O DESENVOLVIMENTO DE APLICAÇÕES TECNOLÓGICAS E O SEU CONTRIBUTO PARA A SUSTENTABILIDADE AMBIENTAL NOPAPER GISMATMOBILE-ANNEX 56- MORECONNECT

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "O DESENVOLVIMENTO DE APLICAÇÕES TECNOLÓGICAS E O SEU CONTRIBUTO PARA A SUSTENTABILIDADE AMBIENTAL NOPAPER GISMATMOBILE-ANNEX 56- MORECONNECT"

Transcrição

1 O DESENVOLVIMENTO DE APLICAÇÕES TECNOLÓGICAS E O SEU CONTRIBUTO PARA A SUSTENTABILIDADE AMBIENTAL NOPAPER GISMATMOBILE-ANNEX 56- MORECONNECT QUALIDADE AMBIENTAL Daniel Couto Presidente do Conselho de Administração da Gaiurb

2 VANTAGENS DE UM DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO INTEGRADO Menores tempos de deslocação e menos emissão de CO2 na utilização de transportes Uma cidade inteligente potencia o desenvolvimento de ações de melhoria continua Melhor gestão de equipamentos Menores consumos energéticos Economia de recursos Economia de custos Benefícios Ambientais Melhor qualidade de vida das populações

3 ÁREAS DE ATUAÇÃO NO DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO Desenvolvimento sustentável Mobilidade Modernização administrativa Eficiência Energética Investigação / Inovação

4 Modernização administrativa NoPaper Geoportal Gismat Mobile Investigação Annex 56 MoreConnect UrbAct Mobilidade Citygaia Mobi.e Muppis Desenvolvimento sustentável Plano estratégico Regeneração Urbana Agenda 21 Eficiência Energética Pacto de Autarcas Iluminação pública eficiente Reabilitação energética de edifícios Observatório Sustentabilidade Desenvolvimento imaterial Observatório Social Atendimento integrado Reabilitar para incluir + Gaia + inclusiva

5 Modernização administrativa NoPaper Geoportal Gismat Mobile Edoc CMG gismatmobile

6 O projeto NOPAPER apresenta-se como uma iniciativa absolutamente transversal de desmaterialização de processos de obras particulares. Envolvimento dos cidadãos, os técnicos, entidades externas, a GAIURB e o Município de Vila Nova de Gaia. Baseando-se numa elevada componente tecnológica, pela natureza do objeto em tratamento é essencialmente um projeto de requalificação humana, de reorganização de serviços, de alteração de procedimentos e representa um processo altamente desafiante do ponto de vista a coordenação de múltiplos ambientes, intervenientes e sistemas.

7 FASEAMENTO DO PROJETO Do ponto de vista tecnológico, e do ponto de vista do processo de inovação, os maiores desafios foram oferecidos pela necessidade de garantir dois dos grandes objetivos da primeira fase do projeto, muito focada na relação com o exterior e na área da gestão urbanística: 1ª FASE 1. Garantir aos requerentes e técnicos autores meios intuitivos e eficientes de construção e entrega do pedido em formato digital; 2. Garantir uma experiência eficiente na análise dos processos de obras particulares apresentados em formato digital. 2ª FASE 1. Desmaterialização interna de todos os procedimentos.

8 RESULTADOS Evolução da entrega de processos em formato digital

9 RESULTADOS Até o mês de Maio de 2015, verifica-se que o serviço foi utilizado por 2058 requerentes distintos (572 técnicos distintos), num total de 6195 pedidos, numa média de 3 pedidos por requerente. Destes, só considerando o canal web, resultam 189 técnicos ou requerentes para um total de 2364 pedidos, numa média de utilização de 12,5 pedidos por utilizador.; Se forem considerados os novos processos de obras particulares, verifica-se que a entrega em digital atingiu os 100% em Agosto de 2014, mantendo-se a esse nível até à data atual. Tendo em consideração que o objetivo maior centra-se nos novos pedidos que dão entrada na empresa, os objetivos foram atingidos em pleno; A Gaiurb EM foi ainda distinguida com o prémio Smart Projet for Smart Cities, que pretende destacar e divulgar iniciativas e projetos inovadores devenvolvidos pelas Autarquias Portuguesas.

10 IMPACTOS DO PROJETO Quantidade de papel evitado e custos com impressão Deslocações evitadas (2500 pedidos pelo canal web) Flexibilidade horária no envio de pedidos digitais Aumento de rapidez interna na tramitação dos pedidos Diminuição do tempo para consulta de entidades externas Acesso simultâneo de diferentes serviços aos processos Rápido, simples, eficiente e económico

11 PRÓXIMOS PASSOS Na componente de relação com o exterior: Introdução de melhoria das ferramentas disponíveis para os técnicos e requerentes, nomeadamente ao nível do construtor de processos digitais e da plataforma de consulta e entrega de pedidos. Os procedimentos de entrega em digital serão expandidos de obras particulares para as restantes áreas de intervenção da organização; Na componente interna: Os trabalhos em curso permitirão que todos os procedimentos internos sejam executados de forma desmaterializada, através da utilização de fluxos de trabalho definidos para cada procedimento. As ferramentas já em utilização, nomeadamente visualizador de processos digitais, serão incluídas ferramentas avançadas de gestão destes documentos, nomeadamente automatização do processo de certificação digital de projetos de arquitetura aprovados e exportação de documentos.

12 Modernização administrativa NoPaper Geoportal Gismat Mobile Edoc CMG gismatmobile

13 GISMAT MOBILE - OBJETIVOS Permitir ao executivo municipal, direções municipais, chefias e técnicos municipais, o acesso a informação em tempo real de processos de gestão autárquica em interface móvel. Permitir a localização automática por GPS do utilizador e disponibilizar informação cartográfica e do Plano Diretor Municipal. Interface simples, intuitivo e com total integração com os sistemas SIG e de gestão documental do município. Registar ocorrências em campo para posterior análise. Aplicação sem custos para o utilizador. Desenvolvimento em tecnologias open-source.

