Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download ""

Transcrição

1

2

3 Olá, pessoal! Sou o João Catavento e também um associado do Sicredi. Antes de iniciar a leitura deste material, eu quero que você abra o presente que está anexado na página ao lado: um DVD que tem um conteúdo especialmente preparado para você. No DVD você vai descobrir que está muito bem acompanhado na caminhada do cooperativismo, e que a força de uma cooperativa de crédito se faz da união de pessoas como nós. Comece assistindo ao DVD, que tem duração de 9 minutos, em aparelho DVD ou em seu computador com leitor de DVD. Depois volte a este material para continuarmos nossa conversa.

4

5

6 Fundação Sicredi 2ª edição, 2011 Coleção Crescer Programa de Formação Cooperativa A presente obra foi desenvolvida pelas seguintes organizações: Fundação Sicredi (em representação às Cooperativas de Crédito Singulares, Centrais, Confederação e Banco Cooperativo, integrantes do Sicredi), CENPEC e Instituto Criar. Realização Fundação de Desenvolvimento Educacional e Cultural do Sistema de Crédito Cooperativo Fundação Sicredi Material Matriz Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária CENPEC Projeto Gráfico Superintendência de Marketing Sicredi Arte da Capa Fonte Design Diagramação GSI Online Revisão Final Textual Português & Literatura C776 Cooperativismo de crédito: a união de forças para crescer / Sicredi. 2.ed. Porto Alegre : Sicredi, p. : il. + 1 DVD 1. Cooperativismo de crédito. 2. Programa Crescer. I. Título. II. Sicredi CDU Copyright by Fundação Sicredi

7 BOAS-VINDAS Agora que você já assistiu ao DVD, estamos prontos para iniciar nossa conversa sobre outros assuntos muito importantes para a sua vivência de associado Sicredi. Você é muito bem-vindo como associado de uma das cooperativas de crédito do sistema Sicredi! Agora você é dono de um negócio que reúne mais de 1,7 milhões de pessoas. Em nome de todos os outros associados, vou lhe presentear com uma ferramenta fundamental para o nosso crescimento: a INFORMAÇÃO. É isso que vamos encontrar neste material preparado especialmente para você: Com informação qualificada podemos entender ainda melhor o nosso papel como associado e a importância de participarmos ativamente de nossa cooperativa, utilizando os produtos e serviços disponíveis. A busca pela INFORMAÇÃO é como um caminho a ser trilhado em etapas, cada um no seu ritmo. Mas com a sugestão de quem já experimentou, fica tudo mais fácil, não é? Dê uma olhada na rota que estou sugerindo a seguir para você aprender mais sobre cooperativismo. PROGRAMA CRESCER 7

8 1º PASSO: Assistir ao vídeo: A união de forças para crescer Assistir ao DVD é importante para conhecer as histórias e os depoimentos de outros associados do Sicredi que, como você e eu, acreditam na força do cooperativismo como forma de progredir na vida e conquistar nossos objetivos. 2º PASSO: Visitar o Sicredi na internet No endereço link cursos livres, você vai encontrar outra forma de apresentação do conteúdo sobre cooperativismo de crédito: são personagens interessantes em situações cotidianas, em três ambientes animados e diálogos dinâmicos. 3º PASSO: Estudar as regras da sua sociedade Como dono e associado, você tem direitos e deveres e o ESTATUTO da cooperativa explica tudo de forma detalhada. Peça o seu exemplar na sua Unidade de Atendimento e leia atentamente. 4º PASSO: Interagir com outros associados Encontros entre associados são oportunidades valiosas para compartilhar, sugerir e participar de forma ativa da nossa cooperativa. Faça disso um hábito! Essa rota é uma sugestão de como sua caminhada pode ser feita, mas você é livre para estudar conforme o seu ritmo e disponibilidade. O importante é FAZER. Depois de haver explorado todos os caminhos indicados, já terá adquirido uma boa bagagem de INFORMAÇÃO. Você estará pronto para aprofundar a informação para CONHECIMENTO. Na próxima página, vou apresentar o Programa Crescer, que propicia formação básica e avançada, ou seja, CONHECIMENTO, para todos os associados interessados em progredir e fazer crescer a nossa cooperativa. Exatamente como nós dois! 8 PROGRAMA CRESCER

9 BOAS-VINDAS Programa: Crescer e Pertencer Como donos temos que conhecer muito bem nosso negócio e participar dele. Para isso foi criado o Programa Crescer e Pertencer, desenvolvido pela Fundação Sicredi. PROGRAMA CRESCER É o Programa de formação cooperativa que busca qualificar a participação dos associados no empreendimento. Neste programa, estudamos em maior profundidade os conceitos, leis e normas do cooperativismo e das sociedades cooperativas. Com sócios que entendem bem o conceito cooperativista e participam ativamente, busca-se a sustentabilidade do negócio. Todos os colaboradores, por serem também associados, são estimulados a participar do Crescer em sua grade de formação básica. Os conteúdos do Crescer podem ser estudados de diferentes maneiras: pelo ensino à distância, no seu computador, acessando clicando no link cursos livres; pelo livro; ou pelo CD-Rom. PROGRAMA CRESCER 9

10 Programa: Crescer e Pertencer Após a conclusão do estudo dos conteúdos, é importante participar dos encontros de coletivização, pois neles são reforçados os temas que estudamos na internet, no livro ou no CD-Rom. Lembre de se informar com o seu gerente ou em sua Cooperativa sobre as datas em que acontecerão esses encontros. PROGRAMA PERTENCER No Programa Pertencer avançamos um pouco mais, pois o objetivo aqui é promover a participação dos associados na gestão e desenvolvimento das cooperativas de crédito integrantes do Sicredi, ou seja, ajudando a planejar, acompanhar e decidir sobre o nosso negócio. Os associados se organizam e participam de núcleos em reuniões, assembleias e em outros eventos promovidos e organizados pela sua cooperativa. Nesses núcleos são debatidos e deliberados os assuntos da cooperativa de interesse coletivo. Cada núcleo elege um coordenador. Ele é o responsável por levar decisões dos associados do seu núcleo, relativas à gestão e desenvolvimento da cooperativa, para a Assembleia Geral. Percebeu a importância de participar do Programa Pertencer? Você poderá se tornar um líder do seu grupo e ajudar a sua cooperativa nas decisões importantes. Como vimos até agora, oportunidade e informação é o que não falta para o seu crescimento como associado. Aproveite!! Os cursos Crescer e as reuniões do Pertencer são gratuitos e só dependem do seu interesse. Informe-se com o seu gerente da Unidade de Atendimento sobre as reuniões e datas disponíveis. Além do material que recebeu ao se associar, se você gosta de usar o computador, também vai encontrar muita coisa sobre cooperativas e cooperativismo na internet (sicredi.com.br/crescer). Converse com outros associados, aprenda e compartilhe o que aprendeu, dentro do espírito de cooperação. Como estou fazendo aqui, especialmente com VOCÊ! 10 PROGRAMA CRESCER

11 BOAS-VINDAS Sumário Para facilitar nosso estudo, organizei este informativo em três grandes temas, e depois dividi os assuntos em pequenas partes. Olha só como tem coisas interessantes para aprendermos juntos. Origem e conceitos do cooperativismo De onde veio esta ideia tão boa? Os fundamentos do cooperativismo Cooperativismo de crédito no Brasil Um símbolo de união, força e imortalidade Cooperativa de Crédito a nossa força! Objetivos da cooperativa de crédito Vantagens em ser sócio de uma cooperativa de crédito Capital Social o início de tudo Como funciona o nosso negócio No compromisso de cada um, a garantia do crescimento de todos Sicredi Gente que coopera cresce A força da organização cooperativa em sistemas Gestão democrática a base das cooperativas Como o Sicredi atua Estrutura do Sicredi Uma rede de atendimento e serviços Então, vamos iniciar o nosso aprendizado com um pouco de História. PROGRAMA CRESCER 11

12 Origens e Conceitos do Cooperativismo DE ONDE VEIO ESTA IDEIA TÃO BOA? A união faz a força e não é de hoje que as pessoas perceberam isso. Desde os tempos bem antigos, grupos de pessoas se uniam para alcançar seus desejos em comum, que poderiam ser de ordem econômica, social ou cultural. A ideia era juntar forçar e atuar de forma coletiva. Ou seja, cooperando umas com as outras, todo o grupo saía ganhando. Essa foi exatamente a decisão tomada por um grupo de 28 operários entre eles, uma mulher, em 1844, na Inglaterra. Sociedade dos Probos Pioneiros de Rochdale Nascia ali a primeira cooperativa moderna, organizada formalmente, com estatutos que definiam direitos e deveres dos associados. Era uma cooperativa de consumo, formada por tecelões que se uniram e alugaram um armazém. Eles estocavam produtos que compravam em grandes quantidades, conseguindo preços mais baratos. No melhor espírito da ajuda mútua, as mercadorias eram depois consumidas a preços mais acessíveis daqueles praticados pelo comércio, favorecendo aos trabalhadores assalariados. 12 PROGRAMA CRESCER

