Ensino da Palavra voltado para a instrumentalidade na Obra. TRABALHO COM OS JOVENS 1ª fase - IMPLANTAÇÃO

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Ensino da Palavra voltado para a instrumentalidade na Obra. TRABALHO COM OS JOVENS 1ª fase - IMPLANTAÇÃO"

Transcrição

1 TRABALHO COM OS JOVENS Ensino da Palavra voltado para a Instrumentalidade na Obra Direitos reservados a: Igreja Cristã Maranata - Presbitério Espírito Santense

2 Ensino da Palavra voltado para a instrumentalidade na Obra TRABALHO COM OS JOVENS 1ª fase - IMPLANTAÇÃO I. A PREOCUPAÇÃO COM O GRUPO DE JOVENS DA IGREJA: Em 1995, o Presbitério percebeu que não só as Reuniões de Jovens como todo trabalho direcionado para os jovens deveria ser reformulado, uma vez que as crianças, intermediários e adolescentes já possuem orientações específicas que estruturam as classes e as irmãs tem a sua Reunião de Senhoras organizada e dando frutos. Os jovens da igreja constituem um grupo numeroso de servos de diferentes idades, formação profissional e nível cultural que, pela ausência de um trabalho específico direcionado para as suas necessidades, corre o risco de perder a motivação para o trabalho na Obra. Um grupo de irmãos foi levantado para buscar do Senhor as orientações para o trabalho. Após um período de busca e preparo revelado pelo Senhor, foram dadas as seguintes revelações que fundamentam o trabalho: "SANTIFICA-OS NA MINHA PALAVRA". É necessário romper com as estruturas existentes, os "vasos serem quebrados", para que o Trabalho com os Jovens se estruture dentro das novas orientações. (Jr 18:4-6) Os jovens da Igreja são todos aqueles que ainda não constituíram família própria, a partir de 15 anos de idade completos. O ensino da Palavra nas Reuniões de Jovens é transmitido através de aulas e não por meio de mensagens. A preparação e ministração das aulas para os jovens é realizada por servas (os) levantadas (os) para serem professores de jovens. Os professores de jovens e os professores das demais classes (crianças, intermediários e adolescentes) formam um grupo de professores da igreja coordenado por um diácono responsável. Cinco campos norteiam o Trabalho com os jovens: 1. Instrumentalidade na Obra; 2. Família; 3. Trabalho; 4. Escolas e Faculdades; 5. Constituição do lar. A Reunião de Jovens é semanal. A Reunião de Jovens terá a duração máxima de uma hora com as seguintes partes: 1. louvor - feito pelos próprios jovens ( tanto servos como servas) 2. Oração Silenciosa 3. Aula ministrada por um (a) professor (a) de jovens.

3 No trabalho com os jovens não podem acontecer improvisações II. ITENS PARA A IMPLANTAÇÃO DO TRABALHO COM OS JOVENS: OBSERVAÇÃO IMPORTANTE: Para atender as revelações do Senhor e evitar improvisações, a reunião de jovens só deve ser iniciada quando todos os itens para a implantação do trabalho, descritos a seguir, forem atendidos e estiverem funcionando: 1. EQUIPES DE PROFESSORES: Casa igreja deve formar sua equipe de professores de jovens. 1.1 OS PROFESSORES DE JOVENS: Os professores de jovens são servas (os), levantados no Corpo, confirmados no Grupo de Intercessão, batizados nas águas e com o Espírito Santo, identificados com os jovens, com bom testemunho, maturidade, preparo e experiência de Obra, que façam os Seminários no Maanaim regularmente. O professor na Obra é uma indicação do Senhor, sendo assim, exercerá uma atividade séria que exigirá compromisso e assiduidade à todas Reuniões orientadas para o trabalho com os jovens Observação importante: JOVENS NÃO PODEM SER PROFESSORES DE JOVENS. Os jovens da igreja podem exercer a instrumentalidade na Obra em várias atividades, inclusive a de ensino nas demais classes (crianças, intermediários e adolescentes), porém, nas Reuniões de Jovens, devem atender as orientações do Espírito Santo assistindo as aulas. 1.2 O DIÁCONO RESPONSÁVEL: O diácono responsável será um servo experiente, que se identifique e tenha compromisso com o Trabalho dos Jovens, indicado pelo pastor da igreja. Suas atribuições: a) Coordenar as Reuniões de Professores (ver REUNIÃO DE PROFESSORES); b) Observar, durante a Reunião de Professores, os dons espirituais no que diz respeito ao discernimento e coerência com a Palavra; c) Impor as mãos sobre a equipe de professores; d) Impor as mãos sobre os jovens e professores presentes no início da Reunião de Jovens ( ver REUNIÃO DE JOVENS); e) Ser o elemento de ligação do trabalho com os jovens junto ao ministério local; f) Providenciar os meios necessários para o bom andamento das atividades, zelando pelo cumprimento das revelações do Espírito Santo que fundamentam o trabalho com os jovens e orientações já divulgadas pelo Presbitério para as demais classes. Observações É aconselhável que seja levantado um diácono auxiliar, que acompanhe o trabalho do diácono responsável junto ao grupo de professores, estando sempre pronto para substituí-lo em qualquer eventualidade. Nas igrejas com o número reduzido de diáconos o pastor ou responsável poderá indicar um obreiro casado para coordenar grupo de professores.

4 NÃO É FUNÇÃO DO DIÁCONO RESPONSÁVEL O PREPARO DAS AULAS. REUNIÃO DE PROFESSORES Os professores de jovens e os professores das demais classes são os participantes da Reunião de Professores, coordenada pelo diácono responsável. Segundo a orientação do Senhor, a equipe deve exercitar constantemente os MEIOS DE GRAÇA, orando uns pelos outros e, também, por seus alunos. FUNCIONAMENTO DA REUNIÃO DE PROFESSORES: A reunião de professores é semanal, ocorre às segundas-feiras após o culto. Iniciada com um clamor; logo após, são feitas breves intercessões pelas classes e seus professores. Em seguida, o diácono responsável toma ciência do andamento das atividades de cada classe. Durante a Reunião, são definidos pela equipe através dos dons e da consulta à Palavra: 1. os assuntos revelados para próximas aulas; 2. o (a) professor(a) encarregado da aula; 3. o (a) jovem que fará o louvor na Reunião de Jovens 4. as demais necessidades (intercessões especiais por alunos, etc) O professor que faltar a Reunião de Professores não deverá ministrar a aula da semana. Após todas as classes estarem com os assuntos das aulas, os professores e demais necessidades definidas, a Reunião é encerrada com o diácono impondo as mãos sobre o grupo de professores. DINÂMICA DA PREPARAÇÃO DAS AULAS: No decorrer da semana, os professores devem estar juntos em reuniões específicas de cada classe para a preparação e desenvolvimento das aulas. De acordo com a orientação do Senhor, os professores de jovens se revezam na ministração das aulas, no entanto, um mesmo professor poderá ministrar duas ou mais aulas, se a continuidade do assunto assim o exigir e for confirmado na Reunião de Professores. Para o trabalho com os jovens deve ser observado o seguinte esquema:

5 Segunda-feira: REUNIÃO DE PROFESSORES: O grupo de professores da igreja, coordenado pelo diácono responsável, reúne-se para que sejam definidos por revelação do Senhor: o assunto da aula; o(a) professor(a) que ministrará a aula; o(a) jovem que fará o louvor. Demais dias da Semana Professores reúnem-se mais uma vez para desenvolver o assunto da aula. O (A) jovem que fará o louvor é avisado(a), prepara-se, e seleciona os hinos de acordo com o assunto da aula. Sábado ou Domingo 18:00 às 19:00 horas REUNIÃO DE JOVENS: Todos os jovens da igreja são convocados a participar. OBSERVAÇÃO: Todos os professores de jovens participam da programação semanal, inclusive das Reuniões de Jovens e devem estar preparados para assumir a classe em qualquer emergência. III. OS CINCO CAMPOS O ensino da Palavra deve estar associado aos cinco campos que norteiam o trabalho com os jovens. Foram revelados pelo Senhor para que os jovens da igreja alcancem a vitória nas suas vidas diárias. Os cinco campos não são temas específicos de aulas mas, servem para direcionar os professores quanto às preocupações próprias dos jovens. O Espírito Santo revela não só o assunto mas, qual campo deve ser abordado no momento, de acordo com as necessidades dos jovens da igreja. As situações mais comuns da vida dos jovens da igreja estão nos cinco campos: 1. Instrumentalidade na Obra = disposição para o serviço na Obra; 2. Família = relacionamento dos jovens com seus pais e parentes, servos ou não. 3. Trabalho = vitória na escolha, no ingresso e na dinâmica da vida profissional dos jovens; 4. Escolas e Faculdades = vitória nos estudos e no relacionamento com colegas e professores; 5. Constituição do Lar = compreensão individual de cada jovem para que não venha a estruturar sua vida atual de acordo com os padrões do mundo e possa ter o seu futuro lar segundo os propósitos do Senhor. IV. REUNIÃO DE JOVENS: 1. Primeiras aulas das Reuniões de Jovens: Na 1ª fase de implantação do trabalho com os jovens, é recomendável que as primeiras aulas sejam OS MEIOS DE GRAÇA. O Assunto já foi entregue nas Reuniões de Senhoras em forma de mensagens. Os professores, nas suas reuniões semanais, devem buscar a Palavra, consultar a apostila e, transformar as mensagens em aulas.

6 Com o estudo dos Meios de Graça, o Espírito Santo deseja que o grupo de professores se aperfeiçoe no preparo das aulas e os jovens alcancem o entendimento dos recursos espirituais para serem vitoriosos na caminhada. Depois de ministradas as primeiras aulas, a equipe buscará os próximos assuntos. 2. Esquema de funcionamento: O esquema de funcionamento da Reunião de Jovens é TOTALMENTE REVELADO PELO SENHOR: SERVA (O) HORÁRIO JOVEM 18:00 às 18:15 horas Início da Reunião: Clamor Período de Louvor (com breves glorificações e intercessões pelos motivos dos jovens - máximo 2 ou 3) PROFESSOR 18:00 às 18:15 horas Breve momento de oração silenciosa Aula Dons revelados na Reunião são entregues Término da Reunião Às 18:00 hs é feito o clamor, seguido do ato de imposição de mãos pelo diácono responsável sobre os jovens e professores presentes; Inicia-se um período de louvor curto, dirigido por um(a) jovem, onde são solicitadas breves glorificações e intercessões - duas ou três - pelos motivos dos jovens. Encerrado o período de louvor, o professor que irá ministrar a aula, assume, solicita um breve momento de oração silenciosa e, logo após, inicia a aula. Os dons revelados durante a Reunião são escritos e entregues aos professores de jovens presentes que, após consulta, os transmitirão à classe. A reunião encerra-se às 19:00 horas, no máximo. Observação: o período da aula não deve ser interrompido com perguntas mas, qualquer jovem com dúvidas poderá procurar individualmente os professores após o término da Reunião. 3. O louvor Qualquer jovem poderá fazer o louvor desde que já seja batizado nas águas e com o Espírito Santo, tenha bom testemunho, seja integrado na Igreja, ASSÍDUO ÀS REUNIÕES DE JOVENS, participante do Culto Profético e que procure fazer Seminários no Maanaim. Os professores buscam ao Senhor e consultam, na Reunião de Professores, o nome do jovem que fará o louvor. Haverá um rodízio de jovens para cada aula. O jovem será avisado e deverá buscar durante a semana os hinos de acordo com o tema da aula, confirmar a presença dos instrumentistas no dia da Reunião e preparar-se espiritualmente para a tarefa. Os instrumentistas que irão tocar na Reunião podem ser os próprios jovens que já tocam na igreja, recomendando-se o rodízio dos mesmos.

7 4. Intercessões MOTIVOS DE INTERCESSÕES DOS JOVENS Aperfeiçoamento Espiritual; Definições na vida profissional; Portas de emprego; Lares dos jovens; Jovens que farão vestibular, concursos; Livramento nas escolas e faculdades; Jovens enfermos; Constituição do lar. Observações: Reuniões especiais com os jovens, vigílias e outras, só devem acontecer se forem orientadas pelo Presbitério ou quando forem reveladas no Corpo e, devem sempre ser consultadas no Grupo de Intercessão. Nestas reuniões especiais, devem estar presentes, diácono que está à frente do trabalho, os professores de jovens, alguns servos do grupo de intercessão e, se possível, o pastor da igreja. Face: Professores ICM - vmalvesicmaclisp

TRABALHO DE VISITAS DOS JOVENS

TRABALHO DE VISITAS DOS JOVENS TRABALHO DE VISITAS DOS JOVENS Direitos reservados a: Igreja Cristã Maranata Presbitério Espírito Santense 1 IMPLANTAÇÂO DO TRABALHO DE VISITAS DOS JOVENS APRESENTAÇÃO: Aos pastores, diáconos e professores

Leia mais

PROGRAMAÇÃO. Renovação Espiritual

PROGRAMAÇÃO. Renovação Espiritual PROGRAMAÇÃO Nas Escrituras encontramos muitas experiências e acontecimentos decisivos e transformadores na vida do povo de Deus e de vários de seus servos, nos quais 40 dias foi o tempo dedicado a Deus

Leia mais

2ª campanha nacional 40 dias de oração e jejum

2ª campanha nacional 40 dias de oração e jejum PROGRAMAÇÃO Em 2015 a CBN promoveu a 1ª Campanha Nacional dos 40 dias de Jejum e Oração, focando o tema da Renovação Espiritual. Mais de 50 mil batistas nacionais em todo o Brasil e também em outras nações

Leia mais

COMO ORGANIZAR UM SEMINÁRIO DE VIDA NO ESPÍRITO

COMO ORGANIZAR UM SEMINÁRIO DE VIDA NO ESPÍRITO COMO ORGANIZAR UM SEMINÁRIO DE VIDA NO ESPÍRITO Espero de vocês que partilhem com todos, na igreja, a graça do Batismo no Espírito Santo ( Papa Francisco ) Por Mauro Nicioli Ministério de Pregação RCC

Leia mais

BEM VINDOS 2. ADORAÇÃO COM MÚSICAS 3. MINISTRAÇÃO DA PALAVRA 4. ORAÇÃO 5. ORAÇÃO PELAS NECESSIDADES 6. OFERTA 7. ENCERRAMENTO (AVISOS)

BEM VINDOS 2. ADORAÇÃO COM MÚSICAS 3. MINISTRAÇÃO DA PALAVRA 4. ORAÇÃO 5. ORAÇÃO PELAS NECESSIDADES 6. OFERTA 7. ENCERRAMENTO (AVISOS) BEM VINDOS Muitos líderes desejam iniciar seu ministério e assim cumprir o chamado que Deus lhe fez. O primeiro passo para alcançar este propósito é o crescimento através de uma célula. Confira a seguir

Leia mais

Função e Organização do CTL na Igreja Local

Função e Organização do CTL na Igreja Local Função e Organização do CTL na Igreja Local Função e Organização do CTL na Igreja Local - Revisão 02 - Fevereiro 2007 Reprodução proibida por qualquer meio ou mídia, impressa ou eletrônica. 2006-2007 Associação

