A Criança e o Livro dos Espíritos. Aula Sóllon de Evangelização Infantil da UEM

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "A Criança e o Livro dos Espíritos. Aula Sóllon de Evangelização Infantil da UEM"

Transcrição

1 A Criança e o Livro dos Espíritos Aula Sóllon de Evangelização Infantil da UEM

2 O que é Evangelizar? Levar o Evangelho a; Anunciar a Boa Nova; (https://www.priberam.pt) Evangelizando é alguém a quem foi oferecido conhecimento sobre os ensinamentos de Jesus.

3 Objetivos da Evangelização (FEB) Promover a integração do evangelizando: consigo mesmo; com o próximo e com Deus. Proporcionar ao evangelizando o estudo: da lei natural que rege o Universo; da "natureza, origem e destino dos Espíritos bem como de suas relações com o mundo corporal." Oferecer ao evangelizando a oportunidade de perceber-se como: Homem integral, crítico, consciente, participativo, herdeiro de si mesmo, cidadão do Universo, agente de transformação de seu meio.

4 Por quê a criança? A seguir, ponderações baseadas em O Livro dos Espíritos, Questões 199, 383 e 385

5 Qual é, para o espírito, a utilidade de passar pelo estado de infância? Encarnando, com o objetivo de se aperfeiçoar, o Espírito, durante esse período, é mais acessível às impressões que recebe, capazes de lhe auxiliarem o adiantamento, para o qual devem contribuir os que estão encarregados de educá-lo. O Livro dos Espíritos Questão 383

6 A criança é um livro em branco Infância: facilidade maior de aprendizado Ao reencarnar: Esquecimento do passado. Traços de personalidade adormecidos. Inclinações (boas e ruins) se despertam com estímulos externos.

7 Estimulando a inclinação ao bem Contato com valores morais ensinados por Jesus desde a infância: Ressonância com a vivência das vidas passadas Assimilação mais fácil Despertar na criança tendências positivas Conscientização da criança sobre quem ela é e a sua importância.

8 Fragilidade e inocência "A fragilidade dos primeiros anos os torna brandos, acessíveis aos conselhos da experiência e dos que devam fazê-los progredir. É quando se pode reformar seu caráter e reprimir seus maus pendores." (O Livro dos Espíritos - Questão 385) O homem velho adormece e dá lugar ao homem novo, que está começando agora seu processo de aprendizado. A fragilidade e a inocência suavizam a revolta e a dor, preparando o espírito para uma nova existência.

9 Trabalhando na reforma íntima O evangelizador percebe que, sem a sua própria e permanente evangelização, não conseguirá sensibilizar nem convencer seus evangelizandos, pois suas palavras não terão o calor da verdade e não alimentarão aqueles que o ouvirem. É necessário estudar, meditar, questionar, adaptar, refletir, se transformar, diariamente. Ler, interpretar e viver Jesus, com as lentes oferecidas por Allan Kardec.

10 Instrução Informa meios para que a mente alargue a compreensão das coisas e entenda a vida uma pessoa instruída é alguém simplesmente bem informado Educação Forma o caráter cria valores ético-culturais para uma vivência nobre e ditosa Evangelização Transforma liberta para a Vida Feliz Força do exemplo (Amélia Rodrigues - Terapêutica de emergência Divaldo Franco - p.23-24)

11 O que Jesus quer não é um culto pomposo; não é uma religião sacerdotal, rica em cerimônias e em práticas que asfixiam o pensamento, não; é um culto simples e puro, todo de sentimento, consistindo na relação direta, sem intermediário, da consciência humana com Deus, seu Pai. (Léon Denis - Cristianismo e Espiritismo cap. IV)

12 1 Naquela hora chegaram-se a Jesus os discípulos e perguntaram: Quem é o maior no reino dos céus? 2 Jesus, chamando uma criança, colocou-a no meio deles, 3 e disse: Em verdade vos digo que se não vos converterdes e não vos fizerdes como crianças, de modo algum entrareis no reino dos céus. 4 Portanto, quem se tornar humilde como esta criança, esse é o maior no reino dos céus. 5 E qualquer que receber em meu nome uma criança tal como esta, a mim me recebe. Mateus 18: 1 a 5

13 Impulso ao Amor O espírito na infância é como uma flor que se for cuidada, regada e tratada com amor cresce mais forte para enfrentar as provas que estão por vir no decorrer da vida. Imagens:

CEIC Centro Espírita Ildefonso Correia. - Programa de Estudos Sistematizados INSTRUMENTO DA PAZ. Ecos da mensagem inesquecível de Francisco de Assis

CEIC Centro Espírita Ildefonso Correia. - Programa de Estudos Sistematizados INSTRUMENTO DA PAZ. Ecos da mensagem inesquecível de Francisco de Assis 1 CEIC Centro Espírita Ildefonso Correia - Programa de Estudos Sistematizados INSTRUMENTO DA PAZ Ecos da mensagem inesquecível de Francisco de Assis Annibale Carracci, 1560-1609 I - principal: CAMILO (Espírito),

Leia mais

AME - Aliança Municipal Espírita de Uberlândia Núcleo de Educação Espírita Departamento de Família

AME - Aliança Municipal Espírita de Uberlândia Núcleo de Educação Espírita Departamento de Família AME - Núcleo de Educação Espírita Departamento de Família Sendo os primeiros médicos da alma dos filhos, deveriam (os pais) ser instruídos não só de seus deveres, mas dos meios de cumprí-los. AlIan Kardec

Leia mais

FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Livro II Ensinos e Parábolas de Jesus Módulo II Ensinos Diretos de Jesus

FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Livro II Ensinos e Parábolas de Jesus Módulo II Ensinos Diretos de Jesus FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Livro II Ensinos e Parábolas de Jesus Módulo II Ensinos Diretos de Jesus Roteiro 7 Objetivo Fazer uma análise espírita das instruções

Leia mais

A CRIANÇA E AS DROGAS

A CRIANÇA E AS DROGAS A CRIANÇA E AS DROGAS QUEM É A CRIANÇA? Infância As crianças são os seres que Deus manda a novas existências. Para que não lhe possam imputar excessiva severidade, dá-lhes ele todos os aspectos da inocência.(...)

