Rio de Janeiro São Paulo Belo Horizonte Brasília

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Rio de Janeiro São Paulo Belo Horizonte Brasília"

Transcrição

1 Rio de Janeiro São Paulo Belo Horizonte Brasília

2 Rio de Janeiro São Paulo Belo Horizonte Brasília INTEGRANDO UM DIAGNÓSTICO À GESTÃO POR PROCESSOS Pedro Barreto

3 SUMÁRIO 1 Diagnóstico financeiro versus gestão de processos uma visão integrada 2 Mapeamento da cadeia de valor 3 Diagnostico financeiro 4 Oportunidades de melhoria Priorização de melhorias Ações imediatas Projetos de transformação 4/4/2014 3/16 3

4 FRAMEWORK DE PROCESSOS ORIGINAL Plano Estratégico Desdobrar estratégia para processos Ganho consolidado do portfólio Metas desdobradas Ideias e Demandas de Transformação Projetos Priorizados Ganhos com projetos Gestão do Dia a Dia Governança Execução de Projetos de Transformação Desempenho Desempenho Melhoria Contínua Transformação Organizacional Tempo Tempo Ações Corretivas, Preventivas e de Melhoria Contínua Medições e Ocorrências Novos Processos em operação PROCESSOS EM AÇÃO 4/16

5 Ações imeddiatas FRAMEWORK DE PROCESSOS COM DIAGNÓSTICO Processos criticos Plano Estratégico Desdobrar diagnostico financeiro e estratégia para processos Ganho consolidado do portfólio Metas desdobradas Ideias e Demandas de Transformação Projetos Priorizados Ganhos com projetos Gestão do Dia a Dia Governança Execução de Projetos de Transformação Desempenho Desempenho Melhoria Contínua Transformação Organizacional Tempo Tempo Ações Corretivas, Preventivas e de Melhoria Contínua Medições e Ocorrências Novos Processos em operação PROCESSOS EM AÇÃO 5/16

6 MAPEAR CADEIA DE VALOR (MACROPROCESSOS) DIAGNÓSTICO Desenvolver Serviços e Canais Processos criticos Desdobrar diagnostico financeiro e estratégia para processos Vender Serviços Para Canais Plano Estratégico Executar Serviços Vendidos Ganho consolidado do portfólio Avaliar Serviços Prestados Desenvolver Estratégia Desenvolver Mix de Serviços Desenvolver Mix de Canais Encerrar Canais E Serviços Prospectar Novos Clientes Negociar propotas e assinar contratos Prospectar e aditivos Serviços nos Clientes Existentes Encerrar Contratos Planejar e Gerenciar Rotas Auditar e Apadrinhar Produtos Gerar Feedback no Cliente Monitorar satisfação do cliente Monitorar Performance dos Serviços e Canais Gerenciar Solicitações e Reclamações Gerir Recursos Financeiros Gerir Orçamento Gerir Fluxo de Caixa Gerir Contabilidade Geri Recursos Humanos Recrutar e Selecionar Desenvolver Colaboradores Gerir Benefícios e Pagamentos Desligar Colaboradores Gerir Tecnologia da Informação Gerir Suporte de TI Gerir Demandas de TI Gerir Infraestrutura de TI Gerir Infraestruura Gerir Ativos Gerir Suprimentos Gerir Documentos 6/16

7 DEFINIR CLARAMENTE OBJETIVOS DO PROJETO Melhorar fluxo de caixa 7/16

8 COMPILAR INFORMAÇÕES FINANCEIRAS DISPONÍVEIS Melhorar fluxo de caixa 8/16

9 CONSTRUIR/ ANALISAR DADOS AGREGADOS FLUXO DE CAIXA 2013 Entradas de caixa Lucro liquido R$ 100,00 Aumento de divida R$ 50,00 R$ 150,00 Saidas de caixa Aumento de contas a receber R$ 200,00 Amento de estoques R$ 50,00 Compra equipamento R$ 50,00 Distribuição de lucros R$ 50,00 R$ 350,00 VARIAÇÃO DE CAIXA NO ANO R$ 200,00 Melhorar fluxo de caixa Lucro positivo Fluxo de caixa negativo 9/16

10 FOCALIZAR ANÁLISE NAS OPORTUNIDADES MAIS RELEVANTES FLUXO Lucro DE CAIXA liquido 2013 Entradas de caixa Lucro liquido R$ 100,00 Aumento de divida R$ 50,00 R$ 150,00 Saidas de caixa Aumento de contas a receber R$ 200,00 Amento de estoques R$ 50,00 Compra equipamento R$ 50,00 Distribuição de lucros R$ 50,00 R$ 350,00 VARIAÇÃO DE CAIXA NO ANO R$ 200,00 Melhorar fluxo de caixa Contas a receber 10/16

11 EFETUAR TESTES DE SENSIBILIDADE Lucro liquido Melhorar fluxo de caixa Contas a receber Número de horas Preço médio 4 Produtividade Prazos de recebimento Horas vendidas Retenção de clientes 11/16

12 IDENTIFICAR INDICADORES CHAVE (KPIS) Lucro liquido Melhorar fluxo de caixa Contas a receber Número de horas Preço médio 4 Produtividade Prazos de recebimento Horas vendidas Retenção de clientes 12/16

13 IDENTIFICAR CAUSAS RAIZ Lucro liquido Melhorar fluxo de caixa Contas a receber Número de horas 4 Prazos de recebimento Horas vendidas 13/16

14 CONSTRUIR AGENDA DE MELHORIAS KPI 1 Horas vendidas KPI2 Produtividade PESO 40,0% 60,0% Oportunidades de melhoria Ganho 1 Ganho 2 Melhorar o entendimento das necessidades dos clientes para planejamento Desenvolver/ adquirir ferramentas para racionalizar planejamento de rotas Melhorar/ estruturar precificação dos serviços 4 Melhorar e registrar avaliação dos objetivos dos clientes para a negociação das propostas Número Ampliar contato de com potenciais promotores do programa feedback Melhorar horas treinamento de colaboradores Ampliar as análises, melhorar o layout das entragas aos clientes Melhorar a forma da interação de entrega com os clientes Desenhar dimensionamento de equipe considerando folga de recursos Automatizar a geração de relatórios para redução no tempo de elaboração Horas Fazer validação e análise dos contratos vendidas Renovar contratos com prazos encerrados Renovação automatica de contratos Lucro liquido Contas a receber KPIs Impactados Prazos de recebimento 14/16

15 PRIORIZAR MELHORIAS Processos criticos Plano Estratégico Desdobrar diagnostico financeiro e estratégia para processos Ganho consolidado do portfólio KPI 1 KPI2 Horas vendidas Produtividade PESO 40,0% 60,0% KPIs Impactados Limpar Ordenar AVALIAÇÃO Oportunidades de melhoria Ganho 1 Ganho 2 Baixo(0)Alto (4) Prioridade Melhorar o entendimento das necessidades dos clientes para planejamento 5,60 Desenvolver/ adquirir ferramentas para racionalizar planejamento de rotas 1,60 Melhorar/ estruturar precificação dos serviços 0,80 Melhorar e registrar avaliação dos objetivos dos clientes para a negociação das propostas 3,20 Ampliar contato com potenciais promotores do programa feedback 2,40 Melhorar treinamento de colaboradores 1,60 Ampliar as análises, melhorar o layout das entragas aos clientes 1,60 Melhorar a forma da interação de entrega com os clientes 1,60 Desenhar dimensionamento de equipe considerando folga de recursos 0,80 Automatizar a geração de relatórios para redução no tempo de elaboração 1,60 Fazer validação e análise dos contratos Renovar contratos com prazos encerrados Renovação automatica de contratos 15/16

