UAUIARÁ, PEIXE-HOMEM

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "UAUIARÁ, PEIXE-HOMEM"

Transcrição

1 1 UAUIARÁ, PEIXE-HOMEM

2 2

3 CARMEM TERESA ELIAS E ROMUALDO MAGELA JULIO 3 UAUIARÁ, PEIXE-HOMEM Primeira Edição São Paulo 2016

4 4 Todos os direitos reservados conforme Lei dos Direitos Autorais. Obra registrada no Escritório de Direitos Autorais da Fundação Biblioteca Nacional. EDA. Foto de Capa: tela Natureza por Carmem Teresa Elias Ilustrações: Telas por Carmem Teresa Elias Revisão: Beatriz Elias Ribeiro

5 5 Dedicamos este romance folclórico com arte e poesia Aos jovens

6 6

7 7 Nossos agradecimentos a Welk Alves Escritor colaborador Na pesquisa sobre as festas indígenas do Xingu

8 8

9 9 Índice Prefácio Preâmbulo...15 Capítulo I: Solidão de Lua...17 Capítulo II: A Aldeia...27 Capítulo III: Peixe-Homem...35 Capítulo IV: Sagração...41 Capítulo V: Poti, Lourenço e o Luar...49 Capítulo VI: Gravidez e Fuga...63 Capítulo VII: Exílio e Benevolência...71 Capítulo VIII: Para Sempre Homem...81 Capítulo IX: Cidade Grande...93 Capítulo X: Chalana Capítulo XI: Mar Capítulo XII: Desespero e Nascimento Epílogo...173

10 10

11 11 Prefácio Dois objetivos motivaram essa obra: por um lado, um legado: o resgate de lendas e histórias que fazem parte do patrimônio da cultura popular brasileira; por outro lado, a observação da sociedade atual e fatores que merecem atenção especial, como escolhas e padrões de comportamento dos adolescentes. Assim sendo, este livro foi inspirado na lenda folclórica do boto-cor-de-rosa do Amazonas. A escolha foi proposital para revisitar tradições indígenas e mitos da região, ao mesmo passo em que trazemos uma versão moderna e atualizada como forma de suscitar uma reflexão acerca da problemática da gravidez precoce e desamparada de tantas meninas que engravidam cedo demais nos centros urbanos. Sociologicamente, este romance folclórico permite uma discussão comparativa da evolução do problema e suas implicações e possíveis consequências. Geograficamente, revisitamos aspectos de regiões do Brasil, destacando aspectos físicos, fauna e a flora riquíssimas no Brasil. Linguisticamente, resgatamos algumas falas em tupi-guarani, cujo legado ainda sofre dificuldades de registro, e empregamos palavras de raiz africana, hoje incorporadas ao linguajar comum. Além do mais, intercalamos falas que reproduzem o registro local e popular de alguns grupos sociais.

12 12 Os personagens são fictícios e será mera coincidência se houver nomes, descrições ou citações iguais aos dos leitores. Porém, falamos de situações problemáticas reais que, não raro, encontramos nos mais variados círculos sociais. O adolescente não reconhece consequências e o que lhe parece discurso mitológico de adultos, pode resultar no confronto de árdua realidade em suas vidas. Destacamos, igualmente, a ênfase na discussão ambiental. Em face da interferência dos homens na natureza, vivemos problemas ligados à falta de chuvas em algumas regiões e o excesso delas em outras. O Amazonas é considerado o pulmão do mundo pela sua biodiversidade e pela grandeza de suas matas, rios, fauna e flora. Mas acaba ficando esquecido na história atual e na geografia. O centro-oeste é pouco narrado na literatura, e os grandes centros urbanos do Sudeste são vitimados pela poluição, descaso, abandono e destruição. Cada capítulo é cuidadosamente ilustrado com telas pintadas por Carmem Teresa Elias, em estilo livre e subjetivo, como forma de valorizar o incentivo às Artes, à formação de público voltado ao gosto por exposições. O que sabe o aluno sobre o nosso folclore? O que ele sabe sobre nossos rios e matas? O que ele sabe sobre o Amazonas, sobre as lendas brasileiras e sobre o boto-

13 13 cor-de-rosa? A nossa preocupação, portanto, é a de resgatar ao adolescente esses ensinamentos e a curiosidade para ler mais sobre o assunto, proporcionando por meio do romance, também, uma melhor conscientização sobre si mesmo e seu universo. Quanto ao leitor adulto, a professores, a educadores, a obra proporciona o desenvolvimento de diversas abordagens e propostas multi e transdisciplinares, enriquecendo atividades paradidáticas e a integração da complexidade de temas que envolvem os adolescentes e a sociedade como um todo. Os autores Carmem Teresa Elias e Romualdo Magela

14 14

15 15 Preâmbulo O que diz a lenda: De acordo com o folclore da região norte do Brasil, um boto cor-de-rosa sai dos rios amazônicos nas noites de festas juninas. Com um poder especial, consegue se transformar num lindo, alto e forte jovem, vestido com roupa social branca. Ele usa um chapéu branco para encobrir o rosto e disfarçar o nariz grande. Vai a festas e bailes noturnos em busca de jovens mulheres bonitas. Com seu jeito galanteador e falante, o boto aproximase das jovens desacompanhadas, seduzindo-as. Logo após, consegue convencer as mulheres a acompanhá-lo num passeio no fundo do rio, local onde costuma engravidá-las. Na manhã seguinte volta a se transformar em boto. O boto cor-de-rosa é considerado amigo dos pescadores da região amazônica. De acordo com a lenda, ele ajuda os pescadores durante a pesca, além de conduzir em segurança as canoas durante tempestades. O boto também ajuda a salvar pessoas que estão se afogando, tirando-as do rio.

