Neste manual você também pode consultar todas as penalidades do Código de Trânsito Brasileiro, bem como seus direitos e deveres.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Neste manual você também pode consultar todas as penalidades do Código de Trânsito Brasileiro, bem como seus direitos e deveres."

Transcrição

1 Controle de Multas O smartlist de Controle de Multas destina-se a controlar todas as multas do condutor de veículos. Valores, prazos de pagamento, pontos da Carteira de Habilitação e penalidades recebidas. Este smartlist trabalha em conjunto com o Guia de Infrações. Você necessitará instalar em seu palm os dois smartilists (Guia de Infrações e Controle de Multas) para que funcione corretamente todos os recursos. Neste manual você também pode consultar todas as penalidades do Código de Trânsito Brasileiro, bem como seus direitos e deveres. Aba Penalidade: Nesta aba você insere o tipo de penalidade recebida e a data de recebimento da mesma. + Tipos de Penalidades existentes: Advertência por Escrito: Esta advertência pode ser aplicada no caso de infrações leves ou médias, a critério da autoridade de trânsito, aos infratores primários e de bons antecedentes, como medida educativa. Neste caso, você recebe a multa normalmente mas não precisa pagá-la, servindo apenas como advertência. Anote o tipo de advertência recebida na aba Advertência. Multa: O Código de Trânsito Brasileiro prevê quatro categorias de infrações: Natureza da Multa Unidade Fiscal* Pontuação Valor** Gravíssima Pontos 191,54 Grave Pontos 127,69 file:///e /Palm%20DB/Site/manuais/multas.htm (1 of 7)30/4/ :00:24

2 Média 80 4 Pontos 85,13 Leve 50 3 Pontos 53,20 * Unidade Fiscal (UFIR): é a unidade fiscal utilizada pelo governo para aplicar as multas. Esta unidade fiscal varia de acordo com o dia. Pode valer mais ou menos. Exemplo: A multa de natureza grave corresponde a 120 UFIR. Se o UFIR do dia em que você recebeu a multa era de R$1,00, sua multa será de R$120,00. Se o UFIR do dia era R $1,20, a multa será de R$144,00. Esta unidade fiscal é usada para que o governo possa modificar os valores das multas sem alterar o Código de Trânsito Brasileiro. ** Este valor se refere a quantia estimada da multa. Como explicado acima, o valor da multa depende do valor do UFIR. E ainda existe o FATOR MULTIPLICADOR, que multiplica a unidade fiscal da multa por 3 ou 5 dependendo da gravidade da infração. Exemplo: Uma infração de natureza gravíssima (180 UFIR) possui uma multa em torno de 180 reais. A autoridade de trânsito pode usar o FATOR MULTIPLICADOR dependendo da situação, chegando a ser de 180 x 5 = 900 UFIR, em torno de 900 reais. Verifique no Guia de Infrações de Trânsito, que veio junto com este manual, todas as infrações previstas pelo Código de Trânsito Brasileiro. Suspensão do Direito de Dirigir: Está é uma penalidade drástica tomada pelo agente de trânsito devido a ações do condutor. Clique aqui para saber as situações onde podem ocorrer a suspensão do direito de dirigir. Apreensão do Veículo: O proprietário do veículo apreendido deverá se dirigir até o órgão ou entidade apreendedora no prazo de 30 dias, ou perderá a custódia do veículo. Clique aqui para saber as situações onde podem ocorrer a apreensão do veículo. Cassação da Habilitação: O condutor que tiver cassada a habilitação poderá reabilitarse, desde que transcorridos 2 anos da cassação. Se o condutor tiver cassada a Permissão para Dirigir*** deverá reiniciar todo o processo de habilitação, não sendo preciso, no entanto, aguardar período de intervalo. *** Permissão para Dirigir: é a carteira de habilitação provisória que o condutor recebe ao terminar o processo de habilitação. Após um ano com a PD o condutor obtém a Carteira de Habilitação. Clique aqui para saber em que situações podem ocorrer a Cassação da Habilitação e da Permissão para Dirigir. file:///e /Palm%20DB/Site/manuais/multas.htm (2 of 7)30/4/ :00:24

3 Aba Multas. Nesta tela você insere os dados referente a multa recebida. No campo Multa, clique na chave (desenho do canto direito), e você será automaticamente redirecionado para o smartlist Guia de Infrações. Selecione a infração que você acaba de receber. Após isso, automaticamente voltará para a tela do Controle de Multas. Estarão completos os campos, Natureza (natureza da multa recebida), Pontos (quantidade de pontos perdida com esta multa), Descrição (um campo com a descrição da multa), Status (quantidade de pontos que você já perdeu na sua Carteira de Habilitação) e UFIR (quantidade de unidades fiscais referentes àquela multa). Status: Este campo exibe a pontuação que você já perdeu na sua Carteira de Habilitação. Se ultrapassar 19 pontos (20 pontos já obtém a suspensão), será mostrado no campo Status a mensagem Suspensão em vermelho. Obs.: É importante ressaltar que o campo Status só será atualizado corretamente após gravado o registro. Ou seja, insira todos os dados referente a multa e clique em Ok. A partir daí é que serão feitos os cálculos corretos para o campo Status, pois ele depende de registros anteriores. Como se sabe, após 1 ano de recebimento da multa, a pontuação referente a ela é zerada. No smartlist Controle de Multas isto também ocorre. Não é necessário excluir as multas antigas. Deixe-as para futura referência, como saber a probabilidade de receber uma advertência numa multa de natureza leve ou média. Após 1 ano de recebida a multa, automaticamente não será mais calculada a pontuação referente àquela multa. Insira no campo Prazo de Pagamento, a data da validade da multa. Após o pagamento marque a caixa Pago?. Usando os Filtros: Os filtros ajudam na organização das diversas características de cada multa: O gerenciador de filtros fica no canto superior direito logo abaixo das categorias, na tela principal. Se você estiver visualizando uma multa específica não é possível gerenciar os filtros. Multas: Este filtro mostra todas as multas e oculta outras penalidades como advertências, file:///e /Palm%20DB/Site/manuais/multas.htm (3 of 7)30/4/ :00:24

4 suspenções, etc. À Pagar: Este filtro mostra todas as multas que ainda estão no prazo de 1 ano (não foram zeradas) e que ainda não foram pagas. Multas Válidas: Este filtro mostra todas as multas que ainda não foram zeradas. Categorias: Neste smartlist não foi encontrada nenhuma utilidade para o uso das categorias. Se você têm alguma sugestão, por favor, nos envie. Código de Trânsito Brasileiro: Constitui infração de trânsito a inobservância de qualquer preceito do Código de Trânsito Brasileiro, da legislação complementar ou das resoluções do CONTRAN (Conselho Nacional de Trânsito), e demais ordenamentos emanados dos órgãos do Sistema Nacional de Trânsito, sujeitando o usuário infrator (pessoa física ou jurídica), às penalidades e medidas administrativas pertinentes. + Suspensão do Direito de Dirigir: Poderá ocorrer quando o condutor: 1- Dirigir sob influência de álcool, em nível superior a seis decigramas por litro de sangue (0,6 g/l), ou qualquer substância entorpecente ou que determine dependência física ou psíquica. 2- Dirigir ameaçando os pedestres que estejam atravessando a via pública, ou os demais veículos. 3- Disputar corrida por espírito de emulação. 4- Promover, na via, competição esportiva, eventos organizados, exibição e demonstração de perícia em manobra de veículo, ou deles participar como condutor, sem permissão da autoridade de trânsito com circunscrição sobre a via. file:///e /Palm%20DB/Site/manuais/multas.htm (4 of 7)30/4/ :00:24

