Aula 2 Lei de Coulomb

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Aula 2 Lei de Coulomb"

Transcrição

1 Aula Lei de Coulomb Introdução Vimos na aula anterior que corpos carregados com carga sofrem interação mutua podendo ser atraídos ou repelidos entre si. Nessa aula e na próxima trataremos esses corpos como sendo partículas puntiformes, ou seja, seu tamanho sempre será muito menor que as distâncias utilizadas. Não é difícil mostrar que a interação entre partículas carregadas aumenta com o valor da carga de cada partícula e diminui com a distância entre essas partículas. O problema é qual a forma com que a força que surge e a energia envolvida variam com os parâmetros citados, isto é, a carga e a distância. Esse problema foi resolvido por Charles Coulomb e sua balança de torção, pouco tempo depois dos experimentos de Benjamin Franklin. É em sua homenagem que a unidade de medida de carga é o coulomb. Força Coulombiana Suponha uma partícula puntiforme carregada com carga q separada de outra partícula puntiformes com carga q por uma distância d. Se o sinal dessas cargas forma iguais surge uma força de repulsão enquanto que se for diferentes surge uma força de atração. Em qualquer um desses casos, o valor da força será dado por: F q (d q ) onde k é uma constante que depende das unidades de medida utilizadas e da matéria que está entre as duas cargas. Supondo que o meio entre elas seja o vácuo ou o ar, o

2 valor de k no SI será dado por 9x0 9 N.m /C. Esta força entre cargas elétricas é chamada de força coulombiana e a expressão dessa força Lei de Coulomb. A equação anterior representa o módulo do vetor força, e por isso que deve ser sempre positivo. Dessa forma devemos esquecer o sinal das cargas negativas para o calculo da força coulombiana. A direção da força é dada pela reta que uni as duas cargas, e o sentido será apontando para a carga oposta no caso de atração e ao oposto em caso de repulsão. Devemos ainda lembrar que a força que surge em uma partícula também surge na outra com mesmo valor como dada pela a lei de Newton. atração repulsão Exemplo: Duas cargas, uma de C e outra de C estão separadas pela distância de cm. Sabendo que o meio é o vácuo calcule a força de atração entre essas cargas. Resolução: F ( 0. 0 ) 4 0 N 40N Energia Eletrostática Já vimos que surge uma força entre duas cargas elétricas quaisquer separadas por uma dada distância. Dessa forma se soltarmos as cargas elas se movem devido a essa força quer ela seja de atração ou mesmo de repulsão. Todo movimento está associado a uma velocidade e portanto a uma energia cinética. Então se as cargas quando soltas adquirem energia cinética é porque elas possuem energia potencial armazenada chamada portanto de energia potencial eletrostática. sando a expressão da força coulombiana não é difícil demonstrar que uma carga q separada de uma distancia d por outra carga q tem energia eletrostática armazenada da forma: q q d

3 onde k tem o mesmo significado e mesmo valor anterior. As cargas não estão em módulo porque energia é um escalar e portanto pode ter valores positivos, negativos e nulos. Como sempre há uma certa escolha arbitrária sobre o ponto em que a energia potencial é nula. Para a energia eletrostática esse ponto será quando as cargas estiverem muito distantes uma das outras, idealmente escolhida como o infinito. Quando as cargas forem de mesmo sinal representando uma repulsão, o valor da energia do sistema é positivo pois foi necessário dar realizar trabalho a fim de aproximar as cargas. Quando as cargas forem de sinal oposto representado uma atração, o valor da energia é negativo pois o sistema perdeu energia pois o sistema tende a aproximar as cargas naturalmente. Muito importante dizer que a energia potencial pertence ao sistema como um todo. Não é possível atribuir uma fração da energia a uma única carga. Exemplo: Duas cargas, uma de C e outra de C estão separadas pela distância de cm. Sabendo que o meio é o vácuo calcule a energia eletrostática acumulada entre essas cargas. Resolução: J,J Princípio da Superposição Pode-se por medições, que a presença de uma carga elétrica não influi sobre a presença de outra. Em outras palavras, a força com o qual duas cargas interagem não é modificada por uma terceira carga. Vamos supor por exemplo, uma carga elétrica q próxima das cargas q e q cada um com distâncias d e d respectivamente. A carga q sentirá uma força F, devido a carga q e outra força F devido a carga q, ambas sendo dadas pela Lei de Coulomb. Assim a força sentida pela carga q será a soma vetorial das forças F e F, sendo necessário considerar suas direções e sentidos. Esse resultado não pode ser previsto por argumentos lógicos ou de simetria sendo uma propriedade intrínseca da interação eletrostática.

4 Exemplo: Dada a configuração de cargas seguindo o desenho abaixo, determine a força resultante sobre a partícula do centro sabendo que o meio entre as cargas é o vácuo. São dados q = - C, q = c e q = c. q q q F F 0 - m x 0 - m Resolução: Surge força de atração entre q e q (F ) e entre q e q (F ). Ambas forças estão representadas no desenho. Pela Lei de Coulomb: q q F ( d ) (0 ) q q F 9 0 4,5 0 ( d ) ( 0 ) N N Como F e F são dois vetores com mesma direção porêm com sentidos opostos, então a força sobre a carga q é dada por: F F F F F F (8 4,5) 0,5 0 4 N É importante ressaltar que não importa a quantidade de cargas presentes: sempre usaremos a lei de Coulomb para o cálculo de forças de cada par de cargas elétricas e no final a soma vetorial das forças sobre cada dessas cargas será a força que age sobre ela. Da mesma forma que no caso da força, a energia potencial eletrostática de um par de cargas elétricas não é modificada devido à presença de uma terceira carga. Só que nesse caso, a energia total do sistema será dada pela soma algébrica entre as energias de cada par de cargas. O problema para o cálculo aqui é determinar o número de pares em um dado sistema com mais de duas cargas. Por exemplo, quando o sistema possui cargas o número de pares é. Já quando possui 4 cargas, o número de pares é 6. 4

