MammoDiagnost VU. Philips Medical Systems Nederland B.V VMI Indústria e Comércio LTDA. Fabricantes/ Distribuidores:

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MammoDiagnost VU. Philips Medical Systems Nederland B.V VMI Indústria e Comércio LTDA. Fabricantes/ Distribuidores:"

Transcrição

1 MammoDiagnost VU Philips Medical Systems Nederland B.V VMI Indústria e Comércio LTDA Fabricantes/ Distribuidores: Philips Medical Systems Nederland B.V Veenpluis PC Best Holanda VMI Indústria e Comércio Ltda. R. Prefeito Elizeu Alves da Silva, 400, Distrito Industrial Genesco Aparecido de Oliveira Lagoa Santa/MG CEP Brasil Distribuidor Nacional: Philips Medical Systems Ltda. Av. Dr. Marcos Penteado Ulhôa Rodrigues, 401 Parte Barueri/SP / Versão do Software MammoDiagnost VU : R2.2L2 Versão do Software Multi-modality breast applications: R8.4V7 Registro ANVISA nº: XXXXXXXXXX Responsável Técnico: Luiz Lombardi CREA/SP: Anexo III.B Instruções de Uso

2 Instruções de Uso Português MammoDiagnost VU R2.2

3

4 Índice "MammoDiagnost VU" 1 Introdução Sobre o MammoDiagnost VU Finalidade Contraindicações Compatibilidade Conformidade Treinamento Outras Instruções de uso Segurança Instruções de segurança relevantes Segurança elétrica e mecânica Segurança contra explosão Segurança contra incêndio Celulares e produtos similares Desligamento Visão geral do sistema Sobre o IntelliSpace Breast Contexto do hospital Tipos de imagens compatíveis Monitores e teclado Configuração do monitor Monitores coloridos Monitores em escala de cinza para diagnósticos MammoDiagnost VU R2.2 3

5 Índice 5 Inicializar e sair Fazendo logon no MammoDiagnost VU Logoff Visão geral do processo Triagem Diagnóstico Processo normal Seleção do caso de uma paciente Pesquisa de pacientes Filtro "Não lido por mim" Filtro "Discussão" Pasta "Meu histórico" Revisão do caso de uma paciente Parâmetros predefinidos de exibição Uso da Página geral Protocolos de exibição Parâmetros de contraste de imagens Parâmetros de zoom Parâmetros de orientação de imagens CAD Vinculando sequências de imagens Medidas Anotações Avaliação Triagem: Marcando um exame como Positivo, Negativo ou Sem decisão Diagnóstico: Marcando um exame como lido Revisão e correção de avaliações MammoDiagnost VU R2.2

6 Índice 10 Recuperando e exportando estudos Importar exames da paciente (PacsSCAN) Exportação local Imprimindo em papel Imprimindo em DICOM iexport para exportação de DICOM iquery para recuperação de estudos DICOM Exportar lista de trabalho como uma listagem Adendo: MammoDiagnost VU integrado com um RIS/MIS Processo Console de navegação (monitor colorido) Funcionalidades não disponíveis Informações sobre pacientes Manutenção Manutenção planejada Programa de manutenção planejada Descarte do produto Introdução Transferência do produto para outro usuário Descarte final do produto Instalação, remoção e descarte de baterias Glossário MammoDiagnost VU R2.2 5

7 Índice 6 MammoDiagnost VU R2.2

8 1 Introdução 1.1 Sobre o MammoDiagnost VU O pacote de software da estação de trabalho MammoDiagnost VU da Philips destina-se à visualização, manipulação, emissão de laudo e divulgação de imagens digitais de mamografia (imagens DICOM "Para apresentação"), assim como outras modalidades de imagens, fazendo interface com estações de aquisição e armazenamento de imagens de mamografia, equipamentos de impressão e CAD usando padrões DICOM ou de interfaces similares. O MammoDiagnost VU da Philips é usado com monitores de alta resolução aprovados para triagem e mamografias diagnóstica. Nos EUA, esses monitores necessitam ter a aprovação da FDA. Os usuários devem ser profissionais devidamente treinados, entre outros, médicos, radiologistas, enfermeiros, técnicos e assistentes da área médica Sobre estas Instruções de uso Estas Instruções de uso têm como objetivo ajudar os usuários a utilizarem o software de equipamento médico descrito de modo seguro e eficaz. Considera-se "usuário" não apenas a entidade com autoridade sobre o software de equipamento médico, mas também as pessoas que efetivamente utilizam esse software. Estas Instruções de uso não descrevem o uso do equipamento de TI no qual o software de equipamento médico está instalado. Consulte a documentação do equipamento de TI em questão. Antes de qualquer tentativa de utilizar o software de equipamento médico, leia estas Instruções de uso cuidadosamente, prestando atenção em particular a todos os AVISOS, Cuidados e Observações que elas incluem. Preste atenção especial a todas as informações fornecidas e aos procedimentos descritos na seção SEGURANÇA. Preste atenção também às mensagens na tela e às informações da Ajuda on-line com AVISOS, Cuidados e Observações que podem estar relacionados à função que está sendo executada. MammoDiagnost VU R2.2 Introdução 7

9 1.1 Sobre o MammoDiagnost VU AVISOS: são instruções que, se não forem seguidas, podem causar ferimentos letais ou graves no usuário, na paciente ou em outra pessoa, ou podem resultar em erro de diagnóstico clínico e/ou em danos ou perda dos dados relacionados com a paciente. Cuidado: são instruções que, se não forem seguidas, podem danificar o equipamento de TI no qual o software de equipamento médico está instalado e/ou em outros equipamentos e/ou causar poluição ambiental. Observações: servem para salientar pontos dignos de atenção para os usuários. Estas Instruções de uso e as informações da Ajuda on-line descrevem a configuração mais abrangente do software de equipamento médico, com o número máximo de opções. Talvez nem todas as funções descritas estejam disponíveis. AVISO OBSERVAÇÃO A seção Segurança (vide a página 13) trata dos aspectos de segurança e deve ser lida antes da operação deste software de equipamento médico. As capturas de tela nas Instruções de uso podem ser diferentes das telas da interface do usuário quanto aos detalhes. 8 Introdução MammoDiagnost VU R2.2

10 Finalidade Finalidade Este software de equipamento médico deve ser instalado e utilizado apenas de acordo com as instruções e os procedimentos de segurança fornecidos nestas Instruções de uso, e exclusivamente com o objetivo para o qual foi desenvolvido. O objetivo do software de equipamento médico é descrito a seguir. Contudo, nada do que está especificado nestas Instruções de uso reduz as responsabilidades do usuário com relação a critérios clínicos seguros e aos melhores procedimentos clínicos. O pacote de software da estação de trabalho MammoDiagnost VU da Philips destina-se à visualização, manipulação, emissão de laudo e divulgação de imagens digitais de mamografia (imagens DICOM "Para apresentação"), assim como outras modalidades de imagens, fazendo interface com estações de aquisição e armazenamento de imagens de mamografia, equipamentos de impressão e CAD usando padrões DICOM ou de interfaces similares. O MammoDiagnost VU da Philips é usado com monitores de alta resolução aprovados para triagem e mamografias diagnóstica. Nos EUA, esses monitores necessitam ter a aprovação da FDA. Os usuários devem ser profissionais devidamente treinados, entre outros, médicos, radiologistas, enfermeiros, técnicos e assistentes da área médica. A instalação e a utilização deste software de equipamento médico estão sujeitas à legislação da jurisdição na qual ele é utilizado. Os usuários somente deverão instalar e utilizar o software desde que não entrem em conflito com a legislação aplicável ou com as normas com força de lei. O uso do software de equipamento médico para outras finalidades que não sejam aquelas previstas e especificadas expressamente pelo fabricante, bem como o uso indevido, poderão isentar o fabricante (ou seu agente) de todas ou de algumas responsabilidades por não conformidade, ferimentos ou danos resultantes. ATENÇÃO Nos EUA, a lei federal restringe a venda, distribuição e uso deste equipamento a médicos ou por ordem médica. MammoDiagnost VU R2.2 Introdução 9

