CESURG MARAU, o Regulamento da Empreender Júnior, cujo inteiro teor se aplica a seguir: RESOLUÇÃO Nº 002/2016 Regulamenta a Empreender Júnior, Empresa Júnior do Centro de Ensino Superior Riograndense CESURG MARAU 1, e dá outras providências. O Diretor Presidente do Centro de Ensino Superior

Leia mais

INTRODUÇÃO OBJETIVO 1. GALERIAS 1.1 OBJETO E LOCAIS DE REALIZAÇÃO

INTRODUÇÃO OBJETIVO 1. GALERIAS 1.1 OBJETO E LOCAIS DE REALIZAÇÃO PROGRAMA DE CULTURA ESPAÇOS VISUAIS REDE SESC DE GALERIAS Edição 2017 Artes Visuais INTRODUÇÃO O Serviço Social do Comércio Sesc, Departamento Regional de Santa Catarina, informa aos interessados os procedimentos

Leia mais

18 São Paulo, 127 (43) Diário Oficial Poder Executivo - Seção I terça-feira, 7 de março de 2017

18 São Paulo, 127 (43) Diário Oficial Poder Executivo - Seção I terça-feira, 7 de março de 2017 18 São Paulo, 127 (43) Diário Oficial Poder Executivo - Seção I terça-feira, 7 de março de 2017 GABINETE DO SECRETÁRIO Comunicado O Secretário de Estado da Educação comunica que fica instituído o Concurso

Leia mais

COELBA COMPANHIA DE ELETRICIDADE DO ESTADO DA BAHIA REGULAMENTO DE PATROCÍNIO DOS PROJETOS CULTURAIS

COELBA COMPANHIA DE ELETRICIDADE DO ESTADO DA BAHIA REGULAMENTO DE PATROCÍNIO DOS PROJETOS CULTURAIS COELBA COMPANHIA DE ELETRICIDADE DO ESTADO DA BAHIA REGULAMENTO DE PATROCÍNIO DOS PROJETOS CULTURAIS A Coelba, uma empresa do Grupo Neoenergia, tem consciência do seu importante papel na melhoria da qualidade

Leia mais

COMBUSTÍVEL DO SUCESSO,

COMBUSTÍVEL DO SUCESSO, O Reitor da Universidade do oeste de Santa Catarina Unoesc, Prof. Aristides Cimadon, no uso de suas atribuições, torna público o Concurso Fotográfico denominado O COMBUSTÍVEL DO SUCESSO, evento relativo

Leia mais

II SEARA TEATRAL REGULAMENTO GERAL

II SEARA TEATRAL REGULAMENTO GERAL II SEARA TEATRAL Festival de Teatro Científico da Seara da Ciência REGULAMENTO GERAL II SEARA TEATRAL é o Festival de Teatro Científico da Seara da Ciência, que visa fomentar o diálogo entre a ciência

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO NÚCLEO DE TELEVISÃO E RÁDIOS UNIVERSITÁRIAS - NTVRU

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO NÚCLEO DE TELEVISÃO E RÁDIOS UNIVERSITÁRIAS - NTVRU SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO NÚCLEO DE TELEVISÃO E RÁDIOS UNIVERSITÁRIAS - NTVRU EDITAL Nº 01/2016 SELEÇÃO DE ESTUDANTES DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA UFPE PARA O PROGRAMA DE

Leia mais

Seção: SISTEMA DE CONTROLES INTERNOS. Manual do Fundo de Assistência Técnica, Educacional e Social - FATES do Sistema Unicred

Seção: SISTEMA DE CONTROLES INTERNOS. Manual do Fundo de Assistência Técnica, Educacional e Social - FATES do Sistema Unicred Capítulo: ÍNDICE Manual do Fundo de Assistência Técnica, Educacional e Social - FATES do Sistema Unicred Capítulo: ÍNDICE DESCRIÇÃO NUMERAÇÃO CAPÍTULO 1 DISPOSIÇÕES GERAIS 1. CAPÍTULO 2 FORMAÇÃO E CONSTITUIÇÃO

Leia mais

EDITAL DO CONCURSO CICLO VERDE EDIÇÃO 2016

EDITAL DO CONCURSO CICLO VERDE EDIÇÃO 2016 EDITAL DO CONCURSO CICLO VERDE EDIÇÃO 2016 A LANXESS, líder mundial em especialidades químicas, e a ARLANXEO, líder mundial na produção e comercialização de borracha sintética, publicam neste documento

Leia mais

APRESENTAÇÃO DO CEBC COMO SE ASSOCIAR 2014

APRESENTAÇÃO DO CEBC COMO SE ASSOCIAR 2014 APRESENTAÇÃO DO CEBC 201 QUEM SOMOS FUNDADO EM 200, O CONSELHO EMPRESARIAL BRASIL CHINA CEBC É UMA INSTITUIÇÃO BILATERAL SEM FINS LUCRATIVOS FORMADA POR DUAS SEÇÕES INDEPENDENTES, NO BRASIL E NA CHINA,

Leia mais

EDITAL PARA A SELEÇÃO DE BOLSISTAS DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA PIBID/CAPES/UNESP

EDITAL PARA A SELEÇÃO DE BOLSISTAS DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA PIBID/CAPES/UNESP EDITAL PARA A SELEÇÃO DE BOLSISTAS DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA PIBID/CAPES/UNESP - 2015 A Faculdade de Engenharia de Guaratinguetá - FEG- UNESP, torna público o processo

Leia mais

ESTADO DE RONDÔNIA PREFEITURA DE ESPIGÃO DO OESTE Procuradoria Geral do Município LEI Nº 1.532/2011

