OBJETIVOS CONTEUDOS CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO Compreensão da dança a partir da especificidade da linguagem.

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "OBJETIVOS CONTEUDOS CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO Compreensão da dança a partir da especificidade da linguagem."

Transcrição

1 SECRETARIA MUNICIPAL DA EDUCAÇÃO DE CURITIBA DEPARTAMENTO DE ENSINO FUNDAMENTAL GERÊNCIA DE CURRÍCULO ARTE 1º ANO ARTE - DANÇA Compreensão da dança como OBJETIVOS CONTEUDOS CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO Compreensão da dança a partir da especificidade da linguagem. Compreensão da dança como produto cultural, social e Compreensão da dança a linguagem. Compreensão da dança como Compreensão da dança a linguagem. -Perceber ao corpo dançante a partir das cantigas de roda e brincadeiras infantis. - Perceber a dança nas festas populares e Manifestações locais. culturais - Experimentar diferentes possibilidades de movimentação corporal como: Esticar, torcer, derreter... - Explorar as raízes de habilidades motoras de rolamento e giro. - Explorar o corpo no espaço a partir das diferentes qualidades de movimento. - Cantigas de roda, e brincadeiras infantis. - Dança nas festas populares manifestações culturais locais. e - O corpo e suas - Percebe ao corpo possibilidades de dançante a partir das movimentação como: cantigas de roda e Esticar, torcer, brincadeiras infantis? derreter... - Percebe a dança nas - Rolamento e giro festas populares e - Espaço direto e manifestações culturais indireto. locais? - Peso leve e pesado. -Experimenta diferentes possibilidades de movimentação corporal como: esticar, torcer, derreter? - Explora as raízes de habilidades motoras de rolamento e giro? - Explora o corpo no espaço a partir das diferentes qualidades de movimento?

2 1º ANO ARTE TEATRO OBJETIVOS CONTEUDOS CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO Compreensão do teatro como Compreensão do teatro a partir da especificidade da linguagem cênica Compreensão do teatro como produto cultural, social e Compreensão do teatro a linguagem cênica Compreensão do Teatro como produto cultural, social e Compreensão do teatro a linguagem cênica - Realizar representações cênicas em brincadeiras de cunho dramático, presentes nas cantigas de roda e nos jogos teatrais. - Relacionar a produção cênica com o contexto social, em tempos e espaços próximos de seu cotidiano, a partir da caracterização cênica dada pelo figurino. - Identificar a utilização da linguagem cênica nas produções teatrais cinematográficas e em meios televisivos por meio da apreciação? Identificar a interferência cultural nas produções teatrais próximas de seu cotidiano? - I d e n t i f i c ar, nas estruturas teatrais, o elemento personagem. - Representar diferentes personagens. por meio da expressão corporal e de jogos teatrais com variados estímulos? - Brincadeiras de cunho dramático presentes no folclore brasileiro: cantigas de roda, e brincadeiras infantis. - Contexto da cena (Onde) - Representação - Experimentar diferentescênica nas produções formas de representaçãoteatrais cênica a partir do teatro cinematográficas e em de fantoches e bonecos de vara. meios televisivos. -Manifestações culturais locais. -Personagem: caracterização de por meio da representação simbólica do figurino, objetos e das características físicas. (Quem) - Ação dramática: (O que) - Espaço cênico: delimitação. - Formas animadas: fantoches e bonecos de vara. -Realiza representações cênicas em brincadeiras de cunho dramático, presentes nas cantigas de roda e nos jogos teatrais? - Relaciona a produção cênica com o contexto social, em tempos e espaços próximos de seu cotidiano, a partir da caracterização cênica dada pelo figurino e pela cenografia? - Identifica a utilização da linguagem cênica nas produções teatrais cinematográficas e em meios televisivos por meio da apreciação? -Identifica a interferência cultural nas produções teatrais próximas de seu cotidiano? - Identifica nas estruturas teatrais, o elemento personagem? - Representa diferentes personagens por meio da expressão corporal e de jogos teatrais com variados estímulos? -Experimenta diferentes formas de representação cênica a partir do teatro de fantoches e bonecos de vara?

3 1º ANO ARTE MÚSICA Compreensão da música como OBJETIVOS CONTEUDOS CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO musical a partir da especificidade da linguagem Compreensão da música como produto cultural, social e musical a partir da especificidade da linguagem Compreensão da música como produto cultural, social e musical a partir da especificidade da linguagem - Compreender a função - Identificar e registrar- Cancioneiro infantil: - Ritmo duração: - Compreende a função- Identifica e registra social da música nosgraficamente os elementosjogos de mãos e copos, Pulso musical, social da música nosgraficamente os repertórios infantis, sonoros: timbre alturacantigas de roda, andamento (rápido e repertórios infantis, elementos sonoros: cantigas de roda,música,duração e intensidade. parlendas, brincadeiras lento), sons curtos e cantigas de roda,música timbre altura,duração e para crianças, repertórios - Experimentar diferentes cantadas e rítmicas. longos. para crianças, repertórios intensidade? da cultura popular, possibilidades de uso dos- Música para criança: - Altura: movimentoda cultura- Experimenta diferentes brincadeiras cantadas eelementos formais daobras direcionadas ao sonoro (subidas epopular,brincadeiras possibilidades de uso rítmicas e repertório das linguagem musical, através público infantil. descidas); sons graves, cantadas e rítmicas edos elementos formais mídias. de jogos infantis cantigas- Grupos musicais que médios e agudos. repertório das mídias? da linguagem musical, - Identificar a função social de rodas brincadeirasexplorem sons corporais - Timbre: sons vocais, - Identifica a função através de jogos infantis de comunicação da cantadas e rítmicas. - Função social de corporais e dosocial de comunicaçãocantigas de rodas música nos repertórios- Representar suas ideiasdivertimento e ambiente. da música nos brincadeiras cantadas e infantis, cantigas de roda, da linguagem musical socialização - Intensidade: sons repertórios infantis, rítmicas? música para crianças, através de gráficos de som fortes e piano. cantigas de roda, música- Representa suas ideias repertórios dos folclore, - Perceber e identificar as - Leitura e registro depara crianças,repertórios da linguagem musical brincadeiras cantadas ematérias e técnicas usadas gráficos de alturados folclore, brincadeirasatravés de gráficos de rítmicas e repertório de na obra musical. sonora (movimentocantadas e rítmicas esom? mídias. - Interpretar musicas do sonoro ascendente erepertório de mídias? - Percebe e identifica as - Relacionar a produçãocancioneiro infantil de descendente), duração- Relaciona a produçãomatérias e técnicas musical com o contextodiferentes tempos e (sons curtos e longosmusical com o contextousadas na obra musical? social em tempos eespaços vocalmente com não proporcionais) esocial em tempos e- Interpreta musicas do espaços próximos do seucanto em uníssono e intensidade (sons espaços próximos do seu cancioneiro infantil de cotidiano. execução de percussão fortes e piano). cotidiano? diferentes tempos e corporal em instrumentos - Percepção sonora espaços vocalmente com simples. dos elementos trabalhados.

4 - Identificar a utilização da linguagem musical no cotidiano,nos repertório infantis: cantigas de roda, música para crianças, repertório da cultura popular, brincadeiras cantadas e rítmicas e repertório da mídia. - Reconhecer a si mesmo como produtor do próprio som que canta, improvisa toca. - Registrar e ler gráficos de altura sonora (movimento sonoro ascendente e descendente), duração (sons curtos e longos) intensidade (sons fortes e piano). - Identifica a utilização da linguagem musical no cotidiano, nos repertório infantis: cantigas de roda, música para crianças, repertório da cultura popular, brincadeiras cantadas e rítmicas e repertório da mídia? - Reconhece a si mesmo como produtor do próprio som que canta, improvisa e toca? canto em uníssono e execução de percussão corporal em instrumentos simples? - Registra e lê gráficos de altura sonora (movimento sonoro ascendente e descendente), duração (sons curtos e longos) e intensidade (sons fortes e piano)?

5 1º ANO ARTES VISUAIS Compreensão das artes visuais como OBJETIVOS CONTEUDOS CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO artística visual a partir da especificidade da linguagem visual Compreensão das artes visuais como produto cultural, social e artística visual a partir da especificidade da linguagem visual Compreensão das artes visuais como produto cultural, social e artística visual a partir da especificidade da linguagem visual - Perceber a função social do retrato. - Relacionar a produção artística de retratos com o contexto social em diferentes tempos e espaços. - Identificar a utilização do retrato no cotidiano. - Diferenciar o retrato documental do artístico. - Perceber o retrato como patrimônio cultural e sua importância na sociedade. - Perceber a interferência cultural na produção de retratos. - Perceber forma e conteúdo no retrato. - Identificar cor, linha e textura no retrato. - Identificar no retrato diferentes técnicas e materiais. - Experimentar diferentes possibilidades de uso dos elementos formais da linguagem visual no retrato (cor, linha e textura). - Representar suas ideias utilizando cor, linha e textura. - Experimentar diferentes possibilidades de uso dos elementos formais da linguagem visual no retrato, na perspectiva da função simbólica. -Retratos em diferentes tempos da história e lugares (produções artísticas locais, regionais, nacionais e internacionais). -Retratos em representações de ritos, cotidiano, cultura local e cultura de tradição. - Elementos formais próprios da linguagem visual linha, cor, textura organizados em diferentes formas de representação artística - retrato. - Linhas: reta, curva, quebrada, - Percebe a função social do retrato? - Identifica a utilização do retrato documental no cotidiano? - Identifica o retrato artístico no contexto cultural? - Percebe a interrompida, longa, interferência cultural entre outros. nos retratos -Retratos como - Textura: gráfica ou trabalhados? representação visual. documental e artística. - Figura e fundo. -Retratos representados na -Cor secundária, primária, quente, mídia, na fria e neutra, multiculturalidade e nas monocromia, culturas tribais. -Retrato policromia. nas -Construções manifestações tridimensionais artísticas nas (altura, largura e diferentes culturas: comprimento). culturas orientais e -Estudos de ocidentais. proporção do rosto e da figura humana. - Identifica os elementos formais linha, cor e textura nas estruturas artísticas: retratos? - Identifica e utiliza as cores primarias e secundárias? - Utiliza diferentes possibilidades de uso da linha, cor e textura na produção de retratos? - Identifica, nos retratos, diferentes técnicas, tais como pintura, colagem, modelagem e desenho? -Experimenta diferentes possibilidades de uso dos elementos formais da linguagem visual: linha (reta, curva, interrompida, grossa e fina), cores (primárias e secundárias), e textura (textura tátil e textura

6 -Desenvolver a percepção visual através da leitura de diferentes tipos de imagem (fotografia, publicidade, histórias em quadrinhos, imagens midiáticas, etc.). - Aspectos culturais, sociais e s do retrato pintura, escultura, fotografia, cinema, gravura, desenho, publicidade e propaganda, colagem. - Autorretrato. - Figuração. - Elementos formais e sua representação simbólica no retrato. visual) em composições livres? - Representa suas ideias utilizando os elementos formais da linguagem visual: linha (reta, curva, interrompida, grossa e fina), cores (primárias e secundárias), e textura (textura tátil e textura visual), em retratos?

