ÍNDICE. Armazenamento dos rolos 04. Separação de cortes 05. Qualidade da peça confeccionada 06 Diferença de tonalidade na peça confeccionada

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ÍNDICE. Armazenamento dos rolos 04. Separação de cortes 05. Qualidade da peça confeccionada 06 Diferença de tonalidade na peça confeccionada"

Transcrição

1

2 ÍNDICE Armazenamento dos rolos 04 Separação de cortes 05 Qualidade da peça confeccionada 06 Diferença de tonalidade na peça confeccionada Padrões Tear Têxtil 07 Composição Largura total Peso Classificação Metragem Embalagem para corte comercial 08 Plano de cortes comerciais para tecidos de 1ª qualidade Pedidos especiais/exclusivos Conformidade do produto 09 Entendendo a etiqueta da Tear Têxtil 09 SAC - Serviço de atendimento ao cliente 10 Indenização Devoluções 03

3 ARMAZENAMENTO DOS ROLOS SEPARAÇÃO DE CORTES Os rolos de tecido devem ser armazenados sempre na horizontal e em paralelo, nunca em pé, ou em forma de fogueira, pois este procedimento pode ocasionar distorções no tecido. Recomendações: Não amarrar os pacotes muito apertados. A altura máxima da pilha de tecidos deve ser de 1,20m. Recomendamos utilizar o sistema PEPS (Primeiro que Entra é o Primeiro que Sai) para as movimentações de estoques. Não utilize facas ou materiais cortantes para desembalar os tecidos. Os tecidos que não forem utilizados depois de aberta a embalagem, devem ser fechados novamente, evitando que recebam umidade ou sujeiras do ambiente. Não empilhar vários pacotes. É aconselhável colocar os cortes em sacos plásticos, identificálos externamente, de acordo as nuances de cada rolo. É aconselhável costurar as peças cortadas após 12 horas à separação. Para utilização de tecidos com elastano, recomenda-se: Descansar o tecido (enfraldado) por no mínimo 12 horas, sobrepondo no máximo 3 rolos. 04 Manter os rolos de tecidos abrigados da luz e umidade. Costurar as peças cortadas imediatamente após a separação devido à contração do elastano. 05

4 QUALIDADE DA PEÇA CONFECCIONADA DIFERENÇA DE TONALIDADE NA PEÇA CONFECCIONADA Trata-se da diferença de tonalidade observada entre as partes componentes de uma mesma peça confeccionada. Esta diferença de tonalidade é observada principalmente após o processo de beneficiamento (lavanderia). Recomenda-se para evitar estes problemas, os seguintes procedimentos: Utilizar tiras de papel, jornal ou retalhos entre cada rolo de tecido enfestado, ainda que tenham a mesma nuance. Utilizar o menor número possível de nuances para cada ordem de corte. Ao armazenar os rolos, agrupar os mesmos de acordo com as nuances indicadas no romaneio/etiquetas. Fazer identificação dos cortes (folha a folha) identificando nuance, modelo, numeração para evitar que em uma mesma peça confeccionada haja tecidos de rolos diferentes, mesmo que sejam da mesma nuance. COMPOSIÇÃO A composição dos tecidos encontra-se nos folders, ou no catálogo em dados técnicos, além de constar nas etiquetas dos rolos de tecido enviadas pela Tear Têxtil. LARGURA TOTAL A largura total de cada artigo encontra-se no catálogo em dados técnicos ou folders e no site (teartextil.com.br). A variação máxima permitida é: PADRÕES TEAR TÊXTIL De ± 2,0% a partir do valor padrão (nominal) indicado na etiqueta, para os artigos 100% algodão. De ± 3% a partir do valor padrão (nominal) indicado na etiqueta, para os artigos índigo com stretch. De ± 5% a partir do valor padrão (nominal) indicado na etiqueta, para os artigos tintos/estampados com stretch PESO O peso de cada artigo encontra se no catálogo em dados técnicos ou folders e no site (teartextil.com.br). A variação máxima permitida para todos os artigos é de ± 5%. CLASSIFICAÇÃO DE NUANCES A classificação de nuances é realizada pelo sistema de letras. Esta classificação de nuances é orientativa, não sendo permitido mistura de rolos, mesmo com nuances iguais. METRAGEM A metragem especificada nas etiquetas dos rolos poderá conter um desvio de ± 1%.

5 PLANO DE CORTE COMERCIAL PARA TECIDOS DE 1ª QUALIDADE Padrão rolos de 130 metros: As metragens variam de 110,0 a 139,99 metros. O rolo poderá ter no máximo 1 corte, sendo a menor peça acima de 20 metros. Rolos acima de 90 metros não poderão mais ser emendados. Padrão rolos de 100 metros: EMBALAGEM PARA CORTE COMERCIAL Para rolos com metragem de 65 a metros. Cada rolo poderá conter no máximo 1 corte de tecido. A menor peça deverá ter no mínimo 15 metros e a mesma nuance. A metragem mínima da maior peça deverá ser de 50 metros. A soma da metragem das peças deverá ser de 66 a 110 metros. Padrão rolos de 50 metros: Cada rolo poderá ter no máximo 1 corte e peças com metragem de 40 a 64,99 metros. Sendo a menor peça acima de 15 metros. Padrão rolos de 30 metros: Cada rolo poderá ter no máximo 1 corte com metragem de 20 a 39,99 metros. Sendo a menor peça acima de 7 metros. Padrão rolos de 15 metros: Para este padrão os rolos não poderão ter cortes. Metragem de 5 a 19,99 metros. OBS.: As etiquetas identificarão a quantidade de cortes nos rolos. PEDIDOS ESPECIAIS/EXCLUSIVOS Os pedidos especiais/exclusivos serão negociados e atendidos conforme acordo comercial, no que se refere a embalagens e nuances. CONFORMIDADE DO PRODUTO ENTENDENDO A ETIQUETA Etiqueta externa do rolo A classificação dos tecidos Tear Têxtil é baseada em conformidade com a norma ABNT NBR (Tecidos Planos Método de classificação baseado em inspeção e pontuação de defeitos). A etiqueta dos produtos Tear Têxtil traz uma ampla gama de informações úteis para os nossos clientes. Veja quais informações estão disponíveis: A - CNPJ e Inscrição Estadual Tear Têxtil B - Artigo / Acabamento-Desenho-Cor / Variante / Gramatura / Metragem do Rolo C - Descrição do Rolo D - Ordem de Beneficiamento / Largura do Tecido / Metragem / Número de Cortes / Nuance E - Composição do Tecido F - Número da Etiqueta e Código de Barra G - Código de Lavagens utilizando símbolos 08 09

