DOSSIER INFORMATIVO Janeiro

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "DOSSIER INFORMATIVO 12-13 Janeiro"

Transcrição

1 DOSSIER INFORMATIVO Janeiro

2 MÁS DIGITAL Granada vai ser durante o mês de Janeiro a capital mundial das novas tecnologias. Com o lema MÁS DIGITAL vai acolher os principais encontros com os diferentes sectores sociais e económicos que se celebram com o apoio da Junta de Andaluzia há já dois anos. Concretamente, o evento MÁS DIGITAL vai unir dois eventos de alto nível: a Conferência Internacional de Software Livre, um dos maiores eventos europeus que promovem um modelo tecnológico sustentável baseado em standards abertos; e o Encontro de Dinamizadores Guadalinfo, a rede pública de inovação social andaluza. MÁS DIGITAL uma iniciativa única e sem precedentes; uma aposta feita pelos organizadores em juntar oportunidades e conhecimento reunindo num só espaço o melhor de cada evento: conteúdos estratégicos, atualidade e tendências, perspetivas, troca de experiências e desenvolvimento de negócios. Seguindo este enfoque multidisciplinar e construtivo, à volta da Conferência Internacional del Software Livre e do Encontro de Dinamizadores Guadalinfo vão ter lugar outros eventos paralelos de alto nível; entre eles o World Wide Web Consortion (W3C), o Congresso estatal de Telecentros, o Software Público Internacional (SPI), ou o ISA da União Europeia. A sinergia obtida de todos estes encontros vai permitir alcançar um maior impacto e realizar uma gestão do orçamento coerente com a atual situação económica. Durante os dias 12 e 13 de Janeiro, o Palácio de Congressos da cidade de Granada vai ser o centro de atenção e ponto de encontro para oradores, personalidades de prestigio, empresas e profissionais, dinamizadores, e responsáveis de cargos públicos.

3 O que é a OSWC? A Conferência Internacional de Software Livre, Open Source World Conference (OSWC), é um dos principais eventos que se celebram na Europa dedicados às tecnologias de fonte aberta. Após seis edições, a OSWC tornou-se num evento de referência nacional e internacional no âmbito do software livre que oferece uma oportunidade única de dar a conhecer os seus benefícios. Desta forma, a celebração desta Conferencia, organizada pela Junta da Andaluzia em colaboração com o Governo da Estremadura e a CENATIC, e que conta com o apoio de empresas importantes dentro do sector TIC, passou a ser um ponto de encontro para todas as pessoas interessadas no âmbito da inovação no software livre: usuários, agentes sociais, programadores, empresários, investidores e responsáveis de cargos públicos. Com o lema um negócio aberto, a edição de 2012 da Conferência vai ser principalmente um fórum de encontro para profissionais de empresas usuárias e provedoras de serviços tecnológicos e administrações publicas, e terá uma clara orientação ao negócio empresarial, e.particularmente, às possibilidades de externalizar os mercados para as empresas do sector que trabalham com software livre. O objetivo é fomentar a colaboração entre empresas de forma a que possam partilhar conhecimentos, experiências, e unir esforços para desenvolver projectos comuns interessantes e com uma maior projeção comercial. Além de, através de um espaço virtual, se poder conhecer em primeira mão as últimas novidades do sector e as vantagens da utilização de tecnologias de fonte aberta. O encontro também se enquadra dentro do evento Más Digital, que vai incluir nas mesmas datas o Encontro de Dinamizadores Guadalinfo, a rede pública de inovação social andaluza. Igualmente, na zona da Conferência Internacional de Software Livre e do Encontro de Dinamizadores Guadalinfo vão estar a decorrer eventos paralelos de alto nível; entre eles o World Wide Web Consortium (W3C), o Congresso estatal de Telecentros, o Software Público Internacional (SPI), ou o ISA da União Europeia. E é por

4 isso que, o Palácio de Exposições e Congressos de Granada nos dias 12 e 13 de Janeiro passa a ser o foco de atenção e ponto de encontro de oradores e personalidades de reconhecido prestigio, empresas e profissionais, dinamizadores e responsáveis de cargos públicos.

5 Desde quando é que se celebra a OSWC? Desde que se celebrou a sua primeira edição em 2004, a OSWC tornou-se num evento de referência nacional e internacional no âmbito do software livre, que chegou a superar os visitantes na edição de 2008 e contou com oradores de alto nível como Tim O'Reilly, Michail Bletsas, ou Rahaf Harfousch, que deram ao encontro um carácter multidisciplinar e polifacético contribuindo com o seu ponto de vista num âmbito político, social, empresarial, académico, científico e das Administrações Públicas. A edição de 2012 que se celebra em Granada vai ser a sétima após um pequeno parêntese no ano passado. A primeira conferência que teve lugar em Málaga em 2004, juntou cerca de pessoas, o triplo das previsões iniciais e provou a relevância do debate de software livre entre profissionais e usuários. A cidade andaluza voltou a ser a sede da OSWC em 2006, depois da segunda edição ter sido celebrada em Mérida. No encontro participaram por volta de 200 oradores procedentes de 29 países e teve como finalidade mostrar que o software livre é uma realidade segura e consolidada para construir os sistemas de informação de qualquer organização. Em 2007 a cidade selecionada pelo fórum foi Badajoz, que regressou a Málaga um

6 ano depois e reuniu visitas, mais de 250 oradores e 150 voluntários. O encontro foi posteriormente deslocado à Estremadura, especificamente a Cáceres, que foi a sede da VI Conferencia Internacional de Software Livre, onde o encontro se centrou na procura de possíveis soluções para a crise baseadas nas novas tecnologias.

7 Que temas vão ser abordados na OSWC? A Conferência Internacional de Software Livre 2012 (OSWC 2012) vai centrar a sua atenção nas tecnologias abertas e no software livre como oportunidades de desenvolvimento de negócios empresariais, como catalisadores de inovação capazes de atrair e reter talento, e como tecnologias que permitem avançar na igualdade de oportunidades, na liberdade e na sustentabilidade. Da mesma forma, o encontro vai-se centrar no potencial e no valor que o software livre contribui às organizações através de conferências magistrais, sessões plenárias, mesas redondas e recursos formativos com oradores de renome e especialistas no campo do software livre. A ocasião é única para fomentar as oportunidades de networking; trocar experiências e ideias num marco inovador, estabelecer modelos de negócio, promover colaborações e alianças, etc. O evento pretende fomentar a troca de experiências, colaborações e novos negócios entre os assistentes, especialmente entre as empresas provedoras e usuárias de serviços tecnológicos, as Administrações Públicas e os profissionais do sector TIC. O encontro vai dispor para tal de múltiplos meios para favorecer as comunicações (formais e informais) entre os profissionais que vão assistir: cafés, jantares e almoços relacionais, reuniões previamente fechadas com oradores estrela, com empresas nacionais e estrangeiras e também com representantes das diferentes Administrações Públicas, etc., tendo também salas de reuniões para facilitar o contato e organizar encontros entre todos os presentes. Desta forma, a OSWC 2012 vai estar estruturada em: Sessões plenárias. A Conferência vai contar com a participação de autoridades e oradores de alto nível, que vão expor aos presentes a sua visão e experiência em relação ao software livre. Oradores. Oradores nacionais e internacionais vão apresentar a todos os presentes as suas propostas, experiências e opiniões sobre as diferentes áreas temáticas

8 nas quais se vão centrar nesta nova edição da Conferência. Mesas redondas. Mesas temáticas nas quais os oradores participantes vão debater sobre as últimas novidades e tendências no âmbito do software livre, e vão partilhar casos de êxito e experiências e ideias inovadoras relacionadas com este modelo tecnológico.. Networking. A Conferência vai ser uma ocasião única para fomentar as oportunidades de networking entre os participantes, para fazer negócio, trocar experiências e ideias num marco inovador, promover colaborações e alianças, etc. Para tal, vai-se dispor múltiplos meios para favorecer as comunicações entre os profissionais que vão assistir à Conferência. Eventos paralelos. Em Granada no marco desta nova edição da Conferência, e respaldado pelo Más Digital, vão ter lugar outros eventos relacionados com o âmbito das novas tecnologias e do software livre. Conferência online. Através da web da OSWC, vão poder seguir os conteúdos mais relevantes do evento presencial, dirigido a profissionais e empresas do setor do software livre e da administração pública. A novidade é que este ano estão a ser programados conteúdos e formatos específicos para o espaço virtual da Conferência de tipo mais técnico, que vão ocorrer na jornada da tarde de 13 de Janeiro, orientados ao perfil de usuários e amantes do software livre cujos interesses não são comerciais, mas sim tecnológicos. Com o duplo objetivo de gerar um ambiente propício para o negócio empresarial no Palácio de Congressos de Granada e, atendendo ao interesse de todas as pessoas que, à margem da vertente comercial, são parte fundamental para o desenvolvimento e para a evolução do software livre, este ano estabeleceu-se uma diferenciação temporal e espacial para os conteúdos da Conferência. Para tal, durante os dias 12 e 13 de Janeiro vão ter lugar as atividades dirigidas aos profissionais e às Administrações Públicas no

9 Palácio de Congressos de Granada; e durante o dia 13 através de um formato totalmente virtual a Conferência vai focar os seus conteúdos aos seguidores e entusiastas do software livre: programadores, comunidades, associações, etc Os conteúdos do programa deste ano vão girar à volta de cinco linhas temáticas principais que vão incluir os aspetos mais relevantes do ecossistema do software livre, tanto desde a perspetiva do usuário final, como do ponto de vista técnico e desde uma perspetiva de negócio: Migração para Software Livre Casos de êxito de migrações (Administrações Públicas, Sistema educativo, Empresas, etc.) Gestão da mudança em organizações. Oportunidades de negócio. Sustentabilidade e poupança. Políticas de software livre. Aplicações e soluções Mundo web / Gestores de Conteúdos. ERP, BI, B2B e sistemas de suporte empresarial. Modelos funcionais de empresas open source. Green IT / Sustentabilidade / Eficiência Energética. Cloud Computing / Virtualização / Supercomputação. Movilidade. Modelos de negócio e marco legal do Software Livre Marco legal / Licenciamento / Propiedade intelectual. Internacionalização e comércio exterior. Oportunidades de negócio.

