BANCO DE DADOS INTEGRADOS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "BANCO DE DADOS INTEGRADOS"

Transcrição

1 BANCO DE DADOS INTEGRADOS Ano 2013 Volume II Secretaria Municipal de Planejamento Urbano Ano Base 2012

2 Banco de Dados Integrados de Uberlândia Documento produzido pela Secretaria Municipal de Planejamento Urbano Secretário Municipal de Planejamento Urbano JOSÉ CALDEIRANI FILHO Diretoria de Pesquisas Integradas DAMIÃO DIVINO DE ANDRADE Coordenação do Núcleo de Pesquisa, Estatística e Banco de Dados EDUARDO BORGES MORAES Elaboração e Editoração Eletrônica MARIZE ABADIA SILVA REIS Administração: GILMAR MACHADO

3 ÍNDICE SERVIÇOS SOCIAIS SETORIAIS...6 ASSISTÊNCIA SOCIAL...6 Criança e Adolescente...6 Família...8 Idoso e Pessoa com Deficiência...8 Nome da Entidade...10 Trabalho...11 Parcerias/SESI/FIEMG...15 BemSocial Núcleo de Apoio ao Jovem...16 Diretoria Assistencial...16 Programa Bolsa Família...17 Tarifa Social CEMIG...17 Benefícios...18 Esportes/Recreação/Lazer...21 Quadro geral da rede de ensino em Uberlândia...25 Rede Municipal...25 Ensino Rural...25 Fonte: Secretaria Municipal de Educação / 40ª Superintendência Regional de Ensino...25 Ensino Urbano...26 Programa Municipal de Erradicação do Analfabetismo PMEA...26 CEMEPE - Centro Municipal de Estudos e Projetos Educacionais Julieta Diniz...27 Rede Estadual...29 Rede Federal...30 Rede Particular...31 Ensino Superior...31 UFU - Universidade Federal de Uberlândia...31 RESUMO HISTÓRICO/UFU...31 ESTRUTURA ADMINISTRATIVA DA UFU...32 AUTORIDADES DA UFU NO PERÍODO DE DOCENTES ENSINO PROFISSIONAL...39 ESTES ESCOLA TÉCNICA DE SAÚDE...39 DOCENTES EFETIVOS...39 FORMAS DE INGRESSO...40 PROGRAMA DE AÇÃO AFIRMATIVA DE INGRESSO NO ENSINO SUPERIOR - PAAES...43 PAAES 3ª ETAPA INGRESSO EM 2012/ CURSOS DE GRADUAÇÃO - GRADUAÇÃO PRESENCIAL...45 GRADUAÇÃO - CURSO À DISTÂNCIA -EAD...48 ALUNOS MATRICULADOS E FORMADOS POR CURSO...48 ENSINO FUNDAMENTAL - ESEBA...50 NÚMERO DE ALUNOS - EDUCAÇÃO INFANTIL E ENSINO FUNDAMENTAL...50 SAÚDE E ASSISTÊNCIA MÉDICA...74

4 Estrutura da Rede de Atenção à Saúde no Município...74 Dados Vitais/ Número de Leitos da Rede Hospitalar Unidades de Atendimento Integrado UAI...81 Ambulatórios Especializados e Unidades Diversas...83 Vigilâncias em Saúde...86 Controle de Zoonoses...88 Programas...89 Hospital de Clínicas/UFU...92 Origem dos Pacientes...95 Hospital Odontológico...96 Hemocentro Regional de Uberlândia...97 Hospital Veterinário/UFU...98 HOSPITAIS PARTICULARES: TURISMO Atrações Turísticas Espécies do Zoológico Eventos Hotelaria/ Espaços para Eventos: Casas de câmbio: Projetos Desenvolvidos em Arte e Cultura Biblioteca Pública Municipal Arquivo Público Municipal Acervos Museu Municipal Diretoria de Memória e Patrimônio Histórico Banda Municipal e Banda Mirim de Uberlândia Diretoria Técnica / Som e Produção Oficina Cultural Teatros Municipais Diretoria de Assuntos Afro-Raciais DIAAFRO Programa Cidade da Música Programa de Apoio à Comunidade Programa Municipal de Incentivo a Cultura SEGURANÇA PÚBLICA Presídio Professor Jacy de Assis Penitenciária Professor João Pimenta da Veiga/ ª Cia Polícia Militar Independente de Meio Ambiente e Trânsito Rodoviário Policiamento Rodoviário Policiamento Ambiental Produtos e Sub produtos (m3) Polícia Militar de Minas Gerais ª Região da Polícia Militar º Batalhão de Bombeiros Militar 131 Resumo de Ocorrências Ocorrências em Destaque Delegados (as) de Polícia Superintendência da Defesa Social ASSISTÊNCIA TRABALHISTA...136

5 Ministério de Trabalho e Emprego Carteiras de Trabalho Informatizadas Emitidas pela SRTEU em Seguro Desemprego/ D PROGRAMA DE FINANCIAMENTO A PRODUTORES INTEGRADOS DECRETO

6 SERVIÇOS SOCIAIS SETORIAIS ASSISTÊNCIA SOCIAL Criança e Adolescente Centros de Formação - ONG's subvencionadas pela Prefeitura Municipal de Uberlândia/2012 Nome da entidade Capacidade atendimento Ação Moradia 80 Associação Antônio e Marcos Cavanis 120 Associação de Moradores do Bairro Patrimônio e Morada da Colina 75 Centro Formação Assistência Cultural Santa Luzia - CEFAC 75 Central de Ação Social Avançada CASA CADCA Jd. Ipanema 42 Central de Ação Social Avançada CASA CADCA - Guarani 65 Centro de Formação Comunitário São Francisco de Assis 130 Centro de Formação Obreiros do Bem 65 Centro Educacional do Menor Aura Celeste 180 Centro Espírita Fé, Esperança e Caridade - Lar Espírita Alfredo Júlio 105 Creches Comunitárias Associadas de Uberlândia - CF São Francisco de Assis 200 Divulgação Espírita Cristã 100 Fundação de Ação Social Evangélica Reverendo Adão Bomtempo - CEAC 65 Fund. Aprend. Desenvolvimento Social do Menor - FADESOM 120 Grupo de Oração Maranathá 120 Instituto Politriz - Morumbi 55 Instituto Politriz Campo Alegre 90 Lar Espírita Maria Lobato de Freitas 100 Obras Sociais do Grupo Espírita Paulo de Tarso 100 Refúgio de Amparo e Promoção Humana 60 Fonte: Secretaria Municipal Desenvolvimento Social e Trabalho TOTAL Núcleo de Apoio Integral à Criança e ao Adolescente NAICA 2012 Local de atendimento Setor Capacidade atendimento NAICA - Marta Helena Norte 210 NAICA - Lagoinha Sul 160 NAICA - Tubalina Sul 180 NAICA - Morumbi Leste 350 NAICA - Segismundo Pereira Leste 100 Cont. 6

7 Núcleo de Apoio Integral à Criança e ao Adolescente NAICA 2012 Local de atendimento Setor Capacidade atendimento NAICA - Tibery Leste 240 NAICA Jardim Célia Oeste 200 NAICA - Luizote de Freitas Oeste 110 NAICA - Mansour Oeste 145 Totais Fonte: Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social e Trabalho Serviços Socioassistenciais de Proteção Social Especial: Atendimento de Crianças e adolescentes em situação de risco ou violação de direitos e adolescentes em conflito com a lei e suas respectivas famílias. Centro Municipal de Atendimento à Infância e à Adolescência CEMAIA Centro de Referência Especializado de Assistência Social CREAS (Governamental) Medidas Protetivas Capacidade instalada / atendimento Programa / Medidas Violência Doméstica Programa de Enfrentamento à Violência Doméstica, Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes PETI Programa de Erradicação do Trabalho Infantil Trajetória de Rua Totais Fonte: Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social e Trabalho Medidas Sócio-Educativas Programa Capacidade instalada de atendimento Prestação de Serviço à Comunidade Liberdade Assistida Totais Fonte: Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social e Trabalho 7

8 Organizações não Governamentais ONG's (Abrigos Institucionais) subvencionadas pela PMU/2012 Capacidade instalada de atendimento Nome da Entidade Casa de Amparo Infantil CAROL Fraternidade Assistencial Missionária Estrela de Davi I Fraternidade Assistencial Missionária Estrela de Davi II Fraternidade Assistencial Missionária Estrela de Davi III Instituição Cristã de Assistência Social de Udia ICASU Abrigo I Instituição Lar Maria de Nazaré Lar de Amparo ao Menor Viva a Vida Missão Criança Missão Esperança Núcleo Servos Maria de Nazaré Totais Fonte: Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social e Trabalho Família BemSocial Núcleo de Apoio à Família - Centro de Referência da Assistência Social - CRAS Famílias BemSocial Casa da Família atendidas/2012 CRAS Jardim Brasília CRAS Custódio Pereira CRAS Mansour CRAS Marta Helena CRAS Morumbi CRAS São Jorge CRAS Jardim Célia Total Fonte: Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social e Trabalho Idoso e Pessoa com Deficiência Bemsocial CEAI - Centro Educacional de Assistência Integrada Atendimento social, psicológico e fisioterápico, buscando a melhoria da qualidade de vida do idoso(idade igual ou superior a 60 anos): 8

9 Capacidade atendimento Unidade CEAI I Bairro Brasil CEAI II - Laranjeiras CEAI III Luizote de Freitas CEAI IV - Guarani Total Fonte: Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social e Trabalho Bem Social Condomínio do Idoso Acesso à moradia para 48 idosos em 24 residenciais. Critérios: Estar cadastrado na Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social e Trabalho / Diretoria de Proteção Social do Idoso; Ter idade igual ou superior a 60 (sessenta) anos; Comprovação de que não possui outro meio para manutenção de sua moradia e nem de tê-la provida por familiares; Ser independente para as atividades da vida diária e ter autonomia física e mental; Se o candidato tiver cônjuge ou companheiro, este também deverá ter idade igual ou superior a sessenta anos, vez que o condomínio é exclusivamente ocupado por pessoas dessa faixa etária, sendo vedada a ocupação por crianças, adolescentes e adultos. BemSocial Casa Dia Atendimento a idosos de baixa renda, de ambos os sexos, não portadores de doenças infecto-contagiosas e mentais, que não tenham condições de permanecer desacompanhadas em seu domicílio. Capacidade de atendimento: 20 idosos Benefício da Prestação Continuada Segundo Lei Orgânica da Assistência Social (LOAS), tem por objetivo garantir um salário mínimo mensal às pessoas idosas e às pessoas com deficiência, incapacitadas de prover sua manutenção ou de têla provida por sua família. Critérios: Idoso: Comprovar que tem 65 anos ou mais, que não recebe nenhum benefício previdenciário e que a renda de sua família é inferior a ¼ do salário mínimo por pessoa. Pessoa com Deficiência: Comprovar que a renda de sua família é inferior a ¼ do salário mínimo por pessoa e que não recebe nenhum benefício previdenciário. Deve comprovar, também sua deficiência e o nível de incapacidade por meio de avaliação do Serviço de Perícia Médica do INSS. Segmento Total/ano 2012 Idoso 174 Pessoa com deficiência 136 TOTAL 310 Fonte: SMDST 9

10 Proteção Social Especial de Média Complexidade Situação de exploração financeira, negligência familiar, maus tratos e abandono familiar, risco de saúde e sem meios de prover sua subsistência. Segmento Denúncias/ano 2012 Idoso Pessoa com Deficiência 157 TOTAL Fonte: SMDST BemSocial Baile no Bairro Busca possibilitar a integração, socialização e lazer do idoso, através da dança, em sua própria comunidade Bairro Atendidos/2012 Brasil - CEAI I Laranjeiras CEAI II Luizote de Freitas CEAI III Guarani - CEAI IV Alvorada Centro Profissionalizante Total Fonte: SMDST Atendimento Asilar ao Idoso ONG's subvencionadas pela Prefeitura Municipal de Uberlândia Capacid. Nome da Entidade Atendimento Asilo São Vicente e Santo Antônio Fund. de A. Social Evang. Rev. Adão Bom Tempo CEATI Grupo Espírita André Luiz Núcleo Social Jesus de Nazaré Total Fonte: Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social e Trabalho Pessoa com deficiência ONG's subvencionadas pela Prefeitura Nome da Entidade APAE - Associação de Pais e Amigos de Excepcionais APARU Associação dos Paraplégicos de Uberlândia Associação Comunitária de Apoio à Pessoa Deficiente - ACAPED Associação das Pessoas portadoras de Deficiência Física de Uberlândia - ADEF Associação de Apoio ao Deficiente do Liberdade - AADL Associação dos Deficientes Visuais do Triângulo Mineiro ADEVITRI Associação Filantrópica de Assistência aos Deficientes Auditivos - AFADA Associação dos Surdos Mudos de Uberlândia ASUL Fundação Pró-Luz de Uberlândia Instituto Marcos Sahium Fonte: Secretaria Municipal Desenvolvimento Social e Trabalho 10

