Aula de Bioquímica II. Tema: Transcrição. Prof. Dr. Júlio César Borges

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Aula de Bioquímica II. Tema: Transcrição. Prof. Dr. Júlio César Borges"

Transcrição

1 Aula de Bioquímica II Tema: Transcrição Prof. Dr. Júlio César Borges Depto. de Química e Física Molecular DQFM Instituto de Química de São Carlos IQSC Universidade de São Paulo USP

2 Dogma central da Biologia

3 Ácidos Ribonucléicos - RNA Participam diretamente da síntese de proteínas

4 Ácidos Ribonucléicos - RNA Tipos de RNA Tipo de RNA Tamanho Função RNA ribossômico (rrna) Variado Síntese de proteínas; Conta com a ajuda de proteínas ribossomais RNA de tranferência (trna) Pequeno Transportar aminoácidos para os Ribossomos Funciona como um adaptador RNA mensageiro (mrna) Variável Codifica a síntese de proteínas Pequenos RNAs nucleares (SnRNAs) Pequeno Maturação do mrna; transporte de proteínas; outras

5 Transcrição DNA RNA Síntese de RNA dirigida pela complementaridade com o DNA Fita molde 3 5 Não-codificante Fita codificante 5 3 Ambas as fitas do DNA podem ser Codificantes

6 Transcrição Síntese de RNA dirigida pela complementaridade com o DNA A fita molde para a síntese de RNA é a 3 5 ou não-codificante - Fita codificante no DNA é correspondente ao RNA T U

7 Transcrição DNA RNA Reação de polimerização catalisada pelas RNA polimerases RNA Polimerase DNA Dependente - Síntese segue a direção Similar às DNApol sem similaridade estrutural Evolução convergente

8 Síntese do RNA Síntese dirigida por complementaridade com o DNA RNA-polimerase DNA-dependente Coordenada da Reação

9 Síntese do RNA Síntese dirigida por complementaridade com o DNA RNA-polimerase DNA-dependente Reação de Polimerização Adição contínua de NTPs livres na extremidade 3 da fita crescente nucleotídeo livre está ativado Especificidade requer pareamento complementar; Envolve dois íons metálicos, usualmente Mg 2+ ; - Um ativa o grupo 3 OH do ribonucleotídeo incorporado para o ataque nucleofílico ao grupo fosfato alfa do NTP que entra; - O outro orienta e estabiliza eletrostaticamente o grupo trifosfato (grupo abandonador)

10 Transcrição RNA polimerase DNA dependente RNApol - Síntese dirigida pela complementaridade com a fita do DNA não-codificante Fita molde = fita não-codificante 1º Fase: Iniciação 2º Fase: Elongação 3º Fase: Terminação

11 RNA polimerase RNA polimerase (RNApol): holoenzima (subunidades)

12 RNA polimerase O cofator 70 participa do complexo de iniciação - Ele varre o DNA à procura do promotor do gene

13 Transcrição RNA polimerase DNA dependente RNApol

14 RNA polimerase Estrutura do complexo

15 Transcrição Elongação A RNApol abre a dupla-hélice do DNA e a desespiraliza a sua frente - A RNApol forma uma bolha de síntese duplex RNA-DNA substratos são os NTPs hidrólise das ligações fosfodiéster fornece a energia necessária dirige a termodinâmica da Reação A fita de RNA sintetizada se desliga do DNA molde e este se hibridiza novamente com a sua fita complementar A RNApol segura o DNA pelos dois lados da bolha de síntese

16 Transcrição A RNApol possui alta processividade - Polimeriza ribonucleotídeos por segundo Possui taxa de erro maior do que no DNA 1 base em 1000 os danos de erros da RNApol são limitados ao seu produto Pode ocorrer a síntese de vários mrnas a partir de um mesmo Gene Várias RNApol no mesmo gene molde em intervalos regulares

17 Transcrição Iniciação Sinais de início e fim da transcrição de um gene no DNA - flanqueiam a região a ser transcrita Fator sigma Apresentam sequências consenso existe heterogeneidade O início da transcrição é um ponto de regulação importante - diferenças estão relacionadas com a força e freqüência da ativação do promotor - ajuste fino evolutivo à necessidade do produto gênico São sequências assimétricas apenas uma das fitas de DNA deve ser reconhecida!!! a identificação da orientação para a Síntese pela RNApol na direção 5 3

18 Transcrição Terminação região rica em AT que precedida de uma sequência Palindrômica - região AT forma interações DNA-RNA fracas - forma grampos de RNA autocomplementar efeito estérico na RNApol liberação do DNA Efeito total dissociação simultânea do DNA-RNA-RNApol - sequências consenso mais variáveis do que as de iniciação Existem enzimas que catalisam a terminação

19 Dissociação DNA-RNA Fator Rho: helicase que desenrola DNA-RNA separando o último do molde

20 Polimerização em procarioto A RNApol liga fracamente ao DNA e desliza sobre ele antes de dissociar - a RNApol reconhece o promotor por contatos deste com o Fator Sigma O fator sigma ajuda a RNApol abrir a fita dupla de DNA na região do promotor sem gasto de ATP mudanças conformacionais na RNApol ativa a polimerização - início da polimerização pela ligação de dois NTP complementares adjacentes Após ~10 bases polimerizadas Mudanças conformacionais e a progressão da RNApol saída do fator sigma RNApol sofre outras pequenas mudanças conformacionais que permitem a progressão da polimerização Elongação - O desligamento do fator sigma cria um túnel de saída de RNA transcrito - mudanças conformacionais adicionais garantem que a RNApol não se dissocia do DNA antes do terminador A polimerização prossegue até a RNApol encontrar o sinal de terminação A RNApol dissocia-se do DNA e se liga novamente ao fator sigma

21 Polimerização em procarioto

22 Polimerização em procariotos Muitas substâncias inibem a RNApol de bactérias Inibidores: - Rifampicina é um antibiótico que inibe a elongação da cadeia de RNA por se ligar na RNApol antes da iniciação; - actinomicina D se intercala na dupla fita de DNA

23 Polimerização em eucarioto é diferente de procarioto A complexidade estrutural dos eucariotos impõem necessidades

24 Polimerização em Eucariotos Complexidade da Transcrição em eucariotos 3 tipos de RNApol transcrição de diferentes tipos de RNA - RNApol I e III muitos trnas, rrnas e vários snrnas - RNApol II muitos genes codificadores de proteínas Necessitam dos Fatores Gerais de Transcrição - Transcription Fator for Polimerase II TFIIA, TFIIB, etc - Identificam o promotor e forma uma placa-suporte para a RNApol - Desempacotamento do DNA e outras estruturas da cromatina - Ajudam a posicionar a RNApol corretamente no promotor - Separação das fitas de DNA TFIIH (atividade helicase) gasto de ATP - Liberam a RNApol no modo de extensão - Complexo de iniciação de transcrição reunião de mais de 8 TFII

