NOVAS BOLAS NO GRAMADO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "NOVAS BOLAS NO GRAMADO"

Transcrição

1 1 a 15 de junho de 2008 Manoel Abreu de Andrade apresenta o Bacalhau do Chefe, um dos mais concorridos pratos da variada culinária que tomou conta do Distrito de Sousas. Página 7 1 Ano 3 - Nº 31 - Faculdade de Jornalismo - PUC-Campinas - 1 a 15 de Junho de 2008 FOTO: RODOLFO BOSQUEIRO NOVAS BOLAS NO GRAMADO FOTO: THIAGO TOLEDO FOTO: FELLIPE GRANZOTTO O atleta Ricardo Coutinho, de camisa vermelha, treina passe com seu parceiro de equipe, Pedro Matallo, em campo de rugby. O esporte, que usa bola oval, vem ganhando adeptos na região de Campinas, tanto quanto o golfe, que usa cesta de bolas pequenas. Página 4 Para clubes de Campinas, Lei Pelé prejudica escolinha Ponte Preta e Guarani afirmam que têm dificuldades em lidar com a Lei Pelé, que desvincula dos clubes o passe do jogador. Empresários agenciam jovens promessas da categoria de base, inviabilizando manter os atletas na equipe que precede a profissional. Página 5 Jornalismo: entre mercado e militância Na Jornada de Jornalismo, realizada na PUC-Campinas, dois lados opostos da atividade estiveram presentes. José Arbex Jr., da revista Caros Amigos, falou de um jornalismo que exige engajamento; e o diretor da Folha de S. Paulo, Otávio Frias Filho, abordou o jornalismo voltado ao mercado. Página 3 Três gerações de história na barbearia Barbeiros com mais de 40 anos de profissão mantém clientela fiel em salões tradicionais da cidade, onde não faltam as inevitáveis piadas de salão. Para os frequentadores, o corte de cabelo e a barba bem feita nesses locais já se tornou uma tradição, passada de pai para filhos e netos. O preço é convidativo. Página 6 ONDE ENCONTRAR Panetteria Di Capri: R. Maria Teresa Dias da Silva, 530; Banca do Ademir: Praça 30 de dezembro (B. Geraldo); Banca do Português: Próx. Varejão Oba (B. Geraldo); Banca Barão: Av. Albino J.B.Oliveira,1.480 (ao lado City Bank); Banca Central: Av. Santa Isabel, 20; Padaria Alemã: Av. Dr. Romeu Tórtima, 285; Banca Rio das Pedras: R. Maria T. Dias da Silva s/n; Banca do Mineiro: R. Benedito Alves Aranha, 201; (ao lado da Matriz de Santa Isabel); Banca Frutaria: R. Maria T. Dias da Silva, 790; Banca do Alemão: R. General Osório esq. c/ Francisco Glicério; Banca da Bia: R. Dr.Thomas Alves; Banca da Mara: Av. Francisco Glicério (em frente ao Correio e Telégrafos); Banca do Léo: Av. Dr. Romeu Tórtima, 283; Banca Riviera: Av. Cel. Silva Telles, 37; Banca Lagoa: Av. Heitor Penteado, Portão 1; 100% Vídeo Cidade Universitária; Banca do Guará; Banca Rosário: Largo do Rosário; Café Regina: R. Barão de Jaguara, 1.032; Banca Cidade Universitária: R. Ruberley Boareto da Silva, Em Itatiba: Banca Palu: Av. Vinte e Nove de Abril, 80.

2 2 NOTAS CLAUDIA PRATES DE OLIVEIRA Dona Olívia, 30 anos de Campus-1, se aposenta Com cartaz discretamente colocado na sala dos professores do Centro de Linguagem e Comunicação (CLC), funcionários prestaram homenagem para Olívia Maria dos Santos Chagas, a Dona Olívia (foto), que se aposentou definitivamente no dia 21 de maio. Inspetora de alunos, ela completou 30 anos e 3 meses de atividade no Campus-1. Aposentada desde 2004, só agora ela resolveu pendurar as chuteiras. Desde o lançamento do Saiba+, ela cuidou pessoalmente da distribuição do jornal às salas de aula, com auxílio da funcionária Eliana. Imigração japonesa tem exposição na Puc central O Museu Universitário da PUC- Campinas apresenta a exposição comemorativa 100 Anos Japão - Brasil a partir do dia 14 de junho. A mostra é composta por peças e quadros do acervo do Museu Universitário da PUC e gravuras orientais do professor de Artes Visuais Paulo Cheida. A exposição pode ser vista até 5 julho, de segunda a sexta-feira, das 14h às 17h, na sala 238 da PUC Central. Mais informações (19) Biotecnologia para estudantes de jornalismo Criador aponta marca da Piaui : o imprevisível Curso de TV com o CQC Inscrições abertas para o Prêmio Santander A 4ª edição do Prêmio Santander está com inscrições abertas até o dia 20 de agosto. Para participar é necessário desenvolver um projeto na área de Empreendedorismo ou Ciência e Inovação, nas categorias Indústria, Tecnologia da Informação, Biotecnologia ou Cultura e Educação. O prêmio para os vencedores será de R$ 50 mil. Para fazer a inscrição e consultar o regulamento é necessário acessar o site santander. Alunos da faculdade de Jornalismo puderam conferir no dia 26 de maio a palestra sobre Biotecnologia ministrada pelo biólogo e membro do Conselho de Informações sobre Biotecnologia CIB, professor Marcelo Menossi Teixeira. A palestra aconteceu na sala 800 do Campus-1 da PUC e abordou a utilização do material biológico para fins industriais, como por exemplo, a criação de soja e cana mais resistentes ao ataque de patógenos. Todos os participantes receberam um kit contendo informações sobre biotecnologia e sua aplicação no melhoramento genético. O documentarista João Moreira Salles (foto), em palestra aos alunos de Jornalismo no dia 30 de maio, disse que a FOTO: CLÁUDIA PRATES FOTO: ARQUIVO CLC imprevisibilidade é a principal característica da revista que criou, a Piauí, que circula a um público que definiu como bastante difuso. Além de falar sobre a linha editorial da publicação, lançada em outubro de 2006, João (irmão mais novo do cineasta Walter Salles) descreveu suas técnicas de documentarismo, com o uso prioritário da observação ao invés de um detalhado roteiro. Com vários prêmios internacionais, ele tem em seu currículo os documentários Notícias de uma guerra particular, Entreatros e Santiago. As inscrições para curso de reportagem em televisão estão abertas até o encerramento das 20 vagas disponíveis. Será ministrado pelo repórter e apresentador do programa Custe o Que Custar, da TV Band, Felipe Andreoli, e pelo apresentador do Band News Eduardo Marcondes. O curso tem duração de 12 horas e ocorrerá no sábado, dia 21 de junho, das 9h às 18h; e no domingo, dia 22, das 9h às 13h, no Leon Park Hotel e Convenções (Av. Francisco Glicério, nº 641). Informações no site ou pelo telefone (11) CARTA AO LEITOR 1 a 15 de junho de 2008 Inteligência, caráter e paixão THIAGO TOLEDO CRÔNICA Na página 3 desta edição, o Saiba+ faz uma tentativa de transformar em texto jornalístico um dos principais momentos da jornada de estudos promovida pela Faculdade de Jornalismo no mês de maio. Trata-se de contrapor o pensamento do jornalista José Arbex Jr., um dos editores da revista Caros Amigos, às posições do diretor de redação da Folha de S. Paulo, Otávio Frias Filho. Optamos por uma edição didática, elaborada a partir do material recolhido nas duas palestras e nas entrevistas concedidas aos alunos. A intenção é transmitir a tensão existente entre os dois pólos e demarcar, com clareza, a distância entre ambos. Tentativas como esta é que tornam o jornalismo uma atividade apaixonante e desafiadora, em especial na sociedade pós-industrial, onde não há bem mais valioso que a informação, conforme atesta o jornalista Felipe Pena em seu livro Teoria do Jornalismo. Trata-se de um bem que, como já disse Cláudio Abramo, ex-diretor de redação da Folha de S. Paulo, precisa ser recolhido e tratado com inteligência e caráter. Também convidado à Jornada de Jornalismo, o jornalista Rodolfo Konder, um ícone na luta pela anistia durante o regime militar, acrescentou à formula de Abramo um outro elemento indispensável ao profissional de imprensa, ao advertir que temos que fazer jornalismo com paixão. Em outras palavras, isso significa ter a obrigação de fazer da reportagem seguinte sempre a melhor de nossas vidas, seja de que tema for. Nesta edição, o Saiba+ traz também duas reportagens sobre esportes, tema muitas vezes tratado com desdém nos cursos de jornalismo. A propósito do assunto, Paulo Vinícius Coelho, em seu livro Jornalismo Esportivo, lembra que houve mesmo época em que pouca gente acreditava que o futebol fosse assunto para estampar manchetes. Ledo engano! Além dos temas acima, outros também figuram em nossas páginas, sempre com o objetivo de ampliar o leque de informações à disposição do leitor. Portanto, aproveite. O melhor amigo do homem RAFAELLA CANDIOTTO O cão. Eterno melhor amigo do homem. Dócil, amável, companheiro, alegre, bagunceiro, bravo, não importa, o cachorro vai ser sempre o amigo mais fiel a você. Tão grande amizade se comprovou após a publicação de uma pesquisa comprovando que o cachorro, com um treinamento adequado, pode até farejar o câncer, diagnosticando a doença mesmo sem sinais visíveis. O melhor amigo do homem, aquele que está sempre feliz e pronto para, de alguma maneira, ajudar, aquele que é sempre uma boa companhia, pode te ajudar a descobrir que está com um tumor maligno. Esses bichinhos de quatro patas sempre me surpreendendo! Outros estudos apontaram que a convivência de crianças com cachorros ajudam-nas a desenvolver o sistema imunológico contras asmas e alergias. O cão só traz benefícios para quem o tem. Amor, carinho, amizade, sinceridade, e agora também ajudam achar doenças ocultas no nosso organismo. Acabei de sentir saudades da minha companheirinha. Seu nome é Tecka; trata-se de uma basset preta e orelhuda; sua pata é enorme e da cor caramelo, o pelo muito brilhante, uma ótima companhia e, apesar de ter a expressão triste, é muito ativa; sua raça é conhecida por cofap, devido a uma propaganda veiculada há muitos anos na televisão. Hoje ela está com nove anos; quando a ganhei, eu tinha 13 anos, tive que aprender a ter responsabilidade e a cuidar dela. Com o passar dos anos você os vê crescer e eles aprendem a roer os móveis, a comer chinelos e panos, adquirem certas manias, como dormir de barriga para cima ou embaixo da pia do banheiro, mas enfim estão sempre ali por perto. As características desses amigos são interessantes. O cachorro é aquele que alegra todos os dias a sua casa e que também o deixa irritado com tanta bagunça e sujeira, e consegue com um olhar te fazer sair da tristeza e mergulhar na mais profunda alegria. Faz você crescer e aprender a ter responsabilidade, já que são 100% dependentes. O cão nunca fica triste e, mesmo que você não queira brincar com seu amigo de quatro patas, ele não vai ficar chateado; com certeza, vai deitar ao seu lado e esperar até que você esteja pronto para lhe dar atenção. E agora, além de tudo, também são médicos! Claro que nem tudo são rosas. Eles fazem sujeira, precisam passear, que os alimentem, que lhes dêem banho, fora os cuidados veterinários. Mas apesar de tudo isso, valem a pena, porque não há melhor sensação que, ao final do dia, ao chegar cansado em casa, ser recebido com tanta alegria e disposição. FRASES DA EDIÇÃO ANTERIOR Jornal laboratório produzido por alunos da Faculdade de Jornalismo da PUC-Campinas. Centro de Comunicação e Linguagem (CLC): Diretor: Pof. Wagner Geribello; Vice-Diretora: Profa. Karina Toledo Solha; Diretor da Faculdade: Prof. Rogério E. R. Bazi. Jornalista Responsável: Prof. Carlos Alberto Zanotti (MTb ) Acompanhamento dos alunos: Murillo Nascimento e Sarah Costa Schmidt Endereço: CLC - Campus I - Rod. D. Pedro, Km 136 Cep: Percebí que o rádio era o veículo para falar de comportamento. Nele, porque ninguém mostra a cara, as pessoas são muito mais sinceras. (Flávio Gikovate, psicoterapeuta, sobre seu programa No divã do Gikovate, todos os domingos, das 21h às 22h, na rádio CBN) Não tenho a pretensão de ser a Madonna. O que faço é uma homenagem. (Verônica Pires, cover da cantora há 17 anos).