11 Trabalho Programa de Profissionalização O Município tem 4 BemSocial Centros Profissionalizantes, que têm como objetivo a formação e qualificação de jovens e adultos, para seu ingresso ou permanência no mercado de trabalho: BemSocial Centro Profissionalizante Lagoinha BemSocial Centro Profissionalizante Planalto BemSocial Centro Profissionalizante Alvorada BemSocial Luizote de Freitas BemSocial Centro Profissionalizante Lagoinha Cursos Vagas/2012 Qualificação em Costura Industrial 160 Aperfeiçoamento em Costura Industrial 80 Técnica em Bordado à Máquina 140 Técnicas em Pedraria 80 Técnica em Pedraria com Linha 80 Malharia 240 Modelagem 150 Cozinha Básica 75 Salgado 75 Decoração Artística de Bolos e Tortas 100 Boas Práticas na Manipulação de Alimentos 50 Operador de Máquinas 10 Sacolas Recicláveis ou Retornáveis 10 Pintura em tecido 60 Designer de unha 30 Pastas e Mochilas 10 Sandália Rasteirinha/Conserto de Calçados 50 Informática Básica 500 Assistente Financeiro 150 Atendimento ao Cliente 90 Controlador de Almoxarifado 90 Habilidades em Telemarketing 510 Operador de Caixa 30 Rotinas Administrativas 90 Rotinas Trabalhistas 30 Técnicas Logísticas 90 Departamento Pessoal 120 Técnicas Secretariais 60 Técnicas Contábeis 90 Técnicas Fiscais 30 Vendas e Negociação 60 Segurança no Trabalho 90 Empreendedorismo no século XXI 120 Sustentabilidade 120 Qualidade do Atendimento 120 Total Fonte: Secretaria Municipal de Desenv. Social e Trabalho 11

12 BemSocial Centro Profissionalizante Planalto Cursos Vagas/2012 Mecânica Automotiva 180 Eletricidade Veicular 75 Transmissão Automática 25 Injeção Eletrônica 50 Repintura Automotiva 175 Funilaria 175 Soldador 25 Informática Básica 240 Assistente Financeiro 30 Atendimento ao Cliente 90 Capacitação Profissional 30 Rotinas Administrativas 120 Rotinas Trabalhistas 30 Técnicas Logísticas 60 Habilidades em Telemarketing 240 Departamento Pessoal 60 Técnicas Secretariais 30 Técnicas Contábeis 90 Vendas e Negociação 30 Segurança no Trabalho 30 Sistema de Lixamento a Seco 40 Clínicas Técnicas em Suspensão Diesel Bombas Pneumáticas 50 Sistema de Injeção eletrônica - FLEX 150 Técnicas em Câmbio Dualogic 60 Técnicas sobre Clínicas em Amortecedores 60 Bandeja, Molas e Hemocinética 60 Sistema de Injeção Tetrafluel 50 Válvula Termostática Elétrica 50 Amortecedores Power Shok 100 Gestão de Conhecimento - COFAP 40 Mecânico do século XXI 45 O Valor Profissional do Mecânico 40 Amortecedores e Inspeções Técnicas 40 Apresentação Técnica do Ônix Os Benefícios da Qualificação Profissional 40 O Relacionamento Técnico com o Cliente 45 Clínicas Técnicas em Suspensão, Direção e Freios 100 Empreendedorismo no século XX1 90 Sustentabilidade 60 Qualidade no Atendimento 100 Total Fonte: Secretaria Municipal Desenvolvimento Social e Trabalho BemSocial Centro Profissionalizante Luizote de Freitas 12

13 Cursos Vagas/2012 Eletricidade Veicular 50 Injeção Eletrônica 80 Eletricidade Predial 180 Pintor de Obras Senac Manutenção Hidráulica 180 Informação Básica 96 Atendimento ao Cliente 75 Departamento Pessoal 50 Rotinas Administrativas 75 Rotinas Trabalhistas 25 Operador de Caixa 25 Controlador de Almoxarifado 25 Técnicas Contábeis 25 Técnicas Fiscais 25 Habilidades em Telemarketing 50 Amortecedores e Inspeções Técnicas 30 Gestão do Conhecimento - COFAP 40 Mecânico do século XXI 40 O Valor Profissional do Mecânico 30 Apresentação Técnica do Ônix Os Benefícios da Qualificação Profissional 40 O Relacionamento Técnico com o Cliente 40 Empreendedorismo no século XXI 100 Sustentabilidade 50 Qualidade no Atendimento 100 Total Fonte: Secretaria Municipal Desenvolvimento Social e Trabalho BemSocial Centro Profissionalizante Alvorada Cursos Vagas/2012 Sandália Rasteirinha / Conserto de Calçados 25 Operador de Máquinas de Costura 10 Pintura em Tecido 60 Designer de Unha 25 Pastas, Mochilas Escolares e Sacolas p/viagem 10 Informática Básica 252 Atendimento ao Cliente 100 Operador de Caixa 50 Capacitação Profissional 25 Técnicas Logísticas 50 Rotinas Trabalhistas 25 Cont. BemSocial Centro Profissionalizante Alvorada Assistente Financeiro 25 Técnicas Contábeis 25 13

14 Controlador de Almoxarifado 50 Departamento Pessoal 25 Rotinas Administrativas 50 Técnicas Secretariais 50 Vendas e Negociação 25 Segurança no Trabalho 25 Empreendedorismo no século XXI 20 Sustentabilidade 20 Qualidade no Atendimento 20 Total 967 Fonte: Secretaria Municipal Desenvolvimento Social e Trabalho BemSocial Ônibus Itinerante Meu Ofício Os ônibus Meu Ofício 1, 2, 3 e 4, foram adaptados para desenvolver cursos profissionalizantes em bairros periféricos, visando a qualificação de pessoas de baixa renda: BemSocial Ônibus Itinerante Meu Ofício 1 e 2 Cursos Vagas/2012 Bordado em Pedraria 300 Manicure e Pedicure 600 Controlador de Almoxarifado 25 Departamento Pessoal 75 Operador de Caixa 25 Rotinas Administrativas 100 Técnicas Secretariais 25 Palestras/Workshops: Empreendedorismo no século XXI Qualidade no Atendimento Sustentabilidade Fonte: SMDST Total BemSocial Ônibus Itinerante Meu Ofício 3 Cursos Vagas/2012 Informática Básica 540 Palestras/Workshops Empreendedorismo no século XXI 90 Qualidade no Atendimento 90 Sustentabilidade 0 Total 720 Fonte: SMDST 14

15 BemSocial Ônibus Itinerante Meu Ofício 4 Cursos Vagas/2012 Área de Gestão Empresarial: Total de Turmas 150 Palestras/Workhops: Empreendedorismo no século XXI Sustentabilidade Fonte: SMDST 30 0 Total 180 Parcerias/SESI/FIEMG Curso de Educação Alimentar, desenvolvido numa cozinha experimental montada em uma unidade móvel, projetada para ensinar as populações carentes como preparar alimentos de baixo custo e alto valor nutritivo. Número de vagas em 2012: 960 Convênio SENAC Cursos Oferecidos vagas/2012 Manicure e Pedicure 120 Auxiliar Administrativo 120 Maquiador 20 Depilador 100 Cabeleireiro 102 Pintor de obras 60 Auxiliar de Pessoal 90 Cuidador de Idoso 60 Cozinheiro Básico 20 Costureiro 20 Auxiliar Financeiro 60 Operador de computador 50 TOTAL 822 Fonte: Secretaria Municipal Desenvolvimento Social e Trabalho PRONATEC Cursos Oferecidos vagas/2012 Padeiro 20 Maquiador 30 Padeiro e Confeiteiro 20 Pedreiro de Alvenaria 20 Costureiro Industrial 20 TOTAL 110 Parceria SENAC e SENAI 15

16 Centro de Fiação e Tecelagem Cursos Oferecidos vagas/2012 Tecelagem 60 TOTAL 60 Fonte: Secretaria Municipal Desenvolvimento Social e Trabalho Outros Parceiros SENAC, VolksWagem, Tecnomotor, Triângulo Tintas, Faculdade Pitágoras, Conexões tigre, Supere, Grupo Pelegrini, Estufa de Ouro, Beija Flor Tintas, Ubertubos, Saga Autominas, 3M do Brasil, STARDUR, Algar Tecnologia, CALLINK, CDL, SINDUSCON, SINDIVESTU e SENAI. BemSocial Núcleo de Apoio ao Jovem Ações preventivas voltadas para a promoção do jovem buscando sua inserção social, através de atividades educativas, esportivas, culturais e capacitação profissional. Eventos Anuais: Congresso da Juventude Discussão de temas ligados ao cotidiano da juventude, para maior conscientização e fortalecimento, frente os problemas da sociedade. Participaram do congresso jovens entre 14 e 24 anos e são de 73 escolas da redes de ensino municipal, estadual, federal e particular. Selo Amigo da Juventude Objetivo de facilitar o ingresso de jovem no mercado de trabalho. Em 2012, 417 empresas de pequeno, médio e grande porte participaram do projeto, gerando empregos diretos a jovens de 16 a 24 anos, sem que para isso necessitem demitir adultos empregados. BemSocial Centro Integrado da Mulher (CIM) Políticas públicas afirmativas que promovam social, cultural, econômica e politicamente as mulheres do Município, envolvendo organizações governamentais com ações articuladas em rede e a consolidação de atividades educativas, informativas e preventivas sobre as questões da mulher e as relações do gênero. Equipamento destinado ao atendimento de mulheres vítimas de violência e de sua família. Parcerias: Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher, a Defensoria Pública do Estado de Minas Gerais e o Núcleo de Apoio à Mulher ligado à SEDEST, que realiza um trabalho social para encaminhamento e orientações cabíveis ao núcleo familiar. Serviço de Atendimento Especializado à Mulher ONG subvencionada pela Prefeitura Municipal de Uberlândia: S.O.S Ação Mulher Família de Uberlândia. Diretoria Assistencial Serviços, Programas, Projetos e Benefícios Governamentais Cadastro Único (CadUnico) Instrumento para identificação das famílias em situação de pobreza em todos os municípios brasileiros. Este cadastro permite nortear a implementação de políticas públicas voltadas para as famílias de baixa renda. Critérios de inclusão: - Renda per capita de meio salário mínimo. - Renda familiar de até 3 (três) salários mínimos. 16

17 Programa Bolsa Família Renda que visa amenizar situações de pobreza e extrema pobreza, possibilitando a melhoria da condição social dessas famílias. Critérios de inclusão /permanência: Estar cadastrado no CadÚnico Manter as crianças e adolescentes em idade escolar frequentando a escola; e seguir o calendário de vacina para as crianças entre 0 e 6 anos, e a agenda pré e pós-natal para as gestantes e mães em amamentação. Tarifa Social CEMIG Benefício social voltado ao desconto no valor da tarifa de consumo mensal de energia elétrica. BemSocial Tarifa Social - DMAE: Benefício social voltado à isenção do valor da taxa de consumo mensal de água. Programa Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional Direito ao acesso regular e permanente a alimentos de qualidade, em quantidade suficiente, sem comprometer outras necessidades essenciais, tendo como base práticas alimentares promotoras de saúde, visando o atendimento a família de baixa renda. A Prefeitura oferece um subsídio de 20% sobre o custo da cesta básica. BemSocial Legalização do Homem: Confecção de carteira de trabalho, solicitação de 2ª via de certidões de nascimento, casamento e óbito aos cartórios de registro civil, encaminhamento para isenção de taxa de carteira de identidade, guia de fotos 3X4 para documentos. BemSocial Núcleo de Atendimento Assistencial O objetivo do BemSocial Núcleo de Atendimento Assistencial é atender à população em situação de vulnerabilidade social, assim como o atendimento assistencial a quem dele necessitar, proporcionando o acesso aos programas de proteção social básica. Principais programas oferecidos CadÚnico Bolsa Família Tarifa Social DMAE e CEMIG Programa Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional Legalização do Homem O BemSocial Núcleo de Atendimento Assistencial está presente em sete diferentes bairros, além da Prefeitura. Atendimento Emergencial Atendimento ao cidadão, em situação de vulnerabilidade social, e encaminhamento, conforme a necessidade detectada, a programas existentes no Município, tais como: Cadastro Único / Bolsa Família, Tarifa Social, Legalização do Homem. 17