25 Polimerização em Eucariotos

26 Polimerização em Eucariotos TATA-box ~ 30 bases a upstream do sítio de início do transcrito - principal sequência consenso da RNApol II existem outras Eucariotos contam com ativadores e repressores localizados a grandes distâncias da sequência promotora

27 Polimerização em Eucariotos Fatores Gerais de Transcrição TFIID identifica o TATA-box TATA-Binding protein = TBP - 25 bases a upstream do sítio de início da transcrição A ligação distorce o DNA dupla fita na região de ligação - Marco físico para a transcrição Sítio de hospedagem para outros fatores

28 Polimerização em Eucariotos Fatores Gerais de Transcrição Fosforilação da cauda da RNApol pelo TFIIH (atividade kinase) ativação da RNApol no modo extensão Ligação de outras proteínas evita o Desligamento da RNApolII do DNA a ser transcrito fatores de extensão Os TFII estão livres do complexo de iniciação de transcrição para ativarem outro gene Ligação na Cauda da RNApolII de fatores de processamento do RNA transcrito

29 Polimerização em Eucariotos

30 Polimerização em Eucariotos Fatores de extensão - evitam a dissociação da RNApolII do DNA a ser transcrito - auxiliam na superação de regiões muito compactas da cromatina complexos remodeladores de cromatina -Topoisomerases eliminam as supertorção gerada pelo avanço da RNApolII na extensão do DNA. Ativadores transcricionais - ligam especificamente ao DNA e ajudam a atrair a RNApol II para o complexo de iniciação de transcrição - superar o empacotamento do DNA - recrutamento dos mediadores - recrutamento de enzimas modificadoras de cromatina remodeladores de cromatina e acetilases de histonas - aumento do acesso ao DNA na cromatina Aumentam a taxa de síntese de mrna

31 Síntese do RNA O RNAs são editados ou sofrem processamento!!!

32 mrnas O mrnas são editados de duas formas Modificações no 5 Introdução do Cap Reduz exposição à Nucleases e fosfatases Cap: mrna de eucarioto possui um cap de 7-metilguanosina adicionado ao nucleosideo 5 inicial via uma ponte 5-5 trifosfato

33 mrnas O mrnas são editados de duas formas: Modificações no 3 Poliadenilação - Estabiliza tradução - Aumenta o tempo de vida do mrna

34 Processamento de mrna Genes de eucariotos consistem de sequências que são expressas (éxons) e que não são expressas (introns) e que se alternam.

35 Processamento de mrna Genes de eucariotos consistem de sequências que são expressas (éxons) e que não são expressas (introns) e que se alternam.

36 Processamento do mrna O mrnas podem ser processados de forma que as proteínas codificadas por eles podem ser diferentes Introns e Éxons Differential Splicing Processamento Alternativo - Permite o controle combinatório aumenta a diversidade protéica

37 Processamento do mrna O mrnas podem ser processados de forma que as proteínas codificadas por eles podem ser diferentes

38 SnRNAs O papel dos pequenos RNAs nucleares (snrna) na edição do RNA snrna < 300 pb Contém proteínas Complexos snrnps Small nuclear ribonucleoproteins Particles snurps Interação dos smrnas com os RNAs levam à formação do Spliceossomo

39 SnRNAs O papel dos pequenos RNAs nucleares (snrna) na edição do RNA Identificação e alinhamento do local de corte e catálise A interação dos snrna-rna ocorre por complementaridade de bases

40 SnRNAs O papel dos pequenos RNAs nucleares (snrna) na edição do RNA Identificação e alinhamento do local de corte e também Catálise Mecanismo de Catálise

Transcrição: Síntese de RNA Tradução: Síntese Proteica

Transcrição: Síntese de RNA Tradução: Síntese Proteica Transcrição: Síntese de RNA Tradução: Síntese Proteica A estrutura química da molécula de RNA apresenta pequenas diferenças em relação ao DNA. http://www.nature.com/scitable/learning-path/theelaboration-of-the-central-dogma-701886#url

Leia mais

Síntese de RNA e Proteínas

Síntese de RNA e Proteínas Síntese de RNA e Proteínas BCM I T.04 Transcrição e tradução são os meios da célula expressar as instruções génicas o fluxo de informação genética é do DNA para o RNA para as Proteínas Os genes podem ser

Leia mais

Transcrição do DNA. Dogma central. O fluxo da informação é unidirecional. Refutação definitiva da herança dos caracteres adquiridos 26/04/2015

Transcrição do DNA. Dogma central. O fluxo da informação é unidirecional. Refutação definitiva da herança dos caracteres adquiridos 26/04/2015 Transcrição do DNA José Francisco Diogo da Silva Junior Mestrando CMANS/UECE Dogma central O fluxo da informação é unidirecional Refutação definitiva da herança dos caracteres adquiridos 1 A iniciação

Leia mais

Direção da Síntese DNA mrna Proteínas

Direção da Síntese DNA mrna Proteínas Direção da Síntese DNA mrna Proteínas Discentes: Ana Carolina Q. D. Medina 9215722 Carlos S. Vasconcellos 8928552 Celso A. de Souza Júnior 8928718 Orlando Campovilla 8523404 Docente: Júlio César Borges

Leia mais

IFSC Campus Lages. Transcrição. Biologia Molecular Prof. Silmar Primieri

IFSC Campus Lages. Transcrição. Biologia Molecular Prof. Silmar Primieri IFSC Campus Lages Transcrição Biologia Molecular Prof. Silmar Primieri RNA - estrutura Semelhante ao DNA, com ribose como glicídio e uracila como base nitrogenada, no lugar da timina do DNA. RNA é unifilamentar

Leia mais

Profa. Dra. Viviane Nogaroto

Profa. Dra. Viviane Nogaroto ESTRUTURA DO GENE GENE: Região do DNA capaz de ser transcrita a fim de produzir uma molécula de RNA funcional ou uma proteína -inclui sequências codificadoras e regulatórias transcrição tradução DNA RNA

Leia mais

Prof. João Carlos Setubal

Prof. João Carlos Setubal Prof. João Carlos Setubal QBQ 102 Aula 3 (biomol) Transcrição e tradução Replicação Dogma Central da Biologia Molecular Transcrição RNA mensageiro Usa Uracila ao invés de Timina Tradução de mrnas Ocorre

Leia mais

Estágio Docência. Vanessa Veltrini Abril Doutoranda em. Março de 2007

Estágio Docência. Vanessa Veltrini Abril Doutoranda em. Março de 2007 Ação Gênica Estágio Docência Vanessa Veltrini Abril Doutoranda em Genética e Melhoramento Animal Março de 2007 Qual é a função do DNA? Como a informação genética é transportada? Genes TRANSFERÊNCIA DE

Leia mais

Regulação da Expressão Gênica em Eucariotos

Regulação da Expressão Gênica em Eucariotos Regulação da Expressão Gênica em Eucariotos Regulação da Expressão Gênica Trajetória da expressão de um gene Principal ponto de regulação Núcleo Citoplasma mrna inativo DNA RNA transcrito mrna mrna PROTEÍNA

Leia mais

Transcrição em Eucariotos. Prof. Doutor Júlio César Borges Disciplina: Bioquímica II Lenita P. Altoé Paula B. Perroni Rhaissa M.

