PLANO DE TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PLANO DE TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO"

Transcrição

1 PLANO DE TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO

2 SUMÁRIO 1. ESPECIFICAÇÃO DOS SERVIÇOS DE TI ESCOPO DOS SERVIÇOS A SEREM CONTRATADOS Segurança Gestão de vulnerabilidade Gestão de antivírus Rede convergente de dados Sistema de chamada de enfermagem Infraestrutura de rede de dados e voz Topologia da rede de dados, voz e imagem INFRAESTRUTURA DE TI HARDWARE, SOFTWARE E DATA CENTER Hardware Software Data Center ACESSÓRIOS DE TI Televisores para salas de espera modelo único Computadores modelo único Leitor de código de barras 2D Monitor diagnóstico para Radiologia monocromático Datashow (projetor) IMPRESSÃO DE DOCUMENTOS Impressora papel A4 modelo padrão Impressora de Etiquetas modelo padrão SISTEMAS DE GESTÃO HIS, LIS, PACS E SISTEMA DE BANCO DE SANGUE Características gerais Características funcionais do sistema HIS Características do sistema PACS Considerações gerais para todos os sistemas: SERVIÇOS DE SUPORTE DE TI SERVICE DESK TABELA DE SUPORTE DE QUANTIDADES... 13

3 1. ESPECIFICAÇÃO DOS SERVIÇOS DE TI O provedor será responsável pela prestação de serviços de TI no hospital, conforme especificado abaixo. Com a finalidade de facilitar o entendimento da leitura, os serviços foram divididos em grupos de serviços: 1. Segurança de informações; 2. Sistema de chamada de enfermagem; 3. Rede de convergente de dados e voz; 4. Infraestrutura de TI Hardware, Software e Data Center; 5. Acessórios de TI computadores, leitores e demais equipamentos; 6. Impressão de documentos; 7. Sistemas de gestão HIS, LIS, PACS e Sistema de Banco de Sangue; 8. Serviços de suporte de TI Service Desk. 2. ESCOPO DOS SERVIÇOS A SEREM CONTRATADOS 2.1. Segurança Gestão de vulnerabilidade Detecção, análise e reporte das vulnerabilidades dos ativos de TI das Unidade de Saúde. Realizar testes periódicos, informando vulnerabilidades e ações corretivas necessárias Gestão de antivírus Gestão de plataforma de antivírus, garantindo proteção em tempo real dos ativos de TI da Unidade de Saúde Rede convergente de dados Composto pela rede de dados cabeada, equipamentos de rede, segurança, telefonia IP e videoconferência. Dentre os sistemas, serviços e dispositivos suportados por esta rede estão: O tráfego interno e externo de dados, através de pontos lógicos, disponibilizados em todo o ambiente do hospital; O sistema de telefonia interna e externa; O circuito fechado de TV para monitoramento e controle do ambiente; 3

4 Os sistemas de informação e de aplicações diversas; Os dispositivos diversos de automação, coleta e registro de dados; Os sistemas de controle de acesso e registro de ponto; Impressão. Para os equipamentos de infraestrutura de rede, deve ser observada a obrigatoriedade de uso de equipamentos do mesmo fabricante, de forma a garantir a interoperabilidade da solução. O mesmo deve ser observado para o segmento de telefonia IP, ou seja, todos os equipamentos da solução de telefonia devem ser, obrigatoriamente, do mesmo fabricante Sistema de chamada de enfermagem O sistema de chamada de enfermagem deverá conter os seguintes requisitos: Respeitar e atender todas as normas definidas pelo Conselho de enfermagem ou normas legais vigentes no Estado de Mato Grosso ou nacionais; Possuir rede independente com redundância de acessos entre os pontos de chamada, a central de gerenciamento e as estações de controle das unidades; Possuir controle de tempo de atendimento e ferramenta que possa escalar alerta para responsáveis gestores, seja por ou SMS, conforme parametrização; Fornecer relatórios gerenciais de tempo de atendimento e tempo de resposta; Possuir mecanismos para encerrar a chamada somente no local de abertura ou na central de controle; Possuir dispositivos de chamada para pessoas com necessidades especiais, adequando, quando possível, aos requisitos necessários para acessibilidade; Possuir dispositivos de chamada à prova de água e resistentes aos produtos de limpeza comuns no ambiente hospitalar. Locais mínimos para a instalação: Possuir pelo menos 1 (um) ponto de ativação de chamada por leito, incluindo leitos extras, de observação, de recuperação e locais onde o paciente possa necessitar de assistência; Possuir pelo menos 1 (um) ponto de ativação por banheiro de uso de pacientes; Possuir pelo menos 1 (um) ponto de ativação no box de banho das enfermarias Infraestrutura de rede de dados e voz 4

5 Deverão ser estimados 2 pontos de rede CAT 6 para cada microcomputador, este cálculo poderá ser usado como referência para todas as unidades. Os ativos de rede deverão seguir a seguinte regra de cálculo, uma vez que podem variar para cada unidade de saúde: deverá ser considerado um equipamento para a Camada Core e equipamentos da Camada de Acesso com pontos suficientes para cobrir todos os pontos de rede CAT 6 estimados com margem de segurança de pelo menos 10% (dez por cento). Esta solução deve atender a seguinte especificação: Solução única de rede multiserviço IP; Segmentação da rede em redes virtuais (VLANs) por tipo de serviço (ex. voz, dados, imagem) e por grupos de usuários; Utilização de QoS para priorizar cada tipo de serviço; Utilização da funcionalidade PoE (Power over Ethernet) para conexão e alimentação Dos dispositivos de rede com essa funcionalidade (telefones, câmeras por exemplo); Cabeamento horizontal 100% UTP CAT 6 CMR; Utilização de nobreaks nas salas de técnicas e de TI, capaz de suportar todos os equipamentos de rede de dados e voz, por um período mínimo de 20 minutos à 50% da carga total, de forma a garantir a disponibilidade do serviço, em caso de falta de energia; Sistemas de segurança suportados na infraestrutura de rede; Implantação de interface E1 para suportar a demanda do hospital para telefonia; Possibilidade de conexão com a rede de telefonia celular através de interface própria; Equipamentos que suportem futuras expansões Topologia da rede de dados, voz e imagem O projeto da rede do hospital deverá ser baseado na topologia estrela. Atrelado ainda à garantia da disponibilidade de todos os equipamentos da infraestrutura de rede e, consequentemente, os dispositivos alimentados por esta, através do PoE, deverão estar suportados por equipamentos de nobreak com autonomia mínima de 20 minutos para toda a solução (a 50% da carga total). Os equipamentos críticos da rede deverão possuir redundância interna de alimentação e ventilação (Camada de Core). Especificamente para os links de voz (El ou IP), não há a necessidade de dupla abordagem. 5

6 Camadas lógicas A topologia proposta para o hospital é composta de 2 camadas lógicas com características, localização e funcionalidades específicas: a. Camada core A Camada Core deverá ser composta por switch layer 3, para conectar os centros geradores de tráfego de dados aos pontos de abordagem do atual fornecedor de infraestrutura à rede de telefonia pública e principais aplicações da rede local da Unidade de Saúde. O switch da Camada Core, deverá ter capacidade para: Receber todas as conexões provenientes dos switches de conexão dos pavimentos; Se conectar aos links de comunicação com o atual fornecedor de infraestrutura; Se conectar aos links das prestadoras de voz; O switch da Camada Core, deverá possuir fontes de energia e ventilação redundantes, deverão estar em racks distintos dos demais elementos de rede, deverão ser interligados de forma a operar como urna única entidade lógica. b. Camada de acesso O Switch da Camada Acesso deverá ser dimensionado para conectar todos os pontos necessários para atender as demandas dos usuários, bem como os diversos dispositivos IP presentes no hospital. Todos os switches da camada de acesso deverão possuir todas as portas 10/100/1000 e funcionalidades de PoE, QoS, VLAN, gerenciáveis, empilháveis, com no mínimo 2 portas para conexões de fibra óptica; deverão estar distribuídos em todos os pavimentos e subáreas do hospital. 3. INFRAESTRUTURA DE TI HARDWARE, SOFTWARE E DATA CENTER A infraestrutura de TI será dividida em 3 partes, sendo: 3.1. Hardware Todos os equipamentos para a perfeita execução dos sistemas utilizados no hospital, podendo variar de acordo com a solução utilizada pela prestadora. Toda a solução de Hardware deverá conter fonte 6