5 Exemplo: Determine a energia potencial eletrostática do sistema de cargas dada na configuração desenhada no exemplo anterior. Resolução: Como temos cargas elétricas teremos então energias a somar, e relativos aos pares de cargas q e q, q e q, e q e q respectivamente q q d q q 8 J d q q 9 J d A energia potencial eletrostática total do sistema é dada por: 8 9 5J J Exercícios ) A constante k na Lei de Coulomb pode ser definido a partir de outra constante chamada permissividade no vácuo 0 através da relação k (4 ). Determine 0 o valor de 0 bem como sua unidade de medida. ) Determine a força entre duas cargas puntiformes de,0 C e 4,0 C respectivamente separadas pela distância de mm. Ao aumentar em duas ordens de grandezas a distância o que ocorre com o valor da força? Represente os vetores força no sistema das cargas. ) A distância entre dois prótons na molécula de água é de,8 x 0-0 m. Determine a força de repulsão entre eles. Tal força explica o porquê do ângulo diferente de zero na molécula. 4) Supondo o modelo atômico de Bohr, num átomo de hidrogênio o elétron se movimenta em torno do próton numa trajetória circular de raio R = 5,9 x 0 - m. Determine a força de interação elétrica que mantém esse átomo coeso e a energia potencial eletrostática acumulado nesse átomo. Dado a massa do elétron m e = 9, x 0 - g tente estimar a velocidade com que o elétron gira ao redor do próton. 5

6 5) Três cargas de 5,0 mc, 6,0 mc, e 8,0 mc são colocados nos vértices de um triangulo eqüilátero de lado,0 m, determine a força resultante sobre a carga de 5,0 mc. 6) Considere as cargas q =,0 x 0-4 C, q = -,0 x 0-4 C e q = 4,0 x 0-4 C, como mostra a figura. Determine a força resultante sobre cada carga. q q q mm 6 mm 7) As cargas q = -,0 x 0-4 C, q = -4,0 x 0-4 C e q = 5,0 x 0-4 C, são colocadas nos vértices de um quadrado de lado,0 cm, como mostra a figura. Calcule: a) a força resultante sobre uma carga Q = -4,0 x 0-4 C colocada no vértice vago. b) a força sobre esta carga quando colocada no centro do quadrado. q q q 8) m eletroscópio é um instrumento que mede valor de cargas elétricas como uma balança, isto é, equilibrando a força elétrica com a força peso. Duas pequenas esferas com mesma carga q e de massa m =,00 g, estão suspensas for fios de comprimento l = 0,5 m. Verifica-se que o ângulo entre os dois fios é de 5 graus. Qual o valor da carga das esferas? 9) Qual a energia eletrostática de duas cargas iguais a mc separadas por uma distancia de 0, mm? Se a massa de cada um for de 0 - g qual será a velocidade adquirida por elas quando forem soltas? 0) Determine a energia eletrostática acumulada num triangulo eqüilátero de cm de lado com cargas iguais a C em cada vértice. ) Em um quadrado de mm de lado são colocadas cargas conforme a figura abaixo, determine a energia potencial acumulada em todo o quadrado. - C - C C C 6

7 ) (para matemáticos) Para contar a energia potencial eletrostática acumulada em um sistema de cargas precisamos contar a energia de cada par. Quantos pares existem em um sistema de N cargas elétricas? 7

CAMPO ELÉTRICO E POTENCIAL ELÉTRICO

CAMPO ELÉTRICO E POTENCIAL ELÉTRICO AULA 24 1- CAMPO ELÉRTRICO CAMPO ELÉTRICO E POTENCIAL ELÉTRICO Campo elétrico é uma região do espaço modificada (perturbação eletrostática) pela presença de um corpo eletrizado (carga fonte). Considere

Leia mais

Exercícios sobre Força de Coulomb

Exercícios sobre Força de Coulomb Exercícios sobre Força de Coulomb 1-Duas cargas elétricas iguais de 2 10 6 C se repelem no vácuo com uma força de 0,1 N. Sabendo que a constante elétrica do vácuo é de 9 10 9 N m 2 /C 2, qual a distância

Leia mais

Lei de Coulomb. Página 1 de 9

Lei de Coulomb. Página 1 de 9 1. (Unesp 2015) Em um experimento de eletrostática, um estudante dispunha de três esferas metálicas idênticas, A, B e C, eletrizadas, no ar, com cargas elétricas 5Q, 3Q e 2Q, respectivamente. Utilizando

Leia mais

Exercício 3) A formação de cargas elétrica em objetos quotidianos é mais comum em dias secos ou úmidos? Justifique a sua resposta.

Exercício 3) A formação de cargas elétrica em objetos quotidianos é mais comum em dias secos ou úmidos? Justifique a sua resposta. Exercícios Parte teórica Exercício 1) Uma esfera carregada, chamada A, com uma carga 1q, toca sequencialmente em outras 4 esferas (B, C, D e E) carregadas conforme a figura abaixo. Qual será a carga final

Leia mais

Capítulo 21: Cargas Elétricas

Capítulo 21: Cargas Elétricas 1 Carga Elétrica Capítulo 21: Cargas Elétricas Carga Elétrica: propriedade intrínseca das partículas fundamentais que compõem a matéria. As cargas elétricas podem ser positivas ou negativas. Corpos que

Leia mais

ESCOLA ESTADUAL JOÃO XXIII A Escola que a gente quer é a Escola que a gente faz!

ESCOLA ESTADUAL JOÃO XXIII A Escola que a gente quer é a Escola que a gente faz! ESCOLA ESTADUAL JOÃO XXIII A Escola que a gente quer é a Escola que a gente faz! NATUREZA DA ATIVIDADE: EXERCÍCIOS DE FIXAÇÃO - ELETROSTÁTICA DISCIPLINA: FÍSICA ASSUNTO: CAMPO ELÉTRICO, POTENCIAL ELÉTRICO,

Leia mais

FORÇA ELÉTRICA. 1)Entre duas partículas eletrizadas, no vácuo, e a distância d, a força de interação eletrostática tem intensidade F.

FORÇA ELÉTRICA. 1)Entre duas partículas eletrizadas, no vácuo, e a distância d, a força de interação eletrostática tem intensidade F. FORÇA ELÉTRICA 1)Entre duas partículas eletrizadas, no vácuo, e a distância d, a força de interação eletrostática tem intensidade F. Se dobrarmos as cargas das duas partículas e aumentarmos a separação

Leia mais

Força elétrica e Campo Elétrico

Força elétrica e Campo Elétrico Força elétrica e Campo Elétrico 1 Antes de Física III, um pouco de Física I... Massas e Campo Gravitacional 2 Força Gravitacional: Força radial agindo entre duas massas, m 1 e m 2. : vetor unitário (versor)

Leia mais

FÍSICA - 2 o ANO MÓDULO 11 ELETROSTÁTICA: POTENCIAL, TRABALHO E ENERGIA

FÍSICA - 2 o ANO MÓDULO 11 ELETROSTÁTICA: POTENCIAL, TRABALHO E ENERGIA FÍSICA - 2 o ANO MÓDULO 11 ELETROSTÁTICA: POTENCIAL, TRABALHO E ENERGIA + - + + + + + A B + d + q q - - - - - Q q P d 6.V 5.V V -V c 2.d3.d 4.d 5.d 6.d d 4.V 3.V 2.V Q>0-2.V -3.V -4.V Q

Leia mais

1 - Na eletrosfera de um átomo de magnésio temos 12 elétrons. Qual a carga elétrica de sua eletrosfera?

