Curso de inseminação artificial da Alta dá dicas de como aumentar a rentabilidade em sua fazenda

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Curso de inseminação artificial da Alta dá dicas de como aumentar a rentabilidade em sua fazenda"

Transcrição

1 São Paulo, 12 março de 2014 Curso de inseminação artificial da Alta dá dicas de como aumentar a rentabilidade em sua fazenda Suprir a demanda de mercado com produtos de qualidade e sustentáveis. Este é grande desafio do agronegócio. Como alimentar uma população que pode chegar, em 2050, com quase 10 bilhões de habitantes segundo a FAO Food Agriculture Organization. Hoje, o Brasil é considerado o maior exportador de carne bovina do mundo de acordo com o Ministério da Agricultura. Até 2020, a expectativa é que a produção nacional de carnes suprirá 44,5% do mercado mundial. Muitos criadores ainda questionam como atender este mercado que cresce a cada ano, produzindo mais carne e leite de forma rentável. Há diversas ferramentas e tecnologias disponíveis, mas boa parte dos produtores não conhece. Uma delas é o programa de inseminação realizado pela Alta tanto para o gado de corte como de leite. Com o objetivo de instruir estes pequenos, médios e grandes criadores que a Alta criou cursos de inseminação artificial, disseminado em todo país (confira abaixo).

2 Hoje, são mais de nove mil inseminadores formados pela Alta. Muitas propriedades deixam de dar lucro em virtude de um bom planejamento. Sandro Fantinato, proprietário da fazenda Papanduvas, foi um dos participantes do curso em Curitiba, no ano de Atualmente, pratica a inseminação artificial para ter funcionalidade e habilidade materna no plantel. Antes de adotar esta prática, as minhas opções de melhoramento genético eram limitadas, porque utilizava somente os touros para reprodução. Hoje pratico Inseminação Artificial e utilizo também protocolos de Inseminação Artificial por Tempo Fixo (IATF), escolho no catálogo da Alta os touros com as melhores DEP s para atender as minhas necessidades. Uma DEP indica a capacidade de um animal transmitir para sua descendência genes com certas características. A parte teórica do curso foi importante para entender mais sobre genética. Mas as aulas práticas foram essenciais para tirar todas as dúvidas de procedimento, complementa Sandro. A IATF é uma das responsáveis pelo aumento nas vendas de sêmen. Só em 2012, os laboratórios farmacêuticos venderam oito milhões de protocolos de IATF, kit que inclui hormônios e aplicadores para sincronizar os cios das fêmeas a serem inseminadas de uma única vez. Neste mesmo ano, houve redução de cerca de 25% no preço desses protocolos, o que estimulou o produtor a recorrer a esta prática. Confira os locais e contatos para inscrição: Uberaba (MG) Data: 14/04 a 18/04 Contato: Clarissa (34) Muzambinho (MG) Data: 30/04 a 03/05 Contato: Francisco (35) Patos de Minas (MG) Contato: Ana Caroline (34) Curitiba (PR) Contato: Oswaldo - (41)

3 Cachoeira Paulista (SP) Data: 21/04 a 24/04 Contato: Diego (12) Cascavel (PR) Data: 23/04 a 25/04 Contato: Viviane (45) Presidente Castelo Branco (PR) Data: 08/04 a 11/04 Contato: Nayara - (44) Natal (RN) Data: 15/04 a 17/04 Contato: Jorge Motta - (84) Goiânia (GO) Contato: Hélio (62) Três Corações (MG) Data: 21/04 a 24/04 Contato: Camillo (35) Prudentópolis (PR) Data: 08/04 a 11/04 Contato: Itamar (42) Campo Grande (MS) Data: 07/04 a 11/04 Contato: Clemilson (67)

4 O conteúdo completo do curso capacitará o participante a realizar a inseminação artificial de maneira profissional. A programação inclui: anatomia e fisiologia do aparelho reprodutor da fêmea bovina; passo a passo da inseminação artificial; observação de cio em gado de leite e corte; manejo do botijão de sêmen; montagem do aplicador; descongelamento do sêmen, passagem do aplicador pela cérvix; visualização em DVD do processo de coleta e industrialização de sêmen; dentre outros. Além do melhoramento genético dos animais, também proporciona economia para criadores de leite e corte. Um touro bom (sem comprovação genética) custa no mínimo R$ 5 mil (normalmente bem mais) e emprenha até 30 vacas/ano. Para um rebanho de 300 vacas, são necessários 10 touros, resultando num gasto próximo de R$ 50 mil. Com a IA, o criador pode emprenhar as mesmas 300 vacas por cinco anos, por um custo total inferior a R$ 40 mil e com touros geneticamente comprovados que, sem dúvida, irão dar um retorno muito superior ao pecuarista. No final, a inseminação artificial custará em torno de 15% mais barata em relação à monta natural. Sobre a Alta A Alta possui hoje 17 centros de treinamento e oferece cursos a inseminadores desde É considerada uma das maiores e mais importantes centrais de distribuição do mundo - foi fundada no Brasil em maio de 1996, em Uberaba (MG) sob o comando de Heverardo Rezende de Carvalho. Composta por mais de 130 colaboradores em sua Matriz em Uberaba, e mais de 700 em todo o país, a Alta do Brasil está localizada na BR 050 km 164 -, num terreno de 110 hectares onde há mais de m2 de construção. Atualmente abriga 280 touros, mas sua capacidade irá aumentar mais de 20% ainda este ano. Para 2013, a perspectiva é crescer 14%, ultrapassando a casa de 70 milhões de faturamento. Informações à imprensa Lucia Nunes diretora e jornalista

5 Vanessa Dias assessora de imprensa Rafaela Mello auxiliar de comunicação (11) /

Pecuaristas investem em inseminação artificial para garantir produtividade do gado

Pecuaristas investem em inseminação artificial para garantir produtividade do gado Pecuaristas investem em inseminação artificial para garantir produtividade do gado Alta ministra cursos em vários Estados Brasileiros. São Paulo, 18 de agosto de 2015 De acordo com informações da FAO -

