PROJETO CURSO PRÉ-VESTIBULAR EDUCAÇÃO E CIDADANIA UFSCar/SOROCABA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO CARLOS CAMPUS SOROCABA

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PROJETO CURSO PRÉ-VESTIBULAR EDUCAÇÃO E CIDADANIA UFSCar/SOROCABA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO CARLOS CAMPUS SOROCABA"

Transcrição

1 PROJETO CURSO PRÉ-VESTIBULAR EDUCAÇÃO E CIDADANIA UFSCar/SOROCABA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO CARLOS CAMPUS SOROCABA

2 Universidade Federal de São Carlos Campus Sorocaba Targino de Araújo Filho Reitor Pedro Manuel Galetti Junior Vice Reitor Marina Silveira Palhares Pró-Reitoria de Extensão Emilia Freitas de Lima Pró-Reitora de Graduação José Salatiel Rodrigues Pires Diretor do Campus Maria Virginia Urso-Guimarães André Cordeiro Alves dos Santos Antônio Fernando Gouvêa da Silva Professores colaboradores Carla Garcia de Santana Gomes Débora dos Santos Mota Maria José Blondel Enrione Thiago Alves da Silva Equipe Proponente

3 APRESENTAÇÃO A cidade de Sorocaba é considerada um grande pólo industrial do estado de São Paulo. Segundo o IBGE (2007) possui mil habitantes, destes, pelo menos, mil são jovens entre 18 e 24 anos (IBGE, 2001), faixa etária mais comumente encontrada na tentativa ao ingresso no ensino superior. Mesmo que não sejam todos esses jovens que procuram tal ingresso, o número de vagas oferecidas anualmente em Sorocaba não supre a demanda, o que se repete nas demais cidades brasileiras. Apesar de toda população ter o direito de ingressar numa instituição publica e de qualidade, sabe-se que isto está longe da realidade brasileira, que as exclusões sociais e raciais ainda são predominantes. Na disputa entre ricos e pobres quanto ao acesso às instituições públicas, estes últimos, são gravemente desfavorecidos, não tendo as mesmas oportunidades de preparo, visto que a maioria dos cursinhos são privados, não sendo acessíveis às comunidades mais pobres. Na cidade de Sorocaba, existem apenas dois cursos de baixo custo ou gratuitos: o da Universidade Estadual de São Paulo (UNESP), que oferece 32 vagas e o da Faculdade de Engenharia de Sorocaba (FACENS), que oferece 200 vagas. Essa carência provoca a necessidade de criação de novos cursos preparatórios comunitários na região. Além disso, nenhum desses pré-vestibulares incorporam na sua grade curricular disciplinas que não são conteúdos exigidos para os vestibulares, como cidadania e educação ambiental, com a finalidade de desenvolver nos estudantes um pensamento mais amplo e crítico, importantes para o exercícios da cidadania e atuação em qualquer profissão. OBJETIVOS 1. A permanência do curso pré-vestibular totalmente gratuito voltado a comunidades menos favorecidas socioeconomicamente da cidade de Sorocaba e região, de modo a possibilitar condições mais igualitárias ao acesso a universidades públicas e com ênfase na formação de cidadãos.

4 2. Propiciar aos alunos da UFSCar mais um espaço de formação docente, possibilitando o exercício de uma experiência de ensino e pesquisa (orientada/ supervisionada) sistemática e de maior duração do que aquela proporcionada pelos estágios curriculares regulares até então desenvolvidos na UFS- Car. JUSTIFICATIVAS Na cidade de Sorocaba, existem apenas dois cursos pré-vestibulares voltados para comunidades carentes: o da Universidade Estadual de São Paulo (UNESP) e o da Faculdade de Engenharia de Sorocaba (FACENS). Porém, nenhum deles com essa ênfase, o que torna ainda mais relevante a criação deste cursinho. Apresentamos, a seguir, três conjuntos de razões que consideramos as principais para justificar o desenvolvimento deste projeto pela UFSCar e seus parceiros. 1. O projeto tem evidente relevância social, já que (a) a escola pública de Ensino Médio à que tem acesso os estudantes oriundos das camadas empobrecidas da população (prioritariamente, o públicoalvo deste projeto) não tem, via de regra, fornecido os instrumentos necessários para que esses estudantes obtenham sucesso nos exames de seleção (vestibulares) para ingresso no ensino público superior; (b) o ensino privado, que assumiu a tarefa de preparar os educandos para a realização dos exames vestibulares num primeiro momento ofertando cursos exclusivamente direcionados para esta finalidade (cursos pré-vestibulares, popularmente conhecidos como cursinhos ) e, posteriormente, incorporando ao ensino médio regular o mesmo tipo de trabalho desenvolvido pelos cursinhos -, praticamente não atende a população que se constituiria no público-alvo deste projeto, porque esta não tem condições de pagar por este serviço; (c) os processos seletivos utilizados como alternativa aos tradicionais vestibulares (ENEM) ainda não possibilitam o acesso dos estudantes oriundos das camadas empobrecidas da população a todas as instituições de ensino público superior, sendo que em algumas instituições federais o ENEM é utilizado somente para uma das fases do vestibular.

5 2. Para os alunos/professores/monitores que compõem o corpo docente permanente do curso prévestibular possibilita um aprimoramento de sua formação pedagógica Anualmente o Curso propicia atividade de formação ao corpo docente com discussão e orientação para todas as atividades relacionadas ao ensino que é desenvolvido (planejamento e execução das aulas, preparação e análise de avaliações, análise de problemas de ensino e aprendizagem, entre outros). Além disso, considerando o público alvo do curso aqui proposto, os alunos/professores estão em contato com uma comunidade de alunos que vive uma realidade social muito distinta daquela a que estão mais próximos em seu dia-a-dia, o que certamente também enriquece sua formação e propicia elementos concretos para análise em disciplinas dos cursos de graduação. 3. O enfoque do curso proposto é em cidadania, acreditando que esta formação é importante não só para a sua vida acadêmica, mas também, no âmbito social e político, como sujeitos atuantes junto à comunidade. Em sua grande parte, os cursinhos convencionais seguem uma abordagem pedagógica transmissiva que focaliza apenas os conteúdos exigidos no vestibular, limitando a expansão do conhecimento e se esquecendo de uma formação cidadã, não tendo assim um comprometimento social. Portanto, o diferencial desta proposta é uma superação da visão conteudista, ou seja, um ensino construtivista, que trabalhe com conteúdos relevantes, estabelecendo elos entre conhecimentos prévios dos educandos e o conhecimento universal sistematizado, promovendo um comportamento autônomo no estudante para que este possa atuar de forma crítica refletindo a partir das dimensões sócio-políticas. Portanto, o educando que se quer formar é aquele preocupado e ativo em relação aos problemas sociais, sendo capaz de, por exemplo, compreender como o curso por ele escolhido contribui ou não para a transformação da realidade problematizada. Assim, o projeto aqui proposto procura viabilizar uma das possíveis alternativas de contribuição da UFSCar com a sociedade da região administrativa de Sorocaba. Nessa tentativa, estamos conciliando objetivos e esforços da instituição com os esforços, disponibilidade, responsabilidade e ideais de nossos alunos e agregando a colabo-