13 BOAS-VINDAS Origens e Conceitos do Cooperativismo A excelente ideia gerou grandes benefícios e atraiu novos interessados. Dez anos depois, o Armazém de Rochdale já contava com associados. Uma cooperativa é exatamente isso: pessoas que, por livre vontade, decidem formar um grupo organizado na forma de uma empresa, e exercem determinada atividade econômica com o objetivo de beneficiar a todos. Até hoje essa experiência empreendedora bem sucedida inspira a organização de outros grupos, como uma alternativa para as pessoas, o trabalho e o progresso econômico e social. Diferente do capitalismo, que foca apenas lucro, o cooperativismo prioriza os interesses das pessoas. Também promove a participação de todos de forma democrática e igualitária, pois cada associado tem direito a um voto. Fundamentada no exercício da cooperação, apoio mútuo e do interesse comum, a cooperativa busca o crescimento de seus associados e fortalece o desenvolvimento da região onde está localizada. Assim, todos nós, associados, podemos nos orgulhar da nossa atuação cooperativa como agentes de transformação social. OS FUNDAMENTOS DO COOPERATIVISMO Pois bem, já vimos que os associados do Armazém de Rochdale estabeleceram princípios morais e regras de conduta a serem seguidas pelos seus membros, organizadas na forma de um estatuto. Isso lá em 1844! Esses mesmos princípios e o estatuto foram debatidos e levemente adaptados em dois congressos, promovidos pela Associação Cooperativa Internacional, em 1937 e A partir deles foram oficializados os princípios do cooperativismo, adotados universalmente. No Brasil, esses princípios integram a Lei nº 5.764/71 Lei do Cooperativismo, também reforçados pela Constituição Federal, que é a lei máxima do país. PROGRAMA CRESCER 13

14 Origens e Conceitos do Cooperativismo São estes os sete princípios que norteiam o cooperativismo: Adesão voluntária e livre Gestão democrática pelos sócios Participação econômica dos sócios Autonomia e independência Educação, formação e informação Intercooperação Interesse pela comunidade Como você percebeu, tudo o que vimos até agora sobre cooperativismo está baseado nestes princípios. Inclusive a importância da INFORMAÇÃO e da FORMAÇÃO, ou seja, do CONHECIMENTO, que eu falei lá no início da nossa conversa, lembra? Bem, agora que já sabemos como tudo começou lá na Inglaterra, podemos avançar um pouco mais na história e falar do cooperativismo em nosso país. COOPERATIVISMO DE CRÉDITO NO BRASIL A primeira cooperativa de consumo de que se tem registro no Brasil, em Ouro Preto (MG), data do ano de 1889 e logo outras se espalharam pelo país. Já a ideia do cooperativismo de crédito foi trazida para o Brasil em 1885, pelo padre suíço, de nome Theodor Amstad. Ele percebeu a dificuldade dos agricultores na colônia de Nova Petrópolis (RS) para adquirir ferramentas e sementes para produzir e quis ajudá-los. Então, pensou no modelo de cooperativismo de crédito europeu, que já conhecia, como uma solução para a melhoria econômica e social da comunidade. 14 PROGRAMA CRESCER

15 BOAS-VINDAS Origens e Conceitos do Cooperativismo Essa ideia e o empreendedorismo de um grupo foram o início de outra bem sucedida história de cooperativismo, desta vez, no Brasil. Em dezembro de 1902, por iniciativa de um grupo de agricultores do Rio Grande do Sul, surgiu a primeira cooperativa de crédito do Brasil, a Caixa de Economia e Crédito, também conhecida como Caixa Rural. Esta cooperativa deu origem ao Sistema de Crédito Cooperativo Sicredi, que vamos conhecer melhor um pouco mais adiante. UM SÍMBOLO DE UNIÃO, FORÇA E IMORTALIDADE O cooperativismo é um movimento mundial e tem símbolos que representam os ideais cooperativistas no mundo inteiro. Vamos conhecê-los agora. PROGRAMA CRESCER 15

16 Origens e Conceitos do Cooperativismo O símbolo oficial do cooperativismo é um círculo amarelo, envolvendo dois pinheiros verdeescuro. O desenho simboliza a união do movimento cooperativista; a imortalidade de seus princípios; a fecundidade de seus ideais e a vitalidade de seus adeptos. As cores verde-escuro e amarelo-ouro representam o princípio vital da natureza e o sol, a fonte de energia e calor. Além da oficial, o cooperativismo tem a sua a bandeira oficial, que leva as cores do arco-íris. E tem também o Dia Internacional do Cooperativismo, que é comemorado, no mundo todo, no primeiro sábado de julho de cada ano. Nessa etapa você conheceu a história, a filosofia e os princípios democráticos do cooperativismo. Na próxima, vamos falar sobre cooperativa de crédito. 16 PROGRAMA CRESCER

17 BOAS-VINDAS Cooperativa de Crédito - a Nossa Força OBJETIVOS DA COOPERATIVA DE CRÉDITO Cooperativas de crédito são instituições organizadas sob a forma de sociedade cooperativa, com no mínimo 20 pessoas. Seu objetivo principal é propiciar crédito e prestar serviços financeiros a seus associados, de forma simples e vantajosa para todo o grupo. O dinheiro captado através de depósitos e demais produtos que o associado utiliza é emprestado na forma de crédito para outros associados, a juros abaixo do mercado. Como ocorre em outros países, também no Brasil o cooperativismo de crédito contribui para a organização econômica da sociedade por suas práticas: viabilizar aos associados o acesso ao crédito e a outros produtos financeiros; criar a cultura da poupança; a prática da solidariedade e ajuda mútua entre pessoas com os mesmos interesses, que podem ser a comunidade, uma categoria profissional, pequenos e médios empresários, entre outros. VANTAGEM EM SER SÓCIO DE UMA COOPERATIVA DE CRÉDITO Na cooperativa, somos usuários dos serviços e ao mesmo tempo donos. Essa relação é chamada ato cooperativo. Quase todas as operações entre uma cooperativa de crédito e seus associados são consideradas atos cooperativos e por isso não há incidência de alguns tributos. PROGRAMA CRESCER 17

18 Cooperativa de Crédito - a Nossa Força Como donos, temos o direito assegurado de contribuir nas decisões do negócio, de forma democrática, participando e votando nas assembleias. Mas temos ainda mais vantagens. COOPERATIVA DE CRÉDITO Na cooperativa de crédito, as pessoas são a essência do negócio: o foco é gerar recursos para o desenvolvimento e expansão do grupo; a cooperativa atua como um agente de desenvolvimento local; você é dono e participa da gestão do negócio. BANCO COMERCIAL No banco comercial, o capital é direcionado para o lucro: é uma sociedade de capital que visa apenas o lucro; o capital é dividido em ações; quanto mais ações, mais participação no banco; você é tratado somente como um cliente, não opina. 18 PROGRAMA CRESCER

19 BOAS-VINDAS Cooperativa de Crédito - a Nossa Força CAPITAL SOCIAL O INÍCIO DE TUDO Como aconteceu com você, quando um novo associado se une a uma cooperativa, ele integraliza o Capital Social dela, ou seja, ele deposita um valor referente à sua quota-parte na sociedade. A soma das quota-partes é a principal fonte formadora de patrimônio de uma cooperativa de crédito. É o tamanho desse patrimônio que vai determinar a capacidade de atuação da cooperativa no atendimento das necessidades de seus associados. Cada associado é responsável pelos rumos da sua cooperativa, portanto, como gestor do negócio, lembre-se que: quanto mais os sócios investem no capital social da sua cooperativa de crédito, mais sólido se torna o patrimônio da entidade; quanto mais novos sócios, maior o patrimônio, portanto, divulgue a sua cooperativa; quanto mais sólido for o patrimônio líquido, mais capacidade de captar e emprestar recursos sua cooperativa terá ; um capital social forte permite o investimento em tecnologia e outros recursos para o bom funcionamento operacional da cooperativa. PROGRAMA CRESCER 19

