AMBIENT REFLECTIVE OCCLUSION SHADER

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "AMBIENT REFLECTIVE OCCLUSION SHADER"

Transcrição

1 Universidade Lusófona Curso - de Cinema e Multimédia Disciplina - Animação Docente Pedro Miguel Sousa MENTAL RAY Nota: Abra o ficheiro OcclusionShader.max Mental Ray é um motor de renderização com um enorme potencial, possivelmente um dos melhores existentes no mercado de produção de imagens tridimensionais gerados por computador. Muito utilizado na industria de efeitos visuais e bem implementado em duas das plataformas de topo existentes no mercado 3dsmax e Maya. A enorme possibilidade de efeitos lumínicos bem como uma variedade de shaders existentes no Mental Ray, fazem deste motor de render um poderoso gerador de imagens virtuais, onde a qualidade expressa é muitas vezes confundida com os fotogramas da realidade física em que vivemos. O Mental Ray é composto por várias possibilidades de criação, nas quais podemos esquematizá-las no seguinte organigrama: AMBIENT REFLECTIVE OCCLUSION SHADER Ambient Reflective Occlusion shader gera raios a partir dos pixeis que são gerados na rasterização da imagem, nos quais estão a ser rodeados por um hemisfério com base nas normais de cada pixel. De seguida estes raios são traçados até aos limites da scene ou a uma determinada distancia definida pelo o próprio shader. Quando um raio atinge uma geometria esse raio é sinalizado como Occluded. Mental Ray processa então o numero médio de raios que foram Occluded e usa esse processamento para criar uma mistura de cores definidadas pelos os valores de Brigth e Dark na configuração do Shader. Ambient Reflective Occlusion shader é uma forma de simular uma iluminação global, gerando sombras secundárias através da relação entre shade objects e occluded objects (Imagem 1). Sem utilizar nenhum processo avançado de Global Illumination do 1

2 Mental Ray, este tipo de light shadertou material shader permite gerar renderizações rápidas e de boa qualidade. Imagem 1 Um dos aspectos da versatilidade deste shader, é que pode ser implementado através de um material atribuido a uma geometria ou a partir das extensões do mental ray, nomeadamente o light shader que podemos encontrar na parametrização das luzes, excepto na luz skylight. Quando é utilizado sob a forma de um light shader é preferível que seja aplicado numa luz Standard Omni, permitindo separar o ambiente luminico produzido pelo Ambient Reflective Occlusion Shader e a luz principal ou direccional(mr Area Spot) Imagem 2. Desta forma adquire-se um melhor controlo da luminosidade. A escolha de uma Standard Omni para aplicação do Occlusion Shader deve-se por ser uma luz radial, emitindo raios em todas as direcções (como se fosse uma estrela), adquirindo assim um forte componente ambiental. 2

3 Imagem 2 3

4 AMBIENT/REFLECTIVE OCCLUSION SHADER Parâmetros Samples: Este parâmetro controla quantos raios na amostragem são reflectidos pelo shader durante o sombreamento de cada pixel. Valores normalmente utilizados: 60, 80, 140, 260 samples. Quanto maior for o numero de samples melhor a qualidade do efeito e tempos de render mais longos. Bright: Cor utilizada para determinar a tonalidade do ambiente do shader para cada pixel, que é usado em proporção com a cor seguinte (Dark). Esta proporção é baseada no numero de raios Occluded (Dark) e o numero de raios que não estão Occluded (Bright). Esta cor pode ser mapeada com um Texture Map. Dark: Esta cor é utilizada para os raios Occluded. Pode ser mapeada para um melhor controlo ou para efeitos especiais. 4

5 Spread: Este valor determina o cone dentro do qual a amostra de raios são expressos. 0 irá produzir um raio só ao longo das normais da superfície da geometria, enquanto 1,0 representa um diferencial ângulo de 180 graus. Max distance: Define um limite máximo nos quais os raios ocludidos são gerados.quando o valor é 0 os raios occludidos são distribuidos infinitamente por todo espaço (tempos de render mais lentos e a solução de raios Occluded é mais difusa). Um valor superior a 0 é gerado um limite máximo nos quais os raios ocludidos são distribuidos (mais contraste e tempos de render mais rápidos). Reflective: Quando esta opção está desactivada a samplagem das raios é gerada dentro da área do cone envolvente baseada nas normais da superfície da geometria. Quando esta opção é activada os samples são distribuidos à volta da direcção da reflecção. Esta propriedade gera uma oclusão reflectiva o que permite aumentar o realismo de um mapa de reflecção. Type (0 = occ, 1 = env, 2 = bnorm) Este opção define a relação entre a renderização de um objeto e o ambiente, ou seja, se o valor for 0 (occ), a iluminação de um objecto e o efeito do Ambient/Reflective Occlusion Shader é gerado pelos os valor Bright e Dark. Quando o valor é 1(ambient) é aplicado ao ambiente do objecto o mapa ambiental inserido no Enviroment do 3dsMax, seja uma imagem, uma cor RGB ou uma HDRI image. Se o valor for 2 (bnorm) os valores das normais das faces de uma geometria são apresentados no render de um posto de vista. Return Occlusion to Alpha: Guarda a informação da oclusão no canal de Alpha da imgem rendarizada, o que torna o map gerado muito util em termos de composição na pós produção. 5

6 1. Mudar o motor de render para Mental Ray Menu Rendering/Render (ou F10)/Common/Production 6

7 2. Escolher Mental Ray Renderer 3. Criar uma luz mr Area Spot (Luz principal) Command Panel/Create/Lights/ mr Area Spot mr Area Spot Ligth Este tipo de luz, utilizada com o motor de render Mental Ray, permite gerar sombras mais realistas e com melhor qualidade (Area Shadows Imagem 3) e com tempos de render bastante razoáveis em comparação com outro tipo de luzes. 7

8 Imagem 3 4. Criar uma luz standard 0mni (Luz secundaria) Command Panel/Create/Ligths/ Omni 8

9 5. Activar as extensões do Mental Ray Menu Customize/Preferences/Mental Ray/ General/Enable Mental Ray Extensions Permite utilizar Light Shaders onde podemos inserir o Ambient/Reflective Occlusion Shader. 9