3 1 a 15 de junho de O DIÁLOGO IMPOSSÍVEL Palestras evidenciam a distância entre jornalismo engajado e imprensa voltada para o mercado de informação O jornalista José Arbex Junior (esq.), conhecido por sua militância nos movimentos sociais, e o diretor de redação do jornal Folha de S. Paulo, Octavio Frias Filho (dir.), ambos representando extremos opostos no jornalismo brasileiro contemporâneo, participaram (em horários distintos) da Jornada de Jornalismo 2008, promovida pela Faculdade de Jornalismo da PUC- Campinas entre 13 e 15 de maio. O evento, do qual também participaram outros convidados, marcou os 150 anos da implantação da imprensa em Campinas, que coincidem com o bicentenário da imprensa no Brasil. Nas palestras, o jeito desencanado de Arbex, vestindo camiseta, calça jeans e tênis, se contrapôs ao terno e gravata da formalidade de Frias. Mas as diferenças não pararam por ai, o que fica claro a partir da leitura dos depoimentos que deram ao Saiba+ (veja abaixo). Enquanto Arbex afirma que a imprensa contemporânea é pútrida e bastarda, Frias diz que é muito desgostoso ver o que se fala do jornalismo hoje. Diferenças à parte, eles defendem que, inevitavelmente, os jornalistas devam se intelectualizar o máximo possível, através da leitura de jornais e livros, e adquirir conhecimento de História, Política e Relações Internacionais. Para ambos, o jornalismo nunca irá conquistar uma tão almejada objetividade plena, embora não deva perdê-la de vista. Confira abaixo a síntese de suas falas. TEXTOS E FOTOS: ISABELA D AZEVEDO LEITE O FUTURO DO JORNALISMO IMPRESSO José Arbex Júnior: O jornalismo impresso não vai desaparecer. Nós temos hoje uma profusão de dados que circulam pela internet, com bi de bits de informação por dia; e sempre vamos precisar de figuras, no jornalismo, que nos dêem o mínimo de orientação sobre aquilo que é relevante e o que não é no meio desses bits de informação. Por isso eu penso que a função do jornalismo impresso é ser como um mapa ou um guia para nos orientar do que é realmente importante Octavio Frias Filho: O futuro da atividade jornalística é nebuloso. Não sei se os impressos vão conseguir transferir suas receitas para a web, pois a leitura de materiais jornalísticos em papel e na internet já é praticamente igual, mas somente 3% dos investimentos publicitários são destinados à internet, enquanto 18% vão para os jornais impressos e 60% para as TVs abertas. Portanto, o futuro é incerto. Isso é bom e ruim, porque hoje, com a internet, o ambiente jornalístico está bastante competitivo. Aqueles com desempenho eficiente poderão se destacar. O JORNALISMO CONTEMPORÂNEO Nós lidamos hoje com uma imprensa pútrida e bastarda, sem democracia e sem debates de idéias. A idéia de espetáculo sedutor sempre existiu. O problema é que isso era antes segmentado: o que é espetáculo de um lado, e o que é notícia de outro. Hoje não se vê essa divisão. No momento em que o jornalismo se torna espetáculo e sedução, ele perde a sua essência de informar. Vivemos hoje um período de crise no jornalismo, e isso não é uma novidade. Mas a imprensa cresce e se engrandece nas crises. Tem havido uma mudança trágica no âmbito tecnológico, o que significa mudança drástica na vida do jornalista e sobre o formato empresarial jornalístico. É muito desgostoso ver o que se fala do jornalismo hoje, de que ele só quer aumentar sua circulação, que é uma atividade invasiva, abusiva ou sensacionalista. Eu discordo disso. A COBERTURA DO CASO ISABELLA A cobertura do caso Isabella é o atestado de óbito da imprensa, que está agindo de forma parasitária, que sobrevive de cadáveres e do sensacionalismo barato. Esse caso foi usado para encobrir outros assuntos polêmicos ocorridos na mesma época, como a crise financeira nos Estados Unidos e a descoberta do reservatório de petróleo no país. O tratamento é ambíguo e segue um padrão canalha. É importante que o jornalismo se envolva com o que é de interesse público, o que é diferente de interesse do público. Há um elemento mórbido nessa cobertura, certamente, e isso causou um certo choque na sociedade. É uma ilusão achar que o jornalismo só publica reportagens com interesse público, pois o interesse do público é muito freqüente nas coberturas. A RELAÇÃO IMPRENSA-LEITOR Atualmente, há uma interpenetração entre imprensa e corporações que movimentam muito dinheiro com cunho político, o que cria um campo no qual não dá para classificar a imprensa como autônoma. As corporações, a mídia e a força do Estado estão no campo que pauta a sociedade, e isso é muito perigoso. É uma via de mão dupla, dialética. Existe sim a dimensão de manipulação do público pela mídia. Mas os jornais procuram também sempre realizar pesquisas com os leitores para ver o que o público quer no jornal. Há uma espécie de relação de simbiose entre jornais e leitores. IMPRENSA E GOVERNO LULA O Lula é uma pessoa ambígua. E a imprensa quer só um lado do Lula, e não o outro lado. A imprensa tem um jogo de tensão e as coberturas jornalísticas se tornam um jogo ambíguo, porque o Lula é elogiado na política econômica, mas mantém o Lula sempre sob pressão. E isso fica muito evidente quando se analisa as coberturas jornalísticas do governo. Existem veículos que dão um tratamento mais simpático, outros mais duros em relação ao governo, como a revista Veja. Acho que essa diversidade é boa para o país, e essa tensão entre o governo e a imprensa é saudável. Qualquer tipo de governo reclama, da mesma forma, em relação ao jornalismo que incomoda. O BOM JORNALISTA O bom jornalista deve dominar todos os tipos de mídia e suas diferentes perspectivas: jornalismo comunitário, sindical, etc. Deve ler muito, toneladas de livros sobre o assunto em que quer se especializar. Sempre que ia cobrir um acontecimento político internacional, me preparava muito, lia muito, para me informar o máximo possível. Além disso, um jornalista bom é aquele que participa da vida política, não da vida partidária; mas que acompanha a vida social nas ruas, de movimentos sociais. É preciso existir uma relação intensa com a sarjeta. Eu acho que jornalista sem sarjeta não é jornalista. E, é claro, dominar outras línguas. O inglês é imprescindível para o bom trabalho do jornalista. Há vários tipos de jornalistas e as várias maneiras que um jornalista possa ser competente. Um primeiro aspecto é o bom domínio do português, pois a língua é um instrumento de primordial no trabalho do jornalista. Não acredito no dom de escrever, acredito que a pessoa adquire prática ao longo da profissão. O segundo aspecto é um bom conhecimento de história, pois eu concebo o jornalismo como uma iniciação do trabalho do historiador. E o terceiro aspecto é o conhecimento básico do inglês, que virou uma língua franca, e o papel que tem hoje é muito parecido com o latim na Idade Média. O jornalista deve ser alguém disposto a aprender, ouvir pontos de vista, viajar, visitar museus e freqüentar teatro.

4 4 1 a 15 de junho de 2008 Golfe e rugby ganham fãs na região Na terra do futebol, novos atletas buscam bem-estar e interação no gramado FELLIPE GRANZOTTO O médico Alexandre Bierrenbach passava férias num hotel do nordeste brasileiro quando conheceu o golfe. O esporte, uma brincadeira no início, se tornou um vício em sua vida e, passados dois anos, hoje a atividade faz parte da rotina de Alexandre. O golfe exige muita técnica e uma concentração fora do normal. É impossível não gostar da modalidade. Trata-se de um esporte em que ganha aquele que erra menos, ou seja, a disputa passa a ser você contra você próprio. Neste ponto, o golfe te ajuda a lidar com situações fora do aspecto esportivo, garante o médico. Bierrenbach integra um pequeno grupo adepto desse esporte que, popularizado nos filmes hollywoodianos, vem ganhando adesões na região de Campinas. Ao lado dele, vem crescendo também o rugby, modalidade esportiva na qual a bola, estranha aos hábitos do brasileiro, tem formato oval. O golfe é considerado um esporte para todas as idades e gêneros. Muitos o buscam pelo prazer de praticar uma modalidade esportiva, como é o caso de Bierrenbach. Já outros descobrem que é possível se divertir e ainda criar um novo mercado consumidor. Praticante de golfe há cinco anos, o alemão Richard Witte foi apresentado ao esporte por amigos e, após uma experiência sem qualquer tipo de compromisso, criou uma associação de jogadores na região, com sede e campo oficial para jogos e treinos. Conheci o golfe por acaso em São Paulo e logo me tornei um praticante freqüente. Quando voltei para Campinas, eu e alguns amigos sentimos a necessidade de criar um espaço para a prática do esporte, até porque não tínhamos lugar para jogar, afirma Witte. No Brasil, existem cerca de 25 mil jogadores cadastrados na modalidade, sendo que todos os Estados contam com escolas, clubes ou associações da área. Jogador desde os nove anos de idade, o argentino Juan Silva soma 30 anos de golfe. Juan começou como caddie (assistente dos jogadores de golfe) e se tornou jogador profissional alguns anos depois, disputando os principais torneios do mundo, organizados pela PGA Tour (Liga dos Jogadores Profissionais de Golfe). Segundo Silva, o esporte é simples. Basta ter paciência e muita observação. Muita gente se confunde vendo uma partida de golfe, mas não tem muito segredo. O objetivo é passar pelos 18 buracos do campo oficial com o menor número possível de tacadas. Ou seja, quem erra O médico Bierrenbach: técnica e concentração no golfe menos, ganha, explica. Os custos para um praticante variam. Quem começa jogando hoje na escolinha, por exemplo, paga R$ 15,00 por uma cesta com 50 bolas. Isso quer dizer que ele paga esta quantia, recebe as bolas e pode treinar lançamentos, jogadas e até mesmo disputar um jogo por quanto tempo quiser, afirma Juan. Silva, que hoje também atua como professor de golfe, diz que uma bolsa básica para iniciantes, contendo todo o equipamento necessário (todos os tipos de taco, com suas devidas angulações) não custa mais de R$ 350,00. Golfe e business Além afinar aspectos como equilíbrio e concentração, o golfe tem certas características destacadas pelos praticantes. O business no golfe é incrível. Já vi muitos negócios serem FOTOS: FELLIPE GRANZOTTO Rugby, bola oval e integração de jogadores no campo Rugby já possui 6 mil praticantes no país O professor de educação física Carlos Javier Pazos mantém em Campinas alguns times de rugby, outro esporte sem grande tradição no país, mas que vem ganhando adeptos. Jogador desde os 8 anos de idade, o argentino é técnico de dois times na cidade (Jequitibá e Unicamp) e ainda tem auxiliado a formação de um terceiro time (PUC-Campinas). No Brasil, o rugby não é um esporte tradicional, muito longe disso. O que nos mantém na disputa são os elos de amizade. Não temos um grande caráter competitivo. É claro que buscamos a vitória, mas nosso objetivo é a integração com os amigos e companheiros de equipe, afirma Pazos. Engenheiro eletrônico, Carlos Gimenez, de 41 anos, se via preocupado com a saúde e não sabia o que fazer. Até que descobriu o rugby e, agora, leva o esporte como uma forma de cuidar da saúde. Todos os sábados dedico minhas tardes para jogar rugby. Gosto de estar no gramado, um lugar em que sempre faço amizades, afirma Gimenez. Carlos Pazos conta que o fechados durante os jogos. Entre uma tacada e outra, os empresários se reúnem, selam parcerias e definem os rumos de grandes corporações. Tratase de uma cultura econômica decidir certas questões num lugar agradável, como um campo de golfe, e não numa mesa de escritório, garante Witte. No entanto, não são apenas os chefes que têm espaço no crescimento do esporte no país fica condicionado à realização da Copa do Mundo de Rugby, que ocorre a cada quatro anos. Possuímos seis mil praticantes em todo o país, o que é um número bastante significativo se analisarmos a situação de cinco ou dez anos atrás, quando as copas mundiais não eram exibidas pelas emissoras de televisão, atesta o treinador. Praticar o rugby não é algo caro. O interessado precisa pagar uma taxa mensal de R$ 60,00 e comprar um título do Clube dos Agrônomos de Campinas (R$ 200,00) para fazer uso do campo. Para quem desconhece a modalidade, Carlos Pazos explica algumas das noções básicas. O rugby é um esporte que utiliza uma bola (oval), parecida com a utilizada pelo futebol americano. O campo apresenta as mesmas dimensões de um campo de futebol (100m x 70m). Por fim, o intuito do jogo nada mais é do que avançar com a bola no campo do adversário. Cada avanço bem sucedido, chegando-se à base adversária, representa cinco pontos para a equipe, finaliza o técnico. esporte. Atualmente, muitas empresas pagam cursos de golfe para seus funcionários quando altos executivos estrangeiros vêm para o Brasil. Existe uma cultura nas empresas de que o empresário muda o tratamento dado aos funcionários se este souber jogar golfe. Trata-se de investir no relacionamento patrão e funcionário, explica Bierrenbach.

