Física Geral e Experimental -4 Eletricidade

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Física Geral e Experimental -4 Eletricidade"

Transcrição

1 Física Geral e Experimental -4 Eletricidade

2 Ementa do Curso Introdução: Processos de Eletrização Lei de Coulomb e aplicações Campos Elétricos de distribuições discretas/contínuas de cargas A Lei de Gauss Potencial Elétrico Introdução à Eletrodinâmica: Lei de Ohm Aplicações da Lei de Ohm: Potência, Lei de Joule Geradores e Receptores Leis de Kirchoff para malhas elétricas

3 Bibliografia Física para Cientistas e Engenheiros; Paul Tipler e Gene Mosca, 6 a ed. vol 2. Fundamentos da Física; D. Halliday, R. Resnick e J. Walker, 8 a ed., vol 3. Física III; Sears & Zemanski (Young & Freedmann), 12 a ed, vol. 3. As listas de exercícios devem ser trabalhadas também fora da sala de aula.

4 Introdução Bibliografia e figuras desta aula: Física III, Sears e Zamansky, 12 ed. Capítulo 21, págs 1-7 A compreensão dos fenômenos eletromagnéticos é responsável pela grande revolução que ocorreu na humanidade a partir do final do século XIX. Celulares, computadores, TV s, rádios, sensores têm o seu funcionamento baseado na teoria eletromagnética que é a teoria que une a eletricidade e o magnetismo. A força que une os átomos em moléculas é a força eletromagnética que é uma das quatro interações fundamentais na natureza. Quais são as outras? Muitos dos fenômenos naturais como os relâmpagos, a aurora boreal, o arcoíris são de natureza eletromagnética. Começaremos o estudo deste importante tópico através da Eletrostática que consiste no estudo de sistemas elétricos nos quais as cargas estão em repouso.

5 Um pouco de história... Grécia Antiga: Thales de Mileto observou que o âmbar atritado com palha adquiria a propriedade de atrair pedaços desta palha. Na mesma época, os gregos observam que imãs naturais atraem pedacinhos de Ferro. Século XIX: Hans Christian Orstead descobre que uma corrente elétrica em um fio é capaz de mudar a orientação de uma bússola, ou seja, unifica a eletricidade e o magnetismo. Michael Faraday: Imensas contribuições ao eletromagnetismo: Lei de Indução (princípio que rege o funcionamento de geradores e transformadores elétricos). Idéias sobre o conceito de Campos Elétricos e Magnéticos... J. C. Maxwell: Unifica matematicamente as equações da eletricidade e do magnetismo e, apoiado nas experiências de Hertz mostra que a luz tem natureza eletromagnética.

6 Carga Elétrica e Processos de Eletrização Carga elétrica: é uma propriedade intrínseca das partículas fundamentais que constituem a matéria Em seu estado natural um dado material é nêutro, ou seja, o número de cargas positivas é igual ao número de cargas negativas presentes. Obviamente, estes números são muito grandes de tal forma que não somos capazes de contar as cargas elétricas. Quando há uma assimetria entre o número de cargas elétricas positivas e negativas dizemos que um corpo está eletricamente carregado.

7 Carga Elétrica Processos de Eletrização

8 Estas experiências mostram que existem dois tipos de carga elétrica: positivas e negativas e, cargas com sinais iguais se repelem enquanto que aquelas com sinais opostos se atraem. Exemplo na vida prática (Impressão a laser)

9 Dando um zoom no átomo... Dando um zoom no próton u u d A carga do próton é igual à carga do elétron porém com o sinal contrário. Os quarks up (u) and down (d) têm cargas elétricas respectivamente iguais à qu = (1/3)e qd = -(1/3)e. e =1, C 1, C

10 Conservação e Quantização da Carga Elétrica A quantidade de carga elétrica é conservada em um sistema isolado, ou seja X i Q i = X j Q j Princípio Geral: Se um elétron for destruído em algum lugar do universo, outro deve ser criado em algum ponto no mesmo instante. Qualquer quantidade de carga elétrica pode ser escrita como sendo um múltiplo da carga elétrica de um elétron, que é a unidade de carga elétrica fundamental, ou seja: Q = N.e Em um átomo nêutro, o número de prótons (Z) é igual ao número de elétrons. Se um átomo perde elétrons ele fica ionizado positivamente. Se um átomo ganha elétrons ele fica ionizado negativamente.

11 Exemplo de ionização

12 Condutores, isolantes, semicondutores e supercondutores Um condutor é um material no qual as cargas elétricas movem-se facilmente através dele. Os metais são excelentes condutores de eletricidade pois possuem elétrons livres em sua rede cristalina. Um isolante é um material no qual as cargas elétricas não podem se movimentar através dele. Alguns exemplos: plástico, borracha, madeira.. Um semicondutor é um material com um comportamento intermediário entre um condutor e um isolante. Si e Ge são exemplos clássicos de semicondutores utilizados na industria de micro (nano) eletrônica. Um material supercondutor é um condutor perfeito que não apresenta perdas na condução. Um problema destes materiais é que, do ponto de vista prático, trabalham em baixíssimas temperaturas o que dificulta sua utilização em escala industrial.

13 Eletrização por indução-1 Figuras (a) e (b): Os elétrons do bastão repelem os elétrons livres do condutor para o lado direito da esfera, deixando a região próxima ao bastão com deficiência de carga negativa (carregada positivamente). Então no lado direito do condutor teremos um excesso de carga negativa enquanto que do lado esquerdo (próximo ao bastão) teremos um excesso de carga positiva. Em cada lado da esfera temos uma carga induzida.

14 Eletrização por indução-2

15 Eletrização por atrito Depois de atritar um pente de plástico contra o cabelo fazendo-o adquirir carga elétrica (positiva ou negativa) podemos fazê-lo atrair pedacinhos de papel que são nêutros. Como isto ocorre? Resposta: Ocorre uma polarização das moléculas do papel

16 Pintura Eletrostática Melhor acabamento (mais uniforme) O metal a ser pintado é conectado à terra e as gotículas de tinta recebem uma carga elétrica ao serem borrifadas. Cargas induzidas de sinal oposto `as das gotículas surgem no metal e as atraem para a superfície.

17 Contaminação Bacteriana em UTI s Nos monitores convencionais as imagens são produzidas por um canhão de elétrons(-) que são atraídos para a tela (+). As partículas de poeira contém bactérias e contaminam a tela Um médico mesmo com a mão enluvada coloca o dedo na tela que pode estar carregado, atraindo as partículas de poeira contaminadas.