Transcrição em Eucariotos. Prof. Doutor Júlio César Borges Disciplina: Bioquímica II Lenita P. Altoé Paula B. Perroni Rhaissa M. Transcrição em Eucariotos Prof. Doutor Júlio César Borges Disciplina: Bioquímica II Lenita P. Altoé Paula B. Perroni Rhaissa M. Bontempi _sumário _sumário Transcrição Dogma central Considerações iniciais

Leia mais

Estrutura e Função de proteínas. Continua...

Estrutura e Função de proteínas. Continua... Estrutura e Função de proteínas Continua... Estrutura Quaternária Descreve o número e as posições relativas das subunidades nas proteínas multiméricas; O nível + alto da estrutura são os arranjos macromoleculares...

Leia mais

Processamento de RNA

Processamento de RNA Seminário de Bioquímica II Prof. Dr. Julio César Borges Processamento de RNA Grupo: Rodrigo Rossi de Araújo nº USP 7144403 Edvaldo Maciel Vasconcelos nº USP 7275921 Introdução Sintetizados a partir de

Leia mais

AU10. Princípios Básicos de Genética Molecular 2: Regulação da Expressão Gênica. Juliana da Silveira Schauren

AU10. Princípios Básicos de Genética Molecular 2: Regulação da Expressão Gênica. Juliana da Silveira Schauren AU10 Princípios Básicos de Genética Molecular 2: Regulação da Expressão Gênica Juliana da Silveira Schauren Doutoranda PPG-GEN julianaschauren@gmail.com Resumo Introdução: revisão transcrição e tradução

Leia mais

Transcrição é a primeira etapa da expressão do gene. Envolve a cópia da sequência de DNA de um gene para produzir uma molécula de RNA

Transcrição é a primeira etapa da expressão do gene. Envolve a cópia da sequência de DNA de um gene para produzir uma molécula de RNA TRANSCRIÇÃO - Pontos Principais: Transcrição é a primeira etapa da expressão do gene. Envolve a cópia da sequência de DNA de um gene para produzir uma molécula de RNA A transcrição é realizada por enzimas

Leia mais

((lambda (h q) (list h (list q h) (list q q))) (quote (lambda (h q) (list h (list q h) (list q q)))) (quote quote))

((lambda (h q) (list h (list q h) (list q q))) (quote (lambda (h q) (list h (list q h) (list q q)))) (quote quote)) The depressing truth Ultimately, it all comes down to 3 facts: 1.All things eventually disappear. 2.Making copies can delay this. 3.With limited resources, what is left is that which makes good copies

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO INSTITUTO DE CIÊNCIAS EXATAS E BIOLÓGICAS DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS

UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO INSTITUTO DE CIÊNCIAS EXATAS E BIOLÓGICAS DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS Monitoria da disciplina de Biologia Molecular (CBI 613) Monitor responsável: Bruno Jhônatan Costa Lima (13.2.2032) Assunto: Síntese proteica e regulação da expressão gênica GENES E CROMOSSOMOS 1. Identifique

Leia mais

RNA catalítico e suas funções

RNA catalítico e suas funções Bioquímica II Profº Drº Júlio Borges RNA catalítico e suas funções Bruna Uebelhart Grandino Nº USP: 8928423 Gisleine Moretti Franhani Nº USP: 8928548 Gustavo Augusto Nº USP: 8928274 Luana Toyama Nº USP:

Leia mais

RNA: transcrição e processamento

RNA: transcrição e processamento Universidade Federal do Piauí Centro de Ciências Agrárias Programa de Pós-graduação em Genética e Melhoramento Núcleo de Estudos em Genética e Melhoramento Bases Moleculares da Hereditariedade RNA: transcrição

Leia mais

PROCESSAMENTO DE RNA. Prof. Marcelo A. Soares. Universidade Federal do Rio de Janeiro

PROCESSAMENTO DE RNA. Prof. Marcelo A. Soares. Universidade Federal do Rio de Janeiro PROCESSAMENTO DE RNA Prof. Marcelo A. Soares Laboratório rio de Virologia Molecular Universidade Federal do Rio de Janeiro Curso de Genética Molecular I - Ciências Biológicas Transcrição/Tradução Em procariotos

Leia mais

ESTRUTURA E FUNÇÃO DOS GENES E CROMOSSOMOS

ESTRUTURA E FUNÇÃO DOS GENES E CROMOSSOMOS Faculdade Ciência da Vida Disciplina: Genética Básica Aula 2 ESTRUTURA E FUNÇÃO DOS GENES E CROMOSSOMOS PROFESSORA: Fernanda Guimarães E-MAIL: guimaraes.biologia@gmail.com NÚCLEO Abriga do material genético

Leia mais

MECANISMOS GENÉTICOS BÁSICOS: DO DNA À PROTEINA

MECANISMOS GENÉTICOS BÁSICOS: DO DNA À PROTEINA UNIVERSIDADE ESTADUAL DA BAHIA - UNEB DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS DA VIDA DCV MED049 - BIOLOGIA E BIOQUIMICA MECANISMOS GENÉTICOS BÁSICOS: DO DNA À PROTEINA Polyanna Carôzo 2016 Replicação Transcrição Tradução

Leia mais

Aula 2 - Revisão DNA RNA - PROTEÍNAS

Aula 2 - Revisão DNA RNA - PROTEÍNAS Aula 2 - Revisão DNA RNA - PROTEÍNAS Estudo Dirigido Aula 2 - Revisão 1. Características comuns a todos os organismos vivos; 2. Domínios da Vida e tipos celulares, principais diferenças dos tipos celulares;

Leia mais

DUPLICAÇÃO DO DNA REPLICAÇÃO DO DNA

DUPLICAÇÃO DO DNA REPLICAÇÃO DO DNA DUPLICAÇÃO DO DNA OU REPLICAÇÃO DO DNA 18/04/2017 1 MITOSE EM CÉLULAS EUCARIÓTICAS 2n A mitose ocorre em células somáticas 1. Intérfase 1.1 Prófase 1.2 Metáfase 1.3 Anáfase 1.4 Telófase 1.4.1 Citocinese

Leia mais

Regulação da expressão gênica em Procariotos. John Wiley & Sons, Inc.

