PREGÃO ELETRÔNICO/ON Nº 024/2009 PROCESSO/ON/DTIN/ Nº / E D I T A L

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PREGÃO ELETRÔNICO/ON Nº 024/2009 PROCESSO/ON/DTIN/ Nº01210.000274/2009-32 E D I T A L"

Transcrição

1 PREGÃO ELETRÔNICO/ON Nº 024/2009 PROCESSO/ON/DTIN/ Nº / E D I T A L A UNIÃO através do Observatório Nacional - ON, órgão integrante da estrutura do Ministério da Ciência e Tecnologia MCT, com sede na Rua General José Cristino, 77 São Cristóvão, nesta cidade do Rio de Janeiro, Estado do Rio de Janeiro, por intermédio de seu Pregoeiro Rones Henry de Souza, designado pela Portaria ON nº 033 de 25/08/2009, de e auxiliado pelos membros da equipe de apoio, nomeado pela Portaria 0334/2009, de 25/08/2009 comunica aos interessados que fará realizar licitação, na forma de MENOR VALOR GLOBAL, por item de acordo com a Lei nº de 17 de julho de 2002, o Decreto nº 5.450, de 31 de maio de 2005, Decreto nº 6.204, de 05 de setembro de 2007, e, subsidiariamente as normas da Lei nº 8.666/93 e nas condições previstas neste Edital. ITEM PRIMEIRO OBJETO A presente licitação tem por objeto a Contratação de empresa especializada na prestação de serviços de licenciamento, operacionalização e gerenciamento de uma Solução Corporativa Gerenciada de Segurança da Informação baseada em um ambiente Cliente-Servidor, envolvendo ferramentas Antivírus, Controle, Análise e Tratamento de Mensagens Eletrônicas Correio Eletrônico, caracterizada pelo licenciamento de softwares específicos de Segurança da Informação, Antivírus, proteção contra Spam, Phishing, Spyware, códigos maliciosos embutidos em mensagens eletrônicas, tratamento e filtragem de conteúdo, análise de reputação de IP e Gerenciamento da Segurança da Informação nas plataformas computacionais com perfil servidor de correio eletrônico e do ambiente cliente-servidor do Observatório Nacional com o objetivo de resguardar a integridade das informações contidas nas mensagens eletrônicas e do ambiente de Tecnologia da Informação das diversas áreas técnico-científicas e administrativas do Observatório Nacional conforme especificações contidas neste Anexo I - Termo de Referência - parte inseparável deste Edital. ITEM SEGUNDO - ABERTURA DA SESSÃO PÚBLICA DO PREGÃO E APRESENTAÇÃO DAS PROPOSTAS A abertura da presente licitação dar-se-á em sessão pública, por meio de sistema eletrônico (comunicação pela Internet), dirigida pelo Pregoeiro acima designado, a ser realizada conforme indicado abaixo, de acordo com a legislação mencionada no preâmbulo deste Edital. Todas as referências de tempo neste Edital, no aviso durante a sessão pública observarão obrigatoriamente o horário de Brasília/DF e, dessa forma, serão registradas no sistema eletrônico e na documentação relativa ao certame; ABERTURA DA SESSÃO E ANÁLISE DAS PROPOSTAS E INÍCIO DA ETAPA DE LANCES: dia 15/12/2009 às 10h00min (horário de Brasília/DF);

2 2.2 - ENVIO DA PROPOSTA ELETRÔNICA: a partir das 08h00min do dia 03/12/2009 até às 10h00min do dia 15/12/2009 (horário de Brasília/DF), no ENDEREÇO ELETRÔNICO: Não havendo expediente, ocorrendo decretação de feriado ou outro fato superveniente, de caráter público que impeça a realização do certame na data e hora acima marcada, a realização do PREGÃO ELETRÕNICO ficará automaticamente transferida para o primeiro dia útil subseqüente, no mesmo horário, anteriormente estabelecidos, independente de nova comunicação, salvo aviso expresso do Pregoeiro. ITEM TERCEIRO - CONDIÇÕES DE PARTICIPAÇÃO E CREDENCIAMENTO Poderão participar deste Pregão as empresas pertinentes ao ramo de negócios do objeto descrito na Cláusula Primeira, que atenderem a todas as condições e exigências constantes deste Edital e seus Anexos, que estiverem devidamente Cadastradas no SICAF, e nos Serviços por Assinatura do COMPRASNET, por meio do site para acesso ao sistema eletrônico; As orientações para Cadastramento no COMPRASNET, condição necessária para obter acesso ao Pregão Eletrônico, e para a participação neste Pregão, estão no Manual do COMPRASNET e Manual do Fornecedor (Pregão Eletrônico), respectivamente, a disposição no site acima citado; O cadastramento no Sistema de Cadastro Unificado de Fornecedores - SICAF poderá ser realizado pela pessoa jurídica ou física interessada em qualquer unidade de cadastramento dos órgãos/entidades da Presidência da República, dos Ministérios, das Autarquias e das Fundações que integram o Sistema de Serviços Gerais - SISG, bastando para tal, apresentar toda a documentação discriminada na IN MARÉ n 5/95; O Pregão Eletrônico será conduzido pelo Observatório Nacional - ON, órgão promotor da licitação, com apoio técnico e operacional do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, representado pela Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação - SLTI, que atuará como provedor do sistema eletrônico para esta licitação; Caberá a empresa licitante interessada em participar deste pregão, credenciar-se no SICAF para certames promovidos por órgãos da administração pública federal direta, autárquica e fundacional, e de órgão ou entidade dos demais Poderes, no âmbito da União, Estados, Distrito Federal e Municípios, que tenham celebrado termo de adesão (inciso I do Art. 13 do Decreto 5.450/05); O credenciamento dar-se-á pela atribuição de chave de identificação e de senha, pessoal e intransferível, para acesso ao sistema eletrônico no portal Para obter a senha de acesso e participar deste processo licitatório, a pessoa jurídica deverá estar previamente cadastrada no SICAF, pelo menos três dias útil anterior à data prevista para a abertura da proposta eletrônica;

3 O uso da senha de acesso pelo licitante é de sua responsabilidade exclusiva, incluindo qualquer transação efetuada diretamente ou por seu representante, não cabendo ao provedor do sistema ou ao órgão promotor da licitação responsabilidade por eventuais danos decorrentes de uso indevido da senha, ainda que por terceiros; O credenciamento junto ao provedor do sistema implica a responsabilidade legal do licitante ou seu representante legal e a presunção de sua capacidade técnica para realização das transações inerentes ao Pregão Eletrônico; Como requisito para participação no Pregão, a licitante deverá manifestar, em campo próprio do sistema eletrônico, o pleno conhecimento e atendimento às exigências de habilitação previstas no Edital, incluindo aquelas que não estejam contempladas pela regularidade perante o SICAF; Não será admitida nesta licitação a participação de: Empresa que não atender às condições deste Edital; Empresas que se encontrem sob falência, concurso de credores, em fase de dissolução, liquidação, em processo de recuperação judicial ou extrajudicial (Lei nº /2005) e que estejam com o direito de licitar e contratar suspenso com qualquer órgão integrante do SISG/SIASG, ou que tenham sido declaradas inidôneas ou impedidas de licitar ou contratar com a Administração Pública, por força da Lei nº 8.666/93, bem como as empresas reunidas em consórcio e que sejam controladoras coligadas ou subsidiárias entre si; Empresas reunidas em consócio e que sejam controladoras, coligadas ou subsidiárias entre si, qualquer que seja a forma de constituição; Empresa estrangeira que não funcione no País; Pessoas jurídicas das quais participem, seja a que título for dirigente ou servidor do MCT/ON As empresas constituídas sob forma de cooperativa serão enquadradas nas disposições contidas na Cláusula Primeira do Termo de Conciliação Judicial firmado entre o Ministério Público do Trabalho e a União, devidamente homologadas pelo Juiz da 20ª. Vara do Trabalho de Brasília - DF, nos autos do processo As microempresas e as empresas de pequeno porte (SIMPLES) deverão obedecer ao que estabelece a Lei nº 9.317, de 05 de dezembro de 1996, até o dia 30 de junho de 2007, após o artigo 17 da Lei Complementar nº. 123 de 14 de dezembro de 2006, publicado no D.O.U de 15 de dezembro de Para participar do certame microempresas e empresas de pequeno porte, optantes do Simples, deverão preencher as Planilhas de Custo e Formação de Preços, condições de igualdade com as demais concorrentes, art. 3º da Lei nº /93, contemplando

4 todos os encargos e tributos previstos na Planilha de Custos e Formação de Preços da Instrução Normativa nº. 18/ As microempresas e empresas de pequeno porte, por ocasião da participação em certames licitatórios, deverão apresentar toda a documentação exigida para efeito de comprovação de regularidade fiscal, mesmo que está apresente alguma restrição; Havendo alguma restrição na comprovação da regularidade fiscal, será assegurado o prazo de 2 (dois) dias úteis, cujo termo inicial corresponderá ao momento em que o proponente for declarado o vencedor do certame, prorrogáveis por igual período, a critério da Administração Pública, para a regularização da documentação, pagamento ou parcelamento do débito, e emissão de eventuais certidões negativas ou positivas, com efeito, de certidão negativa; A não regularização da documentação, no prazo previsto no subitem anterior, implicará decadência do direito à contratação, sem prejuízo das sanções previstas no artigo 81 da Lei nº , de 21 de junho de 1993, sendo facultado à Administração convocar os licitantes remanescentes, na ordem de classificação, para a assinatura do contrato ou revogar a licitação; A licitante será responsável por todas as transações que forem efetuadas em seu nome no sistema eletrônico, assumindo como firmes e verdadeiras sua proposta e lances (Inciso III art. 13 do Decreto nº /05); Caberá à licitante comunicar imediatamente ao provedor do sistema qualquer acontecimento que possa comprometer o sigilo ou inviabilidade do uso de senha, para imediato bloqueio de acesso; A licitante descredenciada no SICAF terá sua chave de identificação e senha suspensas automaticamente. ITEM QUARTO - PRAZOS O prazo de validade da proposta será de 60 (sessenta) dias, contados a partir da data de abertura da sessão do PREGÃO ELETRÔNICO. Na falta de tal informação será considerado aceito o prazo citado nesta alínea; O ON, observado o prazo de validade da "Proposta", convocará a adjudicatária, para retirar à nota de empenho no prazo de 08 (oito) dias consecutivos, contados da data em que à mesma receber a convocação, por intermédio de seu representante legal ou procurador credenciado. ITEM QUINTO - IMPUGNAÇÃO DO ATO CONVOCATÓRIO Até 02 (dois) dias úteis antes da data fixada para abertura da Sessão Pública deste pregão qualquer pessoa poderá impugnar este ato convocatório (Art. 18 do dec /05);