1 - Na eletrosfera de um átomo de magnésio temos 12 elétrons. Qual a carga elétrica de sua eletrosfera? 1 - Na eletrosfera de um átomo de magnésio temos 12 elétrons. Qual a carga elétrica de sua eletrosfera? 2 - Na eletrosfera de um átomo de carbono temos 6 elétrons. Qual a carga elétrica de sua eletrosfera?

Leia mais

LISTA ELETROSTÁTICA. Prof: Werlley toledo

LISTA ELETROSTÁTICA. Prof: Werlley toledo LISTA ELETROSTÁTICA Prof: Werlley toledo 01 - (UEPG PR) Uma pequena esfera com carga q é colocada em uma região do espaço onde há um campo elétrico. Sobre esse evento físico, assinale o que for correto.

Leia mais

Cap. 22. Campo Elétrico. Prof. Oscar Rodrigues dos Santos Potencial elétrico 1

Cap. 22. Campo Elétrico. Prof. Oscar Rodrigues dos Santos Potencial elétrico 1 Cap. 22 Campo létrico Prof. Oscar Rodrigues dos Santos oscarsantos@utfpr.edu.br Potencial elétrico 1 Quando ocorre a interação no vácuo entre duas partículas que possuem cargas elétricas, como é possível

Leia mais

Considerando que o fio e a polia são ideais, qual o coeficiente de atrito cinético entre o bloco B e o plano?

Considerando que o fio e a polia são ideais, qual o coeficiente de atrito cinético entre o bloco B e o plano? 2ª Série do Ensino Médio 01. No sistema a seguir, A e B têm massa m = 10 kg e a = 45 0. A aceleração da gravidade é de 10 m/s 2 e o peso da corda, o atrito no eixo da roldana e a massa da roldana são desprezíveis:

Leia mais

CURSO E COLÉGIO OBJETIVO

CURSO E COLÉGIO OBJETIVO 1. (Ufpe 96) Duas cargas elétricas - Q e + q são mantidas nos pontos A e B, que distam 82 cm um do outro (ver figura). Ao se medir o potencial elétrico no ponto C, à direta de B e situado sobre a reta

Leia mais

LIÇÃO 01 - CARGAS ELÉTRICAS E A LEI DE COULOMB. Eletromagnetismo - Instituto de Pesquisas Científicas

LIÇÃO 01 - CARGAS ELÉTRICAS E A LEI DE COULOMB. Eletromagnetismo - Instituto de Pesquisas Científicas ELETROMAGNETISMO LIÇÃO 01 - CARGAS ELÉTRICAS E A LEI DE COULOMB Quase tudo o que fazemos depende da eletricidade. Quando ligamos um carro, a TV ou o rádio estamos usando da eletricidade. Hospitais necessitam

Leia mais

F = 1/4πɛ 0 q 1.q 2 /r 2. F = G m 1.m 2 /r 2 ENERGIA POTENCIAL 04/05/2015. Bacharelado em Engenharia Civil. Física III

F = 1/4πɛ 0 q 1.q 2 /r 2. F = G m 1.m 2 /r 2 ENERGIA POTENCIAL 04/05/2015. Bacharelado em Engenharia Civil. Física III ENERGIA POTENCIAL Bacharelado em Engenharia Civil Física III Prof a.: D rd. Mariana de Faria Gardingo Diniz A energia potencial é a energia que está relacionada a um corpo em função da posição que ele

Leia mais

Potencial elétrico e energia potencial elétrica Capítulo

Potencial elétrico e energia potencial elétrica Capítulo Potencial elétrico e energia potencial elétrica Capítulo Potencial elétrico e energia potencial elétrica Potencial elétrico Se uma carga de prova q for colocada em um campo elétrico, ficará sujeita a uma

Leia mais

2. Duas partículas eletricamente carregadas com cargas Q 1 = +8, C e Q 2 = -5,0.10 -

2. Duas partículas eletricamente carregadas com cargas Q 1 = +8, C e Q 2 = -5,0.10 - EXERCÍCIOS DE REVISÃO PARA PROVA EAD 1. Duas cargas iguais de 54.10-8 C, se repelem no vácuo e estão separadas por uma distância de 30cm. Sabendo-se que a constante elétrica do vácuo é 9.10 9 Nm 2 /C 2,

Leia mais

Interação entre cargas elétricas

Interação entre cargas elétricas Interação entre cargas elétricas Cargas elétricas de mesmo sinal repelem-se. Cargas elétricas de sinais contrários atraem-se. A força de interação tem a direção da reta que une as cargas, depende do meio

Leia mais

Campo Elétrico. a) Q < 0 e q < 0. b) Q > 0 e q < 0. c) Q < 0 e q neutra. d) Q > 0 e q > 0. e) Q < 0 e q > 0.

Campo Elétrico. a) Q < 0 e q < 0. b) Q > 0 e q < 0. c) Q < 0 e q neutra. d) Q > 0 e q > 0. e) Q < 0 e q > 0. QUESTÃO 1 Uma partícula carregada positivamente é abandonada do ponto A da figura, presa a um fio isolante, em uma região de campo elétrico uniforme, como mostra a figura. Desprezando a ação gravitacional,

Leia mais

Energia potencial elétrica

Energia potencial elétrica Energia potencial elétrica Foi descoberto empiricamente que a força elétrica é uma força conservativa, portanto é possível associar a ela uma energia potencial. Quando uma força eletrostática age sobre

Leia mais

01- (UPF-RS) Um corpo que tenha sido eletrizado com uma carga de 10μC deverá ter recebido, aproximadamente, em elétrons:

01- (UPF-RS) Um corpo que tenha sido eletrizado com uma carga de 10μC deverá ter recebido, aproximadamente, em elétrons: Arrastão 2 o EM sem resolução 01- (UPF-RS) Um corpo que tenha sido eletrizado com uma carga de 10μC deverá ter recebido, aproximadamente, em elétrons: 02-(UEPG-PR) Considere quatro esferas metálicas idênticas

Leia mais

Campo Elétrico. Campo elétrico de uma carga puntiforme: O campo elétrico em cargas com dimensões desprezíveis em relação à distância.

Campo Elétrico. Campo elétrico de uma carga puntiforme: O campo elétrico em cargas com dimensões desprezíveis em relação à distância. Campo Elétrico Campo elétrico: O campo elétrico desempenha o papel de transmissor de interações entre cargas elétrica, ou seja, é o campo estabelecido em todos os pontos do espaço sob a influência de uma

Leia mais

Eletrostática. (Ufmg 2005) Em uma aula, o Prof. Antônio apresenta uma montagem com dois anéis dependurados, como representado na figura.

