A SOLUÇÃO MAIS DETALHADA E EFICIENTE PARA DOCUMENTAÇÃO TOTAL DA INFORMAÇÃO DA EMPRESA E ANÁLISE DE IMPACTO NA INSTALAÇÃO EM AMBIENTE OS/390 OU zos

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "A SOLUÇÃO MAIS DETALHADA E EFICIENTE PARA DOCUMENTAÇÃO TOTAL DA INFORMAÇÃO DA EMPRESA E ANÁLISE DE IMPACTO NA INSTALAÇÃO EM AMBIENTE OS/390 OU zos"

Transcrição

1 A SOLUÇÃO MAIS DETALHADA E EFICIENTE PARA DOCUMENTAÇÃO TOTAL DA INFORMAÇÃO DA EMPRESA E ANÁLISE DE IMPACTO NA INSTALAÇÃO EM AMBIENTE OS/390 OU zos O DOCET é uma solução que integra toda a informação obtida da análise dos objetos de um Sistema de Informação num repositório relacional (DB2). Esta informação é disponibilizada a todo o pessoal da instalação, a qualquer nível de expertise e de responsabilidade. O DOCET mantém o repositório continuamente atualizado automaticamente a cada modificação aos objetos, permitindo escolher entre a atualização síncrona ou assíncrona. Também estão disponíveis atualizações incrementais apenas para os objetos modificados. O repositório (RESDB) pode ser acessado a partir de mais de 100 relatórios pré-definidos. Adicionalmente, pode ser livremente interrogado para levar a cabo qualquer tipo de query ou análise de impacto, utilizando uma interface gráfica poderosa e amigável (Ws-JCR+) incluída no DOCET. Adicionalmente, o utilizador tem a opção de usar o WIC, uma interface web-browser, ou simplesmente utilizando a linguagem SQL e fazendo um query directo. O Problema O crescimento constante do número dos objetos na produção (programas, dados e processos), tanto no ambiente de Desenvolvimento como no de Teste, tanto no mainframe como nos sistemas abertos, agravado pelo crescimento contínuo da complexidade das aplicações, criam a necessidade de um conhecimento completo de todos os recursos da produção a nível da empresa. Esta situação problemática existe principalmente por causa do cada vez maior número de conexões lógicas e físicas entre estes elementos e pela necessidade contínua de atualizar tanto o software como os processos em execução. A documentação dos objetos da produção dos sistemas de informação constitui também motivo para uma troca de informação contínua entre a área de Desenvolvimento de Aplicações e a área de Produção. Esta troca de informação resulta frequentemente incompleta ou é fornecida numa linguagem demasiado distante da do pessoal do ambiente-alvo, o que ocasiona o risco de não se controlarem estes corretamente ou de maneira optimizada. O desenvolvimento e as modificações ao software efectuadas por terceiros aumentam este problema, pela dificuldade em obter uma documentação completa e actualizada. Nestas circunstâncias torna-se difícil de avaliar a qualidade e a adesão aos padrões estabelecidos para o software. Os ambientes distribuídos tornaram-se mesmo mais difíceis de governar que o ambiente mainframe, por causa do mais elevado número de objetos a controlar. Devido a isto, o número das conexões e relacionamentos entre estes objetos cresceram também drasticamente e não há nenhuma solução disponível para a área de Desenvolvimento de Aplicações nas plataformas distribuídas ou web que possam fornecer uma visão central, integrada de todo o sistema aplicativo. Com efeito: cada projecto/aplicação está num seu mundo próprio; os produtos de scheduling nas várias plataformas não têm um ponto centralizado de controle e uma visão integrada de tudo, especialmente se são heterogéneos; não é possível seguir os relacionamentos e as interações entre sistemas abertos e o mainframe.

2 Fig. 1 Menu principal do sistema de relatórios Fig. 2 Os relatórios são organizados por tipo de objeto A Solução RES O coração da solução RES é um repositório central DB2 (RESDB) onde processos apropriados de análise carregam e mantêm actualizada informação muito detalhada relacionada com todos os objetos da produção dos sistemas da informação. A sincronização da informação sobre os objetos é garantida pela interação entre o DOCET e o sistema de Change Management (gestão de mudança). O DOCET fornece processos para a execução de queries e análises nas plataformas zos, Linux, web e Unix, projetadas para documentar automaticamente os objetos de diferentes naturezas, que tanto podem ser do ambiente de teste como do ambiente de produção e os seus inter-relacionamentos dentro do âmbito da "Aplicação Corporativa". O repositório do DOCET pode ser facilmente interrogado. A fim ser adaptável às exigências da companhia; DOCET é disponibilizado em quatro versões: DOCET/PE, DOCET/GS, DOCET/DE e DOCET/EA: DOCET/PE: torna possível que uma companhia documente os seus processos de gestão da produção; JOBs e redes de JOBs, bem assim como os procedimentos de uso de ficheiros e bases de dados adoptados pelos utilitários de sistema; DOCET/GS: inclui o DOCET/PE, mas além disso documenta também programas de aplicação e objectos típicos do monitor do TP (CICS/IMS), tornando assim possível estender a análise a todos os datasets e bases de dados usadas, chamadas entre programas e o uso de áreas de memória (campos); DOCET/DE: similar ao DOCET/GS mas projetado para contemplar as componentes dos sistemas abertos e aplicações web, tais como Java, XML, shell, scripting, e schedulers do ambiente distribuído. DOCET/EA: é a solução completa de documentação, uma integração dos três produtos acima. Fornece informação sobre as inter-relações entre as componentes da produção no mainframe e na plataforma distribuída; por exemplo, acesso às bases de dados centrais, invocação de transacções e de programas do mainframe, troca de ficheiros, etc.. Benefícios O DOCET é uma solução extremamente útil porque permite que os utilizadores tenham um conhecimento pleno de todos os recursos da Produção dentro da instalação e fornece: û Uma redução drástica no tempo requerido para escrever a documentação das aplicações; û Um alinhamento síncrono dos objetos à sua documentação, assegurando consequentemente que os resultados das análises são seguros; û Reduz significativamente os erros devidos à falta de conhecimento ou compreensão insuficiente das aplicações; û Compreensão plena dos relacionamentos e conexões entre objetos e componentes das aplicações residindo em plataformas heterogéneas; û Análise do software desenvolvido ou modificado por desenvolvedores externos (tipologia dos comandos usados, aderência aos padrões, avaliação da complexidade...); û Aumento na integridade dos processos; û Resultados imediatos e completos em todas as actividades de análise do impacto.

