CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA EMPRESARIAL

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA EMPRESARIAL"

Transcrição

1 CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA EMPRESARIAL

2 Uma mensagem do Director Executivo Caros Colaboradores da Belden, É com grande orgulho que apresento o Código de Ética e Conduta Empresarial da Belden. Este documento é o elo vital entre os nossos valores empresariais de ética e integridade e o nosso envolvimento quotidiano com as nossas comunidades, com os nossos fornecedores e clientes, e uns com os outros. Para mim, o sucesso nos negócios diz respeito a cumprir as nossas promessas, tanto as voluntárias como as obrigatórias. As promessas voluntárias são aquilo em que muitos de nós pensaríamos primeiro. Exemplos de promessas voluntárias são os tempos de processamento de um pedido até a entrega ( lead time ), as garantias do produto e os contratos de assistência pós-venda. Igualmente importantes são as promessas obrigatórias, que são as promessas que temos de fazer para negociarmos nos mercados em que desejamos competir. Para sermos uma empresa comercializada na bolsa de valores, por exemplo, prometemos aos nossos accionistas que iremos fornecer-lhes informações completas, exactas e atempadas sobre a nossa empresa. Prometemos não participar em subornos comerciais; prometemos fornecer aos nossos colaboradores um local de trabalho seguro; prometemos cuidar do ambiente que rodeia as nossas instalações; e assim por diante. Em termos simples, prometemos fazer o que está correcto. Este Código serve de orientação para todos nós no cumprimento desta promessa, em conformidade com a legislação e mantendo um comportando ético. Nenhum documento pode abordar todas as situações, mas o Código contém referências cruzadas com as políticas subjacentes da Belden e fornece recursos de contacto para se fazerem perguntas e para informar sobre conduta imprópria. A Belden e as suas empresas associadas e marcas, em funcionamento há mais de 100 anos, têm uma reputação reconhecida por negociarem com integridade. Esta reputação é o nosso activo mais valioso. Como administração actual da empresa, devemos essa integridade àqueles que vieram antes de nós e aos que virão depois de nós para protegerem a nossa marca. Não há melhor forma de o fazer do que honrando todas as nossas promessas. Por favor, junte-se a mim neste compromisso diário. Atenciosamente, John Stroup Presidente e Director Executivo i

3 Os Nossos Valores Fundamentais Em todos os lugares e em todas as situações, a Belden está empenhada nos mais elevados padrões de ética e integridade. Nós nunca entramos por atalhos em termos éticos ou profissionais e as nossas interacções com todas as empresas, comunidades e indivíduos, seguem os elevados padrões que aceitamos como colaboradores da Belden. Os clientes definem o nosso sucesso. Nós cumprimos as promessas que fazemos aos clientes, porque esses são os compromissos que mais importam. Nós temos tempo para ouvir atentamente os nossos clientes. Esforçamo-nos por sermos o fornecedor preferido em todos os mercados que servimos. Nós investimos nas nossas pessoas. Vamos atrair e manter os melhores talentos dentro da nossa Empresa. Estamos empenhados em promover a diversidade, a igualdade de oportunidades e o tratamento justo. Fornecemos oportunidades de desenvolvimento aos nossos colaboradores. Nós pagamos pelo desempenho. Ajudamos os colaboradores a entenderem e a contribuírem para a nossa estratégia. Valorizamos os colaboradores que se destacam num ambiente de ritmo acelerado. Juntos somos bem sucedidos, através do trabalho em equipa. O trabalho em equipa é essencial para o nosso sucesso. É esperado. Não é opcional. Respeitamo-nos uns aos outros. Acreditamos na resolução de conflitos construtiva. Somos abertos e honestos na nossa comunicação. Consideramos muitas entradas para desenvolver uma saída comum. Nós planeamos vencer. Nós vamos ser melhores do que a concorrência. Nós medimos o nosso desempenho e mantemo-nos responsáveis. Vamos ser um investimento especialmente atractivo para os nossos accionistas. A melhoria contínua é a nossa forma de vida. Desenvolvemos processos sustentáveis. Esforçamo-nos por melhorar a segurança, a qualidade, a entrega e os custos. Eliminamos o desperdício em todos os processos. Nós visamos a grandeza. Esforçamo-nos por obter resultados inovadores. Avaliamo-nos em comparação com os melhores. Nós inovamos em tudo o que fazemos. Acreditamos que é melhor tentar e não conseguir do que nunca tentar alcançar as estrelas. ii

4 Índice Uma carta do nosso Director Executivo, John Stroup... i Os Nossos Valores Fundamentais...ii Introdução ao Nosso Código...1 Aplicação do Nosso Código...2 Como Comunicar Preocupações...3 O nosso Compromisso de Não Retaliação... 4 Consequências das Violações ao Código... 4 A nossa Empresa e os nossos Accionistas...5 Evitamos Ter Conflitos de Interesses... 6 Mantemos Livros e Registos Financeiros Honestos e Exactos Nós Comunicamos Cuidadosamente com as Partes Externas Nunca comercializamos com base em informações privilegiadas nem sugerimos que outros o façam Protegemos Activos e Informações da Empresa Fazemos o Uso Apropriado das Tecnologias da Empresa As Nossas Comunidades...18 Nós Nunca Participamos em Subornos ou Outras Práticas Corruptas Fazemos Avanços na Protecção do Nosso Ambiente Agimos em Conformidade com as Leis do Comércio Internacional Contribuições Políticas e de Caridade Apropriadas Os Nossos Clientes, Concorrentes e Parceiros Comerciais...26 Nós Fornecemos Produtos e Serviços de Qualidade Fazemos Negócios Éticos com Clientes Governamentais Agimos em Conformidade com as Leis Antitrust e da Concorrência Usamos Práticas de Marketing Éticas Protegemos a Confidencialidade de Terceiros Os Nossos Colegas Colaboradores...32 Promovemos um Local de Trabalho Respeitador e Inclusivo Promovemos a Saúde e a Segurança no Local de Trabalho Apoiamos os Direitos Individuais Respeitamos a Privacidade Uns dos Outros Isenções do Nosso Código...37 iii

5 Introdução ao Nosso Código Bem-vindo ao Código de Ética e Conduta Empresarial da Belden conhecido simplesmente como o nosso Código. O nosso Código serve como nosso guia para realizarmos negócios com ética, delineando os comportamentos que se esperam de nós enquanto trabalhamos em nome da Belden. Ao conhecer e respeitar o nosso Código assim como as leis e políticas da Empresa que se aplicam ao nosso trabalho cumprimos os nossos compromissos com as partes interessadas da nossa empresa e continuamos a construir uma base de confiança duradoura. O nosso Código não pode abordar todos os dilemas éticos com que nos deparamos nenhum simples guia pode. No entanto, ele fornece-nos as ferramentas necessárias para nos ajudar a ultrapassar as situações difíceis com que nos podemos deparar. O nosso Código é suplementado pelas políticas e procedimentos da Empresa, assim como pelas leis e regulamentos aplicáveis e pelo nosso próprio bom senso e capacidade de julgamento. Leia o Código cuidadosamente, entenda como ele se aplica a si e faça perguntas conforme lhe forem surgindo. Ao fazer isso, está a contribuir para uma cultura de grandeza e de sucesso. 1

6 Aplicação do Nosso Código O nosso Código aplica-se igualmente a todos os colaboradores, executivos e directores da Belden e das nossas subsidiárias em todo o mundo. Isso significa que cada um de nós é responsável por seguir o nosso Código, a política da Empresa e a legislação em todas as nossas actividades empresariais quotidianas, sem excepção. Espera-se que todos nós tomemos decisões comerciais com ética e respeitemos não apenas as palavras, mas também o espírito das leis, dos regulamentos e orientações que governam o nosso trabalho. Esperamos que a nossa cadeia de fornecimentos mantenha estes mesmos padrões éticos elevados. Apesar de nenhum indivíduo estar dispensado de respeitar o Código, alguns de nós temos responsabilidades adicionais perante ele. Em particular, os gerentes na Belden têm o dever de mostrar um exemplo de conduta comercial adequada aos outros colaboradores. Se é um gerente, espera-se que crie e mantenha um ambiente de trabalho onde os colaboradores entendem o que se espera deles e se sintam à vontade para partilharem as suas preocupações ou para lhe comunicarem condutas impróprias. Independentemente da sua posição na Belden, deve sempre liderar através de um exemplo positivo, e fazer do Código uma parte do seu trabalho quotidiano. 2

7 Como Comunicar Preocupações Comunicar preocupações é a forma mais eficaz de promover uma mudança positiva dentro da nossa Empresa. Se tomar conhecimento de qualquer tipo de conduta imprópria real ou potencial, ou se tiver perguntas sobre como o nosso Código, a política da Empresa ou as leis e os regulamentos se aplicam ao seu trabalho, sinta-se totalmente incentivado a comunicar essa conduta imprópria e a procurar orientação. Há muitos recursos à sua disposição, tais como: O seu gerente Recursos Humanos A Equipa de Conformidade da Belden (que consiste no Departamento Jurídico e no Departamento de Auditoria Interna), incluindo o contacto por para A nossa linha telefónica directa EthicsPoint Por telefone: nos E.U.A. e Canadá Online em: (este portal contém números de uso local para as jurisdições fora dos E.U.A. e Canadá) Lembre-se de que a Belden trata todos os relatórios confidencialmente, seja qual for a via que escolher para comunicar. Sempre que a legislação local o permitir, também pode enviar o seu relatório anonimamente através da linha telefónica EthicsPoint identificada acima, e a Belden não fará qualquer tentativa para o identificar. A Belden investiga todos os relatórios de conduta imprópria real ou potencial e faz todos os esforços para comunicar os resultados da investigação à pessoa que apresentou o relatório. 3

8 O nosso Compromisso de Não Retaliação A Belden não tolera actos de retaliação contra as pessoas que apresentam relatórios de boa fé. Apresentar um relatório de boa fé não significa que tem que estar certo significa simplesmente que as suas intenções são honestas e que relata de forma precisa e completa aquilo que sabe. Para isso, os gerentes da Belden devem manter uma política de portas abertas, promovendo uma comunicação clara com os colaboradores em todas as situações. Como gerente, nunca deve retaliar ou tolerar a retaliação contra qualquer indivíduo por apresentar um relatório de boa fé. Se acredita que testemunhou ou que foi vítima de um acto de retaliação, tem o dever de falar. Consequências das Violações ao Código A violação do nosso Código, da política da Empresa, das leis e dos regulamentos aplicáveis, pode ter consequências graves tanto para as pessoas envolvidas, como para a Belden. Essas consequências podem incluir uma acção disciplinar (que pode até incluir despedimento), multas e um processo civil ou criminal. Lembre-se, ao respeitar este Código e ao comunicar qualquer suspeita de conduta imprópria de preferência mais cedo do que tarde podemos evitar maiores consequências para nós e para a nossa Empresa. 4