10 6. Abrir o Editor de Materiais e inserir num slot livre o Ambient/Reflective Occlusion shader. Menu Render/Material Editor/Botão Get Material 10

11 7. Faça double- click no mapa Ambient/Reflective Occlusion Shader. 11

12 8. Configurar o Ambient/Reflective Occlusion Shader conforme ilustrado na imagem abaixo 9. Seleccione a Luz Omni e active a opção Enable que se encontra no separador Mental Ray Light Shader no modifier panel, onde podemos encontrar a parametrização da luz. 12

13 10. Clique e arraste o slot que contém o Ambient/Reflective Occlusion Shader no editor de materiais para o botão none do Light Shader presente na parametrização da luz Omni. Escolha a opção copy Instance na janela flutuante que aparece. 11. Active a opção Ambient Only no separador Advanced Effects que se encontra na parametrização da luz Omni. 12. Faça um render do Viewport Perspective Menu Render/Rendering/Botão Render 13

Render com Ambient Occlusion (3dsmax e Mental Ray) Filipe Costa Luz (MovLab)

Render com Ambient Occlusion (3dsmax e Mental Ray) Filipe Costa Luz (MovLab) Render com Ambient Occlusion (3dsmax e Mental Ray) Filipe Costa Luz (MovLab) Este tutorial visa explorar as técnicas de render para simular a luz exterior (Fake Global Illumination) em Mental Ray, com

Leia mais

Disponibilizamos o ficheiro max da vespa, com materiais e uma imagen HDRI. Faça download neste link.

Disponibilizamos o ficheiro max da vespa, com materiais e uma imagen HDRI. Faça download neste link. Universidade Lusófona Filipe Costa Luz Jan 2008 Iluminação com Mental Ray (Final Gather) Neste tutorial pretende-se explorar o plugin MentalRay em 3ds Max de modo a ser simulada uma imagem de qualidade

Leia mais

Computação Gráfica 3D Studio Max 2008.1 www.damasceno.info Prof.: Luiz Gonzaga Damasceno

Computação Gráfica 3D Studio Max 2008.1 www.damasceno.info Prof.: Luiz Gonzaga Damasceno 10 Iluminação e Sombras Lembre-se que iluminar é estabelecer uma relação entre luz e sombras. Se o ambiente estiver muito claro pode destruir áreas importantes de sombras. Este Tutorial mostra como simular

Leia mais

Desenvolvimento de jogos com Unity

Desenvolvimento de jogos com Unity Desenvolvimento de jogos com Unity 1. Conhecendo a interface do Unity A interface do Unity é composta pela cena, assets do projeto, hierarquia dos objetos e o inspetor. Nas ferramentas da parte de cena

Leia mais

1 - No painel Create, sub-painel Systems, Ative o botão Sunlight.

1 - No painel Create, sub-painel Systems, Ative o botão Sunlight. Sistema Luz Solar Deixamos para criar a luz do Sol no final da iluminação, porque como o sistema de Sunlight, exige um tempo considerável de cálculo para ser renderizado, agilizaria todo o processo. 1

Leia mais

Textura e Iluminação para Maquete Eletrônica com Mental Ray

Textura e Iluminação para Maquete Eletrônica com Mental Ray Textura e Iluminação para Maquete Eletrônica com Mental Ray Marcos Paulo (kiko) Cadritech 5 Sessão Dicas e Truques Trabalhando com o Mental Ray Ao final desta palestra você terá condições de: Editor de

Leia mais

INTRODUÇÃO À TRIDIMENSIONALIDADE Step by step Maja`s House 16 11 2015

INTRODUÇÃO À TRIDIMENSIONALIDADE Step by step Maja`s House 16 11 2015 INTRODUÇÃO À TRIDIMENSIONALIDADE Step by step Maja`s House 16 11 2015 PARTE II: luminação. Visualizações realistas (renders). ILUMINAÇÃO Por omissão, o AutoCAD ilumina o desenho 3D com duas luzes distantes

Leia mais

COREL PHOTO-PAINT 10. Editar uma imagem digitalizada. Rodar ou Cortar uma imagem. Corrigir a Luminosidade e o Contraste de uma imagem

COREL PHOTO-PAINT 10. Editar uma imagem digitalizada. Rodar ou Cortar uma imagem. Corrigir a Luminosidade e o Contraste de uma imagem 10 Editar uma imagem digitalizada Após a digitalização de uma imagem pode-se fazer uma série de correcções no Photo-Paint rodar ou cortar a imagem, trabalhar a luz ou a cor, converter para outro formato,

Leia mais

ZS Rest. Manual Profissional. BackOffice Mapa de Mesas. v2011

ZS Rest. Manual Profissional. BackOffice Mapa de Mesas. v2011 Manual Profissional BackOffice Mapa de Mesas v2011 1 1. Índice 2. Introdução... 2 3. Iniciar ZSRest Backoffice... 3 4. Confirmar desenho de mesas... 4 b) Activar mapa de mesas... 4 c) Zonas... 4 5. Desenhar

Leia mais

Computação Gráfica 3D Studio Max 2008.1 www.damasceno.info Prof.: Luiz Gonzaga Damasceno

Computação Gráfica 3D Studio Max 2008.1 www.damasceno.info Prof.: Luiz Gonzaga Damasceno 10.8 Parâmetros de Sombras Os parâmetros Bias, Size e Sample Range ajudam a controlar as sombras do tipo Shadow Map, que se destacam dos objetos, aparecendo borradas ou com falta de nitidez. 1 - Bias é

Leia mais

Ferramentas Web, Web 2.0 e Software Livre em EVT

Ferramentas Web, Web 2.0 e Software Livre em EVT Estudo sobre a integração de ferramentas digitais no currículo da disciplina de Educação Visual e Tecnológica Art Of Illusion Manual e Guia de exploração do Art Of Illusion para utilização em contexto

Leia mais

8 Maquete eletrônica. Importando um arquivo do tipo DWG. Neste tutorial apresentaremos os procedimentos para a renderização de maquetes eletrônicas.

