SISTEMA DE CONTROLE DE HELP DESK. Frederico Calazans Barbosa UBC - Universidade Braz Cubas Mogi das Cruzes/ SP

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "SISTEMA DE CONTROLE DE HELP DESK. Frederico Calazans Barbosa UBC - Universidade Braz Cubas Mogi das Cruzes/ SP"

Transcrição

1 SISTEMA DE CONTROLE DE HELP DESK Frederico Calazans Barbosa UBC - Universidade Braz Cubas Mogi das Cruzes/ SP Antonio Carlos da Cunha Migliano UBC - Universidade Braz Cubas Mogi das Cruzes/ SP RESUMO Este trabalho tem como objetivo mostrar como funciona e para que serve um sistema automático de atendimento a chamados de suporte (Help Desk). Serão mostradas as vantagens de se possuir este tipo de sistema, apresentando-se suas grandes características, como a agilidade em visualizar e solucionar os incidentes que ocorrem com os usuários, o Acordo de Nível de Serviço (SLA), entre outras; além de garantir que os chamados gerados por estes incidentes não sejam perdidos, esquecidos ou negligenciados. Para exemplificar este tipo de sistema, será apresentada a ferramenta OcoMon (sistema de controle de help desk) atual, fazendo um comparativo com um aplicativo já obsoleto. Palavras chave: Atendimento a chamados de suporte; Acordo de Nível de Serviço; OcoMon. 1. INTRODUÇÃO Atualmente, todas as empresas que se prezam, têm como ponto fundamental a satisfação de seus clientes, sejam eles internos ou externos. Dentre os vários aspectos que caracterizam uma boa prestação de serviço, um dos principais é o atendimento. Desta maneira, um sistema de atendimento a chamados de suporte deve apresentar versatilidade, tendo como procedimento de abertura de incidentes, o uso de ferramentas web e de correio eletrônico. É o que faz a ferramenta OcoMon.

2 Basicamente, o programa OcoMon é um sistema de registro e gestão de ocorrências operacional e gerencial relacionadas às áreas de suporte TI. O mesmo é acionado pelo cliente via web e , que informa o problema, encaminhando-o para a área e pessoas responsáveis. Ao mesmo tempo em que é feito este encaminhamento, o cliente que solicitou este atendimento recebe um número de chamado relacionado ao seu incidente, podendo assim acompanhar o assentamento de sua ocorrência. Do outro lado, está o analista responsável por solucionar tal problema. Ao receber o chamado, ele analisa o incidente e suas possíveis causas e parte, então, para a solução do problema, levando-se em consideração o Acordo de Nível de Serviço, que garantirá um atendimento dentro do prazo estipulado. 2. TEORIA Nesta seção são apresentados os conceitos básicos de sistema de controle de Help Desk Sistema de controle de Help Desk É um sistema de atendimento a chamados de suporte, onde é possível abrir, consultar, encaminhar e encerrar ocorrências relacionadas ao setor de informática, tendo como objetivo a organização e gerenciamento do tempo de resposta e solução dos serviços solicitados Objetivos do sistema O principal objetivo de um sistema de atendimento a chamados de suporte é a agilidade no atendimento e a resposta aos usuários. Há alguns anos, este tipo de trabalho era feito de forma manual, onde não se tinha a certeza se realmente um problema foi solucionado, e o tempo que se levava para poder atender a uma ocorrência era muito grande. Sendo assim, alguns softwares foram criados pensando-se em melhorar e agilizar a solução dessas ocorrências. Este trabalho visa demonstrar que um sistema de atendimento a chamados de suporte atual OcoMon, é muito superior a outro, criado no

3 início do ano 2000, e desenvolvido em uma ferramenta ultrapassada, como a linguagem Visual Basic 5.0 e banco de dados Acces da Microsoft Classificação O sistema OcoMon é uma aplicação web, desenvolvida em Php com o banco de dados MySQL, sob licença pública geral (GPL), ou seja, quer dizer que qualquer um tem o direito de usar, modificar e melhorar esse tipo de software. O OcoMon possui uma série de funcionalidades que ajudam na operacionalização de gerenciamento de áreas de Help Desk. Quanto a isso, o sistema pode ser classificado como: módulo de ocorrência: abertura, acompanhamento e encerramento de chamados, envio de s de forma automática, acordo de níveis de serviço; módulo inventário: cadastro, consulta e edições de informações de configuração de equipamentos de informática, histórico de movimentação de equipamentos de peças, histórico de chamados Vantagens e desvantagens A vantagem de ter um sistema como o OcoMon é a qualidade de seus serviços prestados. Com esse programa minimizam-se as falhas, os chamados abertos não são perdidos ou negligenciados, nem ficam sob responsabilidade de uma única pessoa para repassar às áreas responsáveis, pois todos visualizam as ocorrências. A ferramenta OcoMon possibilita ao analista de Help Desk, controlar o material de informática existente, possibilitando ainda, manter o histórico, os chamados e os serviços realizados pela área de TI. Outra vantagem é que a implantação deste sistema de atendimento a chamados de suporte é um investimento econômico, de custo zero para a empresa. A Tabela 1 demonstra as principais vantagens e as desvantagens. Tabela 1 Vantagens e desvantagens do sistema Vantagens Tempo médio de resposta e solução para chamados. Alerta de cores, para o status do chamado. Desvantagens Falta de notificação ao usuário, sobre alteração dos chamados. Informação sobre ocorrências já cadastradas em atendimento no sistema.

4 Visualização de Relatórios. Maior segurança. Envio automático de na abertura de chamados. 3. PROCEDIMENTO Procedimentos para a implantação e acesso ao sistema Requisitos para implantação Para a implantação do sistema OcoMon, é necessário que se tenha conhecimento em processo genérico de instalação de sistema web, conhecer o mínimo do banco de dados MySQL, tal como processo de criação de banco e importação de tabelas, bem como criação de usuários e permissões de acesso e Php. A seguir, estão listados os requisitos mínimos do equipamento: Sistema operacional: independente; Servidor web: preferencialmente o Apache; Linguagem: Php versão 4.3x ou superior; Banco de dados: MySQL versão 4.1x ou superior; Navegador: web 3.2. Acessando o OcoMon Para acessar o sistema, basta selecionar o link referente ao aplicativo OcoMon, disponibilizado na intranet da empresa. Feito isso, será aberta a página de login, conforme mostra a figura 1, com os campos: Usuário: matrícula do funcionário Senha: por padrão, deve ser a mesma utilizada para login de rede.