6 ração de outras instituições públicas e privadas da cidade de Sorocaba. Estas instituições, quando se dispuserem a apoiar o projeto, passarão a ser co-responsáveis e parceiras neste processo de democratização do acesso ao ensino superior. METODOLOGIA Este projeto parte da vertente da pedagógica crítica no sentido de definir as ações educativas como prática sócio-cultural, compromissadas com a formação de cidadãos aptos a criar e modificar a realidade social. Nesse sentido, o cursinho constitui-se como um espaço coletivo de reflexão, debate e diálogo. A ênfase deixa de ser o ensino de conteúdos tradicionais do vestibular e passa ser a aprendizagem de conhecimentos que possam ser utilizados como instrumentos não apenas para o processo de acesso ao ensino superior como para a vida em sociedade. O processo seletivo para 2010 será realizado, exclusivamente, por critério sócio-econômico. Para se inscrever é preciso que em 2010 o candidato tenha concluído o Ensino Médio ou esteja cursando o último ano; ter cursado integralmente o Ensino Médio em escola pública ou com bolsa integral em escola privada e ter renda per capita igual ou menor a R$ 350,00. A análise sócio-econômica será realizada com base em uma entrevista estruturada sobre as condições sócio-econômicas do candidato, verificadas a partir de um questionário junto com a documentação comprobatória relativas ao candidato e sua família. DESCRIÇÃO DAS ATIVIDADES Serão oferecidas 80 vagas, as atividades ocorrerão no campus de Sorocaba durante o período noturno, ocorrendo todos os dias de segunda a sexta-feira das 18h50min às 22h50min. O serviço de plantão de dúvidas será disponibilizado quinzenalmente aos sábados das 8h às 12h e em todos os sábados ocorrerão atividades culturais e complementares às aulas ministradas durante a semana, como palestras, debates, apresentações de filmes, apresentações teatrais e musicais, proporci-

7 onando o envolvimento da comunidade do bairro. As aulas terão seu início em março e irão até dezembro. GRADE CURRICULAR Área do conhecimento Tópicos programáticos previstos Matemática Álgebra, Trigonometria, Geografia Analítica, Geometria Plana e Espacial Linguagem matemática no contexto social Física Mecânica, Eletricidade, Termologia, Termodinâmica, Ondas e Óptica Física e tecnologia Química Química Orgânica e Inorgânica Química do cotidiano Biologia Citologia, Genética, Ecologia, Evolução, Botânica, Zoologia, Anatomia e Fisiologia Humanas Biologia e representação social Educação Ambiental: História da degradação ambiental A lógica dos três Rs; Fontes energéticas renováveis e não renováveis; Educação Ambiental crítica História História do Brasil e Geral História local e cultura: a construção do sujeito Geografia Geografia do Brasil, Geral e Geopolítica Espaço social local e o conceito de pertença Língua Portuguesa Gramática, Literatura e Redação

8 Identidade e lingua materna Língua Inglesa Gramática Leitura e Interpretação de textos Ética, Política e Cidadania Ética ambiental e social Estatuto da criança e do adolescente, Estatuto do idoso e Estatuto do cidadão Configuração política brasileira

EDITAL PARA SELEÇÃO DO CURSO PRÉ-ENEM COMUNITÁRIO TO NA UFAC 2015 RIO BRANCO URBANO TURMA II

EDITAL PARA SELEÇÃO DO CURSO PRÉ-ENEM COMUNITÁRIO TO NA UFAC 2015 RIO BRANCO URBANO TURMA II GRUPO DE PESQUISA EM EDUCAÇÃO GERAÇÃO XXI DIRETÓRIO CENTRAL DOS ESTUDANTES EDITAL PARA SELEÇÃO DO CURSO PRÉ-ENEM COMUNITÁRIO TO NA UFAC 2015 RIO BRANCO URBANO TURMA II EDITAL 08/2015 O Curso Pré-Enem Comunitário

Leia mais

AS CONTRIBUIÇÕES DO CENTRO DE APOIO POPULAR ESTUDANTIL DO TOCANTINS PARA A SOCIEDADE PORTUENSE

AS CONTRIBUIÇÕES DO CENTRO DE APOIO POPULAR ESTUDANTIL DO TOCANTINS PARA A SOCIEDADE PORTUENSE AS CONTRIBUIÇÕES DO CENTRO DE APOIO POPULAR ESTUDANTIL DO TOCANTINS PARA A SOCIEDADE PORTUENSE Cleudimar Pereira Dias Benvinda Barros Dourado (Orientadora) O Centro de Apoio Popular Estudantil do Tocantins

Leia mais

Adair Santa Catarina 1 (Coordenador da Ação de Extensão)

Adair Santa Catarina 1 (Coordenador da Ação de Extensão) CURSO PRÉ-VESTIBULAR DA UNIOESTE UM AMBIENTE INTERDISCIPLINAR PARA FORMAÇÃO DE EDUCADORES Área Temática: Educação Adair Santa Catarina 1 (Coordenador da Ação de Extensão) Aparecida Favoretto 2, Bruna S.

Leia mais

Cursinho Pré-Vestibular Vitoriano - Ibilce/Unesp E.E.P.S.G. Deputado Bady Bassit. Edital de Abertura. Processo Seletivo de alunos 2015

Cursinho Pré-Vestibular Vitoriano - Ibilce/Unesp E.E.P.S.G. Deputado Bady Bassit. Edital de Abertura. Processo Seletivo de alunos 2015 Cursinho Pré-Vestibular Vitoriano - Ibilce/Unesp E.E.P.S.G. Deputado Bady Bassit Edital de Abertura Processo Seletivo de alunos 2015 A coordenação 2014/2015 do Cursinho Vitoriano, projeto de extensão da

Leia mais

LICENCIATURAS AOS SÁBADOS INFORMAÇÕES

LICENCIATURAS AOS SÁBADOS INFORMAÇÕES LICENCIATURAS AOS SÁBADOS INFORMAÇÕES N 0 de vagas: 50, por curso. Origem das vagas: as vagas autorizadas para o turno da tarde, que não estão sendo oferecida no vestibular normal. Estrutura do curso:

Leia mais

Seleção Discente no IFRN

Seleção Discente no IFRN SEMINÁRIO DE ACESSO AO ENSINO SUPERIOR SAES 2015 Mesa Redonda 3 Processos seletivos próprios: Seriados e Exames de Seleção Seleção Discente no IFRN Prof. José Everaldo Pereira Coordenador de Acesso Discente

Leia mais

Análise dos Vestibulares

Análise dos Vestibulares Análise dos Vestibulares

Leia mais

PARTICIPAÇÃO DO GRUPO PET MATEMÁTICA NO PRÉ- VESTIBULAR POPULAR ALTERNATIVA

PARTICIPAÇÃO DO GRUPO PET MATEMÁTICA NO PRÉ- VESTIBULAR POPULAR ALTERNATIVA Resumo ISSN 2316-7785 PARTICIPAÇÃO DO GRUPO PET MATEMÁTICA NO PRÉ- VESTIBULAR POPULAR ALTERNATIVA Stephanie Abé abe.stephanie1@gmail.com Ana Caroline Pierini karolpierini@gmail.com Luana Kuister Xavier

Leia mais

Curso de Licenciatura em Ciências Naturais e Matemática. Formação Geral 1º e 2º anos

