Conquistando resultados com você

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Conquistando resultados com você"

Transcrição

1 CATÁLOGO2008 Conquistando resultados com você CATÁLOGO CATÁLOGO2008

2 Conceituação Maternal Educação Infantil Ensino Fundamental 1 o ao 5 o ano Ensino Fundamental 6 o ao 9 o ano Ensino Médio Pré-Vestibular Portal UNO CDs Serviços Avalia Sala de leitura Moderna Formação UNOTec Outros produtos

3 Agregar valor às escolas e aos alunos Dados do Inep/MEC mostram que, nos últimos 15 anos, a média de alunos matriculados nas escolas privadas do Brasil caiu pela metade. O que explica esse fato não é a queda do número de alunos, que permaneceu estável nos quase 6,5 milhões, mas o número de escolas, que dobrou. Nesse ambiente de competição aguda, nossas soluções educacionais precisam agregar valor às instituições de ensino para que possam prosperar e cumprir sua missão social de educar com qualidade. Todos os produtos e recursos deste catálogo foram concebidos para alcançar esse objetivo. Pesquisas freqüentes junto aos clientes e prospecções no mercado educacional nos mantêm em estreita sintonia com as necessidades e as expectativas de escolas, professores e alunos. A nosso ver, professores e coordenadores são os principais agentes de uma educação de qualidade. Por isso, a produção de um material que aprofunde as orientações metodológicas por disciplina e por segmento e subsidie os trabalhos em sala de aula ganhou destaque em nossa produção. Nesse sentido, nossos materiais para professores ganham a mesma atenção que sempre demos ao material dos alunos. Neste ano, já estão à disposição manuais e livros do professor, da Educação Infantil ao Ensino Fundamental. Em 2008, esse novo conceito de produção de materiais didáticos será estendido à nossa coleção de Ensino Médio. Em complementação aos materiais impressos, desenvolvemos novos CDs e um portal educacional dotado de ferramentas inovadoras e que fornece informações amplas e seguras. Outra importante ação foi trazer para os materiais UNO a qualidade editorial das editoras Richmond e Santillana, coirmãs no Grupo Santillana e líderes dos materiais de Inglês e Espanhol, respectivamente. Com isso, os alunos do UNO dispõem de recursos didáticos de padrão internacional. Gestores educacionais precisam, mais do que em qualquer outro momento, de informações claras e aprofundadas que apóiem a tomada de decisões, sejam administrativas ou pedagógicas. Em razão disso, o UNO também oferece às escolas parceiras uma avaliação institucional, que inclui sondagem do desempenho acadêmico dos alunos e do desempenho da instituição escolar. Quem assina esse produto é Avalia, a maior empresa privada de avaliação educacional do Brasil. Paralelamente, estamos lançando o projeto Sala de Leitura, cujo objetivo é fomentar projetos de leitura nas escolas e oferecer ferramentas que trabalham a compreensão leitora dos alunos, o que permite aos professores elaborarem estratégias mais eficazes de leitura e compreensão de textos. Ao oferecer esses produtos e recursos, esperamos que nossos parceiros disponham de material e informações de qualidade que os auxiliem na busca pela excelência do ensino que oferecem nas instituições que dirigem. Atenciosamente, Prof. Mário Ghio Júnior Diretor do UNO

4 Livro do professor Teoria e exercícios dos conteúdos curriculares, com respostas das atividades e sugestões de estratégias para a ação do professor em sala de aula. Manual do professor Proposta pedagógica do segmento e da disciplina, incluindo objetivos, habilidades e competências buscadas na obra. Apresenta o projeto editorial e explica como o material didático foi estruturado. Livro do aluno Teoria e exercícios dos conteúdos curriculares, permite ao aluno exercitar-se em aula e em casa, além de preparar-se para as avaliações.

5 Sv Serviços Atendimento às escolas parceiras visando ao melhor desempenho das ações das instituições de ensino: Simulados impressos Simulados do Enem Orientação para a implementação do sistema Me Mídias eletrônicas Família de CDs, inclui dicionário eletrônico, áudios de apoio para o ensino de idiomas, simulações de experimentos, livros eletrônicos, jogos e aulas multimídia. 5 Orientação pedagógica para a utilização do material didático Encontro Nacional de Mantenedores Encontros regionais para professores Plantão virtual de professores especialistas que esclarecem dúvidas por Sistema de avaliação de escolas e sistemas educacionais. Centro de Estudos do Professor Pasta-fichário com todo o conteúdo didático das disciplinas distribuído em módulos, com respostas dos exercícios e sugestões de estratégias didáticas. Acompanha mídias eletrônicas. Disponível para Ensino Médio e Pré-vestibular. Centro de Estudos do Aluno Pasta-fichário com o conteúdo didático das disciplinas distribuído em módulos. Acompanha mídias eletrônicas. Disponível para Ensino Médio e Pré-vestibular. Portal UNO Conteúdo para gestores, coordenadores, professores e alunos: Banco de questões Simulações de Biologia Provas temáticas Conteúdo didático para o ensino de inglês. Conteúdo didático para o ensino de espanhol. S la de leitura Ferramenta multimídia de estímulo à leitura. Sugestões de provas Sugestões de atividades UNOTec Serviços e soluções tecnológicas para a comunidade escolar. Cursos de capacitação e aperfeiçoamento para o corpo docente.

6 Alunos livros módulos cadernos Portal UNO Minidicionário eletrônico Houaiss Dicionário eletrônico Houaiss Neuronmax Livro digital Simulador de testes Maternal Educação Infantil Fundamental I Fundamental II 1 A Infantil I 4 anos 2 Infantil II 5 anos 2 Infantil III 6 anos 2 1 o ano (alfabetização) 4 2 o ano (antiga 1 a série) 4 3 o ano (antiga 2 a série) 4 4 o ano (antiga 3 a série) 4 5 o ano (antiga 4 a série) 4 6 o ano (antiga 5 a série) 4 7 o ano (antiga 6 a série) 4 8 o ano (antiga 7 a série) 4 9 o ano (antiga 8 a série) 4 Espanhol 6 o ao 9 o ano 4 Ensino Médio Padrão Biologia, Física, Geografia, Gramática, História, Literatura, Matemática e Química 18 Ensino Médio Flexível conteúdo distribuído em módulos Biologia, Física, Geografia, Gramática, História, Literatura, Matemática e Química 18 Ensino Médio Complementos Pré-Vestibular A Uma pasta por aluno com pranchas avulsas B Simulados montados de acordo com a grade escolhida pela escola C Para os professores de Língua Portuguesa D Manual do professor no Portal UNO E Teoria F Exercícios G Opcional Filosofia 4 Sociologia 4 Inglês 9 Espanhol 9 Redação 9 Extensivo 8 E 8 F Semi-Extensivo 4 E 4 F Total 8 Especial 4 Expresso 2 Revisão 1 Inglês 2 Espanhol 2 Redação 8 Exercícios extras 2 Exercícios RJ 1

7 Professores Eu e meus colegas Memo Centro de estudos livro manual Portal UNO CD de áudio - ESPANHOL CD de áudio - INGLÊS Minidicionário eletrônico Houaiss Dicionário eletrônico Houaiss C Aula multimidia Aula multimídia / Livro digital Simulador de testes Eu e meus colegas Neuronmax / Portal UNO Sugestão de prova Simulado impresso Simulado Enem B D D G 4 G

8 Maternal Descrição do produto Uma pasta por aluno com 26 pranchas (38 x 27 cm) avulsas. Para o professor: livro, manual e acesso ao Portal UNO. Aprender brincando Vivências lúdicas em sala de aula auxiliam as crianças no processo de socialização e na construção da auto-estima. Com elas, a criança experimenta, descobre, inventa, exercita e aprende. Nessa proposta, as brincadeiras são a base das atividades que contemplam Linguagem oral e escrita, Matemática, Natureza e Sociedade, Música, Movimento e Artes Visuais. Sv Professores têm acesso ao Portal UNO. Sugestões de atividades e temas para sala de aula, manuais do professor, artigos, documentos oficiais, datas comemorativas, indicações de sites e livros.

9 9 Linguagem oral e escrita Ampliação da capacidade comunicativa por meio da interação com outras pessoas e introdução à construção do discurso oral e escrito Matemática Atividades que contribuem para a aquisição dos primeiros conceitos matemáticos Natureza e Sociedade Atividades que envolvem história, comparações entre passado e presente e a observação de diferentes paisagens ajudam a criança a tecer relações entre a natureza e a sociedade Música Uma importante forma de expressão, a música contribui para o desenvolvimento do equilíbrio, da auto-estima e do autoconhecimento Movimento Atividades que ajudam a desenvolver a motricidade das crianças Artes Visuais Estímulo à criação NOME: O TREM MALUCO QUANDO SAI DE PERNAMBUCO VAI FAZENDO CHIC, CHIC, ATÉ CHEGAR NO CEARÁ. REBOLA PAI, REBOLA MÃE, REBOLA FILHA EU TAMBÉM SOU DA FAMÍLIA TAMBÉM QUERO REBOLAR. Da tradicão popular. MATERNAL - O SEMESTRE

10 Educação Infantil Descrição do produto Para o aluno, dois livros por ano. Para o professor: livro, manual e acesso ao Portal UNO. As experiências como ponto de partida O UNO Educação Infantil explora, de maneira integrada, os eixos de Linguagem oral e escrita, Matemática, Natureza e Sociedade. Os conhecimentos prévios das crianças são o ponto de partida para o processo de ensinoaprendizagem. Os temas estão de acordo com os Referenciais Curriculares Nacionais da Educação Infantil e respeitam a faixa etária do aluno de 4 a 6 anos. Sv Professores têm acesso ao Portal UNO. Sugestões de atividades e temas para sala de aula, manuais do professor, artigos, documentos oficiais, datas comemorativas, indicações de sites e livros.

11 O sumário apresenta de forma atraente e organizada todo o conteúdo da obra, facilitando o trabalho em sala de aula. 11 Linguagem oral e escrita Desenvolver as competências lingüísticas básicas: falar, ouvir, ler e escrever Matemática Expor idéias próprias Formular e comunicar procedimentos de resolução de problemas Confrontar, argumentar e procurar validar pontos de vista Natureza e Sociedade Pesquisar e observar o meio social e natural Formular hipóteses Construir e reconstruir noções e conceitos Representar o mundo conforme seu conhecimento Material de Apoio: Varal das Letras Composto de seis alfabetos, o varal possibilita atividades e jogos de leitura e escrita e auxilia no processo de socialização.

12 Ensino Fundamental 1 o ao 5 o ano Descrição do produto Para o aluno: quatro livros, a cada ano, e o CD Minidicionário Houaiss (para 3 o, 4 o e 5 o anos). Para o professor: livro, manual, Minidicionário Houaiss em CD e acesso ao Portal UNO. Aluno como sujeito da aprendizagem A proposta didática do UNO Ensino Fundamental 1 estimula o aluno a pensar e aprender a partir de suas próprias vivências e ações. O material prioriza o desenvolvimento da postura crítica e da sensibilidade, tornando o aluno comprometido com a busca de uma sociedade mais justa e solidária. O desenvolvimento dessas habilidades, desde os primeiros anos do Ensino Fundamental, permite à criança enfrentar melhor os desafios da vida escolar.

13 13 Trabalhar com os conhecimentos prévios No UNO Ensino Fundamental 1, todas as unidades iniciam-se com atividades que possibilitam ativar os conhecimentos prévios dos alunos sobre o tema que será abordado. Elaborar seqüências didáticas completas Todas as unidades são compostas de seqüências de atividades que propiciam ao aluno a construção passo a passo dos conceitos, procedimentos e atitudes referentes ao assunto estudado. Promover a aprendizagem significativa Exploração do conhecimento disponível do aluno e um conjunto de ações que facilitam a assimilação de conceitos e idéias mais concretas. Para o 1 o ano Projeto Eu e meus colegas Recurso adicional que estimula a integração entre as crianças. Consiste em um livro ilustrado, similar a uma agenda, no qual o estudante tem espaço para anotar diversas informações sobre si e sobre os colegas, além de seus nomes e telefones.

