Massa molar (g.mol -1 )

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Massa molar (g.mol -1 )"

Transcrição

1 01.DETERMINAÇÃO DE FÓRMULAS MOLECULARES 01. A clorofila a, que é o pigmento responsável pela cor verde da maioria das plantas, tem fórmula molecular C 55 H 72 MgN 4 O 5. Calcule a composição percentual da clorofila a. RESOLUÇÃO. 1. C 55 H 72 MgN 4 O 5 Inicialmente tomamos as devidas massas atómicas de cada um dos elementos que compõem a molécula da clorofila: Elemento Massa atómica (u) Massa molar (g.mol -1 ) Total de átomos na molécula Contribuição para a massa molar da molécula (g.mol -1 ) C 12,01 12, ,55 H 1,008 1, ,58 Mg 24,31 24, ,31 N 14,01 14, ,04 O ,00 Somando-se os valores individuais para as massas molares de cada elemento presentes na molécula temos: Massa molar (C 55 H 72 MgN 4 O 5 ) = (660, , , , ,00) g.mol -1. Massa molar (C 55 H 72 MgN 4 O 5 ) = 893,48 g.mol -1. A massa molar de cada elemento é numericamente igual à massa em gramas desse elemento quando se tem 1 mol de C 55 H 72 MgN 4 O 5, portanto: 1 mol de C = 12,01 g na molécula temos: 55 mol de C = 660,55 g de C 1 mol de H = 1,008 g na molécula temos: 72 mol de H = 72,58 g de H 1 mol de Mg = 24,31 g na molécula temos: 1 mol de Mg = 24,31 g de Mg 1 mol de N = 14,01 g na molécula temos: 4 mol de N = 56,04 g de N 1 mol de O = 16,00 g na molécula temos: 5 mol de O = 80,00 g de O 1 mol de C 55 H 72 MgN 4 O 5 = 893,48 g João Paulo Noronha 1

2 Para calcular a fórmula percentual, devemos estabelecer que a massa em gramas contidas em 1 mol da molécula equivale a 100%. Dessa forma, as demais percentagens de cada elemento podem ser encontradas pelos cálculos abaixo: %(C) = (660,55 g de carbono). (100 %) (893,48 g do composto) %(C) = 73,93% %(H) = (72,58 g de azoto). (100 %) (893,48 g do composto) %(H) = 8,12% %(Mg) = (24,31 g de magnésio). (100 %) (893,48 g do composto) %(Mg) = 2,72% %(N) = (56,04 g de azoto). (100 %) (893,48 g do composto) %(N) = 6,27% %(O) = (80,00 g de oxigénio). (100 %) (893,48 g do composto) %(C) = 8,95% A fórmula percentual é, portanto: C 73,93% H 8,12% Mg 2,72% N 6,27% O 8,95% 2. Qual é fórmula empírica dos compostos orgânicos cuja composição percentual é dada abaixo? a. 85,6% C; 14,4% H. b. 40,0% C; 6,7% H. c. 40,7% C; 8,5% H; 23,8% N. d. 39,4% C; 11,6% H; 23,0% N. e. 60,0% C; 13,4% H. f. 12,6% C; 3,2% H; 84,1% Br. A fórmula empírica (ou mínima) é aquela que indica a proporção mínima em números inteiros entre os elementos constituintes de uma molécula. Quando os dados relativos à quantidade dos átomos estiverem em percentagem, é útil considerarmos que existam 100 g do composto, pois assim, o percentual de cada elemento é numericamente igual à quantidade expressa em gramas. João Paulo Noronha 2

3 a) 85,6% C; 14,4% H. Em 100 g desse composto temos: 85,6 g de C e 14,4 g de H Feito isso, calcula-se a quantidade de matéria (mol) de cada elemento: n(c) = (85,6 g C). (1,0 mol C)/(12,01 g C) n(c) = 7,12 mol n(h) = (14,4 g H). (1,0 mol H)/(1,008 g H) n(h) = 14,2 mol A proporção em quantidade de matéria entre átomos de carbono e hidrogénio é: 7,12 mol de C : 14,2 mol de H Como não podem existir números decimais na fórmula, dividimos todos os valores encontrados pelo menor deles, neste caso 7,12: (7,12 mol de C)/(7,12) : (14,2 mol de H)/(7,12) 1 mol de C : 2 mol de H Uma vez encontrada a menor proporção em números inteiros, podemos escrever: b) 40,0% C; 6,7% H. Fórmula empírica - CH 2 Em 100 g desse composto temos: 40,0 g de C e 6,7 g de H Quantidade de matéria (mol) de cada elemento: n(c) = (40,0 g C). (1,0 mol C)/(12,01 g C) n(c) = 3,33 mol n(h) = (6,7 g H). (1,0 mol H)/(1,008 g H) n(h) = 6,64 mol A proporção em quantidade de matéria entre átomos de carbono e hidrogénio é: 3,33 mol de C : 6,64 mol de H (3,33 mol de C)/(3,33) : (6,64 mol de H)/(3,33) João Paulo Noronha 3

4 1 mol de C : 2 mol de H Fórmula empírica - CH 2 c) 40,7% C; 8,5% H; 23,8% N. Em 100 g desse composto temos: 40,7 g de C 8,5 g de H 23,8 g de N Quantidade de matéria (mol) de cada elemento: n(c) = (40,7 g C). (1,0 mol C)/(12,01 g C) n(c) = 3,38 mol n(h) = (8,5 g H). (1,0 mol H)/(1,008 g H) n(h) = 8,42 mol n(n) = (23,8 g N). (1,0 mol N)/(14,01 g N) n(n) = 1,70 mol A proporção em quantidade de matéria entre átomos de carbono e hidrogénio é: 3,38 mol de C : 8,42 mol de H : 1,70 mol de N (3,38 mol de C)/(1,70) : (8,42 mol de H)/(1,70) : (1,70 mol de N)/(1,70) 2 mol de C : 5 mol de H : 1 mol de N Fórmula empírica - C 2 H 5 N d) 39,4% C; 11,6% H; 23,0% N. Em 100 g desse composto temos: 39,4 g de C 11,6 g de H 23,0 g de N João Paulo Noronha 4

5 Quantidade de matéria (mol) de cada elemento: n(c) = (39,4 g C). (1,0 mol C)/(12,01 g C) n(c) = 3,28 mol n(h) = (11,6 g H). (1,0 mol H)/(1,008 g H) n(h) = 11,5 mol n(n) = (23,0 g N). (1,0 mol N)/(14,01 g N) n(n) = 1,64 mol A proporção em quantidade de matéria entre átomos de carbono hidrogénio e azoto é: 3,28 mol de C : 11,5 mol de H : 1,64 mol de N (3,28 mol de C)/(1,64) : (11,5 mol de H)/(1,64) : (1,64 mol de N)/(1,64) 2 mol de C : 7 mol de H : 1 mol de N Fórmula empírica - C 2 H 7 N e) 60,0% C; 13,4% H. Em 100 g desse composto temos: 60,0 g de C 13,4 g de H Quantidade de matéria (mol) de cada elemento: n(c) = (60,0 g C). (1,0 mol C)/(12,01 g C) n(c) = 4,99 mol n(h) = (13,4 g H). (1,0 mol H)/(1,008 g H) n(h) = 13,2 mol A proporção em quantidade de matéria entre átomos de carbono e hidrogénio é: 4,99 mol de C : 13,2 mol de H (4,99 mol de C)/(4,99) : (13,2 mol de H)/(4,99) 1 mol de C : 2,6 mol de H Neste caso, quando o resultado apresentar uma proporção entre números não inteiros, deve-se multiplicar os valores obtidos por um número que transforme a proporção numa relação com os menores números inteiros possíveis. Multiplicando por 5 temos: João Paulo Noronha 5