Eletrostática. (Ufmg 2005) Em uma aula, o Prof. Antônio apresenta uma montagem com dois anéis dependurados, como representado na figura. Eletrostática Prof: Diler Lanza TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO (Ufmg 2005) Em uma aula, o Prof. Antônio apresenta uma montagem com dois anéis dependurados, como representado na figura. Um dos anéis é de

Leia mais

CURSO E COLÉGIO OBJETIVO TREINO PARA O SIMULADO DE FÍSICA F.3 PROF. Peixinho 3 o Ano E.M. 2 o Bimestre-2010

CURSO E COLÉGIO OBJETIVO TREINO PARA O SIMULADO DE FÍSICA F.3 PROF. Peixinho 3 o Ano E.M. 2 o Bimestre-2010 1. (Cesgranrio 90) Uma pequena esfera de isopor, aluminizada, suspensa por um fio "nylon", é atraída por um pente plástico negativamente carregado. Pode-se afirmar que a carga elétrica da esfera é: a)

Leia mais

corpos eletrizados carg r a g s campo elétrico

corpos eletrizados carg r a g s campo elétrico Introdução A princípio vimos que corpos eletrizados ficam sujeitos a forças de atração ou de repulsão, dependendo dos tipos de cargas que possuem. Um corpo eletrizado é capaz de repelir e de ser repelido

Leia mais

Engenharia Ambiental 3ª lista (Campo elétrico e Linhas de Campo elétrico)

Engenharia Ambiental 3ª lista (Campo elétrico e Linhas de Campo elétrico) 1. (G1) Defina Campo e cite 2 exemplos. 2. (G1) Defina "Campo elétrico". 3. (G1) Por que os prótons possuem carga positiva e os elétrons possuem carga negativa? 4. (Udesc 97) Na figura a seguir aparece

Leia mais

(a) 0, N. (b) 1, N. (c) 1, N. (d) 2, N. (e) 4, N.

(a) 0, N. (b) 1, N. (c) 1, N. (d) 2, N. (e) 4, N. ONGEP PRÉ-VESTIBULAR POPULAR FÍSICA EXTENSIVO 2005 Prof o Walescko ELETROSTÁTICA - Lista 2 01) Considerando-se a distribuição de cargas da figura a seguir e admitindo-se que as cargas Q sejam idênticas,

Leia mais

Segunda aula de Fundamentos de Eletromagnetismo

Segunda aula de Fundamentos de Eletromagnetismo Segunda aula de Fundamentos de Eletromagnetismo Prof. Vicente Barros 1- Revisão de vetores. 2- Revisão sobre carga elétrica. 3- Revisão condutores e isolantes 4- Revisão sobre Lei de Coulomb. Revisão de

Leia mais

ELETROSTÁTICA. 20 C) toca a esfera B (Q B. 2 C); após alguns instantes, afasta-se e toca na esfera C (Q C. 6 C), retornando à posição inicial.

ELETROSTÁTICA. 20 C) toca a esfera B (Q B. 2 C); após alguns instantes, afasta-se e toca na esfera C (Q C. 6 C), retornando à posição inicial. EETROSTÁTIC 01 Dizer que a carga elétrica é quantizada significa que ela: a) só pode ser positiva b) não pode ser criada nem destruída c) pode ser isolada em qualquer quantidade d) só pode existir como

Leia mais

Do que somos feitos? >>Vídeo: Física- Química- Os Primeiros Modelos Atômicos (Dalton, Thomson, Rutherford, Bohr)<<

Do que somos feitos? >>Vídeo: Física- Química- Os Primeiros Modelos Atômicos (Dalton, Thomson, Rutherford, Bohr)<< Prof. Gabriel Aká Do que somos feitos? >>Vídeo: Física Química Os Primeiros Modelos Atômicos (Dalton, Thomson, Rutherford, Bohr)>Átomo

Leia mais

FÍSICA - 2 o ANO MÓDULO 13 ELETROSTÁTICA: CAMPO ELÉTRICO UNIFORME

FÍSICA - 2 o ANO MÓDULO 13 ELETROSTÁTICA: CAMPO ELÉTRICO UNIFORME FÍSICA - 2 o ANO MÓDULO 13 ELETROSTÁTICA: CAMPO ELÉTRICO UNIFORME ++ + ++++++++ + + + + + +++ - - - - - - - - - - - - - - - - - - - + + + + + A F B E - - - - - V A V B d P 2 { 1,0 cm + 10 cm P 1 { 1,0

Leia mais

Lei de Gauss. O produto escalar entre dois vetores a e b, escrito como a. b, é definido como

Lei de Gauss. O produto escalar entre dois vetores a e b, escrito como a. b, é definido como Lei de Gauss REVISÃO DE PRODUTO ESCALAR Antes de iniciarmos o estudo do nosso próximo assunto (lei de Gauss), consideramos importante uma revisão sobre o produto escalar entre dois vetores. O produto escalar

Leia mais

REVISÃO ELETROSTÁTICA PROFESSOR: CESAR STAUDINGER

REVISÃO ELETROSTÁTICA PROFESSOR: CESAR STAUDINGER PROFESSOR: CESAR STAUDINGER 01. (UFPE-1998) Duas esferas condutoras A e B possuem a mesma carga Q. Uma terceira esfera, C, inicialmente descarregada e idêntica às esferas A e B, é colocada em contato com

Leia mais

DISCIPLINA: Física II - PDF PROFESSOR(A): Eduardo R Emmerick Curso: E.M. TURMA: 2101 / 2102 DATA:

DISCIPLINA: Física II - PDF PROFESSOR(A): Eduardo R Emmerick Curso: E.M. TURMA: 2101 / 2102 DATA: Lista de exercícios 1º Bimestre DISCIPLINA: Física II - PDF PROFESSOR(A): Eduardo R Emmerick Curso: E.M. TURMA: 2101 / 2102 DATA: NOME: Nº.: 01) (UFF) Três esferas condutoras idênticas I, II e II têm,

Leia mais

Letras em Negrito representam vetores e as letras i, j, k são vetores unitários.