8 Maquete eletrônica. Importando um arquivo do tipo DWG. Neste tutorial apresentaremos os procedimentos para a renderização de maquetes eletrônicas. 8 Maquete eletrônica. Importando um arquivo do tipo DWG. Neste tutorial apresentaremos os procedimentos para a renderização de maquetes eletrônicas. Embora normalmente você queira usar a opção File > File

Leia mais

Criação do Modelo 4 Cilindro (Cylinder) 4 Esfera (Sphere) 5 Superfícies (Quadpatch) 6 Bandeira 6 Chão 7 Texto (Text) 8 Materiais (Material) 10

Criação do Modelo 4 Cilindro (Cylinder) 4 Esfera (Sphere) 5 Superfícies (Quadpatch) 6 Bandeira 6 Chão 7 Texto (Text) 8 Materiais (Material) 10 Criiar uma Aniimação usando o 3D Studio MAX?? RELEASE 3 Nuno Silva nº 5768 Criação do Modelo 4 Cilindro (Cylinder) 4 Esfera (Sphere) 5 Superfícies (Quadpatch) 6 Bandeira 6 Chão 7 Texto (Text) 8 Materiais

Leia mais

Editable Poly Surface Create or select an object. > Quad menu > Transform quadrant > Convert To submenu > Convert to Editable Poly

Editable Poly Surface Create or select an object. > Quad menu > Transform quadrant > Convert To submenu > Convert to Editable Poly 6 - Modelagem Mesh (ou Poligonal). Editor de Materiais 6.1 - Conhecendo algumas ferramentas. Editable Poly Surface Create or select an object. > Quad menu > Transform quadrant > Convert To submenu > Convert

Leia mais

Ptex e outras ferramentas para modelagem de animação

Ptex e outras ferramentas para modelagem de animação Ptex e outras ferramentas para modelagem de animação Savyo Nóbrega (savyo@dsc.ufcg.edu.br) Agenda Motivação Conceitos Gerais Modelagem Matemática Mapeamento de texturas Softwares e ferramentas para modelagem

Leia mais

Rendering. Por Angelo Luz

Rendering. Por Angelo Luz Rendering Por Angelo Luz Sumário O que é Rendering? Qual a utilidade? Alguns Componentes do Rendering Técnicas mais utilizadas Métodos de utilização O que é Rendering? Rendering é o processo de criação

Leia mais

Computação Gráfica 3D Studio Max 2008.1 www.damasceno.info Prof.: Luiz Gonzaga Damasceno

Computação Gráfica 3D Studio Max 2008.1 www.damasceno.info Prof.: Luiz Gonzaga Damasceno 4.2.1 Criação de Splines (continuação) Circle Spline Create panel > Shapes > Splines > Object Type > Circle Create menu > Shapes > Circle Use Circle para criar splines circulares fechadas feitas de quatro

Leia mais

Modelos de Iluminação

Modelos de Iluminação Universidade Católica de Pelotas Centro Politécnico Modelos de Iluminação por Flávia Santos Computação Gráfica Prof. Dr. Paulo Roberto Gomes Luzzardi Universidade Católica de Pelotas Centro Politécnico

Leia mais

Trabalhar com Layers em Photoshop

Trabalhar com Layers em Photoshop Painel Layers / Camadas Trabalhar com Layers em Photoshop Existem cinco tipos de layers / camadas, que podem estar listados neste painel: - de imagem, contendo pixéis - de texto, com texto editável - de

Leia mais

Computação Gráfica 3D Studio Max 2008.1 www.damasceno.info Prof.: Luiz Gonzaga Damasceno

Computação Gráfica 3D Studio Max 2008.1 www.damasceno.info Prof.: Luiz Gonzaga Damasceno 12 Animação 12.1 - Criando Animação O 3Ds Max prevê uma série de maneiras diferentes para criar animação, e um conjunto de ferramentas para a gestão e edição de animação. Com o 3Ds Max, você pode criar

Leia mais

Neste tutorial irá criar uma animação simples com base num desenho do Mechanical Desktop.

Neste tutorial irá criar uma animação simples com base num desenho do Mechanical Desktop. Neste tutorial irá criar uma animação simples com base num desenho do Mechanical Desktop. Inicialize o 3D Studio VIZ. Faça duplo clique no ícone de 3D Studio VIZ Abre-se a janela da figura seguinte. Esta

Leia mais

Centro de Competência Entre Mar e Serra. Guia

Centro de Competência Entre Mar e Serra. Guia SMART Notebook Software Guia O Software Notebook permite criar, organizar e guardar notas num quadro interactivo SMART Board (em modo projectado e não-projectado), num computador pessoal e, em seguida,

Leia mais

MICROSOFT POWERPOINT

MICROSOFT POWERPOINT MICROSOFT POWERPOINT CRIAÇÃO DE APRESENTAÇÕES. O QUE É O POWERPOINT? O Microsoft PowerPoint é uma aplicação que permite a criação de slides de ecrã, com cores, imagens, e objectos de outras aplicações,

Leia mais

FICHA TÉCNICA DO CURSO 3DS MAX 2013 PARA ARQUITECTOS nível 2 EDIÇÃO Nº 01/2013

FICHA TÉCNICA DO CURSO 3DS MAX 2013 PARA ARQUITECTOS nível 2 EDIÇÃO Nº 01/2013 FICHA TÉCNICA DO CURSO 3DS MAX 2013 PARA ARQUITECTOS nível 2 EDIÇÃO Nº 01/2013 1. DESIGNAÇÃO DO CURSO 3DS MAX 2013 PARA ARQUITECTOS nível 2 2. COMPETÊNCIAS A DESENVOLVER Com o curso 3ds max 2013 para arquitectos

Leia mais

Os elementos básicos do Word

Os elementos básicos do Word Os elementos básicos do Word 1 Barra de Menus: Permite aceder aos diferentes menus. Barra de ferramentas-padrão As ferramentas de acesso a Ficheiros: Ficheiro novo, Abertura de um documento existente e

Leia mais

Computação Gráfica II Prof. Miguel Pelizan

Computação Gráfica II Prof. Miguel Pelizan Computação Gráfica II Prof. Miguel Pelizan Tutorial 6 Solid Works No SolidWorks peça para abrir uma nova montagem. Peça para cancelar o início da montagem. Clique na seta abaixo do ícone Inserir componentes

Leia mais

Algumas perguntas antes de tudo...

