O Lojista. em Revista. Veículo oficial de divulgação da CDL - Câmara de Dirigentes Lojistas de Caxias do Sul - RS - Gestora do Sistema SPC

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "O Lojista. em Revista. Veículo oficial de divulgação da CDL - Câmara de Dirigentes Lojistas de Caxias do Sul - RS - Gestora do Sistema SPC"

Transcrição

1 associado / Conexão Urbana aposta no atendimento personaizado em Revista Ano 3 - N 13 Setembro/Outubro de 2008 Apoiando o desenvovimento do comércio caxiense Veícuo oficia de divugação da CDL - Câmara de Dirigentes Lojistas de Caxias do Su - RS - Gestora do Sistema SPC Novo SPC. Segurança na hora de fazer negócios 3 Tecnoogia de útima geração 3 Praticidade 3 Rapidez 3 Segurança e Confiabiidade 3 Modernidade CDL e Dentanor ançam Convênio Odontoógico

2 2 sumário 9 9associado Conexão Urbana de casa nova Atendimento personaizado e vaorização dos funcionários são apontados pea empresária Carmem Dacin como a receita do sucesso 10 da informação Meeting aborda a importância do CRM Paestra destacou as principais funções 10tecnoogia desta ferramenta que é essencia para conhecer, conquistar e fideizar os cientes de capa 12matéria CDL Caxias ança Novo SPC Conheça todas as vantagens que este novo sistema de consuta de crédito tem a he oferecer. Segurança e rapidez são destaques. expediente em Revista Pubicação da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Caxias do Su. Distribuição gratuita. Rua Sinimbu, º andar Centro - Caxias do Su - RS Fone: (54) Fax: (54) Ano 3 - Nº 13 - Setembro/Outubro de 2008 Presidência 2008/2009 José Quadros dos Santos Vice-presidência Luiz Antônio Kuyava (1º vice-presidente); Pauo Magnani (2º vicepresidente) Diretoria Ivonei Migue Pioner (1º diretor-secretário); Anaice Carrer (2º diretora-secretária); Luiz Giacomin (1º diretor financeiro); Davenir Darci Dreher (2º diretor financeiro) Presidência Conseho Consutivo Miton Coratti; Diretoria Executiva Sirei Bertoo; Gerência Comercia Jocei Siva da Siva; Coordenação de Marketing Rossane Rosanei (CONRERP 1083); Auditoria Independente Vonei Ferreira de Castihos; Conseho Editoria Adriana Siva, Ivonei Pioner, Jocei Siva da Siva, José Quadros dos Santos, Sirei Bertoo e Rossane Rosanei. Estagiário de Jornaismo Rogério Aver Pizzoatto. Diretorias/Departamentos Ação Socia Sérgio Formoo e Renato Luiz Fedrizzi; Assuntos Jurídicos, Fiscais e Tributários Ivandro Roberto Poidoro e Juian Bianchini; Controadoria Vater Agostinho Minúscoi e Vater Beretta; Cobrança Vamor Concatto e Sivio André De Cari; Economia e Estatística Migue Frederico Fortes; Empregos Parvati Posser e Ângea de Cássia Freire; Ensino Jackson Campani e Juian Bianchini; CDL Jovem Presidente Diego Bigia; Diretoria Carmem Dacin e Vatuir Rizzo; Marketing Constâncio Ferraro, Ivonei Migue Pioner; Desenvovimento e Assuntos Extraordinários Davenir Darci Dreher; Socia e Eventos Anaice Carrer, Cáudia Sassi, João Atair de Souza Motta e Neson Lisot; Comercia Aexandre Baumgaertner; Meio Ambiente Gimar Da Pizzo; Patrimônio Ércio Becker e Ederado Quadros dos Santos; Produtos, Serviços e Convênios Acides Perini, Luiz Giacomin e Pedrinho Ferrarini; Segurança Púbica Pauo Ricardo Magnani e Acides Perini; Shopping Center Pauo Augusto Piccoi e Tânia Tusset; SPC Pedrinho Ferrarini e Miton Coratti; Tecnoogia Luiz Antônio Kuyava e Renan Tedesco; Turismo Miton Coratti e Geremias Rech. Diretorias de Reacionamento Ana Rech Neson Minetto; Capuchinhos Nadir Vanazzi; Desvio Rizzo Gadis Francescatto Frizzo; São José Vitor de Carvaho; São Peegrino Antíoco Sartor. Representantes junto aos Consehos Municipais CMTT Conseho Municipa de Transportes e Trânsito Renato Luiz Fedrizzi COMDECON Conseho Municipa de Defesa do Consumidor Ivandro Roberto Poidoro COMDICA Conseho Municipa dos Direitos da Criança e do Adoescente Sérgio Formoo CONSEA Conseho Municipa de Segurança Aimentar Renato Luiz Fedrizzi COMSEP Conseho Municipa de Segurança Púbica Acides Perini e Ivanir Antônio Gasparin COMTUR Conseho Municipa do Turismo J. Henrique Eustondo e Cristian Horbach SOAMA Sociedade dos Amigos dos Animais Renato Luiz Fedrizzi Comissão de Segurança Acides Perini Comissão de Impacto Econômico Pauo Ricardo Magnani Conseho Deiberativo da Fundação Caxias Renato Luiz Fedrizzi Produção e Execução Enter Pubicação de Revistas Av. Rio Branco, 503, saa 34 - Edíficio Lucas Sauus Bairro São Peegrino Fone: (54) Fone/Fax: (54) Coordenação/Edição: Adriana Siva (MTb 8823); Textos: Adriana Siva e Juiana Ameida; Design Gráfico: Mari Superti; Revisão: Simoni Schiavo (MTb 8821); Impressão: Gráfica Serafinense; Tiragem: exempares O verniz da capa é a base de água. É a CDL ajudando a preservar o meio ambiente. É permitida a reprodução de matérias, desde que citada a fonte. Os artigos assinados são de responsabiidade de seus autores, não refetindo, necessariamente, a opinião desta entidade. Fae com a Redação. Você pode participar da revista enviando mensagem para ou peo teefone/fax (54)

3

4 4 editoria NNos útimos meses, os nossos mais de 3,8 mi associados conquistaram inúmeros benefícios através do trabaho reaizado pea nossa CDL Caxias. Mas, com toda a certeza, três dessas conquistas são fundamentais e trarão resutados imediatos aos seus negócios: o Novo SPC, o Pano de Previdência Privada e o Convênio Odontoógico. Ao proporcionar aos nossos associados serviços diferenciados e excusivos, a CDL quer, aém de oferecer souções que he auxiiem no seu dia-a-dia, ser a impusionadora do desenvovimento e do crescimento do comércio em gera, fortaecendo de forma concreta o setor. Neste ano de 2008, quando competamos 43 anos de fundação, mais do que comemorar a soidez de ser a segunda maior entidade do Estado, festejamos a conquista Conquistas que merecem ser festejadas da confiança dos ojistas e prestadores de serviços que diariamente se juntam a nossa entidade e a fortaecem ainda mais - prova disso é que já somos mais de 3,8 mi associados e é para ees que constantemente estamos buscando novos benefícios. Focada no compromisso de informar e apoiar o desenvovimento do comércio, a CDL oferece, aém do Novo SPC, do Pano de Previdência e do Convênio Odontoógico, produtos e serviços diferenciados com vantagens excusivas como convênio empresaria de saúde, teefonia, ensino, cobrança, TTendo seu foco votado à quaidade dos serviços que presta aos seus 3,8 mi associados, a CDL Caxias busca constantemente inovar e apresentar as mehores souções para auxiiar no desenvovimento do comércio caxiense. Prova disso é o ançamento do Novo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC). Apresentado aos nossos associados no dia 14 de outubro, esse novo sistema se diferencia pea modernidade, praticidade, rapidez e confiabiidade nas informações prestadas. Segunda CDL no Brasi a disponibiizar esse serviço aos seus associados, a CDL Caxias buscou a parceria da empresa Lume, de Curitiba, para o desenvovimento do sistema já testado e aprovado com êxito. O Novo SPC vem munido de tecnoogia de útima geração e nos deixa muito mais confiantes com reação à informação que iremos prestar ao nosso principa ciente : o associado. Para quem irá utiizar, esse novo sistema vai proporcionar mais praticidade e mais rapidez no resutado das pesquisas, assegurando, desta forma, um atendimento com maior quaidade ao ciente na oja reduzindo significativamente o tempo de espera para a anáise do crédito. Com essa mudança, o nosso Banco de Dados passa a ser hospedado em um data Center na Brasi Teecom, em Curitiba. Com isso, a CDL Caxias reduz os custos de manutenção e tem a certeza de que os dados á armazenados estarão totamente seguros. E para dar ainda maior segurança aos Gimar Gomes empregos, aém de ser presença marcante na comunidade em iniciativas sociais como o evento Homens Na Cozinha, que beneficia anuamente centenas de pessoas, e a decoração de Nata Briha Caxias, que, aém de enfeitar a cidade, ajuda o comércio a criar um espírito de confraternização junto aos seus cientes. Todas essas ações são marcas da inovação e do arrojo com que a CDL vem trabahando em pro de seus associados. José Quadros dos Santos Presidente CDL Caxias Um SPC renovado Mário Franzem ojistas no momento da consuta, o Departamento Comercia da CDL está disponibiizando treinamentos gratuitos a todos os associados. O púbico-avo são, principamente, atendentes de crediário, caixas e anaistas de crédito. Os interessados em receber orientações devem entrar em contato peo e agendar uma visita. Teremos o maior prazer em demonstrar todas as vantagens que o Novo SPC passa a oferecer. E não esqueça, o SPC é a garantia de uma venda segura. Bons negócios. Pedrinho Ferrarini Diretor SPC Caxias

5

6 6 paavra do associado quanto nos países emergentes, como é o caso do Brasi, já começam a empurrar para baixo as expectativas de crescimento. Contudo, assim como a euforia desmedida pode expicar, em parte, os erros que conduziram à situação presente, também o pessimismo exacerbado diante do probema pode fazer com que profissionais e empreendedores percam oportunidades. Embora exista consenso de que esta é uma das mais profundas crises da história do capitaismo, também há acordo entre especiaistas de que se trata de uma grande oportunidade para impusionar o esforço de cooperação entre as nações, no sentido de criar mecanismos de As oportunidades, apesar da crise Mário Franzem A crise que assoa os mercados reguação mínima do financeiros em todo mundo já está mercado, coocando a mostrando seus refexos na economia economia mundia em rea. Limitação de crédito, redução do trihos mais seguros. consumo e cautea nos investimentos, Outro consenso re- reaidades tanto no centro do capitaismo goba fere-se ao fato de que, embora as exportações possam ser prejudicadas e muitos investimentos previstos possam ser canceados ou adiados, a economia brasieira está em posição mais favoráve que a norte-americana ou a européia ago impensáve para uma geração acostumada a ver o País como que predestinado a um pape secundário. Com um sistema bancário saudáve, indústrias de expressão mundia e potencia para se tornar íder na produção de aimentos e energia, o Brasi já representa 3% do crescimento mundia no útimo ano, mesmo índice do Japão. Tão perigoso quanto menosprezar os efeitos da turbuência financeira é não ohar para essas positivas, que sinaizam um novo momento para o País, no qua, apesar de tudo, há espaço para crescer e prosperar. É por isso que o ojista não deve recuar diante das incertezas que se apresentam. A prudência não pode ser esquecida, por certo, mas seguir apostando em atendimento quaificado, novos produtos e comunicação inteigente com os consumidores são imperativos para o varejista que não quer perder as oportunidades vindouras, apesar da crise ou mesmo por causa dea. Jaime Andreazza Diretor do Grupo Andreazza * Este espaço foi criado para que o associado possa manifestar sua opinião sobre os assuntos que considere importantes. O interessado em participar desta seção deve entrar em contato peo e-mai ou peo teefone (54)