3 DOCET Principais Funções O coração da solução é o repositório central do DOCET, que é onde toda a informação referente a todos os objetos, independentemente da plataforma onde residam, são armazenados num formato muito detalhado e tornados disponíveis a todo o pessoal da instalação, a todos os níveis de responsabilidade. A informação é alimentada no repositório pelos processos de carregamento que fazem parte de DOCET, os quais, além de carregarem a informação, executam uma análise inicial dos dados e fornecem um sistema para manter a informação dos objetos continuamente actualizada. A sincronização entre os objetos e a informação sobre eles é fornecida pela interação entre DOCET e o produto de gestão de mudança (tanto de sistemas comercialmente disponíveis como de sistemas desenvolvidos in-house) usado na instalação do Cliente. O repositório pode ser interrogado utilizando os quatro seguintes métodos: û Usado um dos cerca de 120 relatórios pré-definidos dentro do ambiente de z/os. Os relatórios podem ser gerados sob a forma de queries usando QMF ou em formato executável. Caso o QMF esteja disponível, os relatórios podem ser personalizados pelo utilizador; û Interrogação directa da base de dados DB2 da RES-Suite, usando a linguagem SQL; û Usando o produto WS-JCR+, o componente GUI Windows do DOCET, o qual permite acesso directo à base de dados DB2; û Através do produto WIC, uma componente da RES Suite que fornece um portal para acessar o repositório através de um web browser. Fig.3 - Data stores acessados por um Job. Fig.4 - Programas que usam uma tabela DB2. Fig.5 - Representação de um JOB. Fig.6 - Representação de uma rede scheduler.

4 Fig.7 - Interface web browser do WIC. O diálogo entre o WS-JCR+, o WIC e o repositório central ocorre através do protocolo padrão TCP/IP, sem necessidade de drivers ou produtos adicionais. Além de ser muito eficiente e permitir o acesso centralizado a diferentes componentes dos sistemas da empresa, esta metodologia assegura uma instalação e processo de gestão simples permitindo uma distribuição flexível da informação. O repositório é composto por mais de 500 tabelas onde informação adicional sobre a instalação pode sempre ser adicionada, a fim facilitar a integração da documentação automática do DOCET com informação adicional futura. Os loaders, que são programas que analisam os objectos da instalação e inserem a sua informação no repositório DB2 do DOCET, são sistemas muito eficientes e completos do carregamento dos dados e constituem uma parte essencial do sistema. A execução destes carregadores sobre os diferentes componentes do ambiente é executada por um Objects Broker local, o qual pode ser instalado nas plataformas desejadas. A análise dos objectos é facilitada pelos diversos sistemas dentro do centro de processamento de dados, os quais permitem uma migração fácil dos dados dentro do Repositório, mesmo durante a fase inicial de execução do carregamento, durante a qual centenas de milhares de objetos têm que ser analisadas e a sua informação armazenada. A tecnologia relacional DB2 utilizada para o Repositório garante a disponibilidade dos dados e a possibilidade de executar queries sem limitações. Os loaders alimentam o Repositório com informação muito detalhada. Por exemplo, os programas COBOL são analisados completamente e, para todos os campos da memória, é feita "propagação de dados" com a finalidade de compreender como a informação é movida de um campo para outro. Isto garante uma disponibilidade completa da informação e a possibilidade de executar análise de impacto a qual será de enorme interesse para muitos profissionais do centro de processamento de dados. û LOADERS DISPONÍVEIS: DOCET/PE: DOCET/GS: DOCET/DE: DOCET/EA: JCL (JES2 JES3) OPC TWS CA/7 CA/Scheduler Jobtrack ESP Control/M Beta/93 Control/D SAR Express Delivery DOCET/PE, mais COBOL PL/I Easytrieve Focus CICS IMS (MFS/PSB/DBD) HPS DB2 Catalog Java (Source & Bytecode) Java Script JSP page, HTML, XML C++ Manifest Properties Net TWS & TNG Shell & Script DOCET/GS (inclui /PE) DOCET/DE Links entre mainframe e sistemas abertos (ECI, Stored Procedures, JDBC, JCA, FTP, etc.).

5 Pré-Requisitos Mainframe OS/ ou zos - ISPF 4 ou superior DB2 UDB V6 ou superior - protocolo TCP/IP Estação de Trabalho Win98, Me, NT 4.0 (service pack 4 ou superior), 2000, XP Pentium III - 500MHz ou superior 128 MB RAM (256MB recomendado) ou superior 20 MB de espaço em disco rigido para o software Browser Interface Por favor veja a descrição do produto WIC. Todos os nomes e produtos mencionados neste documento são marcas registadas dos respectivos detentores. PORTUGAL: Tagus Space, Edifício Galileo R. Rui Teles Palhinha, nº6, 3ºG PORTO SALVO Tel. (+ 351) Fax (+ 351) BRASIL: Edifício Market Place Av. Dr. Chucri Zaidan 920-9º andar CEP S. PAULO Tel. (+5511) Fax (+5511) ESPANHA: Edificio Cuzco IV Paseo de la Castellana, 141, 20º Madrid Tel. (+ 34) Fax (+ 34)

OPTIMIZANDO A CONFIABILIDADE E A PERFORMANCE DOS PROCESSOS BATCH EM AMBIENTE OS/390 E zos

OPTIMIZANDO A CONFIABILIDADE E A PERFORMANCE DOS PROCESSOS BATCH EM AMBIENTE OS/390 E zos ReEngineering OPTIMIZANDO A CONFIABILIDADE E A PERFORMANCE DOS PROCESSOS BATCH EM AMBIENTE OS/390 E zos A ReEngineering consiste numa metodologia e numa tecnologia que são indispensáveis tanto para optimizar

Leia mais

Visão geral. Ter agentes localizados permite automação para: Detectar alterações granulares nos dados

Visão geral. Ter agentes localizados permite automação para: Detectar alterações granulares nos dados FOLHA DE PRODUTOS Agentes do CA Workload Automation Agentes do CA Workload Automation para implementações Sistemas operacionais, ERP, banco de dados, serviços de aplicativos e serviços Web Os Agentes do

Leia mais

Ementário do Curso Técnico em Informática para Internet

Ementário do Curso Técnico em Informática para Internet 1 Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal do Rio de Janeiro - IFRJ Pró-Reitoria de Ensino Médio e Técnico Campus Engenheiro Paulo de Frontin Direção de

Leia mais

Symantec Discovery. Controle seu software e hardware e monitore a conformidade com as licenças em toda a infra-estrutura de TI de várias plataformas