5 O pedido de impugnação deverá ser encaminhado ao Pregoeiro, por meio eletrônico, via Internet, no endereço não sendo recebido de outra forma; Caberá ao Pregoeiro decidir sobre a impugnação no prazo de até 24 (vinte e quatro) horas; Acolhida à impugnação contra o ato convocatório, será designada e publicada nova data para realização de certame; O Pregoeiro obrigatoriamente, incluirá no campo disponibilizado pelo Comprasnet, Incluir Impugnações/Esclarecimentos/Avisos, para fins de divulgação, a divulgação, a inclusão, no prazo de 24 (vinte e quatro) horas, o pedido de impugnação, bem como a respectiva resposta, que ficarão disponíveis para conhecimento dos fornecedores e sociedade em geral; Decairá do direito de impugnar os termos deste ato convocatório, o licitante que não apontar as falhas ou irregularidades supostamente existentes até o 2º (segundo) dia útil que anteceder a data fixada para o recebimento das propostas eletrônicas. Sendo intempestiva a comunicação do suposto vício, não suspenderá o curso do certame; Os pedidos de esclarecimentos referentes ao processo licitatório deverão ser enviados ao Pregoeiro, até 03 (três) dias úteis anteriores à data fixada para abertura da sessão pública, EXCLUSIVAMENTE por meio eletrônico, no endereço eletrônico indicado neste Edital (item 5.1.1). Os teores dos esclarecimentos, bem como as respectivas respostas, ficarão disponíveis para conhecimento dos fornecedores e sociedade em geral no site comprasnet, no endereço por meio do link: Acesso Livre > Pregões > Agendados; As solicitações de esclarecimentos serão respondidas da mesma forma como foram elaboradas e disponibilizadas no site comprasnet. ITEM SEXTO - ENVIO DAS PROPOSTAS ELETRÔNICAS A participação no pregão dar-se-á por meio da digitação da senha privativa da licitante e subseqüente encaminhamento de PROPOSTA DE PREÇOS, com a descrição do objeto ofertado, até às 10h00min horas do dia 16/12/2009, horário de Brasília - DF, exclusivamente por meio do sistema eletrônico, no site Após a divulgação do Edital no endereço eletrônico, os licitantes deverão encaminhar proposta com a descrição do objeto ofertado e o preço total, e, se for o caso, o respectivo anexo com a proposta detalhada, até a data e hora marcadas para abertura da sessão, exclusivamente por meio do sistema eletrônico, quando, então, encerrar-se-á, automaticamente, a fase de recebimento de propostas; (art. 21 do Decreto nº 5.450/05); Caberá ao licitante interessado em participar deste pregão:

6 Remeter, no prazo estabelecido, exclusivamente por meio eletrônico, via internet, a proposta e, quando for o caso, seus anexos (inciso II do art. 13º do Decreto n 5.450/05); Responsabilizar-se formalmente pelas transações efetuadas em seu nome, assumindo como firmes e verdadeiras suas propostas e lances, inclusive os atos praticados diretamente ou por seu representante, não cabendo ao provedor do sistema ou ao órgão promotor da licitação responsabilidade por eventuais danos decorrentes de uso indevido da senha, ainda que por terceiros (inciso III do art. 13º do Decreto n 5.450/05); Acompanhar as operações no sistema eletrônico durante o processo licitatório, responsabilizando-se pelo ônus decorrente da perda de negócios diante da inobservância de quaisquer mensagens emitidas pelo sistema ou de sua desconexão (inciso IV do art.13 o do Decreto n 5.450/05); Para participação no pregão eletrônico, a licitante deverá manifestar em campo próprio do sistema eletrônico, que cumpre plenamente os requisitos de habilitação e que sua proposta está em conformidade com as exigências deste instrumento convocatório. ( 2 do artigo 21 do Decreto n 5.450/05); A declaração falsa relativa ao cumprimento dos requisitos de habilitação e proposta sujeitará a licitante às sanções previstas no Termo de Referência. ( 2 o artigo 9 o do Decreto nº 5.450/05) e em legislações pertinentes; Independentemente de declaração expressa, a simples apresentação da proposta implica submissão a todas as condições estipuladas neste Edital e seus anexos, sem prejuízo da estrita observância das normas contidas na legislação mencionada no preâmbulo deste Edital; Até a abertura da sessão pública, as licitantes poderão retirar ou substituir a proposta anteriormente apresentada; A proposta eletrônica de preços deverá ser elaborada em língua portuguesa, limitarse-á ao objeto desta licitação, atendendo fielmente às especificações constantes do ANEXO I - TERMO DE REFERÊNCIA e contendo obrigatoriamente os preços totais dos itens que compõem este Pregão, em REAL e com no máximo 02 casas decimais após a vírgula, alertando que não serão aceitas quaisquer alternativas de preço, especificação diferente da constante no Termo de Referência, ou ainda, qualquer outra condição não prevista neste Edital e conter: Prazo de validade da proposta, conforme determina a item quarta deste Edital; A razão social do licitante, número de inscrição no CNPJ do estabelecimento da pessoa jurídica que efetivamente irá prestar o objeto da licitação, endereço completo, telefone, fax e endereço eletrônico ( ), este último se houver, para contato, número da conta corrente bancária, agência e banco;

7 Prazo de entrega dos itens cotados e suas respectivas marcas (componentes do sistema); Prazo de garantia do(s) item(ns) cotado(s); Declaração de que no preço proposto estão computados todos os custos necessários para o atendimento do objeto desta licitação, bem como impostos, encargos trabalhistas, previdenciários, fiscais, comerciais, taxas, fretes, seguros, deslocamentos de pessoal, prestação de assistência técnica, garantia e quaisquer outros que incidam ou venham a incidir sobre o objeto licitado constante da proposta; As licitantes ao enviarem suas propostas, deverão utilizar o espaço descrição complementar de cada item do sistema, para descrever o seu item cotado, conforme especificado no Termo de Referência - Anexo I do edital, e utilizar o espaço Anexo de cada item para anexar a sua proposta detalhada para que o Pregoeiro possa consultar e dirimir qualquer dúvida que venha a surgir em relação à especificação do item cotado; A licitante poderá, se assim o desejar, utilizar no espaço descrição complementar a expressão de acordo com o especificado no Anexo I do Edital, ficando desde já bem claro que neste caso, a empresa estará cotando rigorosamente o que está discriminado no Termo de Referência - Anexo I do Edital, sob pena se assim não o fizer, arcar com as devidas sanções legais; As licitantes arcarão com todos os custos decorrentes da elaboração e apresentação de suas propostas; O preço proposto e levado em consideração para efeito de julgamento será de exclusiva e total responsabilidade da licitante. Qualquer alteração após o início da sessão (Etapa de Lances), sob alegação de erro, deve ser comunicada pelo telefax (21) para exclusão do lance ofertado, com posterior formalização por endereço eletrônico (subitem 5.1.1); Não será permitida a cotação de quantidades inferiores ou especificações diferentes daquelas compreendidas no Termo de Referência - Anexo l deste Edital; Será desclassificada a proposta do licitante que descumprir a qualquer item desta cláusula ou que não atender na íntegra as exigências do Termo de Referência, ou ainda, sejam omissas ou apresentem irregularidades insanáveis; Fica vedada qualquer indexação de preços por índices gerais, setoriais ou que reflitam a variação dos custos. ITEM SÉTIMO - ABERTURA DA SESSÃO E PROCEDIMENTO LICITATÓRIO A partir do dia e hora definido na cláusula segunda, será aberta por comando do pregoeiro, com a utilização de sua chave de acesso e senha a sessão pública na Internet do Pregão Eletrônico ON nº 024/2009. (Artigo 22 do decreto n 5.450/05);

8 7.2 - Os licitantes poderão participar da sessão pública na internet, devendo utilizar sua chave de acesso e senha; O pregoeiro verificará as propostas apresentadas, desclassificando aquelas que não estejam em conformidade com os requisitos estabelecidos no Termo de Referência anexo a este Edital; A desclassificação de proposta será sempre fundamentada e registrada no sistema, com acompanhamento em tempo real por todos os participantes; As propostas contendo a descrição do objeto, valor e eventuais anexos estarão disponíveis na internet; O sistema disponibilizará campo próprio, chat de comunicação, para envio de mensagens do pregoeiro para os licitantes; O sistema ordenará, automaticamente, as propostas classificadas pelo pregoeiro, sendo que somente estas participarão da fase de lance; Classificadas as propostas, o pregoeiro dará início à fase competitiva, quando então os licitantes poderão encaminhar lances exclusivamente por meio do sistema eletrônico; (Artigo 24 do Decreto n 5.450/05); Os lances serão encaminhados no VALOR TOTAL DOS ITENS DESTE PREGÃO (em REAIS e com no máximo duas casas decimais após a vírgula); No que se refere aos lances, o licitante será imediatamente informado do seu recebimento e do valor consignado no registro; Os licitantes poderão oferecer lances sucessivos, observados o horário fixado para abertura da sessão e as regras estabelecidas no Edital; O licitante somente poderá oferecer lance inferior ao último por ele ofertado e registrado pelo sistema; Não serão aceitos dois ou mais lances iguais, prevalecendo aquele que for recebido e registrado primeiro; Durante a sessão pública, os licitantes serão informados em tempo real, do valor do menor lance registrado vedada à identificação do licitante; A etapa de lances da sessão pública será encerrada por decisão do pregoeiro; O sistema eletrônico encaminhará aviso de fechamento iminente dos lances, após o que transcorrerá período de tempo de até trinta minutos, aleatoriamente determinado, findo o qual será automaticamente encerrada a recepção de lances;

9 Após o encerramento da etapa de lances da sessão pública, o pregoeiro poderá encaminhar pelo sistema eletrônico, contraproposta ao licitante que tenha apresentado lance mais vantajoso, para que seja obtida melhor proposta, observado o critério de julgamento, não se admitindo negociar condições diferentes daquelas previstas no Edital; A negociação será realizada por meio do sistema, podendo ser acompanhada pelos demais licitantes; No caso de desconexão do pregoeiro, no decorrer da etapa de lances, se o sistema eletrônico permanecer acessível aos licitantes, os lances continuarão sendo recebidos, sem prejuízo dos atos realizados; Quando a desconexão do pregoeiro persistir por tempo superior a dez minutos, a sessão do pregão na forma eletrônica será suspensa e reiniciada somente após comunicação aos participantes, no endereço eletrônico utilizado para divulgação, ( 11 do artigo 24 do Decreto nº /05); Encerrada a etapa de lances, o pregoeiro examinará a proposta classificada em primeiro lugar quanto à compatibilidade do preço em relação ao estimado para contratação e verificará a habilitação do licitante conforme disposições do Edital; Os documentos exigidos para habilitação deverão ser apresentados através do telefax (21) , no prazo de até duas horas, após solicitação do pregoeiro no sistema eletrônico, e em original ou por cópia autenticada, nos prazos estabelecidos no Edital; Constatado o atendimento às exigências fixadas no Edital, o licitante será declarado vencedor; A licitante vencedora de qualquer item deste pregão deverá enviar a proposta já com o preço final, no prazo de 02 (duas) horas, após o encerramento da etapa competitiva, sob pena de desclassificação da proposta, também pelo telefax informado acima, de acordo com modelo do ANEXO II; Decididos os recursos e constatada a regularidade dos atos praticados, a Autoridade Competente adjudicará o objeto e homologará o procedimento licitatório. ITEM OITAVO - JULGAMENTO DAS PROPOSTAS No julgamento das propostas e habilitação, o pregoeiro poderá sanar erros ou falhas que não alterem a substância das propostas, dos documentos e sua validade jurídica, mediante despacho fundamentado, registrado em ata e acessível a todos, atribuindo-lhes validade e eficácia para fins de habilitação e classificação; Para julgamento e classificação das propostas será adotado o critério de menor preço total ofertado por item;