16 Ações imeddiatas IDENTIFICAR AÇÕES IMEDIATAS KPIs Impactados Ordenar AVALIAÇÃO Oportunidades de melhoria Ganho 1 Ganho 2 Baixo(0)Alto (4) Prioridade Melhorar o entendimento das necessidades dos clientes para planejamento 5,60 Desenvolver/ adquirir ferramentas para racionalizar planejamento de rotas 1,60 Melhorar/ estruturar precificação dos serviços 0,80 Melhorar e registrar avaliação dos objetivos dos clientes para a negociação das propostas 3,20 Ampliar contato com potenciais promotores do programa feedback 2,40 Melhorar treinamento de colaboradores 1,60 Ampliar as análises, melhorar o layout das entragas aos clientes 1,60 Melhorar a forma da interação de entrega com os clientes 1,60 Desenhar dimensionamento de equipe considerando folga de recursos 0,80 Automatizar a geração de relatórios para redução no tempo de elaboração 1,60 Fazer validação e análise dos contratos Renovar contratos com prazos encerrados Renovação automatica de contratos 16/16

17 IMPLEMENTAR AÇÕES IMEDIATAS KPIs Impactados Gestão do Dia a Dia Ordenar AVALIAÇÃO Oportunidades de melhoria Ganho 1 Ganho 2 Baixo(0)Alto (4) Prioridade Melhorar o entendimento das necessidades dos clientes para planejamento 5,60 Desenvolver/ adquirir ferramentas para racionalizar planejamento de rotas 1,60 Melhorar/ estruturar precificação dos serviços 0,80 Desempenho Melhorar e registrar avaliação dos objetivos dos clientes para a negociação das propostas 3,20 Ampliar contato com potenciais promotores do programa feedback 2,40 Melhorar treinamento de colaboradores 1,60 Ampliar as análises, melhorar o layout das entragas aos clientes 1,60 Melhorar a forma da interação de entrega com os clientes 1,60 Desenhar dimensionamento de equipe considerando folga de recursos 0,80 Automatizar a geração de relatórios para redução no tempo de elaboração 1,60 Fazer validação e análise dos contratos Tempo Renovar contratos com prazos encerrados Renovação automatica de contratos Melhoria Contínua 17/16

18 BOLETIM MENSAL DE INFORMAÇÕES Melhorias imediatas Abril MELHORIAS GANHOS Desenvolver / adquiri ferramentas para racionalizar planejamento de rotas Melhorar / estruturar precificação dos serviços Aumento nas margens 45% Melhorar avaliação dos objetivos dos clientes para a negociação das 30% propostas Ampliar contato com potenciais promotores do Programa Feedback Aumento no número de clientes Definir portifólio de produtos Melhorar treinamento dos colaboradores Ampliar as análises e melhorar o layout das entregas aos clientes Melhorar a forma de interação de entrega com os clientes Melhoria na satisfação de clientes Desenhar dimensionamento de equipe considerando folga de recursos PROCESSOS EM AÇÃO 18/16

19 DESDOBRAR DIAGNOSTICO E ESTRATÉGIA PARA PROCESSOS Processos criticos Plano Estratégico Desdobrar diagnostico financeiro e estratégia para processos Ganho consolidado do portfólio Ord Ordenar # Macroprocesso Processo Oportunidades de melhoria 14 Executar Serviços Vendidos Planejar e gerenciar rotas Melhorar o entendimento das necessidades dos clientes para planejamento 36 Executar Serviços Vendidos Planejar e gerenciar rotas Desenvolver/ adquirir ferramentas para racionalizar planejamento de rotas 8 Vender Serviços para Clientes Negociar contratos e aditivos Melhorar/ estruturar precificação dos serviços 7 Vender Serviços para Clientes Negociar contratos e aditivos Melhorar e registrar avaliação dos objetivos dos clientes para a negociação das propostas 6 Vender Serviços para Clientes Prospectar novos clientes Ampliar contato com potenciais promotores do programa feedback 24 Gerir Pessoas Desenvolver colaboradores Melhorar treinamento de colaboradores 17 Executar Serviços Vendidos Gerar feedback para o cliente Ampliar as análises, melhorar o layout das entragas aos clientes 36 Executar Serviços Vendidos Gerar feedback para o cliente Melhorar a forma da interação de entrega com os clientes 36 Gerir Pessoas Recrutar e selecionar Desenhar dimensionamento de equipe considerando folga de recursos 18 Executar Serviços Vendidos Gerar feedback para cliente Automatizar a geração de relatórios para redução no tempo de elaboração 10 Vender Serviços para Clientes Negociar contratos e aditivos Fazer validação e análise dos contratos 11 Vender Serviços para Clientes Negociar contratos e aditivos Renovar contratos com prazos encerrados 36 Vender Serviços para Clientes Negociar contratos e aditivos Renovação automatica de contratos 19/16

20 IDENTIFICAR PROCESSOS CRITICOS Processos criticos KPI 1 KPI2 Horas vendidas Produtividade PESO 40,0% 60,0% KPIs Impactados Limpar Ordenar AVALIAÇÃO Processo Oportunidades de melhoria Ganho 1 Ganho 2 Baixo(0)Alto (4) Prioridade Planejar e gerenciar rotas Melhorar o entendimento das necessidades dos clientes para planejamento 5,60 Planejar e gerenciar rotas Desenvolver/ adquirir ferramentas para racionalizar planejamento de rotas 1,60 Negociar contratos e aditivos Melhorar/ estruturar precificação dos serviços 0,80 Negociar contratos e aditivos Melhorar e registrar avaliação dos objetivos dos clientes para a negociação das propostas 3,20 Prospectar novos clientes Ampliar contato com potenciais promotores do programa feedback 2,40 Desenvolver colaboradores Melhorar treinamento de colaboradores 1,60 Gerar feedback para o cliente Ampliar as análises, melhorar o layout das entragas aos clientes 1,60 Gerar feedback para o cliente Melhorar a forma da interação de entrega com os clientes 1,60 Recrutar e selecionar Desenhar dimensionamento de equipe considerando folga de recursos 0,80 Gerar feedback para cliente Automatizar a geração de relatórios para redução no tempo de elaboração 1,60 Negociar contratos e aditivos Fazer validação e análise dos contratos Negociar contratos e aditivos Renovar contratos com prazos encerrados Negociar contratos e aditivos Renovação automatica de contratos 20/16

21 EXECUTAR PROJETOS DE TRANSFORMAÇÃO Processos criticos KPI 1 KPI2 Horas vendidas Produtividade PESO 40,0% 60,0% KPIs Impactados Limpar Execução de Projetos de Transformação AVALIAÇÃO Processo Oportunidades de melhoria Ganho 1 Ganho 2 Baixo(0)Alto (4) Prioridade Planejar e gerenciar rotas Melhorar o entendimento das necessidades dos clientes para planejamento 5,60 Planejar e gerenciar rotas Desenvolver/ adquirir ferramentas para racionalizar planejamento de rotas Desempenho 1,60 Negociar contratos e aditivos Melhorar/ estruturar precificação dos serviços 0,80 Negociar contratos e aditivos Melhorar e registrar avaliação dos objetivos dos clientes para a negociação das propostas 3,20 Prospectar novos clientes Ampliar contato com potenciais promotores do programa feedback 2,40 Desenvolver colaboradores Melhorar treinamento de colaboradores Transformação 1,60 Gerar feedback para o cliente Ampliar as análises, melhorar o layout das entragas aos clientes 1,60 Organizacional Gerar feedback para o cliente Melhorar a forma da interação de entrega com os clientes 1,60 Recrutar e selecionar Desenhar dimensionamento de equipe considerando folga de recursos 0,80 Gerar feedback para cliente Automatizar a geração de relatórios para redução no tempo de elaboração 1,60 Negociar contratos e aditivos Fazer validação e análise dos contratos Tempo Negociar contratos e aditivos Renovar contratos com prazos encerrados Negociar contratos e aditivos Renovação automatica de contratos Ordenar 21/16

