t = tempo A = amplitude f = frequência

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "t = tempo A = amplitude f = frequência"

Transcrição

1 VIBRAÇÕES E ONDAS Uma vibração ou oscilação é caracterizada pela repetição de movimentos. Um sistema vibrante é caracterizado pela amplitude do movimento e pelo período de oscilação. Estas quantidade serão definidas abaixo. Uma onda é uma vibração que se propaga no espaço e serão estudadas após a descrição das vibrações. Sistemas Oscilantes Pêndulo Simples Um dos sistemas oscilantes mais simples que existem é conhecido como pêndulo simples, o qual é constituído por uma massa presa na extremidade de uma haste (ou fio) de massa desprezível que pode oscilar na vertical com um ângulo pequeno, em torno de um ponto fixo localizado na outra extremidade. O período de oscilação o tempo para se completar um ciclo - é dado por: T =2 π L g { T = período L = compriemto da haste g = aceleração de gravidade A frequência, ou seja, o número de ciclos por unidade de tempo é: f = 1 T. Onde f representa a frequência. No sistema internacional, a frequência é dada em Hertz (Hz), sendo 1 Hz= 1ciclo. O alcance máximo do pêndulo em relação ao ponto de equilíbrio é a amplitude. segundo Vibrações podem ser descritas em termos destas medidas: período, frequência e amplitude. A posição espacial do pêndulo é descrita por uma função senoidal (senos e cossenos). De maneira geral, vibrações pode ser representada matematicamente pela uma função senoidal dada por: {g = valor da quantidade oscilante em função do tempo g (t )= Asin ( 2π t ) t = tempo A = amplitude f = frequência A seguir é mostrada a representação gráfica da função seno. Vibrações complexas poder ser representadas como a soma de ondas senoidais simples, cada uma com frequência, amplitude e fase específicas. Esta é o principal conceito da chamada Análise de Fourier.

2 Som As ondas sonoras são produzidas pela vibração de objetos materiais: a voz é produzida pela vibração das cordas vocais; o som do violão é produzido pela vibração de suas cordas; o som do clarinete é produzido pela vibração de uma palheta; etc. A oscilação do objeto força a vibração do meio que o envolve (o ar, por exemplo) fazendo a vibração se propagar. Quando as ondas atingem o tímpano (um membrana), este é forçado a vibrar com a mesma frequência, produzindo a sensação sonora. Características Físicas do Som No ar, o som se propaga através de pulsos de compressão-rarefação do ar, ou equivalentemente de pulsos de alta e baixa densidade. O ar é comprimido e descomprimido pela vibração mecânica de uma objeto. Esta vibração puxa e empurra o ar sucessivas vezes. A frequência de vibração do objeto vibrante será a frequência de vibração do ar. O mesmo raciocínio vale para os sólidos e líquidos. A onda sonora possui quatro características físicas principais, descritas a seguir. 1 Frequência sons agudos correspondem a altas frequência e sons graves correspondem a baixas frequências. O ouvido humano é capaz de ouvir sons na faixa de 20 Hz Hz, aproximadamente. Sons acima e abaixo desta faixa são chamados ultrassons e infrassons, respectivamente. 1 Frequência sons agudos correspondem a altas frequência e sons graves correspondem a baixas frequências. O ouvido humano é capaz de ouvir sons na faixa de 20 Hz Hz, aproximadamente. Sons acima e abaixo desta faixa são chamados ultrassons e infrassons, respectivamente. 2 Intensidade quando aumentamos os volume de um alto-falante, estamos aumentando a amplitude da onda sonora. Consequentemente, a energia convertida em som por unidade de tempo - a potência, será maior. A intensidade sonora é definida como a potência sonora por unidade de área, medido em W/mW/m 2. O ouvido humano é capaz de ouvir sons na faixa de W/m 2 a 1 W/m 2, aproximadamente. Devido a esta grande variação, ao invés da intensidade, o nível sonoro, medido em decibéis (db), é mais utilizado. I nível sonoro é um exemplo de escala logarítmica. A tabela abaixo lista alguns sons comuns com uma estimativa da intensidade do nível sonoros. 3 Velocidade no ar o som se propaga a aproximadamente 340 m/s, mas este valor pode varia em

3 função da pressão, da temperatura e de outros fatores. A velocidade do som é maior nos sólidos e líquidos do que nos gases e em geral temos v sólidos >v líqudos >v gases. Por exemplo, no ferro temos v som 5000 m/s e na água temos v som 1500 m/s. Fonte Sonora Intensidade Sonora (w/m 2 ) Nível Sonoro (db) Tempo Aproximado de Exposição Considerado Perigoso para a saúde humana Limiar da Audição Barulho de folhas Sussurro Conversa normal Tráfego Início do nível crítico Aspirador de Pó Mais de 8 horas Grande Orquestra 6,3 x Menos de 8 horas Walkman no volume máximo Menos de 2 horas Concerto de rock Limiar da dor Risco Imediato Avião a jato Qualquer tempo de exposição perigoso Perfuração do Tímpano Perda de audição 4 Timbre uma mesma nota musical, tocada com instrumentos diferentes, produz sons distintos. Esta característica é denominada timbre e está relacionada ao padrão (forma) da onda produzida. A figura abaixo mostra a foram da onda de alguns instrumentos. Efeito Doppler O Efeito Doppler (ou Doppler-Fizeau) é o deslocamento da frequência observada, devido ao movimento relativo entre a fonte sonora e o observador. A frequência observada será maior se a fonte e o observador estiverem se aproximando e menor se estiverem se afastando. Se a trajetória da fonte e do observador estiver em uma linha reta, o deslocamento da frequência é dado por:

4 { f 0 f f = v ± v 0 v ± v f f 0 = frequência do observador f f = frequência da fonte v = velocidade do som v 0 = velocidade do observador v f = velocidade da fonte Os sinais das velocidades v 0 e v f são dados de acordo com uma trajetória orientada do observador para a fonte. As principais aplicações do efeito Doppler são em radares de velocidade e nas técnicas de construção de imagem para diagnóstico médico e indústria. O efeito Doppler também esteve presente na descoberta que levou a chamada Teoria do Big-Bang. Luz e Ondas Eletromagnéticas As ondas eletromagnéticas são constituídas de campos elétricos e magnéticos oscilantes, mutualmente ortogonais e perpendiculares à direção de propagação (figura a seguir). Estes campos regeneram um ao outro em concordância com as leis do Eletromagnetismo. As ondas eletromagnéticas são geradas por cargas elétricas oscilantes e transportam energia na forma de radiação. Velocidade de ondas eletromagnéticas A velocidade das ondas eletromagnéticas no vácuo é constante em qualquer referencial e vale c= m/s. Em diferentes meios, com diferentes propriedades, a velocidade das ondas eletromagnéticas é diferente, mas sempre menor que no vácuo. A direção de propagação das ondas é perpendicular à direção de oscilação dos campos elétrico e magnético. Polarização - Os campos elétrico e magnético de uma onda eletromagnética podem oscilar em uma direção específica. Quando isto acontece, dizemos que a onda está polarizada. Espectro Eletromagnético A classificação das ondas eletromagnéticas por ordem de frequência é denominada espectro eletromagnético. As frequências mais baixas comumente utilizadas são as ondas de rádio, passando em ordem de frequência pelas micro-ondas, infravermelho, luz visível, ultravioleta, raios-x até os raios gama.