ESTADO DE RONDÔNIA PREFEITURA DE ESPIGÃO DO OESTE Procuradoria Geral do Município LEI Nº 1.532/2011 LEI Nº 1.532/2011 Dispõe sobre a autonomia financeira das unidades escolares urbanas e rurais da rede pública municipal de Ensino, orienta sua implantação, e dá outras providências. O PREFEITO DO MUNICÍPIO

Leia mais

EDITAL REGULAMENTO. 1. O Shopping Cidade São Paulo e o Instituto CCP

EDITAL REGULAMENTO. 1. O Shopping Cidade São Paulo e o Instituto CCP EDITAL 2017 - REGULAMENTO 1. O Shopping Cidade São Paulo e o Instituto CCP O Shopping Cidade São Paulo, instalado no número 1.230 da Avenida Paulista, foi inaugurado em 30 de abril de 2015. O empreendimento

Leia mais

REGULAMENTO DE PROCESSO SELETIVO PAPA ADMISSÃO DE PESSOAL DA FUNDAÇÃO DO INSTITUTO DE BIOCIÊNCIAS - FUNDIBIO

REGULAMENTO DE PROCESSO SELETIVO PAPA ADMISSÃO DE PESSOAL DA FUNDAÇÃO DO INSTITUTO DE BIOCIÊNCIAS - FUNDIBIO REGULAMENTO DE PROCESSO SELETIVO PAPA ADMISSÃO DE PESSOAL DA FUNDAÇÃO DO INSTITUTO DE BIOCIÊNCIAS - FUNDIBIO CAPÍTULO I Art. 1º - Este Regulamento estabelece normas, objetivando a contratação de pessoal

Leia mais

1. DO OBJETO: 2. DA SOLUÇÃO:

1. DO OBJETO: 2. DA SOLUÇÃO: CHAMADA PÚBLICA 37/2016 ALINHAMENTO TÉCNICO INSTITUCIONAL A Gerência de Soluções do SEBRAE/RS convida as empresas credenciadas para prestação de serviços de instrutoria e consultoria, através do Edital

Leia mais

Aos clientes VISÃO CONSULTORIA Tarumã,SP, 09 de Janeiro de MEMO nº 01/2017.

Aos clientes VISÃO CONSULTORIA Tarumã,SP, 09 de Janeiro de MEMO nº 01/2017. Aos clientes VISÃO CONSULTORIA Tarumã,SP, 09 de Janeiro de 2017. MEMO nº 01/2017. Assunto: DECRETO QUE ALTERA O DECRETO Nº 6.170 DE 5 DE JULHO DE 2007. Prezados (as) Senhores (as): Dispõe sobre as normas

Leia mais

I Congresso Internacional de Nanotecnologia & IV Simpósio de Nanobiotecnologia e suas aplicações Regulamento 1. Disposições Gerais

I Congresso Internacional de Nanotecnologia & IV Simpósio de Nanobiotecnologia e suas aplicações Regulamento 1. Disposições Gerais I Congresso Internacional de Nanotecnologia & IV Simpósio de Nanobiotecnologia e suas aplicações Regulamento 1. Disposições Gerais O Instituto de Ciências da Saúde - ICS, o Instituto de Ciências Exatas

Leia mais

OPORTUNIDADE DE NEGÓCIO PROCEDIMENTO PARA EXPLORAÇÃO DE ÁREAS COMERCIAIS NAS ESTAÇÕES DO METRÔ MEDIANTE CREDENCIAMENTO RECEMPE E REGULAMENTO GERAL

OPORTUNIDADE DE NEGÓCIO PROCEDIMENTO PARA EXPLORAÇÃO DE ÁREAS COMERCIAIS NAS ESTAÇÕES DO METRÔ MEDIANTE CREDENCIAMENTO RECEMPE E REGULAMENTO GERAL OPORTUNIDADE DE NEGÓCIO PROCEDIMENTO PARA EXPLORAÇÃO DE ÁREAS COMERCIAIS NAS ESTAÇÕES DO METRÔ MEDIANTE CREDENCIAMENTO RECEMPE E REGULAMENTO GERAL A Companhia do Metropolitano de São Paulo Metrô, com base

Leia mais

REGULAMENTO DO II CONCURSO DE ESCRITA CRIATIVA

REGULAMENTO DO II CONCURSO DE ESCRITA CRIATIVA REGULAMENTO DO II CONCURSO DE ESCRITA CRIATIVA I DAS APRESENTAÇÕES E OBJETIVOS Art. 1º - O Curso de Letras do Centro Universitário UNIVATES promove o II Concurso de Escrita Criativa. Art. 2º - O II Concurso

Leia mais

CONSELHO DELIBERATIVO DA FUNAPE RESOLUÇÃO Nº 04, DE 13 DE JUNHO DE 2002.