Letras em Negrito representam vetores e as letras i, j, k são vetores unitários. Lista de exercício 3 - Fluxo elétrico e Lei de Gauss Letras em Negrito representam vetores e as letras i, j, k são vetores unitários. 1. A superfície quadrada da Figura tem 3,2 mm de lado e está imersa

Leia mais

1 - Cargas elétricas. 1-1 Algumas descobertas pertinentes ao capítulo. Me. Leandro B. Holanda,

1 - Cargas elétricas. 1-1 Algumas descobertas pertinentes ao capítulo. Me. Leandro B. Holanda, 1 - Cargas elétricas 1-1 Algumas descobertas pertinentes ao capítulo A física do eletromagnetismo foi estudada pela primeira vez pelos filósofos da Grécia antiga; eles descobriram que, se um pedaço de

Leia mais

Energia É definida como tudo aquilo capaz de realizar ou produzir trabalho. Ela existe em diversas modalidades sob várias formas:

Energia É definida como tudo aquilo capaz de realizar ou produzir trabalho. Ela existe em diversas modalidades sob várias formas: 1. Instalações Elétricas de Baixa Tensão: 1.1. Introdução A energia elétrica está presente em inúmeras atividades do ser humano. Ela é sinônimo de desenvolvimento de um país e de padrão de vida de sua

Leia mais

Professora Florence. 1,0 C e q3

Professora Florence. 1,0 C e q3 TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO: Dados: Aceleração da gravidade: 10 m/s 3 Densidade do mercúrio: 13,6 g/cm Pressão atmosférica: 5 1,0 10 N/m Constante eletrostática: k 1 4,0 10 N m C 0 0 1. (Ufpe 01) Três

Leia mais

Introdução à Eletricidade

Introdução à Eletricidade G10CK/ALAMY/EASYPIX BRASIL Introdução à Eletricidade Eletricidade é uma palavra derivada do grego élektron, que significa âmbar. Resina vegetal fossilizada Ao ser atritado com um pedaço de pele de animal,

Leia mais

Sala de Estudos FÍSICA Lucas 3 trimestre Ensino Médio 3º ano classe: Prof.LUCAS Nome: nº Sala de Estudos Força Eletrostática e Campo Elétrico

Sala de Estudos FÍSICA Lucas 3 trimestre Ensino Médio 3º ano classe: Prof.LUCAS Nome: nº Sala de Estudos Força Eletrostática e Campo Elétrico Sala de Estudos FÍSICA Lucas 3 trimestre Ensino Médio 3º ano classe: Prof.LUCAS Nome: nº Sala de Estudos Força Eletrostática e Campo Elétrico 1. (Pucrj 2010) O que acontece com a força entre duas cargas

Leia mais

4ª LISTA DE EXERCÍCIOS POTENCIAL ELÉTRICO

4ª LISTA DE EXERCÍCIOS POTENCIAL ELÉTRICO 4ª LISTA DE EXERCÍCIOS POTENCIAL ELÉTRICO 1. As condições típicas relativas a um relâmpago são aproximadamente as seguintes: (a) Diferença de potencial entre os pontos de descarga igual a 10 9 V; (b) Carga

Leia mais

Exercícios de Eletrização

Exercícios de Eletrização Exercícios de Eletrização 1-Um corpo inicialmente neutro recebe 10 milhões de elétrons. Este corpo adquire uma carga de: (e = 1,6. 10 19 C). a) 1,6. 10 12 C b) 1,6. 10 12 C c) 16. 10 10 C d) 16. 10 7 C

Leia mais

Potencial Elétrico. Energia. Energia pode ser vista como trabalho armazenado, ou capacidade de realizar trabalho.

Potencial Elétrico. Energia. Energia pode ser vista como trabalho armazenado, ou capacidade de realizar trabalho. Potencial Elétrico Oliveira Ed. Basilio Jafet sala 202 crislpo@if.usp.br Energia Eletricidade e Magnetismo IGC Energia pode ser vista como trabalho armazenado, ou capacidade de realizar trabalho. Equipamentos

Leia mais

POTENCIAL ELÉTRICO I) RESUMO DE FÓRMULAS DE POTENCIAL ELÉTRICO O potencial elétrico é função da carga que cria o campo elétrico, e assim como o próprio campo elétrico, ele existe independente da existencia

Leia mais

Aula 00 Aula Demonstrativa

Aula 00 Aula Demonstrativa Aula 00 Aula Demonstrativa Apresentação... 2 Eletrostática... 3 Princípios da Eletrostática... 4 Princípio da atração e da repulsão (Lei de DuFay)... 4 Princípio da Conservação das Cargas Elétricas...

Leia mais

APROFUNDAMENTO DO PRIMEIRO CAPÍTULO Extensivo Prof. Adson Filizzola

APROFUNDAMENTO DO PRIMEIRO CAPÍTULO Extensivo Prof. Adson Filizzola APROFUNDAMENTO DO PRIMEIRO CAPÍTULO Extensivo 2016 - Prof. Adson Filizzola 01. A figura ilustra dois pêndulos elétricos feitos com esferas condutoras de mesmo raio. Elas foram eletrizadas por contato com

Leia mais

Lei de Coulomb. Interação entre Duas Cargas Elétricas Puntiformes

Lei de Coulomb. Interação entre Duas Cargas Elétricas Puntiformes Lei de Coulomb Interação entre Duas Cargas Elétricas Puntiformes A intensidade F da força de interação eletrostática entre duas cargas elétricas puntiformes q 1 e q 2, é diretamente proporcional ao produto

Leia mais

Interbits SuperPro Web

Interbits SuperPro Web 1. (Pucrj 013) Duas cargas pontuais q1 = 3,0μC e q = 6,0μC são colocadas a uma distância de 1,0 m entre si. Calcule a distância, em metros, entre a carga q 1 e a posição, situada entre as cargas, onde

Leia mais

CENTRO EDUCACIONAL SESC CIDADANIA

CENTRO EDUCACIONAL SESC CIDADANIA CENTRO EDUCACIONAL SESC CIDADANIA Professor: Vilson Mendes Lista de exercícios de Física I ENSINO MÉDIO NOTA: Aluno (: Data SÉRIE/TURMA 3ª Lista 2 Campo Elétrico 1. Em certa região existe um vetor campo

Leia mais

IF Eletricidade e Magnetismo I

IF Eletricidade e Magnetismo I I 43070 Eletricidade e Magnetismo I Carga elétrica A matéria comum, que estamos acostumados a tratar, é formada por partículas. Átomos, moléculas e estruturas mais sofisticadas são conglomerados estados

Leia mais

Prof. Fábio de Oliveira Borges

Prof. Fábio de Oliveira Borges Carga elétrica e a lei de Coulomb Prof. Fábio de Oliveira Borges Curso de Física II Instituto de Física, Universidade Federal Fluminense Niterói, Rio de Janeiro, Brasil https://cursos.if.uff.br/!fisica2-0117/doku.php

