O Papel dos MMORPG na aprendizagem de Social Skills

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "O Papel dos MMORPG na aprendizagem de Social Skills"

Transcrição

1 O Papel dos MMORPG na aprendizagem de Social Skills GONÇALO BRITO, nº59748 Mestrado Comunicação, Cultura e Tecnologias de Informação 2012/2013 2º SEMESTRE Unidade Curricular Redes Sociais Online Docentes Prof. Doutor Gustavo Cardoso O Papel dos MMORPG na aprendizagem de Social Skills Gonçalo Brito Página 1

2 ABSTRACT Massive Multiplayer Online Role Playing Games (MMORPGs) are an extremely popular worldwide form of entertainment. MMORPGs are a videogame genre, played exclusively online (usually via a PC) in which people from around the world coexist on the same virtual persistent world (permanently online). This article explores the notion that MMORPGs are social networks with specific features that help players develop precious social skills which will be vital for the construction and development of their social capital. Keywords: social capital, social networks, video games, mmorpgs, social skills, literacy RESUMO Os Massive Multiplayer Online Role Playing Games (doravante, MMORPGs) são uma popular forma de entretenimento praticada em todo o mundo. Trata-se de videojogos jogados exclusivamente online (normalmente via PC), nos quais pessoas de todo o mundo partilham um universo virtual persistente (que está sempre online) dentro do qual interagem entre si cooperativa e/ou antagonicamente. Este artigo tem como objectivo explorar a ideia de que os videojogos do género Massive Multiplayer Online Role Playing Game (MMORPG) são em si redes sociais online, que, pelas suas características, ajudam a dotar os seus utilizadores de determinadas social skills, essenciais para a construção do seu capital social. Palavras-chave: capital social, redes sociais, videojogos, mmorpg, social skills, literacias, aprendizagem ENQUADRAMENTO Este artigo baseia-se nos pressupostos teóricos estudados na Unidade Curricular, Redes Sociais Online, e na experiência do autor deste artigo, jogador de MMORPGs há cerca de 10 anos e ex-jornalista na área dos videojogos e tecnologia de consumo, profissão que exerceu durante 7 anos. Tem como objectivo explorar a ideia de que os videojogos do género Massive Multiplayer Online Role Playing Game (MMORPG) são em si redes sociais online, que, pelas suas características, ajudam a dotar os seus utilizadores de determinadas social skills, essenciais para a construção do seu capital social. Sobre redes sociais online, Castells refere que estudos de painel, como os que realiza o principal investigador de sociologia empírica das comunidades da Internet, Barry Wellman da Universidade de Toronto, mostram a realidade da vida social na Internet. Os resultados demonstram que as comunidades virtuais são também comunidades, isto é, geram sociabilidades, relações e redes de relações humanas, não O Papel dos MMORPG na aprendizagem de Social Skills Gonçalo Brito Página 2

3 sendo, porém, idênticas às comunidades físicas. As comunidades físicas têm determinadas relações e as comunidades virtuais têm outro tipo de lógica e outro tipo de relações. Que tipo de relações? Qual a lógica específica da sociabilidade online? O mais interessante é a ideia de que são comunidades pessoais, comunidades baseadas em interesses individuais e nas afinidades e valores das pessoas. Nas nossas sociedades, onde se desenvolvem projectos individuais que procuram dar sentido à vida, a partir do que eu sou ou quero ser, a Internet permite essa conexão ultrapassando os limites físicos do quotidiano, tanto no local de residência como no local de trabalho, gerando, portanto, redes de afinidades. (Castells, N.D.) COMPREENDER OS MMORPGs Os Massive Multiplayer Online Role Playing Games (doravante, MMORPGs) são uma popular forma de entretenimento praticada em todo o mundo. Trata-se de videojogos jogados exclusivamente online (normalmente via PC), nos quais pessoas de todo o mundo partilham um universo virtual persistente (que está sempre online) dentro do qual interagem entre si cooperativa e/ou antagonicamente. Os MMORPGs são um subgénero dos Massive Multiplayer Online Games (MMOG). A diferença é simples: os MMOG podem assumir qualquer estilo de jogo, ao passo que os MMORPGs incluem obrigatoriamente um componente de role play. As origens dos MMORPGs remontam aos tempos da ARPANET (a precursora da internet) e ao videojogo MUD (Multi-User Dungeon o nome deste jogo viria tornar-se no nome do género), uma aventura role play de texto, que, em 1980, se tornou no primeiro MMORPG a estar disponível na internet. Em MUD, cada jogador controlava um avatar e todos coexistiam num universo virtual comum, participando em demandas cuja conclusão era recompensada com pontos de experiência. O objectivo de cada jogador era acumular o máximo de pontos para poder desenvolver o seu avatar, conferindo-lhe poderes especiais e, por fim, alcançar o estatuto de Wizard, o mais elevado do jogo. Para além de jogar, os utilizadores podiam também conversar via texto. Hoje, os MMORPGs têm uma expressividade impressionante. No seu auge (2010), o MMORPG mais popular do mundo (World of Warcraft) contava com mais de 12 milhões de subscritores (que pagavam uma mensalidade de 12 euros), segundo comunicado oficial da empresa responsável pelo jogo, a Blizzard Entertainment. Embora não existam números oficiais do total de utilizadores de MMORPGs em todo o mundo, algumas publicações da especialidade (como a icónica PC Gamer) afirmava existirem 400 milhões de utilizadores de MMOG, em The internet has dramatically increased the possibilities of social networking. Sites such as Facebook build their entire business model on facilitating social contacts O Papel dos MMORPG na aprendizagem de Social Skills Gonçalo Brito Página 3

4 and interactions. But networking is not only done via social websites: online games have also gained widespread acceptance, with players competing against each other over the internet. In 2009 there were 46 million players of online games, generating an industry revenue of 3.8 billion US$ for the United States alone. According to these numbers, statistically speaking, a fifth of the US population participate in online games. (Safferling, 2011). Embora o género MMORPG tenha evoluído muito tecnicamente ao longo das décadas que sucederam os jogos MUD, o princípio mantem-se imutável até aos dias de hoje. Isto acontece porque o verdadeiro elemento de atracção de qualquer MMORPG não reside no acto de jogar, mas sim de socializar. É uma conclusão comum entre os jogadores assíduos do género MMORPG, mas também entre quem tem estudado esta matéria. Um bom exemplo disso são os estudos sobre o MMORPG, Habitat, que deu origem ao artigo The Lessons of Lucasfilm's Habitat, no qual os autores referem The essential lesson that we have abstracted from our experiences with Habitat is that a cyberspace is defined more by the interactions among the actors within it than by the technology with which it is implemented. (Morningstar e Farmer, 1991). Isto não significa, é claro, que não tenham existido mudanças nos comportamentos. Por um lado, conforme a internet se vai banalizando, também a confiança geral tem vindo a aumentar, o que tem levado ao abandono crescente do anonimato em redes sociais online (como o IRC) a favor da exibição de perfis virtuais que mostram com alguma fiabilidade o humano que pretendem representar. Isto representa uma entrega maior, que pode também ser verificada entre os utilizadores de MMORPGs. É esse sentido de confiança que levou ao surgimento de Guildas nos MMORPGs, que, como o próprio nome indica, consistem em sub-grupos, ou equipas, de jogadores, unidos pelo sentido de pertença que só um grupo pequeno consegue transmitir. Uma guilda virtual é uma associação, com hierarquias, condições de acesso e regras de conduta. É uma espécie de família dentro do jogo, que promove a solidariedade entre membros e actividades em grupo como vimos antes, o factor de apelo central de qualquer MMORPG. Tal como na vida real. No seu estudo sobre este tema, Safferling aborda esta questão, embora se foque na vertente de desempenho e economia de jogo. Players meet and form clan organisations exclusively online. Socialising increasingly becomes a regular activity for many, just as the internet has long evolved into a regular marketplace to trade all kinds of goods and services. In contrast with the pure exchange of personal information in social networks,online game players are very performance-orientated. Readily available online game data can therefore provide an outlook on future developments and business potential in the internet economy. In this paper, we are specifically O Papel dos MMORPG na aprendizagem de Social Skills Gonçalo Brito Página 4