CONSELHO DELIBERATIVO DA FUNAPE RESOLUÇÃO Nº 04, DE 13 DE JUNHO DE 2002. CONSELHO DELIBERATIVO DA FUNAPE RESOLUÇÃO Nº 04, DE 13 DE JUNHO DE 2002. CONSOLIDAÇÃO ALTERA A RESOLUÇÃO Nº 02 E TRAZ NOVAS DIRETRIZES PARA AS CONTRATAÇÕES DE PESSOAL PELA FUNDAÇÃO DE APOIO À PESQUISA

Leia mais

SOLICITAÇÃO DE APLICAÇÃO E TERMO DE ADESÃO AO ITAÚ PERSONNALITE PETROBRAS FUNDO MÚTUO DE PRIVATIZAÇÃO FGTS CNPJ/MF N.º

SOLICITAÇÃO DE APLICAÇÃO E TERMO DE ADESÃO AO ITAÚ PERSONNALITE PETROBRAS FUNDO MÚTUO DE PRIVATIZAÇÃO FGTS CNPJ/MF N.º SOLICITAÇÃO DE APLICAÇÃO E TERMO DE ADESÃO AO ITAÚ PERSONNALITE PETROBRAS FUNDO MÚTUO DE PRIVATIZAÇÃO FGTS CNPJ/MF N.º 03.859.784/0001-04 INVESTIDOR 1- Nome completo 2- Documento de Identidade 3- Órgão

Leia mais

(Publicada no D.O.U em 30/07/2009)

(Publicada no D.O.U em 30/07/2009) MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE CONSELHO NACIONAL DE RECURSOS HÍDRICOS RESOLUÇÃO N o 100, DE 26 DE MARÇO DE 2009 (Publicada no D.O.U em 30/07/2009) Define os procedimentos de indicação dos representantes do

Leia mais

EDITAL Nº 03/2017/PROCULT SELEÇÃO DE ESTUDANTES PARA CONCESSÃO DE BOLSAS DE ESPORTE NO ÂMBITO DA PRÓ-REITORIA DE CULTURA

EDITAL Nº 03/2017/PROCULT SELEÇÃO DE ESTUDANTES PARA CONCESSÃO DE BOLSAS DE ESPORTE NO ÂMBITO DA PRÓ-REITORIA DE CULTURA EDITAL Nº 03/2017/PROCULT SELEÇÃO DE ESTUDANTES PARA CONCESSÃO DE BOLSAS DE ESPORTE NO ÂMBITO DA - 2017 A Universidade Federal do Cariri UFCA, por intermédio da Pró-Reitoria de Cultura PROCULT, torna pública

Leia mais

EDITAL DE INSCRIÇÃO E SELEÇÃO DE EMPREENDIMENTOS PARA O PROGRAMA DE INCUBAÇÃO DE EMPRESAS DA INCUBADORA DE EMPRESAS DE URUAÇU-GO.

EDITAL DE INSCRIÇÃO E SELEÇÃO DE EMPREENDIMENTOS PARA O PROGRAMA DE INCUBAÇÃO DE EMPRESAS DA INCUBADORA DE EMPRESAS DE URUAÇU-GO. CHAMAMENTO PÚBLICO EDITAL Nº 001-2016 EDITAL DE INSCRIÇÃO E SELEÇÃO DE EMPREENDIMENTOS PARA O PROGRAMA DE INCUBAÇÃO DE EMPRESAS DA INCUBADORA DE EMPRESAS DE URUAÇU-GO. 1. DO OBJETIVO A SECRETARIA DO DESENVOLVIMENTO

Leia mais

MINUTA DE REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE DIREITO DA FCHS TÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

MINUTA DE REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE DIREITO DA FCHS TÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES MINUTA DE REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE DIREITO DA FCHS Aprovado pela Congregação em 01/03/2011 TÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º Este regulamento normatiza o cumprimento

Leia mais

REGULAMENTO DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO

REGULAMENTO DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO REGULAMENTO DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES INICIAIS Art. 1º - O Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) constitui-se como atividade facultativa e tem como objetivos: I - Desenvolver

Leia mais

Prêmio ACIF Mulheres Que Fazem a Diferença Quinta Edição. Regulamento

Prêmio ACIF Mulheres Que Fazem a Diferença Quinta Edição. Regulamento Prêmio ACIF Mulheres Que Fazem a Diferença Quinta Edição Regulamento Art. 1º - DA APRESENTAÇÃO E OBJETIVO 1.1 - O Prêmio ACIF Mulheres que Fazem a Diferença é uma iniciativa do Núcleo Multissetorial da

Leia mais

SELEÇÃO DE PROJETOS PARA A VII JORNADA ACADÊMICA DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA E CULTURA (JACITEC) O

SELEÇÃO DE PROJETOS PARA A VII JORNADA ACADÊMICA DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA E CULTURA (JACITEC) O SELEÇÃO DE PROJETOS PARA A VII JORNADA ACADÊMICA DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA E CULTURA (JACITEC) O Brasil tem Fome de quê? (Realização de 19 a 23 de setembro de 2016) Os Coordenadores da Comissão designada

Leia mais

44º FESTIVAL INTERNACIONAL DE FOLCLORE DE NOVA PETRÓPOLIS - RS. 15 a 31 de julho de Praça da República

44º FESTIVAL INTERNACIONAL DE FOLCLORE DE NOVA PETRÓPOLIS - RS. 15 a 31 de julho de Praça da República 44º FESTIVAL INTERNACIONAL DE FOLCLORE DE NOVA PETRÓPOLIS - RS 15 a 31 de julho de 2016 - Praça da República Realização: Associação dos Grupos de Danças Folclóricas Alemãs de Nova Petrópolis e Prefeitura

Leia mais

EDITAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA DA FACULDADE MULTIVIX- CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM 003/2016

EDITAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA DA FACULDADE MULTIVIX- CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM 003/2016 EDITAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA DA FACULDADE MULTIVIX- CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM 003/2016 Chamada para submissão de Projetos de Iniciação Científica e Tecnológica A Direção Geral da FACULDADE

Leia mais

Natal na Usina Boas Festas. Boas Energias. Concurso Energisa de Redação 2014 EDITAL

Natal na Usina Boas Festas. Boas Energias. Concurso Energisa de Redação 2014 EDITAL Natal na Usina Boas Festas. Boas Energias. EDITAL OBJETO: Seleção de trabalhos para o CAPÍTULO I DO OBJETIVO 1.1 O tem por objetivo promover, dinamizar e exercitar a produção textual (redação de âmbito

Leia mais

COMPANHIA DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO DE MINAS GERAIS- CODEMIG.

