Monitoramento ambiental de superfície/subsuperfície aplicado a site piloto para o armazenamento de CO 2 em camadas de carvão Jazida de Charqueadas/RS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Monitoramento ambiental de superfície/subsuperfície aplicado a site piloto para o armazenamento de CO 2 em camadas de carvão Jazida de Charqueadas/RS"

Transcrição

1 Monitoramento ambiental de superfície/subsuperfície aplicado a site piloto para o armazenamento de CO 2 em camadas de carvão Jazida de Charqueadas/RS Centro de Excelencia em Pesquisa e Inovação em Petróleo, Recursos Minerais e Armazenamento de Carbono CEPAC / PUCRS Heemann, R; Santarosa, C.S; Melo, C.L; Jardim, M; Bressan, L.W; Ketzer, J.M.M; Lourega, R.V; Rodrigues, L.F; Augustin, A.H, Nascimento, K. L IV Congresso Brasileiro de Carvão Mineral Gramado, 22 a 24 de Agosto de 2013

2 Monitoramento do Fluxo e Concentração de CO 2

3 Monitoramento do fluxo e concentração de CO 2 Câmaras de fluxo dinâmicas (Sistema LI-COR - LI-8100A) Concentração de CO 2 determinada por meio de espectroscopia de absorção ótica - analisador de gás por absorção na faixa do infravermelho (IRGA) Temperatura e Umidade do solo O método permite calcular as emissões de CO 2 e observar o comportamento da injeção através de mapas de contorno de fluxo, concentração, umidade e temperatura. Câmara de fluxo LI-8100A

4 O método consiste em colocar a câmara de fluxo sobre colares de PVC de 10 cm de diâmetro interno, inseridos a 3,1 cm no solo. A câmara tem um volume interno de 955 cm 3, com uma área exposta para o solo de 83,7 cm 2. A faixa de medição de CO 2 é de 0 a 20,000 ppm. A concentração de CO 2 no interior da câmara foi avaliada a cada 1 segundo, levando a um tempo médio de leitura de 1,5 minutos por colar. A temperatura do solo foi medida através de um sensor de temperatura, acessório do Sistema LI-8100A. Construção dos colares

5 Malha de monitoramento A malha de monitoramento das câmaras de fluxo foi previamente estabelecida especificamente para os dois poços de injeção em Porto Batista

6 Malha de monitoramento Foram utilizados oito pontos de monitoramento para cada poço de injeção, quatro pontos de monitoramento entre os poços de injeção e ainda oito pontos em uma área considerada de controle, para verificação da concentração e fluxo de CO 2 em um local longe dos pontos de injeção. A distância entre os pontos monitoramento em cada poço de injeção foram de 1 metro, formando um quadrado perfeito.

7 Cálculo do fluxo e concentração de CO 2 As emissões são calculadas através do melhor ajuste de uma regressão linear das medidas de fluxo de CO 2 do solo para a câmara, realizadas pelo software sistema LICOR 8100

8 Mapa de Isolinhas A partir dos dados coletados é plotado um mapa de contorno com a migração da pluma de CO 2 na área de estudo

9 Monitoramento da Concentração de CO 2 (ar e boca dos poços) Outro método utilizado para determinação da concentração de CO 2 é um método direto com a Sonda Vaisala CARBOCAP GMP343 Esse equipamento utiliza infravermelho para detectar o dióxido de carbono na faixa de comprimento de onda de 4,26 nm, o que significa que, quando a radiação do infravermelho passa através de um gás que contenha CO2 a sonda faz a transferência da leitura para display do

10 SIMULAÇÃO DE FLUXO CONTÍNUO EM TESTEMUNHOS Core Flood- simulação de fluxo em meio poroso em célula triaxial pressão de confinamento psi pressão de poro psi 2 bombas independentes (líquido e CO 2 supercrítico)

11 MODELAGEM NUMÉRICA GEOQUÍMICA CO 2 em subsuperfície Softwares TOUGH2/ TOUGHREACT; GEM; Geochemist s Workbench.

12 Área de controle background 1 Ponto CO 2 (ppm) Fluxo de CO 2 (µmol/m 2 /s) Humidade relativa (%) Temperatura do solo PBPOÇO1_1 496,31 7,61 20,742 21,84 PBPOÇO1_2 539,38 13,00 20,804 22,63 PBPOÇO1_3 520,49 9,76 19,386 23,54 PBPOÇO1_4 507,97 7,45 23,418 23,93 PBPOÇO1_5 524,44 11,44 22,986 24,35 PBPOÇO1_6 501,91 6,72 22,863 23,17 PBPOÇO1_7 524,02 12,09 22,715 22,86 PBPOÇO1_8 506,76 8,68 21,236 22,96

13 Monitoramento Poço de injeção #1 Ponto CO 2 (ppm) Fluxo de CO 2 (µmol/m 2 /s) Humidade relativa (%) Temperatura do solo PBPOÇO1_1 503,69 7,76 23,64 21,76 PBPOÇO1_2 538,71 14,26 22,31 24,873 PBPOÇO1_3 525,51 10,22 22,82 31,058 PBPOÇO1_4 504,63 7,85 23,23 22,9 PBPOÇO1_5 527,66 11,23 24,16 25,736 PBPOÇO1_6 500,39 7,35 22,85 23,763 PBPOÇO1_7 519,8 12,69 23,53 28,634 PBPOÇO1_8 499,27 8,49 23,35 22,02

14 Monitoramento Poço de injeção #2 Ponto CO 2 (ppm) Fluxo de CO 2 (µmol/m 2 /s) Humidade relativa (%) Temperatura do solo PBPOÇO2_1 503,57 8,55 31,327 22,39 PBPOÇO2_2 531,7 15,56 25,798 23,29 PBPOÇO2_3 509,34 10,22 22,839 23,39 PBPOÇO2_4 499,13 7,30 22,9 23,31 PBPOÇO2_5 517,31 11,40 24,38 24,09 PBPOÇO2_6 496,37 7,04 27,832 23,18 PBPOÇO2_7 521,42 12,60 27,277 23,16 PBPOÇO2_8 498,25 8,86 26,14 24,36

15 Área de controle background #2 Ponto CO 2 (ppm) Fluxo de CO 2 (µmol/m 2 /s) Humidade relativa (%) Temperatura do solo PB ,26 12,10 23,948 24,32 PB ,79 7,39 26,168 23,76 PB ,08 7,78 26,291 23,65 PB ,72 7,86 26,229 23,62

16 Medições na área entre os poços de injeção Ponto CO 2 (ppm) Fluxo de CO 2 (µmol/m 2 /s) Humidade relativa (%) Temperatura do solo PB ,16 11,52 28,202 22,3 PB ,83 8,47 27,154 24,02 PB ,34 8,12 27,894 23,71 PB ,9 7,20 23,64 24,35

17 Interpretação dos Resultados (câmaras de fluxo) Valores câmaras de fluxo poços Valores medidas de background [CO 2 ] ar medidas próximas da [CO 2 ] média da atmosfera aprox. 400 ppm (ONU, 2013) Não foi detectado vazamento de CO 2 nos poços de injeção e/ou em locais no entorno dos poços