9 A nossa Empresa e os nossos Accionistas 5

10 Evitamos Ter Conflitos de Interesses Os conflitos de interesses têm o potencial de nos afectar a todos, interferindo nos melhores interesses da nossa empresa. Um conflito de interesses surge quando os nossos interesses ou lealdades pessoais chocam com os da empresa. No entanto, a simples suspeita de um conflito pode criar problemas. Por esse motivo, devemos tentar evitar conflitos de interesses reais ou potenciais, e temos o dever de revelar quaisquer conflitos assim que estes surgirem. Desta forma, a nossa empresa pode assegurar que a situação será resolvida de imediato e com ética. Apesar de não podermos antecipar todos os cenários possíveis de conflito de interesses, esta secção descreve algumas das situações mais comuns que podemos encontrar. Ofertas Comerciais e Entretenimento Todos nós dependemos de relacionamentos comerciais fortes para criar o sucesso continuado da Belden. Formar e manter estes relacionamentos envolve frequentemente a troca de ofertas comerciais, mas é imperativo manter a nossa integridade ao fazê-lo. Com esse objectivo, só podemos dar ou receber ofertas comerciais, hospedagem, refeições, entretenimento ou outros favores que estejam de acordo com os seguintes requisitos: Para um objectivo comercial legítimo e consistente com as ofertas comuns normalmente associadas às práticas comerciais aceites De valor simbólico De natureza não extravagante Não frequente Não destinado a influenciar decisões comerciais 6

11 A nossa Empresa e os nossos Accionistas Além disso, todas as ofertas comerciais devem ser legais e estar de acordo com os elevados padrões éticos da Empresa. Se tiver qualquer dúvida, pergunte-se a si mesmo se a divulgação pública dos factos poderia causar embaraço à Belden ou ao receptor. Se a resposta for sim, não deve prosseguir com a intenção. Lembre-se de que as regras que envolvem ofertas e entretenimento aos funcionários públicos são muito mais rigorosas do que as estabelecidas nesta secção. Consulte as secções Fazemos Negócios Éticos com os Clientes Governamentais e Nunca Participamos em Subornos ou Outras Práticas Corruptas do nosso Código para obter orientações adicionais. Oportunidades Empresariais Ter em mente os melhores interesses da Empresa significa que não podemos obter vantagens pessoais através das oportunidades comerciais de que temos conhecimento através do nosso trabalho na Belden, nem podemos ajudar outros a usufruírem dessas oportunidades em seu benefício próprio. Como regra, não podemos ter interesses comerciais externos que prejudiquem, de qualquer forma, os melhores interesses da Belden. PERGUNTA O meu trabalho mantém-me em contacto próximo com vários parceiros comerciais da Belden. Como sou responsável por manter o relacionamento com essas empresas, estou em contacto frequente com os seus representantes. Este ano, um dos representantes com quem trabalhei tem sido especialmente cooperante e gostava de o convidar para um agradável jantar de negócios para demonstrar o meu apreço. Isto está correcto? RESPOSTA Convidar um parceiro comercial para um jantar é geralmente aceitável, desde que siga algumas regras simples. Antes de mais nada, certifique-se de que o local é adequado e escolha um restaurante com preços razoáveis. Pense se o seu convite poderá fazer parecer que está a tentar influenciar alguém em nome da Belden especialmente se não costuma convidar parceiros para refeições. Se está confiante de que esse jantar não seria visto por uma pessoa razoável como uma tentativa de influenciar decisões comerciais, não deve ter problema em fazer o convite. No entanto, deve sempre informar o seu gerente e obter todas as aprovações necessárias antes de fazer esse convite. 7

12 Fazer Negócio com Familiares e Amigos Nós não podemos, directa ou indirectamente, supervisionar os membros directos da nossa família. Fazê-lo podia dar origem a uma aparência de favoritismo. Membros directos da família incluem cônjuges, filhos, enteados, pais, padrastos, irmãos, pais e irmãos do cônjuge e quaisquer outros membros do seu agregado familiar. Caso se encontre numa posição que viola esta política, informe imediatamente a situação. Da mesma forma, se o seu trabalho envolver a tomada de decisões ou a interacção com parceiros empresariais ou fornecedores da Belden, deve ter cuidado para garantir que as suas decisões e acções são objectivas. Se um amigo ou membro da família tentar beneficiar de um acordo comercial existente ou potencial com a Belden (por exemplo, devido ao seu emprego no fornecedor ou parceiro comercial), deve notificar o seu gerente e retirar-se do processo de tomada de decisão. Interesses Financeiros Não podemos ter um interesse económico substancial em empresas com as quais fazemos negócios ou que são concorrentes da Belden. Isso inclui parceiros de canal e clientes finais da Belden. Um interesse é substancial se representar uma proporção significativa da empresa, ou se puder de qualquer modo influenciar o nosso julgamento. Como excepção, podemos ter uma quantidade modesta de acções de uma empresa publicamente comercializada que pode concorrer de alguma forma com a Belden, a menos que isso comprometa a nossa capacidade para tomar decisões comerciais independentes. 8

13 A nossa Empresa e os nossos Accionistas Emprego Externo Não podemos participar de trabalhos externos ou de outras actividades comerciais que envolvam uma firma que compete ou faz negócios com a nossa empresa. Além disso, só podemos participar de trabalhos externos ou actividades empresariais quando essas actividades não interferirem, de forma alguma, com o nosso trabalho na Belden. Lembre-se de que deve conseguir dar resposta às exigências normais do seu emprego a tempo inteiro na Belden, e que um emprego secundário é desencorajado. Participação no Quadro Directivo Nenhum de nós pode ser director de qualquer outra empresa com fins lucrativos sem a aprovação prévia por escrito do nosso Departamento Jurídico. Apesar de incentivarmos a sua participação na sua comunidade servindo como membro do quadro directivo de uma organização sem fins lucrativos e de não ser necessária aprovação prévia, só pode aceitar essa posição se isso não interferir com a sua capacidade de executar o seu trabalho. Os directores da Belden podem ter ligações a outras corporações e firmas com as quais a Belden faz negócios ocasionalmente. No caso de ser director da Belden, não poderá votar em qualquer transacção na qual você - ou as empresas ou firmas com as quais tem ligação tenha(m) interesse. Nenhum contrato ou outra transacção entre a Belden e qualquer outra corporação ou firma será afectado pelo facto de qualquer director da Belden ter interesses na mesma, ou por ser director ou executivo dessa corporação ou firma. PERGUNTA Eu trabalho no segundo turno de uma instalação de fabrico da Belden. Na época do Natal, também tento ganhar algum dinheiro extra a fazer trabalhos sazonais para um concorrente. O trabalho é em part-time e não entra em conflito com a minha agenda actual. Posso fazê-lo? RESPOSTA Não não, se o trabalho que está a fazer é para um concorrente. O trabalho realizado para os concorrentes da Belden cria rapidamente um conflito de interesses. Ao aceitar um trabalho mesmo que temporário ou em parttime, de um concorrente, a nossa lealdade fica dividida entre a Belden e a outra empresa e é difícil agir no melhor interesse de ambos. Se desejar muito conseguir um trabalho sazonal fora da Belden, deve apresentar o assunto ao seu gerente antes de aceitar qualquer oferta, para assegurar que o seu trabalho externo não cria nenhum conflito, real ou potencial. 9

14 Mantemos Livros e Registos Financeiros Honestos e Exactos Dado que trabalhamos para uma empresa cotada na bolsa de valores, temos a responsabilidade para com os nossos accionistas e o governo de apresentar dados honestos e exactos sobre o bemestar da nossa empresa. Temos o dever de manter a exactidão dos livros e registos da Belden. As nossas divulgações públicas e outras comunicações devem ser sempre completas, honestas, exactas, atempadas e compreensíveis. Para conseguir isso, a nossa empresa mantém um sistema de controlos de contabilidade para supervisionar a nossa contabilidade e relatar as actividades a todos os níveis. É importante que todos nós sigamos sempre estes controlos. Para o fazer, lembre-se do seguinte: Todos os livros, registos e contas incluindo facturas, cartões de ponto, relatórios de despesas e todos os outros registos empresariais - devem reflectir com exactidão e justiça as nossas transacções. Nunca faça quaisquer entradas falsas ou artificiais nos nossos livros da empresa seja porque motivo for. Use sempre os fundos correctamente, de acordo com a documentação comprobatória. Em nenhuma circunstância podemos estabelecer um fundo ou activo não revelado ou não registado (não há fundos duvidosos). Só o pessoal autorizado pode fazer levantamentos das contas de despesas, e apenas por cheque ou outros meios de transferência aceitáveis usados normalmente pelos principais bancos. Todos os cheques devem ser nominais e nunca podem ser levantados em dinheiro directamente. Se tiver alguma preocupação ou queixa relativamente à contabilidade, controlos internos de contabilidade ou assuntos de auditoria, deve enviar essas preocupações ou queixas (anonimamente, se o desejar) para o 10

15 A nossa Empresa e os nossos Accionistas Presidente da Comissão de Auditoria do Conselho de Administração ligando para o nº da nossa linha directa EthicsPoint. Consulte o portal EthicsPortal da Belden em com para obter os códigos de acesso internacionais se estiver a ligar de fora dos Estados Unidos e Canadá. Administrar os nossos registos é um aspecto fundamental para edificar a confiança dos nossos clientes, reguladores e accionistas. Estes registos incluem todos os s, documentos electrónicos, digitalizados e em papel que foram criados, recebidos ou mantidos pela nossa Empresa para fins legais, reguladores, comerciais ou de contabilidade. Administrar efectivamente estes registos permitenos cumprir as necessidades comerciais e assegurar que os nossos registos estejam disponíveis quando necessários. Além disso, ajuda-nos a estar em conformidade com as leis e regulamentos aplicáveis e a preservar quaisquer documentos relevantes em caso de litígio, auditorias ou investigações. Todos nós devemos seguir as políticas de gestão de registos e calendários de retenção nos locais onde funcionamos. Elas estabelecem durante quanto tempo devemos manter os registos comerciais e os procedimentos de conformidade com as exigências legais. Uma exigência legal aplica-se a registos relacionados com investigações governamentais ou litígios actuais ou antecipados. Se acredita que alguém escondeu, alterou ou destruiu indevidamente um registo, deve comunicá-lo à Equipa de Conformidade da Belden. Os requisitos de retenção de registos da Belden são estabelecidos nesta Política de criação, retenção, recuperação e disposição de registos. Temos de responder e agir em conformidade com todas as auditorias e investigações internas e externas, incluindo as investigações governamentais. Ao fazer isso, nunca poderemos impedir ou atrasar qualquer auditoria ou investigação. Forneça sempre aos investigadores e auditores as informações a que têm direito. Se tiver alguma pergunta sobre alguma auditoria, investigação ou consulta, e sobre como deverá responder, consulte a Equipa de Conformidade da Belden. 11

16 Nós Comunicamos Cuidadosamente com as Partes Externas É importante para nós falarmos sobre a Empresa com uma voz consistente. Portanto, só podemos fazer declarações públicas em nome da Belden se tivermos autorização expressa para o fazer. Se um investidor, analista de segurança, membro da imprensa ou outro contacto público importante lhe pedir informações, mesmo que o pedido seja informal, direccione-o para o Director de Relações com Investidores. Solicitações de advogados ou funcionários públicos devem ser enviadas para o Departamento Jurídico. Para obter mais informações, consulte a Política de divulgação e publicação de informações da empresa. 12