COMPANHIA DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO DE MINAS GERAIS- CODEMIG. ESCLARECIMENTO 17 enviado por e-mail em 03.02.2017 às 12:40 Posso me inscrever neste edital sendo MEI (Microempreendedor Individual)? Ou futuramente, na análise das propostas este fator será um impedimento?

Leia mais

Orientações para transferência de cota Contemplada com bem Bem Móvel

Orientações para transferência de cota Contemplada com bem Bem Móvel Orientações para transferência de cota Contemplada com bem Bem Móvel Nesse documento você encontra todas as orientações para efetuar a transferência de sua cota de maneira ágil e fácil. Esse processo passa

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PARTICIPAÇÃO NOS RESULTADOS

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PARTICIPAÇÃO NOS RESULTADOS REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PARTICIPAÇÃO NOS RESULTADOS CAPÍTULO I DA CONCEPÇÃO E OBJETIVOS Art. 1º - O Programa de Participação nos Resultados da Cooperativa de Trabalho Médico da Região Oeste Catarinense

Leia mais

REGULAMENTO 2ª EXPOSIÇÃO FOTOGRÁFICA COLETIVA DE IMBITUBA

REGULAMENTO 2ª EXPOSIÇÃO FOTOGRÁFICA COLETIVA DE IMBITUBA REGULAMENTO 2ª EXPOSIÇÃO FOTOGRÁFICA COLETIVA DE IMBITUBA A Superintendência de Cultura (SECULT), no uso de suas atribuições, torna público o Regulamento da 2ª Exposição Fotográfica Coletiva de Imbituba,

Leia mais

FACULDADE DO VALE DO JAGUARIBE COORDENAÇÃO INSTITUCIONAL DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO A DOCÊNCIA - PIBID/CAPES/FVJ

FACULDADE DO VALE DO JAGUARIBE COORDENAÇÃO INSTITUCIONAL DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO A DOCÊNCIA - PIBID/CAPES/FVJ FACULDADE DO VALE DO JAGUARIBE COORDENAÇÃO INSTITUCIONAL DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO A DOCÊNCIA - PIBID/CAPES/FVJ EDITAL PARA SELEÇÃO DE BOLSISTAS DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA

Leia mais

EDITAL Nº 070/2016 REGULAMENTO DO VI CONCURSO DE FOTOGRAFIAS DE IMIGRANTE

EDITAL Nº 070/2016 REGULAMENTO DO VI CONCURSO DE FOTOGRAFIAS DE IMIGRANTE EDITAL Nº 070/2016 REGULAMENTO DO VI CONCURSO DE FOTOGRAFIAS DE IMIGRANTE O PREFEITO MUNICIPAL DE IMIGRANTE, no uso de suas atribuições legais e de acordo com a Lei Municipal nº 1.850, de 11 de setembro

Leia mais

PORTARIA CRCMG Nº 75, DE 17 DE JULHO DE 2014.

PORTARIA CRCMG Nº 75, DE 17 DE JULHO DE 2014. PORTARIA CRCMG Nº 75, DE 17 DE JULHO DE 2014. Institui o Regulamento de Divulgação de Informações nos Meios de Comunicação do CRCMG. O PRESIDENTE DO CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DE MINAS GERAIS,

Leia mais

EDITAL PIBID-UFBA Nº 13/2016 SELEÇÃO DE SUPERVISORES

EDITAL PIBID-UFBA Nº 13/2016 SELEÇÃO DE SUPERVISORES UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO A DOCÊNCIA EDITAL PIBID-UFBA Nº 13/2016 SELEÇÃO DE SUPERVISORES A Pró-Reitoria de Ensino

Leia mais

REGULAMENTO. -Representar a cultura negra por meio da arte. Seja fotografia, poesia, conto, desenho ou pintura.

REGULAMENTO. -Representar a cultura negra por meio da arte. Seja fotografia, poesia, conto, desenho ou pintura. REGULAMENTO I DOS PROMOTORES Art. 1º: O I Concurso Revelando a identidade afro-brasileira IFPI Campus Floriano, tem como tema Cantos e encantos: a (des)construção da identidade afro-brasileira no Piauí

Leia mais

REGULAMENTO: II CONGRESSO REGIONAL DA PSICOLOGIA II COREP-RN

REGULAMENTO: II CONGRESSO REGIONAL DA PSICOLOGIA II COREP-RN 1 REGULAMENTO: II CONGRESSO REGIONAL DA PSICOLOGIA II COREP-RN CRP-17/RN 2013 1 REGULAMENTO DO II CONGRESSO REGIONAL DA PSICOLOGIA II COREP-RN - CRP-17/RN 2 CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS Art. 1º - São objetivos

Leia mais

APÊNDICE I EDITAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA 2016/2017

APÊNDICE I EDITAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA 2016/2017 APÊNDICE I EDITAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA 2016/2017 Pelo presente faz-se saber que estarão abertas, no período de 10 a 30 de junho de 2016, as inscrições para seleção de bolsistas do Programa Institucional

Leia mais

Política Inst. Concessão de Patrocínio

Política Inst. Concessão de Patrocínio Política de Backup Política de Backup Política Inst. Concessão de Patrocínio Página 1 de 5 1. Descrição Política Institucional de Concessão de Patrocínio A Política de Patrocínio da Cooperativa de Economia