10 Empreendimento e software livre. I+D no mundo do software livre Universidades (grupos de investigação). I+D empresarial. Colaboração público-privada. Transferência tecnológica. OpenGov, OpenData y Gobernanza Digital PROGRAMA 12 de Janeiro de 2012 Dia W3C Espanha (Sala Manuel de Falla) Bem-vinda Sessões Dia W3C -Espanha The Open Web Platform: HTML5 (em inglês)-dominique Hazael-Massieux (Mobile Web Initiative Activity Lead, W3C) Linked Data na industria - Alberto Labarga (Co-fundador de LINKatu) WebSockets e Aplicações Web Móveis - Juan José Ramos (TSTC, Universidade de Granada) Dia W3C Espanha - µ-apresentações

11 Adrián Cepillo. Associação de Programação Web e Segurança, Universidade de Cádis Raúl Jimenez. Associação de Webmasters de Granada Riny Heijdendael Diretor, Elydian Ildefonso Montero, Ingenia e Pablo Martin, Enreda Pausa Café Dia W3C Espanha - Open Government Data e RISP - Mesa Redonda (Parte I) Jorge Campanillas, Advogado especialista em Direito das Tecnologias da Informação e Comunicações Carlos de la Fuente, Diretor Serviços Tecnológicos, CTIC María Jesús Fernández, Responsável da Web Municipal, Câmara Municipal de Saragoça Emilio García, Ministério de Política Territorial e Administração Pública José Luis Marín, Euroalert Alberto Ortiz de Zárate, Diretor Geral de Atenção Cidadã, Governo do País Vasco Cristina Puente, chefe do Gabinete de Prospectiva Tecnológica, Junta de Andaluzia Dia W3C Espanha - Open Government Data e RISP - Mesa Redonda (Parte II) Dia W3C - Espanha: Pausa - Almoço

12 Dia W3C Espanha - Exemplos de aplicações Linked Data Asunción Gómez, Diretora do Ontology Engineering Group, UPM Dia W3C Espanha - µ-apresentações Mikel Emaldi, Universidade de Deusto Roberto García, Universitat de Lleida Dia W3C - Espanha: Como reusar Open (Linked) Data Martín Álvarez, Responsável Departamento W3C Espanha ISA - Europa. Software Livre: desafios e oportunidades para as administrações públicas (Sala Machado) Início Dave Neary, especialista em Open Source Software community management, em Community management Simon Phipps, Diretor da Iniciativa Software Livre, em Comunidades, Empresas e as Lições da História Recente Miguel Jaque Barbero, Diretor-gerente da CENATIC - Centro Nacional de Referência de Aplicação das Tecnologias da, em Guia para a contrução de Comunidades

13 Karel De Vriendt, membro reformado da Comissão Europeia, em Administrações Públicas e Software Livre- Reflexões ISA Europa. A Comissão Europeia e o Software Livre(I) Francisco García Morán, Director-Gerente de Informatics (DIGIT), em A Estratégia de Software Livre da Comissão Europeia Szabolcs Székács, Gerente de Projetos na Comissão Europeia, em Reunido: uma plataforma colaborativa para a partilha e o reuso de Software Livre, mais-valias semânticas, e outras soluções de interoperabilidade para as administrações publicas ISA-Europa. A Comissão Europeia e o Software Livre(II) Didier Thunus, Gerente de Projetos na Comissão Europeia, en eprior: uma solução e- Procurement para estimular a implementação e o reuso de sistemas interoperáveis na Europa. Cristian Dobre, Chefe de Divisão na Comissão Europeia, em Software Livre e a iniciativa do Cidadão Europeu ISA - Europa: Administrações Públicas e Software Livre: exemplos de boa prática (I) Projeto de Software Livre OpenJustitia do Tribunal Supremo federal da Suiça com Matthias Stürmer, Senior Adviser na Ernst & Young Switzerland ISA - Europa: Administrações Públicas e Software Livre: exemplos de boa prática (II)

14 OpenStreetMap com Gaël Musquet, Presidente da OpenStreetMap France ISA- Europa: Administrações Públicas e Software Livre: exemplos de boa prática (III) Frikomport com Britt Inger, Coordenador da SuksIt na Noruega CENATIC com Pop Ramsary, Chefe do Observatório da CENATIC em Espanha Mesa Redonda IWEEE Unconference: Compromisso (Sala Albéniz) 9.30 Início Fim Reunião de Chefes de Serviço de Informática da Junta de Andaluzia (Sala Machuca) Evento de acesso restringido Jornada de Acessibilidade - ONCE (Sala de Juntas) Evento de acesso restringido Início Fim Software Público Internacional - SPI (Sala de Juntas) Evento de acesso restringido Início Fim Comissão Executiva da CENATIC (Seminários 3,4 e 5)

15 16.30 Início Reunião da Comissão Interdepartamental da Sociedade da Informação (CISI) da Junta de Andaluzia (Sala de Juntas) Evento de acesso restringido Início 13 de Janeiro de Bem-vinda Vão participar: Juan María González, Secretário Geral de Inovação e Sociedade da Informação. Ministério de Economia, Inovação e Ciência. Junta de Andaluzia Alejandro Hernández Renner, Diretor Geral de Inovação e Modernização Tecnológica da Junta de Estremadura. Francisco García Morán, Diretor Geral de Informática. Comissão Europeia Miguel Jaque, Diretor-Gerente da CENATIC Sala Plenária Manuel de Falla Espaço1: Estratégia de software livre nas Administrações Públicas. Modera/apresenta: Adolfo Borrero, Presidente de ETICOM Juan María González, Secretário Geral de Inovação e Sociedade da Informação.

16 Ministério de Economia, Inovação e Ciência. Junta de Andaluzia Alejandro Hernández Renner, Diretor Geral de Inovação e Modernização Tecnológica de la Junta de Estremadura. Francisco García Morán, Diretor Geral de Informática. Comissão Europeia Adrián Lence Paz, Sub-diretor Geral de Infra-estruturas e Telecomunicações da Secretária Geral de Modernização e Inovação Tecnológica da Xunta de Galicia Sala Manuel de Falla Espaço2: Tendências: GreenIT, BigData e MariaDB Giovanna Sissa, Membro do Quadro de Especialistas em Inovação Tecnológica do Ministério Desenvolvimento Económico de Itália Colin Charles, Predicador principal do Monty Program e Community Manager de MariaDB Sala Machado Espaço3: Estado do software livre em Espanha Miguel Jaque, Diretor-Gerente da CENATIC Manuel Guitérrez Herrera, Presidente de Guadaltel Josep Figols, Presidente de CatPL Sala Albéniz Espaço4: OpenData, oportunidade para a competitividade e o negócio

17 Modera/apresenta: Guzmán Garmendia, Diretor Geral do Governo Aberto e Novas Tecnologias do Governo de Navarra José Luis Marín, CEO de EuroAlert Jose Antonio Recio, Project Manager. Fundecyt. Junta de Estremadura Sala Picasso Espaço5: Empreendimento e software livre. Ideias de negócio Modera/apresenta: Daniel Ortega Trujillo, Conselheiro Delegado de SANDETEL Painel de Especialistas: José María Lamela, Diretor de Inovação VODAFONE Telefónica Víctor Fernández, CEO de Emergya Juan Julián Merelo, Professor Titular e Responsável do Departamento de Software Livre, Universidade de Granada Projetos: WôÔs IberCDN, Fermin Manzanedo, CEO ServoTIC Glob3 Xowee Sala Machuca Pausa-café Espaço1: Estratégia de software livre na América Latina

18 Modera/apresenta: Alberto Barrionuevo, Presidente de Andalibre / Tesoureiro de Asolif Jorge Cabezas, Secretária do Gabinete da Presidência da Argentina Fausto Alvim, coordenador Geral de SPI e PNUD no Brasil Ronal Barrientos, chefe do Departamento Nacional do Governo Electrónico e Informática do Peru Manuel Rodríguez, Diretor de Interoperabilidade Governamental do Governo do Equador Iván Patricio Astorga, Secretaría Geral da Presidência do Chile Nicolás Caballero, coordenador de Inovação Tecnológica da Presidência do Paraguai Raúl Zambrano, Departamento de Políticas de Desenvolvimento do PNUD Sala Manuel de Falla Espaço2: A implementação de software livre: desafios e oportunidades Modera/apresenta: Ramón Ramón, Porta-voz e Fundador da Iniciativa Focus / Consultor Internacional em TI Deivi Lopes Kuhn, Coordenador do Projeto TIC no Departamento de Planificação e Orçamento do Governo do Distrito Federal do Brasil Margarita Vargas, Gerente do Plano Diretor TIC, Paraguai Sala Machado