Algumas perguntas antes de tudo... Conteúdo do Curso Configuração básica do 3D Studio MAX A interface gráfica Criação de objetos tridimensionais básicos - formas primitivas Criação de objetos tridimensionais por operações booleanas Controle

Leia mais

1.1. Clique no botão Iniciar, seleccione Todos os programas, Microsoft Office e no submenu aberto escolha o programa Microsoft FrontPage.

1.1. Clique no botão Iniciar, seleccione Todos os programas, Microsoft Office e no submenu aberto escolha o programa Microsoft FrontPage. Objectivos: Identificar os elementos do Ambiente de trabalho do Microsoft FrontPage Criar um website Fechar um website Abrir um website Modos de visualização de um website Criar, eliminar, abrir e fechar

Leia mais

IMAGEM REFLECTIDA NA ÁGUA

IMAGEM REFLECTIDA NA ÁGUA IMAGEM REFLECTIDA NA ÁGUA Introdução Vamos criar a imagem de um carro reflectida na água. Quando uma imagem é reflectida na água com ondulação o reflexo não é nítido, varia com as ondas. Aqui a variação

Leia mais

Introdução ao SolidWorks (VIII): PhotoView 360, Animator, Vistas Explodidas. João Manuel R. S. Tavares Joaquim Oliveira Fonseca

Introdução ao SolidWorks (VIII): PhotoView 360, Animator, Vistas Explodidas. João Manuel R. S. Tavares Joaquim Oliveira Fonseca Introdução ao SolidWorks (VIII): PhotoView 360, Animator, Vistas Explodidas João Manuel R. S. Tavares Joaquim Oliveira Fonseca O que é o PhotoView 360? n Uma aplicação (add-in) que cria imagem realistas

Leia mais

Trabalho de Fundamentos da Computação Gráfica

Trabalho de Fundamentos da Computação Gráfica Trabalho de Fundamentos da Computação Gráfica Melhorias para o Ray Tracing 1. Níveis de pré-visualização 2. Paralelização com Buckets (na CPU) 3. Anti-aliasing (Supersampling) 4. Passes a. Mapa de Profundidade

Leia mais

Utilização. de Shaders de efeitos realistas para jogos. Bruno Pereira Evangelista. Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais

Utilização. de Shaders de efeitos realistas para jogos. Bruno Pereira Evangelista. Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais Utilização de Shaders para criação de efeitos realistas para jogos Bruno Pereira Evangelista Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais Sumário 2/48 Apresentação pessoal Introdução Pipeline de renderização

Leia mais

WEB DESIGN ELEMENTOS GRÁFICOS

WEB DESIGN ELEMENTOS GRÁFICOS ELEMENTOS GRÁFICOS Parte 4 José Manuel Russo 2005 24 A Imagem Bitmap (Raster) As imagens digitais ou Bitmap (Raster image do inglês) são desenhadas por um conjunto de pontos quadrangulares Pixel alinhados

Leia mais

Visão Artificial Para a Indústria. Manual do Utilizador

Visão Artificial Para a Indústria. Manual do Utilizador Visão Artificial Para a Indústria Manual do Utilizador Luis Fonseca Carvalho de Matos ( luis.matos@ua.pt ) Julho de 2007 Índice de conteúdos 1. Apresentação......1 1.Conceito de Funcionamento......1 2.

Leia mais

Como Fazer um Vídeo no Windows Live Movie Maker

Como Fazer um Vídeo no Windows Live Movie Maker Como Fazer um Vídeo no Windows Live Movie Maker Versão deste documento: 1 Data de edição deste documento: 12 de Julho de 2011 1. Vá ao Iniciar -> Todos os Programas -> Windows Live Movie Maker Iniciar

Leia mais

Computação Gráfica. Modelo de sombreamento Determina como o modelo de iluminação será aplicado e quais seus argumentos

Computação Gráfica. Modelo de sombreamento Determina como o modelo de iluminação será aplicado e quais seus argumentos Computação Gráfica Iluminação Prof. Rodrigo Rocha Prof.rodrigorocha@yahoo.com Introdução Determinação da cor envolve Além das propriedades da superfícies Cor, textura, material,... Incidência da luz Shading

Leia mais

Utilizaremos o caminho File > File Link Manager (Figura 02) para referenciar o arquivo DWG no 3ds max 8.

Utilizaremos o caminho File > File Link Manager (Figura 02) para referenciar o arquivo DWG no 3ds max 8. 8.2 Importação de um arquivo DWG utilizando o caminho File > File Link Manager Neste tutorial não iremos abordar a modelagem no 3ds max, vamos utilizar um modelo desenvolvido de extensão Maquete Eletrônica.dwg,

Leia mais

Capítulo 1 - Área de Trabalho Capítulo 2 - Configuração do Ambiente de Trabalho Capítulo 3 - Objetos Standard e Formas de Seleção

Capítulo 1 - Área de Trabalho Capítulo 2 - Configuração do Ambiente de Trabalho Capítulo 3 - Objetos Standard e Formas de Seleção Capítulo 1 - Área de Trabalho 1.1. Visão Geral 1.2. Área de Trabalho 1.3. Painel de Comandos 1.4. Viewports - Janelas de Trabalho 1.4.1. Mudar Vistas, Layout e Tamanho das Viewports 1.5. Ferramentas de

Leia mais

1º Teste Computação Gráfica

1º Teste Computação Gráfica 1º Teste Computação Gráfica LEIC-Tagus/LERCI Prof. Mário Rui Gomes Prof. João Brisson Lopes 23 de Abril de 25 Nº Nome: Responda às questões seguintes justificando adequadamente todas as respostas. O Teste

Leia mais

Oficina de Construção de Páginas Web

Oficina de Construção de Páginas Web COMPETÊNCIAS BÁSICAS EM TIC NAS EB1 Oficina de Construção de Páginas Web Criação e Publicação Guião Páginas WWW com o editor do Microsoft Office Word 2003 1. Introdução. 2. Abrir uma página Web. 3. Guardar

Leia mais

Configuração do Ambiente de Trabalho

Configuração do Ambiente de Trabalho pag. 1 Configuração do Ambiente de Trabalho 1. Utilização da Área de Trabalho Criação de Atalhos: O Windows NT apresenta um Ambiente de Trabalho flexível, adaptável às necessidades e preferências do utilizador.