PLANO DE CURSO Disciplina: NATUREZA E SOCIEDADE Série: JARDIM II Educação Infantil

PLANO DE CURSO Disciplina: NATUREZA E SOCIEDADE Série: JARDIM II Educação Infantil PLANO DE CURSO Disciplina: NATUREZA E SOCIEDADE Série: JARDIM II Educação Infantil UNIDADE IV: Identidade Quem sou eu? Meu nome Gênero: menino e menina Raça (Etnia) UNIDADE V: Meio de comunicação Escrito

Leia mais

Benefícios da leitura

Benefícios da leitura A importância da Parceria Família e Escola da Formação de Cidadãos Leitores Júlio Furtado www.juliofurtado.com.br Benefícios da leitura Quem lê adquire cultura, passa a escrever melhor, tem mais senso

Leia mais

NOSSO LIVRO DO FOLCLORE

NOSSO LIVRO DO FOLCLORE NOSSO LIVRO DO FOLCLORE ALUNOS DA TURMA DE ALFABETIZAÇÃO DA SALA DE APOIO PEDAGÓGICO DA EMEF PROF. HENRIQUE PEGADO 2015 NOSSO LIVRO DO FOLCLORE AUTORES ALUNOS DE ALFABETIZAÇÃO DA SALA DE APOIO PEDAGÓGICO

Leia mais

Dados do Pacote: Nome: Projeto Folclore Número de páginas 26 Gabarito não. Conteúdo:

Dados do Pacote: Nome: Projeto Folclore Número de páginas 26 Gabarito não. Conteúdo: A página que se segue é parte integrante do pacote Projeto Folclore, elaborado, produzido e publicado por Janaina Spolidorio. Não é permitida a reprodução comercial ou pública. Dados do Pacote: Nome: Projeto

Leia mais

VI Encontro Mineiro Sobre Investigação na Escola /II Seminário Institucional do PIBID-UNIUBE TITULO O FOLCLORE BRASILEIRO DENTRO DA EDUCAÇÃO

VI Encontro Mineiro Sobre Investigação na Escola /II Seminário Institucional do PIBID-UNIUBE TITULO O FOLCLORE BRASILEIRO DENTRO DA EDUCAÇÃO VI Encontro Mineiro Sobre Investigação na Escola /II Seminário Institucional do PIBID-UNIUBE TITULO O FOLCLORE BRASILEIRO DENTRO DA EDUCAÇÃO Rosimeire Cristina da silva rosicristinadasilva@gmail.com Linha

Leia mais

silvana salerno qual é o seu norte? Ilustrações de almanaque da Amazônia recheado de histórias da região.

silvana salerno qual é o seu norte? Ilustrações de almanaque da Amazônia recheado de histórias da região. silvana salerno N viagem pelo brasil S qual é o seu norte? O L Ilustrações de Cárcamo Um almanaque da Amazônia recheado de histórias da região. Copyright do texto 2012 by Silvana Salerno Copyright das

Leia mais

Romualdo Magela Julio e Carmem Teresa Elias BIGÚMEA. São Paulo

Romualdo Magela Julio e Carmem Teresa Elias BIGÚMEA. São Paulo BIGÚMEA 1 2 3 Romualdo Magela Julio e Carmem Teresa Elias BIGÚMEA São Paulo 2016 4 Todos os direitos reservados. Obra registrada no EDA, Biblioteca Nacional. A cópia, comercialização, ou utilização de

Leia mais

ANEXO II FICHA DO INFORMANTE

ANEXO II FICHA DO INFORMANTE 218 ANEXO II FICHA DO INFORMANTE Nome: Data de nascimento: Idade: Escolaridade: Outras profissões: Programas preferidos: Características Psicológicas: Postura do Informante: Interferência ocasional de

Leia mais

A LENDA DO BOTO O BOTO A LENDA

A LENDA DO BOTO O BOTO A LENDA A LENDA DO BOTO Doroni Hilgenberg O BOTO A LENDA Na mitologia Amazônica, encontramos o Boto Rosa, que tem o poder de emergir das águas do rio a noite, e se transformar num belo homem, para seduzir as muheres

Leia mais

Publico alvo: alunos do 1º ao 9º ano E.E. Otávio Gonçalves Gomes

Publico alvo: alunos do 1º ao 9º ano E.E. Otávio Gonçalves Gomes Projeto Brasil misturado Duração: 01/11/12 a 30/11/12 Publico alvo: alunos do 1º ao 9º ano E.E. Otávio Gonçalves Gomes Culminância: Dia 30 de novembro Característica: Projeto interdisciplinar, envolvendo

Leia mais

PLANEJAMENTO Julho. Professor (a): Janete Neusa Perin NOME DO LIVRO: Objetivo geral:

PLANEJAMENTO Julho. Professor (a): Janete Neusa Perin NOME DO LIVRO: Objetivo geral: PLANEJAMENTO Julho NOME DO LIVRO: Estratégias de outras áreas do conhecimento A BRUXA SALOMÉ Leitura e escrita; Oralidade; Dias da Semana; Rimas. -Desenvolver o gosto pela leitura, valorizando a como fonte

Leia mais

LIVRO PARADIDÁTICO: OU ISTO OU AQUILO

LIVRO PARADIDÁTICO: OU ISTO OU AQUILO LIVRO PARADIDÁTICO: OU ISTO OU AQUILO (MEIRELES, Cecília. Ou isto ou aquilo. São Paulo: Global, 2012.) Cantigas de ninar, cantigas de roda, parlendas, adivinhas e trava-línguas originários do folclore

Leia mais

LIVRO PARADIDÁTICO: MANIA DE EXPLICAÇÃO

LIVRO PARADIDÁTICO: MANIA DE EXPLICAÇÃO LIVRO PARADIDÁTICO: MANIA DE EXPLICAÇÃO (FALCÃO, Adriana. Mania de Explicação. São Paulo: Salamandra, 2013.) O livro utiliza a inocência e imaginação de uma menina muito esperta que adora inventar e imaginar

Leia mais

Mídia Kit 2016. Mídia Kit 2016

Mídia Kit 2016. Mídia Kit 2016 Mídia Kit 2016 Mídia Kit 2016 Tudo para quem é apaixonado por pesca A principal e mais confiável fonte de informação para os leitores brasileiros do segmento de pesca esportiva. Com uma equipe editorial

Leia mais

As festas religiosas e os folguedos folclóricos com potenciais turísticos percebidos pelos jovens alunos da baixada campista

As festas religiosas e os folguedos folclóricos com potenciais turísticos percebidos pelos jovens alunos da baixada campista As festas religiosas e os folguedos folclóricos com potenciais turísticos percebidos pelos jovens alunos da baixada campista Gisele da S. Gonçalves Roberta de S. Ramalho Palavras-chave: Percepção ambiental.

