DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS TECNISA S.A. 1T17.

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS TECNISA S.A. 1T17."

Transcrição

1 São Paulo, 10 de maio de DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS TECNISA S.A. 1T17. Vendas Contratadas Líquidas atingem R$ 122 milhões no 1T17. Despesas Administrativas somam R$ 24 milhões, redução de 8% em relação ao 4T16. Geração de Caixa Ajustada soma R$ 31 milhões no 1T17 e R$ 277 milhões nos últimos 12 meses. A TECNISA S.A. (BMF&BOVESPA: TCSA3), uma das maiores incorporadoras de empreendimentos residenciais do Brasil, que trabalha de forma integrada (incorporação, construção e intermediação de vendas), divulga hoje os resultados do primeiro trimestre de 2017 (1T17), apresentado conforme as práticas contábeis adotadas no Brasil, em Reais (R$), de acordo com a legislação societária. DESTAQUES A TECNISA, em linha com a estratégia de monetização de ativos, manteve o foco na comercialização de estoques, não realizando Lançamentos no 1T17. As Vendas Contratadas Brutas, parcela TECNISA, somaram R$ 206 milhões no trimestre, contribuindo para uma velocidade de venda, medida pelo indicador de Venda sobre Oferta ( VSO ) Bruta, de 14%. Os Distratos no período somaram R$ 83 milhões, redução de 36% em relação ao trimestre anterior, resultado do menor volume de obras em execução. Dessa forma, as Vendas Contratadas Líquidas, parcela TECNISA e líquidas de distratos, totalizaram R$ 122 milhões no 1T17 com uma VSO Líquida de 8%. No trimestre foram Entregues 3 empreendimentos totalizando um Valor Geral de Vendas ( VGV ) de R$ 142 milhões, representados por 509 unidades. A Receita Líquida atingiu R$ 100 milhões no 1T17, crescimento de 53% em relação ao 4T16, resultado do melhor desempenho de vendas. A Margem Bruta Ajustada, a qual não considera os projetos contabilizados por equivalência patrimonial, encerrou o trimestre em 7%, 30 p.p. superior em relação ao 4T16. No 1T17, as Despesas Gerais e Administrativas alcançaram o montante de R$ 24 milhões, redução de 8% em relação ao 4T16, resultado da estratégia de redimensionamento de despesas. Conforme Fato Relevante divulgado em 24 de março de 2017, a Companhia projeta Despesas Gerais e Administrativas de R$ 75 milhões no exercício de 2017 e de R$ 60 milhões para Maiores benefícios do processo de readequação das Despesas Gerais e Administrativas serão percebidos nos resultados do segundo semestre de 2017, haja visto a existência de gastos extraordinários na primeira metade do ano com a rescisão de contratos. A variação da dívida líquida no 1T17 resultou em uma Geração de Caixa de R$ 61 milhões. Cabe ressaltar que caso seja considerada [i] a redução de R$ 31 milhões da dívida líquida dos projetos consolidados por equivalência patrimonial, bem como [ii] a entrada de caixa de R$ 60 milhões referente a subscrições do aumento de capital em andamento, a Geração de Caixa Total Ajustada resultaria em R$ 31 milhões. A melhoria do desempenho de vendas, aliado a redução de despesas, fez com que a TECNISA encerrasse o 1T17 com um prejuízo de R$ 63 milhões, uma redução de 75% em relação à perda de R$ 252 milhões apurada no 4T16. Como eventos subsequentes, em 28 de abril de 2017, a Companhia concluiu o período de exercício do direito de preferência do Aumento de Capital em andamento, ocasião na qual foram subscritas ações, totalizando um aporte no valor de R$ , o que corresponde a 90,3% do total de ações disponíveis para subscrição.

2 SUMÁRIO TECNISA EM NÚMEROS... 3 DADOS OPERACIONAIS... 4 LANÇAMENTOS... 4 VENDAS CONTRATADAS... 4 TECNISA VENDAS... 6 CARTEIRA DE TERRENOS (LAND BANK)... 6 ESTOQUE A VALOR DE MERCADO... 7 ENTREGA DE EMPREENDIMENTOS... 8 REPASSE DE UNIDADES DESEMPENHO ECONÔMICO-FINANCEIRO RECEITA OPERACIONAL BRUTA RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA CUSTO DOS IMÓVEIS VENDIDOS E DOS SERVIÇOS PRESTADOS LUCRO (PREJUÍZO) BRUTO E MARGEM BRUTA RESULTADOS A APROPRIAR DESPESAS COM VENDAS DESPESAS GERAIS E ADMINISTRATIVAS EQUIVALÊNCIA PATRIMONIAL OUTRAS RECEITAS (DESPESAS) OPERACIONAIS EBITDA RESULTADO FINANCEIRO IMPOSTO DE RENDA E CONTRIBUIÇÃO SOCIAL RESULTADO LÍQUIDO POSIÇÃO DE CAIXA E ENDIVIDAMENTO CONTAS A RECEBER DE CLIENTES EVENTOS SUBSEQUENTES TELECONFERÊNCIA DOS RESULTADOS DO 1T CONTATO RI ANEXOS ANEXO 1 - DRE TECNISA S.A. CONSOLIDADO (EM MILHARES DE REAIS) ANEXO 2 - BALANÇO PATRIMONIAL TECNISA S.A. CONSOLIDADO (EM MILHARES DE REAIS) ANEXO 3 - FLUXO DE CAIXA TECNISA S.A. CONSOLIDADO (EM MILHARES DE REAIS)... 27

3 12 TECNISA EM NÚMEROS Patrimônio Líquido inclui participação de minoritários. Geração de Caixa, medido pela variação da dívida líquida, ajustado em R$ 5 milhões no 1T16 pela recompra de ações; em R$ 28 milhões no 4T16 referente ao pagamento de dividendos; e em R$ 3 milhões no 4T16 e em R$ 60 milhões no 1T17 referente a subscrições a aumentos de capital.

4 DADOS OPERACIONAIS LANÇAMENTOS Em linha com a estratégia de monetização de ativos, a TECNISA optou em não realizar Lançamentos no 1T17, mantendo o foco na comercialização dos estoques e outros ativos. VENDAS CONTRATADAS As Vendas Contratadas Brutas, parcela TECNISA, somaram R$ 206 milhões no trimestre, redução de 48% em relação ao 4T16. Cabe ressaltar que o resultado do 4T16 foi impactado pela venda da torre corporativa localizada no bairro planejado Jardim das Perdizes, com VGV próprio de R$ 211 milhões. Dessa forma, desconsiderando os efeitos da alienação da torre corporativa, as Vendas Contratadas Brutas do 1T17 apresentaram um crescimento de 13% em relação ao trimestre anterior. A velocidade de vendas, medida pelo indicador Venda Sobre Oferta ( VSO ) 3 Bruta, atingiu 14% no 1T17. Os Distratos somaram R$ 83 milhões, redução de 36% em relação ao trimestre anterior, resultado do menor volume de obras em execução. Cabe ressaltar que as unidades distratadas retornam para o estoque para serem recomercializadas. Dessa forma, as Vendas Contratadas Líquidas, parcela TECNISA e líquidas de distratos, totalizaram R$ 122 milhões no 1T17 com uma VSO Líquida de 8%. VSO = Vendas Contratadas / (Estoque Inicial + Lançamentos no Período).

5 = Breakdown da Venda Contratada Líquida (R$ milhões)

6 A tabela a seguir descreve o perfil das Vendas Contratadas da TECNISA. TECNISA VENDAS A equipe própria de vendas da TECNISA, atualmente com 209 corretores, foi responsável por 80% das vendas realizadas no trimestre. Além da economia gerada na corretagem (em média, cada venda via TECNISA VENDAS economiza 2,3 p.p. de corretagem em relação às vendas realizadas através de imobiliárias terceiras), a equipe própria de vendas garante à Companhia uma melhor velocidade de vendas de unidades em estoque, além de fornecer inteligência imobiliária para a antecipação de tendências de consumo e uma melhor precificação dos produtos. CARTEIRA DE TERRENOS (LAND BANK) No 1T17, a Carteira de Terrenos da Companhia registrou um VGV potencial de R$ milhões, parcela TECNISA. No 1T17 a TECNISA não adquiriu ou alienou terrenos. Em 31 de março de 2017, R$ milhões da Carteira de Terrenos, participação TECNISA, referiam-se a terrenos do projeto Jardim das Perdizes.

