AULA EXTRA: Prova comentada

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "AULA EXTRA: Prova comentada"

Transcrição

1 AULA EXTRA: Prova comentada SUMÁRIO PÁGINA 1. Apresentação 1 2. Prova de Agente Estadual de Trânsito comentada 1 1 Apresentação Olá, pessoal! Nesta aula iremos comentar a prova de Agente Estadual de Trânsito do DETRAN/SP, aplicada pela banca VUNESP. As questões da nossa matéria foram extremamente literais, como esperado, o que fez com que os alunos bem preparados pudessem olhar e marcar, não perdendo muito tempo com Legislação de Trânsito. Vamos às questões comentadas. 2 Prova de Agente Estadual de Trânsito (caderno de questões versão 1) 31. O Código de Trânsito Brasileiro (CTB) estabelece ordem de prevalência na sinalização. Assinale a alternativa que expressa essa hierarquia. (A) Normas, sinais, semáforo e ordens do agente. (B) Normas, semáforo, sinais e ordens do agente. (C) Ordens do agente, sinais, semáforo e normas. (D) Ordens do agente, semáforo, sinais e normas. (E) Sinais, normas, ordens do agente e semáforo. Questão montada com base no art. 89: Art. 89. A sinalização terá a seguinte ordem de prevalência: Profs. Alexandre Herculano/Julio Ponte 1 de 22

2 I - as ordens do agente de trânsito sobre as normas de circulação e outros sinais; II - as indicações do semáforo sobre os demais sinais; III - as indicações dos sinais sobre as demais normas de trânsito. Gabarito: D 32. As vias abertas à circulação, de acordo com sua utilização, classificam-se em: (A) urbanas (trânsito rápido, arterial, coletora e local) e rurais (rodovias e estradas). (B) urbanas (trânsito rápido, arterial, rodovias e coletora) e rurais (estradas, passagens e local). (C) urbanas (trânsito rápido, arterial, passagens e coletora) e rurais (rodovias, estradas e locais). (D) urbanas (trânsito rápido, coletora, servidão e local) e rurais (rodovias, estradas e arterial). (E) urbanas (trânsito rápido, rodovias, estradas e passagens) e rurais (local, coletora e arterial). Questão montada com base no art. 60: Art. 60. As vias abertas à circulação, de acordo com sua utilização, classificam-se em: I - vias urbanas: a) via de trânsito rápido; b) via arterial; c) via coletora; d) via local; II - vias rurais: a) rodovias; Profs. Alexandre Herculano/Julio Ponte 2 de 22

3 b) estradas. Legislação de Trânsito Agente Estadual de Trânsito DETRAN/SP Gabarito: A 33. A velocidade mínima permitida pelo CTB nas vias é (A) 60% da máxima estabelecida, respeitadas as condições da via e do trânsito. (B) a metade da máxima estabelecida, independentemente das condições da via e do trânsito. (C) 60% da máxima estabelecida. (D) 70% da máxima estabelecida, respeitadas as condições da via e do trânsito. (E) a metade da máxima estabelecida, respeitadas as condições da via e do trânsito. Questão montada com base no art. 62: Art. 62. A velocidade mínima não poderá ser inferior à metade da velocidade máxima estabelecida, respeitadas as condições operacionais de trânsito e da via. Gabarito: E 34. De acordo com o art. 96 do CTB, os veículos se classificam quanto (A) à espécie, à categoria e à finalidade. (B) à tração, à espécie e à categoria. (C) à tração, ao gênero e à espécie. (D) à espécie, ao gênero e à finalidade. (E) ao gênero, à categoria e à finalidade. Profs. Alexandre Herculano/Julio Ponte 3 de 22

4 Legislação de Trânsito Agente Estadual de Trânsito DETRAN/SP Art. 96. Os veículos classificam-se em: I - quanto à tração: a) automotor; b) elétrico; c) de propulsão humana; d) de tração animal; e) reboque ou semi-reboque; II - quanto à espécie: a) de passageiros: 1 - bicicleta; 2 - ciclomotor; 3 - motoneta; 4 - motocicleta; 5 - triciclo; 6 - quadriciclo; 7 - automóvel; 8 - microônibus; 9 - ônibus; 10 - bonde; 11 - reboque ou semi-reboque; 12 - charrete; b) de carga: 1 - motoneta; 2 - motocicleta; 3 - triciclo; 4 - quadriciclo; 5 - caminhonete; 6 - caminhão; 7 - reboque ou semi-reboque; 8 - carroça; Profs. Alexandre Herculano/Julio Ponte 4 de 22

5 c) misto: Legislação de Trânsito Agente Estadual de Trânsito DETRAN/SP 9 - carro-de-mão; 1 - camioneta; 2 - utilitário; 3 - outros; d) de competição; e) de tração: f) especial; 1 - caminhão-trator; 2 - trator de rodas; 3 - trator de esteiras; 4 - trator misto; g) de coleção; III - quanto à categoria: a) oficial; b) de representação diplomática, de repartições consulares de carreira ou organismos internacionais acreditados junto ao Governo brasileiro; c) particular; d) de aluguel; e) de aprendizagem. Gabarito: B 35. Quanto à espécie, um ônibus é um veículo (A) de passageiro. (B) de tração. (C) misto. (D) especial. (E) de carga. Profs. Alexandre Herculano/Julio Ponte 5 de 22

6 Vimos no comentário da questão anterior: Legislação de Trânsito Agente Estadual de Trânsito DETRAN/SP Art. 96. Os veículos classificam-se em: II - quanto à espécie: a) de passageiros: 9 - ônibus; Gabarito: A 36. Os sinais de trânsito, de acordo com o art. 87 do CTB, classificam-se em verticais, horizontais, (A) perpendiculares, dispositivos auxiliares, luminosos e sonoros. (B) perpendiculares, luminosos, sonoros e gestos. (C) dispositivos auxiliares, luminosos, sonoros e de orientação. (D) dispositivos auxiliares, luminosos, sonoros e gestos. (E) luminosos, sonoros, gestos e de orientação. Cópia do artigo: Art. 87. Os sinais de trânsito classificam-se em: I - verticais; II - horizontais; III - dispositivos de sinalização auxiliar; IV - luminosos; V - sonoros; VI - gestos do agente de trânsito e do condutor. Gabarito: D Profs. Alexandre Herculano/Julio Ponte 6 de 22

7 37. Espaço livre destinado pela municipalidade à circulação, parada ou estacionamento de veículos, ou à circulação de pedestres, é (A) avenida. (B) caminho. (C) logradouro público. (D) rua. (E) passagem. Cópia do Anexo I: LOGRADOURO PÚBLICO - espaço livre destinado pela municipalidade à circulação, parada ou estacionamento de veículos, ou à circulação de pedestres, tais como calçada, parques, áreas de lazer, calçadões. Gabarito: C 38. Às infrações, o CTB, no art. 256, estabelece as seguintes penalidades: (A) multa, suspensão da Carteira Nacional de Habilitação, apreensão do veículo, cassação da Permissão para Dirigir ou da Carteira Nacional de Habilitação, frequência obrigatória em curso de reciclagem, prisão em flagrante. (B) advertência por escrito, multa, suspensão do direito de dirigir, apreensão do veículo, cassação da Permissão para Dirigir ou da Carteira Nacional de Habilitação, remoção do veículo. (C) advertência verbal, multa, suspensão da Carteira Nacional de Habilitação, apreensão do veículo, cassação da Permissão para Dirigir ou da Carteira Nacional de Habilitação, pontuação na Carteira Nacional de Habilitação. Profs. Alexandre Herculano/Julio Ponte 7 de 22

8 (D) advertência verbal, multa, suspensão da Carteira Nacional de Habilitação, apreensão do veículo, cassação da Permissão para Dirigir ou da Carteira Nacional de Habilitação, prisão administrativa. (E) advertência por escrito, multa, suspensão do direito de dirigir, apreensão do veículo, cassação da Carteira Nacional de Habilitação ou da Permissão para Dirigir, frequência obrigatória em curso de reciclagem. Outra questão literal: Art A autoridade de trânsito, na esfera das competências estabelecidas neste Código e dentro de sua circunscrição, deverá aplicar, às infrações nele previstas, as seguintes penalidades: I - advertência por escrito; II - multa; III - suspensão do direito de dirigir; IV - apreensão do veículo; V - cassação da Carteira Nacional de Habilitação; VI - cassação da Permissão para Dirigir; VII - freqüência obrigatória em curso de reciclagem. Prisão não é penalidade prevista no CTB. Remoção é medida administrativa e não existe advertência verbal. Gabarito: E 39. A indicação de representante para compor a comissão examinadora de candidatos portadores de deficiência física à habilitação para conduzir veículos automotores compete (A) ao CETRAN e ao CONTRANDIFE. (B) ao DENATRAN. Profs. Alexandre Herculano/Julio Ponte 8 de 22