5 4. RESULTADO Figura 1 Página de acesso ao sistema Os resultados obtidos com a implantação do sistema são: a melhor visualização dos chamados e melhor tempo de resposta para a resolução das ocorrências Atendimento a chamado de suporte Ao iniciar o sistema, é possível visualizar no canto esquerdo do aplicativo OcoMon, conforme mostra a figura 2, o campo relacionado à abertura de chamados. Após aberto um chamado, este estará disponível no sistema, e a área responsável atenderá a ocorrência. Desta forma, o usuário poderá visualizar o status de sua ocorrência, como mostra a figura 3. Figura 2 Abertura de chamados

6 Figura 3 Status da ocorrência 4.2. Acordo de nível de serviço Um acordo de nível de serviço (SLA), é um contrato entre o fornecedor de serviços de TI e um cliente especificando quais serviços o fornecedor irá prestar. Níveis de serviços são definidos no início de uma relação entre o fornecedor e o cliente, e serve para mensurar e monitorar o desempenho do fornecedor. Esse tipo de monitoramento, muitas vezes, pode levar um cliente a cobrar multas do fornecedor, se algum acordo de nível de serviço não sair conforme o especificado. Na prática podemos dizer que, é o termo usado no contexto de tempos de entregas de um serviço ou de um desempenho específico. Esse pode ser considerado o relatório mais importante do OcoMon. Através desse relatório é possível obter informações sobre o tempo de resposta e solução de um dado período, bem como verificar se estes atenderam as expectativas do SLA. 5. CONCLUSÃO Com o uso do sistema OcoMon, uma empresa passa a ter um controle atualizado de seus equipamentos de informática, assim como, peças para reposição, softwares e computadores com suas devidas configurações. Com esse controle, fica mais fácil realizar a manutenção e prevenção dos equipamentos. O sistema OcoMon apresenta benefícios em relação ao outro sistema de controle de help desk citado no início da pesquisa. Desde sua instalação, por ser uma aplicação web. Configurado no servidor, disponibiliza o link para acesso em vários equipamentos, ao invés de ser instalado em cada uma das máquinas. O OcoMon prova ser uma ferramenta eficiente no atendimento de ocorrências, possibilitando a descentralização do atendimento, ao contrário do sistema antigo que era direcionado apenas a uma pessoa, que distribuía para as pessoas responsáveis.

7 Com relação ao atendimento a chamados de suporte, passou a ser mais rápido, pois o analista de help desk, ao visualizar o chamado, já tem todos os dados necessários para resolver o problema do usuário. Além disso, o próprio usuário, muitas vezes nem precisa abrir um chamado, pois pode consultar as soluções já cadastradas no sistema do OcoMon, para as ocorrências mais simples. Portanto, a escolha do sistema de controle de help desk OcoMon, pode ser justificada por sua eficácia, e seu alto desempenho no atendimento ao usuário, o que é de grande importância para qualquer empresa. CONTROL SYSTEM HELP DESK ABSTRACT This paper aims to show how it works and what it is for an automatic answering to calls off support (Help Desk). Will be shown the advantages of owning this type of system, presenting a large extent, as the agility to visualize and solve incidents that occur with users, the Service Level Agreement (SLA), among others, in addition to ensuring so-called generated by these incidents are not lost, forgotten or neglected. To exemplify this type of system, the tool will be presented OcoMon (Control system Help Desk) current, by comparing it with an application already obsolete. Keywords: Service to support calls; Service Level Agreement; OCOMON.

Manual do usuário - Service Desk SDM - COPASA. Service Desk

Manual do usuário - Service Desk SDM - COPASA. Service Desk Manual do usuário - Service Desk SDM - COPASA Service Desk Sumário Apresentação O que é o Service Desk? Terminologia Status do seu chamado Utilização do Portal Web Fazendo Login no Sistema Tela inicial

Leia mais

Sumário. Apresentação O que é o Centro de Gerenciamento de Serviços (CGS) NTI? Terminologia Status do seu chamado Utilização do Portal Web

Sumário. Apresentação O que é o Centro de Gerenciamento de Serviços (CGS) NTI? Terminologia Status do seu chamado Utilização do Portal Web Sumário Apresentação O que é o Centro de Gerenciamento de Serviços (CGS) NTI? Terminologia Status do seu chamado Utilização do Portal Web Fazendo Login no Sistema Tela inicial do Portal WEB Criando um

Leia mais

Ocomon & Invmon: Ferramentas para gerência de suporte de helpdesk

Ocomon & Invmon: Ferramentas para gerência de suporte de helpdesk Ocomon & Invmon: Ferramentas para gerência de suporte de helpdesk Flávio Ribeiro Centro de Informática Centro Universitário La Salle (Unilasalle) Av. Victor Barreto,2288 Canoas RS Brasil flavio@unilasalle.edu.br

Leia mais

MANUAL DO SERVICE DESK SYSTEM

MANUAL DO SERVICE DESK SYSTEM Manual do Sumário Conhecendo o SERVICE DESK SYSTEM... 3 - A tela de Acesso ao sistema:... 3 - A tela do sistema após o acesso(exemplo):... 3 OCORRÊNCIAS... 4 - Abertura de chamados:... 4 - Atendendo um

Leia mais

Help-Desk. Design Responsivo, ou seja, se adapta ao dispositivo conectado.

Help-Desk. Design Responsivo, ou seja, se adapta ao dispositivo conectado. V-Desk Help-Desk Help-Desk O V-Desk é uma solução extremamente versátil para fazer a gestão de atendimentos entre clientes e fornecedores onde há a necessidade de interações entre os mesmo, agiliza a comunicação

Leia mais

ITIL V3 (aula 8) AGENDA: REVISÃO FERRAMENTAS EXAME

ITIL V3 (aula 8) AGENDA: REVISÃO FERRAMENTAS EXAME ITIL V3 (aula 8) AGENDA: REVISÃO FERRAMENTAS EXAME Revisão dos livros - ITIL Incident Management (Gerenciamento de incidentes) reduzir o tempo de indisponibilidade (downtime) dos serviços Problem Management

Leia mais

Registro e Acompanhamento de Chamados

Registro e Acompanhamento de Chamados Registro e Acompanhamento de Chamados Contatos da Central de Serviços de TI do TJPE Por telefone: (81) 2123-9500 Pela intranet: no link Central de Serviços de TI Web (www.tjpe.jus.br/intranet) APRESENTAÇÃO

Leia mais

Manual de usuário do Ocomon. Sistemas de Gerenciamento De Chamados

Manual de usuário do Ocomon. Sistemas de Gerenciamento De Chamados Manual de usuário do Ocomon Sistemas de Gerenciamento De Chamados Podemos acessar o sistema por meio do portal do e-doc no menu Chamados onde o endereço é o http://www.edocsergipe.se.gov.br Home Início

