PROGRAMA DE DISCIPLINA: BIOQUÍMICA

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PROGRAMA DE DISCIPLINA: BIOQUÍMICA"

Transcrição

1 PROGRAMA DE DISCIPLINA: BIOQUÍMICA Departamento de Ciências Fisiológicas Carga horária total: 188h Ano letivo: Série: 1º ano - Curso de Medicina Coordenador: Professor Doutor Wagner Ricardo Montor OBJETIVOS GERAIS Transmitir conhecimentos sobre a integração e a regulação dos processos bioquímicos humanos que permitem a manutenção da vida e a reprodução da espécie, a partir da compreensão da estrutura e das propriedades das biomoléculas, estrutura e função das organelas celulares e processos de transformação e fluxo de energia. Visa, também, a compreensão do fluxo da informação genética, bem como sua regulação, transmissão e expressão. OBJETIVOS ESPECÍFICOS Levar o aluno a: - Observar as características e propriedades das principais biomoléculas, e compreender sua importância nos processos metabólicos. - Compreender a forma como as células se relacionam com o ambiente em que estão inseridas para obtenção de energia e síntese de biomoléculas de importância. - Integrar as diversas vias metabólicas discutidas no curso. - Correlacionar os processos metabólicos das células com os processos fisiológicos do organismo e suas alterações com a etiologia de doenças. - Adquirir conhecimentos na área de Biologia Molecular que incluem o fluxo da informação genética, sua regulação e alterações destes mecanismos importantes para compreender a etiologia de doenças, seu diagnóstico e tratamento. EMENTA A disciplina está voltada à compreensão dos: 1. CONSTITUINTES QUÍMICOS DAS CÉLULAS Carboidratos, Aminoácidos, Proteínas, Lipídeos, Eicosanóides, Nucleotídeos e moléculas derivadas destes, como os Proteoglicanos, Glicoproteínas, Lipídeos Complexos e outros. 2. AS ENZIMAS Estrutura e mecanismo de ação Cinética enzimática 3 - ARMAZENAMENTO E MOBILIZAÇÃO DE ENERGIA QUÍMICA Glicólise, Gliconeogênese Ciclo de Krebs, cadeia de transporte de elétrons e fosforilação oxidativa Glicogenólise e Glicogeneogênese Metabolismo de Frutose, galactose, via das pentoses Metabolismo das lipoproteínas Síntese e Degradação de triglicerídeos, fosfolipídios, ácidos graxos Síntese de glicose e corpos cetônicos durante o jejum Gliconeogênese e oxidação de ácidos graxos

2 Integração metabólica durante o jejum de curta duração, longa duração e pós-prandial. 4 - METABOLISMO DE CONSTITUINTES CELULARES Ciclo da uréia Metabolismo de nucleotídeos Metabolismo dos aminoácidos 5 - PRINCIPAIS FONTES ENERGÉTICAS PARA O SER HUMANO Conceito de alimentos Metabolismo energético Necessidades energéticas Composição corporal 6 - SEMIÓTICA QUÍMICA E COMUNICAÇÃO CELULAR Receptores celulares e mecanismo de ação 7 MECANISMOS DE DETOXIFICAÇÃO Desintoxicação 8 BIOLOGIA MOLECULAR Conceitos Básicos. Estrutura e função de DNA, RNA, proteínas Fluxo da informação genética Replicação, mutação e reparo do DNA Recombinação, transcrição Técnicas de Biologia Molecular, como seqüenciamento, RNA, arrays, RFLP, PCR, etc. Tradução: Síntese de proteínas e código genético Análise de Proteínas e Proteomas (2D-PAGE, MS e MS/MS, cromatografias, arrays, imunofluorescência, imunoprecipitação, etc) Mecanismos moleculares das doenças Aplicações clínicas da Biologia Molecular Apoptose, Carcinogênese Doenças com Base Genética Noções de Engenharia Genética METODOLOGIA DO ENSINO A disciplina utiliza ao longo do curso diferentes estratégias que visam maior compreensão e domínio dos objetivos específicos descritos, como: - Aulas expositivas e aulas práticas laboratoriais. - Discussão de temas específicos em pequenos grupos. - Apresentação de casos clínicos onde o aluno compreende a inter-relação que existe entre disciplinas básicas e práticas da Medicina. COMENTÁRIOS A disciplina aborda o conhecimento das biomoléculas e dos principais processos bioquímicos, envolvendo a integração e o controle de tais processos no funcionamento da célula, e situando-os morfológica e funcionalmente nas organelas celulares. CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

3 Os alunos serão avaliados pela soma de duas notas distintas: 1º) Provas escritas: onde se avaliará o conhecimento das aulas teóricas e práticas. As provas terão notas de zero a dez e será calculada a média aritmética simples, sendo chamada de média de provas. 2º) Atividades de participação ativa dos alunos no curso: apresentação e discussão de casos clínicos em seminários, discussão de artigos e entrega de relatórios aulas práticas. A média 10 nestas atividades equivale a 0,5 (meio) ponto, que será somado à média das provas escritas. Os critérios de aprovação seguirão as normas do regimento interno da Faculdade. CORPO DOCENTE - Prof. Dr. Carlos Alberto Longui - Profa. Dra. Cristiane Kochi - Prof. Dr. José Raul Cisternas Gajardo - Profa. Dra. Luisa Villa - Prof. Dr. Murilo Rezende Melo - Profa. Dra. Mylene Neves Rocha - Prof. Dr. Osmar Monte - Prof. Dr. Sergio Setsuo Maeda - Prof. Dr. Wagner Ricardo Montor BIBLIOGRAFIA BÁSICA 1. Baynes J. - Bioquímica Médica 2ª ed. - Rio de Janeiro - Ed. Elsevier Bioquímica - Berg JM, Tymoczeko JL, Streyer L 6 a edição, 2008 Editora Guanabara Koogan S.A. BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR 1. Pratt C.W. - Bioquímica Essencial Charlotte Rio de Janeiro - Guanabara Koogan Bioquímica Ilustrada Champe e cols. 3ª edição, 2006 Artmed Editora S.A. 3. Devlin, Thomas M. - Manual de Bioquímica com Correlações Clínicas - 6ª edição, 2007 Editora Edgard Blücher Ltda. 4. Fundamentos Teóricos e Práticas em Bioquímica José Raul Cisternas, Osmar Monte e Wagner R. Montor - 1ª edição 2011 Editora Atheneu. Prof. Dr. Wagner Ricardo Montor Coordenador de Disciplina Prof. Dr. Hudson de Sousa Buck Chefe do Depto. de Ciências Fisiológicas da FCMSCSP