Leia mais

CARDÁPIO TURÍSTICO PIAÇAGUERA

CARDÁPIO TURÍSTICO PIAÇAGUERA CARDÁPIO TURÍSTICO PIAÇAGUERA www.facebook.com/redecaicara Página 1 Bem vindo à comunidade de vem do tupi e quer dizer o que foi caminho de passagem. O local hoje, localizado exatamente à frente da Ilha

Leia mais

História 2 o ano Unidade 8

História 2 o ano Unidade 8 História 2 o ano Unidade 8 Unidade 8 Nome: Data: 1. Por que as ruas têm nome? Marque com um X a resposta correta. ( ) porque a rua pertence a uma pessoa que escolhe o nome. ( ) porque é mais fácil localizá-la

Leia mais

RESGATE CULTURA HISTÓRIA POTIGUAR

RESGATE CULTURA HISTÓRIA POTIGUAR RESGATE DA E CULTURA HISTÓRIA POTIGUAR I TEMA Resgate da Cultura e História Potiguar II CARACTERIZAÇÃO Segmento: Fundamental II e Ensino Médio PROFESSORES RESPONSÁVEIS: Fyedka Paula de Oliveira Profª de

Leia mais

3 o ano Ensino Fundamental Data: / / Revisão de Língua Portuguesa Nome:

3 o ano Ensino Fundamental Data: / / Revisão de Língua Portuguesa Nome: 3 o ano Ensino Fundamental Data: / / Revisão de Língua Portuguesa Nome: Leia atentamente este texto e aprenda com a joaninha Filó como ficar de bem com a vida. DE BEM COM A VIDA Filó, a joaninha, acordou

Leia mais

Brasil e a diversidade do nosso povo: Resgatando valores. Conhecendo as regiões brasileiras.

Brasil e a diversidade do nosso povo: Resgatando valores. Conhecendo as regiões brasileiras. EMEB MARIA TOMICH MONTEIRO DA SILVA Projeto Educacional Interdisciplinar TEMA: Brasil e a diversidade do nosso povo: Resgatando valores SUB-TEMA: Conhecendo as regiões brasileiras. CUIABÁ-MT 2016 JUSTIFICATIVA

Leia mais

Português 11º ano PLANIFICAÇÃO ANUAL Ano letivo 2016/2017

Português 11º ano PLANIFICAÇÃO ANUAL Ano letivo 2016/2017 OBJETIVOS GERAIS 1. Compreender textos orais de complexidade crescente e de diferentes géneros, apreciando a sua intenção e a sua eficácia comunicativas. 2. Utilizar uma expressão oral correta, fluente

Leia mais

Projeto Festa Junina Cultural Arraiá do Parque. Março de 2013

Projeto Festa Junina Cultural Arraiá do Parque. Março de 2013 Projeto Festa Junina Cultural Arraiá do Parque Março de 2013 APRESENTAÇÃO Em comemoração a elevação de Resende na categoria de Vila à Cidade ocorrerá a Festa Junina Cultural, a qual será realizada em parceria

Leia mais

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO I ETAPA LETIVA GEOGRAFIA 2.º ANO/EF 2017

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO I ETAPA LETIVA GEOGRAFIA 2.º ANO/EF 2017 SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA MANTENEDORA DA PUC Minas E DO COLÉGIO SANTA MARIA ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO I ETAPA LETIVA GEOGRAFIA 2.º ANO/EF 2017 Caro(a) aluno(a), É tempo de conferir os conteúdos estudados

Leia mais

A BIBLIOTECA ESCOLAR: LOCALIZANDO O ESPAÇO DO LIVRO INFANTIL NA ESCOLA PÚBLICA EM HUMAITÁ

A BIBLIOTECA ESCOLAR: LOCALIZANDO O ESPAÇO DO LIVRO INFANTIL NA ESCOLA PÚBLICA EM HUMAITÁ 00086 A BIBLIOTECA ESCOLAR: LOCALIZANDO O ESPAÇO DO LIVRO INFANTIL NA ESCOLA PÚBLICA EM HUMAITÁ Francisca Chagas da Silva Barroso e-mail: fsilvabarroso@yahoo.com.br Universidade Federal do Amazonas RESUMO

Leia mais

PLANO DE AULA DISCIPLINA: ÉTICA E CIDADANIA II (CÓD. ENUN60010) PERÍODO: 2 º PERÍODO EXPOSITIVA EXPOSITIVA EXPOSITIVA EXPOSITIVA

PLANO DE AULA DISCIPLINA: ÉTICA E CIDADANIA II (CÓD. ENUN60010) PERÍODO: 2 º PERÍODO EXPOSITIVA EXPOSITIVA EXPOSITIVA EXPOSITIVA PLANO DE AULA DISCIPLINA: ÉTICA E CIDADANIA II (CÓD. ENUN60010) PERÍODO: 2 º PERÍODO TOTAL DE SEMANAS: 20 SEMANAS TOTAL DE ENCONTROS: 20 AULAS Aulas Conteúdos/ Matéria Tipo de aula Textos, filmes e outros

Leia mais

VENHA PRO NOSSO ARRAIÁ!! 1

VENHA PRO NOSSO ARRAIÁ!! 1 UNIVERSIDADE DE CAXIAS DO SUL PROGRAMA DE LÍNGUAS ESTRANGEIRAS PORTUGUÊS BRASILEIRO COMO LE VENHA PRO NOSSO ARRAIÁ!! 1 Junho é o mês das Festas Juninas. Convidamos você a participar dessas festas, conhecendo

Leia mais

HISTÓRIA, ORALIDADE E MEMÓRIA - NOVAS ABORDAGENS PARA O ENSINO DA LEITURA NO CAMPO DA EDUCAÇÃO POPULAR ATRAVÉS DE CONTOS, MITOS E LENDAS

HISTÓRIA, ORALIDADE E MEMÓRIA - NOVAS ABORDAGENS PARA O ENSINO DA LEITURA NO CAMPO DA EDUCAÇÃO POPULAR ATRAVÉS DE CONTOS, MITOS E LENDAS HISTÓRIA, ORALIDADE E MEMÓRIA - NOVAS ABORDAGENS PARA O ENSINO DA LEITURA NO CAMPO DA EDUCAÇÃO POPULAR ATRAVÉS DE CONTOS, MITOS E LENDAS Roselene Moura de Sá Professora de Formação de Professores da Rede

Leia mais

Os Meninos Que Se Tornaram Estrelas

Os Meninos Que Se Tornaram Estrelas elaboração: PROF. DR. JOSÉ NICOLAU GREGORIN FILHO Os Meninos Que Se Tornaram Estrelas escrito por & ilustrado por Hernâni Donato Mônica Haibara Os Projetos de Leitura: concepção Buscando o oferecimento