7 2º ANO ARTE DANÇA Compreensão da dança como OBJETIVOS CONTEUDOS CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO Compreensão da dança a linguagem. Compreensão da dança como produto cultural, social e Compreensão da dança a linguagem. Compreensão da dança como Compreensão da dança a linguagem. - Perceber ao corpo dançante a partir das cantigas de roda e brincadeiras infantis. - Perceber a dança nas festas populares e manifestações culturais locais. - Perceber diferentes formas de dança. - Experimentar diferentes - Cantigas de roda, e- O corpo e suas possibilidades debrincadeiras infantis. possibilidades de movimentação corporal - Dança nas festasmovimentação como: como: esticar, torcer, populares e esticar, torcer, derreter... - Explorar as raízes de manifestações culturais locais. derreter... - Rolamento e giro. habilidades motoras de -O corpo em diferentes - Espaço direto e rolamento e giro. - Explorar o corpo no formas de dança. indireto. - Peso leve e pesado. espaço a partir das diferentes qualidades de movimento. - Experimenta diferentes possibilidades de movimentação corporal como: esticar, torcer, derreter...? - Explora as raízes de habilidades motoras de rolamento e giro? - Explora o corpo no espaço a partir das diferentes qualidades de movimento, brincadeiras e nas cantigas de roda? -Experimenta diferentes possibilidades de movimentação corporal como: esticar, torcer, derreter...? - Explora as raízes de habilidades motoras de rolamento e giro? - Explora o corpo no espaço a partir das diferentes qualidades de movimento?

8 2º ANO ARTE TEATRO OBJETIVOS CONTEUDOS CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO Compreensão do teatro como Compreensão do teatro a partir da especificidade da linguagem cênica Compreensão do teatro como produto cultural, social e Compreensão do teatro a linguagem cênica Compreensão do teatro como Compreensão do teatro a linguagem cênica - Realizar representações cênicas em brincadeiras de cunho dramático, presentes nas cantigas de roda e nos jogos teatrais. - Relacionar a produção cênica com o contexto social, em tempos e espaços próximos de seu cotidiano, a partir da caracterização cênica dada pelo figurino e pela cenografia. - Identificar a utilização da linguagem cênica nas produções teatrais cinematográficas e em meios televisivos por meio da apreciação. -Identifica nas estruturas teatrais, o elemento personagem como representação simbólica a partir das características físicas e figurino. - Representar diferentes personagens por meio da expressão corporal e de jogos teatrais com variados estímulos. - Brincadeiras de cunho dramático presentes no folclore brasileiro:cantigas de roda, e brincadeiras infantis. - Contexto e caracterização da cena (Onde) a partir do cotidiano do estudante. - Linguagem cênica nas produções teatrais cinematográficas e em meios televisivos. -Manifestações culturais locais. -Personagem: caracterização - Realiza representações por cênicas em brincadeiras meio da representação de cunho dramático, simbólica do figurino, e presentes nas cantigas das características de roda e nos jogos físicas. (Quem) teatrais? -Texto: construção -Relaciona a produção coletiva da cena a cênica com o contexto partir do texto. social, em tempos e - Ação dramática: (O espaços próximos de que) seu cotidiano, a partir da - Espaço cênico: de caracterização cênica limitação palco plateia. dada pelo figurino e pela - Formas animadas: cenografia? fantoches e bonecos -Identifica a utilização de vara e de da linguagem cênica manipulação direta. nas produções teatrais cinematográficas e em meios televisivos por meio da apreciação? -Identifica a interferência cultural nas produções teatrais próximas de seu cotidiano? -Identifica nas estruturas teatrais, o elemento personagem como representação simbólica a partir das características físicas e figurino? -Representa diferentes personagens. por meio da expressão corporal e de jogos teatrais com variados estímulos? -Experimenta diferentes possibilidades de representação cênica a partir dos elementos formais próprios da linguagem, através da expressão corporal, da expressão vocal e de jogos teatrais, com estímulos variados, construção de

9 -Identificar a interferência cultural nas produções teatrais próximas de seu cotidiano. - Reconhecer a si próprio como participante do processo cênico. - Experimentar diferentes possibilidades de representação cênica a partir dos elementos formais próprios da linguagem, através da expressão corporal, da expressão vocal e de jogos teatrais, com estímulos variados, construção de personagem, forma de locomoção, jeito de vestir e outras, e organização do espaço cênico. -Experimentar diferentes formas de representação cênica a partir do teatro de fantoches, bonecos de vara e manipulação direta. - Utilizar objetos e adereços cênicos atribuindo-lhes diferentes funções simbólicas. - Reconhecer diferentes funções cênicas. - Reconhece a si próprio como participante do processo cênico? personagem, forma de locomoção, jeito de vestir e outras, e organização do espaço cênico? -Experimenta diferentes formas de representação?

10 2º ANO ARTE MÚSICA Compreensão da música como OBJETIVOS CONTEUDOS CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO artística musical a partir da especificidade da linguagem Compreensão da música como produto cultural, social e artística musical a partir da especificidade da linguagem Compreensão da música como produto cultural, social e musical a partir da especificidade da linguagem -Perceber a função social de divertimento e comunicação da música. - Relacionar a produção musical com o contexto social de diferentes etnias. -Reconhecer a produção musical como parte da sua cultura e sua importância da mesma na sociedade -Reconhecer a si próprio como produtor, inserido em determinado tempo e espaço. -Analisar suas produções e as dos colegas, considerando seu e espaço. - Identificar os elementos sonoros: timbres contrastantes e diversos, diferentes alturas do som (agudos e graves), diferentes intensidades (forte e fraco). -Explorar diferentes timbres de diferentes materiais e fontes da natureza. - Identificar e executar diferentes andamentos (rápido e lento), sons curtos, longos e silêncio. -Experimentar diferentes possibilidades de uso dos elementos formais linguagem musical, tais como os elementos do som: timbre, altura intensidade e duração. - Reproduzir diferentes combinações de - Jogos de mãos e copos, cantigas de roda, parlendas, brincadeiras cantadas e rítmicas. - Função social de divertimento e comunicação. - Músicas infantis de outras e etnias (indígena, africana, etc.) - Música erudita com temática infantil. -Ritmo duração: Percebe a função Pulso musical, social de divertimento e andamento (rápido e comunicação da música? lento), sons curtos, - Relaciona a produção longos e silêncio. musical com o contexto Células rítmicas com social de diferentes colcheia, semínima e etnias? pausa de semínima. - Reconhece a produção -Altura: movimentomusical como parte da sonoro ascendente esua cultura e sua descendente; sonsimportância da mesma graves, médios ena sociedade? agudos. -Timbre: sons -Reconhece a si próprio docomo produtor, inserido ambiente, vocais, doem determinado tempo e corpo e de algunsespaço? instrumentos -Analisa suas produções musicais e as dos colegas, das famílias de sopro, considerando seu eu e corda e percussão. espaço? - Intensidade: sons fortes, piano, crescendo e decrescendo. -Identifica os elementos sonoros: timbres contrastantes e diversos, diferentes alturas do som (agudos e graves), diferentes intensidades (forte e fraco)? - Explora diferentes timbres de diferentes materiais e fontes da natureza? -Identifica e executar diferentes andamentos (rápido e lento), sons curtos, longos e silêncio? - Experimenta diferentes possibilidades de uso dos elementos formais linguagem musical,tais como os elementos do som: timbre, altura

11 células rítmicas por meio de percussão corporal e instrumento (semínimas, colcheias e pausas). - Reproduzir eco rítmico e melódico, repetição de sons utilizando percussão corporal e voz (semínimas, colcheias,pausa). - Cantar melodias de pequena extensão vocal, em uníssono e interpretar com dinâmica Musical (suave,forte e fraco) individualmente e em grupo. -Imitar e improvisar sons. -Representar sonoramente ideias utilizando os elementos formais da linguagem musical. - Descobrir e descrever a utilização dos elementos sonoros em diferentes produções musicais. - Criar formas de registro de gráfico dos elementos da música: altura sonora -Leitura e registro de gráficos de altura sonora (movimento sonoro ascendente e descendente, sons graves, médios e agudos), duração (sons curtos e longos proporcionais) e intensidade (sons fortes e piano). -Percepção sonora dos elementos trabalhados. intensidade e duração? -Reproduz diferentes combinações de células rítmicas por meio de percussão corporal e instrumento (semínimas, colcheias e pausas)? - Reproduz eco rítmico e melódico, repetição de sons utilizando percussão corporal e voz (semínimas, colcheias, pausa)? -Canta melodias de pequena extensão local, em uníssono e interpreta com dinâmica musical (suave,forte e fraco) individualmente e em grupo? -Imita e improvisa sons? -Representa sonoramente ideias utilizando os elementos formais da linguagem musical? -Descreve a utilização dos elementos

12 (ascendente e descendente) duração (sons curtos e longos e não proporcionais) e intensidade (sons fortes e piano). - Ler registros dos elementos sonoros musicais de sua produção e de outros. sonoros em diferentes produções musicais? -Cria formas de registro de gráfico dos elementos da música: altura sonora (ascendente e descendente) duração(sons curtos e longos e não proporcionais) e intensidade (sons fortes e piano)? - Lê registros dos elementos sonoros musicais de sua produção e de outros?

13 2º ANO ARTES VISUAIS Compreensão das artes visuais como - Perceber a função social das representações visuais de grupos sociais. - Relacionar a produção artística com o contexto social em diferentes tempos e espaços (na representação visual de grupos sociais). - Identificar a utilização da linguagem visual no cotidiano (na representação visual de grupos sociais). - Reconhecer e identificar a interferência cultural na representação visual de grupos sociais. - Analisar na produção artística da humanidade as representações visuais de grupos sociais, na busca da OBJETIVOS CONTEUDOS CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO artística visual a partir da especificidade da linguagem visual - Identificar forma e conteúdo nas representações visuais de grupos sociais. - Identificar linha, cor, textura e plano nas representações visuais de grupos sociais. - Identificar diferentes técnicas e materiais nas representações visuais de grupos sociais. - Representar suas idéias utilizando linha, cor, textura e plano. - Experimentar diferentes possibilidades de uso da linha, cor, textura e plano, na perspectiva da função simbólica. - Identificar a função simbólica da linha, cor, textura e plano nas representações Compreensão das artes visuais como produto cultural, social e artística visual a partir da especificidade da linguagem visual -Representação de - Elementos formais grupos sociaispróprios da linguagem (famílias, jovens, visual linha, cor, movimentos sociais, textura e plano etc.) em diferentes organizados em tempos da história e diferentes formas de lugares (produçõesrepresentação artística artísticas locais, grupos sociais. regionais, nacionais e -Plano: bidimensional internacionais). -Grupos (altura e largura). sociais -Estudos de representados em ritos, cotidiano, cultura local e cultura de tradição. -Representação de grupos sociais na mídia, na multiculturalidade e nas culturas tribais. -Grupos sociais nas manifestações artísticas nas diferentes culturas: culturas orientais e ocidentais. perspectiva - planificação. - Transposição de planos. -Construções tridimensionais: altura, largura e profundidade. - Elementos formais e sua representação simbólica de grupos sociais. Compreensão das artes visuais como produto cultural, social e -Identifica a função social das representações visuais de grupos sociais? -Relaciona as representações visuais de grupos sociais em diferentes tempos e espaços? -Identifica a interferência cultural nas representações visuais de grupos sociais trabalhadas? artística visual a partir da especificidade da linguagem visual - Identifica os elementos formais linha, cor, textura e plano nas estruturas artísticas: representações visuais de grupos sociais? -Utiliza diferentes possibilidades de uso da linha, cor, textura e plano na produção de representações visuais de grupos sociais? -Identifica, nas representações visuais de grupos sociais, diferentes técnicas, tais como pintura, colagem, modelagem e desenho? - Experimenta diferentes possibilidades de uso dos elementos formais da linguagem visual: linha (reta, curva, interrompida, grossa e fina), cores (primárias e secundárias),

14 compreensão dos seus modos de produção, em diferentes perspectivas culturais. visuais de grupos sociais. -Aspectos culturais, sociais e s da representação de grupos sociais pintura, escultura, fotografia, cinema, gravura, desenho, publicidade e propaganda, colagem, performance, arte mural. - Muralismo. - Figuração. plano (primeiro, segundo e terceiro planos), textura (textura tátil e textura visual) na produção de representações visuais de grupos sociais? - Representa suas ideias utilizando os elementos formais da linguagem visual: linha (reta, curva, interrompida, grossa e fina), cores (primárias e secundárias), plano (primeiro, segundo e terceiro planos), e textura (textura tátil e textura visual), na produção de representações visuais de grupos sociais?