14 O sistema é automático com sincronismos de informação em tempo real entre o servidor web e os serviços internos de SIG/GISMAT e SIGMA. INFORMAÇÃO GEOGRÁFICA GESTÃO DOCUMENTAL sigma

15 Menu permite a configuração personalizada do interface, assim como a visualização do zonamento PDM e Ortofotomapas. Consulta Processos de Obras, Publicidade, Fiscalização e Obras Municipais. Localização GPS do utilizador Início de sessão da aplicação mobile Registar um novo evento Obras Particulares Publicidade Fiscalização Obras Municipais

16 Registo de um novo evento / ocorrência. Com upload de fotografia.

17 Eficiência Energética Pacto de Autarcas Iluminação pública eficiente Reabilitação energética de edifícios Observatório Sustentabilidade

18 Investigação Annex 56 MoreConnect UrbAct IEA EBC Annex 56 Cost Effective Energy and Carbon Emissions Optimization in Building Renovation Prefabricated, multifunctional renovation elements for the total building envelope (façade and roof) and building services

19 BOAS PRÁTICAS OBSERVATÓRIO DA SUSTENTABILIDADE Utilização da plataforma online desenvolvida pela Energaia que permite fazer a monitorização, em tempo real, dos consumos energéticos de vários edifícios/equipamentos e promover a sua redução e otimização, bem como identificar desvios de consumos, detetar avarias e implementar ações corretivas, servindo de suporte às atividades de manutenção.

20 BOAS PRÁTICAS ILUMINAÇÃO PÚBLICA Instalação de Sistema de Gestão para monitorização e controlo de: horários de funcionamento; consumos energéticos; deteção e histórico de avarias. Utilização de tecnologia mais recente

21 BOAS PRÁTICAS PARTICIPAÇÃO EM PROJETOS DE INVESTIGAÇÃO Investigação na área da reabilitação energética de edifícios Prefabricated, multifunctional renovation elements for the total building envelope (façade and roof) and building services IEA EBC Annex 56 Cost Effective Energy and Carbon Emissions Optimization in Building Renovation

22 O DESENVOLVIMENTO DE APLICAÇÕES TECNOLÓGICAS E O SEU CONTRIBUTO PARA A SUSTENTABILIDADE AMBIENTAL NOPAPER GISMATMOBILE-ANNEX 56- MORECONNECT QUALIDADE AMBIENTAL Daniel Couto Presidente do Conselho de Administração da Gaiurb

GeoCompetitivo na Administração Local

GeoCompetitivo na Administração Local GeoCompetitivo na Administração Local Sistemas SIG e ERP no Município de Vila Nova de Gaia Ao serviço da gestão e do cidadão Marco Lima Carvalho e Ângelo Estrela CONFERÊNCIA: O GEOCOMPETITIVO NA ADMINISTRAÇÃO

Leia mais

ESPAÇOS DO CIDADÃO Decreto-Lei n.º 74/2014, de 13 de maio

ESPAÇOS DO CIDADÃO Decreto-Lei n.º 74/2014, de 13 de maio ESPAÇOS DO CIDADÃO Decreto-Lei n.º 74/2014, de 13 de maio De forma a garantir que a prestação digital de serviços públicos não implica a exclusão de quem não saiba ou não possa utilizar os serviços públicos

Leia mais

Smart Cities Benchmark Portugal 2015

Smart Cities Benchmark Portugal 2015 Smart Cities Benchmark Portugal 2015 Contexto Mais de 50% da população do mundo vive hoje em zonas urbanas (34% em 1960). 1 Mais de 80% da populção da Europa Ocidental irá viver em zonas em 2020. 2 80%

Leia mais

Smart Cities Benchmark Portugal 2015

Smart Cities Benchmark Portugal 2015 Smart Cities Benchmark Smart Cities Benchmark Portugal 2015 Agenda Contexto Objetivos do estudo Metodologia Resultados 2 3ª Plataforma Impulsiona Inovação 3 O Choque entre o Novo Mundo eo Velho Mundo 4

Leia mais

Experiência da Gaiurb em Angola

Experiência da Gaiurb em Angola Governação Integrada: um desafio para a Administração Pública Reconversão Urbana e Social 14 Julho 2015 Daniel Couto, arquiteto Presidente Conselho de Administração Pode o trabalho da Gaiurb em Luanda

Leia mais

Clean Energy Energia Limpa para todos os Europeus A visão da Indústria Petrolífera

Clean Energy Energia Limpa para todos os Europeus A visão da Indústria Petrolífera Clean Energy Energia Limpa para todos os Europeus A visão da Indústria Petrolífera António Comprido Secretário-Geral www.apetro.pt Green Business Week Conferência: Descarbonização da Economia Centro de

Leia mais

Desmaterialização do Processo Clínico Modernização das Infraestruturas de Suporte do Hospital Distrital de Santarém, EPE

Desmaterialização do Processo Clínico Modernização das Infraestruturas de Suporte do Hospital Distrital de Santarém, EPE Desmaterialização do Processo Clínico Modernização das Infraestruturas de Suporte do Hospital Distrital de Santarém, EPE Operação n.º: 012493 Designação: Desmaterialização do Processo Clínico - Modernização

Leia mais

A Propósito dos SIG. 18 de Maio de Convento de N. Sr.ª da Saudação Castelo de Montemor-O-Novo

A Propósito dos SIG. 18 de Maio de Convento de N. Sr.ª da Saudação Castelo de Montemor-O-Novo A Propósito dos SIG Encontro de Sistemas De Informação Geográfica Municipal 18 de Maio de 2017 Convento de N. Sr.ª da Saudação Castelo de Montemor-O-Novo Contributo dos SIG na Optimização de Processos

Leia mais

2 Apresentação de Resultados

2 Apresentação de Resultados Relatório de Reclamações e Sugestões 2013/2015 1 1 Introdução Acompanhando a evolução tecnológica e os seus benefícios, o Município de Vila Nova de Cerveira tem vindo a implementar uma profunda reestruturação

Leia mais

A MOBILIDADE INTELIGENTE e INCLUSIVA

A MOBILIDADE INTELIGENTE e INCLUSIVA A MOBILIDADE INTELIGENTE e INCLUSIVA Os Projetos de Lisboa para 2020 Teresa Almeida A MOBILIDADE INTELIGENTE e INCLUSIVA Os Projetos de Lisboa para 2020 1. O Quadro Europeu 2. O Quadro Municipal 3. As

Leia mais

ÍNDICE ÍNDICE... 2 ÍNDICE DE FIGURAS... 3 MATOSINHOS... 4 COMPROMISSOS... 5 INSTALAÇÃO DE COLETORES SOLARES TÉRMICOS... 7

ÍNDICE ÍNDICE... 2 ÍNDICE DE FIGURAS... 3 MATOSINHOS... 4 COMPROMISSOS... 5 INSTALAÇÃO DE COLETORES SOLARES TÉRMICOS... 7 1 BoPS Matosinhos ÍNDICE ÍNDICE... 2 ÍNDICE DE FIGURAS... 3 MATOSINHOS... 4 COMPROMISSOS... 5 Governância... 5 Pacto de Autarcas... 5 Referências de Excelência... 6 INSTALAÇÃO DE COLETORES SOLARES TÉRMICOS...