5 interested in investigating the emergence of virtual social capital that enhances individual performance. (Safferling, 2011). É portanto correcto afirmar que os MMORPGs estão na origem das redes sociais online, conforme a definição de Social Network Sites, de Boyd e Ellison We define social network sites as web-based services that allow individuals to (1) construct a public or semi-public profile within a bounded system, (2) articulate a list of other users with whom they share a connection, and (3) view and traverse their list of connections and those made by others within the system. (Boyd e Ellison, 2007). O CAPITAL SOCIAL Portanto, se os MMORPGs são redes sociais online, interessa compreender em que medida contribuem para a aquisição de social skills e para a formação do capital social de cada indivíduo. A definição de capital social está longe de ser consensual, mas para efeitos de fundamentação teórica, este artigo baseia-se na reconceptualização da definição realizada por Philip E. Agre, que resume de forma brilhante o percurso do estudo do capital social: The concept of social capital draws on a long tradition, starting with medieval sources and Tocqueville. But the phrase "social capital", as well as its connection with the mapping of social networks, begins with Loury (1977), for whom it served as part of an explanation of poverty in terms of poorly-functioning community support systems. Social capital for Loury was the sum total of other people's capital (e.g., equipment available for borrowing) to which an individual has access through social connections of friendship and association. A related concept, mainly intended to explain the persistence of social stratification, originates with Bourdieu and Passeron (1977). Social capital was then theorized more fully by Coleman (1990) and by such scholars of social networks as Lin (1982, 2001). The idea of social capital entered broad circulation, however, with Robert Putnam's Making Democracy Work (1993). By "social capital", Putnam refers to two things: the stock of social network connections and the prevailing atmosphere of trust that is conducive to making such connections. (Agre, 2004). Agre defende que a teoria de Putman está incompleta e propõe um terceiro factor que considera decisivo para se obter capital social: social skills. Many people grow up in environments where the necessary social skills do not exist, either because everyone is too busy scratching out a subsistence living, or because they have acquired the social skills they need to live in a different kind of society, or because they have internalized conservative ideologies that keep them from creating associations that might threaten established interests. People from such a disadvantaged background might excel in school and get a good job, only to stall in their careers because they are O Papel dos MMORPG na aprendizagem de Social Skills Gonçalo Brito Página 5

6 not building strong networks. People whose careers stall in this way are often mystified; they are working hard, doing what they are told, projecting a positive attitude, and generally exercising the skills that are required to get along in a clientelistic world. But they lack the skills of association. Indeed, they probably lack even a clue that the skills of association exist. (Agre, 2004). Para Agre, o capital social é então composto pelo tamanho da rede social do indivíduo, a atmosfera prevalecente de confiança nele e as habilidades sociais desse indivíduo, ou a capacidade que ele tem de expandir a sua rede e de transmitir confiança. Este artigo explora a ideia de que jogar MMORPGs pode potenciar a aprendizagem da gestão destes três factores, consciente ou inconscientemente. Porque os MMORPGs são espaços sociais frequentados por humanos, as regras de socialização prevalecentes são transportadas do mundo real para o mundo virtual. No entanto, as regras de socialização apreendidas do mundo virtual podem depois replicadas no mundo real. Será um processo bilateral? A APRENDIZAGEM E AS LITERACIAS Antes de mais, convém chamar a atenção para um factor importante: um típico jogador de MMORPGs reúne em si um elevado nível de literacias digitais dos novos media, conforme propostas por Sonia Livingstone (2004). Qualquer jogador bemsucedido de MMORPGs consegue access, analyse, evaluate and create messages across a variety of contexts (Livingstone, 2004). A ausência de qualquer uma destas skills é suficiente para que determinado indivíduo não se torne num utilizador de MMORPGs. O utilizador tem de ter acesso a um computador e ao jogo. Tem de saber instalar o jogo, configurar uma subscrição, correr o jogo no computador e, pelo menos, saber como mover o seu avatar e interagir com o universo de jogo e com os seus utilizadores. Isto significa que os jogadores que coexistem nestes universos virtuais têm mais em comum do que apenas o gosto por videojogos e pelo tema do MMORPG que estão a jogar, como explica Castells O que acontece é que a sociabilidade se está a transformar mediante o que alguns designam de a privatização da sociabilidade, que é a sociabilidade entre pessoas que constroem laços electivos não com os que trabalham ou vivem num mesmo lugar, fisicamente coincidentes, mas pessoas que se procuram: eu quero encontrar alguém que goste de sair de bicicleta comigo, mas tenho que procurar primeiro. Por exemplo, como criar um clube de ciclismo? Como criar um clube de pessoas que se interessem por espeleologia? É esta formação de redes pessoais que a Internet permite desenvolver mais fortemente. (Castells, N.D.). O Papel dos MMORPG na aprendizagem de Social Skills Gonçalo Brito Página 6

7 A um nível primário, todos os utilizadores têm semelhantes literacias, o que os coloca no patamar ideal para socializar e trocar skills sociais, mas não só. O facto de se estar a jogar rodeado de outros humanos significa que as limitações às habilidades individuais do utilizador deixam de ser tão limitadoras. Basta pedir ajuda. Assim, a compreensão do funcionamento do interface de jogo (como procurar um grupo? Como equipar um item no avatar?), a compreensão dos objectivos impostos pelas demandas do jogo (que envolve frequentemente a resolução de puzzles), a aprendizagem do sistema de combate (quais os melhores itens e movimentos para lidar com diferentes tipos de inimigos?) e do sistema de profissões (como criar um item?), é facilitada pela comunicação e por trocas do foro social. Existe neste sistema um genuíno processo de aprendizagem de elementos que podem vir a ter utilidade posteriormente no mundo real. A AQUISIÇÃO DE SOCIAL SKILLS Users in fact take these environments very seriously. Other survey data also show that the majority of users indicate that the way they behave and interact with others in these environments is very close to how they behave and interact with others in the material world. In other words, most users are simply being themselves rather than experimenting with new identities or personalities. It is also easy to assume that nothing serious or meaningful happens in or can be derived from these environments because they are merely semi-sophisticated forms of play. The following sections provide multiple lines of evidence to argue that many different kinds of serious social phenomena occur in these environments. (Yee, Harris, Jabon e Bailenson, 2011). Quais são, então, as social skills (ou, habilidades sociais) que um utilizador pode potencialmente aprender e/ou desenvolver por jogar assiduamente pelo menos um MMORPG? Relações Comunicacionais Como vimos anteriormente, comunicar e socializar com outros humanos são as actividades que alicerçam qualquer MMORPG. Hoje, a comunicação mais superficial dentro do jogo é feita através de texto e emotes (gestos e sons realizados pelo avatar), mas a um nível mais sério, são usados serviços de comunicação por voz. Comunicar dentro de um MMORPG requer a aprendizagem, ou potencia o desenvolvimento, de um leque de skills técnicas e comportamentais. Em termos técnicos, cada utilizador tem de, pelo menos, saber configurar e usar um serviço de comunicação por voz e O Papel dos MMORPG na aprendizagem de Social Skills Gonçalo Brito Página 7

8 saber escrever e falar em inglês, com um sotaque suficientemente perceptível para todos. Ao nível comportamental, o sucesso social, e consequentemente a expansão qualitativa da rede social virtual de cada utilizador, está dependente das skills comunicacionais que usamos no mundo real, como a capacidade de adaptação a cada situação. É necessário saber ser cordial em todas as situações. O que significa isto? Significa saber falar a sério quando estão a ser discutidos assuntos considerados pelo grupo como sérios (como realizar uma tarefa de grupo, ou que medidas tomar para aumentar as probabilidades de sucesso futuro da guilda), e saber lidar com os diferentes sentidos de humor e personalidades dos utilizadores. Significa também saber conversar com pessoas de diferentes nacionalidades e proveniências. No processo de socialização dentro de um MMORPG, é comum os utilizadores passarem uma boa parte do seu tempo simplesmente a conversar sobre as diferenças e semelhanças entre os seus países de origem. Este processo não só leva a que os utilizadores aprendam informação sobre culturas que poderiam desconhecer, como os ajuda a criar um quadro conceptual comunicacional adaptado a cada cultura. I play MMORPGs with my husband as a source of entertainment. Overall it can be a cheaper form of entertainment where you can spend quite a bit of time with a significant other. To play well you end up developing more ways of communicating. *female, 31+. (Yee, Harris, Jabon e Bailenson, 2011). Um exemplo frequente acontece com jogadores que nunca tenham interagido na vida real com utilizadores de nacionalidade germânica. Existe uma tendência natural por parte de utilizadores não germânicos de falar sobre a época da Alemanha Nazi. Quando a interacção e a troca comunicacional acontecem dentro dos MMORPGs, os utilizadores não germânicos rapidamente aprendem que esse é um assunto que os utilizadores germânicos não gostam, normalmente, de discutir. Tal como na vida real. Por outro lado, os utilizadores germânicos ganham também a percepção (se antes não a tivessem) que o resto do mundo tem uma propensão natural para abordar o tema da Alemanha Nazi, numa primeira fase de interacção com utilizadores alemães. Neste caso, as habilidades sociais de ambas as partes beneficiam de uma melhoria que pode vir a reflectir-se na vida real ou no chamado mundo físico. Yee, expande um pouco mais a questão comunicacional no seu estudo, explicando que Indeed, the ingredients that Walther proposed for hyperpersonal interactions interactions that are more intimate, more intense, more salient because of the communication channel all exist in MMORPGs. First, the communication channel allows the sender to optimize their self-presentation because interactants do not have to respond in real-time. Second, the receiver forms an impression of the sender by inflating the few pieces of information that the sender has optimized. Third, O Papel dos MMORPG na aprendizagem de Social Skills Gonçalo Brito Página 8