Leia mais

ALTA GENETICS BATE NOVO RECORDE COM 3 MILHÕES DE SÊMEN BOVINO VENDIDOS EM 2011

ALTA GENETICS BATE NOVO RECORDE COM 3 MILHÕES DE SÊMEN BOVINO VENDIDOS EM 2011 São Paulo, dezembro de 2011 ALTA GENETICS BATE NOVO RECORDE COM 3 MILHÕES DE SÊMEN BOVINO VENDIDOS EM 2011 Faturamento no Brasil deve crescer 20% em 2011, alcançando R$60milhões A Alta Genetics bate novo

Leia mais

Só vence nos negócios quem se preocupa com as pessoas

Só vence nos negócios quem se preocupa com as pessoas Só vence nos negócios quem se preocupa com as pessoas Dezoito anos à frente da maior empresa de inseminação Artificial Bovina do Brasil, Heverardo Rezende Carvalho conta o que teve que aprender para se

Leia mais

Programa Alta Gestação promove democratização da inseminação artificial em ovinos no Brasil

Programa Alta Gestação promove democratização da inseminação artificial em ovinos no Brasil Programa Alta Gestação promove democratização da inseminação artificial em ovinos no Brasil Parceria entre Alta Genetics, Pfizer e Sérgio Nadal promete acelerar os rebanhos comerciais do país. A carne

Leia mais

PROGRAMAS DE INSEMINAÇÃO ARTIFICIAL EM REBANHOS BOVINOS: ANÁLISE DOS GANHOS PARA OS PEQUENOS PRODUTORES

PROGRAMAS DE INSEMINAÇÃO ARTIFICIAL EM REBANHOS BOVINOS: ANÁLISE DOS GANHOS PARA OS PEQUENOS PRODUTORES PROGRAMAS DE INSEMINAÇÃO ARTIFICIAL EM REBANHOS BOVINOS: ANÁLISE DOS GANHOS PARA OS PEQUENOS PRODUTORES Rafael Herrera Alvarez Médico Veterinário, Doutor, Pesquisador Científico do Pólo Centro Sul/APTA

Leia mais

QUALIDADE VERDANA 2014

QUALIDADE VERDANA 2014 ano 2 MAIO 2014 EDIÇão 02 www.verdanaagropecuaria.com.br camapuã/ms INFORMATIVO Mais valor para você Editorial QUALIDADE VERDANA 2014 1 1 A QUALIDADE QUE FEZ A DIFERENÇA em 2013 ENCONTRO 2013 Vinte e seis

Leia mais

Programa Nelore Brasil e seu Impacto Econômico

Programa Nelore Brasil e seu Impacto Econômico Programa Nelore Brasil e seu Impacto Econômico II Congreso Ganadero Nacional CORFOGA 2008 Prof. Dr. Raysildo B. Lôbo ANCP, USP Crescimento da Pecuária de Corte Brasileira: produção de carne e abate 71,0%

Leia mais

DE CRIADOR PARA CRIADOR

DE CRIADOR PARA CRIADOR DE CRIADOR PARA CRIADOR No clima para a máxima produção com qualidade. Altitude e temperatura perfeitas. O resultado são rebanhos com máxima produção de sêmen com qualidade, para você vender sempre mais.

Leia mais

MELHORAMENTO GENÉTICO

MELHORAMENTO GENÉTICO MELHORAMENTO GENÉTICO Mudança do material hereditário do rebanho de forma a capacitá-lo para produzir leite, mais economicamente em um determinado ambiente. Genética é a ciência que estuda a variação e

Leia mais

INFORMATIVO MENSAL LAPBOV

INFORMATIVO MENSAL LAPBOV Com o mercado aquecido, agosto tem pouca variação O custo da produção na pecuária de corte aumentou no primeiro semestre deste ano, mais que em todo o ano de 2012. Com a alta do dólar, o cenário da exportação

Leia mais

Inseminação Artificial em Tempo Fixo em Vacas Leiteiras

Inseminação Artificial em Tempo Fixo em Vacas Leiteiras Inseminação Artificial em Tempo Fixo em Vacas Leiteiras Serviços em Pecuária de Leite Avaliação Ginecológica e Diagnóstico de Gestação com Aparelho de Ultrassonografia Exames Laboratoriais IATF Inseminação

Leia mais

Med. Vet. Avelino Murta avelino@biocampomg.com.br

Med. Vet. Avelino Murta avelino@biocampomg.com.br Med. Vet. Avelino Murta avelino@biocampomg.com.br QUEM SOMOS Localizada em Montes Claros, norte de Minas Gerais, a BIOCAMPO Assistência Veterinária foi fundada em 2010 e atua na área de Reprodução Bovina.

Leia mais

Manejo reprodutivo. Gustavo M. Chilitti Coordenador Técnico MT Intervet do Brasil Vet. Ltda.

Manejo reprodutivo. Gustavo M. Chilitti Coordenador Técnico MT Intervet do Brasil Vet. Ltda. Manejo reprodutivo Gustavo M. Chilitti Coordenador Técnico MT Intervet do Brasil Vet. Ltda. Para produzir é preciso reproduzir!!! Eficiência Reprodutiva Rebanho Bovino Brasileiro Vacas e novilhas > 24

Leia mais

NEWS BRASIL SEM FRONTEIRAS ABC & ANO IV N o 04 R$ 19,50

NEWS BRASIL SEM FRONTEIRAS ABC & ANO IV N o 04 R$ 19,50 ASSOCIAÇÃO 1 DORPER BRASIL SEM FRONTEIRAS NEWS ANO IV N o 04 R$ 19,50 9 771414 620009 0 2 ORGÃO OFICIAL DA ASSOCIAÇÃO ABC & DORPER B R A S I L BRASILEIRA DOS CRIADORES DE DORPER BIOTECNOLOGIAS REPRODUTIVAS

Leia mais

Quanto vale uma prenhez? How much does a pregnancy is worth? Prof. Dr. José Bento Sterman Ferraz

Quanto vale uma prenhez? How much does a pregnancy is worth? Prof. Dr. José Bento Sterman Ferraz Quanto vale uma prenhez? How much does a pregnancy is worth? Prof. Dr. José Bento Sterman Ferraz Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos da USP Núcleo de Apoio à Pesquisa em Melhoramento Animal,

Leia mais

EMATER PARANÁ CONDOMÍNIOS DE INSEMINAÇÃO ARTIFICIAL: UMA PROPOSTA DE MELHORAMENTO GENÉTICO EM BOVINOS DE LEITE NO MUNICÍPIO DE TOLEDO PR.

