9. SISTEMAS DE DIREÇÃO

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "9. SISTEMAS DE DIREÇÃO"

Transcrição

1 56 9. SISTEMAS DE DIREÇÃO 9.1. Direção mecânica Há tipos diferentes de mecanismos de direção mecânica. O mais comum é o tipo pinhão e cremalheira. O conjunto de engrenagens de pinhão e cremalheira realiza duas operações: Converte o movimento de rotação do volante de direção no movimento linear necessário para girar as rodas; Proporciona uma redução por engrenagens, o que facilita virar as rodas. Pinhão Cremalheira 9.2. Direção assistida hidráulica Em um sistema de direção assistida hidráulica, parte da cremalheira contém um cilindro com um pistão na porção intermediária. O pistão está conectado à cremalheira. Há duas entradas de fluido, uma de cada lado do pistão. O fornecimento de fluido sob alta pressão força o movimento do pistão a

2 57 um lado, o que por sua vez movimenta a cremalheira, proporcionando assistência hidráulica. A válvula rotativa ou válvula de controle de fluxo é que regula o fluxo do óleo no auxílio da direção Direção hidrostática Em um sistema de direção hidrostática, a direção é determinada basicamente pelo conjunto válvula de controle de fluxo e pistões, não havendo dispositivos mecânicos do tipo pinhão e cremalheira.

3 LASTRO, BITOLA E PNEUS Lastreamento Lastreamento de tratores agrícolas consiste em colocar pesos no trator, com os objetivos de aumentar: A estabilidade; A aderência (diminuindo a patinagem); A capacidade de tração dos tratores (transferência de peso TP, é o máximo de peso que pode ser transferida do PDE para FTM). Onde: FTM = Força de tração máxima, kgf; HB = Altura da barra, mm; PTE = Peso traseiro estático, kgf; PDE = Peso dianteiro estático, kgf; TP = Transferência de peso, kgf; DEE = Distância entre eixo, mm. FTM HB TP 80 % PDE DEE Exemplo: Qual a FTM de um trator que possui PDE de 1251 kgf, PTE de 1450 kgf, HB de 400 mm e 2500 mm de DEE. (Qual a FTM que poderia fazer?). FTM HB FTM 400 TP 80% PDE TP 0, DEE FTM 0, ,8 FTM 6.255kgf

4 59 Quanto maior o peso dianteiro estático (PDE), maior a transferência de peso (TP) e maior a força de transmissão máxima (FTM). Quanto maior a aderência das rodas dianteiras, menor a patinagem, maior a transferência de peso (TP) e maior a força de transmissão máxima (FTM). Os lastros nos tratores agrícolas podem ser colocados, na frente do trator (frontal) e nas laterais (rodas traseira do trator). Lastro frontal Lastro lateral Os lastros somente devem ser utilizados em operações que exigem maior FTM. Os tipos de lastros normalmente utilizado nos tratores agrícolas são: A água, colocada dentro da câmara de ar no interior dos pneus de tração; e Ferro fundido, podem ser colocados nos discos das rodas motrizes ou na parte frontal do trator, presos no pára-choque. Lastro com água Lastro com água Lastro de ferro fundido Lastro de ferro fundido Lastro de ferro Lastro de ferro fundido frontal fundido na roda na roda frontal traseira Na prática, pode-se verificar se a quantidade de lastro está correta observando as marcas deixadas no solo:

5 60 Marcas no solo pouco definidas indicam deslizamento excessivo. Neste caso deve-se aumentar a lastração. Marcas no solo claramente definidas indicam deslizamento reduzido. Neste caso deve-se diminuir a lastração. A lastração e o deslizamento estarão corretos quando, no centro, houver sinais de deslizamento e as marcas nas bordas externas estiverem bem definidas. A quantidade de peso total colocado sobre o eixo dianteiro e traseiro nunca deve exceder o máximo recomendável, excesso de peso danifica e desgasta os pneus, além de provocar compactação do solo.

6 61 Distribuição do peso nos tratores Modelo do trator Eixo do trator Equipamento Arrasto Montado (3º ponto) 4x2 Dianteiro Traseiro 25% 75% 35% 65% 4x2 TDA 4x4 Dianteiro Traseiro 35% 65% 40% 60% Bitola Bitola é a distância de centro a centro dos pneus dianteiros ou traseiros dos tratores. A finalidade de se regular a bitola é adequar o trator à cultura, ao implemento e à operação. As bitolas podem ser: Ajustáveis no eixo (a variação da bitola é feita soltando a presilha e prendendo a roda no eixo); Pré-fixada (obtidas com diferentes posições do disco ou calota); Servo ajustáveis (o ajuste da bitola é feito soltando as presilhas que prendem a roda ao aro e girando eixo traseiro).

7 62 Ajustáveis no eixo Pré-fixada Servo ajustáveis Pneus Os pneus são os elementos de sustentação dos tratores agrícolas. Os tipos de pneus são: Radiais; e Diagonais. Os pneus radiais possuem as fibras das lonas dispostas perpendicularmente ao sentido de deslocamento do trator. As vantagens dos pneus radiais são: Maior área de contato com o solo; Menor compactação; Maior flutuação; Maior rendimento na tração. As desvantagens são: Menor estabilidade lateral; Maior flexão ao deslocamento lateral. Nos pneus diagonais, as fibras das lonas estão dispostas diagonalmente ao sentido de deslocamento do trator. As vantagens são: Maior estabilidade lateral; Maior resistência à penetração.

8 63 Pneu radial Pneu diagonal É importante que os pneus estejam devidamente calibrados para que a área de contato dos pneus com o solo seja a maior possível. Calibração correta dos pneus Na aquisição (compra) de pneus, deve-se atentar-se para as seguintes especificações: Exemplo 1: Exemplo 2: 18,4 R34 (R de radial) 650/65 R38 (R de radial) Especificação 18.4 = largura 650 = largura do do pneu: do 18.4 pneu = largura em pneu em polegadas; do pneu em milímetros; 34 polegada. = diâmetro /65 = interno do aro porcentagem da em 34 polegada. = diâmetro largura referente à interno do aro altura; em polegada 38 = diâmetro interno do aro em polegada. Exemplos de especificação de pneus OBS: Se não houver a letra R, significa que a construção do pneu é do tipo diagonal.