14 Ensino Fundamental 1 o ao 5 o ano Me Alunos do terceiro, quarto e quinto anos e seus respectivos professores recebem o Minidicionário Houaiss da Língua Portuguesa. Sv No Portal UNO, professores encontram respaldo para suas práticas. A partir do segundo ano, há sugestão de provas para todos os níveis, sendo uma por bimestre. Material de Apoio: Varal das Letras Composto de seis alfabetos, o varal possibilita atividades e jogos de leitura e escrita e auxilia no processo de socialização.

15 15 INGLES Inglês No UNO Ensino Fundamental 1, o material didático da língua inglesa está encartado junto às demais disciplinas no volume espiralado. O ensino da língua parte do princípio de apresentar ao aluno não apenas um novo idioma, mas também a cultura dos povos que a falam.

16 Ensino Fundamental 6 o ao 9 o ano Descrição do produto Alunos recebem, por ano, quatro livros, Dicionário Eletrônico Houaiss, jogo Neuronmax e acesso ao Portal Uno. As disciplinas de Português, Matemática, Ciências, Geografia, História e Inglês são encartadas juntas num mesmo volume. Os professores recebem livro, manual, Dicionário Eletrônico Houaiss, acesso ao Portal UNO, acesso ao site Neuronmax e aulas multimídia. Para o ensino da Língua Espanhola, há quatro livros por ano para o aluno. Livro e CD de áudio para o professor a cada ano. Desenvolver habilidades Pelas orientações dos Parâmetros Curriculares Nacionais, os conteúdos devem ser meios para aquisição e desenvolvimento de iniciativa e inovação, em processo de educação permanente. O material didático do UNO para o segmento Ensino Fundamental 2 pretende contribuir para que o aluno desenvolva essas capacidades e aprenda os conteúdos necessários para participar da sociedade e consolidar valores democráticos e eqüitativos. Trata-se de integrar construção de conhecimento significativo à interação social. Para que isso aconteça, é preciso relacionar o conhecimento prévio do aluno ao conteúdo que se pretende conhecer.

17 17 Língua Portuguesa A linguagem verbal está na vida das pessoas. O papel da escola é ampliar esse conhecimento para gerar uma reflexão sistemática sobre os usos da língua em diferentes contextos. Essa reflexão tem como pressuposto a formação da crítica sobre os atos da linguagem para que o aluno possa, por meio dela, interpretar o mundo e a si mesmo, inclusive gerando mudanças dos significados já constituídos socioculturalmente. Matemática Aprender Matemática significa conhecer seus conceitos e seus métodos e ser capaz de aplicá-los em diversas situações, utilizando adequadamente a manipulação simbólica. Dela fazem parte erros e acertos, imaginação e raciocínio lógico, contraexemplos, conjecturas e críticas. Programa: Tratamento da Informação. Ciências A disciplina é compreendida como uma construção humana coletiva e contextualizada temporal e espacialmente. A aquisição de uma base de conhecimentos organizados, aliada ao desenvolvimento do pensamento crítico, permite ao aluno compreender situações que envolvem a transformação da natureza, a promoção da saúde, as tecnologias e as conseqüências de sua utilização. Programa: Iniciação ao pensamento científico. Geografia A Geografia procura aproximar o lugar de vivência ao conhecimento geográfico sistematizado para a compreensão das interações entre sociedade e natureza ocorridas no mundo com vistas a uma atuação cidadã. Assim, o aluno poderá compreender o mundo, conhecer o espaço produzido pelo ser humano e a maneira como a sociedade se relaciona com a natureza. Programa: Alfabetização cartográfica. História A História apresenta o passado sob uma perspectiva global, relacionando a dimensão do espaço público aos aspectos da vida privada, sem perder de vista que o conhecimento histórico está em constante mudança, seja pela descoberta de novos documentos, seja pelos acontecimentos posteriores. A abordagem cronológica e integrada da História Geral e do Brasil favorece ao aluno localizar acontecimentos no tempo, identificar sua duração e relacioná-los segundo critérios de anterioridade, simultaneidade e posteridade. Programa: Fazendo história. Inglês O material didático da Língua Inglesa organiza-se a partir de temas que fazem parte do dia-a-dia dos alunos. As unidades iniciam-se com diálogos simples e, por meio deles, os conteúdos gramaticais são apresentados. Espanhol O acesso à Língua Espanhola proporciona ao aluno o contato com uma realidade cultural distinta e favorece a reflexão sobre sua própria língua.

18 Ensino Fundamental 6 o ao 9 o ano Estrutura da obra O UNO Ensino Fundamental 2 é um instrumento valioso para o aluno e para o professor: estimula o levantamento do conhecimento prévio do aluno, oferece informação clara e atualizada sobre os assuntos e apresenta atividades que permitem recordar, compreender, aplicar, analisar, avaliar e criar. Esse objetivo se concretiza nas seguintes seções que formam as unidades e capítulos da obra Abertura das unidades Foto-síntese do conteúdo traz texto legenda que visa despertar no aluno o interesse pelo estudo do assunto a ser apresentado. O que você já sabe Convite à leitura coletiva de imagens e textos que sugerem o conteúdo a ser trabalhado na unidade e propiciam o levantamento de informações relativas ao conhecimento prévio do aluno. Estudo das imagens Atividades que visam à compreensão e ao aprofundamento das informações obtidas com base na leitura das imagens. O que você poderá aprender Alunos respondem a questões sobre os assuntos que serão tratados na unidade. Glossário Em box, lista o vocabulário específico da página. Experimento Para ver, ler e ouvir Descreve um procedimento que ilustra um fenômeno tratado na teoria. Passo-a-passo de instruções de procedimentos, ilustrados por fotografia e desenhos. Traz sugestão de livros, filmes, sites etc.

19 19 Atividades Conjunto de atividades que aparecem ao final de cada capítulo. Recorte de conceitos Atividades de fixação de conceitos-chave. Aplique seu conhecimento Atividades de aplicação dos conceitos-chave. Leia Atividade de leitura e compreensão oral de textos não-verbais (mapas, gráficos, fotos, ilustrações). Amplie seu conhecimento Atividades relacionadas a um texto cujo tema se associa ao assunto tratado no capítulo, mas não abordado na teoria. Desafios lógicos Atividades de lógica matemática. Resolva com o auxílio da calculadora Atividades com calculadora. Atividades Integradas Info-resumo de Matemática Conjunto de atividades que aparecem ao final de cada unidade. Info-resumo Infográfico que resume os principais conceitos das unidades. Aplique todo o seu conhecimento Atividades de aplicação dos conceitos-chave das unidades. Resolva problemas Atividades que compõem o programa de resolução de problemas. Experimente Sugere a realização de experimentos simples. Debate Propõe um tema para debate. Por uma nova atitude Apresenta um tema que trata de assunto que envolve discussão de ética e cidadania. Pesquise Propõe tema para pesquisa. Produza Propõe, por exemplo, a produção de ensaio fotográfico, ilustração, texto, painel, cartaz, realização de uma entrevista, construção de uma maquete etc. O que você aprendeu Retoma as respostas dadas às perguntas da seção O que você poderá aprender, para comparar com o que foi aprendido no capítulo.

20 Ensino Fundamental 6 o ao 9 o ano Estrutura de Língua Portuguesa Os conteúdos dividem-se em duas seções: uma de produção de textos e outra de gramática e ortografia. Língua Portuguesa: Produção de texto (Unidade A, Unidade B) Língua Portuguesa: Gramática (Unidade A, Unidade B, Ortografia A, Unidade C, Unidade D, Ortografia B) Produção de Texto Abertura da Unidade O que você já sabe Estudo de imagens O que você poderá aprender A abertura das unidades segue o mesmo padrão das demais disciplinas para introduzir o assunto. A partir daí, prossegue-se com as seguintes etapas: Leitura de texto Apresentação de fragmentos de textos literários ou jornalísticos para leitura. Estudo do texto Atividades de compreensão de texto, análise de assunto e gênero e atividades de linguagem. Produção de texto I Leitura de um texto relacionado ao gênero estudado na unidade, seguida de análise das principais características desse gênero e de produção de texto. Produção de texto II Segunda produção de texto, agora mais detalhada e complexa. O que você aprendeu Retoma as respostas dadas às perguntas da seção O que você poderá aprender, para comparar aos conceitos aprendidos no capítulo. Para ver, ler e ouvir Traz sugestão de livros, filmes, sites etc. Gramática Abertura das unidades O que você poderá aprender Mantém-se aqui o mesmo aquecimento das demais disciplinas. Gramática em contexto Abordagem contextualizada de conceitos gramaticais com base na leitura e análise de textos. Atividades de fixação Como o próprio nome sugere, são atividades destinadas a fixar o conteúdo estudado. O que você aprendeu Retoma as respostas dadas às perguntas da seção O que você poderá aprender, em função dos conceitos aprendidos no capítulo. Ortografia Conteúdos de ortografia, com teoria e exercícios. Para ver, ler e ouvir Traz sugestão de livros, filmes, sites etc.

21 21 Leitura de texto 6 A história que você vai ler fez parte de um concurso literário, O professor escreve sua história, organizado pelo governo do estado de São Paulo em 1997, e depois foi publicada numa antologia de textos chamada Nós e os outros, cujo tema era a diversidade cultural. Você verá que as diferentes culturas que se encontram no Brasil às vezes tornam-se alvo de curiosidade e até de preconceitos. Reprodução proibida. Art.184 do Código Penal e Lei de 19 de fevereiro de Manual do Professor Para cada disciplina há dois manuais, um com informações sobre a disciplina e outro com sugestões de estratégias para desenvolvimento do assunto em sala de aula. Em sete volumes, um por disciplina, são apresentadas as orientações gerais dessa disciplina, com informações sobre como ela é abordada nas quatro séries finais do Ensino Fundamental. Em 28 volumes, quatro para cada disciplina, são apresentadas sugestões de estratégias para o desenvolvimento da ação docente em sala de aula. Me Sv Professores têm acesso ao Portal UNO, com sugestões de atividades e provas, listas de exercícios, indicações de sites, filmes e leituras, tutoriais de uso dos CDs. Dicionário Eletrônico Houaiss distribuído a alunos e professores. Acesso ao site Neuronmax. CDs de áudio acompanham os livros de Inglês. Neuronmax Jogo educacional destinado a estudantes do 6 o ao 9 o ano do Ensino Fundamental. Os professores podem acompanhar o desempenho dos alunos pela Internet no site do Neuronmax: Aula multimídia Recurso didático que possibilita a demonstração de experimentos, modelos, mapas, gráficos e esquemas, tornando as aulas mais claras, atraentes e dinâmicas.