6 5 mol de C : 13 mol de H Fórmula empírica - C 5 H 13 f) 12,6% C; 3,2% H; 84,1% Br Em 100 g desse composto temos: 12,6 g de C 3,2 g de H 84,1 g de Br Quantidade de matéria (mol) de cada elemento: n(c) = (12,6 g C). (1,0 mol C)/(12,01 g C) n(c) = 1,04 mol n(h) = (3,2 g H). (1,0 mol H)/(1,008 g H) n(h) = 3,17 mol n(br) = (84,1 g N). (1,0 mol N)/(79,9 g N) n(n) = 1,05 mol A proporção em quantidade de matéria entre átomos de carbono e hidrogénio é: 1,04 mol de C : 3,17 mol de H : 1,05 mol de N (1,04 mol de C)/(1,04) : (3,17 mol de H)/(1,04) : (1,05 mol de N)/(1,04) 1 mol de C : 3 mol de H : 1 mol de Br Fórmula empírica - CH 3 Br 3. A combustão de 6,51 mg de um líquido incolor produziu 20,46 mg de dióxido de carbono e 8,36 mg de água. A 100 ºC e 760 Torr (1 Torr = 1 mm Hg) de pressão, 100 cm 3 do composto (agora um gás) pesam 285 mg. Calcular. a) Composição percentual. b) Fórmula empírica. c) Fórmula molecular. Pela lei de conservação da massa, a quantidade em gramas dos reagentes deve ser igual à encontrada para os produtos. Analisando os dados, pode-se perceber que a reacção parte de 6,51 mg de um líquido desconhecido formando 20,46 mg de CO 2 e 8,36 mg de H 2 O totalizando 28,52 mg. O acréscimo de massa deve ser atribuído à participação de átomos cuja origem não está no composto de partida e como se João Paulo Noronha 6

7 trata de uma reacção de combustão, tais átomos certamente tem sua origem em moléculas de oxigénio presentes no ar, necessárias como comburente. a) Não sabemos com certeza se átomos de oxigénio estão presentes no composto mas, certamente ele apresenta carbono e hidrogénio pois os produtos são CO 2 e H 2 O. Pode-se equacionar a reacção conforme abaixo: Composto + O 2(g) CO 2(g) + H 2 O (l) A massa de CO 2 obtida foi de 20,46 mg. A quantidade só de carbono contida nessa massa pode ser calculada conforme abaixo: 20,46 mg CO 2. CO 2. 44,01 mg CO 2 C. CO 2 12,01 mg C C = 5,58 mg de C A massa de H 2 O obtida foi de 8,36 mg. A quantidade só de hidrogénio contida nessa massa é: 8,36 mg H 2 O. H 2 O. 18,016 mg H 2 O 2 mmol H. H 2 O 1,008 mg H H = 0,935 mg de H Assim sendo, para calcularmos qual a fórmula percentual: I. Verificamos se a soma das massas correspondem a 6,51 mg. Isso nos permitirá concluir se o composto é apenas formado por carbono e hidrogénio ou se ele também possui átomos de oxigénio. 5,58 + 0,935 = 6,51 mg (Formado apenas por C e H portanto) II. Admitindo que 6,51 mg do composto incinerado correspondem a 100%, as percentagens de carbono e hidrogénio podem ser calculadas: João Paulo Noronha 7

8 5,58 mg C. 100% 6,51 mg do composto = 85,71 % 0,935 mg H. 100% 6,51 mg do composto = 14,36 % A fórmula percentual é, portanto... C 85,71% H 14,36% b) A Fórmula empírica pode ser encontrada calculando-se a quantidade de matéria de carbono e hidrogénio presente no composto antes da combustão. Em 100 mg do composto temos: Massa (C) = 85,71 mg Massa (H) = 14,36 mg A quantidade de matéria para cada elemento é: 85,71 mg C. 14,36 mg H. C 12,01 mg C H 1,008 mg H = 7,13 mmol = 14,24 mmol Como a Fórmula empírica não pode ser expressa com números fraccionários, dividimos todos os valores encontrados pelo menor: 7,13 : 14,24 7,13 7,13 : 14,24 7,13 1 : 2 A Fórmula empírica é portanto: João Paulo Noronha 8 CH 2 c) 100 cm 3 do mesmo composto, agora no estado gasoso a 100 ºC e 760 Torr, apresenta massa de 285 mg. Pela equação geral dos gases perfeitos temos:

9 PV = nrt Como 100 cm 3 do composto (100 ml aproximadamente) apresentam 285 mg a 100 ºC (100 ºC = 373 K) e 760 mmhg (1 atm = 760 mm Hg), e admitindo comportamento ideal para o composto no estado gasoso, podemos escrever: PV = nrt (1 atm).(100 ml) = n.(0,082 atm.l.mol -1. K -1 ).(100 ºC) (1 ).(0,1 L) = (m/m).(0,082.l.mol -1. K -1 ).(373 K) 0,1 = (285 mg/m).(0,082.mol -1 ).(373) 0,1 = (0,285 g/m).(30,58. mol -1 ) (0,1)/(30,58.mol -1 ) = (0,285 g/m) 0,0032.mol = (0,285 g/m) M = (0,285 g)/(0,0032. mol) M 89 g.mol -1 Com isso encontramos a massa molecular do composto. A fórmula molecular pode ser obtida seguindo o seguinte raciocínio: Massa molar do composto. Massa molar da Fórmula empírica (Fórmula empíica) Dessa forma: 89 g.mol ,026 (CH 2 ) João Paulo Noronha 9

10 6. (CH 2 ) (fórmula molecular) - C 6 H Cantaridina, o ingrediente activo da cantárida (insecto coleóptero, Lytta vesicatoria (L.), usado como afrodisíaco), dá uma análise elementar de 61,2% de C e 6,2% H. testes qualitativos mostram que não contém azoto, enxofre, fósforo, halogéneos e metais. O peso molecular, determinado pelo método de abaixamento crioscópico em cânfora, foi 201 ± 20. Qual a fórmula molecular da cantaridina? O composto é formado por carbono e hidrogénio e em 100 g temos: Carbono = 61,2 g Hidrogénio = 6,2 g Como essas quantidades não somam 100 g, deve existir um terceiro tipo de elemento presente na estrutura da cantaridina. O enunciado da questão admite não existir N, S, P, halogéneos ou metais e, portanto, o elemento químico mais provável é o oxigénio. Se em 100 g 61,2 g são de carbono e 6,2 g são de hidrogénio, a massa de oxigénio na molécula é: Oxigénio = 100 g (61,2 + 6,2)g Oxigénio = 32,6 g A proporção em quantidade de matéria para cada um dos elementos é calculada conforme abaixo: 61,2 g de C. 1 mol de C 12,01 g de C 6,2 g de H. 1 mol de H 1,008 g de H 32,6 g de O. 1 mol de H 16,00 g de H = 5,09 mol de C = 6,15 mol de H = 2,06 mol de O 5,09 mol de C : 6,15 mol de H : 2,06 mol de O (5,09 2,06) mol de C : (6,15 2,06 mol de H) : (2,06 2,06) mol de O 2,5 mol de C : 3 mol de H : 1 mol de O João Paulo Noronha 10

11 Multiplicando-se todos os valores por 2, temos: 5 mol de C : 9 mol de H : 2 mol de O Fórmula empírica: C 5 H 9 O 2 Fórmula molecular: Massa molar do composto. (Fórmula Massa molar da Fórmula empírica empírica) 201 g.mol ,122 g.mol -1 (C 5 H 9 O 2 ) OBS: convém admitir 2,3 2. 2,3. (C 5 H 9 O 2 ) 2. (C 5 H 9 O 2 ) C 10 H 18 O 4 5. O odor desagradável da jaritataca [mamífero carnívoro da família dos mustalídeos (Conepatus chilensis amazonicus) que excreta como defesa um líquido irritante e nauseante] é devido a uma combinação de compostos orgânicos simples, um dos quais deu a seguinte análise: 54,51% C; 9,18% H; 36,31% S. A massa molecular é 89 uma ± 3. Qual a fórmula molecular deste composto? 6. A análise química do sangue de um suicida mostrou a presença de um composto que não está normalmente no sangue. Este composto continha carbono e hidrogénio, mas não azoto, halogénio ou enxofre. Não foi feito análise para oxigénio. A combustão de 33,0 mg deu 63,0 mg de dióxido de carbono e 39,1 mg de água. a) Qual a fórmula empírica do composto? b) O composto reage vigorosamente com sódio. Qual a estrutura do composto encontrado no sangue do suicida e o que provavelmente ele tomou antes de morrer? a. A questão informa que o composto não possui outros elementos além de C e H, porém, não foi feito teste para oxigénio o que não nos permite afirmar, com certeza, se a molécula possui ou não este elemento. Isso não descarta a João Paulo Noronha 11