7 Ao final do 1T17, 79% da Carteira de Terrenos, parcela TECNISA, havia sido adquirida em dinheiro, 14% através de permutas puras e o restante por estruturas híbridas de dinheiro e permuta. ESTOQUE A VALOR DE MERCADO A TECNISA encerrou o 1T17 com R$ milhões em Estoque a Valor de Mercado, dos quais R$ milhões referentes a participação TECNISA. Esse valor representa uma queda de 4% em relação ao 1T16 e uma queda de 11% em relação ao 4T16. O estoque de unidades concluídas representa 71% do total. Em 31 de março de 2017, R$ 398 milhões do Estoque a Valor de Mercado, participação TECNISA, referiam-se a unidades do projeto Jardim das Perdizes.

8 ENTREGA DE EMPREENDIMENTOS A Companhia entregou 3 empreendimentos no 1T17, totalizando 509 unidades e correspondendo a um VGV, parte TECNISA, de R$ 142 milhões.

9 Segue abaixo a programação das entregas de acordo com o ano de lançamento. Data base de 31 de março de Para obras adiantadas/no prazo, considera-se como data de conclusão o critério de Término Contratual, sendo nas demais obras adotado o critério de Habite-se. Como forma de permitir um melhor acompanhamento da conclusão dos empreendimentos, demonstra-se a seguir a reconciliação das entregas nos últimos trimestres de acordo com os critérios de Habite-se e Instalação de Condomínio.

10 REPASSE DE UNIDADES Em relação ao Repasse de Unidades a instituições financeiras, no 1T17, foram repassadas 701 unidades, equivalente a R$ 165 milhões, volume 18% inferior quando comparado com o 4T16. O valor informado de Repasse de Unidades refere-se ao saldo devedor ou número de unidades quitadas no período ou transferidas à instituições financeiras pela TECNISA na ocasião da conclusão do projeto, não havendo reconciliação com o VGV histórico das unidades. Dessa forma, efeitos como [i] recebimento de parte dos valores ao longo da construção; [ii] financiamento direto com a TECNISA; [iii] unidades em estoque; ou mesmo [iv] unidades dadas ao antigo proprietário do terreno como forma pagamento (permutas) afetam a comparação.

11 DESEMPENHO ECONÔMICO-FINANCEIRO RECEITA OPERACIONAL BRUTA No 1T17 a Receita Operacional Bruta de venda de imóveis e serviços prestados foi de R$ 103 milhões, incremento de 53% em relação ao 4T16, justificado, majoritariamente, pelo maior volume de vendas líquidas contradas no período. O Índice Nacional de Custo da Construção INCC no período, indexador que corrige a carteira de recebíveis de obras em andamento, totalizou 1,41% no 1T17, versus 0,71% no 4T16 e 1,04% no 1T16. O efeito do AVP (Lei /07) no 1T17 foi R$ 0,2 milhões positivo, versus R$ 1,9 milhões positivo e R$ 0,8 milhões positivo no 1T16 e 4T16, respectivamente. Além disso, no 1T17 a atividade de incorporação foi responsável por 93% da Receita Operacional Bruta. RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA A Receita Líquida no 1T17 foi de R$ 100 milhões, crescimento de 53% em relação ao 4T16. O impacto do AVP e os principais motivos das oscilações da conta estão detalhados no item Receita Bruta Operacional. Em 31 de março de 2017, o percentual dos ativos consolidados nas demonstrações financeiras beneficiados com o Regime Especial de Tributação ( RET ) de 4,00% sobre a receita (PIS/COFINS de 2,08% e IR/CSLL de 1,92%) era de

12 65%. Cabe ressaltar que o benefício do RET é originado pela submissão dos empreendimentos ao Patrimônio de Afetação. CUSTO DOS IMÓVEIS VENDIDOS E DOS SERVIÇOS PRESTADOS O Custo dos Imóveis Vendidos e dos Serviços Prestados no 1T17 foi de R$ 115 milhões, aumento de 15% quando comparado aos R$ 99 milhões reportado no 4T16. A variação da rubrica em relação ao período anterior é justificada, principalmente, pelo maior volume de vendas contratadas no período. Os encargos financeiros apropriados ao Custo dos Imóveis Vendidos (dívidas corporativas relacionadas a projetos e financiamento à produção) foram de R$ 21 milhões no 1T17, versus R$ 19 milhões reportados no 4T16. LUCRO (PREJUÍZO) BRUTO E MARGEM BRUTA O 1T17 totalizou um Prejuízo Bruto de R$ 14 milhões, com uma Margem Bruta de -14%, 38 p.p. superior em relação ao trimestre anterior, resultado, principalmente, do maior volume de receitas reconhecidas no período, que auxilia na diluição dos encargos financeiros apropriados ao Custo dos Imóveis Vendidos, uma vez que esses encargos transitam no resultado do período independente da evolução financeira ( PoC ) das obras. Adicionalmente, excluindo os efeitos dos encargos financeiros apropriados ao Custo dos Imóveis Vendidos, a Margem Bruta Ajustada no 1T17 foi de 7%, 30 p.p. superior em relação aos -23% reportados no 4T16, reflexo do mix de produtos comercializados/distratados no período.

13 RESULTADOS A APROPRIAR A TECNISA encerrou o 1T17 com R$ 7 milhões de Receitas a Apropriar, com Margem Bruta a Apropriar correspondente de 37%, após a dedução de impostos sobre vendas (PIS/COFINS), aumento de 14 p.p. em relação ao 4T16. Esses números não consideram o resultado a apropriar do projeto Jardim das Perdizes (com Receita e Margem Bruta a Apropriar de, respectivamente, R$ 30 milhões e 49,5%, base 100%), o qual passou a ser apresentado nas demonstrações financeiras pelo método de equivalência patrimonial a partir do 4T15. Cabe ressaltar que o Lucro Bruto a Apropriar não contempla [i] encargos financeiros, [ii] provisão para garantia no custo orçado e [iii] Ajuste a Valor Presente (AVP) na receita.

14 DESPESAS COM VENDAS As Despesas com Vendas no 1T17 foram de R$ 7 milhões, representando 7% da Receita Líquida. Para efeitos comparativos, as Despesas com Vendas no 1T16 e no 4T16 foram de R$ 8 milhões e R$ 10 milhões, representando 5% e 16% da Receita Líquida, respectivamente. Além das despesas com publicidade e propagandas ocorridas no trimestre, as Despesas com Vendas contemplam ainda os gastos com a manutenção e depreciação dos estandes de venda. Na comparação com Vendas Brutas, as Despesas com Vendas representaram no 1T17 uma relação de 3% versus 3% no 4T16. O mesmo indicador, considerando os valores acumulados dos últimos 12 meses, o percentual no 1T17 foi de 3% versus 5% e 4% no 1T16 e 4T16. DESPESAS GERAIS E ADMINISTRATIVAS No 1T17, as Despesas Gerais e Administrativas alcançaram o montante de R$ 24 milhões, redução de 8% em relação ao 4T16 e redução de 15% em relação aos R$ 28 milhões registrados no mesmo período do ano anterior. Essa queda já é resultado de um processo de readequação das Despesas Gerais e Administrativas, uma vez que a Companhia passa a operar com um menor tamanho operacional, focada no mercado de São Paulo, permitindo uma maior seletividade e melhorias na rentabilidade média dos projetos. Adicionalmente, a Companhia continua com esforços para reduzir custos fixos, através da readequação do número de funcionário administrativos, redução da área ocupada pela sede administrativa, fechamento de escritórios regionais, bem como a revisão de contratos de prestadores de serviços. Conforme Fato Relevante divulgado em 24 de março de 2017, a Companhia projeta Despesas Gerais e Administrativas de R$75 milhões no exercício de 2017 e de R$60 milhões para exercício de Maiores benefícios do processo de readequação das despesas Gerais e Administrativas serão percebidos nos resultados do segundo semestre de 2017, haja visto a existência de gastos extraordinários na primeira metade do ano com a rescisão de contratos.

15 EQUIVALÊNCIA PATRIMONIAL A Equivalência Patrimonial alcançou um prejuízo de R$ 8 milhões no 1T17, comparado a um prejuízo de R$ 38 milhões no 4T16. A variação em relação ao trimestre anterior justifica-se, majoritariamente, [i] pelo impacto da contratação de vendas com margem bruta média inferior à dos distratos realizados no período e [ii] pela necessidade de reforço da provisão para distratos em empreendimentos consolidados por equivalência patrimonial, dentre os quais, o projeto Jardim das Perdizes. Criada pela adoção dos IFRSs 10, 11 e 12, a rubrica de Equivalência Patrimonial consolida o lucro líquido, participação TECNISA, de todos os empreendimentos com sócios nos quais a TECNISA não exerce o controle integral. OUTRAS RECEITAS (DESPESAS) OPERACIONAIS As Outras Receitas (Despesas) Operacionais somaram uma despesa de R$ 9 milhões no 1T17, representando -9% da Receita Líquida, contra despesa de R$ 7 milhões no 1T16, que representou -4% da Receita Líquida e despesa de R$ 143 milhões no 4T16 (-218% da Receita Líquida). Excluindo o impacto de R$ 116 milhões com a remensuração do custo dos terrenos e de unidades em estoque ocorrido no 4T16, a melhora da rubrica Outras Despesas Operacionais em relação ao trimestre anterior está relacionada, majoritariamente, a [i] menor necessidade de constituição de provisões para perdas; bem como por [ii] menores gastos com a manutenção de empreendimentos concluídos (IPTU e condomínio). Adicionalmente, a rubrica foi positivamente impactada pela reversão de R$ 11 milhões da provisão para distratos.