Leia mais

APRESENTAÇÃO DA EMPRESA

APRESENTAÇÃO DA EMPRESA APRESENTAÇÃO DA EMPRESA Sumário 1. Quem somos 2. Nossa missão 3. O que fazemos 4. Internet 5. Service-Desk 6. Outsourcing de Impressão 7. Nossos principais Clientes 1. Quem somos Atuando a mais de 8 anos

Leia mais

SERVICE DESK MANAGER SDM. Manual do Sistema - DPOI

SERVICE DESK MANAGER SDM. Manual do Sistema - DPOI SERVICE DESK MANAGER SDM Manual do Sistema - DPOI Conteúdo SERVICE DESK MANAGER SDM... 1 Manual do Sistema - DPOI... 1 INTRODUÇÃO... 4 ACESSO AO SISTEMA... 5 OPÇÕES DO SISTEMA... 6 SISTEMA... 7 Pesquisar

Leia mais

INTRANET BUSCA CADASTROS PRODUTOS/SERVIÇOS E FORNECEDORES Manual do Usuário

INTRANET BUSCA CADASTROS PRODUTOS/SERVIÇOS E FORNECEDORES Manual do Usuário INTRANET BUSCA CADASTROS PRODUTOS/SERVIÇOS E FORNECEDORES Manual do Usuário Página 2 de 55 1. OBJETIVO:... 3 2. PRÉ-REQUISITOS:... 3 3. ACESSOS AO AMBIENTE:... 3 3.1. ACESSO A INTRANET... 3 3.2. ESQUECI

Leia mais

Sistema de HelpDesk da SESAU Guia do Usuário

Sistema de HelpDesk da SESAU Guia do Usuário Secretaria de Estado da Saúde de Alagoas SESAU Coordenadoria Setorial de Gestão a Informática - CSGI Sistema de HelpDesk da SESAU Guia do Usuário Maceió 06/02/2012 Técnico Responsável: Bruno Cavalcante

Leia mais

MANUAL PARA UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE SUPORTE TÉCNICO GLPI

MANUAL PARA UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE SUPORTE TÉCNICO GLPI MANUAL PARA UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE SUPORTE TÉCNICO GLPI JULHO DE 2015 SUMÁRIO 1 Introdução...3 2 Principais telas do sistema...4 2.1 Acesso inicial...4 2.2 Login no sistema...4 2.3 Modificando os dados

Leia mais

Manual de Utilização do GLPI

Manual de Utilização do GLPI Manual de Utilização do GLPI Perfil Usuário Versão 1.0 NTI Campus Muzambinho 1 Introdução Prezado servidor, o GLPI é um sistema de Service Desk composto por um conjunto de serviços para a administração

Leia mais

OCOMON PRIMEIROS PASSOS

OCOMON PRIMEIROS PASSOS OCOMON PRIMEIROS PASSOS O OCOMON ainda não possui um arquivo de Help para atender a todas questões relacionadas ao sistema. Esse arquivo serve apenas para dar as principais instruções para que você tenha

Leia mais

Sistema de Controle de Solicitação de Desenvolvimento

Sistema de Controle de Solicitação de Desenvolvimento Sistema de Controle de Solicitação de Desenvolvimento Introdução O presente documento descreverá de forma objetiva as principais operações para abertura e consulta de uma solicitação ao Setor de Desenvolvimento

Leia mais

NeXT Help Desk Manual do usuário. Abril/2011. NeXT Software

NeXT Help Desk Manual do usuário. Abril/2011. NeXT Software NeXT Help Desk Manual do usuário Abril/2011 NeXT Software Página 1 de 11 Índice Descrição e características do NeXT Help Desk... 3 Conectando no NeXT Help Desk... 4 Menu de acesso... 5 Enviando chamado

Leia mais

CORPVS SEGURANÇA SETOR DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

CORPVS SEGURANÇA SETOR DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO CORPVS SEGURANÇA SETOR DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO ACESSO GLPI ABERTURA E ACOMPANHAMENTO DE CHAMADOS NO SERVICE DESK DATA: 1 0 /0 9 /201 5 VERSÃO: 1.0 AUTOR: Italo Rocha APROVADOR: Raphael Dantas Introdução

Leia mais

Guia do usuário GLPI. Versão 0.78.5 Modificada- Thiago Passamani

Guia do usuário GLPI. Versão 0.78.5 Modificada- Thiago Passamani Guia do usuário GLPI Versão 0.78.5 Modificada- Thiago Passamani 1 -O que é GLPI? GLPI(Gestionnaire Libre de Parc Informatique ) é a uma sigla em Francês, que significa Gestão de Parque de Informática Livre.

Leia mais

SUMÁRIO Acesso ao sistema... 2

SUMÁRIO Acesso ao sistema... 2 SUMÁRIO Acesso ao sistema... 2 1. Login no sistema... 2 2. Tela Inicial... 2 3. Abrindo uma nova Solicitação... 3 4. Acompanhando as solicitações abertas... 4 5. Exibindo Detalhes da Solicitação... 6 6.

Leia mais

1º Nível: Contato inicial responsável pelo registro de todas as solici tações e pela finalização do maior número possível de atendimentos.

1º Nível: Contato inicial responsável pelo registro de todas as solici tações e pela finalização do maior número possível de atendimentos. O QUE É? Serviço de atendimento telefônico ao usuário para resolução de problemas de TI ou outras solicitações relativas a assuntos predefinidos. Oferecido em dois níveis: 1º Nível: Contato inicial responsável

Leia mais

Manual (Office 365) Para acesso ao sistema de e-mails, os passos iniciais continuam os mesmos.

Manual (Office 365) Para acesso ao sistema de e-mails, os passos iniciais continuam os mesmos. Histórico de Alterações Versão Data Autor Função Descrição 1 14/09/2012 Roberto Gouveia Analista de Help Desk Criação inicial 2 19/11/2013 Roberto Gouveia Analista de Help Desk Atualização A partir de

Leia mais

Contrato de Serviço (SLA) para [Cliente] por [Provedor]

Contrato de Serviço (SLA) para [Cliente] por [Provedor] Contrato de Serviço (SLA) para [Cliente] por [Provedor] Data Gerador do documento: Gerente de Negociação: Versões Versão Data Revisão Autor Aprovação (Ao assinar abaixo, o cliente concorda com todos os

Leia mais

Sequência da Apresentação

Sequência da Apresentação Fernando Welter Orientador: Paulo Roberto Dias Sequência da Apresentação Introdução Objetivos Fundamentação teórica Desenvolvimento do sistema Operacionalidade da implementação Resultados e discussões

Leia mais

Gerenciamento de Incidentes

Gerenciamento de Incidentes Gerenciamento de Incidentes Os usuários do negócio ou os usuários finais solicitam os serviços de Tecnologia da Informação para melhorar a eficiência dos seus próprios processos de negócio, de forma que

Leia mais

Guia de Referência 0800net

Guia de Referência 0800net Guia de Referência 0800net 1. Apresentação: Com o intuito de melhorar cada vez mais os serviços de atendimento, o Grupo GCI, disponibiliza a Central de Atendimento, através do endereço http://0800net.gci.com.br/.