5 As ondas de baixa frequência são utilizadas em telecomunicações - rádio, TV, telefonia, aviação, radioamador, etc - sendo que a a faixa de maior frequência é a de telefonia celular. As micro-ondas são utilizadas em radares para a detecção da velocidade e posição de aeronaves e automóveis, além de seu uso em fornos de micro-ondas. A radiação infravermelha é utilizadas em tratamentos médicos, câmeras de visão noturna, etc. As frequências da luz visível situam-se entre o infravermelho e o ultravioleta, sendo o vermelho a frequência mais baixa e o violeta a mais alta. As outras cores do espectro visível se situam entre estas. Os raios ultravioleta também são utilizados em tratamentos médicos, em esterilização. Se participa da síntese de vitamina D do ser humano, por um lado, por outro está associado a certos tipos de câncer de pele. Radiações com frequência na faixa do ultravioleta e acima, são chamadas de ionizantes, ou seja são capazes de ionizar moléculas e átomos. Por esta razão, podem ser prejudicais a saúde dos seres vivos, causando danos em moléculas essenciais à vida, como o DNA. Os raios-x são utilizados em diagnóstico médico, principalmente, e sendo um tipo de radiação ionizante, a exposição excessiva a estes podem causar problemas de saúde. Os raios gama são produzidos por processos nucleares e têm, como os raios-x, alto poder de penetração. São utilizados em radioterapia, radiografias industriais, esterilização. São também produzidos nas reações nucleares, como nas bombas atômicas e reatores nucleares. Transmissão, absorção e reflexão da luz Quando a luz (ou de maneira geral a radiação eletromagnética) incide sobre um objeto, a mesma interage com as partículas que formam a matéria, podendo ocorrer vários fenômenos, sendo que os mais comumente observados em nosso cotidiano são a transmissão, a absorção e a reflexão. Na prática os três fenômenos ocorrem simultaneamente, sendo que um deles ou mais pode ser predominante. Por exemplo, quando a luz visível atinge o vidro incolor, a maior parte da radiação é transmitida, porém, uma pequena parcela desta é refletida e/ou absorvida. Transmissão, absorção e reflexão são fenômenos que ocorrem seletivamente, ou seja, um material pode ser transparente a ondas com certa frequência e opaco a ondas com outra frequência. Por exemplo, o vidro é transparente (transmite) a luz visível, mas é opaco ao infravermelho. Um objeto vermelho reflete a luz vermelha, mas absorve a luz com outras frequências. O celofane azul permite a passagem da luz azul, mas absorve as outras cores. Os três processo são resumidos no quadro a seguir.

6 Transmissão: ocorre quando a radiação é transmitida através do objeto. Um material que permite a passagem da radiação com certa frequência é dito transparente a esta frequência. Absorção: ocorre quando a radiação é absorvida pelo objeto e convertida em outra forma de energia. Um material que absorve radiação com certa frequência é dito opaco a esta frequência. Reflexão: ocorre quando a onda retorna ao meio de propagação original após incidir sobre o objeto, como ocorre nos espelhos Luz e Cor As cores estão relacionadas à frequência da onda eletromagnética recebida pelo olho. As cores são detectadas por células chamadas de cones, presentes na retina, as quais podem ser de três tipos: um sensível a cor vermelha, outro a cor verde e a outro a cor azul. Outras cores são percebidas quando mais de um cone é sensibilizado simultaneamente, com diferentes intensidades. Por exemplo, a luz amarela sensibiliza simultaneamente os cones receptores do vermelho e do verde. Misturando luzes coloridas Qualquer cor pode ser gerada misturando-se luzes com as chamadas cores aditivas primárias: vermelho, verde e azul (sistema RGB, na sigla em inglês). Quando as luzes de duas cores aditivas primárias são misturadas em proporções iguais, obtemos as cores complementares: vermelho + verde = amarelo vermelho + azul = magenta verde + azul = ciano Misturando pigmentos coloridos Misturar pigmento é diferente de misturar luzes, pois os pigmentos também absorvem certas cores. Qualquer cor pode ser obtida misturando-se pigmentos com as cores subtrativas primárias (mais o preto): amarelo, magenta e ciano (sistema CMYK, na sigla em inglês). Misturando-se duas cores subtrativas em iguais proporções obtemos: amarelo + magenta = vermelho amarelo + ciano = verde magenta + ciano = azul

7 Exercícios 1 Quais os níveis sonoros correspondentes a 0,01 w/m 2 e a 0,00001 w/m 2? 2 - Quantas vezes 20 db é mais intenso que 60 db? 3 - A sirene de uma fábrica emite um som com frequência 500 Hz. Qual será a frequência percebida por um trabalhador que se aproxima da fábrica de bicicleta a 20 m/s?

Módulo I. Som e Luz MARILIA CARMEN DA SILVA SOARES ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA DE VILA FRANCA DO CAMPO ANO LETIVO 2016/2017

Módulo I. Som e Luz MARILIA CARMEN DA SILVA SOARES ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA DE VILA FRANCA DO CAMPO ANO LETIVO 2016/2017 ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA DE VILA FRANCA DO CAMPO ANO LETIVO Módulo I Som e Luz MARILIA CARMEN DA SILVA SOARES EXERCÍCIOS 1 TESTA OS TEUS CONHECIMENTOS I 1. Completa os espaços da figura com termos relacionados

Leia mais

As principais formas de oscilação são: Massa - mola Pêndulo Ondas em uma superfície.

As principais formas de oscilação são: Massa - mola Pêndulo Ondas em uma superfície. Tudo ao nosso redor oscila!!! As principais formas de oscilação são: Ondas Massa - mola Pêndulo Ondas em uma superfície. O que é um pêndulo? Um corpo suspenso por um fio, afastado da posição de equilíbrio

Leia mais

Ondas. Denomina-se onda o movimento causado por uma perturbação que se propaga através de um meio.