Leia mais

RELATÓRIO DE DESEMPENHO DA UNIDADE ORGÂNICA Decreto Regulamentar n.º 18/2009, de 4 de Setembro, artigo 10.º

RELATÓRIO DE DESEMPENHO DA UNIDADE ORGÂNICA Decreto Regulamentar n.º 18/2009, de 4 de Setembro, artigo 10.º UNIDADE ORGÂNICA: DIRECÇÃO MUNICIPAL DE PLANEAMENTO E ORDENAMENTO DIRIGENTE: LUCIANO COSTA CARVALHO DIAS DATA DE ELABORAÇÃO DO RELATÓRIO ANUAL: 24 DE FEVEREIRO DE 2014 OBJETIVOS ESTRATÉGICOS OE I - Promover

Leia mais

Sabe onde você gasta mais energia? Sabe como reduzir o seu consumo e manter o conforto e produtividade? Sabe como reduzir a sua pegada ecológica?

Sabe onde você gasta mais energia? Sabe como reduzir o seu consumo e manter o conforto e produtividade? Sabe como reduzir a sua pegada ecológica? Sabe onde você gasta mais energia? Sabe como reduzir o seu consumo e manter o conforto e produtividade? Sabe como reduzir a sua pegada ecológica? To measure is to know... If you can not measure it, you

Leia mais

ENVELOPE ESTRUTURAS SISTEMAS PREDIAIS

ENVELOPE ESTRUTURAS SISTEMAS PREDIAIS Disposição final Planejamento Uso e Operação ENVELOPE ESTRUTURAS Projeto SISTEMAS PREDIAIS Construção Implantação PPI Conceituação Planejamento Definição Módulo escopoi Documentação Estudos de Projeto

Leia mais

Lisboa, 25 de novembro de 2011

Lisboa, 25 de novembro de 2011 Lisboa, 25 de novembro de 2011 A reabilitação urbana constitui um fator essencial no desenvolvimento do setor do turismo, enquanto elemento integrante da nossa oferta turística A regeneração urbana estabelece

Leia mais

Na MAPIS tudo tem um lugar.

Na MAPIS tudo tem um lugar. A MAPIS Mapping Intelligent Solutions, é uma startup orientada para a consultoria e o desenvolvimento de soluções baseadas nos Sistemas de Informação Geográfica (SIG). Alia o conhecimento científico ao

Leia mais

SOLUÇÕES INTEGRADAS PARA O ECOSSISTEMA DA MOBILIDADE.

SOLUÇÕES INTEGRADAS PARA O ECOSSISTEMA DA MOBILIDADE. SOLUÇÕES INTEGRADAS PARA O ECOSSISTEMA DA MOBILIDADE. Somos uma empresa Portuguesa, cujo projeto se iniciou em 2006 com a oferta de soluções de energia renovável. Atualmente disponibilizamos soluções completas

Leia mais

Unimed 2ª Opinião ACREDITE: ESTÁ SURGINDO UMA NOVA UNIMED!

Unimed 2ª Opinião ACREDITE: ESTÁ SURGINDO UMA NOVA UNIMED! ACREDITE: ESTÁ SURGINDO UMA NOVA UNIMED! CONCEITO O Inova Unimed é um movimento de renovação que visa a modernização estrutural, operacional e administrativa da Unimed Vale do Aço. OBJETIVOS SATISFAZER

Leia mais

por uma administração pública de qualidade lisboa, 07.maio.2008

por uma administração pública de qualidade lisboa, 07.maio.2008 por uma administração pública de qualidade lisboa, 07.maio.2008 biblioteca municipal de santa maria da feira: certificação: a qualidade ao serviço dos utilizadores Etelvina Araújo, Rui Campos, Tânia Gonçalves

Leia mais

CERTIFICAÇÃO DIGITAL. Experiência da Prodemge no Governo de Minas Gerais. Certforum

CERTIFICAÇÃO DIGITAL. Experiência da Prodemge no Governo de Minas Gerais. Certforum CERTIFICAÇÃO DIGITAL Experiência da Prodemge no Governo de Minas Gerais Certforum Presente no Estado, Presente na Vida do Cidadão Empresa pública vinculada à Secretaria de Planejamento e Gestão Com foco

Leia mais

Índice. 2 BoPS Esposende

Índice. 2 BoPS Esposende 1 BoPS Esposende Índice Índice... 2 Esposende... 5 Compromissos... 6 Governança... 6 Pacto de autarcas... 6 Referências de excelência... 7 Requalificação da frente ribeirinha de esposende... 9 Investimento...

Leia mais

Programa Operacional Regional do Alentejo/Estratégia Regional de Especialização Inteligente. Financiamento de projetos para Cidades Analíticas

Programa Operacional Regional do Alentejo/Estratégia Regional de Especialização Inteligente. Financiamento de projetos para Cidades Analíticas Programa Operacional Regional do Alentejo/Estratégia Regional de Especialização Inteligente Financiamento de projetos para Cidades Analíticas Rio Maior 13 de Março 2015 Estratégia Regional de Especialização

Leia mais

PROGRAMA SIMPLEX 2016 CAMÕES, I.P.

PROGRAMA SIMPLEX 2016 CAMÕES, I.P. PROGRAMA SIMPLEX 2016 CAMÕES, I.P. Acelerador da Inovação dos Serviços 1 ESTRATÉGIA Modernização administrativa transversal às áreas de atuação do Camões, I.P. 2 PROJETO DE REESTRUTURAÇÃO E MODERNIZAÇÃO

Leia mais

Pacto de Autarcas Europeus. Objetivo: 20% redução de CO 2 até 2020

Pacto de Autarcas Europeus. Objetivo: 20% redução de CO 2 até 2020 Pacto de Autarcas Europeus Objetivo: 20% redução de CO 2 até 2020 O Pacto de Autarcas Europeus Na sequência do Pacote Clima e Energia da EU, a Comissão Europeia lançou em 2008 o Pacto de Autarcas visando

Leia mais

Modernização Administrativa, Relação com o Munícipe e Participação

Modernização Administrativa, Relação com o Munícipe e Participação Estratégia e Desenvolvimento Oficina Modernização Administrativa, Relação com o Munícipe e Participação 30 de Maio de 2016, Auditório da Biblioteca Municipal do Barreiro Ambiente e Sustentabilidade População