9 participants can reallocate cognitive resources typically used to maintain socially acceptable non-verbal gestures in faceto-face interactions and focus on the structure and content of the message itself, which comes across as more personal and articulate. Finally, as interactants respond to personal messages with equally personal and intimate messages, the idealized impressions and more personal interactions intensify through reciprocity. The cumulative effect is that the interaction becomes more intimate and positive. (Yee, 2011). Relações de grupo Nos MMORPGs, cada utilizador vai desenvolvendo uma reputação, podendo vir a ficar famoso junto dos outros pelas melhores ou piores razões. Existem dois tipos de grupos nos MMORPGs: os PUGs (Pick Up Groups) e as Guildas. O primeiro é um grupo casual de jogadores que se une por pequenos períodos de tempo, de forma a tentar completar um objectivo de jogo. Para criar um PUG, cada jogador manifesta publicamente a sua disponibilidade para participar numa determinada demanda. É comum os intervenientes não se conhecerem e nem sequer comunicarem para além do estritamente necessário para concluir a tarefa. No final o grupo dissolvese e os indivíduos poderão nunca mais se voltar a cruzar. Ocasionalmente pode acontecer que alguns ou todos os elementos de um PUG se dêem de tal forma bem, que passam a ser amigos virtuais, a jogar cooperativamente regularmente e até a pertencer à mesma Guilda. O processo de evolução de intimidade relacional é idêntico ao tradicional do mundo físico. Participar em PUGs pode parecer uma tarefa menos exigente em termos sociais, mas isso não é necessariamente verdade. O facto de não se saber nada sobre as pessoas com quem se está a trabalhar cooperativamente requer uma abordagem comunicacional mais subtil e cuidada, para evitar mal entendidos (algo comum na comunicação não presencial) e conflitos que possam prejudicar a experiência de jogo ou a reputação pública do jogador. O caso das guildas, como já vimos, é diferente. Uma guilda virtual é uma associação, com hierarquias, condições de acesso e regras de conduta. A guilda é um grupo organizado, uma espécie de clube, é a família do jogador dentro do universo de jogo. Existem várias formas de se vir a pertencer a uma guilda, e todas elas têm correspondência com procedimentos do mundo real. Eis as mais comuns:. Um grupo de amigos do mundo real decide criar uma guilda.. O jogador vai desenvolvendo a sua rede social e um dia trava conhecimento com alguém que o convida a juntar-se a uma guilda. O Papel dos MMORPG na aprendizagem de Social Skills Gonçalo Brito Página 9

10 . A reputação do jogador é de tal forma notória que este passa a receber convites para ingressar em diferentes guildas.. O jogador pede publicamente para se juntar a uma guilda qualquer e aguarda que alguém esteja disposto a convidá-lo. Ser um membro activo e de sucesso dentro de uma guilda requer uma combinação abstracta de social skills. Acontece amiúde determinado utilizador não estar inicialmente na posse de todas as social skills necessárias para ser bem-sucedido dentro do grupo, mas vir a desenvolvê-las ao longo do tempo, graças ao convívio e às trocas sociais com os outros membros da guilda e jogadores em geral. É uma situação testemunhada frequentemente pelo autor do presente artigo, e observada no estudo de Yee. These highly social and structured environments also allow us to explore whether certain valuable skills learned in an MMORPG can transfer to the material world. Personal advancement in MMORPGs typically involves collaboration among groups of users in na attempt to achieve a challenging task. Thus, a prime candidate for acquired skills is leadership skills. In emergent groups within the MMORPG environment, leaders deal with both administrative as well as higher-level strategy issues, most of which arise and have to be dealt with spontaneously. Administrative tasks include: role assignment, task delegation, crisis management, logistical planning, and how rewards are to be shared among group members. Higher-level strategy tasks include: motivating group members, dealing with negative attitudes, dealing with group conflicts, as well as encouraging group loyalty and cohesion. These issues are even more salient in long-term social groups, such as guilds, which have formalized membership and rank assignments. In other words, MMORPGs provide many opportunities for short-term and long-term leadership experiences. (Yee, 2011). Nas entrevistas levadas a cabo por Yee, um jogador refere a influência que os MMORPGs têm desempenhado na sua capacidade de liderança. I've never been one who is particularly comfortable with a leadership role in real life. In the game, friends and I left another guild that no longer suited us for various reasons and formed our own. I was approached by several of these friends to assume leadership of the guild and agreed, even though I was uncertain of my suitability. I've grown more accustomed now to directing various aspects of running the guild and providing a vision and leadership to the members. Follow-up and assertiveness now feel more natural to me even in real life. It has been an amazing opportunity to push myself beyond my boundaries and a rewarding experience. *female, 46+. (Yee, 2011). O estudo referido conclui também que 40 por cento dos inquiridos afirma ter aprendido apenas um pouco sobre gestão de grupos, embora dez por cento dos inquiridos tenham admitido ter aprendido muito sobre gestão de grupos. Pode parecer O Papel dos MMORPG na aprendizagem de Social Skills Gonçalo Brito Página 10

11 pouco, mas é um número muito significativo e que atesta a ideia de aprendizagem de social skills que são depois transportadas para a vida real. This sentiment is shared by many users. In the survey study [28], 10% of users felt they had learned a lot about mediating group conflicts, motivating team members, persuading others, and becoming a better leader in general, while 40% of users felt that they had learned a little of the mentioned skills. This is striking given that these environments are not structured pedagogically to teach leadership. Acquisition of leadership skills in these environments is in fact an emergent phenomenon. But more importantly, these findings demonstrate that real-life skills can be acquired or improved upon in these environments. Certainly, self-reported assessments are not robust assessments, but these findings lay the foundation for more controlled studies of the acquisition of complex social skills in these environments. (Yee, 2011). ROLE EXPLORTION E SKILL TRANSFER O facto de os jogadores de MMORPGs poderem assumir uma identidade virtual à sua escolha, também dá azo a situações de aprendizagem que podem potenciar as suas social skills. Um bom exemplo disso acontece quando os utilizadores assumem identidades cujo género é o oposto ao seu (masculino ou feminino). Isto permite aos homens colocar-se na pele das mulheres e vice-versa. É um fenómeno a que Yee, Harris, Jabon e Bailenson chamam de Role Exploration e Skill Tranfer. Um homem inquirido nesse estudo refere que In reality I'm an Army Officer, very assertive and aggressive. In MMORPGs I'm more like I wish I could be, quiet, introspective and sensitive of other's feelings. Taking on different roles has also taught me to 'walk a mile' in other shoes before judging - not useful as an army officer, perhaps, but very useful in becoming a quality human being. [male, 42]. (Yee, 2011). Ainda no mesmo estudo, uma mulher reflecte sobre a sua experiência na pele de uma personagem masculina: When I play my male characters, other male members of the party will listen to me better, take me more seriously. In my male form I could give orders and have them listened to, where as a female, my characters aren't always taken quite as seriously. Also, where my female characters were given many gifts by random players when they were young, I didn't see it happening with my males, which I didn't mind at all. I've enjoyed the higher level of "respect" for my abilities that seems to come with playing in a male body. [female, 22]. (Yee, 2011). CONSIDERAÇÕES FINAIS Conforme referido inicialmente, este artigo não tem como objectivo fazer prova da eficácia dos MMORPGs enquanto veículos potenciadores de social skills e enriquecimento do capital social dos indivíduos. É, na verdade, um artigo provocador e O Papel dos MMORPG na aprendizagem de Social Skills Gonçalo Brito Página 11

12 que pretende contribuir para o debate deste assunto e desmistificação do papel dos MMORPGs, peças multimédia interactivas consumidas por tantos em todo o mundo, como refere Thomas Apperley, que refere também a importância dos videojogos no processo criativo também ele essencial para uma sociabilidade salutar. This is illustrated by the normalcy of digital games in contemporary computerized, networked life: they are used to advocate, educate, proselytize, and train. More importantly, they are regarded as a pathway into intangible forms of knowledge collective, creative, procedural, systemic that are essential for post-industrial labor. The rhythms of digital games are not just playful, they insinuate themselves into the necessities and compulsions of everyday life. Yet they provide an unprecedented platform for creative improvisation. (Apperley, 2010). Porque o virtual e o real são cada vez menos lugares divorciados, não seria surpreendente se os argumentos apresentados neste artigo viessem a revelar-se verdadeiros em futuros estudos. Afinal, como explica Castells, A Internet ( ) tem fundamentalmente um efeito cumulativo entre sociabilidade real e sociabilidade física porque o virtual também é real - e sociabilidade virtual. Não por acaso, algo semelhante foi proferido por Gordon Walton, que é, desde 1977, responsável por centenas de videojogos, muitos deles MMORPGs icónicos: O coração não consegue distinguir entre ser magoado online ou offline. (Walton, 2005) BIBLIOGRAFIA Agre, E. Philip (2004), The Practical Republic: Social Skills and the Progress of Citizenship, a chapter in Andrew Feenberg and Darin Barney, eds, Community in the Digital Age, Rowman and Littlefield, Apperley, Thomas (2010), Gaming Rhythms: Play and Counterplay from the Situated to the Global, Theory on Demand #6, Institute of Network Cultures, Amsterdam Boyd, D. and Ellison, N. B. (2007), Social Network Sites: Definition, History, and Scholarship. Journal of Computer-Mediated Communication, 13(1). O Papel dos MMORPG na aprendizagem de Social Skills Gonçalo Brito Página 12