20 Cooperativa de Crédito - a Nossa Força COMO FUNCIONA O NOSSO NEGÓCIO O segredo do sucesso de uma cooperativa é diretamente proporcional à participação de cada um de seus sócios. Os ganhos dos associados também. Dessa forma, quanto mais investimos, mais dinheiro estará disponível para ajudar aos associados, na forma de empréstimos e outros serviços. Você tem que pensar, sempre, que agora é dono de parte de um negócio que é planejado a partir de um objetivo coletivo. Portanto, a participação dos associados é importante em todas as etapas. Assim funciona o regime de mutualismo na cooperativa de crédito: as economias de uns são colocadas à disposição para aqueles que precisam, cercadas de toda a segurança e garantias necessárias. Pois bem, ao fim de um período de 12 meses, a cooperativa faz um balanço das suas operações financeiras, para apurar o resultado do ano. O resultado positivo é chamado de sobras e o negativo, de perdas. Como a cooperativa de crédito não foca no lucro, as sobras são rateadas entre os associados. 20 PROGRAMA CRESCER

21 BOAS-VINDAS Cooperativa de Crédito - a Nossa Força No caso do resultado ser negativo, a cooperativa pode recorrer ao Fundo de Reserva, que existe em qualquer cooperativa. A legislação determina que 10% das sobras sejam destinadas ao Fundo de Reserva. Maior parte das cooperativas, que fazem parte do Sicredi, este fundo é de 45%. Isso garante maior segurança e estabilidade a todos os associados. De forma justa, quem mais realiza operações e serviços com a cooperativa de crédito, recebe uma parte maior das sobras. Por isso, PARTICIPAÇÃO é a receita para fazer o bolo crescer, para todos. NO COMPROMISSO DE CADA UM, A GARANTIA DO CRESCIMENTO DE TODOS Como associados Sicredi sabemos que cooperar é trabalhar unido, em ajuda mútua, para garantir o acesso a inúmeros benefícios, como os sete diferenciais competitivos: relacionamento; instituição financeira da comunidade; ato cooperativo; modelo agregador de renda; autonomia das cooperativas; organização sistêmica; responsabilidade solidária. Mas ao lado das vantagens, devemos lembrar do nosso compromisso com a causa comum do grupo, que é fazer crescer a cooperativa. Para isso temos que conhecer muito bem os direitos e deveres dos associados da nossa cooperativa de crédito. PROGRAMA CRESCER 21

22 Cooperativa de Crédito - a Nossa Força Os nossos direitos e deveres como associados estão organizados em um documento chamado Estatuto Social. Solicite na sua Unidade de Atendimento uma cópia do estatuto da cooperativa e leia atentamente. Lembre-se de que INFORMAÇÃO e CONHECIMENTO são as ferramentas para PARTICIPARMOS de forma produtiva, planejando as ações, discutindo ideias e tomando decisões em conjunto com seus sócios, nas assembleias. Como associado, todos somos convidados a participar das assembleias, e devemos cumprir esse compromisso. Nas assembleias são realizadas as eleições, prestação de contas, as modificações no Estatuto Social e nos regimentos internos, entre outros. De forma democrática, cada associado tem o poder de voto. De forma igualitária, cada voto tem o mesmo valor, independente do montante que tenha investido na cooperativa. O seu voto nas assembleias vai eleger os sócios que irão compor o Conselho de Administração que irá gerir os interesses da sociedade, bem como o Conselho Fiscal da sua cooperativa. Esse último é responsável por fiscalizar os atos da gestão com apoio da inspetoria interna e da auditoria externa. Portanto, a assembleia é o nosso lugar para a prática da Gestão Democrática do cooperativismo: participar, sugerir, discutir, fiscalizar! 22 PROGRAMA CRESCER

23 BOAS-VINDAS Sicredi - Gente que Coopera Cresce A FORÇA DA ORGANIZAÇÃO COOPERATIVA EM SISTEMAS Se uma cooperativa de crédito já representa a força de seus associados, quando se agrupam em centrais e confederações, as cooperativas se tornam ainda mais fortes. Algumas uniões de cooperativas de crédito se tornaram tão grandes que passaram a existir como sistemas financeiros completos, onde uma organização está ligada a outra, compartilhando responsabilidades e conquistando segurança para seus associados. É o caso do Sicredi, que em 1995 fundou o primeiro banco cooperativo privado do Brasil, o Banco Cooperativo Sicredi S.A. Agora vamos conhecer melhor esta força do crédito cooperativado no Brasil. COMO O SICREDI ATUA O Sicredi é constituído de um conjunto de cooperativas de crédito individuais e suas respectivas centrais, bem como as empresas e entidades por estas controladas. Através do seu próprio banco cooperativo, o Sicredi apoia mais de 100 cooperativas de crédito que, isoladamente, não podiam oferecer todos os serviços bancários, a não ser por acordos com bancos comerciais. PROGRAMA CRESCER 23

24 Sicredi - Gente que Coopera Cresce ESTRUTURA DO SICREDI Temos razões de sobra para nos orgulharmos cooperativas de crédito atuando em conjunto no sistema Sicredi. Vejam tudo o que já construímos juntos! Cooperativas de Crédito - Atuam em uma determinada região ou categoria, reunidas em sistema, tem uma marca forte e ganhos de escala em todos os níveis. Cooperativas Centrais Difundem o cooperativismo e coordenam a atuação das cooperativas filiadas. Sicredi Participações S.A Responsável pela definição dos objetivos estratégicos e econômicos-financeiros do Sicredi, atuação ética e auditoria. Banco Cooperativo Sicredi S.A É o primeiro banco cooperativo privado do Brasil. Ligadas a ele estão a Corretora de Seguros, a Administradora de Cartões e a Administradora de Consórcios. Confederação Sicredi Presta serviços a todo o Sicredi nos segmentos de informática e administrativo, nas áreas de impostos, contábil e de folha de pagamento. Fundação Sicredi Tem como objetivo desenvolver e coordenar programas de educação que promovam a formação de associados e o cooperativismo de crédito. 24 PROGRAMA CRESCER

25 BOAS-VINDAS Sicredi - Gente que Coopera Cresce UMA GRANDE REDE DE ATENDIMENTO E SERVIÇOS As cooperativas de crédito Sicredi formam uma rede com mais de mil pontos de atendimento, presente em vários estados brasileiros. Como associados, estarmos nos beneficiando mutuamente e fortalecendo nossa cooperativa, quando usamos os serviços disponíveis: Conta Corrente Talão de Cheques Financiamento de Veículos Crédito Rural Crédito Geral Crédito Pessoal Crédito para Aposentados Poupança Fundos de Investimento CDB/RDB Débito em Conta Internet Caixas Eletrônicos Agentes Credenciados DDA Seguros Consórcios Cobrança Folha de Pagamento Previdência Câmbio EMPRESAS Capital de giro Desconto de Recebíveis Cheque Empresarial PROGRAMA CRESCER 25

26 Sicredi - Gente que Coopera Cresce Veja quantos canais de atendimento estão ao nosso dispor, para acessarmos de forma fácil todos os serviços disponíveis da nossa cooperativa de crédito: Débito em conta Caixa Eletrônico Rede 24 Horas Internet - através do endereço sicredi.com.br Celular Agente Credenciado Nas Unidades de Atendimento, os associados são sempre bem-vindos! As Unidades de Atendimento estão capacitadas a orientar os associados em diferentes necessidades, portanto, sinta-se à vontade para aparecer por lá. A casa é nossa: para tirar dúvidas, conhecer produtos e serviços e também participar das oportunidades de aprendizagem e formação dos novos associados. Estreitar o relacionamento com a nossa Unidade de Atendimento é uma maneira de criar vínculos sólidos também com os outros associados. Lembre-se de manter atualizadas suas informações de endereço para que eles possam contatar você a qualquer tempo. 26 PROGRAMA CRESCER

27 BOAS-VINDAS Sicredi - Gente que Coopera Cresce Para facilitar a sua vida, preparei este espaço especialmente para as anotações importantes sobre a Unidade de Atendimento que lhe atende. Número da UA/conta: Nome do gerente: Núcleo do associado: Endereço: Telefone: PROGRAMA CRESCER 27

28 Curiosidade Você sabia que nos bastidores do circo mais famoso do mundo está atuando a força de uma cooperativa de crédito? Cooperativas de crédito viabilizam os recursos para o desenvolvimento de pessoas em todo o mundo, nos mais diferentes segmentos: agricultura, moda, cultura e tantos outros. Um dos exemplos mais interessantes vem do Canadá e envolve um grupo de artistas de circo e a sua cooperativa de crédito, a Caixa de Economia Solidária. Estou falando do CIRQUE DU SOLEIL Os artistas que fundaram o circo tinham a ideia de revolucionar este tipo de espetáculo, mas não obtinham financiamento para iniciar suas atividades. Então, se associaram à Caixa de Economia, que foi além de emprestar os recursos, e adaptou os serviços financeiros às necessidades desse tipo de sócio. Hoje o Cirque Du Soleil é referência mundial em espetáculo e a Caixa de Economia Solidária foi reconhecida pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento da ONU, em 1985,como uma das organizações financeiras mais avançadas do mundo. Bonita história, não? E como esta, existem milhares de outras, de pessoas que estão conseguindo alcançar seus objetivos unindo força no cooperativismo de crédito. Chegamos ao final deste informativo, mas este é apenas o início da sua jornada de crescimento, ao lado de todos nós, associados do Sicredi. Muito obrigado pela sua atenção! 28 PROGRAMA CRESCER

