saúde bucal no estado de São Paulo

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "saúde bucal no estado de São Paulo"

Transcrição

1 O retrato da saúde bucal no estado de São Paulo Estudo feito com pessoas em 162 municípios revela indicadores surpreendentes sobre as condições bucais da população paulista em REVISTA do CROSP

2 Um levantamento coordenado no ano passado pelo professor Antonio Carlos Pereira (da Faculdade de Odontologia de Piracicaba UNICAMP), por Vladen Vieira (da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo) e por Antonio Carlos Frias (da Faculdade de Odontologia da Universidade de São Paulo FOUSP) acaba de traçar um completo retrato da saúde bucal da população paulista. No total, foram pesquisadas pessoas, de 162 municípios do Estado. Em sua execução, o projeto Saúde Bucal São Paulo 2015 Pesquisa Estadual das Condições Orais no Estado envolveu mais de 600 profissionais, de mais de 250 equipes de Saúde Bucal. A ideia é que os resultados desse levantamento permitam um melhor conhecimento da situação epidemiológica e das condições bucais no Estado, de modo a servir de orientação e base para o planejamento e a execução de políticas públicas. No total, foram pesquisadas pessoas, de 162 municípios do Estado. Em sua execução, o projeto Saúde Bucal São Paulo 2015 Pesquisa Estadual das Condições Orais no Estado envolveu mais de 600 profissionais, de mais de 250 equipes de Saúde Bucal Os indivíduos que integraram a amostra foram divididos em três grupos etários: (de 15 a 19 anos); (de anos); e (65 anos ou mais). REVISTA do CROSP 25

3 As melhores notícias vieram do grupo dos. A prevalência de cárie é moderada (3,57), embora esta seja melhor do que as médias verificadas no levantamento estadual de 2002 (6,4) e nos dados da região Sudeste no Levantamento Saúde Bucal Brasil 2010 (3,83). O percentual de livres de cárie deu um considerável salto de 2002 para 2015 (de 9,7 % para 28,96%). Entre os, vale ressaltar que ainda persiste um alto número de dentes extraídos (6,30), embora se observe melhoras na última década (eram 11,25 em 2002). O percentual de pessoas que necessitam de restaurações, extrações e endodontias permanece elevado. A dor relatada nos últimos 6 meses gera impactos negativos e preocupantes nas atividades diárias das pessoas, especialmente dificuldades para comer, dormir, escovar os dentes e causa vergonha ao sorrir ou falar. A boa nova é que o percentual de indivíduos que usam e necessitam de prótese vem caindo e apresentando melhoras. Já os, chama a atenção o fato de a maioria utilizar próteses dentárias. Esse indicador se mantém desde os levantamentos nacionais de 1986 e 2010, passando pelo levantamento estadual de Esse grupo ainda tem um número extremamente elevado de dentes extraídos e mantém poucos dentes saudáveis. Para completar, a incidência de problemas periodontais é alta nos poucos dentes saudáveis, e a dor atinge uma grande parcela dos indivíduos, com consequente impacto na qualidade de vida das pessoas. No geral, o estudo verificou que o acesso às clínicas em serviço público e aos consultórios odontológicos é satisfatório e a avaliação dos serviços prestados é positiva. Todavia, esses dados contrastam com o alto percentual dos que afirmaram sentir dor nos últimos meses e com o percentual dos que acreditam necessitar de tratamento. Por fim, o que mais surpreendeu foram os dados referentes à avaliação que essas pessoas fazem de sua saúde bucal. Mais da metade se diz satisfeita ou muito satisfeita com seus dentes. Aproveitemos para comemorar isso com um bonito sorriso! Entre os principais resultados do levantamento, destacamos as seguintes informações: Índice CPOD: (número de dentes cariados, perdidos por cárie e restaurados) 3,57 15,84 Pessoas com necessidade de tratamento odontológico: 28,22 Pessoas que acreditam que precisam de tratamento odontológico: 62,74% 77,86% 59,89% 56,18% 39,17% 47,69% 26 REVISTA do CROSP

4 Avaliação da própria saúde bucal Sentiram dor nos últimos 6 meses: 60,24% dos satisfeitos ou muito satisfeitos 27,38% 39,81% 39,93% dos se disseram satisfeitos e muito satisfeitos 52,99% dos satisfeito ou muito satisfeito 25,09% Uso de Serviços Odontológicos: 57,17% o fizeram nos últimos 12 meses 51,01% o fizeram nos últimos 12 meses 96,58% dos foram ao cirurgião-dentista pelo menos uma vez na vida 83,99% avaliaram a consulta como boa ou muito boa 99,03% dos consultaram o cirurgião-dentista uma vez na vida 82,75% avaliaram a consulta como boa ou muito boa Uso de próteses dentárias: 1 % 19,94% 27,67% o fizeram nos 12 meses que antecederam a pesquisa 98,12% dos alguma vez consultou o cirurgião-dentista 79,82% consideraram boa ou muito boa a última consulta 79,95% REVISTA do CROSP 27

5 Pessoas com necessidade de tratamento de endodontia: Pessoas com necessidade de exodontias: 4,20% 6,31% 6,80% 17,26% 1,78% 20,14% Condições periodontais: 33,49% com sangramentos 55,92% sem doença periodontal os 31,49% com cálculo 8,42% com bolsas rasas ou profundas 26,25% sem doença periodontal 44,88% com sagramentos 57,33% com cálculo os 27,12% com bolsas rasas ou profundas 3,69% sem doença periodontal 44,90% com sangramento 60,63% com cálculo os 37,53% com bolsas rasas ou profundas 28 REVISTA do CROSP

2004 Política Nacional de Saúde Bucal. Ações de promoção, prevenção, recuperação e manutenção da saúde bucal dos brasileiros

2004 Política Nacional de Saúde Bucal. Ações de promoção, prevenção, recuperação e manutenção da saúde bucal dos brasileiros 2004 Política Nacional de Saúde Bucal Ações de promoção, prevenção, recuperação e manutenção da saúde bucal dos brasileiros AS POLITICAS PÚBLICAS condicionam Os determinantes sociais da saúde Inclusão

Leia mais

Textos para Discussão nº

Textos para Discussão nº Textos para Discussão nº 66-2017 Comparação de qualidade de saúde bucal de beneficiários com planos exclusivamente odontológico e não beneficiários no Brasil, segundo o banco de dados da Pesquisa Nacional

Leia mais

Carie dentaria entre crianças de creches publicas na faixa etária de 0 a 5 anos

Carie dentaria entre crianças de creches publicas na faixa etária de 0 a 5 anos 0 Junia Cláudia de Lima Carie dentaria entre crianças de creches publicas na faixa etária de 0 a 5 anos Monografia apresentada ao Programa de Pós- Graduação em Odontologia da Universidade Federal de Minas

Leia mais

Odontologia Bacharelado

Odontologia Bacharelado Página 0001 de 0004 12:00:19 Não 1º Período 6401-04S-20 - Anatomia Humana Aplicada à 80 - - 066,67 6403-02S-20 - Biologia Bucal I 40 - - 033,33 6402-01S-20 - Bioquímica do Meio Bucal 20 - - 016,67 8545-04S-20