9 PATINAGEM Patinagem ou deslizamento das rodas motrizes do trator agrícola é a diferença entre a rotação das mesmas, com carga e sem carga na barra de tração. É um valor percentual entre os percursos do trator tracionando um implemento e aquele que seria obtido nas mesmas condições, após ter sido desacoplado o implemento. A patinagem é um dos principais fatores que causam a perda de potência da barra de tração, redução da capacidade operacional, desgaste do pneu, aumento do consumo de combustível e maior compactação do solo. A patinagem ideal para os pneus diagonais (máxima eficiência de tração) se obtém entre 8 a 12% e para o pneu radial 10 a 15%. A faixa proposta pela ASAE de patinagem para solos firmes é de 8 a 10%. Passos para medir a patinagem: 1 - Marcar com o giz o flanco de um dos pneus do trator de tração; 2 - Com o trator em movimento numa área não trabalhada e com o implemento levantado (ou com o trator tracionado desacoplado), fincar uma baliza no local onde a marca de giz do pneu coincidir com o solo; 3 - Fincar a segunda baliza quando forem completadas 10 voltas do pneu; 4 - Medir a distância percorrida; 5 - Operar o trator com o implemento no solo (ou acoplado ao trator tracionado) um local imediatamente ao lado das balizas, contando 10 voltas do pneu; 6 - Medir a distância percorrida; 7 - Fazer o cálculo do patinamento percentual através da fórmula: D D P (%) D em que: D 0 = distância percorrida pelas rodas sem carregamento; e D 1 = distância percorrida pelas rodas com carregamento. Exemplo: Na determinação da patinagem de um conjunto trator e implemento, obteve-se os seguintes resultados:

10 65 A distância percorrida pelas rodas sem carregamento (D0) foi de 95 metros; e A distância percorrida pelas rodas com carregamento (D1) foi de 85,5 metros. Determine a patinagem: D0 D1 P (%) 100 % D0 de patinagem 9585,5 P (%) % 95 de patinagem Essa porcentagem de patinagem está entre a faixa para se obter a máxima eficiência de tração para qualquer tipo de pneu.

7. LASTRO, BITOLA E PNEUS

7. LASTRO, BITOLA E PNEUS 7. LASTRO, BITOLA E PNEUS 7.1. Lastreamentto Lastreamento de tratores agrícolas consiste em colocar pesos no trator, com os objetivos de aumentar: A estabilidade; A aderência (diminuindo a patinagem);

Leia mais

EQUILÍBRIO OPERACIONAL EM TRATORES. Prof. Dr. CARLOS EDUARDO ANGELI FURLANI

EQUILÍBRIO OPERACIONAL EM TRATORES. Prof. Dr. CARLOS EDUARDO ANGELI FURLANI EQUILÍBRIO OPERACIONAL EM TRATORES Prof. Dr. CARLOS EDUARDO ANGELI FURLANI Trator Agrícola Converte potência do motor em trabalho útil para execução de operações agrícolas Trator Agrícola A capacidade

Leia mais

Alternador. Professor Diogo Santos Campos

Alternador. Professor Diogo Santos Campos 4. SISTEMA ELÉTRICO O sistema elétrico dos motores dos tratores agrícolas pode ser dividido em três partes, são elas: Produção: gerador e dispositivos de controle de corrente e tensão; Armazenamento: bateria;

Leia mais

PNEUS AGRÍCOLAS UTILIZADOS NA ÁREA CANAVIEIRA

PNEUS AGRÍCOLAS UTILIZADOS NA ÁREA CANAVIEIRA PNEUS AGRÍCOLAS UTILIZADOS NA ÁREA CANAVIEIRA Prof. Kléber Pereira Lanças Depto. Engenharia Rural - FCA - UNESP/Botucatu kplancas@fca.unesp.br RODADOS: PNEUS ESTEIRAS SETOR AGRÍCOLA CANAVIEIRO: - TRATORES

Leia mais

MÁQUINAS PARA PREPARO DO SOLO PARTE I

MÁQUINAS PARA PREPARO DO SOLO PARTE I Departamento de Engenharia de Biossistemas ESALQ/USP MÁQUINAS PARA PREPARO DO SOLO PARTE I LEB0432 Máquinas e Implementos Agrícolas Prof. Leandro M. Gimenez 2016 159 EFICIÊNCIA EM TRAÇÃO E DEMANDA DE ENERGIA

Leia mais

LER 466 Avaliação do Desempenho de Máquinas Agrícolas Depto Engenharia de Biossistemas - ESALQ/USP. Prof. Walter Molina 2014

LER 466 Avaliação do Desempenho de Máquinas Agrícolas Depto Engenharia de Biossistemas - ESALQ/USP. Prof. Walter Molina 2014 LER 466 Avaliação do Desempenho de Máquinas Agrícolas Depto Engenharia de Biossistemas - ESALQ/USP Prof. Walter Molina 2014 1. PONTOS DE FORNECIMENTO DE POTÊNCIA NO TRATOR Tomada de potência (TDP) Sistema

Leia mais

SISTEMA DE TRANSMISSÃO DE TRATORES AGRÍCOLAS

SISTEMA DE TRANSMISSÃO DE TRATORES AGRÍCOLAS SISTEMA DE TRANSMISSÃO DE TRATORES AGRÍCOLAS Mecanismos responsáveis pela recepção, transformação e transmissão da potência do motor até os locais de sua utilização nos tratores. Nos tratores agrícolas

Leia mais

COMPARAÇÃO DE TRÊS MÉTODOS DE AVALIAÇÃO DO PERCENTUAL DE PATINAGEM DE TRATORES AGRÍCOLAS

COMPARAÇÃO DE TRÊS MÉTODOS DE AVALIAÇÃO DO PERCENTUAL DE PATINAGEM DE TRATORES AGRÍCOLAS COMPARAÇÃO DE TRÊS MÉTODOS DE AVALIAÇÃO DO PERCENTUAL DE PATINAGEM DE TRATORES AGRÍCOLAS Autor(es): Apresentador: Orientador: Revisor 1: Revisor 2: Instituição: LOUZADA, Renata Salvador; GONÇALVES, Rafael

Leia mais

TREINAMENTO MANUTENÇÃO DE PNEUS

TREINAMENTO MANUTENÇÃO DE PNEUS TREINAMENTO MANUTENÇÃO DE PNEUS O PNEU SEGURO ELO DE LIGAÇÃO ENTRE O VEÍCULO E O SOLO COMO SURGIU O PNEU RODAS COM BORRACHA - MACIÇO RODA DE BICICLETA COM CÂMARA RODAS MAIORES COM CÂMARA E PNEU EVOLUÇÃO

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS FACULDADE DE AGRONOMIA ELISEU MACIEL DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA RURAL DISCIPLINA DE MÁQUINAS AGRÍCOLAS

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS FACULDADE DE AGRONOMIA ELISEU MACIEL DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA RURAL DISCIPLINA DE MÁQUINAS AGRÍCOLAS UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS FACULDADE DE AGRONOMIA ELISEU MACIEL DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA RURAL DISCIPLINA DE MÁQUINAS AGRÍCOLAS TRATORES AGRÍCOLAS Otoniel G. L. Ferreira DER - FAEM - UFPel 4DEFINIÇÃO:

Leia mais

FORD TRANSIT 2009 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

FORD TRANSIT 2009 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS 1 FORD TRANSIT 2009 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS Modelo... Van/Furgão Motor... Ford Duratorq 2.4 L TDCI Número de cilindros... 4 Potência (cv/rpm)... 115,6 (85 kw)/ 3.500 Torque (kgfm/rpm)... 31,63 (310 Nm)/

Leia mais

VALTRA VL. Plaina frontal CV. FOP VT IMPLEMENTO PLAINA FRONTAL.indd 1 07/02/12 14:58

VALTRA VL. Plaina frontal CV. FOP VT IMPLEMENTO PLAINA FRONTAL.indd 1 07/02/12 14:58 VALTRA VL Plaina frontal 60-180 CV FOP VT IMPLEMENTO PLAINA FRONTAL.indd 1 07/02/12 14:58 TECNOLOGIA E EFICIÊNCIA NA MOVIMENTAÇÃO DE CARGAS Menor concentração de massa (peso) na parte frontal gera menor

Leia mais

New Holland TL exitus

New Holland TL exitus New Holland TL exitus TL60E TL75E TL85E TL95E MaIoR PRodUTIVIdade e MaIoR economia: o MelHoR CUSTo/BeNeFÍCIo da CaTeGoRIa. A New Holland desenvolveu o trator perfeito para as multitarefas da sua fazenda.

Leia mais

Transversal anterior. 4 no cabeçote. 127 a rpm. 32,6 a 1800 rpm. 88 mm x 94 mm. turboalimentado com intercooler.

Transversal anterior. 4 no cabeçote. 127 a rpm. 32,6 a 1800 rpm. 88 mm x 94 mm. turboalimentado com intercooler. DUCATO DUCATO MINIBUS TB 15 LUGARES 2.3 DIESEL 2017 MOTOR CILINDROS 4 em linha POSIÇÃO DO MOTOR TAXA DE COMPRESSÃO Transversal anterior 16,2:1 Nº DE VÁLVULAS POR CILINDRO 4 no cabeçote CILINDRADA TOTAL

Leia mais

transversal anterior 4 no cabeçote 127 a rpm 32,6 a rpm 88 mm x 94 mm turboalimentado com intercooler ferro fundido com pino flutuante

transversal anterior 4 no cabeçote 127 a rpm 32,6 a rpm 88 mm x 94 mm turboalimentado com intercooler ferro fundido com pino flutuante DUCATO CARGO DUCATO CARGO 7.5 M³ MULTIJET ECONOMY 2017 MOTOR CILINDROS 4 em linha POSIÇÃO DO MOTOR TAXA DE COMPRESSÃO transversal anterior 16,2:1 Nº DE VÁLVULAS POR CILINDRO 4 no cabeçote CILINDRADA TOTAL

Leia mais

Rendimentos em Transmissões Mecânicas

Rendimentos em Transmissões Mecânicas Rendimentos em Transmissões Mecânicas NOME: Lucas Ribeiro Machado O que é Transmissões Mecânicas Transmissão mecânica são equipamentos ou mecanismo que tem a função de transmitir potência, torque ou rotação

Leia mais

A nova linha T6 da New Holland chegou para ajudar você a ir mais longe. Reunindo força, rendimento e desempenho com tecnologia e um design moderno e

A nova linha T6 da New Holland chegou para ajudar você a ir mais longe. Reunindo força, rendimento e desempenho com tecnologia e um design moderno e New Holland T6 T6 2 3 NOVA LINHA T6. FORÇA E ROBUSTEZ PARA SUA LAVOURA. DESIGN E PRODUTIVIDADE PARA VOCÊ. A nova linha T6 da New Holland chegou para ajudar você a ir mais longe. Reunindo força, rendimento

Leia mais

ASC 110 T3 ROLOS COMPACTADORES

ASC 110 T3 ROLOS COMPACTADORES EQUIPAMENTO PESADO ASC 110 T3 ROLOS COMPACTADORES ASC 110 T3 ROLO COMPACTADORES DE SOLOS «Excelente segurança, melhor compactação e design moderno com maior eficiência e resultados sob severas condições

Leia mais

FICHA TÉCNICA MOTOR TRANSMISSÃO

FICHA TÉCNICA MOTOR TRANSMISSÃO NOVA CHEVROLET TRAILBLAZER 2.8 CTDI 2013 FICHA TÉCNICA Modelo: Carroceria / motorização: Construção: Fabricação: Chevrolet Trailblazer LTZ Utilitário esportivo, 4 portas, motorização dianteira, tração

Leia mais

Presença Mundial Capacidade de produção: 2 milhões anéis /ano.

Presença Mundial Capacidade de produção: 2 milhões anéis /ano. Presença Mundial Capacidade de produção: 2 milhões anéis /ano. E.U.A INGLATERRA ESPANHA ALEMANHA TURQUIA CHINA BRASIL ITALIA ARGENTINA Linha de Produção Escritório Comercial PARTICIPAÇÃO DE MERCADO - Europa

Leia mais

Série 6J. Tratores John Deere

Série 6J. Tratores John Deere Série 6J Tratores John Deere Apresentamos a Série 6J de Tratores John Deere. Os melhores tratores são aqueles que contam com uma combinação perfeita de motores potentes e econômicos, sistema de transmissão

Leia mais

LINHA 5000 AGRALE Compact 5075 Compact Arrozeiro. Força e versatilidade no tamanho que você precisa.

LINHA 5000 AGRALE Compact 5075 Compact Arrozeiro. Força e versatilidade no tamanho que você precisa. LINHA 5000 AGRALE 5065 Compact 5075 Compact 5075 5085 5085 Arrozeiro Força e versatilidade no tamanho que você precisa. Trator 5065 COMPACT COMPACT Motor MWM D229EC3 MWM D229-4 Número de Cilindros / Cilindradas

Leia mais

CHEVROLET TRAILBLAZER 2.8 CTDI 2014

CHEVROLET TRAILBLAZER 2.8 CTDI 2014 CHEVROLET TRAILBLAZER 2.8 CTDI 2014 FICHA TÉCNICA Carroceria / motorização: Construção: Fabricação: Chevrolet Trailblazer LTZ Utilitário esportivo, 4 portas, motorização dianteira, tração integral Carroceria

Leia mais

transversal anterior 85,0 (G) / 86,0 (E) a rpm 12,4 (G) / 12,5 (E) a rpm Gasolina / Etanol 5 a frente e 1à ré

transversal anterior 85,0 (G) / 86,0 (E) a rpm 12,4 (G) / 12,5 (E) a rpm Gasolina / Etanol 5 a frente e 1à ré WEEKEND WEEKEND ATTRACTIVE 1.4 FLEX 2017 4P CILINDROS 04 em linha transversal anterior Nº DE VÁLVULAS POR CILINDRO 2 CILINDRADA TOTAL (CC) POTÊNCIA MÁXIMA (CV) TORQUE MÁXIMO (KGF.M) ALIMENTAÇÃO 1.368 85,0