4 FCMSCSP/Departamento de Ciências Fisiológicas Bioquímica 2012 bioquímica 188 horas = 60 períodos + 8h de acréscimo Coordenador: Prof. Dr. Wagner Montor biologia molecular 188 = bioq + biomol DATA PERÍODO TURMA ATIVIDADE SALA TEMA DOCENTE MARÇO 5a - 1 9:00-12:00 B TEÓRICA Introdução à Bioquímica, Estrutura e Função dos carboidratos Prof. Wagner Montor 5a :00-17:00 A TEÓRICA Introdução à Bioquímica, Estrutura e Função dos carboidratos Prof. Wagner Montor 6a - 2 9:00-12:00 B TEÓRICA Estrutura e Função dos aminoácidos Prof. Wagner Montor 6a :00-17:00 A TEÓRICA Estrutura e Função dos aminoácidos Prof. Wagner Montor 5a - 8 9:00-12:00 B TEÓRICA Estrutura e Função dos Lipídeos Profa. Mylene Rocha (Raul) 5a :00-17:00 A TEÓRICA Estrutura e Função dos Lipídeos Profa. Mylene Rocha (Raul) 6a - 9 9:00-12:00 A TEÓRICA Estrutura e Função das Proteínas Prof. Wagner Montor 6a :00-17:00 B TEÓRICA Estrutura e Função das Proteínas Prof. Wagner Montor 5a :00-12:00 B TEÓRICA Matriz Extracelular I: Colágeno e Elastina Prof. Sérgio Maeda 5a :00-17:00 A TEÓRICA Matriz Extracelular I: Colágeno e Elastina Prof. Sérgio Maeda 6a :00-12:00 B TEÓRICA Matriz Extracelular II: Proteoglicanos e Glicoproteínas Prof. Sérgio Maeda 6a :00-17:00 B TEÓRICA Estrutura e Função dos Eicosanóides Profa. Mylene Rocha (Raul) 5a :00-12:00 A TEÓRICA Matriz Extracelular II: Proteoglicanos e Glicoproteínas Prof. Sérgio Maeda 5a :00-17:00 A TEÓRICA Estrutura e Função dos Eicosanóides Profa. Mylene Rocha (Raul) 6a :00-12:00 A TEÓRICA Proteínas do Plasma e Hemoglobina Prof. Sérgio Maeda 5a :00-12:00 B TEÓRICA Proteínas do Plasma e Hemoglobina Prof. Sérgio Maeda 5a :00-17:00 A TEÓRICA Propriedades Gerais das Enzimas Prof. Wagner Montor 5a :00-17:00 B TEÓRICA Sinais Químicos Prof. Sérgio Maeda (Raul) 6a :00-12:00 A TEÓRICA Sinais Químicos Prof. Sérgio Maeda (Raul) 6a :00-12:00 B TEÓRICA Propriedades Gerais das Enzimas Prof. Wagner Montor ABRIL 2a :00-17:00 A TEÓRICA Cinética Enzimática Prof. Wagner Montor 5a :00-12:00 B TEÓRICA Cinética Enzimática Prof. Wagner Montor 5a :00-17:00 A PRÁTICA Enzimas 1 (Laboratório) Prof. Murilo Melo 5a :00-12:00 B PRÁTICA Enzimas 1 (Laboratório) Prof. Murilo Melo 5a :00-17:00 A PRÁTICA Enzimas 2 (Laboratório) Prof. Murilo Melo 6a :00-12:00 B TEÓRICA Estrutura, Replicação e DNA mitocondrial Profa Mylene Rocha 6a :00-17:00 B PRÁTICA Enzimas 2 (Laboratório) Prof. Murilo Melo 5a :00-12:00 TODOS PROVA 1º PROVA DE BIOQUÍMICA (de Carboidratos a Enzimas 2) Prof. Wagner, Prof. Sérgio, Profa. Mylene 6a :00-12:00 A TEÓRICA Estrutura, Replicação e DNA mitocondrial Profa Mylene Rocha 6a :00-12:00 B TEÓRICA Transcrição e Tradução Profa. Cristiane Kochi 6a :00-17:00 A TEÓRICA Transcrição e Tradução Profa. Cristiane Kochi 5a :00-17:00 B TEÓRICA Mutações Profa Mylene Rocha 6a :00-17:00 A TEÓRICA Mutações Profa Mylene Rocha MAIO 5a :00-12:00 TODOS TEÓRICA Mecanismos Moleculares das Doenças 1 Prof. Carlos Longui 5a :00-17:00 TODOS TEÓRICA Expressão Gênica Profa. Mylene Rocha

5 6a :00-12:00 A TEÓRICA Técnicas de Biomol 1 Prof. Murilo Melo 6a :00-17:00 A TEÓRICA Técnicas de Biomol 2 Profa. Mylene Rocha 6a :00-17:00 B TEÓRICA Técnicas de Biomol 1 Prof. Murilo Melo 5a :00-12:00 B TEÓRICA Técnicas de Biomol 2 Profa. Mylene Rocha 5a :00-17:00 B TEÓRICA Bioinformática Prof. Murilo Melo 6a :00-12:00 A TEÓRICA Bioinformática Prof. Murilo Melo 6a :00-17:00 A TEÓRICA Ciclo Celular e Apoptose Profa. Mylene Rocha 5a :00-17:00 A TEÓRICA Falhas do Ciclo Celular e Vias de Transdução de Sinal na Origem de Neoplasias Prof. Wagner Montor 5a :00-17:00 B TEÓRICA Ciclo Celular e Apoptose Profa. Mylene Rocha 6a :00-17:00 B TEÓRICA Falhas do Ciclo Celular e Vias de Transdução de Sinal na Origem de Neoplasias Prof. Wagner Montor 5a :00-12:00 TODOS TEÓRICA Noções de Engenharia Genética Prof. Wagner Montor 5a :00-17:00 TODOS TEÓRICA Farmacogenômica Prof. Murilo 5a :00-12:00 TODOS TEÓRICA Mecanismos Moleculares das Doenças 2 Prof. Carlos Longui 5a :00-17:00 TODOS TEÓRICA Biologia Molecular dos Vírus e Câncer Profa. Luisa Villa JUNHO 6a :00-12:00 TODOS TEÓRICA Terapia Gênica Profa. Mylene Rocha 6a :00-17:00 TODOS PROVA 2º PROVA DE BIOQUÍMICA (TODA A BIOLOGIA MOLECULAR) Profa. Mylene/Prof. Wagner 5a :00-17:00 A TEÓRICA Análise Proteômica Prof. Wagner Montor 6a :00-12:00 B TEÓRICA Análise Proteômica Prof. Wagner Montor 6a :00-17:00 A TEÓRICA Alimentos Prof. Osmar Monte 5a :00-12:00 B TEÓRICA Alimentos Prof. Osmar Monte 5a :00-17:00 A TEÓRICA Necessidades Energéticas Profa. Cristiane Kochi 5a :00-17:00 B TEÓRICA Glicólise e Gliconeogênese Prof. Wagner Montor 6a :00-12:00 A TEÓRICA Glicólise e Gliconeogênese Prof. Wagner Montor 6a :00-12:00 B TEÓRICA Necessidades Energéticas Profa. Cristiane Kochi 6a :00-17:00 A TEÓRICA Ciclo de Krebs Prof. Wagner Montor 6a :00-17:00 B TEÓRICA Nutrição: Aspectos Gerais Profa. Cristiane Kochi JULHO 5a :00-12:00 A TEÓRICA Composição Corporal (Teórica) Profa. Cristiane Kochi 5a :00-12:00 B TEÓRICA Ciclo de Krebs Prof. Wagner Montor 5a :00-17:00 A PRÁTICA Composição Corporal (Prática) Profa. Cristiane Kochi 5a :00-17:00 B TEÓRICA Cadeia Respiratória Prof. Wagner Montor 6a :00-12:00 A TEÓRICA Cadeia Respiratória Prof. Wagner Montor 6a :00-12:00 B TEÓRICA Composição Corporal (Teórica) Profa. Cristiane Kochi 6a :00-17:00 B PRÁTICA Composição Corporal (Prática) Profa. Cristiane Kochi 5a :00-17:00 TODOS PROVA 3º PROVA DE BIOQUÍMICA (de Proteoma a Composição Corporal Prática) Prof. Wagner/Profa. Cristiane Kochi 6a :00-12:00 A TEÓRICA Nutrição: Aspectos Gerais Profa. Cristiane Kochi AGOSTO 4a :00-12:00 A TEÓRICA Metabolismo de Frutose e Galactose, Via das Pentoses Prof. Wagner Montor 4a :00-17:00 B TEÓRICA Metabolismo de Frutose e Galactose, Via das Pentoses Prof. Wagner Montor 5a :00-12:00 A TEÓRICA Metabolismo do Glicogênio Prof. Wagner Montor 5a :00-12:00 B TEÓRICA Metabolismo dos Aminoácidos Prof. Sérgio Maeda 5a :00-17:00 A TEÓRICA Metabolismo dos Aminoácidos Prof. Sérgio Maeda 5a :00-17:00 B TEÓRICA Metabolismo do Glicogênio Prof. Wagner Montor 6a :00-12:00 A TEÓRICA Metabolismo de Ácidos Graxos (síntese e degradação) Prof. Wagner Montor (Raul) 6a :00-12:00 B TEÓRICA Metabolismo de Lipoproteínas Prof. Osmar Monte (Raul) 6a :00-17:00 A TEÓRICA Metabolismo de Lipoproteínas Prof. Osmar Monte (Raul) 6a :00-17:00 B TEÓRICA Metabolismo de Ácidos Graxos (síntese e degradação) Prof. Wagner Montor (Raul)