Leia mais

Desafios do Trimestre

Desafios do Trimestre Desafios do Trimestre Solidariedade Desde os primórdios, um dos maiores desafios é saber gerir pessoas com suas habilidades e conhecimentos, em prol de envolver o corpo como um todo, nesse caso, na unidade

Leia mais

Treinamento Especialistas de Estacas e demais membros do Comitê de Autossuficiência da Estaca 29 Jan 2015

Treinamento Especialistas de Estacas e demais membros do Comitê de Autossuficiência da Estaca 29 Jan 2015 Treinamento Especialistas de Estacas e demais membros do Comitê de Autossuficiência da Estaca 29 Jan 2015 Iniciaremos o treinamento às 20 horas pontualmente (horário de Brasília) Por favor, aguarde alguns

Leia mais

FOTO 3 X 4. Nome: Endereço: Bairro: CEP: Cidade: Estado: Fone: Associação ou Missão: União: Igreja: Distrito: Clube: Região: Iniciado em / /

FOTO 3 X 4. Nome: Endereço: Bairro: CEP: Cidade: Estado:   Fone: Associação ou Missão: União: Igreja: Distrito: Clube: Região: Iniciado em / / FOTO 3 X 4 Nome: Endereço: Bairro: CEP: Cidade: Estado: E-mail: Fone: Associação ou Missão: União: Igreja: Distrito: Clube: Região: Iniciado em / / PRÉ-REQUISITOS Ter completado 18 anos de idade, no mínimo

Leia mais

Caderno da Secretaria Distrito de Redenção ASPA / UNB

Caderno da Secretaria Distrito de Redenção ASPA / UNB Caderno da Secretaria Distrito de Redenção ASPA / UNB - 2011 1 DADOS GERAIS Associação Sul do Pará UNB Distrito: Igreja: N de Membros: Nome da Sociedade Jovem: N de Membros Regulares (16 a 35 anos Batizados):

Leia mais

O MINISTÉRIO DE INTERCESSÃO NO GRUPO DE ORAÇÃO

O MINISTÉRIO DE INTERCESSÃO NO GRUPO DE ORAÇÃO O MINISTÉRIO DE INTERCESSÃO NO GRUPO DE ORAÇÃO I. Conceito O Ministério de Intercessão é uma das equipes de serviço do Grupo de Oração, sendo assim, todos os que dela fazem parte são participantes do mesmo

Leia mais

IGREJA EVANGÉLICA ASSEMBLÉIA DE DEUS

IGREJA EVANGÉLICA ASSEMBLÉIA DE DEUS IGREJA EVANGÉLICA ASSEMBLÉIA DE DEUS ne Templo SEDE: Rua José de Alencar, nº 3286, Caiari CEP: 76.801-154 Fone: (69) 3224-5099 / 5011 1. Todos os domingos Escola Bíblica Dominical, em cada Congregação,

Leia mais

FACULDADES ADAMANTINENSES INTEGRADAS NÚCLEO DE PSICOLOGIA

FACULDADES ADAMANTINENSES INTEGRADAS NÚCLEO DE PSICOLOGIA FACULDADES ADAMANTINENSES INTEGRADAS NÚCLEO DE PSICOLOGIA EDITAL das Atribuições de Estágio em Psicologia Educacional, Psicologia do Trabalho, Psicologia Clínica e Psicologia Institucional/Social 1º semestre

Leia mais

ATA Anexo IV Normas da Disciplina EST 797 Seminários NORMAS DA DISCIPLINA EST797 - SEMINÁRIO TÍTULO I NORMAS GERAIS CAPÍTULO I DA ADMINISTRAÇÃO

ATA Anexo IV Normas da Disciplina EST 797 Seminários NORMAS DA DISCIPLINA EST797 - SEMINÁRIO TÍTULO I NORMAS GERAIS CAPÍTULO I DA ADMINISTRAÇÃO ATA 035 - Anexo IV Normas da Disciplina EST 797 Seminários NORMAS DA DISCIPLINA EST797 - SEMINÁRIO TÍTULO I NORMAS GERAIS CAPÍTULO I DA ADMINISTRAÇÃO Art. 1º - O seminário é uma disciplina da área de concentração

Leia mais

COMO BUSCAR O BATISMO COM O ESPÍRITO SANTO

COMO BUSCAR O BATISMO COM O ESPÍRITO SANTO COMO BUSCAR O BATISMO COM O ESPÍRITO SANTO A Paz do Senhor amados irmãos e queridos leitores... Quero compartilhar com vocês uma grande e única experiência que eu tive com o Espirito Santo e que agora

Leia mais

NORMAS DE FUNCIONAMENTO DO ATELIER DE ARTES PLÁSTICAS

NORMAS DE FUNCIONAMENTO DO ATELIER DE ARTES PLÁSTICAS NORMAS DE FUNCIONAMENTO DO ATELIER DE ARTES PLÁSTICAS O Atelier de Artes Plásticas é um serviço que se encontra ao dispor de todos os interessados, visando instruí-los e dotá-los das ferramentas básicas

Leia mais

FACULDADE DE HORTOLÂNDIA Ato de Recredenciamento: Port. 673, 25/05/2011, D.O.U, de 26/05/2011, Seção 1, págs. 18/19

FACULDADE DE HORTOLÂNDIA Ato de Recredenciamento: Port. 673, 25/05/2011, D.O.U, de 26/05/2011, Seção 1, págs. 18/19 INSTITUTO EDUCACIONAL DO ESTADO DE SÃO PAULO Faculdade de Hortolândia REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO CURSO SUPERIOR DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO Hortolândia 2015 1 TRABALHO DE CONCLUSÃO DO

Leia mais

PROGRAMA DE MONITORIA

PROGRAMA DE MONITORIA FACULDADE DE TECNOLOGIA DE SÃO VICENTE BACHARELADO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO TECNOLOGIA EM AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL PROGRAMA DE MONITORIA Agosto/2010 2 1. O QUE É MONITORIA A Monitoria é a modalidade de ensino-aprendizagem,

Leia mais

CALENDÁRIO JANEIRO Mês da Assembleia da CBB. FEVEREIRO Mês de Aniversário da PIB em Pompéia

CALENDÁRIO JANEIRO Mês da Assembleia da CBB. FEVEREIRO Mês de Aniversário da PIB em Pompéia JANEIRO Mês da Assembleia da CBB 04 - domingo Diaconato Ceia do Senhor 09 - sexta-feira Diretoria Reunião da Diretoria as 19h30 13 - terça-feira Conselho Fiscal Reunião do Conselho Fiscal as 19h30 15 -

Leia mais

Igreja Cristã Maranata. Trabalho com Surdos. Orientações gerais. Trabalho de LIBRAS

Igreja Cristã Maranata. Trabalho com Surdos. Orientações gerais. Trabalho de LIBRAS Orientações gerais Trabalho de LIBRAS Orientações quanto ao. Vimos, através desta, informar sobre a conduta básica para recepção dos nossos irmãos surdos e sobre procedimentos no tocante à introdução e

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DO CURSO DE MATEMÁTICA COM ÊNFASE EM INFORMÁTICA DA FACULDADE DE EDUCAÇÃO SÃO LUÍS DE JABOTICABAL SP

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DO CURSO DE MATEMÁTICA COM ÊNFASE EM INFORMÁTICA DA FACULDADE DE EDUCAÇÃO SÃO LUÍS DE JABOTICABAL SP ANEXO II REGULAMENTO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DO CURSO DE MATEMÁTICA COM ÊNFASE EM INFORMÁTICA DA FACULDADE DE EDUCAÇÃO SÃO LUÍS DE JABOTICABAL SP CAPÍTULO I DA FINALIDADE E OBJETIVOS Art. 1º

