Faculdade Figueiredo Costa

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Faculdade Figueiredo Costa"

Transcrição

1 MANUAL DO CANDIDATO

2 DOCUMENTO - V ESTE MANUAL DO CANDIDATO, VESTIBULAR 2014, TAMBÉM ESTÁ DISPONIBILIZADO, SEM ÔNUS, NO SITE VESTIBULAR 2014, NO PORTAL ACADÊMICO, NOS MURAIS DA SECRE- TARIA ACADÊMICA E NA BIBLIOTECA ALDO REBELO. INFORMAÇÕES ACADÊMICAS, PRECONIZADAS NA PORTARIA NORMATIVA DO MEC, RED. Nº 40/2010, ART. 32, CONFORME ABAIXO: Art. 32. Após a autorização do curso, a instituição compromete-se a observar, no mínimo, o padrão de qualidade e as condições em que se deu a autorização, as quais serão verificadas por ocasião do reconhecimento e das renovações de reconhecimento. 1º A instituição deverá afixar em local visível junto à Secretaria de Alunos, as condições de oferta do curso, informando especificamente o seguinte: I - ato autorizativo expedido pelo MEC, com a data de publicação no Diário Oficial da União; II - dirigentes da instituição e coordenador de curso efetivamente em exercício; III - relação dos professores que integram o corpo docente do curso, com a respectiva formação, titulação e regime de trabalho; IV- matriz curricular do curso; V - resultados obtidos nas últimas avaliações realizadas pelo MEC, quando houver; VI - valor corrente dos encargos financeiros a serem assumidos pelos alunos, incluindo mensalidades, taxas de matrícula e respectivos reajustes e todos os ônus incidentes sobre a atividade educacional. 2º A instituição manterá em página eletrônica própria, e também na biblioteca, para consulta dos alunos ou interessados, registro oficial devidamente atualizado das informações referidas no 1º, além dos seguintes elementos: I - projeto pedagógico do curso e componentes curriculares, sua duração, requisitos e critérios de avaliação; II - conjunto de normas que regem a vida acadêmica, incluídos o Estatuto ou Regimento que instruíram os pedidos de ato autorizativo junto ao MEC; III - descrição da biblioteca quanto ao seu acervo de livros e periódicos, relacionada à área do curso, política de atualização e informatização, área física disponível e formas de acesso e utilização; IV - descrição da infra estrutura física destinada ao curso, incluindo laboratórios, equipamentos instalados, infra estrutura de informática e redes de informação. 3º O edital de abertura do vestibular ou processo seletivo do curso, a ser publicado no mínimo 15 (quinze) dias antes da realização da seleção, deverá conter pelo menos as seguintes informações: I - denominação de cada curso abrangido pelo processo seletivo; (NR) II - ato autorizativo de cada curso, informando a data de publicação no Diário Oficial da União, observado o regime da autonomia, quando for o caso; III - número de vagas autorizadas, por turno de funcionamento, de cada curso, observado o regime da autonomia, quando for o caso; (NR) IV - número de alunos por turma; V - local de funcionamento de cada curso; VI - normas de acesso; VII - prazo de validade do processo seletivo. 4º A expedição do diploma e histórico escolar final considera-se incluída nos serviços educacionais prestados pela instituição, não ensejando a cobrança de qualquer valor, ressalvada a hipótese de apresentação decorativa, com a utilização de papel ou tratamentos gráficos especiais, por opção do aluno. OS TEMAS RELACIONADOS ÀS QUESTÕES DE RAÇA, CREDO E ORIGEM, ESTÃO AMPLAMENTE INCLUIDAS EM TODOS OS CURSOS NAS DISCIPLINAS SOCIOLOGIA E CIENCIAS HUMANAS E SOCIAIS. 2

3 PROCESSO SELETIVO CONTINUADO/2014 VESTIBULAR FANTÁSTICO (de 01/10 a 30/11/2013) Agendado, Informatizado, On-Line e Presencial. A Taxa de Inscrição é Gratuita e a Matrícula já é a 1ª mensalidade (janeiro/2014) MELHOR FASE DO VESTIBULAR, COM UM DESCONTO DE R$ 100,00 VESTIBULAR ESPETACULAR (de 01/12 á 30/01/2014) Agendado, Informatizado, On-Line e Presencial. A Taxa de Inscrição é Gratuita e a Matrícula já é a 1ª mensalidade (janeiro/2014) SEGUNDA FASE DO VESTIBULAR, COM UM DESCONTO DE R$ 50,00 AS 8 (OITO) RAZÕES PARA FAZER O VESTIBULAR NA FiC 1. A única faculdade com Pós-Graduação Integrada; 2. Financia o seu curso em até 100% pelo FIES ; 3. Taxa de inscrição gratuita; 4. Provas simplificadas e/ou on-line; 5. Você faz o vestibular na sede da FiC, em casa, no escritório, na lan house ou em qualquer outro lugar, basta ter um computador ou outro aparelho conectado à internet; 6. Credibilidade e qualidade de ensino reconhecidas pela comunidade e comprovada pelo MEC; 7. Situação de regularidade e legalidade junto ao MEC, conforme tabela 1; 8. Cursos com um excelente grau de empregabilidade. SITUAÇÃO LEGAL DOS CURSOS Tabela 1 - Situação Legal dos Cursos CURSO ÓRGÃO AVALIADOR SITUAÇÃO DO CURSO NOTA DE FAIXA NOTA CONCEITO Administração Portaria MEC RECONHECIMENTO 3,58 4 Engenharia Ambiental INEP - MEC RECONHECIMENTO Recomendado 3,49 3 Engenharia Civil Portaria MEC AUTORIZAÇÃO 3,87 4 Engenharia de Produção INEP - MEC RECONHECIMENTO Recomendado 3,39 3 Engenharia Elétrica INEP - MEC AUTORIZAÇÃO Recomendada 3,10 3 OBS: A faixa obedece a escala de 1 a 5 e o conceito arredondamento para o inteiro. Sujeito à aprovação do agente financeiro federal e da divisão administrativa da faculdade e dos limites impostos pelo sistema FNDE nos financiamento da CEF e BB. 3

4 CURSOS ADMINISTRAÇÃO - ENGENHARIA AMBIENTAL - ENGENHARIA CIVIL ENGENHARIA DE PRODUÇÃO - ENGENHARIA ELÉTRICA CURSO DE GRADUAÇÃO À NOITE ADMINISTRAÇÃO BACHARELADO RECONHECIDO PELO MEC Reconhecido, Resultado da Avaliação MEC: Nota 4, de um máximo de 5. Mensalidade do V. Fantástico é de R$ 250,00; Mensalidade do V. Espetacular é de R$ 300,00. O Valor da Mensalidade normal R$ 350,00 (Valor base para cálculo dos pagamentos em atraso). Estão incluso na mensalidade, as Atividades Complementares (desde que se pague a simbólica taxa de adesão), Pós-Graduação Integrada e Estágio Curricular Obrigatório Interno, incluídos na mensalidade. CURSOS DE GRADUAÇÃO NOS TURNOS MANHÃ E NOITE ENGENHARIA AMBIENTAL, ENGENHARIA CIVIL, ENGENHARIA DE PRODUÇÃO e ENGENHARIA ELÉTRICA Mensalidade do V. Fantástico é de R$ 420,00; Mensalidade do V. Espetacular é de R$ 470,00. O Valor da Mensalidade normal R$ 520,00 (Valor base para cálculo dos pagamentos em atraso). Estão incluso na mensalidade, as Atividades Complementares (desde que se pague a simbólica taxa de adesão), Pós-Graduação Integrada e Supervisão e matricula do Estágio Curricular Obrigatório Interno, incluídos na mensalidade. REAJUSTE ANUAL CORTE AO CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS EDUCACIONAIS - CLAUSULA TERCEIRA DO VALOR:... 2º - O valor da anuidade será reajustado anualmente, pelo IPCA, ou no seu impedimento explicito, o determinado pela legislação convergente à época, mais o Índice Institucional Orçamentário IIO (investimentos no exercício anterior e baseado no ano letivo atual), este último, não podendo ultrapassar 5% (cinco por cento). OBSERVAÇÃO A matrícula assim como o curso só estará efetivada no primeiro dia de aula. Cursos e turnos só serão efetivados se houver no mínimo 50 (cinquenta) alunos, matriculados, por curso e sala de aula. 4

5 ÍNDICE CAPÍTULO I 8 Distribuição de vagas por curso, mensalidades e descontos referente ao ano letivo Calendário do Vestibular Horários das aulas 10 CAPÍTULO II 11 Edital do processo seletivo continuado - Vestibular Regulamento e programa das provas do Vestibular Programa das provas 12 CAPÍTULO III 13 Itens de interesse geral 13 Matrícula 13 FIES ENEM 13 Restrições 13 Acessibilidade Necessidades especiais 14 Formas de acesso aos cursos 14 Vagas remanescentes 14 Principios filosóficos que norteiam os projetos pedagógicos da FiC 15 CAPÍTULO IV 16 Graduação em Administração 16 Perfil profissional 16 Competências e habilidades 16 Mercado de trabalho 16 Visão geral da profissão 16 Objetivos: Geral, específicos e titulação 17 Grade curricular do curso de Administração 18 Atividades Complementares - ADM Mínimo de 140 horas 18 Módulos opcionais - ADM (Atividades Complementares) Corpo docente de Administração CAPÍTULO V 21 Graduação em Engenharia da Produção 21 Área de atuação da Engenharia da Produção 21 Relevância da Engenharia da Produção 21 Perfil do profissional 22 Competências e habilidades 22 Objetivos: Geral, específico e titulação 23 Grade curricular do curso de Engenharia da Produção 24 Atividades Complementares Mínimo de 270 horas 25 Módulos opcionais EP (Atividades Complementares) 26 Corpo docente de Engenharia de Produção 27 CAPÍTULO VI 28 Graduação em Engenharia Ambiental 28 O engenheiro Ambiental 28 As atribuições 28 Áreas de atuação 28 O mercado de trabalho 28 Perfil do profissional 29 Competências e habilidades 29 Objetivos: Geral, específicos e titulação 30 Grade curricular do curso de Engenharia Ambiental 31 Atividades Complementares Mínimo de 270 horas 32 Módulos opcionais (Atividades Complementares) 33 Corpo docente de Engenharia Ambiental 34 CAPÍTULO VII 35 Graduação em Engenharia Civil 35 As atribuições, áreas de atuação e o mercado de trabalho 35 Perfil do profissional 36 Competências e habilidades 37 Objetivos: Geral, específicos e titulação 37 Grade curricular do curso de Engenharia Civil 38 Atividades Complementares Mínimo de 270 horas 39 Módulos opcionais - EC (Atividades Complementares) 40 Corpo docente de Engenharia Civil 41 5

6 CAPÍTULO VIII 42 Graduação em Engenharia Elétrica 42 As atribuições, áreas de atuação e o mercado de trabalho 42 Perfil do egresso 42 Competências e habilidades 42 Ética profissional em Engenharia 43 Objetivos e titulação 43 Grade curricular do curso de Engenharia Elétrica 44 Atividades Complementares Mínimo de 270 horas 45 Módulos opcionais - EC (Atividades Complementares) 46 Corpo docente de Engenharia Elétrica 47 ANEXOS 56 D1 - Contrato de prestação de serviços educacionais 56 D2 - Edital de mensalidade, anuidade, reajuste, taxas, turnos e vagas D3 - Regulamento financeiro da graduação 66 D4 - Regulamento de bolsa de estudo parcial 70 D5 - Matrícula, termo de compromisso, declaração e adesão ao contrato de prestação de serviços educacionais 72 CAPÍTULO IX 48 Identificação 48 Histórico, Missão, Principios e Finalidades 48 Objetivos: Geral e específicos da FiC 49 Avaliação discente 50 Principios 50 Instrumentos 50 Avaliação do rendimento escolar e da promoção 50 Avaliação docente 51 Atendimento ao Aluno 51 Orientação 51 Núcleo de Acessibilidade - NACE 51 Psicopedagógico - Necessidades Especiais 51 Orientação profissional 52 Laboratórios 52 Biblioteca física e virtual (e-books) Recursos de apoio Salas de aula 53 Envolvimento com a comunidade, convênios e parcerias. 54 Trabalho de Conclusão de Curso 54 Estágio Curricular Supervisionado Obrigatório 54 Estrutura organizacional 55 Dirigentes, Coord. dos cursos e Coord. técnicos administ. efetivamente em exercício 55 6