18 Monitoramento em sistemas aquíferos e poços

19 Monitoramento em sistemas aquíferos e poços

20 Monitoramento em sistemas aquíferos e poços Resultados obtidos para o background da área do Site Piloto de Porto Batista Legenda: n.d. - Não Detectado NMP - Número Mais Provável UFC - Unidade Formadora de Colônia UNT - Unidade Nefelométrica de Turbidez / UNT - Unidade Nefelométrica de Turbidez / "<" Resultados iniciados com este sinal, configura AUSÊNCIA de crescimento microbiano. Ensaios realizados no ALAC

21 Estratigrafia Genômica Comparativa EXTRAÇÃO DE DNA DIFÍCIL E SEQUENCIAMENTO Sequenciador PGM Ion Torrent Tecnologia de sequenciamento de DNA por semicondutores. Capacidade de gerar até 100Mb de dados a cada corrida, o que torna viável (e a baixo custo) o sequenciamento de um genoma bacteriano em apenas um dia/trab

22 Obrigado pela Atenção! informações complementares:

Laboratório de campo para experimentos de liberação controlada de CO 2 e testes de técnicas de Medição, Monitoramento e Verificação (MMV)

Laboratório de campo para experimentos de liberação controlada de CO 2 e testes de técnicas de Medição, Monitoramento e Verificação (MMV) Laboratório de campo para experimentos de liberação controlada de CO 2 e testes de técnicas de Medição, Monitoramento e Verificação (MMV) Clarissa Lovato Melo CEPAC Lia Weigert Bressan CEPAC INTEGRANTES

Leia mais

ALTERAÇÕES GEOQUÍMICAS EM ÁGUAS SUBTERRÂNEAS IMPACTADAS POR VAZAMENTOS DE CO 2 PROVENIENTES DE SEQUESTRO GEOLÓGICO

ALTERAÇÕES GEOQUÍMICAS EM ÁGUAS SUBTERRÂNEAS IMPACTADAS POR VAZAMENTOS DE CO 2 PROVENIENTES DE SEQUESTRO GEOLÓGICO Universidade Federal de Santa Catarina Programa de Pós-Graduação em Engenharia Ambiental Núcleo Ressacada de Pesquisas em Meio Ambiente ALTERAÇÕES GEOQUÍMICAS EM ÁGUAS SUBTERRÂNEAS IMPACTADAS POR VAZAMENTOS

Leia mais

ANALISE DOS GAZES DE ESCAPAMENTO E SUAS APLICAÇÕES

ANALISE DOS GAZES DE ESCAPAMENTO E SUAS APLICAÇÕES ANALISE DOS GAZES DE ESCAPAMENTO E SUAS APLICAÇÕES Analise dos gazes de escapamento Surgiram junto com o automóvel mas a partir das legislações anti-polui poluição é que realmente se desenvolveram; Influenciam

Leia mais

FUNCIONAMENTO DE UM MONITOR CONTÍNUO DE OZÔNIO

FUNCIONAMENTO DE UM MONITOR CONTÍNUO DE OZÔNIO FUNCIONAMENTO DE UM MONITOR CONTÍNUO DE OZÔNIO 1. Introdução A melhor tecnologia para o monitoramento de baixas concentrações de ozônio (O 3 ) no ar ambiente é a da absorção de luz na faixa do Ultra Violeta

Leia mais

CAPÍTULO 2 A ATMOSFERA TERRESTRE

CAPÍTULO 2 A ATMOSFERA TERRESTRE CAPÍTULO 2 A ATMOSFERA TERRESTRE 1.0. O Universo O Universo que pode ser observado pelo homem abrange milhões e milhões de quilômetros. Dentro desse Universo existem incontáveis galáxias, destacando-se

Leia mais

Parafínicos Quando existe predominância de hidrocarbonetos parafínicos. Naftênicos Quando existe predominância de hidrocarbonetos naftênicos.

Parafínicos Quando existe predominância de hidrocarbonetos parafínicos. Naftênicos Quando existe predominância de hidrocarbonetos naftênicos. PETRÓLEO E DERIVADOS ASELCO / TELEDYNE TIPOS DE PETRÓLEO Parafínicos Quando existe predominância de hidrocarbonetos parafínicos. Naftênicos Quando existe predominância de hidrocarbonetos naftênicos. Mistos

Leia mais

FAQ FREQUENT ASKED QUESTION (PERGUNTAS FREQUENTES)

FAQ FREQUENT ASKED QUESTION (PERGUNTAS FREQUENTES) FREQUENT ASKED QUESTION (PERGUNTAS FREQUENTES) PRINCIPAIS DÚVIDAS SOBRE O SISTEMA DE DETECÇÃO DE VAZAMENTO EM DUTOS. SUMÁRIO Introdução...4 1. Qual é a distância entre os sensores?...5 2. O RLDS/I-RLDS

Leia mais

CO-6 Medidor de dióxido de carbono (CO2)

CO-6 Medidor de dióxido de carbono (CO2) CO-6 Medidor de dióxido de carbono (CO2) DETECTOR 1. Sensor de temperatura e umidade 2. Sensor de CO2 (parte traseira) 3. display LCD 4. Conector adaptador AC 5. porta RS232 6. Teclado 7. Compartimento

Leia mais

O Uso da Tecnologia de Alta Resolução MIP/HPT no Gerenciamento de Áreas Contaminadas

O Uso da Tecnologia de Alta Resolução MIP/HPT no Gerenciamento de Áreas Contaminadas O Uso da Tecnologia de Alta Resolução MIP/HPT no Gerenciamento de Áreas Contaminadas III Seminário Sul-Brasileiro Gerenciamento de Áreas Contaminadas (12/11/15) Canoas/RS Vinhedo/SP Rio de Janeiro São

Leia mais

Mecanismos de Armazenamento de CO 2 e Estimativas de Capacidade para Reservatórios Geológicos

Mecanismos de Armazenamento de CO 2 e Estimativas de Capacidade para Reservatórios Geológicos Mecanismos de Armazenamento de CO 2 e Estimativas de Capacidade para Reservatórios Geológicos Rodrigo S. Iglesias FENG/CEPAC/PUCRS 23/09/2013 1 Captura e o Armazenamento de Carbono Como o CO 2 é armazenado

Leia mais

Eberhardt Comércio e Assist. Técnica. Ltda.