Ondas. Denomina-se onda o movimento causado por uma perturbação que se propaga através de um meio. Ondas Ondas Denomina-se onda o movimento causado por uma perturbação que se propaga através de um meio. Uma onda transmite energia sem o transporte de matéria. Classificação Quanto à natureza Ondas mecânicas:

Leia mais

AULA 9 TRANSFORMAÇÃO RGB IHS. Daniel C. Zanotta 22/06/2017

AULA 9 TRANSFORMAÇÃO RGB IHS. Daniel C. Zanotta 22/06/2017 AULA 9 TRANSFORMAÇÃO RGB IHS Daniel C. Zanotta 22/06/2017 SISTEMA ADITIVO DE CORES (LUZ) LUZ: A LUZ É COMPOSTA DE VIBRAÇÕES ELETROMAGNÉTICAS QUE CORRESPONDEM ÀS CORES. ESSAS VIBRAÇÕES TEM ESPECÍFICAS FREQUÊNCIAS

Leia mais

ACÚSTICA. Professor Paulo Christakis, M.Sc. 05/09/2016 1

ACÚSTICA. Professor Paulo Christakis, M.Sc. 05/09/2016 1 ACÚSTICA 05/09/2016 1 O QUE É ACÚSTICA? Acústica é o ramo da Física que estuda a propagação das ondas sonoras. O som é originado a partir da vibração da matéria em camadas de compressão e rarefação, sendo

Leia mais

Cor.doc Página 1 de 5 Teoria das Cores

Cor.doc Página 1 de 5 Teoria das Cores Cor.doc Página 1 de 5 Teoria das Cores As imagens formadas na retina são planas, entretanto, conseguimos enxergar o volume dos objetos, uma das razões disto ocorrer é devido à iluminação nas diferentes

Leia mais

Observação: As ondas são as que antecedem, a perturbação formada de espumas, há o transporte de energia e a oscilação, não há o transporte da matéria.

Observação: As ondas são as que antecedem, a perturbação formada de espumas, há o transporte de energia e a oscilação, não há o transporte da matéria. ONDAS Para a Física, a onda é uma perturbação que se propaga no espaço ou em qualquer outro meio. Elas são classificadas em relação à natureza, direção e energia de propagação. Definição: As ondas são

Leia mais

SOM. Para ouvir um som são necessários os seguintes elementos: PROPAGAÇÃO DO SOM

SOM. Para ouvir um som são necessários os seguintes elementos: PROPAGAÇÃO DO SOM SOM O som corresponde à vibração de partículas constituintes de um meio material elástico (onda sonora). Para termos uma sensação sonora é necessário que se produzam, pelo menos, vinte vibrações por segundo

Leia mais

O SOM E A ONDA SONORA

O SOM E A ONDA SONORA O SOM E A ONDA SONORA Complementar com a leitura das páginas 94 a 101 Todos os sons são ondas em meios materiais. Na origem de qualquer onda sonora está sempre a vibração de partículas, que se transmite

Leia mais

Física II. Capítulo 04 Ondas. Técnico em Edificações (PROEJA) Prof. Márcio T. de Castro 22/05/2017

Física II. Capítulo 04 Ondas. Técnico em Edificações (PROEJA) Prof. Márcio T. de Castro 22/05/2017 Física II Capítulo 04 Ondas Técnico em Edificações (PROEJA) 22/05/2017 Prof. Márcio T. de Castro Parte I 2 Ondas Ondas: é uma perturbação no espaço, periódica no tempo. 3 Classificação quanto à Natureza

Leia mais

Fenómenos ondulatórios

Fenómenos ondulatórios Fenómenos ondulatórios Relação entre a velocidade de propagação da onda, o comprimento da onda e o período: v. f ou v T Reflexão de ondas Na reflexão de ondas, o ângulo de reflexão r é igual ao ângulo

Leia mais

CLIMATOLOGIA. Radiação solar. Professor: D. Sc. João Paulo Bestete de Oliveira

CLIMATOLOGIA. Radiação solar. Professor: D. Sc. João Paulo Bestete de Oliveira CLIMATOLOGIA Radiação solar Professor: D. Sc. João Paulo Bestete de Oliveira Sistema Solar Componente Massa (%) Sol 99,85 Júpiter 0,10 Demais planetas 0,04 Sol x Terra massa 332.900 vezes maior volume

Leia mais

Ondas Sonoras. Profo Josevi Carvalho

Ondas Sonoras. Profo Josevi Carvalho Ondas Sonoras Profo Josevi Carvalho INTRODUÇÃO É o ramo da Física que interpreta o comportamento das ondas sonoras audíveis frente aos diversos fenômenos ondulatórios. ONDA SONORA: Onda mecânica, longitudinal

Leia mais

Estudo das ondas. Modelo corpuscular de transferência de energia. v 1. v = 0. v 2. Antes do choque. Depois do choque

Estudo das ondas. Modelo corpuscular de transferência de energia. v 1. v = 0. v 2. Antes do choque. Depois do choque Estudo das ondas Estudo das ondas Modelo corpuscular de transferência de energia v = 0 v 1 v v 2 Antes do choque Depois do choque Estudo das ondas Modelo ondulatório A Pulso da onda B Modelo ondulatório

Leia mais

A Luz-Cor EDUCAÇÃO VISUAL 8º ANO

A Luz-Cor EDUCAÇÃO VISUAL 8º ANO A Luz-Cor EDUCAÇÃO VISUAL 8º ANO O que é a cor? ? O que é a cor? O que é a cor? A cor é uma perceção visual provocada pela ação de um feixe de ondas eletromagnéticas sobre células especializadas da retina,

Leia mais

Fundamentos de Sensoriamento Remoto

Fundamentos de Sensoriamento Remoto UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA CIVIL DISCIPLINA: Geoprocessamento para aplicações ambientais e cadastrais Fundamentos de Sensoriamento Remoto Profª. Adriana

Leia mais

CURCEP 2015 ACÚSTICA

CURCEP 2015 ACÚSTICA CURCEP 2015 ACÚSTICA FÍSICA B PROF.: BORBA INTRODUÇÃO É o segmento da Física que interpreta o comportamento das ondas sonoras audíveis frente aos diversos fenômenos ondulatórios. ONDA SONORA: Onda mecânica,

Leia mais

Boa Prova e... Aquele Abraço!!!!!!!! Virgílio.

Boa Prova e... Aquele Abraço!!!!!!!! Virgílio. PROVA DE FÍSICA 3 o TRIMESTRE DE 2015 PROF. VIRGÍLIO NOME Nº 9º ANO Olá, caro(a) aluno(a). Segue abaixo uma série de exercícios que têm, como base, o que foi trabalhado em sala de aula durante todo o ano.

Leia mais

LISTA 13 Ondas Eletromagnéticas

LISTA 13 Ondas Eletromagnéticas LISTA 13 Ondas Eletromagnéticas 1. Não é radiação eletromagnética: a) infravermelho. b) ultravioleta. c) luz visível. d) ondas de rádio. e) ultra-som. 2. (UFRS) Das afirmações que se seguem: I. A velocidade

Leia mais

Ana Gonçalves. Curso: TSHT- Técnico de Segurança e Higiene no trabalho UFCD: Unidade de Formação de Curta Duração

Ana Gonçalves. Curso: TSHT- Técnico de Segurança e Higiene no trabalho UFCD: Unidade de Formação de Curta Duração Módulo: 3779- Agentes Físicos Formadora: Susana Ricardo Agentes Físicos: Entidade, imaterial ou com um mínimo de matéria, capaz de produzir efeitos adversos no organismo. O dano produz sem que haja um

Leia mais

20/01/2014 ONDAS 1. INTRODUÇÃO

20/01/2014 ONDAS 1. INTRODUÇÃO ONDAS 1. INTRODUÇÃO Quando uma pessoa liga um aparelho de rádio ou de televisão, imediatamente recebe a mensagem emitida pela estação de rádio ou TV (música, voz do locutor, imagens). Esses aparelhos foram

Leia mais

Radiação e Ionização. Proteção e higiene das Radiações I Profª: Marina de Carvalho CETEA

Radiação e Ionização. Proteção e higiene das Radiações I Profª: Marina de Carvalho CETEA Radiação e Ionização Proteção e higiene das Radiações I Profª: Marina de Carvalho CETEA Introdução O que é onda? Perturbação em um meio que se propaga transportando energia sem que haja transporte de matéria.