Leia mais

Princípios de Eletricidade Magnetismo

Princípios de Eletricidade Magnetismo Princípios de Eletricidade Magnetismo Corrente Elétrica e Circuitos de Corrente Contínua Professor: Cristiano Faria Corrente e Movimento de Cargas Elétricas Embora uma corrente seja um movimento de partícula

Leia mais

Aula 21 - Lei de Biot e Savart

Aula 21 - Lei de Biot e Savart Universidade Federal do Paraná Setor de Ciências Exatas Departamento de Física Física III Prof. Dr. Ricardo Luiz Viana Referências bibliográficas: H. 1-, 1-7 S. 9-, 9-, 9-4, 9-6 T. 5- Aula 1 - Lei de Biot

Leia mais

Força de atração. Figura 1 Força de atração entre cargas de sinais opostos Fonte: Fundação Bradesco

Força de atração. Figura 1 Força de atração entre cargas de sinais opostos Fonte: Fundação Bradesco FORÇAS DE ATRAÇÃO E DE REPULSÃO CONTEÚDOS Força elétrica Lei de Coulomb AMPLIANDO SEUS CONHECIMENTOS As atividades envolvendo os fenômenos elétricos despertam a curiosidade de todos. Basta por exemplo

Leia mais

FÍSICA MÓDULO 1. Carga Elétrica. Professor Sérgio Gouveia

FÍSICA MÓDULO 1. Carga Elétrica. Professor Sérgio Gouveia FÍSICA Professor Sérgio Gouveia MÓDULO 1 Carga Elétrica INTRODUÇÃO Se atritarmos um pente de plástico com um pedaço de flanela verificaremos que o pente se torna capaz de atrair objetos leves como fios

Leia mais

Primeira Lista - lei de Coulomb

Primeira Lista - lei de Coulomb Primeira Lista - lei de Coulomb FGE211 - Física III 1 Sumário A força elétrica que uma carga q 1 exerce sobre uma carga q 2 é dada pela lei de Coulomb: onde q 1 q 2 F 12 = k e r 2 ˆr = 1 q 1 q 2 4πɛ 0

Leia mais

Letras em Negrito representam vetores e as letras i, j, k são vetores unitários.

Letras em Negrito representam vetores e as letras i, j, k são vetores unitários. Lista de exercícios 4 Potencial Elétrico Letras em Negrito representam vetores e as letras i, j, k são vetores unitários. 1. Boa parte do material dos anéis de Saturno está na forma de pequenos grãos de

Leia mais

VETORES. DEFINIÇÃO DE GRANDEZA É tudo aquilo que pode ser medido Exemplos: Comprimento Aceleração Força Velocidade

VETORES. DEFINIÇÃO DE GRANDEZA É tudo aquilo que pode ser medido Exemplos: Comprimento Aceleração Força Velocidade 1 DEFINIÇÃO DE GRANDEZA É tudo aquilo que pode ser medido Exemplos: Comprimento Aceleração Força Velocidade GRANDEZAS ESCALARES São grandezas que se caracterizam apenas por um valor acompanhado uma unidade

Leia mais

ELETRICIDADE E MAGNETISMO

ELETRICIDADE E MAGNETISMO PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA E FÍSICA Professores: Edson Vaz e Renato Medeiros ELETRICIDADE E MAGNETISMO NOTA DE AULA I Goiânia - 14 ELETROMAGNETISMO CARGA ELÉTRICA

Leia mais

FORÇA ELÉTRICA I) RESUMO SOBRE FORÇA ELÉTRICA 1) Introdução: Duas cargas elétricas isoladas e próximas uma da outra elas atrem-se quando têm sinais idiferentes e repelem-se quando apresentam sinais iguais

Leia mais

ELETRIZAÇÃO E FORÇA DE COULOMB

ELETRIZAÇÃO E FORÇA DE COULOMB ELETRIZAÇÃO E FORÇA DE COULOMB 1. (FUVEST 2008) Três esferas metálicas, M 1, M 2 e M 3, de mesmo diâmetro e montadas em suportes isolantes, estão bem afastadas entre si e longe de outros objetos. Inicialmente

Leia mais

Aula 2 Eletrostática Prof. Marcio Kimpara

Aula 2 Eletrostática Prof. Marcio Kimpara ELETRICIDADE Aula 2 Eletrostática Prof. Marcio Kimpara Universidade Federal de Mato Grosso do Sul Prof. Marcio Kimpara 2 Eletricidade Os primeiros relatos sobre a eletricidade datam desde antes de Cristo.

Leia mais

Força Eletrostática Lei de Coulomb

Força Eletrostática Lei de Coulomb Força Eletrostática Lei de Coulomb 1. (FMP 014) A figura acima ilustra duas cargas elétricas puntiformes que são mantidas fixas a uma distância de 1 metro. Uma terceira carga positiva q será abandonada

Leia mais

COLÉGIO VISCONDE DE PORTO SEGURO Unidade I Departamento de Física

COLÉGIO VISCONDE DE PORTO SEGURO Unidade I Departamento de Física COLÉGIO VISCONDE DE PORTO SEGURO Unidade I - 2011 Departamento de Física CARGAS ELÉTRICAS A carga elétrica de um corpo eletrizado é quantizada: Q = n.e onde, n = 1,2,3,4,... Definimos o Coulomb (1C) como

Leia mais

Trabalho e Potencial Elétrico

Trabalho e Potencial Elétrico Parte I Trabalho e Potencial Elétrico 1 (Ufrj 011) Um íon de massa m e carga elétrica q incide sobre um segundo íon, de mesma massa m e mesma carga q De início, enquanto a separação entre eles é grande

Leia mais

Cinemática, Eletrostática, Óptica Geométrica e Leis de Newton

Cinemática, Eletrostática, Óptica Geométrica e Leis de Newton Imersão Total ITA ETAPA Cinemática, Eletrostática, Óptica Geométrica e Leis de Newton PROVA DIAGNÓSTICO 1. Três formigas estão localizadas nos vértices de um triângulo eqüilátero cujos lados medem a. Elas

Leia mais

INFORMAÇÕES GERAIS. Prof. Bruno Farias

INFORMAÇÕES GERAIS. Prof. Bruno Farias CENTRO DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA AGROALIMENTAR UNIDADE ACADÊMICA DE TECNOLOGIA DE ALIMENTOS DISCIPLINA: FÍSICA III INFORMAÇÕES GERAIS Prof. Bruno Farias Conteúdo Programático Arquivo em anexo: CONTEÚDO_PROGRAMÁTICO_FisicaIII.docx

Leia mais

Aula 17 Tudo sobre os Átomos

Aula 17 Tudo sobre os Átomos Aula 17 Tudo sobre os Átomos Física 4 Ref. Halliday Volume4 Sumário Algumas propriedades dos átomos; O spin do elétron; Momento Angular e momento magnético; O experimento de Stern-Gerlach; O princípio