22 Ensino Médio Liberdade de escolher o seu curso O UNO distribui o material em módulos para que a escola tenha a liberdade de organizar o seu curso. E, em educação, liberdade é também escolher o seu curso. Os professores de História do Rio de Janeiro dispensariam a Pré-História, já que o assunto não cai no vestibular daquele Estado. Mas seus colegas do Nordeste nem pensariam em excluir o assunto, valorizado nos exames da região. Muitas escolas preferem terminar a primeira série com Radioatividade, outras deixam esse assunto para a segunda série. Há também os professores de Física que preferem trabalhar Óptica antes de tratar de Mecânica. Há os que fazem o inverso. Para atender a essa diversidade, o UNO estruturou o conteúdo do Ensino Médio em 144 módulos para dar às escolas a prerrogativa de montar o curso de acordo com sua necessidade. Isso permite ao professor definir a ordem dos módulos e mesmo excluir aqueles que considera dispensáveis. Um exemplo é o tema Limites e Derivadas: há professores de Matemática que incluem esse assunto em seu curso, outros não. A seqüência de módulos organizada pela escola é a versão flexível do nosso material didático, acondicionada no centro de estudos. Já a versão padrão, impressa em volumes espiralados, corresponde à distribuição mais comum praticada pelas escolas que oferecem o Ensino Médio. Descrição do produto Cada disciplina Biologia, Física, Geografia, História, Matemática e Química tem 18 módulos. Em Língua Portuguesa são 36 módulos: 18 de Literatura e 18 de Gramática. O professor escolhe quais comporão o seu curso e em que seqüência. MÓDULO DE BIOLOGIA Autora: Clarinda Mercadante MÓDULO 1 MÓDULO DE Biologia e vida FÍSICA TÓPICO 1 NOTAÇÃO CIENTÍFICA E SISTEMA DE UNIDADES Autores: Em seu livro This is Biology, Ernst Mayr, um notável biólogo do século XX, escreveu: Paul Feyerabend sugere Osvaldo Guimarães Wilson Carron e MÓDULO que, sem a ciência, o mundo poderia ser muito mais agradável do que é hoje. Não estou certo, todavia, de que isso seja verdade. Poderia haver menos poluição, menos Introdução casos de câncer causados por agentes químicos e menos à Cinemática efeitos prejudiciais causados pelos subprodutos da civilização. Entretanto, a humanidade também conviveria com mortalidade infantil mais elevada, expectativa de vida de A Cinemática necessita de precisão na elaboração dos apenas 35 ou 40 anos, não escaparia do calor infernal dos conceitos e das definições dos elementos que a constituem. Vamos, então, construir e discutir os conceitos que verões nem das agruras do inverno. MÓDULO DE compõem a base, o alicerce da Cinemática, ramo da Física cujo objetivo é a descrição dos movimentos em geral. TÓPICO 1 Como poderemos perceber, muitas dessas definições fazem parte de nosso cotidiano. Ciência: GEO a busca do G RAF IA conhecimento, 2 Neste módulo, vamos estudar os sistemas de unidades, o Autores: Demétrio Magnoli, MÓDULO 1 conceito de referencial, o de repouso, o de movimento e TÓPICO Nelson 2 Bacic Olic o de localização de um corpo; e, em seguida, analisaremos outras grandezas relacionadas aos movimentos, Organização dose Regina Araujo Paisagens da Terra como o espaço, a velocidade e a aceleração. seres vivos, 17 MÓDULO DE Tectonismo de placas TÓPICO 3 e o modelado da crosta Organização dos LÍNGUATÓPICO PORTUGUESA 1 GRAMÁTICA O tempo profundo ou geológico, por sua enorme abrangência, somente pode ser compreendido por meio ambientes, 26 Notação de metáforas. Por exemplo, se comparássemos a idade de nos- científica e Autoras: Maria Sistema Luiza M. de Abaurre Unidades, e 2 MÓDULO TÓPICO 4 1 so planeta a um dia, o ser humano somente Marcela apareceria Nogueira TÓPICO Seres vivos, ambiente nessa longa história nos últimos segundos Pontara desse dia. Em 2 A linguagem e energia, 35 outras palavras, a presença dos seres humanos Gráficos em nosso e escalas, 14 planeta é algo extremamente recente. Por outro lado, a grande variedade de formas encontradas atualmente em toda a crosta terrestre é resultado Cinemática: da conceitos TÓPICO 3 MÓDULO DE ação combinada de forças internas, chamadas Recém-nascidos beneficiam-se de recursos avançados da ciência básicos, tectônicas, e de forças externas, que modelam a superfície por 25 médica. erosão e sedimentação. TÓPICO HIST ÓRIA 4 O ser humano, apesar de presente no planeta Sistema Velocidade de há Ensino apenas e aceleração uns poucos milhares de anos, tem T Ócontribuído P ICOescalares, 1intensa- mente Luiza para de Petta mudar as feições externas da Terra. MÓDULO Autora: Nicolina 34 A linguagem 1 T Ó P ICO e suas funções, 2 1 Grande Prêmio do Canadá de Fórmula 1, Da Pré-História à A dinâmica T Ó P ICO 2 Sistema de Ensino da litosfera, 2 História Norma culta e variedades T Ó P ICO lingüísticas, 16 2 Vamos começar nosso trabalho com uma conversa sobre A tectônica das os procedimentos e as especificidades envolvidas no trabalho do historiador. O conhecimento histórico é dinâ- MÓDULO DE placas, 11 mico e, em grande medida, marcado pelo ponto de vista MATEMÁTICA T Ó P ICO do autor e pelo contexto em que ele escreveu. Como se 3 trata de um conhecimento que está sempre sendo revisto, é que afirmamos que ele é 1 MÓDULO A morfologia do relevo Autor: Manoel Paiva dinâmico. e o modelado Antes de entrarmos no estudo do que se convencionou GRIS, J. Copos, jornal e uma garrafa da superfície, 16 Temas chamar de História, básicos vamos analisar QUÍMICA de alguns aspectos da de vinho, Pré-História e de um dos momentos mais importantes da T Ó P ICO 4 Ao tecer uma série de considerações sobre a importância social da A persistência vida humana Álgebra da memória que (1931), foi a do Revolução e Autores: de pintor espanhol Agrícola. Eduardo Leite do Canto linguagem, a filósofa brasileira Marilena Chauí afirma: MÓDULO O modelado Matemática Salvador Dalí ( ). Óleo financeira sobre tela cm. e Francisco (Tito) 1 brasileiro, 25 Museu de Arte Moderna, Nova York. Dizer que somos seres falantes significa dizer que temos e somos T Ó P ICO Miragaia Peruzzo 1 linguagem, que ela é uma criação humana (uma instituição sociocultural), ao mesmo tempo que nos cria como Propriedades humanos (seres Introdução Vivemos ao estudo imersos em um oceano de informações cujo entendimento da História e a depende, em grande parte, da linguagem matemática. A Matemática, porém, é uma ciência e, por- sociais e culturais). A linguagem é nossa via de acesso ao mundo e Pré-História, 2 ao pensamento, ela nos envolve e nos gerais habita, assim da como matéria a envolvemos e a habitamos. Ter experiência da linguagem é ter uma tanto, seus objetivos são muito mais amplos do que atender as necessidades práticas do dia-a-dia. T Ó P ICO 2 experiência espantosa: Você prefere emitimos pão e com ouvimos química sons, ou escrevemos pão sem química? e O saber científico é global e exige abstração, raciocínio lemos letras, mas, sem que saibamos como, experimentamos sentidos, significados, Neste significações, módulo, emoções, veremos que desejos, não existe idéias. pão nem outros As teocracias teórico sobre a realidade, dedução de leis construídas a de regadio, partir 12 da observação de regularidades, ou da apreensão produtos sem química! Aprenderemos, ainda, como CHAUÍ, M. Convite à Filosofia. São Paulo: Ática, das relações que unificam as partes em uma totalidade e se deu o desenvolvimento histórico da Química como T Ó Pao ICO mesmo 3tempo mantêm as especificidades. O pensamento científico apresenta o caráter evolucionário do co- Inicialmente, são apresentados experimentos e as obser- ciência. As sociedades nhecimento, estimulando a competência fundamental, que vações deles decorrentes, que podem ser vistas e medidas. Abordaremos regularidades que criam leis (mundo do Oriente é aprender Antigo, a aprender. 21 Por isso, deve-se exercitar essa forma de pensar, sob pena de não se aprender ciência. TÓPICO macroscópico) e, em seguida, apresentaremos as teorias 1 T Ó P ICO 4 que buscam justificá-las (mundo microscópico). A linguagem dos A Grécia Antiga, 31 conjuntos, 2 TÓPICO TÓPICO 2 1 Classificação dos Pintura rupestre no Parque Nacional Introdução da Serra ao da Capivara, estudo números, 15 Estado do Piauí. da Química, 2 3 TÓPICO Polinômios, equações e inequações, 26 TÓPICO Matemática financeira, 45 4 TÓPICO Obtenção de substâncias puras a partir de misturas, 27 Faz-se ciência com fatos, como uma casa com pedras, porém um amontoado de fatos não é ciência, assim como um TÓPICO 4 amontoado de pedras não é uma casa. Poincaré. Leis ponderais das Sistema reações de Ensino químicas e teoria atômica de Dalton, 35 Reprodução proibida. Art.184 do Código Penal e Lei de 19 de fevereiro de MUÑOZ ROBREDO / CID ER PROUCTIONS/CORBIS-STOCK PHOTOS TÓPICO MUSEU DE ARTE MODERNA, NOVA YORK 2 Substâncias puras e misturas, 16 3 FABIO COLOMBINI/KINO COLEÇÃO PARTICULAR Antes de modelar o pão, a massa deve crescer graças ao fermento. E essa é apenas uma das etapas que há na química do pão. 1 JAVIER JAIME / CID 1 PHOTO4 / KEYSTOCK 1 Sistema de Ensino

23 23 Modular flexível Quando a escola opta pela versão flexível, seus professores podem definir os temas e a ordem do conteúdo didático. Mesmo excluindo alguns dos temas, eles recebem a versão completa para ter domínio do conteúdo integral. Já os alunos recebem apenas os módulos escolhidos por seus professores e na ordem preestabelecida para utilização. Os módulos de todas as disciplinas são entregues ao aluno no centro de estudos junto com outros materiais de apoio. Centro de estudos do professor, com todos os módulos da disciplina. Centro de estudos do aluno, com módulos das disciplinas escolhidos pela escola para a série.

24 Ensino Médio Modular padrão No modular padrão, professores e alunos recebem os módulos na seqüência sugerida pelos autores do UNO, organizados em volumes espiralados. Mesmo assim, ainda há possibilidade de flexibilidade. Professores e escolas decidem em quanto tempo será ministrado todo o conteúdo. Alguns escolhem seis módulos de cada disciplina por ano, fechando o material completo nos três anos de vigência do Ensino Médio. Outros dividem em sete, sete e quatro e há ainda os que preferem fechar todo o conteúdo nos dois primeiros anos, deixando o último ano letivo para uma revisão de conteúdo. Nesse caso, a escola pode utilizar material de revisão do UNO que compõe o pacote do pré-vestibular. Me Simulador de testes, Dicionário Eletrônico Houaiss, livro digital para professores e alunos. No CD do professor, há também aulas multimídia. Sv Acesso ao Portal UNO para alunos e professores. Dois simulados por ano, montados de acordo com os conteúdos escolhidos pela escola. Material de Apoio: Memo Livro de bolso ilustrado, reúne os principais conceitos e fórmulas das disciplinas.

25 25 Filosofia Sociologia Redação Mais duas disciplinas passam a integrar o segmento do Ensino Médio do UNO: Filosofia e Sociologia, ambas escritas por renomadas autoras e estudiosas das áreas. Cristina Costa é responsável pelos módulos de Sociologia e Maria Lúcia de Arruda Aranha escreve sobre Filosofia. Redação para o Ensino Médio é composta de nove volumes que exploram uma grande diversidade de textos literários, jornalísticos, ensaios, quadrinhos que motivam o aluno e estimulam as habilidades de leitura, interpretação e produção textual. Inglês Espanhol O ensino de Inglês e Espanhol visa desenvolver as habilidades de escrita, fala, audição e leitura em outras línguas, capacitando o aluno a articular seus pensamentos, ampliar sua visão de mundo e expressarse com clareza em língua estrangeira. É composto de 9 volumes.

26 Pré-vestibular Parceiro do aluno rumo ao Ensino Superior O UNO Pré-vestibular busca desenvolver no vestibulando habilidades fundamentais para disputar com êxito uma vaga no ensino superior. Os cursos são oferecidos em diferentes formatos para ajustar-se às variadas necessidades das escolas. Os materiais do UNO Extensivo e UNO Semi-Extensivo podem também ser adquiridos por disciplina. Descrição do produto Os materiais são desenvolvidos para atender às necessidades dos diferentes cursos. Material Livro de teoria Caderno de atividades UNO Extensivo 8 8 UNO Semi-Extensivo 4 4 Aplicação Formato Terceirão/ Extensivo Semi- Extensivo cadernos espiralados ou Centro de Estudos cadernos espiralados ou Centro de Estudos Material Caderno Aplicação UNO Total 8 Terceirão/Extensivo UNO Especial 4 Semi-Extensivo UNO Expresso 2 Intensivo UNO Revisão 1 Intensivo Exercícios extras 2 Exercícios Rio de Janeiro 1

27 27 Redação Uma coleção exclusiva de redação, com oito cadernos, acompanha o material do Uno Pré- Vestibular Extensivo. O objetivo é subsidiar o aluno para analisar e assimilar conteúdos relativos ao texto, ao contexto e à interlocução, bem como conferir-lhe autonomia para construir e avaliar seu próprio texto. Me Professor recebe CD com Livro digital, Aulas multimídia e simulador de testes. Alunos recebem Livro digital, simulador de testes e Dicionário Eletrônico Houaiss (exceto UNO Expresso, UNO Revisão e Exercícios Extras). Inglês Espanhol Material de Apoio: Memo No Pré-Vestibular, o material didático de línguas estrangeiras se concentra no desenvolvimento das habilidades de compreensão do texto, entendimento da gramática e prática de exercícios para bom desempenho nos exames seletivos. Sv Acesso ao Portal UNO. Livro de bolso ilustrado, reúne os principais conceitos e fórmulas das disciplinas.