5 5- Utilizar-se de veículos para, em via pública, demonstrar ou exibir manobra perigosa, arrancada brusca, derrapagem ou frenagem com deslizamento ou arrastamento de pneus. 6- Deixar o condutor envolvido em acidente com vítima: a) De prestar ou providenciar socorro à vítima, podendo fazê-lo; b) De adotar providências, no sentido de evitar perigo para o trânsito no local; c) De preservar o local, de forma a facilitar os trabalhos da polícia e da perícia; d) De adotar providências para remover o veículo do local, quando determinadas por policial ou agente da autoridade de trânsito; e) De identificar-se ao policial e de lhe prestar informações necessárias a confecção do boletim de ocorrência. 7- Transpor, sem autorização, bloqueio viário policial. 8- Transitar em velocidade superior à máxima permitida para o local: a) Em rodovias, vias de trânsito rápido e vias arteriais - quando a velocidade for superior à máxima em mais de 20%. b) Demais vias - quando a velocidade for superior em mais de 50%. 9- Quando o infrator atingir a contagem de 20 pontos, por infrações cometidas no período de um ano. A penalidade de suspensão do direito de dirigir será aplicada, nos casos previstos no código, pelo prazo mínimo de um mês até o máximo de um ano e, no caso de reincidência no período de doze meses, pelo prazo mínimo de seis meses até o máximo de dois anos, segundo critérios estabelecidos pelo CONTRAN. Quando ocorrer a suspensão do direito de dirigir, a Carteira Nacional de Habilitação será devolvida a seu titular imediatamente após cumprida a penalidade e o curso de reciclagem. + Apreensão do Veículo: Dar-se-á quando: 1- O veículo estiver bloqueando a via. 2- Seu condutor não possuir a Carteira Nacional de Habilitação ou Permissão para Dirigir. 3- O condutor estiver com a Carteira Nacional de Habilitação ou Permissão para Dirigir cassadas ou suspensas do direito de dirigir. 4- Promover, na via, competição esportiva, eventos organizados, exibição e demonstração de perícia em manobra de veículo, ou deles participar, como condutor sem autorização da autoridade de trânsito da jurisdição sobre a via. 5- A categoria de habilitação do condutor for diferente da do veículo que esteja dirigindo. 6- Houver transposição, sem autorização, de bloqueio policial. 7- Seu condutor estiver disputando corrida por espírito de emulação. 8- Retirar do local veículo legalmente retido para regularização, sem autorização da autoridade ou seus agentes. 9- Seu condutor trafegar sem autorização para a condução de escolares. file:///e /Palm%20DB/Site/manuais/multas.htm (5 of 7)30/4/ :00:24

6 10- Trafegar em desacordo com a autorização especial ou com esta vencida. 11- Falsificar ou adulterar documento de habilitação ou do veículo. 12- Houver recusa da entrega à autoridade ou seus agentes, mediante recibo, dos documentos de habilitação e registro do veículo, para verificação de autenticidade. 13- Não estiver devidamente registrado e licenciado. 14- Estiver equipado com dispositivo anti-radar. 15- Houver o transporte de passageiros em compartimento de carga, salvo quando autorizado. 16- Apresentar o lacre, inscrição do chassi, o selo, a placa ou qualquer outro elemento de identificação do veículo violado ou falsificado. 17- Usar, indevidamente, aparelho de alarme ou que produza sons e ruídos perturbadores do sossego público, em desacordo com as normas do CONTRAN. 18- Encontrado sem qualquer uma das placas de identificação ou com as mesmas ilegíveis e sem visibilidade. Obs.: O veículo apreendido em decorrência de penalidade aplicada será recolhido ao depósito e nele permanecerá sob custódia e responsabilidade do órgão ou entidade apreendedora, com ônus para o seu proprietário, pelo prazo de 30 (trinta) dias. Art. 262 do C.T.B. + Cassação da Habilitação: Ocorrerá quando: 1- Suspenso do direito de dirigir, o condutor assumir a direção de veículo; 2- Comprovado que o condutor é reincidente - no prazo de 12 meses - das infrações: a) Dirigir com habilitação de categoria diferente do veículo que esteja conduzindo, ou entregar a direção a pessoa nas mesmas condições; b) Dirigir sob a influência de álcool, em nível superior ao tolerável, ou de qualquer substância entorpecente ou que determine dependência física ou psíquica; c) Disputar corrida com espírito de emulação, participar de competições esportivas sem autorização, ou fazer exibições "pegas" nas vias públicas. 3- Quando condenado na justiça, por delito de trânsito. Obs.: Ocorre cassação, quando o condutor tem o documento recolhido e eliminados os exames para a habilitação que tenha realizado. Reabilitação: O condutor que tiver cassada a sua habilitação poderá reabilitar-se, desde que transcorridos 2 anos e não mais subsistam os motivos que lhe deram a causa. Cassação da Permissão para Dirigir: A cassação da permissão para dirigir ocorrer'ra se o condutor, no período de 12 meses, cometer infração de natureza GRAVÍSSIMA ou GRAVE, file:///e /Palm%20DB/Site/manuais/multas.htm (6 of 7)30/4/ :00:24

7 ou seja reincidente em infração MÉDIA. Cassada a Permissão, o infrator terá que reiniciar todo o processo de habilitação, não sendo preciso, no entanto, aguardar o período de intervalo. Considerações Finais: Qualquer dúvida sobre o Controle de Multas envie um para: Envie suas sugestões, elas são muito importantes para o melhoramento dos smartlists. Qualquer dúvida sobre o uso do Smartlist To Go, recomendamos a leitura do manual encontrado em Ou envie sua dúvida para nosso que tentaremos ajudar. Qualquer dúvida sobre as leis e infrações de trânsito você pode acessar denatran.gov.br. Você também pode se comunicar conosco pelo ICQ. # Para maiores informações acesse Central de Comunicações no site. Palm Data Base Resources for Palmtops! P A L M D B. T K file:///e /Palm%20DB/Site/manuais/multas.htm (7 of 7)30/4/ :00:24

BuscaLegis.ccj.ufsc.br

BuscaLegis.ccj.ufsc.br BuscaLegis.ccj.ufsc.br As hipóteses de suspensão e cassação do direito de dirigir e o Processo Adminitrativo Ravênia Márcia de Oliveira Leite** A atribuição para a suspensão ou cassação do direito de dirigir

Leia mais

MULTA MULTA VALOR EM R$

MULTA MULTA VALOR EM R$ - Aplicadas pela autoridade de trânsito (posteriormente): I - advertência por escrito; II - multa; III - suspensão do direito de dirigir; IV - apreensão do veículo; V - cassação da Carteira Nacional de

Leia mais

MULTA VALOR EM UFIR MULTA

MULTA VALOR EM UFIR MULTA MULTA -Imposta e arrecadada pelo órgão com circunscrição sobre a via onde haja ocorrido a infração. -O valor decorre da natureza da infração, assim como a respectiva pontuação. NATUREZA DA INFRAÇÃO MULTA

Leia mais

JUSTIFICATIVA: O Código Brasileiro de Trânsito prevê as seguintes penalidades a serem aplicadas nas infrações de trânsito:

JUSTIFICATIVA: O Código Brasileiro de Trânsito prevê as seguintes penalidades a serem aplicadas nas infrações de trânsito: REQUERIMENTO Nº, DE 2015 - CI Requeiro, nos termos do 2º do art. 58, da Constituição Federal e do inciso II do art. 93, do Regimento Interno do Senado Federal, a realização de Audiência Pública no âmbito

Leia mais

DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO DE ALAGOAS - DETRAN/AL QUESTÕES SOBRE INFRAÇÃO

DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO DE ALAGOAS - DETRAN/AL QUESTÕES SOBRE INFRAÇÃO O veículo estacionado, afastado da guia da calçada (meio fio) a mais de um metro, faz do seu condutor um infrator cuja punição será: 1 retenção do veículo e multa, infração média. 2 apreensão do veículo

Leia mais

LEI Nº 9.503, DE 23 DE SETEMBRO DE 1997.