15 3º ANO ARTE DANÇA Compreensão da dança como - Perceber ao corpo dançante a partir das cantigas de roda e brincadeiras infantis. - Identificar a dança nas festas populares e manifestações culturais locais. - Identificar diferentes formas de dança. - Reconhecer produções de dança profissionais. - Identificar a dança em diferentes espaços midiáticos. - Reconhecer a dança como manifestação cultural regional. OBJETIVOS CONTEUDOS CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO Compreensão da dança a linguagem. - Experimentar diferentes possibilidades de movimentação corporal como: esticar, torcer, derreter... - Explorar as raízes de habilidades motoras de rolamento, giro e articures - Explorar o corpo no espaço a partir de diferentes combinações das qualidades de movimento. Compreensão da dança como produto cultural, social e - Cantigas de roda, e brincadeiras infantis. - Dança nas festas populares e manifestações culturais locais. - O corpo em diferentes formas de dança. - Produções profissionais de dança. - A dança em diferentes espaços midiáticos. - Dança como manifestações cultural regional. Compreensão da dança a linguagem. Compreensão da dança como - O corpo e suas - Percebe ao corpo possibilidades de dançante a partir das movimentação como: cantigas de roda e esticar, torcer, brincadeiras infantis? derreter... - Identifica a dança nas -Rolamento, giro, festas populares e articulares manifestações culturais - Espaço: direto e locais? indireto. - Identifica diferentes - Peso: leve e pesado, formas de dança? - Tempo: lento e rápido - Reconhece produções de dança profissionais. - Identifica a dança em diferentes espaços midiáticos? - Reconhece a dança como manifestação cultural regional? Compreensão da dança a linguagem. -Experimenta diferentes possibilidades de movimentação corporal como: esticar, torcer, derreter...? - Explora as raízes de habilidades motoras de rolamento, giro e articures? - Explora o corpo no espaço a partir de diferentes combinações das qualidades de movimento?

16 3º ANO ARTE TEATRO Compreensão do teatro como OBJETIVOS CONTEUDOS CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO Compreensão do teatro a partir da especificidade da linguagem cênica Compreensão do teatro como produto cultural, social e Compreensão do teatro a linguagem cênica Compreensão do teatro como Compreensão do teatro a linguagem cênica -Relacionar a produção cênica com o contexto social, em tempos e espaços próximos de seucotidiano, a partir do texto e da caracterização cênica focada no figurino, na cenografia e na sonoplastia. - Identificar a utilização da linguagem cênica nas produções teatrais, cinematográficas e em meios televisivos por meio da apreciação. Reconehcer a si próprio como integrante do processo cênico, inserido em determinado tempo e espaço. -Identificar possibilidades cênicas em pequenas cenas montadas pelos colegas e sugerir novas -Identificar, nas estruturas teatrais, o elemento personagem como representação simbólica a partir das características físicas, figurino e adereço. -Construir diferentes personagens por meio da expressão corporal e de jogos teatrais com variados estímulos. -Construir roteiros e cenas a partir de diferentes textos. - Experimentar diferentes possibilidades de representação cênica a partir dos elementos formais próprios da linguagem, através da expressão corporal, da expressão vocal e de jogos teatrais, com estímulos construção de variados, - Caracterização da cena (Onde) a partir de tempos e espaços próximos e distantes do cotidiano do estudante. -Representação cênica nas produções teatrais cinematográficas e em meios televisivos. -Diferentes produções cênicas profissionais. -Diferentes narrativas, fábulas, lendas, contos, letra de músicas. -Personagem: caracterização de por meio da representação simbólica do figurino, objetos e das características físicas e adereço. (Quem) -Texto: construção coletiva da cena a partir do texto. - Elaboração coletiva de roteiros. -Ação dramática: O que -Espaço cênico: delimitação palco plateia, caracterização do espaço cenografia (Onde) processo -Sonoplastia: escolha inserido de sons e músicas que caracterizam a cena. -Formas animadas: manipulação direta e sombras. -Relaciona a produção cênica com o contexto social, em tempos e espaços próximos de seu cotidiano, a partir do texto e da caracterização cênica focada no figurino, na cenografia e na sonoplastia? -Identifica a utilização da linguagem cênica nas produções teatrais, cinematográficas e em meios televisivos por meio da apreciação? - Reconhece a si próprio como integrante do cênico, em determinado tempo e espaço? -Identifica possibilidades cênicas em pequenas cenas montadas pelos colegas e sugerir - Identifica, nas estruturas teatrais, o elemento personagem como representação simbólica a partir das características físicas, figurino e adereço? - Constrói diferentes personagens por meio da expressão corporal e de jogos teatrais com variados estímulos? - Constrói roteiros e cenas a partir de diferentes textos? -Experimenta diferentes possibilidades de representação cênica a partir dos elementos formais próprios da linguagem, através da expressão corporal, da expressão vocal e de jogos teatrais, com estímulos construção variados,

17 resoluções. personagem, forma de locomoção, jeito de vestir e outras. -Experimentar diferentes formas de representação cênica a partir do teatro de formas animadas: manipulação direta e através de sombra. - Organizar o espaço cênico. -Experimentar diferentes espaços de representação. -Pesquisar sons que caracterizem a cena e representa suas ideias. - Utilizar objetos e adereços cênicos atribuindo-lhes diferentes funções simbólicas. - Reconhecer diferentes formas de representação cênica a partir do teatro de sombras e manipulação direta. -Experimentar diferentes formas de representação cênica novas resoluções? de personagem, forma de locomoção, jeito de vestir e outras? -Experimenta diferentes formas de representação cênica a partir do teatro deformas animadas: manipulação direta e sombra? - Organiza o espaço cênico? -Experimenta diferentes espaços de representação? - Pesquisa sons que caracteriza a cena e representa suas ideias? -Utiliza objetos e adereços atribuindolhes diferentes funções simbólicas? -Reconhece diferentes formas de representação cênica a partir do teatro de sombras e manipulação direta? -Experimenta diferentes formas de representação cênica

18 a partir do teatro de sombras e manipulação direta. a partir do teatro de sombras e manipulação direta?

19 3º ANO ARTE MÚSICA Compreensão da música como OBJETIVOS CONTEUDOS CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO artística musical a partir da especificidade da linguagem Compreensão da música como produto cultural, social e artística musical a partir da especificidade da linguagem Compreensão da música como produto cultural, social e musical a partir da especificidade da linguagem - Perceber a função social e da música paranaense. - Relacionar a produção musical paranaense com o contexto social, em diferentes tempos e espaços. - Identificar a utilização da linguagem musical no cotidiano. - Reconhecer a produção musical paranaense como patrimônio cultural e sua importância na sociedade. - Analisar a produção musical do Paraná na busca da compreensão dos seus modos de produção em diferentes perspectivas histórica e culturais. - Perceber a função social da música brasileira popular e erudita. -Relacionar a produção musical brasileira popular e erudita com o contexto social em diferentes tempos e espaços. - Analisar a produção musical brasileira na busca da compreensão dos seus modos de produção em diferentes perspectivas históricas e culturais. - Elaborar crítica pessoal sobre os diferentes modos de produção em diferentes perspectivas históricas e culturais. - Elaborar crítica pessoal sobre os diferentes modos de produção da música brasileira popular e erudita. -Música paranaense (infantil). - Brincadeiras cantadas e rítmicas. - Música de cultura popular paranaense, parlendas. - Função social de divertimento e socialização. - Ritmo duração: pulso musical, andamento (rápido e lento), sons curtos, longos e silêncio. Células rítmicas com colcheia, semínima e -Percebe a função social e da música paranaense? - Relaciona a produção musical paranaense com o contexto social, em diferentes tempos e mínima. Compasso espaços? binário e ternário. - Identifica a utilização Acento métrico. da linguagem musical - Altura: sons no cotidiano? ascendentes e -Reconhece a produção descendentes; sonsmusical paranaense graves, médios ecomo patrimônio cultural agudos. e sua importância na - Timbre: pesquisa sociedade? de diferentes fontes - Analisa a produção sonoras e musical do Paraná na instrumentos busca da compreensão musicais da música dos seus modos de paranaense (sopro, produção em diferentes corda e percussão). - Intensidade: sons perspectivas histórica e culturais? fortes, piano, crescendo e decrescendo. -Identifica e registra graficamente os elementos do som (timbre, altura,duração e intensidade) e os elementos da música : ritmo (pulso), andamento (rápido e lento)? - Reconhece e distinguir diferentes fontes sonoras? - Experimenta e utiliza os elementos formais da linguagem musical? - Reproduz e criar diferentes células rítmicas utilizando combinações de colcheias, semínimas, mínimas e suas pausas? - Canta músicas paranaenses e melodias de pequena extensão vocal em

20 -Elaborar crítica pessoal sobre os aspectos estéticos das diferentes manifestações e tendências populares da música brasileira popular, erudita e música de raiz. - Leitura e registro de gráficos de altura sonora (movimento sonoro ascendente e descendente, sons graves, médios e agudos), duração (sons curtos e longos proporcionais) e intensidade (sons fortes, piano, crescendo e decrescendo). - Percepção sonora dos elementos trabalhados. uníssono utilizando dinâmica musical? - Manipula objetos e instrumentos de percussão? - Percebe e identifica timbres de instrumentos paranaense? - Percebe e identifica timbres dos instrumentos das família das cordas, sopro e percussão? -Representa sonoramente ideias utilizando os elementos formais da linguagem musical? - Representa e ler através de gráficos o registro sonoro de suas criações e de outros?

21 3º ANO ARTES VISUAIS Compreensão das artes visuais como - Perceber a função social da paisagem. - Relacionar a produção artística visual (paisagem) com o contexto social em diferentes tempos e espaços. - Reconhecer e identificar a interferência cultural nas estruturas artísticas visuais (paisagem). - Analisar a produção artística da Humanidade (paisagem), na busca da compreensão dos seus modos de produção, em diferentes perspectivas culturais. - Reconhecer e analisar a variedade de significados expressivos e de valor simbólico nas formas visuais (paisagem) e suas conexões temporais, OBJETIVOS CONTEUDOS CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO artística visual a partir da especificidade da linguagem visual - Identificar forma e conteúdo nas estruturas artísticas: paisagem. - Identificar cor, linha, textura, plano e volume na paisagem. - Identificar diferentes técnicas e materiais na paisagem. - Representar suas idéias utilizando cor, linha, textura, plano e volume. - Experimentar diferentes possibilidades de uso da cor, linha, textura, plano e volume na perspectiva da função simbólica. Compreensão das artes visuais como produto cultural, social e -Paisagem em diferentes tempos da história e lugares (produções artísticas locais, regionais, nacionais e internacionais). -Paisagem em representações de ritos, cotidiano, cultura local e cultura de tradição. - Paisagem na arte de Curitiba, arte paranaense e arte brasileira. -Paisagem nos espaços construídos pelo homem, em diferentes culturas. - Aspectos culturais, sociais e s da paisagem pintura, artística visual a partir da especificidade da linguagem visual -Elementos formais próprios da linguagem visual linha, cor, textura e plano organizados em diferentes formas de Representação artística - paisagem. - Linhas: reta, curva, quebrada, interrompida, longa, entre outros. -Textura: gráfica ou visual. -Cor primária, secundária, quente, fria e neutra, monocromia, policromia. - Plano: bidimensional (altura e largura). - Elementos formais e escultura, arquitetura, sua representação fotografia, cinema, simbólica na gravura, desenho, paisagem. publicidade e Compreensão das artes visuais como produto cultural, social e -Identifica a função social da paisagem? -Relaciona as representações visuais da paisagem em diferentes tempos e espaços? -Identifica a interferência cultural nas representações visuais da paisagem trabalhadas? -Identifica diferentes tipos de paisagem e suas representações: urbana, rural, litorânea, natural, construída? - Identifica a paisagem construída pelo homem em diferentes culturas? artística visual a partir da especificidade da linguagem visual - Identifica os elementos formais linha, cor, textura, plano e volume nas estruturas artísticas: representações visuais da paisagem? -Utiliza diferentes possibilidades de uso da linha, cor, textura, plano e volume na produção de representações visuais da paisagem? -Identifica, nas representações visuais da paisagem, diferentes técnicas, tais como pintura, colagem, modelagem e desenho?