Curso de Licenciatura em Ciências Naturais e Matemática. Formação Geral 1º e 2º anos Formação Geral 1º e 2º anos DISCIPLINA 1º Semestre Cultura Brasileira História da Educação Inglês I Leitura e Produção de Textos Letramento Digital Matemática Sociedade, Tecnologia e Inovação 2º Semestre

Leia mais

GUIA DE IMPLEMENTAÇÃO DO CURRICULO ANO 2 - APROFUNDAMENTO

GUIA DE IMPLEMENTAÇÃO DO CURRICULO ANO 2 - APROFUNDAMENTO ESTRUTURA GERAL DOS ROTEIROS DE ESTUDOS QUINZENAL Os roteiros de estudos, cujo foco está destacado nas palavras chaves, estão organizados em três momentos distintos: 1º MOMENTO - FUNDAMENTOS TEÓRICOS -

Leia mais

Disciplina. Matemática - 1

Disciplina. Matemática - 1 FACULDADE CATÓLICA SALESIANA DO ESPÍRITO SANTO SECRETARIA /FCSES EDITAL Nº00/204 EDITAL DE SELEÇÃO DO PROGRAMA DE MONITORIA VOLUNTÁRIA PARA O º SEMESTRE DE 204 A Secretária Geral da Faculdade Católica

Leia mais

CURSINHO POPULAR OPORTUNIDADES E DESAFIOS: RELATO DE EXPERIÊNCIA DOCENTE

CURSINHO POPULAR OPORTUNIDADES E DESAFIOS: RELATO DE EXPERIÊNCIA DOCENTE CURSINHO POPULAR OPORTUNIDADES E DESAFIOS: RELATO DE EXPERIÊNCIA DOCENTE INTRODUÇÃO Lucas de Sousa Costa 1 Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará lucascostamba@gmail.com Rigler da Costa Aragão 2

Leia mais

OBJETIVOS 3º TRIMESTRE ENSINO MÉDIO

OBJETIVOS 3º TRIMESTRE ENSINO MÉDIO Ano: 3º ANO Disciplina: História Professor Responsável: Wladson Quiozine OBJETIVOS 3º TRIMESTRE ENSINO MÉDIO 1. Retomar os aspectos essenciais do conteúdo programático da disciplina de História do Ensino

Leia mais

Sumário Executivo. Avaliação Econômica do Programa Mais. Centro de Integração Empresa Escola (CIEE/RJ)

Sumário Executivo. Avaliação Econômica do Programa Mais. Centro de Integração Empresa Escola (CIEE/RJ) Sumário Executivo Avaliação Econômica do Programa Mais Centro de Integração Empresa Escola (CIEE/RJ) O objetivo deste documento é descrever os resultados da avaliação de impacto realizada para o Programa

Leia mais

Planejamento Anual de Atividades 2015 (01 de março de 2014 a 31 de dezembro de 2015)

Planejamento Anual de Atividades 2015 (01 de março de 2014 a 31 de dezembro de 2015) MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DIRETORIA DE DESENVOLVIMENTO DA REDE IFES PROGRAMA DE EDUCAÇÃO TUTORIAL. Planejamento Anual de Atividades 2015 (01 de março de 2014 a 31 de dezembro

Leia mais

FACULDADE CATÓLICA SALESIANA DO ESPÍRITO SANTO

FACULDADE CATÓLICA SALESIANA DO ESPÍRITO SANTO FACULDADE CATÓLICA SALESIANA DO ESPÍRITO SANTO SECRETARIA /FCSES EDITAL Nº002/2013 EDITAL DE SELEÇÃO DO PROGRAMA DE MONITORIA VOLUNTÁRIA PARA O 1º SEMESTRE DE 2013 A Secretária Geral da Faculdade Católica

Leia mais

NÚCLEO DE EDUCAÇÃO MATEMÁTICA E ENSINO DE FÍSICA E AS NOVAS TECNOLOGIAS NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES

NÚCLEO DE EDUCAÇÃO MATEMÁTICA E ENSINO DE FÍSICA E AS NOVAS TECNOLOGIAS NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES NÚCLEO DE EDUCAÇÃO MATEMÁTICA E ENSINO DE FÍSICA E AS NOVAS TECNOLOGIAS NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES Edson Crisostomo dos Santos Universidade Estadual de Montes Claros - UNIMONTES edsoncrisostomo@yahoo.es

Leia mais

O Instituto Social Maria Telles

O Instituto Social Maria Telles O Instituto Social Maria Telles Criado em 1999, o ISMART tem como principal objetivo o desenvolvimento integral de talentos de baixa renda, garantindo aos seus beneficiados acesso a ensino formal de alta

Leia mais

Aprovação do curso e Autorização da oferta. PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO FIC de GESTÃO E LIDERANÇA EM INSTITUIÇÕES PÚBLICAS DE ENSINO

Aprovação do curso e Autorização da oferta. PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO FIC de GESTÃO E LIDERANÇA EM INSTITUIÇÕES PÚBLICAS DE ENSINO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SANTA CATARINA CÂMPUS LAGES Aprovação do curso e Autorização da oferta PROJETO

Leia mais

Prova Nacional de Concurso para o Ingresso na Carreira Docente

Prova Nacional de Concurso para o Ingresso na Carreira Docente Prova Nacional de Concurso para o Ingresso na Carreira Docente A Prova Docente: Breve Histórico Prova Nacional de Concurso para o Ingresso na Carreira Docente Instituída pela Portaria Normativa nº 3, de

Leia mais

PROCESSO SELETIVO 2015 Manual do Candidato

PROCESSO SELETIVO 2015 Manual do Candidato PROCESSO SELETIVO 2015 Manual do Candidato O cursinho pré-vestibular comunitário VestJr O cursinho pré-vestibular VestJr surgiu em 2003 seguindo a ideia já em curso da política de implementação de cursinhos

Leia mais

Alexandra Akamine - xanda@sc.usp.br Edgar Armeliato - ed_arm@yahoo.com.br Glauber Lúcio Alves Santiago - glauber@power.ufscar.br

Alexandra Akamine - xanda@sc.usp.br Edgar Armeliato - ed_arm@yahoo.com.br Glauber Lúcio Alves Santiago - glauber@power.ufscar.br Área: A Sociedade na Universidade do Conhecimento Curso pré-vestibular para a prova de aptidão em música: Uma proposta de inclusão social Alexandra Akamine - xanda@sc.usp.br Edgar Armeliato - ed_arm@yahoo.com.br

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA - UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE

ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA - UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA - UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE Ciências Sociais Graduação em Ciência Política, Sociologia, Filosofia ou Antropologia. Seminários Graduação em Administração Pública, Administração

Leia mais

CENSO ESCOLAR EDUCACENSO A INFORMAÇÃO DE DISCIPLINAS NO CENSO ESCOLAR

CENSO ESCOLAR EDUCACENSO A INFORMAÇÃO DE DISCIPLINAS NO CENSO ESCOLAR MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA DIRETORIA DE ESTATÍSTICAS EDUCACIONAIS COORDENAÇÃO GERAL DO CENSO ESCOLAR DA EDUCAÇÃO BÁSICA CENSO ESCOLAR

Leia mais

PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL 2015 2019. Capítulo 5 Organização Didático Pedagógica

PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL 2015 2019. Capítulo 5 Organização Didático Pedagógica PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL 2015 2019 Capítulo 5 Organização Didático Pedagógica Florianópolis Dezembro 2014 CAPÍTULO 5...5.1 ORGANIZAÇÃO DIDÁTICO PEDAGÓGICA...5.1 5.1 INOVAÇÕES NOS PROCESSOS

Leia mais

PROCESSO SELETIVO DE INVERNO 2015 EDITAL

PROCESSO SELETIVO DE INVERNO 2015 EDITAL U N I V E R S I D A D E D E P A S S O F U N D O V i c e - R e i t o r i a d e G r a d u a ç ã o S e c r e t a r i a G e r a l d o s C u r s o s Campus I Rodovia BR 285 Km 292,7 - Bairro São José CEP 99052-900

Leia mais

ANEXO I - EDITAL Nº 15/2015 QUADRO GERAL DE DISTRIBUIÇÃO DE VAGAS POR DISCIPLINA E CURSOS LICENCIATURA EM FÍSICA

ANEXO I - EDITAL Nº 15/2015 QUADRO GERAL DE DISTRIBUIÇÃO DE VAGAS POR DISCIPLINA E CURSOS LICENCIATURA EM FÍSICA INSTITUTO FEDERAL DO AMAZONAS PRÓ-REITORIA DE ENSINO PROCESSO SELETIVO DO 2º SEMESTRE 205 ANEXO I - EDITAL Nº 5/205 QUADRO GERAL DE DISTRIBUIÇÃO DE VAGAS POR DISCIPLINA E CURSOS LICENCIATURA EM FÍSICA

Leia mais

REQUERIMENTO. (Do Sr. JORGE SILVA) Senhor Presidente:

REQUERIMENTO. (Do Sr. JORGE SILVA) Senhor Presidente: REQUERIMENTO (Do Sr. JORGE SILVA) Requer o envio de Indicação ao Poder Executivo, relativa à criação de um curso de medicina no Centro Universitário Norte do Espírito Santo Ceunes, no âmbito do Programa

Leia mais

PARECER. Justificativa

PARECER. Justificativa Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás IFG - Campus Anápolis Departamento das Áreas Acadêmicas Parecer: Do:

Leia mais

O FUTURO PROFISSIONAL DOS TÉCNICOS DO INSTITUTO FEDERAL CATARINENSE CÂMPUS CAMBORIÚ

O FUTURO PROFISSIONAL DOS TÉCNICOS DO INSTITUTO FEDERAL CATARINENSE CÂMPUS CAMBORIÚ O FUTURO PROFISSIONAL DOS TÉCNICOS DO INSTITUTO FEDERAL CATARINENSE CÂMPUS CAMBORIÚ Caroline Estercio 1 ; Valéria Machado 2 ; Roberta Raquel 3 RESUMO O presente trabalho tem como objetivo identificar o

Leia mais

EDITAL Nº 34/2014 PROCESSO SELETIVO AGENDADO DA FACULDADE METROPOLITANA DE MARABÁ METROPOLITANA 2015 1

EDITAL Nº 34/2014 PROCESSO SELETIVO AGENDADO DA FACULDADE METROPOLITANA DE MARABÁ METROPOLITANA 2015 1 EDITAL Nº 34/2014 PROCESSO SELETIVO AGENDADO DA FACULDADE METROPOLITANA DE MARABÁ METROPOLITANA 2015 1 1- DO OBJETO O presente Edital trata do EXAME DE SELEÇÃO AGENDADO de candidatos aos cursos da Faculdade

Leia mais

Sumário. I. Apresentação do Manual. II. A Prevenção de Acidentes com Crianças. III. Programa CRIANÇA SEGURA Pedestre

Sumário. I. Apresentação do Manual. II. A Prevenção de Acidentes com Crianças. III. Programa CRIANÇA SEGURA Pedestre Sumário I. Apresentação do Manual II. A Prevenção de Acidentes com Crianças III. Programa CRIANÇA SEGURA Pedestre IV. Como a Educação pode contribuir para a Prevenção de Acidentes no Trânsito V. Dados

Leia mais

Dados do Ensino Médio

Dados do Ensino Médio Dados do Ensino Médio População de 15 a 17 anos (2010): 10.357.874 (Fonte: IBGE) Matrículas no ensino médio (2011): 8.400.689 (Fonte: MEC/INEP) Dados do Ensino Médio Dos 10,5 milhões de jovens na faixa

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DAS DISCIPLINAS DE MATEMÁTICA E FÍSICA NO ENEM: PERCEPÇÃO DOS ALUNOS DO CURSO PRÉ- UNIVERSITÁRIO DA UFPB LITORAL NORTE

A IMPORTÂNCIA DAS DISCIPLINAS DE MATEMÁTICA E FÍSICA NO ENEM: PERCEPÇÃO DOS ALUNOS DO CURSO PRÉ- UNIVERSITÁRIO DA UFPB LITORAL NORTE A IMPORTÂNCIA DAS DISCIPLINAS DE MATEMÁTICA E FÍSICA NO ENEM: PERCEPÇÃO DOS ALUNOS DO CURSO PRÉ- UNIVERSITÁRIO DA UFPB LITORAL NORTE ALMEIDA 1, Leonardo Rodrigues de SOUSA 2, Raniere Lima Menezes de PEREIRA

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO COLEGIADO CES

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO COLEGIADO CES MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO INTERESSADO: Conselho Nacional de Educação / Câmara de Educação Superior ASSUNTO: Diretrizes Curriculares Nacionais dos Cursos de Engenharia RELATOR(A):

Leia mais

Programa de Inclusão com Mérito no Ensino Superior Público Paulista - PIMESP

Programa de Inclusão com Mérito no Ensino Superior Público Paulista - PIMESP 1 Programa de Inclusão com Mérito no Ensino Superior Público Paulista - PIMESP 20-12-2012 1 Alguns dados 1) No Brasil: a) 1,9 milhão de pessoas concluíram o Ensino Médio em 2005, equivalendo a 28,8% dos

Leia mais

COORDENADORA: Profa. Herica Maria Castro dos Santos Paixão. Mestre em Letras (Literatura, Artes e Cultura Regional)

COORDENADORA: Profa. Herica Maria Castro dos Santos Paixão. Mestre em Letras (Literatura, Artes e Cultura Regional) COORDENADORA: Profa. Herica Maria Castro dos Santos Paixão Mestre em Letras (Literatura, Artes e Cultura Regional) Universidade Federal de Roraima UFRR Brasil Especialista em Alfabetização (Prática Reflexiva

Leia mais

CURSO DE EDUCAÇÃO FISICA ATIVIDADES EXTRA CURRICULARES

CURSO DE EDUCAÇÃO FISICA ATIVIDADES EXTRA CURRICULARES CURSO DE EDUCAÇÃO FISICA ATIVIDADES EXTRA CURRICULARES Com a crescente produção de conhecimento e ampliação das possibilidades de atuação profissional, o curso proporciona atividades extra curriculares

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE FEIRA DE SANTANA

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE FEIRA DE SANTANA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE FEIRA DE SANTANA Autorizada pelo Decreto Federal nº 77.496 de 27/04/76 Reconhecida pela Portaria Ministerial nº 874/86 de 19/12/86 Recredenciada pelo Decreto Estadual 9.271 de

Leia mais

CARGA CURSO DISCIPLINA

CARGA CURSO DISCIPLINA CARGA CURSO DISCIPLINA HORARIA Administração AD ADMINISTRAÇÃO DE RECURSOS MATERIAIS E PATRIMONIAIS II 40 AD CONTABILIDADE E CUSTOS II 40 AD CONTABILIDADE GERENCIAL 40 AD ECONOMIA INDUSTRIAL 40 AD ESTATÍSTICA

Leia mais

POLÍTICAS DE EXTENSÃO E ASSUNTOS COMUNITÁRIOS APRESENTAÇÃO

POLÍTICAS DE EXTENSÃO E ASSUNTOS COMUNITÁRIOS APRESENTAÇÃO POLÍTICAS DE EXTENSÃO E ASSUNTOS COMUNITÁRIOS APRESENTAÇÃO A universidade vivencia, em seu cotidiano, situações de alto grau de complexidade que descortinam possibilidades, mas também limitações para suas

Leia mais

Palavras-chave: Projeto de ensino; reprovação em Matemática; monitoria.