12 possibilidade de um composto oxigenado e para comprovarmos, basta verificar se a massa de carbono e hidrogénio nos produtos é igual à massa inicial antes da combustão. 63,0 mg CO de CO 2 de C 12,01 mg C 7,18 mg de 2 = 44,02 mg de CO 2 de C C 39,1 mg H 2 O de H 2 O 2 mmol de H 1,008 mg H 18,016 mg de H 2 O de H = 4,37 mg H Somando-se as massas obtidas, temos: (17,18 + 4,37) mg = 21,55 mg Como a reacção foi com 33,0 mg, conclui-se que a massa restante deve-se ao oxigénio, portanto: (33,0 21,55) = 11,45 mg de oxigénio. Para encontrar a Fórmula empírica, basta calcular a quantidade de matéria de cada elemento: 17,18 mg de C. de C 12,01 mg C = 1,43 mmol de C 4,37 mg de H. de H 1,008 mg H = 4,34 mmol de H 11,45 mg de O. de O 16,00 mg O = 0,72 mmol de O A proporção em quantidade de matéria entre átomos de carbono hidrogénio e oxigénio é: 1,43 mmol de C : 4,34 mmol de H : 0,72 mmol de O (1,43 mmol de C)/(0,72) : (4,34 mmol de H)/(0,72) : (0,72 mmol de O)/(0,72) João Paulo Noronha 12

13 1,98 mol de C : 6,02 mol de H : 1 mol de O Para todos os fins práticos os valores encontrados podem ser considerados iguais a: 2 mol de C : 6 mol de H : 1 mol de O Fórmula empírica - C 2 H 6 O b. Existem duas possibilidades para a fórmula estrutural desse composto: Como o composto reage violentamente com sódio, a possibilidade mais provável é que a substância ingerida pelo suicida seja o álcool etílico. O éter é um composto inerte frente ao sódio e, por isso, muitas vezes utilizado como solvente em reacções orgânicas. A causa mortis do suicida, portanto, deve-se a uma incomum ingestão de bebida alcoólica, cuja quantidade foi suficiente para levá-lo a óbito. João Paulo Noronha 13

Relações Mássicas em Reacções Químicas

Relações Mássicas em Reacções Químicas Capítulo 3 Relações Mássicas em Reacções Químicas Massa Atómica N.º de Avogadro e Massa Molar Massa Molecular Espectrómetro de Massa Composição Percentual dos Compostos Determinação Experimental de Fórmulas

Leia mais

1ª Parte: Questões resolvidas

1ª Parte: Questões resolvidas ANÁLISE ELEMENTAR QUANTITATIVA DISCIPLINA: QUÍMICA GERAL / TURMA: 1º ano Ensino Médio 1ª Parte: Questões resolvidas Nota: A massa molecular de um composto, pode ser calculada em função da densidade de

Leia mais

Conteúdo 28/03/2017. Equações Químicas e Estequiometria, Balanceamento de Equações Químicas, Relação de Massa em Equações Químicas,

Conteúdo 28/03/2017. Equações Químicas e Estequiometria, Balanceamento de Equações Químicas, Relação de Massa em Equações Químicas, Química Geral I Química - Licenciatura Prof. Udo Eckard Sinks Conteúdo 28/03/2017 Equações Químicas e Estequiometria, Balanceamento de Equações Químicas, Relação de Massa em Equações Químicas, Química

Leia mais

ESTEQUIOMETRIA (Conceitos básicos) QUÍMICA A 1415 ESTEQUIOMETRIA

ESTEQUIOMETRIA (Conceitos básicos) QUÍMICA A 1415 ESTEQUIOMETRIA ESTEQUIOMETRIA Estequiometria é a parte da Química que estuda as proporções dos elementos que se combinam ou que reagem. MASSA ATÓMICA (u) É a massa do átomo medida em unidades de massa atómica (u). A

Leia mais

2005 by Pearson Education. Capítulo 03

2005 by Pearson Education. Capítulo 03 QUÍMICA A Ciência Central 9ª Edição Capítulo 3 Estequiometria: cálculos com fórmulas e equações químicas David P. White Equações químicas Lavoisier: a massa é conservada em uma reação química. Equações

Leia mais

QUÍMICA. A Ciência Central 9ª Edição. Capítulo 3 Estequiometria: cálculos com fórmulas e equações químicas. Prof. Kleber Bergamaski.

QUÍMICA. A Ciência Central 9ª Edição. Capítulo 3 Estequiometria: cálculos com fórmulas e equações químicas. Prof. Kleber Bergamaski. QUÍMICA A Ciência Central 9ª Edição Capítulo 3 Estequiometria: cálculos com fórmulas e equações químicas Prof. Kleber Bergamaski Equações químicas 1789, lei da conservação da massa A massa total de uma

Leia mais

LISTA 02 - TEORIA ATÔMICA MOLECULAR

LISTA 02 - TEORIA ATÔMICA MOLECULAR LISTA 02 - TEORIA ATÔMICA MOLECULAR 1º ano QUÍMICA PROF. PEDRO 2º Bimestre Questão 01) A massa de uma molécula de ácido acético, CH 3 COOH, é: a) 1,0. 10-21 g b) 1,0. 10-22 g c) 1,0. 10-23 g d) 1,0. 10-24

Leia mais

QUÍMICA CÁLCULOS ESTEQUIOMÉTRICOS

QUÍMICA CÁLCULOS ESTEQUIOMÉTRICOS QUÍMICA CÁLCULOS ESTEQUIOMÉTRICOS CÁLCULOS ESTEQUIOMÉTRICOS Os cálculos estequiométricos correspondem aos cálculos de massa, de quantidade de matéria e em alguns casos, de volumes das substâncias envolvidas

Leia mais

L E I S D A S R E A Ç Õ E S Q U Í M I C A S PROF. AGAMENON ROBERTO < 2011 >

L E I S D A S R E A Ç Õ E S Q U Í M I C A S PROF. AGAMENON ROBERTO < 2011 > L E I S D A S R E A Ç Õ E S Q U Í M I C A S PROF. AGAMENON ROBERTO < 2011 > Prof. Agamenon Roberto LEIS DAS REAÇÕES QUÍMICAS www.agamenonquimica.com 2 LEIS DAS REAÇÕES QUÍMICAS Um trabalho muito complicado

Leia mais

IME º DIA QUÍMICA BERNOULLI COLÉGIO E PRÉ-VESTIBULAR

IME º DIA QUÍMICA BERNOULLI COLÉGIO E PRÉ-VESTIBULAR IME - 2003 3º DIA QUÍMICA BERNOULLI COLÉGIO E PRÉ-VESTIBULAR Química Questão 01 Uma fonte de vanádio é o mineral vanadinita, cuja fórmula é Pb 5 (VO 4 ) 3 Cl. DETERMINE: A) A porcentagem em massa de vanádio

Leia mais

Relações numéricas. 25 abr. u.m.a, massa atômica, número de massa, massa molecular, massa molar, número de avogadro, volume molar,

Relações numéricas. 25 abr. u.m.a, massa atômica, número de massa, massa molecular, massa molar, número de avogadro, volume molar, Relações numéricas 25 abr u.m.a, massa atômica, número de massa, massa molecular, massa molar, número de avogadro, volume molar, CNTP 01. Resumo 02. Exercício de Aula 03. Exercício de Casa 04. Questão

Leia mais

MASSA ATÔMICA. 1u corresponde a 1, g, que equivale aproximadamente à massa de um próton ou de um nêutron.