18 Benefícios Benefícios Concedidos Quantidade/ ª Vias de Certidão de Casamento 710 2ª Via de Certidão de Nascimento ª Via de Certidão de Óbito 13 Bolsa Família Cestas Básicas CTPS Guia Fotos Isenção CI Kit higiene 976 Leite em Pó 528 Tarifa Social Pró-Pão 33 Passagens Liberadas TOTAL Fonte: Secretaria Municipal Desenvolvimento Social e Trabalho Organizações Não Governamentais subvencionadas pela Prefeitura de Uberlândia Diretoria de Subvenções Sociais Serviços Socioassistenciais de Proteção Social Básica Serviços de Convivência e Fortalecimento de Vínculos para Crianças e Adolescente de 06 a 15 anos Nome da Entidade Ação Moradia Associação Antônio e Marcos Cavanis Associação de Moradores do Bairro Patrimônio e Morada da Colina Centro Formação Assistência Cultural Santa Luzia - CEFAC Central de Ação Social Avançada CASA CADCA Jd. Ipanema Central de Ação Social Avançada CASA CADCA - Guarani Centro de Formação Comunitário São Francisco de Assis Centro de Formação Obreiros do Bem Centro Educacional do Menor Aura Celeste Centro Espírita Fé, Esperança e Caridade - Lar Espírita Alfredo Júlio Creches Comunitárias Associadas de Uberlândia - CF São Francisco de Assis Divulgação Espírita Cristã Fundação de Ação Social Evangélica Reverendo Adão Bomtempo - CEAC Fund. Aprend. Desenvolvimento Social do Menor - FADESOM Grupo de Oração Maranathá Instituto Politriz - Morumbi Instituto Politriz Campo Alegre Lar Espírita Maria Lobato de Freitas Obras Sociais do Grupo Espírita Paulo de Tarso Refúgio de Amparo e Promoção Humana Fonte: Secretaria Municipal Desenvolvimento Social e Trabalho 18

19 Serviços de Apoio Socioassistencial à Pessoa com Deficiência Nome da Entidade Associação Comunitária de Apoio à Pessoa Deficiente - ACAPED Associação de Apoio ao Deficiente do Liberdade - AADL Associação de Pais e Amigos de Excepcionais - APAE Associação dos Paraplégicos de Uberlândia - APARU Associação dos Surdos Mudos de Uberlândia ASUL Associação Filantrópica de Assistência aos Deficientes Auditivos - AFADA Fundação Pró-Luz de Uberlândia Instituto Marcos Sahium Fonte: Secretaria Municipal Desenvolvimento Social e Trabalho Serviço de Geração de Trabalho e Renda/Qualificação Profissional Nome da Entidade Ação Moradia Qualificação Profissional Associação de Apoio Comunitário - ASSACOM Lar de Amparo e Promoção Humana Fonte: Secretaria Municipal Desenvolvimento Social e Trabalho Serviços Socioassistenciais Diversos Nome da Entidade Conselho de Entidades Comunitárias de Uberlândia - CEC Grupo Espírita Bezerra de Menezes Lions Clube de Uberlândia Sete de Setembro Sociedade Eunice Weaver de Uberlândia SEWU Fonte: Secretaria Municipal Desenvolvimento Social e Trabalho Serviços de Proteção Social Especial Serviço de Proteção Especial de Média Complexidade Serviço de Proteção e Atendimento Especializado à Mulher Nome da Entidade S.O.S Ação Mulher/Família de Uberlândia Fonte: Secretaria Municipal Desenvolvimento Social e Trabalho Serviço Especializado para População em Situação de Rua (Albergue) Nome da Entidade Ceami -Reabilitação para a Vida Unidade 1 Ceami -Reabilitação para a Vida Unidade 2 Grupo Ramatisiano Albergue Noturno Ramatis Instituição Cristã de Assistência Social de Uberlândia - Albergue Fonte: Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social e Trabalho 19

20 Serviços de Proteção Social Especial de Alta Complexidade Serviço de Acolhimento Institucioanal para Crianças e Adolescente Abrigo Institucional Nome da Entidade Carol Casa de Amparo Infantil Fraternidade Assistencial Missionária Estrela de Davi I Fraternidade Assistencial Missionária Estrela de Davi II Fraternidade Assistencial Missionária Estrela de Davi III Instituição Cristã de Assistência Social de Uberlândia Abrigo I Instituição Lar Maria de Nazaré Lar de Amparo ao Menor Viva a Vida Missão Criança Missão Esperança Núcleo Servos Maria de Nazaré Fonte: Secretaria Municipal Desenvolvimento Social e Trabalho Serviço de Acolhimento Institucional para Idosos Instituições de Longa Permanência Nome da Entidade Fund. De Ação Social Evangélica Reverendo Adão Bomtempo - CEATI Grupo Espírita André Luiz Instituição Social São Vicente e Santo Antônio Núcleo social Jesus de Nazaré Instituto Atos Lar de Amparo e Promoção Humana - Conviver Fonte: Secretaria Municipal Desenvolvimento Social e Trabalho Serviços Socioassistenciais/ Diversos Nome da Entidade Amigos da Vida S / C Associação das Pessoas Port. De Def.Física de Uberlândia - ADEF Assoc. de Proteção e Assist. aos Condenados - APAC Associação dos Deficientes Visuais de Uberlândia - ADEVIUDI Associação dos Deficientes Visuais do Triângulo Mineiro Assoc. Missionária Evangélica Vida Missão Vida Casa Assistencial Pai Joaquim de Angola Casa da Fraternidade São Francisco de Assis Casas Assistenciais Esp. Eurípedes Barsanulfo Centro Espírita o Semeador Clube de Mães Nossa Senhora da Abadia Clube de Mães São Sebastião 20

21 Serviços Socioassistenciais/ Diversos Nome da Entidade Divulgação Espírita Cristã - Convivência e Fortalecimento de Vínculos Fundação Cultural e Assistencial Filadélfia Fundação de Educ.Cultura Desenv.Emp. E Social Fundação CDL Fund. Maçônica Manoel dos Santos - PROERD Instituição Cristã de Assistência Social de Uberlândia - DNA Instituto Gera Vida Instituto Mãos Dadas Instituto Virtus Obras Sociais da Diocese de Uberlândia Terra Fértil Fonte: Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social e Trabalho Esportes/Recreação/Lazer FUTEL - Fundação Uberlandense do Turismo, Esporte e Lazer da FUTEL Eventos e Cessões de Estrutura /FUTEL Atendimentos Total - Nº de Eventos e Eventos/Cessões Cessões FUTEL 753 Estádio João Havelange 30 Poliesportivos e Compl. Parque Sabiá Fonte: FUTEL Modalidade Esportivas Modalidades Esportivas - Ano 212/FUTEL Modadlidades Esportivas Futsal, Natação, Basquete, Volêi, Ginástica Artística, Futebol, Judô, Handebol, Karatê Skate Natação, Hidroginástica, Alongamento, Aerobox, Dança de Salão e Ginástica Aeróbica/Localizada(Agita Uberlândia), Volei Fonte: FUTEL Público Alvo Público entre 07 a 17 anos de idade(escolinhas da FUTEL) Público acima de 07 anos de idade Adulto 21

22 Regiões: Local UTC-FUTC Uberlândia Tênis Clube FAEFI/UFU Educação Física Agita Bairro Brasil Agita Bom Jesus Santa Luzia: Poliesportivo Santa Luzia São Jorge: Poliesportivo São Jorge Lagoinha: Centro de Bairro Lagoinha REGIÃO CENTRAL Atividades Quantidade Atendimento Futsal, Natação, Basquete e Volêi 980 Ginástica Artística 120 Ginástica Aeróbica/Localizada (Agita Uberlândia) Ginástica Aeróbica/Localizada (Agita Uberlândia) REGIÃO SUL Futebol, Futsal, Karatê e Ginástica Aeróbica Localizada (Agita Uberlândia) Futebol, Futsal, Volêi, Karatê, Handebol e Ginástica Aeróbica/Localizada (Agita Uberlândia) Futsal, Handebol, Judô, Volêi e Ginástica Aeróbica Localizada (Agita Uberlândia) Agita São Gabriel Agita Uberlândia 90 Agita Tubalina Agita Uberlândia 90 Agita Shopping Park Agita Uberlândia 60 REGIÃO LESTE Segismundo Pereira- Poliesportivo Seg.Pereira Custódio Pereira Poliesportivo Custódio Pereira e Agita Uberlândia Centro Esport.e Social Alexandrino Garcia(Cesag) Futebol, Futsal e Ginástica Aeróbica (Agita Uberlândia) Vólei, Futebol, Futsal e Ginástica Aeróbica(Agita Uberlândia) Futebol, Natação, Hidroginástica, Futsal e Ginástica Aeróbica/Localizada (Agita Uberlândia) Airton Borges Futebol, Futsal e Vôlei 100 Parque do Sabiá Futebol, Futsal, Hidroginástica, Natação, Aerobox, Dança de Salão, Vólei Alongamento e Ginástica Aeróbica/Localizada (Agita Uberlândia) 147 Agita Aclimação Agita Jardim Ipanema Agita Morumbi Agita Servidor Ginástica Aeróbica Localizada (Agita Uberlândia) Ginástica Aeróbica Localizada (Agita Uberlândia) Ginástica Aeróbica Localizada (Agita Uberlândia) Ginástica Aeróbica Localizada (Agita Uberlândia)

23 Estádio Municipal João Havelange Eventos Esportivos Nacionais e Internacionais Ginásio Poliesportivo Eventos Esportivos Nacionais e Tancredo A. Neves Arena Internacionais Sabiazinho REGIÃO NORTE Poliesportivo Jd. América Skate e Ginástica Aeróbica/Localizada (Agita Uberlândia) Poliesportivo Jd. Brasília Futebol, Futsal, Judô e Ginástica Aeróbica/Localizada (Agita Uberlândia) Poliesportivo Roosevelt Futebol Society, Futsal, Volêi, Hidroginástica e Ginástica Aérobica/Localizada (Agita Uberlândia) Poliesportivo Tancredo Futebol, Futsal, Vôlei e Ginástica Neves Aeróbica/Localizada (Agita Uberlândia) Agita Minas Gerais Ginástica Aeróbica/Localizada (Agita Uberlândia) Agita N. Senhora das GraçasGinástica Aeróbica/Localizada (Agita Uberlândia) Agita Praça Paris Ginástica Aeróbica/Localizada (Agita Uberlândia) REGIÃO OESTE Poliesportivo Luizote de Futebol, Futsal, Volêi e Ginástica Freitas Aeróbica/Localizada (Agita Poliesportivo Canaã Uberlândia) Futebol, Futsal e Ginástica Aeróbica/Localizada (Agita Uberlândia) Poliesportivo Dona Zulmira Futebol, Futsal, Handebol e Ginástica Aeróbica/Localizada (Agita Uberlândia) Poliesportivo Tancredo Neves Poliesportivo Tocantins Viva Mansour Futebol, Futsal, Volêi e Ginástica Aeróbica/Localizada (Agita Uberlândia) Futebol, Futsal e Ginástica Aeróbica/Localizada (Agita Uberlândia) Natação, Futsal, Futebol Society, Hidroginástica e Ginástica Aeróbica/Localizada (Agita Uberlândia) Cessão de Uso condicionada à legislação vigente Cessão de Uso condicionada à legislação vigente Agita Guarani Ginástica Aeróbica/Localizada (Agita 90 Uberlândia) Agita Jardim Célia Ginástica Aeróbica/Localizada (Agita

24 Uberlândia) Agita Jardim das Palmeiras Ginástica Aeróbica/Localizada (Agita Uberlândia) Agita Jardim Patrícia Ginástica Aeróbica/Localizada (Agita Uberlândia) Agita Taiaman Ginástica Aeróbica/Localizada (Agita Uberlândia) Fonte: FUTEL Escolinhas da FUTEL: Escolinhas da FUTEL Total Anual de Alunos Poliesportivo Roosevelt 378 Poliesportivo Jardim Brasília 103 Vila Olímpica/Shopping Park 136 Poliesportivo Patrimônio 119 Poliesportivo Lagoinha 254 Poliesportivo Santa Luzia 213 Poliesportivo São Jorge 335 Parque do Sabiá 284 Poliesportivo Segismundo Pereira 153 Centro Esportivo e Social Alexandrino Garcia (CESAG) 261 Poliesportivo Fluminense (Custódio Pereira) 88 Estádio Airton Borges 99 Poliesportivo Canaã 114 Poliesportivo Viva Mansour 392 Poliesportivo Dona Zulmira 165 Poliesportivo Tocantins 122 Poliesportivo Luizote de Freitas 231 Poliesportivo Tancredo Neves 256 Quadra Centro de Bairro 1º de Maio 120 FAEFI-UFU 97 Tapuirama 63 UTC 653 Fonte: FUTEL Convênios e Parcerias/2012 Uberlândia Esporte Clube, com o Programa Craques do Futuro; Modalidade: Futebol de Campo no Parque do Sabiá com 150 Vagas Oferecidas e Total de Alunos:

25 UFU Com o Programa Ginástica Olímpica na Faculdade de Educação Física, com 100 Vagas Oferecidas e Total de Alunos: 120 UTC com Volêi masculino, Natação, Futsal masculino e Basquete masculino Praia Clube com Volêi Feminino, Futsal, Natação e Peteca Subvencionadas: AFAGA Associação dos Fãs e Amigos da Ginástica Artísticas APARU Associação dos Paraplégicos de Uberlândia APUV Associação Paraolímpica Uberlandense de Deficientes Visuais ASUL Associação de Surdos e Mudos de Uberlândia CDDU Clube Desportivo Paradeficiênciade Uberlândia CESAG Centro Esportivo Alexandrino Garcia FUTC Fundação Uberlândia Tênis Clube LUF Liga Uberlandense de Futebol UEC - Uberlândia Esporte Clube VCT Velo Clube do Triângulo Faculdade de Educação e Estudos Sociais de Uberlândia Estágio Educação Quadro geral da rede de ensino em Uberlândia Capacidade Instalada Modalidade Municipal Estadual Federal Particular Nº Escolas Educação Infantil Ensino Fundamental Ensino Médio Ensino Especial Jovens e Adultos Profissional Ensino Superior Total (alunos) Fonte: Secretaria Municipal de Educação / 40ª Superintendência Regional de Ensino Rede Municipal Ensino Rural Quantidade de Alunos Nº de Ensino Ensino Ensino de Anos Escolas Infantil Fundamental Jovens e Adultos Total

26 Fonte: Secretaria Municipal de Educação / 40ª Superintendência Regional de Ensino Ensino Urbano Número de Alunos Anos Educação Infantil Ensino Fundamental Educação Especial EJA (Ed. Jovens e Adultos) Fonte: Secretaria Municipal de Educação / 40ª Superintendência Regional de Ensino Anos Evolução do Ensino Urbano Anos Conjuntos Escolas Alunos Fonte: Secretaria Municipal de Educação / 40ª Superintendência Regional de Ensino Quadro Geral Rede de Ensino Municipal (Rural + Urbano) Total Escolas Educação Infantil Ensino Fundamental EJA Total Alunos Total Professores Fonte: Secretaria Municipal de Educação / 40ª Superintendência Regional de Ensino Programa Municipal de Erradicação do Analfabetismo PMEA Número de Alunos Atendidos pelo PMEA Ano Nº De Alunos Nº De Salas Fonte: CEMEPE 26

27 Quantidade de alunos de 2007 a 2012 Ano Alunos Fonte: Secretaria Municipal de Educação / 40ª Superintendência Regional de Ensino CEMEPE - Centro Municipal de Estudos e Projetos Educacionais Julieta Diniz O CEMEPE é um órgão da Secretaria Municipal de Educação, criado pela Lei Complementar nº 151 de 02 de setembro de Contudo, desde o Decreto nº 5338 de 15 de janeiro de 1992, ainda com a denominação de Centro de Capacitação e como unidade da Secretaria de Educação, a concepção de centro de estudos já estava lançada. Objetivos do CEMEPE: Promover a capacitação e aperfeiçoamento profissional para os servidores da Rede de Ensino de Uberlândia. Busca fomentar a formação continuada dos servidores nas mais diversas habilidades e temas, dentro das categorias de extensão e aperfeiçoamento. Por meio de convênios e parcerias com órgão públicos e instituições privadas, o CEMEPE propõe-se também a ampliar o leque de cursos de formação continuada oferecidos, visando sempre, através de seus coordenadores e servidores, a excelência da formação educacional A administração do CEMEPE encontra-se diretamente ligada à Secretaria Municipal de Educação, contando com o apoio da Assessoria Pedagógica e demais Assessorias Administrativas. Estrutura Física: Estrutura Total Salas 18 Anfiteatro 01 com 180 cadeiras Laboratório de Informática 2 Laboratório de Ciências 1 Salas p/formações e reuniões 06 variando entre 35 a 80 lugares Biblioteca 1 Cantina 1 Depósito 1 Banheiros 4 (02 masculino e 02 feminino todos com 05 sanitários cada sendo 01 adaptado à pessoas com deficiência além de chuveiro. Principais Ações: Promoção de cursos, minicursos e oficinas pedagógicas com fins específicos; Realização de Congressos singulares para educadores municipais; Formação continuada e apoio técnico-pedagógico nas diversas áreas de atuação e conhecimento; Realização de Encontros de educadores da Educação Infantil e Ensino Fundamental; Organização de seminários educacionais temáticos; Telecentro Cursos Profissionalizantes; UAB Convênio Prefeitura Municipal, UFU e CAPES 27

28 Núcleos e Setores do CEMEPE: Direção Núcleo de Apoio e Parcerias NAP Recepção Certificação/Recursos Humanos Programação Visual Audiovisual Educação Infantil Ensino Fundamental Núcleo de Leitura NL Programa Biblioteca Escolar Proler Biblioteca Cecília Meireles Acervo de Memória Núcleo de Educação de Jovens e Adulto NEJA Programa Municipal de Educação de Jovens e Adultos PMEA Educação de Jovens e Adultos Núcleo de Apoio as Diferenças Humanas NADH Núcleo de Tecnologia e Educação NTE Universidade Aberta do Brasil UAB Universidade Federal de Uberlândia Universidade Federal de Minas Gerais Universidade Federal de Juiz de Fora Universidade Federal de São João Del Rei Universidade Federal de Tecnologia Quantitativos de Cursos e/ou atividades desenvolvidas no CEMEPE em 2012* Mês Cursos Participantes Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro Total Formação in loco Total: Fonte: CEMEPE * são módulos de todos os cursos que foram divulgados na agenda tais como palestras, oficinas, reuniões e seminários 28

29 Rede Estadual Quadro Geral Alunos Anos Escolas Ensino Ensino Ensino Educação de *Educação Fundamental Médio Especial Jovens e Adultos Profissional Total Professores Fonte: 40ª Superintendência Regional de Ensino Evolução da Rede Estadual Descrição Anos Escolas Alunos Professores Fonte: 40ª Superintendência Regional de Ensino Escolas Credenciadas para o Exame de Massa (Supletivo) Nível de Ensino Escola Fundamental E. E. Profº. José Ignácio de Souza Médio E.E. de Uberlândia Fonte: 40ª Superintendência Regional de Ensino 29

30 Rede Federal Quadro Geral Número de Matrículas Professores Ano Nº de Escolas Nº Cursos Superiores Educ. Infantil Ensino Fundamental Ensino Médio Ensino Profissional Educ. Jovens e Adultos Ens.Superior e Pós Grad Total Alunos Ensino Fundamental e Profissional Ensino Superior ¹ ¹ Fonte: Universidade Federal de Uberlândia-UFU; Dados da Escola Técnica de Saúde e ESEBA Escola de Educação Básica Evolução da Rede Federal Ensino Fundamental / Médio Descrição / Profissional / EJA Descrição Ensino Superior Escolas Cursos Alunos Alunos Professores Professores Fonte: Universidade Federal de Uberlândia-UFU; Dados da Escola Técnica de Saúde e ESEBA Escola de Educação Básica Docentes do 1º e 2º Graus da Escola de Educação Básica e de Jovens e Adultos/2012 ESEBA Regime de Titulação Classe Funcional Trabalho Total Geral DE G E M D DI DII DIII DIV DV Efetivos Substitutos Legenda:G Graduado; E Especialista; M Mestre; D Doutor; horas semanais; horas semanais; DE Dedicação Exclusiva Docentes da Escola Técnica de Saúde/2012 Regime de Titulação Classe funcional ESTES Trabalho Total Geral DE G E M D DI DII DIII DIV DV Efetivos Substitutos Fonte: Universidade Federal de Uberlândia 30

31 Ano Escolas Ensino Especial Educ. Ifantil Educ. De Jovens e Adultos Rede Particular Quadro Geral Alunos Ensino Fundam Ensino Médio Educação Profissional Ensino superior Professores Fundamental / Profissional Ensino superior ** NI ** NI NI ** NI NI NI NI NI NI NI NI NI NI NI NI Fonte: *40ª Superintendência Regional de Ensino - SRE-SEDINE ** Ensino Fundamental / Médio / Profissional / Especial / EJA - fonte: SRE-SEDINE / Superior - fonte: INEP NI Não Informado UFU - Universidade Federal de Uberlândia Resumo Histórico/UFU Ensino Superior A Universidade Federal de Uberlândia, inicia-se nos anos de 1950, ocasião em que a cidade inicia o ensino superior com a chegada de cursos de graduação isolados ou de faculdades isoladas, cujas entidades mantenedoras eram famílias, instituições religiosas e comunitárias. Em 14 de agosto de 1969, pelo Decreto-Lei nº 762, foi criada a Universidade de Uberlândia (UNU). Já rumo a federalização foi a adaptação do estatuto da UNU à Reforma Universitária de 1968 (Lei nº 5.540), que resultou na criação de departamentos e centros de áreas em substituição às escolas e faculdades. Finalmente, em 24 de maio de 1978, foi sancionada a Lei nº 6.532, que transformava a UNU em Fundação Universidade Federal de Uberlândia. Com a federalização da UFU consolidou em nova organização em departamentos e 3(três) Centros de Ciências Exatas e Tecnológicas(CETEC); Ciências Humanas, Letras e Artes (CEHAR); e Ciências Biomédicas(CEBIM). A aprovação, em 1998, do novo Estatuto e, em 1999, do Regimento Geral alterou a organização e a dinâmica de funcionamento institucional, especialmente pela criação de Unidades Acadêmicas. Em 2012, são 30 unidades acadêmicas(16 faculdades e 14 institutos), com 71 cursos, onde 68 cursos são de graduação-presencial, e 03 cursos de graduação EAD, 37 programas de pós-graduação de graduação (68 Presenciais e 06 Educação a Distância), 37 programas de pós graduação que oferecem 33 cursos de mestrado acadêmicos, 04 cursos mestrado profissional e 19 cursos de doutorado. Espaço Físico/2012 Unidade Quantidade Unidades Acadêmicas 30 Faculdades 16 Institutos 14 Campi 07 Bibliotecas 07 Laboratórios (ensino, pesquisa e extensão)

32 Salas de aula (Todos os Campi) 321 Hospitais (clínicas, odontológico, veterinário, câncer) 04 Fazendas experimentais 04 Restaurantes Universitários 02 Anfiteatro/Auditórios (Todos os Campi) 32 Imprensa Universitária (com emissora de rádio, TV e jornal) 01 Editora Universitária 01 Incubadora (Empresas Tecnológicas/Projetos Sociais) 01 Reserva Ecológica 01 Centros de Convivência 02 Fonte: Prefeitura/UFU Estrutura Administrativa da UFU A Universidade Federal de Uberlândia (UFU) é dotada de personalidade jurídica, mantida pelo poder público federal, sem fins lucrativos, possui patrimônio próprio gerido pelos respectivos órgãos de direção e funcionamento, custeado por recursos da União e de outras fontes. Tem autonomia administrativa, financeira, didático-científica e disciplinar. A estrutura organizacional e os órgãos em geral compreende: Reitoria A Reitoria é o órgão executivo central que administra, coordena, fiscaliza e superintende as atividades da Universidade Federal de Uberlândia UFU, onde o Reitor é auxiliado pelo Vice-Reitor, acompanhado diretamente por cinco Pró-Reitores, órgão administrativos, assessorias, órgãos suplementares, unidades especiais, Prefeito Universitário bem como Serviço Jurídico(Consultoria e Procuradoria); Serviços de representação e relações públicas. As Pró-Reitorias são responsáveis por supervisionar e coordenar as respectivas áreas de atuação: Pró-Reitoria de Graduação (PROGRAD) Pró-Reitoria de Planejamento e Administração (PROPLAD) Pró-Reitoria de Recursos Humanos (PROREH) Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós Graduação (PROPP) Pró-Reitoria de Extensão, Cultura e Assuntos Estudantis (PROEX) Os órgãos da Administração Superior da UFU são: CONDIR Conselho Diretor CONGRAD Conselho de Graduação CONPEP Conselho de Pesquisa e Pós-Graduação CONSEG Conselho de Extensão, Cultura e assuntos Estudantis CONSUN Conselho Universitário Autoridades da UFU no período de Reitor: Alfredo Júlio Fernandes Neto 32