7 redundante de alimentação, garantia e suporte do fabricante 24x7 e com tempo de resposta de até 4 horas e solução em no máximo 8 horas, contados a partir do momento de abertura do chamado. A solução deverá conter solução para back-up das informações, garantindo que não haja perda de nenhum tipo de informação e que em caso de necessidade, as informações armazenadas possam ser recuperadas em no máximo 6 horas. Os back-ups deverão ser do tipo incremental e total, no caso do total, deverão ser armazenadas versões dos últimos 7 dias e uma versão de cada mês por um período de 1 (um) ano. Estas especificações são para dados, no caso de imagens médicas ou documentos digitalizados, haverá detalhamento específico no setor de sistemas Software Todos os programas necessários para a perfeita execução dos sistemas que serão executados no Hospital, como banco de dados, sistemas operacionais, software de back-up e demais não listados, mas que o prestador identifique a necessidade Data Center Todo o dimensionamento do Data Center será de responsabilidade do prestador, devendo respeitar as seguintes normas: De segurança: NBR ISO/IEC 17799; De infraestrutura: ANSI/TIA ACESSÓRIOS DE TI 4.1. Televisores para salas de espera modelo único Possuir pelo menos 42 polegadas na diagonal da tela; Ser de tecnologia LED, Plasma ou LCD; Possuir suporte para fixação na parede ou no teto; Possuir controle remoto; Possuir interface de entrada HDMI e USB. 7

8 4.2. Computadores modelo único Especificações mínimas: Processador: Com 2 núcleos de 2 GHZ ou superior, comprovado por entidades Independentes; Unidade de Disco Rígido: 320GB; Unidade Óptica: DVD-RW SATA; Memória: 2GB; Teclado e Mouse: Teclado compatível com padrão ABNT2 e Mouse Óptico USB; Placa de Rede: interna 10/100/1000; Placa de rede wireless: Interna; Placa de Vídeo: Interna; Caixa de som: Interna; Tela de tamanho mínimo de 18 polegadas; Processador: Com 2 núcleos de 2 GHZ ou superior, comprovado por entidades Independentes Leitor de código de barras 2D Especificações mínimas: Conexão USB; Tipo pistola manual; Leitura omnidirecional; Resolução Mínima: x 512; Resistência à queda mínima: 1,80 metros; 4.4. Monitor diagnóstico para Radiologia monocromático Garantia mínima de 5 anos pelo fabricante; Resolução mínima de 3MP; Controle de brilho, contraste e gama; Certificado pela ANVISA Datashow (projetor) Características técnicas mínimas: 8

9 Resolução SVGA mínima de 800 (oitocentos) x 600 (seiscentos); Luminosidade mínima de 1800 (mil e oitocentos) ANSI; Lâmpada mínima: 170 (cento e setenta) W UHE, 2000 (dois mil) h (alto brilho), 3000 (três mil) h (baixo brilho); Fonte bivolt; Proteção para lente; Controle remoto sem fio com função mouse; Conexões: receptor de satélite, áudio in RCA x 1, usb tipo a, usb tipo b, computador Vga (mini d-sub 15 pin) x 1, hdmi, s-vídeo, vídeo composto (1 rca) x IMPRESSÃO DE DOCUMENTOS Serão consideradas apenas impressoras de papel formato A4 em preto e branco, conforme as seguintes especificações mínimas: A quantidade de impressoras deverá ser definida conforme a distribuição dos computadores no hospital. De forma a garantir que nenhum profissional esteja a mais de 7 (sete) metros de distância da impressora necessária Impressora papel A4 modelo padrão Mínimo de 28 páginas por minuto; Possibilidade de impressão frente e verso; Capacidade mensal mínima de 5000 páginas por mês; Resolução mínima de 600x600 dpi; Interface paralela ou via rede; Capacidade mínima de 200 páginas na bandeja de alimentação Impressora de Etiquetas modelo padrão Mínimo de 1,5 polegadas por segundo de impressão; Resolução mínima de 190 DPI; Interface de comunicação Serial, paralela e USB; o Este item deve ser compatível com os computadores utilizados Permitir utilizar etiquetas de 25mm até 100mm de largura. 9

10 Todos os custos com insumos e manutenção dos equipamentos serão de responsabilidade do Parceiro Privado. Deverá ser fornecido programa de gerenciamento com controle de impressão, de forma a identificar o que foi impresso e as quantidades por usuário de rede. Estes relatórios deverão ser fornecidos ao Poder Concedente mensalmente e servirão para plano de redução de custos contínuos. Poderá ser utilizada a impressão digital, desde que atenda todos os requisitos legais e a solução tenha atestado nível 2 de segurança da SBIS Sociedade Brasileira de Informática em Saúde. Deve-se estimar 30 impressões por leito por dia. Esta quantidade deverá ser suficiente para todas as atividades do hospital, incluindo atividades não diretamente ligadas à assistência, como atendimento, administração de estoques e farmácia etc. Caso seja utilizada solução de impressão digital, a responsabilidade pela gestão dos documentos eletrônicos gerados, bem como quaisquer custos provenientes deste processo serão de responsabilidade do Parceiro Privado. 6. SISTEMAS DE GESTÃO HIS, LIS, PACS E SISTEMA DE BANCO DE SANGUE 6.1. Características gerais Acesso ao ambiente a partir de qualquer tipo de navegador; Sistema com módulos interligados/integrados e multiusuário; Licença ilimitada de usuários para uso exclusivo da SES-MT em quaisquer outros hospitais ou unidades de saúde da rede pública do estado; Sistema com toda a interface e apresentação em língua portuguesa do Brasil; Controle de acesso baseado em usuários, por meio de login e senhas individualizadas, com possibilidade de limitação de acesso por meio de perfil de usuários e por funções do sistema; Interface para identificação individualizada através do uso de cartões de acesso tipo smart card com Código de Barras e com possibilidade de integração processos de assinaturas digitais, através de cartão, certificado eletrônico ou outro dispositivo de reconhecimento de escrita. Controle e armazenamento das transações críticas realizadas com registro do local, horário e usuário, responsável pelas mesmas; Possibilidade de ser utilizada em ambientes híbridos de sistema operacional nos servidores e nas estações de trabalho Características funcionais do sistema HIS 10

11 A solução deverá possuir os seguintes módulos, cada qual com as necessidades específicas de para a informatização hospitalar: Atendimentos; Agendamento; Óbitos; Internação; UTI; CCIH; Vigilância Epidemiológica; Farmácia; Serviço Social / Psicologia / Fisioterapia; Banco de Sangue; Controle de Prontuários; Enfermagem; Vacinas; Prescrição; Materiais Consignados; Centro Cirúrgico/Centro Obstétrico; CME (Central de Material Esterilizado); Unidade de Emergência Referenciada/Pronto Atendimento; Laboratório; Anatomia Patológica; Imagem e Diagnóstico; Radioterapia; Transplantes; Nutrição e Dietética; Faturamento; Odontologia; Recepção. A solução deverá conseguir exportar dados no formato exigido pelos grupos competentes para os seguintes sistemas do governo: Sistema de Avaliação dos Hospitais de Ensino (SAHE); Secretaria de Atenção à Saúde (SAS) - indicadores do Programa Nacional de Triagem Neonatal; Sistema de Autorização Procedimentos de Alta Complexidade (APAC); 11