18 Exercícios Exemplo 1 (Tipler, 5 a ed. Vol. 2, pág 4): Uma carga de 50nC pode ser produzida em laboratório pelo atrito entre dois corpos. Quantos elétrons deverão ser produzidos para se produzir esta carga? Exemplo 2*(Tipler, 5 a ed. Vol. 2, pág 4): Uma moeda de cobre (Z=29) possui uma massa de 3g. Qual a carga elétrica total desta moeda? Dada a massa molar do Cu M=63,5g/mol. Exemplo 3 (Tipler, 5a ed. Vol.2, pág 6): Duas esferas condutoras idênticas, uma com carga inicial +Q e a outra inicialmente nêutra são postas em contato. (a) Qual o valor da nova carga em cada uma das esferas? (b) Enquanto as esferas estão em contato, uma barra com carga negativa é aproximada de uma das esferas, fazendo com que ela fique com uma carga +2Q. Qual será o valor da carga na outra esfera? Exemplo 4 (Tipler, 5 a ed, Vol. 2, pág 6): Duas esferas idênticas são carregadas por indução e, em seguida, separadas. A primeira esfera possui uma carga +Q enquanto a segunda adquire uma carga -Q. Uma terceira esfera idêntica inicialmente descarregada entra em contato com a primeira esfera e se afasta e, em seguida, entra em contato com a esfera 2 e é novamente separada. Qual será a carga final em cada uma das esferas?

Sejam todos bem-vindos! Física III. Prof. Dr. Cesar Vanderlei Deimling

Sejam todos bem-vindos! Física III. Prof. Dr. Cesar Vanderlei Deimling Sejam todos bem-vindos! Física III Prof. Dr. Cesar Vanderlei Deimling O segundo semestre O plano de ensino Bibliografia: A natureza e os tipos de carga Tipos de materiais Força entre cargas elétricas (A

Leia mais

Princípios de Eletricidade e Magnetismo

Princípios de Eletricidade e Magnetismo Princípios de Eletricidade e Magnetismo Engenharias 1 Ementa Eletrostática Carga Elétrica Condutores e Isolantes Processos de Eletrização Lei de Coulomb Campo Elétrico Potencial Elétrico Circuitos I Tensão

Leia mais

FÍSICA III FÍSICA III BIBLIOGRAFIA BÁSICA

FÍSICA III FÍSICA III BIBLIOGRAFIA BÁSICA 04/02/2015 FÍSICA III FÍSICA III Estuda a natureza e seus fenômenos em seus aspectos mais gerais. Analisa suas relações e propriedades, além de descrever e explicar a maior parte de suas consequências.

Leia mais

INFORMAÇÕES GERAIS. Prof. Bruno Farias

INFORMAÇÕES GERAIS. Prof. Bruno Farias CENTRO DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA AGROALIMENTAR UNIDADE ACADÊMICA DE TECNOLOGIA DE ALIMENTOS DISCIPLINA: FÍSICA III INFORMAÇÕES GERAIS Prof. Bruno Farias Conteúdo Programático Arquivo em anexo: CONTEÚDO_PROGRAMÁTICO_FisicaIII.docx

Leia mais

1 - Cargas elétricas. 1-1 Algumas descobertas pertinentes ao capítulo. Me. Leandro B. Holanda,

1 - Cargas elétricas. 1-1 Algumas descobertas pertinentes ao capítulo. Me. Leandro B. Holanda, 1 - Cargas elétricas 1-1 Algumas descobertas pertinentes ao capítulo A física do eletromagnetismo foi estudada pela primeira vez pelos filósofos da Grécia antiga; eles descobriram que, se um pedaço de

Leia mais

CONSTRUÇÃO DE LINHAS DE TRANSMISSÃO

CONSTRUÇÃO DE LINHAS DE TRANSMISSÃO CONSTRUÇÃO DE LINHAS DE TRANSMISSÃO NOÇÕES DE PROJETO E CONSTRUÇÃO DACQ.C Revisão: Mai/2007 Direitos autorais reservados a Furnas Centrais Elétricas S.A. DACQ.C Divisão de Apoio e Controle de Qualidade

Leia mais

Capítulo 21: Cargas Elétricas

Capítulo 21: Cargas Elétricas 1 Carga Elétrica Capítulo 21: Cargas Elétricas Carga Elétrica: propriedade intrínseca das partículas fundamentais que compõem a matéria. As cargas elétricas podem ser positivas ou negativas. Corpos que

Leia mais

Bacharelado em Engenharia Civil

Bacharelado em Engenharia Civil Bacharelado em Engenharia Civil Disciplina: Física III Prof a.: D rd. Mariana de F. Gardingo Diniz mariana_gardingo@yahoo.com.br EMENTA Carga elétrica. Campo elétrico. Lei de Gauss. Potencial elétrico.

Leia mais

CE01) Determine o número de elétrons existentes em uma carga de 1,0 C.

CE01) Determine o número de elétrons existentes em uma carga de 1,0 C. Lista 13 Carga elétrica e Eletrização CARGA ELÉTRICA http://www.portalsaofrancisco.com.br/alfa/carga-eletrica/carga-eletrica.php Q = n. e Q carga elétrica n números de carga em excesso e = 1,6.10-19 C

Leia mais

ELETRICIDADE. Professor Paulo Christakis, M.Sc. 20/10/2016 1

ELETRICIDADE. Professor Paulo Christakis, M.Sc. 20/10/2016 1 ELETRICIDADE 20/10/2016 1 Eletricidade é dividida em: Eletrostática: parte da Eletricidade que estuda as cargas elétricas em repouso. Eletrodinâmica: parte da Eletricidade que estuda as cargas elétricas

Leia mais

Cap. 1 Princípios da Eletrostática

Cap. 1 Princípios da Eletrostática Cap. 1 Princípios da Eletrostática Instituto Federal Sul-rio-grandense Curso Técnico em Eletromecânica Disciplina de Eletricidade Básica Prof. Rodrigo Souza Sumário 1 - Princípios da Eletrostática 1.1

Leia mais

Cargas Elétricas: ELETROSTÁTICA

Cargas Elétricas: ELETROSTÁTICA Cargas Elétricas: ELETROSTÁTICA Capítulo 10 4º bimestre Colégio Contato Unidade Farol Professora Thaís Freitas 9º ano - 2015 A eletrostática, basicamente, é a parte da eletricidade que estuda as cargas

Leia mais

Unidade 8. Eletricidade e Magnetismo

Unidade 8. Eletricidade e Magnetismo Unidade 8 Eletricidade e Magnetismo Eletrostática e Eletrodinâmica Os fenômenos elétricos estão associados aos elétrons. Cargas Elétricas As cargas elétricas podem ser positivas ou negativas Cargas opostas

Leia mais

ELETRICIDADE. Introdução 1: A palavra eletricidade provem do grego, da palavra eléktron, que significa âmbar.

ELETRICIDADE. Introdução 1: A palavra eletricidade provem do grego, da palavra eléktron, que significa âmbar. ELETRICIDADE Introdução 1: A palavra eletricidade provem do grego, da palavra eléktron, que significa âmbar. O âmbar é um tipo de resina fóssil, de origem vegetal, utilizado na fabricação de utensílios.