Leia mais

AUTA DE SOUZA CURSO S N OÇÕES

AUTA DE SOUZA CURSO S N OÇÕES CURSO NOÇÕES BÁSICAS DOUTRINA ESPÍRITA EDITORA 1 / 10 2 / 10 A Melhor Escola Qual a melhor escola de preparação das almas reencarnadas, na terra? A MELHOR ESCOLA AINDA É O LAR, ON A CRIATURA VE RECEBER

Leia mais

Federação Espírita Catarinense 14ª União Regional Espírita Departamento de Estudo e Divulgação Doutrinária PROJETO O CONSOLADOR

Federação Espírita Catarinense 14ª União Regional Espírita Departamento de Estudo e Divulgação Doutrinária PROJETO O CONSOLADOR PROJETO O CONSOLADOR TEMÁRIO PARA PALESTRAS DO TRIMESTRE OUTUBRO, NOVEMBRO e DEZEMBRO/2016 no HOSPITAL REGIONAL DE SÃO JOSÉ MÊS DE OUTUBRO/2016 Dia 03/10/16 ALLAN KARDEC E O ESPIRITISMO 1) O Que é o Espiritismo.

Leia mais

Coragem na doença. Adriana Pizzutti dos Santos

Coragem na doença. Adriana Pizzutti dos Santos Adriana Pizzutti dos Santos Minha experiência de quase morte! Por que isso comigo? Não era a taturana! dos ro os v i O L spírit E n Alla c e Kard Josué Psicografado em 17.08.12 Mesmo o mais forte e saudável

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SÁTÃO CURRÍCULO DISCIPLINAR 3º ANO EDUCAÇÃO MORAL E RELIGIOSA CATÓLICA (EMRC) (SNEC)

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SÁTÃO CURRÍCULO DISCIPLINAR 3º ANO EDUCAÇÃO MORAL E RELIGIOSA CATÓLICA (EMRC) (SNEC) AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SÁTÃO CURRÍCULO DISCIPLINAR 3º ANO EDUCAÇÃO MORAL E RELIGIOSA CATÓLICA (EMRC) (SNEC) 2015-16 3 º ANO Unidade Letiva 1 A Dignidade das Crianças 1. Tomar consciência de que as crianças

Leia mais

Centro Espírita Ismênia de Jesus Evangelização Espírita Ismênia de Jesus Plano de Aula 2º Ciclo

Centro Espírita Ismênia de Jesus Evangelização Espírita Ismênia de Jesus Plano de Aula 2º Ciclo Centro Espírita Ismênia de Jesus Evangelização Espírita Ismênia de Jesus Plano de Aula 2º Ciclo Plano de Aula 11 Educadoras: Lívia, Cida e Marta. Dia: 27/04/2015 Horário: 20 às 21 h Título: Prece Definição,

Leia mais

A Exposição Doutrinária Como Meio de Divulgação da Doutrina Espírita.

A Exposição Doutrinária Como Meio de Divulgação da Doutrina Espírita. A Exposição Doutrinária Como Meio de Divulgação da Doutrina Espírita. Apresentação disponível em www.searadomestre.com.br Elaborado pelo DEDO UME Santo Ângelo REFLEXÕES INICIAIS... POR QUE PREGAR... O

Leia mais

O MUNDO QUE DEUS SONHOU PARA MIM E MINHA FAMÍLIA

O MUNDO QUE DEUS SONHOU PARA MIM E MINHA FAMÍLIA Estudante: Ano: 6º Turma: Educador: Wagner Melo C. Curricular: Educação Religiosa O MUNDO QUE DEUS SONHOU PARA MIM E MINHA FAMÍLIA Deus nos criou para convivermos com outras pessoas e sermos felizes. A

Leia mais

www.autoresespiritasclassicos.com

www.autoresespiritasclassicos.com www.autoresespiritasclassicos.com A Importância da Bíblia para a Doutrina Espírita Astrid Sayegh Filósofa, é Diretora de Cursos Básicos da Federação Espírita do Estado de São Paulo A Humanidade já foi

Leia mais

Luzes dos Documentos Conciliares Para a Nova Evangelização

Luzes dos Documentos Conciliares Para a Nova Evangelização Luzes dos Documentos Conciliares Para a Nova Evangelização Prof. Denilson A. Rossi O que se entende por Nova Evangelização? Quais são as luzes dos documentos conciliares para a Nova Evangelização? Em que

Leia mais

o passado já não é mais e o futuro não é ainda.

o passado já não é mais e o futuro não é ainda. o passado já não é mais e o futuro não é ainda. Santo Agos*nho Uma pesquisa realizada no Brasil pela Associação Internacional de Stress, com cerca de 700 pessoas com idade entre 25 e 55 anos indicou que

Leia mais

ESTRUTURA ORGANIZACIONAL DA EVANGELIZAÇÃO DA INFÂNCIA

ESTRUTURA ORGANIZACIONAL DA EVANGELIZAÇÃO DA INFÂNCIA ESTRUTURA ORGANIZACIONAL DA EVANGELIZAÇÃO DA INFÂNCIA EVANGELIZAÇÃO INFANTIL - QUANDO IMPLANTAR A TAREFA? Crianças com os pais ou responsáveis nas tarefas específicas para adultos; Filhos de trabalhadores

Leia mais

PROJETO EU SOU ASSIM MATERNAL II

PROJETO EU SOU ASSIM MATERNAL II PROJETO EU SOU ASSIM MATERNAL II NOME: 1 Os Direitos da Criança 1º Princípio Todas as crianças são credoras destes direitos, sem distinção de raça, cor, sexo, língua, religião, condição social ou nacionalidade,

Leia mais

Evangelho. O sal da terra / Luz do Mundo / Interpretação da Lei" Mateus: 5:13-20

Evangelho. O sal da terra / Luz do Mundo / Interpretação da Lei Mateus: 5:13-20 Evangelho O sal da terra / Luz do Mundo / Interpretação da Lei" Mateus: 5:13-20 Mateus 5 13 Vós sois o sal da terra; e se o sal for insípido, com que se há de salgar? Para nada mais presta senão para se