Symantec Discovery. Controle seu software e hardware e monitore a conformidade com as licenças em toda a infra-estrutura de TI de várias plataformas Symantec Discovery Controle seu software e hardware e monitore a conformidade com as licenças em toda a infra-estrutura de TI de várias plataformas VISÃO GERAL O Symantec Discovery ajuda a garantir a resiliência

Leia mais

Instalar o MarkVision

Instalar o MarkVision Instalando o 1 contas O apresenta diversos componentes instaláveis: Aplicativo - Instala o Utilitário Printer Management. Este aplicativo requer que o Servidor do esteja disponível na rede. Servidor do

Leia mais

EMULAÇÃO 3270 VIA WEB BROWSER

EMULAÇÃO 3270 VIA WEB BROWSER EMULAÇÃO 3270 VIA WEB BROWSER https://acesso.serpro.gov.br Jose.gomes@serpro.gov.br Divisão de Suporte Tecnológico SERPRO - Regional Brasília 0xx61-411 9007 Emulação 3270 via Web Browser O serviço de Emulação

Leia mais

Revisão para a prova B2. Conteúdo das Aulas: 10, 11 e 14

Revisão para a prova B2. Conteúdo das Aulas: 10, 11 e 14 Revisão para a prova B2 Conteúdo das Aulas: 10, 11 e 14 Disciplina: Serviços de Redes Microsoft Professor: Fernando Santorsula fernando.santorsula@esamc.br Disciplina: Serviços de Redes Microsoft Professor:

Leia mais

Sistema centralizado O Paradigma Cliente/Servidor

Sistema centralizado O Paradigma Cliente/Servidor centralizado O Paradigma Cliente/Servidor Computador central (mainframe) + conjunto de terminais + recursos centralizados recursos mainframe terminais 2 distribuído Relações entre entidades Grupo de computadores

Leia mais

A versão básica disponibiliza a informação criada no Microsoft Navision em unidades de informação

A versão básica disponibiliza a informação criada no Microsoft Navision em unidades de informação O Business Analytics for Microsoft Business Solutions Navision ajuda-o a ter maior controlo do seu negócio, tomar rapidamente melhores decisões e equipar os seus funcionários para que estes possam contribuir

Leia mais

Desenvolvendo Websites com PHP

Desenvolvendo Websites com PHP Desenvolvendo Websites com PHP Aprenda a criar Websites dinâmicos e interativos com PHP e bancos de dados Juliano Niederauer 19 Capítulo 1 O que é o PHP? O PHP é uma das linguagens mais utilizadas na Web.

Leia mais

FIG I. Para configurar o MULTICENTRAL para ligação a várias centrais temos que ( ver FIG I ):

FIG I. Para configurar o MULTICENTRAL para ligação a várias centrais temos que ( ver FIG I ): CS. M ARKETING Janeiro 2012 PG 1 O MULTICENTRAL é uma versão do que permite em um único software receber registos de chamadas de várias centrais. Numa versão multicentral podemos criar várias centrais

Leia mais

Softwares de Sistemas e de Aplicação

Softwares de Sistemas e de Aplicação Fundamentos dos Sistemas de Informação Softwares de Sistemas e de Aplicação Profª. Esp. Milena Resende - milenaresende@fimes.edu.br Visão Geral de Software O que é um software? Qual a função do software?

Leia mais

SISTEMA DE GERÊNCIA - DmView

SISTEMA DE GERÊNCIA - DmView Sistema de Gerenciamento DmView O DmView é o Sistema de Gerência desenvolvido para supervisionar e configurar os equipamentos DATACOM, disponibilizando funções para gerência de supervisão, falhas, configuração,

Leia mais

Especificações Técnicas

Especificações Técnicas Visual COBOL é a solução líder da indústria para o desenvolvimento de aplicações COBOL e implantação em sistemas Windows, Unix e Linux. Ele combina as melhores ferramentas de desenvolvimento de sua classe

Leia mais

TEMA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO -Tipos de SI e Recursos de Software parte2. AULA DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO PROFa. ROSA MOTTA

TEMA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO -Tipos de SI e Recursos de Software parte2. AULA DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO PROFa. ROSA MOTTA TEMA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO -Tipos de SI e Recursos de Software parte2 AULA DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO PROFa. ROSA MOTTA CONTEÚDO DA AULA Tipos de Software Serviços Web Tendências 2 OBJETIVOS ESPECÍFICOS

Leia mais

PORTARIA N Nº 184 Rio de Janeiro, 27 de dezembro de 2012.

PORTARIA N Nº 184 Rio de Janeiro, 27 de dezembro de 2012. PORTARIA N Nº 184 Rio de Janeiro, 27 de dezembro de. ACRESCENTA A ARQUITETURA DE PADRÕES TECNOLÓGICOS DE INTEROPERABILIDADE -, NO SEGMENTO RECURSOS TECNOLÓGICOS, O PADRÃO TECNOLÓGICO SISTEMAS DE GERENCIAMENTO

Leia mais

Introdução à Informática. Aula 04. Sistemas Operacionais Aplicativos e Utilitários Transmissão e meios de transmissão de dados. Prof.

Introdução à Informática. Aula 04. Sistemas Operacionais Aplicativos e Utilitários Transmissão e meios de transmissão de dados. Prof. Aula 04 Sistemas Operacionais Aplicativos e Utilitários Transmissão e meios de transmissão de dados Sistema Operacional Um conjunto de programas que se situa entre os softwares aplicativos e o hardware:

Leia mais

TABELA 3.1 Requisitos do Windows Server 2008 Standard

TABELA 3.1 Requisitos do Windows Server 2008 Standard 3 3INSTALAÇÃO DE UM SERVIDOR 2008 Feita a apresentação das funcionalidades do Windows Server 2008, eis que chega a hora mais desejada: a da implementação do nosso servidor. No entanto não é de todo recomendável

Leia mais

DESENVOLVIMENTO EM DISPOSITIVOS MÓVEIS UTILIZANDO BANCO DE DADOS

DESENVOLVIMENTO EM DISPOSITIVOS MÓVEIS UTILIZANDO BANCO DE DADOS DESENVOLVIMENTO EM DISPOSITIVOS MÓVEIS UTILIZANDO BANCO DE DADOS Leandro Guilherme Gouvea 1, João Paulo Rodrigues 1, Wyllian Fressatti 1 1 Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil leandrog.gouvea@gmail.com,

Leia mais

Cogent DataHub v7.0. A próxima geração em soluções para troca de dados em tempo real

Cogent DataHub v7.0. A próxima geração em soluções para troca de dados em tempo real Cogent DataHub v7.0 A próxima geração em soluções para troca de dados em tempo real Cogent é reconhecida como uma líder no segmento de soluções de middleware no domínio do tempo real. E, com a introdução

