MANUAL DO CANDIDATO VESTIBULAR DE MEDICINA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MANUAL DO CANDIDATO VESTIBULAR DE MEDICINA 2014.1"

Transcrição

1 MANUAL DO CANDIDATO VESTIBULAR DE MEDICINA Mensagem ao Candidato Este Manual sintetiza, clara e objetivamente, os procedimentos fundamentais para o Vestibular. A leitura cuidadosa deste documento certamente permitirá ao futuro aluno melhores condições de convívio no ambiente acadêmico. A Faculdade de Medicina Estácio de Juazeiro do Norte busca a qualidade total. Para isso, seus dirigentes, coordenadores e professores estarão sempre prontos para ouvi-lo, tomando as providências necessárias para garantir o cumprimento de nossos objetivos. Um minucioso trabalho de seleção do nosso Corpo Docente é feito com o objetivo de oferecer todas as oportunidades para que você possa se aperfeiçoar como indivíduo e se transformar em um empreendedor, um profissional capacitado, enfim, um cidadão do século XXI. Em caso de dúvidas, procure a Comissão do Vestibular. Será um prazer atendê-lo. Desde já, desejamos a você um bom Concurso e que, em breve, possamos tê-lo como estudante de nossa Instituição. Boa Sorte! Palavra da Diretora É com grande satisfação que recebo sua inscrição para o Concurso de Vestibular da Faculdade de Medicina Estácio de Juazeiro e apresento o Manual do Candidato, especialmente elaborado para você. Em breve você poderá ser um dos nossos alunos e, portanto, é importante que saiba que enquanto se preparava para os exames, nós nos empenhávamos no aperfeiçoamento de nossa Instituição. Isto porque desejamos que ela lhe proporcione uma formação de qualidade, de modo a ajudá-lo a preparar-se para enfrentar com sucesso, um mercado de trabalho cada vez mais competitivo. Tecnologia avançada, direcionada para um ensino dinâmico, sem perder de vista a importância da reflexão, estará disponível para você a partir de sua matrícula no Curso de Medicina bem como uma gama ampla de atividades extracurriculares. O que queremos é colaborar para que você busque o conhecimento de forma mais eficiente e produtiva, num ambiente descontraído, de convivência agradável, e se integre, desde o início de sua vida acadêmica, à Comunidade Estácio FMJ. Estamos conscientes de nosso compromisso com a contemporaneidade e preparado para acompanhar a velocidade com que o conhecimento é gerado e disseminado nesta nossa era da informação, sem prescindir, no entanto, daquilo que nenhuma instituição de Ensino pode esquecer: a formação qualificada de seus alunos. 1

2 Estaremos continuamente em contato com você, sem medir esforços para auxiliá-lo em sua busca do objetivo de aperfeiçoar-se como indivíduo e como profissional, para o exercício de uma cidadania plena, num país que precisa de você. Seja bem-vindo. Diretora Geral Instituição A Faculdade de Medicina Estácio de Juazeiro do Norte, Ceará, está orientada de acordo com os paradigmas fundamentais inovação, antecipação e excelência. Busca inovar na medida em que dirige todo o planejamento para a utilização de estratégias, processos, controles e avaliações de acordo com os modernos princípios da pedagogia e das organizações modernas. Antecipa-se quando utiliza a análise de futuros alternativos e propõe cursos de extensão, pesquisa e programas diferenciados que serão essenciais para o progresso de nosso Estado e que permitirão aos nossos profissionais competir no mercado de trabalho atual e futuro. Da mesma forma, busca a melhoria da qualidade de vida como força motriz, finalidade precípua da organização. Através de um projeto pedagógico moderno, a Estácio FMJ concebeu um calendário letivo com atividades permanentemente supervisionadas, tais como: estudo em biblioteca, pesquisa na Internet, aulas práticas, visitas técnicas, palestras e seminários, colocando em primeiro plano a excelência dos serviços e satisfação dos alunos. Através desse programa busca aproximar o aluno do mercado de trabalho e da comunidade, assegurando desejável relação teoria-prática além do enriquecimento curricular. INFORMAÇÕES Avenida Tenente Raimundo Rocha, n 515 Cidade Universitária. CEP: Juazeiro do Norte - CE PABX: (55) Fax: (55) Site: 2

3 Curso Medicina Reconhecido - Portaria do MEC nº 1.090, de 26/05/ Conceito MB. Renovado Portaria do MEC nº 1.554, de 20/10/2009. Duração: 12 semestres. Objetivo Geral: O objetivo fundamental do curso de graduação da Faculdade de Medicina Estácio de Juazeiro do Norte é conferir ao graduando, ao final de seu curso, as competências necessárias para atuar como um educador e promotor de saúde, um ardoroso defensor e executor dos mecanismos preventivos e um profissional capaz de reconhecer e tratar as principais nosologias, com ênfase às da região. Desta forma, o médico estará apto a entender o Homem como um todo, vinculado a seu ecossistema, com uma visão global de saúde e a atuar, tanto em relação ao indivíduo, como na sua comunidade. Além das competências, é igualmente necessário desenvolver-lhe valores e atitudes que junto à eficiência técnica, o conduza à transformação humanística tão necessária na profissão médica. Objetivos Secundários: Prepará-lo para eventual pós-graduação (residência médica, mestrado e doutorado), mas obrigatoriamente, para a Educação continuada e permanente, imprescindíveis a uma sistemática atualização de conhecimento, capaz de assegurar a manutenção da competência Profissional. Criar uma mentalidade crítica capaz de enfrentar os desafios já presentes, mas que, certamente, no Terceiro Milênio, se tornarão muito mais freqüentes e prementes. Preparar o aluno para acompanhar o rápido progresso científico que, desde a década de 70, a cada dia, mais rapidamente se vem processando em todos os domínios, com repercussão na área médica. Vale ressaltar que o principal objetivo do curso é a melhoria da saúde da população e consequentemente, de sua qualidade de vida. É a criação de novos serviços e o atendimento de situações especiais que, no momento atual, implicam na busca de centros de referências muitas vezes distantes. 3

4 Calendário Vestibular de Medicina DATA EVENTOS LOCAIS HORARIOS 16/09/2013 INÍCIO DAS INSCRIÇÕES Taxa: R$ 380,00 (trezentos e oitenta reais) Estácio FMJ 8h às 11h e das 14h às 21h 31/10/2013 TÉRMINO DAS INSCRIÇÕES E ÚLTIMO DIA PARA PAGAMENTO DA TAXA DE INSCRIÇÃO 17/11/2013 PROVAS Ver Manual do Candidato PARA TER ACESSO AO LOCAL DE PROVAS O CANDIDATO DEVERÁ APRESENTAR A CONFIRMAÇÃO DE INSCRIÇÃO E DOCUMENTO DE IDENTIDADE ORIGINAL COM FOTO Estácio FMJ* Domingo, 8h20min às 13h20min 28/11/2013 DIVULGAÇÃO DAS NOTAS DAS PROVAS DISCURSIVAS (Redação, Química e Biologia) Estácio FMJ A partir das18h 02 e 03/12/2013 PEDIDO DE REVISÃO DAS PROVAS DISCURSIVAS O candidato deverá fazê-lo à Comissão do Vestibular e pagar a taxa de Revisão (R$ 50,00 - cinquenta reais) por disciplina solicitada 10/12/2013 DIVULGAÇÃO DO RESULTADO FINAL Estácio FMJ Estácio FMJ 8h às 11h e das 14h às 17h A partir das18h 09 e 10/01/2014 MATRÍCULA Estácio FMJ 8h às 11h e das 14h às 17h 13/01/2014 1ª RECLASSIFICAÇÃO Estácio FMJ A partir das12h 14 e 15/01/2014 MATRÍCULA DA 1ª RECLASSIFICAÇÃO Estácio FMJ 8h às 11h e das 14h às 17h Concluída a reclassificação citada acima, caso seja necessário, haverá outras para preencher o número de vagas autorizadas. O candidato será avisado por telefonema, que informará também a data em que deverá comparecer na Faculdade de Medicina Estácio de Juazeiro do Norte, a fim de concretizar a matrícula. 4

5 EDITAL A Faculdade de Medicina Estácio de Juazeiro do Norte faz saber que estarão abertas no período de 16 de setembro a 31 de outubro de 2013 pela Internet, através da homepage e na Faculdade de Medicina do Juazeiro do Norte - Estácio FMJ, situada à Avenida Tenente Raimundo Rocha, n 515 Cidade Universitária, CEP: , Juazeiro do Norte/CE, de segunda a sexta-feira, das 8:00 às 11:00 e das 14:00 às 21:00, as inscrições para o concurso vestibular para o curso de Medicina, reconhecido pela Portaria MEC nº de 26 de maio de 2006, publicada no D.O.U. de 29 de maio de 2006, renovado pela Portaria nº de 20 de outubro de INSCRIÇÕES 1.1 Para se inscrever: acessar O candidato deverá seguir rigorosamente as instruções que estão no site. Procedimentos a serem adotados: a) Acessar o Manual do Candidato para ter ciência das normas que regulam o Concurso; b) Preencher os dados cadastrais no formulário específico constante na página; c) No ato da inscrição, o candidato deverá optar pela língua estrangeira em que será examinado (Espanhol ou Inglês); d) Imprimir boleto bancário (observar sempre a data de vencimento). Aos candidatos que comprovadamente, através de Histórico Escolar, fizeram toda a vida acadêmica (Ensino Fundamental e Médio) no Sistema Público Municipal e Estadual, a taxa de inscrição será de cinco quilos de alimentos não perecíveis, que deverão ser entregues no ato da inscrição, na sede da Faculdade de Medicina Estácio de Juazeiro do Norte. ATENÇÃO: A inscrição destes candidatos obrigatoriamente deverá ser finalizada na sede da Estácio FMJ. Para os demais candidatos não há isenção ou desconto na taxa de inscrição IMPORTANTE: O candidato se aprovado e classificado, deverá comprovar, no ato da matrícula, a conclusão do Ensino Médio (ou equivalente) 1.2 O preenchimento da ficha de inscrição será de inteira responsabilidade do candidato, bem como a conferência dos dados constantes no comprovante de inscrição. Pede-se especial atenção quanto ao preenchimento do endereço, do telefone e , para que seja possível, se necessário, um futuro contato entre a Comissão do Vestibular e o candidato. 1.3 O candidato somente poderá fazer as provas no local determinado no comprovante de inscrição, ou em local determinado previamente pela Estácio FMJ. 1.4 O candidato inscrito não terá direito, em hipótese alguma, à devolução da taxa de inscrição do Concurso Vestibular. 1.5 A exigência da apresentação do documento de conclusão do Ensino Médio ou equivalente será feita no ato da matrícula, de acordo com o Parecer nº. CP 98/99 do Conselho Nacional de Educação, homologado pelo Ministro de Estado da Educação, publicado no D.O.U. de 29/7/99 com a Portaria Ministerial nº 391, D.O.U. de 7/2/2002, com retificação publicada em 13/2/