33 Vice-Reitor: Darizon Alves de Andrade Pró-Reitor de Planejamento e Administração: Valder Stefen Júnior Pró-Reitor de Graduação: Waldenor Barros Moraes Filho Pró-Reitor de Pesquisa e Pós-Graduação: Alcimar Barbosa Soares Pr -Reitor de Extensão, Cultura e Assuntos Estudantis: Alberto Martins da Costa Pró-Reitor de Recursos Humanos: Sinésio Gomide júnior Prefeito Universitário: Renato Alves Pereira Òrgãos Administrativos subordinados à Reitoria, tem como atribuição administrar atividades de natureza técnico administrativa, exercendo as seguintes funções: prestar serviços à comunidade interna da UFU; assessorar as atividades acadêmicas e administrativas da UFU; propor convênios, normas, procedimentos e ações e outras funções previstas no Regimento Interno da Reitoria. Os órgãos Administrativos no período de : Auditoria Interna: Remilde Lima Souza Centro de Educação a Distância: Maria Teresa Menezes Freitas Centro de Tecnologia da Informação: Luis Fernando Faina Diretoria de Comunicação Social: Sesimaria de Fa tima pereira Saramago Diretoria de Comunicação Social: Dalira Lúcia Cunha Maradei Carneiro Diretoria De Relações Internacionais E Interinstitucionais: Raquel S. Leandro Rade Editora Da UFU: Humberto Aparecido De Oliveira Guido Gabinete Do Reitor: Odorico Coelho Da Costa Neto Ouvidoria Geral: Claudine Jordão De Carvalho Prefeitura Universitária: Renato Alves Pereira Procuradoria Geral: José Humberto Nozella Secretaria Geral: Elaine Da Silveira Magali Diretoria De Bibliotecas: Maria Da Graça Di Martino Ferreira Os órgãos suplementares, vinculados à Reitoria, com atribuições técnicas, culturais, desportivas, recreativas, assistenciais e outras, fornecerão apoio às atividades de ensino, pesquisa e extensão da UFU. A UFU possui quatro Hospitais Universitários que mantêm ações dirigidas à saúde da população local e das regiões do Triângulo Mineiro, Alto Paranaíba e Sudoeste de Goiás: Hospital de Clínicas de Uberlândia Hospital Odontológico Hospital Veterinário Hospital do Câncer 33

34 São quatro as Fundações: Fundação de Apoio Universitário - FAU Fundação Rádio e Televisão Educativas de Uberlândia - RTU Fundação de Desenvolvimento Agropecuário - FUNDAP Fundação de Assistência, Estudo e Pesquisa de Uberlândia FAEPU A UFU é composta por sete Campi: Campus Educação Física Campus Santa Mônica Campus Umuarama Campus Pontal Campus Monte Carmelo Campus P Patos de Minas Campus do Glória A UFU mantém duas Unidades Especiais de Ensino, vinculadas à Reitoria: a Escola de Educação Básica (ESEBA) e a Escola Técnica de Saúde (ESTES). A Escola de Educação Básica tem a função de promover o desenvolvimento da educação infantil, do ensino fundamental e da educação de Jovens e Adultos (EJA) e é considerada como referência de ensino, pesquisa e extensão, em Uberlândia e região. A Escola Técnica de Saúde tem a função de promover o desenvolvimento da Educação Profissional de Nível Técnico, atuando na formação de recursos humanos no Eixo Tecnológico Ambiente, Saúde e Segurança. A Escola integra a Rede Federal de Educação Profissional e Tecnológica da Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica do Ministério da Educação e oferece os cursos técnicos de Análises Clínicas, de Controle Ambiental, de Enfermagem, de Meio Ambiente, de Prótese Dentária e de Saúde Bucal. ESEBA: ESTES: A UFU é composta por 30 Unidades acadêmicas, divididas em 16 faculdades e 14 institutos. 16 Faculdades Arquitetura e Urbanismo e Design Ciências Contábeis Ciências Integradas do Pontal Computação Direito Educação Educação Física Engenharia Civil Engenharia Elétrica Engenharia Mecânica Engenharia Química Gestão e Negócios Matemática Medicina Medicina Veterinára Odontologia 34

O COMPROMISSO DE CUIDAR BEM DE QUEM MAIS PRECISA

O COMPROMISSO DE CUIDAR BEM DE QUEM MAIS PRECISA O COMPROMISSO DE CUIDAR BEM DE QUEM MAIS PRECISA DEDICADO AO POVO DE UBERLÂNDIA, AOS SERVIDORES MUNICIPAIS E A TODAS AS PESSOAS QUE TRABALHAM PELO BEM DA NOSSA GENTE. Uberlândia-MG, janeiro de 2012. BemSocial.

Leia mais

O COMPROMISSO DE CUIDAR BEM DE QUEM MAIS PRECISA

O COMPROMISSO DE CUIDAR BEM DE QUEM MAIS PRECISA O COMPROMISSO DE CUIDAR BEM DE QUEM MAIS PRECISA DEDICADO AO POVO DE UBERLÂNDIA, AOS SERVIDORES MUNICIPAIS E A TODAS AS PESSOAS QUE TRABALHAM PELO BEM DA NOSSA GENTE. Uberlândia-MG, janeiro de 2012. BemSocial.

Leia mais

Relat a óri r o Despert r ar r 2 013

Relat a óri r o Despert r ar r 2 013 Relatório Despertar 2013 2 Apoiada na crença de que é possível contribuir para o desenvolvimento humano na totalidade dos seus potenciais, a Associação Comunitária Despertar, realiza anualmente ações que

Leia mais

1. Centro para a Juventude. 199 jovens frequentaram os cursos de:

1. Centro para a Juventude. 199 jovens frequentaram os cursos de: Relatório Despertar 2014 2 Apoiada na crença de que é possível contribuir para o desenvolvimento humano na totalidade dos seus potenciais, a Associação Comunitária Despertar, realiza anualmente ações que

Leia mais

Disciplina: modernidade e Envelhecimento Curso de Serviço Social 3º e 5º Semestre Políticas públicas para idosos 1 Marco Legal Nacional Constituição Federal (1988) Art. 202 Inciso I Ao idoso é assegurado

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE CRUZEIRO DO SUL PPA 2010/2013 CLASSIFICAÇÃO DOS PROGRAMAS E AÇÕES POR FUNÇÃO E SUBFUNÇÃO SUBFUNÇÃO PROGRAMA AÇÃO

PREFEITURA MUNICIPAL DE CRUZEIRO DO SUL PPA 2010/2013 CLASSIFICAÇÃO DOS PROGRAMAS E AÇÕES POR FUNÇÃO E SUBFUNÇÃO SUBFUNÇÃO PROGRAMA AÇÃO FUNÇÃO: 01 - LEGISLATIVA 031 Ação Legislativa 0001 - Execução da Ação Legislativa Manutenção das Atividades Legislativas FUNÇÃO: 02 - JUDICIÁRIA 122 Administração Geral 0006 - Defesa Jurídica do Município

Leia mais

Universidade: Universidade Federal de Uberlândia(UFU) Conceito no MEC: CI - Conceito Institucional: 4 _2009 IGC - Índice Geral de Cursos: 4_ 2010 IGC

Universidade: Universidade Federal de Uberlândia(UFU) Conceito no MEC: CI - Conceito Institucional: 4 _2009 IGC - Índice Geral de Cursos: 4_ 2010 IGC Universidade: Universidade Federal de Uberlândia(UFU) Conceito no MEC: CI - Conceito Institucional: 4 _2009 IGC - Índice Geral de Cursos: 4_ 2010 IGC Contínuo: 3.7500 _2010 Cursos oferecidos pela faculdade:

Leia mais

Apresentação Institucional

Apresentação Institucional Apresentação Institucional O Serviço Social do Transporte (SEST) e o Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (SENAT) são entidades civis sem fins lucrativos criadas em 14 de setembro de 1993, pela

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE MOGI DAS CRUZES

PREFEITURA MUNICIPAL DE MOGI DAS CRUZES Projeto de Lei n 340/99 464 LEI N 4.864 DE 12 DE MARÇO DE 1999 Dispõe sobre a Política Municipal do Idoso, e dá outras providências. O PREFEITO MUNICIPAL DE MOGI DAS CRUZES; FAÇO SABER QUE A CÂMARA MUNICIPAL

Leia mais

Secretaria de Assistência Social, Trabalho e Qualificação Profissional

Secretaria de Assistência Social, Trabalho e Qualificação Profissional Secretaria de Assistência Social, Trabalho e Qualificação Profissional 07 de agosto de 2015 Secretaria de Assistência Social, Trabalho e Qualificação Profissional Em 2004 foi aprovada a Política Nacional

Leia mais

1ª Retificação do Edital Nº 024/2015

1ª Retificação do Edital Nº 024/2015 1ª Retificação do Edital Nº 024/2015 O Diretor Geral do Câmpus Juiz de Fora do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sudeste de Minas Gerais (IF Sudeste MG), no uso de suas atribuições

Leia mais

01. Câmara Municipal. 02. Secretaria Municipal de Governo. 03. Gabinete do Vice-Prefeito. 04. Procuradoria Geral do Município

01. Câmara Municipal. 02. Secretaria Municipal de Governo. 03. Gabinete do Vice-Prefeito. 04. Procuradoria Geral do Município Estrutura Administrativa e Principais 01. Câmara Municipal - Lei Orgânica do Município de Teresina, de 05 de abril de 1991. - Votar o Orçamento Anual e o Plano Plurianual, bem como autorizar abertura de

Leia mais

POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL DA PÓS-GRADUAÇÃO DA CAPÍTULO I DA DEFINIÇÃO E DOS PRINCÍPIOS

POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL DA PÓS-GRADUAÇÃO DA CAPÍTULO I DA DEFINIÇÃO E DOS PRINCÍPIOS POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL DA PÓS-GRADUAÇÃO DA CAPÍTULO I DA DEFINIÇÃO E DOS PRINCÍPIOS Art. 1. A Política de Assistência Estudantil da Pós-Graduação da UFGD é um arcabouço de princípios e diretrizes

Leia mais

Prefeitura Municipal de Uberlândia Secretaria Municipal de Planejamento Urbano Diretoria de Pesquisas Integradas

Prefeitura Municipal de Uberlândia Secretaria Municipal de Planejamento Urbano Diretoria de Pesquisas Integradas Secretaria Municipal de Planejamento Urbano Diretoria de Pesquisas Integradas Presidente Roosevelt SETOR NORTE Menos 01 a 04 de 1 Ano 21.297 3.3 7.811 10.246 11.051 258 959 1.237 1.502 1.655 2.085 1.985

Leia mais

Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Juruti 2012-2014

Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Juruti 2012-2014 Plano de Ação Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Juruti 2012-2014 APRESENTAÇÃO Nosso O Conselho dos Direitos da Criança e do Adolescente do município de Juruti apresenta, no

Leia mais

ANEXO IV PROPOSTAS APROVADAS NA CONFERÊNCIA ESTADUAL. Eixo MOBILIZAÇÃO IMPLEMENTAÇÃO MONITORAMENTO

ANEXO IV PROPOSTAS APROVADAS NA CONFERÊNCIA ESTADUAL. Eixo MOBILIZAÇÃO IMPLEMENTAÇÃO MONITORAMENTO PROPOSTAS APROVADAS NA CONFERÊNCIA ESTADUAL ANEXO IV Eixo MOBILIZAÇÃO IMPLEMENTAÇÃO MONITORAMENTO 1-Promoção dos Direitos de Crianças e Adolescentes Buscar apoio das esferas de governo (Federal e Estadual)

Leia mais

Horário de Atendimento de segunda a sexta-feira das 8h às 12h e das 13h30 às 17h

Horário de Atendimento de segunda a sexta-feira das 8h às 12h e das 13h30 às 17h Programa e Projetos Secretaria Municipal de Assistência Social Rua José Teodoro Ramos, nº 16 - Fones (18) 3341-1412 - 3341-4681 Horário de Atendimento de segunda a sexta-feira das 8h às 12h e das 13h30

Leia mais

Serviços públicos destinados à pessoa idosa em Minas Gerais

Serviços públicos destinados à pessoa idosa em Minas Gerais Serviços públicos destinados à pessoa idosa em Minas Gerais Serviços instituídos pelo poder público, organizados de acordo com a parte do Estatuto do Idoso à qual estão relacionados. Serviços relacionados

Leia mais

PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL UNIVERSIDADES ESTADUAIS PARANAENSES

PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL UNIVERSIDADES ESTADUAIS PARANAENSES PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL UNIVERSIDADES ESTADUAIS PARANAENSES - 2012 a 2021 Instituição: ENSINO DE GRADUAÇÃO Programas/Projetos/Ações Ano Natureza Valores Fonte de Recursos Beneficiado Manutenção

Leia mais

Carta Aberta aos candidatos e candidatas às prefeituras e Câmaras Municipais

Carta Aberta aos candidatos e candidatas às prefeituras e Câmaras Municipais Carta Aberta aos candidatos e candidatas às prefeituras e Câmaras Municipais Estatuto da Criança e do Adolescente: 18 anos, 18 Compromissos A criança e o adolescente no centro da gestão municipal O Estatuto

Leia mais

LEI Nº 310/2009, DE 15 DE JUNHO DE 2009.