Leia mais

POCI 2020 PROGRAMA O PERACIONAL

POCI 2020 PROGRAMA O PERACIONAL POCI 2020 PROGRAMA O PERACIONAL PARA A COMP ETITIVIDADE E INTERNACIO NALIZAÇÃO Aveiro, maio de 2014 Prestação de Serviços de Consultoria Empresarial e Formação POCI PROGRAMA OPERACIONAL PARA A COMPETITIVIDADE

Leia mais

Implantação do Cadastro Georreferenciado

Implantação do Cadastro Georreferenciado Seminário: A iluminação pública por conta dos Municípios Implantação do Cadastro Georreferenciado André Luís Moraes 1 Níveis de Gestão execução material simples execução material das atividades. Não há

Leia mais

Portugal 2020 Inovar na Administração Pública

Portugal 2020 Inovar na Administração Pública Portugal 2020 Inovar na Administração Pública Jaime S. Andrez Vogal da Comissão Diretiva Lisboa 29 de abril de 2015 1 Driver da Competitividade Ambiente favorável aos negócios Emprego e Valor económico

Leia mais

PSI PREMIER AWARDS FINALIST. muito mais do que um PSIM. Toda a informação dos seus. sistemas de segurança física, energia e operações num único local.

PSI PREMIER AWARDS FINALIST. muito mais do que um PSIM. Toda a informação dos seus. sistemas de segurança física, energia e operações num único local. 2016 PSI PREMIER AWARDS FINALIST muito mais do que um PSIM Toda a informação dos seus sistemas de segurança física, energia e operações num único local. muito mais do que um PSIM Imagine toda a informação

Leia mais

Desenvolvimento sustentável significa que as necessidades da actual geração devem ser satisfeitas sem comprometer a capacidade de as futuras gerações

Desenvolvimento sustentável significa que as necessidades da actual geração devem ser satisfeitas sem comprometer a capacidade de as futuras gerações Desenvolvimento sustentável significa que as necessidades da actual geração devem ser satisfeitas sem comprometer a capacidade de as futuras gerações satisfazerem as suas próprias necessidades. COMISSÃO

Leia mais

REABILITAÇÃO ENERGÉTICA DE EDIFÍCIOS Perspetiva da Engenharia Civil

REABILITAÇÃO ENERGÉTICA DE EDIFÍCIOS Perspetiva da Engenharia Civil UNIVERSIDADE DO MINHO ESCOLA DE ENGENHARIA DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA CIVIL REABILITAÇÃO ENERGÉTICA DE EDIFÍCIOS Perspetiva da Engenharia Civil Manuela Almeida Universidade do Minho 12.as JORNADAS DE CLIMATIZAÇÃO

Leia mais

A Reabilitação Urbana de Santarém e a Eficiência Energética

A Reabilitação Urbana de Santarém e a Eficiência Energética A Reabilitação Urbana de Santarém e a Eficiência Energética Reabilitação Energeticamente Eficiente de Edifícios Urbanos Santarém, 23 de Julho de 2014 Área de Intervenção ARU da Ribeira de Santarém e Alfange

Leia mais

Quadro de Avaliação e Responsabilização (QUAR) - SIADAP 1 - Ministério da Saúde

Quadro de Avaliação e Responsabilização (QUAR) - SIADAP 1 - Ministério da Saúde ANO: 2013 Ministério da Saúde NOME DO ORGANISMO - Secretaria-Geral do Ministério da Saúde MISSÃO DO ORGANISMO A Secretaria-Geral do Ministério da Saúde (SGMS) tem por missão assegurar o apoio técnico e

Leia mais

Etiquetagem Energética de Elevadores ABRIL 2015

Etiquetagem Energética de Elevadores ABRIL 2015 Etiquetagem Energética de Elevadores ABRIL 2015 Conteúdos Os elevadores em Portugal O Sistema de Etiquetagem Energética de Produtos (SEEP) A etiquetagem energética de elevadores Aderir ao SEEP Próximos

Leia mais

ASSOCIAÇÕES DESPORTIVAS GESTÃO INTEGRADA PARA A SUA ASSOCIAÇÃO

ASSOCIAÇÕES DESPORTIVAS GESTÃO INTEGRADA PARA A SUA ASSOCIAÇÃO ASSOCIAÇÕES DESPORTIVAS GESTÃO INTEGRADA PARA A SUA ASSOCIAÇÃO GOUPBUZZ APRESENTAÇÃO A Goupbuzz é uma Agência de meios digitais focada em obter resultados através da utilização das tecnologias de informação

Leia mais

social media marketing strategy curso intensivo

social media marketing strategy curso intensivo social media marketing strategy curso intensivo social media marketing strategy Este curso intensivo foi concebido por experiência nacional e internacional. O QUE É? Este curso potencia a criação de estratégias

Leia mais

SMART [CITY VISION BRAGA] SMART SMART [CITY VISION BRAGA] BRAGANÇA. Município de Braga I Miguel Bandeira

SMART [CITY VISION BRAGA] SMART SMART [CITY VISION BRAGA] BRAGANÇA. Município de Braga I Miguel Bandeira [CITY VISION [CITY VISION [CITY VISION INOVAÇÃO EMPRESARIAL PLANO DIRECTOR MUNICIPAL PLANO ESTRATÉGICO DESENVOLVIMENTO ECONÓMICO PLANO ESTRATÉGICO DE DESENVOLVIMENTO URBANO RECURSOS E ATIVOS POLÍTICA PÚBLICA

Leia mais

Evento EDIFÍCIOS BALANÇO. Rumo ao Impacte Nulo da Construção e Reabilitação nas Cidades. 22 Novembro Museu das Comunicações.