Leia mais

Positivo Network Manager 4

Positivo Network Manager 4 Positivo Network Manager 4 O gerenciamento eficiente de informações e de tecnologia da informação (TI) é um fator reconhecidamente crítico na maioria das organizações. As informações e as tecnologias que

Leia mais

GUIA DE IMPLEMENTAÇÃO

GUIA DE IMPLEMENTAÇÃO Kaspersky Administration Kit 8.0 GUIA DE IMPLEMENTAÇÃO V E R S Ã O D O A P L I C A T I V O : 8. 0 C F 1 Caro usuário. Obrigado por escolher nosso produto. Esperamos que esta documentação lhe ajude em seu

Leia mais

Introdução a Computação

Introdução a Computação Sistemas Operacionais: Software Oculto Introdução a Computação Sistemas Operacionais Serve como um intermediário entre o hardware e os softwares aplicativos. Sistema Operacional Software de sistemas Kernel

Leia mais

Service Appliance IVETIME. Disponibilidade de serviço instantânea! Plug and Play. Segurança. Tolerância a falhas. Manutenção zero. Elevada Performance

Service Appliance IVETIME. Disponibilidade de serviço instantânea! Plug and Play. Segurança. Tolerância a falhas. Manutenção zero. Elevada Performance IVETIME Service Appliance Disponibilidade de serviço instantânea! Aumentar a produtividade Transformar o serviço a Clientes Proteger o capital intelectual Plug and Play Segurança Tolerância a falhas Manutenção

Leia mais

Sistemas Distribuídos

Sistemas Distribuídos Sistemas Distribuídos LICENCIATURA EM COMPUTAÇÃO Prof. Adriano Avelar Site: www.adrianoavelar.com Email: eam.avelar@gmail.com O que veremos hoje... Evolução Histórica Motivação Conceitos Características

Leia mais

Escola Superior de Tecnologia de Setúbal. Projecto Final

Escola Superior de Tecnologia de Setúbal. Projecto Final Instituto Politécnico de Setúbal Escola Superior de Tecnologia de Setúbal Departamento de Sistemas e Informática Projecto Final Computação na Internet Ano Lectivo 2002/2003 Portal de Jogos Executado por:

Leia mais

Como o SYSchange Advanced Deployment funciona no Rabobank. SYSchange Advaned Deployment at Rabobank. Contato no Rabobank: Henny J. Hesse.

Como o SYSchange Advanced Deployment funciona no Rabobank. SYSchange Advaned Deployment at Rabobank. Contato no Rabobank: Henny J. Hesse. SYSchange Advaned Deployment at Rabobank Julho 2009 Contato no Rabobank: Henny J. Hesse Programador de Sistemas Sênior O Rabobank Group é um provedor de completos serviços financeiros, constituído por

Leia mais

RESUMO DA SOLUÇÃO CA ERwin Modeling. Como eu posso gerenciar a complexidade dos dados e aumentar a agilidade dos negócios?

RESUMO DA SOLUÇÃO CA ERwin Modeling. Como eu posso gerenciar a complexidade dos dados e aumentar a agilidade dos negócios? RESUMO DA SOLUÇÃO CA ERwin Modeling Como eu posso gerenciar a complexidade dos dados e aumentar a agilidade dos negócios? O CA ERwin Modeling fornece uma visão centralizada das principais definições de

Leia mais

Arquitetura de um sistema é a especificação de sua estrutura e de seus componentes

Arquitetura de um sistema é a especificação de sua estrutura e de seus componentes Arquiteturas e Modelos de sistemas Arquitetura Arquitetura de um sistema é a especificação de sua estrutura e de seus componentes Localização dos componentes e relação entre eles Objetivo: garantir que

Leia mais

Symantec AntiVirus Enterprise Edition

Symantec AntiVirus Enterprise Edition Symantec AntiVirus Enterprise Edition Proteção abrangente contra ameaças para todas as partes da rede, incluindo proteção contra spyware no cliente, em um único conjunto de produtos Visão geral O Symantec

Leia mais

Ferramentas Web para controle e supervisão: o que está por vir

Ferramentas Web para controle e supervisão: o que está por vir Artigos Técnicos Ferramentas Web para controle e supervisão: o que está por vir Marcelo Salvador, Diretor de Negócios da Elipse Software Ltda. Já faz algum tempo que ouvimos falar do controle e supervisão

Leia mais

Banco de Dados de Músicas. Andre Lima Rocha Campos Osório Pereira Carvalho

Banco de Dados de Músicas. Andre Lima Rocha Campos Osório Pereira Carvalho Banco de Dados de Músicas Andre Lima Rocha Campos Osório Pereira Carvalho Definição Aplicação Web que oferece ao usuário um serviço de busca de músicas e informações relacionadas, como compositor, interprete,

Leia mais

FTIN Formação Técnica em Informática Módulo Sistema Proprietário Windows AULA 01. Prof. André Lucio

FTIN Formação Técnica em Informática Módulo Sistema Proprietário Windows AULA 01. Prof. André Lucio FTIN Formação Técnica em Informática Módulo Sistema Proprietário Windows AULA 01 Prof. André Lucio Competências do modulo Introdução ao sistema operacional Windows Instalação e configuração do sistema

Leia mais

Arquitetura de Computadores. Introdução aos Sistemas Operacionais

Arquitetura de Computadores. Introdução aos Sistemas Operacionais Arquitetura de Computadores Introdução aos Sistemas Operacionais O que é um Sistema Operacional? Programa que atua como um intermediário entre um usuário do computador ou um programa e o hardware. Os 4

Leia mais

Índice. 2 Acronis, Inc

Índice. 2 Acronis, Inc Índice 1. O que é o Acronis nap Deploy... 3 2. Componentes do Acronis nap Deploy... 3 3. Actualizar para a v 3... 4 3.1 Actualizar licenças... 4 3.2 Actualizar componentes... 4 4. Requisitos do sistema...