Leia mais

Figura 1 - O pente que foi utilizado para pentear os cabelos atrai pequenos pedaços

Figura 1 - O pente que foi utilizado para pentear os cabelos atrai pequenos pedaços CAPÍTULO 1 CARGAS ELÉTRICAS, ISOLANTES E CONDUTORES Cargas elétricas Em 1600, William Gilbert publicou um livro sobre eletricidade e magnetismo que é considerado o início da história moderna da eletricidade

Leia mais

Eletricidade Professor Pisciotta

Eletricidade Professor Pisciotta Eletricidade O estudo da eletricidade se iniciou na Antigüidade, por volta do século VI a.c, com o filósofo e matemático grego Tales de Mileto. Ele, dentre os maiores sábios da Grécia Antiga, foi quem

Leia mais

LIÇÃO 01 - CARGAS ELÉTRICAS E A LEI DE COULOMB. Eletromagnetismo - Instituto de Pesquisas Científicas

LIÇÃO 01 - CARGAS ELÉTRICAS E A LEI DE COULOMB. Eletromagnetismo - Instituto de Pesquisas Científicas ELETROMAGNETISMO LIÇÃO 01 - CARGAS ELÉTRICAS E A LEI DE COULOMB Quase tudo o que fazemos depende da eletricidade. Quando ligamos um carro, a TV ou o rádio estamos usando da eletricidade. Hospitais necessitam

Leia mais

UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ DEPARTAMENTO ACADÊMICO DE ELETROTÉCNICA ELETRICIDADE E MAGNESTISMO - ET72F Profª Elisabete N Moraes

UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ DEPARTAMENTO ACADÊMICO DE ELETROTÉCNICA ELETRICIDADE E MAGNESTISMO - ET72F Profª Elisabete N Moraes UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ DEPARTAMENTO ACADÊMICO DE ELETROTÉCNICA ELETRICIDADE E MAGNESTISMO - ET72F Profª Elisabete N Moraes ELETRIZAÇÃO Eletrostática Estuda os fenômenos elétricos em

Leia mais

ELETRIZAÇÃO E FORÇA DE COULOMB

ELETRIZAÇÃO E FORÇA DE COULOMB ELETRIZAÇÃO E FORÇA DE COULOMB 1. (FUVEST 2008) Três esferas metálicas, M 1, M 2 e M 3, de mesmo diâmetro e montadas em suportes isolantes, estão bem afastadas entre si e longe de outros objetos. Inicialmente

Leia mais

FÍSICA MÓDULO 1. Carga Elétrica. Professor Sérgio Gouveia

FÍSICA MÓDULO 1. Carga Elétrica. Professor Sérgio Gouveia FÍSICA Professor Sérgio Gouveia MÓDULO 1 Carga Elétrica INTRODUÇÃO Se atritarmos um pente de plástico com um pedaço de flanela verificaremos que o pente se torna capaz de atrair objetos leves como fios

Leia mais

Quais dos materiais citados acima são bons condutores de eletricidade? Marque a alternativa correta.

Quais dos materiais citados acima são bons condutores de eletricidade? Marque a alternativa correta. LISTA DE EXERCÍCIOS Convenientemente foi elaborada uma lista em dada ordem que um elemento ao ser atritado com o sucessor da lista fica eletrizado positivamente. Esta lista é chamada série triboelétrica:

Leia mais

Módulo de Eletricidade Básica. Odailson Cavalcante de Oliveira IFRN- Campus João Câmara

Módulo de Eletricidade Básica. Odailson Cavalcante de Oliveira IFRN- Campus João Câmara Módulo de Eletricidade Básica Odailson Cavalcante de Oliveira IFRN- Campus João Câmara 1 O que esperar do curso? Identificar as principais grandezas elétricas, fazendo a devida relação entre as mesmas

Leia mais

REVISÃO E AVALIAÇÃO DA UNIDADE IV

REVISÃO E AVALIAÇÃO DA UNIDADE IV E HABILIDADES REVISÃO 1 REVISÃO 2 REVISÃO 3 REVISÃO E AVALIAÇÃO DA UNIDADE IV 2 Vídeo - Primeira Lei de Newton - Lei da Inércia 3 As três leis de Newton do movimento Sir Isaac Newton desenvolveu as três

Leia mais

EMENTA: Carga e matéria. Campo elétrico. Lei de Gauss. Potencial elétrico. Capacitores

EMENTA: Carga e matéria. Campo elétrico. Lei de Gauss. Potencial elétrico. Capacitores DISCIPLINA: FÍSICA III CRÉDITO: 04 CARGA HORÁRIA: 60 h/a OBJETIVOS: Identificar fenômenos naturais em termos de regularidade e quantificação, bem como interpretar princípios fundamentais que generalizam

Leia mais

Prof. Renato. ETEC de Vila Formosa ETEC Prof. Camargo Aranha SESI Carrão. Física 1ª. Série. Aula 1

Prof. Renato. ETEC de Vila Formosa ETEC Prof. Camargo Aranha SESI Carrão. Física 1ª. Série. Aula 1 Aula 1 1. Apresentação (Conhecimento / Reconhecimento) 1.1 Pessoal Nome, Formação, Profissão, Residência... 1.2 Disciplina (Levantamento / Classificação) Física 1ª. Série 2ª. Série 3ª. Série Mecânica /

Leia mais

Carga elétrica. Carga elétrica é a propriedade física dos corpos caracterizada pelas atrações e repulsões.

Carga elétrica. Carga elétrica é a propriedade física dos corpos caracterizada pelas atrações e repulsões. Sumário Unidade II Eletricidade e Magnetismo 1- - Carga elétrica e sua conservação. - Condutores e isoladores. - Processos de eletrização. - Polarização de um isolador. APSA 20 Processos de eletrização.

Leia mais

Cursos Técnicos em Informática e Redes de computadores. Eletricidade Prof. Msc. Jean Carlos

Cursos Técnicos em Informática e Redes de computadores. Eletricidade Prof. Msc. Jean Carlos Cursos Técnicos em Informática e Redes de computadores Eletricidade 2012.1 Prof. Msc. Jean Carlos Eletricidade Aula_01 Objetivo da aula Revisar potência de dez; Conhecer os Múltiplos e Submúltiplos; O

Leia mais

Carga elétrica e campo elétrico

Carga elétrica e campo elétrico Carga elétrica e campo elétrico Introduçaõ ao eletromagnetismo. Carga elétrica. Quantização e conservação da carga. Força elétrica lei de Coulomb. Campo elétrico. Dipolos elétricos. Eletromagnetismo Eletrostática:

Leia mais

Aula 2 Eletrostática Prof. Marcio Kimpara

Aula 2 Eletrostática Prof. Marcio Kimpara ELETRICIDADE Aula 2 Eletrostática Prof. Marcio Kimpara Universidade Federal de Mato Grosso do Sul Prof. Marcio Kimpara 2 Eletricidade Os primeiros relatos sobre a eletricidade datam desde antes de Cristo.