19 Espaço3: Software Livre na Universidade Modera/apresenta: Francisco Triguero, Secretário Geral de Universidades, Investigação e Tecnologia. Ministério de Economia, Inovação e Ciência. Junta de Andaluzia Juan Julián Merelo, Professor Titular e Responsável do Departamento de Software Livre, Universidade de Granada Universidade de Salamanca Elena Marrero Méndez e Pablo Suárez Hernández, Universidade La Laguna Manuel Palomo Duarte, Diretor do Departamento de Software Livre e Conhecimento Aberto da Universidade de Cádis Universidade de Córdoba Sala Albéniz Espaço4: Projetos em Software Livre. Casos de êxito. Rosário Gonzalez Gomez (ERIS-G3), Chefe de Serviço dos Sistemas Corporativos. Direção Geral de Tecnologias da Fazenda e da Administração Electrónica. Ministério da Fazenda e Administração Pública. Junta de Andaluzia. Vodafone Antonio Cabello Bastida (MOAD), Chefe de Serviço de Inovação e Administrações Públicas. Direção Geral de Serviços Tecnológicos e da Sociedade da Informação. Ministério de Economia, Inovação e Ciência. Junta de Andaluzia. Silvia Vicente del Hoyo (PALS), Ministério da Indústria, Energia e Turismo Juan Jose Pol Mera (ANIBAL), Chefe do Centro de Processos de Dados e Rede Corporativa. Dirección Geral de Inovação e Desenvolvimento Tecnológico. Vice-

20 presidência Económica, de Promoção Empresarial e de Emprego. Govern de les Illes Balears Pablo Nimo (ABALAR), Assessor educativo na Consellería de Educação. Xunta de Galicia Álvaro Zabala (SIG Corporativo), Chefe de Gabinete. Serviço de Desenvolvimento e Coordenação de Sistemas Horizontais. Coordenação de Política Informática. Secretária Geral de Inovação e Sociedade da Informação. Ministério de Economia, Inovação e Ciência. Junta de Andaluzia Sala Picasso Espaço5: Sessão Empresas: Apresentação de produtos e serviços (I) LibrePlan, IGALIA Escritórios virtualizados pela nuvem (VDI), Emergya NEAR Liferay Guadaltel Telvent Open Xindex Evolution Prompsit GMV Sala Machuca Espaço1: Estratégia de software livre nas grandes empresas

21 Modera/apresenta: Miguel Ángel Criado, jornalista do Diário Público Toni de la Fuente, Senior Solutions Engineer da Iberia, Alfresco Oracle Google Telefónica Vodafone Sala Manuel de Falla Espaço2: Governança Digital Modera/apresenta: José Antonio Cobeña, Diretor Geral de Tecnologias para a Fazenda e da Administração Electrónica, Ministério da Fazenda e da Administração Pública. Junta de Andaluzia Britt Inger, Suksit Noruega Didier Thunus, Projeto eprior, Comissão Europeia Google Telefónica Junta de Andaluzia Sala Machado Espaço3: Competitividade e capacitação do tecido empresarial

22 Miguel Jaque, Diretor-Gerente da CENATIC David Olmos, Presidente de ASOLIF Sala Albéniz Espaço4: Software Livre e Marco Legal Malcolm Bain, Proprietário da id law partners e assessor legal da FSF na Europa Miguel Velardo, Diretor de Operações da CENATIC Sala Picasso Espaço5: Sessão Empresas: Apresentação de produtos e serviços (II) Ingenia Ándago Everis Sadiel Sharpa, Enreda Sinadura, zylk Sala Machuca

23 Plenário +Digital José Antonio Griñán, presidente da Junta de Andaluzia Nicholas Negroponte Sala Manuel de Falla Eventos paralelos. O Dia W3C em Espanha é um evento que se celebra desde o ano 2006 com o objetivo de abrir um fórum de discussão à volta dos standards web e que nesta edição vai estar centrada à volta de dois eixos temáticos: o OpenData e a reutilização dos dados no setor público, e nos novos standards que permitem uma web muito mais aberta à qual possam aceder mais usuários a partir de todo o tipo de dispositivos.. Software Público Internacional projeto do CLAD (Centro Latino-Americano de Administração para o Desenvolvimento) que conta com o apoio do programa PNUD (Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento) da ONU no qual participam vários países da Latino-América para desenvolver de forma conjunta e coordenada aplicações de governo electrónico que, graças ao software livre, permitem aos governos dos países membros manter a sua independência tecnológica e que, graças à reutilização, podem reduzir os custos. Nesta ocasião, a reunião do SPI vai-se realizar no marco da Conferência de Software Livre fazendo parte de uma Missão Comercial Inversa onde os membros do SPI vão poder entrar em contacto com o setor empresarial andaluz que trabalha com software livre e, também, poder estabelecer laços de colaboração com a Junta da Andaluzia.. O Fórum Soluções de Interoperabilidade para as Administrações Públicas Europeias é um ponto de encontro para a definição de standards que permitam a troca de informação entre as diferentes Administrações Públicas de uma forma ágil e eficiente

24 que permita estabelecer um novo nível de governo electrónico mais além das fronteiras de cada um dos países membros.. O programa da Comissão Europeia ISA (Interoperability Solutions for European Public Administrations) vai organizar o workshop "Administrações Públicas Europeias e o Software Livre": o poder a "Comunidade" em relação às oportunidades e desafios que enfrentam as administrações públicas que trabalham em conjunto com a comunidade de programadores de software livre. O workshop que vai ter lugar no dia 12 de Janeiro vai congregar 12 oradores, alguns vinculados à comunidade de software livre, e outros pertencentes às Administrações Públicas vinculadas ao desenvolvimento deste tipo de software. Este workshop vai estar dividido em três partes. A primeira sessão com dois programadores muito conhecidos dentro do ecossistema software livre. A segunda sessão vai mostrar três projetos europeus de desenvolvimento de aplicações em software livre, e a terceira parte, consiste em casos reais de projetos de Administrações Públicas nos quais está envolvida a comunidade de programadores.

25 O que é o software livre? O software livre (também conhecido como open source ou free software) é a denominação de um tipo de software que respeita a liberdade dos usuários sobre o seu produto adquirido e, portanto, uma vez que seja obtido pode ser usado, copiado, estudado, modificado, e redistribuído livremente. O movimento mundial de software livre surge como alternativa aos desafios que as barreiras sociais e comerciais supõem à revolução informática. No entanto, não é obrigatório que assim o seja, razão pela qual não se deve associar software livre a software gratuito, porque, mantendo o seu carácter de livre, pode ser distribuído comercialmente. As revoluções informáticas e das telecomunicações têm um componente chave no desenvolvimento dos sistemas operativos, que geralmente costumam ser impulsionados por grandes empresas. Em contrapartida, nos últimos anos o chamado software livre ou de fonte aberta adquiriu um enorme auge no seio da União Europeia, nos Estados Unidos ou em países como o Brasil ou o Canadá, um movimento de universitários e especialistas procedentes de diversas áreas, que criam, trocam, enriquecem e difundem sistemas de software de forma totalmente desinteressada e gratuita, sem nenhum custo para o usuário final. Mais além dos aspetos puramente técnicos, o software livre fomenta principalmente uma atitude, a de partilhar o conhecimento, pela qual se torna no motor ideal para a inovação e desenvolvimento. Desde este ponto de vista, o software livre proporciona uma serie de vantagens muito bem conhecidas, sobretudo como uma ferramenta de apoio à investigação. Entre outros aspetos, o software livre favorece e agiliza a inovação, ao nunca partir do zero no seu desenvolvimento, existe sempre um conhecimento gerado à volta dele que pode ser aproveitado para gerar um novo conhecimento ou melhorar o que já existe, favorecendo desta forma o processo de inovação.

26 Quem organiza a OSWC? A Conferência é organizada pela Junta de Andaluzia com o apoio do Governo da Estremadura e a CENATIC. O fórum surge da preocupação do Governo Andaluz pelo acesso restringido a recursos informáticos avançados e de qualidade dependendo da capacidade financeira dos usuários, e que se possa abrir a todos os cidadãos independentemente da sua situação, localização geográfica ou o nível económico, de modo a evitar a discriminação conhecida como exclusão digital. Em relação ao apoio dado à utilização deste tipo de software por parte de diferentes instituições de todos os âmbitos, destaca o papel da Andaluzia e da Estremadura, por terem sido pioneiras na adopção, apoio e desenvolvimento do software livre na Administração Pública, e que o retiraram do âmbito puramente cientifico e experimental, deixando-o ao alcance de todos os seus cidadãos. A Junta de Andaluzia é consciente da dimensão estratégica do fenómeno a médio e longo prazo, e é por essa razão que está a apoiar firmemente este movimento, ao ponto de levar as aplicações do software livre aos seus próprios escritórios, às escolas da Andaluzia e aos projetos de acesso à Internet para pequenos municípios da nossa Comunidade, através do Programa Guadalinfo. Também mantêm uma estreita colaboração com a Comunidade Autónoma da Estremadura, que deu fruto com a distribuição do Guadalinex. A Estremadura, por outro lado, no desenvolvimento da sua estratégia global de sociedade da informação, está a aplicar o software livre em todos os âmbitos, a educação, a empresa, os cidadãos, através do convencimento de que o uso de este tipo de software por parte das Administrações Públicas é, mais que nada, uma questão de uso racional e eficiente dos fundos públicos, e de direitos, ao garantir o aceso a esta tecnologia a todos, conhecimento puro, em igualdade de condições. Finalmente, CENATIC é o Centro Nacional de Referência de Aplicação das Tecnologias da Informação e na Comunicação (TIC) baseadas em fontes abertas. Trata-

27 se do único projeto estratégico de carácter nacional para impulsionar o conhecimento e uso do software de fontes abertas. Está aberto à participação de administrações públicas, empresas, universidades, grupos de I+D+i e usuários e desenvolvedores deste tipo de tecnologias.

