Educação Financeira e Consumo Consciente do Crédito. Leonel Andrade, Presidente Credicard Outubro de 2010

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Educação Financeira e Consumo Consciente do Crédito. Leonel Andrade, Presidente Credicard Outubro de 2010"

Transcrição

1 Educação Financeira e Consumo Consciente do Crédito Leonel Andrade, Presidente Credicard Outubro de 2010

2 Cenário Macro-Econômico 13,0 13,1 % DESEMPREGO RENDA 10,9 11,2 10,8 10,7 10,1 8,7 9,0 7,5 6, Queda no Desemprego Aumento na Renda jan/03 jan/04 jan/05 jan/06 jan/07 jan/08 jan/09 jan/10 jan/03 jan/04 jan/05 jan/06 jan/07 jan/08 jan/09 jan/10 32,5 30,5 31,5 8 22,5 23,0 24,5 24,0 27,5 28,8 25,0 25,3 % CRÉDITO / PIB 400 TIPOS DE FINANCIAMENTO 46% 36,0 40,8 EUA e Japão: 180 % do PIB Inglaterra: 160% do PIB Itália e França: 90% do PIB Chile: 80% do PIB 44,6 46,2 jan/03 jan/04 jan/05 jan/06 jan/07 jan/08 jan/09 jan/10 Melhoria do cenário econômico é acompanhada de crescimento do mercado de crédito em 2010 (26%), principalmente em função do financiamento de veículos e do consignado jan/05 jan/06 jan/07 jan/08 jan/09 jan/10 CHEQUE ESPECIAL IMOBILIARIO OUTROS ROTATIVO CARTÕES CREDITO PESSOAL CONSIGNADOS VEICULOS 2 Source: Bacen

3 Mobilidade Social Positiva: Crescimento classes A, B e C classe PEA (MM) CRESC Penetração Bancarizados Penetração Cartões A B1 B2 C A (>40K) B1 (35-40K) % 7% 99% 88% 98% 88% B2 (20-35K) % 97% 75% C (6-20K) % 86% 66% D/E D&E (<6K) (2%) 43% 40% Total % 55% 47% - Crescimento das classes sociais com maior índice de bancarização Source: IBGE PNAD 2008 ABECS

4 Formação de um mercado de massas no Brasil De 2003 e 2008* 34 milhões de pessoas subiram para as classes A, B e C no Brasil De 2009 a 2014* 30 milhões de pessoas devem subir para as classes A, B e C Em 2020** 5 trilhões de reais deverá ser o consumo dos brasileiros 130% mais do que atualmente 72% da população um total de 144 milhões de pessoas será, no mínimo, da classe média baixa Em maio de 2010***, o volume total de crédito para PF chegou a R$ 502 bilhões. Pela primeira vez esse valor supera o montante concedido a empresas Fonte: * Revista Exame e FGV 28/7/2010, ** Revista Exame e LCA 28/7/2010, *** BACEN 4

5 Cartões de crédito Cresce o número de cartões e transações Entre maio de 2009/10* o número de cartões de crédito em operação no Brasil superou a marca de 143 milhões, 11% de crescimento, gerando mais de 243 milhões de transações Classes C e D: cartão de crédito pode ser uma porta de entrada para o mercado de consumo, acesso a produtos financeiros e inclusão bancária *Fonte: Febraban 5

6 Engajamento Participação nas discussões e grupos de trabalho com foco em educação financeira e uso consciente do crédito FEBRABAN Grupo de trabalho de educação financeirai Comissão de Ouvidoria Autorregulação Bancária Participação na discussão do projeto de lei de superendividamento ABECS Comissão de Comunicação Lançamento de campanha de educação financeira com foco nos consumidores das classes B e C, órgão de defesa do consumidor e formadores de opinião 6

7 Desafios do mercado Construir uma a agenda de transparência e uso consciente do crédito Orientar sobre orçamento familiar e riscos do superendividamento Aconselhar o tipo de crédito mais adequado para cada consumidor, considerando situação financeira, capacidade de pagamento e finalidade do crédito Analisar o crédito como um fator de responsabilidade e não de exclusão Aumentar capacidade dos canais para atendimento e solução dos problemas 7

8 Desafios do mercado Papel das instituições financeiras na inserção de pessoas no mercado de trabalho Contratação de pessoas de comunidades do entorno para trabalhar nas instituições financeiras Capacitação de profissionais inclusão social Ouvir e trocar mais informações com os consumidores Debate dá lugar ao diálogo Cooperação entre diferentes setores contribuindo com os avanços das discussões sobre o consumo consciente de crédito Ascensão social de consumidores das classes D e E para a classe C Maior vulnerabilidade na concessão do crédito 8

9 Obrigado! Leonel Andrade 9

Audiência Pública sobre Cartões de Pagamento. Câmara dos Deputados 08 de outubro de 2009

Audiência Pública sobre Cartões de Pagamento. Câmara dos Deputados 08 de outubro de 2009 Audiência Pública sobre Cartões de Pagamento Câmara dos Deputados 08 de outubro de 2009 Agenda Estrutura do Mercado de Cartões Principais Números da Indústria de Cartões no Brasil Situação Atual da Indústria

Leia mais

Bancarização e Inclusão Financeira no Brasil. FELABAN, julho de 2011

Bancarização e Inclusão Financeira no Brasil. FELABAN, julho de 2011 Bancarização e Inclusão Financeira no Brasil FELABAN, julho de 2011 Agenda Panorama da economia brasileira : 2006 a 2010 Questões fundamentais Definindo conceitos Indicadores de bancarização : 2006 a 2010

Leia mais

Bancos financiam crescentemente a produção

Bancos financiam crescentemente a produção Operações de Crédito do Sistema Financeiro Nota do dia 25 de julho de 2007 Fontes: Bacen, IBGE e CNI Elaboração: Febraban Bancos financiam crescentemente a produção Pessoa Jurídica O crédito destinado