Leia mais

O seu caminho em Tecnologia da Informação.

O seu caminho em Tecnologia da Informação. O seu caminho em Tecnologia da Informação. A Empresa Tecnologia da Informação é a essência da Company, empresa criada para fornecer soluções em produtos e serviços para o mercado composto por empresas

Leia mais

SUMÁRIO Acesso ao sistema... 2 Atendente... 3

SUMÁRIO Acesso ao sistema... 2 Atendente... 3 SUMÁRIO Acesso ao sistema... 2 1. Login no sistema... 2 Atendente... 3 1. Abrindo uma nova Solicitação... 3 1. Consultando Solicitações... 5 2. Fazendo uma Consulta Avançada... 6 3. Alterando dados da

Leia mais

SISTEMA PARA ABERTURA DE CHAMADOS TÉCNICOS GLPI ( GESTÃO LIVRE DE PARQUE DE INFORMÁTICA ) Manual do Usuário

SISTEMA PARA ABERTURA DE CHAMADOS TÉCNICOS GLPI ( GESTÃO LIVRE DE PARQUE DE INFORMÁTICA ) Manual do Usuário SISTEMA PARA ABERTURA DE CHAMADOS TÉCNICOS GLPI ( GESTÃO LIVRE DE PARQUE DE INFORMÁTICA ) Manual do Usuário 1 Apresentação... 3 1- Introdução... 4 2- Acessando GLPI:... 5 3- Abrindo chamado:... 6 3.1-

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA GLPI

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA GLPI MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA GLPI Setembro de 2013 Objetivo: Esse manual, baseado no manual GLPI feito pela DTI, tem como objetivo principal instruir os usuários quanto à utilização do GLPI, sistema

Leia mais

Sistema Web para Cotação de Preços. Vitae Tec Tecnologia a Serviço da Vida!

Sistema Web para Cotação de Preços. Vitae Tec Tecnologia a Serviço da Vida! Sistema Web para Cotação de Preços Vitae Tec Tecnologia a Serviço da Vida! Segue abaixo descritivo do sistema web de cotação de preço. A solução proposta pela Vita Tec oferece: 1) Maior controle, organização,

Leia mais

Gerência de Atendimento

Gerência de Atendimento DIRETORIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Solicitação e Acompanhamento de Atendimento Gerência de Atendimento João Pessoa - agosto/2011 DIRETORIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO 1 Sumário Apresentação... 3 1.

Leia mais

Simplificando a TECNOLOGIA

Simplificando a TECNOLOGIA 3 Simplificando a TECNOLOGIA SEGURANÇA DESENVOLVIMENTO BANCO DE DADOS S O L U Ç Õ ES E M T E C N O L O G I A MISSÃO VISÃO Contribuir com o sucesso dos Clientes através da Ser a melhor provedora de Soluções

Leia mais

Sistemas de Produtividade

Sistemas de Produtividade Sistemas de Produtividade Os Sistemas de Produtividade que apresentaremos em seguida são soluções completas e podem funcionar interligadas ou não no. Elas recebem dados dos aplicativos de produtividade,

Leia mais

SISTEMA DE ABERTURA DE CHAMADOS TÉCNICOS DE INFORMÁTICA GLPI ( GESTÃO LIVRE DE PARQUE DE INFORMÁTICA ) Manual do Usuário

SISTEMA DE ABERTURA DE CHAMADOS TÉCNICOS DE INFORMÁTICA GLPI ( GESTÃO LIVRE DE PARQUE DE INFORMÁTICA ) Manual do Usuário SISTEMA DE ABERTURA DE CHAMADOS TÉCNICOS DE INFORMÁTICA GLPI ( GESTÃO LIVRE DE PARQUE DE INFORMÁTICA ) Manual do Usuário Setor de Tecnologia da Informação 2012 AUTORES Aurélio Ricardo Batú Maicá Laura

Leia mais

MANUAL DO AGENTE VERSÃO 001. Versão 001. Copyright - Todos os direitos reservados

MANUAL DO AGENTE VERSÃO 001. Versão 001. Copyright - Todos os direitos reservados MANUAL DO AGENTE VERSÃO 001 Versão 001 MOEBIUS ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO...3 2. PROCEDIMENTO PARA AUMENTO DA PERFORMANCE...4 3. ACESSO AO SISTEMA...5 4. PALAVRAS CHAVE...6 5. PAGINA INICIAL...7 6. STATUS DO

Leia mais

TACTIUM ecrm Guia de Funcionalidades

TACTIUM ecrm Guia de Funcionalidades TACTIUM ecrm Guia de Funcionalidades 1 Interagir com seus clientes por variados meios de contato, criando uma visão unificada do relacionamento e reduzindo custos. Essa é a missão do TACTIUM ecrm. As soluções

Leia mais

Apresentação. Treinamento OTRS Help Desk

Apresentação. Treinamento OTRS Help Desk Apresentação Treinamento OTRS Help Desk Sumário Apresentação... 3 Arquitetura... 3 Funcionalidades básicas do sistema...4 Interface Web... 4 Interface de E-mail...4 Ticket... 4 Sistema... 5 Apresentação

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA GLPI

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA GLPI MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA GLPI PERFIL TÉCNICO Versão 2.0 DEPARTAMENTO DE INFORMÁTICA E TELECOMUNICAÇÕES PREFEITURA DE GUARULHOS SP 1 Objetivo: Esse manual tem como objetivo principal instruir os

Leia mais

Renan Borges Pereira¹, Paulo Henrique Gomes Barbosa². Faculdade de Tecnologia de Ourinhos FATEC. renanzaum_1@hotmail.com¹, paulohgb_15@hotmail.

Renan Borges Pereira¹, Paulo Henrique Gomes Barbosa². Faculdade de Tecnologia de Ourinhos FATEC. renanzaum_1@hotmail.com¹, paulohgb_15@hotmail. Renan Borges Pereira¹, Paulo Henrique Gomes Barbosa² Faculdade de Tecnologia de Ourinhos FATEC renanzaum_1@hotmail.com¹, paulohgb_15@hotmail.com² INTRODUÇÃO O modelo de software como um serviço (SaaS)

Leia mais

Manual do Visualizador NF e KEY BEST

Manual do Visualizador NF e KEY BEST Manual do Visualizador NF e KEY BEST Versão 1.0 Maio/2011 INDICE SOBRE O VISUALIZADOR...................................................... 02 RISCOS POSSÍVEIS PARA O EMITENTE DA NOTA FISCAL ELETRÔNICA.................