Leia mais

Catequese Paroquial e CNE Escutismo Católico Português

Catequese Paroquial e CNE Escutismo Católico Português 1º Ano Paroquial e CNE Escutismo Católico Português JESUS GOSTA DE MIM Proporcionar às crianças um bom acolhimento eclesial, pelos catequistas e por toda a comunidade cristã (cf CT 16 e 24). Ajudá-las

Leia mais

Divaldo Pereira Franco. Pelo Espírito Bezerra de Menezes. Em nome. do Amor. A mediunidade com Jesus

Divaldo Pereira Franco. Pelo Espírito Bezerra de Menezes. Em nome. do Amor. A mediunidade com Jesus Divaldo Pereira Franco Pelo Espírito Bezerra de Menezes Em nome do Amor A mediunidade com Jesus Organização: Antônio Cesar Perri de Carvalho Marta Antunes de Oliveira Geraldo Campetti Sobrinho SUMÁRIO

Leia mais

Pensamento e Sentimento

Pensamento e Sentimento Pensamento e Sentimento Pensar - Sentir - Fazer Espiritualidade e Evolução Amor-sabedoria Verdade -- Justiça A Conexão com a Consciência Superior Instr. Eliseu Mocitaíba da Costa Pensamento e Sentimento

Leia mais

CREMOS NA NECESSIDADE DO NOVO NASCIMENTO CURSO DE FORMAÇÃO DE LÍDERANÇA IGREJA EVANGÉLICA ASSEMBLEIA DE DEUS EM MOSSORÓ

CREMOS NA NECESSIDADE DO NOVO NASCIMENTO CURSO DE FORMAÇÃO DE LÍDERANÇA IGREJA EVANGÉLICA ASSEMBLEIA DE DEUS EM MOSSORÓ IGREJA EVANGÉLICA ASSEMBLEIA DE DEUS EM MOSSORÓ CREMOS NA NECESSIDADE DO NOVO CURSO DE FORMAÇÃO DE LÍDERANÇA NASCIMENTO Pb. Márcio Tarcísio Mendonça Ferreira 5º) NA NECESSIDADE ABSOLUTA DO PELA GRAÇA DE

Leia mais

Centro Espírita Ismênia de Jesus. Evangelização Espírita Ismênia de Jesus Plano de Aula 2º Ciclo (9 a 11anos) Título: Amor aos pais.

Centro Espírita Ismênia de Jesus. Evangelização Espírita Ismênia de Jesus Plano de Aula 2º Ciclo (9 a 11anos) Título: Amor aos pais. Plano de Aula 11 Centro Espírita Ismênia de Jesus Evangelização Espírita Ismênia de Jesus Plano de Aula 2º Ciclo (9 a 11anos) Educadora: Cida e Rita Dia 25/04/2016 Título: Amor aos pais. Horário: 20 às

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO. desenvolvimento social e humano /ucp centro regional do porto

PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO. desenvolvimento social e humano /ucp centro regional do porto PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO desenvolvimento social e humano /ucp centro regional do porto Como pode a escola católica promover o desenvolvimento da inteligência espiritual? O A educação deve

Leia mais

Explicar o que caracteriza amor a Deus e amor ao próximo. Apresentar ações que favoreçam o seu desenvolvimento.

Explicar o que caracteriza amor a Deus e amor ao próximo. Apresentar ações que favoreçam o seu desenvolvimento. FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Livro IV Espiritismo, o Consolador Prometido por Jesus Módulo IV A humanidade regenerada Roteiro 2 Explicar o que caracteriza amor

Leia mais

Evangelização Espírita Ismênia de Jesus Plano de Aula Jardim (3 a 5 anos)

Evangelização Espírita Ismênia de Jesus Plano de Aula Jardim (3 a 5 anos) Centro Espírita Ismênia de Jesus Evangelização Espírita Ismênia de Jesus Plano de Aula Jardim (3 a 5 anos) Plano de Aula 05 Educadora: Edma e Priscila Dia: 14/03/2016 Horário: 20h as 21h Título: Pai Nosso

Leia mais

ROTEIRO 23. FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Programa Filosofia e Ciência Espíritas

ROTEIRO 23. FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Programa Filosofia e Ciência Espíritas ROTEIRO 23 FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Programa Filosofia e Ciência Espíritas Objetivos Esclarecer por que a aceitação da influência espiritual comprova a continuidade

Leia mais

Amar como Jesus amou Um dia uma criança me parou Olhou-me nos meus olhos a sorrir Caneta e papel na sua mão Tarefa escolar para cumprir E perguntou no meio de um sorriso O que é preciso para ser feliz?

Leia mais

Evangelização Espírita Ismênia de Jesus Plano de Aula 1º Ciclo. Título: Influências espirituais

Evangelização Espírita Ismênia de Jesus Plano de Aula 1º Ciclo. Título: Influências espirituais Plano de Aula 30 Centro Espírita Ismênia de Jesus Evangelização Espírita Ismênia de Jesus Plano de Aula 1º Ciclo Educadora: Andréa, Erenilton Dia: 23/11/2015 Título: Influências espirituais Horário: 20

Leia mais

Evangelizadora, antes de mais, em razão do seu nome. A Universidade Católica não é

Evangelizadora, antes de mais, em razão do seu nome. A Universidade Católica não é A UNIVERSIDADE CATÓLICA E A SUA PROJECÇÃO EVANGELIZADORA A Universidade Católica, pela sua identidade e missão, tem um indeclinável projecto de evangelização. A Universidade Católica é, por definição,

Leia mais

FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Livro III - Ensinos e Parábolas de Jesus Parte 2 Módulo II Ensinos Diretos de

FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Livro III - Ensinos e Parábolas de Jesus Parte 2 Módulo II Ensinos Diretos de FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Livro III - Ensinos e Parábolas de Jesus Parte 2 Módulo II Ensinos Diretos de Jesus OBJETIVO FEB EADE - Livro III - Módulo II Roteiro

Leia mais

De onde vim ao nascer? Para onde irei depois da morte? O que há depois dela?