Leia mais

Encontro de Bancos Centrais de países de língua portuguesa

Encontro de Bancos Centrais de países de língua portuguesa Encontro de Bancos Centrais de países de língua portuguesa Antônio Gustavo Matos do Vale Diretor de Liquidações e Desestatização 4 de outubro de 2010 1 Evolução recente da economia brasileira O momento

Leia mais

Portal de Informações FEBRABAN. Módulo I Crédito

Portal de Informações FEBRABAN. Módulo I Crédito Portal de Informações FEBRABAN Módulo I Crédito Módulo de dados I: Crédito Sumário Este módulo de dados abrange as operações de crédito com recursos livres e direcionados (taxas de juros administradas)

Leia mais

Questões de informações de Crédito na América Latina BRASIL

Questões de informações de Crédito na América Latina BRASIL Questões de informações de Crédito na América Latina BRASIL Papel das Centrais de Informações Comerciais Os objetivos das centrais de informação de crédito são: Apoio à gestão de risco de crédito para

Leia mais

Um sistema financeiro saudável, ético e eficiente é condição essencial para o desenvolvimento econômico, social e sustentável do País.

Um sistema financeiro saudável, ético e eficiente é condição essencial para o desenvolvimento econômico, social e sustentável do País. Pesquisa FEBRABAN de Tecnologia Bancária 2013 Um sistema financeiro saudável, ético e eficiente é condição essencial para o desenvolvimento econômico, social e sustentável do País. OBJETIVOS A Pesquisa

Leia mais

Audiência Pública sobre Cartões de Pagamento. Senado Federal 23.jun.2009

Audiência Pública sobre Cartões de Pagamento. Senado Federal 23.jun.2009 Audiência Pública sobre Cartões de Pagamento Senado Federal 23.jun.2009 O que representa a indústria de cartões... 38 bancos emissores 500 milhões de plásticos e 5,5 bi de transações mais de 60% dos domicílios

Leia mais

(com base na Nota do Banco Central do Brasil de 27-05-2009) Edição de 27 de Maio de 2009

(com base na Nota do Banco Central do Brasil de 27-05-2009) Edição de 27 de Maio de 2009 Relatório Febraban - Evolução do Crédito do Sistema Financeiro (com base na Nota do Banco Central do Brasil de 27-05-2009) Edição de 27 de Maio de 2009 Em Abril de 2009, operações de crédito atingiram

Leia mais

OS IMPACTOS MACROECONÔMICOS NO CRÉDITO IMOBILIÁRIO: O QUE APRENDEMOS NAS DUAS ÚLTIMAS DÉCADAS

OS IMPACTOS MACROECONÔMICOS NO CRÉDITO IMOBILIÁRIO: O QUE APRENDEMOS NAS DUAS ÚLTIMAS DÉCADAS OS IMPACTOS MACROECONÔMICOS NO CRÉDITO IMOBILIÁRIO: O QUE APRENDEMOS NAS DUAS ÚLTIMAS DÉCADAS José Aguiar Superintendente - Abecip Rio de Janeiro, 18 de Setembro de 2014 AGENDA: Overview Pilares do crescimento

Leia mais

III Painel Microempreendedorismo, população de baixa renda e inclusão financeira: caminhos e oportunidades

III Painel Microempreendedorismo, população de baixa renda e inclusão financeira: caminhos e oportunidades III Painel Microempreendedorismo, população de baixa renda e inclusão financeira: caminhos e oportunidades Rodrigo Santos Nogueira Diretor Setorial de Responsabilidade Social e Sustentabilidade FEBRABAN

Leia mais

Relatório FEBRABAN - Evolução do Crédito do Sistema Financeiro

Relatório FEBRABAN - Evolução do Crédito do Sistema Financeiro Relatório FEBRABAN - Evolução do Crédito do Sistema Financeiro (com base na Nota do Banco Central do Brasil de 22-10-08) Edição de 27 de Outubro de 08 Crise não teve impacto significativo nas operações

Leia mais

Payments the Next Frontier SWIFT Business Forum Brazil 2015. Christina Hutchinson, SWIFT Leandro Vilain, FEBRABAN

Payments the Next Frontier SWIFT Business Forum Brazil 2015. Christina Hutchinson, SWIFT Leandro Vilain, FEBRABAN Payments the Next Frontier SWIFT Business Forum Brazil 2015 Christina Hutchinson, SWIFT Leandro Vilain, FEBRABAN 1 July 2015 Meios de Pagamento no Brasil Uma Visão Prática Jul 15 2 O mercado bancário no

Leia mais

PROMOÇÃO DE CRÉDITO: COMO AMPLIAR AS VENDAS E GARANTIR QUALIDADE OPORTUNIDADES NO MERCADO DE SEGUROS SP, 10.11.2010.

PROMOÇÃO DE CRÉDITO: COMO AMPLIAR AS VENDAS E GARANTIR QUALIDADE OPORTUNIDADES NO MERCADO DE SEGUROS SP, 10.11.2010. PROMOÇÃO DE CRÉDITO: COMO AMPLIAR AS VENDAS E GARANTIR QUALIDADE OPORTUNIDADES NO MERCADO DE SEGUROS SP, 10.11.2010 Eugênio Velasques 2020 2030 2040 2050 2010 Evolução da População 300 250 200 150 5 vezes

Leia mais

Perspectivas das Entidades de Classe: principais pontos para promoção da inclusão financeira no Brasil

Perspectivas das Entidades de Classe: principais pontos para promoção da inclusão financeira no Brasil Perspectivas das Entidades de Classe: principais pontos para promoção da inclusão financeira no 1. Número de bancos 158 2. Quantidade de agências bancárias 20.046 3. Postos tradicionais (PABs, PAPs, PAAs,

Leia mais

Crédito ao Consumo. Principais Produtos CORRENTISTAS NÃO CORRENTISTAS CRÉDITO PESSOAL CHEQUE ESPECIAL CRÉDITO IMOBILIÁRIO FINANCIAMENTOS DE VEÍCULOS