Leia mais

Software da Impressora

Software da Impressora Software da Impressora Acerca do Software da Impressora O software Epson inclui o controlador de impressão e o EPSON Status Monitor 3. O controlador de impressão é um software que permite controlar a impressora

Leia mais

Introdução aos Computadores

Introdução aos Computadores Os Computadores revolucionaram as formas de processamento de Informação pela sua capacidade de tratar grandes quantidades de dados em curto espaço de tempo. Nos anos 60-80 os computadores eram máquinas

Leia mais

CA Mainframe Application Tuner r8.5

CA Mainframe Application Tuner r8.5 FOLHA DE PRODUTOS CA Mainframe Application Tuner CA Mainframe Application Tuner r8.5 O CA Mainframe Application Tuner foi desenvolvido para permitir que as equipes de gerenciamento de desempenho identifiquem

Leia mais

Tipos de Computadores

Tipos de Computadores Tipos de Computadores A potência de um computador pessoal é medida Pelo tipo de processador (Pentium IV, Celeron, etc.) Pela dimensão da memória RAM Pela capacidade do disco fixo Pela placa gráfica Pela

Leia mais

Noções de. Microsoft SQL Server. Microsoft SQL Server

Noções de. Microsoft SQL Server. Microsoft SQL Server Noções de 1 Considerações Iniciais Basicamente existem dois tipos de usuários do SQL Server: Implementadores Administradores 2 1 Implementadores Utilizam o SQL Server para criar e alterar base de dados

Leia mais

Sistemas de Informações Gerenciais Prof. Esp. André Luís Belini Bacharel em Sistemas de Informações MBA em Gestão Estratégica de Negócios

Sistemas de Informações Gerenciais Prof. Esp. André Luís Belini Bacharel em Sistemas de Informações MBA em Gestão Estratégica de Negócios Sistemas de Informações Gerenciais Prof. Esp. André Luís Belini Bacharel em Sistemas de Informações MBA em Gestão Estratégica de Negócios Capítulo 4 Infra-Estrutura de TI: Hardware e Software 2 1 OBJETIVOS

Leia mais

01/04/2012. Voltar. Voltar

01/04/2012. Voltar. Voltar Introdução à Informática Capítulo 3 Sistemas Operacionais: Software em Segundo Plano Objetivos Descrever as funções de um sistema operacional. Explicar os fundamentos do sistema operacional de um computador.

Leia mais

Q-flow 2.2. Código de Manual: Qf22007POR Versão do Manual: 3.1 Última revisão: 21/10/2005 Aplica-se a: Q-flow 2.2. Sizing

Q-flow 2.2. Código de Manual: Qf22007POR Versão do Manual: 3.1 Última revisão: 21/10/2005 Aplica-se a: Q-flow 2.2. Sizing Q-flow 2.2 Código de Manual: Qf22007POR Versão do Manual: 3.1 Última revisão: 21/10/2005 Aplica-se a: Q-flow 2.2 Sizing Qf22007POR v3.1 Q-flow Sizing Urudata Software Rua Canelones 1370 Segundo Andar CP11200

Leia mais

Fiery Network Controller para DocuColor 250/240 SERVER & CONTROLLER SOLUTIONS. Bem-vindo

Fiery Network Controller para DocuColor 250/240 SERVER & CONTROLLER SOLUTIONS. Bem-vindo Fiery Network Controller para DocuColor 250/240 SERVER & CONTROLLER SOLUTIONS Bem-vindo 2005 Electronics for Imaging, Inc. As informações nesta publicação estão cobertas pelos termos dos Avisos de caráter

Leia mais

Interface Homem Máquina para Domótica baseado em tecnologias Web

Interface Homem Máquina para Domótica baseado em tecnologias Web Interface Homem Máquina para Domótica baseado em tecnologias Web João Alexandre Oliveira Ferreira Dissertação realizada sob a orientação do Professor Doutor Mário de Sousa do Departamento de Engenharia

Leia mais

Linguagem de Programação JAVA. Professora Michelle Nery Nomeclaturas

Linguagem de Programação JAVA. Professora Michelle Nery Nomeclaturas Linguagem de Programação JAVA Professora Michelle Nery Nomeclaturas Conteúdo Programático Nomeclaturas JDK JRE JEE JSE JME JVM Toolkits Swing AWT/SWT JDBC EJB JNI JSP Conteúdo Programático Nomenclatures

Leia mais

Ficha prática nº 7. SGBD Microsoft Access e SQL Server

Ficha prática nº 7. SGBD Microsoft Access e SQL Server Instituto Superior Politécnico de Viseu Escola Superior de Tecnologia Departamento de Informática Ficha prática nº 7 SGBD Microsoft Access e SQL Server Objectivo: Criação de uma aplicação em arquitectura

Leia mais

Aula 1: Noção Básica e Criação de Tabelas.

Aula 1: Noção Básica e Criação de Tabelas. Aula 1: Noção Básica e Criação de Tabelas. Introdução Olá! Seja bem-vindo a apostila de Microsoft Access 2010. Access 2010 é um Sistema de Gerenciamento de Banco de Dados da Microsoft, distribuído no pacote

Leia mais

Introdução à Informática

Introdução à Informática Introdução à Informática Aula 6 http://www.ic.uff.br/~bianca/introinfo/ Aula 6-21/09/2007 1 Ementa Conceitos Básicos de Computação (Hardware, Software e Internet) Softwares Aplicativos Tutorial: Word Tutorial:

Leia mais

Prof. Daniel Gondim danielgondimm@gmail.com. Informática

Prof. Daniel Gondim danielgondimm@gmail.com. Informática Prof. Daniel Gondim danielgondimm@gmail.com Informática Componentes de um SC Softwares O que é Software? Conjunto de instruções/funções/tarefas que definem o que o computador deve executar para chegar

Leia mais

Bancos de dados distribuídos Prof. Tiago Eugenio de Melo tiagodemelo@gmail.com. http://www.tiagodemelo.info

Bancos de dados distribuídos Prof. Tiago Eugenio de Melo tiagodemelo@gmail.com. http://www.tiagodemelo.info Bancos de dados distribuídos Prof. Tiago Eugenio de Melo tiagodemelo@gmail.com Última atualização: 20.03.2013 Conceitos Banco de dados distribuídos pode ser entendido como uma coleção de múltiplos bds

Leia mais

Professor: Roberto Franciscatto. Curso: Engenharia de Alimentos 01/2010 Aula 3 Sistemas Operacionais

Professor: Roberto Franciscatto. Curso: Engenharia de Alimentos 01/2010 Aula 3 Sistemas Operacionais Professor: Roberto Franciscatto Curso: Engenharia de Alimentos 01/2010 Aula 3 Sistemas Operacionais Um conjunto de programas que se situa entre os softwares aplicativos e o hardware: Gerencia os recursos

Leia mais

Desenvolvimento Cliente-Servidor 1

Desenvolvimento Cliente-Servidor 1 Desenvolvimento Cliente- 1 Ambiienttes de Desenvollviimentto Avançados Engenharia Informática Instituto Superior de Engenharia do Porto Alexandre Bragança 1998/99 Ambientes de Desenvolvimento Avançados