11 1.3 Contraindicações 1.3 Contraindicações Nenhuma conhecida. 1.4 Compatibilidade O software de equipamento médico descrito nestas Instruções de uso não deverá ser usado em combinação com outro software, equipamento ou componente, a menos que esse outro software, equipamento ou componente seja expressamente reconhecido como compatível pela Philips Medical Systems. Uma lista desses softwares, equipamentos e componentes está disponível, mediante solicitação, no endereço para contato fornecido em Conformidade. Alterações e/ou inclusões no software de equipamento médico deverão ser realizadas apenas pela Philips Medical Systems ou por terceiros expressamente autorizados pela Philips Medical Systems a fazê-lo. Essas alterações e/ou inclusões devem obedecer a todas as leis aplicáveis e normas com força de lei nas jurisdições em questão, bem como às práticas de engenharia recomendadas. Alterações e/ou inclusões no software de equipamento médico que forem realizadas por pessoas sem o treinamento adequado poderão resultar no cancelamento da garantia pela PMS. 1.5 Conformidade Este software de equipamento médico está de acordo com as leis e os padrões nacionais e internacionais relevantes. Para obter informações sobre conformidade, consulte o representante local da PMS ou a: Philips Medical Systems PO Box DA BEST Holanda Fax: Introdução MammoDiagnost VU R2.2

12 Treinamento 1.6 Este software de equipamento médico deve ser instalado em um equipamento de TI adequado que esteja de acordo com as normas e as leis nacionais e internacionais relevantes referentes à segurança elétrica e à compatibilidade eletromagnética (EMC Electro-Magnetic Compatibility). Essas normas e leis definem os níveis permitidos de emissão eletromagnética do equipamento e sua imunidade necessária à interferência eletromagnética de fontes externas. 1.6 Treinamento Antes de usar o equipamento descrito nestas Instruções de uso, os usuários deste software de equipamento médico devem receber treinamento adequado para sua operação segura e eficaz. Os requisitos de treinamento para esse tipo de equipamento variam de um país para outro. Cabe ao usuário certificar-se de receber treinamento adequado, de acordo com a legislação local ou as normas com força de lei. Caso necessite de mais informações sobre o treinamento no uso deste software de equipamento médico, contate o representante local da Philips Medical Systems ou use o endereço para contato fornecido na seção Conformidade. 1.7 Outras Instruções de uso Estas Instruções de uso dizem respeito ao software de equipamento médico MammoDiagnost VU. No entanto, se outro software e/ou equipamento puder ser utilizado com o produto, cada um terá suas próprias Instruções de uso. MammoDiagnost VU R2.2 Introdução 11

13 1.7 Outras Instruções de uso 12 Introdução MammoDiagnost VU R2.2

14 2 Segurança 2.1 Instruções de segurança relevantes Todos os produtos da Philips Medical Systems são projetados de acordo com rígidos padrões de segurança. Para proteger os seres humanos, todos os softwares de equipamento médico exigem instalação, utilização e manutenção adequadas. É vital que você leia, anote e, quando aplicável, observe estritamente todos os avisos de PERIGO e as marcações de segurança na parte externa do equipamento de TI no qual o software de equipamento médico está instalado. Para ajudar a garantir a segurança de pacientes e usuários, é essencial seguir estritamente todas as instruções fornecidas na seção SEGURANÇA, bem como todos os AVISOS e Cuidados indicados nas Instruções de uso e/ou exibidos na interface do usuário. Observe também as informações a seguir Manutenção e defeitos AVISO Não use este software de equipamento médico para nenhuma aplicação até que você tenha absoluta certeza de que o Programa de manutenção planejada está em dia. Se você tiver certeza ou suspeita de que qualquer parte do software, do equipamento de TI ou do sistema está com defeito ou ajustada de maneira incorreta, NÃO USE o sistema até que a reparação tenha sido efetuada. O uso do software, do equipamento de TI ou do sistema com componentes defeituosos ou ajustados de forma incorreta poderá resultar em ferimentos letais ou graves, em erros no diagnóstico clínico e/ou em danos ou perda dos dados relacionados a pacientes. Informações sobre o Programa de manutenção planejada podem ser encontradas na seção Manutenção destas Instruções de uso. MammoDiagnost VU R2.2 Segurança 13

15 2.1 Instruções de segurança relevantes Conscientização da segurança Não use este software de equipamento médico para nenhuma aplicação até que tenha lido, compreendido e conhecido todos os procedimentos e informações de segurança contidos nesta seção SEGURANÇA. O uso deste software de equipamento médico sem um conhecimento adequado de como usá-lo com segurança poderá resultar em ferimentos letais ou graves, em erros no diagnóstico clínico e/ou em danos ou perda dos dados relacionados a pacientes Treinamento adequado Não use este software de equipamento médico para nenhuma aplicação enquanto não tiver recebido treinamento adequado e apropriado para seu uso seguro e eficaz. Caso você não tenha certeza da sua capacidade para utilizar este software de equipamento médico de maneira segura e eficaz, NÃO O UTILIZE. O uso sem treinamento adequado poderá resultar em ferimentos letais ou graves, em erros no diagnóstico clínico e/ou em danos ou perda dos dados relacionados a pacientes. Para obter informações sobre treinamento, consulte a seção Treinamento (vide a página 11) destas Instruções de uso Finalidade e compatibilidade Não utilize este software de equipamento médico para nenhuma outra finalidade que não aquela para a qual foi concebido. Não utilize este software de equipamento médico com nenhum outro equipamento e/ou software, a menos que esse outro software e/ou equipamento seja reconhecido como compatível pela Philips Medical Systems. O uso deste software de equipamento médico para fins imprevistos ou com software e/ou equipamento incompatível poderá resultar em ferimentos letais ou graves, em erros no diagnóstico clínico e/ou em danos ou perda dos dados relacionados a pacientes. Para obter informações sobre finalidade e compatibilidade, consulte os tópicos Finalidade e Compatibilidade na seção Introdução destas Instruções de uso. 14 Segurança MammoDiagnost VU R2.2

16 Segurança elétrica e mecânica Segurança elétrica e mecânica Este software de equipamento médico deve ser instalado em equipamento de TI adequado. As instruções relativas à segurança elétrica e mecânica fornecidas na documentação do equipamento de TI em questão devem ser seguidas. AVISO Não use o equipamento de TI em salas de exame ou de tratamento de pacientes. O uso do equipamento de TI em um ambiente para o qual não foi concebido poderá resultar em ferimentos letais ou graves. 2.3 Segurança contra explosão Este software de equipamento médico deve ser instalado em equipamento de TI adequado. As instruções relativas à segurança contra explosão fornecidas na documentação do equipamento de TI em questão devem ser seguidas. O uso do equipamento de TI em um ambiente para o qual não foi concebido poderá resultar em incêndio ou explosão. AVISO Não use o equipamento de TI na presença de vapores ou gases explosivos, como determinados gases anestésicos. O uso do equipamento de TI em um ambiente para o qual não foi concebido poderá resultar em incêndio ou explosão. Não utilize sprays/líquidos desinfetantes inflamáveis ou potencialmente explosivos, uma vez que o vapor resultante poderá pegar fogo, causando ferimentos letais ou graves e/ou danos ao equipamento de TI. 2.4 Segurança contra incêndio Este software de equipamento médico deve ser instalado em equipamento de TI adequado. As instruções relativas à segurança contra incêndio fornecidas na documentação do equipamento de TI em questão devem ser seguidas. MammoDiagnost VU R2.2 Segurança 15

17 2.5 Celulares e produtos similares O uso do equipamento de TI em um ambiente para o qual não foi concebido poderá resultar em incêndio ou explosão. As normas de segurança contra incêndio para o tipo de área em uso devem ser aplicadas, observadas e impostas na sua totalidade. Devem ser fornecidos extintores para incêndios em materiais elétricos e não-elétricos. Todos os usuários do equipamento de TI devem estar totalmente cientes do uso de extintores de incêndio e de outros equipamentos de combate ao fogo, bem como dos procedimentos locais contra incêndio. Devem também ter recebido treinamento adequado para o uso destes. AVISO OBSERVAÇÃO Use extintores apenas para incêndios em materiais elétricos ou químicos que se destinem especificamente a essas finalidades. O uso de água ou outros líquidos em incêndios em materiais elétricos pode resultar em ferimentos letais ou graves. Caso seja seguro, tente isolar o equipamento de fontes de eletricidade ou de outras fontes de alimentação antes de combater um incêndio. Isso reduzirá o risco de choque elétrico. 2.5 Celulares e produtos similares AVISO Este software de equipamento médico deve ser instalado em equipamento de TI adequado, que esteja de acordo com todos os padrões de EMC aplicáveis. Outros equipamentos eletrônicos que excedam os limites definidos nesses padrões de EMC, como determinados celulares, podem, em circunstâncias atípicas, afetar o uso do equipamento de TI e, deste modo, o software de equipamento médico. Não permita o uso de radiotransmissores portáteis (como celulares), ligados ou desligados, nas proximidades do equipamento de TI. Esses aparelhos podem exceder os padrões de irradiação eletromagnética e, em circunstâncias atípicas, interferir no funcionamento correto do software de equipamento médico. Isso poderá, em casos extremos, resultar em erro no diagnóstico clínico e/ou em danos ou perda dos dados de pacientes. ATENÇÃO Equipamento de TI CISPR 22, classe A, pode causar interferência de rádio em ambientes domésticos e, nesses casos, o usuário deverá adotar as medidas necessárias. 16 Segurança MammoDiagnost VU R2.2