5 1 a 15 de junho de 2008 THIAGO TOLEDO Foi no dia 24 de março de 1998 que entrou em vigor uma das principais causas de falência dos clubes de menor expressão, a chamada Lei Pelé. Após sua inserção no mundo do futebol, clubes como Guarani e Ponte Preta se depararam com as dificuldades de se adequarem a um novo sistema de gerir agremiações com ambições profissionais, além da disseminação de uma incômoda figura no meio do futebol: o empresário. Este último é apontado como um dos grandes responsáveis pelo enfraquecimento das categorias de base, até então a principal fonte de renda dos clubes menores. Após a vigência da nova lei, os empresários do setor futebolístico viram a possibilidade de usufruir da liberação contratual destes jogadores, acenando aos atletas com a possibilidade de encontrar acordos mais vantajosos. Para o diretor geral das categorias de base do Guarani, José Vieira, o jogador deixou de ser do clube, mas virou escravo de empresários, o que desencoraja investimentos nas escolinhas de base. Desde 1960 no Guarani, o ex-jogador Diogo Ponzo Perez, 77 anos, dedicou as duas últimas décadas às categorias de base do clube, vendo atletas de renome internacional, como Amoroso, Djalminha e Careca despontarem no time campineiro e trazer dinheiro ao clube que os revelou. Para Perez, se as equipes conseguissem segurar os seus jogadores até atingirem 21 anos de idade, já seria um grande feito, o que foi impossibilitado pela Lei Pelé. No atual time infantil do Guarani, três atletas se destacam e já são vítimas do assédio dos agentes. O centroavante Caíque, de 15 anos, é um exemplo. Já houve empresários interessados no jogador, que não assinou nenhum contrato apenas por que o pai não deixou. Segundo o jovem atleta, que sonha em jogar no profissional do Guarani, o ciúme do pai em vê-lo sendo administrado por outra pessoa foi o empecilho. Além de Caíque, o volante Renan e o zagueiro Daniel são também constantemente procurados, mas por recomendação dos próprios diretores das categorias de base do clube, preferiram não se vincular aos empresários. Ao ver a dificuldade em manter um atleta nos dias de hoje, o Guarani tem procurado gerir suas receitas de maneira mais profissional. O maior exemplo foi a renovação de contrato do atacante Henrique, de 21 anos, destaque da equipe no último Campeonato Paulista. O jovem tinha contrato até 2010 e recebia R$ 500,00 mensais e renovou até 2011, com salário de R$ 20 mil mensais. A multa rescisória que era de R$ 600 mil, passou para cerca de R$ 20 milhões. Com esse valor, o assédio ao atleta por parte de FOTOS: THIAGO TOLEDO Lei Pelé, 10 anos Clubes de Campinas criticam dificuldades legais impostas às escolinhas de futebol na última década Para empresário, clubes não entendem de lei agentes diminui, e, caso algum clube ou empresário se interesse por ele, terá que desembolsar uma quantia substancial, o que trará lucro ao clube que investiu durante anos na sua formação. É o caso de Breno, ex-jogador do São Paulo e hoje no Bayer, de Munique (Alemanha). Revelação da equipe no ano passado, o atleta, com 18 anos, renovou contrato com a equipe paulista, mas viu o empresário Delcir Sonda, dono de uma rede de supermercados batizada Luiz Roberto Zini Filho, 40 anos, filho de Beto Zini (o polêmico ex-presidente do Guarani, que deixou o clube em 1999, com uma dívida de R$ 12 milhões), empresaria 30 atletas no Brasil e exterior. Para ele, se os clubes de Campinas sofrem com as prerrogativas da Lei Pelé é porque não entendem o dispositivo. Segundo Zini, existem garantias aos clubes em relação aos atletas, mesmo na fase de formação, através do Direito de Formação, regulado pela FIFA, na qual se o atleta se desvincula sem o aval do clube é garantido o direito de restituição do capital investido. Depois de o atleta se tornar profissional, há também outra regra, pela qual o clube ganha em todas as transferências futuras deste jogador, chamada cláusula de reciprocidade. Mesmo vivendo neste mundo em que gira muito dinheiro, o empresário afirma que representa jogadores porque existe empatia e porque acredita no potencial deles. Tenho todos como meus filhos. Atualmente, Zini tem 8 filhos em Campinas: 2 no Guarani e 6 na Ponte Preta. No alto, Caíque, Renan e Daniel, promessas da escolinha de base do Guaraní com o seu sobrenome, ganhar dinheiro com sua carreira. Delcir comprou do São Paulo 30% dos direitos econômicos do jogador por R$ 400 mil em junho do ano passado. Seis meses depois, a equipe do Morumbi o vendeu por 19 milhões de dólares. Delcir Sonda ganhou R$ 10 milhões com a negociação. Multiplicou o capital em 2.180%. Nesse mesmo período, o lucro dos investidores mais bem sucedidos na bolsa de valores foi de 152,32%. José Vieira afirma que o assédio aos atletas muito jovens, por parte dos empresários, é normal, e que o clube tem que se estruturar para não perder suas revelações. O empresário supre uma necessidade do clube, que não consegue dar uma melhor condição ao atleta, afirma Vieira. Para Antônio Peçanha, diretor das equipes de base da Ponte Preta, o maior problema são meninos com 10 anos de idade que já têm empresário. Você dá mamadeira para criança e, quando vê, ele nem pertence 5 mais a você, reclama. Para Peçanha, o que deveria ser feito é uma mudança na Lei Pelé, que possibilitasse ao clube o vínculo com o atleta até os 23 anos. Essa proposta de Peçanha é considerada de extrema proteção ao clube. No Capitulo V, Art. 36, da Lei Pelé, atletas com idade entre 14 e 18 anos completos estão compreendidos na categoria dos semiprofissionais. Nesta categoria, a atividade se identifica apenas pela existência de incentivos materiais, que não caracterizam remuneração derivada de contrato de trabalho; é apenas um estágio firmado com a entidade. Desta maneira, o clube não precisaria investir tanto em um atleta tão jovem, já que após o jogador completar 18 anos de idade, o clube é obrigado a profissionalizá-lo. Contudo, a instituição já pode utilizar o atleta entre os profissionais a partir de 16 anos. Procuram pais Enquanto mudanças na lei não ocorrem, a Macaca tenta criar mecanismos para usufruir um pouco mais de suas promessas na escolinha. Segundo o diretor Peçanha, existem alguns garotos que ainda não possuem empresários, e o clube procura conversar com os pais destes jovens para convencê-los a não assinar com nenhum agente. O agente Luiz Roberto Zini Filho, 40, explica que o empresário não cuida somente da venda do atleta, mas de sua carreira, dando suporte de assessoria de imprensa e orientação para atingir as metas, além de fazer com que o atleta saiba lidar com o seu diretor e brigar por seus interesses. Ele lembra que, para ser empresário de jogador de futebol, o agente tem que ser registrado na CBF e, para fazer transações internacionais, deve ser licenciado pela FIFA. O empresário é fundamental ao atleta, devido a um problema social que vivemos no Brasil. O jogador de futebol, muitas vezes, não tem oportunidade de estudo, sem conhecimento para entender a seriedade da profissão. O empresário constrói essa ponte entre o jogador e o diretor, completa Zini. Lembrando que o empresário não é obrigado a dar suporte educacional ou de saúde ao atleta, ele afirma caber ao jogador e ao agente definirem o que é melhor para cada um em comum acordo. Nesse mercado que virou o futebol profissional, cabe aos clubes entender e saber como tirar proveito de seus jovens. Enquanto o Guarani briga pelos seus 100 atletas, a Ponte Preta luta por seus 80 jovens, entre os quais muitos não são subordinados somente ao professor da escolinha, mas também aos seus empresários. No jogo de sedução, oferecem celular, chuteira, carro, casa, além de um futuro incerto nessa bolsa de apostas, mas que pode gerar uma grande bolada.