Crédito ao Consumo. Principais Produtos CORRENTISTAS NÃO CORRENTISTAS CRÉDITO PESSOAL CHEQUE ESPECIAL CRÉDITO IMOBILIÁRIO FINANCIAMENTOS DE VEÍCULOS 1 Crédito ao Consumo Principais Produtos CRÉDITO PESSOAL CHEQUE ESPECIAL CRÉDITO IMOBILIÁRIO CORRENTISTAS NÃO CORRENTISTAS FINANCIAMENTOS DE VEÍCULOS CARTÕES DE CRÉDITO CRÉDITO CONSIGNADO 2 2 Crédito ao

Leia mais

A emergência da classe média no Brasil

A emergência da classe média no Brasil División América Departamento Econômico André Loes A emergência da classe média no Santander, 06 de julho de 2007 : um Campeão da Desigualdade de renda Coeficiente de Gini no mundo (0 = igualdade absoluta,

Leia mais

A INDÚSTRIA DE CARTÕES NO BRASIL

A INDÚSTRIA DE CARTÕES NO BRASIL A INDÚSTRIA DE CARTÕES NO BRASIL Ivo Vieitas ABECS 1 Agenda Mercado de Cartões no Brasil 1. Uma Indústria Forte 2. Uma indústria Complexa 3. Nova Realidade 2 Agenda 1. Mercado de Cartões no Brasil 1. Uma

Leia mais

Relatório FEBRABAN - Evolução do Crédito do Sistema Financeiro

Relatório FEBRABAN - Evolução do Crédito do Sistema Financeiro Relatório FEBRABAN - Evolução do Crédito do Sistema Financeiro (com base na Nota do Banco Central do Brasil de 29-07-2008) Edição de 30 de julho de 2008 Crédito à pessoa jurídica permanece forte Em junho

Leia mais

Relatório FEBRABAN - Evolução do Crédito do Sistema Financeiro

Relatório FEBRABAN - Evolução do Crédito do Sistema Financeiro Relatório FEBRABAN - Evolução do Crédito do Sistema Financeiro (com base na Nota do Banco Central do Brasil de 24-06-2008) Edição de 25 de junho de 2008 Operações de crédito à pessoa física apresentam

Leia mais

Soluções: Agir é a Palavra Chave. Segurança nas transações eletrônicas

Soluções: Agir é a Palavra Chave. Segurança nas transações eletrônicas Soluções: Agir é a Palavra Chave Segurança nas transações eletrônicas 2003 Setor Bancário 2001 2002 Variação (em milhões) Nº Cartões de Crédito 35,3 41,5 17,6% Tendência de utilização Nº transações 1.027,8

Leia mais

OPERAÇÕES DE CRÉDITO NO SFN DEZEMBRO / 2008

OPERAÇÕES DE CRÉDITO NO SFN DEZEMBRO / 2008 OPERAÇÕES DE CRÉDITO NO SFN DEZEMBRO / 2008 Fonte: Bacen 27/01/2009 DESTAQUES DE DEZEMBRO / 2008 As operações de crédito no SFN, incluindo recursos livres e direcionados, finalizaram o ano com um incremento

Leia mais

Pesquisa FEBRABAN de Tecnologia Bancária 2013 O Setor Bancário em Números

Pesquisa FEBRABAN de Tecnologia Bancária 2013 O Setor Bancário em Números Pesquisa FEBRABAN de Tecnologia Bancária 2013 O Setor Bancário em Números Um sistema financeiro saudável, ético e eficiente é condição essencial para o desenvolvimento econômico, social e sustentável do

Leia mais

Pesquisa FEBRABAN de Tecnologia Bancária 2014

Pesquisa FEBRABAN de Tecnologia Bancária 2014 Pesquisa FEBRABAN de Tecnologia Bancária Um sistema financeiro saudável, ético e eficiente é condição essencial para o desenvolvimento econômico, social e sustentável do País. Objetivos A Pesquisa FEBRABAN

Leia mais

Hilgo Gonçalves CEO Losango RESTRICTED

Hilgo Gonçalves CEO Losango RESTRICTED Hilgo Gonçalves CEO Losango Institucional Há 43 anos no mercado, sede no Rio de Janeiro. Uma empresa do Grupo HSBC, desde 2003. Soluções Integradas para o Varejo Crédito Direto ao Consumidor - CDC Cartões

Leia mais

1º Seminário Suitability. 27 de Abril de 2015 São Paulo SP

1º Seminário Suitability. 27 de Abril de 2015 São Paulo SP 1º Seminário Suitability 27 de Abril de 2015 São Paulo SP Suitability em Operações Bancárias 27.04.2015 Contexto Normativo Resolução CMN nº 4.283/2013 Alteração do texto do art. 1º da Resolução CMN nº

Leia mais

Reflexões sobre o modelo de cartões no Brasil e comparativos com outros países

Reflexões sobre o modelo de cartões no Brasil e comparativos com outros países Reflexões sobre o modelo de cartões no Brasil e comparativos com outros países Introdução Ações regulatórias em cartões no mundo são variadas e podem ser bem vistas, desde que permitam o atingimento de

Leia mais

O Novo Mercado Brasileiro de Cartões de Pagamento

O Novo Mercado Brasileiro de Cartões de Pagamento O Novo Mercado Brasileiro de Cartões de Pagamento Rubén Osta Diretor ABECS Marcelo Motta Diretor ABECS Denilson Molina Conselheiro ABECS Ivo Vieitas Diretor ABECS Estrutura da Apresentação Indústria de

Leia mais

Banco Santander (Brasil) S.A.