18 Desligamento Desligamento AVISO Nunca desligue o equipamento de TI usando o botão de ligar/desligar enquanto o software de equipamento médico estiver em execução, pois isso poderá danificar a integridade dos dados e resultar em danos ou perda dos dados relacionados a pacientes. Sempre saia do aplicativo antes de desligar o equipamento de TI. MammoDiagnost VU R2.2 Segurança 17

19 2.6 Desligamento 18 Segurança MammoDiagnost VU R2.2

20 3 Visão geral do sistema 3.1 Sobre o IntelliSpace Breast O IntelliSpace Breast compreende: 1 Estação de trabalho MammoDiagnost VU 2 Multi-modality Breast Applications (opcional) 3 DynaCAD (opcional com Multi-modality Breast Applications) MammoDiagnost VU é uma estação de trabalho dedicada para casos de triagem e de diagnóstico de mamografia. O MammoDiagnost VU oferece funcionalidades de lista de trabalho, visualização e avaliação (incluindo leitura duplo-cego). As imagens são exibidas em monitores em escala de cinza para diagnósticos, fazendo com que as estações de trabalho MammoDiagnost VU sejam adequadas para visualização de imagens de mamografia em raios X. OBSERVAÇÃO O Multi-modality Breast Applications é um componente opcional do IntelliSpace Breast. O Multi-modality Breast Applications é usado para: visualizar e analisar exames radiológicos da mama e dados de imagens de ultrassom visualizar e analisar dados de imagens de RM indicar achados e pontuá-los de acordo com a classificação BI-RADS analisar um achado encontrado nos dados de imagens de RM (usando DynaCAD) criar um laudo de evidências. As imagens de ultrassom e RM são exibidas no monitor em cores para laudos. O Multi-modality Breast Applications é descrito em suas próprias Instruções de uso, fornecidas com essa opção. OBSERVAÇÃO O DynaCAD é um componente opcional do IntelliSpace Breast. O DynaCAD oferece uma análise profunda dos dados de imagens de RM. O DynaCAD só está disponível em combinação com o Multi-modality Breast Applications. O DynaCAD é descrito em suas próprias Instruções de uso, fornecidas com essa opção. MammoDiagnost VU R2.2 19

21 3.2 Contexto do hospital 3.2 Contexto do hospital O diagrama a seguir mostra um típico contexto hospitalar para o IntelliSpace Breast. As linhas tracejadas mostram elementos opcionais. Sistemas de aquisição Servidor CAD (mamografia) PACS Impressora DICOM Servidor Cliente Servidor DynaCAD (RM) Cliente Cliente IntelliSpace Breast AVISO Esta estação de trabalho não é um arquivo permanente de dados de pacientes e usa um armazenamento de dados temporário. Para armazenamento a longo prazo, todos os dados de pacientes também devem ser armazenados em um sistema de arquivamento (como um PACS). 20 MammoDiagnost VU R2.2

22 Tipos de imagens compatíveis Tipos de imagens compatíveis O MammoDiagnost VU é compatível apenas com os seguintes tipos de imagem: MG, DX, RC, RM de mama, US de mama, CS, Mammo CAD SR, GSPS (formato de apresentação DICOM). Outras combinações de modalidades e partes anatômicas não são suportadas. 3.4 Monitores e teclado Monitor de navegação Monitor em cores para laudos (opcional) Monitores de diagnóstico em escala de cinza - Lista de trabalho - Página geral - DynaCAD (opcional) Multi-modality Breast Applications (opcional) Miniteclado MammoDiagnost VU R2.2 21

23 3.4 Monitores e teclado Monitor de navegação O monitor de navegação exibe uma das seguintes opções: Lista de trabalho (v seção 7 Seleção do caso de uma paciente na página 35) Página geral (vide a seção 8.2 Uso da Página geral na página 40) Aplicativo DynaCAD (opcional) Faixa de controle Depois do logon, a Faixa de controle sempre é exibida na parte superior do monitor de navegação. Ele exibe o nome do usuário atual e o seguinte: Ícone Descrição Uma guia que mostra a ação atual. Você pode clicar nessa guia para retornar a essa ação na Página geral (por exemplo, Procurar pacientes ou Meus filtros). Você pode selecionar várias pacientes não contíguas clicando e, ao mesmo tempo, pressionando a tecla Ctrl. Essa guia é exibida quando você clica duas vezes em um exame na lista de trabalho, exibindo a Página geral. Se você tiver exibido exames de mais de uma paciente, poderá clicar com o botão direito do mouse na guia para selecionar a paciente cujos exames deseja exibir ou selecionar a opção Fechar todos pacientes. Clique no ícone à direita da guia para fechar os exames exibidos atualmente. O nome, sexo, data de nascimento, ID da paciente e o médico assistente são exibidos abaixo da guia. Ícone para acessar o aplicativo iexport Queue e exibir o status dos formatos de apresentação exportados de forma automática para os PACS. Ícone para acessar a caixa de diálogo Preferências (sempre exibido). Ícone para acessar a ajuda on-line (sempre exibido). Ícone para fazer logoff do MammoDiagnost VU (sempre exibido). Mensagens do sistema Mensagens, avisos e notificações sobre o sistema MammoDiagnost VU. Exibe um quadro de Sobre que mostra as legendas e informações do produto. 22 MammoDiagnost VU R2.2

24 Monitores e teclado 3.4 DynaCAD (opcional) O Monitor de navegação também é usado para exibir o aplicativo DynaCAD, que serve para analisar um achado numa sequência de RM dinâmica. OBSERVAÇÃO O DynaCAD só está disponível em combinação com o Multi-modality Breast Applications. O DynaCAD é descrito nas Instruções de uso específicas Monitor em cores para laudos (opcional) O Monitor em cores para laudos exibe o Multi-modality Breast Applications. Podem ser exibidas imagens de RM e US, laudos e imagens-chave (RM, US emg) Monitores em escala de cinza para diagnósticos Durante a visualização do caso de uma paciente, os monitores monocromáticos exibem imagens médicas. MammoDiagnost VU R2.2 23

25 3.4 Monitores e teclado Miniteclado O miniteclado está situado ao lado do teclado, proporcionando uma forma rápida de abrir funções usadas com frequência. Abaixo é mostrada uma sinopse das funções do miniteclado: Favorito 1 Favorito 2 Marcadores CAD Alternar vinculação Redefinir imagem Exame anterior Marcar como Positivo Próximo exame Inverter CLAHE Zoom em tamanho real Step-Zoom Lente de aumento Marcar como Sem decisão Marcar como Lido Antecedente anterior Próximo antecedente Marcar como Negativo Exibição anterior Próxima exibição 24 MammoDiagnost VU R2.2

26 4 Configuração do monitor A configuração e calibração corretas dos monitores são fundamentais para a identificação da patologia da paciente, assim como para seu atendimento subsequente. O MammoDiagnost VU não funcionará corretamente se os monitores com os quais é usado não estiverem corretamente configurados. Os monitores devem ser calibrados periodicamente, de acordo com a política do seu departamento ou hospital. Para configurar e calibrar os monitores, siga com atenção as especificações e as instruções fornecidas pelos fabricantes dos monitores. Os links a seguir podem ser úteis: MammoDiagnost VU R2.2 25

27 4.1 Monitores coloridos 4.1 Monitores coloridos Monitor de navegação autorizado A Philips autoriza o uso dos seguintes monitores coloridos como Monitor de navegação: Monitor em cores Dell de 22 polegadas: modelo 2209WA Monitor em cores autorizado para laudos A Philips autoriza o uso dos seguintes monitores em cores widescreen para o Multi-modality Breast Applications: Monitor em cores Dell de 4 megapixels: modelo 3008WFP Configuração da resolução das cores do monitor No caso de monitores coloridos (Monitor de navegação e Monitor colorido para laudos, opcional), a configuração das cores deveria ser de 32 bits ou mais. Em caso de uso de uma taxa de bits mais baixa, será exibida uma mensagem. 1. Clique com o botão direito do mouse na área de trabalho do Windows e selecione Propriedades. 2. Na caixa de diálogo Propriedades de exibição, clique na guia Parâmetros e defina o menu suspenso da seção Cores como 32 bits ou mais. 3. Clique em OK. Uma mensagem será exibida. 4. Clique em OK novamente para aplicar as novas configurações. 26 MammoDiagnost VU R2.2