12 Sistema de Informação do Câncer do Colo do Útero SISCOLO; Sistema de Informação do Controle do Câncer de Mama SISMAMA; Sistema de Cadastro SUS (CADSUS); Sistema de Cadastro Nacional de Estabelecimento em Saúde (CNES); Sistema Informação Ambulatorial (SIA); Sistema de Informação Hospitalar (SIH/AIH); Sistema Câncer da Mulher (SISCAM); Sistema de Controle de Exames Laboratoriais da Rede Nacional de Contagem de Linfócitos; CD4+/CD8+ e Carga Viral (SISCEL); Sistema de Informação de Agravos de Notificação (SINAN/SINANet); Sistema de Informação de Vigilância Epidemiológica (SIVEP); Sistema de Informação dos Centros de Referência para Imunobiológicos (SICRIE); Sistema de Controle de Pacientes com Tuberculose (TB-Web); Sistema de informação da tuberculose multirresistente Características do sistema PACS O sistema PACS deverá cobrir todos os serviços diagnósticos que gerem imagens ou informações visuais em formato DICOM, como gráficos, traçados e vídeos, fornecendo estrutura segura para comunicação entre os equipamentos geradores de imagens ou informações visuais, estrutura de armazenamento dos dados por pelo menos 5 anos, incluindo contingência e estrutura de back-up, interface web para visualização das imagens e laudos dos exames e possibilidade de disponibilizar o histórico dos pacientes para consulta, com proteção de login e senha individual. As estações de trabalho dos radiologistas deverão possuir ferramenta para reconstrução 3D, MIP, MPR e demais funcionalidades compatíveis com a tecnologia disponível e necessária para a melhora da qualidade diagnóstica dos exames. Também deverão ser disponibilizados monitores com qualidade diagnóstica, conforme normativa da ANVISA para cada modalidade diagnóstica. As imagens devem estar disponibilizadas nas estações de trabalho que estiverem na rede local em menos de 3 segundos após a solicitação ser realizada. Caso os exames possuam tamanho de armazenamento superior a 200 Mbytes, o tempo de disponibilização poderá ser até 10 segundos do momento da solicitação Considerações gerais para todos os sistemas: 12

13 Os sistemas deverão ser aprovados por grupo que será formado pelos representantes dos médicos e demais profissionais que utilizarão o sistema, para garantir que as funcionalidades existentes sejam de qualidade satisfatória. 7. SERVIÇOS DE SUPORTE DE TI SERVICE DESK Todos os serviços de instalação, manutenção e troca de equipamentos, bem como suporte aos usuários e apoio à utilização dos sistemas assistenciais e administrativos. O Parceiro Privado deverá manter pelo menos 2 pessoas nos períodos noturnos, das 22h ás 06h e pelo menos 3 pessoas nos demais períodos. A única exceção poderá ser domingos e feriados, quando deverá haver pelo menos 2 pessoas por todo o período. Deverá haver um coordenador com a função de ser o ponto focal deste serviço com os responsáveis do hospital, responsável por entender as necessidades, acordar áreas prioritárias de atendimento, atender as solicitações e reclamações e responder pelas ações da equipe como um todo. Em função do nível de responsabilidade da equipe de Service Desk e por terem acesso total ao Sistema de Informações, todos os funcionários de service desk deverão atuar em regime CLT para a empresa que prestar o serviço. Mantendo o vinculo profissional e garantindo responsabilidades civil e criminal no caso de uso indevido de informações. 8. TABELA DE SUPORTE DE QUANTIDADES Esta tabela poderá ser usada como referência para definir quantidades mínimas dos produtos listados neste documento: 13

14 ITEM QTD Rede de dados Switch Core com redundância interna 1 Switch borda 24 portas com PoE 18 Switch borda 24 portas sem PoE 18 Mini Rack de telecom com nobreak 10 mnutos 18 Pontos de rede Cat 6 com certificação 750 Cabos de fibra ótica ligando racks ao core 36 Custos de configuração e instalação dos ativos 1 Data Center + HW + SW de infra Servidores HIS, PACS e demais sistemas Storage conforme necessidade dos sistemas conforme necessidade dos sistemas Ferramenta de Back up + Software 1 Construção do Data Center 1 Acessórios de TI Televisores para esperas 6 Monitor Diagnóstico RX monocromático single 3 Monitor Diagnóstico CT/RM Color Single 2 Web Cam 2 mp 30 TV LCD p/ Painéis eletrônicos 12 Leitores de código de barras convencionais 432 Totem de auto-atendimento 5 Datashow SVGA 2 Desktops - Outsourcing Impressoras de etiquetas - outsourcing estimar volumetria Impressoras A4 - outsourcing estimar volumetria Telefonia PABX VOIP 1 Aparelhos básicos 400 Troncos digitais 1 Interface para celular 8 canais 2 Implantação e treinamento para equipe 1 Serviços de suporte TI Equipe mínima de Service Desk 14 pessoas, conforme escala Gestão de TI - Gerente de TI 1 14

15 15

PROJETO LÓGICO DA REDE LOCAL DE COMPUTADORES DA REITORIA

PROJETO LÓGICO DA REDE LOCAL DE COMPUTADORES DA REITORIA PROJETO LÓGICO DA REDE LOCAL DE COMPUTADORES DA REITORIA COORDENAÇÃO DE TECNOLOGIA (COTEC) JUNHO/2011 Rua do Rouxinol, N 115 / Salvador Bahia CEP: 41.720-052 Telefone: (71) 3186-0001. Email: cotec@ifbaiano.edu.br

Leia mais

APÊNDICE 7.1 DO CONTRATO ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS MÍNIMAS PARA A IMPLANTAÇÃO DA INFRAESTRUTURA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DAS UNIDADES DE SAÚDE

APÊNDICE 7.1 DO CONTRATO ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS MÍNIMAS PARA A IMPLANTAÇÃO DA INFRAESTRUTURA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DAS UNIDADES DE SAÚDE APÊNDICE 7.1 DO CONTRATO ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS MÍNIMAS PARA A IMPLANTAÇÃO DA INFRAESTRUTURA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DAS UNIDADES DE SAÚDE SUMÁRIO 1. Introdução... 1 2. Objetivos... 1 3. Elaboração

Leia mais

Anexo IV PLANILHA DESCRITIVA DE ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

Anexo IV PLANILHA DESCRITIVA DE ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS Anexo IV PLANILHA DESCRITIVA DE ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS Requisito Descrição 6.1 - Produtos de Hardware 6.1.1. GRUPO 1 - IMPRESSORA TIPO I (MONOCROMÁTICA 20PPM - A4) 6.1.1.1. TECNOLOGIA DE IMPRESSÃO 6.1.1.1.1.

Leia mais

PADRÃO DE INFRAESTRUTURA DE TECNOLOGIA PARA PRESTADORES DA UNIMED RIO VERDE

PADRÃO DE INFRAESTRUTURA DE TECNOLOGIA PARA PRESTADORES DA UNIMED RIO VERDE PADRÃO DE INFRAESTRUTURA DE TECNOLOGIA PARA PRESTADORES DA UNIMED RIO VERDE Versão 1.0 Data: 09/12/2013 Desenvolvido por: - TI Unimed Rio Verde 1 ÍNDICE 1. Objetivo... 4 2. Requsitos de Infraestrutura

Leia mais

Orientações sobre o Novo Produto SACR Sistema de Acolhimento com Classificação de Risco. Versão 1.0, 30/11/2009

Orientações sobre o Novo Produto SACR Sistema de Acolhimento com Classificação de Risco. Versão 1.0, 30/11/2009 Orientações sobre o Novo Produto SACR Sistema de Acolhimento com Classificação de Risco Versão 1.0, 30/11/2009 Sumário Objetivo Introdução Características do SACR Organização Questões Funcionais Infraestrutura

Leia mais

MICROCOMPUTADOR TIPO I

MICROCOMPUTADOR TIPO I MICROCOMPUTADOR TIPO I Processador...: Processador com memória cache mínima de 1 MB; Tipo...: 1)Intel Pentium IV Prescott com freqüência de 3.0 Ghz ou Superior Memória...: Memória RAM instalada de 512

Leia mais

Atualmente, as organizações de saúde estão reavaliando seus modelos de negócios tendo em vista as regulamentações governamentais, pressões das fontes

Atualmente, as organizações de saúde estão reavaliando seus modelos de negócios tendo em vista as regulamentações governamentais, pressões das fontes Atualmente, as organizações de saúde estão reavaliando seus modelos de negócios tendo em vista as regulamentações governamentais, pressões das fontes pagadoras e a exigência dos pacientes por serviços

Leia mais

ANEXO VII DO CONTRATO DIRETRIZES TÉCNICAS MÍNIMAS PARA IMPLANTAÇÃO DA INFRAESTRUTURA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