Leia mais

Aprenda como renderizar uma maquete eletrônica no 3ds Max 7

Aprenda como renderizar uma maquete eletrônica no 3ds Max 7 Tutorial Aprenda como renderizar uma maquete eletrônica no 3ds Max 7 Neste tutorial apresentaremos os procedimentos para a renderização de maquetes eletrônica utilizando o software 3ds Max 7. Parte 1 Importação

Leia mais

Tecnologias da Informação e Comunicação: Sistema Operativo em Ambiente Gráfico

Tecnologias da Informação e Comunicação: Sistema Operativo em Ambiente Gráfico Tecnologias da Informação e Comunicação UNIDADE 1 Tecnologias da Informação e Comunicação: Sistema Operativo em Ambiente Gráfico 1º Período Elementos básicos da interface gráfica do Windows (continuação).

Leia mais

Microsoft Office 2010

Microsoft Office 2010 Microsoft Office 2010 Passo-a-passo para Professores Criar uma Apresentação com o PowerPoint 2010 Defina um tema Abra o PowerPoint. No separador Estrutura, no grupo Temas, clique em Mais para ver a galeria

Leia mais

Web. Web. Web. Web. Unidade 4. Conceitos básicosb. Publicação. Web: Frontpage Programa de animação gráfica. Programa de edição

Web. Web. Web. Web. Unidade 4. Conceitos básicosb. Publicação. Web: Frontpage Programa de animação gráfica. Programa de edição Criação de páginas p Unidade 4 UNIDADE 4: Criação de Páginas P Conceitos básicosb Técnicas de implantação de páginas p Criação de páginas p Programa de edição : Frontpage Programa de animação gráfica :

Leia mais

Microsoft Office FrontPage 2003

Microsoft Office FrontPage 2003 Instituto Politécnico de Tomar Escola Superior de Gestão Área Interdepartamental de Tecnologias de Informação e Comunicação Microsoft Office FrontPage 2003 1 Microsoft Office FrontPage 2003 O Microsoft

Leia mais

INTRODUÇÃO AO WORD Processamento de texto

INTRODUÇÃO AO WORD Processamento de texto Ficha de trabalho n.º1 Objectivos: Escrever/formatar texto Formatar imagens Inserir uma tabela Criar uma pasta Guardar um documento INTRODUÇÃO AO WORD Processamento de texto - No processo de introdução

Leia mais

Quadros Interactivos CLASUS

Quadros Interactivos CLASUS Quadros Interactivos CLASUS Quadros Interactivos CLASUS Introdução à Utilização dos Quadros Interactivos e Software A-migo Pagina 1 Introdução à Utilização dos Quadros Interactivos e Software A-migo 1.

Leia mais

Aplicações de Escritório Electrónico

Aplicações de Escritório Electrónico Universidade de Aveiro Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Águeda Curso de Especialização Tecnológica em Práticas Administrativas e Tradução Aplicações de Escritório Electrónico Microsoft Word Folha

Leia mais

Planificação Anual 2015/2016

Planificação Anual 2015/2016 Planificação Anual 015/01 CURSO: PROFISSIONAL TÉCNICO DE MULTIMÉDIA DISCIPLINA: TÉCNICAS DE MULTIMÉDIA (TM) ANO: 10.º TURMA: I 1º Período º Período 3º Período Set Out Nov Dez Jan Fev Mar Abr Mai Jun 3ª

Leia mais

Dicas de uso - Render Up

Dicas de uso - Render Up Dicas de uso - Render Up (versão 3.6.7 ou superior) Desenvolvido por: Promob Software Solutions Rua dos Cinamomos - 517 - Cinquentenário CEP 95012-140 - Caxias do Sul - RS Brasil Fone/Fax: 54 3209 9200

Leia mais

PRIMAVERA EXPRESS: Funcionalidades do Produto

PRIMAVERA EXPRESS: Funcionalidades do Produto PRIMAVERA EXPRESS: Funcionalidades do Produto Como efetuo a mudança de ano do Ponto de Venda? No Programa Express aceda a Tabelas Pontos de Venda Postos de Venda abrir o separador Movimentos Caixa e: -

Leia mais

PT MANUAL UTILIZADOR. Manual do utilizador da aplicação ComelitViP Remote 3.0 para dispositivos. Passion.Technology.Design.

PT MANUAL UTILIZADOR. Manual do utilizador da aplicação ComelitViP Remote 3.0 para dispositivos. Passion.Technology.Design. PT MANUAL UTILIZADOR Manual do utilizador da aplicação ComelitViP Remote.0 para dispositivos Passion.Technology.Design. Índice Instalação... Configuração automática da administração de apartamento... 4

Leia mais

Manual do ContentE CONTENTE. Editor de Conteúdos. Gilberto Pedrosa gfsp@ext.bn.pt Biblioteca Nacional Digital

Manual do ContentE CONTENTE. Editor de Conteúdos. Gilberto Pedrosa gfsp@ext.bn.pt Biblioteca Nacional Digital CONTENTE Editor de Conteúdos Gilberto Pedrosa gfsp@ext.bn.pt Biblioteca Nacional Digital 2 Índice 1. Pré-requisitos...4 2. Como criar uma nova obra?...5 3. Como associar um registo bibliográfico à obra?...7

Leia mais

Tópico: A Terceira Dimensão (Conceitos Básicos)

Tópico: A Terceira Dimensão (Conceitos Básicos) Tópico: A Terceira Dimensão (Conceitos Básicos) Computação gráfica tridimensional Modelagem tridimensional Elaboração de imagens tridimensionais Realidade virtual Formatos tridimensionais: DXF, padrão

Leia mais

Manual do Utilizador. PowerPoint 2013. Carlos Diniz

Manual do Utilizador. PowerPoint 2013. Carlos Diniz Manual do Utilizador PowerPoint 2013 Carlos Diniz Índice 1. Acerca do PowerPoint 2013... 3 1.1. Principais caraterísticas do PowerPoint 2013... 3 2. Trabalhar no interface do PowerPoint 2013... 3 2.1.