22 AGORA COMEÇA A MUDANÇA PROCESSOS EM AÇÃO 22/16

23 GERIR MUDANÇA PROCESSOS EM AÇÃO 23/16

24 MEDIR IMPACTO DAS MELHORIAS Lucro liquido 4 Contas a receber Número de horas Prazos de recebimento Horas vendidas 24/16

25 RESUMO DOS PRINCIPAIS PRODUTOS Diagrama de Escopo Visão de Futuro Fluxograma de Procesos As Is Agenda de Ideias Memória de Ganhos Indicadores de processos Fluxograma de Processos To Be Controle de Indicadores INDICADORES Nº Processo Indicador Responsável Meta Acumulado jan fev mar abr mai jun jul ago set out nov dez Acumulado Plano de Implementação Business Case Plano de Acompanhamento Painel de Acompanhamento 25/16

26 Obrigado. Pedro Barreto

BPM Congress 27 e 28-11-2012. Palestrante: Ranussy Gonçalves

BPM Congress 27 e 28-11-2012. Palestrante: Ranussy Gonçalves BPM Congress 27 e 28-11-2012 Palestrante: Ranussy Gonçalves O SEBRAE-MG Mais de 700 funcionários Orçamento para 2012 de mais de R$ 185 milhões 130 mil empresas atendidas em 2011 e 150 mil para 2012 O início

Leia mais

Ricardo Paulino Gerente de Processos e Estratégia

Ricardo Paulino Gerente de Processos e Estratégia Ricardo Paulino Gerente de Processos e Estratégia Agenda Sobre a Ferrettigroup Brasil O Escritório de Processos Estratégia Adotada Operacionalização do Escritório de Processos Cenário Atual Próximos Desafios

Leia mais

PRÓ-TRANSPORTE - MOBILIDADE URBANA - PAC COPA 2014 - CT 318.931-88/10

PRÓ-TRANSPORTE - MOBILIDADE URBANA - PAC COPA 2014 - CT 318.931-88/10 AMPLIAÇÃO DA CENTRAL DE Simpl Acum Simpl Acum jul/10 a jun/11 jul/11 12 13 (%) (%) (%) (%) 1.72.380,00 0,00 0,00 0,00 361.00,00 22,96 22,96 1/11 AMPLIAÇÃO DA CENTRAL DE ago/11 Simpl Acum Simpl Acum Simpl

Leia mais

Alinhamento entre Estratégia e Processos

Alinhamento entre Estratégia e Processos Fabíola Azevedo Grijó Superintendente Estratégia e Governança São Paulo, 05/06/13 Alinhamento entre Estratégia e Processos Agenda Seguros Unimed Modelo de Gestão Integrada Kaplan & Norton Sistema de Gestão

Leia mais

Transformação Organizacional: como transformar as operações (parte 2)

Transformação Organizacional: como transformar as operações (parte 2) RIO DE JANEIRO SÃO PAULO BRASÍLIA BELO HORIZONTE Transformação Organizacional: como transformar as operações (parte 2) Transformando as Operações Novos modelos de negócio Novos produtos, serviços e experiências

Leia mais

DEMONSTRATIVO DE CÁLCULO DE APOSENTADORIA - FORMAÇÃO DE CAPITAL E ESGOTAMENTO DAS CONTRIBUIÇÕES

DEMONSTRATIVO DE CÁLCULO DE APOSENTADORIA - FORMAÇÃO DE CAPITAL E ESGOTAMENTO DAS CONTRIBUIÇÕES Página 1 de 28 Atualização: da poupança jun/81 1 133.540,00 15,78 10,00% 13.354,00 10,00% 13.354,00 26.708,00-0,000% - 26.708,00 26.708,00 26.708,00 jul/81 2 133.540,00 15,78 10,00% 13.354,00 10,00% 13.354,00

Leia mais

A implantação da governança de TI:abordagens, barreiras e requisitos. Agenda da palestra

A implantação da governança de TI:abordagens, barreiras e requisitos. Agenda da palestra A implantação da governança de TI:abordagens, barreiras e requisitos Limeira, 27 de outubro de 2010 Aguinaldo Aragon Fernandes, DSc,CGEIT www,aragonconsultores.com.br Copyright 2010 By Aragon. Agenda da

Leia mais

PRÓ-TRANSPORTE - MOBILIDADE URBANA - PAC COPA 2014 - CT 318.931-88/10

PRÓ-TRANSPORTE - MOBILIDADE URBANA - PAC COPA 2014 - CT 318.931-88/10 AMPLIAÇÃO DA CENTRAL DE Simpl Acum Simpl Acum jul/10 a jun/11 jul/11 12 13 (%) (%) (%) (%) 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 1/11 AMPLIAÇÃO DA CENTRAL DE ago/11 Simpl Acum Simpl Acum Simpl Acum 14 set/11 15

Leia mais

Consultoria: Alta Performance em Vendas

Consultoria: Alta Performance em Vendas MPRADO COOPERATIVAS Consultoria: Alta Performance em Vendas Apresentação: MPrado Consultoria Empresarial Uma das maiores consultorias em Agronegócio do Brasil; 15 anos de mercado; 70 Consultores em Gestão

Leia mais

Pacote Microsoft Partner;Waldemar Nogueira;Microsoft Office 2007[2 licença(s)];impressora A3[1 und]

Pacote Microsoft Partner;Waldemar Nogueira;Microsoft Office 2007[2 licença(s)];impressora A3[1 und] 0 Implantação do CMMI-DEV L2 509,13 dias 01/Fev/10 08/Fev/12 1 1 Iniciação 187 dias 01/Fev/10 01/Nov/10 2 1.1 Formar e institucionalizar SEPG 187 dias 01/Fev/10 01/Nov/10 3 1.1.1 Treinamento 2 dias 01/Fev/10

Leia mais

Gestão de Portfólio de Projetos

Gestão de Portfólio de Projetos Dez/2010 Gestão de de Projetos Prof. Américo Pinto FGV, IBMEC-RJ, PUC-RJ, COPPEAD Email: contato@americopinto.com.br Twitter: @americopinto Linkedin: Americo Pinto Website: www.americopinto.com.br Por

Leia mais

Balanced Scorecard BSC. O que não é medido não é gerenciado. Medir é importante? Também não se pode medir o que não se descreve.

Balanced Scorecard BSC. O que não é medido não é gerenciado. Medir é importante? Também não se pode medir o que não se descreve. Balanced Scorecard BSC 1 2 A metodologia (Mapas Estratégicos e Balanced Scorecard BSC) foi criada por professores de Harvard no início da década de 90, e é amplamente difundida e aplicada com sucesso em

Leia mais

Governança AMIGA. Para baixar o modelo de como fazer PDTI: www.microsoft.com/brasil/setorpublico/governanca/pdti

Governança AMIGA. Para baixar o modelo de como fazer PDTI: www.microsoft.com/brasil/setorpublico/governanca/pdti e d a id 4 m IN r fo a n m Co co M a n ua l Governança AMIGA Para baixar o modelo de como fazer PDTI: www.microsoft.com/brasil/setorpublico/governanca/pdti Um dos grandes desafios atuais da administração

Leia mais

ESTÁGIO DE NIVELAMENTO DE GERENCIAMENTO DE PROJETOS MACROPROCESSO DE GESTÃO DO PORTFÓLIO

ESTÁGIO DE NIVELAMENTO DE GERENCIAMENTO DE PROJETOS MACROPROCESSO DE GESTÃO DO PORTFÓLIO ESTÁGIO DE NIVELAMENTO DE GERENCIAMENTO DE PROJETOS MACROPROCESSO DE GESTÃO DO PORTFÓLIO 05.11.2015 SUMÁRIO INTRODUÇÃO DEFINIÇÃO DE PORTFÓLIO CENÁRIO NEGATIVO DOS PORTFÓLIOS NAS ORGANIZAÇÕES GOVERNANÇA