7 ÍNDICE DE TABELAS Tabela 1 3 Situação legal dos cursos Tabela 2 8 Cursos, turnos, vagas, situação, V. Fantástico e V. Espetacular Tabela 3 10 Horário do turno matutino Tabela 4 10 Horário do turno noturno Tabela 5 18 Grade curricular do curso de Administração Tabela 6 18 Resumo da grade curricular do curso de Administração Tabela 7 19 Disciplinas modulares oferecidas pela FiC para as Atividades Complementares Tabela 8 20 Relação do corpo docente do curso de Administração Tabela 9 24 Grade curricular do curso de Engenharia de Produção Tabela Resumo da grade curricular do curso de Engenharia de Produção Tabela Disciplinas modulares oferecidas pela FiC para as Atividades Complementares Tabela Relação do corpo docente de Engenharia de Produção Tabela Grade curricular do curso de Engenharia Ambiental Tabela Resumo da grade curricular do curso de Engenharia Ambiental Tabela Disciplinas modulares oferecidas pela FiC para as Atividades Complementares Tabela Relação do corpo docente do curso de Engenharia Ambiental Tabela Grade curricular do curso de Engenharia Civil Tabela Resumo da grade curricular do curso de Engenharia Civil Tabela Disciplinas modulares oferecidas pela FiC para as Atividades Complementares Tabela Relação do corpo docente do 1º ano do curso de Engenharia Civil Tabela Grade curricular do curso de Engenharia Elétrica Tabela Resumo da grade curricular do curso de Engenharia Elétrica Tabela Disciplinas modulares oferecidas pela FiC para as Atividades Complementares Tabela Relação do corpo docente do 1º ano do curso de Engenharia Elétrica 7

8 CAPÍTULO I DISTRIBUIÇÃO DE VAGAS POR CURSO, MENSALIDADES E DESCONTOS REFERENTE AO ANO LETIVO Tabela 2 - Cursos, Turnos, Vagas, Situação, V. Fantástico E V. Espetacular CURSO TURNO VAGAS SITUAÇÃO VALORES VESTIBULAR FANTÁSTICO VALORES VESTIBULAR ESPETACULAR Administração* Noturno 240 Valor a pagar no vencimento Bolsa Desconto Unifal - parcial 250,00-100,00 300,00-50,00 Valor normal 350,00 350,00 Engenharia Ambiental** Manhã Noite 160 Valor a pagar no vencimento Bolsa Desconto Unifal - parcial Valor normal 420,00-100,00 520,00 470,00-50,00 520,00 Engenharia Civil*** Manhã Noite 160 Valor a pagar no vencimento Bolsa Desconto Unifal - parcial Valor normal 420,00-100,00 520,00 470,00-50,00 520,00 Engenharia de Produção** Manhã Noite 240 Valor a pagar no vencimento Bolsa Desconto Unifal - parcial Valor normal 420,00-100,00 520,00 470,00-50,00 520,00 Engenharia Elétrica**** Manhã Noite 240 Valor a pagar no vencimento Bolsa Desconto Unifal - parcial Valor normal 420,00-100,00 520,00 470,00-50,00 520,00 OBS: O Vestibular Fantástico é aquele em que a matrícula se dá em Outubro e Novembro e tem bolsa desconto de R$ 100,00. O Vestibular Espetacular é aquele em que a matrícula se dá em Dezembro e Janeiro e tem bolsa desconto de R$ 50,00. Na Matricula para o turno Matutino, poderá a critério da FIC, considerar apenas a promoção do Vestibular Fantástico, dependendo do caso. LEGENDA: *Curso Reconhecido pelo MEC, através da Portaria nº. 56, de 22 de janeiro de 2009, publicado no DOU em 26/01/09, na seção 1, pág.: 14. ** Cursos Reconhecidos pelo INEP/MEC, aguardando publicação no DOU. ***Curso Autorizado pelo MEC através da Portaria nº 295, de 09 de julho de Publicado no DOU em 10/07/2013, na seção 1, pág.: 21. ****Curso Autorizado pelo INEP/MEC, aguardando publicação no DOU. 8

9 CALENDÁRIO DO VESTIBULAR 2014 As INSCRIÇÕES e os VESTIBULARES Fantástico e Espetacular, ficarão abertas de 01/outubro/2013 até 30/novembro/2013 e de 01/dezembro/2013 até 30/janeiro/2014, respectivamente e poderão ser feitas on-line no site e presencial no Campus da FIC no bairro de Jaraguá, à Rua Barão de Jaraguá, 398, Jaraguá, Maceió/AL, CEP nº Numa mesma e única sequência são feitos as inscrições e logo adiante em seguida será feito a prova. O INÍCIO DO ANO LETIVO será no dia 10/fevereiro/2014. Central Telefônica para informações: (82) e no plantão: (82) à qualquer tempo. Horários: de 2ª à 6ª feira, das 8:00 h às 20:00 h, e aos sábados das 9:00 h às 12:00 h. No caso de dúvidas, também está disponível o FALE CONOSCO do site edu.br ou o DOCUMENTOS PARA AS PROVAS: Preencher a ficha de Inscrição; Apresentar documento com foto; Boletim do ENEM, desde que a média seja igual ou superior a 450 (quatrocentos e cinquenta) pontos de média. (Item não obrigatório). O VESTIBULAR FANTÁSTICO (só para as 50 primeiras matriculas) terá provas eletrônicas on-line ou presencial para as matrículas antecipada, entre 01/outubro/2013 à 30/ novembro/2013, com provas simplificadas e serão oferecidas apenas 50 (quarenta) vagas, no mínimo, para cada curso, por turno e não haverá prorrogação. No caso de aprovação, o candidato fará matricula em até 48h úteis, após a divulgação do resultado se houver vaga. O resultado da prova será divulgado ao candidato em até 72h úteis, após o dia da conclusão da prova. O aluno matriculado nesse período fará jus a uma bolsa de estudo parcial (conforme o Regulamento de Bolsa Parcial Própria Anexo D4), no valor de R$ 100,00 (cem reais), durante todos os anos do curso em todos os meses que efetuar o pagamento no vencimento escolhido pelo aluno. Caso haja atraso no pagamento o aluno perde apenas o valor da bolsa do(s) mês(es) em atraso (conforme Regulamento Financeiro da Graduação, Anexo D3). Todos os pagamentos feitos em dia têm direito a bolsa e todos os pagamentos feitos com atraso perde o direito a bolsa e sobre o valor cheio ainda incide multa e juro, conforme a Lei. OBS: Todos os cursos oferecidos no turno Matutino poderão ser contemplados por esta bolsa do Vestibular Fantástico, e tem o período de matricula de 01/10/2013 até 30/01/2014. O VESTIBULAR ESPETACULAR (só para as 50 primeiras matriculas) terá provas eletrônicas on-line ou presencial para as matrículas antecipada, entre 01/dezembro/2013 à 30/janeiro/2014, com provas simplificadas e serão oferecidas 50 (cinquenta), vagas, no mínimo, para cada curso, por turno e não haverá prorrogação. No caso de aprovação, fará matricula em até 48h úteis, após a divulgação do resultado se houver vaga. O resultado da prova será divulgado ao candidato em até 72h úteis, após o dia da conclusão da prova. O aluno matriculado nesse período fará jus a uma bolsa de estudo parcial (conforme o Regulamento de Bolsa Parcial Própria Anexo D4), no valor de R$ 50,00 (cinquenta reais), durante todos os anos do curso em todos os meses que efetuar o pagamento no vencimento escolhido pelo aluno. Caso haja atraso no pagamento o aluno perde apenas o valor da bolsa do(s) mês(es) em atraso (conforme Regulamento Financeiro da Graduação, Anexo D3). Todos os pagamentos feitos em dia têm direito a bolsa e todos os pagamentos feitos com atraso perde o direito a bolsa e sobre o valor cheio ainda incide multa e juro, conforme a Lei. Para o processo de seleção continuado VESTIBULAR 2014 a FIC criou um banco de questões, distribuído por conteúdo e grau de dificuldade. Por meio de um processo randômico. Ao solicitar a geração de uma prova ela será diferente para cada candidato. Isso permite que o candidato marque ou decida o dia e a hora e local em que irá fazer a sua prova. O candidato poderá fazer a prova em casa ou em qualquer outro lugar através do site Caso o candidato opte em fazê-la na FIC, deve iniciar a prova na hora em que chegar na faculdade. Para o período matutino o candidato deve chegar no máximo 9

10 as 10 (dez) horas, vespertino até as 16 (dezesseis) horas e noturno até as 19 (dezenove) horas. Caso não possa comparecer no dia e hora marcados, o candidato poderá remarcar sua prova. Os candidatos que não forem aprovados poderão realizar novas provas para tentar melhorar o seu desempenho. O candidato poderá fazer inscrição para um ou mais cursos. A FIC não divulga lista de aprovados. Se o aluno for aprovado no Vestibular 2014, será chamado pelo mesmo ou telefone, cadastrado na ficha de inscrição, para fazer a matrícula. O candidato é chamado para fazer a matricula se obtiver rendimento no vestibular igual ou acima de 40%, portanto a matricula é feita por rendimento e em seguida por ordem de chamada. Todas as matrículas devem ser feitas na secretaria da FIC das 9:00 h às 20:00 h, no Campus Jaraguá à Rua Barão de Jaraguá, 398, Jaraguá, Maceió/AL, CEP: , fone: (82) O INÍCIO DO ANO LETIVO será no dia 10/fevereiro/2014. HORÁRIOS DAS AULAS Tabela 3 - Horário do turno matutino Tabela 4 - Horário do turno noturno 10

11 CAPÍTULO II EDITAL DO PROCESSO SELETIVO CONTINUADO - VESTIBULAR 2014 FIC - FACULDADE FIGUEIREDO COSTA EDITAL DE CONVOCAÇÃO DO PROCESSO SELETIVO CONTINUADO VESTIBULAR 2014 O Presidente da CPAI - Comissão Permanente de Avaliação e Ingresso da FIC, no uso de suas atribuições legais, e, obedecendo ao disposto na legislação pertinente, torna público, para conhecimento dos interessados, as normas que regulamentam o VESTIBULAR 2014 (Processo Seletivo Continuado de Ingresso) para preenchimento de 1040 (mil e quarenta) vagas, para os Cursos de Graduação Presenciais em Administração, Noturno, Bacharelado de 4 (quatro) anos com valor da anuidade de R$ 4.200,00 (quatro mil e duzentos reais) reajustável anualmente; graduação em Engenharia de Produção, Matutino e Noturno, bacharelado de 5 (cinco) anos com valor da anuidade de R$ 6.240,00 (seis mil duzentos e quarenta reais) reajustável anualmente; graduação em Engenharia Ambiental, Matutino e Noturno, bacharelado de 5 (cinco) anos com valor da anuidade de R$ 6.240,00 (seis mil duzentos e quarenta reais) reajustável anualmente; graduação em Engenharia Civil, Matutino e Noturno, bacharelado de 5 (cinco) anos com valor da anuidade de R$ 6.240,00 (seis mil duzentos e quarenta reais) reajustável anualmente e a graduação em Engenharia Elétrica, Matutino e Noturno, bacharelado de 5 (cinco) anos com valor da anuidade de R$ 6.240,00 (seis mil duzentos e quarenta reais) reajustável anualmente. O Vestibular 2014 e os Cursos, serão realizados na Rua Barão de Jaraguá, nº 398, Bairro Jaraguá, na cidade de Maceió, no estado de Alagoas, CEP , ou em outro local na cidade de Maceió, designado pela FIC. A FIC disponibiliza para os candidatos carentes ou portadores de deficiência, que neste mesmo endereço funciona o Núcleo de Acessibilidade para as Necessidades Especiais e Psicopedagógico NACE, para que nele sejam identificadas as carências dos candidatos interessados. A FIC é credenciada pelo MEC, conforme Portaria nº de 29 de julho de 2004, publicada no DOU Seção 1, em 03/08/2004, Página nº 42, e autorizada com o curso de Administração, já reconhecido com nota 4, pelo MEC, através da Portaria no. 56, de 22 de janeiro de 2009, publicado no DOU em 26/01/09, na seção 1, pág.: 14. Os resultados deste concurso VESTIBULAR 2014 serão válidos apenas para o ingresso no ano de As INSCRIÇÕES serão efetuadas, após a divulgação deste edital, no período de 01/10/2013 à 30/01/2014 na sede da FIC, Fone: (82) , inscrição eletrônica no site ou em outro local designado pela FIC. Somente serão confirmadas as inscrições e matrículas quando efetuadas por candidato de maior ou por representante legal, no caso de menor. O MANUAL DO CANDIDATO deverá ser publicado e lido, à partir do site www. unifal.edu.br, sem ônus. Serão adotadas duas modalidades de processo seletivo: O Vestibular Fantástico (só para as 50 primeiras matriculas) que terá provas eletrônicas on-line e matrículas antecipada, entre 01/outubro/2013 à 30/novembro/2013, com provas simplificadas para cada curso, por turno e não haverá prorrogação. No caso de aprovação (será considerado aprovado o candidato que obtiver 400 (quatrocentos) pontos no resultado do Vestibular 2014), o candidato fará matricula em até 48h úteis, após a divulgação do resultado se houver vaga. O resultado da prova será divulgado em até 72h úteis, após o dia da conclusão da prova e o Vestibular Espetacular (só para as 50 primeiras matriculas) que terá provas eletrônicas on-line ou presencial e as matrículas realizar-se-á no período de 01/dezembro/2013 à 30/janeiro/2014, com provas simplificadas para cada curso, por turno e não haverá prorrogação. No caso de aprovação (será considerado aprovado o candidato que obtiver 400 (quatrocentos) pontos no resultado do Vestibular 2014), o candidato fará matrícula em até 48h úteis após a divulgação do resultado, se houver vaga. O resultado da prova será divulgado em até 72h úteis, após o dia da conclusão da prova. Ambas as modalidades de Vestibulares citados, terão as provas Português, Matemática, Física e Química, com duração de 2:30 h (duas horas e trinta minutos). Outras formas de acessos sem vestibular terão matriculas feitas no período de 01/02 à 10/02/2014 e a matricula sem vestibular (equivalência ou transferência) para os anos iniciais de cada curso depende da quantidade de vagas remanescentes. O Início do ano letivo é no dia 10/02/2014. Todas as informações prestadas pelo candidato serão comprovadas no ato da matrícula, sendo o candidato punido, na forma da legislação pertinente, no caso de informações falsas. As informações complementares relativas ao Concurso Vestibular/2014 estão contidas no candidato, Portal Acadêmico no site Vide complemento deste edital o Edital de Mensalidade, Anuidade, Taxas, Turnos e Vagas 2014 (Anexo D2). Maceió, 17/09/2013. A CPAI Comissão Permanente de Avaliação e Ingresso. 11