ANEXO VII DO CONTRATO DIRETRIZES TÉCNICAS MÍNIMAS PARA IMPLANTAÇÃO DA INFRAESTRUTURA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO ANEXO VII DO CONTRATO DIRETRIZES TÉCNICAS MÍNIMAS PARA IMPLANTAÇÃO DA INFRAESTRUTURA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO... 1 2. OBJETIVOS... 1 3. ELABORAÇÃO DE PROJETO EXECUTIVO DE INFRAESTRUTURA

Leia mais

HELP TECH 1. OBJETIVO DO SERVIÇO

HELP TECH 1. OBJETIVO DO SERVIÇO 1. OBJETIVO DO SERVIÇO Com o serviço de assistência Help Tech você tem o auxílio completo para a instalação e manutenção de seus computadores, games, celulares, tablets, etc, que trazem mais facilidade

Leia mais

GSUS Sistema de Gestão Hospitalar e Ambulatorial do SUS

GSUS Sistema de Gestão Hospitalar e Ambulatorial do SUS GSUS Sistema de Gestão Hospitalar e Ambulatorial do SUS O sistema GSUS é uma aplicação WEB para gestão operacional da assistência de saúde executada a nível hospitalar ou ambulatorial, tendo como foco

Leia mais

Software de Tarifação para centrais PABX e ambiente Windows

Software de Tarifação para centrais PABX e ambiente Windows Software de Tarifação para centrais PABX e ambiente Windows Um tarifador fácil de usar e poderoso. Com o tarifador STI Windows Atenas você poderá controlar os gastos com telefone, reduzir custos e otimizar

Leia mais

Roteamento e Comutação

Roteamento e Comutação Roteamento e Comutação Design de Rede Local Design Hierárquico Este design envolve a divisão da rede em camadas discretas. Cada camada fornece funções específicas que definem sua função dentro da rede

Leia mais

Estimativa. Unioeste 30809/2010 Cod. Fornecedor ClassificaçãoVlr.Un. Total. Setor Processo Item edital

Estimativa. Unioeste 30809/2010 Cod. Fornecedor ClassificaçãoVlr.Un. Total. Setor Processo Item edital Filtrado por ( : = '' ) E ( em haver: >= 1 ) E (Imprimir quantidades por setor de consumo = Sim) 06/05/2014:17:06 Página 1 de 1 Fornecedor ClassificaçãoVlr.Un. 23 7023 Backup - Agente Aplicação Exchange

Leia mais

Produtos, Outsourcing de TI, Outsourcing de Impressão, Térmicas,

Produtos, Outsourcing de TI, Outsourcing de Impressão, Térmicas, 2012 É uma das maiores empresas integradoras de tecnologia do mercado nacional, tornando-se referência no Segmento de Produtos, Outsourcing de TI, Outsourcing de Impressão, Térmicas, Telecom e soluções

Leia mais

O PEP como Instrumento de Otimização Clinica Marcos Sobral

O PEP como Instrumento de Otimização Clinica Marcos Sobral O PEP como Instrumento de Otimização Clinica Marcos Sobral São Paulo, 19 de setembro de 2005 Agenda Introdução Desafios MVPEP Formas de acessos Funcionalidades Formulários eletrônicos Índices clínicos

Leia mais

Nexcode Systems, todos os direitos reservados. Documento versão 15.1.1 1

Nexcode Systems, todos os direitos reservados. Documento versão 15.1.1 1 Nexcode Systems, todos os direitos reservados. Documento versão 15.1.1 1 1 - INTRODUÇÃO NEXCODE CONTROLS, também conhecido como NEXCON, é um conjunto de soluções de software desenvolvidas pela Nexcode

Leia mais

Fundação de Apoio à Tecnologia e Ciência

Fundação de Apoio à Tecnologia e Ciência Santa Maria, 11 de março de 2014. RETIFICAÇÃO DE EDITAL CONCORRENCIA Nº 2015/5040001- A Comissão de Licitações, no uso de suas atribuições legais, torna publico a seguinte retificação ao edital supracitado,

Leia mais

ANEXO TR QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL

ANEXO TR QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL ANEXO TR QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL REQUISITOS MÍNIMOS DE QUALIFICAÇÃO TÉCNICA DOS PROFISSIONAIS QUE DEVERÃO COMPOR AS EQUIPES TÉCNICAS PREVISTAS NESSA CONTRATAÇÃO PARA AMBOS OS LOTES. QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL

Leia mais

Preçário SPECTRAM. Endereço. Telefone. Serviços IT e Revenda. Rua Tintshole 4505 Nº 261, R/C - Triunfo Maputo Moçambique

Preçário SPECTRAM. Endereço. Telefone. Serviços IT e Revenda. Rua Tintshole 4505 Nº 261, R/C - Triunfo Maputo Moçambique Serviços IT e Revenda Telefone Web Endereço Cel: 00258 84 79 12 556 Cel: 00258 84 04 86 506 Website: www.spectramit.com E-mail: info@spectramit.com Rua Tintshole 4505 Nº 261, R/C - Triunfo Maputo Moçambique

Leia mais

ANEXO V Concorrência Pública nº 001/05 TABELAS DE HARDWARE E SOFTWARE

ANEXO V Concorrência Pública nº 001/05 TABELAS DE HARDWARE E SOFTWARE ANEXO V Concorrência Pública nº 001/05 TABELAS DE HARDWARE E SOFTWARE CONFIGURAÇÃO MÍNIMA DE HARDWARE PARA MONTAGEM DE POSTOS DE PROVA ELETRÔNICA NAS CIRETRANS TIPO 1 TIPO 2 TIPO 3 TIPO 4 TIPO 5 TIPO 6

Leia mais

ASSISTÊNCIA BB PROTEÇÃO MÓDULO INFORMÁTICA Manual do Associado

ASSISTÊNCIA BB PROTEÇÃO MÓDULO INFORMÁTICA Manual do Associado ASSISTÊNCIA BB PROTEÇÃO MÓDULO INFORMÁTICA Manual do Associado OS SERVIÇOS DE ASSISTÊNCIA SÃO PRESTADOS PELA BRASIL ASSISTÊNCIA S.A., CNPJ: 68.181.221/0001-47 ASSISTÊNCIA BB PROTEÇÃO Ao necessitar de algum

Leia mais

Características Técnicas

Características Técnicas Características Técnicas Equipamento homologado de acordo com o Portaria 1510/09 do MTE, com as seguintes características: Possui 2 processadores de 32 Bits, onde um é dedicado para marcações de ponto

Leia mais

TOPLAB VERSÃO WEB 3.0 Solução completa para o gerenciamento de laboratórios de análises clínicas Interface web

TOPLAB VERSÃO WEB 3.0 Solução completa para o gerenciamento de laboratórios de análises clínicas Interface web Página 01 TOPLAB VERSÃO WEB 3.0 Solução completa para o gerenciamento de laboratórios de análises clínicas Interface web Página 02 Plataforma O TOPLAB foi projetado para funcionar na web, nasceu 'respirando

Leia mais

Ata Parcial. Item 0001

Ata Parcial. Item 0001 Ata Parcial Às 09:00 horas do dia 19 de junho de 2012, reuniu-se o Pregoeiro Oficial da Prefeitura Municipal de Palmas e respectivos membros da Equipe de apoio, designados pela portaria 027/2012-GAB/SEFIN

Leia mais

Ata Final. Item 0001

Ata Final. Item 0001 Ata Final Às 09:00 horas do dia 19 de junho de 2012, reuniu-se o Pregoeiro Oficial da Prefeitura Municipal de Palmas e respectivos membros da Equipe de apoio, designados pela portaria 027/2012-GAB/SEFIN

Leia mais

Buscamos sempre a solução mais eficaz, de acordo com o avanço tecnológico dos sistemas de Telecomunicações e Tecnologia da Informação.

Buscamos sempre a solução mais eficaz, de acordo com o avanço tecnológico dos sistemas de Telecomunicações e Tecnologia da Informação. A T7 Solutions Informática e Telecomunicações atua como prestadora de serviços de Infraestrutura de TI e Telecom, com foco no desenvolvimento e implementação de soluções de Infraestrutura, Dados e Voz.