6 6 STEFANIE ARCHILLI A porta do salão Astúrias, no centro de Campinas, é aberta a todo momento. Enquanto os três barbeiros trabalham, novos clientes vão se acomodando nos sofás e lendo os jornais e revistas da semana. Entre um corte e outro, um dos proprietários do salão, Alpheu Barbosa, de 65 anos, conta uma de suas piadas de salão. Aqui é uma barbariedade, brinca. Barbosa, um dos mais antigos barbeiros de Campinas, aprendeu o ofício aos 14 anos, e trabalha no salão Astúrias há exatos 43 anos. Ele divide o salão com Miguel Cocucci, 66 anos, e Valter Terrigo, que daqui 4 anos também entrará no time dos sexagenários. O salão funcionava com quatro profissionais. Hoje somos o trio do barulho, define. O salão Astúrias começou a funcionar no número da rua Lusitana, mas já havia ocupado um prédio em outro endereço, ao lado do antigo Café do Povo, na rua Barão de Jaguara. Nós temos conhecimento que ele ficou aberto no antigo endereço por mais de 50 anos. Somando-se aos 43 anos que estamos neste endereço, acreditamos que esta barbearia foi a primeira de Campinas, explica. O nome do salão foi dado por seu fundador, um espanhol vindo da região de Astúrias. Desde sua fundação, o salão atende somente homens e mantém a tradição das antigas barbearias. Nossa especialidade é o público masculino. Mulher pode entrar só quando estiver acompanhando o marido, o namorado ou o filho, diz. O administrador de empresas Willy Bordignon, de 38 anos, freqüenta aquele ambiente desde os 3 anos de idade. Eu vinha com o meu pai e mantenho a tradição da família. Seo Barbosa já conhece os meus gostos, por isso me sinto mais seguro, fala. Com muito bom humor e criatividade, Barbosa escolhe suas piadas cuidadosamente de acordo com a profissão do cliente. Aqui sai de tudo: uns gostam de contar e outros, de ouvir as piadas. Outros preferem desabafar, dividindo os seus problemas com a gente. Nossa profissão também é de relações públicas, brinca. O grande diferencial do salão Astúrias é o atendimento. Temos clientes que freqüentam o salão desde que ele foi aberto. Procuramos oferecer o maior conforto com uma pitada de humor, afirma. Além da boa receptividade, os clientes são levados a uma viagem ao tempo. A decoração da barbearia é a mesma desde a fundação, com objetos e móveis das décadas de 50, 60 e 70. Os clientes continuam se sentando nas cadeiras de ferro e estofado verde, compradas em São Paulo diretamente do fabricante Gennaro Ferrante. O neto do Gennaro quis comprálas e, em troca, nos ofereceu Preço, tradição e piadas sustentam antigas barbearias Pierini, na profissão há 56 anos, cobra R$ 10 por qualquer serviço na barbearia Barbosa, Pierini e Seo Luís compartilham de um mesmo ideal: o importante é se manter em pé e com a tesoura em mãos. Não quero morrer velho. Quando chegar aos 90, vou morrer jovem, brinca Barbosa, do Astúrias. A única preocupação deles é com relação ao futuro da profissão de barbeiro. Na opinião de Seo Luís, do salão Internacional, os jovens não têm paciência e muito menos interesse pelo ofício. Hoje existem cabeleireiros e não barbeiros. Os jovens não querem aprender a fazer uma barba com perfeição, diz. cadeiras mais modernas. Não trocamos por dinheiro nenhum. Além de muito resistentes, elas são melhores do que as atuais, avalia. A navalha Diferentemente do salão Astúrias, onde a navalha foi aposentada há 25 anos, no salão Internacional, na Estação Cultura, o barbeiro Luís da Conceição, 68, mantém a tradição do uso do instrumento. Formado na Escola de Cabeleireiro do Senac em 1958, Conceição continua afiando a navalha em uma tábua de madeira. Tem cliente que prefere, porque a barba fica mais perfeita. As pessoas têm medo da Aids, mas hoje existem as lâminas descartáveis, que fazem um corte tão bom quanto a navalha, diz. O salão Internacional foi aberto em 1968, quando os trens de passageiros e de carga ainda cruzavam os trilhos da antiga Estação da Fepasa, situada na Praça Floriano Peixoto. Seo Luís, como é chamado por seus clientes, ganhou a concorrência pública e fundou no local o salão com mais três profissionais, uma manicure e um engraxate. O movimento da estação era grande e, consequentemente, a casa vivia lotada. Além de barbeiro, eu dava informações de lugares e ruas para os viajantes. Ganhei muito dinheiro nessa época. Cheguei a ser dono do guarda-malas da estação, lembra. Na época em que foi anunciada a parada dos trens, Seo Luís mudou para sempre a planta da estação. Em 1978, o presidente da Fepasa veio visitar a estação porque os trens iriam parar. Pedi a ele que deixasse eu mudar a porta do salão de dentro da estação para a área externa. Ele não lembrou que o prédio era tombado e permitiu, conta. Em 1969, Seo Luís ganhou o Troféu Barbeiro, promovido pelo apresentador Silvio Santos, porque o salão Internacional era o único unissex de Campinas. No ano passado, ele fez uma ponta no filme brasileiro Os Desnudos, no qual interpretou o papel que melhor sabe desempenhar o de um barbeiro. O filme é ambientado na década de 60, com a participação dos atores Ney Latorraca e Lima Duarte. Piadas FOTO: STEFANIE ARCHILLI Objetivo: ficar em pé, com a tesoura na mão O barbeiro Pierini, do salão Itália, concorda com Seo Luís, e destaca as poucas barbearias que sobreviveram. Quando montei a minha barbearia, em cada esquina existia um salão. Essa molecada de hoje não tem capricho como nós, mas serão eles que ficarão quando pararmos. Para Barbosa, ainda não chegou a hora de se aposentar. Por isso, sempre se despede dos clientes com uma mesma frase: Espero que seu cabelo cresça rapidamente. Isso é sinal de saúde e de que você voltará em breve. O barbeiro também gosta de contar piadas de salão, mas possui um repertório pequeno. Chego a contar umas 10 vezes a mesma piada. Meus clientes também se queixam da família, dos filhos, situação financeira e falam de política. O que é dito no salão, morre comigo, garante. Hoje, Seo Luís atende os netos e os filhos de seus clientes mais antigo e nem é preci- 1 a 15 de junho de 2008 Equipamentos foram trazidos da Itália Na rua Alferes João José, número 70, no bairro Castelo, trabalha o barbeiro italiano Di Marco Pierini, de 78 anos, que no Brasil se tornou Pedro Di Marco Pierini. No salão Itália, Pierini acompanhou as tendências dos cabelos ao longo dos anos. Antigamente, cortava mais barba do que cabelo. Depois virou moda deixar a barba crescer. Vieram os penteados, os topetes e eu vivi os cortes de cabelo de cada época, conta. Hoje, o italiano de Pescara cobra um preço quase simbólico de R$ 10 por qualquer serviço. Só trabalho para não ficar parado em casa. Abro e fecho a hora que quero. Enquanto estiver de pé, vou continuar. Aos 15 anos, Pierini aprendeu o ofício com um primo na Itália e, em 1952, mudou-se para o Brasil onde abriu a barbearia em parceria com um amigo italiano. Meu parceiro faleceu e fiquei sozinho com mais dois empregados. Meu primo virou barbeiro no Canadá e está bem de vida. Quando recebi a documentação da Itália, resolvi não mudar para o Canadá, porque deixaria meu parceiro sozinho. Pierini trouxe da Itália as máquinas elétricas, na época usadas apenas em salões de luxo, e várias ilustrações que foram colocadas em quadros espalhados nas paredes do salão. É um pedacinho da Itália para matar a saudade. Gostei do Brasil, mas estaria com uma melhor aposentadoria no Canadá, supõe. O italiano conta que, na década de 70, o movimento era grande e existiam muitos barbeiros na cidade. Hoje sobraram apenas os clientes mais antigos, que nos procuram porque sabemos usar a tesoura, ressalta. O engenheiro Paulo Deuber, de 55 anos, é um deles, tendo começado a freqüentar o salão aos seis anos de idade. Deuber, que sempre acompanhava o pai ao barbeiro, precisava sentar-se em uma tábua para ficar da altura do corte. Quando meu pai ficou doente, o Pedro ia cortar o cabelo dele em nossa casa. Ele é muito caprichoso e não está aqui por dinheiro, declara. so marcar horário na barbearia. A maioria dos fregueses de Campinas e de cidades vizinhas, como Valinhos, são políticos, empresários, policiais, jogadores de futebol, entre outros. O Toninho (Antonio da Costa Santos, assassinado em setembro de 2001) sempre foi meu cliente. Tenho uma clientela de 50 anos, quando eu trabalhava em outro salão, fala.

7 1 a 15 de junho de 2008 Culinária em Sousas reune diferentes sotaques mundiais 7 RODOLFO BOSQUEIRO FOTOS E MAPA: RODOLFO BOSQUEIRO O vendedor Arthur Ribeiro Albuquerque, de 54 anos, e sua esposa, a funcionária pública Ivete DeLafonte Albuquerque, 49, são freqüentadores assíduos dos bares e restaurantes do distrito de Sousas, que nos últimos anos vem multiplicando os sotaques de sua culinária. De quinta a sábado, é possível encontrar o casal degustando desde um feijão tropeiro, comida tipicamente mineira, até um elaborado prato de bacalhau, o protagonista da gastronomia portuguesa. Nós gostamos de vir pra cá [Sousas] pelo ambiente interiorano e principalmente pela diversidade de pratos: italiano, mineiro, português..., explica Ivete. A culinária diversificada de Sousas atrai também jovens da região, como é o caso de Feliphe Andreoli, 21, estudante de economia, e seus amigos de Sumaré, município distante 30 kms de Campinas e cerca de 45 kms de Sousas. Pelo menos uma vez por semana a gente vem em algum barzinho, restaurante, ou até em alguma balada de Sousas. Eles trocam lugares mais badalados pelo distrito e ressaltam: Nem sempre aonde todos vão é o melhor lugar. No Cambuí, por exemplo, de sexta-feira você nem consegue andar depois das dez, já em Sousas é muito mais tranqüilo e a qualidade muitas vezes é até melhor. Logo na entrada do distrito de Sousas, na Av. Dr. Antônio Carlos Couto de Barros, está o Caribean Bar & Mexican Food, de origem portorriquenha, com ambiente, música e decoração típicos dos bares que ficam de frente ao Mar do Caribe, porém com uma culinária mexicana, regada a muita salsa (molhos do México). O principal prato, segundo o proprietário Roy Rosello, exintegrante do grupo Menudos, é o Taco, que vem diretamente do México, junto com algumas marcas de tequila, via distribuidoras especializadas. O prato é servido com tomates picados, carne ou frango, feijão mexicano, guacamole (molho típico à base de abacate), salsa apimentada e especiarias mexicanas. A porção traz quatro unidades, serve duas pessoas e custa R$ 22,00. O que caracteriza o sabor da gastronomia mexicana, segundo Roy, é a mistura de diferentes tipos de molhos e temperos. Ele diz que o mix mais conhecido é o Adobo, composto de pimenta, páprica, louro, alho, cebola, molho de soja e vinagre. Descendo 800 metros pela avenida, Porto Rico dá lugar à França, no restaurante Le Celso de Sousa prepara risoto ao funghi; o ex-nenudo Roy, com taco mexicano; e Pedro, com feijão tropeiro Troquet, instalado há 30 anos em Campinas e 18 em Sousas. Henri Sauveur Hirigoyen, chef e proprietário da casa, diz que 90% dos ingredientes e temperos do restaurante são brasileiros. Seria inviável trazer os ingredientes de fora. A única coisa que vem da França são as receitas e alguns vinhos. Quando questionado sobre a principal característica da cozinha francesa, Henri não hesita: a marca dos grandes chefs franceses é a organização na cozinha. Um dos principais pratos do Le Troquet é o filet à mostarda, que serve uma pessoa e custa R$ 46,00. Receitas familiares Atravessando a avenida, no shopping Victoria Mall, a cultura portuguesa se faz presente no restaurante Bacalhau do Roberto. O chef Manoel Roberto Abreu de Andrade conserva e reinventa as receitas de família, aprendidas principalmente com o pai. Sem dúvida, o carro chefe da cozinha portuguesa é o bacalhau e os temperos são: azeite, alho, cebola picada e cheiro verde, afirma Roberto. O bacalhau usado no restaurante é o chamado do Porto, importado da Noruega. O bacalhau norueguês é o melhor do mundo, e o que o brasileiro mais gosta, por ser mais branco e macio, comenta. Roberto lembra que os peixes utilizados na casa são das espécies Gadus Morhua e Gadus Macrocephalus, já que bacalhau é o nome que se dá ao processo de salga do pescado. Ele afirma que chega a servir 50 kg do produto por semana. Um dos principais pratos servidos no restaurante é o bacalhau do chefe, grelhado, com batatas, cebola, grãos de bico, abobrinha grelhada, tomates assados, pimentões verdes e vermelhos fatiados, muito alho e azeite. O prato sai por R$ 68,90 para uma pessoa. Cerca de um quilômetro à frente, a Churrascaria Sulina, há 41 anos serve o típico churrasco gaúcho e também segue a tradição familiar. Márcia Regina Scoz assumiu o restaurante, que antes era do pai e do tio, e diz que a casa continua com a mesma essência de quando foi aberta. Os fregueses não deixam a gente mudar, eles dizem que se perde a referência. Alguns até pedem para eu me sentar à mesa e comer com eles. Márcia conta que o vinagrete da casa é uma referência e é ela mesma quem o faz. Alguns doces ainda são preparados pela mãe da proprietária. O pessoal do sul tem mania de trabalhar em família e a gente procura manter essa tradição aqui. A única carne vinda do Rio Grande do Sul, da cidade de Encantado, é o lombo. O T-bone Steak, prato principal da churrascaria, vem de Barretos (SP), cerca de 100 kg por semana. O prato serve duas pessoas e sai por R$ 36,00. Italianos Indo mais ao centro do distrito de Sousas, em frente à Sub- Prefeitura, está o Ca di Mattone. Os sócios Celso F. de Souza Filho e Gustavo André Gonçalves adaptaram as receitas da região de Emília Romagna, na Itália, ao gosto brasileiro. O restaurante traz de lá ingredientes como o azeite, o tomate (devido ao sabor menos ácido comparado ao do brasileiro) e o funghi, usado no principal prato da casa, o medalhão ao funghi; que leva mais dois tipos de cogumelos: o shitake e o shimeji. Outro ingrediente muito especial, é a farinha de trigo, destaca Celso: A farinha brasileira é bem diferente da italiana, nós conseguimos uma bem parecida em um moinho de São Paulo, a chamada farinha 0,0 [medida da grana da peneira]. Aqui vai cerca de 100 a 150 kg de farinha por mês. O elemento que mais transmite a essência italiana, segundo Celso, é o manjericão, cultivado em uma horta própria nos fundos do restaurante. Tacacá No coração do distrito está o mais novo restaurante de Sousas, o Fruto do Mato, com apenas dois meses de vida e pouco mais de 100 metros quadrados de área, que tem como proposta trazer um pouco da essência e das delícias das regiões Norte e Nordeste do Brasil, como o tacacá, o acarajé, a casquinha de caranguejo, o vatapá, a tapioca, a carne de sol, entre outros. A proprietária, Celma Augusto do Nascimento, conta que a maioria dos ingredientes é trazida de Belém (PA), onde tem parentes. O jambú, por exemplo, erva tipicamente paraense que amortece boca e língua, não pode ficar muito tempo armazenado, pois perde essa propriedade. Portanto é trazido via transporte aéreo, e guardado por apenas uma semana no restaurante. A erva serve de ingrediente para o tacacá. Celma conta que o principal tempero da cozinha é a pimenta de cheiro, que não arde e é indispensável na maioria dos pratos. E o carro-chefe do restaurante, completa ela, é o acarajé. Da fazenda O Estado de Minas Gerais também não deixa de ser representado em Sousas. No km 1 da Estrada Sousas - Joaquim Egídio está o Fogão Mineiro, típico rancho interiorano que serve comidas da fazenda e, de quinta a sábado, conta com modas de viola, o que torna o ambiente ainda mais característico. O restaurante tem crescido muito e eu acredito que seja devido ao clima interiorano que Sousas propicia, opina o proprietário Pedro Carlos de Oliveira Neto. Ele diz que o prato que mais sai na casa é o Feijão Tropeiro, que serve duas pessoas e custa R$ 39,90. Pedro diz que os ingredientes são adquiridos no próprio Estado de São Paulo devido à facilidade de encontrá-los. De Minas, somente os doces, que vêm de Poços de Caldas, e o queijo. Tem cliente que vem aqui só pra comprar do nosso queijo, informa.