Leia mais

Programa Primeiro Museu

Programa Primeiro Museu R E G U L A M E N T O Programa Primeiro Museu O Instituto Cultural Ingá e o Museu da Família, ambos com sede e foro na cidade de Maringá-PR, no cumprimento de seus objetivos institucionais e inspirados

Leia mais

PGA PLANO DE GESTÃO ADMINISTRATIVA (REGULAMENTO)

PGA PLANO DE GESTÃO ADMINISTRATIVA (REGULAMENTO) PGA PLANO DE GESTÃO ADMINISTRATIVA (REGULAMENTO) Texto aprovado pelo Conselho Deliberativo na 4ª Reunião Ordinária, de 15 de fevereiro de 2013 Resolução CD/Funpresp-Exe nº 07/2013 SUMÁRIO CAPÍTULO I Da

Leia mais

LEI Nº 760 DE 18 DE ABRIL DE 2011

LEI Nº 760 DE 18 DE ABRIL DE 2011 LEI Nº 760 DE 18 DE ABRIL DE 2011 Dispõe sobre o Fundo Municipal de Meio Ambiente do Município de Paranatinga. CAPÍTULO I Do Fundo Municipal de Meio Ambiente Art. 1º Fica instituído o Fundo Municipal de

Leia mais

PERGUNTAS E RESPOSTAS EDITAL AGENDA DE FUTURO SERRA DO SALITRE

PERGUNTAS E RESPOSTAS EDITAL AGENDA DE FUTURO SERRA DO SALITRE PERGUNTAS E RESPOSTAS EDITAL AGENDA DE FUTURO SERRA DO SALITRE 1. Quais são os objetivos do edital?... 3 2. Quem pode se inscrever? Quantos projetos posso enviar?... 3 3. Como para inscrever meu projeto?...

Leia mais

PROGRAMA ALÉM DOS MUROS

PROGRAMA ALÉM DOS MUROS PROGRAMA ALÉM DOS MUROS Regulamento para inscrição de projetos O Instituto Positivo (IP) é uma organização sem fins lucrativos, que tem o objetivo de gerenciar as atividades de investimento social do Grupo

Leia mais

15/10 Teatro UniÍtalo São Paulo/SP

15/10 Teatro UniÍtalo São Paulo/SP Regulamento I A Mostra Art. 1º - A NOITE É UMA CRIANÇA 1ª Mostra de Dança Infantil de São Paulo será realizada no dia 15 de outubro de 2017, no, na cidade de. Art. 2º - Poderão apresentar-se na Mostra

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DA FACULDADE PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS DE GOVERNADOR VALADARES

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DA FACULDADE PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS DE GOVERNADOR VALADARES REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DA FACULDADE PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS DE GOVERNADOR VALADARES FUNDAÇÃO FUPAC REGULAMENTO ATIVIDADES COMPLEMENTARES Art. 1º - As Atividades Complementares integram

Leia mais

Executar todos os passos envolvidos no processo de admissão dos funcionários admitidos a partir de 03/01/2011.

Executar todos os passos envolvidos no processo de admissão dos funcionários admitidos a partir de 03/01/2011. 1/5 A PARTIR DA DATA DE EMISSÃO DESTE (05/01/2011), NÃO SERÃO ACEITAS CONTRATAÇÕES QUE NÃO ESTEJAM DE ACORDO COM O PROCEDIMENTO. 1. OBJETIVO Executar todos os passos envolvidos no processo de admissão

Leia mais

EDITAL PARA SELEÇÃO DE ESPETÁCULOS TEATRAIS 2º FELT FESTIVAL LIVRE DE TEATRO SANTO ANDRÉ SP 2017 REGULAMENTO

EDITAL PARA SELEÇÃO DE ESPETÁCULOS TEATRAIS 2º FELT FESTIVAL LIVRE DE TEATRO SANTO ANDRÉ SP 2017 REGULAMENTO EDITAL PARA SELEÇÃO DE ESPETÁCULOS TEATRAIS 2º FELT FESTIVAL LIVRE DE TEATRO SANTO ANDRÉ SP 2017 REGULAMENTO 1. APRESENTAÇÃO 1.1. O Coletivo Livre de Teatro - Núcleo da Cooperativa Paulista de Teatro coletivo

Leia mais

Regulamento para solicitação de verbas para projetos científicos

Regulamento para solicitação de verbas para projetos científicos Regulamento para solicitação de verbas para projetos científicos O presente documento tem por objetivo organizar e regulamentar a solicitação e distribuição de verba para as atividades, projetos e/ou programas

Leia mais

PORTARIA D.FCF/CAr. 12/2015

PORTARIA D.FCF/CAr. 12/2015 TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC PORTARIA D.FCF/CAr. 12/2015 Dispõe sobre o Regulamento do Trabalho de Conclusão de Curso - TCC do Curso de Engenharia de Bioprocessos e Biotecnologia da Faculdade de

Leia mais

Edital nº 30, de 04 de maio de Seleção de Bolsistas de Ensino 2016

Edital nº 30, de 04 de maio de Seleção de Bolsistas de Ensino 2016 Edital nº 30, de 04 de maio de 2016 Seleção de Bolsistas de Ensino 2016 A Diretora Geral Pro Tempore do do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul - IFRS, no uso de suas