Leia mais

Soluções completas de segurança em vídeo IP

Soluções completas de segurança em vídeo IP Soluções completas de segurança em vídeo IP Soluções completas de segurança em vídeo IP www.indigovision.com IndigoVision Visão geral A solução empresarial de segurança IP IndigoVision garante o monitoramento

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇAO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE RONDÔNIA 1. DESCRIÇÃO DA SOLUÇÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇAO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE RONDÔNIA 1. DESCRIÇÃO DA SOLUÇÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO ESTUDO TÉCNICO PRELIMINAR DA CONTRATAÇÃO 1. DESCRIÇÃO DA SOLUÇÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Aquisição de equipamentos para infraestrutura de redes de todo o IFRO 2. DEFINIÇÃO E ESPECIFICAÇÃO DE REQUISITOS

Leia mais

Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro - JBRJ. Centro Nacional de Conservação da Flora - CNCFlora. Planejamento de Despesas 2011

Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro - JBRJ. Centro Nacional de Conservação da Flora - CNCFlora. Planejamento de Despesas 2011 Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro - JBRJ Centro Nacional de Conservação da Flora - CNCFlora Planejamento de Despesas 2011 Equipamentos Item 1: Desktop de trabalho - Quantidade 03

Leia mais

Nexcode Systems, todos os direitos reservados. Documento versão 15.1.1 1

Nexcode Systems, todos os direitos reservados. Documento versão 15.1.1 1 Nexcode Systems, todos os direitos reservados. Documento versão 15.1.1 1 1 - INTRODUÇÃO NEXCODE NOTE, também conhecido como NEXNOTE, é um conjunto de soluções de software desenvolvidas sob a plataforma

Leia mais

PREGÃO PRESENCIAL Nº 005/2014-EMAP

PREGÃO PRESENCIAL Nº 005/2014-EMAP PREGÃO PRESENCIAL Nº 005/2014-EMAP O Pregoeiro da Empresa Maranhense de Administração Portuária - EMAP, designado pela Portaria nº 149/2013-PRE, de 29 de agosto de 2013, em razão de solicitação da empresa

Leia mais

COMUNICADO PREGÃO Nº 048/2007

COMUNICADO PREGÃO Nº 048/2007 COMUNICADO PREGÃO Nº 048/2007 OBJETO: Fornecimento, configuração, testes e assistência técnica, durante período de garantia, de 28 (vinte e oito) microcomputadores portáteis (notebooks) de alta mobilidade,

Leia mais

Guia do Usuário. PCtel E1

Guia do Usuário. PCtel E1 Guia do Usuário PCtel E1 Conteúdo Conhecendo o Produto...05 Instalação Física...08 Módulo Supervidor...10 Política de Garantia...12 Aspectos gerais Conhecendo o produto A Pctel desenvolveu uma plataforma

Leia mais

ONDE LEIA SE: LOTE 01

ONDE LEIA SE: LOTE 01 Divinolândia, 21 de Setembro de 2011 Prezados senhores interessados, Esta comissão de Julgamento de Licitação do Conderg Hospital Regional de Divinolândia, esclarece através deste, alteração feita no Edital

Leia mais

TUTORIAL INSTALAÇÃO DA ROTINA 2075 NO LINUX

TUTORIAL INSTALAÇÃO DA ROTINA 2075 NO LINUX Apresentação O departamento de varejo da PC Sistemas inovou seu produto de frente de caixa, permitindo seu funcionamento no sistema operacional do Linux com a distribuição Ubuntu. O cliente poderá usar

Leia mais

Serviços Prestados Infovia Brasília

Serviços Prestados Infovia Brasília Serviços Prestados Infovia Brasília Vanildo Pereira de Figueiredo Brasília, outubro de 2009 Agenda I. INFOVIA Serviços de Voz Softphone e Asterisk INFOVIA MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO INFOVIA MINISTÉRIO

Leia mais

ANEXO I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA 1. HARDWARE DO APPLIANCE

ANEXO I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA 1. HARDWARE DO APPLIANCE Aquisição de Solução de Criptografia para Backbone da Rede da Dataprev ANEXO I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA 1. HARDWARE DO APPLIANCE 1.1 Cada appliance deverá ser instalado em rack de 19 (dezenove) polegadas

Leia mais

RETIFICAÇÃO À CARTA CONVITE Nº 01/2010

RETIFICAÇÃO À CARTA CONVITE Nº 01/2010 RETIFICAÇÃO À CARTA CONVITE Nº 01/2010 A Comissão Permanente de Licitação, no uso de suas atribuições legais, resolve RETIFICAR os ANEXOS I e II da Carta Convite nº 01/2010, passando a integrar o referido

Leia mais

Maior Tranqüilidade - Todos esses benefícios, protegendo seus bens materiais e as pessoas que por ali circulam.

Maior Tranqüilidade - Todos esses benefícios, protegendo seus bens materiais e as pessoas que por ali circulam. 1 - APRESENTAÇÃO Este descritivo tem como objetivo, apresentar o Sistema de Identificação de Visitantes enfocando suas funcionalidades e condições técnicas necessárias de implantação. Vantagens do Sistema

Leia mais

1. TERMO DE REFERÊNCIA: ESPECIFICAÇÕES DO OBJETO, CONDIÇÕES MINÍMAS DE GARANTIA E CONDIÇÕES MÍNIMAS DE FORNECIMENTO

1. TERMO DE REFERÊNCIA: ESPECIFICAÇÕES DO OBJETO, CONDIÇÕES MINÍMAS DE GARANTIA E CONDIÇÕES MÍNIMAS DE FORNECIMENTO 1. TERMO DE REFERÊNCIA: ESPECIFICAÇÕES DO OBJETO, CONDIÇÕES MINÍMAS DE GARANTIA E CONDIÇÕES MÍNIMAS DE FORNECIMENTO A presente licitação tem por escopo a aquisição de Equipamentos de Informática e ferramentas

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTA TERESA

PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTA TERESA Pregão Presencial Nº 000131/2014 Abertura 24/10/2014 09:00 Processo 012339/2014 Lote 00001 - LOTE 01 - IMPRESSORA Descrição Ítem Código Especificação Unidade Quantidade Marca Unitário Valor Total 00001

Leia mais

MODELO TERMO DE COOPERAÇÃO PARA A INSTALAÇÃO DO CENTRO JUDICIÁRIO DE SOLUÇÃO DE CONFLITOS E CIDADANIA NA COMARCA DE...

MODELO TERMO DE COOPERAÇÃO PARA A INSTALAÇÃO DO CENTRO JUDICIÁRIO DE SOLUÇÃO DE CONFLITOS E CIDADANIA NA COMARCA DE... MODELO TERMO DE COOPERAÇÃO PARA A INSTALAÇÃO DO CENTRO JUDICIÁRIO DE SOLUÇÃO DE CONFLITOS E CIDADANIA NA COMARCA DE... O Tribunal de Justiça do Estado de Mato Grosso, por intermédio da Exma. Sra. Desembargadora

Leia mais

Documento de Requisitos de Rede (DRP)

Documento de Requisitos de Rede (DRP) Documento de Requisitos de Rede (DRP) Versão 1.2 SysTrack - Grupo 1 1 Histórico de revisões do modelo Versão Data Autor Descrição 1.0 30/04/2011 João Ricardo Versão inicial 1.1 1/05/2011 André Ricardo

Leia mais

HELP DESK 2. SERVIÇOS. 2.1. Help Desk Microcomputadores (Desk top e lap top)

HELP DESK 2. SERVIÇOS. 2.1. Help Desk Microcomputadores (Desk top e lap top) 1. OBJETIVO DO SERVIÇO Com a Assistência Informática - Help Desk, você tem o auxílio completo para a instalação e manutenção de seus computadores, games, celulares, tablets, etc, que trazem mais facilidade

Leia mais

ASSISTÊNCIA HELP DESK REMOTO Manual do Associado OS SERVIÇOS DE ASSISTÊNCIA SÃO PRESTADOS PELA USS SOLUÇÕES GERENCIADAS S.A. CNPJ: 01.979.