6 4a :00-12:00 B TEÓRICA Integração Metabólica Prof. Osmar Monte 5a :00-12:00 A TEÓRICA Radicais Livres Profa. Mylene Rocha (Raul) 5a :00-17:00 A TEÓRICA Integração Metabólica Prof. Osmar Monte 5a :00-17:00 B TEÓRICA Radicais Livres Profa. Mylene Rocha (Raul) 6a :00-12:00 A TEÓRICA Desintoxicação Profa. Mylene Rocha (Raul) 6a :00-12:00 B TEÓRICA Bioquímica da Atividade Física Prof. Osmar Monte 6a :00-17:00 A TEÓRICA Bioquímica da Atividade Física Prof. Osmar Monte 6a :00-17:00 B TEÓRICA Bioquímica da Aterogênese Prof. Raul Cisternas 5a :00-12:00 TODOS PROVA 4º PROVA DE BIOQUÍMICA (de Nutrição a Atividade Física) Prof. Sérgio/Profa. Mylene 5a :00-17:00 A TEÓRICA Bioquímica da Aterogênese Prof. Raul Cisternas 5a :00-17:00 B TEÓRICA Desintoxicação Profa. Mylene Rocha (Raul) 6a :00-12:00 1 SEMINÁRIO Casos Clínicos: Respiração Celular Prof. Wagner Montor 6a :00-12:00 2 SEMINÁRIO Casos Clínicos: Colagenoses Prof. Sérgio Maeda 6a :00-12:00 3 SEMINÁRIO Casos Clínicos: Enzimas Prof. Murilo Melo 6a :00-17:00 2 SEMINÁRIO Casos Clínicos: Respiração Celular Prof. Wagner Montor 6a :00-17:00 3 SEMINÁRIO Casos Clínicos: Colagenoses Prof. Sérgio Maeda 6a :00-17:00 1 SEMINÁRIO Casos Clínicos: Enzimas Prof. Murilo Melo 4a :00-12:00 3 SEMINÁRIO Casos Clínicos: Respiração Celular Prof. Wagner Montor 4a :00-12:00 1 SEMINÁRIO Casos Clínicos: Colagenoses Prof. Sérgio Maeda 4a :00-12:00 2 SEMINÁRIO Casos Clínicos: Enzimas Prof. Murilo Melo 5a :00-12:00 1 SEMINÁRIO Casos Clínicos: Carboidratos Prof. Wagner Montor 5a :00-12:00 2 SEMINÁRIO Casos Clínicos: Aminoácidos Prof. Sérgio Maeda 5a :00-12:00 3 SEMINÁRIO Casos Clínicos: Lipoproteínas Prof. Osmar Monte (Raul) 5a :00-17:00 2 SEMINÁRIO Casos Clínicos: Carboidratos Prof. Wagner Montor 5a :00-17:00 3 SEMINÁRIO Casos Clínicos: Aminoácidos Prof. Sérgio Maeda 5a :00-17:00 1 SEMINÁRIO Casos Clínicos: Lipoproteínas Prof. Osmar Monte (Raul) 6a :00-12:00 3 SEMINÁRIO Casos Clínicos: Carboidratos Prof. Wagner Montor 6a :00-12:00 1 SEMINÁRIO Casos Clínicos: Aminoácidos Prof. Sérgio Maeda 6a :00-12:00 2 SEMINÁRIO Casos Clínicos: Lipoproteínas Prof. Osmar Monte (Raul) 6a :00-17:00 1 PRÁTICA Práticas Biologia Molecular Profa. Mylene Rocha/Flávio 6a :00-17:00 2 SEMINÁRIO Seminários Biologia Molecular Prof. Murilo/Profa. Cris Kochi 6a :00-17:00 3 TEÓRICA Projetos de Pesquisa Prof. Carlos Longui 4a :00-12:00 2 PRÁTICA Práticas Biologia Molecular Profa. Mylene Rocha/Flávio 4a :00-12:00 3 SEMINÁRIO Seminários Biologia Molecular Prof. Murilo/Profa. Cris Kochi 4a :00-12:00 1 TEÓRICA Projetos de Pesquisa Prof. Carlos Longui 5a :00-12:00 3 PRÁTICA Práticas Biologia Molecular Profa. Mylene Rocha/Flávio 5a :00-12:00 1 SEMINÁRIO Seminários Biologia Molecular Prof. Murilo/Profa. Cris Kochi 5a :00-12:00 2 TEÓRICA Projetos de Pesquisa Prof. Carlos Longui 5a :00-17:00 TODOS TEÓRICA Discussão Geral dos Seminários TODOS 6a :00-12:00 TODOS PROVA 5º PROVA DE BIOQUÍMICA (de Desintoxicação para frente) Prof. Wagner, Prof. Sérgio, Profa. Mylene 6a :00-17:00 DEFERIDOS PROVA PROVAS SUBSTITUTIVAS DE BIOQUÍMICA E BIOFÍSICA Prof. Mylene, Profa. Luciana Setembro 2a :00-12:00 Média < 7,0 PROVA EXAME DE PRIMEIRA ÉPOCA BIOQUÍMICA (E1) Prof. Wagner, Profa. Mylene Dezembro a definir a definir P + E1 < 5,0 PROVA EXAME DE SEGUNDA ÉPOCA BIOQUÍMICA Prof. Wagner, Prof. Sérgio

7 Faltas possíveis (25%) (bioquímica + biomol) ~ 47h = ~15 períodos de 3h

PROCESSO SELETIVO PARA TRANSFERÊNCIA ANO LETIVO 2013 CURSO DE GRADUAÇÃO EM MEDICINA EDITAL DE INSCRIÇÃO

PROCESSO SELETIVO PARA TRANSFERÊNCIA ANO LETIVO 2013 CURSO DE GRADUAÇÃO EM MEDICINA EDITAL DE INSCRIÇÃO PROCESSO SELETIVO PARA TRANSFERÊNCIA ANO LETIVO 2013 CURSO DE GRADUAÇÃO EM MEDICINA EDITAL DE INSCRIÇÃO A Diretoria da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo FCMSCSP, nos termos dos artigos

Leia mais

FACULDADE SANTO AGOSTINHO - FSA DIRETORIA DE ENSINO COORDENAÇÃO DE NUTRIÇÃO

FACULDADE SANTO AGOSTINHO - FSA DIRETORIA DE ENSINO COORDENAÇÃO DE NUTRIÇÃO FACULDADE SANTO AGOSTINHO - FSA DIRETORIA DE ENSINO COORDENAÇÃO DE NUTRIÇÃO PROGRAMA DE DISCIPLINA I-IDENTIFICAÇÃO 1. CURSO: NUTRIÇÃO 2. DISCIPLINA: NUTRIÇÃO E METABOLISMO 3. SEMESTRE DO CURSO: 4º 4. PROFESSOR(A):

Leia mais

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM ESTÉTICA E COSMÉTICA Autorizado pela Portaria MEC nº 433 de 21/10/11 - DOU de 24/10/11 PLANO DE CURSO

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM ESTÉTICA E COSMÉTICA Autorizado pela Portaria MEC nº 433 de 21/10/11 - DOU de 24/10/11 PLANO DE CURSO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM ESTÉTICA E COSMÉTICA Autorizado pela Portaria MEC nº 433 de 21/10/11 - DOU de 24/10/11 Componente Curricular: Citologia e Histologia Código: Pré-requisito: ---- Período

Leia mais

P R O G R A M A D E E N S I N O. Carga horária total: 60 Teórica: 45 Prática: 15 Estágio:

P R O G R A M A D E E N S I N O. Carga horária total: 60 Teórica: 45 Prática: 15 Estágio: MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal de Alfenas. UNIFAL-MG Rua Gabriel Monteiro da Silva, 700. Alfenas/MG CEP 37130-000 Fone: (35) 3299-1000. Fax: (35) 3299-1063 P R O G R A M A D E E N S I N O

Leia mais

M E T B O L I S M O CATABOLISMO ANABOLISMO

M E T B O L I S M O CATABOLISMO ANABOLISMO METABOLISMO É o conjunto das reações químicas que ocorrem num organismo vivo com o fim de promover a satisfação de necessidades estruturais e energéticas. ...metabolismo Do ponto de vista físico-químico,

Leia mais

METABOLISMO DE LIPÍDEOS

METABOLISMO DE LIPÍDEOS METABOLISMO DE LIPÍDEOS 1. Β-oxidação de ácidos graxos - Síntese de acetil-coa - ciclo de Krebs - Cadeia transportadora de elétrons e fosforilação oxidativa 2. Síntese de corpos cetônicos 3. Síntese de

Leia mais

CIENCIAS MOLECULARES E CELULARES

CIENCIAS MOLECULARES E CELULARES CIENCIAS MOLECULARES E CELULARES Profa. Ms Solange A O Neves Curso: Enfermagem 1 Apresentação do docente Professora Ms Solange Aparecida de Oliveira Neves 2 Curso: Enfermagem Disciplina: Ciências Moleculares

Leia mais

Biologia Celular: Transformação e armazenamento de energia: Mitocôndrias e Cloroplastos

Biologia Celular: Transformação e armazenamento de energia: Mitocôndrias e Cloroplastos FUNDAÇÃO PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS - FUPAC FACULDADE PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS DE UBERLÂNDIA Biologia Celular: Transformação e armazenamento de energia: Mitocôndrias e Cloroplastos Prof. MSc Ana Paula

Leia mais

FACULDADE SETE DE SETEMBRO FASETE

FACULDADE SETE DE SETEMBRO FASETE FACULDADE SETE DE SETEMBRO FASETE Credenciada pela Portaria/MEC nº 206/2002 D.O.U. 29/01/2002 ORGANIZAÇÃO SETE DE SETEMBRO DE CULTURA E ENSINO LTDA CNPJ: 03.866.544/0001-29 e Inscrição Municipal nº 005.312-3

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA PRO-REITORIA ACADÊMICA

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA PRO-REITORIA ACADÊMICA DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Campus: Uruguaiana Curso: Enfermagem Componente Curricular: Genética Humana Código: UR 1303 Pré requisito: UR 1103 Co- requisito: ---------- Professor: Michel Mansur Machado Carga

Leia mais

FACULDADE DE MEDICINA DE SÃO JOSÉ DO RIO PRETO FAMERP PLANO DE ENSINO. Carga horária Total:

FACULDADE DE MEDICINA DE SÃO JOSÉ DO RIO PRETO FAMERP PLANO DE ENSINO. Carga horária Total: FACULDADE DE MEDICINA DE SÃO JOSÉ DO RIO PRETO FAMERP CURSO DE : MEDICINA SÉRIE: 1ª. série ANO LETIVO: 2010 BLOCO I IDENTIFICAÇÃO Código da Disciplina PLANO DE ENSINO Nome da Disciplina Biologia Molecular

Leia mais

Questões complementares

Questões complementares Questões complementares 1. Definir célula e os tipos celulares existentes. Caracterizar as diferenças existentes entre os tipos celulares. 2. Existe diferença na quantidade de organelas membranares entre

Leia mais

ALUNO(a): Observe o esquema a seguir, no qual I e II representam diferentes estruturas citoplasmáticas.