Leia mais

PLANO DE CURSO DISCIPLINA:História ÁREA DE ENSINO: Fundamental I SÉRIE/ANO: 2 ANO DESCRITORES CONTEÚDOS SUGESTÕES DE PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS

PLANO DE CURSO DISCIPLINA:História ÁREA DE ENSINO: Fundamental I SÉRIE/ANO: 2 ANO DESCRITORES CONTEÚDOS SUGESTÕES DE PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS UNIDADE 1 MUITO PRAZER, EU SOU CRIANÇA. *Conhecer e estabelecer relações entre a própria história e a de outras pessoas,refletindo sobre diferenças e semelhanças. *Respeitar e valorizar a diversidade étnico

Leia mais

Relatório de Execução

Relatório de Execução Relatório de Execução Nome do Beneficiário: Francisco Edviges Albuquerque Período a que se refere o Relatório: De: 01/04/2013 a 31/12/2013 Auxílio nº: OBEDUC 912/2013 Instituição Vinculada: Universidade

Leia mais

6. o ANO ENSINO FUNDAMENTAL PROF. FRANCISCA AGUIAR PROF. SUZY PINTO

6. o ANO ENSINO FUNDAMENTAL PROF. FRANCISCA AGUIAR PROF. SUZY PINTO 6. o ANO ENSINO FUNDAMENTAL PROF. FRANCISCA AGUIAR PROF. SUZY PINTO Avaliação da unidade II Pontuação: 7,5 pontos 2 QUESTÃO 01 (1,0 ponto) A palavra folclore é derivada da palavra inglesa folklore, em

Leia mais

ATIVIDADES DIA DO CIRCO 27 DE MARÇO. Várias atividades para o Dia do Circo que é comemorado no dia 27 de março.

ATIVIDADES DIA DO CIRCO 27 DE MARÇO. Várias atividades para o Dia do Circo que é comemorado no dia 27 de março. ATIVIDADES DIA DO CIRCO 27 DE MARÇO ATIVIDADES DIA DO CIRCO 27 DE MARÇO Várias atividades para o Dia do Circo que é comemorado no dia 27 de março. Conteúdo dessa postagem: atividades do circo,

Leia mais

Filme: Negócio Fechado

Filme: Negócio Fechado Filme: Negócio Fechado Gênero: Ficção Diretor: Rodrigo Costa Elenco: Camilo Bevilacqua, Fernando Alves Pinto, Reinaldo Gonzaga, Thais Garayp Ano: 2001 Cor: Colorido Bitola: 35mm Duração: 15 min País: Brasil

Leia mais

IV FEIRA INTERNACIONAL DA AMAZÔNIA A AMAZÔNIA E AS INICIATIVAS NO MERCOSUL PARA A INTEGRAÇÃO DE ROTEIROS TURÍSTICOS

IV FEIRA INTERNACIONAL DA AMAZÔNIA A AMAZÔNIA E AS INICIATIVAS NO MERCOSUL PARA A INTEGRAÇÃO DE ROTEIROS TURÍSTICOS IV FEIRA INTERNACIONAL DA AMAZÔNIA A AMAZÔNIA E AS INICIATIVAS NO MERCOSUL PARA A INTEGRAÇÃO DE ROTEIROS TURÍSTICOS ORENI BRAGA PRESIDENTE DA EMPRESA ESTADUAL DE TURISMO DO AMAZONAS - AMAZONASTUR SETEMBRO

Leia mais

PLANEJAMENTO (Música) Propiciar através da música a leitura da palavra e da sonoridade. Oportunizar momentos de fruição, apreciação musical e deleite.

PLANEJAMENTO (Música) Propiciar através da música a leitura da palavra e da sonoridade. Oportunizar momentos de fruição, apreciação musical e deleite. PLANEJAMENTO (Música) Professor (a): Neiva Vanzin Salamão Música: Santa Helena da Serra de Rui Biriva Oralidade, leitura, produção textual, apreciação musical. Competências Objetivo Geral Propiciar através

Leia mais

UNIDADE: Diz que.../brasil. SITUAÇÃO DE USO Contação ou leitura de lendas.

UNIDADE: Diz que.../brasil. SITUAÇÃO DE USO Contação ou leitura de lendas. UNIDADE: Diz que.../brasil SITUAÇÃO DE USO Contação ou leitura de lendas. EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM - (Re)Conhecer elementos lendários e folclóricos em textos escritos e orais. - Identificar nomes de

Leia mais

A REESCRITA DE CONTOS COMO GATILHO PARA A ALFABETIZAÇÃO INICIAL: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA Escola Estadual Conselheiro Antônio Prado

A REESCRITA DE CONTOS COMO GATILHO PARA A ALFABETIZAÇÃO INICIAL: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA Escola Estadual Conselheiro Antônio Prado A REESCRITA DE CONTOS COMO GATILHO PARA A ALFABETIZAÇÃO INICIAL: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA Escola Estadual Conselheiro Antônio Prado Professor(es) Apresentador(es): Maria Gildacy Araújo Lôbo Gomes Realização:

Leia mais

NR 1 ( ) NR 9 ( ) NR 6 ( ) NR 3 ( ) NR 4 ( ) NR 7 ( ) NR 5 ( ) NR 10 (210.

NR 1 ( ) NR 9 ( ) NR 6 ( ) NR 3 ( ) NR 4 ( ) NR 7 ( ) NR 5 ( ) NR 10 (210. ANEXO ANEXO II da NR-28 NR 1 (101.000-0) 1.7. a 101001-8 1 S 1.7. b 101010-7 1 S 1.7. c I 101005-0 3 S 1.7. c II 101006-9 3 S 1.7. c III 101007-7 3 M 1.7. c IV 101008-5 3 S 1.7. d 101009-3 3 S 1.7. e 101011-5

Leia mais

Projeto Pequenos Mestres do Carimbó. Espaço Cidadão TIO MILICO Fortalezinha, Ilha de Maiandeua Maracanã - PA

Projeto Pequenos Mestres do Carimbó. Espaço Cidadão TIO MILICO Fortalezinha, Ilha de Maiandeua Maracanã - PA Projeto Pequenos Mestres do Carimbó Espaço Cidadão TIO MILICO Fortalezinha, Ilha de Maiandeua Maracanã - PA In memorian Cada um usa o tempo para construir a sua história... Tio Milico Alcebíades Carrera

