TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO EDITAL DE LICITAÇÃO TSE N.º /2008 MODALIDADE: TIPO: ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO EDITAL DE LICITAÇÃO TSE N.º /2008 MODALIDADE: TIPO: ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA"

Transcrição

1 TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO EDITAL DE LICITAÇÃO TSE N.º /2008 MODALIDADE: TIPO: ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA 1. OBJETO Contratação de serviços de informática na área de suporte e de gestão de infra-estrutura tecnológica, a fim de atender às demandas da Justiça Eleitoral (Tribunal Superior Eleitoral e Tribunais Regionais Eleitorais), compreendendo: Subitem 1 - Administração, Operação e Suporte dos Servidores Centrais e Regionais; Subitem 2 - Administração, Operação e Suporte de Rede; e Subitem 3 - Suporte Técnico de Hardware e Software. 2. JUSTIFICATIVA Com a consolidação da tecnologia de dados distribuídos, que permite a utilização de diversos equipamentos servidores em paralelo distribuindo a capacidade de processamento entre diversas máquinas, a qual é utilizada nas eleições, e em virtude da relevância do sistema eleitoral brasileiro no cenário mundial, face sua eficiência e eficácia, o qual, inclusive, serve de referência para outros países, as atividades de administração de equipamentos, operação, suporte, administração de bancos de dados, administração de redes, segurança da informação, dentre outras, vêm exigindo maior escalabilidade, abrangência e compatibilidade tecnológica. Em contrapartida, há uma necessidade constante de manutenção e de aprimoramento da infra-estrutura tecnológica da Justiça Eleitoral, a qual deverá permitir o processamento de um grande volume de informações com elevado grau de segurança, sigilo e desempenho. A administração e o desenvolvimento de sistemas de informação em um ambiente distribuído nos moldes implantados na Justiça Eleitoral, necessitam de um conjunto de procedimentos logísticos, humanos e tecnológicos para prover ininterruptamente o controle, a performance, a disponibilidade, a estabilidade, a segurança e, principalmente, a confiabilidade aos usuários internos e externos da Justiça Eleitoral. Assim, esta contratação objetiva a prestação de serviços de suporte às equipes de infraestrutura e de desenvolvimento de sistemas do Tribunal Superior Eleitoral e dos Tribunais Regionais no uso eficaz de toda a potencialidade dos recursos oferecidos pela evolução tecnológica do mercado (incorporando novas características técnicas aos softwares

2 desenvolvidos em contrapartida com a disponibilidade de seu ambiente tecnológico) e no trabalho de administração desses, em uso inclusive nas Zonas Eleitorais. O Anexo I-III exibe uma visão geral dos sistemas operacionais, do bancos de dados e das principais ferramentas utilizadas na área de informática da Justiça Eleitoral, assim como dos sistemas e subsistemas implementados. 3. FORMA DE EXECUÇÃO DOS SERVIÇOS 3.1 A prestação dos serviços deverá ser iniciada após emissão da respectiva Ordem de Serviço pelo CONTRATANTE. 3.2 Os serviços objeto deste Termo de Referência serão realizados nas dependências dos Tribunais indicados no Anexo I-II, o qual indica a previsão de alocação de Categorias de Serviços. 3.3 Para gestão da execução dos serviços, será implementado um método de trabalho baseado em Ordens de Serviço. Esse método atribui à CONTRATANTE a gestão quantitativa e qualitativa dos resultados, a ser obtida por meio da execução dos serviços dentro dos prazos e pela obtenção dos produtos previstos, e à CONTRATADA, as responsabilidades da execução operacional dos serviços, por meio do oferecimento e da gerência dos recursos humanos e físicos necessários à sua execução. 3.4 Todos os serviços a serem executados deverão ser previamente solicitados pela CONTRATANTE mediante emissão de Ordem de Serviços OS, devidamente autorizada. O modelo e os procedimentos para o seu preenchimento estão descritos no Anexo I-VIII, restringindo-se os serviços exclusivamente aos previstos neste Termo de Referência. 3.5 As Ordens de Serviços emitidas serão encaminhadas à CONTRATADA que, após o seu recebimento, terá no máximo 3 (três) dias úteis para alocar os recursos necessários à prestação dos serviços e iniciar as atividades estabelecidas na OS. A não alocação dos profissionais no prazo, com a qualificação exigida e o comprovado vínculo contratual com a CONTRATANTE, será passível de penalidade, conforme Anexo I-XII. 3.6 O atendimento parcial dos quantitativos de categorias de serviços previstos na Ordem de Serviço poderá, a critério da CONTRATANTE, ser aceito, entretanto, a CONTRATADA estará passível de penalidade, conforme Anexo I-XII. 3.7 As OS deverão ser executadas nos prazos estabelecidos, sendo os atrasos passíveis de penalidade, conforme Anexo I-XII. 3.8 O encerramento dos serviços deverá necessariamente se dar por meio do preenchimento dos dados de encerramento e da assinatura do gestor na Ordem de Serviço. Devem constar da mesma os motivos no caso de dilatação dos prazos de execução previstos. 3.9 A forma e as informações contidas na Ordem de Serviço poderão, a critério exclusivo da CONTRATANTE, ser alteradas para melhor adequação às necessidades do serviço Independentemente dos sistemas de acompanhamento e fiscalização utilizados pela empresa CONTRATADA, a CONTRATANTE exercerá supervisão e acompanhamento da execução dos serviços prestados realizando testes; verificando a qualidade e indicando as correções dos serviços realizados em desacordo com o pactuado; realizando reuniões para

3 coordenar, planejar, organizar e avaliar a prestação dos serviços; propondo modificação na sistemática; entre outras com vistas à manutenção da qualidade e eficácia da contratação A prestação de serviço pela CONTRATADA deverá ocorrer em dias úteis e em horário a ser estabelecido pelo CONTRATANTE, que observará o intervalo de realização dos serviços entre 8 e 22 horas, sendo de 8 (oito) horas diárias por Categoria de Serviço, exceto as Categorias de Análise de Help-Desk e Análise de NOC, que têm carga horária de 6 (seis) horas diárias. Faz-se necessária a alocação anual estimada de horas da Categoria ANOC1 e horas da Categoria ANOC2 para execução de serviços noturnos, ou seja, após as 22h. Quanto à execução de serviços em horas suplementares: Poderão ser realizados serviços em horas suplementares às inicialmente contratadas, desde que não ultrapassem 2 (duas) horas diárias, de segunda a sexta-feira, e 10 (dez) horas aos sábados, domingos e feriados, devendo ser observada a legislação trabalhista aplicável. A realização de horas suplementares serão previamente autorizadas e remuneradas com o resultado da seguinte operação: Onde: VHS = S x i x ES x BDI H VHS = valor da hora suplementar; S = salário + adicionais, se houver; i = índice referente ao acréscimo sobre a hora normal, assumindo os valores de:. 1,5 para o acréscimo legal de 50% sobre o valor do salário para os serviços realizados de segunda-feira a sábado, ou. 2,0 para o acréscimo legal de 100% sobre o valor do salário para os serviços realizados aos domingos e feriados. ES = constante da equação que engloba o índice referente ao Grupo A dos encargos sociais, limitado a 36,80%, incidente sobre o resultado da soma do salário mais o respectivo acréscimo legal (integrado na equação); BDI = utiliza-se a fórmula constante do edital para o cálculo do BDI, excluindo-se o percentual referente à Taxa de Despesa Administrativa, considerando-se os percentuais de taxa dos tributos sobre o faturamento e taxa de lucro apresentados pela licitante; H = divisor referente ao número de horas mensais, assumindo os valores de:. 176 para 8 horas diárias;. 132 para 6 horas diárias O percentual do Grupo "A" dos encargos sociais constante da equação do cálculo do valor estimado, será modificado para se adequar ao real percentual cotado pela LICITANTE; A realização de serviços em horas suplementares requer a adoção dos seguintes procedimentos:

4 a) apresentação de justificativa do setor interessado, indicando a quantidade de horas necessárias à realização dos serviços, horário e período; b) existência de disponibilidade orçamentária e financeira do contrato; e c) autorização prévia do ordenador de despesas Somente será considerada hora suplementar aquela que exceder a quantidade de horas mensais previstas por ocasião da emissão da Ordem de Serviço; 3.13 Nos feriados e recessos forenses poderá haver redução do quantitativo de horas ou a não-realização de serviços. No entanto, caso haja necessidade de realização de serviços nessas ocasiões, a CONTRATANTE não efetuará nenhum pagamento, uma vez que as horas relacionadas aos feriados e recessos forenses foram consideradas no cálculo do valor final da hora de cada categoria de serviço São considerados feriados e recessos forenses: segunda e terça-feira de carnaval (feriado); esses são forenses ou civis? de quinta a domingo de Páscoa (feriado); 11 de agosto (feriado); 1 o e 2 o de novembro (feriado); 8 de dezembro (feriado); de 1 o a 30 de julho (recesso); de 20 de dezembro a 6 de janeiro (recesso); de 7 de janeiro a 31 de janeiro (recesso) Caso haja realização de serviços em quantidade de horas superior à indicada nos períodos de redução do horário a que se refere o subitem anterior, a CONTRATANTE somente pagará as horas que sobejarem as horas diárias e mensais definidas por ocasião da emissão da Ordem de Serviço, uma vez que o quantitativo de horas previsto na Ordem de Serviço foi considerado no cálculo do valor final da hora A licitante poderá tomar conhecimento do ambiente tecnológico do TSE e dos serviços a serem prestados mediante vistoria a ser agendada na Secretaria de Tecnologia da Informação da CONTRATANTE - Praça dos Tribunais Superiores, Bloco C, Anexo I, 3 o andar, Sala 301, telefone (61) até 1 dia útil antecedente à abertura do processo de licitação, devendo receber atestado de vistoria (Anexo I-IV). 4. DESCRIÇÃO DOS SERVIÇOS A SEREM REALIZADOS COM PERFIL DO PROFISSIONAL A SER ALOCADO As descrições dos serviços a serem realizados e os respectivos perfis profissionais estão descritos nos Anexos I-I deste Projeto Básico. 5. OBRIGAÇÕES DA LICITANTE CONTRATADA 5.1. Designar preposto (Gerente de Contrato) para representá-la junto ao CONTRATANTE em tempo integral, sem que isso implique acréscimo aos preços contratados, o qual deverá promover constantemente a verificação da conformidade dos serviços, além da supervisão e do controle do pessoal utilizado na prestação dos serviços, respondendo perante o

5 CONTRATANTE por todos os atos e fatos gerados ou provocados por seus empregados ou prepostos, cuidando inclusive do controle diário da quantidade de horas de serviços realizados. Deverá ser designado um preposto para o Tribunal Superior Eleitoral e um preposto para cada Tribunal Regional Eleitoral que contratar os serviços objeto deste Termo de Referência Caso seja necessária a substituição de um preposto, a CONTRATADA deverá informar o fiscal do contrato e apresentar, em até 2 (dois) dias úteis, um novo gerente de contrato. O não cumprimento dos prazos implicará penalidade prevista no Anexo I-XII Cumprir, rigorosamente, toda a legislação aplicável à execução dos serviços contratados, inclusive a referente à segurança e à medicina do trabalho Responsabilizar-se por eventual dano que, por dolo ou culpa, os seus profissionais causarem a terceiros ou ao CONTRATANTE. O valor do dano será descontado do primeiro pagamento subseqüente à avaliação do prejuízo, mediante formalização de ocorrência. Tal responsabilidade não exclui e nem reduz a fiscalização ou o acompanhamento da execução do contrato pelo CONTRATANTE Guardar inteiro sigilo dos serviços contratados e dos dados processados, bem como de todo e quaisquer programas e sistemas desenvolvidos, incluindo sua documentação, reconhecendo serem esses de propriedade e uso exclusivo do CONTRATANTE, sendo vedada a sua cessão, locação ou transferência a terceiros, a qualquer título Responsabilizar-se por todos os encargos sociais, taxas, impostos de qualquer natureza, direitos trabalhistas, e outros advindos da relação trabalhista Assumir todos os encargos de possível demanda trabalhista, cível ou penal relacionados aos serviços, originariamente ou vinculada por prevenção, conexão ou continência Facilitar os trabalhos da fiscalização, acatando imediatamente as instruções, sugestões, observações e decisões que emanem da fiscalização do CONTRATANTE, corrigindo as deficiências apontadas quanto ao cumprimento das cláusulas contratuais, devendo, ainda, observar as normas de segurança estabelecidas pelo CONTRATANTE Manter durante toda a execução do contrato as condições de habilitação e qualificação exigidas na licitação Apresentar, após emissão da Ordem de Serviço e previamente à execução dos serviços, o Curriculum Vitae de todos os profissionais envolvidos na OS, para verificação do cumprimento das descrições dos perfis profissionais, conforme as áreas de atuação apresentadas no Anexo I-I, e de acordo com o modelo de currículo constante do Anexo I-V Realizar, a critério do CONTRATANTE, com profissionais alocados na execução dos serviços, teste de conhecimento sobre os itens exigidos contratualmente. O teste será composto de uma prova objetiva, constituída de 10 questões, devendo o profissional acertar, no mínimo, 60% das questões. Esses procedimentos, quando executados, deverão produzir ateste do servidor responsável pela demanda do serviço, para compor o processo de pagamento Apresentar os currículos com as exigências constantes deste Termo de Referência. A entrega de currículo em desconformidade com as exigências aqui previstas será considerada