12 REGULAMENTO E PROGRAMA DAS PROVAS DO VESTIBULAR 2014 Vestibular Fantástico e Espetacular: Preencher a ficha de inscrição e fazer a prova on-line pelo site Candidatos inscritos para aproveitamento do ENEM / MEC O candidato que quiser aproveitar o resultado obtido no ENEM/MEC deverá inserir a sua média no formulário de inscrição dos dois últimos anos (O candidato escolhe um). O candidato, após ter sido aprovado e quiser aproveitar o resultado obtido no ENEM/MEC, deverá, no ato da matrícula, entregar na Secretaria da Faculdade, uma cópia autenticada do Boletim Individual de Notas fornecido pelo Ministério da Educação. A entrega do Boletim Individual de Notas do ENEM, não desobriga o candidato da Prova on-line, que é obrigatória para todos e que não poderá zerar qualquer uma das provas. Critérios de Classificação com o uso do ENEM O candidato será desclassificado se zerar as provas eletrônicas on-line. Só valerá os boletins do Enem dos últimos 2 (dois) anos. Só serão considerados os Boletins com pontuação superiores a 40% de aproveitamento. A nota final será a média aritmética entre o ENEM e a Prova Eletrônica. Aprovação A nota de Aprovação é de 400 (quatrocentos) pontos de um máximo de (mil) pontos possíveis. A prova será constituída de 4 (quatro) disciplinas: Português com 5 (cinco) questões e cada uma valendo 20 pontos; Química com 5 (cinco) questões e cada uma valendo 40 pontos; Física com 5 (cinco) questões e cada uma valendo 60 pontos e Matemática com 5 (cinco) questões e cada uma valendo 80 pontos; A Aprovação será sempre, levando-se em consideração a Pontuação obtida pelo candidato. A Aprovação será sempre para as vagas remanescentes. Completou 50 matrículas cessa-se o os Benefícios de Bolsa de Estudo Parcial, conforme o Regulamento de Bolsa de Estudo Parcial (Anexo D4). PROGRAMA DAS PROVAS PORTUGUÊS O exame visa avaliar no candidato: a capacidade para grafar os itens de a gramática normativa citados a seguir: Sistema ortográfico vigente; pronúncia correta das palavras; classificação das palavras; formação das palavras: composição e derivação; flexão das palavras; estrutura da frase; a oração e o período; regência nominal e verbal; concordância nominal e verbal; colocação das palavras na frase; sintaxe das classes de palavras; significação das palavras. Sinônimos, antônimos, homônimos e parônimos; denotação e conotação; pontuação. MATEMÁTICA As questões de matemática terão por objetivo avaliar o domínio dos conteúdos ministrados no Ensino Fundamental e Ensino Médio e a capacidade de usar a linguagem matemática para expressar seu raciocínio, interpretar enunciados lógicos, analisar gráficos, analisar e obter solução de problemas reais. QUÍMICA As questões de Química avaliarão os conhecimentos básicos sobre as estruturas e as propriedades das substâncias, devendo o candidato utilizar esses conhecimentos na explicação de fenômenos naturais, de fatos da vida cotidiana e de fatos experimentais. FÍSICA O objetivo das questões de Física será testar o candidato quanto à compreensão das leis fundamentais e às aplicações dessas leis em diversas situações do cotidiano, com obtenção de resultados quantitativos. 12

13 CAPÍTULO III ITENS DE INTERESSE GERAL MATRÍCULA Todas as cópias dos documentos abaixo deverão ser entregues juntas com o original, para conferência, no ato da matrícula: DOCUMENTOS PARA A MATRÍCULA: Condições para matrícula: Apresentar, na forma da Lei, os seguintes documentos: Preenchimento do Requerimento de Matrícula; Diploma de conclusão do ensino médio ou equivalente e Histórico escolar (original); Cópia autenticada da Cédula de Identidade; Cópia autenticada do CPF; Cópia autenticada do Título Eleitoral e comprovante da última votação; 02 fotos 3x4 Cópia autenticada da Certidão de Nascimento ou Casamento. Cópia autenticada do comprovante de quitação com o serviço militar, para maiores de 18 anos, se do sexo masculino; Cópia autenticada do Comprovante de Residência. Boletim de nota do ENEM opcional. Ler e assinar o Aditivo de concordância com a os termos da Bolsa de Estudo da FIC, se for o caso. Ler e assinar o Contrato de Prestação de Serviços Educacionais. Pagar a primeira parcela integral da anuidade; Obs. a: A minuta do contrato encontra-se no final deste manual. Obs. b: O candidato que tenha realizado estudos de Ensino Médio no exterior deverá apresentar prova de equivalência com data anterior à Matrícula e tradução juramentada dos documentos (Histórico Escolar e Certificado de Conclusão). Se o candidato classificado for menor de idade, deverá ser representado pelos seus pais ou por seu tutor legal. O candidato que não efetuar matrícula dentro do prazo estabelecido ficará sujeito a perder a vaga. As matrículas poderão ser efetuadas por procuração, mediante apresentação dos documentos indicados acima. Os casos omissos serão resolvidos pela CPAI - Comissão Permanente de Avaliação e Ingresso da Faculdade. A Faculdade é Credenciada para o sistema FIES. A Faculdade aceita o boletim do ENEM. FIES ENEM RESTRIÇÕES Após 48 horas da divulgação do resultado do Processo Seletivo, não caberá recurso de qualquer natureza. O candidato classificado e regularmente matriculado não terá direito a cancelamento de contrato, durante o 1º ano letivo por se tratar de sistema seriado anual, por inexistência de histórico escolar finalizado e por quebra de contrato uni lateral e obedecerá ao calendário a ser divulgado junto às normas e procedimentos internos, divulgados no início do 1º ano letivo. 13

14 ACESSIBILIDADE NECESSIDADES ESPECIAIS Os candidatos, portadores de necessidades especiais devem notificar a sua condição na secretaria da Faculdade à presidência da CPAI Comissão Permanente de Avaliação e Ingresso, até 30 (trinta) dias antes do início do vestibular, para que seja providenciada a avaliação física e intelectual do candidato para o apoio necessário e adaptação das provas pelo NACE Núcleo de Acessibilidade Especiais e Psicopedagógico. FORMAS DE ACESSO AOS CURSOS O ingresso de estudantes na condição de alunos regulares nos Cursos da FIC, ocorre sob responsabilidade da CPAI Comissão Permanente de Avaliação e Ingresso, mediante: Processo Seletivo Continuado Vestibular O candidato terá direito a optar pela Bolsa desconto de R$ 100,00 (V. Fantástico) ou R$ 50,00 (V. Espetacular). Dependendo da data da matrícula e da existência de vagas. VAGAS REMANESCENTES Em caso de não preenchimento das vagas em algum dos cursos, na primeira chamada, os candidatos aprovados e não classificados poderão ser chamados na 2ª, 3ª ou mais chamados, até o preenchimento das turmas, sem que prejudique o número mínimo de vagas regulamentares que é de 80 alunos por turno anual. Aplicam-se os critérios deste manual, entretanto a FIC se reserva o direito de decidir, através de justificativa do aluno, se concede ou não as bolsas de estudos parciais. Fica estabelecido o período de 1 (um) a 14 (catorze) de fevereiro de 2014 (dois mil e quatorze) o prazo para as matriculas seguintes, condicionadas a existência de vagas: Equivalência - consiste na aceitação de portador de diploma de graduação reconhecido pelo Ministério da Educação para obtenção de novo diploma, levando-se em consideração a área. Transferência externa - consiste na aceitação de aluno regularmente matriculado em outra Instituição de Ensino Superior, em curso autorizado ou reconhecido pelo MEC, para o caso de vaga remanescente. Transferência ex oficio é assegurado ao aluno egresso de outra Instituição de Ensino Superior, independente de existência de vaga no curso pleiteado ou classificação em processo seletivo, conforme os termos da Lei nº 9.536, de 11 de dezembro de 1997, que regulamenta o parágrafo único do art. 49 da Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de O ingresso de estudantes na FIC ocorre ainda na condição de aluno especial, nas seguintes situações: o Matrícula em disciplina isolada - aberta ao portador de diploma de curso de graduação, dependendo da existência de vaga na disciplina pleiteada e do parecer do Colegiado de Curso da respectiva unidade acadêmica. o Convênio de cooperação técnica, científica e educacional - matrícula de estudantes de outras Instituições de Ensino Superior que mantenham convênio com a FIC, a fim de cumprir plano de estudo, devidamente aprovado pela unidade acadêmica a que pertença o curso. Atenção: na condição de aluno especial, o estudante não terá direito à emissão de diploma ou certificado pela FIC, apenas declaração e histórico escolar. As informações para as Formas de Acesso poderão ser obtidas na internet, no endereço www. unifal.edu.br, Portal Acadêmico, no Campus em Jaraguá e nos postos de atendimentos credenciados, se houver, das 8h às 12h e das 14h. às 20h. 14

15 PRINCIPIOS FILOSOFICOS QUE NORTEIAM OS PROJETOS PEDAGÓGICOS DA FIC A Faculdade Figueiredo Costa (FIC) pauta seu trabalho pelos princípios religiosos espirituais, acredita no fortalecimento do homem. Prepara-o para superar os condicionamentos sociais e individuais, e para desenvolver seu projeto de vida, proporciona uma formação profissional sólida, conjugada com o senso crítico-criativo e comprometida com a realidade sociocultural e política. A Instituição é consciente de que os cursos de graduação têm por função preparar indivíduos para o exercício de uma profissão, mas a sua formação humanística é compromisso para a formação do cidadão crítico, reflexivo e consciente de seu papel na sociedade. A capacidade de investigação e a de aprender a aprender são condições necessárias para que o profissional possa assimilar os constantes e novos desafios da sociedade contemporânea, em uma era de rápidas, constantes e profundas mudanças. Para tanto, o compromisso construtivo deve estar presente em todas as atividades curriculares, de modo a criar as condições necessárias para o permanente processo de educação continuada. Evidencia-se, assim, a importância da iniciação à prática da pesquisa e ao envolvimento com a extensão, como forma de difusão do conhecimento aponta para uma redução do tempo em sala de aula, para trabalhos de síntese e integração do conhecimento e para trabalhos complementares extraclasses como iniciação científica, estágios, visitas, projetos multidisciplinares, desenvolvimento de protótipos, monitorias... (Resolução CNE/CES/MEC 11/2002). Os projetos pedagógicos dos cursos da FIC são fundamentados nesses princípios e normas. 15