Leia mais

1. O atributo que permite distinguir sons fortes de sons fracos chama-se: (A) Timbre. (B) Altura. (C) Intensidade.

1. O atributo que permite distinguir sons fortes de sons fracos chama-se: (A) Timbre. (B) Altura. (C) Intensidade. 1. O atributo que permite distinguir sons fortes de sons fracos chama-se: (A) Timbre. (B) Altura. (C) Intensidade. 2. Altura do som é o atributo que permite distinguir: (A) Sons puros de sons complexos.

Leia mais

ONDAS. Ondas Longitudinais: Ondas Transversais: Ondas Eletromagnéticas: Ondas Mecânicas:

ONDAS. Ondas Longitudinais: Ondas Transversais: Ondas Eletromagnéticas: Ondas Mecânicas: ONDAS Uma onda é uma perturbação oscilante de alguma grandeza física no espaço e periódica no tempo. Fisicamente, uma onda é um pulso energético que se propaga através do espaço ou através de um meio (líquido,

Leia mais

Já a velocidade do som na água é de 1450 metros por segundo (m/s), o que corresponde cerca de quatro vezes mais que no ar.

Já a velocidade do som na água é de 1450 metros por segundo (m/s), o que corresponde cerca de quatro vezes mais que no ar. O som Prof. lucasmarqui Como se produz o som? O Som é o resultado de uma vibração, que se transmite ao meio de propagação, provocando zonas de maior compressão de partícula e zonas de menor compressão

Leia mais

LUZ. A luz é uma forma de energia, que tem origem nos corpos luminosos e que se propaga em todas as direções.

LUZ. A luz é uma forma de energia, que tem origem nos corpos luminosos e que se propaga em todas as direções. LUZ A luz é uma forma de energia, que tem origem nos corpos luminosos e que se propaga em todas as direções. CORPOS LUMINOSOS São corpos que emitem luz. CORPOS ILUMINADOS São corpos que recebem luz e a

Leia mais

Definição de Onda. Propriedade fundamental das ondas

Definição de Onda. Propriedade fundamental das ondas Apostila 7 Setor B Aulas 33 a 35 Página 147 Ondulatória Definição de Onda Onda é qualquer perturbação que se propaga através de um meio. Propriedade fundamental das ondas Uma onda transmite energia, sem

Leia mais

Física: Ondulatória e Acústica Questões de treinamento para a banca Cesgranrio elaborada pelo prof. Alex Regis

Física: Ondulatória e Acústica Questões de treinamento para a banca Cesgranrio elaborada pelo prof. Alex Regis Física: Ondulatória e Acústica Questões de treinamento para a banca Cesgranrio elaborada pelo prof. Alex Regis Questão 01 Na propagação de uma onda há, necessariamente, transporte de: a) massa e energia.

Leia mais

2ª Série de Problemas Mecânica e Ondas MEBM, MEFT, LMAC, LEGM

2ª Série de Problemas Mecânica e Ondas MEBM, MEFT, LMAC, LEGM 2ª Série de Problemas Mecânica e Ondas MEBM, MEFT, LMAC, LEGM 1.a) A Figura 1 representa uma onda aproximadamente sinusoidal no mar e uma bóia para prender um barco, que efectua 10 oscilações por minuto.

Leia mais

Ondulatória Parte 1. Física_9 EF. Profa. Kelly Pascoalino

Ondulatória Parte 1. Física_9 EF. Profa. Kelly Pascoalino Ondulatória Parte 1 Física_9 EF Profa. Kelly Pascoalino Nesta aula: Introdução; Ondas mecânicas; Ondas sonoras. INTRODUÇÃO Ondas de vários tipos estão presentes em nossas vidas. Lidamos com os mais diversos

Leia mais

ONDAS SONORAS - Mecânicas - Longitudinais

ONDAS SONORAS - Mecânicas - Longitudinais ONDAS SONORAS - Mecânicas - Longitudinais CONCEITOS FUNDAMENTAIS Fonte Sonora: ponto a partir do qual são emitidas as ondas sonoras, em todas as direções; Frentes de Ondas: superfícies nas quais as ondas

Leia mais

Ondulatória Parte 1. Física_9 EF. Profa. Kelly Pascoalino

Ondulatória Parte 1. Física_9 EF. Profa. Kelly Pascoalino Ondulatória Parte 1 Física_9 EF Profa. Kelly Pascoalino Nesta aula: Introdução; Ondas mecânicas; Ondas sonoras. INTRODUÇÃO Ondas de vários tipos estão presentes em nossas vidas. Lidamos com os mais diversos

Leia mais

O que são s o ondas sonoras? Ondas? Mecânicas? Longitudinais? O que significa?

O que são s o ondas sonoras? Ondas? Mecânicas? Longitudinais? O que significa? Movimento Ondulatório Fisíca Aplicada a Imaginologia - 115 O que são s o ondas sonoras? São ondas mecânicas, longitudinais que podem se propagar em sólidos, líquidos e gases. Ondas? Mecânicas? Longitudinais?

Leia mais

Polarização de Ondas

Polarização de Ondas Polarização de Ondas 1. polarização de Ondas. Considere uma onda transversal se propagando numa corda, na qual as direções de oscilação são totalmente aleatórias. Após a passagem da onda pela fenda, a

Leia mais

ONDULATÓRIA. Neste capítulo vamos definir e classificar as ondas quanto à sua natureza e estudar alguns fenômenos ondulatórios.

ONDULATÓRIA. Neste capítulo vamos definir e classificar as ondas quanto à sua natureza e estudar alguns fenômenos ondulatórios. AULA 19 ONDULATÓRIA 1- INTRODUÇÃO Neste capítulo vamos definir e classificar as ondas quanto à sua natureza e estudar alguns fenômenos ondulatórios. 2- DEFINIÇÃO Onda é qualquer perturbação que se propaga

Leia mais

29/05/14. Exemplos : Ondas em cordas, ondas na superfície de um líquido, ondas sonoras, etc.