Leia mais

2/27/2015. Física Geral III. Prof. Marcio R. Loos

2/27/2015. Física Geral III. Prof. Marcio R. Loos Física Geral III Aula Teórica 01 (Cap. 3): 1) Eletricidade, Magnetismo e Eletromagnetismo ) Carga elétrica 3) Condutores, Isolantes, Semicondutores e Supercondutores 4) Lei de Coulomb 5) Princípio da Superposição

Leia mais

Universidade de São Paulo Instituto de Física de São Carlos - IFSC. Carga elétrica. Prof. Dr. José Pedro Donoso

Universidade de São Paulo Instituto de Física de São Carlos - IFSC. Carga elétrica. Prof. Dr. José Pedro Donoso Universidade de São Paulo Instituto de Física de São Carlos - IFSC Carga elétrica Prof. Dr. José Pedro Donoso Agradescimentos O docente da disciplina, Jose Pedro Donoso, gostaria de expressar o seu agradecimento

Leia mais

PROCESSOS DE ELETRIZAÇÃO

PROCESSOS DE ELETRIZAÇÃO 7aula Processos de Eletrização 35 7aula PROCESSOS DE ELETRIZAÇÃO Objetivo Estudar os processos de eletrização por atrito, indução e contato. 7.1 Introdução A primeira observação da eletrização 1 de objetos

Leia mais

FÍSICA E ELETROMAGNETISMO

FÍSICA E ELETROMAGNETISMO FÍSICA E ELETROMAGNETISMO As ciências em geral, e a física em particular pretendem descrever o universo material. Um dos bem sucedidos objetivos da física tem sido a descrição dos constituintes deste universo

Leia mais

Roteiro para aula experimental

Roteiro para aula experimental 1. Introdução à eletrostática Resumo Roteiro para aula experimental Nesta aula prática vamos estudar os princípios básicos da eletrostática: carga elétrica, eletrização, o poder das pontas e a gaiola de

Leia mais

Exercícios de Eletrização

Exercícios de Eletrização Exercícios de Eletrização 1-Um corpo inicialmente neutro recebe 10 milhões de elétrons. Este corpo adquire uma carga de: (e = 1,6. 10 19 C). a) 1,6. 10 12 C b) 1,6. 10 12 C c) 16. 10 10 C d) 16. 10 7 C

Leia mais

ELETROSTÁTICA. 20 C) toca a esfera B (Q B. 2 C); após alguns instantes, afasta-se e toca na esfera C (Q C. 6 C), retornando à posição inicial.

ELETROSTÁTICA. 20 C) toca a esfera B (Q B. 2 C); após alguns instantes, afasta-se e toca na esfera C (Q C. 6 C), retornando à posição inicial. EETROSTÁTIC 01 Dizer que a carga elétrica é quantizada significa que ela: a) só pode ser positiva b) não pode ser criada nem destruída c) pode ser isolada em qualquer quantidade d) só pode existir como

Leia mais

ELETRICIDADE 1 ELETROSTÁTICA. Estrutura atômica, Carga Elétrica e Eletrização

ELETRICIDADE 1 ELETROSTÁTICA. Estrutura atômica, Carga Elétrica e Eletrização ELETRICIDADE 1 ELETROSTÁTICA Estrutura atômica, Carga Elétrica e Eletrização Professor: Danilo Carvalho de Gouveia Slides elaborados a partir da aula do prof. Amaury Menezes e referências complementares

Leia mais

Eletricidade. Profa. Ana Barros. Curso Eletricista -Montador

Eletricidade. Profa. Ana Barros. Curso Eletricista -Montador Eletricidade Profa. Ana Barros Curso Eletricista -Montador Janeiro 2009 Plano de Curso 1) Carga Elétrica 1.1 Propriedades 1.2 Estrutura atômica 2) Isolantes e condutores 3) Processos de Eletrização 3.1

Leia mais

Carga elétrica. Carga elétrica é a propriedade física dos corpos caracterizada pelas atrações e repulsões.

Carga elétrica. Carga elétrica é a propriedade física dos corpos caracterizada pelas atrações e repulsões. Sumário Unidade II Eletricidade e Magnetismo 1- - Carga elétrica e sua conservação. - Condutores e isoladores. - Processos de eletrização. - Polarização de um isolador. APSA 19 Processos de eletrização

Leia mais

PLANO DE ENSINO E APRENDIZAGEM. Ementa. Objetivos. Conteúdo Programático

PLANO DE ENSINO E APRENDIZAGEM. Ementa. Objetivos. Conteúdo Programático Disciplina: Física III C.H. Teórica: 60 Período Letivo: 2 sem/2015 PLANO DE ENSINO E APRENDIZAGEM Série: 3ª Série CURSO: Engenharia Mecânica Periodo: Noturno C.H. Prática: Semestre de Ingresso: 2º C.H.

Leia mais

Fundamentos de Eletromagnetismo (098116B)

Fundamentos de Eletromagnetismo (098116B) Grupo de Supercondutividade e Magnetismo Fundamentos de Eletromagnetismo (098116B) Prof. Dr. Maycon Motta São Carlos-SP, Brasil, 2016 Turma B Prof. Dr. Maycon Motta E-mail: m.motta@df.ufscar.br Site: www.gsm.ufscar.br/mmotta

Leia mais

GOIÂNIA, 25_ / 02 / PROFESSOR: Jonas Tavares. Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações:

GOIÂNIA, 25_ / 02 / PROFESSOR: Jonas Tavares. Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações: GOIÂNIA, 25_ / 02 / 2016 PROFESSOR: Jonas Tavares DISCIPLINA: Física SÉRIE: 3º ALUNO(a): No Anhanguera você é + Enem Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações: -

Leia mais

Eletricidade. Centro de Formação Profissional Orlando Chiarini - CFP / OC Pouso Alegre MG Inst.: Anderson

Eletricidade. Centro de Formação Profissional Orlando Chiarini - CFP / OC Pouso Alegre MG Inst.: Anderson Eletricidade Centro de Formação Profissional Orlando Chiarini - CFP / OC Pouso Alegre MG Inst.: Anderson Eletricidade Ementa Proposta 1. Fundamentos de eletricidade: Histórico; Materiais isolantes, condutores

Leia mais

Disciplina Física 3. Prof. Rudson R. Alves Bacharel em Física pela UFES Mestrado IFGW UNICAMP. Prof. da UVV desde 1998 Engenharias desde 2000