22 geográficas e culturais. propaganda, colagem, instalação. -Paisagem: urbana, rural, litorânea, natural, construída. -Experimenta diferentes possibilidades de uso dos elementos formais da linguagem visual: linha (reta, curva, interrompida, grossa e fina), cores (primárias e secundárias), plano (primeiro, segundo e terceiro planos), textura (textura tátil e textura visual), volume (tridimensionalidade) na produção de representações visuais de paisagens? - Representa suas ideias utilizando os elementos formais da linguagem visual: linha (reta, curva, interrompida, grossa e fina), cores (primárias e secundárias), plano terceiro planos), e textura (textura tátil e textura visual), volume (tridimensionalidade)

23 a produção (primeiro, segundo e de representações visuais da paisagem?

24 4º ANO ARTE DANÇA Compreensão da dança como OBJETIVOS CONTEUDOS CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO Compreensão da dança a linguagem. Compreensão da dança como produto cultural, social e Compreensão da dança a linguagem. Compreensão da dança como Compreensão da dança a linguagem. - Perceber diferentes posturas corporais em formas variadas de dança. - Reconhecer a dança como uma possibilidades de carreira profissional. - Reconhecer a função da dança em diferentes espaços da mídia. - Reconhecer a dança como manifestação cultural regional. -Reconhecer manifestações de dança em diferentes espaços. - Reconhecer danças brasileiras de matriz africana e indígena. - Organizar sequencias de movimentos a partir de diferentes possibilidades de movimentação corporal. -Explorar as raízes de habilidades motoras de rolamento, giro articulares e queda. -Organizar sequencias de movimentos partir de combinações das qualidades de movimento. -Reconhecer o corpo como instrumento da dança. -O corpo em diferentes formas de dança. -Produções profissionais de dança. -A dança em diferentes espaços midiáticos. - Dança como manifestações cultural regional. - Espaços da dança. - Danças brasileiras de matriz africana e indígena. -O corpo e suas possibilidades de movimentação como: esticar, torcer, derreter... - Rolamento, giro, articulares e queda - Espaço: direto e indireto. - Peso: leve e pesado, tempo: lento e rápido. - Espaços do corpo. - Sequência de movimentos. - Percebe diferentes posturas corporais em formas variadas de dança? -Reconhece a dança como uma possibilidade de carreira profissional? -Reconhece a função da dança em diferentes espaços da mídia? -Reconhece a dança como manifestação cultural regional? -Reconhece manifestações de dança em diferentes espaços? - Reconhece danças brasileiras de matriz africana e indígena? - Organiza sequências de movimentos a partir de diferentes possibilidades de movimentação corporal? - Explora as raízes de habilidades motoras de rolamento, giro articulares e queda? -Organiza sequências de movimentos a partir de combinações das qualidades de movimento? - Reconhece o corpo como instrumento da dança?

25 4º ANO ARTE TEATRO OBJETIVOS CONTEUDOS CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO Compreensão do teatro como Compreensão do teatro a partir da especificidade da linguagem cênica Compreensão do teatro como produto cultural, social e Compreensão do teatro a linguagem cênica Compreensão do teatro como Compreensão do teatro a linguagem cênica - Relacionar a produção cênica com o contexto social, em tempos e espaços próximos de seu cotidiano, a partir do texto e da caracterização cênica focada no figurino, na cenografia e na sonoplastia. - Identificar a função social das artes cênicas em produções profissionais ou não, em manifestações populares como festas e rituais do cotidiano. - Relacionar a produção cênica com o contexto social, em diferentes tempos e espaços, a partir do texto e da caracterização do personagem pelo uso do - Identificar, nas estruturas teatrais forma e conteúdo, pelo uso dos elementos que compõem a linguagem teatral, como: texto, caracterização do personagem, cenografia, sonoplastia. - Experimentar diferentes possibilidades de representação cênica a partir dos elementos formais próprios da linguagem, através da expressão corporal, expressão vocal e jogos teatrais. - Construir personagens a partir de características observadas em pessoas próximas de seu cotidiano. -Contexto da cena (Onde) a partir de tempos e espaços próximos e distantes do cotidiano do estudante. -Linguagem cênica nas produções teatrais cinematográficas e em meios televisivos. -Diferentes produções cênicas profissionais. -Manifestações culturais populares locais e regionais festas e folias e rituais. -Diferentes narrativas: narrativa ficcional, quadrinhos, fotos, pinturas, fábulas, lendas, contos, letra de músicas. -Personagem: caracterização de por meio da representação simbólica do figurino, adereços, características físicas e maquiagem. (Quem) -Texto: construção coletiva da cena a partir do texto. - Elaboração coletiva de roteiros; transposição de imagens para a cena: HQ, fotos e pinturas. -Ação dramática: (O que). - Espaço cênico: delimitação palco plateia, caracterização do espaço cenografia (Onde) -Identifica a função social das artes cênicas em produções cênicas profissionais ou não, em manifestações populares como festas e rituais do cotidiano? - Relata a função social das artes cênicas em produções cênicas profissionais ou não, em manifestações populares como festas e rituais do cotidiano? -Relaciona a produção cênica com o contexto social, em diferentes tempos e espaços, a partir do texto e da caracterização do personagem pelo uso do figurino, -Identifica, nas estruturas teatrais forma e conteúdo, pelo uso dos elementos que compõem a linguagem teatral, como: texto, caracterização do personagem, cenografia, sonoplastia? -Experimenta diferentes possibilidades de representação cênica a partir dos elementos formais próprios da linguagem, através da expressão corporal, expressão vocal e jogos teatrais? -Constrói personagens a partir de características observadas em pessoas próximas de seu

26 figurino, ação cênica, cenografia e sonoplastia. - Identificar diferentes formas de representação cênica nas produções teatrais, cinematográficas e em meios televisivos. - Improvisar cenas a partir de estímulos variados. - Elaborar sonoplastia para pequenas cenas? - Organizar o espaço cênico? -Experimentar diferentes espaços para a cena. -Sonoplastia: escolha de sons e músicas que caracterizam a cena. -Ambientação da cena por meio da sonoplastia. - Formas animadas: manipulação direta, objetos e sombras. ação cênica, cenografia e sonoplastia? -Identifica diferentes formas de representação cênica nas produções teatrais, cinematográficas e em meios televisivos? -Identifica as diferenças culturais, físicas, étnicas, de gênero e classe social nas produções teatrais? - Descreve a interferência cultural nas produções teatrais? -Identifica diferentes formas de construção das narrativas (tragédia, comédia, mitos e fábulas)? - Reconhece a si próprio como parte integrante de um grupo, como produtor cênico e espectador do cotidiano? - Improvisa cenas a partir de estímulos variados.? -Elabora sonoplastia para pequenas cenas? - Organiza o espaço cênico? -Experimentar diferentes espaços para a cena? -Representa suas ideias utilizando os elementos da linguagem cênica? -Identifica a função simbólica dos elementos formais utilizados em produções teatrais, cinematográficas e em meios televisivos? - Representa ideias atribuindo função simbólica aos elementos formais da linguagem cênica? -Elabora cenas atribuindo diferentes simbólicas aos elementos formais? - Reconhece e

27 processo cênico, inserido em determinado tempo e espaço? -Analisa suas próprias produções identificando a forma que utiliza para representar suas ideias? -Analisa suas próprias produções identificando a forma que utiliza para representar suas ideias? -Sugere novas possibilidades cênicas, de acordo com as observações realizadas no desenvolvimento de seu processo criativo? -Valoriza as diferentes representações teatrais como elemento cultural próprio de cada povo? experimentar diferentes formas de representação cênica a partir do teatro de objetos, manipulação direta e sombras?

28 4º ANO ARTE MÚSICA Compreensão da música como OBJETIVOS CONTEUDOS CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO artística musical a partir da especificidade da linguagem Compreensão da música como produto cultural, social e artística musical a partir da especificidade da linguagem Compreensão da música como produto cultural, social e musical a partir da especificidade da linguagem - Perceber a função -Identificar os elementos Música brasileira - Ritmo duração: -Percebe a função social da música do som (timbre, alturapopular e erudita. Pulso musical, social da música brasileira popular e duração e intensidade) - Música de cultura andamento (rápido e brasileira popular e erudita. na música brasileirapopular. lento), sons curtos, erudita? - Relacionar a produção popular e erudita - Função social para longos e silêncio. - Relaciona a produção musical brasileira (incluindo músicas derituais, repertórios do Figuras musicais: musical brasileira popular e erudita com o matriz africana indígena). cotidiano, cultos colcheia, semínima e popular e erudita com o contexto social em -Identificar os elementos religiosos, entre outros. mínima. contexto social em diferentes tempos e da música - Gêneros e estilos - Compasso binário e diferentes tempos e espaços. (instrumentação e vocal, musicais brasileiros ternário. Acento espaços? - Analisar a produção melodia, ritmo e (samba, baião, etc.). métrico. Ritmo binário e -Analisa a produção musical brasileira na dinâmica), na música ternário (marcha, musical brasileira na busca da compreensão brasileira popular, erudita samba e valsa). busca da compreensão dos seus modos de indígena e africana. -Células rítmicas, dos seus modos de produção em diferentes - Experimentar diferentes melódicas e ostinatos. produção em diferentes perspectivas históricas e possibilidades do uso dos - Altura: sons perspectivas históricas culturais. elementos formais da ascendentes ee culturais? linguagem musical descendentes; sons - Elabora crítica (semicolcheia, colcheia, graves, médios e pessoal sobre os semínima e mínima). agudos. diferentes modos de -Reproduzir trechos -Timbre: pesquisa de produção em diferentes rítmicos e melódicos por meio diferentes fontes sonoras e instrumentos perspectivas históricas e culturais? - Identifica os elementos do som (timbre, altura,duração e intensidade) na música brasileira popular e erudita (incluindo músicas de matriz africana indígena ) - Identifica os elementos da música (instrumentação e vocal, melodia, ritmo e dinâmica), na música brasileira popular, erudita indígena e africana? -Experimenta diferentes possibilidades do uso dos elementos formais da linguagem musical (semicolcheia, colcheia, semínima e mínima)?