De onde vim ao nascer? Para onde irei depois da morte? O que há depois dela? Talvez você já tenha feito perguntas como estas: De onde vim ao nascer? Para onde irei depois da morte? O que há depois dela? 1 / 7 Por que uns sofrem mais do que outros? Por que uns têm determinada aptidão

Leia mais

Recursos para Estudo / Atividades

Recursos para Estudo / Atividades COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE Programa de Recuperação Paralela 3ª Etapa 2012 Disciplina: ENSINO RELIGIOSO Ano: 2012 Professor (a): PATRÍCIA Turma: 7º ANO Caro aluno, você está recebendo o conteúdo de

Leia mais

A ENCARNAÇÃO DA GRAÇA

A ENCARNAÇÃO DA GRAÇA A ENCARNAÇÃO DA GRAÇA Um mundo sem graça, marcado por: Guerras, Violências, Pressão econômica Competição. Igrejas sem graça, marcadas por: Padrões de conduta que te aprovam, Não saberem lidar com a culpa,

Leia mais

PLANEJAMENTO Fé versus força física Todos saberão que há deus em Israel Jeitos de ser convicto O que diz a educação física

PLANEJAMENTO Fé versus força física Todos saberão que há deus em Israel Jeitos de ser convicto O que diz a educação física Disciplina: Ensino Religioso Série: 8º ano Prof.:Cristiano Souza 1ªUNIDADE EIXOS COGNITIVOS CONTEÚDOS HABILIDADES CONVICÇÃO Favorecer um caminho de auto descoberta. Auto-conhecimento: Caminho para conviver

Leia mais

MISSIOLOGIA. Missão e juventude

MISSIOLOGIA. Missão e juventude MISSIOLOGIA Cesar Leandro Ribeiro O cristianismo é uma religião marcada por uma série de aspectos próprios e indispensáveis para sua existência, sendo um deles justamente a missão, condição que se fez

Leia mais

GRUPO ESPÍRITA SEARA DO MESTRE Adriana Pizzuti Apresentação disponível em www.searadomestre.com.br

GRUPO ESPÍRITA SEARA DO MESTRE Adriana Pizzuti Apresentação disponível em www.searadomestre.com.br GRUPO ESPÍRITA SEARA DO MESTRE Adriana Pizzuti Apresentação disponível em www.searadomestre.com.br Hydesville- Março 1848 Fenômenos de Hydesville França 1855 Mesas girantes Allan Kardec Doutrina Espírita

Leia mais

Sei que estou sendo até pretensioso com este trabalho, mas quero que saibam que estou apenas escrevendo o que está em meu coração quando estou a

Sei que estou sendo até pretensioso com este trabalho, mas quero que saibam que estou apenas escrevendo o que está em meu coração quando estou a Sei que estou sendo até pretensioso com este trabalho, mas quero que saibam que estou apenas escrevendo o que está em meu coração quando estou a meditar sobre a Bíblia Sagrada, com Fé, Esperança e Caridade

Leia mais

EGC - Engenharia e gestão do conhecimento Disciplina: Complexidade, conhecimento e sociedades em rede Professor: Aires Rover Aluna: Desirée Sant Anna

EGC - Engenharia e gestão do conhecimento Disciplina: Complexidade, conhecimento e sociedades em rede Professor: Aires Rover Aluna: Desirée Sant Anna OSHO - INTUIÇÃO EGC - Engenharia e gestão do conhecimento Disciplina: Complexidade, conhecimento e sociedades em rede Professor: Aires Rover Aluna: Desirée Sant Anna Maestri 2016/1 O LIVRO três partes

Leia mais

3.º Encontro 2015/2016

3.º Encontro 2015/2016 Escola da Fé 3.º Encontro 2015/2016 CÂNTICO: Onde há Caridade e Amor Onde há caridade e amor aí habita Deus. Papa Francisco abriu porta santa do Jubileu da Misericórdia na Catedral de Bangui, em África,

Leia mais

Pluralidade dos Mundos Habitados. Paulo Roberto de Mattos Pereira Centro Espírita Casa do Caminho - DF

Pluralidade dos Mundos Habitados. Paulo Roberto de Mattos Pereira Centro Espírita Casa do Caminho - DF Habitados Paulo Roberto de Mattos Pereira Centro Espírita Casa do Caminho - DF Jesus referiu-se em algum momento de suas pregações à existência de outros mundos habitados? Qualquer pessoa que pensa, ao

Leia mais

FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Programa Filosofia e Ciência Espíritas Roteiro 28

FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Programa Filosofia e Ciência Espíritas Roteiro 28 FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Programa Filosofia e Ciência Espíritas Roteiro 28 Objetivos Analisar a citação de Jesus: Há muitas moradas na casa do Pai, à luz da

Leia mais

GRUPO DE ORAÇÃO. Formação Missionária Diocese de Osasco

GRUPO DE ORAÇÃO. Formação Missionária Diocese de Osasco GRUPO DE ORAÇÃO Formação Missionária Diocese de Osasco Conceito Comunidade carismática presente em um lugar (...) que cultiva a oração, a partilha e todos os outros aspectos da vivência do Evangelho, a

Leia mais

Portanto, vão e façam discípulos nações, batizando-os em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo,

Portanto, vão e façam discípulos nações, batizando-os em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo, 18 Então, Jesus aproximou-se deles e disse: Foime dada toda a autoridade nos céus e na terra. 19 Portanto, vão e façam discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai e do Filho e do Espírito

Leia mais

O Homem de bem. Roteiro 7

O Homem de bem. Roteiro 7 O Homem de bem Roteiro 7 FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Livro IV Espiritismo, o Consolador Prometido por Jesus Módulo IV A humanidade regenerada Objetivos Relacionar

Leia mais

ESTUDO REFLEXIVO- SISTÊMICO DAS OBRAS DE ALLAN KARDEC E DO EVANGELHO DE JESUS

ESTUDO REFLEXIVO- SISTÊMICO DAS OBRAS DE ALLAN KARDEC E DO EVANGELHO DE JESUS ESTUDO REFLEXIVO- SISTÊMICO DAS OBRAS DE ALLAN KARDEC E DO EVANGELHO DE JESUS MÓDULO 3 A PRESENÇA AMOROSA DE JESUS EM NOSSAS VIDAS JESUS E A SUA PERFEITA COMUNHÃO COM DEUS 3º. ENCONTRO JESUS E A SUA PERFEITA