Disciplina Física 3. Prof. Rudson R. Alves Bacharel em Física pela UFES Mestrado IFGW UNICAMP. Prof. da UVV desde 1998 Engenharias desde 2000 Disciplina Física 3 Prof. Rudson R. Alves Bacharel em Física pela UFES Mestrado IFGW UNICAMP Prof. da UVV desde 1998 Engenharias desde 2000 Sobre a Apresentação Todas as gravuras, senão a maioria, são

Leia mais

H1- Compreender as grandezas relacionadas com o campo de conhecimento em eletricidade. Aula 1

H1- Compreender as grandezas relacionadas com o campo de conhecimento em eletricidade. Aula 1 H1- Compreender as grandezas relacionadas com o campo de conhecimento em eletricidade. Aula 1 Técnico em Eletromecânica - Agosto o de 2009 Prof. Dr. Emerson S. Serafim 1 Eletrostática: CONTEÚDO Átomo-Lei

Leia mais

PLANO DE ENSINO. Disciplina: Física Eletricidade Ótica Carga Horária: 80h Período: 3º. Ementa

PLANO DE ENSINO. Disciplina: Física Eletricidade Ótica Carga Horária: 80h Período: 3º. Ementa Disciplina: Física Eletricidade Ótica Carga Horária: 80h Período: 3º Ementa PLANO DE ENSINO Processos de eletrização, carga elétricas, força elétrica, campo elétrico, Lei de Gauss, potencial elétrico,

Leia mais

Cargas elétricas de mesmo sinal se repelem; cargas elétricas de sinais opostos se atraem

Cargas elétricas de mesmo sinal se repelem; cargas elétricas de sinais opostos se atraem Os dois tipos de eletricidade Eletrização Estudos realizados por William Gilbert no início do século XVII evidenciou a existência de dois tipos de eletricidade: a atrativa e a repulsiva, possibilitando

Leia mais

Física 3 Turma Profa. Ignez Caracelli

Física 3 Turma Profa. Ignez Caracelli Física 3 Turma 99031 Aula 01 Introdução Profa. Ignez Caracelli Física 3 Aulas 2 1 Livro Texto Leiam! 3 Livro Texto Leiam! 4 2 Façam e Refaçam os Exercícios! 5 Material Disponível www.ignez.com 6 3 Ementa

Leia mais

Disciplina Física 3. Prof. Rudson R. Alves Bacharel em Física pela UFES Mestrado IFGW UNICAMP. Prof. da UVV desde 1998 Engenharias desde 2000

Disciplina Física 3. Prof. Rudson R. Alves Bacharel em Física pela UFES Mestrado IFGW UNICAMP. Prof. da UVV desde 1998 Engenharias desde 2000 Disciplina Física 3 Prof. Rudson R. Alves Bacharel em Física pela UFES Mestrado IFGW UNICAMP Prof. da UVV desde 1998 Engenharias desde 2000 Sobre a Apresentação Todas as gravuras, senão a maioria, são

Leia mais

Plano de Ensino. Identificação. Câmpus de Bauru. Curso Engenharia Elétrica. Ênfase. Disciplina EE1 - Física III

Plano de Ensino. Identificação. Câmpus de Bauru. Curso Engenharia Elétrica. Ênfase. Disciplina EE1 - Física III Curso 0303 - Engenharia Elétrica Ênfase Identificação Disciplina 0002018EE1 - Física III Docente(s) Andre Luiz Malvezzi Unidade Faculdade de Ciências Departamento Departamento de Física Créditos 4 60 Carga

Leia mais

Tópico 01: Estudo de circuitos em corrente contínua (CC) Profa.: Ana Vitória de Almeida Macêdo

Tópico 01: Estudo de circuitos em corrente contínua (CC) Profa.: Ana Vitória de Almeida Macêdo Disciplina Eletrotécnica Tópico 01: Estudo de circuitos em corrente contínua (CC) Profa.: Ana Vitória de Almeida Macêdo Conceitos básicos Eletricidade Eletrostática Eletrodinâmica Cargas elétricas em repouso

Leia mais

Eletrostática. (Ufmg 2005) Em uma aula, o Prof. Antônio apresenta uma montagem com dois anéis dependurados, como representado na figura.

Eletrostática. (Ufmg 2005) Em uma aula, o Prof. Antônio apresenta uma montagem com dois anéis dependurados, como representado na figura. Eletrostática Prof: Diler Lanza TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO (Ufmg 2005) Em uma aula, o Prof. Antônio apresenta uma montagem com dois anéis dependurados, como representado na figura. Um dos anéis é de

Leia mais

Aula 00 Aula Demonstrativa

Aula 00 Aula Demonstrativa Aula 00 Aula Demonstrativa Apresentação... 2 Eletrostática... 3 Princípios da Eletrostática... 4 Princípio da atração e da repulsão (Lei de DuFay)... 4 Princípio da Conservação das Cargas Elétricas...

Leia mais

ELETRIZAÇÃO Aprofundamento 9º. EF II Profº. JB

ELETRIZAÇÃO Aprofundamento 9º. EF II Profº. JB ELETRIZAÇÃO Aprofundamento 9º. EF II Profº. JB 1. (Ufrj 98) Três pequenas esferas metálicas idênticas, A, B e C, estão suspensas, por fios isolantes, a três suportes. Para testar se elas estão carregadas,

Leia mais

Somente pode ser considerado verdadeiro o descrito nas possibilidades a) 1 e 3. b) 1 e 2. c) 2 e 4. d) 4 e 5. e) 2 e 5.

Somente pode ser considerado verdadeiro o descrito nas possibilidades a) 1 e 3. b) 1 e 2. c) 2 e 4. d) 4 e 5. e) 2 e 5. 1. (Uepg 2011) Considere quatro esferas metálicas idênticas e isoladas uma da outra. Três esferas (a,b,c) estão, inicialmente, descarregadas e a quarta esfera (d) está eletrizada com carga igual a Q. A

Leia mais

Projeto Apoio Eter 2012

Projeto Apoio Eter 2012 Projeto Apoio Eter 2012 Disciplina: Física Ano: Ano: 3º 1º Ano Ano Comum Assunto: Processos de Eletrização 1) Dispomos de três esferas metálicas idênticas e isoladas uma das outras. A e B estão inicialmente

Leia mais

Do que somos feitos? >>Vídeo: Física- Química- Os Primeiros Modelos Atômicos (Dalton, Thomson, Rutherford, Bohr)<<

Do que somos feitos? >>Vídeo: Física- Química- Os Primeiros Modelos Atômicos (Dalton, Thomson, Rutherford, Bohr)<< Prof. Gabriel Aká Do que somos feitos? >>Vídeo: Física Química Os Primeiros Modelos Atômicos (Dalton, Thomson, Rutherford, Bohr)>Átomo

Leia mais

PROCESSOS DE ELETRIZAÇÃO

PROCESSOS DE ELETRIZAÇÃO PROCESSOS DE ELETRIZAÇÃO 1. Uma partícula está eletrizada positivamente com uma carga elétrica de 8,0x10-15 C. Como o módulo da carga do elétron é 1,6 x 10-19 C, essa partícula: a) ganhou 5,0 x 10 4 elétrons.