10 8.2 - O Pregoeiro examinará a proposta classificada em primeiro lugar quanto à compatibilidade do preço em relação ao estimado para contratação e verificará a habilitação da licitante conforme disposições do Edital; Se a proposta da primeira colocada não for aceitável ou se a licitante não atender às exigências habilitatórias, o Pregoeiro examinará a proposta subseqüente e, assim sucessivamente, na ordem de classificação, até a apuração de uma proposta que atenda ao Edital; Ocorrendo a situação a que se refere o item acima, o Pregoeiro poderá negociar com a licitante para que seja obtido preço menor; A habilitação das licitantes será verificada por meio do SICAF, nos documentos por ele abrangidos (Decreto nº 6.204/07, Artigos 3º e 4º), e mediante exame da documentação complementar de habilitação, prevista na Cláusula Nona; Havendo irregularidade no cadastramento no SICAF - Sistema de Cadastro Unificado de Fornecedores, é assegurado ao licitante já cadastrado o direito de encaminhar a documentação atualizada, durante a sessão, telefax (21) , imediatamente após ter sido comunicada pelo Pregoeiro, com posterior encaminhamento do original ou cópia autenticada no prazo de até 2 (dois) dias; Para fins de habilitação, a verificação pelo Pregoeiro nos sítios oficiais de órgãos e entidades emissores de certidões, constitui meio legal de prova; Uma vez aceita a proposta quanto ao valor e ao objeto, e verificado o cumprimento dos requisitos de habilitação, o pregoeiro anunciará a licitante vencedora; A licitante vencedora, a classificação dos lances apresentados e demais informações relativas à sessão pública do pregão constarão da ata divulgada no sistema eletrônico, sem prejuízo das demais formas de publicidade, previstas na legislação pertinente; A ata da sessão pública do pregão será disponibilizada na internet para acesso livre, imediatamente após o encerramento da sessão pública; Constatado o atendimento às exigências do Edital e verificada a regularidade dos atos praticados pelo pregoeiro, a autoridade competente registrará no sistema a homologação do pregão; O desatendimento às exigências formais não essenciais não importará no afastamento da proponente, desde que sejam possíveis: a aferição da sua qualificação; e a exata compreensão da sua proposta durante a realização da sessão pública do pregão Reserva-se ao Pregoeiro o direito de solicitar, se for o caso, amostra dos produtos ofertados, a fim de garantir a sua qualidade. O prazo para apresentação da(s) amostra(s) será de 05 (cinco) dias úteis. O prazo será contado a partir da solicitação feita pelo Pregoeiro durante a sessão pública do Pregão;

11 Não sendo a amostra aprovada pela área técnica do ON, o Pregoeiro convocará automaticamente a segunda colocada e assim sucessivamente; ITEM NONO - HABILITAÇÃO A habilitação das empresas far-se-á através de consulta ON-LINE, conforme Instrução Normativa nº 5 de 21/07/95, publicada no DOU de 26/07/95, do MARE, em que o LICITANTE comprove estar cadastrado e habilitado parcialmente no SICAF; As empresas deverão, ainda, apresentar os seguintes documentos: Declaração de que não possui, em seu quadro de pessoal, empregados menores, conforme modelo a seguir: DECLARAÇÃO (Razão Social da LICITANTE), inscrita no CNPJ sob o nº sediada na (endereço completo), declara, sob as penas da Lei, para os fins requeridos no inciso XXXIII, do artigo 7 da Constituição Federal, consoante o que se estabeleceu no artigo 1, da Lei n 9.854, de 27 de outubro de 199 9, que não tem em seu quadro de empregados, menores de 18 anos em trabalho noturno, perigoso ou insalubre, bem como em qualquer trabalho, menores de 16 anos, salvo na condição de aprendiz, a partir de 14 anos. Rio de Janeiro, de de 2008 (Nome e assinatura do Declarante) (número da cédula de identidade do Declarante) Declaração de Inexistência de fato superveniente impeditivo da habilitação. (Razão Social da Licitante),inscrita no CNPJ/MF nº,com sede (end. completo), declara, sob as penas da lei, que até a presente data não existem fatos impeditivos para sua habilitação no presente processo licitatório, ciente da obrigatoriedade de declarar ocorrências posteriores. (Local),, de (nome e assinatura do Declarante) (Número da cédula de Identidade do Declarante)

12 Declaração de Elaboração Independente de Proposta (Anexo IV) Modelo, em obediência a IN - 02, de 16 de setembro de 2009 (ANEXO III) MODELO Atestado(s) de capacidade técnica, fornecido(s) por pessoa jurídica de direito público ou privado, que comprove(m) o fornecimento semelhante ao objeto desta licitação em termos de características técnicas Art. 30, II da Lei nº 8.666/93. Nos atestados devem estar explícitos: a empresa que está fornecendo o atestado e o responsável pelo setor encarregado do objeto em questão; Declaração de solidariedade do fabricante ou distribuidor oficial autorizado no País, conforme modelo: Declaração de Solidariedade do Fabricante ou Distribuidor Oficial Autorizado no País (em papel timbrado do fabricante ou distribuidor oficial autorizado no país) A empresa...(fabricante ou distribuidor oficial autorizado no País)..., inscrita no CNPJ/MF sob o nº..., com sede à..., telefones para contato, DECLARA, sob as penas da lei, estar totalmente solidária e compromissada com a proposta de fornecimento de...(especificar produtos e modelos ofertados)...,apresentada pelo nosso revendedor, a empresa...(proponente)..., inscrita no CNPJ/MF sob o nº..., com sede à..., telefones para contato..., e com as demais condições impostas no Edital do Pregão nº xxxx/2009 do Observatório Nacional. (Local/Data/Assinatura/Nome Legível/CPF) A declaração e atestado acima indicados deveram ser enviados pelo licitante vencedor da etapa de lances, via tele fax (21) imediatamente, com posterior encaminhamento do original ou cópia autenticada no prazo de até 03 (dias) dias úteis; Os documentos acima indicados (9.2.1 e 9.2.5), assim como a Proposta Readequada, deverão ser enviados pelo(s) licitante(s) vencedor(es) da Etapa de Lances, via telefax (21) , imediatamente após o procedimento previsto no item 7.22 deste Edital, com posterior encaminhamento do original ou cópia autenticada no prazo de até 3 (três) dias úteis, para o endereço, Prédio da Administração do ON/MCT Rua General José Cristino, 77 São Cristóvão - RJ, no horário de 09h00min às 11h00min e de 14h00min às 16h00min, A/C Pregoeiro, desde que seja agendado pelo A Licitante vencedora do ITEM deste Pregão que não atender na íntegra às exigências do item 9.1 a 9.3 deste item será considerada inabilitada e terá sua proposta desclassificada, podendo sofrer as sanções previstas em Lei.

13 ITEM DÉCIMO - INTERPOSIÇÃO DE RECURSO Declarada a vencedora, qualquer licitante poderá, durante a sessão pública, de forma imediata e motivada, em campo próprio do sistema, manifestar sua intenção de recorrer. (Artigo 26 do Decreto n 5.450/05); O prazo para manifestação sobre a intenção de interpor recurso será aberto pelo pregoeiro, durante a sessão, após a fase de habilitação; Declarado o vencedor, qualquer licitante poderá durante a sessão pública, de forma imediata e motivada, com a síntese das razões em campo próprio do sistema, manifestar sua intenção de recorrer, quando lhe será concedido o prazo de três dias para apresentar as razões de recurso, ficando os demais licitantes desde logo, intimados para, querendo, apresentarem contra-razões em igual prazo, que começará a contar do término do prazo do recorrente, sendo-lhes assegurada vista imediata dos elementos indispensáveis à defesa dos seus interesses; Será concedido à licitante que manifestar a intenção de interpor recurso, o prazo de 03 (três) dias úteis para apresentação dos memoriais, os quais deverão ser enviados por meio eletrônico no site comprasnet, no endereço em campo específico, disponível no sistema para esse fim. As demais licitantes, caso haja interesse, poderão apresentar contra-razões também por meio eletrônico, no prazo de 03 (três) dias a contar do término do prazo do recorrente, sendo-lhes assegurada vista imediata dos autos; Uma vez que o Pregão será realizado na MODALIDADE ELETRÔNICA, as razões de recurso na íntegra assim como as contra-razões e a decisão do Pregoeiro serão inseridas no sistema comprasnet, NÃO SENDO ACEITO NENHUM OUTRO TIPO DE REGISTRO QUE NÃO SEJA O DO SISTEMA COMPRASNET; Os casos omissos serão solucionados diretamente pelo Pregoeiro ou autoridade competente, observados os preceitos de direito público e as disposições de Lei n 8.666/93. de Lei n , de , Decreto n 5.450/2005, de e Decreto n 6.204/2007, de ; A falta de manifestação imediata e motivada do licitante quanto à intenção de recorrer, nos termos deste item, importará na decadência desse direito, ficando o pregoeiro autorizado a adjudicar o objeto ao licitante declarado vencedor; O acolhimento do recurso importará a invalidação apenas dos atos insuscetíveis de aproveitamento; Caberá à autoridade competente decidir os recursos contra ato do Pregoeiro, quando este mantiver sua decisão; O recurso contra decisão do Pregoeiro terá efeito suspensivo;

14 Os autos do processo permanecerão com vista franqueada aos interessados no Prédio da Administração do ON/MCT Rua General José Cristino, 77 São Cristóvão RJ, no horário de 09h00min às 11h00min e de 14h00min às 16h00min, desde que seja agendado pelo ITEM DÉCIMO PRIMEIRO - HOMOLOGAÇÃO E CONVOCAÇÃO DA LICITANTE VENCEDORA O resultado de julgamento será submetido à Autoridade Competente para homologação; Após a homologação da licitação, a LICITANTE VENCEDORA será convocada para retirar a nota de empenho, no prazo de 8 (oito) dias úteis, a contar do recebimento da convocação formalizada e nas condições estabelecidas; É facultado ao ON, quando a convocada não comparecer no prazo estipulado no item 11.2 ou não apresentar situação regular no ato da retirada da nota de empenho ou, ainda, recusar-se a retirar a nota empenho, injustificadamente, convocar as LICITANTES remanescentes, na ordem de classificação, sem prejuízo da aplicação das sanções cabíveis, observado o disposto nos itens 12.1 e 12.2; O prazo de convocação poderá ser prorrogado durante o seu transcurso, uma vez, por igual período, quando solicitado pela parte e desde que ocorra motivo justificado aceito pelo ON. ITEM DÉCIMO SEGUNDO - SANÇÕES ADMINISTRATIVAS A licitante convocada dentro do prazo de validade da sua proposta, que se recusar injustificadamente, a celebrar o instrumento contratual ou retirar a nota de empenho, apresentar pendências junto aos cadastros da Administração Pública (SICAF e CADIN), deixar de entregar ou apresentar documentação falsa exigida para o certame, ensejar o retardamento da execução de seu objeto, não mantiver a proposta, falhar ou fraudar na execução do contrato, comportar-se de modo inidôneo, fizer declaração falsa ou cometer fraude fiscal, garantido o direito prévio da citação e da ampla defesa, ficará impedida de licitar e contratar com a União, Estados, Distrito Federal e Municípios, e será descredenciada no SICAF ou nos sistemas de cadastramento de fornecedores a que se refere o inciso XIV, do art. 4, da Lei n.º , pelo prazo de até 5 (cinco) anos, enquanto perdurarem os motivos determinantes da punição ou até que seja promovida a reabilitação perante a própria autoridade que aplicou a penalidade, ficando ainda sujeita à multa de 30% (trinta por cento) do valor global da proposta por item/adjudicado, devidamente atualizado, sem prejuízo da aplicação das sanções previstas no instrumento contratual e na legislação vigente; Na hipótese de descumprimento por parte da adjudicatária das obrigações contratuais assumidas, ou a infringência de preceitos legais pertinentes, serão a ela aplicadas, segundo a gravidade da falta cometida, as sanções estabelecidas no Termo de Referência anexo ao instrumento contratual. ( 2 do artigo 9 do decreto 5.450/05);