Evento EDIFÍCIOS BALANÇO. Rumo ao Impacte Nulo da Construção e Reabilitação nas Cidades. 22 Novembro Museu das Comunicações. Evento EDIFÍCIOS BALANÇO Rumo ao Impacte Nulo da Construção e Reabilitação nas Cidades PARTICIPE 22 Novembro 2011 Museu das Comunicações Lisboa ORGANIZAÇÃO UMA PUBLICAÇÃO APOIO APRESENTAÇÃO A conferência

Leia mais

Plano de Atividades Intercalar ARCTEL-CPLP

Plano de Atividades Intercalar ARCTEL-CPLP Plano de Atividades Intercalar 2013-2014 ARCTEL-CPLP Atingido que está o meio do mandato da Presidência da ARN, serve o presente para apresentar as atividades a realizar no segundo período deste exercício,

Leia mais

Consolidar o universo da energia

Consolidar o universo da energia Consolidar o universo da energia Consolidar o universo da energia O Novo Banco tem vindo a minimizar a pegada ambiental com enfoque na proteção do ambiente e prevenção das alterações climáticas. As principais

Leia mais

Aquisição de dados Geográficos. Soluções para Gestão do Território. Planeamento e Análise Espacial

Aquisição de dados Geográficos. Soluções para Gestão do Território. Planeamento e Análise Espacial Aquisição de dados Geográficos Soluções para Gestão do Território 1999 Constituição com 60 Municípios 2001 1º Voo fotografia aérea 2004 Cartografia Cabo Verde 2004 153 Municípios como acionistas 2008 2ª

Leia mais

O papel do QREN na consolidação e qualificação das redes de equipamentos coletivos

O papel do QREN na consolidação e qualificação das redes de equipamentos coletivos O papel do QREN na consolidação e qualificação das redes de equipamentos coletivos Porto, 18 de junho de 2013 Susana Monteiro Núcleo de Estudos e Avaliação Estrutura 1. Diagnóstico 2. Planeamento 3. Monitorização

Leia mais

ANEXO III REFERENCIAL DE ANÁLISE DE MÉRITO

ANEXO III REFERENCIAL DE ANÁLISE DE MÉRITO ANEXO III REFERENCIAL DE ANÁLISE DE MÉRITO PLANOS ESTRATÉGICOS DE DESENVOLVIMENTO URBANO AVISO DE CONCURSO Nº ALT20 06 2016 18 ALT20 16 2016 19 ALT20 43 2016 20 DOMÍNIO DA SUSTENTABILIDADE E EFICIÊNCIA

Leia mais

Cidades INTELIGENTES_ Rio de Janeiro, 12 de Maio de 2014

Cidades INTELIGENTES_ Rio de Janeiro, 12 de Maio de 2014 Cidades INTELIGENTES_ Rio de Janeiro, 12 de Maio de 2014 Rio Cidade Inteligente 14º Rio Wireless Casos de Sucesso Painel 1 Smart Cities no Mundo 1 1_ Telefonica: Visão Smart Cities 2_ Caso Águas de São

Leia mais

Urban Analytics AcceleratingtheDevelopmentofSmartCitiesinPortugal

Urban Analytics AcceleratingtheDevelopmentofSmartCitiesinPortugal Urban Analytics AcceleratingtheDevelopmentofSmartCitiesinPortugal Iniciativa do Ministério do Ambiente, Ordenamento do Território e Energia Promoção da Direção Geral do Território com a colaboração das

Leia mais

Portugal 2020: Objetivos e Desafios António Dieb

Portugal 2020: Objetivos e Desafios António Dieb Portugal 2020: Objetivos e Desafios 2014-2020 António Dieb Porto, 11 de julho de 2016 Tópicos: 1. Enquadramento Estratégico (EU 2020) 2. Portugal 2020: Objetivos e prioridades 3. Estrutura Operacional

Leia mais

Plano Intermunicipal de Transportes da Região de Aveiro (PIMTRA)

Plano Intermunicipal de Transportes da Região de Aveiro (PIMTRA) Seminário Mobilidade Urbana Sustentável: Experiências e novos desafios Plano Intermunicipal de Transportes da Região de Aveiro (PIMTRA) Susana Castelo TIS.pt Região de Aveiro O processo do PIMT-RA Em 2011,

Leia mais

1.Historial 2.Situação Actual 3.Projecto Kitembú Digital 4.Realizações 5.Dificuldades e desafios 6.Prioridades. Conteúdo

1.Historial 2.Situação Actual 3.Projecto Kitembú Digital 4.Realizações 5.Dificuldades e desafios 6.Prioridades. Conteúdo Olinto Daio 1.Historial 2.Situação Actual 3.Projecto Kitembú Digital 4.Realizações 5.Dificuldades e desafios 6.Prioridades Conteúdo Em 2002: Historial - Comité de Governação Electrónica e Gestão de Conhecimento.

Leia mais

PEDU. Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano de Bragança. (aprovado pela Comissão Diretiva Norte2020)

PEDU. Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano de Bragança. (aprovado pela Comissão Diretiva Norte2020) Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano de Bragança (aprovado pela Comissão Diretiva Norte2020) Bragança, 14 de Março de 2017 PARU Plano de Ação de Regeneração Urbana PAICD Plano de Ação Integrado

Leia mais

MOBILIDADE SUSTENTÁVEL

MOBILIDADE SUSTENTÁVEL MOBILIDADE SUSTENTÁVEL Workshop Regional U.M. BRAGA 10 ABRIL 2012 SUMÁRIO Compromissos Estudos e avaliação Intervenções Financiamento e Cooperação Institucional Desafios para Municípios COMPROMISSOS A

Leia mais

COMPROMISSO PARA A MOBILIDADE URBANA SUSTENTÁVEL NO ALGARVE

COMPROMISSO PARA A MOBILIDADE URBANA SUSTENTÁVEL NO ALGARVE COMPROMISSO PARA A MOBILIDADE URBANA SUSTENTÁVEL NO ALGARVE por caminhos sem carbono» Enquadramento» Informar e agir» Entendimento de partida» Princípios» Subscritores - 3 - Enquadramento O Projeto Mobilidade

Leia mais

O contributo do Cluster Habitat Sustentável

O contributo do Cluster Habitat Sustentável O contributo do Cluster Habitat Sustentável Victor Ferreira congresso LiderA, Lisboa 25/05/2011 Plataforma para a Construção Sustentável Visão e Missão OClusterHabitat? agregador em rede de actividades

Leia mais

R E V I S T A S M A R T C I T Y B U S I N E S S R E V I S T A S M A R T C I T Y B U S I N E S S

R E V I S T A S M A R T C I T Y B U S I N E S S R E V I S T A S M A R T C I T Y B U S I N E S S M Í D I A K I T 2 0 1 6 / 2 0 1 7 DIRETOao Assunto A Revista Smart City Business é uma publicação do Instituto Smart City Business América. Com viés de negócios é direcionada para todos os prefeitos, gestores

Leia mais

Quadro de Avaliação e Responsabilização

Quadro de Avaliação e Responsabilização ANO: Ministério da Educação e Ciência Fundação para a Ciência e Tecnologia, I.P. MISSÃO: A FCT tem por missão apoiar, financiar e avaliar o Sistema Nacional de Investigação e Inovação, desenvolver a cooperação

Leia mais

REFERENCIAL DE ANÁLISE DE MÉRITO DA OPERAÇÃO AVISO Nº ALT Sistema de apoio à Modernização e Capacitação da Administração Pública

REFERENCIAL DE ANÁLISE DE MÉRITO DA OPERAÇÃO AVISO Nº ALT Sistema de apoio à Modernização e Capacitação da Administração Pública REFERENCIAL DE ANÁLISE DE MÉRITO DA OPERAÇÃO AVISO Nº ALT20 62 2015 10 Sistema de apoio à Modernização e Capacitação da Administração Pública (SAMA2020) DOMÍNIO DA COMPETITIVIDADE E INTERNACIONALIZAÇÃO

Leia mais

Esse é o nosso negócio. A INFORMAÇÃO DE QUE VOCÊ PRECISA. NEM MAIS, NEM MENOS.