29/05/14. Exemplos : Ondas em cordas, ondas na superfície de um líquido, ondas sonoras, etc. Classificação das ondas Natureza Ondas Mecânicas Ondas Eletromagnéticas Modo de vibração Transversais Longitudinais Dimensão Unidimensionais Bidimensionais Tridimensionais Natureza das ondas Natureza das

Leia mais

Ensino Médio - Unidade São Judas Tadeu Professor (a): Leandro Aluno (a): Série: 2ª Data: / / LISTA DE FÍSICA II

Ensino Médio - Unidade São Judas Tadeu Professor (a): Leandro Aluno (a): Série: 2ª Data: / / LISTA DE FÍSICA II Ensino Médio - Unidade São Judas Tadeu Professor (a): Leandro Aluno (a): Série: 2ª Data: / / 2016. LISTA DE FÍSICA II Orientações: - A lista deverá ser respondida na própria folha impressa ou em folha

Leia mais

Av. Higienópolis, 769 Sobre Loja Centro Londrina PR. CEP: Fones: / site:

Av. Higienópolis, 769 Sobre Loja Centro Londrina PR. CEP: Fones: / site: ONDULATÓRIA Chamamos de ondulatória a parte da física que é responsável por estudar as características e propriedades em comum dos movimentos das ondas. Podemos classificar como uma onda, qualquer perturbação

Leia mais

Luz & Radiação. Roberto Ortiz EACH USP

Luz & Radiação. Roberto Ortiz EACH USP Luz & Radiação Roberto Ortiz EACH USP A luz é uma onda eletromagnética A figura acima ilustra os campos elétrico (E) e magnético (B) que compõem a luz Eles são perpendiculares entre si e perpendiculares

Leia mais

Ondas sonoras. Qualidades fisiológicas de uma onda sonora

Ondas sonoras. Qualidades fisiológicas de uma onda sonora Ondas sonoras As ondas mecânicas que propiciam o fenômeno da audição aos seres vivos são chamadas de ondas sonoras. Como todas as ondas mecânicas, as ondas sonoras podem se propagar nos mais diversos meios,

Leia mais

PROCESSAMENTO DE IMAGENS COLORIDAS

PROCESSAMENTO DE IMAGENS COLORIDAS PROCESSAMENTO DE IMAGENS COLORIDAS Fundamentos da cor A visão da cor É a capacidade de um organismo ou máquina de distinguir objetos baseando-se nos comprimentos de onda (ou freqüências) da luz sendo refletida,

Leia mais

Processo Avaliativo AVP - 4º Bimestre/2016 Disciplina: Física 2ª série EM A Data: Nome do aluno Nº Turma

Processo Avaliativo AVP - 4º Bimestre/2016 Disciplina: Física 2ª série EM A Data: Nome do aluno Nº Turma Processo Avaliativo AVP - 4º Bimestre/2016 Disciplina: Física 2ª série EM A Data: Nome do aluno Nº Turma Atividade Avaliativa: entregar a resolução de todas as questões. 1. (Fuvest 2013) A tabela traz

Leia mais

O CLIMA DA TERRA: Processos, Mudanças e Impactos

O CLIMA DA TERRA: Processos, Mudanças e Impactos O CLIMA DA TERRA: Processos, Mudanças e Impactos Prof. TÉRCIO AMBRIZZI Professor Titular ambrizzi@model.iag.usp.br E Profa. Dra. MARCIA A. YAMASOE Professora Associada akemi@model.iag.usp.br Departamento

Leia mais

Ondas. Onda é uma perturbação em movimento

Ondas. Onda é uma perturbação em movimento Ondas Onda é uma perturbação em movimento Um meio em equilíbrio é perturbado e essa perturbação é transmitida, com atraso, aos pontos vizinhos As ondas não transportam matéria, mas sim energia. Uma onda

Leia mais

Professor: Gabriel Alves

Professor: Gabriel Alves Professor: Gabriel Alves Questão 01 - (FAMERP SP) Um forno de micro-ondas funciona fazendo com que as moléculas de água presentes nos alimentos vibrem, gerando calor. O processo baseia-se nos fenômenos

Leia mais

CIÊNCIAS 9 ANO PROF.ª GISELLE PALMEIRA PROF.ª MÁRCIA MACIEL ENSINO FUNDAMENTAL

CIÊNCIAS 9 ANO PROF.ª GISELLE PALMEIRA PROF.ª MÁRCIA MACIEL ENSINO FUNDAMENTAL CIÊNCIAS 9 ANO PROF.ª MÁRCIA MACIEL ENSINO FUNDAMENTAL PROF.ª GISELLE PALMEIRA REVISÃO Unidade IV Ser humano e saúde 2 REVISÃO Aula 24.1 Revisão e Avaliação 3 REVISÃO 1 A Ciência do movimento Vamos observar

Leia mais

Propriedades e características do som

Propriedades e características do som Propriedades e características do som Todo e qualquer som tem sua origem no movimento vibratório de algum meio material. Por exemplo, quando um músico dedilha as cordas de um violão, elas são postas a

Leia mais

Diego Ricardo Sabka Classificação das Ondas

Diego Ricardo Sabka Classificação das Ondas Classificação das Ondas Classificação das Ondas Meio de Propagação: - Mecânica; - Eletromagnética; Direção de Oscilação: - Transversal; - Longitudinal; - Mistas; Direção de Propagação: - Unidimensional;

Leia mais

Assunto: Ondulatória / Acústica

Assunto: Ondulatória / Acústica ESCOLA ESTADUAL DE ENS. FUND. E MÉDIO AUGUSTO MEIRA DIRETOR: TURMA: PROFESSOR: TURNO: DISCIPLINA: DATA: / / NOME: Nº: Assunto: Ondulatória / Acústica Ondulatória 1. Ondas é toda perturbação que se propaga

Leia mais

Aula do cap. 17 Ondas

Aula do cap. 17 Ondas Aula do cap. 17 Ondas O que é uma onda?? Podemos definir onda como uma variação de uma grandeza física que se propaga no espaço. É um distúrbio que se propaga e pode levar sinais ou energia de um lugar

Leia mais

CAPÍTULO VII ONDAS MECÂNICAS

CAPÍTULO VII ONDAS MECÂNICAS CAPÍTULO VII ONDAS MECÂNICAS 7.1. INTRODUÇÃO As ondas mecânicas são fenómenos ondulatórios que necessitam de um meio material para se propagarem. Como exemplos destas ondas, vamos estudar neste capítulo

Leia mais

Ondas. Dark side of the Moon, album cover (1973), Pink Floyd. Jorge Miguel Sampaio

Ondas. Dark side of the Moon, album cover (1973), Pink Floyd. Jorge Miguel Sampaio Ondas Dark side of the Moon, album cover (1973), Pink Floyd Jorge Miguel Sampaio jmsampaio@fc.ul.pt 1. O que são ondas? São perturbações ou oscilações que se propagam no espaço e/ou no tempo acompanhadas