6 2 PROVAS 2.1 O concurso Vestibular para o Curso de Medicina realizar-se-á no dia 17 de novembro de 2013, das 8:20 às 13:20, na Faculdade de Medicina Estácio de Juazeiro do Norte, de acordo com o seguinte quadro: 2.2 QUADRO DE QUESTÕES DIA DA PROVA DISCIPLINA TIPO DE QUESTÃO 17/11/2013 Domingo Das 08:20 às 13:20 (horário da cidade de Fortaleza) OBS: Abertura dos portões as 7:00 e fechamento as 8:00 O candidato terá cinco horas para a resolução da prova. Deverá, portanto, distribuir bem o seu tempo e não esquecer de que neste período precisará resolver as questões objetivas (não deixando de preencher o cartão-resposta), redigir a Redação em folha própria, e resolver as questões discursivas em folhas próprias. O candidato fará uma Redação (com peso 2) cujo tema, proposto pela Comissão do Vestibular, deverá ser redigido em forma dissertativa (mínimo: 20 linhas e máximo: 30 linhas). A folha de redação não deverá conter assinatura ou rubrica do candidato. Em atendimento ao que determina a Portaria Ministerial nº. 391, 2º de 7/2/2002, a Comissão do Vestibular estabeleceu 4,0 (quatro) como nota mínima na prova de Redação, sendo eliminado o candidato que não atingir esta nota. 2.3 As questões serão elaboradas com base nos conteúdos dos programas do Ensino Médio, relacionados neste Manual. 2.4 Não será admitida 2ª chamada para faltosos. Nº DE QUESTÕES Redação Discursiva 1 10 Língua Portuguesa Objetiva 8 8 Espanhol ou Inglês Objetiva 8 8 Matemática Objetiva 4 4 Física Objetiva 4 4 Biologia Objetiva 4 4 Química Objetiva 4 4 Cultura Geral (História e Geografia) 2.5 Os portões serão abertos as 07:00 e fechado pontualmente as 08:00. NOTA BRUTA Objetiva 4 4 Biologia Discursiva Discursiva 2 10 Química Discursiva Discursiva O candidato deverá apresentar-se no local da prova com uma hora de antecedência, munido da confirmação de inscrição e documento de identidade ORIGINAL COM FOTO (serão considerados documentos oficiais de identidade as carteiras ou cédulas de identidade expedidas pelos Comandos Militares, pelas Secretarias de Segurança Pública, pelas Polícias Militares, pelos Corpos de Bombeiros Militares e pelos órgãos fiscalizadores de exercício profissional (Ordens, Conselhos, etc.); Passaporte; Carteira Nacional de Habilitação (somente o modelo novo, com foto e dentro do prazo de validade); Carteira de Trabalho e Previdência Social) e de caneta esferográfica azul ou preta. Não serão aceitos, por serem considerados documentos destinados a outros fins, protocolos, Certidão de Nascimento, Certidão de Casamento, Título Eleitoral, Carteira Nacional de Habilitação (em modelo anterior à Lei nº 9.503/97), Carteira de Estudante, crachás e identidade funcional de natureza privada. Da mesma forma, cédula de identidade e passaportes que não permitam a conferência da assinatura ou a identificação fotográfica do candidato (por exemplo, as emitidas na infância) ou estiverem fora do prazo de validade. 2.7 Ao entrar na sala, cada candidato receberá o caderno de questões, uma Folha de Redação na qual deverá redigir sua Redação, caderno de respostas no qual deverá desenvolver as questões 6

7 discursivas e um Cartão-Resposta, para questões objetivas, que comporta até 100 questões. O candidato só poderá preencher o cartão até o limite de questões objetivas de sua prova. Em caso de preenchimento indevido, o candidato será eliminado do concurso. 2.8 Problemas no caderno de questões, sejam de impressão ou de elaboração (dúvidas), devem ser comunicados ao fiscal. Contudo o candidato não deverá aguardar resposta imediata. Assim que houver decisão da Banca, o fiscal informará a todos os candidatos. 2.9 Em hipótese alguma haverá substituição das Folhas de Resposta das questões de Biologia Discursiva e Química Discursiva ou do Cartão-Resposta (questões objetivas) ou Folha de Redação para candidatos que cometerem erro ou rasuras durante a prova O candidato somente poderá devolver material recebido aos fiscais de sala decorridos, no mínimo, 1:30 (uma hora e trinta minutos) do início da prova Em cada sala, os três últimos candidatos só poderão sair juntos Após finalização da prova antes de deixar a sala de provas o candidato terá a digital coletada no cartão de confirmação da inscrição Por motivo de segurança os candidatos não poderão levar o caderno de questões, a qualquer momento O candidato poderá copiar as respostas das questões objetivas no formulário próprio que será disponibilizado pela Instituição. 3 CAUSAS DE ELIMINAÇÃO DE CANDIDATOS DO CONCURSO 3.1 Será eliminado do concurso o candidato que obtiver zero em qualquer uma das disciplinas discursivas ou nas questões objetivas ou nota inferior a 4,0 (quatro) na prova de Redação. 3.2 Será eliminado o candidato que faltar a prova ou chegar após o início da mesma. 3.3 Será eliminado o candidato que entrar e/ou permanecer no local de prova portando telefone celular ou qualquer outro equipamento eletrônico, bem como, bolsas, malas ou quaisquer outros pertences que não a identidade civil, caneta esferográfica de corpo transparente e garrafa transparente para liquido. 4 REVISÃO DE PROVAS 4.1 No caso de interesse do candidato, poderá haver pedido de revisão das notas referentes à Redação e às questões discursivas (Biologia e Química). IMPORTANTE: Antes da divulgação do resultado, todas as provas poderão ser revistas pela Banca, independentemente de pedido do candidato. 4.2 Pedido de Revisão das Provas Discursivas: 02 e 03 de dezembro de 2013, das 8:00 às 11:00 e das 14:00 às 17:00 na Estácio FMJ Atenção: O solicitante deverá pagar a taxa de R$ 50,00 (cinquenta reais) por disciplina (Redação, Biologia e Química) solicitada. A nota da prova, após a revisão, poderá ser mantida, aumentada ou diminuída. Se a nota for alterada, a taxa de revisão será devolvida. 4.3 Não será considerada qualquer solicitação de revisão de prova feita fora do prazo estabelecido no item A nota da prova, após revisão, poderá ser mantida, aumentada ou diminuída. Se for alterada, a taxa será devolvida. 7

8 4.5 Após a revisão, as notas atribuídas pelos coordenadores das bancas serão as notas definitivas. 4.6 É vedado ao candidato entrevistar-se com professores da Banca. 4.7 O candidato não terá direito à vista de prova. 5 APROVAÇÃO E CLASSIFICAÇÃO 5.1 As vagas para o 1º semestre/2014 serão preenchidas de acordo com a pontuação alcançada. 5.2 Para a classificação, a nota bruta obtida pelo Candidato será transformada em nota padronizada. Para isso, será utilizada a seguinte fórmula: Np = Nb - M x D Onde: Np = nota padronizada do candidato Nb = nota bruta do candidato M = média aritmética das notas D = desvio padrão 5.3 Para cada candidato serão calculadas notas padronizadas por disciplina As notas padronizadas serão arredondadas, sendo apresentadas sem parte decimal Deve-se considerar a nota bruta do candidato nas questões objetivas a quantidade de acertos em cada prova, considerando-se que cada questão corresponde a 1 (um) ponto. 5.4 As questões discursivas terão uma nota que será a soma das notas padronizadas de Biologia Discursiva e Química Discursiva, com peso 3 (três) Nota das questões discursivas: = 3 x (Nota padronizada de Química Discursiva + Nota padronizada de Biologia Discursiva). 5.5 Nota Final - A nota final será o somatório das notas padronizadas das questões objetivas (peso 1), da Redação (peso 2) e das questões discursivas (peso 3). Estarão classificados aqueles que obtiverem as maiores notas finais Em caso de notas finais coincidentes, o desempate será feito levando-se em conta, sucessivamente: a maior nota nas questões discursivas, a maior nota de redação e a maior nota nas questões objetivas, persistindo o empate, terá preferência o candidato com mais idade Os candidatos não classificados (mas não reprovados ou eliminados) estarão aguardando futuras reclassificações, caso ocorra sobra de vaga. 5.6 Concluída a reclassificação (item 7), caso seja necessário, haverá outra para preencher o número de vagas autorizadas. O candidato será comunicado por telefonema pela Estácio FMJ, que informará também a data em que deverá comparecer ao Campus Estácio FMJ, a fim de concretizar a matrícula. 5.7 ATENÇÃO: Endereços e telefones devem ser mantidos sempre atualizados para que a Comissão do Vestibular entre em contato se necessário. 6 MATRÍCULAS 6.1 Divulgação do resultado final: 10 de dezembro de 2013 a partir das 18:00, por meio de listagem a ser afixada em quadro de avisos do Campus Estácio FMJ e/ou pela Internet através do site Não haverá convocação individual (por telefone, carta, telegrama ou 8

9 ) para a matrícula dos classificados, para a 1ª reclassificação. Os candidatos deverão obter tais informações pelos meios de divulgação citados no Calendário do Concurso. 6.2 O candidato classificado para o 1º semestre de 2014 deverá comparecer ao Campus Estácio FMJ nos dias 09 e 10 de janeiro de 2014 para efetuar a matrícula (conforme itens 6.3 e 6.4). 6.3 Na ocasião da matrícula, o candidato deverá apresentar a seguinte documentação: a. 2 (duas) fotocópias da Certidão de Nascimento ou Casamento (deverá tirar fotocópia colorida, no caso de possuir tarja verde/amarela); b. 1 (uma) fotocópia do CPF (Cadastro de Pessoa Física); c. 1 (uma) fotocópia do Título de Eleitor; d. 2 (duas) fotos 3x4 recentes e. Comprovante de quitação Eleitoral; f. Comprovante de residência; g. 1 (uma) fotocópia do Certificado de Reservista (sexo masculino); h. 2 (duas) fotocópias da Carteira de Identidade; i. 2 (duas) fotocópias do Certificado de Conclusão do Ensino Médio ou Diploma (curso técnico), devendo apresentar o original; j. 2 (duas) fotocópias do Histórico Escolar do Ensino Médio, devendo apresentar o original; k. Contrato de prestação de serviços educacionais fornecido pela Instituição, assinado pelo responsável ou pelo aluno, com no mínimo 18 anos completos; l. Fotocópia do comprovante de pagamento da matrícula; m. Coleta de digital no cartão de confirmação da inscrição no concurso apresentado no dia da prova. Os candidatos que ainda não concluíram o Ensino Médio deverão entregar no ato da matrícula, declaração original atualizada que está cursando 3º ano (a declaração tem validade de 30 dias após a data de expedição) caso contrário sua matrícula não terá validade. O Contratante menor de 18 anos de idade fica obrigado a ter assistência de seu pai/mãe ou representante legal (Munido de Procuração Pública) na assinatura do contrato. O responsável financeiro deverá entregar 01 (uma) cópia da Carteira de Identidade e 01 (uma) cópia do CPF. Importante: Trazer original dos documentos. Todas as cópias deverão estar legíveis. Observações: Nos certificados ou diplomas dos candidatos classificados que concluíram o Ensino Médio a partir de 1985 (inclusive) deverá constar, no verso, carimbo com data de publicação no Diário Oficial Para os que concluíram o Ensino Médio em outro país, exigir-se-á, para matrícula, a equivalência declarada pelo Conselho Estadual de Educação competente, aceitando-se protocolo Os portadores de Diploma de Nível Superior devidamente registrado ficarão isentos da apresentação do Certificado e Histórico Escolar do Ensino Médio, que serão substituídos por duas cópias do respectivo diploma (apresentar o original) Histórico Escolar do Ensino Superior, com o vestibular discriminado A exigência da apresentação da prova de conclusão do Ensino Médio ou equivalente será feita no ato da matrícula, de acordo com o Parecer nº. CP 98/99, do Conselho Nacional de Educação, homologado pelo Ministro de Estado da Educação publicado no DOU, de 29/7/99, e com Portaria Ministerial nº. 391, publicada no D.O.U. de 7/2/2002, com retificação publicada em 13/2/ Perderá o direito à matrícula o Candidato classificado que não comparecer ao local no dia e horário previstos para sua realização, não cumprir o estabelecido neste Manual ou no Edital e/ou 9