28 O Portal UNO é um ambiente de conteúdos e serviços pedagógicos para o professor e de conhecimento, ensino e aprendizagem para os alunos. A área do professor está disponível para professores de todos os segmentos. A do aluno, para estudantes do Ensino Fundamental II e do Ensino Médio. Portal UNO Informação e interatividade Área do professor Manuais do professor Tutoriais de uso dos recursos tecnológicos Gerador de provas on-line com banco de mais de 10 mil questões Simulados Sugestões de provas para o Ensino Fundamental Indicação de sites, livros e filmes Informações sobre vestibulares e Enem Documentos oficiais Sugestão de atividades e temas para sala de aula Acesso à área do aluno permitindo seu uso como auxílio para preparação de aulas, planejamento pedagógico e para indicação de tarefas e pesquisas Possibilidade de troca de informações por meio de fóruns e blogs Contato com a equipe de assessores do UNO Área dos gestores Permite ao gestor da escola: Criar senhas de acesso para todos os professores Fazer pedidos de materiais pela internet Monitorar os acessos dos professores ao Portal UNO Acesso aos comunicados Acesso ao manual do parceiro Página de abertura do Portal UNO Área do aluno Acesso a conteúdo educacional de alta qualidade, previamente validado e de acordo com os Parâmetros Curriculares Nacionais Informação selecionada, organizada e qualificada com possibilidade de uso efetivo nas tarefas e pesquisas para lição de casa Ênfase em recursos visuais: imagens, mapas, gráficos e animações Informações sobre vestibulares e Enem Correção detalhada dos exercícios do Ensino Médio (UNO Modular) através de animações narradas por professores

29 29 Página de abertura do UNO Educação Infantil Página de abertura do UNO Ensino Fundamental Página de abertura do UNO Ensino Médio

30 CDs Neuronmax O Neuronmax é um jogo educativo destinado a estudantes do 6 o ao 9 o ano do Ensino Fundamental. O jogador enfrenta desafios sobre as disciplinas vistas em sala de aula (contra o computador ou contra outros jogadores, caso tenha acesso à internet). São aproximadamente 10 mil questões (2.500 para cada ano) de Língua Portuguesa, Matemática, Ciências, História e Geografia. Os professores podem acompanhar o desempenho dos alunos pela internet no site do Neuronmax: Minidicionário Eletrônico Houaiss Além dos significados das palavras em linguagem adequada para alunos do Ensino Fundamental, o Minidicionário Houaiss traz divisão silábica, pronúncia, superlativos, etimologia e informações adicionais como os sons e coletivos dos animais. Distribuído para alunos do 3 o, 4 o e 5 o anos do Ensino Fundamental. Simulador de testes É uma ferramenta que permite ao aluno: Criar um simulado baseado nos principais vestibulares; Fazer um simulado com controle de tempo; Avaliar instantaneamente o resultado; Acompanhar a evolução de sua aprendizagem. Distribuído para alunos e professores do Ensino Médio e Pré-Vestibular (exceto UNO Expresso, UNO Revisão e exercícios extras). Dicionário eletrônico Houaiss O mais avançado dicionário eletrônico: interativo, com recursos de pesquisa, conjugação automática de verbos, lista de coletivos, além de 228 mil verbetes e 380 mil definições. Distribuído para alunos do Ensino Fundamental II, Ensino Médio e Pré-Vestibular e para os professores de Língua Portuguesa desses segmentos (exceto UNO Expresso, UNO Revisão e exercícios extras). Livro digital Recurso didático destinado ao aluno. Por meio de ilustrações, animações gráficas, locuções e sons, possibilita um estudo individualizado, lúdico e agradável. Possui recursos importantes, como: exercícios, glossário, busca e navegador. Distribuído para alunos do Ensino Médio e Pré-Vestibular (exceto UNO Expresso, UNO Revisão e Exercícios extras). Aulas multimídia Recurso didático que possibilita a demonstração de experimentos, modelos, mapas, gráficos e esquemas, tornando as aulas mais claras, atraentes e dinâmicas. Distribuídas para os professores do Ensino Fundamental II, Ensino Médio e Pré-Vestibular (exceto UNO Expresso, UNO Revisão e exercícios extras). Os professores do Ensino Médio recebem o CD do professor com o Livro digital e as Aulas multimídia de sua disciplina (Física, Química, Matemática, Biologia, História, Geografia e Língua Portuguesa) Os professores do Ensino Fundamental II recebem o CD das Aulas Multimídia: Cd 1: Matemática e Ciências Cd 2: História, Geografia e Português.

31 Serviços 31 Suporte à escola Apresentação da proposta pedagógica do material Adequação do material ao projeto pedagógico da escola Orientação do corpo docente para uso do material Encontros e palestras regionais ao longo do ano Apoio ao Professor Visitas periódicas de nossos consultores pedagógicos para esclarecer dúvidas e ajudar na adequação e execução do material didático e seus recursos multimídia Oficinas e palestras sobre temas importantes ao cotidiano escolar Equipe de professores especialistas para atendimento aos professores através de Simulados para os materiais do Ensino Médio e de Pré- Vestibulares Via Portal Sugestões de avaliações bimestrais do 2 o ao 9 o ano do Ensino Fundamental Sugestões de atividades extras que enriquecem o dia-a-dia da sala de aula e facilitam o planejamento do professor Banco de Questões com mais de 10 mil questões, de todas as disciplinas, para montagem de provas, listas de exercícios, entre outras Prova temática e simulado do Enem Apoio ao Gestor Encontro Nacional de Mantenedores do UNO

32 O projeto de Avaliação Institucional é uma poderosa ferramenta de gestão com a finalidade de orientar ações de melhoria na qualidade da educação. Para isso, propõe um procedimento ordenado e sistemático de coleta e análise de informações sobre a instituição e toda a comunidade escolar (alunos, famílias, professores e equipe de gestão). Qual a estrutura da avaliação institucional? A avaliação está estruturada em torno de dois eixos: o desempenho dos alunos e os fatores associados a esse desempenho. É realizada apenas com alunos do 5 o_ e do 9 o_ ano do Ensino Fundamental e do 3 o_ ano do Ensino Médio. Como e o que é avaliado no desempenho dos alunos? O desempenho dos alunos é verificado por meio de provas de Linguagem e Matemática. As provas são fundamentadas nas propostas do Saeb, Enem e PISA. Composta de testes de múltipla escolha, a prova de Linguagem é centrada em competências e habilidades leitoras. A de Matemática avalia as competências e habilidades na resolução de problemas e raciocínio lógico. Desempenho dos alunos Provas Linguagem e matemática RESULTADOS, ANÁLISE E DIAGNÓSTICO Fatores associados ao desempenho dos alunos Instrumentos de pesquisa Perfil sociocultural Visão da escola

33 33 Como são coletados os fatores associados ao desempenho? Esses dados são obtidos por meio de dois instrumentos de pesquisa: o levantamento do perfil sociocultural das famílias e o levantamento da visão da escola pela comunidade escolar. Perfil sociocultural Visão da escola Investiga fatores externos associados ao desempenho escolar com base em um questionário que deve ser respondido por todas as famílias dos alunos do Ensino Fundamental e do Ensino Médio. A maneira como a instituição é percebida pela comunidade escolar é obtida por meio de quatro diferentes questionários, destinados aos seus públicos principais: equipe de gestão (diretores e coordenadores), professores, alunos e famílias. Como são apresentados os resultados, as análises e o diagnóstico? As escolas avaliadas recebem, ao final do processo, um relatório detalhado dos resultados, acrescido de análises e de um diagnóstico de caráter exclusivo e confidencial. Desempenho dos alunos Perfil sociocultural Visão da escola É composto de um relatório sobre o desempenho de cada aluno nas habilidades e competências avaliadas e de um relatório geral que compara o desempenho dos alunos da escola em relação ao conjunto das escolas avaliadas, sempre entre alunos do mesmo ano ou série. Apresenta dados descritivos e comparativos entre os anos e as séries da instituição e em relação às médias obtidas pelo conjunto das escolas avaliadas. São destacados fatores que podem interferir no desempenho dos alunos, como os hábitos de estudo e de leitura. São fornecidas análises e comparações a partir das informações obtidas com os quatro públicos (equipe de gestão, professores, alunos e famílias). Além disso, há dados comparativos sobre a pontuação da escola nos critérios e tópicos avaliados, em face da pontuação geral. Fatores associados ao desempenho O estudo considera todas as escolas que participaram do processo avaliativo e todos os fatores avaliados nos instrumentos de pesquisa por diretores, coordenadores, professores, alunos e famílias.

34 S la de leitura O projeto Sala de Leitura* proporciona um ambiente motivador e eficaz para estimular o desenvolvimento da competência leitora. S la de leitura É constituído por uma ferramenta interativa de avaliação e acompanhamento das habilidades leitoras Leitores em Rede que se soma ao Projeto Contigo, um valioso acervo de livros de ficção, de nãoficção e de arte das Editoras Moderna e Salamandra, apoiado por Projetos de Leitura e serviços que orientam a utilização dos livros em sala de aula. competência Além de tornar a internet uma aliada no incentivo à prática da leitura, o projeto Sala de Leitura possibilita que essa atividade seja compartilhada. Pela internet, professor e escola podem acompanhar o desempenho e a evolução dos alunos em cada uma das cinco competências leitoras avaliadas pelo programa. Essas competências são as mesmas adotadas pelo PISA, o sistema internacional de avaliação coordenado pela OCDE: Tela de consulta sobre os dados dos alunos. Compreensão global Recuperação da informação Compreensão e interpretação de relações Reflexão sobre o conteúdo Reflexão sobre a forma. * Comercializado inicialmente nos Estados do Sudeste e Paraná. O professor pode verificar se as atividades atribuídas ao aluno foram realizadas, assim como acompanhar seu rendimento.

35 35 Como funciona Com o projeto Sala de Leitura, a escola passa a contar com assessoria pedagógica para a implantação de um programa sistemático para o desenvolvimento da competência leitora, baseado em um acervo que inclui títulos dos mais conceituados autores nacionais e estrangeiros, selecionados pela adequação a cada nível de ensino: Ensino Fundamental 2 o_ ao 5 o_ ano, Ensino Fundamental 6 o_ ao 9 o_ ano, Ensino Médio. Os benefícios alcançam toda a comunidade escolar: Gestor Permite o controle e o acompanhamento dos trabalhos com os títulos de literatura adotados pela escola, a utilização de metodologia inovadora para o desenvolvimento da competência leitora e, como decorrência, a melhor capacitação de sua escola para a participação nas provas dos sistemas oficiais de avaliação. Professor Possibilita avaliar de forma prática e online a eficácia dos planos de leitura, com a obtenção de informações sobre o desempenho dos alunos. Além de oferecer uma visão global da classe e a comparação entre as diferentes leituras, também permite acompanhar a evolução da vida leitora dos alunos ao longo do ano. Aluno Favorece a aprendizagem por meio de uma ferramenta estimulante baseada em atividades interativas, com feedback imediato. Usuários A escola pode ter quatro tipos de usuários: administrador, professor, coordenador e diretor. O administrador cadastra alunos e turmas e faz modificações sempre que necessário. Os demais usuários podem consultar as informações sobre os alunos, sobre as obras disponíveis no projeto e os relatórios sobre os avanços dos alunos. Relatórios Diferentes relatórios podem ser gerados pelo programa, possibilitando ao gestor o acompanhamento sistemático da evolução dos alunos em relação à Competência Leitora. Relatório de Resultado: Apresenta o desempenho do aluno após a realização da Atividade de Leitura. Relatório de Evolução: Apresenta o desempenho do aluno nas Atividades de Leitura em cada uma das cinco competências adotadas pelo PISA. Relatório de Diagnóstico: Apresenta o resultado de cada turma de alunos nas cinco competências avaliadas.