15 A licitante que participar efetivamente dos lances deverá cercar-se de todos os cuidados para que sua documentação de habilitação esteja integralmente de acordo com a Cláusula Oitava do Edital. Após o encerramento da etapa dos lances, caso seja verificado que a licitante declarada vencedora deva ser desclassificada, a mesma poderá sofrer as sanções previstas da Lei nº 8.666/93 e no Decreto. nº 5.450/05, caso fique demonstrada a sua negligência. ITEM DÉCIMO TERCEIRO - RECEBIMENTO E ACEITAÇÃO As obrigações resultantes do presente certame licitatório deverão ser executadas fielmente pelas partes, de acordo com as condições avençadas e as normas legais pertinentes, respondendo cada uma pelas conseqüências de sua inexecução total ou parcial; Executado o objeto contratual, será ele recebido em conformidade com as disposições contidas nos Arts. 73 a 76, da Lei 8.666/93; A Administração rejeitará, no todo ou em parte, o fornecimento em desacordo com as condições contratuais e os seus anexos; A rejeição deverá ser devidamente fundamentada, cabendo à contratada, prazo de 03 (três) dias para impugnação a rejeição. ITEM DÉCIMO QUARTO CONDIÇÕES DE PAGAMENTO O ON efetuará o pagamento em REAIS, após conferência e aceitação definitiva pela Divisão de Tecnologia Informática - DTI, do ON, em conformidade com o estipulado no ANEXO - I deste Edital, através de ordem bancária, no prazo de 05 (cinco) dias úteis; O pagamento somente será efetivado após as Faturas serem devidamente conferidas, atestadas e visadas pela Divisão de Tecnologia Informática - DTI, do ON Caso a Fatura seja apresentada com erro, será devolvida ao Contratado para retificação e reapresentação, acrescendo-se, no prazo fixado no item acima, os dias que se passarem entre a data da devolução e a data da reapresentação Na inexistência de outra regra contratual, quando da ocorrência de eventuais atrasos de pagamento provocados exclusivamente pela Administração, o valor devido deverá ser acrescido de atualização financeira, e sua apuração se fará desde a data de seu vencimento até a data do efetivo pagamento, em que os juros de mora serão calculados à taxa de 0,5% (meio por cento) ao mês, ou 6% (seis por cento) ao ano, tendo como base o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo - IPCA do IBGE, mediante aplicação das seguintes fórmulas:

16 I=(IPCA/100) e EM = I x N x VP, onde: 365 I = Índice de atualização financeira; IPCA = Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo; EM = Encargos moratórios; N = Número de dias entre a data prevista para o pagamento e a do efetivo pagamento; VP = Valor da parcela em atraso Na hipótese de pagamento de juros de mora e demais encargos por atraso, os autos devem ser instruídos com as justificativas e motivos, e ser submetidos à apreciação da autoridade superior competente, que adotará as providências para verificar se é ou não caso de apuração de responsabilidade, identificação dos envolvidos e imputação de ônus a quem deu causa; A documentação de cobrança será entregue no Divisão de Tecnologia Informática DTIN Não serão aceitas cobranças de títulos descontados através do sistema bancário, ou negociados com terceiros, inclusive com empresas de factoring ; Será procedida consulta "ON LINE" junto ao SICAF antes de cada pagamento a ser efetuado à LICITANTE VENCEDORA, para verificação de sua situação, relativamente às condições de habilitação exigidas no Pregão, cujos resultados serão impressos e juntados aos autos do processo; não será efetuado pagamento à LICITANTE VENCEDORA que na ocasião da apresentação da Nota Fiscal/Fatura estiver com a habilitação parcial vencida junto ao SICAF Do montante a ser pago à Contratada, incidirá retenções tributárias no percentual de que dispõe a Instrução Normativa SRF nº 480/2004, ou normatização que vier a lhe substituir, nos termos do art. 64 da Lei nº 9.430/96, e previdenciária no percentual de 11/ (onze por cento) sobre o valor da nota fiscal/ fatura de prestação de serviços, em favor da Previdência Social, sendo que tal valor já deve vir destacado no referido documento de cobrança, nos termos do que dispõe o art. 31 da Lei nº 8.212/91. ITEM DÉCIMO QUINTO DO REAJUSTE DE PREÇOS Observando o disposto no art. 40, inciso XI da Lei nº 8.666/93, admitindo-se a adoção de índices específicos ou setoriais, por meio de apostilamento, conforme o art. 19, inciso XXII da IN nº 02/2008, alterada pelas INs nºs. 03/2009 e 04/2009.

17 ITEM DÉCIMO SEXTO - REVOGAÇÃO E ANULAÇÃO DO CERTAME A Administração, observadas razões de conveniência e oportunidade devidamente justificadas, poderá revogar a presente licitação em face de razões de interesse público, por motivo de fato superveniente devidamente comprovado, pertinente e suficiente para justificar tal conduta, ou declarar a sua nulidade por motivo de ilegalidade, de ofício ou por provocação de qualquer pessoa, mediante ato escrito e fundamentado; A anulação do procedimento licitatório induz à do instrumento contratual; As licitantes não terão direito à indenização em decorrência da anulação do procedimento licitatório, ressalvado o direito do contratado de boa-fé de ser ressarcido pelos encargos que tiver suportado no cumprimento do instrumento contratual. ITEM DÉCIMO SÉTIMO - RESCISÃO CONTRATUAL A inexecução total ou parcial do contrato ensejará sua rescisão, com as conseqüências contratuais previstas na Lei nº 8.666/93 e neste Edital; Constituem motivos para rescisão do contrato: O não cumprimento das cláusulas contratuais e prazos; O cumprimento irregular das cláusulas contratuais e prazos; A lentidão do seu cumprimento, levando o ON a comprovar a impossibilidade da entrega do objeto, nos prazos estipulados referentes ao objeto deste PREGÃO; A subcontratação total ou parcial do seu objeto, a associação do contrato com outrem, a cessão ou transferência, total ou parcial, bem como a fusão, cisão ou incorporação, não admitidas no Edital e no contrato; A dissolução da Sociedade, ou falecimento do contratado; A alteração social ou modificação da finalidade ou da estrutura da contratada prejudique a execução do contrato; Razões de interesse do serviço público, de alta relevância e amplo conhecimento, justificáveis e determinantes pela máxima autoridade da esfera administrativa a que está subordinado o ON e exarada no processo administrativo a que se refere o contrato; A ocorrência de casos fortuitos ou de força maior regularmente comprovada, impeditiva da execução do contrato, (parágrafo único do artigo 393 do Código Civil).

18 ITEM DÉCIMO OITAVO - DISPOSIÇÕES FINAIS As normas que disciplinam este Pregão serão sempre interpretadas em favor da ampliação da disputa entre as interessadas, desde que sejam atendidos o interesse da Administração, o princípio da isonomia, a finalidade e a segurança da contratação; A licitante é responsável pela fidelidade e legitimidade das informações e dos documentos apresentados em qualquer fase da licitação; É facultada ao pregoeiro ou autoridade superior, em qualquer fase da licitação, a promoção de diligência destinada a esclarecer ou a complementar a instrução do processo, vedada a inclusão posterior de documento ou informação que deveria constar originalmente da proposta; No interesse da Administração, esta licitação, sem que caiba aos participantes qualquer reclamação ou indenização, poderá ser: a) ser adiada ou transferida sua abertura para outra data, mediante prévio aviso; b) alterada as condições do presente Edital, com fixação de novo prazo para a sua realização; Os anexos que integram este Edital estão assim enumerados: ANEXO I - TERMO DE REFERÊNCIA; ANEXO II - MODELO DE PROPOSTA DE PREÇOS; ANEXO III- DECLARAÇÃO DE ELABORAÇÃO INDEPENDENTE DE PROPOSTA - (MODELO) ANEXO IV- MINUTA DE CONTRATO ITEM DÉCIMO NONO - CASOS OMISSOS Os casos omissos serão solucionados diretamente pelo Pregoeiro ou autoridade competente, observados os preceitos de direito público e as disposições de Lei n 8.666/93. de Lei n , de , Decreto n de 08 de agosto de 2000 e suas alterações, o Decreto n 5.450/2005, de e o Decreto n 6.204/2007, de O foro competente para dirimir quaisquer conflitos surgidos na relação contratual a ser firmada com base no objeto deste PREGÃO é o da Justiça Federal, Seção Judiciária do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro, de de Rônes Henry de Souza Pregoeiro Oficial MCT/ON

19 PREGÃO ELETRÔNICO ON/Nº 024/2009 PROCESSO/ON/SMP/ Nº / OBJETO ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA Contratação de empresa especializada na prestação de serviços de licenciamento, operacionalização e gerenciamento de uma Solução Corporativa Gerenciada de Segurança da Informação baseada em um ambiente Cliente-Servidor, envolvendo ferramentas Antivírus, Controle, Análise e Tratamento de Mensagens Eletrônicas Correio Eletrônico, caracterizada pelo licenciamento de softwares específicos de Segurança da Informação Antivírus, proteção contra Spam, Phishing, Spyware, códigos maliciosos embutidos em mensagens eletrônicas, tratamento e filtragem de conteúdo, análise de reputação de IP e Gerenciamento da Segurança da Informação nas plataformas computacionais com perfil servidor de correio eletrônico e do ambiente cliente-servidor do Observatório Nacional com o objetivo de resguardar a integridade das informações contidas nas mensagens eletrônicas e do ambiente de Tecnologia da Informação das diversas áreas técnico-científicas e administrativas do Observatório Nacional conforme especificações contidas neste Anexo I - Termo de Referência - parte inseparável deste Edital. 2. JUSTIFICATIVA Atendendo ao disposto no Plano Diretor de Informática PDI do Observatório Nacional - ON que prevê ações a serem implantadas em seu ambiente de Tecnologia da Informação TI com o objetivo de preservar a segurança da comunicação eletrônica de mensagens, principalmente no que se refere à manutenção da Confidencialidade, Integridade, Autenticidade e da Disponibilidade da informação, bem como dos dados armazenados nas quase 400 plataformas desktop e servidor do ON é imperativo a implantação de uma solução corporativa de Segurança da Informação no ambiente computacional da instituição. Considerando que alguns serviços prestados pelo Observatório Nacional, inclusive aqueles por imposição de lei, tais como a Geração, Manutenção e Disseminação da Hora Legal Brasileira e o Serviço de Certificação Digital de Tempo vinculado a Hora Legal Brasileira, são classificados como de Missão Crítica e Alta Disponibilidade, a segurança da informação ocorrida na troca de mensagens eletrônicas e durante os acessos aos bancos de dados administrativos, impõe a utilização de sistemas de Segurança da Informação que venha garantir a Confidencialidade, Integridade, Autenticidade e da Disponibilidade destes dados. Entendimentos do Tribunal de Contas da União TCU com relação à necessidade de órgãos do Governo Federal adotarem soluções na área da Segurança da Informação, expressos em sua publicação Boas Práticas em Segurança da Informação, como a Decisão 918/2000 que determina, intensificar ações visando tornar mais eficientes os procedimentos de proteção antivírus dos seus microcomputadores, implementando, assim que possível, dispositivos para automatizar a atualização das