6 como apresentação de currículo não realizada, portanto, passível das penalidades definidas, conforme Anexo I-XII A CONTRATADA deverá manter sua equipe qualificada para cumprir as atividades previstas nas Ordens de Serviço, sem que isso implique acréscimo aos preços contratados Substituir no prazo de até 2 (dois) dias úteis após ser notificado pelo fiscal do contrato, o profissional alocado na execução dos serviços, nos casos em que a fiscalização do contrato verificar que: Falta experiência ao profissional, embora conste de seu currículo tempo de serviço comprovado; O profissional alocado não se adaptou ao desenvolvimento do serviço; Existem problemas de qualquer ordem que impossibilitam o profissional de executar suas atividades nos horários e escalas definidos pelo CONTRATANTE por intermédio da CONTRATADA; O desempenho profissional ou a conduta do técnico são prejudiciais, inconvenientes ou insatisfatórios O não cumprimento do prazo é passível de penalidade estabelecida no Anexo I-XII, Prestar os serviços objeto deste Termo de Referência conforme especificações, condições e quantidades estipuladas neste e em seus anexos Encaminhar a fatura mensal sempre acompanhada das guias de recolhimento da Previdência Social e do FGTS, identificando os profissionais Orientar os profissionais envolvidos na execução dos serviços quanto à possibilidade de serem convocados a qualquer tempo, para atendimento de demandas de longas jornadas, inclusive finais de semana e feriados, para realização de suporte, produção, testes, simulações, pilotos, capacitação, homologações, implantações e cumprimento de prazos, de forma a obedecer aos cronogramas elaborados pelo CONTRATANTE Adotar as providências para a execução de serviços em local diferente daquele de alocação da Categoria de Serviços, nos casos de mudança de cenário, como por exemplo: um novo galpão de armazenamento de urnas eletrônicas, emancipação de novos municípios, crescimento demográfico, necessidade de eleições suplementares, mudança da forma de execução de atividades decorrente da autonomia da definição da logística de armazenamento e transporte de urnas dos TREs, dentre outros. Agrega-se a isso o fato de a maioria dos sistemas eleitorais ser de âmbito nacional, o que poderá ensejar a execução de serviços de suporte e atendimento nos cartórios eleitorais e o apoio nas diversas seções eleitorais. O Anexo I-XI exibe modelo de autorização de viagem, a ser expedido pelo CONTRATANTE Arcar com as despesas de deslocamentos, de hospedagens e de alimentação para os profissionais alocados nas Categorias de Serviços que forem designadas para atendimento das situações descritas no subitem anterior. A CONTRATADA deverá considerar os valores abaixo para efeito de pagamento de diárias. Valor da diária Município com mais de 200 mil habitantes R$ 190,00 R$ 159,00

7 Município com menos de 200 mil habitantes A CONTRATADA deverá requerer ao CONTRATANTE o ressarcimento das despesas a que se refere este item, devendo observar o valor estimado constante do contrato Os valores estimados com despesas de deslocamentos, por Unidade da Justiça Eleitoral são: UF Valor (R$) UF Valor (R$) AC 1.000,00 PB ,00 AL 3.000,00 PE 2.000,00 AM 5.000,00 PI 3.000,00 AP 5.000,00 PR 7.000,00 BA 2.000,00 RJ 1.000,00 CE 2.000,00 RN 2.000,00 DF 1.000,00 RO 9.000,00 ES ,00 RR ,00 GO 7.000,00 RS 2.000,00 MA ,00 SC ,00 MG 9.000,00 SE 1.000,00 MS ,00 SP 2.000,00 MT ,00 TO 8.000,00 PA 7.000,00 TSE , Controlar a freqüência dos profissionais alocados na execução dos serviços, o que deverá ser feito por meio de ponto eletrônico ou de outro meio mais moderno e eficiente, podendo utilizar eventual sistema em uso pelo CONTRATANTE Gerar, mensalmente, relatórios de acompanhamento das horas efetivamente executadas, bem como relatórios consolidado com informações semanais e gerenciais de cada Categoria de Serviço alocada, conforme os Anexos I-VI e I-VII deste Projeto Básico. Apresentar, para fins de aprovação, até o 3º dia útil do mês subseqüente ao da execução dos serviços, os relatórios especificados Receber o pagamento a ser efetuado mensalmente pelo CONTRATANTE, que deverá levar em consideração a quantidade de horas de realização de serviços, por tipo de serviço, devendo a CONTRATADA manter efetivo controle de freqüência e mediante a apresentação dos relatórios de acompanhamento e de fechamento do período mensal (Anexos I-VI e I-VII) Reformular a forma e as informações contidas nos Relatórios de Acompanhamento, a critério exclusivo do CONTRATANTE Permitir a fiscalização dos sistemas de acompanhamento e fiscalização utilizados pela CONTRATADA, podendo o CONTRATANTE exercer supervisão e acompanhamento da execução dos serviços prestados Informar ao fiscal do contrato toda substituição de técnicos alocados por meio das Ordens de Serviço. A substituição, a interesse da CONTRATADA, de um técnico alocado, deverá ser informada ao fiscal do contrato com 30 (trinta) dias de antecedência. O descumprimento desse prazo é passível de penalidade prevista no Anexo I-XII.

8 6. DURAÇÃO DO CONTRATO O prazo de duração do contrato será de 12 meses, podendo ser prorrogado nos termos da Lei. 7. DA FORMULAÇÃO DA PROPOSTA TÉCNICA Descrição detalhada dos serviços a serem executados em conformidade com as condições e especificações constantes do presente Termo de Referência. 8. REQUISITOS DA ADMISSIBILIDADE DA PROPOSTA DE PREÇOS 8.1 Os preços ofertados serão examinados segundo critérios de aceitabilidade que consideram os limites máximos de preços unitários e globais. 8.2 Será desclassificada a LICITANTE que apresentar valores acima dos valores máximos estabelecidos na Planilha de Formação de Preços, Anexo I-IX. 8.3 Será desclassificada a LICITANTE que apresentar proposta com valores salariais abaixo do mínimo estabelecido na Planilha de Formação de Preços, Anexo I-IX. 8.4 Todos os valores apresentados deverão estar devidamente detalhados na Planilha de Formação de Preços, Anexo I-IX. 9. DOCUMENTOS A SEREM EXIGIDOS PARA FINS DE HABILITAÇÃO 9.1 Comprovação, mediante a apresentação de atestado de capacidade técnica emitido por pessoa jurídica de direito público ou privado, de que possui experiência na prestação de serviços similares ao objeto desta contratação e com as características abaixo descritas: Execução de serviços de Administração de Banco de Dados; Suporte a Usuários de Informática e Administração e Suporte de Redes com volume igual ou superior a 25% da quantidade de horas que compõem este Termo de Referência. Suporte e administração de servidores, envolvendo o volume de sites (servidores) trabalhando simultaneamente utilizando tecnologia de banco de dados Oracle (o TSE possui acima de sites com Oracle). Suporte e Administração de Redes, auditorias e controle de segurança lógica e física em um mesmo ambiente envolvendo as seguintes tecnologias: HP-UX; OPEN VIEW; CISCO WORKS; NETBACKUP. Suporte técnico presencial de forma simultânea em, pelo menos, 5 unidades da Federação sendo, no mínimo, 1 unidade por região (Norte, Nordeste, Centro-Oeste, Sudeste e Sul). 9.2 No caso de apresentação de atestado de empresas privadas, não serão considerados aqueles apresentados por empresas participantes do mesmo grupo empresarial da LICITANTE. Serão consideradas como de mesmo grupo, empresas controladas pela LICITANTE, ou que tenham pelo menos uma pessoa física ou jurídica que seja sócia da

9 empresa emitente e da empresa LICITANTE. 10. DOCUMENTOS A SEREM EXIGIDOS PARA FINS DE ASSINATURA DE CONTRATO 10.1 No prazo máximo de até 5 (cinco) dias, após convocação para assinatura do contrato, a LICITANTE detentora do menor preço na licitação deverá apresentar os seguintes documentos para fins de contratação: Comprovação de ser a empresa licitante certificada junto ao Programa de parceria Oracle (OPN - Oracle Partner Network), na categoria Program Level Certified Advantage Partner, mediante a apresentação de certificado, declaração ou contrato relacionado ao credenciamento da empresa licitante, emitido pela ORACLE Todos os currículos dos profissionais que serão alocados pela empresa para realização dos serviços objeto deste Termo de Referência, acompanhados de cópia ou original dos certificados, das declarações ou de outros documentos comprobatórios da qualificação exigida Caso não apresente os documentos requeridos, a LICITANTE detentora do menor preço será desclassificada e a próxima habilitada deverá ser convocada para apresentar a documentação em até os próximos 5 (cinco) dias, e assim sucessivamente. 11. QUADRO GERAL DE ORÇAMENTO - ESTIMADO O orçamento estimado com base em pesquisa de mercado (Anexo I-X) e na planilha de formação de preços (Anexo I-IX) é de R$ ,02 (dezenove milhões, quinhentos e oitenta e dois mil, cento e cinco reais e dois centavos).

10 ANEXO I - I TIPOS DE SERVIÇO POR CATEGORIA DE SERVIÇO E RESPECTIVO PERFIL PROFISSIONAL Categorias de serviço: CONFIGURAÇÃO DE EQUIPAMENTOS E SUPORTE (CPS) Os serviços de suporte a usuários de informática envolvem atividades relacionadas ao apoio, à configuração, à instalação e ao suporte a microcomputadores, softwares, periféricos e rede de computadores locais e remotas e à implementação de soluções e resolução de problemas com alto grau de complexidade, em ambientes Windows e Linux e demais softwares. a.1) CONFIGURAÇÃO DE EQUIPAMENTOS E SUPORTE CPS1 ATIVIDADES: Propor soluções referentes a problemas e necessidades no ambiente (equipamentos, softwares, configurações, implementações e rede local) de microinformática do TSE; Ter conhecimento e habilidades para usar e configurar serviços de criação, configuração, manutenção e distribuição de pacotes e imagens de sistemas operando o Windows XP; Propor e implementar soluções e serviços que minimizem o downtime de equipamentos, softwares e usuários; Apresentar soluções baseadas nas melhores práticas de segurança de TI, de forma a garantir a integridade e disponibilidade dos arquivos e das informações de usuários de computadores; Documentar sistemas e soluções técnicas; Realizar suporte remoto e controle de equipamentos utilizando softwares próprios para este fim; Configurar redes locais; Diagnosticar e propor soluções para problemas de acesso à rede referente aos protocolos e serviços TCP/IP, como DHCP, WINS, DNS, entre outros; Configurar endereçamento de rede (IP, configuração de protocolos e serviços TCP/IP, como DHCP, WINS, DNS, entre outros); Realizar a manutenção de equipamentos de informática; Configurar os sistemas operacionais Windows XP, Vista e 2003 Server, assim como solucionar problemas que ocorram em tais ambientes; Configurar softwares de Antivírus, editores de imagens, planilhas e textos, browsers e softwares de conexão e acesso a bancos de dados/aplicativos de rede, assim como solucionar problemas a eles relacionados; Analisar, testar e configurar equipamentos e softwares novos, com a finalidade de melhor avaliação dos componentes, antes de serem instalados no equipamento do usuário final; Instalar, testar e homologar os sistemas desenvolvidos pelo TSE, dentre outros; Realizar o apoio técnico de hardware, com avaliações periódicas do uso adequado dos equipamentos, orientando os usuários sobre a forma correta de utilização e instalação, com o objetivo de prevenir e minimizar o surgimento de problemas; Efetuar e configurar auditorias e segurança de equipamentos em rede;