Esse é o nosso negócio. A INFORMAÇÃO DE QUE VOCÊ PRECISA. NEM MAIS, NEM MENOS. Esse é o nosso negócio. A INFORMAÇÃO DE QUE VOCÊ PRECISA. NEM MAIS, NEM MENOS. Novas demandas de mercado exigem que modelos técnicos consagrados sejam incorporadas a novas tecnologias, novos conhecimentos

Leia mais

EDIFÍCIOS BALANÇO. Rumo ao Impacte Nulo da Construção e Reabilitação nas Cidades. 22 Novembro Museu das Comunicações. Lisboa.

EDIFÍCIOS BALANÇO. Rumo ao Impacte Nulo da Construção e Reabilitação nas Cidades. 22 Novembro Museu das Comunicações. Lisboa. Evento EDIFÍCIOS BALANÇO Rumo ao Impacte Nulo da Construção e Reabilitação nas Cidades PARTICIPE 22 Novembro 2011 Museu das Comunicações Lisboa ORGANIZAÇÃO UMA PUBLICAÇÃO APOIO APRESENTAÇÃO A conferência

Leia mais

MISSÃO VISÃO VALORES 1/5

MISSÃO VISÃO VALORES 1/5 A Administração Central do Sistema de Saúde, I.P. (ACSS, IP) é um Instituto Público, criado em 2007, integrado na administração indireta do Estado, dotado de autonomia administrativa, financeira e patrimonial

Leia mais

Melhorando o relacionamento do Governo com o Cidadão

Melhorando o relacionamento do Governo com o Cidadão Melhorando o relacionamento do Governo com o Cidadão Agenda Serviço inteligente ao cidadão Caso de New York - 311 Melhorando o relacionamento do Governo com o cidadão Benefícios Prefeitura de Nova Iorque

Leia mais

III Encontro dos Municípios com o Desenvolvimento Sustentável Centro de Convenções Ulysses Guimarães Brasilia, 7 a 9 de abril de 2015.

III Encontro dos Municípios com o Desenvolvimento Sustentável Centro de Convenções Ulysses Guimarães Brasilia, 7 a 9 de abril de 2015. III Encontro dos Municípios com o Desenvolvimento Sustentável Centro de Convenções Ulysses Guimarães Brasilia, 7 a 9 de abril de 2015. Apoio Específico aos Municípios Linha de Financiamento para Modernização

Leia mais

O Operador de Rede de Distribuição como facilitador na promoção da eficiência energética e a implementação no terreno de diferentes projectos

O Operador de Rede de Distribuição como facilitador na promoção da eficiência energética e a implementação no terreno de diferentes projectos O Operador de Rede de Distribuição como facilitador na promoção da eficiência energética e a implementação no terreno de diferentes projectos João Torres EDP Distribuição Coimbra, 8 de Setembro de 2011

Leia mais

Rede de Centros de Formação da Lezíria e Médio Tejo

Rede de Centros de Formação da Lezíria e Médio Tejo a Desenvolvimento Psicológico da Criança e do Adolescente Área de A: Relação Pedagógica e Relações Humanas OS PSICÓLOGOS ESCOLARES E A CLASSIFICAÇÃO INTERNACIONAL DE FUNCIONALIDADE Registo: DGRHE/03-71/09

Leia mais

Plano Municipal de Gestão de Resíduos do Município de Lisboa

Plano Municipal de Gestão de Resíduos do Município de Lisboa Plano Municipal de Gestão de Resíduos do Município de Lisboa [2015-2020] 4ª Comissão Ambiente e Qualidade de Vida Primeiro Plano Municipal de Resíduos na cidade de Lisboa O Caminho [Lisboa Limpa] Melhorar

Leia mais

Ferramenta SG IDI para o STV

Ferramenta SG IDI para o STV para o STV 31 de maio de 2012 Assunção Mesquita amesquita@citeve.pt para o STV SG IDI o que são? Sua importância no STV Estrutura da ferramenta SG IDI o que são? para o STV Estruturas empresariais alinhadas

Leia mais

Programa Operacional Regional Alentejo 2014/2020. Identidade, Competitividade, Responsabilidade

Programa Operacional Regional Alentejo 2014/2020. Identidade, Competitividade, Responsabilidade Programa Operacional Regional Alentejo 2014/2020 Identidade, Competitividade, Responsabilidade Lezíria do Tejo Alto Alentejo Alentejo Central Alentejo Litoral Baixo Alentejo Planeamento Estratégico Regional

Leia mais

Contratos de Desempenho Energético. Jorge Borges de Araújo

Contratos de Desempenho Energético. Jorge Borges de Araújo 0 Contratos de Desempenho Energético Jorge Borges de Araújo 1 Agenda 1. APESE 2. Oportunidades de Eficiência Energética 3. Contratos de desempenho energético (Portugal) 2 1. APESE Associação Portuguesa

Leia mais

ASSOCIAÇÕES EMPRESARIAIS UMA PLATAFORMA À MEDIDA DA SUA ASSOCIAÇÃO

ASSOCIAÇÕES EMPRESARIAIS UMA PLATAFORMA À MEDIDA DA SUA ASSOCIAÇÃO ASSOCIAÇÕES EMPRESARIAIS UMA PLATAFORMA À MEDIDA DA SUA ASSOCIAÇÃO GOUPBUZZ APRESENTAÇÃO A Goupbuzz é uma Agência de meios digitais focada em obter resultados através da utilização das tecnologias de informação

Leia mais

GeoCompetitivo na Administração Local

GeoCompetitivo na Administração Local GeoCompetitivo na Administração Local Conferência O GeoCompetitivo na Administrac a o Local Auditório da Biblioteca Municipal Orlando Ribeiro, Tellheiras 6 de Dezembro de 2016 SUMÁRIO ESTRATÉGIA DIMINUIÇÃO

Leia mais

Engineering Solutions Consulting. Consulting

Engineering Solutions Consulting. Consulting Engineering Solutions Consulting Consulting Missão e compromisso A nossa missão é proporcionar uma abordagem inovadora, diferenciadora e que aporte valor, com uma equipa jovem, dedicada, empenhada e qualificada,

Leia mais

Rapidez e eficiência na gestão de Recursos Humanos

Rapidez e eficiência na gestão de Recursos Humanos Rapidez e eficiência na gestão de Recursos Humanos _ Já pensou que grande parte do trabalho administrativo do departamento de Recursos Humanos pode ser evitado? As pessoas são o principal ativo das organizações.