20 versões de softwares antivírus nos equipamentos instalados, bem como divulgando internamente a necessidade de aplicar o programa antivírus sobre disquetes provenientes de outros equipamentos;, e o Acórdão 562/2006 que determina...orientação quanto à utilização de software de proteção contra programas maliciosos (vírus); e elaboração de "plano de contingência" para o sistema,..., corroboram a necessidade de se adotar mecanismos de Segurança da Informação, aqui proposta pela Divisão de Tecnologia da Informação DTIN/ON. Por estes motivos, a Divisão de Tecnologia da Informação DTIN/ON vem, já há algum tempo, se empenhando na implantação de sistemas de segurança contra acessos indevidos em seu ambiente de TI, através de mecanismos de proteção denominados firewall dotados de regras rígidas e muito bem definidas, em conjunto a outros procedimentos de Detecção de Intrusão - IDS. Entretanto, estes mecanismos de segurança restringem-se somente na garantia da imunidade do ambiente de TI do ON aos acessos indevidos e não autorizados, não abrangendo a análise e processamento de conteúdo e anexos de mensagens consideradas potencialmente perigosas ao ambiente de informática da instituição, tampouco a análise de códigos maliciosos embutidos em arquivos com o objetivo exerecer algum tipo de controle sobre os computadores e servidores sem a autorização do usuário ou do administrador de TI. Os atuais sistemas de segurança já em uso no ON garantem a Confidencialidade, Integridade, Autenticidade e da Disponibilidade da informação pela restrição dos acessos de usuários e sistemas não autorizados, mas não previnem ameaças geradas pela comunicação eletrônica de mensagens de correio, que utiliza diversos mecanismos de ataques identificados como Spam que exploram os diversos canais de comunicação de transferência de mensagens eletrônicas, tais como, servidores de correio, estações de trabalho, arquivos infectados anexados às mensagens, redirecionamento através de links para sites clonados, ameaças com o objetivo de obter informações pessoais e/ou corporativas das estações de trabalho e dos servidores de dados e em menor grau de malignidade, aquelas mensagens não solicitadas e dotadas de conteúdo malicioso, que oneram os servidores de correio (alta disponibilidade de CPU), podendo inclusive causar a paralisação dos serviços através de mecanismos denominados Denied of Service (DDoS). Ao mesmo tempo, o ON não dispõe de nenhum sistema de segurança que permita identificar e combater em tempo real, infecções causadas por vírus, trojans, worms, hackers, e network viruses que venham ocorrer durante a contínua troca de arquivos entre computadores no ambiente cliente-servidor da instituição. Em virtude do fato de que as ameaças que circulam durante a troca de mensagens eletrônicas estarem cada vez mais sofisticadas, agressivas e de difícil identificação, aliada ao grande número de variantes, uma solução tecnológica de segurança baseada em um único perfil de combate, não garante a segurança nem a disponibilidade do ambiente de TI do Observatório Nacional. Desta maneira e com o objetivo de garantir a integridade da informação e a manutenção dos serviços de troca de mensagens eletrônicas e do ambiente cliente-servidor do ON é necessário tratar todas estas variantes de ataques através de uma única solução integrada que disponha de diferentes mecanismos de análise e níveis de combate a essas ameaças, operando inclusive antes mesmo de serem

PREGÃO ELETRÔNICO ON/Nº 001/2009 PROCESSO ON Nº 056/2009 E D I T A L

PREGÃO ELETRÔNICO ON/Nº 001/2009 PROCESSO ON Nº 056/2009 E D I T A L PREGÃO ELETRÔNICO ON/Nº 001/2009 PROCESSO ON Nº 056/2009 E D I T A L A UNIÃO, através do Observatório Nacional - ON, órgão integrante da estrutura do Ministério da Ciência e Tecnologia MCT, com sede na

Leia mais

O GOVERNADOR DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL, no uso da atribuição que lhe confere o art. 82, incisos V e VII, da Constituição do Estado,

O GOVERNADOR DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL, no uso da atribuição que lhe confere o art. 82, incisos V e VII, da Constituição do Estado, DECRETO N 42.434, DE 09 DE SETEMBRO DE 2003, DOERS. Regulamenta, no âmbito do Estado do Rio Grande do Sul, a modalidade de licitação denominada pregão, por meio eletrônico, para a aquisição de bens e serviços

Leia mais

AcroPDF - A Quality PDF Writer and PDF Converter to create PDF files. To remove the line, buy a license.

AcroPDF - A Quality PDF Writer and PDF Converter to create PDF files. To remove the line, buy a license. DECRETO Nº 5.450, DE 31 DE MAIO DE 2005 Regulamenta o pregão, na forma eletrônica, para aquisição de bens e serviços comuns, e dá outras providências. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, no uso da atribuição que

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa LEI Nº 13.179, DE 10 DE JUNHO DE 2009. (publicada no DOE nº 109, de 12 de junho de 2009) Dispõe sobre a Cotação Eletrônica

Leia mais

Considerando a necessidade de se buscar a redução de custos, em função do aumento da competitividade; e

Considerando a necessidade de se buscar a redução de custos, em função do aumento da competitividade; e Página 1 de 5 PORTARIA Nº 306, DE 13 DE DEZEMBRO DE 2001 MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO GABINETE DO MINISTRO O MINISTRO DE ESTADO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO, no uso das atribuições

Leia mais

PREGÃO ELETRÔNICO Nº002/2011/CISMEPA REGISTRO DE PREÇOS

PREGÃO ELETRÔNICO Nº002/2011/CISMEPA REGISTRO DE PREÇOS 1 PREGÃO ELETRÔNICO Nº002/2011/CISMEPA REGISTRO DE PREÇOS O CONSORCIO INTERMUNICIPAL DE SAUDE DO MEDIO PARAIBA, mediante o Pregoeiro Flávio Macharet Barbosa, designado pela Portaria nº 004/2011, de junho

Leia mais

O GOVERNADOR DO ESTADO DO AMAZONAS, no exercício da competência que lhe confere o art. 54, inciso IV, da Constituição Estadual, e

O GOVERNADOR DO ESTADO DO AMAZONAS, no exercício da competência que lhe confere o art. 54, inciso IV, da Constituição Estadual, e DECRETO No. 24.818 de 27 JANEIRO DE 2.005 Regulamenta a realização de pregão por meio da utilização de recursos de tecnologia da informação, denominado pregão eletrônico, para a aquisição de bens e serviços

Leia mais

PROTOCOLO 23064.008432/2013-42 MINUTA DE EDITAL PREGÃO ELETRÔNICO Nº 122/2013

PROTOCOLO 23064.008432/2013-42 MINUTA DE EDITAL PREGÃO ELETRÔNICO Nº 122/2013 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ PROTOCOLO 23064.008432/2013-42 MINUTA DE EDITAL PREGÃO ELETRÔNICO Nº 122/2013 A UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ Campus Curitiba,

Leia mais

REPUBLICA FEDERATIVA DO BRASIL MINISTERIO DOS TRANSPORTES DEPARTAMENTO NACIONAL DE INFRA-ESTRUTURA DE TRANSPORTES PREGÃO ELETRÔNICO EDITAL Nº 398/2006

REPUBLICA FEDERATIVA DO BRASIL MINISTERIO DOS TRANSPORTES DEPARTAMENTO NACIONAL DE INFRA-ESTRUTURA DE TRANSPORTES PREGÃO ELETRÔNICO EDITAL Nº 398/2006 REPUBLICA FEDERATIVA DO BRASIL MINISTERIO DOS TRANSPORTES DEPARTAMENTO NACIONAL DE INFRA-ESTRUTURA DE TRANSPORTES PREGÃO ELETRÔNICO EDITAL Nº 398/2006 PROCESSO : 50600.000884/2006-13 Tipo de Licitação:

Leia mais

PREGÃO ELETRÔNICO N 12/2007 Sistema de Registro de Preços

PREGÃO ELETRÔNICO N 12/2007 Sistema de Registro de Preços PREGÃO ELETRÔNICO N 12/2007 Sistema de Registro de Preços EDITAL A Justiça Federal de Primeiro Grau em Minas Gerais, por intermédio da Pregoeira designada pela Portaria 10-124-DIREF de 29/06/2006, realizará

Leia mais

Contrato de Apoio Técnico - Operacional

Contrato de Apoio Técnico - Operacional Este Contrato estabelece os termos e condições para disponibilização do sistema informatizado PREGÃO.NET, pela Oriens Tecnologia Ltda., com sede na Av. do Contorno nº 3505, sala 802, na cidade de Belo

Leia mais

Município de Xangri-Lá Fone: (51) 3689-2400 www.xangrila.rs.gov.br

Município de Xangri-Lá Fone: (51) 3689-2400 www.xangrila.rs.gov.br EDITAL Nº 62/2012 PREGÃO ELETRÔNICO 34/2012 PROCESSO DE DESPESA: 2318/2012 (SEC. DE EDUCAÇÃO) PROCESSO DE LICITAÇÃO 2318/2012 PROCESSO DE COMPRA 45-12 ABERTURA: 29/03/2012 HORÁRIO: 15 horas O Prefeito

Leia mais

Fundação de Apoio à Tecnologia e Ciência FUNDAÇÃO DE APOIO À CIÊNCIA E TECNOLOGIA EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO N 92092-03/2010

Fundação de Apoio à Tecnologia e Ciência FUNDAÇÃO DE APOIO À CIÊNCIA E TECNOLOGIA EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO N 92092-03/2010 FUNDAÇÃO DE APOIO À CIÊNCIA E TECNOLOGIA EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO N 92092-03/2010 A Fundação de Apoio à Ciência e Tecnologia - FATEC, por meio de sua pregoeira, Claudia Pippi Lorenzoni torna público

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE BAMBUÍ EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO Nº.

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE BAMBUÍ EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO Nº. SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE BAMBUÍ EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO Nº. 67/2009 Processo nº: 23000.086744/2009-55 Tipo de Licitação: MENOR PREÇO

Leia mais

PREGÃO ELETRÔNICO ON Nº 016/2009 PROCESSO ON/SAL Nº 01210.000256/2009.51 E D I T A L

PREGÃO ELETRÔNICO ON Nº 016/2009 PROCESSO ON/SAL Nº 01210.000256/2009.51 E D I T A L PREGÃO ELETRÔNICO ON Nº 016/2009 PROCESSO ON/SAL Nº 01210.000256/2009.51 E D I T A L A UNIÃO através do Observatório Nacional - ON, órgão integrante da estrutura do Ministério da Ciência e Tecnologia MCT,

Leia mais

1 DO OBJETO Aquisição de licença de software de informática para atender as necessidades desta Autarquia, conforme discriminação abaixo:

1 DO OBJETO Aquisição de licença de software de informática para atender as necessidades desta Autarquia, conforme discriminação abaixo: A Superintendência de Seguros Privados SUSEP, no Estado do Rio de Janeiro, mediante Pregoeiro designado pela Portaria SUSEP n 2.527, de 11 de outubro de 2006, torna público que realizará às 14 (catorze)

Leia mais

TERMO DE PARTICIPAÇÃO DO EDITAL 20114150

TERMO DE PARTICIPAÇÃO DO EDITAL 20114150 TERMO DE PARTICIPAÇÃO DO EDITAL 20114150 PREÂMBULO Termo de Participação, via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por dispensa de licitação, nos termos do Decreto Estadual

Leia mais

TERMO DE PARTICIPAÇÃO Nº 20150007

TERMO DE PARTICIPAÇÃO Nº 20150007 TERMO DE PARTICIPAÇÃO Nº 20150007 PREÂMBULO Termo de Participação, via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por dispensa de licitação, nos termos do Decreto Estadual nº 28.397,

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS PROCESSO SUSEP 15414.003162/2008-71 PREGÃO ELETRÔNICO Nº 04/2009

MINISTÉRIO DA FAZENDA SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS PROCESSO SUSEP 15414.003162/2008-71 PREGÃO ELETRÔNICO Nº 04/2009 A Superintendência de Seguros Privados - SUSEP realizará, às 15 horas do dia 16 de julho de 2009, licitação na modalidade PREGÃO ELETRÔNICO, tipo MENOR PREÇO, conforme autorização da Senhora Chefe do DEAFI,

Leia mais

PREGÃO PRESENCIAL Nº 005/2013 PROCESSO SECOM Nº 0357/2012. Alterações e Normas complementares M I N U T A

PREGÃO PRESENCIAL Nº 005/2013 PROCESSO SECOM Nº 0357/2012. Alterações e Normas complementares M I N U T A IMPORTANTE: PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ PREENCHER O RECIBO DE RETIRADA DE EDITAL, CONSTANTE DO ANEXO I E DEVOLVER COM ATÉ 24 HS DE ANTECEDENCIA DO CERTAME PREGÃO PRESENCIAL Nº 005/2013