29 BOAS-VINDAS Anotações PROGRAMA CRESCER 29

30 Anotações 30 PROGRAMA CRESCER

31

32

Cooperativismo - Forma ideal de organização

Cooperativismo - Forma ideal de organização Cooperativismo - Forma ideal de organização Cooperativismo é modelo socioeconômico capaz de unir desenvolvimento econômico e bem-estar social. Seus referenciais fundamentais são: participação democrática,

Leia mais

O QUE SÃO COOPERATIVAS DE CRÉDITO PERFIL INSTITUCIONAL DESEMPENHO ECONÔMICO SOLUÇÕES FINANCEIRAS SUSTENTABILIDADE

O QUE SÃO COOPERATIVAS DE CRÉDITO PERFIL INSTITUCIONAL DESEMPENHO ECONÔMICO SOLUÇÕES FINANCEIRAS SUSTENTABILIDADE O QUE SÃO COOPERATIVAS DE CRÉDITO PERFIL INSTITUCIONAL DESEMPENHO ECONÔMICO SOLUÇÕES FINANCEIRAS SUSTENTABILIDADE AGENTES DA PROMOÇÃO DO DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL DAS COMUNIDADES ONDE ATUAM Principais

Leia mais

BEM-VINDO AO SICOOB. A maior instituição financeira cooperativa do país. www.sicoob.com.br

BEM-VINDO AO SICOOB. A maior instituição financeira cooperativa do país. www.sicoob.com.br BEM-VINDO AO SICOOB. A maior instituição financeira cooperativa do país. www.sicoob.com.br Parabéns! Agora você faz parte de uma cooperativa Sicoob e conta com todos os produtos e serviços de um banco,

Leia mais

Cooperativas de crédito Opções de associação para micro e pequenas empresas Vantagens e desvantagens com relação ao sistema bancário

Cooperativas de crédito Opções de associação para micro e pequenas empresas Vantagens e desvantagens com relação ao sistema bancário Cooperativas de crédito Opções de associação para micro e pequenas empresas Vantagens e desvantagens com relação ao sistema bancário 1- Opções de associação de empresas a cooperativas de crédito As pessoas

Leia mais

ORIENTAÇÃO PARA CONSTITUIÇÃO DE COOPERATIVAS

ORIENTAÇÃO PARA CONSTITUIÇÃO DE COOPERATIVAS ORIENTAÇÃO PARA CONSTITUIÇÃO DE COOPERATIVAS 1. BREVE HISTÓRICO O cooperativismo objetiva difundir os ideais em que se baseia, para atingir o pleno desenvolvimento financeiro, econômico e social de todas

Leia mais

Foto: istockphoto.com/propagcomunica. Aqui você é dono

Foto: istockphoto.com/propagcomunica. Aqui você é dono Foto: istockphoto.com/propagcomunica Aqui você é dono A UNICRED/ASACRED tem como seus pilares dois importantes institutos: o cooperativismo, que vem promover a gestão participativa, equitativa e igualitária,

Leia mais

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2004

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2004 RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2004 1. Palestras informativas O que é ser voluntário Objetivo: O voluntariado hoje, mais do que nunca, pressupõe responsabilidade e comprometimento e para que se alcancem os resultados

Leia mais

Cooperativismo. Cooperativa de Crédito Mútuo dos Empregados da INFRAERO

Cooperativismo. Cooperativa de Crédito Mútuo dos Empregados da INFRAERO Cooperativismo Cooperativa de Crédito Mútuo dos Empregados da INFRAERO GESTÃO: Samuel José dos Santos Diretor Presidente Marco Antonio da C.Guimarães - Diretor Operacional João Gonçalves dos Santos Diretor

Leia mais

ASSOCIATIVISMO. Fonte: Educação Sebrae

ASSOCIATIVISMO. Fonte: Educação Sebrae ASSOCIATIVISMO Fonte: Educação Sebrae O IMPORTANTE É COOPERAR A cooperação entre as pessoas pode gerar trabalho, dinheiro e desenvolvimento para toda uma comunidade COOPERAR OU COMPETIR? Cooperar e competir

Leia mais

Estamos presentes em 20 estados

Estamos presentes em 20 estados http://goo.gl/7kuwo O IDEBRASIL é voltado para compartilhar conhecimento de gestão com o empreendedor do pequeno e micro negócio, de forma prática, objetiva e simplificada. A filosofia de capacitação é

Leia mais

Sicredi aprimora monitoramento de data center com o CA Data Center Infrastructure Management

Sicredi aprimora monitoramento de data center com o CA Data Center Infrastructure Management CUSTOMER SUCCESS STORY Sicredi aprimora monitoramento de data center com o CA Data Center Infrastructure Management PERFIL DO CLIENTE Indústria: Serviços Financeiros Empresa: Sicredi Funcionários: 12.000+

Leia mais

Cooperativismo. Cooperativa de Crédito. Apoio

Cooperativismo. Cooperativa de Crédito. Apoio Cooperativismo Cooperativa de Crédito Apoio O que é uma cooperativa. É uma sociedade de pessoas com forma e natureza jurídica própria, de natureza civil, sem fins lucrativos, não sujeita à falência, constituída

Leia mais

IDÉIAS EM CONSTRUÇÃO DOCUMENTOS PARA ESTUDO 03-03

IDÉIAS EM CONSTRUÇÃO DOCUMENTOS PARA ESTUDO 03-03 1 IDÉIAS EM CONSTRUÇÃO DOCUMENTOS PARA ESTUDO 03-03 O PAPEL DO FUNDO ROTATIVO NA FORMAÇÃO DE UMA NOVA CULTURA DE CRÉDITO Introdução Obedecendo a mesma dinâmica dos dois números anteriores, esse texto trata

Leia mais

G.C.P - GUIA DE CREDENCIAMENTO PROFISSIONAL

G.C.P - GUIA DE CREDENCIAMENTO PROFISSIONAL G.C.P - GUIA DE CREDENCIAMENTO PROFISSIONAL I - Adquira o Kit de Trabalho e Tenha sua Franquia Individual em sua Cidade. II Conheça nosso Marketing de Rede. Fácil de fazer, fácil de divulgar. III Na última

Leia mais

INFORMATIVO SOBRE ENTIDADES ESTUDANTIS

INFORMATIVO SOBRE ENTIDADES ESTUDANTIS PRÓ- DE EXTENSÃO INFORMATIVO SOBRE ENTIDADES ESTUDANTIS Olá! Você já deve ter feito uma dessas perguntas: O que são entidades estudantis? Para que servem? Qual a diferença entre um CA e um DA? Como criar

Leia mais

Liderança e Motivação para Construtoras, Incorporadoras, Escritórios de Arquitetura e Imobiliárias

Liderança e Motivação para Construtoras, Incorporadoras, Escritórios de Arquitetura e Imobiliárias Liderança e Motivação para Construtoras, Incorporadoras, Escritórios de Arquitetura e Imobiliárias Antes de tudo como sugestão aos donos de construtoras, incorporadoras, imobiliárias e escritórios de arquitetura

Leia mais

Sumário 1 APRESENTAÇÃO... 3 2 VOCÊ SABE COMO FUNCIONA UMA COOPERATIVA DE CRÉDITO?... 3 3 COOPERATIVISMO... 3 4 COOPERATIVA DE CRÉDITO...

Sumário 1 APRESENTAÇÃO... 3 2 VOCÊ SABE COMO FUNCIONA UMA COOPERATIVA DE CRÉDITO?... 3 3 COOPERATIVISMO... 3 4 COOPERATIVA DE CRÉDITO... Manual do Cooperado Sumário 1 APRESENTAÇÃO... 3 2 VOCÊ SABE COMO FUNCIONA UMA COOPERATIVA DE CRÉDITO?... 3 3 COOPERATIVISMO... 3 4 COOPERATIVA DE CRÉDITO... 3 5 COOPERHIDRO... 3 6 RECONHECIMENTO PARA FUNCIONAMENTO...