Palavras-chave: Projeto de ensino; reprovação em Matemática; monitoria. REPROVAÇÃO EM MATEMÁTICA NO ENSINO SUPERIOR: UMA TENTATIVA DE REDUZIR OS ALTOS ÍNDICES Profa. Dra. Camila Pinto da Costa Universidade Federal de Pelotas camila.ufpel@gmail.com Profa. Dra. Rejane Pergher

Leia mais

Planejamento Anual - 2014

Planejamento Anual - 2014 Planejamento Anual - 2014 Tutor Email SILVANA SOUZA SILVEIRA silvana.silveira@pucrs.br Informações do Planejamento Planejamento quanto à participação/contribuição do (a) tutor (a) nas atividades e na formação

Leia mais

O impacto do INCLUSP no ingresso de estudantes da escola pública na USP

O impacto do INCLUSP no ingresso de estudantes da escola pública na USP VERSÃO: 03-04-2008 2 O impacto do INCLUSP no ingresso de estudantes da escola pública na USP 1. Apresentação do Programa O Programa de Inclusão Social da USP (INCLUSP) foi concebido a partir da preocupação

Leia mais

RELATÓRIO DE TRABALHO DOCENTE OUTUBRO DE 2012 EREM JOAQUIM NABUCO

RELATÓRIO DE TRABALHO DOCENTE OUTUBRO DE 2012 EREM JOAQUIM NABUCO UNIVERSIDADE CATÓLICA DE PERNAMBUCO PIBID PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA CÍCERO WILLIAMS DA SILVA EMERSON LARDIÃO DE SOUZA MARIA DO CARMO MEDEIROS VIEIRA ROBERTO GOMINHO DA SILVA

Leia mais

IV Colóquio Internacional Educação e Contemporaneidade ISSN 1982-3657

IV Colóquio Internacional Educação e Contemporaneidade ISSN 1982-3657 TEMAS DE BIOLOGIA MAIS FREQUENTES NO PROCESSO SELETIVO SERIADO (PSS) DA UFPB E OS CONTEÚDOS DE ENSINO DE BIOLOGIA, SEGUNDO OS ORIENTADORES CURRICULARES Alessandro Tomaz Barbosa 1, Marsílvio Gonçalves Pereira

Leia mais

SELEÇÃO DE ALUNOS INTERESSADOS NO PIBID/UFU

SELEÇÃO DE ALUNOS INTERESSADOS NO PIBID/UFU SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA PróReitoria de Graduação Diretoria de Ensino Divisão de Licenciaturas Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência

Leia mais

PIBID - Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência

PIBID - Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência O Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência PIBID é um programa de incentivo e valorização do magistério e de aprimoramento do processo de formação de docentes para a educação básica, vinculado

Leia mais

EDITAL SIMPLIFICADO DE SELEÇÃO Nº 01/2013 PROGRAMA DE APOIO AOS CURSOS PRÉ-UNIVERSITÁRIOS SOCIAIS DA UFF

EDITAL SIMPLIFICADO DE SELEÇÃO Nº 01/2013 PROGRAMA DE APOIO AOS CURSOS PRÉ-UNIVERSITÁRIOS SOCIAIS DA UFF EDITAL SIMPLIFICADO DE SELEÇÃO Nº 01/2013 PROGRAMA DE APOIO AOS CURSOS PRÉ-UNIVERSITÁRIOS SOCIAIS DA UFF De acordo com as normas da Pró-Reitoria de Extensão, PROEX, torna pública a abertura de processo

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS CAMPUS ARAPIRACA POLO PALMEIRA DOS ÍNDIOS PROGRAMA CONEXÕES DE SABERES. Edital nº 001/2010 Polo Palmeira dos Índios

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS CAMPUS ARAPIRACA POLO PALMEIRA DOS ÍNDIOS PROGRAMA CONEXÕES DE SABERES. Edital nº 001/2010 Polo Palmeira dos Índios PROGRAMA CONEXÕES DE SABERES Edital nº 001/2010 Polo Palmeira dos Índios O Coordenador do Curso Pré-vestibular Comunitário, vinculado à Pró- Reitoria de Extensão da Universidade Federal de Alagoas, do

Leia mais

2.3O candidato deverá ter disponibilidade para atuar como monitor nos fins de semana e feriados, no horário matutino e/ou vespertino.

2.3O candidato deverá ter disponibilidade para atuar como monitor nos fins de semana e feriados, no horário matutino e/ou vespertino. SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO SUL E SUDESTE DO PARÁ PRÓ-REITORIA PRO TEMPORE DE EXTENSÃO E ASSUNTOS ESTUDANTIS DIRETORIA DE AÇÃO INTERCULTURAL CURSINHO POPULAR: MOVIMENTO DE EDUCAÇÃO

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 3.605, DE 10 DE SETEMBRO DE 2007

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 3.605, DE 10 DE SETEMBRO DE 2007 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 3.605, DE 10 DE SETEMBRO DE 2007 Homologa o Parecer n. 092/07-CEG, que aprova o Projeto

Leia mais

A GENÉTICA NAS PROVAS DO ENEM: DADOS PRELIMINARES

A GENÉTICA NAS PROVAS DO ENEM: DADOS PRELIMINARES A GENÉTICA NAS PROVAS DO ENEM: DADOS PRELIMINARES Edson Klug Bartz (Acadêmico de Licenciatura em Ciências Biológicas Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sul-rio-grandense/IFSul Bolsista

Leia mais

Rompendo os muros escolares: ética, cidadania e comunidade 1

Rompendo os muros escolares: ética, cidadania e comunidade 1 PROGRAMA ÉTICA E CIDADANIA construindo valores na escola e na sociedade Rompendo os muros escolares: ética, cidadania e comunidade 1 Ulisses F. Araújo 2 A construção de um ambiente ético que ultrapasse

Leia mais

CURSO REDES DE COMPUTADORES ALANA CAMILA ARICLÉCIO DOMINGOS EUDES JUNIOR HILDERLENE GOMES

CURSO REDES DE COMPUTADORES ALANA CAMILA ARICLÉCIO DOMINGOS EUDES JUNIOR HILDERLENE GOMES 1 CURSO REDES DE COMPUTADORES ALANA CAMILA ARICLÉCIO DOMINGOS EUDES JUNIOR HILDERLENE GOMES CANINDÉ 2013 2 ALANA CAMILA ARICLÉCIO DOMINGOS EUDES JUNIOR HILDERLENE GOMES Trabalho realizado como requisito