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÓFONA DE HUMANIDADES E TECNOLOGIAS DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS DA COMUNICAÇÃO, ARTES. Diploma: Diploma de 1º Ciclo Total ECTS: 6

UNIVERSIDADE LUSÓFONA DE HUMANIDADES E TECNOLOGIAS DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS DA COMUNICAÇÃO, ARTES. Diploma: Diploma de 1º Ciclo Total ECTS: 6 EISI-2312 UNIVERSIDADE LUSÓFONA DE HUMANIDADES E TECNOLOGIAS DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS DA COMUNICAÇÃO, ARTES E TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO Curso: CINEMA, VÍDEO E COMUNICAÇÃO MULTIMÉDIA Diploma: Diploma de

Leia mais

Como incorporar música. numa apresentação de. PowerPoint?

Como incorporar música. numa apresentação de. PowerPoint? Centro de Formação da Associação Educativa para o Desenvolvimento da Criatividade Como incorporar música numa apresentação de PowerPoint? Na maior parte das vezes o problema põe-se porque o PowerPoint

Leia mais

Conceitos do Photoshop. Bitmap image Formatos de arquivos Memória Escalas de cores

Conceitos do Photoshop. Bitmap image Formatos de arquivos Memória Escalas de cores Conceitos do Photoshop Bitmap image Formatos de arquivos Memória Escalas de cores Bitmap Image Conceito de pixel Imagem bitmap x imagem vetorial Pixel x bits Resolução de tela e imagem 72 pixel/inch 300

Leia mais

Centro de Competência Entre Mar e Serra. Guia

Centro de Competência Entre Mar e Serra. Guia SMART Notebook Software Guia O Software Notebook permite criar, organizar e guardar notas num quadro interactivo SMART Board (em modo projectado e não-projectado), num computador pessoal e, em seguida,

Leia mais

Navegação. Tarefas Interativas. Interação em Ambientes Tridimensionais Imersivos. Parâmetros do Processo Interativo

Navegação. Tarefas Interativas. Interação em Ambientes Tridimensionais Imersivos. Parâmetros do Processo Interativo Tarefas Interativas Interação em Ambientes Tridimensionais Imersivos Navegação Seleção Manipulação Tópicos em CG - PUCRS Márcio Serolli Pinho 7 Parâmetros do Processo Interativo Densidade de objetos existentes

Leia mais

Seleção Retangular Esta é uma das ferramentas mais usadas. A seleção será indicada pelas linhas tracejadas que fazem a figura de um retângulo.

Seleção Retangular Esta é uma das ferramentas mais usadas. A seleção será indicada pelas linhas tracejadas que fazem a figura de um retângulo. O que é o Gimp? O GIMP é um editor de imagens e fotografias. Seus usos incluem criar gráficos e logotipos, redimensionar fotos, alterar cores, combinar imagens utilizando o paradigma de camadas, remover

Leia mais

Archive Player Divar Series. Manual de Utilização

Archive Player Divar Series. Manual de Utilização Archive Player Divar Series pt Manual de Utilização Archive Player Índice pt 3 Índice 1 Introdução 4 2 Operação 5 2.1 Iniciar o programa 5 2.2 Conhecer a janela principal 6 2.3 Botão Abrir 6 2.4 Vistas

Leia mais

1. Criar uma nova apresentação

1. Criar uma nova apresentação MANUAL DO Baixa da Banheira, 2006 1. Criar uma nova apresentação Para iniciar uma sessão de trabalho no PowerPoint é necessário criar uma nova apresentação para depois trabalhar a mesma. Ao iniciar uma

Leia mais

Domine o Word 2007. Professor: Rafael Henriques. Ano Lectivo 2010/2011

Domine o Word 2007. Professor: Rafael Henriques. Ano Lectivo 2010/2011 Domine o Word 2007 1 Professor: Rafael Henriques Ano Lectivo 2010/2011 Sumário Introdução aos Processadores de texto; Microsoft Word 2007 O ambiente de trabalho O Friso Os Tabuladores do Word 2007; Realização

Leia mais

O TUX VAI À ESCOLA: UMA INTRODUÇÃO À EDIÇÃO DE IMAGEM COM O GIMP

O TUX VAI À ESCOLA: UMA INTRODUÇÃO À EDIÇÃO DE IMAGEM COM O GIMP O TUX VAI À ESCOLA: UMA INTRODUÇÃO À EDIÇÃO DE IMAGEM COM O GIMP O GIMP (GNU Image Manipulation Program) (http://www.gimp.org/) é uma aplicação de Software Livre para desenho e edição de imagem digital.

Leia mais

www.educandusweb.com.br

www.educandusweb.com.br Sistema Terra-Lua-Sol Índice 1. Introdução... 3 2. Simulador... 3 2.1 Painel Principal... 3 O que ocorreu com dimensões e distâncias dos corpos estudados?... 5 2.2 Visualização - Wireframe/Texturizada...