Eberhardt Comércio e Assist. Técnica. Ltda. Rua das Cerejeiras, 80 Ressacada CEP 88307-330 Itajaí SC Fone/Fax: (47) 3349 6850 Email: vendas@ecr-sc.com.br Guia de instalação, operação e manutenção do sistema de monitoramento de poços ECR. Cuidados

Leia mais

Tecnologia na captura e armazenamento de carbono em subsolo

Tecnologia na captura e armazenamento de carbono em subsolo Tecnologia na captura e armazenamento de carbono em subsolo Discentes: Juliane C. Prado Vinícius F. Bernardo Docente: Profº Dr. César A. Moreira Disciplina: Recursos Energéticos Índice 1) Introdução 2)

Leia mais

Conceitos Básicos sobre Biogás de Aterro e as Tecnologias para o seu Aproveitamento Energético

Conceitos Básicos sobre Biogás de Aterro e as Tecnologias para o seu Aproveitamento Energético Conceitos Básicos sobre Biogás de Aterro e as Tecnologias para o seu Aproveitamento Energético Sandra Mazo-Nix SCS Engineers Consultora - US Environmental Protection Agency (US EPA) Sumário Conceitos Básicos

Leia mais

HIDROGEOLOGIA E MINERAÇÃO (PLANEJAMENTO E OPERAÇÃO)

HIDROGEOLOGIA E MINERAÇÃO (PLANEJAMENTO E OPERAÇÃO) HIDROGEOLOGIA E MINERAÇÃO (PLANEJAMENTO E OPERAÇÃO) Marcus Vinícios Andrade Silva Engenheiro Geólogo / Hidrogeólogo Professor de Hidrogeologia CEFET MG (Campus Araxá) Supervisor Corporativo de Hidrogeologia

Leia mais

Monitoramento de emissões:

Monitoramento de emissões: Monitoramento de emissões: Monitoramento de emissões: Emissão de gases SO2 NOx NH3 CO2 O2 Vazão Monitoramento de particulados Monitoramento de Emissões: Uma monitoração exata e de confiança das emissões,

Leia mais

Captura e Armazenamento de Carbono: Alternativas Tecnológicas para um Mundo Dependente de Combustíveis Fósseis

Captura e Armazenamento de Carbono: Alternativas Tecnológicas para um Mundo Dependente de Combustíveis Fósseis Captura e Armazenamento de Carbono: Alternativas Tecnológicas para um Mundo Dependente de Combustíveis Fósseis Rodrigo S. Iglesias FENG/CEPAC/PUCRS rodrigo.iglesias@pucrs.br 1 Agenda Efeito estufa e aquecimento

Leia mais

distância de um diagnóstico

distância de um diagnóstico Apenas alguns cliques de distância de um diagnóstico do sistema de aquecimento testo 320. O analisador de gases de combustão altamente eficiente. testo 320 Medição eficiente com apenas um instrumento.

Leia mais

Combustão Industrial

Combustão Industrial Combustão Industrial JOSÉ EDUARDO MAUTONE BARROS Professor Adjunto da Universidade Federal de Minas Gerais Coordenador do Laboratório de Combustíveis e Combustão Doutor em Engenharia Mecânica - Térmica

Leia mais

Aparelho de cromatografia líquida de alta eficiência (HPLC), modelo Prominence, marca SHIMADZU:

Aparelho de cromatografia líquida de alta eficiência (HPLC), modelo Prominence, marca SHIMADZU: Aparelho de cromatografia líquida de alta eficiência (HPLC), modelo Prominence, marca SHIMADZU: Os componentes de uma cromatografia líquida são: bomba, coluna cromatográfica, detector e o registrador.

Leia mais

TÉCNICAS DE MONITORAMENTO PARA ARMAZENAMENTO GEOLÓGICO DE CO 2

TÉCNICAS DE MONITORAMENTO PARA ARMAZENAMENTO GEOLÓGICO DE CO 2 TÉCNICAS DE MONITORAMENTO PARA ARMAZENAMENTO GEOLÓGICO DE CO 2 I Curso Básico "Compreendendo a Captura e o Armazenamento de Carbono" Porto Alegre, 02 de agosto de 2012 Clarissa Lovato Melo CEPAC-PUCRS

Leia mais

Testando Nanotubos de Carbono : Sensores de Gás

Testando Nanotubos de Carbono : Sensores de Gás 5 Testando Nanotubos de Carbono : Sensores de Gás Nos últimos anos a investigação da estrutura eletrônica de nanotubos de carbono têm atraído crescente interesse, e recentemente a síntese de nanotubos

Leia mais

materiais ou produtos,sem prejudicar a posterior utilização destes, contribuindo para o incremento da

materiais ou produtos,sem prejudicar a posterior utilização destes, contribuindo para o incremento da Definição De acordo com a Associação Brasileira de Ensaios Não Destrutivos, ABENDE, os Ensaios Não Destrutivos (END) são definidos como: Técnicas utilizadas no controle da qualidade, d de materiais ou

Leia mais

Mudança do Clima. Luiz Gylvan Meira Filho

Mudança do Clima. Luiz Gylvan Meira Filho SABESP São Paulo, 12 de novembro de 2008 Mudança do Clima Luiz Gylvan Meira Filho Pesquisador Visitante Instituto de Estudos Avançados Universidade de São Paulo A terra recebe energia do sol na forma de

Leia mais

PRODUTO: FOLHA TÉCNICA 1 /10

PRODUTO: FOLHA TÉCNICA 1 /10 PRODUTO: FOLHA TÉCNICA 1 /10 O relé CHM-P é um detector de presença de chama recomendado para queimador de uso industrial ou comercial, com ciclo de uso não contínuo (liga / desliga queimador num período

Leia mais

Medidor de Monóxido de Carbono (CO) Portátil

Medidor de Monóxido de Carbono (CO) Portátil GUIA DO USUÁRIO Medidor de Monóxido de Carbono (CO) Portátil Modelo CO40 Introdução Obrigado por escolher o Extech Instruments Modelo CO40. O CO40 mede simultaneamente a concentração CO e a Temperatura

Leia mais

CFD ANALYSIS OF THE PULVERIZED COAL COMBUSTION IN A BOILER USING DIFFERENT BRAZILIAN MANUFACTURED COALS: CE3100 AND CE4500

CFD ANALYSIS OF THE PULVERIZED COAL COMBUSTION IN A BOILER USING DIFFERENT BRAZILIAN MANUFACTURED COALS: CE3100 AND CE4500 CFD ANALYSIS OF THE PULVERIZED COAL COMBUSTION IN A BOILER USING DIFFERENT BRAZILIAN MANUFACTURED COALS: CE3100 AND CE4500 Ac. Luís Carlos Lazzari luislazzari@yahoo.com.br Departamento de Engenharia e

Leia mais

2 SISTEMAS DE DETECÇÃO DE VAZAMENTOS EM DUTOS

2 SISTEMAS DE DETECÇÃO DE VAZAMENTOS EM DUTOS 2 SISTEMAS DE DETECÇÃO DE VAZAMENTOS EM DUTOS Neste capítulo vamos apresentar um breve estudo de técnicas e sistemas de detecção de vazamentos mais utilizados atualmente. Nosso objetivo é demonstrar que

Leia mais

Programa de Gestão? Dicionário da língua portuguesa Aurélio Buarque de Holanda Ferreira

Programa de Gestão? Dicionário da língua portuguesa Aurélio Buarque de Holanda Ferreira Programa de Gestão? Gestão : ato ou efeito de gerir; Gerencia : Gestão, função de Gerente, local onde exerce a função Administrativa; Gerir : Administrar. Dicionário da língua portuguesa Aurélio Buarque