7 convênios CDL e Dentanor Fotos Mário Franzem Para proporcionar mais sorrisos aos associados, a CDL de Caxias do Su ança o convênio odontoógico. A partir de agora, quem é associado ao pano de Saúde Empresaria passa a contar com os benefícios da parceria entre a CDL Caxias e a Dentanor Cooperativa Odontoógica de Promoção de Saúde. Esta é mais uma conquista dos associados da CDL a necessidade do atendimento odontoógico foi apontada peos próprios associados em uma pesquisa reaizada pea entidade. O ançamento do convênio, que contou com a presença de convidados e imprensa, aconteceu no dia 28 de outubro com uma visita à cínica e um coquete na Casa da Cutura. O atendimento aos associados será feito em um espaço montado para atendimentos de urgência no pronto-atendimento da cínica sem a cobrança de co-participação. Aém disso, os associados também poderão reaizar procedimentos, com vaores diferenciados, com os 84 dentistas cooperados que atuam em Caxias do Su. O presidente da CDL, José Quadros dos Santos, destaca que o benefício é um serviço inédito aos associados da entidade. Com esse parceiro, reconhecido pea idoneidade, a exempo da Unimed, estamos acançando um padrão exceente de serviços aos associados, destaca. O primeiro vice-presidente, Luiz Antonio Kuyava, destaca que a parceria com a Dentanor acrescenta mais uma preocupação da entidade, que é sempre oferecer os mehores serviços dentro dos programas de convênio. Avaiando a nova parceria como um compemento aos serviços na área de saúde oferecidos aos associados, o diretor-financeiro Luiz Giacomin destaca que a parceria visa a atuar na prevenção. O convênio vai disponibiizar o consutório para os primeiros atendimentos, atingindo o nosso foco que é a prevenção, afirma Giacomin. O presidente da Dentanor, Ronado Brunetta Gazzoa, também comemora a parceria. Nos nossos nove anos de existência, foi muito importante conquistar a confiança da famíia CDL e soidificar o trabaho de quaidade oferecido pea Dentanor. Com a disponibiização dos nossos serviços, as duas partes ganham, tanto os associados quanto os nossos cooperados, afirma Gazzoa, que está à frente da cooperativa que tem nove anos de existência. A CDL oferece vantagens excusivas aos seus associados através de serviços e convênios que incuem pano de saúde empresaria, teefonia, previdência privada e o Novo SPC. Saiba mais Onde fica a Cínica Dentanor Rua Garibadi, 489, saa 41 Teefone: (54) O atendimento é de segunda a sextafeira, em horário comercia Serviços Com este convênio, o associado CDL terá à sua disposição 20 serviços gratuitos 7

8

9 eu, associado Mário Franzem De associado para associado Nunca desista de seus sonhos. É preciso ir em busca dees com muita perseverança e ser otimista. De braços cruzados não se consegue nada. Com esforço e dedicação, sempre se conquistam coisas boas. Carmen Keer Dacin Atendimento personaizado é diferencia Inaugurando neste ano a terceira oja da Conexão Urbana, no bairro Exposição, a empresária Carmen Kein Dacin comemora também seus 21 anos de dedicação ao comércio. Em 1987, Carmen começou a escrever sua história. Depois de atuar como técnica em contabiidade em grandes empresas de Caxias do Su, ea trocou de setor e passou a atuar em uma oja feminina. Natura de Veranópois, mudou-se de cidade para estudar e, em Caxias, construiu sua vida, tanto pessoa, quanto profissiona. Hoje, todo o país está de oho em Caxias. O mercado é muito bom, avaia Carmen, à frente da Conexão Urbana desde Com duas ojas em funcionamento até setembro uma em São Peegrino e outra no Shopping Triches Carmen abriu as portas do prédio próprio da marca, na esquina das ruas Marecha Foriano e Tronca. Aém da novidade, a proposta para a oja é de manter atendimentos personaizados. Temos uma seção especia que é a socia, exempifica Carmen, compementando que o atendimento tem de ser vip para todos os cientes. Isso é um diferencia, atesta. Não raro é possíve ver Carmen ajudando suas vendedoras e dando atenção máxima aos cientes. Outro motivo de comemoração da ojista é sua equipe de trabaho. A Conexão somos todos nós. Sem ees (funcionários), eu não conseguiria. Todos temos respeito um peos outros, conta Carmen, à frente de 40 coaboradores que vê diariamente, já que seu escritório é improvisado em todas as ojas, por onde ea divide o tempo. Seus braços direito e esquerdo são o marido Arquimedes, responsáve peo financeiro da oja, e a fiha Caroine, atuando na área administrativa. A essência também está na famíia, destaca Carmen. 9

10 tecnoogia da informação CRM, um aiado nos negócios O conhecimento sobre o ciente pode ser uma das armas das empresas para mantê-o fie. A conquista e o acompanhamento do ciente durante a reação com as empresas são feitos por meio de investimento em tecnoogia da informação. Aém de investir em equipamentos e programas, é necessário adequar a cutura da organização por meio de treinamento com os funcionários. Isso tudo faz parte do Customer Reationship Management (CRM), ou Gestão de Reacionamento com os Cientes. O tema foi abordado durante o 2º Meeting de : O que é o Customer Reationship Management (CRM)? Luiz Antonio Kuyava: O Customer Reationship Management é uma fiosofia que envove pessoas, processos e tecnoogia, com objetivo de criar uma sistemática para adquirir maior conhecimento sobre o ciente ao ongo de toda a vida dee e não apenas no momento em que se reaiza uma transação comercia com a empresa. Outro ponto importante é que CRM é muito mais do que um conjunto de software. É um processo contínuo que compreende uma estratégia de negócios. Reacionamento CDL & Associados, reaizado pea CDL no mês de setembro. A paestra, ministrada peo empresário, especiaista em tecnoogias da informação e primeiro vice-presidente da entidade, Luiz Antonio Kuyava, destacou os papéis de aguns setores da empresa, como o marketing, a área comercia e o recursos humanos na impantação do projeto. Kuyava, em conversa com, comentou aguns obstácuos durante o desenvovimento do projeto e deu dicas de como superá-os: Mário Franzem 10 : Como impantá-o na prática? Kuyava: Aém do investimento em tecnoogia da informação, é necessário mudar a cutura da organização, por meio de treinamento de funcionários. Impementar tecnoogias de CRM sem fazer o redesenho dos processos internos da empresa e sem criar um modeo de reacionamento e de atendimento ao ciente poderá ser apenas um projeto de informatização do ca center ou da área de vendas, por exempo, não conduzindo aos resutados esperados pea organização. A impementação do conceito de CRM impica numa série de mudanças. Uma deas diz respeito à integração de áreas que no modeo convenciona costumavam trabahar de forma independente, como os setores de atendimento, vendas e marketing. Como o CRM propõe uma visão única do ciente, é necessário treinamento interno e mudanças nos processos para que haja uma sinergia entre as diferentes áreas da empresa. : O que o CRM precisa integrar? Kuyava: É essencia que o projeto de CRM contempe a integração de todos os pontos de contato com o ciente como o ca center, sites na Internet, e-mais, informações cohidas em campo pea força de vendas, entre outras, com os sistemas de gestão da companhia e com as ferramentas de anáise de dados. A tecnoogia permite não apenas acumuar informações sobre o ciente, mas também reunir pessoas com características comuns num mesmo grupo. No entanto, cabe à área de marketing a decisão de como usar essas informações para trazer mehores resutados para à empresa. Se houver uma estratégia de CRM, serão criadas ações específicas para aquee grupo de cientes que trazem maior vaor para a companhia e não para todo o database. : E de que forma fazer essa integração? Kuyava: As souções tecnoógicas devem ser adequadas a partir de uma mudança de foco da companhia. Está na capacidade dos profissionais do setor de cada empresa fazer com que as ações postas dêem retorno. E esta não é uma tarefa fáci. De nada adianta ter toda a tecnoogia se a estratégia não for bem desenhada por esses profissionais. Não funcionará. Por outro ado, de nada adianta o marketing fazer uma campanha promociona para um determinado púbico se o ca center e a área de vendas não forem devidamente informados sobre as estratégias que estão sendo utiizadas. Com a mudança de paradigma, de um ado a tecnoogia ampia as possibiidades de anáises e faciita o trabaho do pessoa do