Leia mais

OS LUCROS E PREJUÍZOS NAS INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS INSERIDAS NO SISTEMA COOPERATIVISTA

OS LUCROS E PREJUÍZOS NAS INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS INSERIDAS NO SISTEMA COOPERATIVISTA OS LUCROS E PREJUÍZOS NAS INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS INSERIDAS NO SISTEMA COOPERATIVISTA Por: Vera Cristiane Costa Prezoto Introdução Diante do atual cenário de competitividade, as organizações buscam instrumentos

Leia mais

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2003

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2003 RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2003 1. Palestras informativas O que é ser voluntário Objetivo: O voluntariado hoje, mais do que nunca, pressupõe responsabilidade e comprometimento e para que se alcancem os resultados

Leia mais

MICRO E PEQUENAS EMPRESAS SEGMENTOS DE ASSOCIADOS

MICRO E PEQUENAS EMPRESAS SEGMENTOS DE ASSOCIADOS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS SEGMENTOS DE ASSOCIADOS Joel Queiroz 1 COOPERATIVAS DE CRÉDITO INSTRUMENTO DE ORGANIZAÇÃO ECONÔMICA Associação voluntária de pessoas para satisfação de necessidades econômicas,

Leia mais

Amigo varejista, Boa leitura e aproveite para promover melhorias em sua loja! Conheça o Instituto Redecard:

Amigo varejista, Boa leitura e aproveite para promover melhorias em sua loja! Conheça o Instituto Redecard: Mercearia Amigo varejista, A partir deste mês outubro - o Tribanco traz novidades no Projeto Capitão Varejo, pois conta agora com a parceria do Instituto Redecard. Juntos, irão levar até você mais informação

Leia mais

PRODUTOS E SERVIÇOS BANCÁRIOS. Programa de Remessas e Capacitação para Emigrantes Brasileiros e seus Beneficiários no Brasil

PRODUTOS E SERVIÇOS BANCÁRIOS. Programa de Remessas e Capacitação para Emigrantes Brasileiros e seus Beneficiários no Brasil PRODUTOS E SERVIÇOS BANCÁRIOS Programa de Remessas e Capacitação para Emigrantes Brasileiros e seus Beneficiários no Brasil Programa de Remessas e Capacitação para Emigrantes Brasileiros e seus Beneficiários

Leia mais

Recursos Próprios. Amigos e Familiares

Recursos Próprios. Amigos e Familiares Recursos Próprios Chamado de booststrapping, geralmente é a primeira fonte de capital utilizada pelos empreendedores. São recursos sem custos financeiros. O empreendedor tem total autonomia na tomada de

Leia mais

O cooperativismo de crédito e você

O cooperativismo de crédito e você O cooperativismo de crédito e você A Cooperativa de Crédito é uma instituição financeira sem fins lucrativos de propriedade dos associados, controlada de forma democrática por seus membros, e tem o propósito

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA A SELEÇÃO E CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONSULTORIA, TREINAMENTO E CERTIFICAÇÃO DE SISTEMAS DE GESTÃO DA QUALIDADE

ORIENTAÇÕES PARA A SELEÇÃO E CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONSULTORIA, TREINAMENTO E CERTIFICAÇÃO DE SISTEMAS DE GESTÃO DA QUALIDADE 1 ORIENTAÇÕES PARA A SELEÇÃO E CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONSULTORIA, TREINAMENTO E CERTIFICAÇÃO DE SISTEMAS DE GESTÃO DA QUALIDADE Elaborado por: GT Especial do ABNT/CB-25 Grupo de Aperfeiçoamento do

Leia mais

O caminho para o sucesso. Promovendo o desenvolvimento para além da universidade

O caminho para o sucesso. Promovendo o desenvolvimento para além da universidade O caminho para o sucesso Promovendo o desenvolvimento para além da universidade Visão geral Há mais de 40 anos, a Unigranrio investe em ensino diferenciado no Brasil para cumprir com seu principal objetivo

Leia mais

Como participar pequenos negócios Os parceiros O consumidor

Como participar pequenos negócios Os parceiros O consumidor Movimento incentiva a escolha pelos pequenos negócios na hora da compra A iniciativa visa conscientizar o consumidor que comprar dos pequenos é um ato de cidadania que contribui para gerar mais empregos,

Leia mais

Trabalho em Equipe e Educação Permanente para o SUS: A Experiência do CDG-SUS-MT. Fátima Ticianel CDG-SUS/UFMT/ISC-NDS

Trabalho em Equipe e Educação Permanente para o SUS: A Experiência do CDG-SUS-MT. Fátima Ticianel CDG-SUS/UFMT/ISC-NDS Trabalho em Equipe e Educação Permanente para o SUS: A Experiência do CDG-SUS-MT Proposta do CDG-SUS Desenvolver pessoas e suas práticas de gestão e do cuidado em saúde. Perspectiva da ética e da integralidade

Leia mais

Apresentação Institucional

Apresentação Institucional Apresentação Institucional ROTEIRO PPT DICA: TREINE ANTES O DISCURSO E AS PASSAGENS PARA QUE A APRESENTAÇÃO FIQUE BEM FLUIDA E VOCÊ, SEGURO COM O TEMA E COM A FERRAMENTA. Para acessar cada uma das telas,

Leia mais

A satisfação em contribuir para trazer este manual até você é sem dúvida o nosso compromisso de orientá-lo sobre a importância de contar com a sua

A satisfação em contribuir para trazer este manual até você é sem dúvida o nosso compromisso de orientá-lo sobre a importância de contar com a sua A satisfação em contribuir para trazer este manual até você é sem dúvida o nosso compromisso de orientá-lo sobre a importância de contar com a sua participação em nosso quadro associativo. Este material

Leia mais

Fundação Sicredi 5ª edição, 2014. Coleção Crescer Programa de Formação Cooperativa

Fundação Sicredi 5ª edição, 2014. Coleção Crescer Programa de Formação Cooperativa Fundação Sicredi 5ª edição, 2014 Coleção Crescer Programa de Formação Cooperativa A presente obra foi desenvolvida pela Fundação Sicredi, em representação às entidades integradas ao Sistema de Crédito

Leia mais

OS PRINCÍPIOS DA ESSILOR

OS PRINCÍPIOS DA ESSILOR OS PRINCÍPIOS DA ESSILOR Cada um de nós, na vida profissional, divide com a Essilor a sua responsabilidade e a sua reputação. Portanto, devemos conhecer e respeitar os princípios que se aplicam a todos.

Leia mais

Gestão do Desempenho Forecasting. Tomada de decisão. Profissional. Professional. Previsão. A qualificação de negócios profissionais.

Gestão do Desempenho Forecasting. Tomada de decisão. Profissional. Professional. Previsão. A qualificação de negócios profissionais. Professional Profissional Tomada de decisão Gestão do Desempenho Forecasting Previsão A qualificação de negócios profissionais globais O CIMA é a escolha dos empregadores no recrutamento de líderes de

Leia mais

Realização e Organização. www.vamaislonge.com.br

Realização e Organização. www.vamaislonge.com.br Realização e Organização www.vamaislonge.com.br Quem somos... Leonardo Alvarenga, tenho 23 anos, sou criador do Não Tenho Ideia e do #VáMaisLonge. Sou formado em Educação Física mas larguei tudo logo após

Leia mais

PLANEJAMENTO FINANCEIRO E OS DESAFIOS PARA A EDUCAÇÃO A ATUAÇÃO DO IBCPF NESSE CONTEXTO

PLANEJAMENTO FINANCEIRO E OS DESAFIOS PARA A EDUCAÇÃO A ATUAÇÃO DO IBCPF NESSE CONTEXTO PLANEJAMENTO FINANCEIRO E OS DESAFIOS PARA A EDUCAÇÃO A ATUAÇÃO DO IBCPF NESSE CONTEXTO Gisele C. Andrade, CFP Rio de Janeiro, Dezembro de 2014 Licença do FPSB para promover a certificação CFP no Brasil

Leia mais

O primeiro guia online de anúncios de Guarulhos a se tornar franquia nacional

O primeiro guia online de anúncios de Guarulhos a se tornar franquia nacional O primeiro guia online de anúncios de Guarulhos a se tornar franquia nacional O guia online Vitrine de Guarulhos é um dos produtos do Grupo Vitrine X3, lançado no dia 11/11/11 com o objetivo de promover

Leia mais

Cooperativismo > História História do Cooperativismo

Cooperativismo > História História do Cooperativismo Cooperativismo > História História do Cooperativismo A origem do que hoje chamamos cooperativa tem data marcada: 21 de dezembro de 1844. Nesse dia, 27 tecelões e uma tecelã do bairro de Rochdale, em Manchester,

Leia mais

W W W. G U I A I N V E S T. C O M. B R

W W W. G U I A I N V E S T. C O M. B R 8 DICAS ESSENCIAIS PARA ESCOLHER SUA CORRETORA W W W. G U I A I N V E S T. C O M. B R Aviso Importante O autor não tem nenhum vínculo com as pessoas, instituições financeiras e produtos, citados, utilizando-os

Leia mais

SUPERE A CRISE E FORTALEÇA SEU NEGÓCIO.