Leia mais

VALORES DE CONSTANTES E GRANDEZAS FÍSICAS

VALORES DE CONSTANTES E GRANDEZAS FÍSICAS VALORES DE CONSTANTES E GRANDEZAS FÍSICAS - aceleração da gravidade g = 10 m/s 2 - calor específico da água c = 1,0 cal/g ºC = 4,2 x 10 3 J/kg ºC - carga do elétron e = 1,6 x 10-19 C - constante da lei

Leia mais

Radiação Electromagnética

Radiação Electromagnética 1- DEFINIÇÃO Radiação Electromagnética As ondas eletromagnéticas são uma combinação de um campo elétrico e de um campo magnético que se propagam através do espaço transportando energia. A luz visível é

Leia mais

RELEMBRANDO ONDAS LONGITUDINAIS

RELEMBRANDO ONDAS LONGITUDINAIS ACÚSTICA ONDAS SONORAS Possuem origem MECÂNICAS. Propagam-se somente em meios materiais; Não se propagam no vácuo. O sistema auditivo de uma pessoa normal é sensibilizado por uma frequência entre 20Hz

Leia mais

Ismael Rodrigues Silva. Física-Matemática - UFSC. cel: (48)

Ismael Rodrigues Silva. Física-Matemática - UFSC. cel: (48) Ismael Rodrigues Silva Física-Matemática - UFSC cel: (48)9668 3767 Campo magnético em um condutor retilíneo: Sentido do campo dado pela regra de Ampère =4 10 N/A² (permeabilidade do vácuo) Campo magnético

Leia mais

Física Aplicada Aula 02

Física Aplicada Aula 02 Universidade de São Paulo Instituto de Física Física Aplicada Aula 02 http://disciplinas.stoa.usp.br/course/view.php?id=24279 Profa. Márcia de Almeida Rizzutto Edifício Oscar Sala sala 220 rizzutto@if.usp.br

Leia mais

VISÃO anatomia do olho. Retina: região no fundo do olho onde os estímulos visuais são captados e transmitidos ao

VISÃO anatomia do olho. Retina: região no fundo do olho onde os estímulos visuais são captados e transmitidos ao VISÃO anatomia do olho. Retina: região no fundo do olho onde os estímulos visuais são captados e transmitidos ao cérebro. A Retina é constituída por 2 tipos principais de células: cones, que necessitam

Leia mais

FÍSICO-QUÍMICA 8.º ANO TERCEIRO CICLO ALEXANDRA COUTINHO ANDREIA SERRASQUEIRO

FÍSICO-QUÍMICA 8.º ANO TERCEIRO CICLO ALEXANDRA COUTINHO ANDREIA SERRASQUEIRO FÍSICO-QUÍMICA 8.º ANO TERCEIRO CICLO ALEXANDRA COUTINHO ANDREIA SERRASQUEIRO ÍNDICE DOMÍNIO Reações Químicas 1 EXPLICAÇÃO E REPRESENTAÇÃO DE REAÇÕES QUÍMICAS Constituição da matéria 4 Organização corpuscular

Leia mais

Aula 17: Ondas. Prof a Nair Stem Instituto de Física da USP

Aula 17: Ondas. Prof a Nair Stem Instituto de Física da USP Aula 17: Ondas Prof a Nair Stem Instituto de Física da USP Conceito de Onda Onda: qualquer sinal que se transmite de um ponto a outro de um meio com velocidade definida. Transmissão de sinais entre dois

Leia mais

Ondas e a radiação eletromagnética

Ondas e a radiação eletromagnética Ondas e a radiação eletromagnética Dark side of the Moon, album cover (1973), Pink Floyd Jorge Miguel Sampaio jmsampaio@fc.ul.pt 1. O que são ondas? São perturbações ou oscilações que se propagam no espaço

Leia mais

Sumário. Espectros, Radiação e Energia

Sumário. Espectros, Radiação e Energia Sumário Das Estrelas ao átomo Unidade temática 1 Radiação ionizante e radiação não ionizante.. E suas aplicações. APSA 5 Espectro eletromagnético.. Radiação não ionizante São radiações não ionizantes as

Leia mais

Ondas. Definição: Onda é uma perturbação de partículas de um meio ou cargas elétricas, sendo uma propagação de energia sem o transporte de matéria.

Ondas. Definição: Onda é uma perturbação de partículas de um meio ou cargas elétricas, sendo uma propagação de energia sem o transporte de matéria. Ondas Quando batemos na superfície da água formam-se ondas que se propagam em todas as direções. Ocorre o mesmo quando um alto falante bate no ar da atmosfera ou então quando batemos em uma corda. Essas

Leia mais

Fundamentos físicos da Sismoestratigrafia

Fundamentos físicos da Sismoestratigrafia Fundamentos físicos da Sismoestratigrafia Ondas em meios sólidos elásticos Uma onda é uma perturbação da matéria que se propaga em uma direção, ou seja, as partículas em um determinado ponto de um meio

Leia mais

ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA DE VILA FRANCA DO CAMPO CURSO VOCACIONAL ANO LETIVO 2016/2017. Módulo I. Som e Luz MARILIA CARMEN DA SILVA SOARES

ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA DE VILA FRANCA DO CAMPO CURSO VOCACIONAL ANO LETIVO 2016/2017. Módulo I. Som e Luz MARILIA CARMEN DA SILVA SOARES ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA DE VILA FRANCA DO CAMPO ANO LETIVO Módulo I Som e Luz MARILIA CARMEN DA SILVA SOARES APONTAMENTOS O SOM O som resulta da vibração dos corpos. Para que possamos ouvir o som produzido

Leia mais

Radiação electromagnetica

Radiação electromagnetica Radiação electromagnetica A radiação eletromagnética é uma forma de energia absorvida e emitida por partículas com carga elétrica quando aceleradas por forças. Ao nível subatómico, a radiação eletromagnética

Leia mais

As ondas ou radiações eletromagnéticas não precisam de um meio material para se propagarem.

As ondas ou radiações eletromagnéticas não precisam de um meio material para se propagarem. Radiação As ondas ou radiações eletromagnéticas não precisam de um meio material para se propagarem. O espetro eletromagnético é o conjunto de todas as radiações eletromagnéticas. Radiação A transferência

Leia mais

1. (Fuvest 2012) A figura abaixo representa imagens instantâneas de duas cordas flexíveis idênticas, C

1. (Fuvest 2012) A figura abaixo representa imagens instantâneas de duas cordas flexíveis idênticas, C 1. (Fuvest 2012) A figura abaixo representa imagens instantâneas de duas cordas flexíveis idênticas, C 1 e C 2, tracionadas por forças diferentes, nas quais se propagam ondas. Durante uma aula, estudantes

Leia mais

1 Analise as proposições em relação ao efeito de polarização da sondas eletromagnéticas.

1 Analise as proposições em relação ao efeito de polarização da sondas eletromagnéticas. 1 Analise as proposições em relação ao efeito de polarização da sondas eletromagnéticas. I. A polarização é uma característica das ondas transversais. II. A polarização é uma característica das ondas longitudinais.