Leia mais

ROTINA DE APURAÇÃO E GLOSSÁRIO

ROTINA DE APURAÇÃO E GLOSSÁRIO SECRETARIA ESTADUAL DA SAÚDE DO ESTADO DE SÃO PAULO FACULDADE DE ODONTOLOGIA DE PIRACICABA UNICAMP FACULDADE DE ODONTOLOGIA DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO - FOUSP ROTINA DE APURAÇÃO E GLOSSÁRIO Equipe Responsável

Leia mais

O LEVANTAMENTO DE NECESSIDADES EM SAÚDE BUCAL DA SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE DE BELO HORIZONTE

O LEVANTAMENTO DE NECESSIDADES EM SAÚDE BUCAL DA SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE DE BELO HORIZONTE O LEVANTAMENTO DE NECESSIDADES EM SAÚDE BUCAL DA SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE DE BELO HORIZONTE O levantamento de necessidades é um instrumento de vigilância epidemiológica que mensura as necessidades

Leia mais

ÍNDICES DE ATAQUE DE CÁRIE

ÍNDICES DE ATAQUE DE CÁRIE ÍNDICES DE ATAQUE DE CÁRIE ÍNDICE DE ATAQUE DE CÁRIE Unidade de medida: indivíduo dentes superfície dentária lesão ou cavidade estágio da lesão ÍNDICE DE ATAQUE DE CÁRIE Indivíduo: 2 grupos, presença ou

Leia mais

Banca: Prof. Dr. Wilson Galhego Garcia- Orientador - (FOA/Unesp) Profa. Dra. Nemre Adas Saliba - Orientadora - FOA/Unesp)

Banca: Prof. Dr. Wilson Galhego Garcia- Orientador - (FOA/Unesp) Profa. Dra. Nemre Adas Saliba - Orientadora - FOA/Unesp) Nome: LUIZA NAKAMA Nível: Doutorado defesa em 12/08/1999 Orientador: Wilson Galhego Garcia Banca: Prof. Dr. Wilson Galhego Garcia- Orientador - (FOA/Unesp) Profa. Dra. Nemre Adas Saliba - Orientadora -

Leia mais

Assistência odontológica no país: perspectivas 2

Assistência odontológica no país: perspectivas 2 Assistência odontológica no país: perspectivas 2 OPINIÃO Hélio Uchôa* * Escola Nacional de Saúde Pública - FIOCRUZ - R J A questão da assistência odontológica no Brasil, operando uma vasta e complexa rede

Leia mais

Assistência Suplementar à Saúde no Brasil Segmento Odontológico

Assistência Suplementar à Saúde no Brasil Segmento Odontológico Assistência Suplementar à Saúde no Brasil Segmento Odontológico Sindicato Nacional das Empresas de Odontologia de Grupo Sinog Junho / 2009 Press Kit para Imprensa Sinog Sindicato Nacional das Empresas

Leia mais

AUTOPERCEPÇÃO EM SAÚDE BUCAL DE IDOSOS EM USF DO DISTRITO SANITÁRIO III

AUTOPERCEPÇÃO EM SAÚDE BUCAL DE IDOSOS EM USF DO DISTRITO SANITÁRIO III AUTOPERCEPÇÃO EM SAÚDE BUCAL DE IDOSOS EM USF DO DISTRITO SANITÁRIO III DE JOÃO PESSOA-PB AILMA DE SOUZA BARBOSA MARIA BETÂNIA MORAIS FAGNER BOSON SANTOS FÁBIO CORREIA SAMPAIO FRANKLIN DELANO SOARES FORTE

Leia mais

MINISTÉRIO DA SAÚDE CONHEÇA A POLÍTICA QUE FAZ MUITOS BRASILEIROS VOLTAREM A SORRIR

MINISTÉRIO DA SAÚDE CONHEÇA A POLÍTICA QUE FAZ MUITOS BRASILEIROS VOLTAREM A SORRIR MINISTÉRIO DA SAÚDE CONHEÇA A POLÍTICA QUE FAZ MUITOS BRASILEIROS VOLTAREM A SORRIR Brasília - DF / 2015 MINISTÉRIO DA SAÚDE POLÍTICA NACIONAL DE SAÚDE BUCAL BRASIL SORRIDENTE Durante anos, a Odontologia

Leia mais

RELATÓRIO DAS AÇÕES DESENVOLVIDAS PELA SAÚDE BUCAL ( )

RELATÓRIO DAS AÇÕES DESENVOLVIDAS PELA SAÚDE BUCAL ( ) PREFEITURA MUNICIPAL DE JOÃO PESSOA SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE DIRETORIA DE ATENÇÃO À SAÚDE COORDENAÇÃO DE SAÚDE BUCAL RELATÓRIO DAS AÇÕES DESENVOLVIDAS PELA SAÚDE BUCAL (2005-2008) JOÃO PESSOA/PB 2008

Leia mais

Autopercepção da saúde bucal em pacientes da clínica odontológica da Faculdade Meridional

Autopercepção da saúde bucal em pacientes da clínica odontológica da Faculdade Meridional Autopercepção da saúde bucal em pacientes da clínica odontológica da Faculdade Meridional Pamela Raber a, Dayse Rital dal Zot Von Meusel b a Acadêmica da Escola de Odontologia da Faculdade Meridional b

Leia mais

Sorria, mostre o que você tem de melhor!

Sorria, mostre o que você tem de melhor! Sorria, mostre o que você tem de melhor! Caro(a) beneficiário(a), a Interodonto apresenta a você algumas orientações sobre saúde bucal, higiene oral e prevenção de doenças bucais. Este guia tem caráter

Leia mais

Revista de Saúde Pública ISSN: Universidade de São Paulo Brasil

Revista de Saúde Pública ISSN: Universidade de São Paulo Brasil Revista de Saúde Pública ISSN: 34-891 revsp@usp.br Universidade de São Paulo Brasil Litsue Gushi, Lívia; Berta Rihs, Lílian; da Candelária Soares, Maria; Bighetti Forni, Tania Izabel; Vieira, Vladen; Seichi

Leia mais

PERCEPÇÃO E CUIDADOS EM SAÚDE BUCAL DE MORADORES DA COMUNIDADE CAFUNDÓ DE CHORÓ, CEARÁ

PERCEPÇÃO E CUIDADOS EM SAÚDE BUCAL DE MORADORES DA COMUNIDADE CAFUNDÓ DE CHORÓ, CEARÁ PERCEPÇÃO E CUIDADOS EM SAÚDE BUCAL DE MORADORES DA COMUNIDADE CAFUNDÓ DE CHORÓ, CEARÁ Cláudia Holanda Mendes Maia¹; Adrícia Kelly Marques Bento¹; Cíntia Leslie Pessoa Oliveira¹; Kelvin Saldanha Lopes¹;

Leia mais

Projeto SB Brasil 2003

Projeto SB Brasil 2003 MINISTÉRIO DA SAÚDE SECRETARIA DE ATENÇÃO À SAÚDE DEPARTAMENTO DE ATENÇÃO BÁSICA COORDENAÇÃO NACIONAL DE SAÚDE BUCAL Projeto SB Brasil 2003 Condições de saúde bucal da população brasileira 2002-2003 Resultados

Leia mais

Plano Odontológico SKILL Manual do Beneficiário Versão Dez-2011

Plano Odontológico SKILL Manual do Beneficiário Versão Dez-2011 1. Apresentação 2. A Odontologia na OMINT 3. Coberturas dos Planos Odontológicos 3.1. Especialidades Odontológicas cobertas em todos os Planos 3.2. Ortodontia e Ortopedia Funcional dos Maxilares 3.3. Prótese

Leia mais

ODONTOLOGIA PREVENTIVA. Saúde Bucal. Dores na mandíbula e na face.