Leia mais

Instituto de desenvolvimento educacional de Angola IDEIA SECRETARIA ACADÊMICA

Instituto de desenvolvimento educacional de Angola IDEIA SECRETARIA ACADÊMICA Instituto de desenvolvimento educacional de Angola IDEIA SECRETARIA ACADÊMICA Curso de Especialização MBA Gestão Estratégica em Tecnologia da Informação ANO MÊS CRONOGRAMA Dia Data Disciplina ch seg 07/09/15

Leia mais

Calendário Pós-graduação 2014 - MBA em Gestão de Projetos

Calendário Pós-graduação 2014 - MBA em Gestão de Projetos Calendário Pós-graduação 2014 - MBA em Gestão de Projetos Disciplina Data Início Data fim Atividade acadêmica ENTRADA 1 10/03/2014 20/12/2014 17/03/2014 24/03/2014 Análise de Cenários Econômicos (Disciplina

Leia mais

DATA DIA DIAS DO FRAÇÃO DATA DATA HORA DA INÍCIO DO ANO JULIANA SIDERAL T.U. SEMANA DO ANO TRÓPICO 2450000+ 2460000+

DATA DIA DIAS DO FRAÇÃO DATA DATA HORA DA INÍCIO DO ANO JULIANA SIDERAL T.U. SEMANA DO ANO TRÓPICO 2450000+ 2460000+ CALENDÁRIO, 2015 7 A JAN. 0 QUARTA -1-0.0018 7022.5 3750.3 1 QUINTA 0 +0.0009 7023.5 3751.3 2 SEXTA 1 +0.0037 7024.5 3752.3 3 SÁBADO 2 +0.0064 7025.5 3753.3 4 DOMINGO 3 +0.0091 7026.5 3754.3 5 SEGUNDA

Leia mais

Valores de ATR e Preço da Tonelada de Cana-de-açúcar - Consecana do Estado de São Paulo

Valores de ATR e Preço da Tonelada de Cana-de-açúcar - Consecana do Estado de São Paulo Valores de ATR e Preço da Tonelada de Cana-de-açúcar - Consecana do Estado de São Paulo Safra 2015/2016 Mensal Acumulado Cana Campo (1) Cana Esteira (2) R$/Kg ATR R$/Kg ATR R$/Ton. R$/Ton. Abr/15 0,4909

Leia mais

As novas tecnologias podem finalmente - viabilizar o RH Estratégico? Thais Silva I Janeiro 2012

As novas tecnologias podem finalmente - viabilizar o RH Estratégico? Thais Silva I Janeiro 2012 As novas tecnologias podem finalmente - viabilizar o RH Estratégico? Thais Silva I Janeiro 2012 Universo TOTVS Fundada em 1983 6ª maior empresa de software (ERP) do mundo Líder em Software no Brasil e

Leia mais

MODELO DE GESTÃO DA INFORMAÇÃO COMO BASE DA AÇÃO COMERCIAL DE PEQUENAS EMPRESAS DE TI

MODELO DE GESTÃO DA INFORMAÇÃO COMO BASE DA AÇÃO COMERCIAL DE PEQUENAS EMPRESAS DE TI MODELO DE GESTÃO DA INFORMAÇÃO COMO BASE DA AÇÃO COMERCIAL DE PEQUENAS EMPRESAS DE TI Lina Krafta Proposta de Dissertação de Mestrado Orientador: Prof. Dr. Henrique Freitas Porto Alegre, 21 de Dezembro

Leia mais

PAEX Parceiros para a Excelência

PAEX Parceiros para a Excelência PAEX Parceiros para a Excelência Estabelecer parcerias por melhores resultados: uma prática comum na natureza e nas empresas que querem se desenvolver. CONHECA A FDC Alianças Internacionais: Uma Escola

Leia mais

Rio de Janeiro São Paulo Belo Horizonte Brasília

Rio de Janeiro São Paulo Belo Horizonte Brasília Rio de Janeiro São Paulo Belo Horizonte Brasília Rio de Janeiro São Paulo Belo Horizonte Brasília MGS Plano de execução de serviço Projeto de transformação de Processos Estrutura do Documento 1. Introdução

Leia mais

PROGRAMA DE GESTÃO AMBIENTAL

PROGRAMA DE GESTÃO AMBIENTAL JANEIRO 2013 RESUMO EXECUTIVO A ACCENT é uma empresa especializada em soluções tradução e localização de software, publicações técnicas, conteúdo de sites e material institucional e educativo. ESTRUTURA

Leia mais

SIMPLIFICAÇÃO DE PROCESSOS

SIMPLIFICAÇÃO DE PROCESSOS SIMPLIFICAÇÃO DE PROCESSOS 1 FINALIDADE DO PROJETO ESTRATÉGICO Simplificar e padronizar os processos internos, incrementando o atendimento ao usuário. Especificamente o projeto tem o objetivo de: Permitir

Leia mais

Case SICREDI CA Clarity PPM. CA PPM Summit Brasil 2012

Case SICREDI CA Clarity PPM. CA PPM Summit Brasil 2012 Case SICREDI CA Clarity PPM CA PPM Summit Brasil 2012 Agenda Conhecendo o Sicredi Seleção e Implantação de uma Solução de PPM O CA-Clarity PPM no Sicredi Roadmap 2012 Agenda Conhecendo o Sicredi Seleção

Leia mais

IV PLANO DE GERENCIAMENTO DE TEMPO

IV PLANO DE GERENCIAMENTO DE TEMPO IV PLANO DE GERENCIAMENTO DE TEMPO 1 - Descrição do Plano de Gerenciamento detempo (PMBOK) O gerenciamento de tempo do projeto inclui os processos necessários para realizar o término do projeto no prazo.

Leia mais

Implementação do módulo LES Transportation para fretes de entrada

Implementação do módulo LES Transportation para fretes de entrada Implementação do módulo LES Transportation para fretes de entrada Palestrantes: Carine Antunes (Analista TI) Francisco Sá (Coordenador de Suprimentos) Marcos Rosa (Consultor MM) Data 15/03/2012 Agenda

Leia mais

1º Congresso Nacional de Gerenciamento de Processos na Gestão Pública. Cadeia de valor. Quando? Como? Porque?

1º Congresso Nacional de Gerenciamento de Processos na Gestão Pública. Cadeia de valor. Quando? Como? Porque? 1º Congresso Nacional de Gerenciamento de Processos na Gestão Pública Cadeia de valor Quando? Como? Porque? ABPMP Novembro-2012 1 QUANDO CONSTRUIR UMA CADEIA DE VALOR? - Gestão de processos - Gestão de

Leia mais

Plano de Aula - Sistema de Gestão da Qualidade - cód. 5325. 56 Horas/Aula

Plano de Aula - Sistema de Gestão da Qualidade - cód. 5325. 56 Horas/Aula Plano de Aula - Sistema de Gestão da - cód. 5325 Aula 1 Capítulo 1 - Conceitos e Fundamentos da Aula 2 1 - Aula 3 1 - Aula 4 1 - Aula 5 Capítulo 2 - Ferramentas da Aula 6 2 - Ferramentas da Aula 7 2 -

Leia mais

Mapa Estratégico de Minas Gerais

Mapa Estratégico de Minas Gerais Mapa Estratégico de Minas Gerais ORGANIZAÇÃO DAS ÁREAS DE RESULTADO => Desafios setoriais Desdobrados em: => Objetivos Estratégicos Traduzidos em: => Resultados Finalísticos: Indicadores e Metas Materializados

Leia mais

De Boas Ideias para Uma Gestão Baseada em Processos

De Boas Ideias para Uma Gestão Baseada em Processos De Boas Ideias para Uma Gestão Baseada em Processos O que você vai mudar em sua forma de atuação a partir do que viu hoje? Como Transformar o Conteúdo Aprendido Neste Seminário em Ação! O que debatemos