SUPERE A CRISE E FORTALEÇA SEU NEGÓCIO. Workshop para empreendedores e empresários do Paranoá DF. SUPERE A CRISE E FORTALEÇA SEU NEGÓCIO. Dias 06 e 13 de Dezembro Hotel Bela Vista Paranoá Das 08:00 às 18:00 horas Finanças: Aprenda a controlar

Leia mais

Cooperativas Escolares

Cooperativas Escolares Cooperativas Escolares Uma experiência exitosa na educação empreendedora, financeira e cooperativista Márcio Port Presidente da Casa Cooperativa de Nova Petrópolis Presidente da Sicredi Pioneira RS Everaldo

Leia mais

AULA 10 Sociedade Anônima:

AULA 10 Sociedade Anônima: AULA 10 Sociedade Anônima: Conceito; características; nome empresarial; constituição; capital social; classificação. Capital aberto e capital fechado. Comissão de Valores Mobiliários (CVM) e Bolsa de Valores.

Leia mais

GESTÃO FINANCEIRA para FICAR NO Azul

GESTÃO FINANCEIRA para FICAR NO Azul GESTÃO FINANCEIRA para ficar no azul índice 03 Introdução 04 Capítulo 1 O que é gestão financeira? 06 Capítulo 2 Gestão financeira e tomada de decisões 11 13 18 Capítulo 3 Como projetar seu fluxo financeiro

Leia mais

COMO INVESTIR PARA GANHAR DINHEIRO

COMO INVESTIR PARA GANHAR DINHEIRO COMO INVESTIR PARA GANHAR DINHEIRO Por que ler este livro? Você já escutou histórias de pessoas que ganharam muito dinheiro investindo, seja em imóveis ou na Bolsa de Valores? Após ter escutado todas essas

Leia mais

Organizando Voluntariado na Escola. Aula 2 Liderança e Comunidade

Organizando Voluntariado na Escola. Aula 2 Liderança e Comunidade Organizando Voluntariado na Escola Aula 2 Liderança e Comunidade Objetivos 1 Entender o que é liderança. 2 Conhecer quais as características de um líder. 3 Compreender os conceitos de comunidade. 4 Aprender

Leia mais

FINANÇAS E COOPERATIVISMO

FINANÇAS E COOPERATIVISMO O CARREGA NA ESSÊNCIA OS VALORES DA HUMANIDADE Cooperativismo é a união voluntária de pessoas com o objetivo de atender necessidades e aspirações comuns, de natureza econômica, social, cultural ou outras.

Leia mais

Gestão. Práticas. Editorial. Geovanne. Acesse online: 01. Indicador de motivo de não venda 02. DRE (demonstração dos resultados do exercício) 03 e 04

Gestão. Práticas. Editorial. Geovanne. Acesse online: 01. Indicador de motivo de não venda 02. DRE (demonstração dos resultados do exercício) 03 e 04 Práticas de Gestão Editorial Geovanne. 02 01. Indicador de motivo de não venda 02. DRE (demonstração dos resultados do exercício) Como faço isso? Acesse online: 03 e 04 www. No inicio da década de 90 os

Leia mais

Sumário 1. CARO EDUCADOR ORIENTADOR 3 PARCEIROS VOLUNTÁRIOS 3. TRIBOS NAS TRILHAS DA CIDADANIA 4

Sumário 1. CARO EDUCADOR ORIENTADOR 3 PARCEIROS VOLUNTÁRIOS 3. TRIBOS NAS TRILHAS DA CIDADANIA 4 Guia do Educador CARO EDUCADOR ORIENTADOR Sumário 1. CARO EDUCADOR ORIENTADOR 3 2. PARCEIROS VOLUNTÁRIOS 3 3. TRIBOS NAS TRILHAS DA CIDADANIA 4 Objetivo GERAL 5 METODOLOGIA 5 A QUEM SE DESTINA? 6 O QUE

Leia mais

POLÍTICA DE SUSTENTABILIDADE E RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL

POLÍTICA DE SUSTENTABILIDADE E RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL POLÍTICA DE SUSTENTABILIDADE E RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL Banco Cooperativo Sicredi S.A. Versão: Julho/2015 Página 1 de 1 1 INTRODUÇÃO O Sicredi é um sistema de crédito cooperativo que valoriza a

Leia mais

CLIPPING Mídias de Primeiro Foco. Cliente: Fharos Data: 17/09/08 Veículo: DCI

CLIPPING Mídias de Primeiro Foco. Cliente: Fharos Data: 17/09/08 Veículo: DCI CLIPPING Mídias de Primeiro Foco Cliente: Fharos Data: 17/09/08 Veículo: DCI Cliente: Fharos Data: 10/09/08 Veículo: Executivos Financeiros 2 3 Cliente: Fharos Data: 12/09/08 Veículo: Canal Executivo 4

Leia mais

Universidade Veiga de Almeida Educação a Distância Implantação dos Centros de Aprendizagem Polos.

Universidade Veiga de Almeida Educação a Distância Implantação dos Centros de Aprendizagem Polos. Universidade Veiga de Almeida Educação a Distância Implantação dos Centros de Aprendizagem Polos. Nossa história Tudo começou em 1933, quando o prof. Mario Veiga de Almeida ensinava catecismo aos adolescentes

Leia mais

Sicredi Aprimora Monitoramento de Data Center Com o CA DCIM

Sicredi Aprimora Monitoramento de Data Center Com o CA DCIM CUSTOMER SUCCESS STORY SETEMBRO 2013 Sicredi Aprimora Monitoramento de Data Center Com o CA DCIM CUSTOMER LOGO HERE EMPRESA O Sicredi é um dos maiores sistemas de crédito cooperativo do Brasil. Presente

Leia mais

Neste e-book vamos esclarecer melhor como é feita essa transição financeira, quais os melhores investimentos para a aposentadoria, como você deve administrar os demais gastos, onde é possível cortar despesas

Leia mais

UMA PROPOSTA INOVADORA PARA ENSINAR EMPREENDEDORISMO AOS JOVENS

UMA PROPOSTA INOVADORA PARA ENSINAR EMPREENDEDORISMO AOS JOVENS UMA PROPOSTA INOVADORA PARA ENSINAR EMPREENDEDORISMO AOS JOVENS www.empreende.com.br emp@empreende.com.br FAZENDO ACONTECER Programa de ensino de empreendedorismo inovador em nível mundial, desenvolvido

Leia mais

POLÍTICA DE VOLUNTARIADO DA CEMIG SAÚDE

POLÍTICA DE VOLUNTARIADO DA CEMIG SAÚDE POLÍTICA DE VOLUNTARIADO DA CEMIG SAÚDE Av. Barbacena, 472 8º andar Barro Preto CEP: 30190-130 Belo Horizonte/MG Tel.: 3253.4917 E-mail: renata.gontijo@cemigsaude.org.br Portal Corporativo: www.cemigsaude.org.br

Leia mais

Sistema Simulador de Negócios Unicred Central SC

Sistema Simulador de Negócios Unicred Central SC Sistema Simulador de Negócios Unicred Central SC Obtenha mais resultado de sua carteira! 1. Introdução Caros gerentes de agência, consultores e assistentes de negócios do Sistema Unicred de SC, vocês estão

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DA CONTABILIDADE GERENCIAL NA GESTÃO EMPRESARIAL

A IMPORTÂNCIA DA CONTABILIDADE GERENCIAL NA GESTÃO EMPRESARIAL A IMPORTÂNCIA DA CONTABILIDADE GERENCIAL NA GESTÃO EMPRESARIAL Aldemar Dias de Almeida Filho Discente do 4º ano do Curso de Ciências Contábeis Faculdades Integradas de Três Lagoas AEMS Élica Cristina da

Leia mais

INTRODUÇÃO À ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA 1.1

INTRODUÇÃO À ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA 1.1 1.0 INTRODUÇÃO À ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA 1.1 1.2 ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA Qual o objetivo das empresas para a administração financeira? Maximizar valor de mercado da empresa; Aumentar a riqueza dos acionistas.

Leia mais

Prezado empreendedor,

Prezado empreendedor, Prezado empreendedor, Caderno do Empreendedor Este é o Caderno do Empreendedor, criado para facilitar o dia-a-dia da sua empresa. Com ele você poderá controlar melhor suas despesas, saber quanto está vendendo

Leia mais

PLANO DE NEGÓCIOS. O QUE É?

PLANO DE NEGÓCIOS. O QUE É? NE- CACT O Núcleo de Empreendedorismo da UNISC existe para estimular atitudes empreendedoras e promover ações de incentivo ao empreendedorismo e ao surgimento de empreendimentos de sucesso, principalmente,

Leia mais

QUANDO TODO MUNDO JOGA JUNTO, TODO MUNDO GANHA!