Leia mais

(definição de corrente)

(definição de corrente) 26-1 O que é física? Nos últimos capítulos discutimos eletrostática, ou seja, a física das cargas estacionárias. Neste capítulo e no que se segue vamos discutir correntes elétricas, isto é as cargas em

Leia mais

CARGAS EL E ÉT É R T I R CA C S A

CARGAS EL E ÉT É R T I R CA C S A CARGAS ELÉTRICAS Tales de Mileto VI a.c Atritou âmbar com peles de animais Percebe atração de pequenas partículas por tais materiais. Percebe que 2 pedaços de âmbar se repeliam mutuamente. Âmbar = elektron,

Leia mais

Prof. Guilherme Neves 1

Prof. Guilherme Neves 1 Aula 00 Física Professor: Guilherme Neves www.pontodosconcursos.com.br 1 Apresentação Olá, pessoal! Saiu o edital da Polícia Civil do Distrito Federal. A banca organizadora será o IADES. São 20 vagas e

Leia mais

Eletricidade e Magnetismo

Eletricidade e Magnetismo Eletricidade e Magnetismo De Gilbert à Faraday e Maxwell Victor O. Rivelles Instituto de Física da Universidade de São Paulo e-mail: rivelles@fma.if.usp.br http://www.fma.if.usp.br/~rivelles Convite à

Leia mais

NOME: Nº: 9º ano ENSINO FUNDAMENTAL II DATA: 04/09/2012

NOME: Nº: 9º ano ENSINO FUNDAMENTAL II DATA: 04/09/2012 NOME: Nº: 9º ano ENSINO FUNDAMENTAL II DATA: 04/09/2012 Observações: Nome completo. Evite rasuras. Permitido apenas caneta azul ou preta. VALOR: 10 pontos NOTA: Profª Ana Bell ATIVIDADE DE RECUPERAÇÃO

Leia mais

RESPOSTAS DAS TAREFAS 2ª SÉRIE9. Física Setor A Aulas 1 e 2 ENSINO MÉDIO. 1. Forças Velocidade. F res. MRU P V. Resultante. Aceleração. a c.

RESPOSTAS DAS TAREFAS 2ª SÉRIE9. Física Setor A Aulas 1 e 2 ENSINO MÉDIO. 1. Forças Velocidade. F res. MRU P V. Resultante. Aceleração. a c. ESIO MÉDIO ESOSTAS DAS TAEFAS ª SÉIE9 Física Setor A Aulas 1 e 1. elocidade 3. elocidade F res. MU MU a c a t 0 a c a t 0 0. elocidade 0 4. elocidade MA MU a c a t SISTEMA AGLO DE ESIO 1 Ensino Médio zeta

Leia mais

Referências bibliográficas: H. 23-2, 23-3, 23-5, 23-6 S. 22-2, 22-3, 22-4 T. 18-1, 18-2

Referências bibliográficas: H. 23-2, 23-3, 23-5, 23-6 S. 22-2, 22-3, 22-4 T. 18-1, 18-2 Universidade Federal do Paraná Setor de Ciências Exatas Departamento de Física Física III Prof. Dr. Ricardo Luiz Viana Referências bibliográficas: H. 23-2, 23-3, 23-5, 23-6 S. 22-2, 22-3, 22-4 T. 18-1,

Leia mais

01- (UPF-RS) Um corpo que tenha sido eletrizado com uma carga de 10μC deverá ter recebido, aproximadamente, em elétrons:

01- (UPF-RS) Um corpo que tenha sido eletrizado com uma carga de 10μC deverá ter recebido, aproximadamente, em elétrons: Arrastão 2 o EM sem resolução 01- (UPF-RS) Um corpo que tenha sido eletrizado com uma carga de 10μC deverá ter recebido, aproximadamente, em elétrons: 02-(UEPG-PR) Considere quatro esferas metálicas idênticas

Leia mais

PROGRAMA DE ENSINO. DEPARTAMENTO RESPONSÁVEL: Departamento de Física e Química

PROGRAMA DE ENSINO. DEPARTAMENTO RESPONSÁVEL: Departamento de Física e Química PROGRAMA DE ENSINO UNIDADE UNIVERSITÁRIA: UNESP CÂMPUS DE ILHA SOLTEIRA CURSO: Licenciatura em Física (Resolução UNESP nº 55/2004 Curso: 6 Currículo: 3) HABILITAÇÃO: OPÇÃO: DEPARTAMENTO RESPONSÁVEL: Departamento

Leia mais

CURSO ENGENHARIA DA PRODUÇÃO Autorizado pela Portaria nº de 25/08/10 D.O.U de 27/08/10 Componente Curricular: Física Geral e Experimental III

CURSO ENGENHARIA DA PRODUÇÃO Autorizado pela Portaria nº de 25/08/10 D.O.U de 27/08/10 Componente Curricular: Física Geral e Experimental III CURSO ENGENHARIA DA PRODUÇÃO Autorizado pela Portaria nº 1.150 de 25/08/10 D.O.U de 27/08/10 Componente Curricular: Física Geral e Experimental III Código: ENG 272 Pré-requisito: Física Geral e Experimental

Leia mais

PROGRAMA DE ENSINO. CÓDIGO DISCIPLINA OU ESTÁGIO SERIAÇÃO IDEAL/PERÍODO FIS1104 Física II 2ª S

PROGRAMA DE ENSINO. CÓDIGO DISCIPLINA OU ESTÁGIO SERIAÇÃO IDEAL/PERÍODO FIS1104 Física II 2ª S PROGRAMA DE ENSINO UNIDADE UNIVERSITÁRIA: UNESP CÂMPUS DE ILHA SOLTEIRA CURSO: Licenciatura em Física (Resolução UNESP nº 55/2005 Curso: 6 Currículo: 2 HABILITAÇÃO: OPÇÃO: DEPARTAMENTO RESPONSÁVEL: Departamento

Leia mais

A Natureza Elétrica dos Materiais

A Natureza Elétrica dos Materiais A Natureza Elétrica dos Materiais As primeiras ideias sobre a constituição da matéria Demócrito Gregos ÁTOMOS - A matéria possuia espaço vazio; - Indestrutíveis; - Dotadas de movimento; - Diversos formatos.