Leia mais

Confecção do dedoche da mula Adivinhas em parlendas p/ casa: 16 à 19

Confecção do dedoche da mula Adivinhas em parlendas p/ casa: 16 à 19 Aulas dadas: Conteúdos e tarefas da Semana- 101 Semana de 22 a 26 de agosto de 2016 ------------------------------ Sociais Brincadeiras Folclóricas: cirandinha, canoa, serpente Confecção da mascará do

Leia mais

Dissertação Argumentativa parte II. Professor Guga Valente

Dissertação Argumentativa parte II. Professor Guga Valente Dissertação Argumentativa parte II Professor Guga Valente Esquema da dissertação INTRODUÇÃO - Tema (paráfrase) - Tese (ideia a ser defendida) DESENVOLVIMENTO - Argumentos - Exemplos CONCLUSÃO - Ponto de

Leia mais

Amazônia: Natureza & Ópera Rio Negro, Amazonas - 01 a 04 de Junho

Amazônia: Natureza & Ópera Rio Negro, Amazonas - 01 a 04 de Junho Além do rico ecossistema, a Amazônia guarda ainda outros segredos. Neste itinerário especial, te convidamos a desfrutar da exuberante natureza da região aliada a uma experiência cultural em um dos principais

Leia mais

METODOLOGIA DA PESQUISA JURÍDICA

METODOLOGIA DA PESQUISA JURÍDICA WELBER BARRAL Professor licenciado da Universidade Federal de Santa Catarina METODOLOGIA DA PESQUISA JURÍDICA 5 a Edição Belo Horizonte 2016 SUMÁRIO NOTA DO AUTOR... xiii PREFÁCIO A 5º EDIÇÃO...xvii A

Leia mais

Resolução de Questões do ENEM (Noite)

Resolução de Questões do ENEM (Noite) Resolução de Questões do ENEM (Noite) Resolução de Questões do ENEM (Noite) 1. As relações do Estado brasileiro com o movimento operário e sindical, bem como as políticas públicas voltadas para as questões

Leia mais

PLANO DE CURSO Disciplina: CIÊNCIAS Série: 3º ano Ensino Fundamental

PLANO DE CURSO Disciplina: CIÊNCIAS Série: 3º ano Ensino Fundamental PLANO DE CURSO Disciplina: CIÊNCIAS Série: 3º ano Ensino Fundamental Unidade I Hábitos de higiene com a boa saúde. Os alimentos por que precisamos comer? Alimentos e nutrientes. Alimentação saudável. Saúde

Leia mais

NATUREZA E SOCIEDADE

NATUREZA E SOCIEDADE NATUREZA E SOCIEDADE As crianças, desde muito pequenas, interagem com o meio natural e social no qual vivem com isso aprendem sobre o mundo, fazendo perguntas e procurando respostas as suas indagações

Leia mais

PROJETO: MINHA CIDADE TEM HISTÓRIA

PROJETO: MINHA CIDADE TEM HISTÓRIA PROJETO: MINHA CIDADE TEM HISTÓRIA POEMA PARA MINHA CIDADE Minha cidade tem praias, Tem rios, tem cores... Minha cidade tem flores, Tem festas, tem amores... Minha cidade tem praças, Tem preces, tem pressa...

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 079/2005-CEPE/UNICENTRO

RESOLUÇÃO Nº 079/2005-CEPE/UNICENTRO RESOLUÇÃO Nº 079/2005-CEPE/UNICENTRO Convalida os eventos III Festival Internacional de Folclore, XVIII Encontro da Arte Folclórica e VII Festival Estudantil Vivendo o Folclore e aprova o relatório final.

Leia mais

Instituto Brincante Programa Desafios IMPAES 2009 Projeto A Arte do Brincante para Educadores NOTÍCIAS MENSAIS Junho 2009

Instituto Brincante Programa Desafios IMPAES 2009 Projeto A Arte do Brincante para Educadores NOTÍCIAS MENSAIS Junho 2009 Instituto Brincante Programa Desafios IMPAES 2009 Projeto A Arte do Brincante para Educadores NOTÍCIAS MENSAIS Junho 2009 Módulo Figuras e adereços dos folguedos populares Facilitadora Maria Cristina Meirelles

Leia mais

BIBLIOTECA IRMÃ AGLAÉ Mostra Literária 29 e 30 de Abril de 2015

BIBLIOTECA IRMÃ AGLAÉ Mostra Literária 29 e 30 de Abril de 2015 BIBLIOTECA IRMÃ AGLAÉ Mostra Literária 29 e 30 de Abril de 2015 Infantil II Releitura dos livros: - Muitas Bolhas - Água Viva - A chuvarada Educação Infantil Infantil III Releitura dos livros: - O mistério

Leia mais

Géneros textuais e tipos textuais Armando Jorge Lopes

Géneros textuais e tipos textuais Armando Jorge Lopes Géneros textuais e tipos textuais [texto de apoio para o curso de doutoramento em ciências da linguagem aplicadas ao ensino de línguas/universidade Pedagógica, Maputo, Outubro de 2015] Armando Jorge Lopes

Leia mais

#SELIGA. bem na foto!

#SELIGA. bem na foto! MAnual de atividades #SELIGA Se liga e fique bem na foto! Bebida só depois dos 18 anos! Manual de atividades Uma das questões que preocupa pais e educadores é como prevenir o consumo de bebidas alcoólicas

Leia mais

ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL = SAÚDE PERFEITA

ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL = SAÚDE PERFEITA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL = SAÚDE PERFEITA Vol. I Rômulo B. Rodrigues 2 3 RODRIGUES, Rômulo B. ALIMENTAÇÃO SAÚDE SAUDÁVEL = PERFEITA Vol.I / Rômulo B. Rodrigues. Ed. Clube de autores. 2015. Capa e Diagramação:

Leia mais

3.2 Como devem elas ser escritas?

3.2 Como devem elas ser escritas? Prova da 2.ª Fase do Concurso de Leitura Categoria A - alunos do 1º ciclo (4º ano) Nome: Nº Turma: Data: / / Classificação ( ) O Júri, Esta é a prova da 2.ª fase do Concurso de Leitura 12/13. Responde

Leia mais

Atendimento a crianças de dois anos a três anos e onze meses PLANEJAMENTO PARA O ANO LETIVO DE 2015