16 EBITDA No 1T17 o EBITDA 4 totalizou um prejuízo de R$ 60 milhões, o que representou uma Margem EBITDA de -59% (cabe ressaltar que o menor volume de receitas gera distorções nas margens). Para efeitos comparativos, a TECNISA apresentou um prejuízo de R$ 249 milhões com margem de -380% no 4T16. Incorporando os encargos financeiros apropriados no Custo dos Imóveis Vendidos no cálculo e as despesas com stock option, o EBITDA Ajustado totaliza um prejuízo de R$ 39 milhões, com Margem EBITDA Ajustada de -39% no 1T17. 4 O EBITDA é igual ao lucro líquido antes do imposto de renda e contribuição social, do resultado financeiro líquido e das despesas sem impacto de caixa (depreciação, amortização e ágio). O EBITIDA não é uma linha de demonstrações financeiras pelas Práticas Contábeis Adotadas no Brasil e não representa o fluxo de caixa para os períodos apresentados.

17 RESULTADO FINANCEIRO No 1T17 a TECNISA apresentou um Resultado Financeiro Líquido de -R$ 0,3 milhões, que se compara a -R$ 2 milhões no 4T16. Apesar do processo de desalavancagem, o aumento da Despesa Financeira em relação ao 4T16 está relacionado, principalmente, a realocação dos juros de dívidas atreladas a projetos que, no momento em que os respectivos empreendimentos são entregues, passam a transitar, independentemente da fração vendida, na despesa financeira e não mais no custo dos imóveis vendidos. Já o aumento da Receita Financeira em relação ao 4T16 relaciona-se, majoritariamente, a maior posição média de recebíveis de obras concluídas no período, bem como por maiores índices de atualização monetária, o que beneficiou a rubrica Variação monetária ativa e juros. Entre os indexadores utilizados para a atualização monetária, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo IPCA totalizou inflação de 1,01% no 1T17, versus 0,52% no 4T16; enquanto que o Índice Geral de Preços - Mercado IGP-M totalizou inflação de 1,27% no 1T17 versus 0,33% no 4T16. IMPOSTO DE RENDA E CONTRIBUIÇÃO SOCIAL

18 RESULTADO LÍQUIDO Como resultado dos efeitos anteriormente analisados, a TECNISA finalizou o 1T17 com perda de R$ 63 milhões, redução de 75% em relação à perda de R$ 252 milhões apurada no 4T16. Com isso, no trimestre a Companhia apresentou uma Margem Líquida de -63% versus -385% no 4T16. POSIÇÃO DE CAIXA E ENDIVIDAMENTO A TECNISA encerrou o 1T17 com uma posição consolidada de caixa (Disponibilidades e Aplicações Financeiras) de R$ 74 milhões, 60% inferior ao registrado no mesmo período do ano anterior e 57% inferior ao registrado no 4T16. Essa redução é explicada, majoritariamente, [i] pela amortização de principal de Cédulas de Crédito Bancário ( CCBs ); [ii] pela amortização parcial de uma Conta Garantida junto Caixa Econômica Federal; [iii] pelo pagamento de obrigações de aquisição de terrenos, entre os quais, do empreendimento Arruda 168, lançado no 4T16; [iv] bem como pelas despesas do período. Adicionalmente, as dívidas vinculadas ao financiamento à produção, dentre as quais as linhas do Sistema Financeiro da Habitação ( SFH ), as quais são pagas principalmente com o repasse de recebíveis, caíram R$ 98 milhões, fazendo com que o Endividamento Líquido consolidado ficasse em R$ 832 milhões, redução de 7% em relação ao trimestre anterior. Do Endividamento Total, R$ 366 milhões correspondem a Dívidas Corporativas e R$ 541 milhões correspondem a dívidas de Financiamento à Produção. A variação da dívida líquida no 1T17 resultou em uma geração de caixa de R$ 61 milhões. No entanto, cabe ressaltar que caso seja considerada [i] a redução de R$ 31 milhões da dívida líquida dos projetos consolidados por equivalência patrimonial, bem como [ii] a entrada de caixa de R$ 60 milhões referente a subscrições do aumento de capital em andamento, a Geração de Caixa Total Ajustada resultaria em R$ 31 milhões. Em 31 de março de 2017, a dívida líquida nas SPEs Windsor Investimentos Imobiliários Ltda. e JDP E1 Empreendimentos Imobiliários Ltda., sociedades detentoras do projeto Jardim das Perdizes e consolidadas pelo método da equivalência patrimonial, totalizava R$ 382 milhões, dos quais R$ 220 milhões referentes a participação da TECNISA no projeto, de 57,5%.

19 ¹ Patrimônio Líquido inclui participação de minoritários. ² Geração de Caixa, medido pela variação da dívida líquida, ajustado em R$ 5 milhões no 1T16 pela recompra de ações; em R$ 28 milhões no 4T16 referente ao pagamento de dividendos; e em R$ 3 milhões no 4T16 e em R$ 60 milhões no 1T17 referente a subscrições a aumentos de capital. 5

20 A seguir é apresentado o cronograma do pagamento das dívidas. CONTAS A RECEBER DE CLIENTES Apresentamos a seguir a abertura do Contas a Receber de Clientes. Em 31 de março de 2017, o Contas a Receber de Clientes total nas SPEs Windsor Investimentos Imobiliários Ltda. e JDP E1 Empreendimentos Imobiliários Ltda., sociedades detentoras do projeto Jardim das Perdizes e consolidadas pelo método da equivalência patrimonial, totalizava R$ 399 milhões, dos quais R$ 229 milhões referentes a participação da TECNISA no projeto, de 57,5%.

21 A seguir é apresentado o cronograma de recebimento das Contas a Receber de Clientes. ¹São considerados recebíveis de Obras Concluídas os recebíveis de projetos que já tiveram a emissão do Habite-se.

22 EVENTOS SUBSEQUENTES Aumento de Capital O Conselho de Administração da Companhia, em reunião realizada em 23 de março de 2017, aprovou, dentro do limite do capital autorizado, um aumento de capital social da Companhia no valor de até R$ ,00 (cento e cinquenta milhões de reais), com a emissão privada de até (cinquenta e sete milhões, seiscentos e noventa mil e dois e trezentos e sete) novas ações ordinárias, todas nominativas, escriturais e sem valor nominal, ao preço de emissão por ação de R$ 2,60 (dois reais e sessenta centavos), fixado nos termos do artigo 170, 1º, III da Lei das S.A. com base na média das cotações de fechamento das ações de emissão da Companhia na bolsa de valores, ponderada pelo volume de ações negociadas, no período compreendido entre 07 de fevereiro de 2017, inclusive, e 22 de março de 2017, inclusive, com aplicação de um deságio de 20% (vinte por cento), conforme facultado pela parte final do dispositivo legal ( Aumento de Capital ). O Aumento de Capital irá reforçar a estrutura de capital da Companhia, de modo a diminuir seu endividamento líquido da posição de caixa e equivalentes de caixa, melhorar sua percepção de risco por agentes do mercado financeiro (por exemplo, bancos, investidores, acionistas, agências de classificação de risco de crédito e etc.) e, por conseguinte, reduzir o seu custo de capital. Esses são fatores importantes na gestão das operações da Companhia, bem como na avaliação de novos empreendimentos imobiliários, conferindo maior robustez à Companhia, o que é benéfico aos seus negócios. Como eventos subsequentes, em 28 de abril de 2017, a Companhia concluiu o período de exercício do direito de preferência, ocasião na qual foram subscritas (cinquenta e dois milhões, cento e doze mil e vinte e cinco) ações, totalizando um aporte no valor de R$ ,00 (cento e trinta e cinco milhões, quatrocentos e noventa e um mil, duzentos e sessenta e cinco reais), o que corresponde a 90,3% do total de ações disponíveis para subscrição no âmbito do Aumento de Capital. Conforme Aviso aos Acionistas divulgado em 03 de maio de 2017, o direito de subscrição de sobras e de pedido de sobras adicionais deverá ser exercido entre o dia 09 de maio de 2017, inclusive, e o dia 16 de maio de 2017, inclusive ( Período de Subscrição de Sobras ).