9 (C) ao CONTRAN. (D) ao DETRAN. (E) à JARI. Legislação de Trânsito Agente Estadual de Trânsito DETRAN/SP Mais uma questão que é pura cópia do CTB: Art. 14. Compete aos Conselhos Estaduais de Trânsito - CETRAN e ao Conselho de Trânsito do Distrito Federal - CONTRANDIFE: VI - indicar um representante para compor a comissão examinadora de candidatos portadores de deficiência física à habilitação para conduzir veículos automotores; Gabarito: A 40. Transitar com o veículo derramando ou lançando sobre a via combustível ou lubrificante que esteja utilizando é (A) infração grave, cuja penalidade é multa, e a medida administrativa consiste na retenção do veículo. (B) infração média, cuja penalidade é multa, e a medida administrativa consiste na retenção do veículo. (C) infração gravíssima, cuja penalidade é multa, e a medida administrativa consiste na retenção do veículo. (D) infração leve, cuja penalidade é multa, e a medida administrativa consiste na retenção do veículo. (E) infração grave, apenada com multa. Infração gravíssima: Art Transitar com o veículo: II - derramando, lançando ou arrastando sobre a via: Profs. Alexandre Herculano/Julio Ponte 9 de 22

10 b) combustível ou lubrificante que esteja utilizando; Infração - gravíssima; Penalidade - multa; Medida administrativa - retenção do veículo para regularização; Gabarito: C 41. Para a suspensão do direito de dirigir, por pontuação, será instaurado processo administrativo para aplicação da penalidade com seguinte fórmula: (A) será instaurado um único processo quando a somatória dos pontos atingir 20 pontos no período de 18 meses. (B) será instaurado um único processo quando a somatória dos pontos, no período de 12 meses, atingir 20. (C) ao ultrapassar 20 pontos, o restante permanecerá em saldo para o período seguinte de 12 meses em outro processo. (D) será instaurado um único processo quando a somatória dos pontos atingir 15 pontos no período de 12 meses. (E) serão instaurados processos distintos quando a somatória dos pontos, no período de 18 meses, atingir 20. A questão é resolvida de acordo com o previsto na Resolução específica, ainda que o CTB também verse sobre o assunto: CTB: Art. 261, 1º Além dos casos previstos em outros artigos deste Código e excetuados aqueles especificados no art. 263, a suspensão do direito de dirigir será aplicada quando o infrator atingir, no período de 12 (doze) meses, a contagem de 20 (vinte) pontos, conforme pontuação indicada no art Profs. Alexandre Herculano/Julio Ponte 10 de 22

11 Resolução do Contran nº 182, de 2005: Art. 7º. Será instaurado processo administrativo para aplicação da penalidade de suspensão do direito de dirigir quando a soma dos pontos relativos às infrações cometidas atingir, no período de doze meses, vinte pontos. 1º Será instaurado um único processo administrativo para aplicação da penalidade de suspensão do direito de dirigir mesmo que a soma dos pontos referida no caput deste artigo ultrapasse vinte no período de doze meses. Gabarito: B 42. São requisitos para o candidato proceder à abertura do processo de habilitação: (A) ser penalmente imputável e possuir documento de identidade e CPF. (B) ser maior de 18 anos, saber ler e escrever e possuir documento de identidade ou outro documento. (C) ser maior de 18 anos, saber ler e escrever e possuir documento de identidade. (D) ser maior de 18 anos e possuir documento de identidade e CPF. (E) ser penalmente imputável, saber ler e escrever e possuir documento de identidade e CPF. Os requisitos estão previstos na Resolução do Contran nº 168, de 2004: Art. 2º O candidato à obtenção da Autorização para Conduzir Ciclomotor ACC, da Carteira Nacional de Habilitação CNH, solicitará ao órgão ou entidade executivo de trânsito do Estado ou do Distrito Federal, do seu domicílio ou residência, ou na sede estadual ou distrital do próprio órgão ou entidade, a abertura do Profs. Alexandre Herculano/Julio Ponte 11 de 22

12 processo de habilitação para o qual deverá preencher os seguintes requisitos: I ser penalmente imputável; II saber ler e escrever; III possuir documento de identidade; IV possuir Cadastro de Pessoa Física CPF. Gabarito: E 43. Nos termos da resolução CONTRAN 425/2012, para primeira habilitação, no exame de aptidão física e mental, são exigidos os seguintes procedimentos médicos: (A) exame físico geral, exames específicos, exames complementares a critério médico e exame neurológico isolado. (B) anamnese, exame físico geral, exames complementares a critério médico e exame oftalmológico isolado. (C) exame físico geral, exames específicos e exames neurológico e oftalmológico. (D) anamnese, exame físico geral, exames específicos e exames complementares a critério médico. (E) exame físico geral e exames complementares a critério médico. O seguinte dispositivo da Resolução regulamenta o assunto: Art. 4º No exame de aptidão física e mental são exigidos os seguintes procedimentos médicos: I anamnese: a) questionário (Anexo I); b) interrogatório complementar; Profs. Alexandre Herculano/Julio Ponte 12 de 22

13 II - exame físico geral, no qual o médico perito examinador deverá observar: a) tipo morfológico; b) comportamento e atitude frente ao examinador, humor, aparência, fala, contactuação e compreensão, perturbações da percepção e atenção, orientação, memória e concentração, controle de impulsos e indícios do uso de substâncias psicoativas; c) estado geral, fácies, trofismo, nutrição, hidratação, coloração da pele e mucosas, deformidades e cicatrizes, visando à detecção de enfermidades que possam constituir risco para a direção veicular; III - exames específicos: a) avaliação oftalmológica (Anexo II); b) avaliação otorrinolaringológica (Anexos III e IV); c) avaliação cardiorrespiratória (Anexos V, VI e VII); d) avaliação neurológica (Anexos VIII e IX); e) avaliação do aparelho locomotor, onde serão exploradas a integridade e funcionalidade de cada membro e coluna vertebral, buscando-se constatar a existência de malformações, agenesias ou amputações, assim como o grau de amplitude articular dos movimentos; f) avaliação dos distúrbios do sono, exigida quando da renovação, adição e mudança para as categorias C, D e E (Anexos X, XI e XII); IV - exames complementares ou especializados, solicitados a critério médico. Gabarito: D Profs. Alexandre Herculano/Julio Ponte 13 de 22

14 44. Para aferição da alcoolemia na caracterização da infração administrativa do art. 165 do CTB, a resolução CONTRAN 432/2013 estabelece os seguintes critérios: (A) teste do etilômetro com medição igual ou superior a 0,05 miligrama (0,05 mg/l) de álcool por litro de ar expirado mais sinais de alteração da capacidade psicomotora. (B) exame de sangue com qualquer concentração de álcool ou teste do etilômetro com medição igual ou superior a 0,05 miligrama (0,05 mg/l) de álcool por litro de ar expirado ou sinais de alteração da capacidade psicomotora. (C) teste do etilômetro com medição igual ou superior a 0,05 miligrama (0,05 mg/l) de álcool por litro de ar expirado ou exame de sangue com concentração igual ou superior a 6 decigramas (6 dg/l) de álcool por litro de sangue. (D) teste do etilômetro com medição igual ou superior a 0,10 miligrama (0,10 mg/l) de álcool por litro de ar expirado mais sinais de alteração da capacidade psicomotora. (E) exame de sangue com qualquer concentração de álcool e sinais de alteração da capacidade psicomotora. Art. 6º A infração prevista no art. 165 do CTB será caracterizada por: I exame de sangue que apresente qualquer concentração de álcool por litro de sangue; II teste de etilômetro com medição realizada igual ou superior a 0,05 miligrama de álcool por litro de ar alveolar expirado (0,05 mg/l), descontado o erro máximo admissível nos termos da Tabela de Valores Referenciais para Etilômetro constante no Anexo I; III sinais de alteração da capacidade psicomotora obtidos na forma do art. 5º. Profs. Alexandre Herculano/Julio Ponte 14 de 22

15 São quaisquer dessas características. Não há necessidade de que sejam combinadas para que haja a infração, como sugerido nas alternativas A e E. Gabarito: B 45. Para aferição da alcoolemia na caracterização do crime do art. 306 do CTB, a resolução CONTRAN 432/2013 estabelece os seguintes critérios: (A) exame de sangue com concentração igual ou superior a 6 decigramas (6 dg/l) de álcool por litro de sangue ou teste do etilômetro com medição igual ou superior a 0,36 miligrama (0,36 mg/l) de álcool por litro de ar expirado ou sinais de alteração da capacidade psicomotora. (B) exame de sangue com concentração igual ou superior a 8 decigramas (8 dg/l) de álcool por litro de sangue ou teste do etilômetro com medição igual ou superior a 0,34 miligrama (0,34 mg/l) de álcool por litro de ar expirado ou exames laboratoriais ou sinais de alteração da capacidade psicomotora. (C) exame de sangue com concentração igual ou superior a 6 decigramas (6 dg/l) de álcool por litro de sangue e teste do etilômetro com medição igual ou superior a 0,34 miligrama (0,34 mg/l) de álcool por litro de ar expirado mais sinais de alteração da capacidade psicomotora. (D) exame de sangue com concentração igual ou superior a 6 decigramas (6 dg/l) de álcool por litro de sangue ou teste do etilômetro com medição igual ou superior a 0,34 miligrama (0,34 mg/l) de álcool por litro de ar expirado ou exames laboratoriais ou sinais de alteração da capacidade psicomotora. (E) exame de sangue com concentração igual ou superior a 6 decigramas (6 dg/l) de álcool por litro de sangue ou teste do etilômetro com medição igual ou superior a 0,34 miligrama (0,34 Profs. Alexandre Herculano/Julio Ponte 15 de 22