28 Que entidades colaboram com a OSWC? Com mais de 85 anos de experiência após a sua fundação em 1924, as atividades de Telefónica dentro de Espanha estão centradas fundamentalmente nos negócios de telefonia fixa e telefonia móvel, com banda larga como a sua ferramenta chave para ambos negócios, e nos serviços e aplicações das tecnologias da informação. Atualmente está presente em 25 países com uma média de funcionários. A companhia conta com rendimentos na ordem de milhões de euros e mais de 299 milhões de clientes em Setembro de 2011: mais de 231 milhões de acessos a serviços de telefonia móvel; mais de 40 milhões de acessos a serviços de telefonia fixa; mais de 19 milhões de acessos a serviços de dados e Internet e 3,2 milhões de acessos a serviços de televisão por assinatura. A Unidade de Grandes Empresas da Telefónica Espanha é a linha de negócio do Grupo Telefónica que antecipa soluções personalizadas de comunicação e tecnologias da informação desde a rede e com demanda das Grandes Empresas e das Administrações Públicas mais importantes do nosso país. No eixo da sua estratégia está a orientação para o cliente e uma oferta de alto valor acrescido, com um carácter sectorial marcado, que engloba as mais avançadas soluções convergentes de comunicação e tecnologias da informação. Clique para mais informação Clique para mais informação:

1º FÓRUM UNIÃO DE EXPORTADORES CPLP 26 E 27 DE JUNHO DE 2015 CENTRO DE CONGRESSOS DE LISBOA. JUNTOS IREMOS LONGE www.uecplp.org

1º FÓRUM UNIÃO DE EXPORTADORES CPLP 26 E 27 DE JUNHO DE 2015 CENTRO DE CONGRESSOS DE LISBOA. JUNTOS IREMOS LONGE www.uecplp.org 1º FÓRUM UNIÃO DE EXPORTADORES CPLP 26 E 27 DE JUNHO DE 2015 CENTRO DE CONGRESSOS DE LISBOA JUNTOS IREMOS LONGE www.uecplp.org CONCEITO Realização do 1º Fórum União de Exportadores CPLP (UE-CPLP) que integra:

Leia mais

IV ENCONTRO IBERO-AMERICANO SOBRE OS OBJECTIVOS DO MILÉNIO DA ONU E AS TIC TIC, Inovação e Conhecimento

IV ENCONTRO IBERO-AMERICANO SOBRE OS OBJECTIVOS DO MILÉNIO DA ONU E AS TIC TIC, Inovação e Conhecimento IV ENCONTRO IBERO-AMERICANO SOBRE OS OBJECTIVOS DO MILÉNIO DA ONU E AS TIC TIC, Inovação e Conhecimento Lisboa, 3 e 4 de Novembro de 2009 FIL Feira das Indústrias de Lisboa, Parque das Nações, Lisboa Terça-feira

Leia mais

RELATÓRIO DE MISSÃO INTERNACIONAL À ALEMANHA

RELATÓRIO DE MISSÃO INTERNACIONAL À ALEMANHA RELATÓRIO DE MISSÃO INTERNACIONAL À ALEMANHA Participantes: Dr. Roberto Simões, presidente do CDN (Conselho Deliberativo Nacional) e Dr. Carlos Alberto dos Santos, Diretor Técnico do Sebrae Nacional. Objetivo:

Leia mais

egovernment & ehealth 2007 O papel fundamental das tecnologias no bem estar do Cidadão

egovernment & ehealth 2007 O papel fundamental das tecnologias no bem estar do Cidadão egovernment & ehealth 2007 O papel fundamental das tecnologias no bem estar do Cidadão 01 02 03 Indra A Nossa Visão do Sector Público A Administração ao serviço do Cidadão Página 2 Quem Quiénes somos somos

Leia mais

A Telefónica é assim. Uma empresa na vanguarda. Relatório Anual 2002

A Telefónica é assim. Uma empresa na vanguarda. Relatório Anual 2002 A Telefónica é assim A Telefónica é a operadora de referência nos mercados de língua espanhola e portuguesa com quase 90 milhões de clientes. Além disso, é a sétima companhia mundial do setor em termos

Leia mais

DIRECÇÃO REGIONAL DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA E COMUNICAÇÔES

DIRECÇÃO REGIONAL DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA E COMUNICAÇÔES DIRECÇÃO REGIONAL DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA E COMUNICAÇÔES Missão : Dinamizar a investigação científica e promover o desenvolvimento tecnológico e a inovação para consolidar a Sociedade do Conhecimento na

Leia mais

MISSÃO EMPRESARIAL AO MÉXICO 19-27 Fev. 2016

MISSÃO EMPRESARIAL AO MÉXICO 19-27 Fev. 2016 PROJECTO CONJUNTO DE INTERNACIONALIZAÇÃO MÉXICO 2015-2016 MISSÃO EMPRESARIAL AO MÉXICO 19-27 Fev. 2016 INSCRIÇÕES ATÉ 15 DE JANEIRO 2016 Promotor: Co-financiamento: Monitorização: Foto: Miguel Moreira

Leia mais

::ENQUADRAMENTO ::ENQUADRAMENTO::

::ENQUADRAMENTO ::ENQUADRAMENTO:: ::ENQUADRAMENTO:: :: ENQUADRAMENTO :: O actual ambiente de negócios caracteriza-se por rápidas mudanças que envolvem a esfera politica, económica, social e cultural das sociedades. A capacidade de se adaptar

Leia mais

SERVIÇOS DE INTERNACIONALIZAÇÃO ETICOM: ASSOCIAÇÃO DAS TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÕES DA ANDALUZIA

SERVIÇOS DE INTERNACIONALIZAÇÃO ETICOM: ASSOCIAÇÃO DAS TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÕES DA ANDALUZIA ETICOM: ASSOCIAÇÃO DAS TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÕES DA ANDALUZIA ASSOCIAÇÃO DAS TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÕES DA ANDALUZIA SERVIÇOS DE INTERNACIONALIZAÇÃO 1 SERVIÇOS DE INTERNACIONALIZAÇÃO

Leia mais

PRÉMIO EMPREENDEDORISMO INOVADOR NA DIÁSPORA PORTUGUESA

PRÉMIO EMPREENDEDORISMO INOVADOR NA DIÁSPORA PORTUGUESA PRÉMIO EMPREENDEDORISMO INOVADOR NA DIÁSPORA PORTUGUESA 2015 CONSTITUIÇÃO DO JÚRI Joaquim Sérvulo Rodrigues Membro da Direcção da COTEC Portugal, Presidente do Júri; Carlos Brazão Director Sénior de Vendas

Leia mais

A cooperação Canadá - Brasil: INTERNACIONALIZAÇÃO PARA A INOVAÇÃO

A cooperação Canadá - Brasil: INTERNACIONALIZAÇÃO PARA A INOVAÇÃO OUI- IOHE MISSÃO OUI DE UNIVERSIDADES CANADENSES NO BRASIL 28 de novembro a 2 de dezembro de 2011 Programa preliminar A cooperação Canadá - Brasil: INTERNACIONALIZAÇÃO PARA A INOVAÇÃO À luz dos excelentes

Leia mais

3.ª CONFERÊNCIA MOBILIDADE URBANA. Das Novas Tecnologias à Eficiência dos Sistemas. 18 de Setembro MUDE Museu do Design e da Moda, Lisboa PARCERIA

3.ª CONFERÊNCIA MOBILIDADE URBANA. Das Novas Tecnologias à Eficiência dos Sistemas. 18 de Setembro MUDE Museu do Design e da Moda, Lisboa PARCERIA 3.ª CONFERÊNCIA MOBILIDADE URBANA ORGANIZAÇÃO PARCERIA UMA PUBLICAÇÃO Das Novas Tecnologias à Eficiência dos Sistemas 18 de Setembro MUDE Museu do Design e da Moda, Lisboa APRESENTAÇÃO Depois de duas edições,

Leia mais

Estratégias regionais, para a investigação e inovação, implementadas nas Regiões. O que foi feito?

Estratégias regionais, para a investigação e inovação, implementadas nas Regiões. O que foi feito? Estratégias regionais, para a investigação e inovação, implementadas nas Regiões Ultraperiféricas e Cabo Verde: O que foi feito? O que está a ser fit? feito? Resolução do Conselho do Governo nº41/2008,

Leia mais

Soluções em Tecnologia da Informação

Soluções em Tecnologia da Informação Soluções em Tecnologia da Informação Curitiba Paraná Salvador Bahia A DTS Sistemas é uma empresa familiar de Tecnologia da Informação, fundada em 1995, especializada no desenvolvimento de soluções empresariais.

Leia mais

Adapte. Envolva. Capacite.