36 A Moderna Formação atende às necessidades de capacitação de profissionais no novo contexto da educação brasileira, tanto dos que atuam na sala de aula como dos que se ocupam da gestão das unidades escolares. A proposta é ajudar a ensinar. Os cursos visam complementar a formação, atualizar os conhecimentos e aprimorar práticas pedagógicas que respondam às demandas dos educadores e das escolas. Como funciona? O programa tem um formato flexível. Todos os cursos oferecidos estão organizados de modo a qualificar professores em exercício, sem afastá-los da sala de aula. A carga horária e os recursos tecnológicos oferecidos permitem construir um curso completo ou selecionar cursos específicos. Recursos disponíveis Material impresso Videoaula e videoconferência Audiocomunicação Sistema de tutoria Portal de ensino

37 37 Cursos oferecidos Educação Infantil Destinado aos professores de Educação Infantil, visa valorizar o professor como profissional que aprende a criar e recriar suas práticas, apropriando-se de teorias, métodos e técnicas didáticas. Linguagem, códigos e suas tecnologias A leitura não deve ser apenas um objeto de conhecimento em si. Saber ler significa, também, saber utilizar a leitura como recurso para adquirir novos conhecimentos. Daí a importância de ensinar os alunos a diferenciar os textos que lêem e a identificar meios mais eficientes para compreensão de cada texto. Gestão escolar Os cursos de gestão escolar do Moderna Formação visam ao desenvolvimento de estratégias e técnicas que permitam ao diretor e à equipe diretiva otimizar a utilização dos recursos humanos e materiais disponíveis e planejar de modo eficaz as ações pedagógicas e administrativas.

38 UNOTEC Imagens tridimensionais dinamizam aulas Aulas de biologia e geografia ganham mais dinamismo com a utilização do chamado P3D, programa que oferece imagens e animações tridimensionais que reforçam a assimilação do conteúdo das duas disciplinas. É possível, por exemplo, visualizar a estrutura de um neurônio e acompanhar a transmissão de um impulso nervoso da mão até o cérebro, seu processamento e a volta até a mão, originando o movimento. Ou mesmo visualizar detalhes do Sistema Solar, da Terra e dos oceanos. Papel do professor O professor é condutor do processo e lida com dispositivos que permitem interatividade. Ele pode girar, aumentar ou diminuir as imagens e, ainda, acrescentar, dentro da projeção, informações que julgue facilitarem ainda mais o aprendizado. Os recursos tridimensionais são complementares ao conteúdo oral e escrito previamente definido pelo professor. Equipamentos necessários Um computador, um projetor e uma lousa eletrônica. Como utilizar Não é preciso ser especialista em informática para interagir com o P3D. Duas barras de ferramentas uma de navegação e uma de desenho são de fácil manuseio e auto-explicativas para melhor proveito em classe.

Como adquirir os materiais didáticos do Moderna.Compartilha

Como adquirir os materiais didáticos do Moderna.Compartilha Como adquirir os materiais didáticos do Moderna.Compartilha MODERNA.COMPARTILHA: INTEGRAR TECNOLOGIA E CONTEÚDOS A FAVOR DO APRENDIZADO. Os alunos deste século estão conectados com novas ideias, novas

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA Diretoria de Políticas de Formação, Materiais Didáticos e Tecnologias para a Educação Básica Coordenação Geral de Materiais Didáticos PARA NÃO ESQUECER:

Leia mais

PROJETO ARARIBÁ. Um projeto que trabalha a compreensão leitora, apresenta uma organização clara dos conteúdos e um programa de atividades específico.

PROJETO ARARIBÁ. Um projeto que trabalha a compreensão leitora, apresenta uma organização clara dos conteúdos e um programa de atividades específico. PROJETO ARARIBÁ Um projeto que trabalha a compreensão leitora, apresenta uma organização clara dos conteúdos e um programa de atividades específico. ARARIBÁ HISTÓRIA O livro tem oito unidades, divididas

Leia mais

pesquisa histórias arte jogos

pesquisa histórias arte jogos O Colégio Trevo oferece quatro anos de ensino na Educação Infantil: Mini Maternal,Maternal, Jardim I e Jardim II. Cada sala de aula possui ambientes exclusivos, onde alunos desenvolvem suas habilidades

Leia mais

Padrões de Competências para o Cargo de Professor Alfabetizador

Padrões de Competências para o Cargo de Professor Alfabetizador Padrões de Competências para o Cargo de Professor Alfabetizador Alfabetização de Crianças O Professor Alfabetizador é o profissional responsável por planejar e implementar ações pedagógicas que propiciem,

Leia mais

Núcleo de Educação Infantil Solarium

Núcleo de Educação Infantil Solarium 0 APRESENTAÇÃO A escola Solarium propõe um projeto de Educação Infantil diferenciado que não abre mão do espaço livre para a brincadeira onde a criança pode ser criança, em ambiente saudável e afetivo

Leia mais

WEB-RÁDIO MÓDULO 2: RÁDIO

WEB-RÁDIO MÓDULO 2: RÁDIO WEB-RÁDIO MÓDULO 2: RÁDIO NOME DO PROJETO Web Rádio: Escola César Cals- Disseminando novas tecnologias via web ENDREÇO ELETRÔNICO www.eccalsofqx.seduc.ce.gov.br PERÍODO DE EXECUÇÃO Março a Dezembro de

Leia mais

As 11 dúvidas mais frequentes

As 11 dúvidas mais frequentes As 11 dúvidas mais frequentes Deyse Campos Assessora de Educação Infantil dcampos@positivo.com.br Frequentemente recebemos solicitações de professores de escolas que estão utilizando o Sistema Positivo

Leia mais

INSTITUIÇÕES E FUNDAÇÕES

INSTITUIÇÕES E FUNDAÇÕES P R O POS T A A INSTITUIÇÕES E FUNDAÇÕES SOBRE NÓS Quem Somos A mantenedora do Seu Professor atua há mais de 18 anos no segmento educacional, com escolas de Ensino Fundamental, Médio, cursos técnicos,

Leia mais

Portal de conteúdos Linha Direta

Portal de conteúdos Linha Direta Portal de conteúdos Linha Direta Tecnologias Educacionais PROMOVEM SÃO Ferramentas Recursos USADAS EM SALA DE AULA PARA APRENDIZADO SÃO: Facilitadoras Incentivadoras SERVEM Necessárias Pesquisa Facilitar

Leia mais

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010. Carga Horária Semestral: 80 Semestre do Curso: 6º

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010. Carga Horária Semestral: 80 Semestre do Curso: 6º PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010 Curso: Pedagogia Disciplina: Conteúdos e Metodologia de Língua Portuguesa Carga Horária Semestral: 80 Semestre do Curso: 6º 1 - Ementa (sumário, resumo) Fundamentos

Leia mais

Brincar, expressando emoções, sentimentos, pensamentos, desejos e necessidades;

Brincar, expressando emoções, sentimentos, pensamentos, desejos e necessidades; INFANTIL I OBJETIVOS GERAIS DA EDUCAÇÃO INFANTIL Desenvolver uma imagem positiva de si, atuando de forma cada vez mais independente, com a confiança em suas capacidades e percepção de suas limitações:

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR CURRÍCULO PLENO

MATRIZ CURRICULAR CURRÍCULO PLENO MATRIZ CURRICULAR Curso: Graduação: Habilitação: Regime: Duração: PEDAGOGIA LICENCIATURA FORMAÇÃO PARA O MAGISTÉRIO EM EDUCAÇÃO INFANTIL SERIADO ANUAL - NOTURNO 4 (QUATRO) ANOS LETIVOS Integralização:

Leia mais

Conheça também! As demais disciplinas desta coleção nas páginas 4, 8, 32, 36, 72 e 90.

Conheça também! As demais disciplinas desta coleção nas páginas 4, 8, 32, 36, 72 e 90. porta aberta Nova edição Geografia 2º ao 5º ano O estudo das categorias lugar, paisagem e espaço tem prioridade nesta obra. 25383COL05 Conheça também! As demais disciplinas desta coleção nas páginas 4,

Leia mais

COORDENADORA: Profa. Herica Maria Castro dos Santos Paixão. Mestre em Letras (Literatura, Artes e Cultura Regional)

COORDENADORA: Profa. Herica Maria Castro dos Santos Paixão. Mestre em Letras (Literatura, Artes e Cultura Regional) COORDENADORA: Profa. Herica Maria Castro dos Santos Paixão Mestre em Letras (Literatura, Artes e Cultura Regional) Universidade Federal de Roraima UFRR Brasil Especialista em Alfabetização (Prática Reflexiva

Leia mais

Fonte: http://revistaescola.abril.com.br/gestao-escolar/coordenador-pedagogico/projeto-formacao-professoresmatematica-623627.shtml

Fonte: http://revistaescola.abril.com.br/gestao-escolar/coordenador-pedagogico/projeto-formacao-professoresmatematica-623627.shtml Fonte: http://revistaescola.abril.com.br/gestao-escolar/coordenador-pedagogico/projeto-formacao-professoresmatematica-623627.shtml Projeto de formação de professores em Matemática Um projeto exclusivo

Leia mais

Educação infantil EdiçõEs sm Projeto Educativo sm Educativo Ensino Fundamental i 1º ao 5º ano vida es da América Eir Sabor ação é Eix

Educação infantil EdiçõEs sm Projeto Educativo sm Educativo Ensino Fundamental i 1º ao 5º ano vida es da América Eir Sabor ação é Eix PROjEtO Educativo sm A FunDAçãO SM e o Projeto Educativo sm ilustração do livro Sabores da América ArG MEx CoL dom Pri PEr CHL BrA EsP Países onde a Fundação sm e a sm atuam: Argentina, Brasil, Chile,

Leia mais

A CONSTRUÇÃO DE ESPAÇOS E MATERIAIS DIGITAIS PARA A EDUCAÇÃO MATEMÁTICA: O USO DO SMARTPHONE NO ENSINO DA GEOMETRIA

A CONSTRUÇÃO DE ESPAÇOS E MATERIAIS DIGITAIS PARA A EDUCAÇÃO MATEMÁTICA: O USO DO SMARTPHONE NO ENSINO DA GEOMETRIA A CONSTRUÇÃO DE ESPAÇOS E MATERIAIS DIGITAIS PARA A EDUCAÇÃO MATEMÁTICA: O USO DO SMARTPHONE NO ENSINO DA GEOMETRIA Autores : Agata RHENIUS, Melissa MEIER. Identificação autores: Bolsista IFC-Campus Camboriú;

Leia mais

O GRUPO DOM BOSCO ENSINO FUNDAMENTAL DOM BOSCO

O GRUPO DOM BOSCO ENSINO FUNDAMENTAL DOM BOSCO ENSINO FUNDAMENTAL DOM BOSCO O GRUPO DOM BOSCO Este é o momento de dar espaço à curiosidade, de fazer novas descobertas e formar suas próprias ideias. SEDE HORTO - Berçário - Educação Infantil - 1º Ano

Leia mais

Leitura e Literatura

Leitura e Literatura MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO BÁSICAB Diretoria de Políticas de Formação, Materiais Didáticos e de Tecnologias para Educação BásicaB Leitura e Literatura Dia e Semana Nacional da Leitura

Leia mais

PORTAL EDUCACIONAL CLICKIDEIA. Ensino Fundamental (séries finais)

PORTAL EDUCACIONAL CLICKIDEIA. Ensino Fundamental (séries finais) PORTAL EDUCACIONAL CLICKIDEIA Ensino Fundamental (séries finais) O Clickideia é um portal educacional (www.clickideia.com.br), desenvolvido com o apoio do CNPq e da UNICAMP, que apresenta conteúdos didáticos

Leia mais

MATRIZES CURRICULARES MUNICIPAIS PARA A EDUCAÇÃO BÁSICA - MATEMÁTICA: UMA CONSTRUÇÃO COLETIVA EM MOGI DAS CRUZES

MATRIZES CURRICULARES MUNICIPAIS PARA A EDUCAÇÃO BÁSICA - MATEMÁTICA: UMA CONSTRUÇÃO COLETIVA EM MOGI DAS CRUZES MATRIZES CURRICULARES MUNICIPAIS PARA A EDUCAÇÃO BÁSICA - MATEMÁTICA: UMA CONSTRUÇÃO COLETIVA EM MOGI DAS CRUZES Marcia Regiane Miranda Secretaria Municipal de Educação de Mogi das Cruzes marcia.sme@pmmc.com.br