10 não apresentar documentação exigida. Em decorrência disso, não terá qualquer eficácia sua classificação no Concurso Vestibular. 6.5 No ato da matrícula, deverá ser firmado pelo responsável ou pelo aluno, com no mínimo 18 anos completos, o Contrato de Prestação de Serviços Educacionais, conforme legislação vigente. 6.6 A matrícula poderá ser feita pelo candidato, por seu responsável ou, ainda, por seu representante legal, que deverá estar munido de procuração (instrumento particular) registrada em cartório. 6.7 O candidato classificado que cursa ou cursou outras instituições de ensino superior deverá apresentar no ato da matrícula objetivando isenção de disciplinas. a. Histórico Escolar completo. b. Programas das disciplinas cursadas. c. Comprovante de reconhecimento ou autorização de funcionamento do curso. 6.8 A matrícula é renovada semestralmente em datas e prazos fixados no Calendário Acadêmico. 6.9 Os atos de matrícula inicial ou de confirmação de continuidade de estudo (rematrícula) estabelecem entre a Instituição e o aluno um vínculo contratual, de natureza bilateral, gerando direitos e deveres entre as partes e a aceitação, pelo matriculado, das disposições contidas neste Manual, no Regimento da Faculdade de Medicina Estácio de Juazeiro do Norte e na legislação em vigor. 7 RECLASSIFICAÇÃO 7.1 As reclassificações dar-se-ão por ordem decrescente da pontuação obtida no resultado final pelos candidatos aprovados não classificados entre as vagas A chamada da 1ª reclassificação será divulgada no site e na Faculdade de Medicina Estácio de Juazeiro, no dia 13 de janeiro de 2014, com matrícula nos dias 14 e 15 de janeiro de 2014 obedecendo aos horários de atendimento da unidade Estácio FMJ, das 8:00 às 11:00 e das 14:00 às 17:00. Atenção: O candidato deverá inteirar-se da listagem da 1ª reclassificação pelo site e na Faculdade de Medicina Estácio de Juazeiro do Norte. Nesta fase, os candidatos reclassificados não serão informados por telefonema. Importante: O não-comparecimento nos dias e horários acima implicará na perda da vaga. 7.3 As vagas remanescentes, após a divulgação da reclassificação, serão preenchidas, observando-se, rigorosamente, a ordem decrescente da classificação geral dos candidatos aprovados. A Comissão do Vestibular, após a primeira reclassificação, efetuará outras chamadas para preencher o número de vagas autorizadas. Somente nesta situação, o candidato será comunicado por telefonema, no qual será informada também a data em que deverá comparecer ao Campus Estácio FMJ, a fim de concretizar a matrícula. 8 DISPOSIÇÕES GERAIS 8.1 As disposições e instruções contidas no MANUAL DO CANDIDATO/MEDICINA, Vestibular/2014.1, e nas capas das provas constituem normas que complementarão o Edital. 8.2 Os valores a serem cobrados para o 1º semestre de 2014 poderão sofrer reajustes em razão da Lei 9.732/98, da Medida Provisória nº de 23 de agosto de 2001, ou em decorrência de mudanças nas políticas econômica financeira e salarial. 10

11 8.3 Incorporar-se-ão a este Manual, para todos os efeitos legais, editais complementares aos avisos oficiais que vierem a ser publicados, instruções/normas contidas na contracapa do caderno de questões, além do que consta neste documento. 8.4 A comunicação e o trânsito de qualquer material entre os candidatos não serão permitidos. O não cumprimento destas orientações acarretará na anulação das provas dos candidatos envolvidos. 8.5 Também será eliminado, a qualquer época, mesmo depois da matrícula, o Candidato que houver realizado o Concurso Vestibular, usando documentos ou informações falsas, ou outros meios ilícitos. Deve-se observar também como causa de eliminação o que consta nos itens 2.6, 3.1, 3.2 e Não será permitido o porte/uso de aparelhos eletrônicos de comunicação, telefones celulares, régua de cálculo, calculadoras, esquadros, compassos, transferidores e similares, como também será vedada qualquer consulta bibliográfica. 8.7 Não será oferecido o curso se o número de candidatos inscritos, aprovados e matriculados for inferior a 30 (trinta). 8.8 Não poderá haver, em nenhuma hipótese, trancamento de matrícula ou matrícula parcial - ou seja, o aluno cursar apenas algumas disciplinas - no primeiro período, quando é proveniente do Concurso Vestibular. 8.9 As aulas de laboratório serão oferecidas nos turnos da manhã, tarde ou noite, independentemente do horário do curso, inclusive aos sábados Em decorrência da necessidade de se completarem os dias letivos exigidos no semestre, poderá haver aulas aos sábados, no período diurno Esta instituição não é obrigada a dispensar a frequência dos alunos que, por convicção religiosa, não queiram frequentar as aulas às sextas-feiras, após as 18:00, e aos sábados O candidato que necessitar de atendimento diferenciado deverá informar no ato da inscrição e enviar o pedido formal contendo laudo médico e as informações necessárias para receber o auxílio requerido. Tal solicitação deverá ser encaminhada à Comissão do Vestibular no Campus da Estácio FMJ, situada na Avenida Tenente Raimundo Rocha, nº 515, Bairro Cidade Universitária CEP: Juazeiro do Norte/CE, até o término das inscrições A validade do presente Concurso refere-se à matrícula para o 1º semestre do ano letivo de De acordo com a legislação em vigor, descrição dos recursos materiais à disposição dos alunos, tais como laboratórios, computadores, acesso às redes de informação e acervo de bibliotecas e a relação do corpo docente com a respectiva titulação está disponível na Secretaria e no endereço eletrônico desta Instituição (de acordo com a Portaria Ministerial nº de 24/08/2005), bem como a íntegra do Edital A inscrição do candidato implica a aceitação das normas e condições fixadas neste Manual e no Edital do concurso. Os casos omissos e situações não previstas serão resolvidos pela Comissão do Vestibular desta Instituição. 11

12 PROGRAMAS BIOLOGIA A prova de Biologia avaliará os conhecimentos básicos da disciplina em nível compatível com a escolarização do Ensino Médio. É indispensável que o candidato entenda o princípio e conceitos fundamentais, além de demonstrar um mínimo de conhecimento e compreensão dos grandes fenômenos biológicos. O candidato deve ser capaz de demonstrar suas habilidades intelectuais, interpretando textos, gráficos e tabelas, resolvendo problemas e analisando experimentos. Célula: Características gerais. Superfície celular e as trocas entre a célula e o meio extracelular. Obtenção e utilização de energia pelas células. Processos de síntese e secreção celular. Digestão intracelular. Núcleo interfásico e controle das sínteses protéicas. Reprodução celular. Tecido: Conceito de tecido. Tecidos animais. Tecidos vegetais. As Grandes Funções: Nutrição e digestão. Circulação e transporte. Respiração. Excreção. Sistema de proteção, sustentação e locomoção. Sistemas integradores.reprodução e desenvolvimento ontogenético. Ecologia: Associação entre seres vivos. Ecossistema e seus componentes. Ciclos biogeoquímicos. Fatores de desequilíbrio ecológico. Genética: Introdução à genética. Mendelismo. Fundamentos de citogenética. Mutações gênicas. Evolução: Principais teorias da evolução. Mecanismo de evolução. Origem da vida. Evolução do Homem. Higiene e Saneamento: Principais endemias que ocorrem no Brasil e seu combate. Doenças de carência. Taxionomia: Finalidades da classificação. Regras de nomenclatura. Conceito de espécie e categorias taxonômicas. CULTURA GERAL (GEOGRAFIA E HISTÓRIA) A prova exige dos candidatos uma visão globalizante do processo transformacional das sociedades ocidentais através dos tempos. O candidato, além de ser capaz de fazer uma análise estrutural dos fatores econômicos, históricos, geográficos, políticos e sociais, deve interpretar mapas, tabelas, organogramas, textos e gráficos, estabelecendo relações com as condições às quais se referem ou nas quais foram gerados. I - O programa da prova de Cultura Geral contemplará: o mundo ocidental durante a época Moderna (século XV ao século XVIII). O mundo ocidental contemporâneo (1760/80). Transformações econômicas. Revoluções liberais. Crise do antigo Sistema Colonial Ibérico. O processo de independência do Brasil. O contexto sociocultural no século XVIII. A Corte Portuguesa no Brasil - O Reino Unido e a Revolução Republicana de A Independência do Brasil. América após a Independência. Brasil: da independência ao apogeu do sistema monárquico. A sociedade liberal no mundo ocidental contemporâneo. O Brasil da crise monárquica à república oligárquica (1870/1930). O mundo contemporâneo: as sociedades atuais (pós-1945). Sociedades afro-asiáticas contemporâneas, descolonização e neocolonialismo. As crises do Oriente Médio. A questão islâmica, "Apartheid". Hispano- América: a economia latinoamericana e as transformações no capitalismo internacional. A distensão, a abertura e transição democrática. A política externa, quadro cultural; as políticas educacionais. Brasil: dos governos militares aos tempos atuais a Nova República e a Constituição de Conflitos mundiais atuais. O Brasil na atualidade. Leitura indicada: PRESIDENTES DO BRASIL - D. Deodoro a FHC. Rio de Janeiro: RIO/São Paulo. Cultura Editora Associados Natureza e Sociedade: A relação sociedade-natureza no mundo contemporâneo. Grandes domínios naturais. Processo de formação e transformação da natureza. Os recursos naturais e as especificidades de sua distribuição. As políticas para o aproveitamento econômico dos recursos naturais. Os resultados das intervenções das sociedades na natureza. Questões ambientais. A dilapidação dos recursos e a depredação ambiental. As lutas pela preservação do meio ambiente. Organização do Espaço Mundial: A importância da indústria e a urbanização do mundo contemporâneo. O processo de industrialização e a atividade industrial. Urbanização e estrutura interna das cidades: metropolização e problemas urbanos. Papel do setor de serviços, relação entre a indústria e a agricultura. Espaço agrícola: diferentes formas de organização da produção agrícola, importância do quadro natural na estruturação do espaço agrário. Ação do Estado: planejamento socioeconômico e intervenção no espaço, especificidades nos mundos capitalista e socialista. 12

13 População: fatores condicionantes dos movimentos migratórios internos e internacionais estrutura da população, crescimento demográfico, teorias demográfica. Processo desenvolvimento/subdesenvolvimento: indicadores, origens, divisão internacional do trabalho. Grandes conjuntos socioeconômicos do mundo atual: questões regionais. A nova ordem mundial: as transformações políticas e econômicas do mundo contemporâneo e as relações políticas entre os diferentes grupos de países, as alianças e as disputas entre as grandes potências. A Organização do Espaço Brasileiro: O Brasil atual nas suas desigualdades e sua inserção no mundo, industrialização dependente e aprofundamento das desigualdades sociais. A importância da industrialização na produção e organização do espaço, a urbanização e regionalização: interdependência. Complementaridade. O processo de industrialização e a atividade industrial, o papel do Estado nas políticas territoriais, a atuação do capital privado. 4-As transformações nas relações cidade-campo na atividade agrária: da agricultura de subsistência à modernização agrícola; as atividades extrativistas. A urbanização, a terceirização e as condições de vida na cidade. Crescimento populacional e política. demográficas: processo de ocupação do território e distribuição da população, movimentos migratórios. Redes urbanas e processo de metropolização estrutura interna das cidades brasileiras e problemas urbanos, poluição ambiental das grandes cidades. FÍSICA O objetivo da prova de Física é testar o candidato quanto à compreensão das leis fundamentais e às aplicações dessas leis em diversas situações do cotidiano, com obtenção de resulta. dos quantitativos. Grandezas Físicas, Medidas e Relações entre Grandeza: Identificação das grandezas relevantes e mensuráveis e sua natureza escalar o vetorial, operações sobre essas grandezas. Medidas dessas grandezas e suas limitações ordens de grandeza, algarismos significativos. Sistemas coerentes de unidades, sistema internacional. Inter-relações entre grandezas, leis físicas. Dimensões das grandezas físicas, análise dimensional. Mecânica da Partícula: Conceito de partícula. Cinemática escalar e vetorial. Conceitos de massa (aceitar-se-á a identidade entre massa inercial e massa gravitacional e de força). Referencial inercial: forças que agem sobre uma partícula, composição de forças. Leis de Newton, conservação do momento linear reconhecendo seu caráter vetorial, colisões unidimensionais. Interação gravitacional: lei de força, queda dos corpos e movimento dos projéteis em um campo gravitacional uniforme, movimento circular uniforme. Trabalho de uma força constante. Energia cinética, teorema do trabalho-energia, conceito de força conservativa e energia potencial associada, aplicações no caso de força elástica e gravitacional. Energia mecânica e sua conservação em sistemas onde só realizam trabalho as forças conservativas, potência de uma força. Sistemas de Muitas Partículas (sólidos, líquidos e gases): Centro de massa de um sólido. Estática do sólido, momento de uma força, momento resultante, condições de equilíbrio de um corpo rígido. Massa específica: densidade. Conceito de pressão. Líquido em equilíbrio no campo gravitacional uniforme, lei de Stevin, princípios de Pascal e de Arquimedes. Equilíbrio dos corpos flutuantes. Estática dos gases perfeitos, processos quase-estáticos ou reversíveis (isotérmico, isobárico e isométrico), equação de estado dos gases perfeitos. Atmosfera terrestre: pressão atmosférica. Equilíbrios térmicos e lei zero de Termodinâmica, conceito macroscópico de temperatura, escalas Celsius e Kelvin, escalas arbitrárias. Dilatação térmica dos líquidos e sólidos. Calor específico: calorimetria, mudanças dos estados físicos, calor latente de mudanças do estado e influência da pressão na mudança do estado. Transformação de energia mecânica em energia térmica pelas forças de atrito (tratamento fenomenológico e macroscópico). Princípio geral da conservação de energia: 1º Princípio da Termodinâmica, calor e trabalhos envolvidos nos processos termodinâmicos. Energia interna de um gás perfeito, análise energética dos processos isobárico, isotérmico, isométrico e adiabático. Fenômenos Ondulatórios Óptica: Onda, conceito, classificação quanto à natureza e quanto à vibração. Propagação de uma onda periódica num meio não-dispersivo, elementos da onda equação fundamental. Propagação de um pulso em um meio não dispersivo unidimensional, reflexão, refração e superposição. Princípio da superposição, aplicações com ondas senoidais, ondas estacionárias. Ondas em mais dimensões, ondas na superfície de um líquido, aplicações simples com onda sonoras, reflexão e refração de ondas planas. Modelo ondulatório da luz, luz 13