Leia mais

Satélite. Manual de instalação e configuração. CENPECT Informática www.cenpect.com.br cenpect@cenpect.com.br

Satélite. Manual de instalação e configuração. CENPECT Informática www.cenpect.com.br cenpect@cenpect.com.br Satélite Manual de instalação e configuração CENPECT Informática www.cenpect.com.br cenpect@cenpect.com.br Índice Índice 1.Informações gerais 1.1.Sobre este manual 1.2.Visão geral do sistema 1.3.História

Leia mais

Manual de Utilização ZENDESK. Instruções Básicas

Manual de Utilização ZENDESK. Instruções Básicas Manual de Utilização ZENDESK Instruções Básicas Novembro/2013 SUMÁRIO 1 Acesso à ferramenta... 3 2 A Ferramenta... 4 3 Tickets... 8 3.1 Novo Ticket... 8 3.2 Acompanhamentos de Tickets já existentes...

Leia mais

Estudo de Caso 22. Figura 4 Console da TEC*. *Alguns dados foram removidos atendendo a política de segurança da informação da empresa.

Estudo de Caso 22. Figura 4 Console da TEC*. *Alguns dados foram removidos atendendo a política de segurança da informação da empresa. 2 Estudo de Caso O gerenciamento de serviços é um fator crítico para a organização em análise, os processos devem garantir os acordos de níveis de serviços estabelecidos com os clientes. Destarte, a atividade

Leia mais

Gerenciamento de Serviços em TI com ITIL. Gerenciamento de Serviços de TI com ITIL

Gerenciamento de Serviços em TI com ITIL. Gerenciamento de Serviços de TI com ITIL Gerenciamento de Serviços de TI com ITIL A Filosofia do Gerenciamento de Serviços em TI Avanços tecnológicos; Negócios totalmente dependentes da TI; Qualidade, quantidade e a disponibilidade (infra-estrutura

Leia mais

Excelência em Metodologia de Helpdesk

Excelência em Metodologia de Helpdesk Excelência em Metodologia de Helpdesk O IntraDesk foi desenvolvido com base nas melhores práticas conhecidas de Helpdesk, indicadas por organizações como o Gartner Group e o Helpdesk Institute, que, aliadas

Leia mais

Di gitação de Eventos Versão 2.0 - Fevereiro/2015

Di gitação de Eventos Versão 2.0 - Fevereiro/2015 Digitação de Eventos Versão 2.0 - Fevereiro/2015 Índice 1 PLATAFORMA SAGE... 3 1.1 Primeiro Acesso... 4 1.2 Conhecendo a Plataforma... 5 1.3 Seleção da Empresa de Trabalho... 5 1.4 Sair do Sistema... 6

Leia mais

1. O que é GLPI? 2. Processo de atendimento

1. O que é GLPI? 2. Processo de atendimento 1. O que é GLPI? GLPI (Gestionnaire Libre de Parc Informatique) é a uma sigla em Francês, que significa Gestão de Parque de Informática Livre. Essa é uma ferramenta de helpdesk (suporte ao usuário) para

Leia mais

Módulo 8 Gerenciamento de Nível de Serviço

Módulo 8 Gerenciamento de Nível de Serviço Módulo 8 Gerenciamento de Nível de Serviço Módulo 8 Gerenciamento de Nível de Serviço Todos os direitos de cópia reservados. Não é permitida a distribuição física ou eletrônica deste material sem a permissão

Leia mais

Sumário. Versão 00 - Agosto/2013 1

Sumário. Versão 00 - Agosto/2013 1 Breve definição de todos os serviços prestados pela DGTI Diretoria de Gestão da Tecnologia da Informação do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sul de Minas Gerais. O intuito deste documento

Leia mais

Contact Center CPqD. Operação. Manual do Cliente. Versão do produto: 1.0 Edição do documento: 3.0 Março de 2011

Contact Center CPqD. Operação. Manual do Cliente. Versão do produto: 1.0 Edição do documento: 3.0 Março de 2011 Contact Center CPqD Operação Manual do Cliente Versão do produto: 1.0 Edição do documento: 3.0 Março de 2011 Contact Center CPqD Operação Manual do Cliente Versão do produto: 1.0 Edição do documento: 3.0

Leia mais

Estrutura de Relacionamento:

Estrutura de Relacionamento: 1 Índice Por que ter Guia de Relacionamento e Suporte?... 3 Qual a Estrutura de Relacionamento com o Cliente?... 3 Agente de Atendimento (CAT):... 3 Gerente de Contas (GC):... 3 Gerente de Serviço (GS):...

Leia mais

Ferramenta Colaborativa para Groupware

Ferramenta Colaborativa para Groupware Ferramenta Colaborativa para Groupware Rodolpho Brock UFSC Universidade Federal de Santa Catarina INE Deparrtamento de Informática e Estatística Curso de Graduação em Sistema de Informação rbrock@inf.ufsc.br

Leia mais

Manual de Usuário. Gestion Libre de Parc Informatique (Gestão Livre de Parque de Informática) Versão 1.1 NRC

Manual de Usuário. Gestion Libre de Parc Informatique (Gestão Livre de Parque de Informática) Versão 1.1 NRC Manual de Usuário Gestion Libre de Parc Informatique (Gestão Livre de Parque de Informática) Versão 1.1 NRC Manual do Usuário GLPI 1. Introdução 3 2. Acessando o GLPI 4 3. Entendendo o processo de atendimento

Leia mais

Contrato de Suporte End.: Telefones:

Contrato de Suporte End.: Telefones: Contrato de Suporte Contrato de Suporte Desafios das empresas no que se refere à infraestrutura de TI Possuir uma infraestrutura de TI que atenda as necessidades da empresa Obter disponibilidade dos recursos

Leia mais

Manual do Aplicativo - Rastreamento Veicular

Manual do Aplicativo - Rastreamento Veicular Manual do Aplicativo - Rastreamento Veicular Sumário Apresentação... 2 Instalação do Aplicativo... 2 Localizando o aplicativo no smartphone... 5 Inserindo o link da aplicação... 6 Acessando o sistema...

Leia mais

Estabelecer critérios e procedimentos padronizados necessários para utilização do Help Desk da Coco do Vale.