23 TELECONFERÊNCIA DOS RESULTADOS DO 1T17 Apresentação em Português (Tradução Simultânea) 11 de maio 5ª feira 14h30 horário de Brasília 13h30 - horário de Nova York Telefone: +55 (11) Código da teleconferência: TECNISA Transmissão ao vivo pela Internet: CONTATO RI Área de Relações com Investidores Tel : +55 (11) Fax: +55 (11) Algumas das afirmações aqui contidas são perspectivas futuras que expressam ou implicam em resultados, performance ou eventos esperados. Essas perspectivas incluem resultados futuros que podem ser influenciados por resultados históricos, pelas afirmações feitas em Perspectivas. Os atuais resultados, desempenho e eventos podem diferir significativamente das hipóteses e perspectivas e envolvem riscos como: condições gerais e econômicas no Brasil e outros países; níveis de taxa de juros e de câmbio, medidas protecionistas nos EUA, Brasil e outros países, mudanças em leis e regulamentos e fatores competitivos gerais (em base global, regional ou nacional).

24 ANEXOS ANEXO 1 - DRE TECNISA S.A. CONSOLIDADO (EM MILHARES DE REAIS)

25 ANEXO 2 - BALANÇO PATRIMONIAL TECNISA S.A. CONSOLIDADO (EM MILHARES DE REAIS)

26 - CP

27 ANEXO 3 - FLUXO DE CAIXA TECNISA S.A. CONSOLIDADO (EM MILHARES DE REAIS) - FCX - FCX

DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS TECNISA S.A. 3T16.

DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS TECNISA S.A. 3T16. São Paulo, 10 de novembro de 2016. DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS TECNISA S.A. 3T16. Conclusão bem sucedida da Oferta de Ações de R$200 milhões. Endividamento cai para o 58% do Patrimônio Líquido, menor índice

Leia mais

São Paulo, 22 de março de PRINCIPAIS INDICADORES DESTAQUES

São Paulo, 22 de março de PRINCIPAIS INDICADORES DESTAQUES São Paulo, 22 de março de 2016. DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS TECNISA S.A. E. TECNISA tem Lucro Líquido recorde de R$ 168 milhões no, com redução do nível de Endividamento Líquido para 64%, consolidando ciclo

Leia mais

DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS TECNISA S.A. 1T15

DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS TECNISA S.A. 1T15 São Paulo, 29 de abril de 2015. DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS TECNISA S.A. Vendas Contratadas crescem 80% em relação ao trimestre anterior, impulsionando Lucro Líquido para R$ 30 milhões. Repasses alcançam

Leia mais

DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 1T16. Viver Anuncia os Resultados do Primeiro Trimestre de Destaques

DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 1T16. Viver Anuncia os Resultados do Primeiro Trimestre de Destaques DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 1T16 Teleconferência de Resultados Segunda-feira, 16 de maio de 2016 Português - com tradução simultânea para o inglês 10h00 (horário de Brasília) 09h00 (horário de Nova York)

Leia mais

PRÉVIA DOS RESULTADOS OPERACIONAIS 2T16

PRÉVIA DOS RESULTADOS OPERACIONAIS 2T16 PRÉVIA DOS RESULTADOS OPERACIONAIS 2T16 No 2T16, lançamentos consolidados atingiram R$545,0 milhões, com vendas brutas de R$644,9 milhões. As vendas líquidas encerraram o 2T16 em R$454,5 milhões, alcançando

Leia mais

PRÉVIA DOS RESULTADOS OPERACIONAIS 4T16 e 2016

PRÉVIA DOS RESULTADOS OPERACIONAIS 4T16 e 2016 PRÉVIA DOS RESULTADOS OPERACIONAIS 4T16 e 2016 Lançamentos consolidados atingiram R$673,3 milhões no 4T16, totalizando R$2,3 bilhões no ano As vendas líquidas alcançaram R$667,5 milhões no trimestre, encerrando

Leia mais

Queda da Dívida Corporativa com melhoria do perfil de endividamento.

Queda da Dívida Corporativa com melhoria do perfil de endividamento. São Paulo, 13 de agosto de 2012 Divulgação de Resultados TECNISA S.A. Receita Líquida cresce 34%, com retomada do Lucro Líquido. Queda do nível de alavancagem corporativa gerencial. A TECNISA S.A. (BMF&BOVESPA:

Leia mais

Apresentação de Resultados 3T14 e 9M14

Apresentação de Resultados 3T14 e 9M14 Apresentação de Resultados 3T14 e 9M14 Highligts i. Geração de caixa. Geração de caixa nos nove primeiros meses de R$ 169,0 milhões (proporcional) e de R$ 86,9 milhões no trimestre, crescimento significativo

Leia mais

Apresentação de Resultados 2T14 e 1S14

Apresentação de Resultados 2T14 e 1S14 Apresentação de Resultados 2T14 e 1S14 Destaques do Período Geração de caixa. Geração de caixa no semestre de R$ 82 milhões (proporcional) e R$ 64 milhões (IFRS). Redução de alavancagem no semestre. Dívida

Leia mais

Divulgação de Resultados TECNISA S.A. 1T12 Recuperação da margem bruta para 31%, com margem líquida negativa devido ao baixo nível de receitas.

Divulgação de Resultados TECNISA S.A. 1T12 Recuperação da margem bruta para 31%, com margem líquida negativa devido ao baixo nível de receitas. São Paulo, 14 de maio de 2012 Divulgação de Resultados TECNISA S.A. Recuperação da margem bruta para 31%, com margem líquida negativa devido ao baixo nível de receitas. A TECNISA S.A. (BMF&BOVESPA: TCSA3),

Leia mais

INFORMAÇÃO IMPORTANTE

INFORMAÇÃO IMPORTANTE RESULTADOS INFORMAÇÃO IMPORTANTE Este documento conte m considerac o es futuras referentes a s perspectivas do nego cio, estimativas de resultados operacionais e financeiros, e a s perspectivas de crescimento

Leia mais

Apresentação dos Resultados do 1T10. Teleconferência de Resultados

Apresentação dos Resultados do 1T10. Teleconferência de Resultados Apresentação dos Resultados do 1T10 Teleconferência de Resultados Visão Geral do 1T10 2 Destaques A Companhia Alcançou Resultados Operacionais Positivos e Concluiu Plano de Capitalização Plano de Capitalização

Leia mais

Teleconferência. Resultados do 2T de Agosto de 2011

Teleconferência. Resultados do 2T de Agosto de 2011 Teleconferência Resultados do 2T11 1 12 de Agosto de 2011 AVISO LEGAL Esta apresentação poderá conter considerações referentes as perspectivas futuras do negócio, estimativas de resultados operacionais

Leia mais

Apresentação da Companhia

Apresentação da Companhia Apresentação da Companhia Janeiro 2006 www.cyrela.com.br Aviso - Informações e Projeções O material exibido é uma apresentação de informações gerais de antecedentes da Cyrela Brazil Realty S.A. Empreendimentos

Leia mais

Souza Barros Fique por dentro. Apresentação dos Resultados 1T13 Nutriplant. Ricardo Pansa Presidente e DRI. Maio de 2013

Souza Barros Fique por dentro. Apresentação dos Resultados 1T13 Nutriplant. Ricardo Pansa Presidente e DRI. Maio de 2013 Souza Barros Fique por dentro Apresentação dos Resultados 1T13 Nutriplant Ricardo Pansa Presidente e DRI Maio de 2013 Nutriplant: opção de investimento em insumos diferenciados para o agronegócio brasileiro.

Leia mais

Divulgação de Resultados do 1T10 07 de maio de 2010

Divulgação de Resultados do 1T10 07 de maio de 2010 Divulgação de Resultados do 07 de maio de 2010 Divulgação de Resultados Comentários de abertura Rubens Menin 2 Divulgação de Resultados Destaques Crescimento com margens diferenciadas; Maior operação no

Leia mais

UNIPAR CARBOCLORO ANUNCIA OS RESULTADOS DO 1T14

UNIPAR CARBOCLORO ANUNCIA OS RESULTADOS DO 1T14 UNIPAR CARBOCLORO ANUNCIA OS RESULTADOS DO 1T14 São Paulo, 15 de maio de 2014 A UNIPAR CARBOCLORO S.A. (BM&FBOVESPA: UNIP3, UNIP5 e UNIP6), empresa brasileira líder de mercado na Região Sudeste na fabricação

Leia mais

25 de abril de 2016 LOJAS RENNER S.A. (BM&FBOVESPA: LREN3), maior varejista de moda no Brasil, anuncia seus resultados do primeiro trimestre (1T16).