EMATER PARANÁ CONDOMÍNIOS DE INSEMINAÇÃO ARTIFICIAL: UMA PROPOSTA DE MELHORAMENTO GENÉTICO EM BOVINOS DE LEITE NO MUNICÍPIO DE TOLEDO PR. EMATER PARANÁ CONDOMÍNIOS DE INSEMINAÇÃO ARTIFICIAL: UMA PROPOSTA DE MELHORAMENTO GENÉTICO EM BOVINOS DE LEITE NO MUNICÍPIO DE TOLEDO PR. Gelson Hein Médico Veterinário Unidade Local de Toledo NOVEMBRO

Leia mais

O cruzamento do charolês com o zebu (indubrasil, guzerá ou nelore) dá origem ao CANCHIM. Rústico e precoce, produz carne de boa qualidade.

O cruzamento do charolês com o zebu (indubrasil, guzerá ou nelore) dá origem ao CANCHIM. Rústico e precoce, produz carne de boa qualidade. OUTUBRO 2006 Para chegar ao novo animal, os criadores contaram com a ajuda do superintendente do laboratório de inseminação artificial Sersia Brasil, Adriano Rúbio, idealizador da composição genética

Leia mais

CONHECENDO UMA CENTRAL DE INSEMINAÇÃO ARTIFICIAL

CONHECENDO UMA CENTRAL DE INSEMINAÇÃO ARTIFICIAL CONHECENDO UMA CENTRAL DE INSEMINAÇÃO ARTIFICIAL Entrevistado: Marcelo Brandi Vieira Mestre em Reprodução Animal Diretor Técnico da Progen Inseminação Artificial BI: Qual a importância da Inseminação Artificial

Leia mais

PLANO INSTRUCIONAL FORMAÇÃO PROFISSIONAL RURAL PARTICIPANTES

PLANO INSTRUCIONAL FORMAÇÃO PROFISSIONAL RURAL PARTICIPANTES PLANO INSTRUCIONAL FORMAÇÃO PROFISSIONAL RURAL Título da ação da FPR: Inseminação Artificial em Bovinos Linha de ação: Pecuária Área ocupacional: Pecuária de Grande Porte. Ocupação:.Trabalhador na Inseminação

Leia mais

Instruções e planilhas para o controle de produção visando o melhoramento genético na bovinocultura de corte de base familiar

Instruções e planilhas para o controle de produção visando o melhoramento genético na bovinocultura de corte de base familiar ISSN 0103-376X Setembro, 2006 Instruções e planilhas para o controle de produção visando o melhoramento genético na bovinocultura de corte de base familiar 57 Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária

Leia mais

Cadeia Produtiva do Leite. Médio Integrado em Agroindústria

Cadeia Produtiva do Leite. Médio Integrado em Agroindústria Médio Integrado em Agroindústria A importância da cadeia do leite A cadeia do leite e de seus derivados desempenha papel relevante no suprimento de alimentos e na geração de emprego e renda, se igualando

Leia mais

Cuidados essenciais para maior produtividade na criação de bovinos

Cuidados essenciais para maior produtividade na criação de bovinos ebook Avanza Cuidados essenciais para maior produtividade na criação de bovinos Sumário 01 02 03 04 05 Introdução - Aumente a produtividade da sua criação Fertilização In Vitro Transferência de Embriões

Leia mais

As exigências por parte do laticínio têm-se refletido nas organizações das

As exigências por parte do laticínio têm-se refletido nas organizações das 215 Foto 1: Imagem do curral situado no lote nº 15. A infra-estrutura existente não está adequada de acordo com as exigências que o laticínio tem solicitado aos produtores. A infra-estrutura de cobertura

Leia mais

Inseminação Artificial Aplicada ao Melhoramento Genético Animal

Inseminação Artificial Aplicada ao Melhoramento Genético Animal Inseminação Artificial Aplicada ao Melhoramento Genético Animal Equipe de pesquisadores MGA/ CNPGL: Maria Gabriela C.D. Peixoto Rui da Silva Verneque João Cláudio do Carmo Panetto Frank Ângelo Tomita Bruneli

Leia mais

Agenda Confira a programação do X Simpósio Brasileiro de Melhoramento Animal.

Agenda Confira a programação do X Simpósio Brasileiro de Melhoramento Animal. X Simpósio Brasileiro de Melhoramento Animal A ExpoGenética sediará este ano a décima edição do Simpósio Brasileiro de Melhoramento Animal. O evento abordará os avanços genéticos em diversas espécies,

Leia mais

PROGRAMAS DE IATF EM NOVILHAS ZEBUÍNAS

PROGRAMAS DE IATF EM NOVILHAS ZEBUÍNAS ANEXO TÉCNICO DO MANUAL DE SINCRONIZAÇÃO E INSEMINAÇÃO EM TEMPO FIXO EM BOVINOS PROGRAMAS DE IATF EM NOVILHAS ZEBUÍNAS Os protocolos de inseminação artificial em tempo fixo (IATF) são utilizados de forma

Leia mais

ANGUS: Fábio Schuler Medeiros. Médico Veterinário, D. Sc Gerente Nacional do Programa Carne Angus Certificada Associação Brasileira de Angus

ANGUS: Fábio Schuler Medeiros. Médico Veterinário, D. Sc Gerente Nacional do Programa Carne Angus Certificada Associação Brasileira de Angus ANGUS: Rentabilidade e mercado Fábio Schuler Medeiros Médico Veterinário, D. Sc Gerente Nacional do Programa Carne Angus Certificada Associação Brasileira de Angus Nossos Questionamentos... Como está a

Leia mais

Manual. do Produtor. de bezerro de corte

Manual. do Produtor. de bezerro de corte Manual do Produtor de bezerro de corte INTRODUÇÃO 02 A etapa de cria na cadeia produtiva da carne bovina é muito importante, e caracterizase como um período fundamental no processo de produção. As técnicas