16 CAPÍTULO IV GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO PERFIL PROFISSIONAL O Curso de Graduação em Administração deve ensejar como perfil desejado do formando, capacitação e aptidão para compreender as questões científicas, técnicas, sociais e econômicas da produção e de seu gerenciamento, observados níveis graduais do processo de tomada de decisão, bem como para desenvolver gerenciamento qualitativo e adequado, revelando a assimilação de novas informações e apresentando flexibilidade intelectual e adaptabilidade contextualizada no trato de situações diversas, presentes ou emergentes, nos vários segmentos do campo de atuação do administrador. (Art. 3º da Res. Nº 4/06 do MEC/CES/CNE). COMPETÊNCIAS E HABILIDADES Reconhecer e definir problemas, equacionar soluções, pensar estrategicamente, introduzir modificações no processo produtivo, atuar preventivamente, transferir e generalizar conhecimentos e exercer, em diferentes graus de complexidade, o processo da tomada de decisão; Desenvolver expressão e comunicação compatíveis com o exercício profissional, inclusive nos processos de negociação e nas comunicações interpessoais ou intergrupais; Refletir e atuar criticamente sobre a esfera da produção, compreendendo sua posição e função na estrutura produtiva sob seu controle e gerenciamento; Desenvolver raciocínio lógico, crítico e analítico para operar com valores e formulações matemáticas presentes nas relações formais e causais entre fenômenos produtivos, administrativos e de controle, bem assim expressando-se de modo crítico e criativo diante dos diferentes contextos organizacionais e sociais; Ter iniciativa, criatividade, determinação, vontade política e administrativa, vontade de aprender, abertura às mudanças e consciência da qualidade e das implicações éticas do seu exercício profissional; Desenvolver capacidade de transferir conhecimentos da vida e da experiência cotidianas para o ambiente de trabalho e do seu campo de atuação profissional, em diferentes modelos organizacionais, revelando-se profissional adaptável; Desenvolver capacidade para elaborar, implementar e consolidar projetos em organizações; Desenvolver capacidade para realizar consultoria em gestão e administração, pareceres e perícias administrativas, gerenciais, organizacionais, estratégicos e operacionais. (Art. 4º da Res. Nº 4/06 do MEC/CES/CNE) MERCADO DE TRABALHO A atuação do Administrador é muito ampla, pois pode prestar serviços a todos os tipos de organizações existentes: setor público, setor privado e ONGs (terceiro setor). É capaz de cuidar com eficiência e eficácia, na qualidade de empregado, empregador, colaborador, gerente, assessor e/ou consultor de empresas. VISÃO GERAL DA PROFISSÃO Campo de Atuação e Atividade profissional. A regulamentação da Lei nº 4.769/65, no seu capítulo II, artigo 3º, estabelece as seguintes atividades profissionais para o Administrador: 16

17 Elaboração de pareceres, relatórios, planos, projetos, arbitragens e laudos em que se exija aplicação de conhecimentos inerentes às técnicas de organização; Pesquisas, estudos, análises, interpretação, planejamento, implantação, coordenação e controle dos trabalhos nos campos de administração geral, como administração e seção de pessoal, organização, análise, métodos e programas de trabalho, orçamento, administração de material e financeira, administração mercadológica, administração de produção, relações industriais, bem como outros campos em que estes se desdobrem ou com os quais sejam conexos; Exercícios de funções e cargos de Administrador do Serviço Público Federal, Estadual, Municipal, Autárquico, Sociedades de Economia Mista, empresas estatais, paraestatais e privadas, em que fique expresso e declarado o título do cargo abrangido; Exercício de funções de chefia ou direção intermediária ou superior, assessoramento e consultoria em órgãos, ou seus compartimentos, da Administração pública ou de entidades privadas, cujas atribuições envolvam principalmente, a aplicação de conhecimentos inerentes às técnicas de administração; O magistério em matérias técnicas do campo da administração e organização. OBJETIVOS: GERAL, ESPECÍFICOS E TITULAÇÃO Objetivo Geral O Curso de Bacharelado em Administração deverá preparar profissionais de formação humanística, técnica e científica compatível com a realidade global em seus aspectos econômicos, sociais e culturais, com capacidade para, em contínuo desenvolvimento profissional tomar decisões, empreender com competência e atuar interdisciplinarmente na administração das organizações, visando a satisfação e bem estar do usuário, dentro dos princípios de responsabilidade social, justiça e ética profissional. Objetivos Específicos Formar profissionais capacitados a participar do processo de globalização de mercados de acordo com os princípios da administração; Formar profissionais comprometidos com as relações humanas, éticas, sociais, econômicas de uma empresa, capazes de viabilizar soluções para problemas que afetam o desenvolvimento da mesma; Formar profissionais capazes de desenvolver pesquisas e assessorar projetos destinados a administração das empresas bem como desenvolver espírito empreendedor; Formar profissionais capazes de administrar e assessorar empresas nas áreas de administração; Formar profissionais capazes de empregar o conjunto de competências e habilidades provenientes dos saberes e conhecimentos nas áreas das linhas de formação (Produção, Hospitalar e Hoteleira). Titulação O curso de Administração da Faculdade Figueiredo Costa - FIC confere o grau de Bacharel em Administração. 17

18 GRADE CURRICULAR DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Tabela 5 - Grade curricular do curso de administração Tabela 6 - Resumo da grade curricular do curso de administração ATIVIDADES COMPLEMENTARES - ADM MÍNIMO DE 140 HORAS As atividades complementares obrigatórias em pelo menos 140 (cento e quarenta horas) serão oferecidas como uma segunda alternativa pela FIC, no intuito de beneficiar o aluno com a comodidade de fazê-las na própria Faculdade, por uma taxa de adesão especial e subsidiado, a ser pago pelo aluno à cada módulo e será sempre inferior a 1/5 do valor da mensalidade vigente à época. Os módulos serão distribuídos ao longo do curso, em cronograma especifico divulgado pela coordenação de pós-graduação da FIC. O número mínimo para a formação de turma para cada módulo é de 25 alunos. Serão aceitos atividades complementares externas, desde que, condicionado o estudo de aproveitamento por parte do Colegiado de cada Curso. OBS 1: Os módulos poderão sofrer alterações na ordem e no conteúdo, sempre na busca da qualidade e adequação na medida em que a dinâmica da ciência exigir. O curso encontra-se estruturado de acordo com a RES. CES/CEN/MEC nº 01/2007. OBS 2: Para cumprir a estrutura curricular, a FIC poderá programar atividades obrigatórias fora do período de aulas, aos sábados e/ou domingos, dentro ou fora da sede, temporariamente ou de carater definitivo, no limite de Maceió no território determinado pelo MEC. 18

19 MÓDULOS OPCIONAIS - ADM (ATIVIDADES COMPLEMENTARES) Tabela 7 - Disciplinas modulares oferecidas pela FIC para as atividades complementares Obs: Com possibilidades de alterações sem prévio aviso. 19

20 CORPO DOCENTE DE ADMINISTRAÇÃO Tabela 8 - Relação do corpo docente do curso de administração OBS: Relação atualizada em 28/09/2013, poderá haver alterações a critério da Direção Acadêmica. 20

21 CAPÍTULO V GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DA PRODUÇÃO ÁREA DE ATUAÇÃO DA ENGENHARIA DA PRODUÇÃO A Engenharia da Produção preocupa-se com o projeto, a instalação, o controle e a melhoria de sistemas integrados de recursos humanos, equipamentos e materiais. Ela utiliza conhecimentos especializados de matemática, física e ciências sociais, conjuntamente com os métodos de engenharia de projeto e análise, para especificar, prever e avaliar os resultados obtidos em tais sistemas. As modificações de mercado das últimas décadas fizeram com que os Engenheiros de Produção sejam chamados com frequência crescente para aconselhar a gerência na tomada de decisão em problemas que envolvem o sistema como um todo. Além de assegurar a operação e utilização ótima dos equipamentos, os Engenheiros de Produção tem que lidar com o problema de adaptar a fábrica e capacitar seus empregados a um ambiente tecnológico que se altera com uma velocidade crescente. Engenheiros de Produção não estão primariamente preocupados com os equipamentos, pois esse é o domínio dos engenheiros mecânicos e elétricos; nem com as pessoas, pois esse é o domínio dos sociólogos; nem com aspectos financeiros, que é o domínio dos economistas; nem mesmo com a atividade administrativa, que é o domínio dos administradores. Em vez disso, o Engenheiro de Produção está preocupado com a interação entre máquinas, pessoas, a organização e o envolvimento destes com o mundo exterior. Em particular, o Engenheiro de Produção deve ser capaz de entender as preocupações técnicas dos engenheiros e as preocupações financeiras e organizacionais dos administradores. Ele precisa conhecer ambas as linguagens e entender a cultura e a visão de engenheiros e administradores. Não basta ao Engenheiro da Produção entender o sistema onde atua. Como um engenheiro (a raiz da palavra é engendrar, ou seja, fazer), ele deve criar coisas novas, que representem melhorias e que ajudem a organização a atingir suas metas. Portanto, ele não deve contentar-se em manter as políticas e procedimentos vigentes, mas assegurar que os novos conceitos sejam implementado de forma a alcançar algo melhor que aquilo que existia antes. Projeto e desenvolvimento são tão importantes aos Engenheiros de Produção, como aos demais engenheiros. A maior necessidade de Engenheiros de Produção talvez ocorra quando há inovações de tecnologia e/ou gerenciamento. Quando isso acontece, as organizações precisam responder rapidamente para tirar proveito das inovações. Nesse ambiente, o Engenheiro de Produção, com forte visão sistêmica, pode fornecer uma importante contribuição, dirigindo o processo de adaptação. O Engenheiro de Produção vê a fábrica como um sistema e entende a interconexão entre as partes deste sistema. Ele é capaz de prever o impacto que alterações em uma das partes irão produzir no sistema como um todo. As organizações aprenderam a reconhecer a importância de tais conhecimentos. No passado, na década de 50, a Engenharia da Produção foi criticada por outras engenharias que alegavam que aquilo que os engenheiros de Produção faziam não era verdadeira engenharia. No entanto, o ponto de vista sistêmico ganhou popularidade, passou a ser adotado em outras engenharias, e as críticas desapareceram. Vale mencionar que, até o final da primeira metade deste século, o campo da Engenharia da Produção estava limitado quase que exclusivamente a ambientes industriais. No entanto, logo ficou evidente que as técnicas da Engenharia da Produção também podiam ser aplicadas a bancos, hospitais, sistemas de transporte, etc. Assim, observa-se uma ampliação no campo de atuação dos profissionais formados nos cursos de Engenharia da Produção. RELEVÂNCIA DA ENGENHARIA DA PRODUÇÃO A área de atuação da Engenharia da Produção é de excepcional importância para o país. Na verdade o desenvolvimento do Brasil depende em larga escala da capacidade de seu parque industrial de avançar em direção a maior qualidade e produtividade. Os meios e as ferramentas para atingir esses objetivos são o tema central de estudo da Engenharia da Produção. 21