25 de abril de 2016 LOJAS RENNER S.A. (BM&FBOVESPA: LREN3), maior varejista de moda no Brasil, anuncia seus resultados do primeiro trimestre (1T16). 25 de abril de 2016 LOJAS RENNER S.A. (BM&FBOVESPA: LREN3), maior varejista de moda no Brasil, anuncia seus resultados do primeiro trimestre (1T16). COMENTÁRIOS DA ADMINISTRAÇÃO Informações Consolidadas

Leia mais

Reunião com Analistas, Investidores e Profissionais do Mercado

Reunião com Analistas, Investidores e Profissionais do Mercado Reunião com Analistas, Investidores e Profissionais do Mercado Dezembro 2005 www.cyrela.com.br Time Cyrela Brazil Realty Diretor Financeiro e de RI Luis Largman Diretor de Controle e Planej. Financeiro

Leia mais

COMENTÁRIO DE DESEMPENHO DA COMPANHIA NO TRIMESTRE. Análise de Resultados. CPFL Energia (Controladora)

COMENTÁRIO DE DESEMPENHO DA COMPANHIA NO TRIMESTRE. Análise de Resultados. CPFL Energia (Controladora) COMENTÁRIO DE DESEMPENHO DA COMPANHIA NO TRIMESTRE Análise de Resultados CPFL Energia (Controladora) Neste trimestre, o Lucro Líquido foi de R$ 229.334, sendo 20,3% (R$ 58.596) inferior ao mesmo trimestre

Leia mais

DESTAQUES OPERACIONAIS E FINANCEIROS DO 3T05 E 9M05

DESTAQUES OPERACIONAIS E FINANCEIROS DO 3T05 E 9M05 Porto Seguro Anuncia Lucro Líquido de R$74,5 milhões ou R$0,97 por ação no 3T05 e R$167,9 milhões ou R$2,18 por ação em 9M05 Crescimento de 12,1% dos Prêmios Auferidos na comparação trimestral e 19,3%

Leia mais

Divulgação de Resultados 3T de novembro de 2016

Divulgação de Resultados 3T de novembro de 2016 Divulgação de Resultados 04 de novembro de 2016 Aviso Importante Algumas das afirmações aqui contidas se baseiam nas hipóteses e perspectivas atuais da administração da Companhia que poderiam ocasionar

Leia mais

ROSSI RESIDENCIAL S.A. COMENTÁRIOS SOBRE O DESEMPENHO CONSOLIDADO NO PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2.002

ROSSI RESIDENCIAL S.A. COMENTÁRIOS SOBRE O DESEMPENHO CONSOLIDADO NO PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2.002 ROSSI RESIDENCIAL S.A. COMENTÁRIOS SOBRE O DESEMPENHO CONSOLIDADO NO PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2.002 Estratégia e Performance Operacional: Durante o ano de 2001, a escassez de linhas de financiamentos e o

Leia mais

DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 1T09

DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 1T09 DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 1T09 LOPES ALCANÇA R$1,4 BILHÕES EM VENDAS CONTRATADAS NO 1T09 São Paulo, 14 de maio de 2009 A Lopes LPS Brasil (Bovespa: LPSB3; Reuters: LPSB3.SA; Bloomberg: LPSB3.BZ), maior

Leia mais

(Os números financeiros estão em Reais e baseados nas demonstrações financeiras consolidadas da Embrapar) 4T04 3T05 4T05

(Os números financeiros estão em Reais e baseados nas demonstrações financeiras consolidadas da Embrapar) 4T04 3T05 4T05 Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 09 de fevereiro de 2006. Embratel Participações S.A. (Embratel Participações ou Embrapar ) (NYSE:EMT; BOVESPA: EBTP4, EBTP3) detém 99,0 porcento da Empresa Brasileira de Telecomunicações

Leia mais

Resultados 3T16 Rio de Janeiro, 10 de Novembro de 2016

Resultados 3T16 Rio de Janeiro, 10 de Novembro de 2016 Resultados 3T16 Rio de Janeiro, 10 de Novembro de 2016 Disclaimer O conteúdo desta apresentação pode incluir expectativas sobre eventos e resultados futuros estimados pela Administração. Entretanto, tais

Leia mais

Energisa Borborema - Distribuidora de Energia S/A Resultados do 1º trimestre de 2016

Energisa Borborema - Distribuidora de Energia S/A Resultados do 1º trimestre de 2016 Resultados do 1º trimestre de 2016 Cataguases, 13 de maio de 2016 A Administração da ( Energisa Borborema ou Companhia ) apresenta os resultados do primeiro trimestre (1T16). As informações financeiras

Leia mais

Resultados 2T12 Teleconferência. 10 de Agosto de 2012

Resultados 2T12 Teleconferência. 10 de Agosto de 2012 Resultados 2T12 Teleconferência 10 de Agosto de 2012 1 Aviso Nós fazemos declarações prospectivas que estão sujeitas a riscos e incertezas. Tais declarações têm como base crenças e suposições de nossa

Leia mais

Apresentação dos Resultados 4T13 e Relações com Investidores

Apresentação dos Resultados 4T13 e Relações com Investidores Apresentação dos Resultados 4T13 e 2013 Relações com Investidores Índice Abertura e Planejamento Estratégico: Leonardo Nogueira Diniz CEO Desempenho Operacional: Rodrigo Martins Diretor Comercial Desempenho

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/ ROSSI RESIDENCIAL SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/ ROSSI RESIDENCIAL SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 4 Demonstração do Resultado Abrangente 5 Demonstração

Leia mais

Prezado Acionista, Receita Operacional Bruta. Despesas Operacionais. Ebitda

Prezado Acionista, Receita Operacional Bruta. Despesas Operacionais. Ebitda Prezado Acionista, A Companhia obteve expansão de margens graças a um maior controle de custos e despesas. Receita Operacional Bruta A receita bruta consolidada da Companhia no terceiro trimestre de 2016

Leia mais

Divulgação de Resultados 2008

Divulgação de Resultados 2008 LOPES ALCANÇA R$10,1 BILHÕES EM VENDAS CONTRATADAS AO LONGO DE 2008 São Paulo, 19 de fevereiro de 2009 A Lopes LPS Brasil (Bovespa: LPSB3; Reuters: LPSB3.SA; Bloomberg: LPSB3.BZ), maior empresa de consultoria

Leia mais

RESULTADO DO 3º TRIMESTRE DE 2014

RESULTADO DO 3º TRIMESTRE DE 2014 RESULTADO DO 3º TRIMESTRE DE 2014 Receita bruta cresce Receita bruta atinge Margem EBITDA atinge 11,7% R$800,7 MM 17,7% Dickson Esteves Tangerino Presidente Octávio Fernandes Vice-Presidente de Operações

Leia mais

"Aspectos Contábeis importantes do Mercado Imobiliário" Apresentação APIMEC 28/02/2013

Aspectos Contábeis importantes do Mercado Imobiliário Apresentação APIMEC 28/02/2013 "Aspectos Contábeis importantes do Mercado Imobiliário" Apresentação APIMEC 28/02/2013 AGENDA Práticas contábeis específicas à atividade imobiliária Assuntos polêmicos Pontos de atenção para análise de

Leia mais

Confab Anuncia Resultados para o Segundo Trimestre de 2006

Confab Anuncia Resultados para o Segundo Trimestre de 2006 Confab Anuncia Resultados para o Segundo Trimestre de 2006 São Paulo, 03 de agosto de 2006. Confab Industrial S.A. (BOVESPA:CNFB4), uma empresa Tenaris, anunciou hoje os resultados correspondentes aos

Leia mais

Margem Bruta ajustada² de 24,4%; Repasse de R$ 118 milhões;

Margem Bruta ajustada² de 24,4%; Repasse de R$ 118 milhões; P Divulgação de Resultados Belo Horizonte, 15 de Maio de 2015 - A Direcional Engenharia S.A., uma das maiores incorporadoras e construtoras do Brasil, com foco no desenvolvimento de empreendimentos populares

Leia mais

Relatório Gerencial - CSHG Realty BC II FIP

Relatório Gerencial - CSHG Realty BC II FIP CREDIT SUISSE HEDGING-GRIFFO Relatório Gerencial - CSHG Realty BC II FIP 2 Trimestre de 2009 1. Palavra do Gestor Prezado Investidor, Durante o segundo trimestre de 2009 o Fundo acompanhou as obras e vendas

Leia mais

Safra Fundo de Investimento em Ações Vale do Rio Doce (Administrado pelo Banco Safra S.A.) Demonstrações Financeiras em 31 de março de 2004 e em 30