6 SAC SERVIÇO DE ATENDIMENTO AO CLIENTE Em todos os casos de reclamações, deve ser seguido o procedimento abaixo determinado: Toda reclamação deve ser passada ao representante da Tear Têxtil e será preenchido formulário de SAC interno padrão. Todas as análises serão feitas através de amostras enviadas pelo cliente ou representantes. O cliente poderá ainda solicitar visita técnica da Tear Têxtil através dos representantes. Endereço para envio das amostras: Rua Padre Eustáquio, Carlos Prates CEP: Belo Horizonte - MG Todas as amostras deverão ser enviadas com as devidas informações: POLÍTICA DE INDENIZAÇÃO Etiqueta do rolo reclamado, com código de barras e respectiva nota fiscal. As indenizações serão confirmadas, somente após comprovação técnica da reclamação. Estas informações são importantes para análise da reclamação. Na falta destas informações, estarão sujeitas a processos internos de identificação, que poderão atrasar a análise e solução do problema. O prazo máximo para reclamação é de 30 dias conforme a legislação brasileira ao consumidor. Adicionalmente à garantia legal a Tear Têxtil concede mais 30 dias em seus tecidos, a contar da data de faturamento/ embarque. As peças ou cortes com defeitos deverão ser analisadas pelo consultor técnico indicado pela Tear têxtil. As peças comercializadas pelo cliente não serão consideradas para efeito de indenização. As indenizações serão feitas em tecidos. O cliente poderá utilizar o crédito para abatimentos em novos pedidos ou descontos em duplicatas, desde que autorizado pela gerência comercial. 10 Para avaliação de reclamação de encolhimento, resistência e skew, o laboratório da Tear Têxtil requisita o envio das amostras sem beneficiamentos junto com a peça a ser analisada. Em caso de reclamação improcedente, os custos gerados por reinspeção e análise serão debitados ao comprador. Em caso de peças prontas ou confeccionadas, as reclamações só serão aceitas se a quantidade for superior a 5% do total dos cortes referente à nota fiscal reclamada. Esta condição só será aceita se no processo de corte o cliente tiver extraído todos os defeitos marcados de 3 e 4 pontos de cada rolo. DEVOLUÇÕES Transportadora Caso o cliente receba mercadoria com avaria, deve-se descrever a avaria no verso da nota fiscal e no conhecimento de transporte e devolver no ato da entrega. As devoluções só poderão ocorrer se autorizadas pelo setor comercial, desde que já tenham sido consideradas como reclamações procedentes. Todas as informações contidas neste manual devem ser amplamente divulgadas, para os representantes, clientes e pessoas envolvidas no processo produtivo. Em caso de dúvidas, contatar nossos representantes regionais e/ou a assistência técnica pelo telefone: (31)

7

Orientações Técnicas para Utilização de Tecidos Cedro

Orientações Técnicas para Utilização de Tecidos Cedro Orientações Técnicas para Utilização de Tecidos Cedro Orientações Técnicas para Utilização de Tecidos Cedro Índice 1 Criação e Modelagem... 5 2 Risco... 5 3 Armazenamento dos Rolos... 6 4 Enfesto e Corte...

Leia mais

Passível de atualizações/revisões. A revisão vigente estará sempre disponível no departamento comercial e/ou no site da empresa.

Passível de atualizações/revisões. A revisão vigente estará sempre disponível no departamento comercial e/ou no site da empresa. 1. OBJETIVO CRITÉRIOS DE QUALIDADE Definir o critério para classificação de tecidos em Primeira Qualidade e LD (Leves defeitos). Definir o critério para atendimento de reclamações por problemas de qualidade.

Leia mais

Realizando Vendas no site do Cartão BNDES

Realizando Vendas no site do Cartão BNDES Realizando Vendas no site do Cartão BNDES Fornecedor Atualizado em 16/07/2013 Pág.: 1/23 Introdução Este manual destina-se a orientar os fornecedores que irão registrar as vendas no site do Cartão BNDES,

Leia mais

Piscina de Bolinhas 1,50m x 1,50m. Manual de instruções

Piscina de Bolinhas 1,50m x 1,50m. Manual de instruções Piscina de Bolinhas 1,50m x 1,50m Manual de instruções Código do produto: 220001 * Esta Piscina de Bolinha é multicolorida e as cores podem variar conforme a fabricação. Parabéns! Você acaba de adquirir

Leia mais

Termos e Condições de Compra e Venda dos Produtos Feminine

Termos e Condições de Compra e Venda dos Produtos Feminine Prezada Cliente, Temos muito orgulho da qualidade superior dos nossos produtos e queremos que você fique satisfeita com a sua compra. Acreditamos em oferecer o melhor valor, qualidade e produto para as

Leia mais

Olá!!! É um prazer tê-lo como cliente. Sua presença em nosso dia a dia, nos deixa mais motivados a buscar sempre um ótimo atendimento, entrega rápida

Olá!!! É um prazer tê-lo como cliente. Sua presença em nosso dia a dia, nos deixa mais motivados a buscar sempre um ótimo atendimento, entrega rápida Olá!!! É um prazer tê-lo como cliente. Sua presença em nosso dia a dia, nos deixa mais motivados a buscar sempre um ótimo atendimento, entrega rápida e produtos com ótima qualidade. Nosso bom relacionamento

Leia mais

Políticas de Garantia

Políticas de Garantia Políticas de Garantia RMA RETURN MERCHANDISE AUTHORIZATION (Autorização de Devolução de Mercadoria) SUMÁRIO 1. OBJETIVO 3 2. VISÃO GERAL SOBRE GARANTIA 3 3. PROCESSO DE DEVOLUÇÃO 3 4. MODALIDADE DE RMA

Leia mais

A seguir, sugerimos algumas formas de acondicionamento por tipo de material a ser enviado.

A seguir, sugerimos algumas formas de acondicionamento por tipo de material a ser enviado. Acondicionamento Para o cliente que deseja enviar um objeto via Correios, o correto acondicionamento dos objetos é muito importante para assegurar que as remessas cheguem bem a seus destinos. Recomenda-se

Leia mais

Procedimentos de Troca e Devolução

Procedimentos de Troca e Devolução Procedimentos de Troca e Devolução A Casa Modelo garante a troca e devolução dos produtos em um prazo de reclamação de 7 (sete) dias úteis, a partir do recebimento. Para facilitar este processo, alguns

Leia mais

1. PRAZOS... 1 2. SOLICITAÇÃO DE DEVOLUÇÃO... 1 3. MOTIVOS DE DEVOLUÇÃO... 2 4. TIPOS DE DEVOLUÇÃO...

1. PRAZOS... 1 2. SOLICITAÇÃO DE DEVOLUÇÃO... 1 3. MOTIVOS DE DEVOLUÇÃO... 2 4. TIPOS DE DEVOLUÇÃO... ÍNDICE 1. PRAZOS... 1 2. SOLICITAÇÃO DE DEVOLUÇÃO... 1 3. MOTIVOS DE DEVOLUÇÃO... 2 4. TIPOS DE DEVOLUÇÃO... 3 4.1. Integral ato da entrega... 3 4.2. Integral pós-recebimento... 3 4.3. Parcial pós-recebimento...