Banco Santander (Brasil) S.A. Banco Santander (Brasil) S.A. Resultados em BR GAAP 4T14 3 de Fevereiro de 2015 INFORMAÇÃO 2 Esta apresentação pode conter certas declarações prospectivas e informações relativas ao Banco Santander (Brasil)

Leia mais

Daniel Zanela. Redecard

Daniel Zanela. Redecard Daniel Zanela Redecard Evolução: Faturamento e Volume de Cartões Quantidade de Cartões em Milhões 700 600 500 400 300 200 100 Faturamento em Bilhões R$ 600,00 R$ 500,00 R$ 400,00 R$ 300,00 R$ 200,00 R$

Leia mais

SEMARC Seminário de Marketing e Relações com Clientes O SISTEMA BANCÁRIO E A COMUNICAÇÃO COM SEUS DIVERSOS CONSUMIDORES

SEMARC Seminário de Marketing e Relações com Clientes O SISTEMA BANCÁRIO E A COMUNICAÇÃO COM SEUS DIVERSOS CONSUMIDORES SEMARC Seminário de Marketing e Relações com Clientes O SISTEMA BANCÁRIO E A COMUNICAÇÃO COM SEUS DIVERSOS CONSUMIDORES Componentes do grupo Procons Jorge Wilson G. de Mattos - Guarulhos Paulo Goes - Diretor

Leia mais

MERCADO IMOBILIÁRIO PARA ONDE CAMINHA A DEMANDA?

MERCADO IMOBILIÁRIO PARA ONDE CAMINHA A DEMANDA? MERCADO IMOBILIÁRIO PARA ONDE CAMINHA A DEMANDA? CII Comissão da Indústria Imobiliária José da Silva Aguiar Superintendente Técnico da ABECIP Data: 23/maio/2014 Pauta 1) Financiamento Imobiliário SBPE

Leia mais

SeminárioADI-2012. Inclusão financeira inovação para as MPE s

SeminárioADI-2012. Inclusão financeira inovação para as MPE s SeminárioADI-2012 Inclusão financeira inovação para as MPE s Guilherme Lacerda Diretor de Infraestrutura Social, Meio Ambiente, Agropecuária e Inclusão Social Barcelona Outubro 2012 1. Diagnóstico Não

Leia mais

APRESENTAÇÃO NO INSTITUTO DO VAREJO

APRESENTAÇÃO NO INSTITUTO DO VAREJO APRESENTAÇÃO NO INSTITUTO DO VAREJO 18 de Agosto de 2006 Demian Fiocca Presidente do BNDES www.bndes.gov.br 1 BRASIL: NOVO CICLO DE DESENVOLVIMENTO Um novo ciclo de desenvolvimento teve início em 2004.

Leia mais

SPREAD BANCÁRIO NO BRASIL

SPREAD BANCÁRIO NO BRASIL SPREAD BANCÁRIO NO BRASIL Comissão de Acompanhamento da Crise Financeira e da Empregabilidade 26 DE MARÇO DE 2009 Fábio Colletti Barbosa Presidente ÍNDICE 1. A Crise Financeira Mundial 2. O Brasil, a Crise

Leia mais

Jornal da Globo destaca as Cooperativas financeiras como alternativa para fugir dos juros altos

Jornal da Globo destaca as Cooperativas financeiras como alternativa para fugir dos juros altos cogem news Desde 1974, estimulando a poupança e ajudando a realizar sonhos! Junho de 2015 Jornal da Globo destaca as Cooperativas financeiras como alternativa para fugir dos juros altos Veja o que fazer

Leia mais

Redução da Pobreza no Brasil

Redução da Pobreza no Brasil Conferencia Business Future of the Americas 2006 Câmara Americana de Comércio Redução da Pobreza no Brasil Resultados Recentes e o Papel do BNDES Demian Fiocca Presidente do BNDES Rio de Janeiro, 5 de

Leia mais

Produtos e Serviços Financeiros no Varejo

Produtos e Serviços Financeiros no Varejo Seminário GVcev Produtos e Serviços Financeiros no Varejo Produto Private Label fortalecendo a parceria entre varejo e instituições financeiras Marcelo Noronha Agenda Parceria Produto Private Label Bradesco

Leia mais

Painel II: Marco regulatório para inclusão financeira Mesa 3: Adequação de serviços financeiros e dos canais de acesso às necessidades da população

Painel II: Marco regulatório para inclusão financeira Mesa 3: Adequação de serviços financeiros e dos canais de acesso às necessidades da população Painel II: Marco regulatório para inclusão financeira Mesa 3: Adequação de serviços financeiros e dos canais de acesso às necessidades da população Agenda Missão do Banco Central do Brasil Inclusão Financeira

Leia mais

Bolha imobiliária: realidade ou ficção? Marcelo Barros, economista, professor da FBV Antônio Pessoa, economista, professor da FBV

Bolha imobiliária: realidade ou ficção? Marcelo Barros, economista, professor da FBV Antônio Pessoa, economista, professor da FBV Bolha imobiliária: realidade ou ficção? Marcelo Barros, economista, professor da FBV Antônio Pessoa, economista, professor da FBV Las Vegas - EUA Barro Recife/PE Qual é o imóvel mais caro? Fonte: Blog

Leia mais

Indicadores do Mercado de Meios Eletrônicos de Pagamento

Indicadores do Mercado de Meios Eletrônicos de Pagamento Indicadores do Mercado de Meios Eletrônicos de Pagamento Agosto de 2008 Apresentado por Fernando Chacon Diretor de Marketing do Banco Itaú Indicadores de Mercado 2 Mercado de Cartões 2008 Indicadores de

Leia mais

Workshop - Mercado Imobiliário

Workshop - Mercado Imobiliário Workshop - Mercado Imobiliário Workshop - Mercado Imobiliário Workshop - Mercado Imobiliário 1. O que está acontecendo com o Brasil? 2. Por que o Brasil é a bola da vez? 3. Por que o Mercado imobiliário

Leia mais

A importância do Varejo no Sistema Financeiro

A importância do Varejo no Sistema Financeiro A importância do Varejo no Sistema Financeiro MISSÃO ACREFI MISSÃO A Casa do Crédito ao Consumidor desde 1958 A ACREFI Associação Nacional das Instituições de Crédito, Financiamento e Investimento foi

Leia mais

OPERAÇÕES DE CRÉDITO MARÇO/ 2009

OPERAÇÕES DE CRÉDITO MARÇO/ 2009 OPERAÇÕES DE CRÉDITO NO SFN MARÇO/ 2009 Fonte: Bacen 23/04/2009 DESTAQUES DE MARÇO/ 2009 O estoque total de crédito contratado no SFN totalizou R$ 1,23 trilhões em Março. Esse montante representou uma