Leia mais

REGULAMENTO GERAL DE ESTÁGIO CURRICULAR DO CURSO DE LICENCIATURA EM QUÍMICA

REGULAMENTO GERAL DE ESTÁGIO CURRICULAR DO CURSO DE LICENCIATURA EM QUÍMICA REGULAMENTO GERAL DE ESTÁGIO CURRICULAR DO CURSO DE LICENCIATURA EM QUÍMICA Universidade Federal de Goiás Instituto de Química ORIENTAÇÕES E NORMAS SOBRE O ESTÁGIO CURRICULAR PARA ESTUDANTES DO CURSO DE

Leia mais

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE NIVELAMENTO (PIN) DA FACULDADE PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS DE UBERABA UBERABA 2012

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE NIVELAMENTO (PIN) DA FACULDADE PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS DE UBERABA UBERABA 2012 FUNDAÇÃO PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS FACULDADE PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS DE UBERABA PROGRAMA INSTITUCIONAL DE NIVELAMENTO (PIN) DA FACULDADE PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS DE UBERABA UBERABA 2012 1. INTRODUÇÃO

Leia mais

RESUMOS EXPANDIDOS...24

RESUMOS EXPANDIDOS...24 23 RESUMOS EXPANDIDOS...24 24 RESUMOS EXPANDIDOS FIGUEIRA, J. I. J..... 25 GONÇALVES; PEDRO, W. G. B.... 25 PEDRO, W. G. B... 25 25 UMA VISÃO PARA A DISCIPLINA DE BOTÂNICA EM UM CURSINHO POPULAR PRÉ-VESTIBULAR

Leia mais

EDITAL Nº 019/2015 REABERTURA DA SELEÇÃO DE MONITORES DO CURSO PREPARATÓRIO PARA ACESSO À EDUCAÇÃO SUPERIOR - PROJETO UNIVERSIDADE PARA TODOS 2015

EDITAL Nº 019/2015 REABERTURA DA SELEÇÃO DE MONITORES DO CURSO PREPARATÓRIO PARA ACESSO À EDUCAÇÃO SUPERIOR - PROJETO UNIVERSIDADE PARA TODOS 2015 EDITAL Nº 019/2015 REABERTURA DA SELEÇÃO DE MONITORES DO CURSO PREPARATÓRIO PARA ACESSO À EDUCAÇÃO SUPERIOR - PROJETO UNIVERSIDADE PARA TODOS 2015 A UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO DA BAHIA por meio

Leia mais

Especialização em Gestão Estratégica de Projetos Sociais

Especialização em Gestão Estratégica de Projetos Sociais Especialização em Gestão Estratégica de Apresentação CAMPUS COMÉRCIO Inscrições Abertas Turma 02 --> Início Confirmado: 07/06/2013 últimas vagas até o dia: 05/07/2013 O curso de Especialização em Gestão

Leia mais

Qual a principal diferença entre o Enem tradicional e o novo Enem?

Qual a principal diferença entre o Enem tradicional e o novo Enem? SAIBA TUDO SOBRE O ENEM 2009 Qual a principal diferença entre o Enem tradicional e o novo Enem? Até 2008, o Enem era uma prova clássica com 63 questões interdisciplinares, sem articulação direta com os

Leia mais

VIII JORNADA DE ESTÁGIO DE SERVIÇO SOCIAL

VIII JORNADA DE ESTÁGIO DE SERVIÇO SOCIAL VIII JORNADA DE ESTÁGIO DE SERVIÇO SOCIAL CONSIDERAÇÕES SOBRE O TRABALHO REALIZADO PELO SERVIÇO SOCIAL NO CENTRO PONTAGROSSENSE DE REABILITAÇÃO AUDITIVA E DA FALA (CEPRAF) TRENTINI, Fabiana Vosgerau 1

Leia mais

PROJETO DE LEI N o 6.137, DE 2005 (Do Sr. ALEX CANZIANI)

PROJETO DE LEI N o 6.137, DE 2005 (Do Sr. ALEX CANZIANI) COMISSÃO DE EDUCAÇÃO E CULTURA PROJETO DE LEI N o 6.137, DE 2005 (Do Sr. ALEX CANZIANI) Dispõe sobre o acesso aos cursos de graduação oferecidos pelas Instituições de Ensino Superior. Autor: Deputado Alex

Leia mais

Identificação. PROEX - Projeto de Extensão Universitária Página 1. Modalidade: Com solicitação de bolsas e/ou recursos (Em continuidade)

Identificação. PROEX - Projeto de Extensão Universitária Página 1. Modalidade: Com solicitação de bolsas e/ou recursos (Em continuidade) PROEX - Projeto de Extensão Universitária Página 1 Modalidade: Trâmite Atual: Com solicitação de bolsas e/ou recursos (Em continuidade) Manifestação da CPEU Identificação Projeto Institucionalizado a quem

Leia mais

EDITAL Nº 05/2015 PROCESSO SELETIVO DA FACULDADE METROPOLITANA DE MARABÁ METROPOLITANA 2015/2

EDITAL Nº 05/2015 PROCESSO SELETIVO DA FACULDADE METROPOLITANA DE MARABÁ METROPOLITANA 2015/2 EDITAL Nº 05/2015 PROCESSO SELETIVO DA FACULDADE METROPOLITANA DE MARABÁ METROPOLITANA 2015/2 ART. 1º - DO OBJETO O presente Edital trata do EXAME DE SELEÇÃO de candidatos aos cursos da Faculdade Metropolitana

Leia mais

Organização dos Estados Ibero-americanos Para a Educação, a Ciência e a Cultura MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO

Organização dos Estados Ibero-americanos Para a Educação, a Ciência e a Cultura MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO Organização dos Estados Ibero-americanos Para a Educação, a Ciência e a Cultura MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA

Leia mais

Relações Internacionais

Relações Internacionais Curso de Graduação Bacharelado em Relações Internacionais O curso de Relações Internacionais está enquadrado no campo da ciência Humana e social, onde estuda-se em profundidade as políticas Internacionais

Leia mais

A formação do licenciado em matemática

A formação do licenciado em matemática A formação do licenciado em matemática VIANA,P.A. Sobral Matemática Universidade Estadual Vale do Acaraú 6 de agosto de 2011 paty.alvi@hotmail.com pré-prints da Sobral Matemática no.2011-02 Editor Tarcisio

Leia mais

Proposta de curso de especialização em Educação Física com ênfase em Esporte Educacional e projetos sociais em rede nacional.