17 A nossa Empresa e os nossos Accionistas Nunca comercializamos com base em informações privilegiadas nem sugerimos que outros o façam É contra a política da Empresa e a lei fazer uso de informações materiais não públicas para nosso benefício pessoal, através da compra ou venda de acções da Belden, de outra empresa cotada na bolsa de valores, ou de qualquer outra forma. As informações não públicas importantes (também conhecidas como informações privilegiadas ou internas ) são informações sobre uma empresa Belden ou qualquer outra empresa cotada na bolsa de valores que não sejam conhecidas do público geral e que um investidor razoável consideraria importante para decidir comprar, vender ou manter os títulos da empresa. As informações privilegiadas incluem frequentemente: Aquisições comerciais, fusões ou alienações Valores de vendas e receitas Produtos novos significativos Contratos importantes Património líquido da empresa ou ofertas de dívida ou reestruturações Vendas ou compras de activos significativos Da mesma forma, não podemos revelar informações privilegiadas a qualquer outra pessoa que poderia usálas em seu benefício pessoal. Esta prática é conhecida como tipping e é ilegal. As consequências por violar a legislação de informações privilegiadas são graves e incluem responsabilidade criminal. Se tiver dúvidas sobre se as informações que possui são informações privilegiadas, consulte o Departamento Jurídico antes de revelar ou agir com base nessas informações. Para obter mais orientações, consulte Política de Comercialização de Títulos e Comunicação com Pessoas de Fora. PERGUNTA O meu envolvimento com a R&D (Pesquisa e Desenvolvimento) na Belden significa que frequentemente tenho acesso a informações sobre os próximos lançamentos de produtos. Acabei de tomar conhecimento de um novo desenvolvimento que decerto vai aumentar o valor das acções da nossa empresa possivelmente por uma quantia significativa. Normalmente não fico tentado a comercializar as acções da Belden com base nas informações que obtenho através do meu trabalho, mas tenho um bom pressentimento quanto a isto. Posso comercializar acções da Belden quando possuo estas informações? RESPOSTA Não e também não pode aconselhar ninguém a fazêlo. A sua posição na Belden dá-lhe o privilégio de receber informações sensíveis da Empresa. Nunca deverá abusar deste privilégio usando estas informações para lucro pessoal. Se escolher comercializar acções da empresa enquanto possui informações não públicas importantes, estará a violar a legislação sobre informações privilegiadas. Isso coloca-o a si e à Belden em risco de consequências graves incluindo multas elevadas e possivelmente pena de prisão. 13

18 PERGUNTA Eu trabalho à distância algumas vezes por mês. Dependendo do local onde me encontro, ocasionalmente preciso de levar o portátil e o telemóvel da empresa para a recepção de um hotel ou para um café próximo para conduzir o negócio. O meu portátil é encriptado e, se precisar de fazer uma chamada, tento falar baixo para que ninguém me consiga ouvir. Devo tomar alguma outra precaução? RESPOSTA Sim. Está no caminho certo, mas no que diz respeito a informações confidenciais da empresa, nunca somos demasiado cuidadosos. Se precisa de fazer negócios num lugar público, certifiquese de que não fala sobre informações confidenciais mesmo em voz baixa pois nunca se sabe quem pode estar a ouvir. Tenha cuidado ao exibir dados confidenciais ou proprietários no seu portátil ou em qualquer outro dispositivo, pois alguém pode olhar por cima do seu ombro. Além disso, esteja consciente dos riscos de segurança envolvidos ao usar uma rede Wi-Fi pública. Finalmente, apesar de o seu portátil ser encriptado, certifique-se de que não o deixa ficar sem a devida segurança no seu quarto de hotel. Protegemos Activos e Informações da Empresa É fundamental para o sucesso do nosso futuro que protejamos os activos pelos quais trabalhámos para conseguir. Estes activos incluem a propriedade física da Belden, assim como as suas tecnologias e as informações confidenciais. As informações confidenciais sobre a Belden e as suas operações pertencem à nossa Empresa. Só podemos usar ou revelar essas informações quando houver uma necessidade comercial de o fazer. Se as suas responsabilidades exigirem acesso contínuo a informações confidenciais, deve assinar um acordo de não divulgação ou de confidencialidade. Alguns exemplos de informações confidenciais incluem: Métodos de fabrico Desenhos de projectos Listas de clientes Listas de colaboradores Estimativas de receitas Estratégias comerciais Candidatos a aquisição Não podemos revelar dados ou informações de natureza confidencial a qualquer pessoa fora da Belden ou a qualquer associado que não precise da informação, a menos que tenhamos a devida aprovação e um acordo de confidencialidade assinado e em vigor. A propriedade intelectual da Belden incluindo as suas patentes, marcas comerciais, direitos de autor e segredos comerciais são de importância vital para os negócios da Belden. Todos nós temos o dever de proteger a propriedade intelectual da divulgação não autorizada e do uso indevido por outrem. Não fale sobre segredos comerciais (ou outras informações confidenciais) onde possa ser ouvido por terceiros não autorizados. Além disso, não deixe os computadores da Empresa, telemóveis, arquivos ou outros dispositivos de armazenamento de informações sem segurança. 14

19 A nossa Empresa e os nossos Accionistas Fazemos o Uso Apropriado das Tecnologias da Empresa Os activos da Belden incluem os seus computadores, os sistemas de comunicação e equipamentos relacionados. A nossa Empresa fornece estes sistemas e equipamentos, incluindo e correio de voz, para nos ajudar a fazer o nosso trabalho. Eles não se destinam ao uso pessoal, excepto de forma limitada e não frequente. Lembre-se de que as mensagens enviadas por , as mensagens de correio de voz e o conteúdo dos computadores da Empresa são propriedade da Belden e são considerados registos da empresa. Por esse motivo, eles podem ser revelados em ligação a processos administrativos, judiciais ou outros procedimentos. Nunca podemos usar o ou o correio de voz da Empresa para abusar verbalmente, difamar ou de qualquer forma ofender os outros. O assédio e a linguagem ameaçadora, obscena ou vulgar não têm lugar nas nossas comunicações na Belden. Também estamos proibidos de comunicar, disseminar ou imprimir materiais registados com direitos de autor, violando as leis dos direitos de autor, e de fazer download, distribuir ou enviar material pornográfico ou obsceno. Ao usar o , o correio de voz e outras tecnologias da Belden, consentimos em que a nossa utilização desses sistemas seja controlado, e reconhecemos o direito da Belden a efectuar esse controlo, sujeito às leis locais aplicáveis. Nenhum de nós deve esperar que o ou o correio de voz seja confidencial ou privado e, portanto, não devemos ter expectativas de privacidade relativamente ao uso destes sistemas. Para obter orientação adicional, consulte a nossa Política de , Internet e segurança do computador. 15

20 Muitos de nós usamos meios de comunicação social incluindo blogs, sites de rede social, podcasts, wikis, sites de partilha de vídeos/fotos e salas de chat nas nossas vidas pessoais. A Belden reconhece que os meios de comunicação social e a Internet em geral proporcionam usos empresariais importantes, dando-nos mais formas de nos envolvermos com as partes interessadas da nossa empresa. Contudo, devemos sempre lembrar-nos de que as mensagens electrónicas são registos permanentes e transferíveis das nossas comunicações que podem afectar a reputação da Belden. Isso significa que temos de respeitar as políticas e os procedimentos da Belden ao usar os meios de comunicação social. Nunca podemos deixar parecer que falamos ou agimos em nome de nossa Empresa, a menos que estejamos autorizados a fazê-lo. Ao usar os meios de comunicação social, devemos: Procure autorização do Marketing Corporativo Externo (corporate. antes de publicar informações oficiais sobre a Belden ou as nossas marcas. Respeite os padrões da Empresa quanto ao uso das nossas tecnologias. Proteja os activos e informações confidenciais da Empresa, lembrando-se sempre de que a Internet é um local público. Revele claramente a sua afiliação com a Belden sempre que conversar sobre a Empresa e/ou qualquer uma das suas marcas em publicações online. Esta regra aplica-se independentemente de publicarmos comentários online como representantes autorizados da Empresa ou de estarmos a usar os meios de comunicação social nas nossas vidas pessoais (por outras palavras, não agindo dentro do âmbito dos deveres do nosso trabalho). 16

21 A nossa Empresa e os nossos Accionistas Estas regras em geral aplicam-se também aos nossos fornecedores, às agências e outros que agem em nosso nome. Não devemos pedir aos membros da nossa família ou amigos para publicarem conteúdos online ou em locais da rede social onde não nós próprios não poderíamos publicar enquanto colaboradores da Empresa. Se acredita que as tecnologias e/ou as comunicações electrónicas da nossa empresa estão a ser usados indevidamente, notifique a Equipa de Conformidade da Belden. Para obter orientação adicional, consulte as nossas Orientações sobre os Meios de Comunicação Social. 17

22 18 As Nossas Comunidades

23 Nós Nunca Participamos em Subornos ou Outras Práticas Corruptas A Belden está empenhada em ter êxito devido ao trabalho que fazemos e não por causa de práticas antiéticas. Para aderir à política da Empresa e à lei, não podemos nunca fazer ou aceitar subornos, comissões ou qualquer pagamento indevido relacionado com qualquer negócio da Belden. Um suborno (bribe) é alguma coisa de valor incluindo dinheiro, ofertas, favores ou entretenimento que possa ser visto como uma tentativa de influenciar as acções ou decisões de alguém, obter ou manter negócio ou adquirir um conjunto de vantagens indevidas. Uma luva (kickback) é o retorno de uma quantia paga (ou que vai ser paga) como recompensa por fazer ou incentivar acordos comerciais. Ambos são estritamente proibidos na Belden. Agimos em conformidade com as leis anti-corrupção incluindo o FCPA (Foreign Corrupt Practices Act) dos E.U.A. onde quer que façamos negócios. Estas leis proíbem pagamentos indevidos (ou ofertas de pagamentos) a funcionários públicos estrangeiros com a intenção de obter ou manter negócios ou outras vantagens comerciais indevidas. Lembre-se que funcionários públicos estrangeiros incluem os funcionários públicos estrangeiros (ou seja, não dos E.U.A.) federais, estatais ou locais, partidos políticos ou candidatos a cargos oficiais, e mesmo funcionários de empresas que pertencem a um governo estrangeiro. As violações da FCPA e de outras leis anti-corrupção podem levar a multas elevadas e a penalizações, incluindo prisão. 19

24 Uma empresa também pode ser responsabilizada por saber de uma violação da FCPA efectuada pelos seus consultores, representantes de vendas, distribuidores ou agentes externos. Saber inclui um desrespeito consciente isto é, uma pessoa ignora as circunstâncias que rodeiam a transacção que fariam uma pessoa razoável suspeitar que pode ocorrer uma violação. Se suspeitarmos que os emolumentos ou comissões de um agente são excessivos ou se tivermos outra razão para acreditar que será pago um suborno relacionado com a transacção, não devemos concluir a transacção. Devemos sempre ser sensíveis aos seguintes alertas vermelhos ao lidar com o FCPA, e devemos consultar o Departamento Jurídico da Belden se surgir algum destes: Qualquer indicação de que podem ocorrer subornos ou outras violações da lei durante a duração do contrato proposto Tratar com um parente próximo ou associado comercial de um funcionário público sénior Qualquer pedido de comissão anormalmente elevada Lidar com um país conhecido pelas práticas corruptas ou impróprias Um pedido de pagamento em dinheiro ou pagamentos invulgares a partes questionáveis Se a Belden suspeitar de actos antiéticos, não hesitará em terminar quaisquer outras transacções com um agente de vendas estrangeiro para evitar uma violação do FCPA. As leis anti-corrupção também abordam os pagamentos facilitadores. Os pagamentos facilitadores são pagamentos pequenos e não frequentes feitos para acelerar o desempenho de acções rotineiras do governo por um funcionário público. Estas acções incluem a emissão de autorizações de trabalho e vistos. No entanto, estes pagamentos são proibidos em muitos países. Por esta razão e por causa das muitas questões comerciais e legais que eles apresentam, a Belden não permite o uso de pagamentos facilitadores em lugar algum nas nossas operações. 20