Leia mais

CONTRATO DE COMPRA E VENDA DE MÓVEIS PELA INTERNET SUMÁRIO. 1 Qualificação das partes contratantes... pág. 02

CONTRATO DE COMPRA E VENDA DE MÓVEIS PELA INTERNET SUMÁRIO. 1 Qualificação das partes contratantes... pág. 02 CONTRATO DE COMPRA E VENDA DE MÓVEIS PELA INTERNET SUMÁRIO 1 Qualificação das partes contratantes... pág. 02 2 Aceite das disposições contratuais pelo consumidor... pág. 02 3 Cuidados antes de confirmar

Leia mais

Condições de Fornecimento: 1- Prazo de Entrega. 2-Local de Entrega. 3-Programação de Entrega. 4-Transporte de Mercadorias.

Condições de Fornecimento: 1- Prazo de Entrega. 2-Local de Entrega. 3-Programação de Entrega. 4-Transporte de Mercadorias. Condições de Fornecimento: 1- Prazo de Entrega A data de entrega estipulada no pedido é a data em que a mercadoria deve estar no depósito na Posthaus, ou seja, data da entrada efetiva da mercadoria na

Leia mais

Amercian Express, Diners, Hipercard, Aura e Elo.

Amercian Express, Diners, Hipercard, Aura e Elo. TERMO DE CONTRATO DE COMPRA E VENDA DE PRODUTOS PELA INTERNET Magazine Luiza S/A, pessoa jurídica de direito privado, com sede na cidade de Franca/SP, Rua Voluntários da Franca, nº 1465, inscrita no CNPJ

Leia mais

5 passos para. implementação. do código de barras IDENTIFIQUE CAPTURE COMPARTILHE

5 passos para. implementação. do código de barras IDENTIFIQUE CAPTURE COMPARTILHE 5 passos para implementação do código de barras IDENTIFIQUE CAPTURE COMPARTILHE O que é o código de Barras? Os números de identificação de um produto podem ser representados por meio de um código, possibilitando

Leia mais

Sistema de Devolução Web

Sistema de Devolução Web Manual Sistema de Devolução Web Usuário Cliente ÍNDICE Sumário 1. Prazos...3 2. Solicitação de Devolução... 4 3. Autorização de Devolução... 4 4. Coleta de Mercadoria... 4 5. Acompanhamento da Devolução...

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE MANUAL DE RECEBIMENTO E ARMAZENAMENTO DE REVESTIMENTOS CERÂMICOS Rev 02 1/5 1. Objetivo Este manual tem por objetivo orientar os usuários / clientes quanto aos itens a serem

Leia mais

Política de Atendimento de Lubrificantes. Índice. Item Tópico Página. 1. Introdução e Propósito 2. 2. Nossa Missão 2. 3.

Política de Atendimento de Lubrificantes. Índice. Item Tópico Página. 1. Introdução e Propósito 2. 2. Nossa Missão 2. 3. Política de Atendimento de Lubrificantes Índice Item Tópico Página 1. Introdução e Propósito 2 2. Nossa Missão 2. CALL Center 2 e. Disponibilidade de Produtos.1 Pedidos Mínimos.2 Tipos e Características

Leia mais

CONDIÇÕES DE FORNECIMENTO

CONDIÇÕES DE FORNECIMENTO CONDIÇÕES DE FORNECIMENTO I - Formalização e Aceitação do Pedido 1.1 - O Aceite será automático caso o fornecedor não faça uma recusa parcial ou total, Por escrito no prazo de 2(dois) após o recebimento

Leia mais

IMPACTA CONTÁBIL S/S LTDA CNPJ: 07.792.378/0001-14

IMPACTA CONTÁBIL S/S LTDA CNPJ: 07.792.378/0001-14 1 2 REGULAMENTO TÉCNICO DE ETIQUETAGEM DE PRODUTOS TÊXTEIS NORMA BRASILEIRA I. Considerações Gerais 1. Para os efeitos do presente Regulamento, é considerado produto têxtil aquele que, em estado bruto,

Leia mais

Uma vez feito o pagamento você poderá enviar um e-mail ou fax com o comprovante para o seguinte:

Uma vez feito o pagamento você poderá enviar um e-mail ou fax com o comprovante para o seguinte: DEPARTAMENTO FINANCEIRO DA CORPORATE GIFTS O departamento financeiro da Corporate Gifts orgulha-se pela nossa capacidade de fornecer aos nossos clientes um serviço seguro, preciso e imediato. Será um prazer

Leia mais

Normas Técnicas para Etiquetas

Normas Técnicas para Etiquetas Normas Técnicas para Etiquetas Informativo Técnico: Nova Lei das Etiquetas Informações que devem constar nas etiquetas de artigos confeccionados: 1 - Composição têxtil do produto. 2 - Nome ou razão social

Leia mais

Para comprar, você coloca cada produto desejado no carrinho e depois indica a quantidade. Para efetivar a compra, clique em comprar.

Para comprar, você coloca cada produto desejado no carrinho e depois indica a quantidade. Para efetivar a compra, clique em comprar. Como Comprar Comprar na loja virtual Cia do Catalisador é fácil, rápido e seguro. Tudo funciona como em uma loja normal: logo na entrada, você vê na vitrine nossos produtos em destaque, os lançamentos

Leia mais

Distribuição: Diretor/ Gerentes/ Chefes / Unidades

Distribuição: Diretor/ Gerentes/ Chefes / Unidades 1 de 5 Assunto: CONDIÇÕES GERAIS DE VENDAS Distribuição: Diretor/ Gerentes/ Chefes / Unidades 1. Conceito 2. Abrangência 3. Documentos Relacionados 4. Regras Gerais 4.1. Pedido e Fornecimento 4.1.1. Pedido

Leia mais

Guia de Codificação para Livros

Guia de Codificação para Livros Guia de Codificação para Livros 1. Introdução A GS1 e as Agências Internacionais do ISBN e ISSN elaboraram diretrizes para ajudar os editores na compreensão das funcionalidades do Sistema GS1 para o setor

Leia mais

c) O Programa tem prazo para acúmulo de Pontos do Catálogo 03/2015 de Outubro de 2015, a 30 de Março de 2016.

c) O Programa tem prazo para acúmulo de Pontos do Catálogo 03/2015 de Outubro de 2015, a 30 de Março de 2016. Regulamento Clube do Desejo Miess 1. DISPOSIÇÕES GERAIS a) As presentes disposições regulam o programa de pontos * Clube do Desejo Miess * (Programa), por meio do qual são atribuídos (*Pontos *) os clientes