MASSA ATÔMICA. 1u corresponde a 1, g, que equivale aproximadamente à massa de um próton ou de um nêutron. Cálculos Químicos MASSA ATÔMICA Na convenção da IUPAC (União Internacional de Química Pura e Aplicada) realizada em 1961, adotou-se como unidade padrão para massa atômica o equivalente a 1/12 da massa

Leia mais

QUÍMICA MÓDULO 18 RELAÇÕES NUMÉRICAS. Professor Edson Cruz

QUÍMICA MÓDULO 18 RELAÇÕES NUMÉRICAS. Professor Edson Cruz QUÍMICA Professor Edson Cruz MÓDULO 18 RELAÇÕES NUMÉRICAS INTRODUÇÃO Precisamos compreender que houve uma necessidade de se definir uma nova unidade de massa para átomos e moléculas. É importante que você

Leia mais

QUÍMICA 1 1º ANO RELAÇÕES DE MASSA

QUÍMICA 1 1º ANO RELAÇÕES DE MASSA QUÍMICA 1 1º ANO RELAÇÕES DE MASSA PROFª ELAINE CRISTINA 1. UNIDADE DE MASSA ATÔMICA A escala de massas atômicas está baseada no isótopo do carbono com número de massa igual a 12, ao qual foi atribuída

Leia mais

química química na abordagem do cotidiano

química química na abordagem do cotidiano Capítulo 3 Mol e massa molar na na abordagem Respostas dos exercícios essenciais a) uma dúzia b) quatro dúzias c) cinco dúzias 2 a) um mol b) quatro mols c) cinco mols 3 a) N 2 H 4 b) c) Em 32 g de hidrazina

Leia mais

Pergunta I II III IV V Total. Nota: Apresente todos os cálculos que efetuar. I Elementos Químicos Tabela Periódica

Pergunta I II III IV V Total. Nota: Apresente todos os cálculos que efetuar. I Elementos Químicos Tabela Periódica Aveiro 2013 9 de março 2013 (Semifinal) Pergunta I II III IV V Total Classificação Escola:. Nome:. Nome:. Nome:. Nota: Apresente todos os cálculos que efetuar Dados: Constante de Avogadro: N A = 6,022

Leia mais

Exercícios Sobre Massa atômica e molecular

Exercícios Sobre Massa atômica e molecular Exercícios Sobre Massa atômica e molecular Dado: 01. As massas moleculares do álcool etílico (C 2H 5OH) e do ácido acético (C 2H 4O 2) são respectivamente: a) 60 u e 46 u b) 66 u e 40 u c) 46 u e 66 u

Leia mais

AULA 05: Isso significa que 1 átomo de hidrogênio pesa 1/12 da massa do carbono-12.

AULA 05: Isso significa que 1 átomo de hidrogênio pesa 1/12 da massa do carbono-12. SETOR 2306 Turma de Maio/Manhã Aulas 05 e 06 Resolução dos eercícios de sala AULA 05: EXERCÍCIO 1) (discutido em sala) Hidrogênio (MA = 1,0 u). Isso significa que 1 átomo de hidrogênio pesa 1/12 da massa

Leia mais

Estequiometria. Priscila Milani

Estequiometria. Priscila Milani Estequiometria Priscila Milani Cálculo de massa para amostras impuras: Reagentes impuros, principalmente em reações industriais, ou porque eles são mais baratos ou porque eles já são encontrados na Natureza

Leia mais

Química Geral e Experimental II Gases Resolução comentada de exercícios selecionados versão gases_v2_2005 Prof. Fabricio R.

Química Geral e Experimental II Gases Resolução comentada de exercícios selecionados versão gases_v2_2005 Prof. Fabricio R. Química Geral e Experimental II Gases Resolução comentada de exercícios selecionados Prof. Fabricio R. Sensato 1) Imagine que o pneu de uma bicicleta, contendo 0,406 mol de ar arrebente se a pressão interna

Leia mais

P1 - PROVA DE QUÍMICA GERAL 15/09/2012

P1 - PROVA DE QUÍMICA GERAL 15/09/2012 P1 - PROVA DE QUÍMICA GERAL 15/09/01 Nome: Nº de Matrícula: GABARITO Turma: Assinatura: Questão Valor Grau Revisão 1 a,5 a,5 3 a,5 a,5 Total 10,0 Dados R = 0,081 atm L mol -1 K -1 T (K) = T ( C) + 73,15

Leia mais

Pergunta I II III IV V Total. Nota: Apresente todos os cálculos que efetuar. I Elementos Químicos Tabela Periódica

Pergunta I II III IV V Total. Nota: Apresente todos os cálculos que efetuar. I Elementos Químicos Tabela Periódica Aveiro 2013 9 de março 2013 (Semifinal) Pergunta I II III IV V Total Classificação Escola:. Nota: Apresente todos os cálculos que efetuar Dados: Constante de Avogadro: N A = 6,022 x 10 23 mol -1 Volume

Leia mais

Química C Extensivo V. 1

Química C Extensivo V. 1 GABARIT Química C Extensivo V. 1 Exercícios 01) C 10 H 14 5 NSP C: 12. 10 = 120 H: 1. 14 = 14 :. 5 = 80 N: 14. 1 = 14 S: 32. 1 = 32 P: 31. 1 = 31 291 u 02) C 9 H 13 3 N C: 12. 9 = 108 H: 1. 13 = 13 :.

Leia mais

MASSA ATÔMICA UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE - UFAC CURSO: ENGENHARIA AGRONÖMICA PET - AGRONOMIA. TUTOR: Prof.Dr. José de Ribamar Silva

MASSA ATÔMICA UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE - UFAC CURSO: ENGENHARIA AGRONÖMICA PET - AGRONOMIA. TUTOR: Prof.Dr. José de Ribamar Silva UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE - UFAC CURSO: ENGENHARIA AGRONÖMICA PET - AGRONOMIA MASSA ATÔMICA TUTOR: Prof.Dr. José de Ribamar Silva BOLSISTA: Renan Suaiden Parmejiani Yldison Felipe Nobre MASSA ATÔMICA.

Leia mais

QUÍMICA - 1 o ANO MÓDULO 22 RELAÇÕES NUMÉRICAS FUNDAMENTAIS - PARTE 2

QUÍMICA - 1 o ANO MÓDULO 22 RELAÇÕES NUMÉRICAS FUNDAMENTAIS - PARTE 2 QUÍMICA - 1 o ANO MÓDULO 22 RELAÇÕES NUMÉRICAS FUNDAMENTAIS - PARTE 2 Fixação 1) (UNESP) O volume de uma massa fixa de gás ideal, a pressão constante, é diretamente proporcional à: a) concentração do gás.

Leia mais

Vimos na aula passada massa atômica e massa molecular. Finalizaremos esta unidade estudando massa molar.

Vimos na aula passada massa atômica e massa molecular. Finalizaremos esta unidade estudando massa molar. Aula: 10. Temática: Quantidade de matéria MOL. Vimos na aula passada massa atômica e massa molecular. Finalizaremos esta unidade estudando massa molar. A unidade fundamental do pensamento químico é o átomo

Leia mais

O que você deve saber sobre

O que você deve saber sobre O que você deve saber sobre Podemos conhecer as grandezas que regem a quantificação dos fenômenos químicos identificando o comportamento da massa, do número de partículas e do volume de diferentes substâncias.