Leia mais

Princípios de Eletricidade Magnetismo

Princípios de Eletricidade Magnetismo Princípios de Eletricidade Magnetismo Corrente Elétrica e Circuitos de Corrente Contínua Professor: Cristiano Faria Corrente e Movimento de Cargas Elétricas Embora uma corrente seja um movimento de partícula

Leia mais

DISCIPLINA: Física II - PDF PROFESSOR(A): Eduardo R Emmerick Curso: E.M. TURMA: 2101 / 2102 DATA:

DISCIPLINA: Física II - PDF PROFESSOR(A): Eduardo R Emmerick Curso: E.M. TURMA: 2101 / 2102 DATA: Lista de exercícios 1º Bimestre DISCIPLINA: Física II - PDF PROFESSOR(A): Eduardo R Emmerick Curso: E.M. TURMA: 2101 / 2102 DATA: NOME: Nº.: 01) (UFF) Três esferas condutoras idênticas I, II e II têm,

Leia mais

Energia É definida como tudo aquilo capaz de realizar ou produzir trabalho. Ela existe em diversas modalidades sob várias formas:

Energia É definida como tudo aquilo capaz de realizar ou produzir trabalho. Ela existe em diversas modalidades sob várias formas: 1. Instalações Elétricas de Baixa Tensão: 1.1. Introdução A energia elétrica está presente em inúmeras atividades do ser humano. Ela é sinônimo de desenvolvimento de um país e de padrão de vida de sua

Leia mais

Campo magnético e força magnética

Campo magnético e força magnética Campo magnético e força magnética Magnetismo. Campo magnético. Força magnética. Efeito Hall. Fluxo magnético e lei de Gauss do magnetismo. Movimento de partículas carregadas. Forças e torques sobre circuitos.

Leia mais

DISCIPLINA: FISICA II - Eletricidade e Magnetismo. INFORMAÇÕES IMPORTANTES:

DISCIPLINA: FISICA II - Eletricidade e Magnetismo.  INFORMAÇÕES IMPORTANTES: DISCIPLINA: FISICA II - Eletricidade e Magnetismo http://cursos.if.uff.br/fisica2 INFORMAÇÕES IMPORTANTES: 1. Plano do curso: o que será visto em cada aula 2. As datas de todos exames 3. Os critérios de

Leia mais

PLANO DE ENSINO IDENTIFICAÇÃO DA DISCIPLINA

PLANO DE ENSINO IDENTIFICAÇÃO DA DISCIPLINA 1 PLANO DE ENSINO IDENTIFICAÇÃO DA DISCIPLINA Curso: SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM SISTEMAS DE TELECOMUNICAÇÔES Nome da disciplina: ELETRICIDADE E MAGNETISMO Código: 54155 Carga horária: 83 horas Semestre

Leia mais

PAZ E BEM. C) Isolante, passa a ser um condutor, e o corpo se descarrega.

PAZ E BEM. C) Isolante, passa a ser um condutor, e o corpo se descarrega. Exercícios de Física 3 ano ensino médio Março 2016 Professor Arnon Rihs PAZ E BEM QUESTÃO 1. Em dias em que a umidade do ar é baixa, é comum observarmos faíscas elétricas saltarem do nosso corpo para o

Leia mais

FACULDADE PITÁGORAS DISCIPLINA: ELETRICIDADE. Prof. Ms. Carlos José Giudice dos Santos

FACULDADE PITÁGORAS DISCIPLINA: ELETRICIDADE. Prof. Ms. Carlos José Giudice dos Santos FACULDADE PITÁGORAS DISCIPLINA: ELETRICIDADE Prof. Ms. Carlos José Giudice dos Santos carlos@oficinadapesquisa.com.br www.oficinadapesquisa.com.br UNIDADE III Magnetismo Características dos imãs (polos)

Leia mais

AULA 2- CARGA ELÉTRICA PROF: RAFAEL M. SANTOS

AULA 2- CARGA ELÉTRICA PROF: RAFAEL M. SANTOS AULA 2- CARGA ELÉTRICA PROF: RAFAEL M. SANTOS CARGAS ELÉTRICAS CAPÍTULO 21 21.1 - O QUE É FÍSICA? 21.2 - CARGAS ELÉTRICAS 21.3 - CONDUTORES E ISOLANTES 21.4 - LEI DE COULOMB 21.5 - A CARGA É QUANTIZADA

Leia mais

Eletricidade e Magnetismo I

Eletricidade e Magnetismo I Eletricidade e Magnetismo I Magnetismo Victor O. Rivelles Instituto de Física da Universidade de São Paulo Edifício Principal, Ala Central, sala 314 e-mail: Victor@fma.if.usp.br http://www.fma.if.usp.br/~rivelles

Leia mais

CURSO E COLÉGIO OBJETIVO TREINO PARA O SIMULADO DE FÍSICA F.3 PROF. Peixinho 3 o Ano E.M. 2 o Bimestre-2010

CURSO E COLÉGIO OBJETIVO TREINO PARA O SIMULADO DE FÍSICA F.3 PROF. Peixinho 3 o Ano E.M. 2 o Bimestre-2010 1. (Cesgranrio 90) Uma pequena esfera de isopor, aluminizada, suspensa por um fio "nylon", é atraída por um pente plástico negativamente carregado. Pode-se afirmar que a carga elétrica da esfera é: a)

Leia mais

TRANSFORMADOR MONOFÁSICO. Prof. Nelson M. Kanashiro 1. N0ÇÕES DE ELETROMAGNETISMO I I. Densidade de Fluxo Magnético ou simplesmente Campo Magnético,

TRANSFORMADOR MONOFÁSICO. Prof. Nelson M. Kanashiro 1. N0ÇÕES DE ELETROMAGNETISMO I I. Densidade de Fluxo Magnético ou simplesmente Campo Magnético, TRASFORMADOR MOOFÁSCO 1 0ÇÕES DE ELETROMAGETSMO Os materiais magnéticos, denominados como Magnetitas ou Ímãs Permanentes já eram conhecidos pelos gregos a mais de 2500 anos Certas pedras da região da Magnésia

Leia mais

Recursos para Estudo / Atividades

Recursos para Estudo / Atividades COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE Programa de Recuperação Paralela 3ª Etapa 2012 Disciplina:FÍSICA Ano: 2012 Professor (a):marcos VINICIUS Turma: 3º ano Caro aluno, você está recebendo o conteúdo de recuperação.

Leia mais

Eletricidade e Magnetismo I

Eletricidade e Magnetismo I Eletricidade e Magnetismo I Eletrostática Victor O. Rivelles Instituto de Física da Universidade de São Paulo Edifício Principal, Ala Central, sala 314 e-mail: Victor@fma.if.usp.br http://www.fma.if.usp.br/~rivelles

Leia mais

Física III IQ (Eletromagnetismo) Professor: José Roberto Brandão de Oliveira (IF/DFN) Ramal

Física III IQ (Eletromagnetismo) Professor: José Roberto Brandão de Oliveira (IF/DFN) Ramal Física III IQ 2014 (Eletromagnetismo) Professor: José Roberto Brandão de Oliveira (IF/DFN) zero@if.usp.br Ramal 91-7053 Sala 208 Linac/LAFN/DFN/IF (Portaria Ed. Oscar Sala/Pelletron) Hoje Sobre mim (pesquisa

Leia mais

Microfone e altifalante. Conversão de um sinal sonoro num sinal elétrico. sinal elétrico num sinal sonoro.

