BOLETIM ESTATÍSTICO. Dezembro Disponível em - Publicações e Estatísticas. Banco de Portugal

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "BOLETIM ESTATÍSTICO. Dezembro Disponível em - Publicações e Estatísticas. Banco de Portugal"

Transcrição

1 BOLETIM ESTATÍSTICO Dezembro 2003 Disponível em - Publicações e Estatísticas Banco de Portugal

2 Special Data Dissemination Standard Em Abril de 1996 o Fundo Monetário Internacional (FMI) criou o Special Data Dissemination Standard (SDDS) visando reforçar a transparência, integridade, actualidade e qualidade da informação estatística. No âmbito do SDDS é disponibilizada informação sobre: dados macroeconómicos; política de divulgação ao público; política de revisões; metodologias subjacentes à preparação da informação estatística. Portugal aderiu ao SDDS em Outubro de 1998, podendo ser consultada a informação relativa a Portugal no Dissemination Standard Bulletin Board (DSBB) do FMI, acessível na Internet - Em articulação com o calendário de divulgação estabelecido no SDDS, igualmente disponível no referido endereço da Internet, o Banco de Portugal publica, em primeira mão, na Internet -- as relevantes estatísticas sobre Contas da Administração Central - Financiamento, Contas do Sector Bancário e do Banco de Portugal, Taxas de Juro, Dívida Externa e Reservas Internacionais. A informação estatística abrangida pelo SDDS, relativa a Portugal, é compilada pelo Ministério das Finanças, pelo Instituto Nacional de Estatística, pela Euronext Lisboa e pelo Banco de Portugal. In April 1996, the International Monetary Fund (IMF) created the Special Data Dissemination Standard (SDDS) with the intention of improving the dissemination of reliable, comprehensive and timely economic, financial and socio-demographic data. The standard provides information on the data categories and the practices concerning the access by the public, the integrity and the quality of the Statistics. Portugal has been represented on the IMF Dissemination Standard Bulletin Board (DSBB) since October Metadata on Portuguese economic and financial categories are available at According to the SDDS advance release calendar, also available on the referred IMF website, the Banco de Portugal publishes firstly on its website -- the relevant data concerning Central Government Accounts - Financing, Accounts of the Banking System and of the Central Bank, Interest Rates, External Debt and International Reserves. The statistical data, for Portugal, are compiled by Ministério das Finanças, Instituto Nacional de Estatística, Euronext Lisboa and Banco de Portugal.

3 MONETARY FINANCIAL INSTITUTIONS INTEREST RATES STATISTICS Changes in Chapter B.7 According to Regulation ECB/2001/18 of the European Central Bank, Banco de Portugal launched in January 2003 a new system for gathering data with a view to compiling statistics on interest rates applied by monetary financial institutions (MFls) to deposits and loans vis-à-vis private individuals and non-financial corporations resident in Monetary Union countries. This implied reformulating Chapter B.7 of the Statistical Bulletin, whose publication in the new format starts with the present issue - December with data as of January The previous reporting system, which prevailed until December 2002, covered only retail interest rates on new business carried out by MFls during each reporting month, while the new system, which started in January 2003, also includes interest rates on outstanding amounts. These correspond to a measure of gross return on interest-earning assets and of average cost on interest-bearing liabilities recorded in the MFls balance sheet for each instrument and for each institutional sector covered, i.e., private individuals (broken down by purpose in the case of loans) and non-financial corporations. Thus, interest rates on outstanding amounts largely reflect the conditions of business carried out in previous reporting periods and only marginally reflect the new business agreed during the reference time period. The compilation and aggregation method of average interest rates on new business, as well as the interpretation of indicators based on these rates, is substantially different in the new reporting system when compared with the previous one. Indeed, in the reporting system in force until December 2002, interest rates of each individual transaction were double weighted by amount and by agreed original maturity - in the calculation of the average interest rates of each MFI. In the new reporting system according to Regulation ECB/2001/18, the weighting process considers only the amount of each transaction, not the agreed original maturity. Besides, in the previous reporting system, interest rates on new business were broken down by classes of agreed maturity, while in the new reporting system, the breakdown is by initial rate fixation period. For example, transactions with an agreed maturity of up to 1 year and transactions with rates indexed to reference rates with an agreed period of rate revision of up to 1 year are included in up to 1 year initial rate fixation category, irrespective of the time to maturity. For banking systems such as Portugal s, the majority of the loans carry a variable interest rate, periodically revised in line with developments in the money market. In such systems, the different classification of loans for the purpose of calculating average interest rates on outstanding amounts and new business precludes the interpretation of the rates on new business as leading indicators of rates on outstanding amounts. It should also be noted that the aggregation of interest rates on new business, using the amount of business as the single weighting factor, leads to an average rate that gives a higher weight to business with shorter maturities than if one uses a double weighting of agreed maturity and amount of business. Under certain conditions, the average rate on new business can differ according to the aggregation method considered. Furthermore, Regulation ECB/2001/18, by setting the breakdown of interest rates on new business according to the initial rate fixation period, does not allow the calculation of interest rates on new business according to the agreed maturity of the transaction. Thus, indicators of interest rates on new business cannot be interpreted as marginal conditions applied by MFIs to business agreed in the reporting month and no inferences should be made as regards profitability trends of the reporting institutions. In particular, no spreads vis-à-vis money market reference rates should be used as incremental contribution measures of the effective profitability of MFls for the overall transactions recorded in the balance sheet.

4

5 ÍNDICE CONTENTS A. Principais indicadores A. Main indicators B. Estatísticas monetárias e financeiras B. Monetary and financial statistics B.0 B.1 Agregados monetários e principais contrapartidas Síntese monetária B.0 B.1 Monetary aggregates and main counterparts Monetary survey B.2 Balanço do Banco de Portugal B.2 Balance sheet of the Banco de Portugal B.3 Balanço das outras instituições financeiras monetárias B.3 Balance sheet of monetary financial institutions B.4 Detalhes dos activos das outras instituições financeiras B.4 Details of the assets of other monetary financial institutions monetárias face a residentes vis-à-vis residents B.5 Detalhes dos passivos das outras instituições financeiras monetárias face a residentes B.5 Details of the liabilities of other monetary financial institutions vis-à-vis residents B.6 Detalhesdos activos e dos passivos das outras instituições financeiras monetárias face a não residentes B.6 Details of the assets and liabilities of other monetary financial institutions vis-à-vis non-residents B.7 Taxas de juro e rendibilidade dos bancos B.7 Banks interest rates and profitability B.8 Informação sobre instituições financeiras não monetárias B.8 Information on non-monetary financial institutions B.9 Mercado monetário interbancário B.9 Interbank money market B.10 Mercados de títulos B.10 Securities markets B.11 Sistemas de pagamentos B.11 Payment systems C. Estatísticas da balança de pagamentos C. Balance of payments statistics C.1 Balanças corrente e de capital C.1 Current and capital accounts C.2 Balança financeira C.2 accounts C.3 Posição de investimento internacional C.3 International investment position D. Estatísticas cambiais D. Exchange rate statistics D.1 Taxas de câmbio D.1 Exchange rates D.2 Transacções no mercado de câmbios D.2 Exchange market turnover E. Estatísticas das finanças públicas E. Public finance statistics F. Estatísticas gerais F. General statistics A. PRINCIPAIS INDICADORES A. MAIN INDICATORS A.1 INFLAÇÃO A.1 INFLATION A.1.1 Índice harmonizado de preços no consumidor e índice de preços no consumidor... 5 A.1.2 Índice harmonizado de preços no consumidor por agregados - Taxas de variação... 6 A.1.3 Índice de preços no consumidor por classes - Taxas de variação... 7 A.1.4 Índice harmonizado de preços no consumidor - Taxas de variação... 8 A.1.1 Harmonized index of consumer prices and consumer price index... 5 A.1.2 Harmonized index of consumer price by aggregates - Rates of change... 6 A.1.3 Consumer price index by items - Rates of change... 7 A.1.4 Harmonised index of consumer prices - Rates of change... 8 A.2 ESTATÍSTICAS CAMBIAIS A.2 EXCHANGE RATE STATISTICS A.2.1 Taxas de conversão irrevogáveis para o euro A.2.1 Irrevocable conversion rates for the euro A.2.2 Taxas de câmbio de referência do euro e índices cambiais A.2.2 Euro reference exchange rates and exchange rate indices.. 12 A.2.3 Taxas de câmbio de referência do euro vis-à-vis outras moedas da UE e MTC II A.2.3 Euro reference exchange rates vis-à-vis other EU currencies andermii A.3 ESTATÍSTICAS MONETÁRIAS E FINANCEIRAS A.3 MONETARY AND FINANCIAL STATISTICS A.3.1 Taxas de juro directoras do BCE A.3.1 Key ECB interest rates A.3.2 Taxas de juro de curto prazo e taxas de rendibilidade de longo A.3.2 Short-term interest rates and long-term yields prazo A.3.3 Taxas de juro de novas operações activas das IFM - Operações com sociedades não financeiras, particulares e emigrantes A.3.3 MFI lending rates on new operations - operations vis-à-vis non-financial private corporations, private individuals and A.3.4 Taxas de juro de novas operações passivas das IFM - Depósitos a prazo e de poupança até 1 ano e a mais de 1 ano A.3.4 emigrants MFI deposit rates on new operations - Time and saving deposits up to 1 year and over 1 year A.3.5 Índice de cotações de acções A.3.5 Share price index A.3.6 Síntese monetária - Saldos em fim de mês A.3.6 Monetary survey - End-of-month figures A.3.7 Contrapartida da variação dos passivos até 2 anos face ao sector não monetário excepto administração central - Variações de saldos em fim de mês A.3.7 Counterparts to changes in liabilities up to 2 years vis-à-vis non-monetary sector except central government - Changes in the end-of-month figures A.3.8 Agregados monetários da área do euro e contribuição A.3.8 Monetary aggregates of the euro area and national nacional - Taxas de variação anual com base no índice contribution - Annual change rates on the basis of the index 22 A.3.9 Agregados de crédito interno - Taxas de variação A.3.9 Domestic credit aggregates - Rates of change Banco de Portugal / Boletim Estatístico / Dezembro 2003 III

