Academia Rain Bird Guia de Treinamento para Irrigação 2017

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Academia Rain Bird Guia de Treinamento para Irrigação 2017"

Transcrição

1 Academia Rain Bird Guia de Treinamento para Irrigação 2017

2 Descrição dos Treinamentos BEM-VINDO À ACADEMIA RAIN BIRD A Academia Rain Bird oferece uma diferenciada seleção de cursos profissionalizantes de irrigação para praticantes do Uso Inteligente da Água TM tais como projetistas, instaladores, administradores de áreas verdes (jardins, campos de golfe e gramados esportivos), paisagistas, técnicos, engenheiros, arquitetos, distribuidores e proprietários de empresa. Os treinamentos poderão ser determinantes para o sucesso do seu negócio uma vez que, como diferencial de mercado, é fundamental aprender novas técnicas de instalação, manutenção, resolução de problemas, operação de sistemas, bem como atualizar os conhecimentos existentes. Qualificações Básicas A1 - Hidráulica Básica Curso destinado a profissionais que estão se iniciando em projetos de irrigação para jardins e gramados, ou para aqueles que buscam a reciclagem e a atualização de conhecimentos. O curso lhe dará uma ampla visão de um sistema de irrigação abordando conceitos hidráulicos tais como pressão estática e dinâmica, velocidade da água, cálculo de perda de carga, diâmetros de tubulação e parâmetros de projetos. A2 - Produtos de Irrigação para Jardins e Gramados 16 Horas Apto SGL R$ 1.100,00 Apto DBL R$ 900,00 Sem Hotel R$ 700,00 Você é novo no ramo de irrigação, ou você não tem familiaridade com os produtos utilizados na indústria da irrigação. Ou ainda, você não é um principiante, mas precisa conhecer melhor os produtos indicados para a irrigação de jardins e gramados. Esta é a sua chance. Neste curso você irá aprender o que é um sistema de irrigação e estará capacitado para especificar produtos, instalar, operar, manter e solucionar problemas de funcionamento. Experimente e teste os produtos em aulas práticas de operação e instalação de um sistema de irrigação. A3 - Projetos de Irrigação para Jardins e Gramados 12 Horas Apto SGL R$ 825,00 Apto DBL R$ 675,00 Sem Hotel R$ 525,00 São recomendados como pré-requisitos os módulos A1 e A2 ou ter experiência profissional em irrigação paisagística. O curso foi desenvolvido para você que é, ou deseja ser, um projetista, vendedor técnico, consultor ou deseja aprender técnicas profissionais utilizadas na elaboração de projetos de irrigação para jardins e gramados. Uma abordagem totalmente prática é a garantia do sucesso e popularidade deste curso. Desenvolva ou reforce suas habilidades em: Levantar dados para elaboração de um projeto; Confeccionar o desenho base; Selecionar os emissores corretos para cada tipo de necessidade; Determinar a vazão de trabalho, a divisão dos setores e selecionar válvulas; Traçar e calcular a rede hidráulica secundária e principal; Calcular as necessidades de pressão; Projeto elétrico; Levantamento de materiais. A4 - Irrigação Localizada de Jardins, Paredes e Telhados Verdes - Produtos, Projetos, Instalação e Manutenção 16 Horas Apto SGL R$ Apto DBL R$ 900,00 Sem Hotel R$ 700,00 É recomendado como pré-requisito o módulo A1. Este curso é destinado a qualquer profissional de irrigação que deseja aprender sobre os princípios da irrigação de baixo volume em jardins. Você poderá decidir pela melhor solução, dentro do amplo leque de componentes que podem ser especificados para um sistema de baixo volume, para uso em jardins verticais, telhados verdes, jardineiras e vasos, pequenos jardins ou grandes áreas de espécies de cobertura. Obtenha as principais dicas de especialistas, através de práticas de instalação destinadas a eliminar erros comuns. Conheça as técnicas de gerenciamento, manutenção e solução de problemas em irrigações de baixo volume. Use a nossa experiência para criar sistemas de irrigação altamente e cientes no Uso Inteligente da Água TM. Os participantes irão também dominar o processo de projetar sistemas de irrigação de baixo volume para jardins. As etapas incluem a identificação e o levantamento dos dados necessários, o cálculo da exigência de água das plantas, a escolha dos componentes de irrigação de baixo volume, o cálculo da taxa de aplicação e do tempo de irrigação, a elaboração do layout do sistema. A5 - Elétrica Básica Para o completo domínio de um sistema de irrigação é necessário conhecer os princípios da eletricidade aplicada à instalação destes sistemas. Aprenda sobre os conceitos teóricos, a terminologia básica, a trabalhar de forma segura e como racionalizar o uso da energia. Você irá também conhecer os equipamentos e ferramentas utilizados para medições elétricas. Academia Rain Bird 1

3 Qualificações Avançadas B2 - Instalação, Manutenção e Solução de Problemas Elétricos 8 Horas Apto SGL R$ 550,00 Apto DBL R$ 450,00 Sem Hotel R$ 350,00 É recomendado como pré-requisito o módulo A5 ou ter experiência profissional em elétrica. Curso destinado a projetistas, instaladores e aos profissionais que se dedicam à manutenção de sistemas de irrigação. Através de uma abordagem prática, você irá aprender sobre o fornecimento de energia, as principais proteções elétricas, sobre os dimensionamentos, medições e testes dos componentes elétricos de um sistema de irrigação. Você estará apto a efetuar testes práticos, identificar, detectar e corrigir os problemas elétricos mais comumente encontrados. B3 - Orçamentos de Sistemas de Irrigação É recomendado como pré-requisito o módulo A2 ou ter experiência profissional em irrigação paisagística. Curso projetado para os profissionais que trabalham com orçamentos, ou aqueles que desejam criar o seu próprio negócio. Os participantes terão uma visão geral dos diferentes métodos de estimativa e orçamento de sistemas de irrigação. Irão aprender a como criar uma estimativa detalhada de mão de obra, tendo em conta os produtos e o trabalho necessários para concluir uma instalação. A partir de exercícios práticos os alunos poderão fixar os principais conceitos e ferramentas utilizadas para uma correta estimativa de orçamentos. O curso enfatiza a importância das estimativas detalhadas, profissional e financeiramente sólidas. B5 - Demanda Hídrica no Paisagismo São recomendados como pré-requisitos os módulos A1, A2 e A3. Curso destinado a projetistas e aos profissionais que se dedicam à projetos e implantação de sistemas de irrigação. Através de uma abordagem simples e prática, você irá aprender sobre plantas ornamentais e a sua irrigação. O curso apresenta os princípios e fundamentos de fisiologia, microclima, preparo do solo, o coeficiente de cultivo, grupos de plantas ornamentais e suas necessidades hídricas típicas. Você estará apto a instalar e projetar sistemas de irrigação levando em consideração as plantas utilizadas, a identificação das hidrozonas e a setorização do jardim (xeriscape). Ao identificar a necessidade de água do seu jardim, você aumentará a eficiência do seu sistema de irrigação e promoverá o desenvolvimento pleno das plantas. Qualificações Complementares C1 - Vendas em Irrigação Apto SGL Apto DBL Sem Hotel R$ 275,00 R$ 225,00 R$ 175,00 Este curso irá estimular a sua habilidade em desenvolver as principais estratégias e ações em vendas, a partir de uma compreensão clara dos seus objetivos e estratégias comerciais. Você irá compreender todas as etapas pertinentes à gestão de vendas e saberá identificar os principais fatores que influenciam e determinam as dinâmicas de compra e venda, utilizando as ferramentas do mundo empresarial. Saiba como definir metas de receitas, como montar um plano de vendas, como criar uma organização voltada para a venda de valores, em vez do menor preço. Após o curso você poderá maximizar a sua receita, com foco na criação e gestão de relacionamentos de longo prazo com seus clientes. C2 - Sistemas de Bombeamento 8 Horas Apto SGL R$ 550,00 Apto DBL R$ 450,00 Sem Hotel R$ 350,00 Este curso fornecerá as noções básicas de sistemas de bombeamento utilizados em irrigação. Você aprenderá sobre os diferentes tipos de bombas disponíveis, como ler uma curva, como selecionar e especificar corretamente uma bomba. Aprenda a identificar e solucionar os principais problemas elétricos relativos a sistemas de bombeamento. Através de aulas práticas, você irá dominar os princípios de funcionamento dos quadros elétricos utilizados para o acionamento de bombas. C4 - Coleta, Armazenamento e Uso de Água de Chuva para Irrigação Esse curso apresentará os métodos de coleta, armazenamento e utilização de água de chuva para uso em sistemas de irrigação de jardins e campos esportivos, residenciais ou comerciais leves. Os alunos aprenderão a determinar a quantidade de água coletada a partir de uma superfície e quanto deverá ser armazenado para a área que se pretende irrigar. São objetivos do curso: identi car os componentes de um sistema de coleta e armazenagem de água de chuvas, cálculo da quantidade potencial de coleta de água em diferentes superfícies, cálculo da quantidade de água necessária para suprir um sistema de irrigação para jardins, instalação de um sistema de coleta de água de chuvas, conexão do conjunto a um sistema de irrigação para jardins e utilização da chuva como fonte suplementar de água. 2