16 mg/l) de álcool por litro de ar expirado ou sinais de alteração da capacidade psicomotora. Art. 7º O crime previsto no art. 306 do CTB será caracterizado por qualquer um dos procedimentos abaixo: I exame de sangue que apresente resultado igual ou superior a 6 (seis) decigramas de álcool por litro de sangue (6 dg/l); II - teste de etilômetro com medição realizada igual ou superior a 0,34 miligrama de álcool por litro de ar alveolar expirado (0,34 mg/l), descontado o erro máximo admissível nos termos da Tabela de Valores Referenciais para Etilômetro constante no Anexo I; III exames realizados por laboratórios especializados, indicados pelo órgão ou entidade de trânsito competente ou pela Polícia Judiciária, em caso de consumo de outras substâncias psicoativas que determinem dependência; (este item não é válido para alcoolemia, pois versa sobre outras substâncias psicoativas ) IV sinais de alteração da capacidade psicomotora obtido na forma do art. 5º. Gabarito: E 46. Aplicada a suspensão do direito de dirigir, no caso de reincidência no período de 12 meses, o prazo da nova penalidade é de (A) 3 meses a 1 ano. (B) 3 meses a 2 anos. (C) 6 meses a 2 anos. (D) 6 meses a 1 ano. (E) 1 a 2 anos. Profs. Alexandre Herculano/Julio Ponte 16 de 22

17 Legislação de Trânsito Agente Estadual de Trânsito DETRAN/SP Art A penalidade de suspensão do direito de dirigir será aplicada, nos casos previstos neste Código, pelo prazo mínimo de um mês até o máximo de um ano e, no caso de reincidência no período de doze meses, pelo prazo mínimo de seis meses até o máximo de dois anos, segundo critérios estabelecidos pelo CONTRAN. Gabarito: C 47. Os crimes de homicídio e lesão corporal previstos no CTB são (A) culposos. (B) culposos e dolosos. (C) eventualmente dolosos. (D) eventualmente culposos. (E) dolosos. São os dois únicos crimes culposos do CTB: Art Praticar homicídio culposo na direção de veículo automotor: (...) Art Praticar lesão corporal culposa na direção de veículo automotor: (...) Gabarito: A 48. O art. 307 do CTB tem o seguinte texto: Violar a suspensão ou a proibição de se obter a permissão ou a habilitação para dirigir veículo automotor imposta com fundamento neste Código. A infração a esse disposto acarreta Profs. Alexandre Herculano/Julio Ponte 17 de 22

18 (A) multa. Legislação de Trânsito Agente Estadual de Trânsito DETRAN/SP (B) detenção de 3 a 6 meses, com nova imposição adicional de idêntico prazo de suspensão ou de proibição. (C) detenção de 3 a 6 meses e multa. (D) detenção de 6 meses a 1 ano, com nova imposição adicional de idêntico prazo de suspensão ou de proibição. (E) detenção de 6 meses a 1 ano e multa. Art Violar a suspensão ou a proibição de se obter a permissão ou a habilitação para dirigir veículo automotor imposta com fundamento neste Código: Penas - detenção, de seis meses a um ano e multa, com nova imposição adicional de idêntico prazo de suspensão ou de proibição. Gabarito: questão mal formulada, a ser anulada. Repare que as alternativas A, D e E estão corretas. Nenhuma está completa, mas todas estão certas. 49. De acordo com o art. 17 do CTB, são competências das JARIs: (A) julgar recursos, solicitar informações das entidades executivas e rodoviárias de trânsito sobre recursos interpostos e encaminhar informações sobre problemas recorrentes nas autuações. (B) julgar recursos, solicitar informações das entidades executivas e rodoviárias de trânsito sobre recursos interpostos e encaminhar informações sobre problemas isolados nas autuações. (C) opinar sobre recursos, solicitar informações das entidades executivas e rodoviárias de trânsito sobre recursos interpostos e encaminhar informações sobre problemas comuns às autuações. Profs. Alexandre Herculano/Julio Ponte 18 de 22

19 (D) opinar sobre recursos, determinar providências às entidades executivas e rodoviárias e encaminhar informações sobre problemas recorrentes nas autuações. (E) opinar sobre recursos, determinar providências às entidades executivas e rodoviárias e encaminhar informações sobre problemas comuns às autuações. Art. 17. Compete às JARI: I - julgar os recursos interpostos pelos infratores; II - solicitar aos órgãos e entidades executivos de trânsito e executivos rodoviários informações complementares relativas aos recursos, objetivando uma melhor análise da situação recorrida; III - encaminhar aos órgãos e entidades executivos de trânsito e executivos rodoviários informações sobre problemas observados nas autuações e apontados em recursos, e que se repitam sistematicamente. Repare que é competência da JARI julgar os recursos, e não apenas opinar. Gabarito: A 50. Nos termos da vigente legislação de trânsito, compete às Polícias Militares dos Estados e do Distrito Federal: (A) observar o trânsito, como agente, em convênio com órgão ou entidade de trânsito ou rodoviário com autoridade sobre a via, exceção feita aos demais agentes credenciados. (B) fiscalizar o trânsito, como agente, em convênio com órgão ou entidade de trânsito ou rodoviário com autoridade sobre a via, exceção feita aos demais agentes credenciados. Profs. Alexandre Herculano/Julio Ponte 19 de 22

20 (C) fiscalizar o trânsito, como titular, sem convênio com órgão ou entidade de trânsito ou rodoviário com autoridade sobre a via, exceção feita aos demais agentes credenciados. (D) fiscalizar o trânsito, como agente, em convênio com órgão ou entidade de trânsito ou rodoviário com autoridade sobre a via, junto com os demais agentes credenciados. (E) fiscalizar o trânsito, como titular, sem convênio com órgão ou entidade de trânsito ou rodoviário com autoridade sobre a via, junto com os demais agentes credenciados. A PM só tem uma atribuição no CTB: Art. 23. Compete às Polícias Militares dos Estados e do Distrito Federal: III - executar a fiscalização de trânsito, quando e conforme convênio firmado, como agente do órgão ou entidade executivos de trânsito ou executivos rodoviários, concomitantemente com os demais agentes credenciados; Gabarito: D 51. Nos termos do art. 61 e de seu 1.º do CTB, a velocidade máxima permitida para a via será indicada por meio de sinalização. Onde não existir sinalização regulamentadora, a velocidade máxima, nas vias urbanas, será: (A) 70 km/h nas vias de trânsito rápido, 50 km/h nas vias arteriais, 30 km/h nas vias coletoras e 20 km/h nas vias locais. (B) 80 km/h nas vias de trânsito rápido, 60 km/h nas vias arteriais, 40 km/h nas vias coletoras e 30 km/h nas vias locais. (C) 90 km/h nas vias de trânsito rápido, 70 km/h nas vias arteriais, 50 km/h nas vias coletoras e 40 km/h nas vias locais. Profs. Alexandre Herculano/Julio Ponte 20 de 22

21 (D) 100 km/h nas vias de trânsito rápido, 80 km/h nas vias arteriais, 60 km/h nas vias coletoras e 50 km/h nas vias locais. (E) 60 km/h nas vias de trânsito rápido, 40 km/h nas vias arteriais, 20 km/h nas vias coletoras e 10 km/h nas vias locais. Art. 61. A velocidade máxima permitida para a via será indicada por meio de sinalização, obedecidas suas características técnicas e as condições de trânsito. 1º Onde não existir sinalização regulamentadora, a velocidade máxima será de: I - nas vias urbanas: a) oitenta quilômetros por hora, nas vias de trânsito rápido: b) sessenta quilômetros por hora, nas vias arteriais; c) quarenta quilômetros por hora, nas vias coletoras; d) trinta quilômetros por hora, nas vias locais; Gabarito: B 52. Nos termos do CTB, um veículo identifica-se, obrigatoriamente, por (A) documento e gravação do chassi ou monobloco. (B) documento e placa traseira. (C) documento e placas dianteira e traseira. (D) gravação do chassi ou monobloco. (E) gravação do chassi ou monobloco e placas dianteira e traseira. Profs. Alexandre Herculano/Julio Ponte 21 de 22

22 Art O veículo será identificado obrigatoriamente por caracteres gravados no chassi ou no monobloco, reproduzidos em outras partes, conforme dispuser o CONTRAN. Art O veículo será identificado externamente por meio de placas dianteira e traseira, sendo esta lacrada em sua estrutura, obedecidas as especificações e modelos estabelecidos pelo CONTRAN. Gabarito: E (Observação: os veículos de duas ou três rodas são dispensados da placa dianteira, conforme prevê o 6º do art Assim, a alternativa E não vale para todos os veículos, o que pode levar à anulação da questão, se a banca assim entender) Profs. Alexandre Herculano/Julio Ponte 22 de 22