11 Acompanhar as ações das equipes de 1ª e 2ª linhas do Help Desk, com o intuito de prover informações para melhor agilizar o atendimento aos usuários; Acompanhar as ações das equipes de 3º nível com o intuito de integrar informações para agilizar o atendimento aos usuários. PERFIL PROFISSIONAL: Formação de nível superior na área específica de informática ou qualquer outro curso superior com especialização na área de informática, com carga horária mínima de 360h. Ou ainda, formação superior em Engenharia Eletrônica ou áreas afins. A formação deverá ser comprovada mediante diploma e/ou certificados; Experiência e conhecimento de protocolos de rede (TCP/IP, NETBUI e modelo de referência OSI), cabeamento estruturado, customização de perfis e de segurança do Windows 2000, 2003 e XP, hardware de microcomputadores e periféricos; Experiência mínima de 1 (um) ano na utilização de modems, placas de redes, cabeamento estruturado, topologia de redes locais e linhas de comunicação; Experiência mínima de 1 (um) ano em análise e instalação de redes locais, em plataformas coorporativas; Experiência mínima de 1 (um) ano em administração de redes para ambientes Windows 2000/2003 e utilização de protocolos de comunicação TCP/IP; Experiência mínima de 4 (quatro) anos na área de suporte técnico em softwares (incluindo Windows e Linux) e hardwares de informática. HORÁRIO DE REALIZAÇÃO DOS SERVIÇOS: Os serviços serão realizados no intervalo de 8h às 22h, sendo a carga horária de 8 (oito) horas diárias. a.2) CONFIGURAÇÃO DE EQUIPAMENTOS E SUPORTE CPS2 ATIVIDADES: Gerar relatórios gerenciais referentes aos dados armazenados na base de conhecimento provida pelo Help Desk; Configurar agentes de monitoração em máquinas cliente; Realizar o suporte ao ambiente de rede de microcomputadores do TSE, TRE, Zonas Eleitorais, SACs, postos de atendimento e central de atendimento ao eleitor; Utilizar ferramentas de gerenciamento e acesso a rede, análise e execução do projeto de expansão e otimização da rede local de microcomputadores no TSE, TRE, Zonas Eleitorais, SACs, postos de atendimento e central de atendimento; Realizar certificação de cabeamento estruturado de rede; Realizar a manutenção e o cadastro dos usuários para utilização das ferramentas da rede de microcomputadores; Analisar problemas detectados em equipamentos e instalações físicas das redes de computadores, adotando providências para sua correção; Diagnosticar problemas em equipamentos e softwares quanto a recursos e funcionalidades necessárias, de forma a subsidiar as manutenções e correções; Atender às demandas dos usuários quanto aos problemas decorrentes do uso dos microcomputadores, programas instalados, rede de computadores e outros recursos; Realizar o suporte a usuários finais e solucionar problemas em ambientes de desktop que executam o sistema operacional Microsoft Windows XP; Implementar soluções em ambientes Windows e Linux e demais softwares; Efetuar a configuração dos equipamentos de rede local sem fio (wireless);

12 Realizar o atendimento técnico em informática aos ministros, inclusive durante as sessões plenárias; PERFIL PROFISSIONAL: Segundo grau completo, com cursos em informática que somados apresentem carga mínima de 180h, incluindo curso de administração e suporte em Windows 2000 e/ou 2003, comprovados por diploma e/ou certificados; Experiência e conhecimento de protocolos de rede (TCP/IP, NETBUI e modelo de referência OSI), cabeamento estruturado, customização de perfis e segurança do Windows 2000, 2003 e XP, hardware de microcomputadores e periféricos; Experiência em eletrônica e na manutenção de equipamentos de informática como impressoras, monitores, microcomputadores e outros; Experiência mínima de 1 (um) ano em administração de redes para ambientes Windows 2000/2003, com utilização de protocolos de comunicação TCP/IP; Experiência mínima de 2 (dois) anos na área de suporte técnico a softwares (incluindo Windows e Linux) e a hardwares de informática. Habilidade de prestar atendimento ao usuário com educação e presteza, visando sempre atender a suas necessidades; Trabalhar em equipe somando-se profissionalmente aos demais componentes; Buscar conhecimento visando atualizar sempre seus conhecimentos técnicos na área de TI; Manter postura profissional diante de qualquer tipo de circunstância; Adaptar-se a regras, normas e procedimentos definidos pela unidade em que estiver atendendo. HORÁRIO DE REALIZAÇÃO DOS SERVIÇOS: Os serviços serão realizados no intervalo de 8h às 22h, sendo a carga horária de 8 (oito) horas diárias. SUPORTE A USUÁRIOS DE INFORMÁTICA (SUI) Os serviços de suporte a usuários de informática envolvem atividades contínuas de apoio aos Analistas de Atendimento Help-Desk, incluindo análise, testes, configurações de equipamentos, de redes e dos demais elementos que compõem a infra-estrutura de TI da Justiça Eleitoral. b.1) SUPORTE A USUÁRIOS DE INFORMÁTICA SUI1 ATIVIDADES: Prestar serviços de apoio, configuração, instalação e suporte a microcomputadores, softwares, periféricos e rede de computadores locais e remotas; Realizar e/ou propor solução de problemas em cabeamento estruturado de rede local, utilizando, para detecção de panes, ferramentas e equipamentos específicos para esse fim; Documentar sistemas e soluções técnicas; Prestar suporte remoto e controle de equipamentos utilizando softwares próprios para esse fim; Configurar rede e endereço IP; Prestar serviços de manutenção de equipamentos de informática; Configurar solução de problemas que ocorrerem nos sistemas operacionais Windows XP, Vista e 2003 Server, e em aplicativos como Antivírus, editores de imagens, planilhas e

13 textos, além de browsers e softwares de conexão e acesso a bancos de dados/aplicativos de rede; Analisar, testar e configurar equipamentos e softwares novos, com a finalidade de melhor avaliação dos componentes, antes de serem instalados no equipamento do usuário final; Instalar os sistemas desenvolvidos pelo TSE, dentre outros; Realizar apoio técnico de hardware, com avaliações periódicas do uso adequado dos equipamentos, orientando os usuários sobre a forma correta de utilização e instalação, com o objetivo de prevenir e minimizar o surgimento de problemas; Efetuar e configurar auditorias e segurança de equipamentos em rede; Acompanhar as equipes de 1ª e 2ª nível do Help Desk com o intuito de prover informações para melhor agilizar o atendimento aos usuários; Gerar relatórios gerenciais referentes aos dados armazenados na base de conhecimento provida pelo Help Desk; Configurar agentes de monitoração em máquinas cliente; Prestar suporte ao ambiente de rede de microcomputadores do TSE, dos TREs, das Zonas Eleitorais, dos SACs, dos postos de atendimento e da central de atendimento ao eleitor; Realizar manutenção e cadastro dos usuários para utilização das ferramentas da rede de microcomputadores; Analisar problemas detectados em equipamentos e instalações físicas das redes de computadores, adotando providências para a correção de problemas; Diagnosticar problemas em equipamentos e softwares quanto a recursos e funcionalidades necessárias, de forma a subsidiar as manutenções e correções; Atender às demandas dos usuários quanto aos problemas decorrentes do uso dos microcomputadores, dos programas instalados, da rede de computadores e de outros recursos de informática; Implementar soluções e resolução de problemas em ambientes Windows e Linux e demais softwares; Efetuar a configuração dos equipamentos de rede local sem fio (wireless); Realizar atendimento técnico em informática aos ministros, inclusive durante sessões plenárias; Prestar suporte a usuários finais e solucionar problemas em ambientes de desktop que executam o sistema operacional Microsoft Windows XP; PERFIL PROFISSIONAL: Segundo grau completo, com cursos em informática que somados apresentem carga mínima de 140h, incluindo curso de administração e suporte a Windows 2000 e/ou 2003, comprovados por diploma e/ou certificados; Experiência e conhecimento de protocolos de rede (TCP/IP, NETBUI e modelo de referência OSI), cabeamento estruturado, customização de perfis e segurança do Windows 2000, 2003 e XP, hardware de microcomputadores e periféricos; Experiência em eletrônica e na manutenção de equipamentos de informática como impressoras, monitores, microcomputadores e outros; Experiência mínima de 4 (quatro) anos na área de suporte técnico em softwares e hardwares de informática; Experiência mínima de 1 (um) ano em manutenção de redes locais corporativas. Habilidade de prestar atendimento ao usuário com educação e presteza, visando sempre atender a suas necessidades; Trabalhar em equipe somando-se profissionalmente aos demais componentes; Buscar conhecimento visando atualizar sempre seus conhecimentos técnicos na área de TI; Manter postura profissional diante de qualquer tipo de circunstância; Adaptar-se a regras, normas e procedimentos definidos pela unidade em que estiver atendendo.

14 b.2) SUPORTE A USUÁRIOS DE INFORMÁTICA SUI2 ATIVIDADES: Prestar serviços de apoio, configuração, instalação e suporte a microcomputadores, softwares, periféricos e rede de computadores locais e remotas; Documentar sistemas e soluções técnicas; Prestar suporte remoto e controle de equipamentos utilizando softwares próprios para esse fim; Configurar rede e endereço IP; Prestar serviços de manutenção de equipamentos de informática; Configurar solução de problemas que ocorrerem nos sistemas operacionais Windows XP, Vista e 2003 Server, e em aplicativos como Antivírus, editores de imagens, planilhas e textos, além de browsers e softwares de conexão e acesso a bancos de dados/aplicativos de rede; Analisar, testar e configurar equipamentos e softwares novos, com a finalidade de melhor avaliação dos componentes, antes de serem instalados no equipamento do usuário final; Instalar os sistemas desenvolvidos pelo TSE, dentre outros; Realizar apoio técnico de hardware, com avaliações periódicas do uso adequado dos equipamentos, orientando os usuários sobre a forma correta de utilização e instalação, com o objetivo de prevenir e minimizar o surgimento de problemas; Efetuar e configurar auditorias e segurança de equipamentos em rede; Acompanhar as equipes de 1ª e 2ª nível do Help Desk com o intuito de prover informações para melhor agilizar o atendimento aos usuários; Gerar relatórios gerenciais referentes aos dados armazenados na base de conhecimento provida pelo Help Desk; Configurar agentes de monitoração em máquinas cliente; Prestar suporte ao ambiente de rede de microcomputadores do TSE, dos TREs, das Zonas Eleitorais, dos SACs, dos postos de atendimento e da central de atendimento ao eleitor; Realizar manutenção e cadastro dos usuários para utilização das ferramentas da rede de microcomputadores; Analisar problemas detectados em equipamentos e instalações físicas das redes de computadores, adotando providências para a correção de problemas; Diagnosticar problemas em equipamentos e softwares quanto a recursos e funcionalidades necessárias, de forma a subsidiar as manutenções e correções; Atender às demandas dos usuários quanto aos problemas decorrentes do uso dos microcomputadores, dos programas instalados, da rede de computadores e de outros recursos de informática; Implementar soluções e resolução de problemas em ambientes Windows e Linux e demais softwares; Efetuar a configuração dos equipamentos de rede local sem fio (wireless); Realizar atendimento técnico em informática aos ministros, inclusive durante sessões plenárias; Prestar suporte a usuários finais e solucionar problemas em ambientes de desktop que executam o sistema operacional Microsoft Windows XP; PERFIL PROFISSIONAL: Segundo grau completo, com cursos em informática que somados apresentem carga mínima de 80h, incluindo curso de administração e suporte em Windows 2000 e/ou 2003, comprovados por diploma e/ou certificados;

15 Experiência e conhecimento de protocolos de rede (TCP/IP, NETBUI e modelo de referência OSI), cabeamento estruturado, customização de perfis e segurança do Windows 2000, 2003 e XP, hardware de microcomputadores e periféricos; Experiência na manutenção de equipamentos de informática como impressoras, monitores, microcomputadores e outros e noções de eletrônica; Experiência mínima de 2 (dois) anos na área de suporte técnico em softwares e hardwares de informática; Habilidade de prestar atendimento ao usuário com educação e presteza, visando sempre atender a suas necessidades; Trabalhar em equipe somando-se profissionalmente aos demais componentes; Buscar conhecimento visando atualizar sempre seus conhecimentos técnicos na área de TI; Manter postura profissional diante de qualquer tipo de circunstância; Adaptar-se a regras, normas e procedimentos definidos pela unidade em que estiver atendendo. ADMINISTRAÇÃO DE BANCO DE DADOS (ABD) A administração de banco de dados, devido ao grande número de bases de dados disponíveis na Justiça Eleitoral e a sua distribuição geográfica, caracteriza-se como um serviço extremamente estratégico. As atividades vinculadas a esse serviço estão descritas abaixo. c.1) ADMINISTRAÇÃO DE BANCO DE DADOS - ABD1 ATIVIDADES: Todos os serviços listados abaixo serão prestados no âmbito da Justiça Eleitoral, envolvendo as bases de dados dos 27 Tribunais Regionais Eleitorais, dos cartórios eleitorais e do Tribunal Superior Eleitoral. Prestar suporte para definição e implantação de parâmetros de otimização de performance ( tunning ) dos bancos de dados e nos códigos SQLs; Prestar suporte para customização e monitoração dos bancos de dados instalados nas máquinas do CONTRATANTE, em todas as fases do processo; Prestar suporte para definição de padrões no segmento de banco de dados, tais como: sistemas de arquivos e permissões de acesso em nível de sistema operacional; Prestar suporte para implantação das configurações de SGA e de outros componentes do banco de dados Oracle; Prestar suporte para definição e configuração dos parâmetros de criação das bases de dados e de seus objetos nos ambientes operacionais Risc Unix, Linux e Windows Server para as bases de dados do CONTRATANTE, tais como: dimensionamento de tabelas, áreas de dados, áreas de índices, áreas de memória compartilhada por processos, estrutura de archive logs, arquivos de redo log e segmentos de rollback; Elaborar estudo e redimensionamento das bases de dados; Implementar e configurar banco de dados distribuídos; Implementar rotinas automatizadas utilizando DBMS_Scheduler; Prestar suporte para o planejamento, o desenvolvimento e a implementação de política de auditoria de banco de dados; Prestar suporte para o planejamento, o desenvolvimento e a implantação das rotinas de backup/recovery para os bancos de dados quanto à sua periodicidade e contingências;