ASSISTÊNCIA HELP DESK REMOTO Manual do Associado OS SERVIÇOS DE ASSISTÊNCIA SÃO PRESTADOS PELA USS SOLUÇÕES GERENCIADAS S.A. CNPJ: 01.979. ASSISTÊNCIA HELP DESK REMOTO Manual do Associado OS SERVIÇOS DE ASSISTÊNCIA SÃO PRESTADOS PELA USS SOLUÇÕES GERENCIADAS S.A. CNPJ: 01.979.936/0001-79 ASSISTÊNCIA HELP DESK REMOTO Ao necessitar de algum

Leia mais

ANEXO VI MODELO DE PROPOSTA (PAPEL TIMBRADO DA EMPRESA)

ANEXO VI MODELO DE PROPOSTA (PAPEL TIMBRADO DA EMPRESA) ANEXO VI MODELO DE PROPOSTA (PAPEL TIMBRADO DA EMPRESA) Ao, Excelentíssimo Senhor, Prefeito Municipal de Três de Maio Apresentamos abaixo nossa proposta para fornecimento de computadores, notebook, projetores

Leia mais

Retificação PREGAO POR REGISTRO DE PRECOS N 004 2008 CEL 02 SETUL AQUISICAO COMPUTADORES SOFTWARE

Retificação PREGAO POR REGISTRO DE PRECOS N 004 2008 CEL 02 SETUL AQUISICAO COMPUTADORES SOFTWARE Retificação PREGAO POR REGISTRO DE PRECOS N 004 2008 CEL 02 SETUL AQUISICAO COMPUTADORES SOFTWARE A COMISSÃO ESPECIAL DE LICITAÇÃO CEL 02 comunica aos interessados que o Pregão Por Registro de Preços acima

Leia mais

Nexcode Systems, todos os direitos reservados. Documento versão 15.1.1 1

Nexcode Systems, todos os direitos reservados. Documento versão 15.1.1 1 Nexcode Systems, todos os direitos reservados. Documento versão 15.1.1 1 1 - INTRODUÇÃO NEXCODE ACESS, também conhecido como NEXCESS, é um conjunto de soluções de software desenvolvidas sob a plataforma

Leia mais

LAN Design. LAN Switching and Wireless Capítulo 1. Version 4.0. 2006 Cisco Systems, Inc. All rights reserved. Cisco Public 1

LAN Design. LAN Switching and Wireless Capítulo 1. Version 4.0. 2006 Cisco Systems, Inc. All rights reserved. Cisco Public 1 LAN Design LAN Switching and Wireless Capítulo 1 Version 4.0 2006 Cisco Systems, Inc. All rights reserved. Cisco Public 1 Objetivos do Módulo Compreender os benefícios e do uso de uma organização hierárquica

Leia mais

INSTRUÇÕES PARA O PREENCHIMENTO

INSTRUÇÕES PARA O PREENCHIMENTO FOLHAS DE DADOS Todas as folhas de dados para os equipamentos mencionados deverão ser devidamente preenchidas conforme determinado a seguir. Deverá ser preenchida uma folha de dados para cada tipo de equipamento

Leia mais

- SISTEMA DE GERENCIAMENTO DE ENXOVAL HOSPITALAR - ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS MÍNIMAS

- SISTEMA DE GERENCIAMENTO DE ENXOVAL HOSPITALAR - ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS MÍNIMAS - SISTEMA DE GERENCIAMENTO DE ENXOVAL HOSPITALAR - ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS MÍNIMAS I - Aspectos gerais: 1. Sistema eletrônico para gestão e rastreamento do enxoval hospitalar, composto por etiquetas dotadas

Leia mais

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS Sistema Operacional: Compatível com Windows XP ou superior; Banco de Dados: Padrão do sistema em SQL Server, podendo, no entanto, ser utilizado com a maioria dos bancos de dados

Leia mais

O relacionamento direto com o cliente, respeito mútuo, responsabilidade, flexibilidade e adaptabilidade são os principais valores da Infolux.

O relacionamento direto com o cliente, respeito mútuo, responsabilidade, flexibilidade e adaptabilidade são os principais valores da Infolux. A NOSSA HISTÓRIA A Infolux Informática possui seu foco de atuação voltado para o mercado corporativo, auxiliando micro, pequenas e médias empresas na tarefa de extrair o máximo de benefícios com investimentos

Leia mais

Pré-requisitos para Instalação Física e Lógica do SISLOC

Pré-requisitos para Instalação Física e Lógica do SISLOC Pré-requisitos para Instalação Física e Lógica do SISLOC Sumário Pré-Requisitos de Instalação Física e Lógica do SISLOC...3 Servidores de Dados...3 Servidores de Aplicação (Terminal Service)...3 Estações

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA SUMÁRIO CONTEÚDO PG. 1. OBJIVO 02 2. ÂMBITO 02 3. CONCEITOS 02 4. NORMAS E LEGISLAÇÃO APLICÁVEIS 02 5. INSTRUÇÕES GERAIS 02 5.1. Processador 02 5.2. Memória 03 5.3. Periféricos Inclusos 03 5.4. Unidades

Leia mais

ANEXO 1 - PROPOSTA DE PREÇOS. Processo: 133/2012 Data: 26/05/2014 Pregão Eletrônico nº 012/2014.

ANEXO 1 - PROPOSTA DE PREÇOS. Processo: 133/2012 Data: 26/05/2014 Pregão Eletrônico nº 012/2014. 001 13636 - DIGITALIZADOR MULTICASSETES P/IMAGENS UNID. 1 RADIOFRAFICAS (RAIOS-X) COM BUFFER AUTOMÁTICO COM IMPRESSORA 2.1-01 (HUM) DIGITALIZADOR MULTICASSETES PARA IMAGENS RADIOGRÁFICAS (RAIOS-X). Reconhecimento

Leia mais

GOVBR- UEM-MARINGA PREFEITURA MUNICIPAL DE PEROLA

GOVBR- UEM-MARINGA PREFEITURA MUNICIPAL DE PEROLA GERENCIAMENTO DE PROJETOS PRONIM, IMPLANTAÇÃO SQL SERVER GOVBR- UEM-MARINGA PREFEITURA MUNICIPAL DE PEROLA Cliente GOVBR, UEM-MARINGA / Prefeitura Municipal de PEROLA Data 10/09/2015 Versão 1.0 Objeto:

Leia mais

ERRATA DE EDITAL DE LICITAÇÃO PREGÃO PRESENCIAL 005/2015

ERRATA DE EDITAL DE LICITAÇÃO PREGÃO PRESENCIAL 005/2015 ERRATA DE EDITAL DE LICITAÇÃO PREGÃO PRESENCIAL 005/2015 No Anexo I Termo de Referência Item 03 (Três) Da Especificação. Os respectivos itens estão sublinhados. ONDE SE LÊ: 1) DA ESPECIFICAÇÃO 1 Processador

Leia mais

Pré-requisitos para Instalação Física e Lógica do Sisloc

Pré-requisitos para Instalação Física e Lógica do Sisloc Pré-requisitos para Instalação Física e Lógica do Sisloc Sumário: 1. Pré-requisitos de instalação física e lógica do Sisloc... 3 Servidores de Dados... 3 Servidores de Aplicação (Terminal Service)... 3

Leia mais

Anexo III: Solução de Rede Local - LAN (Local Area Network)

Anexo III: Solução de Rede Local - LAN (Local Area Network) Anexo III: Solução de Rede Local - LAN (Local Area Network) 1. Objeto: 1.1. Contratação de uma Solução de rede de comunicação local (LAN) para interligar diferentes localidades físicas e os segmentos de

Leia mais

Projeto de Rede de Computadores Condominio Ed. Califórnia

Projeto de Rede de Computadores Condominio Ed. Califórnia Universidade Federal de Juiz de Fora Departamento de Ciência da Computação Pós Graduação em Redes de Computadores Projeto de Rede de Computadores Condominio Ed. Califórnia Net Planejamento e Consultoria

Leia mais

Catálogo de Equipamentos Vivo Soluciona TI

Catálogo de Equipamentos Vivo Soluciona TI Catálogo de Equipamentos Vivo Soluciona TI Vivo Soluciona TI Equipamento Desktop, Notebook ou Tablet Manutenção Local ou Remota Segurança Antivírus e seguro contra roubo e furto Solução de informática

Leia mais

Levando os benefícios do IP aberto ao controle de acesso físico. Controlador de porta em rede AXIS A1001