Leia mais

O tesouro e a pérola. Roteiro 7

O tesouro e a pérola. Roteiro 7 FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Livro III Ensinos e Parábolas de Jesus Parte 2 Módulo III Ensinos por Parábolas O tesouro e a pérola Roteiro 7 Objetivo Interpretar

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DAS IPSS NA SUPERAÇÃO DA CRISE

A IMPORTÂNCIA DAS IPSS NA SUPERAÇÃO DA CRISE A IMPORTÂNCIA DAS IPSS NA SUPERAÇÃO DA CRISE CRISE ECONÓMICA OU CRISE MORAL? A atual crise constitui um risco elevado para a nossa organização social Risco para o equilíbrio social gerando disfunções e

Leia mais

O objetivo da existência é o desabrochar dos germens divinos da alma;

O objetivo da existência é o desabrochar dos germens divinos da alma; PEDAGOGIA ESPÍRITA Trabalho formulado pelos facilitadores Edmar Jr. Ed e Juliana Machado da FEB Capacitação de Evangelizadores - Irmão Estevão, setembro de 2015 A Pedagogia Espírita Fundamentos Somos seres

Leia mais

NOTÍCIAS DE LUANDA Ano II

NOTÍCIAS DE LUANDA Ano II NOTÍCIAS DE LUANDA 160630 Ano II Luanda, 30 de junho de 2016. Inez e Joubert (diretora e capelão) estão em Luanda, Angola, compondo a equipe que organiza e dirige a escola cristã de educação por princípios

Leia mais

TÓPICOS. 9. Evangelho no Lar Exceções 10. Mensagem de André Luiz

TÓPICOS. 9. Evangelho no Lar Exceções 10. Mensagem de André Luiz REUNIÕES MEDIÚNICAS TÓPICOS 1.Conceito de Reunião Mediúnica 2.Características 3.Responsabilidade do Médium 4.Condições para a realização de uma reunião mediúnica 5.Objetivo e natureza das reuniões 6.Necessidades

Leia mais

Aula 08 Terceiro Colegial.

Aula 08 Terceiro Colegial. Aula 08 Terceiro Colegial Cristianismo: Entre a Fé e a Razão Busca por uma base racional para sustentar a fé Formulações filosóficas se estendendo por mais de mil anos Cristianismo Palavra de Jesus, que

Leia mais

FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Livro I Cristianismo e Espiritismo Módulo I Antecedentes do Cristianismo

FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Livro I Cristianismo e Espiritismo Módulo I Antecedentes do Cristianismo FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Livro I Cristianismo e Espiritismo Módulo I Antecedentes do Cristianismo Roteiro 1 Elaborar uma linha histórica da evolução da ideia

Leia mais

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM Terça-feira da 19ª Semana do Tempo Comum 1) Oração Deus eterno

Leia mais

- Na sequência do estudo dos aspectos específicos da evangelização, estudaremos a evangelização das crianças.

- Na sequência do estudo dos aspectos específicos da evangelização, estudaremos a evangelização das crianças. INTRODUÇÃO - Na sequência do estudo dos aspectos específicos da evangelização, estudaremos a evangelização das crianças. - As crianças devem ser evangelizadas. I AS CRIANÇAS PRECISAM SER EVANGELIZADAS

Leia mais

Objetivos. ü Compreender o verdadeiro sentido da felicidade na Terra. ü Explicar o processo de aquisição da felicidade atual e futura.

Objetivos. ü Compreender o verdadeiro sentido da felicidade na Terra. ü Explicar o processo de aquisição da felicidade atual e futura. Objetivos ü Compreender o verdadeiro sentido da felicidade na Terra. ü Explicar o processo de aquisição da felicidade atual e futura. Felicidade, segundo o dicionário ü Concurso de circunstâncias que causam

Leia mais

Informativo Semanal. Ano VII. 24/04/2014. N. 300

Informativo Semanal. Ano VII. 24/04/2014. N. 300 Informativo Semanal. Ano VII. 24/04/2014. N. 300... pág 1... > Restaurante Waldorf - Cardápio Semanal... pág 2... > Mestre dos Ritmos da Vida... pág 3... > A Semana Santa... pág 4... > Doação de Sangue

Leia mais

12. INSTITUTOS DA CASA ESPÍRITA E o semeador, saiu a semear... (Lucas, 8:4).

12. INSTITUTOS DA CASA ESPÍRITA E o semeador, saiu a semear... (Lucas, 8:4). 12. INSTITUTOS DA CASA ESPÍRITA E o semeador, saiu a semear... (Lucas, 8:4). Jovem amigo, para melhor executar suas tarefas, a Casa Espírita se organiza em Institutos que são departamentos especializados

Leia mais

O segredo além do segredo: uma questão missional

O segredo além do segredo: uma questão missional O segredo além do segredo: uma questão missional 1. A urgência da missão 2. O princípio da missão 3. Perigos da missão 4. A prática da missão 1. A urgência da missão Uma questão... Existencial Poder Investimento

Leia mais

C RS R O S NO N ÇÕ Ç ES

C RS R O S NO N ÇÕ Ç ES CURSO NOÇÕES BÁSICAS DOUTRINA ESPÍRITA de Si Mesmo EDITORA 1 / 9 Iluminação Interior Como iniciar o trabalho de iluminação de nossa própria alma? Deve-se começar com o autodomínio. Disciplina de sentimentos

Leia mais

O povo que vivia nas trevas, viu uma grande luz (Is 9,1)

O povo que vivia nas trevas, viu uma grande luz (Is 9,1) O povo que vivia nas trevas, viu uma grande luz (Is 9,1) Eu sou a luz do mundo. Quem me segue não andará nas trevas, mas, possuirá a luz da vida. (Jo 8,12). Jesus é a luz que ilumina nosso caminho no

Leia mais

Pensamento Positivo. Pr. Rodrigo Moraes

Pensamento Positivo. Pr. Rodrigo Moraes Pensamento Positivo Pr. Rodrigo Moraes Pensamento Positivo Pastor Rodrigo Moraes Igreja Nova Aliança Ministério Atraindo Vidas Para Deus - AVD 2015 Prefácio Esta é uma obra com o intuito de mostrar com

Leia mais

EVANGELHO SEGUNDO O ESPIRITISMO CAPÍTULO 22 NÃO SEPAREIS O QUE DEUS UNIU

EVANGELHO SEGUNDO O ESPIRITISMO CAPÍTULO 22 NÃO SEPAREIS O QUE DEUS UNIU EVANGELHO SEGUNDO O ESPIRITISMO CAPÍTULO 22 NÃO SEPAREIS O QUE DEUS UNIU - Indissolubilidade do casamento - O divórcio INDISSOLUBILIDADE DO CASAMENTO Lei do Homem Mutável As leis humanas transformam-se

Leia mais

FILOSOFIA CRISTÃ. Jesus Cristo Pantocrator, Uma das mais antigas imagens de Jesus (séc. VI-VII). Monastério Sta. Catarina, Monte Sinai.