14 branca, dispersão, luz monocromática, velocidade de propagação, índice de refração de um meio. Óptica geométrica, hipóteses fundamentais. Raio luminoso, leis da reflexão e da refração. Reflexão total, objetos e imagens reais e virtuais em espelhos planos e esféricos e em lentes delgadas (aproximadamente de Gauss). Eletricidade e Magnetismo: Constituição da matéria: elétron, próton e nêutron. Condutores e isolantes. Processos de eletrização. Lei de Coulomb. Campo e potencial elétrico, conceitos fundamentais. Campo e potencial associados a uma carga puntiforme, princípio da superposição. Campo uniforme, superfícies eqüipotenciais de um campo uniforme, diferença de potencia entre dois pontos do campo, movimento de uma carga em um campo uniforme. Geradores, corrente elétrica, resistores lineares, Lei de Ohm, associações de resistores em série e em paralelo, energia e potência, efeito Joule, Lei de Joule. Circuitos elementares; amperímetro, voltímetros ideais. Forças magnéticas sobre uma carga pontual, campo magnético, campo magnético de um ímã, campo terrestre e bússola. LÍNGUA ESTRANGEIRA A prova de Língua Estrangeira visa avaliar a compreensão global de textos escritos e o conhecimento do vocabulário mais corrente objetivando os diferentes registros contemporâneos da língua-padrão. A seleção dos textos obedecerá à seguinte norma: textos autênticos, não traduzidos, extraído de publicações atuais em jornais, revistas e livros. A prova constará de um ou dois textos e examinará os seguintes itens. Compreensão de textos: textos autênticos. Não traduzidos, extraídos de diversos registros contemporâneos. Vocabulário fundamenta. Aspectos gramaticais básicos. Estratégias de leitura: compreensão de sentido global do texto e localização de determinada ideia no texto. Palavras cognatas. LÍNGUA PORTUGUESA A prova de Língua Portuguesa é composta de compreensão e interpretação de textos, bem como questões sobre os fatos da língua e de Literatura Brasileira. Compreensão e interpretação de texto: Será verificada a apreensão do significado textual e das técnicas empregadas na construção de significados. Leitura e análise de textos não literários sobre temas gerais. Leitura e análise de textos literários extraídos de obras representativas dos vários estilos de época da literatura brasileira. Fatos da Língua: Avaliar-se-á a capacidade de reflexão do candidato sobre os fatos da língua, na modalidade culta do Brasil, em seu registro formal. Língua falada e escrita. Uso informal e formal da língua. O português culto. Uso e adequação ao contexto. Morfossintaxe. Estrutura e formação de palavras. Classes de palavras. Flexão das palavras. Os termos da oração e a composição do período. Funções sintáticas: período simples e composto. Coordenação e subordinação. Regência nominal e verbal. Concordância nominal e verbal. Colocação dos termos na frase. Pontuação. Sistema ortográfico vigente. Noções de fonética e fonologia. Relação fonema x grafema. Acentuação gráfica e tônica. Noções do ato comunicativo. Elementos da comunicação. Noções de ruído e redundância. Funções da linguagem. Noções de semântica. Significação de palavras: sinônimos, antônimos. Homônimos e parônimos. Denotação. Conotação. Emprego de palavras e expressões. Linguagem figurada. Literatura Brasileira: Verificar-se-á a capacidade de o candidato analisar a Literatura Brasileira, não só como um processo relacionado com a história e a cultura, mas também como expressão verbal de atitudes do Homem e de sua relação com o mundo. Estilos literários brasileiros: seus momentos e formas de expressão, tratamento temática e técnicas expressionais. Criação estética. Linguagem literária e não-literária. Gênero literário. Tradição e modernidade dos procedimentos de expressão literária - cultos ou populares - e do tratamento dado aos temas. Classificação de textos em função da época literária. Autores e obras representativas de cada movimento artístico. 14

15 MATEMÁTICA A prova de matemática tem por objetivo avaliar o domínio dos conteúdos ministrados no Ensino Fundamental e Ensino Médio e a capacidade de usar a linguagem matemática para expressar seu raciocínio, interpretar enunciados lógicos, analisar gráficos, analisar e obter solução de problemas reais. Aritmética, Álgebra e Análise: Noção intuitiva de conjunto: operações com conjuntos. Conjuntos numéricos: naturais, inteiros, racionais e reais: propriedades, operações, ordem, valor absoluto; números complexos: forma trigonométrica e algébrica, representação e operações. Funções: gráficos e operações, inversa de uma função, função do 1º grau, do 2º grau, módulo, exponencial e logarítmica. Equações e inequações. Sistemas de equações e inequações do 1º e do 2º grau. Polinômios: relações entre coeficientes. raízes, operações, teorema fundamental da Álgebra. Sequências: limite de uma seqüência, progressões aritméticas e geométricas. Juros simples e compostos. Análise combinatória: princípio fundamental da contagem, permutações, arranjos e combinações; binômio de Newton; noções de probabilidades. Geometria e Trigonometria: Geometria Plana: caracterização e propriedades das principais figuras planas; teorema de Thales. Semelhança de triângulos e polígonos e Relações métricas em triângulos, polígonos regulares e círculos. Perímetros e áreas de figuras planas. Geometria Espacial: posições relativas de retas e planos. Poliedros, prismas, pirâmides, cilindros, cores e esferas: áreas e volume. Sólidos semelhantes. Troncos. Inscrição e circunscrição de sólidos. Superfícies e sólidos de revolução. Trigonometria: arcos e ângulos, relações entre arcos. Funções trigonométricas. Álgebra Linear e Geometria Analítica no Plano e no Espaço: Operações com vetores de IR2 e IR3: adição. multiplicação de um vetor por um escalar, produto escalar, produto vetorial e produto misto. Retas e cônicas no IR2. Retas, planos e esfera no IR3. Matrizes: operações; inversa de uma matriz; determinantes de matrizes 2x2 e 3x3. Sistemas de equações lineares em duas e três variáveis. QUÍMICA A prova de Química pretende avaliar os conhecimentos básicos sobre as estruturas e as propriedades das substâncias, devendo o candidato utilizar esses conhecimentos na explicação de fenômenos naturais, de fatos da vida cotidiana e de fatos experimentais. O candidato deverá ser capaz de interpretar generalizar os resultados dos experimentos químicos, bem como inter-relacionar os conteúdos do programa. Estrutura da Matéria: Aspectos macroscópicos. Substâncias, misturas e análise imediata. Átomos e moléculas. Estrutura atômico e relações numéricas fundamentais. Classificação periódica dos elementos. Leitura e operações com a tabela periódica. Propriedades periódicas e aperiódicas dos elementos. Ligação química. Principais ligações e número de oxidação. Fórmulas e nomenclatura. Funções químicas (óxidos, ácidos, bases e sais). Estados físicos da matéria. Sólidos, líquido e gases. Gases ideais, volume molar. Soluções. Conceitos (soluto, solvente, coeficiente de solubilidade). Unidades de concentração; mistura e diluição de soluções. Reconhecimento qualitativo das variações de ponto de fusão, ponto de ebulição, pressão de vapor e pressão osmótica de uma solução pela adição de um soluto; Estrutura nuclear. Emissões radioativas suas propriedades e aplicações. Transformação da Matéria: Combinações químicas. Reação e equação química; classificações, ajuste de coeficientes. Leis das combinações químicas. Lei. ponderais e volumétricas. Equivalente-grama e cálculo estequiométrico. Efeitos energéticos nas reações químicas. Calores de reação. Variação de entalpia - Lei de Hess. Cinética química. Energia de ativação. Velocidade das reações químicas. Lei de ação das massas. Equilíbrio químico. Constante de equilíbrio Princípio de Le Chatelier. Equilíbrio Iônico ph e poh - solução tampão. Hidrólise; produto de solubilidade. Eletroquímica. Reações de oxirredução. Células eletroquímicas e eletrolíticas. Estudo qualitativo e quantitativo da eletrólise. Aplicações - pilha seca; bateria chumbo-ácido. Química Orgânica: Características gerais. O átomo do carbono e as funções orgânicas. Representação das moléculas orgânicas. Nomenclatura, fórmulas e isomeria. Ligação química em compostos orgânicos. Ligações sigma e pi, polares e apolares. Estudo das reações orgânicas. Reagentes eletrofílicos e nucleofílicos, radicais livres; Reações de adição, 15

16 substituição e eliminação. Produtos naturais. Glicídios, lipídios. Aminoácidos e proteínas. Petróleo. Tipos, principais derivados. Craqueamento e octanagem da gasolina. REDAÇÃO O objetivo da prova de Redação não é apenas avaliar a capacidade de o candidato escrever sobre determinado tema ou o simples conhecimento de regras gramaticais. Nossa Universidade deseja um candidato capaz de organizar ideias, de estabelecer relações, de interpretar dados e fatos, de elaborar hipóteses explicativas para conjuntos de dados relativos às diversas áreas de conhecimento. Assim, é fundamental que tenha o hábito de ler jornais e revistas, assistir a noticiários e de posse desse repertório, seja capaz de relacioná-lo de forma pertinente com a realidade do país em que vive e com o mundo (tendo sempre como mestra a História). Os temas de redação são acompanhados normalmente, de uma coletânea de textos (extraídos de livros, jornais e revistas, da internet que fornece informações e perspectivas acerca de cada assunto. O candidato deverá observar atentamente a exigência quanto à forma de apresentação referente a cada proposta. DISSERTATIVA Assim, é obrigatória a utilização das técnicas próprias dessa modalidade. O texto deverá apresentar INTRODUÇÃO (apresentação da ideia principal a ser desenvolvida), DESENVOLVIMENTO (exposição dos argumentos que sustentarão a ideia enunciada na introdução) uma CONCLUSÃO (consequência lógica do desenvolvimento, que reforçará a ideia apresentada na introdução). No caso da construção de um texto persuasivo, o candidato deverá saber identificar, na coletânea (muitas vezes cartas os depoimentos que refletem posições divergentes sobre determinado assunto), argumentos e pontos de vista e opiniões que servirão de referência para a construção da argumentação que poderá ser dirigida a um interlocutor específico. O trabalho final deverá revelar essencialmente um candidato criativo, coerente, atualizado e conhecedor de sua língua. Juazeiro do Norte, 05 de setembro de COMISSÃO DO VESTIBULAR 16