Leia mais

3ª Conferência Internet, Negócio e Redes Sociais Confiança e Compromisso nos Canais Digitais

3ª Conferência Internet, Negócio e Redes Sociais Confiança e Compromisso nos Canais Digitais 3ª Conferência Internet, Negócio e Redes Sociais Confiança e Compromisso nos Canais Digitais 29 de setembro de 2014 Auditório da BMAG Apoio Patrocinadores Globais APDSI Smart Cities & Redes Sociais 3ª

Leia mais

Introdução. Aplicação Android

Introdução. Aplicação Android çã t Introdução A iniciativa Registo de carros abandonados, coordenada pela VALORCAR e Associação Bandeira Azul da Europa (ABAE), consiste na implementação de uma plataforma online para registo de sucatas,

Leia mais

Região do Médio Tejo. Características e Desafios

Região do Médio Tejo. Características e Desafios Região do Médio Tejo Características e Desafios 09 março 2015 A Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo Território e Municípios A Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo Atribuições e Competências das

Leia mais

Bragança, a caminho de uma SMART Region

Bragança, a caminho de uma SMART Region Bragança, a caminho de uma SMART Region 1 NUM OLHAR Área 1.173km2 Densidade populacional 30,1 hab/km2 Residentes no concelho 35.341 hab Taxa de desemprego 11% Entradas no posto de turismo municipal 2015

Leia mais

Desmaterialização Processo Interno de Compras

Desmaterialização Processo Interno de Compras Desmaterialização Processo Interno de Compras Câmara Municipal de Cascais Cristina Andrade Chefe de Divisão Contratação Pública Mateus Rodrigues Coordenador Técnico Contratação Pública Plataforma de Contratação

Leia mais

Aspectos de sustentabilidade a serem considerados na concepção e desenvolvimento de projetos de arquitetura. Prof a : Ana Cecília Estevão

Aspectos de sustentabilidade a serem considerados na concepção e desenvolvimento de projetos de arquitetura. Prof a : Ana Cecília Estevão Aspectos de sustentabilidade a serem considerados na concepção e desenvolvimento de projetos de arquitetura Prof a : Ana Cecília Estevão Desenvolvimento sustentável Aquele que busca um equilíbrio entre

Leia mais

Marvão - Caso Prático Construção Sustentável ReHabitar

Marvão - Caso Prático Construção Sustentável ReHabitar Marvão - Caso Prático Construção Sustentável ReHabitar Marvão, 29 th May A ECOCHOICE é uma empresa de consultoria de referência na área da construção sustentável em Portugal, satisfazendo as necessidades

Leia mais

MédioTejo Compromissos Governança Pacto de Autarcas Referências de Excelência Plataforma Tejo... 8

MédioTejo Compromissos Governança Pacto de Autarcas Referências de Excelência Plataforma Tejo... 8 1 BoPS MédioTejo 21 Índice MédioTejo 21... 4 Compromissos... 5 Governança... 5 Pacto de Autarcas... 6 Referências de Excelência... 7 Plataforma Tejo... 8 Plataforma Tejo... 8 Desenvolvimento sustentável...

Leia mais

LIFE 2014/2020 Subprograma Ação Climática Mitigação às Alterações Climáticas

LIFE 2014/2020 Subprograma Ação Climática Mitigação às Alterações Climáticas LIFE 2014/2020 Subprograma Ação Climática Mitigação às Alterações Climáticas Auditório do LNEC, Lisboa, 25 de janeiro de 2017 Ana Daam DCLIMA/DMMC 25/01/2017 Pacote Clima-Energia 2020 2 Política Climática

Leia mais

Alto Comissariado da Saúde

Alto Comissariado da Saúde Alto Comissariado da Saúde QUAR 2010 Projecto de Parecer emitido pelo Alto Comissariado da Saúde (GPEARI do Ministério da Saúde) com Análise Crítica da Auto-Avaliação da Direcção-Geral da Saúde Setembro

Leia mais

Económico Ambiental Social

Económico Ambiental Social EUROPA 2020 Desenvolvimento Sustentável Crescimento Inteligente, Sustentável e Inclusivo (CISI) Estratégia Marítima da União Europeia para a Área do Atlântico Estratégias Regionais de Suporte (asseguram

Leia mais

Centro Paroquial e Social de Barroselas Casa de S.Pedro

Centro Paroquial e Social de Barroselas Casa de S.Pedro Centro Paroquial e Social de Barroselas Casa de S.Pedro Estudos, certificação, auditoria e assessoria no contexto da implementação de sistema solar térmico, sistema fotovoltaico e bomba de calor Proposta

Leia mais

Célia Laranjeira Gil Nadais Município de Águeda

Célia Laranjeira Gil Nadais Município de Águeda Célia Laranjeira Gil Nadais Município de Águeda 11 Municípios 1 Comunidade Intermunicipal 1 Projeto de Sustentabilidade A RUCI da Comunidade Intermunicipal da Região de Aveiro, visa desenvolver uma estratégia

Leia mais

Sumário. Enquadramento Importância para a Região Objetivos da plataforma Fases para utilização Breve abordagem à plataforma Potencialidades Conclusões

Sumário. Enquadramento Importância para a Região Objetivos da plataforma Fases para utilização Breve abordagem à plataforma Potencialidades Conclusões Sumário Enquadramento Importância para a Região Objetivos da plataforma Fases para utilização Breve abordagem à plataforma Potencialidades Conclusões Enquadramento SIGP - Sistema Integrado de Gestão de

Leia mais

CARTA DE QUALIDADE DA REDE DE CENTROS DE RECURSOS EM CONHECIMENTO (RCRC)

CARTA DE QUALIDADE DA REDE DE CENTROS DE RECURSOS EM CONHECIMENTO (RCRC) CARTA DE QUALIDADE DA REDE DE CENTROS DE RECURSOS EM CONHECIMENTO (RCRC) 1. Missão A RCRC tem por missão facilitar o acesso a informação estratégica, em vários suportes, aproximar e criar interfaces entre