Leia mais

b) Tendo em conta a conclusão de Avogadro, selecione a opção que completa corretamente a frase seguinte. Em condições PTN,...

b) Tendo em conta a conclusão de Avogadro, selecione a opção que completa corretamente a frase seguinte. Em condições PTN,... QUESTÕES DE EXAME 4 Física e Química A Questões de provas nacionais realizadas entre 2008 e 2014 organizados por subdomínio e por secção, por ordem cronológica. Os itens estão identificados por data e

Leia mais

RELAÇÕES DE MASSA E MOL

RELAÇÕES DE MASSA E MOL RELAÇÃO DE MASSA E MOL A relação entre massa e quantidade Em uma gota de água de 0,05 ml há 1,67 sextilhão (1,67 x 10 21 ) de moléculas de água. A relação entre massa e quantidade A unidade de massa atômica

Leia mais

numérico é: a) H 2 CO 3 b) H 4 P 2 O 7 c) C 6 H 12 O 6 d) Al 2 (SO 4 ) 3 e) Fe 2 (CO 3 ) 3 f) Ca 3 (PO 4 ) 2 g) (NH 4 ) 2 S

numérico é: a) H 2 CO 3 b) H 4 P 2 O 7 c) C 6 H 12 O 6 d) Al 2 (SO 4 ) 3 e) Fe 2 (CO 3 ) 3 f) Ca 3 (PO 4 ) 2 g) (NH 4 ) 2 S Constante de Avogadro (antigamente chamada número de Avogadro é o número de átomos de 1 C contidos em 0,01 kg de 1 C. Seu valor numérico é: Cálculos Químicos Massa atômica, massa molecular e mol átomo

Leia mais

Uma fonte de vanádio é o mineral vanadinita, cuja fórmula é Pb 5 (VO 4 ) 3 Cl. Determine: a) a porcentagem em massa de vanádio nesse mineral;

Uma fonte de vanádio é o mineral vanadinita, cuja fórmula é Pb 5 (VO 4 ) 3 Cl. Determine: a) a porcentagem em massa de vanádio nesse mineral; 1 a QUESTÃO Valor 1,0 Uma fonte de vanádio é o mineral vanadinita, cuja fórmula é Pb 5 (VO 4 ) 3 Cl. Determine: a) a porcentagem em massa de vanádio nesse mineral; b) a massa em gramas de vanádio numa

Leia mais

Revisão 1 H 99,985 2 H 0, C 98,89 13 C 1,11 14 N 99,63 15 N 0,37 16 O 99, O 0, O 0,204

Revisão 1 H 99,985 2 H 0, C 98,89 13 C 1,11 14 N 99,63 15 N 0,37 16 O 99, O 0, O 0,204 Revisão Número de massa A característica fundamental que define um elemento químico é o número de prótons (Z) no núcleo. Se chamarmos de N o número de nêutrons no núcleo, o número de massa A é dado por:

Leia mais

Relações de massa. Situando-se ao assunto...

Relações de massa. Situando-se ao assunto... Situando-se ao assunto... Relações de massa Prof. : Drielle Caroline Conceito de mol A unidade fundamental do pensamento químico é o átomo ou a molécula; por isso, não surpreende que seja da maior importância

Leia mais

ATIVIDADE AVALIATIVA DE RECUPERAÇÃO

ATIVIDADE AVALIATIVA DE RECUPERAÇÃO ATIVIDADE AVALIATIVA DE RECUPERAÇÃO 2º TRIMESTRE/ 2016 1ª SÉRIE Componente Curricular: Química Professor: Bruno Série e Turma: 1ª (A) (B) Data: / /2016 Data de entrega: / /2016 Valor Máximo: 3,0 QUESTÃO

Leia mais

QUÍMICA - 1 o ANO MÓDULO 25 ESTEQUIOMETRIA: TIPOS DE FÓRMULA

QUÍMICA - 1 o ANO MÓDULO 25 ESTEQUIOMETRIA: TIPOS DE FÓRMULA QUÍMICA - 1 o ANO MÓDULO 25 ESTEQUIOMETRIA: TIPOS DE FÓRMULA Fixação 1) (PUC) A água oxigenada é uma solução de peróxido de hidrogênio (H 2 O 2 ) fortemente antis éptica por liberar O 2. Os percentuais,

Leia mais

Física e Química A 10º ANO FICHA DE APOIO N.º 3

Física e Química A 10º ANO FICHA DE APOIO N.º 3 Física e Química A º ANO FICHA DE APOIO N.º 3 TEMA: MOLE, MASSA MOLAR E VOLUME MOLAR I A mole Quando estamos a estudar uma porção de matéria, seja ela no estado sólido, líquido ou gasoso, eiste um número

Leia mais

Atividade complementar. Substâncias e transformações químicas, entendendo os aspectos quantitativos

Atividade complementar. Substâncias e transformações químicas, entendendo os aspectos quantitativos Atividade complementar Substâncias e transformações químicas, entendendo os aspectos quantitativos Esta atividade tem como objetivo complementar e aprofundar os estudos sobre as transformações químicas,

Leia mais

Química Analítica I Tratamento dos dados analíticos Soluções analíticas

Química Analítica I Tratamento dos dados analíticos Soluções analíticas Química Analítica I Tratamento dos dados analíticos Soluções analíticas Profª Simone Noremberg Kunz 2 Mol Medidas em química analítica É a quantidade de uma espécie química que contém 6,02x10 23 partículas

Leia mais

símbolos que indicam o estado da matéria de cada componente da reação: s para sólido, l para líquido, g para gasoso e aq para aquoso

símbolos que indicam o estado da matéria de cada componente da reação: s para sólido, l para líquido, g para gasoso e aq para aquoso ESTEQUIOMETRIA Estequiometria é uma palavra de origem grega que significa quantidade. Os cálculos decorrentes da estequiometria são importantes para quantificarmos reações químicas, ou seja, descobrirmos

Leia mais

Aula INTRODUÇÃO À ESTEQUIOMETRIA META OBJETIVOS PRÉ-REQUISITOS

Aula INTRODUÇÃO À ESTEQUIOMETRIA META OBJETIVOS PRÉ-REQUISITOS INTRODUÇÃO À ESTEQUIOMETRIA Aula 9 META Apresentar o estudo das equações usadas para representar as mudanças químicas e utilizar essas equações para definir as quantidades relativas de elementos combinados

Leia mais

PADRÃO DE RESPOSTA - QUÍMICA - Grupo J

PADRÃO DE RESPOSTA - QUÍMICA - Grupo J PADRÃO DE RESPOSTA - QUÍMICA - Grupo J 1 a QUESTÃO: (2,0 pontos) Avaliador Revisor Num recipiente de 3,0 L de capacidade, as seguintes pressões parciais foram medidas: N 2 = 0,500 atm; H 2 = 0,400 atm;

Leia mais

Química PROF.Fill. Gabarito comentado pelo professor Fill, que compõe a nossa maravilhosa equipe de Química.

Química PROF.Fill. Gabarito comentado pelo professor Fill, que compõe a nossa maravilhosa equipe de Química. Química PROFFill Uerj 2013/2014 Gabarito comentado pelo professor Fill, que compõe a nossa maravilhosa equipe de Química Um nanotubo é uma estrutura cilíndrica microscópica formada apenas por átomos de

Leia mais

Qui. Allan Rodrigues Xandão (Renan Micha) (Gabriel Pereira)

Qui. Allan Rodrigues Xandão (Renan Micha) (Gabriel Pereira) Semana 12 Allan Rodrigues Xandão (Renan Micha) (Gabriel Pereira) Este conteúdo pertence ao Descomplica. Está vedada a cópia ou a reprodução não autorizada previamente e por escrito. Todos os direitos reservados.

Leia mais

P1 - PROVA DE QUÍMICA GERAL 10/09/05

P1 - PROVA DE QUÍMICA GERAL 10/09/05 P1 - PROVA DE QUÍMICA GERAL 10/09/05 Nome: Nº de Matrícula: Gabarito Turma: Assinatura: Questão Valor Grau Revisão 1 a 2,5 2 a 2,5 3 a 2,5 4 a 2,5 Total 10,0 Dados R 0,0821 atm L mol -1 K -1 K C + 273,15

Leia mais

INSTITUTO GEREMARIO DANTAS COMPONENTE CURRICULAR: QUÍMICA EXERCÍCIOS DE RECUPERAÇÃO PARCIAL 2016

INSTITUTO GEREMARIO DANTAS COMPONENTE CURRICULAR: QUÍMICA EXERCÍCIOS DE RECUPERAÇÃO PARCIAL 2016 INSTITUTO GEREMARIO DANTAS Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Fone: (21) 21087900 Rio de Janeiro RJ www.igd.com.br Aluno(a): 1º Ano: C11 Nº Professora: Lúcia Nascimento COMPONENTE CURRICULAR:

Leia mais

A) Se a massa molar do composto C é 76 g.mol 1, determine as fórmulas químicas para os compostos A, B, C, D e E.