Leia mais

EQUIPE GESTORA. DIREÇÃO Profª Rosa Angela B.F. Vassimon COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA. COORDENAÇÃO Profª Ana Lucia Lucas de Mello Profª Vera Beatriz Carlotti

EQUIPE GESTORA. DIREÇÃO Profª Rosa Angela B.F. Vassimon COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA. COORDENAÇÃO Profª Ana Lucia Lucas de Mello Profª Vera Beatriz Carlotti EQUIPE GESTORA DIREÇÃO Profª Rosa Angela B.F. Vassimon COORDENAÇÃO Profª Ana Lucia Lucas de Mello Profª Vera Beatriz Carlotti DIREÇÃO DE ENSINO Profª Valentina Albanez de Mello COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA Educação

Leia mais

NÚCLEO DE EDUCAÇÃO MATEMÁTICA E ENSINO DE FÍSICA E AS NOVAS TECNOLOGIAS NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES

NÚCLEO DE EDUCAÇÃO MATEMÁTICA E ENSINO DE FÍSICA E AS NOVAS TECNOLOGIAS NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES NÚCLEO DE EDUCAÇÃO MATEMÁTICA E ENSINO DE FÍSICA E AS NOVAS TECNOLOGIAS NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES Edson Crisostomo dos Santos Universidade Estadual de Montes Claros - UNIMONTES edsoncrisostomo@yahoo.es

Leia mais

PROJETO DE LEITURA E ESCRITA LEITURA NA PONTA DA LÍNGUA E ESCRITA NA PONTA DO LÁPIS

PROJETO DE LEITURA E ESCRITA LEITURA NA PONTA DA LÍNGUA E ESCRITA NA PONTA DO LÁPIS PROJETO DE LEITURA E ESCRITA LEITURA NA PONTA DA LÍNGUA E ESCRITA NA PONTA DO LÁPIS A língua é um sistema que se estrutura no uso e para o uso, escrito e falado, sempre contextualizado. (Autor desconhecido)

Leia mais

A divulgação desta apresentação por Cd-Rom e no Web site do programa Educação do Instituto do Banco Mundial e feita com a autorização do autor.

A divulgação desta apresentação por Cd-Rom e no Web site do programa Educação do Instituto do Banco Mundial e feita com a autorização do autor. A divulgação desta apresentação por Cd-Rom e no Web site do programa Educação do Instituto do Banco Mundial e feita com a autorização do autor. A ESCOLA PRECISA SER VISTA COMO UMA UNIDADE FUNDAMENTAL PARA

Leia mais

3 a 5. 6 a 10. 11 a 14. Faixa Etária Prevista. Etapa de Ensino. Duração. Educação Infantil. anos. Ensino Fundamental: Anos Iniciais. 5 anos.

3 a 5. 6 a 10. 11 a 14. Faixa Etária Prevista. Etapa de Ensino. Duração. Educação Infantil. anos. Ensino Fundamental: Anos Iniciais. 5 anos. Etapa de Ensino Faixa Etária Prevista Duração Educação Infantil 3 a 5 anos Ensino Fundamental: Anos Iniciais 6 a 10 anos 5 anos Ensino Fundamental: Anos Finais 11 a 14 anos 4 anos EDUCAÇÃO INFANTIL EDUCAÇÃO

Leia mais

UNIDADE II METODOLOGIA DO FORMAÇÃO PELA ESCOLA

UNIDADE II METODOLOGIA DO FORMAÇÃO PELA ESCOLA UNIDADE II METODOLOGIA DO FORMAÇÃO PELA ESCOLA Quando focalizamos o termo a distância, a característica da não presencialidade dos sujeitos, num mesmo espaço físico e ao mesmo tempo, coloca se como um

Leia mais

METODOLOGIA & Hábito de estudos AULA DADA AULA ESTUDADA

METODOLOGIA & Hábito de estudos AULA DADA AULA ESTUDADA Educação Infantil METODOLOGIA & Hábito de estudos AULA DADA AULA ESTUDADA s s s Precisao e organizacao nos conceitos A agitação é a mesma. Com algumas adaptações ao espaço e ao tempo, a rotina e as histórias

Leia mais

Sistema Maxi no Ensino Fundamental I

Sistema Maxi no Ensino Fundamental I Sistema Maxi no Ensino Fundamental I Características do segmento Ensino Fundamental: Anos Iniciais compreende do 1º ao 5º ano a criança ingressa no 1º ano aos 6 anos de idade Fonte: shutterstock.com Material

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTÁCIO RADIAL DE SÃO PAULO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1

CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTÁCIO RADIAL DE SÃO PAULO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 CURSO: LICENCIATURA EM ARTES VISUAIS MISSÃO DO CURSO O Curso de Licenciatura em Artes Visuais busca formar profissionais habilitados para a produção, a pesquisa

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Médio

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Médio Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Médio Etec: PAULINO BOTELHO Código: 091 Município: SÃO CARLOS Área de conhecimento: Ciências da Natureza e suas Tecnologias. Componente Curricular: BIOLOGIA Série:

Leia mais

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓGICO: 2010

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓGICO: 2010 PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓGICO: 2010 Curso: Pedagogia Disciplina: Conteúdos e Metodologia de Alfabetização Carga Horária Semestral: 80 horas Semestre do Curso: 5º 1 - Ementa (sumário, resumo) História

Leia mais

ASSESSORIA PEDAGÓGICA PORTFÓLIO DE PALESTRAS E OFICINAS

ASSESSORIA PEDAGÓGICA PORTFÓLIO DE PALESTRAS E OFICINAS Dificuldades de Palestra EF e EM Todas Conscientizar sobre as dificuldades de aprendizagem aprendizagem que podem ser manifestadas pelos alunos numa sala de aula e sugerir ações de encaminhamento, conforme

Leia mais

MATEMATICANDO, BRINCANDO, APRENDENDO E PRODUZINDO ANA PAULA TOMAZ (Finan - G) DIVA TOGNON (Finan - G)

MATEMATICANDO, BRINCANDO, APRENDENDO E PRODUZINDO ANA PAULA TOMAZ (Finan - G) DIVA TOGNON (Finan - G) MATEMATICANDO, BRINCANDO, APRENDENDO E PRODUZINDO ANA PAULA TOMAZ (Finan - G) DIVA TOGNON (Finan - G) Resumo: Este artigo procurou abordar o ensino da matemática na Educação Infantil através de brincadeiras,

Leia mais

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID DETALHAMENTO DO SUBPROJETO 1. Unidade: 2. Área do Subprojeto: Dourados 3. Curso(s) envolvido(s) na proposta: Letras - Inglês Obs.: Para proposta

Leia mais

PNAIC. CEAD-UFOP: Coordenadora Geral: Profa. Dra. Gláucia Jorge Coordenador Adjunto: Prof. Dr. Hércules Corrêa

PNAIC. CEAD-UFOP: Coordenadora Geral: Profa. Dra. Gláucia Jorge Coordenador Adjunto: Prof. Dr. Hércules Corrêa PNAIC POLO DE POÇOS OS DE CALDAS Equipe do PNAIC-CEAD CEAD-UFOP: Coordenadora Geral: Profa. Dra. Gláucia Jorge Coordenador Adjunto: Prof. Dr. Hércules Corrêa Supervisão de avaliação ão: Profa. Dra. Carla

Leia mais

REALIDADE AUMENTADA APLICADA NA EDUCAÇÃO: ESTUDOS DOS SEUS BENEFÍCIOS

REALIDADE AUMENTADA APLICADA NA EDUCAÇÃO: ESTUDOS DOS SEUS BENEFÍCIOS REALIDADE AUMENTADA APLICADA NA EDUCAÇÃO: ESTUDOS DOS SEUS BENEFÍCIOS Kelly Cristina de Oliveira 1, Júlio César Pereira 1. 1 Universidade Paranaense (UNIPAR) Paranavaí PR Brasil kristhinasi@gmail.com,

Leia mais

É possível utilizar os resultados da avaliação em larga escala para melhorar o desempenho dos alunos? Maria Inês Fini Out./2010

É possível utilizar os resultados da avaliação em larga escala para melhorar o desempenho dos alunos? Maria Inês Fini Out./2010 É possível utilizar os resultados da avaliação em larga escala para melhorar o desempenho dos alunos? Maria Inês Fini Out./2010 Em que contexto de gestão estão inseridos os usos de seus resultados? Nível

Leia mais

REFLEXÕES SOBRE A PRÁTICA DE ENSINO EM UM CURSO DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE MATEMÁTICA A DISTÂNCIA

REFLEXÕES SOBRE A PRÁTICA DE ENSINO EM UM CURSO DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE MATEMÁTICA A DISTÂNCIA REFLEXÕES SOBRE A PRÁTICA DE ENSINO EM UM CURSO DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE MATEMÁTICA A DISTÂNCIA Telma Aparecida de Souza Gracias Faculdade de Tecnologia Universidade Estadual de Campinas/UNICAMP telmag@ft.unicamp.br

Leia mais

LETRAMENTO MATEMÁTICO DE ALUNOS COM BAIXO DESEMPENHO POR MEIO DE REFORÇO ESCOLAR. Palavras-chave: Letramento Matemático; Reforço Escolar; SAERJINHO.

LETRAMENTO MATEMÁTICO DE ALUNOS COM BAIXO DESEMPENHO POR MEIO DE REFORÇO ESCOLAR. Palavras-chave: Letramento Matemático; Reforço Escolar; SAERJINHO. LETRAMENTO MATEMÁTICO DE ALUNOS COM BAIXO DESEMPENHO POR MEIO DE REFORÇO ESCOLAR Agnaldo da Conceição Esquincalha PUC-SP/PUC-Rio/Fundação CECIERJ aesquincalha@gmail.com Resumo: Neste texto elenca-se um

Leia mais

A ideia inicial é tornar o conteúdo mais dinâmico, menos descritivo e valorizar mais as pesquisas, as atividades lúdicas, artísticas, investigativas

A ideia inicial é tornar o conteúdo mais dinâmico, menos descritivo e valorizar mais as pesquisas, as atividades lúdicas, artísticas, investigativas A ideia inicial é tornar o conteúdo mais dinâmico, menos descritivo e valorizar mais as pesquisas, as atividades lúdicas, artísticas, investigativas e as representações subjetivas sobre os conceitos estudados.

Leia mais

PROGRAMA ESCOLA DA INTELIGÊNCIA - Grupo III ao 5º Ano

PROGRAMA ESCOLA DA INTELIGÊNCIA - Grupo III ao 5º Ano ... CEFF - CENTRO EDUCACIONAL FAZENDINHA FELIZ Rua Professor Jones, 1513 - Centro - Linhares / ES - CEP. 29.900-131 - Telefone: (27) 3371-2265 www.escolafazendinhafeliz.com.br... Ao colocar seu filho na

Leia mais

11 de maio de 2011. Análise do uso dos Resultados _ Proposta Técnica

11 de maio de 2011. Análise do uso dos Resultados _ Proposta Técnica 11 de maio de 2011 Análise do uso dos Resultados _ Proposta Técnica 1 ANÁLISE DOS RESULTADOS DO SPAECE-ALFA E DAS AVALIAÇÕES DO PRÊMIO ESCOLA NOTA DEZ _ 2ª Etapa 1. INTRODUÇÃO Em 1990, o Sistema de Avaliação

Leia mais

Área de Conhecimento. Laboratórios de informática Descrição e equipamentos. Informática, Pesquisas

Área de Conhecimento. Laboratórios de informática Descrição e equipamentos. Informática, Pesquisas Descrição da infraestrutura física destinada aos cursos, incluindo laboratórios, equipamentos instalados, infraestrutura de informática e redes de informação. Relação de laboratórios, oficinas e espaços

Leia mais

Planejamento Anual - 2014

Planejamento Anual - 2014 Planejamento Anual - 2014 Tutor Email SILVANA SOUZA SILVEIRA silvana.silveira@pucrs.br Informações do Planejamento Planejamento quanto à participação/contribuição do (a) tutor (a) nas atividades e na formação

Leia mais

GUIA DE IMPLEMENTAÇÃO DO CURRICULO ANO 2 - APROFUNDAMENTO

GUIA DE IMPLEMENTAÇÃO DO CURRICULO ANO 2 - APROFUNDAMENTO ESTRUTURA GERAL DOS ROTEIROS DE ESTUDOS QUINZENAL Os roteiros de estudos, cujo foco está destacado nas palavras chaves, estão organizados em três momentos distintos: 1º MOMENTO - FUNDAMENTOS TEÓRICOS -