FACULDADE DO NORDESTE DA BAHIA - FANEB

FACULDADE DO NORDESTE DA BAHIA - FANEB FACULDADE DO NORDESTE DA BAHIA - FANEB EDITAL DE PROCESSO SELETIVO 2014.2 A SOCIEDADE DE ENSINO SUPERIOR DO NORDESTE DA BAHIA LTDA - SESNEB, entidade mantenedora da FACULDADE DO NORDESTE DA BAHIA - FANEB,

Leia mais

Vestibular Tradicional e Processo Seletivo Agendado (PSA)

Vestibular Tradicional e Processo Seletivo Agendado (PSA) Vestibular Tradicional e Processo Seletivo Agendado (PSA) No site desta Instituição também estão disponíveis informações sobre outras formas de acesso aos cursos da GRADUAÇÃO TRADICIONAL, a saber: MATRÍCULA

Leia mais

Educação, estando em conformidade com as leis que regem o mesmo; Vestibular Ibmec 2008.1 Administração, Ciências Econômicas e Relações Internacionais

Educação, estando em conformidade com as leis que regem o mesmo; Vestibular Ibmec 2008.1 Administração, Ciências Econômicas e Relações Internacionais Vestibular Ibmec 2008.1 Administração, Ciências Econômicas e Relações Internacionais A Faculdade Ibmec oferece os cursos de Administração, Ciências Econômicas e Relações Internacionais. Foi criada com

Leia mais

FACULDADES INTEGRADAS DE SERGIPE EDITAL DE PROCESSO SELETIVO 2014/1

FACULDADES INTEGRADAS DE SERGIPE EDITAL DE PROCESSO SELETIVO 2014/1 FACULDADES INTEGRADAS DE SERGIPE EDITAL DE PROCESSO SELETIVO 2014/1 A ASSOCIAÇÃO DE APOIO À EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO ESTADO DE SERGIPE APEC/SE, entidade mantenedora das FACULDADES INTEGRADAS DE

Leia mais

EDITAL N 05/2015 CCV. 1. VALIDADE O presente processo seletivo terá validade somente para o segundo semestre letivo de 2015.

EDITAL N 05/2015 CCV. 1. VALIDADE O presente processo seletivo terá validade somente para o segundo semestre letivo de 2015. EDITAL N 05/2015 CCV A FAMETRO torna público aos interessados que estão abertas as inscrições para o processo seletivo dos cursos de graduação, nas condições indicadas neste Edital. 1. VALIDADE O presente

Leia mais

EDITAL Nº 008/2013 VESTIBULAR 2013/2 ENGENHARIA MECÂNICA - UCEFF FACULDADES

EDITAL Nº 008/2013 VESTIBULAR 2013/2 ENGENHARIA MECÂNICA - UCEFF FACULDADES EDITAL Nº 008/2013 VESTIBULAR 2013/2 ENGENHARIA MECÂNICA - UCEFF FACULDADES 1. ABERTURA A Faculdade de Empresarial de Chapecó mantida pela Unidade Central de Educação FAEM Faculdade Ltda UCEFF Faculdades,

Leia mais

1º Processo Seletivo para o 1º semestre de 2016. Edital

1º Processo Seletivo para o 1º semestre de 2016. Edital 1º Processo Seletivo para o 1º semestre de 2016 Edital A Direção Geral da Faculdade Salesiana Maria Auxiliadora faz saber, através do presente Edital, que estarão abertas, no período de 17/09 a 13/11/2015,

Leia mais

2º Processo Seletivo para o 2º semestre de 2015 EDITAL

2º Processo Seletivo para o 2º semestre de 2015 EDITAL 2º Processo Seletivo para o 2º semestre de 2015 EDITAL A Direção-Geral da Faculdade Salesiana Maria Auxiliadora faz saber, através do presente Edital, que estarão abertas, no período de 22/06/15 a 17/07/2015,

Leia mais

Mensagem ao Candidato

Mensagem ao Candidato Mensagem ao Candidato Vestibulando Este Manual sintetiza, clara e objetivamente, os procedimentos fundamentais para o Vestibular. A leitura cuidadosa deste documento certamente permitirá ao futuro aluno

Leia mais

EDITAL N 06/2013 PROCESSO SELETIVO 2014.1

EDITAL N 06/2013 PROCESSO SELETIVO 2014.1 EDITAL N 06/2013 PROCESSO SELETIVO 2014.1 A FACULDADE TERRA NORDESTE - FATENE, credenciada pelo MEC, portaria n 1.246 de 14/10/2008, torna pública a abertura de inscrições para o processo seletivo dos

Leia mais

EDITAL DO1º PROCESSO SELETIVO DOS CURSOS SUPERIORES NA MODALIDADE PRESENCIAL - VESTIBULAR 1º SEMESTRE - 2015

EDITAL DO1º PROCESSO SELETIVO DOS CURSOS SUPERIORES NA MODALIDADE PRESENCIAL - VESTIBULAR 1º SEMESTRE - 2015 EDITAL DO1º PROCESSO SELETIVO DOS CURSOS SUPERIORES NA MODALIDADE PRESENCIAL - VESTIBULAR 1º SEMESTRE - 2015 A Faculdade FAPAN Instituição de Ensino Superior comprometida a observar o padrão de qualidade

Leia mais

Faculdades Integradas do Vale do Ivaí UNIVALE

Faculdades Integradas do Vale do Ivaí UNIVALE Faculdades Integradas do Vale do Ivaí UNIVALE Ivaiporã - PR Faculdades Integradas do Vale do Ivaí - UNIVALE COMISSÃO DO VESTIBULAR CONCURSO VESTIBULAR 2016 MATRÍCULA DOS APROVADOS NO VESTIBULAR A matrícula

Leia mais

PROCESSO SELETIVO 2016-1º SEMESTRE Nº 008/2015

PROCESSO SELETIVO 2016-1º SEMESTRE Nº 008/2015 PROCESSO SELETIVO 2016-1º SEMESTRE Nº 008/2015 O Diretor da NOVA FACULDADE, Pablo Fernandes Bittencourt, faz saber aos interessados que estão abertas as inscrições para o Processo Seletivo do 1º Semestre

Leia mais

EDITAL DO 1º PROCESSO SELETIVO DOS CURSOS SUPERIORES NA MODALIDADE PRESENCIAL - VESTIBULAR 1º SEMESTRE - 2015

EDITAL DO 1º PROCESSO SELETIVO DOS CURSOS SUPERIORES NA MODALIDADE PRESENCIAL - VESTIBULAR 1º SEMESTRE - 2015 EDITAL DO 1º PROCESSO SELETIVO DOS CURSOS SUPERIORES NA MODALIDADE PRESENCIAL - VESTIBULAR 1º SEMESTRE - 2015 A Faculdade Meta - FAMETA, Instituição de Ensino Superior comprometida a observar o padrão

Leia mais

EDITAL DO 2º PROCESSO SELETIVO DOS CURSOS SUPERIORES NA MODALIDADE PRESENCIAL - VESTIBULAR 1º SEMESTRE - 2015

EDITAL DO 2º PROCESSO SELETIVO DOS CURSOS SUPERIORES NA MODALIDADE PRESENCIAL - VESTIBULAR 1º SEMESTRE - 2015 EDITAL DO 2º PROCESSO SELETIVO DOS CURSOS SUPERIORES NA MODALIDADE PRESENCIAL - VESTIBULAR 1º SEMESTRE - 2015 A Faculdade Panamericana de Ji Paraná (UNIJIPA), Instituição de Ensino Superior comprometida

Leia mais

EDITAL N /2015 PROCESSO SELETIVO 2015.1

EDITAL N /2015 PROCESSO SELETIVO 2015.1 EDITAL N /2015 PROCESSO SELETIVO 2015.1 A FACULDADE TERRA NORDESTE - FATENE, credenciada pelo MEC, portaria n 1.246 de 14/10/2008, torna pública a abertura de inscrições para o processo seletivo dos cursos

Leia mais

FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DE ALÉM PARAÍBA Credenciada pelo Decreto Federal nº 78709, de 10/11/1976, DOU DE 11/11/1976

FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DE ALÉM PARAÍBA Credenciada pelo Decreto Federal nº 78709, de 10/11/1976, DOU DE 11/11/1976 FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DE ALÉM PARAÍBA Credenciada pelo Decreto Federal nº 78709, de 10/11/1976, DOU DE 11/11/1976 EDITAL 2011 PROCESSO SELETIVO ISECC 2011 2º SEMESTRE 2 O Presidente da Fundação Educacional

Leia mais

1. DAS DISPOSIÇÕES GERAIS

1. DAS DISPOSIÇÕES GERAIS O Diretor Geral da Faculdade ISAEBRASIL, credenciada pela Portaria MEC n. 439 de 29 de abril de 2015, por sua Comissão de Vestibular, instituída em caráter permanente pela Portaria ISAE n.º 02/2015 de

Leia mais

Faculdades Unidas de Pesquisa, Ciências e Saúde CNPJ : 08.543.681/0001-46 www.faculdadefapec.com.br

Faculdades Unidas de Pesquisa, Ciências e Saúde CNPJ : 08.543.681/0001-46 www.faculdadefapec.com.br EDITAL 021/2015 DE 15 DE OUTUBRO DE 2015 PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR 2016.1 A Faculdades Unidas de Pesquisa, Ciências e Saúde FAPEC torna público o Edital do Processo Seletivo Vestibular 2016.1, para

Leia mais

EDITAL Nº 005/2010 EXAME DE SELEÇÃO 2011/1 - UCEFF FACULDADES

EDITAL Nº 005/2010 EXAME DE SELEÇÃO 2011/1 - UCEFF FACULDADES EDITAL Nº 005/2010 EXAME DE SELEÇÃO 2011/1 - UCEFF FACULDADES 1. ABERTURA A Faculdade de Empresarial de Chapecó mantida pela Unidade Central de Educação FAEM Faculdade Ldta UCEFF Faculdades, de acordo

Leia mais

1 - DAS INSCRIÇÕES. 1.4 Portadores de necessidades especiais:

1 - DAS INSCRIÇÕES. 1.4 Portadores de necessidades especiais: 1 - DAS INSCRIÇÕES Cursos de Arquitetura e Urbanismo noturno, Administração noturno, Administração vespertino, Biomedicina noturno, Ciências Biológicas Bacharelado noturno, Ciências Biológicas Licenciatura

Leia mais

SOBRESP - Faculdade de Ciências da Saúde Edital 001/2015 PROCESSO SELETIVO

SOBRESP - Faculdade de Ciências da Saúde Edital 001/2015 PROCESSO SELETIVO SOBRESP - Faculdade de Ciências da Saúde Edital 001/2015 PROCESSO SELETIVO A Direção da SOBRESP - Faculdade de Ciências da Saúde torna públicas as normas a seguir, que regem o Processo Seletivo Vestibular

Leia mais

PROCESSO SELETIVO/VESTIBULAR 2013.1 EDITAL

PROCESSO SELETIVO/VESTIBULAR 2013.1 EDITAL PROCESSO SELETIVO/VESTIBULAR 2013.1 EDITAL A Faculdade de Ciências Aplicadas de Limoeiro FACAL, mantida pela Autarquia de Ensino Superior do Limoeiro, reconhecida pela Portaria Ministerial n.º 024 de 08

Leia mais

PROCESSO SELETIVO 2 º SEMESTRE DE 2015

PROCESSO SELETIVO 2 º SEMESTRE DE 2015 1 Processo Seletivo 2015.2 Edital FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC RIO PROCESSO SELETIVO 2 º SEMESTRE DE 2015 SENAC RJ FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC RIO O SENAC Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial,

Leia mais

EDITAL Nº 04/2014 EDITAL DE ABERTURA DO VESTIBULAR 2014/2

EDITAL Nº 04/2014 EDITAL DE ABERTURA DO VESTIBULAR 2014/2 EDITAL Nº 04/2014 EDITAL DE ABERTURA DO VESTIBULAR 2014/2 A Comissão Coordenadora do Processo Seletivo das Faculdades Integradas de Vitória FDV, para conhecimento de todos os interessados, torna público