Regulação da expressão gênica em Procariotos. John Wiley & Sons, Inc. Regulação da expressão gênica em Procariotos Cada célula tem todos os genes, mas em um tecido apenas parte deles está ativa REGULAÇÃO DA EXPRESSÃO GÊNICA Diferenciação celular: diferentes tipos celulares

Leia mais

IFSC Campus Lages. Tradução. Biologia Molecular Prof. Silmar Primieri

IFSC Campus Lages. Tradução. Biologia Molecular Prof. Silmar Primieri IFSC Campus Lages Tradução Biologia Molecular Prof. Silmar Primieri Relação DNA RNA Proteína Estrutura das proteínas Gene - Proteína Hipótese Gene - Proteina Os genes são responsáveis pelo funcionamento

Leia mais

3 Nucleotídeos e Ácidos Nucléicos

3 Nucleotídeos e Ácidos Nucléicos 1 3 Nucleotídeos e Ácidos Nucléicos - São compostos ricos em energia - Funcionam como sinais químicos - São reservatórios moleculares da informação genética a) Nucleotídeos - São encontrados polimerizados

Leia mais

03/02/2010. Estrutura de Ácidos. Nucléicos e. Organização do. Genoma Humano. DNA por Watson & Crick, (Nature 171: ).

03/02/2010. Estrutura de Ácidos. Nucléicos e. Organização do. Genoma Humano. DNA por Watson & Crick, (Nature 171: ). DNA por Watson & Crick, 1953 Estrutura de Ácidos Nucléicos e Organização do Genoma Humano (Nature 171: 737-738). Modelo de estrutura tridimensional do DNA, baseado principalmente nos estudos de difração

Leia mais

Genética de microrganismos. Disciplina: Princípios de Microbiologia Professor: José Belasque Junior Monitora: Gislâine Vicente dos Reis

Genética de microrganismos. Disciplina: Princípios de Microbiologia Professor: José Belasque Junior Monitora: Gislâine Vicente dos Reis Genética de microrganismos Disciplina: Princípios de Microbiologia Professor: José Belasque Junior Monitora: Gislâine Vicente dos Reis Piracicaba, outubro 2014 Histórico 1868- Primeiro a estudar o núcleo

Leia mais

Tradução. 3 tipos de RNA estao envolvidos no processo da traducao:

Tradução. 3 tipos de RNA estao envolvidos no processo da traducao: Tradução Tradução: refere-se a todo o processo pelo qual a sequência de bases de um mrna é usada como molde para unir aminoácidos para a formação de uma proteína. O DNA guarda as informações para a síntese

Leia mais

Aula 2. Replicação, Transcrição, Tradução e Regulação

Aula 2. Replicação, Transcrição, Tradução e Regulação Aula 2 Replicação, Transcrição, Tradução e Regulação Dogma Central da Biologia Molecular Replicação Replicação é o processo de duplicação de uma molécula de DNA que antecede a divisão celular. Semiconservativa

Leia mais

MÓDULO 3 BIOLOGIA MOLECULAR

MÓDULO 3 BIOLOGIA MOLECULAR MÓDULO 3 BIOLOGIA MOLECULAR Aula 1 - Estrutura e Propriedades dos Ácidos Nucleicos Evidências de que o DNA constitui o material genético Experimento de Frederick Griffith (1928) Pneumococcus pneumoniae

Leia mais

Duplicação do DNA & Síntese de proteínas

Duplicação do DNA & Síntese de proteínas Duplicação do DNA & Síntese de proteínas Aula de Biologia Tema: Duplicação do DNA & Síntese Protéica Daniel Biólogo Planetabiologia.com ÁCIDOS NUCLÉICOS 1) Conceito: Os Ácidos Nucléicos são macromoléculas,

Leia mais

26/04/2015. Tradução. José Francisco Diogo da Silva Junior Mestrando CMANS/UECE. Tradução em eucarióticos e procarióticos. Eventos pós transcricionais

26/04/2015. Tradução. José Francisco Diogo da Silva Junior Mestrando CMANS/UECE. Tradução em eucarióticos e procarióticos. Eventos pós transcricionais Tradução José Francisco Diogo da Silva Junior Mestrando CMANS/UECE Tradução em eucarióticos e procarióticos Eventos pós transcricionais 1 Processo de síntese de proteínas mrna contém o código do gene trna

Leia mais

Disciplina : Biologia Molecular: conceitos e Técnicas. Professora. Dra. Andrea Soares da Costa Fuentes

Disciplina : Biologia Molecular: conceitos e Técnicas. Professora. Dra. Andrea Soares da Costa Fuentes Disciplina : Biologia Molecular: conceitos e Técnicas Professora. Dra. Andrea Soares da Costa Fuentes Revisão Geral Sumário História da Genética Molecular DNA e RNA Dogma Central Replicação Transcrição

Leia mais

Aula de Bioquímica I. Tema: Enzimas. Prof. Dr. Júlio César Borges

Aula de Bioquímica I. Tema: Enzimas. Prof. Dr. Júlio César Borges Aula de Bioquímica I Tema: Enzimas Prof. Dr. Júlio César Borges Depto. de Química e Física Molecular DQFM Instituto de Química de São Carlos IQSC Universidade de São Paulo USP E-mail: borgesjc@iqsc.usp.br

Leia mais

RNA: extrema. plasticidade... funcional. Estrutura do RNA: extrema plasticidade. Estrutura do RNA: um mundo de. diferenças. & extrema plasticidade

RNA: extrema. plasticidade... funcional. Estrutura do RNA: extrema plasticidade. Estrutura do RNA: um mundo de. diferenças. & extrema plasticidade Estrutura do RNA: um mundo de diferenças & extrema plasticidade Estrutura do RNA: extrema plasticidade RNA: extrema plasticidade... funcional RNA: funções múltiplas rrna, mrna, trna, RNAs de funções especiais

Leia mais

Professoras responsáveis Profa. Dra. Maria Tercília. Vilela de Azeredo Oliveira

Professoras responsáveis Profa. Dra. Maria Tercília. Vilela de Azeredo Oliveira Professoras responsáveis veis: : Profa. MSc.. Rosana Silistino de Souza Pós Graduanda: : Bruna Victorasso Jardim Profa. Dra. Maria Tercília Vilela de Azeredo Oliveira Nosso organismo é composto por células