29 -Elaborar crítica pessoal sobre os diferentes modos de produção em diferentes perspectivas históricas e culturais. - Elaborar crítica pessoal sobre os diferentes modos de produção da música brasileira popular e erudita. - Elaborar crítica pessoal sobre os aspectos estéticos das diferentes manifestações e tendências populares da música brasileira popular, erudita e música de raiz. de imitação (colcheia semínima,mínima célula rítmica de samba e outras combinações desses valores na música. -Perceber e identificar as diferentes formas musicais na música brasileira popular (samba, marcha e valsa). -Registrar e ler graficamente suas ideias e representações musicais (células rítmicas e melódicas e ostinatos ). -Improvisar temas melódicos para pequenas frases ou pequenos textos,usando ou não instrumentos de apoio. -Cantar melodias brasileiras inclusive indígena e africana adequadas ao desenvolvimento de seu aparelho vocal, em uníssono e em cânone (dois grupos ). -Interpretar com musicais brasileiros (famílias das cordas, madeiras, metais e percussão. - Intensidade: sons fortes, piano, crescendo e decrescendo. -Leitura e registro de gráficos de altura sonora/melodia (grave, médio e agudo), duração/ritmo (sons curtos e longos proporcionais) e intensidade (sons fortes, piano, crescendo e decrescendo). -Leitura e registro gráfico dos elementos do som e da música. -Execução de percussão corporal e instrumental. - Percepção sonora e musical dos elementos formais do som e da música trabalhados. -Elabora crítica pessoal sobre os diferentes modos de produção da música brasileira popular e erudita? - Elabora crítica pessoal sobre os aspectos estéticos das diferentes manifestações e tendências populares da música brasileira, popular, erudita e música de raiz? - Reproduz trechos meio de imitação rítmicos e melódicos (colcheia, semínima, mínima, célula rítmica de samba e outras combinações desses valores na música brasileira)? - Percebe e identifica as diferentes formas musicais na música brasileirapopular (samba, marcha e valsa)? -Registra e lê graficamente suas ideias e representações musicais (células rítmicas e melódicas e ostinatos )? - Improvisa temas melódicos para pequenas frases ou pequenos textos, usando ou não instrumentos de apoio? - Canta melodias brasileiras inclusive indígena e africana adequadas ao

Conteúdo Básico Comum (CBC) de Artes do Ensino Fundamental do 6º ao 9º ano Exames Supletivos / 2013

Conteúdo Básico Comum (CBC) de Artes do Ensino Fundamental do 6º ao 9º ano Exames Supletivos / 2013 SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DE MINAS GERAIS SUBSECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO BÁSICA SUPERINTENDÊNCIA DE DESENVOLVIMENTO DO ENSINO MÉDIO DIRETORIA DE EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS Conteúdo

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO Escola Básica e Secundária Dr. Vieira de Carvalho

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO Escola Básica e Secundária Dr. Vieira de Carvalho AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO Escola Básica e Secundária Dr. Vieira de Carvalho Departamento de Expressões e Tecnologias Planificação Anual de Educação Musical 5º ano Ano Letivo 2015/2016

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO Escola Básica e Secundária Dr. Vieira de Carvalho

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO Escola Básica e Secundária Dr. Vieira de Carvalho AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO Escola Básica e Secundária Dr. Vieira de Carvalho Departamento de Expressões e Tecnologias Planificação Anual de Educação Musical 5º ano Ano Letivo 2016/2017

Leia mais

Ano Letivo 2012/2013 2º Ciclo 5º Ano

Ano Letivo 2012/2013 2º Ciclo 5º Ano AGRUPAMENTO VERTICAL DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO Planificação Anual EDUCAÇÃO MUSICAL Ano Letivo 2012/2013 2º Ciclo 5º Ano Unidade Didática/Tema* Conceitos/Conteúdos Organizadores/Competências Específicas

Leia mais

EMENTAS E CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS

EMENTAS E CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS EMENTAS E CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS 2017 SUMÁRIO 1. SOBRE O ENSINO BÁSICO DE MÚSICA... 3 2. SOBRE A ETAPA DA MUSICALIZAÇÃO INFANTIL... 3 3. SOBRE A ETAPA DA INICIAÇÃO MUSICAL... 3 4. SOBRE AS PRÁTICAS COMPLEMENTARES...

Leia mais

ARTES - 1º AO 5º ANO

ARTES - 1º AO 5º ANO 1 Ano Artes Visuais 1 Bimestre O fazer artístico do aluno desenho, pintura, dobradura, colagem e modelagem. Competências/Habilidades Reconhecimento e utilização dos elementos da linguagem visual; Música

Leia mais

Critérios de Avaliação PERFIL DE APRENDIZAGENS ESPECÍFICAS. (Aprovado em Conselho Pedagógico de 18 de julho de 2016)

Critérios de Avaliação PERFIL DE APRENDIZAGENS ESPECÍFICAS. (Aprovado em Conselho Pedagógico de 18 de julho de 2016) Escola EB1 João de Deus COD. 242 937 Escola Secundária 2-3 de Clara de Resende COD. 346 779 Critérios de Avaliação PERFIL DE APRENDIZAGENS ESPECÍFICAS (Aprovado em Conselho Pedagógico de 18 de julho de

Leia mais

AGRUPAMENTO ESCOLAS PROFESSOR CARLOS TEIXEIRA Código EDUCAÇÃO MUSICAL:

AGRUPAMENTO ESCOLAS PROFESSOR CARLOS TEIXEIRA Código EDUCAÇÃO MUSICAL: EDUCAÇÃO MUSICAL: A Música é uma forma do conhecimento cuja linguagem é o som. A experiência musical viva e criativa é a base de todas as aprendizagens. As vivências e os pensamentos musicais dos alunos

Leia mais

Janeiro. Março/Abril

Janeiro. Março/Abril Outubro Jogos de exploração da voz Planificação Anual Expressão e Educação Musical 1.º ano 1º Período 2º Período 3º Período Dizer e entoar rimas e lengalengas Experimentar sons vocais (todos os que a criança

Leia mais

CURRÍCULO DA REDE MUNICIPAL DE ENSINO ARTES - 6º ANO AO 9º ANO

CURRÍCULO DA REDE MUNICIPAL DE ENSINO ARTES - 6º ANO AO 9º ANO Tipos de Letras Diferenciação entre o espaço bi e tridimensional, espaço e volume e suas conexões com as formas o espaço teatral, o corpo em movimento e o som no espaço. Cores Arte rupestre 6ª ANO 5ª SÉRIE

Leia mais

DIREÇÃO REGIONAL DE EDUCAÇÃO DO ALENTEJO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE FRONTEIRA PLANIFICAÇÃO ANUAL

DIREÇÃO REGIONAL DE EDUCAÇÃO DO ALENTEJO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE FRONTEIRA PLANIFICAÇÃO ANUAL DIREÇÃO REGIONAL DE EDUCAÇÃO DO ALENTEJO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE FRONTEIRA PLANIFICAÇÃO ANUAL Professor: João Polido Disciplina: Educação Musical Ano: 5º Turma: B Ano lectivo: 2011/2012 Interpretação

Leia mais

ENSINO FUNDAMENTAL. DIRETRIZES CURRICULARES Infantil ao 5º ANO MÚSICA

ENSINO FUNDAMENTAL. DIRETRIZES CURRICULARES Infantil ao 5º ANO MÚSICA CENTRO EDUCACIONAL CHARLES DARWIN ENSINO FUNDAMENTAL 2013 DIRETRIZES CURRICULARES Infantil ao 5º ANO MÚSICA OBJETIVOS GERAIS Explorar e identificar elementos da música para se expressar e interagir com

Leia mais

ARTES. 4 o Bimestre 1. Instrumentos musicais 2. Classificação dos instrumentos musicais (sopro, percussão, cordas, eletrônico)

ARTES. 4 o Bimestre 1. Instrumentos musicais 2. Classificação dos instrumentos musicais (sopro, percussão, cordas, eletrônico) PREFEITURA MUNICIPAL DE POMERODE SECRETARIA DE EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO EMPREENDEDORA CNPJ 83.102.251/0001-04 Fone: (47) 3395-6300 E-mail: educacao@pomerode.sc.gov.br Rua 15 de Novembro, 649 Bairro Centro 89107-000

Leia mais

PLANO DE TRABALHO DOCENTE Ensino Fundamental Ano letivo

PLANO DE TRABALHO DOCENTE Ensino Fundamental Ano letivo Colégio Estadual Jardim Gisele Ensino Fundamental e Médio PLANO DE TRABALHO DOCENTE Ensino Fundamental Ano letivo - 2015 DISCIPLINA: ARTE Os conteúdos curriculares relacionados às Leis: 11.769/08 Música;

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS GONÇALO SAMPAIO ESCOLA E.B. 2, 3 PROFESSOR GONÇALO SAMPAIO

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS GONÇALO SAMPAIO ESCOLA E.B. 2, 3 PROFESSOR GONÇALO SAMPAIO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS GONÇALO SAMPAIO ESCOLA E.B. 2, 3 PROFESSOR GONÇALO SAMPAIO DEPARTAMENTO DE EXPRESSÕES EDUCAÇÃO MUSICAL PLANIFICAÇÃO ANUAL 6º ANO 2016/2017 Metas Conceitos Conteúdos Objetivos Avaliação

Leia mais

Metas de Aprendizagem: Educação Musical (2º Ciclo)

Metas de Aprendizagem: Educação Musical (2º Ciclo) Metas de Aprendizagem: Educação Musical (2º Ciclo) Domínio: Desenvolvimento da Capacidade de Expressão e Comunicação Subdomínio: Interpretação e Comunicação Meta Final 1) O aluno canta a solo e em grupo,

Leia mais

Interpretação e Dizer rimas e lengalengas; Criação e experimentação

Interpretação e Dizer rimas e lengalengas; Criação e experimentação AGRUPAMENTO DE ESCOLAS MARQUÊS DE MARIALVA - CANTANHEDE ATIVIDADES DE ENRIQUECIMENTO CURRICULAR DO 1.º CEB - ATIVIDADES LÚDICO-EXPRESSIVAS - EXPRESSÃO MUSICAL Planificação Anual 1 e 2º Anos 2015/2016 Blocos

Leia mais

PLANEJAMENTO Julho. Professor (a): Janete Neusa Perin NOME DO LIVRO: Objetivo geral:

PLANEJAMENTO Julho. Professor (a): Janete Neusa Perin NOME DO LIVRO: Objetivo geral: PLANEJAMENTO Julho NOME DO LIVRO: Estratégias de outras áreas do conhecimento A BRUXA SALOMÉ Leitura e escrita; Oralidade; Dias da Semana; Rimas. -Desenvolver o gosto pela leitura, valorizando a como fonte

Leia mais

Princípios do programa de Expressão Musical

Princípios do programa de Expressão Musical Princípios do programa de Expressão Musical Voz: Dizer, entoar e cantar rimas e lengalengas; cantar canções; experimentar sons vocais. Corpo: Experimentar percussão corporal; acompanhar canções e gravações

Leia mais

AGRUPAMENTO de ESCOLAS de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 2015/2016 PLANIFICAÇÃO ANUAL. Documento(s) Orientador(es): Programa de Expressões do 1º Ciclo

AGRUPAMENTO de ESCOLAS de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 2015/2016 PLANIFICAÇÃO ANUAL. Documento(s) Orientador(es): Programa de Expressões do 1º Ciclo AGRUPAMENTO de ESCOLAS de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 2015/2016 PLANIFICAÇÃO ANUAL Documento(s) Orientador(es): Programa de Expressões do 1º Ciclo 1º CICLO EXPRESSÃO E EDUCAÇÃO MUSICAL 3º E 4º ANOS TEMAS/DOMÍNIOS

Leia mais

Desenvolvimento da capacidade de expressão e comunicação - Interpretação e comunicação

Desenvolvimento da capacidade de expressão e comunicação - Interpretação e comunicação Educação Musical º ANO C Ano Letivo: 0/0. Introdução / Finalidades A música enquanto disciplina tem como um dos objetivos fundamentais o desenvolvimento do pensamento musical dos alunos, através da compreensão

Leia mais

Ano letivo de Currículo da Disciplina de Educação Musical 5º Ano I UNIDADE

Ano letivo de Currículo da Disciplina de Educação Musical 5º Ano I UNIDADE Ano letivo de 2012-2013 Currículo da Disciplina de Educação Musical 5º Ano I UNIDADE - Ensaiar e apresentar publicamente interpretações individuais e em grupo de peças musicais em géneros e formas contrastantes