Leia mais

ONDAS SONORAS. Nesta aula estudaremos ondas sonoras e nos concentraremos nos seguintes tópicos:

ONDAS SONORAS. Nesta aula estudaremos ondas sonoras e nos concentraremos nos seguintes tópicos: ONDAS SONORAS Nesta aula estudaremos ondas sonoras e nos concentraremos nos seguintes tópicos: Velocidade das ondas sonoras. Relação entre a amplitude do deslocamento e a pressão. Interferência de ondas

Leia mais

8º ANO Ensino Fundamental

8º ANO Ensino Fundamental E n s in o F o r t e e d e R e s u l t a do s Centro Educacio nal Juscelino K ub itschek APOSTILA G uar á e Valp ar aíso 3º Bimestre F Í S I C A 8º ANO Ensino Fundamental Data: / / Turno: Estudante: Turma:

Leia mais

POLARIZAÇÃO DA LUZ. Figura 1 - Representação dos campos elétrico E e magnético B de uma onda eletromagnética que se propaga na direção x.

POLARIZAÇÃO DA LUZ. Figura 1 - Representação dos campos elétrico E e magnético B de uma onda eletromagnética que se propaga na direção x. POLARIZAÇÃO DA LUZ INTRODUÇÃO Uma onda eletromagnética é formada por campos elétricos e magnéticos que variam no tempo e no espaço, perpendicularmente um ao outro, como representado na Fig. 1. A direção

Leia mais

Uma onda é definida como um distúrbio que é auto-sustentado e se propaga no espaço com uma velocidade constante. Ondas podem ser classificados em

Uma onda é definida como um distúrbio que é auto-sustentado e se propaga no espaço com uma velocidade constante. Ondas podem ser classificados em Ondas I Tipos de ondas; Amplitude, fase, freqüência, período, velocidade de propagação de uma onda; Ondas mecânicas propagando ao longo de uma corda esticada; Equação de onda; Princípio da superposição

Leia mais

Como o maestro consegue distinguir tantos sons simultaneamente?

Como o maestro consegue distinguir tantos sons simultaneamente? Como o maestro consegue distinguir tantos sons simultaneamente? http://www.iicnewyork.esteri.it/iic_newyork/webform/..%5c..%5ciicmanager%5cupload%5cimg%5c%5cnewyork%5cfilarmonica_web.jpg Definindo onda

Leia mais

Caracterização de uma radiação electromagnética

Caracterização de uma radiação electromagnética Caracterização de uma radiação electromagnética Todas as radiações electromagnéticas são caracterizadas pela sua frequência e comprimento de onda. A frequência é o número de vezes que uma onda se repete

Leia mais

Fenómenos ondulatórios

Fenómenos ondulatórios Fenómenos ondulatórios Onda É uma perturbação que se propaga em um meio, determinando a transferência de energia, sem transporte de matéria. Em relação à direção de propagação da energia nos meios materiais

Leia mais

O Som O som é uma onda mecânica, pois necessita de um meio material para se propagar. O Som. Todos os sons resultam de uma vibração (ou oscilação).

O Som O som é uma onda mecânica, pois necessita de um meio material para se propagar. O Som. Todos os sons resultam de uma vibração (ou oscilação). O Som Todos os sons resultam de uma vibração (ou oscilação). O Som O som é uma onda mecânica, pois necessita de um meio material para se propagar. As ondas sonoras são longitudinais. Resultam de compressões

Leia mais

Propagação da onda sonora Prof. Theo Z. Pavan

Propagação da onda sonora Prof. Theo Z. Pavan Propagação da onda sonora Prof. Theo Z. Pavan Física Acústica Aula 6 Definição de onda sonora Denomina-se onda ao movimento das partículas causado por uma perturbação que se propaga através de um meio.

Leia mais

Aula 3 Ondas Eletromagnéticas

Aula 3 Ondas Eletromagnéticas Aula 3 Ondas letromagnéticas - Luz visível (nos permitem ver - Infravermelhos (aquecem a Terra - Ondas de radiofrequencia (transmissão de rádio - Microondas (cozinhar -Transporte de momento linear - Polarização

Leia mais

Abril Educação Ondas sonoras e luminosas Aluno(a): Número: Ano: Professor(a): Data: Nota:

Abril Educação Ondas sonoras e luminosas Aluno(a): Número: Ano: Professor(a): Data: Nota: Abril Educação Ondas sonoras e luminosas Aluno(a): Número: Ano: Professor(a): Data: Nota: Questão 1 Explique a diferença entre reflexão difusa e especular. Questão 2 O que são qualidades fisiológicas do

Leia mais

Velocidade. v= = t tempo necessário para completar 1 ciclo. d distância necessária para completar 1 ciclo. λ T. Ou seja

Velocidade. v= = t tempo necessário para completar 1 ciclo. d distância necessária para completar 1 ciclo. λ T. Ou seja Velocidade d distância necessária para completar 1 ciclo v= = t tempo necessário para completar 1 ciclo Ou seja f 1 λ v= = λ f = = T k kt No S.I. a velocidade de propagação da onda mede-se em m/s. Exercicios

Leia mais

Nome: Jeremias Christian Honorato Costa Disciplina: Materiais para Engenharia

Nome: Jeremias Christian Honorato Costa Disciplina: Materiais para Engenharia Nome: Jeremias Christian Honorato Costa Disciplina: Materiais para Engenharia Por propriedade ótica subentende-se a reposta do material à exposição à radiação eletromagnética e, em particular, à luz visível.

Leia mais

Fenómenos Ondulatórios

Fenómenos Ondulatórios Fenómenos Ondulatórios Fenómenos Ondulatórios a) Reflexão b) Refração c) Absorção Reflexão da onda: a onda é devolvida para o primeiro meio. Transmissão da onda: a onda continua a propagar-se no segundo

Leia mais

COLÉGIO XIX DE MARÇO Educação do jeito que deve ser 3ª PROVA PARCIAL DE FÍSICA QUESTÕES FECHADAS

COLÉGIO XIX DE MARÇO Educação do jeito que deve ser 3ª PROVA PARCIAL DE FÍSICA QUESTÕES FECHADAS COLÉGIO XIX DE MARÇO Educação do jeito que deve ser 2016 3ª PROVA PARCIAL DE FÍSICA QUESTÕES FECHADAS Aluno(a): Nº Ano: 2º Turma: Data: 24/11/2016 Nota: Professor(a): Pâmella Duarte Valor da Prova: 20

Leia mais

Física. Leo Gomes (Vitor Logullo) Ondas

Física. Leo Gomes (Vitor Logullo) Ondas Ondas Ondas 1. Uma onda sonora e outra onda luminosa monocromática, após se propagarem no ar, sofrem refração ao passarem do ar para o vidro. Esquematize suas trajetórias, justificando. 2. Um pincel de

Leia mais

Escola Básica do 2.º e 3.ºciclos Álvaro Velho. Planeamento Curricular de Físico-Química 7.º ano ANO LETIVO 2015/2016