Safra Fundo de Investimento em Ações Vale do Rio Doce (Administrado pelo Banco Safra S.A.) Demonstrações Financeiras em 31 de março de 2004 e em 30 Safra Fundo de Investimento em Ações Vale do Rio Doce Demonstrações Financeiras em 31 de março de 2004 e em 30 de setembro de 2003 e parecer dos auditores independentes Parecer dos auditores independentes

Leia mais

Apresentação Corporativa

Apresentação Corporativa Apresentação Corporativa PÁG 2 Aviso Esta apresentação poderá conter certas projeções e tendências que não são resultados financeiros realizados, nem informação histórica. Estas projeções e tendências

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/ ODONTOPREV S/A Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2. Balanço Patrimonial Ativo 3

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/ ODONTOPREV S/A Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2. Balanço Patrimonial Ativo 3 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 5 Demonstração do Resultado 7 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

2º TRIMESTRE DE 2016 DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS

2º TRIMESTRE DE 2016 DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS fg 2º TRIMESTRE DE 2016 Retomada do crescimento de vendas totais e mesmas lojas, aliada a ganho consistente de market share no mercado total a. A receita líquida totalizou R$4,3 bilhões no 2T16, com retomada

Leia mais

Comunicado ao Mercado

Comunicado ao Mercado MRV ENGENHARIA E PARTICIPAÇÕES S.A. CNPJ/MF nº 08.343.492/0001-20 NIRE 31.300.023.907 Comunicado ao Mercado Recorde histórico de geração de caixa para o 1º semestre, atingindo R$ 325 milhões. Crescimento

Leia mais

Divulgação de Resultados 3T16 e 9M16

Divulgação de Resultados 3T16 e 9M16 Divulgação de Resultados 3T16 e 9M16 Destaques 3T16 Receita líquida - Aluguel de Carros (R$ milhões) Receita líquida - Gestão de Frotas (R$ milhões) 317,1 362,5 154,1 163,5 3T15 3T16 3T15 3T16 Evolução

Leia mais

Confab Anuncia Resultados para o Terceiro Trimestre de 2008

Confab Anuncia Resultados para o Terceiro Trimestre de 2008 Confab Anuncia Resultados para o Terceiro Trimestre de 2008 São Paulo, 30 de outubro de 2008. Confab Industrial S.A. (BOVESPA: CNFB4), uma empresa Tenaris, anunciou hoje os resultados correspondentes ao

Leia mais

2T13. Apresentação de Resultados

2T13. Apresentação de Resultados Apresentação de Resultados INFORMAÇÃO IMPORTANTE Este documento conte m considerac o es futuras referentes a s perspectivas do nego cio, estimativas de resultados operacionais e financeiros, e a s perspectivas

Leia mais

Divulgação de Resultados 2T13 2T13 TELECONFERÊNCIAS DOS RESULTADOS

Divulgação de Resultados 2T13 2T13 TELECONFERÊNCIAS DOS RESULTADOS TELECONFERÊNCIAS DOS RESULTADOS 2T13 Divulgação de Resultados 2T13 Teleconferência em Português: 13 de agosto de 2013 10h30 (horário de Brasília) 09h30 (US EST) Telefone: +55 (11) 3728-5971 Senha: EZTEC

Leia mais

Comentário do Desempenho

Comentário do Desempenho Gerdau S.A. Comentário do Desempenho Controladora 1T16 Desempenho no 1º trimestre Controladora A Gerdau S.A. é uma sociedade anônima de capital aberto, com sede no Rio de Janeiro, capital. A Companhia

Leia mais

Divulgação de Resultados 3T16

Divulgação de Resultados 3T16 Rodobens Divulga Resultados do 3T16 São Paulo, 10 de Novembro de 2016: a Rodobens Negócios Imobiliários (BM&FBovespa: RDNI3) incorporadora imobiliária e construtora anuncia hoje seus resultados auditados

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/ ROSSI RESIDENCIAL SA Versão : 2. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/ ROSSI RESIDENCIAL SA Versão : 2. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 4 Demonstração do Resultado Abrangente 5 Demonstração

Leia mais

Apresentação Corporativa

Apresentação Corporativa Apresentação Corporativa PÁG 2 Aviso Esta apresentação poderá conter certas projeções e tendências que não são resultados financeiros realizados, nem informação histórica. Estas projeções e tendências

Leia mais

Teleconferência de Resultados 1T16. 6 de maio de Magazine Luiza

Teleconferência de Resultados 1T16. 6 de maio de Magazine Luiza Teleconferência de Resultados 6 de maio de 2016 Magazine Luiza Destaques Vendas E-commerce Margem Bruta EBITDA e Lucro Líquido Capital de Giro Endividamento Luizacred Aumento da receita bruta de 3% totalizando

Leia mais

DESTAQUES. Após tornar-se efetiva a operação, a EDF Internacional remanescerá com 10% das ações da Companhia.

DESTAQUES. Após tornar-se efetiva a operação, a EDF Internacional remanescerá com 10% das ações da Companhia. Rio de Janeiro, Brasil, 25 de Julho de 2006 - A LIGHT S.A. ( LIGT3 ), controladora das empresas do GRUPO LIGHT, anuncia seu resultado relativo ao 1 Semestre de 2006. A cotação do dólar em 30/06/2006 era

Leia mais

R$ milhões Consolidado Consolidado Combinado 1T12 4T11 % 1T11 % Receita Líquida Móvel 5.105, ,4 (2,9) 4.671,1 9,3

R$ milhões Consolidado Consolidado Combinado 1T12 4T11 % 1T11 % Receita Líquida Móvel 5.105, ,4 (2,9) 4.671,1 9,3 RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA Receita Líquida Móvel 5.105,6 5.260,4 (2,9) 4.671,1 9,3 Receita de serviço móvel 4.924,2 5.097,4 (3,4) 4.367,2 12,8 Franquia e utilização 2.599,8 2.660,5 (2,3) 2.322,6 11,9

Leia mais

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/ AMBEV S.A. Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/ AMBEV S.A. Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 5 Demonstração do Resultado 8 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

A receita de uso de rede diminuiu 6,1% em relação ao 3T11 e apenas 0,6% em relação ao 2T12, principalmente em função da redução da VU-M.

A receita de uso de rede diminuiu 6,1% em relação ao 3T11 e apenas 0,6% em relação ao 2T12, principalmente em função da redução da VU-M. RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA Receita Líquida Móvel 5.340,9 5.128,2 4,1 4.923,2 8,5 15.574,6 14.326,7 8,7 Receita de serviço móvel 5.078,2 4.959,7 2,4 4.697,9 8,1 14.962,1 13.535,4 10,5 Franquia e utilização

Leia mais

Apresentação de Resultados do 1T10

Apresentação de Resultados do 1T10 Apresentação de Resultados do 1T10 Lançamentos do 1T10 Helbor Home Flex Pacaembu Helbor Park Elegance Helbor Home Club Itajaí Helbor Espaço & Vida Ipoema 2 Helbor Sunshine Gonzaga Isla Life Style Aviso

Leia mais

Apresentação de Resultados da Lopes 2T09. Apresentação Marcos Lopes CEO Francisco Lopes COO Marcello Leone CFO e DRI

Apresentação de Resultados da Lopes 2T09. Apresentação Marcos Lopes CEO Francisco Lopes COO Marcello Leone CFO e DRI Apresentação de Resultados da Lopes 2T09 Apresentação Marcos Lopes CEO Francisco Lopes COO Marcello Leone CFO e DRI Aviso importante Esta apresentação não constitui uma oferta, convite ou pedido de qualquer

Leia mais

AMC - CONSTRUÇÕES E PARTICIPAÇÕES LTDA. C.N.P.J./M.F /

AMC - CONSTRUÇÕES E PARTICIPAÇÕES LTDA. C.N.P.J./M.F / 1 - CONTEXTO OPERACIONAL A Sociedade tem como objetivos a prestação de serviços de construção civil e edificações, a participação no capital de outras empresas, do mesmo ramo ou não, de qualquer natureza

Leia mais

Prévia Operacional 1T16

Prévia Operacional 1T16 São Paulo, 14 de abril de 2016: a Rodobens Negócios Imobiliários (BM&FBovespa: RDNI3) divulga a prévia de seus resultados operacionais não-auditados referente ao primeiro trimestre de 2016 (1T16). LANÇAMENTO

Leia mais

Divulgação de Resultado 4T15

Divulgação de Resultado 4T15 Divulgação de Resultado 4T15 1 Dados de mercado em 17/03/2016 Cotação: R$2,12 Valor de Mercado: R$140.103.091,68 T e l e c o n f e r ê n c i a 4T15 Teleconferência em português: 18 de março de 2016 Sexta-feira,

Leia mais

Comunicado ao Mercado

Comunicado ao Mercado MRV ENGENHARIA E PARTICIPAÇÕES S.A. CNPJ/MF nº 08.343.492/0001-20 NIRE 31.300.023.907 Comunicado ao Mercado Recorde de vendas contratadas atingindo R$ 6,0 bilhões em 2014 Em 2014 os lançamentos atingiram

Leia mais

Lucro Líquido de R$129,4 milhões ou R$1,69 por ação no 3T07 e R$348,9 milhões ou R$4,54 por ação em 9M07.