25 As Nossas Comunidades Para obter mais orientação, incluindo as formas permissíveis de ofertas ou entretenimento ao abrigo do FCPA, consulte FCPA/Anti-Bribery Policy (Política Anti-suborno). Também devemos ser particularmente cuidadosos para nunca participarmos de um suborno comercial. Suborno comercial é o acto de pagar um suborno, gratuidade ou luvas a um associado de um parceiro comercial privado (não governamental) potencial ou real com o objectivo de obter um negócio ou influenciar decisões comerciais. O suborno comercial também inclui pagamentos indevidos e indirectos a esses colaboradores e aos membros das suas famílias. Se algum desses indivíduos solicitar um pagamento indevido, entre imediatamente em contacto com a Equipa de Conformidade da Belden. A Belden não aceitará nenhum negócio através de pagamentos ilegais ou indevidos. Fazemos Avanços na Protecção do Nosso Ambiente Agimos em conformidade com a legislação e os regulamentos ambientais onde funcionamos. Além disso, conduzimos negócios com tecnologia que demonstra respeito pelo ambiente. Incentivamos o desenvolvimento de procedimentos ambientalmente sólidos e a redução de resíduos através da redução na fonte, reciclagem e controlo do processo de fabrico. Se tiver ideias sobre como a nossa Empresa pode reduzir de forma mais eficaz a sua emissão de carbono, envie as suas sugestões para as operações da Belden na sua região do mundo. PERGUNTA Trabalho frequentemente noutros países e faço amizade com alguns funcionários públicos estrangeiros. Recentemente dei um relógio a um dos meus contactos num país estrangeiro para lhe agradecer por ser tão hospitaleiro e generoso comigo. Ele não me prometeu nada explicitamente em troca e não tenho contratos pendentes com ele ou com o seu governo. Posso fazer isso? RESPOSTA Não, isso não deve ser feito. O nosso Código e a legislação proíbem pagamentos ou a promessa de qualquer coisa de valor a um funcionário público estrangeiro com a finalidade de obter uma vantagem indevida, e esse presente caro (ao contrário de um presente modesto, como uma t-shirt ou um boné da Belden) será provavelmente visto como intenção de corrupção. Nesta situação, provavelmente vai fazer negócios com esse funcionário público no futuro, mesmo que não os tenha feito até agora. Deve entrar em contacto com a Equipa de Conformidade da Belden se tiver dúvidas. 21

26 Agimos em Conformidade com as Leis do Comércio Internacional Com uma presença em mercados de quase todas as regiões do mundo, é essencial para o nosso sucesso continuado estarmos em conformidade com todas as leis e regulamentos locais e nacionais que governam a nossa actividade comercial internacional. Os Estados Unidos e, de forma mais limitada, os outros países, regulam e, em certos casos, restringem a exportação de produtos, materiais e tecnologia para determinados países ou utilizadores finais. Se os nossos trabalhos envolvem comércio internacional, é importante entendermos e seguirmos cuidadosamente estas restrições. Lembre-se de que uma exportação é quando um produto, serviço, tecnologia ou informação é enviado para uma pessoa noutro país. Uma exportação também pode ser quando informações técnicas, sobre tecnologia ou software forem fornecidas a um cidadão não americano, quer nos Estados Unidos ou em qualquer outro lugar. Isto é verdadeiro quer o artigo ou informação seja transferido manualmente, verbalmente ou por escrito. A lei dos E.U.A. também exige que nos recusemos a participar em boicotes estrangeiros não sancionados, como o boicote da Liga Árabe a Israel. Não podemos cooperar com nenhuma solicitação relativamente a boicotes ou a práticas de comercialização restritivas relacionadas. Isso significa que não podemos tomar qualquer medida, fornecer informações ou fazer qualquer declaração que possam ser vistas como participação num boicote estrangeiro declarado ilegal pelos E.U.A.. Existem penalizações graves para a violação destas leis. Além disso, a Belden deve informar quaisquer suspeitas de solicitação de boicote ao governo dos E.U.A. Deve notificar o Departamento Jurídico se suspeitar que recebeu alguma forma de solicitação de informações relacionada com um boicote, não importa se oral ou por escrito. 22

27 As Nossas Comunidades Finalmente, os Estados Unidos, as Nações Unidas, a União Europeia e outros países têm sanções impostas que podem restringir ou proibir as nossas negociações com determinados países, entidades ou indivíduos. Estas sanções geralmente restringem as seguintes actividades: Transferências de activos Pagamentos monetários Fornecimento de serviços Exportações de tecnologia sensível Viajar para os países afectados Devemos conhecer e respeitar as restrições aplicáveis onde quer que façamos negócios. A Belden designou coordenadores de conformidade de exportação nas suas instalações para assegurar a conformidade com as leis aplicáveis de exportação, de sanções e de antiboicote. Deve consultar o Departamento Jurídico se tiver dúvidas relativamente ao âmbito ou à aplicação destas leis ao seu trabalho. Para obter mais orientação, consulte os nossos Procedimentos e Política de Controlo de Exportação e Anti-boicote. PERGUNTA Preciso de enviar dados técnicos controlados pelo governo dos E.U.A. para certos colaboradores da Belden que não são cidadãos dos E.U.A., mas que estão localizados nos Estados Unidos. É importante que eu envie os dados imediatamente para manter o projecto em andamento. Posso enviar os documentos a esses colaboradores por ? RESPOSTA Não, primeiro deve confirmar que esses indivíduos estão autorizados a receber os dados. Pode fazer isso entrando em contacto com o Departamento Jurídico. É importante observar que só o emprego não dá aos indivíduos na Belden o direito a ter acesso aos bens, tecnologias ou serviços regulamentados pelas leis de exportação dos E.U.A. ou pelas leis de outro país, independentemente do local onde a pessoa estiver localizada. 23

28 Contribuições Políticas e de Caridade Apropriadas A Belden incentiva-nos a todos a sermos cidadãos responsáveis e a apoiarmos as nossas instituições de caridade preferidas. Devemos também saber que sob nenhuma circunstância a nossa posição na Belden ou a nossa hipótese de melhoria futura será afectada pelo nosso apoio (ou oposição) a instituições de caridade ou a candidatos a cargos políticos. É contrário à política da Belden pressionar-nos para fazermos contribuições individuais para fundos de instituições de caridade ou para campanhas políticas. Se decidirmos participar em alguma actividade política ou de caridade, devemos fazê-lo no nosso tempo livre e pagando as nossas despesas. Não podemos usar os recursos da Belden incluindo o nosso tempo durante o horário de trabalho para contribuições a quaisquer partidos políticos ou comissões ou para qualquer candidato a um cargo público. Use sempre o bom senso e assegure-se de que qualquer envolvimento com instituições de caridade ou partidos políticos não interferem com o seu desempenho no trabalho. De tempos a tempos, a Belden pode decidir fazer contribuições políticas ou doações para caridade, de acordo com a legislação local e em conformidade com os interesses da Empresa. O Director Executivo da Belden tem de aprovar essas contribuições políticas, que também têm de ser registadas com exactidão nos nossos registos de contabilidade. 24

29 Da mesma forma, a nossa Empresa pode decidir participar em actividades de lobby para fazer avançar as nossas metas legislativas e objectivos comerciais. Essas actividades incluem: Contactos com legisladores, reguladores, directores do poder executivo e os seus funcionários Comunicações com funcionários públicos Esforços para influenciar a acção administrativa ou legislativa É importante notar que as actividades de lobby podem ter de ser divulgadas e estão sujeitas a regras muito específicas. Se o seu trabalho envolver quaisquer actividades de lobby, certifique-se de que respeita todas as regras e regulamentos aplicáveis. Debata todas essas actividades com o Departamento Jurídico para determinar se a divulgação e outras regras se aplicam. As Nossas Comunidades 25

30 26 Os Nossos Clientes, Concorrentes e Parceiros Comerciais

31 Nós Fornecemos Produtos e Serviços de Qualidade Os produtos altamente diferenciados de elevado desempenho da Belden podem ser encontrados numa grande variedade de mercados, incluindo os da energia, transportes, radiodifusão, empresarial e industrial. Os nossos clientes escolhem a Belden porque fornecemos produtos de qualidade e valor superiores. Assegurar que os nossos produtos sejam consistentemente da maior qualidade é essencial para o nosso sucesso continuado. Devemos ser todos conscientes e seguir as políticas e os procedimentos da Empresa criados para proteger a qualidade e a segurança dos nossos produtos. Para obter orientação, consulte qualquer um dos nossos gerentes de fábrica. Assim como fornecemos produtos de qualidade seguros, esperamos que os nossos fornecedores assegurem a qualidade e segurança dos produtos e serviços que eles nos fornecem. 27

32 Fazemos Negócios Éticos com Clientes Governamentais Quando trabalhamos em contratos governamentais, há regras e regulamentos especiais que temos de respeitar. Mais importante, devemos sempre ser honestos e exactos ao lidar com colaboradores, representantes e agências do governo. Além de conhecer e de agir em conformidade com os requisitos do contrato, devemos: Garantir que todos os relatórios, certificados e declarações para o governo são actuais, exactos e completos Atribuir todas as dotações de tempo e custos à categoria adequada, assim como o contrato apropriado Manter os registos de acordo com os requisitos do contrato Nunca deitar fora registos escritos ou outra documentação antes de terminar o período de retenção necessário Usar a propriedade do governo apenas para os propósitos especificados e nunca para uso pessoal ou não contratual Os regulamentos também requerem que preenchamos os nossos contratos completamente e de acordo com os termos do contrato. Desviar das especificações de um contrato sem autorização como fazer substituições de materiais ou fornecedores ou não realizar os testes e inspecções necessários é proibido. Em muitos sectores, dar pequenas ofertas e entretenimento é uma parte normal do negócio. No entanto, a lei impõe limitações estritas sobre dar ofertas ou entretenimento a funcionários públicos. Quando o nosso cliente é o governo dos E.U.A., geralmente é ilegal dar qualquer oferta, entretenimento ou outro artigo de valor, dado que a oferta pode prejudicar a capacidade do funcionário público de tomar decisões comerciais imparciais. Nunca ofereça ou dê a um funcionário público dos 28