ODONTOLOGIA PREVENTIVA. Saúde Bucal. Dores na mandíbula e na face. ODONTOLOGIA PREVENTIVA Saúde Bucal Dores na mandíbula e na face. O que é ATM? ATM significa articulação temporomandibular, que é a articulação entre a mandíbula e o crânio. Portanto, temos duas ATM, cada

Leia mais

EPIDEMIOLOGIA DA DOENÇA CÁRIE DENTÁRIA. Prof.: Urubatan Medeiros Carolina Borges

EPIDEMIOLOGIA DA DOENÇA CÁRIE DENTÁRIA. Prof.: Urubatan Medeiros Carolina Borges EPIDEMIOLOGIA DA DOENÇA CÁRIE DENTÁRIA Prof.: Urubatan Medeiros Carolina Borges EPI + DEMOS+ LOGOS= EPIDEMIOLOGIA BIOESTATÍSTICA x EPIDEMIOLOGIA EPIDEMIOLOGIA Conceito: É o estudo da distribuição do estado

Leia mais

Cobertura Odontológica

Cobertura Odontológica Uso consciente do plano de saúde AMS Papo de hoje: Cobertura Odontológica A Assistência Médica Supletiva (AMS) contempla plano médico, hospitalar, odontológico e de farmácia, de autogestão criado pela

Leia mais

ANÁLISE QUALITATIVA DA AUTOPERCEPÇÃO DA SAÚDE BUCAL DE IDOSOS DA ATENÇ

ANÁLISE QUALITATIVA DA AUTOPERCEPÇÃO DA SAÚDE BUCAL DE IDOSOS DA ATENÇ ANÁLISE QUALITATIVA DA AUTOPERCEPÇÃO DA SAÚDE BUCAL DE IDOSOS DA ATENÇÃO PRIMÁRIA EM PORTO ALEGRE QUE USAM E/OU NECESSITAM DE PRÓTESE DENTÁRIA 1 Fernando Valentim Bitencourt 2 Helena Weschenfelder Corrêa

Leia mais

ODONTOLOGIA PREVENTIVA. Saúde Bucal. Periodontite. Sua saúde começa pela boca!

ODONTOLOGIA PREVENTIVA. Saúde Bucal. Periodontite. Sua saúde começa pela boca! ODONTOLOGIA PREVENTIVA Saúde Bucal Periodontite. Sua saúde começa pela boca! O que é doença periodontal ou periodontite? ESMALTE DENTINA GENGIVAS POLPA PERIODONTITE OSSO ALVEOLAR CEMENTO NERVOS E VASOS

Leia mais

Sumário. O que Você encontrará neste e-book? Por quais motivos os nossos dentes escurecem? Tipos de Clareamentos Dentais.

Sumário. O que Você encontrará neste e-book? Por quais motivos os nossos dentes escurecem? Tipos de Clareamentos Dentais. 1 Sumário 3 O que Você encontrará neste e-book? 5 Por quais motivos os nossos dentes escurecem? 7 Tipos de Clareamentos Dentais 9 Recomendações 11 Quem pode realizar o tratamento? 13 Indicações finais

Leia mais

COMPARAÇÃO DA EFETIVIDADE DA HIGIENE BUCAL COM ESCOVA MANUAL E ELÉTRICA EM DEFICIENTES VISUAIS EM UBERLÂNDIA, MINAS GERAIS

COMPARAÇÃO DA EFETIVIDADE DA HIGIENE BUCAL COM ESCOVA MANUAL E ELÉTRICA EM DEFICIENTES VISUAIS EM UBERLÂNDIA, MINAS GERAIS COMPARAÇÃO DA EFETIVIDADE DA HIGIENE BUCAL COM ESCOVA MANUAL E ELÉTRICA EM DEFICIENTES VISUAIS EM UBERLÂNDIA, MINAS GERAIS MEDEIROS, Camylla Angélica de Oliveira (Unitri) camilla.angelica@bol.com.br NAVES,

Leia mais

Saiba os principais cuidados que uma gestante deve ter com a saúde bucal

Saiba os principais cuidados que uma gestante deve ter com a saúde bucal Portal RCP - Notícias Saiba os principais cuidados que uma gestante deve ter com a saúde bucal *Da redaçãoa odontopediatra Dra. Anna Paula Greck alerta sobre os cuidados e tratamentos adequados para gestantes."a

Leia mais

ODONTOLOGIA PREVENTIVA. Saúde Bucal. Como cuidar do sorriso de seus filhos

ODONTOLOGIA PREVENTIVA. Saúde Bucal. Como cuidar do sorriso de seus filhos ODONTOLOGIA PREVENTIVA Saúde Bucal Como cuidar do sorriso de seus filhos A criança que aprende a tratar dos dentes (e da boca) desde cedo, vai manter este hábito por toda a vida. Para fazer o jovem levar

Leia mais

GUIA PRÁTICO: SAIBA TUDO SOBRE COMO FUNCIONAM OS IMPLANTES DENTÁRIOS

GUIA PRÁTICO: SAIBA TUDO SOBRE COMO FUNCIONAM OS IMPLANTES DENTÁRIOS GUIA PRÁTICO: SAIBA TUDO SOBRE COMO FUNCIONAM OS IMPLANTES DENTÁRIOS 3 Introdução 20 A importância da prevenção em saúde bucal 5 Como são feitos os implantes dentários 22 Conclusão 12 Cuidados com o pós-operatório

Leia mais

O ENVELHECIMENTO NO CONTEXTO DA ODONTOLOGIA THE AGING IN THE CONTEXT OF THE DENTISTRY

O ENVELHECIMENTO NO CONTEXTO DA ODONTOLOGIA THE AGING IN THE CONTEXT OF THE DENTISTRY Rev. Triang.: Ens. Pesq. Ext. Uberaba MG, v.2. n.1, p. 43-52, jan./ jun. 2009 O ENVELHECIMENTO NO CONTEXTO DA ODONTOLOGIA THE AGING IN THE CONTEXT OF THE DENTISTRY Ana Carolina de Assis Simões 1 Raquel

Leia mais

HIGIENE BUCAL SAIBA A IMPORTÂNCIA E AS VANTAGENS DE UMA BOA HIGIENE ORAL

HIGIENE BUCAL SAIBA A IMPORTÂNCIA E AS VANTAGENS DE UMA BOA HIGIENE ORAL HIGIENE BUCAL SAIBA A IMPORTÂNCIA E AS VANTAGENS DE UMA BOA HIGIENE ORAL A higiene bucal é a prática de manter a boca, dentes e gengivas limpas e saudáveis para, assim, prevenir e evitar problemas na boca

Leia mais

TABELA DE PROCEDIMENTOS PLANO REFERÊNCIA. O Primeiro Plano Odontológico do Brasil 2017 Todos os direitos reservados.