ALUNO(a): Observe o esquema a seguir, no qual I e II representam diferentes estruturas citoplasmáticas. GOIÂNIA, / / 2015 PROFESSOR: DISCIPLINA: SÉRIE: 3º ano ALUNO(a): Lista de Exercícios NOTA: No Anhanguera você é + Enem Questão 01) Observe o esquema a seguir, no qual I e II representam diferentes estruturas

Leia mais

Mitocôndrias e Cloroplastos

Mitocôndrias e Cloroplastos Universidade Federal de Sergipe Centro de Ciências Biológicas e da Saúde Departamento de Morfologia Biologia Celular Mitocôndrias e Cloroplastos Características gerais de mitocôndrias e cloroplastos Mitocôndrias

Leia mais

UNIDADE II UNIDADE III

UNIDADE II UNIDADE III MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal de Alfenas. UNIFAL-MG Rua Gabriel Monteiro da Silva, 700. Alfenas/MG. CEP 37130-000 Fone: (35) 3299-1000. Fax: (35) 3299-1063 P R O G R A M A D E E N S I N O

Leia mais

11/05/2015 INTER-RELAÇÕES METABÓLICAS INTEGRAÇÃO DO METABOLISMO PRINCÍPIOS QUE GOVERNAM O METABOLISMO

11/05/2015 INTER-RELAÇÕES METABÓLICAS INTEGRAÇÃO DO METABOLISMO PRINCÍPIOS QUE GOVERNAM O METABOLISMO INTER-RELAÇÕES METABÓLICAS Plano de Aula -Visão geral e principais mecanismos de regulação -Especificidade metabólica nos diferentes tecidos do organismo humano -Relações metabólicas entre tecidos nos

Leia mais

PLANO DE ENSINO. CURSO: Medicina Veterinária PERÍODO: 1º Semestre DISCIPLINA: Bioquímica CARGA HORÁRIA SEMANAL: 03 horas CARGA HORARIA SEMESTRAL: 60 h

PLANO DE ENSINO. CURSO: Medicina Veterinária PERÍODO: 1º Semestre DISCIPLINA: Bioquímica CARGA HORÁRIA SEMANAL: 03 horas CARGA HORARIA SEMESTRAL: 60 h PLANO DE ENSINO CURSO: Medicina Veterinária PERÍODO: 1º Semestre DISCIPLINA: Bioquímica CARGA HORÁRIA SEMANAL: 03 horas CARGA HORARIA SEMESTRAL: 60 h I EMENTA A disciplina fornecerá subsídios para o reconhecimento

Leia mais

EDITAL 03/2015 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO CONTRATAÇÃO DE PROFESSOR VOLUNTÁRIO ÁREA DE CONHECIMENTO: BIOQUÍMICA BÁSICA E BIOQUÍMICA CLÍNICA

EDITAL 03/2015 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO CONTRATAÇÃO DE PROFESSOR VOLUNTÁRIO ÁREA DE CONHECIMENTO: BIOQUÍMICA BÁSICA E BIOQUÍMICA CLÍNICA EDITAL 03/2015 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO CONTRATAÇÃO DE PROFESSOR VOLUNTÁRIO ÁREA DE CONHECIMENTO: BIOQUÍMICA BÁSICA E BIOQUÍMICA CLÍNICA O Departamento de Farmácia da Universidade Federal dos Vales

Leia mais

TABELA DE EQUIVALÊNCIA Curso de Odontologia

TABELA DE EQUIVALÊNCIA Curso de Odontologia TABELA DE EQUIVALÊNCIA Curso de Odontologia Disciplina A Disciplina B Código Disciplina C/H Curso Disciplina C/H Código Curso Ano do Currículo 64823 MICROBIOLOGIA GERAL 17/34 ODONTOLOGIA MICROBIOLOGIA

Leia mais

UNIÃO DE ENSINO SUPERIOR DE CAMPINA GRANDE FACULDADE DE CAMPINA GRANDE FAC CG

UNIÃO DE ENSINO SUPERIOR DE CAMPINA GRANDE FACULDADE DE CAMPINA GRANDE FAC CG UNIÃO DE ENSINO SUPERIOR DE CAMPINA GRANDE FACULDADE DE CAMPINA GRANDE FAC CG CURSO: Fisioterapia TURMA: Terceiro Período A HORARIO: Segundas-feiras às 21hs (1) e Terças-feiras às 20hs10mim (2) COMPONENTE

Leia mais

O QUE SÃO SUBSTÂNCIAS INORGÂNICAS? QUAL A FUNÇÃO BIOLÓGICA DE CADA UMA?

O QUE SÃO SUBSTÂNCIAS INORGÂNICAS? QUAL A FUNÇÃO BIOLÓGICA DE CADA UMA? O QUE SÃO SUBSTÂNCIAS ORGÂNICAS? O QUE SÃO SUBSTÂNCIAS INORGÂNICAS? QUAL A FUNÇÃO BIOLÓGICA DE CADA UMA? SUBSTÂNCIAS ORGÂNICAS: CARBONO, HIDROGÊNIO, OXIGÊNIO E NITROGÊNIO FORMAM CADEIAS LONGAS E COMPLEXAS

Leia mais

PROGRAMA TEÓRICO. 2. O Dogma Central da Biologia Molecular

PROGRAMA TEÓRICO. 2. O Dogma Central da Biologia Molecular PROGRAMA TEÓRICO 1. As moléculas da Biologia Molecular: DNA, RNA e proteínas Aspectos particulares da composição e estrutura do DNA, RNA e proteínas. EG- Características bioquímicas dos ácidos nucleicos,

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE RETIFICAÇÃO 01 DO EDITAL Nº

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE RETIFICAÇÃO 01 DO EDITAL Nº SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE RETIFICAÇÃO 01 DO EDITAL Nº 36/2011-Reitoria/IFRN CONCURSO PÚBLICO GRUPO MAGISTÉRIO O REITOR DO INSTITUTO

Leia mais

ÁCIDOS NUCLEICOS DNA - ÁCIDO DESOXIRRIBONUCLEICO RNA - ÁCIDO RIBONUCLEICO

ÁCIDOS NUCLEICOS DNA - ÁCIDO DESOXIRRIBONUCLEICO RNA - ÁCIDO RIBONUCLEICO ÁCIDOS NUCLEICOS DNA - ÁCIDO DESOXIRRIBONUCLEICO RNA - ÁCIDO RIBONUCLEICO 1 Funções dos ácidos nucleicos Armazenar e expressar a informação genética Replicação Cópia da mensagem contida no DNA, que será

Leia mais

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA - UNIR NÚCLEO DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA - NCT DEPARTAMENTO DE BIOLOGIA. Carga Horária: 100 horas/aula

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA - UNIR NÚCLEO DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA - NCT DEPARTAMENTO DE BIOLOGIA. Carga Horária: 100 horas/aula FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA - UNIR NÚCLEO DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA - NCT DEPARTAMENTO DE BIOLOGIA Código: CBIGEBA Créditos: 05 Período: 3 o (terceiro período) Disciplina: Genética Básica

Leia mais

CURSO DE EXTENSÃO EM NUTRIÇÃO ORTOMOLECULAR E BIOFUNCIONAL

CURSO DE EXTENSÃO EM NUTRIÇÃO ORTOMOLECULAR E BIOFUNCIONAL CURSO DE EXTENSÃO EM NUTRIÇÃO ORTOMOLECULAR E BIOFUNCIONAL Coordenação: Prof. Dra. Fernanda da Silveira Osso Prof. Dra. Cristina Fajardo Diestel Prof. MSc. José Aroldo L. Gonçalves Filho Carga Horária:

Leia mais

EDITAL 01/2015 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA PROFESSOR VOLUNTÁRIO ÁREA DE CONHECIMENTO: BIOQUÍMICA BÁSICA

EDITAL 01/2015 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA PROFESSOR VOLUNTÁRIO ÁREA DE CONHECIMENTO: BIOQUÍMICA BÁSICA EDITAL 01/2015 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA PROFESSOR VOLUNTÁRIO ÁREA DE CONHECIMENTO: BIOQUÍMICA BÁSICA O Departamento de Farmácia da Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri (UFVJM),

Leia mais

FISIOLOGIA DO EXERCÍCIO I BIOENERGÉTICA: CICLO DE KREBS

FISIOLOGIA DO EXERCÍCIO I BIOENERGÉTICA: CICLO DE KREBS FISIOLOGIA DO EXERCÍCIO I BIOENERGÉTICA: CICLO DE KREBS Ciclo de Krebs Considerações Gerais Esta denominação decorre da homenagem ao bioquímico Hans Krebs, a qual lhe valeu o Prémio Nobel de Fisiologia

Leia mais

Disciplina: FISIOLOGIA CELULAR CONTROLE DA HOMEOSTASE, COMUNICAÇÃO E INTEGRAÇÃO DO CORPO HUMANO (10h)

Disciplina: FISIOLOGIA CELULAR CONTROLE DA HOMEOSTASE, COMUNICAÇÃO E INTEGRAÇÃO DO CORPO HUMANO (10h) Ementário: Disciplina: FISIOLOGIA CELULAR CONTROLE DA HOMEOSTASE, COMUNICAÇÃO E INTEGRAÇÃO DO CORPO HUMANO (10h) Ementa: Organização Celular. Funcionamento. Homeostasia. Diferenciação celular. Fisiologia

Leia mais

PLANOS DE AULA. TEMA: Proteínas: macromoléculas com estruturas complexas e funções quase infinitas.

PLANOS DE AULA. TEMA: Proteínas: macromoléculas com estruturas complexas e funções quase infinitas. PLANOS DE AULA UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ UFC Professor: Isabel Cristina da Costa Souza Data: 23 /11/2015 TEMA: Proteínas: macromoléculas com estruturas complexas e funções quase infinitas. OBJETIVO

Leia mais

Hoje estudaremos a bioquímica dos ácidos nucléicos. Acompanhe!

Hoje estudaremos a bioquímica dos ácidos nucléicos. Acompanhe! Aula: 2 Temática: Ácidos Nucléicos Hoje estudaremos a bioquímica dos ácidos nucléicos. Acompanhe! Introdução: Os ácidos nucléicos são as moléculas com a função de armazenamento e expressão da informação

Leia mais

CURSO DE EXTENSÃO EM NUTRIÇÃO ORTOMOLECULAR E BIOFUNCIONAL

CURSO DE EXTENSÃO EM NUTRIÇÃO ORTOMOLECULAR E BIOFUNCIONAL CURSO DE EXTENSÃO EM NUTRIÇÃO ORTOMOLECULAR E Coordenação: Prof. Dra. Fernanda da Silveira Osso Prof. Dra. Cristina Fajardo Diestel Prof. MSc. José Aroldo L. Gonçalves Filho Duração: 04 meses Carga Horária:

Leia mais

Universidade Federal de Uberlândia

Universidade Federal de Uberlândia PRIMEIRA QUESTÃO Item A Valor: 10 pontos. Possíveis respostas: 3 em 16 (10 pontos). 3/16 (10 pontos). 18,75% (10 pontos). Item B Valor: 10 pontos. Proporção genotípica do cruzamento RRee X RrEe (Valor:

Leia mais

FACULDADE SETE DE SETEMBRO FASETE

FACULDADE SETE DE SETEMBRO FASETE PLANO DE CURSO 1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Curso: Licenciatura em Educação Física Disciplina: Fisiologia Humana Professor: Ricardo Marques Nogueira Filho e-mail: ricardonogfilho@ig.com.br Código: Carga Horária:

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO 2011.1

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO 2011.1 1 CONTEÚDO PROGRAMÁTICO 2011.1 CURSO: NUTRIÇÃO DISCIPLINA: BIOLOGIA CELULAR E MOLECULAR TURMA: M (01) CARGA HORÁRIA: 54h PROFESSOR: João Ronaldo Tavares de Vasconcellos Neto COORDENADORA DO CURSO: Jalyne

Leia mais

METABOLISMO. - ATP é a moeda energética da célula

METABOLISMO. - ATP é a moeda energética da célula INTEGRAÇÃO DO METABOLISMO ESTRATÉGIAS DO METABOLISMO - ATP é a moeda energética da célula - ATP é gerado pela oxidação de moléculas de alimento: * as macromoléculas da dieta são quebradas até suas unidades

Leia mais

Campus de Botucatu PLANO DE ENSINO ( X ) OBRIGATÓRIA DO NÚCLEO COMUM DOCENTE RESPONSÁVEL : ANA CATARINA CATANEO

Campus de Botucatu PLANO DE ENSINO ( X ) OBRIGATÓRIA DO NÚCLEO COMUM DOCENTE RESPONSÁVEL : ANA CATARINA CATANEO PLANO DE ENSINO I IDENTIFICAÇÃO CURSO: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS MODALIDADE: (X) Bacharelado (X) Licenciatura DISCIPLINA: BIOQUÍMICA GERAL ( X ) OBRIGATÓRIA DO NÚCLEO COMUM ÁREA COMPLEMENTAR: ( ) OPTATIVA (

Leia mais

Atividade extraclasse Apresentação do curso - Teste. Aula expositiva - DE ROBERTIS. 2000. Bases da biologia celular e molecular. 3ª edição. Ed.

Atividade extraclasse Apresentação do curso - Teste. Aula expositiva - DE ROBERTIS. 2000. Bases da biologia celular e molecular. 3ª edição. Ed. PLANO DE AULA Disciplina: Biologia Celular e Genética Professor(a): Dr. Dercy José de Sá Filho e Dra. Marizia do Amaral Toma Curso: Biomedicina Semestre/A Semestral Turma: 1A Atividades temáticas Estratégias/bibliografia

Leia mais

Processos Patológicos Gerais 3º ano/2012 Carga horária 144 horas

Processos Patológicos Gerais 3º ano/2012 Carga horária 144 horas Processos Patológicos Gerais 3º ano/2012 Carga horária 144 horas Diretor do Depto de Ciências Patológicas Prof.Dr. Dino Martini Filho Coordenadora do Curso: Profa. Dra. Geanete Pozzan OJETIVOS GERAIS:

Leia mais

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE MINAS GERAIS

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE MINAS GERAIS 1 EDITAL Nº 055/2015 PORTADOR DE DIPLOMA DE CURSO SUPERIOR Nos termos do art. 38, inciso IV, do Estatuto da PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE MINAS GERAIS (PUC Minas), faço saber aos interessados, de

Leia mais

Bioinformática Aula 01

Bioinformática Aula 01 Bioinformática Aula 01 Prof. Ricardo Martins Ramos * * Doutorando em Genética e Toxicologia Aplicada CEFET-PI/ULBRA-RS Linha de Pesquisa Bioinformática Estrutural E-mail: ricardo@cefetpi.br Visão Holística

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS. Plano de Concurso

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS. Plano de Concurso SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS Plano de Concurso I IDENTIFICAÇÃO 1 - TÍTULO: CONCURSO PÚBLICO, PARA PROVIMENTO DE CARGO DE DOCENTE DA CARREIRA DO

Leia mais

TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO (Ufc) Na(s) questão(ões) a seguir escreva no espaço apropriado a soma dos itens corretos.

TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO (Ufc) Na(s) questão(ões) a seguir escreva no espaço apropriado a soma dos itens corretos. Respiração e Fermentação 1. (Fuvest) O fungo 'Saccharomyces cerevisiae' (fermento de padaria) é um anaeróbico facultativo. Quando cresce na ausência de oxigênio, consome muito mais glicose do que quando

Leia mais

Curso de Graduação em Medicina

Curso de Graduação em Medicina Curso de Graduação em Medicina Disciplina: Histologia e Citologia Ano: 2012 Série: 1º ano Carga Horária: 172 horas teórico-práticas Departamento: ogia Coordenador: Profa. Duarte Barros Considerações: A

Leia mais

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA. Licenciatura em Química. 4 0 SEMESTRE Carga Horária : Objetivos

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA. Licenciatura em Química. 4 0 SEMESTRE Carga Horária : Objetivos FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA Unidade Curricular BIOQUÍMICA Licenciatura em Química Período letivo : 4 0 SEMESTRE Carga Horária : Objetivos 80(60T/20P)* Apresentar o conceito de biomoléculas

Leia mais

Dra. Kátia R. P. de Araújo Sgrillo. Sgrillo.ita@ftc.br

Dra. Kátia R. P. de Araújo Sgrillo. Sgrillo.ita@ftc.br Dra. Kátia R. P. de Araújo Sgrillo Sgrillo.ita@ftc.br A conversão do fluxo de elétrons em trabalho biológico requer transdutores moleculares (circuito microscópico), análogos aos motores elétricos que

Leia mais

METABOLISMO. Nesta 3 a parte da disciplina nosso principal objetivo é compreender os mecanismos pelos quais as células regulam o seu metabolismo

METABOLISMO. Nesta 3 a parte da disciplina nosso principal objetivo é compreender os mecanismos pelos quais as células regulam o seu metabolismo METABOLISMO Nesta 3 a parte da disciplina nosso principal objetivo é compreender os mecanismos pelos quais as células regulam o seu metabolismo Mas o que é metabolismo? Metabolismo é o nome que damos ao

Leia mais

Titulação: Bacharel em Nutrição; Especialista em Nutrição e Saúde; MBA EM Gestão Executiva de Negócio; Mestrado em Meio Ambiente e Sustentabilidade.