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE BOA VISTA SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA NÚCLEO DE TECNOLOGIA E DIFUSÃO EDUCACIONAL

PREFEITURA MUNICIPAL DE BOA VISTA SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA NÚCLEO DE TECNOLOGIA E DIFUSÃO EDUCACIONAL PREFEITURA MUNICIPAL DE BOA VISTA SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA NÚCLEO DE TECNOLOGIA E DIFUSÃO EDUCACIONAL RELATO DE EXPERIENCIA DE PROJETO COLABORATIVO VIA INTERNET ENTRE ESCOLAS MUNICIPAIS

Leia mais

Trabalho em Equipe e Educação Permanente para o SUS: A Experiência do CDG-SUS-MT. Fátima Ticianel CDG-SUS/UFMT/ISC-NDS

Trabalho em Equipe e Educação Permanente para o SUS: A Experiência do CDG-SUS-MT. Fátima Ticianel CDG-SUS/UFMT/ISC-NDS Trabalho em Equipe e Educação Permanente para o SUS: A Experiência do CDG-SUS-MT Proposta do CDG-SUS Desenvolver pessoas e suas práticas de gestão e do cuidado em saúde. Perspectiva da ética e da integralidade

Leia mais

Faculdade Escola Paulista de Direito

Faculdade Escola Paulista de Direito REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE DIREITO São Paulo 2014 ESCOLA PAULISTA DE DIREITO REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE DIREITO ATIVIDADES COMPLEMENTARES As atividades

Leia mais

As Cartilhas e a Alfabetização

As Cartilhas e a Alfabetização As Cartilhas e a Alfabetização Métodos globais: aprender a ler a partir de histórias ou orações Conhecer e respeitar as necessidades e interesses da criança; partir da realidade do aluno e estabelecer

Leia mais

Ensinar a ler em História, Ciências, Matemática, Geografia

Ensinar a ler em História, Ciências, Matemática, Geografia PAOLA GENTILE Ensinar a ler em História, Ciências, Matemática, Geografia A forma como se lê um texto varia mais de acordo com o objetivo proposto do que com o gênero, mas você pode ajudar o aluno a entender

Leia mais

PLANO DE ENSINO. 1. Identificação

PLANO DE ENSINO. 1. Identificação 1. Identificação PLANO DE ENSINO Curso: A INTERNET E SUAS FERRAMENTAS Disciplina: A Internet e suas Ferramentas Período Ministrado/Semestre- Bimestre- Mês/Ano: 03 de setembro a 08 de outubro/2º Semestre

Leia mais

Portal de conteúdos. Tecnologia a serviço da educação

Portal de conteúdos. Tecnologia a serviço da educação Portal de conteúdos Tecnologia a serviço da educação O trabalho do docente vai muito além do horário de aula. Estudantes possuem muitas atividades para pesquisar e não dispõem de fontes seguras. E se os

Leia mais

COMUNICADO n o 001/2012 ÁREA DE ENSINO ORIENTAÇÕES PARA NOVOS APCNS 2012 Brasília, 22 de maio de 2012

COMUNICADO n o 001/2012 ÁREA DE ENSINO ORIENTAÇÕES PARA NOVOS APCNS 2012 Brasília, 22 de maio de 2012 COMUNICADO n o 001/2012 ÁREA DE ENSINO ORIENTAÇÕES PARA NOVOS APCNS 2012 Brasília, 22 de maio de 2012 IDENTIFICAÇÃO ÁREA DE AVALIAÇÃO: Ensino PERÍODO DE AVALIAÇÃO: 2012 ANO DE PUBLICAÇÃO DESTE DOCUMENTO:

Leia mais

O USO DO TANGRAM COMO QUEBRA-CABEÇA PARA UMA APRENDIZAGEM SIGNIFICATIVA SOBRE MULTIPLICAÇÃO DE POLINÔMIOS

O USO DO TANGRAM COMO QUEBRA-CABEÇA PARA UMA APRENDIZAGEM SIGNIFICATIVA SOBRE MULTIPLICAÇÃO DE POLINÔMIOS ISSN 2177-9139 O USO DO TANGRAM COMO QUEBRA-CABEÇA PARA UMA APRENDIZAGEM SIGNIFICATIVA SOBRE MULTIPLICAÇÃO DE POLINÔMIOS Morgana Fernandes da Silva 1 morganaf60@gmail.com Faculdades Integradas de Taquara,

Leia mais

Alunos de 6º ao 9 anos do Ensino Fundamental

Alunos de 6º ao 9 anos do Ensino Fundamental Alunos de 6º ao 9 anos do Ensino Fundamental Resumo Este projeto propõe a discussão da Década de Ações para a Segurança no Trânsito e a relação dessa com o cotidiano dos alunos, considerando como a prática

Leia mais

Mídia Kit. http://www.grupovirtuous.com.br. Última atualização: 09/10/2014

Mídia Kit. http://www.grupovirtuous.com.br. Última atualização: 09/10/2014 Mídia Kit http://www.grupovirtuous.com.br Última atualização: 09/10/2014 Sobre a Virtuous O Grupo Virtuous atua no segmento educacional, desenvolvendo portais com conteúdos gratuitos e abertos à comunidade,

Leia mais

Como desenvolver projetos

Como desenvolver projetos 1 Coletânea de Projetos Educação de Jovens e Adultos Como desenvolver projetos No 1º semestre de 2007, os calendários da Educação de Jovens e Adultos - Ensino Fundamental e Ensino Médio passaram a contemplar

Leia mais

Projeto de Redesenho Curricular

Projeto de Redesenho Curricular AÇÕES DAS ESCOLAS PARTICIPANTES DO ProEMI COM TI Equipamentos midiáticos e tecnológicos adquiridos pelo PROEMI EE DONA ELISA DE COMPOS LIMA NOVELLI - DER ITARARÉ Objetivos Projeto de Redesenho Curricular

Leia mais

Colégio Casimiro de Abreu Sistema Dom Bosco de ensino

Colégio Casimiro de Abreu Sistema Dom Bosco de ensino Caro(a) Conveniado, O COLÉGIO CASIMIRO DE ABREU, escola dedicada ao Ensino Fundamental I, II e Ensino Médio, tem grande satisfação em oferecer a você, através do convênio com o SEAAC, um benefício que

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO RIO GRANDE DO SUL UNIDADADE LITORAL NORTE/OSÓRIO GRADUAÇÃO EM PEDAGOGIA - LICENCIATURA

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO RIO GRANDE DO SUL UNIDADADE LITORAL NORTE/OSÓRIO GRADUAÇÃO EM PEDAGOGIA - LICENCIATURA UNIVERSIDADE ESTADUAL DO RIO GRANDE DO SUL UNIDADADE LITORAL NORTE/OSÓRIO GRADUAÇÃO EM PEDAGOGIA - LICENCIATURA CLAINES KREMER GENISELE OLIVEIRA EDUCAÇÃO AMBIENTAL: POR UMA PERSPECTIVA DE RELAÇÕES ENTRE

Leia mais

Você já pensou em como realizar os seus sonhos?

Você já pensou em como realizar os seus sonhos? Você já pensou em como realizar os seus sonhos? Sua escola adota o Programa DSOP de Educação Financeira nas Escolas Etapas do Programa : Curso de Educação Financeira; Capacitação Pedagógica; Palestra para

Leia mais

1ª a 5ª série. (Pró-Letramento, fascículo 1 Capacidades Linguísticas: Alfabetização e Letramento, pág.18).

1ª a 5ª série. (Pró-Letramento, fascículo 1 Capacidades Linguísticas: Alfabetização e Letramento, pág.18). SUGESTÕES PARA O APROVEITAMENTO DO JORNAL ESCOLAR EM SALA DE AULA 1ª a 5ª série A cultura escrita diz respeito às ações, valores, procedimentos e instrumentos que constituem o mundo letrado. Esse processo

Leia mais

Projeto Pedagógico Institucional PPI FESPSP FUNDAÇÃO ESCOLA DE SOCIOLOGIA E POLÍTICA DE SÃO PAULO PROJETO PEDAGÓGICO INSTITUCIONAL PPI

Projeto Pedagógico Institucional PPI FESPSP FUNDAÇÃO ESCOLA DE SOCIOLOGIA E POLÍTICA DE SÃO PAULO PROJETO PEDAGÓGICO INSTITUCIONAL PPI FUNDAÇÃO ESCOLA DE SOCIOLOGIA E POLÍTICA DE SÃO PAULO PROJETO PEDAGÓGICO INSTITUCIONAL PPI Grupo Acadêmico Pedagógico - Agosto 2010 O Projeto Pedagógico Institucional (PPI) expressa os fundamentos filosóficos,

Leia mais

Brincar, expressando emoções, sentimentos, pensamentos, desejos e necessidades;

Brincar, expressando emoções, sentimentos, pensamentos, desejos e necessidades; INFANTIL II OBJETIVOS GERAIS DA EDUCAÇÃO INFANTIL Desenvolver uma imagem positiva de si, atuando de forma cada vez mais independente, com a confiança em suas capacidades e percepção de suas limitações:

Leia mais

1. Introdução ao Campus Virtual 1.1. Introdução

1. Introdução ao Campus Virtual 1.1. Introdução 1. Introdução ao Campus Virtual 1.1. Introdução Este tutorial tem a finalidade de guiar o aluno, dando orientações necessárias para o acesso, navegação e utilização das ferramentas principais. Um ambiente

Leia mais

DISCIPLINAS CURRICULARES (PCN) INFORMÁTICA PRODUÇÃO DE MATERIAL

DISCIPLINAS CURRICULARES (PCN) INFORMÁTICA PRODUÇÃO DE MATERIAL A nossa meta é envolver alunos e professores num processo de capacitação no uso de ferramentas tecnológicas. Para isto, mostraremos ao professor como trabalhar as suas disciplinas (matemática, português,

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO TERMO DE REFERÊNCIA PARA AVALIAÇÃO EXTERNA DO PROJETO EDUCANDO COM A HORTA ESCOLAR 1. Breve Histórico do Projeto de Cooperação Técnica

Leia mais

O futuro da educação já começou

O futuro da educação já começou O futuro da educação já começou Sua conexão com o futuro A 10 Escola Digital é uma solução inovadora para transformar a sua escola. A LeYa traz para a sua escola o que há de mais moderno em educação, a

Leia mais

Curso Superior de Tecnologia em Redes de Computadores. Trabalho Interdisciplinar Semestral. 3º semestre - 2012.1

Curso Superior de Tecnologia em Redes de Computadores. Trabalho Interdisciplinar Semestral. 3º semestre - 2012.1 Curso Superior de Tecnologia em Redes de Computadores Trabalho Interdisciplinar Semestral 3º semestre - 2012.1 Trabalho Semestral 3º Semestre Curso Superior de Tecnologia em Redes de Computadores Apresentação

Leia mais

PLANO DE CURSO REFERENCIAL LÍNGUA PORTUGUESA/GESTAR 6ª SÉRIE (7º ANO)

PLANO DE CURSO REFERENCIAL LÍNGUA PORTUGUESA/GESTAR 6ª SÉRIE (7º ANO) PLANO DE CURSO REFERENCIAL LÍNGUA PORTUGUESA/GESTAR 6ª SÉRIE (7º ANO) Processo Avaliativo Unidade Didática PRIMEIRA UNIDADE Competências e Habilidades Aperfeiçoar a escuta de textos orais - Reconhecer

Leia mais

1» A revolução educacional e a educação em valores 11

1» A revolução educacional e a educação em valores 11 Sumário Introdução 9 1» A revolução educacional e a educação em valores 11 Introdução 12 As causas da revolução educacional 12 O triplo desafio pedagógico 14 Da transmissão à educação 15 O que pretende

Leia mais

DINÂMICA CURRICULAR DO CURSO DE PEDAGOGIA - 2008. Disciplinas Teórica Prática Estágio Total. 1º Período

DINÂMICA CURRICULAR DO CURSO DE PEDAGOGIA - 2008. Disciplinas Teórica Prática Estágio Total. 1º Período MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal de Alfenas. UNIFAL-MG Rua Gabriel Monteiro da Silva, 700. Alfenas/MG. CEP 37130-000 Fone: (35) 3299-1000. Fax: (35) 3299-1063 DINÂMICA CURRICULAR DO CURSO DE