Leia mais

Perguntas frequentes

Perguntas frequentes Perguntas frequentes 1. MEUS PEDIDOS Consigo rastrear o minha Compra? Sim. As informações mais atualizadas sobre sua Compra e a situação de entrega de sua Compra podem ser adquiridas a qualquer momento

Leia mais

REGULAMENTO DO FASCAR CLUB - PROGRAMA DE FIDELIDADE FASCAR

REGULAMENTO DO FASCAR CLUB - PROGRAMA DE FIDELIDADE FASCAR REGULAMENTO DO FASCAR CLUB - PROGRAMA DE FIDELIDADE FASCAR 1. OBJETO 1.1. O Programa Fidelidade FASCAR CLUB consiste em um Programa de relacionamento com clientes da FASCAR, denominação doravante de Indústria

Leia mais

Serviço de Atendimento ao Cliente SAC

Serviço de Atendimento ao Cliente SAC Serviço de Atendimento ao Cliente SAC Índice: 1 - Como Atua o Sac 2 - Ferramentas de Trabalho do SAC 3 - Irregularidades nos dados da Nota Fiscal 4 - Irregularidades na Entrega 5 - Devoluções de mercadoria

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA. Registro de Preços para aquisição de envelopes plásticos para as Eleições 2010

TERMO DE REFERÊNCIA. Registro de Preços para aquisição de envelopes plásticos para as Eleições 2010 TERMO DE REFERÊNCIA Registro de Preços para aquisição de envelopes plásticos para as Eleições 2010 1. OBJETO Registro de Preços para eventual aquisição de envelopes plásticos para as Eleições 2010, de

Leia mais

MANUAL DO FORNECEDOR MF 02.017 OPERAÇÃO DE ALARMES PAG: 1 / 12 POSICIONAMENTO DE ETIQUETAS DE ALARME EM PRODUTO VIGÊNCIA: 01/06/2012

MANUAL DO FORNECEDOR MF 02.017 OPERAÇÃO DE ALARMES PAG: 1 / 12 POSICIONAMENTO DE ETIQUETAS DE ALARME EM PRODUTO VIGÊNCIA: 01/06/2012 OPERAÇÃO DE ALARMES PAG: 1 / 12 Esta Instrução tem por finalidade estabelecer o fluxo de operações para entrega de produtos previamente colocada etiquetas de alarme no fornecedor. A retirada das etiquetas

Leia mais

POLÍTICA COMERCIAL. COMO COMPRAR: 1. Cadastrando-se como Cliente 2. Obrigatoriedade para compra

POLÍTICA COMERCIAL. COMO COMPRAR: 1. Cadastrando-se como Cliente 2. Obrigatoriedade para compra 1 POLÍTICA COMERCIAL Para realizar um excelente atendimento e garantir uma ótima experiência de compra aos nossos clientes, nos preocupamos com todos os detalhes que envolvem a venda. E um quesito ao qual

Leia mais

TELA INICIAL: BOTÕES INICIAIS:

TELA INICIAL: BOTÕES INICIAIS: Sumário 1. Tela Inicial... 02 2. Venda [F1]... 03 a. Cliente [F2]... 03 b. Importar [F9]... 04 c. Produtos [F3]... 04 d. Fechamento [F4]... 05 e. Impressão, Ponto de Referência e Observações... 07 f. Consulta

Leia mais

PERGUNTAS MAIS FREQUENTES 1. MEUS PEDIDOS

PERGUNTAS MAIS FREQUENTES 1. MEUS PEDIDOS PERGUNTAS MAIS FREQUENTES 1. MEUS PEDIDOS Consigo rastrear o minha Compra? Sim. As informações mais atualizadas sobre sua Compra e a situação de entrega de sua Compra estão disponíveis em Meus pedidos.

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE FIDELIDADE POSÉ DEPILAÇÃO EXPRESSA

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE FIDELIDADE POSÉ DEPILAÇÃO EXPRESSA REGULAMENTO DO PROGRAMA DE FIDELIDADE POSÉ DEPILAÇÃO EXPRESSA 1. Cadastro e Informações Gerais do Programa 1.1. O Programa Fidelidade Posé Depilação Expressa consiste em um programa de incentivo da Posé,

Leia mais

MANUAL DO REVENDEDOR PREZADO REVENDEDOR

MANUAL DO REVENDEDOR PREZADO REVENDEDOR MANUAL DO REVENDEDOR PREZADO REVENDEDOR Este manual foi elaborado com o objetivo de facilitar e otimizar o desempenho da atividade de revenda dos produtos FLYPOWER. Aqui, o Revendedor encontrará os regulamentos

Leia mais

Supervisores do Centro Cirúrgico, Gerência de Materiais, Evento 5928 URGENTE: RECOLHIMENTO DE DISPOSITIVO, EVENTO 5928 05 de Novembro de 2012

Supervisores do Centro Cirúrgico, Gerência de Materiais, Evento 5928 URGENTE: RECOLHIMENTO DE DISPOSITIVO, EVENTO 5928 05 de Novembro de 2012 URGENTE: RECOLHIMENTO DE DISPOSITIVO, EVENTO 5928 05 de Novembro de 2012 PRODUTO EES PSX Proximate Skin Staple Extractor (Extrator de Grampos) Para: Supervisores do Centro Cirúrgico e Gerência de Materiais

Leia mais

Política de entrega, troca e devolução de produtos

Política de entrega, troca e devolução de produtos Política de entrega, troca e devolução de produtos Este documento é parte integrante do Pedido de Venda / Termos e Condições de aquisição de produtos da MADEPAL. Caso haja con ito entre o pedido e o expresso

Leia mais

Manual de Boas Práticas para Fornecedores do Cartão BNDES

Manual de Boas Práticas para Fornecedores do Cartão BNDES Manual de Boas Práticas para Fornecedores do Cartão BNDES Atualizado em 15/05/14 Pág.: 1/6 Introdução O Cartão BNDES é um meio de pagamento baseado no conceito de cartão de crédito e que visa financiar

Leia mais

SFT. Sistema de Faturamento

SFT. Sistema de Faturamento SFT Sistema de Faturamento SISTEMA DE FATURAMENTO - STF O primeiro passo para utilização do Sistema de Faturamento STF, é configurar os Parâmetros do Sistema: Módulo Utilitários: Parâmetros Cadastrar a

Leia mais

Instruções de Documentação e Envio para Troca como Pessoa Jurídica

Instruções de Documentação e Envio para Troca como Pessoa Jurídica Instruções de Documentação e Envio para Troca como Pessoa Jurídica 1. Emita a nota fiscal de troca pela garantia de acordo com o exemplo e instruções das próximas páginas. 2. Embale o HD com a documentação