LEI Nº 9.503, DE 23 DE SETEMBRO DE 1997. LEI Nº 9.503, DE 23 DE SETEMBRO DE 1997. CAPÍTULOXV DAS INFRAÇÕES Art. 161. Constitui infração de trânsito a inobservância de qualquer preceito deste Código, da legislação complementar ou das resoluções

Leia mais

DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO DO RIO GRANDE DO SUL DIRETORIA TÉCNICA DIVISÃO DE HABILITAÇÃO RACHA

DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO DO RIO GRANDE DO SUL DIRETORIA TÉCNICA DIVISÃO DE HABILITAÇÃO RACHA DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO DO RIO GRANDE DO SUL DIRETORIA TÉCNICA DIVISÃO DE HABILITAÇÃO RACHA Uma atitude que pode custar vidas Racha, também chamado popularmente de pega, é uma forma de corrida

Leia mais

Código de Trânsito Brasileiro

Código de Trânsito Brasileiro Código de Trânsito Brasileiro O Código de Trânsito Brasileiro estipula competência a setores federais, estaduais e municipais, para aplicar as penalidades de acordo com as infrações que o cidadão cometeu.

Leia mais

Art. 173 Disputar corrida Gravíssima (10X) 7 Pontos R$ 1.915,40 (em dobro, caso de reincidência R$ 3.830,80)

Art. 173 Disputar corrida Gravíssima (10X) 7 Pontos R$ 1.915,40 (em dobro, caso de reincidência R$ 3.830,80) Art. 173 Disputar corrida por espírito de emulação Gravíssima (3X) R$ 574,61 Art. 173 Disputar corrida Art. 174. Promover, na via, competição esportiva, eventos organizados, exibição e demonstração de

Leia mais

CAPÍTULO XVI DAS PENALIDADES

CAPÍTULO XVI DAS PENALIDADES CAPÍTULO XVI DAS PENALIDADES Art. 256. A autoridade de trânsito, na esfera das competências estabelecidas neste Código e dentro de sua circunscrição, deverá aplicar, às infrações nele previstas, as seguintes

Leia mais

Tropa de Elite Polícia Civil Legislação Penal Especial CBT - Parte Especial Liana Ximenes

Tropa de Elite Polícia Civil Legislação Penal Especial CBT - Parte Especial Liana Ximenes Tropa de Elite Polícia Civil Legislação Penal Especial CBT - Parte Especial Liana Ximenes 2012 Copyright. Curso Agora eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. CTB- Parte Especial Art. 302. Praticar

Leia mais

Lei 12.971/2014 As infrações de Trânsito, Novas Confusões para o DENATRAN, CONTRAN e os DETRANs

Lei 12.971/2014 As infrações de Trânsito, Novas Confusões para o DENATRAN, CONTRAN e os DETRANs Lei 12.971/2014 As infrações de Trânsito, Novas Confusões para o DENATRAN, CONTRAN e os DETRANs Elaborado por Ricardo Alves da Silva, Major da Polícia Militar de Santa Catarina* Especialista em Gestão

Leia mais

1. EXAME TEÓRICO DE HABILITAÇÃO INFRAÇÕES

1. EXAME TEÓRICO DE HABILITAÇÃO INFRAÇÕES 1. XM TÓRIO HILITÇÃO INFRÇÕS Nome:. PF:.. - ata: / /. 01 02 03 (T rtigo 218, inciso I alínea a-) Transitar em velocidade superior a máxima permitida em uma via arterial até vinte por cento, é uma infração:

Leia mais

qwertyuiopasdfghjklzxcvbnmqwerty uiopasdfghjklzxcvbnmqwertyuiopasd fghjklzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklzx cvbnmqwertyuiopasdfghjklzxcvbnmq

qwertyuiopasdfghjklzxcvbnmqwerty uiopasdfghjklzxcvbnmqwertyuiopasd fghjklzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklzx cvbnmqwertyuiopasdfghjklzxcvbnmq qwertyuiopasdfghjklzxcvbnmqwerty uiopasdfghjklzxcvbnmqwertyuiopasd fghjklzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklzx cvbnmqwertyuiopasdfghjklzxcvbnmq Infrações, Penalidades e Medidas Administrativas wertyuiopasdfghjklzxcvbnmqwertyui

Leia mais

CASSAÇÃO DA CARTEIRA NACIONAL DE HABITAÇÃO POR DIRIGIR SUSPENSO

CASSAÇÃO DA CARTEIRA NACIONAL DE HABITAÇÃO POR DIRIGIR SUSPENSO CASSAÇÃO DA CARTEIRA NACIONAL DE HABITAÇÃO POR DIRIGIR SUSPENSO Rodrigo Kozakiewicz A cassação da Carteira Nacional de Habitação é uma penalidade prevista no artigo 256, inciso V do Código de Trânsito

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº 5512, DE 2013

PROJETO DE LEI Nº 5512, DE 2013 PROJETO DE LEI Nº 5512, DE 2013 (Da Deputada Gorete Pereira) Altera dispositivo da Lei nº 9.503, de 23 de setembro de 1997, que institui o Código de Trânsito Brasileiro, para dispor sobre o índice tolerável

Leia mais

Manual Brasileiro de Fiscalização de Trânsito (27/09/2011)

Manual Brasileiro de Fiscalização de Trânsito (27/09/2011) Manual Brasileiro de Fiscalização de Trânsito (27/09/2011) Fichas individuais dos enquadramentos Infrações referentes a cinto de segurança, cadeirinha, desatenção, não assistência, etc. (Artigos 167 a

Leia mais

Tabela das Multas. Infração Gravíssima Valor/Multa Tipos de Penalidades R$ 191,54 R$ 574,61

Tabela das Multas. Infração Gravíssima Valor/Multa Tipos de Penalidades R$ 191,54 R$ 574,61 Tabela das Multas 7 pontos na CNH Infração Gravíssima Valor/Multa Tipos de Penalidades Dirigir com a carteira já vencida há mais de 30 dias Recolhimento da carteira e retenção do veículo Não reduzir a

Leia mais

Manual de utilização Totem de Autoatendimento

Manual de utilização Totem de Autoatendimento Manual de utilização Totem de Autoatendimento Julho/2015 Sumário 1. Totem de Autoatendimento Detran/PR... 3 2. Área de Motorista... 4 2.1. Consultar Envio CNH... 4 2.2. Curso de Reciclagem... 5 2.2.1.