TABELA DE PROCEDIMENTOS PLANO REFERÊNCIA. O Primeiro Plano Odontológico do Brasil 2017 Todos os direitos reservados. TABELA DE PROCEDIMENTOS PLANO REFERÊNCIA 195 O Primeiro Plano Odontológico do Brasil 2017 Todos os direitos reservados. 2 TABELA DE PROCEDIMENTOS DIAGNÓSTICO Consulta Diagnóstico anatomopatológico em citologia

Leia mais

Saúde bucal na escola: Um estudo sobre atividades de educação em saúde para estudantes. RESUMO

Saúde bucal na escola: Um estudo sobre atividades de educação em saúde para estudantes. RESUMO Saúde bucal na escola: Um estudo sobre atividades de educação em saúde COMUNICAÇÃO ORAL https://publicacoesacademicas.fcrs.edu.br Jomário Batista de Sousa Elida Maria Marcos Lima Adrícia Kelly Marques

Leia mais

REDE DE CLÍNICAS ODONTOLÓGICAS

REDE DE CLÍNICAS ODONTOLÓGICAS REDE DE CLÍNICAS ODONTOLÓGICAS ODONTOCLÍNICA UNIDADES Caxias- Av. Rio Branco, 209 Caxias- Pinheiro Machado, 2569 S 21-22 Garibaldi- Rua Borges de Medeiros, 129 Farroupilha - Rua Marechal Floriano Peixoto,

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO Nº 01/2012 PREFEITURA MUNICIPAL DE PARISI - SP. Resposta dos Recursos Interpostos contra o Gabarito Oficial CARGO: DENTISTA

CONCURSO PÚBLICO Nº 01/2012 PREFEITURA MUNICIPAL DE PARISI - SP. Resposta dos Recursos Interpostos contra o Gabarito Oficial CARGO: DENTISTA CONCURSO PÚBLICO Nº 01/2012 PREFEITURA MUNICIPAL DE PARISI - SP Resposta dos Recursos Interpostos contra o Gabarito Oficial CARGO: DENTISTA 00419 Flávio Ferreira de Brito 14 Deferido. Falha na composição

Leia mais

PERCEPÇÃO MATERNA SOBRE A SAÚDE BUCAL DE SEUS BEBÊS: ESTUDO EM UNIDADES DE SAÚDE DA FAMÍLIA DE PONTA GROSSA PARANÁ

PERCEPÇÃO MATERNA SOBRE A SAÚDE BUCAL DE SEUS BEBÊS: ESTUDO EM UNIDADES DE SAÚDE DA FAMÍLIA DE PONTA GROSSA PARANÁ 13. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ISSN 2238-9113 ÁREA TEMÁTICA: ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( X ) SAÚDE ( ) TRABALHO ( ) TECNOLOGIA

Leia mais

Avaliação Básica de Saúde Bucal e Necessidades de Tratamento (Organização Mundial de Saúde WHO 1997)

Avaliação Básica de Saúde Bucal e Necessidades de Tratamento (Organização Mundial de Saúde WHO 1997) Urubatan Medeiros Doutor (USP) Professor Titular do Departamento de Odontologia Preventiva e Comunitária UERJ/UFRJ Coordenador da Disciplina de Odontologia Preventiva UFRJ Resumo de Aula Indicadores Epidemiológicos

Leia mais

Levantamento epidemiológico da doença periodontal em escolares de Vila Canaã, Duque de Caxias.

Levantamento epidemiológico da doença periodontal em escolares de Vila Canaã, Duque de Caxias. Levantamento epidemiológico da doença periodontal em escolares de Vila Canaã, Duque de Caxias. CARLA PIRES 1 ; LIDIANE FIGUEIREDO RANGEL 1 ; JARLEY REMPTO 1 ; RAFAEL RODRIGUES 1 ; BENEDITA NUNES DE AROUCHA

Leia mais

Estudo multidimensional das condições de saúde de um grupo de idosos da região sul da cidade de São Paulo

Estudo multidimensional das condições de saúde de um grupo de idosos da região sul da cidade de São Paulo 1 Estudo multidimensional das condições de saúde de um grupo de idosos da região sul da cidade de São Paulo NEIVA, Kathia Maria Costa Doutora em Psicologia Universidade Ibirapuera QUEIROZ, Celso Silva

Leia mais

EFEITOS DA ESCOVAÇÃO SUPERVISIONADA EM ESTUDANTES DA REDE PÚBLICA DE ENSINO DA CIDADE DE QUIXADÁ

EFEITOS DA ESCOVAÇÃO SUPERVISIONADA EM ESTUDANTES DA REDE PÚBLICA DE ENSINO DA CIDADE DE QUIXADÁ EFEITOS DA ESCOVAÇÃO SUPERVISIONADA EM ESTUDANTES DA REDE PÚBLICA DE ENSINO DA CIDADE DE QUIXADÁ Lara Leite Gonçalves 1 ; Aíla Evangelma Cavalcante Baia¹; Raymara Cavalcante Cardoso de Almeida¹; Wellington

Leia mais

O IMPACTO DO PROJETO DE ATENÇÃO À SAÚDE BUCAL NOS ADOLESCENTES ATENDIDOS NA POLICLÍNICA DE REFERÊNCIA REGIONAL/FLORIANÓPOLIS, NO ANO DE 2002

O IMPACTO DO PROJETO DE ATENÇÃO À SAÚDE BUCAL NOS ADOLESCENTES ATENDIDOS NA POLICLÍNICA DE REFERÊNCIA REGIONAL/FLORIANÓPOLIS, NO ANO DE 2002 O IMPACTO DO PROJETO DE ATENÇÃO À SAÚDE BUCAL NOS ADOLESCENTES ATENDIDOS NA POLICLÍNICA DE REFERÊNCIA REGIONAL/FLORIANÓPOLIS, NO ANO DE 2002 Lílian M. Coelho, Márcia R. da Silveira Acadêmicas do Curso

Leia mais

José Frias Bulhosa 1, Helena Beça 2, Avelino Alves 3. Resumo

José Frias Bulhosa 1, Helena Beça 2, Avelino Alves 3. Resumo Estado de Saúde Oral numa População Adulta de Castelo de Paiva José Frias Bulhosa 1, Helena Beça 2, Avelino Alves 3 1. Médico Dentista C.S. Castelo de Paiva, Docente das disciplinas de Odontologia Social

Leia mais

INFORMAÇÃO AO PACIENTE DENTE PERDIDO E DEPOIS? Alvéolos pós-extração

INFORMAÇÃO AO PACIENTE DENTE PERDIDO E DEPOIS? Alvéolos pós-extração INFORMAÇÃO AO PACIENTE DENTE PERDIDO E DEPOIS? Alvéolos pós-extração OS TRATAMENTOS DENTÁRIOS SÃO UMA QUESTÃO DE CONFIANÇA NOSSA EXPERIÊNCIA E COMPE- TÊNCIA SÃO ALGO EM QUE VOCÊ PODE CONFIAR Mais de 10

Leia mais

Revista de Saúde Pública. Journal of Public Health

Revista de Saúde Pública. Journal of Public Health Universidade de São Paulo Faculdade de Saúde Pública VOLUME 33 NÚMERO 4 AGOSTO 1999 p. 385-90 Revista de Saúde Pública 33 Journal of Public Health Prevalência de cárie e necessidades de tratamento em escolares

Leia mais

O MANUAL DA DOR DE DENTE

O MANUAL DA DOR DE DENTE E S C R I T O P E L A D R A. C R I S T I N A S H I D O M I O MANUAL DA DOR DE DENTE Vamos conhecer melhor as estruturas dos dentes, assim podemos entender porque ocorre a sensação incômoda da dor de dente,

Leia mais

Dr. Felipe Groch CRO 101.353 Especialização em Implantes Dentários

Dr. Felipe Groch CRO 101.353 Especialização em Implantes Dentários Nosso consultório odontológico está equipado para oferecer ao produtor rural todos os tratamentos odontológicos disponíveis na atualidade. Segue abaixo uma discriminação detalhada de cada tratamento oferecido

Leia mais

- ORTODONTIA - O que é Ortodontia?