11 marketing, mas he dará mais atribuições, na medida em que precisarão desenvover mini campanhas pubicitárias para os diferentes púbicos. E ees devem estar preparados para este novo desafio, do contrário o sistema não dará certo. : Quais as dificudades na impantação do CRM? Kuyava: A área mais probemática para a impementação do CRM costuma ser a comercia. Quanto mais o vendedor souber sobre o ciente, mehor será seu desempenho em termos de vendas. No modeo tradiciona, o vendedor não tinha esse registro histórico do comportamento do ciente, mas apenas informações sobre as compras que ee havia efetuado no mês anterior. Quando se impanta CRM é preciso que o vendedor compartihe com a empresa as informações sobre a sua carteira de cientes e aí está uma das primeiras dificudades. Isso pode gerar resistências na medida em que ee se sente ameaçado. Com as informações, a empresa pode dispensar o vendedor, caso ee não atinja as metas esperadas, e o substituir por outro. No sistema tradiciona, o ciente é do vendedor. Com o CRM, o ciente é da empresa. O sucesso da impementação do novo conceito, na área comercia, dependerá de como a organização irá idar com essa questão. Em muitos casos, a empresa é que terá que fazer agumas mudanças na forma como cobra a performance de seus vendedores e de como os remunera. Como se trata de uma estratégia que visa a conhecer o ciente, o vendedor não poderá mais ser remunerado apenas por atingir as metas de vendas estipuadas, porque em agumas situações ee poderá não atingi-as, mas estará trazendo para a organização informações importantes sobre os cientes. O importante é que haja uma negociação com a força de venda nesse sentido. Também é fundamenta que a empresa saiba mostrar os benefícios que o vendedor terá com o CRM como, por exempo, o acesso ao banco de dados corporativo e a conseqüente obtenção de informações detahadas e onine sobre produtos e serviços disponíveis, estoques, prazos de entrega, etc. É necessário que a empresa deixe caro que haverá uma troca de informações e também deve assegurar a transparência nesse processo. Você sabia que... : Aém do marketing e da área comercia, que outros setores podem auxiiar na impementação desse sistema? Kuyava: A área de Recursos Humanos pode coaborar para o sucesso da impementação do CRM, mas isso dependerá de como esse setor está definido dentro da organização. Normamente, quando se quer impantar uma nova cutura dentro da empresa, esse processo deve ser conduzido peas pessoas que estão motivadas para isso. E os chamados mutipicadores, às vezes, estão no marketing, na área de Tecnoogia da Informação, no atendimento e não necessariamente no RH. Nas organizações que já vêem o RH como uma área fundamenta para captar e reter taentos, a contribuição será na hora de mapear as habiidades requeridas, capacitar as pessoas e contratar novas para cobrir uma eventua fata. Outras ações do RH serão monitorar o processo de mudança e estipuar a continuidade de treinamentos, de acordo com a necessidade. O Recursos Humanos também poderá contribuir para mudar a forma de remuneração de pessoa com base nas metas definidas peo CRM. O mais compexo é integrar os canais de comunicação direta com o ciente com os sistemas corporativos para que as informações obtidas cheguem ao marketing e à área comercia, de forma que as anaisem e as utiizem para criar novas ações. Nunca o ganho pode ser de uma área apenas, mas de toda a companhia. A estratégia deve ser vivenciada por todos dentro da organização. O maior probema e causa de grande resistência por parte das empresas referese à integração dos sistemas, o que requer investimentos pesados e os resutados obtidos não são imediatos. : Quanto tempo um projeto de CRM demora para ser impantado e dar resutado? Kuyava: Pea compexidade, não se impanta CRM de uma única vez e nem de uma forma padrão. Em média, um projeto de CRM demora dois anos para começar a apresentar os benefícios e precisa estar em constante evoução. Isso ocorre porque para a maioria das empresas significa reaizar mudanças drásticas na forma de trabahar internamente e de interagir com os cientes. Requer muito panejamento, o envovimento da ata direção e de todos os funcionários no processo. Toda a organização - e não apenas as áreas de marketing, venda e atendimento - devem se preocupar com a coeta e armazenamento dos dados do ciente e ter a exata consciência do pape que cumprem. Não é a tecnoogia que constrói o reacionamento com os cientes, mas as pessoas envovidas no processo. A teoria, embora reativamente simpes mostra-se compexa na prática porque não existe uma fórmua padrão que se apica a todas as empresas indistintamente. O CRM deve ser visto peos funcionários como ago que irá contribuir para mehorar e agiizar o seu trabaho de forma a que aceitem as mudanças necessárias para o sucesso do projeto. Sem o envovimento das pessoas nenhuma iniciativa dará certo. Adquirir um novo ciente he custa sete vezes mais que manter um ciente já existente? Assim, faz sentido dedicar recursos de sua empresa para fideizar seus cientes e mantê-os feizes e comprando de você. É já na primeira vez que o ciente entra em contato com sua empresa que nasce um reacionamento. Toda vez que aguém em sua organização faa com esse ciente, deve conhecer todo o histórico desse reacionamento. No mundo gobaizado, a única vantagem competitiva que temos é a rea informação do ciente e que os concorrentes não têm. Por meio do reacionamento, essas informações devem vir do ciente. Cada nova conversa baseia-se na anterior, construindo um ongo diáogo, independentemente da forma do contato, pessoamente, e- mai, teefone, enfim, o ciente se embra de tudo o que conversamos, e se ee se embra, nós também temos de nos embrar. E embrar-se da conversa que tivemos com ee é nunca fazer com que o ciente he diga a mesma coisa mais de uma vez. 11

12 crédito Fotos: Mário Franzen Novo SPC, mais dinâmico e ági 12 Reduzir ao máximo os índices de inadimpência é uma das principais preocupações da Câmara de Dirigentes Lojista (CDL) de Caxias do Su. E para isso, a entidade investe constantemente em ferramentas que auxiiem o ojista a ter uma venda cada vez mais segura. Prova disso é o ançamento do Novo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC). Apresentado a associados e convidados em um evento especia que reuniu mais de 150 pessoas na noite do dia 14 de outubro, o novo sistema se diferencia pea modernidade, praticidade, rapidez e confiabiidade nas informações prestadas. Aém disso, a partir de agora o SPC irá disponibiizar souções de crédito personaizadas isso significa que o ojista poderá escoher os tipos de consutas que mehor se adaptam à reaidade da sua empresa. O ançamento contou com a presença do procurador do Município, Pauo Dahmer, representando o prefeito, e da diretora-gera da Lume, empresa que desenvoveu o novo sistema, Márcia Regina Munaro. Segunda CDL no Brasi a disponibiizar esse serviço aos seus associados, a CDL Caxias buscou a parceria da empresa Lume, de Curitiba, para o desenvovimento do sistema já testado e aprovado com êxito. Com essa mudança, o Banco de Dados do SPC, que é o maior do Brasi, passa a ser hospedado em um data Center na Brasi Teecom, em Curitiba. Com isso, a CDL Caxias reduz os custos de manutenção e tem a certeza de que os dados á armazenados estarão totamente seguros. Buscar souções para que o comércio caxiense seja cada vez mais forte e competitivo é um dos principais objetivos da nossa entidade. E, para isso, estamos constantemente ampiando e quaificando os serviços que prestamos aos nossos 3,8 mi associados. Disponibiizar aos nossos associados um SPC renovado e muito mais seguro é a prova de que a CDL Caxias está atenta às necessidades da casse ojista, enfatiza o presidente José Quadros dos Santos. O Novo SPC vem munido de tecnoogia de útima geração e nos deixa muito mais confiantes com reação à informação que iremos prestar ao nosso principa ciente : o associado, destaca o diretor do SPC Caxias, Pedrinho Ferrarini. Para quem irá utiizar, esse novo sistema vai proporcionar mais praticidade e mais rapidez no resutado das pesquisas, assegurando, desta forma, um atendimento com maior quaidade ao ciente na oja reduzindo significativamente o tempo de espera para a anáise do crédito. Inadimpência No comércio e serviços, a inadimpência costuma aumentar nos três primeiros meses do ano, Luiz Antônio Kuyava, Pauo Dhamer, José Quadros dos Santos, Miton Coratti, Andressa Grio Lovato, Márcia Munaro e Pedrinho Ferrarini em decorrência das vendas de dezembro. E é justamente nesses meses iniciais que também ocorre queda nas atividades desses setores. Assim, o empresário, ciente do aumento da inadimpência no período após as vendas natainas, ou seja, janeiro/fevereiro/março, deverá ser ainda mais rigoroso na concessão de financiamentos, parceamentos e aceitação de cheques. Aém de renovar o sistema de consutas (incusões e excusões), o SPC Caxias ampiou as modaidades de consutas (crédito e cheque) e está coocando essa ferramenta à disposição de outros setores e segmentos que podem escoher o tipo que mehor adapta-se as suas necessidades, sempre evando em consideração o tipo de serviço que é prestado. Para ajudar o ojista a mehor definir o tipo de associação, a CDL Caxias cooca à disposição seu Departamento Comercia que poderá escarecer todas as dúvidas. O associado pode escoher, por exempo, pea modaidade que incui a consuta competa, que incui cheque e crédito, ou apenas a de cheques. Temos hoje em Caxias do Su mais de 61 mi pessoas registradas no SPC, o que representa um prejuízo de R$ 29,9 mihões. Mesmo assim, há um número ainda muito grande de ojistas que vendem sem fazer a consuta ou que demoram a registrar o ciente inadimpente. Isso prejudica não só a ee, mas a todo o comércio, aerta o diretor Pedrinho Ferrarini, embrando que com o novo sistema a consuta é muito mais rápida e prática. Diferenciais do novo sistema Souções de crédito personaizadas (tipos de consutas de acordo com as necessidades de cada empresa) Novo sistema consutas (incusão/excusão) Maior rapidez no acesso ao sistema e nas respostas Possibiidade de reaizar quaquer operação via Internet Nova tea de consutas Gestão de arquivo de seus registros e movimentações Reaização de registro/canceamento via arquivo Ganho em 100% de quaidade e confiabiidade de dados Treinamentos Gratuitos E para dar ainda maior segurança aos ojistas no momento da consuta, o Departamento Comercia da CDL está disponibiizando treinamentos gratuitos a todos os associados. O púbico-avo são, principamente, atendentes de crediário, caixas e anaistas de crédito. Os interessados em receber orientações devem entrar em contato peo (54) e agendar uma visita. As souções de crédito que o SPC Caxias oferece SPC CRÉDITO/CHEQUE Oferece a mais competa informação sobre restrições e consutas para crediário e cheques do Brasi para seu negócio. SPC CHEQUE GARANTIDO Assegura o ressarcimento de cheques com probemas de compensação, proporcionando muito mais segurança aos associados. Diretor do SPC, Pedrinho Ferrarini, apresentou novo sistema aos convidados Os fatores que o ojista deve ficar atento Sazona idade, ou seja, em que épocas do ano a inadimpência é maior ou menor; Número de prestações em atraso; Vaor médio das prestações em atraso; Verificação do tempo de abertura da conta corrente. Lembre-se que as contas abertas com menos de um ano, têm maior índice de inadimpência. SPC PESSOA JURÍDICA Fornece dados restritivos de empresas, sócios e administradores, faciitando a anáise de risco de concessões de crédito. SPC PROFISSIONAL LIBERAL Disponibiiza a mais competa informação cadastra e/ou restritiva do Brasi, proporcionando maior segurança na prestação de serviço antes da iberação de crédito. SPC CHEQUES Fornece informações seguras e competas sobre restrições de cheques, faciitando a anáise no momento do recebimento. SPC CONDOMÍNIOS Disponibiiza a consuta de condomínios inadimpentes com suas obrigações e registro no SPC. 13

13 14 artigo do mês Vantagens de ter Unimed CDL Divugação A Unimed Nordeste-RS faciita a Com o SOS Emergência Empresaria, os compra dos produtos de saúde a quem entende de comércio. Desde 1991, a cooperativa e a CDL Caxias mantêm uma presa e seus famiiares funcionários da em- parceria que proporciona a mais de 9 estão protegidos pea mi beneficiários a tranqüiidade de contar com os serviços da maior operadora de panos de saúde da região. A CDL é uma das entidades com maior número de cientes Unimed. Mas mais importante que isso é a reação de parceria que mantemos, a partir da qua procuramos oferecer serviços capazes de preencher as necessidades dos associados. Ao se unirem, as instituições oferecem com condições especiais panos de saúde, já tradicionais, e também outros quatro produtos. O Acidente de Trabaho permite aos funcionários de uma oja que contrata este serviço a segurança do atendimento hospitaar quando é necessário reaizar procedimentos reacionados a acidente de trabaho e de trajeto. maior estrutura de atendimento de urgências e emergências médicas da região. Em caso de uma situação que necessite de atendimento em casa tem-se à disposição uma equipe de profissionais especiaizados, formada por médicos, técnicos e socorristas. Os Seguros Proteção Famiiar, por sua vez, combinam três benefícios. O primeiro dees é o próprio Seguro Proteção Famiiar, que proporciona a manutenção do pagamento de cinco mensaidades do pano Unimed, em caso de desemprego ou incapacidade, ou de 12 mensaidades, se houver morte acidenta ou invaidez. O segundo, o Unimed Assist, garante assistência ao segurado em caso de emergência em viagens com distância percorrida superior a 50 quiômetros, contatos desde sua área de domicíio e com duração máxima de 60 dias. Há também o Seguro Funera, com assistência à famíia em caso de morte do segurado. Por útimo, a Saúde Ocupaciona firma-se como uma importante aiada da empresa na eaboração e na execução dos programas exigidos peas normas reguamentadoras do Ministério do Trabaho. Entre os resutados, a mehoria contínua da saúde dos funcionários no ambiente de trabaho. Dr. Antonio Oiveira Quevedo Presidente da Unimed Nordeste