Leia mais

LEI SECA. Por Sérgio Sodré 1. 1 Advogado há 17 anos; especializado em Direito do Seguro e pós-graduado em Gestão de Seguros.

LEI SECA. Por Sérgio Sodré 1. 1 Advogado há 17 anos; especializado em Direito do Seguro e pós-graduado em Gestão de Seguros. 1 LEI SECA Por Sérgio Sodré 1 O Código de Trânsito Brasileiro (Lei nº 9.503, de 23.09.1997) teve como fundamento principal a direção defensiva e, para tanto, não deixou de abordar a questão da condução

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DOS SERVIÇOS DO TOTEM

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DOS SERVIÇOS DO TOTEM MANUAL DE UTILIZAÇÃO DOS SERVIÇOS DO TOTEM 1 Sumário 1. TOTEM DE AUTOATENDIMENTO - DETRAN... 3 2. ÁREA DE MOTORISTA... 5 2.1. Consultar Envio CNH... 5 2.2. Curso de Reciclagem... 6 2.2.1. Agendamento do

Leia mais

SISTEMA DE EMPRÉSTIMO DE VEÍCULO

SISTEMA DE EMPRÉSTIMO DE VEÍCULO SISTEMA DE EMPRÉSTIMO DE VEÍCULO Motivação Atendimento aos princípios administrativos da eficiência e economicidade dos recursos públicos; Resultados positivos obtidos com a implantação do projeto piloto

Leia mais

Quadro comparativo da Medida Provisória nº 673, de 2015 (Projeto de Lei de Conversão nº 8, de 2015)

Quadro comparativo da Medida Provisória nº 673, de 2015 (Projeto de Lei de Conversão nº 8, de 2015) ( 2015) 1 Art. 24. Compete aos órgãos e entidades executivos de trânsito dos Municípios, no âmbito de sua circunscrição: Altera a Lei nº 9.503, de 23 de setembro de 1997 - Código de Trânsito Brasileiro,

Leia mais

LEGISLAÇÃO DE TRÂNSITO SÉRIE A DE SIMULADOS PRIMEIRO DOS 3 SIMULADOS PREVISTOS NA SÉRIE A

LEGISLAÇÃO DE TRÂNSITO SÉRIE A DE SIMULADOS PRIMEIRO DOS 3 SIMULADOS PREVISTOS NA SÉRIE A LEGISLAÇÃO DE TRÂNSITO SÉRIE A DE SIMULADOS PRIMEIRO DOS 3 SIMULADOS PREVISTOS NA SÉRIE A ASSUNTOS: DO REGISTRO DE VEÍCULOS DO LICENCIAMENTO DA HABILITAÇÃO RESOLUÇÕES 04,110, 168 e 205 01 Com relação ao

Leia mais

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS 01. De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), no que diz respeito às infrações, analise as assertivas a seguir. I. Confiar ou entregar a direção de veículo à pessoa

Leia mais

RELATÓRIO ESTATÍSTICO DA OPERAÇÃO LEI SECA, JANEIRO a JUNHO DE 2015.

RELATÓRIO ESTATÍSTICO DA OPERAÇÃO LEI SECA, JANEIRO a JUNHO DE 2015. GOVERNO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO COORDENADORIA DE EDUCAÇÃO E FISCALIZAÇÃO SETOR DE ESTATÍSTICA RELATÓRIO ESTATÍSTICO DA OPERAÇÃO LEI SECA, JANEIRO a JUNHO DE 2015.

Leia mais

DEMAIS INFRAÇÕES PREVISTAS NO CÓDIGO DE TRÂNSITO BRASILEIRO...

DEMAIS INFRAÇÕES PREVISTAS NO CÓDIGO DE TRÂNSITO BRASILEIRO... SUMÁRIO 1. DEMAIS INFRAÇÕES PREVISTAS NO CÓDIGO DE TRÂNSITO BRASILEIRO... 3 1.1. Infrações Gravíssimas... 4 1.2. Infrações Graves... 6 1.3. Infrações Médias... 10 2 1. DEMAIS INFRAÇÕES PREVISTAS NO CÓDIGO

Leia mais

LEI Nº 9.503, DE 23 DE SETEMBRO DE 1997

LEI Nº 9.503, DE 23 DE SETEMBRO DE 1997 LEI Nº 9.503, DE 23 DE SETEMBRO DE 1997 Institui o Código de Trânsito Brasileiro. CAPÍTULO IX DOS VEÍCULOS Da Segurança dos Veículos Art. 105. São equipamentos obrigatórios dos veículos, entre outros a

Leia mais

Câmara dos Deputados. ANTONIO BULHÕES Deputado Federal

Câmara dos Deputados. ANTONIO BULHÕES Deputado Federal Câmara dos Deputados ANTONIO BULHÕES Deputado Federal BRASÍLIA Outubro/2009 Cidadania Consciente Guia das relações entre o indivíduo e o trânsito Síntese das infrações do Código do Trânsito Brasileiro

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 169, de 17 de MARÇO de 2005.

RESOLUÇÃO Nº 169, de 17 de MARÇO de 2005. RESOLUÇÃO Nº 169, de 17 de MARÇO de 2005. Altera a Resolução nº 168/04, de 14 de dezembro de 2004, publicada no Diário Oficial da União nº 245, Secção I, Página 73, de 22 de dezembro de 2004. O CONSELHO

Leia mais

TRATORISTA PROVA DE CONHECIMENTO ESPECÍFICO

TRATORISTA PROVA DE CONHECIMENTO ESPECÍFICO TRATORISTA PROVA DE CONHECIMENTO ESPECÍFICO Questão 21 Algumas infrações de trânsito preveem a suspensão do direito de dirigir do condutor ou do proprietário do veículo. Assinale a alternativa que não

Leia mais

DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO DE ALAGOAS - DETRAN/AL QUESTÕES SOBRE LEGISLAÇÃO

DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO DE ALAGOAS - DETRAN/AL QUESTÕES SOBRE LEGISLAÇÃO Um dos equipamentos obrigatórios a ser vistoriado na inspeção de segurança veicular é o(a): 1 rádio toca-fitas. 2 farol de milha. 3 pneu para chuva. 4 buzina. Entre vários aspectos a serem observados,

Leia mais

Estado do Mato Grosso Prefeitura Municipal de Colniza

Estado do Mato Grosso Prefeitura Municipal de Colniza Lei n.º 091-B/2002. Súmula: REGULAMENTA, DISCIPLINA O TRANSPORTE INDIVIDUAL DE PASSAGEIROS EM MOTOCICLETAS DE ALUGUEL MOTO-TÁXI E DETERMINA A LOCALIZAÇÃO DOS PONTOS, BEM COMO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS Eu,

Leia mais

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA Manual de Utilização Google Grupos Sumário (Clique sobre a opção desejada para ir direto à página correspondente) Utilização do Google Grupos Introdução... 3 Página

Leia mais

I - Apresentar Carteira Nacional de Habilitação, categoria A, em validade, expedida há pelo menos dois anos;

I - Apresentar Carteira Nacional de Habilitação, categoria A, em validade, expedida há pelo menos dois anos; CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 10 - O presente regulamento dispõe sobre o serviço de transporte de carga, na modalidade denominada motoentrega, consiste no serviço de entrega e coleta de

Leia mais

LEI SECA de trânsito

LEI SECA de trânsito LEI SECA de trânsito Tire algumas dúvidas sobre a nova Lei Seca no trânsito O jornal Zero Hora, de Porto Alegre, está apresentando em sua edição desta segunda-feira (23) um interessante serviço público.