FILOSOFIA CRISTÃ. Jesus Cristo Pantocrator, Uma das mais antigas imagens de Jesus (séc. VI-VII). Monastério Sta. Catarina, Monte Sinai. Jesus Cristo Pantocrator, Uma das mais antigas imagens de Jesus (séc. VI-VII). Monastério Sta. Catarina, Monte Sinai. FILOSOFIA CRISTÃ Unidade 01. Capítulo 04: pg. 53-54 Convite a Filosofia Unidade 08.

Leia mais

Fundação Espírita Allan Kardec EVANGELIZANDO COM FOCO NO EVANGELIZANDO. Anderson Romualdo

Fundação Espírita Allan Kardec EVANGELIZANDO COM FOCO NO EVANGELIZANDO. Anderson Romualdo Fundação Espírita Allan Kardec EVANGELIZANDO COM FOCO NO EVANGELIZANDO Anderson Romualdo asaromualdo@yahoo.com.br Por que e para que educar/evangelizar? Concepção filosófica Quem é o educando/evangelizando?

Leia mais

ALIANÇA MUNICIPAL ESPÍRITA DE JUIZ DE FORA (AME-JF) AULA Nº 10 Departamento de Evangelização da Criança (DEC) IDADES: 09/10 PLANO DE AULA

ALIANÇA MUNICIPAL ESPÍRITA DE JUIZ DE FORA (AME-JF) AULA Nº 10 Departamento de Evangelização da Criança (DEC) IDADES: 09/10 PLANO DE AULA ALIANÇA MUNICIPAL ESPÍRITA DE JUIZ DE FORA (AME-JF) AULA Nº 10 Departamento de Evangelização da Criança () IDADES: 09/10 PLANO DE AULA 1. TEMA: Jesus, a Inteligência e o Sentimento. 2. OBJETIVO: Levar

Leia mais

Relações Governamentais no Brasil Porque Educação Executiva Insper Cursos de Curta e Média Duração Educação Executiva

Relações Governamentais no Brasil Porque Educação Executiva Insper Cursos de Curta e Média Duração Educação Executiva 1 Porque Educação Executiva Insper A dinâmica do mundo corporativo exige profissionais multidisciplinares, capazes de interagir e formar conexões com diferentes áreas da empresa e entender e se adaptar

Leia mais

FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Livro IV Espiritismo, o Consolador Prometido por Jesus Módulo IV A humanidade

FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Livro IV Espiritismo, o Consolador Prometido por Jesus Módulo IV A humanidade FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Livro IV Espiritismo, o Consolador Prometido por Jesus Módulo IV A humanidade regenerada Citar as principais características dos bons

Leia mais

Cada um destes discursos começa com uma introdução que explica as circunstâncias do seu conteúdo e o auditório a que é dirigido.

Cada um destes discursos começa com uma introdução que explica as circunstâncias do seu conteúdo e o auditório a que é dirigido. O Sermão da Montanha de que fazem parte também as "Bem-aventuranças" é o primeiro de um conjunto de cinco ensinamentos ou discursos de Jesus, apresentados todos seguidos por S. Mateus (5,1-7/29). Cada

Leia mais

POR QUE. Os Dez Mandamentos. O Decálogo

POR QUE. Os Dez Mandamentos. O Decálogo POR QUE Os Dez Mandamentos? O Decálogo A existência, na mente de muitos cristãos, de uma compreensão equivocada acerca do lugar e valor dos princípios morais e éticos estabelecidos por Deus. POR QUE Os

Leia mais

O Objetivo da Vida Cristã. Aula 02 Texto básico: Mateus Hino sugerido: 386 (HNC) - Testemunho

O Objetivo da Vida Cristã. Aula 02 Texto básico: Mateus Hino sugerido: 386 (HNC) - Testemunho O Objetivo da Vida Cristã Aula 02 Texto básico: Mateus 6. 25-34 Hino sugerido: 386 (HNC) - Testemunho Objetivo: Demonstrar que a prática religiosa não é o objetivo da vida cristã, mas o meio pelo qual

Leia mais

Santificação e Práticas Cristãs

Santificação e Práticas Cristãs Santificação e Práticas Cristãs EBA IBCU Jul 15 Wagner Fonseca 3ª Aula 1ª Aula Santidade Perfeita Crescimento em Santidade Vida Cristã Morte Física Escravo do Pecado Não Cristão SALVAÇÃO 2ª Aula Palavra

Leia mais

O QUE É SER ESPÍRITA?

O QUE É SER ESPÍRITA? Suzane Câmara O QUE É SER ESPÍRITA? pessoa vinculada ao Espiritismo. os espíritas "mexem" com os mortos outros temem, outros permanecem indiferentes ir ao Centro, tomar passe, ouvir ou fazer palestras,

Leia mais

Reunião Mediúnica Organização e Funcionamento. Denise Luiza Marlene Barros Meg Barros. Objetivo da Aula

Reunião Mediúnica Organização e Funcionamento. Denise Luiza Marlene Barros Meg Barros. Objetivo da Aula Organização e Funcionamento Denise Luiza Marlene Barros Meg Barros Objetivo da Aula Identificar a Organização e Funcionamento da do NEAS 1 1 - Podemos realizar reuniões mediúnicas fora do Centro Espírita?