33 Os Nossos Clientes, Concorrentes e Parceiros Comerciais E.U.A. alguma coisa de valor, já que mesmo um pequeno artigo poderia ser considerado suborno. Para as regras relativas a dar ofertas ou entretenimento a funcionários públicos estrangeiros, consulte a secção Nunca participamos de suborno ou outras práticas corruptas do nosso Código. A legislação federal proíbe-nos de debater as oportunidades de emprego na Belden com os funcionários públicos enquanto estamos a trabalhar num contrato governamental. Isto é válido quer as discussões sejam directas ou através de um intermediário, como um agente de empregos. É ilegal oferecer, prometer ou mesmo indicar uma possível oportunidade de emprego. Mesmo as conversas casuais ou de brincadeira poderiam ser consideradas uma tentativa de influenciar indevidamente um funcionário público, portanto é melhor evitar totalmente essas conversas. Também é importante notar que poderá ser responsabilizado se o funcionário público não você for quem inicia a conversa relacionada com o emprego. Consulte imediatamente o Departamento Jurídico se receber uma consulta não solicitada sobre trabalho de um funcionário público ou de um terceiro em representação do funcionário público. Agimos em Conformidade com as Leis Antitrust e da Concorrência Agimos em conformidade com todas as legislações aplicáveis que proíbem restrições ou monopólios não razoáveis normalmente denominadas leis antitrust ou da concorrência. Estas são criadas para preservar uma concorrência honesta no mercado e geralmente proíbem-nos de acordar com os nossos concorrentes sobre qualquer um dos seguintes: Fixação de preços ou termos de venda Divisão de clientes, territórios ou mercados Controlo ou limitação de produção Punir um fornecedor ou cliente reduzindo os negócios PERGUNTA Um projecto em que estou a trabalhar atrasou-se por causa das suas muitas exigências de testes. Os testes parecem repetitivos e excluir alguns provavelmente não vai afectar a qualidade do produto final. Está certo se eu realizar apenas os testes que penso que são absolutamente necessários? Isso vai poupar tempo e dinheiro à Belden. RESPOSTA Não. Deve efectuar todos os testes exigidos pelo contrato com o governo e registar com exactidão todos os resultados. Não respeitar os procedimentos de teste devidamente estabelecidos num contrato pode resultar em lesões a outras pessoas e danos da propriedade. Isso também pode levar a multas elevadas e pode impedir futuros contratos, portanto interromper os testes não nos vai poupar tempo nem dinheiro a longo prazo. 29

34 Para reduzir o risco de violar leis de antitrust e concorrência, nunca devemos conversar com a concorrência sobre os negócios da Belden ou sobre os negócios do concorrente relacionados com qualquer um dos seguintes: Preços passados, actuais e futuros Políticas e estratégias de preços (ou qualquer outro assunto que afecte os preços) Quem vai servir que mercados Ofertas ou pedidos de orçamentos Descontos ou promoções Se ou como lidar com um cliente ou um grupo de clientes Nas reuniões de associações comerciais ou eventos de vendas, deve retirar-se de qualquer reunião com concorrentes onde os tópicos acima sejam debatidos e notificar o incidente ao nosso Departamento Jurídico. Para obter mais orientação, consulte o nosso Boletim de Política Antitrust, que aborda estas leis com mais pormenor. Também é importante só obter informações sobre a concorrência através dos meios éticos e legais apropriados. Isto significa, em parte, que nunca devemos obter informações confidenciais ou proprietárias sobre um concorrente de forma ilegal, enganadora ou antiética. Também significa que nunca solicitamos estas informações a novos colaboradores que trabalharam anteriormente numa empresa concorrente da Belden. Se receber de algum concorrente informações que acredita serem confidenciais ou obtidas por meios indevidos, entre imediatamente em contacto com a Equipa de Conformidade da Belden. 30

Política Anti-Suborno da ADP Questões Frequentes (FAQs)

Política Anti-Suborno da ADP Questões Frequentes (FAQs) Política Anti-Suborno da ADP Questões Frequentes (FAQs) AS COMUNICAÇÕES ENTRE ADVOGADO E CLIENTE SÃO ESTRITAMENTE CONFIDENCIAIS Este documento destina-se a abordar questões que possam surgir no decurso

Leia mais

CÓDIGO DE CONDUTA E ÉTICA DIRETRIZ SOBRE PRESENTES E ENTRETENIMENTO

CÓDIGO DE CONDUTA E ÉTICA DIRETRIZ SOBRE PRESENTES E ENTRETENIMENTO CÓDIGO DE CONDUTA E ÉTICA DIRETRIZ SOBRE PRESENTES E ENTRETENIMENTO MAGNA INTERNATIONAL INC. DIRETRIZ SOBRE PRESENTES E ENTRETENIMENTO Oferecer ou receber presentes e entretenimento é muitas vezes uma

Leia mais

POLÍTICA ANTI-CORRUPÇÃO. Política Anti-corrupção Versão 02 1/9

POLÍTICA ANTI-CORRUPÇÃO. Política Anti-corrupção Versão 02 1/9 POLÍTICA ANTI-CORRUPÇÃO Política Anti-corrupção Versão 02 1/9 RESUMO Resumo dos princípios fundamentais A Securitas acredita num mercado livre para a prestação dos seus serviços, e num ambiente competitivo

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA EMPRESARIAL

CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA EMPRESARIAL CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA EMPRESARIAL Uma mensagem do Diretor Executivo Caros associados Belden, É com grande orgulho que apresento o Código de Ética e Conduta Empresarial da Belden. Este documento é o

Leia mais

POLÍTICA ANTICORRUPÇÃO EVEN

POLÍTICA ANTICORRUPÇÃO EVEN POLÍTICA ANTICORRUPÇÃO EVEN 1 Introdução A EVEN conduz seus negócios de acordo com os altos padrões éticos e morais estabelecidos em seu Código de Conduta, não tolerando qualquer forma de corrupção e suborno.

Leia mais

Minerals Technologies Inc. Resumo das políticas de conduta comercial

Minerals Technologies Inc. Resumo das políticas de conduta comercial Minerals Technologies Inc. Resumo das políticas de conduta comercial É sempre exigido um comportamento legal e ético Este Resumo das políticas de conduta comercial (este "Resumo") fornece uma descrição

Leia mais

Código de Conduta Empresarial da Nestlé. 2008, Nestec Ltd. Conceito e Design: Nestec Ltd., Identidade Corporativa e Design, Vevey (Suiza)

Código de Conduta Empresarial da Nestlé. 2008, Nestec Ltd. Conceito e Design: Nestec Ltd., Identidade Corporativa e Design, Vevey (Suiza) Código de Conduta Empresarial da Nestlé 2008, Nestec Ltd. Conceito e Design: Nestec Ltd., Identidade Corporativa e Design, Vevey (Suiza) Introdução Desde a sua fundação, as práticas comerciais da Nestlé

Leia mais

DEPUY SYNTHES CÓDIGO DE CONDUTA GLOBAL

DEPUY SYNTHES CÓDIGO DE CONDUTA GLOBAL Uma Paixão pela Integridade Integridade em Acção - Conformidade nos Cuidados de Saúde A Conformidade nos Cuidados de Saúde é uma Responsabilidade de Todos A DePuy Synthes é reconhecida mundialmente pelas

Leia mais

Código de Conduta. Código de Conduta Schindler 1

Código de Conduta. Código de Conduta Schindler 1 Código de Conduta Código de Conduta Schindler 1 2 Código de Conduta Schindler Código de Conduta da Schindler Os colaboradores do Grupo Schindler no mundo inteiro devem manter o mais alto padrão de conduta

Leia mais

Prezado colaborador, Atenciosamente, Rick Goings Presidente e CEO - 1 -

Prezado colaborador, Atenciosamente, Rick Goings Presidente e CEO - 1 - Prezado colaborador, Há mais de sessenta anos que o nome Tupperware representa os mais altos padrões de qualidade de produto. Levamos a sério a qualidade e a integridade dos nossos produtos e somos uma

Leia mais

POLÍTICA ANTICORRUPÇÃO DA CORPORAÇÃO DANAHER

POLÍTICA ANTICORRUPÇÃO DA CORPORAÇÃO DANAHER I. PROPÓSITO POLÍTICA ANTICORRUPÇÃO DA CORPORAÇÃO DANAHER A corrupção é proibida pelas leis de quase todas as jurisdições do mundo. A Danaher Corporation ( Danaher ) está comprometida em obedecer as leis

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA EMPRESARIAL

CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA EMPRESARIAL CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA EMPRESARIAL Uma mensagem do Diretor Executivo Caros associados Belden, É com grande orgulho que apresento o Código de Ética e Conduta Empresarial da Belden. Este documento é o

Leia mais

POLÍTICA DE CONFORMIDADE ANTICORRUPÇÃO

POLÍTICA DE CONFORMIDADE ANTICORRUPÇÃO POLÍTICA DE CONFORMIDADE ANTICORRUPÇÃO Introdução A integridade é um dos valores mais importantes da American Sugar Holdings, Inc.. Esta política de conformidade anticorrupção descreve as normas de comportamento

Leia mais

Código de Conduta do Fornecedor. Em vigor a partir de 2 de julho de 2012. Ethics. Matters

Código de Conduta do Fornecedor. Em vigor a partir de 2 de julho de 2012. Ethics. Matters Código de Conduta do Fornecedor Em vigor a partir de 2 de julho de 2012 Ethics Matters Mensagem do CPO [Chief Procurement Officer - Diretor de Compras] A Duke Energy está comprometida com a segurança,

Leia mais

www.imcdgroup.com CÓDIGO DE CONDUTA. IMCD

www.imcdgroup.com CÓDIGO DE CONDUTA. IMCD www.imcdgroup.com CÓDIGO DE CONDUTA. IMCD O SUCESSO DA IMCD É BASEADO NO ESTABELECIMENTO DE UM AMBIENTE QUE PROMOVE A RESPONSABILIDADE, CONFIANÇA E O RESPEITO. IMCD Código de Conduta 3 1. Introdução O

Leia mais

A presente é uma tradução de um documento em língua inglesa, exclusivamente para sua comodidade. O texto do original em inglês regerá, em todos os

A presente é uma tradução de um documento em língua inglesa, exclusivamente para sua comodidade. O texto do original em inglês regerá, em todos os A presente é uma tradução de um documento em língua inglesa, exclusivamente para sua comodidade. O texto do original em inglês regerá, em todos os aspectos, os seus direitos e as suas obrigações. O original

Leia mais

Esta é a tradução de um texto em inglês, cuja finalidade é apenas facilitar a sua compreensão. O texto do original em inglês regerá, em todos os

Esta é a tradução de um texto em inglês, cuja finalidade é apenas facilitar a sua compreensão. O texto do original em inglês regerá, em todos os Esta é a tradução de um texto em inglês, cuja finalidade é apenas facilitar a sua compreensão. O texto do original em inglês regerá, em todos os aspectos, os seus direitos e as suas obrigações. O original

Leia mais

RGIS POLÍTICA ANTICORRUPÇÃO

RGIS POLÍTICA ANTICORRUPÇÃO RGIS POLÍTICA ANTICORRUPÇÃO I. DECLARAÇÃO DA POLÍTICA A política da RGIS ( Companhia ) é conduzir as operações mundiais de forma ética e conforme as leis aplicáveis, não só nos EUA como em outros países.