- ORTODONTIA - O que é Ortodontia? - ORTODONTIA - O que é Ortodontia? Ortodontia é a especialidade da odontologia que estuda o crescimento e desenvolvimento da face, bem como o desenvolvimento das dentições decídua (de leite), mista e permanente

Leia mais

ASSOCIAÇÃO ENTRE PERCEPÇÃO DE SAÚDE BUCAL E INDICADORES CLÍNICOS E SUBJETIVOS: ESTUDO EM ADULTOS DE UM GRUPO DE EDUCAÇÃO CONTINUADA DA TERCEIRA IDADE.

ASSOCIAÇÃO ENTRE PERCEPÇÃO DE SAÚDE BUCAL E INDICADORES CLÍNICOS E SUBJETIVOS: ESTUDO EM ADULTOS DE UM GRUPO DE EDUCAÇÃO CONTINUADA DA TERCEIRA IDADE. CDD: 617.6 ASSOCIAÇÃO ENTRE PERCEPÇÃO DE SAÚDE BUCAL E INDICADORES CLÍNICOS E SUBJETIVOS: ESTUDO EM ADULTOS DE UM GRUPO DE EDUCAÇÃO CONTINUADA DA TERCEIRA IDADE. ASSOCIATION BETWEEN ORAL HEALTH PERCEPTION

Leia mais

Planos Médicos x Planos Odontológicos

Planos Médicos x Planos Odontológicos Bradesco Dental Planos Médicos x Planos Odontológicos Do ponto de vista negocial, o mercado privado de saúde no Brasil esta em expansão e o setor de odontologia particularmente vem apresentando maiores

Leia mais

A ODONTOLOGIA NA CLÍNICA DA FAMÍLIA POR UMA VISÃO ACADÊMICA ODONTOLOGY IN THE FAMILY CLINIC BY AN ACADEMIC VIEW

A ODONTOLOGIA NA CLÍNICA DA FAMÍLIA POR UMA VISÃO ACADÊMICA ODONTOLOGY IN THE FAMILY CLINIC BY AN ACADEMIC VIEW A ODONTOLOGIA NA CLÍNICA DA FAMÍLIA POR UMA VISÃO ACADÊMICA ODONTOLOGY IN THE FAMILY CLINIC BY AN ACADEMIC VIEW CAROLINA DOS SANTOS RANGEL 1 ; ISABEL CRISTINA DOS SANTOS MELO ALVES 1 ; TALITA DA SILVA

Leia mais

Prevalência de cárie dental em...

Prevalência de cárie dental em... Prevalência de cárie dental em escolares de 12 anos na rede municipal de ensino de Parnaíba Piauí. Prevalence of dental caries in 12 years in school teaching municipal network Parnaíba, Piauí. Sylvana

Leia mais

Prevalência e severidade de cárie dentária e necessidade de tratamento odontológico em pequenos municípios brasileiros

Prevalência e severidade de cárie dentária e necessidade de tratamento odontológico em pequenos municípios brasileiros ARTIGO ARTICLE 817 Prevalência e severidade de cárie dentária e necessidade de tratamento odontológico em pequenos municípios brasileiros Prevalence and severity of dental caries and treatment needs in

Leia mais

Prótese parcial fixa em metalo cerâmica. Prótese parcial fixa em metalo plástica. Paciente com grande perda de estrutura dentária.

Prótese parcial fixa em metalo cerâmica. Prótese parcial fixa em metalo plástica. Paciente com grande perda de estrutura dentária. Resumo de especialidades: Plano PLUS, Prótese parcial fixa em metalo cerâmica As coroas e próteses em metalocerâmica são uma opção para pessoas que perderam um ou mais dentes. Prótese parcial fixa em metalo

Leia mais

CONTRIBUIÇÃO DAS AÇÕES DE EDUCAÇÃO EM SAÚDE DA DISCIPLINA DE ODONTOLOGIA EM SAÚDE COLETIVA NA CONSOLIDAÇÃO DAS DCN E DO SUS: RELATO DE UMA EXPERIÊNCIA

CONTRIBUIÇÃO DAS AÇÕES DE EDUCAÇÃO EM SAÚDE DA DISCIPLINA DE ODONTOLOGIA EM SAÚDE COLETIVA NA CONSOLIDAÇÃO DAS DCN E DO SUS: RELATO DE UMA EXPERIÊNCIA CONTRIBUIÇÃO DAS AÇÕES DE EDUCAÇÃO EM SAÚDE DA DISCIPLINA DE ODONTOLOGIA EM SAÚDE COLETIVA NA CONSOLIDAÇÃO DAS DCN E DO SUS: RELATO DE UMA EXPERIÊNCIA Fábio Luiz Mialhe 1 Mariângela Monteiro de Melo 2

Leia mais

DECLÍNIO NA EXPERIÊNCIA DE CÁRIE EM DENTES PERMANENTES DE ESCOLARES BRASILEIROS NO FINAL DO SÉCULO XX

DECLÍNIO NA EXPERIÊNCIA DE CÁRIE EM DENTES PERMANENTES DE ESCOLARES BRASILEIROS NO FINAL DO SÉCULO XX DECLÍNIO NA EXPERIÊNCIA DE CÁRIE EM DENTES PERMANENTES DE ESCOLARES BRASILEIROS NO FINAL DO SÉCULO XX Rev. Odontologia e Sociedade, vol 1 n1/2, 1999 Paulo C. Narvai, Paulo Frazão, Roberto A. Castellanos

Leia mais

Toxina Botulínica & Preenchimento Orofacial

Toxina Botulínica & Preenchimento Orofacial Toxina Botulínica & Preenchimento Orofacial Introdução Na nova área de estética orofacial, tal como acontece em outras áreas da odontologia, diagnóstico e planejamento são indispensáveis para a excelência

Leia mais

PROCEDIMENTO PREPARATÓRIO FACE A FACE FRENTE A ANSIEDADE E DOR EM JOVENS SUBMETIDOS À EXODONTIA DE TERCEIRO MOLAR SUPERIOR

PROCEDIMENTO PREPARATÓRIO FACE A FACE FRENTE A ANSIEDADE E DOR EM JOVENS SUBMETIDOS À EXODONTIA DE TERCEIRO MOLAR SUPERIOR PROCEDIMENTO PREPARATÓRIO FACE A FACE FRENTE A ANSIEDADE E DOR EM JOVENS SUBMETIDOS À EXODONTIA DE TERCEIRO MOLAR SUPERIOR Ingrid Claudino Ribeiro; Nara Régia da Silva Domingos; Naiane Vieira Campos; Diego