22 Programas de Engenharia da Produção tem a potencialidade de disseminar conhecimentos básicos referentes ao projeto, instalação e melhoria de sistemas integrados de pessoas, equipamentos e materiais, proporcionando a formação para a indústria de engenheiros capazes de administrar e controlar sistemas produtivos. Entre áreas da Engenharia da Produção destacam-se a Gerência da Produção e a Qualidade. A área de Gerência da Produção tem como principal objetivo discutir as técnicas de planejamento e controle da produção. Nesse sentido, é de seu escopo estudar estratégias de produção, projeto da fábrica, arranjo físico, programação da produção, controle da produção, distribuição e logística. Além disso, a área de Gerência da Produção também preocupa-se em desenvolver sistemas de avaliação e acompanhamento dos custos da produção. A área da Qualidade considera os conceitos de Qualidade Total. É tarefa dessa área fornecer os conhecimentos necessários para a implantação de programas de melhoria contínua da qualidade. Isso implica abordar a problemática de satisfação dos clientes e necessariamente incorporar aspectos de (a) projeto do produto, (b) controle da qualidade do processo produtivo, (c) custos da qualidade e (d) organização industrial. A área da Qualidade trabalha apoiada em métodos quantitativos para a melhoria da qualidade. É de seu escopo estudar as técnicas de amostragem e controle estatístico de processos. Além disso, a área da Qualidade estuda a aplicação de métodos estatísticos de investigação e otimização de produtos e processos, tais como o uso de Projeto de Experimentos e técnicas de Confiabilidade Industrial. Manter uma Escola de Engenharia atualizada, voltada para as questões da Qualidade e Produtividade, é de importância vital para o desenvolvimento industrial de nosso estado e de nosso País. Um curso de Engenharia da Produção atualizado deve fornecer os recursos humanos imprescindíveis ao desenvolvimento de um parque industrial competitivo em nível internacional. PERFIL DO PROFISSIONAL O perfil desejado para o egresso do curso é o de uma Sólida formação científica e profissional geral que capacite o engenheiro de produção a identificar, formular e solucionar problemas ligados às atividades de projeto, operação e gerenciamento do trabalho e de sistemas de produção de bens e/ou serviços, considerando seus aspectos humanos, econômicos, sociais e ambientais, com visão ética e humanística, em atendimento às demandas da sociedade. COMPETÊNCIAS E HABILIDADES Competências Ser capaz de dimensionar e integrar recursos físicos, humanos e financeiros a fim de produzir, com eficiência e ao menor custo, considerando a possibilidade de melhorias contínuas; Ser capaz de utilizar ferramental matemático e estatístico para modelar sistemas de produção e auxiliar na tomada de decisões; Ser capaz de projetar, implementar e aperfeiçoar sistemas, produtos e processos, levando em consideração os limites e as características das comunidades envolvidas; Ser capaz de prever e analisar demandas, selecionar tecnologias e know-how, projetando produtos ou melhorando suas características e funcionalidade; Ser capaz de incorporar conceitos e técnicas da qualidade em todo o sistema produtivo, tanto nos seus aspectos tecnológicos quanto organizacionais, aprimorando produtos e processos, e produzindo normas e procedimentos de controle e auditoria; Ser capaz de prever a evolução dos cenários produtivos, percebendo a interação entre as organizações e os seus impactos sobre a competitividade; Ser capaz de acompanhar os avanços tecnológicos, organizando-os e colocando-os a serviço da demanda das empresas e da sociedade; 22

23 Ser capaz de compreender a inter-relação dos sistemas de produção com o meio ambiente, tanto no que se refere a utilização de recursos escassos quanto à disposição final de resíduos e rejeitos, atentando para a exigência de sustentabilidade; Ser capaz de utilizar indicadores de desempenho, sistemas de custeio, bem como avaliar a viabilidade econômica e financeira de projetos; Ser capaz de gerenciar e otimizar o fluxo de informação nas empresas utilizando tecnologias adequadas. Habilidades Compromisso com a ética profissional; Iniciativa empreendedora; Disposição para auto aprendizado e educação continuada; Comunicação oral e escrita; Leitura, interpretação e expressão por meios gráficos; Visão crítica de ordens de grandeza; Domínio de técnicas computacionais; Domínio de língua estrangeira; Conhecimento da legislação pertinente; Capacidade de trabalhar em equipes multidisciplinares; Capacidade de identificar, modelar e resolver problemas; Compreensão dos problemas administrativos, socioeconômicos e do meio ambiente; Responsabilidade social e ambiental; Pensar globalmente, agir localmente ; OBJETIVOS: GERAL, ESPECÍFICOS E TITULAÇÃO Objetivo Geral Formar recursos humanos para o desenvolvimento de atividades tecnológicas e administrativas na área de Gestão da Engenharia de Produção, intervindo nos processos de produção industrial, contribuindo na melhoria da produtividade e da qualidade das empresas em geral, considerando seus aspectos políticos, econômicos, sociais, ambientais e culturais, com visão ética e humanística. Objetivos Específicos Capacitar para a utilização de conhecimentos matemáticos, científicos, tecnológicos e instrumentais aplicados à produção industrial. Aplicar conhecimentos administrativos, econômicos e gerenciais à produção industrial. Projetar e conduzir experimentos e interpretar resultados; Conceber, projetar e analisar sistemas, produtos e processos de produção; Planejar, supervisionar, elaborar e coordenar projetos e serviços de produção industrial; Identificar, formular e resolver problemas de produção industrial; Desenvolver e/ou utilizar novas ferramentas e técnicas aplicadas à produção industrial Supervisionar a operação e a manutenção de sistemas de produção; Avaliar criticamente ordens de grandeza e significância de resultados numéricos; Comunicar-se eficientemente nas formas escrita, oral e gráfica; Atuar em equipes multidisciplinares; Compreender e aplicar a ética e responsabilidade profissionais; Avaliar o impacto das atividades da produção industrial no contexto social e ambiental; Avaliar a viabilidade econômica de projetos de produção industrial. Titulação O curso de Administração da Faculdade Figueiredo Costa - FIC confere o grau de Bacharel em Administração. 23

Faculdade Figueiredo Costa 16/73

Faculdade Figueiredo Costa 16/73 16/73 CAPITULO IV GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO PERFIL PROFISSIONAL O Curso de Graduação em Administração deve ensejar como perfil desejado do formando, capacitação e aptidão para compreender as questões

Leia mais

Manual do Candidato da Graduação. Processos Seletivos

Manual do Candidato da Graduação. Processos Seletivos 1 ESCOLA SUPERIOR NACIONAL DE SEGUROS Manual do Candidato da Graduação Processos Seletivos Rua Senador Dantas, 74 Térreo; 2º e 3º andares Centro Rio de Janeiro RJ Tel. 33801044 33801046 33801535 2 A Escola

Leia mais

Apresentação Edital, você Candidato SEJA BEM VINDO! Edital 2010/2

Apresentação  Edital, você Candidato SEJA BEM VINDO! Edital 2010/2 Apresentação Atendendo à demanda dos que buscam um ensino de qualidade, a Faculdade Novo Milênio abre inscrições para o Processo Seletivo 2010/2. A certeza do trabalho que vem desenvolvendo em favor de

Leia mais

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 2015.1

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 2015.1 FACULDADE MAURICIO DE NASSAU DE BELÉM MANTIDA PELO GRUPO SER EDUCACIONAL CREDENCIAMENTO: PORTARIA Nº 571, DE 13 DE MAIO DE, DOU 16 DE MAIO DE SEÇÃO I EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 2015.1 O Diretor da Faculdade

Leia mais

EDITAL N.º 001/2014 PROCESSO SELETIVO 1º SEMESTRE DE 2014

EDITAL N.º 001/2014 PROCESSO SELETIVO 1º SEMESTRE DE 2014 EDITAL N.º 001/2014 PROCESSO SELETIVO 1º SEMESTRE DE 2014 A Diretora Maria Aparecida Pinto, Diretora da Faculdade de São Lourenço, no uso de suas atribuições, torna público que, no período de 02 de setembro

Leia mais

Manual do Candidato. Grupo Educacional LBS-FAPPES. Vestibular FAPPES 2016. WEST PLAZA R. Barão de Tefé, 247 - São Paulo - SP, 05003-100

Manual do Candidato. Grupo Educacional LBS-FAPPES. Vestibular FAPPES 2016. WEST PLAZA R. Barão de Tefé, 247 - São Paulo - SP, 05003-100 Grupo Educacional LBS-FAPPES CREDENCIADO PELO MEC. DECRETO N 485 de 09/02/2006 Manual do Candidato Vestibular FAPPES 2016 1. Disposições Gerais 1.1. O Processo Seletivo consiste na seleção e classificação

Leia mais

EDITAL Nº 20/2015 DE PROCESSO SELETIVO PARA INGRESSO NOS CURSOS OFERTADOS PELA FACULDADE PAULUS DE TECNOLOGIA E COMUNICAÇÃO FAPCOM

EDITAL Nº 20/2015 DE PROCESSO SELETIVO PARA INGRESSO NOS CURSOS OFERTADOS PELA FACULDADE PAULUS DE TECNOLOGIA E COMUNICAÇÃO FAPCOM EDITAL Nº 20/2015 DE PROCESSO SELETIVO PARA INGRESSO NOS CURSOS OFERTADOS PELA FACULDADE PAULUS DE TECNOLOGIA E COMUNICAÇÃO FAPCOM A Faculdade Paulus de Tecnologia e Comunicação- FAPCOM, credenciada pela

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR NÃO OBRIGATÓRIO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO, BACHARELADO Administração LFE em Administração de Empresas Lajeado 4811 Administração LFE em Administração

Leia mais

Manual do Candidato PROCESSO SELETIVO DE INVERNO 2013 CURSOS:

Manual do Candidato PROCESSO SELETIVO DE INVERNO 2013 CURSOS: Manual do Candidato PROCESSO SELETIVO DE INVERNO 2013 CURSOS: Bacharelado em Sistemas de Informação (Reconhecido pela Portaria MEC nº 315 D.O.U. 31/12/2012) Bacharelado em Administração de Empresas (Reconhecido

Leia mais

EDITAL 002/2013 PROCESSO SELETIVO 1º SEMESTRE DE 2014. Bacharelados: Administração; Educação Física; Nutrição e Enfermagem

EDITAL 002/2013 PROCESSO SELETIVO 1º SEMESTRE DE 2014. Bacharelados: Administração; Educação Física; Nutrição e Enfermagem EDITAL 002/2013 PROCESSO SELETIVO 1º SEMESTRE DE 2014 Guilherme Bernardes Filho, Mantenedor das Faculdades Integradas ASMEC, no uso de suas atribuições, torna público que, a partir de 19 de setembro de

Leia mais

FACULDADE INTEGRADA DE ENSINO SUPERIOR DE COLINAS DO TOCANTINS FIESC

FACULDADE INTEGRADA DE ENSINO SUPERIOR DE COLINAS DO TOCANTINS FIESC FACULDADE INTEGRADA DE ENSINO SUPERIOR DE COLINAS DO TOCANTINS FIESC EDITAL DO PROCESSO SELETIVO PARA A SEGUNDA LICENCIATURA EM PEDAGOGIA - 2011/01 A Faculdade Integrada de Ensino Superior de Colinas do

Leia mais

ESCOLA SUPERIOR DE GESTÃO COMERCIAL E MARKETING EDITAL Nº 29, DE 16 DE SETEMBRO DE 2014. PROCESSO SELETIVO VERÃO 2015

ESCOLA SUPERIOR DE GESTÃO COMERCIAL E MARKETING EDITAL Nº 29, DE 16 DE SETEMBRO DE 2014. PROCESSO SELETIVO VERÃO 2015 ESCOLA SUPERIOR DE GESTÃO COMERCIAL E MARKETING EDITAL Nº 29, DE 16 DE SETEMBRO DE 2014. PROCESSO SELETIVO VERÃO 2015 Art. 1º A Escola Superior de Gestão Comercial e Marketing (ESIC), e por sua Comissão

Leia mais

FACULDADE JOAQUIM NABUCO-UNIDADE RECIFE MANTIDA PELO GRUPO SER EDUCACIONAL EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 2015.1

FACULDADE JOAQUIM NABUCO-UNIDADE RECIFE MANTIDA PELO GRUPO SER EDUCACIONAL EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 2015.1 FACULDADE JOAQUIM NABUCO-UNIDADE RECIFE MANTIDA PELO GRUPO SER EDUCACIONAL EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 2015.1 Credenciamento - Ato autorizativo Portaria Nº 998 de 22/10/2007, publicada no DOU em 23/10/2007

Leia mais

Manual do Candidato da Graduação. Processos Seletivos

Manual do Candidato da Graduação. Processos Seletivos 1 ESCOLA SUPERIOR NACIONAL DE SEGUROS ESNS Manual do Candidato da Graduação Processos Seletivos Rua Senador Dantas, 74 2º andar Centro Rio de Janeiro RJ Tel. 33801044 33801046 33801532 2 A Escola Superior

Leia mais

FACULDADE DE EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS DA SAÚDE

FACULDADE DE EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS DA SAÚDE FACULDADE DE EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS DA SAÚDE (Port. MEC nº 797/14, de 11/09/2014, publicada no DOU em 12/09/2014) EDITAL 2016/1 - PROCESSO SELETIVO GRADUAÇÃO PRESENCIAL O Diretor Geral da Faculdade de Educação

Leia mais

MBA EM GOVERNANÇA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO

MBA EM GOVERNANÇA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAI FLORIANÓPOLIS DIREÇÃO GERAL DA FACULDADE: JOÃO ROBERTO LORENZETT COORDENAÇÃO DA FACULDADE: PRISCILA FAGUNDES COORDENAÇÃO DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU: RAFAEL PARACHEN