Leia mais

ICTSI CÓDIGO DE CONDUTA NOS NEGÓCIOS

ICTSI CÓDIGO DE CONDUTA NOS NEGÓCIOS ICTSI CÓDIGO DE CONDUTA NOS NEGÓCIOS MENSAGEM DO PRESIDENTE A ICTSI tem crescido de forma sólida ao longo dos anos, tornando-se uma empresa líder na gestão de portos, com um alcance global que se estende

Leia mais

NORMAS DE CONDUTA PARA FORNECEDORES GLOBAIS

NORMAS DE CONDUTA PARA FORNECEDORES GLOBAIS Página 1 de 9 UL NORMAS DE CONDUTA PARA FORNECEDORES GLOBAIS Página 2 de 9 ÍNDICE 1.0 OBJETIVO... 4 2.0 ESCOPO... 4 3.0 DEFINIÇÕES... 4 4.0 PRÁTICAS DE CONTRATAÇÃO... 5 4.1 TRABALHO FORÇADO... 5 4.2 TRABALHO

Leia mais

Código de Conduta da Dachser

Código de Conduta da Dachser Código de Conduta da Dachser 1. Introdução A fundação de todas as atividades na Dachser é a nossa adesão a regulamentos juridicamente vinculativos em nível nacional e internacional, assim como a quaisquer

Leia mais

Padrões Nidera para Parceiros de Negócio

Padrões Nidera para Parceiros de Negócio Padrões Nidera para Parceiros de Negócio Caro Parceiro de Negócio, A história da nossa empresa inclui um compromisso de longa data em estar de acordo com as leis onde quer que atuemos e realizar nossos

Leia mais

Sobre a linha de apoio de compliance do Grupo Generali (EthicsPoint)

Sobre a linha de apoio de compliance do Grupo Generali (EthicsPoint) Sobre a linha de apoio de compliance do Grupo Generali (EthicsPoint) Denúncias - Geral Segurança das denúncias Confidencialidade e proteção de dados Sobre a linha de apoio de compliance do Grupo Generali

Leia mais

de Ética Código de Ética Código de Ética Código de Ética Código de Ética ca Código de Ética Código de Ética Código de Ética Código de Ética Códig

de Ética Código de Ética Código de Ética Código de Ética Código de Ética ca Código de Ética Código de Ética Código de Ética Código de Ética Códig de Ética Código CÓDIGO de Ética Código de Ética Código DE de Ética Código de Ética de Ética Código de Ética Código ÉTICA de Ética Código de Ética Código de Ética Fazendo Negócios com Integridade Realizamos

Leia mais

POL 004 Rev. A POP, Código de Conduta

POL 004 Rev. A POP, Código de Conduta Página 1 de 7 A LDR é uma empresa de equipamentos médicos comprometida com o desenvolvimento, marketing, distribuição e venda de implantes vertebrais para implantação em seres humanos no tratamento de

Leia mais

DECLARAÇÃO DE PRINCÍPIOS DE CONDUTA - Illinois Tool Works Inc.

DECLARAÇÃO DE PRINCÍPIOS DE CONDUTA - Illinois Tool Works Inc. DECLARAÇÃO DE PRINCÍPIOS DE CONDUTA - Illinois Tool Works Inc. Estes princípios de conduta aplicam-se a todos os funcionários, diretores, empresas e subsidiárias da ITW ao redor do mundo. Espera-se que

Leia mais

Política relativa a subornos, presentes e hospitalidade Data efetiva 2 de Março de 2011 Função

Política relativa a subornos, presentes e hospitalidade Data efetiva 2 de Março de 2011 Função Título Política relativa a subornos, presentes e hospitalidade Data efetiva 2 de Março de 2011 Função Departamento Jurídico da Holding Documento BGHP_version1_03032011 1. Finalidade A finalidade desta

Leia mais

POLÍTICA DE CONTRATAÇÃO DE TERCEIROS

POLÍTICA DE CONTRATAÇÃO DE TERCEIROS POLÍTICA DE CONTRATAÇÃO DE TERCEIROS 1 INDICE POLÍTICA DE CONTRATAÇÃO DE TERCEIROS... 1 INDICE... 2 1. Responsabilidade Legal e Social... 3 2. Processo de Contratação de Terceiros... 4 3. Categorias de

Leia mais

Política Global de Conflitos de Interesses

Política Global de Conflitos de Interesses Política Global de Conflitos de Interesses Índice 1. DECLARAÇÃO DE PRINCÍPIOS... 3 2. INTRODUÇÃO... 3 3. OBJECTIVO... 3 4. ALCANCE... 4 5. REGRAS E REGULAMENTAÇÕES... 5 6. ORIENTAÇÃO GERAL... 6 7. EXEMPLOS

Leia mais

Princípios Gerais de Negócio da Shell

Princípios Gerais de Negócio da Shell Princípios Gerais de Negócio da Shell Royal Dutch Shell plc Introdução Os Princípios Gerais de Negócio da Shell regem a forma como cada uma das empresas que constituem o Grupo Shell* deve conduzir as suas

Leia mais

ACORDO ENTRE A REPÚBLICA PORTUGUESA E OS ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA RELATIVO À ASSISTÊNCIA MÚTUA ENTRE OS RESPECTIVOS SERVIÇOS ADUANEIROS.

ACORDO ENTRE A REPÚBLICA PORTUGUESA E OS ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA RELATIVO À ASSISTÊNCIA MÚTUA ENTRE OS RESPECTIVOS SERVIÇOS ADUANEIROS. Decreto n.º 25/95 Acordo entre a República Portuguesa e os Estados Unidos da América Relativo à Assistência Mútua entre os Respectivos Serviços Aduaneiros Nos termos da alínea c) do n.º 1 do artigo 200.º

Leia mais

Conduta nos Negócios Política de Transparência nas Relações com Terceiros

Conduta nos Negócios Política de Transparência nas Relações com Terceiros Conduta nos Negócios Política de Transparência nas Relações com Terceiros Conduta nos Negócios Política de Transparência nas Relações com Terceiros* Objetivo Estabelecer as diretrizes básicas de conduta

Leia mais

Código de conduta de parceiros de negócios da Pearson

Código de conduta de parceiros de negócios da Pearson Código de conduta de parceiros de negócios da Pearson Finalidade e escopo Na Pearson (incluindo suas subsidiárias e empresas com controle acionário), acreditamos fortemente que agir de forma ética e responsável

Leia mais

Código de Conduta. Data [12-01-2014] Responsável pela política: Departamento de Auditoria Interna Global. Stephan Baars Diretor Financeiro (CFO)

Código de Conduta. Data [12-01-2014] Responsável pela política: Departamento de Auditoria Interna Global. Stephan Baars Diretor Financeiro (CFO) Código de Conduta Data [12-01-2014] Responsável pela política: Departamento de Auditoria Interna Global John Snyder Presidente e Diretor Executivo (CEO) Mike Janssen Diretor de Operações (COO) Stephan

Leia mais

2.1. Cumprimos leis e regulamentos nacionais e internacionais. Obedecemos a todas as leis e regulamentos internacionais e nacionais relevantes.

2.1. Cumprimos leis e regulamentos nacionais e internacionais. Obedecemos a todas as leis e regulamentos internacionais e nacionais relevantes. CÓDIGO DE CONDUTA 1. Introdução O Código de Conduta Ahlstrom descreve os princípios éticos que sustentam o modo como conduzimos os negócios em nossa empresa. Baseia-se em nossos principais valores Agir

Leia mais

Código de Conduta. Os nossos cinco princípios fundamentais: O benefício e a segurança do doente estão no centro de tudo o que fazemos

Código de Conduta. Os nossos cinco princípios fundamentais: O benefício e a segurança do doente estão no centro de tudo o que fazemos O nosso compromisso de cuidar e curar Código de Conduta Os nossos cinco princípios fundamentais: Doentes O benefício e a segurança do doente estão no centro de tudo o que fazemos Colaboradores Tratamos

Leia mais

POLÍTICA ANTICORRUPÇÃO COM PARCEIRO DE NEGÓCIOS

POLÍTICA ANTICORRUPÇÃO COM PARCEIRO DE NEGÓCIOS POLÍTICA ANTICORRUPÇÃO COM PARCEIRO DE NEGÓCIOS Um dos valores que mais importam ao ASR Group é a integridade. Em adjunto enviamos a Política Anticorrupção do ASR Group, que inclui tanto corrupção quanto

Leia mais

POLÍTICA ANTISSUBORNO E ANTICORRUPÇÃO DA UL

POLÍTICA ANTISSUBORNO E ANTICORRUPÇÃO DA UL Setor jurídico N. do documento: 00-LE-P0030 Edição: 5.0 Data da publicação: 09/04/2010 Data da revisão: 16/09/2013 Data de entrada em vigor: 16/09/2013 Página 1 de 8 POLÍTICA ANTISSUBORNO E ANTICORRUPÇÃO

Leia mais

DIRETRIZ GLOBAL ANTICORRUPÇÃO

DIRETRIZ GLOBAL ANTICORRUPÇÃO DIRETRIZ GLOBAL ANTICORRUPÇÃO I. Declaração da Diretriz. É a diretriz da Global Crossing Limited ( Global Crossing ou a Empresa ) conduzir todos os seus negócios de uma maneira honesta e ética. Ao fazer

Leia mais

Código de Ética e Conduta Profissional da MRC Consultoria e Sistema de Informática Ltda. - ME

Código de Ética e Conduta Profissional da MRC Consultoria e Sistema de Informática Ltda. - ME 1 - Considerações Éticas Fundamentais Como um colaborador da. - ME eu devo: 1.1- Contribuir para a sociedade e bem-estar do ser humano. O maior valor da computação é o seu potencial de melhorar o bem-estar

Leia mais

Colgate-Palmolive Company. Código de Conduta do Fornecedor

Colgate-Palmolive Company. Código de Conduta do Fornecedor Colgate-Palmolive Company Código de Conduta do Fornecedor Prezado Fornecedor da Colgate, No decorrer do tempo, a Colgate-Palmolive Company construiu sua reputação como organização que emprega práticas

Leia mais

HILLENBRAND, INC. E SUBSIDIÁRIAS. Anticorrupção Global Declaração de Política e Manual de Conformidade

HILLENBRAND, INC. E SUBSIDIÁRIAS. Anticorrupção Global Declaração de Política e Manual de Conformidade HILLENBRAND, INC. E SUBSIDIÁRIAS Anticorrupção Global Declaração de Política e Manual de Conformidade A Hillenbrand, Inc., incluindo todas suas subsidiárias (referidas em conjunto como a Empresa ), mantém

Leia mais

Ética & Princípios de Conduta Empresarial

Ética & Princípios de Conduta Empresarial Nossa Cadeia de Fornecedores Ética & Princípios de Conduta Empresarial ao exercer atividades de negócios com a CH2M HILL Outubro 2011 Princípios baseados no livro The Little Yellow Book, escrito em 1978

Leia mais

POLÍTICA ANTICORRUPÇÃO DA ALCOA INC.

POLÍTICA ANTICORRUPÇÃO DA ALCOA INC. POLÍTICA ANTICORRUPÇÃO DA ALCOA INC. a JUSTIFICATIVA: A Alcoa Inc. ( Alcoa ) e sua administração têm o compromisso de conduzir todas as suas operações em todo o mundo com ética e em conformidade com todas

Leia mais

I - Você e a DBA. II - Construir relacionamentos

I - Você e a DBA. II - Construir relacionamentos O código de ética DBA representa a necessidade de reforço aos valores e à cultura da empresa através da ética. Assim, é fundado nos valores essenciais da corporação e pode ser definido pelas normas padrões

Leia mais

Código de Conduta. Cooper-Standard Holdings Inc. Cooper-Standard Automotive Inc.