Leia mais

Manual do Candidato PROCESSO SELETIVO DE INVERNO 2013 CURSOS:

Manual do Candidato PROCESSO SELETIVO DE INVERNO 2013 CURSOS: Manual do Candidato PROCESSO SELETIVO DE INVERNO 2013 CURSOS: Bacharelado em Sistemas de Informação (Reconhecido pela Portaria MEC nº 315 D.O.U. 31/12/2012) Bacharelado em Administração de Empresas (Reconhecido

Leia mais

EDITAL 09/2015 DE 16 DE MARÇO DE 2015 PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR 2015.2 VAGAS REMANESCENTES

EDITAL 09/2015 DE 16 DE MARÇO DE 2015 PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR 2015.2 VAGAS REMANESCENTES EDITAL 09/2015 DE 16 DE MARÇO DE 2015 PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR 2015.2 VAGAS REMANESCENTES A Faculdade Maria Milza FAMAM torna público o Edital do Processo Seletivo Vestibular 2015.2 Vagas remanescentes,

Leia mais

MANUAL DO CANDIDATO PROCESSO SELETIVO FATEP 2016 1º SEMESTRE

MANUAL DO CANDIDATO PROCESSO SELETIVO FATEP 2016 1º SEMESTRE FATEP FACULDADE DE TECNOLOGIA DE PIRACICABA MANUAL DO CANDIDATO PROCESSO SELETIVO FATEP 2016 1º SEMESTRE DISPOSIÇÕES GERAIS A FATEP está realizando o Processo Seletivo 2016-1, para o preenchimento das

Leia mais

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO DE VAGAS REMANESCENETES 2º SEMESTRE DE 2015

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO DE VAGAS REMANESCENETES 2º SEMESTRE DE 2015 EDITAL DE PROCESSO SELETIVO DE VAGAS REMANESCENETES 2º SEMESTRE DE 2015 O Diretor da, mantida pela Saint Paul Educacional Ltda., no uso de suas atribuições regimentais e da legislação vigente, por meio

Leia mais

PORTARIA DAC Nº 005/06

PORTARIA DAC Nº 005/06 PORTARIA DAC Nº 005/06 A Diretora Acadêmica, da FAP - Faculdade de Apucarana, no uso de suas atribuições regimentais; CONSIDERANDO a importância de regulamentar as normas do Processo Seletivo Vestibular

Leia mais

ANO 2014 2º SEMESTRE

ANO 2014 2º SEMESTRE SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS EDITAL Nº 095/2014, de 25/04/2014 PROCESSO SELETIVO E MATRÍCULA DOS CANDIDATOS APROVADOS NO PROGRAMA

Leia mais

Edital Processo Seletivo - 2º semestre de 2011

Edital Processo Seletivo - 2º semestre de 2011 Edital Processo Seletivo - 2º semestre de 2011 O Instituto de Ensino Superior João Alfredo de Andrade, por sua Comissão Organizadora do Processo Seletivo, instituída em caráter permanente pela Portaria

Leia mais

EDITAL PROCESSO SELETIVO/XXXX

EDITAL PROCESSO SELETIVO/XXXX EDITAL PROCESSO SELETIVO/XXXX O Diretor da Faculdade de Ciências Odontológicas do Norte de Minas - FACIONORTE, tendo em vista a legislação vigente, faz saber aos interessados que estarão abertas as inscrições

Leia mais

Edital do Processo Seletivo de Transferência entre Faculdades 2014/1

Edital do Processo Seletivo de Transferência entre Faculdades 2014/1 Edital do Processo Seletivo de Transferência entre Faculdades 2014/1 A Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM) de São Paulo, sob a responsabilidade do diretor-geral de graduação, professor Luiz

Leia mais

FACULDADE INTEGRADA DE ENSINO SUPERIOR DE COLINAS DO TOCANTINS FIESC

FACULDADE INTEGRADA DE ENSINO SUPERIOR DE COLINAS DO TOCANTINS FIESC FACULDADE INTEGRADA DE ENSINO SUPERIOR DE COLINAS DO TOCANTINS FIESC EDITAL DO PROCESSO SELETIVO PARA A SEGUNDA LICENCIATURA EM PEDAGOGIA - 2011/01 A Faculdade Integrada de Ensino Superior de Colinas do

Leia mais

PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR ESPECIAL DE VERÃO 2009/1

PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR ESPECIAL DE VERÃO 2009/1 PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR ESPECIAL DE VERÃO 2009/1 EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÃO O Reitor do Centro Universitário Feevale, instituição de ensino superior recredenciada pela Portaria nº 1.566, de 27

Leia mais

FACULDADE DE CAMPINA GRANDE DO SUL M A N U A L D O C A N D I D A T O

FACULDADE DE CAMPINA GRANDE DO SUL M A N U A L D O C A N D I D A T O 1 FACULDADE DE CAMPINA GRANDE DO SUL M A N U A L D O C A N D I D A T O PROCESSO SELETIVO - INVERNO / 2014 Rua Profº Duílio Calderari, nº 600 Jardim Paulista CEP 83.430-000 Campina Grande do Sul PR. Fone:

Leia mais

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 2016 VESTIBULAR COMPLEMENTAR AGENDADO 2016/1. Edital nº 4/2015. Faculdade Novo Hamburgo

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 2016 VESTIBULAR COMPLEMENTAR AGENDADO 2016/1. Edital nº 4/2015. Faculdade Novo Hamburgo EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 2016 VESTIBULAR COMPLEMENTAR AGENDADO 2016/1 Edital nº 4/2015 Faculdade Novo Hamburgo De ordem do Diretor Geral da Faculdade Novo Hamburgo e para conhecimento de todos os interessados,

Leia mais

EDITAL DE OBTENÇÃO DE NOVO TÍTULO. DIREITO, ENFERMAGEM e FISIOTERAPIA

EDITAL DE OBTENÇÃO DE NOVO TÍTULO. DIREITO, ENFERMAGEM e FISIOTERAPIA EDITAL DE OBTENÇÃO DE NOVO TÍTULO DIREITO, ENFERMAGEM e FISIOTERAPIA 1º semestre de 2016 A Diretoria da Faculdade da Saúde e Ecologia Humana, no uso de suas atribuições, e considerando o disposto na legislação

Leia mais

PROCESSO SELETIVO 2010/1 EDITAL Nº 9 IFRS Campus Sertão, DE 09 DE OUTUBRO DE 2009

PROCESSO SELETIVO 2010/1 EDITAL Nº 9 IFRS Campus Sertão, DE 09 DE OUTUBRO DE 2009 Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul Campus PROCESSO SELETIVO 2010/1 EDITAL Nº 9 IFRS Campus,

Leia mais

EDITAL n.º 004 de 28/10/2014 ENSINO TÉCNICO INTEGRADO AO ENSINO MÉDIO

EDITAL n.º 004 de 28/10/2014 ENSINO TÉCNICO INTEGRADO AO ENSINO MÉDIO EDITAL n.º 004 de 28/10/2014 ENSINO TÉCNICO INTEGRADO AO ENSINO MÉDIO A Escola Técnica Estadual Polivalente de Americana, atendendo o disposto no 3.º do Artigo 62 do Regimento Comum das Escolas Técnicas

Leia mais

EDITAL N 03/2015 CCV

EDITAL N 03/2015 CCV EDITAL N 03/2015 CCV A FAMETRO torna público aos interessados que estão abertas as inscrições para o processo seletivo dos cursos de graduação, nas condições indicadas neste Edital. 1. VALIDADE O presente

Leia mais

Manual do Candidato da Graduação. Processos Seletivos

Manual do Candidato da Graduação. Processos Seletivos 1 ESCOLA SUPERIOR NACIONAL DE SEGUROS Manual do Candidato da Graduação Processos Seletivos Rua Senador Dantas, 74 Térreo; 2º e 3º andares Centro Rio de Janeiro RJ Tel. 33801044 33801046 33801535 2 A Escola

Leia mais

EDITAL N 01/2015 CCV

EDITAL N 01/2015 CCV EDITAL N 01/2015 CCV A FAMETRO torna público aos interessados que estão abertas as inscrições para o processo seletivo dos cursos de graduação, nas condições indicadas neste Edital. 1. VALIDADE O presente

Leia mais

VESTIBULAR 2014.1 PROVA EM 1/2/2014

VESTIBULAR 2014.1 PROVA EM 1/2/2014 VESTIBULAR 2014.1 PROVA EM 1/2/2014 EDITAL DE INSCRIÇÃO PARA O PROCESSO SELETIVO REFERENTE AO 1 o SEMESTRE DO ANO LETIVO DE 2014 O Diretor do Instituto Universitário de Pesquisas do Rio de Janeiro da Universidade

Leia mais

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO CLASSIFICATÓRIO 2015-1 - ESPM-Sul

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO CLASSIFICATÓRIO 2015-1 - ESPM-Sul EDITAL DO PROCESSO SELETIVO CLASSIFICATÓRIO 2015-1 - ESPM-Sul O Diretor Geral da Escola Superior de Propaganda e Marketing - Unidade Porto Alegre, em consonância com o regimento da instituição, torna públicas

Leia mais

Faculdade Ibmec-MG Processo Seletivo 2012-2 / 2013-1 EDITAL

Faculdade Ibmec-MG Processo Seletivo 2012-2 / 2013-1 EDITAL Faculdade Ibmec-MG Processo Seletivo 2012-2 / 2013-1 EDITAL I - DO PROCESSO SELETIVO De ordem do Senhor Diretor e para conhecimento de todos os interessados, torno público que, no período indicado neste

Leia mais

SOBRESP - Faculdade de Ciências da Saúde. Edital 001/2014. Processo Seletivo

SOBRESP - Faculdade de Ciências da Saúde. Edital 001/2014. Processo Seletivo SOBRESP - Faculdade de Ciências da Saúde Edital 001/2014 Processo Seletivo A Direção da SOBRESP - Faculdade de Ciências da Saúde torna públicas as normas a seguir, que regem o Processo Seletivo Vestibular

Leia mais

DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 158/2013

DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 158/2013 DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 158/2013 Dispõe sobre as normas e fixa o calendário e o número de vagas do Processo Seletivo/2014 para o Curso de Medicina da Universidade de Taubaté. O CONSELHO DE ENSINO E PESQUISA,

Leia mais

Grupo Educacional IPEC-FAPPES. CREDENCIADO PELO MEC. DECRETO N 485 de 09/02/2006. Manual do Candidato. Vestibular FAPPES 2014

Grupo Educacional IPEC-FAPPES. CREDENCIADO PELO MEC. DECRETO N 485 de 09/02/2006. Manual do Candidato. Vestibular FAPPES 2014 Grupo Educacional IPEC-FAPPES CREDENCIADO PELO MEC. DECRETO N 485 de 09/02/2006 Manual do Candidato Vestibular FAPPES 2014 r www.fappes.edu.b 1. Disposições Gerais 1.1. O Processo Seletivo consiste na

Leia mais

Edital de Aproveitamento de Estudos e Diplomas de Curso Normal Superior e Pedagogia com habilitação em Supervisão e Orientação

Edital de Aproveitamento de Estudos e Diplomas de Curso Normal Superior e Pedagogia com habilitação em Supervisão e Orientação EDITAL n. 06.2012 - FAEL- EAD, 30 de maio de 2012 Edital de Aproveitamento de Estudos e Diplomas de Curso Normal Superior e Pedagogia com habilitação em Supervisão e Orientação A Faculdade Educacional

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CARIRI PRÓ-REITORIA DE ENSINO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DESENVOLVIMENTO REGIONAL SUSTENTÁVEL (PRODER)

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CARIRI PRÓ-REITORIA DE ENSINO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DESENVOLVIMENTO REGIONAL SUSTENTÁVEL (PRODER) 1 UNIVERSIDADE FEDERAL DO CARIRI PRÓ-REITORIA DE ENSINO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DESENVOLVIMENTO REGIONAL SUSTENTÁVEL (PRODER) ADITIVO III AO EDITAL Nº 01/2013 SELEÇÃO DE CANDIDATOS ÀS VAGAS DO PROGRAMA

Leia mais

EDITAL Nº 012/2014 VESTIBULAR AGENDADO 2015/1- UCEFF FACULDADES

EDITAL Nº 012/2014 VESTIBULAR AGENDADO 2015/1- UCEFF FACULDADES EDITAL Nº 012/2014 VESTIBULAR AGENDADO 2015/1- UCEFF FACULDADES 1. ABERTURA A Faculdade de Empresarial de Chapecó mantida pela Unidade Central de Educação FAEM Faculdade Ldta UCEFF Faculdades, de acordo

Leia mais

PALAVRA DO REITOR. Recebemos com satisfação e entusiasmo sua inscrição no Concurso Vestibular para Medicina.