28 Monitores coloridos Calibração do monitor do computador Para calibrar os monitores coloridos, use a seguinte imagem (que se encontra na Ajuda On-line e no arquivo das Instruções de uso em PDF): 5% em preto 95% em 100% Você está vendo um quadrado acima? Você está vendo um quadrado dentro de um quadrado? Ajuste o brilho e o contraste do monitor até que consiga ver todos os três quadrados simultaneamente. Certifique-se de que a luz ambiente do seu local de trabalho não esteja muito clara. MammoDiagnost VU R2.2 27

29 4.2 Monitores em escala de cinza para diagnósticos 4.2 Monitores em escala de cinza para diagnósticos Monitores de diagnóstico autorizados AVISO Para o MammoDiagnost VU, só devem ser usados monitores de diagnóstico. Nunca use outros monitores para exibir imagens diagnósticas para o MammoDiagnost VU. A Philips autoriza o uso dos seguintes monitores de diagnóstico para o MammoDiagnost VU: Monitor WIDE de 5 megapixels: modelo IF2105MP Monitor Barco de 5 mega-pixels: modelos Coronis 5MP Configuração da densidade de pixels para o monitor de diagnóstico O MammoDiagnost VU possui uma predefinição de zoom em tamanho real disponível no protocolo de exibição ou através de configuração no menu de atalho. O Tamanho real exibe imagens de mamografia (para a mesma visualização da mesma anatomia da paciente, sem levar em consideração o fator de aumento) no mesmo tamanho relativo, mesmo que essas imagens sejam geradas por detectores com diferentes tecnologias e outras resoluções ou tamanhos de matriz correspondentes. Para que o tamanho real seja exato, é necessário configurar a densidade de pixels do monitor de diagnósticos corretamente em Preferências de máquina. Para calibrar os monitores, você precisa conhecer as respectivas configurações que poderiam afetar a densidade original dos pixels e a aparência do tamanho real. Entre os exemplos desses parâmetros encontram-se as Posições horizontal/vertical, Tamanho, Fase e Relógio. AVISO Antes de tomar decisões clínicas, é necessário garantir que as proporções da imagem se aproximam às proporções em tamanho real. Além disso, você deve usar as ferramentas de medição, anotação e escalonamento de imagens disponíveis no MammoDiagnost VU, em lugar de réguas ou outros instrumentos. 28 MammoDiagnost VU R2.2

30 Monitores em escala de cinza para diagnósticos Clique no ícone P no canto superior direito da Faixa de controle do MammoDiagnost VU. 2. Clique no sinal de adição ao lado de Preferências de máquina. A lista de preferências de máquina disponíveis será exibida. Para maiores detalhes, consulte o Manual do Administrador. 3. Clique em Monitores de vídeo. O lado direito da caixa de diálogo Preferências exibirá uma lista de opções de monitores de vídeo. Se houver mais de um monitor, selecione na lista o primeiro monitor que você deseja configurar. A Resolução para o monitor selecionado será exibida. Cada monitor possui uma configuração de Inclinação em pixels própria na área Parâmetros do visor. 4. Selecione a Inclinação em pixels horizontal do monitor na lista mostrada ou digite um valor (em mm) manualmente. Para determinar a densidade de pixels do monitor, consulte as especificações técnicas correspondentes. Se a resolução original do monitor for definida de fábrica, deve ser possível aplicar o valor de densidade de pixels indicado nas especificações técnicas. As alterações realizadas na resolução original podem afetar o valor da densidade de pixels, por isso você deve estar a par das eventuais modificações realizadas na resolução do monitor configurada de fábrica. Se as condições citadas a seguir não forem cumpridas, o Tamanho real não será aplicado: Os pixels do monitor devem ser quadrados (de forma que a densidade de pixels na horizontal seja idêntica à densidade na vertical). Os valores de espaçamento de pixels na imagem são em mm, não em pixels. Os valores de espaçamento de pixels na imagem horizontal e vertical devem ser idênticos, para que o formato do pixel na imagem seja quadrado. 5. Clique em Aplicar para salvar as configurações e continuar a definir outras preferências. Clique em OK para salvar as alterações e fechar a caixa de diálogo Preferências. 6. Para configurar outro monitor, selecione-o na lista Monitores de vídeo. MammoDiagnost VU R2.2 29

Informática - Básico. Paulo Serrano GTTEC/CCUEC-Unicamp

Informática - Básico. Paulo Serrano GTTEC/CCUEC-Unicamp Informática - Básico Paulo Serrano GTTEC/CCUEC-Unicamp Índice Apresentação...06 Quais são as características do Windows?...07 Instalando o Windows...08 Aspectos Básicos...09 O que há na tela do Windows...10

Leia mais

CERTIDÕES UNIFICADAS

CERTIDÕES UNIFICADAS CERTIDÕES UNIFICADAS Manual de operação Perfil Cartório CERTUNI Versão 1.0.0 MINISTÉRIO DA JUSTIÇA Departamento de Inovação Tecnológica Divisão de Tecnologia da Informação Sumário LISTA DE FIGURAS... 2

Leia mais

Digitalização. Copiadora e Impressora WorkCentre C2424

Digitalização. Copiadora e Impressora WorkCentre C2424 Digitalização Este capítulo inclui: Digitalização básica na página 4-2 Instalando o driver de digitalização na página 4-4 Ajustando as opções de digitalização na página 4-5 Recuperando imagens na página

Leia mais

Informática básica: Sistema operacional Microsoft Windows XP

Informática básica: Sistema operacional Microsoft Windows XP Informática básica: Sistema operacional Microsoft Windows XP...1 Informática básica: Sistema operacional Microsoft Windows XP...1 Iniciando o Windows XP...2 Desligar o computador...3 Área de trabalho...3

Leia mais

Guia de Inicialização para o Windows

Guia de Inicialização para o Windows Intralinks VIA Versão 2.0 Guia de Inicialização para o Windows Suporte 24/7/365 da Intralinks EUA: +1 212 543 7800 Reino Unido: +44 (0) 20 7623 8500 Consulte a página de logon da Intralinks para obter

Leia mais

Fluxo de trabalho do Capture Pro Software: Indexação de OCR e separação de documentos de código de correção

Fluxo de trabalho do Capture Pro Software: Indexação de OCR e separação de documentos de código de correção Este procedimento corresponde ao fluxo de trabalho de Indexação de OCR com separação de código de correção no programa de treinamento do Capture Pro Software. As etapas do procedimento encontram-se na

Leia mais

O Windows 7 é um sistema operacional desenvolvido pela Microsoft.

O Windows 7 é um sistema operacional desenvolvido pela Microsoft. Introdução ao Microsoft Windows 7 O Windows 7 é um sistema operacional desenvolvido pela Microsoft. Visualmente o Windows 7 possui uma interface muito intuitiva, facilitando a experiência individual do

Leia mais

Guia de Início Rápido

Guia de Início Rápido Guia de Início Rápido O Microsoft Word 2013 parece diferente das versões anteriores, por isso criamos este guia para ajudar você a minimizar a curva de aprendizado. Barra de Ferramentas de Acesso Rápido

Leia mais

Introdução... 1. Instalação... 2

Introdução... 1. Instalação... 2 ONTE DO Introdução... 1 O que é IPP?... 1 Qual é a função de um software Samsung IPP?... 1 Instalação... 2 Requisitos do sistema... 2 Instalar o software Samsung IPP... 2 Desinstalar o software Samsung

Leia mais

Iniciando o Word 2010. Criar um novo documento. Salvando um Documento. Microsoft Office Word

Iniciando o Word 2010. Criar um novo documento. Salvando um Documento. Microsoft Office Word 1 Iniciando o Word 2010 O Word é um editor de texto que utilizado para criar, formatar e imprimir texto utilizado para criar, formatar e imprimir textos. Devido a grande quantidade de recursos disponíveis

Leia mais

O Windows 7 é um sistema operacional desenvolvido pela Microsoft.