Leia mais

PERFORMANCE DA CONSTRUÇÃO CIVIL *

PERFORMANCE DA CONSTRUÇÃO CIVIL * PERFORMANCE DA CONSTRUÇÃO CIVIL * Departamento de Economia e Construção Civil da Habicamp * Sérgio S Vargas, Vice-Presidente da Habicamp. 2007 Performance da Construção Civil + 104,00% + 12,55% (1) Vendas

Leia mais

Sistema Financeiro e os Fundamentos para o Crescimento

Sistema Financeiro e os Fundamentos para o Crescimento Sistema Financeiro e os Fundamentos para o Crescimento Henrique de Campos Meirelles Novembro de 20 1 Fundamentos macroeconômicos sólidos e medidas anti-crise 2 % a.a. Inflação na meta 8 6 metas cumpridas

Leia mais

Inclusão Financeira no Brasil

Inclusão Financeira no Brasil São Paulo 18 de agosto de 2014 2 Inclusão Financeira no Brasil Parceria Nacional para Inclusão Financeira Elvira Cruvinel Ferreira Departamento de Educação Financeira Missão do BCB Assegurar a estabilidade

Leia mais

Panorama do Mercado de Crédito

Panorama do Mercado de Crédito Panorama do Mercado de Crédito FEBRABAN Dezembro de 2011 Rubens Sardenberg Economista-chefe ÍNDICE I. Evolução do Crédito II. Pessoa Física III. Pessoa Jurídica IV. Inadimplência V. Spread VI. Projeções

Leia mais

Indicadores de Mercado Mundial

Indicadores de Mercado Mundial Indicadores de Mercado Mundial Participação dos meios de pagamentos Cartões tem aumentado sua participação como meio de pagamento no Brasil em detrimento dos meios mais convencionais. 23% 25% 19% 21% 35%

Leia mais

Superintendência Executiva N/CO Manaus / AM - Agosto/2011

Superintendência Executiva N/CO Manaus / AM - Agosto/2011 Superintendência Executiva N/CO Manaus / AM - Agosto/2011 Agenda Análise de Mercado Estrutura do Mercado de Seguros Brasileiro Distribuição Geográfica Mercado Interno de Veículos e Frota Circulante Desafios

Leia mais

Programa CAIXA Melhor Crédito

Programa CAIXA Melhor Crédito Programa CAIXA Melhor Crédito Corte histórico de juros na CAIXA São Paulo, 09 de Abril de 2012 1 Pilares do Programa CAIXA Melhor Crédito 1. Redução acentuada das taxas de juros 2. Maior volume de recursos

Leia mais

Programa CAIXA Melhor Crédito

Programa CAIXA Melhor Crédito Programa CAIXA Melhor Crédito CAIXA REDUZ A PARTIR DE HOJE TAXAS DE JUROS EM ATÉ 88% O Caixa Melhor Crédito trará beneficio imediato para mais de 25 milhões de clientes A Caixa Econômica Federal anunciou

Leia mais

Cooperativismo - Forma ideal de organização

Cooperativismo - Forma ideal de organização Cooperativismo - Forma ideal de organização Cooperativismo é modelo socioeconômico capaz de unir desenvolvimento econômico e bem-estar social. Seus referenciais fundamentais são: participação democrática,

Leia mais

Coletiva de Imprensa - ABECIP. Índice

Coletiva de Imprensa - ABECIP. Índice Coletiva de Imprensa - ABECIP Índice 1. Ambiente Macroeconômico 2. Mercado Imobiliário 3. Financiamento Imobiliário - SBPE 4. Inadimplência 5. Ativos Financeiros 6. Poupança SBPE 7. Expectativas 2013 2

Leia mais

Juiz de Fora, 02 de abril de 2009

Juiz de Fora, 02 de abril de 2009 Juiz de Fora, 02 de abril de 2009 1 2 3 4 5 6 7 Cenário Econômico Principais Destaques Estrutura Foco no Acionista Desempenho Perspectivas Sustentabilidade PIB Brasileiro % 5,4 7,8 7,5 Média dos 20 anos

Leia mais

Uso de Ferramentas Online e Redes Sociais em Educação Financeira

Uso de Ferramentas Online e Redes Sociais em Educação Financeira Uso de Ferramentas Online e Redes Sociais em Educação Financeira BRASIL: contexto econômico e divisão de classes A/B C D/E Fonte: FGV/IBOPE 2011 População x distribuição de renda A/B C D/E Fonte: FGV/IBOPE

Leia mais

Filipe F. Pontual Diretor Executivo - ABECIP

Filipe F. Pontual Diretor Executivo - ABECIP Filipe F. Pontual Diretor Executivo - ABECIP Fortaleza CE, Brasil 4 de outubro de 2013 Pauta Descolamento recente: Renda X Preço dos Imóveis Uma Breve História o Pré estabilização o Pós estabilização Crédito

Leia mais

Fortaleza, 4 de novembro de 2013.

Fortaleza, 4 de novembro de 2013. Fortaleza, 4 de novembro de 2013. Discurso do Ministro Alexandre Tombini, Presidente do Banco Central do Brasil, no V Fórum Banco Central sobre Inclusão Financeira Senhoras e senhores, boa tarde a todos.