PALAVRA DO REITOR. Recebemos com satisfação e entusiasmo sua inscrição no Concurso Vestibular para Medicina. PALAVRA DO REITOR Recebemos com satisfação e entusiasmo sua inscrição no Concurso Vestibular para Medicina. No curso visamos fortalecer sua capacidade de estudar de forma agradável, desenvolver o espírito

Leia mais

SOCIEDADE DE ENSINO SUPERIOR DO NORDESTE DA BAHIA LTDA - SESNEB EDITAL DE PROCESSO SELETIVO DA FACULDADE DO NORDESTE DA BAHIA VESTIBULAR 2016.

SOCIEDADE DE ENSINO SUPERIOR DO NORDESTE DA BAHIA LTDA - SESNEB EDITAL DE PROCESSO SELETIVO DA FACULDADE DO NORDESTE DA BAHIA VESTIBULAR 2016. SOCIEDADE DE ENSINO SUPERIOR DO NORDESTE DA BAHIA LTDA - SESNEB EDITAL DE PROCESSO SELETIVO DA FACULDADE DO NORDESTE DA BAHIA VESTIBULAR 2016.1 A SOCIEDADE DE ENSINO SUPERIOR DO NORDESTE DA BAHIA LTDA

Leia mais

Manual do Candidato. Grupo Educacional LBS-FAPPES. Vestibular FAPPES 2016. WEST PLAZA R. Barão de Tefé, 247 - São Paulo - SP, 05003-100

Manual do Candidato. Grupo Educacional LBS-FAPPES. Vestibular FAPPES 2016. WEST PLAZA R. Barão de Tefé, 247 - São Paulo - SP, 05003-100 Grupo Educacional LBS-FAPPES CREDENCIADO PELO MEC. DECRETO N 485 de 09/02/2006 Manual do Candidato Vestibular FAPPES 2016 1. Disposições Gerais 1.1. O Processo Seletivo consiste na seleção e classificação

Leia mais

FACULDADE DO SUL DA BAHIA ATO PROCESSO SELETIVO 2009/2 EDITAL Nº 2 I DOS CURSOS OFERECIDOS, DURAÇÃO, ATOS LEGAIS E DAS VAGAS:

FACULDADE DO SUL DA BAHIA ATO PROCESSO SELETIVO 2009/2 EDITAL Nº 2 I DOS CURSOS OFERECIDOS, DURAÇÃO, ATOS LEGAIS E DAS VAGAS: FACULDADE DO SUL DA BAHIA ATO PROCESSO SELETIVO 2009/2 EDITAL Nº 2 A FACULDADE DO SUL DA BAHIA, credenciada pela Portaria Ministerial nº 944, de 17/05/2001 publicada no DOU em 21/05/2001 e o INSTITUTO

Leia mais

EDITAL Nº 010/2012 VESTIBULAR DE VERÃO 2013/1- UCEFF FACULDADES

EDITAL Nº 010/2012 VESTIBULAR DE VERÃO 2013/1- UCEFF FACULDADES EDITAL Nº 010/2012 VESTIBULAR DE VERÃO 2013/1- UCEFF FACULDADES 1. ABERTURA A Faculdade de Empresarial de Chapecó mantida pela Unidade Central de Educação FAEM Faculdade Ldta UCEFF Faculdades, de acordo

Leia mais

EDITAL Nº 05/2015 PROCESSO SELETIVO DA FACULDADE METROPOLITANA DE MARABÁ METROPOLITANA 2015/2

EDITAL Nº 05/2015 PROCESSO SELETIVO DA FACULDADE METROPOLITANA DE MARABÁ METROPOLITANA 2015/2 EDITAL Nº 05/2015 PROCESSO SELETIVO DA FACULDADE METROPOLITANA DE MARABÁ METROPOLITANA 2015/2 ART. 1º - DO OBJETO O presente Edital trata do EXAME DE SELEÇÃO de candidatos aos cursos da Faculdade Metropolitana

Leia mais

FACULDADE ARI DE SÁ EDITAL Nº 2, DE 6 DE NOVEMBRO DE 2015, PROCESSO SELETIVO 2016.1

FACULDADE ARI DE SÁ EDITAL Nº 2, DE 6 DE NOVEMBRO DE 2015, PROCESSO SELETIVO 2016.1 FACULDADE ARI DE SÁ EDITAL Nº 2, DE 6 DE NOVEMBRO DE 2015, PROCESSO SELETIVO 2016.1 Em conformidade com as Portarias do MEC nº 1.120 de 16/07/1999 e nº 391 de 07/02/2002 e da Portaria nº 1449 de 23/12/1999

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO CONSELHO UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO Nº 03/2008

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO CONSELHO UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO Nº 03/2008 RESOLUÇÃO Nº 03/2008 Fixa critérios para o Processo Seletivo/Vestibular 2008.2 - UNIVASF referentes aos Cursos de Engenharia do Campus Juazeiro-BA. O DA UNIVASF, no uso da atribuição que lhe confere o

Leia mais

O presente processo terá validade para matrícula no primeiro semestre de 2015, através de ingresso por:

O presente processo terá validade para matrícula no primeiro semestre de 2015, através de ingresso por: EDITAL DE TRANSFERÊNCIA EXTERNA E PORTADORES DE DIPLOMA PARA 2015/1 Os Diretores Executivo e Técnico do SENAI CETIQT, no uso das atribuições que lhes conferem o Regimento Interno do SENAI CETIQT, tornam

Leia mais

Etec de São Sebastião 188 SECRETARIA ACADÊMICA

Etec de São Sebastião 188 SECRETARIA ACADÊMICA EDITAL n.º 002, de 04 de Novembro de 2014. A Escola Técnica Estadual de São Sebastião, município de São Sebastião, atendendo o disposto no 3.º do Artigo 62 do Regimento Comum das Escolas Técnicas Estaduais

Leia mais

EDITAL Nº 35/2014 EDITAL DE ABERTURA DO VESTIBULAR 2015

EDITAL Nº 35/2014 EDITAL DE ABERTURA DO VESTIBULAR 2015 EDITAL Nº 35/2014 EDITAL DE ABERTURA DO VESTIBULAR 2015 A Comissão Coordenadora do Processo Seletivo das Faculdades Integradas de Vitória FDV, para conhecimento de todos os interessados, torna público

Leia mais

EDITAL 012/2015 DE 18 DE AGOSTO DE 2015 PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR 2016.1 I DA DENOMINAÇÃO E RESPECTIVAS HABILITAÇÕES

EDITAL 012/2015 DE 18 DE AGOSTO DE 2015 PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR 2016.1 I DA DENOMINAÇÃO E RESPECTIVAS HABILITAÇÕES EDITAL 012/2015 DE 18 DE AGOSTO DE 2015 PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR 2016.1 A Faculdade Maria Milza FAMAM torna público o Edital do Processo Seletivo Vestibular 2016.1, para os cursos de Bacharelado em

Leia mais

Art. 3º. A taxa de Inscrição será no valor de R$ 30,00 (trinta reais). Em hipótese alguma será devolvido o valor pago.

Art. 3º. A taxa de Inscrição será no valor de R$ 30,00 (trinta reais). Em hipótese alguma será devolvido o valor pago. EDITAL N 03 /2011-2 - VESTIBULAR, CONCURSO PRINCIPAL E PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO CONTINUADO DO CENTRO UNIVERSITARIO DE MINEIROS UNIFIMES MANTIDO PELA FUNDAÇÃO INTEGRADA MUNICIPAL DE ENSINO SUPERIOR

Leia mais

ALIANÇA TERESINA - MAURICIO DE NASSAU

ALIANÇA TERESINA - MAURICIO DE NASSAU ALIANÇA TERESINA - MAURICIO DE NASSAU EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 2015.1 A direção da Faculdade Aliança / Faculdade Maurício de Nassau no uso de suas atribuições e com base nas disposições regimentais,

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO VESTIBULAR 2009

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO VESTIBULAR 2009 CONTEÚDO PROGRAMÁTICO VESTIBULAR 2009 REDAÇÃO Produção de um texto dissertativo, texto narrativo ou correspondência. A redação será avaliada segundo: adequação ao tema proposto, ao tipo de texto solicitado,

Leia mais

GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO Ingresso em agosto de 2009. Manual do Candidato. certificação de qualidade

GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO Ingresso em agosto de 2009. Manual do Candidato. certificação de qualidade GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO Ingresso em agosto de 2009 Manual do Candidato certificação de qualidade Prezado candidato. Ao receber este manual, você está dando início a um novo rumo em sua carreira. A ESAGS

Leia mais

EDITAL DE VESTIBULAR NOVEMBRO 2014. Edital n º. 002/2014

EDITAL DE VESTIBULAR NOVEMBRO 2014. Edital n º. 002/2014 EDITAL DE VESTIBULAR NOVEMBRO 2014 Edital n º. 002/2014 O Diretor Acadêmico da FAZU - Faculdades Associadas de Uberaba faz público que nos termos do presente edital e de acordo com a Portaria Normativa

Leia mais

EDITAL Nº 34/2014 PROCESSO SELETIVO AGENDADO DA FACULDADE METROPOLITANA DE MARABÁ METROPOLITANA 2015 1

EDITAL Nº 34/2014 PROCESSO SELETIVO AGENDADO DA FACULDADE METROPOLITANA DE MARABÁ METROPOLITANA 2015 1 EDITAL Nº 34/2014 PROCESSO SELETIVO AGENDADO DA FACULDADE METROPOLITANA DE MARABÁ METROPOLITANA 2015 1 1- DO OBJETO O presente Edital trata do EXAME DE SELEÇÃO AGENDADO de candidatos aos cursos da Faculdade

Leia mais

1. DO OBJETO 2. DAS INSCRIÇÕES

1. DO OBJETO 2. DAS INSCRIÇÕES EDITAL N 01 /2012-1 - VESTIBULAR, CONCURSO PRINCIPAL E PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO CONTINUADO DO CENTRO UNIVERSITARIO DE MINEIROS UNIFIMES MANTIDO PELA FUNDAÇÃO INTEGRADA MUNICIPAL DE ENSINO SUPERIOR

Leia mais

FACULDADE FIA DE ADMINISTRAÇÃO E NEGÓCIOS Mantida pela Fundação Instituto de Administração

FACULDADE FIA DE ADMINISTRAÇÃO E NEGÓCIOS Mantida pela Fundação Instituto de Administração EDITAL DO VESTIBULAR 1/2011 O Diretor Geral da Faculdade FIA de Administração e Negócios, no uso de suas atribuições regimentais e da legislação vigente, por meio do presente Edital, torna público o aditamento

Leia mais

EDITAL N 10/2012 PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR TECNOLÓGICO

EDITAL N 10/2012 PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR TECNOLÓGICO EDITAL N 10/2012 PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR TECNOLÓGICO A COMISSÃO PERMANENTE DE PROCESSOS SELETIVOS, no uso das atribuições que lhe confere a Portaria n 07, de 07 de março de 2012, comunica aos interessados,

Leia mais

Faculdade de Tecnologia do Amapá Portaria, MEC Nº 1.956, de 06/07/2004. VESTIBULAR 1º SEMESTRE DE 2015/Edital de 07/10/2014