Leia mais

estação de monta Escolha do Leitor

estação de monta Escolha do Leitor estação de monta Realmente existe importância na gestão da fazenda e benefício para o produtor que se utiliza do período reprodutivo? Luís Adriano Teixeira* 32 - ABRIL 2015 A Estação de monta (EM) período

Leia mais

UM NOVO FOCO NA GESTÃO DAS CENTRAIS DE INSEMINAÇÃO

UM NOVO FOCO NA GESTÃO DAS CENTRAIS DE INSEMINAÇÃO UM NOVO FOCO NA GESTÃO DAS CENTRAIS DE INSEMINAÇÃO No inicio da inseminação artificial (IA) no Brasil, em meados da década de 1970, os principais argumentos gerenciais dos técnicos e produtores para a

Leia mais

PROGRAMA DE FOMENTO AO CRUZAMENTO ANGUS MANUAL

PROGRAMA DE FOMENTO AO CRUZAMENTO ANGUS MANUAL PROGRAMA DE FOMENTO AO CRUZAMENTO ANGUS MANUAL 1. A RAÇA ABERDEEN ANGUS Originária da Escócia, a raça foi selecionada em função de suas características superiores de precocidade, fertilidade, rusticidade,

Leia mais

Palestras Scot Consultoria

Palestras Scot Consultoria Palestras Scot Consultoria índice palestras scot consultoria As melhores e mais fiéis informações de mercado vão até você temas 3 pecuária de corte e seus derivados temas 5 pecuária de leite e derivados

Leia mais

http://www.emater.mg.gov.br/site_emater/serv_prod/livraria/pecuaria/inseminacao.ht...

http://www.emater.mg.gov.br/site_emater/serv_prod/livraria/pecuaria/inseminacao.ht... Página 1 de 6 Pecuária Inseminação Artificial em Bovinos Nome Inseminação Artificial em Bovinos Produto Informação Tecnológica Data Agosto - 2000 Preço - Linha Pecuária Informações resumidas sobre Resenha

Leia mais

Ano V - Edição 34 Agosto 2014

Ano V - Edição 34 Agosto 2014 da pecuária de leite Ano V - Edição 34 Agosto 2014 PODER DE COMPRA AUMENTA NO PRIMEIRO SEMESTRE DE 2014 Por Pedro de Lima, equipe Gado de Leite Cepea O poder de compra do pecuarista de leite esteve maior,

Leia mais

Características dos Touros Senepol. Benefício ao Criador Invernista Confinador. Senepol SL

Características dos Touros Senepol. Benefício ao Criador Invernista Confinador. Senepol SL Senepol SL Programa SLde Melhoramento Estância Santa Luzia SENEPOL Benefícios dos Touros Senepol Santa Luzia Venda permanente Reprodutores & Doadoras Qualidade diferenciada a preço justo Na condução, Pedro

Leia mais

Programa Estadual de Controle e Erradicação da Tuberculose e Brucelose Bovídea - PROCETUBE

Programa Estadual de Controle e Erradicação da Tuberculose e Brucelose Bovídea - PROCETUBE Estado do Rio Grande do Sul Secretaria da Agricultura, Pecuária e Agronegócio Departamento de Defesa Agropecuária Divisão de Defesa Sanitária Animal Programa Estadual de Controle e Erradicação da Tuberculose

Leia mais

ZAP Zambezia Agro Pecuaria Lda - Mozambique DESENVOLVIMENTO DE GADO LEITEIRO GIROLANDA FERTILIZACAO IN VITRO IVF

ZAP Zambezia Agro Pecuaria Lda - Mozambique DESENVOLVIMENTO DE GADO LEITEIRO GIROLANDA FERTILIZACAO IN VITRO IVF 1 ZAP Zambezia Agro Pecuaria Lda - Mozambique DESENVOLVIMENTO DE GADO LEITEIRO GIROLANDA FERTILIZACAO IN VITRO IVF 2 Capitulo 1 - Parceiros e Principal Fornecedor. Parceiros do projeto In Vitro Brasil

Leia mais

Realização: PROGRAMA DO CURSO Gestão da Pecuária de Corte Marabá, PA

Realização: PROGRAMA DO CURSO Gestão da Pecuária de Corte Marabá, PA Realização: PROGRAMA DO CURSO Gestão da Pecuária de Corte Marabá, PA Parceria: Programa do curso Gestão da Pecuária de Corte Marabá, PA O curso Gestão da Pecuária de Corte oferece ao participante conhecimento

Leia mais

INTRODUÇÃO A etapa de cria na cadeia produtiva da carne bovina é muito importante, e caracteriza-se como um período fundamental no processo de

INTRODUÇÃO A etapa de cria na cadeia produtiva da carne bovina é muito importante, e caracteriza-se como um período fundamental no processo de d e b e z e r r o d e c o r t e INTRODUÇÃO A etapa de cria na cadeia produtiva da carne bovina é muito importante, e caracteriza-se como um período fundamental no processo de produção. As técnicas utilizadas

Leia mais

O impacto do touro no rebanho de cria

O impacto do touro no rebanho de cria Algumas contas simples podem constatar que o touro de cria é um fator de produção de extrema relevância A realidade de mercado atual exige do pecuarista competência para se manter no negócio, e visão estratégica

Leia mais

INDEX ASBIA MERCADO 2014

INDEX ASBIA MERCADO 2014 INDEX ASBIA MERCADO 2014 INDEX ASBIA Mercado de sêmen 2014. O relatório do INDEX ASBIA 2014 representa aproximadamente 92% do mercado de sêmen no Brasil, incluindo as raças de corte e leite e é composto

Leia mais

A PRODUCAO LEITEIRA NOS

A PRODUCAO LEITEIRA NOS A PRODUCAO LEITEIRA NOS ESTADOS UNIDOS Estatisticas A produção leiteira durante Janeiro de 2012 superou os 7 bilhões de kg, 3.7% acima de Janeiro de 2011. A produção por vaca foi em media 842 kg em Janeiro,

Leia mais

Precocidade Sexual e a Inseminação Artificial em Tempo Fixo

Precocidade Sexual e a Inseminação Artificial em Tempo Fixo 4º Workshop Precocidade Sexual. Precocidade Sexual e a Inseminação Artificial em Tempo Fixo José Luiz Moraes Vasconcelos DPA FMVZ UNESP Botucatu, SP vasconcelos@fca.unesp.br Precocidade em novilhas Nelore