MULTA VALOR EM UFIR MULTA

MULTA VALOR EM UFIR MULTA MULTA -Imposta e arrecadada pelo órgão com circunscrição sobre a via onde haja ocorrido a infração. -O valor decorre da natureza da infração, assim como a respectiva pontuação. NATUREZA DA INFRAÇÃO MULTA

Leia mais

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS 01. De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), no que diz respeito às infrações, analise as assertivas a seguir. I. Confiar ou entregar a direção de veículo à pessoa

Leia mais

MULTA MULTA VALOR EM R$

MULTA MULTA VALOR EM R$ - Aplicadas pela autoridade de trânsito (posteriormente): I - advertência por escrito; II - multa; III - suspensão do direito de dirigir; IV - apreensão do veículo; V - cassação da Carteira Nacional de

Leia mais

DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO DE ALAGOAS - DETRAN/AL QUESTÕES SOBRE INFRAÇÃO

DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO DE ALAGOAS - DETRAN/AL QUESTÕES SOBRE INFRAÇÃO O veículo estacionado, afastado da guia da calçada (meio fio) a mais de um metro, faz do seu condutor um infrator cuja punição será: 1 retenção do veículo e multa, infração média. 2 apreensão do veículo

Leia mais

Tropa de Elite Polícia Civil Legislação Penal Especial CBT - Parte Especial Liana Ximenes

Tropa de Elite Polícia Civil Legislação Penal Especial CBT - Parte Especial Liana Ximenes Tropa de Elite Polícia Civil Legislação Penal Especial CBT - Parte Especial Liana Ximenes 2012 Copyright. Curso Agora eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. CTB- Parte Especial Art. 302. Praticar

Leia mais

LEGISLAÇÃO DE TRÂNSITO SÉRIE A DE SIMULADOS PRIMEIRO DOS 3 SIMULADOS PREVISTOS NA SÉRIE A

LEGISLAÇÃO DE TRÂNSITO SÉRIE A DE SIMULADOS PRIMEIRO DOS 3 SIMULADOS PREVISTOS NA SÉRIE A LEGISLAÇÃO DE TRÂNSITO SÉRIE A DE SIMULADOS PRIMEIRO DOS 3 SIMULADOS PREVISTOS NA SÉRIE A ASSUNTOS: DO REGISTRO DE VEÍCULOS DO LICENCIAMENTO DA HABILITAÇÃO RESOLUÇÕES 04,110, 168 e 205 01 Com relação ao

Leia mais

Art. 173 Disputar corrida Gravíssima (10X) 7 Pontos R$ 1.915,40 (em dobro, caso de reincidência R$ 3.830,80)

Art. 173 Disputar corrida Gravíssima (10X) 7 Pontos R$ 1.915,40 (em dobro, caso de reincidência R$ 3.830,80) Art. 173 Disputar corrida por espírito de emulação Gravíssima (3X) R$ 574,61 Art. 173 Disputar corrida Art. 174. Promover, na via, competição esportiva, eventos organizados, exibição e demonstração de

Leia mais

Quadro comparativo da Medida Provisória nº 673, de 2015 (Projeto de Lei de Conversão nº 8, de 2015)

Quadro comparativo da Medida Provisória nº 673, de 2015 (Projeto de Lei de Conversão nº 8, de 2015) ( 2015) 1 Art. 24. Compete aos órgãos e entidades executivos de trânsito dos Municípios, no âmbito de sua circunscrição: Altera a Lei nº 9.503, de 23 de setembro de 1997 - Código de Trânsito Brasileiro,

Leia mais

PROJETO DE LEI N.º 4.993, DE 2013 (Do Sr. Ademir Camilo)

PROJETO DE LEI N.º 4.993, DE 2013 (Do Sr. Ademir Camilo) CÂMARA DOS DEPUTADOS PROJETO DE LEI N.º 4.993, DE 2013 (Do Sr. Ademir Camilo) Altera a Lei nº 9.503, de 23 de setembro de 1997, que institui o Código de Trânsito Brasileiro, para dispor sobre Treinamento

Leia mais

DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO DO RIO GRANDE DO SUL DIRETORIA TÉCNICA DIVISÃO DE HABILITAÇÃO RACHA

DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO DO RIO GRANDE DO SUL DIRETORIA TÉCNICA DIVISÃO DE HABILITAÇÃO RACHA DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO DO RIO GRANDE DO SUL DIRETORIA TÉCNICA DIVISÃO DE HABILITAÇÃO RACHA Uma atitude que pode custar vidas Racha, também chamado popularmente de pega, é uma forma de corrida

Leia mais

c Publicada no DOU de 2-9-2003.

c Publicada no DOU de 2-9-2003. RESOLUÇÃO DO CONTRAN N o 146, DE 27 DE AGOSTO DE 2003 Dispõe sobre requisitos técnicos mínimos para a fiscalização da velocidade de veículos automotores, reboques e semirreboques, conforme o Código de

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 169, de 17 de MARÇO de 2005.

RESOLUÇÃO Nº 169, de 17 de MARÇO de 2005. RESOLUÇÃO Nº 169, de 17 de MARÇO de 2005. Altera a Resolução nº 168/04, de 14 de dezembro de 2004, publicada no Diário Oficial da União nº 245, Secção I, Página 73, de 22 de dezembro de 2004. O CONSELHO

Leia mais

MATERIAL COMPLEMENTAR LEGISLAÇÃO DE TRÂNSITO

MATERIAL COMPLEMENTAR LEGISLAÇÃO DE TRÂNSITO MATERIAL COMPLEMENTAR LEGISLAÇÃO DE TRÂNSITO PROFESSOR: UBIRAJARA SOARES VIAS: Descrição da via Ruas, avenidas, logradouros, caminhos, passagens, estradas, rodovias. Praias abertas a circulação Vias internas

Leia mais

RESOLUÇÃO N 396 DE 13 DE DEZEMBRO DE 2011

RESOLUÇÃO N 396 DE 13 DE DEZEMBRO DE 2011 RESOLUÇÃO N 396 DE 13 DE DEZEMBRO DE 2011 Dispõe sobre requisitos técnicos mínimos para a fiscalização da velocidade de veículos automotores, reboques e semirreboques, conforme o Código de Trânsito Brasileiro.

Leia mais

Código de Trânsito Brasileiro

Código de Trânsito Brasileiro Código de Trânsito Brasileiro O Código de Trânsito Brasileiro estipula competência a setores federais, estaduais e municipais, para aplicar as penalidades de acordo com as infrações que o cidadão cometeu.

Leia mais

LEGISLAÇÃO DE TRÂNSITO CTB e Resoluções. Prof. Carlos Maximo

LEGISLAÇÃO DE TRÂNSITO CTB e Resoluções. Prof. Carlos Maximo LEGISLAÇÃO DE TRÂNSITO CTB e Resoluções Prof. Carlos Maximo APRESENTAÇÃO DO CURSO Conteúdo Metodologia INTRODUÇÃO À LEGISLAÇÃO DE TRÂNSITO ORDENAMENTO JURÍDICO: Constituição Federal Código de Trânsito

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 432, DE 23 DE JANEIRO DE 2013.

RESOLUÇÃO Nº 432, DE 23 DE JANEIRO DE 2013. RESOLUÇÃO Nº 432, DE 23 DE JANEIRO DE 2013. Dispõe sobre os procedimentos a serem adotados pelas autoridades de trânsito e seus agentes na fiscalização do consumo de álcool ou de outra substância psicoativa

Leia mais

BuscaLegis.ccj.ufsc.br

BuscaLegis.ccj.ufsc.br BuscaLegis.ccj.ufsc.br As hipóteses de suspensão e cassação do direito de dirigir e o Processo Adminitrativo Ravênia Márcia de Oliveira Leite** A atribuição para a suspensão ou cassação do direito de dirigir

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº 5512, DE 2013

PROJETO DE LEI Nº 5512, DE 2013 PROJETO DE LEI Nº 5512, DE 2013 (Da Deputada Gorete Pereira) Altera dispositivo da Lei nº 9.503, de 23 de setembro de 1997, que institui o Código de Trânsito Brasileiro, para dispor sobre o índice tolerável

Leia mais

CAPÍTULO XVI DAS PENALIDADES

CAPÍTULO XVI DAS PENALIDADES CAPÍTULO XVI DAS PENALIDADES Art. 256. A autoridade de trânsito, na esfera das competências estabelecidas neste Código e dentro de sua circunscrição, deverá aplicar, às infrações nele previstas, as seguintes

Leia mais

LEI Nº 9.503, DE 23 DE SETEMBRO DE 1997.

LEI Nº 9.503, DE 23 DE SETEMBRO DE 1997. LEI Nº 9.503, DE 23 DE SETEMBRO DE 1997. CAPÍTULOXV DAS INFRAÇÕES Art. 161. Constitui infração de trânsito a inobservância de qualquer preceito deste Código, da legislação complementar ou das resoluções

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos LEI Nº 9.503, DE 23 DE SETEMBRO DE 1997. Mensagem de veto Vide texto compilado Institui o Código de Trânsito Brasileiro. O PRESIDENTE

Leia mais

LEI Nº 1034, DE 12 DE AGOSTO DE 2015.