Leia mais

EDITAL 03/2016 EDUCAÇÃO

EDITAL 03/2016 EDUCAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO JOAQUIM NABUCO Diretoria de Formação e Desenvolvimento Profissional Fone: (81) 3073.6629 CNPJ: 09.773.169/0001-59 www.fundaj.gov.br EDITAL 03/2016 CURSO DE FORMAÇÃO DE CONSELHEIROS

Leia mais

Agenda 2016 VEM COM A GENTE! RETIFICAÇÕES EM VERMELHO

Agenda 2016 VEM COM A GENTE! RETIFICAÇÕES EM VERMELHO Agenda 2016 VEM COM A GENTE! RETIFICAÇÕES EM VERMELHO Janeiro Dia 9 Ceia do Senhor em Vila Bonilha com Paquetá; Dia 10 Culto de Missões; Dia 16 Ceia na Vila Jaguara; Vigília R27 na Vila Jaguara. Dia 24

Leia mais

ORGANIZAÇÃO E ESTRUTURA

ORGANIZAÇÃO E ESTRUTURA FILOSOFIA O Clube de líderes J.A é um programa do Ministério Jovem, que se destina aos jovens que estão dispostos a serem líderes na igreja local dentro das muitas áreas do Ministério J.A e de maneira

Leia mais

OS DONS DO ESPÍRITO SANTO O CAMINHO DOS DOS ESPIRITUAIS

OS DONS DO ESPÍRITO SANTO O CAMINHO DOS DOS ESPIRITUAIS OS DONS DO ESPÍRITO SANTO O CAMINHO DOS DOS ESPIRITUAIS O DOM ESPIRITUAL E A EDIFICAÇÃO DA IGREJA Temos diferentes dons, de acordo com a graça que nos foi dada. Romanos 12,6 A cada um, porém, é dada a

Leia mais

REGULAMENTO DOS DEBATES COM CANDIDATOS A REITOR DA UNIFEI - ELEIÇÕES 2016

REGULAMENTO DOS DEBATES COM CANDIDATOS A REITOR DA UNIFEI - ELEIÇÕES 2016 REGULAMENTO DOS DEBATES COM CANDIDATOS A REITOR DA UNIFEI - ELEIÇÕES 2016 Art. 1º - A Rádio Universitária, no uso de suas atribuições como veículo de comunicação pública e popularização da ciência, tecnologia,

Leia mais

NORMATIZAÇÃO PARA FUNCIONAMENTO DO PRONATEC NO IF BAIANO

NORMATIZAÇÃO PARA FUNCIONAMENTO DO PRONATEC NO IF BAIANO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA BAIANO COMITÊ GESTOR DO PRONATEC NORMATIZAÇÃO PARA FUNCIONAMENTO DO PRONATEC

Leia mais

JOVENS COM UMA MISSÃO FORMULÁRIO PARA PARTICIPANTE

JOVENS COM UMA MISSÃO FORMULÁRIO PARA PARTICIPANTE FORMULÁRIO PARA PARTICIPANTE Depois de preenchida, envie para o seguinte e-mail: kingskids@jocumvitoria.org Traga esta ficha impressa, caso você seja aceito para a nossa campanha, juntamente com o número

Leia mais

CALENDÁRIO DA PRIMEIRA IGREJA BATISTA EM ITAOCARA

CALENDÁRIO DA PRIMEIRA IGREJA BATISTA EM ITAOCARA Confraternização Universal D 0 D Aniversário de O Jornal Batista D 0 D D Janeiro Fevereiro Retiro D Retiro/ Dia da Aliança Batista Mundial Retiro Retiro 0 Aniversário da União Feminina Missionária de nossa

Leia mais

ESTATUTO DOS SERVIDORES DO ALTAR Santuário Nossa Senhora Aparecida São Bernardo do Campo SP. Diocese de Santo André SP.

ESTATUTO DOS SERVIDORES DO ALTAR Santuário Nossa Senhora Aparecida São Bernardo do Campo SP. Diocese de Santo André SP. 1 ESTATUTO DOS SERVIDORES DO ALTAR Santuário Nossa Senhora Aparecida São Bernardo do Campo SP. Diocese de Santo André SP. Pelo presente documento, a Paróquia Santuário Nossa Senhora Aparecida regula e

Leia mais

JUDÔ - (Certificado ISO 9001/2008)

JUDÔ - (Certificado ISO 9001/2008) JUDÔ - (Certificado ISO 9001/2008) Objetivos: Promover e desenvolver a prática do judô, contribuindo para a formação integral da criança, proporcionando-lhe melhor qualidade de vida. No tatame, o aluno

Leia mais

Metodologia da Infância Missionária: as quatro áreas integradas

Metodologia da Infância Missionária: as quatro áreas integradas Metodologia da Infância Missionária: as quatro áreas integradas A I.M. é um estilo de vida, portanto não é algo que aprendemos de uma hora para outra, mas ensinamentos que adquirimos com o tempo. Por isso

Leia mais

Reunião de Seção TREINAMENTO DA COMAD

Reunião de Seção TREINAMENTO DA COMAD Reunião 05 Reunião de Seção TREINAMENTO DA COMAD Área de Desenvolvimento enfatizada: INTELECTUAL Ramo: Pioneiro Mês recomendado para desenvolver esta reunião: Recomendado para início do ciclo de programa.

Leia mais

ETEC Dona Escolástica Rosa 122 Santos / SP REGULAMENTO INTERNO PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC

ETEC Dona Escolástica Rosa 122 Santos / SP REGULAMENTO INTERNO PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC REGULAMENTO INTERNO PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC 5ª Edição 2015 NORMAS INTERNAS E ORIENTAÇÕES PARA ELABORAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) DA ETEC DONA ESCOLÁSTICA

Leia mais

Faculdade de Ciências Jurídicas e Gerenciais Alves Fortes MANUAL FORMATURA

Faculdade de Ciências Jurídicas e Gerenciais Alves Fortes MANUAL FORMATURA Faculdade de Ciências Jurídicas e Gerenciais Alves Fortes MANUAL DE FORMATURA Faculdade de Ciências Jurídicas e Gerenciais Alves Fortes COLABORADORES Prof.ª Rogéria Aparecida de Souza Oliveira Prof. Allan

Leia mais

COMO FUNCIONA O ACAMPJOVEM Cada grupo inscrito receberá uma área para montar seu acampamento, com medidas proporcionais ao número de inscritos.