6 A.3.10 Crédito interno a sociedades não financeiras por ramo de actividade - Taxas de variação homóloga calculadas com base em saldos em fim de mês A.3.11 Crédito interno a particulares por finalidade - Taxas de variação homóloga (M(1,12)) calculadas com base em saldos emfimdemês A.3.12 Balanço agregado do sistema bancário - Actividade consolidada - Saldos em fim de período A.3.13 Balanço agregado do sistema bancário - Actividade consolidada - excluindo instituiçoes com sede e/ou actividade predominante no off-shore da Madeira - Saldos em fim de período A.3.14 Demonstração de resultados agregada do sistema bancário - Actividade consolidada - excluindo instituições com sede e/ou actividade predominante no off-shore da Madeira - Saldos em fim de período A.3.10 Domestic credit to non-financial corporations by branch of activity - Year-on-year rate of change computed from end-of-month figures A.3.11 Domestic credit to private individuals by purpose - Year-on-year growth rates (M(1,12)) computed from end-of-month figures A.3.12 Aggregated balance sheet of the banking system - Consolidated activity - End-of-period figures A.3.13 Aggregated balance sheet of the banking system - Consolidated activity - Excluding institutions with head office and/or carrying on their activities mainly in Madeira off-shore - End-of-period figures A.3.14 Profit and loss account of the banking system- Consolidated activity - Excluding institutions with head office and/or carrying on their activities mainly in Madeira off-shore - End-of-period figures A.4 ESTATÍSTICAS DA BALANÇA DE PAGAMENTOS A.4 BALANCE OF PAYMENTS STATISTICS A.4.1 Balança de pagamentos - Principais componentes Balance of payments - Main items Valores líquidos anuais Annual net figures Em euros Ineuros A.4.2 Principais componentes da balança de pagamentos - Com os A.4.2 Balance of payments main items - Vis-à-vis euro area países da área do euro countries A.4.3 Principais componentes da balança de pagamentos - Com os A.4.3 Balance of payments main items - Vis-à-vis European Union países da União Europeia countries A.4.4 Balanças corrente e de capital - Principais componentes A.4.4 Current and capital account - Main items A.4.5 Balança financeira - Principais componentes A.4.5 account - Main items A.4.6 Posição de investimento internacional - Principais A.4.6 International investment position - Main items componentes A.4.7 Balanças corrente e de capital e balança financeira - Valores líquidos do trimestre terminado em cada mês A.4.7 Current and capital accounts and financial account - Net values of the quarter ended in each month A.4.8 Balanças corrente e de capital - Principais componentes - A.4.8 Current and capital accounts - Main items - Net values of A.4.9 Valores líquidos do terminado trimestre em cada mês Balança financeira - Principais componentes - Valores líquidos do trimestre terminado em cada mês A.5 ESTATÍSTICAS DAS FINANÇAS PÚBLICAS A.5 PUBLIC FINANCE STATISTICS A.5.1 Financiamento das administrações públicas - Fluxos acumulados desde o início do ano A.4.9 A.5.1 the quarter ended in each month account - Main items - Net values of the quarter ended in each month General government financing - Cumulative flows since the beginning of the year B. ESTATÍSTICAS MONETÁRIAS E FINANCEIRAS B. MONETARY AND FINANCIAL STATISTICS B.0 AGREGADOS MONETÁRIOS E PRINCIPAIS CONTRAPARTIDAS B.0 MONETARY AGGREGATES AND MAIN COUNTERPARTS B.0.1 Agregados monetários da área do euro B.0.1 Euro area monetary aggregates B.0.2 Contribuição nacional para os agregados monetários da área B.0.2 National contribution for the euro area monetary aggregates.. 47 do euro B.0.3 Principais contrapartidas do M3 da área do euro B.0.3 Main counterparts of euro area M B.0.4 Contribuição nacional para as principais contrapartidas do M3 da área do euro B.0.4 National contribution for the main counterparts of euro area M B.1 SÍNTESE MONETÁRIA B.1 MONETARY SURVEY B.1.1 Síntese Monetária - Activo B.1.1 Monetary survey - Assets B.1.1 Síntese Monetária - Passivo B.1.1 Monetary survey - Liabilities B.1.2 Passivos até 2 anos face ao sector residente não monetário (excepto administração central) B.1.2 Liabilities up to 2 years vis-à-vis non-monetary resident sector (except central government) B.1.3 Por memória: empréstimos cedidos por outras IFM em operações de titularização B.1.3 Memo items: loans sold by other MFI through securitisation.. 52 B.2 BALANÇO DO BANCO DE PORTUGAL B.2 BALANCE SHEET OF THE BANCO DE PORTUGAL B.2.1 Balanço do Banco de Portugal B.2.1 Balance sheet of the Banco de Portugal B Activos do Banco de Portugal face a residentes B Assets of the Banco de Portugal vis-à-vis residents B Passivos do Banco de Portugal face a residentes B Liabilities of the Banco de Portugal vis-à-vis residents B Activos do Banco de Portugal face a não residentes - Por instrumento financeiro e prazo B Assets of the Banco de Portugal vis-à-vis non-residents - By financial instrument and maturity B Passivos do Banco de Portugal face a não residentes - Por B Liabilities of the Banco de Portugal vis-à-vis non-residents - B.2.4 instrumento financeiro e prazo Activos e passivos do Banco de Portugal face a não residentes - Por países da área do euro e fora da área do euro B.2.4 By financial instrument and maturity Assets and liabilities of the Banco de Portugal vis-à-vis non-residents - By euro area and non-euro area countries. 57 IV Banco de Portugal / Boletim Estatístico / Dezembro 2003

7 B.3 BALANÇO DAS OUTRAS INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS MONETÁRIAS B.3.0 B.3.0 B.3.1 B B B B B B.3.4 B.3.5 B.3.6 B B B.3.8 Balanço consolidado das outras instituições financeiras monetárias (residentes) - Activo Balanço consolidado das outras instituições financeiras monetárias (residentes) - Passivo Activos e passivos das outras instituições financeiras monetárias face a instituições financeiras monetárias Activos e passivos das outras instituições financeiras monetárias face a outros intermediários e auxiliares Activos e passivos das outras instituições financeiras monetárias face a sociedades de seguros e fundos de pensões Activos e passivos das outras instituições financeiras monetárias face à administração central Activos das outras instituições financeiras monetárias face às administrações públicas excepto administração central Passivos das outras instituições financeiras monetárias face às administrações públicas excepto administração central Activos e passivos das outras instituições financeiras monetárias face a sociedades não financeiras Activos e passivos das outras instituições financeiras monetárias face a particulares Activos e passivos das outras instituições financeiras monetárias face a emigrantes Activos das outras instituições financeiras monetárias face a não residentes Passivos das outras instituições financeiras monetárias face a não residentes Activos e passivos das outras instituições financeiras monetárias - Sector não especificado B.4 DETALHES DOS ACTIVOS DAS OUTRAS INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS MONETÁRIAS FACE A RESIDENTES B.3 BALANCE SHEET OF OTHER MONETARY FINANCIAL INSTITUTIONS B.3.0 B.3.0 B.3.1 B B Other (resident) monetary financial institutions consolidated balance sheet - Assets Other (resident) monetary financial institutions consolidated balance sheet - Liabilities Assets and liabilities of other monetary financial institutions vis-à-vis monetary financial institutions Assets and liabilities of other monetary financial institutions vis-à-vis other financial intermediaries and financial auxiliaries Assets and liabilities of other monetary financial institutions vis-à-vis insurance corporations and pension funds B Assets and liabilities of other monetary financial institutions vis-à-vis central government B Assets of other monetary financial institutions vis-à-vis general government except central government B Liabilities of other monetary financial institutions vis-à-vis general government except central government B.3.4 Assets and liabilities of other monetary financial institutions vis-à-vis non-financial corporations B.3.5 Assets and liabilities of other monetary financial institutions vis-à-vis private individuals B.3.6 Assets and liabilities of other monetary financial institutions vis-à-vis emigrants B Assets of other monetary financial institutions vis-à-vis non-residents B Liabilities of other monetary financial institutions vis-à-vis non-residents B.3.8 Assets and liabilities of other monetary financial institutions - Non-specified sector B.4 DETAILS OF THE ASSETS OF OTHER MONETARY FINANCIAL INSTITUTIONS VIS-À-VIS RESIDENTS B B B B B B B.4.3 B.4.4 Empréstimos de outras instituições financeiras monetárias às instituições financeiras não monetárias - Por prazo Empréstimos de outras instituições financeiras monetárias às administrações públicas excepto administração central - Por prazo Empréstimos de outras instituições financeiras monetárias às sociedades não financeiras - Por prazo Empréstimos de outras instituições financeiras monetárias a particulares - Por finalidade e prazo Empréstimos de outras instituições financeiras monetárias a sociedades não financeiras - Por ramo de actividade Empréstimos de outras instituições financeiras monetárias a sociedades não financeiras da indústria transformadora - Por ramo de actividade Activos em moeda estrangeira de outras instituições financeiras monetárias face ao sector não monetário - Por sector institucional Empréstimos de outras instituições financeiras monetárias a sociedades não financeiras e particulares - Por distrito / região autónoma B B B B B B B.4.3 B.4.4 Loans of other monetary financial institutions to non-monetary financial institutions - By maturity Loans of other monetary financial institutions to general government except central government - By maturity Loans of other monetary financial institutions to non-financial corporations - By maturity Loans of other monetary financial institutions to private individuals - By purpose and maturity Loans of other monetary financial institutions to non-financial corporations - By branch of activity Loans of other monetary financial institutions to non-financial corporations of the manufacturing industry - By branch of activity Assets denominated in foreign currency of other monetary financial institutions vis-à-vis non-monetary sector - By institutional sector Loans of other monetary financial institutions to non-financial corporations and to private individuals - By administrative region B.5 DETALHES DOS PASSIVOS DE OUTRAS INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS MONETÁRIAS FACE A RESIDENTES B.5 DETAILS OF THE LIABILITIES OF OTHER MONETARY FINANCIAL INSTITUTIONS VIS-À-VIS RESIDENTS B B B B B B Depósitos e equiparados de outros intermediários e auxiliares em outras instituições financeiras monetárias Depósitos e equiparados de sociedades de seguros e fundos de pensões em outras instituições financeiras monetárias Depósitos e equiparados da administração central em outras instituições financeiras monetárias Depósitos e equiparados das administrações públicas excepto administração central em outras instituições financeiras monetárias Depósitos e equiparados de sociedades não financeiras em outras instituições financeiras monetárias Depósitos e equiparados de particulares em outras instituições financeiras monetárias B B B B B B Deposits and deposit-like instruments of other financial intermediaries and financial auxiliaries with other monetary financial institutions Deposits and deposit-like instruments of insurance corporations and pension funds with other monetary financial institutions Deposits and deposit-like instruments of central government with other monetary financial institutions Deposits and deposit-like instruments of general government except central government with other monetary financial institutions Deposits and deposit-like instruments of non-financial corporations with other monetary financial institutions Deposits and deposit-like instruments of private individuals with other monetary financial institutions Banco de Portugal / Boletim Estatístico / Dezembro 2003 V