Leia mais

Transparência na relação com os consumidores

Transparência na relação com os consumidores Transparência na relação com os consumidores FLEURY MEDICINA e SAÚDE Fleury Medicina Diagnóstica 1926 Fundado em 1926 pelo médico Gastão Fleury Silveira; Primeiro laboratório multidisciplinar de análises

Leia mais

Comunicação e colaboração na execução do Plano Estratégico

Comunicação e colaboração na execução do Plano Estratégico Comunicação e colaboração na execução do Plano Estratégico Apresentação A Secretaria de Planejamento e Gestão Estratégica SEPG apoia a Presidência nas demandas relativas ao planejamento institucional,

Leia mais

Liderança em idéias, métodos e resultados em BPM no Brasil. Como estamos agregando valor com a Gestão por Processos? Leandro Jesus

Liderança em idéias, métodos e resultados em BPM no Brasil. Como estamos agregando valor com a Gestão por Processos? Leandro Jesus Liderança em idéias, métodos e resultados em BPM no Brasil Como estamos agregando valor com a Gestão por Processos? Leandro Jesus ELO Group Quem somos Consultoria especializada em Gestão de Processos de

Leia mais

Data Moeda Valor Vista Descrição Taxa US$ 07-Jul-00 Real 0,5816 Sem frete - PIS/COFINS (3,65%) NPR 1,81 14-Jul-00 Real 0,5938 Sem frete - PIS/COFINS

Data Moeda Valor Vista Descrição Taxa US$ 07-Jul-00 Real 0,5816 Sem frete - PIS/COFINS (3,65%) NPR 1,81 14-Jul-00 Real 0,5938 Sem frete - PIS/COFINS Data Moeda Valor Vista Descrição Taxa US$ 07-Jul-00 Real 0,5816 Sem frete - PIS/COFINS (3,65%) NPR 1,81 14-Jul-00 Real 0,5938 Sem frete - PIS/COFINS (3,65%) NPR 1,8 21-Jul-00 Real 0,6493 Sem frete - PIS/COFINS

Leia mais

Curso de caráter teórico e prático, voltado para profissionais que buscam implantar uma unidade central de apoio à gestão por processos

Curso de caráter teórico e prático, voltado para profissionais que buscam implantar uma unidade central de apoio à gestão por processos Curso de caráter teórico e prático, voltado para profissionais que buscam implantar uma unidade central de apoio à gestão por processos Semana de Estruturação do Escritório de Processos Objetivo do Curso

Leia mais

BENEFÍCIOS COM A SMALL

BENEFÍCIOS COM A SMALL BENEFÍCIOS COM A SMALL 2012. Small Consultoria Avenida Engenheiro Caetano Álvares, 530 Casa Verde, São Paulo S.P. Tel. 11 2869.9699 / 11 2638.5372 Todos os direitos reservados. A IDEIA Dentre os exemplos

Leia mais

Aplicação da Metodologia BPM Case SOCOR Jacqueline Furtado Portella

Aplicação da Metodologia BPM Case SOCOR Jacqueline Furtado Portella Aplicação da Metodologia BPM Case SOCOR Jacqueline Furtado Portella Gestora Hospitalar Especialista em Gestão em Saúde Gestora de Processos de Negócio Junho/2013 Agenda I) O contexto do Hospital Socor

Leia mais

PROCESSOS PODEROSOS DE NEGÓCIO. ideiaconsultoria.com.br 43 3322 2110 comercial@ideiaconsultoria.com.br

PROCESSOS PODEROSOS DE NEGÓCIO. ideiaconsultoria.com.br 43 3322 2110 comercial@ideiaconsultoria.com.br PROCESSOS PODEROSOS DE NEGÓCIO ideiaconsultoria.com.br 43 3322 2110 comercial@ideiaconsultoria.com.br POR QUE ESCREVEMOS ESTE E-BOOK? Nosso objetivo com este e-book é mostrar como a Gestão de Processos

Leia mais

Gestão Estratégica da Informação

Gestão Estratégica da Informação Valorizando o Rio de Janeiro Gestão Estratégica da Informação Visão e Aplicações Palestrante: Prof.: Marcelo Almeida Magalhães "Many of us underestimated just how fast business process modeling would become

Leia mais

e a definição dos procedimentos. Sistema informatizado adequado à metodologia utilizada. Manual de procedimentos elaborado/atualizado.

e a definição dos procedimentos. Sistema informatizado adequado à metodologia utilizada. Manual de procedimentos elaborado/atualizado. ANEXO I CRONOGRAMA DE AÇÕES PARA IMPLEMENT AÇÃO DA CONT ABILIDADE APLICADA AO SET OR PÚBLICO PORTARIA STN n.º 753, DE 21 DE DEZEMBRO DE 2012 I - Reconhecimento,

Leia mais

Agenda ! GRUPO SABEMI. ! Contexto Geral de Processos e TI na SABEMI. ! Case: Processo de Atendimento dos Canais de Venda. ! Resultados da Automação

Agenda ! GRUPO SABEMI. ! Contexto Geral de Processos e TI na SABEMI. ! Case: Processo de Atendimento dos Canais de Venda. ! Resultados da Automação Agenda! GRUPO SABEMI! Contexto Geral de Processos e TI na SABEMI! Case: Processo de Atendimento dos Canais de Venda! Resultados da Automação Grupo SABEMI Vídeo Institucional Contexto Geral de Processos

Leia mais

Palestra: Release de Projetos em TI.

Palestra: Release de Projetos em TI. Palestra: Release de Projetos em TI. Renato Servone Festa Coordenador de Sistemas Histórico Profissional MBA em Gestão Empresarial Bacharel em Administração de Empresas Experiência desde 1996 em programação,

Leia mais

PLANEJAMENTO E GESTÃO PARTICIPATIVA

PLANEJAMENTO E GESTÃO PARTICIPATIVA PLANEJAMENTO E GESTÃO PARTICIPATIVA A EXPERIÊNCIA DA PREFEITURA DE PORTO ALEGRE Conteúdo da Apresentação Evolução do Modelo de Gestão de Porto Alegre Estruturas Coletivas de Gestão Mapa e Programas Estratégicos

Leia mais

IDENTIFICAÇÃO DO CANDIDATO PROVA DE CONHECIMENTO SOBRE O MR-MPS-SV 10/12/2012 4 HORAS DE DURAÇÃO IDENTIFICAÇÃO DO CANDIDATO

IDENTIFICAÇÃO DO CANDIDATO PROVA DE CONHECIMENTO SOBRE O MR-MPS-SV 10/12/2012 4 HORAS DE DURAÇÃO IDENTIFICAÇÃO DO CANDIDATO PROVA DE CONHECIMENTO SOBRE O MR-MPS-SV 10/12/2012 4 HORAS DE DURAÇÃO EMAIL: (DEIXAR EM BRANCO) RESULTADO Q1 (0,5) Q2 (0,5) Q3 (1,0) Q4 (1,0) Q5 (1,0) TOTAL (10,0) Q6 (1,0) Q7 (2,0) Q8 (1,0) Q9 (1,0) Q10

Leia mais

QualiHosp Curso Pré-Congresso

QualiHosp Curso Pré-Congresso QualiHosp Curso Pré-Congresso Desempenho Organizacional Foco: Gestão do Desempenho da Gestão de Pessoas Reflexões teóricas e o nosso caminho no HSL... Questão-chave: Como avaliar o desempenho da gestão

Leia mais

Modelo de Gestão por Processos da Anatel

Modelo de Gestão por Processos da Anatel Modelo de Gestão por Processos da Anatel 1º Evento de Intercâmbio em Planejamento & Gestão das Agências Reguladoras 03 de abril de 2009 Superintendência de Administração-Geral - SAD Gerência-Geral de Talentos