Leia mais

Currículo Referência em Dança Ensino Médio

Currículo Referência em Dança Ensino Médio Currículo Referência em Dança Ensino Médio 1º ANO - ENSINO MÉDIO Objetivos Conteúdos Expectativas Sugestão de Atividades - Conhecer a área de abrangência profissional da arte/dança e suas características;

Leia mais

Agrupamento de Escolas António Rodrigues Sampaio Planificação Anual das Atividades Letivas

Agrupamento de Escolas António Rodrigues Sampaio Planificação Anual das Atividades Letivas Departamento Curricular/Ciclo: 1º Ciclo Área Curricular: Expressões Artísticas e Físico-motoras Ano de escolaridade: 1º ano Ano letivo: 2015/2016 Perfil do aluno à saída do 1º ciclo: Participar na vida

Leia mais

ARTES CÊNICAS Cenografia: Segunda-feira 16h55 às 18h30 14 vagas Dramaturgia I: Segunda-feira 18h35 às 20h10 15 vagas Dramaturgia II:

ARTES CÊNICAS Cenografia: Segunda-feira 16h55 às 18h30 14 vagas Dramaturgia I: Segunda-feira 18h35 às 20h10 15 vagas Dramaturgia II: ARTES CÊNICAS Cenografia: A disciplina trabalhará a criação da cenografia para um espetáculo teatral. Desenvolverá os processos de análise dramatúrgica, pesquisa sobre as especificidades do texto teatral,

Leia mais

PLANIFICAÇÃO ANUAL 6.º Ano

PLANIFICAÇÃO ANUAL 6.º Ano PLANIFICAÇÃO ANUAL 6.º Ano Disciplina de Educação Musical METAS DE APRENDIZAGEM Domínios e Subdomínios Desenvolvimento da Capacidade de Expressão e Comunicação: Interpretação e Comunicação INDICADORES

Leia mais

PLANO DE ESTUDOS DE EDUCAÇÃO MUSICAL - 6.º ANO

PLANO DE ESTUDOS DE EDUCAÇÃO MUSICAL - 6.º ANO DE EDUCAÇÃO MUSICAL - 6.º ANO Ano Letivo 2014 2015 PERFIL DO ALUNO PERFIL DO ALUNO ATINGIR NO FINAL DE CICLO O aluno canta a solo e em grupo, com intencionalidade expressiva, canções em diferentes tonalidades

Leia mais

Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP) Instituto de Filosofia, Artes e Cultura (IFAC) Departamento de Música (DEMUS)

Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP) Instituto de Filosofia, Artes e Cultura (IFAC) Departamento de Música (DEMUS) 1 Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP) Instituto de Filosofia, Artes e Cultura (IFAC) Departamento de Música (DEMUS) Curso de Licenciatura em Música DISCIPLINAS ELETIVAS / EMENTAS Análise Musical

Leia mais

Crescer. Junt0s. Orientac0es curriculares. Teatro. Realização

Crescer. Junt0s. Orientac0es curriculares. Teatro. Realização Crescer Junt0s Orientac0es curriculares ~ ~ Teatro Realização Crescer Junt0s ~ Orientac0es curriculares ~ Governador do Estado de Goiás Marconi Ferreira Perillo Júnior Secretária de Estado da Educação,

Leia mais

A G R U P A M E N T O D E E S C O L A S D E O L I V E I R I N H A ( ) E S C O L A B Á S I C A D E O L I V E I R I N H A ( )

A G R U P A M E N T O D E E S C O L A S D E O L I V E I R I N H A ( ) E S C O L A B Á S I C A D E O L I V E I R I N H A ( ) P R O G R A M A Ç Ã O C U R R I C U L A R DO 5 0 A N O COMPETÊNCIAS GERAIS ORG. APRENDIZAGEM COMP. ESPECÍFICAS DE EDUCAÇÃO MUSICAL SITUAÇÕES DE APRENDIZAGEM -Mobilizar saberes culturais, científicos e

Leia mais

COLÉGIO ADVENTISTA DE ALTAMIRA Ementa de Curso para Portfólio

COLÉGIO ADVENTISTA DE ALTAMIRA Ementa de Curso para Portfólio DISCIPLINA: ARTE SÉRIE/ TURMA: 6º ANO BIMESTRE: 1º 01 O mundo da arte É hora de produzir - pág. 5 Caso não der tempo de realizar a atividade em sala a mesma ira para casa. 02 O ponto gráfico Atividade

Leia mais

PLANO DE ESTUDOS DE EDUCAÇÃO MUSICAL 6.º ANO

PLANO DE ESTUDOS DE EDUCAÇÃO MUSICAL 6.º ANO DE EDUCAÇÃO MUSICAL 6.º ANO Ano Letivo 2015 2016 PERFIL DO ALUNO PERFIL DO ALUNO ATINGIR NO FINAL DE CICLO O aluno canta a solo e em grupo, com intencionalidade expressiva, canções em diferentes tonalidades

Leia mais

BIMESTRALIZAÇÃO DA DISCIPLINA TEATRO PARA O ENSINO MÉDIO

BIMESTRALIZAÇÃO DA DISCIPLINA TEATRO PARA O ENSINO MÉDIO BIMESTRALIZAÇÃO DA DISCIPLINA TEATRO PARA O ENSINO MÉDIO 1º ANO DO ENSINO MÉDIO 1º Bimestre Para o 1º Ano do Ensino Médio, propomos o estudo do Teatro Popular Tradicional, uma modalidade de representação

Leia mais

Desenvolvimento da capacidade de expressão e comunicação - Interpretação e comunicação

Desenvolvimento da capacidade de expressão e comunicação - Interpretação e comunicação DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO FÍSICA E Educação Musical 6º ANO B Ano Letivo: 06/07. Introdução / Finalidades A música enquanto disciplina tem como um dos objetivos fundamentais o desenvolvimento do pensamento

Leia mais

REUNIÃO DE ESPECIALISTAS Março/2016

REUNIÃO DE ESPECIALISTAS Março/2016 REUNIÃO DE ESPECIALISTAS Março/2016 Pauta do encontro Apresentação dos professores, concepção das áreas e conteúdos de ensino; Organização do tempo (apresentação dos professores e momento para tirar dúvidas);

Leia mais

Currículo da Oferta de Escola Música

Currículo da Oferta de Escola Música Departamento de Expressões Currículo da Oferta de Escola Música Competências Específicas As competências específicas a desenvolver na disciplina de Música são aqui apresentadas em torno de quatro grandes

Leia mais

PLANO DE TRABALHO DOCENTE PTD

PLANO DE TRABALHO DOCENTE PTD Professor-Carlos Juscimar de Souza Série: 1º Turma:D Período:NOTURNO Ano: 2014 ESTRUTURANTE: ESPECÍFICO: Objetivo/Justificativa Metodologia Critério de. História Conhecer, contextualizar e da Arte: desenvolver

Leia mais

Grelhas de conteúdos programáticos

Grelhas de conteúdos programáticos Grelhas de conteúdos programáticos > disciplina de Iniciação Musical ACADEMIA MUSICAL DOS AMIGOS DAS CRIANÇAS AMAC - GRELHAS DE CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS DA DISCIPLINA DE INICIAÇÃO MUSICAL 1 RITMO frases

Leia mais

CURRÍCULOS 2015/2016

CURRÍCULOS 2015/2016 CURRÍCULOS 2015/2016 Ensino Regular Departamento: 1º Ciclo Disciplina: Expressões Artísticas e Físico-Motora Ano de Escolaridade: 4º Ano 1.º Período Aulas Previstas: 63 DESCOBERTA E ORGANIZAÇÃO PROGRESSIVA

Leia mais

GRADE CURRICULAR CAVALLIERI TECLADO

GRADE CURRICULAR CAVALLIERI TECLADO MÓDULO I 1º Semestre 1.1 Apresentação do instrumento - Conhecimento das características e possibilidades de uso com seus recursos sonoros e eletrônicos e diferenças entre o teclado e o piano. 1.2 Postura,

Leia mais

Agrupamento de Escolas António Rodrigues Sampaio Planificação Anual das Atividades Letivas

Agrupamento de Escolas António Rodrigues Sampaio Planificação Anual das Atividades Letivas Departamento Curricular/Ciclo: 1ºCiclo Disciplina: Expressões Artísticas e Físico-motoras Ano de escolaridade: 2ºano Ano letivo: 2015/2016 Perfil do aluno à saída do 1º ciclo: Participar na vida sala de

Leia mais

PLANO DE CURSO DISCIPLINA:História ÁREA DE ENSINO: Fundamental I SÉRIE/ANO: 2 ANO DESCRITORES CONTEÚDOS SUGESTÕES DE PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS

PLANO DE CURSO DISCIPLINA:História ÁREA DE ENSINO: Fundamental I SÉRIE/ANO: 2 ANO DESCRITORES CONTEÚDOS SUGESTÕES DE PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS UNIDADE 1 MUITO PRAZER, EU SOU CRIANÇA. *Conhecer e estabelecer relações entre a própria história e a de outras pessoas,refletindo sobre diferenças e semelhanças. *Respeitar e valorizar a diversidade étnico

Leia mais

Programa de Educação Musical (Ciclo Primário)

Programa de Educação Musical (Ciclo Primário) Escola Europeia Gabinete do Secretário-geral do Conselho Superior Unidade Pedagógica Referência: 2002-D-7410-pt-3 Original: EN Programa de Educação Musical (Ciclo Primário) Aprovado pelo Conselho Superior

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS ANSELMO DE ANDRADE DEPARTAMENTO DE EXPRESSÕES ENSINO BÁSICO 2º CICLO PLANIFICAÇÃO ANUAL

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS ANSELMO DE ANDRADE DEPARTAMENTO DE EXPRESSÕES ENSINO BÁSICO 2º CICLO PLANIFICAÇÃO ANUAL Domínios e Subdomínios Desenvolvimento da Capacidade de Expressão e Comunicação: Interpretação e Comunicação INDICADORES O aluno canta controlando a emissão vocal em termos de afinação e respiração. O

Leia mais

Agrupamento de Escolas de Pedrógão Grande Ano letivo 2015/2016

Agrupamento de Escolas de Pedrógão Grande Ano letivo 2015/2016 Agrupamento de Escolas de Pedrógão Grande Ano letivo 2015/2016 Atividades de Enriquecimento Curricular Ensino da Música no 1.º CEB Planificação Anual Introdução Considerando a importância do desenvolvimento

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS D. JOÃO V ESCOLA SECUNDÁRIA c/ 2º e 3º CICLOS D. JOÃO V

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS D. JOÃO V ESCOLA SECUNDÁRIA c/ 2º e 3º CICLOS D. JOÃO V ESCOLA SECUNDÁRIA c/ e CICLOS D. JOÃO V 5º Ano Turma 1 PERÍODO MATÉRIAS / CONTEÚDOS AULAS PREVISTAS Ritmo: Pulsação; Som e silêncio organizados com a pulsação (semínima e pausa); Altura: Registo agudo,

Leia mais

PROGRAMAÇÃO CURRICULAR DE ARTE TEMA: CIRCO

PROGRAMAÇÃO CURRICULAR DE ARTE TEMA: CIRCO TEMA: CIRCO 1. ano Reconhecimento e análise de formas visuais presentes na natureza e nas diversas culturas Utilização de elementos da linguagem visual: linha, cor, forma Representação por meio de colagem,

Leia mais

AGRUPAMENTO de ESCOLAS de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 2016/2017 PLANIFICAÇÃO ANUAL