O Windows 7 é um sistema operacional desenvolvido pela Microsoft. Introdução ao Microsoft Windows 7 O Windows 7 é um sistema operacional desenvolvido pela Microsoft. Visualmente o Windows 7 possui uma interface muito intuitiva, facilitando a experiência individual do

Leia mais

ÍNDICE. Sobre o SabeTelemarketing 03. Contato. Ícones comuns à várias telas de gerenciamento. Verificar registros 09. Tela de relatórios 09

ÍNDICE. Sobre o SabeTelemarketing 03. Contato. Ícones comuns à várias telas de gerenciamento. Verificar registros 09. Tela de relatórios 09 ÍNDICE Sobre o SabeTelemarketing 03 Ícones comuns à várias telas de gerenciamento Contato Verificar registros 09 Telas de cadastro e consultas 03 Menu Atalho Nova pessoa Incluir um novo cliente 06 Novo

Leia mais

Migrando para o Outlook 2010

Migrando para o Outlook 2010 Neste guia Microsoft O Microsoft Outlook 2010 está com visual bem diferente, por isso, criamos este guia para ajudar você a minimizar a curva de aprendizado. Leia-o para saber mais sobre as principais

Leia mais

Smart Laudos 1.9. A Forma Inteligente de Criar seus Laudos Médicos. Manual do Usuário

Smart Laudos 1.9. A Forma Inteligente de Criar seus Laudos Médicos. Manual do Usuário Smart Laudos 1.9 A Forma Inteligente de Criar seus Laudos Médicos Manual do Usuário Conteúdo 1. O que é o Smart Laudos?... 3 2. Características... 3 3. Instalação... 3 4. Menu do Sistema... 4 5. Configurando

Leia mais

Digitalização para PC

Digitalização para PC 1 Criarumperfildedigitalização... 2 Usar o utilitário ScanBack....................... 2 UseaspáginasdaWebnoMarkNet... 4 Personalizar configurações de parapc... 7 Criar um perfil de digitalização parapc

Leia mais

SSE 3.0. Guia Rápido. Módulo Secretaria. Nesta Edição

SSE 3.0. Guia Rápido. Módulo Secretaria. Nesta Edição SSE 3.0 Guia Rápido Módulo Secretaria Nesta Edição 1 Acessando o Módulo Secretaria 2 Cadastros Auxiliares 3 Criação de Modelos Definindo o Layout do Modelo Alterando o Layout do Cabeçalho 4 Parametrização

Leia mais

Configuração de Digitalizar para E-mail

Configuração de Digitalizar para E-mail Guia de Configuração de Funções de Digitalização de Rede Rápida XE3024PT0-2 Este guia inclui instruções para: Configuração de Digitalizar para E-mail na página 1 Configuração de Digitalizar para caixa

Leia mais

Informática Aplicada. Aula 2 Windows Vista. Professora: Cintia Caetano

Informática Aplicada. Aula 2 Windows Vista. Professora: Cintia Caetano Informática Aplicada Aula 2 Windows Vista Professora: Cintia Caetano AMBIENTE WINDOWS O Microsoft Windows é um sistema operacional que possui aparência e apresentação aperfeiçoadas para que o trabalho

Leia mais

Capture Pro Software. Introdução. A-61640_pt-br

Capture Pro Software. Introdução. A-61640_pt-br Capture Pro Software Introdução A-61640_pt-br Introdução ao Kodak Capture Pro Software e Capture Pro Limited Edition Instalando o software: Kodak Capture Pro Software e Network Edition... 1 Instalando

Leia mais

Guia de Instalação e Inicialização. Para WebReporter 2012

Guia de Instalação e Inicialização. Para WebReporter 2012 Para WebReporter 2012 Última revisão: 09/13/2012 Índice Instalando componentes de pré-requisito... 1 Visão geral... 1 Etapa 1: Ative os Serviços de Informações da Internet... 1 Etapa 2: Execute o Setup.exe

Leia mais

Mozart de Melo Alves Júnior

Mozart de Melo Alves Júnior Mozart de Melo Alves Júnior WORD 2000 INTRODUÇÃO: O Word é um processador de texto com recursos de acentuação, formatação de parágrafo, estilo de letras diferentes, criação de tabelas, corretor ortográfico,

Leia mais

Manual Web Viewer PACS Unimed Rio Claro - http://pacs.unimedrc.com.br

Manual Web Viewer PACS Unimed Rio Claro - http://pacs.unimedrc.com.br Manual Web Viewer PACS Unimed Rio Claro - http://pacs.unimedrc.com.br Atualizado em 29/01/2013 Este documento orienta sobre a utilização do aplicativo Web Viewer para acesso ao sistema PACS (Sistema de

Leia mais

GerNFe 1.0 Sistema de Gerenciador de Notas Fiscais Eletrônicas

GerNFe 1.0 Sistema de Gerenciador de Notas Fiscais Eletrônicas GerNFe 1.0 Manual do usuário Página 1/13 GerNFe 1.0 Sistema de Gerenciador de Notas Fiscais Eletrônicas O programa GerNFe 1.0 tem como objetivo armazenar em local seguro e de maneira prática para pesquisa,

Leia mais

Tutorial Administrativo (Backoffice)

Tutorial Administrativo (Backoffice) Manual - Software ENTRANDO NO SISTEMA BACKOFFICE Para entrar no sitema Backoffice, digite no seu navegador de internet o seguinte endereço: http://pesquisa.webbyapp.com/ Entre com o login e senha. Caso

Leia mais

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador.

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador. INTRODUÇÃO O Programa pode ser instalado em qualquer equipamento que utilize o sistema operacional Windows 95 ou superior, e seu banco de dados foi desenvolvido em MySQL, sendo necessário sua pré-instalação

Leia mais

Mirasys VMS 7.3. Manual do usuário Workstation

Mirasys VMS 7.3. Manual do usuário Workstation Mirasys VMS 7.3 Manual do usuário Workstation CONTEÚDOS Conteúdos... 2 Antes de começar... 3 Iniciando a sessão... 4 Interface de usuário... 8 Navegador... 11 Câmeras... 20 Saídas de Vídeo... 37 Saídas

Leia mais

Guia de Início Rápido

Guia de Início Rápido Guia de Início Rápido Microsoft PowerPoint 2013 apresenta uma aparência diferente das versões anteriores; desse modo, criamos este guia para ajudá-lo a minimizar a curva de aprendizado. Encontre o que

Leia mais

Cliente Microsoft Outlook do Avaya Modular Messaging Versão 5.0

Cliente Microsoft Outlook do Avaya Modular Messaging Versão 5.0 Cliente Microsoft Outlook do Avaya Modular Messaging Versão 5.0 Importante: as instruções contidas neste guia só serão aplicáveis se seu armazenamento de mensagens for Avaya Message Storage Server (MSS)

Leia mais

Microsoft Word INTRODUÇÃO

Microsoft Word INTRODUÇÃO INTRODUÇÃO O Word é uma ferramenta utilizada para o processamento e editoração eletrônica de textos. O processamento de textos consiste na possibilidade de executar e criar efeitos sobre um texto qualquer,

Leia mais

Leia antes de utilizar. Sistema de Software de Desenho de Bordados Personalizados. Guia de Instalação

Leia antes de utilizar. Sistema de Software de Desenho de Bordados Personalizados. Guia de Instalação Leia antes de utilizar Sistema de Software de Desenho de Bordados Personalizados Guia de Instalação Leia este guia antes de abrir o pacote do CD-ROM Obrigado por adquirir este software. Antes de abrir

Leia mais

Versão 2.2.0 PIMACO AUTOADESIVOS LTDA. Assistente Pimaco + 2.2.0. Ajuda ao Usuário

Versão 2.2.0 PIMACO AUTOADESIVOS LTDA. Assistente Pimaco + 2.2.0. Ajuda ao Usuário Versão 2.2.0 PIMACO AUTOADESIVOS LTDA. Assistente Pimaco + 2.2.0 Ajuda ao Usuário A S S I S T E N T E P I M A C O + 2.2.0 Ajuda ao usuário Índice 1. BÁSICO 1 1. INICIANDO O APLICATIVO 2 2. O AMBIENTE DE

Leia mais

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR/SBOT PARA SECRETÁRIAS

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR/SBOT PARA SECRETÁRIAS HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR/SBOT PARA SECRETÁRIAS 1 - A TELA AGENDA 1.1 - TIPOS DE AGENDA 1.1.1 AGENDA NORMAL 1.1.2 AGENDA ENCAIXE 2 - AGENDANDO CONSULTAS 2.1 - AGENDANDO UMA CONSULTA NA

Leia mais

Excel 2010 Modulo II

Excel 2010 Modulo II Excel 2010 Modulo II Sumário Nomeando intervalos de células... 1 Classificação e filtro de dados... 3 Subtotais... 6 Validação e auditoria de dados... 8 Validação e auditoria de dados... 9 Cenários...