Leia mais

Tabela de Preços. Rio de Janeiro Vigência: Julho/2011

Tabela de Preços. Rio de Janeiro Vigência: Julho/2011 Tabela de Preços Rio de Janeiro Vigência: Julho/2011 Área de atuação G1 (Grande Rio) e G5 (Grande Rio, Litoral, Serrana e Interior) PME de 02 a 29 vidas Faixa Etária MAX 300 MAX 400 MAX 400 Plus 00 a

Leia mais

Fatores de Risco para Doenças Bucais

Fatores de Risco para Doenças Bucais Fatores de Risco para Doenças Bucais Sistema FIRJAN Eduardo Eugenio Gouvêa Vieira Presidente do Sistema FIRJAN e do Conselho Regional do SESI-RJ Augusto Cesar Franco Alencar Diretor Geral do Sistema FIRJAN

Leia mais

Plano Odontológico OMINT Manual do Beneficiário Versão Dez-2011

Plano Odontológico OMINT Manual do Beneficiário Versão Dez-2011 1. Apresentação 2. A Odontologia na OMINT 3. Coberturas dos Planos Odontológicos 3.1. Especialidades Odontológicas cobertas em todos os Planos 3.2. Ortodontia e Ortopedia Funcional dos Maxilares 3.3. Prótese

Leia mais

Centro Administrativo

Centro Administrativo Centro Administrativo Rua do Progresso, 465 - Boa Vista. Edf. Vila Empresarial Boa Vista, 5º Anda Sala 502. CEP: 50.070-20 Fone fax (81) 3221-9589. Em caso de duvida, basta entra em contato conosco pelo

Leia mais

FASCÍCULO DO PRESTADOR DE SERVIÇOS CONSULTÓRIOS / CLÍNICAS ODONTOLÓGICAS CREDENCIADOS PARA ATENDIMENTO ELETIVO

FASCÍCULO DO PRESTADOR DE SERVIÇOS CONSULTÓRIOS / CLÍNICAS ODONTOLÓGICAS CREDENCIADOS PARA ATENDIMENTO ELETIVO FASCÍCULO DO PRESTADOR DE SERVIÇOS CONSULTÓRIOS / CLÍNICAS ODONTOLÓGICAS CREDENCIADOS PARA ATENDIMENTO ELETIVO Instituto Curitiba de Saúde 2 SUMÁRIO APRESENTAÇÃO... 4 MANUAL DE OPERAÇÃO DO SISREG-ICS...

Leia mais

Dr. Mehdi Shahrzad E-BOOK IMPLANTES DENTÁRIOS

Dr. Mehdi Shahrzad E-BOOK IMPLANTES DENTÁRIOS Dr. Mehdi Shahrzad E-BOOK IMPLANTES DENTÁRIOS E D I T O R I A L O acesso ao conhecimento e formas de tratamento é fundamental para superar paradigmas na cultura em que vivemos, onde a beleza e a saúde

Leia mais

Í ndice. Surge Uma Nova Era J. Schmidseder Envelhecer: permanecer jovem Aspectos da odontologia estética Entre no caminho do futuro!

Í ndice. Surge Uma Nova Era J. Schmidseder Envelhecer: permanecer jovem Aspectos da odontologia estética Entre no caminho do futuro! Í ndice Surge Uma Nova Era J. Schmidseder Envelhecer: permanecer jovem Aspectos da odontologia estética Entre no caminho do futuro! Conceito de Beleza Beleza: essência de perfeição Bases da Odontologia

Leia mais

ENSALAMENTO. Terça-feira, dia 12 de Setembro. Acadêmico iniciante Painel (apresentações em Banner) M10 Horário: Tarde

ENSALAMENTO. Terça-feira, dia 12 de Setembro. Acadêmico iniciante Painel (apresentações em Banner) M10 Horário: Tarde OBSERVAÇÃO: ENSALAMENTO Aconselhamos aos participantes que cheguem ao local da apresentação 30 minutos antes do início das apresentações (turno da manhã chegar às 07:30, e turno da tarde chegar às 13:30);

Leia mais

Sandra Ulinski Aguilera

Sandra Ulinski Aguilera Fluorose dentária em crianças de 12 anos de idade das escolas públicas de Rolândia, Paraná, 2006. ROLÂNDIA O município apresenta 12 equipes de Saúde Bucal. Esta pesquisa foi realizada em todas as escolas

Leia mais

OdontoPrev. Sorria: você está sendo bem cuidado.

OdontoPrev. Sorria: você está sendo bem cuidado. OdontoPrev Sorria: você está sendo bem cuidado. Dicas OdontoPrev para um sorriso perfeito INTRODUÇÃO Por um sorriso mais saudável e bonito! É A OdontoPrev quer ver você saindo por aí com um sorrisão estampado

Leia mais

Pois em ti está o manancial de vida; na tua luz, vemos a luz. (Salmos 36:9)

Pois em ti está o manancial de vida; na tua luz, vemos a luz. (Salmos 36:9) A INCLUSÃO DOS ODONTOLOGIA PROFISSIONAIS DE NAS E Q U I P E S DA FAMILIA MUNICÍPIO DE GOIÂNIA DE S A Ú D E Apresentação: Hugo Montalvão Dias de Melo (...) Assim diz o Senhor: o que estendeu o céu, fundou

Leia mais

FACULDADE ADVENTISTA DA BAHIA Instituição Adventista Nordeste Brasileira de Educação e Assistência Social CURSO DE ODONTOLOGIA

FACULDADE ADVENTISTA DA BAHIA Instituição Adventista Nordeste Brasileira de Educação e Assistência Social CURSO DE ODONTOLOGIA 3º período 2º período 1º período MATRIZ CURRICULAR - FADBA Período Núcleos Componente curricular Créditos Básica Anatomia geral 4 36 36 72 Bioquímica Citologia, Histologia e Embriologia Humanas 5 72 18

Leia mais

Dr. Alexandre de Alcântara

Dr. Alexandre de Alcântara 1 Dr. Alexandre de Alcântara Cirurgião-Dentista Dezessete anos atendendo músicos sopro-instrumentistas Diploma de Honra ao Mérito pela Ordem dos Músicos do Brasil, Conselho de São Paulo Autor do livro:

Leia mais

Perfil epidemiológico da cárie e do uso e necessidade de prótese na população idosa de Biguaçu, Santa Catarina

Perfil epidemiológico da cárie e do uso e necessidade de prótese na população idosa de Biguaçu, Santa Catarina Perfil epidemiológico da cárie e do uso e necessidade de prótese na população idosa de Biguaçu, Santa Catarina Epidemiological profile of caries and the use and need of prostheses in the elderly population

Leia mais

Resultados e discussão

Resultados e discussão Necessidade protética da população quilombola de Santo Antônio do Guaporé-Rondônia-Brasil Prosthetics needs of the Quilombola Population of Santo Antonio Guaporé, Rondônia Maria Eliza de Aguiar e SILVA