Leia mais

TELECOMUNICAÇÕES BRASILEIRAS S/A TELEBRÁS

TELECOMUNICAÇÕES BRASILEIRAS S/A TELEBRÁS TELECOMUNICAÇÕES BRASILEIRAS S/A TELEBRÁS PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº 008/2009 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL Nº 02/2009 1.1 MODALIDADE: PREGÃO PRESENCIAL 1.1.1.1 TIPO DE LICITAÇÃO: MAIOR DESCONTO OFERTADO

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA SUL-RIO-GRANDENSE EDITAL

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA SUL-RIO-GRANDENSE EDITAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA SUL-RIO-GRANDENSE EDITAL PREGÃO ELETRÔNICO N.º 15/2014 PROCESSO N.º 23341.000141/2014-71

Leia mais

PREFEITURA DE CACHOEIRA DO SUL - RS SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO DEPARTAMENTO DE COMPRAS Rua Moron, 1.013 Fone/Fax (51) 3724-6052

PREFEITURA DE CACHOEIRA DO SUL - RS SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO DEPARTAMENTO DE COMPRAS Rua Moron, 1.013 Fone/Fax (51) 3724-6052 EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO Nº 136/2015 OBJETO: AQUISIÇÃO ALMOFADA PARA CARIMBO, TINTA PARA CARIMBO, FITA ADESIVA LARGA E COLA EM BASTÃO, A PEDIDO DA SECRETARIA MUNICIPAL DA SAÚDE. IMPORTANTE INÍCIO DE

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTANA DA BOA VISTA TERRA DE LUTA E FÉ - DOE ORGÃOS, DOE SANGUE:SALVE VIDAS

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTANA DA BOA VISTA TERRA DE LUTA E FÉ - DOE ORGÃOS, DOE SANGUE:SALVE VIDAS EDITAL DE CARTA CONVITE 027/2015 A PREFEITA MUNICIPAL DE SANTANA DA BOA VISTA, torna público, para conhecimento dos interessados, que no dia 20 DE NOVEMBRO DE 2015, às 10 horas, reunirse-á a Comissão Permanente

Leia mais

CLÁUSULA SEGUNDA - DA VINCULAÇÃO AO EDITAL

CLÁUSULA SEGUNDA - DA VINCULAÇÃO AO EDITAL PROCESSO Nº 01550.000345/2009-46. PREGÃO Nº 26/2009. ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 1/2010. A FUNDAÇÃO CASA DE RUI BARBOSA, pessoa jurídica de direito público vinculada a Ministério da Cultura, com sede

Leia mais

PREFEITURA DE CACHOEIRA DO SUL - RS SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO DEPARTAMENTO DE COMPRAS Rua Moron, 1.013 Fone/Fax (51) 3724-6052

PREFEITURA DE CACHOEIRA DO SUL - RS SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO DEPARTAMENTO DE COMPRAS Rua Moron, 1.013 Fone/Fax (51) 3724-6052 EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO Nº 114/2013 OBJETO: AQUISIÇÃO DE AUTOCLAVE DIGITAL, A PEDIDO DA SECRETARIA MUNICIPAL DA SAÚDE. IMPORTANTE INÍCIO DE ACOLHIMENTO DE PROPOSTAS: 14/10/2013 15h00min. LIMITE PARA

Leia mais

COMPANHIA DE GAS DO CEARA COTAÇÃO DE PREÇOS Nº 20150378 DECRETO Nº 28.397, DE 21 DE SETEMBRO DE 2006

COMPANHIA DE GAS DO CEARA COTAÇÃO DE PREÇOS Nº 20150378 DECRETO Nº 28.397, DE 21 DE SETEMBRO DE 2006 COMPANHIA DE GAS DO CEARA COTAÇÃO DE PREÇOS Nº 20150378 DECRETO Nº 28.397, DE 21 DE SETEMBRO DE 2006 PREÂMBULO Termo de Participação, via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição

Leia mais

ESCLARECIMENTOS. Em virtude do exposto, segue o Anexo A, com os itens mencionados, que para todos os efeitos ficam incorporados ao edital publicado.

ESCLARECIMENTOS. Em virtude do exposto, segue o Anexo A, com os itens mencionados, que para todos os efeitos ficam incorporados ao edital publicado. ESCLARECIMENTOS Em curso nesta Autarquia a licitação nº 0453/13, Processo nº 0363/13, que almeja a contratação de pessoa jurídica para prestação de serviços de medicina e segurança do trabalho. Foi recebido

Leia mais

EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO N.º 009/2012 PROCESSO ADMINISTRATIVO N.º 009.003067.12.2

EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO N.º 009/2012 PROCESSO ADMINISTRATIVO N.º 009.003067.12.2 EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO N.º 009/2012 PROCESSO ADMINISTRATIVO N.º 009.003067.12.2 O DEPARTAMENTO MUNICIPAL DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES PÚBLICOS DO MUNICÍPIO DE PORTO ALEGRE torna público para conhecimento

Leia mais

TERMO DE PARTICIPAÇÃO COTAÇÃO ELETRÔNICA Nº 005/2014 DECRETO Nº28.397, DE 21 DE SETEMBRO DE 2006 PREÂMBULO

TERMO DE PARTICIPAÇÃO COTAÇÃO ELETRÔNICA Nº 005/2014 DECRETO Nº28.397, DE 21 DE SETEMBRO DE 2006 PREÂMBULO TERMO DE PARTICIPAÇÃO COTAÇÃO ELETRÔNICA Nº 005/2014 DECRETO Nº28.397, DE 21 DE SETEMBRO DE 2006 PREÂMBULO Termo de Participação, via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por

Leia mais

PREGÃO ELETRÔNICO CONAB Nº 006/2005

PREGÃO ELETRÔNICO CONAB Nº 006/2005 PREGÃO ELETRÔNICO CONAB Nº 006/2005 PROCESSO Nº: 01.208/2005 Tipo de Licitação: MENOR PREÇO Data: 21 / 12 /2005 Horário Abertura: 09:00 horas Local: www.comprasnet.gov.br A Companhia Nacional de Abastecimento

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÕES PROCESSO Nº. 15414.300110/2008-40 PREGÃO ELETRÔNICO Nº

MINISTÉRIO DA FAZENDA SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÕES PROCESSO Nº. 15414.300110/2008-40 PREGÃO ELETRÔNICO Nº A Superintendência de Seguros Privados SUSEP, no Estado do Rio de Janeiro, mediante Pregoeiro designado pela Portaria SUSEP n 3.053, de 14 de outubro de 2008, torna público que realizará às 14 horas, do

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 028/2009 M I N U T A

CARTA CONVITE Nº 028/2009 M I N U T A IMPORTANTE : PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO COM ATÉ 24 HORAS DE ANTECEDÊNCIA DO CERTAME NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 JARDIM PAULISTA

Leia mais

TERMO DE PARTICIPAÇÃO DA COTAÇÃO ELETRÔNICA Nº0195/2014 PREÂMBULO

TERMO DE PARTICIPAÇÃO DA COTAÇÃO ELETRÔNICA Nº0195/2014 PREÂMBULO TERMO DE PARTICIPAÇÃO DA COTAÇÃO ELETRÔNICA Nº0195/2014 PREÂMBULO Termo de Participação, via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por dispensa de licitação, nos termos do Decreto

Leia mais

Ministério da Saúde FIOCRUZ Fundação Oswaldo Cruz Centro de Pesquisa Leônidas e Maria Deane. www.comprasnet.gov.br

Ministério da Saúde FIOCRUZ Fundação Oswaldo Cruz Centro de Pesquisa Leônidas e Maria Deane. www.comprasnet.gov.br EDITAL - PREGÃO ELETRÔNICO SRP PROCESSO PREGÃO Nº DATA HORÁRIO 25792.000077/2011-01 Nº 018/2011-CPqLMD 22/07/11 15:00hs de Brasília OBJETO FORNECIMENTO ENDEREÇO ELETRÔNICO PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO

Leia mais

ANEXO ÚNICO DO DECRETO Nº28.397, DE 21 DE SETEMBRO DE 2006 PREÂMBULO

ANEXO ÚNICO DO DECRETO Nº28.397, DE 21 DE SETEMBRO DE 2006 PREÂMBULO ANEXO ÚNICO DO DECRETO Nº28.397, DE 21 DE SETEMBRO DE 2006 TERMO DE PARTICIPAÇÃO Nº 2014-003 PREÂMBULO 1.Termo de Participação, via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por

Leia mais

ANEXO IV MINUTA DE CONTRATO

ANEXO IV MINUTA DE CONTRATO ANEXO IV MINUTA DE CONTRATO CONTRATO Nº -2011, DE CONTRATAÇÃO DE EMPRESA DE ENGENHARIA PARA *********, QUE CELEBRAM ENTRE SI, O CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO PARANÁ E A EMPRESA. O CONSELHO REGIONAL

Leia mais

EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO SRP. (horário de Brasília- DF) 25380.001918/2010-50 064/2010-DIRAD 28/06 /2010 09:30 HS SRP

EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO SRP. (horário de Brasília- DF) 25380.001918/2010-50 064/2010-DIRAD 28/06 /2010 09:30 HS SRP Ministério da Saúde FIOCRUZ Fundação Oswaldo Cruz Diretoria de Administração Departamento de Operações Comerciais Serviço de Administração de Compras Tels.: (21) 3836-2022/2027/ 2028/2019 Fax.: (21) 3836-2148/2149/2150

Leia mais

PREFEITURA DE CACHOEIRA DO SUL - RS SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO DEPARTAMENTO DE COMPRAS Rua Moron, 1.013 Fone/Fax (51) 3724-6052

PREFEITURA DE CACHOEIRA DO SUL - RS SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO DEPARTAMENTO DE COMPRAS Rua Moron, 1.013 Fone/Fax (51) 3724-6052 EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO Nº 57/2015 OBJETO: AQUISIÇÃO DE CAMISETAS E SACOLAS, A PEDIDO DA SECRETARIA MUNICIPAL DO MEIO AMBIENTE. IMPORTANTE INÍCIO DE ACOLHIMENTO DE PROPOSTAS: 27/05/2015 8h30min. LIMITE

Leia mais

ESTADO DO PARÁ TRIBUNAL DE CONTAS DOS MUNICÍPIOS EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO Nº 2010/010

ESTADO DO PARÁ TRIBUNAL DE CONTAS DOS MUNICÍPIOS EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO Nº 2010/010 1 O, por intermédio do TRIBUNAL DE CONTAS DOS MUNICÍPIOS, doravante denominado TCM/PA, CNPJ nº 04.789.665/0001-87, com sede na Travessa Magno de Araújo nº 474, bairro do Telégrafo na cidade de Belém, Estado

Leia mais

CONTRATO ADM Nº 054/2013 CONTRATO DE LOCAÇÃO DE SOFTWARES, QUE FAZEM A PREFEITURA MUNICIPAL DE CACHOEIRA ALTA GO E PUBLICAS SOLUÇÕES LTDA ME.