8 B.5.2 B B Depósitos e equiparados em moeda estrangeira do sector não monetário em outras instituições financeiras monetárias - Por sector institucional Depósitos e equiparados de instituições financeiras não monetárias, sociedades não financeiras e particulares em 82 outras IFM - Por distrito / região autónoma... Depósitos e equiparados de emigrantes em outras instituições financeiras monetárias - Por distrito / região autónoma B.5.2 B B Foreign currency deposits and deposit-like instruments of non-monetary sector with other monetary and financial institutions - By institutional sector Deposits and deposit-like instruments of non-monetary financial institutions, non-financial corporations and private individuals with other MFI - By administrative region Deposits and deposit-like instruments of emigrants with other monetary and financial institutions - By administrative region B.6 DETALHES DOS ACTIVOS E PASSIVOS DE OUTRAS INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS MONETÁRIAS FACE A NÃO RESIDENTES B.6 DETAILS OF THE ASSETS AND LIABILITIES OF OTHER MONETARY FINANCIAL INSTITUTIONS VIS-À-VIS NON-RESIDENTS B B B.6.2 B B B B Activos e passivos das outras instituições financeiras monetárias face a instituições financeiras monetárias não residentes - Por instrumento financeiro e prazo Activos e passivos das outras instituições financeiras monetárias face ao sector não monetário não residente - Por instrumento financeiro e prazo Activos e passivos das outras instituições financeiras monetárias face a não residentes - Por moeda Activos das outras instituições financeiras monetárias face a instituições financeiras monetárias não residentes - Por país. 88 Passivos das outras instituições financeiras monetárias face a instituições financeiras monetárias não residentes - Por país. 89 Activos das outras instituições financeiras monetárias face ao sector não monetário não residente - Por país Passivos das outras instituições financeiras monetárias face ao sector não monetário não residente - Por país B B B.6.2 B B B B Assets and liabilities of other monetary financial institutions vis-à-vis non-resident monetary financial institutions - By financial instrument and maturity Assets and liabilities of other monetary financial institutions vis-à-vis non-resident non-monetary sector - By financial instrument and maturity Assets and liabilities of other monetary financial institutions vis-à-vis non-residents - By currency Assets of other monetary financial institutions vis-à-vis non-resident monetary financial institutions - By country Liabilities of other monetary financial institutions vis-à-vis non-resident monetary financial institutions - By country Assets of other monetary financial institutions vis-à-vis non-resident non-monetary sector - By country Liabilities of other monetary financial institutions vis-à-vis non-resident non-monetary sector - By country B.7 TAXAS DE JURO E RENDIBILIDADE DOS BANCOS B.7 BANK S INTEREST RATES AND PROFITABILITY B B B B B B B B B B Taxas de juro de novas operações de empréstimos concedidos por instituições financeiras monetárias a residentes na área do euro Montantes de novas operações de empréstimos concedidos por instituições financeiras monetárias a residentes na área do euro Taxas de juro sobre novas operações de depósitos com prazo acordado de residentes na área do euro em instituições financeiras monetárias Montantes de novas operações de depósitos com prazo acordado de residentes na área do euro em instituições financeiras monetárias Taxas de juro de saldos de empréstimos concedidos por instituições financeiras monetárias a residentes na área do euro Saldos de empréstimos concedidos por instituições financeiras monetárias a residentes na área do euro Taxas de juro de saldos de depósitos com prazo acordado de residentes na área do euro em instituições financeiras monetárias Saldos de depósitos com prazo acordado de residentes na área do euro em instituições financeiras monetárias Custos por natureza de outras instituições financeiras monetárias Proveitos por natureza de outras instituições financeiras monetárias B B B B B Interest rates on new loans granted by monetary financial institution to residents in the euro area New loans granted by monetary financial institutions to residents in the euro area Interest rates on new deposits with agreed maturity placed by residents in the euro area with monetary financial institutions New deposits with agreed maturity placed by residents in the euro area with monetary financial institutions Interest rates on outstanding amounts of loans granted by monetary financial institutions to residents in the euro area. 96 B Outstanding amounts of loans granted by monetary financial institutions to residents in the euro area B Interest rates on outstanding amounts of deposits with agreed maturity placed by residents in the euro area with monetary financial institutions B Outstanding amounts of deposits with agreed maturity placed by residents in the euro area with monetary financial institutions B Other monetary financial institutions operating costs B Other monetary financial institutions operating income B.8 INFORMAÇÃO SOBRE INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS NÃO MONETÁRIAS B B B B Balanço dos fundos de investimento mobiliário - Valores líquidos por tipo de fundo Composição da carteira de aplicações dos fundos de investimento mobiliário - Montantes aplicados por sector institucional Composição da carteira de aplicações dos fundos de investimento mobiliário - Montantes aplicados por instrumento financeiro e sector Composição da carteira de aplicações dos fundos de investimento mobiliário - Montantes aplicados por instrumento financeiro, prazo original e moeda B.8 INFORMATION ON NON-MONETARY FINANCIAL INSTITUTIONS B Balance sheet of mutual funds - Net values broken down by type of funds B Composition of the investments portfolio of mutual funds - Amounts invested broken down by institutional sector B Composition of the investment portfolio of mutual funds - Amounts invested broken down by financial instrument and sector B Composition of the investment portfolio of mutual funds - Amounts invested broken down by financial instrument, original maturity and currency VI Banco de Portugal / Boletim Estatístico / Dezembro 2003

9 B Composição da carteira de aplicações dos fundos de investimento mobiliário - Montantes aplicados por país emitente Balanço dos outros intermediários (excepto fundos de investimento) B Composition of the investment portfolio of mutual funds - Amounts invested broken down by issuing country B B Balance sheet of other financial intermediaries (excluding mutual funds) B Balanço dos auxiliares B Balance sheet of financial auxiliaries B B B Activos de outros intermediários (excepto fundos de investimento) e auxiliares sob a forma de depósitos e outras aplicações similares em instituições financeiras Títulos em carteira de outros intermediários (excepto fundos de investimento) e auxiliares Créditos concedidos por outros intermediários (excepto fundos de investimento) e auxiliares B B B Deposits and other similar investments of other financial intermediaries (excluding mutual funds) and financial auxiliaries in financial institutions Securities of other financial intermediaries (excluding mutual funds) and financial auxiliaries Loans and advances granted by other financial intermediaries (excluding mutual funds) and financial auxiliaries Other assets of other financial intermediaries (excluding mutual funds) and financial auxiliaries Loans and other similar resources of other financial intermediaries (excluding mutual funds) and financial auxiliaries Capital and reserves of other financial intermediaries (excluding mutual funds) and financial auxiliaries Other liabilities of other financial intermediaries (excluding mutual funds) and financial auxiliaries Profit and loss account of other financial intermediaries (excluding mutual funds) and financial auxiliaries Costs and losses Profit and loss account of other financial intermediaries (excluding mutual funds) and financial auxiliaries Income and gains Profit and loss account of other financial intermediaries (excluding mutual funds) and financial auxiliaries Operating profit / loss B Activos diversos de outros intermediários (excepto B fundos de investimento) e auxiliares B Passivos de outros intermediários (excepto fundos B de investimento) e auxiliares sob a forma de empréstimos e outros recursos similares B Capital e reservas de outros intermediários B (excepto fundos de investimento) e auxiliares B Passivos diversos de outros intermediários B (excepto fundos de investimento) e auxiliares B Desenvolvimento de resultados de outros intermediários B (excepto fundos de investimento) e auxiliares Custos B Desenvolvimento de resultados de outros intermediários B (excepto fundos de investimento) e auxiliares Proveitos B Desenvolvimento de resultados de outros intermediários B (excepto fundos de investimento) e auxiliares Resultado de exploração B Sociedades de capital de risco B Risk capital companies B Sociedades de factoring B Factoring companies B Sociedades financeiras de corretagem B Dealers B Sociedades financeiras para aquisições a crédito B Credit-purchase financing companies B Sociedades gestoras de participações sociais do sector B holding companies financeiro B Sociedades de locação financeira B leasing companies B Intermediários - Outros B intermediaries - Other B Agências de câmbios B Exchange offices B Sociedades corretoras B Brokers B Sociedades gestoras de fundos de investimento B Investment fund managing companies B Sociedades gestoras de patrimónios B Wealth managing companies B Auxiliares - Outros B auxiliaries - Other B.9 MERCADO MONETÁRIO INTERBANCÁRIO B.9 INTERBANK MONEY MARKET B B B Mercado monetário interbancário - Operações sem garantia com data valor do próprio dia Mercado monetário interbancário - Operações sem garantia com data valor diferida de 1 dia Mercado monetário interbancário - Operações sem garantia com data valor diferida de 2 dia B B B B.10 MERCADOS DE TÍTULOS B.10 SECURITIES MARKET Interbank money market - Non-collaterised operations with value date of the same day Interbank money market - Non-collaterised operations with value date deferred one day Interbank money market - Non-collaterised operations with value date deferred two day B Títulos de curto prazo - Papel comercial - Taxas de juro e B Short-term securities - Commercial paper - Interest rates montantes emitidos por entidades residentes em euros - Por 125 and amounts issued by residents in euros - By selected prazos seleccionados... maturities B Títulos de curto prazo - Papel comercial - Por ramo de B Short-term securities - Commercial paper - By branch of actividade da sociedade não financeira emitente activity of issuing non-financial corporation B Títulos de curto prazo - Papel comercial - Por ramo de B Short-term securities - Commercial paper - By branch of actividade da indústria transformadora activity of manufacturing industry B Títulos de médio e longo prazos - Montantes emitidos por B Medium-and long-term securities - Amounts issued by sector institucional, líquidos de amortizações institutional sector, net of repayments B Títulos de médio e longo prazos - Montantes emitidos B Medium-and long-term securities - Amounts issued B Títulos de médio e longo prazos - Montantes emitidos por instituições financeiras monetárias B Medium-and long-term securities - Amounts issued by monetary financial institutions B Títulos de médio e longo prazos - Montantes emitidos por outros intermediários e auxiliares B Medium-and long-term securities - Amounts issued by other financial intermediaries and financial auxiliaries B Títulos de médio e longo prazos - Montantes emitidos por sociedades não financeiras B Medium-and long-term securities - Amounts issued by non-financial corporations B Títulos de médio e longo prazos - Montantes emitidos por não B Medium-and long-term securities - Amounts issued by B residentes Obrigações do Tesouro de médio e longo prazos - Emissões a 3 anos (taxa fixa) B non-residents Medium-and long-term Treasury bonds - 3 years issues (fixed rate) Banco de Portugal / Boletim Estatístico / Dezembro 2003 VII