Leia mais

Laboratório de Combustão e Motores da UFRGS

Laboratório de Combustão e Motores da UFRGS Laboratório de Combustão e Motores da UFRGS Fernando M. Pereira Universidade Federal do Rio Grande do Sul Departamento de Engenharia Mecânica fernando@mecanica.ufrgs.br Sumário Objetivo do laboratório

Leia mais

SENSOR STK 817 SENSOR DE VAZAMENTO DE GÁS STK 817. www.samtek.com.br SAMTEK

SENSOR STK 817 SENSOR DE VAZAMENTO DE GÁS STK 817. www.samtek.com.br SAMTEK SENSOR DE VAZAMENTO DE GÁS STK 817 www.samtek.com.br Agradecemos a sua preferência por nossos produtos. Nossos produtos possuem vários certificados nacionais e internacionais sendo projetados de modo a

Leia mais

Create PDF with GO2PDF for free, if you wish to remove this line, click here to buy Virtual PDF Printer

Create PDF with GO2PDF for free, if you wish to remove this line, click here to buy Virtual PDF Printer AGRICULTURA E AQUECIMENTO GLOBAL Carlos Clemente Cerri Centro de Energia Nuclear na Agricultura (CENA/USP) Fone: (19) 34294727 E-mail: cerri@cena.usp.br Carlos Eduardo P. Cerri Escola Superior de Agricultura

Leia mais

DISTRIBUIDOR - REPRESENTANTE

DISTRIBUIDOR - REPRESENTANTE PRODUTO: SEL-SV-U0-O21- K4 FOLHA TÉCNICA 1/5 1. CERTIFICAÇÕES DA SELCON 2. APLICAÇÃO Sensor utilizado para indicar a presença de chama em queimadores de gás, óleos leves ou qualquer outro combustível que

Leia mais

ANÁLISE EM CFD DO PROCESSO DE COMBUSTÃO DE CARVÃO NUMA CALDEIRA AQUATUBULAR: DEFEITOS DE FUNCIONAMENTO

ANÁLISE EM CFD DO PROCESSO DE COMBUSTÃO DE CARVÃO NUMA CALDEIRA AQUATUBULAR: DEFEITOS DE FUNCIONAMENTO ANÁLISE EM CFD DO PROCESSO DE COMBUSTÃO DE CARVÃO NUMA CALDEIRA AQUATUBULAR: DEFEITOS DE FUNCIONAMENTO Luís F. Dondoni, Pedro L. Bellani, Eduardo M. Nadaletti, Leandro L. Felipetto, Maria L. S. Indrusiak

Leia mais

ANALISADORES DE GASES

ANALISADORES DE GASES BGM BOMBA DE SUCÇÃO SÉRIE COMPACTA ANALISADORES DE GASES Descrição: Gera uma depressão no processo, succionando a amostra e criando a vazão exata para atender o tempo necessário de condicionamento do gás

Leia mais

Termômetro por infravermelho

Termômetro por infravermelho Termômetro por infravermelho testo 835 Rápido, preciso instrumento de medição com infravermelho para comércio e industria Mede de forma precisa e segura, mesmo temperaturas muito elevadas 4 pontos a laiser

Leia mais

ANEXO IV PROCEDIMENTO DE INSPEÇÃO DE MOTOCICLOS E ASSELMELHADOS DO CICLO OTTO NO PROGRAMA I/M-SP

ANEXO IV PROCEDIMENTO DE INSPEÇÃO DE MOTOCICLOS E ASSELMELHADOS DO CICLO OTTO NO PROGRAMA I/M-SP ANEXO IV PROCEDIMENTO DE INSPEÇÃO DE MOTOCICLOS E ASSELMELHADOS DO CICLO OTTO NO PROGRAMA I/M-SP 1. Previamente à inspeção, o veículo depois de recepcionado no Centro de Inspeção, deve ser direcionado

Leia mais

DESCRIÇÃO DETALHADA DO ANALISADOR DE CO E DE SEU FUNCIONAMENTO

DESCRIÇÃO DETALHADA DO ANALISADOR DE CO E DE SEU FUNCIONAMENTO DESCRIÇÃO DETALHADA DO ANALISADOR DE CO E DE SEU FUNCIONAMENTO O analisador de CO para baixas concentrações (ppm - partes por milhão) no ar ambiente é um instrumento de alta sensibilidade, usado para monitorar

Leia mais

Vôo por instrumentos. Brasil, 2010, Marcelo Moniz

Vôo por instrumentos. Brasil, 2010, Marcelo Moniz Vôo por instrumentos 1 Objetivo do Trabalho (1) Onde vou pousar? Qual o meu objetivo neste trabalho? (Um trabalho em EC; limpeza, pintura, corte, solda) O que eu preciso fazer para garantir a minha segurança

Leia mais

GUIA DO USUÁRIOE. Detector de Temperatura do Ponto de Condensação com Indicador a Laser MODELO IRT600

GUIA DO USUÁRIOE. Detector de Temperatura do Ponto de Condensação com Indicador a Laser MODELO IRT600 GUIA DO USUÁRIOE Detector de Temperatura do Ponto de Condensação com Indicador a Laser MODELO IRT600 Introdução Parabéns pela sua compra do Detector de Temperatura do Ponto de Condensação Modelo IRT600!

Leia mais

MONITORAMENTO DE INTRUSÃO DE GASES JULHO/14

MONITORAMENTO DE INTRUSÃO DE GASES JULHO/14 Divisão Técnica Av. Vereador José Diniz, 3725, 7º andar Campo Belo-CEP: 04603-020-São Paulo Telefone 55.11. 4508.77.97 Fac Simile 55.11.4508.77.95 www.weberambiental.com.br Divisão Administrativa Av. Vereador

Leia mais

Recuperação energética de gás de aterro & Créditos de carbono. Fórum Permanente "Meio Ambiente e Sociedade"

Recuperação energética de gás de aterro & Créditos de carbono. Fórum Permanente Meio Ambiente e Sociedade Recuperação energética de gás de aterro & Créditos de carbono Fórum Permanente "Meio Ambiente e Sociedade" São Paulo, Brasil 15 de Outubro de 2013 Sumário MDL & Créditos de Carbono Panorama do Mercado

Leia mais

Programa de treinamento online do IBIS / INLAND. Marcos Heil Costa UFV

Programa de treinamento online do IBIS / INLAND. Marcos Heil Costa UFV Programa de treinamento online do IBIS / INLAND Marcos Heil Costa UFV Contexto e justificativa 1. Existe uma forte necessidade de modeladores de sistemas ambientais no Brasil. 2. O processo de aquisição

Leia mais

Monitoramento e diagnóstico CONSULTORÍA DE INGENIERÍA PARA SOLUCIONES INTEGRADAS. Detecção de vazamentos