14 nata Nata Briha Caxias Mário Franzem Caxias estará mais iuminada a partir do dia 13 de novembro com mais uma edição do Nata Briha Caxias, reaização da CDL e Prefeitura. A abertura, marcada para as 19h30min, terá apresentações da Companhia Municipa de Dança, Grupo de Câmara da Orquestra Municipa e atrações artísticas da cidade na Praça Dante Aighieri. A data também marcará o acendimento das uzes natainas, parte da encantadora decoração montada na Avenida Júio de Castihos e na praça. Um dos destaques deste ano é a distribuição dos eementos decorativos em diferentes pontos da Dante Aighieri. A CDL é a responsáve pea decoração, que terá aços nas uminárias e pórticos natainos na Avenida Júio até o bairro São Peegrino, aém do tradiciona pinheirinho e a presença do Papai Noe. O presépio, por exempo, ficará separado do pinheirinho, para que o espaço seja aproveitado e as pessoas desfrutem mais dos atrativos. Aém disso, teremos o Papai Noe e bonecos sentados nos bancos da praça para que as crianças possam tirar fotos, conta a coordenadora do Nata Briha Caxias, Anaice Carrer. Para que o sucesso do Nata Briha Caxias atraia toda a popuação de Caxias e também visi- Parceria Reaização: CDL e Prefeitura Patrocínio: Univias Apoiadores: Coombo, RGE e Sicredi Caxias do Su Apoiadores Cuturais: Unimed Nordeste-RS e Visate tantes de outras cidades, a participação dos ojistas é essencia. O ojista é fundamenta nesse processo. Estimuamos que ee crie ações, que enfeite e invista no visua da sua oja, que ajude a CDL e a Prefeitura a deixarem a cidade mais bonita. Aém disso, o visua atrai o consumidor, trazendo benefícios para o ojista também, destaca Anaice. Aém de estimuar o espírito nataino em toda a cidade, Anaice destaca que uma ampa programação cutura também faz parte do Nata Briha Caxias. O Papai Noe e apresentações musicais serão evadas aos bairros Fátima Ata, Serrano, Mariani e Devio Rizzo. Outro destaque da programação é a bênção dos Freis Capuchinhos na praça, que ocorrerá no dia 17 de dezembro. A programação segue até o dia 18 de dezembro, quando acontece o encerramento do Nata Briha Caxias com apresentações da Orquestra Municipa, do Coro Municipa e Companhia Municipa de Dança. Um presente da CDL Uma das novidades desta edição é que a comunidade também pode coaborar soidariamente participando da Campanha Através de um presente, uma criança feiz, que acontece de 13 de novembro a 18 de dezembro. Com esta iniciativa, a CDL quer despertar nas pessoas a soidariedade. Todos os presentes arrecadados serão encaminhados a entidades assistenciais para a distribuição a crianças carentes, destaca Anaice. Os pontos de coeta serão os estabeecimentos dos reaizadores, patrocinadores, apoiadores e na Praça Dante. Programação 13/11 Evento de Abertura na Praça Dante Aighieri 19h30min 16/12 Paco Aberto na Praça Dante Aighieri 16h 17/12 Bênção dos Capuchinhos 9h - show com Décio Tavares 20h 18/12 Evento de Encerramento na Praça Dante Aighieri 19h30min Auto de Nata e Apresentações na Comunidade 16h 06/12 Bairro Fátima Ata 07/12 Bairro Serrano 13/12 Bairro Mariani 14/12 Bairro Desvio Rizzo 15

15 crédito 16 Movimento de Crédito em Caxias do Su O comércio de Caxias do Su movimenta cerca de R$ 2 bihões por ano, e estamos faando só do varejo. 60% desse vaor é reaizado por meio de aguma forma de operação de crédito. O crédito, mehor dizendo, oferecer boas opções de crédito, sempre foi entendido como uma forma de incrementar as vendas. No Brasi sempre fomos tímidos nesta prática. Em 1995 só eram destinados R$ 57 bihões para crédito de consumo. Toda atividade de crédito correspondia, em 2001, a apenas 20% do PIB. Até 2003, 75% do crédito no varejo era concedido peo próprio comerciante, e este acontecia na média em até quatro vezes. A partir de setembro de 2003 este quadro começou a mudar. Primeiro os eetrodomésticos receberam um grande voume de recursos. Em Caxias, por exempo, só no mês de janeiro de 2005 cresceu 65%. Nesta esteira todos os demais segmentos seguiram. Nestes útimos dois anos o setor de automóveis cresceu a uma média mensa superior a 25%. O número de prestações chega a 96 vezes, e nas habitações até 300 vezes. A atividade de crédito para consumo chega a R$ 300 bihões, e toda a atividade de crédito já está em 40% do PIB. Pouco perto dos 400% do PIB nos Estados Unidos, ou dos 200% na Aemanha, mas muito perto do que há bem pouco tempo acontecia aqui. (E se formos pensar nos probemas que esses outros países estão passando, nosso sistema parece bem mais saudáve). Quatro probemas, porém, estão reacionados com desenvovimento econômico baseado na concessão de crédito: 1) O surgimento de bohas de crescimento, uma vez que afeta só o segmento no qua o crédito é mais farto e não o comércio como um todo. Vimos isto nos eetrodomésticos que depois de experimentarem grande crescimento passaram por uma fase de estagnação, o mesmo pode estar acontecendo com o setor automotivo. 2) Infação, pois eva que a demanda seja maior que a oferta. 3) Diminuição do poder de compras das famíias por maior comprometimento em atividades de crédito. Em 2003 o níve de comprometimento correspondia a 23% da massa saaria, hoje utrapassa 100%. 4) Inadimpência, que em 2005 teve um crescimento espantoso, e que hoje ainda é muito expressiva. Anaisemos o exempo do que aconteceu no SPC em Caxias agora em setembro. Houve um tota de consutas, contra em setembro de 2007, apresentando assim, um crescimento de 8,97%. Para comparação anaisemos a inadimpência. Em setembro de 2008 tivemos incusões, contra em setembro de 2007, um crescimento de 9,05%. Neste mesmo mês tivemos pessoas que recuperaram seu crédito, contra em setembro de 2007, uma redução de 32,52%. Ao contrário do que aconteceu nos meses anteriores, neste mês tivemos um significativo crescimento da inadimpência, tanto nas incusões de devedores, quanto na diminuição daquees que recuperaram seu crédito. Hoje temos pessoas registradas no SPC, com ocorrências, ou seja, agumas devem em dois, três, quatro ugares. Um prejuízo de R$ ,65, mas se embrarmos que a maioria não registra a dívida tota, este vaor é bem maior. Concuindo. A concessão de crédito é uma ferramenta importantíssima para a atividade comercia. Porém trás seus probemas. A recente crise mundia é a maior prova disso. Crédito dado de forma irresponsáve e desmedida eva a aumento da infação, endividamento e inadimpência. Pense bem e se informe antes de conceder crédito. Migue Fortes Diretor de Economia e Estatística

16

17 espaço cd Jovem 18 Campanha Não quero morrer no trânsito 2008 ganha as ruas A campanha Não quero morrer no trânsito 2008 ganhou as ruas dia 1º de novembro. Entre as novidades desta quinta edição esteve o pré-ançamento, que aconteceu dia 28 de outubro, no La Barra, e o ançamento do site Se aproximando do púbico-avo, jovens entre 20 a 35 anos, a festa marcou também o início da distribuição do kit da campanha, que incui uma camiseta, um adesivo e um saco para ixo a renda com o patrocínio dos kits será apicada na campanha, que tem o patrocínio da Visate e da Porto Seguro, e apoio do Corpo de Bombeiros, SMT, Seja você também um exempo de responsabiidade no trânsito vestindo a nossa camiseta promociona da campanha. Saiba como obter a sua peo fone UCS, Afix e Léo Cube Caxias. Com o sogan Educação para o trânsito é o único caminho, a campanha ocorre até 11 de novembro. A idéia do site é para manter a campanha sempre no ar. Ee também vai ser uma ferramenta para as CDLs Jovens de outras cidades, já que vamos ceder um espaço a eas, expica Diego Bigia, presidente da CDL Jovem. A cada ano nosso projeto tem se fortaecido e temos a convicção de que a partir deste trabaho estamos fazendo a nossa parte junto à sociedade, destaca Everson Minetto, coordenador da campanha Entre as ações desenvovidas estão simuação de acidente com resgate de vítimas, pit stop, panfetagem, distribuição de adesivos, exposição de fotos e de veícuos acidentados, bitz orientativas, bitz educativa com o ônibus-escoa da Visate e fixação de cartazes. Mário Franzem Para que depois da festa ninguém precise dirigir, as CDLs Jovens de Caxias do Su e de Bento Gonçaves reaizaram no dia 25 de outubro, no Da Onder Vittória Hote, a Festa Rooming Night 80 por hora. O convite R$ 90,00 deu direito à entrada e a uma hospedagem dupa com café da manhã no hote, que foi fechado especiamente para o evento. Vountários dão curso A CDL Jovem, em conjunto com a Fundação de Assistência Socia (FAS), iniciou no dia 13 de outubro a segunda turma do projeto Profissiona do Varejo. Com o objetivo de aprimorar e passar informações sobre assuntos reacionados ao comércio varejista, o curso tem como púbico-avo jovens de baixa renda, interessados em ingressar no mercado de trabaho e que não tenham experiência ou queiram aprimorar seus conhecimentos em vendas. A turma é composta por 20 aunos e a formatura acontece no dia 20 de novembro. Os instrutores são integrantes da CDL Jovem que por meio de um trabaho vountário montaram o curso e passam seus conhecimentos e experiências a esses jovens. A iniciativa começou em 2007 com uma turma de 17 aunos. O treinamento compreende vários assuntos que vão desde Vocação para o Comércio, Mercado Varejista, Técnicas de Vendas, Matemática Comercia, entre outras. A seeção e triagem dos aunos são feitas pea FAS e a estrutura do curso e os recursos são disponibiizados pea CDL. Nova diretoria em 2009 O empresário Cristiano Pavinato será o presidente da CDL Jovem Caxias em A eeição foi reaizada durante a reunião-amoço do departamento, no dia 16 de setembro. Pavinato, que assume a presidência no ugar de Diego Bigia, terá como vice-presidentes, Everson Minetto e Oscar Panozzo. Empresário do setor de sistemas para gestão empresaria, Cristiano pretende trabahar para o desenvovimento dos integrantes da CDL Jovem. Iremos dar continuidade aos projetos do departamento e buscar desenvover o perfi de iderança dos nossos integrantes. A posse da nova diretoria está programada para dezembro.