Leia mais

Organização do genoma e variação individual

Organização do genoma e variação individual Organização do genoma e variação individual José Francisco Diogo da Silva Junior Mestrando CMANS/UECE PLASTICIDADE CELULAR 1 PLASTICIDADE CELULAR PLASTICIDADE CELULAR 2 COMPOSIÇÃO DO DNA ESTRUTURA DO DNA

Leia mais

Armazenamento da informação genética

Armazenamento da informação genética Universidade Federal do Pampa Curso de Nutrição Biologia celular e molecular Armazenamento da informação genética Profª Ms. Vanessa Retamoso Prof Ms. Vanessa Retamoso NÚCLEO INTERFÁSICO: é o núcleo da

Leia mais

O Dogma Central da Biologia Molecular (Crick, em 1956) Transferência linear da Informação Genética

O Dogma Central da Biologia Molecular (Crick, em 1956) Transferência linear da Informação Genética Transcrição O Dogma Central da Biologia Molecular (Crick, em 1956) Transferência linear da Informação Genética Os genes (DNA) para serem expressos precisam passar por 2 etapas A Transcrição e a Tradução

Leia mais

RNA transportador. Bruna Antonioli L. Flinto Leticia Jordao Marques de Oliveira : Michele Maria de Souza

RNA transportador. Bruna Antonioli L. Flinto Leticia Jordao Marques de Oliveira : Michele Maria de Souza RNA transportador Bruna Antonioli L. Flinto : Leticia Jordao Marques de Oliveira : 8063197 Paloma Cunha Ferraz : 9006058 Michele Maria de Souza : 8928490 Roteiro Introdução Estrutura do DNA (1ª, 2ª e 3ª)

Leia mais

TRANSCRIÇÃO DO DNA: Tipos de RNA

TRANSCRIÇÃO DO DNA: Tipos de RNA TRANSCRIÇÃO DO DNA: Síntese do mrna Gene (Unidades transcricionais) Tipos de RNA Tipos de RNA polimerase Tipos de RNA polimerase DNA dependente Transcrição em Procariotos Transcrição em Eucariotos Mecanismos

Leia mais

Sistemas de controle da transcrição gênica. Procariotos

Sistemas de controle da transcrição gênica. Procariotos Sistemas de controle da transcrição gênica Procariotos Controle Positivo e Negativo: Há dois tipos de controle transcricional: Controle negativo: no qual uma proteína reguladora atua como um repressor

Leia mais

Metabolismo de RNA: Transcrição procarioto/eucarioto

Metabolismo de RNA: Transcrição procarioto/eucarioto Metabolismo de RNA: Transcrição procarioto/eucarioto Controle do nível de proteínas DNA inibição RNA degradação inibição Proteína degradação Tipos de RNA produzidos em uma célula Abundancia dos diferentes

Leia mais

Aula 6: Síntese protéica

Aula 6: Síntese protéica Aula 6: Síntese protéica 3 RNAs são necessários para efetuar a síntese protéica: mrna (RNA mensageiro) processado: carrega a informação (ou seja, a seqüência de bases) para a sintese da proteina rrna

Leia mais

Aula de Bioquímica II. Tema: Tradução. Prof. Dr. Júlio César Borges

Aula de Bioquímica II. Tema: Tradução. Prof. Dr. Júlio César Borges Aula de Bioquímica II Tema: Tradução Prof. Dr. Júlio César Borges Depto. de Química e Física Molecular DQFM Instituto de Química de São Carlos IQSC Universidade de São Paulo USP E-mail: borgesjc@iqsc.usp.br

Leia mais

ÁCIDOS NUCLÉICOS 15/6/2010. Universidade Federal de Mato Grosso Disciplina de Bioquímica. - Desoxirribose, presente no DNA; - Ribose, presente no RNA.

ÁCIDOS NUCLÉICOS 15/6/2010. Universidade Federal de Mato Grosso Disciplina de Bioquímica. - Desoxirribose, presente no DNA; - Ribose, presente no RNA. Universidade Federal de Mato Grosso Disciplina de Bioquímica ÁCIDOS NUCLÉICOS Prof. Msc. Reginaldo Vicente Ribeiro Cuiabá Maio de 2010 São as biomoléculas com a função de armazenamento e expressão da informação

Leia mais

Seminário de Bioquímica II Prof. Dr. Júlio C. Borges

Seminário de Bioquímica II Prof. Dr. Júlio C. Borges Seminário de Bioquímica II Prof. Dr. Júlio C. Borges Tema: Direção da síntese de polímeros biomoleculares DNA mrna Proteína Alunos: José Augusto M. Burgarelli Rafael da Fonseca Lameiro Seiti Inoue Venturini

Leia mais

Aula de Bioquímica II SQM Fosforilação Oxidativa

Aula de Bioquímica II SQM Fosforilação Oxidativa Aula de Bioquímica II SQM04242015201 Bacharelado em Ciências Físicas e Biomoleculares Tema: Fosforilação Oxidativa Síntese de ATP Prof. Dr. Júlio César Borges Depto. de Química e Física Molecular DQFM

Leia mais

Biologia. Código Genético. Professor Enrico Blota.

Biologia. Código Genético. Professor Enrico Blota. Biologia Código Genético Professor Enrico Blota www.acasadoconcurseiro.com.br Biologia CÓDIGO GENÉTICO NÚCLEO E SÍNTESE PROTEICA O núcleo é de fundamental importância para grande parte dos processos que

Leia mais

BIOLOGIA MOLECULAR. Prof. Dr. José Luis da C. Silva

BIOLOGIA MOLECULAR. Prof. Dr. José Luis da C. Silva BIOLOGIA MOLECULAR Prof. Dr. José Luis da C. Silva BIOLOGIA MOLECULAR A Biologia Molecular é o estudo da Biologia em nível molecular, com especial foco no estudo da estrutura e função do material genético

Leia mais

Princípios de Sistemática Molecular

Princípios de Sistemática Molecular ! Ciências teóricas e sistemática biológica "! DNA, genes, código genético e mutação! Alinhamento de seqüências! Mudanças evolutivas em seqüências de nucleotídeos! Otimização em espaços contínuos e discretos!