Leia mais

Informações sobre o Curso de Administração

Informações sobre o Curso de Administração Objetivo Geral do Curso: Informações sobre o Curso de Administração Prover a sociedade de profissional dotado de senso crítico e comportamento ético-profissional qualificado. Um Administrador criativo,

Leia mais

EDITAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO RELAÇÕES INTERNACIONAIS 1º Semestre de 2016

EDITAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO RELAÇÕES INTERNACIONAIS 1º Semestre de 2016 EDITAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO RELAÇÕES INTERNACIONAIS 1º Semestre de 2016 As FACULDADES INTEGRADAS RIO BRANCO, na forma regimental torna público o presente Edital, estabelecendo as normas para inscrição

Leia mais

EDITAL DO1º PROCESSO SELETIVO DOS CURSOS SUPERIORES NA MODALIDADE PRESENCIAL - VESTIBULAR 1º SEMESTRE - 2015

EDITAL DO1º PROCESSO SELETIVO DOS CURSOS SUPERIORES NA MODALIDADE PRESENCIAL - VESTIBULAR 1º SEMESTRE - 2015 EDITAL DO1º PROCESSO SELETIVO DOS CURSOS SUPERIORES NA MODALIDADE PRESENCIAL - VESTIBULAR 1º SEMESTRE - 2015 A Faculdade FAPAN Instituição de Ensino Superior comprometida a observar o padrão de qualidade

Leia mais

EDITAL DO 1º PROCESSO SELETIVO DOS CURSOS SUPERIORES NA MODALIDADE PRESENCIAL - VESTIBULAR 1º SEMESTRE - 2015

EDITAL DO 1º PROCESSO SELETIVO DOS CURSOS SUPERIORES NA MODALIDADE PRESENCIAL - VESTIBULAR 1º SEMESTRE - 2015 EDITAL DO 1º PROCESSO SELETIVO DOS CURSOS SUPERIORES NA MODALIDADE PRESENCIAL - VESTIBULAR 1º SEMESTRE - 2015 A Faculdade Meta - FAMETA, Instituição de Ensino Superior comprometida a observar o padrão

Leia mais

EDITAL nº 03/2015 TRANSFERÊNCIA EXTERNA E PORTADORES DE DIPLOMA

EDITAL nº 03/2015 TRANSFERÊNCIA EXTERNA E PORTADORES DE DIPLOMA EDITAL Nº 03/2015 O Diretor da Faculdade Metropolitana de Anápolis FAMA, no uso de suas atribuições e demais disposições legais, aprova e torna público o processo seletivo para transferência de candidatos

Leia mais

Faculdade Maurício de Nassau

Faculdade Maurício de Nassau Faculdade Maurício de Nassau EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 2015.1 A Direção da Faculdade Maurício de Nassau de Manaus no uso de suas atribuições e com base nas disposições regimentais, no Dec. 99.490/90,

Leia mais

EDITAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO MBA EM GESTÃO DE MARKETING 1º Semestre de 2016

EDITAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO MBA EM GESTÃO DE MARKETING 1º Semestre de 2016 EDITAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO MBA EM GESTÃO DE MARKETING 1º Semestre de 2016 As FACULDADES INTEGRADAS RIO BRANCO, na forma regimental torna público o presente Edital, estabelecendo as normas para inscrição

Leia mais

EDITAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO DIREITO PENAL 1º Semestre de 2016

EDITAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO DIREITO PENAL 1º Semestre de 2016 EDITAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO DIREITO PENAL 1º Semestre de 2016 As FACULDADES INTEGRADAS RIO BRANCO, na forma regimental torna público o presente Edital, estabelecendo as normas para inscrição e matrícula

Leia mais

EDITAL PROCESSO SELETIVO FACECA 2014/1 DETALHADO

EDITAL PROCESSO SELETIVO FACECA 2014/1 DETALHADO EDITAL PROCESSO SELETIVO FACECA 2014/01 CONSOLIDADO O Diretor da Faculdade Cenecista de Varginha Faceca, com sede no município de Varginha, Estado de Minas Gerais, torna público, na forma regimental e

Leia mais

FACULDADE TOBIAS BARRETO MANTIDA PELA SOCIEDADE DE ENSINO SUPERIOR E PESQUISA DE SERGIPE LTDA- SESPS

FACULDADE TOBIAS BARRETO MANTIDA PELA SOCIEDADE DE ENSINO SUPERIOR E PESQUISA DE SERGIPE LTDA- SESPS FACULDADE TOBIAS BARRETO MANTIDA PELA SOCIEDADE DE ENSINO SUPERIOR E PESQUISA DE SERGIPE LTDA- SESPS CREDENCIAMENTO: PORTARIA MEC Nº 601 DE 20.05.2008, DOU 21DE MAIO DE 2008 SEÇÃO I. EDITAL DO PROCESSO

Leia mais

EDITAL Nº 005/2010 EXAME DE SELEÇÃO 2011/1 - UCEFF FACULDADES

EDITAL Nº 005/2010 EXAME DE SELEÇÃO 2011/1 - UCEFF FACULDADES EDITAL Nº 005/2010 EXAME DE SELEÇÃO 2011/1 - UCEFF FACULDADES 1. ABERTURA A Faculdade de Empresarial de Chapecó mantida pela Unidade Central de Educação FAEM Faculdade Ldta UCEFF Faculdades, de acordo

Leia mais

EDITAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO MBA EM GESTÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO 1º Semestre de 2016

EDITAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO MBA EM GESTÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO 1º Semestre de 2016 EDITAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO MBA EM GESTÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO 1º Semestre de 2016 As FACULDADES INTEGRADAS RIO BRANCO, na forma regimental torna público o presente Edital, estabelecendo as

Leia mais

ALIANÇA TERESINA - MAURICIO DE NASSAU

ALIANÇA TERESINA - MAURICIO DE NASSAU ALIANÇA TERESINA - MAURICIO DE NASSAU EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 2015.1 A direção da Faculdade Aliança / Faculdade Maurício de Nassau no uso de suas atribuições e com base nas disposições regimentais,

Leia mais

EDITAL PROCESSO SELETIVO TRADICIONAL 2015/2

EDITAL PROCESSO SELETIVO TRADICIONAL 2015/2 EDITAL PROCESSO SELETIVO TRADICIONAL 2015/2 CONSOLIDADO A Diretora da Faculdade Cenecista de Vila Velha-FACEVV, com sede no município de Vila Velha, Estado do ES, torna público, na forma regimental e em

Leia mais

Curso Atos Legais Turno. Vagas para o 1º período somente serão disponibilizadas em caso de vagas remanescentes do Vestibular.

Curso Atos Legais Turno. Vagas para o 1º período somente serão disponibilizadas em caso de vagas remanescentes do Vestibular. Edital de Convocação para Ingresso nos cursos da Graduação em 2015/1 através de Transferência Interna de Curso e Transferência Externa entre Faculdades A Diretora Geral da Escola Superior de Propaganda

Leia mais

Grupo Educacional IPEC-FAPPES. CREDENCIADO PELO MEC. DECRETO N 485 de 09/02/2006. Manual do Candidato. Vestibular FAPPES 2014

Grupo Educacional IPEC-FAPPES. CREDENCIADO PELO MEC. DECRETO N 485 de 09/02/2006. Manual do Candidato. Vestibular FAPPES 2014 Grupo Educacional IPEC-FAPPES CREDENCIADO PELO MEC. DECRETO N 485 de 09/02/2006 Manual do Candidato Vestibular FAPPES 2014 r www.fappes.edu.b 1. Disposições Gerais 1.1. O Processo Seletivo consiste na

Leia mais

EDITAL PROCESSO SELETIVO AGENDADO Nº 0003/14 CONSOLIDADO

EDITAL PROCESSO SELETIVO AGENDADO Nº 0003/14 CONSOLIDADO EDITAL PROCESSO SELETIVO AGENDADO Nº 0003/14 CONSOLIDADO O Diretor da FACULDADE CENECISTA DE BENTO GONÇALVES - FACEBG, com sede no município de Bento Gonçalves, Estado/RS, torna público, na forma regimental

Leia mais

Edital de Aproveitamento de Estudos e Diplomas de Curso Normal Superior e Pedagogia com habilitação em Supervisão e Orientação

Edital de Aproveitamento de Estudos e Diplomas de Curso Normal Superior e Pedagogia com habilitação em Supervisão e Orientação EDITAL n. 06.2012 - FAEL- EAD, 30 de maio de 2012 Edital de Aproveitamento de Estudos e Diplomas de Curso Normal Superior e Pedagogia com habilitação em Supervisão e Orientação A Faculdade Educacional

Leia mais

EDITAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO MBA EM COMUNICAÇÃO CORPORATIVA INTEGRADA 1º Semestre de 2016

EDITAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO MBA EM COMUNICAÇÃO CORPORATIVA INTEGRADA 1º Semestre de 2016 EDITAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO MBA EM COMUNICAÇÃO CORPORATIVA INTEGRADA 1º Semestre de 2016 As FACULDADES INTEGRADAS RIO BRANCO, na forma regimental torna público o presente Edital, estabelecendo as

Leia mais

FACULDADE CAPIXABA DA SERRA - SERRAVIX EDITAL Nº 0011/2013 - PROCESSO SELETIVO 2013/2

FACULDADE CAPIXABA DA SERRA - SERRAVIX EDITAL Nº 0011/2013 - PROCESSO SELETIVO 2013/2 FACULDADE CAPIXABA DA SERRA - SERRAVIX EDITAL Nº 0011/2013 - PROCESSO SELETIVO 2013/2 A Faculdade Capixaba da Serra Serravix, credenciada pela Portaria MEC nº 248, publicada no D.O.U em 07 de julho de

Leia mais

Art. 2º Este Ato Administrativo entra em vigor na data de sua assinatura, revogadas as disposições em contrário.

Art. 2º Este Ato Administrativo entra em vigor na data de sua assinatura, revogadas as disposições em contrário. ATO ADMINISTRATIVO REITORIA Nº 45/2015 Aprova o Edital do Processo Seletivo do Programa de Integralização de Créditos para a Conclusão do Curso Superior de Teologia Vestibular 1º semestre de 2016 O REITOR

Leia mais

E D I T A L. 1º Para os casos de transferência externa serão aceitas, apenas, as inscrições para áreas afins.

E D I T A L. 1º Para os casos de transferência externa serão aceitas, apenas, as inscrições para áreas afins. EDITAL NRCA-SJP N.º 09/2015 DISPÕE SOBRE OS PROCESSOS DE INGRESSO POR TRANSFERÊNCIA EXTERNA E PORTADOR DE DIPLOMA AOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE FAE SÃO JOSÉ DOS PINHAIS. O Coordenador do Núcleo

Leia mais

EDITAL Nº 008/2013 VESTIBULAR 2013/2 ENGENHARIA MECÂNICA - UCEFF FACULDADES

EDITAL Nº 008/2013 VESTIBULAR 2013/2 ENGENHARIA MECÂNICA - UCEFF FACULDADES EDITAL Nº 008/2013 VESTIBULAR 2013/2 ENGENHARIA MECÂNICA - UCEFF FACULDADES 1. ABERTURA A Faculdade de Empresarial de Chapecó mantida pela Unidade Central de Educação FAEM Faculdade Ltda UCEFF Faculdades,

Leia mais

FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS DE OLINDA. EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 1º semestre/2014 Turmas de 1ª entrada ORIENTAÇÃO AO CANDIDATO

FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS DE OLINDA. EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 1º semestre/2014 Turmas de 1ª entrada ORIENTAÇÃO AO CANDIDATO FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS DE OLINDA EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 1º semestre/2014 Turmas de 1ª entrada ORIENTAÇÃO AO CANDIDATO A Faculdade de Ciências Humanas de Olinda FACHO torna pública a abertura

Leia mais

MANUAL DO CANDIDATO PROCESSO SELETIVO CONTINUADO 1 SEMESTRE 2016 FACULDADE PAULISTA DE SERVIÇO SOCIAL - FAPSS - SP

MANUAL DO CANDIDATO PROCESSO SELETIVO CONTINUADO 1 SEMESTRE 2016 FACULDADE PAULISTA DE SERVIÇO SOCIAL - FAPSS - SP FACULDA FAPSS SP MANUAL DO CANDIDATO PROCESSO SELETIVO CONTINUADO 1 SEMESTRE 2016 FACULDA FAPSS SP MISSÃO DA FACULDA Formar profissionais capazes de intervir nas múltiplas relações sociais, conscientemente