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 432, DE 23 DE JANEIRO DE 2013.

RESOLUÇÃO Nº 432, DE 23 DE JANEIRO DE 2013. RESOLUÇÃO Nº 432, DE 23 DE JANEIRO DE 2013. Dispõe sobre os procedimentos a serem adotados pelas autoridades de trânsito e seus agentes na fiscalização do consumo de álcool ou de outra substância psicoativa

Leia mais

Cartilha do Gestor de Frota de Unidade / Base Operacional

Cartilha do Gestor de Frota de Unidade / Base Operacional Cartilha do Gestor de Frota de Unidade / Base Operacional SGTA Sistema de Gestão Total de Abastecimento do Governo do Estado de Minas Gerais REV DATA ALTERAÇÃO CRIAÇÃO REVISÃO APROVAÇÃO 01 13/01/14 Versão

Leia mais

Infrações e Penalidades

Infrações e Penalidades Infrações e Penalidades Art. 161. Constitui infração de trânsito a inobservância de qualquer preceito deste código, da legislação complementar ou das resoluções do CONTRAN, sendo o infrator sujeito às

Leia mais

Guia Rápido de Uso. Aqui seguem os tópicos tratados nesse guia, para que você aprenda a usar o Sistema HOT SMS. SUMÁRIO

Guia Rápido de Uso. Aqui seguem os tópicos tratados nesse guia, para que você aprenda a usar o Sistema HOT SMS. SUMÁRIO 1 Guia Rápido de Uso Aqui seguem os tópicos tratados nesse guia, para que você aprenda a usar o Sistema HOT SMS. SUMÁRIO 1 Acesso ao sistema...3 2 Entenda o Menu...4 3 Como enviar torpedos...6 3.1 Envio

Leia mais

SUA SENHA É SIGILOSA, PESSOAL E INTRANSFERÍVEL.

SUA SENHA É SIGILOSA, PESSOAL E INTRANSFERÍVEL. DÚVIDAS MAIS FREQUENTES - DO CLIENTE 1. Qual o procedimento para se cadastrar na Guia Eletrônica? - Rolar a página e procure pelo item Novo Cliente? - Escolher o perfil: Próprio Interessado: Pessoa Física

Leia mais

CÂMARA DOS DEPUTADOS

CÂMARA DOS DEPUTADOS CÂMARA DOS DEPUTADOS PROJETO DE LEI Nº, DE 2007 (Da Comissão de Legislação Participativa) SUG nº 67/2007 Altera a Lei nº 9.503, de 23 de setembro de 1997, que institui o Código de Trânsito Brasileiro para

Leia mais

1. Alterações no Menu de Acesso do Gerenciador de Sistemas

1. Alterações no Menu de Acesso do Gerenciador de Sistemas BOLETIM INFORMATIVO TÉCNICO CONTROLE DE PERMISSÕES DE ACESSO No Gerenciador de Sistemas, efetuadas alterações na forma de permissão de acesso às empresas, às rotinas dos módulos e acesso ao cadastro de

Leia mais

Guia completo de conduta

Guia completo de conduta Guia completo de conduta Seja bem vindo(a) à Joycar! Este é o nosso guia completo de conduta. Nele serão apresentadas todas as explicações necessárias para que você e todos os nossos clientes tenham sempre

Leia mais

1. Tela de Acesso pg. 2. 2. Cadastro pg. 3. 3. Abas de navegação pg. 5. 4. Abas dados cadastrais pg. 5. 5. Aba grupo de usuários pg.

1. Tela de Acesso pg. 2. 2. Cadastro pg. 3. 3. Abas de navegação pg. 5. 4. Abas dados cadastrais pg. 5. 5. Aba grupo de usuários pg. Sumário 1. Tela de Acesso pg. 2 2. Cadastro pg. 3 3. Abas de navegação pg. 5 4. Abas dados cadastrais pg. 5 5. Aba grupo de usuários pg. 6 6. Aba cadastro de funcionários pg. 7 7. Pedidos pg. 12 8. Cartões

Leia mais

Manual do Aplicativo - Rastreamento Veicular

Manual do Aplicativo - Rastreamento Veicular Manual do Aplicativo - Rastreamento Veicular Sumário Apresentação... 2 Instalação do Aplicativo... 2 Localizando o aplicativo no smartphone... 5 Inserindo o link da aplicação... 6 Acessando o sistema...

Leia mais

Sistema de Devolução Web

Sistema de Devolução Web Manual Sistema de Devolução Web Usuário Cliente ÍNDICE Sumário 1. Prazos...3 2. Solicitação de Devolução... 4 3. Autorização de Devolução... 4 4. Coleta de Mercadoria... 4 5. Acompanhamento da Devolução...

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 405 DE 12 DE JUNHO DE 2012

RESOLUÇÃO Nº 405 DE 12 DE JUNHO DE 2012 RESOLUÇÃO Nº 405 DE 12 DE JUNHO DE 2012 Dispõe sobre a fiscalização do tempo de direção do motorista profissional de que trata o artigo 67-A, incluído no Código de Transito Brasileiro CTB, pela Lei n 12.619,

Leia mais

AQUI SEGUEM OS TÓPICOS TRATADOS NESSE GUIA, PARA QUE VOCÊ APRENDA A USAR O SISTEMA CLUBE TURISMO MOBILE.

AQUI SEGUEM OS TÓPICOS TRATADOS NESSE GUIA, PARA QUE VOCÊ APRENDA A USAR O SISTEMA CLUBE TURISMO MOBILE. GUIA RÁPIDO DE USO AQUI SEGUEM OS TÓPICOS TRATADOS NESSE GUIA, PARA QUE VOCÊ APRENDA A USAR O SISTEMA CLUBE TURISMO MOBILE. 1 Acesso ao sistema...3 2 Entenda o Menu...3 2.1 Contatos...3 2.2 Mensagens...4

Leia mais

ÍNDICE ANALÍTICO: 1.0. CADASTRO DE CONTABILISTAS... 4 1.1. Primeiro Acesso... 4 1.2. Visão Geral... 11

ÍNDICE ANALÍTICO: 1.0. CADASTRO DE CONTABILISTAS... 4 1.1. Primeiro Acesso... 4 1.2. Visão Geral... 11 MANUAL DE USO DO SISTEMA GOVERNO DIGITAL ÍNDICE ANALÍTICO: 1.0. CADASTRO DE CONTABILISTAS... 4 1.1. Primeiro Acesso... 4 1.2. Visão Geral... 11 2.0. SOLICITAÇÕES DE AIDF E AUTORIZAÇÃO DE EMISSÃO DE NOTA

Leia mais

Cartilha do Gestor de Frota do Órgão / Entidade

Cartilha do Gestor de Frota do Órgão / Entidade Cartilha do Gestor de Frota do Órgão / Entidade SGTA Sistema de Gestão Total de Abastecimento do Governo do Estado de Minas Gerais REV DATA ALTERAÇÃO CRIAÇÃO REVISÃO APROVAÇÃO 01 13/01/14 Versão inicial

Leia mais

PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE ACIDENTES DE TRÂNSITO GT CIPA POLO

PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE ACIDENTES DE TRÂNSITO GT CIPA POLO ARTIGO: Legislação de Crimes de Trânsito no Brasil atualizada pela Lei 12.971/14 AUTOR: Rodrigo Ramalho, especialista em Comportamento humano e Segurança Viária. Conduzir veículos automotores é uma grande

Leia mais

PROJETO DE LEI N.º 2.799, DE 2011 (Do Sr. Heuler Cruvinel)

PROJETO DE LEI N.º 2.799, DE 2011 (Do Sr. Heuler Cruvinel) CÂMARA DOS DEPUTADOS PROJETO DE LEI N.º 2.799, DE 2011 (Do Sr. Heuler Cruvinel) Altera a Lei nº 9.503, de 1997, que institui o Código de Trânsito Brasileiro, para tornar obrigatória a presença de monitor

Leia mais

Emissão de Nota Fiscal de Serviço Eletrônica

Emissão de Nota Fiscal de Serviço Eletrônica Emissão de Nota Fiscal de Serviço Eletrônica Introdução A emissão de Nota Fiscal de Serviço Eletrônica traz ao cliente TTransp a possibilidade de documentar eletronicamente as operações de serviço prestadas

Leia mais

PORTARIA DETRAN Nº 1.310, DE 1 DE AGOSTO DE 2014

PORTARIA DETRAN Nº 1.310, DE 1 DE AGOSTO DE 2014 PORTARIA DETRAN Nº 1.310, DE 1 DE AGOSTO DE 2014 A Diretora Vice Presidente, respondendo pelo expediente da Presidência do Departamento Estadual de Trânsito - DETRAN-SP, considerando as disposições dos

Leia mais

Multas. Ordem de Serviço. Sinistro. Estoque

Multas. Ordem de Serviço. Sinistro. Estoque Multas Orçamento Manutenção Ordem de Serviço Sinistro Abastecimento Plano de Manutenção (Revisão) Estoque Comece o cadastro de Multas clicando em Incluir, depois coloque a data e horário do momento da

Leia mais

2 Quais os tipos de cinto de segurança que temos? Qual o cinto é o mais seguro?

2 Quais os tipos de cinto de segurança que temos? Qual o cinto é o mais seguro? 1 Quais são os 5 elementos da direção defensiva? 2 Quais os tipos de cinto de segurança que temos? Qual o cinto é o mais seguro? 3 O que significa DIREÇÃO DEFENSIVA? 4 Cite um exemplo de condição adversa

Leia mais

BuscaLegis.ccj.ufsc.br

BuscaLegis.ccj.ufsc.br BuscaLegis.ccj.ufsc.br A suspensão da CNH, o devido processo legal e sua renovação mesmo com pontuação Eliseu Gomes de Oliveira* Sumário: 1 Introdução. 2 - Fundamento legislativo. 3 - O procedimento de

Leia mais

Sistema de Cancelamento Eletrônico Manual do Usuário

Sistema de Cancelamento Eletrônico Manual do Usuário Sistema de Cancelamento Eletrônico Manual do Usuário IEPTB-MG Belo Horizonte, 2014 Índice Sumário I. Uso do sistema pelo credor... 4 1. Acesso ao sistema... 5 1.1 Uso da assinatura digital... 5 2. Criação

Leia mais

Circulação de Materiais

Circulação de Materiais Circulação de Materiais Manual APC Manual PER-MAN-001 Circulação de Materiais Sumário 1. EMPRÉSTIMO/DEVOLUÇÃO/DÉBITOS/RENOVAÇÃO... 1-1 1.1 1.2 EMPRÉSTIMO... 1-3 DEVOLUÇÃO... 1-7 1.3 DÉBITOS... 1-10 1.4

Leia mais

Participe, pratique, inscreva-se!

Participe, pratique, inscreva-se! Participe, pratique, inscreva-se! Sistema de inscrição para Grupos e Assessorias A Ticket Agora é a plataforma de venda de inscrições e gestão de eventos lider no segmento esportivo. Somos fruto da fusão

Leia mais

NORMA DE PROCEDIMENTOS Utilização de meios de transporte

NORMA DE PROCEDIMENTOS Utilização de meios de transporte pág.: 1/6 1 Objetivo Estabelecer critérios e procedimentos a serem adotados para a utilização dos meios de transporte na COPASA MG. 2 Referências Para aplicação desta norma, poderá ser necessário consultar:

Leia mais

ALTERAÇÕES NA LEI DO MOTORISTA E DO TAC

ALTERAÇÕES NA LEI DO MOTORISTA E DO TAC J uiz de Fora, 04 de Março de 2015. Prezado Associado: ALTERAÇÕES NA LEI DO MOTORISTA E DO TAC O SETCJ F informa as principais alterações introduzidas na Lei 12.619/12 (Lei do Motorista), na Lei 11.442/07

Leia mais

e- SIC Manual do SIC

e- SIC Manual do SIC e- SIC Manual do SIC Sumário Introdução.. 3 O e-sic.. 4 Primeiro acesso.. 5 Perfis de usuário.. 6 Cadastro de usuário no e-sic.. 7 Alteração de dados de usuários.. 9 Atualização de dados do SIC.. 11 Registro

Leia mais

www.detran.pr.gov.br

www.detran.pr.gov.br www.detran.pr.gov.br INFELIZMENTE, A MAIOR PARTE DOS ACIDENTES COM MORTES NO TRÂNSITO BRASILEIRO ENVOLVEM MOTOCICLISTAS. POR ISSO, O DETRAN PREPAROU ALGUMAS DICAS IMPORTANTES PARA VOCÊ RODAR SEGURO POR

Leia mais

Controle de Rifas CEOD-RN. Instalação e Manual de Uso

Controle de Rifas CEOD-RN. Instalação e Manual de Uso Controle de Rifas CEOD-RN Instalação e Manual de Uso Primeiros Passos Extraia o arquivo RifaDeMolayMobile.apk do arquivo baixado. Conecte seu celular na porta USB. Envie o arquivo RifaDeMolayMobile.apk

Leia mais

ÍNDICE. Operações com o Cartão Ticket Car...

ÍNDICE. Operações com o Cartão Ticket Car... ÍNDICE Operações com o Cartão Ticket Car... POS Ticket Car :... Funções... Mensagens... Terminal TEF: Ticket Car Novo... Funções... Mensagens... Transação de Venda Manual... Procedimento... Obter boleto...

Leia mais

Material de Apoio. SEB - Contas a Pagar. Versão Data Responsável Contato 1 05/12/2011 Paula Fidalgo paulaf@systemsadvisers.com

Material de Apoio. SEB - Contas a Pagar. Versão Data Responsável Contato 1 05/12/2011 Paula Fidalgo paulaf@systemsadvisers.com Material de Apoio SEB - Contas a Pagar Versão Data Responsável Contato 1 05/12/2011 Paula Fidalgo paulaf@systemsadvisers.com Conteúdo CONFIGURAÇÃO... 3 Cadastro de Fornecedores... 3 Métodos de Pagamento...

Leia mais

Tutorial Folha Express. Como otimizar a confecção da folha de pagamento.