13 Blizzard Entertainment,(2010), WORLD OF WARCRAFT SUBSCRIBER BASE REACHES 12 MILLION WORLDWIDE Castells, Manuel (2007), Communication, Power and Counter-power in the Network Society, International Journal of Communication 1, , Castells, Manuel (N.D.), A Internet e a Sociedade em Rede, 5. A sociabilidade na Internet Livingstone, Sonia, Media literacy and the challenge of new information (Communication review, 1 (7). Pp. 3-14, Taylor & Francis Group, 2004) Livingstone, Sonia, What is Media Literacy (Intermedia, 32 (3). pp , 2004) Morningstar, Chip e Farmer, F. Randall (1990), The Lessons of Lucasfilm's Habitat, This paper was presented at The First International Conference on Cyberspace held in University of Texas at Austin. Cyberspace: First Steps, Michael Benedikt (ed.), MIT Press, Cambridge, Mass. PC Gamer, (2012), Infographic shows $13 billion spent worldwide on MMOs in Rimé, B., Finkenhauer, C., Luminet, O., Zech, E., e Philippot, P. (1998), Social sharing of emotions: New evidence and new questions. In W. Stroebe & M. Hewstone (Eds.), European review of social psychology, vol. 9 (pp ). Chichester, England: Wiley and Sons. Safferling, Christoph (2011), Social Capital and Online Games, Working Paper Series, University of Konstanz, Department of Economics Walton, Gordon (2005) Conferência FUGA 2005 Wellman, B., Boase, J., & Chen W. (2002), The networked nature of community: Online and Offline. The Journal of IT and Society, 1(1). O Papel dos MMORPG na aprendizagem de Social Skills Gonçalo Brito Página 13

14 Yee, Nicholas (2006), The Psychology of Massively Multi-User Online Role-Playing Games: Motivations, Emotional Investment, Relationships and Problematic Usage Schroeder & A. Axelsson (Eds.), Avatars at Work and Play: Collaboration and Interaction in Shared Virtual Environments (pp ). London: Springer-Verlag. O Papel dos MMORPG na aprendizagem de Social Skills Gonçalo Brito Página 14

Guião M. Descrição das actividades

Guião M. Descrição das actividades Proposta de Guião para uma Prova Grupo: Inovação Disciplina: Inglês, Nível de Continuação, 11.º ano Domínio de Referência: O Mundo do trabalho Duração da prova: 15 a 20 minutos 1.º MOMENTO Guião M Intervenientes

Leia mais

3 o ANO ENSINO MÉDIO. Prof. a Christiane Mourão Prof. a Cláudia Borges

3 o ANO ENSINO MÉDIO. Prof. a Christiane Mourão Prof. a Cláudia Borges 3 o ANO ENSINO MÉDIO Prof. a Christiane Mourão Prof. a Cláudia Borges Unidade IV Jobs The perfect job for you 2 Aula 10.1 Conteúdos Vocabulary: Jobs; Reading Comprehension 3 Habilidade Dizer o nome das

Leia mais

Online Collaborative Learning Design

Online Collaborative Learning Design "Online Collaborative Learning Design" Course to be offered by Charlotte N. Lani Gunawardena, Ph.D. Regents Professor University of New Mexico, Albuquerque, New Mexico, USA July 7- August 14, 2014 Course

Leia mais

Searching for Employees Precisa-se de Empregados

Searching for Employees Precisa-se de Empregados ALIENS BAR 1 Searching for Employees Precisa-se de Empregados We need someone who can prepare drinks and cocktails for Aliens travelling from all the places in our Gallaxy. Necessitamos de alguém que possa

Leia mais

LÍNGUA INGLESA CONTEÚDO E HABILIDADES DINÂMICA LOCAL INTERATIVA AULA. Conteúdo: Reading - Typographic Marks

LÍNGUA INGLESA CONTEÚDO E HABILIDADES DINÂMICA LOCAL INTERATIVA AULA. Conteúdo: Reading - Typographic Marks Conteúdo: Reading - Typographic Marks Habilidades: Utilizar as Marcas Tipográficas para facilitar a compreensão e também chamar a atenção do leitor. Typographic Marks O que são marcas tipográficas? As

Leia mais

GUIÃO A. Ano: 9º Domínio de Referência: O Mundo do Trabalho. 1º Momento. Intervenientes e Tempos. Descrição das actividades

GUIÃO A. Ano: 9º Domínio de Referência: O Mundo do Trabalho. 1º Momento. Intervenientes e Tempos. Descrição das actividades Ano: 9º Domínio de Referência: O Mundo do Trabalho GUIÃO A 1º Momento Intervenientes e Tempos Descrição das actividades Good morning / afternoon / evening, A and B. For about three minutes, I would like

Leia mais

Guião A. Descrição das actividades

Guião A. Descrição das actividades Proposta de Guião para uma Prova Grupo: Ponto de Encontro Disciplina: Inglês, Nível de Continuação, 11.º ano Domínio de Referência: Um Mundo de Muitas Culturas Duração da prova: 15 a 20 minutos 1.º MOMENTO

Leia mais

SEYMOUR PAPERT Vida e Obra

SEYMOUR PAPERT Vida e Obra SEYMOUR PAPERT Vida e Obra Eva Firme Joana Alves Núria Costa 1 de Março de 1928 -EUA Activista - movimento anti-apartheid 1954-1958 - Universidade de Cambridge (matemática). 1958-1963 - Centro de Epistemologia

Leia mais

TUTORIA INTERCULTURAL NUM CLUBE DE PORTUGUÊS

TUTORIA INTERCULTURAL NUM CLUBE DE PORTUGUÊS UNIVERSIDADE DE LISBOA FACULDADE DE PSICOLOGIA E DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO TUTORIA INTERCULTURAL NUM CLUBE DE PORTUGUÊS SANDRA MARIA MORAIS VALENTE DISSERTAÇÃO DE MESTRADO EM CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO Área de

Leia mais

ESTRUTURA DE CAPITAL: UMA ANÁLISE EM EMPRESAS SEGURADORAS

ESTRUTURA DE CAPITAL: UMA ANÁLISE EM EMPRESAS SEGURADORAS ESTRUTURA DE CAPITAL: UMA ANÁLISE EM EMPRESAS SEGURADORAS THE CAPITAL STRUCTURE: AN ANALYSE ON INSURANCE COMPANIES FREDERIKE MONIKA BUDINER METTE MARCO ANTÔNIO DOS SANTOS MARTINS PAULA FERNANDA BUTZEN

Leia mais

GUIÃO Domínio de Referência: CIDADANIA E MULTICULTURALISMO

GUIÃO Domínio de Referência: CIDADANIA E MULTICULTURALISMO PROJECTO PROVAS EXPERIMENTAIS DE EXPRESSÃO ORAL DE LÍNGUA ESTRANGEIRA - 2005-2006 Ensino Secundário - Inglês, 12º ano - Nível de Continuação 1 1º Momento GUIÃO Domínio de Referência: CIDADANIA E MULTICULTURALISMO

Leia mais

Estereoscopia Digital no Ensino da Química AGRADECIMENTOS

Estereoscopia Digital no Ensino da Química AGRADECIMENTOS AGRADECIMENTOS O findar desta dissertação é o momento indicado para agradecer ao Professor Doutor João Carlos de Matos Paiva pela sua grande ajuda, pela disponibilidade sempre manifestada, pelo seu empenho

Leia mais

Vaporpunk - A fazenda-relógio (Portuguese Edition)

Vaporpunk - A fazenda-relógio (Portuguese Edition) Vaporpunk - A fazenda-relógio (Portuguese Edition) Octavio Aragão Click here if your download doesn"t start automatically Vaporpunk - A fazenda-relógio (Portuguese Edition) Octavio Aragão Vaporpunk - A

Leia mais

Welcome to Lesson A of Story Time for Portuguese

Welcome to Lesson A of Story Time for Portuguese Portuguese Lesson A Welcome to Lesson A of Story Time for Portuguese Story Time is a program designed for students who have already taken high school or college courses or students who have completed other

Leia mais

Planejamento de comunicação integrada (Portuguese Edition)

Planejamento de comunicação integrada (Portuguese Edition) Planejamento de comunicação integrada (Portuguese Edition) Click here if your download doesn"t start automatically Planejamento de comunicação integrada (Portuguese Edition) Planejamento de comunicação

Leia mais

Interactive Internet TV Architecture Based on Scalable Video Coding

Interactive Internet TV Architecture Based on Scalable Video Coding Interactive Internet TV Architecture Based on Scalable Video Coding Pedro Gomes Moscoso Dissertação para obtenção do Grau de Mestre em Engenharia de Redes de Comunicações Presidente: Orientador: Co-Orientador:

Leia mais

Descrição das actividades

Descrição das actividades Proposta de Guião para uma Prova Grupo: Em Acção Disciplina: Inglês, Nível de Continuação, 11.º ano Domínio de Referência: O Mundo do Trabalho Duração da prova: 15 a 20 minutos Guião D 1.º MOMENTO Intervenientes

Leia mais

GUIÃO A. What about school? What s it like to be there/here? Have you got any foreign friends? How did you get to know them?

GUIÃO A. What about school? What s it like to be there/here? Have you got any foreign friends? How did you get to know them? GUIÃO A Prova construída pelos formandos e validada pelo GAVE, 1/7 Grupo: Chocolate Disciplina: Inglês, Nível de Continuação 11.º ano Domínio de Referência: Um Mundo de Muitas Culturas 1º Momento Intervenientes

Leia mais

ORGANIZAÇÃO DA INFORMAÇÃO NOTICIOSA EM COMUNIDADE ONLINE PARA O SÉNIOR RENATO MIGUEL SILVA COSTA. Departamento de Comunicação e Arte !!!!!!!!!