Leia mais

V.1.0 SIAPAS. Sistema Integrado de Administração ao Plano de Assistência à Saúde. Contas Médicas

V.1.0 SIAPAS. Sistema Integrado de Administração ao Plano de Assistência à Saúde. Contas Médicas 2014 V.1.0 SIAPAS Sistema Integrado de Administração ao Plano de Assistência à Saúde Contas Médicas SIAPAS Sistema Integrado de Administração ao Plano de Assistência à Saúde Módulos CONTAS MÉDICAS Capa

Leia mais

KM-NET for Accounting. Guia de Operação

KM-NET for Accounting. Guia de Operação KM-NET for Accounting Guia de Operação Informações legais e gerais Aviso É proibida a reprodução não autorizada deste guia ou parte dele. As informações neste guia estão sujeitas a alterações sem aviso

Leia mais

Guia de Início Rápido

Guia de Início Rápido Guia de Início Rápido O Microsoft PowerPoint 2013 parece diferente das versões anteriores, por isso criamos este guia para ajudar você a minimizar a curva de aprendizado. Encontre o que você precisa Clique

Leia mais

Boot Camp Guia de Instalação e Configuração

Boot Camp Guia de Instalação e Configuração Boot Camp Guia de Instalação e Configuração Conteúdo 3 Introdução 4 Visão geral da instalação 4 Passo 1: Buscar atualizações 4 Passo 2: Preparar o Mac para Windows 4 Passo 3: Instalar o Windows no seu

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO PORTAL TISS. Manual. Usuário. Versão 1.3 atualizado em 13/06/2013

MANUAL DO USUÁRIO PORTAL TISS. Manual. Usuário. Versão 1.3 atualizado em 13/06/2013 Manual do Usuário Versão 1.3 atualizado em 13/06/2013 1. CONFIGURAÇÕES E ORIENTAÇÕES PARA ACESSO... 4 2 GUIAS... 11 2.1 DIGITANDO AS GUIAS... 11 2.2 SALVANDO GUIAS... 12 2.3 FINALIZANDO UMA GUIA... 13

Leia mais

Unidade 1: O Painel de Controle do Excel *

Unidade 1: O Painel de Controle do Excel * Unidade 1: O Painel de Controle do Excel * material do 2010* 1.0 Introdução O Excel nos ajuda a compreender melhor os dados graças à sua organização em células (organizadas em linhas e colunas) e ao uso

Leia mais

Manual de instruções da unidade da impressora

Manual de instruções da unidade da impressora Manual de instruções da unidade da impressora Para Windows 7 DS-RX1 Ver.1.01 Em relação aos direitos autorais Os direitos autorais para o Manual de Instruções da Unidade da Impressora DS-RX1, a Unidade

Leia mais

Seu manual do usuário XEROX 6279 http://pt.yourpdfguides.com/dref/5579951

Seu manual do usuário XEROX 6279 http://pt.yourpdfguides.com/dref/5579951 Você pode ler as recomendações contidas no guia do usuário, no guia de técnico ou no guia de instalação para XEROX 6279. Você vai encontrar as respostas a todas suas perguntas sobre a XEROX 6279 no manual

Leia mais

Painel de Controle e Configurações

Painel de Controle e Configurações Painel de Controle e Configurações Painel de Controle FERRAMENTAS DO PAINEL DE CONTROLE: - Adicionar Hardware: Você pode usar Adicionar hardware para detectar e configurar dispositivos conectados ao seu

Leia mais

BlackBerry Internet Service. Versão: 4.5.1. Guia do usuário

BlackBerry Internet Service. Versão: 4.5.1. Guia do usuário BlackBerry Internet Service Versão: 4.5.1 Guia do usuário Publicado: 09/01/2014 SWD-20140109134951622 Conteúdo 1 Primeiros passos... 7 Sobre os planos de serviço de mensagens oferecidos para o BlackBerry

Leia mais

www.siteware.com.br Versão 2.6

www.siteware.com.br Versão 2.6 www.siteware.com.br Versão 2.6 Sumário Apresentação... 4 Login no PortalSIM... 4 Manutenção... 5 Unidades... 5 Unidades... 5 Grupos de CCQ... 5 Grupos de unidades... 6 Tipos de unidades... 6 Sistema de

Leia mais

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR PARA SECRETÁRIAS

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR PARA SECRETÁRIAS HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR PARA SECRETÁRIAS 1 - A TELA AGENDA 1.1 - TIPOS DE AGENDA 1.1.1 AGENDA NORMAL 1.1.2 AGENDA ENCAIXE 2 - AGENDANDO CONSULTAS 2.1 - AGENDANDO UMA CONSULTA NA AGENDA

Leia mais

Microsoft Office Excel

Microsoft Office Excel 1 Microsoft Office Excel Introdução ao Excel Um dos programas mais úteis em um escritório é, sem dúvida, o Microsoft Excel. Ele é uma planilha eletrônica que permite tabelar dados, organizar formulários,

Leia mais

Como funciona? SUMÁRIO

Como funciona? SUMÁRIO SUMÁRIO 1. Introdução... 2 2. Benefícios e Vantagens... 2 3. Como utilizar?... 2 3.1. Criar Chave / Senha de Usuário... 2 3.2. Recursos da Barra Superior... 2 3.2.1. Opções... 3 3.2.1.1. Mover Para...

Leia mais

Índice. Atualizado em: 01/04/2015 Página: 1

Índice. Atualizado em: 01/04/2015 Página: 1 MANUAL DO USUÁRIO Índice 1. Introdução... 3 2. Acesso ao Sistema... 4 2.1. Instalação... 4 2.1.1. Servidor - Computador Principal... 4 2.1.2. Estação - Computador na Rede... 6 2.1.3. Estação - Mapeamento

Leia mais

Instalando e usando o Document Distributor 1

Instalando e usando o Document Distributor 1 Instalando e usando o 1 O é composto por pacotes de software do servidor e do cliente. O pacote do servidor deve ser instalado em um computador Windows NT, Windows 2000 ou Windows XP. O pacote cliente

Leia mais

Universidade de São Paulo Centro de Informática de Ribeirão Preto TUTORIAL HOTMAIL

Universidade de São Paulo Centro de Informática de Ribeirão Preto TUTORIAL HOTMAIL Universidade de São Paulo Centro de Informática de Ribeirão Preto TUTORIAL HOTMAIL Tutorial Hotmail Sobre o MSN Hotmail Acessando o Hotmail Como criar uma conta Efetuando o login Verificar mensagens Redigir

Leia mais

Capítulo 7 O Gerenciador de Arquivos

Capítulo 7 O Gerenciador de Arquivos Capítulo 7 O Gerenciador de Arquivos Neste capítulo nós iremos examinar as características da interface do gerenciador de arquivos Konqueror. Através dele realizaremos as principais operações com arquivos

Leia mais

Novell Vibe 3.4. Novell. 1º de julho de 2013. Inicialização Rápida. Iniciando o Novell Vibe. Conhecendo a interface do Novell Vibe e seus recursos

Novell Vibe 3.4. Novell. 1º de julho de 2013. Inicialização Rápida. Iniciando o Novell Vibe. Conhecendo a interface do Novell Vibe e seus recursos Novell Vibe 3.4 1º de julho de 2013 Novell Inicialização Rápida Quando você começa a usar o Novell Vibe, a primeira coisa a se fazer é configurar sua área de trabalho pessoal e criar uma área de trabalho

Leia mais

Boot Camp Guia de Instalação e Configuração

Boot Camp Guia de Instalação e Configuração Boot Camp Guia de Instalação e Configuração Índice 3 Introdução 4 Requisitos Necessários 5 Visão Geral da Instalação 5 Passo 1: Buscar atualizações 5 Passo 2: Preparar o Mac para Windows 5 Passo 3: Instalar

Leia mais

Migrando para o Word 2010

Migrando para o Word 2010 Neste guia O Microsoft Word 2010 está com visual bem diferente, por isso, criamos este guia para ajudar você a minimizar a curva de aprendizado. Leia-o para saber as partes principais da nova interface,

Leia mais

Usar Atalhos para a Rede. Logar na Rede

Usar Atalhos para a Rede. Logar na Rede GUIA DO USUÁRIO: NOVELL CLIENT PARA WINDOWS* 95* E WINDOWS NT* Usar Atalhos para a Rede USAR O ÍCONE DA NOVELL NA BANDEJA DE SISTEMA Você pode acessar vários recursos do software Novell Client clicando

Leia mais

Fluxo de trabalho do Capture Pro Software: Indexação de código de barras e separação de documentos

Fluxo de trabalho do Capture Pro Software: Indexação de código de barras e separação de documentos Este procedimento corresponde ao fluxo de trabalho de Indexação de código de barras e de separação de documentos no programa de treinamento do Capture Pro Software. As etapas do procedimento encontram-se

Leia mais

Recursos do Outlook Web Access

Recursos do Outlook Web Access Recursos do Outlook Web Access Este material foi criado pela Secretaria de Tecnologia de Informação e Comunicação (SETIC) do Tribunal Regional do Trabalho da 17ª Região. Seu intuito é apresentar algumas

Leia mais

FOXIT READER 6.0 Guia Rápido. Sumário... II Use o Foxit Reader 6.0... 1. Leitura... 5. Trabalhar em PDFs... 8. Comentários... 10. Formulários...