Adapte. Envolva. Capacite. Adapte. Envolva. Capacite. Ganhe produtividade em um Ambiente de trabalho digital #DigitalMeetsWork Os benefícios de um ambiente de trabalho digital têm impacto na competitividade do negócio. Empresas

Leia mais

APRESENTAÇÃO CORPORATIVA

APRESENTAÇÃO CORPORATIVA APRESENTAÇÃO CORPORATIVA 2015 Quem é a 2VG? A Empresa A 2VG Soluções Informáticas SA., é uma empresa tecnológica portuguesa, fundada em 2009, que surgiu para colmatar uma necessidade detetada no mercado

Leia mais

AS OPORTUNIDADES PARA AS EMPRESAS NO PORL 2014-20

AS OPORTUNIDADES PARA AS EMPRESAS NO PORL 2014-20 AS OPORTUNIDADES PARA AS EMPRESAS NO PORL 2014-20 Vítor Escária CIRIUS ISEG, Universidade de Lisboa e Augusto Mateus & Associados Barreiro, 30/06/2014 Tópicos Enquadramento A Estratégia de Crescimento

Leia mais

Programa Operacional Regional Alentejo 2014/2020

Programa Operacional Regional Alentejo 2014/2020 Programa Operacional Regional Alentejo 2014/2020 Universidade de Évora, 10 de março de 2015 Identidade, Competitividade, Responsabilidade Lezíria do Tejo Alto Alentejo Alentejo Central Alentejo Litoral

Leia mais

Memória descritiva do projecto Sanjonet Rede de Inovação e Competitividade

Memória descritiva do projecto Sanjonet Rede de Inovação e Competitividade Memória descritiva do projecto Sanjonet Rede de Inovação e Competitividade Candidatura aprovada ao Programa Política de Cidades - Redes Urbanas para a Competitividade e a Inovação Síntese A cidade de S.

Leia mais

PORQUÊ A META4? UMA NOVA EXPERIÊNCIA DE RH

PORQUÊ A META4? UMA NOVA EXPERIÊNCIA DE RH PORQUÊ A META4? UMA NOVA EXPERIÊNCIA DE RH Orientados para o cliente Na Meta4 temos um objetivo claro: a satisfação dos nossos clientes. Para isso, dedicamos todos nossos esforços para oferecer um apoio

Leia mais

Instituições europeias

Instituições europeias Envelhecer com Prazer Rua Mariana Coelho, nº 7, 1º E 2900-486 Setúbal Portugal Tel: +351 265 548 128 Tlm: 96 938 3068 E-mail: envelhecimentos@gmail.com www.envelhecer.org Instituições europeias Inês Luz

Leia mais

ARTIGO: SOLUÇÕES PARA O SECTOR AUTARQUIAS in IGOV Maio 2010

ARTIGO: SOLUÇÕES PARA O SECTOR AUTARQUIAS in IGOV Maio 2010 CÂMARA MUNICIPAL DE SANTARÉM - R EVOLUÇÃO ADMINISTRATIVA A Autarquia de Santarém, em parceria com a PT Prime, desenvolveu um sistema de soluções integradas e inter-operantes que lhe possibilitaram operacionalizar

Leia mais

Empresas Familiares aprimoramento da governança corporativa para o sucesso do negócio

Empresas Familiares aprimoramento da governança corporativa para o sucesso do negócio Empresas Familiares aprimoramento da governança corporativa para o sucesso do negócio Nome Desarrollo de Sistemas de Gobierno y Gestión en Empresas de Propiedad Familiar en el Perú Objetivo Contribuir

Leia mais

ENCONTRO DE MINISTROS DE TRANSPORTES E INFRA-ESTRUTURAS DA IBERO-AMÉRICA "DECLARAÇÃO DE MÁLAGA" 2005. Málaga, Espanha, 8 e 9 de Setembro de 2005

ENCONTRO DE MINISTROS DE TRANSPORTES E INFRA-ESTRUTURAS DA IBERO-AMÉRICA DECLARAÇÃO DE MÁLAGA 2005. Málaga, Espanha, 8 e 9 de Setembro de 2005 ENCONTRO DE MINISTROS DE TRANSPORTES E INFRA-ESTRUTURAS DA IBERO-AMÉRICA "DECLARAÇÃO DE MÁLAGA" 2005 Málaga, Espanha, 8 e 9 de Setembro de 2005 Os Ministros de Transportes e Infra-estruturas da Ibero-América,

Leia mais

Factores Determinantes para o Empreendedorismo. Encontro Empreender Almada 26 de Junho de 2008

Factores Determinantes para o Empreendedorismo. Encontro Empreender Almada 26 de Junho de 2008 Factores Determinantes para o Empreendedorismo Encontro Empreender Almada 26 de Junho de 2008 IAPMEI Instituto de Apoio às PME e à Inovação Principal instrumento das políticas económicas para Micro e Pequenas

Leia mais

Estratégia Nacional de Educação para o Desenvolvimento. (2010-2015) ENED Plano de Acção

Estratégia Nacional de Educação para o Desenvolvimento. (2010-2015) ENED Plano de Acção Estratégia Nacional de Educação para o Desenvolvimento (2010-2015) ENED Plano de Acção Estratégia Nacional de Educação para o Desenvolvimento (2010-2015) ENED Plano de Acção 02 Estratégia Nacional de

Leia mais

Serviços Cloud e a Modernização da AP

Serviços Cloud e a Modernização da AP Jorge Lopes - NOSi Serviços Cloud e Modernização da AP MODELO INTEGRADO DE GOVERNAÇÃO ELETRÓNICA Promover a governança eletrônica como a melhor oportunidade para desencadear a transformação organizacional

Leia mais

UNIVERSIDADE LIVRE DO MEIO AMBIENTE

UNIVERSIDADE LIVRE DO MEIO AMBIENTE UNIVERSIDADE LIVRE DO MEIO AMBIENTE A INSTITUIÇÃO A Universidade Livre do Meio Ambiente - Unilivre, instalada em Curitiba, Paraná, é uma organização não governamental sem fins lucrativos, recentemente

Leia mais

CÂMARA HISPANO PORTUGUESA DE COMÉRCIO E INDÚSTRIA. O melhor aliado para o mercado ibérico

CÂMARA HISPANO PORTUGUESA DE COMÉRCIO E INDÚSTRIA. O melhor aliado para o mercado ibérico O melhor aliado para o mercado ibérico A Câmara Hispano Portuguesa de Comércio e Indústria em Espanha (CHP), com fins não lucrativos, foi criada em 1970 para apoiar as empresas com interesses no Mercado

Leia mais

APEX- APOIO À PROMOÇÃO DA EXPORTAÇÃO DAS PME 2012

APEX- APOIO À PROMOÇÃO DA EXPORTAÇÃO DAS PME 2012 APEX- APOIO À PROMOÇÃO DA EXPORTAÇÃO DAS PME 2012 A aposta no apoio à internacionalização tem sido um dos propósitos da AIDA que, ao longo dos anos, tem vindo a realizar diversas acções direccionadas para

Leia mais

Plano de Ação 2016 GRACE

Plano de Ação 2016 GRACE Plano de Ação 2016 GRACE Mensagem da Direção É tempo de preparar mais um ano de intensa atividade do GRACE, procurando consolidar o capital de experiência e partilha acumulado e alargar novas perspetivas

Leia mais

Plano de Atividades 2014

Plano de Atividades 2014 Plano de Atividades 2014 Escola de Ciências Universidade do Minho 1. Missão A Escola de Ciências tem como missão gerar, difundir e aplicar conhecimento no âmbito das Ciências Exatas e da Natureza e domínios

Leia mais

REGULAMENTO TORRES INOV-E CENTRO CRIATIVO Preâmbulo

REGULAMENTO TORRES INOV-E CENTRO CRIATIVO Preâmbulo REGULAMENTO TORRES INOV-E CENTRO CRIATIVO Preâmbulo TORRES INOV-E é um programa orientado para o acolhimento de propostas de negócios assentes em ideias novas e diferenciadoras ou capazes de reinventar

Leia mais

Redução da pegada carbónica dos clientes da PT Portugal

Redução da pegada carbónica dos clientes da PT Portugal Redução da pegada carbónica dos clientes da PT Portugal 1 Redução da pegada carbónica dos clientes da PT Portugal As alterações verificadas no comportamento dos consumidores, consequência dos novos padrões

Leia mais

INOVAR com SUSTENTABILIDADE ENERGIA IBERO-AMERICANA 2050

INOVAR com SUSTENTABILIDADE ENERGIA IBERO-AMERICANA 2050 INOVAR com SUSTENTABILIDADE ENERGIA IBERO-AMERICANA 2050 Lisboa, 26 de Novembro 2009 1. EFICIÊNCIA ENERGÉTICA 2. MOBILIDADE SUSTENTÁVEL 3. EXPLORAÇÃO & PRODUÇÃO 4. DOUTORAMENTO EM MEIO EMPRESARIAL 5. OPEN

Leia mais

Banco Popular, Espanha

Banco Popular, Espanha Banco Popular, Espanha Tecnologia avançada de automação do posto de caixa para melhorar a eficiência e beneficiar a saúde e segurança dos funcionários O recirculador de notas Vertera contribuiu para impulsionar

Leia mais

Smart Cities Portugal

Smart Cities Portugal Smart Cities Portugal A rede Smart Cities Portugal tem por objetivo promover o trabalho em rede numa lógica inter-cluster, para o desenvolvimento e produção de soluções urbanas inovadoras para smart cities,

Leia mais

A Gestão dos Portos e a Participação da Comunidade Portuária

A Gestão dos Portos e a Participação da Comunidade Portuária A Participação do CAP na Gestão Portuária Brasília, 25 de Janeiro de 2007 A Gestão dos Portos e a Participação da Comunidade Portuária Julián Palácio Coordenador para América Latina Fundada em 1912, nos

Leia mais

Programa. Empreendedorismo Cultural e Indústrias Criativas 2012

Programa. Empreendedorismo Cultural e Indústrias Criativas 2012 Programa Empreendedorismo Cultural e Indústrias Criativas 2012 Programa Empreendedorismo Cultural e Indústrias Criativas 2012 3 Hemisfério esquerdo responsável pelo pensamento lógico e pela competência