Leia mais

Módulo Vendas Balcão. Roteiro passo a passo. Sistema Gestor New

Módulo Vendas Balcão. Roteiro passo a passo. Sistema Gestor New 1 Roteiro passo a passo Módulo Vendas Balcão Sistema Gestor New Instruções para configuração e utilização do módulo Vendas balcão com uso de Impressora fiscal (ECF) 2 ÍNDICE 1. Cadastro da empresa......3

Leia mais

Activamos o seu negócio

Activamos o seu negócio Activamos o seu negócio CATÁLOGO EQUIPAMENTOS HOTELEIROS E LAVANDARIAS 2013 - INOXS Caros parceiros de negócio, esta é a nossa Tabela de Preços de Equipamentos hoteleiros e de lavandaria 2013. Num mercado

Leia mais

Manual do Painel Administrativo E-commerce

Manual do Painel Administrativo E-commerce Manual do Painel Administrativo E-commerce versão 1.0 Autores César A Miggiolaro Marcos J Lazarin Índice E-commerce... 3 Categorias... 4 Produto... 5 Marca... 7 Cor... 8 Tamanho... 8 Configurar Loja...

Leia mais

CONTROLE DE COPIA: PO-AM-TI-025 TELEFONIA MÓVEL 10/07/2015

CONTROLE DE COPIA: PO-AM-TI-025 TELEFONIA MÓVEL 10/07/2015 1/6 1. OBJETIVO Estabelecer a sistemática para concessão de linhas telefônicas móveis, aparelhos e modens, ao pessoal, Técnico, Administrativo e Operacional das empresas do Grupo Santa Helena. Este procedimento

Leia mais

4 MÓDULO 4 DOCUMENTOS COMERCIAIS

4 MÓDULO 4 DOCUMENTOS COMERCIAIS 44 4 MÓDULO 4 DOCUMENTOS COMERCIAIS 4.1 Cheque O cheque é uma ordem de pagamento à vista. Pode ser recebido diretamente na agência em que o emitente mantém conta ou depositado em outra agência, para ser

Leia mais

Condições Comerciais Advantech estore

Condições Comerciais Advantech estore Condições Comerciais Advantech estore 1. Para fazer seu pedidode compras: Acesse Advantech estore online no link http://buy.advantech.com.br ou ligue para 0800- para falar com um representante estore.

Leia mais

1. Objecto e âmbito de aplicação

1. Objecto e âmbito de aplicação As presentes Condições Gerais de Contratação são acordadas entre a Lusodidacta Sociedade Portuguesa de Material Didáctico, Lda, com o número de pessoa colectiva e matrícula na Conservatória do Registo

Leia mais

Índice. Política Geral de Garantia...3. Equipamento com Defeito...4. Envio de Equipamentos...5. Pessoa Física...5. Pessoa Jurídica...

Índice. Política Geral de Garantia...3. Equipamento com Defeito...4. Envio de Equipamentos...5. Pessoa Física...5. Pessoa Jurídica... Índice Política Geral de Garantia...3 Equipamento com Defeito...4 Envio de Equipamentos...5 Pessoa Física...5 Pessoa Jurídica...5 Emissão da Nota Fiscal (Pessoa Jurídica)...4 Pessoa Jurídica sem inscrição

Leia mais

MANUAL DO FORNECEDOR MF - 01.007 MANUAL DE ENTREGAS

MANUAL DO FORNECEDOR MF - 01.007 MANUAL DE ENTREGAS VERSÃO: 7 PAG: 1 / 16 Esta Instrução tem por finalidade estabelecer o fluxo de operações para entrega de confecções previamente encabidadas, abrangendo a elaboração do Pedido de Compra, a retirada dos

Leia mais

TERMO DE USO TERMOS DE USO DO CLIENTE

TERMO DE USO TERMOS DE USO DO CLIENTE TERMO DE USO TERMOS DE USO DO CLIENTE A) APLICABILIDADE 1. Os presentes termos de uso são aplicáveis aos Usuários da INTERNET POOL COMÉRCIO ELETRONICO LTDA, inscrita no CNPJ/MF sob o nº 09.491.113/0001-01,

Leia mais

Realizando Compras no Site do Cartão BNDES

Realizando Compras no Site do Cartão BNDES Realizando Compras no Site do Cartão BNDES Comprador Atualizado em 30/06/2014 Pág.: 1/17 Introdução Este manual destina-se a orientar os portadores do Cartão BNDES que irão realizar compras de produtos

Leia mais

COMO CRIAR UMA GARANTIA DE CLIENTE

COMO CRIAR UMA GARANTIA DE CLIENTE COMO CRIAR UMA GARANTIA DE CLIENTE O ORION permite a criação de uma Garantia de um determinado produto para o seu cliente. Essa opção será usada quando um cliente compra algum produto com defeito e deseja

Leia mais

Considerações Gerais sobre Troca e Devolução para Internet e Televendas

Considerações Gerais sobre Troca e Devolução para Internet e Televendas Considerações Gerais sobre Troca e Devolução para Internet e Televendas Nosso compromisso é sua total satisfação nas compras realizadas em nosso site de internet. Caso você não tenha ficado satisfeito

Leia mais

Guia Prático do Usuário Sistema e-commerce e Portal

Guia Prático do Usuário Sistema e-commerce e Portal Guia Prático do Usuário Sistema e-commerce e Portal 29/11/2012 Índice ÍNDICE... 2 1. APRESENTAÇÃO... 3 2. O QUE É E-COMMERCE?... 4 3. LOJA FOCCO... 4 4. COMPRA... 13 5. E-MAILS DE CONFIRMAÇÃO... 14 6.

Leia mais

BEM VINDOS AO DHL WEB SHIPPING GUIA DE USO

BEM VINDOS AO DHL WEB SHIPPING GUIA DE USO Envio de Remessas Online BEM VINDOS AO DHL WEB SHIPPING GUIA DE USO webshipping.dhl.com ACESSE O DHL WEB SHIPPING DE QUALQUER LUGAR DO MUNDO. Ideal para qualquer empresa com acesso à internet, o DHL Web

Leia mais

ORIENTAÇÕES BÁSICAS PARA CADASTRO NO PORTAL VIAJA MAIS

ORIENTAÇÕES BÁSICAS PARA CADASTRO NO PORTAL VIAJA MAIS ORIENTAÇÕES BÁSICAS PARA CADASTRO NO PORTAL VIAJA MAIS O Portal Viaja Mais funciona como um catálogo de ofertas. Ele não intermedeia negociações: o cliente compra diretamente da empresa anunciante ou de

Leia mais

Faturamento Finanças Controle de Crédito Sintegra Cobrança Eletrônica. Clientes / Fornecedores Comercial Expedição Estoque Compras

Faturamento Finanças Controle de Crédito Sintegra Cobrança Eletrônica. Clientes / Fornecedores Comercial Expedição Estoque Compras MÓDULO Básico ÍNDICE Clientes / Fornecedores Comercial Expedição Estoque Compras 03 04 05 06 07 Faturamento Finanças Controle de Crédito Sintegra Cobrança Eletrônica 08 09 10 10 11 Esta apresentação exemplifica

Leia mais

Almoxarifado SEF. Manual do Usuário Versão 1.3. União Sul Brasileira da IASD. Departamento de TI 01/01/2008

Almoxarifado SEF. Manual do Usuário Versão 1.3. União Sul Brasileira da IASD. Departamento de TI 01/01/2008 2008 Almoxarifado SEF Manual do Usuário Versão 1.3 União Sul Brasileira da IASD Departamento de TI 01/01/2008 SUMÁRIO SEF - Almoxarifado Introdução... 3 Cadastro da Entidade/Loja... 3 Menu Almoxarifado...