ORGANIZAÇÃO DA INFORMAÇÃO NOTICIOSA EM COMUNIDADE ONLINE PARA O SÉNIOR RENATO MIGUEL SILVA COSTA. Departamento de Comunicação e Arte !!!!!!!!! Universidade de Aveiro 2012 Departamento de Comunicação e Arte RENATO MIGUEL SILVA COSTA ORGANIZAÇÃO DA INFORMAÇÃO NOTICIOSA EM COMUNIDADE ONLINE PARA O SÉNIOR RENATO MIGUEL SILVA COSTA Universidade de

Leia mais

Conteúdo Programático Anual

Conteúdo Programático Anual INGLÊS 1º BIMESTRE 5ª série (6º ano) Capítulo 01 (Unit 1) What s your name? What; Is; My, you; This; Saudações e despedidas. Capítulo 2 (Unit 2) Who s that? Who; This, that; My, your, his, her; Is (afirmativo,

Leia mais

Capital Humano e Capital Social: Construir Capacidades para o Desenvolvimento dos Territórios

Capital Humano e Capital Social: Construir Capacidades para o Desenvolvimento dos Territórios UNIVERSIDADE DE LISBOA FACULDADE DE LETRAS DEPARTAMENTO DE GEOGRAFIA Capital Humano e Capital Social: Construir Capacidades para o Desenvolvimento dos Territórios Sandra Sofia Brito da Silva Dissertação

Leia mais

Poder sem limites - o caminho do sucesso pessoal pela programação neurolinguística

Poder sem limites - o caminho do sucesso pessoal pela programação neurolinguística Poder sem limites - o caminho do sucesso pessoal pela programação neurolinguística Anthony Robbins Click here if your download doesn"t start automatically Poder sem limites - o caminho do sucesso pessoal

Leia mais

Serviços: API REST. URL - Recurso

Serviços: API REST. URL - Recurso Serviços: API REST URL - Recurso URLs reflectem recursos Cada entidade principal deve corresponder a um recurso Cada recurso deve ter um único URL Os URLs referem em geral substantivos URLs podem reflectir

Leia mais

Semestre do plano de estudos 1

Semestre do plano de estudos 1 Nome UC Inglês CU Name Código UC 6 Curso LEC Semestre do plano de estudos 1 Área científica Gestão Duração Semestral Horas de trabalho 54 ECTS 2 Horas de contacto TP - 22,5 Observações n.a. Docente responsável

Leia mais

UAb Session on Institutional Change Students and Teachers. Lina Morgado

UAb Session on Institutional Change Students and Teachers. Lina Morgado UAb Session on Institutional Change Students and Teachers Lina Morgado Lina Morgado l SUMMARY 1 1. Pedagogical Model : Innovation Change 2. The context of teachers training program at UAb.pt 3. The teachers

Leia mais

BRIGHAM AND EHRHARDT PDF

BRIGHAM AND EHRHARDT PDF BRIGHAM AND EHRHARDT PDF ==> Download: BRIGHAM AND EHRHARDT PDF BRIGHAM AND EHRHARDT PDF - Are you searching for Brigham And Ehrhardt Books? Now, you will be happy that at this time Brigham And Ehrhardt

Leia mais

ACFES MAIORES DE 23 ANOS INGLÊS. Prova-modelo. Instruções. Verifique se o exemplar da prova está completo, isto é, se termina com a palavra FIM.

ACFES MAIORES DE 23 ANOS INGLÊS. Prova-modelo. Instruções. Verifique se o exemplar da prova está completo, isto é, se termina com a palavra FIM. ACFES MAIORES DE 23 ANOS INGLÊS Prova-modelo Instruções Verifique se o exemplar da prova está completo, isto é, se termina com a palavra FIM. A prova é avaliada em 20 valores (200 pontos). A prova é composta

Leia mais

O digital e as novas formas de, e para, aprender

O digital e as novas formas de, e para, aprender O digital e as novas formas de, e para,... O digital e as novas formas de, e para, aprender Luis Borges Gouveia lmbg@ufp.pt http://www.ufp.pt/~lmbg Universidade Fernando Pessoa Ficará tudo igual com o

Leia mais

A tangibilidade de um serviço de manutenção de elevadores

A tangibilidade de um serviço de manutenção de elevadores A tangibilidade de um serviço de manutenção de elevadores Tese de Mestrado em Gestão Integrada de Qualidade, Ambiente e Segurança Carlos Fernando Lopes Gomes INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO E CIÊNCIAS Fevereiro

Leia mais

01-A GRAMMAR / VERB CLASSIFICATION / VERB FORMS

01-A GRAMMAR / VERB CLASSIFICATION / VERB FORMS 01-A GRAMMAR / VERB CLASSIFICATION / VERB FORMS OBS1: Adaptação didática (TRADUÇÃO PARA PORTUGUÊS) realizada pelo Prof. Dr. Alexandre Rosa dos Santos. OBS2: Textos extraídos do site: http://www.englishclub.com

Leia mais

Cowboys, Ankle Sprains, and Keepers of Quality: How Is Video Game Development Different from Software Development?

Cowboys, Ankle Sprains, and Keepers of Quality: How Is Video Game Development Different from Software Development? Cowboys, Ankle Sprains, and Keepers of Quality: How Is Video Game Development Different from Software Development? Emerson Murphy-Hill Thomas Zimmermann and Nachiappan Nagappan Guilherme H. Assis Abstract

Leia mais

Bárbara Rodrigues da Silva 3ALEN, 2015

Bárbara Rodrigues da Silva 3ALEN, 2015 Pets reality There are about 30 millions abandoned pets only in Brazil. Among these amount, about 10 millions are cats and the other 20 are dogs, according to WHO (World Health Organization). In large

Leia mais

Pesquisa Qualitativa do Início ao Fim (Métodos de Pesquisa) (Portuguese Edition)

Pesquisa Qualitativa do Início ao Fim (Métodos de Pesquisa) (Portuguese Edition) Pesquisa Qualitativa do Início ao Fim (Métodos de Pesquisa) (Portuguese Edition) Robert K. Yin Click here if your download doesn"t start automatically Pesquisa Qualitativa do Início ao Fim (Métodos de

Leia mais

Prova Oral de Inglês Duração da Prova: 20 a 25 minutos 2013/2014. 1.º Momento. 4 (A), are you a health-conscious person?

Prova Oral de Inglês Duração da Prova: 20 a 25 minutos 2013/2014. 1.º Momento. 4 (A), are you a health-conscious person? Prova Oral de Inglês Duração da Prova: 20 a 25 minutos 2013/2014 GUIÃO A Disciplina: Inglês, Nível de Continuação 11.º ano Domínio de Referência: O Mundo do Trabalho 1.º Momento Intervenientes e Tempos

Leia mais

UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA. A Reputação e a Responsabilidade Social na BP Portugal: A importância da Comunicação. Por. Ana Margarida Nisa Vintém

UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA. A Reputação e a Responsabilidade Social na BP Portugal: A importância da Comunicação. Por. Ana Margarida Nisa Vintém UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA A Reputação e a Responsabilidade Social na BP Portugal: A importância da Comunicação Relatório de estágio apresentado à Universidade Católica Portuguesa para obtenção do

Leia mais

GERENCIAMENTO DA ROTINA DO TRABALHO DO DIA-A-DIA (EM PORTUGUESE DO BRASIL) BY VICENTE FALCONI

GERENCIAMENTO DA ROTINA DO TRABALHO DO DIA-A-DIA (EM PORTUGUESE DO BRASIL) BY VICENTE FALCONI Read Online and Download Ebook GERENCIAMENTO DA ROTINA DO TRABALHO DO DIA-A-DIA (EM PORTUGUESE DO BRASIL) BY VICENTE FALCONI DOWNLOAD EBOOK : GERENCIAMENTO DA ROTINA DO TRABALHO DO DIA-A- Click link bellow

Leia mais

Pesquisa de Marketing: Uma Orientação Aplicada (Portuguese Edition)

Pesquisa de Marketing: Uma Orientação Aplicada (Portuguese Edition) Pesquisa de Marketing: Uma Orientação Aplicada (Portuguese Edition) Naresh K. Malhotra Click here if your download doesn"t start automatically Pesquisa de Marketing: Uma Orientação Aplicada (Portuguese

Leia mais

Pesquisa Qualitativa do Início ao Fim (Métodos de Pesquisa) (Portuguese Edition)

Pesquisa Qualitativa do Início ao Fim (Métodos de Pesquisa) (Portuguese Edition) Pesquisa Qualitativa do Início ao Fim (Métodos de Pesquisa) (Portuguese Edition) Robert K. Yin Click here if your download doesn"t start automatically Pesquisa Qualitativa do Início ao Fim (Métodos de