LEI Nº 310/2009, DE 15 DE JUNHO DE 2009. LEI Nº 310/2009, DE 15 DE JUNHO DE 2009. DISPÕE SOBRE A REESTRUTURAÇÃO DO DEPARTAMENTO MUNICIPAL DE SAÚDE, CRIAÇÃO DO DEPARTAMENTO DE ASSISTÊNCIA E DESENVOLVIMENTO SOCIAL, DA DIVISÃO DE MEIO-AMBIENTE E

Leia mais

DIRETRIZES GERAIS PARA UM PLANO DE GOVERNO

DIRETRIZES GERAIS PARA UM PLANO DE GOVERNO DIRETRIZES GERAIS PARA UM PLANO DE GOVERNO Ações de Inclusão Social e de Combate à Pobreza Modelo Próprio de Desenvolvimento Infra-estrutura para o Desenvolvimento Descentralizado Transparência na Gestão

Leia mais

PREFEITURA DE MONTES CLAROS SECRETARIA MUNCIPAL DE PLANEJAMENTO E GESTÃO

PREFEITURA DE MONTES CLAROS SECRETARIA MUNCIPAL DE PLANEJAMENTO E GESTÃO 1ª RETIFICAÇÃO DO EDITAL Nº 004/2014 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA DE PESSOAL PARA ATENDER A RECENSEAMENTO DO PROGRAMA BOLSA FAMÍLIA E A DIVERSOS OUTROS PROGRAMAS E SERVIÇOS

Leia mais

Maria Tertuliana de Souza Oliveira Secretária Municipal

Maria Tertuliana de Souza Oliveira Secretária Municipal Maria Tertuliana de Souza Oliveira Secretária Municipal Assistência Social Contexto Histórico Perde o caráter Assistencialista e passa ser Direito de acordo com critérios estabelecidos por Lei ( LOAS no

Leia mais

PROPOSTA DE AÇÕES PARA ELABORAÇÃO DO PLANO ESTADUAL DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA

PROPOSTA DE AÇÕES PARA ELABORAÇÃO DO PLANO ESTADUAL DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA PROPOSTA DE AÇÕES PARA ELABORAÇÃO DO PLANO ESTADUAL DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA Proposta de ações para elaboração do Plano Estadual da Pessoa com Deficiência Objetivo Geral: Contribuir para a implementação

Leia mais

PLANO DE TRABALHO CAMPUS DE FRANCISCO BELTRÃO QUATRIÊNIO 2016-2019

PLANO DE TRABALHO CAMPUS DE FRANCISCO BELTRÃO QUATRIÊNIO 2016-2019 PLANO DE TRABALHO CAMPUS DE FRANCISCO BELTRÃO QUATRIÊNIO 2016-2019 Candidato Gilmar Ribeiro de Mello SLOGAN: AÇÃO COLETIVA Página 1 INTRODUÇÃO Considerando as discussões realizadas com a comunidade interna

Leia mais

PLANO PLURIANUAL DE AÇÃO GOVERNAMENTAL 2012-2015 RELAÇÃO DE PROGRAMAS SOCIAIS (Inciso I do art. 12 da Lei n.º 20.024, de 9 de janeiro de 2012)

PLANO PLURIANUAL DE AÇÃO GOVERNAMENTAL 2012-2015 RELAÇÃO DE PROGRAMAS SOCIAIS (Inciso I do art. 12 da Lei n.º 20.024, de 9 de janeiro de 2012) ADMINISTRAÇÃO DE ESTÁDIOS DO ESTADO DE MINAS GERAIS 181 GERENCIAMENTO DE ESTÁDIOS E PROMOÇÃO DE EVENTOS ESPORTIVOS, RELIGIOSOS E SOCIO-CULTURAIS AGÊNCIA REGULADORA DE SERVIÇOS DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA

Leia mais

Articular o Conselho Escolar, os Grêmios Estudantis, os trabalhadores de educação, as Associações de Pais e Mestres e a comunidade em geral.

Articular o Conselho Escolar, os Grêmios Estudantis, os trabalhadores de educação, as Associações de Pais e Mestres e a comunidade em geral. EIXO 1 PROMOÇÃO DOS DIREITOS DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES Garantir a elaboração e implementação da Política e do Plano Decenal de Direitos Humanos de Criança e Adolescente nos âmbitos federal, estadual,

Leia mais

O PETI e o Trabalho em Rede. Maria de Fátima Nassif Equipe Proteção Social Especial Coordenadoria de Ação Social Secretaria de Desenvolvimento Social

O PETI e o Trabalho em Rede. Maria de Fátima Nassif Equipe Proteção Social Especial Coordenadoria de Ação Social Secretaria de Desenvolvimento Social O PETI e o Trabalho em Rede Maria de Fátima Nassif Equipe Proteção Social Especial Coordenadoria de Ação Social Secretaria de Desenvolvimento Social Articulação da rede de serviços socioassistenciais Proteção

Leia mais

Prefeitura Municipal de AJURICABA LDO - Lei de Diretrizes Orçamentárias - 2016 Anexo V - Meta Fiscal da Despesa - Rol de Programas

Prefeitura Municipal de AJURICABA LDO - Lei de Diretrizes Orçamentárias - 2016 Anexo V - Meta Fiscal da Despesa - Rol de Programas Página: 1 0000 OPERAÇÕES ESPECIAIS 101 Restituição de Recursos 4.000,00 5.000,00 6.000,00 201 Contribuição PASEP 290.000,00 300.000,00 310.000,00 301 Sentenças Judiciais e Precatórios 6.000,00 8.000,00

Leia mais

03 eixos de atuação: ENSINO PESQUISA - EXTENSÃO

03 eixos de atuação: ENSINO PESQUISA - EXTENSÃO A Universidade de Cruz Alta, possui uma área construída de 35.785,92m² em seu Campus Universitário, abrigando, nesse espaço, 26 cursos de graduação, cursos de especialização e mestrado, 119 laboratórios,

Leia mais

Núcleo Regional de Rio Branco do Sul

Núcleo Regional de Rio Branco do Sul Núcleo Regional de Rio Branco do Sul Municípios participantes Adrianópolis Bocaiúva do Sul Cerro Azul Doutor Ulysses Rio Branco do Sul Tunas do Paraná Itaperuçu Campo Magro Colombo Almirante Tamandaré

Leia mais

CENTRO DE REFERÊNCIA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL - CRAS

CENTRO DE REFERÊNCIA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL - CRAS CENTRO DE REFERÊNCIA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL - CRAS Porta de entrada dos munícipes que necessitam das ações de assistência social que potencializam a família, a comunidade de referência, fortalecendo seus

Leia mais

Profa. Dra. Sheila Rodrigues de Sousa Porta PLANO DE AÇÃO 2013-2017

Profa. Dra. Sheila Rodrigues de Sousa Porta PLANO DE AÇÃO 2013-2017 UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA Escola Técnica de Saúde Profa. Dra. Sheila Rodrigues de Sousa Porta PLANO DE AÇÃO 2013-2017 Proposta de trabalho apresentada como pré-requisito para inscrição no processo

Leia mais

Núcleo de Pós-Graduação Pitágoras. Escola Satélite. Professora: Roberta Sant André. Curso de Especialização

Núcleo de Pós-Graduação Pitágoras. Escola Satélite. Professora: Roberta Sant André. Curso de Especialização Núcleo de Pós-Graduação Pitágoras Núcleo de Escola Satélite Pós-Graduação Pitágoras Curso de Especialização Escola Satélite em Política de Assistência Social e Gestão Suas Professora: Roberta Sant André

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE MORADORES DO BAIRRO PEDREGAL PROJETO OFICINA ESCOLA

ASSOCIAÇÃO DE MORADORES DO BAIRRO PEDREGAL PROJETO OFICINA ESCOLA Relatório das Ações Desenvolvidas pelo Projeto Oficina Escola 1. Apresentação Companheiros (as) da Associação Tremembé estamos concluindo mais um ano missão e com isso somos convidados (as) a socializar

Leia mais

Câmara Municipal de Volta Redonda RJ PROGRAMA Nº - 132

Câmara Municipal de Volta Redonda RJ PROGRAMA Nº - 132 PROGRAMA Nº - 132 Benefícios Eventuais SUB-FUNÇÃO: 244 ASSISTÊNCIA COMUNITÁRIA Implantar e implementar serviços de Benefícios Eventuais. Operacionalização para concessão dos Benefícios Eventuais - Art.

Leia mais

1.2 - Implantação do programa de habitação rural (construção de casas de qualidade nas propriedades rurais).

1.2 - Implantação do programa de habitação rural (construção de casas de qualidade nas propriedades rurais). PLANO DE GOVERNO - ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA PARTICIPATIVA PARA 2013/2016 COLIGAÇÃO O PRESENTE NOS PERMITE SEGUIR EM FRENTE - CANDIDATO A PREFEITO PEDRINHO DA MATA 11 Ações a serem realizadas por Secretarias:

Leia mais

Arvore da Vida Partnership para o desenvolvimento: Educação, Formação profissional e encaminhamento

Arvore da Vida Partnership para o desenvolvimento: Educação, Formação profissional e encaminhamento Arvore da Vida Partnership para o desenvolvimento: Educação, Formação profissional e encaminhamento Maio 2011 Arvore da Vida Partnership para o desenvolvimento: Educação, Formação profissional e encaminhamento

Leia mais

Tipo OCA. Subação. 1-Ações de Infraestrutura da Gestão Superior NEX. 2-Participação da Fundação em Eventos Locais, Nacionais e Internacionais NEX

Tipo OCA. Subação. 1-Ações de Infraestrutura da Gestão Superior NEX. 2-Participação da Fundação em Eventos Locais, Nacionais e Internacionais NEX Relatório do Criança e Adolescente ( ) Página 1 de 42 EIXO: ACESSO À EDUCAÇÃO DE QUALIDADE SUB-EIXO: CULTURA (b) (c) 13-Cultura 122-Administração Geral 146-Gestão da Política Cultural 2338-Gestão Superior

Leia mais

PLANO DE AÇÃO-DIREÇÃO DO CAMPUS TERESINA ZONA SUL GESTÃO 2013-2017

PLANO DE AÇÃO-DIREÇÃO DO CAMPUS TERESINA ZONA SUL GESTÃO 2013-2017 PLANO DE AÇÃO-DIREÇÃO DO CAMPUS TERESINA ZONA SUL GESTÃO 2013-2017 O ensino, como a justiça, como a administração, prospera e vive muito mais realmente da verdade e da moralidade, com que se pratica do

Leia mais

DEMOCRACIA, ÉTICA E RENOVAÇÃO

DEMOCRACIA, ÉTICA E RENOVAÇÃO PLANO DE GESTÃO CANDIDATURA A DIREÇÃO GERAL DO IFSC CÂMPUS CHAPECÓ ROBERTA PASQUALLI DIRETORA GERAL LUIS FERNANDO POZAS DIRETOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO ELIANDRO LUIZ MINSKI DIRETOR DE ADMINISTRAÇÃO

Leia mais

Lista de Quadros. Fundação Uniplac

Lista de Quadros. Fundação Uniplac Lista de Quadros Quadro 1 Dirigente dafundaçãouniplac... 22 Quadro 2 Matérias apreciadas no Conselho Curador... 23 Quadro 3 Nominata do Conselho Curador... 23 Quadro 4 Matérias apreciadas no Conselho de

Leia mais

MUNICÍPIO DE CRUZEIRO DO SUL - ACRE GABINETE DO PREFEITO. ANEXO I (Lei n 513, de 22/10/2009 - Diretrizes Orçamentárias 2010)

MUNICÍPIO DE CRUZEIRO DO SUL - ACRE GABINETE DO PREFEITO. ANEXO I (Lei n 513, de 22/10/2009 - Diretrizes Orçamentárias 2010) Pág. 1 de 7 ANEXO I (Lei n 513, de 22/10/2009 - Diretrizes Orçamentárias 2010) PRIORIDADES E METAS PARA 2010 PODER LEGISLATIVO AÇÃO LEGISLATIVA - Dar apoio administrativo e garantir a manutenção das ações,

Leia mais

Município de Cruzeiro do Iguaçu - PPA 2014 / 2017

Município de Cruzeiro do Iguaçu - PPA 2014 / 2017 Página: 1 0 - OPERAÇÕES ESPECIAIS OPERAÇÕES ESPECIAIS 1 Operação Especial ENCARGOS ESPECIAIS Outros Produtos 2 Operação Especial CONTRIBUIÇÃO AO PASEP Outros Produtos 1 - AÇÕES LEGISLATIVAS MANTER AS ATIVIDADES

Leia mais

III.4.4. Inclusão e Desenvolvimento Regional

III.4.4. Inclusão e Desenvolvimento Regional III.4.4. Inclusão e Desenvolvimento Regional UESC Missão: Formar profissionais, construir conhecimento e criar cultura fomentadora da cidadania, do desenvolvimento humano, social, econômico, artístico

Leia mais

ANEXO 05 Lei n 509 - PPA

ANEXO 05 Lei n 509 - PPA DIÁRIO OFICIAL DO MUNICÍPIO Instituído pela lei municipal de n 352, de 31 de agosto de 2009. ADMINISTRAÇÃO DO EXMO. SENHOR CICERO MONTEIRO NETO ANO V N 327 - RODOLFO FERNANDE S/RN, Terça - feira, 31 de