Titulação: Bacharel em Nutrição; Especialista em Nutrição e Saúde; MBA EM Gestão Executiva de Negócio; Mestrado em Meio Ambiente e Sustentabilidade. C U R S O O D O N T O L O G I A Autorizado pela Portaria no 131, de 13/01/11, publicada no DOU no 11, de17/01/11, seção 1, pág.14 Componente Curricular: Nutrição e Dietética Código: ODO-19 Pré-requisito:

Leia mais

COMPOSIÇÃO QUÍMICA CELULAR COMPOSTOS INORGÂNICOS: ÁGUA- SAIS MINERAIS COMPOSTOS ORGÂNICOS: CARBOIDRATOS

COMPOSIÇÃO QUÍMICA CELULAR COMPOSTOS INORGÂNICOS: ÁGUA- SAIS MINERAIS COMPOSTOS ORGÂNICOS: CARBOIDRATOS COMPOSIÇÃO QUÍMICA CELULAR COMPOSTOS INORGÂNICOS: ÁGUA- SAIS MINERAIS COMPOSTOS ORGÂNICOS: CARBOIDRATOS COMPOSTOS INORGÂNICOS Não apresentam Carbono em sua estrutura DOIS TIPOS: Água e Sais Minerais ÁGUA:

Leia mais

Equipe de Biologia. Biologia

Equipe de Biologia. Biologia Aluno (a): Série: 3ª Turma: TUTORIAL 5B Ensino Médio Equipe de Biologia Data: Biologia Ácidos nucléicos Os ácidos nucléicos são moléculas gigantes (macromoléculas), formadas por unidades monoméricas menores

Leia mais

CITOPLASMA. Características gerais 21/03/2015. Algumas considerações importantes: 1. O CITOPLASMA DAS CÉLULAS PROCARIÓTICAS

CITOPLASMA. Características gerais 21/03/2015. Algumas considerações importantes: 1. O CITOPLASMA DAS CÉLULAS PROCARIÓTICAS CITOPLASMA Algumas considerações importantes: Apesar da diversidade, algumas células compartilham ao menos três características: Biologia e Histologia São dotadas de membrana plasmática; Contêm citoplasma

Leia mais

2. Metabolismo de Prótidos

2. Metabolismo de Prótidos 2. Metabolismo de Prótidos 2.1. Aminoácidos O transporte de aminoácidos é activo e faz-se juntamente com o sódio (Na + ), utilizando proteínas transportadoras. Os aminoácidos, são geralmente transportados

Leia mais

ESCOLA DE ENGENHARIA DE LORENA EEL/USP PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM BIOTECNOLOGIA INDUSTRIAL - PPGBI

ESCOLA DE ENGENHARIA DE LORENA EEL/USP PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM BIOTECNOLOGIA INDUSTRIAL - PPGBI ESCOLA DE ENGENHARIA DE LORENA EEL/USP PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM BIOTECNOLOGIA INDUSTRIAL - PPGBI EDITAL PARA A SELEÇÃO DE MESTRADO, DOUTORADO E DOUTORADO DIRETO Encontram-se abertas na EEL-USP as inscrições

Leia mais

Organização do Material Genético nos Procariontes e Eucariontes

Organização do Material Genético nos Procariontes e Eucariontes Organização do Material Genético nos Procariontes e Eucariontes Organização do Material Genético nos Procariontes e Eucariontes Procariontes Eucariontes Localização Organização Forma Disperso no citoplasma

Leia mais

Análise da Prova - Perito Criminal Federal (Biomédico/Biólogo)

Análise da Prova - Perito Criminal Federal (Biomédico/Biólogo) Questão Tema(s) predominante(s) Itens do Edital 51 Diferenças entre as metodologias de RFLP e PCR 5.4.2 Regiões repetitivas e polimorfismos. 6.2 Técnica de PCR. 6.3 Técnicas de identificação usando o DNA.

Leia mais

FACULDADE SETE DE SETEMBRO FASETE

FACULDADE SETE DE SETEMBRO FASETE FACULDADE SETE DE SETEMBRO FASETE Credenciada pela Portaria/MEC nº 206/2002 D.O.U. 29/01/2002 ORGANIZAÇÃO SETE DE SETEMBRO DE CULTURA E ENSINO LTDA CNPJ: 03.866.544/0001-29 e Inscrição Municipal nº 005.312-3

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA DR. SOLANO DE ABREU ABRANTES. DISCIPLINA: Biologia TURMAS : A/B/C ANO: 12º ANO LECTIVO 2010/2011 ACTIVIDADES ESTRATÉGIAS

ESCOLA SECUNDÁRIA DR. SOLANO DE ABREU ABRANTES. DISCIPLINA: Biologia TURMAS : A/B/C ANO: 12º ANO LECTIVO 2010/2011 ACTIVIDADES ESTRATÉGIAS ESCOLA SECUNDÁRIA DR. SOLANO DE ABREU ABRANTES SECUNDÁRIO DISCIPLINA: Biologia TURMAS : A/B/C ANO: 12º ANO LECTIVO 2010/2011 COMPETÊNCIAS CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS ACTIVIDADES ESTRATÉGIAS AULAS PREVISTAS

Leia mais

O DNA é formado por pedaços capazes de serem convertidos em algumas características. Esses pedaços são

O DNA é formado por pedaços capazes de serem convertidos em algumas características. Esses pedaços são Atividade extra Fascículo 2 Biologia Unidade 4 Questão 1 O DNA é formado por pedaços capazes de serem convertidos em algumas características. Esses pedaços são chamados de genes. Assinale abaixo quais

Leia mais

Capacidade de organizar os produtos da digestão usando a energia extraída dos mesmos produtos da digestão (REGULAÇÃO)

Capacidade de organizar os produtos da digestão usando a energia extraída dos mesmos produtos da digestão (REGULAÇÃO) Capacidade de organizar os produtos da digestão usando a energia extraída dos mesmos produtos da digestão (REGULAÇÃO) As proteínas são digeridas até aminoácidos, as gorduras (triglicérides) até glicerol

Leia mais

Universidade Federal do Rio de Janeiro Pós-Graduação em Química Biológica

Universidade Federal do Rio de Janeiro Pós-Graduação em Química Biológica Universidade Federal do Rio de Janeiro Pós-Graduação em Química Biológica Ementas das Disciplinas do Curso de Pós-Graduação em Química Biológica 2013/1 Coagulação Sanguínea, Inflamação e Câncer (BMQ872)

Leia mais

Nestas últimas aulas irei abordar acerca das vitaminas. Acompanhe!