Atendimento a crianças de dois anos a três anos e onze meses PLANEJAMENTO PARA O ANO LETIVO DE 2015 PREFEITURA MUNICIPAL DE CUIABÁ Secretária Municipal de Educação Creche Municipal Josefa Catarina de Almeida Atendimento a crianças de dois anos a três anos e onze meses PLANEJAMENTO PARA O ANO LETIVO DE

Leia mais

Prefácio: O Leão e a Joia, de Wole Soyinka

Prefácio: O Leão e a Joia, de Wole Soyinka Prefácio: O Leão e a Joia, de Wole Soyinka A 1ª Bienal Brasil do Livro e da Leitura, que aconteceu em Brasília, entre 14 e 23 de abril, foi marcada pelo lançamento da obra O Leão e a Joia, do poeta, escritor

Leia mais

anexo 2 Quadro de Cursos / Vagas

anexo 2 Quadro de Cursos / Vagas anexo 2 Quadro de Cursos / Vagas I. Academia de Bombeiro Militar D. Pedro II / CBMERJ Oficial do Corpo de Bombeiros Militar (candidatos de sexo masculino e feminino) 50 II. Centro Universitário Estadual

Leia mais

BJ Harvey. Copyright 2014 por BJ Harvey Copyright da Tradução 2014 por Editora Charme

BJ Harvey. Copyright 2014 por BJ Harvey Copyright da Tradução 2014 por Editora Charme BJ Harvey Tradução: Andréia Barboza Copyright 2014 por BJ Harvey Copyright da Tradução 2014 por Editora Charme Nenhuma parte deste livro pode ser reproduzida, digitalizada ou distribuída de qualquer forma,

Leia mais

Mídia Kit Mídia Kit 2016

Mídia Kit Mídia Kit 2016 Mídia Kit 2016 Mídia Kit 2016 Tudo para quem é apaixonado por pesca A principal e mais confiável fonte de informação para os leitores brasileiros do segmento de pesca esportiva. Com uma equipe editorial

Leia mais

GRUPOS FOCAIS SECRETARIA DE OBRAS OBJETIVOS DOS GRUPOS FOCAIS. Compartilhar reflexões em relação ao significado do espaço que está sob intervenção;

GRUPOS FOCAIS SECRETARIA DE OBRAS OBJETIVOS DOS GRUPOS FOCAIS. Compartilhar reflexões em relação ao significado do espaço que está sob intervenção; ESTRADA PARQUE GRUPOS FOCAIS OBJETIVOS DOS GRUPOS FOCAIS Compartilhar reflexões em relação ao significado do espaço que está sob intervenção; Proporcionar um espaço de troca de experiências e construção

Leia mais

PIBID 2011 SUBPROJETO LETRAS

PIBID 2011 SUBPROJETO LETRAS PIBID 2011 SUBPROJETO LETRAS ESCOLA: São Pedro SUPERVISORA : Cleusa Petrarca dos Santos BOLSISTAS ID: Jael Meirelles PROFESSORES PARCEIROS / DISCIPLINAS: Tania Oliveira/ Artes PROJETO DE AÇÃO DO PIBID

Leia mais

Questionário de Lapsos de Memória

Questionário de Lapsos de Memória Questionário de Lapsos de Memória É raro o dia em que uma pessoa não tenha uma falha de memória. Numa altura esquecêmo-nos onde deixamos o guarda-chuva, noutra altura esquecêmonos daquele artigo importante

Leia mais

O Casamento do Saci-Pererê

O Casamento do Saci-Pererê O Casamento do Saci-Pererê Pedro Miguel Miralante Ilustrações Thiago Vaccani Catalogação na Publicação (CIP) Ficha catalográfica feita pelo autor Miralante, Pedro Miguel, 2012 O Casamento do Saci-Pererê

Leia mais

regulação e comunicação nos seres vivos e nas máquinas. c. apenas pode ser visualizada; arte se resume apenas a obras que podem ser vistas.

regulação e comunicação nos seres vivos e nas máquinas. c. apenas pode ser visualizada; arte se resume apenas a obras que podem ser vistas. Atividade extra Arte e cotidiano Exercício 1 A arte é um conjunto de procedimentos que são utilizados para realizar obras e no qual aplicamos nossos conhecimentos. Apresenta-se sob variadas formas, como

Leia mais

Português. Eduardo Valladares (Maria Carolina Coelho) 27 e Linguagem Artística

Português. Eduardo Valladares (Maria Carolina Coelho) 27 e Linguagem Artística Linguagem Artística Linguagem Artística 1. A diva Vamos ao teatro, Maria José? Quem me dera, desmanchei em rosca quinze kilos de farinha tou podre. Outro dia a gente vamos Falou meio triste, culpada, e

Leia mais

MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA

MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA Professor, nós, da Editora Moderna, temos como propósito uma educação de qualidade, que respeita as particularidades de todo o país. Desta maneira, o apoio ao

Leia mais

PROJETO DE LEI N.º 2.321, DE 2011 (Do Sr. Leopoldo Meyer)

PROJETO DE LEI N.º 2.321, DE 2011 (Do Sr. Leopoldo Meyer) CÂMARA DOS DEPUTADOS PROJETO DE LEI N.º 2.321, DE 2011 (Do Sr. Leopoldo Meyer) Estabelece regras de segurança para a implantação e funcionamento de parques de diversão e estabelecimentos similares. DESPACHO:

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS CIÊNCIAS

LISTA DE EXERCÍCIOS CIÊNCIAS LISTA DE EXERCÍCIOS CIÊNCIAS P1-4º BIMESTRE 6º ANO FUNDAMENTAL II Aluno (a): Turno: Turma: Unidade Data: / /2016 HABILIDADES E COMPETÊNCIAS Compreender o conceito de bioma. Reconhecer fatores bióticos

Leia mais

Informação sobre Ecossistemas Locais

Informação sobre Ecossistemas Locais Informação sobre Ecossistemas Locais Processo de candidatura Bandeira Azul 2013 1. Biodiversidade local O litoral de Vila Nova de Gaia apresenta uma considerável biodiversidade, com fauna e flora característica

Leia mais

António Gedeão. Relógio D'Água. Notas Introdutórias de Natália Nunes. A 383134 Obra Completa

António Gedeão. Relógio D'Água. Notas Introdutórias de Natália Nunes. A 383134 Obra Completa António Gedeão A 383134 Obra Completa Notas Introdutórias de Natália Nunes Relógio D'Água ÍNDICE Notas Introdutórias de Natália Nunes 19 Poesia POESIAS COMPLETAS (1956-1967) A Poesia de António Gedeão