Leia mais

Quarta-feira, 10.04.13

Quarta-feira, 10.04.13 Quarta-feira, 10.04.13 Veja os destaques de hoje: 1. Cursos noturnos nas Oficinas Educacionais Comunitárias 2. Centro de Qualificação Profissional oferece vagas para sete cursos 3. CGV realiza palestra

Leia mais

A CÂMARA MUNICIPAL DE CAIAPÔNIA, ESTADO DE GOIÁS, APROVA E EU, PREFEITO MUNICIPAL, SANCIONO A SEGUINTE LEI: TÍTULO II DISPOSIÇÕES GERAIS

A CÂMARA MUNICIPAL DE CAIAPÔNIA, ESTADO DE GOIÁS, APROVA E EU, PREFEITO MUNICIPAL, SANCIONO A SEGUINTE LEI: TÍTULO II DISPOSIÇÕES GERAIS LEI N o 1.633 DE 14 DE JANEIRO DE 2013. DEFINE A NOVA ESTRUTURA ADMINISTRATIVA DO MUNICÍPIO DE CAIAPÔNIA E DETERMINA OUTRAS PROVIDÊNCIAS A CÂMARA MUNICIPAL DE CAIAPÔNIA, ESTADO DE GOIÁS, APROVA E EU, PREFEITO

Leia mais

MINISTÉRIO DA ASSISTÊNCIA SOCIAL ATENDIMENTO À PESSOA IDOSA

MINISTÉRIO DA ASSISTÊNCIA SOCIAL ATENDIMENTO À PESSOA IDOSA MINISTÉRIO DA ASSISTÊNCIA SOCIAL ATENDIMENTO À PESSOA IDOSA BRASIL Ü 2025 32 milhões de idosos 6º LUGAR NO MUNDO 2002 15 milhões de Idosos LEGISLAÇÃO DE PROTEÇÃO SOCIAL PARA O IDOSO Lei Orgânica da Assistência

Leia mais

Há 40 anos, dedicamos ao bem mais precisoso: A vida.

Há 40 anos, dedicamos ao bem mais precisoso: A vida. Há 40 anos, dedicamos ao bem mais precisoso: A vida. A cada ano, mais de 600 jovens participam de várias oficinas de formação e produção cultural, nas áreas de literatura, artesanato, teatro, dança, música

Leia mais

plano de metas gestão 2013-2017

plano de metas gestão 2013-2017 plano de metas gestão 2013-2017 Reitora Miriam da Costa Oliveira Vice-Reitor Luís Henrique Telles da Rosa Pró-Reitora de Graduação Maria Terezinha Antunes Pró-Reitor de Pesquisa e Pós-Graduação Rodrigo

Leia mais

VIII Jornada de Estágio de Serviço Social: instrumentais técnico-operativos no Serviço Social. CRAS CONSULESA HELENA VAN DEN BERG - CASTRO/ PARANÁ

VIII Jornada de Estágio de Serviço Social: instrumentais técnico-operativos no Serviço Social. CRAS CONSULESA HELENA VAN DEN BERG - CASTRO/ PARANÁ VIII Jornada de Estágio de Serviço Social: instrumentais técnico-operativos no Serviço Social. CRAS CONSULESA HELENA VAN DEN BERG - CASTRO/ PARANÁ DUCHEIKO, Angelina do Rocio 1 RODRIGUES, Camila Moreira

Leia mais

FORMAS DE CONTRIBUIÇÃO. O presente anteprojeto de proposta está estruturado a partir de três níveis de organização.

FORMAS DE CONTRIBUIÇÃO. O presente anteprojeto de proposta está estruturado a partir de três níveis de organização. FORMAS DE CONTRIBUIÇÃO O presente anteprojeto de proposta está estruturado a partir de três níveis de organização. O primeiro deles se refere aos eixos norteadores da política. Este nível compreende os

Leia mais

Secretaria Municipal de Planejamento Urbano

Secretaria Municipal de Planejamento Urbano BANCO DE DADOS INTEGRADOS 2010 Volume II Secretaria Municipal de Planejamento Urbano Ano Base 2009 Banco de Dados Integrados Banco de Dados Integrados de Uberlândia Documento produzido pela Administração:

Leia mais

PLANO DE TRABALHO 2008

PLANO DE TRABALHO 2008 PLANO DE TRABALHO 2008 1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO 1.1. NOME DA ENTIDADE: Casa de Nazaré Centro de Apoio ao Menor 1.2. Endereço: Rua Coronel Timóteo nº 350 1.3. Bairro: Cristal 1.4. Região CORAS: 05 1.5.

Leia mais

RESOLUÇÃO N.º 36, DE 04 DE ABRIL DE 2005. Dispõe sobre alterações à Resolução CONSEPE n. 57, de 14 de maio de 2001. R E S O L V E: I DA CONCEITUAÇÃO

RESOLUÇÃO N.º 36, DE 04 DE ABRIL DE 2005. Dispõe sobre alterações à Resolução CONSEPE n. 57, de 14 de maio de 2001. R E S O L V E: I DA CONCEITUAÇÃO RESOLUÇÃO N.º 36, DE 04 DE ABRIL DE 2005. Dispõe sobre alterações à Resolução CONSEPE n. 57, de 14 de maio de 2001. O CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO, no

Leia mais

ATIVIDADES DE ENSINO

ATIVIDADES DE ENSINO RELATÓRIO DE 2006 Em 2006 o Vila Fátima ampliou suas instalações físicas, possibilitando assim uma melhor organização das atividades de ensino-serviço. Contudo, esta ampliação não será suficiente, caso

Leia mais

Experiência no Atendimento Domiciliar ao Paciente Serviço Social

Experiência no Atendimento Domiciliar ao Paciente Serviço Social Experiência no Atendimento Domiciliar ao Paciente Serviço Social Flávia J.Rodrigues de Sá Pinheiro de Melo Assistente Social Especialista em Saúde Mental e Moléstias Infecciosas - Unicamp Serviço Atenção

Leia mais

Segurança e Manutenção das Atividades da APAE/DF em benefício dos Programas de Autogestão da Pessoa com Deficiência

Segurança e Manutenção das Atividades da APAE/DF em benefício dos Programas de Autogestão da Pessoa com Deficiência Segurança e Manutenção das Atividades da APAE/DF em benefício dos Programas de Autogestão da Pessoa com Deficiência Proposta de Parceria BRASÍLIA, JUNHO DE 2011. Nome do Projeto Segurança e Manutenção

Leia mais

RELATÓRIO SÍNTESE DA CPA (COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO) - 2014

RELATÓRIO SÍNTESE DA CPA (COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO) - 2014 A CPA (Comissão Própria De Avaliação) apresentou ao MEC, em março de 2015, o relatório da avaliação realizada no ano de 2014. A avaliação institucional, realizada anualmente, aborda as dimensões definidas

Leia mais

Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome POLÍTICA DE ATENDIMENTO AO IDOSO NO ÂMBITO DA ASSISTÊNCIA SOCIAL - S U A S

Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome POLÍTICA DE ATENDIMENTO AO IDOSO NO ÂMBITO DA ASSISTÊNCIA SOCIAL - S U A S POLÍTICA DE ATENDIMENTO AO IDOSO NO ÂMBITO DA ASSISTÊNCIA SOCIAL - S U A S MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE À FOME Data de Criação: 23 de janeiro de 2004. Objetivo: aumentar a intersetorialidade

Leia mais

Programa Viver é Melhor. Categoria do projeto: I Projetos em andamento (projetos em execução atualmente)

Programa Viver é Melhor. Categoria do projeto: I Projetos em andamento (projetos em execução atualmente) Programa Viver é Melhor Mostra Local de: Londrina Categoria do projeto: I Projetos em andamento (projetos em execução atualmente) Nome da Instituição/Empresa: Legião da Boa Vontade (LBV) Cidade: Londrina/PR

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL BAIANO CAMPUS URUÇUCA PLANO DE TRABALHO QUADRIÊNIO 2014-2018 EURO OLIVEIRA DE ARAÚJO

INSTITUTO FEDERAL BAIANO CAMPUS URUÇUCA PLANO DE TRABALHO QUADRIÊNIO 2014-2018 EURO OLIVEIRA DE ARAÚJO INSTITUTO FEDERAL BAIANO CAMPUS URUÇUCA PLANO DE TRABALHO QUADRIÊNIO 2014-2018 EURO OLIVEIRA DE ARAÚJO Euro Oliveira de Araújo, graduado em Licenciatura em Química pela Universidade Estadual da Bahia.

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE CRUZEIRO DO SUL PPA 2010/2013 CLASSIFICAÇÃO DOS PROGRAMAS E AÇÕES POR FUNÇÃO E SUBFUNÇÃO SUBFUNÇÃO PROGRAMA AÇÃO

PREFEITURA MUNICIPAL DE CRUZEIRO DO SUL PPA 2010/2013 CLASSIFICAÇÃO DOS PROGRAMAS E AÇÕES POR FUNÇÃO E SUBFUNÇÃO SUBFUNÇÃO PROGRAMA AÇÃO FUNÇÃO: 01 - LEGISLATIVA 31 Ação Legislativa 0001- Execução da Ação Legislativa 2001 - Manutenção das Atividades Legislativas da Câmara Municipal FUNÇÃO: 02 - JUDICIÁRIA 122 Administração Geral 0006- Defesa

Leia mais

Coordenação-Geral de Regulação da Gestão do SUAS do Departamento de Gestão do SUAS

Coordenação-Geral de Regulação da Gestão do SUAS do Departamento de Gestão do SUAS Coordenação-Geral de Regulação da Gestão do SUAS do Departamento de Gestão do SUAS SUAS E SISAN MARCO LEGAL - Art. 6º da CF/88 : São direitos sociais a educação, a saúde, a alimentação, o trabalho, a moradia,

Leia mais

A PRÁTICA PROFISSIONAL DO ASSISTENTE NA APAM-ASSOCIAÇÃO DE PROMOÇÃO A MENINA DE PONTA GROSSA.

A PRÁTICA PROFISSIONAL DO ASSISTENTE NA APAM-ASSOCIAÇÃO DE PROMOÇÃO A MENINA DE PONTA GROSSA. A PRÁTICA PROFISSIONAL DO ASSISTENTE NA APAM-ASSOCIAÇÃO DE PROMOÇÃO A MENINA DE PONTA GROSSA. SILVA, Jessica Da¹. NADAL, Isabela Martins². GOMES, R.C. Ana³. RESUMO: O presente trabalho é referente à prática

Leia mais

Desenvolvimento Agrícola e Meio Ambiente

Desenvolvimento Agrícola e Meio Ambiente p Relatório Consulta Bico do Papagaio Oficinas 279 pessoas se credenciaram para participar das oficinas na cidade de Tocantinópolis. Foi solicitado à elas que elencassem as demandas e problemas regionais.

Leia mais

LEI Nº 3.612, DE 13/09/2012.

LEI Nº 3.612, DE 13/09/2012. LEI Nº 3.612, DE 13/09/2012. DISPÕE SOBRE A CRIAÇÃO DO PROGRAMA FAMÍLIA ACOLHEDORA E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O PREFEITO MUNICIPAL DE ARACRUZ, ESTADO DO ESPÍRITO SANTO, NO USO DE SUAS ATRIBUIÇÕES LEGAIS,

Leia mais

O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE. CAPÍTULO I Da Finalidade. CAPÍTULO II Dos Princípios, Objetivos e Metas Seção I Dos Princípios

O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE. CAPÍTULO I Da Finalidade. CAPÍTULO II Dos Princípios, Objetivos e Metas Seção I Dos Princípios LEI N. 1.343, DE 21 DE JULHO DE 2000 Institui a Política Estadual do Idoso - PEI e dá outras providências. O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE seguinte Lei: FAÇO SABER que a Assembléia Legislativa do Estado

Leia mais

O Suas Sistema Único da Assistência Social em perspectiva Valéria Cabral Carvalho, CRESS nº 0897 Luiza Maria Lorenzini Gerber, CRESS nº 0968

O Suas Sistema Único da Assistência Social em perspectiva Valéria Cabral Carvalho, CRESS nº 0897 Luiza Maria Lorenzini Gerber, CRESS nº 0968 O Suas Sistema Único da Assistência Social em perspectiva Valéria Cabral Carvalho, CRESS nº 0897 Luiza Maria Lorenzini Gerber, CRESS nº 0968 Com a Constituição Federal de 1988, a Assistência Social passa

Leia mais

LEI Nº 6559 DE 16 DE OUTUBRO DE 2013. INSTITUI A POLÍTICA ESTADUAL DO IDOSO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.