AGRUPAMENTO de ESCOLAS de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 2016/2017 PLANIFICAÇÃO ANUAL AGRUPAMENTO de ESCOLAS de SANTIAGO do CACÉM º CICLO Ano Letivo 016/017 PLANIFICAÇÃO ANUAL Documento(s) Orientador(es): Programa de Educação Musical / Metas de Aprendizagem em EM / Manual Banda Sonora 6

Leia mais

Escola Secundária Dr. Ginestal Machado

Escola Secundária Dr. Ginestal Machado Escola Secundária Dr. Ginestal Machado Planificação anual de Movimento Curso técnico profissional de Artes do Espetáculo - Interpretação MODULO 1 CONSCIENCIALIZAÇÃO CORPORAL - Compreender a importância

Leia mais

PLANIFICAÇÕES 5º Ano

PLANIFICAÇÕES 5º Ano 2016-2017 PLANIFICAÇÕES 5º Ano Outubro 2016 PORTUGUÊS Unidade 0 Conhecer como a palma da mão Unidade 1 No tempo em que os animais falavam... Textos de tradição popular (fábulas, provérbios, expressões

Leia mais

Sugestões Metodológicas: Estratégias/Atividades. Metas de Aprendizagem

Sugestões Metodológicas: Estratégias/Atividades. Metas de Aprendizagem Ano Letivo - 2012/201 Conteúdos Objetivos Curriculares Metas de Aprendizagem Sugestões Metodológicas: Estratégias/Atividades Avaliação Calendarização Dinâmica Forma Ficheiro 1 Reconhece diferentes timbres,

Leia mais

DADOS DO COMPONENTE CURRICULAR

DADOS DO COMPONENTE CURRICULAR DADOS DO COMPONENTE CURRICULAR Disciplina: Artes Curso: Técnico Em Eletromecânica Integrado Ao Ensino Médio Série: 1º Carga Horária: 67 h.r Docente Responsável: EMENTA O universo da arte, numa abordagem

Leia mais

PLANIFICAÇÃO ANUAL - CONTEÚDOS

PLANIFICAÇÃO ANUAL - CONTEÚDOS PLANIFICAÇÃO ANUAL - CONTEÚDOS UNIDADE 1 Compasso binário, ternário e quaternário Figuras rítmicas Notas na pauta e na flauta Organização da música Cânone Elementos expressivos da música Dinâmica Andamento

Leia mais

CONTEÚDO OBJETIVOS ESTRATÉGIAS RECURSOS AVALIAÇÃO. - Roda de música. cantadas - Momentos

CONTEÚDO OBJETIVOS ESTRATÉGIAS RECURSOS AVALIAÇÃO. - Roda de música. cantadas - Momentos CUIDAR DE I, DO OUTRO E DO AMBIENTE. CONTEÚDO OBJETIVO ETRATÉGIA RECURO Higiene e cuidado pessoal Reconhecimento do próprio corpo Respeito às características pessoais relacionadas ao gênero, etnia, peso,

Leia mais

OBJECTIVOS: A respiração Lenta, rápida, profunda, sonora contracção/descontracção; tensão/relaxamento EXPLORAR. O corpo no espaço individual:

OBJECTIVOS: A respiração Lenta, rápida, profunda, sonora contracção/descontracção; tensão/relaxamento EXPLORAR. O corpo no espaço individual: OBJECTIVOS: Desenvolver as acuidades auditivas, visuais, tácteis e motora Estimular o sentido da fruição do espaço e tempo Promover o desenvolvimento rítmico e auditivo Promover a comunicação motora, sonora,

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PROGRAD CENTRO DE SELEÇÃO PROCESSO SELETIVO 2017 Edital N.

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PROGRAD CENTRO DE SELEÇÃO PROCESSO SELETIVO 2017 Edital N. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PROGRAD CENTRO DE SELEÇÃO PROCESSO SELETIVO 2017 Edital N. 69/2016 ANEXO V PROGRAMAS DAS PROVAS PARA OS CURSOS QUE EXIGEM

Leia mais

PLANO DE USO DE MATERIAIS: INFANTIL I (03 ANOS) 2017

PLANO DE USO DE MATERIAIS: INFANTIL I (03 ANOS) 2017 PLANO DE USO DE MATERIAIS: INFANTIL I (03 ANOS) 27 Possibilitar as habilidades motoras. Desenhos, pinturas, colagens, modelagens com Rolo de fita dupla face. Construir (ou ajudar a construir) e descobrir

Leia mais

EJA 5ª FASE PROF.ª GABRIELA DACIO PROF.ª LUCIA SANTOS

EJA 5ª FASE PROF.ª GABRIELA DACIO PROF.ª LUCIA SANTOS EJA 5ª FASE PROF.ª GABRIELA DACIO PROF.ª LUCIA SANTOS ARTES CONTEÚDOS E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA DINÂMICA LOCAL INTERATIVA Unidade I Tecnologia - Corpo, movimento e linguagem na

Leia mais

Eixos/temas Noções / Conceitos Competências e Habilidades UNIDADE 1 SOU UM SER HUMANO COM NOME E IDENTIDADE UNIDADE 2 EU VIVO UNIDADE 3 MEU CORPO

Eixos/temas Noções / Conceitos Competências e Habilidades UNIDADE 1 SOU UM SER HUMANO COM NOME E IDENTIDADE UNIDADE 2 EU VIVO UNIDADE 3 MEU CORPO AMNT ND 1 O AL F NSINO RLIGIOSO 1 ANO 2 VIVO u vivo u vivo com os outros u cuido do outro 3 u tenho um nome que me identifica. u gosto de... u desejo e sonho com... SO M SR HMANO COM NOM IDNTIDAD M CORPO

Leia mais

PLANIFICAÇÕES AEC Expressão Musical

PLANIFICAÇÕES AEC Expressão Musical PLANIFICAÇÕES AEC Expressão Musical 1º Ano Sons do meio ambiente e da natureza / silêncio Sons do corpo (níveis corporais) Sons naturais e artificiais Sons fortes e fracos Sons pianos (p), médios (mf)

Leia mais

COLÉGIO LA SALLE BRASÍLIA

COLÉGIO LA SALLE BRASÍLIA COLÉGIO LA SALLE BRASÍLIA SGAS Quadra 906 Conjunto E Brasília - DF Telefone: (61) 3443-7878 Site: www.lasalledf.com.br E-mail: lasalledf@lasalledf.com.br DIRETRIZES CURRICULARES Maternal 3 1º Período Conteúdo

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N , DE 13 DE JUNHO DE 2012

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N , DE 13 DE JUNHO DE 2012 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 4.291, DE 13 DE JUNHO DE 2012 Aprova o Projeto Pedagógico do Curso Técnico de Nível Médio

Leia mais

PLANO DE ESTUDOS DE EDUCAÇÃO MUSICAL 5.º ANO

PLANO DE ESTUDOS DE EDUCAÇÃO MUSICAL 5.º ANO DE EDUCAÇÃO MUSICAL 5.º ANO Ano Letivo 2015 2016 PERFIL DO ALUNO Perfil do aluno no final do 5.º Ano O aluno canta a solo e em grupo, com intencionalidade expressiva, canções em diferentes tonalidades

Leia mais

CRITÉRIOS/INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO DO 1ºCICLO

CRITÉRIOS/INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO DO 1ºCICLO CRITÉRIOS/INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO DO 1ºCICLO CRITÉRIOS/INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO - 1ºAno e 2ºAno de escolaridade Domínios Competências Avaliação Sabe escutar para reproduzir pequenas mensagens e para

Leia mais

Atividades rítmicas e expressão corporal

Atividades rítmicas e expressão corporal Atividades rítmicas e expressão corporal LADAINHAS CANTIGAS BRINQUEDOS CANTADOS FOLCLORE MOVIMENTOS COMBINADOS DE RÍTMOS DIFERENTES RODAS Estas atividades estão relacionados com o folclore brasileiro,

Leia mais

PLANEJAMENTO 1º TRIMESTRE/2015

PLANEJAMENTO 1º TRIMESTRE/2015 PLANEJAMENTO 1º TRIMESTRE/2015 TURMA: Nível 1 PERÍODO: 23/02 a 22/05 DISCIPLINA/PROFESSOR/A OBJETIVO CONTEÚDOS Viviane Bhoes Identidade e Autonomia * Reconhecer colegas e professores pelo nome; * Ampliar

Leia mais

EDUCAÇÃO ARTÍSTICA MÚSICA

EDUCAÇÃO ARTÍSTICA MÚSICA EDUCAÇÃO ARTÍSTICA MÚSICA 01) Assinale a alternativa CORRETA, no tocante ao ensino da música. A( ) O professor de música deve necessariamente ter o dom musical nato, porque somente assim poderá estar atento

Leia mais

GUIA PEDAGÓGICO PARA OS PAIS Jardim II

GUIA PEDAGÓGICO PARA OS PAIS Jardim II Maceió, 08 de setembro de 2016. GUIA PEDAGÓGICO PARA OS PAIS Jardim II Senhores pais ou responsáveis Seguem abaixo os temas, objetivos, atividades e evento de culminância dos projetos a serem desenvolvidas

Leia mais

ESCOLA ADVENTISTA SANTA EFIGÊNIA EDUCAÇÃO INFANTIL E ENSINO FUNDAMENTAL

ESCOLA ADVENTISTA SANTA EFIGÊNIA EDUCAÇÃO INFANTIL E ENSINO FUNDAMENTAL Disciplina: Arte Prof.: Paula Caroline de Souza Turmas: 61 e 62 ESCOLA ADVENTISTA SANTA EFIGÊNIA EDUCAÇÃO INFANTIL E ENSINO FUNDAMENTAL Rua Prof Guilherme Butler, 792 - Barreirinha - CEP 82.700-000 - Curitiba/PR

Leia mais

PLANO DE AÇÃO DE UTILIZAÇÃO DO MATERIAL ESCOLAR 2017 Baby visto Márcia/CPS. Unidade de Aprendizagem

PLANO DE AÇÃO DE UTILIZAÇÃO DO MATERIAL ESCOLAR 2017 Baby visto Márcia/CPS. Unidade de Aprendizagem Material *itens da lista anexa Quantidade PLANO DE AÇÃO DE UTILIZAÇÃO DO MATERIAL ESCOLAR 2017 Baby visto Márcia/CPS Data de utilização Unidade de Aprendizagem Descrição da atividade didática Livros de

Leia mais

PROPRIEDADES FÍSICAS DO SOM E A MÚSICA

PROPRIEDADES FÍSICAS DO SOM E A MÚSICA Nome: Ano: Disciplina: Música Professor: Gabriel Nº: Data: PROPRIEDADES FÍSICAS DO SOM E A MÚSICA O som tem quatro propriedades físicas: intensidade, timbre, duração e altura. São chamados também de parâmetros

Leia mais

Planificação Anual Música 3.º Ciclo

Planificação Anual Música 3.º Ciclo Planificação Anual Música 3.º Ciclo Domínios Objetivos Gerais Organizadores da Aprendizagem Desenvolvimento de competências no domínio de práticas vocais e instrumentais diferenciadas; Desenvolvimento

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO Escola Básica e Secundária Dr. Vieira de Carvalho

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO Escola Básica e Secundária Dr. Vieira de Carvalho AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO Escola Básica e Secundária Dr. Vieira de Carvalho Departamento de Expressões e Tecnologias Planificação Anual de Educação Musical 5º ano Ano Letivo 2013/2014

Leia mais

EDUCAÇÃO MUSICAL MATERNAL II

EDUCAÇÃO MUSICAL MATERNAL II EDUCAÇÃO MUSICAL MATERNAL II Músicas infantis. Danças, músicas e personagens folclóricos. Conhecer textos e melodias folclóricos; Entoar músicas do folclore brasileiro; Dançar músicas folclóricas; Imitar