Estabelecer critérios e procedimentos padronizados necessários para utilização do Help Desk da Coco do Vale. Objetivo Estabelecer critérios e procedimentos padronizados necessários para utilização do Help Desk da Coco do Vale. Responsabilidades As informações neste tópico são as responsabilidades, descritas de

Leia mais

ONE Service Desk. O Service Desk ONE fornece uma infraestrutura de serviços de suporte ITIL completa, contendo:

ONE Service Desk. O Service Desk ONE fornece uma infraestrutura de serviços de suporte ITIL completa, contendo: ONE Service Desk O Service Desk ONE fornece uma infraestrutura de serviços de suporte ITIL completa, contendo: Gerenciamento de Incidentes Gerenciamento de Problemas Gerenciamento de Mudanças BDGC (Banco

Leia mais

Apresentação do produto Versão Premium 9.0 (GMPE)

Apresentação do produto Versão Premium 9.0 (GMPE) Apresentação do produto Versão Premium 9.0 (GMPE) Qual a importância que o relacionamento com os clientes tem para a sua empresa? Goldmine CRM é para as empresas que atribuem importância máxima à manutenção

Leia mais

PORTAL DE RELACIONAMENTO GROUP

PORTAL DE RELACIONAMENTO GROUP PORTAL DE RELACIONAMENTO GROUP MANUAL DO USUÁRIO Portal de Relacionamento - Manual do usuário... 1 SUMÁRIO 1. Informações gerais... 3 2. Sobre este documento... 3 3. Suporte técnico... 3 4. Visão Geral

Leia mais

Tribunal de Contas do Estado de Rondônia Secretaria de Informática - SEINF Central de Serviços e Atendimento ao Usuário de TI

Tribunal de Contas do Estado de Rondônia Secretaria de Informática - SEINF Central de Serviços e Atendimento ao Usuário de TI Folha: 1/11 Objetivo: Manual para acesso e abertura de chamado no Sistema SAU Aplicação: Usuário Responsável: CSAU Alexandre Sousa MANUAL PARA ACESSO E ABERTURA DE CHAMADO (USUÁRIO) NO SISTEMA SAU Folha:

Leia mais

Chamados via web. Objetivos. Funcionamento. Índice TI HERMES PARDINI, MANUAL DO USUÁRIO. 1 Objetivos. [pag 1] 2 Funcionamento.

Chamados via web. Objetivos. Funcionamento. Índice TI HERMES PARDINI, MANUAL DO USUÁRIO. 1 Objetivos. [pag 1] 2 Funcionamento. TI HERMES PARDINI, MANUAL DO USUÁRIO Chamados via web Objetivos Índice 1 Objetivos. [pag 1] 2 Funcionamento. [pag 1] 3 Como acessar. [pag 2] 4 Dúvidas?. [pag 2] 5 Expectativas. [pag 2] 6 Passo 1: Apresente

Leia mais

Serviço de Service Desk e Field Service Interno

Serviço de Service Desk e Field Service Interno Serviço de Service Desk e Field Service Interno MODELO DE OPERAÇÃO SERVICE DESK INTERNO MODELO DE OPERAÇÃO SERVICE DESK INTERNO Console de gerenciamento Alertas Usuário Remoto VISÃO DE INFRA ESTRUTURA

Leia mais

Faculdade de Tecnologia Senac (Pelotas) Análise e desenvolvimento de Sistemas Sistemas de Informação

Faculdade de Tecnologia Senac (Pelotas) Análise e desenvolvimento de Sistemas Sistemas de Informação Faculdade de Tecnologia Senac (Pelotas) Análise e desenvolvimento de Sistemas Sistemas de Informação Investigando Sistemas de Informação PHP-Nuke Maxwell Rodrigues Laner Sumário 1. Introdução...3 2. 1

Leia mais

SUAP MÓDULO PROTOCOLO SUAP MÓDULO PROTOCOLO MANUAL DO USUÁRIO

SUAP MÓDULO PROTOCOLO SUAP MÓDULO PROTOCOLO MANUAL DO USUÁRIO MANUAL DO USUÁRIO Versão 1.0 2010 1 1. INTRODUÇÃO Administradores públicos defrontam-se diariamente com grandes dificuldades para fazer com que processos administrativos, documentos, pareceres e informações

Leia mais

SLA - Service Level Agreement (Acordo de Nível de Serviço) Gerenciamento de Estoque

SLA - Service Level Agreement (Acordo de Nível de Serviço) Gerenciamento de Estoque 1 / 7 SLA - Service Level Agreement (Acordo de Nível de Serviço) Gerenciamento de Estoque Código: : Data de Publicação: Cliente: Faculdade de Tecnologia SENAC-GO 2 / 7 Identificação e Histórico do Documento

Leia mais

Proposta Comercial. Empresa «Nome_da_empresa» Solução BPO Business Process Outsourcing. Número Proposta «Numero_Proposta» - «Versao»

Proposta Comercial. Empresa «Nome_da_empresa» Solução BPO Business Process Outsourcing. Número Proposta «Numero_Proposta» - «Versao» Proposta Comercial Empresa «Nome_da_empresa» Solução BPO Business Process Outsourcing Número Proposta «Numero_Proposta» - «Versao» Data 14 de setembro de 2012 Preparado para: «Nome» «Sobrenome» 1. Objetivo

Leia mais

Channel. Visão Geral e Navegação. Tutorial. Atualizado com a versão 3.9

Channel. Visão Geral e Navegação. Tutorial. Atualizado com a versão 3.9 Channel Visão Geral e Navegação Tutorial Atualizado com a versão 3.9 Copyright 2009 por JExperts Tecnologia Ltda. todos direitos reservados. É proibida a reprodução deste manual sem autorização prévia

Leia mais

PROCEDIMENTO DE ATENDIMENTO

PROCEDIMENTO DE ATENDIMENTO Autor: Renato Carneiro Junior CEO http://www.inovit.com.br renato@inovit.com.br +55 713497-0085 8802-0529 8101-7002 PROCEDIMENTO DE ATENDIMENTO 1. OBJETIVO Descrever o modelo de atendimento da INOVIT 2.