COMO FUNCIONA O ACAMPJOVEM Cada grupo inscrito receberá uma área para montar seu acampamento, com medidas proporcionais ao número de inscritos. 3 II ACAMPJOVEM DA APLAC Data: 09 a 12 de outubro de 2009 Pr. Ivan Saraiva (Novo Tempo), Pr. Nelson Milaneli (UCOB), Art trio, Ana Caran, etc. (a confirmar) O QUE É O ACAMPJOVEM É um grande acampamento

Leia mais

PROGRAMA VIVÊNCIA PROFISSIONAL : REGULAMENTO DA PRÁTICA PROFISSIONAL / ESTÁGIO. Escola SENAI Anchieta

PROGRAMA VIVÊNCIA PROFISSIONAL : REGULAMENTO DA PRÁTICA PROFISSIONAL / ESTÁGIO. Escola SENAI Anchieta PROGRAMA VIVÊNCIA PROFISSIONAL : REGULAMENTO DA PRÁTICA PROFISSIONAL / ESTÁGIO Escola SENAI Anchieta Sumário Página 01 Prática Profissional / Estágio 03 02 Da carga horária da Prática Profissional / Estágio

Leia mais

2. Agir de acordo com nossa decisão. Enfatizo a palavra agir porque honra envolve fazer, mostrar e expressar.

2. Agir de acordo com nossa decisão. Enfatizo a palavra agir porque honra envolve fazer, mostrar e expressar. COMUNIDADE EVANGÉLICA ALIANÇA CRISTÃ Mensagem para Grupos Familiares TEMA: PRINCÍPIOS DE HONRA Ap. Marcelo Nhimi VAMOS DISCUTIR O ASSUNTO? TEXTO BASE: João 13:1-5 INTRODUÇÃO: : A honra é a semente para

Leia mais

PRESENTES DO CÉU O ESPÍRITO SANTO E OS DONS ESPIRITUAIS

PRESENTES DO CÉU O ESPÍRITO SANTO E OS DONS ESPIRITUAIS PRESENTES DO CÉU O ESPÍRITO SANTO E OS DONS ESPIRITUAIS ATROFIA SINTOMAS DE ATROFIA CAUSAS DE ATROFIA 1. ATROFIA POR IGNORÂNCIA Irmãos, quanto aos dons espirituais, não quero que vocês sejam ignorantes.

Leia mais

COMUNIDADE EVANGÉLICA ALIANÇA CRISTÃ Mensagem para Grupos Familiares TEMA: ANDANDO NO ESPÍRITO LÚDIO MARCONDES

COMUNIDADE EVANGÉLICA ALIANÇA CRISTÃ Mensagem para Grupos Familiares TEMA: ANDANDO NO ESPÍRITO LÚDIO MARCONDES COMUNIDADE EVANGÉLICA ALIANÇA CRISTÃ Mensagem para Grupos Familiares TEMA: ANDANDO NO ESPÍRITO LÚDIO MARCONDES VAMOS DISCUTIR O ASSUNTO? TEXTO BASE: Gálatas 5:22,23 INTRODUÇÃO: Quando decidimos seguir

Leia mais

AGENDA Gerando. Gerando IGREJA PRESBITERIANA INDEPENDENTE MAANAIM. Volte... e conte o que o Senhor lhe fez. Marcos 5:19

AGENDA Gerando. Gerando IGREJA PRESBITERIANA INDEPENDENTE MAANAIM. Volte... e conte o que o Senhor lhe fez. Marcos 5:19 1 1 JANEIRO Celebração de Abertura Ministração avulsa TC FEVEREIRO Início Desperta Débora Semana da Retomada Dia 26 Dia 31 1ª Reunião Equipe Pastoral Retiro de Líderes Retiro de Líderes Início Estação

Leia mais

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO CURSO DE FISIOTERAPIA

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO CURSO DE FISIOTERAPIA REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO CURSO DE FISIOTERAPIA Art.1 o Trabalho de Conclusão de Curso é elemento obrigatório à formação dos alunos regularmente matriculados no Curso de Fisioterapia,

Leia mais

Município de Vila Nova de Poiares Natal em Atividade. MUNICÍPIO DE VILA NOVA DE POIARES CÂMARA MUNICIPAL DAG Desporto, Juventude e Associativismo

Município de Vila Nova de Poiares Natal em Atividade. MUNICÍPIO DE VILA NOVA DE POIARES CÂMARA MUNICIPAL DAG Desporto, Juventude e Associativismo MUNICÍPIO DE VILA NOVA DE POIARES CÂMARA MUNICIPAL DAG Desporto, Juventude e Associativismo NATAL EM ATIVIDADE NORMAS GERAIS DE FUNCIONAMENTO Nota introdutória A Câmara Municipal pretende desenvolver programas

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA O ENSINO DA PALAVRA ÀS CRIANÇAS, INTERMEDIÁRIOS E ADOLESCENTES

ORIENTAÇÕES PARA O ENSINO DA PALAVRA ÀS CRIANÇAS, INTERMEDIÁRIOS E ADOLESCENTES ORIENTAÇÕES PARA O ENSINO DA PALAVRA ÀS CRIANÇAS, INTERMEDIÁRIOS E ADOLESCENTES COMISSÃO DE DOUTRINA, FÉ E ÉTICA MATERIAL PARA USO PELOS PASTORES E PROFESSORAS DAS CLASSES DA ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL DA

Leia mais

EDUCAÇÃO CRISTÃ. Conceitos Práticos Congresso de Renovação Ministerial Pb. Fabio Fev/2016 Avivamento Bíblico Jaçanã

EDUCAÇÃO CRISTÃ. Conceitos Práticos Congresso de Renovação Ministerial Pb. Fabio Fev/2016 Avivamento Bíblico Jaçanã EDUCAÇÃO CRISTÃ Conceitos Práticos Congresso de Renovação Ministerial Pb. Fabio Fev/2016 Avivamento Bíblico Jaçanã LEMA "Cada crente um aluno". O número de matriculados na EBD deverá ser maior que o número

Leia mais

REGULAMENTO DA MONOGRAFIA FINAL DO CURSO DE DIREITO. Título I Do Núcleo de Monografia

REGULAMENTO DA MONOGRAFIA FINAL DO CURSO DE DIREITO. Título I Do Núcleo de Monografia REGULAMENTO DA MONOGRAFIA FINAL DO CURSO DE DIREITO Este regulamento destina-se a normatizar as atividades relacionadas com o Projeto de Monografia e a Monografia de Conclusão do Curso de Graduação em

Leia mais

Normas de Funcionamento - ATL 1º Ciclo BRINCAR A APRENDER

Normas de Funcionamento - ATL 1º Ciclo BRINCAR A APRENDER Normas de Funcionamento - ATL 1º Ciclo BRINCAR A APRENDER 1. Objetivos Específicos a) Organizar e promover atividades destinadas a crianças que frequentam o 1.º ciclo do ensino básico, com a finalidade

Leia mais

REGIMENTO DA DISCIPLINA CE078 LABORATÓRIO DE ESTATÍSTICA DO CURSO DE ESTATÍSTICA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ

REGIMENTO DA DISCIPLINA CE078 LABORATÓRIO DE ESTATÍSTICA DO CURSO DE ESTATÍSTICA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ REGIMENTO DA DISCIPLINA CE078 LABORATÓRIO DE ESTATÍSTICA DO CURSO DE ESTATÍSTICA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ Os alunos do Curso de Estatística da UFPR regularmente matriculados na disciplina CE078

Leia mais

25 respostas para suas principais dúvidas sobre o projeto Seg, 02 de Abril de :42

25 respostas para suas principais dúvidas sobre o projeto Seg, 02 de Abril de :42 As Semanas Missionárias são um projeto amplo que promete movimentar todas as instâncias da RCC no Brasil. Nesse processo é comum que surjam muitas dúvidas a respeito de como vai funcionar o projeto. Para

Leia mais

ORGANIZAÇÃO DA CATEQUESE

ORGANIZAÇÃO DA CATEQUESE Proposta Comissão Diocesana ORGANIZAÇÃO DA CATEQUESE - MATERIAL DIDÁTICO - INSCRIÇÕES (crianças, adolescentes, adultos) - FORMAÇÃO DOS CATEQUISTAS- ORGANIZAÇÃO DA CATEQUESE OBJETIVO: Que a catequese na

Leia mais

Plano de aula Objeto de Aprendizagem: Arquitetura das Escadas

Plano de aula Objeto de Aprendizagem: Arquitetura das Escadas Plano de aula Objeto de Aprendizagem: Arquitetura das Escadas Dados de identificação Disciplina: Matemática. Assunto: Adição e subtração. Séries indicadas: 6ª série/ 7º ano, 8ª série/ 9º ano do ensino