4 Treinamentos de Irrigação Por favor, veja a descrição dos cursos nas páginas 1 e 2. Natal-RN, 27 a 31 de Março, 2017 Local a ser divulgado Inscreva-se com 30 dias de antecedência e ganhe 10% de desconto. Módulo Nome do Treinamento SGL DBL Sem Hotel Horário S T Q Q S ABERTURA OFICIAL - SALA 1 A2 Produtos de Irrigação para Jardins e Gramados Preços em Reais A1 Hidráulica Básica A3 B4 Projetos de Irrigação para Jardins e Gramados ABERTURA OFICIAL - SALA 2 A4 Irrigação Localizada de Jardins, Paredes e Telhados Verdes - B3 A5 B2 Projetos de Irrigação via Software CAD Elétrica Básica Instalação, Manutenção e Solução de Problemas Elétricos :00-09:00 08:00-09:00 Brasília-DF, 05 a 09 de junho, 2017 Local a ser divulgado Inscreva-se com 30 dias de antecedência e ganhe 10% de desconto. Módulo Nome do Treinamento SGL DBL Sem Hotel Horário S T Q Q S ABERTURA OFICIAL - SALA 1 A2 Produtos de Irrigação para Jardins e Gramados Preços em Reais A1 Hidráulica Básica A3 B5 C1 Projetos de Irrigação para Jardins e Gramados A4 B3 A5 Demanda Hídrica no Paisagismo Vendas em Irrigação ABERTURA OFICIAL - SALA 2 Irrigação Localizada de Jardins, Paredes e Telhados Verdes - Elétrica Básica B2 Instalação, Manutenção e Solução de Problemas Elétricos 08:00-09:00 08:00-09:00 Academia Rain Bird 3

5 Treinamentos de Irrigação Por favor, veja a descrição dos cursos nas páginas 1 e 2. Campinas-SP, 23 a 27 de Outubro, 2017 Local a ser divulgado Inscreva-se com 30 dias de antecedência e ganhe 10% de desconto. Módulo Nome do Treinamento SGL DBL Sem Hotel Horário S T Q Q S ABERTURA OFICIAL - SALA 1 08:00-09:00 A2 Produtos de Irrigação para Jardins e Gramados Preços em Reais A1 Hidráulica Básica A3 Projetos de Irrigação para Jardins e Gramados B4 B5 Projetos Demanda de Hídrica Irrigação no via Paisagismo Software CAD :00 C1 Vendas em Irrigação ABERTURA OFICIAL - SALA 2 08:00 09:00 A4 Irrigação Localizada de Jardins, Paredes e Telhados Verdes Produtos, Projetos, Instalação ABERTURA e Manutenção OFICIAL - SALA 2 09:00 B3 A4 Irrigação Localizada de Jardins, Paredes e Telhados Verdes :00 12:00 A5 Elétrica Básica B B2 Instalação, Elétrica Básica Manutenção e Solução de Problemas Elétricos A :00 13:00-17:00 17:00 B2 Instalação, Manutenção e Solução de Problemas Elétricos Academia Academia Rain Rain Bird Bird 4 4

6 Outros Eventos Nome do Treinamento Locais Datas Duração EPB - Escola de Paisagismo de Brasília/DF 28 e 29/ABR 16 horas Irrigação Localizada de Jardins, Paredes e Telhados Verdes - EPB - Escola de Paisagismo de Brasília/DF 01 e 02/SET 16 horas Treinamentos Customizados Nome do Treinamento Locais Datas Duração Minas Bombas (Vitória da Conquista/BA) 15/MAI a 19/MAI CE Irrigação (Fortaleza/CE) 26/MAI a 28/MAI 24 horas Vitória/ES 19/JUN a 23/JUN Irricom (Belo Horizonte/MG) 10/JUL a 14/JUL Herbivale (Florianópolis/SC) 17/JUL a 21/JUL DESPESAS DE DESLOCAMENTO, HOSPEDAGEM E ALIMENTAÇÃO POR CONTA DO ALUNO. Academia Rain Bird 54

7

Academia Rain Bird. Dedicada ao Desenvolvimento de Profissionais em Irrigação

Academia Rain Bird. Dedicada ao Desenvolvimento de Profissionais em Irrigação Academia Rain Bird Dedicada ao Desenvolvimento de Profissionais em Irrigação Guia de Treinamento para Irrigação 2014 Descrição dos Treinamentos BEM-VINDO À ACADEMIA RAIN BIRD A Academia Rain Bird oferece

Leia mais

Academia Rain Bird. Dedicada ao Desenvolvimento de Profissionais em Irrigação

Academia Rain Bird. Dedicada ao Desenvolvimento de Profissionais em Irrigação Academia Rain Bird Dedicada ao Desenvolvimento de Profissionais em Irrigação Guia de Treinamento para Irrigação 2013 Descrição dos Treinamentos BEM-VINDO À ACADEMIA RAIN BIRD A Academia Rain Bird oferece

Leia mais

Academia Rain Bird Guia de Treinamento para Irrigação 2015

Academia Rain Bird Guia de Treinamento para Irrigação 2015 Academia Rain Bird Guia de Treinamento para Irrigação 2015 Descrição dos Treinamentos BEM-VINDO À ACADEMIA RAIN BIRD A Academia Rain Bird oferece uma diferenciada seleção de cursos profissionalizantes

Leia mais

Exercício Etapa 3 PEA 2200 / PEA Coletor solar : Aquecimento de água

Exercício Etapa 3 PEA 2200 / PEA Coletor solar : Aquecimento de água 1- Objetivos Exercício Etapa 3 PEA 2200 / PEA 3100 Coletor solar : Aquecimento de água Esta terceira etapa do exercício tem os seguintes objetivos: Substituir a tecnologia utilizada no aquecimento de água

Leia mais

Qualidade em Instalações de Aquecimento Solar. Boas práticas.