16 Planejar e executar procedimentos de contingência para suporte à administração dos bancos de dados e à infra-estrutura para funcionamento das aplicações; Construir scripts utilizando linguagem Shell e os conceitos básicos de administração do sistema operacional Risc Unix, Linux e Windows Server; Aplicar patches corretivos de produto; Documentar todos os planos elaborados e serviços executados; Elaborar plano de contingência; Elaborar plano de implantação; Elaborar instruções para preparação e configuração dos ambientes físicos; Preparar e configurar os ambientes físicos; Gerar scripts para verificação de resultados específicos; Acompanhar e prestar suporte ao ambiente de banco de dados nas diversas fases de projeto (análise, especificação, construção, testes, transição, implantação e produção); Preparar as bases de dados em todas as fases dos sistemas; Implantar o Oracle Database Control; Instalar e configurar ASM (Automatic storage management); Gerenciar o banco de dados com a ferramenta Oracle Enterprise Manager; Estudar, propor e adotar solução para prevenção de problemas relativos ao banco de dados e a sua interface junto aos sistemas operacionais e comunicação de dados do CONTRATANTE; Estudar, propor e adotar solução para integração entre os diversos sistemas; Estudar, propor e adotar solução para a ocorrência de problemas relativos ao banco de dados e a sua interface junto aos sistemas operacionais e comunicação de dados existentes; Transferir, para a equipe do CONTRATANTE, conhecimentos específicos do banco de dados Oracle cujos recursos sejam utilizados nos serviços. PERFIL PROFISSIONAL: Experiência mínima de 5 anos em administração de bancos de dados, em projetos com bancos de dados Oracle remotos; Experiência em bancos de dados Oracle na plataforma Risc Unix, Linux e Windows Server; Experiência em projetos que se utilizem de transmissão de dados em ambientes LAN e WAN; Experiência nas ferramentas de gerenciamento e diagnóstico de performance; Experiência em Oracle Enterprise Manager; Conhecimento na linguagem Shell e conceitos básicos de administração do sistema operacional Risc Unix, Linux e Windows Server; Certificação OCP (Oracle Certified Professional) em Administração de Banco de Dados nas versões 10g ou superior ou apresentar certificados de participação nos cursos a seguir relacionados: DBA10gI Oracle Database 10g: Administratoion Workshop I Ed 3; DBA10gII - Oracle Database 10g: Administratoion Workshop II Ed 3 e Oracle Database 10g: Performance e Tunning. c.2) ADMINISTRAÇÃO DE BANCO DE DADOS - ABD2 ATIVIDADES: Todos os serviços listados abaixo serão prestados no âmbito da Justiça Eleitoral, envolvendo as bases de dados dos 27 Tribunais Regionais Eleitorais, dos cartórios eleitorais e do Tribunais Superior Eleitoral.

17 Prestar suporte para customização e monitoração dos bancos de dados instalados nas máquinas do CONTRATANTE, em todas as fases do processo; Prestar suporte para definição de padrões no segmento de banco de dados, tais como: sistemas de arquivos e permissões de acesso em nível de sistema operacional; Prestar suporte para implantação das configurações de SGA e de outros componentes do banco de dados Oracle; Prestar suporte para definição e configuração dos parâmetros de criação das bases de dados e de seus objetos nos ambientes operacionais Risc Unix, Linux e Windows Server para as bases de dados do CONTRATANTE, tais como: dimensionamento de tabelas, áreas de dados, áreas de índices, áreas de memória compartilhada por processos, estrutura de archive logs, arquivos de redo log e segmentos de rollback; Elaborar estudo e redimensionamento das bases de dados; Implementar e configurar banco de dados distribuídos; Implementar rotinas automatizadas utilizando DBMS_Scheduler; Prestar suporte para o planejamento, o desenvolvimento e a implementação de política de auditoria de banco de dados; Prestar suporte para o planejamento, o desenvolvimento e a implantação das rotinas de backup/recovery para os bancos de dados quanto à sua periodicidade e contingências; Planejar e executar procedimentos de contingência para suporte à administração dos bancos de dados e à infra-estrutura para funcionamento das aplicações; Construir scripts utilizando linguagem Shell e os conceitos básicos de administração do sistema operacional Risc Unix, Linux e Windows Server; Aplicar patches corretivos de produto; Documentar todos os planos elaborados e serviços executados; Elaborar plano de contingência; Elaborar plano de implantação; Elaborar instruções para preparação e configuração dos ambientes físicos; Preparar e configurar os ambientes físicos; Gerar scripts para verificação de resultados específicos; Acompanhar e prestar suporte ao ambiente de banco de dados nas diversas fases de projeto (análise, especificação, construção, testes, transição, implantação e produção); Preparar as bases de dados em todas as fases dos sistemas; Implantar o Oracle Database Control; Instalar e configurar ASM (Automatic storage management); Gerenciar o banco de dados com a ferramenta Oracle Enterprise Manager; Estudar, propor e adotar solução para prevenção de problemas relativos ao banco de dados e a sua interface junto aos sistemas operacionais e comunicação de dados do CONTRATANTE; Estudar, propor e adotar solução para integração entre os diversos sistemas; Estudar, propor e adotar solução para a ocorrência de problemas relativos ao banco de dados e a sua interface junto aos sistemas operacionais e comunicação de dados existentes; Transferir, para a equipe do CONTRATANTE, conhecimentos específicos do banco de dados Oracle cujos recursos sejam utilizados nos serviços. PERFIL PROFISSIONAL: Experiência mínima de 3 anos em administração de bancos de dados, em projetos com bancos de dados Oracle remotos; Experiência em bancos de dados Oracle na plataforma Risc Unix, Linux e Windows Server; Experiência em projetos que se utilizem de transmissão de dados em ambientes LAN e WAN;

18 Experiência nas ferramentas de gerenciamento e diagnóstico de performance; Experiência em Oracle Enterprise Manager; Conhecimento na linguagem Shell e conceitos básicos de administração do sistema operacional Risc Unix, Linux e Windows Server; Certificação OCP (Oracle Certified Professional) em Administração de Banco de Dados nas versões 10g ou superior ou apresentar certificados de participação nos cursos a seguir relacionados: DBA10gI Oracle Database 10g: Administratoion Workshop I Ed 3; DBA10gII - Oracle Database 10g: Administratoion Workshop II Ed 3 e Oracle Database 10g: Performance e Tunning. c.3) ADMINISTRAÇÃO DE BANCO DE DADOS - ABD3 ATIVIDADES: Todos os serviços listados abaixo serão prestados no âmbito do Tribunal Regional Eleitoral e dos cartórios eleitorais dos estados. Prestar suporte para customização e monitoração dos bancos de dados instalados nas máquinas do CONTRATANTE, em todas as fases do processo; Prestar suporte para definição de padrões no segmento de banco de dados, tais como: sistemas de arquivos e permissões de acesso em nível de sistema operacional; Prestar suporte para implantação das configurações de SGA e de outros componentes do banco de dados Oracle; Prestar suporte para definição e configuração dos parâmetros de criação das bases de dados e de seus objetos nos ambientes operacionais Risc Unix, Linux e Windows Server para as bases de dados do CONTRATANTE, tais como: dimensionamento de tabelas, áreas de dados, áreas de índices, áreas de memória compartilhada por processos, estrutura de archive logs, arquivos de redo log e segmentos de rollback; Elaborar estudo e redimensionamento das bases de dados; Implementar e configurar banco de dados distribuídos; Implementar rotinas automatizadas utilizando DBMS_Scheduler; Prestar suporte para o planejamento, o desenvolvimento e a implementação de política de auditoria de banco de dados; Prestar suporte para o planejamento, o desenvolvimento e a implantação das rotinas de backup/recovery para os bancos de dados quanto à sua periodicidade e contingências; Planejar e executar procedimentos de contingência para suporte à administração dos bancos de dados e à infra-estrutura para funcionamento das aplicações; Construir scripts utilizando linguagem Shell e os conceitos básicos de administração do sistema operacional Risc Unix, Linux e Windows Server; Aplicar patches corretivos de produto; Documentar todos os planos elaborados e serviços executados; Elaborar plano de contingência; Elaborar plano de implantação; Elaborar instruções para preparação e configuração dos ambientes físicos; Preparar e configurar os ambientes físicos; Gerar scripts para verificação de resultados específicos; Acompanhar e prestar suporte ao ambiente de banco de dados nas diversas fases de projeto (análise, especificação, construção, testes, transição, implantação e produção); Preparar as bases de dados em todas as fases dos sistemas; Implantar o Oracle Database Control; Instalar e configurar ASM (Automatic storage management); Gerenciar o banco de dados com a ferramenta Oracle Enterprise Manager;

19 Estudar, propor e adotar solução para prevenção de problemas relativos ao banco de dados e a sua interface junto aos sistemas operacionais e comunicação de dados do CONTRATANTE; Estudar, propor e adotar solução para integração entre os diversos sistemas; Estudar, propor e adotar solução para a ocorrência de problemas relativos ao banco de dados e a sua interface junto aos sistemas operacionais e comunicação de dados existentes; Transferir, para a equipe do CONTRATANTE, conhecimentos específicos do banco de dados Oracle cujos recursos sejam utilizados nos serviços. PERFIL PROFISSIONAL: Experiência mínima de 1 ano em administração de bancos de dados, em projetos com bancos de dados Oracle remotos; Experiência em bancos de dados Oracle na plataforma Risc Unix, Linux e Windows Server; Experiência em projetos que se utilizem de transmissão de dados em ambientes LAN e WAN; Experiência nas ferramentas de gerenciamento e diagnóstico de performance; Experiência em Oracle Enterprise Manager; Conhecimento na linguagem Shell e conceitos básicos de administração do sistema operacional Risc Unix, Linux e Windows Server; Certificação OCP (Oracle Certified Professional) em Administração de Banco de Dados nas versões 10g ou superior ou apresentar certificados de participação nos cursos a seguir relacionados: DBA10gI Oracle Database 10g: Administratoion Workshop I Ed 3; DBA10gII - Oracle Database 10g: Administratoion Workshop II Ed 3 e Oracle Database 10g: Performance e Tunning. PLANEJAMENTO E CONTROLE DE PRODUÇÃO (PCP) Os serviços de planejamento e controle de produção envolvem atividades relacionadas ao planejamento, à programação e ao controle de produção com dimensionamento de recursos humanos e computacionais para implantação de sistemas, programas e suas versões em produção, assim como planejamento do backup/restore, implementação de procedimentos e programas de segurança física, lógica e de contingências e acompanhamento da expansão dos pontos de rede e elementos ativos. d.1) PLANEJAMENTO E CONTROLE DE PRODUÇÃO PCP1 ATIVIDADES: Planejar e dimensionar os recursos humanos e de máquinas para execução dos sistemas e programas em produção; Manter o controle da necessidade e da quantidade dos materiais e insumos; Prestar suporte aos sistemas em produção, aos técnicos da seção e aos usuários internos e externos; Elaborar projetos para compra de materiais, equipamentos e/ou contratação de serviços para atender demandas da Justiça Eleitoral (Ex.: Títulos Eleitorais, Folha de Votação, Formulários, Fitas Magnéticas, Impressoras e etc.); Propor normas, padrões e procedimentos técnico-operacionais para as atividades de produção;