8 8 1 a 15 de junho de 2008 Ativismo verde amplia visibilidade com a internet MELISSA MIRANDA Não é só o peso da carne que desaparece, mas também o do sentimento de culpa. Foi assim que estudante Jaqueline Henrique Liviera, de 23 anos, se sentiu ao digerir sua primeira refeição após tornar-se vegetariana, há quase um ano. Ela decidiu mudar a alimentação depois de assistir o vídeo Terráqueos (Earthlings, de 2003) pela internet, no You Tube, por indicação de um amigo. Narrada pelo ator hollywoodiano Joaquin Phoenix, a produção americana mostra as etapas de produção da carne e seus problemas éticos e ambientais. Atualmente, é Jaqueline quem divulga o filme e incentiva outras pessoas a pararem de consumir animais. Estudante de comunicação em computação gráfica e supervisora de operações de uma empresa de telecomunicações, ela colocou, ao lado de sua foto no Orkut, um V indicando sua opção alimentar, a exemplo de outras 52 mil fotos associadas ao símbolo de vegetarianismo na rede de computadores. O ativismo vegetariano não é recente, mas o aumento de sua visibilidade e do acesso à informação, sim. Com a internet, não somente sites, mas também outros recursos como YouTube, Orkut, Fotolog, Flickr e até MySpace, são utilizados para divulgação da filosofia. O criador do mecanismo que permite a adição do V em fotos é um morador de Valinhos (SP), Fábio Chaves. Ele integra o grupo de pessoas que se tornaram vegetarianas após se informarem pela internet. Minha preocupação com os animais já me incomodava antes, e só vi que isso não era necessário na alimentação depois de ler na internet e, hoje, também escolhi a rede para atingir outras pessoas, diz. Sozinho, ele produziu os sites Vista-se, Seja Vegetariano e Paredes de Vidro, e ainda encontra tempo para alimentar uma rede de notícias online sobre o tema, além de manter contas no Fábio Chaves, no Vegetalle Flickr, no Fotolog, um blog pessoal e comunidades no Orkut. Para o va-linhense, a exposição do vegetarianismo, por meio de perfis pessoais relacionados ao V e às fotos, leva as pessoas a conversarem e a trocarem informações. O símbolo não é aleatório: trata-se de um logotipo inglês usado há mais d e cem anos e já conagrado como o ícone mundial do movimento. Jaqueline: culpa Argumentos mantêm mobilização Meio ambiente, saúde e ética com os animais. Há até quem se tornou vegetariano por moda! Isso graças à divulgação feita, em sites próvegetarianismo, de celebridades convertidas. Nas listas internacionais constam artistas como Brad Pitt, Steven Spielberg, Pamela Anderson, Leonardo DiCaprio e outros. Mesmo com a adesão significativa à dieta, a pesquisadora do Núcleo de Estudos e Pesquisas em Alimentação (NEPA) da Unicamp, Miriam Corrêa de Carvalho, pondera que o vegetarianismo tem conseqüências favoráveis e desfavoráveis. Sem dúvida, uma dieta equilibrada e mais natural tende a aumentar o consumo de fibras e vitaminas, o que previne doenças crônico-degenerativas como obesidade e diabetes, além de diminuir o colesterol, explica. Sendo assim, a saúde é um dos motivos pelos quais alguns se tornam adeptos do vegetarianismo. No entanto, ela alerta para a deficiência de ferro Com o mecanismo disponibilizado gratuitamente no site Vista-se, o símbolo se alastrou pela internet, permitindo que e zinco na dieta, o que pode causar anemia ou perda de paladar. Mesmo que alguns alimentos contenham ferro, a facilidade absorção é mais baixa do que em carnes, diz. Neste caso, deve-se consumir fontes ricas nestes nutrientes como ovos, feijão e lentilha. Há ainda uma parcela que sustenta sua escolha com base na correlação entre a produção de carne e os danos ao meio ambiente. Os dados apresentados na cartilha da Sociedade Vegetariana Brasileira, cujas fontes incluem pesquisas da ONU (Organização das Nações Unidas), do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) e da entidade ambientalista Greenpeace, inspiram muitos dos discursos pró-vegetarianismo. Por exemplo: 45% da água doce no Brasil é destinada à pecuária, enquanto 45 milhões de pessoas têm acesso restrito a ela. O ambientalismo vegetariano cresceu ainda mais com a publicação, em 2006, de um relatório da FAO (setor de Nutricionista alerta para riscos com anemia e perda do paladar Agricultura e Alimentação/ ONU) constatando que a produção de carne agrava mais o efeito estufa do que todos os carros e meios de transporte somados, devido à liberação de gases como o metano. A justificativa mais recorrente, no entanto, é a dos direitos éticos dos animais. Os vegetarianos defendem que, com o desenvolvimento da sociedade, criaram-se alternativas para substituir a necessidade de matar animais. Eles ainda estendem a oposição às condições nas quais os animais são mantidos nos criadouros e matadouros. Na opinião da universitária Mariana Carrara, 20, enquanto os homens não aprenderem a respeitar a menor das formas de vida, não vai existir respeito verdadeiro de nenhum tipo. Estudante de moda pela Faculdade Belas Artes (SP), ela é vegetariana há 4 anos e condena as crueldades praticadas contra os animais, tanto dentro quanto fora dos matadouros. se identifique quem são os vegetarianos entre os usuários de Orkut, MSN, Face book, MySpace e outros. Fábio afirma, ainda, ter recebido diversos comentários e até s de pessoas que aderiram à filosofia devido à informação acessível em seus sites. Entre os novatos está Thays de Freitas, 23, formada em administração de empresas, que recentemente aboliu a carne de seu cardápio. O site do Fábio contribuiu para que eu obtivesse mais informações sobre o assunto. Conversar com ele também me ajudou, assim conheci restaurantes e obtive sugestão de pratos. Algu- mas das sugestões de Fábio, para serem feitas em casa, estão disponíveis em um de seus sites (vista-se.com.br/receitas) e incluem feijoadas vegetarianas, hambúrgueres de soja, cuzcuz, tofu grelhado com vegetais, bolos e até o sojasco, um espetinho criado por Daniel Coelho, semelhante a um espetinho de churrasco, mas feito com legumes e soja. Outdoor no centro Foi também em uma conversa, entre o criador dos sites e a ativista Renata Octaviani, que surgiu a idéia de criar outras peças de mídia, para ampliar a visibilidade dessa opção alimentar, que é considerada ambientalmente correta. Durante treze dias, em março deste ano, o primeiro outdoor pró-vegetarianismo do Brasil ficou exposto na Av. Francisco Glicério, no centro de Campinas. Duas semanas e trinta e cinco doações de internautas foram suficientes para completar os R$ 1.030,00 de custo total da campanha, incluindo veiculação, produção e impressão. A publicidade foi produzida por Fábio, que trabalha como na agência Comunicação Explícita, em colaboração com a ativista paulistana Laura Kim. A repercussão do outdoor motivou ativistas de outras cidades, como Porto Alegre, Piracicaba e Rio de Janeiro, a se interessarem em repetir a experiência. A próxima ação do produtor do site Vista-se será lançar uma campanha publicitária nacional em prol do vegetarianismo. O projeto também será bancado por doações de internautas, mas a produção é mais audaciosa: um filme publicitário de 30 segundos. Fábio acredita que é possível mudar a sociedade a partir da mobilização da juventude e da argumentação. O maior problema é que tudo o que vai contra a maioria causa polêmica, mas é preciso começar, afirma. FOTOS: MELISSA MIRANDA Outdoor na Av. Glicério

Freelapro. Título: Como o Freelancer pode transformar a sua especialidade em um produto digital ganhando assim escala e ganhando mais tempo

Freelapro. Título: Como o Freelancer pode transformar a sua especialidade em um produto digital ganhando assim escala e ganhando mais tempo Palestrante: Pedro Quintanilha Freelapro Título: Como o Freelancer pode transformar a sua especialidade em um produto digital ganhando assim escala e ganhando mais tempo Quem sou eu? Eu me tornei um freelancer

Leia mais

Para gostar de pensar

Para gostar de pensar Rosângela Trajano Para gostar de pensar Volume III - 3º ano Para gostar de pensar (Filosofia para crianças) Volume III 3º ano Para gostar de pensar Filosofia para crianças Volume III 3º ano Projeto editorial

Leia mais

Vencedores! Ideias de Negócio. Passos para criar. Descubra como criar ideias com potencial lucrativo, alinhadas com suas habilidades pessoais!

Vencedores! Ideias de Negócio. Passos para criar. Descubra como criar ideias com potencial lucrativo, alinhadas com suas habilidades pessoais! Por Rafael Piva Guia 33 Prático Passos para criar Ideias de Negócio Vencedores! Descubra como criar ideias com potencial lucrativo, alinhadas com suas habilidades pessoais! Que bom que você já deu um dos

Leia mais

Chantilly, 17 de outubro de 2020.

Chantilly, 17 de outubro de 2020. Chantilly, 17 de outubro de 2020. Capítulo 1. Há algo de errado acontecendo nos arredores dessa pequena cidade francesa. Avilly foi completamente afetada. É estranho descrever a situação, pois não encontro

Leia mais

Quem mais torce, incentiva, acompanha e

Quem mais torce, incentiva, acompanha e Capa esporte de pai para filho Edgard Rondina, o filho Felipe e uma paixão em comum: velejar no Lago Paranoá Por Leane Ribeiro Quem mais torce, incentiva, acompanha e muitas vezes até sofre com a carreira

Leia mais

NOTÍCIAS. Parque da Cidade é o escolhido para grandes eventos em Natal. V.4 - N.4 - Setembro de 2015

NOTÍCIAS. Parque da Cidade é o escolhido para grandes eventos em Natal. V.4 - N.4 - Setembro de 2015 V.4 - N.4 - Setembro de 2015 Vilma Lúcia da Silva 05 Assessora de Comunicação do Parque da Cidade Parque da Cidade é o escolhido para grandes eventos em Natal Só no mês de setembro o Parque da Cidade recebeu

Leia mais

UNIDADE VI ESCREVENDO E-MAILS QUE GERAM RESULTADOS

UNIDADE VI ESCREVENDO E-MAILS QUE GERAM RESULTADOS UNIDADE VI ESCREVENDO E-MAILS QUE GERAM RESULTADOS Nessa unidade vou mostrar para você como escrever e-mails que geram resultados. Mas que resultados são esses? Quando você escreve um e-mail tem que saber

Leia mais

Dinâmicas para Jovens - Brincadeiras para Jovens Atividades para grupos. Quem sou eu? Dinâmica de Apresentação para Grupo de Jovens

Dinâmicas para Jovens - Brincadeiras para Jovens Atividades para grupos. Quem sou eu? Dinâmica de Apresentação para Grupo de Jovens Disponível no site Esoterikha.com: http://bit.ly/dinamicas-para-jovens Dinâmicas para Jovens - Brincadeiras para Jovens Atividades para grupos As dinâmicas de grupo já fazem parte do cotidiano empresarial,

Leia mais

Realização e Organização. www.vamaislonge.com.br

Realização e Organização. www.vamaislonge.com.br Realização e Organização www.vamaislonge.com.br Quem somos... Leonardo Alvarenga, tenho 23 anos, sou criador do Não Tenho Ideia e do #VáMaisLonge. Sou formado em Educação Física mas larguei tudo logo após

Leia mais

21 sacadas para levar o seu negócio para o próximo nível

21 sacadas para levar o seu negócio para o próximo nível Para quem é este livro? Este livro é para todas aquelas pessoas que fazem o que amam em seu trabalho mas não estão tendo o retorno que gostariam. Este mini guia com 21 sacadas é um resumo dos atendimentos

Leia mais

Entrevista da Professora Rosa Trombetta à rádio Jovem Pan.

Entrevista da Professora Rosa Trombetta à rádio Jovem Pan. Entrevista da Professora Rosa Trombetta à rádio Jovem Pan. A Professora Rosa Trombetta, Coordenadora de Cursos da FIPECAFI aborda o assunto elearning para os ouvintes da Jovem Pan Online. Você sabe o que

Leia mais

Atividade - Sequência Conrado Adolpho

Atividade - Sequência Conrado Adolpho Atividade - Sequência Conrado Adolpho Agora, eu quero lhe apresentar os 6 e-mails do conrado adolpho para vender o 8ps. Quero que você leia está sequência com muita atenção e, depois, responda às provocações

Leia mais

MEU TIO MATOU UM CARA

MEU TIO MATOU UM CARA MEU TIO MATOU UM CARA M eu tio matou um cara. Pelo menos foi isso que ele disse. Eu estava assistindo televisão, um programa idiota em que umas garotas muito gostosas ficavam dançando. O interfone tocou.