Leia mais

Kaspersky Administration Kit 8.0 GUIA DE IMPLEMENTAÇÃO

Kaspersky Administration Kit 8.0 GUIA DE IMPLEMENTAÇÃO Kaspersky Administration Kit 8.0 GUIA DE IMPLEMENTAÇÃO V E R S Ã O D O A P L I C A T I V O : 8. 0 Caro usuário. Obrigado por escolher nosso produto. Esperamos que esta documentação lhe ajude em seu trabalho

Leia mais

OpenOffice.org 1.1. Guia de Instalação. Junho 2003, Revisão A

OpenOffice.org 1.1. Guia de Instalação. Junho 2003, Revisão A OpenOffice.org 1.1 Guia de Instalação Junho 2003, Revisão A Public Documentation License O conteúdo deste documento está licenciado sob a licença Public Documentation License, Versão 1.0. Você somente

Leia mais

ANEXO 1. Formulário de Candidatura da Instituição Projecto Final de Curso de IGE/ETI. Instituição de acolhimento. Supervisor nomeado pela instituição

ANEXO 1. Formulário de Candidatura da Instituição Projecto Final de Curso de IGE/ETI. Instituição de acolhimento. Supervisor nomeado pela instituição INSTITUTO SUPERIOR DE CIÊNCIAS DO TRABALHO E DA EMPRESA Departamento de Ciências e Tecnologias de Informação DCTI Formulário de Candidatura da Instituição Projecto Final de Curso de IGE/ETI ANEXO 1 Instituição

Leia mais

GLOSSÁRIO. ActiveX Controls. É essencialmente uma interface usada para entrada e saída de dados para uma aplicação.

GLOSSÁRIO. ActiveX Controls. É essencialmente uma interface usada para entrada e saída de dados para uma aplicação. GLOSSÁRIO Este glossário contém termos e siglas utilizados para Internet. Este material foi compilado de trabalhos publicados por Plewe (1998), Enzer (2000) e outros manuais e referências localizadas na

Leia mais

Sistemas de Bases de Dados

Sistemas de Bases de Dados Sistemas de Bases de Dados Carlos Viegas Damásio José Alferes e Carlos Viegas Damásio Sistemas de Bases de Dados 2014/15 Objectivos - Em Bases de Dados (2º ano) pretendia-se: Que os estudantes fossem capazes

Leia mais

Sistemas Operacionais. (Capítulo 3) INTRODUÇÃO À ENGENHARIA DA COMPUTAÇÃO. Professor: Rosalvo Ferreira de Oliveira Neto

Sistemas Operacionais. (Capítulo 3) INTRODUÇÃO À ENGENHARIA DA COMPUTAÇÃO. Professor: Rosalvo Ferreira de Oliveira Neto Sistemas Operacionais (Capítulo 3) INTRODUÇÃO À ENGENHARIA DA COMPUTAÇÃO Professor: Rosalvo Ferreira de Oliveira Neto Estrutura 1. Definições 2. Classificações 3. CPU 4. Memória 5. Utilitários O que se

Leia mais

Administration Kit. Parte de Kaspersky Business Space Security Kaspersky Enterprise Space Security Kaspersky Total Space Security

Administration Kit. Parte de Kaspersky Business Space Security Kaspersky Enterprise Space Security Kaspersky Total Space Security Administration Kit Parte de Kaspersky Business Space Security Kaspersky Enterprise Space Security Kaspersky Total Space Security O Kaspersky Administration Kit é uma ferramenta de administração centralizada

Leia mais

Symantec Backup Exec.cloud

Symantec Backup Exec.cloud Proteção automática, contínua e segura que faz o backup dos dados na nuvem ou usando uma abordagem híbrida, combinando backups na nuvem e no local. Data Sheet: Symantec.cloud Somente 2% das PMEs têm confiança

Leia mais

08/04/2013. Agenda. O Sistema CACHÉ. O Sistema CACHÉ. O Sistema CACHÉ. O Sistema CACHÉ

08/04/2013. Agenda. O Sistema CACHÉ. O Sistema CACHÉ. O Sistema CACHÉ. O Sistema CACHÉ Agenda Caché Server Pages Uma Aplicação Banco de Dados Fernando Fonseca Ana Carolina Salgado Mestrado Profissional 2 SGBD de alto desempenho e escalabilidade Servidor de dados multidimensional Arquitetura

Leia mais

EMULADOR 3270 VIA WEB BROWSER

EMULADOR 3270 VIA WEB BROWSER EMULADOR 3270 VIA WEB BROWSER Host On-Demand - HOD Versão 6.0 Fev/2002 Suporte Técnico: Central de Atendimento SERPRO CAS 0800-782323 Gilson.Pereira@serpro.gov.br Marcio.Nunes@serpro.gov.br O que é o serviço

Leia mais

Empacotar o software TI-Nspire com o Microsoft SMS 2003

Empacotar o software TI-Nspire com o Microsoft SMS 2003 Empacotar o software TI-Nspire com o Microsoft SMS 2003 Este documento fornece informações detalhadas para criar e implementar um pacote de rede do TI-Nspire com a plataforma do Microsoft SMS 2003. Este

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO DOS RECURSOS DE HARDWARE E SOFTWARE

ADMINISTRAÇÃO DOS RECURSOS DE HARDWARE E SOFTWARE ADMINISTRAÇÃO DOS RECURSOS DE HARDWARE E SOFTWARE 1 OBJETIVOS 1. Qual é a capacidade de processamento e armazenagem que sua organização precisa para administrar suas informações e transações empresariais?

Leia mais

TCM Informática Rua Senador Ivo D'Aquino, 121 Bairro: Lagoa da Conceição 88062-050 Florianópolis, SC Brasil Fone +55 48 3334-8877 Fax +55 48

TCM Informática Rua Senador Ivo D'Aquino, 121 Bairro: Lagoa da Conceição 88062-050 Florianópolis, SC Brasil Fone +55 48 3334-8877 Fax +55 48 1.1 Roteiro para Instalação do Software 1.1.1 Servidor 1.1.1.1 Requisitos de Hardware Servidor de pequeno porte Servidor dedicado: Processador: 500Mhz Memória RAM: 256MB Hard Disk: 20 ou 40GB (7.500rpm)

Leia mais

NOTIFICAÇÃO DE NEGÓCIO

NOTIFICAÇÃO DE NEGÓCIO NOTIFICAÇÃO DE NEGÓCIO O Microsoft Business Solutions for Supply Chain Management Navision Business Notification ajudao a gerir a sua empresa mais facilmente e eficazmente. Pode identificar qualquer problema

Leia mais

Universidade Federal de Minas Gerais. Sistemas Operacionais. Aula 23. Sistemas Operacionais Distribuídos

Universidade Federal de Minas Gerais. Sistemas Operacionais. Aula 23. Sistemas Operacionais Distribuídos Aula 23 Distribuídos SOs de Rede Em sistemas operacionais de rede você sabe quando é local e quando é remoto. Assim, o trabalho não muda, com exceção de comandos para acesso remoto: - telnet - ftp - etc.