Leia mais

SERVIÇO AUTÔNOMO DE ÁGUA E ESGOTO DE ITAGUARA (Autarquia Municipal) CNPJ: / Inscrição Estadual: Isento

SERVIÇO AUTÔNOMO DE ÁGUA E ESGOTO DE ITAGUARA (Autarquia Municipal) CNPJ: / Inscrição Estadual: Isento ÍTEM QTD DESCRIÇÃO DO PRODUTO MODELO MARCA 01 4 PNEU NOVO PARA VEÍCULO UNO MILLE 175/70 R13 ECONOMY Pneu desenvolvido para carro de passeio, composto de borracha resistente, dimensão 175/70, aro 13, largura

Leia mais

Transversal anterior. 130,0 (G) / 132,0 (E) a rpm. 18,4 (G) / 18,9 (E) a rpm. Gasolina / Etanol. 5 a frente e 1à ré

Transversal anterior. 130,0 (G) / 132,0 (E) a rpm. 18,4 (G) / 18,9 (E) a rpm. Gasolina / Etanol. 5 a frente e 1à ré DOBLÒ DOBLÒ ESSENCE 5 LUGARES 1.8 16V FLEX 2017 4P CILINDROS 04 em linha POSIÇÃO DO Transversal anterior Nº DE VÁLVULAS POR CILINDRO 4 CILINDRADA TOTAL (CC) POTÊNCIA MÁXIMA (CV) TORQUE MÁXIMO (KGF.M) ALIMENTAÇÃO

Leia mais

NEW HOLLAND T6 LINHA T6 MAR 1

NEW HOLLAND T6 LINHA T6 MAR 1 NEW HOLLAND T6 LINHA T6 MAR 1 2 3 NOVA LINHA T6 MAR 1. FORÇA E ROBUSTEZ QUE A SUA LAVOURA JÁ CONHECE. DESIGN E PRODUTIVIDADE PARA VOCÊ. MOTOR O melhor motor da categoria. Motor New Holland, produzido no

Leia mais

NEW HOLLAND T6 LINHA T6 MAR 1

NEW HOLLAND T6 LINHA T6 MAR 1 NEW HOLLAND T6 LINHA T6 MAR 1 2 3 NOVA LINHA T6 MAR 1. FORÇA E ROBUSTEZ QUE A SUA LAVOURA JÁ CONHECE. DESIGN E PRODUTIVIDADE PARA VOCÊ. A nova linha T6 MAR 1 da New Holland chegou para ajudar você a ir

Leia mais

Nesta aula. Fundamentos de Dinâmica Veicular Aula 02 Características dos Pneus

Nesta aula. Fundamentos de Dinâmica Veicular Aula 02 Características dos Pneus Fundamentos de Dinâmica Veicular Aula 02 Características dos Pneus Realização: Parceria: Nesta aula Construção Designação Mecanismo da geração de força Propriedades trativas Fórmula de Pacejka Construção

Leia mais

SISTEMA HIDRÁULICO EM TRATORES AGRÍCOLAS

SISTEMA HIDRÁULICO EM TRATORES AGRÍCOLAS LEB 332 MECÂNICA E MÁQUINAS MOTORAS SISTEMA HIDRÁULICO EM TRATORES AGRÍCOLAS Prof. Dr. Casimiro Dias Gadanha Jr. LEB/ESALQ/USP Maio-2015 OBJETIVOS Conhecer as aplicações da transmissão hidráulica de potência

Leia mais

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS CHEVROLET PRISMA 1.0 VHCE FLEXPOWER RESUMO Carroceria / motorização: Construção: Fabricação: Prisma 1.0 VHCE Flexpower Sedã 5 passageiros, 4 portas, motorização dianteira, tração

Leia mais

CHEVROLET S10 CABINE SIMPLES 2.4 FLEXPOWER 2014

CHEVROLET S10 CABINE SIMPLES 2.4 FLEXPOWER 2014 CHEVROLET S10 CABINE SIMPLES 2.4 FLEXPOWER 2014 FICHA TÉCNICA Carroceria / motorização: Construção: Fabricação: Chevrolet S10 Cabine Simples Flexpower Picape, 2 ou 3 ocupantes (dependendo da versão), 2

Leia mais

Lastragem do trator Agrícola Lastragem Prof. Luiz Atilio

Lastragem do trator Agrícola Lastragem Prof. Luiz Atilio do trator Agrícola FORMAS PARA AUMENTAR A ADERÊNCIA ENTRE O RODADO E O SOLO: - Aumento da área de contato: - Pneu mais largo - Rodagem dupla -: - Lastro Líquido ( água nos pneus) - Lastro metálico ( pesos

Leia mais

GLADIADOR Melhor relação peso/potência da categoria

GLADIADOR Melhor relação peso/potência da categoria GLADIADOR 2300 Melhor relação peso/potência da categoria Catálogo virtual Português Ago/2016 GLADIADOR 2300 O pulverizador autopropelido Gladiador 2300 apresenta grande autonomia de trabalho, possibilitando

Leia mais

NOTA: As informações apresentadas estão corretas no momento da publicação, e estão sujeitoas a alteração sem aviso prévio.

NOTA: As informações apresentadas estão corretas no momento da publicação, e estão sujeitoas a alteração sem aviso prévio. Dodge Journey 2012 ESPECIFICAÇÕES NOTA: As informações apresentadas estão corretas no momento da publicação, e estão sujeitoas a alteração sem aviso prévio. As informaçoes apresentadas são preliminares

Leia mais

SUA PRODUTIVIDADE GANHA FORÇA COM A SANTAL.