Leia mais

EDITAL DE BOLSA DO PROJETO MILTON SANTOS DE ACESSO AO ENSINO SUPERIOR ( PROMISAES) 2013

EDITAL DE BOLSA DO PROJETO MILTON SANTOS DE ACESSO AO ENSINO SUPERIOR ( PROMISAES) 2013 EDITAL DE BOLSA DO PROJETO MILTON SANTOS DE ACESSO AO ENSINO SUPERIOR ( PROMISAES) 2013 A Pró-Reitoria de Graduação - PRG e a - DAE, no uso de suas atribuições, em conformidade com o disposto na Portaria

Leia mais

REGIMENTO DO SEMINÁRIO EPTNM de 2016 do CEFET-MG

REGIMENTO DO SEMINÁRIO EPTNM de 2016 do CEFET-MG SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS REGIMENTO DO SEMINÁRIO EPTNM de 2016 do CEFET-MG Art. 1º - O objetivo do Seminário é propor diretrizes

Leia mais

CHAMADA PÚBLICA TITULO I DO CURSO DE EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS

CHAMADA PÚBLICA TITULO I DO CURSO DE EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS CHAMADA PÚBLICA O Diretor da Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio (EPSJV), no uso de suas atribuições, torna público a presente chamada pública contendo as normas referentes ao Processo Seletivo

Leia mais

Desenvolvimento de uma redação dissertativa, curta, de no minimo 10 linhas e máximo 20 linhas.

Desenvolvimento de uma redação dissertativa, curta, de no minimo 10 linhas e máximo 20 linhas. Concurso de Redação 1.0 Objetivo do Concurso Despertar o conhecimento e a habilidade em escrever; Compreensão do Projeto Reviva o óleo e a importância na preservação do meio ambiente, para produção de

Leia mais

Estado de Alagoas Prefeitura Municipal de São Miguel dos Campos Gabinete do Prefeito

Estado de Alagoas Prefeitura Municipal de São Miguel dos Campos Gabinete do Prefeito Projeto de Lei nº, de de de 2016. Institui o Fórum Municipal de Educação de São Miguel dos Campos e adota outras providências. O Prefeito do Município de São Miguel dos Campos, Estado de Alagoas, no uso

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU EM ENGENHARIA ELÉTRICA DO CENTRO UNIVERSITÁRIO DA FEI TÍTULO I

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU EM ENGENHARIA ELÉTRICA DO CENTRO UNIVERSITÁRIO DA FEI TÍTULO I REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU EM ENGENHARIA ELÉTRICA DO CENTRO UNIVERSITÁRIO DA FEI TÍTULO I DAS CARACTERÍSTICAS DO PROGRAMA E SEUS OBJETIVOS Art. 1º - Este Regulamento complementa

Leia mais

XXIX CONGRESSO BRASILEIRO DOS ESTUDANTES DE MEDICINA

XXIX CONGRESSO BRASILEIRO DOS ESTUDANTES DE MEDICINA XXIX CONGRESSO BRASILEIRO DOS ESTUDANTES DE MEDICINA EDITAL DE SELEÇÃO DE PÔSTER A Comissão Organizadora do XXIX Congresso Brasileiro dos Estudantes de Medicina (COBREM) composta por estudantes de medicina

Leia mais

AGÊNCIA NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES EDITAL DE CONVOCAÇÃO Nº 44/2016

AGÊNCIA NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES EDITAL DE CONVOCAÇÃO Nº 44/2016 Página 1 de 5 AGÊNCIA NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES Boletim de Serviço Eletrônico em EDITAL DE CONVOCAÇÃO Nº 44/2016 O GERENTE DE ADMINISTRAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS, SUBSTITUTO, DA AGÊNCIA NACIONAL

Leia mais

REGULAMENTO CONCURSO FEEVALE 45 ANOS FOTOGRAFIAS DO TEMPO

REGULAMENTO CONCURSO FEEVALE 45 ANOS FOTOGRAFIAS DO TEMPO REGULAMENTO CONCURSO FEEVALE 45 ANOS FOTOGRAFIAS DO TEMPO I DO CONCURSO Art. 1º A proposta do CONCURSO FEEVALE 45 ANOS FOTOGRAFIAS DO TEMPO objetiva o desenvolvimento de uma exposição inspirada em pesquisa

Leia mais

XXIII Jornadas de Jovens Pesquisadores da Associação de Universidades do Grupo Montevideo (AUGM)

XXIII Jornadas de Jovens Pesquisadores da Associação de Universidades do Grupo Montevideo (AUGM) XXIII Jornadas de Jovens Pesquisadores da Associação de Universidades do Grupo Montevideo (AUGM) Ciencia, Tecnología e Innovación para la Inclusión Social Universidad Nacional de La Plata La Plata - Argentina

Leia mais

DESCRIÇÃO DAS REVISÕES REVISÃO DATA ALTERAÇÃO RESPONSÁVEL

DESCRIÇÃO DAS REVISÕES REVISÃO DATA ALTERAÇÃO RESPONSÁVEL 1 DE 5 DESCRIÇÃO DAS REVISÕES REVISÃO DATA ALTERAÇÃO RESPONSÁVEL 001 15/08/2014 Mudança da logomarca. Adequação ao novo modelo de documento normativo, a cultura da empresa e revisão dos cursos. Maria Heloisa

Leia mais

GT COREP CRP-02 REGULAMENTO DO CONGRESSO REGIONAL DA PSICOLOGIA VI CNP

GT COREP CRP-02 REGULAMENTO DO CONGRESSO REGIONAL DA PSICOLOGIA VI CNP GT COREP CRP-02 REGULAMENTO DO CONGRESSO REGIONAL DA PSICOLOGIA VI CNP REGULAMENTO DO CONGRESSO REGIONAL DA PSICOLOGIA CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS Art. 1º - São objetivos do Congresso Regional da Psicologia:

Leia mais

Publicada no D.O.U. nº 26, de 10/02/2016, Seção 1, pag. 94 RESOLUÇÃO NORMATIVA CFA Nº 476, DE 03 DE FEVEREIRO DE 2016

Publicada no D.O.U. nº 26, de 10/02/2016, Seção 1, pag. 94 RESOLUÇÃO NORMATIVA CFA Nº 476, DE 03 DE FEVEREIRO DE 2016 Publicada no D.O.U. nº 26, de 10/02/2016, Seção 1, pag. 94 RESOLUÇÃO NORMATIVA CFA Nº 476, DE 03 DE FEVEREIRO DE 2016 Aprova o Regulamento da Ouvidoria do Conselho Federal de Administração e dá outras

Leia mais

REGULAMENTO ELEITORAL INTERNO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO CONAD

REGULAMENTO ELEITORAL INTERNO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO CONAD REGULAMENTO ELEITORAL INTERNO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO CONAD O Grupo de Trabalho designado pela Portaria Interna n o. 001 de 20 de Janeiro de 2016 para o Processo Eleitoral Interno do Conselho de Administração

Leia mais

1º Amostra de Foto Cultural do Centro Europeu - Unidade Joinville

1º Amostra de Foto Cultural do Centro Europeu - Unidade Joinville 1º Amostra de Foto Cultural do Centro Europeu - Unidade Joinville - JOINVILLE UM MEIA CINCO Evento Fotográfico - Cultural - Regulamento O Centro Europeu - Unidade Joinville quer homenagear a cidade no

Leia mais

Concurso para a escolha do novo uniforme é promovido pelo Colégio Estadual Castro Alves

Concurso para a escolha do novo uniforme é promovido pelo Colégio Estadual Castro Alves Concurso para a escolha do novo uniforme é promovido pelo Colégio Estadual Castro Alves Estão abertas as inscrições para o concurso Escolha seu novo uniforme, do Colégio estadual Castro Alves. Os interessados

Leia mais

EDITAL Nº 01/2017 SELEÇÃO DE CANDIDATOS ÀS VAGAS DO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM FINANÇAS E ECONOMIA

EDITAL Nº 01/2017 SELEÇÃO DE CANDIDATOS ÀS VAGAS DO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM FINANÇAS E ECONOMIA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ECONOMIA EDITAL Nº 01/2017 SELEÇÃO DE CANDIDATOS ÀS VAGAS DO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM FINANÇAS E ECONOMIA O Coordenador do Programa

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO MUNICIPAL DE ENCANTADO SECRETARIA MUNICIPAL DA JUVENTUDE, DESPORTO E TURISMO

ADMINISTRAÇÃO MUNICIPAL DE ENCANTADO SECRETARIA MUNICIPAL DA JUVENTUDE, DESPORTO E TURISMO ADMINISTRAÇÃO MUNICIPAL DE ENCANTADO SECRETARIA MUNICIPAL DA JUVENTUDE, DESPORTO E TURISMO 14º CANTO DA LAGOA ENCANTADO RS Encantado, março de 2014. OBJETIVO 1. A Administração Municipal de Encantado,

Leia mais

REDE PETRO - BACIA DE CAMPOS REGIMENTO INTERNO

REDE PETRO - BACIA DE CAMPOS REGIMENTO INTERNO REDE PETRO - BACIA DE CAMPOS REGIMENTO INTERNO CAPITULO I DA ORGANIZAÇÃO ADMINISTRATIVA Art. 1º - A Organização Administrativa corresponde à estrutura da REDE PETRO-BC que tem como finalidade garantir

Leia mais

Processo nº CONCURSO 01/2013 3º FESTIVAL DE MÚSICA DA JUVENTUDE DE PORTO ALEGRE TEMA: VIDA

Processo nº CONCURSO 01/2013 3º FESTIVAL DE MÚSICA DA JUVENTUDE DE PORTO ALEGRE TEMA: VIDA Processo nº 001.024652.13.0 CONCURSO 01/2013 3º FESTIVAL DE MÚSICA DA JUVENTUDE DE PORTO ALEGRE TEMA: VIDA 1. DA REALIZAÇÃO: A em parceria com a Secretaria Municipal de Educação, Secretaria Municipal de

Leia mais

CAMPEONATO BRASILEIRO DE TÊNIS DE MESA DOS SURDOS JOINVILLE/SC

CAMPEONATO BRASILEIRO DE TÊNIS DE MESA DOS SURDOS JOINVILLE/SC REGULAMENTO GERAL CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES INICIAIS Art. 1º Este regulamento é o documento composto conjunto das disposições que regem ao Campeonato Brasileiro de Tênis de Mesa dos Surdos - 2015. Art.