Leia mais

Especial Lucro dos Bancos

Especial Lucro dos Bancos Boletim Econômico Edição nº 90 novembro de 2014 Organização: Maurício José Nunes Oliveira Assessor econômico Especial Lucro dos Bancos 1 Tabela dos Lucros em 2014 Ano Banco Período Lucro 2 0 1 4 Itaú Unibanco

Leia mais

Boletim Econômico Edição nº 89 novembro de 2014 Organização: Maurício José Nunes Oliveira Assessor econômico

Boletim Econômico Edição nº 89 novembro de 2014 Organização: Maurício José Nunes Oliveira Assessor econômico Boletim Econômico Edição nº 89 novembro de 2014 Organização: Maurício José Nunes Oliveira Assessor econômico Crise não afeta lucratividade dos principais bancos no Brasil 1 Lucro dos maiores bancos privados

Leia mais

Projeto: O Crédito & o Endividamento do Consumidor de Baixa Renda. (Oportunidades & Riscos)

Projeto: O Crédito & o Endividamento do Consumidor de Baixa Renda. (Oportunidades & Riscos) Projeto: O Crédito & o Endividamento do Consumidor de Baixa Renda (Oportunidades & Riscos) 1 Histórico A TNS Interscience desenvolve regularmente Estudos Institucionais cujo objetivo é o de identificar

Leia mais

Agenda. Cenário. Tendências e o impacto da Tecnologia. Demandas do Novo Consumidor. Desafios no novo cenário

Agenda. Cenário. Tendências e o impacto da Tecnologia. Demandas do Novo Consumidor. Desafios no novo cenário Agenda Cenário Tendências e o impacto da Tecnologia Demandas do Novo Consumidor Desafios no novo cenário Agenda Cenário Tendências e o impacto da Tecnologia Demandas do Novo Consumidor Desafios no novo

Leia mais

CENÁRIO ECONÔMICO CONJUNTURA ECONÔMICA INTERNACIONAL E NACIONAL

CENÁRIO ECONÔMICO CONJUNTURA ECONÔMICA INTERNACIONAL E NACIONAL BRB - Crédito, Financiamento e Investimento S.A. Relatório da Administração 1º semestre 2012 Senhor Acionista, Para dar conformidade à Lei das Sociedades por Ações, do Conselho Monetário Nacional, do Banco

Leia mais

Estudo sobre a Indústria de Cartões 1/7/2010 1

Estudo sobre a Indústria de Cartões 1/7/2010 1 Estudo sobre a Indústria de Cartões 1/7/2010 1 Glossário de Termos Técnicos Bases operacionais de cartões são as alternativas de captura de dados que os estabelecimentos podem utilizar para efetivar as

Leia mais

O COOPERATIVISMO E O AGRONEGÓCIO BRASILEIRO

O COOPERATIVISMO E O AGRONEGÓCIO BRASILEIRO O COOPERATIVISMO E O AGRONEGÓCIO BRASILEIRO BRASIL Grandeza 5ª Maior População do planeta Maior reserva de água doce do mundo 7ª Economia do mundo Maior área agricultável do planeta Fonte: Banco mundial

Leia mais

105,9% 105,4% 102,5% 102,8% 102,9% 101,1% 102,7% 104,0% 105,5% 30,7% 31,1% 30,5% 31,0% 31,5% 32,2% 32,2% 32,8% 33,9% 35,5%

105,9% 105,4% 102,5% 102,8% 102,9% 101,1% 102,7% 104,0% 105,5% 30,7% 31,1% 30,5% 31,0% 31,5% 32,2% 32,2% 32,8% 33,9% 35,5% FINANCIAMENTO EMPRESAS, GOVERNO E FAMÍLIAS INFORMATIVO MENSAL DEZEMBRO/2011 1. FINANCIAMENTO GERAL DE ENTIDADES NÃO FINANCEIRAS: DÍVIDA CONSOLIDADA. O Financiamento geral consolidado de entidades não financeiras,

Leia mais

Bancarização no Brasil

Bancarização no Brasil Bancarização no Brasil 18 de setembro de 2009 1 Bancarização Mensagem inicial O índice de bancarização no Brasil ainda é muito baixo, com grande potencial a ser explorado Felaban (Federação Latino-Americana

Leia mais

Dados de Crédito agosto

Dados de Crédito agosto 29/09/09 Dados de Crédito agosto O Banco Central divulgou relatório de política monetária e crédito referente ao mês de agosto. O crédito com recursos livres teve aumento real de 6, nos últimos 12 meses.

Leia mais

Brasil. Panorama Econômico e do Setor Financeiro. Novembro de 2011

Brasil. Panorama Econômico e do Setor Financeiro. Novembro de 2011 Brasil Panorama Econômico e do Setor Financeiro Novembro de 2011 Índice Contexto Macroeconômico Indicadores Sociais Regulação e Supervisão Crédito e Endividamento das Famílias 2 Contexto Macroeconômico

Leia mais

A FORMALIZAÇÃO COMO TENDÊNCIA

A FORMALIZAÇÃO COMO TENDÊNCIA EVOLUÇÃO DO SEGMENTO DE PROMOÇÃO DE CRÉDITO: A FORMALIZAÇÃO COMO TENDÊNCIA Desenvolvendo Pessoas e Fortalecendo o Sistema Renato Martins Oliva Agenda O que é ABBC Missão e valores Bancos de pequena e média

Leia mais

OPERAÇÕES DE CRÉDITO NO BRASIL 30 de julho de 2015

OPERAÇÕES DE CRÉDITO NO BRASIL 30 de julho de 2015 OPERAÇÕES DE CRÉDITO NO BRASIL 30 de julho de 2015 (dados junho de 2015) A SPE não é a fonte primária das informações disponibilizadas nesta apresentação. A SPE apenas consolida e organiza as informações

Leia mais

IVANI BENAZZI DE ANDRADE. Gerente Departamental de Relações com o Mercado

IVANI BENAZZI DE ANDRADE. Gerente Departamental de Relações com o Mercado Apimec Bradesco IVANI BENAZZI DE ANDRADE Gerente Departamental de Relações com o Mercado Estratégia de Sustentabilidade Para um maior alinhamento com o mercado e para facilitar a compreensão do tema, as

Leia mais

CORRESPONDENTES. Uma Inovação Brasileira

CORRESPONDENTES. Uma Inovação Brasileira CORRESPONDENTES Uma Inovação Brasileira JUNHO - 2007 Brasil Desafio das dimensões continentais ÁREA Brasil Desafio das dimensões continentais DENSIDADE DEMOGRÁFICA Brasil Desafio das dimensões continentais