Leia mais

apple Programa do Fornecedor de Serviço Autorizado da Apple

apple Programa do Fornecedor de Serviço Autorizado da Apple apple Programa do Fornecedor de Serviço Autorizado da Apple Os itens a seguir foram retirados do Manual do Programa do Provedor de Serviços. Se você acha que sua organização poderá atender a esses requisitos

Leia mais

Como solicitar um código de postagem LG Collect pelo site

Como solicitar um código de postagem LG Collect pelo site Como solicitar um código de postagem LG Collect pelo site Para solicitar um código de postagem para envio do seu produto para uma Assistência Técnica, realize os seguintes passos: Acesse WWW.LGE.COM.BR

Leia mais

Controles Financeiros - Básico-

Controles Financeiros - Básico- Controles Financeiros - Básico- Introdução Este material irá tratar de controles financeiros que sua empresa deve manter a fim de organizar todo o fluxo de informações que servirão de base para os relatórios.

Leia mais

Condições Gerais de Venda

Condições Gerais de Venda Condições Gerais de Venda Em todas as situações omissas no presente documento assumem-se as Condições Gerais de Venda da CEPAC, a serem disponibilizadas pela Prado - Cartolinas da Lousã, S.A. sempre que

Leia mais

RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES (RAPP) * O IBAMA indica o uso dos navegadores Mozilla Firefox ou Google Chrome

RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES (RAPP) * O IBAMA indica o uso dos navegadores Mozilla Firefox ou Google Chrome ATENÇÃO! Em 2015, o prazo de entrega do Relatório Anual de Atividades Potencialmente Poluidoras (RAPP) 2015/2014 será entre 1º de fevereiro a 31 de março. Deixar de cumprir essa obrigação ou prestar declarações

Leia mais

ANEXO C MANUAL DE POLÍTICA DE FORNECIMENTO PARA ATENDIMENTO ÀS LOJAS DA REDE PRÓPRIA

ANEXO C MANUAL DE POLÍTICA DE FORNECIMENTO PARA ATENDIMENTO ÀS LOJAS DA REDE PRÓPRIA ANEXO C MANUAL DE POLÍTICA DE FORNECIMENTO PARA ATENDIMENTO ÀS LOJAS DA REDE PRÓPRIA Prezados Senhores, Face à constante processo de melhoria contínua nos procedimentos da Rede de Valor Le Postiche, elaboramos

Leia mais

Recebimento, Armazenagem, Movimentação e Expediçao de Produtos à Granel

Recebimento, Armazenagem, Movimentação e Expediçao de Produtos à Granel Recebimento, Armazenagem, Movimentação e Expediçao de Produtos à Granel Produto : Logix, WMS, 12 Chamado : PCREQ-1926 Data da criação : 03/07/2015 Data da revisão : 24/07/15 País(es) : Todos Banco(s) de

Leia mais

MÓDULO. Básico. Grupo Acert - 1

MÓDULO. Básico. Grupo Acert - 1 MÓDULO Básico Grupo Acert - 1 ÍNDICE Clientes / Fornecedores Comercial Expedição Estoque Compras 03 04 05 06 07 Faturamento Finanças Controle de Crédito Sintegra Cobrança Eletrônica 08 09 10 10 11 Esta

Leia mais

LOJA ONLINE - 2012 CONDIÇÕES GERAIS DE UTILIZAÇÃO

LOJA ONLINE - 2012 CONDIÇÕES GERAIS DE UTILIZAÇÃO LOJA ONLINE - 2012 CONDIÇÕES GERAIS DE UTILIZAÇÃO Bem-Vindo ao site da Gimnica. O acesso e a utilização da loja online da Gimnica, assim como a compra de produtos pressupõem a leitura, compreensão e a

Leia mais

PROTOCOLO DO 5º PROGRAMA DE ENSAIOS DE PROFICIÊNCIA COMPARAÇÃO INTERLABORATORIAL ÁREA: CALIBRAÇÃO GRANDEZA: MASSA

PROTOCOLO DO 5º PROGRAMA DE ENSAIOS DE PROFICIÊNCIA COMPARAÇÃO INTERLABORATORIAL ÁREA: CALIBRAÇÃO GRANDEZA: MASSA PROTOCOLO DO 5º PROGRAMA DE ENSAIOS DE PROFICIÊNCIA COMPARAÇÃO INTERLABORATORIAL ÁREA: CALIBRAÇÃO GRANDEZA: MASSA Revisão 00-11 de outubro 2011 Fol. 1 de 11 INTRODUÇÃO A SETTING CALIBRATION LABORATORIES

Leia mais

PROTOCOLO DO 5º PROGRAMA DE ENSAIOS DE PROFICIÊNCIA COMPARAÇÃO INTERLABORATORIAL DE MASSA

PROTOCOLO DO 5º PROGRAMA DE ENSAIOS DE PROFICIÊNCIA COMPARAÇÃO INTERLABORATORIAL DE MASSA PROTOCOLO DO 5º PROGRAMA DE ENSAIOS DE PROFICIÊNCIA COMPARAÇÃO INTERLABORATORIAL DE MASSA Revisão 01-15 de abril de 2013 Fol. 1 de 8 INTRODUÇÃO A SETTING CALIBRATION LABORATORIES iniciou suas atividades

Leia mais

Manual Financeiro do Sistema Gerencial Administrativo SGA. 01) Agentes Cadastro de Clientes, Fornecedores, Vendedores, Transportadoras.