20 Propor e implementar procedimentos e programas de segurança física, lógica e de contingências - segurança; Controlar e dimensionar a utilização de mídias (discos, fitas e etc.); gerenciar as fitotecas de trabalho e de segurança; definir a política de salvamento (Backup s) e recuperação (Restore) dos Bancos de Dados e arquivos da Justiça Eleitoral; Controlar e executar as rotinas de salvamento, recuperação, limpeza e reorganização dos arquivos dos sistemas implantados na produção; PERFIL DO PROFISSIONAL: Formação de nível superior na área de informática ou em qualquer outro curso superior com extensão na área de informática, com carga horária mínima de 360h, comprovada mediante diploma e/ou certificados. Experiência mínima de 1 (um) ano em ambiente Linux ou Windows Experiência mínima de 05 (cinco) anos na área de produção. Experiência mínima de 1 ano em softwares de gerenciamento de cópias de segurança (backup/restore). HORÁRIO DE REALIZAÇÃO DOS SERVIÇOS: Os serviços serão realizados no intervalo de 08:00hs às 22:00hs diárias em período fora do eleitoral, com carga horária de 08 (oito) horas diárias. No período pré-eleitoral e eleitoral, o horário do serviço será realizado de acordo com a necessidade de plantão para suporte às demais áreas da CONTRATANTE. d.2) PLANEJAMENTO E CONTROLE DE PRODUÇÃO PCP2 ATIVIDADES: Documentar e divulgar novos programas, serviços e rotinas implantadas em produção; Manter os contatos necessários com as áreas de sistemas e suporte operacional visando à captação de dados e informações para os planejamentos de cronogramas e serviços que venha ser inseridos nas atividades; Viabilizar a execução dos serviços programados em produção atendendo o calendário eleitoral; Conferir os resultados dos serviços executados em produção e controlar a impressão e pós-impressão dos relatórios de acordo com programação dos serviços; Monitorar e controlar a execução dos módulos TSE do sistema de alistamento eleitoral; dar suporte aos serviços de produção executados por terceiros. Elaborar críticas de RAE (Requerimento de Alistamento Eleitoral); Gerar arquivos para impressão dos Títulos Eleitorais; Gerar a Folha de Votação. Especificar, desenvolver testes e efetuar a manutenção de aplicativos relacionados ao desenvolvimento de scripts para o controle e acompanhamento das rotinas relativas à produção do Cadastro Eleitoral; PERFIL DO PROFISSIONAL: Formação de nível superior incompleto, a partir do 3º Semestre, na área específica de informática ou qualquer outra formação superior com extensão na área de informática, com carga horária mínima de 360hs, comprovada mediante diploma e/ou certificado Curso de informática, com carga horária mínima de 120 horas, sendo no mínimo 40h em ambiente Windows 2003 ou Linux, comprovada mediante diploma e/ou certificados. Experiência mínima de 1 (um) ano em ambiente Linux ou Windows 2003; Experiência mínima de 02 (dois) anos na área de produção;

ANEXO II PERFIL DOS TÉCNICOS E ANALISTAS, FORMAÇÃO E ATIVIDADES A DESENVOLVER

ANEXO II PERFIL DOS TÉCNICOS E ANALISTAS, FORMAÇÃO E ATIVIDADES A DESENVOLVER PERFIL DOS TÉCNICOS E ANALISTAS, FORMAÇÃO E ATIVIDADES A DESENVOLVER 1. FORMAÇÃO, CONHECIMENTO E HABILIDADES EXIGIDAS 1.1. PERFIL DE TÉCNICO EM INFORMÁTICA: 1.1.1.DESCRIÇÃO DO PERFIL: O profissional desempenhará

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA - TR Pregão Eletrônico nº 016/2008

TERMO DE REFERÊNCIA - TR Pregão Eletrônico nº 016/2008 CENTRO DE TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO TERMO DE REFERÊNCIA - TR Pregão Eletrônico nº 016/2008 Anexo II 1 DO OBJETO 1.1 - Prestação de serviços de suporte técnico assistido

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA

MINISTÉRIO DA FAZENDA MINISTÉRIO DA FAZENDA Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional PGFN Departamento de Gestão Corporativa - DGC Coordenação-Geral de Tecnologia da Informação - CTI CATÁLOGO DE SERVIÇOS DE TECNOLOGIA Infraestrutura

Leia mais

PROJETO BÁSICO CALL CENTER

PROJETO BÁSICO CALL CENTER PROJETO BÁSICO CALL CENTER 1 Projeto Básico da Contratação de Serviços: 1.1 O presente Projeto Básico consiste na descrição dos serviços que serão prestados por empresa especializada em serviços de Call

Leia mais

Termo de Referência. Aquisição de servidores para camada de banco de dados. Diretoria de Infra-Estrutura de TIC DIT

Termo de Referência. Aquisição de servidores para camada de banco de dados. Diretoria de Infra-Estrutura de TIC DIT Termo de Referência Aquisição de servidores para camada de banco de dados. Termo de Referência Aquisição de Servidores Tipo 1A-1B para camada de Banco de Dados / Alta Disponibilidade RQ DEPI nº 11/2009

Leia mais

Pode Judiciário Justiça do Trabalho Tribunal Regional do Trabalho da 11ª Região ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS DE DIREÇÃO E CHEFIAS DA SETIC

Pode Judiciário Justiça do Trabalho Tribunal Regional do Trabalho da 11ª Região ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS DE DIREÇÃO E CHEFIAS DA SETIC Pode Judiciário Justiça do Trabalho Tribunal Regional do Trabalho da 11ª Região ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS DE DIREÇÃO E CHEFIAS DA SETIC 1. Diretor da Secretaria de Tecnologia da Informação e Comunicação Coordenar

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA SERVIÇOS DE SUPORTE TÉCNICO EM SISTEMA DE COLABORAÇÃO ZIMBRA 1. OBJETO

TERMO DE REFERÊNCIA SERVIÇOS DE SUPORTE TÉCNICO EM SISTEMA DE COLABORAÇÃO ZIMBRA 1. OBJETO TERMO DE REFERÊNCIA SERVIÇOS DE SUPORTE TÉCNICO EM SISTEMA DE COLABORAÇÃO ZIMBRA 1. OBJETO 1.1. Prestação de serviços de suporte técnico em sistema de colaboração ZIMBRA. 2. DESCRIÇÃO GERAL DOS SERVIÇOS

Leia mais

1. Descrição dos Serviços de Implantação da SOLUÇÃO

1. Descrição dos Serviços de Implantação da SOLUÇÃO Este documento descreve os serviços que devem ser realizados para a Implantação da Solução de CRM (Customer Relationship Management), doravante chamada SOLUÇÃO, nos ambientes computacionais de testes,

Leia mais

2.2 - Prestação de Serviços de Suporte Técnico Assistido

2.2 - Prestação de Serviços de Suporte Técnico Assistido Anexo I TERMO DE REFERÊNCIA - TR Pregão Eletrônico nº 010/2011 1 DO OBJETO 1.1 - Contratação de empresa para o fornecimento de licenças de uso de software SAP, BusinessObjects Enterprise - BOE, com manutenção

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA. 1. Objeto. 2. Antecedentes. 3. Objeto da Licitação

TERMO DE REFERÊNCIA. 1. Objeto. 2. Antecedentes. 3. Objeto da Licitação TERMO DE REFERÊNCIA 1. Objeto 1.1. Contratação de empresa especializada em auditoria de tecnologia da informação e comunicações, com foco em segurança da informação na análise de quatro domínios: Processos

Leia mais

Termo de Referência. (Storage) do ambiente de Migração, composta pelo do subsistema de disco IBM DS8300.

Termo de Referência. (Storage) do ambiente de Migração, composta pelo do subsistema de disco IBM DS8300. Termo de Referência Expansão da solução s de armazenamento (Storage) do ambiente de Migração, composta pelo do subsistema de disco IBM DS8300. Termo de Referência Expansão da solução de armazenamento do

Leia mais

UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA UNB CENTRO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA CEAD-UNB PROCESSO SIMPLIFICADO DE SELEÇÃO. CHAMADA PÚBLICA Nº 002/2014 CEAD-UnB

UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA UNB CENTRO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA CEAD-UNB PROCESSO SIMPLIFICADO DE SELEÇÃO. CHAMADA PÚBLICA Nº 002/2014 CEAD-UnB UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA UNB CENTRO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA CEAD-UNB PROCESSO SIMPLIFICADO DE SELEÇÃO CHAMADA PÚBLICA Nº 002/2014 CEAD-UnB Brasília, 28 de março de 2014 A diretora do Centro de Educação

Leia mais

ANEXO I NÍVEIS MÍNIMOS DE SERVIÇO EXIGIDOS (NMSE) PARA CONTRATO DE APOIO

ANEXO I NÍVEIS MÍNIMOS DE SERVIÇO EXIGIDOS (NMSE) PARA CONTRATO DE APOIO ANEXO I NÍVEIS MÍNIMOS DE SERVIÇO EXIGIDOS (NMSE) PARA CONTRATO DE APOIO 1. Introdução 1.1. Descrição do serviço Este documento disciplina a cessão de uso permanente da solução de software para Gestão

Leia mais

Termo de Referência. Aquisição de Solução de Gerenciamento de Impressão para plataforma baixa.

Termo de Referência. Aquisição de Solução de Gerenciamento de Impressão para plataforma baixa. Termo de Referência Aquisição de Solução de Gerenciamento de Impressão para plataforma baixa. CGAD/COAR - Gerenciamento de Impressão Plataforma Baixa / RQ DSAO nº xxx/2009 1/8 Termo de Referência Aquisição

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA - TR

TERMO DE REFERÊNCIA - TR TERMO DE REFERÊNCIA - TR Pregão Eletrônico nº 014/2009 ANEXO II 1. OBJETO 1.1. Prestação de serviços de suporte técnico assistido ao PRODERJ, sob demanda, para o desenvolvimento e implantação de soluções

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA Prestação de Serviços de suporte técnico para a Ferramenta de Scanner de Vulnerabilidades de Aplicações Web Acunetix

TERMO DE REFERÊNCIA Prestação de Serviços de suporte técnico para a Ferramenta de Scanner de Vulnerabilidades de Aplicações Web Acunetix TERMO DE REFERÊNCIA Prestação de Serviços de suporte técnico para a Ferramenta de Scanner de Vulnerabilidades de Aplicações Web Acunetix, e, atualização de novas versões e das vulnerabilidades detectáveis.

Leia mais

DO COLETÂNEA ONLINE. Brasil Dados Públicos. atos oficiais atos administrativos processos judiciais editais, Avisos e Contratos orçamentos da União,

DO COLETÂNEA ONLINE. Brasil Dados Públicos. atos oficiais atos administrativos processos judiciais editais, Avisos e Contratos orçamentos da União, folheto de especificações ONLINE atos oficiais atos administrativos processos judiciais editais, Avisos e Contratos orçamentos da União, Estados e Municípios Base de dados eletrônica que contém a íntegra

Leia mais

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA MANUTENÇÔES EVOLUTIVAS NO SITE PRO-SST DO SESI

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA MANUTENÇÔES EVOLUTIVAS NO SITE PRO-SST DO SESI ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA MANUTENÇÔES EVOLUTIVAS NO SITE PRO-SST DO SESI 1. OBJETO 1.1. Contratação de empresa especializada para executar serviços de manutenção evolutiva, corretiva, adaptativa e normativa

Leia mais

Perguntas e Respostas Conselho de Usuários VIVO

Perguntas e Respostas Conselho de Usuários VIVO Perguntas e Respostas Conselho de Usuários VIVO Resolução n o 623, de 18 de Outubro de 2013 1. Qual a Resolução que trata sobre Conselho de Usuários e onde ela está disponível? Trata-se da Resolução n

Leia mais

EDITAL Nº 03/2007 CHAMAMENTO PARA CREDENCIAMENTO DE LABORATÓRIOS DE ANÁLISES CLÍNICAS.

EDITAL Nº 03/2007 CHAMAMENTO PARA CREDENCIAMENTO DE LABORATÓRIOS DE ANÁLISES CLÍNICAS. EDITAL Nº 03/2007 CHAMAMENTO PARA CREDENCIAMENTO DE LABORATÓRIOS DE ANÁLISES CLÍNICAS. O MUNICÍPIO DE PALMAS, no Estado do Tocantins, através da Secretaria Municipal de Saúde, pela COMISSÃO ESPECIAL DE

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE MANUTENÇÃO E SUPORTE DO LICENCIAMENTO ATLASSIAN JIRA

TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE MANUTENÇÃO E SUPORTE DO LICENCIAMENTO ATLASSIAN JIRA TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE MANUTENÇÃO E SUPORTE DO LICENCIAMENTO ATLASSIAN JIRA Outubro de 2013 1 1 OBJETO Prestação de Serviço de Manutenção da licença

Leia mais

Serviço Público Federal Conselho Regional de Corretores de Imóveis Estado de São Paulo

Serviço Público Federal Conselho Regional de Corretores de Imóveis Estado de São Paulo ANEXO VII PREGÃO PRESENCIAL Nº. 033/2015 Termo de Referência 1. OBJETO Renovação de licenças de Solução Corporativa do Antivírus Avast, com serviço de suporte técnico e atualização de versão, manutenção

Leia mais

PLANO DE DESENVOLVIMENTO DE RECURSOS HUMANOS DA FUNDAÇÃO MUNICIPAL DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO DE CANOAS CANOASTEC

PLANO DE DESENVOLVIMENTO DE RECURSOS HUMANOS DA FUNDAÇÃO MUNICIPAL DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO DE CANOAS CANOASTEC PLANO DE DESENVOLVIMENTO DE RECURSOS HUMANOS DA FUNDAÇÃO MUNICIPAL DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO DE CANOAS CANOASTEC Institui o Plano de Desenvolvimento de Recursos Humanos criando o Quadro

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA (TR) nº 001/2009

TERMO DE REFERÊNCIA (TR) nº 001/2009 TERMO DE REFERÊNCIA (TR) nº 001/2009 1 IDENTIFICAÇÃO DA CONSULTORIA Consultor (a) para desenvolver, treinar e implantar o Sistema de Gestão de Projetos do IBAMA. 2 JUSTIFICATIVA 2.1 Contextualização: O

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA TÍTULO: Termo de Referência para contratação de ferramenta case de AD. GECOQ Gerência de Controle e Qualidade 1/9

TERMO DE REFERÊNCIA TÍTULO: Termo de Referência para contratação de ferramenta case de AD. GECOQ Gerência de Controle e Qualidade 1/9 TÍTULO: ASSUNTO: GESTOR: TERMO DE REFERÊNCIA Termo de Referência para contratação de ferramenta case de AD DITEC/GECOQ Gerência de Controle e Qualidade ELABORAÇÃO: PERÍODO: GECOQ Gerência de Controle e

Leia mais

Termo de Referência. Serviço de envio de mensagens SMS Short Message Service para dispositivos móveis, pelo período de 24 meses.