Proposta de curso de especialização em Educação Física com ênfase em Esporte Educacional e projetos sociais em rede nacional. Proposta de curso de especialização em Educação Física com ênfase em Esporte Educacional e projetos sociais em rede nacional. JUSTIFICATIVA Esporte Educacional & Projetos Sociais Esporte como meio de inclusão

Leia mais

CURSO DE LICENCIATURA EM QUÍMICA

CURSO DE LICENCIATURA EM QUÍMICA SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA SERTÃO PERNAMBUCANO DIREÇÃO DE ENSINO DEPARTAMENTO DE ENSINO SUPERIOR 1. Perfil do Curso CURSO DE LICENCIATURA

Leia mais

Relatório da IES ENADE 2012 EXAME NACIONAL DE DESEMEPNHO DOS ESTUDANTES GOIÁS UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS

Relatório da IES ENADE 2012 EXAME NACIONAL DE DESEMEPNHO DOS ESTUDANTES GOIÁS UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS Relatório da IES ENADE 2012 EXAME NACIONAL DE DESEMEPNHO DOS ESTUDANTES GOIÁS UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais G O V E R N O F E D E R A L P A Í S R

Leia mais

Comemoração da 1ª semana de Meio Ambiente do Município de Chuvisca/RS

Comemoração da 1ª semana de Meio Ambiente do Município de Chuvisca/RS Comemoração da 1ª semana de Meio Ambiente do Município de Chuvisca/RS Sustentabilidade: Reflexões sobre a temática ambiental P R E F E I T O M U N I C I P A L E R V I N O W A C H H O L S V I C E - P R

Leia mais

PROGRAMA DA DISCIPLINA

PROGRAMA DA DISCIPLINA UPE Campus Petrolina PROGRAMA DA DISCIPLINA Curso: GRADUAÇÃO EM PEDAGOGIA - LICENCIATURA Disciplina: ESTÁGIO I Carga Horária: 90h Teórica: Prática: 80h Semestre: 2013.2 Professora: Claudia Mara Soares

Leia mais

FIES + P ROUNI. 5. Qual o percentual de bolsas complementares para os cursos de Belo Horizonte e para os cursos de Contagem?

FIES + P ROUNI. 5. Qual o percentual de bolsas complementares para os cursos de Belo Horizonte e para os cursos de Contagem? FIES + P ROUNI A UNA, uma Instituição que faz diferença no tempo e no espaço que está inserida, que participa da comunidade e sabe da sua importância na formação de profissionais e de cidadãos, oferece

Leia mais

PROCESSO SELETIVO DE VERÃO 2015 EDITAL

PROCESSO SELETIVO DE VERÃO 2015 EDITAL U N I V E R S I D A D E D E P A S S O F U N D O V i c e - R e i t o r i a d e G r a d u a ç ã o S e c r e t a r i a G e r a l d o s C u r s o s Campus I Rodovia BR 285 Km 292,7 - Bairro São José CEP 99052-900

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO, CULTURA E ASSUNTOS ESTUDANTIS

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO, CULTURA E ASSUNTOS ESTUDANTIS PROCESSO SELETIVO PARA BOLSISTA DE EXTENSÃO ESPORTE E LAZER: estratégias socioeducativas de inclusão e melhoria da qualidade vida EDITAL/UFU/PROEX/ N 56/2015 A Pró-reitoria de Extensão, Cultura e Assuntos

Leia mais

IESB / PREVE. CURSO DE DIREITO Núcleo de Prática Jurídica Escritório de Assistência Jurídica ORIENTAÇÕES GERAIS

IESB / PREVE. CURSO DE DIREITO Núcleo de Prática Jurídica Escritório de Assistência Jurídica ORIENTAÇÕES GERAIS IESB / PREVE CURSO DE DIREITO Núcleo de Prática Jurídica Escritório de Assistência Jurídica ORIENTAÇÕES GERAIS MISSÃO / IESB Proporcionar um espaço de contínua aprendizagem onde alunos, professores e colaboradores

Leia mais

A importância da Educação à Distância para o desenvolvimento Profissional no ensino superior

A importância da Educação à Distância para o desenvolvimento Profissional no ensino superior A importância da Educação à Distância para o desenvolvimento Profissional no ensino superior Janaína Batista da Silva Larissa Horrara de Almeida Leonardo Lopes Liliana Oliveira Palhares da Silva Luciana

Leia mais

Consulta Pública ESTRATÉGIAS

Consulta Pública ESTRATÉGIAS Plano Municipal de Educação PME Secretaria Municipal de Educação São Francisco do Sul Fórum Municipal de Educação Consulta Pública META 3: Universalizar, até 2016, o atendimento escolar para toda a população

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO DE CARATINGA

CENTRO UNIVERSITÁRIO DE CARATINGA CENTRO UNIVERSITÁRIO DE CARATINGA RELAÇÃO DE RESUMOS DE MONOGRAFIAS E ARTIGOS DE PÓS- GRADUAÇÃO Lato sensu Curso: Língua Inglesa/2005 Nome Aluno(a) Título Monografia/Artigo Orientador/Banca Annelise Lima

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO

PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO INTRODUÇÃO PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO (PPC) Articulação com o Plano de Desenvolvimento Institucional PDI Projeto Político Pedagógico Indissociabilidade entre ensino, pesquisa

Leia mais

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE NIVELAMENTO. Curso: Bacharelado em Administração de Empresas

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE NIVELAMENTO. Curso: Bacharelado em Administração de Empresas PROGRAMA INSTITUCIONAL DE NIVELAMENTO Curso: Bacharelado em Administração de Empresas São Paulo 2014 Conteúdo 1. Introdução... 3 2. Objetivos... 3 3. Política de Nivelamento... 3 4. Diretrizes do Nivelamento...

Leia mais

EDITAL PROCESSO SELETIVO PARA PROFESSORES E MONITORES

EDITAL PROCESSO SELETIVO PARA PROFESSORES E MONITORES EDITAL PROCESSO SELETIVO PARA PROFESSORES E MONITORES O GRUPO EDUCACIONAL ALUB Ensino Fundamental I, Ensino Fundamental II, Ensino Médio e Pré-Vestibular TORNA PÚBLICO O EDITAL PARA O PROCESSO SELETIVO

Leia mais

IMPORTÂNCIA DO ESTUDO DA QUIMICA AMBIENTAL NO CURSINHO PRÉ-UNIVERSITÁRIO DO LITORAL NORTE: UMA AVALIAÇÃO DA COMPREENSÃO DOS ALUNOS

IMPORTÂNCIA DO ESTUDO DA QUIMICA AMBIENTAL NO CURSINHO PRÉ-UNIVERSITÁRIO DO LITORAL NORTE: UMA AVALIAÇÃO DA COMPREENSÃO DOS ALUNOS IMPORTÂNCIA DO ESTUDO DA QUIMICA AMBIENTAL NO CURSINHO PRÉ-UNIVERSITÁRIO DO LITORAL NORTE: UMA AVALIAÇÃO DA COMPREENSÃO DOS ALUNOS PINHEIRO 1, Sara Maria Gomes FARIAS 2, Josymara Trajano MOURA 3, Luiza

Leia mais

O CURSINHO PRÉ-VESTIBULAR DA UFPB-LN CCAE: TRANSMITINDO CONHECIMENTO E PROMOVENDO AÇÃO SOCIAL

O CURSINHO PRÉ-VESTIBULAR DA UFPB-LN CCAE: TRANSMITINDO CONHECIMENTO E PROMOVENDO AÇÃO SOCIAL O CURSINHO PRÉ-VESTIBULAR DA UFPB-LN CCAE: TRANSMITINDO CONHECIMENTO E PROMOVENDO AÇÃO SOCIAL COSTA 1, Maria Manuela COSTA 2, Marinely OLIVEIRA 3, Maria Carulina ROQUE 4, Bárbara BARCELLOS 5, Lusival Antonio

Leia mais

Olá! UFSCar, que tem por objetivos:

Olá! UFSCar, que tem por objetivos: Olá! Agradecemos por escolher o Cursinho Pré-Vestibular da UFSCar, campus São Carlos. Teremos enorme satisfação em recebê-la (o) como aluna (o) no ano letivo de 2016. O Cursinho Pré-vestibular da UFSCar,

Leia mais

SELEÇÃO DO PROGRAMA DE EXTENSÃO PRÉ - VESTIBULAR MEDENSINA UNCISAL 2015 CHAMADA Nº. 001/2015 - UNCISAL

SELEÇÃO DO PROGRAMA DE EXTENSÃO PRÉ - VESTIBULAR MEDENSINA UNCISAL 2015 CHAMADA Nº. 001/2015 - UNCISAL SELEÇÃO DO PROGRAMA DE EXTENSÃO PRÉ - VESTIBULAR MEDENSINA 2015 CHAMADA Nº. 001/2015 - O Programa de Extensão MedEnsina, por meio da Pró-Reitoria de Extensão da PROEXT, abre inscrições para a seleção de

Leia mais

EDITAL Nº 001/2014 DED/PROEN/IFAM ANEXO I QUADRO GERAL DE DISTRIBUIÇÃO DE VAGAS POR DISCIPLINAS E CURSOS LICENCIATURA EM FÍSICA.

EDITAL Nº 001/2014 DED/PROEN/IFAM ANEXO I QUADRO GERAL DE DISTRIBUIÇÃO DE VAGAS POR DISCIPLINAS E CURSOS LICENCIATURA EM FÍSICA. EDITAL Nº 00/204 DED/PROEN/IFAM ANEXO I QUADRO GERAL DE DISTRIBUIÇÃO DE VAGAS POR DISCIPLINAS E CURSOS LICENCIATURA EM FÍSICA Módulo I Educação a Distância e Ambiente Virtual de Aprendizagem História e

Leia mais

Leitura e Literatura

Leitura e Literatura MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO BÁSICAB Diretoria de Políticas de Formação, Materiais Didáticos e de Tecnologias para Educação BásicaB Leitura e Literatura Dia e Semana Nacional da Leitura

Leia mais

EDITAL PROPI 07/2012 PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU/2013

EDITAL PROPI 07/2012 PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU/2013 EDITAL PROPI 07/2012 PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU/2013 O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Piauí - IFPI, através da Pró-Reitoria de Pesquisa e Inovação, torna públicas para

Leia mais

CONCURSO PARA INGRESSO DE MONITOR

CONCURSO PARA INGRESSO DE MONITOR 1 A Coordenação do Curso de Engenharia de Produção e do Curso de Engenharia Civil, da Unidade de Ensino Superior Dom Bosco, no uso de suas atribuições e em cumprimento ao Art. 5 o do Regulamento de Monitoria,

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO CONSELHO UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO Nº 03/2008

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO CONSELHO UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO Nº 03/2008 RESOLUÇÃO Nº 03/2008 Fixa critérios para o Processo Seletivo/Vestibular 2008.2 - UNIVASF referentes aos Cursos de Engenharia do Campus Juazeiro-BA. O DA UNIVASF, no uso da atribuição que lhe confere o

Leia mais

ESCOLA TÉCNICA ESTADUAL DRA. MARIA AUGUSTA SARAIVA MANUAL DE ESTÁGIO PROFISSIONAL

ESCOLA TÉCNICA ESTADUAL DRA. MARIA AUGUSTA SARAIVA MANUAL DE ESTÁGIO PROFISSIONAL 2012 ESCOLA TÉCNICA ESTADUAL DRA. MARIA AUGUSTA SARAIVA MANUAL DE ESTÁGIO PROFISSIONAL APRESENTAÇÃO Este Manual foi elaborado com o objetivo de normalizar o Estágio Profissional Supervisionado, para os

Leia mais

CURSO DE ENGENHARIA CIVIL CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO EDITAL DE CONCURSO PARA PROGRAMA DE MONITORIA N O 02/2014

CURSO DE ENGENHARIA CIVIL CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO EDITAL DE CONCURSO PARA PROGRAMA DE MONITORIA N O 02/2014 1 CURSO DE ENGENHARIA CIVIL CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO EDITAL DE CONCURSO PARA PROGRAMA DE MONITORIA N O 02/2014 A Coordenação do Curso de Engenharia de Produção e do Curso de Engenharia Civil, da

Leia mais

Geografia da Evasão: novos desafios no contexto do projeto cursinho pré-vestibular. IDEAL da FCT/UNESP

Geografia da Evasão: novos desafios no contexto do projeto cursinho pré-vestibular. IDEAL da FCT/UNESP Geografia da Evasão: novos desafios no contexto do projeto cursinho pré-vestibular IDEAL da FCT/UNESP Fernanda Bomfim Soares ¹ Universidade Estadual Paulista Campus Presidente Prudente fbs.geo@gmail.com

Leia mais

PERGUNTAS FREQUENTES SOBRE O PARFOR

PERGUNTAS FREQUENTES SOBRE O PARFOR PERGUNTAS FREQUENTES SOBRE O PARFOR 1. Como são os cursos ofertados pela plataforma freire e quais os benefícios para os professores que forem selecionados? O professor sem formação poderá estudar nos

Leia mais

DA JUSTIFICATIVA DO OBJETIVO

DA JUSTIFICATIVA DO OBJETIVO CENTRO UNIVERSITÁRIO METODISTA IZABELA HENDRIX EDITAL DE SELEÇÃO A Pró-Reitoria Acadêmica do Centro Universitário Metodista Izabela Hendrix, no uso de suas atribuições, torna público o PROCESSO SELETIVO

Leia mais

PLANO DE GESTÃO 2015-2017

PLANO DE GESTÃO 2015-2017 UNIFAL-MG FACULDADE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS PLANO DE GESTÃO 2015-2017 Profa. Fernanda Borges de Araújo Paula Candidata a Diretora Profa. Cássia Carneiro Avelino Candidata a Vice Diretora Índice Apresentação...

Leia mais

Objetivo Promover reflexões acerca da identidade, do papel e das atribuições das equipes pedagógicas do IFTM, visando à construção coletiva de ações

Objetivo Promover reflexões acerca da identidade, do papel e das atribuições das equipes pedagógicas do IFTM, visando à construção coletiva de ações Objetivo Promover reflexões acerca da identidade, do papel e das atribuições das equipes pedagógicas do IFTM, visando à construção coletiva de ações a serem implementadas nos câmpus do Instituto. A identidade

Leia mais

RESULTADOS E EFEITOS DO PRODOCÊNCIA PARA A FORMAÇÃO CONTINUADA DOS PROFESSORES DO INSTITUTO FEDERAL DE ALAGOAS RESUMO

RESULTADOS E EFEITOS DO PRODOCÊNCIA PARA A FORMAÇÃO CONTINUADA DOS PROFESSORES DO INSTITUTO FEDERAL DE ALAGOAS RESUMO RESULTADOS E EFEITOS DO PRODOCÊNCIA PARA A FORMAÇÃO CONTINUADA DOS PROFESSORES DO INSTITUTO FEDERAL DE ALAGOAS Elisabete Duarte de Oliveira e Regina Maria de Oliveira Brasileiro Instituto Federal de Alagoas

Leia mais