Tutorial Folha Express. Como otimizar a confecção da folha de pagamento. Tutorial Folha Express Como otimizar a confecção da folha de pagamento. Índice Apresentação Pág. 2 Passo 1 Pág. 3 Disponibilização da Folha de Pagamento Passo 2 Pág. 5 Exportação de clientes e Folha de

Leia mais

Manual de Relação de Pontos por Indicação

Manual de Relação de Pontos por Indicação Manual de Relação de Pontos por Indicação Sumário 1. Verificando se o parâmetro das funções está ativo... 3 2. Efetuando o cadastro da faixa de indicação... 5 2.1. Cadastro de faixas com intervalos...

Leia mais

NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA

NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA 1 NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA TUTORIAL DE USO DA FERRAMENTA ANO 2012 2 Sumário 1 Nota Fiscal de Serviços eletrônica - NFS-e... 3 1.1 Considerações Iniciais... 3 1.2 Legislação... 3 1.3 Definição...

Leia mais

MARINHA DO BRASIL DIRETORIA DE PORTOS E COSTAS

MARINHA DO BRASIL DIRETORIA DE PORTOS E COSTAS MC/CR/13/I DIRETORIA DE PORTOS E COSTAS PORTARIA Nº 45/DPC, DE 28 DE MARÇO DE 2007. Altera as Normas da Autoridade Marítima para Aquaviários - NORMAM-13/DPC. O DIRETOR DE PORTOS E COSTAS, no uso das atribuições

Leia mais

NFE Nota Fiscal eletrônica. Versão 2.0 (07/2012)

NFE Nota Fiscal eletrônica. Versão 2.0 (07/2012) NFE Nota Fiscal eletrônica Versão 2.0 (07/2012) Sumário INTRODUÇÃO... 2 COMO OBTER AUTORIZAÇÃO PARA EMISSÃO DA NOTA FISCAL ELETRÔNICA... 3 2º VIA DE SOLICITAÇÃO/AUTORIZAÇÃO DE IMPRESSÃO DE DOCUMENTOS FISCAIS...

Leia mais

Manual de Acesso e Utilização ao Safeweb enota NFSe

Manual de Acesso e Utilização ao Safeweb enota NFSe Manual de Acesso e Utilização ao Safeweb enota NFSe Safeweb enota NFSe Sistema de Nota Fiscal de Serviço eletrônica Manual do Usuário - Versão 1.0.0 1. Sobre O enota NFSe é um sistema de emissão de Nota

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO CORPO DE BOMBEIROS MILITAR SISTEMA INTEGRADO DE ATIVIDADES TÉCNICAS MANUAL DO USUÁRIO - CLIENTE

GOVERNO DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO CORPO DE BOMBEIROS MILITAR SISTEMA INTEGRADO DE ATIVIDADES TÉCNICAS MANUAL DO USUÁRIO - CLIENTE 1 GOVERNO DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO CORPO DE BOMBEIROS MILITAR SISTEMA INTEGRADO DE ATIVIDADES TÉCNICAS MANUAL DO USUÁRIO - CLIENTE 1º PASSO CADASTRO DE PROPRIETÁRIO E/OU RESPONSÁVEL Prezado cliente,

Leia mais

Manual Programa SOSView 4.0

Manual Programa SOSView 4.0 2012 Manual Programa SOSView 4.0 Laboratório SOS Sotreq Versão Manual 1.0 01/03/2012 Página 1 de 52 Manual Programa SOSView 4 Instalação do Programa Utilização em Rede Importação de Amostras Consulta de

Leia mais

LEI Nº 9.503, DE 23 DE SETEMBRO DE

LEI Nº 9.503, DE 23 DE SETEMBRO DE Código de Trânsito Brasileiro LEI Nº 9.503, DE 23 DE SETEMBRO DE 1997 e LEGISLAÇÃO COMPLEMENTAR Atualizado até a LEI Nº 12.865, DE 9 DE OUTUBRO DE 2013 A UFIR foi extinta, sendo congelada no valor de R$

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO ARENA 13 CONTROL CENTER

MANUAL DO USUÁRIO ARENA 13 CONTROL CENTER 1 MANUAL DO USUÁRIO ARENA 13 CONTROL CENTER 2 TERMO DE CONFIDENCIALIDADE As informações contidas neste documento são confidenciais e se constituem em propriedade da BLOCKSAT SISTEMAS DE SEGURANÇA LTDA

Leia mais

ACESSAR O SISCONV. O ACESSO AO SISCONV É EFETUADO A PARTIR DO LOGIN NO SITE DO CBMDF PELO USUÁRIO CADASTRADO: https://www.cbm.df.gov.

ACESSAR O SISCONV. O ACESSO AO SISCONV É EFETUADO A PARTIR DO LOGIN NO SITE DO CBMDF PELO USUÁRIO CADASTRADO: https://www.cbm.df.gov. ACESSAR O SISCONV O ACESSO AO SISCONV É EFETUADO A PARTIR DO LOGIN NO SITE DO CBMDF PELO USUÁRIO CADASTRADO: https://www.cbm.df.gov.br/ TELA PARA LOGIN CLICAR NO BOTÃO VIATURAS SERÁ DIRECIONADO PARA TELA

Leia mais

TABELA DE INFRAÇÕES DE TRÂNSITO* DESCRIÇÃO DA INFRAÇÃO PENALIDADE PONTUAÇÃO COMPETÊNCIA. Multa (x3) e Apreensão do Veículo

TABELA DE INFRAÇÕES DE TRÂNSITO* DESCRIÇÃO DA INFRAÇÃO PENALIDADE PONTUAÇÃO COMPETÊNCIA. Multa (x3) e Apreensão do Veículo 501-0 502-9 503-7 504-5 505-3 506-1 507-0 508-8 509-6 TABELA DE INFRAÇÕES DE TRÂNSITO* veículo sem possuir Carteira Nacional de Habilitação ou Permissão para. veículo com Carteira Nacional de Habilitação

Leia mais

Manual do sistema SMARsa Web

Manual do sistema SMARsa Web Manual do sistema SMARsa Web Módulo Gestão de atividades RS/OS Requisição de serviço/ordem de serviço 1 Sumário INTRODUÇÃO...3 OBJETIVO...3 Bem-vindo ao sistema SMARsa WEB: Módulo gestão de atividades...4

Leia mais

Copyright 2004/2015 - VLC

Copyright 2004/2015 - VLC Nota Fiscal Eletrônica de Serviços Perguntas Frequentes Versão 8.1 Atualizado em 26/08/2015 Copyright 2004/2015 - VLC As informações contidas neste caderno de Perguntas e Respostas são de propriedade da

Leia mais

Portaria Express 3.0

Portaria Express 3.0 Portaria Express 3.0 A portaria do seu condomínio mais segura e eficiente. Com a preocupação cada vez mais necessária de segurança nos condomínio e empresas, investe-se muito em segurança. Câmeras, cercas,

Leia mais

Manual Regime Especial 1

Manual Regime Especial 1 DSF - Desenvolvimento de Sistemas Fiscais Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução total ou parcial deste documento sem o pagamento de direitos autorais, contanto que as cópias sejam feitas

Leia mais

ÍNDICE 1. SEJA BEM-VINDO... 2 SOBRE O SISTEMA... 3 2. FUNCIONALIDADES DO SISTEMA... 4

ÍNDICE 1. SEJA BEM-VINDO... 2 SOBRE O SISTEMA... 3 2. FUNCIONALIDADES DO SISTEMA... 4 ÍNDICE 1. SEJA BEM-VINDO... 2 1.1 Seja Bem-Vindo!... 2 SOBRE O SISTEMA... 3 1.2 Sobre o sistema... 3 1.3 Navegação... 3 2. FUNCIONALIDADES DO SISTEMA... 4 2.1 Efetuar Login Internet... 4 2.1.1 Efetuar