Leia mais

Floresta Amazônica Peixe boi Seringueira Zona de cocais Araracanga Caatinga

Floresta Amazônica Peixe boi Seringueira Zona de cocais Araracanga Caatinga Floresta Amazônica: estende-se além do território nacional, com chuvas frequentes e abundantes. Apresenta flora exuberante, com espécies como a seringueira, o guaraná, a vitória-régia, e é habitada por

Leia mais

1.º C. 1.º A Os livros

1.º C. 1.º A Os livros 1.º A Os livros Os meus olhos veem segredos Que moram dentro dos livros Nas páginas vive a sabedoria, Histórias mágicas E também poemas. Podemos descobrir palavras Com imaginação E letras coloridas Porque

Leia mais

RJ Aplicativo permite passeio virtual pela casa da amante de D. Pedro I e exibe roupas e acessórios do tempo do Império

RJ Aplicativo permite passeio virtual pela casa da amante de D. Pedro I e exibe roupas e acessórios do tempo do Império RJ Aplicativo permite passeio virtual pela casa da amante de D. Pedro I e exibe roupas e acessórios do tempo do Império Casa da Marquesa de Santos vai abrigar o Museu da Moda Brasileira. O app da Casa

Leia mais

IGREJA DE SÃO FRANCISCO DE ASSIS DA PAMPULHA: GUIA DO VISITANTE

IGREJA DE SÃO FRANCISCO DE ASSIS DA PAMPULHA: GUIA DO VISITANTE IGREJA DE SÃO FRANCISCO DE ASSIS DA PAMPULHA: GUIA DO VISITANTE Autor: Luiz Gonzaga Teixeira Editora: PUC Minas Ano: 2008 Páginas: 68 Resumo: O Guia do Visitante tem a finalidade de auxiliar aqueles que,

Leia mais

Criação de pirarucu. Coleção CRIAR

Criação de pirarucu. Coleção CRIAR Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Embrapa Amazônia Oriental Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Criação de pirarucu Embrapa Informação Tecnológica Brasília, DF 2011 1 Coleção

Leia mais

Fabiany Monteiro do Nascimento. Amor Perfeito

Fabiany Monteiro do Nascimento. Amor Perfeito Fabiany Monteiro do Nascimento Amor Perfeito Dedico este livro a... Grandes pessoas que fizeram de minha vida uma fábula de sonhos reais. Primeiro agradeço a Deus, que mesmo nós momentos ruins, nunca me

Leia mais

Itaú Cultural inaugura Espaço Olavo Setubal com exposição permanente de obras sobre a história do Brasil

Itaú Cultural inaugura Espaço Olavo Setubal com exposição permanente de obras sobre a história do Brasil Página: 01 Itaú Cultural inaugura Espaço Olavo Setubal com exposição permanente de obras sobre a história do Brasil O Itaú Cultural inaugurou no sábado, dia 13, o Espaço Olavo Setubal, que apresenta de

Leia mais

EDITORIAL. Finalmente chegamos à terceira e ultima edição especial de 2009.

EDITORIAL. Finalmente chegamos à terceira e ultima edição especial de 2009. EDITORIAL Existem muitas lendas difíceis de acreditar, por exemplo: duendes no jardim, ets em varginha, a melhor revista de humor em quadrinhos distribuída gratuitamente... De fato são histórias incríveis,

Leia mais

24 junho a.c 1545-1563 1584 1627 1641 1769 1808 1950. Acontecimento 1641 Ano da proibição do uso de fogueiras e fogos de artifício.

24 junho a.c 1545-1563 1584 1627 1641 1769 1808 1950. Acontecimento 1641 Ano da proibição do uso de fogueiras e fogos de artifício. Salvador da Bahia Leitura: atividades RESPOSTAS Pula a fogueira, João! 1. 24 junho a.c 1545-1563 1584 1627 1641 1769 1808 1950 Data Acontecimento 1641 Ano da proibição do uso de fogueiras e fogos de artifício.

Leia mais

www. biroshop.com.br

www. biroshop.com.br www. biroshop.com.br APOSTAS PARA O INVERNO 0 Ref. Capa - Bolsa - 0988 Cinto - 09. Bolsa - 0000 O inverno está chegando e nossa equipe já preparou os acessórios que vão aquecer o seu closet. Neste Birô

Leia mais

Maria Helena Morais Matos Coisas do Coração

Maria Helena Morais Matos Coisas do Coração Maria Helena Morais Matos Coisas do Coração Primeira Edição Curitiba 2012 PerSe Dados Internacionais de Catalogação na Publicação (CIP) (Câmara Brasileira do Livro, SP, Brasil) ÍN Matos, Maria Helena Morais

Leia mais

COLÉGIO SÃO VICENTE DE PAULO BIBLIOTECA JUVENIL MAPA DE LOCALIZAÇÃO DAS ESTANTES

COLÉGIO SÃO VICENTE DE PAULO BIBLIOTECA JUVENIL MAPA DE LOCALIZAÇÃO DAS ESTANTES COLÉGIO SÃO VICENTE DE PAULO BIBLIOTECA JUVENIL MAPA DE LOCALIZAÇÃO DAS ESTANTES VER MAPA E S T A N T E 5 E S T A N T E 4 B E S T A N T E 4 A E S T A N T E 3 B E S T A N T E 3 A E S T A N T E 2 B E S T

Leia mais

Calendarização Temas/Conteúdos Objectivos Actividades Intervenientes

Calendarização Temas/Conteúdos Objectivos Actividades Intervenientes Início do Ano Lectivo Estruturar, Organizar e planificar o Ano Lectivo Reunião com os diferentes Intervenientes no processo educativo Equipa Pedagógica e Encarregados de Educação das crianças Setembro

Leia mais

Fazendo poemas, abrindo janelas. Patrona: Marina Colasanti Homenageado: Dilan Camargo

Fazendo poemas, abrindo janelas. Patrona: Marina Colasanti Homenageado: Dilan Camargo Fazendo poemas, abrindo janelas Patrona: Marina Colasanti Homenageado: Dilan Camargo Exposições: Tem criança no museu!, 4º anos, Espaço do Clube do Livro, prédio B Você sabe o que acontece na biblioteca?