LEI Nº 1034, DE 12 DE AGOSTO DE 2015. LEI Nº 1034, DE 12 DE AGOSTO DE 2015. DISPÕE SOBRE A MUNICIPALIZAÇÃO DO TRÂNSITO E TRANSPORTE NO ÂMBITO DO MUNICÍPIO DE ALTO GARÇAS E CRIA O DEPARTAMENTO MUNICIPAL DE TRÂNSITO E A JUNTA ADMINISTRATIVA

Leia mais

Conteúdo. 18. Trator De Rodas... 13 19. Trator Esteiras... 13 20. Trator Misto... 13

Conteúdo. 18. Trator De Rodas... 13 19. Trator Esteiras... 13 20. Trator Misto... 13 Conteúdo 1. Automóvel... 3 1.1 Automóvel com chassi... 3 1.2 Automóvel com monobloco... 4 2. Caminhão... 4 3. Caminhão Trator... 5 4. Caminhonete... 5 4.1. Caminhonete com chassi... 5 4.2. Caminhonete

Leia mais

1. EXAME TEÓRICO DE HABILITAÇÃO INFRAÇÕES

1. EXAME TEÓRICO DE HABILITAÇÃO INFRAÇÕES 1. XM TÓRIO HILITÇÃO INFRÇÕS Nome:. PF:.. - ata: / /. 01 02 03 (T rtigo 218, inciso I alínea a-) Transitar em velocidade superior a máxima permitida em uma via arterial até vinte por cento, é uma infração:

Leia mais

DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO DE ALAGOAS - DETRAN/AL QUESTÕES SOBRE LEGISLAÇÃO

DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO DE ALAGOAS - DETRAN/AL QUESTÕES SOBRE LEGISLAÇÃO Um dos equipamentos obrigatórios a ser vistoriado na inspeção de segurança veicular é o(a): 1 rádio toca-fitas. 2 farol de milha. 3 pneu para chuva. 4 buzina. Entre vários aspectos a serem observados,

Leia mais

JUSTIFICATIVA: O Código Brasileiro de Trânsito prevê as seguintes penalidades a serem aplicadas nas infrações de trânsito:

JUSTIFICATIVA: O Código Brasileiro de Trânsito prevê as seguintes penalidades a serem aplicadas nas infrações de trânsito: REQUERIMENTO Nº, DE 2015 - CI Requeiro, nos termos do 2º do art. 58, da Constituição Federal e do inciso II do art. 93, do Regimento Interno do Senado Federal, a realização de Audiência Pública no âmbito

Leia mais

PROJETO DE LEI N.º 7.966, DE 2014 (Do Sr. Valmir Assunção)

PROJETO DE LEI N.º 7.966, DE 2014 (Do Sr. Valmir Assunção) *C0049990A* C0049990A CÂMARA DOS DEPUTADOS PROJETO DE LEI N.º 7.966, DE 2014 (Do Sr. Valmir Assunção) Acrescenta artigo 140-A à Lei 9.503, de 1997, para instituir o Programa CNH- Social. DESPACHO: APENSE-SE

Leia mais

LEI Nº 9.503, DE 23 DE SETEMBRO DE 1997

LEI Nº 9.503, DE 23 DE SETEMBRO DE 1997 LEI Nº 9.503, DE 23 DE SETEMBRO DE 1997 Institui o Código de Trânsito Brasileiro. CAPÍTULO IX DOS VEÍCULOS Seção II Da Segurança dos Veículos Art. 105. São equipamentos obrigatórios dos veículos, entre

Leia mais

LEI Nº 9.503, DE 23 DE SETEMBRO DE

LEI Nº 9.503, DE 23 DE SETEMBRO DE Código de Trânsito Brasileiro LEI Nº 9.503, DE 23 DE SETEMBRO DE 1997 e LEGISLAÇÃO COMPLEMENTAR Atualizado até a LEI Nº 12.865, DE 9 DE OUTUBRO DE 2013 A UFIR foi extinta, sendo congelada no valor de R$

Leia mais

Í N D I C E PRÓLOGO 5

Í N D I C E PRÓLOGO 5 Í N D I C E PRÓLOGO 5 CAPÍTULO I - EDUCAÇÃO E SEGURANÇA NO TRÂNSITO Trânsito e transporte II) EDUCAÇÃO E SEGURANÇA NO TRÂNSITO Objetivos da educação e segurança para o trânsito A educação para o trânsito

Leia mais

LEI SECA. Por Sérgio Sodré 1. 1 Advogado há 17 anos; especializado em Direito do Seguro e pós-graduado em Gestão de Seguros.

LEI SECA. Por Sérgio Sodré 1. 1 Advogado há 17 anos; especializado em Direito do Seguro e pós-graduado em Gestão de Seguros. 1 LEI SECA Por Sérgio Sodré 1 O Código de Trânsito Brasileiro (Lei nº 9.503, de 23.09.1997) teve como fundamento principal a direção defensiva e, para tanto, não deixou de abordar a questão da condução

Leia mais

PORTARIA DETRAN Nº 1.310, DE 1 DE AGOSTO DE 2014

PORTARIA DETRAN Nº 1.310, DE 1 DE AGOSTO DE 2014 PORTARIA DETRAN Nº 1.310, DE 1 DE AGOSTO DE 2014 A Diretora Vice Presidente, respondendo pelo expediente da Presidência do Departamento Estadual de Trânsito - DETRAN-SP, considerando as disposições dos

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 14/98. CONSIDERANDO o art. 105, do Código de Trânsito Brasileiro;

RESOLUÇÃO Nº 14/98. CONSIDERANDO o art. 105, do Código de Trânsito Brasileiro; RESOLUÇÃO Nº 14/98 Estabelece os equipamentos obrigatórios para a frota de veículos em circulação e dá outras providências. O Conselho Nacional de Trânsito CONTRAN, usando da competência que lhe confere

Leia mais

RESOLUÇÃO N, 396 DE 13 DE DEZEMBRO DE 2011

RESOLUÇÃO N, 396 DE 13 DE DEZEMBRO DE 2011 RESOLUÇÃO N, 396 DE 13 DE DEZEMBRO DE 2011 Dispõe sobre requisitos técnicos mínimos para a fiscalização da velocidade de veículos automotores, reboques e semirreboques, conforme o Código de Trânsito Brasileiro.

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 157, DE 22 DE ABRIL DE 2004 (com as alterações das Resoluções nº 223/07; nº 272/08 e nº 333/09)

RESOLUÇÃO Nº 157, DE 22 DE ABRIL DE 2004 (com as alterações das Resoluções nº 223/07; nº 272/08 e nº 333/09) RESOLUÇÃO Nº 157, DE 22 DE ABRIL DE 2004 (com as alterações das Resoluções nº 223/07; nº 272/08 e nº 333/09) Fixa especificações para os extintores de incêndio, equipamento de uso obrigatório nos veículos

Leia mais

PROVA TEÓRICA DE TRÂNSITO

PROVA TEÓRICA DE TRÂNSITO PROVA TEÓRICA DE TRÂNSITO Prova nº 01 1. Qual a idade que uma pessoa deve ter para se habilitar nas categorias (D) e (E)? (a) vinte e um anos (b) dezessete anos (c) dezoito anos (d) dezenove anos 2. Qual

Leia mais

DELIBERAÇÃO Nº 38, DE 11 DE JULHO DE 2003

DELIBERAÇÃO Nº 38, DE 11 DE JULHO DE 2003 DELIBERAÇÃO Nº 38, DE 11 DE JULHO DE 2003 Dispõe sobre requisitos técnicos mínimos para a fiscalização da velocidade, de avanço de sinal vermelho e da parada sobre a faixa de pedestres de veículos automotores,

Leia mais

CÓDIGO NACIONAL DE TRÂNSITO SIMULADO 01

CÓDIGO NACIONAL DE TRÂNSITO SIMULADO 01 CÓDIGO NACIONAL DE TRÂNSITO SIMULADO 01 1) A utilização das vias por pessoas, veículos e animais, isolados ou em grupos, conduzidos ou não, para fins de circulação, parada, estacionamento e operação de

Leia mais

RELATÓRIO DA FROTA DE VEÍCULOS ATÉ 2013

RELATÓRIO DA FROTA DE VEÍCULOS ATÉ 2013 GOVERNO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO SETOR DE ESTATÍSTICA RELATÓRIO DA FROTA DE VEÍCULOS ATÉ 2013 NATAL/RN Lista de tabelas e gráficos Tabela 1 - Distribuição da frota

Leia mais

MATERIAL COMPLEMENTAR LEGISLAÇÃO DE TRÂNSITO

MATERIAL COMPLEMENTAR LEGISLAÇÃO DE TRÂNSITO MATERIAL COMPLEMENTAR LEGISLAÇÃO DE TRÂNSITO PROFESSOR: UBIRAJARA SOARES ATUALIZADO DIA 10/03/2013 VIAS: Descrição da via Ruas, avenidas, logradouros, caminhos, passagens, estradas, rodovias. Praias abertas