Leia mais

DNA: Replicação e Transcrição. Professora: MSc Monyke Lucena

DNA: Replicação e Transcrição. Professora: MSc Monyke Lucena EXTRA, EXTRA Se a mãe for (DD) e o pai (D), nenhum dos descendentes será daltónico nem portador. Se a mãe (DD) e o pai for (d), nenhum dos descendentes será daltônico, porém as filhas serão portadoras

Leia mais

Introdução à Bioquímica

Introdução à Bioquímica Introdução à Bioquímica Nucleotídeos e Ácidos Nucléicos Dra. Fernanda Canduri Laboratório de Sistemas BioMoleculares. Departamento de Física.. UNESP São José do Rio Preto - SP. Genoma! O genoma de um organismo

Leia mais

Biologia Molecular. Texto 4 TRANSCRIÇÃO E processamento DO rna. Transcrição e Processamento do RNA

Biologia Molecular. Texto 4 TRANSCRIÇÃO E processamento DO rna. Transcrição e Processamento do RNA Texto 4 TRANSCRIÇÃO E processamento DO rna Transcrição e Processamento do RNA A Natureza Química do RNA O Dogma Central da Biologia As Classes de RNA As Polimerases do RNA A polimerase do RNA das bactérias

Leia mais

Duplicação do DNA e Síntese de PROTEÍNAS

Duplicação do DNA e Síntese de PROTEÍNAS Duplicação do DNA e Síntese de PROTEÍNAS Nucleotídeos É a unidade formadora dos ácidos nucléicos: DNA e RNA. É composto por um radical fosfato, uma pentose (ribose RNA e desoxirribose DNA) e uma base nitrogenada

Leia mais

Aula de Bioquímica II. Tema: O Código Genético. Prof. Dr. Júlio César Borges

Aula de Bioquímica II. Tema: O Código Genético. Prof. Dr. Júlio César Borges Aula de Bioquímica II Tema: O Código Genético Prof. Dr. Júlio César Borges Depto. de Química e Física Molecular DQFM Instituto de Química de São Carlos IQSC Universidade de São Paulo USP E-mail: borgesjc@iqsc.usp.br

Leia mais

Resoluções das atividades

Resoluções das atividades Resoluções das atividades Aula 8 Ácidos nucleicos Atividades para sala 01 D 02 B No DNA, ocorrem duas fitas de polinucleotídios. As duas fitas são unidas por pontes de hidrogênio estabelecidas entre os

Leia mais

Duplicação do DNA e Síntese de PROTEÍNAS. Telmo Giani Fonte: Internet

Duplicação do DNA e Síntese de PROTEÍNAS. Telmo Giani Fonte: Internet Duplicação do DNA e Síntese de PROTEÍNAS Telmo Giani Fonte: Internet OS ÁCIDOS NUCLEICOS DNA Ácido fosfórico Desoxirribose Bases Púricas: A e G Bases Pirimídicas: C e T Dupla fita RNA Ácido fosfórico Ribose

Leia mais

REGULAÇÃO DO MATERIAL GENÉTICO

REGULAÇÃO DO MATERIAL GENÉTICO REGULAÇÃO DO MATERIAL GENÉTICO Prof. Ana Rita Rainho Controlo da actividade celular Se todas as células de um organismo possuem a mesma informação genética, qual o mecanismo que permite às células diferenciar-se?

Leia mais

Síntese Proteica e Modificação Pós-Traducionais

Síntese Proteica e Modificação Pós-Traducionais Disciplina de Métodos Purif. e Anál. de Proteínas Curso de Ciências Biológicas Síntese Proteica e Modificação Pós-Traducionais Prof. Marcos Túlio de Oliveira mtoliveira@fcav.unesp.br www.fcav.unesp.br/mtoliveira

Leia mais

Estrutura e Função de Ácidos Nucléicos

Estrutura e Função de Ácidos Nucléicos UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS TECNOLÓGICAS DEPARTAMENTO DE QUÍMICA DQMC BIOQUÍMICA BIO0001 Estrutura e Função de Ácidos Nucléicos Prof Karine P. Naidek Novembro/2016 O RNA

Leia mais

GENOMAS. Prof. Dr. Marcelo Ricardo Vicari

GENOMAS. Prof. Dr. Marcelo Ricardo Vicari GENOMAS Prof. Dr. Marcelo Ricardo Vicari Definições: Genoma: Conjunto completo de genes e das sequências de DNA de um organismo Transcriptoma: Conjunto completo de genes expressos sob certas condições

Leia mais

Transcrição e Tradução. Profa. Dra. Juliana Garcia de Oliveira Disciplina: Biologia Celular e Molecular Turmas: Biologia, enfermagem, nutrição e TO.

Transcrição e Tradução. Profa. Dra. Juliana Garcia de Oliveira Disciplina: Biologia Celular e Molecular Turmas: Biologia, enfermagem, nutrição e TO. Transcrição e Tradução Profa. Dra. Juliana Garcia de Oliveira Disciplina: Biologia Celular e Molecular Turmas: Biologia, enfermagem, nutrição e TO. Tópicos abordados na aula Dogma Central da Biologia Molecular;

Leia mais

RNA CATALÍTICO E SUAS FUNÇÕES

RNA CATALÍTICO E SUAS FUNÇÕES RNA CATALÍTICO E SUAS FUNÇÕES Prof. Dr. Júlio César Borges Larissa Diniz Monique Amorim Thais Freitas Sumário Enzimas; Contexto Histórico; Ribozimas: O que são? Reações Catalizadas por RNA Síntese de Proteínas

Leia mais

Universidade Estadual do Rio Grande do Sul Bacharelado em Gestão Ambiental Biologia Aplicada Aula 7

Universidade Estadual do Rio Grande do Sul Bacharelado em Gestão Ambiental Biologia Aplicada Aula 7 Universidade Estadual do Rio Grande do Sul Bacharelado em Gestão Ambiental Biologia Aplicada Aula 7 Professor Antônio Ruas 1. Créditos: 60 2. Carga horária semanal: 4 3. Semestre: 1 4. Assunto: (i) Síntese

Leia mais

Aula de Bioquímica II. Fosforilação Oxidativa

Aula de Bioquímica II. Fosforilação Oxidativa Aula de Bioquímica II Tema: Fosforilação Oxidativa Síntese de ATP Prof. Dr. Júlio César Borges Depto. de Química e Física Molecular DQFM Instituto de Química de São Carlos IQSC Universidade de São Paulo

Leia mais

a) Baseando-se nos resultados acima, qual é a sequência mais provável desses 4 genes no cromossomo, a partir do gene A? b) Justifique sua resposta.

a) Baseando-se nos resultados acima, qual é a sequência mais provável desses 4 genes no cromossomo, a partir do gene A? b) Justifique sua resposta. CAP. 08: HERANÇA QUANTITATIVA OU POLIGENICA CAP. 09: MAPAS DE LIGAÇÃO GÊNICA - LINKAGE CAP. 10: O MATERIAL GENÉTICO E A GENÉTICA DO FUNCIONAMENTO DOS GENES 1. Considere dois genes e seus respectivos alelos:

Leia mais

Figura 1. Exemplo da estrutura de um nucleotídeo

Figura 1. Exemplo da estrutura de um nucleotídeo 2 - ÁCIDOS NUCLÉICOS Na natureza há dois tipos de ácidos nucléicos: DNA ou ácido desoxirribonucléico e RNA ou ácido ribonucléico. Analogamente a um sistema de comunicação, essas informações são mantidas

Leia mais

Fluxo da informação gênica transcrição em eucariotos

Fluxo da informação gênica transcrição em eucariotos Fluxo da informação gênica transcrição em eucariotos AULA 21 objetivos Ao final desta aula, você deverá ser capaz de: Estudar o mecanismo de transcrição em eucariotos. Entender a formação do RNA mensageiro

Leia mais

Fases do Ciclo Celular

Fases do Ciclo Celular Ciclo Celular Fases do Ciclo Celular Todas as células passam por um ciclo de vida que, assim como a vida de um organismo complexo, apresenta diferentes fases e é irreversível. Duração do ciclo celular

Leia mais

Seminário Bioquímica II

Seminário Bioquímica II Seminário Bioquímica II RNA transportador estrutura e função Professor: Júlio Borges Grupo: Ana Paula Faria: 8624640 Rafael Godoy: 6784142 Vitória Grando: 8523471 Sumário Introdução Estrutura primária

Leia mais

Introdução à Bioquímica Celular

Introdução à Bioquímica Celular Pontifícia Universidade Católica de Goiás Departamento de Biologia Introdução à Bioquímica Celular Prof. Msc. Macks Wendhell Gonçalves mackswendhell@gmail.com O que é Biologia Celular? É o ramo da ciência

Leia mais

Número de genes versus número de proteínas em eucariotos

Número de genes versus número de proteínas em eucariotos Número de genes versus número de proteínas em eucariotos Bioquímica II SQM0416 Júlia Assirati Tomie Kuriyama Victória Montenegro de Campos Resumo Introdução Características do genoma humano Como foram

Leia mais

Organização estrutural e funcional do núcleo. Professor Otaviano Ottoni Netto

Organização estrutural e funcional do núcleo. Professor Otaviano Ottoni Netto Organização estrutural e funcional do núcleo Professor Otaviano Ottoni Netto Núcleo Celular Estrutura do Núcleo Alberts et al., 1994 - págs 335 e 345 _Tráfego de proteínas entre núcleo e citoplasma_

Leia mais

Aula de Bioquímica I. Tema: Enzimas. Prof. Dr. Júlio César Borges

Aula de Bioquímica I. Tema: Enzimas. Prof. Dr. Júlio César Borges Aula de Bioquímica I Tema: Enzimas Prof. Dr. Júlio César Borges Depto. de Química e Física Molecular DQFM Instituto de Química de São Carlos IQSC Universidade de São Paulo USP E-mail: borgesjc@iqsc.usp.br

Leia mais

A síntese de DNA tem como objetivo replicar, de modo exato, o genoma. Já a síntese de RNA está relacionada com a própria expressão gênica.

A síntese de DNA tem como objetivo replicar, de modo exato, o genoma. Já a síntese de RNA está relacionada com a própria expressão gênica. A síntese de DNA tem como objetivo replicar, de modo exato, o genoma. Já a síntese de RNA está relacionada com a própria expressão gênica. O processo de síntese de RNA, a partir de um molde de DNA, é denominado

Leia mais

REVISÃO: Terceira Unidade Nutrição

REVISÃO: Terceira Unidade Nutrição REVISÃO: Terceira Unidade Nutrição Prof. João Ronaldo Tavares de Vasconcellos Neto JUL/2011 HISTÓRICO 1957 CRICK e GAMOV Dogma Central da Biologia Molecular A Célula DIFERENCIAÇÃO Núcleo: DNA CRESCIMENTO

Leia mais

Universidade Federal do Espírito Santo Centro de Ciências Agrárias. Disciplina BIOLOGIA MOLECULAR

Universidade Federal do Espírito Santo Centro de Ciências Agrárias. Disciplina BIOLOGIA MOLECULAR Universidade Federal do Espírito Santo Centro de Ciências Agrárias Disciplina BIOLOGIA MOLECULAR DBI05366 CAMPUS: Centro de Ciências Agrárias CURSO: Ciências Biológicas HABILITAÇÃO: Bacharelado em Ciências

Leia mais

Descoberta da Estrutura do DNA

Descoberta da Estrutura do DNA DNA Estrutura Descoberta da Estrutura do DNA James Watson (geneticista americano) Francis Crick (físico inglês) Esclareceram a estrutura do DNA em 1953 O que se sabia sobre os genes Fatores hereditários

Leia mais

Regulação Gênica em Eucariotos.

Regulação Gênica em Eucariotos. Regulação Gênica em Eucariotos. As últimas estimativas são que uma célula humana, uma célula eucariótica, contenha aproximadamente 35.000 genes. Alguns destes genes são expressos na célula todo o tempo.

Leia mais

BIOQUÍMICA E BIOLOGIA MOLECULAR 1º S_2009_2010_2ª Época 4/2/2010. (Duração: 2 h)

BIOQUÍMICA E BIOLOGIA MOLECULAR 1º S_2009_2010_2ª Época 4/2/2010. (Duração: 2 h) BIOQUÍMICA E BIOLOGIA MOLECULAR 1º S_2009_2010_2ª Época 4/2/2010 (Duração: 2 h) Nome do Aluno: Nº: Curso: Cada uma das questões de escolha múltipla (1 à 40) tem a cotação de 0,5 valores. Será descontado

Leia mais

FUNÇÕES DO DNA E RNA

FUNÇÕES DO DNA E RNA FUNÇÕES DO DNA E RNA FUNÇÕES DOS NUCLEÓTIDOS Transportadores de energia; Componentes dos cofatores enzimáticos; Mensageiros químicos. Modelo da Dupla Hélice do DNA A complementaridade dos 2 filamentos

Leia mais

Transcrição e tradução. são os processos através dos quais as células lêm (ou expressam) as instruções genéticas contidas nos genes

Transcrição e tradução. são os processos através dos quais as células lêm (ou expressam) as instruções genéticas contidas nos genes Transcrição e tradução são os processos através dos quais as células lêm (ou expressam) as instruções genéticas contidas nos genes A informação contida nos genes é expressa através da transcrição e tradução

Leia mais

TRABALHO DE GD DE BIOMOL

TRABALHO DE GD DE BIOMOL TRABALHO DE GD DE BIOMOL [1] Através de um desenho esquemático indique os principais elementos de um mrna eucariótico, citando um papel importante que as regiões 5 UTR e 3 UTR (incluindo CAP e cauda poli