Leia mais

FIESP - DECOMTEC INOVAÇÃO TECNOLÓGICA

FIESP - DECOMTEC INOVAÇÃO TECNOLÓGICA FIESP - DECOMTEC INOVAÇÃO TECNOLÓGICA Programa de Inovação Tecnologica FIESP CIESP - SENAI Sede Fiesp 2013 Chave para a competitividade das empresas e o desenvolvimento do país Determinante para o aumento

Leia mais

Global Productivity Solutions Treinamento e Consultoria em Seis Sigma. Seis Sigma em Serviços: desafios e adequações necessárias

Global Productivity Solutions Treinamento e Consultoria em Seis Sigma. Seis Sigma em Serviços: desafios e adequações necessárias Global Productivity Solutions Treinamento e Consultoria em Seis Sigma Seis Sigma em Serviços: desafios e adequações necessárias A importância do Seis Sigma e da Qualidade em serviços As empresas de serviços

Leia mais

(PCF CROSS INDUSTRY) RESUMO MODELO DE MELHORIA DE PROCESSO

(PCF CROSS INDUSTRY) RESUMO MODELO DE MELHORIA DE PROCESSO FRAMEWORK DE CLASSIF ICAÇÃO DE PR OCESSO S D E NEGÓC IO RESUMO (PCF CROSS INDUSTRY) Baseado no renomado Framework de Classificação de Processos (PCF), uma taxonomia de processos de negócios multifuncionais

Leia mais

Secretaria de Gestão Pública de São Paulo. Guia de Avaliação de Maturidade dos Processos de Gestão de TI

Secretaria de Gestão Pública de São Paulo. Guia de Avaliação de Maturidade dos Processos de Gestão de TI Secretaria de Gestão Pública de São Paulo Guia de Avaliação de Maturidade dos Processos de Gestão de TI Objetivos As empresas e seus executivos se esforçam para: Manter informações de qualidade para subsidiar

Leia mais

Gestão e Tecnologia ao seu Alcance

Gestão e Tecnologia ao seu Alcance Gestão e Tecnologia ao seu Alcance Nossa Trajetória Atual Atua 2011 2011 2010 2010 2007 2007 2006 2006 2005 2005 2004 2004 2003 2003 ESG Corp atua há 11 anos no segmento jurídico. empresa iniciou suas

Leia mais

Escritório de Projetos e Escritório de Processos: Diferenças e Tendências ELO Group

Escritório de Projetos e Escritório de Processos: Diferenças e Tendências ELO Group Escritório de Projetos e Escritório de Processos: Diferenças e Tendências ELO Group contato@elogroup.com.br tel: 21 2561-5619 Agenda Algumas confusões práticas As funções básicas do(s) escritório(s) de

Leia mais

EXECUÇÃO DE PROGRAMAS ESTRATÉGICOS

EXECUÇÃO DE PROGRAMAS ESTRATÉGICOS EXECUÇÃO DE PROGRAMAS ESTRATÉGICOS 6º FÓRUM NACIONAL DE ESTRATÉGIA NA PRÁTICA & GESTÃO POR PROCESSOS Conteúdo da Apresentação Modelo de Gestão de Porto Alegre Alinhamento Planejamento Estratégico e Orçamento

Leia mais

Rio de Janeiro São Paulo Belo Horizonte Brasília

Rio de Janeiro São Paulo Belo Horizonte Brasília Rio de Janeiro São Paulo Belo Horizonte Brasília Rio de Janeiro São Paulo Belo Horizonte Brasília AVALIAÇÃO DA ADOÇÃO DE BPM NO BRASIL: ERROS, APRENDIZADOS E BOAS PRÁTICAS Leandro Jesus INVESTIR EM PROCESSOS:

Leia mais

ASSET 55. Como a gestão por meio da PAS 55 promove a excelência operacional e aumenta a rentabilidade da empresa?

ASSET 55. Como a gestão por meio da PAS 55 promove a excelência operacional e aumenta a rentabilidade da empresa? Como a gestão por meio da PAS 55 promove a excelência operacional e aumenta a rentabilidade da empresa? Conselho de Administração / Alta Direção Nós estamos extraindo o maior valor possível dos nossos

Leia mais

TIControle. Governança Corporativa e Gestão Estratégica no Senado Federal. Doris Peixoto Diretora Geral

TIControle. Governança Corporativa e Gestão Estratégica no Senado Federal. Doris Peixoto Diretora Geral TIControle Governança Corporativa e Gestão Estratégica no Senado Federal Doris Peixoto Diretora Geral 11/04/2012 Tópicos para nossa conversa de hoje A migração da Governança de TI para o nível corporativo

Leia mais

Pós-Graduação em Gerenciamento de Projetos práticas do PMI

Pós-Graduação em Gerenciamento de Projetos práticas do PMI Pós-Graduação em Gerenciamento de Projetos práticas do PMI Planejamento do Gerenciamento das Comunicações (10) e das Partes Interessadas (13) PLANEJAMENTO 2 PLANEJAMENTO Sem 1 Sem 2 Sem 3 Sem 4 Sem 5 ABRIL

Leia mais

MGProc Metodologia de Gestão de Processos do Ministério da Fazenda

MGProc Metodologia de Gestão de Processos do Ministério da Fazenda MGProc Metodologia de Gestão de Processos do Ministério da Fazenda AGENDA PMIMF Frente de atuação: Processos Modelo de Gerenciamento de Processos do Ministério da Fazenda MGProc Passo a Passo 1º Passo

Leia mais

COMO ENTENDER O VALOR EMPRESARIAL DOS SISTEMAS E COMO GERENCIAR A MUDANÇA

COMO ENTENDER O VALOR EMPRESARIAL DOS SISTEMAS E COMO GERENCIAR A MUDANÇA COMO ENTENDER O VALOR EMPRESARIAL DOS SISTEMAS E COMO GERENCIAR A MUDANÇA 1 OBJETIVOS 1. Como nossa empresa pode medir os benefícios de nossos sistemas de informação? Quais modelos deveríamos usar para

Leia mais

Arranjo Produtivo Local APL Associação Terra Cozida do Pantanal

Arranjo Produtivo Local APL Associação Terra Cozida do Pantanal Arranjo Produtivo Local APL Associação Terra Cozida do Pantanal Rio Verde de MT MS Novembro/ 2010 1 PRESIDENTE DA ATCPAN Natel Henrique Farias de Moraes VICE PRESIDENTE DA ATCPAN Luiz Claudio Sabedotti

Leia mais

NÚCLEO DE DESENVOLVIMENTO EMPRESARIAL 2014

NÚCLEO DE DESENVOLVIMENTO EMPRESARIAL 2014 NÚCLEO DE DESENVOLVIMENTO EMPRESARIAL 2014 WORKSHOPS CH DATA HORÁRIO INVESTIMENTO CONTEÚDO 1. Evolução e conceito de geomarketing. 2. Técnicas de geoprocessamento. Geomarketing : Tomada de Decisão no Varejo

Leia mais

CICLO DE EVENTOS DA QUALIDADE

CICLO DE EVENTOS DA QUALIDADE Maio de 2003 CICLO DE EVENTOS DA QUALIDADE Dia 12/05/2003 Certificação e homologação de produtos, serviços e empresas do setor aeroespacial,com enfoque na qualidade Dia 13/05/2003 ISO 9001:2000 Mapeamento

Leia mais

Balanced Scorecard. Planejamento Estratégico através do. Curso e- Learning

Balanced Scorecard. Planejamento Estratégico através do. Curso e- Learning Curso e- Learning Planejamento Estratégico através do Balanced Scorecard Todos os direitos de cópia reservados. Não é permitida a distribuição física ou eletrônica deste material sem a permissão expressa

Leia mais

ESTRUTURA ISO 9.001:2008

ESTRUTURA ISO 9.001:2008 Sistema de Gestão Qualidade (SGQ) ESTRUTURA ISO 9.001:2008 Objetivos: Melhoria da norma existente; Melhoria do entendimento e facilidade de uso; Compatibilidade com a ISO 14001:2004; Foco Melhorar o entendimento