CONTRATO ADM Nº 054/2013 CONTRATO DE LOCAÇÃO DE SOFTWARES, QUE FAZEM A PREFEITURA MUNICIPAL DE CACHOEIRA ALTA GO E PUBLICAS SOLUÇÕES LTDA ME. CONTRATO ADM Nº 054/2013 CONTRATO DE LOCAÇÃO DE SOFTWARES, QUE FAZEM A PREFEITURA MUNICIPAL DE CACHOEIRA ALTA GO E PUBLICAS SOLUÇÕES LTDA ME. Pelo presente instrumento particular de contrato que celebram

Leia mais

AVISO DE LICITAÇÃO DATASUL

AVISO DE LICITAÇÃO DATASUL AVISO DE LICITAÇÃO DATASUL Pregão Eletrônico nº 16111/2008 Processo n 6111/2008 OBJETO: 76J-00323 - Office Enterprise 2007 Sngl OLP INÍCIO DE RECEBIMENTO DE PROPOSTAS: 02/05/2008 às 11 horas. LIMITE PARA

Leia mais

Processo nº 0448.1511/15-9 DEVOLVER ESTE PROTOCOLO ASSINADO PROTOCOLO DE ENTREGA PROCESSO DE LICITAÇÃO CONVITE Nº 066A/2015

Processo nº 0448.1511/15-9 DEVOLVER ESTE PROTOCOLO ASSINADO PROTOCOLO DE ENTREGA PROCESSO DE LICITAÇÃO CONVITE Nº 066A/2015 Processo nº 0448.1511/15-9 DEVOLVER ESTE PROTOCOLO ASSINADO PROTOCOLO DE ENTREGA PROCESSO DE LICITAÇÃO CONVITE Nº 066A/2015 DATA DA ABERTURA: 13/11/2015 HORA DA ABERTURA: 09:00 Horas NOME DA EMPRESA: ORIGINAL

Leia mais

Regulamenta o Sistema de Registro de Preços previsto no art. 15 da Lei nº 8.666, de 21 de junho de 1993.

Regulamenta o Sistema de Registro de Preços previsto no art. 15 da Lei nº 8.666, de 21 de junho de 1993. DECRETO N.º 7.892, DE 23 DE JANEIRO DE 2013. Regulamenta o Sistema de Registro de Preços previsto no art. 15 da Lei nº 8.666, de 21 de junho de 1993. A PRESIDENTA DA REPÚBLICA, no uso da atribuição que

Leia mais

DECRETO Nº. 6.204, DE 5 DE SETEMBRO DE 2007 DOU 06.09.2007

DECRETO Nº. 6.204, DE 5 DE SETEMBRO DE 2007 DOU 06.09.2007 DECRETO Nº. 6.204, DE 5 DE SETEMBRO DE 2007 DOU 06.09.2007 Regulamenta o tratamento favorecido, diferenciado e simplificado para as microempresas e empresas de pequeno porte nas contratações públicas de

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 002/2010

CARTA CONVITE Nº 002/2010 IMPORTANTE: PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO COM ATÉ 24 HORAS DE ANTECEDENCIA DO CERTAME NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 JD PAULISTA CEP:

Leia mais

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 13/2005

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 13/2005 ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 13/2005 O, com sede na Av. Martin Luther King, s/n.º, Cais do Apolo, Recife, PE, inscrito no CNPJ/MF sob o nº 24.130.072/0001-11, neste ato representado pelo Diretor da Secretaria

Leia mais

BOBINA DE PAPEL TERMICO PREÂMBULO

BOBINA DE PAPEL TERMICO PREÂMBULO BOBINA DE PAPEL TERMICO PREÂMBULO Termo de Participação via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por dispensa de licitação, nos termos do Decreto Estadual nº 28.397 / 21 de

Leia mais

EDITAL 2 - DAS CONDIÇÕES DE PARTICIPAÇÃO

EDITAL 2 - DAS CONDIÇÕES DE PARTICIPAÇÃO EDITAL O TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 4ª REGIÃO, por intermédio da Divisão de Licitações e Contratos, torna público, a todos os interessados, a realização do Pregão Eletrônico n 23/2012, do tipo menor

Leia mais

TOMADA DE PREÇOS Nº 001/2010. SESSÃO DE ABERTURA: Local: Rua Pamplona 1200 7º andar Horário: 10:30 horas do dia 08 de março de 2.

TOMADA DE PREÇOS Nº 001/2010. SESSÃO DE ABERTURA: Local: Rua Pamplona 1200 7º andar Horário: 10:30 horas do dia 08 de março de 2. IMPORTANTE: PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO COM 03 (TRÊS) DIAS DE ANTECEDENCIA NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 JD PAULISTA CEP: 01405-001

Leia mais

PREGÃO ELETRÔNICO Nº 004/2012 Processo LIC 2012/000125

PREGÃO ELETRÔNICO Nº 004/2012 Processo LIC 2012/000125 Processo LIC 2012/000125 PREÂMBULO O CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO, órgão de fiscalização do exercício profissional, regido pelo Decreto-Lei nº 9.295/1946, alterado pela

Leia mais

Fundação de Apoio à Tecnologia e Ciência FUNDAÇÃO DE APOIO À CIÊNCIA E TECNOLOGIA EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO N 95971-02/2010

Fundação de Apoio à Tecnologia e Ciência FUNDAÇÃO DE APOIO À CIÊNCIA E TECNOLOGIA EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO N 95971-02/2010 FUNDAÇÃO DE APOIO À CIÊNCIA E TECNOLOGIA EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO N 95971-02/2010 A Fundação de Apoio à Ciência e Tecnologia -, por meio de sua pregoeira, Claudia Pippi Lorenzoni designado pela Ordem

Leia mais

EDITAL DE LICITAÇÃO PROCESSO LICITATÓRIO N.º 005/2014 CARTA CONVITE Nº 002/2014

EDITAL DE LICITAÇÃO PROCESSO LICITATÓRIO N.º 005/2014 CARTA CONVITE Nº 002/2014 EDITAL DE LICITAÇÃO PROCESSO LICITATÓRIO N.º 005/2014 CARTA CONVITE Nº 002/2014 O CONSELHO REGIONAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA DA 7ª REGIÃO CREF7/DF, Autarquia Federal, criada pela Lei nº 9.696/98, torna público

Leia mais

Fls.: Rubrica: SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO DE JANEIRO.

Fls.: Rubrica: SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO DE JANEIRO. CAMPUS RIO DE JANEIRO EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO Nº 10/2012 CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA PARA A DIAGRAMAÇÃO, A PUBLICAÇÃO E A IMPRESSÃO DE LIVRO Página 1 de 29 LICITAÇÃO EXCLUSIVA PARA MICROEMPRESAS

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS DIVISÃO DE LICITAÇÕES PREGÃO ELETRÔNICO Nº 28/2012 Processo SUSEP Nº 15414.

MINISTÉRIO DA FAZENDA SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS DIVISÃO DE LICITAÇÕES PREGÃO ELETRÔNICO Nº 28/2012 Processo SUSEP Nº 15414. MINISTÉRIO DA FAZENDA SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS DIVISÃO DE LICITAÇÕES PREGÃO ELETRÔNICO Nº 28/2012 Processo SUSEP Nº 15414.004640/2012-46 A Superintendência de Seguros Privados - SUSEP realizará

Leia mais

Ministério da Saúde FIOCRUZ Fundação Oswaldo Cruz Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde

Ministério da Saúde FIOCRUZ Fundação Oswaldo Cruz Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO PROCESSO Nº PREGÃO ELETRÔNICO DATA HORÁRIO (horário de Brasília-DF) 25385.000405/2011-62 099/2011 16/11/2011 14:00 h OBJETO FORMA DE FORNECIMENTO ENDEREÇO ELETRÔNICO PARA PARTICIPAR

Leia mais

MUNICÍPIO DE SENGÉS CNPJ/MF 76.911.676/0001-07 TRAVESSA SENADOR SOUZA NAVES N. 95 SENGÉS PARANÁ

MUNICÍPIO DE SENGÉS CNPJ/MF 76.911.676/0001-07 TRAVESSA SENADOR SOUZA NAVES N. 95 SENGÉS PARANÁ DECRETO Nº 600/2014 Súmula:- Regulamenta a aquisição de Bens Permanentes, de Consumo e Serviços destinados a Administração Direta, Indireta e Fundacional do Município de Sengés, através de Pregão, tendo

Leia mais

REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO. EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA Embrapa

REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO. EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA Embrapa 1 REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA Embrapa EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO Nº 05 /2009 Embrapa Amazônia Ocidental

Leia mais

INSPEÇÃO VEICULAR PARA KIT GNV PREÂMBULO

INSPEÇÃO VEICULAR PARA KIT GNV PREÂMBULO INSPEÇÃO VEICULAR PARA KIT GNV PREÂMBULO Termo de Participação via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por dispensa de licitação, nos termos do Decreto Estadual nº 28.397

Leia mais

EDITAL OBJETO: CABO GIGALAN CATEGORIA 6 U/UTP 23AWGX4PARES - VERMELHO EM CAIXA DE 305 METROS, CONFORME ESPECIFICAÇÃO TECNICA Nº 036/2009.

EDITAL OBJETO: CABO GIGALAN CATEGORIA 6 U/UTP 23AWGX4PARES - VERMELHO EM CAIXA DE 305 METROS, CONFORME ESPECIFICAÇÃO TECNICA Nº 036/2009. EDITAL A SÃO PAULO TRANSPORTE S.A. SPTrans, inscrita no CNPJ-MF sob o n.º 60.498.417/0001-58, comunica que se encontra aberta a licitação, EXCLUSIVAMENTE para participação de microempresas e empresas de

Leia mais

ADVOCACIA-GERAL DA UNIÃO SECRETARIA-GERAL DE ADMINISTRAÇÃO

ADVOCACIA-GERAL DA UNIÃO SECRETARIA-GERAL DE ADMINISTRAÇÃO ADVOCACIA-GERAL DA UNIÃO SECRETARIA-GERAL DE ADMINISTRAÇÃO EDITAL PREGÃO ELETRÔNICO PARA REGISTRO DE PREÇOS Nº 20/2011 A União, representada pela Advocacia-Geral da União, torna público, por intermédio

Leia mais

MODELO DE EDITAL PARA CAFÉ SUPERIOR. Logo e razão social do órgão público

MODELO DE EDITAL PARA CAFÉ SUPERIOR. Logo e razão social do órgão público MODELO DE EDITAL PARA CAFÉ SUPERIOR Logo e razão social do órgão público PREGÃO ELETRÔNICO N XXX EDITAL A , por intermédio da Pregoeira designada pela Portaria xxx de data, realizará

Leia mais

ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA DO ESTADO DE MINAS GERAIS PROCESSO LICITATÓRIO N.º 030/2005 PREGÃO ELETRÔNICO N.º 022/2005

ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA DO ESTADO DE MINAS GERAIS PROCESSO LICITATÓRIO N.º 030/2005 PREGÃO ELETRÔNICO N.º 022/2005 1 ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA DO ESTADO DE MINAS GERAIS PROCESSO LICITATÓRIO N.º 030/2005 PREGÃO ELETRÔNICO N.º 022/2005 A Assembléia Legislativa do Estado de Minas Gerais (ALEMG), conforme autorização expedida

Leia mais

Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina

Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina Rua Esteves Júnior, n. 68, Centro, Florianópolis/SC, CEP 88015-130 Fone: (48) 3251-3700 www.tre-sc.jus.br PREGÃO N. 095/2014 (Protocolo n. 38.206/2014) O TRIBUNAL

Leia mais

DECRETO N 001 A / 2015 De 02 de janeiro de 2015.