Escola Básica do 2.º e 3.ºciclos Álvaro Velho. Planeamento Curricular de Físico-Química 7.º ano ANO LETIVO 2015/2016 1.º Período Escola Básica do 2.º e 3.ºciclos Álvaro Velho Planeamento Curricular de Físico-Química 7.º ano I Espaço 1. Universo 2. Sistema Solar 1.1 Constituição do Universo 1.2 Observação do céu 1.3 Evolução

Leia mais

Luz e Visão. Prof. César Bastos

Luz e Visão. Prof. César Bastos Luz e Visão Prof. César Bastos Introdução ao estudo de Luz e Visão Como você explicaria o que é luz? Você seria capaz de explicar a Luz para uma pessoa que não enxerga? Durante muitos anos, desde a Grécia

Leia mais

1ª Ficha de Avaliação Física e Química do 8ºAno. Ano Letivo:2013/2014 Data: 7/11/2013 Prof: Paula Silva

1ª Ficha de Avaliação Física e Química do 8ºAno. Ano Letivo:2013/2014 Data: 7/11/2013 Prof: Paula Silva 1ª Ficha de Avaliação Física e Química do 8ºAno Ano Letivo:2013/2014 Data: 7/11/2013 Prof: Paula Silva Critérios de Correção 8ºH 1... 3 pontos O pai da Mafalda para falar correctamente de um ponto de vista

Leia mais

1ª Ficha de Avaliação Física e Química do 8ºAno. Ano Letivo:2013/2014 Data: 5/11/2013 Prof: Paula Silva

1ª Ficha de Avaliação Física e Química do 8ºAno. Ano Letivo:2013/2014 Data: 5/11/2013 Prof: Paula Silva 1ª Ficha de Avaliação Física e Química do 8ºAno Ano Letivo:2013/2014 Data: 5/11/2013 Prof: Paula Silva Critérios de Correção 8ºF 1... 4 pontos O pai da Mafalda para falar correctamente de um ponto de vista

Leia mais

a)a amplitude em centímetros. b)o período. c)o comprimento de onda em centímetros.

a)a amplitude em centímetros. b)o período. c)o comprimento de onda em centímetros. UNIPAC TO EXERCÍCIO AVALIATIVO EM SALA 4 PERÍODO ONDAS - Prof: Arnon Rihs VALOR 5 PONTOS NOME: NOME: NOME: NOME: A formosura da alma campeia e denuncia-se na inteligência, na honestidade, no recto procedimento,

Leia mais

FÍSICA MÓDULO 19 FENÔMENOS ONDULATÓRIOS II. Professor Ricardo Fagundes

FÍSICA MÓDULO 19 FENÔMENOS ONDULATÓRIOS II. Professor Ricardo Fagundes FÍSICA Professor Ricardo Fagundes MÓDULO 19 FENÔMENOS ONDULATÓRIOS II RESSONÂNCIA Para entendermos esse fenômeno vamos exemplificá-lo. O aparelho de microondas funciona com esse princípio. Ao liberar um

Leia mais

Processamento de Imagens Coloridas. Prof. Adilson Gonzaga

Processamento de Imagens Coloridas. Prof. Adilson Gonzaga Processamento de Imagens Coloridas Prof. Adilson Gonzaga 1 Aparência de um Objeto A aparência de um objeto é o resultado de uma complexa interação da luz incidente sobre este objeto, suas características

Leia mais

GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA ELETRÔNICA. FÍSICA IV Óptica e Física Moderna. Prof. Dr. Cesar Vanderlei Deimling

GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA ELETRÔNICA. FÍSICA IV Óptica e Física Moderna. Prof. Dr. Cesar Vanderlei Deimling GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA ELETRÔNICA FÍSICA IV Óptica e Física Moderna Prof. Dr. Cesar Vanderlei Deimling O plano de ensino Bibliografia: Geração de ondas eletromagnéticas Propriedades das ondas eletromagnéticas

Leia mais

FÍSICA MÓDULO 17 OSCILAÇÕES E ONDAS. Professor Sérgio Gouveia

FÍSICA MÓDULO 17 OSCILAÇÕES E ONDAS. Professor Sérgio Gouveia FÍSICA Professor Sérgio Gouveia MÓDULO 17 OSCILAÇÕES E ONDAS MOVIMENTO HARMÔNICO SIMPLES (MHS) 1. MHS DEFINIÇÃO É o movimento oscilatório e retilíneo, tal que a aceleração é proporcional e de sentido contrário

Leia mais

Apostila de Física 33 Introdução à Óptica Geométrica

Apostila de Física 33 Introdução à Óptica Geométrica Apostila de Física 33 Introdução à Óptica Geométrica 1.0 Definições Raios de luz Linhas orientadas que representam, graficamente, a direção e o sentido de propagação da luz. Conjunto de raios de luz Feixe

Leia mais

Ficha de Trabalho 3 Física e Química do 8ºAno

Ficha de Trabalho 3 Física e Química do 8ºAno Ficha de Trabalho 3 Física e Química do 8ºAno Ano Letivo:2013/2014 Data: janeiro de 2014 Som e Luz Professora: Neide Pimentel 1- Classifica as afirmações seguintes em verdadeiras (V) ou falsas (F). Corrige

Leia mais

Lembrete: Antes de começar a copiar cada unidade, coloque o cabeçalho da escola e a data!

Lembrete: Antes de começar a copiar cada unidade, coloque o cabeçalho da escola e a data! Lembrete: Antes de começar a copiar cada unidade, coloque o cabeçalho da escola e a data! Use canetas coloridas ou escreva palavras destacadas, para facilitar na hora de estudar. E capriche! Não se esqueça

Leia mais

Exercícios de Revisão Global 3º Bimestre

Exercícios de Revisão Global 3º Bimestre Exercícios de Revisão Global 3º Bimestre 1. Um aluno está olhando de frente para uma superfície metálica totalmente polida. Explique como o aluno se enxerga e qual o nome deste fenômeno? A explicação está

Leia mais

Prof. Dr. Lucas Barboza Sarno da Silva

Prof. Dr. Lucas Barboza Sarno da Silva Prof. Dr. Lucas Barboza Sarno da Sila Ondas Acústicas Uma onda longitudinal Se propaga em qualquer meio (gases, sólidos ou líquidos) Velocidade depende das propriedades do meio Vibrações das partículas

Leia mais

CONCEITOS GERAIS 01. LUZ. c = km/s. c = velocidade da luz no vácuo. Onda eletromagnética. Energia radiante

CONCEITOS GERAIS 01. LUZ. c = km/s. c = velocidade da luz no vácuo. Onda eletromagnética. Energia radiante CONCEITOS GERAIS 01. LUZ Onda eletromagnética Energia radiante c = 300.000 km/s c = velocidade da luz no vácuo (01) Um raio laser e um raio de luz possuem, no vácuo, a mesma velocidade OBSERVAÇÕES Todas

Leia mais