18 Januário Bua e os irmãos Severino, Maria e Irma representaram as Lojas Bua CDL Caxias homenageia CDL de Antônio Prado Veocino Formoo recebeu a homenagem pea Réquiem Ida Maria Pegoraro Fedrizzi (foto) e sua sócia Maria Luiza Pegoraro Machado representaram a Estio Muher Sucesso vaorizado Vaorizar os empreendedores e homenagear as empresas associadas de sucesso. Com esses objetivos, a CDL Caxias entregou pacas ausivas aos 95 anos do Hospita Pompéia; aos 50 anos da Lojas Bua; 50 anos da Funerária Réquiem; 35 anos da CD de Antônio Prado; 30 anos da Panambra Su; 20 anos da Interojas; 20 anos da oja Estio Muher; e 10 anos do Programa Caros Quadros & Mercado. Francisco Ferrer representou o Hospita Pompéia Migue Jarros recebeu a homenagem em nome da Panambra Caros Quadros foi reconhecido peos 10 anos do programa de tevê Fotos CDL Caxias Miriam Motter recebeu a paca pea Interojas notícias da cd Segurança do comércio O Departamento de Segurança Púbica da CDL está à frente de mais um projeto para beneficiar os ojistas. O presidente da Comissão de Segurança Púbica e 2º vicepresidente da CDL, Pauo Magnani, expica que, com o apoio das entidades que fazem parte da comissão, o projeto Comércio Seguro está sendo estudado. A iniciativa visa a atuar na prevenção dos principais deitos que prejudicam o comércio. O projeto prevê que o poiciamento seja focado e feito por motos pea BM, ressata. A parceria está sendo estudada e avaiada para definir de onde virão os recursos para a sua impantação. A iniciativa prevê continuar o trabaho de maneira preventiva que já temos em parceria com a BM como ocorre com a Patruha dos Bancos e também com a do Transporte Seguro, que reduziu em 80% os assatos ao transporte coetivo. Outra novidade é a impantação de uma saa dentro da BM para projetos de estudos e panejamento preventivo contra os deitos. As entidades vão poder evar seus pedidos para que se estude qua o mehor foco de prever e combater os probemas, adianta Magnani, destacando que o projeto está sendo apresentando às entidades. 19

19 notícias da cd Simpes Estadua A FCDL foi convidada especia e convocada pea Governadora Yeda Crusius a testemunhar a assinatura da Sanção da Lei do Simpes Gaúcho. O evento aconteceu no dia 19 de setembro, em Guaíba, na casa do histórico Herói Farroupiha, Gomes Jardim, onde foi instaado o Governo Estadua - soenidade ausiva à comemoração da Revoução Farroupiha. A ei do simpes gaúcho é uma oportunidade de mehorar a competitividade e o posicionamento de mercado frente ao grande varejo. Divugação Encontros de Reacionamento Fotos Rogério Aver Pizzoatto A quarta edição do Encontro de Confraternização e Reacionamento CDL e Associados evou os convidados para a cozinha da oja Mari Trentin, especiaizada em presentes e utiidades domésticas. O descontraído evento foi reaizado na noite do dia 11 de setembro. A anfitriã Mari Trentin apresentou sua oja aos convidados e faou um pouco sobre sua trajetória. O Encontro de Confraternização e Reacionamento CDL e Associados do mês de outubro aconteceu no dia 23 na associada Evviva Bertoini oja especiaizada em móveis. Já no mês de novembro, quem abre as suas portas para receber os convidados é a Magnani Materiais Eétricos. Esse encontro acontece no dia 20. Reaizados a partir desta gestão, os encontros têm o objetivo de promover a integração entre dirigentes e associados da entidade e permitir a troca de conhecimentos sobre as atividades de cada empresa. Hospita Gera apresenta projeto de reforma O diretor do Hospita Gera, Sandro Junqueira, apresentou à CDL o projeto para Reforma e Adaptação das Unidades de Internação Cínica e Cirúrgica, investimento que será feito com recursos que a instituição de saúde recebeu do evento Homens na Cozinha Junqueira expicou que o projeto prevê a reforma de eitos, saa de recreação e troca de pisos. 20 Cáudio Fonseca CDL Caxias na Convenção Estadua Sempre atenta aos assuntos de interesse do comércio, a CDL Caxias participou, por meios de seus diretores, da 39ª Convenção Estadua Lojista - Estratégias Competitivas para o Futuro do Varejo, que aconteceu de 16 a 18 de outubro, em Novo Hamburgo. Aém da presidência e das diretorias, a CDL Caxias participou da Convenção por meio do seu diretor de Assuntos Jurídicos, Fiscais e Tributários, Ivandro Poidoro, que participou de encontro com juristas das CDLs. Durante o encontro, a FCDL apresentou uma série de série de serviços inéditos para faciitar as operações e o dia-a-dia do ojista. O maior encontro do varejo gaúcho também evou aos Pavihões da Fenac especiaistas em economia naciona, comportamento do consumidor, tributos e gestão para faar aos ojistas sobre as mais recentes tendências do mercado.

20 notícias da cd Gaeria CDL O trabaho desenvovido peos ex-presidentes da CDL Caxias durante as suas gestões merece destaque especia. Por isso, a entidade reuniu os útimos cinco ex-presidentes para uma homenagem e agradecimento. O empresário Miton Coratti, que esteve à frente da CDL de 2005 a 2007, teve a sua foto descerrada na Gaeria dos Expresidentes e recebeu das mãos do atua presidente, José Quadros dos Santos, o botom e a sineta, símboos da entidade. Victor Hugo Gauer ( ), Acides Perini ( ), Neson Lisot ( ) e Pedrinho Ferrarini ( ) também foram homenageados com a sineta. Fotos Mário Franzem CDL no Sabores de Criúva A CDL esteve entre as 27 cozinhas que participaram do 4º Sabores de Criúva, reaizado no dia 18 de outubro, e que reuniu mais de 1,3 mi pessoas. O envovimento da entidade, que desde o primeiro Sabores de Criúva, reaizado em 2005, apóia e incentiva o evento com a participação nas cozinhas e com o auxíio na montagem da infra-estrutura com o empréstimo de fornos, foi reconhecido pea coordenação do Sabores por meio da entrega de uma paca ao presidente da CDL, José Quadros dos Santos. Quadros destacou em seu agradecimento a importância de um evento como esse para o desenvovimento de uma comunidade e que a CDL Caxias sente-se orguhosa em fazer parte desta iniciativa e por poder ajudar. Semana Farroupiha O dia 17 de setembro foi em cima Farroupiha na CDL. Ao meio-dia, a reunião-amoço homenageou a Semana Farroupiha, e à noite, aconteceu o já tradiciona jantar na barraca do Sindigêneros nos Pavihões da Festa da Uva. Rogério Aver Pizzoatto Encontro de integração funcionários CDL O setor de RH da CDL promoveu o segundo encontro de integração entre os funcionários da entidade. Na oportunidade funcionários, famiiares e diretoria puderam de forma descontraída se conhecer mehor, fora do ambiente de trabaho. A terceira edição do encontro acontecerá no fina deste ano. Rogério Aver Pizzoatto 21

Informações sobre os Cursos. Gestão do Comércio e Negócios. Gestão Estratégica de Pessoas. com Ênfase em BI (Business Intelligence)

Informações sobre os Cursos. Gestão do Comércio e Negócios. Gestão Estratégica de Pessoas. com Ênfase em BI (Business Intelligence) Rua Eucides da Cunha, 377 Centro de Osasco 0800 771 77 44 www.fipen.edu.br Centra de Informações Gestão Estratégica de Pessoas Gestão da Produção e Logística Gestão do Comércio e Negócios Gestão de Serviços

Leia mais

Cursos Profissionalizantes

Cursos Profissionalizantes Cursos Profissionaizantes O Teecurso Profissionaizante foi feito para você que está à procura de profissionaização; para você que está desempregado e precisa aprender uma profissão; para você que já estuda

Leia mais

Princípios da Engenharia de Software Aula 01

Princípios da Engenharia de Software Aula 01 Princípios da Engenharia de Software Aua 01 Prof.: José Honorato Ferreira Nunes honorato.nunes@bonfim.ifbaiano.edu.br Materia cedido por: Frankin M. Correia frankin.correia@bonfim.ifbaiano.edu.br Objetivo

Leia mais

Just-in-time. Podemos dizer que estamos usando a técnica. Conceito

Just-in-time. Podemos dizer que estamos usando a técnica. Conceito A UU L AL A Just-in-time Podemos dizer que estamos usando a técnica ou sistema just-in-time ou, abreviadamente, JIT, quando produzimos ago sem desperdício de matéria-prima; quando soicitamos e utiizamos

Leia mais

Leiaute ou arranjo físico

Leiaute ou arranjo físico Leiaute ou arranjo físico A UU L AL A Quaquer posto de trabaho, incusive o nosso, está igado aos demais postos de trabaho, num oca quaquer de uma empresa. Esse oca pode ser uma área grande ou pequena.

Leia mais

Abra. e conheça as oportunidades de fazer bons negócios...

Abra. e conheça as oportunidades de fazer bons negócios... Abra e conheça as oportunidades de fazer bons negócios... anos Chegou a hora de crescer! Conte com a Todescredi e faça bons negócios. Há 5 anos, iniciavam as operações daquela que se tornou a única financeira

Leia mais

Certificado uma vez, aceito em toda parte Por que usar um organismo de certificação acreditado

Certificado uma vez, aceito em toda parte Por que usar um organismo de certificação acreditado Certificado uma vez, aceito em toda parte Por que usar um organismo de certificação acreditado A certificação de terceira-parte de sistemas de gestão é, com frequência, um requisito especificado para atuação

Leia mais

PARECER DOS RECURSOS

PARECER DOS RECURSOS Associação Catarinense das Fundações Educacionais ACAFE Concurso Púbico de Ingresso no Magistério Púbico Estadua EDITAL Nº 21/2012/SED PARECER DOS RECURSOS CARGO: Professor de Educação Física 11) Segundo

Leia mais

Os aplicativos e sua utilização

Os aplicativos e sua utilização Os apicativos e sua utiização Baixando, Instaando e usando o Avast A B C D Os Apicativos Tipos de Apicativos Baixando e Instaando Usando o apicativo Tipos de Apicativos/Programas Os apicativos são programas

Leia mais

MANUAL DE IMPLANTAÇÃO DE UM SISTEMA DE GESTÃO DE SEGURANÇA VIÁRIA REQUISITOS DA NORMA ISO 39001

MANUAL DE IMPLANTAÇÃO DE UM SISTEMA DE GESTÃO DE SEGURANÇA VIÁRIA REQUISITOS DA NORMA ISO 39001 MANUAL DE IMPLANTAÇÃO DE UM SISTEMA DE GESTÃO DE SEGURANÇA VIÁRIA REQUISITOS DA NORMA ISO 39001 branca A P R E S E N TA Ç Ã O Construindo um novo futuro Para tornar-se íder goba em souções de transporte

Leia mais

O que você vai aprender. Seria bom já saber. Isto lhe interessa. entendia nada! Tinha que decorar tudo!