Qualidade em Instalações de Aquecimento Solar. Boas práticas. Qualidade em Instalações de Aquecimento Solar Boas práticas O sistema de aquecimento solar e seus componentes O que é sistema de aquecimento solar (SAS) A ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas)

Leia mais

DIRETRIZES PARA ELABORAÇÃO

DIRETRIZES PARA ELABORAÇÃO OBJETIVO DIRETRIZES PARA ELABORAÇÃO Definir critérios para elaboração de Simulação Hidráulica para Sistemas de Abastecimento de Água de Pequeno Porte (até 12.500 ligações), Médio Porte (até 62.500 ligações)

Leia mais

PESQUISA INFORMATIVO SENAI 5.5. Sua participação é importante para o SENAI continuar elevando o nível de qualidade da Educação Profissional

PESQUISA INFORMATIVO SENAI 5.5. Sua participação é importante para o SENAI continuar elevando o nível de qualidade da Educação Profissional INFORMATIVO SENAI 5.5 TUDO QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE O MUNDO SENAI PESQUISA INSTITUCIONAL S E N A I - R O. 2 01 5 MOSTRAR SEU SORRISO DE SATISFAÇÃO Sua participação é importante para o SENAI continuar

Leia mais

Resultados da Pesquisa Virtual: Consulta aos Profissionais do Setor

Resultados da Pesquisa Virtual: Consulta aos Profissionais do Setor Resultados da Pesquisa Virtual: Consulta aos Profissionais do Setor Anexo Gráficos de resultados Perfil entrevistado Perfil por Região do Brasil Qual setor representa 30,0% 28,5% 26,6% 25,9% 25,0% 20,0%

Leia mais

Metrologia 30 Não há Eletricidade 60 Não há Tecnologia dos Materiais I 30 Não há

Metrologia 30 Não há Eletricidade 60 Não há Tecnologia dos Materiais I 30 Não há Curso Técnico Subsequente em Eletromecânica Técnico em Eletromecânica CÂMPUS LAGES MATRIZ CURRICULAR Módulo/Semestre 1 Carga horária total: 285h Introdução à Eletromecânica 15 Não há Qualidade, meio ambiente,

Leia mais

ENERGIA SOLAR FOTOVOLTAICA. UM NEGÓCIO BRILHANTE PARA O PLANETA E PARA O SEU BOLSO.

ENERGIA SOLAR FOTOVOLTAICA. UM NEGÓCIO BRILHANTE PARA O PLANETA E PARA O SEU BOLSO. CENTRO DE TREINAMENTO powered by ENERGIA SOLAR FOTOVOLTAICA. UM NEGÓCIO BRILHANTE PARA O PLANETA E PARA O SEU BOLSO. Não perca essa oportunidade. Seja um empreendedor ou profissional capacitado em negócios

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO Procuradoria Geral Departamento de Administração Coordenação de Arquitetura e Engenharia

MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO Procuradoria Geral Departamento de Administração Coordenação de Arquitetura e Engenharia ANEXO VIII ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS PARA ELABORAÇÃO DO PROJETO EXECUTIVO DE INSTALAÇÕES HIDROSSANITÁRIAS 1. Os projetos de instalações hidrossanitárias deverão atender às recomendações e especificações

Leia mais

BOMBAS. Bombas CLASSIFICAÇÃO BOMBAS ALTERNATIVAS APLICAÇÕES 06/04/2011 BOMBAS DE DESLOCAMENTO POSITIVO

BOMBAS. Bombas CLASSIFICAÇÃO BOMBAS ALTERNATIVAS APLICAÇÕES 06/04/2011 BOMBAS DE DESLOCAMENTO POSITIVO BOMBAS Bombas Para deslocar um fluido ou mantê-lo em escoamento é necessário adicionarmos energia, o equipamento capaz de fornecer essa energia ao escoamento do fluido é denominamos de Bomba. CLASSIFICAÇÃO

Leia mais

ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS

ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS 1ª Série Desenho Técnico Engenharia da Computação A atividade prática supervisionada (ATPS) é um procedimento metodológico de ensino-aprendizagem desenvolvido por meio

Leia mais

*Módulo 1 - IDENTIFICAÇÃO

*Módulo 1 - IDENTIFICAÇÃO 24 - REBAIXAMENTO DE NÍVEL DE ÁGUA SUBTERRÂNEA (para obras civis) Definição: O rebaixamento de nível de água é um procedimento que tem por objetivo manter o nível d água em uma determinada cota que permita

Leia mais

Manutenção Industrial

Manutenção Industrial Manutenção Industrial Trabalhar com responsabilidade para entregar um futuro mais limpo e sustentável Smartheat Smartheat Serviços de manutenção (em oficina ou em campo) A Smartheat esta capacitada para

Leia mais

ORGANIZAÇÃO CURRICULAR TÉCNICO NA ÁREA DE TELECOMUNICAÇÕES: HABILITAÇÃO TÉCNICO EM TELECOMUNICAÇÕES NA MODALIDADE A DISTÂNCIA

ORGANIZAÇÃO CURRICULAR TÉCNICO NA ÁREA DE TELECOMUNICAÇÕES: HABILITAÇÃO TÉCNICO EM TELECOMUNICAÇÕES NA MODALIDADE A DISTÂNCIA ORGANIZAÇÃO CURRICULAR TÉCNICO NA ÁREA DE TELECOMUNICAÇÕES: HABILITAÇÃO TÉCNICO EM TELECOMUNICAÇÕES NA MODALIDADE A DISTÂNCIA DC 4014 08/10/13 Rev. 02 1.Dados Legais Autorizado pelo Parecer 324 de 21/11/2006,

Leia mais

Resumo de exercícios de bombas. Exercício 1

Resumo de exercícios de bombas. Exercício 1 Resumo de exercícios de bombas Exercício 1 Considere uma bomba centrífuga cuja geometria e condições de escoamento são : Raio de entrada do rotor = 37,5 mm, raio de saída = 150 mm, largura do rotor = 12,7

Leia mais

Programa de Treinamento 2016 SEGUNDO SEMESTRE

Programa de Treinamento 2016 SEGUNDO SEMESTRE Programa de Treinamento 2016 SEGUNDO SEMESTRE ÍNDICE Introdução Módulos dos Cursos 01 - Fundamentos e Características de Ar Condicionado 02 - Procedimentos e Políticas de Atendimento Pós-Venda & Peças

Leia mais

Atividade: Plano de Inicialização de Negócios

Atividade: Plano de Inicialização de Negócios Atividade: Plano de Inicialização de Negócios Etapa 1 Criação e Configuração Criação do Projeto Crie um novo projeto chamado Inicialização de Negócios. Configuração do Projeto Clique na guia Projeto >

Leia mais

Curso Técnico (Integrado/Concomitante/Subsequente) em Curso de (Engenharia, Tecnologia, Licenciatura) em Nome do Curso MATRIZ CURRICULAR