Leia mais

CIVILIZAçãO EM TRANSIçãO (OBRAS COMPLETAS DE CARL GUSTAV JUNG) (PORTUGUESE EDITION) BY CARL GUSTAV JUNG

CIVILIZAçãO EM TRANSIçãO (OBRAS COMPLETAS DE CARL GUSTAV JUNG) (PORTUGUESE EDITION) BY CARL GUSTAV JUNG Read Online and Download Ebook CIVILIZAçãO EM TRANSIçãO (OBRAS COMPLETAS DE CARL GUSTAV JUNG) (PORTUGUESE EDITION) BY CARL GUSTAV JUNG DOWNLOAD EBOOK : CIVILIZAçãO EM TRANSIçãO (OBRAS COMPLETAS DE Click

Leia mais

Biscuit - potes (Coleção Artesanato) (Portuguese Edition)

Biscuit - potes (Coleção Artesanato) (Portuguese Edition) Biscuit - potes (Coleção Artesanato) (Portuguese Edition) Regina Panzoldo Click here if your download doesn"t start automatically Biscuit - potes (Coleção Artesanato) (Portuguese Edition) Regina Panzoldo

Leia mais

Cultural Identity of Young Volunteers Differences and understanding Empowering People. Volunteer Profile Questionnaire

Cultural Identity of Young Volunteers Differences and understanding Empowering People. Volunteer Profile Questionnaire Volunteer Profile Questionnaire 1 Índice 1 VOLUNTEER PROFILE QUESTIONNAIRE... 1.1 Country... 1. AGE... 1. GENDER... 1..1 GENDER vs... 1. Qualification... 1..1 QUALIFICATION GREECE VS PORTUGAL... 1. Are

Leia mais

ESCOLA BÁSICA INTEGRADA FIALHO DE ALMEIDA - Cuba 2007-2008

ESCOLA BÁSICA INTEGRADA FIALHO DE ALMEIDA - Cuba 2007-2008 ESCOLA BÁSICA INTEGRADA FIALHO DE ALMEIDA - Cuba 2007-2008 PLANIFICAÇÃO A LONGO PRAZO Disciplina: INGLÊS Docente: LÍGIA MEDEIROS Turmas: 8º A, B, C Manual: STEP AHEAD (PEARSON-LONGMAN) COMPETÊNCIAS LÉXICO

Leia mais

Rafael Jessen Werneck de Almeida Martins. Recomendação de pessoas em redes sociais com base em conexões entre usuários

Rafael Jessen Werneck de Almeida Martins. Recomendação de pessoas em redes sociais com base em conexões entre usuários Rafael Jessen Werneck de Almeida Martins Recomendação de pessoas em redes sociais com base em conexões entre usuários Dissertação de Mestrado Dissertação apresentada como requisito parcial para a obtenção

Leia mais

André Anjos Direção Geral da Qualificação dos Trabalhadores em Funções Públicas

André Anjos Direção Geral da Qualificação dos Trabalhadores em Funções Públicas Jogos Digitais Direção Geral da Qualificação dos Trabalhadores em Funções Públicas Introdução Um jogo digital é um termo genérico que se refere a jogos eletrónicos desenhados para serem jogados num computador,

Leia mais

JOGO SÉRIO COLABORATIVO PARA O ENSINO DA PROGRAMAÇÃO A CRIANÇAS

JOGO SÉRIO COLABORATIVO PARA O ENSINO DA PROGRAMAÇÃO A CRIANÇAS JOGO SÉRIO COLABORATIVO PARA O ENSINO DA PROGRAMAÇÃO A CRIANÇAS Admilo Ribeiro, António Coelho, Ademar Aguiar Departamento de Engenharia Informática Faculdade de Engenharia, Universidade do Porto admilo.ribeiro@fe.up.pt;

Leia mais

A ENTREVISTA COMPREENSIVA: UM GUIA PARA PESQUISA DE CAMPO (PORTUGUESE EDITION) BY JEAN-CLAUDE KAUFMANN

A ENTREVISTA COMPREENSIVA: UM GUIA PARA PESQUISA DE CAMPO (PORTUGUESE EDITION) BY JEAN-CLAUDE KAUFMANN Read Online and Download Ebook A ENTREVISTA COMPREENSIVA: UM GUIA PARA PESQUISA DE CAMPO (PORTUGUESE EDITION) BY JEAN-CLAUDE KAUFMANN DOWNLOAD EBOOK : A ENTREVISTA COMPREENSIVA: UM GUIA PARA CLAUDE KAUFMANN

Leia mais

CARLA ALEXANDRA SEVES DE ANDRADE CANOTILHO

CARLA ALEXANDRA SEVES DE ANDRADE CANOTILHO Escola Superior de Tecnologia e Gestão Instituto Politécnico da Guarda R E L AT Ó R I O D E AT I V I D A D E P R O F I S S I O N A L N A J. V A R G A S - G A B I N E T E T É C N I C O D E G E S T Ã O E

Leia mais

Receitas na Pressão - Vol. 01: 50 Receitas para Panela de Pressão Elétrica (Portuguese Edition)

Receitas na Pressão - Vol. 01: 50 Receitas para Panela de Pressão Elétrica (Portuguese Edition) Receitas na Pressão - Vol. 01: 50 Receitas para Panela de Pressão Elétrica (Portuguese Edition) Click here if your download doesn"t start automatically Receitas na Pressão - Vol. 01: 50 Receitas para Panela

Leia mais

Você sabe fazer perguntas em Inglês? Em primeiro lugar observe as frases abaixo: Afirmativo: Ele é estudante Interrogativo: Ele é estudante?

Você sabe fazer perguntas em Inglês? Em primeiro lugar observe as frases abaixo: Afirmativo: Ele é estudante Interrogativo: Ele é estudante? Do you know how to ask questions in English? Você sabe fazer perguntas em Inglês? Em primeiro lugar observe as frases abaixo: Afirmativo: Ele é estudante Interrogativo: Ele é estudante? Note que tanto

Leia mais

Responsabilidade Social no Ensino em Administração: um estudo exploratório sobre a visão dos estudantes de graduação

Responsabilidade Social no Ensino em Administração: um estudo exploratório sobre a visão dos estudantes de graduação Renata Céli Moreira da Silva Responsabilidade Social no Ensino em Administração: um estudo exploratório sobre a visão dos estudantes de graduação Dissertação de Mestrado Dissertação apresentada ao Programa

Leia mais

GERENCIAMENTO PELAS DIRETRIZES (PORTUGUESE EDITION) BY VICENTE FALCONI

GERENCIAMENTO PELAS DIRETRIZES (PORTUGUESE EDITION) BY VICENTE FALCONI Read Online and Download Ebook GERENCIAMENTO PELAS DIRETRIZES (PORTUGUESE EDITION) BY VICENTE FALCONI DOWNLOAD EBOOK : GERENCIAMENTO PELAS DIRETRIZES (PORTUGUESE Click link bellow and free register to

Leia mais

Desafio 3. Como desenvolver sistemas inovadores a partir do conceito de social?

Desafio 3. Como desenvolver sistemas inovadores a partir do conceito de social? Desafio 3 Como desenvolver sistemas inovadores a partir do conceito de social? CONCEITO SOCIAL Tendência Social Social Everything Social BPM Social CRM Social Computing Social TV Social Media Social ITSM

Leia mais

EMPREENDEDORISMO JOVEM EM CABO VERDE: necessidades e oportunidades

EMPREENDEDORISMO JOVEM EM CABO VERDE: necessidades e oportunidades Ana Teresa Dias Valente Marline Morais Conceição Vieira de Carvalho Ana Teresa Dias Valente Morais EMPREENDEDORISMO JOVEM EM CABO VERDE: necessidades e oportunidades Dissertação de Mestrado em Intervenção

Leia mais

A Institucionalização da Pessoa Idosa

A Institucionalização da Pessoa Idosa UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR Ciências Sociais e Humanas A Institucionalização da Pessoa Idosa Ana Paula Leite Pereira de Carvalho Dissertação para obtenção do Grau de Mestre em Empreendedorismo e Serviço

Leia mais

Visitor, is this is very important contact with you. WATH DO WE HERE?

Visitor, is this is very important contact with you. WATH DO WE HERE? Visitor, is this is very important contact with you. I m Gilberto Martins Loureiro, Piraí s Senior Age Council President, Rio de Janeiro State, Brazil. Our city have 26.600 habitants we have 3.458 senior

Leia mais

Biscuit - potes (Coleção Artesanato) (Portuguese Edition)

Biscuit - potes (Coleção Artesanato) (Portuguese Edition) Biscuit - potes (Coleção Artesanato) (Portuguese Edition) Regina Panzoldo Click here if your download doesn"t start automatically Biscuit - potes (Coleção Artesanato) (Portuguese Edition) Regina Panzoldo

Leia mais

O sistema único de assistência social no Brasil: uma realidade em movimento (Portuguese Edition)

O sistema único de assistência social no Brasil: uma realidade em movimento (Portuguese Edition) O sistema único de assistência social no Brasil: uma realidade em movimento (Portuguese Edition) Click here if your download doesn"t start automatically O sistema único de assistência social no Brasil:

Leia mais

Aqui pode escolher o Sistema operativo, e o software. Para falar, faça download do Cliente 2.