SUA PRODUTIVIDADE GANHA FORÇA COM A SANTAL. SANTAL.COM.BR TRADIÇÃO DE ALTO DESEMPENHO. SUA PRODUTIVIDADE GANHA FORÇA COM A SANTAL. TECNOLOGIA RESULTADO COMPROVADO NO SETOR SUCROALCOOLEIRO. A Plantadora Santal PDM2 é mais um exemplo do espírito inovador

Leia mais

New Holland TS TS6020 TS6040

New Holland TS TS6020 TS6040 New Holland TS TS6020 TS6040 2 LINHA TS. toda força e Robustez que a sua lavoura merece. A linha TS é a prova de que a New Holland combina tudo o que existe de melhor para garantir o sucesso da agricultura

Leia mais

NEW HOLLAND TT TT4O3O

NEW HOLLAND TT TT4O3O NEW HOLLAND TT TT4O3O VERSATILIDADE PARA TRABALHAR EM TODOS OS CAMPOS. Ágil, potente e robusto. O TT4030 chegou para atuar em diversas frentes na sua lavoura. Ideal para as atividades que requerem força,

Leia mais

20,2 CV (15,1 kw) a r/ min 18 CV (13,4 kw) a r/min. 20 CV (14,9 kw) 18 CV (13,4 kw) (gasolina) De série

20,2 CV (15,1 kw) a r/ min 18 CV (13,4 kw) a r/min. 20 CV (14,9 kw) 18 CV (13,4 kw) (gasolina) De série 2500 Motor: Motor Diesel: Modelo John Deere Série 220, de 3 cilindros Potência conforme norma ECE-R24 20,2 CV (15,1 kw) a 3.600 r/ min 18 CV (13,4 kw) a 3.000 r/min Motor Gasolina: Modelo Kawasaki, V Twin,

Leia mais

CV mf7100. _FOLHETAO FOP MF7100.indd 1 31/01/12 10:33

CV mf7100. _FOLHETAO FOP MF7100.indd 1 31/01/12 10:33 CV 140-180 mf7100 Nova linha de tratores para silvicultura INOVAÇÃO - COMPROMETIMENTO - PROXIMIDADE - VISÃO - CONFIABILIDADE - LIDERANÇA - SUPORTE - TECNOLOGIA _FOLHETAO FOP MF7100.indd 1 31/01/12 10:33

Leia mais

Seleção de Máquinas Agrícolas. Prof. Eng. Agr. Luiz Paulo Montenegro de Miranda

Seleção de Máquinas Agrícolas. Prof. Eng. Agr. Luiz Paulo Montenegro de Miranda Seleção de Máquinas Agrícolas Prof. Eng. Agr. Luiz Paulo Montenegro de Miranda Referências FOLLE, S. M.; FRANZ, C. A. B.; Trator Agrícola: características e fundamentos para sua seleção, por Sérgio Mauro

Leia mais

New Holland TT. TT4o3o

New Holland TT. TT4o3o New Holland TT TT4o3o VERSATILIDADE PARA TRABALHAR EM TODOS OS CAMPOS. Ágil, potente e robusto. O TT4030 chegou para atuar em diversas frentes na sua lavoura. Ideal para as atividades que requerem força,

Leia mais

85 (G) / 88 (E) a rpm. 12,4 (G) / 12,5 (E) a rpm. Eletrônica digital incorporada ao sistema de injeção

85 (G) / 88 (E) a rpm. 12,4 (G) / 12,5 (E) a rpm. Eletrônica digital incorporada ao sistema de injeção FIORINO FIORINO 1.4 EVO FLEX 2017 2P MOTOR CILINDROS 04 em linha Nº DE VÁLVULAS POR CILINDRO 2 CILINDRADA TOTAL (CC) POTÊNCIA MÁXIMA (CV) TORQUE MÁXIMO (KGF.M) DIÂMETRO X CURSO ASPIRAÇÃO 1368 85 (G) /

Leia mais

Aproveitamento de potência de tratores agrícolas

Aproveitamento de potência de tratores agrícolas Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro Centro de Ciências e Tecnologias Agropecuárias - Laboratório de Engenharia Agrícola EAG 03305 Mecanização Agrícola Prof. Ricardo Ferreira Garcia

Leia mais

CHEVROLET S10 CABINE SIMPLES 2.4 FLEXPOWER 2015

CHEVROLET S10 CABINE SIMPLES 2.4 FLEXPOWER 2015 CHEVROLET S10 CABINE SIMPLES 2.4 FLEXPOWER 2015 FICHA TÉCNICA Carroceria / motorização: Construção: Fabricação: Chevrolet S10 Cabine Simples Flexpower Picape, 2 portas, 2 ou 3 ocupantes (dependendo da

Leia mais

NEW HOLLAND TT TT3840 TT4030

NEW HOLLAND TT TT3840 TT4030 NEW HOLLAND TT TT3840 TT4030 2 3 PERFEITO PARA A SUA LAVOURA, DO TAMANHO DA SUA NECESSIDADE. Os tratores TT foram projetados para atender as necessidades mais específicas no campo. Com 55 ou 75 cavalos

Leia mais

MF CV

MF CV MF 6700 115-125 - 135 CV *Foto meramente ilustrativa. POTÊNCIA E MODERNIDADE Exclusivo motor eletrônico Transmissão 12x12 Sistema hidráulico de alta vazão Massey Ferguson MAIS RENDIMENTO COM A SÉRIE MF

Leia mais

Grand Vitara 4x2 AT. Grand Vitara. Grand Vitara 4x4 MT. Grand Vitara. 4x2 AT. 4x2 AT Premium

Grand Vitara 4x2 AT. Grand Vitara. Grand Vitara 4x4 MT. Grand Vitara. 4x2 AT. 4x2 AT Premium Dimensões Altura (mm) 1695 1745 1695 1745 Altura livre do solo 200 250 200 250 Bitola Dianteira (mm): 1540 Bitola Traseira (mm): 1570 Capacidade de tração - Reboque com freio (kg) 1360 1850 1700 Capacidade

Leia mais

Motor de Pistões Radiais V JMDG Baixa rotação e alto torque

Motor de Pistões Radiais V JMDG Baixa rotação e alto torque Motor de Pistões Radiais V JMDG Baixa rotação e alto torque Introdução São motores de baixa rotação e altíssimo torque e que podem ser aplicados em várias áreas que exigem estas características. Podem

Leia mais

SEM534 Processos de Fabricação Mecânica. Professor - Renato G. Jasinevicius. Aula: Máquina ferramenta- Torno. Torno

SEM534 Processos de Fabricação Mecânica. Professor - Renato G. Jasinevicius. Aula: Máquina ferramenta- Torno. Torno SEM534 Processos de Fabricação Mecânica Professor - Renato G. Jasinevicius Aula: Máquina ferramenta- Torno Torno Torno Existe uma grande variedade de tornos que diferem entre si pelas dimensões, características,

Leia mais

Atuadores e Sistemas Hidráulicos

Atuadores e Sistemas Hidráulicos 1 Atuadores e Sistemas Hidráulicos Prof. Dr. Emílio Carlos Nelli Silva Aula 1 Escola Politécnica da USP Departamento de Engenharia Mecatrônica e Sistemas Mecânicos Introdução 2 Hidráulica é o ramo da engenharia

Leia mais

A agricultura está cada vez mais profissional.

A agricultura está cada vez mais profissional. New Holland TL TL6OE TL75E TL85E TL95E 2 3 4 A agricultura está cada vez mais profissional. E a nova linha TL acompanha essa tendência. AS Máquinas new holland estão prontas para trabalhar com biodiesel.