O que você vai aprender. Seria bom já saber. Isto lhe interessa. entendia nada! Tinha que decorar tudo! A UA UL LA Eu Química O que você vai aprender Ciência Química Matéria Substância Progresso tecnoógico Novos materiais Como faz o cientista Seria bom já saber Para inicar o seu curso de Química, procure

Leia mais

Gestão. Práticas. Editorial. Geovanne. Acesse online: 01. Indicador de motivo de não venda 02. DRE (demonstração dos resultados do exercício) 03 e 04

Gestão. Práticas. Editorial. Geovanne. Acesse online: 01. Indicador de motivo de não venda 02. DRE (demonstração dos resultados do exercício) 03 e 04 Práticas de Gestão Editorial Geovanne. 02 01. Indicador de motivo de não venda 02. DRE (demonstração dos resultados do exercício) Como faço isso? Acesse online: 03 e 04 www. No inicio da década de 90 os

Leia mais

Quanto mais alto o coqueiro, maior é o tombo

Quanto mais alto o coqueiro, maior é o tombo Quanto mais ato o coqueiro, maior é o tombo A UU L AL A Quanto mais ato o coqueiro, maior é o tombo, pra baixo todo santo ajuda, pra cima é um Deus nos acuda... Essas são frases conhecidas, ditos popuares

Leia mais

ACS Assessoria de Comunicação Social

ACS Assessoria de Comunicação Social DISCURSO DO MINISTRO DA EDUCAÇÃO, HENRIQUE PAIM Brasília, 3 de fevereiro de 2014 Hoje é um dia muito especial para mim. É um dia marcante em uma trajetória dedicada à gestão pública ao longo de vários

Leia mais

Parceiros estratégicos

Parceiros estratégicos PROJETO Parceiros estratégicos Danie Ravioo - Júio Lira - Karina Mota ENSINANDO E APRENDENDO COM O JORNAL ESCOLAR REDE JORNAL ESCOLA 2006 Redação: Danie Ravioo, Júio Lira e Karina Mota Capa e Editoração

Leia mais

Qualquer mistura de gás de cozinha e ar explode?

Qualquer mistura de gás de cozinha e ar explode? A UA UL LA Acesse: http://fuvestibuar.com.br/ Quaquer mistura de gás de cozinha e ar expode? Oxigênio presente na atmosfera está próximo do imite máximo de segurança O que você vai aprender Por que combustíveis

Leia mais

Preparando a organização para o mundo digital

Preparando a organização para o mundo digital Ideas Preparando a organização para o mundo digita Por que você pode estar fazendo as perguntas erradas O mundo digita está em todas as partes e vem, aparentemente, ameaçando as maneiras mais tradicionais

Leia mais

PROGRAMA JOVEM APRENDIZ

PROGRAMA JOVEM APRENDIZ JOVEM APRENDIZ Eu não conhecia nada dessa parte administrativa de uma empresa. Descobri que é isso que eu quero fazer da minha vida! Douglas da Silva Serra, 19 anos - aprendiz Empresa: Sinal Quando Douglas

Leia mais

Problemas comuns Desenvolvimento e Design de Sistemas Web Categorias de problemas Exemplo de problema de funcionamento

Problemas comuns Desenvolvimento e Design de Sistemas Web Categorias de problemas Exemplo de problema de funcionamento Desenvovimento e Design de Sistemas Web Probemas comuns Web Sites ma definidos e projetados Necessidade de atuaização constante das informações: eternamente em construção Evoução extremamente rápida da

Leia mais

Coaching, treinamentos e palestras

Coaching, treinamentos e palestras Coaching, treinamentos e paestras Somos Couto Nós acreditamos que o potencia humano é o fator determinante do sucesso nas organizações e na sociedade. Dessa forma, nossa missão e visão nos inspiram em

Leia mais

AÇÕES SOCIAIS, AMBIENTAIS E CULTURAIS

AÇÕES SOCIAIS, AMBIENTAIS E CULTURAIS AÇÕES SOCIAIS, AMBIENTAIS E CULTURAIS Relatório de Atividades 2014 Sumário 1.0 Introdução - Pág 3 2.0 Quem Somos, Estatísticas, Valores - Pág 4 3.0 Projetos 2014 - Pág 5 a 15 3.1 Novo site - Pág 5 a 12

Leia mais

Hoje eu vou falar de um tema no qual eu tenho muito conforto em falar! Primeiro, porque a Wiki é uma empresa de serviços B2B. Segundo, porque a maior

Hoje eu vou falar de um tema no qual eu tenho muito conforto em falar! Primeiro, porque a Wiki é uma empresa de serviços B2B. Segundo, porque a maior Hoje eu vou falar de um tema no qual eu tenho muito conforto em falar! Primeiro, porque a Wiki é uma empresa de serviços B2B. Segundo, porque a maior parte dos nossos clientes são da área de serviços.

Leia mais

Como se pode proteger o ferro?

Como se pode proteger o ferro? Como se pode proteger o ferro? A UUL AL A Todos os componentes de uma bicieta recebem proteção contra ferrugem. A proteção do aço. Gavanização,cromação, zincagem e estanhagem A importância dos óxidos na

Leia mais

CONSTRUÇÃO E REFORMA MÃOS À OBRA. Cartilha de orientação ao cidadão

CONSTRUÇÃO E REFORMA MÃOS À OBRA. Cartilha de orientação ao cidadão CONSTRUÇÃO E REFORMA MÃOS À OBRA Cartiha de orientação ao cidadão Apresentação A Prefeitura Municipa de Via Veha, por intermédio da Secretaria Municipa de Desenvovimento Urbano, apresenta esta cartiha

Leia mais

NOTÍCIAS. Parque da Cidade é o escolhido para grandes eventos em Natal. V.4 - N.4 - Setembro de 2015

NOTÍCIAS. Parque da Cidade é o escolhido para grandes eventos em Natal. V.4 - N.4 - Setembro de 2015 V.4 - N.4 - Setembro de 2015 Vilma Lúcia da Silva 05 Assessora de Comunicação do Parque da Cidade Parque da Cidade é o escolhido para grandes eventos em Natal Só no mês de setembro o Parque da Cidade recebeu

Leia mais

04 Os números da empresa

04 Os números da empresa 04 Os números da empresa Além de conhecer o mercado e situar-se nele, o empreendedor tem de saber com clareza o que ocorre com os números de sua empresa. Neste capítulo conheça os principais conceitos,

Leia mais

UNIVERSIDADE CATÓLICA DE PELOTAS Comissão Própria de Avaliação

UNIVERSIDADE CATÓLICA DE PELOTAS Comissão Própria de Avaliação Comissão Própria de Avaiação Apresentação dos Resutados da Avaiação Gera da UCPe peos Aunos A tabuação abaixo foi feita a partir dos questionários sócio-econômicos do ENADE, dos anos de 01. Estado Civi?

Leia mais

É preciso fabricar adubo?

É preciso fabricar adubo? A U L A A U L A Acesse: http://fuvestibuar.com.br/ É preciso fabricar adubo? O que você vai aprender Eementos essenciais para as pantas Fertiizantes NPK O que é um sa Queima da amônia Produção de ácido

Leia mais

DICA 1. VENDA MAIS ACESSÓRIOS

DICA 1. VENDA MAIS ACESSÓRIOS DICA 1. VENDA MAIS ACESSÓRIOS Uma empresa sem vendas simplesmente não existe, e se você quer ter sucesso com uma loja você deve obrigatoriamente focar nas vendas. Pensando nisso começo este material com

Leia mais

Por que o cobre não precisa de proteção?

Por que o cobre não precisa de proteção? Por que o cobre não precisa de proteção? AUUL AL A Sobre o atão A recicagem do cobre Os usos do cobre metáico Decapagem do cobre metáico Especificação de um produto Souções diuídas e concentradas O que

Leia mais

11 Sistemas resolvem problemas

11 Sistemas resolvem problemas A UA UL LA Sistemas resovem probemas Introdução Na aua anterior, mostramos como resover sistemas de duas equações de 1º grau com duas incógnitas. Agora vamos usar essa importante ferramenta da matemática

Leia mais

12 Por que o oxigênio do ar não acaba?

12 Por que o oxigênio do ar não acaba? A UA UL LA Por que o oxigênio do ar não acaba? O que você vai aprender Substância simpes Substância composta Cico do carbono na natureza Como as pantas transformam gás carbônico em oxigênio Decomposição

Leia mais

Projeto Amplitude. Plano de Ação 2015. Conteúdo

Projeto Amplitude. Plano de Ação 2015. Conteúdo Projeto Amplitude Plano de Ação 2015 P r o j e t o A m p l i t u d e R u a C a p i t ã o C a v a l c a n t i, 1 4 7 V i l a M a r i a n a S ã o P a u l o 11 4304-9906 w w w. p r o j e t o a m p l i t u

Leia mais

34 Ritmos e movimentos da população mundial

34 Ritmos e movimentos da população mundial A U A UL LA Ritmos e movimentos da popuação mundia Nessa aua, vamos estudar o crescimento da popuação mundia reacionando-o com as mudanças ocorridas na sociedade. Vamos conhecer o modeo expicativo da desaceeração

Leia mais

Sistemas de Gerenciamento do Relacionamento com o Cliente (Customer Relationship Management CRM)

Sistemas de Gerenciamento do Relacionamento com o Cliente (Customer Relationship Management CRM) CRM Definição De um modo muito resumido, pode definir-se CRM como sendo uma estratégia de negócio que visa identificar, fazer crescer, e manter um relacionamento lucrativo e de longo prazo com os clientes.

Leia mais

CONCURSO DE DESIGN FEDESIGN

CONCURSO DE DESIGN FEDESIGN CONCURSO DE DESIGN A Fábrica do Empresário é um projeto promovido pea Associação de Desenvovimento Empresaria da Benedita ADEB, que pretende assumirse como a oportunidade de promover o tecido empresaria

Leia mais

A primeira fase da normalização

A primeira fase da normalização U L A A primeira fase da normaização A partir do momento em que o homem entra na era industria e inicia a produção em massa, isto é, a fabricação de um mesmo produto em grande quantidade, surge uma grande

Leia mais

ERP. Enterprise Resource Planning. Planejamento de recursos empresariais

ERP. Enterprise Resource Planning. Planejamento de recursos empresariais ERP Enterprise Resource Planning Planejamento de recursos empresariais O que é ERP Os ERPs em termos gerais, são uma plataforma de software desenvolvida para integrar os diversos departamentos de uma empresa,

Leia mais

17 Como escolher um extintor de incêndio?

17 Como escolher um extintor de incêndio? A UA UL LA Como escoher um extintor de incêndio? O que você vai aprender Como apagar fogo Tipos de incêndios Tipos de extintores O que fazer em caso de incêndio? Seria bom já saber O que é fogo Composição

Leia mais

A Sombra do Imposto. Propostas para um sistema de impostos mais simples e justo Simplifica Já

A Sombra do Imposto. Propostas para um sistema de impostos mais simples e justo Simplifica Já A Sombra do Imposto Propostas para um sistema de impostos mais simples e justo Simplifica Já Expediente A Sombra do Imposto Cartilha produzida pelo Sistema Fiep (Federação das Indústrias do Estado do Paraná).

Leia mais

Módulo 4 O que é CRM?