Leia mais

Sistema Ativo de Segurança Automotiva Manual de Utilização

Sistema Ativo de Segurança Automotiva Manual de Utilização Sistema Ativo de Segurança Automotiva Manual de Utilização Versão: 2 (05/12/2005) Sistema Ativo de Segurança Automotiva Índice Título Observações Veículos Grupos Páginas 1 2 Rastrear 3 Monitoramento Alerta

Leia mais

BATALHÃO DE POLÍCIA RODOVIÁRIA

BATALHÃO DE POLÍCIA RODOVIÁRIA BATALHÃO DE POLÍCIA RODOVIÁRIA 1) - Normas Gerais de Circulação e Conduta: a)- Trânsito é a utilização das vias por pessoas, veículos e animais, isolados ou em grupos, conduzidos ou não, para fins de circulação,

Leia mais

iconnect 3.3 Atualizações Pesquisa Dinâmica

iconnect 3.3 Atualizações Pesquisa Dinâmica iconnect 3.3 Atualizações Pesquisa Dinâmica Conteúdo iconnect 3.3 Atualizações Pesquisa Dinâmica... 3 1. Feedback do Cliente...3 1.1 Feedback do Cliente no Email da Pesquisa Dinâmica... 3 1.2 Página de

Leia mais

SISTEMA DE REGISTRO ELETRÔNICO

SISTEMA DE REGISTRO ELETRÔNICO SISTEMA DE REGISTRO ELETRÔNICO Prezados Srs. Transportadores O Sistema de Registro Eletrônico faz parte de um composto ( Averbação Eletrônica + Registro Eletrônico ), que propicia a Transportadora um rápido

Leia mais

Manual do Programa de Caixa1

Manual do Programa de Caixa1 Manual do Programa de Caixa1 Para abrir o sistema de Caixa basta cliclar no ícone do programa. Que abrirá a tela conforme imagem abaixo: Como se pode notar, no menu superior as únicas opções ativas são

Leia mais

Manual das funcionalidades Webmail AASP

Manual das funcionalidades Webmail AASP Manual das funcionalidades Webmail AASP 1. Configurações iniciais 2. Regras 3. Histórico da conta 4. Autorresposta 5. Dados de acesso (alterando senha de acesso) 6. Identidade (assinatura) 7. Redirecionamento

Leia mais

BACKUP ONLINE PASSOS PARA CONFIGURAÇÃO INICIAL DO PRODUTO

BACKUP ONLINE PASSOS PARA CONFIGURAÇÃO INICIAL DO PRODUTO BACKUP ONLINE PASSOS PARA CONFIGURAÇÃO INICIAL DO PRODUTO Criação de Conta de Usuário...03 Edição da Conta de Usuário...10 Download do Backup Online Embratel...10 Descrição dos Conjuntos de Cópia de Segurança...19

Leia mais

ÍNDICE MANUAL SITE ADMINISTRÁVEL TV. 1. Introdução 2. Acessando o site administrável/webtv SITE ADMINISTRÁVEL 3. CONFIGURAÇÕES

ÍNDICE MANUAL SITE ADMINISTRÁVEL TV. 1. Introdução 2. Acessando o site administrável/webtv SITE ADMINISTRÁVEL 3. CONFIGURAÇÕES MANUAL SITE ADMINISTRÁVEL TV ÍNDICE 1. Introdução 2. Acessando o site administrável/webtv SITE ADMINISTRÁVEL 3. CONFIGURAÇÕES 3.1 - Dados Cadastrais 3.2 - Noticias 3.3 Redes Sociais 3.4 - Player 4. DESIGN

Leia mais

Cadastros. Versão 2.0. Manual destinado à implantadores, técnicos do suporte e usuários finais

Cadastros. Versão 2.0. Manual destinado à implantadores, técnicos do suporte e usuários finais Cadastros Versão 2.0 Manual destinado à implantadores, técnicos do suporte e usuários finais Sumário Cadastro de Grupos de Usuário... 3 Cadastro de Usuários... 4 Cadastro de Clientes... 7 Cadastro de Empresas...

Leia mais

3 - Tela Principal. Itens importantes da página

3 - Tela Principal. Itens importantes da página SUMÁRIO 1 1 - Conceitos Gerais O CRQ é um sistema de controle de qualidade utilizado na etapa de recrutamento de estudos de natureza qualitativa. Ele é um banco de dados que tem como principal objetivo

Leia mais

MANUAL - BIKESYS. Versão 1.0 Beta. Março 2013

MANUAL - BIKESYS. Versão 1.0 Beta. Março 2013 MANUAL - BIKESYS Versão 1.0 Beta Março 2013 Acesso ao sistema O acesso ao sistema é bem simples, basta inserir o seu usuário e senha, previamente cadastrados na aplicação para ter acesso as funcionalidades

Leia mais

Manual de Utilização do Sistema

Manual de Utilização do Sistema Manual de Utilização do Sistema 2013 Nota Control Nota Cuiabana Índice Parte I Informações Iniciais 1 Sobre o documento Parte II Apresentação 1 Menu Home 2 Menu Cadastro 3 Menu Já sou cadastrado 4 Menu

Leia mais

Tutorial de Utilização do AMBIENTE DE CREDENCIAMENTO DE SOLUÇÕES TECNOLÓGICAS. Área de Operações Indiretas - AOI

Tutorial de Utilização do AMBIENTE DE CREDENCIAMENTO DE SOLUÇÕES TECNOLÓGICAS. Área de Operações Indiretas - AOI Tutorial de Utilização do AMBIENTE DE CREDENCIAMENTO DE SOLUÇÕES TECNOLÓGICAS Área de Operações Indiretas - AOI SUMÁRIO 1 ENTRADA NO SISTEMA... 1 2 UTILIZAÇÃO DO AUTOSERVIÇO DE TROCA DE SENHAS... 7 3 MODALIDADES

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA DIRETORIA DE TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO DIRETORIA DE FISCALIZAÇÃO ANTECIPACÃO DE ICMS MANUAL DO USUÁRIO - CONTRIBUINTE

SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA DIRETORIA DE TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO DIRETORIA DE FISCALIZAÇÃO ANTECIPACÃO DE ICMS MANUAL DO USUÁRIO - CONTRIBUINTE SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA DIRETORIA DE TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO DIRETORIA DE FISCALIZAÇÃO ANTECIPACÃO DE ICMS MANUAL DO USUÁRIO - CONTRIBUINTE Versão 1.0 Belém PA - Maio 2014 Sumário 1. Introdução...

Leia mais

ANTEVENDO O FUTURO E PROTEGENDO SEU CAIXA!!!

ANTEVENDO O FUTURO E PROTEGENDO SEU CAIXA!!! JJR ESTA RESOLVE!!! ANTEVENDO O FUTURO E PROTEGENDO SEU CAIXA!!! ESCRITÓRIOS: Porto Real (24) 3353-4054 Quatis (24)3353-6444 SITE: WWW.JJR.SRV.BR - VISITE-NOS TEMOS NOVIDADES. E-MAIL: CONTATO@JJR.SRV.BR

Leia mais