Leia mais

3. TRANSMISSÃO DE POTÊNCIA

3. TRANSMISSÃO DE POTÊNCIA 8 3. TRANSMISSÃO DE POTÊNCIA Os mecanismos de transmissão estão presentes em várias partes das máquinas e implementos agrícolas, transferindo potência e movimento, podendo atuar também como elemento de

Leia mais

Mecanização Agrícola Manejo de Culturas de Cobertura

Mecanização Agrícola Manejo de Culturas de Cobertura Mecanização Agrícola Manejo de Culturas de Cobertura MANEJO DA VEGETAÇÃO E DE RESTOS CULTURAIS INTRODUÇÃO - Preparos Conservacionistas Objetivos: Superfície coberta máximo de tempo possível Uniformidade

Leia mais

Aplicações Mecânicas Aula 3

Aplicações Mecânicas Aula 3 Aplicações Mecânicas Aula 3 Ementa CONTEÚDO PROGRAMÁTICO 2. Correias 2.1. Tipos 2.2. Características geométricas da transmissão por correia Elementos flexíveis - Correia A correia é um elemento de transmissão

Leia mais

TABELAS DE CONVERSÃO E FÓRMULAS:

TABELAS DE CONVERSÃO E FÓRMULAS: TABELAS DE CONVESÃO E FÓMULAS: Aplicações para motores hidráulicos... 07 Cálculo da perda de carga em tubulação... 04 Cálculo do diâmetro nominal (interno e externo) de tubulação... 03 Circuitos hidráulicos...

Leia mais

HÉRCULES e Precisão e alto rendimento na distribuição de corretivos e fertilizantes

HÉRCULES e Precisão e alto rendimento na distribuição de corretivos e fertilizantes HÉRCULES 10000 e 24000 Precisão e alto rendimento na distribuição de corretivos e fertilizantes Catálogo virtual Português Mar/2016 HÉRCULES DE ARRASTO Os Hércules de arrasto são ideais para a distribuição

Leia mais

12ª Aula Bombas Hidráulicas

12ª Aula Bombas Hidráulicas 12ª Aula Bombas Hidráulicas As bombas são utilizadas nos circuitos hidráulicos, para converter energia mecânica em energia hidráulica. A ação mecânica cria um vácuo parcial na entrada da bomba, o que permite

Leia mais

Novos tratores Farmall série a. O multitarefas perfeito para você.

Novos tratores Farmall série a. O multitarefas perfeito para você. tratores farmall Novos tratores Farmall série a. O multitarefas perfeito para você. Os novos tratores Farmall série A foram projetados para os mais diversos trabalhos tanto na agricultura como na pecuária.

Leia mais

CERES MASTER e CERES. Plantio eficiente com melhor custo/benefício

CERES MASTER e CERES. Plantio eficiente com melhor custo/benefício CERES MASTER e CERES Plantio eficiente com melhor custo/benefício Catálogo virtual Português Abr/2016 CERES MASTER As semeadoras Ceres Master apresentam modelos com grande versatilidade, agilidade e excelente

Leia mais

oeixo de Comando de Válvulas

oeixo de Comando de Válvulas oeixo de Comando de Válvulas 1 Detalhes técnicos Do eixo de comando de válvulas depende grande parte das principais características e comportamento de funcionamento do motor. É o comando de válvulas quem

Leia mais

MF CV

MF CV MF 6700 115-125 - 135 CV *Foto meramente ilustrativa. POTÊNCIA E MODERNIDADE Motor eletrônico AGCO Power Transmissão 12x12 Sistema hidráulico de alta vazão Massey Ferguson MAIS RENDIMENTO COM A SÉRIE MF

Leia mais

Agrale 4100 Agrale Agrale 4100 GLP ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS Motor Agrale M 93 Agrale M 93 Vanguard 627 V - Twin Potência

Agrale 4100 Agrale Agrale 4100 GLP ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS Motor Agrale M 93 Agrale M 93 Vanguard 627 V - Twin Potência Agrale 4100 Agrale 4100.4 Agrale 4100 GLP Motor Agrale M 93 Agrale M 93 Vanguard 627 V - Twin 10,8 kw (14,7 CV) a 2.750 10,8 kw (14,7 CV) a 2.750 12 kw (16,2 CV) a 3.200 Torque 3,9 Nm a 2.350 3,9 Nm a

Leia mais

NEW HOLLAND TT TT384O

NEW HOLLAND TT TT384O NEW HOLLAND TT TT384O 2 3 PERFEITO PARA A SUA LAVOURA, DO TAMANHO DA SUA NECESSIDADE. O TT384O foi projetado para atender às suas necessidades mais específicas no campo. Com 55 cavalos, ele é robusto,

Leia mais

New Holland TT TT384O

New Holland TT TT384O New Holland TT TT384O 2 3 Perfeito para a sua lavoura, do tamanho da sua necessidade. O TT384O foi projetado para atender às suas necessidades mais específicas no campo. Com 55 cavalos, ele é robusto,

Leia mais

CATÁLOGO DE PRODUTOS ACOPLÁVEIS

CATÁLOGO DE PRODUTOS ACOPLÁVEIS CATÁLOGO DE PRODUTOS ACOPLÁVEIS Rev. Junho-17 Arado Subsolador IMASA - ASI O Arado Subsolador IMASA - ASI foi projetado para descompactar a camada superficial do solo, reduzindo erosões, facilitando a

Leia mais

MÁQUINA UNIVERSAL DE ENSAIO HIDRÁULICA

MÁQUINA UNIVERSAL DE ENSAIO HIDRÁULICA Biopdi Equipamentos para ensaio de materiais Descrição MÁQUINA UNIVERSAL DE ENSAIO HIDRÁULICA 20kN VERSÃO DIDÁTICA São Carlos 2017 :: MÁQUINA UNIVERSAL DE ENSAIO HIDRÁUILICA 20kN - VERSÃO DIDÁTICA Figura

Leia mais

Classificação de tratores agrícolas

Classificação de tratores agrícolas Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro Centro de Ciências e Tecnologias Agropecuárias - Laboratório de Engenharia Agrícola EAG 03305 Mecanização Agrícola Prof. Ricardo Ferreira Garcia

Leia mais

CATÁLOGO DE PRODUTOS ACOPLÁVEIS

CATÁLOGO DE PRODUTOS ACOPLÁVEIS CATÁLOGO DE PRODUTOS ACOPLÁVEIS Arado Subsolador IMASA - ASI O Arado Subsolador IMASA - ASI foi projetado para descompactar a camada superficial do solo, reduzindo erosões, facilitando a absorção da água

Leia mais

Séries COMPACTA e PLUS AF 4000 AF 4500 AF 5000 Plus

Séries COMPACTA e PLUS AF 4000 AF 4500 AF 5000 Plus A WIRTGEN GROUP COMPANY Vibroacabadoras Séries COMPACTA e PLUS AF 4000 AF 4500 AF 5000 Plus www.ciber.com.br ciberoficial 02 03 Facilidade de operação com o mais alto rendimento e qualidade na pavimentação.