10 B Obrigações do Tesouro de médio e longo prazos - Emissões a B Medium-and long-term Treasury bonds - 5 years issues 5 anos (taxa fixa) (fixed rate) B Obrigações do Tesouro de médio e longo prazos - Emissões a B Medium-and long-term Treasury bonds - 10 years issues 10 anos (taxa fixa) (fixed rate) B Obrigações do Tesouro de médio e longo prazos - Emissões a B Medium-and long-term Treasury bonds - Other maturity outros prazos (taxa fixa) issues (fixed rate) B Indexantes B Reference rates B Taxas de rendibilidade de obrigações do Tesouro - Mercado B Yield on Treasury bonds - Secondary market secundário B Índices de cotações de acções - Mercado secundário B Share price indices - Secondary market B.11 SISTEMAS DE PAGAMENTOS B.11 PAYMENT SYSTEMS B.11.1 B.11.2 B.11.3 Movimento global do sistema de liquidação por compensação - Apresentados por tipo de sistema Movimento global do sistema de liquidação por compensação - Devolvidos por tipo de sistema Movimento global do sistema de liquidação por bruto - Por tipo de sistema B.11.1 B.11.2 B.11.3 Transactions in the net settlement system - Submitted by type of system Transactions in the net settlement system - Returned by type of system Transactions in the gross settlement system - By type of system C. ESTATÍSTICAS DA BALANÇA DE PAGAMENTOS C. BALANCE OF PAYMENTS STATISTICS C.1 BALANÇAS CORRENTE E DE CAPITAL C.1 CURRENT AND CAPITAL ACCOUNTS C.1.1 Balanças corrente e de capital - Principais componentes C.1.1 Current and capital accounts - Main items C Serviços - Transportes C Services - Transport C Serviços - Transportes marítimos C Services - Sea transport C Serviços - Transportes aéreos C Services - Air transport C Serviços - Transportes rodoviários C Services - Road transport C Serviços - Outros transportes C Services - Other transports C Serviços - Viagens e turismo e serviços de comunicação C Services - Travel and communications services C Serviços - Construção C Services - Construction services C Serviços - Seguros C Services - Insurance C Serviços - Financeiros C Services - services C Serviços - Informação e informática C Services - Computer and information services C Serviços - Direitos de utilização C Services - Royalties and license fees C Serviços - Outros serviços fornecidos por empresas C Services - Other business services C Serviços - De natureza pessoal, cultural e recreativa C Services - Personal, cultural and recreational services C Serviços - Operações governamentais (n.i.n.r.) C Services - Government services (n.i.e.) C Rendimentos C Income C Rendimentos de investimento directo C Direct investment income C Rendimentos de investimento de carteira C Portfolio investment income C Transferências correntes C Current transfers C Transferências correntes - Remessas de emigrantes C Emigrants remittances C.1.5 Balança de capital C.1.5 Capital account C.1.6 Transferências com a União Europeia C.1.6 Transfers with the European Union C.1.7 Balança de pagamentos tecnológica C.1.6 Technological balance of payments C.2 BALANÇA FINANCEIRA C.2 FINANCIAL ACCOUNT C.2.1 Balança financeira - Principais componentes C.2.1 account - Main items C Investimento directo de Portugal no exterior - Por tipo de C Portuguese direct investment abroad - By type of operation operação C Investimento directo de Portugal no exterior - Por sector de actividade da empresa residente C Portuguese direct investment abroad - By economic activity of the resident company C Investimento directo de Portugal no exterior - Por zona económica de destino C Portuguese direct investment abroad - By economic region of destination C Investimento directo de Portugal no exterior - Em países da área do euro C Portuguese direct investment abroad - In euro area countries C Investimento directo de Portugal no exterior - Em países fora da área do euro C Portuguese direct investment abroad - In non-euro area countries C Investimento directo do exterior em Portugal - Por tipo de C Foreign direct investment in Portugal - By type of operation operação C Investimento directo do exterior em Portugal - Por sector de actividade da empresa residente C Foreign direct investment in Portugal - By economic activity of the resident company C Investimento directo do exterior em Portugal - Por zona económica de origem C Foreign direct investment in Portugal - By economic region of origin C Investimento directo do exterior em Portugal - Com origem em países da área do euro C Foreign direct investment in Portugal - From euro area countries C Investimento directo do exterior em Portugal - Com origem em países fora da área do euro C Foreign direct investment in Portugal - From non-euro area countries C Investimento de carteira - Activos - Por tipo de instrumento C Portfolio investment - Assets - By type of instrument C Investimento de carteira - Activos - Por sector institucional do investidor residente C Portfolio investment - Assets - By institutional sector of the resident investor C Investimento de carteira - Activos - Por zona económica da entidade emitente não residente C Portfolio investment - Assets - By economic region of the non-resident issuing entity VIII Banco de Portugal / Boletim Estatístico / Dezembro 2003

11 C Investimento de carteira - Activos - Em países da área do C Portfolio investment - Assets - In euro area countries euro C Investimento de carteira - Activos - Em países fora da área do C Portfolio investment - Assets - In non-euro area countries euro C Investimento de carteira - Passivos - Por tipo de instrumento. 168 C Portfolio investment - Liabilities - By type of instrument C Investimento de carteira - Passivos - Por sector institucional do emitente residente C Portfolio investment - Liabilities - By institutional sector of the resident issuer C Investimento de carteira - Passivos - Investimento em títulos emitidos pelas administrações públicas C Portfolio investment - Liabilities - Investment in securities issued by general government C Investimento de carteira - Passivos - Por zona económica de origem C Portfolio investment - Liabilities - By economic region of origin C Investimento de carteira - Passivos - Com origem em países C Portfolio investment - Liabilities - From euro area countries. 171 da área do euro C Investimento de carteira - Passivos - Com origem em países fora da área do euro C Portfolio investment - Liabilities - From non-euro area countries C.2.6 Derivados - Por sector institucional do investidor residente C.2.6 derivatives - By institutional sector of the resident investor C Outro investimento - Por sector institucional do investidor residente C Other investment - By institutional sector of the resident investor C Outro investimento - Autoridades monetárias, por tipo de instrumento C Other investment - Monetary authorities, by type of instrument C Outro investimento - Administrações públicas, por tipo de instrumento C Other investment - General government, by type of instrument C Outro investimento - Instituições financeiras monetárias, por tipo de instrumento C Other investment - Monetary financial institutions, by type of instrument C Outro investimento - Outros sectores residentes, por tipo de instrumento C Other investment - Other resident sectors, by type of instrument C.2.8 Activos de reserva C.2.8 Reserve assets C.3 POSIÇÕES EM FIM DE PERÍODO C.3 END-OF-PERIOD POSITIONS C.3.1 Posição de investimento internacional C.3.1 International investment position C.3.2 Investimento directo - Por tipo de operação C.3.2 Direct investment - By type of operation C Investimento de carteira - Activos - Por tipo de instrumento e por sector institucional do investidor residente C Portfolio investment - Assets - By type of instrument and institutional sector of the resident investor C Investimento de carteira - Passivos - Por tipo de instrumento e por sector institucional do emitente residente C Portfolio investment - Liabilities - By type of instrument and institutional sector of the resident issuer C Investimento de carteira - Passivos - Por zona económica e país de origem C Portfolio investment - Liabilities - By economic area and country of origin C Outro investimento - Por sector institucional do investidor residente C Other investment - By institutional sector of the resident investor C Outro investimento - Autoridades monetárias, por tipo de instrumento C Other investment - Monetary authorities, by type of instrument C Outro investimento - Administrações públicas, por tipo de instrumento C Other investment - General government, by type of instrument C Outro investimento - Instituições financeiras monetárias, por tipo de instrumento C Other investment - Monetary financial institutions, by type of instrument C Outro investimento - Outros sectores residentes, por tipo de instrumento C Other investment - Other resident sectors, by type of instrument C.3.5 Activos de reserva C.3.5 Reserve assets D. ESTATÍSTICAS CAMBIAIS D. EXCHANGE RATE STATISTICS D.1 TAXAS DE CÂMBIO D.1 EXCHANGE RATES D Taxas de câmbio de referência do euro - Valores médios D Euro reference exchange rates - Averages D Taxas de câmbio de referência do euro - Fim de período D Euro reference exchange rates - End-of-period D Índices de taxa de câmbio efectiva - DSE- Ouro - Valores D Effective exchange rate indices - SDR - Gold - Average médios D Índices de taxa de câmbio efectiva - DSE- Ouro - Fim de D Effective exchange rate indices - SDR - Gold - End-of-period 192 período D.1.3 Taxas de câmbio do euro em relação a outras moedas - D.1.3 Euro exchange rates against other currencies - Reference Valores de referência - Fim de período figures - End-of-period D.2 ACTIVIDADE NOS MERCADOS DE CÂMBIOS E DE PRODUTOS DERIVADOS D.2 FOREIGN EXCHANGE AND DERIVATIVES MARKET ACTIVITY D.2.1 Transacções no mercado de câmbios - Global D.2.1 Foreign exchange market turnover - Global D.2.2 Transacções no mercado de câmbios - Euro contra outras moedas D.2.2 Foreign exchange market turnover - Euro against other currencies D.2.3 Transacções no mercado de câmbios - Euro contra o dólar D.2.3 Foreign exchange market turnover - Euro against US Dollar 200 doseua D.2.4 Transacções no mercado de câmbios - Euro contra a libra D.2.4 Foreign exchange market turnover - Euro against pound 200 esterlina sterling... D.2.5 Posições em aberto de derivados cambiais - Global D.2.5 Amounts outstanding of foreign exchange rate derivatives - Global D.2.6 Posições em aberto de derivados cambiais - Euro contra outras moedas D.2.6 Amounts outstanding of foreign exchange rate derivatives - euro against other currencies Banco de Portugal / Boletim Estatístico / Dezembro 2003 IX

Boletim Estatístico. Statistical Bulletin BANCO DE PORTUGAL E U R O S I S T E M A

Boletim Estatístico. Statistical Bulletin BANCO DE PORTUGAL E U R O S I S T E M A BANCO DE PORTUGAL E U R O S I S T E M A Boletim Estatístico Statistical Bulletin 2 2016 BOLETIM ESTATÍSTICO Statistical Bulletin 2 2016 Lisboa, 2016 www.bportugal.pt BOLETIM ESTATÍSTICO 2016 Banco de

Leia mais

106 BANCO DE PORTUGAL Boletim Estatístico

106 BANCO DE PORTUGAL Boletim Estatístico 106 BANCO DE PORTUGAL Boletim Estatístico B.7.1.1 Taxas de juro sobre novas operações de empréstimos (1) concedidos por instituições financeiras monetárias a residentes na área do euro (a) Interest rates

Leia mais

Contas Nacionais Trimestrais Financeiras por Sector Institucional Quarterly Financial National Accounts by Institutional Sector

Contas Nacionais Trimestrais Financeiras por Sector Institucional Quarterly Financial National Accounts by Institutional Sector Estatísticas Temáticas de Conjuntura 21 de abril de 2016 April, 21, 2016 Contas Nacionais Trimestrais Financeiras por Sector Institucional by Institutional Sector - 2006 a 2015 - - 2006 to 2015 - Dados

Leia mais

Consolidated Results for the 1st Quarter 2017

Consolidated Results for the 1st Quarter 2017 SAG GEST Soluções Automóvel Globais, SGPS, SA Listed Company Estrada de Alfragide, nº 67, Amadora Registered Share Capital: 169,764,398 euros Registered at the Amadora Registrar of Companies under the