Leia mais

Prof. Guilherme Neves 1

Prof. Guilherme Neves 1 Aula 00 Física Professor: Guilherme Neves www.pontodosconcursos.com.br 1 Apresentação Olá, pessoal! Saiu o edital da Polícia Civil do Distrito Federal. A banca organizadora será o IADES. São 20 vagas e

Leia mais

- Carga elétrica - Força elétrica -Campo elétrico - Potencial elétrico - Corrente elétrica - Campo magnético -Força magnetica

- Carga elétrica - Força elétrica -Campo elétrico - Potencial elétrico - Corrente elétrica - Campo magnético -Força magnetica GOIÂNIA, / / 2016 PROFESSOR: Jonas Tavares DISCIPLINA: Física SÉRIE: 3º ALUNO(a): Trabalho Recuperação 1º semestre No Anhanguera você é + Enem RELAÇÃO DE CONTEÚDOS PARA RECUPERAÇÃO - Carga elétrica - Força

Leia mais

Prof. Fábio de Oliveira Borges

Prof. Fábio de Oliveira Borges O campo elétrico Prof. Fábio de Oliveira Borges Curso de Física II Instituto de Física, Universidade Federal Fluminense Niterói, Rio de Janeiro, Brasil http://cursos.if.uff.br/fisica2-2015/ Campo elétrico

Leia mais

Prof. Fábio de Oliveira Borges

Prof. Fábio de Oliveira Borges O campo elétrico Prof. Fábio de Oliveira Borges Curso de Física II Instituto de Física, Universidade Federal Fluminense Niterói, Rio de Janeiro, Brasil https://cursos.if.uff.br/!fisica2-0117/doku.php Campo

Leia mais

Campo Elétrico [N/C] Campo produzido por uma carga pontual

Campo Elétrico [N/C] Campo produzido por uma carga pontual Campo Elétrico Ao tentar explicar, ou entender, a interação elétrica entre duas cargas elétricas, que se manifesta através da força elétrica de atração ou repulsão, foi criado o conceito de campo elétrico,

Leia mais

Curso Técnico em Mecânica ELETRICIDADE

Curso Técnico em Mecânica ELETRICIDADE Curso Técnico em Mecânica - 2016 ELETRICIDADE Aula 03 Tensão e corrente Prof. Dra. Giovana Tripoloni Tangerino https://giovanatangerino.wordpress.com giovanatangerino@ifsp.edu.br giovanatt@gmail.com Relembrando

Leia mais

Aula 3 Campo Elétrico

Aula 3 Campo Elétrico Universidade Federal do Paraná Setor de Ciências Exatas Departamento de Física Física III Prof. Dr. Ricardo Luiz Viana Referências bibliográficas: H. 4-, 4-, 4-8 S. -6, -8, 4-7 T. 18-4, 18-5 Aula Campo

Leia mais

Eletricidade. Profa. Ana Barros. Curso Eletricista -Montador

Eletricidade. Profa. Ana Barros. Curso Eletricista -Montador Eletricidade Profa. Ana Barros Curso Eletricista -Montador Janeiro 2009 Plano de Curso 1) Carga Elétrica 1.1 Propriedades 1.2 Estrutura atômica 2) Isolantes e condutores 3) Processos de Eletrização 3.1

Leia mais

Prof. Fábio de Oliveira Borges

Prof. Fábio de Oliveira Borges O Potencial Elétrico Prof. Fábio de Oliveira Borges Curso de Física II Instituto de Física, Universidade Federal Fluminense Niterói, Rio de Janeiro, Brasil https://cursos.if.uff.br/!fisica2-0117/doku.php

Leia mais

Tipos de forças fundamentais na Natureza

Tipos de forças fundamentais na Natureza Tipos de Forças Tipos de forças fundamentais na Natureza Existem quatro tipos de interações/forças fundamentais na Natureza que atuam entre partículas a uma certa distância umas das outras: Gravitacional

Leia mais

Fundamentos de Física Clássica UFCG Prof. Ricardo. Potencial Elétrico. O que é diferença de potencial (ddp)?

Fundamentos de Física Clássica UFCG Prof. Ricardo. Potencial Elétrico. O que é diferença de potencial (ddp)? Potencial Elétrico O que é diferença de potencial (ddp)? A diferença de potencial entre dois pontos e num campo elétrico, seja ele uniforme ou não, é, por definição, o trabalho por unidade de carga (J/C

Leia mais

Forças de ação à distância têm atreladas a si um campo, que pode ser interpretado como uma região na qual essa força atua.

Forças de ação à distância têm atreladas a si um campo, que pode ser interpretado como uma região na qual essa força atua. Forças de ação à distância têm atreladas a si um campo, que pode ser interpretado como uma região na qual essa força atua. Por exemplo, a força gravitacional está relacionada a um campo gravitacional,

Leia mais

Ismael Rodrigues Silva Física-Matemática - UFSC. cel: (48)

Ismael Rodrigues Silva Física-Matemática - UFSC. cel: (48) Ismael Rodrigues Silva Física-Matemática - UFSC cel: (48)9668 3767 R1 Quando duas cargas estão em movimento, além da força eletrostática manifesta-se uma outra força, chamada força magnética. Todos os

Leia mais

EXERCÍCIOS PARA PROVA ESPECÍFICA E TESTÃO 1 ANO 4 BIMESTRE

EXERCÍCIOS PARA PROVA ESPECÍFICA E TESTÃO 1 ANO 4 BIMESTRE 1. (Unesp 89) Um cubo de aço e outro de cobre, ambos de massas iguais a 20 g estão sobre um disco de aço horizontal, que pode girar em torno de seu centro. Os coeficientes de atrito estático para aço-aço

Leia mais

CAMPO ELETRICO UNIFORME LISTA 1

CAMPO ELETRICO UNIFORME LISTA 1 1. (Fuvest 2015) Em uma aula de laboratório de Física, para estudar propriedades de cargas elétricas, foi realizado um experimento em que pequenas esferas eletrizadas são injetadas na parte superior de

Leia mais

1º ano FÍSICA Prof. Cícero 2º Bimestre

1º ano FÍSICA Prof. Cícero 2º Bimestre 1º ano FÍSICA Prof. Cícero º Bimestre 1. (Ufjf-pism 3 017) Duas cargas elétricas, q1 1μC e q 4 μc, estão no vácuo, fixas nos pontos 1 e, e separadas por uma distância d 60 cm, como mostra a figura abaixo.