Leia mais

Sistema Operativo em Ambiente Gráfico

Sistema Operativo em Ambiente Gráfico Sistema Operativo em Ambiente Gráfico Sistema Operativo Conjunto de programas fundamentais que permitem que o computador funcione e comunique com o exterior; Windows: sistema operativo mais utilizado nos

Leia mais

OBJECTIVO Aplicação de fórmulas

OBJECTIVO Aplicação de fórmulas FICHA 4 OBJECTIVO Aplicação de fórmulas No final deste exercício o utilizador deverá estar apto a realizar as seguintes operações: Aplicar fórmulas para o cálculo de valores Formatar condicionalmente as

Leia mais

Referências de tarefas de comunicação do Sametime

Referências de tarefas de comunicação do Sametime Referências de tarefas de comunicação do Sametime ii Referências de tarefas de comunicação do Sametime Índice Referências de tarefas de comunicação do Sametime............ 1 iii iv Referências de tarefas

Leia mais

Manual de Administração Intranet BNI

Manual de Administração Intranet BNI Manual de Administração Intranet BNI Fevereiro - 2010 Índice 1. Apresentação... 3 2. Conceitos... 5 3. Funcionamento base da intranet... 7 3.1. Autenticação...8 3.2. Entrada na intranet...8 3.3. O ecrã

Leia mais

Quadros Interactivos Multimédia e Formação Contínua de Docentes. InterwriteBoard Guia de Iniciação

Quadros Interactivos Multimédia e Formação Contínua de Docentes. InterwriteBoard Guia de Iniciação Quadros Interactivos Multimédia e Formação Contínua de Docentes InterwriteBoard Guia de Iniciação A. Jorge Mesquita Maio, 2008 Conteúdo Introdução... 1 Antes de iniciar... 1 Caneta interactiva... 1 Interagir

Leia mais

Computação Gráfica. Renderização em Tempo Real. Erivaldo Xavier de Lima Filho desadoc@gmail.com

Computação Gráfica. Renderização em Tempo Real. Erivaldo Xavier de Lima Filho desadoc@gmail.com Computação Gráfica Renderização em Tempo Real Erivaldo Xavier de Lima Filho desadoc@gmail.com Computação Gráfica É a síntese de imagens por computador Consiste de vários passos: o Modelagem o Renderização

Leia mais

Criação de Filmes em Windows Movie Maker Nível B3

Criação de Filmes em Windows Movie Maker Nível B3 Ficha de Trabalho nº 1 Objectivos: Ambiente de trabalho Criar um novo projecto Inserir um Vídeo, uma Fotografia, uma Música Inserir um Título, uma Legenda ou uma Ficha Técnica Inserir uma Animação ou Efeito

Leia mais

Apostila para uso do Power Point

Apostila para uso do Power Point Apostila para uso do Power Point Introdução O Power Point, é um aplicativo da MicroSoft desenvolvido para a elaboração de apresentações. Possui recursos de hipertexto e multimídia como som, imagem, animação,

Leia mais

1. Criem um novo documento no Flash MX 2004. Atribuam as dimensões do filme, Width e Height para 300 e 200.

1. Criem um novo documento no Flash MX 2004. Atribuam as dimensões do filme, Width e Height para 300 e 200. Timeline Effects Uma das evoluções que se denotam logo à partida no Flash MX 2004, são os efeitos da timeline. Os efeitos da timeline são uma colecção de efeitos especiais que podem ser personalizados

Leia mais

3ds Max e V-Ray Global Illumination, Image Sampler e Caustics

3ds Max e V-Ray Global Illumination, Image Sampler e Caustics 3ds Max e V-Ray Global Illumination, Image Sampler e Caustics Global Illumination ou GI Global Illumination, Indirect Illumination ou simplesmente GI. Essas duas palavras tem um peso enorme na definição

Leia mais

PDA CAM MANUAL DO UTILIZADOR

PDA CAM MANUAL DO UTILIZADOR PDA CAM MANUAL DO UTILIZADOR Português Manual do utilizador Índice Preparações... 2 Conteúdo da embalagem... 2 Requisitos do sistema... 2 Ficar a conhecer o PDA Cam... 3 Componentes do PDA Cam... 3 Instalação...

Leia mais

PIXEL - DO DESENHO À PINTURA DIGITAL

PIXEL - DO DESENHO À PINTURA DIGITAL F PIXEL - DO DESENHO À PINTURA DIGITAL Carga Horária: 96 horas/aulas Módulo 01: Desenho de observação DESCRIÇÃO: Neste módulo o você irá praticar sua percepção de linhas e formas, bem como a relação entre

Leia mais

Como criar Gif s Animados. - Utilizando o Paint. e o Image Ready

Como criar Gif s Animados. - Utilizando o Paint. e o Image Ready Como criar Gif s Animados - Utilizando o Paint e o Image Ready 2003 O que são gif's? Ora, GIF atende por Graphics Interchange Format e é o tipo de compressão de imagem (não confundir com compressão de

Leia mais

MANUAL DO XTRA CONTROLLER PRO

MANUAL DO XTRA CONTROLLER PRO MANUAL DO XTRA CONTROLLER PRO Manual do Xtra Controller Pro 1/10 ÍNDICE Clique em qualquer título deste índice para avançar até à secção correspondente 1. INTRODUÇÃO...3 2. FUNÇÃO TRAVELLING ZOOM...5 3.

Leia mais

OBJECTIVO Quebras de página

OBJECTIVO Quebras de página FICHA 20 OBJECTIVO Quebras de página As quebras de página utilizam-se para começar a escrever na página seguinte antes de chegar ao fim da actual. No final deste exercício o utilizador deverá estar apto

Leia mais

GUIA DE CRIAÇÃO DE APRESENTAÇÕES MICROSOFT POWER POINT

GUIA DE CRIAÇÃO DE APRESENTAÇÕES MICROSOFT POWER POINT Nuno Azevedo 2005/06 ESCOLA BÁSICA B INTEGRADA DE ANGRA DO HEROÍSMO GUIA DE CRIAÇÃO DE APRESENTAÇÕES MICROSOFT POWER POINT A Janela de apresentação do Programa Barras de menus, padrão e de formatação Área

Leia mais

Utilizar o Microsoft Offi ce OneNote 2003: Iniciação rápida

Utilizar o Microsoft Offi ce OneNote 2003: Iniciação rápida Utilizar o Microsoft Offi ce OneNote 2003: Iniciação rápida Utilizar a iniciação ao OneNote 1 O MICROSOFT OFFICE ONENOTE 2003 OPTIMIZA A PRODUTIVIDADE AO PERMITIR QUE OS UTILIZADORES CAPTEM, ORGANIZEM

Leia mais

Microsoft PowerPoint

Microsoft PowerPoint Microsoft PowerPoint Microsoft PowerPoint é utilizado para desenvolver apresentações. Os trabalhos desenvolvidos com este aplicativo normalmente são apresentados com o auxílio de um datashow. Apresentações