FOXIT READER 6.0 Guia Rápido. Sumário... II Use o Foxit Reader 6.0... 1. Leitura... 5. Trabalhar em PDFs... 8. Comentários... 10. Formulários... Sumário Sumário... II Use o Foxit Reader 6.0... 1 Instalar e desinstalar... 1 Abrir, Criar, Fechar, Salvar e Sair... 1 Definir o estilo da interface e da aparência... 4 Veja todas as diferentes ferramentas...

Leia mais

LASERJET ENTERPRISE M4555 SÉRIE MFP. Guia de instalação do software

LASERJET ENTERPRISE M4555 SÉRIE MFP. Guia de instalação do software LASERJET ENTERPRISE M4555 SÉRIE MFP Guia de instalação do software HP LaserJet Enterprise M4555 MFP Series Guia de instalação do software Direitos autorais e licença 2011 Copyright Hewlett-Packard Development

Leia mais

Montar planilhas de uma forma organizada e clara.

Montar planilhas de uma forma organizada e clara. 1 Treinamento do Office 2007 EXCEL Objetivos Após concluir este curso você poderá: Montar planilhas de uma forma organizada e clara. Layout da planilha Inserir gráficos Realizar operações matemáticas 2

Leia mais

O computador organiza os programas, documentos, músicas, fotos, imagens em Pastas com nomes, tudo separado.

O computador organiza os programas, documentos, músicas, fotos, imagens em Pastas com nomes, tudo separado. 1 Área de trabalho O Windows XP é um software da Microsoft (programa principal que faz o Computador funcionar), classificado como Sistema Operacional. Abra o Bloco de Notas para digitar e participar da

Leia mais

1 REQUISITOS BÁSICOS PARA INSTALAR O SMS PC REMOTO

1 REQUISITOS BÁSICOS PARA INSTALAR O SMS PC REMOTO 1 ÍNDICE 1 REQUISITOS BÁSICOS PARA INSTALAR O SMS PC REMOTO... 3 1.1 REQUISITOS BASICOS DE SOFTWARE... 3 1.2 REQUISITOS BASICOS DE HARDWARE... 3 2 EXECUTANDO O INSTALADOR... 3 2.1 PASSO 01... 3 2.2 PASSO

Leia mais

Aula Au 3 la 7 Windows-Internet

Aula Au 3 la 7 Windows-Internet Aula 37 Aula Ferramenta de Captura 2 Você pode usar a Ferramenta de Captura para obter um recorte de qualquer objeto na tela e, em seguida, anotar, salvar ou compartilhar a imagem. 3 Vamos fazer o seguinte:

Leia mais

2 de maio de 2014. Remote Scan

2 de maio de 2014. Remote Scan 2 de maio de 2014 Remote Scan 2014 Electronics For Imaging. As informações nesta publicação estão cobertas pelos termos dos Avisos de caráter legal deste produto. Conteúdo 3 Conteúdo...5 Acesso ao...5

Leia mais

Manual. Rev 2 - junho/07

Manual. Rev 2 - junho/07 Manual 1.Desbloquear o software ------------------------------------------------------------------02 2.Botões do programa- --------------------------------------------------------------------- 02 3. Configurações

Leia mais

Powered By: IMPORTANTE:

Powered By: IMPORTANTE: Powered By: IMPORTANTE: Este manual contém informações seguras de operação. Por favor, leia e siga as instruções desse manual. Falhas podem resultar em ferimentos pessoais, morte, e/ou danos no Delphi

Leia mais

LIÇÃO 1 - USANDO O GRAVADOR DE MACROS

LIÇÃO 1 - USANDO O GRAVADOR DE MACROS 1_15 - ADS - PRO MICRO (ILM 001) - Estudo dirigido Macros Gravadas Word 1/35 LIÇÃO 1 - USANDO O GRAVADOR DE MACROS No Microsoft Office Word 2007 é possível automatizar tarefas usadas frequentemente criando

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO DE SOFTWARE

MANUAL DO USUÁRIO DE SOFTWARE MANUAL DO USUÁRIO DE SOFTWARE P-touch P700 O conteúdo deste manual e as especificações deste produto estão sujeitos a alterações sem prévio aviso. A Brother reserva-se o direito de fazer alterações sem

Leia mais

MODEM USB 3G+ WM31. Manual do Usuário

MODEM USB 3G+ WM31. Manual do Usuário MODEM USB 3G+ WM31 Manual do Usuário 2 Tabela de Conteúdo 1 Introdução... 3 2. Instalação... 5 3. Descrição da interface do cliente... 6 4. Conexão... 10 5.SMS... 11 6.Contatos... 14 7.Estatística... 18

Leia mais

V 1.0 LINAEDUCA - GUIA DE USO

V 1.0 LINAEDUCA - GUIA DE USO V 1.0 LINAEDUCA - GUIA DE USO ARGO Internet ARGO.com.br 2013 Sumário 1. Instalação... 2 1.1 Windows... 2 2 Guia de Uso... 5 2.1 Inicialização... 5 2.1.1 Modo Casa... 5 2.1.2 Modo escola... 6 2.2 Cadastro

Leia mais

Manual de Utilização

Manual de Utilização Se ainda tiver dúvidas entre em contato com a equipe de atendimento: Por telefone: 0800 642 3090 Por e-mail atendimento@oisolucoespraempresas.com.br Introdução... 3 1. O que é o programa Oi Backup Empresarial?...

Leia mais

Novell Vibe 4.0. Março de 2015. Inicialização Rápida. Iniciando o Novell Vibe. Conhecendo a interface do Novell Vibe e seus recursos

Novell Vibe 4.0. Março de 2015. Inicialização Rápida. Iniciando o Novell Vibe. Conhecendo a interface do Novell Vibe e seus recursos Novell Vibe 4.0 Março de 2015 Inicialização Rápida Quando você começa a usar o Novell Vibe, a primeira coisa a se fazer é configurar sua área de trabalho pessoal e criar uma área de trabalho de equipe.

Leia mais

Grifon Alerta. Manual do Usuário

Grifon Alerta. Manual do Usuário Grifon Alerta Manual do Usuário Sumário Sobre a Grifon Brasil... 4 Recortes eletrônicos... 4 Grifon Alerta Cliente... 4 Visão Geral... 4 Instalação... 5 Pré-requisitos... 5 Passo a passo para a instalação...

Leia mais

ANDRÉ APARECIDO DA SILVA APOSTILA BÁSICA SOBRE O POWERPOINT 2007

ANDRÉ APARECIDO DA SILVA APOSTILA BÁSICA SOBRE O POWERPOINT 2007 ANDRÉ APARECIDO DA SILVA APOSTILA BÁSICA SOBRE O POWERPOINT 2007 CURITIBA 2015 2 SUMÁRIO INTRODUÇÃO AO MICROSOFT POWERPOINT 2007... 3 JANELA PRINCIPAL... 3 1 - BOTÃO OFFICE... 4 2 - FERRAMENTAS DE ACESSO

Leia mais

Table of Contents. PowerPoint XP

Table of Contents. PowerPoint XP Table of Contents Finalizando a apresentação...1 Usando anotações...1 Desfazer e repetir...1 Localizar e substituir...2 Substituir...2 Efeitos de transição...3 Esquema de animação...6 Controlando os tempos

Leia mais

ÁREA DE TRABALHO. Área de Trabalho ou Desktop Na Área de trabalho encontramos os seguintes itens: Atalhos Barra de tarefas Botão iniciar

ÁREA DE TRABALHO. Área de Trabalho ou Desktop Na Área de trabalho encontramos os seguintes itens: Atalhos Barra de tarefas Botão iniciar WINDOWS XP Wagner de Oliveira ENTRANDO NO SISTEMA Quando um computador em que trabalham vários utilizadores é ligado, é necessário fazer login, mediante a escolha do nome de utilizador e a introdução da