Leia mais

Como universalizar o acesso à internet e incluir a população de baixa renda. 41º Encontro Tele.Síntese 2015 10.06.2015

Como universalizar o acesso à internet e incluir a população de baixa renda. 41º Encontro Tele.Síntese 2015 10.06.2015 Como universalizar o acesso à internet e incluir a população de baixa renda 41º Encontro Tele.Síntese 2015 10.06.2015 Telefonica acredita que a universalização da Internet precisa de soluções que abrangem

Leia mais

Número 7/junho 2013 O PROGRAMA URBACT II

Número 7/junho 2013 O PROGRAMA URBACT II Número 7/junho 2013 O PROGRAMA URBACT II PARTILHA DE EXPERIÊNCIAS E APRENDIZAGEM SOBRE O DESENVOLVIMENTO URBANO SUSTENTÁVEL O URBACT permite que as cidades europeias trabalhem em conjunto e desenvolvam

Leia mais

Consultoria Estratégica

Consultoria Estratégica Quem somos e o que fazemos A Select Advisor é uma empresa de Consultoria Estratégica Ajudamos à criação de valor, desde a intenção de investimento e angariação de parcerias até ao apoio de candidaturas

Leia mais

CLUSTER DE ELETRÓNICA E TIC DO PAÍS BASCO (ESPANHA) 30 ANOS A CRIAR VALOR

CLUSTER DE ELETRÓNICA E TIC DO PAÍS BASCO (ESPANHA) 30 ANOS A CRIAR VALOR CLUSTER DE ELETRÓNICA E TIC DO PAÍS BASCO (ESPANHA) 30 ANOS A CRIAR VALOR GAIA: Agrupador das empresas do Sector basco de TIC e eletrónica e impulsionador da sua competitividade 2012: >11.930 especialista

Leia mais

V CINFORM Encontro Nacional de Ciência da Informação. Política de Informação Pública

V CINFORM Encontro Nacional de Ciência da Informação. Política de Informação Pública V CINFORM Encontro Nacional de Ciência da Informação Política de Informação Pública Salvador, 28 a 30 de junho de 2004 Política de Informação Pública Inclusão Digital de Micro e Pequeno Empresa Telecentros

Leia mais

Competitividade e Inovação

Competitividade e Inovação Competitividade e Inovação Evento SIAP 8 de Outubro de 2010 Um mundo em profunda mudança Vivemos um momento de transformação global que não podemos ignorar. Nos últimos anos crise nos mercados financeiros,

Leia mais

Maio 2013 PE2020. O papel da Engenharia como fator de competitividade. Iniciativa

Maio 2013 PE2020. O papel da Engenharia como fator de competitividade. Iniciativa Maio 2013 PE2020 O papel da Engenharia como fator de competitividade Iniciativa Agenda 1. Apresentação da Proforum e do PE2020 como plataforma colaborativa relevante e integradora 2. Contributo do PE2020

Leia mais

O que é HORIZONTE 2020?

O que é HORIZONTE 2020? O que é HORIZONTE 2020? Maior Programa Mundial para financiamento da Pesquisa e Inovação 80 bilhões (2014-2020) Responder a crise econômica através de investimentos em empregos, crescimento e inovação

Leia mais

DOSSIER DE IMPRENSA 2015

DOSSIER DE IMPRENSA 2015 DOSSIER DE IMPRENSA 2015 A Empresa A Empresa A 2VG é uma empresa tecnológica portuguesa criada em 2009, que surgiu para colmatar uma necessidade detetada no mercado das tecnologias de informação e comunicação

Leia mais

Realidade Empresarial,Globalização da Informação e Segurança

Realidade Empresarial,Globalização da Informação e Segurança Culture OnLine, 5-7.6 Realidade Empresarial,Globalização da Informação e Segurança Peering down the Wormhole Dr. Susan Hazan Filomena Pedroso Realidade Empresarial em Portugal Incerteza nos mercados recomenda

Leia mais

Educação além dos limites da sala de aula

Educação além dos limites da sala de aula Educação além dos limites da sala de aula Como a Brightspace passou a fazer parte da vida de 20.000 alunos da Universidade Tiradentes Visão Geral Com mais de 50 anos de tradição e reconhecido pioneirismo

Leia mais

Tradição, pioneirismo e credibilidade.

Tradição, pioneirismo e credibilidade. Tradição, pioneirismo e credibilidade. A Converge Comunicações desenvolve serviços convergentes com foco em novas tecnologias, soluções e tendências. Nosso portfólio inclui a organização de feiras, congressos

Leia mais

CLUSTER DE LOGÍSTICA URBANA DE LISBOA E VALE DO TEJO

CLUSTER DE LOGÍSTICA URBANA DE LISBOA E VALE DO TEJO CONVÉNIO CLUSTER DE LOGÍSTICA URBANA DE LISBOA E VALE DO TEJO ÍNDICE FINALIDADE... 2 OBJETIVOS ESPECÍFICOS... 3 CONSTITUIÇÃO E GOVERNÂNCIA... 4 FINANCIAMENTO... 5 RELATÓRIOS... 5 Ficha de Adesão ao CLUSTER

Leia mais

TEMÁRIO PROVISÓRIO ANOTADO

TEMÁRIO PROVISÓRIO ANOTADO Distr. LIMITADA LC/L.3659(CRM.12/2) 2 de agosto de 2013 PORTUGUÊS ORIGINAL: ESPANHOL Décima Segunda Conferência Regional sobre a Mulher da América Latina e do Caribe Santo Domingo, 15 a 18 de outubro de

Leia mais

1. Objectivos do Observatório da Inclusão Financeira

1. Objectivos do Observatório da Inclusão Financeira Inclusão Financeira Inclusão Financeira Ao longo da última década, Angola tem dado importantes passos na construção dos pilares que hoje sustentam o caminho do desenvolvimento económico, melhoria das

Leia mais

As Mesas Redondas compostas por oradores convidados de modo a promover o debate nos seguintes domínios:

As Mesas Redondas compostas por oradores convidados de modo a promover o debate nos seguintes domínios: Objectivo: O Congresso de Inovação na Construção Sustentável (CINCOS 12), é um evento organizado pela Plataforma para a Construção Sustentável, reconhecida pelo QREN como entidade gestora do cluster Habitat

Leia mais

Projecto de Governo Electrónico e de Infra-estruturas de Comunicação

Projecto de Governo Electrónico e de Infra-estruturas de Comunicação Projecto de Governo Electrónico e de Infra-estruturas de Comunicação (Mozambique egovernment and Communication Infrastructure Project) (MEGCIP) 5º Fórum Lusófono das Comunicações Painel 4: Infra-estruturas

Leia mais

Regulamento do NNIES Ninho de Novas Iniciativas Empresariais de Setúbal

Regulamento do NNIES Ninho de Novas Iniciativas Empresariais de Setúbal Regulamento do NNIES Ninho de Novas Iniciativas Empresariais de Setúbal 1 Preâmbulo O Ninho de Novas Iniciativas Empresariais de Setúbal, adiante designado por NNIES, é um equipamento municipal criado

Leia mais

I REUNIÃO DE MINISTROS DA ENERGIA DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA. Cascais, 23 de junho de 2015. Declaração de Cascais

I REUNIÃO DE MINISTROS DA ENERGIA DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA. Cascais, 23 de junho de 2015. Declaração de Cascais I REUNIÃO DE MINISTROS DA ENERGIA DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA Cascais, 23 de junho de 2015 Declaração de Cascais Os Ministros responsáveis pela Energia da Comunidade dos Países de Língua

Leia mais

O valor da natureza para o desenvolvimento local: uma oportunidade econômica real a ser aproveitada

O valor da natureza para o desenvolvimento local: uma oportunidade econômica real a ser aproveitada O valor da natureza para o desenvolvimento local: uma oportunidade econômica real a ser aproveitada Simpósio Internacional para Formuladores de Políticas Públicas Sediado pela Cidade de Curitiba Curitiba,

Leia mais

Digitalização pode impulsionar competitividade brasileira, segundo estudo feito pela Siemens e pela Fundação Dom Cabral

Digitalização pode impulsionar competitividade brasileira, segundo estudo feito pela Siemens e pela Fundação Dom Cabral Imprensa São Paulo, 16 de junho de 2015 Digitalização pode impulsionar competitividade brasileira, segundo estudo feito pela Siemens e pela Fundação Dom Cabral O estudo foi baseado em uma pesquisa realizada

Leia mais

Faça parte da Fundação Nacional da Qualidade

Faça parte da Fundação Nacional da Qualidade Faça parte da Fundação Nacional da Qualidade A BUSCA CONTÍNUA DA EXCELÊNCIA DA GESTÃO É O QUE NOS MOVE! A Fundação Nacional da Qualidade (FNQ) é uma instituição sem fins lucrativos, que conta com uma rede

Leia mais

PROPIEDADE INTELECTUAL NA INTERNET

PROPIEDADE INTELECTUAL NA INTERNET PROPIEDADE INTELECTUAL NA INTERNET Fundação Calouste Gulbenkian. Lisboa 2 de dezembro (09h-14h) Carlos Guervós Maíllo (Moderador) Subdirector General de Propiedad Intelectual (Secretaría de Estado de Cultura)

Leia mais

Sucesu RS A Tecnologia a Favor da Inovação. Serviços de Cloud Computing para operações de missão crítica

Sucesu RS A Tecnologia a Favor da Inovação. Serviços de Cloud Computing para operações de missão crítica Sucesu RS A Tecnologia a Favor da Inovação Serviços de Cloud Computing para operações de missão crítica Fernando Bittar Diretor de Novos Negócios ITM IT Management Contexto do Mercado de Cloud Computing

Leia mais

Assim é a Telefónica. Distribuição do EBITDA por países em 2001

Assim é a Telefónica. Distribuição do EBITDA por países em 2001 Assim é a Telefónica A aquisição da Lycos, aliada ao fato de a nova empresa Terra Lycos operar em 43 países, permitiu, por um lado, uma maior penetração nos Estados Unidos e no Canadá. Por outro lado,

Leia mais

As ações de formação ação no âmbito do presente Aviso têm, obrigatoriamente, de ser desenvolvidas com a estrutura a seguir indicada.