Leia mais

Dado: Fatos conhecidos que podem ser registrados e têm um significado implícito. Banco de Dados:

Dado: Fatos conhecidos que podem ser registrados e têm um significado implícito. Banco de Dados: MC536 Introdução Sumário Conceitos preliminares Funcionalidades Características principais Usuários Vantagens do uso de BDs Tendências mais recentes em SGBDs Algumas desvantagens Modelos de dados Classificação

Leia mais

Informe técnico: Proteção de dados Clientes e agentes do Veritas NetBackup 6.5 Plataforma do Veritas NetBackup - Proteção de dados de próxima geração

Informe técnico: Proteção de dados Clientes e agentes do Veritas NetBackup 6.5 Plataforma do Veritas NetBackup - Proteção de dados de próxima geração Plataforma do Veritas NetBackup - Proteção de dados de próxima geração Visão geral O Veritas NetBackup oferece um conjunto simples porém abrangente de clientes e agentes inovadores para otimizar o desempenho

Leia mais

Introdução ao Delphi. Introdução. Edições do Software. Capítulo 1. InforBRás - Informática Brasileira Ltda. O Que é o Delphi.

Introdução ao Delphi. Introdução. Edições do Software. Capítulo 1. InforBRás - Informática Brasileira Ltda. O Que é o Delphi. Capítulo 1 O Que é o Delphi Diferenças entre Delphi Client/Server do Delphi for Windows Características que compõem o Integrated Development Invironment (IDE) Como o Delphi se encaixa na família Borland

Leia mais

Impressão do Manual do Utilizador

Impressão do Manual do Utilizador bibliopac Interface WWW Versão 2003 Guia de instalação rápida Junho 2003 ATENÇÃO! Impressão do Manual do Utilizador No CD de instalação está disponível o ficheiro Interface WWW Manual.PDF. Este manual,

Leia mais

Sistemas Operativos I

Sistemas Operativos I Componentes de um Sistema Operativo Maria João Viamonte / Luis Lino Ferreira Fevereiro de 2006 Sistema Operativo Um Sistema Operativo pode ser visto como um programa de grande complexidade, responsável

Leia mais

Implementar servidores de Web/FTP e DFS. Disciplina: Serviços de Redes Microsoft Professor: Fernando Santorsula fernando.santorsula@esamc.

Implementar servidores de Web/FTP e DFS. Disciplina: Serviços de Redes Microsoft Professor: Fernando Santorsula fernando.santorsula@esamc. Implementar servidores de Web/FTP e DFS Disciplina: Serviços de Redes Microsoft Professor: Fernando Santorsula fernando.santorsula@esamc.br Conteúdo programático Introdução ao protocolo HTTP Serviço web

Leia mais

Soluções de Gestão de Clientes e Impressão Universal

Soluções de Gestão de Clientes e Impressão Universal Soluções de Gestão de Clientes e Impressão Universal Manual do utilizador Copyright 2007 Hewlett-Packard Development Company, L.P. Windows é uma marca registada da Microsoft Corporation nos E.U.A. As informações

Leia mais

Manual de Instalação v7.60. PRIMAVERA Business Software Solutions (última atualização em 27.03.2014) (última actualização em 27.02.

Manual de Instalação v7.60. PRIMAVERA Business Software Solutions (última atualização em 27.03.2014) (última actualização em 27.02. Manual de Instalação v7.60 PRIMAVERA Business Software Solutions (última atualização em 27.03.2014) (última actualização em 27.02.2012) Índice Índice... 1 Introdução... 2 Instalação do Software... 3 Requisitos

Leia mais

Kaspersky Administration Kit 8.0 GUIA DO ADMINISTRADOR

Kaspersky Administration Kit 8.0 GUIA DO ADMINISTRADOR Kaspersky Administration Kit 8.0 GUIA DO ADMINISTRADOR V E R S Ã O D O A P L I C A T I V O : 8. 0 Caro usuário. Obrigado por escolher nosso produto. Esperamos que esta documentação lhe ajude em seu trabalho

Leia mais

Symantec Backup Exec 12.5 for Windows Servers. Guia de Instalação Rápida

Symantec Backup Exec 12.5 for Windows Servers. Guia de Instalação Rápida Symantec Backup Exec 12.5 for Windows Servers Guia de Instalação Rápida 13897290 Instalação do Backup Exec Este documento contém os seguintes tópicos: Requisitos do sistema Antes de instalar Sobre a conta

Leia mais

Programação de Computadores

Programação de Computadores Programação de Computadores Aula 04: Sistema Operacional Material Didático do Livro: Introdução à Informática Capron,, H. L. e Johnson, J. A Pearson Education Sistemas Operacionais: Software Oculto Serve

Leia mais

TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO

TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO UNIDADE 2 Sistema Operativo em Ambiente Gráfico 1 CONTEÚDOS Ambiente gráfico Operações básicas do sistema operativo Definição de sistema operativo Obtenção de ajuda

Leia mais

Requisitos dos postos de usuário para utilizar os aplicativos da Adquira

Requisitos dos postos de usuário para utilizar os aplicativos da Adquira Requisitos dos postos de usuário para utilizar os aplicativos da Adquira 30/08/2007 Autor: Carlos Torrijos Martín Versão 1.10 1.- Introdução 3 2.- Requisitos Hardware dos equipamentos 4 3.- Requisitos

Leia mais

Europass-Curriculum Vitae

Europass-Curriculum Vitae Europass-Curriculum Vitae INFORMAÇÃO PESSOAL Nome Morada Código Postal Cidade País Telefone Telemóvel Fax E-mail Página Web Pessoal 2670-403 Loures Loures Portugal fmmm@fernando-martins.eu http://www.fernando-martins.eu

Leia mais

Extracto on Line Aplicação Local Guia do Administrador

Extracto on Line Aplicação Local Guia do Administrador Extracto on Line Aplicação Local Guia do Administrador 1 Índice 1. Sobre o Guia... 3 1.1 Objectivo... 3 1.2 Conceitos e Termos... 3 1.2 Utilização do Guia... 3 2. Ferramentas de Administração... 4 2.1

Leia mais

A ajuda é apresentada de seguida, sendo esses os passos necessários para instalar o JAVA.