Leia mais

Ácidos Nucleicos e suas propriedades

Ácidos Nucleicos e suas propriedades UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ SETOR DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS DEPARTAMENTO DE FITOTECNIA E FITOSSANITARISMO AF 060- Biotecnologia Vegetal Ácidos Nucleicos e suas propriedades Prof a. Renata FaierCalegario

Leia mais

Departamento de Genética Nilce M. Martinez Rossi

Departamento de Genética Nilce M. Martinez Rossi ORGANIZAÇÃO E FUNCIONALIDADE DO GENOMA HUMANO Departamento de Genética Nilce M. Martinez Rossi Fenótipo = GENÓTIPO + Ambiente O que é o genoma? Projetos Genoma Genoma: sequencia de DNA de todos os cromossomos

Leia mais

UNIDADES DE TRANSCRIÇÃO PROCARIOTOS X EUCARIOTOS

UNIDADES DE TRANSCRIÇÃO PROCARIOTOS X EUCARIOTOS UNIDADES DE TRANSCRIÇÃO PROCARIOTOS X EUCARIOTOS Adaptado de Lodish et al. (2000) Molecular Cell Biology, 4 nd edition, Freeman and Company, New York. (Fig 9.1) RNA Polimerase Eucariótica 3 RNA polimerases

Leia mais

Aula de Bioquímica I. Mecanismos de Catálise Enzimática

Aula de Bioquímica I. Mecanismos de Catálise Enzimática Aula de Bioquímica I Tema: Mecanismos de Catálise Enzimática Prof. Dr. Júlio César Borges Depto. de Química e Física Molecular DQFM Instituto de Química de São Carlos IQSC Universidade de São Paulo USP

Leia mais

BIOQUÍMICA GERAL. Prof. Dr. Franciscleudo B. Costa UATA/CCTA/UFCG. Aula 7 Ácidos Nucleicos. Definição NUCLEOTÍDEO (RNA)

BIOQUÍMICA GERAL. Prof. Dr. Franciscleudo B. Costa UATA/CCTA/UFCG. Aula 7 Ácidos Nucleicos. Definição NUCLEOTÍDEO (RNA) Universidade Federal de Campina Grande Centro de Ciências e Tecnologia Agroalimentar Unidade Acadêmica de Tecnologia de Alimentos BIOQUÍMICA GERAL Definição Importância e aplicações Estrutura Geral Função

Leia mais

Carregadores de energia. ATP, GTP, etc. Cofatores e coenzimas. Coenzima A, FAD, NAD. Mensageiros químicos. AMP cíclico, GMP cíclico

Carregadores de energia. ATP, GTP, etc. Cofatores e coenzimas. Coenzima A, FAD, NAD. Mensageiros químicos. AMP cíclico, GMP cíclico Nucleotídeos: funções essenciais Unidades monoméricas dos ácidos nucléicos Carregadores de energia ATP, GTP, etc Cofatores e coenzimas Coenzima A, FAD, NAD Mensageiros químicos AMP cíclico, GMP cíclico

Leia mais

Dra. Maria Izabel Gallão. Síntese de proteínas

Dra. Maria Izabel Gallão. Síntese de proteínas Síntese de proteínas DNA RNAm proteína - citoplasma 20 aa formar uma pt RNAt específico subunidades do ribossomos precarregada com fatores protéicos auxiliares. a síntese protéica começa quando todos estes

Leia mais

Introdução à Bioquímica

Introdução à Bioquímica Introdução à Bioquímica Nucleotídeos e Ácidos Nucléicos Dra. Fernanda Canduri Laboratório de Sistemas BioMoleculares. Departamento de Física.. UNESP São José do Rio Preto - SP. Tópicos! Estrutura e função

Leia mais

Introdução a Bioinformática Curso de Verão Nivelamento na área de Biológicas

Introdução a Bioinformática Curso de Verão Nivelamento na área de Biológicas Introdução a Bioinformática Curso de Verão 2011 Nivelamento na área de Biológicas 1 O que é genoma? Um genoma é o DNA completo de um organismo, incluindo os genes. Os genes levam a informação para produzir

Leia mais

Nucleotídeos e Ácidos Nucleicos. Maiara Paparele dos Santos

Nucleotídeos e Ácidos Nucleicos. Maiara Paparele dos Santos Nucleotídeos e Ácidos Nucleicos Maiara Paparele dos Santos Conceito Ácidos nucleicos sequência de nucleotídeos o moedas energéticas; o Componentes de cofatores enzimáticos o DNA (ácido desoxirribonucleico)

Leia mais

EXERCÍCIOS DE MONITORIA 2º PERÍODO AGOSTO BIOLOGIA RECUP. PARCIAL

EXERCÍCIOS DE MONITORIA 2º PERÍODO AGOSTO BIOLOGIA RECUP. PARCIAL 1ª série Ens. Médio 1. A figura a seguir refere-se à hereditariedade: a) EXERCÍCIOS DE MONITORIA 2º PERÍODO AGOSTO BIOLOGIA RECUP. PARCIAL b) Explique de que forma a molécula de DNA atua no fenômeno da

Leia mais

Nucleotídeos e Ácidos Nucléicos

Nucleotídeos e Ácidos Nucléicos Aula de Bioquímica II Tema: Nucleotídeos e Ácidos Nucléicos Prof. Dr. Júlio César Borges Depto. de Química e Física Molecular DQFM Instituto de Química de São Carlos IQSC Universidade de São Paulo USP

Leia mais

Aula 14 ÁCIDOS NUCLEICOS. André Luís Bacelar Silva Barreiros Marizeth Libório Barreiros. META Introduzir o aluno ao estudo dos ácidos nuleicos.

Aula 14 ÁCIDOS NUCLEICOS. André Luís Bacelar Silva Barreiros Marizeth Libório Barreiros. META Introduzir o aluno ao estudo dos ácidos nuleicos. Aula 14 ÁCIDOS NUCLEICOS META Introduzir o aluno ao estudo dos ácidos nuleicos. OBJETIVOS Ao final desta aula, o aluno deverá: Saber definir e classificar os ácidos nulceicos. Conhecer as funções biológicas

Leia mais

Como a vida funciona? O processo de Transcrição. Prof. Dr. Francisco Prosdocimi

Como a vida funciona? O processo de Transcrição. Prof. Dr. Francisco Prosdocimi Como a vida funciona? O processo de Transcrição Prof. Dr. Francisco Prosdocimi Dogma central O fluxo da informação é unidirecional Refutação definitiva da herança dos caracteres adquiridos Transcrição

Leia mais