Curso Técnico (Integrado/Concomitante/Subsequente) em Curso de (Engenharia, Tecnologia, Licenciatura) em Nome do Curso MATRIZ CURRICULAR Curso Técnico (Integrado/Concomitante/Subsequente) em Curso de (Engenharia, Tecnologia, Licenciatura) em Nome do Curso CÂMPUS Araranguá MATRIZ CURRICULAR Módulo/Semestre 1 Carga horária total: 0h Eletricidade

Leia mais

SEMINÁRIO GESTÃO DO USO DA ENERGIA ELÉTRICA NO SANEAMENTO

SEMINÁRIO GESTÃO DO USO DA ENERGIA ELÉTRICA NO SANEAMENTO AESBE ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DAS EMPRESAS ESTADUAIS DE SANEAMENTO SEMINÁRIO GESTÃO DO USO DA ENERGIA ELÉTRICA NO SANEAMENTO Tipologias de projeto Rio de Janeiro Março / 2013 Airton S. Gomes - Consultor

Leia mais

Estações Elevatórias de Água

Estações Elevatórias de Água Universidade Regional do Cariri URCA Pró Reitoria de Ensino de Graduação Coordenação da Construção Civil Disciplina: Hidráulica Aplicada Estações Elevatórias de Água Renato de Oliveira Fernandes Professor

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2016 Ensino Técnico Plano de Curso nº 238 aprovado pela portaria Cetec nº 172 de 13/09/2013 Etec Paulino Botelho Código: 091 Município: São Carlos Eixo Tecnológico: Controle e

Leia mais

Planejamento e Controle da Produção I

Planejamento e Controle da Produção I Planejamento e Controle da Produção I Prof. M.Sc. Gustavo Meireles 2012 Gustavo S. C. Meireles 1 Introdução Planejamento Agregado: Maximizar os resultados das operações e minimizar os riscos de tomadas

Leia mais

MANUAL TÉCNICO AQUECEDOR SOLAR SOLETROL. Utilização Instalação Dados técnicos

MANUAL TÉCNICO AQUECEDOR SOLAR SOLETROL. Utilização Instalação Dados técnicos MANUAL TÉCNICO AQUECEDOR SOLAR SOLETROL Utilização Instalação Dados técnicos Importante Não instale e não use o seu Aquecedor Solar Soletrol antes de ler este manual. Edição 10/2002 APRESENTAÇÃO PARABÉNS!

Leia mais

INSTALAÇÕES HIDRÁULICAS PREDIAIS

INSTALAÇÕES HIDRÁULICAS PREDIAIS INSTALAÇÕES HIDRÁULICAS PREDIAIS AULA 02 Prof. Guilherme Nanni prof.guilherme@feitep.edu.br 7º Semestre Engenharia civil CONTEÚDO AULA RESERVATÓRIOS SUPERIOR INFERIOR RESERVAÇÃO DE ÁGUA FRIA CONSUMO DE

Leia mais

Curso Técnico em Eletrônica Subsequente CAMPUS FLORIANÓPOLIS Instrumentos Regulatórios: Resolução CEPE/IFSC nº 27, de 19 de junho de 2015.

Curso Técnico em Eletrônica Subsequente CAMPUS FLORIANÓPOLIS Instrumentos Regulatórios: Resolução CEPE/IFSC nº 27, de 19 de junho de 2015. Curso Técnico em Eletrônica Subsequente CAMPUS FLORIANÓPOLIS Instrumentos Regulatórios: Resolução CEPE/IFSC nº 27, de 19 de junho de 2015. GRADE CURRICULAR Módulo 1 Carga horária total: 320h Eletricidade

Leia mais

Ao proporcionar esse tipo de informação a COMGÁS reafirma o seu compromisso com a segurança e a qualidade das instalações de gás.

Ao proporcionar esse tipo de informação a COMGÁS reafirma o seu compromisso com a segurança e a qualidade das instalações de gás. Março / 2014 Introdução Muito além do que fornecer o gás natural aos seus clientes, a COMGÁS se preocupa em oferecer orientação sobre os procedimentos para projeto e execução das instalações internas de

Leia mais

INSTALAÇÕES ELÉTRICAS AULA 1

INSTALAÇÕES ELÉTRICAS AULA 1 CEULP/ULBRA CURSO DE ENGENHARIA CIVIL INSTALAÇÕES ELÉTRICAS AULA 1 Fernando Moreno Suarte Júnior Engenheiro Civil, Arquiteto e Urbanista Pós Graduação - MBA em Gestão Eficaz de Obras e Projetos Palmas

Leia mais

PROGRAMAÇÃO DOS WORKSHOPS DA 2ª EDIÇÃO DO CIPUC DIAS 19, 20 E 21 DE OUTUBRO

PROGRAMAÇÃO DOS WORKSHOPS DA 2ª EDIÇÃO DO CIPUC DIAS 19, 20 E 21 DE OUTUBRO PROGRAMAÇÃO DOS WORKSHOPS DA 2ª EDIÇÃO DO CIPUC DIAS 19, 20 E 21 DE OUTUBRO Elipse E3 WORKSHOP 1 (19/10) 13:30 17:00 Esse minicurso apresenta uma introdução a Elipse Software e ao supervisório Elipse E3.

Leia mais

Continuando nossa parte de formas de economizar água de irrigação temos:

Continuando nossa parte de formas de economizar água de irrigação temos: MANEIRAS DE ECONOMIZAR ÁGUA NA IRRIGAÇÃO: TÓPICO I: IRRIGAÇÃO PARA PAISAGISMO RESIDENCIAL PARTE II Continuando nossa parte de formas de economizar água de irrigação temos: 1.8. Utilização de bocais mais

Leia mais

Cursos especiais com metodologia e aplicações que visam otimizar a manutenção e operação dos equipamentos. Treinamentos em conformidade com as normas

Cursos especiais com metodologia e aplicações que visam otimizar a manutenção e operação dos equipamentos. Treinamentos em conformidade com as normas Desenvolvimento Técnico Sotreq e Cat Treinamentos 2016 Cursos especiais com metodologia e aplicações que visam otimizar a manutenção e operação dos equipamentos. Treinamentos em conformidade com as normas

Leia mais

*Médio porte: volume da folhagem com aproximadamente 30 x 30 cm (diâmetro x altura/comprimento)

*Médio porte: volume da folhagem com aproximadamente 30 x 30 cm (diâmetro x altura/comprimento) 4 - Plantas PLANTAS A seleção das plantas e o seu manuseio são os passos mais importantes na instalação de um jardim vertical. Por isso seguem algumas orientações sobre como proceder nestas tarefas tão

Leia mais

PORQUE FAZER ESTE CURSO?