Leia mais

Sistemas Integrados de Gestão e Gerenciamento de Processos

Sistemas Integrados de Gestão e Gerenciamento de Processos Sistemas Integrados de Gestão e Gerenciamento de Processos Augusto Mainieri Irene Szyszka 14/09/2004 Lucem Sistemas Integrados de Gestão - Direitos Reservados 1 Sistemas Integrados de Gestão Irene Szyszka

Leia mais

TABELA PRÁTICA PARA CÁLCULO DOS JUROS DE MORA ICMS ANEXA AO COMUNICADO DA-87/12

TABELA PRÁTICA PARA CÁLCULO DOS JUROS DE MORA ICMS ANEXA AO COMUNICADO DA-87/12 JANEIRO 2,8451 2,7133 2,4903 2,3303 2,1669 1,9859 1,7813 1,6288 1,4527 1,3148 1,1940 1,0684 FEVEREIRO 2,8351 2,6895 2,4758 2,3201 2,1544 1,9676 1,7705 1,6166 1,4412 1,3048 1,1840 1,0584 MARÇO 2,8251 2,6562

Leia mais

MANUAL DA QUALIDADE Data Preparado por Aprovado por Página

MANUAL DA QUALIDADE Data Preparado por Aprovado por Página 12-07-2013 Paula Assis Paula Assis 2/23 12-07-2013 Paula Assis Paula Assis 3/23 12-07-2013 Paula Assis Paula Assis 4/23 1.... e só melhoramos se aprendermos! 12-07-2013 Paula Assis Paula Assis 5/23 2.

Leia mais

Líder em consultoria no agronegócio

Líder em consultoria no agronegócio MPRADO COOPERATIVAS mprado.com.br COOPERATIVAS 15 ANOS 70 Consultores 25 Estados 300 cidade s 500 clientes Líder em consultoria no agronegócio 1. Comercial e Marketing 1.1 Neurovendas Objetivo: Entender

Leia mais

PAINEL DE INDICADORES ESTRATÉGICOS DO TRE-RS 2010-2014

PAINEL DE INDICADORES ESTRATÉGICOS DO TRE-RS 2010-2014 PAINEL DE ES ESTRATÉGICOS DO TRE-RS 2010-2014 SOCIEDADE: 1. Garantir a legitimidade do processo eleitoral 01 CONFIANÇA NO PROCESSO ELEITORAL Mede o grau de confiança da população gaúcha em relação ao processo

Leia mais

Governança de TI. Heleno dos Santos Ferreira

Governança de TI. Heleno dos Santos Ferreira Governança de TI Heleno dos Santos Ferreira Agenda Governança de TI Heleno dos Santos Ferreira ITIL Publicação dos Livros revisados 2011 ITIL Correções ortográficas e concordâncias gramaticais; Ajustes

Leia mais

NÚCLEO DE DESENVOLVIMENTO EMPRESARIAL 2014

NÚCLEO DE DESENVOLVIMENTO EMPRESARIAL 2014 NÚCLEO DE DESENVOLVIMENTO EMPRESARIAL 2014 WORKSHOPS CH DATA HORÁRIO INVESTIMENTO CONTEÚDO 1. Razões para prestar um fantástico atendimento. 2. Motivação e empregabilidade. 3. Fidelização do cliente. 4.

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA MILITAR PLANO ANUAL DE AUDITORIA

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA MILITAR PLANO ANUAL DE AUDITORIA PLANO ANUAL DE AUDITORIA EXERCÍCIO - 2014 PLANO DE EXECUÇÃO DE AUDITORIA 1 FINALIDADE O Plano Anual de Atividades do Núcleo de Controle Interno estabelece para o exercício de 2014, o planejamento das atividades

Leia mais

GESTÃO E OTIMIZAÇÃO DE PROCESSOS. Vanice Ferreira

GESTÃO E OTIMIZAÇÃO DE PROCESSOS. Vanice Ferreira GESTÃO E OTIMIZAÇÃO DE PROCESSOS Vanice Ferreira 12 de junho de 2012 GESTÃO E OTIMIZAÇÃO DE PROCESSOS: conceitos iniciais DE QUE PROCESSOS ESTAMOS FALANDO? GESTÃO E OTIMIZAÇÃO DE PROCESSOS: conceitos iniciais

Leia mais

Projeto real de implantação de metodologia de gerenciamento de projetos com apoio do ambiente Microsoft Enterprise Project Management (EPM)

Projeto real de implantação de metodologia de gerenciamento de projetos com apoio do ambiente Microsoft Enterprise Project Management (EPM) Projeto real de implantação de metodologia de gerenciamento de s com apoio do ambiente Microsoft Enterprise Project Management (EPM) Rodolfo Campos PMO da Presidência da TIM Líder do Projeto racampos@timbrasil.com.br

Leia mais

Pitrez Informática MANUAL DA QUALIDADE. Norma NBR ISO 9001:2008

Pitrez Informática MANUAL DA QUALIDADE. Norma NBR ISO 9001:2008 Título Manual da Qualidade Folha: 1 de 20 Pitrez Informática MANUAL DA QUALIDADE Norma NBR ISO 9001:2008 Título Manual da Qualidade Folha: 2 de 20 Título Manual da Qualidade Folha: 3 de 20 Índice 1. Apresentação...

Leia mais

Ferramentas de Gestão para uma prática segura e sustentável

Ferramentas de Gestão para uma prática segura e sustentável Ferramentas de Gestão para uma prática segura e sustentável Fluxo de pacientes: melhoria de processos Coordenadora de Enfermagem Hospital Israelita Albert Einstein Unidade Morumbi Durante nossa vida...

Leia mais

Indicadores de Desempenho do SGQ

Indicadores de Desempenho do SGQ Módulo 3: Indicadores de Desempenho do SGQ Instrutor: Henrique Pereira Indicadores de Desempenho do SGQ Partes interessadas: Quem são? Quais são suas necessidades? Como monitorar e medir os processos:

Leia mais

Status da Gestão de Projetos

Status da Gestão de Projetos DEZ/2013 Status da Gestão de Projetos Procuradoria Geral da República PGR 4 º Encontro de Gerentes de Projetos do MPF Monitoramento e Controle de Projetos Assessoria de Modernização e Gestão Estratégica

Leia mais

Planejamento Institucional da UFRGS. PROPLAN - UFRGS Profa. Dra. Ângela F. Brodbeck Diretor DIPPI Acelino Gehlen da Silva

Planejamento Institucional da UFRGS. PROPLAN - UFRGS Profa. Dra. Ângela F. Brodbeck Diretor DIPPI Acelino Gehlen da Silva Planejamento Institucional da UFRGS PROPLAN - UFRGS Profa. Dra. Ângela F. Brodbeck Diretor DIPPI Acelino Gehlen da Silva Planejamento Institucional da UFRGS PROPLAN - UFRGS Profa. Dra. Ângela F. Brodbeck

Leia mais

Rio de Janeiro São Paulo Belo Horizonte Brasília Fortaleza Curi9ba

Rio de Janeiro São Paulo Belo Horizonte Brasília Fortaleza Curi9ba Rio de Janeiro São Paulo Belo Horizonte Brasília Fortaleza Curi9ba Rio de Janeiro São Paulo Belo Horizonte Brasília MGS Análise de processos Contextualização Visão geral dos processos da empresa 4 Negócios

Leia mais

CONCORRÊNCIA AA Nº 05/2009 BNDES ANEXO X PROJETO BÁSICO: DESCRIÇÃO DOS PROCESSOS DE TI

CONCORRÊNCIA AA Nº 05/2009 BNDES ANEXO X PROJETO BÁSICO: DESCRIÇÃO DOS PROCESSOS DE TI CONCORRÊNCIA AA Nº 05/2009 BNDES ANEXO X PROJETO BÁSICO: DESCRIÇÃO DOS PROCESSOS DE TI 1. PI06 TI 1.1. Processos a serem Atendidos pelos APLICATIVOS DESENVOLVIDOS Os seguintes processos do MACROPROCESSO