Leia mais

Relatório de Atividades. Março/2016 SUZANO - SP

Relatório de Atividades. Março/2016 SUZANO - SP Relatório de Atividades Março/2016 SUZANO - SP Sumário 1 APRESENTAÇÃO 3 2 EQUIPE DO PROJETO 5 3 INTRODUÇÃO 7 4 ATIVIDADES REALIZADAS NO PERÍODO 11 5 ANÁLISE DOS RESULTADOS 14 6 PLANEJAMENTO PARA O PRÓXIMO

Leia mais

5 50% ceo = zero 40% 12 CPO-D < 3,0 CPO-D = 2,78. 18 80 % com todos os dentes 55% 35-44 75% com 20 ou mais dentes 54%

5 50% ceo = zero 40% 12 CPO-D < 3,0 CPO-D = 2,78. 18 80 % com todos os dentes 55% 35-44 75% com 20 ou mais dentes 54% Saúde e sociedade: desafios para a epidemiologia em saúde bucal 3/10/2011 20:02 Prof. Samuel Jorge Moysés, Ph.D. 1 Metas da OMS para o ano 2000 e a situação brasileira IDADE META DA OMS PARA 2000 SB Brasil

Leia mais

Pesquisa Brasileira em Odontopediatria e Clínica Integrada ISSN: Universidade Federal da Paraíba Brasil

Pesquisa Brasileira em Odontopediatria e Clínica Integrada ISSN: Universidade Federal da Paraíba Brasil Pesquisa Brasileira em Odontopediatria e Clínica Integrada ISSN: 1519-0501 apesb@terra.com.br Universidade Federal da Paraíba Brasil Costa Pinheiro, Helder Henrique; Carnevali de Araújo, Izamir; de Aragão

Leia mais

INFORMAÇÃO AO PACIENTE RAIZ DO DENTE EXPOSTA E AGORA? Cobertura de recessão

INFORMAÇÃO AO PACIENTE RAIZ DO DENTE EXPOSTA E AGORA? Cobertura de recessão INFORMAÇÃO AO PACIENTE RAIZ DO DENTE EXPOSTA E AGORA? Cobertura de recessão OS TRATAMENTOS DENTÁRIOS SÃO UMA QUESTÃO DE CONFIANÇA NOSSA EXPERIÊNCIA E COMPE- TÊNCIA SÃO ALGO EM QUE VOCÊ PODE CONFIAR Mais

Leia mais

RESUMO. Palavras-Chave: Levantamento de necessidades, Saúde Bucal, Saúde da Família, Bolsa Família

RESUMO. Palavras-Chave: Levantamento de necessidades, Saúde Bucal, Saúde da Família, Bolsa Família JOSÉ ROCHA LEVANTAMENTO DE NECESSIDADES EM SAÚDE BUCAL DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES DO PROGRAMA BOLSA FAMÍLIA RESIDENTES EM ÁREA DE ABRANGÊNCIA DO CS MIRAMAR, BELO HORIZONTE, 2009 Belo Horizonte, 2009 JOSÉ

Leia mais

PLANO COPASS ODONTO BÁSICO

PLANO COPASS ODONTO BÁSICO PLANO COPASS ODONTO BÁSICO ESCLARECIMENTOS, CONTRIBUIÇÃO E COPARTICIPAÇÃO É um produto que está de acordo com o previsto na Lei nº 9656/98; Destinado: aos empregados ativos, afastados por motivo de doença

Leia mais

Prevalência de cárie dentária em escolares de 12 anos de uma escola pública do município do Rio de Janeiro

Prevalência de cárie dentária em escolares de 12 anos de uma escola pública do município do Rio de Janeiro Prevalência de cárie dentária em escolares de 12 anos de uma escola pública do município do Rio de Prevalence of dental caries in students of 12 years of a public school of the municipality of Rio de Paulo

Leia mais

DATA: de julho de 2017

DATA: de julho de 2017 Sabe aquelas dúvidas do dia-a-dia da profissão odontológica? Ou aquelas discussões intermináveis em redes sociais? Será que pode? Mas e se não pode? Como devo agir? Quais as condutas? São tantos questionamentos

Leia mais

ATENDIMENTO ODONTOLÓGICO DO SUS NO MUNICÍPIO DE TAPERA

ATENDIMENTO ODONTOLÓGICO DO SUS NO MUNICÍPIO DE TAPERA ATENDIMENTO ODONTOLÓGICO DO SUS NO MUNICÍPIO DE TAPERA 1 PRESSER, V. J.; 2 PRESSER, J. J. L.; 3 SILVA, L. M. P. M.; 4 BEZUTTI, A. M.; 5 MEIRA, D. A.; 6 TOMAZONI, E.; 7 BOFF, M. A.; 8 VOGEL, M. T.; 9 DÓRO.

Leia mais

Programa Nacional de Promoção da Saúde Oral Termos de Referência para a Contratualização. Todos os serviços dependentes do Serviço Nacional de Saúde

Programa Nacional de Promoção da Saúde Oral Termos de Referência para a Contratualização. Todos os serviços dependentes do Serviço Nacional de Saúde Ministério da Saúde Direcção-Geral da Saúde Circular Normativa Assunto: Para: Contacto na DGS: Programa Nacional de Promoção da Saúde Oral Termos de Referência para a Contratualização Todos os serviços

Leia mais

ANEXO DA RESOLUÇÃO CFO-156/2015

ANEXO DA RESOLUÇÃO CFO-156/2015 O presente anexo tem como objetivo informar quais documentos deverão ser apresentados, a fim de comprovar o cumprimento de cada um dos critérios definidos na Resolução e como os mesmos serão pontuados.

Leia mais

Relatório de versão curricular

Relatório de versão curricular UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS Configuração Curricular Relatório de versão curricular Curso: 19001 - ODONTOLOGIA Versão curricular: D-20132 Situação: Liberada Carga horária mínima para mudança de

Leia mais

Maria Elizabeth Figueiredo Álvares da Silva. SAÚDE BUCAL E PROGRAMA BOLSA FAMÍLIA: um projeto de intervenção na área de abrangência do C.S. Nazaré.

Maria Elizabeth Figueiredo Álvares da Silva. SAÚDE BUCAL E PROGRAMA BOLSA FAMÍLIA: um projeto de intervenção na área de abrangência do C.S. Nazaré. Maria Elizabeth Figueiredo Álvares da Silva SAÚDE BUCAL E PROGRAMA BOLSA FAMÍLIA: um projeto de intervenção na área de abrangência do C.S. Nazaré. Belo Horizonte/MG Faculdade de Odontologia Universidade

Leia mais

As turmas vencedoras deste desafio extra vão receber os seguintes prémios:

As turmas vencedoras deste desafio extra vão receber os seguintes prémios: INTRODUÇÃO A atividade pedagógica deste desafio extra foi inspirada no mandamento Nº6 dos Heróis da Fruta intitulado: Os heróis lavam sempre bem as frutas, as mãos e os dentes. Para mais esclarecimentos

Leia mais

Levantamentos Epidemiológicos em Saúde Bucal no Brasil

Levantamentos Epidemiológicos em Saúde Bucal no Brasil Levantamentos Epidemiológicos em Saúde Bucal no Brasil Angelo Giuseppe Roncalli da Costa Oliveira INTRODUÇÃO A epidemiologia é o principal instrumento para o diagnóstico das condições de saúde nas coletividades

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE ODONTOLOGIA DEPARTAMENTO DE BIOMATERIAIS e BIOLOGIA ORAL. Prof. Paulo F. Cesar GLOSSÁRIO ODONTOLÓGICO