Leia mais

Manual de Utilização do Sistema GLPI

Manual de Utilização do Sistema GLPI Manual de Utilização do Sistema GLPI 1 Introdução Prezado servidor, o GLPI é um sistema de Service Desk composto por um conjunto de serviços para a administração de inventário de equipamentos de informática,

Leia mais

ALÉM DO BUG TRACKING : GERENCIANDO O SETOR DE SUPORTE COM O MANTISBT

ALÉM DO BUG TRACKING : GERENCIANDO O SETOR DE SUPORTE COM O MANTISBT ALÉM DO BUG TRACKING : GERENCIANDO O SETOR DE SUPORTE COM O MANTISBT Juliano Flores Prof. Lucas Plautz Prestes Centro Universitário Leonardo da Vinci - UNIASSELVI Gestão de Tecnologia da Informação (GTI034)

Leia mais

DEFINIÇÃO DE REQUISITOS SISTEMA DE CONTROLE DE FINANÇAS WEB 1.0 MANTER FUNCIONÁRIO RELEASE 4.1

DEFINIÇÃO DE REQUISITOS SISTEMA DE CONTROLE DE FINANÇAS WEB 1.0 MANTER FUNCIONÁRIO RELEASE 4.1 DEFINIÇÃO DE REQUISITOS SISTEMA DE CONTROLE DE FINANÇAS WEB 1.0 MANTER FUNCIONÁRIO RELEASE 4.1 SUMÁRIO DEFINIÇÃO DE REQUISITOS 4 1. INTRODUÇÃO 4 1.1 FINALIDADE 4 1.2 ESCOPO 4 1.3 DEFINIÇÕES, ACRÔNIMOS

Leia mais

INTRODUÇÃO REQUISITOS TECNOLÓGICOS E DE AMBIENTE

INTRODUÇÃO REQUISITOS TECNOLÓGICOS E DE AMBIENTE INTRODUÇÃO Na intenção de realizar um novo sistema financeiro para a gestão de recursos de convênios celebrados pela Academia Brasileira de Ciências, o setor de informática juntamente com o setor financeiro

Leia mais

E-mail Institucional login@unifesp.br

E-mail Institucional login@unifesp.br E-mail Institucional login@unifesp.br Introdução O sistema de correio eletrônico da UNIFESP permite a seus usuários a troca de mensagens eletrônicas pela internet, comunicando pessoas dentro e fora da

Leia mais

ANEXO I ESPECIFICAÇÃO DOS SERVIÇOS

ANEXO I ESPECIFICAÇÃO DOS SERVIÇOS ANEXO I ESPECIFICAÇÃO DOS SERVIÇOS DOS REQUISITOS PARA PRESTAÇÃO DO SERVIÇO: A CONTRATADA deverá atender os seguintes requisitos de qualidade do serviço: 1) Quando ocorrer chamado telefônico, comunicação

Leia mais

Sistema de Chamados Protega

Sistema de Chamados Protega SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO... 3 2. REALIZANDO ACESSO AO SISTEMA DE CHAMADOS... 4 2.1 DETALHES DA PÁGINA INICIAL... 5 3. ABERTURA DE CHAMADO... 6 3.1 DESTACANDO CAMPOS DO FORMULÁRIO... 6 3.2 CAMPOS OBRIGATÓRIOS:...

Leia mais

Norton Internet Security Guia do Usuário

Norton Internet Security Guia do Usuário Guia do Usuário Norton Internet Security Guia do Usuário O software descrito neste guia é fornecido sob um contrato de licença e pode ser usado somente conforme os termos do contrato. Documentação versão

Leia mais

1. Escritório Virtual... 5. 1.1. Atualização do sistema...5. 1.2. Instalação e ativação do sistema de Conexão...5

1. Escritório Virtual... 5. 1.1. Atualização do sistema...5. 1.2. Instalação e ativação do sistema de Conexão...5 1 2 Índice 1. Escritório Virtual... 5 1.1. Atualização do sistema...5 1.2. Instalação e ativação do sistema de Conexão...5 1.3. Cadastro do Escritório...5 1.4. Logo Marca do Escritório...6...6 1.5. Cadastro

Leia mais

Manual de Utilização do Sistema GLPI

Manual de Utilização do Sistema GLPI Manual de Utilização do Sistema GLPI Perfil Guest Apresentação Esse manual, baseado no manual GLPI foi elaborado pela Coordenação de Tecnologia de Informação CTI do câmpus e tem como objetivo instruir

Leia mais

Prefeitura Municipal de Sete Lagoas Secretaria de Planejamento Orçamento e Tecnologia Subsecretaria de Tecnologia da Informação

Prefeitura Municipal de Sete Lagoas Secretaria de Planejamento Orçamento e Tecnologia Subsecretaria de Tecnologia da Informação Tutorial para abertura de chamado Este sistema foi personalizado, instalado e configurado pela equipe da. O objetivo desta implantação é informatizar os registros de atendimento de suporte técnico para

Leia mais

Política de Atendimento Técnico, Suporte e Assistência aos softwares SiplanControl-M

Política de Atendimento Técnico, Suporte e Assistência aos softwares SiplanControl-M Política de Atendimento Técnico, Suporte e Assistência aos softwares SiplanControl-M 1. Introdução a política 2. Quem está elegível para solicitar suporte? 3. Horário de atendimento 4. Que tempo de resposta

Leia mais

agillize INFORMÁTICA APRESENTAÇÃO

agillize INFORMÁTICA APRESENTAÇÃO APRESENTAÇÃO Alguns de Nossos Clientes e Parceiros Tecnologias Algumas tecnologias e certificações que consolidam a qualidade de nossos projetos Apresentação - Agillize Informática A Agillize Informática

Leia mais

Uma poderosa ferramenta de monitoramento. Madson Santos - madson@pop-pi.rnp.br Técnico de Operação e Manutenção do PoP-PI/RNP

Uma poderosa ferramenta de monitoramento. Madson Santos - madson@pop-pi.rnp.br Técnico de Operação e Manutenção do PoP-PI/RNP Uma poderosa ferramenta de monitoramento Madson Santos - madson@pop-pi.rnp.br Técnico de Operação e Manutenção do PoP-PI/RNP Abril de 2008 O que é? Características Requisitos Componentes Visual O que é?

Leia mais

(STUDY OF AGILITY IN SOFTWARE DEVELOPMENT PROCESS WITH TEAMS AT DIFFERENT WORK UNITS USING A ON-LINE MANAGEMENT TOOL)

(STUDY OF AGILITY IN SOFTWARE DEVELOPMENT PROCESS WITH TEAMS AT DIFFERENT WORK UNITS USING A ON-LINE MANAGEMENT TOOL) ESTUDO DE AGILIDADE NO PROCESSO DE DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE COM EQUIPES EM DIFERENTES UNIDADES DE TRABALHO UTILIZANDO UMA FERRAMENTA DE GERENCIAMENTO ON-LINE (STUDY OF AGILITY IN SOFTWARE DEVELOPMENT

Leia mais

Aplicação Prática de Lua para Web

Aplicação Prática de Lua para Web Aplicação Prática de Lua para Web Aluno: Diego Malone Orientador: Sérgio Lifschitz Introdução A linguagem Lua vem sendo desenvolvida desde 1993 por pesquisadores do Departamento de Informática da PUC-Rio