Termo de Referência. Serviço de envio de mensagens SMS Short Message Service para dispositivos móveis, pelo período de 24 meses. Termo de Referência Serviço de envio de mensagens SMS Short Message Service para dispositivos móveis, pelo período de 24 meses. Termo de Referência [OBJETO] 1 Termo de Referência Serviço de envio de mensagens

Leia mais

PREGÃO ELETRÔNICO Nº 2013/023 ESCLARECIMENTOS

PREGÃO ELETRÔNICO Nº 2013/023 ESCLARECIMENTOS Esclarecimento I PERGUNTA 1: PREGÃO ELETRÔNICO Nº 2013/023 ESCLARECIMENTOS 7.5.3. documentação técnica do fabricante dos componentes cotados, incluindo partes de manuais e catálogos, que comprovem o atendimento

Leia mais

TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL - TSE SECRETARIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO - STI ESCRITÓRIO DE PROJETOS EP PROJETO BÁSICO

TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL - TSE SECRETARIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO - STI ESCRITÓRIO DE PROJETOS EP PROJETO BÁSICO PROJETO BÁSICO 1. OBJETO Contratação de serviços de atualização da Ferramenta Corporativa de Antivírus atualmente instalada na plataforma da Justiça Eleitoral, com 27.182 licenças para microcomputadores.

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA. Serviços de informática. Prefeitura Municipal de Vitória das Missões-RS

TERMO DE REFERÊNCIA. Serviços de informática. Prefeitura Municipal de Vitória das Missões-RS TERMO DE REFERÊNCIA Serviços de informática Prefeitura Municipal de Vitória das Missões-RS 1 I VISITA IN LOCO No dia 24 de junho de 2014 na sede da Prefeitura Municipal de Vitória das Missões-RS realizamos

Leia mais

ANEXO I T E R M O DE R E F E R Ê N C I A EDITAL DE PREGÃO Nº 04/14 CREMEB

ANEXO I T E R M O DE R E F E R Ê N C I A EDITAL DE PREGÃO Nº 04/14 CREMEB ANEXO I T E R M O DE R E F E R Ê N C I A EDITAL DE PREGÃO Nº 04/14 CREMEB 1 - DO OBJETO Constitui objeto da presente licitação a aquisição de: 1.1-08 (oito) LICENÇAS modalidade MICROSOFT OPEN, sendo: 01

Leia mais

Plano de Gerência de Configuração

Plano de Gerência de Configuração Plano de Gerência de Configuração Objetivo do Documento Introdução A aplicação deste plano garante a integridade de códigos-fonte e demais produtos dos sistemas do, permitindo o acompanhamento destes itens

Leia mais

Centrais Elétricas de Rondônia S.A. - CERON Gerência de Tecnologia da Informação PGT

Centrais Elétricas de Rondônia S.A. - CERON Gerência de Tecnologia da Informação PGT 1. DO OBJETO: PROJETO BÁSICO Do Pedido de Serviço PGT/0/2005 Constitui o objeto deste projeto a contratação de empresa para a prestação de serviços especializados na área de informática, a saber: 1) nos

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS EM MEDICINA DO TRABALHO E SAÚDE OCUPACIONAL DA COMPANHIA DAS DOCAS DO ESTADO DA BAHIA -

TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS EM MEDICINA DO TRABALHO E SAÚDE OCUPACIONAL DA COMPANHIA DAS DOCAS DO ESTADO DA BAHIA - TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS EM MEDICINA DO TRABALHO E SAÚDE OCUPACIONAL DA COMPANHIA DAS DOCAS DO ESTADO DA BAHIA - CODEBA 1. OBJETO Prestação de serviços em medicina

Leia mais

ANEXO 8 Planilha de Pontuação Técnica

ANEXO 8 Planilha de Pontuação Técnica 91 ANEXO 8 Planilha de Pontuação Técnica Nº Processo 0801426905 Licitação Nº EDITAL DA CONCORRÊNCIA DEMAP Nº 04/2008 [Razão ou denominação social do licitante] [CNPJ] A. Fatores de Pontuação Técnica: Critérios

Leia mais

ANEXO II PERFIL DOS ANALISTAS, FORMAÇÃO E ATIVIDADES A DESENVOLVER 1. FORMAÇÃO, CONHECIMENTO E HABILIDADES EXIGIDAS:

ANEXO II PERFIL DOS ANALISTAS, FORMAÇÃO E ATIVIDADES A DESENVOLVER 1. FORMAÇÃO, CONHECIMENTO E HABILIDADES EXIGIDAS: PREGÃO PRESENCIAL Nº 001/2009 1 ANEXO II PERFIL DOS ANALISTAS, FORMAÇÃO E ATIVIDADES A DESENVOLVER 1. FORMAÇÃO, CONHECIMENTO E HABILIDADES EXIGIDAS: 1.1. FORMAÇÃO ACADÊMICA EXIGIDA PARA TODOS OS PERFIS

Leia mais

ADITAMENTO 01 INSTRUÇÕES AOS PROPONENTES

ADITAMENTO 01 INSTRUÇÕES AOS PROPONENTES ADITAMENTO 01 INSTRUÇÕES AOS PROPONENTES CONTRATAÇÃO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE OPERAÇÃO E SUPORTE À INFRAESTRUTURA DE INFORMÁTICA DA TI CORPORATIVA DO NOS (SERVICE DESK) Ref: Aditamento nº 01 ao Edital

Leia mais

Consulta Pública Contratação de Serviços de TI STI - Superintendência de Tecnologia da Informação

Consulta Pública Contratação de Serviços de TI STI - Superintendência de Tecnologia da Informação Consulta Pública Contratação de Serviços de TI STI - Superintendência de Tecnologia da Informação Diretoria de Soluções Tecnológicas Superintendência de Tecnologia da Informação Objeto Objeto: Prestação

Leia mais

PROJETO BÁSICO GRAMADOTUR

PROJETO BÁSICO GRAMADOTUR PROJETO BÁSICO GRAMADOTUR 1 Projeto Básico da contratação de serviços: 1.1 O presente Projeto Básico tem como objetivo a contratação de empresa para locação de impressoras, incluindo o fornecimento de

Leia mais

RESPOSTA Nº 02 DO EDITAL ADG 002/2015 - Contratação de prestação dos serviços de Service Desk.

RESPOSTA Nº 02 DO EDITAL ADG 002/2015 - Contratação de prestação dos serviços de Service Desk. RESPOSTA Nº 02 DO EDITAL ADG 002/2015 - Contratação de prestação dos serviços de Service Desk. PERGUNTA 1: Sobre o Item Minuta Contratual: CONSIDERANDO QUE O ONS É UMA PESSOA JURÍDICA DE DIREITO PRIVADO

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA SEGURO DE VIDA

TERMO DE REFERÊNCIA SEGURO DE VIDA TERMO DE REFERÊNCIA SEGURO DE VIDA 1- Objeto da Licitação: Prestação de serviço para contratação de seguro de vida em grupo para os empregados da Empresa Municipal de Informática S.A - IplanRio, visando

Leia mais

ANEXO TR QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL

ANEXO TR QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL ANEXO TR QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL REQUISITOS MÍNIMOS DE QUALIFICAÇÃO TÉCNICA DOS PROFISSIONAIS QUE DEVERÃO COMPOR AS EQUIPES TÉCNICAS PREVISTAS NESSA CONTRATAÇÃO PARA AMBOS OS LOTES. QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL

Leia mais

SENADO FEDERAL Secretaria Especial de Informática PRODASEN

SENADO FEDERAL Secretaria Especial de Informática PRODASEN Processo nº 411/02-7 CONTRATO Nº 007/2004 Que entre si celebram, de um lado, a Secretaria Especial de Informática do Senado Federal - PRODASEN e, do outro, COMP LINE INFORMÁTICA LTDA., objetivando a prestação

Leia mais

EDITAL DE PREGÃO 28/2014 CONSULTORIA DE TERCEIRO NÍVEL ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA:

EDITAL DE PREGÃO 28/2014 CONSULTORIA DE TERCEIRO NÍVEL ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA: Página 1 de 9 EDITAL DE PREGÃO 28/2014 CONSULTORIA DE TERCEIRO NÍVEL ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA: 1 OBJETIVO 1.1 Este Memorial Descritivo tem por objetivo estabelecer as diretrizes básicas para que a CONTRATADA

Leia mais

Da Comunidade TI Controle. para o. Superior Tribunal de Justiça

Da Comunidade TI Controle. para o. Superior Tribunal de Justiça Da Comunidade TI Controle para o Superior Tribunal de Justiça Serviços de Infraestrutura de TI Modelo em UST Aplicação do Modelo Proposto Proposta TiControle Propor um modelo de contratação de serviços

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO PROCURADORIA REGIONAL DO TRABALHO DA 13ª REGIÃO PRT13 DIVISÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO PROCURADORIA REGIONAL DO TRABALHO DA 13ª REGIÃO PRT13 DIVISÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO ANEXO I PROJETO BÁSICO/TERMO DE REFERÊNCIA 1) OBJETO: A presente Licitação tem como objeto Contratação de empresa especializada para prestação de serviços de manutenção preventiva e corretiva, com fornecimento

Leia mais

ANEXO III DAS OBRIGAÇÕES DA CONTRATADA

ANEXO III DAS OBRIGAÇÕES DA CONTRATADA CONCORRÊNCIA DIRAT/CPLIC 001/2007 1 ANEXO III DAS OBRIGAÇÕES DA CONTRATADA ESTABELECE, RESPONSABILIDADES DIVERSAS, TIPOS E HORÁRIO DE COBERTURA DE SUPORTE, E DEMAIS RESPONSABILIDADES DA CONTRATADA RELATIVAS

Leia mais

EMBAIXADA DO BRASIL EM WASHINGTON PROCESSO SELETIVO. E D I T A L N o. 02/2014

EMBAIXADA DO BRASIL EM WASHINGTON PROCESSO SELETIVO. E D I T A L N o. 02/2014 EMBAIXADA DO BRASIL EM WASHINGTON PROCESSO SELETIVO E D I T A L N o. 02/2014 De acordo com o Decreto nº 1.570, de 21 de julho de 1995 e a Portaria do Ministro de Estado das Relações Exteriores, de 12 de

Leia mais

Termo de Referência. Prestação de Serviços de Treinamento na área de Gerenciamento de Projetos

Termo de Referência. Prestação de Serviços de Treinamento na área de Gerenciamento de Projetos Termo de Referência Prestação de Serviços de Treinamento na área de Gerenciamento de Projetos Maio/2012 Índice 1. OBJETO... 3 2. ESCOPO... 3 3. PRAZO... 7 4. LOCAL DE TREINAMENTO... 7 5. HORÁRIO DE TREINAMENTO...

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO DE PESSOAS SEBRAE/TO UNIDADE: GESTÃO ESTRATÉGICA PROCESSO: TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

SISTEMA DE GESTÃO DE PESSOAS SEBRAE/TO UNIDADE: GESTÃO ESTRATÉGICA PROCESSO: TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO SISTEMA DE GESTÃO DE PESSOAS SEBRAE/TO UNIDADE: GESTÃO ESTRATÉGICA PROCESSO: TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Competências Analista 1. Administração de recursos de infra-estrutura de tecnologia da informação 2.