Levando os benefícios do IP aberto ao controle de acesso físico. Controlador de porta em rede AXIS A1001 Levando os benefícios do IP aberto ao controle de acesso físico. Controlador de porta em rede AXIS A1001 Abra as portas para o futuro. Com o Controlador de porta em rede AXIS A1001, estamos introduzindo

Leia mais

OBJETIVOS 1 INFORMAÇÕES ADICIONAIS 1 DISPOSIÇÃO ORGANIZACIONAL 2 PLANTA A 5 PLANTA B 6 DISTRIBUIÇÃO E CONFIGURAÇÃO DOS RACKS 7

OBJETIVOS 1 INFORMAÇÕES ADICIONAIS 1 DISPOSIÇÃO ORGANIZACIONAL 2 PLANTA A 5 PLANTA B 6 DISTRIBUIÇÃO E CONFIGURAÇÃO DOS RACKS 7 ÍNDICES OBJETIVOS 1 JUSTIFICATIVAS 1 INFORMAÇÕES ADICIONAIS 1 SEGURANÇA - INTERNET 1 SISTEMA OPERACIONAL 2 PROTOCOLO TCP/IP 2 INTRANET 2 DISPOSIÇÃO ORGANIZACIONAL 2 ESTAÇÕES 2 MICROS 3 IMPRESSORAS 3 PLANTA

Leia mais

Soluções de Tecnologia para Área de Saúde

Soluções de Tecnologia para Área de Saúde Soluções de Tecnologia para Área de Saúde Sobre a IT Care: A IT Care Technologies é uma empresa de capital nacional atendendo a todos os segmentos de mercado (financeiro, industrial, corporativo, educacional),

Leia mais

VIDEOCONFERÊNCIA Edital de Licitação Anexo I Termo de Referência

VIDEOCONFERÊNCIA Edital de Licitação Anexo I Termo de Referência VIDEOCONFERÊNCIA Edital de Licitação Anexo I Termo de Referência Pregão Conjunto nº 27/2007 VIDEOCONFERÊNCIA ANEXO I Termo de Referência Índice 1. Objetivo...3 2. Requisitos técnicos e funcionais...3 2.1.

Leia mais

I. RESUMO DE SERVIÇOS

I. RESUMO DE SERVIÇOS I. RESUMO DE SERVIÇOS Definição de Usuário Período de Vigência Serviços A) Orientação para Solução de Problemas ASSISTÊNCIA HELP DESK Entende-se por Usuário, o titular do plano contratado, desde que tenha

Leia mais

BEMATECH LOJA LIVE. Requerimento de Infra-instrutura (servidores no cliente)

BEMATECH LOJA LIVE. Requerimento de Infra-instrutura (servidores no cliente) BEMATECH LOJA LIVE Requerimento de Infra-instrutura (servidores no cliente) Versão 1.0 03 de março de 2011 DESCRIÇÃO Este documento oferece uma visão geral dos requerimentos e necessidades de infra-estrutura

Leia mais

CÂMARA DE VEREADORES DE IVAIPORÃ Estado do Paraná CNPJ: 77774578/0001-20 Praça dos Três Poderes s/nº CEP: 86870-000 camaraivp@hotmail.

CÂMARA DE VEREADORES DE IVAIPORÃ Estado do Paraná CNPJ: 77774578/0001-20 Praça dos Três Poderes s/nº CEP: 86870-000 camaraivp@hotmail. Memorando nº 03/2014/CL. Ivaiporã, 12 de setembro de 2014. Comissão de Licitação. SOLICITAÇÃO DE LICITAÇÃO Excelentíssimo Senhor EDIVALDO APARECIDO MONTANHERI Presidente da Câmara Municipal de Ivaiporã

Leia mais

LobbyWorks. Visitor Management Suite, Versão 4.1. Premier Edition. Express Edition. Recursos

LobbyWorks. Visitor Management Suite, Versão 4.1. Premier Edition. Express Edition. Recursos O LobbyWorks Visitor Management Suite aprimora o seu investimento em controle de acesso e segurança de perímetro fornecendo uma maneira simples e eficiente de cadastrar, emitir crachá e rastrear visitantes.

Leia mais

Secullum Acesso.Net ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS. Secullum Acesso.Net. Ficha Técnica. Serviço de Comunicação. Módulo. Estacionamento.

Secullum Acesso.Net ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS. Secullum Acesso.Net. Ficha Técnica. Serviço de Comunicação. Módulo. Estacionamento. ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS Serviço de Comunicação Secullum Acesso.Net Estacionamento Gerencial Integração CFTV Pessoal Recepção Refeitório Automação Sistema Operacional: compatível com Windows XP ou superior

Leia mais

Vigilância IP Axis. Infinitas possibilidades para a vigilância por vídeo.

Vigilância IP Axis. Infinitas possibilidades para a vigilância por vídeo. Vigilância IP Axis. Infinitas possibilidades para a vigilância por vídeo. Desafios da vigilância por vídeo hoje O mercado de vigilância por vídeo está crescendo, impulsionado por preocupações de segurança

Leia mais

TOTVS Série 1 Saúde. CASE Hospital do Círculo. Diego Tatsch TOTVS Saúde / Maio- 2011

TOTVS Série 1 Saúde. CASE Hospital do Círculo. Diego Tatsch TOTVS Saúde / Maio- 2011 1 TOTVS Série 1 Saúde CASE Hospital do Círculo Diego Tatsch TOTVS Saúde / Maio- 2011 2 TOTVS Série 1 Saúde Apresentação I) Produto Série 1 Saúde II) Especialidades específicas III) TISS IV) Segurança I)

Leia mais

ANEXO I RELAÇÃO DOS ITENS DA LICITAÇÃO

ANEXO I RELAÇÃO DOS ITENS DA LICITAÇÃO Folha: 1/6 1 2,000 UN MÓDULO BATERIAS PARA NOBREAK 3000VA --- 5.590,0000 11.180,0000 ------------------------------------ Descrição --------- Módulo fechado de baterias estacionárias, que comporte no mínimo

Leia mais

Computador Padrão CTIN 1 (Desktop de alto desempenho)

Computador Padrão CTIN 1 (Desktop de alto desempenho) EQUIPAMENTOS PADRÃO CTIN Computador Padrão CTIN 1 (Desktop de alto desempenho) Computador tipo Desktop, Processador com as seguintes características: CPU Clock Speed mínimo de 3.20GHz ou superior, 4 núcleos

Leia mais

CONTRATO DE SERVIÇO - SLA GOVERNANÇA DE TI Responsáveis: Ana Luíza Cruvinel, Maikon Franczak e Wendel Borges

CONTRATO DE SERVIÇO - SLA GOVERNANÇA DE TI Responsáveis: Ana Luíza Cruvinel, Maikon Franczak e Wendel Borges Versão 1.0 CONTRATO DE SERVIÇO - SLA GOVERNANÇA DE TI Responsáveis: Ana Luíza Cruvinel, Maikon Franczak e Wendel Borges Data: 02/12/2014 SUMÁRIO 1. ACORDO GERAL... 2 2. METAS E OBJETIVOS... 2 3. RESPONSÁVEIS...

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA Lote 1 item 3. MICROCOMPUTADOR:

TERMO DE REFERÊNCIA Lote 1 item 3. MICROCOMPUTADOR: TERMO DE REFERÊNCIA Lote 1 item 3. MICROCOMPUTADOR: 1.0 PROCESSADOR 1.1 Um processador Intel com arquitetura 64 Bits compatível com o equipamento ofertado e tecnologia de 65nm e núcleo duplo E4500; 1.2

Leia mais

RKP6200 Software ReadyKey Pro. Características. Software ReadyKey PRO

RKP6200 Software ReadyKey Pro. Características. Software ReadyKey PRO RKP6200 Software ReadyKey Pro RKP6200-4 998 800 063 Servidor ReadyKey, 1PC, 32 leitores S32 O software inclui a vinculação cruzada integral dos controladores de entrada/saída, bloqueio de passagem dupla

Leia mais

D-Link. produtos. Guia de. Saiba mais sobre a D-Link e toda a nossa linha de produtos no site www.dlink.com.br

D-Link. produtos. Guia de. Saiba mais sobre a D-Link e toda a nossa linha de produtos no site www.dlink.com.br Saiba mais sobre a D-Link e toda a nossa linha de produtos no site www.dlink.com.br Guia de produtos D-Link Curta a fan page D-Link Brasil www.facebook.com/dlinkbrasil Por que a D-Link é a melhor solução?