Leia mais

Centro Espírita Ismênia de Jesus - Evangelização Espírita Plano de Aula II Ciclo/2016: 9, 10 e 11 anos (nascidos em 2005, 2006 e 2007)

Centro Espírita Ismênia de Jesus - Evangelização Espírita Plano de Aula II Ciclo/2016: 9, 10 e 11 anos (nascidos em 2005, 2006 e 2007) Plano de Aula 10 Centro Espírita Ismênia de Jesus - Evangelização Espírita Plano de Aula II Ciclo/2016: 9, 10 e 11 anos (nascidos em 2005, 2006 e 2007) Evangelizadoras: Rita Trigueiro e Cida Lopes Dia:

Leia mais

Com Alessandra França.

Com Alessandra França. Com Alessandra França www.auditoriodaalma.com.br Email: auditoriodalma@gmail.com Quando pensamos em Qualidade de Vida, o que vem em nossa mente? No entanto, as coisas não são bem assim... É cada vez maior

Leia mais

IGREJA DE CRISTO INTERNACIONAL DE BRASÍLIA ESCOLA BÍBLICA. MÓDULO I - O NOVO TESTAMENTO Aula XV AS CARTAS DE TIAGO E GÁLATAS

IGREJA DE CRISTO INTERNACIONAL DE BRASÍLIA ESCOLA BÍBLICA. MÓDULO I - O NOVO TESTAMENTO Aula XV AS CARTAS DE TIAGO E GÁLATAS IGREJA DE CRISTO INTERNACIONAL DE BRASÍLIA ESCOLA BÍBLICA MÓDULO I - O NOVO TESTAMENTO Aula XV AS CARTAS DE TIAGO E GÁLATAS A LITERATURA DE PROTESTO A controvérsia a respeito da circuncisão obrigatória

Leia mais

"E o verbo se fez carne e habitou entre nós João 1.14

E o verbo se fez carne e habitou entre nós João 1.14 "E o verbo se fez carne e habitou entre nós João 1.14 Genesis 1.1 No princípio A história da 1ª criação João 1.1 No princípio A história da Nova criação Nas duas obras de criação o agente é a Palavra de

Leia mais

A Quaresma como combate espiritual Dom, 28 de Dezembro de :14 - Última atualização Ter, 19 de Abril de :42

A Quaresma como combate espiritual Dom, 28 de Dezembro de :14 - Última atualização Ter, 19 de Abril de :42 Pe. Henrique Soares da Costa 1. Exorto-vos, irmãos, pela misericórdia de Deus, a que ofereçais vossos corpos como hóstia viva, santa e agradável a Deus: este é o vosso culto espiritual. E não vos conformeis

Leia mais

Há... Mas quem sou eu senão uma formiguinha das menores, que anda pela terra cumprindo sua obrigação.

Há... Mas quem sou eu senão uma formiguinha das menores, que anda pela terra cumprindo sua obrigação. Há... Mas quem sou eu senão uma formiguinha das menores, que anda pela terra cumprindo sua obrigação. Apostila ESTEM - Programa 2 Apostila COEM 29ª S. Teórica vl.2 Objetivo: Apresentar a necessidade do

Leia mais

ALIANÇA MUNICIPAL ESPÍRITA DE JUIZ DE FORA (AME-JF) AULA Nº 17 Departamento de Evangelização da Criança (DEC) IDADES: 09/10 PLANO DE AULA

ALIANÇA MUNICIPAL ESPÍRITA DE JUIZ DE FORA (AME-JF) AULA Nº 17 Departamento de Evangelização da Criança (DEC) IDADES: 09/10 PLANO DE AULA ALIANÇA MUNICIPAL ESPÍRITA DE JUIZ DE FORA (AME-JF) AULA Nº 17 Departamento de Evangelização da Criança (DEC) II CICLO B IDADES: 09/10 1. TEMA: As Obras da Codificação. PLANO DE AULA 2. OBJETIVO: As crianças

Leia mais

LUTAR PARA AS COISAS MUDAR

LUTAR PARA AS COISAS MUDAR 292 ANEXO O POVO É POETA Um dia a mulher gritou: Sou guerreira! E o eco de sua voz se fez ouvir Mais além das fronteiras. Sou mulher: mãe e guerreira! Meu limite não é mais o lar, Me chamam a rainha da

Leia mais

A contribuição do movimento humano para a ampliação das linguagens

A contribuição do movimento humano para a ampliação das linguagens A contribuição do movimento humano para a ampliação das linguagens Movimento humano e linguagens A linguagem está envolvida em tudo o que fazemos, ela é peça fundamental para a expressão humana. Na Educação

Leia mais

PROJETO: Fontes de iluminação. Enfoque: Elementos Químicos

PROJETO: Fontes de iluminação. Enfoque: Elementos Químicos PROJETO: Fontes de iluminação Enfoque: Elementos Químicos DATA: 2º trimestre de 2015-1ª séries do Ensino Médio ÁREA ENVOLVIDA: Química PROFESSORA: Célia Regina Chiachio Egea 1. INTRODUÇÃO Eistem diversos

Leia mais

Bases Para Terapia Bíblica

Bases Para Terapia Bíblica Bases Para Terapia Bíblica Aula 3 A Igreja e o Aconselhamento Bíblico INTRODUÇÃO - Desenhe a igreja : Defina igreja : IGREJA ( EKKLESIA ) : Chamado para fora...com um propósito. A quem ela pertence? Mateus

Leia mais

1. Você foi convocado! 2. Jogue ofensivamente! 3. Não descuide da defesa! 4. Entre para a história! 5. Aplique-se a concentração

1. Você foi convocado! 2. Jogue ofensivamente! 3. Não descuide da defesa! 4. Entre para a história! 5. Aplique-se a concentração 1. Você foi convocado! 2. Jogue ofensivamente! 3. Não descuide da defesa! 4. Entre para a história! 5. Aplique-se a concentração A IMPORTÂNCIA DA CONCENTRAÇÃO NA VIDA DO ATLETA Concentração é capacidade

Leia mais

ESTUDO REFLEXIVO- SISTÊMICO DAS OBRAS DE ALLAN KARDEC E DO EVANGELHO DE JESUS.