Leia mais

HORÁRIO DAS OFICINAS DO SEMINÁRIO DE MÚSICA Semestre

HORÁRIO DAS OFICINAS DO SEMINÁRIO DE MÚSICA Semestre HORÁRIO DAS OFICINAS DO SEMINÁRIO DE MÚSICA Semestre 2017.2 APRECIAÇÃO MUSICAL OFICINA DE APRECIAÇÃO MUSICAL - A PARTIR DE 18 ANOS Análise de literatura musical e análise de instrumentos (seus timbres,

Leia mais

ESTRUTURA DO ESPETÁCULO

ESTRUTURA DO ESPETÁCULO ESTRUTURA DO ESPETÁCULO Grupo Um grupo teatral deve pesquisar acerca do conhecimento da história do teatro, épocas, instruir-se, informar-se, discutir, participar, descobrir-se, criar, questionar e divulgar

Leia mais

INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA Educação Musical

INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA Educação Musical INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA 2016 Educação Musical Escola: Escola Básica 2.3 Pêro de Alenquer Código: 12 Disciplina: Educação Musical 2º Ciclo Anos de escolaridade:5º e 6º Introdução O

Leia mais

PLANEJAMENTO 1º TRIMESTRE/2015

PLANEJAMENTO 1º TRIMESTRE/2015 PLANEJAMENTO 1º TRIMESTRE/2015 TURMA: 2º ano PERÍODO: 23/02 a 22/05 DISCIPLINA/PROFESSOR/A OBJETIVO CONTEÚDOS Currículo Ana Paula Froes Língua Portuguesa: Língua Portuguesa: Realizar leituras acompanhando

Leia mais

CAMINHOS DA ESCOLA Arte na Escola

CAMINHOS DA ESCOLA Arte na Escola CAMINHOS DA ESCOLA Arte na Escola Resumo A série Caminhos da Escola nos apresenta neste episódio Arte na Escola, uma coletânea de matérias gravadas a partir de experiências em escolas de formação técnica

Leia mais

AGRUPAMENTO DE CLARA DE RESENDE COD. 242 937 COD. 152 870

AGRUPAMENTO DE CLARA DE RESENDE COD. 242 937 COD. 152 870 CRITÉRIOS ESPECÍFICOS DE AVALIAÇÃO ( Aprovados em Conselho Pedagógico de 16 outubro de 2012 ) No caso específico da disciplina de E. Musical, do 5ºano de escolaridade, a avaliação incidirá ainda ao nível

Leia mais

Formação Pessoal e Social-Independência/Autonomia

Formação Pessoal e Social-Independência/Autonomia Formação Pessoal e Social-Independência/Autonomia 9% 91% EA- em aquisição A- adquirido Gráfico 2 Formação Pessoal e Social- Convivência Democrática/ Cidadania 9% 91% EA- em aquisição A- adquirido Gráfico

Leia mais

ANEXO III DA ENTREVISTA ITEGO BASILEU FRANÇA

ANEXO III DA ENTREVISTA ITEGO BASILEU FRANÇA ANEXO III DA ENTREVISTA ITEGO BASILEU FRANÇA CÓD. Cargo Modalidade/Tema 200 Arquivista Avaliação prática: Digitalizar um trecho de uma obra sinfônica no programa Finale. 201 Assistente de comunicação Entrevista

Leia mais

ESCOLA E.B. FERNANDO CALDEIRA. Ano letivo de Currículo da Disciplina de Educação Musical 6º Ano I UNIDADE

ESCOLA E.B. FERNANDO CALDEIRA. Ano letivo de Currículo da Disciplina de Educação Musical 6º Ano I UNIDADE Ano letivo de 2012-2013 Objetivos Currículo da Disciplina de Educação Musical 6º Ano I UNIDADE Interpretação e comunicação: - Preparar, apresentar e avaliar peças musicais diferenciadas, atendendo à diversidade

Leia mais

OBJETIVOS CONTEÚDOS CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

OBJETIVOS CONTEÚDOS CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO SECRETARIA MUNICIPAL DA EDUCAÇÃO DE CURITIBA DEPARTAMENTO DE ENSINO FUNDAMENTAL GERÊNCIA DE CURRÍCULO GEOGRAFIA 1º ANO OBJETIVOS CONTEÚDOS CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO Observação de objetos em relação à forma,

Leia mais

PLANO CURRICULAR DISCIPLINAR. Educação Musical 7º Ano

PLANO CURRICULAR DISCIPLINAR. Educação Musical 7º Ano PLANO CURRICULAR DISCIPLINAR Educação Musical 7º Ano 1º Semestre COMPETÊNCIAS TEMAS/UNIDADES CONTEÚDOS Aulas Previstas _34_ - Toca os instrumentos com postura correcta; - Interpreta um ostinato rítmico

Leia mais

PROGRAMA DE CONTEÚDOS 2014

PROGRAMA DE CONTEÚDOS 2014 C O L É G I O L A S A L L E Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Guarani, 2000 - Fone (045) 3252-1336 - Fax (045) 3379-5822 http://www.lasalle.edu.br/toledo/ PROGRAMA DE CONTEÚDOS 2014 DISCIPLINA:

Leia mais

Universidade Metodista de Piracicaba Processo Seletivo 2013 Prova de Aptidão Curso Música Licenciatura Prova 1

Universidade Metodista de Piracicaba Processo Seletivo 2013 Prova de Aptidão Curso Música Licenciatura Prova 1 INSTRUÇÕES A prova de aptidão musical constitui-se de três partes: Universidade Metodista de Piracicaba Processo Seletivo 2013 Prova de Aptidão Curso Música Licenciatura Prova 1 1. HISTÓRICO MUSICAL Você

Leia mais

EDUCAÇÃO INFANTIL OBJETIVOS GERAIS. Linguagem Oral e Escrita. Matemática OBJETIVOS E CONTEÚDOS

EDUCAÇÃO INFANTIL OBJETIVOS GERAIS. Linguagem Oral e Escrita. Matemática OBJETIVOS E CONTEÚDOS EDUCAÇÃO INFANTIL OBJETIVOS GERAIS Conhecimento do Mundo Formação Pessoal e Social Movimento Linguagem Oral e Escrita Identidade e Autonomia Música Natureza e Sociedade Artes Visuais Matemática OBJETIVOS

Leia mais

Critérios de Avaliação Disciplina: Orquestra de Sopros 2º CICLO

Critérios de Avaliação Disciplina: Orquestra de Sopros 2º CICLO 2º CICLO DOMÍNIO DA CRITÉRIOS GERAIS PERFIL DO ALUNO: DESCRITORES GERAIS INSTRUMENTOS INDICADORES DE % Coordenação psico-motora. Sentido de pulsação/ritmo/harmonia/ fraseado. COGNITIVOS: APTIDÕES CAPACIDADES

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 055/2005-COU/UNICENTRO

RESOLUÇÃO Nº 055/2005-COU/UNICENTRO RESOLUÇÃO Nº 055/2005-COU/UNICENTRO ESTA RESOLUÇÃO ESTÁ REVOGADA PELA RESOLUÇÃO Nº 23/2009-COU/ UNICENTRO. Aprova o Currículo do Curso de Graduação em Arte-Educação da UNICENTRO, Campus Universitário de

Leia mais

GUIA PEDAGÓGICO PARA OS PAIS Jardim I

GUIA PEDAGÓGICO PARA OS PAIS Jardim I Maceió, 18 de março de 2016. GUIA PEDAGÓGICO PARA OS PAIS Jardim I Senhores pais ou responsáveis Já iniciamos os projetos pedagógicos do 1 trimestre letivo. As turmas de Jardim I estão desenvolvendo os

Leia mais

A G R U P A M E N T O D E E S C O L A S D E O L I V E I R I N H A ( ) E S C O L A B Á S I C A D E O L I V E I R I N H A ( )

A G R U P A M E N T O D E E S C O L A S D E O L I V E I R I N H A ( ) E S C O L A B Á S I C A D E O L I V E I R I N H A ( ) P R O G R A M A Ç Ã O C U R R I C U L A R DO 6 0 A N O COMPETÊNCIAS GERAIS ORG. APRENDIZAGEM COMP. ESPECÍFICAS DE EDUCAÇÃO MUSICAL SITUAÇÕES DE APRENDIZAGEM -Mobilizar saberes culturais, científicos e

Leia mais

DISCIPLINA EDUCAÇÃO MUSICAL

DISCIPLINA EDUCAÇÃO MUSICAL INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DISCIPLINA EDUCAÇÃO MUSICAL PROVA 12/16 6º Ano de Escolaridade (Decreto-Lei nº 19/12, de 5 de julho, republicado pelo Decreto-Lei nº 91/1, de 10 de julho)

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO EDUCAÇÃO MUSICAL / Ano Letivo 2013/2014 EDUCAÇÃO MUSICAL Ano Letivo 2013-2014 CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO Página 1 de 12 CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DE EDUCAÇÃO MUSICAL Competências Gerais do Ensino Básico 1 Mobilizar

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO Departamento da Educação Pré-Escolar Planificação Mensal Ano Letivo 2015/2016

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO Departamento da Educação Pré-Escolar Planificação Mensal Ano Letivo 2015/2016 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO Departamento da Educação Pré-Escolar Planificação Mensal Ano Letivo 2015/2016 MÊS: maio Área de Conteúdo Domínio Objetivos Estratégias Formação Pessoal e Social

Leia mais

O segundo workshop trata das questões da duração: pulso, métrica, andamento, agógica, sistemas rítmicos.

O segundo workshop trata das questões da duração: pulso, métrica, andamento, agógica, sistemas rítmicos. WorkShow O CÓDIGO MUSICAL Um curso dividido em 5 workshops, para todos - músicos, atores, bailarinos e demais, que pretendam desvendar os segredos da linguagem musical e suas aplicações nos mais diversos

Leia mais

EDUCAÇÃO INFANTIL OBJETIVOS GERAIS. Linguagem Oral e Escrita. Matemática OBJETIVOS E CONTEÚDOS

EDUCAÇÃO INFANTIL OBJETIVOS GERAIS. Linguagem Oral e Escrita. Matemática OBJETIVOS E CONTEÚDOS EDUCAÇÃO INFANTIL OBJETIVOS GERAIS Conhecimento do Mundo Formação Pessoal e Social Movimento Linguagem Oral e Escrita Identidade e Autonomia Música Natureza e Sociedade Artes Visuais Matemática OBJETIVOS

Leia mais

Planificação Anual/Trimestral - Educação Musical - 6.º Ano

Planificação Anual/Trimestral - Educação Musical - 6.º Ano Timbre: Harmonia tímbrica e realce tímbrico. Instrumentos tradicionais do Mundo. Dinâmica: Legato e staccato. Músicas do Mundo. Altura: Simultaneidade de melodias. Polifonia. Ritmo: Monorritmia e Polirritmia.

Leia mais

PLANO DE ATIVIDADES CURRICULARES 2º Período Ano: 3º Turma: 1º Ciclo

PLANO DE ATIVIDADES CURRICULARES 2º Período Ano: 3º Turma: 1º Ciclo Agrupamento de Escolas de Cabeceiras de Basto Escola Básica e Secundária de Refojos de Basto Telefone 253 662 338 * Fax 253 662 826 PLANO DE ATIVIDADES CURRICULARES 2º Período Ano: 3º Turma: 1º Ciclo Língua

Leia mais

DISCIPLINA DE ARTE OBJETIVOS: 1 Ano

DISCIPLINA DE ARTE OBJETIVOS: 1 Ano DISCIPLINA DE ARTE OBJETIVOS: 1 Ano Desenvolver e explorar as percepções manuais, artísticas e de ludicidade, desenvolvendo ainda as habilidades motoras e intelectuais. Estimular os sentidos e a sensibilidade

Leia mais