LEI Nº 6559 DE 16 DE OUTUBRO DE 2013. INSTITUI A POLÍTICA ESTADUAL DO IDOSO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. LEI Nº 6559 DE 16 DE OUTUBRO DE 2013. INSTITUI A POLÍTICA ESTADUAL DO IDOSO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O GOVERNADOR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Faço saber que a Assembléia Legislativa do Estado do Rio de

Leia mais

Palestra: Política Nacional de Assistência Social e Sistema Único da Assistência Social SUAS

Palestra: Política Nacional de Assistência Social e Sistema Único da Assistência Social SUAS Palestra: Política Nacional de Assistência Social e Sistema Único da Assistência Social SUAS Professores: Leonardo Martins Prudente e Adailton Amaral Barbosa Leite Brasília, Agosto de 2013 Política Nacional

Leia mais

Encontro: Cozinha Experimental ENCONTRO: FORMANDO LIDERES NA E. E. FLÁVIO WARKEN. ENCONTRO: Contagem de Carboidrato e Rótulos

Encontro: Cozinha Experimental ENCONTRO: FORMANDO LIDERES NA E. E. FLÁVIO WARKEN. ENCONTRO: Contagem de Carboidrato e Rótulos ENTIDADE: ADIFI ASSOCIAÇÃO DOS DIABÉTICOS DE FOZ DO IGUAÇU ENDEREÇO: Av. Hildemar de Leite França nº 278 Vila A Tel: (45) 3028-2526 CNPJ: 04.808.932/0001-16 PROJETO: DOCE DESAFIO 2015 RECURSOS A CAPTAR

Leia mais

Plano de Trabalho e Projeto Político-Pedagógico da Escola Legislativa de Araras

Plano de Trabalho e Projeto Político-Pedagógico da Escola Legislativa de Araras Plano de Trabalho e Projeto Político-Pedagógico da Escola Legislativa de Araras 1. Introdução O Projeto Político-Pedagógico da Escola Legislativa de Araras foi idealizado pelo Conselho Gestor da Escola,

Leia mais

Apoio ao Desenvolvimento da Educação Especial

Apoio ao Desenvolvimento da Educação Especial Programa 0049 DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO ESPECIAL Objetivo Ampliar e melhorar a oferta de atendimento aos portadores de necessidades educativas especiais. Público Alvo Alunos com necessidades educativas

Leia mais

Prefeitura e Com unidade m udando Porto Alegre para m elhor.

Prefeitura e Com unidade m udando Porto Alegre para m elhor. Governar para quem m ais precisa: Prefeitura e Com unidade m udando Porto Alegre para m elhor. O trabalho da Fasc está sendo fortalecido e am pliado. N ova sede adm inistrativa da FASC Recuperação e adequação

Leia mais

DEGRAU Desenvolvimento e Geração de Redes

DEGRAU Desenvolvimento e Geração de Redes Programa Convivência e Aprendizado no Trabalho M O V I M E N T O DEGRAU Desenvolvimento e Geração de Redes Ficha de Cadastro da Entidade Certificadora Dados da Entidade A. IDENTIFICACÃO 1. Entidade 2.

Leia mais

8ª CONFERÊNCIA ESTADUAL DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE DE MINAS GERAIS

8ª CONFERÊNCIA ESTADUAL DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE DE MINAS GERAIS 8ª CONFERÊNCIA ESTADUAL DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE DE MINAS GERAIS DOCUMENTO FINAL EIXO 1 PROMOÇÃO DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE Ações de mobilização: 1. Ampla mobilização, por

Leia mais

Câmpus FLORIANÓPOLIS. 12 23,08% Discentes (alunos) 10 19,23% Comunidade 0 0,00%

Câmpus FLORIANÓPOLIS. 12 23,08% Discentes (alunos) 10 19,23% Comunidade 0 0,00% Diagnóstico Planejamento PDI 2014-2018 Período de respostas: 05/09/13 a 18/09/13 Questionários Respondidos 52 Docentes 30 57,69% Técnicos-Administrativos 12 23,08% Discentes (alunos) 10 19,23% Comunidade

Leia mais

Cadastro Único: um cadastro, vários programas sociais.

Cadastro Único: um cadastro, vários programas sociais. Cadastro Único: um cadastro, vários programas sociais. Secretaria de Estado da Assistência e Desenvolvimento Social. O CADASTRO ÚNICO é a porta de entrada para os Programas Sociais do Governo Federal e

Leia mais

E AÇÕES PARA AS DIRETRIZES DO PLANO DE GOVERNO DO PT 2013 A 2016

E AÇÕES PARA AS DIRETRIZES DO PLANO DE GOVERNO DO PT 2013 A 2016 E AÇÕES PARA AS DIRETRIZES DO PLANO DE GOVERNO DO PT 2013 A 2016 1-ORÇAMENTO PARTICIPATIVO; PLANEJAMENTO DE CURTO, MÉDIO E LONGO PRAZO COM PARTICIPAÇÃO DIRETA DA POPULAÇÃO PARA DEFINIR AS PRIORIDADES DAS

Leia mais

Juventude com Arte, Saúde e Cidadania Autores: Ellen da Silva Mourão; Giovanna Grasiane de Sousa; Preceptora de Serviço: Maria Regina de Paula Fagundes Netto; Preceptora Acadêmica: Lêda Maria Leal de Oliveira.

Leia mais

Associação dos Lojistas de Decoração do ABC

Associação dos Lojistas de Decoração do ABC Associação dos Lojistas de Decoração do ABC Projeto Social: Desde 2005, o Polo Design Center, realiza projetos de revitalização nas estruturas físicas de Instituições Assistenciais da região do ABC paulista.

Leia mais

Relatório Anual. Associação Florianopolitana de deficientes Físicos. Associação Florianopolitana de deficientes Físicos

Relatório Anual. Associação Florianopolitana de deficientes Físicos. Associação Florianopolitana de deficientes Físicos Resumo da ONG A Associação Florianopolitana de Deficientes Físicos - AFLODEF é uma entidade sem fins lucrativos, que tem como objetivo a inclusão social de pessoas com deficiênciae em vulnerabilidade social,

Leia mais

Apresentação. SUPERINTEDÊNCIA GERAL Magda Fonseca Coutinho. COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA Mércia Corrêa de Oliveira

Apresentação. SUPERINTEDÊNCIA GERAL Magda Fonseca Coutinho. COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA Mércia Corrêa de Oliveira Apresentação SUPERINTEDÊNCIA GERAL Magda Fonseca Coutinho COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA Mércia Corrêa de Oliveira Descritivo: "A educação deve possibilitar ao corpo e à alma toda a perfeição e a beleza que podem

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE MOGI DAS CRUZES PLANO DE GOVERNO 2009 / 2012 EDUCAÇÃO

PREFEITURA MUNICIPAL DE MOGI DAS CRUZES PLANO DE GOVERNO 2009 / 2012 EDUCAÇÃO PREFEITURA MUNICIPAL DE MOGI DAS CRUZES PLANO DE GOVERNO 2009 / 2012 EDUCAÇÃO O que buscamos Proporcionar educação com qualidade social para todas as crianças. Erradicar o analfabetismo, ampliar o nível

Leia mais

SERVIÇO DE CONVIVENCIA E FORTALECIMENTO DE VINCULOS PARA CRIANÇAS E ADOLESCENTES. PRINCIPIOS FUNDAMENTAIS & Algumas reflexões

SERVIÇO DE CONVIVENCIA E FORTALECIMENTO DE VINCULOS PARA CRIANÇAS E ADOLESCENTES. PRINCIPIOS FUNDAMENTAIS & Algumas reflexões SERVIÇO DE CONVIVENCIA E FORTALECIMENTO DE VINCULOS PARA CRIANÇAS E ADOLESCENTES. PRINCIPIOS FUNDAMENTAIS & Algumas reflexões ASSISTÊNCIA SOCIAL ASSISTENTE SOCIAL CARIDADE? FAVOR? O QUE OS VEREADORES FAZEM?

Leia mais

Diretrizes de Apoio às Ações de Extensão no IFRS Campus Osório

Diretrizes de Apoio às Ações de Extensão no IFRS Campus Osório Diretrizes de Apoio às Ações de Extensão no IFRS Campus Osório O presente documento visa orientar a estruturação de propostas de Extensão vinculadas ao - Campus Osório. Este instrumento consta das diretrizes

Leia mais

Especialização em Gestão Estratégica de Projetos Sociais

Especialização em Gestão Estratégica de Projetos Sociais Especialização em Gestão Estratégica de Apresentação CAMPUS COMÉRCIO Inscrições Abertas Turma 02 --> Início Confirmado: 07/06/2013 últimas vagas até o dia: 05/07/2013 O curso de Especialização em Gestão

Leia mais

PROJETOS ÁREA COMUNICAÇÃO

PROJETOS ÁREA COMUNICAÇÃO Comunicação Christina Ferraz Musse estratégica Comunicação Social para grupos de economia popular solidária de Juiz de Fora e região (Núcleo de Comunicação Social da INTECOOP/ UFJF) Website da Liga Acadêmica

Leia mais

Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos Secretaria Executiva de Desenvolvimento e Assistência Social Gerência de Planejamento,

Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos Secretaria Executiva de Desenvolvimento e Assistência Social Gerência de Planejamento, Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos Secretaria Executiva de Desenvolvimento e Assistência Social Gerência de Planejamento, Projetos e Capacitação Ministério do Desenvolvimento Social

Leia mais

A GESTÃO DO CREAS E AS MUDANÇAS COM A TIPIFICAÇÃO E O PROTOCOLO DE GESTÃO

A GESTÃO DO CREAS E AS MUDANÇAS COM A TIPIFICAÇÃO E O PROTOCOLO DE GESTÃO A GESTÃO DO CREAS E AS MUDANÇAS COM A TIPIFICAÇÃO E O PROTOCOLO DE GESTÃO A Assistência Social como política de proteção social configura uma nova situação para o Brasil: garantir proteção a todos, que

Leia mais

O COMPROMISSO DE CUIDAR BEM DE QUEM MAIS PRECISA

O COMPROMISSO DE CUIDAR BEM DE QUEM MAIS PRECISA O COMPROMISSO DE CUIDAR BEM DE QUEM MAIS PRECISA DEDICADO AO POVO DE UBERLÂNDIA, AOS SERVIDORES MUNICIPAIS E A TODAS AS PESSOAS QUE TRABALHAM PELO BEM DA NOSSA GENTE. Uberlândia-MG, janeiro de 2012. BemSocial.

Leia mais

Deixe-me ser feliz CAPI - Casa de Amparo e Proteção à Infância

Deixe-me ser feliz CAPI - Casa de Amparo e Proteção à Infância Deixe-me ser feliz CAPI - Casa de Amparo e Proteção à Infância Objetivo: Como previsto pelo estatuto da entidade, Art 2º, tem por finalidade a proteção e o amparo à crianças na faixa etária de 0 (zero)

Leia mais

CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO ELEMENTOS PARA O NOVO PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO

CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO ELEMENTOS PARA O NOVO PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO ELEMENTOS PARA O NOVO PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO EDUCAÇÃO BÁSICA: EDUCAÇÃO BÁSICA: 1. Definir os padrões mínimos de qualidade estabelecidos pela LDB, considerando as especificidades

Leia mais

Lista Telefônica Prefeitura Municipal de Sabará Governo 2013 / 2016

Lista Telefônica Prefeitura Municipal de Sabará Governo 2013 / 2016 Lista Telefônica Prefeitura Municipal de Sabará Governo 2013 / 2016 Departamento Telefone Transporte 36711399 Compras 36711655 Programa Minas Fácil 36712543 Patrimônio 36713011 Administração 36727673 Licitação

Leia mais

Serviços de Proteção Social Básica Dados sobre os serviços de Proteção Social Básica

Serviços de Proteção Social Básica Dados sobre os serviços de Proteção Social Básica SECRETARIA MUNICIPAL DE POLITICAS SOCIAIS SECRETARIA MUNICIPAL ADJUNTA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL Belo Horizonte, 05 de fevereiro de 2010. Prezado Senhor, A Secretaria Municipal Adjunta de Assistência Social,

Leia mais

INSTITUCIONAL PARA CRIANÇAS E ADOLESCENTES

INSTITUCIONAL PARA CRIANÇAS E ADOLESCENTES ANEXO I ROTEIRO PARA INSPEÇÃO PERÍODICA 1 DOS SERVIÇOS DE ACOLHIMENTO Data: / / INSTITUCIONAL PARA CRIANÇAS E ADOLESCENTES Modalidade: ( ) Acolhimento Institucional ( ) Casa Lar 1 - DADOS GERAIS 1.1. Nome

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO SEBASTIÃO DO OESTE ESTADO DE MINAS GERAIS

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO SEBASTIÃO DO OESTE ESTADO DE MINAS GERAIS LEI COMPLEMENTAR Nº 38, DE 22 DE FEVEREIRO DE 2011. Altera dispositivos e Cria Secretaria de Esporte, Cultura, Lazer e Turismo na Lei Complementar nº 24, de 23 de abril de 2009, que dispõe sobre a Organização

Leia mais