Leia mais

Para/To: N o de páginas/n o of. pages: 06 De/From: Silvana Luz Simões Data/Date: 28 / 08/ 2007 Ref.: Solicitação de proposta ATT.:

Para/To: N o de páginas/n o of. pages: 06 De/From: Silvana Luz Simões Data/Date: 28 / 08/ 2007 Ref.: Solicitação de proposta ATT.: MINISTÉRIO DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - CNPq DAD/CGADM/COINF/SERVIÇO DE LICITAÇÃO SELIC SEPN 507, Bloco B, Ed. Sede CNPq, Sala 211, CEP: 70.740-901,

Leia mais

Secretaria da Educação do Estado da Bahia SEC CONTRATAÇÃO EMERGENCIAL TERMO DE REFERÊNCIA

Secretaria da Educação do Estado da Bahia SEC CONTRATAÇÃO EMERGENCIAL TERMO DE REFERÊNCIA Secretaria da Educação do Estado da Bahia SEC CONTRATAÇÃO EMERGENCIAL TERMO DE REFERÊNCIA 1. TÍTULO Contratação de empresa de informática para prestar serviços nos ambientes tecnológicos da SEC. 2. OBJETO

Leia mais

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA. Ata de Registro de Preços para Subscrição de Software Sistema Operacional da Plataforma Linux.

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA. Ata de Registro de Preços para Subscrição de Software Sistema Operacional da Plataforma Linux. ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA Ata de Registro de Preços para Subscrição de Software Sistema Operacional da Plataforma Linux. DIT/GIS TR ARP Licenças de Software Sistema Operacional Linux.doc 1/ 6 TERMO DE

Leia mais

GOVBR- UEM-MARINGA PREFEITURA MUNICIPAL DE PEROLA

GOVBR- UEM-MARINGA PREFEITURA MUNICIPAL DE PEROLA GERENCIAMENTO DE PROJETOS PRONIM, IMPLANTAÇÃO SQL SERVER GOVBR- UEM-MARINGA PREFEITURA MUNICIPAL DE PEROLA Cliente GOVBR, UEM-MARINGA / Prefeitura Municipal de PEROLA Data 10/09/2015 Versão 1.0 Objeto:

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA DO SISTEMA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO - STI Nº 002/2015

INSTRUÇÃO NORMATIVA DO SISTEMA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO - STI Nº 002/2015 INSTRUÇÃO NORMATIVA DO SISTEMA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO - STI Nº 002/2015 DISPÔE SOBRE AS NORMAS E PROCEDIMENTOS NO TOCANTE À AQUISIÇÃO, LOCAÇÃO E UTILIZAÇÃO DE SOFTWARE, HARDWARE, SUPRIMENTOS DE TECNOLOGIA

Leia mais

ANEXO II TERMO DE REFERÊNCIA PREGÃO ELETRÔNICO Nº 11/2014 PROCESSO Nº 000604-09.00/14-1 MENOR PREÇO GLOBAL

ANEXO II TERMO DE REFERÊNCIA PREGÃO ELETRÔNICO Nº 11/2014 PROCESSO Nº 000604-09.00/14-1 MENOR PREÇO GLOBAL ANEXO II TERMO DE REFERÊNCIA PREGÃO ELETRÔNICO Nº 11/2014 PROCESSO Nº 000604-09.00/14-1 MENOR PREÇO GLOBAL 1. OBJETO 1.1. Contratação de até 2.880 horas de consultoria em desenvolvimento de aplicações

Leia mais

ANEXO I T E R M O DE R E F E R Ê N C I A EDITAL DE PREGÃO Nº 05/2015 CREMEB

ANEXO I T E R M O DE R E F E R Ê N C I A EDITAL DE PREGÃO Nº 05/2015 CREMEB ANEXO I T E R M O DE R E F E R Ê N C I A EDITAL DE PREGÃO Nº 05/2015 CREMEB 1 -DO OBJETO O objeto do Pregão Presencial é a contratação de empresa especializada para prestação de serviços de rádio-táxi

Leia mais

ENGENHARIA DE SOFTWARE

ENGENHARIA DE SOFTWARE Pág. 1 0. ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO...2 2. OBJETIVOS....2 3. ESTIMATIVAS DO PROJETO....4 4. RISCOS DO PROJETO....5 4.1. Identificação e Análise dos Riscos....5 4.1.1. Riscos de Projeto...6 4.1.2. Riscos Técnicos....6

Leia mais

APÊNDICE III COMPOSIÇÃO E QUALIFICAÇÃO DAS EQUIPES 1 COMPOSIÇÃO DAS EQUIPES

APÊNDICE III COMPOSIÇÃO E QUALIFICAÇÃO DAS EQUIPES 1 COMPOSIÇÃO DAS EQUIPES 1 APÊNDICE III COMPOSIÇÃO E QUALIFICAÇÃO DAS EQUIPES 1 COMPOSIÇÃO DAS EQUIPES 1.1 Equipe Para a execução dos serviços contemplados no escopo deste objeto a empresa Contratada deverá disponibilizar a equipe

Leia mais

da mão-de-obra de TI da América Latina está no Brasil (considerado o maior empregador do setor) seguido pelo México com 23%.

da mão-de-obra de TI da América Latina está no Brasil (considerado o maior empregador do setor) seguido pelo México com 23%. Informações de Tecnologia A tecnologia virou ferramenta indispensável para as pessoas trabalharem, se comunicarem e até se divertirem. Computação é a área que mais cresce no mundo inteiro! Esse constante

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA Nº 1/2015

TERMO DE REFERÊNCIA Nº 1/2015 TERMO DE REFERÊNCIA Nº 1/2015 TERMO DE REFERÊNCIA PARA REALIZAR A AUTOMATIZAÇÃO DA ANÁLISE DOS PROCESSOS DE PRESTAÇÃO DE CONTAS DO TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO CEARÁ. SUMÁRIO Objetivo da contratação...2

Leia mais

TERMO DE REFERENCIA. Prestação de Serviços de Treinamento para Atendimento a Usuários de TIC

TERMO DE REFERENCIA. Prestação de Serviços de Treinamento para Atendimento a Usuários de TIC TERMO DE REFERENCIA Prestação de Serviços de Treinamento para Atendimento a Usuários de TIC 1. OBJETO Contratação de empresa para prestação de serviço(s) de treinamento para os servidores da área de atendimento

Leia mais

FUNDAÇÃO PARQUE TECNOLÓGICO ITAIPU - BRASIL REGULAMENTO DO PROCESSO SELETIVO Nº 42.15

FUNDAÇÃO PARQUE TECNOLÓGICO ITAIPU - BRASIL REGULAMENTO DO PROCESSO SELETIVO Nº 42.15 REGULAMENTO DO PROCESSO SELETIVO Nº 42.15 A FUNDAÇÃO PARQUE TECNOLÓGICO ITAIPU BRASIL (FPTI-BR) torna público que serão recebidas as inscrições para o Processo Seletivo nº 42.15 sob contratação em regime

Leia mais

DIRETORIA DISTRIBUIÇÃO. Assessoria de Gestão do Projeto Energia + BANCO MUNDIAL BANCO INTERNACIONAL PARA A RECONSTRUÇÃO E DESENVOLVIMENTO BIRD

DIRETORIA DISTRIBUIÇÃO. Assessoria de Gestão do Projeto Energia + BANCO MUNDIAL BANCO INTERNACIONAL PARA A RECONSTRUÇÃO E DESENVOLVIMENTO BIRD DIRETORIA DISTRIBUIÇÃO Assessoria de Gestão do Projeto Energia + BANCO MUNDIAL BANCO INTERNACIONAL PARA A RECONSTRUÇÃO E DESENVOLVIMENTO BIRD Loan: 7884 - BR TERMO DE REFERÊNCIA OBJETO: Contratação de

Leia mais

VALEC: Desenvolvimento Sustentável para o Cerrado Brasileiro 1ª ERRATA EDITAL DE CONCORRÊNCIA Nº 008/2008

VALEC: Desenvolvimento Sustentável para o Cerrado Brasileiro 1ª ERRATA EDITAL DE CONCORRÊNCIA Nº 008/2008 1ª ERRATA EDITAL DE CONCORRÊNCIA Nº 008/2008 1) INSTRUÇÕES ÀS LICITANTES ITEM 6.2.4 QUALIFICAÇÃO TÉCNICA Onde se lê: 6.2.4 Qualificação Técnica a) Registro/Certidão de inscrição no CREA e/ou CRA, da empresa

Leia mais

ISO 9001:2008 Recertificação do ciclo 3,5 ISO 9001 1º ano manutenção semestral 1 ISO 9001:2008 Reemissão do certificado com acreditação INMETRO -

ISO 9001:2008 Recertificação do ciclo 3,5 ISO 9001 1º ano manutenção semestral 1 ISO 9001:2008 Reemissão do certificado com acreditação INMETRO - TERMO DE CONTRATO: Nº 17/2011 CONTRATANTE: TRIBUNAL DE CONTAS DO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO CONTRATADA: BSI BRASIL SISTEMAS DE GESTÃO LTDA. OBJETO DO CONTRATO: RECERTIFICAÇÃO E MANUTENÇÃO DO SISTEMA :2008

Leia mais

NORMA CONTROLE DO PARQUE DE INFORMÁTICA

NORMA CONTROLE DO PARQUE DE INFORMÁTICA CONTROLE DO PARQUE DE INFORMÁTICA Data: 17 de dezembro de 2009 Pág. 1 de 13 SUMÁRIO SUMÁRIO 2 1. INTRODUÇÃO 3 2. FINALIDADE 3 3. ÂMBITO DE APLICAÇÃO 3 4. PADRONIZAÇÃO DOS RECURSOS DE T.I. 4 5. AQUISIÇÃO

Leia mais

Portaria Interministerial N 416, de 23 de Abril de 2004

Portaria Interministerial N 416, de 23 de Abril de 2004 Portaria Interministerial N 416, de 23 de Abril de 2004 Portaria Interministerial N 416, de 23 de abril de 2004 Presidência da República Casa Civil OS MINISTROS DE ESTADO CHEFE DA CASA CIVIL DA PRESIDÊNCIA

Leia mais

CATÁLOGO DE SERVIÇOS

CATÁLOGO DE SERVIÇOS Partner MASTER RESELLER CATÁLOGO DE SERVIÇOS SUPORTE TÉCNICO in1.com.br Explore Mundo! seu Conteúdo 1 - Objetivo 2 - Serviços prestados por meio do contrato de manutenção e suporte anual 2.1 - Primeira

Leia mais

ANEXO I TERMOS DE REFERÊNCIA

ANEXO I TERMOS DE REFERÊNCIA ANEXO I TERMOS DE REFERÊNCIA 1. INTRODUÇÃO 1.1 A Orientação Normativa 07/2008, de 31 de outubro de 2008, retificada em 04 de novembro de 2008, em complemento à Lei nº 1.788/2008, de 26 de setembro de 2008,

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA 1. DO OBJETO

TERMO DE REFERÊNCIA 1. DO OBJETO TERMO DE REFERÊNCIA 1. DO OBJETO Contratação de empresa para prestação de serviços de suporte técnico para os ativos de rede da SEEDUC (switches), listados no item 1.1, da marca CISCO, com suporte e manutenção

Leia mais

Termo de Referência Manutenção Preventiva e Corretiva de Equipamentos Ativos de Rede de Dados do Palácio da Cidade

Termo de Referência Manutenção Preventiva e Corretiva de Equipamentos Ativos de Rede de Dados do Palácio da Cidade PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO Empresa Municipal de Informática S.A. - IplanRio Termo de Referência Manutenção Preventiva e Corretiva de Equipamentos Ativos de Rede de Dados do Palácio da Cidade

Leia mais

PROJETO BÁSICO Nº 007

PROJETO BÁSICO Nº 007 PROJETO BÁSICO Nº 007 CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA EM PROJETO DE ENGENHARIA PARA ELABORAÇÃO DO SISTEMA DE PROTEÇÃO E COMBATE A INCÊNDIO, E SPDA (SISTEMA DE PROTEÇÃO CONTRA DESCARGA ATMOSFÉRICA)

Leia mais

EDITAL DE ABERTURA DO PROCESSO SELETIVO PARA ESTAGIÁRIO DE INFORMÁTICA FACULDADE DE CIÊNCIAS MÉDICAS. Processo nº 02P-02266/2014

EDITAL DE ABERTURA DO PROCESSO SELETIVO PARA ESTAGIÁRIO DE INFORMÁTICA FACULDADE DE CIÊNCIAS MÉDICAS. Processo nº 02P-02266/2014 EDITAL DE ABERTURA DO PROCESSO SELETIVO PARA ESTAGIÁRIO DE INFORMÁTICA FACULDADE DE CIÊNCIAS MÉDICAS Processo nº 02P-02266/2014 A(O) Área de Informática da Faculdade de Ciências Médicas da Unicamp faz

Leia mais

EDITAL DE ABERTURA DE PROCESSO SELETIVO Nº 028/2015

EDITAL DE ABERTURA DE PROCESSO SELETIVO Nº 028/2015 EDITAL DE ABERTURA DE PROCESSO SELETIVO Nº 028/2015 De acordo com o disposto no Regulamento de Processo Seletivo, devidamente registrado no 1º OFICIAL DE REGISTRO CIVIL DAS PESSOAS JURÍDICAS de Marília,