As ações de formação ação no âmbito do presente Aviso têm, obrigatoriamente, de ser desenvolvidas com a estrutura a seguir indicada. Anexo A Estrutura de intervenção As ações de formação ação no âmbito do presente Aviso têm, obrigatoriamente, de ser desenvolvidas com a estrutura a seguir indicada. 1. Plano de ação para o período 2016

Leia mais

Projeto: Rede MERCOSUL de Tecnologia

Projeto: Rede MERCOSUL de Tecnologia ANEXO XIII XXXIII REUNIÓN ESPECIALIZADA DE CIENCIA Y TECNOLOGÍA DEL MERCOSUR Asunción, Paraguay 1, 2 y 3 de junio de 2005 Gran Hotel del Paraguay Projeto: Rede MERCOSUL de Tecnologia Anexo XIII Projeto:

Leia mais

Apoio à Internacionalização. CENA 3 de Julho de 2012

Apoio à Internacionalização. CENA 3 de Julho de 2012 Apoio à Internacionalização CENA 3 de Julho de 2012 Enquadramento Enquadramento Comércio Internacional Português de Bens e Serviços Var. 13,3% 55,5 68,2 57,1 73,4 48,3 60,1 54,5 66,0 67,2 61,7 Exportação

Leia mais

Público-alvo Mantenedores, Reitores, Pró-Reitores, Diretores e demais dirigentes de IES.

Público-alvo Mantenedores, Reitores, Pró-Reitores, Diretores e demais dirigentes de IES. Público-alvo Mantenedores, Reitores, Pró-Reitores, Diretores e demais dirigentes de IES. Descrição O Programa tem como foco capacitar os gestores e executivos líderes das Instituições de Educação Superior,

Leia mais

ISAL INSTITUTO SUPERIOR DE ADMINISTRAÇÃO E LÍNGUAS PLANO DE ATIVIDADES

ISAL INSTITUTO SUPERIOR DE ADMINISTRAÇÃO E LÍNGUAS PLANO DE ATIVIDADES ISAL INSTITUTO SUPERIOR DE ADMINISTRAÇÃO E LÍNGUAS PLANO DE ATIVIDADES 2015 2 Formar gestores e quadros técnicos superiores, preparados científica e tecnicamente para o exercício de funções na empresa

Leia mais

Principais Desafios para a Gestão dos Cursos Superiores em. Everaldo Artur Grahl

Principais Desafios para a Gestão dos Cursos Superiores em. Everaldo Artur Grahl Principais Desafios para a Gestão dos Cursos Superiores em Computação e Informática Everaldo Artur Grahl Sumário Objetivo Estudo da FIESC Macrotendências Temas importantes Fatores Críticos Sugestões de

Leia mais

A parceria entre TozziniFreire e PLMJ foi

A parceria entre TozziniFreire e PLMJ foi P ARCERIA B RASI A Parceria A parceria entre TozziniFreire e PLMJ foi firmada em 2004 com o intuito comum de expandir a atuação de ambas empresas nos países de língua portuguesa. As organizações identificam-se

Leia mais

TERMOS DE REFERÊNCIA Pessoa Física

TERMOS DE REFERÊNCIA Pessoa Física TERMOS DE REFERÊNCIA Pessoa Física Coordenação Campanha Pequim+20 Localização: Prazo para candidatura: Tipo de contrato Nível do Posto Idioma(s) necessário: Data esperada de início: Data esperada de fim:

Leia mais

Centro Técnico Aeroespacial CTA Instituto Tecnológico de Aeronáutica ITA Divisão de Ciência da Computação IEC. www.ssi.org.br

Centro Técnico Aeroespacial CTA Instituto Tecnológico de Aeronáutica ITA Divisão de Ciência da Computação IEC. www.ssi.org.br VENHA LOTAR SEU HD Centro Técnico Aeroespacial CTA Instituto Tecnológico de Aeronáutica ITA Divisão de Ciência da Computação IEC São José dos Campos SP Brasil 9 a 12 de Novembro de 2004 www.ssi.org.br

Leia mais

Ilustratown - Informação Tecnológica, Lda.

Ilustratown - Informação Tecnológica, Lda. Ilustratown - Informação Tecnológica, Lda. 01. APRESENTAÇÃO DA EMPRESA 2 01. Apresentação da empresa A é uma software house criada em 2006. A Ilustratown tem por objetivo o desenvolvimento e implementação

Leia mais

Como sempre, e de acordo com a nossa missão, continuaremos a dar a conhecer a Síndrome de Asperger e a APSA à sociedade em geral.

Como sempre, e de acordo com a nossa missão, continuaremos a dar a conhecer a Síndrome de Asperger e a APSA à sociedade em geral. Plano de Atividades 2016 INTRODUÇÃO O Plano de Atividades para 2016 agora apresentado tem como mote central DAR SENTIDO. Dar Sentido a tudo o que fazemos, o que nos envolve e o que envolve os outros. Centrarse-á

Leia mais

3.ª CONFERÊNCIA MOBILIDADE URBANA. Das Novas Tecnologias à Eficiência dos Sistemas. 18 de Setembro MUDE Museu do Design e da Moda, Lisboa

3.ª CONFERÊNCIA MOBILIDADE URBANA. Das Novas Tecnologias à Eficiência dos Sistemas. 18 de Setembro MUDE Museu do Design e da Moda, Lisboa INICIATIVA INSERIDA NA EVENTO 3.ª CONFERÊNCIA MOBILIDADE URBANA ORGANIZAÇÃO APOIOS UMA PUBLICAÇÃO ALTO PATROCÍNIO Das Novas Tecnologias à Eficiência dos Sistemas 18 de Setembro MUDE Museu do Design e da

Leia mais

3ª Conferência Internet, Negócio e Redes Sociais Confiança e Compromisso nos Canais Digitais

3ª Conferência Internet, Negócio e Redes Sociais Confiança e Compromisso nos Canais Digitais 3ª Conferência Internet, Negócio e Redes Sociais Confiança e Compromisso nos Canais Digitais 29 de setembro de 2014 Auditório da BMAG Apoio Patrocinadores Globais APDSI Internet, Negócio e Redes Sociais

Leia mais

America Acessivel: Informação e Comunicação para TODOS 12 14 de novembro de 2014 São Paulo, Brasil

America Acessivel: Informação e Comunicação para TODOS 12 14 de novembro de 2014 São Paulo, Brasil America Acessivel: Informação e Comunicação para TODOS 12 14 de novembro de 2014 São Paulo, Brasil Pautas para a promoção da acessibilidade das TIC para pessoas com Deficiência na região das Americas Preâmbulo

Leia mais

AGENDA DE CURSOS E EVENTOS

AGENDA DE CURSOS E EVENTOS AGENDA DE S E EVENTOS 2015 AGENDA DE S E EVENTOS 2015 CATEGORIAS DE S Introdução à Governança Primeiro passo dentro da Governança Corporativa, os cursos de Introdução à Governança fornecem uma visão de

Leia mais

IDC CIO Summit 2013 O Impacto das Tecnologias de Informação nos Negócios

IDC CIO Summit 2013 O Impacto das Tecnologias de Informação nos Negócios IDC CIO Summit 2013 O Impacto das Tecnologias de Informação nos Negócios 30 de Maio, Hotel EPIC SANA, Luanda UM EVENTO No âmbito do projecto de apoio à Internacionalização 2013, a ANETIE, associação de

Leia mais

Gestão de programas, projetos e portfólio

Gestão de programas, projetos e portfólio Gestão de programas, projetos e portfólio Programs & Portfolio Gestão de programas, projetos e portfólio O ITM Platform Programs & Portfolio é um software online para o gerenciamento de projetos, portfólio,

Leia mais

Membro da direcção da Revista Intervenção Social Investigadora do CLISSIS Doutoranda em Serviço Social

Membro da direcção da Revista Intervenção Social Investigadora do CLISSIS Doutoranda em Serviço Social A investigação do Serviço Social em Portugal: potencialidades e constrangimentos Jorge M. L. Ferreira Professor Auxiliar Universidade Lusíada Lisboa (ISSSL) Professor Auxiliar Convidado ISCTE IUL Diretor

Leia mais

Aproximam-se duas datas muito especiais. Mensagem do Presidente

Aproximam-se duas datas muito especiais. Mensagem do Presidente NOTÍCIAS DO MUTUALISMO Informação Quinzenal Edição n.º 55 - II Série 15 de outubro de 2014 Mensagem do Presidente Aproximam-se duas datas muito especiais para o Mutualismo e para os Mutualistas, a Comemoração

Leia mais

OCPLP Organização Cooperativista dos Povos de Língua Portuguesa. Proposta de Plano de Atividades e Orçamento 2014-2015

OCPLP Organização Cooperativista dos Povos de Língua Portuguesa. Proposta de Plano de Atividades e Orçamento 2014-2015 Proposta de Plano de Atividades e Orçamento 2014-2015 1 Índice: I Enquadramento II Eixos de Intervenção Estratégica III Proposta de Orçamento IV Candidaturas a Programas de Apoio 2 I Enquadramento Estratégico