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PARANÁ UNESPAR PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PARANÁ UNESPAR PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID À DOCÊNCIA - PIBID EDITAL 007/2016 PIBID/UNESPAR - Campus Apucarana ABERTURA DE SELEÇÃO (E LISTA DE ESPERA) DE ESTUDANTES DE CURSOS DE GRADUAÇÃO DO CAMPUS DE APUCARANA NAS ÁREAS DE LETRAS INGLÊS, LETRAS

Leia mais

Edital de Convocação de Eleição para Diretoria do Diretório Central Estudantil (DCE) do IF Sudeste MG - Campus Barbacena

Edital de Convocação de Eleição para Diretoria do Diretório Central Estudantil (DCE) do IF Sudeste MG - Campus Barbacena Edital de Convocação de Eleição para Diretoria do Diretório Central Estudantil (DCE) do IF Sudeste MG - Campus Barbacena Art. 1º -O presente edital tem por finalidade regulamentar as eleições do Diretório

Leia mais

COMISSÃO DE DIREITO SECURITÁRIO

COMISSÃO DE DIREITO SECURITÁRIO COMISSÃO DE DIREITO SECURITÁRIO Regimento Interno Art. 1 º A Comissão de Direito Securitário é composta de: I Membros Efetivos, dentre eles o Presidente, o Vice-Presidente, Secretário e Membros Consultores;

Leia mais

UNIP PROGRAMA FÓRMULA DE BOLSAS DE MOBILIDADE INTERNACIONAL SANTANDER UNIVERSIDADES 2016 EDITAL RETIFICADO

UNIP PROGRAMA FÓRMULA DE BOLSAS DE MOBILIDADE INTERNACIONAL SANTANDER UNIVERSIDADES 2016 EDITAL RETIFICADO UNIP PROGRAMA FÓRMULA DE BOLSAS DE MOBILIDADE INTERNACIONAL SANTANDER UNIVERSIDADES 2016 EDITAL RETIFICADO Considerando os protocolos de intenção assinados entre a UNIP e o Santander, a Universidade Paulista

Leia mais

Faculdade de Medicina de Itajubá

Faculdade de Medicina de Itajubá PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA FACULDADE DE MEDICINA DE ITAJUBÁ Prof. Dr. Sérgio Visoni Vargas Diretor da Faculdade de Medicina de Itajubá Prof. Ms Nilo César do Vale Baracho Coordenador

Leia mais

Ao ler e concordar com os termos deste Regulamento, o REPRESENTANTE se compromete a:

Ao ler e concordar com os termos deste Regulamento, o REPRESENTANTE se compromete a: REGULAMENTO 1. OBJETIVO Este instrumento tem por objetivo regular a participação do REPRESENTANTE no processo de inscrição para o Programa de Embaixadores Estudar realizado pela Fundação Estudar. Esse

Leia mais

Logomarca do Programa de Pós-Graduação em Química da UFSM REGULAMENTO. Capítulo I. Do Concurso e Seu Objetivo

Logomarca do Programa de Pós-Graduação em Química da UFSM REGULAMENTO. Capítulo I. Do Concurso e Seu Objetivo Logomarca do Programa de Pós-Graduação em Química da UFSM REGULAMENTO Capítulo I Do Concurso e Seu Objetivo Art. 1º O Programa de Pós-Graduação em Química (PPGQ) da Universidade Federal de Santa Maria

Leia mais

GRUPO DE ESTUDOS E PESQUISA EM NUTRIÇÃO E DIETÉTICA ESTATUTO GEPNuDi

GRUPO DE ESTUDOS E PESQUISA EM NUTRIÇÃO E DIETÉTICA ESTATUTO GEPNuDi GRUPO DE ESTUDOS E PESQUISA EM NUTRIÇÃO E DIETÉTICA ESTATUTO GEPNuDi CAPÍTULO I DA FINALIDADE E CONSTITUIÇÃO Art. 1º - Ora em diante, o denominado GEPNuDi Grupo de Estudos e Pesquisa em Nutrição e Dietética

Leia mais

DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 169/2009

DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 169/2009 DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 169/2009 Dispõe sobre as normas e fixa o calendário e o número de vagas para o Processo Seletivo/2009 dos Cursos de Graduação e Cursos Superiores de Tecnologia na modalidade Educação

Leia mais

Lei Nacional de Incentivo à Cultura

Lei Nacional de Incentivo à Cultura Lei Nacional de Incentivo à Cultura Lei nº 8.313 de 23 de dezembro de 1991 Sancionada pelo ex-presidente Fernando Collor de Mello é a lei que institui políticas públicas para a cultura nacional, como o

Leia mais

ATIVIDADES COMPLEMENTARES Regulamento e Formulário de Certificação

ATIVIDADES COMPLEMENTARES Regulamento e Formulário de Certificação ATIVIDADES COMPLEMENTARES Regulamento e Formulário de Certificação Aprovados em ata da décima segunda reunião ordinária do Departamento de Letras, realizada no dia 10 de junho de 2016. O ambiente intelectual

Leia mais

CONSELHO DO CURSO DE BIBLIOTECONOMIA COMISSÃO DE ESTÁGIO REGULAMENTO PARA O ESTÁGIO CURRICULAR DO CURSO DE BIBLIOTECONOMIA

CONSELHO DO CURSO DE BIBLIOTECONOMIA COMISSÃO DE ESTÁGIO REGULAMENTO PARA O ESTÁGIO CURRICULAR DO CURSO DE BIBLIOTECONOMIA REGULAMENTO PARA O ESTÁGIO CURRICULAR DO CURSO DE BIBLIOTECONOMIA CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS E FINALIDADES ARTIGO 1º - Considera-se Estágio Curricular, o conjunto de atividades de aprendizagem social, profissional

Leia mais

REGULAMENTO PARA MONITORIA DA ESCOLA DE EDUCAÇÃO FÍSICA E ESPORTE DE RIBEIRÃO PRETO - USP

REGULAMENTO PARA MONITORIA DA ESCOLA DE EDUCAÇÃO FÍSICA E ESPORTE DE RIBEIRÃO PRETO - USP REGULAMENTO PARA MONITORIA DA ESCOLA DE EDUCAÇÃO FÍSICA E ESPORTE DE RIBEIRÃO PRETO - USP Este Regulamento tem como objetivo normatizar a seleção e os demais procedimentos relacionados ao desenvolvimento

Leia mais