Lucro Líquido de R$129,4 milhões ou R$1,69 por ação no 3T07 e R$348,9 milhões ou R$4,54 por ação em 9M07. Lucro Líquido de R$129,4 milhões ou R$1,69 por ação no 3T07 e R$348,9 milhões ou R$4,54 por ação em 9M07. São Paulo, 09 de novembro de 2007 - A Porto Seguro S.A. (Bovespa: PSSA3) anuncia seu resultado

Leia mais

Apresentação Corporativa. Nova Nação América - Bauru

Apresentação Corporativa. Nova Nação América - Bauru Apresentação Corporativa 2016 Nova Nação América - Bauru Aviso Esta apresentação poderá conter certas projeções e tendências que não são resultados financeiros realizados, nem informação histórica. Estas

Leia mais

JOÃO FORTES - RESULTADOS DE 2T16

JOÃO FORTES - RESULTADOS DE 2T16 JOÃO FORTES - RESULTADOS DE 2T16 Rio de Janeiro, 12 de agosto de 2016 - A João Fortes Engenharia S.A (BOVESPA: JFEN3), tradicional construtora e incorporadora do país e pioneira na abertura de capital

Leia mais

DESTAQUES DO PERÍODO. Teleconferência 2T13 Data: 26 de julho de 2013.

DESTAQUES DO PERÍODO. Teleconferência 2T13 Data: 26 de julho de 2013. SANTOS BRASIL REGISTRA CRESCIMENTO OPERACIONAL EM TODAS AS UNIDADES DE NEGÓCIO: 10% DE CRESCIMENTO NO VOLUME DE CONTÊINERES MOVIMENTADOS; 19% DE CRESCIMENTO NO VOLUME DE CONTÊINERES ARMAZENADOS; E AUMENTO

Leia mais

Resultado do 3 o Trimestre de 2016

Resultado do 3 o Trimestre de 2016 Resultado do 3 o Trimestre de 2016 Teleconferência - 11/11/2016 João Silveira - CEO Marcus Martino - CFO e Diretor de RI Disclaimers Esta apresentação contém informações sobre os negócios da Par Corretora,

Leia mais

GAFISA DIVULGA RESULTADOS DO 2T16

GAFISA DIVULGA RESULTADOS DO 2T16 Teleconferência de Resultados 12 de agosto de 2016 PARA DIVULGAÇÃO IMEDIATA - São Paulo, 11 de agosto de 2016 Gafisa S.A. (Bovespa: GFSA3; NYSE: GFA), uma das principais incorporadoras com foco no segmento

Leia mais

Apresentação de Resultados 1T13

Apresentação de Resultados 1T13 Apresentação de Resultados 1T13 14 de Maio de 2013 Resultados 4T13/2013 28 de Fevereiro de 2014 Destaques do Período Receita Líquida R$ mm EBITDA Ajustado R$ mm Geração Op. de Caixa R$ mm 1 A receita líquida

Leia mais

JHSF RIO BRAVO FAZENDA BOA VISTA CAPITAL PROTEGIDO FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO FII

JHSF RIO BRAVO FAZENDA BOA VISTA CAPITAL PROTEGIDO FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO FII JHSF RIO BRAVO FAZENDA BOA VISTA CAPITAL PROTEGIDO FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO FII RBBV11 RELATÓRIO TRIMESTRAL 1º TRIMESTRE DE 2016 JHSF Rio Bravo Fazenda Boa Vista Capital Protegido Fundo de Investimento

Leia mais

BANCO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL - BNDES RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO 31 DE DEZEMBRO DE 2004

BANCO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL - BNDES RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO 31 DE DEZEMBRO DE 2004 BANCO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL - BNDES RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO 31 DE DEZEMBRO DE 2004 I. A EMPRESA O BNDES foi criado em 20 de junho de 1952, pela Lei n.º 1.628, como Autarquia

Leia mais

Informações Consolidadas

Informações Consolidadas METALÚRGICA GERDAU S.A. e empresas controladas Desempenho da Gerdau no 2 o trimestre As Demonstrações Financeiras Consolidadas da Metalúrgica Gerdau S.A. são apresentadas em conformidade com as normas

Leia mais

RELEASE DE RESULTADOS

RELEASE DE RESULTADOS RELEASE DE RESULTADOS Belo Horizonte, 08 de agosto de 2016 - A Direcional Engenharia S.A., uma das maiores incorporadoras e construtoras do Brasil, com foco no desenvolvimento de empreendimentos populares

Leia mais

Divulgação de Resultados 3T16 3T16 TELECONFERÊNCIAS DOS RESULTADOS

Divulgação de Resultados 3T16 3T16 TELECONFERÊNCIAS DOS RESULTADOS TELECONFERÊNCIAS DOS RESULTADOS 3T16 Divulgação de Resultados 3T16 Teleconferência em Português: 10 de novembro de 2016 10h30 (horário de Brasília) 07h30 (US EST) Telefone: +55 (11) 2188-0155 Senha: EZTEC

Leia mais

GPA e Viavarejo 18/10/2013 RESULTADOS 3T13

GPA e Viavarejo 18/10/2013 RESULTADOS 3T13 GPA e Viavarejo 18/10/2013 RESULTADOS 3T13 GPA Consolidado Destaques: Foco na expansão: abertura de 20 novas lojas no 3T13. Nos 9M13, foram abertas 78 lojas, o que representou 2,8% de aumento de área de

Leia mais

Lucro Líquido R$39,7 MM

Lucro Líquido R$39,7 MM LPS BRASIL ALCANÇA R$ 5,0 BILHÕES EM VENDAS CONTRATADAS NO E RECEBE O PRIMEIRO EARN OUT DA CREDIPRONTO! São Paulo, 12 de agosto de 2011 A LPS Brasil (Bovespa: LPSB3; Reuters: LPSB3.SA; Bloomberg: LPS3.BZ),

Leia mais

COMPANHIA DE SANEAMENTO DE SERGIPE - DESO CNPJ / BALANÇO PATRIMONIAL - EM R$. 1,00

COMPANHIA DE SANEAMENTO DE SERGIPE - DESO CNPJ / BALANÇO PATRIMONIAL - EM R$. 1,00 COMPANHIA DE SANEAMENTO DE SERGIPE DESO CNPJ. 13.018.171/000190 BALANÇO PATRIMONIAL EM R$. 1,00 A T I V O 31.12.2007 31.12.2006 ATIVO CIRCULANTE 138.417.550 134.143.301 Caixa e Bancos 1.286.238 3.838.555

Leia mais

PÁTRIA COMPANHIA SECURITIZADORA DE CRÉDITOS IMOBILIÁRIOS

PÁTRIA COMPANHIA SECURITIZADORA DE CRÉDITOS IMOBILIÁRIOS PÁTRIA COMPANHIA SECURITIZADORA DE CRÉDITOS IMOBILIÁRIOS 2ª Emissão de Certificados de Recebíveis Imobiliários Série: 1ª Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2013 PÁTRIA COMPANHIA SECURITIZADORA

Leia mais

Resultados 3T10. Conferência de Resultados

Resultados 3T10. Conferência de Resultados Resultados 3T10 Conferência de Resultados 1 Aviso Nós fazemos declarações prospectivas que estão sujeitas a riscos e incertezas. Tais declarações têm como base crenças e suposições de nossa Administração

Leia mais

BANCO INDUSVAL S.A. Companhia Aberta de Capital Autorizado CNPJ nº / NIRE AVISO AOS ACIONISTAS

BANCO INDUSVAL S.A. Companhia Aberta de Capital Autorizado CNPJ nº / NIRE AVISO AOS ACIONISTAS BANCO INDUSVAL S.A. Companhia Aberta de Capital Autorizado CNPJ nº 61.024.352/0001-71 NIRE 353.000.242-90 AVISO AOS ACIONISTAS Comunicamos aos senhores acionistas que em Assembleia Geral Extraordinária

Leia mais

COMENTÁRIO DO DESEMPENHO DA COMPANHIA NO TRIMESTRE

COMENTÁRIO DO DESEMPENHO DA COMPANHIA NO TRIMESTRE Continuamos nosso processo de melhorias estruturais no 1T10 Dando seqüencia ao desempenho apresentado no 4T09, a Recrusul atingiu níveis atrativos de produção e vendas, após a retomada das operações em

Leia mais

A Taxa de Ocupação dos veículos no segmento de Aluguel de Carros RAC (excluindo Franquias) foi de 77,4% no 1T14, 6,9p.p. acima da realizada no 1T13.