Leia mais

Perspectivas para o setor de TI. BM&F Bovespa. 26 de junho de 2013 BRASSCOM

Perspectivas para o setor de TI. BM&F Bovespa. 26 de junho de 2013 BRASSCOM Perspectivas para o setor de TI BM&F Bovespa 26 de junho de 2013 BRASSCOM Associados BRASSCOM 1 Mercado Mundial de TI Crescimento Mercado TI BRASIL (2012/2011) 10,8% Crescimento Mercado TI Mundo (2012/2011)

Leia mais

O cooperativismo de crédito e você

O cooperativismo de crédito e você O cooperativismo de crédito e você A Cooperativa de Crédito é uma instituição financeira sem fins lucrativos de propriedade dos associados, controlada de forma democrática por seus membros, e tem o propósito

Leia mais

Perspectivas para o Setor da Construção Civil em 2015. Celso Petrucci Economista-chefe do Secovi-SP

Perspectivas para o Setor da Construção Civil em 2015. Celso Petrucci Economista-chefe do Secovi-SP Perspectivas para o Setor da Construção Civil em 2015 Celso Petrucci Economista-chefe do Secovi-SP Mercado Imobiliário Brasileiro - VGL 2011-7% 2012 13% 2013 R$ 85,6 bilhões R$ 79,7 bilhões R$ 90,4 bilhões

Leia mais

CNC - Divisão Econômica Rio de Janeiro

CNC - Divisão Econômica Rio de Janeiro CNC - Divisão Econômica Rio de Janeiro Março de 2015 PEIC Síntese dos Resultados Síntese dos Resultados Total de Endividados Dívidas ou Contas em Atrasos Não Terão Condições de Pagar mar/14 61,0% 20,8%

Leia mais

Brasil: Crescimento Sustentável, Distribuição de Renda e Inclusão Social. Miami Ministro Paulo Bernardo 6 de Abril de 2008

Brasil: Crescimento Sustentável, Distribuição de Renda e Inclusão Social. Miami Ministro Paulo Bernardo 6 de Abril de 2008 Brasil: Crescimento Sustentável, Distribuição de Renda e Inclusão Social Miami Ministro Paulo Bernardo 6 de Abril de 2008 Brasil consolida um mercado de consumo de massa e promove o surgimento de uma nova

Leia mais

PAINEL 9,6% dez/07. out/07. ago/07 1.340 1.320 1.300 1.280 1.260 1.240 1.220 1.200. nov/06. fev/07. ago/06

PAINEL 9,6% dez/07. out/07. ago/07 1.340 1.320 1.300 1.280 1.260 1.240 1.220 1.200. nov/06. fev/07. ago/06 Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior ASSESSORIA ECONÔMICA PAINEL PRINCIPAIS INDICADORES DA ECONOMIA BRASILEIRA Número 35 15 a 30 de setembro de 2009 EMPREGO De acordo com a Pesquisa

Leia mais

Planejamento Estratégico e Comercial Diagnóstico Estratégico

Planejamento Estratégico e Comercial Diagnóstico Estratégico Planejamento Estratégico e Comercial Diagnóstico Estratégico São Paulo, 25 de Agosto de 2010. Metodologia Análise do Ambiente Externo Mercado Correspondentes Associações Análise do Ambiente Interno Associados

Leia mais

Financiamento de Veículos Posicionamento

Financiamento de Veículos Posicionamento Financiamento de Veículos Posicionamento Market Share de Produção em % Ranking Novos Financiamentos (3º Trim 14) 15,5% 1º 13,8% 14,5% 2º 2º 3º 1ºT 14 2ºT 14 3ºT 14 Pesados Autos Novos Motos Autos Usados

Leia mais

Dinâmica Competitiva na Indústria de Cartões de Pagamento no Brasil

Dinâmica Competitiva na Indústria de Cartões de Pagamento no Brasil Dinâmica Competitiva na Indústria de Cartões de Pagamento no Brasil Juan Pérez Ferrés 4 de dezembro de 2009 2º SEMINÁRIO DE DIREITO CONCORRENCIAL DO BANCO DO BRASIL A Concorrência no Mercado de Cartões

Leia mais

CASE SANTANDER Carlos Rey de Vicente. Relacionamento do cidadão com o SFN Atendimento ao cidadão: resolvendo conflitos, aprimorando processos

CASE SANTANDER Carlos Rey de Vicente. Relacionamento do cidadão com o SFN Atendimento ao cidadão: resolvendo conflitos, aprimorando processos CASE SANTANDER Carlos Rey de Vicente Relacionamento do cidadão com o SFN Atendimento ao cidadão: resolvendo conflitos, aprimorando processos Contexto Cidadão: Mais consciente Mais informado Mais exigente

Leia mais

O cenário econômico atual e a Construção Civil Desafios e perspectivas

O cenário econômico atual e a Construção Civil Desafios e perspectivas O cenário econômico atual e a Construção Civil Desafios e perspectivas 1 O conturbado cenário nacional Economia em recessão: queda quase generalizada do PIB no 2º trimestre de 2015, com expectativa de

Leia mais

Programa Meu Bolso em Dia

Programa Meu Bolso em Dia Murilo Portugal Presidente da FEBRABAN Federação Brasileira de Bancos Da criação até aqui... 2 Portal 10.234.375 375 de pessoas já acessaram o nosso portal (visitantes únicos) Isso corresponde a5,3% da

Leia mais

As diretrizes de consumo no Brasil

As diretrizes de consumo no Brasil As diretrizes de consumo no Brasil A visão do consumidor Luiz Goes A GS&MD Gouvêa de Souza Consultoria Empresarial Canais de distribuição / Centrais e redes de negócios/ Controladoria e finanças / Crédito

Leia mais

Balanço do Mercado Imobiliário - Primeiro Semestre 2011. Mercado de Imóveis Novos Residenciais no Primeiro Semestre 2011

Balanço do Mercado Imobiliário - Primeiro Semestre 2011. Mercado de Imóveis Novos Residenciais no Primeiro Semestre 2011 Balanço do Mercado Imobiliário - Primeiro Semestre 2011 Mercado de Imóveis Novos Residenciais no Primeiro Semestre 2011 1 DIRETORIA Presidente João Crestana Economista-chefe Celso Petrucci Mercado de Imóveis

Leia mais

Agência Bradesco Praça Panamericana

Agência Bradesco Praça Panamericana Agência Bradesco Praça Panamericana Presença em todos os municípios brasileiros A B C D E 03 Crescimento Orgânico dos Canais de Distribuição 4.634 4.650 3.160 3.359 3.454 3.628 2007 2008 2009 2010 2011

Leia mais

SER UM PARCEIRO DA REDE BANORTE MATRIZ É MUITO MAIS NEGÓCIO PARA VOCÊ.