Leia mais

Posicionamento Estratégico do Escritório de Processos. Gupo GOL SAOXN Gerência Geral de Análise de Processos

Posicionamento Estratégico do Escritório de Processos. Gupo GOL SAOXN Gerência Geral de Análise de Processos Posicionamento Estratégico do Escritório de Processos Gupo GOL SAOXN Gerência Geral de Análise de Processos GOL Um Breve Histórico GOL Linhas Aéreas Inteligentes De 2000 a 2002 Criada em 1 de agosto de

Leia mais

Safra 2016/2017. Safra 2015/2016

Safra 2016/2017. Safra 2015/2016 Valores de ATR e Preço da Tonelada de Cana-de-açúcar - Consecana do Estado do Paraná Safra 2016/2017 Mar/16 0,6048 0,6048 0,6048 66,04 73,77 Abr 0,6232 0,6232 0,5927 64,72 72,29 Mai 0,5585 0,5878 0,5868

Leia mais

F.1 Gerenciamento da integração do projeto

F.1 Gerenciamento da integração do projeto Transcrição do Anexo F do PMBOK 4ª Edição Resumo das Áreas de Conhecimento em Gerenciamento de Projetos F.1 Gerenciamento da integração do projeto O gerenciamento da integração do projeto inclui os processos

Leia mais

Projeto UTE Rio Grande. Rio Grande do Sul Junho 2015

Projeto UTE Rio Grande. Rio Grande do Sul Junho 2015 Projeto UTE Rio Grande Rio Grande do Sul Junho 2015 I. Grupo Bolognesi II. Visão Geral dos Projetos III. Mão de Obra IV. Ações Sócio-Ambientais V. Impactos Positivos e Benefícios Visão Geral do Grupo Bolognesi

Leia mais

RELATÓRIO DE ENTREGA DO PROJETO DE BPM ADMINISTRATIVO-FINANCEIRO-EMPREL

RELATÓRIO DE ENTREGA DO PROJETO DE BPM ADMINISTRATIVO-FINANCEIRO-EMPREL Diretoria de Soluções em Tecnologia da Informação DSI Departamento Projetos, Processos e Requisitos - DEPR Unidade Operacional de Projetos e Processos UOPP RELATÓRIO DE ENTREGA DO PROJETO DE BPM ADMINISTRATIVO-FINANCEIRO-EMPREL

Leia mais

Audiência Pública. Câmara dos Deputados. Comissão de Defesa do Consumidor

Audiência Pública. Câmara dos Deputados. Comissão de Defesa do Consumidor Audiência Pública Câmara dos Deputados Comissão de Defesa do Consumidor Agenda Central de Atendimento - Índices NII e Nextel Brasil Qualidade Técnica Conclusão Central de Atendimento Própria Serviço não

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO ANALISTA DE SISTEMA ÊNFASE GOVERNANÇA DE TI ANALISTA DE GESTÃO RESPOSTAS ESPERADAS PRELIMINARES

CONCURSO PÚBLICO ANALISTA DE SISTEMA ÊNFASE GOVERNANÇA DE TI ANALISTA DE GESTÃO RESPOSTAS ESPERADAS PRELIMINARES CELG DISTRIBUIÇÃO S.A EDITAL N. 1/2014 CONCURSO PÚBLICO ANALISTA DE GESTÃO ANALISTA DE SISTEMA ÊNFASE GOVERNANÇA DE TI RESPOSTAS ESPERADAS PRELIMINARES O Centro de Seleção da Universidade Federal de Goiás

Leia mais

hem.consultoria@terra.com.br

hem.consultoria@terra.com.br Conceito Básico: Gestão do Conhecimento Significa rever, organizar as políticas, processos e ferramentas de gestão e tecnológicas frente a uma melhor compreensão dos processos de GERAÇÃO, IDENTIFICAÇÃO,

Leia mais

Gestão da operação. A Matiolli

Gestão da operação. A Matiolli A diretoria presta contas ao conselho O Executivo Principal presta contas ao de Administração Cada diretor é responsável pelas suas atribuições Diretoria Executivo Principal Os diretores prestam contas

Leia mais

RELATÓRIO DE INDICADORES - 1º SEMESTRE DE 2013

RELATÓRIO DE INDICADORES - 1º SEMESTRE DE 2013 RELATÓRIO DE INDICADORES - 1º SEMESTRE DE RELATÓRIO DE INDICADORES PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO 1 Apresentação A informação, em conjunto com os recursos tecnológicos, é vital para o funcionamento tático, estratégico

Leia mais

Compliance Performance Management (Gerenciamento da Performance da Conformidade)

Compliance Performance Management (Gerenciamento da Performance da Conformidade) Compliance Performance Management (Gerenciamento da Performance da Conformidade) //2 ISO 9:2 (Baseado no Manual da da empresa) Visão inicial: Indicadores do SGQ com detalhamento dos gráficos anuais dos

Leia mais

Sistemas de Indicadores de Desempenho

Sistemas de Indicadores de Desempenho Sistemas de Indicadores de Desempenho Aula 11 Profª. Ms. Eng. Aline Soares Pereira Sistemas Produtivos I Indicadores Indicadores são formas de representação quantificáveis das características de produtos

Leia mais

PMO DE SUCESSO PRECISA TER FOCO! Uma proposta de modelo para Escritórios de Projetos

PMO DE SUCESSO PRECISA TER FOCO! Uma proposta de modelo para Escritórios de Projetos PMO DE SUCESSO PRECISA TER FOCO! Uma proposta de modelo para Escritórios de Projetos por Mario Trentim em http://blog.mundopm.com.br/2013/01/21/pmo-de-sucesso-precisa-terfoco/ Caro amigo leitor, que tal

Leia mais

PMBOK 4ª Edição III. O padrão de gerenciamento de projetos de um projeto

PMBOK 4ª Edição III. O padrão de gerenciamento de projetos de um projeto PMBOK 4ª Edição III O padrão de gerenciamento de projetos de um projeto 1 PMBOK 4ª Edição III Processos de gerenciamento de projetos de um projeto 2 Processos de gerenciamento de projetos de um projeto

Leia mais

Informações e orientações para organização do processo decisório

Informações e orientações para organização do processo decisório Informações e orientações para organização do processo decisório Prof. Pedro Paulo H. Wilhelm, Dr. Eng. Prod (Dep. Economia) WILHELM@FURB.BR Prof. Maurício C. Lopes, Msc. Eng. Prod. (Dep. Computação) MCLOPES@FURB.BR

Leia mais

Gerenciamento de Projetos

Gerenciamento de Projetos Gerenciamento de Projetos Grupo de Consultores em Governança de TI do SISP 20/02/2013 1 Agenda 1. PMI e MGP/SISP 2. Conceitos Básicos - Operações e Projetos - Gerenciamento de Projetos - Escritório de

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR INSTITUTO NACIONAL DA PROPRIEDADE INDUSTRIAL

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR INSTITUTO NACIONAL DA PROPRIEDADE INDUSTRIAL SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR INSTITUTO NACIONAL DA PROPRIEDADE INDUSTRIAL PRESIDÊNCIA 27/5/213 RESOLUÇÃO Nº 9/213 Assunto: Institui o Manual de Elaboração

Leia mais

Presidente do Quality Assurance Institute QAI Brasil Presidente do International Function Point Users Group IFPUG. Definindo e Alcançando Objetivos

Presidente do Quality Assurance Institute QAI Brasil Presidente do International Function Point Users Group IFPUG. Definindo e Alcançando Objetivos Derivação de Métricas para Projetos de BI Mauricio Aguiar ti MÉTRICAS Presidente do Quality Assurance Institute QAI Brasil Presidente do International Function Point Users Group IFPUG www.metricas.com.br

Leia mais