A) Se a massa molar do composto C é 76 g.mol 1, determine as fórmulas químicas para os compostos A, B, C, D e E. VTB 2008 2ª ETAPA Solução Comentada da Prova de Química 01. Na análise de 5 (cinco) diferentes compostos (A, B, C, D e E) formados apenas por nitrogênio e oxigênio, observou-se que as relações de massas

Leia mais

AULA DE QUÍMICA Professor Wladimir Muller FÓRMULA é a representação gráfica da MOLÉCULA de uma SUBSTÂNCIA QUÍMICA em que são utilizados os símbolos dos ELEMENTOS QUÍMICOS, e os índices numéricos, que indicam

Leia mais

Texto para as questões 31 e 32.

Texto para as questões 31 e 32. QUÍMICA Texto para as questões 31 e 32. Um sinal de que o bico do queimador do fogão está entupido é o aparecimento de chama amarela, quando o fogo é aceso. Nessa situação, ocorre a formação de carbono

Leia mais

Bem Explicado Centro de Explicações Lda. CFQ 8º Ano Fórmulas químicas de substâncias moleculares

Bem Explicado Centro de Explicações Lda. CFQ 8º Ano Fórmulas químicas de substâncias moleculares Bem Explicado Centro de Explicações Lda. CFQ 8º Ano Fórmulas químicas de substâncias moleculares Nome: Data: / / 1. Assinala a resposta correcta com um X. 1.1. Os símbolos químicos C, Ca, F e P representam,

Leia mais

Fórmula percentual. Fórmula molecular do metano: CH 4 Massa atômica do carbono: 12g/mol Massa atômica do hidrogênio: 1g/mol

Fórmula percentual. Fórmula molecular do metano: CH 4 Massa atômica do carbono: 12g/mol Massa atômica do hidrogênio: 1g/mol Você sabia que a quantidade de substâncias envolvidas em uma reação química, é encontrada através do cálculo estequiométrico? Bem, mas para realizar esse cálculo, você precisa primeiro conhecer quais as

Leia mais

P1 - PROVA DE QUÍMICA GERAL 09/04/11

P1 - PROVA DE QUÍMICA GERAL 09/04/11 P1 - PROVA DE QUÍMICA GERAL 09/04/11 Nome: Nº de Matrícula: GABARITO Turma: Assinatura: Questão Valor Grau Revisão 1 a 2,5 2 a 2,5 3 a 2,5 4 a 2,5 Total 10,0 Dados R = 0,0821 atm L mol -1 K -1 T (K) =

Leia mais

EB: QUÍMICA GERAL/ EQB: QUÍMICA GERAL I

EB: QUÍMICA GERAL/ EQB: QUÍMICA GERAL I EB: QUÍMICA GERAL/ EQB: QUÍMICA GERAL I Capítulo 6. Termoquímica Ficha de exercícios 1. Uma amostra de azoto gasoso expande-se do seu volume inicial de 1.6 L para 5.4 L, a temperatura constante. Calcule

Leia mais

Lista de Exercícios 1 Química Geral I Licenciatura em Química Prof. Udo Sinks

Lista de Exercícios 1 Química Geral I Licenciatura em Química Prof. Udo Sinks 1. Qual parte da descrição de um composto ou de uma substância elementar se refere às suas propriedades físicas e qual se refere às suas propriedades químicas? (a) O líquido incolor etanol queima no ar.

Leia mais

Compostos iônicos e moleculares

Compostos iônicos e moleculares LCE0143 Química Geral Compostos iônicos e moleculares Wanessa Melchert Mattos wanemelc@usp.br Moléculas - Menores unidades identificáveis - Moléculas são reuniões de dois ou mais átomos ligados entre si

Leia mais

UFU 2008/2-1ª FASE. 1-A substância, representada pela fórmula estrutural abaixo, é bastante utilizada como analgésico (aspirina).

UFU 2008/2-1ª FASE. 1-A substância, representada pela fórmula estrutural abaixo, é bastante utilizada como analgésico (aspirina). UFU 2008/2-1ª FASE 1-A substância, representada pela fórmula estrutural abaixo, é bastante utilizada como analgésico (aspirina). Com base nessas informações, marque a alternativa correta. A) Uma massa

Leia mais

Lista de Exercícios - Professor facebook.com/profrodrigoartuso. Grandezas Químicas e Estequiometria

Lista de Exercícios - Professor facebook.com/profrodrigoartuso. Grandezas Químicas e Estequiometria Grandezas Químicas e Estequiometria Criando base 1 - Em 100 gramas de alumínio, quantos átomos deste elemento estão presentes? Dados: M(Al) = 27 g/mol 1 mol = 6,02 x 10 23 átomos a) 3,7 x 10 23 b) 27 x

Leia mais

Estequiometria. Índice. Por Victor Costa

Estequiometria. Índice. Por Victor Costa Estequiometria Por Victor Costa Índice 1. Massa atômica 2. Mol 3. Massa molar 4. Massa molecular 5. Composição percentual 6. Reação química 7. Balanceamento 8. Reagente limitante 9. Rendimento Essa aula

Leia mais

P1 - PROVA DE QUÍMICA GERAL - 08/04/03

P1 - PROVA DE QUÍMICA GERAL - 08/04/03 P1 - PROVA DE QUÍMICA GERAL - 08/04/03 Nome: Nº de Matrícula: Turma: Assinatura: GABARITO Questão Valor Grau Revisão 1 a 2,0 2 a 2,0 3 a 2,0 4 a 2,0 5 a 2,0 Total 10,0 R = 0,0821 atm L mol -1 K -1 K =

Leia mais

PROVA ESPECIALMENTE ADEQUADA DESTINADA A AVALIAR A CAPACIDADE PARA A FREQUÊNCIA DO ENSINO SUPERIOR DOS MAIORES DE 23 ANOS

PROVA ESPECIALMENTE ADEQUADA DESTINADA A AVALIAR A CAPACIDADE PARA A FREQUÊNCIA DO ENSINO SUPERIOR DOS MAIORES DE 23 ANOS PROVA ESPECIALMENTE ADEQUADA DESTINADA A AVALIAR A CAPACIDADE PARA A FREQUÊNCIA DO ENSINO SUPERIOR DOS MAIORES DE 23 ANOS (Decreto Lei n.º 64/2006, de 21 de Março) 2010 PROVA DE QUÍMICA Data da prova:

Leia mais

- Exotérmico: ocorre com liberação de calor - Endotérmico: ocorre com absorção de calor

- Exotérmico: ocorre com liberação de calor - Endotérmico: ocorre com absorção de calor Fala gás nobre! Tudo bem? Hoje vamos para mais um assunto de química: A termoquímica. Você sabia que as reações químicas absorvem ou liberam calor, e desta forma, ocorre uma troca de energia? Pois é, a

Leia mais

12 GAB. 1 1 o DIA PASES 1 a ETAPA TRIÊNIO QUÍMICA QUESTÕES DE 21 A 30

12 GAB. 1 1 o DIA PASES 1 a ETAPA TRIÊNIO QUÍMICA QUESTÕES DE 21 A 30 12 GAB. 1 1 o DIA PASES 1 a ETAPA TRIÊNIO 2005-2007 QUÍMICA QUESTÕES DE 21 A 30 21. A hemoglobina das células vermelhas do sangue contém o complexo de ferro com uma porfirina. Sabendo que um indivíduo

Leia mais

Energia, calor, entalpia e variação de entalpia.

Energia, calor, entalpia e variação de entalpia. Combustíveis Energia e Ambiente De onde vem a energia dos combustíveis? Energia, calor, entalpia e variação de entalpia. Sistema; Universo; Sistema Aberto, Fechado e Isolado; Estado final e Inicial; Energia

Leia mais

Análise gasométrica volumétrica ou eudiométrica dos gases

Análise gasométrica volumétrica ou eudiométrica dos gases Análise gasométrica volumétrica ou eudiométrica dos gases A análise volumétrica gasométrica também é conhecida como análise eudiométrica, devido ao aparelho utilizado neste processo que é chamado de eudiômetro.