Leia mais

FÍSICA (ELETROMAGNETISMO) LEI DE GAUSS

FÍSICA (ELETROMAGNETISMO) LEI DE GAUSS FÍSICA (ELETROMAGNETISMO) LEI DE GAUSS Carl Friedrich Gauss (1777 1855) foi um matemático, astrônomo e físico alemão que contribuiu significativamente em vários campos da ciência, incluindo a teoria dos

Leia mais

Colégio de aplicação Dr. Alfredo José Balbi prof. Thomaz Barone Lista de exercícios Lei de Coulomb

Colégio de aplicação Dr. Alfredo José Balbi prof. Thomaz Barone Lista de exercícios Lei de Coulomb 1. (Fuvest 016) Duas pequenas esferas, E 1 e E, feitas de materiais isolantes diferentes, inicialmente neutras, são atritadas uma na outra durante 5s e ficam eletrizadas. Em seguida, as esferas são afastadas

Leia mais

RESOLUÇÕES DA PROVA DE FÍSICA UFC PROFESSOR Célio Normando

RESOLUÇÕES DA PROVA DE FÍSICA UFC PROFESSOR Célio Normando PROFESSOR Célio Normando Ari Duque de Caxias Ari Washington Soares Ari Aldeota Da 5ª Série ao Pré-Vestibular Sede Hildete de Sá Cavalcante (da Educação Infantil ao Pré-Vestibular) Rua Monsenhor Catão,

Leia mais

Halliday Fundamentos de Física Volume 2

Halliday Fundamentos de Física Volume 2 Halliday Fundamentos de Física Volume 2 www.grupogen.com.br http://gen-io.grupogen.com.br O GEN Grupo Editorial Nacional reúne as editoras Guanabara Koogan, Santos, Roca, AC Farmacêutica, LTC, Forense,

Leia mais

Aula 20 - Campo Magnético de uma Corrente Elétrica

Aula 20 - Campo Magnético de uma Corrente Elétrica Universidade Federal do Paraná Setor de Ciências Exatas Departamento de Física Física III Prof. Dr. Ricardo Luiz Viana Referências bibliográficas: H. 31-3, 31-4 S. 9-4, 9-5. 5-, 5-3 Aula - Campo Magnético

Leia mais

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS PONTIÍIA UNIVSIDAD ATÓLIA D GOIÁS DPATAMNTO D MATMÁTIA ÍSIA Professores: dson Vaz e enato Medeiros XÍIOS NOTA D AULA I Goiânia - X Í I O S. O esuema abaio mostra três cargas puntiformes fias, no vácuo.

Leia mais

Física. Setor B. Índice-controle de Estudo. Prof.: Aula 17 (pág. 88) AD TM TC. Aula 18 (pág. 88) AD TM TC. Aula 19 (pág.

Física. Setor B. Índice-controle de Estudo. Prof.: Aula 17 (pág. 88) AD TM TC. Aula 18 (pág. 88) AD TM TC. Aula 19 (pág. Física Setor B Prof.: Índice-controle de Estudo ula 17 (pág. 88) D TM TC ula 18 (pág. 88) D TM TC ula 19 (pág. 90) D TM TC ula 20 (pág. 90) D TM TC ula 21 (pág. 92) D TM TC ula 22 (pág. 94) D TM TC Revisanglo

Leia mais

Aluno(a): Nº. Professor: Fabrízio Gentil Série: 3 o ano Disciplina: Física Magnetismo e Energias. TRABALHO DE RECUPERAÇÃO 2 o SEMESTRE

Aluno(a): Nº. Professor: Fabrízio Gentil Série: 3 o ano Disciplina: Física Magnetismo e Energias. TRABALHO DE RECUPERAÇÃO 2 o SEMESTRE Lista de Exercícios Pré Universitário Uni-Anhanguera Aluno(a): Nº. Professor: Fabrízio Gentil Série: 3 o ano Disciplina: Física Magnetismo e Energias TRABALHO DE RECUPERAÇÃO 2 o SEMESTRE 1- Marque a alternativa

Leia mais

09/08/2016. Como visto, uma partícula carregada eletricamente exerce uma força sobre outra partícula carregada à uma distância r dessa.

09/08/2016. Como visto, uma partícula carregada eletricamente exerce uma força sobre outra partícula carregada à uma distância r dessa. FÍSICA (Eletricidade e Eletromagnetismo) Cap.II prof. Dr. Sergio Turano de Souza A força elétrica (assim como a força gravitacional) é uma força de campo que pode agir através do espaço (à distância),

Leia mais

FÍSICA E ELETROMAGNETISMO

FÍSICA E ELETROMAGNETISMO FÍSICA E ELETROMAGNETISMO As ciências em geral, e a física em particular pretendem descrever o universo material. Um dos bem sucedidos objetivos da física tem sido a descrição dos constituintes deste universo

Leia mais

CONDUTORES E ISOLANTES

CONDUTORES E ISOLANTES ELETRICIDADE CONDUTORES E ISOLANTES O FÍSICO INGLÊS STEPHEN GRAY PERCEBEU QUE ALGUNS FIOS CONDUZIAM BEM A ELETRICIDADE E CHAMOU-OS DE CONDUTORES E, AOS QUE NÃO CONDUZIAM OU CONDUZIAM MAL A ELETRICIDADE,

Leia mais

Fluxo de um campo vetorial e a Lei de Gauss

Fluxo de um campo vetorial e a Lei de Gauss Fluxo de um campo vetorial e a Lei de Gauss Bibliografia e figuras: Sears & Zemanski, 12a ed. cap 22 Nesta aula vamos aprender a: determinar a quantidade de carga no interior de uma superfície fechada

Leia mais

Programa de pós-graduação em Física

Programa de pós-graduação em Física Programa de pós-graduação em Física Universidade Federal de Lavras 21 de Novembro 2012 Prova número: Prova de Seleção: Primeiro Semestre de 2013. ATENÇÃO! Questão Nota Questão Nota - Justifique suas respostas.

Leia mais

Campo Elétrico Uniforme

Campo Elétrico Uniforme Campo Elétrico Uniforme 1. (Upf 2012) Uma pequena esfera de 1,6 g de massa é eletrizada retirando-se um número n de elétrons. Dessa forma, quando a esfera é colocada em um campo elétrico uniforme de 9

Leia mais

Se as partículas A e B são os átomos que formam uma molécula diatômica, a energia potencial do sistema pode ser expressa pela seguinte função:

Se as partículas A e B são os átomos que formam uma molécula diatômica, a energia potencial do sistema pode ser expressa pela seguinte função: Curvas de Energia Potencial Consideremos o sistema formado por duas partículas, A e B, cujos movimentos estão limitados à mesma linha reta, o eixo x do referencial. Além disso, vamos considerar que o referencial

Leia mais