Monitoramento e diagnóstico CONSULTORÍA DE INGENIERÍA PARA SOLUCIONES INTEGRADAS. Detecção de vazamentos Monitoramento e diagnóstico CONSULTORÍA DE INGENIERÍA PARA SOLUCIONES INTEGRADAS Detecção de vazamentos Monitoramento e diagnóstico Para as melhores decisões, o estudo preciso Detecção de vazamentos Nossas

Leia mais

SOLUÇÕES EM METROLOGIA SCANNER CMM 3D PARA APLICAÇÕES INDUSTRIAIS

SOLUÇÕES EM METROLOGIA SCANNER CMM 3D PARA APLICAÇÕES INDUSTRIAIS SOLUÇÕES EM METROLOGIA SCANNER CMM 3D PARA APLICAÇÕES INDUSTRIAIS TRUsimplicity TM MEDIÇÃO MAIS FÁCIL E RÁPIDA PORTÁTIL E SEM SUPORTE. MOVIMENTAÇÃO LIVRE AO REDOR DA PEÇA USO FACILITADO. INSTALAÇÃO EM

Leia mais

TESTE DE ESTANQUEIDADE

TESTE DE ESTANQUEIDADE TESTE DE ESTANQUEIDADE Mais do que encontrar vazamentos... por: Mauricio Oliveira Costa Consumidores (e clientes) não querem produtos que vazem. De fato, eles estão cada vez mais, exigindo melhorias no

Leia mais

GUIA DO USUÁRIO. Monitor de Monóxido de Carbono de Mesa. Modelo CO50

GUIA DO USUÁRIO. Monitor de Monóxido de Carbono de Mesa. Modelo CO50 GUIA DO USUÁRIO Monitor de Monóxido de Carbono de Mesa Modelo CO50 Introdução Obrigado por escolher o Extech Instruments Modelo CO50, Esse medidor mede o monóxido de carbono (CO), temperatura do ar e umidade.

Leia mais

Noemi Cristina Hernandez

Noemi Cristina Hernandez Noemi Cristina Hernandez METROLOGISTA Metrologia, gerência de laboratorio, instrumentação, certificação/normalização QUALIFICAÇÕES Experiência de 09 anos em metrologia de fluidos, atuando em laboratório

Leia mais

FALCON: Smart Portable Solution. A manutenção condicional nunca foi tão fácil. Brand of ACOEM

FALCON: Smart Portable Solution. A manutenção condicional nunca foi tão fácil. Brand of ACOEM FALCON: Smart Portable Solution A manutenção condicional nunca foi tão fácil Brand of ACOEM Com o FALCON, a ONEPROD propõe uma ferramenta de coleta, análise e balanceamento de desempenho excepcional e

Leia mais

AVALIAÇÃO DA CONTAMINAÇÃO POR TPH EM SOLO CONTAMINADO COM DERIVADOS DE PETRÓLEO UTILIZANDO O AQUECIMENTO POR RADIAÇÃO MICROONDAS

AVALIAÇÃO DA CONTAMINAÇÃO POR TPH EM SOLO CONTAMINADO COM DERIVADOS DE PETRÓLEO UTILIZANDO O AQUECIMENTO POR RADIAÇÃO MICROONDAS AVALIAÇÃO DA CONTAMINAÇÃO POR TPH EM SOLO CONTAMINADO COM DERIVADOS DE PETRÓLEO UTILIZANDO O AQUECIMENTO POR RADIAÇÃO MICROONDAS Rayana Hozana Bezerril, Adriana Margarida Zanbotto Ramalho, Márcio Henrique

Leia mais

FTA-5000. www.tecnopon.com.br

FTA-5000. www.tecnopon.com.br FTA-5000 PROPÓSITO Biorreator / Fermentador, capaz de realizar biorreações/fermentações em regime de batelada, curva de alimentação e contínuo, com sistema de aeração e dispersor/agitador mecânico tipo

Leia mais

O olho humano permite, com o ar limpo, perceber uma chama de vela em até 15 km e um objeto linear no mapa com dimensão de 0,2mm.

O olho humano permite, com o ar limpo, perceber uma chama de vela em até 15 km e um objeto linear no mapa com dimensão de 0,2mm. A Visão é o sentido predileto do ser humano. É tão natural que não percebemos a sua complexidade. Os olhos transmitem imagens deformadas e incompletas do mundo exterior que o córtex filtra e o cérebro

Leia mais

AUTOMATION. Soluções em sensoriamento industrial. Sensores fotoelétricos e laser, digitais e analógicos

AUTOMATION. Soluções em sensoriamento industrial. Sensores fotoelétricos e laser, digitais e analógicos Sensores fotoelétricos e laser, digitais e analógicos Sensores Indutivos, capacitivos e ultrassônicos Sistemas de medição laser e visão industrial Cabos e conectores de campo AUTOMATION. Soluções em sensoriamento

Leia mais

Analisador de fotossíntese (IRGA) através da fluorescência de troca gasosa com fluorômetro

Analisador de fotossíntese (IRGA) através da fluorescência de troca gasosa com fluorômetro Produto Analisador de Fotossíntese IRGA GFS-3000FL Analisador de fotossíntese (IRGA) através da fluorescência de troca gasosa com fluorômetro Utilizado para medir paralelamente trocas gasosas de CO2 e

Leia mais

Estrutura da Indústria do

Estrutura da Indústria do Estrutura da Indústria do Petróleo e Gás Professora Elaine Ribeiro EMENTA Noções de exploração e produção de petróleo e gás natural. PETRÓLEO EXPLORAÇÃO Art. 6º - lei 9478 de 1997 XV - Pesquisa ou Exploração:

Leia mais

SIMULAÇÃO E AVALIAÇÃO DO EFEITO ESTUFA A PARTIR DA ADIÇÃO DA CO 2 EM UM SISTEMA FECHADO

SIMULAÇÃO E AVALIAÇÃO DO EFEITO ESTUFA A PARTIR DA ADIÇÃO DA CO 2 EM UM SISTEMA FECHADO 1 SIMULAÇÃO E AVALIAÇÃO DO EFEITO ESTUFA A PARTIR DA ADIÇÃO DA CO 2 EM UM SISTEMA FECHADO Diego Oliveira Cordeiro 1 diegoocordeiro@gmail.com Janduir Egito da Silva 1 jaduires@yahoo.com Cláudia Laís Araújo

Leia mais

SISTEMAS DE CALIBRAÇÃO PARA MONITORAMENTO DA QUALIDADE DO AR

SISTEMAS DE CALIBRAÇÃO PARA MONITORAMENTO DA QUALIDADE DO AR SISTEMAS DE CALIBRAÇÃO PARA MONITORAMENTO DA QUALIDADE DO AR Todo programa de monitoramento contínuo da qualidade do ar precisa de algum sistema que forneça uma garantia de que os valores medidos são válidos.