A Taxa de Ocupação dos veículos no segmento de Aluguel de Carros RAC (excluindo Franquias) foi de 77,4% no 1T14, 6,9p.p. acima da realizada no 1T13. São Paulo, 02 de Maio de 2014 - A Unidas S.A. ( Companhia ou Unidas ) anuncia os seus resultados do primeiro trimestre de 2014 (). As informações financeiras são apresentadas em milhões de Reais, exceto

Leia mais

Sumário do Resultado 4T16

Sumário do Resultado 4T16 Sumário do Resultado Lucro Líquido Ajustado de R$ 7,2 bilhões O Banco do Brasil registrou Lucro Líquido Ajustado de R$ 7,2 bilhões em 2016, impactado principalmente pelo aumento da despesa de provisão.

Leia mais

Aumento de 26% na entrada de caixa parte Rossi no 3T16 x 2T16

Aumento de 26% na entrada de caixa parte Rossi no 3T16 x 2T16 Teleconferência São Paulo, 10 de novembro de 2016. A Rossi Residencial S.A. (BM&FBovespa: RSID3; OTC: RSRZY; Bloomberg: RSID3 BZ Equity), anuncia os resultados referente ao terceiro trimestre de 2016.

Leia mais

1º TRIMESTRE DE 2016 DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS. Ganhos consistentes de market share e melhora na tendência de vendas

1º TRIMESTRE DE 2016 DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS. Ganhos consistentes de market share e melhora na tendência de vendas \ Ganhos consistentes de market share e melhora na tendência de vendas A receita líquida totalizou R$4,7 bilhões no 1T16, com melhora sequencial nas vendas mesmas lojas durante o trimestre e ganho de market

Leia mais

Resultados 1T13 Teleconferência. 13 de maio de 2013

Resultados 1T13 Teleconferência. 13 de maio de 2013 Resultados 1T13 Teleconferência 13 de maio de 2013 1 1 Aviso Nós fazemos declarações prospectivas que estão sujeitas a riscos e incertezas. Tais declarações têm como base crenças e suposições de nossa

Leia mais

Prévia Operacional 4T15

Prévia Operacional 4T15 São Paulo, 22 de Janeiro de 2016: a Rodobens Negócios Imobiliários(BM&FBovespa: RDNI3) divulga a prévia de seus resultados operacionais não-auditados referente ao quarto trimestre e ano de 2015. LANÇAMENTO

Leia mais

RELEASE DE RESULTADOS

RELEASE DE RESULTADOS RELEASE DE RESULTADOS Belo Horizonte, 14 de março de 2016 - A Direcional Engenharia S.A., uma das maiores incorporadoras e construtoras do Brasil, com foco no desenvolvimento de empreendimentos populares

Leia mais

COMENTÁRIO DE DESEMPENHO DA EDP BANDEIRANTE NO PERÍODO DE JANEIRO A SETEMBRO DE 2011(*)

COMENTÁRIO DE DESEMPENHO DA EDP BANDEIRANTE NO PERÍODO DE JANEIRO A SETEMBRO DE 2011(*) COMENTÁRIO DE DESEMPENHO DA EDP BANDEIRANTE NO PERÍODO DE JANEIRO A SETEMBRO DE 2011(*) (*) São Paulo, 27 de Outubro de 2011 - A EDP Bandeirante apresenta hoje seus resultados financeiros do terceiro trimestre

Leia mais

Even divulga os resultados do 3T16

Even divulga os resultados do 3T16 Even divulga os resultados do 3T16 São Paulo, 10 de novembro de 2016 A Even Construtora e Incorporadora S.A. EVEN (BM&FBOVESPA: EVEN3), com atuação em São Paulo, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e Minas

Leia mais

Resultados do 4T15 e 2015

Resultados do 4T15 e 2015 Resultados do 4T15 e 2015 Rogério Melzi Presidente Virgílio Gibbon Diretor Financeiro e DRI Destaques 2015 Crescimento base de alunos (+15,2%) e Receita Líquida Recorrente (+23,4%) Crescimento sustentável

Leia mais

Destaques Abertura de Capital, 100% primária e listagem no Novo Mercado, com captação bruta de R$ 477,9 milhões

Destaques Abertura de Capital, 100% primária e listagem no Novo Mercado, com captação bruta de R$ 477,9 milhões Reunião Pública com APIMEC - SP Resultados 2010 e 4T10 06 de Abril de 2011 Destaques 2010 Abertura de Capital, 100% primária e listagem no Novo Mercado, com captação bruta de R$ 477,9 milhões Receita Bruta

Leia mais

Divulgação de Resultados 2T16 2T16 TELECONFERÊNCIAS DOS RESULTADOS

Divulgação de Resultados 2T16 2T16 TELECONFERÊNCIAS DOS RESULTADOS TELECONFERÊNCIAS DOS RESULTADOS 2T16 Divulgação de Resultados 2T16 Teleconferência em Português: 12 de agosto de 2016 10h30 (horário de Brasília) 09h30 (US EST) Telefone: +55 (11) 2188-0155 Senha: EZTEC

Leia mais

31/03/ /12/ /03/ /12/2015 Caixa e Bancos Aplicações financeiras

31/03/ /12/ /03/ /12/2015 Caixa e Bancos Aplicações financeiras NOTAS EXPLICATIVAS DAS INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS - ITR (Em milhares de Reais, exceto quando indicado de outra forma) 1 - CONTEXTO OPERACIONAL Bicicletas Monark S.A. ( Companhia ) tem por objetivo a industrialização

Leia mais

Cyrela atinge geração de caixa de R$ 187 milhões no 3T14 e R$ 505 milhões no ano.

Cyrela atinge geração de caixa de R$ 187 milhões no 3T14 e R$ 505 milhões no ano. Cyrela atinge geração de caixa de R$ 187 milhões no e R$ 505 milhões no ano. São Paulo, 13 de novembro de 2014 - A Cyrela Brazil Realty S.A. Empreendimentos e Participações ( CBR ou Companhia ou Cyrela

Leia mais

Teleconferência dos Resultados do 2T14

Teleconferência dos Resultados do 2T14 Niemeyer Monumental Niterói, RJ 1º de Agosto de 2014 Teleconferência dos Resultados do 2T14 Destaques do Resultado Trimestre atípico ; Postergação de alguns lançamentos; Redução do custo a incorrer do

Leia mais

Comentário de desempenho 3T15

Comentário de desempenho 3T15 Comentário de desempenho 3T15 04/11/2015 1 Comentário de desempenho Senhoras e Senhores Acionistas, Submetemos à apreciação de V.Sas. as demonstrações financeiras da FPC Par Corretora de Seguros S.A.,

Leia mais

Ecovias dos Imigrantes anuncia resultados do 1T16 Lucro líquido cresceu 16,9% no 1T16

Ecovias dos Imigrantes anuncia resultados do 1T16 Lucro líquido cresceu 16,9% no 1T16 Ecovias dos Imigrantes anuncia resultados do 1T16 Lucro líquido cresceu 16,9% no 1T16 São Bernardo do Campo, 12 de maio de 2016 A Concessionária Ecovias dos Imigrantes S.A. anuncia seus resultados referentes

Leia mais

BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE DEZEMBRO DE 2009 E 2008 ATIVO CIRCULANTE

BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE DEZEMBRO DE 2009 E 2008 ATIVO CIRCULANTE BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE DEZEMBRO DE 2009 E 2008 A T I V O 31.12.2009 31.12.2008 ATIVO CIRCULANTE 77.677 45.278 DISPONIBILIDADES 46 45 APLICAÇÕES INTERFINANCEIRAS DE LIQUIDEZ 1.641 314 APLICAÇÕES EM

Leia mais

JPP CAPITAL FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO FII CNPJ /

JPP CAPITAL FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO FII CNPJ / JPP CAPITAL FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO FII CNPJ 17.216.625/0001-98 RELATÓRIO DO ADMINISTRADOR 2º SEMESTRE/2015 1 SUMÁRIO I. DESCRIÇÃO DOS NEGÓCIOS REALIZADOS NO SEMESTRE... 3 II. PROGRAMA DE INVESTIMENTOS

Leia mais

Comunicado ao Mercado

Comunicado ao Mercado MRV ENGENHARIA E PARTICIPAÇÕES S.A. CNPJ/MF nº 08.343.492/0001-20 NIRE 31.300.023.907 Comunicado ao Mercado No 4T15 a Companhia alcançou R$ 1,4 bilhão em vendas contratadas, e no ano de 2015 atingimos

Leia mais