Manual Financeiro do Sistema Gerencial Administrativo SGA. 01) Agentes Cadastro de Clientes, Fornecedores, Vendedores, Transportadoras. Manual Financeiro do Sistema Gerencial Administrativo SGA 01) Agentes Cadastro de Clientes, Fornecedores, Vendedores, Transportadoras. Cliente Tp Pessoa Jurídica (campo Obrigatório ) CNPJ ou CFF (campo

Leia mais

MANUAL MANUTENÇÃO ON LINE

MANUAL MANUTENÇÃO ON LINE MANUAL DE MANUTENÇÃO ON LINE R: Santa Cruz, 647 CENTRO Limeira/SP - CEP 13.480-041 - Fone (19) 3404-4949 - e-mail: scpclimeira@acil.org.br 1 ÍNDICE Inclusão de Pessoa Física... 5 Inclusão de Cheque: Pessoa

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DE VENDA Versão 04

CONDIÇÕES GERAIS DE VENDA Versão 04 CONDIÇÕES GERAIS DE VENDA Versão 04 1. As vendas dos produtos da Aperam Inox América do Sul serão efetuadas de acordo com as presentes condições gerais de vendas, ressalvada eventual alteração dos termos

Leia mais

REQUISITOS MÍNIMOS DE EMBALAGEM E PRESERVAÇÃO DE EQUIPAMENTOS E MATERIAIS ADQUIRIDOS NO MERCADO NACIONAL OU INTERNACIONAL

REQUISITOS MÍNIMOS DE EMBALAGEM E PRESERVAÇÃO DE EQUIPAMENTOS E MATERIAIS ADQUIRIDOS NO MERCADO NACIONAL OU INTERNACIONAL REQUISITOS MÍNIMOS DE EMBALAGEM E PRESERVAÇÃO DE EQUIPAMENTOS E MATERIAIS ADQUIRIDOS NO MERCADO 1. OBJETIVO Estabelecer requisitos mínimos para a preservação e a embalagem de equipamentos e materiais adquiridos

Leia mais

Tutorial Portal Prestador. Módulo Oficina

Tutorial Portal Prestador. Módulo Oficina Tutorial Portal Prestador Módulo Oficina V.7 08/2014 1 - Após o cadastro, a oficina receberá um e-mail: Primeiro Acesso que irá informar o link de acesso, usuário e senha temporária. A senha temporária

Leia mais

WEBSITE DEFIR PRO WWW.DEFIR.NET

WEBSITE DEFIR PRO WWW.DEFIR.NET MANUAL DO UTILIZADOR WEBSITE DEFIR PRO WWW.DEFIR.NET 1. 2. PÁGINA INICIAL... 3 CARACTERÍSTICAS... 3 2.1. 2.2. APRESENTAÇÃO E ESPECIFICAÇÕES... 3 TUTORIAIS... 4 3. DOWNLOADS... 5 3.1. 3.2. ENCOMENDAS (NOVOS

Leia mais

TUTORIAL COM OS PROCEDIMENTOS DE

TUTORIAL COM OS PROCEDIMENTOS DE TUTORIAL COM OS PROCEDIMENTOS DE GERAÇÃO DE BOLETOS BRADESCO NO FINANCE 2 Índice Como gerar Boleto Bancário pelo Bradesco... 3 Como gerar os arquivos de Remessa para o Banco pelo Finance... 14 Como enviar

Leia mais

PROTOCOLO DO 6º PROGRAMA DE ENSAIOS DE PROFICIÊNCIA COMPARAÇÃO INTERLABORATORIAL DE ELETRICIDADE

PROTOCOLO DO 6º PROGRAMA DE ENSAIOS DE PROFICIÊNCIA COMPARAÇÃO INTERLABORATORIAL DE ELETRICIDADE PROTOCOLO DO 6º PROGRAMA DE ENSAIOS DE PROFICIÊNCIA COMPARAÇÃO INTERLABORATORIAL DE ELETRICIDADE GRANDEZA: MEDIÇÃO DE TENSÃO CONTÍNUA E ALTERNADA, CORRENTE CONTÍNUA E ALTERNADA E RESISTÊNCIA ELÉTRICA Revisão

Leia mais

Índice 1. OBJETIVO... 3 2. ABRANGÊNCIA... 3 3. REFERÊNCIA... 3 4. DEFINIÇÃO... 3 5. RESPONSABILIDADE... 3 6. HISTÓRICO DE REVISÕES...

Índice 1. OBJETIVO... 3 2. ABRANGÊNCIA... 3 3. REFERÊNCIA... 3 4. DEFINIÇÃO... 3 5. RESPONSABILIDADE... 3 6. HISTÓRICO DE REVISÕES... REF: CE-M-001 REV: 2 de 9 Índice 1. OBJETIVO... 3 2. ABRANGÊNCIA... 3 3. REFERÊNCIA... 3 4. DEFINIÇÃO... 3 5. RESPONSABILIDADE... 3 6. HISTÓRICO DE REVISÕES... 4 7. DESCRIÇÃO DO PROCEDIMENTO... 4 POLÍTICAS...

Leia mais

ABRANGÊNCIA / NÍVEL DE DISTRIBUIÇÃO...

ABRANGÊNCIA / NÍVEL DE DISTRIBUIÇÃO... Suprimentos e Pág. 1 de 6 Produto Não-Conforme SUMÁRIO 1 OBJETIVO... 2 2 ABRANGÊNCIA / NÍVEL DE DISTRIBUIÇÃO... 2 3 SIGLAS UTILIZADAS... 2 4 GLOSSÁRIO / CONCEITOS... 2 5 DOCUMENTOS DE REFERÊNCIA... 2 6

Leia mais

DISTRIBUIÇÃO E ARMAZENAGEM CONTEINERIZAÇÃO DE CARGAS

DISTRIBUIÇÃO E ARMAZENAGEM CONTEINERIZAÇÃO DE CARGAS DISTRIBUIÇÃO E ARMAZENAGEM CONTEINERIZAÇÃO DE CARGAS CONTEINERIZAÇÃO DE CARGAS Vantagens: Possibilitam operações ininterruptas, mesmo sob intempéries Incrementam a produtividade Minimizam o tempo de movimentação

Leia mais

Regulamento da MultiConta Prestige

Regulamento da MultiConta Prestige Regulamento da MultiConta Prestige Mais serviços e mais benefícios feitos para quem recebe seu crédito de salário ou aposentadoria no Itaú Personnalité. A MultiConta Prestige oferece um maior número de

Leia mais

Como Fazer o seu Pedido

Como Fazer o seu Pedido 1 Como Fazer o seu Pedido Agora que você já está cadastrado e sabe como acessar o seu escritório virtual, é muito importante que saiba como enviar seus pedidos. No tutorial Como Fazer o seu Cadastro você

Leia mais

Manual de Utilização do Assistente do Certificado Digital Serasa Experian. Manual do Produto

Manual de Utilização do Assistente do Certificado Digital Serasa Experian. Manual do Produto Manual de Utilização do Assistente do Certificado Digital Serasa Experian Manual do Produto Índice Introdução - Assistente do Certificado Digital Serasa Experian 3 1. Verificação de Ambiente 4 2. Instalação