Leia mais

Pressão de Seleção. Touros Jovens CEIP (20%) Machos avaliados (100%)

Pressão de Seleção. Touros Jovens CEIP (20%) Machos avaliados (100%) O Qualitas Programa de melhoramento genético da raça Nelore Reconhecido, aprovado e auditado pelo Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (MAPA) Autorizado a emitir o CEIP a partir de 2002 O

Leia mais

ATUAL SITUAÇÃO DA PECUÁRIA DE CORTE NO BRASIL

ATUAL SITUAÇÃO DA PECUÁRIA DE CORTE NO BRASIL ATUAL SITUAÇÃO DA PECUÁRIA DE CORTE NO BRASIL Empresa Júnior de Nutrição de Ruminantes NUTRIR FCA-UNESP-FMVZ INTRODUÇÃO CONCEITOS BÁSICOS CENÁRIO DADOS MERCADO DO BOI CONSIDERAÇÕES FINAIS CONCEITOS BÁSICOS

Leia mais

INFORMATIVO. Cruzamento Industrial e suas vantagens Pág. 5

INFORMATIVO. Cruzamento Industrial e suas vantagens Pág. 5 INFORMATIVO Bauru, 21 de março 2008 nº 012 Saiba como aumentar a fertilidade em seu rebanho Pág. 2 O Informativo NOBRE desse mês, trás uma série de informações para seus leitores,sobretudo para quem deseja

Leia mais

primeiro índice de cruzamento industrial projetado para o brasil

primeiro índice de cruzamento industrial projetado para o brasil primeiro índice de cruzamento industrial projetado para o brasil o índice para guiar suas melhores decisões! O QUE É O BCBI? Desenvolvido com o suporte técnico do Geneticista Senior da L`Alliance Boviteq,

Leia mais

Conheça a primeira central de inseminação do mundo.

Conheça a primeira central de inseminação do mundo. Conheça a primeira central de inseminação do mundo. A primeira central de inseminação do mundo nasceu nos Estados Unidos e veste verde e amarelo há mais de 40 anos. A C.R.I. Genética é uma cooperativa

Leia mais

Planejar e agir MELHOR NÃO CONTAR COM A SORTE

Planejar e agir MELHOR NÃO CONTAR COM A SORTE Planejar e agir 2013 MELHOR NÃO CONTAR COM A SORTE Planejar e agir 2013 A pecuária brasileira passa por um cenário animador por conta do aumento da demanda pela carne bovina. A disponibilidade de terras

Leia mais

DO OUTRO, O AGRONEGÓCIO PRODUZ UM PAÍS CADA VEZ MAIS FORTE.

DO OUTRO, O AGRONEGÓCIO PRODUZ UM PAÍS CADA VEZ MAIS FORTE. PRODUTOR RURAL: fale com o gerente do seu banco e saiba como ter acesso aos créditos e benefícios do Plano Agrícola e Pecuário 2014/2015. DO OUTRO, O AGRONEGÓCIO PRODUZ UM PAÍS CADA VEZ MAIS FORTE. Para

Leia mais

CLIPPING De 19 de fevereiro de 2015

CLIPPING De 19 de fevereiro de 2015 CLIPPING De 19 de fevereiro de 2015 VEÍCULO EDITORIA Negógios: Fernando Castilho DATA 11/02/2015 Codevasf estuda ampliar experiência com camarão marinho em viveiros A experiência da Companhia de Desenvolvimento

Leia mais

Alta do dólar reforça aumento dos custos de produção

Alta do dólar reforça aumento dos custos de produção Alta do dólar reforça aumento dos custos de produção Por Prof. Dr. Sergio De Zen e Graziela Correr; Equipe Pecuária de Corte Se, de um lado, a forte alta do dólar frente ao Real tem contribuído para elevar

Leia mais

MANEJO REPRODUTIVO DE CAPRINOS E OVINOS

MANEJO REPRODUTIVO DE CAPRINOS E OVINOS MANEJO REPRODUTIVO DE CAPRINOS E OVINOS Prof. Dr. Jurandir Ferreira da Cruz Eng. Agr. Rita de Cássia Nunes Ferraz Introdução A eficiência da produção de um rebanho está diretamente relacionada com o número

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DE UM BOM PROJETO NA PECUÁRIA DE CORTE. A idéia de projeto, em qualquer atividade econômica é bastante elástica. Em geral um projeto é

A IMPORTÂNCIA DE UM BOM PROJETO NA PECUÁRIA DE CORTE. A idéia de projeto, em qualquer atividade econômica é bastante elástica. Em geral um projeto é A IMPORTÂNCIA DE UM BOM PROJETO NA PECUÁRIA DE CORTE. A idéia de projeto, em qualquer atividade econômica é bastante elástica. Em geral um projeto é resultado de um estudo minucioso do ambiente onde se

Leia mais

AVALIAÇÕES DE OBJETIVOS ECONÔMICOS PARA GADO DE LEITE, DE CORTE E DE DUPLA APTIDÃO NO BRASIL. Anibal Eugênio Vercesi Filho, Fernando Enrique Madalena

AVALIAÇÕES DE OBJETIVOS ECONÔMICOS PARA GADO DE LEITE, DE CORTE E DE DUPLA APTIDÃO NO BRASIL. Anibal Eugênio Vercesi Filho, Fernando Enrique Madalena AVALIAÇÕES DE OBJETIVOS ECONÔMICOS PARA GADO DE LEITE, DE CORTE E DE DUPLA APTIDÃO NO BRASIL Anibal Eugênio Vercesi Filho, Fernando Enrique Madalena Departamento de Zootecnia, Escola de Veterinária da

Leia mais

INFORMATIVO MENSAL LAPBOV

INFORMATIVO MENSAL LAPBOV Cenário positivo para a pecuária Paranaense. Com pequena participação nas exportações brasileiras de carne bovina, o Paraná vem registrando aumento nas vendas externas acima do crescimento médio nacional,