Leia mais

12/02/2010. Presidência da República Secretaria de Imprensa Discurso do Presidente da República

12/02/2010. Presidência da República Secretaria de Imprensa Discurso do Presidente da República , Luiz Inácio Lula da Silva, na cerimônia de inauguração da Escola Municipal Jornalista Jaime Câmara e alusiva à visita às unidades habitacionais do PAC - Pró-Moradia no Jardim do Cerrado e Jardim Mundo

Leia mais

CANDIDATO BANCADO PELOS PAIS

CANDIDATO BANCADO PELOS PAIS CANDIDATO BANCADO PELOS PAIS Desânimo total Acho que minhas forças estão indo abaixo, ando meio desmotivado!!!! Não quero desanimar, mas os fatores externos estão superando minha motivação... cobrança

Leia mais

5 dicas incríveis de Facebook Ads para iniciantes. 1 INTRODUÇÃO

5 dicas incríveis de Facebook Ads para iniciantes. 1 INTRODUÇÃO 5 dicas incríveis de Facebook Ads para iniciantes. 1 INTRODUÇÃO Este e book foi criado após ter percebido uma série de dúvidas de iniciantes em Facebook Ads. O seu conteúdo é baseado na utilização da plataforma

Leia mais

Blog http://conquistadores.com.br. + dinheiro + mulheres + sucesso social (mini e-book grátis)

Blog http://conquistadores.com.br. + dinheiro + mulheres + sucesso social (mini e-book grátis) Blog http://conquistadores.com.br CONQUISTADORES + dinheiro + mulheres + sucesso social (mini e-book grátis) Blog http://conquistadores.com.br CONQUISTADORES + dinheiro + mulheres + sucesso social (Este

Leia mais

Índice. - Introdução... 3. - Economize em Gastos... 7 com Supérfluos. - Controle Seus Sentimentos... 11

Índice. - Introdução... 3. - Economize em Gastos... 7 com Supérfluos. - Controle Seus Sentimentos... 11 1 Índice - Introdução... 3 - Economize em Gastos... 7 com Supérfluos - Controle Seus Sentimentos... 11 - Quite suas Dívidas, mesmo... 14 que Seja Necessário Fazer um Empréstimo - Não Siga a Massa, Existem...

Leia mais

Concurso Literário. O amor

Concurso Literário. O amor Concurso Literário O Amor foi o tema do Concurso Literário da Escola Nova do segundo semestre. Durante o período do Concurso, o tema foi discutido em sala e trabalhado principalmente nas aulas de Língua

Leia mais

Entrevista Noemi Rodrigues (Associação dos Pescadores de Guaíba) e Mário Norberto, pescador. Por que de ter uma associação específica de pescadores?

Entrevista Noemi Rodrigues (Associação dos Pescadores de Guaíba) e Mário Norberto, pescador. Por que de ter uma associação específica de pescadores? Entrevista Noemi Rodrigues (Associação dos Pescadores de Guaíba) e Mário Norberto, pescador. Por que de ter uma associação específica de pescadores? Noemi: É a velha história, uma andorinha não faz verão,

Leia mais

Restaurante Top 5. 10 passos para deixar seus convidados mais felizes sem gastar um centavo a mais

Restaurante Top 5. 10 passos para deixar seus convidados mais felizes sem gastar um centavo a mais Restaurante Top 5 10 passos para deixar seus convidados mais felizes sem gastar um centavo a mais Mensagem do Restaurante Olá, Sabemos que é momento de comemorar. E se não fosse uma data ou momento especial,

Leia mais

Inicio (http://www.correiobraziliense.com.br/euestudante/) / Capa (http://www.correiobraziliense.com.br/euestudante/) / Um novo empresário

Inicio (http://www.correiobraziliense.com.br/euestudante/) / Capa (http://www.correiobraziliense.com.br/euestudante/) / Um novo empresário 1 de 5 09/07/2015 17:27 /euestudante/) (http://www2.correioweb.com.br /assinantecb /faleconosco_new.php?servico=9) Inicio /euestudante/) / Capa /euestudante/) / Um novo empresário Espaço do Empreendedor

Leia mais

Em algum lugar de mim

Em algum lugar de mim Em algum lugar de mim (Drama em ato único) Autor: Mailson Soares A - Eu vi um homem... C - Homem? Que homem? A - Um viajante... C - Ele te viu? A - Não, ia muito longe! B - Do que vocês estão falando?

Leia mais

Informativo EDIÇÃO 12 ANO IV. Julho/ Agosto/ Setembro 2015. PACER comemora 12 anos de história DESTAQUES DESTA EDIÇÃO TRANSPORTE DE CARGAS:

Informativo EDIÇÃO 12 ANO IV. Julho/ Agosto/ Setembro 2015. PACER comemora 12 anos de história DESTAQUES DESTA EDIÇÃO TRANSPORTE DE CARGAS: EDIÇÃO 12 ANO IV (11) 3648-4700 / (21) 3161-8600 www.pacer.com.br Informativo Julho/ Agosto/ Setembro 2015 PACER comemora 12 anos de história DESTAQUES DESTA EDIÇÃO TRANSPORTE DE CARGAS: 10 ANOS PACER:

Leia mais

OS 4 PASSOS ALTA PERFORMANCE A PARTIR DE AGORA PARA VOCÊ COMEÇAR A VIVER EM HIGHSTAKESLIFESTYLE.

OS 4 PASSOS ALTA PERFORMANCE A PARTIR DE AGORA PARA VOCÊ COMEÇAR A VIVER EM HIGHSTAKESLIFESTYLE. OS 4 PASSOS PARA VOCÊ COMEÇAR A VIVER EM ALTA PERFORMANCE A PARTIR DE AGORA HIGHSTAKESLIFESTYLE. Hey :) Gabriel Goffi aqui. Criei esse PDF para você que assistiu e gostou do vídeo ter sempre por perto

Leia mais

Bate-papo: Uso do Scratch, uma nova linguagem de programação, no ensino fundamental - Web Currículo (25/05/2010)

Bate-papo: Uso do Scratch, uma nova linguagem de programação, no ensino fundamental - Web Currículo (25/05/2010) 1 of 6 02/12/2011 16:14 Bate-papo: Uso do Scratch, uma nova linguagem de programação, no ensino fundamental - Web Currículo (25/05/2010) 13:58:20 Bem-vindos ao Bate-papo Educarede! 14:00:54 II Seminário

Leia mais

Rio de Janeiro, 5 de junho de 2008

Rio de Janeiro, 5 de junho de 2008 Rio de Janeiro, 5 de junho de 2008 IDENTIFICAÇÃO Meu nome é Alexandre da Silva França. Eu nasci em 17 do sete de 1958, no Rio de Janeiro. FORMAÇÃO Eu sou tecnólogo em processamento de dados. PRIMEIRO DIA

Leia mais

Como usar o monitoramento de mídias sociais numa campanha política

Como usar o monitoramento de mídias sociais numa campanha política Como usar o monitoramento de mídias sociais numa campanha política No Brasil, há poucas experiências conhecidas de uso de ferramentas de monitoramento de mídias sociais em campanhas políticas. Uma delas

Leia mais

Porque não Seguir o Fluxo da Sociedade Hebert Schiavelli Página 1

Porque não Seguir o Fluxo da Sociedade Hebert Schiavelli Página 1 Porque não Seguir o Fluxo da Sociedade Hebert Schiavelli Página 1 A maior Ambição do Homem é querer Colher aquilo que Não Semeou. Hebert Schiavelli (Empreendedor) Porque não Seguir o Fluxo da Sociedade

Leia mais

5- Cite, em ordem de preferência, três profissões que você mais gostaria de exercer: 1º 2º 3º

5- Cite, em ordem de preferência, três profissões que você mais gostaria de exercer: 1º 2º 3º 18. DICAS PARA A PRÁTICA Orientação para o trabalho A- Conhecimento de si mesmo Sugestão: Informativo de Orientação Vocacional Aluno Prezado Aluno O objetivo deste questionário é levantar informações para

Leia mais

A INFLUÊNCIA DO SALÁRIO NA ESCOLHA DA PROFISSÃO Professor Romulo Bolivar. www.proenem.com.br

A INFLUÊNCIA DO SALÁRIO NA ESCOLHA DA PROFISSÃO Professor Romulo Bolivar. www.proenem.com.br A INFLUÊNCIA DO SALÁRIO NA ESCOLHA DA PROFISSÃO Professor Romulo Bolivar www.proenem.com.br INSTRUÇÃO A partir da leitura dos textos motivadores seguintes e com base nos conhecimentos construídos ao longo

Leia mais

produtos que antes só circulavam na Grande Florianópolis, agora são vistos em todo o Estado e em alguns municípios do Paraná.

produtos que antes só circulavam na Grande Florianópolis, agora são vistos em todo o Estado e em alguns municípios do Paraná. SABOR, TRADIÇÃO E PUREZA Uma marca conhecida por sua tradicionalidade, reconhecimento no mercado e sabor irresistível, a empresa Bebidas Leonardo Sell, completa 106 anos em 2011 sendo a primeira empresa

Leia mais

Os 3 Passos da Fluência - Prático e Fácil!

Os 3 Passos da Fluência - Prático e Fácil! Os 3 Passos da Fluência - Prático e Fácil! Implemente esses 3 passos para obter resultados fantásticos no Inglês! The Meridian, 4 Copthall House, Station Square, Coventry, Este material pode ser redistribuído,

Leia mais

Rio de Janeiro, 10 de junho de 2008

Rio de Janeiro, 10 de junho de 2008 IDENTIFICAÇÃO Rio de Janeiro, 10 de junho de 2008 Humberto Cordeiro Carvalho admitido pela companhia em 1 de julho de 1981. Eu nasci em 25 de maio de 55 em Campos do Goytacazes. FORMAÇÃO Segundo grau Escola

Leia mais

Entrevista coletiva concedida pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, no hotel Skt. Petri

Entrevista coletiva concedida pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, no hotel Skt. Petri Entrevista coletiva concedida pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, no hotel Skt. Petri Copenhague-Dinamarca, 01 de outubro de 2009 Bem, primeiro dizer a vocês da alegria de poder estar

Leia mais

Estamos presentes em 20 estados

Estamos presentes em 20 estados http://goo.gl/7kuwo O IDEBRASIL é voltado para compartilhar conhecimento de gestão com o empreendedor do pequeno e micro negócio, de forma prática, objetiva e simplificada. A filosofia de capacitação é

Leia mais

NOS@EUROPE. O Desafio da Recuperação Económica e Financeira. Prova de Texto. Nome da Equipa GMR2012

NOS@EUROPE. O Desafio da Recuperação Económica e Financeira. Prova de Texto. Nome da Equipa GMR2012 NOS@EUROPE O Desafio da Recuperação Económica e Financeira Prova de Texto Nome da Equipa GMR2012 Alexandre Sousa Diogo Vicente José Silva Diana Almeida Dezembro de 2011 1 A crise vista pelos nossos avós

Leia mais

ESPORTE NÃO É SÓ PARA ALGUNS, É PARA TODOS! Esporte seguro e inclusivo. Nós queremos! Nós podemos!