Aqui pode escolher o Sistema operativo, e o software. Para falar, faça download do Cliente 2. TeamSpeak PORTUGUES ENGLISH Tutorial de registo num servidor de TeamSpeak Registration tutorial for a TeamSpeak server Feito por [WB ].::B*A*C*O::. membro de [WB ] War*Brothers - Non Dvcor Dvco Made by:

Leia mais

Remuneração, Benefícios e Relações de Trabalho: Como Reter Talentos na Organização (Série Recursos Humanos) (Portuguese Edition)

Remuneração, Benefícios e Relações de Trabalho: Como Reter Talentos na Organização (Série Recursos Humanos) (Portuguese Edition) Remuneração, Benefícios e Relações de Trabalho: Como Reter Talentos na Organização (Série Recursos Humanos) (Portuguese Edition) Idalberto Chiavenato Click here if your download doesn"t start automatically

Leia mais

What is Bullying? Bullying is the intimidation or mistreating of weaker people. This definition includes three important components:1.

What is Bullying? Bullying is the intimidation or mistreating of weaker people. This definition includes three important components:1. weaker people. This definition includes three important components:1. Bullying is aggressive behavior that involves unwanted, negative actions. 2. Bullying involves a pattern of behavior repeated over

Leia mais

A necessidade da oração (Escola da Oração) (Portuguese Edition)

A necessidade da oração (Escola da Oração) (Portuguese Edition) A necessidade da oração (Escola da Oração) (Portuguese Edition) Click here if your download doesn"t start automatically A necessidade da oração (Escola da Oração) (Portuguese Edition) A necessidade da

Leia mais

Inglês. Guião. Teste Intermédio de Inglês. Parte IV Interação oral em pares. Teste Intermédio

Inglês. Guião. Teste Intermédio de Inglês. Parte IV Interação oral em pares. Teste Intermédio Teste Intermédio de Inglês Parte IV Interação oral em pares Teste Intermédio Inglês Guião Duração do Teste: 10 a 15 minutos De 25.02.2013 a 10.04.2013 9.º Ano de Escolaridade D TI de Inglês Página 1/ 7

Leia mais

TEMAS ABORDADOS NA EDUCAÇÃO FÍSICA PARA O ENSINO MÉDIO

TEMAS ABORDADOS NA EDUCAÇÃO FÍSICA PARA O ENSINO MÉDIO TEMAS ABORDADOS NA EDUCAÇÃO FÍSICA PARA O ENSINO MÉDIO (BOARDED SUBJECTS IN THE PHYSICAL EDUCATION FOR HIGH SCHOOL) Andreia Cristina Metzner 1 ; Juliana da Silva 2 1 Bebedouro SP acmetzner@hotmail.com

Leia mais

Tese / Thesis Work Análise de desempenho de sistemas distribuídos de grande porte na plataforma Java

Tese / Thesis Work Análise de desempenho de sistemas distribuídos de grande porte na plataforma Java Licenciatura em Engenharia Informática Degree in Computer Science Engineering Análise de desempenho de sistemas distribuídos de grande porte na plataforma Java Performance analysis of large distributed

Leia mais

Assimilação natural x Estudo formal

Assimilação natural x Estudo formal Escolhemos adaptar este texto para inaugurar o novo site do CEI porque ele apresenta duas abordagens do aprendizado de idiomas como sendo propostas contrastantes. No entanto, acreditamos que o ensino na

Leia mais

Guia para Formacao de Analistas de Processos: Gestão Por Processos de Forma Simples (Portuguese Edition)

Guia para Formacao de Analistas de Processos: Gestão Por Processos de Forma Simples (Portuguese Edition) Guia para Formacao de Analistas de Processos: Gestão Por Processos de Forma Simples (Portuguese Edition) Mr. Gart Capote Click here if your download doesn"t start automatically Guia para Formacao de Analistas

Leia mais

Interacção Homem-Máquina Interfaces Tangíveis e Realidade Aumentada

Interacção Homem-Máquina Interfaces Tangíveis e Realidade Aumentada Interacção Homem-Máquina Interfaces Tangíveis e Realidade Aumentada Pedro Campos dme.uma.pt/pcampos pcampos@uma.pt Novos paradigmas de interacção Pervasive computing Wearable computing Tangible user interfaces

Leia mais

MySQL: Comece com o principal banco de dados open source do mercado (Portuguese Edition)

MySQL: Comece com o principal banco de dados open source do mercado (Portuguese Edition) MySQL: Comece com o principal banco de dados open source do mercado (Portuguese Edition) Click here if your download doesn"t start automatically MySQL: Comece com o principal banco de dados open source

Leia mais

Introdução A Delphi Com Banco De Dados Firebird (Portuguese Edition)

Introdução A Delphi Com Banco De Dados Firebird (Portuguese Edition) Introdução A Delphi Com Banco De Dados Firebird (Portuguese Edition) Ricardo De Moraes / André Luís De Souza Silva Click here if your download doesn"t start automatically Introdução A Delphi Com Banco

Leia mais

PL/SQL: Domine a linguagem do banco de dados Oracle (Portuguese Edition)

PL/SQL: Domine a linguagem do banco de dados Oracle (Portuguese Edition) PL/SQL: Domine a linguagem do banco de dados Oracle (Portuguese Edition) Eduardo Gonçalves Click here if your download doesn"t start automatically PL/SQL: Domine a linguagem do banco de dados Oracle (Portuguese

Leia mais

Um olhar que cura: Terapia das doenças espirituais (Portuguese Edition)

Um olhar que cura: Terapia das doenças espirituais (Portuguese Edition) Um olhar que cura: Terapia das doenças espirituais (Portuguese Edition) Padre Paulo Ricardo Click here if your download doesn"t start automatically Um olhar que cura: Terapia das doenças espirituais (Portuguese

Leia mais

Apoiando interações a distância: Um estudo sobre interações e uso da midia ao longo do tempo

Apoiando interações a distância: Um estudo sobre interações e uso da midia ao longo do tempo Apoiando interações a distância: Um estudo sobre interações e uso da midia ao longo do tempo Caroline Haythornthwaite Graduate School of Library and Information Science University of Illinois at Urbana-Champaign

Leia mais

BR-EMS MORTALITY AND SUVIVORSHIP LIFE TABLES BRAZILIAN LIFE INSURANCE AND PENSIONS MARKET

BR-EMS MORTALITY AND SUVIVORSHIP LIFE TABLES BRAZILIAN LIFE INSURANCE AND PENSIONS MARKET BR-EMS MORTALITY AND SUVIVORSHIP LIFE TABLES BRAZILIAN LIFE INSURANCE AND PENSIONS MARKET 2015 1 e-mail:mario@labma.ufrj.br Tables BR-EMS, mortality experience of the Brazilian Insurance Market, were constructed,

Leia mais

PROVA COMENTADA E RESOLVIDA PELOS PROFESSORES DO CURSO POSITIVO

PROVA COMENTADA E RESOLVIDA PELOS PROFESSORES DO CURSO POSITIVO COMENTÁRIO GERAL DOS PROFESSORES DO CURSO POSITIVO Uma prova, para avaliar tantos candidatos deve ser sempre bem dosada como foi a deste ano. Houve tanto questões de interpretação (6) como de gramática

Leia mais

As Novas Formas de Financiamento da Economia

As Novas Formas de Financiamento da Economia As Novas Formas de Financiamento da Economia Francisco Fonseca Vice-Presidente ANJE 2º CONGRESSO DAS EMPRESAS E DAS ACTIVIDADES ECONÓMICAS - LISBOA O que são? Formas alternativas de financiamento incluem

Leia mais

WORKING CHILDREN. a) How many children in Britain have part-time jobs?. b) What do many Asian children do to make money in Britain?.

WORKING CHILDREN. a) How many children in Britain have part-time jobs?. b) What do many Asian children do to make money in Britain?. Part A I. TEXT. WORKING CHILDREN Over a million school children in Britain have part-time Jobs. The number is growing, too. More and more teenagers are working before school, after school or on weekends.