Leia mais

ATUALIZAÇÃO DA VERSAO 05.07.01. Abaixo constam as alterações referentes a versão 05.07.01 do dia 28/09/2012:

ATUALIZAÇÃO DA VERSAO 05.07.01. Abaixo constam as alterações referentes a versão 05.07.01 do dia 28/09/2012: ATUALIZAÇÃO DA VERSAO 05.07.01 Abaixo constam as alterações referentes a versão 05.07.01 do dia 28/09/2012: ATENÇÃO: Versões intermediarias não são de atualização obrigatório para todos os clientes, apenas

Leia mais

Troca e Devolução Lojasmm.com

Troca e Devolução Lojasmm.com Troca e Devolução Lojasmm.com Informações Gerais. Nosso objetivo é garantir sempre sua satisfação nas compras realizadas no nosso site. Visando uma parceria de respeito e confiança, criamos a Política

Leia mais

VITATECH SOLUÇÕES DE INFORMÁTICA LTDA ME

VITATECH SOLUÇÕES DE INFORMÁTICA LTDA ME CONTRATO DE REVENDA Pelo presente Contrato de Revenda, as partes que o firmam, de um lado VITATECH SOLUÇÕES DE INFORMÁTICA LTDA ME, pessoa jurídica de direito privado, inscrita no CNPJ sob o n. 12.599.069/0001-62,

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE SANTA CATARINA PRÓ-REITORIA DE ENSINO DIRETORIA DE ASSUNTOS ESTUDANTIS

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE SANTA CATARINA PRÓ-REITORIA DE ENSINO DIRETORIA DE ASSUNTOS ESTUDANTIS MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE SANTA CATARINA Edital para a Participação em Eventos/Assistência Estudantil Nº 003/2015 A REITORA DO INSTITUTO FEDERAL DE SANTA CATARINA torna pública a abertura

Leia mais

Caro representante este Manual do Representante tem por objetivo apresentar as regras e procedimentos de trabalho da Unity Brindes.

Caro representante este Manual do Representante tem por objetivo apresentar as regras e procedimentos de trabalho da Unity Brindes. Caro representante este Manual do Representante tem por objetivo apresentar as regras e procedimentos de trabalho da Unity Brindes. Neste guia você encontrará informações importantes para suas vendas e

Leia mais

Lista Aberta: A loja sugere uma relação de presentes e deixa o convidado à vontade para comprar o presente que deseja da loja.

Lista Aberta: A loja sugere uma relação de presentes e deixa o convidado à vontade para comprar o presente que deseja da loja. Oferecemos atendimento personalizado para elaborar a sua lista de presentes. Dispomos de uma completa linha de produtos de decoração, utilidades, presentes, cama, mesa, banho e móveis, além de marcas exclusivas

Leia mais

Prof. Jean Cavaleiro. Unidade II MOVIMENTAÇÃO E ARMAZENAGEM

Prof. Jean Cavaleiro. Unidade II MOVIMENTAÇÃO E ARMAZENAGEM Prof. Jean Cavaleiro Unidade II MOVIMENTAÇÃO E ARMAZENAGEM Introdução Vamos abordar aqui meios de armazenagem para melhor aproveitar o Pé direito, equipamentos que facilite movimentação em armazenagem

Leia mais

Indice. Sistema Smartphone / Tablet

Indice. Sistema Smartphone / Tablet Indice Sistema Smartphone / Tablet 1. Cadastrando um cliente... 2 2. Cadastrando produtos... 4 3. Incluindo fotos de produtos... 5 4. Fazendo um pedido... 6 5. Transmitindo pedido para empresa... 8 6.

Leia mais

Manual de Compras. Calcular a Curva ABC de Vendas do produto.

Manual de Compras. Calcular a Curva ABC de Vendas do produto. Manual de Compras Antes de se começar a operar a tela de compras, é necessário estabelecer a configuração ideal para o seu negócio. Este manual não visa impor a melhor forma ou o melhor calculo para se

Leia mais

TOTVS Série 1 Varejo (Simples) - Módulo e-commerce

TOTVS Série 1 Varejo (Simples) - Módulo e-commerce Novo Módulo disponível no TOTVS S1 Varejo: permissão de utilização através de licença específica. Mesmo não adquirindo a licença de uso do módulo ele continuará presente na tela do usuário. 1 Na opção

Leia mais

Manual. Pedido Eletrônico

Manual. Pedido Eletrônico Manual Pedido Eletrônico ÍNDICE 1. Download... 3 2. Instalação... 4 3. Sistema de Digitação SantaCruz... 8 3.1. Configuração... 8 4. Utilização do Sistema Digitação SantaCruz... 11 4.1. Atualizar cadastros...11

Leia mais

Cadastros Gerais Treinamento 1

Cadastros Gerais Treinamento 1 Cadastros Gerais Treinamento 1 O sistema JBI Loja possibilita controle completo da sua empresa. Abaixo segue a primeira fase dos cadastros iniciais do sistema. CADASTROS FORNECEDORES A tela de cadastro

Leia mais

GUIA DE USO. Sobre o Moip

GUIA DE USO. Sobre o Moip GUIA DE USO Sobre o Moip Sobre o Moip 2 Qual o prazo de recebimento no Moip? Clientes Elo 7 possuem prazo de recebimento de 2 dias corridos, contados a partir da data de autorização da transação. Este

Leia mais

GUIA DE EMBALAGENS DE PEÇAS COMPRADAS

GUIA DE EMBALAGENS DE PEÇAS COMPRADAS GUIA DE EMBALAGENS DE PEÇAS COMPRADAS E PADRÃO DE ETIQUETAS 1ª Edição Julho, 2010 INDICE 1- INTRODUÇÃO... 03 2- RESPONSABILIDADES... 04 3- RECOMENDAÇÕES IMPORTANTES... 05 4- PROCEDIMENTOS... 06 5- DESENVOLVIMENTO

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA ITAUCARD BUSINESS REWARDS

REGULAMENTO DO PROGRAMA ITAUCARD BUSINESS REWARDS REGULAMENTO DO PROGRAMA ITAUCARD BUSINESS REWARDS 1. DISPOSIÇÕES GERAIS a) Este Regulamento faz parte integrante do Contrato de Cartão de Crédito ( Contrato ) e regula as condições aplicáveis ao Programa

Leia mais

POLÍTICA NACIONAL DE GARANTIA

POLÍTICA NACIONAL DE GARANTIA POLÍTICA NACIONAL DE GARANTIA 1 Conteúdo Introdução... 3 Objetivo... 3 Esclarecimentos... 3 O que é considerado garantia... 4 O que são considerados itens de manutenção... 4 O que são considerados materiais

Leia mais