ESTUDO REFLEXIVO- SISTÊMICO DAS OBRAS DE ALLAN KARDEC E DO EVANGELHO DE JESUS. ESTUDO REFLEXIVO- SISTÊMICO DAS OBRAS DE ALLAN KARDEC E DO EVANGELHO DE JESUS MÓDULO 10 O SIGNIFICADO DAS LEIS DE DIVINAS NAS RELAÇÕES SOCIAIS A IGUALDADE PERANTE ÀS LEIS DIVINAS 2º. ENCONTRO A IGUALDADE

Leia mais

INTRODUÇÃO - O ganhador de almas tem de preencher alguns requisitos para realizar seu trabalho de evangelização.

INTRODUÇÃO - O ganhador de almas tem de preencher alguns requisitos para realizar seu trabalho de evangelização. INTRODUÇÃO - O ganhador de almas tem de preencher alguns requisitos para realizar seu trabalho de evangelização. - O trabalho de ganhar almas é de iniciativa divina e somente quem tem comunhão com o Senhor

Leia mais

COLÉGIO LA SALLE NITERÓI

COLÉGIO LA SALLE NITERÓI COLÉGIO LA SALLE NITERÓI RELATÓRIO DE ATIVIDADES ABRIL E MAIO DE 2016 Atendentes do Turno Integral: Leonilda Teresinha Souza e Mairilin Zanetti da Silva Silveira Coordenação do Turno Integral: Maria Claudia

Leia mais

Roteiro de leitura e síntese para compreender. o significado da Comunidade Eclesial

Roteiro de leitura e síntese para compreender. o significado da Comunidade Eclesial Roteiro de leitura e síntese para compreender o significado da Comunidade Eclesial Comunidade Eclesial Sinal do Reino no presente e no futuro O livro está dividido em 4 capítulos: Refletindo sobre Comunidade

Leia mais

"Com pedras, os homens constróem catedrais; mas com gestos de amor constróem a Humanidade".

Com pedras, os homens constróem catedrais; mas com gestos de amor constróem a Humanidade. "Com pedras, os homens constróem catedrais; mas com gestos de amor constróem a Humanidade". Os Pais, Primeiros Educadores da Fé Existe um ambiente privilegiado em que os casais, sem excluir outros lugares,

Leia mais

AUTA DE SOUZA CURS R O S : O : NO N Ç O ÕE Õ S E

AUTA DE SOUZA CURS R O S : O : NO N Ç O ÕE Õ S E CURSO: NOÇÕES BÁSICAS DOUTRINA ESPÍRITA EDITORA 1 / 9 Conceitos Jesus: Em verdade, em verdade, te digo que ninguém pode entrar no reino de Deus se não nascer de novo Jesus (João, 3:3) Kardec:... é a volta

Leia mais

3. FALAR SOBRE A VOCAÇÃO

3. FALAR SOBRE A VOCAÇÃO 1 CATEQUESE VOCACIONAL 1. ACOLHIMENTO 2. ORAÇÃO INICIAL: A catequese deve iniciar sempre com uma oração conjunta: Todos de pé rezamos pedindo ao Senhor que continue a chamar jovens para a vida sacerdotal

Leia mais

Psicologia da Educação. A Teoria Sociocultural do desenvolvimento e da Aprendizagem

Psicologia da Educação. A Teoria Sociocultural do desenvolvimento e da Aprendizagem Psicologia da Educação A Teoria Sociocultural do desenvolvimento e da Aprendizagem Objetivos Definir a Teoria Psicologica da aprendizagem Sócio-cultural Conceituar a Teoria de Vigostki e descrever os conceitos

Leia mais

O chamado de ESTEVÃO (Atos 6:3-5)

O chamado de ESTEVÃO (Atos 6:3-5) O chamado de ESTEVÃO (Atos 6:3-5) Introdução: Cemitério de Avião Você como um avião enferrujado Nós como juventude enfatizamos o seu chamado Se você estiver enferrujado, Deus pode te usar hoje para ser

Leia mais

Momentos que Transformam Diálogos sobre...

Momentos que Transformam Diálogos sobre... Momentos que Transformam Diálogos sobre... Quem de vocês, por mais que se preocupe, pode acrescentar uma hora que seja à sua vida? (Deus) colocou no coração do homem o desejo profundo pela eternidade

Leia mais

Proposta da Doutrina Espírita para a Educação do Homem. Claudia Werdine claudiawerdine@hotmail.com

Proposta da Doutrina Espírita para a Educação do Homem. Claudia Werdine claudiawerdine@hotmail.com Proposta da Doutrina Espírita para a Educação do Homem Claudia Werdine claudiawerdine@hotmail.com Como vai o nosso mundo? Como poderemos transformar esta triste realidade? O progresso intelectual

Leia mais

SENTINELAS DA MANHÃ EM MISSÃO

SENTINELAS DA MANHÃ EM MISSÃO RENOVAÇÃO CARISMÁTICA CATÓLICA BRASIL SENTINELAS DA MANHÃ EM MISSÃO PROJETO GRUPO DE ORAÇÃO: ADOTE UMA ESCOLA! Ministério Jovem Brasil 2009 INTRODUÇÃO O grupo de oração (GO) é a célula fundamental da Renovação

Leia mais

PROGRAMA DE CONSCIENTIZACAO DA SOCIEDADE CIVIL

PROGRAMA DE CONSCIENTIZACAO DA SOCIEDADE CIVIL PROGRAMA DE CONSCIENTIZACAO DA SOCIEDADE CIVIL Programa de Conscientização da Sociedade Civil sobre uso e preservação das águas do Rio Paraíba do Sul em Campos dos Goytacazes - RJ. 1-) Introdução A Política

Leia mais

DESAFIOS DO CRISTÃO NO EXERCÍCIO PROFISSIONAL

DESAFIOS DO CRISTÃO NO EXERCÍCIO PROFISSIONAL Lição nº 12 DESAFIOS DO CRISTÃO NO EXERCÍCIO PROFISSIONAL Pr. Cleo Harison Bloch 21 DE JUNHO 2015 Texto Áureo Irmãos, certamente vocês se lembram do nosso trabalho esgotante e da nossa fadiga; trabalhamos

Leia mais