PORQUE FAZER ESTE CURSO? MS-PROJECT 2016 1 PORQUE FAZER ESTE CURSO? O curso Gerenciando Projetos com Microsoft Project 2016" tem como objetivo ensinar os recursos do MS-Project, sendo destinado aos participantes que desejam se

Leia mais

Ricardo Dinarte Sandi Superintendência de Apoio à Gestão de Recursos Hídricos - ANA. Goiânia, 06 de agosto de 2008

Ricardo Dinarte Sandi Superintendência de Apoio à Gestão de Recursos Hídricos - ANA. Goiânia, 06 de agosto de 2008 Ricardo Dinarte Sandi Superintendência de Apoio à Gestão de Recursos Hídricos - ANA Goiânia, 06 de agosto de 2008 Convênio de Integração Plano de Bacia Cadastro Outorga Regularização Comitê de Bacia Agência

Leia mais

MANUAL DE SISTEMAS DE BOMBEAMENTO

MANUAL DE SISTEMAS DE BOMBEAMENTO manual do usuário PROCEL SANEAR MANUAL DE SISTEMAS DE BOMBEAMENTO EFICIÊNCIA ENERGÉTICA AMT rotação máxima CURVA DA BOMBA ponto de operação curva de rendimento máximo CURVA DO SISTEMA VAZÃO HEBER PIMENTEL

Leia mais

Aplicação. Onde pode ser aplicado? Edifícios Residenciais

Aplicação. Onde pode ser aplicado? Edifícios Residenciais Obras de Grande Porte 1 Aplicação Onde pode ser aplicado? Edifícios Residenciais 2 Onde pode ser aplicado? Hotéis Aplicação 3 Onde pode ser aplicado? Motéis Aplicação 4 Onde pode ser aplicado? Hospitais

Leia mais

Tubo-Gotejador XF-SDI com Tecnologia Escudo de Cobre para Irrigação Sub-Superficial Especificações Técnicas

Tubo-Gotejador XF-SDI com Tecnologia Escudo de Cobre para Irrigação Sub-Superficial Especificações Técnicas Tubo-Gotejador XF-SDI com Tecnologia Escudo de Cobre Tubo-Gotejador XF-SDI com Tecnologia Escudo de Cobre para Irrigação Sub-Superficial Especificações Técnicas Aplicações O tubo-gotejador XF-SDI com Escudo

Leia mais

SOLUÇÕES TÉCNICAS, CUSTO E QUALIDADE

SOLUÇÕES TÉCNICAS, CUSTO E QUALIDADE VISÃO GLOBAL CONSULTORIA EM GESTÃO INDUSTRIAL; ADEQUAÇÕES AS NORMAS REGULAMENTADORAS; CONSULTORIA INDUSTRIAL RELAÇÃO SINDICAL E COM O M.T.E. GESTÃO DE PESSOAS EFICIÊNCIA PRODUTIVIDADE ORGANIZAÇÃO PRODUÇÃO

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2016 Ensino Técnico Plano de Curso nº 95 aprovado pela portaria Cetec nº 38 de 30/10/2009 Etec Paulino Botelho Código: 091 Município: São Carlos Eixo Tecnológico: Controle e Processos

Leia mais

Qual a equipe ideal para minha escola? Uma boa estrutura é fator determinante para o sucesso do seu negócio

Qual a equipe ideal para minha escola? Uma boa estrutura é fator determinante para o sucesso do seu negócio Qual a equipe ideal para minha escola? Uma boa estrutura é fator determinante para o sucesso do seu negócio Uma boa estrutura é fator determinante para o sucesso do seu negócio Montar uma escola profissionalizante

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PROGRAMA GERAL DE DISCIPLINA

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PROGRAMA GERAL DE DISCIPLINA SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PROGRAMA GERAL DE DISCIPLINA CURSOS QUE ATENDE Engenharia Civil IDENTIFICAÇÃO DEPARTAMENTO

Leia mais

Matriz de Especificação de Prova da Habilitação Técnica de Nível Médio. Habilitação Técnica de Nível Médio: Técnico em Mecatrônica

Matriz de Especificação de Prova da Habilitação Técnica de Nível Médio. Habilitação Técnica de Nível Médio: Técnico em Mecatrônica : Técnico em Mecatrônica Descrição do Perfil Profissional: Auxiliam os engenheiros em projetos, programas de controle, instalação e manutenção de sistemas de Analisam especificações para aquisição de componentes

Leia mais

Quem Somos. Localizada em Brasília, a empresa dispõe de toda a estrutura necessária para atender seus clientes em todo o território nacional.

Quem Somos. Localizada em Brasília, a empresa dispõe de toda a estrutura necessária para atender seus clientes em todo o território nacional. Quem Somos A empresa vem se consolidando no mercado brasileiro de forma concisa e progressiva, oferecendo soluções de alta qualidade, funcionalidade e tecnologia. Formada por uma equipe de profissionais

Leia mais

PROGRAMA DE QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL2016 NOSSO MAIOR PROJETO É VOCÊ.

PROGRAMA DE QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL2016 NOSSO MAIOR PROJETO É VOCÊ. PROGRAMA DE QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL2016 NOSSO MAIOR PROJETO É VOCÊ. QUALIFIQUE-SE NO SEU SINDICATO O SENGE é a entidade que representa e congrega todos os engenheiros do Rio Grande do Sul, inclusive

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 015 Ensino Técnico Etec Etec: Paulino Botelho Código: 091 Município: São Carlos Eixo Tecnológico: Controle e Processos Industriais Habilitação Profissional: Técnico em Mecatrônica

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Técnico Etec Etec: Monsenhor Antônio Magliano Código: 088 Município: Garça Eixo Tecnológico: Controle e Processos Industriais Habilitação Profissional: Nível Médio

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Técnico ETEC Monsenhor Antônio Magliano Código: 088 Município: Garça Área Profissional: Indústria Habilitação Profissional: Técnico de nível médio de Técnico em Mecânica

Leia mais

IRRIGAÇÃO LOCALIZADA POR MANGUEIRA PLÁSTICA PERFURADA TRIPAS

IRRIGAÇÃO LOCALIZADA POR MANGUEIRA PLÁSTICA PERFURADA TRIPAS IRRIGAÇÃO LOCALIZADA POR MANGUEIRA PLÁSTICA PERFURADA TRIPAS Jarbas Honorio de Miranda 1 Manoel Alves de Faria 1 Giuliano da Silva Igarashi 2 1 O que é Irrigação Localizada? A irrigação localizada nada

Leia mais

Currículo Cronológico-Funcional para Estudante. A finalidade do currículo é: relatar seus conhecimentos, interesses e gerar entrevistas.

Currículo Cronológico-Funcional para Estudante. A finalidade do currículo é: relatar seus conhecimentos, interesses e gerar entrevistas. Currículo Cronológico-Funcional para Estudante Diante da diversidade de modelos de currículos que temos a disposição na internet, fica difícil escolher qual é mais adequado. Este modelo de currículo foi

Leia mais

Unidade: Instalações prediais de coleta e condução de águas. Unidade I: pluviais

Unidade: Instalações prediais de coleta e condução de águas. Unidade I: pluviais Unidade: Instalações prediais de coleta e condução de águas Unidade I: pluviais 0 Unidade: Instalações prediais de coleta e condução de águas pluviais 1.1 Terminologia Área de contribuição: é a área somada

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO

MANUAL DE INSTALAÇÃO MANUAL DE INSTALAÇÃO Os equipamentos do Kit Chuva atendem as exigências da norma NBR 15527: Água de chuva - Aproveitamento de coberturas em áreas urbanas para fins não potáveis Requisitos. KIT CHUVA Filtro

Leia mais

INSTALAÇÕES HIDRÁULICAS PREDIAIS

INSTALAÇÕES HIDRÁULICAS PREDIAIS INSTALAÇÕES HIDRÁULICAS PREDIAIS AULA 01 Prof. Guilherme Nanni prof.guilherme@feitep.edu.br 7º Semestre Engenharia civil INST. HIDRÁULICAS AULA 01 7 semestre - Engenharia Civil EMENTA Elaborar projetos

Leia mais

TEXTO AULA 7: Cronograma e Orçamento.