Leia mais

QUÍMICA - 1 o ANO MÓDULO 21 RELAÇÕES NUMÉRICAS FUNDAMENTAIS - PARTE 1

QUÍMICA - 1 o ANO MÓDULO 21 RELAÇÕES NUMÉRICAS FUNDAMENTAIS - PARTE 1 QUÍMICA - 1 o ANO MÓDULO 21 RELAÇÕES NUMÉRICAS FUNDAMENTAIS - PARTE 1 Unidade de massa atômica (u) Como pode cair no enem (CESGRANRIO) Um elemento X tem massa atômica 63,5 e apresenta os isótopos 63 X

Leia mais

QUÍMICA. Questão 01. Questão 02

QUÍMICA. Questão 01. Questão 02 Questão 01 QUÍMICA A fenil-etil-amina é considerada um componente responsável pela sensação do bem-estar decorrente da ingestão do chocolate, que contém, também, substâncias inorgânicas. Na tabela a seguir

Leia mais

Massa atômica, molecular e molar mol

Massa atômica, molecular e molar mol Segmento: Pré-vestibular Resoluções Coleção: Alfa, Beta e Gama. Disciplina: Química Volume: 1 Série: 7 Massa atômica, molecular e molar mol 1. D I. Verdadeira II. Verdadeira 12 6C (6 prótons + 6 nêutrons).

Leia mais

Equilíbrio Químico Folha 2.1 Prof.: João Roberto Mazzei

Equilíbrio Químico Folha 2.1 Prof.: João Roberto Mazzei 01. A cisteína é um aminoácido que contém enxofre e é encontrada na feijoada, devido às proteínas da carne e derivados. A reação de conversão da cisteína em cistina ocorre de acordo com a seguinte equação

Leia mais

GABARITO - QUÍMICA - Grupo A

GABARITO - QUÍMICA - Grupo A GABARITO - QUÍMICA - Grupo A 1 a QUESTÃO: (2,0 pontos) Avaliador Revisor O teor do íon Cl - existente nos fluidos corporais pode ser determinado através de uma analise volumétrica do íon Cl - com o íon

Leia mais

1. (Fuvest modificado) Ao misturar acetona com bromo, na presença de ácido, ocorre a transformação representada pela equação química:

1. (Fuvest modificado) Ao misturar acetona com bromo, na presença de ácido, ocorre a transformação representada pela equação química: Química Avaliação Mensal 3 os anos Décio e Vivian mar/12 Nome: Nº: Turma: GABARITO PROVA MENSAL 1º BIMESTRE 1. (Fuvest 2012 - modificado) Ao misturar acetona com bromo, na presença de ácido, ocorre a transformação

Leia mais

Olimpíada Brasileira de Química Fase III (Etapa 1 nacional)

Olimpíada Brasileira de Química Fase III (Etapa 1 nacional) Page 1 of 5 Olimpíada Brasileira de Química - 2001 Fase III (Etapa 1 nacional) Questão 1 (48 th Chemistry Olympiad - Final National Competition - 2001 - Estonia) Exame aplicado em 01.09.2001 Os compostos

Leia mais

6ª OLIMPÍADA BAIANA DE QUÍMICA EXAME 2011

6ª OLIMPÍADA BAIANA DE QUÍMICA EXAME 2011 Data da prova: 30.07.2011 Data da publicação do gabarito: 01.09.2011 GABARITO QUESTÕES DISCURSIVAS QUESTÃO 1. (Peso 2) Uma vela de massa 34,5g é acesa e encoberta por um bequer. Após algum tempo a chama

Leia mais

P1 - PROVA DE QUÍMICA GERAL 31/03/07

P1 - PROVA DE QUÍMICA GERAL 31/03/07 1 - ROVA DE QUÍMICA GERAL 31/03/07 Nome: GABARITO Nº de Matrícula: Turma: Assinatura: Questão Valor Grau Revisão 1 a,5 a,5 3 a,5 4 a,5 Total 10,0 Dados R 0,081 atm L mol -1 K -1 T (K) T ( C) + 73,15 1

Leia mais

Qui. Semana. Allan Rodrigues Xandão (Victor Pontes)

Qui. Semana. Allan Rodrigues Xandão (Victor Pontes) Semana 9 Allan Rodrigues Xandão (Victor Pontes) Este conteúdo pertence ao Descomplica. Está vedada a cópia ou a reprodução não autorizada previamente e por escrito. Todos os direitos reservados. CRONOGRAMA

Leia mais

AULA 10 ESTEQUIOMETRIA

AULA 10 ESTEQUIOMETRIA AULA 10 ESTEQUIOMETRIA Cálculo estequiométrico ou estequiometria é o cálculo de quantidades de substâncias que interagem, pode ser do reagente consumido ou do produto formado. Baseia-se nas proporções

Leia mais

QUÍMICA MÓDULO 20 CÁLCULO ESTEQUIOMÉTRICO. Professor Edson Cruz

QUÍMICA MÓDULO 20 CÁLCULO ESTEQUIOMÉTRICO. Professor Edson Cruz QUÍMICA Professor Edson Cruz MÓDULO 20 CÁLCULO ESTEQUIOMÉTRICO INTRODUÇÃO Agora que já sabemos os pré-requisitos para o entendimento do cálculo estequiométrico, podemos defini-lo como "o método matemático

Leia mais

1.1. A partir de 10 mol de ácido nítrico qual é a massa de nitrato de amónio que se obtém?

1.1. A partir de 10 mol de ácido nítrico qual é a massa de nitrato de amónio que se obtém? Escola Secundária de Lagoa Física e Química A 11º Ano Turma A Paula Melo Silva Ficha de Trabalho 5 Cálculos estequiométricos 1. O ácido nítrico é uma das mais importantes substâncias inorgânicas industriais.

Leia mais

Eletrólitos e Não Eletrólitos

Eletrólitos e Não Eletrólitos Introdução Introdução Introdução Eletrólitos e Não Eletrólitos Tipos de Eletrólitos Tipos de Eletrólitos Tipos de Eletrólitos Reações Inorgânicas Reações O QUE É UMA REAÇÃO QUÍMICA? É processo de mudanças

Leia mais

QUESTÕES DE EXAME 4. Física e Química A. Domínio 2 - Propriedades e transformações da matéria. 2.2 Gases e dispersões

QUESTÕES DE EXAME 4. Física e Química A. Domínio 2 - Propriedades e transformações da matéria. 2.2 Gases e dispersões QUESTÕES DE EXAME 4 Física e Química A Questões de provas nacionais realizadas entre 2008 e 2014 organizados por subdomínio e por secção, por ordem cronológica. Os itens estão identificados por data e

Leia mais

LEIS DAS COMBINAÇÕES QUÍMICAS

LEIS DAS COMBINAÇÕES QUÍMICAS COLÉGIO CONTATO 2016 QUIMICA I Livro 1 LEIS DAS COMBINAÇÕES QUÍMICAS EDMAR MARINHO DE AZEVEDO SITUANDO A DISCUSSÃO... 1. INTRODUÇÃO As Leis das Reações Químicas, deduzidas de forma empírica por cientistas

Leia mais

P4 - PROVA DE QUÍMICA GERAL - 28/06/08

P4 - PROVA DE QUÍMICA GERAL - 28/06/08 P4 - PROVA DE QUÍMICA GERAL - 8/06/08 Nome: Nº de Matrícula: Turma: Assinatura: Questão Valor Grau Revisão 1 a,5 a,5 3 a,5 4 a,5 Total 10,0 Constantes e equações: R 0,08 atm L mol -1 K -1 8,314 J mol -1

Leia mais

Propriedades e Usos dos Materiais

Propriedades e Usos dos Materiais Propriedades e Usos dos Materiais Propriedades e Usos dos Materiais 1. O rótulo de uma lata de desodorante em aerosol apresenta, entre outras, as seguintes principal razão dessa advertência é: a) O aumento

Leia mais

Tabela Periódica dos Elementos

Tabela Periódica dos Elementos 1º EM Química B Priscila Av. Trimestral 21/10/15 INSTRUÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA LEIA COM MUITA ATENÇÃO 1. Verifique, no cabeçalho desta prova, se seu nome, número e turma estão corretos. 2. Esta