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE ODONTOLOGIA DEPARTAMENTO DE BIOMATERIAIS e BIOLOGIA ORAL. Prof. Paulo F. Cesar GLOSSÁRIO ODONTOLÓGICO UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE ODONTOLOGIA DEPARTAMENTO DE BIOMATERIAIS e BIOLOGIA ORAL Prof. Paulo F. Cesar GLOSSÁRIO ODONTOLÓGICO 1 Dente Composição do Dente Esmalte Complexo dentino pulpar Cemento

Leia mais

MARINHA DO BRASIL DIRETORIA DE SAÚDE DA MARINHA CENTRO MÉDICO ASSISTENCIAL DA MARINHA ODONTOCLÍNICA CENTRAL DA MARINHA

MARINHA DO BRASIL DIRETORIA DE SAÚDE DA MARINHA CENTRO MÉDICO ASSISTENCIAL DA MARINHA ODONTOCLÍNICA CENTRAL DA MARINHA MARINHA DO BRASIL DIRETORIA DE SAÚDE DA MARINHA CENTRO MÉDICO ASSISTENCIAL DA MARINHA ODONTOCLÍNICA CENTRAL DA MARINHA PROGRAMA PARA A PREVENÇÃO DA CÁRIE DENTÁRIA E DA DOENÇA PERIODONTAL Serviço de Odontologia

Leia mais

SAÚDE DO ADULTO QUESTÕES DA PRÁTICA ASSISTENCIAL PARA DENTISTAS SAÚDE DO ADULTO: QUESTÕES DA PRÁTICA ASSISTENCIAL PARA DENTISTAS

SAÚDE DO ADULTO QUESTÕES DA PRÁTICA ASSISTENCIAL PARA DENTISTAS SAÚDE DO ADULTO: QUESTÕES DA PRÁTICA ASSISTENCIAL PARA DENTISTAS módulo 8 UNIDADE 1 SAÚDE DO ADULTO QUESTÕES DA PRÁTICA 1 módulo 8 UNIDADE 1 SAÚDE DO ADULTO QUESTÕES DA PRÁTICA São Luís 2014 UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO Reitor Natalino Salgado Filho Vice-Reitor

Leia mais

REABILITAÇÃO ORAL EM PACIENTES IDOSOS: REVISÃO DE LITERATURA

REABILITAÇÃO ORAL EM PACIENTES IDOSOS: REVISÃO DE LITERATURA REABILITAÇÃO ORAL EM PACIENTES IDOSOS: REVISÃO DE LITERATURA Ellen Cordeiro Costa (1); Renata Guimarães Alves (2); José de Alencar Fernandes Neto (3); Maria Helena Chaves de Vasconcelos Catão (4) (1) Graduanda

Leia mais

Regiane Cristina do Amaral 1, Marília Jesus Batista 1, Silvia Cypriano 2, Maria da Luz Rosário de Sousa 1

Regiane Cristina do Amaral 1, Marília Jesus Batista 1, Silvia Cypriano 2, Maria da Luz Rosário de Sousa 1 ISSNe 2178-1990 Cuidados odontológicos e fatores associados em escolares do município de Indaiatuba-SP Dental care and associated factors in school children of Indaiatuba, São Paulo, Brazil Regiane Cristina

Leia mais

Epidemiologia e Vigilância em Saúde Bucal

Epidemiologia e Vigilância em Saúde Bucal Epidemiologia e Vigilância em Saúde Bucal XIX Encontro Nacional de Técnicos e Administradores do Serviço Público Odontológico VIII Congresso Brasileiro de Saúde Bucal Coletiva 1/9/2008 15:56 Prof. Samuel

Leia mais

Neste módulo, vamos fazer perguntas sobre a saúde bucal (dentes e gengivas) e assistência odontológica.

Neste módulo, vamos fazer perguntas sobre a saúde bucal (dentes e gengivas) e assistência odontológica. Módulo U. Saúde Bucal Neste módulo, vamos fazer perguntas sobre a saúde bucal (dentes e gengivas) e assistência odontológica. U1. Com que frequência o(a) sr(a) escova os dentes? 1. Nunca escovei os dentes

Leia mais

Aspectos psicossociais dos adolescentes de Aracaju (SE) relacionados à percepção de saúde bucal

Aspectos psicossociais dos adolescentes de Aracaju (SE) relacionados à percepção de saúde bucal 1621 Aspectos psicossociais dos adolescentes de Aracaju (SE) relacionados à percepção de saúde bucal Psychosocial aspects of teenager in Aracaju, Sergipe State, related to oral health perception ARTIGO

Leia mais

de Odontologia da Universidade do Grande Rio UNIGRANRIO, Campus Duque de Caxias Rio de Janeiro e do Pró-Saúde/UNIGRANRIO.

de Odontologia da Universidade do Grande Rio UNIGRANRIO, Campus Duque de Caxias Rio de Janeiro e do Pró-Saúde/UNIGRANRIO. AVALIAÇÃO DA SAÚDE BUCAL DE ESCOLARES DO MUNICÍPIO DE DUQUE DE CAXIAS Aline Bailão Nunes Alves Moraes¹; Amanda Roberta B. Juliasse da Silva¹; Camila Brandão Lobo¹; Marcella Moreira da Silva¹; Maria Eduarda

Leia mais

ANSIEDADE FRENTE AO TRATAMENTO ODONTOLÓGICO EM PSFS DO MUNICÍPIO DE PONTE NOVA 1

ANSIEDADE FRENTE AO TRATAMENTO ODONTOLÓGICO EM PSFS DO MUNICÍPIO DE PONTE NOVA 1 177 ANSIEDADE FRENTE AO TRATAMENTO ODONTOLÓGICO EM PSFS DO MUNICÍPIO DE PONTE NOVA 1 Guilherme Saporetti Filho 2, Bernardo Sollar Godoi 2, Daniel Silvério da Silva 2, Augusto Provensani de Almeida da Cunha

Leia mais

MAYANA BARRETO DO NASCIMENTO 6. 15:40-16:00 EMERGÊNCIAS MÉDICAS EM CONSULTÓRIOS ODONTOLÓGICOS YVINA SANTOS SILVA

MAYANA BARRETO DO NASCIMENTO 6. 15:40-16:00 EMERGÊNCIAS MÉDICAS EM CONSULTÓRIOS ODONTOLÓGICOS YVINA SANTOS SILVA 12/10/17 (QUINTA TARDE) (14:00 18:00H) SALA CAJUEIRO 01 (TEMA LIVRE ACADÊMICO) 1. 14:00 14:20 DESCRIÇÃO DO CICLO CIRCADIANO DO CORTISOL SALIVAR DE CRIANÇAS COM BRUXISMO DO SONO 2. 14:20 14:40 REVASCULARIZAÇÃO

Leia mais

Revista de Odontologia da Universidade de São Paulo Print version ISSN

Revista de Odontologia da Universidade de São Paulo Print version ISSN Revista de Odontologia da Universidade de São Paulo Print version ISSN 0103-0663 Rev Odontol Univ São Paulo vol.12 n.4 São Paulo Oct./Dec. 1998 http://dx.doi.org/10.1590/s0103-06631998000400004 Saúde Pública

Leia mais