TEXTO AULA 7: Cronograma e Orçamento. TEXTO AULA 7: Cronograma e Orçamento. 7.1 Cronograma (Prazos) Quando se pergunta a alguém o que faz um projeto ser bem-sucedido, temos como uma das respostas mais freqüentes: prazos realistas. E o que

Leia mais

ORGANIZAÇÃO CURRICULAR TÉCNICO NA ÁREA DE INFORMÁTICA: HABILITAÇÃO TÉCNICO EM INFORMÁTICA NA MODALIDADE A DISTÂNCIA /1

ORGANIZAÇÃO CURRICULAR TÉCNICO NA ÁREA DE INFORMÁTICA: HABILITAÇÃO TÉCNICO EM INFORMÁTICA NA MODALIDADE A DISTÂNCIA /1 ORGANIZAÇÃO CURRICULAR TÉCNICO NA ÁREA DE INFORMÁTICA: HABILITAÇÃO TÉCNICO EM INFORMÁTICA NA MODALIDADE A DISTÂNCIA - 2008/1 DC 9481 03/10/07 Rev. 00 1. Dados Legais Autorizado pelo Parecer 278 do Conselho

Leia mais

DICIONÁRIO DA ESTRUTURA ANALÍTICA DO PROJETO - SISCOP. Data Versão Descrição Autor

DICIONÁRIO DA ESTRUTURA ANALÍTICA DO PROJETO - SISCOP. Data Versão Descrição Autor Sistema de Controle de Pedidos SISCOP Estrutura Analítica do Projeto Versão 1.0 Histórico de Revisão Data Versão Descrição Autor 31/10/2010 1.0 Desenvolvimento da EAP Estrutura Analítica do Projeto Adriano

Leia mais

GESTÃO DO PROCESSO DE PROJETOS Sistemas Prediais: (Instalações Elétricas e Hidrossanitárias)

GESTÃO DO PROCESSO DE PROJETOS Sistemas Prediais: (Instalações Elétricas e Hidrossanitárias) GESTÃO DO PROCESSO DE PROJETOS Sistemas Prediais: (Instalações Elétricas e Hidrossanitárias) AGENDA 1 2 3 Apresentação Palestrante Informações necessárias no projeto Sistemas Prediais: Especialidades 4

Leia mais

Curso Técnico de Segurança do Trabalho: 3 (três) períodos com 7 (sete) disciplinas por período. 1º PERÍODO DO CURSO TÉCNICO DE SEGURANÇA DO TRABALHO

Curso Técnico de Segurança do Trabalho: 3 (três) períodos com 7 (sete) disciplinas por período. 1º PERÍODO DO CURSO TÉCNICO DE SEGURANÇA DO TRABALHO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro Campus São Gonçalo Curso Técnico de Segurança do Trabalho:

Leia mais

TECNOLOGIA EM CONSTRUÇÃO DE EDIFÍCIOS. CONFORTO AMBIENTAL Aula 11

TECNOLOGIA EM CONSTRUÇÃO DE EDIFÍCIOS. CONFORTO AMBIENTAL Aula 11 TECNOLOGIA EM CONSTRUÇÃO DE EDIFÍCIOS CONFORTO AMBIENTAL Aula 11 USO RACIONAL DA ENERGIA Identificar onde, na edificação, ocorrem os maiores gastos. Geralmente consegue-se reduzir o gasto energético reduzindo

Leia mais

ISO 9001 : De 13/08/2012 a 17/08/2012. Local: Hotel a definir Rio de Janeiro. Carga Horária: 40 horas. Horário: das 8h30min às 17h30min

ISO 9001 : De 13/08/2012 a 17/08/2012. Local: Hotel a definir Rio de Janeiro. Carga Horária: 40 horas. Horário: das 8h30min às 17h30min ISO 9001 : 2008 Resistência à Corrosão: Teoria e Prática De 13/08/2012 a 17/08/2012 Local: Hotel a definir Rio de Janeiro Carga Horária: 40 horas Horário: das 8h30min às 17h30min Objetivo: Ao término do

Leia mais

Exercício 1: Calcular a declividade média do curso d água principal da bacia abaixo, sendo fornecidos os dados da tabela 1:

Exercício 1: Calcular a declividade média do curso d água principal da bacia abaixo, sendo fornecidos os dados da tabela 1: IPH 110 Hidráulica e Hidrologia Aplicadas Exercícios de Hidrologia Exercício 1: Calcular a declividade média do curso d água principal da bacia abaixo, sendo fornecidos os dados da tabela 1: Tabela 1 Características

Leia mais

7 PASSOS PARA MONTAR seu CURSO ONLINE. e trabalhar fazendo o que gosta

7 PASSOS PARA MONTAR seu CURSO ONLINE. e trabalhar fazendo o que gosta 7 PASSOS PARA MONTAR seu CURSO ONLINE e trabalhar fazendo o que gosta INTRODUÇÃO Neste e-book você vai entender, tudo que é preciso para montar seu curso online, desde a concepção do seu Projeto, passando

Leia mais

Consultoria em Irrigação e Fertirrigação. 3ª Reunião do GIC. Ribeirão Preto-SP, 18 de Setembro de 2012

Consultoria em Irrigação e Fertirrigação. 3ª Reunião do GIC. Ribeirão Preto-SP, 18 de Setembro de 2012 3ª Reunião do GIC Ribeirão Preto-SP, 18 de Setembro de 2012 Acionamento de motores elétricos em sistemas de irrigação via Inversor de Frequência e Qualidade na Aplicação e Operação de Sistema Carretel

Leia mais

O PROCESSO DE AVALIAÇÃO PROFISSIONAL

O PROCESSO DE AVALIAÇÃO PROFISSIONAL O PROCESSO DE AVALIAÇÃO PROFISSIONAL Carmen Leite Ribeiro Bueno* A Avaliação Profissional tem como objetivo geral auxiliar o indivíduo em seu desenvolvimento pessoal e profissional, utilizando sistematicamente

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO. Hidrômetros de diâmetro nominal 15 a 40 mm V2.0

MANUAL DE INSTALAÇÃO. Hidrômetros de diâmetro nominal 15 a 40 mm V2.0 MANUAL DE INSTALAÇÃO Hidrômetros de diâmetro nominal 15 a 40 mm V2.0 INSTRUÇÕES DE INSTALAÇÃO O medidor deve ser instalado em local facilmente acessível, para permitir operações como leitura, manutenção,

Leia mais

AUTOMAÇÃO RESIDENCIAL COMO CONTRATAR UM PROFISSIONAL?

AUTOMAÇÃO RESIDENCIAL COMO CONTRATAR UM PROFISSIONAL? AUTOMAÇÃO RESIDENCIAL COMO CONTRATAR UM PROFISSIONAL? A AURESIDE Associação Brasileira de Automação Residencial e Predial tem como um dos seus objetivos transmitir ao mercado informações relevantes para

Leia mais

CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO / NOTURNO PROGRAMA DE DISCIPLINA

CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO / NOTURNO PROGRAMA DE DISCIPLINA CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO / NOTURNO PROGRAMA DE DISCIPLINA DISCIPLINA: INSTALAÇÕES PREDIAIS HIDRÁULICO-SANITÁRIAS CÓDIGO: EHR031 CLASSIFICAÇÃO: OBRIGATORIA PRÉ-REQUISITO: não tem CARGA HORÁRIA:

Leia mais

SUMÁRIO. Prefácio Autores do Livro Capítulo 1 - Aspectos Hidráulicos e Elétricos Básicos

SUMÁRIO. Prefácio Autores do Livro Capítulo 1 - Aspectos Hidráulicos e Elétricos Básicos SUMÁRIO Prefácio Autores do Livro Capítulo 1 - Aspectos Hidráulicos e Elétricos Básicos 1.1 - Introdução 1.2 - Mecânica dos Fluidos e Hidráulica 1.3 - Viscosidade e Outras Propriedades 1.3.1 - Viscosidade

Leia mais

GUIA DA ENERGIA SOLAR

GUIA DA ENERGIA SOLAR GUIA DA ENERGIA SOLAR ÍNDICE 01. Introdução 03. Energia Solar Características Vantagens 06. Os painéis Como funcionam? Onde são instalados? 09. Conta de Luz Não vou pagar mais conta? Quanto consumo? 12.