Leia mais

estratégias para melhorar seu rebanho

estratégias para melhorar seu rebanho Texto adaptado pela CRI Genética Brasil Fonte: Associação Americana de Angus CRI Genética Brasil estratégias para melhorar seu rebanho O que é Relatório de Avaliação de Touro? A Associação Americana de

Leia mais

CETAM - Centro de Formação de Agricultores de Montenegro

CETAM - Centro de Formação de Agricultores de Montenegro CETAM - Centro de Formação de Agricultores de Montenegro O Centro de Formação de Agricultores de Montenegro - CETAM está localizado no bairro Zootecnia em Montenegro. Em atividade desde 1998, encontra-se

Leia mais

A utilização da vaca F1: visão da EMATER-MG INTRODUÇÃO

A utilização da vaca F1: visão da EMATER-MG INTRODUÇÃO A utilização da vaca F1: visão da EMATER-MG 1Elmer Ferreira Luiz de Almeida; 2José Alberto de Àvila Pires 1 Coordenador Técnico Bovinocultura de Leite da EMATER-MG 2Coordenador Técnico Bovinocultura de

Leia mais

Fazenda São Francisco São Francisco de Paula-RS Proprietário: José Lauri Moreira de Lucena

Fazenda São Francisco São Francisco de Paula-RS Proprietário: José Lauri Moreira de Lucena Fazenda São Francisco São Francisco de Paula-RS Proprietário: José Lauri Moreira de Lucena Área total: 354 ha Área pastoril: 330 ha Sistema de produção: Cria de Bovinos Histórico 1982 Início da propriedade

Leia mais

José Ferreira Pankowski

José Ferreira Pankowski José Ferreira Pankowski O conselheiro técnico da Associação dos Criadores de Nelore de Mato Grosso, José Ferreira Pankowski, é o entrevistado da semana do site da Nelore MT. Ele fala sobre o desenvolvimento

Leia mais

INDÚSTRIA DE ALIMENTAÇÃO ANIMAL

INDÚSTRIA DE ALIMENTAÇÃO ANIMAL INDÚSTRIA DE ALIMENTAÇÃO ANIMAL Em 2011: Registrou incremento de 5,2% Em 2011, o setor cresceu 5,2%, movimentou R$ 40 bilhões em insumos e produziu 64,5 milhões de toneladas de ração e 2,35milhões de suplementos

Leia mais

Agronegócio no Brasil e em Mato Grosso

Agronegócio no Brasil e em Mato Grosso Agronegócio no Brasil e em Mato Grosso Índice 1 - Agronegócio no Brasil e em Mato Grosso 1.1 Agronegócio Soja 1.2 Agronegócio Milho 1.3 Agronegócio Algodão 1.4 Agronegócio Boi 2 Competitividade 2.1 Logística

Leia mais

Rentabilidade das propriedades de recria-engorda de MT cai em 2015

Rentabilidade das propriedades de recria-engorda de MT cai em 2015 Rentabilidade das propriedades de recria-engorda de MT cai em 2015 Por Prof. Dr. Sergio De Zen e Graziela Correr; Equipe Pecuária de Corte A rentabilidade em propriedades típicas de recria-engorda do estado

Leia mais

SINCRONIZAÇÃO DE OVULAÇÃO COMO ESTRATÉGIA PARA AUMENTAR A EFICIÊNCIA REPRODUTIVA DE FÊMEAS BOVINAS, EM LARGA ESCALA

SINCRONIZAÇÃO DE OVULAÇÃO COMO ESTRATÉGIA PARA AUMENTAR A EFICIÊNCIA REPRODUTIVA DE FÊMEAS BOVINAS, EM LARGA ESCALA SINCRONIZAÇÃO DE OVULAÇÃO COMO ESTRATÉGIA PARA AUMENTAR A EFICIÊNCIA REPRODUTIVA DE FÊMEAS BOVINAS, EM LARGA ESCALA José Luiz Moraes Vasconcelos e Mauro Meneghetti DPA FMVZ UNESP, Botucatu, SP vasconcelos@fca.unesp.br

Leia mais

2013-2013 Curso de curta duração em Inseminação Artificial em Bovinocultura. Fazenda Paraíso, FAZENDA PARAÍSO, Brasil

2013-2013 Curso de curta duração em Inseminação Artificial em Bovinocultura. Fazenda Paraíso, FAZENDA PARAÍSO, Brasil CURRICULUM VITAE JULIO RAMOS REIS Endereço: Rua Iraci, 712, Boa Esperança Patrocínio - MG CEP: 38740-000 Telefones: (34) 9178-4616 / (34) 9903-1156 E-mail: julioramosreis@gmail.com Dados pessoais Filiação

Leia mais

Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Assessoria de Gestão Estratégica. Plano Mais Pecuária

Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Assessoria de Gestão Estratégica. Plano Mais Pecuária Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Assessoria de Gestão Estratégica Plano Mais Pecuária Brasília 2014 2014 Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Todos os direitos reservados.

Leia mais

RECURSO DIDÁTICO ALTERNATIVO PARA AULAS PRÁTICAS DE MEDICINA VETERINÁRIA: FISIOPATOLOGIA DA REPRODUÇÃO E OBSTETRÍCIA

RECURSO DIDÁTICO ALTERNATIVO PARA AULAS PRÁTICAS DE MEDICINA VETERINÁRIA: FISIOPATOLOGIA DA REPRODUÇÃO E OBSTETRÍCIA RECURSO DIDÁTICO ALTERNATIVO PARA AULAS PRÁTICAS DE MEDICINA VETERINÁRIA: FISIOPATOLOGIA DA REPRODUÇÃO E OBSTETRÍCIA Matter, Fabiano de Lima¹; Lenoch, Robert²; Milczewski, Viviane³; Oliveira Júnior, Juahil

Leia mais

O Emprego da Inseminação Artificial nas Ovelhas

O Emprego da Inseminação Artificial nas Ovelhas ISSN 0100-8625 O Emprego da Inseminação Artificial nas Ovelhas 25 Bagé, RS Junho, 2002 Autor José Carlos Ferrugem Moraes Méd. Vet., Dr., Pesquisador da Embrapa Pecuária Sul, Caixa Postal 242, Bagé, RS,