Código de Conduta. Cooper-Standard Holdings Inc. Cooper-Standard Automotive Inc. Código de Conduta Cooper-Standard Holdings Inc. Cooper-Standard Automotive Inc. Mensagem de Jeff Edwards Presidente e Diretor executivo Prezado membro da equipe Cooper Standard, É com satisfação que apresento

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA E DE CONDUTA

CÓDIGO DE ÉTICA E DE CONDUTA CÓDIGO DE ÉTICA E DE CONDUTA 2 INFORMAÇÕES GERAIS O QUE É O CÓDIGO DE ÉTICA E DE CONDUTA O Código de Ética e de Conduta (Código) é o instrumento no qual se inscrevem os valores que pautam a actuação do

Leia mais

22 de Dezembro de 2009

22 de Dezembro de 2009 W. L. GORE & ASSOCIATES, INC. 555 PAPER MILL ROAD P.O. BOX 9329 NEWARK, DE 19714-9329 Telefone 302.738.4880 Fax 302.738.7710 22 de Dezembro de 2009 RE: NORMAS DE CONDUTA ÉTICA DOS ASSOCIADOS Caro Associado:

Leia mais

Perguntas mais frequentes (FAQ) da Staples EthicsLink

Perguntas mais frequentes (FAQ) da Staples EthicsLink Perguntas mais frequentes (FAQ) da Staples EthicsLink Introdução O objectivo deste documento é informar os colaboradores da Staples sobre a linha de apoio de ética e conformidade da empresa, conhecida

Leia mais

Código de Conduta de Negócios & Ética. Efetivo a partir de 1º de abril de 2014

Código de Conduta de Negócios & Ética. Efetivo a partir de 1º de abril de 2014 Código de Conduta de Negócios & Ética Efetivo a partir de 1º de abril de 2014 Mensagem do Presidente & CEO A integridade pessoal, os valores compartilhados e a conduta ética dos negócios por todos os funcionários

Leia mais

ELDORADO GOLD CORPORATION SUBSIDIÁRIAS E AFILIADAS CÓDIGO DE CONDUTA COMERCIAL E ÉTICA

ELDORADO GOLD CORPORATION SUBSIDIÁRIAS E AFILIADAS CÓDIGO DE CONDUTA COMERCIAL E ÉTICA ELDORADO GOLD CORPORATION SUBSIDIÁRIAS E AFILIADAS CÓDIGO DE CONDUTA COMERCIAL E ÉTICA A Eldorado Gold Corporation e suas subsidiárias e afiliadas estão comprometidas com os mais elevados padrões de conduta

Leia mais

REGAL-BELOIT CORPORATION PROGRAMA Corporativo Anticorrupção Política de Contratação de Terceiros Anexo 1

REGAL-BELOIT CORPORATION PROGRAMA Corporativo Anticorrupção Política de Contratação de Terceiros Anexo 1 Instruções: O REPRESENTANTE DEVIDAMENTE AUTORIZADO DO TERCEIRO DEVE RESPONDER ÀS QUESTÕES DA VERIFICAÇÃO MINUCIOSA E PREENCHER O TERMO DE CERTIFICAÇÃO E ENVIAR TODAS AS INFORMAÇÕES PARA O FUNCIONÁRIO REGAL

Leia mais

Ética A GUARDIAN disponibiliza o presente Código de Conduta a todos os colaboradores, Clientes, Fornecedores e Parceiros.

Ética A GUARDIAN disponibiliza o presente Código de Conduta a todos os colaboradores, Clientes, Fornecedores e Parceiros. Âmbito de aplicação O presente Código de Conduta aplica-se a toda a estrutura GUARDIAN Sociedade de Mediação de Seguros, Lda., seguidamente designada por GUARDIAN, sem prejuízo das disposições legais ou

Leia mais

POLÍTICA GLOBAL ANTICORRUPÇÃO DA DUN & BRADSTREET

POLÍTICA GLOBAL ANTICORRUPÇÃO DA DUN & BRADSTREET POLÍTICA GLOBAL ANTICORRUPÇÃO DA DUN & BRADSTREET JUNHO DE 2015 OBJETIVO DA POLÍTICA ANTICORRUPÇÃO A Dun & Bradstreet está comprometida com os mais elevados padrões éticos. Acreditamos em conduzir os negócios

Leia mais

NORMAS DE CONDUTA. Apresentação

NORMAS DE CONDUTA. Apresentação NORMAS DE CONDUTA Apresentação Adequando-se às melhores práticas de Governança Corporativa, a TITO está definindo e formalizando as suas normas de conduta ( Normas ). Estas estabelecem as relações, comportamentos

Leia mais

Política de integridade Empresarial

Política de integridade Empresarial Política de integridade Empresarial Introdução Integridade e responsabilidade são valores fundamentais para a Anglo American. Ganhar a confiança e mantê-la é fundamental para o sucesso de nossos negócios.

Leia mais

WILLIAM E. CONNOR & ASSOCIATES LIMITED CÓDIGO DE ÉTICA PARA FUNCIONÁRIOS

WILLIAM E. CONNOR & ASSOCIATES LIMITED CÓDIGO DE ÉTICA PARA FUNCIONÁRIOS 1. Code of Ethics WILLIAM E. CONNOR & ASSOCIATES LIMITED CÓDIGO DE ÉTICA PARA FUNCIONÁRIOS Honestidade, integridade e transparência são valores fundamentais da William E. Connor & Associates Limited (a

Leia mais

Ética na Novozymes: Política de Linha-direta para denúncias. Como informar?

Ética na Novozymes: Política de Linha-direta para denúncias. Como informar? Ética na Novozymes: Política de Linha-direta para denúncias A Política de Linha-direta para denúncias foi criada para fundamentar e apoiar o compromisso da Novozymes em garantir um comportamento empresarial

Leia mais

Plus500 Ltd. Política de privacidade

Plus500 Ltd. Política de privacidade Plus500 Ltd Política de privacidade Política de privacidade Declaração de privacidade da Plus500 Proteger a privacidade e salvaguardar os dados pessoais e financeiros dos nossos clientes e dos visitantes

Leia mais

Código de Conduta de Fornecedor

Código de Conduta de Fornecedor Código de Conduta de Fornecedor www.odfjelldrilling.com A Odfjell Drilling e suas entidades afiliadas mundialmente estão comprometidas em manter os mais altos padrões éticos ao conduzir negócios. Como

Leia mais

APCOACHING - Associação Portuguesa de Coaching

APCOACHING - Associação Portuguesa de Coaching I - Filosofia de Coaching da APCOACHING A APCOACHING (Associação Portuguesa de Coaching) está alinhada com uma forma de Coaching que honra o Cliente (Coachee) como perito na sua vida e trabalho e acredita

Leia mais

Código de Conduta Ética

Código de Conduta Ética Código de Conduta Ética MENSAGEM DA DIRETORIA A todos os dirigentes e empregados A Companhia de Seguros Aliança do Brasil acredita no Respeito aos princípios éticos e à transparência de conduta com as

Leia mais

LAR O SEU NEGÓCIO O SEU NEGÓCIO LAR O SEU NEGÓCIO LAR. POLÍTICA DE PRIVACIDADE PARA SITES DE EAs BEM- ESTAR

LAR O SEU NEGÓCIO O SEU NEGÓCIO LAR O SEU NEGÓCIO LAR. POLÍTICA DE PRIVACIDADE PARA SITES DE EAs BEM- ESTAR BEM- ESTAR BEM- ESTAR POLÍTICA DE PRIVACIDADE BEM- ESTAR PARA SITES DE EAs POLÍTICA DE PRIVACIDADE PARA SITES DE EAs Com o objectivo de criar visibilidade para os produtos Amway, para a Oportunidade de

Leia mais

A QUEM PODE DAR ORDENS PARA INVESTIMENTO COMO E ONDE SÃO EXECUTADAS

A QUEM PODE DAR ORDENS PARA INVESTIMENTO COMO E ONDE SÃO EXECUTADAS COMISSÃO DO MERCADO DE VALORES MOBILIÁRIOS COMISSÃO DO MERCADO DE VALORES MOBILIÁRIOS A QUEM PODE DAR ORDENS PARA INVESTIMENTO COMO E ONDE SÃO EXECUTADAS NOVEMBRO DE 2007 CMVM A 1 de Novembro de 2007 o

Leia mais

CÓDIGO EUROPEU DE CONDUTA DE VENDA DIRECTA FACE A REVENDEDORES, ENTRE REVENDEDORES E ENTRE COMPANHIAS

CÓDIGO EUROPEU DE CONDUTA DE VENDA DIRECTA FACE A REVENDEDORES, ENTRE REVENDEDORES E ENTRE COMPANHIAS CÓDIGO EUROPEU DE CONDUTA DE VENDA DIRECTA FACE A REVENDEDORES, ENTRE REVENDEDORES E ENTRE COMPANHIAS 2. GERAL 1. 1. Introdução O Código Europeu de Conduta de Venda Directa face a Revendedores, entre Revendedores

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA INTERNATIONAL MEAL COMPANY ALIMENTAÇÃO S.A.

CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA INTERNATIONAL MEAL COMPANY ALIMENTAÇÃO S.A. 1 CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA INTERNATIONAL MEAL COMPANY ALIMENTAÇÃO S.A. Este código de ética e conduta foi aprovado pelo Conselho de Administração da INTERNATIONAL MEAL COMPANY ALIMENTAÇÃO S.A. ( Companhia

Leia mais

Política Antissuborno

Política Antissuborno Política Antissuborno 1 Introdução 1.1 Finalidade A finalidade desta política é assegurar que a Ebiquity e os seus colaboradores cumpram a legislação antissuborno e as melhores práticas de combate à corrupção

Leia mais

Código de Conduta e Ética nos Negócios do Parceiro

Código de Conduta e Ética nos Negócios do Parceiro Oracle PartnerNetwork Código de Conduta e Ética nos Negócios do Parceiro 1 I. ADEQUAÇÃO Este Código aplica-se a você como Oracle Partner, a seus revendedores e a todo o pessoal empregado ou envolvido na

Leia mais

Resposta de pergunta para funcionários

Resposta de pergunta para funcionários Resposta de pergunta para funcionários Sobre a EthicsPoint Geração de Denúncias - Geral Segurança e Confidencialidade da Geração de Denúncias Dicas e Melhores Práticas Sobre a EthicsPoint O que é a EthicsPoint?