Leia mais

Digifort Enterprise A mais completa solução Digifort para monitoramento de câmeras e alarmes.

Digifort Enterprise A mais completa solução Digifort para monitoramento de câmeras e alarmes. Digifort Enterprise A mais completa solução Digifort para monitoramento de câmeras e alarmes. A versão Enterprise é o pacote que compreende todos os recursos disponíveis para o Sistema Digifort, oferecendo

Leia mais

Projeto de consultoria na área de. Tecnologia da Informação

Projeto de consultoria na área de. Tecnologia da Informação Projeto de consultoria na área de Tecnologia da Informação 1 2 3 Grupo: Empresa: Integrantes do Grupo Número Função TCM 2014 Professor William Andrey Índice 1. Objetivo... 2 2. Nomes e Abreviaturas...

Leia mais

GSUS Sistema de Gestão da Assistência de Saúde do SUS

GSUS Sistema de Gestão da Assistência de Saúde do SUS GSUS Sistema de Gestão da Assistência de Saúde do SUS Sigla do Sistema: GSUS Nome do Sistema: Sistema de Gestão da Assistência de Saúde do SUS Responsável pelo Projeto: Antonio Francisco Peixoto Baptista

Leia mais

ATA DA SESSÃO PÚBLICA DO PREGÃO

ATA DA SESSÃO PÚBLICA DO PREGÃO ATA DA SESSÃO PÚBLICA DO PREGÃO DEPENDÊNCIA: FATEC - FATEC - (RS) LICITAÇÃO: (Ano: 2011/ FATEC / Nº Processo: 3070005-01) Às 08:55:59 horas do dia 25/08/2011 no endereço RUA Q PREDIO 66 CAMPUS UFSM, bairro

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JÚLIO DE MESQUITA FILHO

UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JÚLIO DE MESQUITA FILHO FÓRUM TÉCNICO CONSULTIVO TELEFONIA IP Carlos José Rosa Coletti AI Reitoria Lazaro Geraldo Calestini Rio Claro Tatiana Pinheiro de Brito IA São Paulo Valmir Dotta FCLAr - CSTI Walter Matheos Junior IFT

Leia mais

Inventário de Necessidades de TI - PDTI 2016 2017

Inventário de Necessidades de TI - PDTI 2016 2017 Inventário de Necessidades de TI - PDTI 2016 2017 1. Comunicação Institucional a. Portal UFABC b. Aplicativos para Smartfone c. Eventos d. WEB TV e. Portal do Aluno f. Portal do Professor g. Páginas de

Leia mais

0800 77 22 367 e 4003 8688

0800 77 22 367 e 4003 8688 Cybelar Histórico 1987: Fundação da empresa 1991: Multilaser é a 1ª fabricante de cartuchos compatíveis da América Latina 2005: Lançamento da linha de produtos de informática e eletrônicos 2007: Inauguração

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA. implantação e conectividade da rede de dados da EBSERH. 3 Módulo e cabo stack para switch de borda 12

TERMO DE REFERÊNCIA. implantação e conectividade da rede de dados da EBSERH. 3 Módulo e cabo stack para switch de borda 12 TERMO DE REFERÊNCIA I DEFINIÇÃO DO OBJETO O presente Projeto Básico tem por objeto a aquisição de equipamentos para implantação e conectividade da rede de dados da EBSERH. ITEM DESCRIÇÃO QUANTIDADE 1 Switch

Leia mais

Tecnologia a serviço da saúde.

Tecnologia a serviço da saúde. Tecnologia a serviço da saúde. A Diebold A Diebold é uma empresa multinacional, especializada em automação bancária, segurança eletrônica e líder mundial no fornecimento de equipamentos de autoatendimento.

Leia mais

ANEXO 3 FOLHA DE DADOS

ANEXO 3 FOLHA DE DADOS PROJETO BÁSICO DOF 001 / 2010 ANEXO 3 FOLHA DE DADOS EQUIPAMENTO: Medidores de Faturamento SE ABUNÃ - FOLHA DE DADOS Quantidade: 8 (oito) Fabricante Modelo FUNCIONAIS Compatibilidade com IEC 687 Classe

Leia mais

Serviços e Projetos de Tecnologia para Laboratórios Ulysses Azevedo

Serviços e Projetos de Tecnologia para Laboratórios Ulysses Azevedo Serviços e Projetos de Tecnologia para Laboratórios Ulysses Azevedo Divisão Tecnologia Grupo Vidy TALEO Tecnologia em Laboratórios Ltda ulysses@vidy.com.br (11) 8239-5900 Infraestrutura de Tecnologia Hardware

Leia mais

PORTARIA Nº 7876. O PREFEITO DE JUIZ DE FORA, no uso das atribuições que lhe confere a Legislação vigente,

PORTARIA Nº 7876. O PREFEITO DE JUIZ DE FORA, no uso das atribuições que lhe confere a Legislação vigente, PORTARIA Nº 7876 Dispõe sobre a Norma PSI/N.0001 - Utilização da Estação de Trabalho, nos termos dos arts. 20 e 24, da Resolução nº 041/2010-SPDE. O PREFEITO DE JUIZ DE FORA, no uso das atribuições que

Leia mais

APÊNDICE V SISTEMAS DE APOIO À GESTÃO

APÊNDICE V SISTEMAS DE APOIO À GESTÃO APÊNDICE V SISTEMAS DE APOIO À GESTÃO 1 SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO... 3 2 SISTEMA DE GERENCIAMENTO DO ATENDIMENTO... 3 2.1 Objeto... 3 2.2 Descrição Referencial do Sistema... 3 2.2.1 Diretrizes para acessibilidade

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO FNDE 23/2012

MANUAL DE INSTALAÇÃO FNDE 23/2012 MANUAL DE INSTALAÇÃO FNDE 23/2012 Índice 1 INSTALAÇÃO PROINFO 23... 4 1.1 Material necessário para instalação ou manutenção... 4 1.2 Componentes... 4 1.3 Kit de Segurança... 5 2 Composições... 5 2.1 Servidor...

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO RIO GRANDE DO SUL MUNICÍPIO DE NOVA PRATA

ESTADO DO RIO GRANDE DO RIO GRANDE DO SUL MUNICÍPIO DE NOVA PRATA EDITAL N.º 096/2015 - LICITAÇÃO N.º063/2015 - PREGÃO PRESENCIAL N.º 018/2015 LICITAÇÃO NA MODALIDADE PREGÃO PRESENCIAL OBJETIVANDO A AQUISIÇÃO DE EQUIPAMENTOS DE INFORMÁTICA; EXCLUSIVO PARA ME S E EPP

Leia mais

Digifort Enterprise A mais completa solução Digifort para monitoramento de câmeras e alarmes.

Digifort Enterprise A mais completa solução Digifort para monitoramento de câmeras e alarmes. Digifort Enterprise A mais completa solução Digifort para monitoramento de câmeras e alarmes. A versão Enterprise é o pacote que compreende todos os recursos disponíveis para o Sistema Digifort, oferecendo

Leia mais

CAPTURAS DE VÍDEO CONHECENDO :: PLACAS DE CAPTURAS

CAPTURAS DE VÍDEO CONHECENDO :: PLACAS DE CAPTURAS CAPTURAS DE VÍDEO CONHECENDO :: PLACAS DE CAPTURAS MODALIDADES : US, ECO, ENDO E COLO. CAPTURA DE IMAGENS. Criamos uma linha de produtos denominado PROCapVG para a utilização em serviços de captura de

Leia mais

AEC Access Easy Controller. Guia de Referência

AEC Access Easy Controller. Guia de Referência AEC Access Easy Controller Guia de Referência Índice 3 1. AEC - Vista Geral do Sistema 4 2. AEC - Componentes Principais 6 3. AEC - Configuração 7 4. AEC - Benefícios 8 5. AEC - Como encomendar? 10 6.

Leia mais