ESPORTE NÃO É SÓ PARA ALGUNS, É PARA TODOS! Esporte seguro e inclusivo. Nós queremos! Nós podemos! ESPORTE NÃO É SÓ PARA ALGUNS, É PARA TODOS! Esporte seguro e inclusivo. Nós queremos! Nós podemos! Documento final aprovado por adolescentes dos Estados do Amazonas, da Bahia, do Ceará, do Mato Grosso,

Leia mais

Unidade 2: A família de Deus cresce José perdoa

Unidade 2: A família de Deus cresce José perdoa Olhando as peças Histórias de Deus:Gênesis-Apocalipse 3 a 6 anos Unidade 2: A família de Deus cresce José perdoa História Bíblica: Gênesis 41-47:12 A história de José continua com ele saindo da prisão

Leia mais

MINHA HISTÓRIA NO NOVOTEL

MINHA HISTÓRIA NO NOVOTEL MINHA HISTÓRIA NO NOVOTEL Lembro-me que haviam me convocado para uma entrevista de trabalho no NOVOTEL. Lembro-me de estar ansioso e ter passado a noite anterior preparando a minha entrevista. Como iria

Leia mais

A Lição de Lynch. O mago dos investimentos conta como ganhar nas bolsas depois de Buffet e Soros

A Lição de Lynch. O mago dos investimentos conta como ganhar nas bolsas depois de Buffet e Soros A Lição de Lynch O mago dos investimentos conta como ganhar nas bolsas depois de Buffet e Soros Por Laura Somoggi, de Marblehead (EUA) É muito provável que o nome Peter Lynch não lhe seja familiar. Ele

Leia mais

Região. Mais um exemplo de determinação

Região. Mais um exemplo de determinação O site Psicologia Nova publica a entrevista com Úrsula Gomes, aprovada em primeiro lugar no concurso do TRT 8 0 Região. Mais um exemplo de determinação nos estudos e muita disciplina. Esse é apenas o começo

Leia mais

Era uma vez, numa cidade muito distante, um plantador chamado Pedro. Ele

Era uma vez, numa cidade muito distante, um plantador chamado Pedro. Ele O Plantador e as Sementes Era uma vez, numa cidade muito distante, um plantador chamado Pedro. Ele sabia plantar de tudo: plantava árvores frutíferas, plantava flores, plantava legumes... ele plantava

Leia mais

Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a

Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a João do Medo Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a mamãe dele. Um dia, esse menino teve um sonho ruim com um monstro bem feio e, quando ele acordou, não encontrou mais

Leia mais

Transcriça o da Entrevista

Transcriça o da Entrevista Transcriça o da Entrevista Entrevistadora: Valéria de Assumpção Silva Entrevistada: Ex praticante Clarice Local: Núcleo de Arte Grécia Data: 08.10.2013 Horário: 14h Duração da entrevista: 1h COR PRETA

Leia mais

COMO INVESTIR PARA GANHAR DINHEIRO

COMO INVESTIR PARA GANHAR DINHEIRO COMO INVESTIR PARA GANHAR DINHEIRO Por que ler este livro? Você já escutou histórias de pessoas que ganharam muito dinheiro investindo, seja em imóveis ou na Bolsa de Valores? Após ter escutado todas essas

Leia mais

GUIa Prático para enfrentar a concorrência no e-commerce

GUIa Prático para enfrentar a concorrência no e-commerce GUIa Prático para enfrentar a concorrência no e-commerce Você é do tipo que quer arrancar os cabelos toda vez que um concorrente diminui o preço? Então você precisa ler este guia rápido agora mesmo. Aqui

Leia mais

6D Estúdio. promessa de ir além das 3 dimensões. Eles eram seis e, hoje, são sete sócios trabalhando do design impresso

6D Estúdio. promessa de ir além das 3 dimensões. Eles eram seis e, hoje, são sete sócios trabalhando do design impresso 6D Estúdio promessa de ir além das 3 dimensões Eles eram seis e, hoje, são sete sócios trabalhando do design impresso ao design em movimento, em vídeo ou internet. Eles unem diferentes conhecimentos técnicos

Leia mais

3 Truques Para Obter Fluência no Inglês

3 Truques Para Obter Fluência no Inglês 3 Truques Para Obter Fluência no Inglês by: Fabiana Lara Atenção! O ministério da saúde adverte: Os hábitos aqui expostos correm o sério risco de te colocar a frente de todos seus colegas, atingindo a

Leia mais

Como saber que meu filho é dependente químico e o que fazer. A importância de todos os familiares no processo de recuperação.

Como saber que meu filho é dependente químico e o que fazer. A importância de todos os familiares no processo de recuperação. Como saber que meu filho é dependente químico e o que fazer A importância de todos os familiares no processo de recuperação. Introdução Criar um filho é uma tarefa extremamente complexa. Além de amor,

Leia mais

Uma trufa e... 1000 lojas depois!

Uma trufa e... 1000 lojas depois! Uma trufa e... 1000 lojas depois! Autor: Alexandre Tadeu da Costa. Aluna: Lays Roberta Caçandro. Turma: 1º Ciências Contábeis. Venda Nova do Imigrante, Maio de 2012. Qual o principal assunto do livro.

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA PRODUÇÃO DE TEXTOS DO JORNAL REPORTAGEM RESENHA CRÍTICA TEXTO DE OPINIÃO CARTA DE LEITOR EDITORIAL

ORIENTAÇÕES PARA PRODUÇÃO DE TEXTOS DO JORNAL REPORTAGEM RESENHA CRÍTICA TEXTO DE OPINIÃO CARTA DE LEITOR EDITORIAL ORIENTAÇÕES PARA PRODUÇÃO DE TEXTOS DO JORNAL REPORTAGEM RESENHA CRÍTICA TEXTO DE OPINIÃO CARTA DE LEITOR EDITORIAL ORIENTAÇÕES PARA OS GRUPOS QUE ESTÃO PRODUZINDO UMA: REPORTAGEM Tipos de Textos Características

Leia mais

P/1 Seu Ivo, eu queria que o senhor começasse falando seu nome completo, onde o senhor nasceu e a data do seu nascimento.

P/1 Seu Ivo, eu queria que o senhor começasse falando seu nome completo, onde o senhor nasceu e a data do seu nascimento. museudapessoa.net P/1 Seu Ivo, eu queria que o senhor começasse falando seu nome completo, onde o senhor nasceu e a data do seu nascimento. R Eu nasci em Piúma, em primeiro lugar meu nome é Ivo, nasci

Leia mais

GRITO PELA EDUCAÇÃO PÚBLICA NO ESTADO DE SÃO PAULO

GRITO PELA EDUCAÇÃO PÚBLICA NO ESTADO DE SÃO PAULO Apresentação Esta cartilha representa um grito dos educadores, dos estudantes, dos pais, dos trabalhadores e da sociedade civil organizada em defesa da educação pública de qualidade, direito de todos e

Leia mais

COMO ESCOLHER O NEGÓCIO DE MARKETING MULTINÍVEL QUE MAIS COMBINA COM SEU PERFIL

COMO ESCOLHER O NEGÓCIO DE MARKETING MULTINÍVEL QUE MAIS COMBINA COM SEU PERFIL 1 COMO ESCOLHER O NEGÓCIO DE MARKETING MULTINÍVEL QUE MAIS COMBINA COM SEU PERFIL Celso Silva 2 Sobre o autor Celso Silva é nascido no Rio de Janeiro, em 24 de fevereiro de 1950. Aos 17 anos ingressou

Leia mais

04 Os números da empresa

04 Os números da empresa 04 Os números da empresa Além de conhecer o mercado e situar-se nele, o empreendedor tem de saber com clareza o que ocorre com os números de sua empresa. Neste capítulo conheça os principais conceitos,

Leia mais

5Etapas Para Conseguir Clientes de Coaching,

5Etapas Para Conseguir Clientes de Coaching, 5Etapas Para Conseguir Clientes de Coaching, Consultoria, Terapias Holísticas e Para Encher Seus Cursos e Workshops. Parte 01 Como Se Posicionar e Escolher os Clientes dos Seus Sonhos 1 Cinco Etapas Para

Leia mais

, como desenvolver o seu primeiro infoproduto

, como desenvolver o seu primeiro infoproduto Olá! Seja bem-vindo a essa série de três vídeos, onde eu quero mostrar exatamente como criar, como desenvolver e como fazer um marketing do seu próprio produto digital, criando um negócio altamente lucrativo

Leia mais

PERSONAGENS DESTE CAPÍTULO.

PERSONAGENS DESTE CAPÍTULO. Roteiro de Telenovela Brasileira Central de Produção CAPÍTULO 007 O BEM OU O MAL? Uma novela de MHS. PERSONAGENS DESTE CAPÍTULO. AGENOR ALBERTO FERNANDO GABRIELE JORGE MARIA CLARA MARIA CAMILLA MARÍLIA

Leia mais

Homens. Inteligentes. Manifesto

Homens. Inteligentes. Manifesto Homens. Inteligentes. Manifesto Ser homem antigamente era algo muito simples. Você aprendia duas coisas desde cedo: lutar para se defender e caçar para se alimentar. Quem fazia isso muito bem, se dava

Leia mais

Scup e Política: vitória nas urnas pelas redes sociais

Scup e Política: vitória nas urnas pelas redes sociais Scup e Política: vitória nas urnas pelas redes sociais A campanha do prefeito de Duque de Caxias Alexandre Aguiar Cardoso, natural de Duque de Caxias, cidade da região metropolitana do Rio de Janeiro,

Leia mais

Manual prático de criação publicitária. (O dia-a-dia da criação em uma agência)

Manual prático de criação publicitária. (O dia-a-dia da criação em uma agência) Manual prático de criação publicitária (O dia-a-dia da criação em uma agência) MANUAL final2.indd 1 14/3/2006 23:19:58 Flávio Waiteman Manual prático de criação publicitária (O dia-a-dia da criação em

Leia mais

TRIBO? "O QUE UNE AS PESSOAS DE UMA TRIBO É O COMPROMISSO COMUM COM A ATIVIDADE QUE NASCERAM PARA FAZER."

TRIBO? O QUE UNE AS PESSOAS DE UMA TRIBO É O COMPROMISSO COMUM COM A ATIVIDADE QUE NASCERAM PARA FAZER. TRIBO? "O QUE UNE AS PESSOAS DE UMA TRIBO É O COMPROMISSO COMUM COM A ATIVIDADE QUE NASCERAM PARA FAZER." CONCEITO : No QUAL É A SUA TRIBO? podemos ser quem desejamos, praticar novos esportes e atividades

Leia mais

200 Opportunities to Discover PORTUGUESE. www.second-language-now.com

200 Opportunities to Discover PORTUGUESE. www.second-language-now.com BASIC QUESTIONS 200 Opportunities to Discover PORTUGUESE Basic Questions - Portuguese TABLE OF CONTENTS 1. SABE?...3 2. COMO?...4 3. QUANTO TEMPO?...5 4. QUANTOS?...6 5. QUANTO?...7 6. COM QUE FREQUÊNCIA?...8

Leia mais

PASSADO, PRESENTE E FUTURO DAS DIVISÕES DE BASE NO FUTEBOL DO BRASIL JANEIRO DE

PASSADO, PRESENTE E FUTURO DAS DIVISÕES DE BASE NO FUTEBOL DO BRASIL JANEIRO DE PASSADO, PRESENTE E FUTURO DAS DIVISÕES DE BASE NO FUTEBOL DO BRASIL JANEIRO DE 2013 Temos lido e ouvido muitos comentários nos últimos dias sobre o processo de formação de Atletas no Brasil, emitidas

Leia mais

8 Passos para o Recrutamento Eficaz. Por Tiago Simões

8 Passos para o Recrutamento Eficaz. Por Tiago Simões 8 Passos para o Recrutamento Eficaz Por Tiago Simões Uma das coisas que aprendi na indústria de marketing de rede é que se você não tem um sistema de trabalho que comprovadamente funcione, muito provavelmente

Leia mais

PESQUISA DE CABELEIREIRA/TÉCNICO DE ESTÉTICA:

PESQUISA DE CABELEIREIRA/TÉCNICO DE ESTÉTICA: Fundo Perpétuo de Educação PESQUISA DE CABELEIREIRA/TÉCNICO DE ESTÉTICA: Os depoimentos, ensinamentos e metas dos participantes mais bem sucedidos. A escolha da escola fez a diferença na sua colocação

Leia mais

Roteiro de Áudio. SOM: abertura (Vinheta de abertura do programa Hora do Debate )

Roteiro de Áudio. SOM: abertura (Vinheta de abertura do programa Hora do Debate ) 1 Roteiro de Áudio Episódio 1 A língua, a ciência e a produção de efeitos de verdade Programa Hora de Debate. Campanhas de prevenção contra DST: Linguagem em alerta SOM: abertura (Vinheta de abertura do

Leia mais

Metodologia. Entrevistas com amostra de usuárias brasileiras de internet via questionário online.