Leia mais

Associação Empresarial da Região de Lisboa. Uma força ao serviço das empresas

Associação Empresarial da Região de Lisboa. Uma força ao serviço das empresas Associação Empresarial da Região de Lisboa Uma força ao serviço das empresas ÁREAS DE INTERVENÇÃO INFORMAÇÃO SERVIÇOS ÀS EMPRESAS DESENVOLVIMENTO REGIONAL ORGANIZAÇÃO DE EVENTOS FORMAÇÃO PROFISSIONAL INTERNACIONALIZAÇÃO

Leia mais

INDICE INTRODUÇÃO OBJETIVOS RESULTADOS DESTINATÁRIOS CONDIÇÕES DE ACESSO BENEFÍCIOS PARA AS EMPRESAS PARTICIPANTES CLUSTER AGROALIMENTAR

INDICE INTRODUÇÃO OBJETIVOS RESULTADOS DESTINATÁRIOS CONDIÇÕES DE ACESSO BENEFÍCIOS PARA AS EMPRESAS PARTICIPANTES CLUSTER AGROALIMENTAR INDICE INTRODUÇÃO OBJETIVOS RESULTADOS DESTINATÁRIOS CONDIÇÕES DE ACESSO BENEFÍCIOS PARA AS EMPRESAS PARTICIPANTES CLUSTER AGROALIMENTAR PLANO DE AÇÃO DO CLUSTER CONTATOS PARCEIROS 1 INTRODUÇÃO O desafio

Leia mais

Serviços de Informação Assuntos Europeus Contratação Pública e Licitações Internacionais. aportamosvalor

Serviços de Informação Assuntos Europeus Contratação Pública e Licitações Internacionais. aportamosvalor Serviços de Informação Assuntos Europeus Contratação Pública e Licitações Internacionais aportamosvalor Junho de 2009 Mas... que é Euroalert.net? é um site de informação sobre a União Europeia no qual

Leia mais

PROJECTOS DE INOVAÇÃO IBEROEKA

PROJECTOS DE INOVAÇÃO IBEROEKA PROJECTOS DE INOVAÇÃO IBEROEKA IBEROEKA O IBEROEKA é uma iniciativa que surge em 1991 como parte do Programa Iberoamericano de Ciência e Tecnologia para o Desenvolvimento (CYTED), criado no ano 1984 através

Leia mais

AGÊNCIA DE MARKETING DE CONTEÚDOS - CATÁLOGO DE SERVIÇOS 2015 -

AGÊNCIA DE MARKETING DE CONTEÚDOS - CATÁLOGO DE SERVIÇOS 2015 - AGÊNCIA DE MARKETING DE CONTEÚDOS - CATÁLOGO DE SERVIÇOS 2015-1 2 INBOUNDWARE Somos uma Agência de Marketing de Conteúdos. Ajudamos as marcas a comunicar através de ferramentas online e offline. A nossa

Leia mais

THE NEXT GENERATION IS NOW MANAGEMENT & CONSULTING GROUP

THE NEXT GENERATION IS NOW MANAGEMENT & CONSULTING GROUP Soluções integradas para a Indústria do turismo empresarial THE NEXT GENERATION IS NOW MANAGEMENT & CONSULTING GROUP A equipa da XYM Hospitality e os seus parceiros possuem vastos conhecimentos sobre a

Leia mais

Oportunidades de Patrocínio. cloudstackday. 12/02/2015 São Paulo. Auditório István Jancsó Universidade de São Paulo

Oportunidades de Patrocínio. cloudstackday. 12/02/2015 São Paulo. Auditório István Jancsó Universidade de São Paulo Oportunidades de Patrocínio 12/02/2015 São Paulo Auditório István Jancsó Universidade de São Paulo Situação do mercado brasileiro de TI O Brasil vive um déficit de mão-de-obra qualificada, especialmente

Leia mais

Maior evento nacional de Transferência de Conhecimento. Cidades e redes inteligentes Energia Água Resíduos Ambiente.

Maior evento nacional de Transferência de Conhecimento. Cidades e redes inteligentes Energia Água Resíduos Ambiente. Cidades e redes inteligentes Energia Água Resíduos Ambiente 1 a 3 MARÇO 2016 CCL - Centro de Congressos de Lisboa Fundação AIP A Fundação AIP é hoje o maior centro de negócios de Portugal, recebendo os

Leia mais

AS MAIS RECENTES SOLUÇÕES TECNOLÓGICAS, AGORA ACESSÍVEIS A TODAS AS EMPRESAS

AS MAIS RECENTES SOLUÇÕES TECNOLÓGICAS, AGORA ACESSÍVEIS A TODAS AS EMPRESAS MAIS PRODUTIVIDADE E COMPETITIVIDADE AS MAIS RECENTES SOLUÇÕES TECNOLÓGICAS, AGORA ACESSÍVEIS A TODAS AS EMPRESAS Oquesepretende? A iniciativa PME Digital visa contribuir para estimular a atividade económica

Leia mais

CURSO GESTÃO DA MOBILIDADE E DESLOCAÇÕES

CURSO GESTÃO DA MOBILIDADE E DESLOCAÇÕES CURSO GESTÃO DA MOBILIDADE E DESLOCAÇÕES NAS EMPRESAS PLANEAR PARA A REDUÇÃO DE CUSTOS E OPTIMIZAÇÃO DE SOLUÇÕES 19 e 20 Fevereiro 2013 Auditório dos CTT- Correios de Portugal Lisboa Horário Laboral: 09h30

Leia mais

PROGRAMA OPERACIONAL DE COOPERAÇÃO TRANSFRONTEIRIÇA 2007-2013 ÁREA: GALIZA NORTE DE PORTUGAL UNIVERSIDADE DE VIGO (UVIGO) CHEFE DE FILA

PROGRAMA OPERACIONAL DE COOPERAÇÃO TRANSFRONTEIRIÇA 2007-2013 ÁREA: GALIZA NORTE DE PORTUGAL UNIVERSIDADE DE VIGO (UVIGO) CHEFE DE FILA APRESENTAÇÃO PROGRAMA OPERACIONAL DE COOPERAÇÃO TRANSFRONTEIRIÇA 2007-2013 ÁREA: GALIZA NORTE DE PORTUGAL PARCEIROS: UNIVERSIDADE DE VIGO (UVIGO) CHEFE DE FILA CONFEDERAÇÃO DE EMPRESÁRIOS DE PONTEVEDRA

Leia mais

República dominicana A DOMINICANA É A REPÚBLICA DAS CORES, UM PAÍS DE INESGOTÁVEIS ATRAÇÕES!

República dominicana A DOMINICANA É A REPÚBLICA DAS CORES, UM PAÍS DE INESGOTÁVEIS ATRAÇÕES! INVESTIR NA REPÚBLICA DOMINICANA MISSÃO EMPRESARIAL SETEMBRO 2014 República dominicana A DOMINICANA É A REPÚBLICA DAS CORES, UM PAÍS DE INESGOTÁVEIS ATRAÇÕES! A República Dominicana é conhecida pelas praias,

Leia mais

DOCUMENTO DE INFORMAÇÃO DO II FORO MUNDIAL DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO LOCAL

DOCUMENTO DE INFORMAÇÃO DO II FORO MUNDIAL DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO LOCAL DOCUMENTO DE INFORMAÇÃO DO II FORO MUNDIAL DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO LOCAL ÍNDICE 1. ANTECEDENTES... 2 2. ORGANIZADORES... 2 3. OBJETIVOS DO FÓRUM... 4 4. PARTICIPANTES... 5 5. PROGRAMA E CONTEÚDOS...

Leia mais

CONVERTA OS OBJETIVOS DE SUA ORGANIZAÇÃO EM UM PLANO EXECUTÁVEL SERVIÇOS PROFISSIONAIS DA MOTOROLA PARA OPERAÇÕES DE GOVERNO

CONVERTA OS OBJETIVOS DE SUA ORGANIZAÇÃO EM UM PLANO EXECUTÁVEL SERVIÇOS PROFISSIONAIS DA MOTOROLA PARA OPERAÇÕES DE GOVERNO CONVERTA OS OBJETIVOS DE SUA ORGANIZAÇÃO EM UM PLANO EXECUTÁVEL SERVIÇOS PROFISSIONAIS DA MOTOROLA PARA OPERAÇÕES DE GOVERNO O DESAFIO NECESSIDADES CONFLITIVAS. TECNOLOGIAS CAMBIANTES. SOLUÇÕES COMPLEXAS.

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE LISBOA

CÂMARA MUNICIPAL DE LISBOA CÂMARA MUNICIPAL DE LISBOA 1. ENQUADRAMENTO Nos últimos 3 anos e meio a Câmara Municipal de Lisboa vem desenvolvendo uma estratégia para a valorização económica da cidade e captação de investimento (http://www.cm-lisboa.pt/investir)

Leia mais

REGIÃO AUTÓNOMA DOS AÇORES A relevância de uma Agenda Digital e Tecnológica como instrumento de mudança

REGIÃO AUTÓNOMA DOS AÇORES A relevância de uma Agenda Digital e Tecnológica como instrumento de mudança REGIÃO AUTÓNOMA DOS AÇORES A relevância de uma Agenda Digital e Tecnológica como instrumento de mudança 12º Encontro de Utilizadores da Esri Portugal Maio 2014 Eng. Bruno Pacheco Bruno.MC.Pacheco@azores.gov.pt

Leia mais