Módulo 4 O que é CRM? Módulo 4 O que é CRM? Todos nós já sabemos a importância de manter os clientes fiéis e a qualidade do atendimento que temos que oferecer para fidelizar cada vez mais os clientes. Atualmente, uma das principais

Leia mais

O papel do CRM no sucesso comercial

O papel do CRM no sucesso comercial O papel do CRM no sucesso comercial Escrito por Gustavo Paulillo Você sabia que o relacionamento com clientes pode ajudar sua empresa a ter mais sucesso nas vendas? Ter uma equipe de vendas eficaz é o

Leia mais

Educação Financeira PASSATEMPOS. O Paraná Banco traz o assunto de forma divertida para você BOM PRA CABEÇA. Diretox Dominox caça-palavra

Educação Financeira PASSATEMPOS. O Paraná Banco traz o assunto de forma divertida para você BOM PRA CABEÇA. Diretox Dominox caça-palavra Educação Financeira O Paraná Banco traz o assunto de forma divertida para você BOM PRA CABEÇA PASSATEMPOS Diretox Dominox caça-palavra 2 O Paraná Banco propõe um desafio consciente a você! O Paraná Banco,

Leia mais

LIDERAR PESSOAS A BASE DA CONSTRUÇÃO DE UMA EQUIPE DE SUCESSO. Prof. Paulo Henrique Ribeiro paulo@topassessoria.com

LIDERAR PESSOAS A BASE DA CONSTRUÇÃO DE UMA EQUIPE DE SUCESSO. Prof. Paulo Henrique Ribeiro paulo@topassessoria.com LIDERAR PESSOAS A BASE DA CONSTRUÇÃO DE UMA EQUIPE DE SUCESSO Prof. Paulo Henrique Ribeiro paulo@topassessoria.com LI ESTAMOS PASSANDO PELA MAIOR TRANSFORMAÇÃO NA HISTÓRIA DA HUMANIDADE. VALORIZAR PESSOAS

Leia mais

O primeiro guia online de anúncios de Guarulhos a se tornar franquia nacional

O primeiro guia online de anúncios de Guarulhos a se tornar franquia nacional O primeiro guia online de anúncios de Guarulhos a se tornar franquia nacional O guia online Vitrine de Guarulhos é um dos produtos do Grupo Vitrine X3, lançado no dia 11/11/11 com o objetivo de promover

Leia mais

Política do grupo para HIV/AIDS

Política do grupo para HIV/AIDS Poítica do grupo para HIV/AIDS A Ango American pc reconhece a tragédia humana causada pea epidemia de HIV/AIDS, particuarmente na África sub-saariana. Estamos preocupados com a gravidade e as impicações

Leia mais

METODOLOGIA PROGRAMA CEAPA/MG Central de Apoio e Acompanhamento às Penas e Medidas Alternativas de Minas Gerais. Introdução

METODOLOGIA PROGRAMA CEAPA/MG Central de Apoio e Acompanhamento às Penas e Medidas Alternativas de Minas Gerais. Introdução GOVERNO DO ESTADO DE MINAS GERAIS SECRETARIA DE ESTADO DE DEFESA SOCIAL SUPERINTENDÊNCIA DE PREVENÇÃO À CRIMINALIDADE DIRETORIA DE REINTEGRAÇÃO SOCIAL METODOLOGIA PROGRAMA CEAPA/MG Centra de Apoio e Acompanhamento

Leia mais

Ora, é hoje do conhecimento geral, que há cada vez mais mulheres licenciadas, com mestrado, doutoramentos, pós-docs e MBA s.

Ora, é hoje do conhecimento geral, que há cada vez mais mulheres licenciadas, com mestrado, doutoramentos, pós-docs e MBA s. Bom dia a todos e a todas, Não é difícil apontar vantagens económicas às medidas de gestão empresarial centradas na igualdade de género. Em primeiro lugar, porque permitem atrair e reter os melhores talentos;

Leia mais

Vamos reciclar plásticos?

Vamos reciclar plásticos? Acesse: http://fuvestibuar.com.br/ Vamos recicar pásticos? O que você vai aprender Poietienos: tipos e obtenção Diferentes tipos de pástico Usos de pásticos Recicagem de pásticos Vantagens dos pásticos

Leia mais

Educação em família. E mais: ideias simples e fáceis para você participar da vida escolar do seu filho. Guia da

Educação em família. E mais: ideias simples e fáceis para você participar da vida escolar do seu filho. Guia da Guia da Educação em famíia 77 ideias simpes e fáceis para você participar da vida escoar do seu fiho E mais: fávia aessandra, sivia buarque, Cássia Kiss e nívea stemann dão dicas de como ajudar seu fiho

Leia mais

RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2013

RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2013 RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2013 Instituto Lojas Renner Instituto Lojas Renner Promover a inserção de mulheres no mercado de trabalho por meio de projetos de geração de renda é o objetivo do Instituto Lojas

Leia mais

COMO INVESTIR PARA GANHAR DINHEIRO

COMO INVESTIR PARA GANHAR DINHEIRO COMO INVESTIR PARA GANHAR DINHEIRO Por que ler este livro? Você já escutou histórias de pessoas que ganharam muito dinheiro investindo, seja em imóveis ou na Bolsa de Valores? Após ter escutado todas essas

Leia mais

Relação entre setores

Relação entre setores Reação entre setores Na empresa existem outros tipos de trabaho aém daquees que produzem bens, como automóveis, geadeiras etc. Esses trabahos precisam de pessoas especiaizadas para que toda a empresa possa

Leia mais

PLANO DE NEGÓCIOS. O QUE É?

PLANO DE NEGÓCIOS. O QUE É? NE- CACT O Núcleo de Empreendedorismo da UNISC existe para estimular atitudes empreendedoras e promover ações de incentivo ao empreendedorismo e ao surgimento de empreendimentos de sucesso, principalmente,

Leia mais

MAISMKT - Ações em Marketing e uma empresa voltada para avaliação do atendimento, relacionamento com cliente, e marketing promocional.

MAISMKT - Ações em Marketing e uma empresa voltada para avaliação do atendimento, relacionamento com cliente, e marketing promocional. Empresa MAISMKT - Ações em Marketing e uma empresa voltada para avaliação do atendimento, relacionamento com cliente, e marketing promocional. Nossa filosofia e oferecer ferramentas de gestão focadas na

Leia mais

ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1

ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1 ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1 PESQUISA DE JUROS As taxas de juros das operações de crédito voltaram a ser elevadas em janeiro/2015. Estas elevações podem ser atribuídas aos seguintes

Leia mais

Para aa Fornecedores. Rede de Obras. Serviço de Informações Oportunidades d de obras para comercial, marketing e vendas

Para aa Fornecedores. Rede de Obras. Serviço de Informações Oportunidades d de obras para comercial, marketing e vendas Para aa Fornecedores Rede de Obras Serviço de Informações Oportunidades d de obras para comercial, marketing e vendas Informações de acordo com a sua necessidade Com o objetivo de atender a sua empresa

Leia mais

ATENDIMENTO 3D O diferencial para o sucesso em vendas

ATENDIMENTO 3D O diferencial para o sucesso em vendas Perfil... Atuando há 20 anos em vendas Jean Oliveira já viveu na pele cada experiência que essa profissão promove, é especialista com MBA em Estratégias de Negócios e graduado em Tecnologia de Processamento

Leia mais

Índice O programa Os cursos A adaptação dos conteúdos O novo Convênio O novo programa Cronograma Parcerias locais Montagem das turmas

Índice O programa Os cursos A adaptação dos conteúdos O novo Convênio O novo programa Cronograma Parcerias locais Montagem das turmas Manual Índice 1. O programa 2. Os cursos 3. A adaptação dos conteúdos 4. O novo Convênio 5. O novo programa 6. Cronograma 7. Parcerias locais 8. Montagem das turmas 9. Definição dos cursos 10. Liberação

Leia mais

Entrevistado: Almir Barbassa Entrevistador: - Data:11/08/2009 Tempo do Áudio: 23 30

Entrevistado: Almir Barbassa Entrevistador: - Data:11/08/2009 Tempo do Áudio: 23 30 1 Entrevistado: Almir Barbassa Entrevistador: - Data:11/08/2009 Tempo do Áudio: 23 30 Entrevistador- Como o senhor vê a economia mundial e qual o posicionamento do Brasil, após quase um ano da quebra do

Leia mais

sumário AUDITORIA VOLUNTÁRIA O verbo é coletivizar 27 Visão, Missão, Crenças e Valores 03 Onde estamos 28

sumário AUDITORIA VOLUNTÁRIA O verbo é coletivizar 27 Visão, Missão, Crenças e Valores 03 Onde estamos 28 reatório anua 2010 sumário PRINCÍPIOS DA ORGANIZAÇÃO Visão, Missão, Crenças e Vaores 03 Mensagem do Presidente do Conseho Deiberativo (Vountário) 04 Mensagem da Presidente (Vountária) 05 Disseminar a cutura

Leia mais

Setores químico e petroquímico: as características dos produtos determinam a logística correta -

Setores químico e petroquímico: as características dos produtos determinam a logística correta - Setores químico e petroquímico: as características dos produtos determinam a logística correta - Setores onde um erro pode acarretar sérios danos ao meio ambiente, às pessoas e as próprias instalações

Leia mais

A CARTA DE BANGKOK PARA A PROMOÇÃO DA SAÚDE EM UM MUNDO GLOBALIZADO

A CARTA DE BANGKOK PARA A PROMOÇÃO DA SAÚDE EM UM MUNDO GLOBALIZADO A CARTA DE BANGKOK PARA A PROMOÇÃO DA SAÚDE EM UM MUNDO GLOBALIZADO Introdução Escopo A Carta de Bangkok identifica ações, compromissos e promessas necessários para abordar os determinantes da saúde em

Leia mais

Amigo varejista, Boa leitura e aproveite para promover melhorias em sua loja! Conheça o Instituto Redecard:

Amigo varejista, Boa leitura e aproveite para promover melhorias em sua loja! Conheça o Instituto Redecard: Mercearia Amigo varejista, A partir deste mês outubro - o Tribanco traz novidades no Projeto Capitão Varejo, pois conta agora com a parceria do Instituto Redecard. Juntos, irão levar até você mais informação

Leia mais

MEGAINVEST. Código de Ética

MEGAINVEST. Código de Ética Código de Ética Sumário - Do Código de Ética - Filosofia Corporativa - Valores - Do Relacionamento Interno, Externo e Políticas Relacionadas - Exceções ao Código, Sanções e Punições Acreditamos que, no

Leia mais

Experiência Internacional é Decisiva para Farmacêuticos em Cargos de Liderança

Experiência Internacional é Decisiva para Farmacêuticos em Cargos de Liderança Experiência Internaciona é Decisiva para Farmacêuticos em Cargos de Liderança Inscreva seu Trabaho Apresentação em Forma de Pôster ou Ora Experiência Internaciona é Decisiva para Farmacêuticos em Cargos

Leia mais

2. Provas presenciais avaliação presencial das duas disciplinas cursadas, visando testar os conhecimentos obtidos nas atividades on-line;

2. Provas presenciais avaliação presencial das duas disciplinas cursadas, visando testar os conhecimentos obtidos nas atividades on-line; Encontro Presencial Introdução ao Marketing e Marketing de Serviços Caro aluno, Conheça as três atividades distintas que ocorrerão durante o Encontro Presencial... 1. Revisão estudo, orientado pelo Professor-Tutor,

Leia mais

Como criar um clube de vantagens em sua empresa

Como criar um clube de vantagens em sua empresa Como criar um clube de vantagens em sua empresa Uma publicação Introdução Atrair e reter bons funcionários no mundo competitivo atual é cada vez mais difícil e caro. Por este motivo, torna-se muito importante

Leia mais

Educação Corporativa Manual de Integração

Educação Corporativa Manual de Integração 1 Educação Corporativa Manual de Integração BEM VINDO 2 Parabéns você acaba de ingressar no time de colaboradores TÉCNICA. Leia este Manual com muita atenção. Após a sua leitura, tire todas as suas dúvidas

Leia mais

Sistema de Informações de Crédito do Banco Central Solidez para o Sistema Financeiro Nacional Facilidades para os tomadores de empréstimos

Sistema de Informações de Crédito do Banco Central Solidez para o Sistema Financeiro Nacional Facilidades para os tomadores de empréstimos Sistema de Informações de Crédito do Banco Central Solidez para o Sistema Financeiro Nacional Facilidades para os tomadores de empréstimos Transparência para a sociedade istema de Informações de Crédito

Leia mais

MARGEM DE CONTRIBUIÇÃO: QUANTO SOBRA PARA SUA EMPRESA?