Leia mais

EMPREGO DE IATF (INSEMINAÇÃO ARTIFICIAL EM TEMPO FIXO) COMO ALTERNATIVA NA REPRODUÇÃO DA PECUÁRIA DE CORTE

EMPREGO DE IATF (INSEMINAÇÃO ARTIFICIAL EM TEMPO FIXO) COMO ALTERNATIVA NA REPRODUÇÃO DA PECUÁRIA DE CORTE EMPREGO DE IATF (INSEMINAÇÃO ARTIFICIAL EM TEMPO FIXO) COMO ALTERNATIVA NA REPRODUÇÃO DA PECUÁRIA DE CORTE INFORZATO, Guilherme Repas SANTOS, William Ribeiro Martins dos CLIMENI, Bruno Santi Orsi DELLALIBERA,

Leia mais

INSEMINAÇÃO ARTIFICIAL EM TEMPO FIXO

INSEMINAÇÃO ARTIFICIAL EM TEMPO FIXO Universidade Federal do Ceará INSEMINAÇÃO ARTIFICIAL EM TEMPO FIXO Doutorando: MV Msc Rodrigo Vasconcelos de Oliveira Introdução Bovinocultura=> + eficiência reprodutiva Limitações: Anestro pós-parto longo

Leia mais

Produção de F1 pelas fazendas Calciolândia e Colonial

Produção de F1 pelas fazendas Calciolândia e Colonial Produção de F1 pelas fazendas Calciolândia e Colonial Ronaldo Lazzarini Santiago 1 INTRODUÇÃO As fazendas Calciolândia e Colonial, de Gabriel Donato de Andrade, sempre foram a referência na seleção do

Leia mais

da AgroZurita, de Ivan Zurita, que comprou, de "porteira fechada",aestampacedrodenelore.

da AgroZurita, de Ivan Zurita, que comprou, de porteira fechada,aestampacedrodenelore. da AgroZurita, de Ivan Zurita, que comprou, de "porteira fechada",aestampacedrodenelore. Os marcadores moleculares são considerados por unanimidade um marco no desenvolvimento da pecuária nacional. José

Leia mais

Informativo Técnico. Tome cuidado, seu tratamento contra o carrapato pode estar falhando!

Informativo Técnico. Tome cuidado, seu tratamento contra o carrapato pode estar falhando! Informativo Técnico Informativo Técnico N 01/Ano 01 abril de 2010 Tome cuidado, seu tratamento contra o carrapato pode estar falhando! Ivo Kohek Jr.* O carrapato do bovino (Boophilus microplus) passa a

Leia mais

PROGRAMA DE MELHORAMENTO GENÉTICO DE ZEBUÍNOS - PMGZ

PROGRAMA DE MELHORAMENTO GENÉTICO DE ZEBUÍNOS - PMGZ PROGRAMA DE MELHORAMENTO GENÉTICO DE ZEBUÍNOS - PMGZ Avaliação Genética - Gado de Corte As avaliações genéticas das Raças Zebuínas de Corte são desenvolvidas pela ABCZ em convênio com a Embrapa. Com base

Leia mais

Perspectivas de Mercado

Perspectivas de Mercado Perspectivas de Mercado Estratégico Nível Gestão Gerencial Nível Caixa Nível Operacional Pecuária Custos de Corte Tecnologia do uso da informa ção Alcides Torres Insumos Bens de Fabiano R. Tito Rosa Scot

Leia mais

Evoluir é democratizar o conhecimento. Melhoramento genético: investimento com retorno garantido

Evoluir é democratizar o conhecimento. Melhoramento genético: investimento com retorno garantido Evoluir é democratizar o conhecimento Uma das características mais marcantes do ser humano é a de registrar o conhecimento. Isso nos diferenciou e proporcionou nossa rápida evolução em relação a outras

Leia mais

PROGRAMA REFERENCIAL DE QUALIDADE ORGANIZAÇÃO E GESTÃO DA PECUÁRIA BOVINA DE MINAS GERAIS. Hélio Machado. Introdução

PROGRAMA REFERENCIAL DE QUALIDADE ORGANIZAÇÃO E GESTÃO DA PECUÁRIA BOVINA DE MINAS GERAIS. Hélio Machado. Introdução Capítulo 34 Gestão da pecuária bovina de Minas Gerais PROGRAMA REFERENCIAL DE QUALIDADE ORGANIZAÇÃO E GESTÃO DA PECUÁRIA BOVINA DE MINAS GERAIS Hélio Machado Introdução Minas Gerais tem uma área de 58

Leia mais

Avaliação de Carcaça por Ultrassom e sua Aplicação Prática.

Avaliação de Carcaça por Ultrassom e sua Aplicação Prática. ISSN 1983-0475 Avaliação de Carcaça por Ultrassom e sua Aplicação Prática. Qual é a Importância desta Tecnologia para o Produtor. 48 O Circular Técnica Bagé, RS Agosto, 015 Autores Marcos Jun-Iti Yokoo

Leia mais

Selecionando para Melhorar as Carcaças do Gado de Corte:

Selecionando para Melhorar as Carcaças do Gado de Corte: Selecionando para Melhorar as Carcaças do Gado de Corte: Leonardo Campos 1 e Gabriel Campos 2 O professor e pesquisador norte-americano R.A. Bob Long, colunista da revista Angus Journal e autor do Sistema

Leia mais

Diferenças entre Benzoato e Cipionato de Estradiol na indução da ovulação em programas de IATF em fêmeas bovinas

Diferenças entre Benzoato e Cipionato de Estradiol na indução da ovulação em programas de IATF em fêmeas bovinas Diferenças entre Benzoato e Cipionato de Estradiol na indução da ovulação em programas de IATF em fêmeas bovinas Um dos diferenciais da Tecnopec é desenvolver e apoiar pesquisas visando obter protocolos

Leia mais

INSTITUTO AGRONÔMICO DE PERNAMBUCO ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO CLIPPING ELETRÔNICO

INSTITUTO AGRONÔMICO DE PERNAMBUCO ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO CLIPPING ELETRÔNICO INSTITUTO AGRONÔMICO DE PERNAMBUCO ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO CLIPPING ELETRÔNICO De 06 de outubro de 2014 TECNOLOGIA GENÉTICA ACESSÍVEL PECUÁRIA Laboratório fará transferência de embriões de animais de