Leia mais

SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO CONCURSO PÚBLICO - EDITAL 050/2014. Anexo 2 Atribuições dos Cargos

SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO CONCURSO PÚBLICO - EDITAL 050/2014. Anexo 2 Atribuições dos Cargos SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO CONCURSO PÚBLICO - EDITAL 050/2014 Anexo 2 Atribuições dos Cargos AGENTE DE APOIO EM EDUCAÇÃO ESPECIAL Acompanhar, auxiliar e orientar os alunos nas Atividades de Vida

Leia mais

Ministério de Mulheres que oram, Heroínas da Fé

Ministério de Mulheres que oram, Heroínas da Fé Ministério de Mulheres que oram, Heroínas da Fé Pr. Presidente : Raul C. Batista e Miss. Ruthe Ribeiro Ministra do MMO: Lourdes Ramalho Assembléia de Deus de Imperatriz- MA Liderança Pr. Raul C. Batista

Leia mais

21 dias JEJUM & ORAÇÃO. Um tempo de maior Intimidade com DEUS Ministério Batista as Nações

21 dias JEJUM & ORAÇÃO. Um tempo de maior Intimidade com DEUS Ministério Batista as Nações Um tempo de maior Intimidade com DEUS Ministério Batista as Nações INTIMIDADE + NA PRESENÇA = VIDA ABUNDANTE = AÇÃO SOBRENATURAL DO CÉU NA TERRA Gerando O Coração de Deus no meio de sua igreja JEJUM INÍCIO:

Leia mais

Praznik Formação Monitores 2016

Praznik Formação Monitores 2016 Praznik Formação Monitores 2016 Índice: 1 Programa 1.1 Objectivos 1.2 A quem se destina 2 O Formando 2.1 Direitos e deveres 2.2 Assiduidade 2.3 Avaliação 3 Plano de Formação 3.1 Áreas de formação e formador

Leia mais

REGULAMENTO DE CERT IFICAÇÃO UNIDADE FISCO-CONTÁBIL VIASOFT

REGULAMENTO DE CERT IFICAÇÃO UNIDADE FISCO-CONTÁBIL VIASOFT REGULAMENTO DE CERT IFICAÇÃO UNIDADE FISCO-CONTÁBIL VIASOFT 1 A CERTIFICAÇÃO Art. 1º A Viasoft Softwares Empresariais realizará nos meses de Março/Abril de 2014, nos dias 31/03, 01/04, 02/04, 03/04 e 04/04

Leia mais

Missas e procissões celebram a Semana Santa em Maceió

Missas e procissões celebram a Semana Santa em Maceió Alagoas 24 Horas - Maceió - AL 11/04/2014-15:42 Missas e procissões celebram a Semana Santa em Maceió DITEAL DITEAL A Arquidiocese de Maceió preparou uma vasta programação para as celebrações da Semana

Leia mais

Ambos acontecerão no Centro de Eventos Ismael Sperafico, com programações específicas para cada Ministério.

Ambos acontecerão no Centro de Eventos Ismael Sperafico, com programações específicas para cada Ministério. Vivenciar os pilares daidentidade do Movimento, a unidade entre seus membros e o despertar para a missão. Estes são os três pilares fundamentais para um congresso da RCC, de acordo com o coordenador estadual

Leia mais

PROJETO DE SOLICITAÇÃO DE DISCIPLINA NO PROGRAMA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA PID/2016

PROJETO DE SOLICITAÇÃO DE DISCIPLINA NO PROGRAMA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA PID/2016 1 PROJETO DE SOLICITAÇÃO DE DISCIPLINA NO PROGRAMA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA PID/2016 I. Professor orientador: Marco Aurélio Bernardes de Carvalho II. Disciplinas de atuação: Programa Integrador de Atenção

Leia mais

A FINALIDADE DA RECEPÇÃO FRATERNA

A FINALIDADE DA RECEPÇÃO FRATERNA CURSO A PRÁTICA DA FRATERNIDADE NOS CENTROS ESPÍRITAS A FINALIDADE DA RECEPÇÃO A FINALIDADE DA RECEPÇÃO A recepção fraterna é imprescindível, especialmente para as pessoas que buscam o Centro pela primeira

Leia mais

International Biocentric Fundation. Escola Catarinense de Biodanza SRT. Plano de Estudo

International Biocentric Fundation. Escola Catarinense de Biodanza SRT. Plano de Estudo 1 International Biocentric Fundation Escola Catarinense de Biodanza SRT Plano de Estudo International Biocentric Fundation PLANO DE ESTUDO Escola Catarinense de Biodanza SRT O ciclo de Formação em Biodanza

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA O APERFEIÇOAMENTO DO LOUVOR MARANATA. O Senhor Jesus Vem! Distribuição Interna. Edição 2015

ORIENTAÇÕES PARA O APERFEIÇOAMENTO DO LOUVOR MARANATA. O Senhor Jesus Vem! Distribuição Interna. Edição 2015 ORIENTAÇÕES PARA O APERFEIÇOAMENTO DO LOUVOR MARANATA O Senhor Jesus Vem! Distribuição Interna Edição 2015 Todos os direitos reservados à Proibida a reprodução sem prévia autorização APRESENTAÇÃO Esta

Leia mais

TUTORIAL SISTEMA DE GESTÃO DE CERTIFICADOS - DEX

TUTORIAL SISTEMA DE GESTÃO DE CERTIFICADOS - DEX Mensagem enviada ao coordenador(a) do curso / evento O(A) coordenador(a) receberá uma mensagem conforme o modelo abaixo, gerada pelo sistema, para fins de cadastrar os participantes (informar CPF) e as

Leia mais

Material didático + Treinamento Básico

Material didático + Treinamento Básico Treinamento Material didático + Treinamento Básico Essa forma de utilização dos recursos de Clubes Bíblicos Palavra da Vida visa dar um treinamento básico do ministério com juniores, adolescentes e jovens,

Leia mais

ORIENTAÇÕES BÁSICAS PARA FOTOGRAFAR AS OBRAS DE CONSTRUÇÃO E AMPLIAÇÃO DE UNIDADE DE PRONTO ATENDIMENTO - UPA 24h.

ORIENTAÇÕES BÁSICAS PARA FOTOGRAFAR AS OBRAS DE CONSTRUÇÃO E AMPLIAÇÃO DE UNIDADE DE PRONTO ATENDIMENTO - UPA 24h. ORIENTAÇÕES BÁSICAS PARA FOTOGRAFAR AS OBRAS DE CONSTRUÇÃO E AMPLIAÇÃO DE UNIDADE DE PRONTO ATENDIMENTO - UPA 24h. APRESENTAÇÃO As informações descritas neste documento têm o objetivo de orientar os municípios/distrito

Leia mais

CONCURSO PRESÉPIOS DE NATAL 2009

CONCURSO PRESÉPIOS DE NATAL 2009 CONCURSO PRESÉPIOS DE NATAL 2009 O Natal assume-se, na sociedade cristã, como um período de celebração marcado por diversas tradições que assinalam o nascimento do Menino Jesus e que se manifestam de forma

Leia mais

INFORMA. equilibrando sua. pessoal. de Canoas. Igreja Batista

INFORMA. equilibrando sua. pessoal. de Canoas. Igreja Batista INFORMA Igreja Batista de Canoas Vida equilibrando sua pessoal Nº 889 26 de Junho a 02 de Julho de 2016 equilibrando sua Vida pessoal "Pois Deus não quer que nós vivamos em desordem e sim em paz." 1 Cor.