Leia mais

M M6040/M7040/M8540/M9540

M M6040/M7040/M8540/M9540 T RACTOR D IESEL KUBOTA M M600/M700/M850/M950 Modelo Estreito Tractores estreitos da série M, desenhados ergonomicamente para um óptimo rendimento e o maior conforto. Os nossos tractores estreitos da série

Leia mais

M-700. Lançamento! Motores e chaves opcionais. M-700. Fornecida com motor 1,5 CV de alta rotação, eixo de transmissão e chave de reversão

M-700. Lançamento! Motores e chaves opcionais. M-700. Fornecida com motor 1,5 CV de alta rotação, eixo de transmissão e chave de reversão Bica livre Acompanha Cana Shop 140/200 e estacionária Reservatório com torneira Acompanha Cana Shop 140/200, estacionária e Cana Shop 60 Motor estacionário indicado à partir de: 3,5 à 6,5 cv A 2 Lançamento!

Leia mais

Séries COMPACTA e PLUS AF 4000 AF 4500 AF 5000 Plus

Séries COMPACTA e PLUS AF 4000 AF 4500 AF 5000 Plus A WIRTGEN GROUP COMPANY Vibroacabadoras Séries COMPACTA e PLUS AF 4000 AF 4500 AF 5000 Plus www.ciber.com.br ciberoficial 02 03 Versatilidade e robustez para todas as aplicações em pavimentação asfáltica.

Leia mais

Presentation Title 1

Presentation Title 1 SIC 2007 Aplicaçã ção o da Técnica T Análise da Árvore de Falhas para o estudo da patinagem em tratores Juliano Amaral Fernandes (M.Sc.) Maria Lúcia Machado Duarte (Ph.D.) Alexandre Carlos Eduardo (Dr.)

Leia mais

Bombas hidráulicas. Prof. Dr. Emílio Carlos Nelli Silva Prof. Dr. Rafael Traldi Moura

Bombas hidráulicas. Prof. Dr. Emílio Carlos Nelli Silva Prof. Dr. Rafael Traldi Moura Bombas hidráulicas Prof. Dr. Emílio Carlos Nelli Silva Prof. Dr. Rafael Traldi Moura Definição de bomba hidráulica Definição: Máquina responsável por transformar energia mecânica ou elétrica em energia

Leia mais

UNIRONS. Esteiras Série E38C

UNIRONS. Esteiras Série E38C UNIRONS Esteiras Série E38C Série E38C: As esteiras da série E38C foram desenvolvidas para aplicações em percursos curvos ou retos. Seus módulos com aberturas lado a lado facilitam a limpeza. Suas dimensões

Leia mais

1 INTRODUÇÃO. Relação TDP x rotor constante Elevada desagregação do solo Quebra de órgãos ativos e das transmissões

1 INTRODUÇÃO. Relação TDP x rotor constante Elevada desagregação do solo Quebra de órgãos ativos e das transmissões 1 INTRODUÇÃO Equipamento de preparo do solo Única operação Utilização mais comum Eliminação de plantas daninhas Preparo do solo (horticultura) Possibilidade de controle do grau de desagregação do solo

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE MATO GROSSO SECRETARIA DE ESTADO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO CAMPUS DE NOVA XAVANTINA

GOVERNO DO ESTADO DE MATO GROSSO SECRETARIA DE ESTADO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO CAMPUS DE NOVA XAVANTINA GOVERNO DO ESTADO DE MATO GROSSO SECRETARIA DE ESTADO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO CAMPUS DE NOVA XAVANTINA Acadêmico (a) Disciplina: Máquinas Agrícolas Professor: Ms.

Leia mais

Sistemas de Irrigação Irrigabras. Carretel Irrigador

Sistemas de Irrigação Irrigabras. Carretel Irrigador Sistemas de Irrigação Irrigabras Carretel Irrigador O QUE É O CARRETEL IRRIGADOR? É um equipamento versátil, de fácil movimentação, simples operação e com baixo custo de investimento por hectare. Pode

Leia mais

MÁQUINAS DE ELEVAÇÃO E TRANSPORTE

MÁQUINAS DE ELEVAÇÃO E TRANSPORTE MÁQUINAS DE ELEVAÇÃO E TRANSPORTE AULA 9 MECANISMOS DE TRANSLAÇÃO PROF.: KAIO DUTRA Mecanismos de Translação Estes mecanismos são responsáveis pela locomoção do equipamento em trabalho, e podem ser classificados

Leia mais

Novos tratores Farmall série a. O multitarefas perfeito para você.

Novos tratores Farmall série a. O multitarefas perfeito para você. tratores farmall Novos tratores Farmall série a. O multitarefas perfeito para você. Os novos tratores Farmall série A foram projetados para os mais diversos trabalhos tanto na agricultura como na pecuária.

Leia mais

MÁQUINAS DE ELEVAÇÃO E TRANSPORTE

MÁQUINAS DE ELEVAÇÃO E TRANSPORTE MÁQUINAS DE ELEVAÇÃO E TRANSPORTE AULA 8 ACIONAMENTO E MECANISMOS DE ELEVAÇÃO PROF.: KAIO DUTRA Acionamento Manual e Alavanca de Comando Um acionamento manual pode ser empregado em mecanismos de baixa

Leia mais

Especificação Técnica

Especificação Técnica Technische Especifi cação Daten Técnica Kaltfräse Fresadora W a 200 frio W 100 Especificação Técnica Fresadora a frio W 100 Tambor fresador Largura de fresagem 1.000 mm Profundidade de fresagem * 1 300

Leia mais

Híbrido integral em paralelo com tecnologia plug-in, motor a combustão e módulo híbrido com motor elétrico e embreagem de separação eletromagnética

Híbrido integral em paralelo com tecnologia plug-in, motor a combustão e módulo híbrido com motor elétrico e embreagem de separação eletromagnética Sistema de propulsão Tipo Potência máxima do sistema Torque máximo do sistema Híbrido integral em paralelo com tecnologia plug-in, motor a combustão e módulo híbrido com motor elétrico e embreagem de separação

Leia mais

Atuadores pneumáticos

Atuadores pneumáticos elcabral@usp.br 1 PMR2560 Robótica Atuadores pneumáticos Eduardo L. L. Cabral elcabral@usp.br elcabral@usp.br 2 Objetivos Atuadores pneumáticos : Conceito; Sistemas pneumáticos ; Tipos principais; Dimensionamento.