Leia mais

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO 2010

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO 2010 PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO 2010 Curso: Pedagogia Disciplina: Planejamento e Avaliação da Educação Carga Horária Semestral: 40 Semestre do Curso: 6º 1 - Ementa (sumário resumo) Aspectos históricos

Leia mais

REGULAMENTO INSTITUCIONAL DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES NORMAS OPERACIONAIS PARA ACOMPANHAMENTO E REGISTRO DOS ESTUDOS COMPLEMENTARES

REGULAMENTO INSTITUCIONAL DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES NORMAS OPERACIONAIS PARA ACOMPANHAMENTO E REGISTRO DOS ESTUDOS COMPLEMENTARES REGULAMENTO INSTITUCIONAL DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES NORMAS OPERACIONAIS PARA ACOMPANHAMENTO E REGISTRO DOS ESTUDOS COMPLEMENTARES O Parecer do CNE/CES nº 492/2001, assim define as atividades complementares:

Leia mais

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010. Carga Horária Semestral: 80 Semestre do Curso: 2º

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010. Carga Horária Semestral: 80 Semestre do Curso: 2º PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010 Curso: Pedagogia Disciplina: Literatura Brasileira e infantil Carga Horária Semestral: 80 Semestre do Curso: 2º 1 - Ementa (sumário, resumo) Literatura infantil:

Leia mais

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL. Ensino Médio

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL. Ensino Médio Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL Ensino Médio ETEC Professora Nair Luccas Ribeiro Código: 156 Município: Teodoro Sampaio Área de conhecimento: Ciências Humanas Componente Curricular: Geografia

Leia mais

Ensino ativo para uma aprendizagem ativa: Eu quero saber fazer. Karina Grace Ferreira de Oliveira CREFITO 25367-F FADBA

Ensino ativo para uma aprendizagem ativa: Eu quero saber fazer. Karina Grace Ferreira de Oliveira CREFITO 25367-F FADBA Ensino ativo para uma aprendizagem ativa: Eu quero saber fazer. Karina Grace Ferreira de Oliveira CREFITO 25367-F FADBA Em ação! PARTE 1: (5 minutos) Procure alguém que você não conhece ou que conhece

Leia mais

1) A prática e o aprofundamento das habilidades comunicativas específicas que serão avaliadas nos exames.

1) A prática e o aprofundamento das habilidades comunicativas específicas que serão avaliadas nos exames. C U R S O S ESPECIAIS I n s t i t u t o C e r v a n t e s d e B r a s i l i a CURSOS ESPECIAIS O Instituto Cervantes de Brasília dispõe de uma ampla oferta de cursos especiais para se adaptar as necessidades

Leia mais

EDUCAÇÃO INFANTIL LINGUAGEM ORAL E ESCRITA. Premissas básicas:

EDUCAÇÃO INFANTIL LINGUAGEM ORAL E ESCRITA. Premissas básicas: EDUCAÇÃO INFANTIL A Educação Infantil, enquanto segmento de ensino que propicia um maior contato formal da criança com o mundo que a cerca, deve favorecer a socialização da criança, permitir a interação

Leia mais

LUDENS 2011: jogos e brincadeiras na matemática i. Palavras-chaves: lúdico na matemática, jogo, ensino da matemática.

LUDENS 2011: jogos e brincadeiras na matemática i. Palavras-chaves: lúdico na matemática, jogo, ensino da matemática. LUDENS 2011: jogos e brincadeiras na matemática i Palavras-chaves: lúdico na matemática, jogo, ensino da matemática. Justificativa A Matemática faz parte do cotidiano das pessoas. Nas diversas atividades

Leia mais

Alfabetizar e promover o ensino da linguagem oral e escrita por meio de textos.

Alfabetizar e promover o ensino da linguagem oral e escrita por meio de textos. Alfabetizar e promover o ensino da linguagem oral e escrita por meio de textos. Daiane Pacheco-USC pedagogia - daiaspacheco@gmail.com; Carla Viviana-USC pedagogia- vivianamaximino@hotmail.com; Kelly Rios-USC

Leia mais

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓGICO: 2010

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓGICO: 2010 PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓGICO: 2010 Curso: Pedagogia Disciplina: Conteúdos e Metodologia de Educação Física Carga Horária Semestral: 40 Semestre do Curso: 7º 1 - Ementa (sumário, resumo) Educação

Leia mais

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO FINAL DE GEOGRAFIA 2015

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO FINAL DE GEOGRAFIA 2015 ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO FINAL DE GEOGRAFIA 2015 Nome: Nº 6º ano Data: / /2015 Professor: Nota: (valor: 2.0) A - Introdução Neste ano, sua pontuação foi inferior a 60,0 pontos e você não assimilou os conteúdos

Leia mais

EMEI PROTÁSIO ALVES Linguagem - Tecnologias e Mídias na Educação. Porto Alegre 2012

EMEI PROTÁSIO ALVES Linguagem - Tecnologias e Mídias na Educação. Porto Alegre 2012 EMEI PROTÁSIO ALVES Linguagem - Tecnologias e Mídias na Educação Porto Alegre 2012 Jacqueline Gomes de Aguiar jacqueaguiar@smed.prefpoa.com.br Profª de Educação Infantil, alfabetizadora, de Língua e Literatura,

Leia mais

A ABORDAGEM DAS HISTÓRIAS EM QUADRINHO NOS LIVROS DIDÁTICOS DE QUÍMICA. Palavras-chave: Ensino de química; histórias em quadrinhos; livro didático.

A ABORDAGEM DAS HISTÓRIAS EM QUADRINHO NOS LIVROS DIDÁTICOS DE QUÍMICA. Palavras-chave: Ensino de química; histórias em quadrinhos; livro didático. A ABORDAGEM DAS HISTÓRIAS EM QUADRINHO NOS LIVROS DIDÁTICOS DE QUÍMICA Fabricio Santos Almeida 1 Márcia Cristiane Eloi Silva Ataide 2 1 Licenciando em Química, Universidade Federal do Piauí - UFPI. 2 Professora

Leia mais

ANEXO 1 - QUESTIONÁRIO

ANEXO 1 - QUESTIONÁRIO ANEXO 1 - QUESTIONÁRIO 1. DIMENSÃO PEDAGÓGICA 1.a) ACESSIBILIDADE SEMPRE ÀS VEZES NUNCA Computadores, laptops e/ou tablets são recursos que estão inseridos na rotina de aprendizagem dos alunos, sendo possível

Leia mais

A PÁGINA DISCIPLINAR DE MATEMÁTICA DO PORTAL DIA A DIA EDUCAÇÃO

A PÁGINA DISCIPLINAR DE MATEMÁTICA DO PORTAL DIA A DIA EDUCAÇÃO A PÁGINA DISCIPLINAR DE MATEMÁTICA DO PORTAL DIA A DIA EDUCAÇÃO Resumo: Dolores Follador Secretaria de Estado da Educação do Paraná e Faculdades Integradas do Brasil - Unibrasil doloresfollador@gmail.com

Leia mais

ARCO-ÍRIS DE SABERES NA PRÁTICA EDUCATIVA: UMA EXPERIÊNCIA VIVENCIADA NO CURSO DE PEDAGOGIA DO IFESP

ARCO-ÍRIS DE SABERES NA PRÁTICA EDUCATIVA: UMA EXPERIÊNCIA VIVENCIADA NO CURSO DE PEDAGOGIA DO IFESP 1 ARCO-ÍRIS DE SABERES NA PRÁTICA EDUCATIVA: UMA EXPERIÊNCIA VIVENCIADA NO CURSO DE PEDAGOGIA DO IFESP Claudete da Silva Ferreira - IFESP Márcia Maria Alves de Assis - IFESP RESUMO Esta apresentação se

Leia mais

Desenho didático para cursos online

Desenho didático para cursos online Desenho didático para cursos online Edméa Santos Professora da UERJ Professora-tutora do PROGED/ISP/UFBA E-mail: mea2@uol.com.br Site: www.docenciaonline.pro.br/moodle Que é cibercultura? Educação online:

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Médio

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Médio Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Médio Etec Etec: PAULINO BOTELHO Código: 091 Município: SÃO CARLOS Área de conhecimento: CIÊNCIAS DA NATUREZA, MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS Componente Curricular:

Leia mais

CAPÍTULO I Das Disposições Preliminares

CAPÍTULO I Das Disposições Preliminares C M E CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO NATAL/RN RESOLUÇÃO Nº 003/2011 CME Estabelece normas sobre a Estrutura, Funcionamento e Organização do trabalho pedagógico da Educação de Jovens e Adultos nas unidades

Leia mais

Programa Ler e Escrever. Apresentação

Programa Ler e Escrever. Apresentação Programa Ler e Escrever Apresentação Mais do que um programa de formação, o Ler e Escrever é um conjunto de linhas de ação articuladas que inclui formação, acompanhamento, elaboração e distribuição de

Leia mais

Critérios de seleção e utilização do livro didático de inglês na rede estadual de ensino de Goiás

Critérios de seleção e utilização do livro didático de inglês na rede estadual de ensino de Goiás Critérios de seleção e utilização do livro didático de inglês na rede estadual de ensino de Goiás COSTA, Bianca Ribeiro Morais OLIVEIRA, Eliane Carolina de Universidade Federal de Goiás- UFG Programa de

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO CEARÁ SECRETARIA DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA E EDUCAÇÃO SUPERIOR DO ESTADO DO CEARÁ SECITECE UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CEARÁ UECE

GOVERNO DO ESTADO DO CEARÁ SECRETARIA DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA E EDUCAÇÃO SUPERIOR DO ESTADO DO CEARÁ SECITECE UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CEARÁ UECE GOVERNO DO ESTADO DO CEARÁ SECRETARIA DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA E EDUCAÇÃO SUPERIOR DO ESTADO DO CEARÁ SECITECE UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CEARÁ UECE PROJETO DE AUTO-AVALIAÇÃO DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CEARÁ

Leia mais

Pedagogia. Objetivos deste tema. 3 Sub-temas compõem a aula. Tecnologias da informação e mídias digitais na educação. Prof. Marcos Munhoz da Costa

Pedagogia. Objetivos deste tema. 3 Sub-temas compõem a aula. Tecnologias da informação e mídias digitais na educação. Prof. Marcos Munhoz da Costa Pedagogia Prof. Marcos Munhoz da Costa Tecnologias da informação e mídias digitais na educação Objetivos deste tema Refletir sobre as mudanças de experiências do corpo com o advento das novas tecnologias;

Leia mais

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010. Carga Horária Semestral: 40 Semestre do Curso: 1º

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010. Carga Horária Semestral: 40 Semestre do Curso: 1º PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010 Curso: Pedagogia Disciplina: Introdução à Pedagogia Carga Horária Semestral: 40 Semestre do Curso: 1º 1 - Ementa (sumário, resumo) A disciplina se constitui como

Leia mais

AS NOVAS DIRETRIZES PARA O ENSINO MÉDIO E SUA RELAÇÃO COM O CURRÍCULO E COM O ENEM

AS NOVAS DIRETRIZES PARA O ENSINO MÉDIO E SUA RELAÇÃO COM O CURRÍCULO E COM O ENEM AS NOVAS DIRETRIZES PARA O ENSINO MÉDIO E SUA RELAÇÃO COM O CURRÍCULO E COM O ENEM MARÇO/ABRIL/2012 Considerações sobre as Novas Diretrizes Curriculares Nacionais para o Ensino Médio Resolução CNE/CEB

Leia mais

ELABORAÇÃO DE CATÁLOGO DESCRITIVO DE SITES PARA O ENSINO DE ESPANHOL COMO LÍNGUA ESTRANGEIRA

ELABORAÇÃO DE CATÁLOGO DESCRITIVO DE SITES PARA O ENSINO DE ESPANHOL COMO LÍNGUA ESTRANGEIRA ELABORAÇÃO DE CATÁLOGO DESCRITIVO DE SITES PARA O ENSINO DE ESPANHOL COMO LÍNGUA ESTRANGEIRA Dayane Ribeiro da Silva (PICV/PRPPG/ UNIOESTE), Greice da Silva Castela (Orientadora), e-mail: greicecastela@yahoo.com.br

Leia mais