Leia mais

BOLETIM ESTATÍSTICO STATISTICAL BULLETIN

BOLETIM ESTATÍSTICO STATISTICAL BULLETIN BOLETIM ESTATÍSTICO STATISTICAL BULLETIN 4 2011 Lisboa, 2011 Disponível em www.bportugal.pt Publicações Estatísticas Banco de Portugal EUROSISTEMA Banco de Portugal Departamento de Estatística Edifício

Leia mais

Fonte / Source: Banco Central Europeu / European Central Bank. Depósitos com pré-aviso até 3 meses. equiparados até 2 anos (1)

Fonte / Source: Banco Central Europeu / European Central Bank. Depósitos com pré-aviso até 3 meses. equiparados até 2 anos (1) B.0.1 AGREGADOS MONETÁRIOS DA ÁREA DO EURO (a) EURO AREA MONETARY AGGREGATES (a) Saldos em fim de mês End-of-month figures Fonte / Source: Banco Central Europeu / European Central Bank M3 Circulação monetária

Leia mais

Nota de Informação Estatística Lisboa, 21 de Julho de 2009

Nota de Informação Estatística Lisboa, 21 de Julho de 2009 Nota de Informação Estatística Lisboa, 21 de Julho de 2009 Balanço e demonstração de resultados da actividade consolidada do sistema bancário 1. O Banco de Portugal retoma nesta edição do Boletim Estatístico

Leia mais

Acesso online através da Internet à Base de Dados Estatística Interativa do Banco de Portugal

Acesso online através da Internet à Base de Dados Estatística Interativa do Banco de Portugal Acesso online através da Internet à Base de Dados Estatística Interativa do Banco de Portugal Internet online access to the Banco de Portugal Statistical Interactive Database O BPstat Estatísticas online

Leia mais

Acesso online através da Internet à Base de Dados Estatística Interativa do Banco de Portugal

Acesso online através da Internet à Base de Dados Estatística Interativa do Banco de Portugal Acesso online através da Internet à Base de Dados Estatística Interativa do Banco de Portugal Internet online access to the Banco de Portugal Statistical Interactive Database O BPstat Estatísticas online

Leia mais

BOLETIM ESTATÍSTICO JUN. 2016

BOLETIM ESTATÍSTICO JUN. 2016 BOLETIM ESTATÍSTICO JUN. 2016 Av. 4 de Fevereiro, nº 151 - Luanda, Angola Caixa Postal 1243 Tel: (+244) 222 679 200 - Fax: (+244) 222 339 125 www.bna.ao 2 Índice Geral ÍNDICE DOS PRINCIPAIS AGREGADOS E

Leia mais

Statistics on foreign financial claims of Portuguese banks on a consolidated basis

Statistics on foreign financial claims of Portuguese banks on a consolidated basis No 13 November 215 Statistics on foreign financial claims of Portuguese banks on a consolidated basis Banco de Portugal will publish statistical information in the Statistical Bulletin (Tables C.5.1 to

Leia mais

BOLETIM ESTATÍSTICO. Statistical Bulletin 8 2015. Lisboa, 2015 www.bportugal.pt

BOLETIM ESTATÍSTICO. Statistical Bulletin 8 2015. Lisboa, 2015 www.bportugal.pt BOLETIM ESTATÍSTICO Statistical Bulletin 8 2015 Lisboa, 2015 www.bportugal.pt BOLETIM ESTATÍSTICO 2015 Banco de Portugal Av. Almirante Reis, 71 1150-012 Lisboa www.bportugal.pt Edição Departamento de Estatística

Leia mais

BOLETIM ESTATÍSTICO. Statistical Bulletin 2 2015. Lisboa, 2015 www.bportugal.pt

BOLETIM ESTATÍSTICO. Statistical Bulletin 2 2015. Lisboa, 2015 www.bportugal.pt BOLETIM ESTATÍSTICO Statistical Bulletin 2 2015 Lisboa, 2015 www.bportugal.pt BOLETIM ESTATÍSTICO 2015 Banco de Portugal Av. Almirante Reis, 71 1150-012 Lisboa www.bportugal.pt Edição Departamento de Estatística

Leia mais

DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS Financia statements

DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS Financia statements DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS Financia statements DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS FINANCIAL STATEMENTS 106 Balanços em 31 de Dezembro de 2009 a 2008 Balance at 31 December 2008 a 2009 Activo Assets 2009 2008 IMOBILIZADO

Leia mais

NOTICE OF SUCCESSORS. Issue of Up to 100,000 Pro-Rata Basket Credit Linked Securities due issued by Deutsche Bank AG, London (the "Issuer")

NOTICE OF SUCCESSORS. Issue of Up to 100,000 Pro-Rata Basket Credit Linked Securities due issued by Deutsche Bank AG, London (the Issuer) NOTICE OF SUCCESSORS Issue of Up to 100,000 Pro-Rata Basket Credit Linked Securities due 2017 issued by Deutsche Bank AG, London (the "Issuer") under its TM Programme (ISIN: XS0461349747) NOTICE TO THE

Leia mais

BANCO DE PORTUGAL Eurosistema CENTRAL DE BALANÇOS CONSELHO SUPERIOR DE ESTATÍSTICA

BANCO DE PORTUGAL Eurosistema CENTRAL DE BALANÇOS CONSELHO SUPERIOR DE ESTATÍSTICA BANCO DE PORTUGAL Eurosistema ESTATÍSTICAS STICAS DA CENTRAL DE BALANÇOS CONSELHO SUPERIOR DE ESTATÍSTICA, TÓPICOS 1. A do 2. Resultados da intervenção do sobre os dados individuais das empresas 3. Principais

Leia mais

and Troika Troika dossiers Structural Reforms and Troika Reformas Troika Reformas Estruturais e Troika

and Troika Troika dossiers Structural Reforms and Troika Reformas Troika Reformas Estruturais e Troika dossiers Structural Reforms and /Reformas Structural Reforms and Reformas Structural Reforms and Reformas Last Update Última Actualização: 25/01/2016 Portugal Economy Probe (PE Probe) Prepared by PE Probe

Leia mais

Balanças Corrente e de Capital Current and Capital Accounts

Balanças Corrente e de Capital Current and Capital Accounts - Agosto de 2011 - - August, 2011 - Fonte / Source: BdP Nota: PIB ajustado de sazonalidade. Fonte INE. Note: Seasonally adjusted GDP. Source INE. 1 Índice / Index 1. / Capital and Current Accounts / /

Leia mais

BALANÇA DE PAGAMENTOS Balança de Pagamentos Externos de Portugal Valores Líquidos Base de transacções Balança de Pagamentos Externos

BALANÇA DE PAGAMENTOS Balança de Pagamentos Externos de Portugal Valores Líquidos Base de transacções Balança de Pagamentos Externos ÍNDICE DE QUADROS Parte I ESTATÍSTICAS MONETÁRIAS E FINANCEIRAS Balanço do Banco de Portugal Dez 1947-Dez 1956... 11 Balanço do Banco de Portugal Dez 1957-Dez 1965... 12 Balanço do Banco de Portugal Mar

Leia mais

Gráfico 1: Taxas de juro dos depósitos de curto prazo das IFM e uma taxa de juro de mercado equivalente

Gráfico 1: Taxas de juro dos depósitos de curto prazo das IFM e uma taxa de juro de mercado equivalente - 5 - Gráfico 1: Taxas de juro dos depósitos de curto prazo das IFM e uma taxa de juro de 2.5 1.5 0.5 à ordem das famílias com prazo até 1 ano das famílias com pré-aviso até 3 meses das famílias à ordem

Leia mais

5.5 ECTS Accounting and Financial Instruments

5.5 ECTS Accounting and Financial Instruments Ficha de Unidade Curricular [FUC] 1. Unidade curricular / Curricular Unit (com ECTS) Contabilidade e Instrumentos Financeiros 5.5 ECTS Accounting and Financial Instruments 2. Designação do Ciclo de Estudos

Leia mais

5 FINANCIAL REPORT 2016

5 FINANCIAL REPORT 2016 5 FINANCIAL REPORT 2016 5.3.32 INFORMATION ON NON-CONTROLLING INTERESTS The Company has several jointly owned subsidiaries: Partners % of ownership Aseng Production Company Ltd GE Petrol 60.00 Gepsing

Leia mais

Custo e benefício do acúmulo de reservas em países emergentes. Ilan Goldfajn

Custo e benefício do acúmulo de reservas em países emergentes. Ilan Goldfajn Custo e benefício do acúmulo de reservas em países emergentes Ilan Goldfajn Dezembro 2009 Roteiro Cenário de Câmbio O Benefício das Reservas O Custo das Reservas Quanto acumular de Reservas? Fonte: Estimativa

Leia mais

COMUNICADO PUBLICAÇÃO INAUGURAL DE ESTATÍSTICAS DE TAXAS DE JURO DAS IFM DA ÁREA DO EURO 1

COMUNICADO PUBLICAÇÃO INAUGURAL DE ESTATÍSTICAS DE TAXAS DE JURO DAS IFM DA ÁREA DO EURO 1 10 de Dezembro de 2003 COMUNICADO PUBLICAÇÃO INAUGURAL DE ESTATÍSTICAS DE TAXAS DE JURO DAS IFM DA ÁREA DO EURO 1 O Banco Central Europeu (BCE) publica hoje um novo conjunto de estatísticas harmonizadas

Leia mais

CONTAS COM SALDO DEVEDOR (Euros)

CONTAS COM SALDO DEVEDOR (Euros) Anexo à Instrução nº 15/98 Modelo I INSTITUIÇÃO SITUAÇÃO ANALÍTICA DO MÊS DE CONTAS COM SALDO DEVEDOR (Euros) 10 CAIXA 11 DEPÓSITOS À ORDEM NO BANCO DE PORTUGAL 12 DISPONIBILIDADES SOBRE INSTITUIÇÕES.DE

Leia mais

Schmidt, Valois, Miranda, Ferreira & Agel - Advogados

Schmidt, Valois, Miranda, Ferreira & Agel - Advogados Schmidt, Valois, Miranda, Ferreira & Agel - Advogados Deuxièmes rencontres Franco - Brésiliennes de la Société de Législation Comparée Contractual Renegotiation with Public Entities June - 2010 Index Principles

Leia mais

Estatísticas sobre o endividamento das famílias

Estatísticas sobre o endividamento das famílias Estatísticas sobre o endividamento das famílias Filipa Lima 26 de março de 2015 Conselho Superior de Estatística Reunião Conjunta SPES e SPEE Estatísticas sobre o endividamento das famílias ESQUEMA DA

Leia mais

International Trade and FDI between Portugal-China Comércio Internacional e IDE entre Portugal-China. dossiers. Economic Outlook Conjuntura Económica

International Trade and FDI between Portugal-China Comércio Internacional e IDE entre Portugal-China. dossiers. Economic Outlook Conjuntura Económica dossiers Economic Outlook Conjuntura Económica International Trade and FDI between Portugal-China Comércio Internacional e IDE entre Portugal-China Last Update Última Actualização: 10-02-2015 Prepared