Leia mais

Gestão da comunicação - Epistemologia e pesquisa teórica (Portuguese Edition)

Gestão da comunicação - Epistemologia e pesquisa teórica (Portuguese Edition) Gestão da comunicação - Epistemologia e pesquisa teórica (Portuguese Edition) Maria Cristina Castilho Costa, Maria Aparecida Baccega Click here if your download doesn"t start automatically Download and

Leia mais

Dedico este trabalho às minhas filhas à minha esposa pelo apoio em todos os projetos. iii

Dedico este trabalho às minhas filhas à minha esposa pelo apoio em todos os projetos. iii Dedico este trabalho às minhas filhas à minha esposa pelo apoio em todos os projetos. iii Agradecimentos Um trabalho destes só é possível com a colaboração, participação e esforço conjugado de um elevado

Leia mais

e-lab: a didactic interactive experiment An approach to the Boyle-Mariotte law

e-lab: a didactic interactive experiment An approach to the Boyle-Mariotte law Sérgio Leal a,b, João Paulo Leal a,c Horácio Fernandes d a Departamento de Química e Bioquímica, FCUL, Lisboa, Portugal b Escola Secundária com 3.º ciclo Padre António Vieira, Lisboa, Portugal c Unidade

Leia mais

Planejamento, Recrutamento e Seleção de Pessoal: Como Agregar Talentos à Empresa (Série Recursos Humanos) (Portuguese Edition)

Planejamento, Recrutamento e Seleção de Pessoal: Como Agregar Talentos à Empresa (Série Recursos Humanos) (Portuguese Edition) Planejamento, Recrutamento e Seleção de Pessoal: Como Agregar Talentos à Empresa (Série Recursos Humanos) (Portuguese Edition) Idalberto Chiavenato Click here if your download doesn"t start automatically

Leia mais

Minhas lembranças de Leminski (Portuguese Edition)

Minhas lembranças de Leminski (Portuguese Edition) Minhas lembranças de Leminski (Portuguese Edition) Domingos Pellegrini Click here if your download doesn"t start automatically Minhas lembranças de Leminski (Portuguese Edition) Domingos Pellegrini Minhas

Leia mais

Prova de Seleção Mestrado LINGUA INGLESA 15/02/2016

Prova de Seleção Mestrado LINGUA INGLESA 15/02/2016 Prova de Seleção Mestrado LINGUA INGLESA 15/02/2016 Instruções aos candidatos: (1) Preencher somente o número de inscrição em todas as folhas. (2) Usar caneta preta ou azul. 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12

Leia mais

BIBLIOGRAFIA. Faupel, A. & Sharp, P. (2003). Promoting emotional literacy. Guidelines for schools, local authorities and

BIBLIOGRAFIA. Faupel, A. & Sharp, P. (2003). Promoting emotional literacy. Guidelines for schools, local authorities and RESUMO EXPANDIDO Pode definir-se Literacia Emocional como a capacidade para reconhecer, compreender, expressar e gerir estados emocionais, do próprio e de outras pessoas, existindo associações entre esta

Leia mais

A Vivência do Evangelho Segundo o Espiritismo (Portuguese Edition)

A Vivência do Evangelho Segundo o Espiritismo (Portuguese Edition) A Vivência do Evangelho Segundo o Espiritismo (Portuguese Edition) Edison de Oliveira Click here if your download doesn"t start automatically A Vivência do Evangelho Segundo o Espiritismo (Portuguese Edition)

Leia mais

As 100 melhores piadas de todos os tempos (Portuguese Edition)

As 100 melhores piadas de todos os tempos (Portuguese Edition) As 100 melhores piadas de todos os tempos (Portuguese Edition) Click here if your download doesn"t start automatically As 100 melhores piadas de todos os tempos (Portuguese Edition) As 100 melhores piadas

Leia mais

Os 7 Hábitos das Pessoas Altamente Eficazes (Portuguese Edition)

Os 7 Hábitos das Pessoas Altamente Eficazes (Portuguese Edition) Os 7 Hábitos das Pessoas Altamente Eficazes (Portuguese Edition) Click here if your download doesn"t start automatically Os 7 Hábitos das Pessoas Altamente Eficazes (Portuguese Edition) Os 7 Hábitos das

Leia mais

O ÊXODO RURAL E A BUSCA PELA EDUCAÇÃO DENTRO DA EEEFM HONÓRIO FRAGA.

O ÊXODO RURAL E A BUSCA PELA EDUCAÇÃO DENTRO DA EEEFM HONÓRIO FRAGA. O ÊXODO RURAL E A BUSCA PELA EDUCAÇÃO DENTRO DA EEEFM HONÓRIO FRAGA. TORREZANI, Samuel Paulo 1 PAZINATO, Mateus Francisco 2 TRINDADE, Flavio Hubner 3 NEVES, Bianca Pereira das 4 RESUMO: O presente trabalho

Leia mais

Institutional Skills. Sessão informativa INSTITUTIONAL SKILLS. Passo a passo. www.britishcouncil.org.br

Institutional Skills. Sessão informativa INSTITUTIONAL SKILLS. Passo a passo. www.britishcouncil.org.br Institutional Skills Sessão informativa INSTITUTIONAL SKILLS Passo a passo 2 2 British Council e Newton Fund O British Council é a organização internacional do Reino Unido para relações culturais e oportunidades

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE EDUCAÇÃO JOÃO FÁBIO PORTO. Diálogo e interatividade em videoaulas de matemática

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE EDUCAÇÃO JOÃO FÁBIO PORTO. Diálogo e interatividade em videoaulas de matemática UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE EDUCAÇÃO JOÃO FÁBIO PORTO Diálogo e interatividade em videoaulas de matemática São Paulo 2010 JOÃO FÁBIO PORTO Diálogo e interatividade em videoaulas de matemática

Leia mais

:: COMO ESCOLHER UMA ESCOLA IDIOMAS PDF ::

:: COMO ESCOLHER UMA ESCOLA IDIOMAS PDF :: :: COMO ESCOLHER UMA ESCOLA IDIOMAS PDF :: [Download] COMO ESCOLHER UMA ESCOLA IDIOMAS PDF COMO ESCOLHER UMA ESCOLA IDIOMAS PDF - Are you looking for Como Escolher Uma Escola Idiomas Books? Now, you will

Leia mais

Bíblia do Obreiro - Almeida Revista e Atualizada: Concordância Dicionário Auxílios Cerimônias (Portuguese Edition)

Bíblia do Obreiro - Almeida Revista e Atualizada: Concordância Dicionário Auxílios Cerimônias (Portuguese Edition) Bíblia do Obreiro - Almeida Revista e Atualizada: Concordância Dicionário Auxílios Cerimônias (Portuguese Edition) Sociedade Bíblica do Brasil Click here if your download doesn"t start automatically Bíblia

Leia mais

What do you value most about the coast?

What do you value most about the coast? Guido Maretto What do you value most about the coast? What do you value most about the coast? What do you value most about the coast? Is your priority threatened by someone else s priority? A Difficult

Leia mais

Novos Economistas 2012 Saídas Profissionais em Tempo de Crise. - Carlos Paz Professor Associado ISG -

Novos Economistas 2012 Saídas Profissionais em Tempo de Crise. - Carlos Paz Professor Associado ISG - Novos Economistas 2012 Saídas Profissionais em Tempo de Crise - Carlos Paz Professor Associado ISG - Agenda Introdução O Tempo de Crise Debate sobre saídas profissionais Conclusões 2 Accenture Accenture:

Leia mais

In this lesson we will review essential material that was presented in Story Time Basic

In this lesson we will review essential material that was presented in Story Time Basic Portuguese Lesson 1 Welcome to Lesson 1 of Story Time for Portuguese Story Time is a program designed for students who have already taken high school or college courses or students who have completed other

Leia mais

COMO ESCREVER PARA O ENEM: ROTEIRO PARA UMA REDAçãO NOTA (PORTUGUESE EDITION) BY ARLETE SALVADOR

COMO ESCREVER PARA O ENEM: ROTEIRO PARA UMA REDAçãO NOTA (PORTUGUESE EDITION) BY ARLETE SALVADOR Read Online and Download Ebook COMO ESCREVER PARA O ENEM: ROTEIRO PARA UMA REDAçãO NOTA 1.000 (PORTUGUESE EDITION) BY ARLETE SALVADOR DOWNLOAD EBOOK : COMO ESCREVER PARA O ENEM: ROTEIRO PARA UMA SALVADOR

Leia mais

Editorial Review. Users Review

Editorial Review. Users Review Download and Read Free Online Java SE 8 Programmer I: O guia para sua certificação Oracle Certified Associate (Portuguese Edition) By Guilherme Silveira, Mário Amaral Editorial Review Users Review From

Leia mais

Mitologia - Deuses, Heróis e Lendas (Portuguese Edition)

Mitologia - Deuses, Heróis e Lendas (Portuguese Edition) Mitologia - Deuses, Heróis e Lendas (Portuguese Edition) By Maurício Horta, José Francisco Botelho, Salvador Nogueira Mitologia - Deuses, Heróis e Lendas (Portuguese Edition) By Maurício Horta, José Francisco

Leia mais

User interface evaluation experiences: A brief comparison between usability and communicability testing

User interface evaluation experiences: A brief comparison between usability and communicability testing User interface evaluation experiences: A brief comparison between usability and communicability testing Kern, Bryan; B.S.; The State University of New York at Oswego kern@oswego.edu Tavares, Tatiana; PhD;

Leia mais

Fr A Lógica Da Resolução Das Questões Usando Apenas Multiplicação E Divisão (Portuguese Edition)

Fr A Lógica Da Resolução Das Questões Usando Apenas Multiplicação E Divisão (Portuguese Edition) Fr A Lógica Da Resolução Das Questões Usando Apenas Multiplicação E Divisão (Portuguese Edition) Click here if your download doesn"t start automatically Fr A Lógica Da Resolução Das Questões Usando Apenas

Leia mais

STUDY ABOUT INFLUENCE ON ACADEMIC PERFORMANCE OF STUDENTS USERS OF SOCIAL NETWORKS

STUDY ABOUT INFLUENCE ON ACADEMIC PERFORMANCE OF STUDENTS USERS OF SOCIAL NETWORKS STUDY ABOUT INFLUENCE ON ACADEMIC PERFORMANCE OF STUDENTS USERS OF SOCIAL NETWORKS Elton Rabelo (Instituto de Ensino Superior e Pesquisa INESP, MG, Brasil) - eltonneolandia@yahoo.com.br Thiago Magela Rodrigues

Leia mais