Leia mais

da mão-de-obra de TI da América Latina está no Brasil (considerado o maior empregador do setor) seguido pelo México com 23%.

da mão-de-obra de TI da América Latina está no Brasil (considerado o maior empregador do setor) seguido pelo México com 23%. Informações de Tecnologia A tecnologia virou ferramenta indispensável para as pessoas trabalharem, se comunicarem e até se divertirem. Computação é a área que mais cresce no mundo inteiro! Esse constante

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 080/2014, DE 25 DE JUNHO DE 2014 CONSELHO UNIVERSITÁRIO UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALFENAS UNIFAL-MG

RESOLUÇÃO Nº 080/2014, DE 25 DE JUNHO DE 2014 CONSELHO UNIVERSITÁRIO UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALFENAS UNIFAL-MG RESOLUÇÃO Nº 080/2014, DE 25 DE JUNHO DE 2014 CONSELHO UNIVERSITÁRIO UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALFENAS UNIFAL-MG O Conselho Universitário da UNIFAL-MG, no uso de suas atribuições regimentais e estatutárias,

Leia mais

Planilhas de Custos e Preços da IN 02/08 MPOG e suas Alterações

Planilhas de Custos e Preços da IN 02/08 MPOG e suas Alterações Planilhas de Custos e Preços da IN 02/08 MPOG e suas Alterações Campo Grande - MS Dias 15 e 16 de Julho de 2013 Grand Park Hotel Avenida Afonso Pena, 5282 - Chácara Cachoeira Objetivos: * Destacar os procedimentos

Leia mais

INTERESSADOS ENVIAR CURRÍCULO E PRETENSÃO SALARIAL PARA rebeca@holdenrh.com.br/vanessa@holdenrh.com.br

INTERESSADOS ENVIAR CURRÍCULO E PRETENSÃO SALARIAL PARA rebeca@holdenrh.com.br/vanessa@holdenrh.com.br INTERESSADOS ENVIAR CURRÍCULO E PRETENSÃO SALARIAL PARA rebeca@holdenrh.com.br/vanessa@holdenrh.com.br Vagas Holden TI: Analista de Desenvolvimento Java Sênior Consultor SAP FI DBA SQL Server DBA Oracle

Leia mais

ELETROBRAS DISTRIBUIÇÃO RONDÔNIA GERÊNCIA DO PROGRAMA LUZ PARA TODOS

ELETROBRAS DISTRIBUIÇÃO RONDÔNIA GERÊNCIA DO PROGRAMA LUZ PARA TODOS TERMO DE REFERÊNCIA Nº. 002 CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA NA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE AUDITORIA CONTÁBIL Porto Velho, 24 de Fevereiro de 2014. 1. OBJETO Prestação de serviços especializados em auditoria

Leia mais

Av. Presidente Vargas, 1261 CEP: 20071-004 - Centro - Rio de Janeiro Tel: +55 (21) 2532-2661

Av. Presidente Vargas, 1261 CEP: 20071-004 - Centro - Rio de Janeiro Tel: +55 (21) 2532-2661 TERMO DE REFERÊNCIA OBJETIVANDO A CONTRATAÇÃO DE EMPRESA PARA PROJETO DOS SISTEMAS DE CFTV DA BIBLIOTECA PARQUE ESTADUAL DE MANGUINHOS BPM JUSTIFICATIVA A Biblioteca Parque Estadual de Manguinhos é um

Leia mais

Secretaria Municipal de Fazenda

Secretaria Municipal de Fazenda ANEXO VI TERMO DE REFERENCIA 1. Justificativa A Secretaria Municipal de Fazenda, no cumprimento de sua missão institucional é responsável por garantir a arrecadação dos tributos municipais e de outras

Leia mais

CHAMADA PÚBLICA PARA A COMUNIDADE DE PRÁTICAS SOBRE CONTROLE DO TABACO PARA FISCAIS DO SISTEMA NACIONAL DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA.

CHAMADA PÚBLICA PARA A COMUNIDADE DE PRÁTICAS SOBRE CONTROLE DO TABACO PARA FISCAIS DO SISTEMA NACIONAL DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA. CHAMADA PÚBLICA PARA A COMUNIDADE DE PRÁTICAS SOBRE CONTROLE DO TABACO PARA FISCAIS DO SISTEMA NACIONAL DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA. A Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca (ENSP), da Fundação Oswaldo

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 21.740 CAPÍTULO I DA ASSINATURA DIGITAL

RESOLUÇÃO Nº 21.740 CAPÍTULO I DA ASSINATURA DIGITAL RESOLUÇÃO Nº 21.740 INSTRUÇÃO Nº 85 - CLASSE 12ª - DISTRITO FEDERAL (Brasília). Relator: Ministro Fernando Neves. Dispõe sobre a assinatura digital dos programas fontes e programas executáveis que compõem

Leia mais

DESCRITIVO TÉCNICO INSTALAÇÃO E MANUTENÇÃO DE REDES

DESCRITIVO TÉCNICO INSTALAÇÃO E MANUTENÇÃO DE REDES DESCRITIVO TÉCNICO INSTALAÇÃO E MANUTENÇÃO DE REDES 39 A, por resolução do seu Comitê Técnico, em acordo com o Estatuto e as Regras da Competição, adotou as exigências mínimas que seguem no tocante a esta

Leia mais

Para utilizar o MULTI, é indispensável a aceitação dos termos descritos a seguir.

Para utilizar o MULTI, é indispensável a aceitação dos termos descritos a seguir. Termos de Uso Para utilizar o MULTI, é indispensável a aceitação dos termos descritos a seguir. Este Contrato de Licença de Usuário Final ("EULA") é um acordo legal entre licenciado (pessoa Física ou Jurídica)

Leia mais

1. LICENCIAMENTO 2. SUPORTE TÉCNICO

1. LICENCIAMENTO 2. SUPORTE TÉCNICO 1. LICENCIAMENTO 1.1. Todos os componentes da solução devem estar licenciados em nome da CONTRATANTE pelo período de 36 (trinta e seis) meses; 1.2. A solução deve prover suporte técnico 8 (oito) horas

Leia mais

ESCOLA DE SAÚDE PÚBLICA DO ESTADO DE MINAS GERAIS DIRETOR GERAL: RUBENSMIDT RIANI

ESCOLA DE SAÚDE PÚBLICA DO ESTADO DE MINAS GERAIS DIRETOR GERAL: RUBENSMIDT RIANI ESCOLA DE SAÚDE PÚBLICA DO ESTADO DE MINAS GERAIS DIRETOR GERAL: RUBENSMIDT RIANI CREDENCIAMENTO DE DOCENTE ESP-MG Nº 022/2014 Curso de Qualificação para Conselheiros Municipais e Distritais de Saúde e

Leia mais

Circular CAIXA nº 684, de 07 de agosto de 2015

Circular CAIXA nº 684, de 07 de agosto de 2015 CAIXA ECONÔMICA FEDERAL Vice-Presidência de Fundos de Governo e Loterias Diretoria Executiva de Fundos de Governo Superintendência Nacional de Fundo de Garantia Gerência Nacional do Ativo do FGTS Circular

Leia mais

PORTARIA Nº 7.596, DE 11 DE DEZEMBRO DE 2014.

PORTARIA Nº 7.596, DE 11 DE DEZEMBRO DE 2014. PORTARIA Nº 7.596, DE 11 DE DEZEMBRO DE 2014. Regulamenta as atribuições e responsabilidades da Secretaria de Tecnologia da Informação e Comunicações do Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região e dá

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMAÇARI SECRETARIA DE EDUCAÇÃO ASSESSORIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMAÇARI SECRETARIA DE EDUCAÇÃO ASSESSORIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO ANALISE DA PROPOSTA TÉCNICA DOS PARA EDITAL 0001/010 Profissional: Administrador de Sistemas Alcançada Classificação Habilidades e capacitação Num. De Certificados Pontos a) Descrição do cargo: Atuar como

Leia mais

ASSISTÊNCIA BB PROTEÇÃO MÓDULO INFORMÁTICA Manual do Associado

ASSISTÊNCIA BB PROTEÇÃO MÓDULO INFORMÁTICA Manual do Associado ASSISTÊNCIA BB PROTEÇÃO MÓDULO INFORMÁTICA Manual do Associado OS SERVIÇOS DE ASSISTÊNCIA SÃO PRESTADOS PELA BRASIL ASSISTÊNCIA S.A., CNPJ: 68.181.221/0001-47 ASSISTÊNCIA BB PROTEÇÃO Ao necessitar de algum

Leia mais

ANEXO I - TERMO DE REFERÊNCIA

ANEXO I - TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO I - TERMO DE REFERÊNCIA A B C D E OBJETO O presente Termo de Referência tem como objeto o fornecimento parcelado de combustíveis à frota dos veículos oficiais do Conselho Regional de Medicina do

Leia mais

1. DESCRIÇÃO DO SIE Sistema de Informações para o Ensino

1. DESCRIÇÃO DO SIE Sistema de Informações para o Ensino 1. DESCRIÇÃO DO SIE Sistema de Informações para o Ensino O SIE é um sistema aplicativo integrado, projetado segundo uma arquitetura multicamadas, cuja concepção funcional privilegiou as exigências da Legislação

Leia mais

REQUISIÇÃO DE PROPOSTA. 1.1 Desenvolver o Plano de Continuidade de Negócios - PCN com base na ISO 22301.

REQUISIÇÃO DE PROPOSTA. 1.1 Desenvolver o Plano de Continuidade de Negócios - PCN com base na ISO 22301. REQUISIÇÃO DE PROPOSTA Esta Requisição de Proposta foi elaborada pela Gerência de Segurança Empresarial - GESEM da Cartão BRB e tem como objetivo fornecer aos interessados as especificações do objeto abaixo,

Leia mais

É desejável que o Proponente apresente sua proposta para ANS considerando a eficiência e conhecimento do seu produto/serviço.

É desejável que o Proponente apresente sua proposta para ANS considerando a eficiência e conhecimento do seu produto/serviço. 1 Dúvida: PROJETO BÁSICO Item 4.1.1.1.2 a) Entendemos que o Suporte aos usuários finais será realizado pelo PROPONENTE através de um intermédio da CONTRATANTE, que deverá abrir um chamado específico para

Leia mais

PROCEDIMENTOS BÁSICOS PARA HOMOLOGAÇÃO DE SOFTWARE HOUSES COM PRODUTOS E APLICAÇÕES DE EDI NO PADRÃO DA INDÚSTRIA AUTOMOTIVA BRASILEIRA

PROCEDIMENTOS BÁSICOS PARA HOMOLOGAÇÃO DE SOFTWARE HOUSES COM PRODUTOS E APLICAÇÕES DE EDI NO PADRÃO DA INDÚSTRIA AUTOMOTIVA BRASILEIRA PROCEDIMENTOS BÁSICOS PARA HOMOLOGAÇÃO DE SOFTWARE HOUSES COM PRODUTOS E APLICAÇÕES DE EDI NO PADRÃO DA INDÚSTRIA AUTOMOTIVA BRASILEIRA Documento elaborado pelo Grupo de Trabalho da Comissão de Normas

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE PERNAMBUCO TERMO DE REFERENCIA

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE PERNAMBUCO TERMO DE REFERENCIA TERMO DE REFERENCIA l.objeto _ 1.1 Contratação de empresa especializada para a administração e fornecimento de cartões eletrônicos/magnéticos, na forma de vale refeição, para compras em uma rede de estabelecimentos

Leia mais

MENSAGEM PREGÃO ELETRÔNICO N. 08/2015 ESCLARECIMENTO N. 2

MENSAGEM PREGÃO ELETRÔNICO N. 08/2015 ESCLARECIMENTO N. 2 MENSAGEM Assunto: Esclarecimento n. 2 Referência: Pregão Eletrônico n. 08/2015 Data: 27/5/2015 Objeto: Contratação de serviços de motoristas para atender a demanda da ANEEL na região do Distrito Federal

Leia mais

SOLICITAÇÃO DE COTAÇÃO - N.º 19651/2012

SOLICITAÇÃO DE COTAÇÃO - N.º 19651/2012 SOLICITAÇÃO DE COTAÇÃO - N.º 19651/2012 Prezados Senhores, Brasília, 28 de novembro de 2012. O Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento PNUD, no âmbito do Projeto BRA/04/044 - Implementação de

Leia mais

ANEXO II - CADERNO DE MÉTRICAS E NÍVEIS DE SERVIÇOS

ANEXO II - CADERNO DE MÉTRICAS E NÍVEIS DE SERVIÇOS ANEXO II - CADERNO DE MÉTRICAS E NÍVEIS DE SERVIÇOS No caso de aplicação de glosa referente ao mesmo indicador deste caderno de métricas, durante três meses consecutivos, ou cinco meses intervalados durante

Leia mais