Leia mais

Especial Específicas UNICAMP

Especial Específicas UNICAMP Especial Específicas UNICAMP Material de Apoio para Monitoria 1. Hoje em dia, com o rádio, o computador e o telefone celular, a comunicação entre pessoas à distância é algo quase que banalizado. No entanto,

Leia mais

Gerenciamento Inteligente do Sensor na Fabricação de Cerveja

Gerenciamento Inteligente do Sensor na Fabricação de Cerveja Gerenciamento Inteligente do Sensor na Fabricação de Cerveja Gerenciamento Inteligente do Sensor O Gerenciamento Inteligente do Sensor, ou simplesmente ISM, é uma tecnologia digital para sistemas analíticos

Leia mais

Cap 04 INVESTIGAÇÃO DO SUBSOLO

Cap 04 INVESTIGAÇÃO DO SUBSOLO Cap 04 INVESTIGAÇÃO DO SUBSOLO Sondagens Rotativas, Métodos Semi-Diretos e Métodos Indiretos Profa. Andrea Sell Dyminski UFPR Sondagens Rotativas Quando se atinge material impenetrável à percussão (estrato

Leia mais

GASES PERIGOSOS NOS ESPAÇOS CONFINADOS

GASES PERIGOSOS NOS ESPAÇOS CONFINADOS GASES PERIGOSOS NOS ESPAÇOS CONFINADOS Nos diversos ambientes, muitos deles existentes no subsolo, como galerias, esgotos, os porões nas edificações, tanques etc., pela natureza de seus projetos e finalidades,

Leia mais

Biofísica 1. Ondas Eletromagnéticas

Biofísica 1. Ondas Eletromagnéticas Biofísica 1 Ondas Eletromagnéticas Ondas Ondas são o modo pelo qual uma perturbação, seja som, luz ou radiações se propagam. Em outras palavras a propagação é a forma na qual a energia é transportada.

Leia mais

VALIDAÇÃO DE AMOSTRADORES ALTERNATIVOS DE GÁS EM MINAS DE CARVÃO

VALIDAÇÃO DE AMOSTRADORES ALTERNATIVOS DE GÁS EM MINAS DE CARVÃO Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul Faculdade de Química Laboratório de Química Analítica Ambiental LQAmb VALIDAÇÃO DE AMOSTRADORES ALTERNATIVOS DE GÁS EM MINAS DE CARVÃO Silvia F. R.

Leia mais

MF-0584.R-1 - MÉTODO DE MEDIÇÃO DOS GASES EMITIDOS PELO ESCAPAMENTO DOS VEÍCULOS AUTOMOTORES DO CICLO OTTO

MF-0584.R-1 - MÉTODO DE MEDIÇÃO DOS GASES EMITIDOS PELO ESCAPAMENTO DOS VEÍCULOS AUTOMOTORES DO CICLO OTTO MF-0584.R-1 - MÉTODO DE MEDIÇÃO DOS GASES EMITIDOS PELO ESCAPAMENTO DOS VEÍCULOS AUTOMOTORES DO CICLO OTTO Notas: Aprovado pela Deliberação CECA nº 4.816, de 17 de abril de 2007. Publicado no DOERJ de

Leia mais

RESULTADO DEFINITIVO DA SELEÇÃO DE PROPOSTAS Após o julgamento dos recursos administrativos segue a lista final dos projetos.

RESULTADO DEFINITIVO DA SELEÇÃO DE PROPOSTAS Após o julgamento dos recursos administrativos segue a lista final dos projetos. RESULTADO DEFINITIVO DA SELEÇÃO DE PROPOSTAS Após o julgamento dos recursos administrativos segue a lista final dos projetos. CHAMADA PÚBLICA SENAT/TRANSPORTES Nº 001/2013 Em Ordem Alfabética A) PROPOSTAS

Leia mais

Modelagem de transporte reativo para geração de drenagem ácida em pilha de estéril na Mina Osamu Utsumi (Minas Gerais - Brasil)

Modelagem de transporte reativo para geração de drenagem ácida em pilha de estéril na Mina Osamu Utsumi (Minas Gerais - Brasil) Modelagem de transporte reativo para geração de drenagem ácida em pilha de estéril na Mina Osamu Utsumi (Minas Gerais - Brasil) Henrique Guerzoni, Chuanhe Lu, Gustavo Morais, Heraldo Rangel, Olaf Cirpka

Leia mais

Provas de carga de estacas de grande porte no Cais C do Porto de Montevidéu

Provas de carga de estacas de grande porte no Cais C do Porto de Montevidéu Provas de carga de estacas de grande porte no Cais C do Porto de Montevidéu Gutiérrez, A. Facultad de Ingeniería, Montevideo, Uruguay, agutierr@fing.edu.uy Neme, M. Facultad de Ingeniería, Montevideo,

Leia mais

Preparo de Amostras. Linha de produtos. ::: Clear Solutions in Sample Preparation

Preparo de Amostras. Linha de produtos. ::: Clear Solutions in Sample Preparation Preparo de Amostras Linha de produtos ::: Clear Solutions in Sample Preparation Multiwave PRO Soberano nos métodos de preparo de amostras 4 O sistema de reação assistido por micro-ondas Multiwave PRO oferece

Leia mais

VIII JORNADA DE SEGURANÇA EMPRESARIAL DO SISTEMA PETROBRAS 2009 PETROBRAS/GAPRE/SE

VIII JORNADA DE SEGURANÇA EMPRESARIAL DO SISTEMA PETROBRAS 2009 PETROBRAS/GAPRE/SE VIII JORNADA DE SEGURANÇA EMPRESARIAL DO SISTEMA PETROBRAS 2009 PETROBRAS/GAPRE/SE VISÃO ESTRATÉGICA PARA PROTEÇÃO EMPRESARIAL DOS ATIVOS CRÍTICOS DO PRÉ-SAL Mauro Yuji Hayashi PETROBRAS/E&P-PRESAL/PLAN

Leia mais

ÁGUA REAGENTE NO LABORATÓRIO CLÍNICO

ÁGUA REAGENTE NO LABORATÓRIO CLÍNICO ÁGUA REAGENTE NO LABORATÓRIO RIO CLÍNICO Água reagente no laboratório rio clínico Água de grau reagente (água( pura); Processos de purificação: destilação e deionização (+ usado atualmente). Especificações

Leia mais

Investigação Confirmatória

Investigação Confirmatória MODULO 3 Gestores e Técnicos Ambientais Procedimentos para postos e sistemas retalhistas Licenciamento Ambiental Recebimento de Denúncia ou Reclamação Medidas Emergenciais Nenhuma intervenção necessária

Leia mais

A Monitorização do Processo

A Monitorização do Processo A Monitorização do Processo Ana Rita Martins DIL/UI 22 anos de serviço público com valores e ética Reprocessamento Novo processamento de algo que já foi processado anteriormente ou Processar mais uma vez

Leia mais

Ata da Reunião do Grupo Temático 16

Ata da Reunião do Grupo Temático 16 Ata da Reunião do Grupo Temático 16 Data: 30 e 31 de março de 2009 Local: Centro de Convenções Israel Pinheiro - Brasília - DF OBJETIVO DA REUNIÃO A reunião foi realizada com os laboratórios, no âmbito