Faculdade de Tecnologia do Amapá Portaria, MEC Nº 1.956, de 06/07/2004. VESTIBULAR 1º SEMESTRE DE 2015/Edital de 07/10/2014 Processo Seletivo 2015.1 - EDITAL N 003-2014/COPEVE A Faculdade de Tecnologia do Amapá - META, situada na Rua Pedro Siqueira, N 333, Jardim Marco Zero Macapá AP, faz saber que estarão abertas as inscrições

Leia mais

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO NOVEMBRO/2013

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO NOVEMBRO/2013 EDITAL DE PROCESSO SELETIVO NOVEMBRO/2013 Edital n º. 008/2013 O Diretor Acadêmico da FAZU - Faculdades Associadas de Uberaba faz público que nos termos do presente edital e de acordo com a Portaria Normativa

Leia mais

EDITAL 014/2014 DE 05 DE NOVEMBRO DE 2014 PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR 2015.1 - ENGENHARIA CIVIL E VAGAS REMANESCENTES

EDITAL 014/2014 DE 05 DE NOVEMBRO DE 2014 PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR 2015.1 - ENGENHARIA CIVIL E VAGAS REMANESCENTES EDITAL 014/2014 DE 05 DE NOVEMBRO DE 2014 PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR 2015.1 - ENGENHARIA CIVIL E VAGAS REMANESCENTES A Faculdade Maria Milza FAMAM torna público o Edital do Processo Seletivo Vestibular

Leia mais

EDITAL VESTIBULAR FLORENCE AGENDADO SEMESTRE LETIVO 2016.1

EDITAL VESTIBULAR FLORENCE AGENDADO SEMESTRE LETIVO 2016.1 EDITAL VESTIBULAR FLORENCE AGENDADO SEMESTRE LETIVO 2016.1 EDITAL N 15 2016 PROCESSO SELETIVO 2016.1 A Diretora Geral do Instituto Florence de Ensino Superior, no uso de suas atribuições regimentais, torna

Leia mais

EDITAL Nº 011/2015 VESTIBULAR DE VERÃO 2016/1 - CURSO DE DESIGN UCEFF FACULDADES

EDITAL Nº 011/2015 VESTIBULAR DE VERÃO 2016/1 - CURSO DE DESIGN UCEFF FACULDADES EDITAL Nº 011/2015 VESTIBULAR DE VERÃO 2016/1 - CURSO DE DESIGN UCEFF FACULDADES 1. ABERTURA A Faculdade de Empresarial de Chapecó mantida pela Unidade Central de Educação FAEM Faculdade Ltda UCEFF Faculdades,

Leia mais

(46) 3243-1371 EDITAL N. 041/2014 VESTIBULAR UNILAGOS 2015

(46) 3243-1371 EDITAL N. 041/2014 VESTIBULAR UNILAGOS 2015 1 Fundação de Ensino Superior de Mangueirinha Faculdade Unilagos Rua Saldanha Marinho, 85 www.unilagos.com.br CNPJ 05.428.075/0001-91 (46) 3243-1371 EDITAL N. 041/2014 VESTIBULAR UNILAGOS 2015 A Diretora

Leia mais

Instituto de Ensino Superior de Goiás Faculdades IESGO Edital do 2º Processo Seletivo de 2015

Instituto de Ensino Superior de Goiás Faculdades IESGO Edital do 2º Processo Seletivo de 2015 Instituto de Ensino Superior de Goiás Faculdades IESGO Edital do 2º Processo Seletivo de 2015 O Diretor Geral do Instituto de Ensino Superior de Goiás, mantido pela Sociedade de Ensino Superior Fênix Ltda,

Leia mais

EDITAL N 05/2014 CCV

EDITAL N 05/2014 CCV EDITAL N 05/2014 CCV A FAMETRO torna público aos interessados que estão abertas as inscrições para o processo seletivo dos cursos de graduação, nas condições indicadas neste Edital. 1. VALIDADE O presente

Leia mais

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO CLASSIFICATÓRIO COMPLEMENTAR. ESPM Unidade Porto Alegre

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO CLASSIFICATÓRIO COMPLEMENTAR. ESPM Unidade Porto Alegre EDITAL DO PROCESSO SELETIVO CLASSIFICATÓRIO COMPLEMENTAR ESPM Unidade Porto Alegre O Diretor Geral da Escola Superior de Propaganda e Marketing Unidade Porto Alegre, em consonância com o regimento da instituição,

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO 03-2015

EDITAL DE SELEÇÃO 03-2015 EDITAL DE SELEÇÃO 03-2015 Estabelece as normas e condições para o Processo Seletivo nos Cursos de Mestrado do Programa de Pós-Graduação em Solos e Qualidade de Ecossistemas da UFRB, para ingresso no semestre

Leia mais

FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS DE OLINDA. EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 1º semestre/2014 Turmas de 1ª entrada ORIENTAÇÃO AO CANDIDATO

FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS DE OLINDA. EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 1º semestre/2014 Turmas de 1ª entrada ORIENTAÇÃO AO CANDIDATO FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS DE OLINDA EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 1º semestre/2014 Turmas de 1ª entrada ORIENTAÇÃO AO CANDIDATO A Faculdade de Ciências Humanas de Olinda FACHO torna pública a abertura

Leia mais

MANUAL DO CANDIDATO FACENS - Processo Seletivo 2015

MANUAL DO CANDIDATO FACENS - Processo Seletivo 2015 MANUAL DO CANDIDATO FACENS - Processo Seletivo 2015 1. Condições e Normas para a Inscrição: Poderão inscrever-se no Processo Seletivo 2015, de acordo com a legislação vigente, todos aqueles que concluíram

Leia mais

GRUPO IBMEC EDUCACIONAL S.A. EDITAL DE PROCESSO SELETIVO 2014.2

GRUPO IBMEC EDUCACIONAL S.A. EDITAL DE PROCESSO SELETIVO 2014.2 1 GRUPO IBMEC EDUCACIONAL S.A. EDITAL DE PROCESSO SELETIVO 2014.2 O Diretor Presidente do Grupo Ibmec Educacional SA, mantenedor das Faculdades de Economia e Finanças Ibmec e Faculdade de Ciências Sociais

Leia mais

ODiretor da FACULDADE INTERNACIONAL SIGNORELLI, credenciada

ODiretor da FACULDADE INTERNACIONAL SIGNORELLI, credenciada ODiretor da FACULDADE INTERNACIONAL SIGNORELLI, credenciada pelo parecer CNE/CES41/2009, publicado no D.O.U. nº.38 de 26/03/2009, e pela Portaria Nº260 MEC, publicada no D.O.U de 24/03/2009, torna público,

Leia mais

EDITAL FATEC SENAI Nº 02/2014

EDITAL FATEC SENAI Nº 02/2014 1 EDITAL FATEC SENAI Nº 02/2014 Processo Seletivo 2015 FATEC SENAI Campo Grande 1. Das disposições preliminares: 1.1 A Faculdade de Tecnologia SENAI Campo Grande, tendo em vista o disposto nas Leis nº

Leia mais

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO PUC-SP Programa de Estudos Pós-Graduados em Economia

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO PUC-SP Programa de Estudos Pós-Graduados em Economia EDITAL PARA O PROCESSO SELETIVO 2º/2015 Coordenador: Prof. Dr. Antônio Corrêa de Lacerda Vice-Coordenadora: Profa. Dra. Regina Maria d Aquino Fonseca Gadelha Estarão abertas, no período de 01/04/2015 a

Leia mais

FACULDADE CDL. Edital do Primeiro Concurso Vestibular 2016.2

FACULDADE CDL. Edital do Primeiro Concurso Vestibular 2016.2 FACULDADE CDL Credenciada pela Portaria MEC n o 354 de 14 de março de 2008; D.O.U. nº 53, de 18/03/2008. Edital do Primeiro Concurso Vestibular 2016.2 O Diretor Geral da Faculdade CDL, no uso de suas atribuições

Leia mais

Prezado(a) Vestibulando(a),

Prezado(a) Vestibulando(a), MANUAL DO CANDIDATO Prezado(a) Vestibulando(a), Idealizada, planejada e construída dentro de um projeto pedagógico e estrutural para ser a melhor faculdade de tecnologia do País, na FIAP você encontra

Leia mais

EDITAL VESTIBULAR 2013/2º SEMESTRE

EDITAL VESTIBULAR 2013/2º SEMESTRE EDITAL VESTIBULAR 2013/2º SEMESTRE A FACULDADE DE DIREITO DO VALE DO RIO DOCE FADIVALE, em Governador Valadares/MG, mantida pela Sociedade Simples Cultura e Educação, no uso de suas atribuições, nos termos

Leia mais

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO DOS CURSOS SUPERIORES DE GRADUAÇÃO NA MODALIDADE A DISTÂNCIA - 2º SEMESTRE 2015

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO DOS CURSOS SUPERIORES DE GRADUAÇÃO NA MODALIDADE A DISTÂNCIA - 2º SEMESTRE 2015 EDITAL DO PROCESSO SELETIVO DOS CURSOS SUPERIORES DE GRADUAÇÃO NA MODALIDADE A DISTÂNCIA - 2º SEMESTRE 2015 PORTARIA N.º 015 - Reitoria da UNOESTE, de 01 de julho de 2015 A Reitora da Universidade do Oeste

Leia mais

Centro Universitário Unieuro vestibular@unieuro.com.br

Centro Universitário Unieuro vestibular@unieuro.com.br A Comissão de Acesso ao Ensino Superior informa que estão abertas as inscrições para o 1º semestre letivo de 2016, nas seguintes modalidades: 1º Processo Seletivo Agendado Edital 21/2015 (para novos alunos)

Leia mais

FACULDADE CATÓLICA DOM ORIONE COMISSÃO DE VESTIBULAR 2012/1

FACULDADE CATÓLICA DOM ORIONE COMISSÃO DE VESTIBULAR 2012/1 1 FACULDADE CATÓLICA DOM ORIONE COMISSÃO DE VESTIBULAR 12/1 EDITAL Nº 6-12/1 A Faculdade Católica Dom Orione, credenciada pelo Ministério da Educação sob as Portarias, n.º 4.044 de Novembro de 05 para

Leia mais

EDITAL 010/2014 DE 25 DE AGOSTO DE 2014 PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR 2015.1 I DA DENOMINAÇÃO E RESPECTIVAS HABILITAÇÕES

EDITAL 010/2014 DE 25 DE AGOSTO DE 2014 PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR 2015.1 I DA DENOMINAÇÃO E RESPECTIVAS HABILITAÇÕES EDITAL 010/2014 DE 25 DE AGOSTO DE 2014 PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR 2015.1 A Faculdade Maria Milza FAMAM torna público o Edital do Processo Seletivo Vestibular 2015.1, para os cursos de Bacharelado em

Leia mais

GRUPO IBMEC EDUCACIONAL S.A. EDITAL DE PROCESSO SELETIVO 2013/1 e 2013/2

GRUPO IBMEC EDUCACIONAL S.A. EDITAL DE PROCESSO SELETIVO 2013/1 e 2013/2 1 GRUPO IBMEC EDUCACIONAL S.A. EDITAL DE PROCESSO SELETIVO 2013/1 e 2013/2 O Diretor Presidente do Grupo Ibmec Educacional SA, mantenedor das Faculdades de Economia e Finanças Ibmec e Faculdade de Ciências

Leia mais

Manual do Candidato VESTIBULAR 2012.2

Manual do Candidato VESTIBULAR 2012.2 Fundação Educacional Unificada Campograndense Estrada da Caroba, 685 - Campo Grande - Rio de Janeiro - Cep.: 23085-590 www.feuc.br feuc@feuc.br CNPJ: 42.257.543/0001-39 Manual do Candidato VESTIBULAR 2012.2

Leia mais

EDITAL 05/2015 DE 16 DE MARÇO DE 2015 PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR 2015.2

EDITAL 05/2015 DE 16 DE MARÇO DE 2015 PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR 2015.2 EDITAL 05/2015 DE 16 DE MARÇO DE 2015 PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR 2015.2 A Faculdade Maria Milza FAMAM torna público o Edital do Processo Seletivo Vestibular 2015.2, para os cursos de Bacharelado em Administração,

Leia mais