Leia mais

Trabalho de Sistema de Informações. Instalação e configuração aplicativo Ocomon

Trabalho de Sistema de Informações. Instalação e configuração aplicativo Ocomon Trabalho de Sistema de Informações Aluno: Paulo Roberto Carvalho da Silva Instalação e configuração aplicativo Ocomon O trabalho tem como objetivo o estudo de caso,a instalação, configuração e funcionamento

Leia mais

TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 2ª REGIÃO Secretaria de Tecnologia da Informação

TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 2ª REGIÃO Secretaria de Tecnologia da Informação TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 2ª REGIÃO Secretaria de Tecnologia da Informação REGIONALIZAÇÃO DE SERVIÇOS DE TI MAPEAMENTO DE PROVIDÊNCIAS INICIAIS Março/2014 V 1.1 REGIONALIZAÇÃO DE SERVIÇOS DE TI MAPEAMENTO

Leia mais

Footprints Service Core. Manual de uso do sistema

Footprints Service Core. Manual de uso do sistema Footprints Service Core Manual de uso do sistema Sumário Acessando o sistema... 3 Visão geral... 4 Criação de chamados... 5 Acompanhamento de chamados... 7 Compartilhamento de chamados... 8 Notificações...

Leia mais

SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO

SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO RM Agilis Manual do Usuário Ouvidoria, Correspondência Interna, Controle de Processos, Protocolo Eletrônico, Solicitação de Manutenção Interna, Solicitação de Obras em Lojas,

Leia mais

CENTRAL DE RELACIONAMENTO ATENDIMENTO ON LINE

CENTRAL DE RELACIONAMENTO ATENDIMENTO ON LINE CENTRAL DE RELACIONAMENTO ATENDIMENTO ON LINE 1 Prezado Cliente, A PSYSTEM, em seu processo de continua evolução, seja pela nossa nova identidade visual, novos serviços e produtos, bem como a maturação

Leia mais

CONSULTORIA E SERVIÇOS DE INFORMÁTICA

CONSULTORIA E SERVIÇOS DE INFORMÁTICA CONSULTORIA E SERVIÇOS DE INFORMÁTICA Quem Somos A Vital T.I surgiu com apenas um propósito: atender com dedicação nossos clientes. Para nós, cada cliente é especial e procuramos entender toda a dinâmica

Leia mais

Sistema de chamados técnicos GUIA DO USUÁRIO. Sistema helpdesk GLPI CIC/EST

Sistema de chamados técnicos GUIA DO USUÁRIO. Sistema helpdesk GLPI CIC/EST Sistema de chamados técnicos GUIA DO USUÁRIO Sistema helpdesk GLPI CIC/EST Agenda Importância do sistema Entender o processo Acessar o sistema Gerenciar o chamado Outubro/2014 http://helpdesk.cic.unb.br

Leia mais

+55 47 2101-7444 ombudsmanti@datasul.com.br www.datasul.com.br SISTEMAS E INFRA-ESTRUTURA DIRETORIA DE PRODUTO E TECNOLOGIA

+55 47 2101-7444 ombudsmanti@datasul.com.br www.datasul.com.br SISTEMAS E INFRA-ESTRUTURA DIRETORIA DE PRODUTO E TECNOLOGIA +55 47 2101-7444 ombudsmanti@datasul.com.br www.datasul.com.br SISTEMAS E INFRA-ESTRUTURA DIRETORIA DE PRODUTO E TECNOLOGIA 22 ANOTAÇÕES ÍNDICE 1 PROCEDIMENTO 1.1 UTILIZAÇÃO DE E-MAIL 1.1.1 Forma de acesso

Leia mais

Em 2012, a Prosoft planejou o lançamento da Versão 5 dos seus produtos.

Em 2012, a Prosoft planejou o lançamento da Versão 5 dos seus produtos. VERSÃO 5 Outubro/2012 Release Notes Não deixe de atualizar o seu sistema Planejamos a entrega ao longo do exercício de 2012 com mais de 140 melhorias. Mais segurança, agilidade e facilidade de uso, atendendo

Leia mais

Desenvolvimento da Iluminação Pública no Brasil. Sistemas de gestão da iluminação pública

Desenvolvimento da Iluminação Pública no Brasil. Sistemas de gestão da iluminação pública 14 Capítulo IX Sistemas de gestão da iluminação pública Por Luciano Haas Rosito* Conforme apresentado no capítulo anterior, uma das oportunidades de melhoria na iluminação pública justamente refere-se

Leia mais

Usuários. Manual. Pergamum

Usuários. Manual. Pergamum Usuários Manual Pergamum Sumário 1 APRESENTAÇÃO... 1-2 2 CADASTRANDO UM NOVO USUÁRIO/OPERADOR... 2-1 3 UTILIZANDO O MÓDULO DE USUÁRIOS... 3-2 3.1 CONFIGURAÇÃO DE GUIAS NO EXPLORER... 3-3 4 CADASTRO...

Leia mais

MANUAL SUPERPRO WEB PONTO DE ACESSO REMOTO (PAR)

MANUAL SUPERPRO WEB PONTO DE ACESSO REMOTO (PAR) MANUAL SUPERPRO WEB PONTO DE ACESSO REMOTO (PAR) 1 ÍNDICE O que é o SuperPro Web PAR Instalando o SuperPro Web PAR 3 Conexão 5 Configurando o SuperPro Web PAR 5 1. Autorizando ponto de acesso 5 2. Limite

Leia mais

Manual do Usuário Cidadão SIC Serviço de informação ao cidadão

Manual do Usuário Cidadão SIC Serviço de informação ao cidadão Manual do Usuário Cidadão SIC Serviço de informação ao cidadão NOVOSIS 3ª Versão Conteúdo Introdução... 3 Principais recursos:... 4 Para o cidadão:... 4 Para os órgãos públicos:... 4 Como Utilizar o SIC...

Leia mais

MANUAL DO CLIENTE CONSTAT

MANUAL DO CLIENTE CONSTAT MANUAL DO CLIENTE CONSTAT 2013 Todos os direitos reservados à Constat. Distribuição ou repasse a terceiros não autorizados. Porto Alegre RS Av. Ceará, 1652 São João 90240-512 Fone (51) 3025.6699 www.constat.com.br

Leia mais

MANUAL PARA USO DO SISTEMA

MANUAL PARA USO DO SISTEMA Clínicas Odontológicas MANUAL PARA USO DO SISTEMA (GCO) GERENCIADOR CLÍNICO ODONTOLÓGICO SmilePrev Versão 2.0 SmilePrev Clínicas Odontológicas www.smilepev.com 2008 REQUISITOS BÁSICOS DO SISTEMA HARDWARE

Leia mais