QUANDO TODO MUNDO JOGA JUNTO, TODO MUNDO GANHA! QUANDO TODO MUNDO JOGA JUNTO, TODO MUNDO GANHA! NOSSA VISÃO Um mundo mais justo, onde todas as crianças e todos os adolescentes brincam, praticam esportes e se divertem de forma segura e inclusiva. NOSSO

Leia mais

APOIO ESPECIALIZADO ÀS EMPRESAS DO SETOR DO TURISMO UMA NOVA PERSPETIVA UMA NOVA ABORDAGEM

APOIO ESPECIALIZADO ÀS EMPRESAS DO SETOR DO TURISMO UMA NOVA PERSPETIVA UMA NOVA ABORDAGEM DO SETOR DO TURISMO UMA NOVA PERSPETIVA UMA NOVA ABORDAGEM PORQUÊ A CRIAÇÃO DESTA EQUIPA? Necessidade de prestar ao empresário expertise em todas as vertentes da cadeia de valor Melhor adequação dos projetos/produtos

Leia mais

COOPERATIVA DE CRÉDITO

COOPERATIVA DE CRÉDITO COOPERATIVISMO Baseia-se na união de pessoas onde cada membro deve contribuir com uma parcela ou quota parte, colaborando para a melhoria das condições econômicas e sociais de todos que fazem parte dessa

Leia mais

AGENDA SEBRAE OFICINAS CURSOS PALESTRAS JUNHO A DEZEMBRO - 2015 GOIÂNIA. Especialistas em pequenos negócios. / 0800 570 0800 / sebraego.com.

AGENDA SEBRAE OFICINAS CURSOS PALESTRAS JUNHO A DEZEMBRO - 2015 GOIÂNIA. Especialistas em pequenos negócios. / 0800 570 0800 / sebraego.com. AGENDA SEBRAE OFICINAS CURSOS PALESTRAS JUNHO A DEZEMBRO - 2015 GOIÂNIA Especialistas em pequenos negócios. / 0800 570 0800 / sebraego.com.br COM O SEBRAE, O SEU NEGÓCIO VAI! O Sebrae Goiás preparou diversas

Leia mais

Qual é o grande por que do CONGRESSO PETVET?

Qual é o grande por que do CONGRESSO PETVET? Página - 0 Página - 1 Seja bem-vindo! Obrigado por aceitar o convite de fazer parte desse time fantástico de palestrantes do 1 Congresso de Negócios Online para PetShop & Clínica Veterinária. Você está

Leia mais

EMPREENDEDORISMO. Instrutora: Keila Coimbra Senac Varejo 1/44. Foto: Stock.Schng

EMPREENDEDORISMO. Instrutora: Keila Coimbra Senac Varejo 1/44. Foto: Stock.Schng EMPREENDEDORISMO Instrutora: Keila Coimbra Senac Varejo Foto: Stock.Schng 1/44 CONCEITO Empreendedorismo é o estudo voltado para o desenvolvimento de competências e habilidades relacionadas à criação de

Leia mais

COOPERATIVA DE CRÉDITO

COOPERATIVA DE CRÉDITO 3 COOPERATIVISMO Baseia-se na união de pessoas onde cada membro deve contribuir com uma parcela ou quota parte, colaborando para a melhoria das condições econômicas e sociais de todos que fazem parte dessa

Leia mais

O Plano Financeiro no Plano de Negócios Fabiano Marques

O Plano Financeiro no Plano de Negócios Fabiano Marques O Plano Financeiro no Plano de Negócios Fabiano Marques Seguindo a estrutura proposta em Dornelas (2005), apresentada a seguir, podemos montar um plano de negócios de forma eficaz. É importante frisar

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO CAIRU O QUE VOCÊ PRECISA SABER: Por que fazer uma pós-graduação?

PÓS-GRADUAÇÃO CAIRU O QUE VOCÊ PRECISA SABER: Por que fazer uma pós-graduação? PÓS-GRADUAÇÃO CAIRU O QUE VOCÊ PRECISA SABER: Por que fazer uma pós-graduação? O mercado do trabalho está cada vez mais exigente. Hoje em dia, um certificado de pós-graduação é imprescindível para garantia

Leia mais

O QUE É O SITE MUNÍCIPIOS?

O QUE É O SITE MUNÍCIPIOS? O QUE É O SITE MUNÍCIPIOS? Apresentação Histórico Estratégia de comunicação e políticas para promoção do municipalismo forte e atuante A atuação da Confederação Nacional de Municípios na comunicação pública

Leia mais

Manual de. Educação Financeira. Dicas para planejar e poupar seu dinheiro. Cecreb MANUAL DE EDUCAÇÃO FINANCEIRA

Manual de. Educação Financeira. Dicas para planejar e poupar seu dinheiro. Cecreb MANUAL DE EDUCAÇÃO FINANCEIRA Manual de Educação Financeira MANUAL DE EDUCAÇÃO FINANCEIRA Dicas para planejar e poupar seu dinheiro 1 A filosofia da Manual de Educação Financeira 2 Um dos princípios básicos das Cooperativas de Crédito

Leia mais

Prof. Dr. José Dornelas www.josedornelas.com. Manual do Professor

Prof. Dr. José Dornelas www.josedornelas.com. Manual do Professor Prof. Dr. José Dornelas www.josedornelas.com Manual do Professor Manual do professor Este manual deve ser usado em conjunto com o vídeo do autor disponível no site da editora: www.campus.com.br Maiores

Leia mais

Olá, meu nome é Fred Silveira, eu sou coach empresarial e ajudo pequenos e médios empresários a conseguirem melhores resultados de suas empresas.

Olá, meu nome é Fred Silveira, eu sou coach empresarial e ajudo pequenos e médios empresários a conseguirem melhores resultados de suas empresas. Autor Olá, meu nome é Fred Silveira, eu sou coach empresarial e ajudo pequenos e médios empresários a conseguirem melhores resultados de suas empresas. Neste e-book, irei compartilhar com você 5 caminhos

Leia mais

estão de Pessoas e Inovação

estão de Pessoas e Inovação estão de Pessoas e Inovação Luiz Ildebrando Pierry Secretário Executivo Programa Gaúcho da Qualidade e Produtividade Prosperidade e Qualidade de vida são nossos principais objetivos Qualidade de Vida (dicas)

Leia mais

Primeiro Email#1: Rota Problema Solução

Primeiro Email#1: Rota Problema Solução Esta segunda sequência respeita a estrutura da sequência do Eben que analisamos.o template é adequado aos profissionais que podem (e querem) trabalhar com os três mosqueteiros, ou seja, apresentar uma

Leia mais

Falhar em se preparar é se preparar para falhar. (Benjamin Franklin).

Falhar em se preparar é se preparar para falhar. (Benjamin Franklin). 1- Planejamento Falhar em se preparar é se preparar para falhar. (Benjamin Franklin). Planejamento é uma etapa administrativa que auxilia o administrador a perceber a realidade, avaliar ações e definir

Leia mais

SAC: Fale com quem resolve

SAC: Fale com quem resolve SAC: Fale com quem resolve A Febraban e a sociedade DECRETO 6523/08: UM NOVO CENÁRIO PARA OS SACs NOS BANCOS O setor bancário está cada vez mais consciente de seu papel na sociedade e deseja assumi-lo

Leia mais

Por uma pedagogia da juventude

Por uma pedagogia da juventude Por uma pedagogia da juventude Juarez Dayrell * Uma reflexão sobre a questão do projeto de vida no âmbito da juventude e o papel da escola nesse processo, exige primeiramente o esclarecimento do que se

Leia mais

O COOPERATIVISMO E O AGRONEGÓCIO BRASILEIRO

O COOPERATIVISMO E O AGRONEGÓCIO BRASILEIRO O COOPERATIVISMO E O AGRONEGÓCIO BRASILEIRO BRASIL Grandeza 5ª Maior População do planeta Maior reserva de água doce do mundo 7ª Economia do mundo Maior área agricultável do planeta Fonte: Banco mundial

Leia mais

Fundos de Investimento: inovando e aproximando poupadores e investidores

Fundos de Investimento: inovando e aproximando poupadores e investidores Fundos de Investimento: inovando e aproximando poupadores e investidores Fundos de Investimento: inovando e aproximando poupadores e investidores Prof. William Eid Junior Professor Titular Coordenador

Leia mais

TRANSFORMANDO EM REALIDADE Guia para o Desenvolvimento de Projetos de Lions Clube

TRANSFORMANDO EM REALIDADE Guia para o Desenvolvimento de Projetos de Lions Clube TRANSFORMANDO EM REALIDADE Guia para o Desenvolvimento de Projetos de Lions Clube TRANSFORMANDO EM REALIDADE! Os Lions clubes que organizam projetos de serviços comunitários significativos causam um impacto

Leia mais

ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS

ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS 1ª série Empreendedorismo Administração A atividade prática supervisionada (ATPS) é um método de ensino-aprendizagem desenvolvido por meio de um conjunto de atividades

Leia mais

Entrevista da Professora Rosa Trombetta à rádio Jovem Pan.