Nestas últimas aulas irei abordar acerca das vitaminas. Acompanhe! Aula: 31 Temática: Vitaminas parte I Nestas últimas aulas irei abordar acerca das vitaminas. Acompanhe! Introdução O termo vitamina refere-se a um fator dietético essencial requerido por um organismo em

Leia mais

Aulas Teóricas: 4 Aulas Práticas: 4 Número de Créditos: 6 Carga Horária: 144

Aulas Teóricas: 4 Aulas Práticas: 4 Número de Créditos: 6 Carga Horária: 144 BM2301 Bases Biológicas I (Morfologia) Aulas Teóricas: 4 Aulas Práticas: 4 Número de Créditos: 6 Carga Horária: 144 Introdução ao Estudo da Anatomia. Membro Superior : ossos-articulações, músculos, inervação

Leia mais

BIOLOGIA MOLECULAR APLICADA AO ESTUDO DE DOENÇAS

BIOLOGIA MOLECULAR APLICADA AO ESTUDO DE DOENÇAS ! Universidade Federal de Pernambuco Centro de Ciências da Saúde Departamento de Patologia Laboratório de Imunopatologia Keizo Asami Prof. Dr. Lucas Brandão BIOLOGIA MOLECULAR APLICADA AO ESTUDO DE DOENÇAS

Leia mais

EDITAL 002/2012: SELEÇÃO DE CANDIDATOS AO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM BIOQUÍMICA MESTRADO

EDITAL 002/2012: SELEÇÃO DE CANDIDATOS AO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM BIOQUÍMICA MESTRADO Universidade Federal do Ceará Centro de Ciências Departamento de Bioquímica e Biologia Molecular Programa de Pós-Graduação em Bioquímica Campus do Pici Bloco 907 Telefone +5585 3366 9783 FAX +5585 3366

Leia mais

2ª FASE - EXAME DISCURSIVO - 19/12/2004

2ª FASE - EXAME DISCURSIVO - 19/12/2004 2ª FASE - EXAME DISCURSIVO - 19/12/2004 Neste caderno você encontrará um conjunto de 40 (quarenta) páginas numeradas seqüencialmente, contendo 10 (dez) questões de cada uma das seguintes disciplinas: Biologia,

Leia mais

Mutações. Disciplina: Fundamentos de Genética e Biologia Molecular Turma: Fisioterapia (1 o Ano)

Mutações. Disciplina: Fundamentos de Genética e Biologia Molecular Turma: Fisioterapia (1 o Ano) Disciplina: Fundamentos de Genética e Biologia Molecular Turma: Fisioterapia (1 o Ano) Mutações Docente: Profa. Dra. Marilanda Ferreira Bellini E-mail: marilanda_bellini@yahoo.com Blog: http://marilandabellini.wordpress.com

Leia mais

BIOLOGIA MOLECULAR. Prof. Dr. José Luis da C. Silva

BIOLOGIA MOLECULAR. Prof. Dr. José Luis da C. Silva BIOLOGIA MOLECULAR Prof. Dr. José Luis da C. Silva BIOLOGIA MOLECULAR A Biologia Molecular é o estudo da Biologia em nível molecular, com especial foco no estudo da estrutura e função do material genético

Leia mais

16/04/2015 ÁCIDOS NUCLEICOS DNA E RNA DNA E RNA DNA E RNA BREVE HISTÓRICO DA DESCOBERTA DO DNA BREVE HISTÓRICO DA DESCOBERTA DO DNA

16/04/2015 ÁCIDOS NUCLEICOS DNA E RNA DNA E RNA DNA E RNA BREVE HISTÓRICO DA DESCOBERTA DO DNA BREVE HISTÓRICO DA DESCOBERTA DO DNA ÁCIDOS NUCLEICOS E RNA E RNA Plano de Aula -Componentes básicos de e RNA -Características estruturais e funcionais -Tipos de RNA Profª Dra. Juliana Schmidt Medicina 2014 E RNA BREVE HISTÓRICO DA DESCOBERTA

Leia mais

Ministério da Educação UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ Pós-Graduação em Ciências - Bioquímica 50 anos EDITAL 03/2015 - SELEÇÃO CURSO DE MESTRADO

Ministério da Educação UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ Pós-Graduação em Ciências - Bioquímica 50 anos EDITAL 03/2015 - SELEÇÃO CURSO DE MESTRADO EDITAL 03/2015 - SELEÇÃO CURSO DE MESTRADO A Coordenação do Programa de da UFPR torna público o período de inscrições e os critérios para o processo seletivo - nível de Mestrado, (Norma interna 04/2013)

Leia mais

Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de SP Curso de Graduação em Enfermagem Autorização em 04/12/00 Parecer No. 1115/00

Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de SP Curso de Graduação em Enfermagem Autorização em 04/12/00 Parecer No. 1115/00 PROGRAMA DA DISCIPLINA DE MICROBIOLOGIA Plano de Ensino Ano Letivo 2012 1º Semestre CHEFE DA DISCIPLINA: Profª Dra. Lycia Mara Jenné Mímica COORDENADOR DO CURSO: CORPO DOCENTE: Profª. Alessandra Navarini

Leia mais

M.O. coloração verde JANUS oxidação do corante citocromos; M.E.T. ultra estrutura; Células eucariontes; Tamanho 0,2 a 1 µm de diâmetro;

M.O. coloração verde JANUS oxidação do corante citocromos; M.E.T. ultra estrutura; Células eucariontes; Tamanho 0,2 a 1 µm de diâmetro; Apoptose Produção de energia Mitocôndria Introdução As mitocôndrias (mitos, filamento e condria, partícula) são organelas citoplasmáticas de forma arredondada ou alongada, existentes em praticamente todos

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÃNDIA ESCOLA TÉCNICA DE SAÚDE CURSO TÉCNICO EM ANÁLISES CLÍNICAS PROFESSORA: CYNTHIA BARBOSA FIRMINO PLANO DE ENSINO

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÃNDIA ESCOLA TÉCNICA DE SAÚDE CURSO TÉCNICO EM ANÁLISES CLÍNICAS PROFESSORA: CYNTHIA BARBOSA FIRMINO PLANO DE ENSINO UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÃNDIA ESCOLA TÉCNICA DE SAÚDE CURSO TÉCNICO EM ANÁLISES CLÍNICAS PROFESSORA: CYNTHIA BARBOSA FIRMINO PLANO DE ENSINO FUNÇÃO: Proteção e Prevenção SUBFUNÇÃO: Fundamentos Básicos

Leia mais

CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20

CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20 CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20 Componente Curricular: INTERPRETAÇÃO DE EXAMES COMPLEMENTARES Código: ENF 313 Pré-requisito: Nenhum

Leia mais

UNIVERSIDADE DO PORTO FACULDADE DE CIÊNCIAS

UNIVERSIDADE DO PORTO FACULDADE DE CIÊNCIAS UNIVERSIDADE DO PORTO FACULDADE DE CIÊNCIAS PROGRAMA E CARGA HORÁRIA Disciplina: 3287 Bioquímica Industrial Curso: 255 - Mestrado em Bioquímica Ramo: 10 TRONCO COMUM / SEM RAMO Carga Horária: 28.0H TEÓRICAS

Leia mais

Painéis Do Organismo ao Genoma

Painéis Do Organismo ao Genoma Painéis Do Organismo ao Genoma A série de 5 painéis do organismo ao genoma tem por objetivo mostrar que os organismos vivos são formados por células que funcionam de acordo com instruções contidas no DNA,

Leia mais

O citoplasma das células

O citoplasma das células UNIDADE 2 ORIGEM DA VIDA E BIOLOGIA CELULAR CAPÍTULO 8 Aula 1/3 Eucariontes x Procariontes Estruturas citoplasmáticas: Citoesqueleto Centríolos, cílios e flagelos 1. CÉLULAS PROCARIÓTICAS E EUCARIÓTICAS

Leia mais

ESTADO DE ALAGOAS UNIVERSIDADE ESTADUAL DE ALAGOAS - UNEAL PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO - PROGRAD Reitoria Arapiraca PLANO DE MONITORIA

ESTADO DE ALAGOAS UNIVERSIDADE ESTADUAL DE ALAGOAS - UNEAL PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO - PROGRAD Reitoria Arapiraca PLANO DE MONITORIA PLANO DE MONITORIA CAMPUS: III - PALMEIRA DOS ÍNDIOS - AL CURSO: LICENCIATURA EM QUÍMICA ANO LETIVO: 2017.1 E 2017.2 PROFESSOR ORIENTADOR: MÁRIO DINIZ AGRA DISCIPLINA: BIOQUÍMICA I EISTE DISCIPLINA EQUIVALENTE?