Leia mais

EDITAL Nº 5/2015 NORMAS PARA O PROCESSO SELETIVO 01/2016

EDITAL Nº 5/2015 NORMAS PARA O PROCESSO SELETIVO 01/2016 EDITAL Nº 5/2015 NORMAS PARA O PROCESSO SELETIVO 01/2016 A Direção Geral da Faculdade Iguaçu, no uso de suas atribuições legais e estatutárias, de acordo com a legislação vigente e Regimento Geral, torna

Leia mais

EDITAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO JORNALISMO ESPORTIVO E NEGÓCIOS DO ESPORTE 1º Semestre de 2016

EDITAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO JORNALISMO ESPORTIVO E NEGÓCIOS DO ESPORTE 1º Semestre de 2016 EDITAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO JORNALISMO ESPORTIVO E NEGÓCIOS DO ESPORTE 1º Semestre de 2016 As FACULDADES INTEGRADAS RIO BRANCO, na forma regimental torna público o presente Edital, estabelecendo as

Leia mais

Coordenação do Processo Seletivo

Coordenação do Processo Seletivo Coordenação do Processo Seletivo Edital nº 003/14 Processo Seletivo Verão 2015-1 A Diretora Geral da Faculdade Catuaí, mantida pela Associação de Ensino de Cambé, com base em dispositivos constantes de

Leia mais

Coordenação do Processo Seletivo

Coordenação do Processo Seletivo Coordenação do Processo Seletivo Edital nº 002/12 Processo Seletivo Inverno 2012/2 A Diretora Geral da Faculdade Catuaí, mantida pela Associação de Ensino de Cambé, com base em dispositivos constantes

Leia mais

EDITAL VESTIBULAR FLORENCE AGENDADO SEMESTRE LETIVO 2016.1

EDITAL VESTIBULAR FLORENCE AGENDADO SEMESTRE LETIVO 2016.1 EDITAL VESTIBULAR FLORENCE AGENDADO SEMESTRE LETIVO 2016.1 EDITAL N 15 2016 PROCESSO SELETIVO 2016.1 A Diretora Geral do Instituto Florence de Ensino Superior, no uso de suas atribuições regimentais, torna

Leia mais

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO CURSOS DE CURTA DURAÇÃO 2º SEMESTRE/2015

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO CURSOS DE CURTA DURAÇÃO 2º SEMESTRE/2015 EDITAL DO PROCESSO SELETIVO CURSOS DE CURTA DURAÇÃO 2º SEMESTRE/2015 ABERTURA A Escola de Direito de São Paulo da Fundação Getulio Vargas (FGV DIREITO SP) torna pública a abertura das inscrições para os

Leia mais

EDITAL DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU MBA EM GESTÃO INDUSTRIAL

EDITAL DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU MBA EM GESTÃO INDUSTRIAL FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAI FLORIANÓPOLIS DIREÇÃO GERAL DA FACULDADE: JOÃO ROBERTO LORENZETT COORDENAÇÃO DA FACULDADE: PRISCILA FAGUNDES COORDENAÇÃO DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU: RONALDO CARLOS

Leia mais

SOBRESP - Faculdade de Ciências da Saúde Edital 001/2015 PROCESSO SELETIVO

SOBRESP - Faculdade de Ciências da Saúde Edital 001/2015 PROCESSO SELETIVO SOBRESP - Faculdade de Ciências da Saúde Edital 001/2015 PROCESSO SELETIVO A Direção da SOBRESP - Faculdade de Ciências da Saúde torna públicas as normas a seguir, que regem o Processo Seletivo Vestibular

Leia mais

VESTIBULAR 2014.1 PROVA EM 1/2/2014

VESTIBULAR 2014.1 PROVA EM 1/2/2014 VESTIBULAR 2014.1 PROVA EM 1/2/2014 EDITAL DE INSCRIÇÃO PARA O PROCESSO SELETIVO REFERENTE AO 1 o SEMESTRE DO ANO LETIVO DE 2014 O Diretor do Instituto Universitário de Pesquisas do Rio de Janeiro da Universidade

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online

EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online MBA EM GESTÃO ESTRATÉGICA DE PESSOAS Regulamentação de Pós-Graduação Lato Sensu e Ato de Credenciamento Institucional para Oferta de Curso de

Leia mais

Centro Universitário Unieuro vestibular@unieuro.com.br

Centro Universitário Unieuro vestibular@unieuro.com.br A Comissão de Acesso ao Ensino Superior informa que estão abertas as inscrições para o 1º semestre letivo de 2016, nas seguintes modalidades: 1º Processo Seletivo Agendado Edital 21/2015 (para novos alunos)

Leia mais

Das Inscrições. 1º Para o Processo ENEM são disponibilizadas 30% das vagas disponíveis de cada curso.

Das Inscrições. 1º Para o Processo ENEM são disponibilizadas 30% das vagas disponíveis de cada curso. EDITAL Nº 09/2015 O Diretor Geral da FACULDADE DE TECNOLOGIA LA SALLE ESTRELA, na forma do disposto no art. 44, Inciso II da Lei de Diretrizes e Bases Nº 9.394, de 20/12/96, Portaria Ministerial Normativa

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online

EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online DOCÊNCIA NO ENSINO SUPERIOR Regulamentação de Pós-Graduação Lato Sensu e Ato de Credenciamento Institucional para Oferta de Curso de Pós-Graduação

Leia mais

EDITAL FATEC MAUÁ Nº 02/2015 DE 01 DE JUNHO DE 2015.

EDITAL FATEC MAUÁ Nº 02/2015 DE 01 DE JUNHO DE 2015. EDITAL FATEC MAUÁ Nº 02/2015 DE 01 DE JUNHO DE 2015. O Diretor da Fatec-Mauá - Faculdade de Tecnologia de Mauá, no uso de suas atribuições legais, faz saber que estão abertas inscrições para participação

Leia mais

EDITAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO NEW BRANDING INNOVATION MBA 1º Semestre de 2016

EDITAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO NEW BRANDING INNOVATION MBA 1º Semestre de 2016 EDITAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO NEW BRANDING INNOVATION MBA 1º Semestre de 2016 As FACULDADES INTEGRADAS RIO BRANCO, na forma regimental torna público o presente Edital, estabelecendo as normas para inscrição

Leia mais

Edital Processo Seletivo - 2º semestre de 2011

Edital Processo Seletivo - 2º semestre de 2011 Edital Processo Seletivo - 2º semestre de 2011 O Instituto de Ensino Superior João Alfredo de Andrade, por sua Comissão Organizadora do Processo Seletivo, instituída em caráter permanente pela Portaria

Leia mais

EDITAL Nº 02/2015. Faculdade de Tecnologia de Piracicaba Fatep. Processo Seletivo. Primeiro Semestre 2016

EDITAL Nº 02/2015. Faculdade de Tecnologia de Piracicaba Fatep. Processo Seletivo. Primeiro Semestre 2016 EDITAL Nº 02/2015 Faculdade de Tecnologia de Piracicaba Fatep Processo Seletivo Primeiro Semestre 2016 O Diretor da Faculdade de Tecnologia de Piracicaba - Fatep informa que, de acordo com a Lei nº 9.394

Leia mais

3. DA SELEÇÃO E DOS CRITÉRIOS: 3.1. A seleção será operacionalizada pela Comissão Coordenadora de Programa do PPG-MATEMÁTICA.

3. DA SELEÇÃO E DOS CRITÉRIOS: 3.1. A seleção será operacionalizada pela Comissão Coordenadora de Programa do PPG-MATEMÁTICA. INSTITUTO DE CIÊNCIAS MATEMÁTICAS E DE COMPUTAÇÃO UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES AO PROCESSO SELETIVO No 034/2015 PROGRAMA DE MATEMÁTICA DOUTORADO E DOUTORADO DIRETO A Presidente

Leia mais

PROCESSO SELETIVO 2 º SEMESTRE DE 2015

PROCESSO SELETIVO 2 º SEMESTRE DE 2015 1 Processo Seletivo 2015.2 Edital FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC RIO PROCESSO SELETIVO 2 º SEMESTRE DE 2015 SENAC RJ FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC RIO O SENAC Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial,

Leia mais

Serviço Público Federal Ministério da Educação Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão IFMA Diretoria de Educação a Distância

Serviço Público Federal Ministério da Educação Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão IFMA Diretoria de Educação a Distância Serviço Público Federal Ministério da Educação Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão IFMA Diretoria de Educação a Distância Edital n 05/2011 DEAD / IFMA Seleção Simplificada de

Leia mais

EDITAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM PSICOPEDAGOGIA INSTITUCIONAL 1º Semestre de 2016

EDITAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM PSICOPEDAGOGIA INSTITUCIONAL 1º Semestre de 2016 EDITAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM PSICOPEDAGOGIA INSTITUCIONAL 1º Semestre de 2016 As FACULDADES INTEGRADAS RIO BRANCO, na forma regimental torna público o presente Edital, estabelecendo as normas para

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO EM SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO

PÓS-GRADUAÇÃO EM SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAI FLORIANÓPOLIS DIREÇÃO GERAL DA FACULDADE: JOÃO ROBERTO LORENZETT COORDENAÇÃO DA FACULDADE: PRISCILA FAGUNDES COORDENAÇÃO DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU: RAFAEL PARACHEN

Leia mais

EDITAL PROCESSO SELETIVO AGENDADO2015/02 CONSOLIDADO

EDITAL PROCESSO SELETIVO AGENDADO2015/02 CONSOLIDADO EDITAL PROCESSO SELETIVO AGENDADO2015/02 CONSOLIDADO O Diretor da Faculdade CNEC Ilha do Governador, com sede no município do Rio de Janeiro, Estado do RJ, torna público, na forma regimental e em consonância

Leia mais

ESCOLA SUPERIOR NACIONAL DE SEGUROS DE SÃO PAULO EDITAL DE PROCESSO SELETIVO DE 2016 1º SEMESTRE

ESCOLA SUPERIOR NACIONAL DE SEGUROS DE SÃO PAULO EDITAL DE PROCESSO SELETIVO DE 2016 1º SEMESTRE ESCOLA SUPERIOR NACIONAL DE SEGUROS DE SÃO PAULO EDITAL DE PROCESSO SELETIVO DE 2016 1º SEMESTRE A Direção Acadêmica da Escola Superior Nacional de Seguros de São Paulo, localizada à Av. Paulista, 2421

Leia mais

Informações: Secretaria Acadêmica / Faculdade Catuaí Rua Bento Munhoz da Rocha Neto, nº 210

Informações: Secretaria Acadêmica / Faculdade Catuaí Rua Bento Munhoz da Rocha Neto, nº 210 MANUAL DO CANDIDATO Informações: Secretaria Acadêmica / Faculdade Catuaí Rua Bento Munhoz da Rocha Neto, nº 210 Telefones: (43) 3174-5454 ou 3174-5464 E-mail: secretaria@faculdadecatuai.com.br Horário:

Leia mais

EDITAL Nº 010/2012 VESTIBULAR DE VERÃO 2013/1- UCEFF FACULDADES

EDITAL Nº 010/2012 VESTIBULAR DE VERÃO 2013/1- UCEFF FACULDADES EDITAL Nº 010/2012 VESTIBULAR DE VERÃO 2013/1- UCEFF FACULDADES 1. ABERTURA A Faculdade de Empresarial de Chapecó mantida pela Unidade Central de Educação FAEM Faculdade Ldta UCEFF Faculdades, de acordo

Leia mais

1. CURSOS / ATOS LEGAIS / TURNOS / VAGAS. Administração¹ Linha de Formação em Marketing e Entretenimento. Comunicação Social¹ com Habilitação em

1. CURSOS / ATOS LEGAIS / TURNOS / VAGAS. Administração¹ Linha de Formação em Marketing e Entretenimento. Comunicação Social¹ com Habilitação em Edital de Convocação para Ingresso nos cursos da Graduação em 2013/2 através de Transferência Interna de Curso e Transferência Externa entre Faculdades A Diretora Geral da Escola Superior de Propaganda

Leia mais

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO CURSOS DE CURTA DURAÇÃO 2º SEMESTRE/2015

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO CURSOS DE CURTA DURAÇÃO 2º SEMESTRE/2015 EDITAL DO PROCESSO SELETIVO CURSOS DE CURTA DURAÇÃO 2º SEMESTRE/2015 ABERTURA A Escola de Direito de São Paulo da Fundação Getulio Vargas (FGV DIREITO SP) torna pública a abertura das inscrições para os