Leia mais

Apostila de Orientações

Apostila de Orientações Apostila de Orientações Prezados Líderes de Igrejas e Minicentros, Em 2015, completam-se 100 anos da morte de Ellen G. White, em 16 de julho de 1915. Para marcar esse acontecimento, a Igreja Adventista

Leia mais

Assembleia Ordinária Nº 3. Agenda

Assembleia Ordinária Nº 3. Agenda Assembleia Ordinária Nº 3 Informações úteis Agenda Apresentação do relatório 2014/2015 Sessão de esclarecimentos de dúvidas Avaliação de desempenho Apresentação do plano Estratégico e Orçamento 2015/2016

Leia mais

Férias escolares no condomínio

Férias escolares no condomínio Dicas de Férias Férias escolares no condomínio Dezembro, Janeiro, Julho. O condomínio fica mais movimentado durante o dia, as campainhas tocam toda hora. Crianças subindo e descendo pelas escadas e elevadores.

Leia mais

Ano Pastoral A MISSÃO COMO PROPÓSITO E A SINODALIDADE COMO MÉTODO

Ano Pastoral A MISSÃO COMO PROPÓSITO E A SINODALIDADE COMO MÉTODO Ano Pastoral 2015-2016 A MISSÃO COMO PROPÓSITO E A SINODALIDADE COMO MÉTODO Revisitando 2014-2015 O dia-a-dia da comunidade Catequese da Infância 23 Crianças receberam a 1ª Comunhão 8 Jovens de Profissão

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO UFES COORDENAÇÃO DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA PIBID EDITAL N.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO UFES COORDENAÇÃO DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA PIBID EDITAL N. UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO UFES COORDENAÇÃO DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA PIBID EDITAL N.º 001/2014 PROCESSO SELETIVO PARA BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA PIBID UFES

Leia mais

O processo seletivo (até o dia 16/08/2016) 1ª Etapa- Prova: 2ª Etapa- Entrevistas: 3ª Etapa - Prática:

O processo seletivo (até o dia 16/08/2016) 1ª Etapa- Prova: 2ª Etapa- Entrevistas: 3ª Etapa - Prática: O processo seletivo Após a entrega da ficha de inscrição dentro do prazo determinado (até o dia 16/08/2016), todos os candidatos passarão por um processo de seleção que será realizado em 3 etapas: 1ª Etapa-

Leia mais

PROGRAMA DE MONITORIA DA FACULDADE DE MEDICINA DE ITAJUBÁ

PROGRAMA DE MONITORIA DA FACULDADE DE MEDICINA DE ITAJUBÁ PROGRAMA DE MONITORIA DA FACULDADE DE MEDICINA DE ITAJUBÁ TÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS CAPÍTULO I CARACTERÍSTICAS DO PROGRAMA Artigo 1º - O Programa de Monitoria, mantido pela Faculdade de Medicina de Itajubá,

Leia mais

Escola Cooperativa Vale S. Cosme Departamento Expressões e Tecnologias

Escola Cooperativa Vale S. Cosme Departamento Expressões e Tecnologias Preâmbulo Com o presente regulamento, o departamento de Expressões e Tecnologias pretende definir as regras do Concurso de Pintura 25 anos 25 acontecimentos. Artigo 1º Objetivos O Concurso de Pintura:

Leia mais

PROFESSORES: FREDERICO MASTROANGELO SIMÕES LUCIMAR MAZIERO VINÍCIUS SIMÕES RODRIGUES CARLOS CÉSAR GOMES DE SALES.

PROFESSORES: FREDERICO MASTROANGELO SIMÕES LUCIMAR MAZIERO VINÍCIUS SIMÕES RODRIGUES CARLOS CÉSAR GOMES DE SALES. PROFESSORES: FREDERICO MASTROANGELO SIMÕES LUCIMAR MAZIERO VINÍCIUS SIMÕES RODRIGUES CARLOS CÉSAR GOMES DE SALES www.ieadrccbrasil.com.br Ementa: Curso de Formação de Formadores da RCCBRASIL: a espiritualidade

Leia mais

REGULAMENTO GERAL DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM SISTEMAS DE COMPUTAÇÃO DA UFF OFERECIDO NO ÂMBITO DO CEDERJ

REGULAMENTO GERAL DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM SISTEMAS DE COMPUTAÇÃO DA UFF OFERECIDO NO ÂMBITO DO CEDERJ COORDENAÇÃO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM SISTEMAS DE COMPUTAÇÃO A DISTÂNCIA DA UFF OFERECIDO NO ÂMBITO DO CEDERJ INSTITUTO DE COMPUTAÇÃO REGULAMENTO GERAL DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM SISTEMAS

Leia mais

União Masculina Missionária Batista Belforroxense Departamento Associacional de Embaixadores do Rei CERTAME DAERB 2014/2015

União Masculina Missionária Batista Belforroxense Departamento Associacional de Embaixadores do Rei CERTAME DAERB 2014/2015 União Masculina Missionária Batista Belforroxense Departamento Associacional de Embaixadores do Rei CERTAME DAERB 2014/2015 Inicio: 27/07/2014 Termino: 19/07/2015 Tarefas 1ª Tarefa: A embaixada remeterá

Leia mais

LABORATÓRIOS DE ENSINO DE FÍSICA (Eletricidade, Magnetismo e Ótica)

LABORATÓRIOS DE ENSINO DE FÍSICA (Eletricidade, Magnetismo e Ótica) Ministério da Educação Universidade Federal do Paraná Setor de Ciências Exatas Departamento de Física LABORATÓRIOS DE ENSINO DE FÍSICA (Eletricidade, Magnetismo e Ótica) Disciplina: FÍSICA EXPERIMENTAL

Leia mais

Edital de seleção de trainees 2015 para a Atomic Júnior

Edital de seleção de trainees 2015 para a Atomic Júnior EDITAL São João del-rei, 08 de Maio de 2015 Edital de seleção de trainees 2015 para a Atomic Júnior A Empresa Júnior Atomic Jr., da Universidade Federal de São João del-rei, torna pública, por meio deste

Leia mais

QUEBRA-GELO. Preparar um cartaz utilizando toda a extensão de uma cartolina conforme o modelo a seguir.

QUEBRA-GELO. Preparar um cartaz utilizando toda a extensão de uma cartolina conforme o modelo a seguir. QUEBRA-GELO Preparar um cartaz utilizando toda a extensão de uma cartolina conforme o modelo a seguir. Escrever os nomes das crianças na primeira linha do cartaz. Se houver mais crianças do que espaços

Leia mais

Primeiro Momento 08:00h às 10 :00h Segunda -feira Tempo Atividade Providências

Primeiro Momento 08:00h às 10 :00h Segunda -feira Tempo Atividade Providências 59ª CONCAFRAS PSE Tema Específico: Compreendendo a dor humana - recepção-triagem fraterna e tratamento na Casa Espírita Objetivos: Reconhecer a importãncia do trabalho de Triagem Fraterna no atendimento

Leia mais

Dupla Regência Manual para a Administração da Escola

Dupla Regência Manual para a Administração da Escola Dupla Regência Manual para a Administração da Escola Versão 1.0 Conteúdo Administração da Escola Cenário de Uso I Central de Vagas... 4 1. Cadastro de Vagas... 4 2. Consultar vagas cadastradas... 5 3.