Leia mais

PLANO DE CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA DO PRONATEC

PLANO DE CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA DO PRONATEC PLANO DE CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA DO PRONATEC Dados da Instituição Razão Social Esfera Administrativa Site de Instituição e do Programa Universidade Federal de Viçosa - Campus UFV Florestal

Leia mais

FAZENDA EXEMPLO / PROPRIETÁRIO EXEMPLO Estação: ESTACAO 2014/2015

FAZENDA EXEMPLO / PROPRIETÁRIO EXEMPLO Estação: ESTACAO 2014/2015 Tabela 01 - Taxa de Gestação ao final da estação de monta Lote Qtd. Animais Diag. Prenhas (%) Gestação Sem DG LOTE 01 J MULTIPARAS 09 100 100 89 89.00 0 LOTE 02 J MULTIPARAS 09 132 130 116 89.23 2 LOTE

Leia mais

INTERPRETAÇÃO DAS PROVAS DE REPRODUTORES LEITEIROS

INTERPRETAÇÃO DAS PROVAS DE REPRODUTORES LEITEIROS AZ042 Bovinocultura de Leite Aula 14 INTERPRETAÇÃO DAS PROVAS DE REPRODUTORES LEITEIROS Prof. Rodrigo de Almeida Entendendo as Provas de Touros Canadenses Informações de Produção Provas de produção Baseado

Leia mais

O MANEJO SANITÁRIO E SUA IMPORTÂNCIA NO NOVO CONTEXTO DO AGRONEGÓCIO DA PRODUÇÃO DE PECUÁRIA DE CORTE

O MANEJO SANITÁRIO E SUA IMPORTÂNCIA NO NOVO CONTEXTO DO AGRONEGÓCIO DA PRODUÇÃO DE PECUÁRIA DE CORTE O MANEJO SANITÁRIO E SUA IMPORTÂNCIA NO NOVO CONTEXTO DO AGRONEGÓCIO DA PRODUÇÃO DE PECUÁRIA DE CORTE Guilherme Augusto Vieira, MV, MSc gavet@uol.com.br 1 Danilo Gusmão de Quadros, Eng.Agro,DSc - uneb_neppa@yahoo.com.br

Leia mais

Coleta e Análise de Dados

Coleta e Análise de Dados Uma ferramenta para melhorar os resultados no campo Renato Pavan Anderlini Médico Veterinário Mestrado UNESP Botucatu Cel: (11) 986 770 089 renato.pavan@multbovinos.com.br BeefExpo 2015 O que são dados?

Leia mais

Agronegócio no Brasil e em Mato Grosso

Agronegócio no Brasil e em Mato Grosso Agronegócio no Brasil e em Mato Grosso Índice 1 - Conceito de Agronegócio e a atuação do Imea 2 - Agronegócio no Brasil e em Mato Grosso 2.1 Agronegócio Soja 2.2 Agronegócio Milho 2.3 Agronegócio Algodão

Leia mais

MANEJO REPRODUTIVO NOVILHAS. David R. Rocha

MANEJO REPRODUTIVO NOVILHAS. David R. Rocha MANEJO REPRODUTIVO NOVILHAS David R. Rocha Manejo reprodutivode de novilhas NOS SISTEMAS DE PRODUÇÃO DE LEITE:??? venda, engorda, reprodutor, rufião, etc. CRIA E RECRIA Manejo reprodutivode de novilhas

Leia mais

Programas de Melhoramento Genético da ANCP. Prof. Raysildo B. Lôbo USP, ANCP

Programas de Melhoramento Genético da ANCP. Prof. Raysildo B. Lôbo USP, ANCP Programas de Melhoramento Genético da ANCP Prof. Raysildo B. Lôbo USP, ANCP Política da Qualidade: Atender, com eficiência e eficácia ao cliente. Missão: Aumentar a produtividade da pecuária de corte por

Leia mais

MATÉRIA DE CAPA. Fábrica de BEZERR. Em dez anos, IATF cresce 40 vezes no Paíse a eficiência pode melhorar ainda mais. Luiz H.

MATÉRIA DE CAPA. Fábrica de BEZERR. Em dez anos, IATF cresce 40 vezes no Paíse a eficiência pode melhorar ainda mais. Luiz H. ~. ~ MATÉRIA DE CAPA Fábrica de BEZERR Em dez anos, IATF cresce 40 vezes no Paíse a eficiência pode melhorar ainda mais Luiz H. Pitombo No ano passado, 8 milhões de fêmeas bovinas, 75% delas das raças

Leia mais

VALORIZAÇÃO DO BEZERRO ATRAI ATENÇÃO PARA A CRIA

VALORIZAÇÃO DO BEZERRO ATRAI ATENÇÃO PARA A CRIA Ano 6 - Edição 25 Agosto 2014 VALORIZAÇÃO DO BEZERRO ATRAI ATENÇÃO PARA A CRIA Por Prof. Dr. Sergio De Zen, Pesquisador; Equipe Pecuária de Corte As cotações praticadas em todos os elos da cadeia pecuária

Leia mais

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO PROFISSIONAL. Plano de Trabalho Docente 2014

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO PROFISSIONAL. Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO PROFISSIONAL Plano de Trabalho Docente 2014 Etec Dr. José Luiz Viana Coutinho Código: 073 Município: Jales Eio Tecnológico: Recursos Naturais Habilitação Profissional:

Leia mais

Mestiçagem das vacas e rentabilidade da produção de leite 1

Mestiçagem das vacas e rentabilidade da produção de leite 1 Mestiçagem das vacas e rentabilidade da produção de leite 1 Sebastião Teixeira Gomes 2 Estima-se que 80% das vacas ordenhadas, no Brasil, são mestiças de raças européias e zebuínas. Dentre as européias,

Leia mais

Mercado do Boi Gordo

Mercado do Boi Gordo Mercado do Boi Gordo Perspectivas para os próximos anos SIC Esteio - RS Agosto 2006 Fabiano R. Tito Rosa Scot Consultoria Índice 1. Brasil: país pecuário 2. Comportamento dos preços internos 3. Perspectivas

Leia mais