Microfone e altifalante. Conversão de um sinal sonoro num sinal elétrico. sinal elétrico num sinal sonoro. Microfone e altifalante Conversão de um sinal sonoro num sinal elétrico. Conversão de um sinal elétrico num sinal sonoro. 1 O funcionamento dos microfones e dos altifalantes baseia-se na: - acústica; -

Leia mais

AULA 05 Magnetismo Transformadores

AULA 05 Magnetismo Transformadores AULA 05 Magnetismo Transformadores MAGNETISMO As primeiras observações de fenômenos magnéticos são muito antigas. Acredita-se que estas observações foram realizadas pelos gregos, em uma cidade denominada

Leia mais

ELETRICIDADE E MAGNETISMO

ELETRICIDADE E MAGNETISMO PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA E FÍSICA Professores: Edson Vaz e Renato Medeiros ELETRICIDADE E MAGNETISMO NOTA DE AULA I Goiânia - 14 ELETROMAGNETISMO CARGA ELÉTRICA

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PLANO DE ENSINO Ano Semestre Letivo 2016 1 1. Identificação Código 1.1 Disciplina: Física II 090051 1.2 Unidade: Instituto

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA FACULDADE DE ENGENHARIA QUÍMICA CURSO DE ENGENHARIA QUÍMICA FICHA DE DISCIPLINA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA FACULDADE DE ENGENHARIA QUÍMICA CURSO DE ENGENHARIA QUÍMICA FICHA DE DISCIPLINA UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA FACULDADE DE ENGENHARIA QUÍMICA CURSO DE ENGENHARIA QUÍMICA FICHA DE DISCIPLINA DISCIPLINA: Física Geral Experimental CÓDIGO: GEQ013 UNIDADE ACADÊMICA: Instituto de Física

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA CAMPUS: CURRAIS NOVOS ALUNO: TURMA: TURNO:

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA CAMPUS: CURRAIS NOVOS ALUNO: TURMA: TURNO: INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA CAMPUS: CURRAIS NOVOS ALUNO: TURMA: TURNO: DISCIPLINA: FÍSICA PROFESSOR: EDSON JOSÉ LISTA ELETROSTÁTICA 1 (Unifor-CE) Dois corpos x e y são eletrizados

Leia mais

Corrente elétrica. GRANDE revolução tecnológica. Definição de corrente Controle do movimento de cargas

Corrente elétrica. GRANDE revolução tecnológica. Definição de corrente Controle do movimento de cargas Definição de corrente Controle do movimento de cargas corrente elétrica{ GANDE revolução tecnológica fi eletrotécnica, eletrônica e microeletrônica (diversidade de aplicações!!) Ex. motores elétricos,

Leia mais

homem a compreender corretamente os fenômenos elétricos e magnéticos. Mas o longo trabalho de Faraday tinha sido exclusivamente experimental. Jamais e

homem a compreender corretamente os fenômenos elétricos e magnéticos. Mas o longo trabalho de Faraday tinha sido exclusivamente experimental. Jamais e FÍSICA IV AULA 04: AS EQUAÇÕES DE MAXWELL; ONDAS ELETROMAGNÉTICAS TÓPICO 01: AS EQUAÇÕES DE MAXWELL VERSÃO TEXTUAL Neste exato momento em que você estuda esta aula, seu celular pode começar a tocar. Você

Leia mais

Física. Leo Gomes (Vitor Logullo) 20 e Magnetismo

Física. Leo Gomes (Vitor Logullo) 20 e Magnetismo Magnetismo Magnetismo 1. Para ser atraído por um ímã, um parafuso precisa ser: a) mais pesado que o ímã b) mais leve que o ímã c) de latão e cobre d) imantado pela aproximação do ímã e) formando por uma

Leia mais

PLANO DE ENSINO I. EMENTA. Eletricidade. Magnetismo. Ótica. Abordagem histórica. Instrumentos pedagógicos para a contextualização do conhecimento.

PLANO DE ENSINO I. EMENTA. Eletricidade. Magnetismo. Ótica. Abordagem histórica. Instrumentos pedagógicos para a contextualização do conhecimento. PLANO DE ENSINO CURSO: LICENCIATURA EM MATEMÁTICA MODALIDADE: Presencial COMPONENTE CURRICULAR: FÍSICA II CÓDIGO: NBAS 06 ANO/SEMESTRE: 2016/2. CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 60 h CARGA HORÁRIA SEMANAL: 4 aulas

Leia mais

INTRODUÇÃO A ELETRICIADE BÁSICA

INTRODUÇÃO A ELETRICIADE BÁSICA 1 INTRODUÇÃO A ELETRICIADE BÁSICA Na eletricidade básica existem três grandezas fundamentais que são a tensão elétrica, a corrente elétrica, a resistência elétrica. Para estuda-las utilizaremos o conceito

Leia mais

Apostila de Física 36 Capacitores

Apostila de Física 36 Capacitores Apostila de Física 36 Capacitores 1.0 Definições Na presença de um condutor neutro, um condutor eletrizado pode armazenar mais cargas elétricas com o mesmo potencial elétrico. Capacitor ou condensador

Leia mais

Eletrostática. Princípio da Interação entre Cargas Elétricas. Cargas de mesmo sinal se repelem; cargas de sinais contrários se atraem.

Eletrostática. Princípio da Interação entre Cargas Elétricas. Cargas de mesmo sinal se repelem; cargas de sinais contrários se atraem. Conceitos Iniciais Eletrostática Carga elétrica é uma propriedade inerente às partículas constituintes da matéria. Convencionalmente, temos: próton carga elétrica positiva elétron carga elétrica negativa

Leia mais

CARGA ELÉTRICA E CORRENTE ELÉTRICA

CARGA ELÉTRICA E CORRENTE ELÉTRICA CARGA ELÉTRICA E CORRENTE ELÉTRICA 1- CARGA ELÉTRICA AULA 20 Como sabemos, os átomos são constituídos por várias partículas elementares e, para o nosso estudo, interessa o elétron o próton e o nêutron.

Leia mais

Capacitores e Indutores (Aula 7) Prof. Daniel Dotta

Capacitores e Indutores (Aula 7) Prof. Daniel Dotta Capacitores e Indutores (Aula 7) Prof. Daniel Dotta 1 Sumário Capacitor Indutor 2 Capacitor Componente passivo de circuito. Consiste de duas superfícies condutoras separadas por um material não condutor

Leia mais