Metodologia. Entrevistas com amostra de usuárias brasileiras de internet via questionário online. Mulheres e Futebol Sophia Mind A Sophia Mind Pesquisa e Inteligência de Mercado é a empresa do grupo de comunicação feminina Bolsa de Mulher voltada para pesquisa e inteligência de mercado. Cem por cento

Leia mais

Estudo x trabalho: aprenda a vencer a rotina de atividades rumo ao sucesso

Estudo x trabalho: aprenda a vencer a rotina de atividades rumo ao sucesso Estudo x trabalho: aprenda a vencer a rotina de atividades rumo ao sucesso Sumário introdução 03 Capítulo 5 16 Capítulo 1 Pense no futuro! 04 Aproveite os fins de semana Capítulo 6 18 Capítulo 2 07 É preciso

Leia mais

QUEM SOMOS intercâmbio

QUEM SOMOS intercâmbio alemanha Programa HIGH SCHOOL QUEM SOMOS intercâmbio O Number One Intercâmbio possui mais de 15 anos de mercado oferecendo as melhores opções de viagem para você e sua família, seja a lazer, trabalho ou

Leia mais

14 segredos que você jamais deve contar a ele

14 segredos que você jamais deve contar a ele Link da matéria : http://www.dicasdemulher.com.br/segredos-que-voce-jamais-deve-contar-aele/ DICAS DE MULHER DICAS DE COMPORTAMENTO 14 segredos que você jamais deve contar a ele Algumas lembranças e comentários

Leia mais

30/09/2008. Entrevista do Presidente da República

30/09/2008. Entrevista do Presidente da República Entrevista coletiva concedida pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, em conjunto com o presidente da Venezuela, Hugo Chávez, com perguntas respondidas pelo presidente Lula Manaus-AM,

Leia mais

Estudo de Caso. Cliente: Rafael Marques. Coach: Rodrigo Santiago. Duração do processo: 12 meses

Estudo de Caso. Cliente: Rafael Marques. Coach: Rodrigo Santiago. Duração do processo: 12 meses Estudo de Caso Cliente: Rafael Marques Duração do processo: 12 meses Coach: Rodrigo Santiago Minha idéia inicial de coaching era a de uma pessoa que me ajudaria a me organizar e me trazer idéias novas,

Leia mais

Diogo Caixeta 6 PASSOS PARA CONSTRUIR UM NEGÓCIO DIGITAL DE SUCESSO! WWW.PALAVRASQUEVENDEM.COM WWW.CONVERSAODIGITAL.COM.BR

Diogo Caixeta 6 PASSOS PARA CONSTRUIR UM NEGÓCIO DIGITAL DE SUCESSO! WWW.PALAVRASQUEVENDEM.COM WWW.CONVERSAODIGITAL.COM.BR Diogo Caixeta 6 PASSOS PARA CONSTRUIR UM NEGÓCIO DIGITAL DE SUCESSO! WWW.PALAVRASQUEVENDEM.COM WWW.CONVERSAODIGITAL.COM.BR INTRODUÇÃO Você está cansado de falsas promessas uma atrás da outra, dizendo

Leia mais

Conteúdo. Introdução -------------------------------------------------------- 03. Quem sou? ------------------------------------------------------- 04

Conteúdo. Introdução -------------------------------------------------------- 03. Quem sou? ------------------------------------------------------- 04 Conteúdo Introdução -------------------------------------------------------- 03 Quem sou? ------------------------------------------------------- 04 Negócios Digitais --------------------------------------------------

Leia mais

Lúmini Art Centro de Pesquisa, Cultura e Ação Social. O Projeto Social Luminando

Lúmini Art Centro de Pesquisa, Cultura e Ação Social. O Projeto Social Luminando Lúmini Art Centro de Pesquisa, Cultura e Ação Social O Projeto Social Luminando O LUMINANDO O Luminando surgiu como uma ferramenta de combate à exclusão social de crianças e adolescentes de comunidades

Leia mais

AÇÕES SOCIAIS, AMBIENTAIS E CULTURAIS

AÇÕES SOCIAIS, AMBIENTAIS E CULTURAIS AÇÕES SOCIAIS, AMBIENTAIS E CULTURAIS Relatório de Atividades 2014 Sumário 1.0 Introdução - Pág 3 2.0 Quem Somos, Estatísticas, Valores - Pág 4 3.0 Projetos 2014 - Pág 5 a 15 3.1 Novo site - Pág 5 a 12

Leia mais

LOURENÇO LOURINHO PRACIANO 1

LOURENÇO LOURINHO PRACIANO 1 LOURENÇO LOURINHO PRACIANO 1 TESOUREIRO 41 ANOS DE TRABALHO Empresa Horizonte Nascido em Itapipoca, Ceará Idade: 76 anos Esposa: Maria Pinto de Oliveira Praciano Filhos: Lucineide Eu entrei na Empresa

Leia mais

FICHA DE CADASTRO EMPRETEC. Município Data: / /

FICHA DE CADASTRO EMPRETEC. Município Data: / / FICHA DE CADASTRO EMPRETEC Município Data: / / Caro Empreendedor, Obrigado por seu interesse pelo Empretec, um dos principais programas de desenvolvimento de empreendedores no Brasil e no Mundo! As questões

Leia mais

Tema: O que, como, quando e quanto compra é o que precisamos entender. tomada de decisão do jovem na hora da compra.

Tema: O que, como, quando e quanto compra é o que precisamos entender. tomada de decisão do jovem na hora da compra. Radar Jovem 2015 Tema: Já sabemos que o jovem é um dos consumidores que mais possui poder aquisitivo do país*. O que, como, quando e quanto compra é o que precisamos entender agora. Nesse estudo iremos

Leia mais

Alguns ensinamentos valem para qualquer negócio

Alguns ensinamentos valem para qualquer negócio Alguns ensinamentos valem para qualquer negócio Você tem um trabalho tradicional, daqueles de bater ponto. Já tem um negócio, mas não vai tão bem quanto gostaria. É um funcionário público, mas está infeliz

Leia mais

A Copa do Mundo e a importância dos CT s no Brasil DESTAQUES. Curitiba, 26 de setembro de 2012 l 6ª Edição - Setembro/Outubro

A Copa do Mundo e a importância dos CT s no Brasil DESTAQUES. Curitiba, 26 de setembro de 2012 l 6ª Edição - Setembro/Outubro Curitiba, 26 de setembro de 2012 l 6ª Edição - Setembro/Outubro DESTAQUES A Copa do Mundo e a importância dos CT s no Brasil Fifa indica estádios de futebol, mas seleções da Copa poderão escolher seus

Leia mais

pensamentos para o seu dia a dia

pensamentos para o seu dia a dia pensamentos para o seu dia a dia Israel Belo de Azevedo 1Vida e espiritualidade 1 Adrenalina no tédio O interesse por filmes sobre o fim do mundo pode ser uma forma de dar conteúdo ao tédio. Se a vida

Leia mais

www.trabalhandoonline.net 4 Técnicas para Ganhar Dinheiro Online. 1

www.trabalhandoonline.net 4 Técnicas para Ganhar Dinheiro Online. 1 www.trabalhandoonline.net 4 Técnicas para Ganhar Dinheiro Online. 1 Produção Este E-book é Produzido por www.trabalhandoonline.net Visite o site e conheça várias outras Dicas GRÁTIS para Ganhar Dinheiro

Leia mais

Só vence nos negócios quem se preocupa com as pessoas

Só vence nos negócios quem se preocupa com as pessoas Só vence nos negócios quem se preocupa com as pessoas Dezoito anos à frente da maior empresa de inseminação Artificial Bovina do Brasil, Heverardo Rezende Carvalho conta o que teve que aprender para se

Leia mais

G.C.P - GUIA DE CREDENCIAMENTO PROFISSIONAL

G.C.P - GUIA DE CREDENCIAMENTO PROFISSIONAL G.C.P - GUIA DE CREDENCIAMENTO PROFISSIONAL I - Adquira o Kit de Trabalho e Tenha sua Franquia Individual em sua Cidade. II Conheça nosso Marketing de Rede. Fácil de fazer, fácil de divulgar. III Na última

Leia mais

Você é comprometido?

Você é comprometido? Você é comprometido? Não, isso não é uma cantada. O que o seu chefe quer saber é se você veste a camisa da organização. Você adora seu trabalho e desempenha suas funções com eficiência, mas não aposta

Leia mais

MINIWEB EDUCAÇÃO - A EXPERIÊNCIA DA CRIAÇÃO DE UM PORTAL EDUCACIONAL E CURSOS A DISTÂNCIA.

MINIWEB EDUCAÇÃO - A EXPERIÊNCIA DA CRIAÇÃO DE UM PORTAL EDUCACIONAL E CURSOS A DISTÂNCIA. 1 MINIWEB EDUCAÇÃO - A EXPERIÊNCIA DA CRIAÇÃO DE UM PORTAL EDUCACIONAL E CURSOS A DISTÂNCIA. Profa. Arlete Embacher MiniWeb Educação S/C Ltda webmaster@miniweb.com.br Resumo Este relato descreve como surgiu

Leia mais

Enquete para Pais ou Responsáveis

Enquete para Pais ou Responsáveis MEXT Ministério da Educação, Cultura, Esportes, Ciência e Tecnologia do Japão Avaliação Nacional do Desempenho Escolar e Condições do Aprendizado em 2013 Pesquisa detalhada Enquete para Pais ou Responsáveis

Leia mais

Os desafios do Bradesco nas redes sociais

Os desafios do Bradesco nas redes sociais Os desafios do Bradesco nas redes sociais Atual gerente de redes sociais do Bradesco, Marcelo Salgado, de 31 anos, começou sua carreira no banco como operador de telemarketing em 2000. Ele foi um dos responsáveis

Leia mais

Opção. sites. A tua melhor opção!

Opção. sites. A tua melhor opção! Opção A tua melhor opção! Queremos te apresentar um negócio que vai te conduzir ao sucesso!!! O MUNDO... MUDOU! Todos sabemos que a internet tem ocupado um lugar relevante na vida das pessoas, e conseqüentemente,

Leia mais

Marketing não Sobrevive sem Endomarketing

Marketing não Sobrevive sem Endomarketing Marketing não Sobrevive sem Endomarketing Um ótimo serviço pode se tornar ruim se os funcionários não confiam em si mesmos. Uma endoentrevista sobre endomarketing. Troquemos de lugar! O título é, sem dúvida,

Leia mais

O que fazer em meio às turbulências

O que fazer em meio às turbulências O que fazer em meio às turbulências VERSÍCULO BÍBLICO Façam todo o possível para viver em paz com todos. Romanos 12:18 OBJETIVOS O QUÊ? (GG): As crianças assistirão a um programa de auditório chamado Geração

Leia mais

Como fazer seu blog se destacar dos outros

Como fazer seu blog se destacar dos outros Como fazer seu blog se destacar dos outros Fama. Tráfego. Reconhecimento. Muito dinheiro no bolso. Esses itens certamente estão presentes na lista de desejos de quase todos os blogueiros. Afinal, ninguém

Leia mais

CENTRO DE MEMÓRIA DO ESPORTE ESCOLA DE EDUCAÇÃO FÍSICA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL PROJETO GARIMPANDO MEMÓRIAS GEÓRGIA BALARDIN

CENTRO DE MEMÓRIA DO ESPORTE ESCOLA DE EDUCAÇÃO FÍSICA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL PROJETO GARIMPANDO MEMÓRIAS GEÓRGIA BALARDIN CENTRO DE MEMÓRIA DO ESPORTE ESCOLA DE EDUCAÇÃO FÍSICA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL PROJETO GARIMPANDO MEMÓRIAS GEÓRGIA BALARDIN (depoimento) 2014 CEME-ESEF-UFRGS FICHA TÉCNICA Projeto: Garimpando

Leia mais

SEU GUIA DEFINITIVO PARA PLANEJAR E EXECUTAR DE UMA VEZ POR TODAS SEU SONHO ENGAVETADO

SEU GUIA DEFINITIVO PARA PLANEJAR E EXECUTAR DE UMA VEZ POR TODAS SEU SONHO ENGAVETADO FAÇA ACONTECER AGORA MISSÃO ESPECIAL SEU GUIA DEFINITIVO PARA PLANEJAR E EXECUTAR DE UMA VEZ POR TODAS SEU SONHO ENGAVETADO RENATA WERNER COACHING PARA MULHERES Página 1 Q ue Maravilha Começar algo novo

Leia mais

O CAMINHO PARA REFLEXÃO

O CAMINHO PARA REFLEXÃO O CAMINHO PARA REFLEXÃO a 3 Semana EMPREENDER É DAR A SUA CONTRIBUIÇÃO PARA A SOCIEDADE No mudo dos negócios existe a diferença visível do acomodado que nunca quer aprender a mesma coisa duas vezes e o

Leia mais

Bons empregos e cosmopolitismo atraem brasileiros a Dubai

Bons empregos e cosmopolitismo atraem brasileiros a Dubai Bons empregos e cosmopolitismo atraem brasileiros a Dubai Emirado permite ter padrão de vida semelhante ao da classe alta do Brasil. Estrangeiros vão a festas 'ocidentalizadas' e pouco interagem com locais.

Leia mais