A ajuda é apresentada de seguida, sendo esses os passos necessários para instalar o JAVA. Configuração Eclipse Instalação do JAVA A instalação do JAVA no computador de laboratório, foi feito obtendo o ficheiro de instalação a partir do site http://java.com/pt_br/download/index.jsp, Version

Leia mais

Introdução a Informática. Prof.: Roberto Franciscatto

Introdução a Informática. Prof.: Roberto Franciscatto Introdução a Informática Prof.: Roberto Franciscatto 6.1 ARQUIVOS E REGISTROS De um modo geral os dados estão organizados em arquivos. Define-se arquivo como um conjunto de informações referentes aos elementos

Leia mais

CA InterTest Batch r8.5

CA InterTest Batch r8.5 FOLHA DE PRODUTOS CA InterTest Batch CA InterTest Batch r8.5 O CA InterTest Batch oferece avançados recursos de depuração que ajudam você a testar em lotes programas criados em COBOL, Assembler e PL/I

Leia mais

Curso Técnico de Nível Médio

Curso Técnico de Nível Médio Curso Técnico de Nível Médio Disciplina: Informática Básica 3. Software Prof. Ronaldo Software Formado por um conjunto de instruções (algoritmos) e suas representações para o

Leia mais

License Management. Instalação do agente de licença

License Management. Instalação do agente de licença License Management Instalação do agente de licença Apenas para a utilização interna CLA_InstallTOC.fm Índice Índice 0 1 Informações elementares.............................................. 1-1 1.1 Introdução..........................................................

Leia mais

Uma Base de Dados é uma colecção de dados partilhados, interrelacionados e usados para múltiplos objectivos.

Uma Base de Dados é uma colecção de dados partilhados, interrelacionados e usados para múltiplos objectivos. 1. Introdução aos Sistemas de Bases de Dados Uma Base de Dados é uma colecção de dados partilhados, interrelacionados e usados para múltiplos objectivos. O conceito de base de dados faz hoje parte do nosso

Leia mais

CA InterTest para CICS r8.5

CA InterTest para CICS r8.5 FOLHA DE PRODUTOS CA InterTest para CICS CA InterTest para CICS r8.5 O CA InterTest para CICS faz testes e depuração de aplicativos do IBM CICS Transaction Server para z/os criados em COBOL, PL/I, Assembler

Leia mais

INSTALAÇÃO DO MICROSOFT SQL SERVER 2008 R2

INSTALAÇÃO DO MICROSOFT SQL SERVER 2008 R2 INSTALAÇÃO DO MICROSOFT SQL SERVER 2008 R2 Neste item aprenderemos a instalar o Microsoft SQL SERVER 2008 R2 e a fazer o Upgrade de versões anteriores do SQL SERVER 2008 R2. Também veremos as principais

Leia mais

GBD. Introdução PROF. ANDREZA S. AREÃO

GBD. Introdução PROF. ANDREZA S. AREÃO GBD Introdução PROF. ANDREZA S. AREÃO Sistema de arquivos X Sistemas de Banco de Dados Sistema de arquivos Sistema de Banco de Dados Aplicativos Dados (arquivos) Aplicativos SGBD Dados (arquivos) O acesso/gerenciamento

Leia mais

UFG - Instituto de Informática

UFG - Instituto de Informática UFG - Instituto de Informática Especialização em Desenvolvimento de Aplicações Web com Interfaces Ricas EJB 3.0 Prof.: Fabrízzio A A M N Soares professor.fabrizzio@gmail.com Aula 10 Persistência de Dados

Leia mais

PL/SQL Developer. Solução para Ambiente de Desenvolvimento Integrado Oracle

PL/SQL Developer. Solução para Ambiente de Desenvolvimento Integrado Oracle Solução para Ambiente de Desenvolvimento Integrado Oracle PL/SQL Developer é um ambiente de desenvolvimento integrado (IDE) que foi especialmente destinado ao desenvolvimento de programas armazenados em

Leia mais

PLANIFICAÇÃO ANUAL DA DISCIPLINA DE TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO ANO LETIVO DE 2013/2014 Curso CEF Tipo 2

PLANIFICAÇÃO ANUAL DA DISCIPLINA DE TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO ANO LETIVO DE 2013/2014 Curso CEF Tipo 2 PLANIFICAÇÃO ANUAL DA DISCIPLINA DE TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO ANO LETIVO DE 2013/2014 Curso CEF Tipo 2 Domínios de referência Competências Conteúdos Calendarização Conceitos Essenciais e

Leia mais

Dino SMART Production. Monitoração de Jobs da produçao do ambiente mainframe IBM

Dino SMART Production. Monitoração de Jobs da produçao do ambiente mainframe IBM Dino SMART Production Monitoração de Jobs da produçao do ambiente mainframe IBM Portfolio - Dino Explorer Suite - Componentes Dino Smart Monitoração: Aplicações Serviços Jobs (Online e Batch) SLA s Reengenharia;

Leia mais

Seu manual do usuário ACRONIS ACRONIS BACKUP AND RECOVERY 10 ADVANCED SERVER VIRTUAL EDITION http://pt.yourpdfguides.

Seu manual do usuário ACRONIS ACRONIS BACKUP AND RECOVERY 10 ADVANCED SERVER VIRTUAL EDITION http://pt.yourpdfguides. Você pode ler as recomendações contidas no guia do usuário, no guia de técnico ou no guia de instalação para ACRONIS ACRONIS BACKUP AND RECOVERY 10. Você vai encontrar as respostas a todas suas perguntas

Leia mais

CSI IT Solutions. WebReport2.5. Relatórios abertos. Acesso controlado Extensibilidade de módulos IMPACTO AMBIENTAL

CSI IT Solutions. WebReport2.5. Relatórios abertos. Acesso controlado Extensibilidade de módulos IMPACTO AMBIENTAL CSI IT Solutions 2.5 solução CSI PrintManager G e s t ã o d e A m b i e n t e d e I m p r e s s ã o O CSI dá aos gestores de TI o poder de uma gestão integral através do acesso fácil às informações gerenciais

Leia mais

Desenvolvendo Websites com PHP

Desenvolvendo Websites com PHP Desenvolvendo Websites com PHP 2ª Edição Juliano Niederauer Novatec Copyright 2009, 2011 da Novatec Editora Ltda. Todos os direitos reservados e protegidos pela Lei 9.610 de 19/02/1998. É proibida a reprodução

Leia mais

Sistema de Gestão de Bases de Dados

Sistema de Gestão de Bases de Dados Sistema de Gestão de Bases de Dados 1. Base de dados e um SGBD: O funcionamento das organizações gera uma grande quantidade de dados. Quando estes dados estão relacionados entre si, transformam-se em informação.

Leia mais