DECRETO N 001 A / 2015 De 02 de janeiro de 2015. DECRETO N 001 A / 2015 De 02 de janeiro de 2015. EMENTA: Regulamenta o Sistema de Registro de Preços SRP previsto no art. 15 da Lei nº 8.666/93, no âmbito do Município de Central Bahia. O PREFEITO DO MUNICÍPIO

Leia mais

EDITAL DE LICITAÇÃO PREGÃO ELETRÔNICO DIE02

EDITAL DE LICITAÇÃO PREGÃO ELETRÔNICO DIE02 EDITAL DE LICITAÇÃO PREGÃO ELETRÔNICO DIE02 (CONVÊNIO MTE/SPPE/CODEFAT No. 003/2007 DIEESE) O DEPARTAMENTO INTERSINDICAL DE ESTATÍSTICA E ESTUDOS SOCIOECONÔMICOS - DIEESE, CNPJ n.º 60.964.996/0001-87,

Leia mais

EDITAL DO PREGÃO ELETRÔNICO SRP (SISTEMA DE REGISTRO DE PREÇOS) Nº 05/2016

EDITAL DO PREGÃO ELETRÔNICO SRP (SISTEMA DE REGISTRO DE PREÇOS) Nº 05/2016 1 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO EBSERH-EMPRESA BRASILEIRA DE SERVIÇOS HOSPITALARES EDITAL DO PREGÃO ELETRÔNICO SRP (SISTEMA DE REGISTRO DE PREÇOS) Nº 05/2016 PROCESSO Nº 23113.016521/2015-00 OBJETO Registro de

Leia mais

MANUTENÇÃO DO PÁRA RAIOS PREÂMBULO

MANUTENÇÃO DO PÁRA RAIOS PREÂMBULO MANUTENÇÃO DO PÁRA RAIOS PREÂMBULO Termo de Participação, via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por dispensa de licitação, nos termos do Decreto Estadual nº 28.397 / 21

Leia mais

EDITAL PROCESSO 4674/2009

EDITAL PROCESSO 4674/2009 EDITAL PROCESSO 4674/2009 A Justiça Federal de Primeiro Grau em Minas Gerais, por intermédio da Pregoeira designada pela Portaria 10/58-DIREF de 24/06/2009 realizará o pregão presencial em epígrafe, regido

Leia mais

EDITAL DE LICITAÇÃO - MODALIDADE CONVITE

EDITAL DE LICITAÇÃO - MODALIDADE CONVITE EDITAL DE LICITAÇÃO - MODALIDADE CONVITE PROCESSO nº 001/2014 CARTA CONVITE nº 001/2014 TIPO MENOR PREÇO POR ITEM A Presidenta da ASSOCIAÇÃO CASA DA MULHER CATARINA - CMC, mantenedora do Projeto: JORNALISTAS

Leia mais

Ministério da Educação Universidade Federal da Integração Latino-Americana Pró-Reitoria de Administração, Gestão e Infraestrutura - PROAGI

Ministério da Educação Universidade Federal da Integração Latino-Americana Pró-Reitoria de Administração, Gestão e Infraestrutura - PROAGI MINUTA DE EDITAL PREGÃO ELETRÔNICO Nº 022/2012 pelo SISTEMA DE REGISTRO DE PREÇOS (Processo Administrativo n. 23422.000685/2012-71) Torna-se público, para conhecimento dos interessados, que a Universidade

Leia mais

Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina

Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina Rua Esteves Júnior, n. 68, Centro, Florianópolis/SC, CEP 88015-130 Fone: (48) 3251-3700 www.tre-sc.jus.br PREGÃO N. 124/2014 (PAE n. 55.782/2014) O TRIBUNAL

Leia mais

SUPERIOR TRIBUNAL MILITAR

SUPERIOR TRIBUNAL MILITAR PREGÃO ELETRÔNICO Nº 83/2014 (Regido pela Lei n o 10.520/02, Decreto n o 5.450/2005 e, subsidiariamente, pela Lei n o 8.666/93). Órgão/CNPJ: Superior Tribunal Militar (STM), CNPJ: 00.497.560/0001-01 UASG:

Leia mais

REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO. EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA Embrapa

REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO. EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA Embrapa 1 REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA Embrapa EDITAL DE P R E G Ã O ELETRÔNICO N.º 09/2008-Embrapa Meio-Norte

Leia mais

1 DO OBJETO 2 DA PARTICIPAÇÃO

1 DO OBJETO 2 DA PARTICIPAÇÃO A UNIÃO, por intermédio do INSTITUTO NACIONAL DE CÂNCER INCA do Ministério da Saúde, mediante o Pregoeiro e Equipe de Apoio, nomeados pela Portaria nº 606 de 30 de setembro de 2009, do Sr. Diretor Geral

Leia mais

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL EMPRESA BRASIL DE COMUNICAÇÃO S/A EBC PREGÃO ELETRÔNICO Nº 050/2011

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL EMPRESA BRASIL DE COMUNICAÇÃO S/A EBC PREGÃO ELETRÔNICO Nº 050/2011 PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL EMPRESA BRASIL DE COMUNICAÇÃO S/A EBC PREGÃO ELETRÔNICO Nº 050/2011 Processo EBC nº 002307/2010 COMPROVANTE DE RECEBIMENTO DO EDITAL OBJETO: Contratação

Leia mais

Fls.: Rubrica: SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO DE JANEIRO.

Fls.: Rubrica: SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO DE JANEIRO. REITORIA EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO Nº 15/2011 AQUISIÇÃO DE AR CONDICIONADO PARA A REITORIA E O CAMPUS RIO DE JANEIRO DO IFRJ Página 1 de 30 LICITAÇÃO EXCLUSIVA PARA MICROEMPRESAS E EMPRESAS DE PEQUENO

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL EDITAL DE LICITAÇÃO TSE N.º 66/2006 MODALIDADE: PREGÃO FORMA: ELETRÔNICA

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL EDITAL DE LICITAÇÃO TSE N.º 66/2006 MODALIDADE: PREGÃO FORMA: ELETRÔNICA Proc. N.º 001.689//2006 PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL PROCESSO N.º 001.689/2006 EDITAL DE LICITAÇÃO TSE N.º 66/2006 MODALIDADE: PREGÃO FORMA: ELETRÔNICA O TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL sediado

Leia mais

EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO PARA REGISTRO DE PREÇO Nº 131/2011

EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO PARA REGISTRO DE PREÇO Nº 131/2011 EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO PARA REGISTRO DE PREÇO Nº 131/2011 Processo nº 23402.001669/2011-52 Tipo de Licitação: MENOR PREÇO UNITÁRIO POR ITEM Data de Início do cadastramento de Propostas: 03/01/2012

Leia mais

PREGÃO ELETRÔNICO Nº 24/2006

PREGÃO ELETRÔNICO Nº 24/2006 MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR SECRETARIA EXECUTIVA SUBSECRETARIA DE PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E ADMINISTRAÇÃO COORDENAÇÃO-GERAL DE RECURSOS LOGÍSTICOS COORDENAÇÃO DE COMPRAS

Leia mais

REGULAMENTO PARA A MODALIDADE DE LICITAÇÃO DENOMINADA PREGÃO ELETRÔNICO

REGULAMENTO PARA A MODALIDADE DE LICITAÇÃO DENOMINADA PREGÃO ELETRÔNICO REGULAMENTO PARA A MODALIDADE DE LICITAÇÃO DENOMINADA PREGÃO ELETRÔNICO Página 1 de 20 Este Regulamento, aprovado pela Diretoria da CESP Companhia Energética de São Paulo e publicado no Diário Oficial

Leia mais

Decreto nº 8.538, de 6 de outubro de 2015 Decreto nº 6.204, de 5 de setembro de 2007

Decreto nº 8.538, de 6 de outubro de 2015 Decreto nº 6.204, de 5 de setembro de 2007 DECRETO 8.538/2015 COMPARATIVO COM DECRETO 6.204/2007 Outubro/2015 Importante: Pontos acrescidos estão destacados em verde. Pontos suprimidos estão destacados em vermelho. Decreto nº 8.538, de 6 de outubro

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos 1 de 7 07/10/2015 10:08 Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos DECRETO Nº 8.538, DE 6 DE OUTUBRO DE 2015 Vigência Regulamenta o tratamento favorecido, diferenciado e simplificado

Leia mais

PREFEITURA DE CACHOEIRA DO SUL - RS SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO DEPARTAMENTO DE COMPRAS Rua Moron, 1.013 Fone/Fax (51) 3724-6052

PREFEITURA DE CACHOEIRA DO SUL - RS SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO DEPARTAMENTO DE COMPRAS Rua Moron, 1.013 Fone/Fax (51) 3724-6052 EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO Nº 54/2014 OBJETO: CONTRATAÇÃO DE EMPRESA PARA MANUTENÇÃO DE ELEVADOR DE PASSAGEIRO INSTALADO NO PRÉDIO DO POLO DA UAB, A PEDIDO DA SECRETARIA MUNICIPAL DA INDÚSTRIA E COMÉRCIO.

Leia mais

Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina

Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina Rua Esteves Júnior, n. 68, Centro, Florianópolis/SC, CEP 88015-130 Fone: (48) 3251-3701 www.tre-sc.jus.br PREGÃO N. 063/2013 (Protocolo n. 37.054/2013) O TRIBUNAL

Leia mais

EDITAL DO PREGÃO ELETRÔNICO SRP (SISTEMA DE REGISTRO DE PREÇOS) Nº 98/2015

EDITAL DO PREGÃO ELETRÔNICO SRP (SISTEMA DE REGISTRO DE PREÇOS) Nº 98/2015 1 ABMNT MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO EBSERH-EMPRESA BRASILEIRA DE SERVIÇOS HOSPITALARES HOSPITAL UNIVERSITÁRIO DE SERGIPE EDITAL DO PREGÃO ELETRÔNICO SRP (SISTEMA DE REGISTRO DE PREÇOS) Nº 98/2015 PROCESSO Nº

Leia mais

Empresa: Endereço: CNPJ: Telefone: Fax: e-mail:

Empresa: Endereço: CNPJ: Telefone: Fax: e-mail: MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO SUBSECRETARIA DE PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E ADMINISTRAÇÃO COORDENAÇÃO-GERAL DE AQUISIÇÕES Empresa: Endereço: CNPJ: Telefone: Fax: e-mail: TERMO DE RETIRADA

Leia mais

CONVITE Nº 050A/2015

CONVITE Nº 050A/2015 Processo nº 0308.1511/15-3 DEVOLVER ESTE PROTOCOLO ASSINADO PROTOCOLO DE ENTREGA PROCESSO DE LICITAÇÃO CONVITE Nº 050A/2015 DATA DA ABERTURA: 19/08/2015 HORA DA ABERTURA: 09:00 Horas NOME DA EMPRESA: ORIGINAL

Leia mais

PREFEITURA DE CACHOEIRA DO SUL - RS SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO DEPARTAMENTO DE COMPRAS Rua Moron, 1.013 Fone/Fax (51) 3724-6052

PREFEITURA DE CACHOEIRA DO SUL - RS SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO DEPARTAMENTO DE COMPRAS Rua Moron, 1.013 Fone/Fax (51) 3724-6052 EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO Nº 16/2014 OBJETO: AQUISIÇÃO DE APARELHOS DE AR CONDICIONADO SPLIT E FREEZER, A PEDIDO DAS SECRETARIAS MUNICIPAIS DE EDUCAÇÃO, FAZENDA, OBRAS, GABINETE DO PREFEITO, GABINETE

Leia mais

COTAÇÃO ELETRÔNICA Nº 001/2016

COTAÇÃO ELETRÔNICA Nº 001/2016 COTAÇÃO ELETRÔNICA Nº 001/2016 PROCESSO N.: 23499.00071/2016-29 Torna-se público, para conhecimento dos interessados, que a Universidade Federal de Itajubá CAMPUS ITABIRA, por meio do setor de Compras,

Leia mais

Cotação Eletrônica TERMO DE PARTICIPAÇÃO

Cotação Eletrônica TERMO DE PARTICIPAÇÃO ANEXO ÚNICO DO DECRETO Nº 28088, DE 10 / 01 / 2006. PREÂMBULO Termo de Participação via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por dispensa de licitação, nos termos do Decreto

Leia mais