Leia mais

BATALHÃO DE POLÍCIA RODOVIÁRIA

BATALHÃO DE POLÍCIA RODOVIÁRIA BATALHÃO DE POLÍCIA RODOVIÁRIA 1) - Normas Gerais de Circulação e Conduta: a)- Trânsito é a utilização das vias por pessoas, veículos e animais, isolados ou em grupos, conduzidos ou não, para fins de circulação,

Leia mais

Resolução 363/2010 (processo administrativo autuação)

Resolução 363/2010 (processo administrativo autuação) Resolução 363/2010 (processo administrativo autuação) SEM ALTERAÇÕES (VIDE COMENTÁRIOS EM www.bizuario.blogspot.com E www.bizuario.com ). Resolução 364/2010 (dispositivo antifurto) Capítulo 1.12 696-31

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 201/06 LEGISLAÇÃO DE TRÂNSITO

RESOLUÇÃO Nº 201/06 LEGISLAÇÃO DE TRÂNSITO RESOLUÇÃO Nº 201/06 Dispõe sobre modificações de veículos previstas nos arts. 98 e 106 do Código de Trânsito Brasileiro e dá outras providências. O CONSELHO NACIONAL DE TRÂNSITO CONTRAN, usando da competência

Leia mais

qwertyuiopasdfghjklzxcvbnmqwerty uiopasdfghjklzxcvbnmqwertyuiopasd fghjklzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklzx cvbnmqwertyuiopasdfghjklzxcvbnmq

qwertyuiopasdfghjklzxcvbnmqwerty uiopasdfghjklzxcvbnmqwertyuiopasd fghjklzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklzx cvbnmqwertyuiopasdfghjklzxcvbnmq qwertyuiopasdfghjklzxcvbnmqwerty uiopasdfghjklzxcvbnmqwertyuiopasd fghjklzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklzx cvbnmqwertyuiopasdfghjklzxcvbnmq Infrações, Penalidades e Medidas Administrativas wertyuiopasdfghjklzxcvbnmqwertyui

Leia mais

LEI Nº 9.503, DE 23 DE SETEMBRO DE 1997

LEI Nº 9.503, DE 23 DE SETEMBRO DE 1997 LEI Nº 9.503, DE 23 DE SETEMBRO DE 1997 Institui o Código de Trânsito Brasileiro. CAPÍTULO IX DOS VEÍCULOS Da Segurança dos Veículos Art. 105. São equipamentos obrigatórios dos veículos, entre outros a

Leia mais

Teste Especial Polícia Rodoviária Federal

Teste Especial Polícia Rodoviária Federal Legislação de Trânsito Questões elaboradas pelo professor Rafael Louzadas, da Degrau Cultural Código de Trânsito Brasileiro (LEI 9.503/97) 01 - Em caso de aplicação da penalidade de apreensão do veículo,

Leia mais

CONSIDERANDO o disposto no art. 14-A e no inciso IV do art. 26 da Lei nº 10.233, de 05 de junho de 2001;

CONSIDERANDO o disposto no art. 14-A e no inciso IV do art. 26 da Lei nº 10.233, de 05 de junho de 2001; RESOLUÇÃO ANTT Nº 1.737, de 21/11/2006 Estabelece procedimentos de registro e fiscalização, institui infrações e sanções referentes ao Registro Nacional de Transportadores Rodoviários de Carga - RNTRC,

Leia mais

NOTA TÉCNICA SEJUR nº 078/2014 (Aprovada em Reunião de Diretoria em 04/11/2014)

NOTA TÉCNICA SEJUR nº 078/2014 (Aprovada em Reunião de Diretoria em 04/11/2014) NOTA TÉCNICA SEJUR nº 078/2014 (Aprovada em Reunião de Diretoria em 04/11/2014) Referência: Expediente n.º 3896/2014 Origem: Câmaras Técnicas EMENTA: RESOLUÇÃO CONTRAN Nº 460/13. EXAME TOXICOLÓGICO DE

Leia mais

Concurso de Motorista - 2014

Concurso de Motorista - 2014 PORTUGUÊS MATEMÁTICA 01 QUESTÃO Analise as alternativas abaixo e assinale a alternativa correta na divisão silábica. A ( ) par aná; sá-ba-do. B ( ) ó cu-los; sa-la-da. C ( ) ci-garro; ca-na. D ( ) Todas

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 146, DE 27 DE AGOSTO DE 2003 (com as alterações das Resoluções nº 165/04, nº 202/06 e nº 214/06)

RESOLUÇÃO Nº 146, DE 27 DE AGOSTO DE 2003 (com as alterações das Resoluções nº 165/04, nº 202/06 e nº 214/06) RESOLUÇÃO Nº 146, DE 27 DE AGOSTO DE 2003 (com as alterações das Resoluções nº 165/04, nº 202/06 e nº 214/06) Dispõe sobre requisitos técnicos mínimos para a fiscalização da velocidade de veículos automotores,

Leia mais

RESOLUÇÃO 261 DE 14 DE DEZEMBRO DE 2007

RESOLUÇÃO 261 DE 14 DE DEZEMBRO DE 2007 RESOLUÇÃO 261 DE 14 DE DEZEMBRO DE 2007 Dispõe sobre a concessão de código de marca/modelo/versão para veículos e dá outras providências. O CONSELHO NACIONAL DE TRÂNSITO CONTRAN, usando da competência

Leia mais

PROJETO DE LEI. O CONGRESSO NACIONAL decreta:

PROJETO DE LEI. O CONGRESSO NACIONAL decreta: PROJETO DE LEI Altera a Lei n o 9.503, de 23 de setembro de 1997, que institui o Código de Trânsito Brasileiro, para racionalizar regras de procedimento administrativo e de competência de órgãos públicos.

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR Nº 2.709, DE 11 DE NOVEMBRO DE 2014.

LEI COMPLEMENTAR Nº 2.709, DE 11 DE NOVEMBRO DE 2014. LEI COMPLEMENTAR Nº 2.709, DE 11 DE NOVEMBRO DE 2014. Dispõe sobre a atualização das tarifas e taxas administrativas de transporte previstas no Anexo I da Lei nº 2.411, de 17 de dezembro de 2009, e dá

Leia mais

LEI Nº 963, de 21 de julho de 2009.

LEI Nº 963, de 21 de julho de 2009. LEI Nº 963, de 21 de julho de 2009. Dispõe sobre a criação da Coordenadoria Municipal de Trânsito - CMT, órgão executivo de trânsito, vinculado à Secretaria Municipal de Transporte e Trânsito, em conformidade

Leia mais

PROVA DE LEGISLAÇÃO DE TRANSPORTE E TRÂNSITO CÓD. 17

PROVA DE LEGISLAÇÃO DE TRANSPORTE E TRÂNSITO CÓD. 17 1 Prezado(a) candidato(a): Assine e coloque seu número de inscrição no quadro abaixo. Preencha, com traços firmes, o espaço reservado a cada opção na folha de resposta. Nº de Inscrição Nome PROVA DE LEGISLAÇÃO

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL SECRETARIA DA ADMINISTRAÇÃO E DOS RECURSOS HUMANOS CONSELHO ESTADUAL DE TRÂNSITO CETRAN RS

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL SECRETARIA DA ADMINISTRAÇÃO E DOS RECURSOS HUMANOS CONSELHO ESTADUAL DE TRÂNSITO CETRAN RS UNIFORMIZAÇÃO DE JURISPRUDÊNCIA ADMINISTRATIVA DE TRÂNSITO. DIVERGÊNCIA QUANTO AO ARTIGO 165 DO CÓDIGO DE TRÂNSITO BRASILEIRO. QUANTIDADE DE ÁLCOOL CAPAZ DE INFLUENCIAR A CONDUÇÃO DE VEÍCULO AUTOMOTOR.