Leia mais

Pipeline de Visualização Câmara Virtual

Pipeline de Visualização Câmara Virtual Pipeline de Visualização Câmara Virtual Edward Angel, Cap. 5 Instituto Superior Técnico Computação Gráfica 2009/2010 1 Na última aula... Transformações Geométricas Composição de Transformações Deformação

Leia mais

Software de Edição e Output ADOBE ILLUSTRATOR E SILHOUETTE STUDIO. File > Open > Escolher a pasta ou local onde se encontre o ficheiro

Software de Edição e Output ADOBE ILLUSTRATOR E SILHOUETTE STUDIO. File > Open > Escolher a pasta ou local onde se encontre o ficheiro TUTORIAL CORTADORA DE VINIL Software de Edição e Output ADOBE ILLUSTRATOR E SILHOUETTE STUDIO 1. Abrir o programa ADOBE ILLUSTRATOR localizado na barra de tarefas 2. Abrir o ficheiro a cortar no ADOBE

Leia mais

ZSRest e ZSPos Multiposto

ZSRest e ZSPos Multiposto ZSRest e ZSPos Multiposto 1 2 Este manual serve para o ajudar na configuração multiposto do ZSRest e ZSPos. Após a Instalação do ZSRest e ZSPos, é necessário configurar uma porta estática no SQL Server.

Leia mais

Dois Quentes, Dois Frios

Dois Quentes, Dois Frios Descrição Geral Dois Quentes, Dois Frios Nesta actividade, os estudantes irão trabalhar com as temperaturas utilizando as escalas Celsius e Fahrenheit. Os estudantes irão recolher dados para serem analisados

Leia mais

Tutorial: Do YouTube para o PowerPoint

Tutorial: Do YouTube para o PowerPoint Autor: João Pina aragaopina@gmail.com 01-03-2010 OBJECTIVOS No final deste tutorial será capaz de: A. Retirar vídeos do YouTube; B. Converter os vídeos num formato passível de ser integrado em PowerPoint;

Leia mais

Folha de Cálculo (Excel)

Folha de Cálculo (Excel) Tecnologias de Informação e Comunicação Folha de Cálculo (Excel) Professor: Rafael Vieira. 1. Introdução à folha de cálculo o nome folha de cálculo atribuído a este tipo de programas, deve-se, principalmente,

Leia mais

Criar um formulário do tipo Diálogo modal ; Alterar a cor de fundo de um formulário; Inserir botões de comando e caixas de texto;

Criar um formulário do tipo Diálogo modal ; Alterar a cor de fundo de um formulário; Inserir botões de comando e caixas de texto; FICHA OBJECTIVO Construir Construir formulários na base de dados Diplomas em Diário da República Um formulário é utilizado, em primeiro lugar, para introduzir, eliminar ou apresentar dados numa base de

Leia mais

Multidisciplinar - Criação de Cenários 3D para Games utilizando os produtos da Autodesk

Multidisciplinar - Criação de Cenários 3D para Games utilizando os produtos da Autodesk Multidisciplinar - Criação de Cenários 3D para Games utilizando os produtos da Autodesk Luis Leonardo Baratella Revenda Tecgraf Campinas/Santos Especialista em Multimídia Paulo Henrique Giungi Galvão Revenda

Leia mais

Manual para criar actividades com o Jclic. Versão 1.0. Manual de Luís Vives Traduzido e adaptado por. Milena Jorge

Manual para criar actividades com o Jclic. Versão 1.0. Manual de Luís Vives Traduzido e adaptado por. Milena Jorge Versão 1.0 Manual de Luís Vives Traduzido e adaptado por milena_jorge@cap-alda-guerreiro.rcts.pt 1 PROJECTO N.º 2 Criação de uma sopa de letras com conteúdo associado........ 4 Actividade proposta n.º

Leia mais

Instruções de acesso à Base Hermes

Instruções de acesso à Base Hermes Instruções de acesso à Base Hermes Inscreva nas caixinhas respectivas as credenciais de acesso à Base Hermes que lhe foram enviadas por email aquando da activação da sua subscrição e clique em Entrar.

Leia mais

Computação Gráfica II Prof. Miguel Pelizan. Extrusão pelo caminho em torno do círculo com diâmetro 2mm.

Computação Gráfica II Prof. Miguel Pelizan. Extrusão pelo caminho em torno do círculo com diâmetro 2mm. Computação Gráfica II Prof. Miguel Pelizan Tutorial 9 Solid Works Modelar uma bússola com os perfis abaixo e efetuar a montagem conforme as indicações. 2,5 6 b -Base 0 5,5 8,5 3,5 a -Fundo R 8,5 R3,6 4

Leia mais

A luz propaga-se em linha recta e radialmente em todas as direcções sempre que a velocidade de propagação for constante.

A luz propaga-se em linha recta e radialmente em todas as direcções sempre que a velocidade de propagação for constante. Propagação da luz A luz propaga-se em linha recta e radialmente em todas as direcções sempre que a velocidade de propagação for constante. Ao propagar-se, a luz pode atravessar materiais transparentes

Leia mais

UNIDADE 2: Sistema Operativo em Ambiente Gráfico

UNIDADE 2: Sistema Operativo em Ambiente Gráfico Ambiente Gráfico Configurações Acessórios O Sistema Operativo (SO) é o conjunto de programas fundamentais que permitem que o computador funcione e que comunique com o exterior. Actualmente o Windows é

Leia mais

Cap. 7 Coloração (Shading) e Iluminação Global

Cap. 7 Coloração (Shading) e Iluminação Global Cap. 7 Coloração (Shading) e Iluminação Global Engenharia Informática (5385) - 2º ano, 2º semestre Revisão sobre Modelos de Iluminação Dependentes da Luz Modelos dependentes da luz Ambiente Normais à superfície

Leia mais

Guião de Exploração. Introdução

Guião de Exploração. Introdução Guião de Exploração Introdução Ter o Mundo em 3D dentro de um computador e visualizar a superfície terrestre como se de uma viagem aérea se tratasse é a experiência que todos os professores já tiveram.

Leia mais