SER UM PARCEIRO DA REDE BANORTE MATRIZ É MUITO MAIS NEGÓCIO PARA VOCÊ. SER UM PARCEIRO DA REDE BANORTE MATRIZ É MUITO MAIS NEGÓCIO PARA VOCÊ. FRANQUIAS MERCADO DE FRANQUIAS. APROVEITE ESSA TENDÊNCIA. O mercado de franquias tem se mostrado cada vez mais um ótimo negócio no

Leia mais

FENABRAVE FORMAÇÃO DE CORRESPONDENTES Programa Preparatório para a Certificação Profissional

FENABRAVE FORMAÇÃO DE CORRESPONDENTES Programa Preparatório para a Certificação Profissional FENABRAVE FORMAÇÃO DE CORRESPONDENTES Programa Preparatório para a Certificação Profissional O que é um correspondente? Os correspondentes são empresas contratadas por instituições financeiras para executar

Leia mais

Microcrédito Produtivo Orientado Grandes números no mundo

Microcrédito Produtivo Orientado Grandes números no mundo Microcrédito Produtivo Orientado Grandes números no mundo Leste Europeu e Ásia Central Carteira Bruta (US$) 3,6 bilhões Ticket Médio (US$) 1.570,4 Quant. de Tomadores 2,3 milhões Leste Asiático e Pacífico

Leia mais

Maior capacidade de distribuição do Brasil. 90% CLIENTES do Banco. Rede de Atendimento Varejo e Prime 18% REDE DE ATENDIMENTO 25% 23,3% 7,4% 19% 16,5%

Maior capacidade de distribuição do Brasil. 90% CLIENTES do Banco. Rede de Atendimento Varejo e Prime 18% REDE DE ATENDIMENTO 25% 23,3% 7,4% 19% 16,5% Maior capacidade de distribuição do Brasil Rede de Atendimento Varejo e Prime REDE DE ATENDIMENTO D 6% D 18% Agências Varejo e Prime 4.565 M 25% M 23,3% Espaços Bradesco Prime 410 Postos de Atendimento

Leia mais

Marco Antonio Rossi. A Economia Brasileira Atual com Foco na Área de Benefícios

Marco Antonio Rossi. A Economia Brasileira Atual com Foco na Área de Benefícios Marco Antonio Rossi A Economia Brasileira Atual com Foco na Área de Benefícios 1 Agenda 1. Linha do Tempo 2. Mercado Brasileiro 3. Cenários Indicadores de Desenvolvimento 4. Desafios e Oportunidades 5.

Leia mais

Financiamento das Iniciativas de Inclusão Digital

Financiamento das Iniciativas de Inclusão Digital Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social Financiamento das Iniciativas de Inclusão Digital III IPAIT 07 / 06 / 2005 Mauricio Neves MSN@BNDES.GOV.BR Gerente Depto Indústria Eletrônica Área Industrial

Leia mais

Marco Antonio Rossi. Diretor Presidente do Grupo Bradesco Seguros e Vice Presidente do Banco Bradesco

Marco Antonio Rossi. Diretor Presidente do Grupo Bradesco Seguros e Vice Presidente do Banco Bradesco 1 Marco Antonio Rossi Diretor Presidente do Grupo Bradesco Seguros e Vice Presidente do Banco Bradesco 2 AGENDA AVANÇO DO MERCADO SEGURADOR NOSSO CRESCIMENTO PRESENTE E FUTURO 3 4 SEGUROS E RESSEGUROS:

Leia mais

Perspectivas para o crédito imobiliário em 2015. José Aguiar Superintendente Abecip

Perspectivas para o crédito imobiliário em 2015. José Aguiar Superintendente Abecip Perspectivas para o crédito imobiliário em 2015 José Aguiar Superintendente Abecip São Paulo, 29 de Outubro de 2014 AGENDA: Overview Pilares do crescimento Crédito imobiliário: situação atual E o funding?

Leia mais

Educação Financeira e Inclusão Financeira.. Departamento de Educação Financeira Novembro de 2014

Educação Financeira e Inclusão Financeira.. Departamento de Educação Financeira Novembro de 2014 Educação Financeira e Inclusão Financeira. Departamento de Educação Financeira Novembro de 2014 Agenda Planejamento estratégico do BCB Inclusão Financeira & PNIF Educação Financeira & ENEF iniciativas

Leia mais

PAINEL I O crédito doméstico em 2009 dentro do cenário pós crise

PAINEL I O crédito doméstico em 2009 dentro do cenário pós crise 7º. SEMINÁRIO FEBRABAN DE ECONOMIA Depois da tempestade: a economia brasileira em 2009 PAINEL I O crédito doméstico em 2009 dentro do cenário pós crise São Paulo (SP), 25 de novembro de 2008 1 AVISO IMPORTANTE:

Leia mais

Reflexos da evasão e da inadimplência na gestão da instituição de ensino

Reflexos da evasão e da inadimplência na gestão da instituição de ensino Reflexos da evasão e da inadimplência na gestão da instituição de ensino Sergio Roschel Diretor de Finanças as e Controladoria Instituto Metodista de Ensino Superior sergio.roschel@metodista.br 1 - Cenários

Leia mais

Transparência na Relação com os Consumidores

Transparência na Relação com os Consumidores Transparência na Relação com os Consumidores Mediador: Paulo Durval Branco Ekobé FEBRABAN São Paulo, 19 e 20 de agosto de 2009. Workshop Grupo I Transparência na Relação com os Consumidores Coordenação:

Leia mais