Leia mais

Sensoriamento 55. Este capítulo apresenta a parte de sensores utilizados nas simulações e nos

Sensoriamento 55. Este capítulo apresenta a parte de sensores utilizados nas simulações e nos Sensoriamento 55 3 Sensoriamento experimentos. Este capítulo apresenta a parte de sensores utilizados nas simulações e nos 3.1. Sensoriamento da Simulação O modelo de robô utilizado neste trabalho é o

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ALGARVE FCT Engenharia do Ambiente, 4º ano. SOLOS E POLUIÇÃO DO SOLO

UNIVERSIDADE DO ALGARVE FCT Engenharia do Ambiente, 4º ano. SOLOS E POLUIÇÃO DO SOLO SOLOS E POLUIÇÃO DO SOLO Exercício para a componente prática Formato: Relatório técnico É obrigatória a entrega em formato digital de todos os ficheiros usados nas simulações. Data limite para entrega

Leia mais

MONITORAMENTO WIRELESS EM TEMPERATURA, UMIDADE, PRESSÃO & GPS

MONITORAMENTO WIRELESS EM TEMPERATURA, UMIDADE, PRESSÃO & GPS 1 AR AUTOMAÇÃO EMPRESA & SOLUÇÕES A AR Automação é uma empresa especializada no desenvolvimento de sistemas wireless (sem fios) que atualmente, negocia comercialmente seus produtos e sistemas para diferentes

Leia mais

Medição de Pressão. Profa. Michelle Mendes Santos

Medição de Pressão. Profa. Michelle Mendes Santos Medição de Pressão Profa. Michelle Mendes Santos Introdução Pressão é definida como a força normal por unidade de área e pode ser expressa nas unidades: psi (libras por polegada quadrada); bar; atm (atmosfera);

Leia mais

Separação de Isótopos de Terras Raras usando Laser. Nicolau A.S.Rodrigues Instituto de Estudos Avançados

Separação de Isótopos de Terras Raras usando Laser. Nicolau A.S.Rodrigues Instituto de Estudos Avançados Separação de Isótopos de Terras Raras usando Laser Nicolau A.S.Rodrigues Instituto de Estudos Avançados Roteiro 1. Motivação: - Isótopos: o que são porque um determinado isótopo é mais interessantes que

Leia mais

Ensaio de Emissão Acústica Aplicado em Cilindros sem Costura para Armazenamento de Gases

Ensaio de Emissão Acústica Aplicado em Cilindros sem Costura para Armazenamento de Gases Ensaio de Emissão Acústica Aplicado em Cilindros sem Costura para Armazenamento de Gases Pedro Feres Filho São Paulo, Brasil e-mail: pedro@pasa.com.br 1- Resumo Este trabalho teve como objetivo apresentar

Leia mais

Monitoramento de Poços na Bacia Sedimentar do Araripe Estado do Ceará Liano Silva Veríssimo Mickaelon Belchior Vasconcelos Robério Bôto de Aguiar

Monitoramento de Poços na Bacia Sedimentar do Araripe Estado do Ceará Liano Silva Veríssimo Mickaelon Belchior Vasconcelos Robério Bôto de Aguiar Serviço Geológico do Brasil CPRM Monitoramento de Poços na Bacia Sedimentar do Araripe Estado do Ceará Liano Silva Veríssimo Mickaelon Belchior Vasconcelos Robério Bôto de Aguiar INTRODUÇÃO A CPRM a par*r

Leia mais

Efeito estufa: como acontece, por que acontece e como influencia o clima do nosso planeta

Efeito estufa: como acontece, por que acontece e como influencia o clima do nosso planeta XXII Encontro Sergipano de Física Efeito estufa: como acontece, por que acontece e como influencia o clima do nosso planeta Prof. Dr. Milan Lalic Departamento de Física Universidade Federal de Sergipe

Leia mais

MINISTERIO DE AGRICULTURA E DESENVOLVIMENTO RURAL DIRECÇÃO GERAL DE ENGENHARIA E DESENVOLVIENTO RURAL LABORATÓRIO NACIONAL DOS SOLOS, ÁGUA E PLANTAS

MINISTERIO DE AGRICULTURA E DESENVOLVIMENTO RURAL DIRECÇÃO GERAL DE ENGENHARIA E DESENVOLVIENTO RURAL LABORATÓRIO NACIONAL DOS SOLOS, ÁGUA E PLANTAS REPÚBLICA DA GUINÉ-BISSAU MINISTERIO DE AGRICULTURA E DESENVOLVIMENTO RURAL DIRECÇÃO GERAL DE ENGENHARIA E DESENVOLVIENTO RURAL LABORATÓRIO NACIONAL DOS SOLOS, ÁGUA E PLANTAS É sabido que agricultura sem

Leia mais

Sistemas de monitoramento on-line aplicados aos diversos segmentos do sistema elétrico. David Scaquetti

Sistemas de monitoramento on-line aplicados aos diversos segmentos do sistema elétrico. David Scaquetti Sistemas de monitoramento on-line aplicados aos diversos segmentos do sistema elétrico David Scaquetti Introdução Importância dos transformadores no sistema de potência Evolução do monitoramento: - Medição

Leia mais

Soluções em Sensores e Sistemas

Soluções em Sensores e Sistemas Soluções em Sensores e Sistemas Balluff 30 anos no Brasil Com uma história de sucesso de mais de 90 anos, iniciada em 1921, em Neuhausen, Alemanha, a Balluff é especializada na fabricação de sensores e

Leia mais

1 - A Empresa... 2 - Dados Cadastrais... 3 - Áreas de Atuação... 4 - Serviços Oferecidos... 4.1 - Petróleo e Gás Natural...

1 - A Empresa... 2 - Dados Cadastrais... 3 - Áreas de Atuação... 4 - Serviços Oferecidos... 4.1 - Petróleo e Gás Natural... Dossiê Geoprospectus 2013 2 Índice 1 - A Empresa... 2 - Dados Cadastrais... 3 - Áreas de Atuação... 4 - Serviços Oferecidos... 4.1 - Petróleo e Gás Natural... 4.1.1 - Engenharia do Petróleo... 4.1.2 -

Leia mais

O testo 480 oferece apoio integral a consultores, especialistas,

O testo 480 oferece apoio integral a consultores, especialistas, Compromisso com o futuro Profissionais no fluxo de ar Instrumento de medição para análise de VAC testo 480 O testo 480 lhe oferece: > Sondas digitais de elevada qualidade e conceito inteligente de calibração

Leia mais

Ensaios Não Destrutivos END CONCRETO ARMADO

Ensaios Não Destrutivos END CONCRETO ARMADO Ensaios Não Destrutivos END CONCRETO ARMADO Engenharia de Diagnóstico A engenharia Diagnóstica é a disciplina da ciência que procura a natureza e a causa das anomalias patológicas das construções, com

Leia mais

Sistemas de Condicionamento da Amostra para Análise de Gases

Sistemas de Condicionamento da Amostra para Análise de Gases Sistemas de Condicionamento da Amostra para Análise de Gases V1 O queéum Sistemade Condicionamento? O Que é um Sistema de Condicionamento? Amostra do Processo? Analisador Sistema de Condicionamento O sistema