Leia mais

ESTRUTURA DE CAPITAL: UMA ANÁLISE EM EMPRESAS SEGURADORAS

ESTRUTURA DE CAPITAL: UMA ANÁLISE EM EMPRESAS SEGURADORAS ESTRUTURA DE CAPITAL: UMA ANÁLISE EM EMPRESAS SEGURADORAS THE CAPITAL STRUCTURE: AN ANALYSE ON INSURANCE COMPANIES FREDERIKE MONIKA BUDINER METTE MARCO ANTÔNIO DOS SANTOS MARTINS PAULA FERNANDA BUTZEN

Leia mais

05. Demonstrações Financeiras Financial Statements

05. Demonstrações Financeiras Financial Statements 05. Demonstrações Financeiras Financial Statements Demonstrações Financeiras Financial Statements 060 Balanços em 31 de Dezembro de 2007 e 2006 Balance at 31 December 2007 and 2006 Activo Assets 2007 2006

Leia mais

Resultados e contexto Results and context

Resultados e contexto Results and context RELATÓRIO ANUAL 2014 Resultados e contexto Results and context Com crescimento acima do mercado e lançamentos que adicionam valor ao portfólio, a Companhia registrou resultados financeiros e operacionais

Leia mais

BALANÇO EM 31 DE DEZEMBRO DE 2013 (Montantes expressos em milhares de Kwanzas Angolanos)

BALANÇO EM 31 DE DEZEMBRO DE 2013 (Montantes expressos em milhares de Kwanzas Angolanos) BALANÇO EM 31 DE DEZEMBRO DE 2013 (Montantes expressos em milhares de Kwanzas Angolanos) ACTIVO 2013 2012 Disponibilidades 50,707,848 53,115,360 Aplicações de liquidez - Operações no Mercado Monetário

Leia mais

Nota de Informação Estatística Lisboa, 21 de fevereiro de 2013

Nota de Informação Estatística Lisboa, 21 de fevereiro de 2013 Nota de Informação Estatística Lisboa, de fevereiro de 3 Banco de Portugal divulga estatísticas da balança de pagamentos e da posição de investimento internacional referentes a O Banco de Portugal publica

Leia mais

Nota de Informação Estatística Lisboa, 21 de Fevereiro de 2011

Nota de Informação Estatística Lisboa, 21 de Fevereiro de 2011 Nota de Informação Estatística Lisboa, 21 de Fevereiro de 2011 Banco de Portugal divulga as Estatísticas da Balança de Pagamentos e da Posição de Investimento Internacional referentes a 2010 O Banco de

Leia mais

Índice Geral. Capítulo II - Mercados Financeiros Internacionais 2.0. Introdução Mercado de Câmbios...75

Índice Geral. Capítulo II - Mercados Financeiros Internacionais 2.0. Introdução Mercado de Câmbios...75 Índice Geral Capítulo I - Introdução às Finanças Internacionais 1.0. Introdução...23 1.1. Visão geral das Finanças Internacionais...23 1.2. A Globalização dos Mercados...27 1.2.1. Os Grandes Blocos do

Leia mais

Estatísticas da Dívida Pública

Estatísticas da Dívida Pública Estatísticas da Dívida Pública José Sérgio Branco 20 de março de 2015 Conselho Superior de Estatística Estatísticas da dívida pública ESQUEMA DA APRESENTAÇÃO I. Enquadramento II. Principais resultados

Leia mais

Registration Form - 2013 - ALL - AMÉRICA LATINA LOGISTICA S.A. Version : 3

Registration Form - 2013 - ALL - AMÉRICA LATINA LOGISTICA S.A. Version : 3 Index: Company s Profile ALL AMÉRICA LATINA LOGÍSTICA S.A. Corporate Taxpayers ID (CNPJ/MF) 02.387.241/0001-60 Companies Registry (NIRE) 413 00 019886 Publicly-held Company REGISTRATION FORM General Information

Leia mais

ESTATÍSTICAS DO BCE BREVE PANORÂMICA AGOSTO DE 2005

ESTATÍSTICAS DO BCE BREVE PANORÂMICA AGOSTO DE 2005 ESTATÍSTICAS DO BCE BREVE PANORÂMICA AGOSTO DE 5 PT O principal objectivo das estatísticas do Banco Central Europeu (BCE) consiste em apoiar a política monetária do BCE e outras atribuições do Eurosistema

Leia mais

05. Demonstrações Financeiras Financial Statements

05. Demonstrações Financeiras Financial Statements 05. Demonstrações Financeiras Financial Statements Demonstrações Financeiras Financial Statements 068 Balanços em 31 de Dezembro de 2008 e 2007 Balance at 31 December 2008 and 2007 Activo Assets 2008 2007

Leia mais

Adinoél Sebastião /// Inglês Tradução Livre 49/2013

Adinoél Sebastião /// Inglês Tradução Livre 49/2013 TEXTO Brazilian Central Bank Increases Interest Rates Third Consecutive Time In another step to combat high inflation, yesterday the Brazilian Central Bank raised interest rates for the third time in a

Leia mais

Parte 1 Part 1. Mercado das Comunicações. na Economia Nacional (2006-2010)

Parte 1 Part 1. Mercado das Comunicações. na Economia Nacional (2006-2010) Parte 1 Part 1 Mercado das Comunicações na Economia Nacional (2006-2010) Communications Market in National Economy (2006/2010) Parte 1 Mercado das Comunicações na Economia Nacional (2006-2010) / Part 1

Leia mais

Temas de hoje AULA 2 MERCADOS FINANCEIROS 27/03/2017. Mercados financeiros: conceitos, esfera nacional e internacional

Temas de hoje AULA 2 MERCADOS FINANCEIROS 27/03/2017. Mercados financeiros: conceitos, esfera nacional e internacional AULA 2 MERCADOS FINANCEIROS Março 2017 Prof a. Maria Antonieta Del Tedesco Lins Temas de hoje Mercados financeiros: conceitos, esfera nacional e internacional Mercado monetário Mercado de crédito Mercado

Leia mais

Senhores Acionistas: FATURAMENTO CRESCE 47% E SUPERA A MARCA DOS R$ 4 BILHÕES

Senhores Acionistas: FATURAMENTO CRESCE 47% E SUPERA A MARCA DOS R$ 4 BILHÕES Senhores Acionistas: Após sofrer o impacto causado pela desvalorização da moeda brasileira no início de 1999, a economia do País, de um modo geral, mostrou resultados bastante positivos no encerramento

Leia mais

BANCO COMERCIAL DO ATLÂNTICO, S.A. BALANÇOS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2011 E (Montantes expressos em milhares de Escudos de Cabo Verde)

BANCO COMERCIAL DO ATLÂNTICO, S.A. BALANÇOS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2011 E (Montantes expressos em milhares de Escudos de Cabo Verde) BALANÇOS Activo Imparidade Activo Activo Notas bruto e amortizações líquido líquido PASSIVO E CAPITAL PRÓPRIO Notas Caixa e disponibilidades em bancos centrais 3 9.726.629-9.726.629 5.862.769 Recursos

Leia mais

!" # "$ %!" &" ' ( & )!" & )# * # +, & & ), % ) % " -' )#, ( ". %(,,$ " / ) 0 ( %" % &". "/ " "( " 1, % ( " $" * 2(,3" & 4564

! # $ %! & ' ( & )! & )# * # +, & & ), % ) %  -' )#, ( . %(,,$  / ) 0 ( % % &. /  (  1, % (  $ * 2(,3 & 4564 !"#"$%!"&"'(&)!"&)#*#+,&&),%)%"-')#, (".%(,,$"/)0(%" %&"."/""("1,%(" $"*2(,3"&4564 A dissertação foi elaborada de acordo com o novo acordo ortográfico. 2 Agradecimentos Quero agradecer à professora Doutora

Leia mais

SUMÁRIO. Parte I Fundamentos de Finanças, 1. Prefácio, xv. Links da web, 32 Sugestões de leituras, 32 Respostas dos testes de verificação, 33

SUMÁRIO. Parte I Fundamentos de Finanças, 1. Prefácio, xv. Links da web, 32 Sugestões de leituras, 32 Respostas dos testes de verificação, 33 SUMÁRIO Prefácio, xv Parte I Fundamentos de Finanças, 1 1 Introdução às Finanças Corporativas, 2 1.1 Como evoluíram as finanças das empresas, 4 1.2 As novas responsabilidades da administração financeira,

Leia mais

DECISÃO DO BANCO CENTRAL EUROPEU

DECISÃO DO BANCO CENTRAL EUROPEU 29.12.2009 Jornal Oficial da União Europeia L 348/57 DECISÃO DO BANCO CENTRAL EUROPEU de 14 de Dezembro de 2009 que altera a Decisão BCE/2006/17 relativa às contas anuais do Banco Central Europeu (BCE/2009/29)

Leia mais

GERDAU. 1 o Trim. 2001

GERDAU. 1 o Trim. 2001 GERDAU Informações Relevantes 2 o Trimestre de Senhores Acionistas: O ano de iniciou-se movido pelo bom desempenho econômico brasileiro do ano anterior: forte crescimento industrial, inflação sob controle,

Leia mais

Informação Financeira Consolidada Intercalar 3ºTrimestre

Informação Financeira Consolidada Intercalar 3ºTrimestre 2012 Informação Financeira Consolidada Intercalar 3ºTrimestre Elementos mínimos previstos na IAS 34 de acordo com o Artigo 10º do Regulamento da CMVM nº5/2008 Glintt Global Intelligent Technologies, S.A.