Leia mais

SIMULADO Windows 7 Parte V

SIMULADO Windows 7 Parte V SIMULADO Windows 7 Parte V 1. O espaço reservado para a Lixeira do Windows pode ser aumentado ou diminuído clicando: a) Duplamente no ícone lixeira e selecionando Editar propriedades b) Duplamente no ícone

Leia mais

Serviço Técnico de Informática. Curso Básico de PowerPoint

Serviço Técnico de Informática. Curso Básico de PowerPoint Serviço Técnico de Informática Curso Básico de PowerPoint Instrutor: Tiago Souza e Silva de Moura Maio/2005 O Microsoft PowerPoint No Microsoft PowerPoint, você cria sua apresentação usando apenas um arquivo

Leia mais

AULA 02 2. USO DE FERRAMENTAS DE SUPORTE DO SISTEMA

AULA 02 2. USO DE FERRAMENTAS DE SUPORTE DO SISTEMA AULA 02 2. USO DE FERRAMENTAS DE SUPORTE DO SISTEMA 2.1 Desfragmentador de Disco (DFRG.MSC): Examina unidades de disco para efetuar a desfragmentação. Quando uma unidade está fragmentada, arquivos grandes

Leia mais

Guia de Conexão à Web

Guia de Conexão à Web Guia de Conexão à Web Versão 0 BRA-POR Modelos aplicáveis Este Guia do Usuário aplica-se aos modelos a seguir: ADS-2500W e ADS-2600W Definições das observações O ícone a seguir é utilizado ao longo deste

Leia mais

Turma. PowerPoint 2003

Turma. PowerPoint 2003 PowerPoint 2003 Apresentação O Power Point é um aplicativo do Microsoft Office direcionado à criação de apresentações. Com ele você poderá criar rapidamente slides com esquemas, textos animados, sons e

Leia mais

MICROSOFT WORD 2007. George Gomes Cabral

MICROSOFT WORD 2007. George Gomes Cabral MICROSOFT WORD 2007 George Gomes Cabral AMBIENTE DE TRABALHO 1. Barra de título 2. Aba (agrupa as antigas barras de menus e barra de ferramentas) 3. Botão do Office 4. Botão salvar 5. Botão de acesso à

Leia mais

Lidar com números e estatísticas não é fácil. Reunir esses números numa apresentação pode ser ainda mais complicado.

Lidar com números e estatísticas não é fácil. Reunir esses números numa apresentação pode ser ainda mais complicado. , ()! $ Lidar com números e estatísticas não é fácil. Reunir esses números numa apresentação pode ser ainda mais complicado. Uma estratégia muito utilizada para organizar visualmente informações numéricas

Leia mais

Manual do Usuário. SCA - Sistema de Controle de Acesso

Manual do Usuário. SCA - Sistema de Controle de Acesso Manual do Usuário SCA - Sistema de Controle de Acesso Equipe-documentacao@procergs.rs.gov.br Data: Julho/2012 Este documento foi produzido por Praça dos Açorianos, s/n CEP 90010-340 Porto Alegre, RS (51)

Leia mais

Instalação e utilização do Document Distributor

Instalação e utilização do Document Distributor Para ver ou fazer o download desta ou de outras publicações do Lexmark Document Solutions, clique aqui. Instalação e utilização do Document Distributor O Lexmark Document Distributor é composto por pacotes

Leia mais

Manual do Usuário. TVA Digital

Manual do Usuário. TVA Digital Manual do Usuário TVA Digital AF_Manual_TV_SD_8.indd 1 AF_Manual_TV_SD_8.indd 2 Parabéns por escolher a TVA Digital! Além de optar por uma excelente programação, você terá uma série de recursos e interatividade.

Leia mais

ÍNDICE... 2 INTRODUÇÃO... 4

ÍNDICE... 2 INTRODUÇÃO... 4 Mic crosoft Excel 201 0 ÍNDICE ÍNDICE... 2 INTRODUÇÃO... 4 Interface... 4 Guias de Planilha... 5 Movimentação na planilha... 6 Entrada de textos e números... 7 Congelando painéis... 8 Comentários nas Células...

Leia mais

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA Manual de Utilização Google Grupos Sumário (Clique sobre a opção desejada para ir direto à página correspondente) Utilização do Google Grupos Introdução... 3 Página

Leia mais

MANUAL EXPORTAÇÃO IMPORTAÇÃO

MANUAL EXPORTAÇÃO IMPORTAÇÃO MANUAL EXPORTAÇÃO IMPORTAÇÃO Diretoria de Vigilância Epidemiológica/SES/SC 2006 1 Módulo 04 - Exportação e Importação de Dados Manual do SINASC Módulo Exportador Importador Introdução O Sistema SINASC

Leia mais

Agente Administrativo do MTE

Agente Administrativo do MTE PowerPoint 2003 Apresentação O Power Point é um aplicativo do Microsoft Office direcionado à criação de apresentações. Com ele você poderá criar rapidamente slides com esquemas, textos animados, sons e

Leia mais

SIAP - Sistema de Apoio ao Professor

SIAP - Sistema de Apoio ao Professor Introdução O SIAP, Sistema de Apoio ao Professor, é um programa que vai contribuir, de forma decisiva, com o cotidiano escolar de alunos, professores, gestores e funcionários administrativos. Com a implantação

Leia mais

Manual de Utilização

Manual de Utilização Manual de Utilização Índice 1 Introdução...2 2 Acesso ao Sistema...3 3 Funcionamento Básico do Sistema...3 4 Tela Principal...4 4.1 Menu Atendimento...4 4.2 Menu Cadastros...5 4.2.1 Cadastro de Médicos...5

Leia mais

Conhecendo seu telefone

Conhecendo seu telefone Conhecendo seu telefone Fone de ouvido Tecla de navegação S Lentes da câmera Tecla virtual esquerda Teclas de volume Tecla Enviar N Tecla virtual direita Tecla Menu M Tecla Finalizar O Porta da bateria

Leia mais

CICLO DE APERFEIÇOAMENTO PROFISSIONAL DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE MARICÁ- RJ EDITOR DE TEXTO - WORD

CICLO DE APERFEIÇOAMENTO PROFISSIONAL DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE MARICÁ- RJ EDITOR DE TEXTO - WORD Faculdade de Administração, Ciências Contábeis e Turismo Pós-Graduação em Gestão de Negócios CICLO DE APERFEIÇOAMENTO PROFISSIONAL DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE MARICÁ- RJ EDITOR DE TEXTO - WORD EMENTA

Leia mais

Usuários. Manual. Pergamum

Usuários. Manual. Pergamum Usuários Manual Pergamum Sumário 1 APRESENTAÇÃO... 1-2 2 CADASTRANDO UM NOVO USUÁRIO/OPERADOR... 2-1 3 UTILIZANDO O MÓDULO DE USUÁRIOS... 3-2 3.1 CONFIGURAÇÃO DE GUIAS NO EXPLORER... 3-3 4 CADASTRO...

Leia mais

Barra de Títulos. Barra de Menu. Barra de Ferramentas. Barra de Formatação. Painel de Tarefas. Seleção de Modo. Área de Trabalho.

Barra de Títulos. Barra de Menu. Barra de Ferramentas. Barra de Formatação. Painel de Tarefas. Seleção de Modo. Área de Trabalho. Conceitos básicos e modos de utilização das ferramentas, aplicativos e procedimentos do Sistema Operacional Windows XP; Classificação de softwares; Principais operações no Windows Explorer: criação e organização

Leia mais

1. EXCEL 7 1.1. PLANILHAS ELETRÔNICAS 1.2. CARREGAMENTO DO EXCEL 7

1. EXCEL 7 1.1. PLANILHAS ELETRÔNICAS 1.2. CARREGAMENTO DO EXCEL 7 1. EXCEL 1.1. PLANILHAS ELETRÔNICAS As planilhas eletrônicas ficarão na história da computação como um dos maiores propulsores da microinformática. Elas são, por si sós, praticamente a causa da explosão

Leia mais

Gerenciador USB do Monitor de Rede Elétrica Som Maior Pro. Versão 3.6

Gerenciador USB do Monitor de Rede Elétrica Som Maior Pro. Versão 3.6 Gerenciador USB do Monitor de Rede Elétrica Som Maior Pro Versão 3.6 O Gerenciador é um Software para ambiente Windows que trabalha em conjunto com o Monitor de Rede Elétrica Som Maior Pro, através de

Leia mais

Xerox ColorQube 8700 / 8900 Painel de controle

Xerox ColorQube 8700 / 8900 Painel de controle Painel de controle Os serviços disponíveis podem variar de acordo com a configuração da impressora. Para obter detalhes sobre serviços e configurações, consulte o Guia do Usuário. 3 5 Liberação da porta

Leia mais