Leia mais

BuscaLegis.ccj.ufsc.br

BuscaLegis.ccj.ufsc.br BuscaLegis.ccj.ufsc.br A suspensão da CNH, o devido processo legal e sua renovação mesmo com pontuação Eliseu Gomes de Oliveira* Sumário: 1 Introdução. 2 - Fundamento legislativo. 3 - O procedimento de

Leia mais

Tabela das Multas. Infração Gravíssima Valor/Multa Tipos de Penalidades R$ 191,54 R$ 574,61

Tabela das Multas. Infração Gravíssima Valor/Multa Tipos de Penalidades R$ 191,54 R$ 574,61 Tabela das Multas 7 pontos na CNH Infração Gravíssima Valor/Multa Tipos de Penalidades Dirigir com a carteira já vencida há mais de 30 dias Recolhimento da carteira e retenção do veículo Não reduzir a

Leia mais

Processo nº: 148367609 Nome : Batalhão da Polícia Militar de Trânsito - BPMTRAN Assunto : Consulta PARECER Nº 12/09

Processo nº: 148367609 Nome : Batalhão da Polícia Militar de Trânsito - BPMTRAN Assunto : Consulta PARECER Nº 12/09 1 Processo nº: 148367609 Nome : Batalhão da Polícia Militar de Trânsito - BPMTRAN Assunto : Consulta PARECER Nº 12/09 Relatório O Comandante do BPMTRAN, Tenente Coronel Lucimar de Oliveira Mesquita, protocolou

Leia mais

Diário Oficial da União Seção 1 - Nº 215, quarta-feira, 11 de novembro de 2009

Diário Oficial da União Seção 1 - Nº 215, quarta-feira, 11 de novembro de 2009 Diário Oficial da União Seção 1 - Nº 215, quarta-feira, 11 de novembro de 2009 CONSELHO NACIONAL DE TRÂNSITO - CONTRAN RESOLUÇÃO No- 333, DE 6 DE NOVEMBRO DE 2009 Restabelece a vigência da Resolução n.º

Leia mais

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE PEDESTRES O PEDESTRE NO CÓDIGO DE TRÂNSITO BRASILEIRO. São Paulo, setembro de 2.007

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE PEDESTRES O PEDESTRE NO CÓDIGO DE TRÂNSITO BRASILEIRO. São Paulo, setembro de 2.007 ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE PEDESTRES O PEDESTRE NO CÓDIGO DE TRÂNSITO BRASILEIRO São Paulo, setembro de 2.007 2 CODIGO DE TRANSITO BRASILEIRO -PEDESTRES- INDICE 2 CAPITULO I (Artigos 1 a 4) sem citação de

Leia mais

LEGISLAÇÃO DE TRÂNSITO

LEGISLAÇÃO DE TRÂNSITO LEGISLAÇÃO DE TRÂNSITO São normas legais que disciplinam e orientam todas as atividades que envolvem o trânsito nas vias abertas à circulação, uniformizando os conhecimentos e componentes. LEIS DE TRÂNSITO

Leia mais

Manual Brasileiro de Fiscalização de Trânsito (27/09/2011)

Manual Brasileiro de Fiscalização de Trânsito (27/09/2011) Manual Brasileiro de Fiscalização de Trânsito (27/09/2011) Fichas individuais dos enquadramentos Infrações referentes a cinto de segurança, cadeirinha, desatenção, não assistência, etc. (Artigos 167 a

Leia mais

RESOLUÇÃO N.º 182 DE 09 DE SETEMBRO DE 2005

RESOLUÇÃO N.º 182 DE 09 DE SETEMBRO DE 2005 RESOLUÇÃO N.º 182 DE 09 DE SETEMBRO DE 2005 Dispõe sobre uniformização do procedimento administrativo para imposição das penalidades de suspensão do direito de dirigir e de cassação da Carteira Nacional

Leia mais

Estado de Mato Grosso do Sul A Pequena Cativante LEIN 1.195/2001

Estado de Mato Grosso do Sul A Pequena Cativante LEIN 1.195/2001 LEIN 1.195/2001 Institui o Serviço de Transporte Individual de Passageiros em Motocicletas de aluguel (Mototáxi) O Prefeito Municipal de Rio Brilhante, Estado de Mato Grosso do Sul, faz saber que a Câmara

Leia mais

CÂMARA DOS DEPUTADOS

CÂMARA DOS DEPUTADOS CÂMARA DOS DEPUTADOS PROJETO DE LEI Nº, DE 2007 (Da Comissão de Legislação Participativa) SUG nº 67/2007 Altera a Lei nº 9.503, de 23 de setembro de 1997, que institui o Código de Trânsito Brasileiro para

Leia mais

1 - O QUE DIZ A LEI SECA

1 - O QUE DIZ A LEI SECA INFORMATIVO - N - O QUE DIZ A ANO LEI FEDERAL Nº.7/8. - Fixou tolerância zero à combinação álcool e volante. O motorista flagrado com qualquer quantidade de álcool no organismo é punido. - A lei tornou

Leia mais

RESOLUÇÃO N.º 131, DE 02 DE ABRIL DE 2002

RESOLUÇÃO N.º 131, DE 02 DE ABRIL DE 2002 RESOLUÇÃO N.º 131, DE 02 DE ABRIL DE 2002 Dispõe sobre requisitos técnicos mínimos para fiscalização da velocidade de veículos automotores, elétricos, reboques e semi-reboques, conforme o Código de Trânsito

Leia mais

DECRETO Nº 254 DE 16 DE MARÇO DE 2015

DECRETO Nº 254 DE 16 DE MARÇO DE 2015 DECRETO Nº 254 DE 16 DE MARÇO DE 2015 Institui e regulamenta o Sistema de Estacionamento Rotativo Pago, nas vias e logradouros públicos do Município de Rio Branco e dá outras providências. O PREFEITO DO

Leia mais

I - Apresentar Carteira Nacional de Habilitação, categoria A, em validade, expedida há pelo menos dois anos;

I - Apresentar Carteira Nacional de Habilitação, categoria A, em validade, expedida há pelo menos dois anos; CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 10 - O presente regulamento dispõe sobre o serviço de transporte de carga, na modalidade denominada motoentrega, consiste no serviço de entrega e coleta de

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA. Leia o texto a seguir para responder às questões de 01 a 07. QUESTÃO 06

LÍNGUA PORTUGUESA. Leia o texto a seguir para responder às questões de 01 a 07. QUESTÃO 06 UFG/CS CMTC - 2010 LÍNGUA PORTUGUESA Leia o texto a seguir para responder às questões de 01 a 07. País cumpre só 1/3 das metas para a educação Relatório feito sob encomenda para o Ministério da Educação

Leia mais

A carta de condução de automóveis pesados habilita a conduzir: Automóveis ligeiros. Motociclos. Qualquer tipo de veículos com motor.

A carta de condução de automóveis pesados habilita a conduzir: Automóveis ligeiros. Motociclos. Qualquer tipo de veículos com motor. A carta de condução de automóveis ligeiros habilita a conduzir: Automóveis de passageiros com lotação até 12 lugares. Motociclos até 125cc. Tractores agrícolas com equipamentos cujo peso máximo não exceda

Leia mais

Neste manual você também pode consultar todas as penalidades do Código de Trânsito Brasileiro, bem como seus direitos e deveres.

Neste manual você também pode consultar todas as penalidades do Código de Trânsito Brasileiro, bem como seus direitos e deveres. Controle de Multas O smartlist de Controle de Multas destina-se a controlar todas as multas do condutor de veículos. Valores, prazos de pagamento, pontos da Carteira de Habilitação e penalidades recebidas.

Leia mais

O PRESIDENTE DA REPÚBLICA Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

O PRESIDENTE DA REPÚBLICA Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei: LEI Nº 9.503, DE 23 DE SETEMBRO DE 1997. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei: ( ) CAPÍTULO XIX DOS CRIMES DE TRÂNSITO Seção I Disposições

Leia mais

O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE

O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE LEI N. 2.105, DE 29 DE DEZEMBRO DE 2008 Altera dispositivos da Lei n. 1.169, de 13 de dezembro de 1995. O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE seguinte Lei: FAÇO SABER que a Assembléia Legislativa do Estado do

Leia mais

PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE ACIDENTES DE TRÂNSITO GT CIPA POLO

PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE ACIDENTES DE TRÂNSITO GT CIPA POLO ARTIGO: Legislação de Crimes de Trânsito no Brasil atualizada pela Lei 12.971/14 AUTOR: Rodrigo Ramalho, especialista em Comportamento humano e Segurança Viária. Conduzir veículos automotores é uma grande

Leia mais

Infracções mais frequentes ao Código da Estrada, coimas e sanções Pág. 1

Infracções mais frequentes ao Código da Estrada, coimas e sanções Pág. 1 Infracções mais frequentes ao Código da Estrada, coimas e sanções Pág. 1 Infracções ÁLCOOL / ESTUPEFACIENTES Condução com uma taxa de álcool no sangue igual ou superior a 0,5 g/l e inferior a 0,8 g/l.

Leia mais

Autorização Especial de Trânsito AET

Autorização Especial de Trânsito AET Secretaria Municipal de Trânsito e Transporte Urbano Autorização Especial de Trânsito AET Amparo legal: Lei Complementar Municipal nº 205/2009: que acrescenta, altera e regulamenta a Seção XI, do Capítulo

Leia mais

Questões Comentadas Do Código de Trânsito Brasileiro Lei 9.503/97. 300 questões comentadas Do Código de Trânsito Brasileiro Lei 9.