Leia mais

23/03/2015. Moléculas orgânicas - Carboidratos

23/03/2015. Moléculas orgânicas - Carboidratos Moléculas orgânicas - Carboidratos São formados por C, H, O. São Conhecidos como: Hidratos de Carbono Glucídios Glicídios Açúcares Sacarídeos Funções: Energética (glicose); Glicogênio : reserva energética

Leia mais

FICHA DE DISCIPLINA UNIDADE ACADÊMICA: ICBIM CH TOTAL TEÓRICA: 45 OBJETIVOS

FICHA DE DISCIPLINA UNIDADE ACADÊMICA: ICBIM CH TOTAL TEÓRICA: 45 OBJETIVOS UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA FACULDADE DE MEDICINA VETERINÁRIA CURSO DE GRADUAÇÃO EM MEDICINA VETERINÁRIA FICHA DE DISCIPLINA DISCIPLINA: Biofísica CÓDIGO: UNIDADE ACADÊMICA: ICBIM PERÍODO: 1º OBRIGATÓRIA:

Leia mais

MITOCÔNDRIA E RESPIRAÇÃO CELULAR. Mito: filamento Chondrion: partícula

MITOCÔNDRIA E RESPIRAÇÃO CELULAR. Mito: filamento Chondrion: partícula MITOCÔNDRIA E RESPIRAÇÃO CELULAR Mito: filamento Chondrion: partícula QUALQUER TRABALHO NA CÉLULA REQUER ENERGIA: -Movimento celular, secreção de substâncias, transmissão dos impulsos nervosos, contração

Leia mais

27/08/2014. Carboidratos. Monossacarídeos. Introdução. Classificação (quanto ao número de monômeros) Carboidratos

27/08/2014. Carboidratos. Monossacarídeos. Introdução. Classificação (quanto ao número de monômeros) Carboidratos Introdução CARBOIDRATOS Outras denominações: - Hidratos de carbono - Glicídios, glícides ou glucídios - Açúcares. Ocorrência e funções gerais: São amplamente distribuídos nas plantas e nos animais, onde

Leia mais

Ciclo do Ácido Cítrico

Ciclo do Ácido Cítrico Ciclo do Ácido Cítrico Estágio final do metabolismo dos carboidratos, lipídeos e aminoácidos Ciclo Oxidativo - requer O2 Também conhecido como ciclo de Krebs Homenagem a Hans Krebs quem primeiro o descreveu

Leia mais

CENTRO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL ARLINDO RIBEIRO ENSINO MÉDIO E PROFISSIONAL PLANEJAMENTO ANUAL

CENTRO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL ARLINDO RIBEIRO ENSINO MÉDIO E PROFISSIONAL PLANEJAMENTO ANUAL CENTRO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL ARLINDO RIBEIRO ENSINO MÉDIO E PROFISSIONAL Professor: Cleide Maria Senger Disciplina: Biologia Série: 3º Ano: 2013 1º Bimestre PLANEJAMENTO ANUAL Conteúdo Estruturante

Leia mais

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM FISIOLOGIA DO EXERCÍCIO(ESPECIALIZAÇÃO)

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM FISIOLOGIA DO EXERCÍCIO(ESPECIALIZAÇÃO) CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM FISIOLOGIA DO EXERCÍCIO(ESPECIALIZAÇÃO) APRESENTAÇÃO, Os Cursos de Pós-Graduação da Faculdade La Salle de Manaus estão amparados pelo Art.34 de seu Regimento Interno

Leia mais

Síntese Artificial de Peptídeos

Síntese Artificial de Peptídeos Síntese Artificial de Peptídeos Rebeca Bayeh Seminário apresentado para a disciplina Princípios Físicos Aplicados à Fisiologia (PGF530) Prof. Dr. Adriano Mesquita Alencar Segundo semestre de 2013 Motivação

Leia mais

CURSO DE TECNOLOGIA EM BIOTECNOLOGIA

CURSO DE TECNOLOGIA EM BIOTECNOLOGIA CURSO DE TECNOLOGIA EM BIOTECNOLOGIA Departamento de Biotecnologia, Genética e Biologia Celular Centro de Ciências Biológicas Universidade Estadual de Maringá Coordenador: Prof. Dr. João Alencar Pamphile

Leia mais

Ficha de Exercícios A Célula (VERSÃO CORRIGIDA) Ano lectivo: 10º ano Turma: Data:

Ficha de Exercícios A Célula (VERSÃO CORRIGIDA) Ano lectivo: 10º ano Turma: Data: Ficha de Exercícios A Célula (VERSÃO CORRIGIDA) Ano lectivo: 10º ano Turma: Data: 1- A célula é uma importante estrutura do mundo vivo. Todos os seres vivos começam por existir sob a forma de célula. Alguns

Leia mais

PLANO DE ENSINO. Período/ Fase: 3ª Semestre:01 Ano: 2011

PLANO DE ENSINO. Período/ Fase: 3ª Semestre:01 Ano: 2011 PLANO DE ENSINO 1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Instituição: Universidade Alto Vale do Rio do Peixe Curso: Agronomia Professora: Andréa Tozzo Marafon andreamarafon@uniarp.edu.br Período/ Fase: 3ª Semestre:01

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO COORDENADORIA DE APOIO AO DESENVOLVIMENTO DO ENSINO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO COORDENADORIA DE APOIO AO DESENVOLVIMENTO DO ENSINO PLANO DE CURSO Centro: Centro de Ciências Biológicas e da Natureza Curso: LICENCIATURA EM BIOLOGIA Disciplina: Biofísica Código: CCBN293 Carga Horária: 0 Créditos: 2-1-0 Pré-requisito: Física Aplicada

Leia mais

Ministério da Educação UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ Pós-Graduação em Ciências - Bioquímica 49 anos EDITAL DE SELEÇÃO MESTRADO

Ministério da Educação UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ Pós-Graduação em Ciências - Bioquímica 49 anos EDITAL DE SELEÇÃO MESTRADO EDITAL DE SELEÇÃO MESTRADO A Coordenação do Programa de da UFPR torna público o período de inscrições e os critérios para o terceiro processo seletivo de 2014, nível de Mestrado, (Norma interna 04/2013)

Leia mais

Projeto Genoma e Proteoma

Projeto Genoma e Proteoma Projeto Genoma e Proteoma Grupo 3: *Artur S. Nascimento *Bárbara S. Costa *Beatrice Barbosa *Tamyres S. E. Guimarães *Yara Cavalcante O que é genoma? O genoma é o conjunto de todo o material genético que

Leia mais

PLANO DE ENSINO I - IDENTIFICAÇÃO

PLANO DE ENSINO I - IDENTIFICAÇÃO PLANO DE ENSINO I - IDENTIFICAÇÃO CURSO: FÍSICA MÉDICA DISCIPLINA: BIOQUÍMICA BÁSICA ( X ) OBRIGATÓRIA ( ) OPTATIVA DEPARTAMENTO: QUÍMICA E BIOQUÍMICA DOCENTE RESPONSÁVEL: PROFA. DRA. GIUSEPPINA P.P. LIMA

Leia mais

Função orgânica nossa de cada dia. Profa. Kátia Aquino

Função orgânica nossa de cada dia. Profa. Kátia Aquino Função orgânica nossa de cada dia Profa. Kátia Aquino Vamos analisar! Funções Carboidratros (ou Glicídios) Energética: eles são os maiores fornecedores de energia para os seres vivos, principalmente a

Leia mais

Eliane Petean Arena Nutricionista - CRN 3257. Rua Conselheiro Antônio Prado 9-29 Higienópolis Bauru - SP Telefone : (14) 3243-7840

Eliane Petean Arena Nutricionista - CRN 3257. Rua Conselheiro Antônio Prado 9-29 Higienópolis Bauru - SP Telefone : (14) 3243-7840 Músculos Ok Eliane Petean Arena Nutricionista - CRN 3257 Rua Conselheiro Antônio Prado 9-29 Higienópolis Bauru - SP Telefone : (14) 3243-7840 Conhecendo seu corpo e seus músculos Proteínas e o ganho de

Leia mais

Curso de Especialização em METODOLOGIA DO ENSINO DE BIOLOGIA E QUÍMICA

Curso de Especialização em METODOLOGIA DO ENSINO DE BIOLOGIA E QUÍMICA Curso de Especialização em METODOLOGIA DO ENSINO DE BIOLOGIA E QUÍMICA ÁREA DO CONHECIMENTO: Educação. NOME DO CURSO: Curso de Pós-Graduação Lato Sensu, especialização em Metodologia do Ensino de Biologia

Leia mais

Princípios moleculares dos processos fisiológicos

Princípios moleculares dos processos fisiológicos 2012-04-30 UNIVERSIDADE AGOSTINHO NETO FACULDADE DE CIÊNCIAS DEI-BIOLOGIA ---------------------------------------------- Aula 5: Princípios moleculares dos processos fisiológicos (Fisiologia Vegetal, Ano

Leia mais

Aula 9 Sistema digestório

Aula 9 Sistema digestório Aula 9 Sistema digestório Os alimentos fornecem nutrientes para construção de estruturas celulares e, ainda, liberação de energia para as atividades celulares. A função da digestão é converter os alimentos

Leia mais

PLANO DE ENSINO. Período/ Fase: 1ª. Semestre: 1º Ano: 2011

PLANO DE ENSINO. Período/ Fase: 1ª. Semestre: 1º Ano: 2011 PLANO DE ENSINO 1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Instituição: Universidade Alto Vale do Rio do Peixe Curso: Engenharia Ambiental Professora: Andréa Tozzo Marafon andreamarafon@uniarp.edu.br Período/ Fase: 1ª.

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA. Bloco I - Apresentação da disciplina

PROGRAMA DE DISCIPLINA. Bloco I - Apresentação da disciplina PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO 1 PROGRAMA DE DISCIPLINA Bloco I - Apresentação da disciplina Disciplina PATOLOGIA AMBIENTAL Código CBI 213 Departamento DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS - DECBI Unidade ICEB

Leia mais