MARGEM DE CONTRIBUIÇÃO: QUANTO SOBRA PARA SUA EMPRESA? MARGEM DE CONTRIBUIÇÃO: QUANTO SOBRA PARA SUA EMPRESA? Que nome estranho! O que é isso? Essa expressão, Margem de Contribuição, pode soar estranha aos ouvidos, mas entender o que significa ajudará muito

Leia mais

Agilizando o processo de compras para aumentar a eficiência e comprar melhor

Agilizando o processo de compras para aumentar a eficiência e comprar melhor Agilizando o processo de compras para aumentar a eficiência e comprar melhor Toda empresa privada deseja gerar lucro e para que chegue com sucesso ao final do mês ela precisa vender, sejam seus serviços

Leia mais

UMA PROPOSTA INOVADORA PARA ENSINAR EMPREENDEDORISMO AOS JOVENS

UMA PROPOSTA INOVADORA PARA ENSINAR EMPREENDEDORISMO AOS JOVENS UMA PROPOSTA INOVADORA PARA ENSINAR EMPREENDEDORISMO AOS JOVENS www.empreende.com.br emp@empreende.com.br FAZENDO ACONTECER Programa de ensino de empreendedorismo inovador em nível mundial, desenvolvido

Leia mais

l a robustez do Grupo e o respeito do mercado; Confiança: trave mestra do Grupo RHmais NOVEMBRO 2011 Newsletter Edição 16 novembro 2011

l a robustez do Grupo e o respeito do mercado; Confiança: trave mestra do Grupo RHmais NOVEMBRO 2011 Newsletter Edição 16 novembro 2011 Newsetter Edição 16 novembro 2011 Confiança: trave mestra do Grupo RHmais Heder Braz, Presidente do Conseho de Administração do Grupo RHmais Nesta conjuntura de mudanças e de incertezas, a importância

Leia mais

What s your address?

What s your address? What s your address? Assunto do dia Antes de mais nada, vamos apresentar os personagens e os ambientes que vocês vão encontrar nesse ivro. Agência de viagens Um dos ambientes no qua se passam várias situações

Leia mais

PERFIL DO CORRETOR DE IMÓVEIS:

PERFIL DO CORRETOR DE IMÓVEIS: PERFIL DO CORRETOR DE IMÓVEIS: O QUE É PRECISO PARA SER UM CORRETOR DE SUCESSO gerenciador e site imobiliário Introdução O perfil do corretor de imóveis de sucesso Aprimorando os pontos fracos Conclusão

Leia mais

remuneração para ADVOGADOS advocobrasil Uma forma mais simples e estruturada na hora de remunerar Advogados porque a mudança é essencial

remuneração para ADVOGADOS advocobrasil Uma forma mais simples e estruturada na hora de remunerar Advogados porque a mudança é essencial remuneração para ADVOGADOS Uma forma mais simples e estruturada na hora de remunerar Advogados advocobrasil Não ter uma política de remuneração é péssimo, ter uma "mais ou menos" é pior ainda. Uma das

Leia mais

10 Dicas para uma implantação

10 Dicas para uma implantação 10 Dicas para uma implantação de Cloud Computing bem-sucedida. Um guia simples para quem está avaliando mudar para A Computação em Nuvem. Confira 10 dicas de como adotar a Cloud Computing com sucesso.

Leia mais

Plano de Negócios. Passo a passo sobre como iniciar um Plano de Negócios para sua empresa. Modelo de Planejamento prévio

Plano de Negócios. Passo a passo sobre como iniciar um Plano de Negócios para sua empresa. Modelo de Planejamento prévio Plano de Negócios Passo a passo sobre como iniciar um Plano de Negócios para sua empresa Modelo de Planejamento prévio Fraiburgo, 2015 Plano de Negócios Um plano de negócios é uma descrição do negócio

Leia mais

Como se obtém gasolina de petróleo?

Como se obtém gasolina de petróleo? Acesse: http://fuvestibuar.com.br/ A UU L AL A Como se obtém gasoina de petróeo? Formação do petróeo Produtos derivados do petróeo Separação dos produtos do petróeo: destiação fracionada O que você vai

Leia mais

A FORMALIZAÇÃO COMO TENDÊNCIA

A FORMALIZAÇÃO COMO TENDÊNCIA EVOLUÇÃO DO SEGMENTO DE PROMOÇÃO DE CRÉDITO: A FORMALIZAÇÃO COMO TENDÊNCIA Desenvolvendo Pessoas e Fortalecendo o Sistema Renato Martins Oliva Agenda O que é ABBC Missão e valores Bancos de pequena e média

Leia mais

Como criar um clube de vantagens para seus clientes

Como criar um clube de vantagens para seus clientes Como criar um clube de vantagens para seus clientes Introdução Adquirir clientes no mundo competitivo atual é cada vez mais difícil e caro. Por este motivo, torna-se muito importante ações que fidelize

Leia mais

ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1

ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1 ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1 PESQUISA DE JUROS As taxas de juros das operações de crédito voltaram a ser elevadas em fevereiro/2015. Estas elevações podem ser atribuídas aos seguintes

Leia mais

Com bom planejamento, empresário começa negócio sem dinheiro próprio.

Com bom planejamento, empresário começa negócio sem dinheiro próprio. Com bom planejamento, empresário começa negócio sem dinheiro próprio. Plano de negócios estruturado ajuda na hora de conseguir financiamento. Veja dicas de especialistas e saiba itens que precisam constar

Leia mais

ERP. Planejamento de recursos empresariais

ERP. Planejamento de recursos empresariais ERP Enterprise Resource Planning Planejamento de recursos empresariais ERP Enterprise Resource Planning -Sistema de Gestão Empresarial -Surgimento por volta dos anos 90 -Existência de uma base de dados

Leia mais

Da propaganda ao marketing ao Visual Merchandising, como nasceu o seu interesse pelo Visual Merchandising?

Da propaganda ao marketing ao Visual Merchandising, como nasceu o seu interesse pelo Visual Merchandising? A experiência no ambiente de loja é essencial para a relação entre o consumidor e a marca. Não é mais simplesmente uma questão de produtos, é preciso tornar a própria loja interessante e aconchegante para

Leia mais

Monitoramento Pessoal

Monitoramento Pessoal Monitoramento Pessoal um novo nicho de mercado para empresas de alarmes e segurança Produzido por: 1 Sumário 1 2 3 4 5 6 Apresentação O que é monitoramento pessoal Ferramentas para monitoramento Público-alvo

Leia mais

Nos últimos anos o mercado brasileiro de imóveis vivenciou um crescimento inacreditável, o lançamento de novas unidades mais a valorização de imóveis

Nos últimos anos o mercado brasileiro de imóveis vivenciou um crescimento inacreditável, o lançamento de novas unidades mais a valorização de imóveis Nos últimos anos o mercado brasileiro de imóveis vivenciou um crescimento inacreditável, o lançamento de novas unidades mais a valorização de imóveis usados, além do crescimento de renda da população e

Leia mais

Construindo um Plano de Negócios Fabiano Marques

Construindo um Plano de Negócios Fabiano Marques Construindo um Plano de Negócios Fabiano Marques "Um bom plano de negócios deve mostrar claramente a competência da equipe, o potencial do mercado-alvo e uma idéia realmente inovadora; culminando em um

Leia mais

1 O mundo da Física. A curiosidade do homem pode ser compreendida

1 O mundo da Física. A curiosidade do homem pode ser compreendida A U A UL LA O mundo da Física A curiosidade do homem pode ser compreendida de várias maneiras: aguns dizem que vem de uma necessidade de sobrevivência, outros dizem que é uma forma de prazer ou, ainda,

Leia mais

Não é só dentro de casa que o Programa Visão Educa está fazendo sucesso... Clique aqui

Não é só dentro de casa que o Programa Visão Educa está fazendo sucesso... Clique aqui Não é só dentro de casa que o Programa Visão Educa está fazendo sucesso... A Superintendência Nacional de Previdência Complementar (Previc) acaba de aprovar o programa desenvolvido pela Visão Prev. Essa

Leia mais

COMO SE TORNAR UM PARCEIRO DO CORPO CIDADÃO? Junte-se a nós!

COMO SE TORNAR UM PARCEIRO DO CORPO CIDADÃO? Junte-se a nós! COMO SE TORNAR UM PARCEIRO DO CORPO CIDADÃO? O Corpo Cidadão utiliza diversos mecanismos de incentivo fiscal, fontes de financiamento, parcerias, doações, programas de voluntariado e cria ações de marketing

Leia mais

Neste e-book vamos esclarecer melhor como é feita essa transição financeira, quais os melhores investimentos para a aposentadoria, como você deve administrar os demais gastos, onde é possível cortar despesas

Leia mais

coleção Conversas #17 - DEZEMBRO 2014 - u s a r Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça.

coleção Conversas #17 - DEZEMBRO 2014 - u s a r Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça. coleção Conversas #17 - DEZEMBRO 2014 - Sou so profes r a, Posso m a s n ão parar d aguento m e ai ensinar s? d a r a u la s Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça. A

Leia mais

DIFERENCIAIS SERVIÇOS. 1. Desenvolvimento De Sites Personalizados

DIFERENCIAIS SERVIÇOS. 1. Desenvolvimento De Sites Personalizados DIFERENCIAIS Acredito que o desenvolvimento de soluções para Internet não é um trabalho qualquer, deve-se ter certa experiência e conhecimento na área para projetar sistemas que diferenciem você de seu

Leia mais

Preparando sua empresa para o forecasting:

Preparando sua empresa para o forecasting: Preparando sua empresa para o forecasting: Critérios para escolha de indicadores. Planejamento Performance Dashboard Plano de ação Relatórios Indicadores Embora o forecasting seja uma realidade, muitas

Leia mais

A ABEMD trabalha para incentivar, valorizar, desenvolver e difundir o Marketing Direto no Brasil.

A ABEMD trabalha para incentivar, valorizar, desenvolver e difundir o Marketing Direto no Brasil. A ABEMD, Associação Brasileira de Marketing Direto, é uma entidade civil, sem fins lucrativos, fundada em 1976 e constituída por pessoas jurídicas e físicas interessadas na aplicação de estratégias e técnicas

Leia mais

ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1

ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1 ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1 PESQUISA DE JUROS As taxas de juros das operações de crédito ficaram praticamente estáveis em janeiro/2013 frente a dezembro/2012. Pessoa Física Das seis

Leia mais

Magnum Investimentos promove palestra especial para as mulheres sobre bolsa de valores

Magnum Investimentos promove palestra especial para as mulheres sobre bolsa de valores Nome: Enewsrs Data: 01/03/2011 Endereço: www.enewsrs.com.br Mídia: Newsletter/Site Magnum Investimentos promove palestra especial para as mulheres sobre bolsa de valores Evento será realizado no dia 14

Leia mais

O que é promoção de vendas e para que serve?

O que é promoção de vendas e para que serve? 4 Para aumentar as vendas, ela precisa basicamente fazer com que os clientes atuais comprem mais ou trazer novos clientes para a loja. Nos dois casos, fica evidente que ela terá que oferecer mais benefícios

Leia mais