Questões Comentadas Do Código de Trânsito Brasileiro Lei 9.503/97. 300 questões comentadas Do Código de Trânsito Brasileiro Lei 9. 300 questões comentadas 1 Para adquirir a apostila digital de 300 Do Código de Trânsito Brasileiro - Lei 9.503/97 acesse o site: www.odiferencialconcursos.com.br ATENÇÃO: ENTREGA SOMENTE POR E-MAIL ESSA

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº 2756/2014

PROJETO DE LEI Nº 2756/2014 PROJETO DE LEI Nº 2756/2014 EMENTA: DISPÕE SOBRE A OBRIGATORIEDADE DE DISPOSITIVO DE ALARME PARA CAMINHÃO COM CAÇAMBA BASCULANTE NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. Autor(es): Deputado

Leia mais

COMISSÃO DE VIAÇÃO E TRANSPORTES. PROJETO DE LEI N o 4.607, DE 2009 I - RELATÓRIO

COMISSÃO DE VIAÇÃO E TRANSPORTES. PROJETO DE LEI N o 4.607, DE 2009 I - RELATÓRIO COMISSÃO DE VIAÇÃO E TRANSPORTES PROJETO DE LEI N o 4.607, DE 2009 Altera dispositivos do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), aumentando a progressividade das penalidades nos casos em que o condutor de

Leia mais

Lei 12.971/2014 As infrações de Trânsito, Novas Confusões para o DENATRAN, CONTRAN e os DETRANs

Lei 12.971/2014 As infrações de Trânsito, Novas Confusões para o DENATRAN, CONTRAN e os DETRANs Lei 12.971/2014 As infrações de Trânsito, Novas Confusões para o DENATRAN, CONTRAN e os DETRANs Elaborado por Ricardo Alves da Silva, Major da Polícia Militar de Santa Catarina* Especialista em Gestão

Leia mais

CASSAÇÃO DA CARTEIRA NACIONAL DE HABITAÇÃO POR DIRIGIR SUSPENSO

CASSAÇÃO DA CARTEIRA NACIONAL DE HABITAÇÃO POR DIRIGIR SUSPENSO CASSAÇÃO DA CARTEIRA NACIONAL DE HABITAÇÃO POR DIRIGIR SUSPENSO Rodrigo Kozakiewicz A cassação da Carteira Nacional de Habitação é uma penalidade prevista no artigo 256, inciso V do Código de Trânsito

Leia mais

Infrações e Penalidades

Infrações e Penalidades Infrações e Penalidades Art. 161. Constitui infração de trânsito a inobservância de qualquer preceito deste código, da legislação complementar ou das resoluções do CONTRAN, sendo o infrator sujeito às

Leia mais

ANEXO I DOS CONCEITOS E DEFINIÇÕES Para efeito deste Código adotam-se as seguintes definições: ACOSTAMENTO - parte da via diferenciada da pista de

ANEXO I DOS CONCEITOS E DEFINIÇÕES Para efeito deste Código adotam-se as seguintes definições: ACOSTAMENTO - parte da via diferenciada da pista de ANEXO I DOS CONCEITOS E DEFINIÇÕES Para efeito deste Código adotam-se as seguintes definições: ACOSTAMENTO - parte da via diferenciada da pista de rolamento destinada à parada ou estacionamento de veículos,

Leia mais

CURSO PARA CONDUTORES DE VEÍCULOS DE TRANSPORTE DE PRODUTOS PERIGOSOS

CURSO PARA CONDUTORES DE VEÍCULOS DE TRANSPORTE DE PRODUTOS PERIGOSOS CURSO PARA CONDUTORES DE VEÍCULOS DE TRANSPORTE DE PRODUTOS PERIGOSOS Carga horária: 50 (cinqüenta) horas aula Requisitos para matrícula Ser maior de 21 anos; Estar habilitado em uma das categorias B,

Leia mais

AULA EXTRA: PROVAS COMENTADAS.

AULA EXTRA: PROVAS COMENTADAS. AULA EXTRA: PROVAS COMENTADAS. SUMÁRIO PÁGINA 1. Apresentação 1 2. Agente do Serviço de Trânsito 1 3. Analista do Serviço de Trânsito 62 4. Auxiliar do Serviço de Trânsito 87 1 Apresentação Olá, pessoal!

Leia mais

PROJETO DE LEI N.º 2.799, DE 2011 (Do Sr. Heuler Cruvinel)

PROJETO DE LEI N.º 2.799, DE 2011 (Do Sr. Heuler Cruvinel) CÂMARA DOS DEPUTADOS PROJETO DE LEI N.º 2.799, DE 2011 (Do Sr. Heuler Cruvinel) Altera a Lei nº 9.503, de 1997, que institui o Código de Trânsito Brasileiro, para tornar obrigatória a presença de monitor

Leia mais

Inicie a disciplina apresentando novamente o objetivo geral e agora os específicos para esta aula que estão no Plano

Inicie a disciplina apresentando novamente o objetivo geral e agora os específicos para esta aula que estão no Plano Inicie a disciplina apresentando novamente o objetivo geral e agora os específicos para esta aula que estão no Plano de Aula Teórica da disciplina de Legislação de Trânsito 14, neste material. 115 Para

Leia mais

CTB - LEI 9503/97 EXERCÍCIO DE FIXAÇÃO. Prof. Amorim amorimdt@yahoo.com.br

CTB - LEI 9503/97 EXERCÍCIO DE FIXAÇÃO. Prof. Amorim amorimdt@yahoo.com.br CTB - LEI 9503/97 EXERCÍCIO DE FIXAÇÃO Prof. Amorim amorimdt@yahoo.com.br Questão 1 O trânsito em condições seguras é um direito de todos e dever dos órgãos e entidades componentes do Sistema Nacional

Leia mais

CRIMES DA LEI N.º 9.503, DE 23.09.1997 (CÓDIGO DE TRÃNSITO BRASILEIRO - CTB)

CRIMES DA LEI N.º 9.503, DE 23.09.1997 (CÓDIGO DE TRÃNSITO BRASILEIRO - CTB) DIREITO PENAL LEIS ESPECIAIS Professor Walter Luiz de Oliveira TEMAS DA AULA: APRESENTAÇÃO DO PROFESSOR USO DA INTERNET E REDE SOCIAL PARA FINS ACADÊMICOS APRESENTAÇÃO DO CRONOGRAMA APRESENTAÇÃO DA DISCIPLINA

Leia mais

Marcelo Dullius Saturnino www.bizuario.com 13ª edição 2 0 1 5 239

Marcelo Dullius Saturnino www.bizuario.com 13ª edição 2 0 1 5 239 3.4 - Gravar imagens ou áudio a) Conforme o 2º do art. 277 do CTB, a infração prevista no art. 165 também poderá ser caracterizada mediante imagem, vídeo, constatação de sinais que indiquem, na forma disciplinada

Leia mais

Classificação de Veículos Conforme Tipo/Marca/Espécie Tipo Marca Espécie Carrocerias Possíveis. 143-Transp 179-Transp 180-123-Transp Militar

Classificação de Veículos Conforme Tipo/Marca/Espécie Tipo Marca Espécie Carrocerias Possíveis. 143-Transp 179-Transp 180-123-Transp Militar PORTARIA N º 1101, DE 20 DE DEZEMBRO DE 2011. O DIRETOR DO DEPARTAMENTO NACIONAL DE TRÂNSITO - DENATRAN, no uso da atribuição que lhe foi conferida pelo artigo 19, inciso XXVI do Código de Trânsito Brasileiro,

Leia mais

SECRETARIA DE PLANEJAMENTO E DESENVOLVIMENTO REGIONAL

SECRETARIA DE PLANEJAMENTO E DESENVOLVIMENTO REGIONAL Edital de Credenciamento de examinadores de trânsito, conforme arts. 148 e 152 do CTB, art. 12 da Resolução nº 168/2004 do CONTRAN, e art. 24 da Resolução nº 358/2010 do CONTRAN para prestação de serviços

Leia mais

FAMEBLU Engenharia Civil

FAMEBLU Engenharia Civil Disciplina ENGENHARIA DE TRÁFEGO FAMEBLU Engenharia Civil Aula 11: A Infraestrutura Professor: Eng. Daniel Funchal, Esp. O Código de Transito Brasileiro CTB, define no Capítulo IX DOS VEÍCULOS, Seção I

Leia mais

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS 01) Os veículos destinados a socorro de incêndio e salvamento, os de polícia, os de fiscalização e operação de trânsito e as ambulâncias, além de prioridade de trânsito, gozam

Leia mais

Seminário Senado Federal Brasília - 13/09/12

Seminário Senado Federal Brasília - 13/09/12 Seminário Senado Federal Brasília - 13/09/12 BELO HORIZONTE, 31 DE MARÇO DE 2011 José Eduardo Gonçalves Diretor Executivo da Abraciclo Audiência Pública Senado Federal Maio /2012 Aumento do uso da motocicleta:

Leia mais

WWW.CONTEUDOJURIDICO.COM.BR. RADAR NA VIA NÃO PRECISA MAIS DE AVISO. RESPEITE OS LIMITES Julyver Modesto de Araujo

WWW.CONTEUDOJURIDICO.COM.BR. RADAR NA VIA NÃO PRECISA MAIS DE AVISO. RESPEITE OS LIMITES Julyver Modesto de Araujo RADAR NA VIA NÃO PRECISA MAIS DE AVISO. RESPEITE OS LIMITES Julyver Modesto de Araujo Desde 22/11/06, os órgãos e entidades executivos de trânsito e rodoviários eram obrigados a informar a existência de

Leia mais

LEI Nº 12.006, DE 29 DE JULHO DE 2009 1

LEI Nº 12.006, DE 29 DE JULHO DE 2009 1 LEI Nº 12.006, DE 29 DE JULHO DE 2009 1 Acrescenta artigos à Lei nº 9.503, de 23 de setembro de 1997, que institui o Código de Trânsito Brasileiro, para estabelecer mecanismos para a veiculação de mensagens

Leia mais