Leia mais

RD18 Rolos compactadores tandem. Compactos, versáteis e potentes: os modelos RD18

RD18 Rolos compactadores tandem. Compactos, versáteis e potentes: os modelos RD18 RD18 Rolos compactadores tandem Compactos, versáteis e potentes: os modelos RD18 Os modelos articulados RD18 oferecem um excelente desempenho de compactação, graças ao diâmetro grande do cilindro combinado

Leia mais

LASTRAGEM COMO FORMA DE MELHORAR A EFICIÊNCIA DE TRAÇÃO DE TRATOR AGRÍCOLA

LASTRAGEM COMO FORMA DE MELHORAR A EFICIÊNCIA DE TRAÇÃO DE TRATOR AGRÍCOLA LASTRAGEM COMO FORMA DE MELHORAR A EFICIÊNCIA DE TRAÇÃO DE TRATOR AGRÍCOLA Lucas de Arruda Viana 1, Laércio Zambolim 1, Tiago Vieira Sousa 1 1 Universidade Federal de Viçosa/Departamento de Engenharia

Leia mais

Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia. Prof.: Carlos

Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia. Prof.: Carlos Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia Campos de Presidente Epitácio LIDIANE FERREIRA Trabalho apresentado na disciplina de Elementos de Maquinas do Curso de Automação Industrial 3º módulo

Leia mais

B310r 4x2 rodoviário VOLVO PNEUS 295/80R22,5. DIMENSÕES (mm)

B310r 4x2 rodoviário VOLVO PNEUS 295/80R22,5. DIMENSÕES (mm) VOLVO B310r 4x2 rodoviário Computador de bordo com diagnóstico de falhas Arquitetura BEA2 (Bus Electrical Architecture) Motor eletrônico Volvo D11C Suspensão com controle eletrônico Sistema Volvo de freios

Leia mais

(a) a aceleração angular média nesse intervalo de tempo. (b) o número de voltas dadas

(a) a aceleração angular média nesse intervalo de tempo. (b) o número de voltas dadas Capítulo 1 Movimento Circular 1. A velocidade angular de um ponto que executa um movimento circular varia de 20 rad/s para 40 rad/s em 5 segundos. Determine: (a) a aceleração angular média nesse intervalo

Leia mais

Atuadores e Sistemas Pneumáticos

Atuadores e Sistemas Pneumáticos Atuadores e Sistemas Pneumáticos Aula 3 e 4 Prof. Dr. Emílio Carlos Nelli Silva Prof. Dr. Rafael Traldi Moura Atuadores Pneumáticos Classificação Atuador Linear (Movimento Linear): Cilindro de Simples

Leia mais

Pneus Agrícolas * Os pneus de máquinas agrícolas distinguem-se dos utilizados nos transportes rodoviários

Pneus Agrícolas * Os pneus de máquinas agrícolas distinguem-se dos utilizados nos transportes rodoviários Pneus Agrícolas * 1. Introdução por: Os pneus de máquinas agrícolas distinguem-se dos utilizados nos transportes rodoviários - Terem pressões mais baixas; - Apresentarem grande superfície de contato com

Leia mais

Soluções Avançadas Case IH.

Soluções Avançadas Case IH. TRATORES MAXXUM Soluções Avançadas Case IH. A força da tecnologia para aqueles que exigem mais. A Case IH é reconhecida pelas soluções avançadas que oferece ao agroempresário. Presente nos mercados nos

Leia mais

LINHA 6000 AGRALE. Força e versatilidade no tamanho que você precisa. BX 6110 BX 6180 BX 6150

LINHA 6000 AGRALE. Força e versatilidade no tamanho que você precisa. BX 6110 BX 6180 BX 6150 LINHA 6000 AGRALE BX 6110 BX 6180 BX 6150 Força e versatilidade no tamanho que você precisa. Características Técnicas Trator BX 6110 Número de Cilindros / Cilindradas MWM TD 229 Ec4 Turbo 4 em linha /

Leia mais

13. MÁQUINAS PARA SEMEADURA E PLANTIO

13. MÁQUINAS PARA SEMEADURA E PLANTIO 106 13. MÁQUINAS PARA SEMEADURA E PLANTIO São sistemas mecânicos responsáveis pela deposição de órgãos vegetativos no solo. A forma de deposição desses órgãos vegetativos são definidas como: Semeadoras.

Leia mais

BOMBAS. Bombas CLASSIFICAÇÃO BOMBAS ALTERNATIVAS APLICAÇÕES 06/04/2011 BOMBAS DE DESLOCAMENTO POSITIVO

BOMBAS. Bombas CLASSIFICAÇÃO BOMBAS ALTERNATIVAS APLICAÇÕES 06/04/2011 BOMBAS DE DESLOCAMENTO POSITIVO BOMBAS Bombas Para deslocar um fluido ou mantê-lo em escoamento é necessário adicionarmos energia, o equipamento capaz de fornecer essa energia ao escoamento do fluido é denominamos de Bomba. CLASSIFICAÇÃO

Leia mais

PAD Série Prata e Diamante

PAD Série Prata e Diamante PAD Série Prata e Diamante PAD Série Prata 0 e 00/00E PAD Série Prata 70 e 000 PAD Série Diamante 00, 70 e 000 Visite nosso site: www.stara.com.br PLAINAS AGRÍCOLAS DIANTEIRAS PAD e ST MAX 0 Os tratores

Leia mais

1. INTRODUÇÃO. Figura 1.1 Classificação das máquinas de fluido [adaptado de BRASIL, 2010, p.21] mca metros de coluna d água. 1 1

1. INTRODUÇÃO. Figura 1.1 Classificação das máquinas de fluido [adaptado de BRASIL, 2010, p.21] mca metros de coluna d água. 1 1 1. INTRODUÇÃO Máquina de Fluido (fluid machinery) é o equipamento que promove a troca de energia entre um sistema mecânico e um fluido, transformando energia mecânica (trabalho) em energia de fluido ou

Leia mais

Eixo rigido, Molas helicoidais Freios Jimny 4All Jimny Canvas 4All Jimny 4Sport Jimny Canvas 4Sport Jimny 4Work Jimny 4Work Off-Road

Eixo rigido, Molas helicoidais Freios Jimny 4All Jimny Canvas 4All Jimny 4Sport Jimny Canvas 4Sport Jimny 4Work Jimny 4Work Off-Road Dimensões Jimny 4All Jimny Canvas 4All Jimny 4Sport Jimny Canvas 4Sport Jimny 4Work Jimny 4Work Off-Road Comprimento (mm) 3645 Largura (mm) 1600 Altura (mm) 1705 Entre-eixos (mm) 2250 Bitola Dianteira

Leia mais