Entrevista da Professora Rosa Trombetta à rádio Jovem Pan. Entrevista da Professora Rosa Trombetta à rádio Jovem Pan. A Professora Rosa Trombetta, Coordenadora de Cursos da FIPECAFI aborda o assunto elearning para os ouvintes da Jovem Pan Online. Você sabe o que

Leia mais

Aos 45 anos, Carlos Ferreirinha é fundador e presidente da

Aos 45 anos, Carlos Ferreirinha é fundador e presidente da Business Batemos um papo com o primeiro gestor de luxo do Brasil e ele abriu o jogo sobre o avanço do mercado em solo nacional, seus projetos e se ainda está em forma para exercer tudo isso. texto LUCAS

Leia mais

PROGRAMA: A FAMÍLIA (1º ano do 1º ciclo)

PROGRAMA: A FAMÍLIA (1º ano do 1º ciclo) PROGRAMA: A FAMÍLIA (1º ano do 1º ciclo) Duração: 5 Sessões (45 minutos) Público-Alvo: 6 a 7 anos (1º Ano) Descrição: O programa A Família é constituído por uma série de cinco actividades. Identifica o

Leia mais

Educação Financeira. Crédito Consignado. Módulo 3: Gerenciamento de dívidas

Educação Financeira. Crédito Consignado. Módulo 3: Gerenciamento de dívidas Educação Financeira Crédito Consignado Módulo 3: Gerenciamento de dívidas Objetivo Auxiliar no gerenciamento de dívidas e de como quitá-las, conscientizando as pessoas da importância em diminui-las e de

Leia mais

W W W. G U I A I N V E S T. C O M. B R

W W W. G U I A I N V E S T. C O M. B R 8 PASSOS PARA INVESTIR EM AÇÕES SEM SER UM ESPECIALISTA W W W. G U I A I N V E S T. C O M. B R Aviso Importante O autor não tem nenhum vínculo com as pessoas, instituições financeiras e produtos, citados,

Leia mais

No ano de 2010, tomei uma decisão. Ir para uma cidade menor, longe da agitada metrópole.

No ano de 2010, tomei uma decisão. Ir para uma cidade menor, longe da agitada metrópole. Faça parte da família IMOVELLOGIA. Olá, Inicialmente quero me apresentar para que possa oferecer a você, profissional do setor de imóveis, uma inovação tecnológica fundamental nos dias de hoje. Sou administrador

Leia mais

Capítulo. Ramos do Cooperativismo

Capítulo. Ramos do Cooperativismo Capítulo Ramos do Cooperativismo 11 Ainda estavam reunidos conversando na praça, quando Juju observou a camisa do Johann, e perguntou: Que legal Pinho! A camisa do Johann tem o mesmo desenho do seu rosto,

Leia mais

Recupere a saúde financeira e. garanta um futuro tranquilo Reitoria da UNESP, 13/05/2015

Recupere a saúde financeira e. garanta um futuro tranquilo Reitoria da UNESP, 13/05/2015 Recupere a saúde financeira e garanta um futuro tranquilo Reitoria da UNESP, 13/05/2015 Objetivo geral Disseminar conhecimento financeiro e previdenciário dentro e fora da SP-PREVCOM buscando contribuir

Leia mais

PRÊMIO ABF-AFRAS DESTAQUE SUSTENTABILIDADE 2012 FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO Inscrição Prêmio ABF-AFRAS - Categoria Fornecedor

PRÊMIO ABF-AFRAS DESTAQUE SUSTENTABILIDADE 2012 FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO Inscrição Prêmio ABF-AFRAS - Categoria Fornecedor PRÊMIO ABF-AFRAS DESTAQUE SUSTENTABILIDADE 2012 FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO Inscrição Prêmio ABF-AFRAS - Categoria Fornecedor Dados da empresa Razão Social: Visa do Brasil Empreendimentos Ltda. Nome Fantasia:

Leia mais

SUMÁRIO. por: tayara Correa nunes

SUMÁRIO. por: tayara Correa nunes SUMÁRIO 1. INtRODUÇÃO 2. HISTÓRIA DO CARTÃO 3. CARÁCTERISTICAS DO CARTÃO 4. COMO USAR - passo a passo 5. BENEFÍCIOS E VANTAGENS 6. POR QUE USAR O CARTÃO E NÃO O DINHEIRO Utilização do E-BOOK OBS.. O autor

Leia mais

Empresário. Você curte moda? Gosta de cozinhar? Não existe sorte nos negócios. Há apenas esforço, determinação, e mais esforço.

Empresário. Você curte moda? Gosta de cozinhar? Não existe sorte nos negócios. Há apenas esforço, determinação, e mais esforço. Empresário Não existe sorte nos negócios. Há apenas esforço, determinação, e mais esforço. Sophie Kinsella, Jornalista Econômica e autora Você curte moda? Gosta de cozinhar? Ou talvez apenas goste de animais?

Leia mais

PARA SEMPRE CERTIFICAÇÃO FLORESTAL FSC. Carmen Figueiredo

PARA SEMPRE CERTIFICAÇÃO FLORESTAL FSC. Carmen Figueiredo PARA SEMPRE CERTIFICAÇÃO FLORESTAL FSC Carmen Figueiredo PARA SEMPRE CERTIFICAÇÃO FLORESTAL FSC 1ª edição 2005 Realização Apoio CRÉDITOS Produção Ethnos estratégias socio ambientais - ethnosconsultoria@uol.com.br

Leia mais

DADOS DE IDENTIFICAÇÃO

DADOS DE IDENTIFICAÇÃO 1 BUSINESS GAME UGB Eduardo de Oliveira Ormond Especialista em Gestão Empresarial Flávio Pires Especialista em Gerencia Avançada de Projetos Luís Cláudio Duarte Especialista em Estratégias de Gestão Marcelo

Leia mais

Discurso do presidente Alexandre Tombini na comemoração dos 30 anos da Associação Brasileira de Bancos Comerciais (ABBC).

Discurso do presidente Alexandre Tombini na comemoração dos 30 anos da Associação Brasileira de Bancos Comerciais (ABBC). São Paulo, 21 de março de 2013. Discurso do presidente Alexandre Tombini na comemoração dos 30 anos da Associação Brasileira de Bancos Comerciais (ABBC). Senhoras e senhores É com grande satisfação que

Leia mais

Relatório de Comunicação e Engajamento COE. Associação Paranaense dos Engenheiros Ambientais APEAM

Relatório de Comunicação e Engajamento COE. Associação Paranaense dos Engenheiros Ambientais APEAM Relatório de Comunicação e Engajamento COE Associação Paranaense dos Engenheiros Ambientais APEAM Declaração de Apoio Continuo do Presidente 21/08/2015 Para as partes interessadas: Tenho o prazer de confirmar

Leia mais

Prêmio Vivaleitura. Dicas para se inscrever no. e outros projetos...

Prêmio Vivaleitura. Dicas para se inscrever no. e outros projetos... Dicas para se inscrever no Prêmio Vivaleitura e outros projetos... 2011 Vaga Lume R. Aspicuelta, 678 Vila Madalena São Paulo SP 05433-011 (11) 3032-6032 www.vagalume.org.br falecom@vagalume.org.br 1) Apresentação

Leia mais

REGULAMENTO MES MECANISMOS DE ESTUDOS SISTÊMICOS Universidade Ibirapuera Aprovado pela Res. CONSUN nº 10/07, de 19.09.07 REGULAMENTO MES - MECANISMOS DE ESTUDOS SISTÊMICOS TÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

Leia mais

Ana possui uma promissora. Ambiente virtual para inovar

Ana possui uma promissora. Ambiente virtual para inovar Ambiente virtual para inovar Secti lança Portal Paraense de Inovação para conectar atores estratégicos e aumentar investimento em inovação no Pará Por Igor de Souza Ana possui uma promissora empresa de

Leia mais

PROGRAMA JOVEM APRENDIZ

PROGRAMA JOVEM APRENDIZ JOVEM APRENDIZ Eu não conhecia nada dessa parte administrativa de uma empresa. Descobri que é isso que eu quero fazer da minha vida! Douglas da Silva Serra, 19 anos - aprendiz Empresa: Sinal Quando Douglas

Leia mais