Leia mais

USOS E Aplicações DE SENSORIAMENTO REMOTO I

USOS E Aplicações DE SENSORIAMENTO REMOTO I USOS E Aplicações DE SENSORIAMENTO REMOTO I AGRICULTURA, E RECURSOS FLORESTAIS DISCRIMINAÇÃO DE TIPOS DE VEGETAÇÃO Tipos de colheita Tipos de madeiras DETERMINAÇÃO DA VARIAÇÃO DE APTIDÃO E BIOMASSA DETERMINAÇÃO

Leia mais

de diminuir os teores de carbono e impurezas até valores especificados para os diferentes tipos de aço produzidos;

de diminuir os teores de carbono e impurezas até valores especificados para os diferentes tipos de aço produzidos; 1 ANEXO XIII Limites de Emissão para Poluentes Atmosféricos gerados nas Indústrias Siderúrgicas Integradas e Semi-Integradas e Usinas de Pelotização de Minério de Ferro 1. Ficam aqui definidos os limites

Leia mais

AVALIAÇÃO DO POTENCIAL DE COALBED METHANE (GÁS NATURAL) DAS CAMADAS DE CARVÃO DA FORMAÇÃO RIO BONITO, MARACAJÁ, SC, BACIA DO PARANÁ.

AVALIAÇÃO DO POTENCIAL DE COALBED METHANE (GÁS NATURAL) DAS CAMADAS DE CARVÃO DA FORMAÇÃO RIO BONITO, MARACAJÁ, SC, BACIA DO PARANÁ. AVALIAÇÃO DO POTENCIAL DE COALBED METHANE (GÁS NATURAL) DAS CAMADAS DE CARVÃO DA FORMAÇÃO RIO BONITO, MARACAJÁ, SC, BACIA DO PARANÁ. Priscila Lourenzi, Janaina Lewandowski, Gustavo Simão, Wolfgang Kalkreuth.

Leia mais

SENSORES DISCIPLINA DE MATERIAIS ELÉTRICOS. ALUNOS: André Sato Érico Noé Leandro Percebon

SENSORES DISCIPLINA DE MATERIAIS ELÉTRICOS. ALUNOS: André Sato Érico Noé Leandro Percebon SENSORES DISCIPLINA DE MATERIAIS ELÉTRICOS ALUNOS: André Sato Érico Noé Leandro Percebon Indrodução SENSORES são dispositivos que mudam seu comportamento sob a ação de uma grandeza física, podendo fornecer

Leia mais

Conhecimento é poder / PROTEGENDO BENS E DESEMPENHO ATRAVÉS DE MEDIÇÕES ONLINE

Conhecimento é poder / PROTEGENDO BENS E DESEMPENHO ATRAVÉS DE MEDIÇÕES ONLINE Conhecimento é poder / PROTEGENDO BENS E DESEMPENHO ATRAVÉS DE MEDIÇÕES ONLINE Um pequeno investimento para gerar benefícios mensuráveis Às vezes, resolver desafios é surpreendentemente fácil e de baixo

Leia mais

Disciplinas. Dinâmica de Potássio no solo e sua utilização nas culturas

Disciplinas. Dinâmica de Potássio no solo e sua utilização nas culturas Disciplinas Solos nos domínios morfoclimáticos do cerrado Ementa: Solos em ambientes de Cerrado. Sistema Brasileiro de Classificação do Solo. Caracterização morfológica das principais classes de solo inseridas

Leia mais

MEDIDOR DE OXIGÊNIO COM SENSOR ÓPTICO

MEDIDOR DE OXIGÊNIO COM SENSOR ÓPTICO ProODO MEDIDOR DE OXIGÊNIO COM SENSOR ÓPTICO O medidor YSI satisfaz as necessidades para leitura de oxigênio no campo e laboratório. Possui nova tecnologia de leitura através de sensores Ópticos, que permitem

Leia mais

BEM-VINDO À SÉRIE NEXGEN

BEM-VINDO À SÉRIE NEXGEN BEM-VINDO À SÉRIE NEXGEN O Bentley NexGen representa o resultado de mais de 20 anos de trabalho conjunto com nossos clientes. O Bentley NexGen representa a última palavra em tecnologia de ponta para análise

Leia mais

Chaminés Cálculos e Normas aplicáveis

Chaminés Cálculos e Normas aplicáveis Chaminés Cálculos e Normas aplicáveis Chaminé de tiragem natural Tem como função permitir a evacuação dos gases, produzidos por uma determinada combustão. Aplicado na extracção de gases de combustão provenientes

Leia mais

Guia de montagem. Ventilação externa. para VEGABAR. Document ID: 35621

Guia de montagem. Ventilação externa. para VEGABAR. Document ID: 35621 Guia de montagem Ventilação externa para VEGABAR Document ID: 35621 Índice Índice 1 Para sua segurança 1.1 Pessoal autorizado... 3 1.2 Utilização conforme a finalidade... 3 1.3 Instruções gerais de segurança...

Leia mais

SISTEMA DE MEDIÇÃO DE HIDROGÊNIO EM AÇO LÍQUIDO

SISTEMA DE MEDIÇÃO DE HIDROGÊNIO EM AÇO LÍQUIDO SISTEMA DE MEDIÇÃO DE HIDROGÊNIO EM AÇO LÍQUIDO O Sistema de Medição de Hidrogênio da ECIL MET TEC foi limpeza a fim de evitar qualquer influência por umidade e/ou poeira. desenvolvido para promover medições

Leia mais

Mudança do clima: Principais conclusões do 5º Relatório do IPCC

Mudança do clima: Principais conclusões do 5º Relatório do IPCC Mudança do clima: Principais conclusões do 5º Relatório do IPCC ILIDIA DA ASCENÇÃO GARRIDO MARTINS JURAS Consultora Legislativa da Área XI Meio Ambiente e Direito Ambiental, Organização Territorial, Desenvolvimento

Leia mais

RELAÇÃO DE CÓDIGOS DE FALHA DO DIAGNÓSTICO A BORDO SEGUNDA GERAÇÃO (OBD2) TRADUZIDOS PARA O PORTUGUÊS CORTESIA APTTA BRASIL AO TÉCNICO REPARADOR

RELAÇÃO DE CÓDIGOS DE FALHA DO DIAGNÓSTICO A BORDO SEGUNDA GERAÇÃO (OBD2) TRADUZIDOS PARA O PORTUGUÊS CORTESIA APTTA BRASIL AO TÉCNICO REPARADOR RELAÇÃO DE CÓDIGOS DE FALHA DO DIAGNÓSTICO A BORDO SEGUNDA GERAÇÃO (OBD2) TRADUZIDOS PARA O PORTUGUÊS CORTESIA APTTA BRASIL AO TÉCNICO REPARADOR ESTES CÓDIGOS SÃO REFERENCIA PARA TODOS OS SISTEMAS DO VEÍCULO

Leia mais