Leia mais

Relatório Semi-Anual não Auditado 2010 Nordea 1, SICAV

Relatório Semi-Anual não Auditado 2010 Nordea 1, SICAV Relatório Semi-Anual não Auditado 2010 Nordea 1, SICAV Société d Investissement à Capital Variable à compartiments multiples Fundo de Investimento ao abrigo da lei luxemburguesa 562, rue de Neudorf L-2220

Leia mais

Balanço de pagamentos. Reinaldo Gonçalves

Balanço de pagamentos. Reinaldo Gonçalves Balanço de pagamentos Reinaldo Gonçalves reinaldogoncalves1@gmail.com 1 Sumário 1. BOP: Definição 2. BOP: Estrutura básica 3. BOP: Determinantes de curto prazo 4. BOP: Brasil 5. Posição do investimento

Leia mais

PORTUGAL - INDICADORES ECONÓMICOS. Evolução Actualizado em Dezembro de Unid. Fonte Notas 2010

PORTUGAL - INDICADORES ECONÓMICOS. Evolução Actualizado em Dezembro de Unid. Fonte Notas 2010 Evolução 2004-2010 Actualizado em Dezembro de 2010 Unid. Fonte 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 Notas 2010 População a Milhares Hab. INE 10.509 10.563 10.586 10.604 10.623 10.638 10.638 3º Trimestre

Leia mais

BM&FBOVESPA S.A. - Bolsa de Valores, Mercadorias e Futuros. BM&FBOVESPA S.A. - Securities, Commodities and Futures Exchange

BM&FBOVESPA S.A. - Bolsa de Valores, Mercadorias e Futuros. BM&FBOVESPA S.A. - Securities, Commodities and Futures Exchange BM&FBOVESPA S.A. - Bolsa de Valores, Mercadorias e Futuros (em milhares de reais) BM&FBOVESPA S.A. - Securities, Commodities and Futures Exchange (in thousands of Reais) Demonstração do Resultado (Consolidado)

Leia mais

2. A Medição da Actividade Económica

2. A Medição da Actividade Económica 2. A Medição da Actividade Económica Setembro 2007, inesdrum@fep.up.pt Slides baseados no guião disponível no site da cadeira 1 Noção e Finalidade: Registo sistemático que se destina a medir as transacções

Leia mais

NORMAS DE FUNCIONAMENTO DOS CURSOS DE LÍNGUAS (TURMAS REGULARES E INTENSIVAS) 2015/2016

NORMAS DE FUNCIONAMENTO DOS CURSOS DE LÍNGUAS (TURMAS REGULARES E INTENSIVAS) 2015/2016 NORMAS DE FUNCIONAMENTO DOS CURSOS DE LÍNGUAS (TURMAS REGULARES E INTENSIVAS) 2015/2016 1. Tipos de turma e duração: O CLECS oferece dois tipos de turma: regular e intensivo. Além destas turmas, o CLECS

Leia mais

II Seminário sobre o SCN - Brasil Referência 2010. Atividade Financeira

II Seminário sobre o SCN - Brasil Referência 2010. Atividade Financeira II Seminário sobre o SCN - Brasil Referência 2010 Atividade Financeira Coordenação de Contas Nacionais/IBGE (São Paulo, 19 de junho de 2013) 1 Setor Institucional Empresas Financeiras Unidades institucionais

Leia mais

Tabela de Taxas de Juro. Anexo II. Instituição Financeira Bancaria com Sede em Território Nacional. Entrada em vigor: 01 de Junho de 2017

Tabela de Taxas de Juro. Anexo II. Instituição Financeira Bancaria com Sede em Território Nacional. Entrada em vigor: 01 de Junho de 2017 Anexo II Instituição Financeira Bancaria com Sede em Território Nacional Entrada em vigor: 01 de Junho de 2017 Preçário pode ser consultado nas Agências e locais de atendimento ao público do Banco Keve

Leia mais

RELATÓRIO DOS AUDITORES INDEPENDENTES (1/7) Introdução. Âmbito da Revisão. Conclusão. Aos accionistas do BIM Banco Internacional de Moçambique, S.

RELATÓRIO DOS AUDITORES INDEPENDENTES (1/7) Introdução. Âmbito da Revisão. Conclusão. Aos accionistas do BIM Banco Internacional de Moçambique, S. RELATÓRIO E CONTAS INTERCALAR 1.º SEMESTRE DE 2016 O BIM - Internacional de Moçambique, S.A., com o intuito de manter informados os senhores Clientes e o público em geral da evolução da sua actividade,

Leia mais

ESTRATÉGIAS DE INTERNACIONALIZAÇÃO DA EMPRESA

ESTRATÉGIAS DE INTERNACIONALIZAÇÃO DA EMPRESA ESTRATÉGIAS DE INTERNACIONALIZAÇÃO DA EMPRESA CAPÍTULO 1 INTRODUÇÃO 1.1 CONCEITOS BÁSICOS Negócios Internacionais TRANSACÇÕES QUE CRUZAM AS FRONTEIRAS NACIONAIS Empresa A País A Empresa B Empresa C

Leia mais

BALANÇOS PATRIMONIAIS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2012 E 2011

BALANÇOS PATRIMONIAIS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2012 E 2011 BALANÇOS PATRIMONIAIS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2012 E 2011 ACTIVO 2012 2011 PASSIVO E FUNDOS PRÓPRIOS 2012 2011 DISPONIBILIDADES 142,881,801 121,846,458 DEPÓSITOS APLICAÇÕES DE LIQUIDEZ Depósitos à ordem 355,298,564

Leia mais

APRESENTAÇÃO DOS RESULTADOS 1º TRIMESTRE 2009 (NÃO AUDITADOS)

APRESENTAÇÃO DOS RESULTADOS 1º TRIMESTRE 2009 (NÃO AUDITADOS) APRESENTAÇÃO DOS RESULTADOS 1º TRIMESTRE 2009 (NÃO AUDITADOS) Finibanco-Holding, SGPS S.A. Sociedade Aberta Sede: Rua Júlio Dinis, 157 Porto Capital Social: EUR 115.000.000 Matriculado na Conservatória

Leia mais

Active Ageing: Problems and Policies in Portugal. Francisco Madelino Berlin, 17 October 2006

Active Ageing: Problems and Policies in Portugal. Francisco Madelino Berlin, 17 October 2006 Active Ageing: Problems and Policies in Portugal Francisco Madelino Berlin, 17 October 2006 ACTIVE AGEING 1. Demographic Trends in Portugal 2. Financial Implications of the Active Ageing on Social Security

Leia mais

Definições de Categorias Fundos de Investimento Regulamentados no Brasil

Definições de Categorias Fundos de Investimento Regulamentados no Brasil ? Definições de Categorias Fundos de Investimento Regulamentados no Brasil Morningstar Research 28 de abril de 2017 Ações Ações Large Cap Os fundos Large Cap investem principalmente em ações de empresas

Leia mais

A Economia Portuguesa Dados Estatísticos Páginas DADOS ESTATÍSTICOS

A Economia Portuguesa Dados Estatísticos Páginas DADOS ESTATÍSTICOS DADOS ESTATÍSTICOS A Economia Portuguesa Dados Estatísticos Páginas I. DADOS NACIONAIS 1. POPULAÇÃO 1.1 População Residente por Sexo e Grupo Etário: Censos 1 1.2 População Residente - Estimativas 1 2.

Leia mais

BNC - BANCO NACIONAL DE CRÉDITO IMOBILIÁRIO, S.A.

BNC - BANCO NACIONAL DE CRÉDITO IMOBILIÁRIO, S.A. BNC - BANCO NACIONAL DE CRÉDITO IMOBILIÁRIO, S.A. BALANÇO INDIVIDUAL EM 31 DE DEZEMBRO DE 2001 E 2000 2001 ACTIVO Notas Activo Amortizações Activo 2000 Bruto e Provisões líquido 1. Caixa e disponibilidades

Leia mais

COSEC. Valorização do Real e Mercado Futuro de Câmbio

COSEC. Valorização do Real e Mercado Futuro de Câmbio COSEC 8 de Agosto de 2011 Valorização do Real e Mercado Futuro de Câmbio Roberto Giannetti da Fonseca Diretor Titular Departamento de Relações Internacionais e Comércio Exterior Mitos e Mistérios do Mercado

Leia mais

Síntese Estatística de Conjuntura Short-term Economic Indicators. - Nº 08/ de fevereiro de 2017 February, 24, 2017

Síntese Estatística de Conjuntura Short-term Economic Indicators. - Nº 08/ de fevereiro de 2017 February, 24, 2017 Shortterm Economic Indicators Nº 08/2017 1 Shortterm Economic Indicators Nº 08/2017 Índice Temático / Thematic Index 1. Conjuntura Internacional / International Economic Situation Página / Page Previsões

Leia mais

BALANÇO DE PAGAMENTOS

BALANÇO DE PAGAMENTOS BALANÇO DE PAGAMENTOS SÍLVIA HELENA G. DE MIRANDA DEPARTAMENTO DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E SOCIOLOGIA ESALQ-USP Outubro/2015 Piracicaba - SP 2 BIBLIOGRAFIA 1. Feijó, C. A. et al. Contabilidade Social.

Leia mais

Estatísticas do Banco de Portugal

Estatísticas do Banco de Portugal abril 2017 ISEG - LISBON SCHOOL OF ECONOMICS & MANAGEMENT Seminário da Licenciatura em Economia Missão do Banco de Portugal Política monetária Gestão de ativos e reservas Supervisão prudencial Resolução

Leia mais

Anexo à Instrução 17/96

Anexo à Instrução 17/96 Anexo à Instrução 17/96 SOCIEDADES EMITENTES OU GESTORAS DE CARTÕES DE CRÉDITO Sociedade... SITUAÇÃO ANALÍTICA EM / / SALDOS DEVEDORES 10 - CAIXA VALORES (em contos) 11 - DEPÓSITOS À ORDEM NO BANCO DE

Leia mais

Obrigações de Caixa BPI CS Rendimento 2% Mais

Obrigações de Caixa BPI CS Rendimento 2% Mais Obrigações de Caixa BPI CS Rendimento 2% Mais 2005-2010 Instrumento de Captação de Aforro Estruturado (ICAE) Junho de 2005 1. CARACTERIZAÇÃO DO ICAE OBJECTO DE INVESTIMENTO : EMITENTE: RISCO DE PERDA DO

Leia mais

Caixa Geral de Depósitos, SA

Caixa Geral de Depósitos, SA 164 Relatório e Contas 2011 CGD 1.13. Demonstrações Financeiras Individuais e Consolidadas Balanços Individuais (*) 31.12.2011 Pro forma 31.12.2010 Pro forma 01.01.2010 ATIVO Notas (a) Ativo bruto Provisões,

Leia mais

A Importância dos Métodos Quantitativos aplicados ao Mundo Financeiro

A Importância dos Métodos Quantitativos aplicados ao Mundo Financeiro A Importância dos Métodos Quantitativos aplicados ao Mundo Financeiro Marco Aurélio Sanfins GET - Departamento de Estatística IME Instituto de Matemática e Estatística UFF Universidade Federal Fluminense

Leia mais

BALANÇOS PATRIMONIAIS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2013 E 2012 DEPÓSITOS ,801. Depósitos à ordem. Depósitos a prazo OPERAÇÕES CAMBIAIS

BALANÇOS PATRIMONIAIS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2013 E 2012 DEPÓSITOS ,801. Depósitos à ordem. Depósitos a prazo OPERAÇÕES CAMBIAIS BALANÇOS PATRIMONIAIS EM 31 DE DEZEMBRO DE E ACTIVO DISPONIBILIDADES 144 564 297 142.881,801 APLICAÇÕES DE LIQUIDEZ Operações no Mercado Monetário Interfinanceiro Operações de compra de títulos de terceiros

Leia mais

Estatísticas do Emprego Labour Statistics

Estatísticas do Emprego Labour Statistics February, 09, 2017-2007 a 2016 - - 2007 to 2016 - Dados Anuais Annual Data Fonte: Instituto Nacional de Estatística Source: Statistics Portugal Nota: Quebra de série em 2011 devido a alteração metodológica