Leia mais

Secretaria de Transportes e Trânsito - STT

Secretaria de Transportes e Trânsito - STT LOCALIZAÇÃO DE GUARULHOS SÃO PAULO Guarulhos / São Paulo População em 2010 de 1.221.979 habitantes (fonte Censo 2010) GUARULHOS Transporte Coletivo Viagens dia 482.177 viagens internas 383.981 viagens

Leia mais

CONSULTORIA E FORMAÇÃO

CONSULTORIA E FORMAÇÃO VALOR QUE SE ACRESCENTA! CONSULTORIA E FORMAÇÃO 1. Apresentação A Consultactiva é uma empresa de consultoria e formação, sediada na zona de Torres Vedras, tendo sido fundada em 2009. De acordo com a especificidade

Leia mais

Política de Governança Digital Brasileira: em pauta a participação social e a transparência ativa

Política de Governança Digital Brasileira: em pauta a participação social e a transparência ativa Política de Governança Digital Brasileira: em pauta a participação social e a transparência ativa Pós-doutorado em Semiótica Cognitiva e Novas Mídias pela Maison de Sciences de l Homme, Professora Titular

Leia mais

ÍNDICE FARO... 4 COMPROMISSOS... 5 PARQUE RIBEIRINHO DE FARO... 7 MINIBUS ELÉTRICO CICLOVIA... 18

ÍNDICE FARO... 4 COMPROMISSOS... 5 PARQUE RIBEIRINHO DE FARO... 7 MINIBUS ELÉTRICO CICLOVIA... 18 1 BoPS Faro ÍNDICE FARO... 4 COMPROMISSOS... 5 Governança... 5 Pacto de Autarcas... 5 Referências de Excelência... 6 PARQUE RIBEIRINHO DE FARO... 7 Investimento... 8 INDICADORES... 9 ILUSTRAÇÕES... 10

Leia mais

Excelência na Gestão

Excelência na Gestão Mapa Estratégico 2012-2014 Visão Até 2014, ser referência no atendimento ao público, na fiscalização e na valorização das profissões tecnológicas, reconhecido pelos profissionais, empresas, instituições

Leia mais

Informação em tempo real em projetos de Eficiência Energética

Informação em tempo real em projetos de Eficiência Energética Informação em tempo real em projetos de Eficiência Energética A democratização da Eficiência Energética enquanto objetivo de todos, face à escassez cada vez mais premente de recursos, veio criar diversas

Leia mais

RELATÓRIO SIADAP

RELATÓRIO SIADAP UNIDADE ORGÂNICA: DIRIGENTE: DIRECÇÃO MUNICIPAL DE PLANEAMENTO E ORDENAMENTO LUCIANO COSTA CARVALHO DIAS DATA: 5 DE MARÇO DE 2012 OBJETIVOS ESTRATÉGICOS OE I - PROMOVER A URBANIZAÇÃO PROGRAMADA E ARTICULADA

Leia mais

Programa Operacional Regional Alentejo 2014/2020

Programa Operacional Regional Alentejo 2014/2020 Programa Operacional Regional Alentejo 2014/2020 Évora, 9 de setembro de 2015 Identidade, Competitividade, Responsabilidade Lezíria do Tejo Alto Alentejo Alentejo Central Alentejo Litoral Baixo Alentejo

Leia mais

Otimização de Canteiros de Obras utilizando da tecnologia da informação: SaaS e Mobilidade. Ana Cecilia Tobias Ribeiro de Souza Engenheira Civil

Otimização de Canteiros de Obras utilizando da tecnologia da informação: SaaS e Mobilidade. Ana Cecilia Tobias Ribeiro de Souza Engenheira Civil Otimização de Canteiros de Obras utilizando da tecnologia da informação: SaaS e Mobilidade Ana Cecilia Tobias Ribeiro de Souza Engenheira Civil AGENDA 1. Apresentação Speaker Ana Cecilia T R de Souza Engenheira

Leia mais

Política de Coesão da UE

Política de Coesão da UE da UE 2014 2020 Propostas da Comissão Europeia da União Europeia Estrutura da apresentação 1. Qual é o impacto da política de coesão da UE? 2. A que se devem as alterações propostas pela Comissão para

Leia mais

O Mar nos Programas Temáticos Regionais João Fonseca Ribeiro Diretor Geral de Politica do Mar

O Mar nos Programas Temáticos Regionais João Fonseca Ribeiro Diretor Geral de Politica do Mar O Mar nos Programas Temáticos Regionais 2014-2020 João Fonseca Ribeiro Diretor Geral de Politica do Mar O Panorama Nacional e Internacional Oceano Atlântico Norte Oceano Atlântico Sul Reafirmar Portugal

Leia mais

RESTAURANTE DO FUTURO

RESTAURANTE DO FUTURO PROJETO DE INVESTIGAÇÃO APLICADA RESTAURANTE DO FUTURO CANAL CARLOS COSTA IDTOUR UNIQUE SOLUTIONS/ UNIVERSIDADE DE AVEIRO LAMEGO, 29.NOVEMBRO.2012 INVESTIGAÇÃO APLICADA CANAL [ 02 ] RESTAURANTE DO FUTURO

Leia mais

Eco.AP Barómetro 2.0 Definição de Requisitos

Eco.AP Barómetro 2.0 Definição de Requisitos Eco.AP Barómetro 2.0 Definição de Requisitos Requisitos Página Inicial Informação atualizada sobre o Barómetro 2.0. Login/Registo: Caracterização do GLE; Definição de 3 níveis de acesso: Requisitos Caracterização

Leia mais

digital strategy workshop

digital strategy workshop digital strategy workshop Porto digital strategy Este Workshop foi concebido por profissionais na área de Comunicação e Marketing Digital que atuam na indústria nacional e internacional. SOBRE O WORKSHOP

Leia mais

Nº de postos de trabalho Presidente 1 Vice-Presidente 1 Vogal 1 Secretário do Conselho Diretivo 1. Área de formação académica e/ou profissional

Nº de postos de trabalho Presidente 1 Vice-Presidente 1 Vogal 1 Secretário do Conselho Diretivo 1. Área de formação académica e/ou profissional Atribuições / Competências/Atividades Cargo/Carreira/ Categoria Conselho Diretivo Área de formação académica e/ou profissional Nº de postos de trabalho Presidente 1 Vice-Presidente 1 Vogal 1 Secretário

Leia mais