Leia mais

Quadro de Cursos / Vagas

Quadro de Cursos / Vagas [anexo 2] Quadro de Cursos / Vagas I. Academia de Bombeiro Militar D. Pedro II / CBMERJ Oficial do Corpo de Bombeiros Militar (candidatos de sexo masculino e feminino) 50 II. Centro Universitário Estadual

Leia mais

ANÁLISE ESTILÍSTICA DAS CANTIGAS DE RODA RESUMO

ANÁLISE ESTILÍSTICA DAS CANTIGAS DE RODA RESUMO ANÁLISE ESTILÍSTICA DAS CANTIGAS DE RODA RESUMO Monica Medaglia Motta Trindade Vinícius Ezaú da Silva (G CLCA-UENP/CJ) Vera Maria Ramos Pinto (Orientadora- CLCA- UENP/CJ) Nesse trabalho, temos como objetivo

Leia mais

SABEDORIA POPULAR DICIONÁRIO DE FRASES PROVÉRBIOS E DITADOS POPULARES

SABEDORIA POPULAR DICIONÁRIO DE FRASES PROVÉRBIOS E DITADOS POPULARES 1 2 SABEDORIA POPULAR DICIONÁRIO DE FRASES PROVÉRBIOS E DITADOS POPULARES EZEQUIEL CAMILO DA SILVA 3 FICHA TÉCNICA CAPA: Foto de um poste sobrepondo a luz do sol (Perth Austrália) DIREITOS AUTORAIS: Os

Leia mais

SISEMA Sistema Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos. POLÍCIA MILITAR D E M I N A S G E R A I S Nossa profissão, sua vida.

SISEMA Sistema Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos. POLÍCIA MILITAR D E M I N A S G E R A I S Nossa profissão, sua vida. SISEMA Sistema Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos Criação de Rios de Preservação: A Experiência em Minas Gerais Palestrante: Erick Almeida Silva Coordenador de Áreas Protegidas IEF- Regional

Leia mais

Aula de recuperação. Ensino Médio

Aula de recuperação. Ensino Médio Ensino Médio Comp. Curricular: LP Data: 05/03/12 1º Período Aluno(a): Nº Turma: Aula de recuperação 1. Leia, a seguir, a letra de uma canção de Chico Buarque inspirada no romance de José de Alencar, "Iracema

Leia mais

Filme: O Lobisomem e o Coronel

Filme: O Lobisomem e o Coronel Filme: O Lobisomem e o Coronel Gênero: Animação Diretor: Elvis K. Figueiredo, Ítalo Cajueiro Ano: 2002 Duração: 10 min Cor: Colorido Bitola: 35mm País: Brasil Disponível no Porta Curtas: www.portacurtas.com.br/curtanaescola/filme.asp?cod=1518

Leia mais

Armário. Cadeira. Gaveta. Mesa. Candeeiro. Tapete

Armário. Cadeira. Gaveta. Mesa. Candeeiro. Tapete EXERCÍCIO 1 Objectivos: II.1. Identificar palavras simples, palavras compostas e grupos de palavras III.4. Adequar um texto a uma ilustração Nível de dificuldade: 1 Título: Benvindo a casa! Avaliação Instrução:

Leia mais

VERÃO É TEMPO DE FESTA E DE

VERÃO É TEMPO DE FESTA E DE VERÃO É TEMPO DE FESTA E DE ANIMAÇÃO NA VILA DO LUSO Programa de Animação de Verão promete dinamizar a vila termal do Luso durante três meses, de julho a setembro, com atividades culturais e recreativas

Leia mais

AGENDA UNIDADE DE CULTURA U.PORTO 2017

AGENDA UNIDADE DE CULTURA U.PORTO 2017 AGENDA UNIDADE DE CULTURA U.PORTO 2017 JANEIRO CANTAR AS JANEIRAS NEFUP Núcleo de Etnografia e de Folclore da Universidade do Porto 6 de janeiro, 18h30 Átrio da FACIES MORTIS HISTÓRIAS DE VIDA E ROSTOS

Leia mais

Atividades a desenvolver:

Atividades a desenvolver: Atividades a desenvolver: ~ Sessões de leitura Teatro Dramatizações Declamações Momentos de leitura com Enc. Educação Mural da leitura Hora do conto Jogos de leitura Estendal da poesia Saramago e outros

Leia mais

Ensino Português no Estrangeiro Nível A1 Prova A (13A1AE) 60 minutos

Ensino Português no Estrangeiro Nível A1 Prova A (13A1AE) 60 minutos Ensino Português no Estrangeiro Nível A1 Prova A (13A1AE) 60 minutos Prova de certificação de nível de proficiência linguística no âmbito do Quadro de Referência para o Ensino Português no Estrangeiro,

Leia mais

Uma jovem e algumas curtidas

Uma jovem e algumas curtidas Uma jovem e algumas curtidas Colégio Marista João Paulo II Eu e as redes sociais #embuscadealgumascurtidas As redes socias são uma ótima forma de se comunicar, tanto a distancia quanto por perto, alem

Leia mais

Bons estudos! ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO II ETAPA LETIVA GEOGRAFIA 5. o ANO/EF 2017

Bons estudos! ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO II ETAPA LETIVA GEOGRAFIA 5. o ANO/EF 2017 SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA MANTENEDORA DA PUC MINAS E DO COLÉGIO SANTA MARIA ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO II ETAPA LETIVA GEOGRAFIA 5. o ANO/EF 2017 Caro(a) aluno(a), É tempo de conferir os conteúdos estudados

Leia mais

Enotel Golf - Santo da Serra

Enotel Golf - Santo da Serra OCEANO ATLÂNTICO Porto Moniz Porto Santo Ponta do Pargo São Jorge MADEIRA Arieiro Porto da Cruz Santo da Serra Ponta do Sol Monte Funchal Airport Palheiro Camara de Lobos FUNCHAL GOLF SANTO DA SERRA ENOTEL

Leia mais

Professora: Rozineide Santos Constantino EMEIEF Machado de Assis Orientadora de Estudo PNAIC Claudia R.S. Nascimento

Professora: Rozineide Santos Constantino EMEIEF Machado de Assis Orientadora de Estudo PNAIC Claudia R.S. Nascimento Professora: Rozineide Santos Constantino EMEIEF Machado de Assis Orientadora de Estudo PNAIC Claudia R.S. Nascimento Leitura deleite: Histórias Encantadas Africanas Um texto que reúne lendas de diferentes

Leia mais