Leia mais

PROJETO INTEGRADO AULA 3 INTRODUÇÃO AO GERENCIAMENTO DE PROJETOS PROF.: KAIO DUTRA

PROJETO INTEGRADO AULA 3 INTRODUÇÃO AO GERENCIAMENTO DE PROJETOS PROF.: KAIO DUTRA PROJETO INTEGRADO AULA 3 INTRODUÇÃO AO GERENCIAMENTO DE PROJETOS PROF.: KAIO DUTRA O que é um Projeto? Um projeto é um esforço temporário empreendido para criar um produto, serviço ou resultado exclusivo.

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA

PROGRAMA DE DISCIPLINA PROGRAMA DE DISCIPLINA Disciplina: Máquinas de Fluxo Código da Disciplina: EMC225 Curso: Engenharia Mecânica Semestre de oferta da disciplina: 7 Faculdade responsável: Engenharia Mecânica Programa em vigência

Leia mais

Sistema PEX AULA O que é o sistema PEX

Sistema PEX AULA O que é o sistema PEX AULA 12 Sistema PEX 1. O que é o sistema PEX É um sistema predial de instalações hidráulicas composto por tubos flexíveis que pode ser utilizado tanto para água fria quanto para água quente com conceito

Leia mais

ENERGIA HIDRÁULICA MÁQUINA DE FLUXO ENERGIA MECÂNICA

ENERGIA HIDRÁULICA MÁQUINA DE FLUXO ENERGIA MECÂNICA ª EXPERIÊNCIA - ESTUDO DAS BOMBAS APLICAÇÃO DA ANÁLISE DIMENSIONAL E DA TEORIA DA SEMELHANÇA 1 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DAS MÁQUINAS DE FLUXO ( BOMBAS, TURBINAS, COMPRESSORES, VENTILADORES) As máquinas que

Leia mais

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - CETEC. Ensino Técnico

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - CETEC. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2013 Ensino Técnico ETEC PROF. MASSUYUKI KAWANO Código: 136 Município: TUPÃ Eixo Tecnológico: GESTÃO E NEGOCIOS Habilitação Profissional: TÉCNICA DE NÍVEL MÉDIO DE TÉCNICO EM

Leia mais

ORÇAMENTO E CALCULO DO CUSTO DE OBRAS

ORÇAMENTO E CALCULO DO CUSTO DE OBRAS ORÇAMENTO E CALCULO DO CUSTO DE OBRAS Realização 27 e 28 de Março de 2015 Este curso tem por objetivo tornar o aluno apto a elaborar orçamentos e calculo do custo de obras de: Edificações,Estruturas, Terraplanagem,

Leia mais

PLANO DE MANUTENÇÃO, ATUALIZAÇÃO DE EQUIPAMENTOS E INSTALAÇÕES E PROCEDIMENTOS PARA EXPANSÃO DA INFRAESTRUTURA

PLANO DE MANUTENÇÃO, ATUALIZAÇÃO DE EQUIPAMENTOS E INSTALAÇÕES E PROCEDIMENTOS PARA EXPANSÃO DA INFRAESTRUTURA PLANO DE MANUTENÇÃO, ATUALIZAÇÃO DE EQUIPAMENTOS E INSTALAÇÕES E PROCEDIMENTOS PARA EXPANSÃO DA INFRAESTRUTURA APRESENTAÇÃO Este plano objetiva orientar as rotinas de manutenção, conservação e atualização

Leia mais

CONSELHO SUPERIOR DA JUSTIÇA DO TRABALHO PRESIDÊNCIA ATO Nº 117/CSJT.GP.SG, DE 15 DE MAIO DE 2012

CONSELHO SUPERIOR DA JUSTIÇA DO TRABALHO PRESIDÊNCIA ATO Nº 117/CSJT.GP.SG, DE 15 DE MAIO DE 2012 CONSELHO SUPERIOR DA JUSTIÇA DO TRABALHO PRESIDÊNCIA ATO Nº 117/CSJT.GP.SG, DE 15 DE MAIO DE 2012 Aprova o cronograma das atividades relacionadas à implantação do Processo Judicial Eletrônico da Justiça

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Técnico Etec Etec: Paulino Botelho Código: 091 Município: São Carlos Eixo Tecnológico: Controle de Processos Industriais Habilitação Profissional: Técnico em Mecânica

Leia mais

INSTALAÇÃO DE SISTEMAS DE AQUECIMENTO SOLAR

INSTALAÇÃO DE SISTEMAS DE AQUECIMENTO SOLAR INSTALAÇÃO DE SISTEMAS DE AQUECIMENTO SOLAR CONDIÇÕES PARA O FUNCIONAMENTO DO SISTEMA Caixa d' água fria Respiro OESTE Reservatório térmico Radiação solar Retorno para os coletores Consumo SUL 20 20 NORTE

Leia mais

Treinamento para o Setor Público é na casp online!

Treinamento para o Setor Público é na casp online! S DE ATUAÇÃO: - Contabilidade Aplicada ao Setor Público - Administração Financeira e Orçamentária (Patrimônio, Almoxarifado e Custos) Legislativo Saúde Tributário Fiscal Comunicação O objetivo da Online

Leia mais

TÉCNICAS DE RACIONALIZAÇÃO DE PROCESSOS

TÉCNICAS DE RACIONALIZAÇÃO DE PROCESSOS TÉCNICAS DE RACIONALIZAÇÃO DE PROCESSOS MÓDULO 4 Os Diferentes Tipos e Padrões de Fluxogramas Há muitos tipos diferentes de fluxograma, cada um com sua aplicação específica. A seguir apresentaremos os

Leia mais

CISTERNA tecnologia social: atendimento população difusa

CISTERNA tecnologia social: atendimento população difusa Precipitação / Evapotranspiração (mm) 180 160 140 120 100 80 60 40 20 0 Semi- árido: REGIME IRREGULAR DE CHUVA: variação inter-anual e sazonal necessidade de armazenamento (GARANTIA DE SUPRIMENTO) Jan

Leia mais

EFICIÊNCIA ENERGÉTICA. Samarone Ruas

EFICIÊNCIA ENERGÉTICA. Samarone Ruas EFICIÊNCIA ENERGÉTICA Samarone Ruas 1 Introdução O aumento dos preços da energia, a consciência ambiental e o número crescente de regulamentações, têm levado as pessoas do mundo da indústria a cada vez