Leia mais

INTRODUÇÃO 1 COMPROMISSO DA SONAE HOLDING

INTRODUÇÃO 1 COMPROMISSO DA SONAE HOLDING Índice INTRODUÇÃO... 2 1 COMPROMISSO DA SONAE HOLDING... 2 2 COMPROMISSO DOS COLABORADORES... 2 3 PRINCÍPIOS DE RELACIONAMENTO... 3 3.1 RELAÇÕES COM ADMINISTRADORES E COLABORADORES... 3 3.2 RELAÇÕES COM

Leia mais

Introdução. Observância às leis. Conflitos de interesses. Negociação justa (Fair Dealing) Proteção e utilização adequada dos ativos da Empresa

Introdução. Observância às leis. Conflitos de interesses. Negociação justa (Fair Dealing) Proteção e utilização adequada dos ativos da Empresa Código de Conduta Sumário Introdução 2 Observância às leis 3 Conflitos de interesses 5 Negociação justa (Fair Dealing) 7 Proteção e utilização adequada dos ativos da Empresa 10 Respeito à comunidade ArcelorMittal

Leia mais

Conflito de Interesses - Relacionamento pessoal com outros associados. Conflito de Interesses - Relacionamento pessoal com fornecedores

Conflito de Interesses - Relacionamento pessoal com outros associados. Conflito de Interesses - Relacionamento pessoal com fornecedores Conflito de Interesses Geral Conflito de Interesses - Investimentos Financeiros Conflito de Interesses - Brindes e Gratificações Conflito de Interesses - Emprego paralelo ao Walmart Conflito de Interesses

Leia mais

As melhores empresas e os seus funcionários sabem comportar-se

As melhores empresas e os seus funcionários sabem comportar-se Código de conduta As melhores empresas e os seus funcionários sabem comportar-se A nossa visão consiste em ser a melhor empresa de embalagens global para o consumidor. Neste sentido, é importante que actuemos,

Leia mais

CÓDIGO DE CONDUTA DO FORNECEDOR SODEXO APRIL 2014

CÓDIGO DE CONDUTA DO FORNECEDOR SODEXO APRIL 2014 CÓDIGO DE CONDUTA DO FORNECEDOR SODEXO APRIL 2014 Índice INTRODUÇÃO INTEGRIDADE NOS NEGÓCIOS DIREITOS HUMANOS E DIREITOS FUNDAMENTAIS NO TRABALHO Eliminação de todas as formas de trabalho forçado ou compulsório

Leia mais

Princípios de Ética no Grupo DB

Princípios de Ética no Grupo DB Princípios de Ética no Grupo DB Código de conduta Objetivo do código de conduta Estipulamos com valor vinculativo os nossos padrões e as expectativas relativas aos nossos negócios diários. Para todos os

Leia mais

Código de Ética - Ultra

Código de Ética - Ultra Código de Ética - Ultra Ética na gestão - Equidade, transparência e responsabilidade - Cumprimento das leis - Desenvolvimento sustentável Ética nos relacionamentos - Acionistas e investidores - Colaboradores

Leia mais

Guia de Conduta do Colaborador e Prestador de Serviço Aker. 1 Aker Security Solutions www.aker.com.br

Guia de Conduta do Colaborador e Prestador de Serviço Aker. 1 Aker Security Solutions www.aker.com.br Guia de Conduta do Colaborador e Prestador de Serviço Aker 1 Importante Este guia faz parte da política interna da Aker Security Solutions e sua utilização é restrita a colaboradores e prestadores de serviço

Leia mais

Engenharia e Consultoria CÓDIGO DE ÉTICA

Engenharia e Consultoria CÓDIGO DE ÉTICA CÓDIGO DE ÉTICA SUMÁRIO APRESENTAÇÃO COLABORADORES Princípios éticos funcionais Emprego e Ambiente de trabalho Conflito de interesses Segredos e informações comerciais SEGURANÇA, SAÚDE E MEIO AMBIENTE

Leia mais

Política de Gestão de Risco de Fraude

Política de Gestão de Risco de Fraude Política de Gestão de Risco de Fraude Versão: 1.0-2015 Alterada: 2 de junho de 2015 Aprovado por: Conselho de Administração Data: 3 de junho de 2015 Preparado por: Conselho de Administração Data: 2 de

Leia mais

XEROX GLOBAL ETHICS HELPLINE

XEROX GLOBAL ETHICS HELPLINE ALCANCE: Xerox Corporation e suas subsidiárias. OBJETIVO: Este documento descreve a conduta ética que deve ser adotada durante as negociações pelos empregagos da Xerox Corporation. Todos os empregados

Leia mais

Código de Ética Comercial

Código de Ética Comercial Análise de Materiais Teste e Medição Instrumentação Integrada Controles Industriais Honestidade e integridade em tudo que fazemos. Mensagem do Diretor Executivo Caros Colegas, No grupo Spectris, compartilhamos

Leia mais

Treinamento Anticorrupção para Parceiros da Microsoft

Treinamento Anticorrupção para Parceiros da Microsoft Treinamento Anticorrupção para Parceiros da Microsoft 1 Versão em português Bem-vindo Bem-vindo Bem-vindo ao Treinamento Anticorrupção para Parceiros da Microsoft. Este curso foi desenvolvido para ajudar

Leia mais

Código de Conduta (Code of Conduct) as empresas do Grupo Festo

Código de Conduta (Code of Conduct) as empresas do Grupo Festo Código de Conduta (Code of Conduct) as empresas do Grupo Festo Prefácio Como empresa familiar de longa tradição, e a operar a nível internacional, o Grupo Festo goza de uma excelente reputação junto dos

Leia mais

Quais tipos de informações nós obteremos para este produto

Quais tipos de informações nós obteremos para este produto Termos de Uso O aplicativo Claro Facilidades faz uso de mensagens de texto (SMS), mensagens publicitárias e de serviços de internet. Nos casos em que houver uso de um serviço tarifado como, por exemplo,

Leia mais

IINSTRUÇÃO DO SISTEMA. Código de conduta

IINSTRUÇÃO DO SISTEMA. Código de conduta 1 de 7 Revisão Data Assunto / revisão / modificação 00 16/04/15 Emissão Inicial. Nome Cargo Data Assinatura Consultor / Gerente EMITENTE Maciel Amaro Técnico / RD Valéria Ap. R. Amaro Diretora administrativa

Leia mais

Código de Conduta. Nossos cinco princípios fundamentais: Pacientes. O benefício e a segurança do paciente estão no centro de tudo o que fazemos

Código de Conduta. Nossos cinco princípios fundamentais: Pacientes. O benefício e a segurança do paciente estão no centro de tudo o que fazemos Nosso compromisso de cuidar e curar Código de Conduta Nossos cinco princípios fundamentais: Pacientes O benefício e a segurança do paciente estão no centro de tudo o que fazemos Associados Tratamos nossos

Leia mais

Padrões de Conduta de Negócios

Padrões de Conduta de Negócios Padrões de Conduta de Negócios A integridade da Dana está em suas mãos A importância destes padrões A Dana Holding Corporation e todas as suas subsidiárias devem conduzir os negócios de uma forma ética

Leia mais

Padrões de conduta comercial da PerkinElmer

Padrões de conduta comercial da PerkinElmer Padrões de conduta comercial da PerkinElmer VALORES ÉTICOS E COMERCIAIS DA PERKINELMER Objetivo Os Padrões de conduta comercial da PerkinElmer ( Padrões ) identificam valores e princípios que norteiam

Leia mais

Código de Ética para Psicólogos de acordo com a FEAP

Código de Ética para Psicólogos de acordo com a FEAP Código de Ética para Psicólogos de acordo com a FEAP Federação Europeia de Associações de Psicólogos Código Geral de Ética Aceite pela Assembleia Geral, Atenas, 1 Julho 1995. 1. Preâmbulo. Os Psicólogos

Leia mais

Política da Empresa Entrada em Vigor: 7 de Outubro de 2013

Política da Empresa Entrada em Vigor: 7 de Outubro de 2013 Número do Documento: 276-RP por Política da Empresa Entrada em Vigor: 7 de Outubro de 2013 Cópias em Papel Não Controladas - Verificar Data de Entrada em Vigor Antes da Utilização Função: Legal Título:

Leia mais

I. Em primeiro lugar apresente a queixa à instituição seguradora autorizada

I. Em primeiro lugar apresente a queixa à instituição seguradora autorizada DECLARAÇÃO DE POLÍTICA A PROSSEGUIR NO TRATAMENTO DE QUEIXAS CONTRA SEGURADORAS, MEDIADORES DE SEGUROS E SOCIEDADES GESTORAS DE FUNDOS DE PENSÕES DE DIREITO PRIVADO Introdução 1. Ao abrigo do Estatuto

Leia mais

Ecology and Environment, Inc. e Subsidiárias

Ecology and Environment, Inc. e Subsidiárias Ecology and Environment, Inc. e Subsidiárias Código de Conduta de Negócios e Ética ECOLOGY BRASIL 1. Princípios Gerais O propósito deste Código é descrever os nossos padrões de ética de conduta de negócios.

Leia mais

CÓDIGO INTERNACIONAL ICC/ESOMAR PARA A INVESTIGAÇÃO SOCIAL E DE MERCADO

CÓDIGO INTERNACIONAL ICC/ESOMAR PARA A INVESTIGAÇÃO SOCIAL E DE MERCADO CÓDIGO INTERNACIONAL ICC/ESOMAR PARA A INVESTIGAÇÃO SOCIAL E DE MERCADO INTRODUÇÃO O primeiro Código para a Prática de Investigação Social e de Mercado foi publicado pela ESOMAR em 1948. Depois deste foram

Leia mais

POLÍTICA DE GESTÃO DE IRREGULARIDADES

POLÍTICA DE GESTÃO DE IRREGULARIDADES POLÍTICA DE GESTÃO DE IRREGULARIDADES GEWISS Departamento de Auditoria Interna Corporate 8 de Maio de 2014 ÍNDICE 1. OBJECTIVO E ÂMBITO... 3 2. REGRAS DE REFERÊNCIA... 3 3. DEFINIÇÕES... 3 4. PRINCÍPIOS

Leia mais

POLÍTICA DE PREVENÇÃO E COMBATE À CORRUPÇÃO E OUTROS ATOS LESIVOS

POLÍTICA DE PREVENÇÃO E COMBATE À CORRUPÇÃO E OUTROS ATOS LESIVOS POLÍTICA DE PREVENÇÃO E COMBATE À CORRUPÇÃO E OUTROS ATOS LESIVOS 1. Introdução A presente Política, aplicável à WEG S/A e todas as suas controladas, representa uma síntese das diretrizes existentes na

Leia mais

Política Anticorrupção

Política Anticorrupção Soluções que impulsionam e valorizam sua empresa. Política Anticorrupção Ano fiscal 2016 Política Anticorrupção Objetivo Definir procedimentos para assegurar que todos os colaboradores, funcionários, sócios

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS. Laboratórios Pfizer, Lda. Capital Social 78.645.850,00 Matrícula n.º 500 162 166, CRC Cascais

CONDIÇÕES GERAIS. Laboratórios Pfizer, Lda. Capital Social 78.645.850,00 Matrícula n.º 500 162 166, CRC Cascais CONDIÇÕES GERAIS 1. PREÇO: Na falta de fixação de preço na presente Ordem de Compra, os artigos, trabalhos ou serviços serão facturados com base no último preço fixado pelo Fornecedor, ou no preço pago

Leia mais

DECRETO Nº 4.702, DE 21 DE MAIO DE 2003. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, no uso da atribuição que lhe confere o art. 84, inciso VIII, da Constituição,

DECRETO Nº 4.702, DE 21 DE MAIO DE 2003. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, no uso da atribuição que lhe confere o art. 84, inciso VIII, da Constituição, DECRETO Nº 4.702, DE 21 DE MAIO DE 2003. Promulga o Acordo entre o Governo da República Federativa do Brasil e o Governo dos Estados Unidos da América Relativo à Cooperação entre suas Autoridades de Defesa

Leia mais

.1 Comportamentos esperados

.1 Comportamentos esperados Normas de Conduta Normas de Conduta Este documento contém normas de conduta que devem ser respeitadas pelos diretores, auditores, líderes e todos os empregados do Grupo Pirelli, e também por todos que

Leia mais