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DO CURSO DE BIBLIOTECONOMIA HABILITAÇÃO EM GESTÃO

REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DO CURSO DE BIBLIOTECONOMIA HABILITAÇÃO EM GESTÃO REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DO CURSO DE BIBLIOTECONOMIA HABILITAÇÃO EM GESTÃO DA INFORMAÇÃO FLORIANÓPOLIS, SC 2011 CAPITULO I CONCEPÇÃO E OBJETIVOS Art. 1º O Curso de Biblioteconomia

Leia mais

Este jogo é indicado para alunos dos 6º ao 9º anos

Este jogo é indicado para alunos dos 6º ao 9º anos Elaboração do Jogo: Twister Matemático Responsável: Rassiê Tainy de Paula O Jogo Baseado no já existente jogo Twister, em que, os jogadores têm que mover pés e mãos conforme a indicação da roleta sem perder

Leia mais

GRUPOS PEQUENOS. Por Evaristo Filho. SEMINÁRIO TEOLÓGICO EVANGÉLICO BÍBLICO SETEB Global

GRUPOS PEQUENOS. Por Evaristo Filho. SEMINÁRIO TEOLÓGICO EVANGÉLICO BÍBLICO SETEB Global GRUPOS PEQUENOS Por Evaristo Filho SEMINÁRIO TEOLÓGICO EVANGÉLICO BÍBLICO SETEB Global http://seminarioevangelico.com.br setebonline@gmail.com 2 Apresentação da Disciplina Informações Gerais Pré-Tarefas

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO, CULTURA E ASSUNTOS ESTUDANTIS DIRETORIA DE EXTENSÃO

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO, CULTURA E ASSUNTOS ESTUDANTIS DIRETORIA DE EXTENSÃO PROCESSO SELETIVO PARA BOLSISTA DE EXTENSÃO EDITAL/UFU/PROEX/DIESU N 37/2015 A Pró-reitoria de Extensão, Cultura e Assuntos Estudantis da Universidade Federal de Uberlândia, no uso de suas atribuições,

Leia mais

2ª CHAMADA AO I EDITAL DE CREDENCIAMENTO DE CONSULTORES CERNE 2 12 a 18 de janeiro de 2016

2ª CHAMADA AO I EDITAL DE CREDENCIAMENTO DE CONSULTORES CERNE 2 12 a 18 de janeiro de 2016 2ª CHAMADA AO I EDITAL DE CREDENCIAMENTO DE CONSULTORES CERNE 2 12 a 18 de janeiro de 2016 1. APRESENTAÇÃO A Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores (ANPROTEC), com sede

Leia mais

sobre tudo o INFORMA de Canoas Igreja Batista Nº a 16 de Julho de 2016 dias de amor

sobre tudo o INFORMA de Canoas Igreja Batista Nº a 16 de Julho de 2016 dias de amor INFORMA sobre tudo o Amor Igreja Batista de Canoas Nº 891 10 a 16 de Julho de 2016 dias de amor dias de amor sobre tudo o Amor 1 Coríntios 14:1, Marcos 12:30,31, 1 Cor. 16:14 (NTLH) OS FUNDAMENTOS DO AMOR

Leia mais

Do lugar de cada um, o saber de todos nós 5 a- edição COMISSÃO JULGADORA Municipal orientações para o responsável

Do lugar de cada um, o saber de todos nós 5 a- edição COMISSÃO JULGADORA Municipal orientações para o responsável Do lugar de cada um, o saber de todos nós 5 a- edição 2016 COMISSÃO JULGADORA Municipal orientações para o responsável Prezado(a) responsável pela Comissão Julgadora Municipal (CJM) da Olimpíada de Língua

Leia mais

REGULAMENTO INTERNO ESCOLA DE MUSICA

REGULAMENTO INTERNO ESCOLA DE MUSICA REGULAMENTO INTERNO DA ESCOLA DE MUSICA Artigo 1º Objecto A Associação Cultural Musimax é uma Escola do Ensino Artístico Especializado em Música, e tem como principal objecto o ensino da música. Artigo

Leia mais

2 Cartilha de Estágio Univale CARTILHA DE ESTÁGIO UNIVALE

2 Cartilha de Estágio Univale CARTILHA DE ESTÁGIO UNIVALE 2 Cartilha de Estágio Univale CARTILHA DE ESTÁGIO UNIVALE Apresentação 3 Prezados alunos da UNIVALE, Com o objetivo de socializar as informações sobre estágio obrigatório e não obrigatório na UNIVALE,

Leia mais

AME - Aliança Municipal Espírita de Uberlândia Núcleo de Educação Espírita Departamento de Família

AME - Aliança Municipal Espírita de Uberlândia Núcleo de Educação Espírita Departamento de Família AME - Núcleo de Educação Espírita Departamento de Família Sendo os primeiros médicos da alma dos filhos, deveriam (os pais) ser instruídos não só de seus deveres, mas dos meios de cumprí-los. AlIan Kardec

Leia mais

PLANO DE CAPACITAÇÃO DOCENTE TÍTULO I DOS OBJETIVOS

PLANO DE CAPACITAÇÃO DOCENTE TÍTULO I DOS OBJETIVOS PLANO DE CAPACITAÇÃO DOCENTE TÍTULO I DOS OBJETIVOS Artigo 1º. O Plano de Qualificação Docente tem por objetivo o aprimoramento profissional dos professores da FACULDADE JAUENSE, de modo a promover a melhoria

Leia mais

GRUPO DE ORAÇÃO. Formação Missionária Diocese de Osasco

GRUPO DE ORAÇÃO. Formação Missionária Diocese de Osasco GRUPO DE ORAÇÃO Formação Missionária Diocese de Osasco Conceito Comunidade carismática presente em um lugar (...) que cultiva a oração, a partilha e todos os outros aspectos da vivência do Evangelho, a

Leia mais

TELEFONE: MATRÍCULA: DATA DE NASCIMENTO: ESTADO CIVIL:

TELEFONE:   MATRÍCULA: DATA DE NASCIMENTO: ESTADO CIVIL: FICHA CADASTRAL DO ESTÁGIO Dados do aluno: NOME: ENDEREÇO: BAIRRO: CEP: CIDADE: TELEFONE: E-MAIL: MATRÍCULA: DATA DE NASCIMENTO: RG: ESTADO CIVIL: Dados da organização: ORGANIZAÇÃO: ENDEREÇO: BAIRRO: CEP:

Leia mais

CURSO DE PEDAGOGIA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC REGULAMENTO

CURSO DE PEDAGOGIA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC REGULAMENTO CURSO DE PEDAGOGIA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC REGULAMENTO DAS CONDIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º Este Regulamento apresenta a definição, os objetivos, a caracterização e a explicitação das condições

Leia mais

17ª Semana de Psicologia da UNIT SUBMISSÃO DE PROPOSTAS MODALIDADES DE TRABALHO

17ª Semana de Psicologia da UNIT SUBMISSÃO DE PROPOSTAS MODALIDADES DE TRABALHO 17ª Semana de Psicologia da UNIT SUBMISSÃO DE PROPOSTAS Estamos recebendo propostas de apresentação de trabalhos na 17ª Semana de Psicologia da UNIT. MODALIDADES DE TRABALHO Os trabalhos deverão ser inscritos

Leia mais

OIRegulamento para Reserva de Salas

OIRegulamento para Reserva de Salas OIRegulamento para Reserva de Salas 1. Informações Gerais 1.1. O uso da infra estrutura das salas tem por objetivo atender prioritariamente as atividades de ensino, seguidas da pesquisa, extensão e administrativas

Leia mais

Calendário Paroquial de 2015 JANEIRO FEVEREIRO

Calendário Paroquial de 2015 JANEIRO FEVEREIRO Calendário Paroquial de 2015 JANEIRO 1 qui Solenidade de Maria Mãe de Deus - Missas : 9h30 / 18h30 2 sex Apostolado da Oração - Missa - 15h - Catedral 3 sab Setor Família - Missa - 19h30 - Catedral 5 seg

Leia mais