Leia mais

Leis Históricas da Estequiometria

Leis Históricas da Estequiometria Estequiometria A proporção correta da mistura ar-combustível para o motor de uma carro de corrida pode ser tão importante quanto a habilidade do piloto para ganhar a corrida. As substâncias químicas, como

Leia mais

Determinaçao Indireta do Calor De Reaçao

Determinaçao Indireta do Calor De Reaçao Box 6 Determinaçao Indireta do Calor De Reaçao Vimos anteriormente que a variação de entalpia de uma reação é determinada experimentalmente no calorímetro. Existem, no entanto, maneiras indiretas de determinação

Leia mais

INSTITUTO POLITÉCNICO DE TOMAR ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA. Departamento de Engenharia Química e do Ambiente. QUÍMICA I (1º Ano/1º Semestre)

INSTITUTO POLITÉCNICO DE TOMAR ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA. Departamento de Engenharia Química e do Ambiente. QUÍMICA I (1º Ano/1º Semestre) INSTITUTO POLITÉCNICO DE TOMAR ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA Departamento de Engenharia Química e do Ambiente QUÍMICA I (1º Ano/1º Semestre) 4ª Série de Exercícios EQUILÍBRIO QUÍMICO Tomar (2003) 1 Equilíbrio

Leia mais

CURSO: ENGENHARIA CIVIL FÍSICA GERAL E EXPERIMENTAL II 2º Período Prof.a: Érica Muniz UNIDADE 2. Propriedades Moleculares dos Gases

CURSO: ENGENHARIA CIVIL FÍSICA GERAL E EXPERIMENTAL II 2º Período Prof.a: Érica Muniz UNIDADE 2. Propriedades Moleculares dos Gases CURSO: ENGENHARIA CIVIL FÍSICA GERAL E EXPERIMENTAL II 2º Período Prof.a: Érica Muniz UNIDADE 2 Propriedades Moleculares dos Gases Estado Gasoso Dentre os três estados de agregação, apenas o estado gasosos

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE IFRN CAMPUS MOSSORÓ PROFESSOR: ALBINO DISCIPLINA: QUÍMICA II

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE IFRN CAMPUS MOSSORÓ PROFESSOR: ALBINO DISCIPLINA: QUÍMICA II INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE IFRN CAMPUS MOSSORÓ PROFESSOR: ALBINO DISCIPLINA: QUÍMICA II ESTRUTURA DA MATÉRIA O termo matéria refere-se a todos os materiais

Leia mais

Especial Específicas (UNIFESP, UNESP, UEPG)

Especial Específicas (UNIFESP, UNESP, UEPG) Especial Específicas (UNIFESP, UNESP, UEPG) 1. (UNIFESP) Os polímeros fazem parte do nosso cotidiano e suas propriedades, como temperatura de fusão, massa molar, densidade, reatividade química, dentre

Leia mais

O processo B é químico. Ocorre uma recombinação entre os átomos, formando novas substâncias químicas. Há ocorrência de reação química.

O processo B é químico. Ocorre uma recombinação entre os átomos, formando novas substâncias químicas. Há ocorrência de reação química. 01 O processo A é físico. Não há transformação das espécies químicas apresentadas, ou seja, é um processo de mistura sem que haja a ocorrência de reação química. O processo B é químico. Ocorre uma recombinação

Leia mais

CÁLCULO ESTEQUIOMÉTRICO. Prof.: Andrey kleber Migliorini

CÁLCULO ESTEQUIOMÉTRICO. Prof.: Andrey kleber Migliorini CÁLCULO ESTEQUIOMÉTRICO Prof.: Andrey kleber Migliorini Introdução Estequiometria: Stoikheîon = elemento metron = medida É o estudo das relações quantitativas (átomos, moléculas, massa, volume) entre as

Leia mais

Conceitos Básicos sobre gases

Conceitos Básicos sobre gases Conceitos Básicos sobre gases ara este estudo não vamos fazer distinção entre gás e vapor, desta forma neste capítulo, o estado gasoso (gás ou vapor) será sempre referido como gás... ressão dos gases Suponha

Leia mais

Fotossíntese das plantas, o sol fornece energia

Fotossíntese das plantas, o sol fornece energia Unidade 6 - Conteúdo 13 - Termoquímica As transformações físicas e as reações químicas quase sempre estão envolvidas em perda ou ganho de calor. O calor é uma das formas de energia mais comum que se conhece.

Leia mais

COLÉGIO DA POLÍCIA MILITAR

COLÉGIO DA POLÍCIA MILITAR COLÉGIO DA POLÍCIA MILITAR ASSESSORIA TÉCNICA Processo Avaliativo Recuperação - 3º Bimestre/2015 Disciplina: QUÍMICA 3ª série EM A/B Nome do aluno Nº Turma A Recuperação deve ser entregue no dia 08/09/2015.

Leia mais

Prof. Vanderlei I Paula -

Prof. Vanderlei I Paula - Centro Universitário Anchieta Engenharia Química Físico Química I Prof. Vanderlei I Paula Gabarito 3 a lista de exercícios 01 Alimentos desidratados apresentam maior durabilidade e mantêm a maioria das

Leia mais

Resolução de Questões de Provas Específicas de Química (Aula 7)

Resolução de Questões de Provas Específicas de Química (Aula 7) Resolução de Questões de Provas Específicas de Química (Aula 7) Resolução de Questões de Provas Específicas (Aula 7) 1. (UECE) A tabela periódica já era objeto das preocupações dos antigos químicos a partir

Leia mais

ENSINO MÉDIO QUÍMICA

ENSINO MÉDIO QUÍMICA ENSINO MÉDIO QUÍMICA TERMOQUÍMICA TERMOQUÍMICA Termoquímica é a parte da química que estuda o calor associado a uma reação química. A unidade usada para medir a energia liberada ou absorvida por um sistema

Leia mais

Pb 2e Pb E 0,13 v. Ag 2e Ag E +0,80 v. Zn 2e Zn E 0,76 v. Al 3e Al E 1,06 v. Mg 2e Mg E 2,4 v. Cu 2e Cu E +0,34 v

Pb 2e Pb E 0,13 v. Ag 2e Ag E +0,80 v. Zn 2e Zn E 0,76 v. Al 3e Al E 1,06 v. Mg 2e Mg E 2,4 v. Cu 2e Cu E +0,34 v QUÍMICA 1ª QUESTÃO Umas das reações possíveis para obtenção do anidrido sulfúrico é a oxidação do anidrido sulfuroso por um agente oxidante forte em meio aquoso ácido, como segue a reação. Anidrido sulfuroso

Leia mais

(a) Calcule a percentagem de urânio na carnotita. (b) Que massa de urânio pode ser obtida a partir de 1350 g de carnotita.

(a) Calcule a percentagem de urânio na carnotita. (b) Que massa de urânio pode ser obtida a partir de 1350 g de carnotita. Cálculos com fórmulas e equações químicas 3. 3.1 A análise de uma pequena amostra de Pb 3 (PO 4 ) 2 apresentou a quantidade de 0,100 g de chumbo. Responda os itens abaixo usando estes dados e as massas

Leia mais

QUÍMICA LIGAÇÕES QUÍMICAS PROF. SAUL SANTANA

QUÍMICA LIGAÇÕES QUÍMICAS PROF. SAUL SANTANA QUÍMICA LIGAÇÕES QUÍMICAS PROF. SAUL SANTANA Ligação Química O conceito de configuração eletrônica e o desenvolvimento da Tabela Periódica permitiu aos químicos uma base lógica para explicar a formação

Leia mais

Qui. Allan Rodrigues Xandão (Gabriel Pereira)

Qui. Allan Rodrigues Xandão (Gabriel Pereira) Semana 15 Allan Rodrigues Xandão (Gabriel Pereira) Este conteúdo pertence ao Descomplica. Está vedada a cópia ou a reprodução não autorizada previamente e por escrito. Todos os direitos reservados. 23

Leia mais