Leia mais

Edital nº 001/15 Processo Seletivo 2015/1

Edital nº 001/15 Processo Seletivo 2015/1 Vestibular Edital nº 001/15 Processo Seletivo 2015/1 Comissão do Processo Seletivo - CoProS A Diretora Geral da Faculdade Integrada de Goiás FIG, com base em dispositivos constantes em seu Regimento, de

Leia mais

FACULDADE SANTA EMÍLIA - JOAQUIM NABUCO-UNIDADE OLINDA MANTIDA PELO GRUPO SER EDUCACIONAL EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 2015.1

FACULDADE SANTA EMÍLIA - JOAQUIM NABUCO-UNIDADE OLINDA MANTIDA PELO GRUPO SER EDUCACIONAL EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 2015.1 FACULDADE SANTA EMÍLIA - JOAQUIM NABUCO-UNIDADE OLINDA MANTIDA PELO GRUPO SER EDUCACIONAL EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 2015.1 Com sede Av. Doutor Augusto Moreira, 1704 e 1502 Casa Caiada - Olinda Legislação

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online

EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online MBA EM GESTÃO ESTRATÉGICA DE PESSOAS Regulamentação de Pós-Graduação Lato Sensu e Ato de Credenciamento Institucional para Oferta de Curso de

Leia mais

FACULDADE DO SUL DA BAHIA ATO PROCESSO SELETIVO 2009/2 EDITAL Nº 2 I DOS CURSOS OFERECIDOS, DURAÇÃO, ATOS LEGAIS E DAS VAGAS:

FACULDADE DO SUL DA BAHIA ATO PROCESSO SELETIVO 2009/2 EDITAL Nº 2 I DOS CURSOS OFERECIDOS, DURAÇÃO, ATOS LEGAIS E DAS VAGAS: FACULDADE DO SUL DA BAHIA ATO PROCESSO SELETIVO 2009/2 EDITAL Nº 2 A FACULDADE DO SUL DA BAHIA, credenciada pela Portaria Ministerial nº 944, de 17/05/2001 publicada no DOU em 21/05/2001 e o INSTITUTO

Leia mais

REGULAMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU

REGULAMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU REGULAMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Em conformidade com a Resolução CNE/CES n 1, de 08 de Junho de 2007 e o Regimento da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (Aprovado pelo Parecer CONSEPE

Leia mais

MBA EM GESTÃO DE PROJETOS a distância

MBA EM GESTÃO DE PROJETOS a distância FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAI FLORIANÓPOLIS DIREÇÃO GERAL DA FACULDADE João Roberto Lorenzett COORDENAÇÃO DA FACULDADE Priscila Basto Fagundes COORDENAÇÃO DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Beth Schirmer

Leia mais

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU 1º SEMESTRE/2015

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU 1º SEMESTRE/2015 EDITAL DO PROCESSO SELETIVO CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU 1º SEMESTRE/2015 ABERTURA A Escola de Direito de São Paulo da Fundação Getulio Vargas (FGV DIREITO SP) torna pública a abertura das inscrições

Leia mais

A matrícula será realizada nos dias 8 e 9 de dezembro de 2015, no horário das 8 às 16 horas.

A matrícula será realizada nos dias 8 e 9 de dezembro de 2015, no horário das 8 às 16 horas. Perguntas frequentes: 1) Quais os dias de prova do Vestibular Univale 2016? Você pode escolher qual o melhor dia para fazer as provas do Vestibular Univale 2016. 28 de novembro de 2015 (sábado), das 15

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO CONSELHO UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO Nº 03/2008

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO CONSELHO UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO Nº 03/2008 RESOLUÇÃO Nº 03/2008 Fixa critérios para o Processo Seletivo/Vestibular 2008.2 - UNIVASF referentes aos Cursos de Engenharia do Campus Juazeiro-BA. O DA UNIVASF, no uso da atribuição que lhe confere o

Leia mais

Portaria Inep nº 249, de 02 de junho de 2014. Publicada no Diário Oficial da União em 04 de junho de 2014.

Portaria Inep nº 249, de 02 de junho de 2014. Publicada no Diário Oficial da União em 04 de junho de 2014. Portaria Inep nº 249, de 02 de junho de 2014. Publicada no Diário Oficial da União em 04 de junho de 2014. O Presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep),

Leia mais

IBTA Instituto Brasileiro de Tecnologia Avançada Conectado em você.

IBTA Instituto Brasileiro de Tecnologia Avançada Conectado em você. Manual do Candidato Graduação 3º Trimestre de 2014 IBTA Instituto Brasileiro de Tecnologia Avançada Conectado em você. IBTA Instituto Brasileiro de Tecnologia Avançada foi fundado em 2001, com o objetivo

Leia mais

MBA EM GESTÃO DE PROJETOS

MBA EM GESTÃO DE PROJETOS FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAI FLORIANÓPOLIS DIREÇÃO GERAL DA FACULDADE João Roberto Lorenzett COORDENAÇÃO DA FACULDADE Priscila Basto Fagundes COORDENAÇÃO DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Beth Schirmer

Leia mais

Poderão ser aceitos no programa os candidatos que obtiverem nota superior ou igual a 8 (oito), seguindo a distribuição indicada acima.

Poderão ser aceitos no programa os candidatos que obtiverem nota superior ou igual a 8 (oito), seguindo a distribuição indicada acima. INSTITUTO DE CIÊNCIAS MATEMÁTICAS E DE COMPUTAÇÃO - UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO DEPARTAMENTO DE ESTATÍSTICA - UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO CARLOS EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES AOS PROCESSOS SELETIVOS nº

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO CENTRO DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO CENTRO DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO CENTRO DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS EDITAL PROPEG Nº 003/2015 PROCESSO SELETIVO PARA INGRESSO NO CURSO DE

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online

EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online MBA EM CONTROLADORIA E FINANÇAS Regulamentação de Pós-Graduação Lato Sensu e Ato de Credenciamento Institucional para Oferta de Curso de Pós-Graduação

Leia mais

Pós-Graduação Lato Sensu em Engenharia de Software

Pós-Graduação Lato Sensu em Engenharia de Software FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAI FLORIANÓPOLIS DIREÇÃO GERAL DA FACULDADE: JOÃO ROBERTO LORENZETT COORDENAÇÃO DA FACULDADE: PRISCILA FAGUNDES COORDENAÇÃO DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU: JANICE DETERS

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online

EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online DOCÊNCIA NO ENSINO SUPERIOR EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online Regulamentação de Pós-Graduação Lato Sensu e Ato de Credenciamento Institucional para Oferta de Curso de Pós-Graduação

Leia mais

1. DAS DISPOSIÇÕES GERAIS

1. DAS DISPOSIÇÕES GERAIS INSTITUTO DE CIÊNCIAS MATEMÁTICAS E DE COMPUTAÇÃO UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES AOS PROCESSOS SELETIVOS nº. 016/2015 PROGRAMA DE CIÊNCIAS DE COMPUTAÇÃO E MATEMÁTICA COMPUTACIONAL

Leia mais

PROCESSO SELETIVO DE INVERNO 2015 EDITAL

PROCESSO SELETIVO DE INVERNO 2015 EDITAL U N I V E R S I D A D E D E P A S S O F U N D O V i c e - R e i t o r i a d e G r a d u a ç ã o S e c r e t a r i a G e r a l d o s C u r s o s Campus I Rodovia BR 285 Km 292,7 - Bairro São José CEP 99052-900

Leia mais

EDITAL N 06/2013 PROCESSO SELETIVO 2014.1

EDITAL N 06/2013 PROCESSO SELETIVO 2014.1 EDITAL N 06/2013 PROCESSO SELETIVO 2014.1 A FACULDADE TERRA NORDESTE - FATENE, credenciada pelo MEC, portaria n 1.246 de 14/10/2008, torna pública a abertura de inscrições para o processo seletivo dos

Leia mais

PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR FAENE 2012.2 EDITAL Nº 001/2012

PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR FAENE 2012.2 EDITAL Nº 001/2012 1 PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR FAENE 2012.2 EDITAL Nº 001/2012 A FACULDADE ESCOLA DE NEGÓCIOS EXCELLENCE FAENE torna pública a abertura de inscrições para o Processo Seletivo 2012 destinado a selecionar

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online

EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online SUPERVISÃO E ORIENTAÇÃO EDUCACIONAL EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online Regulamentação de Pós-Graduação Lato Sensu e Ato de Credenciamento Institucional para Oferta de Curso de

Leia mais

EDITAL DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU MBA EM LEAN MANUFACTURING

EDITAL DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU MBA EM LEAN MANUFACTURING FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAI FLORIANÓPOLIS DIREÇÃO GERAL DA FACULDADE: JOÃO ROBERTO LORENZETT COORDENAÇÃO DA FACULDADE: PRISCILA FAGUNDES COORDENAÇÃO DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU: LUÍS HENRIQUE

Leia mais

ADMISSÃO PARA OS CURSOS DE PÓS- GRADUAÇÃO 2015.2B EDITAL Nº 18.2B

ADMISSÃO PARA OS CURSOS DE PÓS- GRADUAÇÃO 2015.2B EDITAL Nº 18.2B ADMISSÃO PARA OS CURSOS DE PÓS- GRADUAÇÃO 2015.2B EDITAL Nº 18.2B SUMÁRIO 1. Da validade 3 2. Das inscrições 3 3. Das entrevistas, avaliação de currículo e de histórico escolar 3 4. Da classificação 4

Leia mais

Diretrizes curriculares nacionais e os projetos pedagógicos dos cursos de graduação

Diretrizes curriculares nacionais e os projetos pedagógicos dos cursos de graduação Diretrizes curriculares nacionais e os projetos pedagógicos dos cursos de graduação Curso de Atualização Pedagógica Julho de 2010 Mediador: Adelardo Adelino Dantas de Medeiros (DCA/UFRN) Diretrizes Curriculares

Leia mais

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO PUC-SP Programa de Estudos Pós-Graduados em Economia

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO PUC-SP Programa de Estudos Pós-Graduados em Economia EDITAL PARA O PROCESSO SELETIVO 2º/2015 Coordenador: Prof. Dr. Antônio Corrêa de Lacerda Vice-Coordenadora: Profa. Dra. Regina Maria d Aquino Fonseca Gadelha Estarão abertas, no período de 01/04/2015 a

Leia mais

MANUAL DO CANDIDATO PROCESSO SELETIVO FATEP 2016 1º SEMESTRE

MANUAL DO CANDIDATO PROCESSO SELETIVO FATEP 2016 1º SEMESTRE FATEP FACULDADE DE TECNOLOGIA DE PIRACICABA MANUAL DO CANDIDATO PROCESSO SELETIVO FATEP 2016 1º SEMESTRE DISPOSIÇÕES GERAIS A FATEP está realizando o Processo Seletivo 2016-1, para o preenchimento das

Leia mais

EDITAL Nº 072/2015 PROCESSO SELETIVO PARA INGRESSO NOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU

EDITAL Nº 072/2015 PROCESSO SELETIVO PARA INGRESSO NOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EDITAL Nº 072/2015 PROCESSO SELETIVO PARA INGRESSO NOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU A Diretoria de Pós-graduação e Extensão do Centro Universitário Senac, no uso de suas atribuições, torna pública

Leia mais

3.1. As vagas para transferências e reingresso destinam-se aos cursos de graduação, conforme o Quadro 1.

3.1. As vagas para transferências e reingresso destinam-se aos cursos de graduação, conforme o Quadro 1. EDITAL Nº 006/2012 PROCESSO SELETIVO PARA TRANSFERÊNCIA EXTERNA, INTERNA E REINGRESSO (PORTADOR DE DIPLOMA) PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO 1. ABERTURA O Diretor Geral do IFSP - Campus Caraguatatuba, no uso

Leia mais

EDITAL PROCESSO SELETIVO TRADICIONAL 2015/2 CONSOLIDADO

EDITAL PROCESSO SELETIVO TRADICIONAL 2015/2 CONSOLIDADO EDITAL PROCESSO SELETIVO TRADICIONAL 2015/2 CONSOLIDADO O Diretor da FACULDADE CENECISTA DE SETE LAGOAS - FCSL, com sede no município de SETE LAGOAS, Estado de MG, torna público, na forma regimental e

Leia mais

PROCESSO SELETIVO E N E M EDITAL 2015-2

PROCESSO SELETIVO E N E M EDITAL 2015-2 PROCESSO SELETIVO ENEM EDITAL 2015-2 Dúvidas mais Frequentes 1. O que é Processo Seletivo ENEM? É o processo que oferece vagas aos candidatos que pretendem cursar a Faculdade a partir de agosto/2015, selecionados

Leia mais