Leia mais

PROGRAMA DE APLICAÇÃO PRÁTICA NA INDÚSTRIA DE CONFECÇÃO CONSULTING PLANT DESIGN TECHNOLOGY KNOWLEDGE

PROGRAMA DE APLICAÇÃO PRÁTICA NA INDÚSTRIA DE CONFECÇÃO CONSULTING PLANT DESIGN TECHNOLOGY KNOWLEDGE Lean Enterprise PROGRAMA DE APLICAÇÃO PRÁTICA NA INDÚSTRIA DE CONFECÇÃO CONSULTING PLANT DESIGN TECHNOLOGY KNOWLEDGE O objetivo do Programa Sabe aquele projeto que você gostaria de realizar, mas que nunca

Leia mais

CAP - Curso de Aperfeiçoamento Profissional. Cronometragem e Cronoanálise - Nível Básico

CAP - Curso de Aperfeiçoamento Profissional. Cronometragem e Cronoanálise - Nível Básico Cronometragem e Cronoanálise - Nível Básico Toda empresa deve conhecer sua REAL capacidade de produção para que seja eficiente e produtiva, isso em qualquer tipo de segmento. Não conhecer os limites da

Leia mais

TÉCNICO EM ELETROTÉCNICA

TÉCNICO EM ELETROTÉCNICA TÉCNICO EM ELETROTÉCNICA Objetivo Formar profissional com habilitação Técnica de Nível Médio em Eletrotécnica, para atuar nos diversos segmentos do mercado, tais como: concessionárias de energia elétrica,

Leia mais

Como Economizar Energia e Dinheiro Utilizando o RETScreen

Como Economizar Energia e Dinheiro Utilizando o RETScreen Como Economizar Energia e Dinheiro Utilizando o RETScreen Turma em Brasília Aulas sobre os seguintes temas: Eficiência energética Energias renováveis Análise econômica e de ciclo de vida Redução de emissões

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Técnico Etec Etec: PROFESSOR MASSUYUKI KAWANO Código: 0136 Município: TUPÃ Área de conhecimento: INFRAESTRUTURA Componente Curricular: PROJETOS DE INSTALAÇÕES HIDRÁULICAS

Leia mais

Ensino Técnico Integrado ao Médio

Ensino Técnico Integrado ao Médio Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO PROFISSIONAL Plano de Trabalho Docente 2016 Plano de Curso nº 089 aprovado pela portaria Cetec nº 49 de 17/11/2009 Etec Paulino Botelho Código: 091 Município:

Leia mais

SERVIÇOS TÉCNICOS E TECNOLÓGICOS. Proposta Técnica. Norma de Desempenho Adequação de Processos. Construção Civil ATENDIMENTO EM REDE SENAI DR-PR

SERVIÇOS TÉCNICOS E TECNOLÓGICOS. Proposta Técnica. Norma de Desempenho Adequação de Processos. Construção Civil ATENDIMENTO EM REDE SENAI DR-PR SERVIÇOS TÉCNICOS E TECNOLÓGICOS Proposta Técnica Norma de Desempenho Adequação de Processos ATENDIMENTO EM REDE SENAI DR-PR Construção Civil 1 OBJETIVO Este documento tem por finalidade apresentar os

Leia mais

Desenvolvimento De Competências Técnicas Para o Manejo De Estufas Agrícolas NÍVEL BÁSICO

Desenvolvimento De Competências Técnicas Para o Manejo De Estufas Agrícolas NÍVEL BÁSICO I CURSO DE IMERSÃO EM CULTIVO PROTEGIDO DE TOMATE DE MESA 2015 Desenvolvimento De Competências Técnicas Para o Manejo De Estufas Agrícolas NÍVEL BÁSICO OBJETIVOS De 25 a 28 de Março de 2015 Cunha - SP

Leia mais

Sem fronteiras para o conhecimento. MS Project para Gerenciamento de Projetos

Sem fronteiras para o conhecimento. MS Project para Gerenciamento de Projetos 1 Sem fronteiras para o conhecimento MS Project para Gerenciamento de Projetos 2 MS Project para Gerenciamento de Projetos Em projetos, planejamento e gerenciamento são as palavras chaves para o sucesso.

Leia mais

Curso Técnico Subsequente em Eventos CÂMPUS FLORIANÓPOLIS-CONTINENTE MATRIZ CURRICULAR. Módulo 1

Curso Técnico Subsequente em Eventos CÂMPUS FLORIANÓPOLIS-CONTINENTE MATRIZ CURRICULAR. Módulo 1 Curso Técnico Subsequente em Eventos CÂMPUS FLORIANÓPOLIS-CONTINENTE MATRIZ CURRICULAR Módulo 1 Unidades Curriculares Fundamentos de Hospitalidade e Turismo (modalidade: ensino à distância) Fundamentos

Leia mais

Energia Solar Fotovoltaica na Prática. Projete, Instale, Otimize!

Energia Solar Fotovoltaica na Prática. Projete, Instale, Otimize! TREINAMENTO Energia Solar Fotovoltaica na Prática Projete, Instale, Otimize! PV HANDS ON O desafio: Dimensionar e Instalar um Sistema Fotovoltaico Real. O Que Você Vai Aprender? - Dimensionar o Sistema

Leia mais

"Conheça todas as teorias, domine todas as técnicas, mas ao tocar uma alma humana, seja apenas outra alma humana". Carl Jung

Conheça todas as teorias, domine todas as técnicas, mas ao tocar uma alma humana, seja apenas outra alma humana. Carl Jung Instituição de Coaching, Treinamento & Desenvolvimento Humano, com atuação em todo Brasil com a Missão de disseminar a cultura do Coaching para todas as pessoas que puderem fazer uso da metodologia como

Leia mais

Descargas com Sensor. DRACO Automação de sanitários de alto tráfego, a melhor experiência.

Descargas com Sensor. DRACO Automação de sanitários de alto tráfego, a melhor experiência. Descargas com Sensor As válvulas de descargas com sistema de detecção HTEC Infra, substituem válvulas convencionais, com o diferencial do funcionamento completamente automático. Detectam a presença do

Leia mais

A elaboração desta proposta considerou a implantação do Sistema de Medição Individual de Água e Gás nas 784 unidades do Condominio.

A elaboração desta proposta considerou a implantação do Sistema de Medição Individual de Água e Gás nas 784 unidades do Condominio. Ao Condomínio Domo Life Av. Aldino Pinotti, 500, Centro - São Bernardo do Campo A/C. Sr(a) Juliano Andreotti - Tel.: 99411-0097 Ref. Sistema de Medição Individual de Água e Gás. 1. APRESENTAÇÃO Desde 2001

Leia mais

Treinamento em SuiteCRM - Gestão de Relacionamento com Clientes ( CRM )

Treinamento em SuiteCRM - Gestão de Relacionamento com Clientes ( CRM ) Treinamento em Suite - Gestão de Relacionamento com Clientes ( ) Sobre o treinamento O Suite é uma ferramenta open source de gestão de relacionamento com o cliente. O Suite é a versão promissora do Sugar

Leia mais

VEJA O QUE A PODE FAZER POR VOCÊ! TECNOCOMPY. Temos certeza, um de nossos cursos foi feito pra você!

VEJA O QUE A PODE FAZER POR VOCÊ! TECNOCOMPY.  Temos certeza, um de nossos cursos foi feito pra você! VEJA O QUE A TECNOCOMPY PODE FAZER POR VOCÊ! Temos certeza, um de nossos cursos foi feito pra você! TENHAUMA CARREIRA DE SUCESSO, VENHA ESTUDAR CONOSCO! Nossos Cursos Os cursos da Tecnocompy Sistema de

Leia mais