Leia mais

CAIXAGEST SELECÇÃO CAPITAL GARANTIDO

CAIXAGEST SELECÇÃO CAPITAL GARANTIDO CAIXAGEST SELECÇÃO 2008 - CAPITAL GARANTIDO Fundo de Investimento Mobiliário Fechado RELATÓRIO & CONTAS Liquidação ÍNDICE 1. RELATÓRIO DE GESTÃO 2 2. DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS 4 EM ANEXO: RELATÓRIO DO

Leia mais

SOCIEDADES GESTORAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO Sociedade... SITUAÇÃO ANALÍTICA EM / / SALDOS DEVEDORES

SOCIEDADES GESTORAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO Sociedade... SITUAÇÃO ANALÍTICA EM / / SALDOS DEVEDORES Anexo à Instrução nº 20/96 SOCIEDADES GESTORAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO Sociedade... SITUAÇÃO ANALÍTICA EM / / SALDOS DEVEDORES 10 - CAIXA VALORES (em contos) 11 - DEPÓSITOS À ORDEM NO BANCO DE PORTUGAL

Leia mais

O CUSTO DO CAPITAL NA ANÁLISE DE INVESTIMENTOS IMOBILIÁRIOS

O CUSTO DO CAPITAL NA ANÁLISE DE INVESTIMENTOS IMOBILIÁRIOS O CUSTO DO CAPITAL NA ANÁLISE DE INVESTIMENTOS IMOBILIÁRIOS João Carvalho das Neves Professor Management, Corporate Finance and Real Estate jcneves@iseg.ulisboa.pt PÓS GRADUAÇÃO E MESTRADO EM GESTÃO E

Leia mais

Relatório Contas 2010 Annual Report 2010

Relatório Contas 2010 Annual Report 2010 Relatório Contas 2010 Annual Report 2010 RELATÓRIO DE CONTAS (2010) Após elaborar a contabilidade referente ao exercício de 2010, e de harmonia com os princípios contabilísticos e disposições previstas

Leia mais

Quadro 1a. Perspectivas Macroeconómicas nível (10 6 euros) taxa de variação. taxa de variação

Quadro 1a. Perspectivas Macroeconómicas nível (10 6 euros) taxa de variação. taxa de variação Quadro 1a. Perspectivas Macroeconómicas 2013 2013 2014 2015 2016 2017 nível (10 6 euros) 1. PIB (real) 1 B1*g 162852,2-1,4 1,2 1,5 1,7 1,8 1,8 2. PIB (nominal) B1*g 165666,3 0,3 2,0 2,4 3,4 3,7 3,7 Componentes

Leia mais

Apresentação de contas de maio 2016

Apresentação de contas de maio 2016 Apresentação de contas de 2015 16 maio 2016 16 maio 2016 Balanço 2015 Balanço simplificado 2015 2014 Variação 2007 Valor Peso total balanço Valor Valor % Valor Peso total balanço Ouro 11 968 10,2% 12 147-179

Leia mais

BIZ VALOR Sociedade Corretora, S.A. RELATÓRIO DE DISCIPLINA DE MERCADO 2014

BIZ VALOR Sociedade Corretora, S.A. RELATÓRIO DE DISCIPLINA DE MERCADO 2014 BIZ VALOR Sociedade Corretora, S.A. RELATÓRIO DE DISCIPLINA DE MERCADO 2014 Abril de 2015 1. Introdução O presente documento tem subjacente uma óptica eminentemente prudencial, visando o cumprimento do

Leia mais

Síntese Estatística de Conjuntura Short-term Economic Indicators. - Nº 07/ de fevereiro de 2017 February, 17, 2017

Síntese Estatística de Conjuntura Short-term Economic Indicators. - Nº 07/ de fevereiro de 2017 February, 17, 2017 Shortterm Economic Indicators Nº 07/2017 1 Shortterm Economic Indicators Nº 07/2017 Índice Temático / Thematic Index 1. Conjuntura Internacional / International Economic Situation Página / Page Previsões

Leia mais

Exemplo No. 1 Câmbios. Taxas.

Exemplo No. 1  Câmbios. Taxas. Exemplo No. 1 http://markets.ft.com/research/markets/ Câmbios. Taxas. Descrição breve A edição em papel do jornal inglês FINANCIAL TIMES (FT) tem várias páginas com informação sobre taxas de câmbio, sobre

Leia mais

ESTRATÉGIAS DE INTERNACIONALIZAÇÃ ÇÃO DA EMPRESA

ESTRATÉGIAS DE INTERNACIONALIZAÇÃ ÇÃO DA EMPRESA ESTRATÉGIAS DE INTERNACIONALIZAÇÃ ÇÃO DA EMPRESA CAPÍTULO 1 INTRODUÇÃO 1.1 CONCEITOS BÁSICOS Negócios Internacionais TRANSACÇÕES QUE CRUZAM AS FRONTEIRAS NACIONAIS Empresa A País A Empresa B Empresa

Leia mais

Nota de Informação Estatística Lisboa, 20 de Outubro de 2010

Nota de Informação Estatística Lisboa, 20 de Outubro de 2010 Nota de Informação Estatística, 20 de Outubro de 2010 Novos quadros de informação estatística da Central de Responsabilidades de Crédito - empréstimos concedidos pelo sistema financeiro residente a particulares

Leia mais

INSTRUTIVO N.º xx/20xx de xx de xxxx

INSTRUTIVO N.º xx/20xx de xx de xxxx INSTRUTIVO N.º xx/20xx de xx de xxxx ASSUNTO: TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS Havendo a necessidade de estabelecer um conjunto de procedimentos referentes ao reconhecimento e mensuração de títulos e valores

Leia mais

Divulgação de Resultados Quarto Trimestre de 2013

Divulgação de Resultados Quarto Trimestre de 2013 Divulgação de Resultados Quarto Trimestre de Apresentação da Teleconferência 19 de fevereiro de 2014 Favor ler cuidadosamente o aviso no início desta apresentação. Aviso Legal Esta apresentação foi preparada

Leia mais

A CRISE ECONÔMICA EUROPEIA UMA CRISE DO EURO?

A CRISE ECONÔMICA EUROPEIA UMA CRISE DO EURO? A CRISE ECONÔMICA EUROPEIA UMA CRISE DO EURO? Antony P. Mueller UFS antonymueller@gmail.com FOMERCO 2013 Palmas Tocantins 25 de Outubro de 2013 EIXO 3 Integração e Cooperação Econômica Regional Coordenadores:

Leia mais

Engenharia Económica / Engineering Economics

Engenharia Económica / Engineering Economics Departamento de Engenharia e Gestão Engenharia Económica / Engineering Economics Problemas / Problems Chapter 1: 1.1 What are the differences between Public Finance, Personal Finance and Corporate Finance?

Leia mais

Informação Financeira

Informação Financeira Informação Financeira Balanço BALANÇO DOS EXERCÍCIOS 2014 E 2013 ACTIVO Notas Activo Bruto Amortizações / Provisões Activo Líquido Activo Líquido IMOBILIZADO: Imobilizações incorpóreas: Despesas de instalação

Leia mais

«Recursos Humanos. «Human Resources

«Recursos Humanos. «Human Resources 01 «Recursos Humanos «Human Resources «01 recursos humanos«01 recursos «RECRUTAMENTO E SELECÇÃO «RECRUITMENT AND SELECTION O recrutamento e a situação contratual, no ano em análise, e face ao anterior,

Leia mais

(Actos não legislativos) DECISÕES. DECISÃO DO BANCO CENTRAL EUROPEU de 11 de Novembro de 2010 relativa às contas anuais do Banco Central Europeu

(Actos não legislativos) DECISÕES. DECISÃO DO BANCO CENTRAL EUROPEU de 11 de Novembro de 2010 relativa às contas anuais do Banco Central Europeu 9.2.2011 Jornal Oficial da União Europeia L 35/1 II (Actos não legislativos) DECISÕES DECISÃO DO BANCO CENTRAL EUROPEU de 11 de Novembro de 2010 relativa às contas anuais do Banco Central Europeu (reformulação)

Leia mais

BANCO CENTRAL DE SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE

BANCO CENTRAL DE SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE Boletim Mensal Situação Monetária e Cambial Estudos Económicos Maio 2016 Índice 1. Situação Monetária... 1 1.1. Base Monetária (BM)... 1 1.2. Massa Monetária (M3)... 2 1.2.2. Activo Externo Líquido...

Leia mais

CRÉDITO INDUSTRIAL, TAXA DE JUROS E SPREAD BANCÁRIO O PRIMEIRO SEMESTRE DE 2002

CRÉDITO INDUSTRIAL, TAXA DE JUROS E SPREAD BANCÁRIO O PRIMEIRO SEMESTRE DE 2002 CRÉDITO INDUSTRIAL, TAXA DE JUROS E SPREAD BANCÁRIO O PRIMEIRO SEMESTRE DE 22 Os últimos dados sobre a evolução do crédito no Brasil mostram que o crédito no país continua caro, escasso e de prazo reduzido.

Leia mais

Análise Financeira Financial Analysis

Análise Financeira Financial Analysis Análise Financeira Financial Analysis 28 BANCO DE POUPANÇA E CRÉDITO ANÁLISE FINANCEIRA O ano de 2003 confirmou a tendência de redução das taxas de intermediação financeira no mercado nacional. A redução

Leia mais

VII - ELEMENTOS CONTABILÍSTICOS

VII - ELEMENTOS CONTABILÍSTICOS Anexo à Instrução nº 4/96 VII - ELEMENTOS CONTABILÍSTICOS 1. ELEMENTOS PARA PUBLICAÇÃO OFICIAL 1.1. Balanço de situação, relativo à actividade global, evidenciando os resultados provisórios, reportado

Leia mais

FORMULÁRIO DE INVESTIMENTO. para Títulos de Israel em Euro emitidos pelo Estado de Israel

FORMULÁRIO DE INVESTIMENTO. para Títulos de Israel em Euro emitidos pelo Estado de Israel FORMULÁRIO DE INVESTIMENTO para Títulos de Israel em Euro emitidos pelo Estado de Israel Este formulário registra as informações necessárias para a sua solicitação de subscrição de Títulos de Israel. A

Leia mais

Anexo à Instrução nº 15/98 CLASSE 2 APLICAÇÕES

Anexo à Instrução nº 15/98 CLASSE 2 APLICAÇÕES Anexo à Instrução nº 15/98 CLASSE 2 APLICAÇÕES Nesta classe estão incluídos todos os valores representativos do conjunto da actividade creditícia, as aplicações em títulos que não sejam imobilizações financeiras

Leia mais

SÍNTESE DE CONJUNTURA

SÍNTESE DE CONJUNTURA SÍNTESE DE CONJUNTURA Mensal março 2016 - Newsletter ÍNDICE EVOLUÇÃO DA ATIVIDADE ECONÓMICA... 2 Atividade global... 2 Atividade setorial... 3 - Produção... 3 - Volume de negócios... 4 Comércio internacional...

Leia mais